Issuu on Google+


2

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Nadador Clodoaldo Silva será o padrinho do Projeto de Paraesporte de Rio das Ostras

A

partir de agosto, a Prefeitura de Rio das Ostras dará o pontapé inicial para o projeto de paraesporte, com o início do cadastramento de moradores com deficiência. Um dos ícones da modalidade, o nadador Clodoaldo Silva abraçou a causa e será o padrinho do projeto, que promoverá ações de inclusão por meio da oferta de diversas modalidades adaptadas a pessoas com deficiência física ou intelectual. Nesta segunda, 8, Clodoaldo gravou um vídeo para divulgar a iniciativa no Município. Detentor de 13 medalhas olímpicas, Clodoaldo Silva foi o primeiro paratleta brasileiro a ganhar destaque internacional após seu desempenho espetacular nas Paralimpíadas de Atenas, em 2004, quando conquistou seis medalhas de ouro e uma de prata nas oito provas que disputou. Com isso, Clodoaldo entrou para a história da natação paralímpica brasileira, como o maior medalhista da competição. Para o nadador, tão importante quanto as conquistas, é a visibilidade que tem por

meio do esporte, uma vez que dá visibilidade às pessoas com deficiência. “Isso contribui para uma mudança de comportamento em relação ao respeito aos direitos das pessoas com deficiência. Um exemplo é a acessibilidade para deficientes físicos, idosos, gestantes e pessoas com mobilidade reduzida temporária. O grande legado das competições que sediaremos - Copa do Mundo e Olimpíadas - deve ser o respeito às pessoas, que não precisam ser tratadas como coitadas, mas ter apenas oportunidade”, destacou. A partir de agosto, o Departamento de Paraesporte iniciará o cadastramento de moradores com necessidades especiais. Com a iniciativa, pretende-se fazer um levantamento preciso do número de pessoas e identificar o tipo de deficiência. Para isso, equipes da Prefeitura visitarão as localidades do Município, indo de casa em casa. Futebol (de cinco e de sete), vôlei, natação, basquete, atletismo, tênis de mesa, vela adaptada e goalball serão as modalidades adaptadas ofe-

recidas pelo Departamento. Além disso, a Prefeitura estuda ainda a implantação do projeto “Acessibilidade é a nossa praia”, que possibilita a pessoas com deficiência física usufruir de atividades de lazer na praia, com a utilização de cadeiras adaptadas (anfíbias) apropriadas para esse fim. “Há muitas pessoas que, por vergonha de sua condição, deixam até de se cadastrar em programas da Prefeitura. Nosso objetivo é

mudar esta realidade ao oferecer a oportunidade de socialização através do esporte e do lazer”, explica Alberto Moreira Jorge, secretário de Esporte e Lazer. ÍDOLOS O recorde de Clodoaldo somente foi superado em 2012, pelo também nadador Daniel Dias, que começou a praticar esportes inspirado nas conquistas de Silva em Atenas. Por sua vez, um dos

EXPEDIENTE - Propriedade: EJORAN - Editora de Jornais, Revistas e Agências de Notícias • Sede e Parque Gráfico Próprios. Rua: Benedito Peixoto, 90 Centro Macaé/RJ Tel. (22) 2106-6060 - CNPJ: 29699.626/0001-10 • Registrado na forma da lei • Diretor Presidente: Oscar Pires • Editor: Letícia Santana (leticiasantana@odebateon.com.br) • Vendas de Publicidade: Paulo Só (22-9926-6222) • Diagramação: Cezar Lobo (atosoficiais@odebateon.com.br) • Fotos: Wanderley Gil (fotografia@odebateon.com.br) • Acesse: www. odebateon.com.br • E-Mail: comercial@odebateon.com.br • A direção de O DEBATE não se responsabiliza e nem endossa os conceitos emitidos por seus colaboradores em ações ou artigos assinados, sendo de total responsabilidade do autor. • Filiado à ADJORI - RJ Associação dos Diretores de Jornais do Estado do Rio de Janeiro e à ADI Brasil • ANJ Associação Nacional de Jornais.

O DEBATE RIO DAS OSTRAS

ídolos de Clodoaldo na natação é o ex-nadador e campeão mundial Raphael Thuin, que atualmente ocupa o cargo de subsecretário de Esporte e Lazer de Rio das Ostras e foi o responsável pelo convite ao atleta. “Conheço o Clodoaldo há cerca de 10 anos. Ele é um ídolo do esporte mundial, uma referência para pessoas com deficiência. Com certeza vai incentivar muitas pessoas com deficiência a sair de casa e praticar esportes”, observa.


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Formação Profissional Aprenda Web Design

S

e você tem habilidades com o computador, criatividade, além do desejo de investir no próprio negócio podendo trabalhar em qualquer lugar que estiver com horários flexíveis, a profissão de web designer pode ser uma grande oportunidade. É uma área de atuação bastante variada, podendo também trabalhar em empresas que possuam um setor de web ou atuando mesmo como um profissional autônomo. O importante é experimentar e descobrir o que é melhor para você. Basicamente, um web de-

signer trabalha com sites, criando projetos e desenvolvendo interfaces gráficas de acordo com o “briefing” passado pelo cliente. É um profissional que precisa estar sempre atualizado, pois é uma área de atuação muito abrangente com tecnologias em constante mudança. Para quem deseja seguir essa formação profissional, o primeiro passo é fazer um curso de Web Design. O curso de Formação em Web Designer oferecido pelo SAYS foi criado para desenvolver um profissional capaz de criar sites utilizando técnicas e ferramentas apuradas como o HTML, Photoshop, Dreamweaver e Flash.

Então, para ser um bom web designer você precisa conhecer os recursos e saber como aplicá-los para que possa fazer um bom site. Conhecer as

3

Por Luciana Leal linguagens de programação, fazer com que sua interface seja sua obra de arte pode garantir o sucesso do projeto. Utilize, experimente, crie,

inove e transforme os conhecimentos de web em grandes oportunidades de negócios!


4

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Teologia & Vida “Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: Alegrem-se!” (Filipenses 4.4)

fabiomarinho73@gmail.com

ALEGRE-SE SEMPRE!

O

tom da carta enviada aos cristãos da cidade de Filipos é este: alegrai-vos e regozijai-vos no Senhor. Do início ao final da carta a alegria é a nota dominante. Se era um desafio para os cristãos da época serem, ou estarem felizes em meio a tantas circunstâncias contrárias, para nós hoje não é muito diferente. As modas passam, o tempo passa e as

muitas coisas vão mudando de uma época para outra. Entretanto, a humanidade sempre tem grandes obstáculos a enfrentar e parece que, ao final, as preocupações que assolam o homem são sempre as mesmas. Neste sentido, como podemos fazer para continuarmos alegres no Senhor? Em primeiro lugar, veja as dificuldades com uma ótica positiva. No início da carta aos filipenses, Paulo afirmou: “Quero que saibam, irmãos, que aquilo que me aconteceu tem, ao contrário, servido para o progresso do evangelho” (Fp 1.1214). Em alguma medida, as pessoas sabiam que ele estava preso não porque era um criminoso, mas em

por Pr. Fabio M. Martins

virtude de ensinar o Evangelho de Cristo. Por outro lado, em que pese à injusta prisão, foi neste estado que o Evangelho foi exposto para toda a guarda do palácio, para os outros presos (Fp 1.13) e para as demais pessoas que moravam naquele lugar (Fp 4.22); deve destacar que a cadeia do apóstolo trouxe motivação para a igreja de Filipos (Fp 1.14). Em outras palavras, as Boas Novas estavam sendo espalhadas dentro e fora da prisão. A fé, a confiança e a paciência de Paulo, apesar de sua prisão, ajudaram os crentes e companheiros a tornarem-se mais confiantes no Senhor. Em segundo lugar, não permita a que a adversi-

dade feche a porta do coração para a alegria. Paulo disse: “De fato, continuarei a alegrar-me, pois sei que o que me aconteceu resultará em minha libertação, graças às orações de vocês e ao auxílio do Espírito de Jesus Cristo.” É claro que Paulo não está feliz por estar preso. Ele estava falando das bênçãos do processo (proteção no julgamento, prisão domiciliar, pregação do evangelho aos soldados, ministério das cartas). Ele focou na providência e não no problema. Quando direcionamos o coração para honrar a Cristo em nossa vida e morte, somos mais felizes e completos. Por fim, olhe para seu testemunho. Diz o apósto-

lo: “Aguardo ansiosamente e espero que em nada seja envergonhado. Ao contrário, com toda a determinação de sempre, também agora Cristo será engrandecido em meu corpo, quer pela vida, quer pela morte; porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro” (Fp 1.20-21). Paulo não estava preocupado com ele, mas com Cristo, com Seu Reino e com Sua Palavra. Que grande lição pra nós. Paulo não mudou seu estilo de vida porque sua vida mudou. Manteve sua esperança em Deus, permaneceu firme e deixou um grande legado.


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

5

JUSTIÇA

Reviravolta no caso Gabriely Polícia Civil abriu uma nova linha de investigação que aponta para o fato de a menina estar sozinha em casa quando foi levada berthamuniz@odebateon.com.br

U

ma reviravolta no caso Gabriely, que pode desvendar o misterioso crime, foi divulgado na última terça-feira (16), pela delegada responsável pelas investigações do crime, Carla Tavares, titular da 128ª Delegacia Policial de Rio das Ostras (DP). As linhas de investigação agora apontam para o fato de a menor estar sozinha em casa, no Âncora, em Rio das Ostras, quando foi sequestrada. De acordo com o depoimento de testemunhas, os pais de Gabriely estariam em uma festa julina que aconteceu naquela noite na comunidade onde moram. A polícia agora tenta descobrir se o suspeito teria realmente invadido a casa para sequestrar Gabriely. “Será necessário ouvir mais algumas pessoas para sabermos se ela realmente estava dentro de casa na hora que foi levada. Trabalhamos com toda a urgência necessária

para concluir o caso o mais rápido possível”, esclareceu a delegada Carla Tavares. Gabriely foi encontrada morta três dias após ter desaparecido, na madrugada de domingo (7), debaixo de uma pilha de telhas em uma obra a 100 metros de sua residência. De acordo com o depoimento dos pais, ela estava dormindo ao lado de mais quatro irmãos em um colchão quando foi levada pelo sequestrador. Na última sexta-feira (12), um usuário de crack que dormia no local do crime foi identificado como suspeito. Segundo testemunhas, o homem foi visto rondando a obra, enquanto a menina estava desaparecida. As imagens das câmeras de segurança de comércios da região foram analisadas e confirmaram os depoimentos. Agentes encontraram na obra, junto com os objetos do suspeito, uma panela com comida, que havia sumido da casa da vítima no dia anterior ao seu desaparecimento. Ele já havia sido

DIVULGAÇÃO

A delegada

preso no último sábado (13), após furtar algumas residências em Rio das Ostras. No laudo médico havia indícios de fissura no reto e perfurações de órgãos. Segundo o documento, existe

a suspeita que a morte tenha ocorrido poucas horas após o sequestro, já que o corpo estava em estado avançado de decomposição. A delegada aguarda o laudo da perícia feita nas

roupas do possível sequestrador e o resultado do teste do material genético colhido, que devem sair ainda nesta semana. Assim que o resultado sair, o suspeito será apresentado.


6

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Rio das Ostras sedia final de Jogos Estudantis R io das Ostras recebeu no último sábado, 13, times de várias cidades fluminenses para as finais dos Jogos Estudantis do Rio de Janeiro. A primeira fase do evento abriu espaço para os adolescentes da categoria A, com idade entre 12 e 14 anos. Os times vencedores estarão nos Jogos da Juventude em Natal, ainda sem data marcada. As partidas de futsal e handebol aconteceram no Ginásio Poliesportivo Benedito Zarour. As de basquete e vôlei, no Centro Esportivo Municipal Francisco Leite. “A Prefeitura de Rio das Ostras tem uma estrutura ótima para a realização de eventos esportivos. Sem dúvida, trazer os melhores jogadores destas escolas para cá é abrir oportunidades para estes jovens desenvolverem suas habilidades”, contou Marlene Araújo, Coordenadora Estadual do Jogos Estudantis.

Com apenas 14 anos, Izabella de Mello, de Quissamã, mostrou garra, se destacando no campeonato. “Eu não acredito que vencemos. Agora vamos representar nosso Estado no Nordeste. Estou muito feliz”,

CONFIRA OS RESULTADOS

Basquete Masculino INSTITUTO LOIDE MARTHA (DUQUE DE CAXIAS) Baquete Feminino Futsal Masculino EXTERNATO SANTA IGNÊS (NOVA FRIBURGO) Futsal Feminino DR. AMILCAR PEREIRA DA SILVA (QUISSAMÃ) Handebol Masculino C. E. ANTÔNIO DA SILVA (NOVA IGUAÇU) Handebol Feminino CIEP JEAN BAPTISTE DEBRET (SÃO JOÃO DE MERITI) Vôlei Masculino 0X2 COLÉGIO CALIFORNIA (NOVA IGUAÇU) Vôlei Feminino CENTRO EDUCACIONAL DA LAGOA (RIO DE JANEIRO)

Opinião Nossas Vocações e os Interesses Nacionais! acosiro@gmail.com

H

á muito tempo tento mostrar a importância de nós irmos a Brasília. Quando digo nós, digo os partidos políticos, entidades de classe, gestores e governo municipal! Fiz um convite ao município de Rio das Ostras para participar de uma agenda com o Ministério dos Esportes-ME, onde havia solicitado para tratar de partidários do PCdoB Riostrense, junto aos programas de esportes e projetos desenvolvidos pelo Ministério. Convidei o Prefeito Alcebíades Sabino para uma agenda, o qual prontamente designou seus subsecretários Raphael Thuin e Rogério Abril, representando assim, a Prefeitura de Rio das Ostras. Aos que me

conta a artilheira do time. Os Jogos Estudantis 2013 envolvem cerca de 13 mil estudantes de 437 escolas de 55 municípios de todo o Estado do Rio. A categoria B, com jogadores entre 15 e 17 anos, está prevista para 10 de agosto.

conhecem, sabem da relação institucional que ao longo de minha vida constitui, hoje morador, empreendedor, cidadão presente e participativo, pude pôr minha experiência a serviço da nossa sociedade. Nesta ida a Brasília, pudemos iniciar quebras dos paradigmas que tanto limitam as ações municipais junto ao governo federal. Quero, publicamente, parabenizar e agradecer ao governo municipal de Rio das Ostras. Primeiramente, à Secretaria de Esporte de Rio das Ostras, representada por seu subsecretário Rafael Thuin, à Secretaria de Obras, representada por seu subsecretário Rogério Abril e, principalmente, ao Prefeito Alcebíades Sabino, por terem possibilitado o início deste relacionamento institucio-

Edinel Flores nal em busca do melhor para a sociedade riostrense! Em breve relato, descrevo as 24 horas da maratona na busca dos caminhos junto ao governo federal. Nosso município possui muitas demandas reprimidas por todas as administrações anteriores terem negado esta parceria entre as duas esferas: a federal e a municipal. É notório que recursos destinados aos municípios sobram nos caixas federais por não haver propostas e projetos condizentes com a legislação em vigor e, muito menos, capacitação para contemplá-las. É preciso cadastros em dias, condições e aptidões sociais e uma análise das necessidades de implantação. Digo isso porque as operações dos municípios na buscas de recursos federais deixam a desejar, já que nos falta, na maioria da vezes, capacidade técnica. Digo que sofremos pela ausência de aptidão, foi quando me pus à disposição. Pois bem estivemos no Ministério do Trabalho e logo conquista-

mos o compromisso do Coordenador geral do empreendedorismo juvenil, o Dr. Hélio Ricardo Macedo que acenou com todo apoio para implantação de vários programas, principalmente, o pró jovem e outros de capacitação do ministério para nossas crianças e jovens. Seguindo a agenda, conversamos com técnicos do governo das referidas pastas, os quais nos deram orientações importantes de agendamentos e critérios a serem seguidos para nos qualificar para o recebimento de vários recursos, também junto ao Ministério das Cidades e Reforma Agrária, demonstrando agendamentos e prazos. Seguimos para o principal agendamento no Ministério do Esporte, onde nos reunimos com o chefe de gabinete do Ministro, o Dr. João Luiz, e pudemos, em uma excelente reunião, demonstrar algumas vocações de Rio das Ostras para esportes olímpicos, com a intenção de fazer do nosso município, um polo de apoio às modalidades

olímpicas. Expomos em um breve diagnóstico de nossas vocações esportivas, capacidade hoteleira com mais de 600 acomodações e, também, por estarmos a 176 km da capital. Nossas vocações convergem com os interesses nacionais, conforme nos acrescentou o chefe do gabinete do ministro. "O objetivo da inclusão do esporte como objeto de qualificação de nossas crianças é um interesse do governo federal", disse o Dr. João Luiz. Ele demonstrou todo o apoio para produzir a infraestrutura necessária para as vocações da nossa terra e apoio institucional. Após reunião no ME, estivemos no Comitê Paraolímpico Brasileiro-CPB em Brasília. O Presidente do CPB, o Sr. Andrew Parsons firmou uma parceria com o município de Rio das Ostras para ajudar no desenvolvimento do paraesporte em nosso município.


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Onshore e Offshore

7

por Wellgton J. Oliveira

GSI de Macaé: 100% uma escola de Pintura Industrial contato@gsimacae.com.br

A

pesar de parecerem novos, os cursos à distância já existem desde 1890 na Alemanha e desde 1881 na Universidade de Chicago, que oferecia um curso da língua hebraica por correspondência. Há documentos que provam que já no início do século XX existiam produções de filmes educacionais e também transmissões radiofônicas, todas nos Estados Unidos. No Brasil essa prática só chegou com força em 1937 com a criação do Serviço de Radiodifusão Educativa, do Ministério da Educação; o esquema era trazer aulas no rádio que eram acompanhadas por material impresso. A primeira empresa particular a trazer o serviço de ensino a distância foi o Institu-

to Monitor, que desde 1939 já atendeu mais de 5 milhões de pessoas. O Instituto Universal Brasileiro, que foi criado em 1941, até hoje tem uma gama imensa de alunos por correspondência que aprendem novas profissões por meio de material impresso e, recentemente, fitas de vídeo. Com o foco na formação técnica, o IUB, que atualmente conta com 200 mil alunos, já atendeu durante toda a sua história mais de 4 milhões de pessoas. A GSI Treinamento Industrial, inovando mais uma vez, também está para concluir seu projeto de curso à distância na formação profissional de Pintor Industrial onde o aluno será acompanhado online por Instrutor/Inspetor de Pintura Industrial qualificado pelo SNQC junto a ABRACO - Associação Brasileira de Corrosão, após a

conclusão das aulas teóricas On-Line o aluno somente terá que comparecer na unidade da GSI de Macaé/RJ para participar das aulas práticas e aplicação das provas para terem direito a seus devidos certificados. CURSOS DA GSI TREINAMENTO INDUSTRIAL: a)Curso de formação de Pintor Industrial (Certificação ABRACO) - Inscr. Abertas; b)Curso de formação de Pintor Industrial - A Distância (Certificação GSI) - EM breve!!! c)Curso de formação de Delineador de Pintura (Certificação GSI) - Em breve!!! d)Curso de formação de Pintor Letrista (Certificação GSI) - Em breve!!! e)Curso de Pintura Airless (Certificação GSI) - Em breve!!! Inscreva-se em nosso site e acompanhe o início das matrí-

culas: Site: WWW.gsimacae.com. br Facebook: GSI Treinamento Industrial PS: Em breve cursos diretamente da ABRACO na GSI de Macaé (Encarregado de Pin-

tura Industrial e Inspetor de Pintura Industrial N-1), envie seu email com interesse nestes cursos para: contato@gsimacae.com.br


8

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Gastronomia

por Raoni Spalla

LE CHATON AO VIVO lechatonro@hotmail.com

B

om essa semana vou falar sobre o novo conceito do restaurante. Não vamos deixar de atender da maneira que atendemos, ou a decoração irá mudar, porém, será um restaurante mais voltado para o público frequentador da noite de Rio das Ostras. Começamos com música ao vivo todas às sextas-feiras, com um cardápio voltado para esse tipo de ambiente e digo que foi e está sendo um sucesso, tanto as comidas e bebidas, como também as pessoas que estão frequentando, o ambiente está maravilhoso e a música só mesmo o LE CHATON para proporcionar. Claro que não deixarei de falar de um aniversário que ocorreu no dia da música ao vivo, que me deixou muito feliz ao ver a alegria da aniversariante que se chama Cristina, a alegria dela me contagiou e também ao ambiente, não tinha quem não ficasse feliz ao ver a sua felicidade e também de seus familiares que lá estavam. Beijos, Cristina, de todo o Le Chaton e, claro, a todos que também foram só que não dá para colocar todos aqui.

RECEITA Frango Tai

350g de peito de frango em cubos Shoyu 1 colher de açúcar 1 pedacinho de gengibre Pimenta do reino Molho de ostra Pimenta dedo de moça picada

PREPARO

Em uma bol ou vasilha misture todos os temperos no frango e passe na frigideira até ficar no ponto. Sirva com arroz branco.


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Arquitetando Espaços Linha Pet Não sei se perceberam mais um mercado que mais cresce no Brasil, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação, que é a linha Pet.

O faturamento do mercado Pet foi de R$ 14,2 bilhões em 2012, um crescimento recorde de 16,4% em relação ao ano anterior. Levantei esse assunto essa semana, por-

por Eduardo Camillo

que tenho recebido alguns pedidos de projetos para esse nicho de investimento que é muito interessante. A Sandrin em 2011 desenvolveu pela primeira vez no Brasil uma linha de móveis planejados para os bichinhos de estimação, que hoje é um sucesso de vendas e com projetos bem elaborados e pensados no Bem-Estar de nossos

Detalhes nas fotos como a prateleira “o pulo do gato”, módulos específicos para separar todos os acessórios e mimos de seu pet, a abertura na porta do módulo para o acesso da caminha, grandes diferenciais e o Bem-Estar que é a preocupação principal da Sandrin.

9

amiguinhos. Quem tem gatinhos, por exemplo, pensando na alegria dos “bichanos”, a Sandrin criou a prateleira “O pulo do gato” para o felino pular livremente. Sempre voltada no quanto é importante à interação entre o dono e o seu bichinho de estimação criamos um módulo com abertura para a entrada e saída da casinha e outro diferencial é

o puxador personalizado, que possui cantos arredondados para garantir a segurança dos animais. Vejam alguns projetos bem interessantes da linha Pet Sandrin. Até semana que vem. Abraço!

Módulos versáteis que facilitam o projeto e sem contar em nossas lâminas em BP que agregam sofisticação e resistência.


10

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Aroma e Sedução

por Ellen Carvalho

Perguntas sobre Perfumes dnaparfum@gmail.com

1. Como sentimos o cheiro do perfume? No teto do nariz encontramos de 20 a 30 fibras olfativas com terminações nervosas que são ativadas por partículas que se localizam no ar e são transformadas em impulsos elétricos, geralmente sentimos mais cheiro dos perfumes fortes e voláteis. Esses impulsos são lidos e decodificados pelo cérebro, e este, captura o cheiro em poucos segundos. O nosso olfato, um dos cinco sentidos,

está ligado ao sistema límbico do cérebro, e é ele que regula emoções como o medo, o humor, a tranquilidade, a sexualidade e outros. 2. Por que não sentimos mais o perfume que compramos? O que acontece é a acomodação olfativa, onde o usuário se acostuma com o cheiro do perfume e não o sente depois de um longo tempo. 3. Por que ao passar um perfume sentimos um cheiro e após algumas horas sentimos outro?

As famílias olfativas possuem esse poder. Elas são responsáveis por aumentar ou diminuir a concentração da fragrância em nossa pele. O ideal ao comprar um perfume é passá-lo na pele e passear pela loja até que o verdadeiro cheiro apareça. Na hora de comprar o Perfume 1. Borrife algumas gotas do perfume escolhido e ande pela loja para que as notas de saída possam evaporar e você possa sentir o verdadeiro cheiro do perfume. 2. O cheiro de um

perfume varia de pessoa para pessoa porque cada um tem uma química e uma oleosidade natural que mudam o aroma do perfume no corpo. Assim, usar perfume de um amigo só porque você achou agradável não é o aconselhável. Não use perfume de um conhecido. 3. Prove os perfumes em diferentes partes do antebraço para não misturar ao aroma dos outros. 4. Selecione a fragrância e observe o que ela causa em seu íntimo. Escolha no mínimo três fragrâncias diferentes, para não confundir o aroma. Depois de quatro a cinco fragrâncias podemos perder o olfato. Para não confundir cheire grãos de café fresco (que ajudam a neutralizar a fragrância) e volte a escolher. 5. Escolha um perfume pela manhã, pois as faculdades olfativas ficam sensíveis e vá sem perfume para não misturar os cheiros. 6. Não cheire o perfume no frasco, mas borrife-o no ar e sinta o aroma. 7. Na pele passe em umas das mãos (ou pulso) e não esfregue-as para que o perfume não evapore.


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

11

Projeto Ostrinha na Floresta oferece atividades educativas e de lazer durante as férias

Abertura reuniu centenas de pessoas no Parque Municipal, em Rio das Ostras

A

cerimônia de abertura do projeto Ostrinha na Floresta, realizada nesta segunda, 15, reuniu quase 500 crianças e adolescentes, de 7 a 17 anos, no Parque Municipal de Rio das Ostras. A iniciativa da Prefeitura tem como objetivo difundir questões como cidadania e sustentabilidade, promovendo visitas às unidades de conservação e áreas verdes protegidas no Município. O Ostrinha na Floresta acontece de 15 a 26 de julho, e contribui para ocupar o tempo dos estudantes com atividades saudáveis e educativas durante o período de férias. Para o prefeito Sabino, o projeto apoia a formação e contribui para melhorar a relação entre a escola e a família. “Com o apoio de nossos guardas municipais, instrutores maravilhosos, eles aprendem sobre a conservação da natureza e respeito aos próprios públicos”, disse Sabino. Os participantes terão a oportunidade de conhecer a Mata Atlântica e seus respectivos ecossistemas como

restingas, manguezais e lagoas costeiras, presentes em diversos pontos do Município, como a Área de Relevante Interesse Ecológico - ARIE de Itapebussus, a Reserva União, o Parque dos Pássaros, o Tayra Eco Parque e o próprio Parque Municipal. Nicole Goulart, de 8 anos, filha do funcionário público Nilo Marins, participou do projeto Botinho, que tem o objetivo de instruir os participantes sobre conhecimentos das condições do mar, e não teve dúvidas em se inscrever no Ostrinha na Floresta. “É divertido, legal demais. Faço amigos e passeio”, resume. Já Márcia Brian, mãe de Lucas Oliveira, de 12 anos, destaca os benefícios da atividade na vida do jovem. “Moramos em Rio das Ostras há 2 anos. Soubemos da atividade na escola e é a primeira vez que ele participa. Além do esporte e da educação, o projeto permite a integração com a natureza” destaca. O secretário de Esporte e Lazer, Alberto Moreira Jor-

JORGE RONALD

ge agradeceu a confiança da comunidade em deixar seus filhos sob os cuidados dos responsáveis pelo projeto. Ele anunciou que em breve os pais poderão realizar a matrícula para os projetos esportivos da Prefeitura. Já o subsecretário de Segurança Pública, Walmir de Pau-

la, observou a importância da transmissão de experiências para os mais jovens. “O que aprendem aqui, eles levam para toda a vida", completou. O Projeto Ostrinha na Floresta é uma ação da Secretaria de Esporte e Lazer em parceria com as Secre-

tarias de Segurança Pública e do Ambiente, Sustentabilidade, Agricultura e Pesca, a Coordenadoria de Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, o IBAMA (Reserva Biológica União), o Forte Marechal Hermes e a Fazenda Itapebussus.

Rio das Ostras prepara atletas visando as Olimpíadas de 2016

C

om o objetivo de colocar o Brasil entre os 10 primeiros países nos Jogos Olímpicos e entre os cinco melhores nos Jogos Paralímpicos do Rio, em 2016, o Governo Federal lançou o Programa “Atletas na Escola”. Em Rio das Ostras, oito escolas aderiram ao projeto com jovens entre 12 e 17 anos. As competições de salto em distância e corridas de resistência e velocidades aconteceram na manhã deste sábado, 13, no Centro Esportivo Chico Leite. “O esporte deve andar

junto com a educação. A sua prática colabora para promover pessoas mais cívicas, que se comprometam com a sociedade e com o outro, além de contribuir para uma vida mais saudável. Também revela à criança as regras que fazem parte da vida”, disse o Secretário de Esporte e Lazer, Alberto Moreira Jorge. Estudante da Escola Municipalizada Fazenda da Praia, em Mar do Norte, Lara Dias sonha em ser atleta profissional. Participante da corrida de 100 metros,

a adolescente treina diariamente o esporte sem deixar os estudos de lado. “A corrida me disciplinou muito na escola. Meus professores sempre falam que devemos correr atrás de nossos sonhos e é por isso que hoje foco mais nas aulas para que eu seja uma atleta competente, mas que também domine a cultura geral”, contou Lara. Para a secretária de Educação de Rio das Ostras, Andréa Machado, a escola pública municipal está dando grandes saltos. “Nasci nesta

terra, sempre estudei na rede pública e tenho o maior orgulho disso. Quero dizer a vocês para não desistir de sonhar, não deixem de ir atrás de seus objetivos. Nós estamos aqui para sermos amigos de vocês’, disse a secretária. O PROGRAMA - O Programa Atleta na Escola faz parte do Projeto Brasil Medalha 2016. Ele é dividido em quatro etapas: escolar, municipal, estadual e nacional. Na primeira, que aconteceu dentro das escolas, foram selecionados os três melhores

níveis. Estes participaram da seletiva municipal, neste sábado, 10 de julho. Agora, os classificados disputam com atletas do Estado e, depois, de todo o País. AUXÍLIO - Cada escola cadastrada no programa recebe R$ 1.000 e mais R$ 3 por aluno participante. Essa verba será utilizada para o transporte, alimentação e demais despesas dos participantes. Confira os resultados na página da Prefeitura de Rio das Ostras, www.riodasostras.rj.gov.


12

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Literatura

por Leda Ferreira

BLING RING leda.leiturasereleituras@gmail.com

Nos anos de 2008 e 2009, um grupo de jovens endinheirados de Los Angeles tinham como principal passatempo invadir mansões de famosos e sair de lá carregando jóias, sapatos e obras de arte. Nancy Jo Sales, jornalista americana especializada em perfis de celebridades, publicou em 2010 na revista Vanity Fair, o artigo "The Suspects wore Louboutins", que originou o livro Bling Ring - A Gan-

gue de Hollywood, que foi lançado esse mês no Brasil e serviu de inspiração para o filme homônimo de Sofia Coppola, com lançamento previsto para o mês de agosto. Os jovens descobriam a localização das residencias com a ajuda do Google e através de notícias e das redes sociais, sabiam quando seus moradores estariam fora da cidade. O ator Orlando Bloom, numa viagem que fez a Nova York em julho de 2009, teve sua casa invadida e um rombo de US$ 500

mil, incluindo uma morada, a modelo coleção de reló- Miranda Kerr. gios Rolex e vários Outros famosos objetos de sua na- que foram vítimas

Meio Ambiente Eng.Segurança Trabalho Consultor/Instrutor Perito Judicial Ambiental ajrpeixoto@yahoo.com.br

O Brasil é um dos campeões de reciclagem, mas de apenas alguns itens entre os resíduos sólidos. Alumínio, papel, plástico e vidro são os setores industriais que possuem participação considerável nas atividades de reciclagem do País. Segundo o PRS, o Brasil reciclou 46% do papel, 47% do vidro produzido em 2009. Já em 2011, reciclou 22% do plástico e 32,5 % de alumínio. Se con-

tarmos apenas as latinhas de alumínio, o País bateu recorde no ano passado: 98,3% recicladas. No entanto, o Brasil ainda está longe de ser um dos líderes em reciclagem e reaproveitamento de resíduos, o que temos são índices avançados para alguns poucos materiais que possuem um alto valor agregado, como a lata de alumínio. Para a grande fração do lixo domiciliar, não há nenhum tipo de separação e, consequentemente, não há reciclagem. É preciso sensibilizar a popula-

do grupo são Lindsay Lohan, Megan Fox, Audrina Patridge, Rachel Bilson e Paris Hilton. Calcula-se que em dez meses o grupo realizou furtos que somam o equivalente a US$ 3 milhões. Os jovens desfilavam pelas ruas com roupas e acessórios roubados e postavam fotos no Facebook. A quadrilha foi p e g a p o i s e n t ravam nas casas com o rosto descoberto, apesar de saberem que estavam sendo filmados por câmeras escondidas. Os vídeos de segurança e as fotos nas redes sociais foram usadas contra eles e sete jovens foram presos.

Nancy conheceu alguns integrantes do grupo, como Alexis Neiers, filha de uma coelhinha da Playboy e de um diretor de fotografia do seriado Friends. A atriz Emma Watson, a Hermione da saga Harry Potter, vive Alexis no filme, que foi condenada a seis meses de prisão pelo furto na casa de Orlando Bloom. Essa história já foi transformada em filme dirigido por Michael Lembeck no ano de 2001, sob o título de Roubos Ho l l y wo o d i a n o s, com Austin Butler e lançado em DVD no Brasil no mês de maio de 2013.

por Antônio Ribeiro Peixoto

ção para essa causa. No que se refere à matéria orgânica, o PNRS aponta que, por ela não ser coletada separadamente, acaba sendo encaminhada para disposição final junto com os resíduos domiciliares. Das 94,3 mil toneladas de lixo orgânico recolhidas diariamente no País, somente 1.509 toneladas (1,6%) são encaminhadas para tratamento via compostagem. As cidades brasileiras têm que adotar o sistema de coleta de resíduos com separação das frações seca e úmida,

para viabilizar avanços na recuperação e destinação dos resíduos. A matéria orgânica pode ser utilizada para geração de gás ou fertilizante. E muito do que é entendido como resto pode ser aproveitado para geração de energia, através de processos reconhecidos e licenciados, que servem de opção para alguns centros urbanos. 90% do total de resíduos gerados são passíveis de reaproveitamento, seja por processo de biodigestão e/ou compostagem, seja pela reciclagem da fração seca - metais,

papel/papelão, vidros e plásticos. A biodigestão recupera o gás metano para energia e produz um composto saudável que pode ser usado nas áreas verdes da cidade. A dificuldade em avançar nesse sentido está na indefinição de como o setor empresarial vai participar e se responsabilizar efetivamente pela fração seca e no desconhecimento de processos de tratamento de resíduos úmidos. A população deveria separar seus resíduos em três tipos de materiais - úmidos limpos, secos limpos

e rejeito (fraldas descartáveis, porcelana, espelhos, panos velhos, couros, etc.) - e a coleta deve ser diferenciada, em que cada tipo de resíduos seguirá para tratamentos diferentes. O lixo brasileiro tem um potencial considerável para ser explorado, que pode chegar a uma geração em torno de 300 megawatts no ano de 2039, que seria suficiente para abastecer uma cidade de dois milhões de habitantes.


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

13

Arlindo Cruz se apresenta hoje em Rio das Ostras Sambista promete aquecer o inverno riostrense Um dos mestres do samba se apresenta em Rio das Ostras hoje, 19. Com um show contagiante, Arlindo Cruz vem mostrar as músicas de seu último trabalho “Batuques do Meu Lugar”, pelo Projeto Caravana Sesi Cultural. A apresentação é realizada em parceria entre o Sesi, que arca com todas as despesas do evento, e a Fundação Rio das Ostras Cultura, que oferece a estrutura necessária à realização do evento. O show acontece às 22h na, na Área de Eventos de Costazul. A entrada é franca. “Fechamos uma parceria muito importante para nosso Município. A Firjan está

trazendo o Arlindo para se apresentar em Rio das Ostras e nós estamos nos empenhando em divulgar e dar todo o apoio no trânsito, na segurança e no aumento do transporte público. Essa é uma de nossas estratégias para oferecer show de nível para nossos munícipes”, diz Cosme dos Santos, presidente da Fundação Rio das Ostras de Cultura. ARLINDO - Ex-integrante do grupo Fundo de Quintal, Arlindo Cruz já gravou 27 discos, ao longo de 30 anos de carreira, com vários sucessos como “Meu Lugar”, “O Bem”, “Ainda é Tempo de Ser Feliz” e “O Show tem que Continuar”.


14

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Coisas de Rio das Ostras e do Brasil

por Jussara Leite

HOJE TEREMOS: O que está acontecendo, a hora do cafezinho, utilidade pública e fotos. *** Semana passada, não escrevi nada sobre o bárbaro crime cometido contra a menininha Gabriely e acredito que vocês, meus leitores, estranharam. Hoje vou tocar no assunto com a mesma indignação e revolta que o caso deve ser tratado. “Parece” que há um suspeito e que a delegada da 128ª DP só está esperando confirmação dos resultados de exames feitos nele para divulgar de quem se trata. Não sou investigadora, mas acho que se trata de uma vingança feita por um "puleia" aos pais ou pelo menos a um dos pais da pobrezinha. É muita audácia, muita “coragem” a forma como o assassino adentrou naquela casinha tão simples, tão humilde e arrebatou sem fazer nenhum barulho a inocente Gabriely. Algo não me parece bem colocado! Bem, agora a minha opinião sobre o que deveria ser feito com o assassino. Se eu pudesse, tivesse como, regrediria à época do antigo Testamento, cujo castigo/pena para infratores era pagar na mesma moeda. Se o infrator roubasse, era cortada uma de suas mãos. Se cometesse abuso sexual, era retirado o aparelho reprodutor. Como estamos em pleno século XXI, sabendo que, infelizmente, as nossas leis não são rígidas e, também, não podemos regredir séculos, fica aqui o meu apelo, quero justiça por esse anjo que nos foi tirado, justiça por todas as vítimas de violência. Que o que fize-

ram com este anjinho não vire modismo para que outros crimes hediondos não venham a se repetir em Rio das Ostras. Por aí podemos sentir no que esta cidade que era tão boa para se viver está se transformando! E ainda tem quem ache que sou radical, que sou muito crítica! No meu entender, o que acarreta crimes como este é a impunidade, é a omissão das autoridades que se acham competentes. Espero que este estuprador assassino seja achado e que não demore, como está sendo demorado para a polícia de São Paulo, colocar as mãos no 'filhote do cruz credo' que matou o coitadinho do Brayan, o bolivianinho morto também covardemente. O que mais temo é que após os sepultamentos, os casos vão caindo no esquecimento e os facínoras acabam ficando livres e com a chance de cometerem mais outros crimes. Que Deus ilumine aqueles que têm a obrigação de desvendar os crimes e pegar os criminosos para que estes não fiquem por aí tirando sarro da própria polícia confiando nas leis obsoletas deste país, deste gigante que parece estar despertando. *** Sai prefeito, prefeito entra e os eleitos em Casimiro não arrumam a parte da estrada Serra Mar que liga Rio das Ostras e Barra de S. João até eles. É uma estrada secundária, mas que tem um enorme movimento e está maltratada, cheia de buracos, estreita, sem acostamento, sendo extremamente perigosa. Vale lembrar que Sabino, na sua primeira gestão fez da parte que pertence a este município uma

estrada em que se pode trafegar com segurança e que felizmente Carlão a conservou. O que não entendo é o porquê nada ser feito na parte que pertence ao outro município, já que ela é usada diurna e noturnamente por motoristas que também pertencem as duas cidades e pelos demais que se dirigem para outros locais como Cabo Frio (Santo Antônio, Tamoios, Unamar). Parece-me falta de interesse, mas por quê? *** E aquela Casa da mãe Joana (que não é o restaurante) continua o bicho, continua o 'Ó do Borogodó'! Noite dessas levei até lá uma amiga que estava passando mal, portanto não foi fofoqueiro que me contou, eu estava lá, e não aguentando o cheiro brabo que vinha dos banheiros, tentei com a ajuda da gola rolê da minha blusa de frio tapar o nariz, mas não adiantou. Fui para o carro e lá fiquei esperando. Pelo visto não haverá mudanças! Os muitos caciques para poucos índios vão continuar fazendo erradamente o que querem, quando querem. Na parte de trás do prédio o acúmulo de bancos e cadeiras inutilizadas expostas, por enquanto, está lá para quem quiser confirmar. É provável que após lerem esta coluna, que o ambiente seja limpo e desobstruído. E ainda reclamavam do C.A.! *** NEUROCRIPTOCOCOSE é uma doença gravíssima transmitida pelos pombos que são bonitinhos, mas ordinários, cuja a única serventia é entreter espectadores nas aparições dos mágicos. Os pombos transmitem,

através de fungos nas fezes, problemas cerebrais, cegueira e podem levar à morte os contaminados. Acabei com a piscina da minha residência por causa deles que vinham em bandos beber a água e tomavam banho diariamente (o pior é que continuam vindo). Olha o prejuízo! Vai vendo, como diz, nosso amigo Moura! Consultando o órgão competente me foi dito que não podemos matá-los, pois é crime inafiançável! Quando perguntei: eu não posso acabar com eles, mas eles podem acabar comigo e com os meus familiares? Quem será o responsável? Gente, isto é Brasil! Enquanto em outros países o próprio governo manda exterminálos por serem nocivos ao ser humano, aqui eles são preservados. Gosto muito dos animais, mas entre eles e eu prefiro, EU! *** AMIGOS DA BOSSA: Dia 30 /07 a associação estará completando dois anos com direito a um show maravilhoso e um gostoso bolo comemorativo, lá no Ponto Tropical. Vai ser mais uma festa! Espero que os banheiros até lá estejam reformados, conforme promessa do proprietário. O Argentino está fazendo melhorias e nós sócios fiéis estamos apostando nele. *** A amiga Jussara Mineira, já está fazendo reservas para a excursão que levará a galera para o festival gastronômico em TIRADENTES ,que será realizado no final de Agosto. Aos interessados, o CELULAR dela é: 92776140. *** O babado é tão forte que não


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • • posso contar! É sobre certa loira! Ainda não está nas bocas de Matildes, mas pelo andar da carruagem... A coisa é séria! *** ATENÇÃO: Mais uma casa de festas no pedaço! SONHO REAL FESTAS E EVENTOS. Contatos 22- 99628565 ou 9764-9955. Oportunamente vou até lá confirmar a qualidade. E passarei para vocês, meus leitores, a real situação. Acredito que vai valer a pena e que será mais um local para reuniões, festejos e afins. *** As bocas de CLOTILDES de Macaé estão comentando que o colírio dos meus olhos DR. Aluízio, não é mais aquele! Eu imaginava que ele infelizmente para nós, não iria mais atender seus pacientes, mas não imaginava que ele mudasse tanto a sua maneira de ser e que aderisse a aquela mania que assola os políticos de que é melhor ter os inimigos por perto do que ter os amigos. Inimigos não são confiáveis, são oportunistas. Custa-me crer (mas parece que é verdade) que ele tenha abandonado e se distanciado dos que lhe ajudaram para que ele fosse eleito, dos que lhe deram o maior apoio e que agora estão sendo preteridos pelos que eram declaradamente seus inimigos políticos. Querido, será que ainda há uma esperança de chamá-lo assim e de um retrocesso nesta atitude tão ruim e indesejada principalmente em pessoas do seu caráter? Se este jornal chegar até você, saiba que torço por você como Prefeito e que espero que um antídoto o faça voltar a ser amigo e parceiro dos antigos amigos. Lembre-se que os exemplos de outros prefeitos que agiram assim só acarretaram decepções, inimizados e antipatia. *** ATROPELAMENTOS: Por que será que em quase todos os finais de semana acidentes e atropelamentos acontecem nesta cidade? Sábado passado duas adolescentes foram vítimas da irresponsabilidade de um motociclista que avançou o sinal na faixa de pedestres. Enquanto os carros pararam no sinal que estava amarelo, portanto em atenção, ele avançou por fora sem a mínima consciência do perigo eminente que estaria por acontecer. As duas meninas (15 e 14 anos) ficaram muito machucadas. Uma delas está impossibilitada de sentar, ficar em pé e os médicos requisitaram vários exames pela preocupação no estado em que ela se encontra. Os que presenciaram o atropelamento afirmaram que ele parecia estar alcoolizado e mesmo assim os demais colegas dele que lá se encontravam também de moto tudo fizeram para que não fosse feito o flagrante. Está tudo errado! Pimenta só arde nos olhos dos outros! E se essa criança fizesse parte da família deles? Será que eles agiriam assim? Acredito que não! E assim as pessoas que estão agindo corretamente até ao atravessar uma rua e que estão sujeitas ao pior!

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

15


16

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Social

por Mark Ramos por Mark Ramos markbuffet@ig.com.br

O

espaço de festas mais comentado e sofisticado da região, o Cenarium Hall foi palco para mais um evento de surpresas, emoções e desta vez com uma balada diferente. Sobe ao palco do sucesso a linda debutante Fernanda Muniz, filha do casal de empresários da cidade, Tereza Cristina e

Luiz Fernando, regidos pela assessora de eventos e cerimonialista Mariza Gomes. Um cerimonial com emoções e ao mesmo tempo dinâmico, pôde levar tanto a debutante Fernanda Muniz, quanto aos pais e familiares, emoção e alegria. Tudo perfeito, a começar pela linda produção no quesito decoração, onde usamos as cores fortes e marcantes em tons de roxo, uva e acabamento final com o preto,

muitas luzes, ambientes exclusivos para os jovens próximos da balada e concorrida pista de dança do meu amigo DJ Flantana. Elaboramos também

uma área com música ao vivo para atender ao público de adultos, numa proposta mais formal e que em cada ambiente teve seu merecido público e com ele suas respectivas necessidades. Muitos jovens estiveram presentes naquela noite, homenagens foram feitas à debutante Fernanda Muniz, ao centro da área Recepção do Cenarium Hall, lágrimas de emoção rolaram naquele momento, um cerimonial com direito a troca de sapatos e, claro, a entrega do esperado anel pelo pai à sua querida filha. Um cardápio solto e dinâmico foi oferecido naquela ocasião, uma entrada com prosecco que deu um charme a mais na entrada dos convidados. Esta minha assinatura

para esta produção foi pensada junto com a debutante que queria algo menos formal para seus amigos e algo que também atendesse aos seus pais. Quero aproveitar a oportunidade e agradecer aos pais pelo crédito dado ao Cenarium Hall e ao Mark Buffet, e que tenho plena certeza que honramos com respeito e sofisticação ao sonho de vocês. Desejo à debutante muita saúde, paz e prosperidade, assim como muitos anos de vida. O registro desta produção ficou por conta do fotógrafo Daniel Kibaltchiche. Não deixe de acessar nosso site e confira de perto esta e outras produções. Acesse: www. cenariumhall.com.br entre e se encante! Nunca deixem de sonhar! Mark Ramos.


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

17


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

Casa e Estilo

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

por Alexandre Silva Leal

Material Sustentável na Decoração e Construção predilecta_ro@hotmail.com

A

tualmente podemos usar a sustentabilidade em diversas áreas da nossa vida. Mas como ajudar a natureza sem abrir mão do conforto em casa? Essa é a grande dúvida das pessoas que se importam com o meio ambiente na hora

de construir e decorar. Temos que ter em mente que essa onda verde chegou para ficar, pois estamos cuidando do futuro do nosso planeta, na hora da construção e na hora da decoração temos que pensar em materiais sustentáveis, para diminuirmos o impacto no meio ambiente. Nas construções já se usa cimento reciclado, que além

19

de ser ecologicamente correto ajuda a reduzir o custo da obra. A madeira plástica é outro produto que vem atraindo a atenção por suas características, que além de ser muito parecida com a convencional é totalmente reciclada, temos torneiras que têm baixo consumo de água, aquecedores solar,

pisos de pneu reciclado, acabamentos de materiais reciclados, lâmpadas de LED, que produzem o mesmo fluxo luminoso e duram mais de 25 mil horas. Na hora da decoração, cores que rebatem a luz são boas opções para economizar energia e decorar de forma sustentável. Abusar das grandes janelas no seu espaço é uma excelente alternativa, isso porque a luz natural é a que mais valoriza a decoração e protege o meio ambiente, reduzindo o tempo de utilização de energia elétrica. Você une sustentabilidade com clareza e beleza. A lista de produtos verdes não para de crescer e comprova que o consumidor está atento a essa tendência, na hora de comprar prefira itens atestados por normas, programas ou selos de certi-

ficação, que lhes garantem um móvel ou objeto que foi feito sem agredir a natureza. Os Móveis da Predilecta são feitos com painéis de madeiras reflorestadas, nossos fornecedores são altamente qualificados e nossos parceiros comerciais devem ter certificações e trabalhar com responsabilidade, pois a nossa preocupação com o meio ambiente é constante. Lembre-se que a Predilecta Móveis Planejados ajuda você a realizar seus sonhos na hora de mobiliar usa casa. “A Predilecta Móveis Planejados tem uma ampla escolha de soluções de conforto sustentável“.


20

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Moda

por Iza Freire

Calça skinny: como usar? belezatropicalb@bol.com.br Facebook-Beleza Tropical Holiday

M

as, afinal o que é uma calça skinny? Pense em uma calça tão justa quanto uma legging. Pensou? Então essa é a calça que chamamos de skinny, onde ela fica tão justa ao corpo que é preciso tirar os calçados para poder conseguir entrar em uma calça skinny. O tecido, na maioria das vezes, aparece-nos mais variados tons de azul e na cor preta, de preferência a calça precisa ter uma pequena porcentagem de lycra na composição para que você possa se sentir à vontade para respirar e sentar, sem atrapalhar seus movimentos. O primeiro passo pa-

ra usar as calças skinny corretamente é escolher o tamanho adequado da calça. A calça deve ficar justinha ao corpo, porém não deve ficar muito apertada e nem atrapalhar os movimentos da pessoa. Caso o cavalo da calça skinny estiver repuxando e marcando, recomenda-se pedir um número maior. Para aumentar a durabilidade e o uso da calça skinny a melhor opção é escolher modelos com lavagens mais escuras, como calças skinny cinza ou azul, de preferência sem muitos detalhes, rasgos e bordados. Dessa forma, você conseguirá usar com os mais variados tipos de blusas e calçados. Pa r a c a d a t i p o d e corpo há uma produ-

ção adequada para usar com a calça skinny. Por exemplo, mulheres com a perna e o quadril fino podem usar e abusar dos modelos de calças justinhas. Porém, nem todas as mulheres têm a sorte grande de ter um corpo assim. Para aquelas que possuem os quadris largos e coxas grossas, devem optar pelas calças skinny com camisetas ou blusas mais soltas e com comprimento maior. Mulheres altas e sem curvas definidas podem usar a calça skinny com sobreposições na parte de cima, com diferentes comprimentos e cores. Na hora de usar as calças skinny a dica é fazer uma compensação das proporções devido à calça com modelagem skinny ser muito justa no corpo,

além de marcas bem as pernas. Portanto, useas com blusas mais folgadinhas e soltinhas, bem como batinhas e camisas. Em relação aos calçados, botas do tipo montaria, de cano alto e salto baixo para os dias mais frio-

zinhos fazem uma ótima combinação. Também é possível abusar das sapatilhas, sandálias rasteiras, tênis e oxfords para compor produções casuais no dia a dia. Já as mulheres mais baixinhas e com pernas mais

grossas podem investir no peep toe, sandálias e scarpin com saltos.


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

21

TELEFONIA

Operadora Vivo fica sem sinal Segundo a operadora, problema estava relacionado ao rompimento de dois cabos de fibra óptica na BR-101 KANÁ MANHÃES

patricia@odebateon.com.br

O

serviço de telefonia móvel em todo o Brasil é alvo de constantes queixas e, por isso, lidera o ranking de reclamações registradas em grande parte dos Procons. Apesar de ser um mercado em expansão, com o aparecimento de novas tecnologias a cada ano, os motivos da insatisfação dos usuários são sempre os mesmos: mau atendimento, ligações picotadas, portabilidade ineficiente e por aí vai. Nesta segunda-feira (15), o município de Macaé ficou sem sinal da operadora Vivo durante todo o dia, voltando a funcionar apenas à noite. "Durante toda a tarde e o início da noite eu fiquei sem sinal da Vivo. Meus colegas que são da mesma operadora tiveram o mesmo problema. Para quem trabalha e depende do celular durante todo o dia, o

que é o meu caso, foi horrível. Eu precisava entrar em contato com clientes e não conseguia, ou seja, meu dia não rendeu em nada e, pelo contrário, tive prejuízos. É revoltante, pois você paga caro e o serviço sempre deixa a desejar. Já pensei em migrar para outras operadoras, mas elas também não são nenhuma maravilha. Não é a primeira vez que isso acontece e, sinceramente, não acredito que seja a última. O Brasil tem um déficit muito grande de serviço de telefonia", relatou a gerente comercial Gabriela Torres. “Estou sem sinal há dois dias. Tento ligar na central de atendimento e não consigo falar. É um absurdo, porque na hora de vender o serviço eles estão sempre prontos, mas quando precisamos reclamar é impossível falar. Terei que ir até a loja para tentar que alguém me ajude”, disse a farmacêutica Rosa Cunha.

Operadoras

A equipe de reportagem do jornal O DEBATE entrou em contato com a Vivo para saber os problemas que afetaram o município. Segundo a assessoria de imprensa da operadora, na segunda-feira aconteceram dois rompimentos no cabo de fibra óptica, devido às

obras da BR-101, que afetaram as linhas telefônicas. Porém, o problema foi solucionado na noite da própria segunda-feira. Para os consumidores que ficaram sem acesso, o coordenador do ProconMacaé, Dr. Eraldo Viana, aconselha que entre em

contato com a operadora informando a ausência do serviço no determinado período. “O ideal é o consumidor ligar para a empresa, anotar o número do protocolo de atendimento e, depois, solicitar a desconsideração da fatura no período em questão.”

Problemas constantes e reclamações de acordo com Eraldo, as empresas que lideram o ranking de reclamações registradas são as operadoras de telefonia fixa e móvel, seguidas pelos serviços bancários. “No momento, entre as empresas de telefonia, as mais reclamadas são: Telemar Norte Leste, Claro, Vivo, Nextel e Embratel.” Devido à crítica situação, a Anatel vem redobrando os esforços para punir as empresas de telecomunicações que não cumprem as regras estabelecidas pelo órgão. Desde 2011, a Oi foi a operadora que recebeu mais multas, de acordo com dados da Anatel. De acordo com a agência reguladora, as companhias

de telecomunicações acumulam mais de R$ 33 bilhões em multas não pagas. Em muitos casos, as operadoras abrem processos na Justiça questionando a penalidade e o valor fixado. Ao mesmo tempo, encaminham pedidos de liminares para não ter de pagar até que o caso seja julgado. Ao mesmo tempo em que as reclamações e as multas só aumentam, o número de linhas ativas no Brasil não para de crescer. No último dia 5 de julho, a Anatel divulgou que o país fechou o mês de maio deste ano com mais de 265,52 milhões de linhas ativas na telefonia móvel. Em maio, foram registradas 974,29 mil novas

habilitações, o que representa um crescimento de 0,37% na base de assinantes em relação a abril. Apenas na região Sudeste, a Anatel verificou 118 milhões de linhas ativas, sendo que o Estado do Rio de Janeiro conta com 23,55 milhões. Em relação às operadoras, a Vivo é a que possui maior participação no mercado, com 28,66% e mais de 76 milhões de linhas ativas. A segunda colocada é a Tim, com 27,12% e 72 milhões de linhas ativas. Em seguida está a Claro, com 25,05% do mercado e 66 milhões de assinantes. A Oi ficou em quarto lugar, com 18,74% de participação e 49 milhões de linhas ativas.

O consumidor que se sentir lesado, deve procurar o Procon-Macaé e relatar o problema ocorrido com a operadora ou qualquer outra empresa. O órgão fará uma espécie de “conciliação”, tentando solucionar o caso junto à companhia indicada. Caso não haja acordo, o consumidor é encaminhado ao Juizado Especial, para

tentar reaver na justiça os danos sofridos. A Coordenadoria Extraordinária de Defesa do Consumidor Procon funciona de segunda a sextafeira, das 8h às 17h, no subsolo do Paço Municipal, situado na Avenida Presidente Feliciano Sodré, nº 534, no Centro. Os telefones para contato são (22) 2772-4458 e 2772-4491.


22

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Curso capacita servidores e policiais a atender vítimas de violência C erca de 50 pessoas, entre servidores das secretarias de Saúde e Bem-Estar Social e integrantes da equipe da 128ª Delegacia de Polícia, participam nesta segunda-feira, dia 15, do curso de capacitação para atendimento às mulheres vítimas de violência. O curso, que aconteceu no auditório do Parque dos Pássaros, é mais uma parceria da Prefeitura e da Polícia Civil em prol da segurança das mulheres da cidade. O prefeito Sabino participou da abertura da solenidade ao lado do diretor do Departamento Geral da Polícia do Interior, José Renato Chernicharo, que representou a chefe da de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, Martha Rocha. “O curso que está sendo realizado hoje é muito importante, mas precisamos avançar ainda mais. Estamos cumprindo uma série de compromissos assumidos junto à sociedade, entre esses a criação de uma estrutura para atender à mulher vítima da violência, que vai funcionar na Secretaria de Bem-Estar Social. Também conseguimos, junto ao Governo do Estado, a ampliação do espaço físico da 128ª DP, mas precisamos também de mais policiais. Por isso faço aqui um apelo ao diretor da Polícia do Interior para levar a nossa reivindicação de aumentar o número do efetivo da nossa delegacia”, afirmou Sabino. Segundo José Renato Chernicharo, diretor do Departamento Geral da Polícia do Interior, a Prefeitura de Rio

MAURÍCIO ROCHA

Qualificação integra série de ações desenvolvidas pela Prefeitura em parceria com Estado em favor da segurança da mulher das Ostras vem se destacando no desenvolvimento de ações voltadas para a segurança. “Tenho viajado por várias cidades e é difícil encontrar administradores preocupados com essa questão, com tanta vontade de colaborar e melhorar o atendimento às mulheres, reduzindo os índices de violência, como o prefeito Sabino”, afirmou Chernicharo. AÇÕES PERMANENTES - Desde o início da atual Administração Municipal, ações de combate à violência contra a mulher vêm sendo desenvolvidas, em parceria com o Governo do Estado e diferentes setores da sociedade. Representantes da Prefeitura participam de reuniões

com grupos de discussão e trabalho, que possibilitaram a criação do Comitê Intersetorial de Articulação da Rede de Atenção às Pessoas em Situação de Violência. Os gestores municipais também estiveram presentes na audiência pública sobre violência contra a mulher realizada na Câmara Municipal, no dia 20 de maio, com a presença da chefe da Polícia Civil, Martha Rocha. Durante o curso foi definida a próxima ação em prol da segurança feminina, desta vez em parceria com a Subsecretaria de Políticas para as Mulheres do Estado do Rio. A iniciativa será um novo curso de capacitação, desse vez para atendimento às adolescentes

vítimas de violência. A qualificação será ministrada por intermédio da Rama - Rede de Apoio à Mulher Adolescente e do Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente da Uerj - Universidade Estadual do Rio de Janeiro. CURSO - Também estiveram presentes à solenidade de abertura do evento a coordenadora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher do Estado do Rio de Janeiro, Marcia Noeli; a delegada titular da 128ª DP, Carla Tavares; a superintendente da Subsecretaria de Políticas para as Mulheres do Estado do Rio, Adriana Valle Mota; a secretária de Saúde, Ana Cristina Guerrieri e diretora da Casa da Mulher, Andrea Morata

Montouro, representando a secretária de Bem-Estar Social, Rose Santos. O curso de capacitação tem entre seus instrutores Sânia Burlandi, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de São João de Meriti, abordando as legislações de proteção às vítimas de violência doméstica. A capacitação prossegue com o psicólogo Dario Córdova, falando das características da vítima depois de sofrer violência e o porquê da denúncia muitas vezes demorar a acontecer. Já a socióloga Adriana Valle Mota apresenta os centros de referência no atendimento às mulheres vítimas de violência.

Laboratório da Foz em Rio das Ostras conquista certificado pelo INEA

O

Instituto Estadual do Ambiente (INEA) certificou o laboratório de análises físicoquímicas da Foz, instalado na Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Jardim Mariléa em Rio das Ostras, Rio de Janeiro. Para receber o certificado,

o laboratório da Foz passou por uma série de avaliações, incluindo adequação dos procedimentos de calibração de equipamentos, métodos analíticos, validação de métodos, análises de referência, dentre outros, comprovando que ele tem capacidade técnica para realizar os ensaios credencia-

dos de acordo com a metodologia certificada pelo INEA. Entre os parâmetros certificados estão pH, fósforo, turbidez, óleos e graxas, surfactantes, além da DQO - Demanda Química de Oxigênio e DBO - Demanda Bioquímica de Oxigênio. Para assegurar a qualida-

de do tratamento e garantir que o efluente chegue ao destino dentro dos padrões definidos pela legislação ambiental, as amostras do esgoto que chegam à ETE Mariléa e o produto final são analisados diariamente. Todo o esgoto tratado é bombeado e descartado através

do emissário submarino a cerca de 3,6 km da praia Costa Azul, onde são feitos exames de balneabilidade que comprovam a eficiência do tratamento. A cada dois anos, o laboratório será reavaliado pelo INEA para manutenção do certificado.


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

23

Festival de Teatro começa hoje E

ntre os dias 19 e 28 de julho, Rio das Ostras vai sediar a 35ª edição do Festival de Teatro da Fetaerj - Federação de Teatro Associativo do Estado do Rio de Janeiro, Prêmio Paschoalino. Peças de grupos federados, de várias cidades fluminenses, estão concorrendo. “O que eu fiz para merecer isso?” foi a vencedora em 2012 e abre o Festival após a solenidade de abertura, na noite de hoje, às 21h, sem cunho competitivo. Quem quiser assistir deve levar 1 quilo alimento não perecível. São 21 apresentações que acontecem entre o Teatro Popular de Rio das Ostras, Rocha Leão, Âncora, Cidade Praiana e Centro. São espetáculos de variados gêneros, direcionados ao púbico de todas as idades. Rio das Ostras participa do Festival com o grupo Cria que mos-

tra a peça “A Mulher Trancada”. Para o presidente da Fundação de Cultura, Cosme dos Santos, essa será mais uma parceria de sucesso. “Buscar novos parceiros é de fundamental importância para que, neste momento, ofereçamos um leque variado de espetáculos à comunidade riostrense. Temos um curso técnico de teatro aqui no Município e o contato destes alunos com a Fetaerj será muito bom para motiválos”, conta. A premiação acontece no dia 28, domingo, às 21h, no Teatro Popular. Os três primeiros colocados recebem troféus. O Festival da Fetaerj é um dos mais respeitados no Brasil e o mais antigo do Estado do Rio de Janeiro. A Programação completa está em http://www.riodasostras.rj.gov.br//festivaldeteatro.html.


24

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Decoração

por Nilo Martins

Área de serviço:

Estender a roupa, que agonia! nilosergiog@gmail.com

E

stender a roupa todo dia... sem agonia. Precisamente agora no inverno, não importa se a área de serviço interna ou externa dispõe de espaço para colocação de um varal ou para os varais, logo agora que o sol não anda generoso. Vale a pena entender que o generoso quintal sem área coberta e tempo chuvoso não combinam, as lavanderias compactas de nossos apartamentos e casas, de áreas e quintais mínimos nos trazem a busca

de soluções para todos os espaços. Existem no mercado uma série de varais sanfonados que se esticam todo para receber as roupas, que após o uso pode-se recolher a estrutura, reduzindo sua profundidade e nos garantindo o espaço. Decidir aonde instalar e fixar na parede, garantindo melhor espaço, deixando que uma melhor harmonia na área de serviço onde se possa transitar e realizar outras tarefas do cotidiano. Modelos tradicionais de teto com sete varetas e placas teladas de encaixe é a solução ideal, colocados próximos a janelas

e áreas com ventilação. Uma boa opção para quem não conta com espaço ou está impedido de furar paredes e o teto, existe o modelo portátil (MOR), que tem braços deslizantes que se encaixam em janelas e portas. O de chão apresenta abas laterais móveis, que ampliam a área de pendurar itens. Dobrável, torna-se compacto na hora de ser guardado. Existem no mercado complementos que poupam espaço e esforço às áreas mencionadas, aposte no SECALUX, com prendedores para roupas íntimas, meias e lenços. Aguenta um quilo de peso, feito de polietano e pode ser colocado nos varais suspensos e térreos. Soluções de travas, portatênis e cabides, reunidos num só espaço. Sem perder a elegância e o bom humor em tempos de chuva e frio, complemente seus espaços e seque suas roupas. Encare a vida com bom humor, a estação nos traz água em abundância, primordial para nossa existência. ABRAÇOS AFETUOSOS. NILO SERGIO


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

25

Ciclistas superam desafio de 212 km “De Macaé para os Braços de Dercy” contou com difícil percurso de trilhas radicais e belezas naturais Hudson Malta

leticiasantana@odebateon.com.br

F

oi realizado no último fim de semana, o evento não competitivo “De Macaé para os Braços de Dercy”. A grande aventura radical sobre duas rodas contou com um percurso de 212 km de belezas naturais que ligam o município a Santa Maria Madalena. A prova faz parte do projeto Stages Brasil, organizado pela BikeRO. Foram dois dias de muita pedalada, adrenalina e um desafio entre trilhas, montanhas, cachoeiras e rios. Dos 98 ciclistas que iniciaram o desafio, 85 conseguiram completar o trajeto de ida e volta à terra natal de Dercy Gonçalves. “O grau de dificuldade foi muito grande. Foram três serras antes de chegar a Conceição de Macabu com muitas subidas. Os ciclistas estão de parabéns pelo esforço e dedicação. Mesmo os mais cansados se recusaram a usar o carro de apoio e chegaram a Madalena, onde fomos recebidos com muito carinho pela população”, explica um dos organizadores do evento e responsável por desenhar o percurso, Paulo Oliveira. De acordo com Paulo, além do percurso, outro fa-

tor contribuiu para deixar a prova mais desafiadora. “No dia da largada (sábado), o tempo estava favorável, mas no domingo, o clima castigou. Apesar do maior trecho ser de descidas na volta, o sol estava queimando. Todos ficaram queimadinhos de sol”, destaca.

No Brasil, este é o primeiro projeto que obedece estritamente as regras do Hard Track Cycletouring (Cicloturismo de Trilhas Pesadas), modalidade muito praticada na Europa. Esta é a primeira etapa do Stages Brasil. O projeto ainda conta com mais duas etapas: Rio das Ostras até

a Aldeia Velha e a última, São Fidelis até o Parque Estadual do Desengano. As datas ainda não foram definidas. “Agradeço a participação de todos. E já deixo um recado: os que quiserem participar das próximas etapas devem se preparar. O percurso também será bastante difícil, mas

com todas as paisagens e belezas naturais que a nossa região oferece”, adianta Paulo. O evento, organizado pela BikeRO é licenciado pela Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecierj) e os participantes terão apoio e segurança durante todo o percurso.


26

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Cerca de 1 mil novas famílias receberão Cartão do Bem Social

A

Secretaria de Bem-estar social está recadastrando nesta semana os moradores que recebem cesta básica pelo Município. O objetivo é incluir essas pessoas no Programa do Cartão do Bem Social. Com isso, quase 1 mil novas famílias passam a receber o benefício de R$ 100 para custear suas necessidades, em vez dos produtos da cesta (que tem o valor total de cerca de R$ 70). Além da vantagem financeira, o Cartão oferece mais comodidade aos beneficiados, já que alguns são idosos ou têm limitações de locomoção e dificuldade de transportar as cestas básicas. Os programas de transferência de renda, como o Cartão do Bem Social, possibilitam às famílias gastar o auxílio de acordo com suas prioridades. Esse dinheiro é ainda aplicado no comércio local, movimentando a eco-

nomia da cidade. O subsecretário Rosenildo Viana esteve presente, nesta segunda, 15, ao primeiro dia de recadastramento. Nessa data foram recadastrados idosos integrantes do Feliz Idade que hoje recebem a cesta. O subsecretário explicou as vantagens da mudança e completou que a oferta dos alimentos não vai terminar por completo. “Vamos continuar oferecendo a cesta básica em casos emergenciais”, explicou Rosenildo. É importante destacar que cada beneficiário só poderá ter uma inscrição no Cartão do Bem. Pessoas que já recebiam o valor de R$ 100 e mais a cesta básica manterão somente o benefício financeiro. Com isso, a Prefeitura pode ampliar o número de famílias inseridas no programa. Aqueles que recebem cesta básica e têm dúvidas quanto à sua transferência

para o programa do Cartão do Bem Social devem procurar o Centro de Referência da Assistência Social - CRAS de sua região.

CARTÃO DO BEM - O Cartão do Bem Social é voltado para o desenvolvimento da cidadania e a inclusão social da família em situação de vul-

nerabilidade social, por meio da transferência de benefício monetário de R$ 100 mensais para a complementação de seus rendimentos. LUCIENE CHAME

Pessoas beneficiadas com cesta básica pelo Município passam a receber o auxílio em dinheiro


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

Saúde

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

27

por Carol Passos/ CorenRJ25607

Fuja das doenças de inverno medidacertaro@hotmail.com

C

om a chegada do inverno, muitas pessoas, especialmente crianças e idosos, são acometidas pelas alergias sazonais da estação. Tosse, coriza, coceira nos olhos, garganta e até mesmo na pele são sintomas das crises alérgicas. As doenças de inverno mais comuns são a asma, rinite, sinusite, gripe, resfriado e bronquite, além das infecções respiratórias virais. De acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (ASBAI), a asma atinge 10% da população brasileira e é responsável por 400 mil internações hospitalares por ano e dois mil

óbitos. Elas ocorrem porque o aumento do ar seco mantém mais partículas de poluição no ar. Algumas ações podem ser feitas para minimizar os problemas. Uma delas é mudar a maneira como a limpeza de casa ou local de trabalho é feita. Não use vassoura ou aspirador de pó. O indicado por especialistas é a utilização de panos úmidos, evitando quando possível o uso de produtos químicos. Manter o ambiente ventilado também é uma dica. Outro cuidado para evitar a contaminação de doenças virais, como gripes e resfriados, é evitar ambientes fechados com grande aglomeração de pessoas, a exemplo de cinemas e shopping's.

O frio chega e é a hora de tirar casacos e blusas de lã do armário, mas isso também pode contribuir para o desenvolvimento de doenças. É importante que antes de utilizar as peças, elas sejam lavadas. No caso de quem já tem alergias é importante evitar roupas de crochê ou tricô e dar preferência por peças de algodão. E os edredons são mais recomendados que os cobertores de lã. Confira mais dicas para fugir dos problemas de saúde que aparecem no inverno: Fique atenta às variações de temperatura. Em casa, no trabalho e em outros locais fechados, é comum sentir calor. Porém, ao sair destes ambientes, a brusca queda de temperatura pode facilitar a ocorrência

de doenças. Agasalhe-se antes de sair; Mantenha a higiene doméstica, evitando o acúmulo de poeira, que desencadeia diversos problemas alérgicos; Use soro fisiológico para olhos e narinas, em caso de irritação; Evite exposição prolongada a ambientes com ar condicionado quente ou frio; Durma em local arejado e umedecido. Podem ser utilizados umidificadores de ar, toalhas molhadas ou reservatórios com água nos quartos; As pessoas com alergia devem ficar atentas e evitar o uso de cobertores que soltam pelos. Substituí-los por mantas de tecido sintético ou algodão pode auxiliar na prevenção de rinites

e outros quadros alérgicos; Para quem sofre com as crises, a boa notícia é que é possível controlar os sintomas de maneira significativa. O tratamento consiste em diminuir a ação dos fatores alérgicos e irritantes nos ambientes mais frequentados pelo paciente e no uso de medicamentos. “No caso da rinite alérgica são usados medicamentos que diminuem o processo inflamatório, antialérgicos e descongestionantes. Para asma, são usados broncodilatadores e corticoides inalatórios. É importante lembrar que a automedicação pode levar a um agravamento dos quadros, por isso é imprescindível buscar atendimento médico” alertam os especialistas.

Banho e Tosa por Thamires Silva

Aprenda 20 hábitos saudáveis para seu filhote ficar muito feliz! petprvc@hotmail.com

- Escovação diária dos pelos - Exercícios físicos (caminhadas, brincadeiras) - Banho de sol (até às 10h ou após às 16 horas), pelo menos 20 minutos. É importante para pele, pelos e ossos. - Consulta com o veterinário a cada 6 meses, mesmo na ausência de sintomas ou problemas. - Vermifugação e vacinações em dia - Medidas de prevenção e profilaxia contra ectoparasitas - Brincadeiras diárias, mas também ensine-o a se divertir sozinho - Contato com outros animais (é muito importante para que ele se socialize) - Biscoitos e snacks veterinários foram desenvolvidos especialmen-

te para nossos bichos, e podem ser usados em muitos momentos para estimular os bons hábitos: adestramento, manejo sanitário, obediência, prêmio por bom comportamento, etc. - Alimento completo, seco e balanceado de acordo com a idade e porte do seu animal de estimação. - Entre 4 e 7 meses de idade, seu cãozinho irá trocar os dentinhos de leite por permanentes e, nessa fase, é comum que ele queira roer a casa inteira... Aproveite este momento para fornecer brinquedos de couro e mordedores. Desta forma você irá ajudá-lo a aliviar um pouco do desconforto causado pela sensibilidade gengival e também ensinará o que “pode ou não ser mastigado em casa” - Escovação dental deve ser cultivada desde filhote, como um bom hábito de saúde e pre-

venção para outros problemas, mas use sempre pastas veterinárias, pois as humanas podem causar gastrite e intoxicações. - Petiscos e guloseimas sem procedência ou para humanos não são bemvindos. - Confinamento e isolamento exagerados estão fora de cogitação. - Área de descanso aconchegante e segura, bem como fácil acesso à água e alimentos. - Nunca, em hipótese alguma, pratique maus-tratos ou qualquer tipo de violência e nem permita isso. - Contato com animais ou pessoas doentes deve ser evitado - Remédios sem orientação profissional, nem pensar! - As fezes devem ser recolhidas durante o passeio.


28

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Inglês sim! Os benefícios em estudar Inglês marcialage@lumynus.com.br

S

abemos que ter Inglês fluente no currículo hoje em dia é fundamental, então estudar este idioma é um benefício para sua vida profissional. Mas não é só na vida profissional que o Inglês pode ajudar. Para começar, estudar em geral deixa as pessoas mais felizes e com uma expectativa de vida maior, de acor-

do com o estudo “What are the social benefitsofeducation” (Quais os benefícios sociais da educação) feito pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). Segundo o estudo, as pessoas que estudam são mais felizes porque têm mais satisfação em diversas esferas de sua vida. A educação ajuda a desenvolver habilidades, melhorar a condição social e ter

Por Márcia Lage acesso a redes que podem ajudar em conquistas sociais. Partindo desse ponto, estudar Inglês já traz os benefícios citados acima. Mas há vários outros. Aprendendo Inglês você pode se conectar com mais pessoas, expandir seu círculo de amizades e conhecer outras culturas, isso gera satisfação pessoal e desenvolvimento intelectual. Também gera mais independência, pois se você fala Inglês você pode viajar tanto acompanhado quanto sozinho, seja a turismo ou negócios, de forma mais segura e confiante. E nessas viagens você

poderá se deslocar tranquilamente, entendendo sinais e placas, além de frequentar restaurantes e lanchonetes sem surpresas desagradáveis em seus pedidos. Pense ainda na esfera do romantismo... conhecer uma pessoa interessante e poder se comunicar claramente oferece mais chances desse relacionamento dar certo, e quem sabe aí não está a sua “soul mate” (alma gêmea em inglês)? Passando de coração a cérebro, este é um dos mais beneficiados, pois aprender um idioma é uma forma de exercitá-lo e mantêlo saudável e ativo. Tam-

bém sua capacidade de memorização aumenta e sua leitura num geral fica melhor. Entre tantos benefícios, creio que se você ainda não se decidiu em estudar e está protelando por falta de tempo ou outro motivo, eu sugiro, desenvolva-se, traga mais prazer e melhorias para sua vida em geral, venha estudar Inglês.

para ouvir sobrando pouca para o cognitivo. O Distúrbio do Processamento Auditivo Central tem demonstrado um impacto muito negativo para a aquisição da linguagem, desenvolvimento de habilidades sociais e desempenho escolar. Ele afeta o sistema auditivo além do ouvido, cujo trabalho é separar uma mensagem com sentido, de essencial fundo sonoro e entregar essa informação com clareza para o Sistema Nervoso Central. Quando nós recebemos as mensagens auditivas distorcidas ou

incompletas perdemos um dos nossos links mais vitais com o mundo e com as outras pessoas. É uma falha no desenvolvimento das habilidades perceptivas auditivas mesmo com audição normal, é totalmente diferente de perda auditiva. Os comportamentos e o processo de ensino e aprendizagem apresentados em decorrência desse Distúrbio podem mascarar o real problema e complicar a vida de uma pessoa, principalmente na escola, já que é um dos distúrbios difícil de detectar e diagnosticar, por vezes pode ser confundido com TDAH, TDA, entre outros. O profissional habilitado para realizar o diagnóstico e reabilitação da criança com DPAC, através do Exame do PAC e do Treinamento Auditivo, é o fonoaudiólogo, ele poderá avaliar e encaminhar, sempre que necessário, para profissionais que possam compor a equipe interdisciplinar.

Ser Humano por Juliana Alves

Distúrbio do PAC x Dificuldades de Aprendizagem clinicaserhumano@gmail.com

M

uitos pais apresentam queixas suas e ou de seus professores que, seus filhos são preguiçosos, desinteressados, desatentos, inseguros, sem vontade de aprender, irrequietos ou extremamente tímidos. Essas alterações podem ser uma dificuldade em lidar com as informações que chegam pela audição. O DPA - Distúrbio do Processamento Auditivo, é uma dificuldade em analisar e ou interpretar os sons. Alguns alunos com esse comportamento, que resulta em dificuldade de aprendizagem, preocupam os pro-

fessores. Os pais pensam ter um filho que não tem vontade de aprender, visto que nenhum exame detectou uma falha na audição. Nosso Sistema Nervoso Central (SNC) é responsável por funções como memória, atenção, linguagem, entre outras. Quando uma pessoa é exposta a um som, o ouvido detecta-o e transmite as informações para partes do Sistema Nervoso Central, onde o estímulo sonoro é processado. Como resultado, a pessoa vai saber a direção de onde vem o som, identificará e será capaz de separar o som do ruído de fundo e interpretá-lo. Esse som interpretado é arma-

zenado em nossa memória. Quando estamos num local barulhento, precisamos isolar os ruídos que não nos interessam e concentrar naquilo que queremos ouvir e entender. Uma maneira de fazer isso é com a localização da voz do locutor e a supressão (figura fundo) dos sons vindos de outras localidades. Uma pessoa com DPA tem dificuldades de localização sonora, atenção seletiva, perceber toda a prosódia do que foi ouvido, entre outras. Com essa confusão em mente, é compreensível que não consiga bloquear os ruídos externos e normalmente são distraídos e desatentos. Com isso, se gasta muito energia


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Sempre na Moda Por Valessa Coiffeur Manicure e pedicure Atuar como manicure e pedicure é ter uma profissão que, além de trabalhar com a beleza, trabalha, também, com a saúde das unhas das pessoas. Atualmente, podemos perceber que homens e mulheres estão cada vez mais vaidosos e em busca constante da elevação da autoestima. A manicure e pedicure, como uma boa profissional, tem de saber que há milhares de profissionais da área em sua cidade. Portanto, para atrair seus clientes, além do trabalho bem feito e com responsabilidade, ela deverá pos-

suir um diferencial. Este quesito, só é conseguido por meio de estudos, aperfeiçoamentos e postura profissional. Não basta apenas ser uma excelente manicure. É preciso estar por dentro das novidades e oferecer às clientes muitas opções. As unhas se transformaram em acessório fashion e a profissional deve ir além das simples 'misturinhas' para uma relação fiel e duradoura. A Valessa também conta com excelentes profissionais da área: Manicures e depiladoras.

29

Nutrição por Carolina Eliziário carolina-eliziario@bol.com.br

Suco natural na lancheira dá certo? Muitas são as mães que se queixam na hora de montar a lancheira das crianças pela dificuldade de mandar um suco natural. Os argumentos são sempre os mesmos: falta de tempo, o suco fica azedo, os nutrientes da fruta são perdidos, o suco natural não é prático. Mas será que todas essas afirmações são verdadeiras? Realmente as vitaminas das frutas, especialmente a vitamina C, sofre oxidação em contato com o oxigênio e vai perdendo sua eficiência. Por isso, quando comemos a fruta cortada em pedaços ou na forma de sucos, já ocorre uma diminuição no teor de vitaminas. Mesmo com essa perda, muitas frutas podem ser utilizadas nas lancheiras, como suco de acerola (muito rica em vitamina C), melão, abacaxi

e maracujá, pois sofrem menos oxidação e por isso não alteram o sabor em até 6 horas. A oxidação se dá com luz, calor e exposição ao oxigênio. Ela pode ser evitada ou atrasada usando garrafas escuras e muito bem vedadas. Resumindo: Faça o suco perto da hora de ir para a escola.


30

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Rio das Ostras vai sediar o I Fórum Sobre Transparência e Controle Social

R

io das Ostras vai sediar no dia 17 de agosto o I Fórum Sobre Transparência e Controle Social. O evento acontecerá no auditório da Câmara Municipal, das 13h às 18h, reunindo representantes da sociedade civil e representantes do Executivo e Legislativo. Na tarde da última quartafeira, dia 17, a comissão organizadora do evento, formada por nove pessoas, se reuniu com o prefeito Sabino e lhe entregou uma cópia do documento com 80 propostas aprovadas na Conferência Nacional, realizada em Brasília em maio desse ano. Durante a Fórum em Rio das Ostras, os representantes da sociedade civil, e dos poderes Executivo e Legislativo vão analisar as propostas definidas na Conferência Nacional, identificando aquelas

quem têm pertinência na realidade local, para encaminhar à Administração Municipal, para que este crie mecanismos de transparência para um efetivo controle social da gestão pública na esfera municipal. De acordo, com a representante da comissão Tânia Nascimento, durante o evento haverá uma palestra sobre a importância da Conferência como instrumento de participação da sociedade na luta contra a corrupção, pelo controle social e pela transparência das gestões públicas. O prefeito Sabino elogiou a iniciativa e destacou que a população e os gestores públicos terão que se adaptar às mudanças ocasionadas pela Lei de Acesso à Informação. ACESSO À INFORMAÇÃO - O responsável pelo Portal da Controladoria Geral do MuniTransparência da Prefeitura de cípio, Paulo Sérgio Batista, será Rio das Ostras, e funcionário da um dos palestrantes e falará ao

GABRIEL SALES

O evento acontecerá dia 17 de agosto, no auditório da Câmara Municipal, reunindo a sociedade civil organizada público sobre a aplicação da Lei de Acesso à Informação (LAI). Também participa do Fórum a

representante da Controladoria Geral da União, Carla Arêde, e membros da sociedade Civil.


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Beleza e Saúde

31

por Rodrigo Tavares CURSO DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL EM ESTÉTICA - é a forma mais prática e objetiva para se habilitar à profissão de Esteticista

A evolução da radiofrequência Poderosa arma contra flacidez facial, corporal e celulite

silvatavares1978@bol.com.br

A

radiofrequência monopolar é a primeira geração de equipamentos que foi desenvolvida. A corrente é gerada e penetra na pele através de um cabeçote móvel até uma placa de retorno que é colocada em uma região distante da área de tratamento. A energia era concentrada praticamente na ponteira do cabeçote. Para que fosse eficiente, muitos terapeutas usavam soluções anestésicas antes do tratamento para conseguir trabalhar com

a tecnologia visto que se a concentração de energia era muito grande em um determinado ponto, poderia ocorrer queimaduras em pontos sensíveis. Para minimizar os riscos de queimadura, profissionais colocavam potência baixa, tornando o tratamento muito mais longo. A radiofrequência bipolar é a segunda geração. Nesta, os polos positivo e negativo da corrente estão no próprio cabeçote. Por isso, na radiofrequência bipolar não é necessário placa de retorno. Mais potente que a radiofrequência monopolar, a

bipolar consegue uma distribuição de energia melhor, conseguindo estimular as fibras de colágeno e provocar o aquecimento necessário num período de tempo muito menor do que com a tecnologia antiga. A radiofrequência tripolar é a ultima evo-

lução das radiofrequências. Foi desenhado para ter três polos podendo ter também mais eletrodos como no caso do triatherm que possui seis em seu cabeçote corporal. Com uma capacidade de entregar energia mais avançada e segura que seus ante-

cessores, a radiofrequência tripolar apresenta os resultados muito mais rapidamente, permitindo ao terapeuta trabalhar mais áreas do corpo em um único tratamento. Grande Abraço a Todos!


32

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS


2 Classificados

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS

Preço do m² de imóvel sobe mais de 6% no semestre, indica FipeZap

O

preço médio do metro quadrado dos apartamentos prontos em 16 municípios brasileiros subiu para R$ 6.824 em junho, o que representa alta de 1,1% na comparação com maio, conforme Índice Fipe Zap Ampliado, divulgado nesta quarta-feira (3). Com isso, o preço anunciado acumula alta de 6,1% no primeiro semestre de 2013. A variação do último mês é ligeiramente superior à registrada em maio, quando a alta foi de 1%. De acordo com a pesquisa, considerando a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 3,2% no semestre (para junho, a variação considerada foi a esperada pelo mercado), o aumento real dos preços dos imóveis - ou se-

ja, acima da inflação - é de 2,8% em 2013. Nos primeiros seis meses do ano, as maiores altas foram registradas em Curitiba (14,3%), no Rio de Janeiro (7,7%) e em Vitória (7,5%). Apesar da variação expressiva dos preços em Curitiba no semestre, no acumulado dos últimos 12 meses, a cidade apresenta desempenho mais modesto (11,3%), já que teve quedas de preços significativas no final do ano passado, destaca o estudo desta quartafeira. No acumulado dos 12 meses, os destaques ficam por conta de Niterói, Rio de Janeiro e São Paulo, com as maiores altas (7,8%, 7,6% e 6,7% acima da inflação), enquanto Brasília (-7%), Vila Velha (-1,7%), Florianópolis (-0,7%) e Belo Horizonte (-0,4%) são as cidades

que tiveram quedas nos preços em termos reais (descontada a inflação). No Rio de Janeiro, que já tem o metro quadrado mais caro do país (R$ 9.285), a variação de preços chegou a 1,4% em junho na comparação com o mês anterior. Em São Paulo, a alta foi de 1,1%. Das 16 cidades cujos preços são monitorados, apenas Belo Horizonte registrou queda nos valores no mês passado, de 0,3%. Em maio, os preços haviam recuado 0,1% na cidade, mas, no semestre, os custos do metro quadrado na capital mineira subiram 4,3%. Depois do Rio, Brasília desponta com o segundo metro quadrado mais caro do país, ao custo médio de R$ 8.381 em junho. São Paulo ocupa o terceiro lugar, com o metro quadrado

anunciado valendo, em média, R$ 7.268. Entre as cidades pesquisadas, o preço mais barato segue sendo o encontrado em Vila Velha (R$ 3.583). Bairros mais caros Segundo o levantamento, no bairro do Leblon, no Rio, o preço do metro quadrado no mês de junho chegou a R$ 22.051. Na mesma cidade, a Pavuna tem o metro quadrado mais barato (R$ 1.945). Em São Paulo, o preço mais caro segue sendo o do bairro Vila Nova Conceição (R$ 12.836 o m²), com Guaianazes na “lanterna” de custos (R$ 3.198 o m²). O Índice FipeZap Composto - que acompanha a evolução média do preço nas sete cidades que originalmente faziam parte do indicador e que tem série histórica maior - subiu 1% em junho, ante maio.

Ao longo de 2013, o indicador composto tem alta acumulada de 5,8%. No período de 12 meses, o FipeZap Composto registrou aumento de 11,9%, mesma taxa observada em maio e em abril. O Índice FipeZap foi desenvolvido e é calculado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), em parceria com o portal ZAP Imóveis. O indicador acompanha o preço médio do metro quadrado de apartamentos prontos em 16 municípios brasileiros com base em anúncios da internet. Os municípios abrangidos são: Rio de Janeiro, São Paulo, Niterói, Brasília, Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, São Caetano do Sul, Florianópolis, Porto Alegre, Santo André, Salvador, São Bernardo do Campo, Vitória, Curitiba e Vila Velha.


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Classificados 3


4 Classificados

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Classificados 5

Hipoteca de imóvel pode garantir crédito alto; veja vantagens e riscos

D

ar a casa como garantia para conseguir um empréstimo de alto valor, com prazo longo para pagar e juros um pouco abaixo da média do mercado é uma opção de crédito pouco conhecida - mas disponível em pelo menos cinco bancos brasileiros, segundo levantamento feito pelo G1. Esse tipo de empréstimo - ou hipoteca - permite que o cliente obtenha dinheiro para qualquer finalidade, com taxas de juros em geral menores que a da maioria das linhas de crédito. Mas é preciso estar atento ao risco: em caso de inadimplência, o tomador do empréstimo pode ter que entregar a própria casa ao banco. A linha foi lançada a partir de 2008 em pelo menos cinco instituições (Caixa, BB, Santander, Bradesco e Citi). O cliente é quem define como usar o dinheiro. Segundo as instituições, é comum usá-lo para investir em um negócio ou trocar os juros de uma dívida por outro mais baixo. Também são citados o uso do crédito para pagar estudos, investir em outros imóveis, viajar, mobiliar a casa ou pagar

grandes festas, como casamento. Como funciona Para ter acesso ao crédito, é preciso ter imóvel próprio, que é avaliado por empresas credenciadas ao banco ou, no caso da Caixa, com base no carnê do IPTU, quando se trata de imóveis até R$ 300 mil. Os bancos aceitam como garantias imóveis residenciais, contanto que o proprietário seja pessoa física. Alguns, como a Caixa e o Citi, também aceitam imóveis comerciais. Entre os principais atrativos estão o prazo de até 30 anos para pagar e o limite alto do valor do empréstimo, quando há. O Citi empresta até R$ 1,3 milhão, limitado a 50% do valor do imóvel. Na Caixa, o crédito pode chegar até 70% do valor de avaliação do imóvel e não há limite máximo de valor nem para o empréstimo nem para o valor de imóvel. Quando se trata do único imóvel, o crédito fica limitado a 50% do valor. No Santander, o crédito vai de R$ 30 mil a R$ 500 mil, limitado a 60% do valor de avaliação do imóvel.

As taxas de juros ficam um pouco abaixo da média do mercado. No Santander, os juros mensais estão em torno de 1,53% o que daria quase 20% anualizados; e na Caixa vão de 0,98% a 1,48% (mais a TR, que está zerada) - o que levaria as taxas anuais para entre 12% e 20% - segundo dados do Banco Central, a taxa média de juros do crédito para pessoa física (incluindo todas as modalidades) foi de 24% ao ano em maio. Riscos O Procon-SP aponta, no entanto, que a principal característica dessa linha de crédito é o risco, porque pode implicar na perda do imóvel. “É muito importante que o consumidor faça uma reflexão porque há varias outras linhas disponíveis no mercado. Ele tem de ver se precisa mesmo desse valor, que geralmente é grande", diz Renata Reis, supervisora de assuntos financeiros da entidade. Ela recomenda a busca de outras linhas "que não coloquem em risco um bem tão importante” “Você pode perder seu imóvel, sua própria residência e, mesmo para quem tem dois, há dificuldade grande de reconstrução. (...) Não fique seduzido pela praticidade, tem uma contrapartida dessa praticidade”, diz. Ela também aponta que o consumidor deve perguntar qual o custo efetivo total da operação, comprar com outras linhas de crédito e se certificar que os custos com cartório não serão pagos por ele. Já o economista-chefe da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), Nicola Tingas, aposta no discernimento de quem consegue adquirir um imóvel. “Se a pessoa não sabe tomar (o crédito), ela não teria condições de ter uma casa e bens, a gente tem de supor que o tomador sabe o que está fazendo”, diz. Tingas vê esse tipo de linha como uma alternativa para levantar grandes quantias. “Não havia estruturação de produto deste tipo para alavancar mais dinheiro. Não vou tomar empréstimo do valor total do imóvel, mas posso levantar uma quantia maior. Em situação de alta inadimplência, pode levantar e substituir outra dívida”, diz. Exceção A legislação garante que o imóvel residencial não pode ser penhorado por conta de dívidas. No entanto, há exceção para que ele seja dado como garantia, mesmo que seja o único da família, se isso for feito de forma voluntária, diz o advogado Rafael

Amorim Abraão (a exceção está prevista no artigo 3º da Lei nº 8.009 de 1990). Com isso, em caso de inadimplência, “basta que o banco faça o recolhimento do imposto de transmissão de bens imóveis e solicite ao cartório a consolidação da propriedade, seguido pelos leilões para quitação da dívida”, diz Abraão. Nos EUA Esse tipo de empréstimo ficou popular após a crise das hipotecas nos Estados Unidos - da qual ele foi o estopim. Com os preços dos imóveis subindo sem parar, os norte-americanos foram fazendo empréstimos cada vez maiores dando como garantia as próprias casas. Quando a população não conseguiu mais pagar esses empréstimos e os preços dos imóveis despencaram, as pessoas ficaram com dívidas maiores que as garantias e o sistema financeiro do país entrou em crise. Bom negócio para os bancos Para as instituições, o empréstimo com imóvel como garantia é visto como um bom negócio porque tem “inadimplência reduzida, pois trata-se de uma operação que conta com garantia real, vinculada em alienação fiduciária, mitigando os riscos do negócio”, diz o BB. No Bradesco “as modalidades com garantia de imóvel possuem inadimplência inferior à de modalidades sem garantias reais”. A carteira de Crédito Pessoa Física do Banco está com inadimplência acima de 90 dias na faixa de 3,80%. Na média nacional, a inadimplência é de 5,3%, segundo o BC. A concessão de crédito mais longo com uma garantia mais real e mais palpável é vista como positiva para os bancos na opinião de Tingas, da Acrefi. “Acho que o produto tende - se provar que é de qualidade, do ponto de vista de oferta, de lastro - a ser um grande mercado no futuro”, diz. Entre as cinco instituições, a Caixa é a única que admite já ter tomado imóveis, mas diz que é pouco comum. Os outros bancos não reportaram essa situação. A linha representa mais de 17% da carteira de crédito pessoal do Bradesco, com mais de 26 mil contratos, e quase 10% do total da carteira de crédito comercial para pessoas físicas (descontados empréstimos para habitação e infraestrutura) da Caixa, com 50 mil clientes. No BB, a linha tem pouco mais de 5 mil clientes e mais que dobrou nos últimos 12 meses. Santander e Citi não divulgaram números.


6 Classificados

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS


O DEBATE RIO DAS OSTRAS • • •

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

Imóveis

por Charles Oliveira PLANEJANDO A COMPRA DE UM IMÓVEL Charles Oliveira charlesbezoli@hotmail.com

A

ntes de financiar um imóvel é conveniente fazer uma pesquisa de valores e mecanismos de financiamentos junto aos agentes financeiros, pois os valores dos serviços oferecidos podem variar bastante de um banco para o outro. Adquirir um imóvel requer planejamento e muita pesquisa. Pa-

ra aqueles que desejam comprar um imóvel seguir alguns conselhos pode fazer a diferença na hora de tomar essa grande decisão. Saber quais são as suas condições financeiras é fundamental. Mas há outros aspectos a considerar, uma vez que se trata de uma operação de vulto e que, além de um investimento, significa a realização de um projeto

de vida e a consecução de um planejamento de longo prazo. Quando não é possível pensar em comprar um imóvel à vista, quitando no ato da compra o valor total, você não deve desistir da ideia de acumular previamente uma boa reserva financeira para poder dar uma entrada maior no financiamento. Assim, você conse-

guirá reduzir o número de parcelas, tornando o esforço final da compra do imóvel bem menor. Aproveite para usar o seu FGTS ( Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Tendo calculado o valor da reserva financeira necessária para comprar à vista o imóvel que você deseja, ou pelo menos dar uma entrada substancial, você deve fazer uma primeira estimativa de quantos meses levará para acumular a tal reserva. Para começar, imagine um certo período de anos ao final dos quais você gostaria de ter 100% do valor da reserva necessária. Divida o valor total da reserva pelo número de meses contido neste período de anos, e você terá uma primeira estimativa de quanto

Classificados 7 precisará economizar e investir todo mês para concretizar seu sonho. O investimento mensal lhe parece muito alto? Faça um ajuste em duas pontas: 1) Promova um "rebaixamento" do seu sonho, trazendo o imóvel desejado para mais perto da realidade; 2) Estique o prazo de acumulação. Desta forma, aos poucos você chegará num valor de investimento mensal que caiba no seu orçamento. Então, é só ter a disciplina de economizar e investir este valor todo mês, sem mexer nestes investimentos para qualquer outro propósito. LEMBRE - SE “UM BOM NEGÓCIO, É UM NEGÓCIO NA MEDIDA CERTA”


8 Classificados

RIO DAS OSTRAS (RJ), SEXTA-FEIRA,19 A 25 DE JULHO DE 2013

• • • O DEBATE RIO DAS OSTRAS


Rio das ostras 19 07 13