Issuu on Google+

O DEBATE

ESPECIAL

Rodada deve gerar R$ 200 milhões em negócios

BRASIL OFFSHORE

MACAÉ (RJ), QUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2013 • BARSIL OFFSHORE É PARTE INTEGRANTE DA EDIÇÃO 8110 DE O DEBATE - DIÁRIO DE MACAÉ

Um dos eventos mais aguardados da programação da Brasil Offshore foi iniciado ontem suplemento

Instituições e Petrobras juntas em prol da cadeia produtiva do Petróleo pág 21

Parque Científico busca mudar o perfil da economia macaense pág 6

WWW.ODEBATEON.COM.BR • MACAÉ (RJ), QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2013 • ANO XXXVIII • Nº 8110 • FUNDADOR/DIRETOR: OSCAR PIRES • O JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO DO MUNICÍPIO • R$ 1,00

Dr. Aluízio anuncia obras que chegam a R$ 4,2 bilhões

KANÁ MANHÃES

Durante apresentação para empresários que participam da feira Brasil Offshore, prefeito garantiu intervenções já em 2014

"E

sse é um projeto simples, real e que será executado a partir de 2014". Com essa afirmação o prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) surpreendeu o grupo de autoridades e empresários, que participam da sétima edição da Brasil Offshore, reunidos ontem, no gabinete da Prefeitura no Centro de Convenções Jornalista Ro-

berto Marinho, para participar da apresentação do Plano Municipal para Mobilidade Urbana e Logística, denominado "MasterPlan". De acorco com o prefeito, a primeira parte das obras, que consiste na implantação do Arco Viário de Santa Tereza, será realizada a partir do próximo ano, com apoio financeiro do governo do Estado. pág. 3

Ação reduz índice de trabalho infantil Programação em Macaé marcou data dedicada a discutir problema social pág. 5

Diante de empresários e membros do seu governo, Dr. Aluízio defendeu também a implantação do porto de R$ 1,5 bilhão

CIDADE

MARIANNA FONTES

BRASIL OFFSHORE De acordo com a Prefeitura, bairro deve receber outros trabalhos ainda nesta semana

Restaurantes lucram alto durante evento os donos de restaurantes da orla da Praia dos Cavaleiros estão rindo à toa. O motivo é um só: o sucesso da Brasil Offshore. Na terça-feira (11), primeiro dia da feira, aumentou o movimento já percebido em

grande parte dos estabelecimentos da orla. Além da Brasil Offshore, os proprietários ainda comemoram o aumento do movimento devido ao Dia dos Namorados, que foi comemorado ontem (12). pág. 6

Femass abre vagas para professores Profissionais da educação superior interessados em uma oportunidade no mercado de trabalho devem ficar atentos. A Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS) está com inscri-

ções abertas para o Processo Seletivo Simplificado (PSS). Ao todo, são 56 vagas para professor em regime de contrato temporário e formação de cadastro de reservas, por tempo determinado. pág. 9 KANÁ MANHÃES

Equipe realiza limpeza em ruas do Bairro da Glória Após solicitação de moradores, secretaria municipal de Limpeza promoveu ontem capina e recolhimento de lixos e entulhos despejados nas ruas pág. 10

Macaé contrata novo reforço O Macaé Basquete acertou a contratação do ala Márcio Dornelles, que chega ao time no dia 1º de julho como reforço para disputar o Campeonato Estadual e Novo Basquete Brasil (NBB). O jogador foi destaque do Pinheiros na última temporada do NBB, além de ter sido campeão da Liga das Américas. Com 1,94m de altura e 19 anos de experiência no basquete, Márcio jogou pela seleção brasileira principal, participou de todas as edições do NBB e passou por grandes times. pág. 7

DIVULGAÇÃO

Vereador cobra mais ações pela segurança após diversos apontamentos sobre o trabalho da Polícia Militar no município, o vereador Igor Sardinha (PT) fez um discurso apontando críticas às ações do governo do estado na região e requereu que o município tome medidas mais contundentes para melhoria da segurança pública na cidade. pág. 3

COTAÇÃO

Dólar C. Dólar V.

TEMPO

R$ 2,1510 R$ 2,1520

Máxima. Mínima.

30º C 18º C


2

MACAÉ, QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2013

Cidade

NOTA

Cresce participação de Macaé no cenário econômico nacional

ANIMAIS SILVESTRES

Guarda Ambiental resgata aves durante a Brasil Offshore Dois filhotes de quero-quero foram encontrados por expositores durante o evento Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

N

a tarde da última terça-feira (11), durante uma visita a sétima edição da Brasil Offshore, o Departamento de Guarda Ambiental foi acionado por alguns expositores para o resgate de duas aves. Dois filhotes de quero-quero (Vanellus chilensis) foram encontrados dentro de um bueiro, a poucos metros do seu ninho. Após perceber a agitação de duas aves da espécie, já adultas, no estacionamento, dentro do Parque de Exposições Latiff Mussi, uma expositora ligou para o órgão, que foi ao local imediatamente. O resgate levou algumas horas, pois um carro havia estacionado em cima da tampa do bueiro, impedindo que os agentes ambientais retirassem os animais no momento. Para isso, foi preciso esperar o dono do carro chegar para que o resgate fosse feito. Em seguida, os animais foram remanejados, junto aos pais, para um outro ponto próximo e seguro. Essa espécie de ave coloca geralmente os seus ninhos no solo. Segundo alguns biólogos, os filhotes são capazes de deixar os ninhos pouco de-

pois de saírem dos ovos. Eles costumam viver em áreas de pasto, podendo ser vistos em campos de futebol e próximo a fazendas. Eles sempre alertam quando algum intruso invade sua área, por isso podem ser agressivos. Como Macaé é um município que abriga muitas espécies de animais silvestres, inclusive 14 ameaçados de extinção, a Guarda Ambiental tem tido um papel fundamental na preservação. Somente nesse ano, segundo dados de janeiro até o dia 1 de junho, já foram resgatados mais de 70 animais silvestres pelos agentes ambientais. Entre os animais capturados e remanejados para seus habitats naturais estão uma siriema (ave rara), um lagarto teiú, quatro jacarés do papo amarelo (inclusive um em perímetro urbano), uma aranha caranguejeira, um sagui, um papagaio e uma arara. O trabalho realizado com animais silvestres conta com o apoio da secretaria de Ambiente do município. Com objetivo de combater o tráfico ilegal de animais, o órgão também segue em estado de alerta em todo o território, inclusive na Região Serrana. A fiscalização de combate à caça está sendo intensificada nesse período do ano

MARIANNA FONTES

a fim de coibir essa prática, que é considerada ilegal. Para poder ajudar na preservação do meio ambiente, a po-

pulação pode colaborar com os agentes ambientais. Para isso, a Prefeitura disponibiliza o número 9701-9770, que fun-

ciona todos os dias da semana, em tempo integral. Esse telefone pode ser utilizado para a população denunciar casos

Equipe de agentes ambientais retirou os animais de bueiro e remanejou para uma área próxima e segura

de maus tratos a animais, solicitação de resgate de animais silvestres, invasões, incêndios e desmatamentos.


MACAÉ, QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2013

Política

3

NOTA

Maxwell Vaz (PT) participou da solenidade de abertura da sétima edição da Brasil Offshore

INVESTIMENTOS

Governo apresenta planejamento de obras para a "Cidade do Petróleo" Durante Brasil Offshore, prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) defendeu parcerias para garantir desenvolvimento da cidade KANÁ MANHÃES

Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

C

om a proposta "Invista em Macaé", difundida pelo governo municipal durante a realização da sétima edição da Brasil Offshore, o prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) apresentou ontem o pacote de obras e projetos planejados com objetivo de garantir o tão esperado desenvolvimento de Macaé, garantindo assim o seu reconhecimento como a "Cidade do Petróleo. Ao reafirmar que o município precisa viver a era do petróleo, o chefe do poder executivo apresentou o "MasterPlan", o plano master de investimentos previstos para os próximos anos, que aponta também a necessidade das parcerias dos governos estadual e federal na consolidação dos projetos que atenderão, desde a mobilidade urbana, até a consolidação do novo porto da cidade, um investimento de R$ 1,5 bilhão, que deverá ser concretizado até 2017, através do Terminal Logístico de Macaé (Terlom). O MasterPlan foi destacado durante o discurso do prefeito, na abertura da sétima edição da Brasil Offshore, evento realizado na tarde da última terça-feira (11), no auditório principal do Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho. Além de abrir as perspectivas do governo para a execução das chamadas "obras grandiosas", o anúncio sobre o planejamento de investimentos em áreas relativas, principalmente a dinâ-

Através da proposta "Invista em Macaé", governo apresentou a empresários pacote de investimentos que estão sendo planejados para o município mica do arranjo produtivo do petróleo contribuiu, e muito, para oferecer maior segurança às empresas que participam da Brasil Offshore, e que planejam participar da indústria do petróleo voltada às atividades da Bacia de Campos. Em seu discurso, o prefeito citou questões referentes aos desafios enfrentados pelo setor offshore, que necessitam de uma atuação eficiente da admi-

nistração municipal, possibilitando assim efeitos, através da parceria dos setores públicos e privados, benéficos, tanto para a cadeia produtiva, quanto para a qualidade de vida da população. "A indústria do petróleo precisa estar junta nesse novo processo de desenvolvimento da cidade. O que planejamos, através do MasterPlan, visa reduzir os custos elevados na dinâmica de atividades do setor offshore,

além de garantir o principal, maior qualidade de vida da população, que é o foco do nosso governo", apontou o prefeito. Ao manter o diálogo próximo junto as instituições que representam a indústria do petróleo em Macaé, como a Comissão Municipal da Firjan, assim como a todas as entidades que integram o conselho empresarial, o prefeito destacou que as riquezas geradas

CÂMARA

pelo petróleo contribuirão com a consolidação dos projetos previstos pelo MasterPlan. "Precisamos viver a era do petróleo, para que Macaé seja a verdadeira cidade do petróleo, no estado, no país e no mundo. O governo vai trabalhar junto as entidades que representam o setor, junto a Petrobras, e ao lado da população, para garantir a organização da cidade. Macaé é como um quadro.

EDUCAÇÃO WANDERLEY GIL

Igor apontou a necessidade de mudanças no convênio do Proeis

Macaé como polo em qualificação Vice-prefeito destacou potencial do município em ampliar educação de qualidade

Vereador cobra ações para ampliar segurança na cidade Igor Sardinha apontou a necessidade de reforço do efetivo do 32º Batalhão da PM na sessão da última terça-feira (11) da Câmara, os vereadores receberam a visita do comandante do 32º Batalhão de Policia Militar (BPM), Coronel Ramiro Campos, para um debate sobre a questão da segurança pública em Macaé e região. Após diversos apontamentos sobre o trabalho da Polícia Militar no município, o vereador Igor Sardinha (PT) fez um discurso apontando críticas às ações do governo do estado na região e requereu que o município tome medidas mais contundentes para melhoria da segurança pública na cidade. Primeiro ponto de pauta da fala do vereador foi o contingente de policiais militares da região. Segundo o parlamentar, o atual comando da PM precisa

A pintura já foi feita. O que é preciso agora é uma nova moldura", apontou o prefeito. Através da atuação de setores do governo, capitaneados pela secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, parcerias estão sendo buscadas durante a realização da Brasil Offshore, junto ao setor empresarial com objetivo de fortalecer áreas importantes do município.

de grande esforço para garantir a cobertura da segurança pública em Macaé, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Rio das Ostras, Carapebus e Quissamã, área de abrangência do 32º BPM. Atualmente, segundo informações do próprio comandante, a média de policiais nas ruas diariamente é de 150 homens, num efetivo de 600 homens. “Fica claro que Macaé e região não recebem do governo do Estado a mesma atenção que a capital, por exemplo. Números dão conta de que na Zona Sul da Capital existe um policial para cada 100 habitantes; em São Gonçalo, a relação já piora muito, chegando a um policial para cada 1.8 mil pessoas; e na nossa região temos o número absurdo de um policial para cada 2.8 mil pessoas. Uma covardia com Macaé e nossa região”, declarou Igor. Na esfera municipal, o vereador fez alguns apontamentos

sobre o papel desempenhado pela prefeitura. Ao responder a perguntas feitas pelo petista, o comandante relatou que o convênio da prefeitura com a PM no que tange ao PROEIS só contempla a contratação de 40 policiais. O PROEIS - Programa Estadual de Integração na Segurança - permite que a prefeitura possa contratar policiais para que eles continuem nas ruas trabalhando nos períodos em que não estão cumprindo a sua escala na PM. “Diante de um quadro tão crítico é fundamental que a prefeitura faça mudanças no convênio e amplie o número em pelo menos mais 200 policiais militares. O número hoje é totalmente insuficiente! Inclusive, protocolamos um requerimento na Câmara no intuito de levarmos essa demanda ao governo municipal”, disse Igor. Outro ponto da fala do comandante, citado pelo vereador de oposição que mereceu

destaque em sua fala é no que tange as câmeras de segurança espalhadas pela cidade. Segundo informações dadas pelo comandante, Macaé possui 54 câmeras de segurança adquiridas através do convênio do Prodesmar, sendo que 13 delas estão sem condições de uso, tornando a situação altamente crítica. O número de câmeras consideradas ideal para o trabalho da Polícia Militar seria de 300 câmeras. Sendo assim, o atual monitoramento já se encontra obsoleto. “Cobraremos, tanto ao governo municipal quanto ao estadual em relação a todas as medidas capazes de levar segurança à nossa população. É necessário o empenho de todos, dando condições para que a PM trabalhe, mas sem esquecer o papel fundamental na transformação através da infraestrutura, educação, saúde. Macaé merece mais”, finalizou Igor Sardinha.

ao participar dos principais eventos que marcam a sétima edição da Brasil Offshore, o vice-prefeito Danilo Funke (PT) destacou as oportunidades geradas pelo evento para apresentar o potencial de Macaé como polo de formação de novos profissionais, seja na área técnica, assim como no ensino superior. Ao destacar a qualidade do ensino prestado pelas instituições que integram a Cidade Universitária, Danilo apontou, durante encontro com empresários e representantes de instituições que participam do setor offshore, o trabalho realizado pelo novo governo com objetivo de fortalecer a educação em todos os seus níveis. "A demanda por profissionais qualificados, seja na área técnica ou de nível superior,

ainda é grande na indústria do petróleo. No passado, havia a necessidade de trazer profissionais de outras regiões para atender essa demanda. Hoje, o nosso governo prioriza ações para a educação com objetivo de garantir à nossa população o acesso às principais oportunidades de trabalho oferecidas pelo mercado offshore. Vamos trabalhar para que o acesso a formação profissional seja expandido em nossa cidade, contemplando principalmente as pessoas de áreas carentes", afirmou Danilo. Ao lado do prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) na abertura da feira, assim como na inauguração do estande da Petrobras, Danilo destacou a parceria firmada entre o governo e a estatal, elogiando o trabalho desenvolvido pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Lincoln Weinhardt, além de fazer reverência ao gerente geral da Unidade de Operações da Bacia de Campos (UO-BC), Joelson Falcão. ROGÉRIO PECCIOLI/SECOM

Danilo, ao lado de Dr. Aluízio, Lincoln e Joelson Falcão


4

MACAÉ, QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2013

Opinião EDITORIAL

NOTA

Cultura Afro-brasileira é tema de seminário na Cidade universitária

FOTO LEGENDA

Destaque para os números

KANÁ MANHÃES

São 12 anos, 7 edições, centenas de expositores, milhares de visitantes e milhões de negócios prospectados e que contribuíram com o fortalecimento da economia da cidade que assumiu, de forma plena, o protagonismo na indústria nacional do petróleo, a partir da expansão da exploração e produção de óleo bruto e gás natural nas reservas situadas na Bacia de Campos.

T

odo esse potencial, identificado pelos responsáveis pela organização do evento que hoje ocupa posição de destaque no cenário internacional, foi destacado nos discursos das autoridades que participaram da abertura da sétima edição da Brasil Offshore. Quem acompanhou o evento se surpreendeu com os expressivos números apresentados pelos representantes das instituições responsáveis por conduzir a principal atividade econômica do país, que possibilita aos governos federal, estadual e municipal garantir a tão sonhada qualidade de vida da população, processo que depende também do comprometimento do poder público. Dados como a expansão da área destinada aos estandes, que informalmente é calculada em cerca de 10 quilômetros de corredores cheios de informações, materiais e serviços destinados a ampliar a eficiência no processo de extração do petróleo em águas profundas, desafio que motiva ainda mais a

exploração das camadas do pré-sal. Só de expositores são 720 empresas, nacionais e internacionais, que almejam garantir uma fatia maior no disputado mercado proporcionado pelo arranjo produtivo do petróleo, que em Macaé é voltado principalmente para a dinâmica de produção da Petrobras. Os números são mais expressivos ainda quando se é calculado a expectativa de negócios que podem ser consolidados através da aproximação das empresas, principal foco proporcionado pela Brasil Offshore. Até amanhã, sexta-feira (14), Macaé segue como a Capital Mundial do Petróleo, mérito garantido pela sua participação na dinâmica de produção do petróleo nacional. Ao longo desses quatro dias, a cidade teve a oportunidade de fortalecer laços importantes para que o seu tão esperado desenvolvimento seja alcançado. Ao apontar riquezas, os números são suficientes também para afirmar que investir em Macaé é um bom negócio!

ESPAÇO ABERTO Rigor do Mensalão foi Atípico O advogado Luiz Roberto Barroso, aprovado pelo Senado para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal, afirmou ao ser sabatinado que “o rigor do mensalão foi atípico”.

R

igor atípico é aquele excesso no julgamento que não condiz com a realidade dos fatos. Qualquer acusação pública, como o oferecimento de uma denúncia ou uma condenação com a consequente aplicação da pena é função específica do Estado. Através de dois órgãos o Estado se manifesta quando do oferecimento da denúncia. A polícia judiciária que preside o inquérito e o Ministério Público que oferece a denúncia. O sujeito passivo é o acusado na sua individualidade, sendo sua liberdade protegida pela Constituição. Em razão do que são aplicados alguns princípios para preservar a dignidade humana, a presunção de inocência e a liberdade de qualquer suspeito ou acusado. Um desses princípios é a proibição de excesso tanto no oferecimento de uma denúncia quanto da aplicação de uma pena, consequência necessária da condenação. O Ministro Marco Aurélio, em entrevista ao Jornal O Globo, concordou com o novo Ministro que assume uma vaga no STF. E afirmou: “o julgamento foi atípico para os padrões do Supremo Tribunal Federal”. Afirmou ainda “que tentou impor condenações mais baixas aos réus, mas foi vencido pela maioria dos colegas”. O ministro Marco Aurélio na minha modesta opinião tem razão ao afirmar que tentou substituir o concurso material na aplicação das penas pela aplicação da continuidade delitiva, ou seja, a existência do crime continuado, substituindo o critério de soma das penas pelo critério da exasperação da pena. Pena aplicada a um dos delitos com o aumento de um sexto a dois terços, sendo esse aumento proporcional ao número de crimes cometidos e não a soma das mesmos. A aplicação correta seria do art. 71 e não do art. 69 do CP.

Tudo porque, os crimes praticados são das mesmas espécies, isto é, existe praticamente um “único bem jurídico lesado” nas operações realizadas pelos acusados que seria o bem público. Pelas condições de tempo, lugar, maneira de execução e outras semelhantes, os crimes subsequentes devem ser havidos como continuação do primeiro. Só olhar atentamente as decisões proferidas que ficam mais do que demonstradas que as operações financeiras realizadas e consideradas ilícitas estão vinculadas pelas condições de tempo. A operação anterior para a sua configuração dependia da posterior e essa posterior era realizada dentro de uma margem temporal que configura a continuidade delitiva. Os locais eram normalmente os bancos representando o sistema financeiro. Há um nexo entre a primeira operação em termo de lugar com todas as outras realizadas. A maneira de execução foi uma só, podendo-se acrescentar outras semelhantes brilhantemente defendidas pelo Ministro Marco Aurélio. Não querendo desconsiderar outros Ministros, mas Marco Aurélio e o novo Ministro possuem uma visão mais típica dos fatos. No momento de aplicar a pena não poderia usar o concurso material. São crimes das mesmas espécies vinculados pelo nexo causal das condições de tempo, maneira de execução e outras semelhantes, sendo o bem jurídico único, de forma que os crimes subsequentes praticados em relação ao primeiro crime devem ser havidos como continuidade deste. O critério de aplicação da pena deveria ser da exasperação e não do cúmulo ou soma material. Essa é a decisão que distancia do pane et circus. Ronaldo Tanus Madeira Advogado.

A utilização dos táxis para atender aos visitantes da Brasil Offshore é uma das principais alternativas para evitar a disputa por vagas de estacionamento na região próxima ao Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho. Diante da grande demanda pelo serviço, cresce a necessidade do governo municipal em ampliar o número de autarquias (permissões para a circulação dos veículos) disponibilizadas ao setor.

PAINEL Números

Efeitos

Segurança

Como em todas as últimas seis edições, a Brasil Offshore segue surpreendendo com os números. Além de ampliar, de 35 mil para 37 mil metros quadrados a área de expositores, contando com a presença de cerca de 140 empresas internacionais que ainda não atuam no Brasil, a feira pode garantir a geração de mais de R$ 500 milhões apenas em negócios voltados à cadeia produtiva do petróleo. Os benefícios para Macaé são inestimáveis.

Enquanto representantes de milhares de empresas participam das negociações registradas dentro do Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, do lado de fora, principalmente na rodovia Amaral Peixoto, a população da cidade sente o peso de sediar a terceira maior feira da indústria do petróleo no mundo. O congestionamento no trecho entre Macaé e Rio das Ostras foi intenso, um problema difícil de ser solucionado logo no primeiro ano do novo governo.

Através do espaço Eu, Leitor o Repórter, do site do jornal O DEBATE (www.odebateon.com.br), leitores apontam os riscos enfrentados por ciclistas que circulam pela rodovia Amaral Peixoto (RJ 106). Muitos trafegam pelas novas faixas criadas após a reforma da pista, no trecho Centro-Parque Aeroporto, utilizadas principalmente pelos coletivos do transporte público municipal. Para evitar problemas, os ciclistas deveriam seguir pela avenida Luiz Lírio.

Posicionamento

Impactos

Ilegal

Diante da presença dos representantes dos órgãos responsáveis pelo controle do processo produtivo do petróleo brasileiro, o prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) não hesitou ao apontar, de forma bem cordial, a necessidade da participação dos governos estadual e federal nos investimentos necessários para que “a tela Macaé possa ganhar uma nova moldura”. As palavras do líder do poder executivo municipal foram registradas pela imprensa internacional, que acompanha a Brasil Offshore.

Enquanto acontece a Brasil Offshore, as mais de três mil empresas que já atuam no arranjo produtivo do petróleo seguem os seus trabalhos. Por conta disso, a circulação intensa de carretas que oferecem o apoio logístico à atividade offshore acaba impactando ainda mais o trânsito da cidade, no período em que Macaé recebe mais de 50 mil pessoas todos os dias, que se deslocam para o Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho.

As reclamações ainda são muitas em relação ao serviço prestado pela empresa Rodando Legal, que reboca carros e motos apreendidos em operações do Departamento Estadual de Transporte (Detran) e da Polícia Militar. Denúncias relativas ao pagamento de diárias, e até sobre a insegurança dos veículos que são levados para o pátio da empresa, situado no São José do Barreto, crescem. O caso precisa ser analisado pelo Ministério Público.

MasterPlan

Economia

Oportunidade

Conforme antecipado aos membros da Comissão Municipal da Firjan, durante a reunião de maio, o prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) anunciou também o “MasterPlan”, o planejamento master de obras e investimentos apontados como fundamentais para que Macaé se transforme efetivamente na Capital Nacional do Petróleo. A implantação de novos arcos viários e a consolidação do novo porto de R$ 1,56 bilhão fazem parte do pacote de intervenções.

Não são apenas investimentos relacionados diretamente ao setor da indústria do petróleo, que são estimulados durante a realização da Brasil Offshore. Empresas veem na expectativa de chegada de novas companhias a oportunidade de investir pesado em setores como imobiliário e hotelaria. A expansão do comércio também é identificada, tanto por pessoas que já conhecem a cidade, como por quem veio pela primeira vez à Capital do Petróleo.

EXPEDIENTE EJORAN - Editora de Jornais, Revistas e agências de Notícias. cnpj: 29699.626/0001-10 - Registrado na forma de lei. diretor responsável: Oscar Pires. sede própria: Rua Benedito Peixoto, 90 - Centro - Macaé - RJ. Confeccionado pelo Sistema de Editoração AICS e CTP (Computer to Plate). Impresso pelo Sistema Offset. circulação: Macaé, Quissamã, Conceição de Macabu, Carapebus, Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu. A direção do O DEBATE não se responsabiliza e nem endossa os conceitos emitidos por seus colaboradores em ações ou artigos assinados, sendo de total responsabilidade do autor. Filiado à ADJORI-RJ - Associação dos Diretores de Jornais do Estado do Rio de Janeiro e à ABRAJORI - Associação Brasileira de Jornais do Interior. ANJ - Agência Nacional de Jornais. ADI Brasil - Associação dos Jornais Diários do Interior. Representante: ESSIÊ PUBLICIDADE E COMUNICAÇÃO S/C LTDA. são paulo: R. Abílio Soares, 227/8º andar - Conjunto 81 - CEP: 04005-000 Telefone: (11) 3057-2547 e Fax: (11) 3887-0071 • rio de janeiro: Av. Princesa Isabel, 323 - sala 608 - CEP: 22011-901 - Telefone: (21) 2275-4141 • brasília: SCS Ed. Maristela, sala 610 / DF - CEP: 70308-900 - Telefone: (61) 3034-1745 (61) 3036-8293.

A Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS) abriu inscrições, na última terça-feira (11), para o Processo Seletivo Simplificado (PSS) com 56 vagas para professor em regime de contrato temporário e formação de cadastro de reservas, por tempo determinado. As inscrições estão abertas até a próxima segunda-feira (17), conforme divulgação no edital 01, de 7 de junho último, e a Lei Municipal 2.951/2007.

GUIA DO LEITOR JORNAL O DEBATE tel/fax: (22) 2106-6060 acesse: http://www.odebateon.com.br/ e-mail: odebate@odebateon.com.br comercial: Ligue (22) 2106-6060 - Ramal: 215 e-mail: comercial@odebateon.com.br classificados: E-mail: classificados@odebateon.com.br

TELEFONES ÚTEIS: POLÍCIA MILITAR: POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL: SAMU - SERV. AS. MED. URGÊNCIA: CORPO DE BOMBEIROS: DEFESA CIVIL: POLÍCIA CIVIL - 123ª DP: DISQUE-DENÚNCIA (POLÍCIA MILITAR): DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL (24 HORAS): DEL. DE POL. FEDERAL (DISQUE DENÚNCIA): DEL. DE POL. FEDERAL (PASSAPORTE/VISTO): DISQUE-DENÚNCIA (CÂMARA DE MACAÉ): HOSPITAL PÚBLICO MUNICIPAL: AMPLA: CEDAE: PREFEITURA MUNICIPAL: DELEGACIA DA MULHER: GUARDA MUNICIPAL: ILUMINAÇÃO PÚBLICA: AEROPORTO DE MACAÉ: CARTÓRIO ELEITORAL 109ª ZONA: CARTÓRIO ELEITORAL 254ª ZONA: CORREIOS - SEDE: AG CORREIOS CENTRO: TELEGRAMA FONADO: SEDEX: CEG RIO: RADIO TAXI MACAÉ

190 191 192 193 199 2791-4019 2791-5379 2762-0820 2759-1312 2759-0698 2772-7262 2773-0061 0800-28-00-120 2772-5090 2791-9008 2772-0620 2773-0440 0800-72-77-173 2772-0950 2772-9214 2772-2256 2759-2405 2762-7527 0800-5700100 2762-6438 0800-28-20-205 27726058


MACAÉ, QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2013

Polícia

5

NOTA

Heterogênese Urbana: uma ação de cidadania na Praça Veríssimo de Mello

NOVO HORIZONTE

KANÁ MANHÃES

Carro roubado é recuperado por satélite A vítima, que foi assaltada na Granja dos Cavaleiros ligou para a polícia informando a localização do veículo Bertha Muniz berthamuniz@odebateon.com.br

U

ma mulher foi assaltada na manhã de ontem (12), na Granja dos Cavaleiros, quando saía de um comércio, por volta das 8h30. De acordo com a polícia, um bandido

armado teria rendido a vítima e a retirado do carro. No momento da abordagem, a mulher estava sozinha. A vítima, que não teve a bolsa roubada, acionou a empresa que monitora, via satélite, o carro e descobriu que o veículo estaria em uma rua do bairro Novo Horizonte. Ela

ligou para o 190 e repassou a localidade informada pelo satélite. Policiais do Serviço Reservado da Polícia Militar (P2), fizeram buscas pelo bairro e encontraram o veículo, modelo Hilux, estacionado na Rua E12. O assaltante não teria levado nenhuma peça do carro.

O caso foi registrado na 123ª Delegacia Policial de Macaé (DP) Segundo a polícia, bandidos usam a estratégia de deixar os veículos roubados estacionados em locais desertos até que tenham certeza de que o

carro não é monitorado por satélite. A perícia esteve no local para coletar as digitais no volante do veículo. O caso foi registrado na 123ª

Delegacia Policial de Macaé (DP), e está sendo investigado pelos agentes que ainda não possuem pistas sobre o assaltante.

VISTORIA

Detran disponibiliza 10 mil vagas até domingo Ao todo, no interior do estado serão 9 mil vagas para vistoria o detran estará disponibilizando até o próximo sábado (15), em seus 48 postos em todo o estado, um total de dez mil vagas para vistoria e

transferência de propriedade (TP), sendo 12.900 vagas para o primeiro serviço e 4.200 para o segundo, nas unidades da Região Metropolitana, e 9.000 vagas para o primeiro serviço e 3.300 para o segundo, nas unidades do interior. O número de vagas tem reduzido rapidamente.

CALENDÁRIO DE VISTORIA - 2013 FINAL DA PLACA DO VEÍCULO

›0-9 ›8-7 ›6-5 ›1-2 ›4-3

PERÍODO PARA O LICENCIAMENTO ANUAL ATÉ 30.06.2013 ATÉ 31.07.2013 ATÉ 31.08.2013 ATÉ 30.09.2013 ATÉ 31.10.2013

KANÁ MANHÃES

De acordo com o órgão, no sábado, o horário de funcionamento será como nos dias úteis, entre 7h e 19h. A grande procura pelos procedimentos é atribuída pelo departamento à recomendação, divulgada pela mídia, da necessidade de os motoristas viajarem com a proximidade das férias e de muito movimento e fiscalização nas estradas, com situação dos seus carros regularizada. Para agendar os procedimentos, basta acessar o portal www.detran.rj.gov.br ou telefonar para 3460-4040, 34604041 (Região Metropolitana) e 0800-0204040 (interior).

METRÔ

No domingo, os postos ficarão abertos entre 8h e 13h, mas, no sábado, o horário de funcionamento será como nos dias úteis, entre 7h e 19h

SILVA JARDIM

Ferroviários cobram implantação de VLT Duas crianças Projeto que fazia parte do extinto Programa Pró-Transportes, precisa ser readequado para que possa receber verbas do Governo Federal na manhã da última terça-feira (11), representantes do Sindicato dos Ferroviários de Macaé e líderes de associações de moradores se reuniram no pátio da estação ferroviária de Macaé, para cobrar respostas sobre a implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT). O grupo pretende chamar a atenção das autoridades em relação ao esquecimento do projeto, que beneficiaria não só a população, como também o caos urbano que ocorre na cidade. O projeto do sistema de Veículos Leves sobre Trilhos (VLT), que tem como objetivo facilitar o transporte da população está em andamento há mais de três anos e aguarda análise do novo governo. Em janeiro deste ano, a Prefeitura de Macaé informou que

o projeto para implantação do VLT na cidade estaria em fase de análise pelo novo governo municipal. Dessa forma, ainda será feita uma revisão dos custos estimados anteriormente. Além disso, a Prefeitura alertou que os valores referentes ao Programa Pró-Transporte, que contempla o projeto VLT, do Ministério das Cidades, não foram repassados e não há previsão de quando isso irá ocorrer - o que complica ainda mais a continuidade do sistema. O problema levantado pelos ferroviários e líderes comunitários é o fato de o Programa PróTransportes do Governo Federal ter sido extinto no fim do ano passado. Antes disso, vale lembrar que o projeto apresentado por Macaé estava enquadrado nele e não prosperou em Brasília, por diversos fatores. Não foi somente Macaé que deixou de ter projetos aprovados. Outros municípios brasileiros ficaram a "ver navios". Dentro de suas metas de in-

KANÁ MANHÃES

vestir na mobilidade urbana, o Governo Federal criou o "PAC dos Transportes". A partir dele, os municípios que tiverem interesse poderão preparar seus projetos, conforme as exigências do Programa e apresentar seus projetos. Foi isso que Campos fez, recentemente para o projeto do aeromóvel. No final de 2009, a Câmara Municipal de Macaé aprovou o projeto, depois de muitas

Representantes do Sindicato dos Ferroviários de Macaé e líderes de associações de moradores se reuniram no pátio da estação ferroviária de Macaé, para cobrar respostas sobre a implantação do VLT

discussões e estudos de viabilidade, mas o serviço não ganhou forma e se arrasta desde então. A princípio, a ideia era que o trem transportaria cinco mil passageiros por dia em um sistema que atravessaria 23 km de linha férrea. A primeira fase do projeto contemplaria os passageiros do destino CentroImboassica. Somente na segunda fase, o trem cortaria toda a cidade, chegando ao Lagomar.

morrem e 20 ficam feridas em acidente Vítimas estavam sendo transportadas em um ônibus escolar que se envolveu em uma colisão com um carro de passeio e um caminhão dois estudantes morreram e 20 ficaram feridos em um grave acidente envolvendo três veículos na RJ-140, altura da cidade de Silva Jardim, na manhã de ontem (12). De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, um carro de passeio, um caminhão que caiu em uma ribanceira e um ônibus escolar estavam envolvidos no acidente. Um adolescente de 15 anos e

DIVULGAÇÃO TV/RECORD

Líderes pedem transparência a chegada da primeira composição do VLT ocorreu em março do ano passado e até janeiro deste ano, apenas alguns testes e a troca de dormentes na ferrovia foram feitos. O secretário do Movimento Ferrovia Viva, Alex Medeiros, engrossa a lista dos que torcem pela implantação definitiva do VLT em Macaé. “Para nós, ferroviários de Macaé e, com certeza, grande parte da população usuária de ônibus e de veículos, está havendo demora nos trabalhos da comissão que foi constituída para avaliar o Projeto Metrô Macaé. Também temos sede de saber o que pensa, em termos concretos, a nova gestão sobre o modal ferro-

viário no transporte de passageiros. Ouvimos umas três versões diferentes, considerando a do Sr. Prefeito Aluízio Junior e de escalões de sua gestão. Os ferroviários querem o trem. Não abrem mão de que o trem é necessário, viável e contribuirá em muito para a melhora na mobilidade. Sabedores que não é "coisa" de um dia para o outro, pois exige pesquisa, exige contratação de especialistas, exige acordo com a concessionária da linha, exige construção do projeto. Queremos ser informados, estar dentro, contribuir com divulgação para a sociedade que nos cobra, alguns até rindo de nós, alegando que acreditamos e fomos

enganados. Queremos mais velocidade nas ações. Estamos no escuro vendo duas unidades do VLT estacionadas, um leito ferroviário parado, um espaço ocioso, produzindo custo social e financeiro para a municipalidade”, explicou Alex, ressaltando a importância do veículo para a mobilidade urbana. “Nossas ruas estão abarrotadas de veículos e os ônibus entupidos de gente. Não queremos acreditar em ciúme por vício de iniciativa da gestão passada. Não queremos acreditar em pressões externas, como por exemplo, do modal rodoviário. Inclusive, como já discutimos em nosso meio, nas entidades das

quais participamos, entendemos que as duas unidades do VLT poderiam ser aproveitadas para circulação no trecho sul, ou seja, Centro-Imboassica-Centro. A gestão anterior deixou verba orçamentária de cerca de R$ 9 milhões para quitação do restante da compra das quatro unidades de trem. A assessoria de comunicação do órgão informou ainda que é preciso aguardar o término dos trabalhos da comissão para informar o que será feito do projeto e que qualquer outra informação a respeito não pode ser confirmada. O prazo estimado pela prefeitura para o resultado da auditoria foi até o fim do mês de agosto.

uma criança de 11 anos que estavam sendo transportados no ônibus escolar morreram na hora. Outras vinte foram levadas para unidades de saúde da região. Equipes da Autopista Fluminense, que administra a BR-101 auxiliaram no socorro às vítimas. O ônibus levava os alunos da Escola Municipal Adail Maria Tinoco, na localidade de Boqueirão, para o Ciep Vera Lúcia Pereira Coelho, no Centro de Silva Jardim. Até o fechamento desta edição quatro estudantes haviam recebido alta, e outros 16 permaneciam internados, sendo dois em estado grave. O nome das vítimas da tragédia não foram divulgados. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, um carro de passeio, um caminhão que caiu em uma ribanceira e um ônibus escolar estavam envolvidos no acidente

OBITUÁRIO

› LEANDRO

CARLOS DE JESUS , solteiro, 18 anos, morador do Rio de Janeiro. O sepultamento aconteceu ontem (12) às 9h30, no Cemitério Memorial Mirante da Igualdade. › CARLOS ARAÚJO BISPO, casado, 52 anos, morador do Novo Horizonte. O sepultamento

aconteceu às 10 horas de ontem (12), no Cemitério Memorial Mirante da Igualdade. › SALVADOR BARBOSA, divorciado, 77 anos, morador da Barra de Macaé. O sepultamento aconteceu às 14h de ontem (12), no Cemitério Memorial Mirante da Igualdade.


6

MACAÉ, QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2013

Economia

NOTA

Demanda mundial por petróleo vai avançar no segundo semestre, diz Opep

GASTRONOMIA

Restaurantes comemoram movimento intenso com a Brasil Offshore Polo Gastronômico aposta em um aumento entre 40% e 50% no faturamento durante os dias da feira Patricia Lucena patricia@odebateon.com.br

O

s restaurantes da orla da Praia dos Cavaleiros estão rindo à toa. E o motivo é um só: o sucesso da Brasil Offshore. Na terça-feira (11), primeiro dia da feira, um grande movimento já foi percebido em grande parte dos restaurantes da orla. Além da Brasil Offshore, os restaurantes ainda comemoram o aumento do movimento devido ao Dia dos Namorados, que foi comemorado ontem (12). “A maioria dos expositores chegou na terça-feira. Mesmo antes e depois do evento, o movimento ainda melhora bastante. Mas os dias da feira são os mais intensos. O turismo de negócio é ótimo, porque abre um grande leque de oportunidades e diversos setores acabam

sendo impactados: taxistas, floricultura, segurança, recepcionista, hotelaria, comércio e gastronomia”, afirmou Leonardo Anderson, presidente do Macaé Convention Visitors Bureau (CVB Macaé). A garçonete de um restaurante da orla, Sueli Silva, contou que o movimento estava tão grande que não foi possível evitar as filas na entrada do local. “Na terça-feira o restaurante já estava muito cheio. Ontem encheu mais ainda, porque foi Dia dos Namorados. Então, além das pessoas da feira, ainda tinham os casais comemorando.” Adriana, garçonete de outro restaurante, disse que, no primeiro dia da feira, durante o dia e até às 21h30 o movimento foi normal. “Depois das 21h30, o movimento ficou bem intenso. Mal dava para andar. Acho que as pessoas sa-

íram da feira, que termina às 21h, e vieram direto jantar.” Após dois dias de evento, as expectativas dos restaurantes estão se confirmando. Uma semana antes do início da feira, a maioria deles afirmou que o movimento iria aumentar em 80% durante os quatro dias da Brasil Offshore. O Polo Gastronômico Praia dos Cavaleiros acredita que durante o período da feira, os restaurantes tenham um crescimento no faturamento normal em torno de 40% a 50%. Alguns estabelecimentos, inclusive, já trabalham com reservas, como o Durval e o Ilhote Sul. Na avaliação de Leonardo, do CVB Macaé, a arrecadação financeira do município neste período, com a movimentação de turistas, deve chegar a R$ 330 milhões.

NEGÓCIOS

KANÁ MANHÃES

Depois das 21h30, movimento ficou intenso em boa parte dos restaurantes da cidade

SUBSÍDIO

Fumdec e Caixa pretendem Governo anuncia programa Minha Casa Melhor firmar convênio para microempreendedores KANÁ MANHÃES

Atualmente, Macaé conta com 5.493 empreendedores individuais formalizados a brasil offshore é considerada a melhor oportunidade para alavancar a economia macaense. Além da Rodada de Negócios, onde muitos contratos são fechados, o networking durante os quatro dias de evento pode impulsionar muitos outros negócios. Na terça-feira (11), primeiro dia da feira, as reuniões entre empresários e expositores já estavam a todo vapor. Representantes do Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico (Fumdec), vinculado à Prefeitura de Macaé, e o gerente regional SR Norte Fluminense da Caixa Econômica Federal (CEF), Paulo Roberto Zacarias, se reuniram para discutir os fundamentos do convênio de microcrédito para pequenos empreendedores e, assim, estimular o setor no município. De acordo com dados da Prefeitura de Macaé, o município conta hoje com 5.493 microempreendedores formalizados. O número vem apresentando um crescimento constante desde 2009, quando havia apenas 91 microempreendedores. “Esse convênio com a Caixa visa abrir linhas de crédito para que o microempreendedor pos-

Beneficiários do Minha Casa, Minha Vida poderão financiar móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos

o governo federal anunciou ontem (12) que os beneficiários do programa Minha Casa, Minha Vida poderão financiar móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos a partir do Programa Minha Casa Melhor. São R$ 18,7 bilhões, vindos do Tesouro Nacional, para que as pessoas possam adquirir bens por meio de um cartão de crédito com limite definido para a compra. Por meio do programa, os beneficiários poderão comprar produtos em até 48 me-

ses, com taxas de juros a 5% ao ano. Entre os itens estão: geladeira, fogão de até cinco bocas, TV digital, máquina de lavar roupas, guarda-roupas, cama de casal e de solteiro, mesa com cadeiras, sofá e até mesmo computadores. Para obter o financiamento, o beneficiário deve estar em dia com o financiamento da habitação adquirida pelo Minha Casa, Minha Vida. O cartão será disponibilizado por meio do agente financeiro do banco credor da casa própria - Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal. O cartão terá um limite de R$ 5 mil ao ano, podendo ser utilizado durante o período de 12 meses. O governo estima que aproximadamente 3,75 milhões

de famílias beneficiadas poderão ser contempladas com o novo programa. As prestações serão pagas por meio de boleto bancário ou débito em conta. O beneficiário que for adquirir os produtos deve ficar atento às lojas cadastradas pelo governo. Além do programa, as lojas oferecerão 5% de desconto para pagamento à vista. De acordo com o sétimo balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), divulgado no dia 10 de junho, o programa Minha Casa, Minha Vida alcançou 1,2 milhão de moradias entregues até abril deste ano. Mais de 1,5 milhão de unidades foram contratadas e, até 2014, a previsão é que 2,4 milhões de moradias sejam contratadas em todo o Brasil. DIVULGAÇÃO

Presidente do Fumdec, diz que convênio visa abrir linhas de crédito sa se expandir comercialmente, investindo em infraestrutura, equipamentos, entre outros”, afirmou Vandré Guimarães, presidente do Fumdec. Atualmente, a linha de crédito da Caixa para o microempreendedor é de R$ 4 mil de capital de giro e R$ 8 mil para investimento em infraestrutura e equipamentos, podendo chegar ao limite máximo de R$ 15 mil. Os juros para os microempreendedores são de 5% ao ano, mas a ideia do Fumdec é estimular o pagamento em dia e compensar

os tomadores de crédito. “Vamos equalizar essa taxa de juros até 3%. Ao final do financiamento, se o empreendedor que requereu a linha de crédito pagou em dia, ele receberá essa diferença dos juros pagos”, explicou o diretor superintendente do Fumdec, Leornardo Pessanha. Apesar de as conversas sobre o convênio já estarem bem adiantadas, a minuta do acordo de cooperação técnica será encaminhada para o procurador do Fumdec para aprovação e posterior assinatura do convênio.

Cartão do programa terá um limite de R$ 5 mil ao ano


MACAÉ, QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2013

Esporte

7

NOTA

Curso prepara lavradores para produzir hortaliças

JIU-JÍTSU

Lutadores macaenses conquistam título em Campeonato de Jiu-Jítsu Atletas da Black Belts School e da Academia Samara Jardim brilharam em competição

M

ais uma vez Macaé mostrou que tem excelentes atletas em uma modalidade de arte marcial. Dois lutadores da Black Belts School garantiram o título principal, em suas categorias, no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jítsu, realizado no último dia 8. Mais de 400 atletas participaram da competição, que teve representantes de Pernambuco, Maranhão, de São Paulo e da Guiana Francesa. Lutando em nome de Macaé, Gilson Júnior, com mais de 15 anos de prática da arte suave, faixa marrom, foi Campeão na categoria médio, até 82,300 kg. Já Eduardo Campos, com 22 anos de prática do Jiu-Jít-

su, faixa preta, foi Campeão na categoria leve até 76 kg. “Eu quero agradecer muito a todos que se disponibilizaram a nos ajudar, nos apoiaram para que essa vitória fosse conquistada. O apoio do município é muito importante, dá credibilidade, coloca a cidade em evidência em todo o Brasil, sem falar que o esporte, hoje, é comprovadamente o principal meio para afastar as crianças e jovens das drogas e da criminalidade”, apontou o professor e presidente da equipe Black Belts School, Eduardo Campos. A vitória dos lutadores é fruto também da parceria firmada junto a Academia Samara Jardim, onde Eduardo Campos e Gilson Júnior atuam

DIVULGAÇÃO

também como professores de artes marciais. “Eu quero aproveitar a oportunidade para agradecer ao meu patrocinador Shopping das Rações, Central Eletro e a Equipe da Black Belts School pelo o apoio que vem dando a todos nós”, afirmou Gilson Junior. A empresária e ex-atleta Samara Jardim também destacou o empenho dos lutadores, que atuam na filial da Academia Samara Jardim, situada no Visconde. “Tenho plena certeza que essas são somente as primeiras medalhas de muitas que virão pela frente, pois o esporte feito com respeito e disciplina, o resultado sempre será esse”, Samara Jardim.

DE OLHO NO NBB

Macaé Basquete contrata primeiro reforço DIVULGAÇÃO

Campeão da Liga das Américas, o ala Márcio Dornelles se une a equipe no dia 1º de julho o macaé basquete acertou a contratação do ala Márcio Dornelles, que chega ao time no dia 1º de julho como reforço para disputar o Campeonato Estadual e Novo Basquete Brasil (NBB). O jogador foi destaque do Pinheiros na última temporada do NBB, além de ter sido campeão da Liga das Américas. Com 1,94m de altura e 19 anos de experiência no basquete, Márcio jogou pela seleção brasileira principal, participou de todas as edições do NBB e passou por grandes times como Corinthians (SP), Franca (SP), Uberlândia (MG), Minas (MG), São José dos Pinhais (PR), Ulbra (RS), Rio Claro (SP) e, por último, Pinheiros (SP). No NBB 5, Márcio Dornelles disputou 40 partidas e conseguiu médias de 10 pontos, 2.3 rebotes, 0.9 assistências e 10 de eficiência, superando suas médias anteriores. Ele soma 2.073 pontos em sua carreira. “É um jogador de muita qualidade que chega com sua vasta experiência para compor o nosso time. Com certeza vai colaborar bastante com a

Gilson Júnior e Eduardo Campos representaram Macaé em competição

Márcio Dornelles foi destaque do Pinheiros na última temporada equipe nessa nova fase do basquete macaense”, declarou o técnico Léo Costa. Este é o primeiro reforço do Macaé Basquete, além da renovação anunciada no final do

mês passado com o armador norte-americano Jamaal Smith. A diretoria está analisando novas contratações para entrar no NBB 6 com uma equipe com alto nível competitivo.


8

MACAÉ, QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2013

HISTÓRIA

Grupos da terceira idade visitam Solar dos Mellos O Solar dos Mellos propõe encontros, pesquisas, exposições, eventos culturais através do Projeto “Cultura de Quintal”

E

m tempos de Feira Brasil Offshore, onde se discute o presente e se planeja o futuro, a cidade continua a resgatar lembranças de quem ajudou a construir essa história de sucesso. Com esse pensamento o Solar dos Mellos – Museu de Macaé recebeu os coordenadores dos grupos da terceira idade do município para uma visita guiada. Na ocasião a vice-presidente de Acervo e Patrimônio Histórico da Fundação Macaé de Cultura, Gisele Muniz, apresentou para os visitantes uma palestra sobre a história da cidade, bem como os trabalhos do projeto Macaé 200 anos. “As coorde-

nadoras vieram em busca de conhecimento. Expuseram suas lembranças e contaram suas memórias, fazendo crer que ocupar os espaços públicos é dar sentido aos mesmos cumprindo uma tarefa de todo cidadão”, destacou. Para a coordenadora de terceira idade Alcyra Coutinho Fonseca a visita também teve o intuito de discutir um projeto que visa resgatar uma parte da história da cidade através do registro oral dos integrantes dos grupos. "A oportunidade de ouvir a história de quem viu e viveu as mudanças que a cidade passou é garantir que as gerações futuras não esqueçam do passado", disse.

De acordo com Gisele, a equipe do Solar dos Mellos tem trabalhado com o foco na educação patrimonial, com o desafio de despertar o cidadão para uma história coletiva, vivida e sentida por todos. “Nada melhor do que partir para o conhecimento da história local, apropriando-se dos valores e das identidades construídas ao longo da história”, explicou. O Solar dos Mellos propõe

encontros, pesquisas, exposições, eventos culturais através do Projeto “Cultura de Quintal” e visitas guiadas. Qualquer instituição pode agendar uma Visita Guiada ao Solar dos Mellos – Museu da Cidade de Macaé pelo telefone (22) 2759-5049. As visitas acontecem normalmente de terça à quinta-feira em dois horários, das 9hs às 11hs e das 14hs às 16hs. Apenas nos meses de junho e julho o Solar

Decreto Legislativo nº 977/2013.

Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos - FeMASS

Onde se lê: EDITAL Nº 01 de 07 de junho de 2013 . Leia-se: EDITAL Nº 04 de 07 de junho de 2013.

A Câmara Municipal de Macaé, no uso de suas atribuições legais, deliberou e Eu promulgo o seguinte,

O processo seletivo seguirá o cronograma abaixo:

Decreto: Art. 1º. Fica concedido o Diploma de Mérito Político ao Senador Luiz Lindbergh Farias Filho, pelos seus relevantes serviços prestados ao País.

1.1 1.2 1.3 1.4 1.5 1.6

Eduardo Cardoso Gonçalves da Silva Presidente

ESTADO DO RIO DE JANEIRO CÂMARA MUNICIPAL DE MACAÉ Decreto Legislativo nº 973/2013. Autor. Vereador George Coutinho Jardim. Dispõe sobre a concessão de Diploma de Mérito Municipal. A Câmara Municipal de Macaé, no uso de suas atribuições legais, deliberou e Eu promulgo o seguinte, Decreto: Art. 1º Fica concedido o Diploma de Mérito Municipal ao Dr.Áttilo Gabriel Moreira de Souza. Art. 2º A horária será conferida em Sessão Solene, ou a critério do autor, que poderá ser convocado pelo Presidente da Câmara Municipal de Macaé, especialmente para esse fim. Art. 3º Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Inscrições Análise dos currículos e entrevistas Divulgação dos resultados Recursos Resultado final Início da vigência do contrato

Inscrições Análise dos currículos e entrevistas Divulgação dos resultados Recursos Resultado final Início da vigência do contrato

CARGO PERÍODO Professor 25/04/13 à 21/10/13

O PREFEITO MUNICIPAL DE CARAPEBUS, no uso de suas atribuições legais e CONSIDERANDO a necessidade de revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos servidores do Magistério Público Municipal, em vista de se estabelecer o quantitativo de cargos existentes e dos que deverão ser criados; CONSIDERANDO, ainda, que o Plano de Carreiras do Magistério deve contemplar os requisitos para ingressar no Serviço Público Municipal, as formas de progressão e promoção funcional e o sistema de remuneração, avaliando-se os impactos financeiros correspondentes. R E S O L V E: Art. 1º - Constituir Comissão Especial para Estudo e Revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos Servidores do Magistério Público Municipal, composta pelos membros abaixo.

Onde se lê: 5. DOS REQUISITOS a) Ser brasileiro nato ou naturalizado, ou cidadão português, a quem foi deferida a igualdade nas condições previstas no §1º, do artigo 12 da Constituição Federal;

Mat.

Nome

Cargo

21017

Waldeny B. Braga Sobrinho Secretário Municipal de Educação

b) Possuir os requisitos exigidos para o cargo; c) Estar em dia com as obrigações militares e eleitorais; d) Experiência docente em ensino superior de no mínimo 2 anos.

308266

Silmara Santos Silva

Professor I

401005

Penha Aparecida Cunha Albuquerque

Professor II

Leia-se: 5. DOS REQUISITOS

401004

Gisela Barcelos Ribeiro

Pedagogo

301029

Helena Maria Melo de Souza

Representante do RH / SEMAD

201015

Simone Alves da Costa

Representante do RH / SEMED

308021

Ivanete Fernandes da Hora

Representante do Sindicato dos Servidores

Luciano Sardinha Carvalho da Silva

Vereador

a) Ser brasileiro nato ou naturalizado, ou cidadão português, a quem foi deferida a igualdade nas condições previstas no §1º, do artigo 12 da Constituição Federal; b) Possuir os requisitos exigidos para o cargo; c) Estar em dia com as obrigações militares e eleitorais. Onde se lê: 6.2. O candidato será dispensado de apresentar o documento constante da letra "b", se na Cédula de Identidade ou CNH constar o número do CPF de forma legível. Leia-se: 6.2. O candidato será dispensado de apresentar o documento constante da letra "d", se na Cédula de Identidade ou CNH constar o número do CPF de forma legível.

Art. 2º - A Presidência da Comissão será exercida pelo Secretário Municipal de Educação. Art. 3º - A Comissão terá o prazo de 90 (noventa) dias, para apresentar relatório ao chefe de executivo com as propostas de revisão do Plano de Carreiras do Magistério. Art. 4º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Macaé, 12 de junho de 2013.

Carapebus, Gabinete do Prefeito, em 12 junho de 2013.

Vanessa Arenari Garcia Diretora da FeMASS

Amaro Fernandes dos Santos Prefeito Municipal Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Carapebus Secretaria Municipal de Administração Gabinete do Prefeito PORTARIA Nº. 3587/13

RCPN - 2° Distrito de Macaé-RJ. Habilitaram-se para casar: 1.MAICON ALVES RIBEIRO DE BARCELOS, e VANESSA SANTOS FIGUEIREDO. 2.BRUNO CUSTODIO DE JESUS, e CASSIANE FRANCO DA SILVA. 3.LUCAS LEMES BRANDÃO, e LORRANE DOS SANTOS FREITAS. 4.WALAS CERQUEIRA DOS SANTOS, e ADRIANA DOS SANTOS MOREIRA. 5.BRAULIO GOMES DA SILVA, e SUELAINE MARILIA COSTA. 6.RIVANILSON LIMA DA SILVA JUNIOR, e DEBORA DOS SANTOS SILVA. 7.JARDEL NUNES RANGEL, e LUCIA DOS SANTOS PANCEIRO. 8.ELTON ALMEIDA RIBEIRO, e AMANDA ALVES PINTO. 9.CARLOS AUGUSTO FRANCO HESPANHOL, e VERA LUCIA BORBA. 10.RENATO DA SILVA FRANÇA, e FABIANE CANDIDO XAVIER. 11.DIONE DE SOUZA GUEDES, e ERENI BATISTA MACEDO. 12.LUCAS CRUZ DA SILVA, e MADALENA DE SOUZA SOARES. Quem souber de impedimento acuse-o. Barra de Macaé, 12 de junho de 2013. Ruth Bastos de Azevedo Pimentel - oficial.

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Carapebus Gabinete do Prefeito DECRETO Nº: 1.596 Abre crédito suplementar O Prefeito Municipal de Carapebus, no uso de suas atribuições legais e com base no preceituado no art. 2º da Lei Municipal nº 543/12 e nos parágrafos 2º e 3º do art. 43 da Lei Federal nº 4.320/64. DECRETA: Art. 1º - Abre Crédito Suplementar na importância de R$ 30.000,00 (trinta mil reais) para dotações orçamentárias constantes no Anexo I. Art. 2º - Os recursos para atender o artigo 1º serão provenientes de anulações total ou parcial de dotações constante no Anexo I. Art. 3º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

ANEXO I

NOME Leize de Azevedo Maciel

Portaria Nº. 3593/2013

11/06 a 21/06 25/06 a 29/06 02/07 03/07 a 04/07 08/07 01/08

EDITAL DE CASAMENTO

Amaro Fernandes dos Santos Prefeito Municipal

MAT. 412012

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Carapebus Secretaria Municipal de Administração Gabinete do Prefeito

11/06 a 17/06 18/06 a 21/06 28/06 28/06 a 01/07 03/07 01/08

O processo seletivo seguirá o cronograma abaixo:

Câmara Municipal de Macaé, 6 de junho de 2013. Eduardo Cardoso Gonçalves de Silva Presidente

Carapebus, 11 de junho de 2013.

PRO 3085/13

Carapebus, Gabinete do Prefeito, em 06 de junho de 2013. Amaro Fernandes dos Santos Prefeito Municipal

Leia-se: 1. DO CRONOGRAMA DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

1.1 1.2 1.3 1.4 1.5 1.6

RESOLVE: Art. 1º - Fica concedida LICENÇA MATERNIDADE nos termos do Art.109, II da Lei Complementar Municipal 10, de 30/05/03 e Lei Municipal 464 de 17/08/ 10, para os servidores abaixo relacionados, conforme processo, matrícula, nome, cargo e período, com base no Artigo 7º, inciso XVIII da Constituição Federativa do Brasil e artigo 71 da Lei Federal 8.213 de 24.07.91.

Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Onde se lê: 1. DO CRONOGRAMA DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

Câmara Municipal de Macaé, 10 de junho de 2013.

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Carapebus Secretaria Municipal de Administração Gabinete do Prefeito

O PREFEITO MUNICIPAL DE CARAPEBUS no uso de suas atribuições legais, e CONSIDERANDO o processo abaixo relacionado, do requerente.

ERRATA N°01 DO EDITAL N°01 DE 07 DE JUNHO DE 2013.

Autor. Vereador Igor Paes Nunes Sardinha.

Art. 2º .Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Nova Holanda, Fronteira, Miramar, Centro, Aroeira, Praia Campista, Morro de São Jorge, Botafogo, Sana, Bicuda Grande, Serra da Cruz, Trapiche, Córrego do Ouro, Glicério, Frade, Reta do Frade, Linha Vermelha e Guarda Sênior, entre outros.

PORTARIA Nº 3586/13

A Diretora da Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos - FeMASS, no uso das suas atribuições legais, que lhe foram conferidas pela Portaria nº 005/2013 F de 08 de janeiro de 2013, torna público que o PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO para seleção de candidatos a professor temporário e formação de cadastro de reservas,sofreu as seguintes alterações:

ESTADO DO RIO DE JANEIRO CÂMARA MUNICIPAL DE MACAÉ

dos Mellos abrirá sua agenda para Visitas a semana toda, de segunda a sexta nos horários normais, em referência ao Macaé 200 Anos. Participaram da visita as coordenadoras dos grupos do Lagomar, Ajuda, Aeroporto, Barra,

O PREFEITO MUNICIPAL DE CARAPEBUS no uso de suas atribuições legais, e CONSIDERANDO os Processos abaixo relacionados, dos requerentes. RESOLVE: Art. 1º - CONCEDER LICENÇA, aos servidores abaixo relacionados, conforme processo, matrícula, nome, cargo e período, para tratamento de saúde com base no Parágrafo 3º do Artigo 60 da Lei Federal nº 8.213, de 24/07/1991, conforme preceitua § 1º do Art.109 da Lei Complementar Municipal nº 10 de 30/05/2003. PRO 3365/13 3298/13 3438/13

MAT. 103157 308186 308022

NOME Denil Maciel de Alvarenga Marta Rocha Oliveira de Souza Roselia Reis Magno

CARGO Aux. De Serviços Gerais Professor I Professor I

PERÍODO 08/05/13 à 07/05/13 02/05/13 à 08/05/13 08/05/13 à 22/05/13

Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Carapebus, Gabinete do Prefeito, em 06 de junho de 2013. Amaro Fernandes dos Santos Prefeito Municipal

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Carapebus Gabinete do Prefeito DECRETO nº: 1.597 Abre crédito especial O Prefeito Municipal de Carapebus, no uso de suas atribuições legais e com base na Lei Municipal nº 554/13 e no § 1º do art. 43 da Lei Federal nº 4.320/64. DECRETA: Art. 1º - Abre Crédito Especial na importância de R$ 52.000,00 (cinquenta e dois mil reais) para dotações orçamentárias constantes no Anexo I. Art. 2º - Os recursos para atender o artigo 1º serão provenientes de anulações total ou parcial de dotações constante no Anexo I. Art. 3º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Carapebus, 11 de junho de 2013. Amaro Fernandes dos Santos Prefeito Municipal ANEXO I


MACAÉ, QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2013

Geral 9

NOVA HOLANDA

Moradores pedem a reativação de Posto de Saúde da Família Atualmente o local está passando por melhorias, entre elas, pintura e limpeza KANÁ MANHÃES

Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

C

om a demanda grande nos hospitais, o Posto de Saúde da Família (PSF) acaba sendo uma alternativa que surgiu para facilitar a vida das pessoas. Em Macaé, alguns bairros e comunidades contam com esses serviços, evitando que a população precise se deslocar para locais mais distantes nos casos menos grave. O problema é quando esses postos, em vez de serem ampliados, passam a ser reduzidos, resultado de uma deficiência na gestão pública, gerando muita insatisfação de parte da população. Um exemplo disso aconteceu em uma das comunidades mais populosas do município. Abandonado e desativado há mais de quatro anos, o Posto de Saúde Família (PSF) da Nova Esperança, que fica situado na Rua Medeiros com a rua 9, da Nova Holanda, é alvo frequente de reclamações dos moradores da região. Quando era ativo, essa unidade oferecia atendimentos médicos, fisioterapia, enfermaria, odontologia, entre outros serviços. Somente em 2012, foram diversas reportagens mostrando o estado de calamidade no local, que chegou a ser alvo de usuários de drogas e de descarte irregular de lixo. Onde deveria ser um local para tratar da saúde estava se tornando um foco de doenças. A equipe de reportagem chegou a entrar no local várias vezes, onde flagrou den-

tro do imóvel arrombado, entulhos e resíduos em todos os cômodos. Fezes humanas e de animais também podiam ser encontradas pelo chão. Além disso foi presenciado na época um pequeno quarto com vários colchonetes e roupas espalhadas pelo chão. No final do ano passado, a

secretaria de Limpeza Pública foi ao local e limpou tudo, fechando novamente os portões a fim de evitar novas invasões. Porém a tão esperada reativação não aconteceu. No início desse ano, durante o Bairros em Debate, os moradores chegaram a questionar a reabertura desse posto, já que o atual pos-

ESTÁCIO DE SÁ

to da Nova Holanda, localizado na rua 7, não dá conta da grande demanda das duas comunidades. Segundo o relato de alguns moradores, o local está atualmente recebendo obras de revitalização, como pinturas e limpeza, e teria sido passado a informação a eles que o PSF seria reativado. “Não sabemos se essa infor-

mação de fato procede, mas ver esse posto sendo revitalizado nos dá uma esperança. Se isso de fato acontecer, a gente quer parabenizar a Prefeitura pela iniciativa. Durante anos, quando eu ainda estava à frente da Associação de Moradores e da Administração do Bairro, eu lutei muito com o Celso Car-

Em 2012, a Prefeitura chegou a fazer a limpeza no local, porém reativação não aconteceu

doso para que isso fosse feito. A gente quer ver melhoras na comunidade e isso é de extrema importância para nós”, ressalta o morador Vando Emanuel. A equipe de reportagem entrou em contato com a Prefeitura para saber se a informação procede, mas até o encerramento desta edição não obteve resposta.

ENSINO FUNDAMENTAL

Deficiente visual relata Censo da Alfabetização vai dificuldades encontradas avaliar alunos do 3º ano em universidade MARIANNA FONTES

De acordo com o estudante de Psicologia da Universidade Estácio de Sá de Macaé, a instituição não conta com material didático em braile Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

no início do primeiro semestre letivo deste ano, Ivan Enrique, deficiente visual, realizou o sonho de ingressar na educação superior. Optando por estudar em Macaé, o acadêmico escolheu o curso de Psicologia oferecido pela Universidade Estácio de Sá na cidade. Mas no início desta semana ele procurou a redação do Jornal O DEBATE para denunciar que a instituição não está oferecendo, em braile, o material didático utilizado em sala de aula, o que dificulta o seu aprendizado. “Quando eu fiz a minha matrícula, a instituição disse que daria todo suporte necessário em sala de aula, mas desde que começaram as aulas a realidade que enfrento é outra. Acompanho as aulas apenas com um gravador, onde salvo toda a conversação para então estudar em casa, mas o meu aparelho queimou. Em meio a tantas dificuldades, conto apenas com o apoio dos colegas de classe que me ajudam”, disse o estudante. A queixa dele foi maior ainda com relação ao atendimento recebido pelo coordenador do curso. “Em vários momentos, na frente da turma, ele disse que eu deveria dar o meu jeito, me virar para ter acesso aos conteúdos ministrados em sala de aula. E isso me deixou muito chateado. Eu escolhi a instituição para evitar o ir e vir para outra cidade e principalmente porque no ato da matrícula fui bem recebido, mas agora a situação é outra. As provas são apenas orais, só fiz

O estudante destaca que o tratamento recebido no ato da matrícula foi totalmente diferente da realidade que enfrenta na instituição uma em braile”, ressaltou. A equipe de reportagem entrou em contato com a coordenação do curso que informou que no dia 30.04.2013, foi enviado um email para o discente (Ivan) repassando todo do material didático para ser utilizado no Dosvox (programa específico para deficientes visuais). “Programa este que pode ser utilizado tanto na Universidade (biblioteca), como em qualquer outro lugar (por exemplo, no trabalho, que é o caso do aluno, já que no setor dele existe o Dosvox)”, enfatizou o coordenador do curso, Domingos Isidório da Silva Júnior. Ele explica ainda que até o semestre passado, a instituição tinha as provas repassadas para o Braile pela Associação dos Cegos de Macaé. Sendo que neste início de ano, o senhor responsável em receber as provas o informou, por meio de email, que

o setor de Braile da Associação havia sido desativado, de maneira que não foi mais possível realizar o procedimento. Com relação ao tratamento dado ao aluno, Domingos afirmou que prima pela boa educação e respeito a todos, e independemente de ter ou não qualquer tipo de deficiência. “Além da Universidade Estácio de Sá procurar sempre minimizar situação-problema que prejudique seu corpo discente. E é importante salientar que, toda e qualquer pessoa que esteja com dificuldades procure alguém para minimizálas (família, colegas etc), e isso não deve ser diferente também para os deficientes, pois tal conduta não quer dizer dependência, mas sim a capacidade de perceber suas limitações e necessidades, sendo tudo isso traduzido como esforço pessoal”, finalizou o coordenador.

DIVULGAÇÃO

Prova será aplicada em todo país a partir de novembro com o objetivo de avaliar como foi de fato a alfabetização do aluno

no dicionário, a palavra alfabetização consiste no aprendizado do alfabeto e de sua utilização como código de comunicação, e de um modo mais abrangente é definida como um processo no qual o indivíduo constrói a gramática e em suas variações. Processo esse que ainda, segundo o dicionário, não se resume apenas na aquisição dessas habilidades mecânicas (codificação e decodificação) do ato de ler, mas na capacidade de interpretar, compreender, criticar, resignificar e produzir conhecimento. E é com a finalidade de verificar se de fato essa prática está sendo ministrada nas salas de aula, que o Ministério da Educação (MEC) vai realizar este ano o primeiro Censo da Alfabetização no Brasil. De acordo com a assessora de imprensa do MEC, trata-se da Avaliação Nacional de Alfabetização que foi publicada no Diário Oficial da União de segunda-feira, 10, por meio da portaria do Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que modifica o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). "Agora, além da Avaliação Nacional da Educação Básica (ANEB) e da Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (ANRESC), haverá a Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA). Essa nova avaliação, que deve ser aplicada anualmente a partir de 2013, terá caráter censitário e avaliará a qualidade, equidade e eficiência do ciclo de alfabetização das redes públicas. E o planejamento e a operacionalização das três avaliações serão realizados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que deve estabelecer em portaria específica os parâmetros para a aplicação", informou o setor de imprensa. De acordo com matéria veiculada no Bom Dia Brasil de

ontem, a previsão é de que mais de três milhões de alunos da rede pública do terceiro ano do ensino fundamental, com até oito anos, participem da avaliação. A prova será obrigatória em todas as escolas públicas. Segundo o texto do G1, a avaliação será uma espécie de Raio-X nacional para mostrar se a meta de alfabetizar todos os alunos até os oito anos está sendo cumprida e qual a qualidade dessa alfabetização. Após a aplicação da prova, com o resultado do teste em mãos, governos municipais, estaduais e federal vão saber o que precisa ser feito para ajudar os alunos a avançar. E vários fatores vão contribuir para o resultado da avaliação, entre eles a capacitação do profissionais. Em Macaé, ações pelo Pacto Nacional da Alfabetização começaram a ser traçadas no início deste ano. Esse Pacto é um compromisso formal assumido pelo governo federal, estados e municípios para assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até o final do 3º ano do Ensino Fundamental, com a idade até, no máximo, de oito anos. Segundo informações divulgadas pela Prefeitura da cidade no início do ano, o Pacto Nacional pela Alfabetização visa um conjunto integrado de programas, materiais e referências curriculares e pedagógicas que serão disponibilizados pelo Ministério da Educação (MEC). E no

A previsão é de que mais de três milhões de alunos da rede pública, do terceiro ano do ensino fundamental, com até oito anos, participem da avaliação

município, ele vai seguir os quatro eixos pautados pelo governo federal. Sendo o primeiro “Formação Continuada de Professores Alfabetizadores”, que consiste em cursos presenciais para os professores alfabetizadores, com carga horária de 120 horas por ano; o segundo, a “Utilização de materiais didáticos e pedagógicos”, que abrange conjuntos de materiais específicos para alfabetização como livros didáticos (entregues pelo PNLD) e respectivos manuais do professor; obras pedagógicas complementares aos livros didáticos e acervos de dicionários de Língua Portuguesa (também daqueles distribuídos pelo Programa Nacional Livro Didático, e jogos pedagógicos de apoio à alfabetização) e o terceiro a “Avaliação”, que integra três componentes principais: avaliações processuais debatidas durante o curso de formação, que podem ser desenvolvidas e realizadas continuamente pelo professor junto aos estudantes; gestão, controle social e mobilização, que visa atribuições estratégicas, mobilização em torno dos objetivos do pacto; e monitoramento das ações na rede. A redação do Jornal O DEBATE entrou em contato com a assessoria de imprensa do órgão municipal para obter informações referentes ao ensino fundamental oferecido na rede, e investimentos em prol das melhorias na educação, mas até o fechamento da edição o órgão não havia se pronunciado.


10 Geral

MACAÉ, QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2013

OPORTUNIDADE

KANÁ MANHÃES

FeMASS oferece vagas para professor temporário

Ao todo são 56 vagas distribuídas em 16 disciplinas e a remuneração salarial varia entre R$ 57,95 e R$ 68,35 por hora aula

Interessados devem se inscrever até o dia 17 de junho, na secretaria da instituição, das 14h às 20h Juliane Reis / Assessoria Juliane@odebateon.com.br

P

rofissionais da educação superior interessados em uma oportunidade no mercado de trabalho devem ficar atentos. A Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS) está com inscrições abertas para o Processo Seletivo Simplificado (PSS). Ao todo, são 56 vagas para professor em regime de contrato temporário e formação de cadastro de reservas, por tempo determinado. As inscrições devem ser feitas na secretaria da instituição, Rua Aluísio da Silva Gomes, 50, no Bairro Granja dos Cavaleiros até a próxima segunda-feira,

17, das 14h às 20h. As vagas oferecidas são para as disciplinas de Códigos e Linguagens (6), Ciências Sociais (4), Matemática (6), Algorítmos e Estrutura de Dados (4), Engenharia de Software (3), Redes (1), Banco de Dados (1), Organização de Computadores e Sistemas Operacionais (1), Gestão em Tecnologia da Informação (1), Administração (6), Direito (2), Ciências Econômicas (4), Produção, Logística e Pesquisa Operacional (6), Organização, Qualidade e Produto (4), Trabalho e Sustentabilidade (4) e Ciências Aplicadas (3). No ato da inscrição, o candidato deve apresentar o currículo, resumido e atualizado, cópias da Carteira de Identida-

de, do título de eleitor e comprovante da última eleição, do CPF, do Certificado de Reservista das Forças Armadas, no caso de sexo masculino, cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento, entre outros documentos especificados no edital que também determina a documentação para a contratação. De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, o processo seletivo será realizado por meio da análise curricular e entrevista presencial, obedecendo aos seguintes critérios: o contratado deve ter a titulação mínima de Pós-Graduação Lato Sensu na área de atuação, dispor de carga horária semanal mínima de quatro horas e máxima de 32 horas, experiência

docente em ensino superior de no mínimo dois anos, além de outros requisitos. A análise dos currículos será realizada entre os dias 18 e 21 de junho. Já a divulgação dos resultados está prevista para o dia 28 de junho e os recursos poderão ser feitos de 28 de junho a 1º

de julho. O resultado final será divulgado no dia 3 de julho. Ainda segundo o órgão, o contrato tem prazo máximo de seis meses, ser prorrogado por igual período. Os aprovados e admitidos atuarão de segunda-feira a sexta-feira, nos turnos da tarde e noite, e aos sábados pela manhã.

A vigência do contrato é 1º de agosto deste ano. Já a remuneração salarial será de R$ 57,95 por hora/aula no caso do especialista, R$ 63,50 h/a para quem tem título de mestre, e R$ 68,35 h/a para doutor. Mais informações podem ser obtidas na sede da instituição.

MANUTENÇÃO

Bairro da Glória recebe serviços de limpeza Entre os serviços estão a capina de terrenos e varrição Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

a limpeza urbana é de responsabilidade dos órgãos públicos, mas manter a cidade limpa é um dever de cada cidadão. Além de tornar o lugar onde você vive mais bonito, isso

também é uma questão de saúde e comprometimento com o meio ambiente. Visando melhorar o aspecto de Macaé, desde janeiro a secretaria de Limpeza Pública e Manutenção vem fazendo diversas ações pelo município. Apesar do esforço, muitas áreas ainda esperam para ser contempladas. Considerada uma área nobre, o Bairro da Glória está recebendo essa semana diversos serviços de manutenção. Na

manhã dessa quarta-feira (12), uma equipe da Prefeitura estava fazendo serviço de capina nos terrenos e meio-fio e também de varrição nas ruas Tocantins e Tapajós (uma das principais do bairro). Essa é a segunda vez nesse ano que o bairro recebe os serviços. Quem mora na região ressalta que essas ações são fundamentais. “Por mais que tirem o mato, mesmo com o tempo meio seco, o mato cres-

ce rápido. Em alguns pontos, a calçada fica coberta pelo matagal, impedindo que a gente passe. É bom ver que a Prefeitura está nos atendendo e voltando para fazer manutenção. Afinal todo mundo quer ver o bairro sempre bonito. Nós, como cidadãos, também precisamos colaborar colocando o lixo nos horários e dias certos para evitar que animais de rua rasguem os sacos e espalhem a sujeira. Só gostaríamos de pedir ao

órgão que reforce o serviço de varrição em alguns pontos, que geralmente não recebem esse tipo de serviço”, ressalta a moradora Ana Luiza. Vale ressaltar que a população pode ajudar a manter a cidade limpa, evitando deixar entulhos , móveis e eletrodomésticos velhos pelas calçadas e terrenos baldios. A Prefeitura criou recentemente um sistema de coleta específico para esses resíduos. O serviço de

“Cata Bagulho” é realizado de segunda a quinta-feira, das 7 horas às 17 horas. A população precisa ligar para a Prefeitura, através do número 2762-4667, e agendar a retirada desses objetos da sua residência. Assim como o lixo domiciliar, é importante que o morador espere pela equipe do lado de fora da residência. Já os entulhos só são recolhidos pela equipe da Secretaria de Limpeza se estiverem ensacados.


Noticiario 13 06 13