Page 1

Ano VI - Edição nº 63 - Março 2013

ISSN 2176-1345 ¦ Distribuição Gratuita

NOTÍCIAS DO MEIO GRÁFICO, ESTAMPARIA & COMUNICAÇÃO VISUAL

Estética

na Comunicação

Visual

...?

Com a força da tradição europeia eis que chega ao Brasil uma das mais inovadoras feiras para serigrafistas, estilistas e gráficos: a FESPA.

NANOTECNOLOGIA

na Moda e na Comunicação Visual a ciência mostra os novos tempos

TecnoTêxtil Brasil 15 a 18 de Abril Expo Center Norte - São Paulo

Onde a comunicação visual é pura estampa!

1


A vantagem você vê em cada

CARROSSEL AUTOMÁTICO MCA

estampa.

MÁQUINAS P/ TRANSFER CONTÍNUO DE FITAS

PRODUTOS 100% NACIONAIS

EQUIPAMENTOS P/ SERIGRAFIA POLIMERIZADEIRA /SECADORA

MTCF 500

MTCF 250

MTC 1.800

Elétrica e a Gás Modelos sob consulta

PRENSAS TÉRMICAS P/ TRANSFER MANUAIS

P/ JEANS PTI-5 Jeans

PTM-40: 40 x 50 cm

PTM-42 Dupla 31 x 42 cm

FLASH CURE

AUTOMÁTICAS E SEMI-AUTOMÁTICAS MINI FLASH CURE Pré-secagem de tintas a base d'água ou plastisol

AUTOMÁTICA PTA-4000: 40 x 50 cm 52 x 72 cm

PTP-660: 96 x 66 cm

MISTURADORES DE TINTA

PTP - 15

SR-4 Prensa térmica Para etiquetas Em bobina

PTP-400 Dupla

PTP - 900: 85 x 110 cm PTP-1450: 100 x 145 cm

MULT-MIX

Fone: 47

MTVR-20

MT-70

3323-5844 / Fax: 47 3323-3172

Rua 2 de Setembro, 2.877 - 89052-002 - Blumenau - SC

www.mogk.com.br :: mogk@mogk.com.br

2

vanguarda.art.br

MESA ELÉTRICA DUPLA


editorial

Imprensa & Conteúdos “O que faz da Imprensa um campo de liberdade e de ensinamentos é a publicação de conteúdos que elevam a estima social e profissional”

EXPEDIENTE

A jornalista e professora de história, Tereza Nuñez, argentina, esteve presente numa das últimas palestras de João Barcellos, em Barueri (na Grande São Paulo, Brasil), e do ´bate-papo´ entre dois o público ganhou mais informações, como esta: “O que faz da Imprensa um campo de liberdade e de ensinamentos é a publicação de conteúdos que elevam a estima social e profissional”. Com uma bagagem profissional e internacional de alto nível, a portenha e ´periodista´ engrandeceu a já e sempre movimentada palestra do intelectual português, e foi ela, junto com o professor Carlos Firmino, que fez o “elogio profissional a João Barcellos na celebração dos seus 40 anos de jornalismo e literatura, em Portugal, no Brasil e no Mundo”. João Barcellos, referência lítero-historiográfica fora dos circuitos oficiais editoriais e acadêmicos por opção própria [“a academia sufoca-me e não gosto de teses e pesquisas jogadas nas gavetas da insensatez burocrática chefiada por acadêmicos ideologicamente acaudilhados e pançudos”, disse ele, em 1993], vive diariamente o seu próprio conceito de criação literária e jornalística – a saber: “Quando se escreve algo assume-se com o próprio nome e honra-se assim o conteúdo. Fora disto não existe Jornalismo nem Literatura”. Aqui fica o recado. Maria C. Arruda

04 NOTAS DE MERCADO - Produtos Metal Printer - Paper Express 05 INDÚSTRIA & PRODUTOS - Aplike / sinalização c/ segurança

06 VITRINE EMPRESARIAL PHENIX / 12 anos de qualidade para serigrafistas

06 PERSONALIDADE · Uma Jovem Cientista Chamada Priscila

08 NOSSA CAPA - A Estética Na Comunicação Visual - A importância do Mini Flash Mogk 09 EMBALAGEM & RÓTULO - A termocromia em destaque - SEFAR / a tecnologia em tensionamento 10 ESTAMPARIA & MODA - Amarrar & Tingir ou Tie Dye - Grupo GB aposta no Denim

Título/Marca de TerraNova Comunic 02.206.278/0001-45 NAE 58822100 Certificado Digital // NF@ Corresp.: Cx. Postal nº16 06717-970 Cotia/SP Edição / Cristiane Ramos [Mtb 39615] & João Barcellos Dep Comercial / JUNIOR Dep Jurídico / Dr Luiz Silva Projeto Gráfico / Pedro Caetano Web / Georg Hans Impressão / QuatroCor Gráfica e Editora

11 PUBLICIDADE & BRINDES - Alta fidelidade em foto-produto

12 TECNOLOGIA - A nanotecnologia no cotidiano

www.impressaocores.com.br

jb@impressaocores.com.br / junior@impressaocores.com.br

Redação 11 4703.3077 JB 9 9966.5246 Junior 9 9797.2753 Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores.

PRODUTOS &

Saiba +

PROMOÇÕES MOGK

40 Anos De Qualidade Industrial

IMAGEM ESPECIALIZADA

REVISTA

I&C Sempre presente nos pontos de opinião

O Livro

TECNOTEXTIL São Paulo / Abril de 2013

Amarrar & Tingir Conheça a Técnica Tie Dye

ASSINATURA

12 Edições por R$50,00 Deposite R$50,00 p/ TerraNova Comunic Banco do Brasil Agª 0916-4 cc 29845X e envie cópia do doc c/ os seus dados p/ revista.ic@uol.com.br ou ligue 11-4703.3077

3


notas de mercado

Mesa de Luz paratintas Carnaval, Gravação de Pequenas & flocos Matrizes & Espátulas METAL PRINTER / ADVANCE

F A

itas, camisetas, bonés, convites personalizados, mesa de luz para gravação equipamento máscaras, chapéus, e muita édecoração com ideal glitter e para produtores brindes (canetas, canecas, e purpurina, massasde e tintas para a pele..., ah!,tecido, pequenos formatos planos). Paraequadros de até muito tecido e tinta sublimática, flocos, eis que acontece cm, a mesa é equipada com lâmpada amarela de o30x30 carnaval. posicionamento. Lâmpada parade a revelação Nas ruas e praças, nos salões baile, em halógena cada corpo Imperatriz/MA ·liga/desliga. CARU · (99)3528.2681 500 ousa W, chaves Medida do equipamento que expressar a alegria, passa o trem da vida. 345.6717 São Luis/MA · CARU · (99)3524.0472 330 x 330 x 350 mm. As espátulas, do tipo reto pá, são Nos bastidores do carnaval do3224.5188 Séc. XXI existeemuita · (21) Cascavel/PR · TUPYSCREEN – (45) Santo Ângelo/RS SILKMAX – (55) 3312.5452 ferramentas de nano-elementos uso diário para serigrafi stas que de produzem tecnologia: dos na formulação tintas Asunción/Paraguay SERIMAX – (595-21) 297.575 36.1636 qualidade. Morcete de Plástico // Habitualmente uma sublimáticas aos desenhos e estampas que se iluminam 54) 3522.9999 · (54)3226.3555 Representantes: ferramenta de metal, como batenteas(ou encosto)em para a nos tecidos, passando por serigrafi e flocagens João Pessoa/PB · PB Papéis · (83) 3264.1366 5.1076 matriz na mesa deShop impressão, eis que Se a Metal Printer está aplicações de pura liberdade artística. a marchinha 77 Goiânia/GO · Silk Serv. (62) 3223.6360 São Paulo/SP · Vera L.para (11) 2731.5731 089.2450 inova e disponibiliza o mercado de na memória, a alegria éGuimarães agora puxada por uma indústria serigrafistas o Morcete Plástico popular por acessórios comercialmente atenta àdedemanda Fone: 11-2742.6674 tecnológicos e, quanto mais extravagantes melhor...!

Excelência na fabricação e comercialização de equipamentos serigráficos

Polimerizadora Esticadora Mecânica

Estufa de Secagem Impressora Hiperpress Linha UV Semi-Automática

LANÇAMENTO! Impressora Carrossel UV para CD e DVD CONFIRA!

www.phenixmaquinas.com.br | Tel.: (41) 3633 1008 Rua José Rocha Magalhães, 395 · Areia Branca · Mandirituba · PR

Paper Express começou bem o ano

C

onquistou o “Prêmio Melhores Fornecedores da Indústria da Comunicação 2012”, prêmio que reconhece a qualidade de serviços e produtos que as empresas oferecem ao mercado da comunicação. “A seriedade com que a revista Negócios da Comunicação executa essa pesquisa anual, auditada pela consultoria britânica BDO, dá a dimensão exata da importância do resultado obtido pela Paper Express, que é reflexo de um atendimento diferenciado e de uma qualidade de serviços e produtos superior”, disse Fabio Arruda Mortara, o diretor executivo da Paper Express. Através da loja online [www.paperonline.com.br ] a Paper leva a qualidade de seus impressos para o Brasil e Exterior. [www.paperexpress.com.br]

4


indústria e produto

Sinalização de SEGURANÇA

Vinil Fotoluminescente para Placas de Segurança

A

fabricante Aplike produz um vinil autoadesivo para sinalização interna de orientação, tornando visível a sinalização mesmo no escuro. O material pode ser recortado eletronicamente em plotter ou corte e vinco, e impresso em serigrafia. Utilizado na identificação e sinalização de muita duração para ambientes fechados, na ausência ou falta de energia elétrica, em superfícies planas e lisas. Exemplos: avisos de segurança, de entradas e saídas de estabelecimentos, escadas de emergências. Duração de até 8 horas de luminescência NBR 13435 ABNT. APLIKE – (11) 4056.3977 / FAX: (11) 4048.1395 DDG 0800-7040400 / DDG 0800-194666

5


vitrine empresarial

personalidade

PHENIX

Uma jovem cientista chamada

Priscila Loschi

máquinas e equipamentos para serigrafistas

U

ma dúzia de anos. Doze anos atrás, em 2001, o empreendedor Carlos Bostelmann apostou num olhar industrial muito próprio – “eu queria desenvolver as ideias e mostrar máquinas de autenticidade brasileira”, disse em 2011 – e deu início à fábrica de máquinas para serigrafistas e estamparia em geral PHENIX, na região paranaense de Mandirituba. Reuniu técnicos especialistas, como Side Santana, e logo a PHENIX projetou-se no mercado da estamparia com máquinas e equipamentos cuja qualidade e eficiência eram (e são) o sinal do profissionalismo daquela equipe. A empresa investe na qualidade profissional dos funcionários para um atendimento de alto nível em todos os segmentos. O último lançamento da empresa é a Impressora Carrossel Para Impressão Em CD´s & DVD´s, a 5 Cores UV e produção média de 800 peças/hora. A alta tecnologia aplicada na construção desta impressora comprova o desempenho empresarial PHENIX.

Priscila Ariane Loschi, da Universidade do Estado de Minas Gerais [UEMG], foi a vencedora da Categoria Estudante do Ensino Superior, na Edição 2012 do Prêmio Jovem Cientista. A estudante desenvolveu um revestimento têxtil para tecido termorregulador de roupas de atletas. Quando a temperatura do corpo se altera, o desconforto é grande. Bastam 3ºC acima ou abaixo da média habitual de 36,50C para afetar as atividades. A principal finalidade de projetos para vestuário esportivo é proteger atletas de aumentos e quedas bruscas de temperatura, de modo a manter uma zona de conforto e garantir o melhor desempenho. Utilizam-se os chamados materiais de mudanças de fase [Phase-Change Materials – PCMs], que possuem capacidade de absorver ou liberar calor quando necessário. O polietileno glicol [PEG] é um dos PCMs mais estudados. Para se integrar à fibra têxtil, ele precisa de algum tipo de proteção, pois, ao ser aquecido, pode tornar-se líquido e escorrer. No seu trabalho, Priscila Ariane Loschi produziu um complexo polimérico com PEG e Poli (ácido itacônico), dando origem a um material estabilizado para servir como revestimento têxtil. Ao contrário de outros ácidos aplicados em estudos de PCMs, o Poli pode ser obtido a partir de fontes renováveis, como melaço de cana e amido hidrolisado.

Fonte: texbrasil.com.br & textileindustry.com.br

ASSINE REVISTA I&C

Deposite R$50,00 p/ TerraNova Comunic BANCO DO BRASIL agª 0916-4 cc 29845X e envie cópia do comprovante por email c/ seus dados revista.ic@uol.com.br

6

12 Edições p/ R$50,00


7


capa

Estética...?

O descaso de empresários que suja a Comunicação Visual

E

ntendida muitas vezes como instrumento para uma ocasião comercial, a Comunicação Visual é agredida com atos de mau gosto publicamente expostos. Por seu lado, as autoridades municipais são ágeis na aplicação de leis tipo ´cidade limpa´ e de taxas (algumas) abusivas, mas ineficientes na fiscalização que deveria proteger a estética urbana e rural. Por isso, a visão humana sofre quando busca uma harmonia entre a Natureza e a Comunicação Visual. Basta circular entre várias cidades para se perceber que quem contrata um espaço-tempo de publicidade para os seus produtos raramente o faz com a contrapartida de preservar adequadamente esse serviço, e pior, os suportes são estruturas gigantescas que passados uns meses apenas servem para segurar pedaços de lona ou de tecido especial, rasgados ou desbotados; e, entre outros casos, pequenas estruturas que nem seguram uma simples faixa de pano. Fala-se enfaticamente da complexidade tecnológica que embasa a modernérrima Comunicação Visual, mas é raro observar e criticar construtivamente os casos de absoluta falta de compromisso estético com os profissionais que tanto se aplicam para idealizar e produzir imagens [foto] graficamente especializadas para a promoção de produtos e de ideias. Ora, é preciso dizer ao empresariado que investe em espaço-tempo publicitário, o seguinte: a) permitir a degradação de uma imagem publicitária é mostrar descompromisso estético diante do público consumidor e do público em geral; b) essa degradação também atinge a imagem do produto e da corporação. A imagem de uma instituição ou de uma corporação não pode ser destruída por mero descuido na área publicitária e, às vezes, por mau gosto. O descuido em pequenos pormenores relacionados à estética urbana já derrubou executivos e manchou o nome de muitas empresas. É bom pensar a respeito... João Barcellos

Mini Flash: o acerto perfeito da cura Grande ou pequena, uma estamparia não pode prescindir de um dos equipamentos mais úteis na hora de produzir qualidade: o Flash Cure. Especializada em material para estamparia a MOGK produz, entre outros, um Flash Cure preciosíssimo: é o Mini Flash 40. Manual, desenvolvido para pré-secagem de tintas base d´água ou plastisol, o equipamento possui sistema com (7) lâmpadas infra-vermelho e controle de tempo, além de ventilador para remoção de gases. A área útil operacional é de 30x40 cm. Saiba mais sobre o Mini Flash Mogk, acesse o ´site´ www.mogk.com.br

8


embalagem & rótulo

TERMOCROMIA

E

specialistas em desenho de superfície buscam, a todo o instante, tecnologias que inovem a aplicação de informações. Uma dessas tecnologias é a termocromia, que permite a alteração de uma cor pela variação da temperatura. É tal a busca que o assunto foi pauta dos acadêmicos Luis Fernando Aita Pippi e Evelise Anicet Ruthschilling para a formatação da tese de mestrado “Design de Superfície: um estudo sobre a aplicação do termocromismo em camisetas”, apresentada em 2010 na Universidade Federal do Rio Grande do Sul [Brasil]. E se esse estudo teve por base os têxteis, a verdade é que a termocromia é foco de aplicações também no ramo gráfico, tanto em sinalização quanto em informação específica, como noticia Nilton Cunha [´blog´, Dez.2011]. A revista I&C também levou ao seu público a novidade da “estampa que de muda de cor” [aplicação foto-cromâmica por serigrafia], em dezembro de 2012, para ilustrar a questão têxtil-serigráfica.

No ramo gráfico, a aplicação da termocromia é assunto ´velho´, mas tem surgido com novas roupagens no segmento da rotulagem especial. A última ´entrada´ foi feita pela Tuaca, tradicional adega italiana de licores: no rótulo, o leão impresso altera a cor prata da temperatura ambiente para a cor azul quando atinge a temperatura de 8ºC, a ideal para consumo.

SEFAR

Aparelho de Alongamento para Várias Telas com Sistema Pneumático

SEFAR PN-2-CD é aparelho de alongamento de telas para impressão, por ex., de CD´s e outros objetos de pequena dimensão. A mesa comporta diversos quadros e possui mesa de controle com 2 Circuitos para as operações pneumáticas de tensionamento, fecho e abertura de garras. Com a aplicação do SEFAR TENSOCHECK 100, a operação, além de segura, resulta num serviço de alta qualidade técnica, que garante impressões com ótimo acabamento. Um dos parâmetros mais importantes do trabalho serigráfico é o préalongamento do tecido que será a base das diversas matrizes, por isso, o aparelho SEFAR PN-2-CD chegou à área de serigrafistas como solução. Todas as peças do equipamento foram desenhadas após definições tecnológicas, comum a todos os Projetos SEFAR, por isso, a mesa de controle tem 2 circuitos operacionais que permitem trabalhar a tela conforme o tipo de impressão. Como dizem os Técnicos SEFAR, uma boa impressão serigráfica está diretamente ligada à confecção da matriz de impressão. Obs.: Na unidade SEFAR BRASIL, em São Paulo, você pode conferir a praticidade e a alta tecnologia deste tipo de equipamento para alongamento de telas serigráficas. [ www.sefarbrasil.com.br

9


Indústria & Produtos

estamparia e moda

Amarrar & Tingir

Aplicação de Laser

V

N

diversidade de efeitos & estampas exclusivas

Tie Dye

ocê já experimentou amarrar um tecido e depois tingi-lo? Ora, experimente e goze o visual multicolorido de um estilo casual [´cool´] e elegante muito comum nos Anos 60 e 70 do Século 20 e, hoje, 40 anos depois, redescoberto para as passarelas da Moda. A arte chinesa da estamparia utiliza a técnica Tie-Dye há milhares de anos assim como os japoneses, que a denominam Shibori e aplicam especialmente nos quimonos, enquanto os javaneses dizem Batik e os africanos dizem nada, mas produzem estampas fabulosamente coloridas. O que é Tie-Dye? É o seguinte: marrar ou proteger algumas partes de um tecido enquanto as outras são tingidas. Resultado? Sempre a surpresa de uma estampa única. Lembram a aquarela em papel que se aprende nos primeiros passos escolares para se entender o jogo das cores? Pois é, é assim mesmo, como dobrar uma folha cheia de tintas e prensá-la para obter uma estampa... E você, nunca fez? Ora, a brincar também se aprende uma profissão! Uma observação feita por Johanne Liffey, depois de assistir à exibição de uma coleção de estampas em camisetas e vestidos, em Southampton [UK], veio a calhar: “O tingimento tie-dye serve também para aproveitar aquelas peças de roupa envelhecidas, dar-lhes um novo ´look´ e utilizá-las de maneira ´cool´ no dia a dia, o que vale também para estampas em bolsas”. Como diz Norberto Arena, grande defensor e divulgador da Moda Brasil, “a Moda não surge na esquina, a Moda é feita por pessoas criativas e que acreditam em si mesmas” [in ´Febratex´, palestra; Blumenau/SC, 2012]. jb

o ramo de lavanderias o Grupo GB adquiriu, em 2012, o equipamento de marcação a laser GFK TWIN, comercializado no Brasil pela Invectiva, e demonstrou as possibilidades permitidas pela tecnologia em um evento para clientes em seu showroom no bairro do Brás, em São Paulo. A lavanderia enfatizou a capacidade de estampas feitas a laser, e não apenas os recursos de desgaste do jeans, aplicação mais comum do laser no Brasil. A máquina agiliza o processo de estamparia com dois canhões de alta potência na marcação frente e verso, e em mais de uma peça, por vez. No evento foram exibidos cerca de 100 modelos de shorts produzidos com a mesma base, mas com modelagens diferentes; as peças receberam estampas holográficas, aplicações de termocolantes e diversos efeitos vintage. A lavaderia realizou ao longo do ano passado outros eventos, organizados em parceria com fabricantes de denim e sarja, para mostrar as diversas opções de lavagens e estampas que um mesmo tecido pode receber, mudando completamente o produto. O Grupo GB reúne quatro lavanderias, sendo duas exclusivas para atendimento de dois clientes (uma em Extrema, MG, e outra em São Gabriel da Palha, ES; as outras duas estão localizadas em Toledo, MG, e em Colatina, ES, onde fica a sede da empresa.

Fonte: textileindustry e gbljeans.com.br a partir de uma reportagem de Karen Cabral.

13 ANOS Filme de recorte para camisetas e materiais esportivos

LANÇAMENTOS Power Laser · Soft Touch 3D Logotipos · Máscara Transp. DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO

10

Tel.: 11 3855.2388 www.powerfilm.com.br IC_38_FEVEREIRO_11.indd 5


11


prodv

publicidade & brinde

FOTOPRODUTO Reprodução Em Alta Fidelidade

E

u sei que o “o ato de fotografar é uma ação de registro para eternizar um instante familiar ou social, mas também para deixar às novas gerações o ´retrato´ da nossa época”, e aprendi isto com a lição de meu pai, o poeta e fotojornalista J. C. Macedo. Ele revelava filmes e imagens num velho e acanhado banheiro, e ali ele eternizava “coisas do Eu e da Vida”, como gosta de dizer. Quando saio levo na bolsa uma máquina compacta para registrar os instantes que impressionam o meu cérebro através dos olhos. E digo: a Fotografia é uma magia do instante que se amplia no laboratório químico ou na telinha de um computador. No centro de Bagdad, ainda em campanha como enfermeiraparaquedista, imitei o meu pai e utilizei um espaço no jipe militar para revelar, no computador, as imagens que havia registrado e fazê-las circular pelo mundo da Web. E em Herat ocupei, com outra enfermeira, uma pequena gruta que serviu de espaço para descanso e tratamento digital de fotos. Mas, como tratar a Fotografia como imagem impressa e enquanto objeto histórico? “Imprimir uma imagem é reproduzir graficamente um conteúdo cultural e, atenção, uma única imagem pode identificar toda uma civilização ou uma circunstância, natural ou social”, escutei do meu pai várias vezes. A reprodução é uma arte fina [fine art] e pode ser feita por diversos processos (laboratório fotográfico, serigrafia, impressão eletrônica em ´plotter´, etc.), utilizando-se material (medias/´mídias´) especialmente preparado [papel, papelão, tela, tecido, filmes plásticos, etc.], digo, material com tratamento superficial – habitualmentre uma resina que possibilita a ancoragem das tintas – e que já se tornou um mercado próprio na e para a indústria gráfica. O papel é, ainda, o material mais utilizado, até porque o papel não é um material único, é diverso: papel com fibra de algodão, de celulose, de arroz, o RC (papel revestido de resina), além do agora muito requisitado que contém fibras de bambu. Também, o papel apresenta tonalidades e texturas que espevitam a criatividade de fotógrafos e impressores. E é óbvio, “qualquer impressão de imagens deve ser considerada uma arte”, e é por isso que, sendo papel, cerâmica, plástico, etc. etc., procura-se o melhor equipamento (convencional ou eletrônico) para uma reprodução de alta qualidade. Para uma reprodução que dure gerações utilizam-se materiais de alta qualidade, equipamentos bem calibrados e tintas com pouco ou nenhum corante químico.

Johanne Liffey [especial para TerraNova Comunic. London/UK, 2013]

12

15 a 18 de Abril de 2013 das 14 às 21 horas

Expo Center Norte - Pavilhão Azul São Paulo - SP - Brasil SEGMENTOS: • Acabamentos • Automação Industrial • Aviamentos • Beneficiamento • Embalagens • Engomagem • Equipamentos • Estamparias • Etiquetas • Fiação • Fios • Informática • Máquinas de Costura e bordadeiras

• Máquinas de Corte • Máquinas e equipamentos para o setor de lavanderia industrial • Preparação • Química aplicada e definida • Serigrafia • Subsegmentação principal • Revistas Técnicas • Teares • Matéria-prima • Tingimento • Tecelagem

Evento Paralelo: XXV CNTT CONGRESSO NACIONAL DE TÉCNICOS TÊXTEIS Informações:

www.tecnotextilbrasil.com.br www.fcem.com.br FCEM SÃO PAULO: (11) 5589.2880 • saopaulo@fcem.com.br FCEM FORTALEZA: (85) 3181.6002 • fortaleza@fcem.com.br FCEM PORTO ALEGRE: (51) 3338.0800 • fcem@fcem.com.br Local:

Agência de viagens oficial:

Apoio:

Empresa associada:

Promoção:


Fabricação e Manutenção de Máquinas de Solda Eletrônica

Reconhecidas pelo próprio mercado como produtos excelentes, as máquinas de solda Gutierrez são soluções tecnológicas para vários segmentos industriais

REPRESENTANTE

EXCLUSIVO

A E ASSISTÊNCIA

PRONTA ENTREG

TÉCNICA

Fones 11 2116.2333 · 2717.2532

www.gutierrezmaquinas.com.br m.b br gutierrezmaquinas@gutierrezmaquinas.com.br utierrezmaquinas@gutierrezmaquinas.com.br utierrezmaquinas@gutierrezmaquinas com br | maqgutierrez@terra.com.br maqgutierrez@terra com br

16 1 6

13


realização e organização:

versão: jun/2012

tecnologia

Nanotecnologia, Moda

& Efeito Visual

expo center norte

A

aplicação de micropartículas de diversas matériasprimas na indústria dos têxteis (moda) e da comunicação visual (meio gráfico e publicitário) alcançou resultados estéticos e comerciais que fazem supor uma aplicação de maior envergadura nos próximos tempos. Das tintas especiais (impressão eletrônica, direta por transfer) à aplicação direta em materiais (tecido, papel, etc.), a nanotecnologia, que já permitia equipamentos eletromecânicos de alto empenho industrial e doméstico, passou a dominar a estética dos mundos da moda e da publicidade criando um universo próprio. Nos casos da moda e da publicidade, por exemplo, a tecnologia de impregnação têxtil à base de nanotecnologia comporta vantagens ambientais. Não existem, ainda, parâmetros definidos sobre os efeitos a longo-prazo deste tipo de aplicação, mas sabe-se da sua durabilidade e resistência a intempéries e nódoas quando industrialmente adequada, ou seja, quando aplicada segundo as normas técnicas internacionais. Deve-se ressaltar, que a nanotecnologia já é uma aplicação aceita pelos resultados otimizados. Óbvio, existem estudos em curso e outros serão projetados para valorizar ainda mais este tipo de aplicação, até com matérias-primas comuns desde que a humanidade iniciou o seu ciclo industrial. A nanotecnologia vem proporcionando equipamentos mais acessíveis na sua funcionalidade, mais cores e mais brilho. PIÑON, Joana d´Almeida y – Professora. Membro do Centro de Estudos do Humanismo Crítico e do grupo de debates Noética. Colaboradora da TerraNova Comunic. Paris/Fr., 2012.

fespa brasil 2013

de 13 a 16 de março de 2013 expo center norte | são paulo mais que uma feira de negócios, a fespa brasil reunirá soluções incríveis que irão agregar valor à sua empresa. explore as novidades, lançamentos e novas tecnologias com os principais fornecedores do mercado. • acesso direto aos tomadores de decisão • programa educacional com conteúdo de alta qualidade • presença de especialistas internacionais, tratando de assuntos complexos relativos ao mercado • mais que uma feira, um evento completo com soluções para a comunidade de impressão digital • experiência e conhecimento de dois líderes do mercado de organização de eventos

siga-nos

twitter.com/fespabrasil

14

www.fespabrasil.com.br


15


OEK OEK

next

16

ANDART100 100 ANDART

Stylus StylusPRO / 7700 9700 PRO9700 / 7700 Stylus Stylus

Gerente de vendas no Brasil: Sérgio Antonio Schmitz Gerente de vendas no Brasil: Sérgio Antonio Schmitz

T1110 T1110

Revista Impressão & Cores | Edição 63  

Edição 63 - Ano VI - Março 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you