Page 1

Carnaval

Decidi juntar-me aos senhores carnavalescos Mais duas línguas pintadas de azul E gritos sorridentes com a vista embaçada E dois canudinhos tirados de meu refresco.

Corri para o lado de cá e para o lado de lá Se caí no chão, sinceramente, não me lembro. Lembro-me apenas de dentes em minha frente E um tapa que deveria ter dado.

Dei-me a mim mesma, ao invés disso. E sai batizada, como disse minha mãe-águia (nada passava aos seus olhos, a não ser seu filho) A partir daí, vi o perigo do álcool intravenoso. E alegro-me cada vez que ele pode me alegrar.

Stéfanie Medeiros


Carnaval  

olê,olê, olá!

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you