Issuu on Google+

1

BOLETIM MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA N.º 26, AGOSTO DE 2009

INFORMAÇÃO MUNICIPAL AGOSTO DE 2009 N.º 26

Todos às Festas do Concelho Quatro anos de trabalho em revista Acção Social Educação Obras

Cultura Desporto Ambiente

Novas tecnologias


2

SUMÁRIO

FICHA TÉCNICA 10 . Obras

3 EDITORIAL 4 ACÇÃO SOCIAL

Director António Pereira Júnior Edição e Propriedade Câmara Municipal de Peredes de Coura

Serviço de apoio aos cidadãos

www.cm-paredes-coura.pt

6 EDUCAÇÃO

contacto@cm-paredes-coura.pt Coordenador

“Escola para todos”

Manuel Gonçalves

8 OBRAS

Produção Estação Livre – Comunicação

Prioridade ao saneamento básico

Tel. 226053936

10 FESTAS DO CONCELHO

info@elc.pt Concepção Gráfica

Chegou Agosto...finalmente!

Norma Design Colaboradores

12 . Festas do Concelho . Chegou Agosto...finalmente!

Ana Margarida Rebelo

Verdadeiro serviço público Festival de Paredes de Coura marca a diferença Arquivo cativa munícipes

António Alberto L. M. Esteves Andreia Leonilde Barbosa Cristina Pereira

16 DESPORTO

Henrique Reis Joana Rodrigues

Modalidades para todos os gostos

José Miguel Guerreiro dos Santos

18 AMBIENTE E FLORESTA

Manuel Monteiro Maria de Fátima Silva Cabodeira

“Portugal sem fogos depende de todos”

Mário Pedro Sousa

20 ÚLTIMA

Nelia Borges Aguiar Sara Gonçalves

Paredes de Coura digital

Secretariado Isabel Cristina Araújo Execução Gráfica Ginocar Depósito Legal 174412/01 Tiragem 8.000 exemplares

12 CULTURA

© José Sá

12 . Cultura . Festival de Paredes de Coura marca a diferença


3

BOLETIM MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA N.º 26, AGOSTO DE 2009

EDITORIAL

COM UM ABRAÇO,

ANTÓNIO PEREIRA JÚNIOR,

PRESIDENTE Estamos no termo do actual mandato dos órgãos autárquicos. No próximo dia 11 de Outubro somos chamados às urnas para eleger os órgãos dos municípios e das freguesias para o mandato de 2009 a 2013. Está, pois, chegado o momento da ‘prestação de contas’, que fazemos com agrado. É o cumprimento de um dever, a que nunca nos furtámos, mas também o prazer de podermos afirmar que cumprimos. Nas páginas desta ‘Informação Municipal’, poderá encontrar, caro leitor, um breve balanço de um mandato realizador e proveitoso. Não caberia aqui uma relação exaustiva, pelo que o balanço peca por omissão: muito mais foi feito do que aquilo que mereceu referência. Pretendemos – o leitor ajuizará se o conseguimos ou não – realçar as linhas de força de uma orientação e de um rumo de que não nos afastámos. O fio condutor dessa acção foi a melhoria das condições de vida das pessoas, em tudo o que dependia da nossa acção: a preservação e defesa do ambiente, a cultura, o ensino de qualidade das nossas crianças e jovens, a qualificação das pessoas de todas as idades e condições, o apoio dos mais desfavorecidos e das famílias. Assim, o destaque do saneamento básico, do investimento pesado nas escolas e jardins de infância, nos transportes escolares e nas actividades extra-curriculares, da acção social. Esta última, com

largo desenvolvimento nos últimos tempos, tenderá ainda a aumentar, tornando-se uma das principais actividades municipais. Tenho a enorme satisfação de poder afirmar, com verdade, que cumpri. Aqui e além, foi mesmo possível ir mais longe do que o que estava previsto e prometido.

É Agosto, mês de férias e da visita de muitos dos nossos conterrâneos que vivem longe da nossa terra. Quero expressar-lhes o agrado com que os recebemos, dar-lhes as boas-vindas e desejar-lhes uma óptima estada entre nós. Agosto é também o mês do nosso concelho – dia 10 é o feriado municipal - de festas e romarias, do festival e das Festas do Concelho. É a altura em que mais forasteiros nos visitam. Saúdo-os efusivamente e espero que a estada seja do seu agrado e lhes deixe a vontade de voltarem. É ainda o período em que oficialmente reconhecemos os méritos daqueles que, por vários motivos e acções se destacaram; que oficializamos relações e amizades institucionais e as comemoramos. Saúdo fraternal e amigavelmente os nossos amigos e colegas de Cenon.


4

ACÇÃO SOCIAL

SERVIÇO DE APOIO AOS CIDADÃOS A CRIAÇÃO DO GABINETE DE ACÇÃO SOCIAL DA CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA SURGE EM FINAIS DE 2006.

Depois de um diagnóstico prévio, que por sua vez deu lugar a um Plano de Acção, impunha-se constituir uma equipa que pudesse atender os munícipes, dando-lhes informações e orientando-os nesta área tão sensível, ajudando-os a encontrar os apoios de que precisam, e que estão definidos e regulados de acordo com inúmera legislação. Não só por causa da crise, mas também porque as pessoas vão passando a palavra de umas para as outras, a verdade é que a procura deste Gabinete tem aumentado. Aqui se conseguem apoios para os mais novos, através de bolsas de estudo, incentivos à natalidade, complementos sociais, quer dizer, subsídios para as famílias mais carenciadas, e ajuda para melhoramentos nas casas mais degradadas, seja através da cedência de materiais de construção, de mão-de-obra ou de apoio técnico para a realização das intervenções. Para os mais velhos existem diversos programas integrados, como o Movimento Alegre, em que colaboram diferentes departamentos, e que reúne, em convívio,


5

idosos de Paredes de Coura e de outros cinco concelhos. Outro exemplo de parceria é a Unidade Móvel de Saúde, que percorre as freguesias do concelho, prestando esclarecimentos e fazendo uma medicina preventiva. Por vezes, o mais importante até é poder encontrar alguém com quem falar, quebrar a rotina, a monotonia, o isolamento em que muitos de nós vivemos. No concelho, a taxa de cobertura do apoio domiciliário é superior à média nacional. Agora, a alimentação já é distribuída ao fim-de-semana, e não apenas à semana, como era habitual. Mas para que tudo isto funcione, é fundamental que as parcerias resultem, e elas existem entre a Câmara e o Centro de Saúde, as Instituições Particulares de Solidariedade Social e a Segurança Social. Daqui já resultou, também, uma acção de formação de funcionários de instituições do concelho, desde os Centros de Dia até aos jardins-de-infância, 81 pessoas no total, que ficaram, assim, mais preparadas para desempenhar as suas tarefas. Entretanto um dos novos programas já previstos no Contrato Local de Desenvolvimento Social contempla, justamente, a formação, componente cada vez mais necessária à competitividade. E essa é uma preocupação fundamental para os próximos anos.

BOLETIM MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA N.º 26, AGOSTO DE 2009

A Câmara tem ainda um papel importante na Comissão de Protecção de Crianças e Jovens, onde se procura resolver questões complexas, na grande maioria casos de negligência, ajudando as famílias a reorganizarem-se. Está feito o levantamento para um Centro de Actividades Ocupacionais para pessoas com deficiência, que aliás está previsto no Plano de Acção, faltando agora encontrar um parceiro que avance com o Município. Há igualmente uma candidatura ao Programa Modelar do Ministério da Saúde, para uma Unidade de Cuidados Continuados, capaz de prestar cuidados de saúde às pessoas que precisam deles em permanência, e por isso não podem estar em casa ou num hospital. Outro dos papéis do Gabinete de Acção Social é o de divulgar e promover iniciativas de interesse, como o Programa de Respostas Integradas, um programa de prevenção relativamente às várias dependências: drogas, álcool, tabaco, etc. Recordamos ainda que existe um Banco Local de Voluntariado, através do qual as pessoas oferecem o seu tempo e o seu trabalho para ajudar quem mais precisa. Faça a sua inscrição na Câmara Municipal. De que está à espera? Vai ver que não dói nada.


6

EDUCAÇÃO

“ESCOLA PARA TODOS” PAREDES DE COURA FOI UM DOS PRIMEIROS MUNICÍPIOS A APROVAREM UMA CARTA EDUCATIVA. Este documento serviu de base ao desenvolvimento de uma política por vezes pioneira, sendo o melhor exemplo disto mesmo a reestruturação da rede escolar, com a construção na sede do concelho da

nova Escola do 1º Ciclo do Ensino Básico, onde se integraram os alunos vindos das freguesias. Acabou-se assim com uma situação de clara desigualdade, porque havia escolas que, pela dimensão, pelo número reduzido de alunos, já não conseguiam dar resposta aos desafios educativos de hoje. Quer isto também dizer que todo o actual mandato autárquico se fez com este equipamento à disposição, permitindo outros passos nesta área da educação. Quando se fez esta escolha, de construir uma única Escola Básica do 1º Ciclo, uma das maiores preocupações dos pais e encarregados de educação era justamente com o transporte dos alunos. O esquema montado, com 15 circuitos independentes, assente em carrinhas e mini-autocarros, demonstrou ser eficaz, transportando cerca de 325 crianças com toda a segurança e conforto. Nenhuma delas precisa de sair de casa antes das 8h, começando depois o regresso das aulas por volta das 17h30.


7

Resolvida esta questão, importava olhar para a Escola a Tempo Inteiro, uma iniciativa do Ministério da Educação a que o Município de Paredes de Coura aderiu desde o início. A verdade é que as famílias estão cada vez mais condicionadas pelo trabalho dos pais, e era preciso manter e ocupar os filhos durante mais tempo na escola. Surgiram assim as Actividades de Enriquecimento Curricular, contemplando desporto, música e a aprendizagem do Inglês. Um outro desafio a que se procurou, e procura, dar resposta é o da reestruturação da rede pública do pré-escolar, servindo a população com idades entre os três e os seis anos. As novidades são três novos jardins-de-infância, Mozelos, Rubiães e Cristelo, que, juntamente com a oferta da Vila, vão garantir melhores condições a uma parte significativa das crianças do concelho, assim como aos funcionários e educadores que lá trabalharem. Quanto às creches, dirigidas a crianças com três meses a três anos, está em construção uma em Castanheira e em fase de candidatura uma outra em Cossourado. Com a restante oferta, quer do Centro Social e Paroquial de Mozelos, quer da Santa Casa, também passará a haver uma resposta condigna a este nível.

BOLETIM MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA N.º 26, AGOSTO DE 2009

Para mais tarde ficará a renovação do edifício da Escola EB 2,3/S, que depende de uma candidatura, que por sua vez só poderá avançar quando estiver concluído o processo de transferência dos equipamentos escolares do concelho do Ministério da Educação para a Câmara Municipal - à semelhança do que sucedeu já com o pessoal não-docente. O acordo está concluído, faltando apenas a respectiva escritura.


8

OBRAS

PRIORIDADE AO SANEAMENTO BÁSICO NO ACTUAL MANDATO, O SECTOR DE OBRAS DA CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA DESENVOLVEU PROJECTOS DE GRANDE VISIBILIDADE COMO O CENTRO DE EDUCAÇÃO E INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL (CEIA) DO CORNO DE BICO, O ARQUIVO MUNICIPAL, A VARIANTE URBANA DE ACESSO À VILA, NA ZONA DE MANTELÃES, SÓ ESTE ORÇADO EM UM MILHÃO E TREZENTOS MIL EUROS, E A COLOCAÇÃO DE UM RELVADO SINTÉTICO NO CAMPO DE FUTEBOL ONDE JOGA O SPORTING CLUBE COURENSE, O QUE REPRESENTA UM SALTO QUALITATIVO ASSINALÁVEL PARA A PRÁTICA DA MODALIDADE.


9

BOLETIM MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA N.º 26, AGOSTO DE 2009

Ao nível da rede viária municipal, investiram-se mais de três milhões de euros nas freguesias, no arranjo de caminhos, procedendo-se ao seu alargamento e pavimentação. Desta forma, melhorou-se consideravelmente a rapidez e segurança da circulação no interior do concelho. Em São Martinho de Coura e Antas (Rubiães) procedeu-se à renovação da rede de abastecimento de água.

Mas se tivermos que escolher um destaque, esse será seguramente a aposta no ambiente, graças aos mais de cinco milhões de euros investidos no saneamento básico. Nos últimos quatro anos, mais de metade das freguesias do concelho, onze para se ser mais exacto, tiveram obras para a colocação de saneamento básico. São mais de 100 quilómetros de condutas que permitem ligar as habitações à rede pública, acabando com muitas situações de esgotos sem controlo ou fossas, com evidentes vantagens para o ambiente e para a saúde pública. De assinalar também é a enorme adesão que houve por parte dos munícipes, com muitos pedidos de ligação à rede pública, apesar de esta ligação ter custos para quem a pede. Neste capítulo, os números de Paredes de Coura estão acima das médias verificadas no resto do país e até no estrangeiro para situações semelhantes, o que só demonstra que a população entendeu a importância de o fazer.

Numa parceria público/privada, a Câmara participou num conjunto de arranjos em Porreiras, incluindo a recuperação de cinco moinhos, junto à Eira Comunitária, um parque, largos, arruamentos, etc. Aos particulares coube a responsabilidade de recuperar fachadas, caixilharias e coberturas. Este é de resto o exemplo de como o Município nem sempre actua sozinho. Muitas vezes colabora com terceiros: juntas de freguesia, bombeiros voluntários, OUSAM, instituições particulares de solidariedade social, Santa Casa da Misericórdia, prestando-lhes apoio técnico, na realização de projectos e no acompanhamento da sua execução. É isso que tem acontecido por exemplo no Lar que se está a construir em Bico, onde a Câmara subsidiou a empreitada para arranjos exteriores. Neste momento, estão lançados outros projectos. Assim, o saneamento básico vai avançar em mais três freguesias, a Zona Industrial de Formariz será ampliada, haverá mais um milhão de euros de investimento na rede de estradas e caminhos municipais, e em Venade (Ferreira) vai surgir o Centro de Estudos Mário Cláudio, no edifício da antiga escola primária, onde ficará o espólio que o autor doou ao Município. Na Vila será feita a revitalização do Largo da Feira, incluindo um novo arruamento, para o que estão previstos 670 mil euros. Ainda assim, o maior projecto lançado aqui é o das “Portas do Corno de Bico”, um parque urbano, verde, que se estenderá a partir da GNR e Centro Cultural até à Central de Camionagem. No fundo, representará de modo simbólico o acesso à Paisagem Protegida, unindo esta com a sede do concelho.


10

FESTAS DO CONCELHO

TODOS ÀS FESTAS CHEGOU AGOSTO... FINALMENTE! Depois de um ano tão difícil, é tempo agora de receber de braços abertos os nossos emigrantes, de reunir a família, descansar e, claro, conviver. Agosto é também o mês das Festas do Concelho, um momento único de animação cujo centro é a própria Vila e que este ano decorre de 7 a 10. O programa está recheado de motivos de interesse, desde as tradicionais arruadas, passando

pelos grupos de música, até ao fogo-de‑artifício. E muito mais... Para que não perca nada destes quatro dias de festas, fica de seguida o programa completo do evento. De referir que as Festas do Concelho são uma organização da Câmara Municipal de Paredes de Coura e da Mostracoura (Associação para a Promoção de Produtos Regionais do Alto Minho), que contam com o apoio das Confrarias de Santo António e de Nossa Senhora das Dores, Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários, Guarda Nacional Republicana, Juntas de Freguesia e Associações Culturais.

BOAS FESTAS!


11

BOLETIM MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA N.º 26, AGOSTO DE 2009

7 DE AGOSTO

8 DE AGOSTO

9 DE AGOSTO

10 DE AGOSTO

9:00 - Salva de Morteiros Arruada pelos Grupos de Bombos e Zés P’reiras de Paredes de Coura: Figueiras na Rua - Rubiães Amigos da Farra - Padornelo Amigos da Música – Coura

8:45 - Salva de Morteiros

8:45 - Salva de Morteiros

8:45 - Salva de Morteiros

9:00 - Entrada dos Grupos de Bombos e Zés P´reiras (Largo do Visconde de Mozelos): Unidos da Paródia - Amarante Amigos da Borga - Fafe Os Completos - São Simão - Amarante Os Delaenses - V. N de Famalicão Bombos de Santo André - Amarante

9:00 - Entrada das Bandas de Música: S. Tiago de Lobão - Santa Maria da Feira Cabeceirense - Cabeceiras de Basto

9:00 - Entrada dos Grupos de Bombos e Zés P’reiras de Paredes de Coura: Figueiras na Rua - Rubiães Amigos da Farra - Padornelo Amigos da Música - Coura

Sexta-feira

10:00 - Abertura da Exposição de Trabalhos da Escola de Bordados da Câmara Municipal de Paredes de Coura 12:00 - Concentração dos Grupos de Bombos e Zés P´reiras (Largo do Visconde de Mozelos) 19:00 - Despedida dos Grupos de Bombos e Zés P´reiras (Largo do Visconde de Mozelos) 22:00 - Actuação dos Grupos Musicais (Largo de Hintze Ribeiro): Kalhambeke - Formariz Junior’s - Porreiras 1:00 - Fogo-de-artifício

Sábado

10:00 - Concurso Pecuário (Parque Municipal de Leilões) 12:00 - Espectáculo do Ribombar dos Grupos de Bombos e Zés P´reiras (Largo do Visconde de Mozelos) 14:30 - Entrada das Bandas de Música, que actuarão no Largo do Visconde de Mozelos até à 01:00: Banda Musical de Melres - Gondomar Banda Filarmónica de Amares 16:30 - Cortejo Etnográfico (pelas ruas do Dr. Albano Barreiros, do Dr. Custódio José Vieira, do Dr. Narciso Alves da Cunha, do 25 de Abril, do Dr. Bernardino António Gomes, dos Combatentes da Travanca, de Pereira da Cunha, dos Imigrantes e do Conselheiro Miguel Dantas) 17:30 - Corrida de Cavalos «Passo Travado» (Rua do Dr. José Gomes Moreira) 18:30 - Despedida dos Grupos de Bombos e Zés P´reiras (Largo do Visconde de Mozelos) 19.00 - Missa Vespertina com Sermão a Santo António (Igreja Matriz) 22:00 - Verbena Popular com o Grupo Midnes (Largo de 5 de Outubro) 00:30 - Despedida das Bandas de Música (Largo do Visconde de Mozelos) 1:00 - Fogo-de-artifício

Domingo

11:00 - Missa e Sermão em Honra de Nossa Senhora das Dores, solenizada pelo Grupo Coral Paroquial de Santa Maria de Paredes (Igreja Matriz)

Segunda-feira Feriado Municipal

9:15 - Hastear Solene da Bandeira (Largo do Visconde de Mozelos)

16:00 - Entrada da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Vila das

10:30 - Missa em Honra de São Lourenço, comemorativa

Aves (junto ao Quartel do Dr. Afonso Viana)

dos Combates da Travanca (Cerdeira-Cunha)

17:30 - Imponente Procissão

15:00 - Sessão Solene Evocativa do Dia do Concelho (Salão Nobre dos Paços do Município)

18:30 - Despedida da Fanfarra (Largo do Visconde de Mozelos) 20:00 - Despedida das Bandas de Música (Largo do Visconde de Mozelos) 22.00 - Festival Nacional de Folclore (Largo de Hintze Ribeiro) com a presença de: Rancho Folclórico de Dem - Caminha Grupo Folclórico de Castelo de Neiva - Viana do Castelo Rusga Típica da Correlhã - Ponte de Lima Rancho Folclórico e Etnográfico de Ponte da Barca Rancho Folclórico do Alto Coura – Vascões - Paredes de Coura 22:30 - Baile com a Orquestra Microsson (Largo do 5 de Outubro) 1:00 - Fogo-de-artifício

18:00 - Troféu “Geminação, S.C.Courense X “Selecção de Cenon” (Campo de Jogos do S.C.C) 22:00 - Festival Internacional de Folclore (Largo de Hintze Ribeiro) com os grupos: KUD “Nikola Tesla” – Sérvia Delegación “Nuestras Raices” – Argentina Arantzarte Dantza Taldea - Espanha Rancho Folclórico da A.C.D.R. de Rubiães – Paredes de Coura 22:30 - Animação Musical e Baile com o Grupo Império Show (Largo do 5 de Outubro) 1:00 - Fogo-de-artifício e encerramento das Festas do Concelho 2009


12

CULTURA

VERDADEIRO SERVIÇO PÚBLICO NOS ÚLTIMOS ANOS, TEM HAVIDO UMA APOSTA FORTE NA CONSTRUÇÃO DE UM SERVIÇO EDUCATIVO NA ÁREA DA CULTURA, QUE SEJA EFICAZ E APROVEITE EQUIPAMENTOS COMO O CENTRO CULTURAL, A BIBLIOTECA, O MUSEU E, MAIS RECENTEMENTE, O ARQUIVO. O desafio é sempre o de apresentar uma programação de qualidade e diversificada, que responda aos interesses e necessidades de públicos muito diferentes. O equilíbrio entre tradição e modernidade, entre local e nacional, ou até mesmo internacional, eis a meta ambiciosa. Dito de outra forma, pretende-se preservar o que é tradicional, património de Paredes de Coura e, ao mesmo tempo, mostrar o que se faz fora daqui.

Olhando para o passado mais longínquo, Paredes de Coura tem sabido apostar no levantamento e preservação do seu património arqueológico, o que levou a escavações no concelho, exposições, congressos e publicações especializadas, nomeadamente a Carta Arqueológica, sempre sob a direcção técnica da Dr.ª Fátima Silva. No Museu foi mesmo criada uma sala só para expor réplicas, maquetas, objectos e artefactos encontrados nos vários trabalhos de campo.


13

Em 2004, em conjunto com os restantes municípios do Vale do Minho, nasceu a Companhia de Teatro Comédias do Minho, uma iniciativa com sede em Paredes de Coura. Esta, depois dos primeiros dois anos, atingiu uma visibilidade pública e um reconhecimento assinaláveis. Apresenta três novos espectáculos por ano e organiza‑se em torno de três eixos: é companhia de teatro profissional; tem um projecto pedagógico para os alunos do pré-escolar e do 1º ciclo, e trabalha ainda com os mais velhos; finalmente, desenvolve projectos comunitários, dando por exemplo apoio a grupos de teatro amador. Em 2007 assinalaram-se os 50 anos sobre a primeira edição de A Casa Grande de Romarigães, texto extraordinário dessa figura maior da nossa cultura, Aquilino Ribeiro. A Câmara não poderia alhear-se desse facto e promoveu uma exposição, um debate, e a edição de A Sombra das Casas, um levantamento não sistemático das “casas grandes” do concelho, com texto de Jorge Pereira de Sampaio, investigador do Centro de Estudos Históricos da Universidade Nova de Lisboa, fotografias de Rui Luís Romão, jornalista, e prefácio do escritor Baptista-Bastos.

BOLETIM MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA N.º 26, AGOSTO DE 2009

No capítulo das edições, vale a pena recordar outras duas, dos mesmo autores, Carlos Gouveia, professor, e Rui Luís Romão. Trata‑se de Paredes de Coura nos Caminhos de Santiago, a pretexto da transformação da antiga escola primária de Rubiães em Albergue para os peregrinos que demandam Santiago de Compostela, e A Memória dos Templos, um breve registo de igrejas e capelas do concelho. Neste momento, existem já 140 crianças inscritas no Passaporte Família, um programa em que os mais novos trazem os seus convidados. A intenção é que estes não sejam meros espectadores e participem nas acções, sejam elas relacionadas com teatro, dança, música ou ambiente. Recorde-se que aqueles, pais e filhos, que participarem em três destas actividades (daí o passaporte) podem assistir gratuitamente a um filme infantil. Entretanto, a Biblioteca tem reforçado as actividades com as escolas, como a Hora do Conto, isto enquanto espera que avancem as obras na primitiva escola primária da Vila, para que possa ocupar aí as suas novas instalações, alargando nessa altura os serviços aos munícipes, sem esquecer aqueles que têm necessidades especiais, como os que se deslocam em cadeira de rodas.


14

© José Sá

Em fase de projecto está também o futuro Centro de Estudos Mário Cláudio, a instalar na antiga escola primária de Venade (Ferreira). Este Centro vai receber e tornar acessível ao público o espólio doado pelo conceituado autor à Câmara de Paredes de Coura. Em Vascões, a Casa da Americana será recuperada e convertida em Casa de Retiro para apoio ao desenvolvimento de tradições locais como a feitura do pão, a matança do porco e a confecção de produtos derivados, a produção de compotas, bem como a recriação de serões à antiga. No Largo de Hintze Ribeiro, na Vila, prevê-se a criação de um pólo do Conservatório do Alto Minho, em parceria com a Academia de Música de Viana do Castelo, alargando assim um trabalho que começou com as aulas de educação musical, no contexto das Actividades de Enriquecimento Curricular. Desde há vários anos, Paredes de Coura tem mantido algumas iniciativas regulares na área da cultura, como são os casos da Feira Mostra, o Maio Cultural, que inclui a Feira do Livro, os Domingos Gastronómicos e o Festival de Música. Ao mesmo tempo, novas iniciativas, como a ExpoLeite, vão ganhando alicerces, afirmando-se no calendário de eventos da região. Em todos os casos, uma preocupação é fundamental: estabelecer parcerias com entidades e instituições locais, sejam associações ou empresas. Não é por acaso que nos últimos anos surgiram novos grupos de folclore e as actividades em cada freguesia aumentaram. Este esforço de colaboração entre todos tem o seu expoente máximo nos Jogos da Amizade, um convívio anual que congrega todas as associações o concelho.

FESTIVAL DE PAREDES DE COURA MARCA A DIFERENÇA A edição de 2009 do Festival de Paredes de Coura foi um sucesso, quer em termos de público, quer na qualidade do cartaz, mas também devido a uma série de novos serviços colocados à disposição dos festivaleiros. Pela primeira vez existiu um serviço de babysitting e os pais puderam deixar as suas crianças, em total segurança, a cargo da Creche e Jardim de Infância da Santa Casa da Misericórdia de Paredes de Coura. Este serviço tinha um custo de 5 € por dia e funcionou das 14 horas às 3 da manhã. Também ao nível das comunicações, este ano marcou um ponto de viragem, com a instalação de fibra óptica, pelo parceiro tecnológico do festival, o Instituto Politécnico de Viana do Castelo. Isto significou que a Internet funcionou melhor, o que é sempre importante por exemplo para o trabalho dos jornalistas. Foi criado ainda um serviço de informações via sms e um canal interno de vídeo do festival.


15

BOLETIM MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA N.º 26, AGOSTO DE 2009

ARQUIVO CATIVA MUNÍCIPES Salvaguardar o património documental, quer por via da recolha de novos acervos, quer mediante acções de divulgação cultural, no intuito de dar a conhecer aspectos relevantes da história local, é a missão do Arquivo Municipal de Paredes de Coura. Desde Janeiro até à presente data, ingressaram neste serviço cinco novos arquivos, dois provenientes de particulares, designadamente de Benvinda da Rocha Pereira e de David José Linhares Caldas Lima, e três das juntas de freguesia de Cunha, Bico e Vascões. Os acervos históricos daqueles executivos, transferidos a título de depósito, incluem documentos de grande relevância arquivística, com destaque para os Livros de Tombo e os Livros de Actas das extintas Juntas de Paróquia, que nos permitem ir à raiz das freguesias conhecer os usos e costumes e demais marcas da sua evolução histórica. A somar à generosa colaboração da comunidade, o mais recente equipamento cultural da Autarquia aposta também na dinamização das visitas guiadas, bem como na organização de iniciativas de pendor pedagógico.

A exposição “Casa da Câmara de Coura: modernidade, infortúnio e renascimento”, integrada no âmbito da celebração do primeiro aniversário do Arquivo Municipal, foi inaugurada no passado dia 5 de Maio e pode ainda ser visitada. Esta mostra documental evoca uma efeméride que, em termos históricos, constitui um marco da nova era pós-criação da Comarca de Paredes de Coura, em 1875: os 125 anos sobre a inauguração do edifício dos Paços do Concelho, mandado construir por Miguel Dantas e inaugurado em 1884. A Câmara Municipal de Paredes de Coura avançou, recentemente, com uma candidatura ao Eixo Prioritário III, de Valorização e Qualificação Ambiental e Territorial, para dotar o Arquivo Municipal de equipamentos informáticos que lhe permitam tornar acessível, online, o seu catálogo, passando o património documental concelhio a estar ao alcance dos utilizadores espalhados por qualquer parte do mundo.


16

DESPORTO

MODALIDADES PARA TODOS OS GOSTOS OS JOGOS DESPORTIVOS, DE VERÃO E DE INVERNO, CONSTITUEM, HÁ LARGOS ANOS, O EIXO, A ESPINHA DORSAL DA ACTUAÇÃO DO MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA NO QUE DIZ RESPEITO AO DESPORTO. ABERTOS A TODAS AS IDADES E A AMBOS OS SEXOS, EMBORA PRIVILEGIANDO OS MAIS JOVENS, PROPORCIONAM A PRÁTICA DE EXERCÍCIO FÍSICO EM CERCA DE 15 MODALIDADES DIFERENTES E, CLARO, UM SAUDÁVEL CONVÍVIO.


17

Os Jogos Desportivos de Verão realizam‑se, ininterruptamente, desde 1991, e os de Inverno vão já na nona edição, por isso foi preciso ir adaptando as modalidades apresentadas, não só à realidade dos nossos dias, em que a população está mais envelhecida, mas também ao gosto das novas gerações. Foi assim que surgiu o futsal misto, com jogadores masculinos e femininos, o futvólei, uma espécie de voleibol jogado com os pés, ou as corridas de carrinhos de rolamentos. A oferta também é adaptada às circunstâncias do clima, com os Jogos de Verão a privilegiarem as actividades ao ar livre e os de Inverno os jogos de interior. Para se ter uma ideia da diversidade, eis alguns exemplos de outras modalidades: natação, cicloturismo, badmington, ténis de mesa, setas, e isto sem esquecer os jogos tradicionais como o chavelho. De há uns dois ou três anos para cá, tem‑se notado um decréscimo no número de participantes nos Jogos, embora os técnicos garantam que não se faz menos desporto no concelho – o Pavilhão Municipal, por exemplo, está sempre cheio. Pelo contrário, e uma das explicações poderá estar na variada oferta que existe neste momento: o Sporting Clube Courense, que dispõe de um bom campo relvado e abrange todos os escalões do futebol, a Associação de Castanheira, também com o futebol, o Basket Clube de

BOLETIM MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA N.º 26, AGOSTO DE 2009

Coura, o Clube de Natação e Cultura e ainda um ginásio particular - o único projecto realmente privado no meio dos demais -, que conquistou os seus adeptos. A esta realidade temos ainda que juntar o desporto escolar e, mais recentemente, a novidade das Actividades de Enriquecimento Curricular, nomeadamente com a natação, que os estabelecimentos de ensino e os seus alunos têm aproveitado bem. Claro que as associações sentem cada vez mais dificuldade em mobilizar os jovens, seja porque os transportes públicos deixam de circular cedo, seja porque hoje os computadores e a televisão alteraram em muito os hábitos dos mais novos, mas também porque existe um núcleo de dirigentes que não se renova – e os que existem estão de algum modo cansados, porque já dedicaram muito do seu tempo - e até dinheiro, quando é preciso -, ao serviço da comunidade. A realidade desportiva do concelho de Paredes de Coura depende, em grande medida, das iniciativas e dos apoios da Câmara Municipal. A participação nos Jogos Desportivos é completamente gratuita, a autarquia contrata técnicos de desporto para diversas actividades, e todos os clubes e associações beneficiam de subsídios atribuídos pelo município. Porque de facto o desporto é essencial para uma vida melhor, vivida com mais qualidade.

MEXA-SE, PELA SUA SAÚDE! O MAIS DIFÍCIL É COMEÇAR. POR QUE NÃO EXPERIMENTA UMA DAS NOSSAS CAMINHADAS? VAI VER QUE NÃO SE ARREPENDE.


18

AMBIENTE E FLORESTA

“PORTUGAL SEM FOGOS DEPENDE DE TODOS” EIS O MOTE PARA UMA DAS PRINCIPAIS MISSÕES DO SECTOR AMBIENTE E FLORESTA, DA DIVISÃO DE PLANEAMENTO E URBANISMO, QUE NA CÂMARA DE PAREDES DE COURA DESENVOLVE A SUA ACTIVIDADE NO ÂMBITO DA DEFESA DA FLORESTA E DA PROTECÇÃO CIVIL, NA PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E NO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO DA PAISAGEM PROTEGIDA DO CORNO DE BICO. O sucesso das políticas de defesa da floresta está associado às diferentes medidas preventivas. Por isso, o Município tem desenvolvido diversas acções de prevenção, como a gestão de faixas de combustível, a construção e manutenção de pontos de água e a beneficiação da rede viária florestal. O papel activo dos proprietários florestais, dos baldios, das Associações é fundamental e imprescindível para o sucesso desta missão. Até ao final do ano, a Câmara Municipal, no âmbito do protocolo estabelecido com a Associação de Produtores Florestais do Vale do Minho, constituirá mais uma equipa de sapadores florestais. Cinco novos elementos desenvolverão tarefas de silvicultura preventiva, de vigilância, de primeira intervenção e de rescaldo a incêndios florestais.

O Município tem participado em diversas campanhas de sensibilização para esta temática: sessões de esclarecimento, iniciativas de reflorestação para a recuperação de áreas ardidas e projectos de Voluntariado Jovem para Vigilância das Florestas (IPJ). Recentemente, através de financiamento do Fundo Florestal Permanente, produziu materiais de apoio à sensibilização dos munícipes. Editou o Manual da Floresta de Paredes de Coura, produziu folhetos com


19 informações e contactos úteis e desenvolveu, em espaço próprio e específico no site da Câmara (www.cm-paredes-coura.pt, ícone árvore), este tema tão importante. Lembre-se que durante o Período Crítico, entre 1 de Julho a 15 de Outubro, e fora do mesmo sempre que o risco de incêndio florestal seja muito elevado ou máximo, não é permitido fazer lume ou fogueiras, queimar restos das actividades agrícolas ou florestais, fazer queimadas para a renovação de pastagens, etc. Informe-se junto do Gabinete Técnico Florestal da Câmara. No cumprimento da legislação em vigor, em matéria de protecção civil, esteve 30 dias em discussão pública o Plano Municipal de Emergência. Este plano pretende ser um instrumento de que os serviços Municipais passam a dispor para o desencadeamento das operações de protecção civil, com vista a possibilitar uma unidade de direcção e controlo, para a coordenação das acções a desenvolver e gestão de meios e recursos mobilizáveis, face a um acidente grave, catástrofe ou calamidade, tendo em vista minimizar os prejuízos e perdas de vidas e o restabelecimento da normalidade. No âmbito das responsabilidades desta Autarquia na gestão da Paisagem Protegida do Corno de Bico (PPCB), prevê-se que até final de Setembro seja colocado à discussão pública o Plano de Ordenamento da PPCB. Este plano objectiva assegurar uma correcta estratégia de conservação e gestão dos valores naturais da Paisagem Protegida, tentando corresponder aos imperativos decorrentes das Directivas Aves e Habitats, estabelecer propostas de compatibilização da conservação com o desenvolvimento das actividades humanas, articulando os vários instrumentos de gestão territorial, hierarquizando os estatutos de protecção das diferentes áreas, com o estabelecimento de prioridades de intervenção. Apela-se à participação activa de todos, de forma a reunir os vários contributos, em especial dos residentes das freguesias abrangidas.

BOLETIM MUNICIPAL DE PAREDES DE COURA N.º 26, AGOSTO DE 2009

PROTEJA A FLORESTA, UM BEM DE TODOS! APESAR DESTE VERÃO TRISTONHO, COM CHUVA E SEM ALTAS TEMPERATURAS, LEMBRE-SE: NÃO FAÇA FOGUEIRAS NÃO LANCE FOGUETES EM CASO DE INCÊNDIO LIGUE 112

Entretanto, iniciou-se a execução da candidatura Gestão Activa de Espaços Protegidos e Classificados, co-financiada pelo ON2, para a promoção, a conservação e a valorização do património natural com pequenas intervenções ao nível da manutenção da biodiversidade e a utilização sustentável dos recursos naturais, valorizando o território a partir da gestão directa de habitats e espécies. Contempla a recuperação e gestão da turfeira do Lameiro das Cebolas (Bico), a promoção da qualidade do habitat de Narcissus cyclamineus (Porreiras), beneficiação da Lagoa da Salgueirinha (Vascões), criação de um Largo de Apoio ao Pedestrianismo (Formariz) e a requalificação da Casa da Americana (Vascões). Associado à nossa Paisagem Protegida, o Município iniciou em 2005 a implementação do Programa de Educação Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável da PPCB, que conta com o Centro de Educação e Interpretação Ambiental, desde 2007, para apoio ao desenvolvimento de diversas actividades, em formato de ateliers e oficinas de trabalho, no laboratório da natureza, a apresentação de exposições temáticas, com a constante preocupação da transmissão de valores de conservação e preservação da Natureza, na interacção entre o Homem e o Ambiente. Este ano, como novidade, decorrerá o 1.º Campo de Férias: A Exploração da Natureza do Corno de Bico, em regime residencial, destinado a crianças e jovens entre os 6 e os 16 anos. Para finalizar, e no âmbito da execução do plano de acção da Agenda 21Local, a Câmara é, este ano, parceira no Projecto 100® - Reciclagem 100% garantida do Festival de Paredes de Coura, marca atribuída pela Sociedade Ponto Verde, em conjunto com a sua Organização e com a Valorminho. O principal objectivo é o aumento da reciclagem do lixo diferenciado produzido, em especial nas zonas de alimentação.


20

PAREDES DE COURA DIGITAL ATENTA À CRESCENTE IMPORTÂNCIA DAS NOVAS TECNOLOGIAS, A CÂMARA MUNICIPAL ADERIU AO PROJECTO VALE DO MINHO DIGITAL, UMA PARCERIA COM OS MUNICÍPIOS DE MELGAÇO, MONÇÃO, VALENÇA E VILA NOVA DE CERVEIRA. OBJECTIVO: SERVIR MELHOR OS MUNÍCIPES. Numa primeira fase, foi criada uma rede que liga todos os edifícios camarários através de fibra óptica, o que permite que a informação circule, e de modo mais rápido, entre todos os departamentos. A seguir criou-se um Sistema de Informação Geográfica, um conjunto de mapas onde toda a informação relevante está inserida. É possível saber onde passam as condutas de água, saneamento e gás, as linhas de telefone e de electricidade, etc. No novo portal, em www.cm-paredes-coura.pt, os cidadãos, mediante um simples registo, podem saber em que fase está um processo que apresentaram à Câmara, um pedido de licença para uma obra em casa, por exemplo, emitir plantas de localização, onde estão assinaladas as tais condutas e linhas (uma informação que é permanentemente actualizada, e que por isso é alterada sempre que há uma qualquer obra), consultar o Plano Director Municipal (PDM), e ainda apresentar sugestões e reclamações, com a vantagem de poderem assinalar no próprio mapa onde é que há um buraco na rua, onde está um contentor do lixo que precisa de ser lavado, e muito mais. No futuro, vai ser possível saber também qual a qualidade da água da rede pública, no sítio onde cada um de nós mora.

ÚLTIMA

No portal do Vale do Minho Digital, em www.valedominhodigital.pt, os turistas poderão encontrar, nestes mesmos mapas interactivos, informações úteis como restaurantes, alojamentos, pontos de interesse, facilitando a visita aos cinco concelhos ali representados. De volta a Paredes de Coura, importa referir que a Câmara Municipal implementou igualmente um Sistema de Gestão Documental que, na prática, acaba com os papéis a circularem de um lado para o outro. Qualquer documento que chegue é de imediato digitalizado e arquivado, e desde esse momento circula apenas em formato digital. Isto permite que as respostas sejam mais ágeis e rápidas, permitindo prestar um melhor serviço aos munícipes. Graças a este novo sistema, os técnicos da Câmara podem ainda requisitar uma viatura ou uma sala, e trabalhar, aceder aos documentos e aos seus emails, mesmo que estejam fora do gabinete, com evidentes ganhos de produtividade. Para os cibernautas, foram instalados dois hotspots gratuitos, um junto à Câmara e outro ao Centro Cultural, o que permite navegar à borla na Internet sem fios, num raio de 150 metros em torno destes dois locais.


Boletim Municipal de Paredes de Coura N.º 26