Issuu on Google+

Caderno Dois WWW.ODEBATEON.COM.BR • MACAÉ (RJ), DOMINGO, 28 E SEGUNDA-FEIRA, 29 DE JULHO DE 2013 • ANO XXXVIII • Nº 8149 • FUNDADOR/DIRETOR: OSCAR PIRES

“O Teatro de Ricardo Meirelles” Isis Maria Borges Gomes isismaria@odebateon.com.br

P

remiado teatrólogo homenageia Macaé nos seus 200 anos de história, distribuindo presentes aos leitores de O DEBATE. Trata-se do professor e teatrólogo macaense Ricardo Meirelles que presta homenagem a Macaé com a doação do livro de sua autoria, “O Teatro de Ricardo Meirelles”, aos assinantes de O DEBATE. A novidade já causa expectativas no meio dos assinantes. A iniciativa é decorrente da vontade do teatrólogo de ce-

lebrar a expressiva data para o município. “Procurei a melhor forma de homenegear a minha terra, ofertando um pedaço de mim aos macaenses”, declarou Meirelles. Segundo o teatrólogo, o livro “O Teatro de Ricardo Meirelles” é composto de três peças de teatro: “Você se Lembra daquele Vizinho que Ficou de Cuecas na Sala de Jantar?”, “A Noite de Teresa Cibalena” e “Adeus ao Bolero”. No momento, o teatrólogo está cheio de planos para lançar muitas novidades no mundo do teatro em breve. Por enquanto, ele acha melhor manter reserva e não contar a ninguém o que vem por aí. Meirelles re ve l a q u e geralmente, ele se

ALGUM AS DE SUAS OBR AS

“Você se lembra...” “VOCÊ SE Lembra daquele

Vizinho que Ficou de Cuecas na Sala de Jantar?” conta os confilitos de uma família, que passa uma noite de sábado discutindo sobre a escolha de algum programa interessante para fazer. A história mostra os conflitos de dois personagens - um que deseja ir a uma grande festa, contrariando o outro personagem, que aceita um programa mais simples. A

peça apresenta o choque em duas personalidades uma que sonha demais e nada realiza e a outra que nada sonha, mas fundamenta tudo numa realidade muito dura, reduzida ao cotidiano e aos problemas da dificuldade financeira. “Uma é sonhadora demais e a outra é pé no chão demais, gerando assim uma discussão que causa o desperdício de uma noite de sábado.

“A noite de Tereza Cibalena” ESCRITA em1980, “A noite

de Tereza Cibalena” é uma releitura da peça anterior feita por Ricardo Meirelles, menos ingênua, mais amadurecida, onde ele procurou consertar os exageros cometidos na primeira. Meirelles revela que esta versão aconteceu devido ao seu amadurecimento profissional, tendo inclusive adquirido maior conhecimento da linguagem teatral. O teatrólogo conta que esta peça apresenta o mesmo conflito, mas com uma visão mais limpa, menos

exagerada, mais didática. “Nesta peça, a briga é moderada sem a interferência de vizinhos, como na peça anterior”, frisou ele. “A noite de Tereza Cibalena” estreou em 1984, no Teatro de Cristal em Petrópolis, com reestreia no Teatro João Caetano em Niterói, que lhe rendeu o prêmio de Melhor Espetáculo. A obra ganhou também os prêmios de Melhor Espetáculo no Festival de Teatro da FETARJ, na UERJ, e no Festteatro do Espírito Santo.

PEÇAS DE RICARDO MEIRELLES MAIS PREMIADAS:

› O PALÁCIO DOS URUBUS - 3º lugar em dramaturgia SNT e 1º lugar na Rádio Colônia, na Alemanha

› OS BONS TEMPOS VOLTARAM - Prêmio Augusto Boal › ADEUS AO BOLERO - Prêmio Nelson Rodrigues › O MEU DELICIOSO HORROR - Prêmio Pascoal Carlos Magno › OS SOBREVIVENTES - Prêmio de publicação SNT › DISSE ADEUS AS ILUSÕES E... EMBARCOU PARA HOLLYWOOD - Prêmio SNT › ENQUANTO MAMÃE NÃO VEM - Prêmio no 1º Seminário de Dramaturgia promovida por Maria Pompeu

› FERO-CIDADE - Prêmio radiofônico na Alemanha

CRONOLOGIA LITERÁRIA DAS PEÇAS:

› 01- Litúrico › 02- Uma Bruta Farra Essa Noite › 03- Enquanto Mamãe Não Vem › 04- Delicioso Horror › 05- Você se lembra daquele vizi-

nho que ficou de cueca na sala de jantar? › 06- A Noite de Teresa Cibalena › 07- Adeus ao Bolero › 08- O terrível-triste-trágico encontro de Fátima Maria da Glória › 09- Disse Adeus Às Ilusões e........ Embarcou para Hollywood! › 10- O Palácio dos Urubus › 11- Os Sobreviventes › 12- Fero-Cidade › 13- Pequenos Acidentes de Cama e Mesa › 14- Os Bons Tempos Voltaram › 15- Quer Você Dançar Comigo? (Voulez-Vous Dancez Avec Moi?) › 16- O Estômago é o Único Túmulo Digno Para Abrigar Um Grande

Amor

› 17- Quadro-Negro › 18- Unhas Civilizadas... (em parceria com Euzébio Luiz da Costa Mello)

› 19- Um Simples Caso de Rotina › 20- Um Convidado Especial › 21- O Mesmo Porre de Sempre › 22- A Situação é Absolutamente Normal

› 23- Mambo-Jambo › 24- Amigos › 25- Meu Mundo Caiu › 26- Gestos Extremados Extremamentes Delicados

› 27- Frases Prontas Para Situações Feitas

› 28- Conversa Inconsequente numa tarde morna de domingo

› 29- Representação Teatral (representações teatrais de diversas peças curtas) › 30- Fica o Dito Pelo Mal Dito › 31- Um Convidado Especial”

inspira em personagens da vida real, pessoas que estão a sua volta ou em qualquer lugar, sendo o ponto de partida para a criação dos personagens, e depois dá asas à imaginação e parte para o contexto da história. A primeira peça do teatrólogo macaense Ricardo Meirelles foi “Você se Lembra daquele Vizinho que Ficou de Cuecas na Sala de Jantar?”, escrita em 1973. A obra conquistou inúmeros prêmios de destaque nacional, incluindo o Concurso de Dramarturgia, no Teatro Opinião do Rio de Janeiro - premiada e escolhida para ser lida pelos diretores João das Neves, Paulo Ribeiro e Suzanna Faine; o primeiro lugar no Concurso de Dramaturgia Universitária promovido pelo Serviço Nacional de Teatro e Ministério de Educação e Cultura. Sua primeira montagem, ocorrida em 1977, foi bastante prejudicada por ter sofrido violentos cortes pela sensura vigente na época, decorrente da Ditadura Militar.

RICARDO MEIRELLES

Nascido no Rio de Janeiro, Ricardo Meirelles chegou em Macaé ainda muito novo, com apenas 10 anos. Radicado em Macaé, adotou a cidade como sua sendo um apaixonado por ela. “Considero-me macaense, porque minha história com o município é de muito amor”, declarou ele. Professor de História, formado pela Universidade de Campos, Ricardo Meirelles tem em seu currículo uma extensa lista de publicações, somando cerca de 10 livros editados e mais de 30 peças escritas. Dono de um grandioso talento, que inclusive tem reconhecimento internacional, o teatrólogo já conquistou inúmeros prêmios importantes, tanto no Brasil, quanto no exterior. Suas peças já percorreram todos os estados brasileiros, sendo premiadas também em países como Alemanha, Islândia e Venezuela. No período de 1997 a 2004, Ricardo Meirelles foi vice-prefeito de Macaé.


2 Caderno Dois

MACAÉ, DOMINGO, 28 E SEGUNDA-FEIRA, 29 DE JULHO DE 2013

Educação na ponta do lápis por Amélia Augusta Guedes Marinho

amelia.guedes@uol.com.br

Macaé completa 200 ANOS com o olhar para o futuro Macaé é a nona melhor cidade do Brasil para fazer carreira

D

e Princesinha do Atlântico à Capital Nacional do Petróleo, o município vive grandes transformações, desde a instalação da Petrobrás e das demais empresas voltadas para a exploração do petróleo e do gás, tendo como destaques o acentuado crescimento demográfico e a conseqüente e acelerada urbanização, com a ocupação desordenada do território e a segregação socioespacial. Assim, graves problemas surgiram, que não foram resolvidos, apesar dos recursos provenientes da explosão do petróleo. É claro que precisamos superar ou, pelo menos, minimizar essa grande contradição que significa administrar uma cidade que detém um orçamento privilegiado, mas que não consegue acompanhar as demandas provocadas em seu território pela explosão demográfica, sendo marcada a ferro e fogo por uma segregação étnicorracional e espacial de grandes proporções e

o aumento exponencial das desigualdades sociais, da degradação ambiental e da criminalidade urbana. Macaé é o centro de suporte das atividades offshore da Bacia de Macaé/Campos (esta colunista se nega a escrever só Campos), possui o maior Índice de Desenvolvimento Municipal do Estado do Rio de Janeiro, é a cidade mais dinâmica de nosso Estado e uma das mais do Brasil, registra uma das menores taxas de analfabetismo do Estado do Rio de Janeiro, está entre os 100 municípios brasileiros com maior PIB per capita, é a nona melhor cidade do Brasil para fazer carreira, e uma das cidades mais importantes da América Latina. Nosso desejo, no seu aniversário, é que os seus cidadãos somados aos seus gestores públicos possam contribuir VERDADEIRAMENTE para um futuro melhor para você, Macaé. Que EFETIVAMENTE criem condições de resolver as grandes questões e superem os problemas e as dificuldades que se colocam no atual cenário vivido por você, “MACAÉ - NOSSA TERRA QUERIDA”. Nosso coração de educador a aplaude de pé!!


MACAÉ, DOMINGO, 28 E SEGUNDA-FEIRA, 29 DE JULHO DE 2013

Caderno Dois 3

Lilia Video in foco 13 anos liliavideomacae@hotmail.com » (22) 9985-2308 » www.azullimao.com.br » Fotos & Filmagens Lilia Video

FOPIL INAUGURA NOVAS INSTALAÇÕES EM MACAÉ

A

Fopil Comércio e Indústria Ltda., Tecnologia em Condução de Fluidos, há 53 anos no mercado offshore, sendo 8 em Macaé, vem investindo na Região e acreditando em seu potencial.

Assim, ampliou sua Base, com mega estrutura em novas instalações de sua filial para melhor atender ao mercado offshore, inaugurado no último dia 18, recebendo convidados em finíssimo coquetel.

Gustavo Kaysel Peres - Diretor da Fopil

Equipe Fopil : Eliana, Renata, Ualace, Lucia, Bruna, Adriana, Jéssica, Sabrina e Luis Fernando

Engª Adriana Andrade-gerente Base

Gerente Comercial, Poliana (Espírito Santo) e Engenheira Adriana Andrade, Gerente de Base em Macaé

Sabrina Celestino (Coordenadora Administrativo) e Adriana Andrade, Gerente Base Fopil Petrobras em confraternização

Rosali Chaloub e Cleuza , Delegacia da Mulher

Engenheira Adriana Andrade, Gerente de Base Macaé, Gustavo Kaysel Peres o Diretor Geral Confraternização dos Amigos da SBM

Poliana, Gustavo Kaysel Peres, Leonardo e André (Petrobras) e Adriana Adriana Andrade, Gerente da Base Fopil, e Dr. Ribeiro, Delegado da Polícia Federal de Macaé

Comercial Externo, Luiz Fernando e sua Esposa, Ilmara

Gilberto e Esposa - CBO


4 Caderno Dois

MACAÉ, DOMINGO, 28 E SEGUNDA-FEIRA, 29 DE JULHO DE 2013

Vip's por Isis Maria isismaria@odebateon.com.br

Visita a O DEBATE

Esta semana, Geraldo Mussi visitou a nova Redação de O DEBATE, sendo recebido pelo Editor Márcio Siqueira e pelo Diretor Oscar Pires. Na oportunidade, foi lembrado o início da

Modelos do Grupo Vitrine Desfiles, Ruhan Antony, Crelcy e Maria Clara mostrando a camisa alusiva aos 200 anos de Macaé

Homenagem a Macaé 200 anos! Por conta das comemorações dos 200 anos de Macaé, o Grupo Vitrine Desfiles, ligado ao Organogrupoteatral, está realizando desde junho o 1º ensaio fotográfico nos patrimônios históricos de Macaé: Castelo, Praça Veríssimo de Melo, Solar dos Mellos, Sociedades Musicais Nova Aurora e Lyra dos Conspiradores, estação do trem, entre outros. O trabalho vem sendo feito a cada sábado, com os modelos (crianças, adolescentes, jovens

jornada de O DEBATE, quando, em 1978, as máquinas linotipos e impressora foram compradas, e Geraldo cedeu o caminhão da Somil para o transporte delas, de Niterói para Macaé.

Geraldo Mussi, na nova Redação de O DEBATE, ladeado pelo Editor Márcio Siqueira e pelo Diretor Oscar Pires

Quando passares pelas águas, eu serei contigo; quando, pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Porque eu sou o SENHOR, teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; dei o Egito por teu resgate e a Etiópia e Sebá, por ti.

(ISAÍAS 43:2-3)

e adultos) vestidos em trajes de noivos, noivas, damas, 15 anos. Sob a liderança do Organogrupoteatral e da Produtora Cultural, Margareth Índio do Brasil, a obra conta com a parceria de Eulalia Freire Pontes, que atua no mercado macaense há 27 anos, e o apoio de alguns salões de beleza da cidade. O trabalho ficará pronto em meados de agosto. Margereth agradece o apoio de todos que colaboraram com este trabalho.

Mulheres em Luta Visando atender a mulheres carentes que sofrem de câncer de mama na região, foi inaugurado um banco de próteses, sutiãs e perucas. A iniciativa foi do Movimento Tribo dos Malês, que reuniu diversos parceiros para dar vida ao Projeto “Mulheres em luta”. A inauguração aconteceu na noite da última quinta-feira (25), em uma confraternização no Tênis Clube, sob a lide-

rança de Marilene Ibraim, presidente da Tribo dos Malês e do projeto. Atualmente, o projeto presta suporte a 56 mulheres pacientes oncológicas de Macaé, Rio das Ostras, Silva Jardim, Conceição de Macabu e Campos dos Goytacazes. As mulheres carentes que precisam do suporte podem procurar os representantes do projeto através do número (22) 9956-4574.

A linda Malu Castro Zarour Pinheiro, em visita aos familiares de Porto Alegre (RS), com a mãe Luciana, onde recebeu mil carinhos da Tia Bia

Abraços de ontem Ontem foi dia especial para Sônia Golosov Alvarez, por conta do seu aniversário. Ela curtiu o seu dia em clima super animado de parabéns, junto aos familiares. Parabéns, queridinha!

A presidente da Tribo dos Malês, Marilene Ibraim, com Tânia Schueler, o apresentador Carlinhos Star, e o assessor do prefeito Elvis do Amaral

Em festa Semana passada, Luciene Guerra viveu seu dia de festa por conta do seu aniversário. A comemoração aconteceu no Moto Clube de Macaé, em meio a muitos parabéns de amigos e familiares.

A aniversariante Luciene em clima de festa semana passada

Sônia que curtiu ontem dia especial de aniversário

Fotógrafa aniversariante A fotógrafa Ana Chaffin esteve em dia de aniversário, neste sábado (27). Ela curtiu o clima festivo entre os mais chegados.

agosto, na sede da Seccional, no Rio de Janeiro, abordando temas como mobilidade urbana e ampliação dos meios de transporte brasileiro, os riscos de investimentos em infraestrutura no Brasil, segurança jurídica, mobilidade urbana, resolução de conflitos e ampliação de portos, aeroportos, ferrovias e rodovias, entre outros.

Sob a presidência de Aurora Ribeiro Pacheco, o Lions Clube Macaé fez a doação de 42 uniformes às crianças carentes da Malvinas, para aulas de capoeira ministradas pelo professor Jacob. E agora, os leões, companheiras leões e domadora estão em clima de preparativos para participarem do grande desfile cívico-militar em comemoração aos 200 anos de Macaé, que acontece nesta segunda-feira (29).

Festa Agostina Vai rolar em clima de grande animação a Festa Agostina do Colégio de Aplicação (CAP) da Funemac, organizada pelo Grêmio Estudantil da instituição. O evento promete agitar a Cidade Universitária, no próximo dia 3 de agosto das 18h até a meia noite. As atrações, além da alegria dos estudantes do ensino médio, são barraquinhas e quadrilha. Mais informações com Vanessa (diretora do CAP), através do telefone (22) 9966-9801.

Shopping Plaza Macaé no aniversário de Macaé

Congresso da construção O Instituto Brasileiro de Direito da Construção promove a segunda edição do Congresso Internacional do IBDiC, contando com a presença da ex-ministra do Supremo Tribunal Federal, Ellen Gracie, e do representante do Programa de Ampliação do Canal do Panamá, Agenor Correa. O evento acontecerá nos dias 1 e 2 de

Ações leonísticas

Ana Chaffin que esteve em dia de aniversário ontem

Nesta segunda, 29 de julho, quando Macaé comemora seu aniversário de 200 anos, o Shopping Plaza Macaé atenderá seus clientes em horário diferente do habitual. Assim, as lojas abrirão um pouco mais tarde que o normal nesse dia: das 15h às 21h; o Cinemagic funcionará normalmente, conforme a programação; e a Praça de Alimentação estará aberta das 11h às 22h e o Hipermercado Wallmart atenderá os clientes das 9h às 22h.


MACAÉ, DOMINGO, 28 E SEGUNDA FEIRA, 29 DE JULHO DE 2013

Caderno Dois 5


6 Caderno Dois

MACAÉ, DOMINGO, 28 E SEGUNDA-FEIRA, 29 DE JULHO DE 2013

Glauco Zulo encerra Expo Macaé 200 anos AExpo Macaé é encerrada na segunda com show de Glauco Zulo

CRÉDITO

Isis Maria Borges Gomes isismaria@odebateon.com.br

D

evido as fortes chuvas que caíram na noite de quinta-feira (25), o show de abertura da Expo Macaé 200 anos com o cantor macaense Glauco Zulo foi transferido para esta segundafeira (29). Assim, a XXXIV Exposição Agropecuária, Industrial e Turística de Macaé (Expo Macaé), que celebra o bicentenário do município, vem cumprindo uma extensa programação, presenteando o macaense com uma grande festa. O evento acontece no Parque de Exposição Latiff Mussi em clima de muita animação. A Expo Macaé prosseguiiu na sexta (26) com show da dupla Fernando e Sorocaba; no sábado (27) com show de Ivete Sangalo; domingo (28) Lulu Santos; encerrando segunda (29) com Glauco Zulo Somando uma trajetória de mais de 10 anos, o cantor Glauco Zulo consolida a cada dia o seu sucesso. Cantor moderno e ousado, ele apresenta um repertório composto por músicas da atualidade e composições próprias. Aliás, muitas composições desse artista há muito tempo vêm sendo interpretadas por outros artistas como a dupla João Neto e Frederico, o trio KLB, o grupo Inimigos da HP e Os Travessos. Sucessos como “Nosso Filme, Bye bye”, interpretados pelo Inimigos da HP, tiveram a participação de Glauco na composição. O sucesso “Onde quer que eu vá”, ouvida na

voz de João Neto e Frederico é outra composição de Glauco. Em seus shows, grandes nomes da música sertaneja sempre dão uma “palinha”,

como o cantor e amigo Marrone, grandes amigos como, Saulo Roston (Ídolos), Sebá (Inimigos da HP), Kiko e Bruno (KLB) e Carlinhos Silva (o

Mendigo). Cheio de novidades, Glauco Zulo ostenta uma nova fase artística, mergulhando no estilo pop sertanejo e deixando

para trás a era do estilo pop rock. Há tempos na estrada como compositor, o ex vocalista da Banda Dominium ganhou o público com a gra-

vação da “Deixa Tudo e vem Correndo”, composição de sua autoria em parceria com Thiago Beatriz, que consta do seu CD.


MACAÉ, DOMINGO, 28 E SEGUNDA-FEIRA, 29 DE JULHO DE 2013

Caderno Dois 7

Lulu Santos anima a noite

A festa pelos 200 anos da criação da Vila de São João de Macaé prossegue hoje com show de Lulu Santos

Talento nato

Isis Maria Borges Gomes isismaria@odebateon.com.br

A

exposição agropecuária, Industrial e Turística de Macaé, que celebra os 200 anos do município, prossegue neste domingo (28), presenteado o macaense com uma grande festa no Parque de Exposição Latiff Mussi. Assim, a Expo Macaé coloca em evidência, na noite de hoje, o show do cantor Lulu Santos, que apresenta a nova turnê “Toca Lulu”, composta pelos seus grandes sucessos. Em 30 anos de trabalho, Lulu Santos arrasta multidões por onde passa. No repertório da apresentação do músico em Macaé, as canções “Um certo alguém”, “Último Romântico” e “Sábado à noite” não vão ficar de fora. A super programação do evento consta ainda de rodeio, Feira da Indústria e Comércio, Espaço Gourmet - com a participação dos restaurantes da cidade e da região -, além das atividades típicas, incluindo exposição e concurso de animais e concurso leiteiro. A Expo Macaé 2013 apresentará o show de Glauco Zulo, na noite desta segunda-feira (29).

nascido no rio de Janeiro, em 4 de maio de 1953, Luiz Maurício Pragana dos Santos, simplesmente conhecido como Lulu Santos, é filho de pai militar, e começou a tocar guitarra aos doze anos de idade, formando uma banda inspirada nos Beatles chamada de Cave Man. Contrariando o desejo de seu pai, de que também se tornasse militar, ele foge de casa antes de completar o colegial, percorrendo o Brasil com hippies. Aos 19 anos tocava no grupo Veludo Elétrico com Fernando Gama e Paul de Castro. Um ano depois, Lulu e Lobão formam a banda Vímana, da qual saiu por não concordar com os rumos que a banda acabou seguindo. Após trabalhar como músico freelancer, Lulu Santos resolveu seguir carreira solo. Antes de se tornar músico trabalhou como colunista em revistas como a Som Três escrevendo comentários sobre os álbuns da época. Em 1981, assinou com a gravadora WEA e assumiu o nome de Lulu Santos, gravando “Tesouros da Juventude” em parceria com o jornalista Nelson Motta. Seguiram-se outras músicas de sucesso: em 1982 “Tempos Modernos”,”O Ritmo do Momento” (1983), “O Último Romântico” (1984) (cujo arranjo músical foi fortemente influenciado por uma canção de George Harrison, “Greece”, do álbum Gone Troppo de 1982), “Tudo Azul” (1984) “Normal” (1985), “Lulu” (1986) e “Toda Forma de Amor” (1988). Em 1985, Lulu participa, com êxito, do Rock in Rio e dois anos depois é premiado com o disco de platina.1 O cantor recusa o prêmio na cerimônia de entrega por não ter atingido o limite mínimo de vendas de 250 mil cópias.

Trajetória artística do cantor de sucesso lulu santos entrou em um período de crise, quando tentou aproximar o pop com os ritmos brasileiros, através dos trabalhos Popsambalanço e Outras Levadas, Honolulu e Mondo Cane. Mas, a parceria com o DJ Memê, iniciada na sequência, alavancou novamente sua carreira com discos como Assim Caminha a Humanidade (1994), no qual a faixa-titulo se tornou tema de abertura do seriado Malhação entre 1995 e 1999. Com o gênero disco trabalhou com o produtor Marcelo Mansur

em Eu e Memê, Memê e Eu (1995). Seguiram-se Anticiclone Tropical (1996), Liga Lá assumindo a produção, e o álbum foi mestrado pelo tropicalista Rogério Duprá em (1997), Calendário (1999) e o Acústico MTV (2000) em dois volumes. Em 2002 lança o disco Programa. Em 2003, foi lançado Bugalu novamente em parceria com o Dj Memê, em 2004 é lançado o MTV ao Vivo. No ano de 2005 como lançamento de seu disco, segue Letra e Música, com a turnê Popstar. Em 2007, com Longplay ficou três

Cigarras de Macaé

anos em turnê pelo Brasil e outros países e o show foi visto por mais de cinco milhões de pessoas, acompanhado por sua banda e se utilizando do que há de mais moderno em tecnologia com paredes de led, iluminação e projeções feitas com clipes interativos. No fim de 2009 flerta com o samba novamente no álbum Singular recheado de canções pop no melhor estilo que o consagrou. Em meados de 2010, em comemoração aos seus trinta anos de carreira solo, aos vinte anos da MTV Bra-

sil e aos dez anos da gravação do seu primeiro Acústico MTV, Lulu lança o seu Acústico MTV Vol. 2. Em 2012, passou a ser jurado do The Voice Brasil, junto de Claudia Leitte, Daniel e Carlinhos Brown. Em dezembro do mesmo ano lançou a compilação Toca Lulu, caixa composta por quatro discos contendo sucessos em comemoração de 30 anos de carreira. Em 26 de Março de 2013 fez o show de encerramento do programa Big Brother Brasil 13.

Mensagem de fé

cigarrasmacae@gmail.com

por Aurora Ribeiro

por Robson Oliveira

cigarras de macaé- Chegou seu aniversário, querida Princesinha do Atlântico, que possas caminhar sempre pujante, independente de quaisquer perfídias que a vida lhe venha apresentar... 29 de julho, amanhece...

BOM DIA QUERIDA CIDADE! Bom dia recanto só meu! Bom dia Princesinha do Atlântico, Bom dia, num dia só teu! Te abraçamos com ternura, Te afagamos com amor, Bom dia querida cidade, Neste dia de glamour! Seu tempo é nosso também, São 200 Anos pra saudar, Bom dia querida cidade, Hoje eu quero te acordar, E cantar como Cigarra, Planejando o verão, Neste inverno o que me aquece É te saber coração... Bom dia querida cidade, Faço parte de teu ser, Sou um poro dessa rocha, Mas te digo com prazer, Te acordo hoje, cedinho,

Pra te dar os parabéns! Bom dia querida cidade, Por tudo que és e que tens! Um povo bom e feliz, Altivo, trabalhador, Uma história que encanta, Que começou na lavoura, Passou da terra ao mar, Que te leva mundo a fora No ouro negro a jorrar... Bom dia querida cidade, Pelos seus 200 Anos! Bom dia cidade de fé! Sempre à égide da glória, Abriga quem faz a história, Venha de onde vier! Se forasteiro e te ama, é teu filho, Se teu filho, filho é! Sempre pronta a desafios, Um bom dia Macaé!!!

NÓS DO CORO de Cigarras de Macaé, que sempre abraçamos essa cidade através da poesia, não

temos vergonha ou medo de cantarmos seus encantos e mazelas, suas alegrias e tristezas, seus brilhos e suas sombras, seus triunfos e derrotas, somos amantes dessa terra, nosso coração é dela, nossas rimas são para ela, nossos Encontros que já caminham para dezenove anos, são para ela, nossa cidade querida e seu povo querido. Se Laurita estivesse conosco, certamente, iria festejar bastante, indo até o Bico da Coruja, escutar um bom chorinho e falar uma bela poesia para presentear Macaé! E de onde estiverem, Sonilton, Dulce Arueira, Elzinha, Lisa, Lenise, também estão conosco comemorando os 200 Anos desse torrão!!! Esses filhos, que te amam, independente da dimensão que se encontram,e nós presentes, hoje te saudamos MACAÉ, pois, que sempre fizemos e faremos rimas para te cantar! PARABÉNS!!! Aurora Ribeiro Pacheco - cigrrasmacae@gmail.com

amados leitores, gostaria de parabenizar nossa Macaé pelos 200 anos e dizer que como filho adotivo e cidadão macaense muito me orgulho de estar aqui neste lugar que escolhi para viver.

Limites Somos as primeiras gerações de pais decididos a não repetir com os filhos, os erros de nossos progenitores…

E

com o esforço de abolirmos os abusos do passado… Somos os pais mais dedicados e compreensivos mas, por outro lado… Os mais bobos e inseguros que já houve na história. O grave é que estamos lidando com crianças mais “espertas” do que nós, ousadas, e mais “poderosas” que nunca! Parece que, em nossa tentativa de sermos os pais que queríamos ser, passamos de um extremo ao outro. Assim, somos a última geração de filhos que obedeceram a seus pais… E a primeira geração de pais que obedecem a seus filhos. Os últimos que tivemos medo dos pais…. E os primeiros que tememos os filhos. Os últimos que cresceram sob o mando dos pais… E os primeiros que vivem sob o jugo dos filhos. E, o que é pior… os últimos que respeitamos nossos pais… À medida que o permissível substituiu o autoritarismo, os termos das relações familiares mudou de forma radical… Para o bem e para o mal. Com efeito, antes se considerava um bom pai, aquele cujos filhos se comportavam bem, obedeciam suas ordens, e os tratavam com o devido respeito. E bons filhos, as crianças que eram formais, e veneravam seus pais, mas à medida

em que as fronteiras hierárquicas entre nós e nossos filhos foram se desvanecendo… Hoje, os bons pais são aqueles que conseguem que seus filhos os amem, ainda que pouco o respeitem. E são os filhos, quem agora, esperam respeito de seus pais, pretendendo de tal maneira que respeitem suas ideias, seus gostos, suas preferências e sua forma de agir e viver. E que além disso, que patrocinem no que necessitarem para tal fim. Quer dizer ; os papéis se inverteram. Agora são os pais que têm que agradar a seus filhos para “ganhá-los” e não o inverso como no passado. Isto explica o esforço que fazem tantos pais e mães para serem os melhores amigos e “darem tudo”a seus filhos. A debilidade do presente os preenche de medo e menosprezo… Aos nos verem tão débeis e

perdidos como eles. Os filhos precisam perceber que durante a infância, estamos à frente de suas vidas, como líderes capazes de sujeitá-los quando não os podemos conter… E de guiá-los, enquanto não sabem para onde vão… É assim que evitaremos que as novas gerações se afoguem no descontrole e tédio no qual está afundando uma sociedade que parece ir à deriva, sem parâmetros nem destino. Se o autoritarismo suplanta, o permissível sufoca. Apenas uma atitude firme, respeitosa, lhes permitirá confiar em nossa idoneidade para governar suas vidas enquanto forem menores, porque vamos à frente liderandoos… E não atrás, carregando-os e rendidos às suas vontades. Os limites abrigam o indivíduo. Com amor ilimitado e profundo respeito.


8 Caderno Dois

MACAÉ, DOMINGO, 28 E SEGUNDA-FEIRA, 29 DE JULHO DE 2013

O Debatinho por Kátia Golosov Cure katiacure@bol.com.br » katiacure@pop.com.br

O Camundongo e o Tamanduá - O Perdão

U

ma vez, um Camundongo passeava feliz, cantando pelo sítio. De repente, encontrou um Tamanduá, que gargalhava descaradamente de sua carinha miúda. Então perguntou ao Tamanduá: “Por que ri tanto de mim?” O bicudo respondeu: “Já se olhou no espelho? Você é tão pequeno e insignificante para andar por aí com esse rabo pra cima e ainda cantando. Cuidado!!! Que uma hora vai ficar esparramado no chão com um pisão de uma pessoa. Hahahahahaha!!!" O Camundongo, coitado, chateado afastou-se, sentindo-se humilhado, mas largou pra lá. Após passar um tempo, o camundongo como sempre bem humorado saiu novamente pelo

sítio. De repente parou e ouviu uns gritos de socorro bem desesperado, pois era um Elefante tentando pegar o Tamanduá. O Camundongo, corajoso, sem hesitar correu e enfrentou o elefante. Todos nós sabemos, não é pequenos, que elefante morre de medo de ratos? Não deu outra. O Parrudo saiu louco aterrorizado com o roedor. O Tamanduá, já a salvo, ficou envergonhado de ter menosprezado o generoso ratinho. Mais tarde, arrependido do malfeito foi até a toca do camundongo e lhe pediu desculpas. Às vezes, a gente faz igual ao Tamanduá. Foi o caso de Joana e Elma. Elas eram colegas de sala, mas não amigas. A Joana era uma grande bailarina, sempre bastante requisitada para fazer

apresentações nos festivais de dança do Brasil. Toda vez que havia brincadeiras no Colégio, que tinha que dançar, ela chamava a atenção dos coleguinhas para rir da pobre da Elma, que não levava o menor jeito. Elma fingia que não via, sempre largava para lá. Muitos anos se passaram e elas não se viram mais. Até que Elma encontrou uma colega comum das duas que lhe disse que Joana havia quebrado o pé e que nunca mais pôde dançar. Sabe o que a Elma fez? Foi visitá-la. E depois continuou indo todos os fins de semana. Sempre arrumava o que fazer com a amiga. E assim a Joana passou a ter a colega de sala como sua melhor amiga. Bacana, não é pequeno?!!! Moral: Perdoar é um ato nobre.

Esse gatinho adorável é o Lorenzo Massena Thomaz Maia, que aniversaria no dia 31 de julho, mas apaga sua primeira velinha hoje (28), com uma superfesta sobre a temática “Palhaço”, minuciosamente elaborada pelos seus papais Lorena e George, que são pura dedicação com o pequenino. Parabéns e que Papai do Céu eternize muita alegria e saúde para seu crescimento, esse é o desejo de tia Katita!!!

A flor bela e perfumada Ana Clara, comemorando seu aniversarinho de 4 aninhos, no dia 22 de julho, quando brincou a valer em sua festinha, com um montão de amiguinhos. Além de ter ganho todos os paparicos de seus papais, Ana Carla e José Carlos e ainda de toda a família. Parabéns, e muitos arco-íris para seu crescimento ser bastante colorido, lindinha, esse são os votos da Tia Katita!!!

Um garotão fantástico!!! É o Bernardo Espinosa, o primogênito amado de seus pais, a médica Fabíola e o engenheiro Rodrigo. Uma paixão o rapazinho!!!

Belíssimas essas duas bonequinhas!!! São as maravilhosas irmãs Ioanna e Nanda Prata, as menininhas dos olhos da vovó Memende. Divinas!!!

Ela é uma baby linda e deliciosa!!! É a Liz Nunes Maciel, de apenas 8 meses. A neném é o orgulho de sua mamãe Caroline e a sobremesa predileta de seus avós Cândida e Henrique Maciel. Muito fofa mesmo!!!


Caderno2 28 07 13