Page 1

Arquidiocese de Natal

Ano XX - nº 176

Paróquia Nossa Senhora Aparecida

Junho- 2015

santos de junho Saiba mais sobre a história de Santo Antônio, São João e São Pedro

COROAÇÃO Mais um ano a Pastoral da Catequese encena com as crianças a Coroação à Nossa Senhora

Sant’Ana

Mãe de Maria e avó de Jesus


EDITORIAL

Servir com amor e alegria Os festejos juninos chegam ao fim e nos deparamos com o mês de julho batendo à nossa porta. Meio ano se passou e a sensação é de que o tempo está correndo mais rápido que nunca. Igreja, trabalho, escola, faculdade, cursos, reuniões, encontros, visitas, compromissos inadiáveis e uma urgência louca para cumprir agendas que demandam um verdadeiro malabarismo com as poucas horas do dia. O sentimento de que não há tempo suficiente para realizar todas as nossas vontades nos impõe uma reflexão: o que fizemos com o tempo que nos foi dado nesta primeira metade de 2015? A Evangelii Gaudium (Alegria do Evangelho), primeira Exortação escrita

pelo Papa Francisco e publicada em 2013, já nos alertou que o problema não está na quantidade excessiva de atividades, mas sobretudo na forma como escolhemos viver tais atividades. Sem as motivações adequadas, sem uma espiritualidade que impregne a ação e a torne desejável, estamos fadados a cair na tentação do desânimo egoísta, desânimo que torna qualquer tarefa em uma obrigação maçante e incômoda. Como usar o tempo que nos é concedido não possui receita. É um jogo de escolhas e apostas. Riscos e sacrifícios que constroem o caminho à medida que seguimos. Nessa jornada, a fé nos sustenta ao longo das piores adversidades. E é dedi-

cando uma parcela do nosso tempo ao trabalho apostólico e a caridade que damos vida a nossa fé, assim ensina o Papa: “O trabalho apostólico deve ser uma resposta alegre ao amor de Deus que nos convoca para a missão e nos torna completos e fecundos.” Assumir um compromisso com Deus ao investir tempo no serviço pastoral é semear no presente a esperança por um futuro melhor, pois somente nossas ações podem mudar a realidade. “Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.” (Tiago 2,26)

UM CATECISMO EM CADA LAR Quem dá a alma ao ser humano? A alma espiritual não vem dos pais, mas é criada diretamente por Deus e é imortal. Separando-se do corpo no momento da

expediente Pastoral da Comunicação

Publicação mensal da Pastoral da Comunicação da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida PÁROCO Pe. Antônio Nunes de Araújo

2

| Junho / 2015

morte, ela não perece; voltará a unir-se novamente ao corpo, no momento da ressurreição final. Utilize o seu Smartphone para descobrir o nosso QR-Code do mês. Acesse e confira!

VIGÁRIOS Pe. Edilson Soares Nobre Pe. José Charles da Silva Rua Rondônia, 425 - Neópolis Natal/RN - CEP 59080-410 Fone: (84) 3615-2831 pascom@nsaparecidanatal.com.br www.nsaparecidanatal.com.br Twitter: @nsaparecidanat Facebook.com/nsaparecidanat

COORDENADORES DA PASCOM Rivaldo Júnior e Rodrigo Galvão

Milton Alves, Nário Cézar, Rafael Morais, Ruan Costa e Tiago Cortez.

AGENTES DA PASTORAL Andreza Fonseca, Conceição Azevedo, Dayane Pabla, Elison Azevedo, Erasmo Cigano, Hortência Medeiros, Izadora Medeiros, Jeise Freire, Lucélia Menezes, Maísa Carvalho, Maria do Rosário França, Marielle Costa, Márvio Medeiros,

FOTOS Rivaldo Júnior e Rodrigo Galvão DIAGRAMAÇÃO GR Design Editorial (84) 2010.3572 www.grdesigneditorial.com.br TIRAGEM 2.000 exemplares

IMPRESSÃO Unigráfica Gráfica e Editora Rua Câmara Cascudo, 920 Parnamirim/RN (84) 3272.2751 www.unigraficanatal.com.br DISTRIBUIÇÃO GRATUITA


A VOZ DO PAPA

“Ao homem está entregue o cuidado da natureza” Há meses fala-se da publicação de uma nova encíclica pelo Papa Francisco; desta vez, sobre questões ambientais. Agora é fato: dia 18 de junho será publicada a encíclica prometida, ainda sem título conhecido. O tema é mesmo o das questões ambientais, com suas várias implicações. Não é a primeira vez que o Magistério da Igreja se ocupa com questões ambientais. Bento XVI já abordou o tema na encíclica Caritas in Veritate (2009), convidando a humanidade a um novo relacionamento com a natureza, tendo em conta o desígnio de Deus Criador e a solidariedade social (cf nº 48-52). Tratou da ecologia do ponto de vista ético – da “urgente necessidade moral de uma nova solidariedade”; ensinou que a responsabilidade pelo cuidado da natureza é global; que é preciso pensar num “governo responsável sobre a natureza para cuidar dela, fazê-la frutificar e cultivar, para que ela possa acolher e alimentar dignamente a família humana e quem mais nela habita. Os ensinamentos de Bento XVI são fundamentais para a dimensão ética da nossa relação com a natureza: “o ambiente natural não é apenas matéria de que possamos dispor ao nosso bel-prazer, mas obra admirável do Criador, contendo uma ‘gramática’, que indica finalidades e critérios para uma utilização sábia, e não instrumental ou arbitrária” (nº 48). Na sua encíclica, Bento XVI também oficializou na linguagem do Magistério da Igreja o conceito de “ecologia humana”, tratando da correta convivência das pessoas em so-

ciedade e em relação ao meio ambiente. O Papa Francisco, desde que foi eleito, deu sinais de que esta também seria uma preocupação sua. Nem poderia ser diferente, pois é missão do Magistério falar do sentido sobrenatural de toda realidade. Pouco tempo depois de eleito, na audiência geral de 5 de junho de 2013, já falou da necessidade de adequar o progresso econômico e o uso das novas tecnologias ao respeito pela natureza e pela “ecologia humana”. Em várias ocasiões, nos 27 meses de seu pontificado, retornou às temáticas ambientais, mostrando suas implicações para a fé e a moral, a solidariedade social e a paz. A publicação de sua encíclica reúne, agora, uma reflexão sistemática sem precedentes sobre a ecologia. Ninguém imagine que o Papa esteja interessado em alguma ideologia ou partido ambientalista. As questões postas têm basicamente três grandes motivações, à luz das quais convém ler a encíclica. Em primeiro lugar, a questão tem a ver com a fé cristã no Deus Criador. Estamos sendo levados, por teorias correntes sobre as origens do universo, a “crer” que o mundo surgiu por si mesmo, descartando a necessidade de um Criador. A teoria da evolução não é incompatível com a fé cristã, contanto que não exclua o Deus Criador. Mas a exclusão absoluta do ato criador de Deus – “no princípio” – requer um ato de fé ainda maior do que a fé em Deus. Precisamos voltar a valorizar o primeiro artigo de nossa profissão de fé: “Creio em Deus, Pai Criador do céu e da

terra…” Tratar com o devido respeito a natureza, obra de Deus, é consequência de nossa fé em Deus. Em segundo lugar está a preocupação com a responsabilidade do homem sobre a natureza: ao homem está entregue o cuidado da natureza, que é a “casa comum” da família humana e o “jardim”, que acolhe, sustenta e alegra a família humana e as demais criaturas. Não podemos nos considerar os “donos absolutos do mundo” e nos transformar em predadores da natureza; dela devemos ser cultivadores responsáveis, para que continue a ser pródiga de bens para as criaturas de Deus que ela abriga. Estragar e depredar a natureza é pecado contra Deus e o próximo. A terceira “preocupação ambiental” do Magistério do Papa Francisco e da Igreja é a da solidariedade social: a terra, com seus frutos, o ar, a água e a luz do sol são para todos; a natureza não é propriedade de ninguém em absoluto, mas um bem destinado a todas as criaturas de Deus. O uso egoísta e ganancioso da natureza é contrário à justiça, à solidariedade e à paz. E ameaça a sustentabilidade da própria natureza. São Francisco de Assis compreendeu isso muito bem e o expressou no seu Cântico das Criaturas: “Louvado sejas, meu Senhor, pelo irmão sol, pela mãe terra, pela irmã água… e por todo ser!” Convido a acolher e ler a encíclica com profundo interesse. Dom Odilo Pedro Scherer, Arquidiocese de São Paulo

Junho / 2015 |

3


junho

Mês de alegria, festas e de tradição católica No Brasil o mês de Junho, principalmente no Nordeste, se realiza comemorações festivas a Santo Antônio, São João e São Pedro. Nas festas de padroeiros as quermesses, quadrilhas dançantes, fogueiras e fogos caracterizam as manifestações culturais. Porém, pouco se conhece sobre a vida deles. O Jornal Sal da terra traz um resumo da vida de cada um. Santo Antônio Santo Antônio de Pádua, “Santo Casamenteiro”, nasceu em Lisboa no dia 15 de Agosto, provavelmente entre os anos de 1191 e 1195. Devoto de Nossa Senhora, foi inicialmente um Frade Agostiniano, logo entrou na ordem Franciscana em 1220. O seu trabalho com os pobres foi essencial para que fosse rapidamente reconhecido como santo após sua morte. A canonização de Santo Antônio aconteceu poucos anos após sua morte, e muitos consideram que terá sido uma das canonizações mais rápidas da história. Onze meses após sua morte, é canonizado pelo Papa Gregório IX em 1232; Foi o processo mais rápido da história da Igreja . Em 1263, quando seu corpo foi exumado, sua língua estava intacta e continua intacta até hoje, numa redoma de vidro, na Basílica de Santo Antônio, em Pádua, onde estão seus restos mortais. O seu dia é comemorado no Brasil em 13 de Junho.

São João A igreja católica comemora o dia de São João, no dia 24 de junho, o Santo mais próximo de Cristo, por ele que Jesus foi Batizado. João Batista, filho de Zacarias, um sacerdote Judeu e de Isabel, prima de Maria, a mesma que recebeu cuidados de Nossa Senhora quando estava grávida. Na Anunciação quando o Arcanjo Gabriel apareceu para a Virgem Maria para informá-la que ela iria conceber seu filho Jesus através do Espírito Santo, ele também a informou de que Isabel, já estava grávida de seis meses. Maria então viajou para visitar Isabel. O Evangelho de Lucas relata que o bebê – João – “chutou” no ventre de Isabel quando ela cumprimentou Maria. João Batista fez a preparação da vinda de Cristo, anunciando e batizando em nome do verdadeiro messias, aquele que viria tirar o pecado do mundo. “Disse: Eu sou a voz que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como o disse o profeta Isaías. E proclamou: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” João foi o último profeta antes de Cristo, continuou sua missão até sua prisão a mando do Rei Herodes pelo motivo de provocar uma revolução. Os discípulos de João trataram do sepultamento do seu corpo e de anunciar a sua morte ao seu primo Jesus.

São Pedro O Dia de São Pedro é comemorado em 29 de junho, amigo de Cristo, Simão um simples pescador o qual Jesus o transformou em pescador de vidas, foi nele que Cristo fundou a Igreja, “E eu te digo: Tu és pedra e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares sobre a terra, será ligado também nos céus”. Junto com seus irmãos Pedro fez parte do círculo íntimo de Jesus entre os doze apóstolos. Testemunhou e participou dos mais importantes milagres de Jesus sobre a terra. Presidiu a Assembleia dos apóstolos que escolheu Matias para substituir Judas Iscariotes. Fez seu primeiro sermão no dia de Pentecostes e peregrinou por várias cidades. Pedro foi o primeiro Bispo de Roma, e por isso, foi também o primeiro Papa da Igreja Católica, com o maior papado da história, que durou cerca de 37 anos. Vivendo em Roma fundou e presidiu a comunidade cristã, base da Igreja Católica Romana, e por isso segundo a tradição, foi executado por ordem de Nero o Imperador. Foi crucificado de cabeça para baixo, por se julgar indigno de morrer na mesma posição de Cristo. Seu túmulo se encontra sob a catedral de São Pedro, no Vaticano, e é autenticado por muitos historiadores.

Acumpuntura auricular • Relaxamento Ventosa deslizante (redução de estrias, celulite e gordura localizada) Rua Antônio Rodrigues Filho, 06 Conjunto Jiqui - Neópolis

(84) 9158.3060 (tim) / 8852.4160 (oi)

4

| Junho / 2015


31 de maio

VIDA & SAÚDE

Para o dia nascer feliz! A qualidade do sono na terceira idade

Te coroamos! A Coroação de Nossa Senhora é uma solenidade que objetiva saudar, louvar e honrar a Virgem Maria, reconhecendo a Sua Maternidade Divina e sua Maternidade Espiritual da humanidade. Ela é Mãe da Igreja e portanto, é nossa Mãe, constituída por Nosso Senhor Jesus Cristo, no derradeiro momento da sua vida, quando encerrou o seu Divino testamento e morreu numa Cruz, em Jerusalém. A devoção que a Igreja tem de coroar a imagem da Virgem Santíssima é bastante antiga. Este gesto repetido todo dia 31 de maio quer mostrar o amor que sentimos pela Mãe de Jesus, a nossa Mãe. Coroamos a sua imagem porque em nosso coração Ela tem um alugar muito especial.

Em nossa Paróquia, ela se repetiu por mais um ano na missa das 17h celebrada por Pe. Edilson, em Capim Macio, e nas das 19h30, celebrada por Pe. Nunes, na Matriz, em Neópolis. Todo ano, a Pastoral da Catequese de Neópolis (fotos acima), passa dias ensaiando com as crianças para fazer esse momento mais que especial para Nossa Senhora. Esse ano, mais 60 crianças fizeram um imenso corredor belíssimo, com incenações para receber a coroa que iria coroar a Rainha do Céu, a mãe de Jesus. Em Capim Macio (foto ao lado) não foi diferente, as crianças da Catequese também encenaram esse momento coroando Nossa Senhora com amor e veneração.

Estudiosos afirmam que passamos pelo menos vinte anos da nossa vida dormindo. Isso revela que o sono é fundamental para a nossa saúde. Muitas alterações acontecem em nosso organismo durante o sono: regeneração celular, crescimento, produção de serotonina e outros processos importantes para nosso equilíbrio. Porém, com o passar dos anos, nosso ritmo de vida se altera e a qualidade do sono também muda. Toda essa mudança é normal e faz parte de um desenvolvimento biológico. Isso acontece porque a melatonina, hormônio responsável pela regulação do sono, tem o seu pico máximo de produção no ser humano aos três anos de idade, e com o envelhecimento a sua liberação vai diminuindo. Uma pessoa de 60 anos possui a metade de melatonina que um indivíduo com 20 anos. Já aos 70 anos os níveis são bem mais baixos. Os mais idosos costumam dormir mais cedo, porque sabem que a duração do sono diminui com a idade e isso é normal. É comum o idoso dormir menos à noite, ter sono leve, insônia, levantar várias vezes para ir ao banheiro e depois tentar repousar durante o dia. Vários fatores interferem na qualidade do sono: preocupação, solidão, perda, ausência, saudade, doença, etc. Segue algumas dicas para uma boa noite de sono: fazer pequenas atividades físicas durante o dia, ter um ambiente arejado e silencioso e evitar TV e luz acesa na hora de dormir; ter um bom travesseiro e um colchão confortável, alimentar­-se levemente à noite, procurar um médico, se tiver muita alteração do sono; deitar sempre no mesmo horário, se precisar ir ao banheiro, ter uma iluminação moderada Durma sempre bem e que Deus abençoe seu sono!

Junho / 2015 |

5


corpus christi

encontros

Inscrições para os encontros da Paroquia Nossa Senhora Aparecida

Tríduo Eucarístico encerra com procissão de Corpus Christi No último dia 04, a Igreja Católica comemorou o dia de Corpus Christi. Nome que vem do latim e significa “Corpo de Cristo”. A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo. Acontece sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrasse Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue. A Paróquia Nossa Senhora Aparecida, junto ao Ministério da Palavra, realizou

o tríduo em preparação ao dia de Corpus Christi. De 01 a 03 de junho, houveram Adorações que foram conduzidas pelo Pároco, Pe. Nunes, junto aos Ministros da Eucaristia, com a presença dos setores e movimentos da Paróquia. Na manhã de quinta feira, mesmo chuvosa, a comunidade tomou a igreja desde do interior ao pátio, e a celebração foi presidida pelo Vigário Paroquial e Arquidiocesano, Pe. Edilson Nobre. No final da celebração, a chuva cessou e o sol se abriu para que a Igreja pudesse realizar a tão esperada Procissão de Corpus Christi, saindo da igreja Matriz em direção à Casa do Divino Mestre, seguido por uma multidão de fiéis.

JUNE, Segue-me, EJAC e ECC abremas inscrições para os encontros deste ano. No mês de junho a Paróquia deu início às inscrições para os encontros do ano 2015. O Segue-me, encontro para jovens com idade entre 18 e 21 anos teve suas inscrições realizadas nos dias 15 e 16 de junho, o encontro acontecerá entre os dias 28 e 30 de Agosto. O Encontro de Jovens Amigos de Cristo - EJAC, abre inscrições para a sua XVI edição nos dias 01 e 02 de julho. Esse encontro é preparado para jovens com idade entre 22 e 35 anos e acontecerá nos dias 22 e 23 de Agosto. Em seguida, nos dias 21 e 22 de julho é a vez dos casais realizarem suas inscrições para o Encontro de Casais com Cristo - ECC, que está na sua XXVIII edição e acontecerá no período de 14 à 16 de Agosto. Jovens entre 13 e 17 anos então convidados para participar do Juventude de Neópolis - JUNE. As inscrições acontecerão durante os dias 23 e 24 de Junho e a XXVIII edição do encontro será realizada nos dias 12 e 13 de Setembro. Fiquem atentos às redes sociais da Paróquia para mais informações.

Unha | Hidratação | mechas Escova progressiva | Depilação Corte de cabelo | Sobrancelha Rua Antônio Rodrigues Filho, 06 Conjunto Jiqui - Neópolis

3322.8150 / 8768.8192 / 9921.0645

6

| Junho / 2015


sant’ana

colaboração

A mãe de Maria e avó de Jesus Em 26 de julho celebramos o dia de Sant’Ana, e São Joaquim, a mãe e o pai de Nossa Senhora e avós de Jesus. Como é lindo o mistério de nosso Deus, que se aproximou tanto de nossa natureza para salvá-la, que quis experimentar a ternura de ter avós. Conta a história, que Sant’Ana e São Joaquim, não podiam ter filhos, mais rezavam sempre pedindo que o Senhor lhes enviasse uma criança. Apesar da idade avançada do casal, um anjo do Senhor apareceu e comunicou que ela estava grávida e eles tiveram a graça de ter uma menina abençoada, a quem batizariam de Maria. A Sant’Ana foi confiada uma tarefa muito especial na história da salvação: ela foi escolhida por Deus, para gerar a Imaculada que, por sua vez, é chamada a gerar o Filho de Deus. Na casa de Joaquim e Ana, Nossa Senhora cresceu acompanhada pelo amor e pela fé daquele casal santo. Na casa dos pais, Maria aprendeu a escutar o Senhor e fazer a sua vontade. São Joaquim e Sant’Ana fazem parte de uma longa tradição, que transmitiu a fé e o amor a Deus, no calor da família, desde Abraão até Maria, até aquela que acolheu em seu ventre o Filho de Deus e o ofereceu ao mundo, ofereceu-o a cada um de nós. Vemos na história dos avós de Jesus o valor precioso da família como lugar privilegiado para transmitir a fé! A figura de Joaquim e Ana nos recorda a casa paterna da Virgem Maria, Mãe de Cristo. No lar desse casal piedoso, Nossa Senhora veio ao mundo, trazendo em si o extraordi-

nário mistério da Imaculada Conceição, que mais tarde acolheria mistério ainda mais extraordinário: a Encarnação do Filho unigênito de Deus. Lá aprendia de sua mãe, de Sant’Ana, como se é mãe. De seus pais, Maria aprendeu, entre outras coisas, a cultura e a religião dos judeus, mas também deixou neles algo de si. Desde a sua infância, esta sua filha não podia deixar de irradiar aquela graça totalmente especial da sua pureza, a plenitude da graça que a preparava para o desígnio da maternidade divina. Podemos imaginar o quanto São Joaquim e Sant’Ana receberam de Maria, ao mesmo tempo em que cumpriam o seu dever de pais e educadores. A imagem de São Joaquim e Sant’Ana juntos com Maria menina nos ajuda a intuir algo a respeito do relacionamento entre mãe e filha, também no que se refere à Palavra de Deus revelada. Pois, na cultura judaica a mãe é responsável pela transmissão da fé e dos costumes. Devido a sua história, Sant’Ana é considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos que desejam ter filhos.

O Seminário de São Pedro precisa de sua ajuda para continuar formando os futuros padres da Igreja. como ajudar? 1 - Através da conta de energia: basta preencher o formulário e autorizar a sua doação mensal a ser acrescida em sua conta da COSERN. 2 - Por meio de depósito bancário: o seminário dispõe de duas contas para receber a sua doação, através de depósitos ou transferências, no valor que desejar: Banco do Brasil Agência: 3525-4 Conta corrente: 41825-0 Caixa Econômica Agência: 0035 Conta corrente: 586-5 Operação: 003 3 - Através de boleto bancário: telefone para o nosso número 3615.2819 e solicite o seu boleto e nós faremos com que ele chegue até você. 4 - Através de doações de gêneros alimentícios, material de higiene e limpeza: a nossa casa está sempre pronta para receber a sua doação e, em caso de ofertas de maior volume, podemos agendar uma ida de alguém do seminário até você. Mais informações: (84) 3615.2819

Junho / 2015 |

7


A Paróquia Nossa Senhora Aparecida é composta por um Conselho Pastoral Paroquial, junto ao pároco, Padre Nunes. Esse conselho é composto por seis articuladores, onde cada um coordena um setor da Paróquia. São eles: Setor Família, Setor Juventude, Setor Litúrgico, Setor Movimentos, Setor Promoção Humana e Setor Sacramentos. Nesta edição, conheceremos melhor o Setor Litúrgico e suas pastorais. Este setor, é composto por seis pastorais. São elas:

MINISTÉRIO DA EUCARISTIA Ministros Extraordinários da Comunhão Eucaristica - MECE, assim são chamadas as pessoas que são convidadas pelo pároco para ajudar em seu sacerdócio. A função dos ministros é, principalmente, levar a Eucaristia aos enfermos e às pessoas que não tem condição de participar das celebrações da Santa Missa. Também ajudam o sacerdote a distribuir a Sagrada Comunhão nas celebrações.Também é função do Mece, cuidar dos objetos sagrados como: o sacrário, as âmbulas, o altar, o cálice. É preciso cuidar para que esteja tudo perfeito, com muito carinho, amor e respeito. Os Meces devem colocar seu ministério acima de tudo, isto implica disponibilidade e presteza; estar sempre a serviço do altar, celebrações e comunhões em residências para enfermos. MINISTÉRIO DA PALAVRA Na Igreja, a tarefa de servir às pessoas com a Palavra de Deus é chamada de Ministério da Palavra. O fiel que serve dessa forma é chamado de ministro. Cada Ministro escolhido exerce o ministério em extensão ao ministério do seu Dirigente Espiritual, sendo consagrado solenemente para tal missão. As funções do Ministro da Palavra são, entre outras, incentivar o povo de Deus a proclamar a leitura da Palavra e ser testemunho da vivência do evangelho para

8

| Junho / 2015

o povo de Deus, no intuito de revelar quão bom é viver no Senhor. Cabe aos Ministros da Palavra a proclamação das leituras, preces da Assembleia e entoação de salmos e sequências nas celebrações litúrgicas, de modo a não somente “ler”, mas sim proclamar a Palavra de Deus para infundir na assembleia a força, a beleza e o perfume desta Palavra em nossas vidas. coroinhas A medida que a Paróquia foi crescendo, sentiu-se a necessidade que houvesse um grupo de coroinhas para ajudar na liturgia. Em 1988, foi formado o primeiro grupo de coroinhas. Após 10 anos de formação, ele foi finalmente aberto para as meninas. O objetivo desse grupo é participar das liturgias e servir na mesa de Eucaristia. Além do crescimento espiritual, e exemplo de amor a Deus e a Santa Eucaristia. O grupo “São Tarcísio” é formado por jovens e crianças que desejam não só servir ao altar do Senhor com empenho, mas está cada vez mais próximo dele. pastoral da música A Pastoral da Música tem como objetivo evangelizar através da música. O trabalho da pastoral é desenvolvido nas celebrações das santas missas e eventos da Paróquia, sejam em Neópolis ou Capim Macio, com cantos litúrgicos e apropriados. Através do canto e junto à comunidade, essa pastoral evangeliza, louva e agradece a Deus.

Ilustração: Hamilton Rangel

setor LITÚRGICO

Em nossa comunidade paroquial, a Pastoral da Música está aberta e disposta a acolher todos aqueles que desejam se dedicar a evangelização, seja na parte instrumental ou mesmo na parte vocal. pastoral da liturgia Em 1992 foi criada a Pastoral da Liturgia, tendo por finalidade assessorar as celebrações litúrgicas participando ativamente da ação evangelizadora da Paróquia. É de responsabilidade dessa pastoral preparar todas as celebrações Litúrgicas da Paróquia sendo o elo entre todas as equipes das celebrações: acolhimento, Pastoral do Dízimo e os demais seguimentos que compões o Setor Lítúrgico. Atua também junto ao Ministério da Palavra com os Comentaristas na celebrações. pastoral do acolhimento A Pastoral do Acolhimento surgiu em 2005, pela necessidade de acolher bem os fiéis que procuravam as Missas com Oração de Cura e Libertação. Durante a Assembléia Pastoral de 2005, o pároco, Pe. Nunes, solicitou às peassoas presente que ajudassem como voluntários nas Missas com Oração de Cura e Libertação, pois precisava de pessoas para acolher, dar informações, entre outras atividades. Vários agentes de todas as pastorais passaram a trabalhar nas três missas e em 2008, esse grupo passou a ser uma Pastoral.


entrevista

Maria do Socorro Rodrigues (Neinha) “A quimioterapia para mim foi essa turbulência enfrentada por Jesus e seus discípulo. Então, eu me colocava no lugar deles e ouvia Jesus dizer: “como estás medrosa! Ainda não tendes fé?” 1. Conte-nos um pouco da sua vida como católica, como conheceu a igreja de Sant’Ana e quanto tempo a senhora frequenta em Capim Macio? Fui criada dentro dos princípios cristãos, da Fé em Deus, e que Ele é o centro de nossa vida em qualquer circunstância; do amor ao próximo, da solidariedade, do compromisso, do caráter. Logo cedo fui Batizada, em seguida fiz a Primeira Eucaristia e a Crisma. A igreja de Capim Macio, eu vivenciei desde o seu início, quando as missas eram celebradas no Condomínio Seridó. Depois foi aumentando o número de fiéis e a celebração passou a acontecer em um colégio do bairro, até iniciar a construção da igreja Sant’Ana. Com a igreja concluída, surgiram as pastorais, das quais iniciei na Pastoral da Ação Social, Catequese, Liturgia e, a convite do nosso Pároco, Padre Nunes, fui consagrada Ministra da Eucaristia. Isso foi um fato marcante em minha vida na igreja, por estar sempre muito próximo de Jesus Eucarístico. 2. Quando surgiu a sua devoção à Sant’Ana? Existe alguma relação com a igreja, em Capim Macio? Como sou caicoense e de família Católica, desde cedo vivenciamos essa devoção fervorosa à nossa avó, mãe de Nossa Senhora e avó de Jesus Cristo, através de nossos pais e avós. A relação com a igreja em Capim Macio, sem dúvida foi a consequência de toda essa trajetória de fé que Sant’Ana, como avó amorosa, nos levou a Jesus. Assim, procuro vivenciar e exercitar

a minha fé com essa comunidade que tanto amo. 3. A senhora tem algum testemunho de fé por meio da intercessão de Sant’Ana? Na minha vida eu tenho vários testemunhos, pois sou de uma família numerosa e com apenas dois anos de idade eu perdi minha mãe. Ajudado por meu pai, um simples funcionário público, com muito sacrifício ele conseguiu encaminhar seu rebanho sempre nos apresentando Deus como nosso maior Mestre. Mas tem três fatos que vivenciei, que Sant’Ana me colocou no seu colo, intercedendo a Jesus por mim: quando adulta, fui acometidade de Miastenia Gravis, uma doença que atinge todos os músculos do corpo, provocando fadiga muscular. Em decorrência dessa doença, fui à coma e passei por grandes provações. Depois, perdi tragicamente, de uma só vez, uma irmã e três sobrinhos em um acidente de carro, após a festa de Sant’Ana, em Caicó. Aí me despojei de toda humildade, pedindo à Sant’Ana para ela me dar força e não me abandonar. E o último, recentemente, quando fui diagnosticada com Câncer. Após uma cirurgia delicadíssima, que quase me levou a uma mutilação, fui submetida à seis sessões de quimioterapia. No início considerei uma tempestade em minha vida, mas fortalecida pela fé em Cristo e Sant’Ana, superei tudo muito bem. 4. Qual o segredo de tanta força e longevidade, mesmo diante das adversidades que vem passando com a sua enfermidade?

A fé nos dá força, coragem, perseverança, determinação e humildade para acreditar que nessa vida somos regido por Deus. Ele não nos dá o sofrimento, mas nos ajuda a vencer todos eles. O importante é ter paciência. No meu caso, tive como alicerce o meu pai. Um homem simples, de uma sabedoria exemplar, que conduziu todos os seus filhos nos dando uma lição de vida. 5. Deixe-nos uma mensagem de fé para aqueles que, em meio as tribulações, pensam em fraquejar e desistir. Durante todo o meu tratamento contra o câncer, eu vivi intensamente o Evangelho de Marcos 4, 35-41. A quimioterapia para mim foi essa turbulência enfrentada por Jesus e seus discípulo em meio ao mar revolto. Então, eu me colocava no lugar deles e ouvia Jesus dizer: “como estás medrosa! Ainda não tendes fé?” Na nossa vida, enfrentamos as mesmas tribulações, uns mais que outros. Quando o barco com Jesus e seus Discípulos fora acometido no mar, Ele os chamou de medrosos e os perguntou: “ainda não tendes fé?” Portanto, tenha coragem, paciência, perseverança, sempre crendo que Deus está ao seu lado para lhe amparar. Afinal, como bem diz esse Evangelho: “na grande tormenta, Ele repreendeu o vento e disse ao mar: Silêncio! Cala-te! E cessou o vento e seguiu-se uma grande bonança”. Então exercite cada vez mais a sua fé, para que possas vencer todas as tribulações, sempre confiando nesse Deus que nos ama, que cuida de nós. Junho / 2015 |

9


aconteceu ECRI - Encontro de Crianças com Cristo

Dia 20 de junho, aconteceu o 2º Reencontro do ECRI, no Salão Paroquial da igreja de Neópolis.

Segue-Me

PMI - Pastoral da Missa Infantil

Todos os domingos, a PMI catequisa as crianças no Salão Paroquial, enquanto os pais participam da Santa Missa.

ECC - Encontro de Casais com Cristo

Dia 14 de junho aconteceu o 5º Pós-Encontro do Segue-Me, na Comunidade dos Filhos de Santana.

Peregrinação da Capela de Sant’Ana

Dia 18 de maio, os Meces recitaram o terço junto à capela Peregrina de Sant’Ana na, Casa do Divino Mestre.

Reunião Setor Juventude

Apresentação do Estudo do Catecismo em reunião de Coordenadores do Setor Juventude, dia 02 de junho.

Dia 02 de maio o 6º Pós-Encontro do ECC foi uma sessão de cinema refletindo sobre o Testemunho de Fé e Coragem.

Comemoração do Terço dos Homens

No dia 09 de junho o Terço dos Homens comemorou 10 anos de evangelização e oração com Maria.

Formação Ministério da Palavra

Formação Litúrgica com o teólogo e filósofo Washington. Tema: “Tempos Litúrgicos”, dia 12de junho.

Transporte Industrial • Excursões Viagens • Fretamento em Geral empresamarcostur@hotmail.com

10

| Junho / 2015

JUNE - Juventude de Neópolis

Dia 14 de junho, aconteceu o 6º Pós-Encontro do June, no Centro Comunitário do bairro de Neópolis.

ECC - Segunda Etapa

De 05 a 07 de maio, os casais da Paróquia N. S. Aparecida participaram do 30º Encontro de 2ª Etapa do ECC.

Encontro de Namorados Firme - ENFIR

No dia 14 de junho, aconteceu o ENFI, com a presença de 26 casais, no Salão Paroquial da igreja de Neópolis.

Cinema Itinerante

No dia 24 de maio aconteceu mais uma sessão livre com o filme contando a história do Papa São João XXIII.

Atuamos no ramo de transportes de professores e alunos para diversos pontos turísticos da cidade de Natal e demais regiões metropolitana

84 3618.4016 / 9982.8953


caern

NOTAS MISSAS Matriz (Neópolis) De terça a sexta, às 17h30, aos sábados às 19h30 e aos domingos às 7h30 e 19h30. Capim Macio Terças e quintas às 19h e aos domingos às 9h30 e 17h. MISSA COM ORAÇÃO DE CURA E LIBERTAÇÃO Matriz (Neópolis) Dia 15.07, às 5h, 17h e 19h30.

Neópolis e uma vida melhor Se o prezado leitor mora em Natal, percebeu que desde o fim do mês de Abril deste ano, várias obras foram iniciadas, abrindo ruas e transformando o trânsito numa aventura em busca de novas rotas para o trabalho, ou um verdadeiro teste de paciência para lidar com vias congestionadas – graças a canteiros de obra abertos de uma hora pra outra. Todo este transtorno está sendo criado pela CAERN e faz parte de um grupo de obras que almeja deixar a cobertura de esgotamento sanitário da capital perto de 100%. A cidade precisava de uma intervenção deste porte. Segundo a assessoria de imprensa da CAERN, o município possuia apenas 36% de sua área servida por esgotamento sanitário. Em parceria com o Governo do Estado, a companhia obteve liberação de recursos federais superiores a meio bilhão de reais. E o bairro de Neópolis, onde está sediada nossa bela Paróquia, foi um dos contemplados para receber as primeiras intervenções ao longo da avenida Ayrton Senna. Ao todo, Natal receberá cerca de 1.000km de tubulação de esgoto, sufi-

ciente para ligar nossa capital a capital baiana, Salvador. Apesar da CAERN gerenciar as obras, a companhia conta com uma parceria com a Prefeitura de Natal, através da STTU (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana) que realizará um trabalho para auxiliar o trânsito nas áreas que sofrerem interdição, de acordo com um calendário disponível na página da empresa na internet (http://www.caern. rn.gov.br). Já a SEMOPI (Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura) atuará nos casos em que a rede de esgotamento sofra interferência da rede de drenagem do município e a SEMURB (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo) desenvolverá o trabalho de liberação de uso e ocupação do solo na construção das Estações Elevatórias de Esgoto (EEE). A previsão é que o conjunto de obras seja concluído num período de dois anos, tempo suficiente para a instalação de toda rede de esgotamento. Enquanto isso, cabe a comunidade ter paciência e crer que todo este investimento trará uma vida melhor para todos

Prestação de Contas de maio/2015 Edmilson Selfes de Mendonça Dir. Admin/Financeiro receitas Saldo em 30.04.2015 BB e CEF Bazar Mensalidade dos Sócios/Cartão Total das Receitas

R$ 35.884,57 R$ 198,00 R$ 1.835,00 R$ 37.917,57

Despesas Folha de Pagamento (Pessoal) R$ 4.012,23 Encargos Sociais da Folha (Inss e Fgts-Pis) R$ 1.195,10 Vale Transporte R$ 240,00 Despesas Bancarias R$ 654,21

Programa de Informática(Théos) R$ 165,00 Agua (Caern) R$ 103,87 Cabo Telecom (TV – Internet/Telefone) R$ 152,42 Telefone (Claro) R$ 19,89 Material de Consumo da Casa R$ 551,91 Energia (Cosern) R$ 438,55 Reforma Estofados Sala de TV R$ 3.400,00 Total das Despesas R$ 10.933,18 Saldo Em BB e CEF 31.05.2015

CONFISSÃO Matriz (Neópolis) Toda terça-feira, das 15h às 17h20. ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO Matriz (Neópolis) Toda quinta-feira, às 16h, na igreja. Capim Macio Toda quinta-feira, às 18h, na igreja. APOSTOLADO DA ORAÇÃO Matriz (Neópolis) Toda 1ª sexta-feira do mês, às 16h, no Salão Paroquial. OFÍCIO DE NOSSA SENHORA Matriz (Neópolis) Todo sábado, às 6h. Capim Macio Todo sábado, às 8h. TERÇO DOS HOMENS Casa do Divino Mestre Toda terça-feira, às 19h. RENOVAÇÃO CARISMÁTICA Matriz (Neópolis) Toda quinta-feira, às 19h, no Salão Paroquial. BATIZADO DE CRIANÇAS Matriz (Neópolis) Dia 05 e 19.07, após a missa das 7h30. PÓS-ENCONTROS ECRI: 18/07, às 16h, no Salão Paroquial de Neópolis. JUNE: 12 e 26/07, às 15h, no Salão Paroquial de Neópolis. segue-me: 12/07, às 17h, no Salão Paroquial de Neópolis. EJAC: 11 e 25/07, às 16h45, no Salão Paroquial de Neópolis. ECC: 14 e 28/07, às 20h, no Salão Paroquial de Neópolis.

R$ 26.984,39 Junho / 2015 |

11


Valorizando as cores do nordeste.

néctar é dos deuses o sabor é do nordeste seu mel adoça a boca e a vida enriquece o

A GRÁFICA DA GENTE 84 3272.2751 orcamento@unigraficanatal.com.br

Sal da terra 176 - junho 2015  
Sal da terra 176 - junho 2015  
Advertisement