Issuu on Google+

XXXXXXXX

POLÍTICA

Sessão vai celebrar 200 anos da Câmara Proposta aprovada ontem prevê celebrações em janeiro do próximo ano pág. 3 WWW.ODEBATEON.COM.BR • MACAÉ (RJ), QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2013 • ANO XXXVIII • Nº 8223 • FUNDADOR/DIRETOR: OSCAR PIRES • O JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO DO MUNICÍPIO • R$ 1,00 KANÁ MANHÃES

PM prende 8 suspeitos por associação ao tráfico Durante operação deflagrada na segunda-feira (21), equipes do 32º Batalhão de Polícia Militar realizaram inscursões na Barra de Macaé, Nova Holanda, Brasília, Nova Esperança e Malvinas, onde localizaram integrantes do crime organizado pág. 5 PROTESTO SYLVIO SAVINO

Profissionais participam de curso de qualificação

após a a conclusão do leilão de Libra na última segunda-feira (21), petroleiros e integrantes de movimentos sociais realizaram na manhã de ontem (22) uma manifestação na base da Petrobras de Imbetiba. Os três portões de acesso foram fechados e, segundo informações do Sindipetro-NF, cerca de três mil pessoas participaram da mobilização. pág. 6

Agentes Comunitários de Saúde de Macaé e da região se reuniram em encontro pág. 7

Pagamento do Bolsa Família é até dia 31 Beneficiários devem ficar atentos ao novo prazo pág. 6

COTAÇÃO

Dólar C. Dólar V.

Na manhã de ontem, petroleiros realizaram ato que bloqueou acesso à base operacional da Petrobras, na Imbetiba

Tecnologia atrai atenção de alunos Programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), organizada pela prefeitura em parceria com instituições, promoveu ontem apresentações para alunos na Escola Estadual Matias Neto

KANÁ MANHÃES

alunos das redes pública e particular de ensino participaram ontem da abertura da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). O evento, promovido pela prefeitura, através da secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, segue até a próxima quinta-feira (24), promovendo atividades em diversos pontos da cidade. A previsão é que cerca de 2,5 mil alunos participem do evento. pág. 7

Máxima. Mínima.

35º C 20º C

TECNOLOGIA

Palestra do IMMT aborda regras de metrologia na indústria pág.6

Moradores solicitam reparo em via pública Cratera aberta em rua da Malvinas gera problemas pág.8

Ingressos para jogo do Macaé à venda Estandes foram montados ontem no auditório da Escola Estadual Matias Neto pela UFRJ e o pelo Nupem

AMBIENTE

Área de vegetação é ocupada por ambulantes cadeiras, mesas e até um carrinho de supermercado foram amarrados em uma amendoeira situada na orla da Praia Campista, próxima à vegetação de restinga, um dos ecossistemas mais afetados por conta do crescimento da cidade e ocupação territorial da orla.

R$ 2,1720 R$ 2,1740

TEMPO

EDUCAÇÃO

Preço especial visa atrair apoio da torcida pág.10

Petroleiros fecharam acesso à Petrobras

Importante para conter os impactos do sal, evitando o avanço do mar na costa, a degradação dessa área é preocupante. Segundo denúncia, o material já vem sendo depositado nesse ponto há algum tempo, e o medo é de que nesse período a situação piore ainda mais. pág. 2

BASQUETE

Macaé Basquete vence Campos CRÉDITO

A fase de classificação do Campeonato Estadual chegou ao fim na noite de segunda-feira (21). O Macaé Basquete venceu o time de Campos dos Goytacazes por 82 x 73 (42 x 32 no primeiro tempo), no Ginásio do Tênis Clube, o “Juquinha”, no último jogo da etapa. pág. 10

Aumenta alerta sobre condições das praias Litoral da cidade passa a ser frequentado em maior escala no verão pág.2 KANÁ MANHÃES

Balneabilidade em risco


2

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2013

Cidade

NOTA

UFRJ e Nupem contam com novos espaços para realização de pesquisas

MEIO AMBIENTE

Atenção aos índices de balneabilidade das praias deve ser redobrada

Com o aumento no movimento, banhistas devem se informar sobre quais estão liberadas Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

P

ara muitos, o verão é uma das estações mais aguardadas do ano. Por ser um país tropical, os banhistas lotam as praias durante todo o ano, inclusive no inverno, mas é nesse período entre outubro e março que o fluxo aumenta por conta das temperaturas elevadas. Macaé conta com nove praias no total, porém muitas delas são desaconselháveis para o banho. De acordo com o último boletim divulgado pelo Instituto Estadual de Ambiente (Inea) em agosto, são elas: Imbetiba, Aeroporto, Barreto, Forte e Barra. As duas últimas têm apontado péssimos índices nos últimos 12 meses por causa da poluição do Rio Macaé, que desemboca entre essas duas praias, levando todo tipo de poluentes, inclusive esgoto in natura. Apesar de não significar que a pessoa vá ficar doente, o contato com essas águas contaminadas por esgoto doméstico pode expor os banhistas a bactérias, vírus e protozoários. Especialistas explicam que isso depende das condições imunológicas de cada pessoa e o tipo de exposição. O banho nessas águas pode causar doenças como diarreia

infecciosa, gastroenterite, hepatite A, cólera, febre tifóide, doenças da pele e outras patologias causadas por bactérias, vírus e parasitas encontrados nessas águas. O contato com a areia também pode ser outro risco, já que ela pode conter fezes de animais, que geram larvas perigosas. Já as praias Campista, Cavaleiros, Pecado e Lagomar apresentaram bons índices de balneabilidade. No caso das praias Campista e Cavaleiros, esses bons resultados nos últimos meses podem ser associados aos investimentos em saneamento básico na região. O governo municipal tem como meta sanar em 100% esse problema do esgoto no município até 2016. O novo boletim deve ser divulgado nas próximas semanas. A população deve ficar atenta quanto à balneabilidade das praias. O Inea aconselha a todos que evitem tomar banho de mar até nas praias com bons índices, nas 24 horas após as chuvas, pois segundo o órgão, essas mudanças climáticas podem interferir na qualidade da água. Os testes de balneabilidade são feitos com base na Resolução nº 274/00 do Conselho Nacional do Meio Ambiente. De acordo com o Art. 2º, § 4º, são consideradas impróprias

KANÁ MANHÃES

Investimento em saneamento nos últimos dois anos tem apontado melhorias em algumas praias como Cavaleiros e Campista as praias que apresentam as seguintes ocorrências: não atendimento aos critérios estabelecidos para as águas próprias; valor obtido na última amostragem for superior a 2500 coliformes fecais (termotolerantes) ou 2000

Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 mililitros; incidência elevada ou anormal, na região, de enfermidades transmissíveis por via hídrica, indicada pelas autoridades sanitárias; presença de resíduos ou despejos, sólidos

ou líquidos, inclusive esgotos sanitários, óleos, graxas e outras substâncias, capazes de oferecer riscos à saúde ou tornar desagradável a recreação; pH < 6,0 ou pH > 9,0 (águas doces), à exceção das condições naturais; floração

de algas ou outros organismos, até que se comprove que não oferecem riscos à saúde humana; outros fatores que contra indiquem, temporária ou permanentemente, o exercício da recreação de contato primário.

PRAIA CAMPISTA

Área de vegetação da praia vira depósito para ambulantes Prefeitura diz que a fiscalização na região será intensificada no próximo mês para muitos, o verão é motivo para aproveitar os momentos livres nas praias da cidade, para outros, essa é uma oportunidade de garantir o sustento da família. Nesse período, o movimento aumenta, consequentemente o número de ambulantes também. O problema nem é a venda de mercadorias, mas sim a forma e o local onde isso é feito. No caso das praias, os cuidados devem ser tomados para não gerar impactos negativos no meio ambiente. Pensando nisso, um leitor enviou essa semana algumas fotos de flagrante de materiais, os quais seriam utilizados por um ambulante na Praia Campista. Cadeiras, mesas e até um carrinho de supermercado foram

amarrados em uma amendoeira na areia da praia, próxima à vegetação de restinga, um dos ecossistemas mais afetados por conta do crescimento da cidade e ocupação territorial da orla. Importante para conter os impactos do sal, evitando o avanço do mar na costa, a degradação dessa área é preocupante. De acordo com o leitor, esse material já vem sendo depositado nesse ponto há algum tempo, e o medo é de que nesse período a situação piore ainda mais. “O verão nem começou e já está assim. O material de trabalho acorrentado em uma árvore. Eu cheguei a encontrar sandálias e uma vassoura penduradas nos galhos. Isso é um descaso com o meio ambiente. Queremos uma praia limpa, mas para isso cada um tem que fazer a sua parte. Entendo que a pessoa precisa garantir o seu ganha pão, mas que faça isso da maneira correta, re-

gularizada. Se ela pelo menos vendesse suas mercadorias e levasse tudo embora, mas não, usa um espaço público, que é uma área de vegetação, como depósito. A fiscalização é intensificada no verão, mas precisa ser feita durante todo o ano para evitar cenas como essa”, frisa o leitor, que prefere não ser identificado. A equipe do jornal O DEBATE entrou em contato com a prefeitura, que informou que a partir de novembro, o trabalho de fiscalização será intensificado com ações, inclusive, aos finais de semana. Quanto à denúncia, ela foi encaminhada para o órgão responsável, que irá ao local para verificar o caso e tomar as devidas providências. Solicitações como essa podem ser encaminhadas via Protocolo Geral da Prefeitura de Macaé (Av. Presidente Sodré, 534, Centro) ou pela Ouvidoria, no telefone (22) 2772-6333. EU LEITOR

Flagrante mostra mesas e cadeiras acorrentadas em uma árvore na Praia Campista


MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2013

Política

3

NOTA

O suplente de vereador Dr. Felipe Barreto (PPS) acompanhou ontem a sessão ordinária da Câmara

HISTÓRIA

WANDERLEY GIL

INTEGRAÇÃO

George passa a integrar a Mesa Vereador foi eleito ontem para ocupar a segunda vice presidência da Câmara

Vereadores elogiaram a proposta de realização do resgate histórico de fatos marcantes do parlamento municipal

conforme foi pré-agendado pela presidência da Câmara na semana passada, o plenário do Legislativo realizou ontem a votação para garantir a composição total da Mesa Diretora, desfalcada a partir da renúncia do líder do governo, Julinho do Aeroporto (PPL), do posto de segundo vice-presidente da Casa, realizada há um mês. A eleição foi realizada logo no início da sessão ordinária de ontem, conduzida pelo presidente da Câmara, o vereador Dr. Eduardo Cardoso (PPS). "Vamos promover a eleição para garantir a composição

total da Mesa. Todos os vereadores podem participar do processo", apontou. Ao abrir o processo de inscrições, a Mesa registrou a candidatura apenas do vereador George Jardim (PMDB). "Me coloco à disposição para contribuir com o trabalho realizado pela Mesa Diretora na condução dos trabalhos essenciais ao poder Legislativo", afirmou George. Antes da eleição, o vereador Marcel Silvano (PT) anunciou a sua abstenção do voto. "Como fui o único vereador, no início da legislatura, a não votar nessa Mesa Diretora, prefiro me abster do voto", declarou Marcel. O nome de George foi aprovado de forma unânime na votação que contou com a participação de 15 parlamentares. WANDERLEY GIL

Plenário aprova sessão dos 200 anos da Câmara Data será celebrada em janeiro do próximo ano, com evento que promoverá resgate de momentos marcantes da história do parlamento municipal Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

O

plenário aprovou ontem por unanimidade, e com louvor, a proposta de realização de uma sessão solene que celebrará os 200 anos de instalação da Câmara de Vereadores de Macaé. Os registros e a celebração da data foram solicitados através do requerimento 490/2013 apresentado pelo primeiro vicepresidente da Câmara, o vereador Maxwell Vaz (PT). "Através de uma pesquisa feita por servidores da Câmara, identificamos que o primeiro parlamento municipal foi instalado no dia 22 de janeiro,

seis meses depois de Macaé adquirir a emancipação política e administrativa. Um momento como esse deve ser celebrado e registrado por todos nós. Várias discussões e nomes importantes para a política de Macaé foram registrados nesse parlamento", apontou Maxwell. A proposta foi acatada com entusiasmo pelos demais parlamentares. Ao discutir a matéria, Chico Machado (PMDB) destacou o nome do ex-prefeito e ex-deputado estadual Cláudio Moacyr de Azevedo. "Essa proposta é de fundamental importância para regatar a história e homenagear nomes importantes para a política de Macaé, como o do ex-prefei-

to Cláudio Moacyr, político que ainda é referência em Macaé e na região, que leva o nome desta Casa e que trouxe a primeira faculdade da cidade, a Fafima. Proponho a todos os vereadores a formar uma comissão que leve ao prefeito a proposta de investir nessa instituição", apontou Chico Machado. O vereador Luciano Diniz (PT) também fez reverência ao trabalho do ex-político. "Cláudio Moacyr foi advogado dos presos políticos na época da Ditadura. Esse resgate é importante para a história de Macaé", relembrou Luciano. Dr. Eduardo Cardoso (PPS) destacou a relação entre a história do Legislativo e da polí-

tica municipal. "O Cláudio Moacyr foi o maior político de Macaé. Como ele, aqui nesta Casa, passaram outros nomes importantes para a política da cidade, onde discussões fundamentais para o desenvolvimento da cidade foram discutidas. A proposta é de criação do Museu do Parlamento Cláudio Moacyr de Azevedo, aqui neste prédio. Nós temos uma responsabilidade muito grande de resgatar essa história", apontou Dr. Eduardo Cardoso. Outros vereadores como Carlos Emir Mussi Júnior (PDT) e Manoel da Malvinas (PR) também destacaram a importância da celebração da data.

George foi eleito para assumir a segunda vice-presidência

DEBATE

Vereadores discutem situação de agentes de esporte municipal WANDERLEY GIL

Requerimento de Marcel levantou discussão sobre atuação de servidores a proposta de adequação da função de 120 servidores que atuam como agentes de esporte no município gerou um intenso debate ontem, na sessão ordinária da Câmara. O tema foi levantado através da votação do requerimento 498/2013, apresentado pelo vereador Marcel Silvano (PT), que buscou informações sobre o posicionamento da prefeitura em relação à situação dos agentes, assim como a adequação da categoria em Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) que permita que os servidores possam atuar à frente de projetos na cidade. Na discussão da matéria, Marcel defendeu que os agentes de esporte que possuem formação a nível de 3º Grau, em Educação Física, possam atuar em ações semelhantes ao técnico de desporto. "Hoje Macaé não consegue atender a demanda da população em relação aos projetos que dão acesso ao esporte por causa desse imbróglio. São dezenas de profissionais que estão sem

função devido a esse impasse. O número de técnicos de desporto não é suficiente para atender todas as áreas da cidade. O governo poderia buscar um meio

jurídico para fazer essa adequação", disse Marcel. A proposta do parlamentar petista foi rejeitada pelo vereador Carlos Emir Júnior

(PDT). O vereador defendeu a realização de concurso público para ampliação do número de técnicos. "O governo precisa abrir um

Plenário aprovou requerimento que gerou debate intenso durante sessão ordinária de ontem do Legislativo

concurso público e aí os agentes podem concorrer ao cargo. Precisamos ir mais fundo nessa questão. E aqueles que se dedicaram à formação, fizeram o

concurso e passaram para técnico? Sou totalmente contrário a essa proposta", disse. Guto Garcia (PT) defendeu a adequação do PCCV para adequar a situação dos agentes. "Fiz várias reuniões com grupos de agentes que reclamam que não podem trabalhar. É preciso fazer uma adequação no PCCV para que esses 120 profissionais não fiquem parados. Que seja criado níveis para os agentes de acordo com a expansão da sua formação", apontou Guto. Igor Sardinha (PT) fez a defesa pela convocação dos concursados já aprovados. "Sou a favor da matéria por buscar o posicionamento do governo sobre essa situação. Porém, se há demanda, é preciso respeitar as pessoas que foram aprovadas no concurso que está vigente. Existe um grande número de pessoas que estão em espera. Se há necessidade de técnicos, que novos servidores sejam convocados", apontou Igor Sardinha. Dr. Eduardo (PPS) afirmou que a discussão serve até como orientação para o novo governo elaborar um novo concurso. "Essa situação serve para o governo preparar um concurso adequado à situação do município", apontou Dr. Eduardo.


4

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2013

Opinião EDITORIAL

NOTA

Custo da cesta básica fica estável em setembro: farinha e pão foram os vilões desse mês.

FOTO LEGENDA

Solução parcial

WANDERLEY GIL

A população macaense, em especial os motoristas, que circulam pela região central da cidade já começam a acompanhar o processo de instalação do novo sistema de exploração das vagas de estacionamento situadas em pontos estratégicos da cidade, que atendem principalmente aos clientes que frequentam o comércio local.

P

orém, o que se vê é pouca informação sobre o procedimento que resultará em mudanças expressivas no comportamento da sociedade macaense. Suspenso há mais de três anos, o antigo sistema de exploração do Macaé Rotativo, questionado quanto à destinação dos quase R$ 500 mil arrecadados por mês com a cobrança dos tíquetes de utilização das mais de 1,2 mil vagas de estacionamento público, era aplicado através da atuação de vendedores dos talões, membros da Associação de Guardadores de Carros, que era a gestora do sistema. A fiscalização, quanto ao uso correto das vagas, ficava a cargo dos agentes de fiscalização de trânsito da secretaria municipal de Mobilidade Urbana. Entre os questionamentos dos usuários estavam a existência da chamada “indústria das multas”. Depois de muitas críticas, e de questionamento quanto ao processo de escolha da instituição responsável pela gestão do serviço, o Rotativo foi suspenso através de uma determinação do plenário

da Câmara de Vereadores. Por um ano, os parlamentares, junto a representantes do Executivo, discutiram a viabilização de um modelo de administração do serviço, moderno, eficiente e transparente. O novo projeto foi apresentado ao plenário, votado e aprovado, mas sem tempo hábil de ser regulamentado pela gestão passada. Hoje os parquímetros, equipamentos que serão utilizados para a compra dos tíquetes, já estão sendo implantados em diversos pontos da cidade, um processo que deveria ser acompanhado com uma campanha informativa à população quanto ao uso dos instrumentos, bem como os valores que serão pagos pelo serviço. Diante do grande número de carros que circulam pela região central de Macaé, é evidente que o retorno de um serviço tão importante, e a aplicação de um modelo bem diferente ao acostumado pelos motoristas, não pode acontecer da noite para o dia, sem que haja uma intensa interação entre a população e o novo serviço.

ESPAÇO ABERTO Medição Fiscal e Royalties do Petróleo Aproveitando a questão das discussões sobre redistribuição de royalties, realimentado pelas últimas manifestações populares promovidas em todo o país, enfatizamos uma importante aplicação da Função Metrologia na Indústria do Petróleo: a Medição Fiscal.

I

ndependente dos objetivos legais, cujos sistemas de medição da produção estão sujeitos, o desenvolvimento e inovações tecnológicas são considerados ações estratégicas na Gestão da Metrologia neste Setor. Vejamos, com um olhar um pouco mais técnico, os possíveis impactos dessa atividade no segmento de Produção. Para tanto, devemos abordar dois conceitos aplicáveis nesse ambiente: Exatidão e Incerteza. Exatidão é a diferença entre o volume de óleo ou gás em relação a um valor de referência (estabelecido por alguma convenção). Isto significa que, em princípio, se pode corrigir os valores medidos e repassar, de modo mais fidedigno, as informações dos valores finais. O conceito de Incerteza é um pouco mais complexo. Nessa avaliação é que se busca manter um controle quantitativo da qualidade, ou seja, da confiabilidade das medidas executadas. Simplificando o conceito: estabelece a “Dúvida” que resta ao se declarar o resultado de qualquer medição, após as devidas correções em relação aos valores referência. Os leitores devem, nesse momento, estar se perguntando sobre as implicações práticas desse conceito. Citamos um exemplo: Imaginem que em algum lugar do Planeta o volume de óleo medido, durante a produção de um dia, seja de Um Milhão de Barris. Supondo que, em função do atual estágio de desenvolvimento das tecnologias utilizadas em sistemas de medição, a incerteza declarada do processo de medição da vazão (ou da produção de acordo com uma linguagem mais coloquial) seja de 2% desse volume. Isto demonstra que há uma dúvida em torno de 20 Mil barris/dia. Abordando somente o aspecto das relações comerciais, com um simples exercício financeiro, neste caso há uma dúvida de Dois Milhões de Dólares/dia (considerando o valor do barril a 100 US$).

Uma rápida conta nos leva a números impressionantes, quando contabilizados a produção mundial num determinado ano. Se desejarmos ser um pouco mais regionalista, se verifica de imediato a importância dessa matéria ao contexto local da produção de petróleo. Nesse momento vem naturalmente a pergunta de todos sobre qual parte interessada está “perdendo” ou “ganhando”: as empresas, o consumidor ou as diversas esferas governamentais, que na essência devem representar o interesse da nação e mais diretamente os benefícios para a população. Essa é a questão “chave”, pois como definido a Incerteza da medida é a “Dúvida” que resta quando da declaração do volume de óleo ou gás produzido, podendo então ser para mais ou para menos. Uma rápida conclusão: ninguém sabe quem ganha ou perde. Por este exemplo se nota, facilmente, a importância de se realizar cada vez mais investimentos no Campo da Metrologia. Diante desse cenário, função da enorme magnitude que representa a Indústria do Petróleo, que recentemente a Agência Nacional do Petróleo e o Inmetro estabeleceram uma Resolução Conjunta, tornado obrigatório a implantação da Norma NBR ISO 10012 – Gestão da Medição nas Empresas, por parte das Operadoras que exploram e produzem petróleo e gás natural no país. Sem dúvida que esse ato governamental, que por ora atinge somente os sistemas de medição fiscal para pagamento de royalties, deverá num futuro breve se expandir por toda a cadeia de fornecedores dessa indústria. Visualizamos que a sobrevivência das empresas da região passará pelo alinhamento com essas diretrizes. Eduardo Batista Neiva Físico e Especialista em Geofísica do Petróleo pela UFRJ - Mestre em Metrologia para a Qualidade Industrial pela PUC-Rio.

Flagrantes como esse, onde a caixa d'água destampada se torna um dos principais criadouros do mosquito Aedes Aegypti, demonstram que Macaé vive riscos de registrar no verão uma nova epidemia da dengue. Leis foram criadas para incentivar a população às práticas de combate à infestação da doença, porém, a informação, a conscientização constante e a eliminação dos focos de proliferação do inseto são, sem dúvidas, as maiores armas do combate à doença que se fortalece a cada ano, provocando até mortes.

PAINEL Desfiliação

Identificação

Retorno

Ônibus

Dengue

Protesto

Cosme da Paz utilizou ontem as redes sociais para anunciar a sua saída do diretório municipal do PPS. No relato, ele afirmou a sua desfiliação do partido, que conduziu como presidente nos últimos anos, apontando como vitórias a eleição de dois vereadores, Dr. Eduardo Cardoso e Welberth Rezende, além da diplomação de dois suplentes, a sua e a do Dr. Felipe Barreto. Na semana passada Cosme foi exonerado do cargo de secretário geral da Câmara. Depois de 10 meses de reestruturação de projetos, organização de grupos de trabalho e a definição de áreas de atuação, a Fundação de Esporte e Turismo de Macaé (Fesportur) retomou nesta semana as atividades do PIDES (Programa de Iniciação Desportiva). As equipes já assumiram os postos de atividades, entre eles o Morro de São Jorge. Até o final do mês, as aulas direcionadas a crianças e adolescentes serão realizadas em espaços públicos. Em um resultado preliminar, o Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRAa) realizado pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) apontou um pequeno aumento no índice de infestação predial, de 0,4% com relação à última pesquisa em Macaé. Em julho, o índice foi de 1,4% e em outubro foi de 1,8%. Os números representam a necessidade da intensificação do trabalho de combate aos focos de proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

Além de promover a identificação oficial dos logradouros públicos de Macaé, a prefeitura deve realizar o trabalho de organização dos números de residências e imóveis situados na cidade. Sem o controle devido, a sequência acabou sendo alterada, o que confunde a população e profissionais que atuam em serviços como entrega de correspondências, móveis, aferição do sistema de água, entre outros. O ordenamento urbano da cidade é fundamental! Ontem, a SIT optou por retirar a circulação de ônibus dentro da Nova Holanda, Nova Esperança e da Malvinas. A situação é reflexo do clima de tensão ainda vivido dentro das comunidades em função do confronto registrado no início desta semana, que resultou na morte do suposto chefe do tráfico de drogas nesses locais. Agentes da Polícia Militar permanecem dentro dessas comunidades para garantir a segurança de seus moradores. Membros do Sindipetro-NF seguiram a mobilização nacional e promoveram ontem um grande ato em frente da sede da Unidade de Operações da Bacia de Campos (UO-BC). Cerca de três mil pessoas participaram do protesto que teve, entre outras pautas, a defesa pela suspensão do leilão do Campo de Libra, realizado na segunda-feira (21), e vencido pelo consórcio que conta com a participação da Petrobras e petrolíferas internacionais.

Idosos

O Programa de Atenção Integral à Saúde do Idoso, juntamente com a Casa do Idoso e o Recanto dos Idosos convidam para a realização da I Semana Científica das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIS) de Macaé. O evento foi iniciado na segundafeira (21) e segue até hoje (23). As discussões acontecem no Auditório do Hospital São João Batista de Macaé, no horário de 18h às 20h30. Todos estão convidados.

Supersalários

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) já apura as irregularidades nas incorporações que deram a servidores privilegiados da Prefeitura de Macaé os chamados supersalários. O decreto publicado pelo governo na semana passada, que determina a adequação dos vencimentos ao teto constitucional, garante respaldo à administração. Os valores que chegam a R$ 60 mil em apenas um pagamento foi identificado através de auditoria na folha.

Investigação

As sequentes reclamações e denúncias sobre a administração do transporte público municipal podem reacender dentro do parlamento municipal a implantação da Comissão Parlamentar de Investigação (CPI) para apurar a série de alterações feitas no contrato de licitação do serviço ao longo de 10 anos. É bom lembrar que o governo municipal já institui processo para realização de uma nova licitação, que deve acontecer no próximo ano.

EXPEDIENTE

GUIA DO LEITOR

EJORAN - Editora de Jornais, Revistas e agências de Notícias.

TELEFONES ÚTEIS:

cnpj: 29699.626/0001-10 - Registrado na forma de lei. diretor responsável: Oscar Pires. sede própria: Rua Benedito Peixoto, 90 - Centro - Macaé - RJ. Confeccionado pelo Sistema de Editoração AICS e CTP (Computer to Plate). Impresso pelo Sistema Offset. circulação: Macaé, Quissamã, Conceição de Macabu, Carapebus, Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu. A direção do O DEBATE não se responsabiliza e nem endossa os conceitos emitidos por seus colaboradores em ações ou artigos assinados, sendo de total responsabilidade do autor. Filiado à ADJORI-RJ - Associação dos Diretores de Jornais do Estado do Rio de Janeiro e à ABRAJORI - Associação Brasileira de Jornais do Interior. ANJ - Agência Nacional de Jornais. ADI Brasil - Associação dos Jornais Diários do Interior. Representante: ESSIÊ PUBLICIDADE E COMUNICAÇÃO S/C LTDA. são paulo: R. Abílio Soares, 227/8º andar - Conjunto 81 - CEP: 04005-000 Telefone: (11) 3057-2547 e Fax: (11) 3887-0071 • rio de janeiro: Av. Princesa Isabel, 323 - sala 608 - CEP: 22011-901 - Telefone: (21) 2275-4141 • brasília: SCS Ed. Maristela, sala 610 / DF - CEP: 70308-900 - Telefone: (61) 3034-1745 (61) 3036-8293. tel/fax: (22) 2106-6060, acesse: http://www.odebateon.com.br/, e-mail: odebate@odebateon. com.br, comercial: Ligue (22) 2106-6060 - Ramal: 215, e-mail: comercial@odebateon.com. br, classificados: E-mail: classificados@odebateon.com.br

POLÍCIA MILITAR: 190 POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL: 191 SAMU - SERV. AS. MED. URGÊNCIA: 192 CORPO DE BOMBEIROS: 193 DEFESA CIVIL: 199 POLÍCIA CIVIL - 123ª DP: 2791-4019 DISQUE-DENÚNCIA (POLÍCIA MILITAR): 2791-5379 DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL (24 HORAS): 2796-8330 DEL. DE POL. FEDERAL (DISQUE DENÚNCIA): 2796-8326 DEL. DE POL. FEDERAL (PASSAPORTE/VISTO): 2796-8320 DISQUE-DENÚNCIA (CÂMARA DE MACAÉ): 2772-7262 HOSPITAL PÚBLICO MUNICIPAL: 2773-0061 AMPLA: 0800-28-00-120 CEDAE: 2772-5090 PREFEITURA MUNICIPAL: 2791-9008 DELEGACIA DA MULHER: 2772-0620 GUARDA MUNICIPAL: 2773-0440 ILUMINAÇÃO PÚBLICA: 0800-72-77-173 AEROPORTO DE MACAÉ: 2772-0950 CARTÓRIO ELEITORAL 109ª ZONA: 2772-9214 CARTÓRIO ELEITORAL 254ª ZONA: 2772-2256 CORREIOS - SEDE: 2759-2405 AG CORREIOS CENTRO: 2762-7527 TELEGRAMA FONADO: 0800-5700100 SEDEX: 2762-6438 CEG RIO: 0800-28-20-205 RADIO TAXI MACAÉ 27726058 CONSELHO TUTELAR I 2762-0405 / 2796-1108 plantão: 8837-4314 CONSELHO TUTELAR II 2762-9971 / 2762-9179 plantão: 8837-3294 CONSELHO TUTELAR III 2793-4050 / 2793-4044 plantão: 8837-4441


MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2013

Polícia

5

NOTA

Feira Municipal de Ciências acontece integrada à SNCT nesta quarta

OPERAÇÕES

PM desencadeia operação para reagir a ataques criminosos Incursões tiveram início na tarde de segunda (21). Em 24 horas, oito pessoas já foram presas SYLVIO SAVINO

Bertha Muniz berthamuniz@odebateon.com.br

A

polícia militar de Macaé desencadeou, na tarde da última segunda-feira (21), a operação saturação em quatro comunidades macaenses. A ação tem como objetivo dar a resposta ao tráfico de drogas nas comunidades Brasília, Nova Holanda, Nova Esperança e Malvinas. Participam das incursões cerca de 50 militares, entre homens do Grupo de Ações Táticas da PM (GAT), Regime Adicional de Serviço (RAS) e policiais que participaram das ocupações nas principais comunidades de Macaé. Durante a primeira incursão, as equipes realizaram diligências em becos e vielas à procura de traficantes. O cerco foi fechado nas comunidades e pontos de interceptação foram feitos nos acessos da Linha Azul e da Barra de Macaé. Militares estão de prontidão, 24 horas por dia, revistando quem passar por essas entradas. As incursões resultaram na prisão de oito pessoas, que segundo a polícia, faziam apologia ao tráfico em referência à morte de Rômulo de Freitas Carvalho, o “Matuto”, suspeito de gerenciar o tráfico de drogas em duas comunidades macaenses, na última segunda (21). No dia da morte de Matuto, seis homens da Nova Holanda foram presos em flagrante, após darem ordens para o fechamento do comércio na Barra de Macaé. Eles ameaçavam os funcionários de lojas com bombas de artefatos. A polícia afirmou que a ordem veio do tráfico do Rio de Janeiro. Revoltados com a morte do chefe do tráfico na Nova Holanda e Nova Esperan��a, outro grupo incendiou duas pontes

Na Nova Holanda, militares estão de prontidão, 24 horas por dia, revistando quem passar pelas duas entradas da comunidade que dão acesso à comunidade. Ainda na segunda-feira, mais um suspeito de apologia ao tráfico foi preso na Nova Holanda. Janderson Moraes da Silva, o “MC”, de 26 anos, foi abordado por militares que vistoriavam o local e teria se negado a se identificar. Segundo a polícia, o suspeito estava incitando a comunidade a praticar atos de vandalismo, e teria atirado paus e pedras contra a viatura. Na delegacia, após consulta ao sistema da Polinter, os policiais encontraram um mandado

PRISÃO

de prisão em aberto por roubo, em desfavor de Janderson, que ficou preso. Já na manhã de ontem (22), a polícia prendeu também na Nova Holanda, Wilian Madureira Neves, de 24 anos. Wilian estava com mais duas pessoas em um carro que foi abordado em uma das operações. Ao efetuarem uma varredura no interior do veículo, os militares encontram 50 camisetas com fotos de Matuto, com a frase: “Para quem gosta de um ser humano, a saudade dói mais

KANÁ MANHÃES

que um tiro”. Os três foram conduzidos para a 123ª Delegacia Policial de Macaé. Após averiguação policial, Wilian ficou preso, por já ter tido passagem pelo artigo 157 (roubo). O material foi apreendido pelo delegado da 123ª DP. A família de Rômulo contestou a apreensão das camisas dizendo que um motoboy que teria sido contratado foi abordado por militares, que pegaram a nota fiscal da mercadoria e as retiraram na loja que produziu as camisetas. Para o comandante do 32º Ba-

Irmãos foragidos da justiça são presos ao invadirem obra Proprietário da construção acionou a PM após perceber a movimentação em seu imóvel. Os dois possuíam mandado de prisão em aberto por tráfico dois irmãos foram presos na noite de segunda-feira (21) após invadirem uma obra, lo-

calizada no bairro Jardim Vitória. De acordo com a polícia, o proprietário da construção chegou ao local e após perceber a movimentação suspeita, acionou a PM. Cleiton da Silva Lemos, de 30 anos, e Douglas da Silva Lemos, de 25, foram detidos pelos militares na Avenida 1, no mesmo bairro. Eles foram conduzidos até a delegacia, junto com o proprietário da obra, para que a queixa fosse

registrada. No local, após consulta aos nomes dos dois suspeitos, foram encontrados dois mandados de prisão em aberto por tráfico de drogas (artigo 33), pela comarca da cidade de Niterói. O fato foi apreciado pelo delegado de plantão que determinou a prisão da dupla. Cleiton e Douglas ficaram detidos na 123ª Delegacia Policial de Macaé (DP), à disposição da justiça.

mostrar aos criminosos que o município de Macaé tem policiamento e segurança. “É inadmissível que um bandido atire contra policiais. Nosso alerta ao tráfico é que qualquer pessoa que atirar contra um policial estará afrontando o estado e terá uma resposta a altura”, finalizou. Ainda segundo a polícia militar, as incursões serão realizadas simultaneamente em todas as comunidades, sempre em horários alternados, por tempo indeterminado.

OBITUÁRIO

Funcionário passa mal e morre em plataforma Técnico de 43 anos sofreu um infarto a bordo. Ele prestava serviço na plataforma da empresa Statoil

A dupla ficou detida na 123ª Delegacia Policial de Macaé (DP), à disposição da justiça

talhão de Polícia Militar, tenente-coronel Ramiro de Oliveira Campos, as blusas fariam uma espécie de apologia ao tráfico. “Como comandante deste batalhão, eu estaria rasgando a minha farda se deixasse que fizessem uma homenagem a uma pessoa que atirou contra a polícia munido de um fuzil”, esclareceu. Ramiro Campos enfatizou ainda que a prisão de oito elementos em 24 horas demonstra o objetivo pelo qual a operação foi desencadeada:

um funcionário que estava embarcado em uma plataforma na Bacia de Campos, morreu na manhã de segunda-feira (21), após sofrer um infarto. A morte de Clalp Adriano Gomes da Silva, de 43 anos, foi divulgada pelo Sindipetro-NF, na tarde de ontem (22). Ele foi encontrado em sua cabine da plataforma por companheiros

de trabalho. Clalp era técnico em química e prestava serviços pela empresa Wood Group, na plataforma da multinacional Statoil. Segundo a empresa, ele já trabalhava nesta plataforma há dois anos. O corpo do funcionário foi levado para o Instituto Médico Legal de Macaé (IML), de onde seguiu para ser velado em Itaperuna, sua cidade natal. Clalp era casado e deixou duas filhas. Por meio de nota, as empresas Statoil e Wood Group, lamentaram a perda e disseram que as equipes médicas fizeram o possível para reanimar o funcionário. Na

semana passada, um inquérito foi aberto pela Polícia Federal para apurar uma denúncia feita pelo Sindipetro-NF, relatando o cárcere privado dos petroleiros que trabalham nas plataformas da Petrobras na Bacia de Campos. De acordo com o delegado titular da PF, Júlio César Ribeiro, uma equipe permanece de plantão no Aeroporto de Macaé, entrevistando os funcionários que estão desembarcando das aeronaves para verificar se há violação da liberdade de ir e vir. A previsão para o encerramento do inquérito é de 30 dias. DIVULGAÇÃO

Clalp era técnico em química e prestava serviços pela empresa Wood Group, na plataforma da multinacional Statoil


6

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2013

Economia

NOTA

Macaé organiza I Feira Municipal de Estágio e Emprego, o evento acontecerá na primeira semana de dezembro.

PARALISAÇÃO

SYLVIO SAVINO

Petroleiros fecham portões de acesso à Petrobras No sexto dia de greve, categoria pede pelo cancelamento do leilão de Libra e reajustes salariais Patricia Lucena patricia@odebateon.com.br

A

pós a conclusão do leilão de Libra na última segunda-feira (21), petroleiros e integrantes de movimentos sociais realizaram na manhã de ontem (22) uma manifestação na base da Petrobras de Imbetiba. Os três portões de acesso foram fechados e, segundo informações do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), cerca de 500 trabalhadores permaneceram do lado de fora da empresa. Porém, o sindicato afirmou que o impacto pode chegar a aproximadamente quatro mil petroleiros, que é o número

total de empregados do local. Essa atividade surpresa é mais um dos atos públicos da greve nacional dos petroleiros, que acontece desde o dia 17 de outubro. No Norte Fluminense, 42 das 46 plataformas aderiram à paralisação. No Terminal de Cabiúnas, os cortes de rendição (troca de turno) não têm sido feitos desde então. Assim, o movimento entra em seu sexto dia, sem previsão para terminar. Em dois dos três portões da base da Imbetiba foram registradas confusões entre os seguranças da Petrobras e os manifestantes. De acordo com o Sindipetro-NF, houve agressões físicas nas entradas da Praia Campista e do meio da unidade. Por isso, vai apurar se

Petroleiros impedem o acesso por terra à base da Petrobras no sexto dia de greve da categoria a ação dos seguranças ocorreu por conta própria ou se foram incitados pela companhia a provocar tumultos. De acordo com o diretor do sindicato, Marcelo Abrahão, que estava no portão da Praia Campista, a situação foi contornada e o protesto seguiu de forma pacífica. “Sempre tem aqueles mais exaltados, mas de modo geral a categoria está compreendendo a importância do momento e dando demonstração de grande unidade. Vamos continuar aqui durante todo o dia e os companheiros estão parando para ouvir os informes da greve e participan-

TECNOLOGIA

do”, disse. Segundo o diretor de comunicação do Sindipetro-NF, Marcos Breda, apesar de os três portões de acesso estarem bloqueados, a Petrobras conseguiu liberar alguns funcionários por uma entrada da Capitania dos Portos. “Eles não poderiam fazer isso, mas fizeram. Além disso, a Petrobras entrou com uma liminar para que o Sindicato pague uma multa de R$ 100 mil por dia pelo bloqueio dos portões. Nossos advogados estão atuando para tentar solucionar a questão da melhor maneira possível.” Na manhã de ontem, a Fe-

deração Única dos Petroleiros (FUP) voltou a se reunir com a Petrobras, no Rio de Janeiro, em busca de avanços nas negociações do acordo coletivo de trabalho. O Sindipetro-NF informou que continua pedindo na Justiça o cancelamento do leilão do Campo de Libra, realizado na segunda-feira. Além do cancelamento da licitação, a categoria reivindica a derrubada do projeto de lei sobre terceirização, um reajuste salarial que represente um ganho real de 5%, condições seguras de trabalho para todos, fundo garantidor para os trabalhadores terceiri-

zados, melhoria dos benefícios e mudanças no Plano de Cargos e Salários. A equipe de reportagem do jornal O DEBATE entrou em contato com a Petrobras para saber o posicionamento da empresa em relação às manifestações. Por meio de nota, a companhia informou que tem como prática, nesse tipo de mobilização, tomar todas as medidas necessárias para garantir suas operações, de modo a não haver qualquer prejuízo às atividades da empresa e ao abastecimento do mercado, sendo mantidas as condições de segurança dos trabalhadores e das instalações da empresa.

BENEFÍCIO

WANDERLEY GIL

Palestra do IMMT aborda regras de metrologia na indústria WANDERLEY GIL

Evento abordou a necessidade do conhecimento e da aplicação da norma NBR ISO - 10012 na indústria do petróleo na manhã de ontem (22), o Instituto Macaé de Metrologia e Tecnologia (IMMT) realizou uma palestra direcionada aos profissionais e empresários ligados ao setor de petróleo e gás. O encontro, que contou com a parceria da Rede de Tecnologia do Rio de Janeiro (Redetec - RJ), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Fundação Educacional de Macaé (Funemac), abordou a Norma NBR ISO - 10012. A NBR ISO 10012 determina os requisitos de garantia da qualidade para um fornecedor assegurar que medições sejam realizadas com a exatidão pretendida, além de fornecer orientações para a implementação tanto na indústria quanto na área clínica-médica. “A NBR ISO 10012 especifica as principais características do sistema de comprovação a ser utilizado para os equipamentos de medição do fornecedor. Isso mostra a importância do tema para a indústria local”, destacou o gestor do IMMT, Eduardo Neiva. O doutor em Engenharia de Produção pela UFRJ, Sidney Teylor, abordou durante a palestra a necessidade do conhecimento e da aplicação com ênfase na cadeia de fornecedores da indústria do petróleo. O objetivo é proporcionar competitividade às empresas locais, nos processos de qualidade e confiabilidade atrelados à produção e à prestação de serviços

Em Macaé, Ministério irá repassar um total R$ 827 mil para 7.095 famílias

Segundo Eduardo Neiva, do IMMT, a NBR ISO 10012 especifica as características do sistema de comprovação para equipamentos de medição do fornecedor na região, onde a metrologia se caracteriza como base de sustentação de toda a cadeia. A obrigatoriedade da aplicação desta norma aos sistemas de medição fiscal da produção de petróleo e gás para pagamento de royalties e tributos da produção de petróleo e gás foi definida por resolução entre ANP e o INMETRO. De acordo com Eduardo Neiva, a tendência é que a obrigatoriedade se prolongue por toda a cadeia produtiva, sendo portanto altamente estratégica para ma-

nutenção da competitividade empresarial local. “Por entender a importância do tema, a prefeitura pretende subsidiar o empresariado como forma de se adequar à legislação mantendo a competitividade no mercado”, explicou. O IMMT está instalado na Rua Alcides da Conceição, 159, no bairro Novo Cavaleiros, no Polo Industrial de Macaé. Informações sobre serviços do instituto podem ser obtidas pelo telefone (22) 2791-3871 ou pelo e-mail immt@immt.rj.gov.br.

Pagamento do Bolsa Família de outubro termina no dia 31 Em Macaé, Ministério irá repassar um total R$ 827 mil para 7.095 família o pagamento do benefício do Programa Bolsa Família do mês de outubro, que começou a ser feito no último dia 17, segue até o próximo dia 31. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) está repassando R$ 2,1 bilhões para mais de 13,8 milhões de famílias em todo o país. O valor médio do benefício neste mês é de R$ 152,67.

No estado do Rio de Janeiro, 816.849 famílias serão beneficiadas, com um valor médio de R$ 145,54, repassando um total de R$ 118.887.880,00 em benefícios. Em Macaé, o MDS irá repassar R$ 827 mil para 7.095 famílias beneficiárias, com um valor médio de R$ 116,61. A liberação dos saques ocorre nos últimos 10 dias úteis do mês, de forma escalonada, conforme calendário pré-estabelecido entre o Ministério e a Caixa Econômica Federal. O benefício é liberado conforme o Número de Identificação Social (NIS) de cada família. Nesta se-

gunda-feira (21), por exemplo, o pagamento foi liberado para as famílias que têm o cartão terminado com o número 2 e, para recebê-lo, devem ir às agências e aos postos de atendimento da Caixa. O benefício do Bolsa Família fica disponível para saque durante 90 dias e o valor repassado depende do número de membros da família, da idade de cada um e da renda declarada. O pagamento inclui também a complementação de renda do Brasil Sem Miséria, que garante às famílias uma renda mínima de R$ 70 mensais por pessoa.


MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2013

Geral

7

NOTA

Prossegue instalação da rede de esgoto no Mirante e no Jardim Guanabara

EDUCAÇÃO

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia mobiliza estudantes Atividades realizadas em quatro pontos específicos seguem até o dia 24. Nesta quarta-feira em paralelo às programações haverá a Feira de Ciências promovida pela UFRJ Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

U

ma semana com foco na popularização e divulgação da ciência para os estudantes e público geral. Assim é a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) de Macaé com o tema: “Ciência, Saúde e Esporte”. A programação teve início na manhã de ontem no auditório do Colégio Estadual Matias Neto e na Praça Veríssimo de Mello e segue até quinta-feira com diversas atividades a serem realizadas também na Praia do Pecado e no Laboratório de Pesquisa e Inovação em Ciências do Esporte / UFRJ, no Instituto Macaense de Metrologia. A previsão da equipe organizadora é de que ao decorrer dos três dias aproximadamente 2.500 estudantes participem das atividades. A programação consiste na apresentação de atividades interativas de ciência e tecnologia no Colégio Matias Neto (dias 22, 23 e 24 das 8h30 às 17h), Praça Veríssimo de Mello (dias 22 e 23 das 9h às 17h), Laboratório da UFRJ no Instituto Macaé de Metrologia e Tecnologia (dia 24 às 15h) e na Praia do Pecado (dia 23 das 14h às 16h). No Colégio Estadual Matias Neto, a programação conta com oficinas científicas, educativas e culturais promovidas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, exposição de projetos de pesquisa e extensão sob a temática "Promoção da Alimentação Saudável" - PET Saúde Nutrição. Além ainda de abordagem sobre os temas “Quais as medidas do seu corpo? Alimentação e atividade física para um crescimento saudável”, “Desenvolvendo o pensamento lógico através da ciência e arte no jogo de xadrez”, “Reações do Corpo Humano às Práticas de Atividade Física”, “Ações integradas do Espaço Ciência para a promoção do desenvolvimento socioambiental no Norte Fluminense”, “Mergulhar é praticar um esporte

saudável e se encantar pela vida bentônica”, “Pegadas do Passado - Geologia e Paleontologia sem mistério”, “Acidentes de lazer: prevenção e primeiros socorros”, “Suporte básico: a vida em suas mãos”, “Promoção da saúde e doenças sexualmente transmissíveis/hiv/aids/hepatites virais: conhecimento como mediador na prevenção”, “Consegue me ouvir?”, “Amamente e alimente: incentive essa ideia!”, “Educação ambiental e sustentabilidade através do gerenciamento de resíduos químicos”, “Experimentando a experimentação”, “Brinca que Melhora: interfaces entre o lúdico e o artístico na promoção da saúde”, “Tudo vira arte: o ritmo da reciclagem”, “Canta Ciência”, “Tabela Periódica: a descoberta!”, “A ciência no esporte”, “Neurociências para Todos”, “Você sabe se é 12 por 8?”, “Plantas Medicinais”, “Promoção da Saúde de Adolescentes em Macaé-RJ: A Integralidade e a Qualidade de Vida”, “Gerando Energia Renovável”. Haverá ainda Oficina de Capoeira Angola e exposição de projetos de extensão na área de Nutrição inseridos no Programa Interdisciplinar de Promoção da Saúde - PIPS/PROEXT 2013. E além das atividades de cunho cientifico, a programação de ontem contou também com a apresentação do grupo de capoeira da UFRJ Macaé. O grupo coordenado pelo professor Gustavo Camargo é formado por alunos da universidade. É considerado o primeiro trabalho de extensão voltado para o esporte. “Por meio desse evento a UFRJ está promovendo a divulgação cientifica de pesquisas que são feitas na universidade. Além ainda de promover a interação entre os onze cursos oferecidos pela instituição e os alunos que hoje estão matriculados no ensino fundamental e médio, e que em alguns anos estarão na educação superior”, ressaltou a professora e coordenadora de extensão Christine Ruta. A estudante do 8º período do curso de Biologia da universida-

de e atuante do laboratório de invertebrados da instituição, Roberta de Freitas destaca a importância da interação entre a universidade e as escolas participantes. “A gente percebe o interesse dos alunos em conhecer nosso trabalho e com essas iniciativas muitos acabam despertando o interesse pela ciência e isso é muito legal. É uma oportunidade que eles têm para vivenciarem algo diferente do que é mostrado em sala de aula. Aqui, por exemplo, a gente trouxe várias espécies de animais marinhos e estamos falando sobre cada um deles”, disse. “Essa é a primeira vez que estou participando do evento e gostei. A gente tem a oportunidade de aprender muita coisa, várias temáticas estão sendo abordadas”, lembrou a estudante do segundo ano do ensino médio, Marcela Valéria. Já Rafaela Abreu, do 9º ano, ressaltou que uma das atividades que mais despertou sua atenção foi o “espaço ciência”. “São atividades interessantes e que despertam nosso interesse”, disse. A programação completa das atividades está disponível em www.macae.rj.gov.br. As atividades estão sendo organizadas pela Prefeitura de Macaé através das secretarias de C&T, secretaria de Educação e a Universidade Federal do Rio de Janeiro- UFRJ/Campus Macaé, tendo a participação efetiva do Instituto Nossa Senhora da Glória-INSG e Instituto Federal Fluminense (IFF) com apoio da Casa da Ciência da UFRJ e do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação. Na Praça Veríssimo de Mello a programação vai contar com oficinas científicas, educativas e culturais promovidas pelo Instituto Nossa Senhora da Glória -INSG /Castelo. Além ainda da realização de oficinas interativas e lúdicas, difundindo conceitos da ciência relacionados ao meio ambiente, computação gráfica, robótica, domótica, empreendedorismo, alguns processos químicos relacionados à

KANÁ MANHÃES

Evento tem como principal objetivo promover a divulgação científica para os estudantes indústria de oil & gás. Já na Praia do Pecado haverá a prática de slackline promovida pelo Instituto Federal Fluminense (IFF). Serão apresentados à população os conceitos da Física utilizados para manter

o corpo em equilíbrio na fita. E no Instituto Macaense de Metrologia haverá atividades no laboratório de inovação em Ciências do Esporte promovida pela UFRJ/Macaé. Na oportunidade serão desenvolvidas ati-

vidades com os participantes a fim de aplicar ações de monitoramento da condição física e nutricional com avaliações nutricionais, antropométricas, habilidades motoras, bioquímicas e posturais (entre outros).

Feira de Ciências será a atração de hoje no Matias Neto evento é uma iniciativa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) campus Macaé Professor Aloísio Teixeira. Na oportunidade haverá apresentação de trabalhos de alunos das redes municipal, estaduais e particulares. Os autores dos cinco melhores trabalhos vão receber uma bolsa “Jovem Talentos” do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). “Este ano os participantes

também vão concorrer à participação na FECTI - Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro e à FEBRACE - Feira Brasileira de Ciência e Tecnologia, onde terão a oportunidade de expor seus trabalhos e principalmente trocar experiências com outros participantes”, explicou o coordenador da feira, o professor Leonardo Moreira. O evento, cujos preparativos vêm sendo realizados desde o

início do ano letivo, tem como objetivo promover a enculturação científica da população macaense e de seu entorno, como também contribuir para mudanças significativas da educação básica, visando sua efetiva melhoria e terá como tema Ciência, Saúde e Esporte. Além ainda de acentuar o estímulo à investigação, à criatividade, ao raciocínio lógico e à capacidade de pesquisa, visando à autonomia intelectual.

POLO AJUDA

UFRJ inaugura auditório com curso sobre crack e outras drogas Atividades, coordenadas pelo Centro Regional de Referência sobre Drogas - CRR - UFRJ foram destinadas a Agentes Comunitários de Saúde da cidade e região na manhã de ontem (22) a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Campus Macaé Professor Aloísio Teixeira, Polo Ajuda, realizou a solenidade de inauguração do auditório do polo. A cerimônia foi marcada pela realização do Curso de Intervenção Breve e Aconselhamento Motivacional em crack e outras drogas. As atividades promovidas pelo CRR - UFRJ/Macaé, Centro de Formação Permanente para Profissionais na área de álcool, crack e outras drogas foram voltadas para Agentes Comunitários de Saúde e Redutores de Danos, Agentes Sociais e profissionais que atuam nos Consultórios de Rua. A inauguração das atividades contou com a participação do diretor do Campus UFRJ Macaé, professor Gilberto Zanetti, que ressaltou a importância de iniciativas como esta que

aproximam a universidade dos problemas reais de saúde dos municípios da região. Já a aula inaugural foi dada pelo professor convidado Dr. Pedro Gabriel Godinho Delgado, do Instituto de Psiquiatria -IPUB, UFRJ, que apresentou um panorama sobre as Políticas Públicas sobre Drogas e da sua história no Brasil. O professor foi coordenador Nacional de Saúde Mental do Ministério da Saúde de 2000 a 2010, período em que o Brasil criou uma política de saúde clara para a questão de álcool e drogas como problema de saúde pública. A previsão é de que mais três cursos sejam oferecidos, ao longo do próximo ano, para outros profissionais da saúde e da assistência social. Na lista estão: o Curso de Gerenciamento de Casos e Reinserção Social de Usuários de Crack e outras Drogas para Profissionais das Redes SUS e SUAS, o Curso de Atenção Integral aos Usuários de Crack e outras Drogas para Profissionais atuantes nos Hospitais Gerais e o Curso de Aperfeiçoamento em Crack e outras Drogas para Médicos atuantes no Programa de Saúde da Família - PSF e no Núcleo de Assistência à Saúde da Família.

KANÁ MANHÃES

O evento foi coordenado pela professora do curso de Medicina da UFRJ Macaé, Erotildes Maria Leal, psiquiatra, pósdoutora na área de álcool e outras drogas pela Universidade de Toronto, Canadá. De acordo com ela, o projeto é financiado pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria Nacional de Políticas de Drogas. “Este Centro tem a missão de

capacitar trabalhadores do Sistema Único de Saúde- SUS e do Sistema Único da Assistência Social- SUAS de 13 municípios das regiões da Baixada Litorânea e Norte Fluminense para o manejo de problemas decorrentes do uso de álcool, drogas e crack como questão de saúde pública”, explicou. Os municípios contemplados são Araruama, Arraial do Cabo,

O curso foi ministrado pelo professor convidado Dr. Pedro Gabriel Godinho Delgado, do Instituto de Psiquiatria -IPUB, UFRJ

Búzios, Cabo Frio, Carapebus, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Iguaba, Macaé, Quissamã, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia e Saquarema. Erotildes lembra que há no Brasil, 30 Centros como este. “Este primeiro curso recebeu participantes de nove municípios (Araruama, Buzios, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Iguaba Grande, Macaé,

Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia e Quissamã). As atividades assim como as demais a serem oferecidas estão sendo apoiadas pelos secretários de saúde dos municípios participantes, que liberam os seus profissionais para participar e colaboram viabilizando o transporte”, disse. A coordenadora ressalta ainda que o Conselho de Secretários Municipais de Saúde - COSEMS, também está apoiando esta iniciativa e que Prefeitura de Macaé também apoiou as atividades do Centro cedendo, para coordenar as suas atividades acadêmicas, a psicóloga Ruth Escudero, especialista na temática de álcool e drogas. Além disso, oito alunos dos cursos de Medicina e Enfermagem são monitores, apoiando e servindo de referência para os municípios participantes. Para os participantes, uma oportunidade para obter novos conhecimentos e trocar experiências. “Foi uma discussão interessante, a gente pôde tirar dúvidas. Gostei da iniciativa”, disse a participante de São Pedro a Aldeia, Débora da Costa. “Também gostei. Pude tirar dúvidas e obter assim mais conhecimentos”, pontuou Rucilene Carvalho, de Búzios.


8 Geral

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2013

MANUTENÇÃO

Moradores pedem reparo de buraco em rua na Malvinas Segundo o relato de algumas pessoas, o problema persiste há mais de um mês Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

C

ansados de esperar pela boa vontade das autoridades, os moradores e comerciantes da comunidade da Malvinas abordaram a equipe de reportagem do jornal O DEBATE na tarde da última segunda-feira (21), para relatar os transtornos causados por conta de um buraco na rua José Maior (Principal). De acordo com eles, o buraco teria aberto sozinho, provavelmente por conta dos alagamentos, que são comuns no local. O comerciante Anivaldo ressalta que muitos moradores já solicitaram o reparo, porém até agora nada foi feito. “Já fizemos a solicitação à prefeitura, inclusive já fomos até lá pessoalmente pedir pelo amor de Deus para tomarem uma providência e nada foi feito. Eles nem vieram aqui ainda ver a situação. Isso está aberto há mais de um mês e ninguém toma uma atitude. Está perigoso. Tiveram duas pessoas que caíram aí, inclusive uma criança. Quando chove, isso tudo alaga, ficando mais perigoso ainda. O risco de um carro bater aqui ou um motoqueiro cair é grande”, conta. A manutenção das vias está prevista dentro do Código Brasileiro de Trânsito (CBT),

que garante que é dever das autoridades promover um trânsito seguro e de qualidade. De acordo com o Art. 1º, “o trânsito, em condições seguras, é um direito de todos e dever dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito, a estes cabendo, no âmbito das respectivas competências, adotar as medidas destinadas a assegurar esse direito”. Procurada, a prefeitura explicou que a manutenção do local já está no cronograma de ações da secretaria de Limpeza Pública e Manutenção, que atualmente mantém equipes espalhadas pela cidade realizando inúmeras intervenções como nos bairros Campo d'Oeste e Centro. A previsão é de que os trabalhos cheguem nas Malvinas ainda essa semana. Enquanto isso, a população pode tomar medidas simples no cotidiano para evitar acidentes e prejuízos causados pela falta de infraestrutura adequada. Sempre procure manter a velocidade permitida ao entrar em uma via, pois dessa forma, o motorista pode ver se ela se encontra em boas condições; no período da noite ou em dias chuvosos a velocidade deve ser reduzida; o motorista deve estar atento, evitando distrações, como conversar, mexer no rádio ou falar ao celular (situação que é considerada in-

WANDERLEY GIL

Prefeitura diz que a manutenção no local já está no cronograma e a previsão é que seja feita ainda essa semana fração de trânsito). Se por um lado algumas regiões da cidade ainda aguardam pelos serviços de reparo

e manutenção, outros vêm recebendo ações, caso do Bairro da Glória. Desde o início da semana passada ele vem rece-

bendo ações de manutenção, como pintura de meio fio, reparo de vias, varrição e capina. A princípio os trabalhos de-

vem ser concluídos ainda essa semana, contudo, a conclusão está condicionada a condições climáticas.

PREVENÇÃO DE ACIDENTES

CVT Macaé realiza primeira SIPAT Iniciativa tem como objetivo conscientizar alunos e empresas locais sobre questões de saúde, segurança do trabalho e meio ambiente O Centro Vocacional Tecnológico de Macaé (CVT) realizou na tarde de ontem a

abertura oficial da Primeira Semana de Prevenção Interna de Acidentes do Trabalho- SIPAT promovida pela Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), do governo estadual. O evento tem como principal objetivo conscientizar alunos e empresas locais sobre questões de saúde, segurança do trabalho e meio ambiente, tem como foco a redução do número de acidentes no ambiente de traba-

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPEBUS Gabinete do Prefeito LEI 581/2013 Concede Reajustes nas Tabelas de Vencimentos de Pessoal do Magistério Público Municipal, estabelecidas pela Lei Municipal n.° 265 de 30/05/ 2003. A CÂMARA MUNICIPAL DE CARAPEBUS DELIBEROU e eu PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CARAPEBUS SANCIONO a seguinte LEI: Art. 1o . O Anexo II da Lei Municipal nº 265, de 30 de maio de 2003, passa a vigorar com os novos valores conforme o Anexo Único desta Lei. Art. 2o . Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário, produzindo seus efeitos financeiros a contar de 01/10/2013. Carapebus, Gabinete do Prefeito, em 17 de outubro de 2013. Amaro Fernandes dos Santos Prefeito Municipal ANEXO ÚNICO

lho e, dessa forma, contribuir para melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores e suas famílias. A Prefeitura de Macaé está participando das atividades por meio de palestras do secretário de Trabalho e Renda, Alexandre Fernandes dos Santos; da psicóloga do Núcleo de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/ Aids), da secretária de Saúde, Júlia Cristina Abreu Pereira;

e da bióloga da secretaria de Ambiente, Lívia Xavier. A abertura do evento contou com a palestra “Histórico do Centro Vocacional Tecnológico, mudanças de foco para a área de construção civil e necessidades futuras”, ministrada pela coordenadora do CVT-Macaé, Tânia Jardim. O primeiro dia de evento contou ainda com a palestra “As perspectivas do município de Macaé para

TABELA DE VENCIMENTOS DO QUADRO DE PESSOAL DO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL DE CARAPEBUS

JORNADA DE TRABALHO: 25 (vinte e cinco) horas semanais. B

C

D

E

F

G

H

1.089,44

1.143,91

1.201,11

1.261,16

1.324,22

1.390,43

1.459,9 5

EXTRATO DE TERMO ADITIVO Termo Aditivo 02 /2013 ao Contrato: 030/2011 Processo Administrativo: 00297/2013 Empenho prévio por estimativa: 000304/2013 Contratada: R.P.FILHO SERVIÇOS HIDRÁULICOS LTDA Contratante: FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE MACAÉ - FUNEMAC Valor total estimado do Contrato: R$ 21.600,00 (vinte e um mil e seiscentos reais). Prazo: Doze meses Programa de Trabalho: 123640044.2.112 Elemento de Despesa: 33903999 Fiscal do Contrato: Régis Pinheiro Nogueira - Matricula nº 22169. Objeto: Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de locação de Containeres.

Alexandre de Azevedo Presidente da FUNEMAC

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPEBUS Secretaria Municipal de Administração Gabinete do Prefeito PORTARIA Nº. 3762/13

PROFESSOR II JORNADA DE TRABALHO: 25 (vinte e cinco) horas semanais. A

B

C

1.201,53 1.362,76 1.430,89

D

E

F

G

H

1.502,44

1.577,57

1.656,44

1.739,25

1.826,22

PEDAGOGO JORNADA DE TRABALHO: 25 (vinte e cinco) horas semanais. A

B

1.201,53 1.362,76

KANÁ MANHÃES

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Macaé Fundação Educacional de Macaé - FUNEMAC Superintendência Administrativa

PROFESSOR I

980,10

se ocupacional como fator de risco”, “Doenças sexualmente transmissíveis”, “Motivação”. A exibição do filme “Segurança do trabalho - riscos da construção civil” e coffee break também fizeram parte da programação.

Macaé, 22 de outubro de 2013.

ANEXO II

A

o ensino profissionalizante: parcerias” ministrada pelo secretário de trabalho e renda do município de Macaé, Alexandre Fernandes dos Santos. Além ainda dos temas “Segurança do Trabalho”, “Saúde - estres-

C

D

E

F

1.430,89

1.502,44

1.577,57

1.656,44

Amaro Fernandes dos Santos Prefeito Municipal

G

H

1.739,25 1.826,22

O PREFEITO MUNICIPAL DE CARAPEBUS, no uso de suas atribuições legais, e CONSIDERANDO o Processo 6959/13 de 22/10/13 do Gabinete do Prefeito- GAB. RESOLVE: Art. 1º EXONERAR o servidor/cidadão Adriano Couto Lima, mat. 22004 do cargo de Subsecretário Municipal de Planejamento, a partir de 21/10/13 e NOMEAR no cargo comissionado de, Gerente Geral Manutenção e Supervisão Obras Públicas, a partir de 22/10/13. Art. 2º - Esta Portaria passa a surtir a partir da data de sua publicação. Carapebus, Gabinete do Prefeito, em 22 de outubro de 2013. Amaro Fernandes dos Santos Prefeito Municipal

Programação segue nesta quarta-feira a partir das 15h e na quinta-feira a partir das 16h ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL (Criado Pela Lei Municipal nº. 1.654/1995; Reestruturado pela Lei Municipal n° 2.965/2007 e 3.764/2011 de 27/03/12) EDITAL 18/2013 A Presidenta do Conselho Municipal de Assistência Social – COMAS, Altina Pinheiro Dantas, no uso de suas atribuições, convoca os Conselheiros Titulares e Suplentes para Reunião Extraordinária a realizar-se no dia 25 de outubro de 2013 (sexta-feira), 1ª Convocação às 10h; 2ª Convocação às 10h30, na sede do COMAS, sito à Travessa Ari Schueller Pimentel, nº 25, Centro – Macaé (próximo ao Conselho Tutelar), conforme abaixo: Pauta: 1. Apreciação e Aprovação de prestação de contas da utilização dos recursos do IGD-M referente ao exercício de e 2012 (co-financiamento federal) Altina Pinheiro Dantas PRESIDENTA DO CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL COMAS - MACAÉ


MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2013

SUS

Geral 9 ARQUIVO

Centro de Referência ao Diabético: usuários insatisfeitos criticam unidade Dessa vez, cidadãos reclamam da estrutura, condições de trabalho e escassez de aparelhos Tamara Lima tamara@odebateon.com.br

A

melhoria da saúde pública está sendo solicitada pela população cada vez mais. Na manhã de ontem (22), nossa equipe de reportagem recebeu uma denúncia contra o Centro de Referência ao Diabético, unidade ligada à secretaria municipal de Saúde. De acordo com as reclamações, o local encontra-se em ruína total, não possui aparelhos para

a aferição e ainda apresenta uma enorme casa de cupim, que coloca usuários e funcionários em risco. Cyro Cabral é morador do bairro Granja dos Cavaleiros. Ele fez a denúncia e conversou com a nossa equipe. “Tenho diabetes há quase 15 anos. Não podemos ficar sem os aparelhos. Isso compromete a nossa saúde. O local de atendimento encontra-se em péssimas condições. É preciso reverter esse quadro da saúde

na cidade”, disparou. Nossa equipe compareceu ao local. Conversamos com uma funcionária que pediu para não ser identificada. Ela confirmou todas as denúncias. Lúcia Carvalho é moradora do bairro Novo Visconde. Segundo ela, quem precisa do Sistema Único de Saúde (SUS) sofre muito. “A saúde é precária em todas as cidades, não é só em Macaé, porém o governo municipal não pode deixar a população sofrer

desse jeito”, criticou. Dr. Diego Rodrigues é Diretor Técnico do Centro de Referência ao Diabético. Segundo ele, o local encontra-se em fase de mudança. “Estamos de mudança para o bairro Imbetiba, para melhorar o atendimento dos pacientes e o prazo será no máximo até o final deste mês. Quanto às denúncias da falta de aparelho, peço para a população procurar a ouvidoria da prefeitura para esclarecer melhor a situação. A partir de agora,

os pacientes que necessitam de fitas e aparelhos para a aferição, precisam comparecer à Farmácia Popular. A entrega não será mais pelo Centro de Referência”, declarou o diretor técnico. A prefeitura informou, em nota, que buscando oferecer melhores condições de atendimento, estão sendo adequadas novas instalações para o Centro de Referência ao Diabético, que funcionará na Imbetiba. A previsão é de que o local já esteja em

funcionamento a partir da próxima semana, mas a data ainda está sendo definida. Em relação ao fornecimento dos aparelhos de medição, somente este ano foram entregues 900 aparelhos e uma nova remessa está prevista para chegar nos próximos dias. De acordo com a prefeitura, além das novas instalações, outras melhorias estão sendo planejadas para o atendimento aos diabéticos na cidade e serão apresentadas em breve.

EVENTO

Semana Científica segue até hoje O Programa de Atenção Integral à Saúde do Idoso da prefeitura, em parceria com as Instituições Casa do Idoso e Recanto dos Idosos, promoveram a Primeira Semana Científicade Longa Permanência, em benefício da terceira idade o programa de Atenção Integral à Saúde do Idoso da prefeitura, em parceria com as Instituições Casa do Idoso e Recanto dos Idosos, iniciou na última segunda-feira (21), a Primeira Semana Científica de Longa Permanência, em

benefício da terceira idade. O evento acontece até hoje (23), no Auditório do Hospital São João Batista do município, localizado na rua Dr. Luiz Belegard, no Centro da cidade. O horário das palestras é das 18h às 20h30. Na última segunda-feira (21), a assistente social do Ministério Público, Josiane Carvalhal, abordou o tema: importância no atendimento ao idoso em situação de vulnerabilidade. Já a promotora de justiça da Promotoria de Justiça Civil, Drª Regiane Cristina Dias Pinto, falou sobre idosos em situação de risco- o papel do poder público.

Na última terça-feira (22), o médico oncológico e diretor administrativo da Irmandade São João Batista, Dr. Sávio Mussi, ministrou a palestra: cuidados paliativoso estado da arte. Ana Lúcia Couto, psicóloga é mestre e doutora em Psicossociologia pela UFRJ, e professora do curso de Psicologia da Universidade Estácio de Sá. Ela abordou o tema: reflexões sobre a finitude. Nesta quarta-feira (23), Drª Renata Borba de A. Oliveira, mestre em Nutrição Humana pela UFRJ e doutora em Ciências pela UERJ, vai falar

sobre: alimentação dos idosos sob vigilância e prevenção e tratamento de úlceras por pressão. Drª Ângela Carlos do Amaral é enfermeira e coordenadora da Comissão de Pele do Hospital Ferreira Machado e da Unidade de Tratamento de Lesões do Hospital São José da cidade de Campos dos Goytacazes. A gerente do Programa de Atenção Integral à saúde do Idoso., Dra. Ana Lúcia, disse que o objetivo do evento é capacitar os profissionais dos serviços de atenção ao idoso e os cuidados que o poder público e a sociedade precisam ter com essa parte

da população. “Existem muitas pessoas carentes e as instituições são fundamentais para o município. Porque muitas pessoas carentes precisam de cuidados e atenção. Então, através de ações dos órgãos públicos, é possível melhorar a qualidade de vida dessas pessoas. Além disso, é preciso ser oferecido muito cuidado para os idosos”, disse Os interessados em participar do evento poderão se inscrever pelo telefone: (22) 2759-9504 das 8h às 17h, ou através do e-mail: paisimacae@gmail.com. A entrada é gratuita.

Estatuto do Idoso A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República instituiu a Lei de n°10741/2013, pelo Estatuto do Idoso, que diz: "A pessoa com idade igual ou superior a 60 anos goza de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem prejuízo da proteção integral de que trata esta Lei, assegurandose-lhe, por lei ou por outros meios, todas as oportunidades e facilidades, para preservação de sua saúde física e mental e seu aperfeiçoamento moral, intelectual, espiritual e social, em condições de liberdade e dignidade.


10 Esporte

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2013

KARATÊ

Karateca Adenílson Aprígio conquista Campeonato de Karatê em Foz do Iguaçu-RS

BASQUETE WEVERTHON MANHÃES

Campeonato aconteceu entre 12 e 13 deste mês DIVULGAÇÃO

Tamara Lima tamara@odebateon.com.br

O

karateca Adenílson Aprígio dos Santos venceu o Campeonato de Karatê, na cidade de Foz do Iguaçu-RS. O campeonato ocorreu entre os dias 12 e 13 de outubro. O atleta representa o município em várias competições no Brasil e no mundo, o que o torna renomado e querido pelo público. Adenílson Aprígio conversou com a nossa equipe de reportagem. “Dei o melhor de mim nesta luta e foi muito emocionante. Não sabia que eu era tão querido na cidade de Foz do Iguaçu. Foi uma responsabilidade muito grande. Tive que fazer bonito para as pessoas que estavam torcendo por mim”, disse emocionado o atleta. O karateca falou muito bem dos organizadores da competição. “O evento foi muito organizado e fui muito bem recebido por toda a comissão técnica. O ginásio ficou tão lotado, que quase não foi possível escutar os árbitros. Com isso, me senti com uma grande responsabilidade de trazer o título para a cidade de Macaé. Fui muito aplaudido na cidade de Foz do Iguaçu e elogiado pela comissão. Isso me trouxe muita alegria”, declarou. Segundo o atleta, o campeonato tornou-se muito mais emocionante para ele e outros participantes, porque dentre tantos convidados importantes no karatê estava o presidente da Confederação Brasileira de Karatê (CBK), Luiz Carlos Cardoso Nascimento. “O campeonato ficou muito mais emocionante para os karatecas, isso porque entre os presentes estava o presidente da Confederação Brasileira de Karatê (CBK), Luiz Carlos Cardoso do Nascimento, o presidente paranaense de karatê Aldo Lubes, Roberto Takeshi Fucuchi , que é presidente da Gojuryu Sigokan Karatê do Kyokai, na América do Sul e o vice-presidente e organizador do evento Nilson Rigor, entre outros convidados. Adenílson informou que foi convidado pelo vice-presidente do campeonato Nílson Rigor para fazer parte de sua equipe.

Macaé Basquete tem vantagens no playoff semifinal

Emocionado, Adenílson Aprígio sobe no lugar mais alto do pódio, com outros atletas O atleta ainda deixou um estimulante recado para os praticantes do esporte. “A mente pensa com vitalidade e exatidão e isso faz muito bem. O corpo é uma arma cuja eficiência depende da precisão com que se usa a inteligência. Praticar karatê é atravessar um rio de correnteza muito forte, onde só os determinados chegarão à margem”, declarou. O atleta agradece à Academia

Pró-Physic e ao Jornal O DEBATE pelo apoio. Com aproximadamente 30 anos de carreira esportiva e diversos títulos em seu currículo, Aprígio, que luta na categoria pesado, acima de 90 kg. Além deste título, o atleta é Bicampeão Mundial de Karatê, no Japão. O karateca já recebeu várias homenagens e é muito reconhecido não apenas em Macaé, como também no exterior.

Karatê Social além de se dedicar ao karatê como atleta, Aprígio também encontrou neste esporte uma maneira de descobrir novos talentos e resgatar crianças e adolescentes das ruas, deixando-as longe dos perigos e violência. Com uma experiência de 22 anos trabalhando em diversos projetos sociais, o atleta fundou seu próprio projeto, a Associação Michi de Karatê. Atualmente, Aprígio ensina a disciplina a 120 alunos de 6 a 18 anos nas comunidades do Âncora e Mar do Norte, em Rio das Ostras. O projeto já esteve ativo em Macaé com a participação de 100 crianças, porém, a falta

de apoio não permitiu que o professor desse continuidade ao trabalho. “Infelizmente as portas não se abriram mais. Pais e alunos ainda nos procuram para saber quando voltaremos. Já ouvi mães falarem que as aulas mudaram de forma positiva o comportamento das crianças. Apesar das dificuldades tenho o objetivo de voltar com o projeto para Macaé. Nossos governantes deveriam valorizar mais os esportistas e conhecer a seriedade dos projetos sociais. Infelizmente o trabalho dos esportistas está sendo mais valorizado fora do município”, finalizou.

SÉRIE C

Ingresso para jogo do Macaé Esporte já à venda Foram disponibilizados 9.500 bilhetes com o preço promocional de R$ 5 para a torcida o torcedor macaense já tem compromisso marcado para este sábado (26), às 19h. Lotar o Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo e ser o 12º jogador do Macaé Esporte na segunda partida contra o Sampaio Corrêa, pelas quartas de final da Série C do Brasileiro. No jogo de ida, o rival venceu por 5 a 3 e agora obriga os comandados do Gérson Andreotti a vencerem por dois gols de diferença. E para que a torcida compareça em peso, o clube já iniciou a venda antecipada dos ingressos em vários pontos

espalhados pela cidade. Foram disponibilizados 9.500 bilhetes com o preço promocional de R$ 5 para a torcida do Macaé (setores verde e vermelho do estádio). Vale ressaltar que o ingresso a R$ 5 para os torcedores já se refere ao valor de meia-entrada e, com isso, não serão disponibilizados bilhetes com preços diferenciados. Já as gratuidades só poderão ser adquiridas no dia do jogo, na bilheteria do estádio. Os que têm direito ao benefício (menores de 12 anos, deficientes físicos e idosos maiores de 65 anos) terão que acessar o estádio uma hora antes do início da partida. O procedimento é executado para preservar a integridade física dos torcedores. A venda antecipada será

realizada somente durante o horário comercial (das 9h às 17h), variando de estabelecimento para estabelecimento. Ao todo, foram disponibilizados 950 ingressos para a torcida do Sampaio Corrêa, que ficará no setor laranja do estádio. Os visitantes, porém, terão que desembolsar R$ 10 (inteira) e a venda será apenas a partir de quinta-feira (24), nas bilheterias do Moacyrzão. Só terá direita a meia entrada (R$ 5) o estudante que apresentar carteirinha. O torcedor do Sampaio Corrêa que comprar os ingressos da torcida macaense (setores verde e vermelho) não poderá ficar no setor reservado a sua torcida (laranja). TIAGO FERREIRA/SECOM

As gratuidades só poderão ser adquiridas no dia do jogo, na bilheteria do estádio

Macaé Basquete vence Campos e tem vantagem na semifinal Com o apoio da sua torcida, os macaenses foram superiores a fase de classificação do Campeonato Estadual chegou ao fim na noite de segunda-feira (21). O Macaé Basquete venceu o time de Campos dos Goytacazes por 82 x 73 (42 x 32 no primeiro tempo), no Ginásio do Tênis Clube, o “Juquinha”, no último jogo da etapa. A partida entre as duas equipes do norte fluminense foi bem disputada. Com o apoio da sua torcida, os ma-

caenses foram superiores e encaixaram bem a defesa, apesar de alguns erros de ataque. “Conseguimos uma vitória importante. Acho que a equipe não teve a produção que esperava para esta partida, mas acho que é normal. Toda equipe tem um dia que a bola não cai. Mas conseguimos, mesmo em um dia não tão inspirado ofensivamente, nos fortalecer na defesa e conquistar mais esta vitória contra Campos. Agora vamos focar no jogo decisivo da semifinal que vale a vaga para uma final inédita para Macaé”, declarou o técnico Léo Costa. Com a vice-liderança, o Ma-

caé Basquete tem vantagens no playoff semifinal de confirmação do segundo colocado. O primeiro jogo acontece contra Campos, no Automóvel Club Fluminense, na próxima quarta-feira (23). Caso o Macaé não vença esta partida, uma segunda acontece no Juquinha, na sexta-feira (25). O vencedor faz a final contra o Flamengo em uma disputa de melhor de três. O primeiro jogo acontece na casa do segundo finalista, no dia 28 de outubro. O segundo e o terceiro, caso seja necessário, acontecem nos dias 30 de outubro e 1º de novembro, na Gávea.


Noticiario 23 10 13