Issuu on Google+

WANDERLEY GIL

POLÍTICA

Audiência da telefonia acontece na segunda Usuários são convidados a participar de reunião que acontece na Câmara pág. 3 WWW.ODEBATEON.COM.BR • MACAÉ (RJ), SÁBADO, 14 DE SETEMBRO DE 2013 • ANO XXXVIII • Nº 8190 • FUNDADOR/DIRETOR: OSCAR PIRES • O JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO DO MUNICÍPIO • R$ 1,00

Setor empresarial e a academia iniciam discussão sobre inovação Governo avalia como positivo o posicionamento de representantes de instituição de ensino superior e membros da indústria do petróleo que cobraram discussão aproximada sobre o Parque Tecnológico pág. 3

Pagameto do Proeis segue em atraso

POLÍCIA

KANÁ MANHÃES

Prefeitura alegou que contrato foi interrompido. Processo será modificado e projeto retomado. pág. 5

Caminhão carregado de gás tomba na RJ-106

na manhã de ontem (13), um caminhão carregado de gás de cozinha tombou na RJ-106, a rodovia Amaral Peixoto, no trecho próximo a Cabiúnas, próximo ao trevo de Carapebus. O motorista do veículo não sofreu ferimentos. Logo após a queda,, os Bombeiros iniciaram o resfriamento da carreta. pág. 5

PM lotado em Macaé morre em acidente

COTAÇÃO

Colisão foi registrada na Estrada Serramar, na RJ 142 pág. 5

Dólar C. Dólar V.

R$ 2,2800 R$ 2,2810

TEMPO EDUCAÇÃO

Polivalente realiza hoje o Dia da Família Atividades culturais e educativas serão iniciadas às 10h30 pág. 2

Orçamento Participativo promoverá visitas

Logo após o acidente, que ocorreu por volta das 7 horas da manhã, os Bombeiros iniciaram o resfriamento da carreta

31º C 18º C

CIDADE

Obras do PAC 2 são retomadas e contemplam áreas da Ajuda As obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Fase 2, que contemplam os bairros Nova Esperança e Ajuda, foram retomadas a todo vapor. Após terem sido paradas no início do ano, por causa de problemas burocráticos e auditoria, as obras de melhorias continuam pág. 7 WANDERLEY GIL

Chefes de sala do Enem serão capacitados

a participação popular na escolha de prioridades e na utilização da parcela do dinheiro público será uma ação conjunta com governo municipal e a população, através da nova edição do Orçamento Participativo. As 16 reuniões plenárias começarão a partir do dia 24 de setembro e o Complexo da Ajuda será o primeiro a ser contemplado. Os encontros definirão os delegados que defenderão a realização de projetos executados com verba carimbada. pág. 7

Treinamento será oferecido para quem aplicar o exame pág. 9

KANÁ MANHÃES

Equipe realiza a implantação de infraestrutura e saneamento em ruas do Complexo da Ajuda, onde obras mudam rotina dos moradores KANÁ MANHÃES

Estudantes participam hoje da Olimpíada de Matemática Neste sábado, 14 de setembro, alunos do ensino fundamental de 28 unidades de ensino do município vão participar da segunda etapa da 9ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). A prova discursiva será aplicada a partir das 14h30. A avaliação terá duração de três horas. pág. 2

Novo programa foi apresentado

Máxima. Mínima.

Fiscais e vereador discutem isonomia Equiparação de produtividade é analisada pelo governo pág. 3 DIVULGAÇÃO


2

MACAÉ, SÁBADO, 14 DE SETEMBRO DE 2013

Cidade

NOTA

Preço médio do minuto do celular cai 17% em um ano, diz Telebrasil

PROVA

Estudantes participam hoje da 2ª fase da Olimpíada de Matemática Em Macaé prova será aplicada no Colégio Estadual Luiz Reid, Colégio Estadual Matias Neto e no Colégio Municipal Raul Veiga, na Serra Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

N

este sábado, 14 de setembro, alunos do ensino fundamental de 28 unidades de ensino do município vão participar da segunda etapa da 9ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). A prova discursiva será aplicada a partir das 14h30 nos colégios: Colégio Estadual Luiz Reid, Colégio Estadual Matias Neto, ambos na área central, e Colégio Municipal Raul Veiga, na Serra. A avaliação terá duração de três horas. A relação completa com os nomes dos classificados para esta etapa da avaliação está disponível em <http://www. obmep.org.br>. De acordo com a prefeitura da cidade, no município, quinhentos e oitenta alunos da rede municipal vão participar. Entre eles estudantes do primeiro ao nono anos, educação de jovens e adultos e ensino médio. Os estudantes que chegaram a essa etapa vão concorrer a 500 medalhas de ouro, 900 de prata, 4,6 mil de bronze e até 46,2 mil certificados de menção honrosa, além de bolsas de estudos em Programas de Iniciação

Científica Jr. (PIC). E os professores, escolas e secretarias de educação também recebem prêmios. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), 954.863 estudantes do sexto ao nono anos do ensino fundamental e das três séries do ensino médio, em todo o país, vão participar dessa etapa da prova. Segundo dados da coordenação da Obmep, a primeira fase da Olimpíada de Matemática das Escolas Públicas recebeu inscrição de 47.144 escolas; 18,7 milhões de estudantes de 99,35% dos municípios. O país tem hoje 5.564 municípios. E, de acordo com dados da prefeitura, cerca de 20 mil estudantes do 6º ao 9º ano, Educação de Jovens e Adultos e Ensino Médio da rede municipal participarão da primeira fase da competição na cidade. Na primeira fase, a OBMEP se subdividiu no nível 1, composto por alunos do 6º ou 7º ano do ensino fundamental. Já no nível 2, estão os alunos matriculados no 8º ou 9º ano do ensino fundamental. E o nível 3 com alunos das três séries do ensino médio. A prova abrange uma coletânea com questões, sugestões e problemas, que destacaram as

KANÁ MANHÃES

De acordo com a prefeitura, no município mais de 500 alunos vão participar do exame edições anteriores das provas, com abordagens de aritmética e geometria. A Olimpíada é promovida pelos ministérios da Educação (MEC), da Ciência, Tec-

nologia e Inovação (MCTI) e pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e tem como finalidade estimular o estudo da matemática e revelar talentos na

área. A competição teve início em 2005 e, conforme dados institucionais, vem crescendo a cada ano e criando um ambiente estimulante para o estudo da matemática entre alunos e pro-

SÁBADO LETIVO

fessores de todo o país. A iniciativa visa ainda estimular e promover o estudo da matemática entre alunos das escolas públicas, assim como contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica; identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso nas áreas científicas e tecnológicas, incentivar o aperfeiçoamento dos professores das escolas públicas, contribuindo para a sua valorização profissional, contribuir para a integração das escolas públicas com as universidades públicas, os institutos de pesquisa e as sociedades científicas e promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento. O órgão lembra ainda que as Avenidas Agenor Caldas e Elias Agostinho serão fechadas desde as 7h para manter a fluidez no trânsito. Por isso, será preciso que os condutores estacionem seus veículos em ruas diferentes. E ainda com foco na segurança do evento e um bom funcionamento do trânsito, a operação contará com 25 agentes. “A secretaria de Mobilidade Urbana aconselha que os pedestres só façam a travessia das vias em locais seguros ou onde houver agentes de trânsito”, informou o órgão municipal.

KANÁ MANHÃES

Evento tem como objetivo promover a interação entre os alunos, professores e responsáveis

Escola Polivalente realiza hoje o Dia da Família na escola Evento vai contar com atividades culturais, educativas e artísticas. Programação começa às 10h30 Com o objetivo de aproximar os alunos, professores e responsáveis pelos estudantes, a Escola Municipalizada Polivalente Anísio Teixeira, situada no bairro Costa do Sol, vai promover neste sábado letivo (14), o Dia da Família na Escola. A programação vai acontecer às 10h30min. A unidade, situada no bairro Costa do Sol, conta com 970 estudantes do segundo segmento do ensino fundamental e educação de jovens e adultos (EJA). A previsão é que o Dia da Família na Escola seja marcado por diversas atividades culturais, educativas, brincadeiras e ações preventivas na unidade. Entre elas estão as atividades da equipe da Universidade Estácio de Sá, que vai realizar atendimentos como aferição de pressão

e orientações dirigidas para uma alimentação saudável. O final da programação será marcado por uma feijoada dançante. Segundo a secretária de Educação, Lúcia Thomaz, encontros e programações específicas como o Dia da Família na Escola visam reforçar o elo entre a comunidade escolar. “A aproximação da família na escola pode resultar em fatores positivos como maior diálogo com educadores e melhoria no processo ensino-aprendizagem dos estudantes”, disse. Os pais e alunos que participarem do Dia da Família na Escola no Colégio Municipal Polivalente Anísio Teixeira também terão a oportunidade de melhor conhecer o funcionamento da unidade, que recentemente contou com uma aula inaugural no laboratório didático de Ciências. A previsão é que na próxima quinta-feira (19), os alunos do 8º e 9º anos da unidade sejam os primeiros visitantes do local. Com a abertura do laborató-

rio, a intenção é atender os alunos do 6º ao 9º ano de escolaridade, que estudam nos turnos da manhã e tarde. A escola conta com 970 estudantes do segundo segmento do ensino fundamental e educação de jovens e adultos (EJA). O espaço contará com a atuação de professores das disciplinas de Ciências, Física, Química e Matemática, que lecionam na escola. Eles atuarão no local junto com monitores e estagiários da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Para isso, o laboratório foi dotado de equipamentos como microscópio acoplado à televisão, lupas, balança analítica, destilador de água, capela e pHmetro para análise. O laboratório é fruto de uma parceria entre a UFRJ e a Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) e contará com atuação e supervisão de professores da UFRJ e alunos bolsistas da FAPERJ.


MACAÉ, SÁBADO, 14 DE SETEMBRO DE 2013

Política

3

NOTA

Militantes do PT participam de Processo para Eleições Diretas (PED) que definirá rumos do partido pelos próximos dois anos

TECNOLÓGICO

Setor empresarial e academia abrem discussão sobre Parque

Governo avalia posicionamentos como positivo para a elaboração do projeto considerado como o mais ousado da atual gestão FLÁVIO SARDOU/SECOM

Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

A

o considerar o projeto do Parque Científico e Tecnológico como o mais "ousado", e que marcará a sua gestão, o prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) qualificou como positivo os posicionamentos dos representantes das instituições de ensino superior, que acompanham a evolução da produção do petróleo em Macaé e no estado do Rio de Janeiro, seguido pela defesa da Comissão Municipal da Firjan, que representou o setor empresarial, pela participação nas discussões relativas ao foco do modelo proposto pelo Executivo, que visa tornar Macaé a nova Capital da Inovação fluminense. Durante reunião especial, realizada em sala do prédio da Fundação Educacional de Macaé (Funemac), que antecipou o evento "Macaé - de Capital do Petróleo à Capital da Ciência, Tecnologia e Inovação", realizado na noite da última quinta-feira (12) na Cidade Universitária, representantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF) e do Instituto Federal Fluminense (IFF) acompanharam a apresentação exclusiva do projeto conceitual do Parque Tecnológico, assistida também por membros da Petrobras, da Organização Nacional da In-

Reunião entre empresários e membros da academia foi realizada pelo governo com parte importante do projeto do Parque dústria do Petróleo (ONIP), do Sebrae e da Comissão Municipal da Firjan. De início, a equipe responsável pela consolidação do Parque Tecnológico, liderada pela subsecretaria de Ciência e Tecnologia, apresentou as diretrizes seguidas para a concretização do projeto que segue atualmente em fase de aprovação do modelo de infraestrutura do espaço, que será implantado em área situada próxima à Cidade Universitária, local onde aconteceu a reunião. "Estamos buscando agora a

consolidação de questões objetivas, como a área onde será construído o Parque, as questões administrativas junto à prefeitura para que, assim, possamos iniciar um cronograma de discussões relativas ao foco do projeto", explicou o subsecretário de Ciência e Tecnologia, Joelson Tavares. Presente no evento, o subsecretário de Educação Profissional e Ensino Superior da secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, Augusto da Cunha Raupp, destacou o empenho do governo em concretizar o

projeto. "Nos surpreende, e muito, ver qu e o governo municipal está empenhado em concretizar o projeto. O que vemos são municípios desinteressados, que aguardam do governo do Estado e do governo federal a consolidação dessa proposta. Macaé trabalhou e caminhou muito rápido. Conte com o governo do Estado para a consolidação desse projeto. O envolvimento da indústria é importante, mas o comprometimento da prefeitura é fundamental para que essa

COBERTURA Maxwell presidirá Audiência Pública que abordará necessidade de melhorias no serviço de telefonia móvel em Macaé

Vereador convoca população para Audiência que discutirá telefonia a população macaense, afetada pela má qualidade na prestação de serviços por parte das operadoras de telefonia móvel, é convocada a participar da Audiência Pública que discutirá melhorias no sistema oferecido em Macaé, que acontecerá nesta próxima segunda-feira (16), às 18 horas, no plenário do palácio Cláudio Moacyr de Azevedo, sede do poder Legislativo municipal. A reunião é o resultado do

de forma conceitual, o projeto de infraestrutura do Parque Científico e Tecnológico foi aprovado pelos representantes das instituições de ensino superior, que representam a academia, e os membros do setor empresarial. Porém, a discussão sobre o foco de atuação do Parque deverá ser mais abrangente. Após assistir a apresentação do projeto, feita pelo analista da subsecretaria de Ciência e Tecnologia do município, Carlos Eduardo Lopes da Silva, o presidente da Comissão Municipal da Firjan, Evandro Esteves, reforçou a importância da discussão do projeto de forma mais próxima aos demais setores que formam a tríplice hélice para consolidação do projeto. "O conhecimento empresarial é a expertise do petróleo. O foco que a academia tem pode não ser o mesmo foco da indústria. Por isso é importante que os dois setores, que formam a tríplice hélice, sejam ouvidos de forma mais próxima", disse. O prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) avaliou como positivo o posicionamento dos setores. "O governo não quer a paternidade do projeto. Todos serão ouvidos e todos também precisam assumir suas responsabilidades sobre o projeto", disse.

BENEFÍCIO WANDERLEY GIL

Reunião acontece na próxima segunda-feira (16) e será conduzida por Maxwell Vaz (PT)

proposta se torne realidade", garantiu Augusto Raupp. No final da apresentação, o prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) afirmou que o projeto é um dos mais ousados do seu governo. "O considero ousado porque o Parque Científico planeja o futuro de Macaé, até mesmo após as discussões sobre o futuro do petróleo. O projeto é real e já faz parte do orçamento do município para 2014. As pessoas precisam participar, os setores precisam assumir suas responsabilidades e esse encontro promove essa interação", afirmou.

Instituições defendem participação

requerimento apresentado pelo primeiro vice-presidente da Câmara, o vereador Maxwell Vaz (PT). Aprovada no último dia 02, através do requerimento 118/2013, a Audiência Pública visa promover, entre as autoridades e representantes da sociedade civil, uma discussão entre as operadoras e a Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel, com objetivo de propor maior rigor na fiscalização e melhorias efetivas na qualidade dos serviços oferecidos aos usuários de telefonia móvel, prestados por todas as operadoras em atuação no município. "A falta de qualidade na co-

bertura do serviço gera sérios transtornos a toda a população de Macaé. Isso representa a necessidade imediata de melhorias em um serviço que é fundamental para uma cidade cuja economia é dinâmica. É inaceitável que a Capital Nacional do Petróleo não receba uma cobertura adequada do sistema de telefonia móvel. Problemas como esse não podem acontecer em cidades que possuem tamanha importância para o Estado e para o país", afirmou Maxwell Vaz. O vereador apontou ainda que já recebeu a confirmação da presidência da Agência Nacional das Telecomunicações

para a participação da audiência que deverá contar também com a presença de representantes das operadoras de telefonia que atuam em Macaé. Para Maxwell, a participação da sociedade macaense é fundamental para reforçar a necessidade de melhorias efetivas na cobertura do serviço. "Propomos esse encontro com objetivo de apresentar à Anatel e às operadoras de telefonia as queixas apresentadas pelos usuários, baseadas em números de reclamações registrados no Procon de Macaé, que fortalecem a necessidade de realização de melhorias imediatas", defendeu o parlamentar.

Fiscais e vereador debatem isonomia Proposta apresentada por Guto na Câmara fai discutida em reunião na Procuradoria fiscais municipais juntamente com o vereador Guto Garcia (PT), se reuniram na última quinta-feira (12), na Procuradoria do município com o objetivo de debater o projeto de lei que pretende equiparar o salário da categoria. O projeto também foi entregue no último dia 5 de setembro ao secretário de Admininstração, Adersom Souza, para uma avaliação durante reunião que contou com a presença de fiscais ligados às secretarias de Fazenda, Posturas, Obras, Controle Ambiental, Sanitário e de Transportes. O projeto de lei foi entregue à Procuradoria para avaliação e, segundo Guto, o órgão já estuda o processo de equiparação salarial, que segue em avaliação técnica. E após sua conclusão, será encaminhado ao prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) para sua determinação.

“Na reunião de quinta, os fiscais puderam apresentar diferentes documentos já avaliados pelos procuradores da administração anterior que indicam a necessidade de correção dessa pontuação entre as categorias. O que os profissionais buscam agora é a sua implementação”, declarou. O projeto que visa a equiparação salarial da categoria é uma das propostas firmadas durante a Audiência Pública dos Fiscais, ocorrida no último dia 29 de agosto. O vereador ressaltou, durante o encontro, o interesse que a categoria possui em tornar o processo mais democrático, concialiador e breve. "Esta questão vem sendo trabalhada dentro da melhor maneira possível, com representações de todas as categorias expondo seus pontos de vista, de forma calorosa e respeitosa. O papel do vereador e do prefeito aqui,tem sido apenas de apresentar os anseios desses profissionais e implantá-los da melhor maneira possível", declarou. DIVULGAÇÃO

Guto destacou posicionamento do governo favorável à proposta


4

MACAÉ, SÁBADO, 14 DE SETEMBRO DE 2013

Opinião EDITORIAL

NOTA

Procon pede esclarecimentos à Gol Linhas Aéreas Inteligentes sobre nova contagem de milhas

FOTO LEGENDA

Força da base econômica

WANDERLEY GIL

Em uma cidade reconhecida nacionalmente pelo ambiente favorável de negócios, Macaé precisa cuidar da “prata da casa”, micro e pequenas empresas que, ao acompanharem a evolução gerada pela indústria do petróleo, garantiram experiência que está sendo necessária ao processo de desenvolvimento econômico registrado por cidades da região.

A

voracidade da evolução da exploração e produção de petróleo na Bacia de Campos exigiu que empreendedores da cidade, antes ligados diretamente ao comércio da cidade, modificassem o foco, passando a atender as demandas apresentadas pelas empresas ligadas ao arranjo produtivo offshore. Após 30 anos de relevantes serviços prestados, os micro e pequenos empresários caminharam a passos largos, desenvolvendo um modelo próprio de atender um dos mais complexos e modernos setores econômicos, passando a oferecer produtos e serviços para grandes corporações do país e do mundo. Decerto a presença da Petrobras, tanto da Unidade de Operações da Bacia de Campos, quanto da base logística conhecida como Parque de Tubos, foi fundamental para a evolução das empresas genuinamente macaenses, que passaram pelo processo de transformação, que garantiu à Princesinha do Atlântico o reconhecimento como a Capital Nacional do Petróleo. Porém, devido à evolução, as micro e pequenas empresas passaram a ser encaradas pelo poder público como as gigantes multinacionais, principalmente no pagamento de impostos

que ajudam a inflar um dos maiores orçamentos públicos entre as cidades do estado do Rio de Janeiro. O processo tributário acabou dificultando a evolução gradativa das micro e pequenas empresas, exigindo do governo um olhar diferenciado nos cálculos relativos às contribuições. Incentivos fiscais passaram a ser uma das principais “saídas” para a sobrevivência dessas empresas, que agora alcançam voos mais altos, oferecendo produtos e serviços a empreendimentos como o Complexo Portuário do Açu, em andamento no município de São João da Barra. Medidas como a atualização e aprovação da Lei Geral da micro e pequena empresa, e dos reconhecidos empreendedores individuais, tornam-se necessárias a essa nova fase da economia local. O tão esperado desenvolvimento sustentável de Macaé, defendido pelas instituições que representam a indústria e o comércio de Macaé, só será alcançado à medida que a prata da casa passe a ser prioridade na administração da cidade. Diante da aproximação institucional criada pelo poder público, junto ao setor empresarial, novos ventos passam a soprar na economia local de Macaé.

ESPAÇO ABERTO A economia global O ambiente econômico e energético mundial vem passando por grandes transformações, notadamente nos últimos cinco anos. Sob o impacto de fatores, como a crise econômica de 2008, a expansão da produção de gás natural nos Estados Unidos e a crise nuclear japonesa, o tradicional equilíbrio de forças da balança global tremeu.

E

sse movimento fez disparar os radares da indústria automobilística, que, movida à eficiência, intensificou a busca de novas soluções para um mundo novo. Que novo mundo é esse? Um olhar rápido para o lado ocidental do globo revela uma Europa com problemas econômicos e disparidades não pequenas entre as regiões Sul e Norte do continente - a primeira com mais dificuldades que a segunda. O esforço do Japão para uma virada em sua economia resultou em um crescimento rápido no primeiro trimestre deste ano, mas atribuir peso às cifras de três meses seria desaconselhável diante das oscilações de humor dos mercados. Enquanto isso, os Estados Unidos receberam uma injeção de ânimo e tanto para sua recuperação, já em curso - a expansão da produção doméstica do gás natural, responsável por acentuado recuo na importação líquida de petróleo do país, e que baixou o custo local do gás para cerca de 20% do preço do petróleo. Trata-se de um efeito importante mesmo para uma grande economia, com ganhos de competitividade que podem ser tão espetaculares para os americanos quanto ameaçadores para os exportadores do produto, como a Rússia, que desde 2011 leva gás natural diretamente à Alemanha via mar Báltico e tem planos para outros países da União Europeia. Falando em Rússia, na raia dos emergentes chamados BRICS, as perspectivas continuam melhores que as da Europa, do Japão e dos EUA, mas o atrativo dos países que dão nome a essa sigla não é mais o mesmo, e permanece mais por conta de seu famigerado potencial do que propriamente pela confiança que sua estabilidade política e econômica, e seus históricos problemas estruturais inspiram nos investidores. No Brasil, os efeitos adicionais positivos dos eventos esportivos e da supersafra agrícola são inegáveis, mas o país não cresce como se esperava e ainda se debate na deficiência de sua infraestrutura. Vale lembrar que, na área energética, a solução etanol supre apenas 50% das necessidades brasileiras, considerando-se nessa conta os veículos comerciais pesados, mo-

vidos a diesel. O tigre asiático chinês diminui sua velocidade de crescimento e já não produz tão barato quanto antes, superado pelo Vietnã. A Índia tem potencial, mas tem também problemas de ordem sociocultural que atrapalham seu desenvolvimento e assustam investidores. Em meio a tantas nuances do cenário mercadológico internacional e disputas por parcelas de mercados, o caminho da indústria é o de sempre - o aprimoramento contínuo para eficiência e competência cada vez maiores. Dona de produtos de alta complexidade para consumidores exigentes e em constante mudança, a indústria automobilística percebeu muito cedo que precisava fazer muito mais que a lição de casa. Partiu para a modularização na manufatura para melhorar a flexibilidade e a velocidade da produção com custos menores, e intensificou esforços no desenvolvimento de tecnologias para veículos cada vez mais econômicos no consumo de combustível e emissão de poluentes, com novos motores e materiais mais leves. O desafio, entretanto, permanece, e cresce exponencialmente a cada nova cartada no jogo da matriz energética mundial e novidades tecnológicas alcançadas por este ou aquele fabricante. O que vai ser? Elétricos? Híbridos? Petróleo? Gás natural? Diesel? Biodiesel? Etanol? Aço? Alumínio? De qualquer forma, os novos tempos nos avisam que inovação é a resposta. A complexidade e a importância desse tema para o futuro e o desenvolvimento científico da engenharia em âmbito mundial nos empurram para o debate. Por essa razão o Comitê Internacional do Congresso SAE BRASIL 2013, que se realizará de 7 a 9 de outubro, convidou uma seleção de líderes da indústria automotiva mundial para o debate. Os executivos também apresentarão estudos e falarão de estratégias de suas empresas para o enfrentamento de realidades instantâneas de mercados em constante ebulição, e de seus resultados. Decerto será uma experiência valiosa para ensaiarmos os próximos passos. Horst Bergmann Diretor do Comitê Internacional do Congresso SAE BRASIL

É triste a situação enfrentada por usuários de agências bancárias de Macaé. Por ser a principal, a unidade da Caixa Econômica Federal, situada na avenida Rui Barbosa, registra a movimentação diária de milhares de clientes e correntistas, situação que acaba gerando filas e muito tempo de espera. Em dias importantes, como os próximos a pagamentos, as pessoas precisam aguardar, até mesmo do lado de fora do prédio, para ter acesso ao atendimento

PAINEL Peso I

Cuidado

Em meio a série de atividades que estão sendo realizadas pelo governo nesse primeiro ano de gestão, o cuidado com o espaço público tem feito a diferença na rotina da população da cidade. Apesar de enfrentar ainda problemas, como congestionamentos e a grande demanda do transporte público, a reforma do jardim do monumento ao petróleo, que divide as pistas das Linhas Azul e Verde, tem chamado a atenção das pessoas que passam pelo local.

Porém, bem antes de ser inaugurado, o elevado já foi marcado por pichações, ato que vem se tornando uma verdadeira “praga” em Macaé nos últimos dias. Assim como a estrutura importante para a segurança dos motoristas macaenses, e os que cruzam o perímetro da cidade, prédios públicos, imóveis comerciais e residências também são alvos da prática realizada por membros de facções criminosas e por vândalos.

Peso II

Defesa

Inscrições

Peso III

Mudança

PED

O evento realizado na noite da última quinta-feira (12) pela subsecretaria de Ciência e Tecnologia, em parceria com a secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico, para marcar a apresentação do projeto Parque Científico e Tecnológico de Macaé, ganhou peso ao reunir representantes das maiores instituições de ensino do país, voltadas a acompanhar o processo de evolução da cadeia produtiva do petróleo. Só pelo encontro, o evento garantiu sucesso. Juntos, representantes do Instituto Federal Fluminense (IFF), da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf ), da Universidade Federal Fluminense (UFF), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) reconheceram o potencial do projeto que visa tornar Macaé no novo polo de inovação do Estado. Todos defenderam a necessidade da discussão mais abrangente sobre o foco do Parque Tecnológico. O posicionamento do presidente da Comissão Municipal da Firjan, Evandro Esteves, que representou a indústria local, que integra a tríplice hélice importante para a consolidação do Parque, também ressaltou a importância de uma discussão próxima, entre a equipe responsável pela elaboração do projeto estrutural e os membros do conselho empresarial. A proposta visa garantir que o Parque Tecnológico atenda as demandas da cadeia produtiva do petróleo.

Da série de temas defendidos pelo líder do governo na Câmara, Julinho do Aeroporto (PPL), nesta semana no Legislativo, está a garantia da prefeitura em regularizar, até o fim do ano, o agendamento dos exames solicitados à secretaria municipal de Saúde. De acordo com ele, a gestão assumiu pedidos que não haviam sido contemplados há dois anos. Foi necessário mudar a empresa prestadora do serviço. Uma nova está sendo decidida através de licitação. A conferir!

Motoristas que seguem de Macaé para a região serrana do município já sentem os efeitos positivos gerados pelas obras de construção do trevo e do elevado que divide a BR 101 e a RJ 168. Apesar do viaduto ainda não ter sido liberado para tráfego, quem segue para os distritos serranos já passam por baixo da estrutura construída com objetivo de garantir segurança e acabar, de uma vez por todas, com os acidentes graves antes registrados no local.

Prejuízo

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) está com inscrições abertas de 16 a 30 de setembro, para compor a nova diretoria que vai atuar de 2013/2017. Os interessados em participar das eleições deverão ser servidores concursados - não há limite de idade e não é obrigatório participar do pleito. Os interessados em participar da composição da nova diretoria deverão fazer a inscrição na sede da CIPA, na Rua Teixeira de Gouveia, 634, 2º andar, de 8 horas às 17 horas

Já é quente o clima dentro do Partido dos Trabalhadores de Macaé por conta do andamento do Processo de Eleições Diretas (PED), que definirá a formação do partido nos níveis municipal, estadual e federal. Vale lembrar que essas eleições, que acontecem no dia 10 de novembro, são fundamentais para a definição de futuras candidaturas e candidatos a deputado federais, estaduais, governadores e até à presidência da república.

EXPEDIENTE

GUIA DO LEITOR

EJORAN - Editora de Jornais, Revistas e agências de Notícias.

TELEFONES ÚTEIS:

cnpj: 29699.626/0001-10 - Registrado na forma de lei. diretor responsável: Oscar Pires. sede própria: Rua Benedito Peixoto, 90 - Centro - Macaé - RJ. Confeccionado pelo Sistema de Editoração AICS e CTP (Computer to Plate). Impresso pelo Sistema Offset. circulação: Macaé, Quissamã, Conceição de Macabu, Carapebus, Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu. A direção do O DEBATE não se responsabiliza e nem endossa os conceitos emitidos por seus colaboradores em ações ou artigos assinados, sendo de total responsabilidade do autor. Filiado à ADJORI-RJ - Associação dos Diretores de Jornais do Estado do Rio de Janeiro e à ABRAJORI - Associação Brasileira de Jornais do Interior. ANJ - Agência Nacional de Jornais. ADI Brasil - Associação dos Jornais Diários do Interior. Representante: ESSIÊ PUBLICIDADE E COMUNICAÇÃO S/C LTDA. são paulo: R. Abílio Soares, 227/8º andar - Conjunto 81 - CEP: 04005-000 Telefone: (11) 3057-2547 e Fax: (11) 3887-0071 • rio de janeiro: Av. Princesa Isabel, 323 - sala 608 - CEP: 22011-901 - Telefone: (21) 2275-4141 • brasília: SCS Ed. Maristela, sala 610 / DF - CEP: 70308-900 - Telefone: (61) 3034-1745 (61) 3036-8293. tel/fax: (22) 2106-6060, acesse: http://www.odebateon.com.br/, e-mail: odebate@odebateon. com.br, comercial: Ligue (22) 2106-6060 - Ramal: 215, e-mail: comercial@odebateon.com. br, classificados: E-mail: classificados@odebateon.com.br

POLÍCIA MILITAR: 190 POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL: 191 SAMU - SERV. AS. MED. URGÊNCIA: 192 CORPO DE BOMBEIROS: 193 DEFESA CIVIL: 199 POLÍCIA CIVIL - 123ª DP: 2791-4019 DISQUE-DENÚNCIA (POLÍCIA MILITAR): 2791-5379 DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL (24 HORAS): 2762-0820 DEL. DE POL. FEDERAL (DISQUE DENÚNCIA): 2759-1312 DEL. DE POL. FEDERAL (PASSAPORTE/VISTO): 2759-0698 DISQUE-DENÚNCIA (CÂMARA DE MACAÉ): 2772-7262 HOSPITAL PÚBLICO MUNICIPAL: 2773-0061 AMPLA: 0800-28-00-120 CEDAE: 2772-5090 PREFEITURA MUNICIPAL: 2791-9008 DELEGACIA DA MULHER: 2772-0620 GUARDA MUNICIPAL: 2773-0440 ILUMINAÇÃO PÚBLICA: 0800-72-77-173 AEROPORTO DE MACAÉ: 2772-0950 CARTÓRIO ELEITORAL 109ª ZONA: 2772-9214 CARTÓRIO ELEITORAL 254ª ZONA: 2772-2256 CORREIOS - SEDE: 2759-2405 AG CORREIOS CENTRO: 2762-7527 TELEGRAMA FONADO: 0800-5700100 SEDEX: 2762-6438 CEG RIO: 0800-28-20-205 RADIO TAXI MACAÉ 27726058 CONSELHO TUTELAR I 2762-0405 / 2796-1108 plantão: 8837-4314 CONSELHO TUTELAR II 2762-9971 / 2762-9179 plantão: 8837-3294 CONSELHO TUTELAR III 2793-4050 / 2793-4044 plantão: 8837-4441


MACAÉ, SÁBADO, 14 DE SETEMBRO DE 2013

Polícia

NOTA

Governo federal zera cobrança de PIS e Cofins para transporte público

IMPASSE

KANÁ MANHÃES

Policiais do Proeis continuam sem receber A prefeitura, responsável pela verba, informou que já fez o repasse ao governo do Estado Bertha Muniz berthamuniz@odebateon.com.br

C

ontrariando o exemplo de outras cidades do estado, que neste ano reafirmaram o acordo com o governo do Estado do Rio de Janeiro para que fosse mantido o Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), a Capital Nacional do Petróleo sofre com a ausência dos militares do programa nas ruas. Desde o dia 16 de agosto, o programa foi interrompido. Segundo a prefeitura de Macaé, não houve suspensão e sim o encerramento de um contrato. De acordo com a assessoria de comunicação do município,

o contrato chegou ao fim e um aditivo foi encaminhado ao governo estadual, aguardando agora a assinatura do governador. Cidades como Niterói e Duque de Caxias, renovaram o convênio este ano, antes que o prazo para encerramento do programa expirasse. Em Macaé, funcionários da prefeitura não souberam informar o porquê da não antecipação. Segundo a prefeitura, o Proeis é um programa complementar, cabendo ao governo do Estado prover a segurança pública nos municípios. O órgão não informou o prazo para que estes policiais voltem às ruas. O Proeis garante aos policiais

Com a falta destes reforços, áreas do Centro , como Terminal Central ficaram descobertas militares o direito de trabalhar nas folgas e evitar os famosos bicos que eles faziam, por exemplo, como seguranças e vigilantes em estabelecimentos comerciais. Na manhã de 16 de agosto, cerca de 40 profissionais saíram das ruas, pois, segundo eles, a prefeitura de Macaé, responsável pela verba, não estaria enviando o dinheiro do programa ao governo do Estado, responsável pelo pagamento.

Esta é outra polêmica envolvendo o Proeis, já que os pagamentos referentes aos meses de junho, julho e os 15 dias de agosto, ainda não foram depositados na conta dos policiais que atuam no programa. Um militar, que preferiu não ser identificado, afirma que não recebeu o pagamento pelos dias de serviço prestado para o Proeis nos últimos meses. “Não sabemos a quem recorrer e muito menos quando iremos

ACIDENTE

Caminhão carregado de gás tomba na RJ-106 Motorista perdeu o controle da direção após entrar em uma curva fechada. Bombeiros passaram parte do dia resfriando a carga da carreta na manhã de ontem (13), um caminhão carregado de gás de cozinha tombou na RJ-106, altura de Cabiúnas, próximo ao trevo de Carapebus. O motorista do veículo não sofreu ferimentos. De acordo com o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), o condutor da carreta perdeu o controle do veículo quando saía da RJ-168 e entrava na RJ-106, em uma curva fechada, cerca de 100 metros antes da Liquigás, empresa pa-

ra onde se dirigia. Logo após a queda, que ocorreu por volta das 7 horas da manhã, os Bombeiros iniciaram o resfriamento da carreta. O procedimento foi realizado com muita cautela, pois havia risco de explosão devido ao tempo em que a carga ficou exposta ao sol. Um carro da empresa Liquigás, responsável pela carga, chegou ao local por volta das 13 horas e transferiu o gás, o qual estava sendo transportado para outro veículo. Logo após o trabalho, a carreta foi retirada da pista. O trânsito da RJ-106, durante todo o dia, precisou ser desviado pela RJ -168. Equipes do Corpo de Bombeiros e policiais do BPRv estiveram durante todo o tempo no local e auxiliaram na remoção do veículo e liberação da pista.

5

KANÁ MANHÃES

receber. Além disso, ficamos decepcionados com a interrupção do programa, que era um meio que encontrávamos de fazer um ganho a mais”, disse o policial lotado no 32º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e atuante no Proeis. No dia 23 de agosto, a prefeitura de Macaé informou que efetuaria o pagamento atrasado dos policiais do PROEIS, no dia seguinte, ou seja, na sexta-feira (23). Até hoje, o repasse da ver-

ba não chegou até o governo do Estado. Com a falta destes reforços, algumas áreas do Centro , como Terminal Central e Avenida Rui Barbosa ficaram descobertas. Após a implantação do Proeis, o efetivo da Polícia Militar pôde migrar para zonas periféricas. Com a suspensão, essas áreas acabaram descobertas em função da volta desse efetivo para zonas mais carentes. Para resolver esse impasse, na tarde de ontem (13), a equipe de reportagem do Jornal O DEBATE entrou em contato com a secretaria de Comunicação (Secom), que por meio de nota, nos informou que o pagamento do abono foi feito em setembro, contrariando o que foi dito em agosto. No documento, a prefeitura esclarece que o repasse já foi realizado e que não responde pelo pagamento final aos policiais. A nota diz ainda que “o município reconhece a importância do PROEIS e aguarda o recebimento do convênio em breve”. Enquanto esse jogo de empurra não é resolvido, quem sofre é a população, que fica sem a segurança, e também o 32º Batalhão de Polícia Militar, que tem o planejamento interrompido. Não é de hoje que noticiamos as polêmicas envolvendo a prefeitura e o Proeis. Os problemas relatados são sempre os mesmos: sobra burocracia e falta agilidade para garantir que a população macaense não fique sem este reforço significativo na segurança.

ACIDENTE

Policial Militar morre em acidente na RJ-142 Carro em que o sargento estava bateu de frente com uma carreta ao tentar desviar de um pneu que teria soltado de outro caminhão um policial militar morreu em um acidente de carro na manhã de ontem (13), na RJ-142 (RJ-Serramar). Na colisão, o carro em que o sargento Fábio Goulart estava, bateu de frente com uma carreta, ao tentar desviar de um pneu que teria soltado de outro caminhão. O militar morreu na hora. O condutor da carreta saiu ileso.

De acordo com a PM,o sargento, que era lotado no 32º Batalhão de Polícia Militar (BPM), se deslocava para sua casa, em Rio das Ostras, após sair do serviço na 4ª Companhia da PM, em Casimiro de Abreu. Houve um pequeno engarrafamento por conta do tráfego na rodovia, que seguiu em meia pista até o início da tarde do mesmo dia. No início da tarde, o corpo do militar foi removido para o Instituto Médico Legal de Macaé (IML). A tragédia deixou a corporação de luto. Fábio era casado e deixou uma filha. O sepultamento do militar ocorrerá hoje, em São Gonçalo, local onde mora a família de Fábio.

NOVA BRASÍLIA

Tráfico: Jovem é preso e adolescente Família identifica corpo de empresário é apreendido Logo após a queda, que ocorreu por volta das 7 horas da manhã, os Bombeiros iniciaram o resfriamento da carreta

BUSCAS

que sumiu na Ilha do Francês Corpo do macaense Nilton Mariano, que desapareceu no domingo (8), foi encontrado em Búzios a família do empresário macaense Nilton Mariano, de 64 anos, reconheceu na manhã de ontem (13) o corpo que foi encontrado em Búzios, na Região dos Lagos, como sendo dele. O empresário estava desaparecido desde o último domingo (8), enquanto pescava com amigos, na Ilha do Frânces, em Macaé. O corpo foi encontrado na praia do Centro da cidade em avançado estado de decomposição e com as roupas rasgadas. A família de Nilton foi acionada para comparecer ao Instituto Médico Legal (IML) de Cabo Frio, onde fez o reconhecimento. Nilton Mariano, era dono da loja InterLaje, na Aroei-

ra. Dois amigos que estavam com o empresário acionaram a Marinha e os Bombeiros na mesma manhã do ocorrido, mas os trabalhos tiveram que ser interrompidos por causa das condições do mar. Os três amigos chegaram à Ilha do Francês no sábado (7) e acamparam no local. Eles retornariam no domingo. Em uma tentativa de encontrar Nilton, a família ainda tentou fretar uma aeronave para varrer a área, mas não conseguiu autorização para a busca. Familiares acompanham o trabalho dos Bombeiros em uma embarcação particular. De barco, o percurso da Costa de Macaé até a Ilha do Francês é feito em cerca de 40 minutos. De acordo com a família da vítima, Nilton vestia um macacão laranja quando desapareceu após cair de uma rocha. As buscas duraram quatro dias e

O corpo de Nilton Mariano foi sepultado ontem, no cemitério de Santana

contaram com o apoio de mergulhadores do Corpo de Bombeiros e da Marinha do

Brasil. O corpo de Nilton Mariano foi sepultado ontem, no cemitério de Santana.

um jovem foi preso e um menor apreendido na noite da última quinta-feira (12), na Nova Brasília, em Macaé. De acordo com informações do Serviço Reservado da Polícia Militar (P2), uma guarnição estava em patrulhamento, quando avistou os dois rapazes em atitude suspeita em uma motocicleta, na Rua Eurico Barbosa de Souza. Na abordagem, os militares encontraram 13 papelotes de

cocaína e R$ 134,00 em espécie. Fhelipe Ribeiro, de 18 anos, recebeu voz de prisão em flagrante. O adolescente E. V. S. , de 17 foi apreendido. Os dois suspeitos foram encaminhados para a 123ª DP (Macaé) e autuados no artigo 33 (tráfico de entorpecentes).Fhelipe ficou preso na carceragem da delegacia. Já o menor aguarda para ser apresentado ao Ministério Público. KANÁ MANHÃES

Os dois suspeitos foram encaminhados para a 123ª DP (Macaé) e autuados no artigo 33 (tráfico de entorpecentes)


6

MACAÉ, SÁBADO, 14 DE SETEMBRO DE 2013

Economia

NOTA

Economia brasileira encolheu 0,33% em julho, segundo índice do Banco Central

ENERGIA

Consumo de energia elétrica sobe 1,53% em agosto em Macaé Na comparação com o mesmo período de 2012, a Ampla registrou um avanço de 1,5% ARQUIVO

que as usinas hidrelétricas. Nesse caso, a tarifa sofre acréscimo de R$ 3,00 para cada 100 KWh consumidos. Assim, as distribuidoras de energia devem divulgar nas contas a simulação da aplicação das bandeiras para o subsistema da região. Com isso, o consumidor poderá compreender qual bandeira estaria valendo no mês atual, se o sistema já estivesse funcionando. Em caráter educativo, a Aneel

Patricia Lucena patricia@odebateon.com.br

E

m agosto, a população de Macaé sofreu com alguns dias de frio e outros bem quentes. Com isso, o consumo de energia elétrica aumentou bastante, seja pelo maior uso de chuveiros elétricos e secadoras de roupas, no frio, ou pela maior utilização do ar condicionado, no calor. Segundo a Ampla, concessionária que atende a região de Macaé, o consumo total de energia elétrica em agosto em sua área de concessão foi 1,5% maior em relação ao mesmo mês do ano passado e 1,53% maior na comparação com julho. De acordo com a empresa, a temperatura média, as chuvas abundantes e a quantidade de dias impactam na diferença no consumo total. Para não ser prejudicado e gastar mais, algumas ações diárias são fundamentais, como desligar os aparelhos eletrônicos da tomada quando não estiver usando, evitar o uso de benjamim para não sobrecarregar a tomada e criar o hábito de sempre desligar a luz do ambiente quando sair, também podem ajudar a conta de luz ficar mais barata. A partir de janeiro de 2014,

divulga mês a mês as bandeiras que estão em funcionamento. Em agosto, a agência informou que para todos os subsistemas (Norte, Nordeste, Sudeste, Centro-Oeste e Sul) foi acionada a bandeira amarela, que indica condições de geração menos favoráveis. Se o sistema estivesse valendo, a tarifa nessas regiões - que inclui Macaé - sofreria um acréscimo de R$ 1,50 para cada 100-quilowatt-hora (Kwh) consumidos.

Como economizar energia:

Ações diárias também podem ajudar a baratear a conta de luz o consumidor deve ficar ainda mais atento. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) criou o Sistema de Bandeiras Tarifárias para indicar se a energia naquele mês custará mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade. A agência dividiu as bandeiras em três cores, as mesmas de um semáforo de trânsi-

to: verde, amarela e vermelha. Para facilitar a compreensão das bandeiras tarifárias, 2013 será o ano teste. A bandeira verde significa custos baixos para gerar a energia e nenhum acréscimo na tarifa. A bandeira amarela indica um sinal de atenção, pois os custos de geração estão aumentando e a tarifa sofre

PARALISAÇÃO

acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatt-hora (KWh) consumidos. Por sua vez, a bandeira vermelha sinaliza que a oferta de energia para atender a demanda dos consumidores ocorre com maiores custos de geração, como o acionamento de grande quantidade de termoelétricas para gerar energia, que é uma fonte mais cara do

- Reduza o tempo no banho. Para isso, evite acumular tarefas, como fazer barba, depilarse e até lavar roupas íntimas sob o chuveiro. Eduque seus filhos também, orientando-os para que não levem brinquedos para o boxe; - Nos dias menos frios, regule o chuveiro para a posição “morna” ou “verão”. Isso fará você economizar cerca de 20% de energia elétrica; - Acumule o máximo de roupas para passar, pois o ferro elétrico é um dos aparelhos que mais consome energia. Comece pelas roupas leves, que precisam de menos calor, até chegar às mais pesadas;

- Abra a geladeira somente quando necessário, assim o motor trabalha menos e você economiza mais. No inverno, procure regular o termostato da geladeira conforme o manual do fabricante; - Evite secar roupas atrás da geladeira. É um erro utilizar o condensador, que esquenta com o uso, para secar peças de roupa, tecidos e calçados. Ao fazer isso, você impede que o calor retirado dos alimentos possa ser dissipado com eficiência. No fim das contas, esse mau hábito faz o motor do eletrodoméstico trabalhar dobrado e consumir mais energia.

MOBILIZAÇÃO

Bancários entrarão em greve no próximo dia 19 Categoria é contra proposta da Fenaban e pede que reivindicações sejam atendidas apartir da próxima quintafeira (19), os bancários de todo o país entrarão em greve por tempo indeterminado. A decisão foi aprovada por unanimidade em assembleia realizada no último dia 12 no Sindicato dos Bancários. A medida foi tomada pela categoria, após rejeitar a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de um reajuste de 6,1%. Segundo o sindicato, o valor oferecido apenas recompõe a inflação do período medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Além de negar o aumento real nos salários, pisos, participação nos lucros e todas as verbas salariais, a proposta da Fenaban ignora todas as reivindicações dos bancários sobre emprego,

saúde, condições de trabalho, segurança e igualdade de oportunidades. “O lucro das instituições financeiras é estrondoso. Este lucro é devido ao trabalho, desempenho e dedicação de cada bancário e bancária. Muitos profissionais estão adoecendo devido às péssimas condições de trabalho, falta de segurança e discriminação. Tudo isso afeta a saúde mental e física”, disse

Wagner Figueiredo, presidente do sindicato dos bancários de Macaé. Além disso, Wagner destacou que “esta é uma luta não só para a categoria, mas também para os clientes das instituições, que são prejudicados com a falta de funcionários para atendimento, além de juros e tarifas altíssimas. Vem pra luta bancário, vem pra luta cliente”, concluiu.

Principais reivindicações dos bancários: - Reajuste salarial de 11,93% (5% de aumento real além da inflação); - Piso: R$ 2.860,21; - Melhores condições de trabalho, com o fim das metas abusivas e do assédio moral; - Fim das demissões, mais contratações, aumento da inclusão bancária, combate às terceirizações;

KANÁ MANHÃES

- Plano de Cargos, Carreiras e Salários para todos os bancários; - Prevenção contra assaltos e sequestros, com o fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários; - Igualdade de oportunidades para bancários, com a contratação de pelo menos 20% de negros; DIVULGAÇÃO

Entre as reivindicações, categoria pede por reajuste salarial de 11,93%

Funcionários reivindicam reajuste de 10% no piso salarial da categoria

Correios propõem 8% de reajuste salarial Em Macaé, os serviços nacionais como o Sedex 10, Sedex 12 e telegrama estão paralisados nesta sexta-feira (13), após uma reunião realizada, na noite da última quinta-feira (12), os Correios propuseram ao sindicato, para o término da paralisação parcial dos trabalhadores, 8% de reajuste nos salários (reposição integral da inflação do período, de 6,27%, e um aumento real de 1,7%) e 6,27% de reajuste em todos os benefícios. Além disso, a proposta contempla o pagamento de vale-extra no valor de R$ 650,65, a ser creditado em dezembro, e o vale-cultura, dentro das regras de adesão ao programa implementado pelo governo federal. Segundo a assessoria de imprensa dos Correios, a mesma proposta também foi apresentada para a Federação

Nacional dos Trabalhadores dos Correios (Fentect) e será levada para aprovação em assembleias. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios, Telégrafos e Similares do Estado do Rio de Janeiro (Sintect-RJ), a categoria analisou a proposta em uma assembleia na noite de sexta-feira. Porém, até o fechamento desta edição, a reunião ainda não havia terminado e, por isso, não souberam informar a decisão final se a greve continuaria ou não. Mesmo com dez dos 35 sindicatos do Brasil com paralisação decretada, os Correios informaram que a maior parte dos trabalhadores não aderiu ao movimento. Nesta sextafeira (13), no Estado do Rio de Janeiro, 83,9% do efetivo esteve presente. Assim, toda a rede de atendimento dos Correios continua aberta e todos os serviços,

inclusive o SEDEX e o Banco Postal, estão disponíveis - com exceção da entrega e postagem de encomendas com hora marcada e Disque Coleta nos seguintes locais: Pernambuco, Paraíba, Rio de Janeiro, Tocantins, Rondônia, Rio Grande do Sul e São Paulo. Segundo o diretor do Sintect-RJ, Ronaldo Leite, 80% do setor operacional dos Correios do Estado estão paralisados. O sindicato ainda informou que a paralisação do setor operacional significa que o cidadão consegue entregar na agência a carta, mas ela não será entregue em seu destino. Em Macaé, apenas os serviços nacionais como Sedex 10, Sedex 12 e telegrama estão paralisados. Entre as reivindicações, os funcionários dos Correios pedem um reajuste de 10% no piso salarial da categoria, reposição da inflação, aumento real de 6% e a manutenção do atual convênio médico.


MACAÉ, SÁBADO, 14 DE SETEMBRO DE 2013

Geral

7

NOTA

Dólar acumula queda de quase 1% na semana e Bovespa interrompe quedas e sobe 0,92%

ORÇAMENTO

Novo Orçamento Paticipativo contempla bairros da cidade

A partir de 24 de setembro, acontecerá a primeira reunião plenária com moradores da região Ajuda KANÁ MANHÃES

Tamara Lima tamara@odebateon.com.br

N

a última quartafeira (11), foi promovida uma reunião de apresentação do novo Orçamento Participativo. O evento contou com a participação do vice-prefeito Danilo Funke (PT), membros do governo e população, no auditório do Paço Municipal. A participação popular na escolha de prioridades e na utilização da parcela do dinheiro público será uma ação conjunta com governo municipal. As 16 reuniões plenárias começarão a partir do dia 24 de setembro e o bairro da região Ajuda será o primeiro a ser contemplado. De acordo com a prefeitura, a mudança desse ano é a nova estrutura do Orçamento Participativo, já que anteriormente as escolhas das prioridades das obras eram feitas a partir dos bairros e hoje as decisões valerão para toda a cidade. O conselheiro Fabrício Paes ressaltou que a participação popular vai fazer o diferencial, ajudando e colaborando no início das obras, na escolha da prioridade do bairro, na transparência, no levantamento dos dados , à fiscalização das obras, e ao acompanhamento de todo o processo até o final. De acordo com a assessoria de imprensa do vice-prefeito Danilo Funke, as plenárias se-

SERVIÇO

Plenárias › 24/09- Região da Ajuda › 25/09 - Região da Barra de Macaé

› 26/09- Região do Parque Aeroporto

› 1/10 - Região do Lagomar › 2/10 - Região do Horto › 3/10 - Região da Aroeira › 8/10 - Região do Mirante da Lagoa

› 9/10 - Região do Bairro da Glória › 10/10 - Região do Visconde de

O vice-prefeito danilo Funke falou sobre a transparência do governo rão de caráter informativo e deliberativo, a população será informada sobre o funcionamento do orçamento público municipal e das formas de participação. A votação será para pessoas maiores de 18 anos e precisa ser comprovado ser morador da localidade. A população vai indicar as priorida-

des através de formulários. Poderão votar e ser votados para delegados das suas localidades. Os bairros foram divididos em setores para atender melhor todas as demandas O vice-prefeito Danilo Funke falou sobre a transparência do governo. “Queremos mostrar para os

Araújo e Praia Campista

munícipes, o que significa o orçamento participativo, vamos dar transparência de todos os nossos atos. Temos uma missão e vamos atender o anseio da população para que o governo seja cada vez melhor”, disse o vice-prefeito. Votação pelas redes sociaisA assessoria de imprensa do vice-prefeito informou, em

PAC

Obras do Pac 2 estão em andamento WANDERLEY GIL

Após paralisação desde janeiro deste ano por causa de problemas burocráticos, as obras já foram retomadas As obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Fase 2, que contemplam os bairros Nova Esperança e Ajuda, foram retomadas a todo vapor. Após as obras terem sido paradas, no começo deste ano pelo governo atual por causa de problemas burocráticos, foi dado prosseguimento às ações no mês de julho. A empresa que está trabalhando no projeto é a Hidrolumen Construtora Ltda. De acordo com o engenheiro Marcelo Mondaini de Miranda, a secretaria de Meio Ambiente liberou a licença para que fosse possível dar continuidade ao projeto. “As obras ficaram paradas, mas esperamos que não aconteça novamente. O prefeito baixou um decreto para fazer auditoria e, depois que tudo foi

que criou o programa na cidade, prevê cerca de 5% da receita para 2014. O valor estimado é de R$ 18 milhões e serão destinados aos investimentos. A sociedade tem participação direta através de votação para decidir as prioridades das obras ou serviços. As reuniões estão previstas para as 19h e os locais ainda não foram definidos. Abaixo segue a relação das 16 reuniões plenárias que serão realizadas na região.-

Funcionários da empresa de construção estão trabalhando para agilizar as obras

vistoriado, ele comprovou que a documentação estava correta e, assim, pudemos retomar o nosso trabalho. A Rua A, do bairro Ajuda, teve a fase concluída, enquanto as ruas B e C estão em fase de andamento”, ressaltou o engenheiro.

A assessoria de imprensa da prefeitura informou em nota que os trabalhos do PAC 2 foram retomados em julho deste ano, após a conclusão da auditoria nos processos de contratação, iniciada em janeiro. A fiscalização das obras é feita por fis-

cais da secretaria de Habitação e pelo setor de engenharia da Caixa Econômica Federal. Os investimentos são voltados para obras de infraestrutura e urbanização nas áreas de drenagem, saneamento, recursos hídricos, calçamento, entre outros.

nota, que a votação na internet vai acontecer através de eixos temáticos prioritários para investimento do Orçamento em algumas áreas como educação, saúde, esporte e lazer, saneamento e iluminação. Porém, terão urnas nos bairros contemplados. A lei de número 3432/2010,

› 14/10 - Região de Cachoeiros de Macaé

› 15/10 - Região do Córrego do Ouro

› 16/10 - Região do Frade › 17/10 - Região do Sana › 18/10 - Região do Glicério › 22 /10- Região do novo Horizonte

› 23/ 10- Região Central

VIRGEM SANTA

Presidente de ONG agradece ao prefeito em nome dos moradores Dalton de Aguiar ressaltou que o bairro da Virgem Santa teve muitas solicitações atendidas pelo governo municipal Na última sexta-feira (13), o presidente da ONG do bairro Virgem Santa, Dalton de Aguiar, procurou a equipe do jornal O DEBATE para agradecer ao governo municipal por ter atendido às solicitações dos moradores. De acordo com Dalton de Aguiar, a prefeitura resolveu muitas demandas no bairro. “Foi atendida a maioria das solicitações. Quando precisamos cobrar, colocamos a público, agora acho justo falar também quando são resolvidos os problemas", ressaltou O presidente da ONG ressaltou que a prefeitura fez um mutirão de limpeza no bairro, tirou todos os carros abandonados que estavam em volta da praça, próximo ao colégio

Generino Teotônico de Luna, e o colégio que foi reformado, ao invés de ser demolido. A equipe do Jornal O DEBATE publicou os problemas do bairro no mês de março deste ano. Na época, os problemas eram tantos que o mato chegou a ficar com mais de um metro de altura e atraiu muitos mosquitos. Fora que o entulho e o lixo atrairam ratos e baratas para dentro das casas. A prefeitura tinha dito no começo do ano que havia iniciado uma campanha educacional e de identificação com agentes de trânsito da secretaria de Mobilidade pelo bairro Aeroporto e que este mesmo trabalho também seria direcionado para outros bairros. Após este trabalho, os casos que não fossem solucionados pelos proprietários ou responsáveis, seriam tomadas as medidas necessárias para a remoção desses veículos das calçadas, praças e terrenos. DIVULGAÇÃO

EDITAL DE CASAMENTO Cartório do RCPN do 2º Distrito de Macaé/RJ. Habilitaram-se para casar: Cleidinaldo dos Santos Ramalho da Silva e Reijani Conceição Almeida. Hericles Botelho da Silva e Nelcilene da Conceição Gomes. Jovani Pedrini de Souza e Karina da Silva de Oliveira. Rodrigo de Oliveira Silva e Viviane Souza de Oliveira. Luis Roberto de Souza Wanissang e Joice Michele dos Santos. Sebastião de Oliveira Lima e Paula Renata Ribeiro Souza. Regivaldo Costa de Jesus e Jackeline Rangel Pontes. Jaciel da Conceição Paes e Ana Paula da Conceição. Edson Rangel de Lima e Neuza Ribeiro Rangel. Adriano Santana Santos e Shirlene Andrade Monteiro. José Romano e Maria de Fatima Silva Santos. Rogério de Sá Ferreira Filho e Francy Nathalie Galvez Cáceres. Quem souber de impedimento acuse-o. Barra de Macaé, 11 de setembro de 2013. Ruth Bastos de Azevedo Pimentel - Oficial.

Colégio Generino Teotônico de Luna que foi reformado, ao invés de ser demolido


8

Macaé, sábado, 14 de setembro de 2013 ESTADO DO RIO DE JANEIRO

22.69

PLACA DE CONEXÃO LONGA DE 16 FUROS - EM AÇO

22.70

PLACA DE CONEXÃO ROSQUEADA DE 4 FUROS - EM AÇO

UND

10

22.71

PLACA DE CONEXÃO ROSQUEADA DE 8 FUROS - EM AÇO

UND

10

22.72

PLACA DE CONEXÃO ROSQUEADA DE 12 FUROS - EM AÇO

UND

10

OBJETO: AQUISIÇÃO DE PRÓTESES E ÓRTESES para procedimentos cirúrgicos traumato-ortopédicos com cessão de instrumental

22.73

PLACA DE CONEXÃO ROSQUEADA DE 16 FUROS - EM AÇO

UND

10

em regime de "comodato" visando atender as necessidades do Hospital Público Municipal Dr. Fernando Pereira da Silva – HPM .

22.74

PARAFUSO SEXTAVADO 12MM - EM AÇO

UND

200

IMPLANTEC

R$ 29,000

R$ 5.800,000

22.75

PARAFUSO SEXTAVADO 16MM - EM AÇO

UND

200

IMPLANTEC

R$ 29,000

R$ 5.800,000

22.76

PARAFUSO SEXTAVADO 25MM - EM AÇO

UND

200

IMPLANTEC

R$ 29,000

R$ 5.800,000

22.77

SEMI ANEL DE 100MM - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 78,000

R$ 780,000

R$ 78,000

R$ 780,000

PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ

UND

10

IMPLANTEC

R$ 99,000

R$ 990,000

IMPLANTEC

R$ 117,000

R$ 1.170,000

IMPLANTEC

R$ 117,000

R$ 1.170,000

IMPLANTEC

R$ 117,000

R$ 1.170,000

IMPLANTEC

R$ 116,000

R$ 1.160,000

FUNDAÇÃO MUNICIPAL HOSPITALAR DE MACAÉ – FMHM EXTRATO DE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

Nº 001 / 2013 INTERESSADO: FUNDAÇÃO MUNICIPAL HOSPITALAR DE MACAÉ – FMHM EMPRESA DETENTORA DO REGISTRO: AGA MED COMÉRCIO, REPRESENTAÇÃO E ASSSITÊNCIA TÉCNICA MÉDICO HOSPITALAR LTDA CNPJ Nº 03.367.004/0001-09 PROCESSO ADMINISTRATIVO FMHM Nº 344 / 2013 PROCESSO ADMINISTRATIVO PMM Nº 31631 / 2013 PREGÃO PRESENCIAL Nº 089 / 2013

PRAZO: 12 (doze) meses INÍCIO: 12 / 09 /2013 TÉRMINO: 11 / 09 / 2014 VALOR ESTIMATIVO: R$ 699.000,00 (seiscentos e noventa e nove mil reais)

ITEM

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

UN.

QUANT.

HEXAGON

R$ 8,000

R$ 128,000

8

ORTOSÍNTESE

R$ 29,000

R$ 232,000

UND

8

ORTOSÍNTESE

R$ 29,000

R$ 232,000

UND

8

ORTOSÍNTESE

R$ 29,000

R$ 232,000

UND

10

2

ARRUELA 4.5/6.5 mm - em aço

UND

16

3

BLOQUEADOR DE CIMENTO P - em polietileno

4

BLOQUEADOR DE CIMENTO M - em polietileno

5

BLOQUEADOR DE CIMENTO G - em polietileno

CIMENTO CIRÚRGICO RADIOPACO SEM ANTIBIÓTICO – 40gr.

7

CIMENTO ANTIBIÓTICO 40gr.

8

VALOR TOTAL R$ 80,000

ARRUELA 3.5/4.0 mm – em aço

UND

HEXAGON

VALOR UNIT.

R$ 8,000

1

6

MARCA

SUBITON UND

R$ 69,000

R$ 690,000

CIRÚRGICO C/ (GENTAMICINA) –

SUBITON

R$ 189,000

FIO GUIA PARA PLACA DHS - 2.5 X 230mm - em aço

UND

8

IMPLANTEC

9

FIO GUIA PARA HASTE DE TÍBIA – 2.5 X 530mm - em aço

UND

8

HEXAGON

R$ 40,000

R$ 320,000

10

FIO GUIA PARA HASTE DE FÊMUR 3.0 X 530mm - em aço

UND

8

HEXAGON

R$ 40,000

R$ 320,000

R$ 38,000

R$ 456,000

R$ 40,000

11

FIO CERCLAGEM - 1.5mm - em aço

UND

12

12

FIO KISCHNER - 1.0mm - em aço

UND

40

HEXAGON

R$ 14,000

R$ 560,000

13

FIO KISCHNER - 1.5mm - em aço

UND

20

HEXAGON

R$ 14,000

R$ 280,000

14

FIO KISCHNER - 2.0mm - em aço

UND

20

HEXAGON

R$ 14,000

R$ 280,000

15

FIO STEINMAN - 2.0mm - em aço

UND

15

HEXAGON

R$ 14,000

R$ 210,000

16

FIO STEINMAN - 2.5mm - em aço

UND

10

HEXAGON

R$ 14,000

R$ 140,000

17

FIO STEINMAN - 3.0mm - em aço

UND

10

HEXAGON

R$ 14,000

R$ 140,000

18

FIO STEINMAN - 4.0mm - em aço

UND

10

HEXAGON

R$ 14,000

R$ 140,000

19

FIO STEINMAN - 5.0mm - em aço

UND

15

HEXAGON

20

FIXADOR EXTERNO DE BACIA – em aço

UND

4

IMPLANTEC

21

FIXADOR EXTERNO TÍBIA/FÊMUR

UND

62

IMPLANTEC

R$ 14,000

R$ 210,000

R$ 1.082,000

R$ 4.328,000

R$ 659,000

22.1

PARAFUSO FIXA FIO PASSANTE - EM AÇO

C/FURO

22.2

PARAFUSO SEXTAVADO 20 MM EM AÇO

UND

1000

IMPLANTEC

22.3

PORCA SEXTAVADA - EM AÇO

UND

1000

160

22.4

SEMI ANEL DE 150 MM - EM AÇO

UND

80

22.5

SEMI ANEL DE 160 MM - EM AÇO

UND

80

22.6

SEMI ANEL DE 180 MM - EM AÇO

UND

80

22.7

SEMI ANEL DE 220 MM - EM AÇO

UND

80

22.8

PINO P/FIXAÇÃO 1.8 - EM AÇO

UND

40

IMPLANTEC

R$ 20,000

R$ 3.200,000

R$ 29,000

R$ 29.000,000

IMPLANTEC

R$ 7,000

R$ 7.000,000

IMPLANTEC

R$ 79,000

R$ 6.320,000

IMPLANTEC

R$ 79,000

R$ 6.320,000

IMPLANTEC

R$ 79,000

IMPLANTEC

R$ 79,000

R$ 6.320,000

IMPLANTEC

R$ 32,000

R$ 1.280,000

UND

40

IMPLANTEC

R$ 20,000

R$ 800,000

22.10

ARRUELA LISA - EM AÇO

UND

40

IMPLANTEC

R$ 6,000

R$ 240,000

22.11

PINO P/FIXAÇÃO C/OLIVA 1.8 - EM AÇO

UND

40

IMPLANTEC

R$ 32,000

R$ 1.280,000

22.12

PINO P/FIXAÇÃO 1.5 - EM AÇO

UND

40

IMPLANTEC

R$ 20,000

R$ 800,000

22.13

ARRUELA COM CANAL - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 16,000

R$ 160,000

22.14

ARRUELA CONVEXA - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 8,500

R$ 85,000

22.15

BUCHA HEXAGONAL 20 MM - EM AÇO

UND

40

IMPLANTEC

R$ 30,000

R$ 1.200,000

22.16

BUCHA HEXAGONAL 40 MM - EM AÇO

UND

40

IMPLANTEC

R$ 30,000

R$ 1.200,000

22.17

BANDEIRA MACHO DE 1 FURO - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

22.18

BANDEIRA MACHO DE 2 FUROS EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

22.19

BANDEIRA MACHO DE 3 FUROS EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

22.20

BANDEIRA MACHO DE 4 FUROS EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 30,000 R$ 30,000 R$ 30,000 R$ 30,000

IMPLANTEC

22.22

BANDEIRA FÊMEA DE 2 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 30,000

R$ 300,000

22.23

BANDEIRA FÊMEA DE 3 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 30,000

R$ 300,000

CONECTOR QUADRADO FUROS - EM AÇO

DE

CONECTOR QUADRADO FUROS - EM AÇO

DE

22.28 22.29

R$ 780,000

22.80

SEMI ANEL DE 140MM - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 81,000

R$ 810,000

R$ 81,000

R$ 810,000

22.81

SEMI ANEL DE 200MM - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

22.82

SEMI ANEL DE 240MM - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 81,000

R$ 810,000

22.83

SEMI ANEL DE FEMUR 100° - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 175,000

R$ 1.750,000

22.84

SEMI ANEL DE FEMUR 120° - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 175,000

R$ 1.750,000

22.85

SEMI ANEL DE FEMUR 140° - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 175,000

R$ 1.750,000

22.86

SUPORTE P/ SEMI ANEL DE FEMUR 100MM - EM AÇO

UND

40

IMPLANTEC

R$ 57,000

R$ 2.280,000

22.87

PINO DE SCHANZ 5.0X200MM - EM AÇO

UND

600

IMPLANTEC

R$ 40,000

R$ 24.000,000

22.88

PARAFUSO C/CANAL - EM AÇO

UND

600

IMPLANTEC

R$ 25,000

R$ 15.000,000

22.89

BUCHA QUADRADA NUMERADA EM AÇO

UND

200

IMPLANTEC

R$ 29,000

R$ 5.800,000

22.90

PINO DE SHANZ 4.0X150MM - EM AÇO

UND

200

IMPLANTEC

R$ 35,000

R$ 7.000,000

22.91

ARRUELA CONCAVA - EM AÇO

UND

50

IMPLANTEC

R$ 7,000

R$ 350,000

22.92

BUCHA CILINDRICA 20MM - EM AÇO

UND

50

IMPLANTEC

R$ 27,000

R$ 1.350,000

22.93

PORTA PINO DE SCHANZ GRANDE EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 91,000

R$ 910,000

R$ 77,000

R$ 770,000

R$ 30,000

SEMI ANEL DE 80MM - EM AÇO

UND

10

22.95

PORTA PINO DE SCHANZ ESPECIAL - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 82,000

R$ 820,000

10

IMPLANTEC

R$ 76,000

R$ 760,000

22.96

SEMI ANEL DE 130MM - EM AÇO

22.97

SUPORTE DESLIZANTE DESMONTAVEL - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 81,000

R$ 810,000

FIXADOR RÁDIO/ULNA

UND

12

IMPLANTEC

R$ 571,690

R$ 6.860,280

24

HASTE FÊMUR BLOQUEADA – EM AÇO

UND

50

HEXAGON

R$ 1.122,030

R$ 56.101,500

25

HASTE RETRÓGRADA DE FÊMUR – EM AÇO

UND

20

HEXAGON

R$ 1.032,720

R$ 20.654,400

26

HASTE TÍBIA BLOQUEADA – EM AÇO

UND

15

HEXAGON

R$ 1.115,960

R$ 16.739,400

27

HASTE TROCANTERIANA BLOQUEADA – EM AÇO

UND

8

HEXAGON

R$ 1.127,630

R$ 9.021,040

R$ 24,620

R$ 984,800

PARAFUSO BLOQUEIO – EM AÇO

UND

40

29

PARAFUSO CANULADO - 4.5MM – EM AÇO

UND

16

HEXAGON

R$ 117,320

R$ 1.877,120

30

PARAFUSO CANULADO - 7.0MM – EM AÇO

UND

26

HEXAGON

R$ 102,980

R$ 2.677,480

31

PARAFUSO CORTICAL - 3.5MM – EM AÇO

UND

248

HEXAGON

R$ 17,480

R$ 4.335,040

32

PARAFUSO CORTICAL - 4.5MM – EM AÇO

UND

250

HEXAGON

R$ 20,580

R$ 5.145,000

33

PARAFUSO ESPANJOSO - 3.5MM – EM AÇO

UND

110

HEXAGON

R$ 31,580

R$ 3.473,800

34

PARAFUSO ESPANJOSO - 6.0MM – EM AÇO

UND

40

HEXAGON

R$ 31,580

R$ 1.263,200

35

PLACA 1/3 CANA (TUBULAR) 3.5MM – EM AÇO

UND

30

HEXAGON

R$ 167,170

R$ 5.015,100

36

PLACA BLOQUEADA EM T - 3.5 MM – EM AÇO

UND

12

ORTOSSÍNTESE

R$ 494,000

R$ 5.928,000

37

PLACA BLOQUEADA RETA - 3.5 MM – EM AÇO

UND

14

ORTOSSÍNTESE

R$ 494,000

R$ 6.916,000

38

PLACA BLOQUEADA RETA - 4.5 MM – EM AÇO

UND

6

HEXAGON

R$ 845,500

R$ 5.073,000

39

PLACA BLOQUEADA FÊMUR DISTAL - EM AÇO

UND

12

ORTOSSÍNTESE

R$ 4.275,000

R$ 51.300,000

40

PLACA BLOQUEADA RÁDIO DISTAL – EM AÇO

UND

8

ORTOSSÍNTESE

R$ 2.189,120

R$ 17.512,960

41

PLACA BLOQUEADA PROXIMAL – EM AÇO

UND

12

ORTOSSÍNTESE

R$ 1.425,000

R$ 17.100,000

42

PLACA CALCANEO 3.5 MM – EM AÇO

UND

3

HEXAGON

R$ 364,800

R$ 1.094,400

43

PLACA MINI MICRO – EM AÇO

UND

8

HEXAGON

R$ 149,740

R$ 1.197,920

44

PLACA TUBO DCS 95º P/ FÊMUR - 4 FUROS – EM AÇO

UND

2

HEXAGON

R$ 768,990

R$ 1.537,980

45

PLACA TUBO DCS 95º P/ FÊMUR - 6 FUROS - EM AÇO

UND

2

HEXAGON

R$ 769,000

R$ 1.538,000

46

PLACA TUBO DCS 95º P/ FÊMUR - 8 FUROS - EM AÇO

UND

2

HEXAGON

R$ 769,000

R$ 1.538,000

47

PLACA TUBO DCS 95º P/ FÊMUR 10 FUROS - EM AÇO

UND

2

HEXAGON

R$ 769,000

R$ 1.538,000

48

PLACA TUBO DCS 95º P/ FÊMUR 12 FUROS - EM AÇO

UND

2

HEXAGON

R$ 769,000

R$ 1.538,000

49

PLACA TUBO DCS 95º P/ FÊMUR 14 FUROS - EM AÇO

UND

2

HEXAGON

R$ 769,000

R$ 1.538,000

50

PLACA TUBO DCS 95º P/ FÊMUR 16 FUROS - EM AÇO

UND

2

HEXAGON

R$ 769,000

R$ 1.538,000

51

PLACA TUBO DCS 95º P/ FÊMUR 18 FUROS - EM AÇO

UND

2

HEXAGON

R$ 769,000

R$ 1.538,000

PLACA RETA DCP 3.5MM P/ RÁDIO E ULNA - 4 FUROS - EM AÇO

HEXAGON

R$ 201,150

R$ 1.005,750

52

UND

5

PLACA RETA DCP 3.5MM P/ RÁDIO E ULNA - 6 FUROS - EM AÇO

HEXAGON

R$ 201,150

R$ 1.005,750

53

UND

5

PLACA RETA DCP 3.5MM P/ RÁDIO E ULNA - 8 FUROS - EM AÇO

HEXAGON

R$ 201,150

R$ 804,600

54

UND

4

PLACA RETA DCP 3.5MM P/ RÁDIO E ULNA - 10 FUROS - EM AÇO

HEXAGON

R$ 201,150

R$ 804,600

55

UND

4

PLACA RETA DCP 3.5MM P/ RÁDIO E ULNA - 12 FUROS - EM AÇO

HEXAGON

R$ 201,150

R$ 804,600

56

UND

4

PLACA RETA DCP 3.5MM P/ RÁDIO E ULNA - 14 FUROS - EM AÇO

HEXAGON

R$ 201,150

R$ 804,600

57

UND

4

PLACA RETA DCP 3.5MM P/ RÁDIO E ULNA - 16 FUROS - EM AÇO

HEXAGON

R$ 201,150

R$ 804,600

58

UND

4

UND

28

HEXAGON

R$ 815,000

R$ 22.820,000

UND

8

HEXAGON

R$ 325,000

R$ 300,000

R$ 30,000

R$ 300,000

80

R$ 83,000

R$ 6.640,000

UND

80

IMPLANTEC

R$ 83,000

R$ 6.640,000

UND

80

IMPLANTEC

R$ 83,000

R$ 6.640,000

UND

80

IMPLANTEC

R$ 83,000

R$ 6.640,000

CONECTOR ARTICULAR - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 110,000

R$ 1.100,000

22.30

FIXA PINO DESCHANZ ESPECIAL EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 58,000

R$ 580,000

HASTE TELESC.P/ALONG.(INOX) 50MM - EM AÇO

IMPLANTEC

R$ 84,000

R$ 2.688,000

22.31

UND

32

22.32

HASTE TELESC.P/ALONG.(INOX) 100MM - EM AÇO

UND

32

ALUMINIO

22.33

HASTE TELESC.EM 100MM - EM AÇO

UND

32

IMPLANTEC

R$ 82,000

R$ 2.624,000

ALUMINIO

22.34

HASTE TELESC.EM 150MM - EM AÇO

UND

32

IMPLANTEC

R$ 82,000

R$ 2.624,000

HASTE TELESC.EM 200MM - EM AÇO

ALUMINIO

22.35

UND

32

IMPLANTEC

R$ 82,000

R$ 2.624,000

22.36

HASTE ROSQUEADA 40MM - EM AÇO

UND

92

IMPLANTEC

R$ 24,000

R$ 2.208,000

22.37

HASTE ROSQUEADA 60MM - EM AÇO

UND

92

IMPLANTEC

R$ 24,000

R$ 2.208,000

22.38

HASTE ROSQUEADA 80MM - EM AÇO

UND

92

IMPLANTEC

R$ 24,000

R$ 2.208,000

22.39

HASTE ROSQUEADA 100MM - EM AÇO

UND

92

IMPLANTEC

R$ 24,000

R$ 2.208,000

59

PLACA DHS 135 - EM AÇO

22.40

HASTE ROSQUEADA 120MM - EM AÇO

92

IMPLANTEC

R$ 24,000

R$ 2.208,000

60

PLACA EM L (PARA PROXIMAL) - EM AÇO

22.41

HASTE ROSQUEADA 150MM - EM AÇO

22.42

HASTE ROSQUEADA 180MM - EM AÇO

22.43

HASTE ROSQUEADA 200MM - EM AÇO

3 4

IMPLANTEC

UND UND UND UND

92 92 92

IMPLANTEC IMPLANTEC IMPLANTEC

22.44

HASTE ROSQUEADA 300MM - EM AÇO

UND

92

IMPLANTEC

22.45

HASTE ROSQUEADA 350MM - EM AÇO

UND

92

IMPLANTEC

22.46

HASTE ROSQUEADA 40MM - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

C/CANAL

HASTE ROSQUEADA 60MM - EM AÇO

C/CANAL

22.47

HASTE ROSQUEADA 80MM - EM AÇO

C/CANAL

22.48

HASTE ROSQUEADA 100MM - EM AÇO

C/CANAL

22.49

UND

10

IMPLANTEC

UND

10

IMPLANTEC

UND

10

IMPLANTEC

R$ 84,000

R$ 24,000 R$ 24,000 R$ 26,000 R$ 27,000 R$ 27,000 R$ 32,000 R$ 32,000 R$ 32,000 R$ 37,000

R$ 2.688,000

61

UND

20

R$ 2.208,000

62

PLACA RETA DCP AUTO COMPRESSÃO 4.5MM - EM AÇO

UND

18

HEXAGON

R$ 336,000

R$ 6.048,000

63

PLACA T 3.5MM - EM AÇO

UND

8

HEXAGON

R$ 312,000

R$ 2.496,000

64

PRÓTESE THONPSON – 39MM USADA EM QUADRIL

UND

1

IOL

R$ 1.282,680

R$ 1.282,680

65

PRÓTESE THONPSON – 41MM USADA EM QUADRIL

UND

1

IOL

R$ 1.282,680

R$ 1.282,680

66

PRÓTESE THONPSON – 43MM USADA EM QUADRIL

UND

1

IOL

R$ 1.282,680

R$ 1.282,680

67

PRÓTESE THONPSON – 45MM USADA EM QUADRIL

UND

1

IOL

R$ 1.282,680

R$ 1.282,680

68

PRÓTESE THONPSON – 47MM USADA EM QUADRIL

UND

1

IOL

R$ 1.282,680

R$ 1.282,680

69

PRÓTESE THONPSON – 49MM USADA EM QUADRIL

UND

1

IOL

R$ 1.282,680

R$ 1.282,680

70

PRÓTESE THONPSON – 51MM USADA EM QUADRIL

UND

1

IOL

R$ 1.282,680

R$ 1.282,680

71

PRÓTESE THONPSON – 53MM USADA EM QUADRIL

UND

1

IOL

R$ 1.282,680

R$ 1.282,680

72

PRÓTESE TOTAL CIMENTADA

UND

4

ORTOSSÍNTESE

R$ 1.990,000

R$ 7.960,000

PRÓTESE TOTAL DE QUADRIL NÃO CIMENTADA CROMO COBALTO/TITANEO/ POLIETILENO

ORTOSSÍNTESE

R$ 3.474,950

R$ 55.599,200

73

UND

16

ÂNCORA METÁLICA 2.7MM USADA P/ INSERÇÃO DE TENDÃO

HEXAGON

R$ 225,260

R$ 3.604,160

74

UND

16

ÂNCORA METÁLICA 4MM USADA P/ INSERÇÃO DE TENDÃO

HEXAGON

R$ 225,260

R$ 901,040

75

UND

4

ÂNCORA METÁLICA 5MM USADA P/ INSERÇÃO DE TENDÃO

HEXAGON

R$ 225,260

R$ 901,040

76

UND

4

77

CENTRALIZADOR DISTAL PRÓTESE QUADRIL ACRÍLICO

UND

20

R$ 320,000 R$ 320,000 R$ 320,000 R$ 370,000

HASTE ROSQUEADA C/FURO 60MM EM AÇO UND

40

IMPLANTEC

22.52

HASTE ROSQUEADA C/FURO 80MM EM AÇO UND

40

IMPLANTEC

R$ 37,000

22.53

HASTE ROSQUEADA 100MM - EM AÇO

40

IMPLANTEC

R$ 37,000

R$ 1.480,000

22.54

PORTA PINO DE SHANZ PEQUENO EM AÇO

UND

220

IMPLANTEC

R$ 98,000

R$ 21.560,000

22.55

PLACA BI-PLANA DE 2 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 41,000

R$ 410,000

22.56

PLACA BI-PLANA DE 3 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 41,000

R$ 410,000

22.57

PLACA BI-PLANA DE 4 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 41,000

R$ 410,000

22.58

PLACA DE CONEXÃO CURTA DE 2 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 52,000

R$ 520,000

22.59

PLACA DE CONEXÃO CURTA DE 3 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 52,000

R$ 520,000

22.60

PLACA DE CONEXÃO CURTA DE 4 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

22.61

PLACA DE CONEXÃO CURTA DE 5 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 52,000

R$ 520,000

22.62

PLACA DE CONEXÃO CURTA DE 6 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 52,000

R$ 520,000

22.63

PLACA DE CONEXÃO CURTA DE 7 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 52,000

R$ 520,000

22.64

PLACA DE CONEXÃO CURTA DE 8 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 52,000

R$ 520,000

22.65

PLACA DE CONEXÃO CURTA DE 9 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 52,000

R$ 520,000

22.66

PLACA DE CONEXÃO CURTA DE 10 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 52,000

R$ 520,000

22.67

PLACA DE CONEXÃO LONGA DE 8 FUROS - EM AÇO

UND

10

IMPLANTEC

R$ 99,000

R$ 990,000

22.68

PLACA DE CONEXÃO LONGA DE 12 FUROS - EM AÇO

10

IMPLANTEC

R$ 99,000

R$ 990,000

UND

R$ 6.780,000

R$ 2.484,000

22.51

R$ 52,000

R$ 339,000

R$ 2.484,000

IMPLANTEC

UND

HEXAGON

R$ 2.392,000

10

C/FURO

R$ 2.600,000

R$ 2.208,000

HASTE ROSQUEADA C/FURO 40MM EM AÇO UND

R$ 37,000

TÍBIA

PLACA RECONSTRUÇÃO 3.5MM EM AÇO

22.50

R$ 37,000

-

ÚMERO

IMPLANTEC

UND

II

28

IMPLANTEC

2

UND

HEXAGON

10

UND

R$ 370,000 R$ 1.480,000 R$ 1.480,000

R$ 520,000

RESOLUÇÃO Nº 011/2013 Aprova o Plano de Providências 2013- CREAS e CENTRO POP O Conselho Municipal de Assistência Social - COMAS em Reunião Extraordinária, reali-zada em 13 de setembro de 2013, no uso das suas competências e atribuições legais: RESOLVE: Art. 1º - Aprovar o Plano de Providências 2013-CREAS (Centro de Referência Especiali-zado em Assistência Social) e CENTRO POP (Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua). Art. 2º - Revogar as disposições em contrário. Art. 3º - Esta resolução entra em vigor na data da sua aprovação. Art. 4º - Publique-se. Macaé, 13 de setembro de 2013. Altina Pinheiro Dantas Presidenta do COMAS

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EDITAL 16/2013 A Presidenta do Conselho Municipal de Assistência Social COMAS, Altina Pinheiro Dantas, no uso de suas atribuições, convoca os Conselheiros Titulares e Suplentes para Reunião Extraordi-nária a realizar-se no dia 13 de setembro de 2013 (sexta-feira), 1ª Convocação às 10h; 2ª Convo-cação às 10h30, na sede do COMAS, sito à Travessa Ari Schueller Pimentel, nº 25, Centro - Macaé (próximo ao Conselho Tutelar), conforme abaixo: Pauta: 1- Apreciação e Aprovação de Plano de Providências 2013 - CREAS E CENTRO POP . Altina Pinheiro Dantas PRESIDENTA DO CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL COMAS - MACAÉ

(3-3)

22.94

IMPLANTEC

R$ 300,000

10

22.27

R$ 78,000

R$ 300,000

UND

22.26

IMPLANTEC

R$ 300,000

BANDEIRA FÊMEA DE 1 FURO - EM AÇO

DE

10

R$ 300,000

22.21

CONECTOR QUADRADO FUROS - EM AÇO

UND

R$ 6.320,000

PINO P/FIXAÇÃO C/OLIVA 1.5 - EM AÇO

22.25

SEMI ANEL DE 120MM - EM AÇO

23

22.9

CONECTOR QUADRADO DE 1 FURO - EM AÇO

22.79

R$ 40.858,000

FIXADOR EXTERNO ILIZAROV, em aço, por item conforme abaixo:

BANDEIRA FÊMEA DE 4 FUROS - EM AÇO

10

R$ 320,000

HEXAGON

22.24

UND

R$ 1.134,000

6

UND

SEMI ANEL DE 110MM - EM AÇO

10

UND

22

22.78

IMPLANTEC

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

DE

QUADRIL

P/

ORTOSSÍNTESE

R$ 119,060 TOTAL REGISTRADO

R$ 2.381,200 R$ 699.000,00

PORTARIA

Nº 190/2013

O Diretor-Presidente da Fundação Municipal Hospitalar de Macaé FMHM, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE: 1) Cessar os efeitos da portaria 108/2011 a contar de 02 de janeiro de 2013. 2) Designar, a servidora VERÔNICA SOARES SALES DE SOUZA, matrícula nº 9736, para responder pelo expediente do setor de COMPRAS da Fundação Municipal Hospitalar de Macaé - FMHM, a partir do dia 02 de janeiro de 2013. Macaé/RJ, em 10 de setembro de 2013 Dr. Newton José Diretor Presidente da FMHM

RESULTADO DOS JULGAMENTOS AGOSTO/2013, REALIZADOS PELA JARIT (JUNTA ADMINISTRATIVA DE RECURSOS DE INFRAÇÕES DE TRANSPORTES) ATRAVÉS DA NOTIFICAÇÃO DE AUTUAÇÃO APRESENTADAS NAS ATAS 057/2013DP (02/08/2013), 058/ 2013DP (06/08/2013), 059/2013DP (09/08/2013), 060/2013DP (13/ 08/2013), 061/2013DP (16/08/2013), 062/2013DP (20/08/2013), 063/ 2013DP (26/08/2013), 064/2013DP (30/08/2013).

PROCESSOS DEFERIDOS 1036/13

1051/13

1311/13

PROCESSOS INDEFERIDOS 1002/13 1008/13 1014/13 1020/13 1026/13 1032/13 1039/13 1045/13 1052/13 1058/13 1064/13 1070/13 1076/13 1082/13 1088/13 1094/13 1100/13 1106/13 1112/13 1118/13 1124/13 1130/13 1136/13 1142/13 1148/13 1154/13 1160/13 1166/13 1172/13 1178/13 1184/13 1190/13 1196/13 1202/13 1208/13 1214/13 1220/13 1226/13 1232/13 1238/13 1244/13 1250/13 1256/13 1262/13 1268/13 1274/13 1280/13 1286/13 1292/13 1298/13 1304/13 1310/13 1317/13 1323/13 1329/13 1335/13 1341/13 1347/13 1353/13 1359/13

1003/13 1009/13 1015/13 1021/13 1027/13 1033/13 1040/13 1046/13 1053/13 1059/13 1065/13 1071/13 1077/13 1083/13 1089/13 1095/13 1101/13 1107/13 1113/13 1119/13 1125/13 1131/13 1137/13 1143/13 1149/13 1155/13 1161/13 1167/13 1173/13 1179/13 1185/13 1191/13 1197/13 1203/13 1209/13 1215/13 1221/13 1227/13 1233/13 1239/13 1245/13 1251/13 1257/13 1263/13 1269/13 1275/13 1281/13 1287/13 1293/13 1299/13 1305/13 1312/13 1318/13 1324/13 1330/13 1336/13 1342/13 1348/13 1354/13 1360/13

1004/13 1010/13 1016/13 1022/13 1028/13 1034/13 1041/13 1047/13 1054/13 1060/13 1066/13 1072/13 1078/13 1084/13 1090/13 1096/13 1102/13 1108/13 1114/13 1120/13 1126/13 1132/13 1138/13 1144/13 1150/13 1156/13 1162/13 1168/13 1174/13 1180/13 1186/13 1192/13 1198/13 1204/13 1210/13 1216/13 1222/13 1228/13 1234/13 1240/13 1246/13 1252/13 1258/13 1264/13 1270/13 1276/13 1282/13 1288/13 1294/13 1300/13 1306/13 1313/13 1319/13 1325/13 1331/13 1337/13 1343/13 1349/13 1355/13 1361/13

1005/13 1011/13 1017/13 1023/13 1029/13 1035/13 1042/13 1048/13 1055/13 1061/13 1067/13 1073/13 1079/13 1085/13 1091/13 1097/13 1103/13 1109/13 1115/13 1121/13 1127/13 1133/13 1139/13 1145/13 1151/13 1157/13 1163/13 1169/13 1175/13 1181/13 1187/13 1193/13 1199/13 1205/13 1211/13 1217/13 1223/13 1229/13 1235/13 1241/13 1247/13 1253/13 1259/13 1265/13 1271/13 1277/13 1283/13 1289/13 1295/13 1301/13 1307/13 1314/13 1320/13 1326/13 1332/13 1338/13 1344/13 1350/13 1356/13

1006/13 1012/13 1018/13 1024/13 1030/13 1037/13 1043/13 1049/13 1056/13 1062/13 1068/13 1074/13 1080/13 1086/13 1092/13 1098/13 1104/13 1110/13 1116/13 1122/13 1128/13 1134/13 1140/13 1146/13 1152/13 1158/13 1164/13 1170/13 1176/13 1182/13 1188/13 1194/13 1200/13 1206/13 1212/13 1218/13 1224/13 1230/13 1236/13 1242/13 1248/13 1254/13 1260/13 1266/13 1272/13 1278/13 1284/13 1290/13 1296/13 1302/13 1308/13 1315/13 121/13 1327/13 1333/13 1339/13 1345/13 1351/13 1357/13

1007/13 1013/13 1019/13 1025/13 1031/13 1038/13 1044/13 1050/13 1057/13 1063/13 1069/13 1075/13 1081/13 1087/13 1093/13 1099/13 1105/13 1111/13 1117/13 1123/13 1129/13 1135/13 1141/13 1147/13 1153/13 1159/13 1165/13 1171/13 1177/13 1183/13 1189/13 1195/13 1201/13 1207/13 1213/13 1219/13 1225/13 1231/13 1237/13 1243/13 1249/13 1255/13 1261/13 1267/13 1273/13 1279/13 1285/13 1291/13 1297/13 1303/13 1309/13 1316/13 1322/13 1328/13 1334/13 1340/13 1346/13 1352/13 1358/13


MACAÉ, SÁBADO, 14 DE SETEMBRO DE 2013

Geral 9

DIVULGAÇÃO

Enem será aplicado nos dias 26 e 27 de outubro

ENEM

Chefes de sala vão receber capacitação para aplicar o ENEM De acordo com o MEC, a capacitação de chefes de sala envolve 50 mil profissionais Juliane Reis juliane@odebateon.com.br

E

ste ano, as pessoas que vão aplicar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vão receber capacitação. O treinamento será oferecido aos candidatos ao cargo de chefes de sala. Segundo o Ministério da Educação, até 15 de setembro, vai começar a fase inicial de capacitação da primeira turma. Com 50.125 profissionais, as aulas de conteúdo teórico acontecem na modalidade a distância. É o primeiro ano em que os chefes de sala do exame participam deste tipo de formação. O curso, com carga horária de 30 horas, é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), em parceria com o Centro de Educação a Distância da Universidade de Brasília (UnB). Ministradas ao longo de duas semanas, as aulas falam sobre o edital do exame neste ano, a contextualização do Inep e do Enem e a acessibilidade nos dias de prova, incluindo o atendimento diferenciado.

Para o presidente do Inep, Luiz Cláudio Costa, esta capacitação reforça o compromisso do Instituto de oferecer aos candidatos um exame seguro e de qualidade. “Pela primeira vez, nos quinze anos de Enem, estamos oferecendo este tipo de treinamento aos chefes de sala, o que representa um aprimoramento constante no processo de aplicação das provas”, destaca. Haverá ainda duas outras turmas teóricas, uma entre os dias 23 de setembro e 6 de outubro e outra no período de 7 a 20 de outubro. Ambas com mais de 50 mil participantes. Ao todo serão 150.500 chefes de sala certificados para a aplicação do Enem neste ano. As três turmas participarão também de uma segunda fase na capacitação, cuja execução caberá ao consórcio responsável pela aplicação da prova. Nesta fase, as aulas serão presenciais, voltadas para a parte prática das atividades dos chefes de sala nos dias de prova, e estão previstas para acontecer em outubro, uma semana antes da realização do

Enem 2013. Participarão do exame, em 2013, 7,1 milhões de candidatos, número 24% superior ao total de inscritos na edição anterior. As provas, nos dias 26 (sábado) e 27 (domingo, dia da redação) de outubro, terão início às 13 horas (horário de Brasília). Logística - Neste ano serão impressas 15,7 milhões de provas e a logística envolverá 1.661 municípios, 15.576 locais de prova, 63.340 malotes, 9.480 rotas de distribuição e 308 mil quilômetros devem ser percorridos. Números superiores ao da logística de 2012, que teve 12,7 milhões de provas, 1.615 municípios envolvidos, 15.076 locais de prova, 48.341 malotes, 9.788 rotas de distribuição e 305 mil quilômetros percorridos. Além disso, serão envolvidas na aplicação da prova 648 mil pessoas, dentre coordenadores estaduais, municipais e de locais de aplicação, chefes de sala, fiscais e apoio. Todos os malotes que transportarão as provas terão um lacre eletrônico, que permitirá maior segurança ao processo.


10

MACAÉ, SÁBADO, 14 DE SETEMBRO DE 2013


Noticiario 14 09 13