Issuu on Google+

WANDERLEY GIL

POLÍTICA

Vereador comemora entrega de obras Luciano Diniz atuou na parceria que resultou em projetos do PAC pág. 3 WWW.ODEBATEON.COM.BR • MACAÉ (RJ), SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013 • ANO XXXVIII • Nº 8135 • FUNDADOR/DIRETOR: OSCAR PIRES • O JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO DO MUNICÍPIO • R$ 1,00

Novo decreto do governo simplifica análise de projetos para construção Prefeito atende a propostas apresentadas por construtores de Macaé e determina em até 60 dias o prazo para tramitação de projetos cujas etapas serão informadas através de correio eletrônico pág. 3 POLÍCIA

PROTESTOS

Confronto gera troca de tiros na Malvinas

MÁRCIO SIQUEIRA

Membros do crime organizado receberam Policiais a tiros pág.5

Ato realizado na manhã de ontem gerou transtornos a milhares de trabalhadores

Metas dos 180 dias foram avaliadas Prefeito se reuniu com secretariado na última quarta-feira (10) pág.3

Líderes de sindicatos fecham a RJ 106

Membros da CUT e do Sindipetro organizaram o ato que reuniu cerca de 50 pessoas na divisa entre Macaé e Rio das Ostras

o dia marcado pela greve geral, realizada por integrantes de movimentos sindicais de todo o país, começou com transtornos para milhares de trabalhadores que foram impedidos de cruzar a divisa entre as cidades de Macaé e Rio das Ostras. Uma barreira, criada por pedaços de madeira e fogo, foi implantada em trecho próximo ao Parque de Tubos. O trânsito no local foi liberado cinco horas depois do início do ato. pág. 5

INFRAESTRUTURA

ECONOMIA

KANÁ MANHÃES

Praça no Jardim Santo Antônio ainda não recebeu melhorias

Solicitação antiga dos moradores do bairro ainda está sendo analisada pelo governo municipal que deve executar a reforma nas próximas semanas pág. 2 MÁRCIO SIQUEIRA

Protestos geram prejuízos ao comércio Devido a risco de atos de vandalismo, lojas fecham as portas em dia de mobilização pág.6

Plantio de mudas marca celebração

Equipamentos ajudarão no desenvolvimento de estudos

Nupem recebe novos materiais

Evento foi realizado na manhã de ontem em área no Parque da Cidade pág.2 ANA CHAFIIN/ASSESSORIA

Instituição aprimora laboratórios para expansão de cursos de mestrado e doutorado a universidade federal do Rio de Janeiro (UFRJ) / Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental de Macaé (Nupem) já conta com os dois novos equipamentos que estavam para chegar à instituição. Conhecidos como ultramicrótomo e um criostato, os materiais que foram instalados na última semana serão fundamentais para o desenvolvimento das pesquisas realizadas no campus. pág. 8

COTAÇÃO

Dólar C. Dólar V.

R$ 2,2570 R$ 2,2580

TEMPO

Máxima. Mínima.

27º C 13º C

Devido a falta de infraestrutura, área de lazer oferece risco a crianças e adultos que cobram reforma do espaço DIVULGAÇÃO

Lutador macaense fatura novo título internacional O jiu-jítsu macaense ganha destaque novamente no cenário internacional. Mais uma vez, o responsável por representar o município no lugar mais alto do pódio foi Carlos Eduardo, o Kadão, da equipe Nova União/Barroco Combat. O atleta conquistou o ouro no prestigiado Grapplers Quest, do UFC Fan Expo. pág. 7

Torcida da cidade rumo ao Maracanã Vasco da Gama e Fluminense são os responsáveis por protagonizar a partida de reabertura do mais famoso estádio brasileiro, o Maracanã. E os torcedores macaenses do “trem bala da colina” já estão preparados para viajar até a capital do Rio. pág. 7

Ato faz parte da programação em celebração aos 200 anos

Profissionais do Sepe realizam ato no Centro

Ato realizado ontem teve a aderência de poucos profissionais pág.8


2

MACAÉ, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

Cidade

NOTA

Casa dos Anjos vai promover feira de adoção

MANUTENÇÃO

Moradores do Jardim Santo Antônio aguardam melhorias Área de lazer do bairro segue abandonada, situação que tem gerado reclamações Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

P

roporcionar aos cidadãos áreas de lazer com segurança e qualidade é um direito que está previsto dentro da Constituição Brasileira de 1988. De acordo com o § 3º do Art. 217, cabe ao Poder Público incentivar o lazer, como forma de promoção social. Proporcionar áreas de lazer digna também é um direito das crianças e adolescentes, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O Art. 59 do ECA frisa que “os municípios, com apoio dos estados e da União, estimularão e facilitarão a destinação de recursos e espaços para programações culturais, esportivas e de lazer voltadas para a infância e a juventude”. Apesar de a lei existir, o que geralmente vemos são situações opostas. Em Macaé, muitos bairros ainda esperam por espaços para que possam aproveitar seu tempo livre, já em outras áreas, o problema é a falta de manutenção. Essa situação não é de hoje, pelo contrário, vem se agravando com o passar do tempo. O que podemos ver atualmente são várias áreas que, em vez de promover o lazer e a convivência entre

os cidadãos, têm virado um risco para seus frequentadores. Um exemplo disso fica no Jardim Santo Antônio, área nobre da cidade. São meses cobrando das autoridades a manutenção da única praça do bairro, porém até o momento nada foi feito. Desde janeiro deste ano, a equipe de reportagem do jornal O DEBATE esteve mais de cinco vezes no local, conversando diretamente com os moradores. Cansados de esperar pelas promessas, essa semana, eles procuraram novamente a equipe para reivindicar um direito deles. Eles dizem que as cobranças vêm desde a antiga gestão, mas enquanto nada é feito, crianças e jovens correm o risco de se acidentarem. Essa semana, inclusive, uma criança se machucou enquanto brincava no parquinho. Como não tem outra solução, muitos pais acabam arriscando e deixando seus filhos brincarem no local, mesmo nesse estado crítico. “O parquinho está com os brinquedos soltos, o que é um perigo. Na última terça-feira (9), uma criança tropeçou no carpete solto e bateu com o ombro no brinquedo. Dessa vez foi o ombro, mas podia ser a cabeça. Mas o problema não é só no parquinho, as quadras também

KANÁ MANHÃES

Situação tem preocupado os pais. Essa semana, uma criança se machucou enquanto brincava no parquinho estão clamando por melhorias. A quadra poliesportiva está com rachaduras no piso e o alambrado solto. Já no campo de futebol a grama sintética também precisa ser trocada. Esse pedido já

vem sendo feito há meses, mas até hoje, nada. Pedimos aos órgãos competentes que deem uma prioridade nessa questão, pois o bairro está abandonado”, retrata o presidente da Associa-

ção de Moradores do Jardim Santo Antônio, Marcos Rocha, conhecido como “Marcos Pelé”. Essa situação não se restringe apenas ao Jardim Santo Antônio. Cenas como essa podem ser

MACAÚBA

presenciadas em várias áreas, sejam elas nobres ou carentes. Apesar de só ter sete meses, a atual gestão precisa priorizar algumas áreas a fim de promover a segurança da população.

DIVULGAÇÃO/ ANA CHAFFIN

Prefeito, Dr. Aluízio, e vice-prefeito, Danilo Funke, participaram do plantio simbólico

Prefeitura realiza plantio de mudas com estudantes Evento, realizado no Parque da Cidade, faz parte da programação dos 200 anos plantar uma árvore é um dos mandamentos para tornar o nosso planeta um lugar melhor. Uma cidade coberta pela vegetação é sinônimo de qualidade de vida e de saúde para a população, porém Macaé ainda precisa lutar muito para se tornar uma cidade mais verde. Diante disso, em meio aos eventos de comemoração dos 200 anos de Macaé, que será comemorado no dia 29 de julho, a Prefeitura promoveu na manhã de ontem (11), um plantio de mudas de árvores da espécie macaúba (Acrocomia aculeata) no Parque da Cidade. Além disso, também foram plantadas duas mudas de Pau-Brasil e Ipê. O evento contou com a presença de diversas autoridades, entre elas, o prefeito Dr. Aluízio Jr., o vice-prefeito Danilo Funke, os secretários de Ambiente e de Educação, respectivamente, Guilherme Sardemberg e Lúcia Tho-

maz, representantes da Guarda Ambiental, entre outros. O grupo musical da Casa do Caminho e cerca de 100 estudantes do Colégio Estadual Municipalizado Coquinho e da Escola Municipal Prof. Sandra Maria de Oliveira Araújo Franco também estiveram presentes. Durante o ato simbólico, Dr. Aluízio explicou aos estudantes a importância de preservar o ambiente em que elas vivem. “Cada planta é mais uma vida que cresce e que a gente possa sempre estar construindo uma nova vida. O que vocês estão fazendo é cuidar do meio ambiente e melhorar o planeta”, ressaltou. Como forma de incentivo, Danilo Funke ressaltou que o plantio representa um grande momento para o meio ambiente, beneficiando, consequentemente, os jovens envolvidos, suas famílias e toda a sociedade em si. “A árvore que estamos plantando, que está representada na nossa bandeira, é fundamental para resgatarmos a nossa identidade”, disse Danilo Funke. A macaúba é uma espécie de

palmeira originária de regiões de florestas, entre elas, a Mata Atlântica, sendo muito comum no município. “Consta que essa planta teria originado o nome de Macaé, por conta da grande quantidade da espécie que tinha na cidade. É uma palmeira frondosa e que precisa ser plantada com espaçamento de seis metros entre elas. Vamos fazer o acompanhamento das mudas que serão plantadas, com manutenção, rega, coroamento e adubação”, explicou Guilherme Sardemberg. Das 200 mudas, apenas 40 foram plantadas no Parque da Cidade. As outras serão distribuídas em três outros pontos: futuro Parque Recreativo e Ecológico da Ajuda (Prea), Avenida Presidente Sodré (próximo à ponte Ivan Mundin) e no entorno do Centro de Convivência do Idoso (CCI). A equipe da Guarda Ambiental mostrou, através de uma apresentação dinâmica e interativa, um pouco do seu trabalho. Os agentes ambientais falaram sobre a caça e a pesca predatória e apresentou alguns instrumentos utilizados para o combate de pequenos focos de incêndio na mata.


MACAÉ, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

Política

3

NOTA

Presidente da Câmara, D. Eduardo Cardoso (PPS) segue com os preparativos para a sessão solene

CONSTRUÇÃO CIVIL

Governo decreta simplificação de processos para licenciamento Normas atendem a solicitações apresentadas por construtores da cidade e busca agilidade na análise de projetos KANÁ MANHÃES

Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

Q

uase um mês depois da reunião realizada entre construtores da cidade e representantes do governo municipal, e da análise da Procuradoria Geral do Município, o prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) assinou e publicou ontem o decreto número 139/2013 que institui a simplificação de análise de processos para licenciamento de projetos voltados a construção civil. As novas diretrizes seguem propostas apresentadas pelos empresários que atuam no setor, tendo como principais avanços a meta de liberação de projetos em até 60 dias, além de garantir ao construtor informações pelo correio eletrônico sobre a tramitação do processo, através de diretrizes seguidas pelo corpo técnico da secretaria municipal de Obras. Ao levar em consideração a legislação apontada pela Lei 141/2010, que estabelece parâmetros para o uso do solo do município, assim como pontos abordados pelo Código de Obras de Macaé, aprovados pela Lei 016/1999, o decreto especifica que as determinações para a redução da burocracia na tramitação dos processos são relativas a projetos para a construção de edificações residenciais unifamiliares e/ou multifamiliares, edificações comerciais e industriais que independem da legalização junto aos órgãos de Vigilância Sanitária e sejam

Decreto segue diretrizes apresentadas por construtores e analisadas pelo governo durante reunião realizada no mês passado considerados como de impacto insignificante. O decreto institui o Requerimento Padrão, que passará a ser adotado pela secretaria de Obras. O documento será preenchido pelo responsável pelo empreendimento, e protocolado em Processo Único, acompanhado de Declaração de Responsabilidade, junto a secretaria que terá 24 dias úteis para verificação. Após a apresentação do requerimento de licença para construir no setor de protocolo da secretaria de Obras, o projeto será analisado e caso alguma

irregularidade seja constatada, o construtor será comunicado por correio eletrônico (email) e terá cinco dias úteis para atender a solicitação. O processo só terá andamento após o cumprimento das ressalvas. O construtor será comunicado por três vezes, com prazo de resposta em cinco dias úteis, para atender as exigências. Caso isso não seja feito, o projeto será arquivado. O artigo 10 do decreto aponta que, no caso dos pedidos com documentação correta, após a análise da secretaria de Obras, o processo será encaminhado à

Procuradoria Geral do Município para parecer conclusivo. No parágrafo único do artigo, o decreto estabelece que, em caso de parecer conclusivo favorável, o construtor será comunicado por correio eletrônico, e o processo reenviado para a secretaria de Obras para emissão da licença para construir. No caso do parecer conclusivo for desfavorável, em caso de divergência arquitetônica, o construtor será informado por email e o processo reenviado para a Semob. Em caso de divergência jurídica, o processo será analisado pela própria

AVALIAÇÃO Prefeito mantém rotina de reuniões mensais com o secretariado

Governo avalia planos e metas alcançadas durante 180 dias durante reunião mensal realizada com membros do primeiro escalão da administração municipal, o prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) apresentou um balanço positivo em relação ao alcance dos planos e metas estabelecidas para os primeiros 180 dias de governo. Reunidos na tarde da última quarta-feira (10) no Paço Municipal, os secretários e coordenadores de setores estratégicos da gestão municipal conheceram,

diante da grande expectativa para a publicação do decreto que simplifica o processo de análise de projetos, construtores da cidade e o próprio governo municipal comemoraram o entendimento firmado durante reunião realizada no dia 13 do mês passado, no gabinete do prefeito situado no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho. Na ocasião, o prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) fez consultas imediatas ao secretário de Obras, Marcos Túlio, ao secretário de Ambiente, Guilherme Sardemberg, ao secretário de Fazenda, Ramirez Candido e ao Procurador Geral do Município, Augusto César D'Almeida Salgado. Ao defender a desburocratização na tramitação dos projetos, Dr. Aluízio afirmou que o decreto respeita toda a legislação necessária para a análise dos projetos. "O que é legal não precisa ser necessariamente burocrático. Este decreto estabelece medidas para projetos da construção civil. Porém, o governo vai analisar medidas que agilizem a tramitação de requerimentos para projetos em outras áreas", apontou o prefeito.

LEGISLATIVO WANDERLEY GIL

Em reunião com equipe, prefeito apresentou novo secretário de Desenvolvimento

Procuradoria, que também informará o construtor por email. Sanadas todas as exigências, o processo segue para a fase conclusiva para licenciamento. O decreto estabelece que caberá a secretaria de Obras expedir, após aprovação da Procuradoria, o Alvará de Construção. O artigo 13 do decreto estabelece que toda a tramitação do processo deverá ser feita em até 60 dias. O artigo 14 do decreto permite ao construtor, caso a prefeitura não cumpra os 60 dias, iniciar as obras mediante a assinatura de Termo de Compromisso.

Construtores e Governo falam em avanços

oficialmente, o novo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, Fernando César Barbosa, que deve assumir nos próximos dias para ocupar o posto, em aberto há cerca de 20 dias com a saída do ex-secretário Lincoln Weinhardt, o primeiro a deixar o novo governo. Nome chancelado pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), Fernando já foi diretor da BR Distribuidor e atua por cerca de 35 anos na Petrobras. Além da apresentação do novo secretário de Desenvolvimento Econômico, o prefeito fez um breve relatório sobre a reunião realizada na tarde de

terça-feira (9) junto ao governador Sérgio Cabral, no Rio de Janeiro. O encontro aconteceu um dia depois do governador apresentar o pedido, ao governo federal, de cerca de R$ 2 bilhões em recursos direcionados a projetos de mobilidade urbana. O interesse do prefeito era garantir investimentos do Estado para a realização da duplicação na rodovia Amaral Peixoto (RJ 106), e na construção do Arco Viário de Santa Tereza, cujas obras serão realizadas a partir do próximo ano. O relatório apresentado pelo prefeito foi favorável. Durante o encontro, marcado

pelo clima otimista da equipe de governo, o prefeito apontou também dados sobre o levantamento das ações desenvolvidas pela administração nesses seis primeiros meses do ano. Com base na avaliação feita junto à população, os dados apresentados foram satisfatórios para diversas áreas. O prefeito reforçou também que, nesse segundo semestre, educação, saúde e infraestrutura passam a ser as prioridades nos investimentos e planejamentos previstos pela administração. Na avaliação geral, as metas estabelecidas para todos os setores foram cumpridas.

Vereador comemora entrega de obras Luciano Diniz atuou junto ao governo federal para parceria junto ao PAC 2 o vereador luciano Diniz (PT) comemorou a inauguração das obras de implantação da Unidade Básica de Saúde (UBS) que passa a atender moradores do Visconde de Araújo e do Maringá. A unidade faz parte de um pacote de obras que prevê a implantação de oito postos em Macaé, através do convênio firmado, na gestão passada, entre os governos municipal e federal, com base no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) fase II. Em 2008 foi protocolado, junto ao Governo Federal, o primeiro convênio do município com o PAC, após a atuação de Luciano Diniz e da atual Subsecretária de Habitação, Alessandra Aguiar, idealizadores e propulsores do Programa no município.

Continuação do PAC 1, o PAC 2 foi aprovado junto ao Ministério das Cidades, Ministério da Educação e Ministério da Saúde, como consequência de um Projeto Técnico de qualidade e excelência em aplicação dos recursos. A 2ª fase do programa teve aprovado mais de R$ 100 milhões em Obras de Urbanização, Educação e Saúde. Na próxima sexta (12), será inaugurada a Unidade Básica de Saúde do bairro Lagomar, às 10h, na Rua W 18. Os atendimentos nas unidades serão realizados das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. "Estamos muito satisfeitos em ver que uma proposta nossa, defendida através de um trabalho sério e técnico, hoje garante benefícios significativos para a população da cidade. Vamos continuar atuando, também dentro do legislativo, para buscar mais parcerias para bairros e comunidades da cidade", apontou o vereador Luciano Diniz. WANDERLEY GIL

Luciano Diniz defendeu parcerias para projetos em Macaé


4

MACAÉ, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

Opinião EDITORIAL

FOTO LEGENDA WANDERLEY GIL

No compasso de espera Ter o título de Capital Nacional do Petróleo, e ser a sede da maior base de uma das quatro maiores empresas petrolíferas do mundo, não garante a Macaé o reconhecimento necessário, e o respeito das autoridades responsáveis pela liberação das licenças ambientais necessárias à realização da terceira fase de duplicação da BR 101.

F

racionado, o projeto total da duplicação, orçado em bilhões, deveria ser iniciado por Macaé, cidade que começou a mobilização que garantiu a antecipação das obras previstas contratualmente apenas para 2017. Vários pontos questionáveis foram levantados por lideranças políticas que defendem a realização do projeto. Situações como termo do contrato de concessão assinado em 2008 pela Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) e a Autopista Fluminense foram revistas, porém, nenhum efeito necessário à consolidação do projeto surtiu efeito ao longo dos últimos anos. Todas as obras realizadas em nome da duplicação foram iniciadas coincidentemente em anos eleitorais. A situação não tira dúvidas de que o interesse político é fundamental para que o projeto seja consolidado. Idas e vindas a Brasília, reuniões, audiências públicas, encontros, e até o momento, nenhum desses procedimentos foi fundamental para a consolidação da principal fase das obras, colocada em terceiro lugar na hierarquia determinada pela Autopista para a realização do projeto.

Protocolos relativos ao pedido de licenciamento para as obras no trecho situado entre Macaé e Casimiro de Abreu nunca foram apresentados. Propostas viáveis para a realização do projeto, que esbarra na burocracia relativa a proteção ambiental, não aconteceram de forma efetiva. Hoje, o que se vê, são inúmeros acidentes com vítimas fatais que entram nas estatísticas dos governantes, mas ferem e marcam centenas de famílias que perderam seus entes queridos na Rodovia da Morte. Em nome da arrecadação desenfreada, dos interesses políticos e da ganância, as obras seguirão sem data para realização, situação que coloca em risco a vida de muitas pessoas. Enquanto as esperanças não são perdidas, a possibilidade de um início imediato da terceira fase das obras de duplicação será o foco de uma iniciativa que unifica o poder público e o setor empresarial. Mais uma vez, Macaé sairá na frente na luta pela duplicação da rodovia, fundamental ao desenvolvimento econômico e a mobilidade de milhares de pessoas que cruzam a rodovia todos os dias.

ESPAÇO ABERTO Resultados das manifestações Analistas das manifestações devem estar muito tristes pelos resultados obtidos até aqui. Com críticas genéricas chamavam a todos de vândalos.

O

s próprios manifestantes mostraram que os baderneiros nada tinham a ver com o Movimento, embora seja simplório achar que todos os participantes das depredações sejam profissionais. A maioria é formada de pessoas comuns atiçadas pela oportunidade de certa vingança aos maus-tratos sofridos pelas autoridades. Mas o questionamento da falta de foco não serve mais. O movimento conseguiu reduzir o preço das passagens, até em cidades que não tinham aumentado. Um deputado condenado há três anos foi para a cadeia, o projeto da “cura-gay” foi arquivado; uma proposta para tornar o voto aberto no Congresso já foi aprovada em Comissões, desistiram de aumentar pedágio em São Paulo e até um helicóptero foi vendido indevidamente, já que deveria ser repassado para a Polícia Militar. Mesmo de forma açodada, a presidenta propôs a realização de um plebiscito sobre a reforma política. Ainda que não seja de sua competência, vale apenas pela iniciativa, já que os pontos apresentados são de interesse exclusivo dela ou do Partido dos Trabalhadores. Qualquer proposta séria de reforma política, seja por qualquer meio, tem que trazer em primeiro lugar a extinção do voto obrigatório. É normal a estratégia matreira das nossas autoridades em não tocar nesse assunto. O silêncio da imprensa, da Ordem dos Advogados do Brasil, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dos sindicatos e das instituições em geral é absurdamente incompreensível. O Brasil será o último país a acabar com a obrigatoriedade do voto, como foi com a Escravidão. Neste momento se faz necessário uma definição de uma tática. Primeiro, especificar alguns pon-

tos e trazer o povo para a rua para conquistá-los. Essa pauta precisa ter especificações de preferências e prazos. Algumas de caráter geral. Por exemplo, acabar com os recessos da Justiça e com julgamentos que ultrapassam décadas, é inconcebível que o Poder Judiciário seja paralisado nos meses de janeiro e julho, uma vez que todos os magistrados têm férias regulares. Extinguir as aposentadorias privilegiadas de parlamentares e todas as mordomias que consomem milhões dos brasileiros, inclusive os voos dos aviões da FAB para cima e para abaixo com chefe de Poder até para casamentos e aniversários das filhinhas dos seus colegas. No entanto, o ganho maior da população foi a percepção de que as autoridades são alcançáveis pelo povo. Com alguns exageros, quando querem mudanças municipais ocupam as câmaras de vereadores; se estaduais, as assembleias legislativas são tomadas e batem às portas da Câmara dos Deputados e do Palácio do Planalto quando as reivindicações são de âmbito federal. O povo provou e aprovou sua força. Os passeios em aviões da FAB pelos presidentes da Câmara e do Senado, do ministro Garibaldi Alves e até de Joaquim Barbosa provaram que as autoridades viciadas em mordomias vão continuar testando se foi um lampejo de movimento ou se foi pra valer. Esses aviões deveriam ser para missões muito importantes e raras, não como transporte de casa para o trabalho. Já a grande manifestação deve ser planejada para o próximo Sete de Setembro. Será o “Dia D” para a proclamação de uma nova Independência, talvez mais efetiva do que a primeira. Pedro Cardoso da Costa Bacharel em direito

Quem circulou pela Rua da Praia nesta semana se surpreendeu com um cenário inusitado. Um barco ancorado em trecho do pontal do Rio Macaé estava parcialmente submerso. O incidente pode ter sido provocado pela elevação da maré, causada pelas chuvas que atingiram o município nos últimos dias.

PAINEL Protestos

Convocação

Agilização

Transferência

Estrada

Preparativos

Imbróglio

Projetos

Simulados

Apesar de registrar a participação de representantes de categorias, que não escondem a defesa por militâncias políticas, os protestos que voltaram a ser realizados ontem em Macaé geram mais transtornos à rotina da população macaense. Os temas reivindicações já foram levados e discutidos à exaustão junto às autoridades políticas. É claro que a fiscalização da população deve ser intensa e persistente. Mas atrapalhar o dia a dia de toda a sociedade não é a melhor saída. Em virtude dos protestos realizados pela manhã, em função da greve geral das lideranças sindicais, além do ato planejado para o período da noite, alguns eventos programados pela prefeitura, que marcam as comemorações pelos 200 anos de criação da Vila de Macaé precisaram ser adiados. Temendo, mais uma vez, atos de vandalismo, as solenidades públicas foram suspensas, como a cerimônia de tombamento da Lyra dos Conspiradores. O imbróglio relativo a convocação dos aprovados no concurso relâmpago, promovido pelo governo passado no último dia útil de 2012, para atender ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado com o Ministério Público, ainda gera dúvidas. De um lado está a legalidade do processo seletivo para o PSF que, como os outros dois realizados no mesmo período, segue questionado por candidatos. Do outro está os aprovados que aguardam a homologação do processo.

Enquanto o processo seletivo é analisado pela Controladoria e pela Procuradoria Geral do Município, o prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) junto aos secretários, principalmente de Educação e Saúde, analisa a necessidade de ampliação do corpo técnico de cada setor. Para reduzir o déficit, profissionais aprovados nos concursos destinados a preenchimento de vagas da categoria estão sendo convocados. Em seis meses, cerca de 700 já tomaram posse. Depois do processo de abertura e de terraplanagem, trechos iniciais da Avenida Norte/Sul, que cria um novo acesso para o tráfego pesado de carretas e caminhões entre Imboassica e o Parque dos Tubos, já começam a ser pavimentados. A previsão é que a nova estrada, cujas intervenções foram iniciadas no governo passado, seja inaugurada ainda neste mês. A abertura da via garantirá melhorias significativas no trânsito, no extremo Sul de Macaé. Moradores de áreas periféricas, e de risco social, da cidade aguardam com expectativa o retorno dos projetos realizados pela Fundação de Esporte e Turismo (Fesportur). Atualmente os profissionais que atuam pela instituição participam de treinamentos, enquanto é realizado o processo licitatório para a aquisição de materiais utilizados nas atividades esportivas. O retorno das Academias Populares deve ocorrer também no segundo semestre.

EXPEDIENTE EJORAN - Editora de Jornais, Revistas e agências de Notícias. cnpj: 29699.626/0001-10 - Registrado na forma de lei. diretor responsável: Oscar Pires. sede própria: Rua Benedito Peixoto, 90 - Centro - Macaé - RJ. Confeccionado pelo Sistema de Editoração AICS e CTP (Computer to Plate). Impresso pelo Sistema Offset. circulação: Macaé, Quissamã, Conceição de Macabu, Carapebus, Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu. A direção do O DEBATE não se responsabiliza e nem endossa os conceitos emitidos por seus colaboradores em ações ou artigos assinados, sendo de total responsabilidade do autor. Filiado à ADJORI-RJ - Associação dos Diretores de Jornais do Estado do Rio de Janeiro e à ABRAJORI - Associação Brasileira de Jornais do Interior. ANJ - Agência Nacional de Jornais. ADI Brasil - Associação dos Jornais Diários do Interior. Representante: ESSIÊ PUBLICIDADE E COMUNICAÇÃO S/C LTDA. são paulo: R. Abílio Soares, 227/8º andar - Conjunto 81 - CEP: 04005-000 Telefone: (11) 3057-2547 e Fax: (11) 3887-0071 • rio de janeiro: Av. Princesa Isabel, 323 - sala 608 - CEP: 22011-901 - Telefone: (21) 2275-4141 • brasília: SCS Ed. Maristela, sala 610 / DF - CEP: 70308-900 - Telefone: (61) 3034-1745 (61) 3036-8293.

Muitos motoristas têm recorrido a serviços de despachantes para conseguir agilizar o agendamento para vistoria anual de veículos na agência do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Macaé. Quem não consegue garantir vaga, acaba procurando o serviço em unidades do departamento situados em municípios da região, como Casimiro de Abreu e Campos dos Goytacazes. Os transtornos seguem inevitáveis. A Câmara de Vereadores agiliza os preparativos para a sessão solene que celebrará os 200 anos de criação da vila de Macaé. O tradicional evento, que marca a política local, deve acontecer no Palácio Natálio Salvador Antunes, que receberá, após o recesso parlamentar, as sessões ordinárias já em novo horário, a partir das 10h. Conforme resolução do legislativo, as reuniões serão retransmitidas pela internet a partir das 18h. Faltando três meses para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013, em outubro, alunos do Pré-Vestibular Social da Prefeitura de Macaé, do Colégio de Aplicação (CAp) e de unidades municipais como Natálio Salvador Antunes, na Serra, se preparam para exercícios específicos e simulados. O objetivo é para que os alunos sejam aprovados e também tenham a oportunidade de melhorar o autocontrole e a ansiedade.

GUIA DO LEITOR JORNAL O DEBATE tel/fax: (22) 2106-6060 acesse: http://www.odebateon.com.br/ e-mail: odebate@odebateon.com.br comercial: Ligue (22) 2106-6060 - Ramal: 215 e-mail: comercial@odebateon.com.br classificados: E-mail: classificados@odebateon.com.br

TELEFONES ÚTEIS: POLÍCIA MILITAR: POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL: SAMU - SERV. AS. MED. URGÊNCIA: CORPO DE BOMBEIROS: DEFESA CIVIL: POLÍCIA CIVIL - 123ª DP: DISQUE-DENÚNCIA (POLÍCIA MILITAR): DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL (24 HORAS): DEL. DE POL. FEDERAL (DISQUE DENÚNCIA): DEL. DE POL. FEDERAL (PASSAPORTE/VISTO): DISQUE-DENÚNCIA (CÂMARA DE MACAÉ): HOSPITAL PÚBLICO MUNICIPAL: AMPLA: CEDAE: PREFEITURA MUNICIPAL: DELEGACIA DA MULHER: GUARDA MUNICIPAL: ILUMINAÇÃO PÚBLICA: AEROPORTO DE MACAÉ: CARTÓRIO ELEITORAL 109ª ZONA: CARTÓRIO ELEITORAL 254ª ZONA: CORREIOS - SEDE: AG CORREIOS CENTRO: TELEGRAMA FONADO: SEDEX: CEG RIO: RADIO TAXI MACAÉ

190 191 192 193 199 2791-4019 2791-5379 2762-0820 2759-1312 2759-0698 2772-7262 2773-0061 0800-28-00-120 2772-5090 2791-9008 2772-0620 2773-0440 0800-72-77-173 2772-0950 2772-9214 2772-2256 2759-2405 2762-7527 0800-5700100 2762-6438 0800-28-20-205 27726058


MACAÉ, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

Polícia

5

NOTA

Dois menores foram apreendidos portando um revólver calibre 32 e encaminhados para a 121ª DP

JUSTIÇA

KANÁ MANHÃES

Caso Gabriely: Polícia diz já ter pistas do suspeito Mandado de prisão contra assassino deve sair a qualquer momento. Na tarde de ontem, a causa da morte foi divulgada Bertha Muniz

berthamuniz@odebateon.com.br

A

polícia civil de Rio das Ostras divulgou, na tarde de ontem (11), que já tem pistas sobre o assassino da menina Gabriely Batista da Silva, de 2 anos. No entanto, ainda não é possível repassar informações sobre o suspeito, para não atrapalhar as investigações. Um mandado de prisão contra o cri-

minoso deve ser expedido a qualquer momento. O laudo com as causas da morte também foi divulgado pela delegada da 128ª DP, Carla Tavares. No relato médico, há indícios de fissura no reto e perfurações de órgãos. Segundo o documento, existe a suspeita que a morte tenha ocorrido poucas horas após o sequestro, já que o corpo estava em estado avançado de decomposição.

Gabriely foi encontrada morta três dias após ter desaparecido, na madrugada de domingo (7). Ela estava dormindo ao lado dos pais e de mais cinco irmãos em um colchão quando foi levada pelo sequestrador. De acordo com a mãe da menor, uma pessoa teria entrado pela janela e sequestrado a menina. O vento forte do ventilador do quarto teria ajudado a abafar qual-

Gabriely foi encontrada morta três dias após ter desaparecido, na madrugada de domingo (7) quer barulho no momento do sequestro. A delegada disse que continua ouvindo testemunhas e solicitou as imagens das

PROTESTOS

Manifestos em apoio à greve foram pacíficos em Macaé MÁRCIO SIQUEIRA

No início da manhã de ontem (11), manifestantes bloquearam a RJ-106 na manhã de ontem (11), manifestantes que faziam um protesto em apoio à greve nacional atearam fogo em madeiras e fizeram barreiras na ponte que divide os municípios de Rio das Ostras e Macaé, na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106). No grupo de cerca de 50 pessoas, havia líderes sindicais e representantes de partidos. Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas para conter as chamas. Muitos trabalhadores que precisavam chegar a Macaé fizeram o restante do percurso a pé. A Polícia Militar esteve no local para garantir a segurança. Segundo a PM, não houve confusão e nenhum manifestante foi preso. Por volta das 10h30 o trecho da RJ-106 foi liberado e os manifestantes seguiram para a Praça Veríssimo de Melo, onde se juntaram a um grupo maior. De lá, eles fizeram uma caminhada pelo Centro da cidade e se concentraram em frente à prefeitura, por volta das 13 horas. Cerca de 350 pessoas, segundo a Polícia Militar, entre tra-

BR-101

Acidente deixa quatro feridos No início da manhã de ontem (11), manifestantes bloquearam a RJ-106

do Corpo de Bombeiros trabalharam no atendimento à ocorrência, remoção do veículo, limpeza e liberação da via. Segundo o último balanço do Centro de Controle Operacional da Autopista Fluminense, concessionária que administra a via, no trecho da BR-101/RJ entre a cidade de Niterói e a divisa com o estado do Espírito Santo, foram registrados 714 acidentes (entre colisões, tombamentos, capotamentos e atropelamentos, entre outros) e 38 mortes em 2013. Destes, 416 acidentes e 29 mortes ocorreram no mês de janeiro e 308 acidentes e nove mortes ocorreram em fevereiro. Desta forma, existe um grande movimento em Macaé e região para que o processo de duplicação da rodovia seja acelerado, para se evitar a perda de mais vidas. DIVULGAÇÃO

Com o impacto da batida a lataria da carreta envolvida no acidente ficou completamente retorcida

Muitos trabalhadores que precisavam chegar a Macaé fizeram o restante do percurso a pé balhadores da Petrobras, servidores da educação e bancários, estiveram presentes no ato. O prefeito de Macaé, Dr. Aluízio Jr. (PV), saiu de seu gabinete e foi até a porta do prédio chamar o grupo para negociar no auditório do Ouro Negro, mas eles não entraram em acordo, porque os manifestantes

queriam negociar do lado de fora do prédio. Segundo o comandante do 32º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Ramiro Campos, 65 policiais reforçaram o efetivo nos cinco municípios que compõem a área de abrangência de seu comando.

De acordo com a Prefeitura de Macaé não houve interrupção nos serviços públicos e todas as escolas funcionaram normalmente. A SIT Transportes divulgou uma nota informando que não houve mudanças na rota dos ônibus e que todas as linhas circularam normalmente.

Após confronto PM realiza nova operação na Malvinas a polícia militar de Macaé desencadeou, no início da manhã de ontem (11), uma operação saturação em toda a comunidade da Malvinas. A ação tem como objetivo dar a resposta ao tráfico de drogas na comunidade. Durante a incursão, o comboio da PM foi recebido a tiros por homens fortemente armados que fugiram para dentro do mangue, após atirarem contra os policiais. Ninguém se feriu. Por conta do tiroteio, alunos

marcado pela comoção de amigos e parentes e ocorreu por volta das 11 horas de ontem (11), no Cemitério do Âncora.

um grave acidente envolvendo dois caminhões e uma carreta, no quilômetro 223 da BR-101, altura de Silva Jardim, deixou quatro pessoas feridas no fim da tarde de ontem (11). A colisão ocorreu na pista sentido Niterói. Segundo a Polícia Rodoviária o ferido mais grave que foi socorrido e levado para o Hospital Público de Macaé (HPM). As outras três vítimas foram encaminhadas para o Hospital Municipal de Casimiro de Abreu e para Hospital Darci Vargas, em Rio Bonito. A unidades de saúde não divulgaram o nome e o estado de saúde das vítimas. Houve um intenso engarrafamento. Equipes da Autopista e

TIROTEIO

O objetivo da ação foi dar resposta à ousadia dos traficantes

câmeras de segurança do comércio próximo ao local onde estava o corpo para tentar identificar o assassino. O enterro de Gabriely foi

de escolas dentro da comunidade atrasaram o horário da saída. As aulas no período da noite foram suspensas. A situação já virou rotina na vida de quem vive ou trabalha na comunidade. “Todos os dias venho ao trabalho pedindo a Deus que nada de mal aconteça e que eu possa voltar seguro para minha família. Outro dia estava no portão da escola, quando bandidos e policiais começaram a trocar tiros. Não sabia se voltava para dentro da escola ou se me abrigava em meu carro. Fiquei em estado de choque”, contou um funcionário de uma escola que não quis se identificar.

De acordo com testemunhas, os bandidos teriam montado uma espécie de acampamento no mangue que divide a Malvinas e a Nova Holanda e estariam atirando contra quem se aproximasse. No entanto, a PM não confirma a informação. O mangue é uma rota de fuga utilizada pelos criminosos por ser um local de difícil acesso. Somente quem conhece bem a localidade consegue andar pelo lamaçal. Novas ações estão planejadas para ocorrer, mas, por questões estratégicas de segurança, os locais e datas onde ocorrerão não foram divulgados. Segundo o comandante do 32º Bata-

lhão de Polícia Militar (BPM) de Macaé, tenente-coronel Ramiro de Oliveira Campos, a operação foi desencadeada para mostrar aos criminosos que o município de Macaé tem policiamento e segurança. “Não vamos admitir que nenhum criminoso impeça a Polícia Militar de trabalhar. Vamos continuar combatendo o tráfico de drogas em qualquer comunidade e bairro de Macaé até estancar esse tipo de delito, assim como, homicídio, roubo e furto”, finalizou. Até o final desta edição, ninguém foi preso e nenhuma droga foi apreendida durante a operação na comunidade.

BARRETO

Mais um menor é apreendido Com o jovem de 16 anos, a polícia encontrou 39 buchas de maconha mais um flagrante envolvendo menores e o tráfico de drogas foi registrado na tarde de ontem (11), em Macaé. A ação da polícia ocorreu na Rua B, no Barreto, por volta das 14 horas. Atuando na venda de entorpecentes estava um menor de 16 anos. De acordo com informações do Serviço Reservado da Polícia Militar (P2), uma viatura que fazia o patrulhamento desconfiou da atitude do jovem que estava com uma mochila e se assustou ao perceber a presença dos policiais. Ao abordá-lo, os militares encontraram 38 buchas de maconha dentro de sua mochila. O menor confessou que vendia o material entorpecente. Ele foi encaminhado para a 123ª Delega-

cia Policial de Macaé, onde ficou apreendido. Apesar de todo o esforço da polícia, ficará a cargo do poder judiciário, os procedimentos cabíveis a serem tomados. A mão de obra barata e impune de menores é a alternativa do tráfico para os tempos de pacificação. Esses jovens têm nas mãos o álibi de cometer apenas atos infracionais. Desta maneira, utilizálos como “aviõezinhos” é a saída para não enfraquecer os negócios com a venda de entorpecentes. Em Macaé, as autoridades perceberam a relação entre o aumento das apreensões de menores, após a pacificação das comunidades. Por este motivo, os órgãos competentes estão reagindo com pulso para responsabilizar criminalmente as pessoas que estejam incidindo em crimes previstos no Código Penal e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).


6

MACAÉ, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

Economia

NOTA

Banco Central eleva taxa de juros pela terceira vez consecutiva para 8,5% ao ano

MOBILIZAÇÃO

KANÁ MANHÃES

Greve geral afeta rotina de macaenses Bancos ficaram fechados até as 13h, mas comércio funcionou normalmente Patricia Lucena patricia@odebateon.com.br

E

m um dia marcado por manifestações em todo o Brasil, a rotina da população de Macaé também foi fortemente alterada. Desde segunda-feira (8), as centrais sindicais de todo o país anunciavam o Dia Nacional de Luta para esta quinta-fei-

ra (11). Muitos sindicatos da Capital Nacional do Petróleo aderiram à convocação e recomendaram a paralisação aos trabalhadores de suas categorias. Conf orm e a nte c i p o u o presidente do Sindicato dos Bancários de Macaé e Região, Wagner Figueiredo, as agências bancárias da cidade ficaram fechadas durante toda a

Por um país melhor transporte, educação, saúde e fim da corrupção têm sido as principais reivindicações de milhares de cidades no Brasil em busca de um país melhor. A gota d’água para o início das manifestações foi o aumento da tarifa de ônibus em diversos lugares, começando por São Paulo. A partir daí, mobilizações por todas as regiões tomaram conta do país. Em Macaé não foi diferente. Porém, a população do município não pede por reduções

na tarifa, mas sim pelo fim do monopólio do transporte coletivo, atualmente concedido à SIT e que há tempos é alvo de reclamações. Entre as pautas determinadas para a mobilização nacional que aconteceu ontem (11), os sindicatos destacaram a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, mais valorização para os aposentados, a suspensão dos leilões de petróleo, reforma agrária e um transporte coletivo de qualidade.

manhã de ontem e só abriram após as 13h. Logo após a abertura das agências, filas enormes se formaram em frente às agências por pessoas que precisavam fazer transações bancárias e tiveram que deixar para a parte da tarde. “Preciso fazer alguns pagamentos e transferências. Com a paralisação das agências na parte da manhã, o jeito é enfrentar essa fila. Sou a favor das manifestações, mas infelizmente elas acabam atrapalhando um pouco a nossa rotina”, disse o dentista Ricardo Cardoso. Já o comércio do Centro funcionou normalmente durante o dia e apenas algumas lojas decidiram não abrir as portas. A presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio de Macaé, Mariá Silva, informou na quartafeira (10) ao jornal O DEBATE que iria recomendar a todas as lojas para aderirem à paralisação. Porém, segundo ela, nenhuma mobilização

Comércio funcionou normalmente, mas com baixo movimento. Bancos só abriram depois das 13h seria imposta, mas sugerida inclusive pela segurança dos estabelecimentos, já que se trata de uma greve geral. “Só temos o poder de impor que as lojas fechem durante os feriados. Para esta paralisação nós apenas sugerimos.” De acordo com Mariá, as reivindicações da categoria dos comerciantes são para a redução da carga de horária de trabalho de 44 para 40 horas semanais, fim do banco de horas, pagamento de 100% das horas extras aos domingos e feriados, fim do trabalho escravo ainda existente em alguns estabelecimentos e fim do trabalho sem carteira assinada. “Além disso, estamos lutando por melhores salários. Aqui em Macaé já conseguimos um piso favorável, que é de R$ 832 e, a partir de agosto, deve subir para R$ 900. Mas

precisamos lutar pela categoria de um modo geral e ainda há muitas regiões com o piso bem abaixo.” Apesar da recomendação, a maioria das lojas optou por funcionar normalmente. “Não recebemos nenhum comunicado oficial do sindicato para que fechássemos as portas. Está tudo bem tranquilo”, afirmou Leandro, vendedor de uma loja de eletrodomésticos. Alguns estabelecimentos informaram que só iriam fechar as portas caso houvesse necessidade. “Estamos trabalhando normalmente. O calçadão não está muito movimentado, mas não tivemos nenhum problema ainda que nos fizesse decidir fechar a loja”, contou Marcia, gerente de uma loja de cosméticos.

PAUTA

Nacional › Contra o projeto de lei sobre terceirização;

› 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a Educação;

› 10% do Orçamento da União para a Saúde;

› Redução da jornada de trabalho

para 40 horas semanais, sem redução de salário; › Fim do fator previdenciário, que reduz o valor das aposentadorias; › Valorização das aposentadorias; › Reforma agrária; › Suspensão dos leilões de petróleo; › Transporte público de qualidade.

Municipal

› Quebra do monopólio da SIT e a

construção de uma empresa pública de transporte que garanta qualidade e acesso gratuito à população macaense.

VENDAS

Comércio registra perda de R$ 38 milhões com manifestações KANÁ MANHÃES

Setor de vestuário e calçados registrou perda de R$ 8,8 milhões com manifestações

Em Macaé, comerciantes afirmam que vendas foram prejudicadas nos dias de mobilização

em meio às milhares de manifestações que estão ocorrendo em todo o Brasil, as vendas do comércio estão sendo fortemente impactadas. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), desde que as mobilizações começaram, a perda no mês de junho é de R$ 38,6 milhões. Apesar de a perda total registrada pela consultoria Serasa Experian em junho, através do Índice de Atividade do Varejo (IAC), ter sido de R$ 1,6 bilhão, apenas 2,4% deste montante

pode ser atribuído às manifestações. O restante é explicado pelo comportamento dos preços no comércio, crédito ao consumidor, mercado de trabalho, além da própria desaceleração do varejo nos últimos meses. Ainda segundo a CNC, os três segmentos do varejo que mais apresentaram perdas em suas vendas foram o de combustíveis e lubrificantes (R$ 13,2 milhões), vestuário e calçados (R$ 8,8 milhões) e móveis e eletrodomésticos (R$ 8,4 milhões). Os demais segmentos registraram um impacto de R$ 8,2 milhões. Em Macaé, as vendas também foram afetadas, já que durante os dias de manifestações, muitas lojas fecharam mais cedo, com receio de atos de van-

dalismo. Além disso, ontem (11), devido à mobilização nacional liderada pelas centrais sindicais, o Sindicato dos Empregados do Comércio recomendou que todas as lojas do Centro paralisassem suas atividades durante todo o dia. “Não tem como não impactar no nosso resultado. No primeiro dia da manifestação aqui em Macaé, fechamos a loja às 14h, com medo de que alguns vândalos quebrassem alguma coisa ou até mesmo roubassem, como aconteceu em outras cidades. Acho válido todo esse movimento que está acontecendo, mas infelizmente isso prejudica as nossas vendas”, disse Rita de Cássia, gerente de uma loja de roupas femininas.

ENCONTRO

Plano de Comunicação Integrada Conselheiros também debateram sobre os altos preços das passagens aéreas na última quarta-feira (10), o Conselho Estadual de Turismo do Rio de Janeiro (CET-RIO) se reuniu na sede da Fecomercio do Rio de Janeiro para debater sobre o futuro turístico do estado. Essa foi a 47ª reunião ordinária dos conselheiros, que se encontram bimestralmente para discutir o cenário e as expectativas do setor. O último encontro ocorreu em Teresópolis, na região serrana fluminense A ideia das reuniões itinerantes partiu do presidente da Federação do Convention Visitors Bureau do Estado do Rio de Janeiro (FC&VB-RJ), Marco Navega. “É chegado o momento dos Conselheiros Estaduais

tomarem ciência das reais necessidades e aspirações do trade turístico de todos os municípios do Estado, em especial daqueles possuidores de um escritório de negócios em turismo. Precisamos dar um movimento continuado as ações de promoção e de formação profissional em todo Estado. Somente com parcerias entre governo e iniciativa privada será possível alcançarmos estes objetivos.” Durante o encontro, Claudio Magnavita, vice-presidente do CET e subsecretário estadual de turismo, comentou sobre o impacto negativo que a alta dos preços das passagens aéreas pode trazer para o desenvolvimento do turismo nos estados. “Nas ligações internacionais, o problema é ainda mais grave. As empresas apostam no emissivo brasileiro que lotam os aviões com destino internacional e são poucos os espaços comer-

DIVULGAÇÃO

cializados do exterior para o Brasil. As grandes operadoras estrangeiras estão com dificuldades de bloquear lugares para o nosso país e, quando conse-

guem, as tarifas estão acima da média internacional. Estamos perdendo competitividade para outros destinos concorrentes”. Outro destaque da reunião foi a

Orçamento para o Prodetur é de R$ 987 mil e deve beneficiar 23 municípios do estado

apresentação do Plano de Comunicação Integrada da Secretaria Estadual de Turismo (Setur). O projeto é a integração e consolidação da informação entre os ór-

gãos de turismo do estado, com o objetivo que os órgãos ligados ao setor se unam, falem a mesma língua e lutem pelo mesmo ideal: a promoção e defesa turística do estado como um todo. “O enraizamento de cada órgão poderá fortalecer o turismo no estado. Para isso, criou-se um portal - www.fornatur.tur. br - para que os secretários de Estado de Turismo possam divulgar as ações de suas secretarias”, explicou Magnavita. Marco Pereira informou que essa parte do projeto está orçada em R$ 987.329, 94 e 23 municípios serão beneficiados pelo programa. O valor total do investimento é de R$ 187 milhões. Deste total, a região metropolitana detém R$ 297.919,31; a região Costa Verde, beneficiando três municípios, ficaria com R$ 153.668,87; e a região Costa do Sol, favorecendo sete cidades, R$ 218.155,01.


MACAÉ, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

Esporte

7

PRÓXIMO JOGO

Brasileirão Série C

MACAÉ X BETIM › DIA: 14/07/2013 › HORA: 16h › ESTÁDIO: Arena do Calçado (MG)

BASQUETE

Partida entre Macaé e Flamengo é cancelada após briga e confusão Pivô macaense Atílio atingiu o rival Douglas Corrêa que perdeu um dente e caiu desacordado Letícia Santana leticiasantana@odebateon.com.br

U

m episódio lamentável pôs um fim precoce ao duelo entre o Macaé Basquete e o Flamengo, na noite de quarta-feira (10), na capital fluminense. O pivô macaense Atílio agrediu com um soco o adversário Douglas Corrêa, obrigando a dupla de arbitragem Eduardo Augusto e Renato Gonçalves a cancelar a partida. O atleta rubro-negro foi encaminhado ao hospital e o caso foi registrado na 14ª Delegacia de Polícia do Leblon. A confusão aconteceu no final do segundo quarto, na partida que definiria o líder do Torneio Carioca de Basquete, quando o Macaé vencia dos donos da casa com o placar de 38 a 37. Até que Atílio atingiu com um soco o rosto do jogador flamenguista que caiu desacordado e perdeu um dente. Os jogadores do Macaé entraram em quadra para conter a confusão e a equipe rubro-negra foi tirar satisfação. Não havia policiamento no local, apenas a segurança particular do Flamengo, que depois da confusão chamou a Polícia Militar e registrou o boletim de ocorrência. Douglas foi socorrido no local e levado ao Hospital Miguel

Couto, na Gávea, para realizar uma tomografia. De acordo com a assessoria do Macaé, Atílio teria levado uma cotovelada, machucando a boca e a mão. Agora, o clube aguarda o posicionamento da Federação Carioca de Basquete sobre o ocorrido. Em entrevista para um mídia especializada, o coordenador do Macaé Basquete, Rodrigo Stefanelli, se pronunciou quanto ao episódio. “Eu quero abrir um parêntese e dizer que a arbitragem tem muita culpa disso. Quem estava lá viu que o árbitro deveria ter tomado uma atitude em um lance anterior e não o fez. Ele não teve reação, se omitiu. Depois que a confusão começou, a arbitragem sumiu. Eu digo isso porque os procurei, mas não os encontrei. É difícil julgar o Atílio por um lance sem entender a atitude que veio antes”, disse Stefanelli. O coordenador também lembrou que esta não foi a primeira vez que a equipe do Flamengo se envolveu neste tipo de situação. Um episódio semelhante aconteceu nas semifinais da última temporada do NBB, em que a partida entre o time da capital e o São José também terminou em briga. “A gente lamenta que, mais uma vez,

DIVULGAÇÃO

um caso como esse, de um jogo dentro da quadra, ter que tomar um outro rumo. É triste para o basquete. Agora, coincidência ou não, o Flamengo está novamente envoldido. Não estou

JIU-JÍTSU

aqui para julgar o que é certo ou errado. Sabemos que, no momento da confusão, todos estavam com os nervos exaltados. Mas isso poderia ser abafado e resolvido de uma outra manei-

ra. Eles se sentiram prejudicados assim como nós”, ressaltou. O Torneio Carioca é organizado pela Federação do Rio para dar visibilidade e rodagem aos times que não vão partici-

par do Estadual profissional, que começa no mês de setembro. Tanto o Macaé como o Flamengo usa a competição como forma de passar experiência ao grupo sub-22.

OPORTUNIDADE

Atleta fatura mais um título internacional DIVULGAÇÃO

Carlos Eduardo conquistou o ouro no Grapplers Quest, nos Estados Unidos o jiu-jítsu macaense ganha destaque novamente no cenário internacional. Mais uma vez, o responsável por representar o município no lugar mais alto do pódio foi Carlos Eduardo, o Kadão, da equipe Nova União/ Barroco Combat. O atleta conquistou o ouro no prestigiado Grapplers Quest, do UFC Fan Expo. O evento aconteceu no último fim de semana, em Las Vegas, Estados Unidos. A conquista veio após Kadão atropelar três adversários na categoria faixa marrom até 86 kg. O pupilo do professor Claudio Joanino que agora treina com o mestre Bruno Bastos na terra do “Tio Sam”, queria ir além, mas foi aconselhado pelo instrutor a não competir pela categoria absoluto. “Na luta final da disputa

O caso é avaliado pela Federação de Basquete do Rio de Janeiro e Atílio pode desfalcar a equipe nas próximas partidas do Torneio Carioca

pela categoria, eu vencia por boa margem de pontos. Quando faltavam quarenta segundos para o fim, meu adversário encaixou uma chave de joelho. Defendi até o fim, mas saí com o joelho inchado. Por este motivo a equipe preferiu me poupar do Absoluto, pois tem mais campeonatos ainda este mês", explica Kadão.

DIVULGAÇÃO

Kadão volta a pisar no tatame no próximo sábado, no torneio NAGA, nos Estados Unidos

O Grapplers Quest é um dos mais prestigiados torneios de jiu-jítsu dos Estados Unidos. O evento que reúne centenas de atletas na cidade de Las Vegas foi parte do UFC Fan Expo, uma feira com competição de luta corpo a corpo. Após a conquista, Kadão volta seu foco para uma rápida recuperação, visando os próximos desafios. “Agora volto para o Texas, pois no próximo sábado (13), participarei do North American Grappling Association (NAGA), na cidade de Houston. Estou em tratamento intensivo para melhorar o joelho e acredito que chegarei em boas condições para lutar por mais uma conquista", ressalta. O atleta macaense que faz uma temporada de treinamentos no país norte-americano permanecerá no exterior por mais 40 dias para aprimorar suas técnicas de luta. "Tem sido muito proveitosa essa temporada aqui. Gostaria de deixar meus sinceros agradecimentos ao meu mestre Claudio Joanino por sempre me incentivar. Também quero agradecer ao Bruno Bastos pela oportunidade na América. Aqui minha preocupação é apenas em treinar e competir, assim posso dar o meu melhor", finaliza Kadão.

Os interessados deverão desembolsar o valor de R$ 150,00, que inclui as passagens de ida e volta, mais o ingresso

Torcida vascaína rumo à reabertura do Maracanã Força Jovem de Macaé convida torcedores para acompanhar ao vivo o duelo contra o Fluminense, pelo Brasileirão vasco da Gama e Fluminense são os responsáveis por protagonizar a partida de reabertura do mais famoso estádio brasileiro, o Maracanã. E os torcedores macaenses do “trem bala da colina” já estão preparados para viajar até a capital do Rio de Janeiro e acompanhar de perto este dia marcante na história do futebol. As equipes se enfrentam no dia 21 de julho, no jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. A diretoria da 20ª Família Força Jovem Vasco (FJV), convoca os torcedores vascaínos de Macaé e região para acompanhar ao vivo a partida entre as equipes. Para chegar até o Rio de Janeiro, foi disponibilizado um transporte que levará os interessados ao Maracanã. Segundo informações da di-

retoria da FJV, a concentração para a viagem vai acontecer às 08h, no Centro de Treinamento Macaé Esporte. A volta acontece após o final da partida. “O clube precisa da força e apoio da torcida neste momento difícil. Quem nunca esteve no Maracanã terá a oportunidade de conhecê-lo e quem já esteve poderá reencontrar o estádio reformado. Vamos nos unir, torcida vascaína porque o sentimento não pode parar e a tradição continua”, destaca o membro da FJV, Luciano. Atual 13º colocado na tabela do Brasileirão, o Vasco sofreu três derrotas, um empate e conquistou duas vitórias no campeonato. Apesar do mau início de temporada, a equipe cruzmaltina que vem de uma

goleada por 5 a 2 para o Internacional, parece voltar ao eixo. Esta semana, dois novos reforços foram confirmados pelo clube. O técnico Dorival Júnior volta a comandar a equipe após a conquista da Segundona de 2009 e o grande ídolo Juninho Pernambucano também volta a vestir a camisa do time até o fim da temporada 2013. Os interessados deverão desembolsar o valor de R$ 150,00, que inclui as passagens de ida e volta mais o ingresso. Os vascaínos que quiserem acompanhar a 20ª Família FJV e receberem maiores informações podem entrar em contato com os membros Luciano (22) 9801-7799, Sandro Moraes (22) 9852-0707 e Wesclei (22) 9739-5900.


8

MACAÉ, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

Geral

NOTA

Pré-campanha de vacinação antirrábica prossegue nos bairros

INVESTIMENTO

Dois novos equipamentos são instalados no Nupem / UFRJ Materiais são fundamentais para o desenvolvimento das pesquisas realizadas no campus KANÁ MANHÃES

Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

A

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) / Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental de Macaé (Nupem) já conta com os dois novos equipamentos que estavam para chegar à instituição. Conhecidos como ultramicrótomo e um criostato, os materiais que foram instalados na última semana serão fundamentais para o desenvolvimento das pesquisas realizadas no campus. A professora e Diretora Adjunta de Pesquisa do NUPEM/ UFRJ-Macaé, Cintia de Barros explica que os equipamentos assim como os demais já adquiridos vão auxiliar na implantação do curso de doutorado e programas de pós-graduação, assim como nas dissertações de mestrados dos alunos que estão com os trabalhos em andamento e estabelecer de fato o Nupem como Centro de Pesquisas com equipamentos de ponta. “Equipamentos como esses são fundamentais para o crescimento do Nupem enquanto unidade de Pesquisa e cada conquista como essa representa uma grande felicidade tanto para o corpo docente quanto discente que passa a contar com mais ferramentas para o desenvolvimento dos trabalhos”, disse a docente. O ultramicrótomo Leica EM UC7 fornece fácil preparação de seções semi e ultrafinos, bem

O ultramicrótomo fornece fácil preparação de seções semi e ultrafinos, bem como aperfeiçoar, superfícies lisas de amostras biológicas como aperfeiçoar, superfícies lisas de amostras biológicas e industriais para TEM, SEM, AFM e exame LM. O novo padrão em ultramicrotomia combinando design, ergonomia e tecnologia inovadora da ultramicrótomo Leica EM UC7 define novos padrões de ultramicrotomia, com isso esse equipamento oferece uma gama de recursos pendentes e benefícios da utilização para o ultramicrotomist, se iniciantes altamente qualificados ou absoluta. Ele será utilizado para fazer a pré-microscopia eletrônica, es-

sencial para o desenvolvimento de pesquisas ultra-estruturais de animais e plantas regionais permitindo o estudo de componentes dentro da célula como núcleo e outras organelas. Já o criostato é um equipamento que permite o processamento do material para a criomicroscopia. Ele é considerado um dispositivo de controle, eletrônico ou eletro-mecânico, ou a combinação das duas modalidades, que lida diretamente com a CRIOGENIA ( Mini Dic. Aurélio, Séc. XXI, 4ª. ed. Rev. e Ampl., Nova Fronteira, 2001,

Já o Criostato é responsável por controlar a temperatura a valores muito baixos em relação à temperatura ambiente

p.194). É responsável por controlar a temperatura a valores muito baixos em relação à temp. ambiente. E permite a preservação de moléculas para posterior identificação nas secções teciduais de plantas ou animais. De acordo com a professora, ambas são tecnologias avançadas e foram patrocinados pela Faperj em um dos editais que priorizam convênios com cursos de pós-graduação já estruturados e aqueles que ainda estão se estruturando como os oferecidos no campus Macaé. E com tudo isso, aos poucos

a universidade que iniciou sua história na cidade ainda na década de 80 e que tem como missão alicerçar no norte fluminense o ensino, a pesquisa e a extensão - pilares que sustentam a universidade, favorecendo, nesta região, uma formação universitária de qualidade vai se tornando referência na educação superior pública de qualidade. Além desses equipamentos, a instituição recebeu também no final do ano passado, dois equipamentos de última geração importados da Leica-Alemanha

e que tem como função permitir aos pesquisadores entender como os animais e plantas da região de Macaé são formados a nível microscópico. São eles um microscópio de fluorescência capaz de identificar estruturas muito pequenas dentro de células, incluindo desde células tumorais de pacientes do Hospital Público de Macaé (HPM) até células de carrapato e mosquitos da região e uma lupa, de altíssima resolução capaz de capturar imagens de animais e plantas, ajudar na identificação de novas espécies da região.

EDUCAÇÃO

EVENTO

Paralisação do Sepe reúne profissionais

Colégio Bruno Ostman realiza I Feira das Profissões KANÁ MANHÃES

Ato realizado no Dia Nacional de Luta teve a aderência de poucos profissionais em comparação as manifestações anteriores durante todo o dia de ontem, vários atos foram registrados na cidade em virtude do Dia Nacional de Luta organizado pelas centrais sindicais. Uum deles, a paralisação dos profissionais da educação - prevista pelo SEPE e descartada na quarta-feira, 10 de julho, pela Prefeitura e Secretaria de Estado de Educação (Seeduc). No início da manhã, por volta das 10h15 os profissionais que haviam aderido ao movimento se reuniram na Praça Veríssimo de Mello. O número de participantes era pouco com relação aos atos anteriores realizados em maio e junho deste ano. Em seguida os manifestantes foram para a Prefeitura como foco nas respostas das reivindicações já apresentadas ao governo, entre elas o reajuste de 36% para os auxiliares de serviços escolares e gerais. Na oportunidade foi realizada o Sopão da Educação e à tarde estava prevista uma Assembleia Geral Unificada (rede Estadual e municipal) na Praça Washigton Luis. Com cartazes eles pediam a redução da carga horária e aumento salarial para a categoria. “Vamos parar Macaé, assim como estamos parando o Brasil. O povo tem que ir para a rua e co-

Evento realizado na última semana teve como principal objetivo ajudar na orientação vocacional dos alunos em meio ao período da escolha da profissão é comum surgirem as dúvidas. E com a finalidade de apresentar aos alunos do Colégio Bruno Ostman a atuação dos profissionais no mercado de trabalho, a direção da escola realizou na última semana a Primeira Feira de Profissão da instituição. O evento voltado em especial para os alunos que vão concluir o Ensino Médio reuniu alunos do 1º ao 3º ano que aproveitaram a oportunidade para tirar dúvidas sobre mercado

de trabalhos, atuação dos profissionais, entre outros. Ao decorrer das atividades houve palestras com profissionais de várias áreas, entre elas engenharia civil, direito, eletrônica, arquitetura, psicologia, administração, empreendedorismo, entre outras que falaram sobre a profissão, como foi a inserção no mercado, a escolha da carreira, os desafios, e relembraram até mesmo a época da faculdade. “Foi um evento muito importante e ficamos bastante satisfeitos com a colocação dos alunos. Eles se interessaram, questionaram, tiraram dúvida sobre a atuação dos profissionais no mercado de trabalho, o que realmente faz cada profissional”, disse o professor e um dos coordenadores do evento, Marco Vinicius Ferreira Machado. WANDERLEY GIL

Durante a manhã, a manifestação foi menos intensa que as anteriores realizadas pela categoria brar por seus direitos”, disse um dos representantes do SEPE. Por meio de nota, a Prefeitura informou que algumas escolas tiveram o funcionamento prejudicado, porém muitas delas em razão dos profissionais morarem em Rio das Ostras e o trânsito ter ficado interrompido na RJ-106 no inicio da manhã. No ato do último dia 23 de maio, o prefeito Dr. Aluízio Júnior (PV) deliberou algumas solicitações do sindicato e decidiu ações que atenderiam

às principais demandas da categoria. Entre elas, a convocação de mais 500 profissionais aprovados no último concurso público, realizado em 2011, a criação da Comissão paritária, formada por cinco representantes dos professores e cinco membros do governo, para discutir a revisão do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV) da categoria, e estipulou prazo para o cumprimento de duas importantes reivindicações dos servidores: o cumprimento da Lei Federal

nº 11.738/2008, com a redução de 1/3 da carga horária de professores A e C, 16h e 20h para planejamento, assim como a incorporação da regência no salário dos profissionais - ficando este para a primeira segunda-feira de agosto. Já as demandas como o reajuste salarial de 50% para os professores, assim como a criação do vale-transporte intermunicipal foram desconsiderados pelo líder do executivo, por absoluta falta de recursos capazes de suportar a enorme despesa.

Profissionais de várias áreas participaram do evento e falaram sobre suas experiências


MACAÉ, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

Geral 9

CARAPEBUS

Biblioteca Municipal conta com novo acervo e computadores à disposição da comunidade A Biblioteca Municipal conta com 10 novos computadores liberados para a comunidade para acesso à internet

A

companhando a evolução onde praticamente tudo gira em torno da informática, a Biblioteca Municipal conta com 10 novos computadores liberados para a comunidade para acesso à internet, redes sociais e pesquisas, com tempo de 1 (uma) hora para utilização do micro, caso haja fila de espera. Os interessados em realizar pesquisas ou ler alguns livros, poderão se dirigir à Biblioteca, que funciona de segunda a sextafeira, de 8h às 20h, em um amplo espaço em frente a Estação Cultural, no centro da cidade. Outra novidade para os frequentadores do local é a atualização do acervo, a secretaria está realizando a doação de livros mais antigos para receber novos livros doados pela Superintendência da Leitura e do Conhecimento, da Secretaria Estadual da Cultura. Serão mais de 1000 novos livros com diversos temas, desde os infantis aos mais usados para pesquisas. Com o acesso à internet, as pessoas perderam o hábito de ler os livros, então a secretaria conta com o trabalho dos jovens que fazem parte do Pro-

DIVULGAÇÃO

grama Agente de Leitura, que realizam visitas domiciliares com a função de contar histórias de acordo com o interesse das famílias, despertando o interesse pela leitura. O Programa Agente de Leitura atende preferencialmente famílias cadastradas no Bolsa Família, sendo uma parceria do Governo Federal, o Ministério da Cultura, o Governo do Estado com os municípios. Cada Agente recebe uma bolsa no valor de R$ 350, financiada pelo Governo Federal, para uma carga horária de 25 horas por semana. Segundo a secretária de Cultura, Janete Cordeiro, os Agentes também estão atuando nas escolas. “O objetivo não é apenas atender as famílias, mas também as crianças, e percebemos que a escola é o melhor lugar. Os Agentes trabalham de forma integrada com a Biblioteca Municipal e com a escola da comunidade onde atuam”, explicou. Ainda de acordo com a secretária, será aberto em breve um edital para a convocação de novos Agentes de Leitura, os interessados devem ter mais de 18 anos e com ensino médio completo ou cursando.

FESTA

Jovens do programa Agente de Leitura, visitam escolas

ESPORTE

Animação foi o ingrediente principal Time de Carapebus goleou a na festa junina da melhor idade equipe União de Macaé por 5 x 1 O local foi todo decorado e os participantes puderam apreciar comidas como cachorro-quente, caldo verde, bolos o centro de Referência de Assistência Social - CRAS do Sapecado, ficou pequeno na última quinta-feira (11), com a animada festa junina do grupo “De bem com a vida”, organizado pela secretaria de Promoção Social. O local foi todo decorado e os participantes puderam apreciar comidas como cachor-

ro-quente, caldo verde, bolos e doces que foram servidos entre as danças típicas da época. O projeto “De bem com a vida” é desenvolvido pela prefeitura de Carapebus, através da secretaria de Promoção Social, no CRAS do Sapecado, direcionado para idosos acima de 65 anos do município que se reúnem duas vezes por semana, a partir das 8h, para participar de palestras educativas, dança e alongamentos. A secretaria também possui uma kombi que realiza o transporte de todos os integrantes do grupo para os encontros.

De acordo com o secretário de Promoção Social, Anselmo Azevedo, os eventos são desenvolvidos com objetivo de tirar o idoso de dentro de casa fazendo com que ele tenha uma participação ativa na sociedade. “A maioria dos idosos não sai de casa e com isso acaba desenvolvendo várias doenças. Nos encontros do grupo eles trocam experiências, conversam com os amigos e têm acompanhamento de profissionais como Assistente Social e Psicólogo que interferem quando necessário”, falou o secretário. ANA AMÉLIA AZEVEDO

Ninguém ficou parado durante a festa

o esporte em Carapebus está a todo vapor, sendo, neste domingo (07), a vez dos atletas que estão participando do Campeonato Macaense Adulto. A partida foi disputada no Estádio Antônio Gomes Viana, na Praça Cordeiro, e a equipe de Carapebus goleou a equipe da União de Macaé, conquistando

um placar de 5 x 1, com 1 gol de Reminho, 2 gols de Patrick, 1 gol de Tataco e 1 gol de Marcinho. A equipe intensificou os treinos para a próxima partida neste domingo (14), no Estádio Expedicionário em Macaé, a partir das 15h, contra a equipe local, com o objetivo de continuar invicta no campeonato.

A competição da equipe na categoria Sub 11 que estava marcado para o último sábado (06), no Parque da Cidade, em Macaé, foi transferida para o próximo mês, de acordo com a organização do Campeonato Society Macaense. O time Carapebuense está com a vaga garantida nas quartas de finais do campeonato.


10 Geral

MACAÉ, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

CÃES E GATOS

Casa dos Anjos vai promover feira de adoção de animais Evento vai acontecer no dia 4 de agosto, no Parque Aeroporto

DIVULGAÇÃO

Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

O

abandono de animais é considerado crime (nº 9.605/98), porém, a lei geralmente fica restrita ao papel, já que diversas situações controversas podem ser presenciadas no cotidiano das cidades. Não é preciso andar muito para ver o crescente número de cães e gatos soltos pelas ruas de Macaé. Esses animais ficam expostos a tudo que é situação, ficando doentes e gerando um grande problema de zoonoses no município. Como a cidade não possui políticas públicas para o problema, esses animais ficam à mercê da própria sorte. A situação só não é pior porque muitos deles contam com a solidariedade de pessoas da sociedade civil e de ONGs. Como a demanda é grande, os protetores de animais, como são conhecidos, precisam realizar feiras de adoção para arrumar novos lares para os peludos. Essa iniciativa tem ganhado cada vez mais força em Macaé, porém o caminho da conscientização e da posse responsável ainda é longo. Esses eventos são fundamentais pois ajudam a reduzir o número de cães e gatos nas ruas da cidade. No próximo mês, algumas ONGs e movimentos vão realizar feiras de adoção. Uma dessas feiras será promovida pela Casa dos Anjos. No dia 4 de agosto (domingo), será realizada a 2ª edição da feira de adoção no Parque Aeroporto. Diversos cães e ga-

ONG também precisa de doações, principalmente rações e medicamentos tos, adultos e filhotes, machos e fêmeas, estarão esperando por um lar, das 10h às 17h, na praça da Ampra. O evento conta com o apoio da Associação de Moradores do bairro. O processo de adoção é simples. Quem deseja adotar um animal deve ser maior de 18 anos e precisa levar no dia da feira a carteira de identidade e o comprovante de residência.

É importante ressaltar que todos os animais receberam os procedimentos básicos de higienização e cuidados veterinários. Os cães e gatos adultos já serão doados todos castrados. Os protetores alertam para que a adoção não seja feita por impulso. Antes de levar o animal para casa, a pessoa deve pensar bem, antes de adquirir

um cachorro ou um gato e seguir alguns pré-requisitos importantes. O primeiro passo para tomar a decisão de adotar é pensar se está disposto a cuidar de um ser que vive em média 12 anos, podendo chegar a 18 anos (cães) e 20 anos (gatos). Os gastos com rações, vacinas e cuidados veterinários devem ser pensados e repensados antes da adoção.

Quem não puder adotar, mas deseja ajudar, os organizadores também vão estar recebendo doações de rações, medicamentos, areia de gato, bandeja, coleiras (novas e usadas), guias, jornais, potinhos de comida, cobertores, caminhas, material de limpeza, entre outros. Vale ressaltar que a Casa dos Anjos não possui abrigo e não

recolhe animais. Como o espaço deles é pequeno, eles só podem ajudar os animais aos poucos. Eles vivem de doações de amigos e não recebem nenhum outro tipo de ajuda. Para adotar um animal, ajudar no Bazar dos Bichos ou maiores informações sobre a feira, pode entrar em contato através do e-mail: casadosanjosmacae@gmail.com.


Noticiario 12 07 13