Issuu on Google+

WANDERLEY GIL

POLÍTICA

Paulo Antunes pode liderar projeto Vereador colocou nome à disposição do PMDB para concorrer à Alerj pág. 3 WWW.ODEBATEON.COM.BR • MACAÉ (RJ), QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014 • ANO XXXVIII • Nº 8325 • FUNDADOR/DIRETOR: OSCAR PIRES • O JORNAL DE MAIOR CIRCULAÇÃO DO MUNICÍPIO • R$ 1,00

Macaé mantém situação de alto risco de epidemia

De acordo com novo boletim da secretaria estadual de Saúde, municípío é único no Estado a registrar índices elevados de infestação domiciliar. Prefeitura intensificou ações de combate, mas população também precisa fazer a sua parte contra a doença pág. 2 LEGISLATIVO

WANDERLEY GIL

Capitania dos Portos dará apoio à PM

Clima esquenta no primeiro dia de sessão críticas à atuação de secretarias, cobranças por melhorias em serviços públicos, denúncias sobre falta de apoio ao Carnaval e até o anúncio de pré-candidaturas a uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro marcaram ontem a abertura dos trabalhos da Câmara de Vereadores, Palácio Cláudio Moacyr, em 2014. pág. 3

Marinha vai auxiliar na fiscalização de barcos que circulam próximo à região da Malvinas pág. 5

Macaense morre em acidente de helicóptero

COTAÇÃO

Dólar C. Dólar V.

Sérgio Mauro estava em aeronave que caiu no mar pág. 5

R$ 2,3920 R$ 2,3930

TEMPO Pronunciamento do prefeito e discursos no Grande Expediente marcam abertura dos trabalhos do parlamento municipal

SEGURANÇA

WANDERLEY GIL

Máxima. Mínima.

31º C 20º C

EDUCAÇÃO Morro de Sant'Anna é considerado como uma das principais áreas em situação de risco na cidade, após o registro de deslizamento de terra ocorrido no fim do ano passado

Cidade Universitária recebe calouros fortalecer as relações dos alunos das universidades de forma a incentivar a construção de uma sólida comunidade acadêmica. É com esse objetivo que os Diretórios Acadêmicos,

Comissão de Trote e CONDUNI, com apoio da Funemac, vão realizar nesta quarta-feira (19), uma festa de recepção para os novos calouros do Complexo Universitário de Macaé. pág. 7

Estrutura de alegoria bloqueia via na Barra

Chuvas geram alerta sobre situação de áreas de risco Mudança de tempo, com previsão de chuvas a qualquer hora, leva a equipe da Defesa Civil a ampliar monitoramento de encostas de morros da cidade pág. 5

Macaé enfrenta o Fluminense O Macaé Esporte terá um grande desafio pela 9º rodada do Carioca 2014. O Alvianil Praiano, que pontuou nos últimos dois jogos, enfrenta o líder do campeonato, o Fluminense, nesta quarta-feira (19). A partida acontece no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, a partir das 19h30. E por ser um confronto com grande expectativa de público, a prefeitura preparou o esquema especial de trânsito para organizar acesso ao estádio. pág. 10

ASSESSORIA

Auditoria na Petrobras vai apurar denúncias a presidente da Petrobras, Graça Foster, afirmou ontem que a estatal abriu uma auditoria para apurar as denúncias de que funcionários da companhia teriam recebido propina da empresa holandesa SBM Offshore, que aluga plataformas flutuantes a companhias petrolíferas. Estatal emitiu ontem nota afirmando que não foi notificada. pág. 6

Enquanto as agremiações macaenses se preparam para o Carnaval deste ano, uma estrutura utilizada na confecção de alegoria já colocou "o bloco na rua", sendo abandonada à

margem da via que dá acesso à parte dos fundos do Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, na Barra de Macaé. O carro atrapalha o trânsito para quem segue para a Nova Holanda. pág. 2 WANDERLEY GIL


2

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014

Cidade

NOTA

Lixo despejado no Rio Macaé provoca degradação de águas

ALERTA

Macaé é a única cidade no Estado que apresentou alto risco de infestação da dengue De acordo com boletim emitido pela secretaria de Saúde, o município apresentou o índice de 4% Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

D

e acordo com o boletim emitido pela secretaria de Saúde do estado do Rio de Janeiro na última segunda-feira (17), várias cidades estão em estágio de alerta para transmissão do vírus da dengue. A situação é ainda pior quando se trata de Macaé. De todos os municípios, apenas a Capital do Petróleo apresentou um índice de infestação domiciliar considerado de alto risco, ou seja, as chances de uma epidemia da doença na cidade estão cada vez maiores e as probabilidades de se tornarem reais também. Esses dados foram divulgados com base no último Levantamento do Índice Rápido para o Aedes Aegypti (LIRAa), realizado no mês passado em 65 cidades. Macaé apresentou um índice de 4% (40 imóveis com foco do mosquito a cada mil). O nível é dividido em três partes: satisfatório (inferior a 1%), alerta (1% a 3,9%) e risco de surto (superior a 4%). Desde o ano passado, a prefeitura vem intensificando as ações em todo o município, inclusive nos distritos da região serrana, porém a colaboração da população é fundamental nessa luta. De acordo com os dados apresentados, barris, cai-

xas d’água e outros depósitos de armazenamento estão entre os principais criadouros do mosquito nos imóveis pesquisados. Diante disso, dedicar apenas 10 minutos por semana pode ajudar a combater a dengue e mudar esse quadro, que é grave. Com base em estudos, dedicar esse tempo para limpeza dos principais criadouros do mosquito Aedes Aegypti pode evitar que Macaé sofra novamente com uma epidemia. O combate à doença é um dever tanto do poder público quanto da população. O ciclo do mosquito, desde o ovo até a fase adulta, leva cerca de 7 a 10 dias. Se a verificação e eliminação dos criadouros forem realizadas uma vez por semana, isso pode interromper esse processo, evitando o nascimento de novos insetos. Como o mosquito se prolifera na água parada, seja ela limpa ou suja, algumas medidas simples no dia a dia podem evitar a formação de criadouros para ele. Entre as dicas estão: não deixe água da chuva acumulada sobre a laje; mantenha fechados os depósitos de água como caixas d’água, tonéis e barris; encha de areia até as bordas os pratinhos de vasos de plantas; guarde garrafas viradas de cabeça para baixo; guarde pneus e outros objetos que podem acumular água tampados e em

WANDERLEY GIL

Apesar da prefeitura estar intensificando as ações, população tem papel indispensável no combate à dengue locais cobertos; coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira fechada. Não jogue o lixo em terrenos baldios. Apesar de ser simples o combate, muita gente tem deixado de fazer o seu dever de casa. É só andar pelas ruas para ver que Macaé está se tornando um

grande berçário para o Aedes Aegypti. Terrenos e calçadas cheios de entulhos e lixo se tornam ambientes favoráveis para o mosquito, já que acumulam água parada. Mas não é só o descarte irregular que representa riscos. Muitas vezes o perigo se encon-

tra dentro das residências. Estudos apontam que o ambiente doméstico concentra 80% dos focos. A dengue é uma doença que pode evoluir rapidamente da forma clássica para quadros de maior gravidade. Alguns dos sintomas são febre alta, forte

dor de cabeça, dor atrás dos olhos, nos ossos e nas articulações, perda do apetite, náuseas e vômitos, cansaço, tonturas, manchas vermelhas na pele, dificuldades de respirar e indisposição. No caso de suspeita da doença, a pessoa deve procurar imediatamente a ajuda médica.

RUA CAETANO CORREA REIS

WANDERLEY GIL

Moradores dizem que crianças brincam no meio das ferragens, situação perigosa

Resto de carro alegórico é abandonado em via na Barra de Macaé Moradores da região dizem que situação gera transtornos para pedestres e motoristas um carro alegórico abandonado na Rua Caetano Correa Reis, atrás do Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, tem sido motivo de preocupação para os moradores da Barra de Macaé e das comunidades do entorno. O Carnaval nem começou e as lembranças da festa do ano anterior já têm tirado a população do sério. O que antes enfeitou, hoje é motivo de indignação e representa perigo para sociedade. Segundo o morador da Nova Esperança, Wando Emanuel, a carcaça foi abandonada há cerca de duas semanas na via, prejudicando a vida dos pedestres e dos motoristas que passam pelo local. A grande estrutura de ferro está ocupando a calçada que beira o canal e parte da pista, impedindo o acesso da população. Para piorar, o problema fica próximo a uma escola, onde crianças e jovens passam diaria-

mente. “Isso aqui é um absurdo. Está prejudicando toda população em geral, independente do dia ou do horário. À noite, os motoristas não conseguem ver a estrutura e precisam desviar em cima da hora, podendo colidir com ela ou até mesmo causar um acidente envolvendo outro veículo. Está perigoso demais. Os próprios moradores colocaram um pano vermelho para sinalizar os motoristas. Já os pedestres são os mais prejudicados. Sem poder passar pela calçada, o jeito é desviar pelo meio da rua, dividindo o pouco espaço que resta com os veículos, que muitas vezes passam em alta velocidade. Isso aqui fica próximo a uma escola, onde há grande circulação de pessoas, inclusive crianças pequenas”, relata. Os moradores também ressaltam o perigo por conta de crianças que sobem no carro alegórico para brincar e, na inocência, acabam arriscando as suas vidas. “Esses dias teve o caso do menino com o vergalhão preso ao corpo, aqui está cheio de pe-

daços de ferro soltos, podendo atingir uma criança. Eu vejo os menores toda hora ali, podendo se machucar gravemente”, alerta Wando. Com medo de que algo pior aconteça, eles pedem uma intervenção do poder público para que a situação seja resolvida. Vale ressaltar que o estádio tem sido utilizado para os jogos do Campeonato Carioca, recebendo um grande movimento de torcedores no seu entorno. A presença desse carro alegórico prejudica o trânsito e também riscos para quem passar perto. Procurada, a Secretaria de Mobilidade Urbana informou que enviará agente ao local para tentar identificar a quem pertence o carro alegórico e, junto a Liga Independente das Entidades Carnavalescas de Macaé (Liecam), notificar a escola de samba solicitando a retirada do mesmo. No caso da impossibilidade da retirada por parte da agremiação proprietária, será verificada a melhor forma para o reboque da estrutura até um local apropriado o quanto antes.


MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014

Política

NOTA

Vereadores Luciano Diniz (PT) e Julinho do Aeroporto (PPL) defenderam a realização de Audiência Pública sobre obras da Nova Cedae

LEGISLATIVO

Clima esquenta na sessão de retorno de debates em plenário Clima quente já demonstra como será o segundo ano de trabalhos em plenário no parlamento WANDERLEY GIL

Márcio Siqueira marcio@odebateon.com.br

E

m meio aos protocolos do Regimento Interno e a tradição da política local, o parlamento municipal reiniciou ontem os trabalhos legislativos em plenário, em uma sessão onde os vereadores reafirmaram posicionamentos em meio a críticas e troca de farpas, situação que deve nortear as discussões em plenário ao longo do segundo ano de atividades internas da atual legislatura. Diante de uma assistência lotada, ocupando a tradicional casa do parlamento municipal, o Palácio Cláudio Moacyr de Azevedo, 16 dos 17 vereadores (a ausência do vereador Chico Machado foi justificada), ouviaram o pronunciamento do prefeito Dr. Aluízio (PV), que voltou a destacar setores prioritários da gestão municipal para esse ano, como a Saúde e Infraestrutura, além de anunciar a entrega de novas escolas e anunciar a construção de unidades da rede de ensino. Antes de deixar o plenário, e seguir para o evento em Rio das Ostras que recepcionou o vice-governador Pezão (PMDB), o chefe do poder Executivo garantiu a manutenção do subsídio ao transporte público.

Vereadores discursaram no Grande Expediente da primeira sessão ordinária do segundo ano de trabalhos do atual mandato "A passagem a R$ 1 será mantida a todos os usuários do transporte público", anunciou. Após a saída do prefeito, o presidente da Câmara de Vereadores, Dr. Eduardo Cardoso (PPS), seguiu os trâmites internos da Casa e realizou o Grande

Expediente da primeira sessão ordinária do ano. Temas como a falta de apoio às agremiações que participam do Carnaval macaense, abordado pelo primeiro vice-presidente da Câmara, Maxwell Vaz (Solidariedade), os altos índices

3

de infestação de dengue na cidade, levantados por Igor Sardinha (PT), a necessidade de reestruturação da rede pública de educação, apontada por Guto Garcia (PT), críticas à atuação da secretaria de Meio Ambiente diante de aterramento de área

EDUCAÇÃO

Guto defende construção de escolas ao se inscrever no Grande Expediente de ontem, o vereador Guto Garcia (PT) fez um discurso em defesa de construção de unidades escolares que reforcem a infraestrutura da rede pública de ensino. Relembrando que escolas que estão sendo inauguradas hoje pela prefeitura são frutos de projetos elaborados durante os seus 18 meses como secretário de Educação, no governo passado, Guto criticou o fechamento de salas de leituras e laboratórios de informática implantados em cerca de 100 escolas. "Com o fechamento da Fábrica de Cidadania, os laboratórios de informática ficaram sem manutenção. Hoje 80 escolas que receberam as unidades, fruto de uma parceria com o governo federal, só contam com sucatas", disse. O parlamentar defendeu ainda a construção de mais 30 escolas na rede municipal e cobrou respostas da demanda apresentada ao governo por fiscais da prefeitura. WANDERLEY GIL

na Linha Azul, direcionada pelo líder do governo Julinho do Aeroporto (PPL) e até mesmo a disposição do nome para escolha de partido na apresentação de candidato a deputado estadual, feita por Paulo Antunes (PMDB), marcaram a sessão.

SAÚDE

Risco de epidemia causa críticas Igor culpa falta de política pública diante de situação de alto índice de infestação a situação de alerta vivida pelo município em função dos altos índices de infestação da dengue foi o foco do discurso apresentado ontem pelo vereador Igor Sardinha (PT), durante a sua participação no Grande Expediente da sessão de abertura dos trabalhos legislativos deste ano. O parlamentar culpou a falta de aplicação de políticas públicas sérias no combate ao mosquito transmissor da doença. Igor utilizou dados apresentados nesta semana pela secretaria estadual de Saúde e Defesa Civil, que aponta Macaé como a cidade com maior índice de infestação no Estado. "No levantamento anterior estávamos em situação de aler-

ta. Hoje somos a única cidade do Estado em situação de alto risco. Há muito tempo discutimos os riscos e a situação da dengue aqui no plenário e, ao meu ver, faltou a aplicação de políticas públicas sérias que garantissem à cidade uma maior eficácia nesse combate", apontou o parlamentar. Igor relembrou vetos ao seu projeto que garantiu a venda de tampas de caixas d'água em estabelecimentos da cidade, permitindo assim uma maior eficiência nas ações de proteção e combate aos focos de proliferação do mosquito Aedes Aegypti. "Alertamos que essa era uma medida fundamental para o combate à dengue, mas acabou sendo vetada pelo governo", apontou o vereador. O líder do governo, Julinho do Aeroporto (PPL), rebateu as críticas do parlamentar que segue a linha de oposição. "O projeto definia multa de

WANDERLEY GIL

R$ 50 mil para o estabelecimento que não possuísse a tampa. Por isso foi vetado. Imagina uma multa dessas para um comerciante do Lagomar?", justificou Julinho. Ainda em seu pronunciamen-

to, Igor voltou a convocar o plenário, e a sociedade macaense, para participar do movimento "Luto pela Paz", que visa buscar políticas públicas de segurança para Macaé. "Esse é um movimento apar-

Vereador cobrou a realização de ações de combate aos focos da dengue

tidário. Nesta semana vamos nos reunir com lideranças interessadas a construir juntos uma proposta que reforce o posicionamento da sociedade macaense sobre a necessidade de avanços na segurança", disse.

ELEIÇÃO WANDERLEY GIL

Paulo Antunes coloca nome à disposição do PMDB Vereador anunciou decisão e buscará apoio a membros da bancada peemedebista

Parlamentar fez o anúncio direcionado aos membros de bancada

na sessão que marcou o retorno dos trabalhos legislativos em plenário, o processo eleitoral deste ano também foi tema de posicionamentos de alguns parlamentares que participaram da abertura dos trabalhos. Durante o seu pronunciamento no Grande Expediente, o vereador Paulo Antunes (PMDB), anunciou que colocou seu nome à disposição do partido para construir pré-projeto à disputa por uma cadeira na As-

sembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). "Coloco o meu nome à disposição do partido por entender que Macaé é uma cidade importante para o cenário nacional e precisa garantir representação dentro da Alerj. O PMDB é um partido forte, que possui grandes nomes em Macaé e espero fazer parte desse novo projeto", declarou Paulo Antunes. Com a experiência de conduzir o parlamento municipal por cinco vezes, e também por já ter atuado como presidente da Alerj, em seu primeiro mandato como deputado estadual, Paulo Antunes afirmou que o município ainda precisa discu-

tir questões importantes para setores que demandam ações do governo do Estado. "Lutamos para trazer o 32º Batalhão de Polícia Militar para Macaé, assim como pelo asfaltamento da Estrada da Serra, a construção do Colégio Visconde de Araújo possui uma relação com o parlamento estadual. Coloco à disposição do PMDB e da cidade o meu nome para defender os interesses da cidade a nível estadual", afirmou. Paulo Antunes fez o anúncio direcionado principalmente aos demais vereadores que compõem a bancada do PMDB na Câmara, a maior entre os partidos no Legislativo municipal.

Guto Garcia (PT)

TRADIÇÃO

Maxwell cobra apoio ao Carnaval o vereador maxwell Vaz (Solidariedade) direcionou ontem o seu discurso, na abertura dos trabalhos legislativos, à Fundação de Esporte e Turismo (Fesportur) e à Fundação Municipal de Cultura (FMC), para cobrar o apoio necessário à organização do Carnaval neste ano. Ao apontar gastos aplicados na programação de shows do Fest Verão, Maxwell afirmou que falta apoio do governo para blocos, agremiações e manifestações culturais da cidade, como o Bloco do Bene, que corre o risco de não ser realizado neste ano por falta de incentivo. "O Bloco contrata artistas da cidade, mas pode não sair devido à série de exigências difíceis de entender. Não é apenas festa, mas é cultura e tradição da cidade", disse. WANDERLEY GIL

Maxwell Vaz (Solidariedade)


4

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014

Opinião EDITORIAL

NOTA

Pais e responsáveis devem estar atentos. Começa na próxima segunda-feira (24) o remanejamento de escolas da rede municipal de ensino (troca de unidade escolar). O prazo termina no próximo dia 28.

FOTO LEGENDA

Ação e sustentabilidade

KANÁ MANHÃES

No período em que as autoridades discutem a relação entre o desenvolvimento e a sustentabilidade, Macaé torna-se exemplo de como o crescimento econômico pode ser nocivo ao ecossistema da região.

A

o ser considerada como a Princesinha do Atlântico, Macaé sempre foi reconhecida pelos seus recursos naturais, bem destacados em toda sua extensão. Seja no mar, na Serra, no rio e na lagoa, a cidade foi privilegiada por Deus através dessas belezas que ficaram em segundo plano diante dos olhos das autoridades e da própria população, ao reconhecer como título principal o de Capital Nacional do Petróleo. Fonte de inspiração de artistas, ou símbolo para reflexão de pessoas que enfrentam as dificuldades do dia a dia de uma cidade com características de metrópole, esses recursos naturais merecem uma atenção especial por parte de todos que participam, de forma direta ou indireta, da rotina do município. Ao possuir em sua região uma das áreas mais importantes do ecossistema regional, o Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, o município vive hoje a necessidade de ampliação das discussões e ações que busquem a preservação e a proteção da fauna e da flora, que vêm suportando a degradação ambiental executada diante do processo de expansão imobiliária e econômica de Macaé, através da atividade exploratória do petróleo. Ao se discutir a inclusão do estudo sobre o meio ambiente na

grade curricular das escolas, as autoridades apresentam ideias que, se forem acatadas pela dministração municipal, poderão recuperar todo o tempo perdido, no que diz respeito aos procedimentos de cuidado e respeito com a natureza. A construção de usinas de reciclagem de lixo, assim como de manipulação de entulhos fabricados pela construção civil, são pontos principais para garantir a solução de um dos problemas crônicos registrados no município, o descarte irregular de resíduos sólidos. Diante da proposta assumida também pelo governo do Estado, ao garantir a assinatura de um protocolo de intenção junto a representantes dos municípios da região, finalmente investimentos concretos em saneamento básico, cuja ineficiência se tornou um dos maiores geradores de poluentes, deverão ser executados nos próximos meses, um ponto positivo para o ecossistema da região. Ao defender projetos que visam alcançar a despoluição da Lagoa de Imboassica, a iniciativa da sociedade civil organizada, e representantes de instituições preocupadas com as questões do meio ambiente, devem seguir também como exemplo, para que ações efetivas possam ser executadas de forma a garantir o futuro das belezas naturais locais, para que elas possam ser contempladas também pelas futuras gerações.

ESPAÇO ABERTO Metrologia e Competitividade O mundo vive hoje, mais do que em todos os outros tempos, um importante movimento social pela busca da qualidade nos cotidianos das pessoas e organizações.

A

parte da Metrologia Industrial representa o símbolo e, de forma histórica, o eixo de conexão entre os primórdios conceitos da competitividade com o desenvolvimento sustentável dos tempos contemporâneos. Certamente que todo o direcionamento tecnológico, reforçado pela era atual da inovação dos manufaturados e processos produtivos, devem se alinhar com as necessidades do mercado e, principalmente, com organizações empresariais e sociais, pois estes contemplam o conhecimento e relacionamento com os mais diversos níveis de consumidores, de modo a manter o foco nos clientes e resultados satisfatórios. Por isso, o campo de atuação da metrologia deve estar pautado na disseminação de laboratórios Acreditados por um organismo com reconhecimento internacional para tal finalidade, como no caso do Inmetro aqui no Brasil. Muito embora o processo de Acreditação (anteriormente denominado de credenciamento), para esta área não seja obrigatório por lei, constitui-se em importante ferramenta da qualidade. Na região se tem um parque industrial com forte conteúdo de instrumentos de medição. Os serviços de calibração e ensaios Acreditados pelo Inmetro são quase sempre exigidos pelo mercado. Nesta questão, os níveis de investimentos são relativamente altos, se comparados com o ponto de vista do tempo de retorno econômico do negócio. O campo de abrangência é muito grande. Quase sempre pequenos prestadores

de serviços, micros e pequenas empresas possuem uma quantidade pequena de ferramentas e instrumentos de medição. Para que os mesmos estejam inseridos num mercado altamente competitivo, são exigidos que eles tenham seus processos e patrimônio instrumental certificados. Nesse contexto é que aumenta ainda mais a importância da existência de organismos metrológicos de natureza pública na região. Dessa forma, esses não se configuram como entidades com fins lucrativos, devendo ter a finalidade precípua de auxiliar no desenvolvimento e manutenção da competitividade empresarial local. Assim, o planejamento de órgão dessa natureza deve ser pautado nas necessidades tanto das grandes quanto das médias e pequenas corporações. Entendemos, desde muito tempo, que os resultados financeiros obtidos ao longo dos anos, na prestação dos serviços para as grandes instituições, devem servir para planejar, de forma conjunta com o setor produtivo local, o atendimento das necessidades dos pequenos. Essa é uma estratégia importante para manter a sustentabilidade das organizações locais, de forma a favorecer o crescimento delas e auxiliar na manutenção dos níveis de crescimento de emprego e renda, sendo então benéfico para todo o sistema produtivo e social da região. Eduardo Batista Neiva Físico pela UFRJ e Mestre em Metrologia para a Qualidade Industrial pela PUC Rio.

Discussão gerada desde o início da concessão da BR 101, apesar de lucrar com o pagamento do pedágio cobrado aos milhares de motoristas que trafegam diariamente pela rodovia federal, a Autopista Fluminense, responsável pela administração da estrada, não garante repasses e pagamentos ao atendimento prestado aos usuários pelo Hospital Público Municipal (HPM). Os acidentes registrados na pista, um reflexo da demora na conclusão das obras de duplicação, lotam os leitos do hospital que é referência regional no atendimento de alta complexidade.

PAINEL E para Macaé?

Ponto

Mortes

Construção

Multas

Monitoramento

Caos

Escândalo

Festa

Ontem (18), o governo do Estado inaugurou obras de ampliação do sistema de abastecimento de água em Rio das Ostras. A solenidade serviu, mais uma vez, de palanque para o vicegovernador Pezão (PMDB), que tenta costurar um pré-projeto voltado à disputa pela sucessão do governo estadual, além de representar também que Macaé não é vista, na região, como prioridade nos investimentos no serviço que registra o maior déficit na Capital do Petróleo. Ao participar da solenidade ontem em Rio das Ostras, o secretário de Estado de Agricultura, e deputado estadual, Christino Áureo (PSD) confirmou a realização das obras de construção da escola bilíngue, com cursos técnicos focados no segmento offshore, no Lagomar. A unidade atenderá cerca de mil alunos. O parlamentar garantiu também o retorno da Coordenadoria Regional de Educação, que deve passar a funcionar no próximo mês. A circulação dos coletivos que pertencem ao Sistema Integrado de Transporte (SIT), mais os ônibus que prestam o serviço intermunicipal de passageiros, no mesmo quadrante gera o caos registrado ontem no trânsito situado nas imediações do Terminal Central e da Rodoviária de Macaé. Além disso, ônibus de fretamento, que atendem a empresas offshore, passaram a circular pelo local, o que bloqueia ainda mais o fluxo de veículos.

Apesar de ser utilizado como ponto de ônibus para passageiros que chegam a Macaé vindos de cidades como Cabo Frio, Rio das Ostras e Casimiro de Abreu, a parada situada em frente à Rodoviária de Macaé, na rua Vereador Manoel Braga, acaba virando estacionamento para os coletivos, o que provoca ainda mais caos ao trânsito na região central da cidade. O congestionamento chega a interferir o fluxo de veículos na rua Teixeira de Gouveia. Agentes de trânsito multam os veículos que param ou estacionam nas vagas exclusivas aos pontos de táxis implantados na Travessa Glicério, próximo à Rodoviária de Macaé. Até aí tudo bem. Porém, o mesmo procedimento não é aplicado aos carros de lotada que utilizam vagas do Macaé Rotativo, também situadas na mesma via, como pontos de embarque e desembarque de passageiros. Isso acontece a qualquer hora do dia. O escândalo envolvendo membros do alto escalão da Petrobras, acusados de receber propina para beneficiar empresas estrangeiras na contratação de produtos e serviços, pode abalar a imagem da estatal brasileira. Apesar de estourar em ano eleitoral, a denúncia pode provocar interferências no processo de exploração de petróleo, principalmente na Bacia de Campos, o que preocupa os fornecedores situados na Capital Nacional de Petróleo.

A BR 101 continua matando. Dessa vez, mãe e filha foram vítimas de uma tragédia registrada na última segunda-feira (17), no trecho próximo a Casimiro de Abreu, único que ainda não possui a previsão para o início das obras de duplicação, assim como o de Macaé. Até quando vidas serão ceifadas na rodovia? Enquanto as obras não acontecem, a Autopista Fluminense lucra com o reajuste do pedágio. A Defesa Civil de Macaé intensificou o monitoramento no Morro de Sant'Anna, por conta da previsão de chuva para o Estado do Rio de Janeiro. Na segunda-feira (17), os agentes voltaram a percorrer as casas e orientar os moradores que insistem em ficar nas áreas de risco. De acordo com a coordenação do núcleo, muitos moradores voltaram para as casas que foram interditadas durante as chuvas de dezembro. Faltando cerca de 15 dias para o Carnaval, blocos de rua de Macaé já esquentam os tamborins e realizam ensaios que arrastam moradores de vários bairros e comunidades da cidade. Bois pintadinhos, bonecos de Carnaval e ensaio de baterias animam foliões e reforçam uma tradição que sobrevive a toda transformação da imagem da cidade, de Princesinha do Atlântico em Capital Nacional do Petróleo.

EXPEDIENTE

GUIA DO LEITOR

EJORAN - Editora de Jornais, Revistas e agências de Notícias.

TELEFONES ÚTEIS:

cnpj: 29699.626/0001-10 - Registrado na forma de lei. diretor responsável: Oscar Pires. sede própria: Rua Benedito Peixoto, 90 - Centro - Macaé - RJ. Confeccionado pelo Sistema de Editoração AICS e CTP (Computer to Plate). Impresso pelo Sistema Offset. circulação: Macaé, Quissamã, Conceição de Macabu, Carapebus, Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu. A direção do O DEBATE não se responsabiliza e nem endossa os conceitos emitidos por seus colaboradores em ações ou artigos assinados, sendo de total responsabilidade do autor. Filiado à ADJORI-RJ - Associação dos Diretores de Jornais do Estado do Rio de Janeiro e à ABRAJORI - Associação Brasileira de Jornais do Interior. ANJ - Agência Nacional de Jornais. ADI Brasil - Associação dos Jornais Diários do Interior. Representante: ESSIÊ PUBLICIDADE E COMUNICAÇÃO S/C LTDA. são paulo: R. Abílio Soares, 227/8º andar - Conjunto 81 - CEP: 04005-000 Telefone: (11) 3057-2547 e Fax: (11) 3887-0071 • rio de janeiro: Av. Princesa Isabel, 323 - sala 608 - CEP: 22011-901 - Telefone: (21) 2275-4141 • brasília: SCS Ed. Maristela, sala 610 / DF - CEP: 70308-900 - Telefone: (61) 3034-1745 (61) 3036-8293. tel/fax: (22) 2106-6060, acesse: http://www.odebateon.com.br/, e-mail: odebate@odebateon. com.br, comercial: Ligue (22) 2106-6060 - Ramal: 215, e-mail: comercial@odebateon.com. br, classificados: E-mail: classificados@odebateon.com.br

POLÍCIA MILITAR: 190 POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL: 191 SAMU - SERV. AS. MED. URGÊNCIA: 192 CORPO DE BOMBEIROS: 193 DEFESA CIVIL: 199 POLÍCIA CIVIL - 123ª DP: 2791-4019 DISQUE-DENÚNCIA (POLÍCIA MILITAR): 2791-5379 DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL (24 HORAS): 2796-8330 DEL. DE POL. FEDERAL (DISQUE DENÚNCIA): 2796-8326 DEL. DE POL. FEDERAL (PASSAPORTE/VISTO): 2796-8320 DISQUE-DENÚNCIA (CÂMARA DE MACAÉ): 2772-7262 HOSPITAL PÚBLICO MUNICIPAL: 2773-0061 AMPLA: 0800-28-00-120 CEDAE: 2772-5090 PREFEITURA MUNICIPAL: 2791-9008 DELEGACIA DA MULHER: 2772-0620 GUARDA MUNICIPAL: 2773-0440 ILUMINAÇÃO PÚBLICA: 0800-72-77-173 AEROPORTO DE MACAÉ: 2772-0950 CARTÓRIO ELEITORAL 109ª ZONA: 2772-9214 CARTÓRIO ELEITORAL 254ª ZONA: 2772-2256 CORREIOS - SEDE: 2759-2405 AG CORREIOS CENTRO: 2762-7527 TELEGRAMA FONADO: 0800-5700100 SEDEX: 2762-6438 CEG RIO: 0800-28-20-205 RADIO TAXI MACAÉ 27726058 CONSELHO TUTELAR I 2762-0405 / 2796-1108 plantão: 8837-4314 CONSELHO TUTELAR II 2762-9971 / 2762-9179 plantão: 8837-3294 CONSELHO TUTELAR III 2793-4050 / 2793-4044 plantão: 8837-4441


MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014

Polícia

5

NOTA

Homem é preso com 19 papelotes de cocaína em Rio das Ostras

ACIDENTE

ARQUIVO PESSOAL

Queda de helicóptero mata ex-jogador do Macaé Segundo Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, uma das vítimas é Sérgio Mauro Bomfim Praça Júnior, 24 anos. Acidente aconteceu na manhã de ontem (18) na Praia do Perigoso, em Guaratiba Daniela Bairros danielabairros@odebateon.com.br

U

ma pessoa morreu com a queda de helicóptero na manhã de ontem (18) na Praia do Perigoso, em Guaratiba (Rio de Janeiro). A assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros da capital informou, por meio de nota, que os bombeiros de Guaratiba e do Grupamento de Operações Aéreas foram acionados na manhã de ontem, por volta das 11h40, para uma ocorrência de queda de aeronave. Segundo os militares, um helicóptero caiu no mar. Um homem, identificado como Sérgio Mauro Bomfim

Praça Júnior, 24 anos, foi resgatado e chegou a ser encaminhado ao Hospital Municipal Miguel Couto, mas não resistiu e morreu. A assessoria de imprensa informou que os bombeiros realizaram o trabalho de buscas pela aeronave e procuraram mais uma suposta vítima no acidente. Até o fechamento dessa edição, os bombeiros não confirmaram a localização dessa outra vítima. Mergulhadores da corporação foram acionados para auxiliar nos trabalhos. Cerca de 25 militares fizeram as buscas. Sérgio Mauro é ex-jogador de futebol do Macaé Esporte. No final da tarde de ontem

(18), o Macaé Esporte Clube Futebol divulgou nota de pesar sobre o falecimento do ex- atleta. Segundo a nota, "Serginho era um jogador talentoso, uma pessoa querida e que amava a vida. Esta morte trágica e prematura arrancou de nosso convívio um ser humano maravilhoso. Com passagem pelas divisões de base do clube, o apoiador Serginho vestiu a camisa do Alvianil Praiano seis vezes como profissional. O momento mais marcante do jogador pelo Macaé foi na partida de ida das quartas de final da Série C do Brasileiro de 2010, contra o Criciúma, no Moacyrzão. Serginho fez o gol da vitória de 3 a 2. O

Sérgio Mauro tinha 24 anos. Morava no Rio de Janeiro e integrou o time do Macaé Esporte jogador cumpriu o seu contrato até o término do Carioca de 2011, quando decidiu se afastar do futebol e seguir a carreira do pai, que é piloto de helicóptero. O Macaé Esporte FC mani-

festa as suas mais sinceras e sentidas condolências à família e amigos do Serginho e decreta luto oficial de três dias pelo seu falecimento. Além disso, será respeitado um minuto de

silêncio antes da partida contra o Fluminense nesta quarta-feira (19), às 19h30, pelo Campeonato Carioca. O céu acaba de ganhar um craque!"

FLAGRANTE

Preso homem que roubava residências na cidade Segundo a Polícia Militar, Rogério Ribeiro Gomes Júnior, 21 anos, foi preso em flagrante na última segunda-feira (17), no bairro Nova Macaé um homem que praticava assaltos às residências na cidade foi preso em flagrante por policiais militares na noite da última segunda-feira (17), por volta das 23h20, no bairro Nova Macaé. Policiais militares do Serviço Reservado da PM (P2) foram à rua 12, número 54, depois de rastrearem, por GPS, um celular que havia sido roubado

horas antes no bairro São Marcos. Segundo a Polícia Militar, o aparelho pertencia a um chinês. Ele não teve o nome revelado. Rogério Ribeiro Gomes Júnior, 21 anos, de acordo com o comando do 32º BPM, é apontado como autor de vários assaltos em residências da cidade. Na casa dele, também na Nova Macaé, os policiais encontraram vários pertences roubados da residência do chinês. Ainda de acordo com a polícia, Júnior tentou violentar a esposa da vítima. A mulher, que também não teve o nome revelado, tem 33 anos. Os pertences roubados como cinco celulares, um relógio, dois pen drives, dois óculos foram encontrados na residência dele. Foi encontrado também um veículo

Ford Focus placa LLJ 7400, de Macaé. No quintal da residência do suspeito, os policiais localizaram ainda uma motocicleta Falcon vermelha com placa adulterada e chassi raspado e uma outra moto XI 660 preta Yamaha, cuja placa é KPG 7531, também de Macaé. Segundo a polícia, essa última era roubada. Rogério Ribeiro foi conduzido à 123ª Delegacia de Polícia de Macaé, onde foi reconhecido pelo casal de chineses como autor do roubo à residência no bairro São Marcos. Conforme a polícia, ele poderá ser indiciado também por tentativa de estupro. Ribeiro foi levado à Casa de Custódia em Campos dos Goytacazes.

OPERAÇÃO

Ribeiro foi reconhecido na Delegacia de Polícia como autor do assalto e ainda tentou violentar uma mulher de 33 anos

WANDERLEY GIL

Morro de Sant’Anna foi um dos mais atingidos pelas chuvas de dezembro

PREVENÇÃO

PM terá apoio da Capitania dos Portos ARQUIVO

Na última segundafeira (17), o comando do 32º BPM solicitou apoio ao órgão para fiscalizar barcos que passam no Rio Macaé na tentativa de localizar traficantes e armas a capitania dos Portos do Rio de Janeiro informou ontem (18) que a Delegacia em Macaé vai auxiliar a Polícia Militar em fiscalizações nos barcos que passam pelo Rio Macaé com destino às comunidades Nova Holanda e Malvinas. Segundo o comandante do 32º BPM, Ramiro Campos, o objetivo é fiscalizar as embarcações que estariam direcionadas ao tráfico de drogas nas comunidades. Segundo ele, a PM vinha efetuando apreensões de armas, drogas e munições por terra. “É a primeira vez que temos que agir na água. Por isso, solicitei o apoio da Capitania dos Portos para iniciarmos essas fiscalizações”. A Capitania dos Portos não informou a data do início das fiscalizações com a Polícia Militar. Na noite do último sábado (15), por volta das 22h30, policiais militares interceptaram um barco que seguia em direção a Malvinas pelo Rio Macaé

KANÁ MANHÃES

Defesa Civil monitora casas no Morro de Sant’Anna Embarcações que passam pelo Rio Macaé passarão a ser fiscalizadas pela PM e Capitania dos Portos com grande quantidade de munições, celulares e radiotransmissores. Durante troca de tiros com policiais, bandidos conseguiram fugir e a embarcação afundou. Segundo o comando da PM, os policiais do GAT (Grupo de Ações Táticas) I e II foram ao local para averiguar informações de que homens envolvidos com o tráfico de drogas e com a facção criminosa ADA (Amigos dos Amigos) estariam nas comunidades Malvinas e Nova Holanda e, com um barco, se-

guiram pelo Rio Macaé. Os policiais apreenderam uma pistola calibre 45, 222 munições de calibre 556, 115 munições de calibre 45, 136 munições de pistola 9 mm, 34 munições calibre 380, 68 munições calibre 40, 10 carregadores de pistola, quatro celulares, três radiotransmissores e três carregadores de rádios. Cerca de 50 policiais militares permanecem na comunidade Malvinas e, segundo o comando da PM, por tempo indeterminado.

Segundo a Defesa Civil, muitos moradores voltaram para as casas que foram interditadas durante as chuvas de dezembro a defesa civil de Macaé iniciou na última segunda-feira (17), monitoramento em casas localizadas em áreas de risco no Morro de Sant’Anna, um dos mais atingidos pelas chuvas registradas em dezembro. No local, uma casa foi soterrada e um garoto de seis anos morreu. Segundo o órgão, muitos moradores voltaram para as

casas que foram interditadas durante as chuvas de dezembro. Segundo a prefeitura, a orientação é para que estas pessoas saiam das casas, pois há previsão de chuvas constantes no estado do Rio de Janeiro nos próximos dias. A Defesa Civil informou ainda que realiza o trabalho de monitoramento e a orientação aos moradores está sendo feita nos três turnos: manhã, tarde e noite. Ainda de acordo com a prefeitura, 70% das casas do Morro de Sant’Anna estão interditadas. Ainda conforme a prefeitura, 34 pessoas que ficaram desabrigadas em função das chuvas de dezembro foram beneficia-

das com o Aluguel Emergência. No entanto, 59 processos estão parados por falta de documentação, embora, as assistentes sociais realizem o trabalho de acompanhamento junto às famílias. OBITUÁRIO

› MANOEL GOMES, 48 ANOS, sol-

teiro, Aroeira. O sepultamento ocorreu ontem (18) às 14h40 no Cemitério Memorial da Igualdade

› REGINA PORÁ CIPRIANO FERREI-

RA, 61 anos, casada, Aroeira. O

sepultamento ocorreu ontem (18) às 13h45 no Cemitério Memorial da Igualdade.


6

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014

Economia

NOTA

Mobilidade prepara esquema especial para o jogo entre Macaé e Fluminense

AVERIGUAÇÃO

DIVULGAÇÃO

Petrobras vai apurar denúncia sobre propina Caso ganhou repercussão dentro da indústria offshore nacional

A

presidente da Petrobras, Graça Foster, afirmou ontem que a estatal abriu uma auditoria para apurar as denúncias de que funcionários da companhia teriam recebido propina da empresa holandesa SBM Offshore, que aluga plataformas flutuantes a companhias petrolíferas. O caso foi denunciado nesta semana pelo jornal “Valor Econômico”. Graça disse que a comissão que está à frente da auditoria tem 30 dias para concluir a investigação. A denúncia revelou um suposto esquema de pagamento de suborno a autoridades de governo e de estatais de diversos países, entre os quais o Brasil. A denúncia foi publicada na página em inglês da SBM na Wikipedia, em outubro de 2013, mas só veio à tona na última semana. No texto, uma pessoa que se identifica como ex-diretor da SBM afirma que a companhia teria pagado mais de US$ 250 milhões em propinas entre

2005 e 2011 a empresas e autoridades em diversos países - entre eles, o Brasil. De acordo com a denúncia do suposto ex-funcionário da SBM, ao menos US$ 139 milhões teriam sido pagos por meio da Faercom e da Oildrive, empresas que trabalhavam como representantes comerciais da SBM no Brasil, e então repassadas a funcionários da Petrobras, para obter contratos junto à estatal. Segundo o "Valor Econômico", a SBM é investigada na Holanda, na Inglaterra e nos Estados Unidos por pagamento de suborno a empresas de outros seis países, além do Brasil. Conforme o jornal, a empresa holandesa informou em seu último balanço que tem portfólio de encomendas de US$ 23 bilhões com a estatal brasileira, incluindo as plataformas Cidade de Paraty, Cidade de Maricá e Cidade de Saquarema, em construção. A SBM admite que pode ter havido práticas de vendas

Graça Foster determinou que resultados sejam apresentados em 30 dias “impróprias”. Em abril de 2102, a empresa afirma que uma investigação interna foi aberta e informada às autoridades da Holanda. As investigações se centrariam em dois países africanos e outro “fora de África”, não especificado. A empresa não informou se esse país seria o Brasil nem mencionou a Petrobras em seus comunicados oficiais. Segundo a empresa, foram identificadas “práticas impróprias em determinados países africanos entre 2007 e 2011”.

Durante a investigação, aponta a SBM, houve alegações de pagamentos “inapropriados” feitos em países fora de África, “mas até o momento nenhuma prova conclusiva de tais alegações foi estabelecida”. Sobre as denúncias publicadas na Wikipedia, a companhia diz que o texto “se parece” a outro recebido via e-mail de um ex-funcionário, que teria chantageado a companhia pedindo cerca de € 3 milhões para não tornar as informações públicas. Em nota, as empresas Faer-

com e Oildrive, apontadas nas denúncias como intermediárias dos pagamentos de propina no Brasil, negam envolvimento. As empresas dizem ter sido representantes comerciais da SBM por mais de 30 anos, e deixaram a função em 2012. Em nota enviada à redação de O DEBATE, sobre informações publicadas na imprensa, a Petrobras esclareceu que tomou conhecimento das denúncias de supostos pagamentos de suborno efetuados pela empresa SBM Offshore.

Segundo a assessoria de imprensa da estatal, até o momento a Petrobras não foi notificada por qualquer autoridade da Holanda, Inglaterra ou dos EUA, nem por órgãos de controle do Brasil, a respeito das investigações das denúncias que se referem à SBM Offshore. A nota esclarece ainda que, no entanto, em função dessas denúncias, no que se refere à Petrobras, a companhia está tomando providências internas cabíveis com o intuito de averiguar a veracidade dos fatos publicados.

JOGO

Mega-Sena sorteia hoje R$ 105 milhões É o segundo maior prêmio da história em concursos regulares da modalidade o sonho de se tornar o novo milionário brasileiro levou muitos macaenses a registrar as apostas nas Casas Lotéricas da cidade ontem. Nesta quarta-feira (19), a Mega-Sena pode pagar o maior prêmio do ano. Estão em jogo R$ 105 milhões para o apostador que acertar as seis dezenas do concurso 1.575 da modalidade, que está acumulada há oito concursos e, como este concurso é de final cinco, receberá 22% acumulados dos últimos cinco concursos. O superprêmio será sorteado a partir das 20h25. Se apenas uma pessoa acertar os seis números da Mega-Sena, e aplicar os R$ 105 milhões na Poupança da Caixa, receberá mais de R$ 643 mil em rendimentos mensais, o equivalente a R$ 21,4 mil por dia. Com o valor

integral do prêmio, caso prefira, o ganhador pode adquirir dez apartamentos com vista para o mar de Copacabana (RJ). Este é o segundo maior prêmio de concursos regulares da MegaSena. O primeiro foi sorteado em 6 de outubro de 2010, no concurso 1.220, que pagou R$ 119 milhões para apenas um ganhador. Pai de quatro filhos, o torneiro mecânico Sandro Gomes de Oliveira, 34 anos, sonha em conquistar o prêmio para garantir o futuro da sua família. “Nunca deixo de sonhar, logo sempre faço a minha fezinha para concorrer a um prêmio desses. Quero garantir os estudos dos meus filhos e poder viver com tranquilidade. Não iria parar de trabalhar, mas teria o meu próprio negócio, minha casa na praia e um conforto que todos da minha família merecem”, disse Sandro. As apostas podem ser feitas até as 19h em qualquer lotérica do país. Clientes com acesso ao Internet Banking Caixa (IBC)

WANDERLEY GIL

As apostas podem ser feitas até as 19h em qualquer lotérica do país

podem fazer suas apostas na Mega-Sena pelo computador. A aposta simples custa R$ 2. Mas se o apostador quiser mais chances de ganhar, pode fazer apostas múltiplas. Para concorrer ao grande prêmio em grupo, é só preencher, no campo específico do bilhete da Mega-Sena, a quantidade de cotas participantes, ou solicitar ao atendente da lotérica, informando os números da aposta e a quantidade de pessoas que irão participar. Ao registrar o palpite com a opção de bolão, o apostador pode apostar em mais números e dividir as cotas com amigos e familiares, aumentando suas chances de ganhar. Também é possível adquirir uma cota de bolão organizado pelas Lotéricas, pagando a mais apenas a tarifa de serviço. O atendente registra a aposta e emite um recibo de cota, com o qual o apostador poderá resgatar seu prêmio em qualquer agência da CAIXA, caso seja ganhador.

MICROEMPREENDEDOR

Artesãos recebem orientação sobre microcrédito Trabalhadores podem ter acesso a incentivo do Fumdec artesãos cadastrados na Secretaria de Trabalho e Renda participaram, na tarde da última segunda-feira (17), de uma reunião no Centro de Educação Tecnológica e Profissional (CETEP), para saber informações de como solicitar microcrédito para aquisição de tenda para expor os seus produtos. De acordo com a coordenadora de Economia Solidária da secretaria de Trabalho e Renda, Juliana Nunes, a reunião teve como objetivo principal alinhar

detalhes sobre o microcrédito, que pode chegar a R$ 15 mil. O encontro foi uma parceria do CETEP com a secretaria de Trabalho e Renda e o Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico (Fumdec). “Contamos com a parceria do Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico (Fumdec), que passou todas as informações necessárias, como por exemplo, a documentação correta, para que os artesãos possam, já a partir de terça-feira (18), solicitar o financiamento para adquirir suas tendas. A previsão é de que em três dias úteis, eles já possam contar com o dinheiro para fazer o investi-

mento”, explicou Juliana. Ela acrescentou ainda que a reunião discutiu também o tamanho e o layout das tendas para que os artesãos possam expor os seus produtos. Juliana informou também que a previsão é de que a próxima Feira de Economia Solidária seja realizada no dia 7 de abril. A Feira de Economia Solidária, organizada pela equipe da secretaria de Trabalho e Renda da prefeitura, é realizada na Praça Veríssimo de Mello. Atualmente estão cadastrados 58 artesãos, que expõem vários tipos de trabalho, como chinelos, panos de prato, bijuterias e bolsas artesanais.

FLÁVIO SARDOU/SECOM

Crédito de R$ 15 mil pode contribuir para o crescimento das atividades econômicas


MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014

Geral

7

NOTA

Aula inaugural do Curso Técnico de Arte Dramática é nesta quarta

EDUCAÇÃO

DIVULGAÇÃO

Cidade Universitária dá boas-vindas aos novos calouros Uma grande festa será realizada nesta quarta-feira (19) para receber os novatos. Previsão é de que 600 alunos participem da programação Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

F

ortalecer as relações dos alunos das universidades de forma a incentivar a construção de uma sólida comunidade acadêmica. É com esse objetivo que os Diretórios Acadêmicos, Comissão de Trote e CONDUNI com apoio da Fundação Educacional de Macaé (Funemac) vão realizar nesta quarta-feira (19), uma festa de recepção para os novos calouros do Complexo Universitário de Macaé que abriga a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal Fluminense (UFF) e Faculdade Municipal Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (Femass). A atividade fez parte da pro-

gramação do Trote Unificado idealizado pelos Diretórios Acadêmicos e suas respectivas comissões de trote das três universidades com a intenção de fortalecer a integração dos alunos e o diálogo entre as universidades. Para o coordenador de Projetos Especiais da Funemac, Norberto Bacelar Corrêa, esse tipo de iniciativa é de grande importância. “Trata-se de uma ação unificada, de integração e as boas-vindas aos calouros que já são recebidos com um acolhimento caloroso e pelos seus veteranos participativos”, disse. A programação do evento realizado ao longo da semana contou com Trote Unificado baseado no trote do bem, com práticas solidárias, arrecadação de alimentos para entidades fi-

lantrópicas, muita pintura corporal e saudáveis brincadeiras. Já nesta quarta-feira haverá shows com as bandas Bacon Blues e Xote Nosso. Originário dos corredores da Cidade Universitária de Macaé, o grupo “Xote Nosso” atua no cenário acadêmico do município desde 2013. Entre os integrantes, estão estudantes, professores e servidores universitários das universidades federais da região. O propósito da banda é fazer um som autêntico, contagiante e empolgante, fazendo todos os espectadores dançarem ao som do forró com reggae no ambiente universitário. A banda possui composições próprias que muito remetem à vida do universitário, sempre com a pegada do "Forreggae”, ao som marcante da

Uma das atrações da noite será o grupo Xote Nosso, originário dos corredores da Cidade Universitária de Macaé zabumba e triângulo. Já a banda “Bacon Blues” é organizada desde o início de 2012 e é composta por alunos de Produção Cultural da Universidade Federal Fluminense (UFF) de Rio das Ostras. Banda residente do Camping da Casa no ano de 2013. O repertório transita pelo acid blues, afro samba, funk rock e hard progressivo ao escolher executar o

lado “B” de artistas internacionais como Led Zeppelin, Jimi Hendrix, Cream, Beatles, The Doors, Roy Ayers e brasileiros como Tim Maia, Caetano Veloso, Jorge Ben Jor, Mutantes, Gilberto Gil, Rita Lee e Tom Zé. Além de, aos poucos, ir recheando o repertório com canções autorais. Recentemente ela participou do projeto Peixe Vivo da UFF em Niterói.

“É nosso desejo que a Cidade Universitária seja invadida pela cidade e que sejamos e façamos parte da vida da sociedade macaense. Recebemos os calouros com a mesma alegria com que recebemos diariamente nossos universitários. Vida que se renova e enriquece nossa cidade com conhecimento e crescimento”, ressaltou o presidente da Funemac, Gleison Guimarães.

OPORTUNIDADE

IFF está com inscrições abertas para processo seletivo Vagas oferecidas são para os cargos de Orientador, Supervisor e Apoio Administrativo para atuação no Pronatec o instituto federal Fluminense (IFF) está com inscrições abertas para a seleção de profis-

sionais para atuar no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec) por tempo determinado. As vagas são para os cargos de Orientador, Supervisor e Apoio Administrativo para os turnos da manhã, tarde e noite. O edital completo está disponível em www.iff.edu.br e os interessados deverão se inscrever gratuitamente pelo

LOCAL PARA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO

› 1 - Campus Campos-Centro - Protocolo

Geral do campus - Rua Dr. Siqueira, 273, Pq. Dom Bosco, Campos dos Goytacazes/ RJ, Telefone: (22) 2726-2938 › 2 - Campus Campos-Guarus - Av. Souza Mota, 350, Parque Fundão, Campos dos Goytacazes - RJ, Telefone: (22) 2737-2406; › 3 - Campus Bom Jesus do Itabapoana - Av. Dario Vieira Borges, 235 Pq. do Trevo, Bom Jesus do Itabapoana - RJ, Telefone: (22) 3833-9850; › 4 - Campus Itaperuna - Rodovia BR. 356 km3 - Cidade Nova, Itaperuna RJ, Telefone: (22) 3826-2320; › 5 - Campus Macaé - Rodovia Amaral Peixoto, Km 164. Imboacica, Macaé RJ, Telefone: (22) 2796-5016;

› 6 -Campus Cabo Frio - Estrada de Búzios

- Cabo Frio S/nº. Baía Formosa, Cabo Frio - RJ, Telefone: (22) 2645-9500; › 7 - Campus Quissamã - Av. Amilcar Pereira da Silva, 727 - Piteiras, Telefone: (22) 2768-9200; › 8 - Unidade de Pesquisa e Extensão Agroambiental (UPEA) - BR 356, km 158 - Estrada Campos - São João da Barra - Martins Lage - Campos dos Goytacazes - RJ, Telefone: (22) 2737-5605; › 9 - Unidade de Educação Profissional (UEP) de Cambuci - Fazenda Santo Antão, Estrada Cambuci -Três Irmãos, Km 5. Cambuci/RJ. › 10 - Núcleo Avançado de São João da Barra: Av. Rotary, S/N (BR.356), Centro, São João da Barra/RJ.

pronatec.inscricoes.iff.edu.br. As inscrições foram abertas no último dia 3 e seguem até dia 13 de março. E em seguida, o candidato deve realizar a entrega dos documentos no Campi onde deseja atuar das 9h às 18h. Os municípios com vagas são Quissamã, Macaé / Casimiro de Abreu / Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes, Itaperuna, Cabo Frio, Araruama, Silva Jardim, São Pedro da Aldeia, Armação dos Búzios, Aperibé, Santo Antônio de Pádua, Cardoso Moreira, São Francisco de Itabapoana, São João da Barra, Bom Jesus do Itabapoana, São Sebastião do Alto. O processo seletivo será realizado mediante análise curricular. Ao atuar no Pronatec, os profissionais passam a fazer parte da história de um programa que tem como objetivo expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos técnicos de nível médio e cursos de formação inicial e continuada. Além de intensificar e reforçar a ação e o movimento de expansão da rede federal de educação profissional e tecnológica por todo o país. O edital disponível na página

WANDERLEY GIL

do IFF terá validade de um ano a contar da data de divulgação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período a critério do IF Fluminense. Segundo o documento, os servidores aprovados dentro do número de vagas atuarão pelo Pronatec na área de abrangência do Instituto Federal Fluminense em apoio, supervisão e orientação aos profissionais e alunos dos cursos de formação inicial e continuada e dos cursos técnicos, com carga horária semanal de no máximo, 20 horas. A documentação solicitada

no edital deverá ser entregue no envelope lacrado, deve ser encadernado em espiral, com sobrecapas transparentes em PVC flexível, no formato A4, preferencialmente na ordem descrita no edital. O documento que não estiver encadernado não será avaliado e o candidato será eliminado, se este documento for obrigatório. Segundo o edital, o desenvolvimento das atividades está previsto para ocorrer de segunda-feira a sábado, das 7h às 23h, de acordo com os turnos e necessidades dos cursos, in-

Inscrição deve ser feita pela internet e documentação solicitada no edital entregue nas unidades

cluindo períodos não previstos no calendário acadêmico dos campis, inclusive períodos de férias, ou sempre que solicitado pela Coordenação Geral do PRONATEC. Sendo no turno da manhã, entre 7h e 13h, à tarde, entre 12h e 18h e à noite entre 18h e 23h. A remuneração por hora de 60 (sessenta) minutos, e pelo tempo de duração de efetivo exercício das atribuiçõe será de R$ 18 para os cargos de apoio às atividades acadêmicas e administrativas, R$ 36 para os cargos de supervisor e orientador.

MELHORIAS

Curso de Medicina conta com novos professores Área está crescendo cada vez mais na cidade com a proposta de formar profissionais para as demandas de mercado na tarde da última segundafeira (17) foi realizada na Cidade Universitária a recepção dos calouros do curso de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), campus Macaé. O evento foi considerado uma verdadeira aula da mensagem que a prefeitura e a universidade querem passar para o munícipe: a formação de profissionais deve ter a ética como base, principalmente no caso de médicos, que são responsáveis por cuidar de vidas. E durante o encontro, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer os novos professores do curso. A

mesa de abertura do evento foi composta pelo presidente da Fundação Educacional de Macaé (Funemac), Gleison Guimarães; a coordenadora do curso, Jussara Mathias Netto; o coordenador de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da UFRJ-Macaé, Moisés Marinho, representando os professores; e os atuais presidentes do Centro Acadêmico (CA), Andressa Bento, e da Associação Atlética, Leonam Fernandes, representando os alunos. Na oportunidade, o presidente da Funemac, Dr Gleison ressaltou que o curso de Medicina está crescendo em Macaé e essa história de lutas e vitórias é toda dos alunos, pelo esforço de cada um junto com o governo municipal, a universidade, a Cidade Universitária, o município e toda a sociedade, que ganha com os novos médicos formados aqui. “Temos no campus poten-

DIVULGAÇÃO

ciais talentos, pela forma como construíram as lutas, unidos e com força. E esse entusiasmo

precisa ser contínuo. A parceria da Funemac com a UFRJ, e também com a UFF (Universidade

Docentes foram apresentados aos alunos na segundafeira, durante recepção dos calouros do curso

Federal Fluminense) e a FeMASS (Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos), tem papel

fundamental nesse movimento. Acreditem nesse trabalho para criar e reproduzir conhecimentos. A Funemac está de portas abertas para vocês e, no futuro, todos deverão se orgulhar de terem se formado aqui em Macaé”, disse Gleison Guimarães. Já a coordenadora do curso, Jussara Mathias Netto, lembrou do processo de interiorização da universidade. “A interiorização da UFRJ só ocorreu devido a todo o apoio que recebe da prefeitura, por meio da Funemac, que mantém preceptores para dar assistência aos alunos e oferece a Cidade Universitária, de forma compartilhada, além de outras ações que reforçam e sustentam a parceria”, ressaltou. O evento foi marcado ainda pela entrega de um CD com o Código de Ética da Medicina aos representantes de turmas. O material deverá ser repassado aos calouros como ensinamento de vida.


8 Geral

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014

VOLUNTARIADO

Diocese forma agentes pastorais para lidar com dependentes químicos

Segundo estatística do CNS, dentro de cinco anos, toda família terá um dependente - drogado, viciado ou outros

A

Pastoral da Sobriedade (PS) da Diocese de Nova Friburgo realizou no último final de semana (15 e 16) o I Curso de Formação e Capacitação para novos agentes. O evento, inédito em Macaé, foi destinado aos católicos do Vicariato Litoral e ocorreu no salão paroquial da Igreja de Santo Antônio, reunindo um grupo de voluntários dispostos a atuar em favor dos dependentes químicos e de outras drogas. Segundo estatística do Conselho Nacional de Saúde, dentro de cinco anos, toda família terá um dependente - drogado, viciado ou outros. O dado é alarmante e a Igreja Católica, através da pastoral vem realizando ações concretas pela busca da sobriedade como um modo de vida. - Capacitar novos agentes para atuarem frente aos problemas dos vícios e pecados, de-

DIVULGAÇÃO

Os grupos de voluntariados formam cinco frentes de atuação que se empenham na prevenção, intervenção, recuperação dos toxicodependentes, sua reinserção e atuação política

TRANSFERÊNCIA

Remanejamento na rede municipal começa dia 24 Os setores de Prématrícula e Ouvidoria estão orientando aos pais que estão tendo dúvidas quanto ao cadastro e preenchimento das vagas pais e responsáveis devem estar atentos. Começa na próxima segunda-feira (24) o remanejamento de escolas da rede municipal de ensino (troca de unidade escolar). O prazo termina no próximo dia 28.O resultado do remanejamento, ou seja, alocação dos alunos que poderão ser remanejados, será divulgado no dia 21 de março, também nas próprias escolas.

Os setores de Pré-matrícula e Ouvidoria estão orientando aos pais que estão tendo dúvidas quanto ao cadastro e preenchimento das vagas. Muitos que estão com dúvidas, chegaram ao município recentemente, deixaram para fazer a pré-matrícula nos últimos dias e continuam procurando a sede da secretaria de Educação. Para receber outras informações, os interessados podem ligar para o telefone (22) - 27622373. A secretaria de Educação funciona na rua Antero Perlingeiro, 402, no Centro. O município atende à determinação legal, cuja previsão é que todas as crianças com quatro anos de idade devem estar matriculadas nas escolas. Este ano letivo iniciou com atendi-

mento integral na faixa de idade obrigatória, acima de quatro anos - abrangendo a 100% desta demanda no município. A secretaria de Educação também segue a legislação, que determina que o processo de

matrícula foi efetivado conforme o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), em que a previsão de vagas disponibilizadas por cada unidade escolar leva em conta, preferencialmente, a proximidade com a residência.

pendências químicas e outras, através dos grupos de autoajuda paroquial é o primeiro passo disse o palestrante e também coordenador vicarial da PS, na Diocese, o missionário José Henrique (32). Durante o curso, o missionário que veio especialmente da paróquia de Santa Terezinha, em Nova Friburgo, para ministrar o curso discorreu sobre a ação que cada participante deverá seguir para acolher as pessoas que necessitam de ajuda. “A ação se dá através de um formato metodológico e sistemático de apoio aos dependentes e suas famílias, que chamamos de programa de vida nova à vivencia dos 12 passos, pautados na palavra de Deus, quais sejam: admitir, confiar, entregar, arrepender-se, confessar, renascer, reparar, professar a fé, orar e vigiar, servir, celebrar e festejar”, frisou. O grupo formado aprofunda e coloca em prática uma das frentes de trabalho segundo a realidade de cada local. Das 17 paróquias do Vicariato Litoral, apenas quatro possuem a PS e duas delas ficam em Macaé - São João Batista e Santo Antônio, que ofereceu o curso de capacitação, aberto para todo o Vicariato. Os grupos de voluntariados formam cinco frentes de atuação que se empenham na prevenção, intervenção, recuperação dos toxicodependentes, sua reinserção e atuação política, frente aos Órgãos públicos. De acordo com o coordenador, a prevenção geralmente é feita através de palestras em

instituições educacionais e em outros organismos. Quanto à intervenção, esta é direcionada às pessoas que já fizeram uso de alguma substância, mas não se tornaram dependentes. Já a recuperação consiste em encaminhar o dependente para as comunidades terapêuticas da Diocese. Em Macaé já existe uma de recuperação de dependentes químicos - a Fazenda Esperança. Para Marlice Souto (52), precursora e coordenadora da PS na paróquia de Santo Antônio, a capacitação foi excelente para dirimir todas as dúvidas. “O curso foi objetivo, claro e conciso. Somou muito aos nossos conhecimentos e tirou nossas dúvidas. Houve também depoimento de vivências que muito acrescentaram”. Além dos temas discutidos nos dois dias, no encerramento, os cursistas participaram da celebração eucarística denominada “missa de envio”, celebrada pelo padre Gleison Lima. Semana Nacional contra o Alcoolismo - Como ocorre em todos os anos no período de carnaval a Pastoral da Sobriedade realiza e se integra na Semana Nacional contra o Alcoolismo. A novidade de 2014 será o lançamento de um projeto pioneiro de prevenção, em 15 cidades visando formar os jovens quanto à liberdade cristã, na vivencia da palavra, oração e testemunho. “Trata-se do projeto Missão Jovem Sobriedade e Paz. A meta é atingir dependentes e ex-dependentes químicos e outros e suas famílias” finalizou Henrique.

O município atende à determinação que todas as crianças com quatro anos de idade devem estar matriculadas nas escolas

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ FUNDAÇÃO MUNICIPAL HOSPITALAR DE MACAÉ - FMHM Comissão Permanente de Licitação Pregoeiro AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL - PREGÃO PRESENCIAL NO 007 / 2014 A FUNDAÇÃO MUNICIPAL HOSPITALAR DE MACAÉ - FMHM, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar no dia 06(seis) de março de 2014, às 15:00h, no sala de reunião da Fundação Municipal Hospitalar de Macaé - FMHM, localizado nas dependências do Hospital Público Municipal - HPM, à Rod. RJ 168 Km. 04 s/nº Virgem Santa, na cidade de Macaé /RJ, o PREGÃO PRESENCIAL no 007 / 2014 do tipo MENOR PREÇO, de acordo com as leis em vigência. Os interessados poderão obter informações e/ou adquirir o Edital e seus anexos na Comissão Permanente de Licitação/Equipe de Pregão situada à Rodovia RJ 168 km. 04 - Virgem Santa, na cidade de Macaé/RJ, de segunda a sexta-feira no horário de 08:00h às 12:00h e de 14:00 às 17:30h - tel. contato (22) 2773-0061 Ramal 291, mediante a entrega de 02(duas) resmas de papel A4, de forma compensatória aos gastos de impressão do referido Edital, na íntegra, e portando carimbo de CNPJ ou outro equivalente. Objeto: Aquisição de equipamentos e mobílias de uso em cozinha industrial/ hospitalar visando atender as necessidades do Hospital Público Municipal - HPM, conforme discriminados nos anexos I (Termo de Referência), II (Planilha de Preços) e III (Minuta Contratual de Garantia). Macaé-RJ, 18 de fevereiro de 2014. Marcio da Mata Pregoeiro Fundação Municipal Hospitalar de Macaé -FMHM

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ FUNDAÇÃO DE ESPORTES E TURISMO DE MACAÉ EXTRATO DO CONTRATO I - Espécie: Contrato para prestação de serviços - Processo nº 200637/2013. II - Objeto: Realização de shows pirotécnicos, piromusicais sincronizados por computador via rádio freqüência, para atender o Município de Macaé nas festividades de Réveillon 2014 na praia do pecado e de três shows pirotécnicos de pequeno porte, para atender as demais localidades do Município - Contrato nº. 032/2013. III - Modalidade de Licitação: Pregão FESPORTUR nº 001/2013. IV - Crédito: Programa de Trabalho nº 278120026.2.854 - Elemento de Despesa: 3.3.90.39.00.00 - Outros Serviços de Terceiros P.J. - Código Reduzido nº 9448. V - Empenho: nº 00239/2013 - Ordinário VI - Valor do Contrato: R$ 391.000,00 VII - Prazo de vigência: A partir da data de assinatura até o exaurimento do objeto. VIII - Partes: Fundação de Esporte e Turismo de Macaé - FESPORTUR e Interfogos, Comércio, Importação e Exportação Ltda-ME. Macaé, 27 de dezembro de 2013. LUIZ RENATO LUCAS MARTINS Presidente da FESPORTUR

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ FUNDAÇÃO DE ESPORTES E TURISMO DE MACAÉ Errata No Jornal "O DEBATE" Diário de Macaé, na edição de nº 8318 de 11/ 02/2014, na Portaria nº 003/2014, pág. 07, Onde se lê: Símbolo CAI/CAIS - IV Leia-se: Símbolo CAI/CAIS - III Antônio Luiz Pinheiro Santos Presidente da FESPORTUR MACAÉ

ERRATA


MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014

Geral 9

TRIBO DOS MALÊS

5ª edição do “Mais Bela Negra” vai abrir inscrições no próximo mês

Para participar do concurso, basta ser maior de 18 anos, negra e moradora de Macaé

Marianna Fontes marifontes@odebateon.com.br

U

m dos concursos de beleza mais populares da cidade está de volta. As inscrições para a 5ª edição do Concurso A Mais Bela Negra de Macaé, promovido pelo Movimento Negro Tribo dos Malês, começam no próximo dia 10 e vão até o dia 31 de março. As inscrições podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h, no Tênis Clube - sede social, localizado na Praça Veríssimo de Mello, 68 - Centro. As interessadas também podem se candidatar pelo telefone: (22) 99956-4574 ou através do e-mail: macaenegro@gmail.com. Para participar, as candidatas precisam ser negras, maiores de 18 anos e residir na cidade há pelo menos 5 anos, independente de ter nascido em Macaé ou não. Durante o ato de inscrição, a pessoa interessada deve comparecer ao local portando a cópia da identidade e do comprovante de residência. As candidatas devem levar também, no dia, uma lata de leite em pó que será doada para o projeto social “Fome não tem cor”. No mês de abril irá acontecer uma etapa seletiva, onde serão escolhidas as finalistas. A grande final está marcada para acontecer na segunda quinzena de maio, com data a ser definida pela organização

do concurso. O evento será realizado no Tênis Clube e toda população macaense está convidada a participar. Além de ver de perto as vencedoras, será uma festa beneficente. Maiores informações sobre a venda das pulseiras serão divulgadas em breve. Os três primeiros lugares serão premiados. Já o quarto lugar vai receber o título de “Simpatia Negra”. A idealizadora do concurso, a líder comunitária Marilene Ibrain, convida as mulheres negras da cidade a participarem e espera que a 5ª edição repita o sucesso das anteriores. “Esse concurso é para valorizar a beleza e Macaé não tinha um concurso desse tipo antes. Estamos na nossa quinta edição e a cada ano que passa, recebe uma aprovação da população cada vez maior. No início enfrentamos muitas dificuldades, pois ninguém acreditava nessa ideia, mas graças a Deus isso foi mudando e hoje esse concurso é um sucesso. O objetivo é elevar a autoestima dessas mulheres, mostrando que elas têm a sua beleza. Tem muitas mulheres lindas dentro das comunidades que têm vergonha de mostrar suas qualidades. Esse ano estamos vindo com novidades, tudo voltado para o lado social. Convido todas a participarem”, ressalta. O Movimento Negro Tribo dos Malês foi criado em 2009 por iniciativa de Marilene Ibrain com o objetivo de res-

DIVULGAÇÃO/MATEUS CUSTÓDIO

Incrições podem ser feitas entre os dia 10 e 31 de março, no Tênis Clube. Concurso tem ganhado, a cada edição, maior aceitação e adesão gatar a autoestima dos moradores das diversas comunidades carentes e também a raça negra, possibilitando a conscientização dos seus direitos e deveres.

Ele não tem fins lucrativos e não aceita doações em espécies. As ações ocorrem quando pessoas entram em contato para solicitar as doações. O movimento apura os fatos

e busca, através de seus parceiros, contribuir para atender estas solicitações. Neste sentido, ele realiza projetos como: A Mais Bela Negra de Macaé; Projeto Mulheres em

Luta, Mulheres Solidárias; Amigos Para Sempre; Fome Não Tem Cor; e Os Malezinhos (que é realizado em uma escolinha de futebol no Lagomar).


10

MACAÉ, QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014

CARIOCÃO

Macaé enfrenta o líder do Carioca

KANÁ MANHÃES

Partida é válida pela 9ª rodada da Taça Guanabara Maira Abreu mairaabreu@odebateon.com.br

F

luminense vai em busca de manter sua liderança e sexta vitória seguida no campeonato, entrando em campo contra o Macaé Esporte na próxima rodada. Com a volta do treinador Renato Gaúcho, vários jogadores do elenco vêm tendo oportunidades nos jogos, um deles é o volante Diguinho, jogador que teve poucas oportunidades no ano de 2013, na era Abel Braga

e, agora com o novo técnico, tem tido chances maiores de participação. O volante comentou sobre a expectativa para o jogo contra o Macaé e o trabalho do treinador. “A expectativa é muito boa, jogo para manter a liderança. O Renato tem trabalhado bem, tanto ofensivamente quanto defensivamente, sabe do potencial do elenco e está sempre tentando montar um time bem postado dentro de campo para mostrar a qualidade da equipe, e isso é fundamental”, declarou

Diguinho, na tarde desta última terça-feira (18), em uma coletiva de imprensa. O Tricolor Carioca vem trabalhando em cima de fortes treinos para conquistar o título e deixar seu torcedor feliz. Assim como os jogadores, os torcedores mostraram bastante otimismo em relação à conquista da competição. “Minha expectativa em relação ao Fluminense é muito boa. Ainda mais por esse ano ter os jogadores Dario Conca e Walter no time.”

PRATA DA CASA KANÁ MANHÃES

Equipe macaense se prepara para enfrentar o líder do campeonato, o tricolor

Macaé Esporte busca primeira vitória do ano em casa Segundo o técnico, as expectativas são boas em relação ao confronto de hoje sem vencer no Moacyrzão, o Macaé vai em busca de sua primeira vitória dentro de casa. Apesar disso, o técnico Josué Teixeira ficou satisfeito com a postura de sua equipe. Ressaltando a evolução do Alvianil Praiano, por

ser a primeira vez na competição que o time conseguiu pontuar em duas rodadas seguidas. O treinador comenta que estão vivendo uma nova fase e só por estar conseguindo uma regularidade, já é bastante positivo. No confronto desta quarta (19), o técnico sabe das dificuldades em enfrentar o Fluminense, mas suas expectativas são boas e afirma estar confiante em um bom jogo por parte da

equipe macaense. “É um jogo que por si só já é motivante. Todo jogador quer estar em campo em uma partida como essa. Vamos passar tranquilidade aos atletas. Precisamos avançar um pouco mais a nossa marcação. Tenho certeza que alguns jogadores terão um rendimento melhor. Respeitamos muito o Fluminense, mas temos esperanças de fazer um bom jogo”, disse Josué Teixeira.

Equipe tricolor treinou ontem para enfrentar o anfitrião hoje, no Moacyrzão, às 19 horas


Noticiário 19 02 14