Issuu on Google+

WANDERLEY GIL

POLÍTICA

Bancada reduz emendas e aprova LDO Em votação unânime, plenário aprova projeto com 34 emendas pág. 3 WWW.ODEBATEON.COM.BR • MACAÉ (RJ), SÁBADO, 12 DE OUTUBRO DE 2013 • ANO XXXVIII • Nº 8214 • FUNDADOR/DIRETOR: OSCAR PIRES • O JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO DO MUNICÍPIO • R$ 1,00

Bancários encerram greve e agências voltarão a abrir na próxima semana Após 23 dias de paralisação, funcionários chegam a acordo com patronal. Categoria aceitou reajuste de 8% oferecido pela Fenaban, além de outros benefícios que representam um aumento real de 2% pág. 5 BENEFÍCIOS

FISCALIZAÇÃO

Legislativo vai rever situação de servidores

WANDERLEY GIL

Câmara vai promover elaboração de Plano de Cargos e Salários pág.3

Vistoria da equipe ocorreu após denúncia de um consumidor

Dia das Crianças com festa na cidade Entre as atividades está evento no Barramares pág.7

Vigilância interdita lanchonetes no Centro

Lanchonetes só poderão ser reabertas após o cumprimento de todas as exigências da Vigilância e nova vistoria dos fiscais

quatro lanchonetes foram interditadas na tarde de ontem (11), no Terminal Rodoviário de Macaé. A equipe da Coordenação de Vigilância Sanitária da secretaria de Saúde recebeu denúncia de um consumidor que comprou salgado com recheio estragado em um estabelecimento. Os fiscais encontraram uma série de irregularidades que colocavam a saúde dos consumidores em risco. pág. 5

MANUTENÇÃO

AVANÇO

WANDERLEY GIL

Prefeitura vai realizar limpeza de rede pluvial

Neste sábado, equipes da secretaria municipal de Limpeza promoverão força tarefa para garantir manutenção das redes de escoamento de água da chuva pág. 9 KANÁ MANHÃES

Lei Geral estimula base da economia Projeto foi destacado pelo Fumdec durante reunião com empresários da cidade pág.8

Macaé celebra Dia Nacional da Leitura

População pode contribuir com trabalho de proteção

Guarda Ambiental promove resgates

Data marca a defesa por incentivo à prática que auxilia no aprendizado pág.7 WANDERLEY GIL

Entre os serviços prestados está o resgate de animais silvestres e o combate a incêndios preservar a fauna e a flora do município, esse é um dos principais objetivos da Guarda Ambiental de Macaé, órgão vinculado à secretaria de Ordem Pública. Para que isso seja possível, a equipe de agentes ambientais vem realizando inúmeros trabalhos significativos em diversas áreas para evitar que algumas espécies sejam futuramente apenas lembranças em nossas memórias. pág. 2

COTAÇÃO

Dólar C. Dólar V.

R$ 2,1780 R$ 2,1800

TEMPO

Máxima. Mínima.

30º C 16º C

Equipes atuam com base em cronograma para garantir a manutenção do sistema de drenagem de águas da chuva

Pai e filho consagram-se campeões no Bicicross Os atletas José Jerez Gonçalves Júnior e Guilherme Rocha Fontes, consagraram-se campeões de Bicicross, na 2ª Etapa Copa Brasil BMX, realizada na cidade de Fortaleza-CE. O evento aconteceu no dia 6 de outubro, das 9h às 16h. Os esportistas participaram de três eliminatórias e venceram todas em suas categorias. pág. 8

DIVULGAÇÃO

Cederj segue com inscrições para cursos para macaé há vagas para os cursos de Licenciaturas em Ciências Biológicas, Física, Matemática, Pedagogia e Turismo. Os interessados poderão se inscrever até o dia 03 de novembro pelo site do Cederj. Cursos são de qualificação profissional. pág. 7

Hábito deve ser incentivado por pais desde a infância

Curso da UFRJ recebe nota 4 em avaliação do MEC

Curso de Nutrição passou pelo processo de análise pág.7


2

MACAÉ, SÁBADO, 12 DE OUTUBRO DE 2013

Cidade

NOTA

Núcleo de Tecnologia Municipal capacita profissionais da Educação

KANÁ MANHÃES

MANUTENÇÃO

Prefeitura vai realizar limpeza de rede pluvial da cidade KANÁ MANHÃES

Ação, que envolve diversos órgãos, visa evitar os problemas de alagamento

População pode colaborar com os agentes ambientais através de denúncias

PRESERVAÇÃO

Guarda Ambiental apresenta balanço de serviços prestados em Macaé Entre os serviços prestados está o resgate de animais silvestres e o combate a incêndios Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

P

reservar a fauna e a flora do município, esse é um dos principais objetivos da Guarda Ambiental de Macaé, órgão vinculado à secretaria de Ordem Pública. Para que isso seja possível, a equipe de agentes ambientais vem realizando inúmeros trabalhos significativos em diversas áreas para evitar que algumas espécies sejam futuramente apenas lembranças em nossas memórias. Segundo dados da prefeitura, somente em 2013, entre os meses de janeiro e setembro, já foram resgatados 193 animais silvestres, que receberam cuidados necessários e foram devolvidos à natureza. Esse é um dos serviços mais importantes prestado pelo órgão, que também conta com o apoio da secretaria de Ambiente. O número de animais silvestres nas áreas urbanas está se tornando cada vez mais frequente devido ao crescimento da cidade e a redução das áreas verdes. A orientação da Guarda

Ambiental é sempre para evitar o contato com o animal. Nesse caso, o munícipe deve entrar em contato com o órgão, através do telefone 9701-9770. Esse número funciona em tempo integral e também pode ser utilizado para população denunciar casos de maus tratos a animais, invasões em áreas de preservação ambiental, incêndios e desmatamentos nas matas do município. Vale ressaltar que matar ou manter um animal silvestre em cativeiro é considerado um crime ambiental previsto por lei. De acordo com o Art. 29 da Lei nº 9.605/98: “Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécies da fauna silvestre nativa ou em rota migratória sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida” prevê pena de seis meses a um ano e multa. Em casos de infração, o indivíduo sofrerá as penalidades definidas na Lei Federal nº 9605/98 e na Lei Complementar Municipal nº 027/2011. Compreendem como animais silvestres aquelas espécies “que vivem ou nascem em um ecossistema natural - como

florestas, rios e oceanos”. Dos animais que podem ser encontrados em Macaé, 14 deles estão na lista do ICMBio dos ameaçados de extinção. Além disso, a Guarda Ambiental também é referência no combate a incêndios florestais na região, sendo uma das poucas no país preparadas para o combate no período noturno, o que reduz os estragos causados pelas queimadas. Nesse ano já foram combatidos, nos primeiros nove meses, 42 focos de incêndio. A maior incidência foi entre os meses de julho e setembro, quando acontece o período de estiagem. O balanço apresentado da Guarda Ambiental também inclui: socorro e vítimas (42), ordem de operações (19), ordem de serviço (33), denúncias averiguadas (193) e apoio prestado (63). Até o final do ano a tendência é que esses números sejam ainda maiores. A Guarda Ambiental também tem participado de eventos nas escolas da cidade, levando a informação para as crianças através da educação ambiental.

os alagamentos geram diversos transtornos e prejuízos para a população. Muitas vezes esse problema é causado devido à falta de manutenção das redes e também por conta da falta de educação de parte da população, que contribui com o problema através do descarte irregular de entulhos e resíduos nas ruas da cidade. Visando melhorar essa questão na cidade, a prefeitura irá realizar hoje (12), uma força tarefa, onde será feita a limpeza das galerias pluviais da cidade. Esse serviço será executado pela Empresa Pública de Saneamento (Esane) com o apoio das secretarias de Limpeza Pública e Manutenção, Obras e Mobilidade Urbana. O governo municipal ressalta que esses trabalhos não serão executados apenas nesse sábado, mas sim de maneira contínua, para evitar que os bueiros, galerias, entre outros, fiquem novamente entupidos. Hoje será a vez da rua Silva Jardim, no Centro, receber as equipes. O trabalho será realizado a partir das 7h. Para ordenar o trânsito, a equipe de Mobilidade Urbana criou um esquema para gerar menos impactos. Em breve novas localidades serão contempladas. Os locais que irão rece-

Manutenção nas redes da cidade é feita regularmente, atendendo a um cronograma ber o serviço foram definidos a partir de um mapeamento feito, o qual aponta os pontos mais críticos da cidade em períodos de chuva. A população também deve colaborar nesse processo. Entre as dicas estão: respeitar os dias e horários de coleta de lixo do seu bairro; jogar lixo nas lixeiras e contêineres e evitar o acúmulo de materiais de obras, como areia, nas calçadas, principalmente próximo à entrada de galerias. Diversas vezes o jornal O DEBATE já flagrou grande quantidade de lixo dentro dos bueiros. "Todos devem se conscientizar em não jogar lixo nos bueiros e nas ruas, não permitir a entrada de areia, terra e entulho das obras nas redes de escoa-

mento pluvial e, quando houver rede de esgotos na rua, não permitir o lançamento de esgotos nessas galerias. A participação de todos, nesse momento, trará resultados positivos", ressalta o presidente da Esane, Marcos Muffareg. No caso de descarte de entulhos, restos de móveis, eletrodomésticos ou outros materiais desse tipo, a prefeitura disponibiliza o serviço Cata Bagulho. Os próprios moradores podem entrar em contato através do número (22) 2762-4667, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. Para ter acesso ao serviço, basta ligar para a secretaria de Limpeza Pública e agendar. Ela ressalta que eles só serão recolhidos pela equipe, se estiverem ensacados.


MACAÉ, SÁBADO, 12 DE OUTUBRO DE 2013

Política

3

NOTA

Guto Garcia (PT) apresentou duas emendas para garantir benefício a alunos da Funemac

PROPOSTA

Bancada reduz emendas e LDO é aprovada por unanimidade Parlamentares apreciam cerca de 70 das mais de 180 propostas que haviam sido registradas na secretaria da Câmara WANDERLEY GIL

Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

E

m mais uma sessão intensa e exaustiva, a Câmara de Vereadores aprovou ontem, por unanimidade, o projeto 009/2013 que estabelece a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício da gestão de 2014. Depois de quatro horas de debates, os parlamentares aprovaram também 34 emendas, número preestabelecido pela bancada governista que optou por retirar a maior parte das mais de 180 propostas, registradas na secretaria da Casa, após acordo firmado junto ao governo. A medida foi adotada com objetivo de garantir a agilização na votação da matéria, permitindo que o Executivo possa encaminhar na terçafeira (15) o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA), outra ferramenta administrativa importante para a gestão do município no próximo ano. O acordo firmado pela bancada acabou atrasando o início da sessão extraordinária, convocada pela Mesa Diretora para garantir a votação específica das emendas e do projeto da LDO. Após muito diálogo, conduzido pelo líder da bancada governista, Julinho do Aeroporto (PPL), os vereadores governistas consideraram o pedido de agilização na votação da proposta, acatando a opção acordada com o Executivo de cada parlamentar garantir o registro

Depois de cinco horas de sessão, parlamentares aprovaram projeto que define diretrizes para administração de Macaé em 2014 de apenas duas emendas. "Esse acordo tem como objetivo agilizar a votação do projeto. Ao meu ver, 180 emendas ao projeto é uma LDO nova, o que não é de competência do Legislativo. Certamente todas as propostas apresentadas pelos vereadores são importantes para a cidade. E todas serão analisadas pelo governo ao longo da gestão. Porém, precisamos votar o projeto para que outras matérias necessárias ao Executivo, como a LOA, possam ser entregues e apreciadas dentro do prazo regimental", explicou o presidente da Câmara de Vereadores, Dr. Eduardo Cardoso (PPS). O número expressivo de

emendas já havia sido motivo de debates entre os parlamentares durante a sessão ordinária da última quarta-feira (9), quando as emendas foram lidas. Até o fim do dia, o número de propostas havia saltado de 160 para 180, número que acabou motivando o acordo da bancada. "A Câmara tem cobrado regularidade do governo no cumprimento dos prazos de tramitação de projetos. Havíamos chegado a esse acordo exatamente para não atrapalhar o andamento de outros projetos, como a LOA. O entendimento era de que todos os vereadores apresentassem duas emendas. Queremos dar agilidade para que o Executi-

vo possa garantir os avanços previstos desde o plano de governo", declarou Julinho do Aeroporto, ao solicitar voto de bancada a todas as propostas que excedessem o número predeterminado de emendas por parlamentar. Mesmo com o acordo, a bancada acabou abrindo algumas exceções na votação do número de emendas. A situação foi registrada em duas propostas apresentadas pelo primeiro vice-presidente da Câmara, Maxwell Vaz (PT), que teve quatro emendas aprovadas durante a sessão. As matérias de Maxwell versavam sobre a garantia de

DISCUSSÃO Igor Sardinha e Maxwell Vaz não retiraram emendas que foram votadas e reprovadas pela bancada governista devido a acordo

Acordo gera rejeição a mais de 40 propostas de vereadores durante a sessão de ontem, o parlamentar Igor Sardinha (PT), que segue a linha de oposição na Câmara, foi o recordista no número de emendas apresentadas ao projeto 009/2013 que institui a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2014. Igor foi o vereador também que teve o maior número de propostas rejeitadas, 38, devido ao acordo firmado pela bancada governista. Igor e o primeiro vice-presi-

principal motivo de discussão durante a sessão extraordinária de ontem, a apreciação das emendas tomou a maior parte do tempo de discussão registrada ontem no plenário do Palácio Cláudio Moacyr de Azevedo. Entre as matérias aprovadas estão a emenda 166/2013, apresentada pelo líder do governo, Julinho do Aeroporto (PPL), que solicita a transformação da subsecretaria em secretaria municipal de Pesca e Apicultura. Já Chico Machado (PMDB) apresentou a emenda 094/2013 que propõe a criação do programa de combate à obesidade e implantação do tratamento a pacientes com obesidade mórbida. Guto Garcia (PT) foi autor de duas emendas importantes. A primeira, 161/2013, propôs a criação do Restaurante Universitário, com preço do almoço a R$ 1. A outra proposta, a emenda 161, determinou a criação de bolsas de pesquisa pela Funemac. "A Funemac passa atualmente pelo processo de expansão e vai chegar a cinco mil alunos no próximo ano. Essas propostas visam estimular os universitários da cidade", defendeu.

BENEFÍCIOS WANDERLEY GIL

Propostas que ampliam vagas do Bolsa Atleta e institui Conselho foram reprovadas

registro na LDO do planejamento para a organização do Carnaval de 2014, definindo a organização do evento, assim como os repasses para as 13 entidades carnavalescas que participam da festa. "Peço que a bancada entenda a importância dessa proposta já que foi omitida na LDO a organização do Carnaval", disse. O líder da bancada pediu a aprovação das propostas. "Ainda há uma necessidade do governo em resolver a questão dos repasses junto às escolas de samba. A Casa precisa criar uma Comissão para que esse assunto seja tratado junto ao governo", apontou Julinho.

Legislativo aprova 34 emendas ao projeto

dente da Câmara, Maxwell Vaz (PT), não optaram por retirar as emendas já registradas na Casa, seguindo o acordo da bancada governista, que apreciou apenas duas propostas por parlamentar. Das emendas apresentadas por Igor, apenas a 001, que propôs a reforma das Academias Populares e a 002, que determinou a manutenção do Conselho Municipal de Fiscalização na Aplicação dos Royalties do Petróleo (Comfarp), foram aprovadas pela maioria. Já outras 38 emendas, do total de 40 registradas pelo parlamentar foram reprovadas, mesmo versando sobre assuntos importantes, como a ampliação

do Hemocentro de Macaé, a reforma e adequação de ciclovias e ampliação do sistema de videomonitoramento da cidade. Algumas emendas de Igor acabaram gerando discussões no plenário, como a 012/2013, que propôs a elaboração de estudo técnico para a implantação da Empresa Pública de Transporte. "Muitas emendas boas foram retiradas devido ao acordo. Eu optei por manter a discussão de todas as que apresentei, feitas com total empenho da minha equipe. O nosso trabalho como vereador não é de agilizar, mas sim de contribuir com a gestão de Macaé", afirmou Igor. Maxwell optou por discutir

as oito emendas que propôs à LDO. Entre as emendas rejeitadas do parlamentar estão as que ampliavam o número de vagas para cursos profissionalizantes destinados a jovens da cidade, assim como a ampliação de vagas do Bolsa Atleta. "Eu apresentei oito emendas. Trabalhei muito por elas, que foram feitas com total dedicação da minha equipe e seria muito injusto com eles retirálas depois de todo esse empenho. Reconheço o acordo, mas as propostas que levantamos são importantes para a cidade", argumentou Maxwell. O vereador teve quatro emendas rejeitadas pela bancada.

Servidores também são contemplados Vereadores aprovaram emendas que atendem a demanda de profissionais da Casa em meio a debates calorosos, os vereadores alcançaram a unanimidade em dois momentos na sessão extrordinária de ontem: na aprovação do projeto de lei 009/2013 que institui a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014, e na apreciação positiva de um pacote de emendas, votadas em bloco, que propuseram uma série de benefícios aos servidores do próprio Legislativo. Algumas propostas foram assinadas em parceria entre os parlamentares, como a que prevê a criação do auxílio transporte a todos os servidores do Legislativo, proposta por Julinho do Aeroporto (PPL), Marcel Silvano (PT) e Guto Garcia (PT). Marcel foi autor também da emenda 157/2013, que propôs a implantação do auxílio saúde aos servidores da Casa. "Esse é um momento ímpar

no processo de revisão da situação de todos os servidores que atuam no Legislativo. Eles estão precisando de todos os esforços, de todo o apoio do plenário, para que pendências, que atrapalham o reconhecimento como profissionais, possam ser definitivamente superadas", afirmou Marcel. A Mesa Diretora apresentou emendas que propõem a criação de um programa de capacitação para os servidores. O presidente da Câmara, Dr. Eduardo Cardoso (PPS), anunciou que o Legislativo vai contratar empresa especializada em recursos humanos para fazer um estudo detalhado sobre a situação de todos os servidores. "Existem problemas graves de servidores na Casa que estamos tentando resolver. Por isso precisamos desse apoio técnico, através do trabalho de uma empresa especializada em recursos humanos que possa nos apresentar uma solução para a situação de todos os servidores", afirmou Dr. Eduardo. WANDERLEY GIL

Marcel Silvano defendeu auxílio saúde para servidores da Casa


4

MACAÉ, SÁBADO, 12 DE OUTUBRO DE 2013

Opinião EDITORIAL

NOTA

Deficientes sofrem devido à falta de acessibilidade

FOTO LEGENDA KANÁ MANHÃES

Atrasos burocráticos Apesar do empenho de autoridades, empresas e dos anseios da população, a consolidação de projetos fundamentais ao desenvolvimento econômico, social e de infraestrutura de Macaé e dos municípios da região acabou esbarrando na burocracia, sempre nociva ao crescimento estimado por todo o país.

A

população de Macaé assiste há dois anos a luta, através de mobilização regional, de autoridades que buscam garantir a antecipação das obras de duplicação da BR 101. De lá pra cá, duas das três fases do projeto foram iniciadas, porém, a mais complexa e importante, que contemplaria o trecho da rodovia situado entre Macaé e Casimiro de Abreu ainda não saiu do papel. O motivo principal está relacionado à legislação federal que impede a redução da área pertencente à Reserva Biológica da União. A BR 101, em seu traçado mais sinuoso e importante, acaba cortando grande trecho da área ambiental, causando assim um imbróglio que impede o desenvolvimento imediato dos municípios situados na região direcionada à exploração e produção de petróleo, ligada à Bacia de Campos. A complexidade impede que as licenças ambientais dedicadas ao projeto sejam garantidas pelos órgãos federais responsáveis pela preservação do ecossistema e dos chamados “patrimônios históricos e culturais da humanidade”, que possivelmente estão escondidos

em sítios arqueológicos, não identificados através de estudos e pesquisas. Agora, autoridades e empresários vivem as expectativas em relação à consolidação dos projetos voltados à construção do novo porto de Macaé, conhecido como o Terminal Logístico de Macaé (Terlom). A burocracia pode atrasar a consolidação do projeto essencial à expansão do setor de exploração e produção de petróleo na Bacia de Campos. O projeto pode ser viabilizado antes do planejamento inicial. Porém, isso depende do andamento dos processos de licenciamento que serão registrados em, pelo menos, seis órgãos estaduais e nacionais. Ao que tudo indica, o futuro econômico e social de Macaé depende do andamento de processos que estão amarrados pela burocracia comum à realidade do Brasil. Além de ser atrasada, a situação pode impedir que a cidade consiga virar o jogo, modificando a sua dura realidade, causada pelos impactos do petróleo, tornando-se verdadeiramente a Capital Nacional do Petróleo.

ESPAÇO ABERTO Adolescente e autonomia Gosto da metáfora da pipa para refletir sobre a atuação dos pais diante de situações cotidianas com os filhos adolescentes.

Q

uem já empinou pipa sabe que o segredo para o sucesso da brincadeira está em aproveitar a força e a direção do vento para fazê-la subir e, depois, quando já empinada, saber tensionar a linha, porque, quando muito esticada, se rompe, fazendo com que a pipa solta se perca pelos ares, ou, ao contrário, quando muito frouxa (com “barriga”, como dizem as crianças), leva a pipa a rodopiar nas alturas e, sem controle, cair ao chão. Sabendo que o período da adolescência se caracteriza pela transição entre a infância e a vida adulta, temos o conhecimento de que o jovem adolescente, objetivando a autonomia adulta, vez por outra não apresenta ferramentas que lhe permitam um posicionamento autônomo. Portanto, a adolescência é um momento de construção e consolidação de autonomia, e não uma época de comportamento propriamente autônomo. Por esse motivo, recorro à representação da pipa. Ao “dar linha”, lançamos nossos adolescentes às escolhas e às decisões que já são capazes de fazer. Não podemos cerceá-los, pois corremos o risco de possibilitar a formação de adultos heterônomos, dependentes e, até mesmo, irresponsáveis. Todavia não podemos confundir autonomia com irresponsabilidade. Os novos jovens precisam ser responsabilizados por suas ações; se ser autônomo é “ser dono do próprio nariz”, também significa saber cuidar do próprio nariz, ser responsável. O saber cuidar só se consolida quando ocorre um exercício de responsabilidade pelas escolhas realizadas e pelas consequências que delas possam advir. Por meio desse exercício, o adolescente ganha confiança própria e de seus pais, além de adquirir autonomia para esta ou aquela questão. Em contrapartida, os pais não podem se esquecer de que, se tensão demais arrebenta a linha da pipa, tensão de menos faz com que ela perca a estabilidade e o sentido. Deixar o adolescente solto, sem limite ou sem orienta-

ção, imaginando-o capaz de decidir tudo por si mesmo, é uma omissão do papel educativo que deve ser exercido pelos pais. Há momentos em que, pressionados pela mídia, pelos pares, pelas companhias, pela namorada ou namorado, entre outras razões, os adolescentes se sentem oprimidos e incapazes de reações de enfrentamento a determinadas pressões. É hora de puxar e enrolar a linha ou, em outras palavras, de “tomar as rédeas nas mãos” para reconduzi-los a uma postura de equilíbrio. Pais e mães comprometidos com a educação de seus filhos e que estabeleceram com eles uma relação de afeto não devem ter medo de dizer não, mesmo quando a resposta ao “não” seja: “Todo mundo vai, só eu não”, ou “A mãe do fulano deixou, só você não deixa”, ou, ainda, “Todo mundo tem, só eu que não”. O não pode ser tão bom quanto o sim, quando dialogado e explicado. Ao retirarmos a decisão do adolescente, precisamos deixar claro que não o recolocamos em uma condição infantil; é necessário que ele perceba a complexidade da situação em questão e os desdobramentos que estão envolvidos. Devemos, ainda, explicar que, sendo os adultos da relação, em determinados momentos “tomaremos as rédeas”, já que temos um pouco mais de experiência, o que nos ajuda a enxergar os fatos com outras lentes. E, finalmente, necessitamos esclarecer que pais não são “coleguinhas” e que, algumas vezes, mesmo correndo o risco de sermos tomados como antipáticos, temos a responsabilidade de impor alguns limites. Pai e mãe, então, têm a árdua tarefa de “puxar” e “soltar” o filho adolescente, como possivelmente fizeram com a pipa, quando crianças, até que se atinja o objetivo fundante da educação, ou seja, até que ele saiba regenciar a angústia das escolhas e vivê-las de forma vibrante e intensa, para alcançar as alturas possíveis. Francisca Paris pedagoga e mestra em Educação

Principal base de embarque e desembarque de grande parte dos mais de 100 mil passageiros que utilizam diariamente o transporte público, o Terminal Central requer uma atenção especial da equipe da Mobilidade Urbana. A manutenção constante do espaço, tanto na questão da limpeza, quanto na questão da infraestrutura, além da permanência constante dos agentes de Ordem Pública, são fundamentais para garantir conforto e segurança aos usuários de um dos serviços públicos mais importantes para a população da cidade.

PAINEL Investimentos

De janeiro ao início de outubro, a Foz já investiu cerca de R$ 85 milhões em serviços relativos à implementação do saneamento básico em Macaé. O valor faz parte do montante de R$ 560 milhões que serão aplicados pela empresa no processo de universalização do esgotamento sanitário de Macaé, em cinco anos. Detentora da contrapartida na Parceria Pública Privada (PPP) para administrar o serviço, a empresa já registra resultados.

Fiscalização

A equipe da Vigilância Sanitária tem apertado o cerco no trabalho de fiscalização dos estabelecimentos comerciais em Macaé. Semanalmente é noticiada a aplicação de notificações, multas e apreensões de alimentos e produtos comercializados sem higiene ou com prazo de validade vencido. O trabalho garante também o cumprimento de exigências específicas para garantir o atendimento ao cliente. A população agradece pela seriedade!

Degradação

Despoluição

Promessas

Seminário

Retorno

Apoio

Apagão

Está previsto para o fim deste ano a finalização das obras de construção da segunda torre da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Mutum, obra realizada pela Foz. A unidade vai duplicar a capacidade de processamento da base, garantindo assim o atendimento à região sul de Macaé. Até o fim de 2014, a expectativa é que toda a área esteja coberta pela ETE, assim como a implantação de redes. O processo acabará com a emissão de poluentes na Lagoa de Imboassica. Está previsto para ainda este mês o retorno das obras de expansão do Aeroporto de Macaé. Após a assinatura do termo de contrato, entre a Infraero e a nova empresa responsável pelo pacote de obras, a base macaense voltará a registrar o andamento do projeto que detém um investimento de mais de R$ 56 milhões. O Aeroporto de Macaé é a única base no país, operada pela estatal, que recebe investimentos não voltados à Copa do Mundo de 2014.

Em tempo pré-eleitoral, moradores de algumas áreas da cidade, as quais ainda não possuem escrituras definitivas de seus imóveis, voltam a ser sondados por promessas políticas. Famílias que vivem em áreas como a Nova Esperança, além do Parque Aeroporto, aguardam o posicionamento do governo do Estado quanto ao andamento de processos de registro definitivo dos imóveis. No caso da Nova Esperança, a área é relativa à desapropriação. Já no Aeroporto os imóveis são ligados à Cehab. Com a proximidade do verão, muitas pessoas seguem, ou no início do dia, ou no fim da tarde, para a orla do litoral sul da cidade, assim como para a ciclovia situada na avenida Fábio Franco. A prática de exercícios físicos visa garantir a boa forma para a estação mais quente do ano. Por conta disso, as equipes da Fundação de Esporte e Turismo (Fesportur) junto à secretaria de Saúde poderiam promover ações para incentivar a prática esportiva e orientar a população.

Quem passa pela avenida Presidente Sodré, e que conhece histórias relativas aos tempos áureos da Princesinha do Atlântico, se comove com a atual situação do antigo prédio do Clube Ypiranga. Sinônimo de fatos marcantes da sociedade, e de glórias do esporte, o imóvel segue abandonado há anos. Nem mesmo o processo de desapropriação, feito pelo governo passado, garantiu a preservação do prédio. Esse é mais um patrimônio histórico de Macaé que segue consumido pelo esquecimento. Será realizado, no dia 29 de outubro, o II Seminário de Qualidade em Petróleo, Gás e Energia - A escalada para a competitividade. O evento está sendo organizado pelo Programa Qualidade Rio - Bacia de Campos, que é uma ação vinculada ao Convênio Petrobras e Sebrae - Projeto Arranjo Produtivo Local de Gás e Energia. O PQR-BC tem como comitê gestor a Petrobras, o Sebrae, o Sistema FIRJAN e a Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM). Os motoristas que circulam à noite pela rodovia Amaral Peixoto são afetados pelo “apagão” no sistema de iluminação pública, na rede situada no trecho próximo à chegada da Praia dos Cavaleiros. O problema é registrado em um dos pontos de maior circulação de veículos da cidade, no cruzamento entre a RJ 106 e a avenida Fábio Franco, a Linha Vermelha. Assim como esse, outros trechos importantes da cidade precisam passar por manutenção da Emipi.

EXPEDIENTE

GUIA DO LEITOR

EJORAN - Editora de Jornais, Revistas e agências de Notícias.

TELEFONES ÚTEIS:

cnpj: 29699.626/0001-10 - Registrado na forma de lei. diretor responsável: Oscar Pires. sede própria: Rua Benedito Peixoto, 90 - Centro - Macaé - RJ. Confeccionado pelo Sistema de Editoração AICS e CTP (Computer to Plate). Impresso pelo Sistema Offset. circulação: Macaé, Quissamã, Conceição de Macabu, Carapebus, Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu. A direção do O DEBATE não se responsabiliza e nem endossa os conceitos emitidos por seus colaboradores em ações ou artigos assinados, sendo de total responsabilidade do autor. Filiado à ADJORI-RJ - Associação dos Diretores de Jornais do Estado do Rio de Janeiro e à ABRAJORI - Associação Brasileira de Jornais do Interior. ANJ - Agência Nacional de Jornais. ADI Brasil - Associação dos Jornais Diários do Interior. Representante: ESSIÊ PUBLICIDADE E COMUNICAÇÃO S/C LTDA. são paulo: R. Abílio Soares, 227/8º andar - Conjunto 81 - CEP: 04005-000 Telefone: (11) 3057-2547 e Fax: (11) 3887-0071 • rio de janeiro: Av. Princesa Isabel, 323 - sala 608 - CEP: 22011-901 - Telefone: (21) 2275-4141 • brasília: SCS Ed. Maristela, sala 610 / DF - CEP: 70308-900 - Telefone: (61) 3034-1745 (61) 3036-8293. tel/fax: (22) 2106-6060, acesse: http://www.odebateon.com.br/, e-mail: odebate@odebateon. com.br, comercial: Ligue (22) 2106-6060 - Ramal: 215, e-mail: comercial@odebateon.com. br, classificados: E-mail: classificados@odebateon.com.br

POLÍCIA MILITAR: 190 POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL: 191 SAMU - SERV. AS. MED. URGÊNCIA: 192 CORPO DE BOMBEIROS: 193 DEFESA CIVIL: 199 POLÍCIA CIVIL - 123ª DP: 2791-4019 DISQUE-DENÚNCIA (POLÍCIA MILITAR): 2791-5379 DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL (24 HORAS): 2796-8330 DEL. DE POL. FEDERAL (DISQUE DENÚNCIA): 2796-8326 DEL. DE POL. FEDERAL (PASSAPORTE/VISTO): 2796-8320 DISQUE-DENÚNCIA (CÂMARA DE MACAÉ): 2772-7262 HOSPITAL PÚBLICO MUNICIPAL: 2773-0061 AMPLA: 0800-28-00-120 CEDAE: 2772-5090 PREFEITURA MUNICIPAL: 2791-9008 DELEGACIA DA MULHER: 2772-0620 GUARDA MUNICIPAL: 2773-0440 ILUMINAÇÃO PÚBLICA: 0800-72-77-173 AEROPORTO DE MACAÉ: 2772-0950 CARTÓRIO ELEITORAL 109ª ZONA: 2772-9214 CARTÓRIO ELEITORAL 254ª ZONA: 2772-2256 CORREIOS - SEDE: 2759-2405 AG CORREIOS CENTRO: 2762-7527 TELEGRAMA FONADO: 0800-5700100 SEDEX: 2762-6438 CEG RIO: 0800-28-20-205 RADIO TAXI MACAÉ 27726058 CONSELHO TUTELAR I 2762-0405 / 2796-1108 plantão: 8837-4314 CONSELHO TUTELAR II 2762-9971 / 2762-9179 plantão: 8837-3294 CONSELHO TUTELAR III 2793-4050 / 2793-4044 plantão: 8837-4441


MACAÉ, SÁBADO, 12 DE OUTUBRO DE 2013

Polícia

NOTA

Prefeitura articula construção de unidade de ensino profissionalizante em Macaé

ACORDO

INSPEÇÃO

Categoria aceitou o reajuste de 8% oferecido pela Fenaban, além de outros benefícios que representam um aumento real de 2%

Vigilância Sanitária interdita quatro lanchonetes no Centro

Chega ao fim a greve dos bancários WANDERLEY GIL

Bertha Muniz berthamuniz@odebateon.com.br

A

pós vinte e três dias de paralisação, chegou ao fim uma das maiores greves dos bancários dos últimos anos. O acordo ocorreu depois que a Federação Nacional de Bancos (Fenaban) apresentou uma nova proposta de reajuste salarial que agradou ao Comando Nacional dos Bancários, oferecendo 8% de reajuste para os salários, o que representa um aumento real de 1,82% além da compensação pelos dias de paralisação de até uma hora por dia, até o dia 15 de dezembro. Na tarde de ontem (11), representantes da categoria votaram a oferta em assembleia realizada no Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Macaé e Região (SEEB -MR), que abrange também as cidades de Quissamã, Carapebus e Conceição de Macabu, decidindo em unanimidade pela aprovação da proposta e decretando o fim da greve. Também foram aprovadas as propostas específicas da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil. Na próxima segunda-feira (14) as agências dos municípios da base territorial do SEEB-MR funcionarão normalmente.

Na região, há cerca de 630 funcionários diretos trabalhando nas agências bancárias. Deste total, 420 são filiados ao SEEB-MR. "A nossa avaliação é de que houve avanços importantes, mesmo não se chegando ao valor reivindicado pela categoria. O aumento real agradou e a proposta foi bem aceita pelos bancários filiados a nossa entidade, além de valorizar o piso da categoria e os tíquetes", afirmou o presidente do SEEB-MR, Wagner Figueiredo. A categoria já havia rejeitado duas propostas de reajuste salarial, de 7,1% e 6,1%, e reivindica-

va 11,93%. O piso do caixa passa de R$ 2.056,89 para R$ 2.229,05 (que inclui R$ 394,42 de gratificação de caixa e R$ 186,51 de outras verbas de caixa).O valealimentação passa de R$ 367,92 para R$ 397,36. O vale-refeição vai de R$ 21,46 para R$ 23,28 por dia. O aumento proposto pela Fenaban para a parte fixa da participação nos lucros e resultados (PLR) foi de 90% do salário mais valor fixo de R$ 1.694. A reivindicação era de três salários mais R$ 5.553,15. Os bancários que recebem até 5 salários mínimos receberão o Vale-Cultura mensal, com valor

Na tarde de ontem (11), representantes da categoria votaram a oferta em assembleia realizada no Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Macaé e Região (SEEB -MR)

de R$ 50. Todos os funcionários também terão direito a um dia de ausência remunerado a título de abono assiduidade. Também foi acertado um grupo para debater as razões dos afastamentos por saúde, e a cobrança por metas, via mensagem pelo celular, foi proibida. Em 2011, a categoria ficou parada por 21 dias e recebeu aumento real de 1,5%. Neste ano, com sete dias de mobilização, a Fenaban ofereceu aumento real de 2%. Além do reajuste salarial, a Fenaban propôs reajuste de 8,5% (2,95% de aumento real) para o piso salarial.

Vistoria ocorreu após denúncia de um consumidor que comprou salgado com recheio estragado em um estabelecimento quatro lanchonetes foram interditadas na tarde de ontem (11), no Terminal Rodoviário de Macaé. A equipe da Coordenação de Vigilância Sanitária da secretaria de Saúde recebeu denúncia de um consumidor que comprou salgado com recheio estragado em um estabelecimento. Os fiscais encontraram uma série de irregularidades que colocavam a saúde dos consumidores em risco. De acordo com a equipe da Divisão de Alimentos, foram encontrados vestígios da presença de roedores e insetos, através de fezes. Em um estabelecimento havia roedores escondidos entre as caixas. Entre as lanchonetes interditadas estava a maior do local. Outros problemas foram detectados como falta de higiene, equipamentos e utensílios quebrados, instalação elétrica fora dos padrões de segurança, ralos sem a grade de proteção e área superior que deveria ser usada para estoque sendo utilizada para manipular alimentos. Foram inutilizados e descar-

tados 2.500 salgados prontos e pré-cozidos, como também recheios, massas, utensílios quebrados, três balcões refrigerados e duas estufas danificadas. A determinação da Vigilância Sanitária é de que os proprietários realizem obras de reestruturação dos estabelecimentos. As lanchonetes só poderão ser reabertas após o cumprimento de todas as exigências e nova vistoria dos fiscais. A recomendação é para que os consumidores fiquem atentos a irregularidades encontradas em qualquer estabelecimento. O setor de divisão de alimentos da Coordenação de Vigilância Sanitária realiza diversas visitas por mês entre fiscalização de rotina, atendimento de processo (regularização) e reclamações. A interdição de algum estabelecimento só é feita depois que todas as outras medidas já foram tomadas e haja risco eminente à saúde. Nos casos de denúncias, é importante que o consumidor exerça sua função e ao detectar algo errado, comunique ao gerente ou proprietário para que o mesmo possa corrigir o problema. Caso isso não seja feito, ele deve acionar a Vigilância Sanitária. As denúncias podem ser feitas pelo telefone (22) 2762-0935. WANDERLEY GIL

PREVENÇÃO

Programa “Segurança Vai à Escola” promove nova palestra DIVULGAÇÃO/INFRAERO

Parceria entre a BHS, Polícia Federal e Infraero, já atendeu a 3 mil alunos do Ensino Médio na última semana, a Infraero promoveu no Colégio Estadual Matias Neto, a palestra “Prevenção contra o uso de entorpecentes”, para 331 jovens estudantes da faixa etária de 12 a 18 anos, em atendimento aos objetivos do Projeto “Meio Ambiente, Segurança, Saúde e Vocação vão à escola”. A palestra foi ministrada por agentes da Polícia Federal, que através de um bate-papo chamaram a atenção dos participantes fazendo abordagens sobre como: principais grupos de drogas, diferença entre usuário e dependente e os efeitos das drogas na sociedade. Os policiais falaram ainda do treinamento dos cães, raças, olfato e a operação realizada em busca das drogas. Surpreendendo os palestrantes, os jovens conseguiram sanar as dúvidas fazendo muitas perguntas. Dentro das atividades do projeto, os alunos elaboraram frases sobre a importância do trabalho da Polícia Federal para o povo brasileiro. “O trabalho da Polícia Federal no nosso país é importante, pois eles trabalham em todas as áreas so-

A palestra foi ministrada por agentes da Polícia Federal, que através de um bate-papo, chamou a atenção dos participantes

treinados na operação de busca às drogas e o interesse dos participantes em ingressar na Polícia Federal buscando as informações necessárias, foram momentos que marcaram o evento. O evento ocorreu por iniciativa do delegado de Polícia Federal de Macaé, Júlio César Ribeiro, com o Departamento de Repressão a Entorpecentes (DRE), do Rio de Janeiro, atendendo a parceria com as atividades do projeto. O trabalho feito pela equipe do projeto “Meio Ambiente, Segurança, Saúde e Vocação vão à escola” que visa proporcionar a

prevenção e orientação aos alunos com abordagens educativas sobre o mundo das drogas, ao mesmo tempo que desperta o interesse pela profissão, retrata a importância dos trabalhos realizados pela Polícia Federal”, declarou a diretora Célia. O Projeto “Meio Ambiente, Segurança, Saúde e Vocação vão à escola” já atingiu a marca de 3.000 participantes, sob a coordenação da funcionária Maria Angélica Francisco de Azevedo, com o apoio dos parceiros BHS, Omni Táxi Aéreo, Emar táxi Aéreo, Líder Aviação, Polícia Federal e a Infraero.

As lanchonetes só poderão ser reabertas após o cumprimento de todas as exigências e nova vistoria dos fiscais

DUPLO HOMICÍDIO

Homem comete crime passional em Rio das Ostras Suspeito atirou treze vezes contra a ex-mulher e seu atual namorado e fugiu em seguida

ciais, um grande exemplo disso é a palestra de hoje, orientando os jovens sobre os riscos das drogas”, ressaltou o estudante Danillo Fonseca, de 16 anos. A estudante Joice Teófilo ficou empolgada e decidiu que profissão irá optar. “A Polícia Federal atua para se fazer cumprir a lei. O desafio é diário, com riscos e empecilhos, mas devo ressaltar o valor da Polícia Federal no processo de cumprir a lei na defesa dos direitos da vida. Essa foi uma palestra muito importante que me incentivou a fazer parte da Polícia Federal”, narrou a jovem. A demonstração com cães

5

um duplo homicídio foi registrado na cidade de Rio das Ostras, na noite de quinta-feira (10). Após flagrar a ex- esposa com o atual namorado, um homem atirou treze vezes contra os dois. O crime passional ocorreu na residência em que o casal estava na Rua Nova Friburgo, bairro Jardim Mariléia. O homem, identificado pela polícia como Fernando Gouvêa, chegou à casa da exmulher por volta das 22 horas. Segundo a Polícia Militar, ele teria sacado uma pistola calibre 380 e disparado contra os dois. O namorado, chegou a correr, mas caiu na varanda da

casa. A mulher ficou ferida no quarto. Fernando teria fugido em seguida, em uma camionete Triton L200, em direção ao município de Casimiro de Abreu, onde mora. De acordo com testemunhas, ele possui propriedades rurais na cidade. Vanessa Cristina da Silva, de 40 anos, e Vitor Áleffe Jácome Rocha foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados para o Pronto Socorro Municipal. Lá eles chegaram a passar por cirurgias, mas não resistiram aos ferimentos e morreram na madrugada de ontem (11). De acordo com a polícia, o acusado chegou a acionar a PM, informando sobre o crime e pedindo socorro para as duas vítimas. O paradeiro de Fernando, que está sendo procurado pela polícia, continua desconhecido.

PROTEÇÃO

Crianças e adolescentes: atendimento mais eficiente em casas de acolhimento na semana em que se comemora o Dia das Crianças, 12 de outubro, começou a ser praticada nas casas de acolhimento de crianças e de adolescentes de Macaé uma nova estratégia administrativa que irá desburocratizar e agilizar os procedimentos em cada um dos casos. Depois de cinco reuniões para elaboração, foi concluído por técnicos municipais e membros do Conselho Municipal de Defesa dos Direi-

tos da Criança e do Adolescente (CMDDCA) e aprovado pelo Juizado da Infância e Juventude, um fluxograma que padroniza os atendimentos. Todos os abrigos municipais já funcionam de acordo com essa instrução, que evitará que os processos tomem rumos inadequados. Além dessa ação, outro tema importante da pauta da última reunião ordinária do CMDDCA, que aconteceu na quinta-feira

(10), na Casa dos Conselhos, no Centro, foi a divulgação do seminário para capacitação de conselheiros, educadores sociais e técnicos da secretaria de Educação, planejado pelo Conselho da Criança e do Adolescente. O seminário vai ser realizado no auditório do Centro Administrativo Luiz Osório (Cealo), no Centro, no dia 6 de novembro. O horário ainda não foi definido. O tema do evento será “Como

identificar crianças e adolescentes vítimas de violência sexual”. Oitenta vagas serão oferecidas. As inscrições vão ser feitas nas casas de acolhimento. A necessidade dessa ação foi tratada na reunião ordinária do CMDDCA do dia 12 de setembro. Já, na última, a ênfase foi para necessidade de capacitação também de agentes sociais, membros de organizações não governamentais (ONGs) e associações cadas-

tradas pelo Conselho. Nenhum dos dois projetos que concorreram ao edital para comemoração do Dia da Criança, publicado em 4 de setembro pelo Conselho e aberto a todas as instituições cadastradas, foram aprovados. Ou devido a critérios de elaboração, ou por problemas com a documentação apresentada pelas instituições. A ação estava prevista para acontecer no Lagomar. Um mi-

nicurso voltado para esses agentes sociais já está sendo preparado pelos técnicos do Conselho. Outro tema relevante abordado pelos membros do CMDDCA foi o curso de capacitação direcionado a conselheiros de direito. Uma parceria está sendo firmada com o programa Escolas de Paz, do governo do Estado com a cooperação da Unesco. Essa capacitação será oferecida na Casa dos Conselhos.


6

MACAÉ, SÁBADO, 12 DE OUTUBRO DE 2013

Economia

NOTA

Estudo aponta que 62% dos consumidores pretendem comprar brinquedos neste Dia das Crianças

EMPREENDEDORISMO

Interart estimula formalização de microempreendedores Expectativa é que cerca de 200 profissionais se tornem formais durante o evento KANÁ MANHÃES

Patricia Lucena patricia@odebateon.com.br

O

número de microempreendedores individuais em Macaé vem crescendo a cada dia. Em 2012, o município possuía 5.006 profissionais nessa categoria. Atualmente, de acordo com o Portal do Empreendedor, esse número aumentou para 6.202, um avanço de 24%. Em meio a esse cenário de crescimento constante, o governo municipal tem adotado ações para beneficiar e estimular essa categoria. E, assim como o poder público, a Feira Internacional de Artesanato e Decoração (Interart) 2013 também abraçou a causa e está estimulando diversos profissionais a se formalizarem. “O artesanato gera emprego e renda. Conseguimos transformar 0,10% de um resíduo em um produto de luxo. Esses profissionais conseguem fazer desde objetos de decoração até móveis mais elaborados. Falamos que vamos do lixo ao luxo. O artesanato é de grande importância e, por isso, fazemos questão que essas pessoas se formalizem, para terem ainda mais sucesso”, afirmou Oswaldo de Almeida Júnior, organizador da feira. O cozinheiro Alexandre Pires é a prova disso. Dono de uma barraquinha de massas, Alexandre está todas as quintasfeiras na Praça Veríssimo de Mello vendendo massas com um sabor caseiro. A convite de

positivos na formalização”, disse Francisco. Os profissionais do grafite fazem trabalhos além dos muros. “Trabalhamos em festas de finais de ano e campanhas para empresas. Fizemos uma ação na Semana Nacional do Trânsito. Usamos o grafite não apenas como forma artística, mas também como educação e conscientização das pessoas. O

grafite é uma arte que pode ser usada de diversas maneiras”, destacou Felipe. “Nossa expectativa é de que 200 empreendedores se tornem formais durante os dez dias de feira, o que significa 20 profissionais por dia. Queremos que esses profissionais se formalizem para garantir direitos e ter mais facilidade”, disse Oswaldo.

Governo municipal estimula formalização

Grafiteiros se formalizaram durante a Interart 2013 para alavancar negócio Oswaldo, o cozinheiro decidiu se formalizar para participar da Interart. “Me tornei microempreendedor para participar do evento, mas a formalização só me trouxe coisas boas. Adquiro cada vez mais conhecimento, através das palestras e das orientações, consigo gerar renda para outras pessoas e as minhas negociações com fornecedores ficam muito mais fáceis”, disse ele.

Os grafiteiros Felipe Talu e Francisco Cova também destacam pontos positivos da formalização. “Somos grafiteiros há dez anos, mas nos formalizamos ontem, durante a palestra para microempreendedores. A formalização é fundamental. O mercado está exigindo isso. Temos que deixar de ser apenas um CPF e nos tornarmos um CNPJ para acompanhar a evolução do mercado e conse-

INTERART 2013

guir cada vez mais trabalhos e patrocínios. Tudo fica mais fácil se você é formal”, afirmou Felipe. “Trabalhamos com muitas empresas e o fato de agora sermos microempreendedores vai facilitar, e muito, a nossa negociação. Além disso, temos linhas de crédito disponíveis para nos ajudar a fazer com que o nosso negócio cresça. Só vejo pontos

em meio ao cenário de crescimento, o governo municipal, por meio do Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico (Fumdec), tem adotado ações para beneficiar a categoria de microempreendedores individuais. No último dia 18, o prefeito Dr. Aluízio regulamentou a Lei Geral das micro e pequenas empresas e dos empreendedores individuais, sancionada em novembro do ano passado. O decreto oferece um tratamento diferenciado a esses profissionais no que diz respeito à contratação de produtos e serviços, através de licitação da prefeitura. Além disso, o Fumdec está colocando em prática o projeto Casa do Empreendedor, em um modelo que está sendo utilizado como referência em outras cidades do estado do Rio de Janeiro. “A Casa do Empreende-

dor segue o modelo da Sala do Empreendedor do Sebrae, mas aqui os profissionais poderão realizar todos os processos burocráticos no mesmo local, com acesso aos gestores públicos das secretarias de Obras, Meio Ambiente, Fazenda, Fumdec, Vigilância Sanitária, Junta Comercial (Jucerja), Corpo de Bombeiros (orientação), Posturas e Mobilidade Urbana”, explicou Vandré Guimarães, presidente do Fumdec. Outra ação foi realizada em agosto, quando a Prefeitura de Macaé assinou um convênio com a Caixa Econômica Federal para concessão de microcrédito produtivo orientado. O objetivo da parceria foi facilitar o acesso ao crédito dos micro e pequenos empresários do município, estimulando também a formalização desses profissionais.

FERIADO

KANÁ MANHÃES

Livros de pano em forma de travesseiro é atração para crianças Projeto social visa contribuir com a educação e preservar a inocência das crianças além de disseminar diversas culturas, representando 27 países e 16 estados brasileiros, a Feira Internacional de Artesanato e Decoração - Interart 2013, que acontece até o próximo domingo (13), tem um foco humanitário. Comovidos com a iniciativa de um grupo que se uniu para ajudar aqueles que mais necessitam, os organizadores do evento doaram um espaço para divulgar o projeto Movimento de Mulheres do Jardim Comercial. O projeto é de uma associação de mulheres que confeccionam livros infantis - em forma de travesseiro - e jogos com tecidos. “Não se faz projeto social sem cunho empresarial.” Foi a partir dessa frase que Mirtes de Souza, 59 anos, teve a ideia de elaborar um produto que pudesse auxiliar na renda do grupo e ainda contribuir com a educação das crianças. A professora, recém-aposentada, viu que muitas mães tinham problemas financeiros e/ou com álcool e que isso atrapalhava no rendimento dos filhos nas escolas. Assim, com o objetivo de resgatar a dignidade através de cursos profissionalizantes, fazendo os produtos em tecidos, Mirtes fundou, há 28 anos, o Movimento de Mulheres do Jardim Comercial, em São Paulo. Hoje, as mães já possuem renda própria e as crianças

crescem de forma sadia e criativa. “As crianças criam seu próprio livro, em tecido, a partir dos personagens que compõem cada exemplar. Se eu pudesse, daria milhares de estrelas para encher de brilho a vida de todas as pessoas que acreditam e contribuem com nosso trabalho social”, disse Mirtes. A macaense Sueli Calixto Souza, 60 anos, achou o projeto incrível e comprou dois livros para presentear as netas de 2 e 6 anos. “A criança interage com a história, cresce com criatividade e preserva a inocência. É desse tipo de material que precisamos para educar nossos filhos. Hoje, todos os jogos estão vindo com um pouco de sensualidade e isso não é bom. Parabenizo a

iniciativa dessa associação e espero que alguém implante isso aqui em Macaé”, concluiu. No estande, conhecido como Praça de Leitura “Era uma Vez”, os instrutores também contam histórias. Assim, todos os dias, às 16h e às 20h, dezenas de crianças se reúnem para ouvir as incríveis histórias. O evento acontece até o dia 13 de outubro, das 15h às 22h, no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho (Macaé Centro). A entrada custa R$ 6 e o estacionamento, R$ 5. Todos os dias, o jornal O DEBATE irá publicar um cupom que dá direito a uma entrada gratuita na feira. Para adquirir, basta recortar o cupom e apresentar na entrada do evento. KANÁ MANHÃES

População deve estar atenta aos horários de abertura do comércio em Macaé

Comércio divulga horário de funcionamento neste sábado Macaenses devem ficar atentos ao abre e fecha do comércio no Dia da Nossa Senhora Aparecida

Projeto faz parte do Movimento de Mulheres do Jardim Comercial, criado há 28 anos

O feriado nacional em comemoração ao Dia da Nossa Senhora Aparecida altera alguns horários dos estabelecimentos comerciais. Portanto, os macaenses devem ficar atentos ao abre e fecha neste dia festivo, quando também é celebrado o Dia das Crianças. O Sindicato dos Empre-

gados do Comércio de Macaé informou que as lojas do Centro ficarão fechadas, com exceção daquelas que fizeram um acordo com o sindicato neste feriado (Lojas Citycol, Mercatto e Sonho dos Pés), além dos estabelecimentos que têm acordo anual firmado junto ao Sindicato, como as Casas Bahia, Casa & Vídeo e o Ponto Frio. Neste sábado, os supermercados irão funcionar apenas até as 15h. As drogarias que trabalham em regime de 24 horas devem ficar abertas.

O Shopping Plaza Macaé também preparou um esquema especial para atender os clientes. As lojas estarão abertas das 15h às 21 horas, a praça de alimentação de 11h às 22 horas, o cinema das 13h às 22 horas e o hipermercado, das 9 às 22 horas. O Shopping Plaza Macaé fica na Avenida Aluísio da Silva Gomes, nº 800 - Granja dos Cavaleiros. Mais informações poderão ser obtidas pelo telefone (22) 3311-5454 ou pelo site www.shoppingplazamacae.com.br.


MACAÉ, SÁBADO, 12 DE OUTUBRO DE 2013

Geral

7

NOTA

Dia do Servidor: prefeitura prossegue com 'Sábado em Natureza' no Parque Atalaia

LIVROS

KANÁ MANHÃES

Hoje comemora-se o Dia Nacional da Leitura

Profissionais lembram que a importância desse hábito deve ser incentivado não só na escola, mas também em casa

Nesta data também comemora-se o Dia da Crianças e os livros são boas opções para presentear os pequenos Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

N

este sábado, 12 de outubro, comemora-se o Dia Nacional da Leitura. A lei que institui a data é a de número 11.899/2009. A data é propícia para pais e responsáveis se conscientizarem sobre a importância do incentivo desse hábito desde os primeiros meses de vida do bebê. A pedagoga Helen Antão Marques Esteves destaca a importância do hábito da leitura ser incentivado principalmente em casa e não só no ambiente escolar. “É legal os pais estarem sempre em contato com livros, revistas e sentar para ler para as crianças. Pois o interesse pela leitura acontece quando alguém incentiva, trabalha esse hábito e esse não é o papel só da escola. Assim

como os brinquedos, o livro pode ser dado como presente e constantemente”, disse a pedagoga. Ainda segundo Helen, outro passo importante é incentivar não só a leitura de livros, mas também de jornais, revistas, catálogos e até mesmo bulas de remédios. “O mundo é letrado e qualquer leitura é um portador de texto e resulta em conhecimento, por isso é importante ler um pouco de tudo, sobre vários assuntos. E sem contar que quando falamos em incentivar os filhos a ler, não significa apenas ler para eles, mas também tirar um tempinho e ler para si. Quando o filho costuma observar os pais lendo, automaticamente ele vai pegar um livro e, na linguagem dele, começar a ler. Se for uma história que ele já conhece, um livro que você já leu para ele, por exemplo, ele vai lembrar dos

personagens e começar a narrar”, enfatizou Helen. De acordo com profissionais, a fase adulta e a da adolescência são as piores fases para se formar novos leitores, por isso a prática da leitura deve ser incentivada desde a infância, em casa, na creche, na escola. Eles lembram ainda que o hábito da leitura é importante porque proporciona ao leitor uma forma de ver e rever o mundo. Desta forma, quem lê sempre está fazendo essa trajetória, analisando e reanalisando verdades, ampliando seus horizontes, conhecendo novas histórias. E a criança que é incentivada desde pequena não tem problemas com a prática na fase adulta - uma vez que, conforme já citei acima, é considerada uma das mais críticas para se formar novos amantes da leitura.

E não é só isso, a criança que lê diferentes portadores de textos conseguirá se sair melhor na hora de escrever uma redação, interpretar um texto, desenvolver um trabalho de apresentação em público, pois a leitura forma conceitos e ideias que vão compor a personalidade e preferências de uma pessoa ao longo da vida e ainda auxilia na formação de caráter. “Quando a criança começa a despertar o interesse pela leitura, em um passeio ao shopping, por exemplo, ela não vai olhar e pedir aos pais apenas brinquedos, vai pedir para comprar li-

vros”, lembrou Helen. Os pais que trabalham essa prática em casa concordam. “Sempre gostei de dar livros para minha filha e ler para ela e outro dia ela me surpreendeu e quase me fez chorar quando pegou um dos livros e começou a contar a história. Fiquei muito feliz”, disse a mãe, Marina dos Santos. Ela lembrou ainda que sempre que sai para passear com a filha, e que entram em alguma loja, a pequena logo corre para a seção de livros. “Às vezes ela até pede um brinquedo ou outro, uma boneca que ela não tenha,

mas o foco dela são os livros. Ela fica encantada, começa a folhear, pergunta de que é a história, e isso para mim é muito bom. Meu sonho é que ela cresça assim, com essa vontade de aprender cada vez mais, pois sei o quanto isso é importante para o futuro dela, uma vez que a leitura é fundamental para o processo de aprendizado e desenvolvimento profissional; e sei que quando uma pessoa tem o hábito de ler, ela escreve melhor, tem mais facilidade na compreensão de textos, livros e maior capacidade de argumentação”, ressaltou Mariana.

NUTRIÇÃO

VESTIBULAR

Mais um curso da UFRJ Macaé obtém nota 4 em avaliação do MEC

Cederj segue com inscrição para cursos a distância

KANÁ MANHÃES

A nota foi conquistada pelo curso de Nutrição. A avaliação realizada pelo MEC fez parte do processo de implantação e consolidação do curso no campus mais uma vez a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) campus Macaé Professor Aloísio Teixeira deixa claro a sua missão prioritária de alicerçar no Norte Fluminense o Ensino, a Pesquisa e a Extensão, pilares que sustentam a universidade, favorecendo, nesta região, uma formação universitária de qualidade. Por meio de uma avaliação realizada recentemente pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Nutrição do campus recebeu a nota 4. O resultado foi apontado pelo diretor do campus, Gilberto Dolejal Zanetti como fruto de uma conquista que envolve vários profissionais. “Essa conquista somente foi possível graças ao empenho dos docentes, técnicos-administrativos e discentes que fazem parte da UFRJ-Macaé e são os atores principais do processo de interiorização da universidade, e que sempre lutaram acreditando que esse sonho se tornaria uma feliz realidade. Lembrando ainda que a nota obtida representa uma grande conquista para o curso e também para toda comunidade

acadêmica e sociedade civil ”, disse Gilberto. A ação fez parte do processo de implantação e consolidação do curso do campus Macaé O cronograma de avaliação inclui visitas às estruturas físicas dos polos, tais como laboratórios, salas de aula, biblioteca e outros, além de reuniões com o corpo docente e discente do curso e a partir destes, os avaliadores fundamentarão seus relatórios que serão divulgados em breve. Gilberto ressalta ainda que somente 15% dos cursos de graduação do Brasil que foram avaliados obtiveram notas 4 ou 5. “E a UFRJ Macaé está entre esses 15% e isso para nós é muito importante, representa a excelência no ensino que estamos oferecendo. Significa que estamos no ca-

minho certo. O campus tem cinco anos e todos os quatro cursos que já foram avaliados receberam notas 4 e 5”, disse. Ao ingressar no campus por meio do curso de graduação em Nutrição, os acadêmicos começam a fazer parte da história de uma graduação que contempla um currículo composto por disciplinas teóricas, práticas e por estágios supervisionados, além de atividades em projetos de extensão e iniciação científica, cujo objetivo é conferir competência e habilidade para o exercício das atribuições do nutricionista. E o Projeto Político Pedagógico (PPP) está fundamentado nas Leis de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) e nas novas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs), estabelecidas pelo MEC para os

O diretor da instituição, Gilberto Dolejal Zanetti, atribui a nota ao esforço e dedicação de todos os profissionais do campus

cursos de graduação em Nutrição. E ao decorrer dos anos de faculdade, eles são estimulados a buscar seu conhecimento, trabalhando na interface entre problematização considerado um cenário que sustenta o pilar da universidade que articula Ensino, Pesquisa e Extensão, despertando precocemente nos alunos a consciência crítica entre a realidade do país e o aprendizado, fazendo-os refletir sobre os problemas e as soluções. Em 2014 será avaliado o curso de Enfermagem. “Estamos confiantes que teremos mais uma excelente nota para o campus, o que contribuirá com a interiorização da universidade pública no país e consolidará a presença da UFRJ em Macaé”, ressaltou Gilberto Dolejal Zanetti.

Para Macaé há vagas para os cursos de Licenciaturas em Ciências Biológicas, Física, Matemática, Pedagogia e Turismo interessados em ingressar na educação superior gratuita e a distância no próximo semestre letivo devem ficar atentos. A Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro - Fundação Cecierj / Consórcio Cederj, vinculada à secretaria estadual de Ciência e Tecnologia segue com inscrições abertas para o vestibular 2014/1, na modalidade de Educação a Distância, em regime semipresencial. Os interessados poderão se inscrever até o dia 03 de novembro pelo site: www.cederj.edu.br/ vestibular. No ato da inscrição será necessário escolher o polo de ensino e o curso. São mais de seis mil vagas e os candidatos podem escolher entre: Bacharelado em Administração (659 vagas) e Administração Pública (437); Licenciaturas em: Ciências Biológicas (871), Física (385), Geografia (240), História (250), Letras Português/Literatura (300), Matemática (790), Pedagogia (826) e Quí-

mica (267) e Turismo (285). Além das áreas de Tecnologia em: Gestão de Turismo (285); Segurança Pública (500) e Sistemas de Computação (529). Para a tão conhecida Capital do Petróleo estão sendo oferecidas vagas para as Licenciaturas em Ciências Biológicas, Física, Matemática, Pedagogia e Turismo e as atividades são realizadas na sede do IFF. A taxa de inscrição é de R$ 55 e o pagamento do boleto deve ser efetuado até o dia 4 de novembro. A prova será aplicada no dia 30 de novembro. Em Macaé, o polo fica na sede do Instituto Federal Fluminense (IFF), Rodovia Amaral Peixoto, Km 164, Imboassica e o telefone para contato é o (22) 2765-6029. Os cursos são oferecidos pelo Consórcio Cederj, por meio de uma parceria formada entre o governo do estado do Rio de Janeiro e sete universidades públicas: Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET). KANÁ MANHÃES

BARRAMARES

Dia das crianças com festa apoiada pela Interart 2013 Evento a ser realizado no Barramares é uma realização da Sociedade Amigos do Bairro a feira internacional de Artesanato e Decoração (Interart) 2013 de Macaé, que encerra neste domingo, realiza neste sábado, 12 de outubro Dia das

Crianças, uma programação especial para os pequenos. As atividades começam a partir das 10h no Barramares. O evento na localidade é uma iniciativa da Sociedade Amigos do Bairro com apoio da Interart. A atividade será realizada no campo de futebol do bairro. “A ideia é dar às crianças uma oportunidade de sonhar e mostrar a

eles que um mundo bonito ainda é possível”, disse Oswaldo Almeida Júnior, organizador da Interart. Segundo ele, na oportunidade haverá distribuição de doces, cachorro-quente, pipoca, e presença do moscote da Interart, e dos índios pataxós, além de festa com a Galinha Pintadinha. “Será uma grande festa. Vamos aproveitar para visitar nossa

praça e coloborar com a comunidade que foi adotada por nós e faz parte dos projetos sociais da Interart. Com essa ação estamos dando continuidade aos nossos trabalhos sociais”, A festa terá continuidade na Interart a partir das 14h. “Esse evento mostra mais uma ação de comprometimento da Interart com Macaé”, pontuou.

Vagas visam atender as demandas de profissionais que não têm tempo para frequentar os cursos presenciais


8 Geral

MACAÉ, SÁBADO, 12 DE OUTUBRO DE 2013

CAMPEONATO

DIVULGAÇÃO

Pai e filho consagram-se campeões no Bicicross José Jerez Gonçalves Júnior e Guilherme Rocha Fontes, venceram a 2ª Etapa Copa Brasil BMX, realizada na cidade de Fortaleza-CE, no dia 6 de outubro Tamara Lima tamara@odebateon.com.br

O

s at l e ta s Jo s é Jerez Gonçalves Júnior e Guilherme Rocha Fontes consagraram-se campeões de bicicross na 2ª Etapa Copa Brasil BMX, realizada na cidade de Fortaleza-CE. O evento aconteceu no dia 6 de outubro, das 9h às 16h. Os ciclistas participaram de três eliminatórias e venceram todas em suas categorias. José Jerez Gonçalves Júnior tem apenas sete anos. Ele faz parte da categoria sete

e oito anos e é a grande promessa do Bicicross no Brasil. Apesar de ter pouca idade, o atleta possui um vasto currículo. Ele também venceu o Campeonato Jacareiense de BMX, realizado no dia 08 de setembro, na cidade de Jacareí-SP. Além disso, participou do Campeonato de BMX, da cidade de Americana-SP, no dia 24 de fevereiro, sendo o terceiro colocado; e no Campeonato Brasileiro de Bicicross em São José dos Campos, no dia 03 de junho deste ano, conquistando o terceiro lugar no ranking. Em entrevista a nossa equi-

Pai e filho conquistam o primeiro lugar em suas categorias, na 2ª Etapa Copa Brasil BMX pe de reportagem, José Jerez disse que ficou muito feliz de representar o município e obter ótimos resultados. “Adoro correr, isso é a minha vida. Pretendo continuar competindo, construir uma carreira e vencer cada vez mais", disse com orgulho. Já Guilherme Rocha Fontes tem 26 anos, e é o pai do José Jerez e além de acom-

panhar seu filho, Guilherme também representa a cidade de Macaé nas competições de Bicicross em todo o país. O atleta faturou a primeira colocação neste campeonato, em sua categoria de 25 a 29 anos. Guilherme Rocha falou sobre o evento: “Foi uma prova muito difícil. Tivemos alguns problemas, mas mesmo as-

sim, eu e meu filho passamos em todas as etapas. Graças a Deus, trouxemos a vitória para Macaé”, disse alegre. Na ocasião, Guilherme fez um apelo: “Quero pedir para os governantes acreditarem mais nos atletas de Bicicros. O esporte não é muito conhecido, porque não existe pista de treino. Mesmo assim, representamos o Estado do Rio

de Janeiro e conseguimos uma pontuação positiva, com isso, trouxemos um troféu, e ficamos em terceiro lugar no ranking nacional”, disse. Estefânia Mayara Rodrigues da Silva, mãe do José Jerez e esposa do Guilherme Rocha, disse que é muito difícil sua família competir, por falta de patrocínio. “As despesas ficam muito altas para eles competirem em outras cidades. Meu marido e meu filho precisam de patrocínio para continuar representando a cidade de Macaé”, declarou. Estefânia ressaltou que os patrocinadores terão sempre suas empresas destacadas na camisa do seu filho e marido, nas competições. Na ocasião, ela agradeceu seus apoiadores: Depósito de Bebida do Pereira, Marcelo Farmácia, Disk Frango, Supermercado Nossa Senhora de Aparecida, Meu Pet é Mimado (Pet shop), loja Bebê Jambo Importadora, Fesportur (Fundação de Esporte e Turismo); União Moto Peças, o Programa Fala Zezé Abreu, da 101 FM e a equipe do Jornal O DEBATE. Os atletas vão participar da 3ª Etapa da Copa Brasil BMX, nos dias 2 e 3 de novembro, na cidade de Americana-SP. Quem quiser ajudar a custear as despesas dos campeões, é só ligar para os telefones: (22) 9829-3258, falar com Estefânia ou (22) 98663574, falar com Guilherme.

ECONOMIA

Lei Geral 123 estimula base da economia de Macaé Prefeitura orienta micro e pequeno empresários sobre participação em licitações cerca de 300 empresários participaram na noite da última quinta-feira (10) de um encontro com representantes da prefeitura para comemorar e debater os benefícios do decreto 199/2013, que regulamenta o tratamento diferenciado dispensado às micro e pequenas empresas e de empreendedores individuais nas licitações do município. O encontro foi realizado no Centro de Convenções Jorna-

lista Roberto Marinho e contou com a presença do prefeito Dr. Aluízio, de secretários municipais e da equipe do Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social (Fumdec). Entidades como Sebrae, Associação Comercial e Industrial de Macaé (Acim), Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) e Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) também prestigiaram o evento, que integra a política do governo municipal de fomento aos micro e pequenos negócios com o objetivo de impulsionar a economia local e gerar emprego e renda em segmentos diversos da economia.

Para orientar os micro e pequenos empresários sobre a participação nas licitações do município, o Sebrae realizou uma palestra em que foram apresentados os benefícios e direitos que a legislação nacional e municipal concedem, além de orientações para garantir mais segurança dos empreendedores nas compras do município. “Vejo o município extremamente preocupado com a inserção dos micro e pequenos empresários no processo de desenvolvimento econômico. Essa iniciativa de convidar e capacitar os pequenos negócios é fundamental para que a cidade se fortaleça e para que os empre-

sários tenham plenas condições de se tornarem fornecedores e executarem os contratos com segurança. O empresariado local se torna mais robusto e faz com que o dinheiro circule dentro da cidade - apontou a consultora de políticas públicas do Sebrae”, Adriana Barreto. Já o presidente da Acim, Evandro Cunha, e o representante da Firjan, Marcelo Reid, apontaram o comprometimento do governo em fomentar o mercado local e destacaram o potencial de crescimento das micro e pequenas empresas macaenses. “Essa iniciativa de receber e capacitar os empresários é LILIA VÍDEO

fantástica. Hoje já temos capacidade de fornecer para grandes empresas nacionais e até multinacionais que aqui estão instaladas, por isso a prefeitura pode contar com a participação do empresariado local. Essa era uma reivindicação antiga que agora estamos felizes por vermos que está se concretizando”, afirmou Cunha. De acordo com o presidente do Fumdec, Vandré Guimarães, além das orientações fornecidas durante o encontro e do cadastro de empreendedores individuais e de micro e pequenas empresas da cidade, a prefeitura vai oferecer capacitações para preparar tanto as empresas quanto a gestão pública para a realização de novas licitações. Além disso, estão sendo estudadas ações para diminuir a burocracia e para o desenvolvimento de um calendário de compras do município para facilitar a participação e preparação dos fornecedores às necessidades

da administração pública. “Estamos comprometidos com o fortalecimento das micro e pequenas empresas e a abertura para que elas participem dos nossos processos de compras mostra a credibilidade que o governo deposita nos empreendedores da cidade”, disse. Para o prefeito Dr. Aluízio (PV), a publicação do decreto 199/2013 marca um momento de amadurecimento na relação do poder público com as empresas da cidade. “É com a participação dos diversos segmentos da sociedade e da construção de uma gestão compartilhada que podemos promover desenvolvimento econômico e social para todo o município. Nosso compromisso é para que cada um tenha uma vida mais digna e independente, fomentando o desenvolvimento. Macaé tem muito a caminhar, mas, juntos, podemos oferecer o melhor que a cidade pode ter”, comentou.

Lei Geral 123 foi detalhada durante reunião realizada no Centro de Convenções

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ FUNDAÇÃO MUNICIPAL HOSPITALAR DE MACAÉ PORTARIA n º 187/2013 O DIRETOR PRESIDENTE da FUNDAÇÃO MUNICIPAL HOSPITALAR DE MACAÉ - FMHM, no uso de suas atribuições legais, com fulcro no Art. 47 da Lei Complementar n.º 031/2003, que altera dispositivos da Lei Complementar n.º 011/98, RESOLVE designar os servidores, Dra. Maria José Quintanilha Barbosa, matrícula 22122, Flávia Aló, matrícula 1433 e André Luiz Fernandes de Freitas, matrícula 3122 para, sob a presidência do primeiro constituirem comissão para instauração de Inquérito Administrativo n.º 003/2013 originário do Processo Administrativo n.º 871/2013 devendo a comissão apurar os fatos narrados, e apresentar relatório conclusivo, no prazo máximo de 60 (sessenta dias), devendo ser dado ao feito o necessário sigilo, a contar da data da publicação. Gabinete do Diretor Presidente da FMHM, em 11 de Outubro de 2013. NEWTON JOSÉ Diretor Presidente FMHM * Republicado por motivo de erro Administrativo Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - FMAS PRESTAÇÃO DE CONTAS DE SUBVENÇÃO CONCEDIDA Beneficiário: Associação Macaense de Deficientes Auditivos - AMADA Concedente: Fundo Municipal de Assistência Social Valor Concedente: R$ 19.138,28 (dezenove mil cento e trinta e oito reais e vinte e oito centavos) Valor Convenente: R$ 583,06 (quinhentos e oitenta e três reais e seis centavos) Total: R$ 19.721,34 (dezenove mil setecentos e vinte e um reais e trinta e quatro centavos) Exercício: 2011 HOMOLOGO, Regularidade. Macaé-RJ, 11 de outubro de 2013. Fabíola Coelho de Carvalho Gestora do FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - FMAS

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CONVOCAÇÃO A Secretária Municipal de Desenvolvimento Social, Ivânia Ribeiro de Silva, no uso de suas atribuições legais, convoca, o presidente ou responsável pela Associação Beneficente Cristã - ABC, inscrita no CNPJ nº 006.367.18/0007-64, a comparecer no Setor de Convênios do Fundo Municipal de Assistência Social, localizado na Rua Tenente Rui Lopes Ribeiro, nº 403 - Centro - Macaé/RJ(ao lado da Casa & Vídeo), até o dia 18/ 10/2013, para resolução das pendências nas Prestações de Contas dos Exercícios 2009 e 2010. Macaé, 11 de outubro de 2013. IVÂNIA RIBEIRO SILVA Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (1-3)

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - FMAS EXTRATO DO CONTRATO I - Espécie: Reconhecimento de Dívida - Processo n° 40.938/2012. II - Objeto: Prestação de serviços de locação e manutenção de software de contabilidade pública, orçamento, tesouraria, relatórios fiscais, protocolo e informações automatizadas prestados de março/12 a julho/12. III - Fundamento legal: Artigo 10, inciso I da LCM nº 187/11. IV - Crédito: Programa de Trabalho n° 0812200332.112.33 - Elementos de Despesas n° 9092.00.00 - Despesas de Exercícios Anteriores - Código Reduzido no: 1500. V - Número e data do Empenho: n° 000059/2013 - Ordinário. VI - Valor do Contrato: R$ 32.750,00 (trinta e dois mil setecentos e cinqüenta reais) VII - Partes: FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL e R.W.Z SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA LTDA-ME. Macaé, 01 de outubro de 2013. FABÍOLA COELHO DE CARVALHO Gestora do Fundo Municipal de Assistência Social - FMAS Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - FMAS PRESTAÇÃO DE CONTAS DE SUBVENÇÃO CONCEDIDA Beneficiário: Núcleo de Dança Portadores da Alegria Concedente: Fundo Municipal de Assistência Social Valor Concedente: R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais) Valor Convenente: R$ 3.711,30 (três mil setecentos e onze reais e trinta centavos) Total: R$ 123.711,30 (cento e vinte e três mil setecentos e onze reais e trinta centavos) Exercício: 2010 HOMOLOGO, Regularidade. Macaé-RJ, 08 de outubro de 2013. Fabíola Coelho de Carvalho Gestora do FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - FMAS


MACAÉ, SÁBADO, 12 DE OUTUBRO DE 2013

Geral 9

MEIO AMBIENTE

Dia do Mar ressalta a importância da preservação dos oceanos DIVULGAÇÃO

Em Macaé, algumas praias sofrem há anos com a degradação ambiental Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

entre as diversas comemorações de hoje, o dia 12 de outubro também celebra o Dia do Mar. Os oceanos e os mares guardam 97,5% de toda água doce do planeta, ou seja, o volume de água salgada supera o de água doce. Os oceanos também são fonte de renda e de alimento para o homem e já foram a principal forma de viajar nos séculos passados. O município de Macaé tem a honra de ser banhado por um longo litoral, mas infelizmente nem tudo é motivo de comemoração. Boa parte de suas praias está poluída, consequência do crescimento acelerado sem infraestrutura. Apesar de contar com nove praias em sua lista, a situação da balneabilidade tira muitos pontos do município. Segundo um gráfico apresentando pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), desde janeiro deste ano, duas delas ficaram impróprias para o banho durante todo o período, a do Forte e da Barra. Essa triste realidade pode estar atribuída, principalmente, por conta do Rio Macaé, que desemboca entre essas duas praias, levando tudo que é tipo de resíduo, inclusive esgoto sem tratamento. Em escala global, esse meio representa até 80% do lixo encontrado nas praias. O saneamento é sem dúvidas um fator essencial para mudar essa realidade, sendo uma das principais metas da atual gestão. Porém nem tudo está ligado à questão de infraestrutura. A população também tem uma parcela de culpa no que diz respeito à poluição marinha. Os oceanos vêm há muito tempo servindo de depósito para todo tipo de resí-

duos produzidos pelo homem. A pesca e as atividades marinhas também são responsáveis por esse problema, apesar de que isso seja em menor escala. Grande quantidade de linhas, redes e outros materiais de pesca são perdidos no mar no dia a dia. Além de contaminar o ambiente, esses artefatos trazem sérios riscos para peixes, aves, golfinhos, tartarugas, baleias, entre diversos outros animais. Outra situação que também contribui é a falta de educação e conscientização de muitos frequentadores das praias macaenses. Apesar de parecer um gesto inofensivo, os resíduos deixados na areia acabam sendo levados para os oceanos através de correntes de vento e do mar, quando a maré fica alta. Durante todo o verão, o número de pessoas nas praias do município aumenta e, consequentemente, o número de lixo nas areias das praias da cidade.

Os oceanos também são fonte de renda e de alimento para o homem e já foram a principal forma de viajar nos séculos passados

Para isso, diversas campanhas já foram realizadas em Macaé nos ��ltimos verões para alertar e conscientizar os banhistas. Um dos maiores riscos que esses resíduos podem causar é a morte de animais marinhos, que sofrem grandes consequências por ingerir sacolas plásticas e diversos outros materiais. O lixo se espalha rapidamente no mar, chegando a locais como ilhas desertas e recifes costeiros. Vários estudos no mundo inteiro mostram a grande quantidade de lixo encontrado nos estômagos dos animais. Uma das espécies que mais sofrem são as tartarugas, que confundem o plástico com algas. Muitas morrem sufocadas e acabam surgindo na costa, casos que já foram encontrados em Macaé nos últimos anos. Mas além dela, outras espécies de animais também ficam ameaçadas, caso dos golfinhos e das baleias.

Tempo de decomposição do lixo no mar Para nós, o tempo de utilização dos resíduos muitas vezes são de minutos, porém, quando se trata de decomposição, esse tempo é significativamente muito maior. O tempo de decomposição no mar é diferente do tempo no solo, devido a diversos fatores. Um plástico, por exemplo, leva mais de 100

anos para se desfazer nos oceanos. Já o papel leva em torno de três a seis meses, o pano de seis meses a 1 ano, a ponta de cigarro e o chiclete em média de 5 anos, o nylon mais de 3 anos, o metal mais de 100 anos, o vidro cerca de 1 milhão de anos e a borracha dura tempo indeterminado.


10

MACAÉ, SÁBADO, 12 DE OUTUBRO DE 2013


Noticiario 12 10 12