Issuu on Google+

KANÁ MANHÃES

ECONOMIA

Contribuintes do IPTU recebem 8% de desconto Desconto é válido para realização de pagamentos até dia 31 de março. pág. 10 WWW.ODEBATEON.COM.BR • MACAÉ (RJ), QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014 • ANO XXXVIII • Nº 8353 • FUNDADOR/DIRETOR: OSCAR PIRES • O JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO DO MUNICÍPIO • R$ 1,00

Empresários vão cobrar do governo construção de pista no aeroporto

Alternativa é considerada a mais viável para resolver o problema de acesso à cidade de Macaé pág. 3 ECONOMIA

POLÍCIA

Executado a tiros no Barreto

Acim participa de congresso estadual

Mais um homicídio foi registrado em Macaé. Na noite da última segunda-feira (24), por volta das 21h50, um homem de 37 anos foi executado. Segundo a Polícia Militar, o crime ocorreu na Rua 03, quadra 08, no Franco Plaza, próximo ao bairro Barreto. Moradores não informaram à polícia a causa da execução. pág. 5

Evento teve como objetivo a integração entre os órgãos representativos. pág.6 DIVULGAÇÃO

DPZ vence licitação para anúncios publicitários Marcos Navega foi condecorado

Proposta da Firjan e da ACIM para a obra, considerada mais importantes para Macaé, vai ser entregue a Moreira Franco

Agência será responsável pela conta de R$ 16 milhões pág. 3 DIVULGAÇÃO

PROCESSO SELETIVO

Divulgado resultado preliminar do concurso da Prefeitura de Quissamã Dos mais de 30 mil candidatos inscritos para realização do exame, o equivalente a 23% não compareceram, tornando-se eliminados automaticamente do processo seletivo do município pág. 10

CRÉDITO

Alunos da rede estadual

Saerjinho será aplicado na próxima terça-feira Cerca de 11 mil alunos, do Estado e município, farão avaliação pág.7

Carro fica pendurado em barranco na Boa Vista Após bater em buraco, veículo perdeu o controle . pág. 2 KANÁ MANHÃES

Processo Seletivo foi organizado pelo Instituto Nacional do Concurso Público, empresa responsável também pelos últimos concursos de Macaé

Parque Jurubatiba sofre com descarte Considerada uma das Unidades de Conservação (UC) mais bem preservadas do país, o Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba sofre com o crescimento no seu entorno. A zona de amortecimento do parque vem aos poucos sendo invadida de maneira desordenada, comprometendo todo o ecossistema local. pág. 2

Macaé realiza Open de Jiu-Jítsu No último domingo (23), aconteceu o IX Open Macaé de Jiu-Jítsu no Ginásio Juquinha. O evento tradicional na cidade foi organizado pelo lutador e professor Thiago Gaia reunindo cerca de 600 atletas, com total de 17 equipes e a arbitragem da Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu vindo do Rio de Janeiro. Evento visa à difusão da modalidade no município. pág. 10

SDKFBAKJSDBF

Autopista promove capacitação do Projeto Escola A Autopista Fluminense realizou na última segundafeira (24) e ontem a primeira capacitação dos educadores que irão integrar o Projeto Escola Arteris. Ação é início do Programa Educação no Trânsito. pág. 5

COTAÇÃO

Dólar C. Dólar V.

R$ 2,3050 R$ 2,3070

TEMPO

Máxima. Mínima.

28º C 21º C


2

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014

Cidade

NOTA

Três bairros são beneficiados por obras de urbanização: Granja dos Cavaleiros, Novo Cavaleiros e Vale Encantado

LAGOMAR

Zona de amortecimento: Parque Jurubatiba continua sendo alvo de descarte irregular

Além de entulhos e móveis, é possível encontrar resto de lixo tecnológico no meio da vegetação Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

C

onsiderada uma das Unidades de Conservação (UC) mais bem preservadas do país, o Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, que também abrange o território de Quissamã e Carapebus, sofre com o crescimento no seu entorno. A zona de amortecimento do parque, que fica localizada no bairro Lagomar, vem aos poucos sendo invadida de maneira desordenada, comprometendo todo o ecossistema local. Segundo a Lei Federal nº 9.985/00, que institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências, “considera-se como Zona de Amortecimento, o entorno de uma Unidade de Conservação, onde as atividades humanas estão sujeitas a normas e restrições específicas, com o propósito de minimizar os impactos negativos sobre a Unidade". Porém na prática isso não vem acontecendo como deveria ser. Desde o ano passado, o jornal O DEBATE vem mostrando o problema de descarte irregular na zona de amortecimento do parque. Inclusive, já foi relatado o caso de lixo tecnológico em

meio à vegetação de restinga, situação que pode trazer vários danos, inclusive ambientais. Na tarde da última segundafeira (24), a equipe esteve mais uma vez visitando o local e, apesar da grande pilha de restos de televisores e computadores ter sido retirada, ainda é possível encontrar muita sujeira em vários pontos isolados. A maioria pôde ser presenciada nas áreas próximas às construções, mas também é possivel encontrar entulhos e restos de móveis em trechos mais distantes, próximo aos limites do parque. A equipe chegou a presenciar alguns lixos tecnológicos misturados aos restos dos resíduos, situação que é preocupante. A falta de conhecimento e conscientização da população pode se tornar um grande problema para toda sociedade. No nosso cotidiano, não refletimos sobre os impactos negativos que isso pode nos causar. Esses lixos tecnológicos, ou eletrônicos, possuem uma grande quantidade de substâncias prejudiciais à saúde e ao meio ambiente. Quando descartados de maneira inadequada, eles podem poluir os lençóis freáticos e o solo. Mas não são só os televisores que podem ser considerados resíduos tecnológicos. Entram nessa lista: os computadores,

aparelhos de som, lâmpadas eletrônicas, geladeiras, celulares e baterias, entre outros dispositivos. Os computadores e celulares, por exemplo, contêm, em suas composições, as seguintes substâncias tóxicas: chumbo (prejudicial ao cérebro e ao sistema nervoso. Afeta sangue, rins, sistema digestivo e reprodutor), cádmio (agente cancerígeno. Acumula-se nos rins, no fígado e nos ossos, o que pode causar osteoporose, irritação nos pulmões, distúrbios neurológicos e redução imunológica), níquel (causa irritação nos pulmões, bronquite crônica, reações alérgicas, ataques asmáticos e problemas no fígado e no sangue), mercúrio (prejudicial ao fígado e causa distúrbios neurológicos, como tremores, vertigens, irritabilidade e depressão) e zinco (produz secura na garganta, tosse, fraqueza, dor generalizada, arrepios, febre, náusea e vômito). Segundo a prefeitura, o município, através da secretaria de Ambiente, está em curso de elaboração de uma parceria com o Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Essa iniciativa vai cooperar com a produção de coleta seletiva dos lixos tecnológicos. Enquanto isso não acontece, existem

KANÁ MANHÃES

Zona de amortecimento do Jurubatiba sofre os impactos por conta do crescimento desordenado

as campanhas de recolhimento. Entre os países emergentes, o Brasil é um dos que mais produz lixo eletrônico todos os anos. Se tivessem um destino certo, aproximadamente 94% desses materiais contidos nesses aparelhos poderiam ser

MANUTENÇÃO

reciclados. Em 2010, foi criada a Lei 12.305, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Segundo o Art. 33, “são obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa, mediante retorno dos produtos

RISCO

após o uso pelo consumidor, de forma independente do serviço público de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos, os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de produtos eletroeletrônicos e seus componentes”.

KANÁ MANHÃES

Áreas de lazer do município estão sendo revitalizadas Apesar disso, algumas praças ainda aguardam pelas melhorias dos poderes competentes enquanto a prefeitura vem revitalizando algumas áreas de lazer na cidade, outras ainda esperam pelas tão sonhadas melhorias. Um exemplo disso é a praça do Jardim Santo Antônio, situação que vem sendo relatada pelo jornal O DEBATE há mais de dois anos. Segundo os moradores, até o momento só foi feita a pintura da praça, porém problemas mais graves deveriam ser priorizados antes disso. Tanto a quadra, quanto o campo de futebol, precisam de alambra-

dos novos. Além disso, o piso dos dois necessita de uma manutenção. A situação fica ainda pior quando se trata do parquinho. Os pais dizem que deixam os filhos brincarem, mas sempre com receio, pois já houve casos de crianças que se machucaram durante a diversão. Em contrapartida, em outros bairros, como a Barra de Macaé, Parque Aeroporto e o Centro já estão vendo mudanças quanto a isso. A praça dos Navegantes, por exemplo, vem sofrendo um grande processo de revitalização. Recentemente, a prefeitura fez a troca dos brinquedos antigos, que eram de fibra e apresentavam riscos para as crianças, por novos de madeira, mais resistentes. Atualmente, a prefeitura

vem finalizando a instalação dos alambrados nas duas quadras, que também foram reformadas. O trabalho também inclui a reforma de bancos e pintura, inclusive da ciclovia. Além da Navegantes, a praça Beira Rio também está recebendo uma atenção do poder público. O que até pouco tempo atrás era lugar para vândalos, aos poucos vai devolvendo à população um espaço, que deve ser voltado ao lazer dos moradores. Dessa maneira, a prefeitura está, aos poucos, cumprindo o seu papel, mas ainda há muito a ser feito em todo o município. No caso da praça do Jardim Santo Antônio, o governo municipal explica que ela será a próxima a ser contemplada, assim que as ações na Barra de

Macaé forem concluídas. Ele também ressalta que o material para a reforma, como alambrado, grama sintética e os brinquedos já foram adquiridos. Vale também ressaltar que a população tem um papel fundamental na manutenção. Poucos dias após a instalação do novo parquinho, a equipe de reportagem flagrou adolescentes nos brinquedos, o que pode danificá-los, uma vez que não foram feitos para pessoas dessa idade. O lazer é um item fundamental para saúde, pois controla os níveis de ansiedade e contribui com outros fatores psicológicos e também físicos. No caso de crianças e jovens, isso é fundamental para o seu desenvolvimento. KANÁ MANHÃES

Prefeitura ressalta que, após a Barra de Macaé, praça do Jardim Santo Antônio será a próxima a receber as reformas de revitalização

Foi preciso a ajuda de um guindaste para a remoção do veículo

Carro fica pendurado em barranco na Boa Vista Veículo perdeu o controle após bater em um buraco na Rua Projetada 5 já dizia o ditado que prevenir é sempre melhor do que remediar, mas na prática nem sempre é isso o que acontece. E por conta disso, um problema simples acabou se tornando em outro ainda pior na manhã desta terça-feira (25). Por causa de um buraco no meio da pista, um veículo acabou perdendo o controle, ficando pendurado no barranco na Rua Projetada 5, no bairro Boa Vista (Aroeira). Parte da pista, que é de paralelepípedo, está danificada, bem na parte de onde há uma curva, o que impede que os motoristas consigam ver o problema, principalmente à noite. Para que o carro fosse retirado do local, foi preciso a ajuda de um caminhão com guindaste. De acordo com o relato dos moradores, o pedido para que seja feito o reparo no local, o que também inclui a contenção do morro, já foi feito à prefeitura há mais de três anos. “Já existe a solicitação para que seja feito, mas acho que ninguém teve o interesse em fazer isso até hoje. E, como já era de se esperar, o pior aconteceu. O carro novinho,

mal saiu da concessionária, e já aconteceu isso. Por sorte não aconteceu o pior e ninguém se feriu gravemente. Esperamos que agora, depois que aconteceu esse acidente, os órgãos públicos tomem uma providência”, relata um morador que pede para não ser identificado. Procurada, a prefeitura informou, ainda na parte da manhã, que uma equipe da secretaria de Limpeza Pública e Manutenção estava indo ao local para averiguar a situação e tomar as devidas providências. Vale sempre ressaltar que a manutenção das vias está prevista dentro do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que garante que é dever das autoridades promover um trânsito seguro e de qualidade. De acordo com o Art. 1º, “o trânsito, em condições seguras, é um direito de todos e dever dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito, a estes cabendo, no âmbito das respectivas competências, adotar as medidas destinadas a assegurar esse direito”. A lei também ressalta que a velocidade máxima permitida para a via será indicada por meio de sinalização, obedecidas suas características técnicas e as condições de trânsito.


MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014

Política

3

NOTA

IPTU: 8% de desconto para quem pagar até o dia 31

MOBILIDADE

Empresários vão cobrar do governo construção de pista no aeroporto Atraso nas obras de duplicação da BR-101 demonstra que construção de nova pista é a alternativa para resolver o problema de acesso à cidade

U

m grande grupo de empresários que mantém base de empresas de petróleo sediadas no município e são obrigados a manter constante contato com fornecedores e também autoridades no eixo MacaéRio-São Paulo-Brasília, decidiram que vão continuar pressionando as autoridades para que uma nova pista seja construída no aeroporto de Macaé, o único meio mais rápido de acesso à cidade, considerando que as obras de duplicação da BR-101, devem demorar mais de 10 anos para serem concluídas, apesar de a distância entre este município e Rio Bonito ser de pouco menos de 100 quilômetros. Ontem o presidente da Comissão Municipal da Firjan, Evandro Esteves, e Cliton Silva Santos, presidente da Associação Comercial e Industrial de Macaé, voltaram a se reunir para concluir documento que será endereçado ao ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, a fim de reivindicar esta providência, considerando que a construção de uma nova pista com extensão de 1.500 metros consta no Plano Diretor da Infraero, mas não no Planejamento Estratégico da empresa. “As autoridades têm que

olhar para Macaé não mais como uma cidade pequena, e sim como a mais importante do Estado, do Brasil e do mundo, porque aqui estão sediadas todas as unidades da Petrobras para exploração de petróleo na Bacia de Campos e, também, na camada de pré-sal. Não podemos esperar tanto porque enfrentar o tráfego pesado da BR-101 para uma viagem ao Rio de Janeiro que pode levar de três a cinco horas, desestimula qualquer homem de negócios enfrentar o caos da mobilidade”, disse o empresário Evandro Esteves, afirmando que “esta é uma luta sem tréguas e só vamos parar se a reivindicação for atendida”. O presidente da Associação Comercial e Industrial de Macaé, Cliton Silva Santos, disse que vem acompanhando todo o processo de reforma do aeroporto e foi taxativo: “O conforto para todos os usuários do aeroporto é necessário, porém, a viabilidade de ampliar os voos comerciais para os grandes centros também é importante e isso só será possível com a construção da nova pista de 1.500 metros para a qual a Prefeitura de Macaé, desde 2003, fez a doação de uma área de pouco mais de dois milhões de metros quadrados, já incorporada pela Infraero”.

WANDERLEY GIL

Representante da Firjan, Evandro Esteves, ao lado do prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) querem construção de nova pista Os empresários pretendem, a exemplo do que os políticos de Campos fizeram, propor ao prefeito Dr. Aluízio Júnior

CONCORRÊNCIA

(PV), para requerer junto ao ministro Moreira Franco, da Secretaria de Aviação Civil, a municipalização do aeroporto

Ciça Guedes, secretária de Comunicação da Prefeitura de Macaé

Aprovado projeto que regula espaço aquaviário para Macaé Ordenamento do tráfego e uso de embarcações no Rio Macaé são preocupações antigas

DPZ vence licitação da prefeitura para os anúncios institucionais a comissão municipal de Licitação da Prefeitura de Macaé publicou ontem o resultado da concorrência pública 002/2013, que vem se arrastando desde o ano passado, abrindo prazo de cinco dias para recurso contra o resultado do julgamento das Propostas Técnicas, que teve como primeira classificada a famosa agência DPZ - Duailibi, Petit, Zargoza Propaganda Ltda, que será responsável pela conta de pouco mais de R$ 16 milhões para criação e veiculação de anúncios institucionais. A DPZ alcançou pontuação final de 84,33, considerada clas-

ral, com a realização da Copa do Mundo não tem recursos nem tempo para concluir todas as obras.

MARÍTIMO KANÁ MANHÃES

Concorrência pública vem se arrastando desde o ano passado. Prazo para recurso é de cinco dias

de Macaé. Segundo eles, talvez desta forma a construção da pista se torne viável mais rapidamente já que o governo fede-

sificada em primeiro lugar, seguida da Publiká 7 Publicidade e Comunicação, com pontuação de 73,33, e Artplan Comunicação S.A. com 72,34. O julgamento das propostas foi encerrado sexta-feira passada e com a publicação do edital abrindo prazo de cinco dias para recurso, será conhecida a agência que vai atender a prefeitura, o que vinha sendo feito até 2012, pela Eurofort e Octopus. Além das três primeiras colocadas, participaram ainda a Giacometti & Associados Comunicação Ltda, Cortes Vieira Negócios e Empreendimentos Ltda ME, Agência Nacional de Propaganda Ltda, FSB Publicidade Ltda, OCP - Organização em Comunicação e Propaganda Ltda, e Três Mídias Agência e Publicidade Ltda. Todas as seis

foram consideradas desclassificadas pela Comissão Permanente de Licitação por não terem alcançado a nota mínima de 70 pontos e, ainda, outras razões contrariando o que foi solicitado no edital. Ontem à tarde a secretária de Comunicação Social da Prefeitura de Macaé, Ciça Guedes, disse que seu compromisso com o prefeito Dr. Aluízio e os meios de comunicação foi cumprido, que era a de realizar a licitação em seis meses, como a lei faculta. Agora, cabe à Comissão Permanente de Licitação concluir o processo, declarar o vencedor, assinar o contrato para que o município possa, enfim, continuar o trabalho de divulgação de anúncios institucionais.

o ordenamento do tráfego e uso de embarcações no Rio Macaé são preocupações que há tempos vêm sendo debatida para atender as demandas locais da economia, desenvolvimento social, segurança e meio ambiente. Pensando nisso, os vereadores Júlio César de Barros (PPL), Luciano Diniz (PT), Jocimar Gomes (PMDB) e Maxwell Vaz (PT) elaboraram uma proposta de ordenamento do sistema aquaviário no município de Macaé. O projeto de Lei 106/14 foi aprovado nesta terça-feira

(25) e tem como finalidade regulamentar o uso do espaço por embarcações de pesca, turismo e outros. De acordo com o vereador Luciano Diniz, um dos autores da proposta, a cidade não possui nenhum tipo de regulamentação municipal que estabeleça normas para o uso do Rio Macaé. Segundo ele, o ordenamento é importante para garantir que todos possam utilizar o espaço sem colocar em risco a segurança das pessoas e a conservação do meio ambiente. "Há barcos de pequeno porte que atracam embaixo da ponte da Barra e impedem o trânsito de embarcações maiores", explicou Luciano. A aprovação do projeto permitirá a ampliação do tráfego

de embarcações no Rio Macaé, que passará a ocorrer de maneira ordenada. Além disso, abre a possibilidade para a construção de um cais, entre outras melhorias para o transporte aquaviário. Outra proposta aprovada nesta terça-feira (25) foi o Projeto de Lei 28/2013, que institui o Prêmio Darcy Ribeiro. De autoria do vereador Guto Garcia (PT), a premiação leva o nome do antropólogo conhecido por sua atuação na defesa da educação no país. O objetivo da iniciativa é reconhecer os cidadãos e profissionais que se destacarem por sua contribuição à educação, além de incentivar ações que ampliem a qualidade do ensino e o acesso da população macaense. IVANA GRAVINA/CMM

Segundo o vereador Luciano Diniz (PT), Macaé não possui normas para o uso do Rio Macaé


4

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014

Opinião EDITORIAL

NOTA

Educação: 4696 alunos da rede municipal participam do Saerjinho-2014

FOTO LEGENDA

Porto e aeroporto

WANDERLEY GIL

O município vem vivendo nos últimos dias a tensão de ver concretizadas ações que dependem exclusivamente dos principais órgãos públicos, a nível estadual e federal, para solidificar a infraestrutura capaz de permitir o avanço e abrir caminho para que a classe empresarial, convivendo o dia a dia da indústria do petróleo, possa planejar o futuro. Tudo, necessariamente, tem sido objeto de reivindicação ao governo municipal, ao governo estadual e ao governo federal.

A

simples informação de que a Petrobras está transferindo para a capital o setor administrativo da Unidade Operacional Rio, que cuida igual à Unidade Operacional da Bacia de Campos, da prospecção de petróleo, agora voltada para a camada de présal, pelas versões diferenciadas em cada segmento, preocupa os empresários e, principalmente, o governo municipal. Se for realmente verdade que a perda de ISS com a mudança poderá alcançar R$ 100 milhões, além de empregos até então garantidos pelas empresas que prestam serviços à Petrobras, o sinal de alerta está aceso. Como a empresa não se manifesta publicamente, mas as ações administrativas vêm sendo sentidas pelas partes envolvidas, cabe ao Chefe do Poder Executivo e às instituições de segmentos diversos, cobrar da Petrobras resultados que possam tranquilizar a população macaense. Não apenas com relação a uma medida interna, mas também outras como a construção do terminal portuário e de uma nova pista com extensão de 1.500 metros no aeroporto do município, pre-

vista no Plano Diretor da Infraero e que não consta do Planejamento Estratégico. Todos sabem - existem os prós e os contras - que Macaé necessita dessas ações imediatas. São duas obras de grande porte, porém, de fundamental importância para que não haja dúvidas quanto ao futuro, como deixou bem claro o prefeito na reunião da Firjan. De um lado, a construção da pista que leva menor tempo e vai permitir o acesso à cidade por via aérea com aeronaves maiores (ninguém suporta enfrentar a BR-101 em deslocamentos constantes), e de outro, a construção do porto em São José do Barreto para atender a necessidade da Petrobras que opera no terminal de Imbetiba, sufocado. A hora é de união e de lutar contra a burocracia que reina nos órgãos públicos, para que a licença do porto seja liberada e, também, a obra de uma nova pista no aeroporto seja considerada prioritária pela Secretaria de Aviação Civil determinando à Infraero sua inclusão no planejamento. Consertar a atual pista esburacada e que pode paralisar o transporte aéreo comercial, com custo elevado, não é a solução.

ESPAÇO ABERTO Metrologia e a Vida Estamos vivenciando um momento sublime do reconhecimento no país das atividades de ciência e tecnologia. Há tempos que evidenciamos chamamentos para este campo de atuação da sociedade.

V

imos reforçando a importância da divulgação e, mais ainda, que as atividades acadêmicas de pesquisas estivessem mais próximas do dia a dia do cidadão. Nesse contexto atual, o Brasil vive dois grandes momentos técnicocientíficos que avançam em paralelo. Um deles, são os Editais da Finep para a formação de Parques Tecnológicos, seguindo diretrizes mais globalizadas, com o objetivo evidente de promover uma gestão mais profissionalizada nos ambientes acadêmicos. Essa grande tônica também reflete a necessidade dos profissionais de educação de nível superior e os mais diversos pesquisadores estarem cada vez mais voltados para pesquisas práticas que possibilitem soluções mais imediatas para a população. A outra grande ambiência se concentra no desenvolvimento do Inmetro como Agência Executiva e de Fomento à Ciência e Tecnologia, com a inlcusão das ditas tecnologias sociais, assim como as ambientalmente sustentáveis, estabelecendo direcionadores das pesquisas presentes e futuras, em consonância com as tendências mundiais. Igualmente, essa vertente de atuação científica e tecnológica, tendo como base de sustentação a ciência metrologia, também tem como foco principal o desenvolvimento de tecnologias, pesquisas e procedimentos que possibilitem avanços na confiabilidade dos resultados das medidas efetuadas pelo ser humano e, em especial, na área da saúde. Temas que estão neste momento em todo o mundo sendo abordados de forma mais consistente, tais como a Metrologia Química, a Bio-Metroloia e a Metrologia aplicada à Medicina Nuclear, levantam sérias questões sobre a confiabilidade de diversos diagnósticos clínicos e, também, a efi-

cácia de aplicação de medicamentos fabricados e consumidos por pacientes e pessoas de modo geral. O campo da metrologia, como uma das etapas mais avançadas dos desenvolvimentos tecnológicos e científicos, terá por esses tempos em que vivemos em diante uma das mais nobres missões: a de proporcionar qualidade e confiabilidade aos avanços de tecnologias voltadas para a saúde humana. Como um exemplo em foco, citamos a biologia forense que tem por objetivo, por exemplo, a identificação da paternidade via exame de DNA. Como garantir resultados mais confiáveis sem o desenvolvimento da metrologia para assegurar a qualidade dos resultados? Como tratarmos de processos de medidas efetuadas em assuntos ainda mais delicados como os relacionados aos exames de HIV. Sem o estabelecimento dos procedimentos metrológicos adequados à confiabilidade dos exames e, por consequência, os resultados de todos esses diagnósticos podem estar totalmente comprometidos. A finalização dessa matéria, nesse fabuloso Espaço Aberto, nos reporta a dimensões sociais que antes eram consideradas muito distantes da população. Sabemos, há algum tempo, de todas as dificuldades de avançarmos em uma ciência que permeia por todas as demais. Talvez seja por isso mesmo que quando apontamos os aspectos da METROLOGIA no nosso cotidiano necessariamente refletimos na vida humana. Isso nos impulsiona a manter as posições, convicções e, principalmente, nossa contribuição para o “bem- estar” dos nossos semelhantes. Eduardo Batista Neiva Físico pela UFRJ, Mestre em Metrologia pela PUC-Rio e Idealizador do Instituto Macaé de Metrologia e Tecnologia

A Prefeitura de Macaé firmou convênio com o Hospital São João Batista. No último dia 3 de fevereiro, o chefe do Executivo fechou contrato com a Irmandade São João Batista. Será repassado um recurso equivalente às atividades realizadas pelo SUS (Sistema Único de Saúde) para os procedimentos de média complexidade. A prefeitura vai entrar com o valor equivalente a 100% . Segundo o prefeito Dr. Aluízio, o convênio vai resgatar uma dívida histórica com o hospital, um das principais instituições de saúde em Macaé.

PAINEL Segurança

Importante

CEDERJ

Nova Vida I

ICMBIO I

Tuberculose I

Nova Vida II

ICMBIO II

Tuberculose II

A assessoria de imprensa do Comando Geral da Polícia Militar no Rio de Janeiro informou que o reforço no efetivo de policiais no interior, especificamente nas seis cidades abrangidas pelo 32º BPM: Macaé, Rio das Ostras, Casimiro de Abreu, Quissamã, Carapebus e Conceição de Macabu, só será definido depois que o envio de tropas federais ao Rio de Janeiro for formalizado. Termina amanhã (27), o prazo para que os 754 jovens inscritos no Processo Seletivo Simplificado (PSS) para Cadastro de Reserva de Adolescentes do Programa Nova Vida compareçam à sede da secretaria de Administração (Semad) para retirar o cartão de confirmação de inscrição. O comparecimento é obrigatório a todos os candidatos inscritos. A retirada do cartão é obrigatória para que os inscritos tenham acesso a todas as informações necessárias para realização da prova e basta, somente, a apresentação do original do documento de identidade oficial, não sendo necessária nenhuma fotocópia deste e quaisquer outros documentos pessoais. A Semad funciona na Av. Rui Barbosa, 275 - Galeria Macaé Center.

A cidade de Macaé vive hoje momento importante. Está agendada para esta quarta a visita ao município de uma das mais poderosas mulheres que comanda uma das mais importantes empresas do mundo. Como não foi possível "furar" o bloqueio para dar uma informação mais exata, fica a expectativa das versões da visita que vai acontecer na sede da Petrobras em Imbetiba.. O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) está com as inscrições abertas para a seleção de Brigadistas e Chefe de Esquadrão. Os interessados vão participar de um curso de formação e em uma das etapas do processo seletivo serão realizadas as avaliações (práticas e teóricas) feitas ao longo do curso que terá duração de uma semana. O contrato será de seis meses. Vale ressaltar que as inscrições são gratuitas e poderão ser feitas na Sede do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, situada na Rodovia Amaral Peixoto n° 5000, São José do Barreto - próximo ao supermercado Atacadão. Os interessados têm até a próxima sexta-feira, dia 28, das 9h às 12h e das 14h às 17h, para se candidatar ao processo seletivo.

A Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro - Fundação Cecierj / Consórcio Cederj encerra na próxima sexta-feira (28), as inscrições para requerimento de isenção do pagamento da taxa de inscrição do Concurso Vestibular 2014/2 na modalidade de educação a distância, em regime semipresencial e pré-inscrição no sistema de cotas. Inscrições: www.cederj.edu.br/vestibular. Com intuito de reforçar os cuidados com a tuberculose, o Programa de Pneumologia Sanitária da Secretaria de Saúde vai promover um evento na Praça Veríssimo de Mello, nesta quinta-feira (27), entre 9h e 16h. Será feita a distribuição de um material informativo e também vai ter profissionais no local, prestando esclarecimentos à população sobre os sinais, sintomas e formas de contágio. Dados divulgados apontam que em 2013 foram 127 casos da doença em Macaé. A prefeitura conta com o trabalho de uma equipe multiprofissional, que oferece tratamentos específicos, além de fazer exames de imagem e laboratoriais. O serviço é oferecido no Centro de Saúde Dr. Jorge Caldas, sala 17 (Rua Tenente Coronel Amado Nº 125, em frente à Praça Washington Luís).

EXPEDIENTE

GUIA DO LEITOR

EJORAN - Editora de Jornais, Revistas e agências de Notícias.

TELEFONES ÚTEIS:

cnpj: 29699.626/0001-10 - Registrado na forma de lei. diretor responsável: Oscar Pires. sede própria: Rua Benedito Peixoto, 90 - Centro - Macaé - RJ. Confeccionado pelo Sistema de Editoração AICS e CTP (Computer to Plate). Impresso pelo Sistema Offset. circulação: Macaé, Quissamã, Conceição de Macabu, Carapebus, Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu. A direção do O DEBATE não se responsabiliza e nem endossa os conceitos emitidos por seus colaboradores em ações ou artigos assinados, sendo de total responsabilidade do autor. Filiado à ADJORI-RJ - Associação dos Diretores de Jornais do Estado do Rio de Janeiro e à ABRAJORI - Associação Brasileira de Jornais do Interior. ANJ - Agência Nacional de Jornais. ADI Brasil - Associação dos Jornais Diários do Interior. Representante: ESSIÊ PUBLICIDADE E COMUNICAÇÃO S/C LTDA. são paulo: R. Abílio Soares, 227/8º andar - Conjunto 81 - CEP: 04005-000 Telefone: (11) 3057-2547 e Fax: (11) 3887-0071 • rio de janeiro: Av. Princesa Isabel, 323 - sala 608 - CEP: 22011-901 - Telefone: (21) 2275-4141 • brasília: SCS Ed. Maristela, sala 610 / DF - CEP: 70308-900 - Telefone: (61) 3034-1745 (61) 3036-8293. tel/fax: (22) 2106-6060, acesse: http://www.odebateon.com.br/, e-mail: odebate@odebateon. com.br, comercial: Ligue (22) 2106-6060 - Ramal: 215, e-mail: comercial@odebateon.com. br, classificados: E-mail: classificados@odebateon.com.br

POLÍCIA MILITAR: 190 POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL: 191 SAMU - SERV. AS. MED. URGÊNCIA: 192 CORPO DE BOMBEIROS: 193 DEFESA CIVIL: 199 POLÍCIA CIVIL - 123ª DP: 2791-4019 DISQUE-DENÚNCIA (POLÍCIA MILITAR): 2791-5379 DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL (24 HORAS): 2796-8330 DEL. DE POL. FEDERAL (DISQUE DENÚNCIA): 2796-8326 DEL. DE POL. FEDERAL (PASSAPORTE/VISTO): 2796-8320 DISQUE-DENÚNCIA (CÂMARA DE MACAÉ): 2772-7262 HOSPITAL PÚBLICO MUNICIPAL: 2773-0061 AMPLA: 0800-28-00-120 CEDAE: 2772-5090 PREFEITURA MUNICIPAL: 2791-9008 DELEGACIA DA MULHER: 2772-0620 GUARDA MUNICIPAL: 2773-0440 ILUMINAÇÃO PÚBLICA: 0800-72-77-173 AEROPORTO DE MACAÉ: 2772-0950 CARTÓRIO ELEITORAL 109ª ZONA: 2772-9214 CARTÓRIO ELEITORAL 254ª ZONA: 2772-2256 CORREIOS - SEDE: 2759-2405 AG CORREIOS CENTRO: 2762-7527 TELEGRAMA FONADO: 0800-5700100 SEDEX: 2762-6438 CEG RIO: 0800-28-20-205 RADIO TAXI MACAÉ 27726058 CONSELHO TUTELAR I 2762-0405 / 2796-1108 plantão: 8837-4314 CONSELHO TUTELAR II 2762-9971 / 2762-9179 plantão: 8837-3294 CONSELHO TUTELAR III 2793-4050 / 2793-4044 plantão: 8837-4441


5

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014

Polícia

NOTA

Comando do 32º BPM discute hoje segurança regional

ASSASSINATO

ARQUIVO

Mais um homicídio: executado a tiros no Franco Plaza Segundo a Polícia Militar, Jairo Paim, 37 anos, foi assassinado a tiros na noite da última segunda-feira (24), por volta das 21h50. Crime aconteceu próximo ao Barreto Daniela Bairros danielabairros@odebateon.com.br

M

ais um homicídio foi registrado em Macaé. Na noite da última segunda-feira (24), por volta das 21h50, um homem de

37 anos foi executado. Segundo a Polícia Militar, o crime ocorreu na Rua 03, quadra 08, no Franco Plaza, próximo ao bairro Barreto. No local, Jairo Paim foi encontrado alvejado com tiros na barriga e cabeça.

Moradores não informaram à polícia a causa da execução. Ninguém foi preso até o momento. O caso está sendo investigado na 123ª Delegacia de Polícia. O corpo da vítima foi removido ao IML (Instituto Médico Legal) de Macaé.

Tráfico em Rio das Ostras por volta das 22h de segunda-feira, duas pessoas foram presas em flagrantes por tráfico de drogas na Rua São Paulo, no bairro Bela Vista, em Rio das Ostras. Policiais militares receberam denúncia de que no local, homens estariam tra-

ficando drogas. C. F.S.F., 23 anos, foi encontrado portando três pedras de crack. Ao ser questionado, disse que comprou a droga de L.S.A.M., 28 anos, e A.F.O, 20 anos, que tentaram impedir a entrada dos policiais no local. Ao entrarem na residência, en-

contraram em cima da cama, 13 pedras de crack e R$ 150 em dinheiro. Todos foram conduzidos à 128ª Delegacia de Polícia em Rio das Ostras. L.S.A.M e A.F.O ficaram presos por tráfico de drogas. O entorpecente foi apreendido e encaminhado à perícia.

Mais um homicídio em investigação na 123ª Delegacia de Polícia de Macaé

INICIATIVA

Autopista Fluminense realiza capacitação do Projeto Escola DIVULGAÇÃO

Projeto faz parte do catálogo da ONU de Boas Práticas Corporativas de Respeito e Apoio aos Direitos da Infância a autopista fluminense realizou na última segunda-feira (24) e ontem a primeira capacitação dos educadores que irão integrar o Projeto Escola Arteris. A ação marca o início do programa de educação no trânsito, que será desenvolvido com 34 escolas municipais da região da BR-101/RJ. O projeto faz parte do catálogo da ONU de Boas Práticas Corporativas de Respeito e Apoio aos Direitos da Infância - o Pacto Global. O treinamento será realizado das 9h às 17h no Vilarejo Praia Hotel, em Rio das Ostras. Todas as atividades serão ministradas pela coordenadora corporativa do Projeto Escola Arteris, Maria José Finardi. As atividades contarão com a presença de dois representantes de cada escola participante e um representante do Departamento ou Secretaria de Educação dos 13 municípios atendidos pelos projetos educacionais da Arteris - Campos dos Goytacazes, Conceição de Macabu, Quissamã, Carapebus, Macaé, Rio das Ostras, Casimiro de Abreu, Silva Jardim, Rio Bonito, Tanguá,

Projeto Escola Arteris realizado no ano passado em Rio das Ostras

premiado pelo Instituto Chico Mendes em 2013, como Ação Socioambiental Responsável. Realizado junto a escolas públicas, o programa é composto por ações educativas contínuas, visando a preservação dos recursos naturais, e já alcançou 28 escolas públicas de 13 municípios, com o envolvimento de 14 mil pessoas, entre educadores e alunos.

Projeto Escola Arteris

Itaboraí, São Gonçalo e Niterói. O grupo irá trocar experiências e compartilhar ideias, além de participar de dinâmicas e conhecerem o conteúdo do Projeto Escola para o ano de 2014. Das 34 escolas municipais participantes, 28 já trabalham desde 2009 o Programa Viva Meio Ambiente junto aos alunos, visando a conscientização ambiental. Durante a capacitação, os

educadores irão vivenciar situações enfrentadas no trânsito, a fim de desenvolverem soluções responsáveis para enfrentá-las. “Na capacitação e durante o ano letivo, nas atividades escolares, os educadores terão o suporte de diferentes recursos pedagógicos, como revistas em quadrinhos e material audiovisual”, comenta Maria José. Para o diretor superintendente da Autopista Flumi-

nense, Odílio Ferreira, a atuação da concessionária junto às comunidades do entorno da BR-101/RJ é fundamental. “É com muita satisfação que anunciamos a vinda do Projeto Escola Arteris para o trecho administrado pela Autopista Fluminense. Nosso objetivo é desenvolver a cidadania em prol de um trânsito mais humano e seguro, com uma constante redução de acidentes na

rodovia”, disse. “Renovamos a cada dia o nosso compromisso com uma sociedade mais justa e responsável, que preserva e respeita a vida e o bem comum.” Além de expandir suas ações de conscientização no trânsito, a Autopista Fluminense também seguirá com as atividades do Programa Viva Meio Ambiente, que está em seu quinto ano de trabalho. O projeto foi

o projeto escola Arteris atua visando a humanização do trânsito por meio da educação e do convívio social. Realizado junto a alunos dos ensinos infantil, fundamental, médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos), desenvolve a noção de responsabilidade com a vida, buscando um trânsito mais cidadão e seguro. Os educandos, sensibilizados pelas ações realizadas ao longo do ano letivo, retransmitem o aprendizado aos pais, familiares e às comunidades em que vivem. O Projeto já atingiu mais de 300 escolas públicas municipais e estaduais, 54 municípios paulistas, nove mil educadores capacitados e 175 mil estudantes.

APOIO

Rio terá ajuda das Forças Federais para conter ataques criminosos a UPPS Governador Sérgio Cabral e cúpula da Segurança se reuniram com a presidenta da República, Dilma Rousseff as forças federais vão se somar às Forças de Segurança do Estado do Rio para conter os ataques a comunidades pacificadas. O governador Sérgio Cabral obteve retorno positivo às solicitações feitas à presidenta Dilma Rousseff na reunião realizada na última sexta-feira (21), no Palácio do Planalto, em Brasília. O pedido foi feito depois que criminosos orquestraram ataques a três áreas com UPPs (Unidades

de Polícia Pacificadora). Os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e da Defesa, Celso Amorim, também participaram da reunião. Citando a redução nos índices de criminalidade, com a implantação das UPPs, o governador declarou que a política de pacificação tem evoluído e a marginalidade tem tentado desestabilizar a polícia. Sérgio Cabral ressaltou ainda que o processo continuará avançando com a ajuda das Forças Federais. - Solicitamos o apoio do Governo Federal para o combate ao crime organizado, que tem tentado causar pânico. É hora de reunirmos os profissionais de

Segurança Pública para deliberarmos as ações, mas já estamos tomando medidas pela polícias Militar e Civil. Todos os homens e mulheres estão de plantão, trabalhando nesse momento para garantir a paz. Estamos agindo desde já e vamos continuar nesse esforço conjunto com o governo federal - disse Cabral. Na última segunda-feira (24), o Comando de Segurança Pública do Rio se reuniu com o ministro José Eduardo Cardozo no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) para definir as medidas concretas que serão tomadas. Mas já neste fim de semana, o ministro garantiu que o Rio contará com o apoio do governo federal.

- Os órgãos de inteligência dos governos federal e estadual estão integrados e fazendo uma análise para que medidas possam ser tomadas. Mas o governo já estará, neste fim de semana, apoiando eventuais ações. Mesmo antes da reunião de segunda-feira, já estávamos juntos - afirmou José Eduardo Cardozo. Acompanharam o governador na reunião o vice-governador e coordenador de Infraestrutura, Luiz Fernando Pezão, e o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame. O comandante-geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro, coronel José Luís Castro, e o chefe de Polícia Civil, Fernando Veloso, também foram a Brasília.

Colisão Uma colisão envolvendo uma moto e um caminhão deixou duas pessoas levemente feridas. O acidente ocorreu na tarde de ontem (25) na Rodovia Amaral Peixoto (RJ 106), próximo ao acesso à Avenida Atlântica, no Cavaleiros. Segundo testemunhas, o cami-

nhão trafegava sentido Avenida Atlântica e a moto vinha pela RJ 106, sentido Centro. O caminhão não parou, atravessou direto e acabou batendo contra a moto. As vítimas foram encaminhadas ao HPM (Hospital Público Municipal ) de Macaé.


6

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014

Economia

NOTA

Saúde reforça campanha contra o HPV com vacinação nas escolas

ENCONTRO

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO/ACIM

ACIM participa de 8º Congresso Estadual das Associações O objetivo foi a integração entre os órgãos representativos de todos os segmentos produtivos do Estado

A

Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM) esteve presente, nos dias 20 e 21 de março, no 8º Congresso da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Rio de Janeiro (FACERJ), realizado no Hotel Windsor Guanabara, no Centro do Rio de Janeiro. Com o tema “Vencendo Desafios”, o evento contou com a participação de diversas associações comerciais do interior do Estado e da capital. Tendo por objetivo a integração entre os órgãos representativos de todos os seguimentos produtivos do Estado do Rio de Janeiro e também o incentivo ao associativismo entre os empresários, o congresso ofereceu palestras e painéis sobre empreendedorismo, mercado e a missão do empresário no contexto socioeconômico e político. “É muito importante este contato entre as associações comerciais e os empresários nestes dois dias de congresso. Neste ano, escolhemos o tema Vencendo Desafios justamente porque acreditamos que este é o momento de assumirmos dentro das associações o papel de líderes e cobrarmos

para que as autoridades contribuam com a melhoria e o desenvolvimento de nossas cidades”, destacou Jésus Mendes, presidente da FACERJ. O ponto alto do evento foi a palestra “Inovação como Estado de Espírito e para a Perenidade das Empresas”, ministrada pelo fundador e expresidente da Embraer, Ozires Silva, e pelo presidente do Grupo Algar, Luiz Alberto Garcia. Ambos levantaram questões relacionadas ao mundo empresarial, ressaltando a importância do trabalho em equipe e da liderança. “Só conseguimos transformar nossos sonhos em realidade quando não estamos sozinhos. Quando conseguimos fazer com que nossos funcionários acreditem neste sonho é porque ele já virou realidade”, pontuou Luiz Alberto. Já Ozires Silva ressaltou que os empresários devem pensar nas possibilidades e não nas dificuldades que podem surgir. “Nesse mundo competitivo em que vivemos, precisamos competir para chegar na frente, sempre criando algo novo, pois o perfil do consumidor atual é aquele que gosta de novidade. Por isso,

é necessário desenvolver algo que supere o já existente. Além disso, precisamos trabalhar juntos, com base na ideia de “coopetição”, ou seja, cooperação aliado a competição. Dessa forma, construiremos um novo futuro para o nosso país, pois estamos diante de uma janela imensa de possibilidades”, orientou. Outra palestra que merece destaque foi a do jornalista, Guilherme Fiúza, com o tema “Cenário atual e Projeções”, realizada no segundo e último dia do evento. “Vivemos uma situação em que o Estado foi tomado por interesses privados e o que acontece é uma falta de responsabilidade individual, que vai além da social. Observamos diversos escândalos já no primeiro ano no governo Dilma e a população não se posiciona, não se manifesta. Falta liderança para todos: para os empresários, para o meio político. Precisamos de pessoas que tenham a coragem de se colocar de maneira clara”, observou o colunista do jornal O GLOBO e da revista ÉPOCA. Para o presidente da ACIM, Aristóteles Cliton da Silva Santos, que participou dos dois dias de congresso, o evento é

NOVA MARCA

WANDERLEY GIL

Fernando Bessa, Diretor da Odebrecht Ambiental. Mudança é resultado de alinhamento estratégico da corporação

Foz adota nova marca e passa a se chamar Odebrecht Ambiental Empresa também terá nova identidade visual. Sai o azul e entra o vermelho a partir do mês de março, a Foz, empresa responsável pelos serviços de esgotamento sanitário em Macaé, passa a se chamar Odebrecht Ambiental. A nova marca não implica em nenhuma mudança no seu corpo de acionistas, direção, escopo de atuação ou contrato com o município. O atendimento e serviços realizados permanecem os mesmos, com a mudança limitada apenas à identidade visual. Veículos, pontos de atendimento e Estações de Tra-

tamento de Esgoto passam a usar o logotipo vermelho com a marca Odebrecht Ambiental. O mesmo ocorre com o uniforme das equipes da empresa que atuam na cidade. A mudança é resultado de um alinhamento estratégico da Organização Odebrecht que busca evidenciar o conjunto de princípios, visão e objetivos que norteiam a atuação de todas as suas empresas, incluindo a Odebrecht Ambiental. Com a nova marca, a concessionária reforça ainda mais a experiência, a inovação e o comprometimento que caracterizam o grupo. “A mudança é exclusivamente visual. O comprometimento da empresa, a qualidade do nosso atendimento

e dos serviços prestados no município permanecem os mesmos”, destaca o diretor da Odebrecht Ambiental em Macaé, Fernando Bessa. Os clientes que tiverem qualquer dúvida referente à mudança da marca podem entrar em contato com a Odebrecht Ambiental por meio do telefone 0800 771 0001. Responsável pela operação de sistemas de abastecimento de água e /ou tratamento de esgoto em mais de 170 municípios, a Odebrecht Ambiental atende 13,2 milhões de pessoas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia, Pará e Pernambuco e Tocantins.

Integrantes da ACIM durante entrega da Comenda Rui Barreto, no 8º Congresso da Facerj no Rio de Janeiro fundamental para que ocorra a troca de informações entre as associações comerciais e empresariais. “Precisamos deste intercâmbio para que possamos melhorar nossas ações. Da mesma forma que aprendemos com o exemplo de uma associação, também repassamos as nossas experiências e assim vamos conseguindo inovar e conquistar novos associados”, acrescentou. Também estiveram presentes os diretores de Comércio e de Patrimônio da ACIM, Guilherme Abreu e Marco Antônio Navega, respectivamente. Como já se tornou tradição, o último dia de congresso é marcado pela entrega da Comenda Rui Barreto, aos empresários indicados pelas Associações Comerciais e Empresariais de diversas regiões do Estado. Neste

ano, o indicado pela ACIM foi o seu diretor de Patrimônio, Marco Antônio Antunes Navega, que também atua como presidente da Federação de Convention & Visitors Bureaux do Estado do Rio de Janeiro, tendo sido presidente do Macaé Convention & Visitors Bureau por cinco anos. Criada para homenagear o fundador, ex-presidente da FACERJ e um dos empresários de maior expressividade em todo o país, a Comenda Rui Barreto é outorgada àqueles que se destacaram em seus municípios pela participação efetiva nas ações em prol do desenvolvimento da economia local. “Rui Barreto não foi somente o fundador da FACERJ, como também dedicou toda a sua vida ao desenvolvimento do comércio e de toda a classe empresarial. Por isso,

desde o início de nossa gestão, assumimos este compromisso de homenageá-lo ainda em vida para que ele possa realizar pessoalmente a entrega da comenda”, explicou Jésus Mendes. Presente nos dois dias de evento, Rui Barreto contou um pouco de sua história e disse que se sente muito feliz por ter a oportunidade de realizar a entrega da comenda aos indicados pelas associações. “Não me lembro de nenhum estado do Brasil pelo qual eu não tenha passado e, durante toda a minha vida, procurei participar de todas as lutas que fossem importantes para o desenvolvimento do nosso país. Agradeço imensamente ao Jésus por me conceder esta linda homenagem e espero que um dia alguém faça por ele tudo o que ele faz pelas pessoas”, declarou.


MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014

Geral

7

NOTA

Programa Brasil Carinhoso vai atender escolas municipais de Educação Infantil

PROVA

Saerjinho 2014 será aplicado na próxima terça-feira (1º) Em Macaé, do total de participantes, 4696 são da rede municipal e 6.637 da rede estadual Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

N

a próxima terça-feira, 1º de abril, mais de 11 mil alunos do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do ensino médio de Macaé e Educação de Jovens e Adultos (EJA) vão participar da primeira edição do Sistema de Avaliação da Educação do Estado do Rio de Janeiro- Saerjinho-2014. Dos 11.333 participantes, 4.696 são da rede municipal e 6.637 da rede estadual. De acordo com a prefeitura, cerca de 50 escolas da rede municipal vão participar da avaliação. A prova diagnóstica e que visa avaliar o ensino municipal será aplicada nos turnos da manhã e tarde. Já a Secretaria de Estado de Educação explicou que na rede estadual participarão da prova as três séries do Ensino Médio, o 9° ano do Ensino Fundamental, Módulo I do Ensino Médio da EJA e estudantes do Projeto Autonomia (Ensino Fundamental e Médio). O exame tem entre os principais objetivos, identificar deficiências educacionais para que possam ser corrigidas e contribuir na elaboração de medidas para melhorar o processo de ensino na rede municipal. Pa-

ra isso, o projeto de aplicação da prova vai abranger duas vertentes: pedagógica, para a unidade escolar acompanhar e monitorar os resultados, melhorando a qualidade da oferta do ensino; e de gestão, direcionada ao diagnóstico. A prova será composta por 40 questões e será aplicada pelos próprios professores de turmas. Os estudantes vão receber cartões-respostas e provas com códigos específicos, em que terão que identificar nomes dos alunos, das turmas e da unidade municipal. Segundo informações da prefeitura, o caderno de provas ficará na unidade municipal, como forma de mecanismo pedagógico para ser utilizado durante o dia a dia com os alunos, principalmente nas aulas de Língua Portuguesa e Matemática. A secretaria de Educação do município ressalta que por meio do Saerjinho, a rede municipal tem como finalidade chegar a um melhor planejamento pedagógico voltado para as competências básicas. "Também temos intenção de reforçar a qualidade do ensino, em especial dos que apresentam defasagem-idade-série", disse. Já a subsecretaria de Ensino Fundamental, lembra que a ava-

WANDERLEY GIL

liação é uma ferramenta fundamental para os professores, porque possibilita o manuseio dos resultados obtidos por seus alunos e análise das questões. O Saerjinho é resultado de uma parceria entre os governos municipal e estadual e segue a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e tem como proposta assegurar o processo de avaliação do rendimento escolar nos ensinos fundamental e contribuir com a melhoria da

PROFESSORES

SEPE segue em alerta sobre os direitos dos aposentados Órgão estará recebendo documentação dos profissionais aposentados antes de outubro de 2009 por regras da paridade o sindicato estadual dos Profissionais da Educação (SEPE) Macaé segue em alerta sobre os direitos dos Profissionais da Educação da Rede Estadual (professores e funcionários administrativos que se aposentaram antes de outubro de 2009, pela regra da paridade) de receberem os atrasados da gratificação do Nova Escola. O órgão realizou na última segunda-feira, 24, a arrecadação de documentos dos profissionais aposentados antes de outubro de 2009 por parida-

de. Na próxima segunda-feira, 31, às 14h, a mesma ação será realizada no Colégio Municipal Maria Isabel Damasceno Simão. De acordo com a presidente do SEPE, Graça Franco, esse será o último dia para entrega da documentação. A relação inclui: cópia da Identidade; do CPF; do comprovante de residência; comprovação de filiação ao SEPE; publicação da portaria da aposentadoria no D.O; procuração; declaração de hipossuficiência; Contracheque atual; último contracheque como ativo e primeiro como inativo para aposentados depois de 2000 (se possível). Graça explica que toda documentação recebida pelo Núcleo Macaé deverá ser entregue no SEPE Central no próximo dia 01 de abril . “Por isso é muito

importante que as pessoas não deixem de comparecer. Essa é uma forma que eles estão tendo de lutar por seus direitos. Todos os aposentados da Rede Estadual de Educação até outubro de 2009 (professores e funcionários) têm direito de receber os atrasados da Nova Escola. É uma Ação em fase de execução. O governo não tem mais direito de recorrer”, ressaltou. Ainda conforme Graça, o valor dos atrasados varia de acordo com o tempo da aposentadoria podendo chegar até 25 mil para o professor que tiver 9 anos de aposentadoria até outubro de 2009. E segundo ela, o aposentado (a) que não for filiado pode se filiar na hora da entrega dos documentos. Outras informações podem obtidas com Graça pelo telefone (22) 99825-4166. WANDERLEY GIL

Órgão estará atendendo na próxima segundafeira, 31, no Colégio Municipal Maria Isabel Damasceno Simão

qualidade do ensino. A ideia é que ele ajude a Secretaria de Estado de Educação a elaborar medidas para melhorar o processo de ensino na rede estadual. As provas aplicadas contêm as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências (para 5º e 9º anos do Ensino Fundamental) e Química, Física e Biologia (para o Ensino Médio, Ensino Médio Integrado e Curso Normal). As avaliações são organizadas de acordo

com a Matriz de Referência do Saerjinho, contemplando, além dos pré-requisitos necessários para os anos/séries avaliados, as competências e habilidades previstas para o 1º bimestre. Todos os alunos de 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e das séries do Ensino Médio participam bimestralmente da prova. Assim, tanto a Seeduc quanto professores e alunos podem saber de maneira mais precisa onde estão as maiores

Em Macaé, provas serão aplicadas na terçafeira, 1º, nos turnos da manhã e tarde, a mais de onze mil alunos

dúvidas e utilizar os resultados como ferramenta pedagógica. E tem mais. Com o Saerjinho, os professores da rede saberão com mais rapidez como anda o aprendizado de seus alunos e em que áreas eles têm mais dificuldades, de modo a poder prepará-los melhor. Além disso, a prova será útil para que os educadores possam elaborar estratégias pedagógicas para melhor alcançar as metas da escola no final do ano."


8 Geral

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014

ENCONTRO

Macaé é sede de encontro regional do Proinfância Por meio do programa, o município, deve inaugurar ainda neste primeiro semestre a Escola Municipal de Educação Infantil Vila Badejo

M

BRUNO CAMPOS

acaé sediou na segunda-feira (24) o encontro de trabalho do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância). A reunião realizada no Paço Municipal integrou coordenadores e representantes da Educação Infantil dos municípios de Araruama, Búzios, Cabo Frio, Conceição de Macabu, Saquarema, Rio das Ostras, além de Macaé. Por meio do programa, o município, deve inaugurar ainda neste primeiro semestre a Escola Municipal de Educação Infantil Vila Badejo. A obra que é uma construção do projeto Proinfância do Governo Federal - Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vai atender 120 alunos na faixa de dois e três anos em tempo integral. A unidade, vai funcionar em espaço próprio e contará com nove salas de aulas, sala de professores, sala multiuso, recepção, banheiros infantis e de adultos e com acessibilidade, bem como sala de repouso. Reunião - A programação teve o objetivo de dar continuida-

de ao assessoramento das cidades contempladas com o Proinfância. Para isso, a consultora do Ministério da Educação (Mec) e do Proinfância no estado Rio de Janeiro, Maria de Fátima Malheiro, apresentou a política de Educação Infantil no estado com a proposta de aprofundar estudos sobre a elaboração da proposta pedagógica, seguindo as diretrizes curriculares nacionais do segmento infantil. Na ocasião, também foi destacada a importância dos eixos norteadores da Educação Infantil, que são: brincadeiras e interações. “Temos que trabalhar em prol do conhecimento mediante à teoria, prática e fortalecimento dos objetivos”, disse a consultora. Destaque - Na oportunidade, Fátima Malheiro, elogiou a iniciativa da rede municipal de Macaé, que mesmo antes de inaugurar a Escola de Educação Infantil Vila Badejo, já conta com uma equipe que planeja o projeto pedagógico e a organização curricular. “Macaé é um dos únicos municípios que percorri, que teve esta ação antecipada e exitosa. Só tenho que parabenizar a secretaria de Educação de Macaé, que

A reunião foi realizada no Paço Municipal está seguindo as orientações do Ministério da Educação de maneira louvável”, ressaltou. De acordo com a secretária de Educação, Lúcia Thomaz, a previsão é que novas cinco escolas sejam implantadas por meio do Proinfância no município . “A proposta é que a rede municipal conte com unidades padronizadas e com estilo ino-

vador proposto pelo programa”, salientou. Para a subsecretária de Educação Infantil, Cristina Burle, o Proinfância significa mais um avanço na rede municipal. “O segmento infantil trabalha com empenho para a melhor qualidade do ensino e em prol da qualificação dos profissionais. Para isso, começa a partir

de abril a Formação Continuada da Educação Infantil. Um deles será presencial sobre o tema “Múltiplas Linguagens” e outro à distância com parceria do Núcleo de Tecnologia Municipal (NTM)”, pontuou. Proinfância - O governo federal criou o Proinfância com vistas à construção de creches e pré-escolas, bem como a aquisição de

equipamentos para a rede física escolar desse nível educacional, são indispensáveis à melhoria da qualidade da educação. Outro objetivo do programa é prestar assistência financeira ao Distrito Federal e aos municípios visando garantir o acesso de crianças a creches e escolas de educação infantil da rede pública.

ENSINO SUPERIOR

Seminário discute o futuro da FeMASS A estratégia de conversa é importante para o futuro da FeMASS. Cada um tem que ser realmente responsável pelo que deseja no ano em que completa 13 anos de atividades, a Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS), da prefeitura, está traçando

o diagnóstico da faculdade pública municipal a partir do olhar da comunidade educativa que a compõe: alunos, professores, gestores e demais funcionários. Para isto foi realizado o 1º Seminário Interno da instituição, no sábado (22), na Cidade Universitária. - A estratégia de conversa é importante para o futuro da FeMASS. Cada um tem que ser realmente responsável pelo que deseja. Na Funemac também adotamos essa ação e

já colhemos bons resultados -, destacou o presidente da Fundação Educacional de Macaé (Funemac), Gleison Guimarães, referindo-se à iniciativa de reunir professores, alunos e administração da FeMASS com o propósito de somar informações para planejamento real de novos rumos. Os presentes participaram de trabalhos em grupo com o intuito de levantar pontos fortes e fracos no ambiente interno e ameaças e oportu-

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPEBUS GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº:1.702/14 Abre crédito suplementar O Prefeito Municipal de Carapebus, no uso de suas atribuições legais e com base no preceituado no art. 2º da Lei Municipal nº584/13 e nos parágrafos 2º e 3º do art.43 da Lei Federal nº4.320/64.

nidades do ambiente externo, o chamado método Swot. Foram seis grupos, sendo um só de professores, um só de alunos e os demais mistos. A diretora da FeMASS, Larissa Frossard, lembrou que, em novembro do ano passado, foi realizado o 1º Fórum de Desenvolvimento da faculdade, organizado pela Superintendência Acadêmica da Funemac. Ela observou que o momento foi de ampliação da discussão entre o governo e a sociedade civil organizada sobre o papel da FeMASS visando ao seu fortalecimento. Os resultados foram entregues à presidência da Funemac, à atual direção da faculdade e ao Diretório Acadêmico da instituição. - Este seminário trata-se de

uma data importante para a FeMASS. É um novo momento de discussão sobre a nossa faculdade. Acredito que, para que possamos superar nossas dificuldades e potencializar nossas ações, torna-se imprescindível que sentemos juntos para olhar por dentro da nossa instituição. Somos nós, juntos, que podemos apontar os caminhos que facilitarão nosso trabalho. Somos nós, juntos, que vamos indicar quais são nossas fraquezas e nossas potencialidades para também, juntos, desenharmos nossas estratégias de ação - destacou a diretora da FeMASS. Ela enfatizou que todos são responsáveis por construir a história da faculdade pública municipal e o seminário proporcionou a oportunida-

de para que os que investem, trabalham e estudam na FeMASS apontassem as fragilidades e as potencialidades da instituição. Participaram do seminário também o vice-presidente da Funemac, Carlos José Mattos de Andrade; o superintendente Acadêmico, Sérgio Netto; e a subdiretora da FeMASS, Balade Ayala. A FeMASS é mantida pela Fundação Educacional de Macaé (Funemac) que, este ano, fará 22 anos de existência e abriga no mesmo espaço, na Cidade Universitária, além da FeMASS, também a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), num universo com quase quatro mil alunos.

DECRETA: Art.1º- Abre Crédito Suplementar na importância de R$ 449.200,00 ( quatrocentos e quarenta e nove mil e duzentos reais) para dotações orçamentárias constantes no Anexo I. Art.2º -Os recursos para atender o artigo 1º serão provenientes de anulações total ou parcial de dotações constante no Anexo I. Art.3º- Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Carapebus,18 de março de 2014. Amaro Fernandes dos Santos Prefeito Municipal Anexo I

PORTARIA IMMT Nº004/2014 O DIRETOR PRESIDENTE DO INSTITUTO MACAÉ DE METROLOGIA E TECNOLOGIA-IMMT, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS, RESOLVE:

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ FUNDAÇÃO MUNICIPAL HOSPITALAR DE MACAÉ - FMHM Comissão Permanente de Licitação Pregoeiro AVISO DE ADIAMENTO EDITAL - PREGÃO PRESENCIAL FMTT Nº 004/2014 O "FUNDO MUNICIPAL DE TRANSPORTES E TRÂNSITO - FMTT", através do seu Pregoeiro, torna público, que a licitação marcada para o dia 27/03/2014, às 15:00 horas, foi adiada para o dia 08/04/2014, às 11:00 horas, na sala da Comissão Permanente de Licitação, sita à Rua Euzébio de Queiroz, nº 678, Centro - Macaé/RJ, CEP nº 27.910-230, em função de alterações no Edital. O Edital e seus anexos estarão disponíveis na sala da Comissão de Licitação, no endereço acima citado e a retirada será mediante a entrega de 02 (duas) resmas de papel A-4, através de pessoa credenciada e com carimbo do C.N.P.J., de segunda à sexta-feira. Telefone de contato (22) 2796-1626. OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO, COM FORNECIMENTO DE MATERIAL DE LIMPEZA E HIGIENE, DOS TERMINAIS URBANOS DO MUNICÍPIO DE MACAÉ/RJ, PELO PERÍODO DE 12 (DOZE) MESES.

AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL - PREGÃO PRESENCIAL NO 014 / 2014 A FUNDAÇÃO MUNICIPAL HOSPITALAR DE MACAÉ - FMHM, torna público para conhecimento dos interessados, que se encontram disponíveis as alterações e correções introduzidas no Edital, sob forma de ERRATA Nº 001, em anexo. Informa, outrossim, que a licitação marcada para a data de 03/04/14, fica remarcada para o dia 08(oito) de abril de 2014, às 10:00 horas, a data de recebimento dos envelopes de credenciamento, proposta e habilitação. Objeto: Aquisição de medicamentos não padronizados visando atender as necessidades do Hospital Público Municipal - HPM conforme discriminados nos anexos I (Termo de Referência), II_rev.1 (Planilha de Preços) e III (Minuta da Ata de Registro de Preços).

Macaé/RJ, 24 de março de 2014.

Macaé-RJ, 25 de março de 2014.

MARCELO VIEIRA DAINEZ Pregoeiro Portaria SEMMURB nº 002/2013

Marcio da Mata Pregoeiro Fundação Municipal Hospitalar de Macaé -FMHM

Macaé, 25 de Março de 2014.

ESTADO DO RIO DE JANEIRO CÂMARA MUNICIPAL DE MACAÉ Macaé Capital do Petróleo Lei Estadual nº 6081 de 21.11.2011.

PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 01040/2014 - PREGÃO Nº 05/2014 Em conformidade com o parecer da Procuradoria Geral da Câmara (PGC), parecer da Comissão Permanente de Licitação (CPL), e da Controladoria Geral da Câmara (CGC), HOMOLOGO a licitação NA MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL, com fulcro na Lei Federal n° 10.520/02 e 8.666/93,cujo objeto é CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA REALIZAR OS SERVIÇOS DE FILMAGEM E GRAVAÇÃO DAS SESSÕES (ORDINÁRIAS, EXTRAORDINÁRIAS E SOLENE) TRIBUNAS CIDADÃS E AUDIÊNCIAS PÚBLICAS DA CÂMARA MUNICIPAL DE MACAÉ, COM PREPARAÇÃO E ENTREGA DO MATERIAL GRAVADO PARA TRANSMISSÃO AO VIVO E REPRISEno valor de R$ 230.000,00 (duzentos e trinta mil reais)adjudicando o objeto em favor da empresa ROGÉRIA DE ARAÚJO - ME. Macaé, 27 de FEVEREIRO de 2014. EDUARDO CARDOSO DA SILVA PRESIDENTE


MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014

Geral 9

EDUCAÇÃO

Programa Brasil Carinhoso vai atender escolas municipais de Educação Infantil Iniciativa visa o repasse de recursos para despesas de manutenção e melhoria das unidades

A

rede municipal de ensino está se preparando para ser contemplada com o programa do Governo Federal, Brasil Carinhoso. A iniciativa voltada para a primeira infância tem o objetivo de atender todas as unidades municipais de Educação Infantil, que atendem alunos na faixa de zero a 48 meses (quatro anos de idade), que são beneficiárias do Programa Bolsa Família/ PBF. O programa visa o repasse de recursos para despesas de manutenção e melhoria das unidades em prol do desenvolvimento da educação infantil com a ampliação da oferta de vagas. Para melhor execução do programa e unificação das informações, que serão encaminhadas para unidades municipais do segmento infantil, a secretária de Educação, Lúcia Thomaz, se reuniu nesta terça-feira (25) com a equipe envolvida no programa. O encontro contou com a participação de representantes dos setores de Registro Escolar, Coordenações da Educação

Infantil; Bolsa Família e Programas e Projetos Federais. Segundo a secretária de Educação, Lúcia Thomaz, com o desenvolvimento do programa, que já está sendo definido pela equipe da secretaria de Educação, o município seguirá a Lei n° 9.394, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Com isso, os recursos provenientes do programa poderão ser utilizados na aquisição, manutenção, construção e conservação de instalações e equipamentos necessários ao ensino; uso e manutenção de bens e serviços vinculados ao ensino, além da aquisição de material didático-escolar. “Por meio do programa, as escolas municipais de Educação Infantil poderão desenvolver novas ações para garantir o cuidado integral e a segurança alimentar e nutricional, necessárias ao acesso e à permanência da criança na educação infantil, de acordo com o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome e da Educação”, finaliza a secretária de Educação.

ARQUIVO

Por meio do programa, as escolas municipais poderão desenvolver ações necessárias à permanência da criança na unidade

RESIDÊNCIA MÉDICA

Rede Municipal de Saúde recebe residentes O hospital passa por uma fase de reestruturação na qual os residentes serão agentes transformadores 0s dez médicos que integram as primeiras turmas de Residência Médica da rede municipal de Saúde de Macaé nas especializações Pediatria e Clínica Médica foram recebidos, na manhã desta segundafeira (24), no Centro de Educação Médica Continuada da Fundação Municipal Hospitalar de Macaé (FMHM) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), por secretários municipais; por representantes da Comissão de Residência Médica de Macaé (Coreme), da Fundação Educacional de Macaé (Funemac) e da UFRJ e ainda pela equipe de preceptores, responsável pela supervisão e orientação profissional dos residentes. - Esta Residência Médica é fruto do esforço desta equipe para a realização de um sonho de grande importância para Macaé. Vocês estão nas mãos de um excelente estafe médico, disse o secretário de Saúde, Flávio Antunes, aos residentes. O Programa de Residência Médica de Macaé é uma modalidade de ensino de pósgraduação, sob a forma de cursos de especialização, ca-

racterizado por treinamento em serviço. O objetivo do programa é proporcionar o aperfeiçoamento profissional dos médicos e também mais qualidade na assistência à comunidade. Os médicos residentes irão atuar, sob supervisão, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), na Estratégia de Saúde da Família (ESF), nos Centros de Especialidades, no Hospital Público Municipal (HPM), no Hospital São João Batista e no Ambulatório de Especialidades da UFRJ. De acordo com o presidente do Coreme, Márcio Ximenes Espírito Santo, devido à aprovação da Residência Médica no município, será possível que, em agosto deste ano, o HPM receba 25 alunos de internato do curso de Medicina da UFRJ. O Coreme é um órgão hospitalar vinculado à Secretaria Municipal de Saúde que representa o residente. - A residência indica o comprometimento do hospital com a educação e abre as portas para a implantação do internato. Nossos residentes, que poderão utilizar os laboratórios de pesquisa da UFRJ, serão avaliados de três em três meses. Com ela, todos ganham: a sociedade, os residentes e a equipe de preceptores, que estará sempre se atualizando para atender aos questionamentos dos pós-

FLÁVIO SARDOU

O Programa de Residência Médica de Macaé é uma modalidade de ensino de pós-graduação, sob a forma de cursos de especialização

graduandos, ressaltou Márcio. O diretor do HPM, Flávio Vouzella, destacou que o hospital passa por uma fase de reestruturação na qual os residentes serão agentes transformadores. Já o diretor administrativo do Hospital São João Batista, Sávio Rocha, frisou que a meta do Programa será a boa qualidade da formação profissional dos médicos. A coordenadora do curso

de Medicina da UFRJ/Macaé, Jussara Khouri, abordou a importância dessa instituição para o programa. “Estamos vivendo um processo histórico em Macaé que começou com a vinda da universidade” e completou: “O residente questiona e por isso faz com que todos cresçam”. - O apoio da UFRJ à residência influenciou na minha escolha. Também a recepção que recebemos me deixou bas-

tante otimista, disse a médica integrante da turma de Clínica Médica, formada na Faculdade de Medicina de Campos, Polyana Cordeiro, 24 anos. Os cursos de pós-graduação em Pediatria e em Clínica Médica têm duração de dois anos. A perspectiva é que no próximo ano sejam abertas vagas para novas turmas e ainda para novos cursos, como o Saúde da Família, o Cirurgia Geral e

o Obstetrícia. A princípio, o médico residente receberá bolsa de estudos Funemac. Mas essa atribuição deverá passar para o Ministério da Educação (MEC) após a conclusão da primeira turma. Também estiveram presentes à recepção, representantes da Secretaria de Administração, da Procuradoria do Município, da Funemac e estudantes de graduação da UFRJ.

AÇÃO

Saúde reforça campanha contra o HPV com vacinação nas escolas A vacinação nas escolas acontece em parceria com a secretaria de Educação, através do Programa de Saúde Escolar a secretaria de Saúde de Macaé está reforçando a vacinação contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), nas escolas da rede pública e particular. A vacina foi introduzida ao calendário nacional neste mês, e é destinada às adolescentes com idade entre 11 e 13 anos. As doses também estão disponíveis em 34 unidades de saúde e até a última semana foram imunizadas 3.400 meninas. A vacinação nas escolas acontece em parceria com a secretaria de Educação, através

do Programa de Saúde Escolar, as equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e a direção das escolas particulares. Antes de receber a vacina, uma equipe de enfermagem visita a escola e faz um trabalho de orientação e conscientização com as alunas, mostrando a importância da prevenção. As equipes de vacinação estão percorrendo as 24 escolas da rede municipal, sendo 10 unidades de primeiro ao quinto ano e todas de sexto ao nono ano, entre elas Samuel Brust, Ancyra Gonçalves Pimentel e Maria Isabel Damasceno Simão. Na quarta-feira (26), a partir das 9h30, na Escola Municipal Generino Teotônio de Luna e, na quinta-feira (27), Colégio Municipal Engenho da Praia, na parte da tarde. As meninas deverão tomar

três doses, sendo a segunda com seis meses, que será em setembro de 2014, e a terceira com 60 meses, ou seja, com cinco anos após a primeira dose. O objetivo da vacinação é prevenir o câncer do colo do útero, reduzindo a mortalidade por essa doença. A gerente do Programa de Imunização, Cláudia Campanati, explica que a vacinação na escola é mais fácil para adesão da campanha, já que as meninas estão todos os dias no colégio. Não há contraindicação, a única recomendação é de que a jovem não esteja em período de gestação. Para receber a vacina, que estará disponível durante todo ano, é necessário que a adolescente leve um documento de identificação e, no caso da vacinação na escola, é preciso que os pais assinem um termo de autorização.


10 Geral

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2014

ESPORTE

Macaé serviu de espaço para o IX Open de Jiu-Jítsu Com total de 600 atletas, a competição foi acirrada e garantiu um belo espetáculo. Objetivo é disseminar a modalidade no município

N

o último domingo (23), aconteceu o IX Open Macaé de JiuJítsu no Ginásio Juquinha. O evento tradicional na cidade foi organizado pelo lutador e professor Thiago Gaia reunindo cerca de 600 atletas, com total de 17 equipes e a arbitragem da Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu vindo do Rio de Janeiro. O campeonato tem como objetivo difundir o esporte na região e motivar os jovens a competirem. Contou com a presença das equipes GFTeam, Graice Humaitá, Art Combat, Nova União, Graice Elite, Malafai Team, Ryan Graice, entre outras, somando 17 equipes. Com total de 300 crianças e adolescentes

de 4 a 15 anos, e na faixa etária dos jovens e adultos com idade entre 16 a 45 anos, também com 300 pessoas. Todos lutaram pela pontuação no quadro geral. A premiação para os campeões das classes absoluto foi com troféu e dinheiro. O campeão do absoluto faixa branca ganhou R$ 200,00, azul R$ 300,00, roxa R$ 400,00, na marrom e preta R$ 600,00. A conquista do primeiro lugar pela faixa preta ficou com Jaime Canuto da equipe GFTeam. Em segundo lugar, o atleta da Nova União, Ricardo Capoeira. O terceiro lugar foi para o professor da equipe Gracie Humaitá, Paulo César. No quadro geral, o quarto lugar ficou com a equipe Gracie

Humaitá, em terceiro a equipe Art Combat, no segundo lugar a equipe GFTeam e o primeiro lugar a equipe Nova União. Thiago Gaia agradece o apoio da Prefeitura Municipal de Macaé, a Fesportur ajudando com som, mesas, cadeiras, a Secretaria de Saúde disponibilizando a ambulância, a Net Systen, Mega Micro, Sansai Sushi Bar, Unax Offshore, Versati Som, Hot Dog Ponto Certo, Drogaria do Rodo, MMataleão, Tênis Clube, GT Náutica, Cancelinha Madeiras, Drogaria Boa Saúde, Ylimitada Comunicação Visual, JM Gráfica, Lanche do Thiago, Central Eletro, Elpídio Construção, Posto Top 7, Papelaria Central, Supermercado Novo Visconde e ao Jornal O DEBATE.

DIVULGAÇÃO

17 equipes participaram do evento IX Open Macaé de Jiu-Jítsu, tradicional em Macaé

PROCESSO SELETIVO

Divulgado o resultado preliminar do concurso da Prefeitura de Quissamã WANDERLEY GIL

Um total de 23.630 candidatos participaram do exame. E 7.403, equivalente a 23%, desistiram das provas

IPTU: 8% de desconto para quem pagar até o dia 31 Para quem pagar a cota única até o dia 31 de março, o desconto é de 8%

Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

o instituto nacional de Concurso Público (INCP) divulgou na manhã de ontem o resultado preliminar do Concurso público de Quissamã. A relação está disponível em www.incp.org.br. Dos mais de 30 mil inscritos, um total de 23.630 candidatos participaram do exame. E 7.403, equivalente a 23%, desistiram das provas que foram aplicadas nas cidades de Quissamã, Macaé e Campos dos Goytacazes nos dia 8 e 9 deste mês, disputando apenas 70 vagas. Nesta quarta-feira, 26, será divulgado o edital de convocação para as provas de títulos e os recursos de cartão resposta/ vista do cartão. Ontem, não foram encontradas nas bancas e nos órgãos públicos que recebem o jornal oficial, os exemplares que a população deveria ter acesso. Informações dão conta de que a impressão não foi suficiente para a publicidade que a lei exige. Os salários oferecidos pelo órgão variam entre R$ 937 e R$ 12.185. O resultado final está previsto para ser divulgado no dia 10 de maio.

IPTU

Município ofereceu apenas 70 vagas, sendo uma para cada cargo disponível no edital

População conta com novo transporte na última semana, o município passou a contar com novas linhas de ônibus. Uma determinação do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), levou a suspensão dos serviços prestados pela empresa que atendia as demandas do município. Por meio de nota, o Detro disse que a empresa está sob intervenção pelo prazo de 1 ano e os trajetos serão operados em caráter emergencial por empresas da região, que além de oferecer um transporte de melhor qualidade à população, praticarão tarifa reduzida em

todas as linhas. Vão atender as demandas do município a Transportadora Macabu, Empresa Brasil e Auto Viação 1001. A Empresa Brasil vai operar as linhas: NB70 Campos - Quissamã (via Conde de Araruama) SA, NB71 Campos - Quissamã (via Carapebus) SA, Campos Quissamã (via Flexeira e Bela Vista) A e Campos - Quissamã (via Dores de Macabu) SA. Já a Auto Viação 1001 fica responsável pelos trajetos: N465 Farol de São Tomé (via Quissamã) SA, N235 Carapebus - Parque dos Tubos SA,

N236 Carapebus - Cabiúnas (Polo Industrial) SA, N200 Macaé - Quissamã (via Rodagem), N205 Macaé - Quissamã (via Conde de Araruama), N210 Macaé - Quissamã (via Penha) SA, N220 Macaé Quissamã (via Morro Alto) SA, N225 Macaé - Quissamã (via Canto de Santo Antônio) SA, N230 Macaé - Quissamã (via Carapebus) SA. Já as linhas N495 Campos - Macabuzinho SA e N215 Macaé - Quissamã (via Estr. Conceição de Macabu) SA serão operadas pela Transportadora Macabu.

os boletos para o pagamento do Imposto Sobre Propriedade Territorial Urbana (IPTU) para 2014 estão disponíveis para emissão no portal da prefeitura (www. macae.rj.gov.br). Para quem pagar a cota única até o dia 31 de março (segunda-feira) o desconto é de 8%. Quem preferir poderá pagar o IPTU em nove parcelas, de março a novembro, com desconto mensal de 3%, conforme tabela abaixo. A primeira vence no mesmo dia do prazo final para a cota única via carnê, em 31 de março. A novidade esse ano foi o desconto de

10% para quem pagou em cota única até 28 de fevereiro Calendário de pagamento do IPTU/2014: 8% de desconto - 31 de março (pela internet a partir do dia 1º de março/ carnês entregues pelos Correios ou retirados no CAC). Parcelas: desconto de 3% (pela internet a partir do dia 1º de março/carnês entregues pelos Correios ou retirados no CAC): SERVIÇO

› 1ª - 31 de março › 2ª - 30 de abril › 3ª - 30 de maio › 4ª - 30 de junho › 5ª - 31 de julho › 6ª - 29 de agosto › 7ª - 30 de setembro › 8ª - 31 de outubro › 9ª - 28 de novembro KANÁ MANHÃES

Quem preferir poderá pagar o IPTU em nove parcelas


Noticiário 26 03 14