Issuu on Google+

29 de setembro dia do Padroeiro da nossa cidade São Miguel Arcanjo

Ruas da cidade, estradas que levam à zona rural, quintais, chácaras, sítios e fazendas já exibem árvores floridas de variadas cores, prenunciando a Primavera, que começará no próximo dia 22 de setembro.

Folha de São Miguel Quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Mobilização total de candidatos marca campanha a 19 dias das eleições 2012

A campanha eleitoral entra em sua fase final para as eleições do próximo dia 7 de outubro. Além do Horário Gratuito pelo Rádio, a mobilização de candidatos e cabos

eleitorais é intensa em visitas, carreatas, carros de som e distribuição de propaganda impressa. Em São Miguel Arcanjo, a feira-livre tem sido palco da presença constante

Nesta Edição: Candidatos falam sobre Esporte, Cultura e Lazer e Segurança Pág. 6

Jornal Folha de São Miguel

Augusto Camargo

Ano I • Edição 0019 • Preço R$ 1,50

de grande número de candidatos de todos os partidos. O que pode ser percebido agora ,é um engajamento bem maior dos candidatos a vereador na disputa.

Redução no preço da energia elétrica é medida histórica Pág. 3

Tribunal Superior Eleitoral nega recurso do PSDB TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL NEGA RECURSO DO PSDB E CONFIRMA CANDIDATURA DE ZÉ KODAWARA. PSDB É DERROTADO POR TRÊS VEZES. • Zé kodawara registra sua candidatura a Prefeito de São Miguel Arcanjo. • PSDB entra com pedido de impugnação da candidatura de Zé Kodawara. • Sofrem a primeira derrota onde o Meritíssimo Juiz Eleitoral de São Miguel Arcanjo, tornou sem consistência legal o recurso do PSDB.

• Insatisfeitos com a decisão do Juiz Eleitoral de São Miguel Arcanjo, recorrem ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral). • Sofrem a segunda derrota em que os desembargadores decidem por unanimidade e Zé Kodawara vence novamente. • Novamente insatisfeitos recorrem ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). • Sofrem a terceira derrota e Zé Kodawara é legítimo e de direito candidato a Prefeito de São Miguel Arcanjo. E agora........

Bandeiras e cartazes tomaram conta das ruas de São Miguel Arcanjo

SOCIAL: Confira alguns clíks das baladas de São Miguel Pág. 6

Estrada Rural do Bairro Boa Vista participa do programa Melhor Caminho

Pág. 3

Parque Carlos Botelho ganha duas novas atrações no seu 30º aniversário

Pág. 2

VOCÊ SABIA?:

Que nossos 100 bilhões de neurônios são suficientes para armazenar cerca de 10 elevados a 8.432 de bits de memória. Pág. 3


A2|

São Miguel Arcanjo - Quarta-feira, 19 de setembro de 2012 - Edição 0019

Folha de São Miguel Diretor e Editor responsável: José Augusto Camargo Neto MTB: 69.936 Diagramação: Artedesign Impressão: NG Editora Jornalistica Ltda Tiragem: 1.200 exemplares Periodicidade: Quinzenal

Folha Regional de São Miguel Ltda - ME. CNPJ: 14.738.995/0001-05 Telefones: (15) 9733.1407 das 9h às 18h Contato pelo e-mail: ojornal.sma@gmail.com Facebook: Jornal Folha de São Miguel

A redação não se responsabiliza pelos artigos assinados; não devolve os originais, mesmo quando não são publicados e faculta o direito de resposta.

30 anos

Divulgação

Parque Carlos Botelho ganha duas novas atrações

O Parque Estadual Carlos Botelho comemora o seu 30º aniversário

O Parque Estadual Carlos Botelho (PECB), no município de São Miguel Arcanjo (SP), completa 30 anos de criação neste mês de setembro e para comemorar a data, o espaço está ganhando duas novas atrações: a trilha das bromélias e Centro de Exposição Temático. A trilha tem extensão de 300 metros e conta com estrutura adaptada para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida. O caminho foi projetado sobre uma plataforma de madeira tratada, proporcionando ao turista um passeio seguro. No fim da trilha, o visitante poderá contemplar o Centro de Exposição Temático,

um espaço que reúne informações sobre a fauna e a flora regionais, além de um resumo ilustrado sobre os principais atrativos do parque. Foram gastos mais de R$ 278 mil para a implantação dos dois projetos no parque. O secretário estadual do meio ambiente, Bruno Covas, esteve no PECB para fazer o lançamento oficial da Trilha das Bromélias e do Centro de Exposição Temático na última sexta-feira, dia 14. O PECB tem uma programação especial até o dia 21 de setembro. Sobre o PECB O Parque Estadual Carlos Botelho foi criado em setembro de 1982 com o objetivo

de proteger parte da flora e fauna do local e garantir a utilização para ações educacionais, recreativas e científicas. O parque é composto por porções de Mata Atlântica e sua biodiversidade é grande. De acordo com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, suas florestas garantem o abastecimento de água para 120 milhões de pessoas, além de proteger a estabilidade das encostas e contribuir para o equilíbrio do clima. A área de mata nativa está localizada na Serra de Paranapiacaba, região sudeste do Estado de São Paulo, e tem cerca de 37,6 mil ha, abrangendo os municípios de São Miguel Arcanjo, Capão Bonito, Tapiraí e Sete Barras. A estimativa é 34 mil turistas visitam o PECB por ano. O parque é o habitat de diversos animais como a anta, onça pintada e mono-carvoeiro, além da variedade de plantas nativas como bromélias e o palmito juçara. Além de todos os seus atrativos, o parque sedia um grande número de projetos de pesquisa científica, envolvendo temas ligados à fauna e à flora, e participa do Projeto de Ecoturismo na Mata Atlântica. O Parque Estadual Carlos Botelho fica no quilômetro 78,4 da Rodovia SP-139, bairro do Abaitinga. O horário de visita é das 8h às 15h, de segunda a sexta-feira, e das 8H às 16h, de sábado e domingo. O telefone do parque é o (15) 3379-1477.

ue no cheq


|A3

São Miguel Arcanjo - Quarta-feira, 19 de setembro de 2012 - Edição 0019

agro

Estrada Rural do Bairro Boa Vista participa do programa Melhor Caminho No último dia 04 de Setembro de 2012 a Casa da Agricultura de São Miguel Arcanjo participou da Entrega Técnica CODASP – Melhor Caminho – Estrada Rural do Bairro da Boa Vista. Parceria entre a Prefeitura Municipal de São Miguel Arcanjo e a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo através de convênio, proporcionou a adequação de 6 Km da estrada rural no bairro da Boa Vista beneficiando diretamente 200 famílias de agricultores familiares que usam a rota para o escoamento da produção agropecuária. Esta obra tão importante e necessária foi executada e supervisionada pela competente equipe técnica da CODASP Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo - uma em-

presa do governo do estado de São Paulo com 83 anos de existência que presta auxílio oficial aos serviços necessários à atividade agrícola, notadamente os de motomecanização. Destacamos a presença e o acompanhamento da obra pelo Ilmo. Sr. Presidente da CODASP Jairo de Almeida Machado Junior, em nome do qual a comunidade rural são-miguelense, os agricultores familiares, as Associações e Cooperativas Rurais e a Prefeitura Municipal de São Miguel Arcanjo agradecem à toda EQUIPE CODASP, pelo empenho, dedicação, comprometimento e pela qualidade técnica do Programa Melhor Caminho que proporciona a melhoria da infraestrutura voltada à agricultura, ao agrone-

Augusto Camargo/FR

Faixa colocada pelos moradores do bairro Gaurarema: NÃO TEMOS REDE DE ESGOTO, NÃO TEMOS ASFALTO PARA SAIR DA CIDADE, NÃO TEMOS ACOSTAMENTO P/ TURISTA, NÃO TEMOS ESTRADA NA SERRA. É o povo se manifestando nas eleições 2012.

O LEITOR COMUNICA

economia

Redução no preço da energia elétrica é medida histórica

gócio, ao desenvolvimento rural sustentado e à conservação do meio ambiente e dos recursos naturais renováveis. Agradecemos também ao Engº Pedro M. Possato da CODASP e ao Secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente Engº Agrº Roberto Yoshinori Furuya pela execução das obras na estrada rural que para São Miguel Arcanjo significa muito mais que simplesmente uma obra viária, para nós a estrada rural é o melhor caminho por onde passa a Educação, Saúde, Alimentação, Segurança, Emprego, Turismo Rural, Qualidade de Vida no Campo, a liberdade de ir e vir por caminhos que levam ao Acesso aos Mercados e ao Desenvolvimento Rural Sustentável.

Flash

As cartas devem ter nome, endereço e telefone para contato. A redação reserva-se no direito de selecioná-las e resumi-las conforme o espaço disponível.

Divulgação

Envie sua colaboração para a Folha de São Miguel » Por e-mail : ojornal.sma@gmail.com » Por carta : Pode deixar na banca central, assinada com nome e endereço e telefone.

A presidenta Dilma Rousseff avaliou no ultimo dia 17, como medida histórica a decisão do governo de reduzir o preço da energia elétrica em até 28% a partir de 2013. Segundo ela, o atual modelo brasileiro eliminou o risco de racionamento, criou condições para o aumento nos investimentos e ampliou as redes de transmissão e distribuição. No programa semanal Café com a Presidenta, Dilma destacou que a redução no preço da energia elétrica será possível graças à renovação de contratos de concessão que venceriam entre 2015 e 2017. “O governo está oferecendo às empresas de energia elétrica a oportunidade de renová-los, mas com uma condição: que aquilo que já foi pago seja retirado da conta de luz. Porque os investimentos feitos lá atrás por essas empresas para cons-

truir as hidrelétricas e ampliar as linhas de transmissão e distribuição foram pagos pelos consumidores nas suas contas de luz”, explicou. Ela lembrou que o governo também vai reduzir as taxas cobradas para a geração de energia elétrica dentro de programas como o Luz para Todos e a Tarifa Social de Energia. De acordo com a presidenta, a previsão é que sejam investidos R$ 3,3 bilhões ao ano para manter os programas. “Vamos ser ainda mais rigorosos e cobrar mais qualidade dos serviços prestados à população. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) está aprimorando os índices de qualidade, que serão exigidos das empresas que fornecem energia, assim como nós estamos fazendo com o serviço de telefone, internet”, explicou.

Drogas Somos alunos da E.E.Sadamita Ivassaki, localizado no bairro Abaitinga, tivemos a oportunidade de ler o jornal Folha de São Miguel, edição 18 de 31 de agosto de 2012, e uma notícia nos causou interesse fia a do “Menor é preso com 28 pedras de crack na vila Tomaz”. Estamos honrados com o trabalho que os policiais fizeram para São Miguel, entre muitos traficantes, é um a menos em nossa cidade. Isso geralmente ocorre pala falta de emprego, as pessoas, as vezes por estarem passando fome, necessidades em sua casa começam a traficar, e se perdem

no mundo das drogas. Fica a dica para os políticos para fazerem mais projetos para tirarm os jovens do mundo das drogas. Lais e Julia Xisto – 8ª Série C Abaitinga Esporte É uma motivação para nós alunos da E.E.Sadamita Ivassaki, que o esporte de nossa cidade está marcando presença nos eventos esportivos da região. É bom saber que cada vez mais o esporte está vencendo. Parabéns para os atletas que conquistaram mais uma vitória para nossa cidade. Rodrigo e Kevin - 8ª Série C Abaitinga

• Que há um custo em ser uma pessoa honesta e séria na vida, sempre preocupada com as conseqüências dos seus atos. Às vezes, uma vida correta se revela uma forma de escravidão. Muitas vezes não se ganha nada com bondade e dedicação. • Que a imperfeição é uma característica de nossa espécie. O homem que esquece essa condição humana e imagina ser completamente bom é, na verdade, um idiota. Assumir as limitações “nos ajuda a ser humildes e, o que é mais importante, nos faz tomar consciência de quanto ainda precisamos nos aprimorar. Todo fracasso ou erro nos ensina como fazer melhor. As pessoas mais inflexíveis e perfeccionistas sofrem as conseqüências de seus atos imperfeitos”. • Que muitos adultos ainda acreditam em tudo o que aprenderam quando crianças e se sentem infelizes quando suas vidas não estão de acordo com as máximas que lhe ensinaram nas primeiras visitas a uma igreja. • Que poucas pessoas se dão ao trabalho de estudar a origem de suas próprias convicções. Gostamos de continuar a crer no que nos acostuma-

&

mos a aceitar como verdade. Por isso, a maior parte de nosso raciocínio consiste em descobrir argumentos, para continuarmos a crer no que cremos. • Que na sociedade há dois tipos de loucos: o primeiro é o caso clínico que precisa de tratamento psiquiátrico, o segundo é aquele que discorda da opinião da maioria. Esse louco é aquele que não segue padrões e não vê, ou não considera, as limitações a que a grande maioria dá tanto importância. É alguém que enxerga sozinho, não vista pelos demais. Os ateus normalmente são vistos como louco pelos religiosos. • Que a medida que a civilização progride, as sanções terrenas tornam-se mais seguras, e as sanções divinas menos eficazes. As pessoas estão descobrindo hoje que o inferno não é tão certo e nem tão quente como costumava ser. • Que nossos 100 bilhões de neurônios são suficientes para armazenar cerca de 10 elevados a 8.432 de bits de memória. É o numero um seguido 8.432 zeros. Isso supera todas as informações contidas na internet.

Tempo Temperatura

Climatempo.com.br


A4|

São Miguel Arcanjo - Quarta-feira, 19 de setembro de 2012 - Edição 0019

Rápidas No dia 29 deste mês se comemora mais uma festa do padroeiro. Se tomar por base o registro histórico, esta manifestação religiosa estará contando 126 anos, idade da paróquia criada em 1886. Entretanto, sabe-se que a devoção ao arcanjo da milícia celeste neste chão é anterior ao bairro

da Fazenda Velha. A tradição começou com o arraial denominado São Miguel do Turvo em 1836, o qual seria no futuro uma Fazenda Velha e depois São Miguel Arcanjo, conforme consta na Revista número 54 do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo na sua página 13, segundo o historiador Ricardo Gumbleton Daunt. Há pouco

orlando-leme@ig.com.br

mais de vinte anos a festa de São Miguel Arcanjo era em conjunto com o Divino Espírito Santo, como a preservar uma tradição dos mineiros fundadores da cidade e permaneceu dessa maneira por longa data. Apresentamos hoje dois momentos dessa festa tradicional em épocas diferentes.

Festa do Divino nos anos 40- Essa é a tradicional procissão do Divino que era realizada em 29 de setembro. Na foto vê-se o padre Carlos Regathieri, meninas da pia união das filhas de Maria, de gravata ao fundo, as autoridades. O festeiro leva nas mãos as insígnias do Divino, nesse caso a coroa do imperador.

“Texto e pesquisa de Orlando Pinheiro”

O andor do padroeiro: Essa é uma fotografia de uma procissão nos anos 70. Era tradição a imagem de São Miguel Arcanjo ser transportada nessa espécie de carro alegórico pelos atletas do esporte Clube São Miguel. A menina de branco à esquerda e o garoto de gravata borboleta são participantes que fizeram a primeira comunhão nesse dia.

8 de Setembro Era a mais entusiasmada da turma. Sempre chegou mais cedo. Ajudava a organizar a sala, entregar aos colegas as letras de músicas, flautas, ou qualquer outro material a ser usado nas aulas de coral que freqüentava todos os sábados no colégio em meio à comunidade num morro da capital. No final, era a responsável por guardar tudo e ajeitar o espaço para as próximas atividades. Mas não fazia tudo sozinha. Tinha carisma perante os colegas que a acompanhavam nas tarefas que se encarregou por livre e espontânea vontade. Juliana chegou à comunidade, uma favela num morro do centro da capital, com a mãe e os irmãos havia alguns anos. Vieram do interior. Lá, as muitas terras nas mãos de poucos donos cuja grande produtividade de produtos agrícolas é conseguida a custos baixos através da mão de obra barata, não ofereciam empregos a todos, muito menos qualidade de vida. O município não era inteligente para gerar oportunidades e perspectivas melhores para a mãe e seus filhos. Acreditavam que na capital teriam melhor sorte. Nas aulas de coral e flauta aos sábados, Juliana, de 12 anos, sempre acompanhada de seu irmão mais novo, Daniel, se sentia a vontade e acreditava no que ouvia. Sabia que ali era bem-vinda. Tinha um carinho imenso pelo professor e sua equipe que, conscientes dos problemas que afetam aquelas crianças, estavam dispostos a fazer com que jovens sem perspectivas se tornassem cidadãos brigadores de seus direitos, tomassem a rédea de suas vidas e lutassem pelo que acreditavam. O dia 8 de setembro é uma data especial na comunidade. Aquela gente pára para as festas e a procissão em homenagem ao dia de sua padroeira. Por coincidência é o mesmo dia do aniversário do professor de música do coral, que há alguns meses compartilhava ali bons momentos com a população. Naquele tempo muitas coisas foram feitas com a parceria escola e coral de música. A comunidade que antes via o professor com desconfiança passou a confiar em seu trabalho e admirar aquele jovem que ia até eles despretensioso compartilhar seus conhecimentos. No dia 8 de setembro, junto à homena-

gem à padroeira, homenagearam também o professor. Foi um dos dias mais importantes de sua vida. Juliana lhe deu um cartaz desenhado e assinado por todos seus alunos. E depois, um presente em particular. Junto da mãe, Juliana comprou uma pequena imagem de Nossa Senhora e com um cartão, entregou ao professor desejando-lhe força para continuar seu trabalho e que Nossa Senhora o iluminasse por toda a vida. Na semana seguinte Juliana não apareceu na aula de música. Ela nunca havia faltado. Logo a notícia se espalhou. Juliana e sua família foram expulsas do morro. Seu irmão mais velho devia dinheiro a traficantes que entraram em sua casa, destruíram quase tudo e levaram alguns objetos prometendo voltar. À mãe da menina não restava outra alternativa a não ser fugir com seus filhos. Segundo a polícia nada podia ser feito. Uma minoria da favela envolta a grande maioria de trabalhadores e gente de bem consegue fazer um estrago gigantesco. Minoria esta que detém o poder onde o poder público não exerce suas responsabilidades. A polícia que atende ao chamado de uma casa onde um quadro de milhões de dólares é roubado, não se prestou a dar segurança e reaver os pertences de Juliana e sua mãe. O Brasil é dominado por minorias. São os banqueiros, grandes agropecuários e grandes empresas nacionais e multinacionais os financiadores das campanhas de de-

Orlando Pinheiro

Duda Correa

putados, senadores, prefeitos, vereadores, governadores, presidentes... A quem irão atender ao criarem leis ou fazerem justiça, os nossos excelentíssimos governantes? À Juliana e sua família resta aprender a importante lição do valor de seu voto, trocado, como vemos em todos os lugares, por cestas básicas, favores, combustíveis ou empregos. Muitos dos nossos governantes estão lá financiados por grandes empresas e eleitos pela compra de votos. Não é de seus interesses informar e educar esses eleitores. Muito menos promover políticas públicas que gerem censo crítico na população. Quanto mais conscientes forem as pessoas, mais difícil será a conquista desses votos. Aos que tiveram a oportunidade de aprender essa lição, resta a opção de deixar como está, ou de fazer algo para reverter. As conseqüências do desinteresse por uma educação conscientizadora, de comida e moradia digna para todos e principalmente de governantes de qualidade, afetam a todos nós. Num país em que muitas vezes se opta por votar no “menos pior” por falta de escolha, resta acreditar na união das pessoas conscientes. Trata-se de uma força e um poder sem igual que precisamos aprender a usar. Aos colegas de Juliana fica a saudade. Violências são freqüentes na vida daquelas crianças, tornando, infelizmente, esse tipo de acontecimento, natural. Ao professor ficam o sentimento de impotência, as lembranças daquele sorriso sincero e o presente que é guardado como o objeto mais valioso que possui. Um abraço, Tiago Mi. Tiago Mi é Mestre em Ciências – Sociologia Política e Ética - pela Universidade de São Paulo - USP. Possui treze anos de experiência com crianças e adolescentes que vivem sob a violação de direitos. É sócio-fundador e Vice-Presidente da ONG Ação Cultural Terra Pura em Florianópolis – SC, Presidente do ASASS, idealizador e coordenador do Projeto Faz Parte Desse Nosso Carnaval e sócio-fundador do Movimento Capital Juvenil em São Miguel Arcanjo – SP.

...Marina, minha neta. Seja bem vinda neste admirável mundo louco, onde o desencanto tomou conta do seu avô. Você foi o raio de luz, o lampejo da alegria soterrada ao longo dos anos vividos. Minha neta, o que já passaram pelos olhos deste modesto escriba, caipira autóctone de Santa Cruz dos Matos, por certo lhe ficará como legado de uma vida inteira acondicionado em meia dúzia de papel amarelado. Seu avô, Marina, viu o mundo inverter seus valores especialmente nesta terra tupiniquim onde você irá pisar, em plena liberdade, no chão que é seu por direito, conquistado à duras penas. Você veio ao mundo minha pequena, num tempo de inversão de idéias onde os princípios éticos não valem vintém furado. Isso se observa pela multiplicidade de movimentos alienados reivindicando direitos e sufocando a supremacia dos deveres, hasteando bandeiras de lutas sem causa. Isso me dá medo, Marina. ...Um dos maiores orgulhos do seu avô sempre foi o fato de ser um profissional de imprensa forjado no calor do AI 5 de 13 de dezembro de 1968, quando o mundo mudou seus valores e o medo da morte era a recompensa para quem ousava falar a verdade. Hoje, o medo e a morte se fazem presentes de outra forma. Tenho medo quando passeatas acéfalas reivindicam igualdade com violência, matando os verdadeiros interesses e abortando uma idéia. Exigem respeito rosnando e mostrando os dentes ao cidadão comum acuado, muitas vezes despido de qualquer preconceito. Marina, minha neta... Essa é a luta pelo avesso do avesso, do avesso como já disse o mestre Caetano. Principalmente quando a turba alienada perde a noção de limite entre o sagrado e o profano; entre que é certo e errado! ...Dia destes, Marina, numa das tantas passeatas realizadas por aí, seu avô pode vislumbrar uma das mais tristes batalhas do Antigo Testamento: era a Guerra dos Macabeus acontecida durante o império selêucida se repetindo numa das mais importantes avenidas de São Paulo. Seu avô viu nitidamente o “replay” de quando os homens de Antíoco IV sangraram um porco no templo de Jerusalém. Questionados por Judas Macabeu, terminaram por entronizar uma prostituta nua no altar sagrado dos judeus, iniciando uma longa e sangrenta guerra (170 A.C). Marina, minha querida... Só mudou a época. Os homens são os mesmos! ...Outro orgulho do seu avô santacrucense de cepas tradicionais, foi militar por um quarto de século na linha de frente de um grande banco quando essas instituições prestavam serviço não apenas à grandes investidores, mas privilegiavam com admiração e respeito os trabalhadores honestos e compromissados com a seriedade. Hoje, Marina, tudo se generalizou. A desonestidade foi reconhecida como virtude, desobrigando o cidadão, escravo do consumismo a honrar seus compromissos. A liberdade tão almejada como dom maior do ser humano, quando chegou até nós não soubemos o que fazer com ela e despejamos sobre seu manto nossos recalques e frustrações, gritando palavras de ordem pelas ruas, como se esses gritos fossem o mais profundo e dolorido vagido dos consumidos. E a batalha dos automóveis, então? Carro de luxo é hoje a realidade fantástica dos “Transformers” da TV, com a diferença de que quem virou robô foi o ser humano. Carros de passeio viraram máquinas de guerra no congestionamento urbano e dentro deles, soldados sem causas gesticulam com violência e cospem palavrão. ...O recato deixou de ser virtude e as meninas perderam a inocência muito cedo, transformando-se em mulher temporã. Mulher Moranguinho ou Mulher Maçã. Tem até mulher qualquer coisa serve. O apregoado amor livre de sexo sem preconceito profetizado nos anos 60 e 70 banalizou-se e perdeu a sua importância. Tornou-se vulgar, vitimando especialmente as mulheres, iludidas com a revolução feminina manipulada por homens espertos os quais fizeram de marionetes as garotas “pra frente”, agora rotuladas de “piriguetes”, “marias chuteiras” “breteiras” e outros adjetivos desqualificativos. Hoje, grande parte da publicidade neste país de terceiro mundo traz sempre a imagem de uma mulher em trajes sumários. É a revolução das bundas e peitos de fora. ...Sabe minha neta, nós adultos aprendemos a nos escandalizar com a corrupção reinante na política e nem lembramos que demos carta branca para esses corruptos nos representar. Eles falam por nós, agem por nós, mas roubam prá eles. Faz parte da nossa personalidade capenga e deficiente o esquecimento. Eles não são nada mais, nada menos de que o nosso próprio reflexo. Nós só nos revoltamos porque eles estão no nosso lugar. Estão legitimamente nos representando com procuração, papel passado e carimbado. Aprendemos enfim, com muito custo no correr dos anos, a odiar dias tranquilos taxando-os de monótonos; a nos revoltar com facilidade e perdoar com dificuldade. Até a imprensa que foi santificada no altar dos sacrifícios das idéias e da tortura, hoje inverteu seu papel nadando no remanso, com medo de mergulhar em águas turvas e profundas na sua responsabilidade com a verdade, se esquivando de reportagem investigativa que busque o âmago de uma questão perguntando onde? Quando? Como? E Porque? Se proceder de forma diferente, geralmente será para defender interesses de grupos poderosos, feito uma rameira correndo atrás de homem com dinheiro. ...O que fazer hoje? Lutar contra os moinhos de vento na incerteza de que um dia isso tudo melhorará? Já pensávamos assim antes. Viver a terceira idade no desalento e no desencanto da falta de perspectiva, depois de ter percorrido longas distâncias em passos largos na estrada da dificuldade para chegar até aqui, no vazio medonho do nada absoluto? Ver o ser humano destroçado em sua essência, vilipendiado no que se tinha de melhor que era o brio e o caráter. Se sentir menosprezado e desvalorizado menos que um bordel de um Reality Show? Viver num mundo de aparências externas com o ego totalmente doentio de um mal que não tem cura que é o desejo de ser o que não é, ou aquilo que poderia ter sido se a vida não fosse tão curta? Marina, minha neta... seu avô viveu num mundo sempre em guerra, passando pelas batalhas da vida de mãos dadas com os seus rebentos salvaguardado pelo escudo do amor mútuo que nos sedimentou até a sua chegada. Por isso, eu queria tanto deixar um mundo de paz de presente pra você que acabou de chegar para ficar e escrever um futuro bem diferente do nosso.

...Até a semana.


São Miguel Arcanjo - Quarta-feira, 19 de setembro de 2012 - Edição 0019

|A5

A partir desta edição a Folha de São Miguel apresenta aos leitores propostas dos candidatos ao cargo de Prefeito. Nesta edição abordaremos dois assuntos de suma importância na nossa cidade, saúde e educação. Na próxima edição serão quatro assuntos abordados: Esporte, Cultura e Lazer e Segurança.

Vice: Dudu Terra

Coelhão (PMDB)

* Esporte - Compromisso Coelhão 15 # Investimentos: Aumento dos investimentos na área do esporte e otimização dos recursos já existentes no Orçamento Municipal para 2013, com a criação de novos centros esportivos em áreas estratégicas de nossa cidade e da zona rural. Melhoramentos nas quadras existentes nos conjuntos habitacionais. Construção de novas pistas de skate e conclusão da pista de bicicross. # Categorias de base: Retomada dos investimentos nas categorias de bases de várias modalidades, com apoio aos projetos que já dão resultados para nossa cidade e aos que nossa Secretaria do Esporte vai promover. # Atletismo Através do atletismo acreditamos poder mudar a realidade das crianças e jovens de nossa cidade, estimulando a prática dos esportes olímpicos nas escolas, visando a obtenção de resultados significativos para nossa cidade. Para isso vamos criar o Centro de Atletismo de São Miguel Arcanjo para receber os atletas e seus respectivos treinadores. # Olimpíadas Estudantis Voltaremos a organizar as Olimpíadas Estudantis anualmente, proporcionando a integração de todas as Unidades Escolares, municipais e estaduais, para que a prática esportiva seja estimulada no ano todo em São Miguel Arcanjo. # Calendário de Campeonatos e Torneios Nossa Secretaria organizará o calendário municipal de campeonatos e torneios de todas as modalidades, visando o melhor atendimento e apoio do Poder Público aos eventos esportivos. * Cultura e lazer - Compromisso Coelhão 15 # Sistema Nacional de Cultura Vamos inserir São Miguel Arcanjo no Sistema Nacional de Cultura - projeto do Ministério da Cultura, que vai descentralizar os recursos para produção e difusão cultural para os municípios. Essa será uma das principais ações junto ao Governo Federal.

# Editais Públicos Essa será uma das nossas inovações. Vamos incentivar a produção cultural laçando editais públicos de contratação de produtos culturais - como o ProAc - Programa Ação Cultural do Estado de São Paulo. As mais diversas categorias poderão ser atendidas, em quem indicará as necessidades será o Conselho de Cultura Municipal. # Festas Populares O fortalecimento das festas populares de São Miguel Arcanjo depende de pesquisa e investimento. Precisamos saber sobre o impacto que nossos eventos proporcionam em nossa sociedade, seja financeiro ou social. Dessa forma, teremos eventos cada vez mais profissionais que atenderão a população e os visitantes de forma mais organizada e eficiente. Ampliaremos a Festa da Uva, revitalizaremos o carnaval e produziremos o melhor Festival de Cultura da nossa região. Com isso incrementaremos o calendário de eventos municipal e estaremos fortalecendo a cadeia produtiva do turismo já existente. # Internet em Praças Públicas e prédios públicos Vamos disponibilizar o sinal de internet em prédios e praças públicas na cidade e na zona rural, visando a socialização e o acesso ao conhecimento das pessoas através da grande rede. Esse projeto já tem sua lei garantida, e foi autoria do vereador Dudu Terra. # Área de Lazer “Luiz Balboni” - Lagoa do Guape Uma das áreas mais belas de nossa cidade não oferece os serviços necessários e adequados para nossa sociedade. Pensando nisso, vamos criar a Gestão da Área de Lazer “Luiz Balboni”, transformando-a num parque realmente, com oferecimento de serviços de alimentação e de lazer, de entretenimento e cultura, com uma pista de caminhada monitorada, com um playground moderno e seguro, pedalinhos na lagoa, arborismo e outras atividades ligadas ao ecoturismo.

# Iluminação Pública Além de estar diretamente ligada à segurança pública no tráfego, a iluminação pública previne a criminalidade, embeleza as áreas urbanas, destaca e valoriza monumentos, prédios e paisagens, facilita a hierarquia viária, orienta percursos e aproveita melhor as áreas de lazer. Vamos melhorar a iluminação pública de São Miguel Arcanjo na área urbana e rural e dessa forma estaremos reduzindo a criminalidade em nossa sociedade. # Brigada de Incêndio e Defesa Civil Brigadas de Incêndio são grupos de pessoas previamente treinadas, organizadas e capacitadas para realizar atendimento em situações de emergência. Em geral estão treinadas para atuar na prevenção e combate de incêndios, prestação de primeiros socorros e evacuação de ambientes. São Miguel Arcanjo necessita da criação desse grupo para ajudar a prevenir e combater os incêndios que acontecem no decorrer dos anos. A Defesa Civil trabalha para que o conjunto de ações preventivas, de socorro, assistenciais e reconstrutivas destinadas a evitar ou minimizar os desastres naturais e os incidentes tecnológicos. Preservar o moral da população e restabelecer a normalidade social na cidade também é uma das suas funções. Ainda não temos essa importante equipe, mais vamos trabalhar para formá-la.

ESPORTE

CULTURA E LAZER

SEGURANÇA

- INCENTIVO À CRIAÇÃO DE ESCOLAS PARA AS CRIANÇAS, PARA FUTEBOL, NATAÇÃO, TENIS DE MESA... ETC.

- DESENVOLVER ATIVIDADES CULTURAIS COMO MÚSICA, DANÇA, TEATRO E CINEMA DE FORMA REGULAR NO CENTRO CULTURAL.

- AMPLIAÇÃO DA POLÍCIA COMUNITÁRIA NOS BAIRROS DA ABAITINGA E SANTA CRUZ, NOS MOLDES DO BAIRRO DO GRAMADÃO

- CRIAÇÃO DO CENTRO OLÍMPICO PARA ATLETISMO, NATAÇÃO.

- AMPLIAR O PROJETO GURI

- APOIO LOGÍSTICO EM PARTICIPAÇÕES ESPORTIVAS, FORA DO MUNICÍPIO.

- INVESTIR NAS FESTAS TRADICIONAIS (Festa da Uva, do Vinho, Carnaval, Lolo Terra, Festival de Inverno, do Folclore)

- IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA DA FUNÇÃO DELEGADA E PRÓ-LABORE. PROGRAMA ESTES APROVADOS RECENTEMENTE PELO GOVERNO ESTADUAL

- CRIAÇÃO DAS COORDENADORIAS DO ESPORTE, TURISMO E CULTURA

- BUSCAR JUNTO AO GOVERNO ESTADUAL, O AUMENTO DE EFETIVO PARA A POLÍCIA MILITAR E CIVIL, VEÍCULOS E EQUIPAMENTO. - CRIAÇÃO DA COORDENADORIA DE SEGURANÇA PÚBLICA.

Vice: Hélio Mori Vice: Prof. Branco

# Serviço de Inteligência e vigilância Vamos investir num sistema de inteligência e vigilância que seja eficiente e que realmente sirva a nossa população. Nossa proposta é sistematizar as informações com as Forças Policias e que a vigilância por meio de câmeras possa ser de qualidade e que esteja disponível em tempo real para os policiais.

# Mobilidade Urbana Vamos desenvolver estudos técnicos para realmente termos um trânsito seguro e equilibrado. O Departamento de Trânsito terá funções de fiscalização mais sobre tudo vai conscientizar a população através de programas e propagandas educativas. Nossa proposta e implantar na escola fundamental a Educação para o Trânsito que vai orientar desde cedo nossos jovens para a paz na ruas e estradas.

- ESTUDO PARA VIABILIZAÇÃO DA GUARDA MUNICIPAL.

ESPORTE, LAZER E JUVENTUDE

Zé Kodawara (PTB)

buscar os programas na área da segurança que estão dando certo no Brasil. # Atividade Delegada Com lei aprovada e aguardando liberação do Governo do Estado, vamos implantar a atividade delegada. Atividade Delegada é um convênio firmado entre as prefeituras e a Secretaria da Segurança Pública, que permite aos policiais militares desempenharem suas funções nos dias de folgas. Os PMs podem trabalhar por no máximo 12 dias por mês e a carga horária não pode passar de oito horas por dia. O convênio tem duração de três anos e pode ser prorrogado por mais cinco. Esse programa fará a diferença na segurança pública, pois os soldados contratados estarão a disposição do Prefeito para operações em conjunto com as forças locais.

* Segurança - Compromisso Coelhão 15 # Efetivo da Polícia Civil e Militar Vamos dialogar com as esferas superiores para demonstrar a necessidade urgente do aumento das forças policiais em nosso município para atender melhor nossa sociedade. Com apoio do Governo Federal, do PT e do PMDB vamos

- CRIAÇÃO DO CALENDÁRIO ESPORTIVO DE SÃO MIGUEL ARCANJO.

Valdir (PSDB)

# Conselho de Cultura Municipal Através do Conselho de Cultura Municipal recém criado pelo vereador Dudu Terra através de lei específica, vamos mapear e quantificar a produção cultural de nossa cidade, saber das manifestações culturais seus anseios e desejos e assim, planejar a melhor forma para se investir na cultura local.

• Implantar a Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude, tendo como objetivo principal movimentar a população de nossa cidade, focada na formação de uma cultura holística (esporte, dança, música, poesias, arte) das crianças e adolescentes como meio de transformação social. • Criar o Conselho Municipal da Juventude. • Admitir jovens para estágio remunerado, nas secretarias municipais, com a condição de estarem cursando estudos de nível superior ou técnico. • Ampliar o Programa Jovem Aprendiz. • Criar programas de capacitação profissional vinculados à educação. • Implantar programas de inclusão digital. • Promover competições municipais e intermunicipais, para que estas venham, além de entreter as pessoas, ser uma opção de lazer para quem gosta de esporte. • Participar de competições importantes como Jogos Regionais, Copa Tv Tem, Copa Record (paralelo à melhor preparação de nossas equipes corre o desafio de resgatar a credibilidade e respeito de nossas equipes, até hoje perdidos). • Buscar parcerias para implantar o Programa Bolsa Atleta. • Criar no mês de agosto (que acontece a semana do folclore), uma semana de resgate cultural, tendo como base brincadeiras e jogos antigos, que resgatem a tradição e cultura de nossa cidade; realização de eventos, jogos e competições de atividades como: taco, futebol de botão, corrida de carrinho de roleman, confecção e soltura de pipas, pião, entre outros. • Melhora na elaboração dos jogos estudantis (Olimpíadas Estudantis), sendo norteados com regras claras e com um propósito mais claro e objetivo. • Resgatar algumas modalidades de destaque que foram esquecidas nos dias atuais. • Diversidade na criação das escolinhas, trabalhando, além das modalidades tradicionais, como vôlei, futebol, basquete e handebol; usar e aguçar a curiosidade e vontade das crianças e jovens a conhecer e vir praticar diferentes modalidades em que eles possam se encaixar em uma de sua preferência. • Trabalhar com ambos os sexos, dando as mesmas condições e oportunidades para homens e mulheres. • Criação do evento Agita São Miguel, que tem como intuito fazer com que as pessoas se movimentem e interajam (uma alusão aos eventos Agita São Paulo e Dia

do Desafio). Entretanto, esse deverá acontecer aos finais de semana e buscar fazer com que as famílias se movimentem juntas. • Utilização dos espaços existentes para a prática da atividade física e esporte, como Ginásio Municipal João Ferraz de Moura, Estádio Municipal Nestor Fogaça e Campo Marcos Antonio R. da Costa (Vila Nova), e algumas quadras poliesportivas espalhadas pela cidade. Faz-se necessária a criação de novos espaços para que outras atividades e modalidades sejam desenvolvidas. • Disponibilizar profissionais qualificados para serem monitores de esportes nas diversas áreas esportivas do município. • Bairros - buscar movimentar os bairros com a criação do Programa Caravana do Esporte, sendo que, a cada final de semana, um Bairro será visitado por uma caravana multidisciplinar, que realizará brincadeiras, jogos e atividades recreativas com o intuito de estimular a prática e desenvolver o gosto dos praticantes pela atividade física e conhecer e praticar diversas modalidades, fazendo com que cada um busque praticar a modalidade de que mais tenha gostado e se identificado. • Viabilizar uma interação maior entre bairro e cidade nas diversas competições que serão organizadas pela secretaria. • Buscar apoio para construção de uma pista de atletismo em nosso município. • Buscar recursos para construção de Centro Esportivo de Excelência, onde ocorrerá treinamento dos atletas destaques em todo município. CULTURA - A FORMAÇÃO DO CIDADÃO • Transformar o Centro Comunitário num espaço onde os artistas possam utilizar para mostrar seus talentos, tornando-se sede do Departamento de Cultura. • Otimização do espaço cultural Toamitse Ivasaki. • Favorecer a criação de redes articuladas estaduais, regionais e municipais de organização no campo da cultura, orientadas pelo Plano Nacional de Cultura. • Criação e fortalecimento do Conselho Municipal de Cultura. • Resgatar nosso carnaval de rua, criando condições para que as agremiações e blocos se organizem. • Vivificar a Corporação Musical são-miguelense e a Banda Marcial Municipal. • Promover periodicamente eventos culturais em nosso município. • Criar a semana do artista, proporcionando aos artistas locais a oportunidade de exporem seus trabalhos. • Estabelecer um calendário com todos os eventos culturais em nosso município. • Fomentar atividade de teatro, cinema, exposições, escultura, pinturas e outros.

CNPJ contratante 16.214.113/0001-20 - CNPJ contratado 14.738.995/0001-05 - Valor da publicação - R$ 90,00

SEGURANÇA PÚBLICA • Aperfeiçoar o já existente Departamento de Trânsito em nosso município, proporcionar o estudo de engenharia de trânsito para melhorar o fluxo de automóveis e pedestres e garantir que toda receita ligada ao Departamento seja investida conforme legislação vigente. • Estudar possibilidade de dotação orçamentária para criar a Guarda Municipal. • Celebrar convênios com o governo estadual para auxiliar e melhorar a segurança pública em nosso município. • Viabilizar bases de apoio nos Bairros. • Celebrar convênios com o governo estadual ,através da Secretaria de Segurança Pública (Atividade Delegada) objetivando o aumento do efetivo policial. • Aperfeiçoar e melhorar o sistema de monitoramento.


A6|

Pomoção Óticas Carol - Rosely Agostinho Parrilha foi a ganhadora da Promoção das òticas Carol e levou para casa uma exclusiva bolsa Ana Hickmann.

São Miguel Arcanjo - Quarta-feira, 19 de setembro de 2012 - Edição 0019

No último dia 08 de setembro rolou mais um Clube da Tupy com o “2º Encontro de Cowboys do Asfalto”. Confira algumas fotos! Ciclistas Visitaram a Caverna do Diabo em Eldorado - Aproveitando o feriado de 7 de setembro, alguns ciclistas foram visitar a Caverna do Diabo na cidade de Eldorado. Eles saíram de São Miguel na sexta e pedalaram 150 km, dormiram na cidade de Eldorado, visitaram a caverna no sábado; no domingo pegaram o caminho de volta às 8 horas da manhã e muito cansados e realizados chegaram à São Miguel às 14 horas. Na imagem estão eles Luizinho da prefeitura, Xico Noronha, Toninho pereira, Matheus, Ricardo, Zeca, Inácio e Ari que foi encontrá-los na Abaitinga.

Joãos & Joanas - O lançamento do livro Joãos & Joanas de Pedro H. Balboni no último dia 7 de setembro, na Casa da Praça foi um sucesso! Parabéns!


Folha de São Miguel