Issuu on Google+

DIVULGAÇÃO PM

WANDERLEY GIL

ARMA LEVA À PRISÃO DE CHEFÃO DO TRÁFICO

FGTS ELEVA MOVIMENTO EM AGÊNCIAS DA CAIXA

SINDISERVI RECONHECE ANGÚSTIA DE SERVIDORES

POLÍCIA, PÁG.6

ECONOMIA, PÁG.5

POLÍTICA, PÁG.3

R$ 1,00 Macaé (RJ), sexta-feira 17 de fevereiro de 2017 Ano XLI, Nº 9249 Fundador/Diretor: Oscar Pires

O DEBATE

facebook/odebate twiter/odebate issuu/odebateon

www.odebateon.com.br

DIÁRIO DE MACAÉ

Governo conclama Câmara a votar empréstimo às pressas Depois de garantir o depósito de R$ 3 milhões, prefeito solicita sessão extraordinária para que o Legislativo possa regularizar transferência de receitas de Macaé para cobrir dívida do Estado com agentes da segurança PÁG. 3 GERAL

READEQUAÇÃO DIVIDE OPINIÕES A

pós uma semana de instalação da ciclofaixa em toda a extensão da Rua Teixeira de Gouveia, no Centro, motoristas estão se desdobrando para encontrar vagas para estacionar veículos nas proximidades. A implan-

tação de um quilômetro da ciclovia na via tem sido alvo de reclamações por parte dos comerciantes, e agora são os condutores que questionam a falta de planejamento por parte do governo municipal, que resultou em transtorno na área

DIVULGAÇÃO

central, onde são concentradas as atividades do setor comercial. A preocupação dos lojistas da área central é que boa parte da população que utiliza automóveis evite ir em direção ao Centro com frequência, já que as vagas foram extintas. PÁG. 5 KANÁ MANHÃES

Vandré Guimarães ouviu a opinião de comerciantes e de pessoas que frequentam o comércio

A Bicicletas passam a ocupar antigas vagas de estacionamento do sistema Rotativo no centro

implementação das mudanças no acesso às lojas situadas no comércio da Rua Teixeira de Gouveia foram acompanhadas ontem pelo vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Vandré

CIDADE

WANDERLEY GIL

Paciente precisa trocar sonda a cada 30 dias no HPM, procedimento que poderia resolver problema de saúde

Idoso de 85 anos não conseguiu prioridade em atendimento PÁG. 2 ECONOMIA

WANDERLEY GIL

FAMMA realiza duas eleições de bairro

Análise da ANP indica redução de venda por causa de altas no preço PÁG. 5

Novo Cavaleiros e Jardim Esperança escolheram seus representantes PÁG. 2

Jovem morre em colisão na RJ 106 Acidente ocorreu na entrada do bairro da Glória PÁG. 6

Macaé tem o valor da gasolina mais caro da Região Norte

Macaenses fazem caravana para jogo Partida entre Portuguesa e Vasco acontece no Rio PÁG. 2

REGIÃO

CADERNO DOIS

Vereadores fortalecem União de folia anima integração regional hoje os Cavaleiros Quissamã e Carapebus formam união parlamentar PÁG. 7

Influência do governo sobre a Câmara garante 'aprovação antecipada' O governo municipal demonstra influência sobre as decisões da Câmara de Vereadores ao "operacionalizar" o compromisso de assumir a dívida do governo do Estado, com os agentes da segurança pública, definindo datas do

depósito de recursos municipais calculados em cerca de R$ 3 milhões, antes mesmo da despesa extra, não prevista no orçamento municipal, ser criada com base na anuência da maioria do plenário da Câmara de Vereadores. PÁG. 3

CIDADE

Crise faz consumo de gasolina cair ESPORTE

do Plano de Ciclomobilidade do município, discutido entre o governo, a Câmara de Vereadores e a sociedade desde o ano passado. O novo acesso ao comércio da Rua Teixeira de Gouveia passa a ser semelhante ao que acontece no Calçadão. PÁG. 7

POLÍTICA

Família luta para agendar cirurgia na rede pública

POLÍCIA

Guimarães (PMDB), que ouviu as demandas dos empresários locais e de pessoas que frequentam o polo do setor varejista da Capital Nacional do Petróleo. Segundo o secretário, a implantação da ciclofaixa faz parte da continuidade de implementação

Grito de Carnaval acontece nesta sexta-feira PÁG. 11

DIVULGAÇÃO

Diretoria da FAMMA comemora sucesso das eleições em 2017

TEMPO

ÍNDICE

Máxima 34º C Mínima 23º C

EDITORIAL

4 CRUZADINHA

C2

PAINEL

4 HORÓSCOPO

C2

GUIA DO LEITOR

4 CINEMA

C2

ESPAÇO ABERTO

4 AGENDA

C2

COTAÇÃO DO DÓLAR

Compra R$ 3,0817 Venda R$ 3,0824

Anuncie: (22) 2106-6060 (215)


2

O DEBATE DIÁRIO DE MACAÉ

Macaé, sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Cidade

NOTA

Jovem supera tumor e é destaque em competição. Aos 11 anos, Sillas Andrade é hoje uma das promessas do projeto social Macaé Pró-Bike

SAÚDE

Família luta para agendar cirurgia na rede Maria Gorete conta que desde agosto tenta marcar o procedimento emergencial para o pai de 85 anos Marianna Fontes

WANDERLEY GIL

marifontes@odebateon.com.br

U

m direito de todo cidadão brasileiro não vem sendo respeitado conforme prevê a Constituição. A história é sempre a mesma, mudam apenas os personagens. Os relatos dos pacientes que fazem uso dos serviços de saúde na rede pública não condizem com a propaganda feita pelo governo municipal na mídia. Essa semana, foi a vez de Maria Gorete Ferreira Matos procurar o jornal para relatar o descaso do poder público com seu pai, Raimundo de Matos, de 85 anos. Ela conta que o idoso operou uma hérnia umbilical em agosto do ano passado e, desde então, começou o drama da família. “Ele fez o procedimento no São João Batista e na época teve uma retenção urinária. O médico deu alta para ele mesmo assim. Eu argumentei dizendo que ele não conseguia urinar, mas foi liberado. Moral da história: hoje ele precisa usar uma sonda, que é trocada a cada 30 dias no HPM”, conta ela. Maria relata ainda que, desde que o pai foi liberado, a família luta para conseguir agendar a

Filha de Raimundo, Maria Gorete, diz que a prefeitura alega que aparelho necessário estaria quebrado

cirurgia de raspagem da uretra. “A gente vem buscando fazer o procedimento o quanto antes, pois ele, que também é paciente oncológico, está sentindo mui-

ta dor e incômodo com o uso da sonda. Quando a gente procura os órgãos da prefeitura, eles alegam que não estão agendando por conta do aparelho que está

quebrado. Agora estou na tentativa de marcar isso no Rio, no Hospital do Fundão”, relata. O sofrimento de Raimundo é ainda maior quando precisa se

deslocar de sua residência no Lagomar. “Dias atrás, precisei buscá-lo para levar ao HPM para trocar a sonda. Saí de casa, na Ajuda de Baixo, fui buscá-lo de

ônibus no Lagomar, e de lá fomos ao Terminal Central para pegar um coletivo para a Virgem Santa. Se para uma pessoa em boa saúde é algo cansativo, imagine para um idoso debilitado. Muitas vezes, o transporte está cheio e as pessoas não dão lugar para ele sentar. É um sacrifício grande”, diz ela. “O pior foi que, nessa última vez, a gente chegou lá e, depois de um tempão esperando acharem a ficha dele, tivemos que voltar para casa sem fazer a troca da sonda porque o médico que faz isso estava realizando duas cirurgias e iria demorar. Não teria condições de deixar meu pai o dia todo lá aguardando sem nenhum conforto”, completou ela. Vale ressaltar que o acesso à saúde pública de qualidade é um direito de todo cidadão brasileiro. A Lei nº 8.080/90 diz que é dever do Estado prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício. O mesmo direito é assegurado pela Constituição Federal de 1988. A nossa equipe de reportagem tentou entrar em contato com a prefeitura, no entanto, a secretaria de Comunicação tem se negado a atender o jornal O DEBATE. Até o encerramento desta edição, ela não se pronunciou sobre o caso.

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES

TAÇA GUANABARA

FAMMA realiza duas eleições de bairro

Macaenses fazem caravana para jogo do Vasco

Novo Cavaleiros e Jardim Esperança escolheram seus representantes No último final de semana, a Federação das Associações de Moradores do Município de Macaé (FAMMA) realizou mais duas eleições: Novo Cavaleiros e Jardim Esperança. No Novo Cavaleiros, a disputa foi acirrada, levando a melhor Marcos Segadas, que foi reeleito com 151 votos, 52 a mais do que seu concorrente, Lorival, que garantiu 99 do total de 250 votos. “Foi uma eleição bastante tranquila devido ao cadastramento dos moradores, que foram os únicos que tiveram direito de votar. Era exigida a carteirinha na hora, o que evitou que pessoas de fora do bairro participassem irregularmente do processo eleitoral”, explica o presidente da FAMMA, Celso Henrique, que afirma que a ideia é fazer esse tipo de cadastro em todo o município a fim de evitar fraudes nas disputas pelas associações. “A partir de 2018, queremos que isso já esteja funcionando em todos os bairros e comunidades. Quem tem que escolher seus representantes é quem vive nas localidades, já que eles têm o interesse de ter alguém para brigar pelas melhorias ne-

cessárias”, enfatiza. Já no domingo (12), a população do Jardim Esperança deixou o calor de lado e foi até o local da votação exercer o seu direito de cidadania. Dos 318 votos, cerca de 50% elegeram Roberto e Andinho, como presidente e vice, respectivamente. Foram 163 votos contra os 153 de Jorge da padaria, apenas 12 votos de diferença. “Os candidatos mostraram que têm a divisão de lideranças, mas todas com a mesma opinião de se juntar ao poder público para realizar as obras

necessárias na sua comunidade. Mesmo perdendo, Jorge disse que vai continuar atendendo as demandas como já vinha fazendo. Todas as duas eleições foram um sucesso”, comemora Celso. A próxima eleição prevista será no próximo domingo (19), das 9h às 17h, na Malvinas. Ao todo serão três chapas disputando: Chapa Um - Tulipa Gaúcho e Mimi do Pagode; Dois - Robertinho e Dandão; Três - Juvenal/ Mussum. “Os moradores podem comparecer, pois vai ser uma eleição com bastante tranquilidade. Há DIVULGAÇÃO

Diretoria da FAMMA comemora sucesso das eleições em 2017

uma semana nos reunimos com os candidatos e informamos que a chapa que causar problemas será, conforme o regulamento da FAMMA, impugnada. Espero a compreensão de todos no dia para receber bem seus eleitores”, informa Celso. BINGO BENEFICENTE E PROJETOS SOCIAIS

Com o objetivo de arrecadar recursos para melhorias na sede da FAMMA, que também é a mesma da Associação de Moradores e Amigos do Bairro Aroeira (AMABA), Celso está organizando um bingo beneficente. A data do evento será no dia 2 de abril, a partir das 14 horas. As cartelas, que já estão à venda, custam R$ 5 cada. Ao todo serão quatro prêmios: uma televisão de 40 polegadas, um tanquinho, uma bicicleta e um ventilador. “Quem quiser colaborar, seja comprando ou ajudando a vender, basta nos procurar. Quero contar com a presença de todos no dia, principalmente das associações de moradores”, ressalta ele. Além disso, após o Carnaval, a AMABA vai ampliar os serviços oferecidos no local. “Além do jiujítsu e da capoeira vamos oferecer, gratuitamente, aulas de balé e ginástica para a terceira idade”, conta o presidente. A sede da FAMMA fica situada na Rua Alcides Mourão, nº 892, na Aroeira.

Torcida “União + Vascaína, + Macaé” vai acompanhar partida contra a Portuguesa no Rio Paixão nacional, o amor pelo futebol não tem limites para quem acompanha de perto o seu time. E foi dessa devoção que surgiu aqui no município a Torcida “União + Vascaína, + Macaé”. Criado esse ano, o grupo reúne torcedores da Cruz de Malta na região. Nesse final de semana, o grupo vai realizar sua primeira caravana. No sábado (18), eles vão sair da Capital do Petróleo rumo ao Rio de Janeiro para assistir a partida entre Vasco e Portuguesa pela Taça Guanabara. Eles avisam que aqueles que tiverem o interesse de se juntar ao grupo para assistir a 5ª rodada do Cariocão podem procurar os representantes até hoje, dia 17. Estão sendo vendidos dois tipos de pacotes: somente transporte/ Van com

ar condicionado - ida/volta (R$ 60) ou transporte com ingresso para o jogo (R$ 85). Em conversa com o jornal O DEBATE, Luciano, que é um dos representantes da “União + Vascaína, + Macaé”, ressalta que o número de vagas é limitado. “Quem tiver interesse nos procure antes para não correr o risco de não conseguir vaga. Temos apenas 15 lugares na van. O nosso grupo é formado por torcedores que realmente amam o time e não buscam confusão. Quem quiser ir com criança pode levar porque a nossa torcida é bem família”, diz Luciano. Para garantir seu lugar, basta entrar em contato com um dos seguintes telefones: (22) 99956-2255 (Luciano) ou (22) 99878-1935 (Nilsinho). O jogo contra a Portuguesa (5º lugar no Grupo C) acontece neste sábado, às 16h30, no Estádio de São Januário - Rio de Janeiro (RJ). O Vasco segue em segundo lugar na tabela da Taça Guanabara com seis pontos e duas vitórias. DIVULGAÇÃO/ PAULO FERNANDES

Jogo contra a Portuguesa acontece neste sábado em São Januário

CARNAVAL

Bloco Bob Marley acontece nesse sábado Evento marca a comemoração de 10 anos do Boi Pintadinho mais famoso da Aroeira Faltando poucos dias para o Carnaval, Macaé já entra no clima de folia com o Bloco do Boi Pintadinho Bob Marley. O evento acontece neste sábado (18), a partir das 14 horas, no Barcelona Club (antiga Cataluninha). A programação começa dentro da quadra com os shows de Júnior Barretus, Grupo Conversaê e apre-

sentações dos Djs Bocão e Dundun. A partir das 20h está prevista a saída do trio elétrico com a Bateria Macaé Show com destino a Aroeira. Segundo a organização, são esperados cerca de 1.200 pessoas no evento, que conta com o apoio da Prefeitura de Macaé, Polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros. “Esse ano fazemos 10 anos de bloco Bob Marley. Foi criado na Rua Cabiúnas, onde sempre se concentrou, com o objetivo de dar alegria a toda população, principalmente a mais carente. A gente faz eventos o ano todo para

conseguir no Carnaval organizar uma festa como essa”, diz um dos organizadores do bloco e responsável pelo Boi, Jordan Chagas. Os ingressos já estão à venda em um dos pontos oficiais (Choperia Largadão- Centro, Bar da VilaAroeira; e Açaí da Vitória- Barra de Macaé) ou podem ser adquiridos no dia. Já a troca pelo abadá deverá ser feita no Restaurante da Dona Maria, situado na Rua Cabiúnas, nº 320 - Aroeira. O preço do terceiro lote é R$ 50 e dá direito ao ingresso mais bebida liberada (cerveja Brahma). A cen-

sura é 18 anos, sendo obrigatória a apresentação do documento original com foto. Tradição na cidade Manifestação folclórica que vem do início do século XVIII, o Boi Pintadinho se disseminou para várias partes do país, entre elas, Macaé. Considerado parte da cultura da Capital do Petróleo, por onde os bois estilizados passam levam multidões. “Esse evento é uma forma de valorizar a tradição do Boi Pintadinho

na cidade. Essa cultura surgiu no município dentro das comunidades, quando as pessoas mais carentes se reuniram para se divertir já que não tinham condições de frequentar os grandes eventos. Acabou tomando uma proporção maior e virou marca de Macaé, principalmente na Aroeira. O Boi Bob Marley atrai as famílias, principalmente as crianças, que gostam mão só de pular o Carnaval, como acompanhar a montagem antes”, explica. Até 2015, os bois desfilavam no Carnaval realizado no Sambódromo, na Linha Verde. Devido a crise

financeira alegada pela prefeitura, o evento gratuito foi cancelado desde então. “É um Carnaval barato, que não requer grandes estruturas. Fora que é uma forma de aquecer o turismo na cidade e ajudar os pequenos comerciantes. Os bois atraem multidões para vê-los. É importante valorizar essa cultura”, ressalta. Atualmente, existem concursos dentro dos próprios bairros, como Aroeira, Botafogo, Alzirão, Morro de São Jorge e Jardim Santo Antônio. “Isso tem sido feito por iniciativa dos próprios moradores”, finalizou Jordan.


O DEBATE DIÁRIO DE MACAÉ

Macaé, sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Política

3

NOTA

Welberth Rezende (PPS) defendeu novas atribuições da Guarda Municipal com base em lei federal

INTERESSES

Influência do governo sobre a Câmara garante aprovação antecipada de empréstimo

Prefeito firma compromisso com o governo do Estado sobre projeto de lei que ainda ver ser discutido pelo plenário Márcio Siqueira

marcio@odebateon.com.br

O

governo municipal demonstra influência sobre as decisões da Câmara de Vereadores ao "operacionalizar" o compromisso de assumir a dívida do governo do Estado, com os agentes da segurança pública, definindo datas do depósito de recursos municipais calculados em cerca de R$ 3 milhões, antes mesmo da despesa extra, não prevista no orçamento municipal, ser criada com base na anuência da maioria do plenário da Câmara de Vereadores. E essa certeza dada pelo prefeito Dr. Aluízio Júnior (PMDB) à administração de Pezão (PMDB), companheiro de partido e um dos seus principais aliados políticos, está baseada também em uma outra estratégia do Executivo sobre as discussões internas do Legislativo: o domínio nas principais Comissões Permanentes da Casa do Povo. No mesmo momento em que a presidência da Câmara definia a distribuição da presidência das Comissões por tamanho de bancada de partidos, dominada pelo PMDB, o prefeito se encaminhava para o Rio de Janeiro com objetivo de reforçar o compromisso de assumir a dívida do Estado, na tranquilidade de ter a maioria da Câmara 'a reboque' do seu objetivo de se transformar em uma liderança regio-

nal, com olhos direcionados às eleições de 2018. E no momento em que o prefeito garantiu ao Estado o depósito dos R$ 3 milhões para sanar dívidas relativas apenas aos agentes públicos que atuam em Macaé, e em outros municípios da região, a Câmara anunciava o desfecho de uma reunião tensa, de quase uma hora, realizada no meio da primeira sessão ordinária do ano, ocorrida na quarta-feira (15). Depois do acordo mantido com base na soberania do PMDB, e não levando em consideração regras do Regimento Inrterno do próprio Legislativo, a presidência da Câmara anunciou os presidentes das 17 Comissões Permanentes da Casa, que são consultadas durante o processo de tramitação de projetos. E o primeiro deles será a proposta de empréstimo assumida pelo prefeito junto ao governo do Estado. Assim, sem grandes surpresas, as duas principais Comissões Permanentes que têm poder de barrar o andamento de projetos propostos, tanto pelos verreadores, quanto pelo governo, passam a ser ocupadas por aliados bem próximos de Dr. Aluízio. Mesmo com o protesto da oposição, o interesse do governo foi preservado sob a ótica da Mesa Diretora da Casa, também dominada por membros da bancada da situação.

WANDERLEY GIL

Plenário e Comissões mais importantes da Câmara passam a ter o domínio da maioria da base aliada do prefeito no Legislativo

Constituição, Justiça e Finanças: presididas por aliados do prefeito Se, no mandato passado, as Comissões Permanentes de Constituição e Justiça (CCJ) e de Finanças e Orçamento (CFO) conseguiram barrar a consolidação do empréstimo dos royalties e levantar questionamentos importantes sobre a legalidade da reforma administrativa e tantas outras proposições do governo, os pareceres sobre a legalidade das matérias do Executivo hoje perderam

força, por não contar com o 'contraditório' da oposição que perdeu vagas de titularidade nessaas análises técnicas . Seguindo o método definido pela presidência da Casa, o PMDB passou a ter o domínio sobre a presidência dessas duas Comissões. Agora, o vereador Julinho do Aeroporto (PMDB), ex-líder da bancada do governo, passa a presidir a Comissão de Constituição e Justiça, composta tam-

bém por Cesinha (PROS) como relator, Paulo Antunes (PMDB) como titular e José Prestes (PPS) como suplente. Já a Comissão de Finanças e Orçamento passa a ser presidida por George Jardim (PMDB), que foi escolhido pelo prefeito Dr. Aluízio como líder da bancada peemedebista na Câmara. A CFO é composta também por Val Barbeiro (PHS) como relator, Cesinha (PROS) como

titular e Marcel Silvano (PT) como suplente. Nas comissões, o presidente, o relator e o titular dão votos sobre o parecer que permite a tramitação dos projetos. Com a maioria, o governo passa a ter uma espécie de garantia antecipada de aprovação dos projetos, tanto nas Comissões como em plenário já que a sua bancada conta com 10 dos 17 vereadores.

SOLIDARIEDADE

CORRERIA

Presidência da Câmara Sindservi compartilha com a PM os impactos convoca às pressas sessão extraordinária das dívidas do governo Reunião marcada para hoje às 10h votará alteração do orçamento e compromisso do prefeito Com base no artigo 110, do capítulo III do Regimento Interno do parlamento, o presidente da Câmara de Vereadores Dr. Eduardo Cardoso (PPS) convocou para esta sexta-feira (17), às 10h, uma sessão extraordinária para discutir e votar um projeto de lei do governo que propõe alterações no orçamento municipal, com objetivo de assumir a dívida do governo do Estado com agentes da segurança pública.

A sessão vai acontecer um dia após a Câmara definir a composição das Comissões Permanentes, especialmente da Constituição e Justiça e a de Finanças e Orçamentos, que precisam emitir parecer sobre a proposta apresentada pelo prefeito Dr. Aluízio Júnior (PMDB) ao governo do Estado na quarta-feira (15). A convocação foi feita ontem aos vereadores através de telefonemas e de comunicados verbais apresentados diretamente aos gabinetes dos parlamentares situados no Palácio Natálio Salvador Antunes. Segundo o Regimento, as sessões extraordinárias podem ser

convocadas a qualquer momento pela Câmara, porém, com três dias de antecedência. Mas o artigo 110 do Regimento indica que em caso de "extrema urgência", a convocação poderá ser feita "por telefone ou telégrafo". A convocação surpreendeu os vereadores que questionaram o porquê do presidente da Câmara não ter anunciado a realização da sessão extraordinária em plenário, durante os trabalhos iniciados na quarta-feira (15). O que chama atenção também é o curto prazo para que as comissões possam emitir pareceres sobre o projeto, enviado ontem ao Legislativo. WANDERLEY GIL

Câmara realiza hoje a primeira sessão extraordinária solicitada pelo Executivo

Sindservi envia ao comando da Polícia Militar ofício para esclarecer posicionamento Vítimas do mesmo caos administrativo da gestão pública, mas com proporções peculiares, os servidores públicos de Macaé compartilharam com os agentes da segurança do Estado o mesmo sentimento de abandono e de revolta, em relação às dívidas trabalhistas que vêm sendo acumuladas pelas administrações em crise, política e institucional. Na última quarta-feira (15), a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Macaé (Sindservi), Rose Mary Gomes, encaminhou ao comandante do 32º Batalhão de Polícia Militar (BPM), coronel Marco Aurélio Vollmer, um ofício esclarecendo o posicionamento da categoria contra a rotina perversa imposta pelo governo municipal em relação ao funcionalismo público da cidade. No ofício, Rose Mary esclarece que as manifestações do Sindservi são contra as decisões do governo municipal de não

garantir o triênio dos servidores municipais e não responder quando será efetivado o pagamento do auxílio-alimentação referente a dezembro do ano passado, além de benefícios que estão sendo cortados sem aviso ou motivo prévio. "Esse ofício só reforça que todos os servidores são vítimas do caos administrativo em que se encontra Macaé e o governo do Estado, mas com proporções diferentes. Aqui, o governo não paga os nossos direitos em nome da crise. Mas nos surpreende ele querer assumir uma dívida que não é do município",

explicou Rose. No ofício, o Sindservi reforça o mérito e o respeito ao trabalho desempenhado pela Polícia Militar em Macaé, na região e no Estado, mas mantém a crítica ao governo municipal por não garantir os direitos dos servidores do município. "Todos nós somos vítimas da mesma crise. Mas não é certo que um governo, que tira da boca da família dos servidores da cidade, assuma um compromisso que não é atribuição ao cargo que foi eleito pelo povo da cidade", afirmou a presidente do Sindservi. WANDERLEY GIL

Rose afirmou que servidores de Macaé são vítimas da mesma crise que afeta os agentes da segurança pública


4

O DEBATE DIÁRIO DE MACAÉ

Macaé, sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Opinião

Passageiros reclamam do transporte no Lagomar. Segundo eles, atrasos e ônibus superlotados estão entre os problemas

FOTO LEGENDA KANÁ MANHÃES

EDITORIAL

NOTA

Subjugados E quanto mais a sociedade clama pela verdadeira transformação da democracia, cobrada desde as manifestações de 2013 - e também durante o processo de impeachment -, mais a classe política dá demonstrações claras de que o poder público está subjugado a interesses que estão bem distantes das necessidades do povo. Em Macaé, o domínio do governo municipal sobre as decisões da Câmara de Vereadores alicerça um caminho nebuloso para o futuro da cidade, que depende especialmente da independência dos poderes emanados do povo, para garantir a construção de verdadeiros dias melhores. A ausência da habilidade para promover o diálogo e o ego imposto pela soberania da cadeira de chefe do Executivo fazem com que a política de Macaé seja reduzida à troca de interesses e à barganha de cargos comissionados e assessorias com canetas sem carga. Como um sopro de esperança, Macaé viu durante os quatro anos passados a resistência de um grupo de oposição que, apesar dos interesses próprios de assumir a administração municipal, conseguiu reverter medidas criadas pelo governo ao custo de acordos partidários e de cavalheirismo que colocavam em risco a sobrevivência financeira da Capital Nacional do Petróleo. Prova disso foi o inesquecível

embate sobre o empréstimo dos royalties, medida imposta pelo governo sobre a bancada de apoio ao prefeito, mas que, mesmo sendo aprovada pela maioria do plenário, acabou sendo barrada na Justiça por questionamentos levados pela oposição. Hoje, no momento em que a cidade avalia as condições da prefeitura para assumir uma dívida que é do governo do Estado faltará esse contraditório na decisão final da Câmara, a partir do compromisso do prefeito de emprestar dinheiro do município para cobrir desfalques criados, comprovadamente, pela corrupção investigada pela Operação Lava Jato. Isso ocorrerá não por falta de novos parlamentares de oposição, que seguem firme na resistência contra os demandos do governo. Mas, sim, pela pressão, cada vez mais forte, do Executivo sobre a bancada de subjugados do parlamento municipal. Assim, mais uma vez, Macaé vai perdendo os rumos da história.

ESPAÇO ABERTO A paz que eu não quero A realidade está cada dia mais violenta. A intolerância contra o imigrante, aquelas crianças e suas famílias atravessando mares, fugindo da guerra, sem abrigo nos países nobres do mundo e mortas. Vítimas da violência. Os mortos e as famílias vítimas do terror que se espalha mundo afora por ações de Estados ou de organizações assassinas. Nos aviões, nos grandes eventos, nos metrôs e trens, em templos religiosos, escolas e hospitais, cinemas e shoppings. Vítimas da violência! Em poucos meses, nos assustamos com as últimas crises de violência. A mais recente, a do estado do Espírito Santo. As famílias dos policiais militares anunciaram ao mundo a precariedade a que são submetidos os que garantem ao estado o poder da segurança pública. E o cenário todos vimos: saques, assassinatos, crimes e mais crimes. É como se somente com a figura violenta do Estado representada pelo Policial pudéssemos sentir segurança. Sem policial na rua está liberado qualquer tipo de crime. Não, não está! Essa postura somente confirma a ideia de que estamos em tempos de guerra, e em tempos assim todo homem é inimigo de todo homem, onde a sobrevivência e a segurança são apenas conseguidas por sua própria força. Estaremos assim caminhando para a barbárie e o fracasso completo da nossa sociedade. Ainda tão grave é a postura acovardada daqueles que se utilizam do momento de incertezas, de histeria social e pânico generalizado pela interpretação míope da rede social e dos jornais da TV para inflar ainda mais o incêndio da insegurança com medidas que não apagam, nem aumentam o fogo da violência. Neste caso está a proposta que está em debate esta manhã (sexta feira 17 de fevereiro de 2017) na Câmara Municipal de Macaé em reunião extraordinária convocada ontem (16). O Prefeito de Macaé pede autorização dos vereadores para pagar o 13º salário dos Policiais Militares do batalhão da região que faz parte o município. Uma medida que, inicialmente, causa aceitação. Uma tentativa de prevenir cenas que se passaram na cidade de Vitória e outras do estado vizinho. Mas, na verdade, há um conjunto de elementos a serem considerados. A Câmara Legislativa

precisa considerar a legalidade da proposta, se tem sustentação legal. E se o Município pode arcar com dívidas de funcionários do Governo do Estado, vítimas da grave crise administrativa consequência dos escândalos de corrupção. Também a sociedade precisa questionar se a alardeada situação de extrema gravidade tem sustentação numérica, se no período da situação mais aguda da PM os crimes aumentaram na cidade. O pagamento seria um empréstimo ao Governo do Estado, significa uma operação de crédito a fundo perdido, sem prazo e sem garantias, também é uma questão. É a oportunidade de tomar uma medida mais concreta e permanente, retomar o convênio do PROEIS com a Polícia Militar. O valor sugerido de R$ 3 milhões para o 13º garante ao menos 3 anos do reforço salarial aos Policiais presentes na cidade. E para além de todo o debate estão os Servidores Municipais: triênios, progressões, aposentadorias, alimentação e refeição, férias, correção de salários de categorias que recebem menos de 1 Salário Mínimo de base são pautas permanentes e o "não antecipado" para qualquer tipo de reajuste. Para mim, servidores vítimas de violência em seus direitos geram como consequência a precarização dos direitos de todo cidadão. Este é um chamado à reflexão, não podemos combater a violência com ações imediatas e imediatistas. A crise é bem mais profunda. É certo que agir é necessário, mas da forma colocada, se está estimulando o pânico geral para forçar uma ilegalidade com o aval do Legislativo. A Câmara violentará seu papel de debater, de defender a lei e a organização da sociedade? “A paz sem voz não é paz, é medo!” Marcel Silvano, vereador

Impactado pela crise do mercado do petróleo, o comércio na área central da cidade avalia também quais serão os efeitos da redução de vagas de estacionamento na Rua Teixeira de Gouveia, em virtude da criação das ciclofaixas. Para alguns empresários do setor, o cenário é preocupante.

PAINEL Esporte

Alvo

Compromissos

Acordos

Fantasmas

Segurança

Líder

Asfalto

Transporte

Estava tudo certo para que o vereador Marvel Maillet (REDE) assumisse a presidência da Comissão Permanente de Esportes do parlamento municipal, algo comum à sua trajetória pessoal e colaboração para projetos sociais realizados na cidade. No entanto, de última hora, a sua indicação foi limada pelo presidente da Câmara, Dr. Eduardo Cardoso (PPS), que é pai do atual secretário municipal de Esportes, Thales Coutinho. Por que será que isso aconteceu?

Em uma espécie de toma lá dá cá, os vereadores veteranos que ajudaram a eleger Dr. Eduardo Cardoso (PPS) como presidente do Legislativo tiveram as suas condições aceitas na hora da composição das Comissões Permanentes. E o interesse para ocupar esses postos é bem simples: além de elevar o poder nas discussões que causam incômodos ao governo, ao presidir Comissões, os parlamentares contam com um maior número de assessores, cargos que estão em falta no Executivo.

George Jardim (PMDB), o 'Leão da Serra', desbancou o vereador vetereno Paulo Antunes (PMDB) e assumiu a liderança da bancada peemedebista na Câmara de Vereadores. A indicação surgiu do próprio prefeito Dr. Aluízio Júnior (PMDB), ao saudar os seus fiéis aliados durante a sessão de abertura dos trabalhos legislativos, na manhã de terça-feira (15). George é irmão de Joaquim Jardim, secretário municipal de Agroeconomia.

E o secretário municipal de Educação, o vereador licenciado Guto Garcia (PMDB), passa a ser o alvo preferencial do 'fogo amigo' disparado por outros parlamentares da bancada de apoio ao prefeito Dr. Aluízio Júnior (PMDB), na Câmara. Para quem não entendeu os motivos, vai a explicação: Guto pretende entrar na dobradinha com o prefeito nas eleições de 2018, para as vagas na Assembleia Legislativa (Alerj) e na Câmara dos Deputados. Isso tem causado ciúmes nos outros aliados.

Órfãos, ex-aliados do governo que atuaram de forma intensa nas eleições de 2016 na tentativa de denegrir a imagem dos adversários, ainda tentam recuperar as assessorias fantasmas na prefeitura, algo que está bem difícil de acontecer. E no momento que esses soldados rasos mais precisam de apoio, por conta da enxurrada de processos que começam a responder na Comarca da cidade, eles acabam tendo as portas fechadas para os seus antigos chefes.

Com o vencimento do contrato de R$ 30 milhões com a empresa São Marcos, bastante utilizado durante as eleições municipais de 2016, a prefeitura já colocou na praça uma nova licitação para contratar empresa que irá prestar o serviço de asfaltamento das ruas da cidade. Com isso, buracos e crateras que se formam em vários pontos do município terão que esperar o processo ser concluído, para que a manutenção seja feita. Por ora, os problemas são resolvidos com areia e pó de brita.

EXPEDIENTE EJORAN - Editora de Jornais, Revistas e agências de Notícias 29699.626/0001-10 - Registrado na forma de lei. DIRETOR RESPONSÁVEL: Oscar Pires. SEDE PRÓPRIA: Rua Benedito Peixoto, 90 - Centro - Macaé - RJ. Confeccionado pelo Sistema de Editoração AICS e CTP (Computer to Plate).Impresso pelo Sistema Offset. CNPJ:

CIRCULAÇÃO: Macaé, Quissamã, Conceição de Macabu, Carapebus, Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu.

A direção do O DEBATE não se responsabiliza e nem endossa os conceitos emitidos por seus colaboradores em ações ou artigos assinados, sendo de total responsabilidade do autor. Filiado à ADJORI-RJ - Associação dos Diretores de Jornais do Estado do Rio de Janeiro e à ADJORI-Brasil - Associação Brasileira de Jornais do Interior. ANJ Associação Nacional de Jornais. ADI Brasil - Associação dos Jornais Diários do Interior. ABI - Associação Brasileira de Imprensa. REPRESENTANTE:

Tráfego Publicidade e Marketing

Rio de Janeiro: Av. Rio Branco, 185 - Sala 1813 - Centro. Tel: (21) 2532-1329 Macaé - Tel/fax: (22) 2106-6060, acesse: http://www.odebateon.com.br, E-MAIL: odebate@odebateon.com.br, COMERCIAL: Ligue (22) 2106-6060 - Ramal: 215, E-MAIL: comercial@odebateon.com.br, classificados: E-mail: classificados@

odebateon.com.br

Seguindo a onda dos empréstimos oferecidos pelo governo municipal ao governo do Estado, fica a sugestão. Por que, então, a prefeitura não assume a responsabilidade de promover os reparos necessários no trecho da Rodovia Amaral Peixoto, em Cabiúnas, que está caindo desde o final do ano passado? Cada vez maior, a cratera indica que há um sério problema estrutural na via que, se for interditada, fechará o principal acesso da BR 101 à Capital Nacional do Petróleo.

O Proeis - Programa Estadual de Integração na Segurança - está sendo apresentado como a verdadeira alternativa para que o governo municipal possa garantir a segurança pública, contribuindo para contornar os impactos da crise do Estado sobre os policiais militares. O programa permite que a prefeitura contrate os soldados em seus dias de folga, mantendo-os nas ruas da cidade. Há quatro anos que essa alternativa não é investida pela gestão 'da mudança'.

Alvo de discussões, e até de protesto de estudantes no ano passado, o Transporte Social Universitário foi regularizado pela prefeitura que realiza o recadastro dos alunos que já utilizam o serviço. Esse processo precisa ser feito até o próximo dia 24. Depois disso, a prefeitura fará a inscrição dos novos beneficiários. O número de vagas novas dependerá da sobra do processo de recadastramento. Hoje, cerca de 600 universitários são atendidos pelo programa.

GUIA DO LEITOR

Telefones úteis

POLÍCIA MILITAR 190 POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL 191 SAMU 192 CORPO DE BOMBEIROS 193 DEFESA CIVIL 199 POLÍCIA CIVIL 123º DP 2791-4019 DISQUE-DENÚNCIA (POLÍCIA MILITAR) 2791-5379 DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL (24 HORAS) 2796-8330 DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL (OPERAÇÕES) 2796-8320 DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL (PASSAPORTE/VISTO) 2796-8320 CÂMARA DE MACAÉ 2772-2288 HPM 2773-0061 CEDAE: 2772-5090 AMPLA 0800-28-00-120 PREFEITURA MUNICIPAL 2791-9008 DELEGACIA DA MULHER 2772-0620 GUARDA MUNICIPAL 2773-0440 AEROPORTO DE MACAÉ 2763-5700 CARTÓRIO ELEITORAL 109º ZONA 2772-3520 CARTÓRIO ELEITORAL 254º ZONA 2772-2256 CORREIOS (SEDE) 2759-3390 CORREIOS CENTRO 2762-7527 CEG RIO 0800-28-20-205 RÁDIO TAXI MACAÉ 2772-6058 CONSELHO TUTELAR I 2762-0405/ 2796-1108 PLANTÃO: 8837-4314 CONSELHO TUTELAR II 2762-9971/ 2762-9179 PLANTÃO: 8837-3294 CONSELHO TUTELAR III (SERRA) 2793-4050/2793-4044 PLANTÃO: 8837-4441


O DEBATE DIÁRIO DE MACAÉ

Macaé, sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Economia

NOTA

Agências da Caixa Ecomômica registram grande procura. FGTS e dúvidas sobre contas inativas elevam movimentação em bancos de Macaé

MACAÉ

Com a redução de estacionamentos, motoristas reclamam da ciclofaixa

Condutores se sentem obrigados a pagar pelo estacionamento privado, que chega a custar de R$ 5 a R$ 10, após o fim de 110 vagas na área central

A

pós uma semana de instalação da ciclofaixa em toda a extensão da Rua Teixeira de Gouveia, no Centro, motoristas estão se desdobrando para encontrar vagas para estacionar veículos nas proximidades. A implantação de um quilômetro da ciclovia na via tem sido alvo de reclamação por parte dos comerciantes, e agora são os condutores que questionam a falta de planejamento por parte do governo municipal, que acarretou em transtornos na área central, onde são concentradas as atividades do setor comercial. Sem as 110 vagas, que existiam antes da ciclofaixa, motoristas e motociclistas pedem que a administração municipal repense o planejamento que foi mal executado. Encontrar uma vaga chega a ser considerado “milagre” para alguns condutores, como para a autônoma Claudete Nogueira. “Está muito difícil achar uma vaga para estacionar. Pensando bem, vou deixar o veículo em casa, pois eu perco muito tempo procurando estacionamento”, disse. A preocupação dos lojistas da área central é que boa parte da população que utiliza automóvel evite ir ao Centro com frequência, já que as vagas foram extintas. É o caso da aposentada Ângela Kohler. “Antes eu vinha umas três vezes por semana, agora com essa dificuldade para estacionar, e até mesmo para atravessar as vias devido a movimentação de ciclistas e veículos, virei aqui raramente”, detalhou.

KANÁ MANHÃES

SEGUNDO ANO CONSECUTIVO

Crise faz venda de gasolina cair Como reflexo da forte recessão e do aumento do desemprego, as vendas de combustíveis apresentaram queda A crise econômica no país faz com que as vendas de combustível registrem queda pelo segundo ano consecutivo. E, dessa vez, a redução no comércio da gasolina é ainda maior. Segundo Agência Nacional do Petróleo (ANP), as vendas de combustíveis em 2016 totalizaram R$ 135,436 bilhões de litros, o que representa uma redução de 4,5% em relação aos R$ 141,811 bilhões em 2015. Os dados foram divulgados na manhã de ontem (16), pela ANP, no Rio de Janeiro. As vendas da gasolina nos postos representaram 43,019 bilhões de litros, um aumento de 4,6% em relação aos 41,137 bilhões de litros no ano anterior. Já o consumo de etanol hidratado, que foi de 17,863 bilhões de litros em 2015, caiu 18,3%, resultando em 14,586 bilhões de litros em 2016. O etanol to-

tal - soma de anidro, etanol misturado à gasolina e hidratado teve queda de 9% frente a 2015: de 28,796 bilhões de litros para 26,201 bilhões de litros. Nas vendas de óleo diesel, a queda foi de 5,1%: de 57,211 bilhões de litros para 54,279 bilhões de litros. O consumo do diesel é um indicador da movimentação da economia, usado principalmente para o transporte de cargas. Já a redução nas vendas de biodiesel também foi de 5,1%: de 4,005 bilhões de litros em 2015 para 3,799 bilhões de litros em 2016. De acordo com os dados divulgados pela ANP, as vendas de gás de cozinha (GLP) aumentaram 1,1%: de 13,249 bilhões de litros para 13,398 bilhões de litros. Houve redução na venda do querosene de aviação (QAV) de 8%: de 7,355 bilhões de litros para 6,765 bilhões de litros. Quanto ao óleo combustível, a queda foi de 32,4%: de 4,932 bilhões de litros para 3,333 bilhões de litros. O gás natural veicular (GNV) registrou crescimento de 3,2 % no volume comercializado. WANDERLEY GIL

Além do prejuízo nas vendas dos comércios, agora são os condutores que reclamam da falta de estacionamento após a retirada de 110 vagas na área central

Além dos condutores que questionam a implantação, e que agora se sentem obrigados a pagar pelo estacionamento privado, cujos valores giram entre R$ 5 a R$10 por hora, lojistas solicitam que a Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) se pronunciem junto ao poder público sobre a implantação da ciclovia, pois vem provocando prejuízo ao setor, e que um estudo seja feito para a remoção da ciclofaixa no local. A ACIM informou, por meio de nota, que está ouvindo os empresários, e que irá se pronunciar sobre a redução das

vagas públicas de estacionamento somente após a reunião de diretoria, que está agendada para ocorrer no próximo dia 22. A queda nas vendas é nítida, sendo estimada em cerca de 30% pelo lojista Nilton Oliveira. "Em apenas uma semana, meu estabelecimento comercial teve um prejuízo expressivo devido a implantação da ciclofaixa”. Para ele, as 110 vagas que foram retiradas da via prejudicaram os condutores, e essa decisão reflete no comércio central, que não consegue acompanhar o crescimento da frota de veículos - segundo a secretaria de Mobilidade Urbana de Macaé chegou a 90 mil carros em 2015.

Outro problema apontado pelos condutores é que boa parte das empresas privadas de estacionamentos, que atuam no município, não emitem nota fiscal. Deixar de emitir o cupom com CNPJ a pedido do cliente, pelo serviço de estacionamento em Macaé, é prática comum. Quem denuncia é a aposentada Adelma Moreira, que diz “É muito difícil encontrar uma empresa de estacionamento que emita o documento fiscal no momento da cobrança da fatura”. As empresas que não emitem notas fiscais estão sonegando impostos, e o município deixa de receber a receita.

ATENDIMENTO ESPECIAL

Agências da Caixa Econômica registram grande procura KANÁ MANHÃES

FGTS e dúvidas sobre contas inativas elevam movimentação em bancos de Macaé Após dois dias do anúncio do calendário de saques das contas inativas do FGTS - Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, as três agências da Caixa Econômica Federal em Macaé, que abriram às 9h, de quinta-feira (16), apresentaram movimentação intensa com atendimento a cerca de 170 pessoas. A agência do Centro recebeu grande número de trabalhadores interessados em esclarecer dúvidas e verificar o valor total a receber. De acordo com a gerência da agência do Centro, a movimentação maior já era esperada desde a última quarta-feira (15), e que nesta sexta-feira (17) a expectativa é que aumente ainda mais, chegando a 250 atendimentos. “Mesmo em tempos de alta tecnologia, ainda temos pessoas que não contam com o acesso ao site do banco ou aos aplicativos de celulares. Mas o atendimento foi tranquilo”, declarou a gerência, afirmando que o funcionamento

5

A expectativa é que o movimento aumente nesta sexta-feira (17) e sábado (18)

especial aos sábados será importante para que os trabalhadores esclareçam suas dúvidas sobre contas inativas e saques do FGTS. A gerência explicou ainda que os bancos da cidade estabeleceram critérios para aperfeiçoar o processo de recebimento. “Quem possuir conta poupança individual terá os valores creditados nas contas. Os correntistas poderão optar pelo site, pelo telefone do banco ou pelo recebimento em conta. As contas inativas com saldo de até R$ 1,5 mil poderão

ser sacadas no autoatendimento, apenas com uso da senha do Cartão Cidadão. Outras opções são o correspondente Caixa Aqui e as casas lotéricas, onde são permitidos saques de até R$ 3 mil, mediante documento de identificação do trabalhador, Cartão Cidadão e senha”. Valores acima de R$ 3 mil serão sacados exclusivamente nas agências. E para sacar valores superiores a R$ 10 mil será necessário apresentar a carteira de trabalho ou documento que comprove

a extinção do vínculo do trabalho. As regras para os saques em dinheiro de contas inativas do FGTS valem para retiradas até o dia 31 de julho. Aqueles que não conseguirem fazer as retiradas até o prazo limite não conseguirão fazer o saque em outra data. Após 31 de julho, os saques de contas inativas só poderão ser feitos nas outras situações previstas em lei, como aposentadoria ou após a conta de FGTS permanecer sem depósitos por 3 anos ininterruptos.

Postos de gasolina sofrem com a redução das vendas de combustíveis


6

O DEBATE DIÁRIO DE MACAÉ

Macaé, sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Polícia

NOTA

Jovem morre em colisão após perder o controle do carro. Acidente ocorreu na Rodovia Amaral Peixoto e a vítima estava sozinha no carro.

MACAÉ

Suspeito de gerenciar tráfico é preso na Granja dos Cavaleiros

FOTOS DIVULGAÇÃO PM

A pistola foi encontrada após várias buscas da PM em sítio na Granja dos Cavaleiros

A Polícia Militar realizou outras ocorrências que resultaram na detenção de suspeitos de tráfico e roubo

A

Polícia Militar (PM) realizou operações em Macaé que resultaram em apreensões de materiais ilícitos e detenção de suspeitos. As ações ocorreram nos bairros Granja dos Cavaleiros, Brasília e Centro. A equipe do Grupamento de Ações Táticas (GAT) recebeu informações privilegiadas de que elementos suspeitos de tráfico, oriundos da comunidade Malvinas, entre eles o gerente geral, estariam em um sítio, na Alameda Industrial Silvino Frota, no bairro Granja dos Cavaleiros. De imediato, a guarnição foi ao local verificar e conseguiu observar quando um dos suspeitos deixou a residência, sendo abordado pelos policiais. O homem, identificado como C.R.B, 47 anos, permitiu a entrada da

equipe no local, sendo então, localizado o outro elemento, identificado como Carlos André Lopes dos Santos, 39 anos, vulgo “Soldado” e apontado como gerente geral do tráfico pela facção criminosa “Amigos dos Amigos” (A.D.A.). Em seguida, os suspeitos foram encaminhados à 123ª DP, onde uma consulta apontou existir um mandado de prisão em desfavor de Carlos André, que permaneceu preso. Ainda na delegacia, a equipe recebeu informações de que no sítio havia material escondido. De imediato, a guarnição voltou ao local e após várias buscas conseguiram localizar uma pistola de 9 mm com a numeração raspada e 17 munições. Retornando à delegacia, a ocorrência foi registrada e encerrada. A arma de fogo ficou apreendida.

A Polícia Militar não divulgou se o primeiro suspeito também ficou preso. Em outra ocorrência, no bairro Brasília, uma denúncia informou que elementos da facção criminosa “A.D.A” estariam traficando na Rua Caetano Correia dos Reis. No local, a guarnição encontrou dois elementos suspeitos. O primeiro deles, identificado como D.A.S.G, 18 anos, estava com uma sacola que continha 130 buchas de maconha. Com o outro suspeito, menor de idade, 16 anos, nada de ilícito foi encontrado. No entanto, ele teria confessado à guarnição que pertencia ao tráfico de drogas local. Diante dos fatos, os dois foram encaminhados à 123ª DP, onde o primeiro elemento foi preso e o adolescente foi apre-

As drogas foram apreendidas

endido por crime análogo à associação para o tráfico. CENTRO

Uma guarnição realizava deslocamento, quando foi aciona-

O suspeito foi detido por populares e encontrado com produtos para o cabelo que teriam sido furtados da farmácia

da para verificar um elemento detido por populares, suspeito de ter furtado uma farmácia, na Rua Dr. Luís Belegard, no Centro. No local, os policiais encontraram o suspeito imobilizado

e com uma mochila contendo seis condicionadores e quatro kits de produtos para cabelos. Maycon Douglas Rodrigues Ferreira, de 22 anos foi encaminhado à delegacia e ficou preso.

SERRA

Polícia detém suspeitos de tráfico e eles são ouvidos e liberados na delegacia Um dos adolescentes apreendidos já é conhecido pela polícia quando foi detido com um rádio-transmissor Durante patrulhamento da Polícia Militar na região serrana, no distrito de Córrego do Ouro, uma guarnição deteve quatro elementos suspeitos que estavam em posse de drogas. Encaminhados à 123ª DP, um deles foi autuado por posse e uso de entorpecentes; os outros elementos foram ouvidos na condição de testemunhas.

Segundo as informações, os policiais abordaram e revistaram os suspeitos, sendo encontrados R$ 115 em espécie e uma bucha de maconha com o menor de 16 anos. Após buscas minuciosas próximas ao local mais 11 buchas da mesma droga e dois pinos de cocaína foram encontrados. Indagados sobre o material, os quatro suspeitos não assumiram sua propriedade. Ato contínuo foram encaminhados à 123ª DP, onde, após avaliação de um dos policiais, somente o menor de idade encontrado com dinheiro e uma bucha de maconha foi enquadrado por posse e uso de entorpecentes. Os outros

elementos foram ouvidos na condição de testemunhas, sendo todos liberados após depoimentos. A PM ressaltou que o outro adolescente, também de 16 anos, já havia sido apreendido em outras operações da polícia, em posse de um rádio-transmissor, sendo ele autuado pelo crime análogo ao tráfico de drogas naquela oportunidade. A polícia também informou que todos os envolvidos seriam da facção criminosa do “Comando Vermelho” (CV). COLABORAÇÃO

Para ajudar a Polícia Militar no

combate à criminalidade e violência em toda a área do 32º Batalhão de Polícia Militar (BPM), qualquer cidadão pode denunciar pessoas e situações suspeitas. Basta entrar em contato com o Disque-Denúncia da Polícia Militar através do número 27657296. O telefone está à disposição da população 24 horas por dia para atender todos os chamados, e não é preciso se identificar. Além das ligações, os cidadãos também podem passar informações pelo WhatsApp, através do número 98168-2344. Ou por e-mail para: denuncie@32bpmrj.org .

WANDERLEY GIL

Jovens suspeitos de tráfico são encaminhados à delegacia e liberados após prestar depoimentos

RIO DAS OSTRAS

Elemento encapuzado invade residência e tenta estuprar mulher Equipe da P2 apreende materiais de “jogo de azar” e suspeitos são ouvidos e liberados Durante o patrulhamento de uma guarnição da Polícia Militar (PM), no bairro Jardim Patrícia, em Rio das Ostras, a viatura foi acionada para verificar uma suposta tentativa de estupro e roubo de aparelho celular. No local, os policiais fizeram contato com a vítima, 28 anos, e uma testemunha, 44 anos, que informaram que um elemento encapuzado entrou na residência pela janela do quarto da vítima e tentou o estupro, mas não obteve êxito já que precisou fugir. Durante a fuga, o suspeito teria levado o aparelho celular da vítima e deixado no local uma arma de fogo, sem munição. A vítima apontou também o homem que seria autor do crime, mesmo ela não tendo visto seu rosto. Diante dos fatos, a guarnição encaminhou os envolvidos para a delegacia, inclusive o homem apontado pela vítima como autor da tentativa de estupro. O

FOTOS DIVULGAÇÃO PM

fato foi registrado, tendo sido ouvido e liberado o suspeito, de 40 anos, devido não haver materialidade que o mantivesse preso. JOGOS DE AZAR

A equipe do Serviço Reservado (P2), em posse de informações do Disque-Denúncia de que estaria ocorrendo a prática de “jogo do bicho”, em um estabelecimento, no bairro Village, em Rio das Ostras, seguiu para o local. No endereço, os policiais encontraram uma mesa com o seguinte material: um tablet, uma impressora, duas calculadoras, seis bobinas para impressora, um pen drive e R$ 264 em espécie. Lá, duas pessoas foram encontradas, sendo uma delas apontada como o anotador das apostas e um apostador. Encaminhados à delegacia, os dois foram ouvidos e liberados, ficando o material apreendido.

LEGISLAÇÃO

De acordo com a Lei das Contravenções Penais, Lei nº 3.688/1941, artigo 50, é ilegal: “Estabelecer ou explorar jogo de azar em lugar público ou

RJ-106

Jovem morre em colisão após perder o controle do carro Acidente ocorreu na Rodovia Amaral Peixoto e a vítima estava sozinha no carro

O suspeito teria deixado um revólver no local no momento da fuga

acessível ao público, mediante o pagamento de entrada ou sem ele. A pena pode variar de três meses a um ano de prisão e multa, estendendo-se os efeitos da condenação à perda dos moveis

Os materiais encontrados foram encaminhados à 128º DP e ficaram apreendidos

e objetos de decoração do local.” Já a Lei de Crimes contra a Economia Popular, Lei nº 1521/51, art. 2º, inciso IX, diz que: “obter ou tentar obter ganhos ilícitos em detrimento do

povo ou de número indeterminado de pessoas mediante especulações ou processos fraudulentos, pode gerar detenção, de seis meses a dois anos, e multa.”

Na madrugada de quintafeira (16), por volta de 00h30, o Corpo de Bombeiros foi acionado para verificar um acidente na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), na entrada do bairro da Glória, sentido Rio das Ostras. No local, a equipe encontrou o condutor de um veículo Peugeot já em óbito. Segundo as informações, a vítima estava sozinha no carro quando perdeu o controle e colidiu em um ponto de ônibus, subindo o canteiro e resultando na queda do automóvel logo após a linha férrea. A vítima foi identificada como Allan Coutinho, 24 anos.


O DEBATE DIÁRIO DE MACAÉ

Macaé, sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Geral

7

NOTA

Pezão se reúne com presidentes da Câmara e do Senado em Brasília

IMPLANTAÇÃO

Readequação de acesso ao comércio é avaliada por secretaria Vandré Guimarães ouviu de perto as demandas de empresários e de pessoas que circulam na Rua Teixeira de Gouveia Márcio Siqueira

marcio@odebateon.com.br

A

implementação das mudanças no acesso às lojas situadas no comércio da Rua Teixeira de Gouveia foram acompanhadas ontem pelo vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Vandré Guimarães (PMDB), que ouviu as demandas dos empresários locais e de pessoas que frequentam o polo do setor varejista da Capital Nacional do Petróleo. Vandré defendeu as medidas

adotadas pelo governo de readequação da mobilidade urbana na Rua Teixeira de Gouveia, que consiste na implantação do trecho de pouco mais de 1,7 quilômetros da ciclofaixa, compreendidos entre o início da via, próximo a Praça Washington Luiz, até o cruzamento com a Avenida Papa João XXIII, sentido Imbetiba. Segundo o secretário, a implantação da ciclofaixa faz parte da continuidade da implementação do Plano de Ciclomobilidade do município, discutido entre o governo, a Câmara de

DIVULGAÇÃO

Vandré Guimarães ouviu a opinião de comerciantes e de pessoas que frequentam o comércio na Rua Teixeira de Gouveia

Vereadores e a sociedade desde o ano passado. "Esse é um processo de continuidade na implementação de um conceito novo de mobilidade urbana, mais saudável e sustentável. O Plano de Ciclomobilidade vem sendo implantado com base em discussões públicas promovidas ao longo de dois anos, com respaldo em estudos técnicos que conciliam conforto, segurança e melhor acesso a áreas onde o trânsito é mais condensado", disse. Vandré explicou que as 87 vagas de estacionamento suprimi-

REGIÃO

das da Rua Teixeira de Gouveia, para a implementação da ciclofaixa, foram transferidas para ruas transversais da via arterial do centro da cidade. "As vagas não deixaram de existir, apenas passaram a ser criadas em ruas onde o 'Rotativo' não era cobrado e acabam sendo utilizadas como espaços permanentes de paradas de veículos", explicou. Para Vandré, o novo acesso ao comércio da Rua Teixeira de Gouveia passa a ser semelhante ao que acontece hoje com as lojas do Calçadão da Avenida Rui

Pezão se reúne com presidentes da Câmara e do Senado em Brasília Governador tenta fechar acordo que vai restabelecer pagamento dos servidores do Estado

Integração entre vereadores fortalece parceria política em prol da região

Vereadores de Quissamã participam da abertura de sessões em Carapebus O presidente da Câmara de Quissamã, Luciano Pessanha, acompanhado dos vereadores Chiquinho Arué, Alexandra Moreira, Calico, Luiz de Acil, Marcos da Silva e Zé Borba participaram, nesta quartafeira (15), da sessão de abertura dos trabalhos legislativos em Carapebus. A presente sessão contou com a presença da Prefeita Cristiane Cordeiro, do exprefeito Eduardo Cordeiro, do Presidente da Câmara de Con-

nas ruas transversais. A nossa proposta é criar mais vagas exclusivas e tornar ainda melhor o acesso ao comércio, sem criar qualquer tipo de impacto ao setor", explicou. Vandré afirmou também que o centro vive hoje um processo de adaptação das novas adequações e que a normalidade deve ocorrer em breve. "Trabalhamos sempre para melhorar o dia a dia da cidade, com medidas técnicas e avaliadas com antecedência. Estamos certos de que, após a adaptação, as coisas vão se acertar", disse.

PACTO ASSESSORIA

Encontro parlamentar regional contribuiu para fortalecimento de demandas locais

Barbosa. "No Calçadão, os clientes vão até as lojas a pé e chegam, ou de ônibus, ou param carros em ruas transversais. Isso vai acontecer na Rua Teixeira de Gouveia, que passa a ter um aspecto mais limpo e menos condensado", disse Vandré. O secretário ouviu ontem as opiniões de comerciantes e de pessoas acostumadas a frequentar o comércio no local. "Existe uma grande preocupação com a acessibilidade. Mas as vagas de idosos e deficientes continuam existindo, agora

ceição de Macabu - Toninho da Saúde, além de secretários e autoridades locais. Na ocasião, os vereadores expuseram suas satisfações em fazer parte do Legislativo Municipal, destacando o trabalho em prol dos cidadãos carapebuenses, ressaltando assim a humildade de trabalhar em conjunto com o Poder Executivo e os demais colegas. Ao fazer o uso da palavra, o vereador Luciano Pessanha parabenizou as mulheres que conduzirão o município de Carapebus durante os próximos quatro anos, pois com sensibilidade farão o melhor para cidade. Luciano destacou também a importância da aliança

com os municípios vizinhos e a busca do progresso na região. “A Câmara de Quissamã está de portas abertas para receber todos vocês e contribuir no que for possível”, disse. A vereadora presidente, Tânia Cabral, lamentou a situação precária em que o município se encontra e enfatizou a importância da parceria entre os municípios vizinhos, buscando assim melhorias para sanar as necessidades do seu povo. Aproveitou para dizer que, durante o seu mandato, quer a população presente, pois os cidadãos precisam participar ativamente e acompanhar as atividades realizadas pelo legislativo.

Em mais um dia em Brasília para buscar alternativas para a crise financeira do Rio, o governador Luiz Fernando Pezão participou, na quarta-feira (15), da reunião do Fórum Permanente de Governadores. Pezão e outros 12 chefes dos Executivos estaduais discutiram as pautas de interesse comum dos governos e, em seguida, se reuniram com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o presidente do Senado, Eunício Oliveira, para pedirem celeridade na votação dos projetos que tratam da repatriação de recursos emitidos no exterior e da securitização da dívida ativa. "Pedimos prioridade na votação da questão da repatriação e do projeto do senador José Serra, que trata da securitização das dívidas ativas, porque é um dinheiro que pode entrar

imediatamente nos cofres dos estados e dos municípios. O presidente Rodrigo Maia se comprometeu a colocar em apreciação o projeto de repatriação na Câmara. Pedimos também ao presidente Eunício que o Senado vote o mais rápido possível", disse Pezão. O governador voltou a afirmar que o pedido da Força Nacional de Segurança e Forças Armadas foi uma medida preventiva, uma vez que a cidade está com muitos eventos devido a proximidade do Carnaval. "Precisamos muito de reforço, não é trivial ter 2 milhões de pessoas na praia, ter mais de 600 mil pessoas em blocos de carnaval, ter jogo do Flamengo e Botafogo, somente num final de semana. Não temos policiamento para dar conta de tudo isso. Eu agradeço muito ao presidente Michel Temer, ao ministro Raul Jungman, e ao exministro Alexandre de Moraes, que há 21 dias já havia enviado a Força Nacional de Segurança para o Rio", afirmou. Pezão destacou ainda que os

policiais do Rio têm sido solidários com o governo. "Eles confiaram na nossa palavra e eu quero, sempre que possível, valorizar os policiais. Conseguimos fazer o pagamento dos salários ontem e honrar com mais uma parcela do aumento que havíamos dado em 2014", ressaltou. O Governo do Rio depositou, nesta terça-feira (14), os salários integrais de janeiro dos servidores ativos da Educação e de todos os servidores ativos, inativos e pensionistas da Segurança - policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e demais funcionários das secretarias de Segurança e Administração Penitenciária e órgãos vinculados. Ao todo, foi depositado o valor líquido de R$ 920 milhões. Os servidores da Segurança receberam o pagamento de janeiro com até 10,22% de aumento, equivalente à terceira parcela do reajuste que foi aprovado, em cinco parcelas anuais, em 2014, pela Assembleia Legislativa. ASSESSORIA

Encontro teve como proposta principal a consolidação do pacto de recuperação fiscal


O DEBATE DIÁRIO DE MACAÉ

Política

Macaé, Terça-Feira, 12 de Julho de 2011

1


O DEBATE DIÁRIO DE MACAÉ

Política

Macaé, Terça-Feira, 12 de Julho de 2011

1


O DEBATE DIÁRIO DE MACAÉ

Política

Macaé, Terça-Feira, 12 de Julho de 2011

1


www.odebateon.com.br

Macaé (RJ), sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017, Ano XLI, Nº 9249

Fundador/Diretor: Oscar Pires

11

CADERNO DOIS O DEBATE DIÁRIO DE MACAÉ

União de folia e animação hoje nos Cavaleiros O grande Grito de Carnaval acontece nesta sexta-feira (17) unindo o Cordão do Boitatá da Praça XV, a banda Cambada e o Bloco da Cidade Isis Maria Borges Gomes isismaria@odebateon.com.br

A

folia vai rolar solta nesta sexta-feira (17) em Macaé. Neste clima de animação, a banda Cambada e o Bloco da Cidade se unem ao Cordão do Boitatá da Praça XV para fazer o maior Grito de Carnaval da região. O evento é promovido pelo Polo Gastronômico Praia dos Cavaleiros, em parceria com o SESI Cultural e Prefeitura Municipal de Macaé, contando com a participação de todos os blocos dos Resgatadores da Folia Samuel 60 anos. A festa abre oficialmente a programação de carnaval da cidade, resgatando assim a tradição da cultura carnavalesca macaense, no sentido de trazer de volta os carnavais de rua que marcaram época. Assim, sambas, choros, maxixes, afoxés da Bahia, marchinhas e frevos vão compor o repertório carnavalesco da Orquestra de Rua do Cordão do Boitatá. O grupo também apresenta músicas que vão desde o “Trenzinho do Caipira”, de Villa-Lobos, passando por músicas de compositores africanos, como o nigeriano Fela Kuti ou o sul-africano Abdullah Ibrahim,

ou mesmo trazendo Bob Marley para o samba-reggae, ressaltando a diversidade e a versatilidade do grupo. GRITO DE CARNAVAL

O grande Grito de Carnaval irá contar com uma infraestrutura de segurança, conforto e comodidade que está sendo providenciada pelos empresários do Polo Gastronômico. Na oportunidade, bebidas e petiscos serão comercializados a preços populares. O evento é gratuito. E já estão à vendas as camisas do evento no restaurante Picanha do Zé, por R$ 20 reais. A organização explica que não é necessário ter a camisa para participar, apenas estão sendo disponibilizadas para quem se interessar. O bloco Boitatá foi um dos responsáveis pela revitalização do carnaval de rua carioca. Todos os anos atrai milhares de foliões para suas apresentações, que chegam a durar sete horas, sempre no domingo de carnaval. O sucesso promete se repetir na orla da Praia dos Cavaleiros. A banda Cambada de Macaé irá apresentar um show com músicas de Roberto Carlos e Raul Seixas chamado "O Rei e o Profeta".

Boitatá O carnaval do Cordão do Boitatá é dividido em dois momentos: o pré-carnaval com um Cortejo, da Praça X V no RJ até a Praça Tiradentes, que conta com uma orquestra de sopros e percussão com mais de 90 músicos, e o tradicional Baile Multicultural do Cordão do Boitatá, em palco montado na Praça XV no domingo de Carnaval. A par tir de 2006, além do tradicional cortejo, que chega a reunir quase 100

Cordão do Boitatá: o grupo e o bloco O pioneirismo e a vanguarda são papéis exercidos pelo Cordão do Boitatá no carnaval de rua do Rio de Janeiro, desde sua retomada no fim dos anos 90. Criado em 1996, o grupo Cordão do Boitatá tem como referência a diversidade cultural da música e das festas populares brasileiras. Boitatá é uma palavra de origem tupi-guarani, que significa cobra de fogo. O Cordão do Boitatá foi pioneiro e teve um papel essencial na retomada e na revitalização do Carnaval de rua da cidade. Desde 1997, o bloco circula pelas ruas estreitas repletas de casarios do Rio Antigo, proporcionando uma acústica perfeita, já que o percurso é realizado sem caixas de som. Ao longo dos anos, a festa se

adaptou ao crescente número de foliões, recriando seu formato e prevendo maneiras de tornar a folia criativa artisticamente e responsável socialmente. O carnaval do Cordão do Boitatá é dividido em dois momentos: o pré-carnaval com um Cortejo, da Praça XV até a Praça Tiradentes, que conta com uma orquestra de sopros e percussão com mais de 90 músicos, e o tradicional Baile Multicultural do Cordão do Boitatá, em palco montado na Praça XV no domingo de Carnaval. A partir de 2006, além do tradicional cortejo, que chega a reunir quase 100 instrumentistas de sopros e percussão, e milhares de foliões fantasiados, o bloco também promove um grande show de Carnaval ao

ar livre, com inúmeros convidados ilustres, como Martinho da Vila, Jongo da Serrinha,Teresa Cristina, Roberta Sá, Marisa Monte, Hamilton de Holanda e Yamandu Costa, dentre outros grandes nomes da música brasileira. O show acontece em palco montado pelo grupo na Praça XV, com som amplificado para mais de 80.000 foliões, com um padrão técnico digno dos principais festivais da cidade. Em fevereiro de 2004, o grupo Cordão do Boitatá lançou seu primeiro CD, “Sabe lá o que é isso?”. No Carnaval de 2014, ganhou o Prêmio Serpentina de Ouro, na categoria “Melhor Bloco”. E no Carnaval de 2011, ganhou o Prêmio O Globo de Blocos, na categoria “Melhor Música”.

instrumentistas de sopros e percussão, e milhares de foliões fantasiados, o bloco também promove um grande show de Carnaval ao ar livre, com inúmeros convidados ilustres. O show acontece em palco montado pelo grupo na Praça XV. FORMAÇÃO DO BOITATÁ

O bloco Boitatá é formado por Kiko Horta (acordeom), Cris Cotrim (voz e cavaquinho), Luiz Flávio Alcofra

(v iolão), Thiago Q ueiroz (sax barítono e alto), Rodrigo Scofield (bateria) e Paulino Dias (percussão), o Cordão do Boitatá conta ainda com o apoio de músicos convidados, como Chico Oliveira (baixo), Daniela Spielmann (sax tenor), Nailson Simões (trompete), Everson Moraes (trombone), Maionese (flauta e flautim). Na percussão, Paulino Dias, Naif Simões e Mangueirinha, diretor de bateria da GRES Unidos de Vila Isabel.


12

CADERNO DOIS

O DEBATE DIÁRIO DE MACAÉ

Macaé, sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Bokaloka e Mistura Rica agitam o domingo A primeira edição do projeto Retrô vai rolar com a roda de samba sob o comando dos grupos Bokaloka e Mistura Rica, e com a participação do Dj Nadinho Isis Maria Borges Gomes isismaria@odebateon.com.br

U

ma super roda de samba promete animar a noite deste domingo (19) na cidade. É a primeira edição do projeto Retrô, sendo aberta pelo grupo Bokaloka e comandada pelo grupo Mistura Rica, com a participação do Dj Nadinho. O agito terá início às 19h no Quenzas Hall garantindo um noite de muita diversão para a galera macaense. A classificação etária é de 16 anos. Quem não quiser ficar de fora dessa festa deve garantir o ingresso pelo valor de R$ 25 (1º lote), R$ 30 (2º lote) e R$ 50 (camarote). Os pontos de venda são Choperia Largadão, Bar do Betão e Virgens e Vilões. BOKALOKA

O Bokaloka surgiu no ano de 1995 com o nome de "Água na boca", e era formado por Renatinho (vocalista), Toninho Branco (cavaco), Leandro (pandeiro), Layse (percussão), Robinho (bateria), Pedro Py (teclado), Marcelo (baixo) e Bidú (surdo). Em 1997 lançou o seu primeiro CD "você vai se amarrar" (Indie Records) sendo "Mais uma chance" a primeira música de trabalho. Em 1998 o segundo CD "Apaixonado" com as músicas "apaixonado" e "shortinho saint tropez". Em 1999 o terceiro CD "Bokaloka" pela EMI, sendo "Duas paixões" a música de trabalho.

Grupo Mistura Rica

Em 2001 alguns discos ao vivo gravados de show do Bokaloka foram lançados no mercado alternativo caindo no gosto popular e aumentando ainda mais a popularidade do grupo, já com a nova formação que além de Renatinho e Toninho traz também: Adilsom Sorriso (surdo), Juninho Camaleão (percussão) e Tinho (pandeiro). A popularidade dos CD's alternativos foi um dos fatores que levou a gravadora DECK DISC a lançar o CD "Bokaloka de verdade Ao Vivo", que tem feito muito sucesso por todo Brasil. GRUPO MISTURA RICA

O Grupo Mistura Rica é formado por Marcelo Duque Ramos (cavaco e vocal); Ricardo Mariano (repique e vocal); João Paulo (violão); Pablo Quintanilha ( banjo); Adilson Vargas (pandeiro); David Quintanilha (tantan); Adelson Bento (bateria).

Bokaloka

No ano de 2006, existiam diversos grupos - Ginga Negra, Grupo Nação do Samba, Grupo Sem Limite - destacando-se sempre a amizade entre os integrantes. Esses jovens músicos e grandes amigos perceberam que tinham diversos interesses mútuos e muitos sentimentos em comum, especialmente no que se refere ao lado profissional. Neste sentido, decidiram unir todos os seus conhecimentos e inspirações em um só grupo, sem deixar de lado suas raízes. O grupo passa a fazer alguns eventos, sem a participação dos respectivos grupos. E a brincadeira virou coisa séria. Nasce aí o Grupo Mistura Rica, repleto de sonhos e desafios. Genuinamente macaenses, nascidos e criados aqui, os músicos do Mistura Rica cresceram dentro da musicalidade. Dessa forma, o samba sempre correu nas veias dos integrantes do Mistura Rica, que começaram a se apresentar em

festas e eventos, abrindo shows e passando, então, a serem admirados e respeitados. O reconhecimento do profissionalismo, carisma e talento correu a cidade, ultrapassou limites do município macaense, ganhando outros centros. Assim, o Grupo Mistura Rica já acompanha expressivos fenômenos do samba brasileiro, como Almir Guineto, Reinaldo, Jorgynho China, Carlos Caetano, João Martins, Renato Santos, Juninho Thybau, Gabby Moura, Toninho Geraes, Fred Camacho. SERVIÇO

Roda de Samba Bokaloka e Grupo Mistura Rica 19 de fevereiro Quenzas Hall ● HORÁRIO: às 19h ● DATA:

● LOCAL:

Bailinho de carnaval anima a criançada hoje Gente grande e pequena, apreciadores de um bom bailinho de carnaval, já têm programação garantida. Nesta sexta (17), acontece o primeiro Pré-Carnaval Kids Folia, no espaço Full Time - Polo de Atividades Integradas (antigo The Kids Club). O agito pré-carnavalesco vai rolar das 17h às 22h na Rua Valparaíso, nº 46, nos Cavaleiros, com entrada é gratuita. A iniciativa é de um grupo de empresárias macaenses ligadas ao universo infantil, a maioria integrantes do coletivo EVA - Empresárias Vindas com Atitude - e promete divertir a criançada com uma programação diversificada para todas as idades, como área baby, contação de histórias, estúdio de fotos, make-up infantil, desfiles de fantasias e sor-

teios de várias marcas da cidade. Venha fantasiado e participe do desfile. O evento familiar terá comidinhas de bike food, doces confeitados, barraquinhas de churrasco e burgers. A folia conta com a parceria do Macaé kids, espaço Full Time, Mundo da Mari de Faz de Conta, varal de livros da Casa do Ipê, Sheila Franco do Estudio Pilates, Nereida fotos e acessórios, Salão infantil Juba lelé, Rebeca Feydeyt Cupcake Design, Fulltime - Polo de Atividades Integradas, Container Baby & kids, Cici - cosmetics e babies, Fabi Paysan - Digital influencer e empreendedora na TAG Camisaria Fina by Fabi Paysan, make infantil com Adriana Oliveira e Palmira Proença.

Empresárias do universo infantil da cidade que organizam o bailinho de Carnaval nesta sexta


Edição 9249 17 02 2017