Page 1

Serigrafia Sign FutureTextil

FEBRATEX

Painel 2018

Revolução Brasileira na Sublimação Digital com a Família Schmitz

O Universo Têxtil-Moda

2018 21 a 24 de Agosto

no Âmbito da

Comunicação Visual o nosso tema de agosto 45 anos

Sergio Schmitz

Tudo isto em

BLUMENAU


EDITORIAL

Ideal Empreendedor Precisa-se...! O mundo humano cansou de si mesmo sob o efeito das ações politicamente masoquistas

que o colocam (eternamente) sob chicotes ideológicos. Um dos segmentos que mais se rebelou contra tal situação foi o dos tecnólogos, na maioria dos casos, hoje, transformados em novos empresários mercê das facilidades que chegaram com as novas tecnologias, e, já agora, com um ideal empreendedor diferenciado daquele que ergueu o chão-de-fábrica da Revolução Industrial. Não é somente o apelo mercantil para o lucro fácil, a especulação financeira, não, a

128

juventude que ora empreende faz do trabalho um campo de criatividade para produzir qualidade e bom gosto. De preferência, em ambientes iluminados naturalmente ou Eis que abolir o chicote ideológico do masoquismo político

Título/Marca _ TerraNova Comunic CNPJ 02.206.278/0001-45 / NAE 58822100 // Certificado Digital _ NF@ Correspondência _ Rua Kátia 91, Casa 1 Pq São George / 06708-130 Cotia/SP Brasil

é a bandeira da juventude que empreende, hoje. E não tem volta. Pois, entre o capitalismo selvagem (o liberal e o estatal, i.e., à direita e à esquerda) das oligarquias sociais e religiosas, surgiu um modelo estrutural que se impõe pela justiça comum de levar a toda a humanidade o acesso ao bem-estar, com ou sem produtos massificados e globalizados industrialmente. Algo contra? Nada. O que é preciso é que as pessoas percebem, agora, que carreiam em si mesmas a necessidade de um humanismo crítico, de um olhar ao mesmo tempo mercantil e sociocultural.

Edição _ Cristiane Ramos [MTb 39615] ||

& João Barcellos

João Barcellos [da palestra ABOLIR O CHICOTE IDEOLÓGICO PELO PROGRESSO HUMANO.

Barueri/SP, junho de 2018.

Impressão _ QuatroCor Gráfica e Editora Web _ Georg Hans revista.ic@uol.com.br

Ecalc

Plavitec | uma empresa exemplar

Fones _ 55 11 2690.2021

SUMÁRIO

11 999665246 Junior | [WhatsApp ] 11 96898.3230

RA

TU A N I

ASrS12 ediçõe

s

po

MERCADO 04 e 05 - GTTD | Revolução No Mercado da Sublimação Digital - Tampografia - JOBPLAS _máquinas de solda para rígidos e flexíveis

VITRINE EMPRESARIAL 07 - Blumenau na história Têxtil

PERSONALIDADE 07 - Família Guassu por Leandro REVISTA

ESTAMPARIA 08-09 Ano XI - Edição 128 - Agosto, 2018 ISSN 2176 / Distribuição Gratuita

Software

ANOTAÇÃO 09

www.impressaocores.com.br João Barcellos [WhatsApp]

Revista Impressão & Cores - ed. 128

com energia gerada pelo sol, a chuva e o vento.

- Calandra & Sublimação - FotoProduto.

ESPECIAL 10 - 11 - Serigrafia Sign FutureTEXTIl _ Edição 2018 || painel - Fórum || momentos especiais de troca de ideias

NOSSA CAPA 12 - O Universo Têxtil-Moda No Âmbito da Comunicação Visual

TECNOLOGIA 14 - America UV - WUPPERTAL _ 45 Anos - FuturePrint

Sinais Dos Tempos Ah, o carrinho elétrico e a casa solar do Senai... Sim, bonitinho. Ora, que bonitinho qual carapuça. Esse ´carrinho´e essa ´casa´mostram que existe outro Brasil além da estupidez e da ´burrice´ política: mostram o Brasil que projeta e trabalha... pelo Brasil de amanhã! A comodidade de uma cidadania dita de ´bunda na cadeira´ deixou o Brasil estagnado. Ora, a nova juventude quer mais..., sim, mais Brasil. João Barcellos

3


MERCADO

TAMPO ...grafia

Revolução No Mercado Da

SUBLIMAÇÃO DIGITAL

Um dos processos de gravação mais conhecidos é a

Pela competência comercial e tecnológica de Sérgio A. Schmitz e Família (Roseane, Manoela e Fabrício) surge no mercado brasileiro a marca Global Tecnologia Tintas Digitais Ltda.

Tampografia. A operação é indireta e envolve uma imagem gravada em relevo num clichê que é levado, entintado, por um tampão [carimbo] para a peça a ser estampada.

Revista Impressão & Cores - ed. 128

Pode se dizer que “[...] o processo tampográfico O ´cara´ da estamparia digital ´botou´ carta

moderno é uma carimbada tecnologicamente

no mercado para anunciar a Global

melhorada, porque o princípio é o mesmo do carimbo

Tecnologia Tintas Digitais e logo demarcar a marca: “Durante os últimos 15 anos o mercado nos deu experiência

entintado que grava uma imagem” [João Barcellos – in “Métodos de Gravação/Estampagem que geram Comunicação Visual”; palestra, Butantã/SP-Br., 2016].

suficiente para desenvolvermos as nossas próprias tintas para sublimação digital. Elas foram desenvolvidas especialmente para o mercado brasileiro, que anseia por um produto competitivo, com melhor

4

custo-benefício e alta qualidade em cores e impressão”. É o estilo da ousadia empresarial, aquela que continua a dar esperança econômica e industrial ao Brasil. “Dentre as muitas vantagens, uma das principais é o alto rendimento que ela oferece. Clientes já

Imagens: Oscar Flues e Metal Print [Serigrafia Sign FutureTEXTIL, 2018]

O mercado para tampógrafos e tampógrafas é um

confirmaram que estão a alcançar até 15%

amplo espaço de operações quase artesanais em

de economia em comparação com as

fundo de quintal, mas, no âmbito industrial, empresas

melhores tintas do mercado”. Ora, este

como Oscar Flues, Metalprint, MMR Gravações, Kent

sempre foi o foco da Família Schmitz:

do Brasil, TampoArt, Wutzl, Semmil, entre outras,

entregar ao mercado produtos de alta

produzem máquinas tampográficas cuja automação e

qualidade para gerar estampas digitais

envergadura exibem uma eficiência tecnológica de

economicamente viáveis. E assim

alto nível para a gravação de sinalização em objetos

continua ao inaugurar a nova fase da

técnicos, promocionais (brindes ou não), artísticos,

empresa familiar sediada na costa

etc., ou seja, “a Tampografia é um método de

catarinense de Balneário Camboriú.

gravação que está em todos os ramos de atividade

“Venha conosco nesta nova jornada, viva

artesanal e industrial” [idem], e é parte da

a imensidão de cores, venha ser Global

Comunicação Visual desde que surgiu para decorar a

Tecnologia Tintas Digitais também e

louça real na Inglaterra do Século 19, embora o

veja a diferença nos seus resultados com o

método em si fosse conhecido de outras eras em

melhor em sublimação digital. As nossas

aplicações rudimentares.

tintas para sublimação Digital podem fazer muito mais por você. Venha ser campeão na sublimação você também...!”, incentiva Sérgio A. Schmitz na sua carta. E se a tecnologia evolui, as pessoas que dela vivem e geram riqueza também evoluem. E você?


JOBPLAS

em Frente com a Bandeira

Máquinas de Solda para Flexíveis e Rígidos c/ Acionamento Pneumático No âmbito das Normas NR12, de segurança no trabalho para máquinas equipadas com peças móveis, a JOBPLAS ajustou as suas próprias aplicações e desenhou novos produtos. Senior S10 Automática, para solda de laminados PVC, com puxador de bobina, esteira de saída e protetor de manobra. Ideal para produção contínua de embalagens flexíveis.

Master S10 MDE, para solda de embalagens flexíveis e rígidas, com puxador de esteira e protetor operacional. Ideal para blister (cartela/bolsa de plástico) e hot stamping. Estes equipamentos JOBPLAS obedecem às normas de segurança e entram na linha operacional das empresas que

_ joão Barcellos (in “em Frente com a Bandeira”; palestra; maio de 2017)

produzem embalagens invioláveis. A robustez e a qualidade industrial dos equipamentos JOBPLAS é garantia de sucesso empresarial em qualquer ramo! JOBPLAS // Fone 11-3974.8833 e Cel. 11-8174.3153

Revista Impressão & Cores - ed. 128

O nosso dia a dia é uma marcha que nos exige ousadia. E em todos os campos de ação eis que nos dispomos a agitar uma bandeira, por simpatia ou por ideologia. Ou, somente pela demarcação de um produto. Assim é que a bandeira de tecido, decorada por têxteis, por transfer ou serigrafia, e até pintada à mão, é o instrumento mais comum para agitar as nossas convicções. Anote-se: o nosso dia a dia é uma manifestação de vida agitada com paixão entre tecidos...

5


VITRINE EMPRESARIAL

na história da

Indústria Têxtil

Região serrana catarinense no enquadramento do Vale do Itajaí, o município de Blumenau foi fundado pelo intelectual e farmacêutico Hermann Bruno Otto Blumenau, após percorrer a região de barco e ali, nas margens do Ribeirão Garcia, perceber o melhor ´sítio´ para uma nova casa urbana para ele e mais dezessete alemães. E assim, em setembro de 1850, o espaço foi loteado para dar vez a Blumenau, a cidade. Hoje, a cidade faz jus ao pensamento e à ciência daquele alemão ao exibir pujança no ensino tecnológico e no empreendedorismo industrial e comercial, sendo a Indústria Têxtil o marco da região e, por isso, ali se estabelece de dois em dois a Febratex, maior feira têxtil da América Latina. No livro Alquimia, Moda & Comunicação Visual (Ed Edicon & TerraNova Comunic, 2014; ediç esg.), o historiador e editor de conteúdos tecnológicos João Barcellos inseriu o anexo Estação Blumenau, no qual faz uma viagem pela historiografia industrial da cidade banhada prelo Itajaí-Açu. A anotação transformou-se em referência para diversos estudos acadêmicos e palestras.

PERSONALIDADE

Família Guassu

Há mais de 30 anos, Alberto Guassu era um habilidoso profissional no ramo da usinagem, então, percebeu que dessa arte outra atividade poderia surgir... Sim, mas foi com filho Leandro, que já o acompanhava enquanto adolescente, que a empresa passou a integrar a linha de estamparia para serigrafistas. “Eu tinha 18 anos quando passamos a fabricar máquinas para serigrafia e, agora, estamos a adequar a nossa produção aos tempos eletrônicos, às normas de proteção NR12 e..., enfim, à sublimação, com calandras feitas sob o padrão da nossa qualidade industrial”, diz Leandro Guassu. O nome Guassu da família foi alterado para “yguaçú” por uma razão comercial. Hoje, a indústria Yguaçú é reconhecida em todo o Brasil. Sediada na cidade de Londrina, no Estado paranaense, a Yguaçú renova-se diante das novas tecnologias.

Leandro

Guassu

Revista Impressão & Cores - ed. 128

BLUMENAU

7


ESTAMPARIA

Calandra & Sublimação Em rolo ou com o tecido previamente dimensionado, a calandra é um equipamento com rolos de pressão e direção aplicado na estamparia por sublimação. Com este equipamento pode se sublimar/estampar continuamente estampas/imagens, ou, operar com estampa localizada, i.e., Revista Impressão & Cores - ed. 128

com material já cortado. No rolo ou na prensa, a sublimação não é moda, é uma solução tecnológica em inovação constante na estamparia. No tipo de estamparia por termotransferência [tingimento com tinta sólida convertida para o estado gasoso sob pressão e calor] para tecidos sintéticos, como polyester, e mistos, tipo algodão + polyester e outros, como elastano, o que importa é a qualidade do papel especial utilizado na transferência; já na estamparia por sublimação o que interessa é a qualidade da máquina e a qualidade da tinta... O processo de sublimação está agora também

8

ancorado em plataformas eletroeletrônicas (ditas ´plotters´, ou têxtil digital) que já substituem parte das unidades tradicionais na confecção de estampas nos meios calçadista, vestuário, sinalização e fotoprodutos (brindes, etc.). Empresas brasileira como Máquinas Mirandópolis, Fremplast, Yguaçú, Global Tecnologia Tintas Digitais, Mogk, Wuppertal, Ampla Digital, entre outras, estão em estado de arte pela renovação da estamparia corrida e localizada. E a cada ano que passa novos elementos são agregados ao maquinário, ao papel e à tinta...! _ João Barcellos [conversas com empresários dos ramos citados, em Julho de 2018].

FOTO

PRODUTO

Falar de Sublimação é falar de Fotoproduto, esse objeto que é promocional e/ou identifica um estilo pessoal ou corporativo. Estampar uma imagem ou uma mensagem em caneca, tecido, couro, caneta, enfim..., é um processo conhecido como gravação desde sempre, mas hoje o Transfer e as Tintas de Sublimação tornam o processo mais simples e mais ágil. Um dos exemplos é o fato de ter nascido neste ramo um segmento específico: o Fotoproduto. Imagens: Chigueto


ANOTAÇÃO

PLAVITEC Uma Empresa Exemplar

Com sede em Cotia, na Grande São Paulo, a Plavitec (Indústria e Comércio de Adesivos Ltda) é uma empresa brasileira que aposta na inovação industrial, por isso, desde 1997 tem o seu próprio parque industrial e 4 setores: Comunicação Visual, Papelaria, Decoração e Automação Comercial. Em todos os setores a Plavitec tornou-se uma referência pela qualidade e a transparência das suas operações. matérias-primas e produtos isentos de metais pesados, além de que, e eis um exemplo... no caso do autoadesivo, a siliconização e a adesivação são processadas com à base d´água, o que permite na planta industrial reciclagem e reutilização. Entre os produtos Plavitec, estão vinis para impressão digital, laminação, serigrafia convencional e de Cura UV, máscaras de transferência e máscaras para gabarito de pintura, películas para proteção de espelhos e vidros. No campo da decoração a Plavitec lidera hoje uma evolução tecnológica que honra o Brasil servindo as linhas industrial e artesanal.

|| www.plavitec.com.br

Revista Impressão & Cores - ed. 128

Um dos focos foi, e é, trabalhar com e em sustentabilidade; assim é que aplica

9


Serigrafia Sign FutureTEXTIL

ESPECIAL

o que aconteceu em 2018

Painel Da Feira Entre os dias 25 e 28 de julho aconteceu mais uma edição da tradicional feira Serigrafia SIGN FutureTEXTIL, a mais completa em tecnologias de impressão para os mercados segmentos da Comunicação Visual e abrangendo o Textil Digital e a Decoração. O evento foi/é uma realização da Informa Exhibitions e reuniu mais de 600 marcas no âmbito da Comunicação Visual, ou seja, Serigrafia, Sublimação, Impressão em grandes formatos, Impressão digital têxtil (estamparia), Decoração para Interiores (autoadesivos), Materiais Promocionais, Sinalização (convencional e digital), além de equipamentos (´hardwares´) e programas (´softwares´) para criação e linhas de montagem. Na feira, a promotora montou o Fórum Serigrafia SIGN FutureTEXTIL reunindo profissionais de diversas áreas do mercado de Impressão e Comunicação Visual, um debate que esclareceu públicos diversos e empresariado; por outro lado, a integração dos segmentos à operacionalização enquadrada no Conceito 4.0 chamou a atenção também no meio dos expositores, porque a inovação é a marca registrada desta feira tão tradicional. Nem só de maquinário se faz uma feira tecnológica: a Informa Exhibitions trouxe para a feira o diálogo para uma gestão empresarial eficiente, que evite o desperdício e o malentendido, o que ocupou uma parte do Fórum. No espaço do Expo Center Norte, em São Paulo (Brasil), milhares de pessoas constituíram um público diverso e ávido por informação tecnológica, por isso, a 28ª Edição da Serigrafia SIGN FutureTEXTIL foi uma vitrine do futuro que agora se visualizou em cada área ocupada por maquinário e tecnólogos na demonstração de cada produto renovado ou inovador, e mesmo a manter a tradição do convencional que continua como solução em muitos segmentos, mas, já com comando digital...

e em 2019 será...


Serigrafia Em Ação

FÓRUM

Uma Ilha Tecnológica Durante a Serigrafia SIGN FutureTEXTIL, uma ilha tecnológica chamou a atenção: Serigrafia Em Ação. A oficina teve o apoio das empresas Gênesis, Tucano Equipamentos, Global Química & Moda, Fremplast, Agabê e Saturno. Com esta ´ilha´, a Informa Exhibitions quis levar ao público que se inicia na estamparia para serigrafistas o que esta velha e sempre renovada tecnologia representa economicamente para o Brasil. Das tintas de base plastisol, base d´água e solvente, às de cura por UV e as digitais, passando pelo Transfer, puderem verificar as diferenças da parâmetros entre equipamentos e insumos, principalmente na confecção das matrizes.

&+

Sublimação

A estamparia e a personalização com tintas de sublimação digital não é moda, é uma realidade tecnológica que abraça diversos ramos da Comunicação Visual. E, neste evento, esta tecnologia teria que ocupar, também, um espaço de debate e troca de experiências. Foi o que aconteceu.


CAPA O Universo Têxtil-Moda no Âmbito da Comunicação

Visual

“A moda, afinal, não passa de uma epidemia induzida”

Revista Impressão & Cores - ed. 128

_ George Bernard Shaw

12

O que temos por Moda é o transitório útil de um cotidiano industrial, mas, mesmo quando iniciamos o ato de cobrir o corpo já iniciamos também uma cultura identitária localizada, i.e., cada comunidade assentou um visual que foi além do casual para forma(ta)r uma tradição. Por isso,

Moda é parte de uma Comunicação Visual a expressar identidades familiares, comunitárias e corporativas. Assim, quando lemos frases do tipo “a moda é uma variação tão intolerável do horror que tem de ser mudada de seis em seis meses”, no conceito do poeta Oscar Wilde, ou “todos os vícios, quando estão em moda, passam por virtudes”, na observação do dramaturgo Molière, eis nos diante do ser-estar que o filósofo Heidegger tão bem definiu para expressar a visualidade que nos é roupagem em todas as circunstâncias; logo, acrescento eu, da roca ao tear passando pela tinturaria a humanidade celebra uma comunicação visual que lhe é, em qualquer circunstância, o fato social gerado manual e/ou industrialmente. E com todos os humores, da tristeza à alegria. O labor têxtil e coureiro que leva à moda da roupagem, assim como os outros labores que geram o calçado e o letreiro, são segmentos de uma comunicação utilitária que se expressa visualmente, personalizada ou não. E não podemos esquecer que “...o incapaz se cobre, o rico se enfeita, o presunçoso se disfarça e o elegante se veste”, como dizia Honoré de Balzac, entretanto, fico com o que Sócrates, hoje continuado por Manuel Reis, gostava de afirmar: expresse simplesmente o que você é, pois, e continuo eu, a sua única visualidade está na expressão dos atos. BARCELLOS, João – Sinopse de “Moda & Expressão Visual”, palestra. São Roque / SP-Brasil, 2018. Autor de “Estamparia”, “Indústria Digital” e “Alquimia, Moda & Comunicação Visual”, entre outros livros.

Toda a cadeia Têxtil e os ramos da Comunicação Visual estão na

FEBRATEX Blumenau | SC 21-24 Agosto 2018


www.ampladigital.com.br

alphaprint


TECNOLOGIA

America UV Impressões Com Tecnologia

Revista Impressão & Cores - ed. 128

100% Digital

14

Para atender uma demanda industrial por impressos com personalização digital de qualidade, durabilidade e executados diretamente em uma gama de materiais rígidos e flexíveis chega ao mercado a America UV Digital Technology Systems, especializada em tecnologia digital de impressão. A empresa apresentou-se na Serigrafia SIGN FutureTEXTIL 2018, em São Paulo (Brasil), na última semana de julho. Diferencial America UV: ancoragem das tintas HND-INK com os sistemas nanotechnology, UV curable e ceramic inks.

Disponibiliza sistemas completos para o Segmento UV, com impressoras digitais, tintas, substratos/mídias e softwares. “Apresentamos inovações de sistemas de impressão digital, tintas e softwares (que gerenciam milhões de cores) desenvolvidos para empresas que precisam homologar seus impressos junto aos clientes, ofertando expertise acima da média. Gráficas que demandam produtos com mais cores, além daquelas que trabalham com comunicação visual em materiais rígidos e flexíveis estão entre o público-alvo da America UV”, afirmou o diretor Eliel Schemiko. www.americauv.com [Fonte| WR Comunicação]

FuturePrint

WUPPERTAL Colabore com a Civilização, instale e utilize renovável! 45energia Anos

Abrindo portas para novos negócios e conectando ainda mais suas áreas de atuação, a Informa Exhibitions, anunciou nova estratégia de reposicionamento de uma das suas feiras. Para a edição de 2019, a consagrada Serigrafia SIGN FutureTEXTIL, passa a ser chamada de FuturePrint.

Estabelecendo Parcerias Comerciais Estratégicas

A nova marca acompanha a evolução e as tendências do mercado de impressão e comunicação visual, ampliando a proposta de valor do evento para uma melhor entrega aos

Com uma operacionalidade industrial ininterrupta desde 1973, a Wuppertal foi estabelecida para o desenvolvimento de soluções tecnológicas no ramo têxtil e com um diferencial: calandras de alta qualidade. O foco da Wuppertal é estar presente na geração de produtos que atendam a demanda dos clientes e, por isso, conta com um quadro de especialistas cujo atendimento gerou outro diferencial: a confiança. O maquinário disponibilizado pela empresa, sediada em Itaquaquecetuba, em São Paulo tem sido, nestes 45 anos de atividade industrial, transformou-a em marca indispensável para o empresariado que produz em cada metro de tecido calandrado um Brasil renovado. Por isso é que valores como integridade, qualidade e comprometimento são a bandeira da Wuppertal. Uma estratégia tão mercantil quanto social.

expositores e visitantes da feira. A mudança envolve a criação de novos negócios, reposicionamento no mercado, identificação e criação de outras oportunidades, expansão para demais setores relacionados e novas atrações com ainda mais conteúdo contribuindo, cada vez mais, para a capacitação e atualização dos visitantes. "Somos uma feira consolidada que já está há 28 anos no mercado, mas ao mesmo tempo estamos sempre atentos às mudanças. A marca FuturePrint reflete a transformação dos setores que representamos, que passam por constantes inovações. Dessa forma, conseguimos adotar uma linguagem única para diferentes mercados, além de agregar novos segmentos que serão criados ao longo dos anos”, comentou Liliane Bortoluci, diretora da feira.


Revista Impressão & Cores | Edição 128  

Edição 128 - Ano XI - Agosto de 2018

Revista Impressão & Cores | Edição 128  

Edição 128 - Ano XI - Agosto de 2018

Advertisement