Page 1

ANO 15 – Nº 2389 – SÃO PAULO, 27 DE SETEMBRO A 03 DE OUTUBRO DE 2012 – R$ 2,50 www.nippak.com.br

Na reta final, candidatos nikkeis à Câmara Municipal mantêm otimismo A dez dias da eleição mu- honestidade, o trabalho sénicipal que vai escolher rio e competente passou a o prefeito e vice, além de ser o princípio pelo qual os definir a nova composição eleitores estão se pautando. da Câmara Municipal de Já o debutante George Hato São Paulo, quatro entre os (PMDB) conta com a ajuda principais candidatos nik- do pai, o deputado estadual keis a vereador chegam Jooji Hato, e da mãe, dona na reta final da campanha Marlene. Victor Kobayashi com a mesma certeza que (PSD) também associou a iniciaram. Ou seja, que sua imagem à do pai, o proesta eleição deve ser uma fessor Paulo Kobayashi. das mais concorridas dos Mas afirma que “hoje o traúltimos anos. Apesar disso, balho social e agora político todos estão otimistas. Para do Victor Kobayashi vem Aurélio Nomura (PSDB), sendo cada vez mais recoa atuação transparente, a nhecido e respeitado”. ————————––——–—–—————————| Pág. 04

divulgação

Novo cônsul-geral promete se dedicar “de corpo e alma” Nem bem assumiu seu nipo-brasileira viver uma posto, o novo cônsul-geral experiência inusitada com do Japão em São Paulo, o casal Obe, que atingiu Noriteru Fukushima, já popularidade digna de pop tem uma missão um tanto star. E, embalado pelo modiferente. Não, não se mento pelo qual passa o trata de nenhum conflito país, Fukushima prometeu diplomático entre os dois que irá se empenhar “de países. Fukushima assume corpo e alma” para estreitar depois de a comunidade as relações entre os países. ————————––——–—–—————————| Pág. 03

3º JAPANSUL – A União das Associações Culturais de Santo Amaro, entidade que reúne sete associações – Associação Cultural e Es-

portiva Nipo-Brasileira de Santo Amaro, Associação Cultural Showa, Associação Cultural e Esportiva João Branco, Associação

Rural de Casa Grande, Asociação Cultural Beneficente Nipo-Brasileira de Colônia Paulista, Associação Cultura de Parelheiros e Asso-

ciação Cultural e Esportiva de Cipó – realizam neste fim de semana (29 e 30), no Clube da Eletropaulo, a terceira edição do JapanSul.

———————————————————––————––———————————––——–—–—————————|  Pág. 06


JORNAL NIPPAK

2

AGENDA CULTURAL CONCERTO CONCERTO DE MÚSICA JAPONESA - INFINITY IMPRESSÕES DO JAPÃO – RIO DE JANEIRO Yoko Reikano Kimura e Sumie Kaneko (Koto e Shamisen). Participação especial de Celsinho Silva (Percussionista) e David Chew (Violoncelista) Onde: Teatro SESI (Av. Graça Aranha 01, Centro, Rio de Janeiro) Dia 29/09/2012 Horário: 19h30 Convite: Entrada Gratuita - única apresentação Distribuição de ingressos a partir das 18h30 do dia 29/09/2012 na bilheteria Informações: 21/2563-4163 e 21/2240-2383 ou www.firjan.org. br e www.rio.br.emb-japan.go.jp ORQUESTRA FILARMÔNICA BACHIANA SESI-SP João Carlos Martins regente Ricardo Ballestero piano Elisa Fukuda violino Francisco Campos Neto barítono Onde: Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes 16, Estação Luz) Dia 30/09/2012 Horário: 17h Ingresso: Gratuito – os ingressos serão limitados e gratuitos. Sorteios no site: www.catracalivre.com.br Informações: Fundação Bachiana 11/3045-0121 EXPOSIÇÃO EXPOSIÇÃO - CHOVE NO CAFEZAL - MANABU MABE Homenagem ao artista Manabu Mabe, com apresentação de vídeos mostrando a trajetória do artista. Traçando a Arte, projeto da Tv Cultura, Instituto Manabu Mabe, entre outros. Onde: JOH MABE Espaço Arte & Cultura (Av Brigadeiro Luis Antônio 4225, Jardim Paulista) De 22/09 a 05/10/2012 Horário: 2ª a 6ª, das 10h às 18h e sábado, das 10h às 15h Informações: 11/3885-7140, 11/3884-1277 e E-mail: jmabeart@mabe.com.br PERRIER-JOUËT: PRINTEMPS DES ARTS Exposição inédita do artista designer floral japonês Makoto Azuma que trará instalações artísticas inspiradas na milenar arte japonesa das ikebanas.Onde: Shopping Cidade Jardim – Piso Térreo (Avenida Magalhães de Castro 12.000, Marginal Pinheiros, pista local, entre as pontes Cidade Jar-

dim e Morumbi) De 21/09 a 05/10/2012 Horário: 2ª a sábado das 10h às 22h e domingo das 12h às 22h. Ingresso: Entrada Gratuita 3ª EXPOSIÇÃO DE WASHI-Ê “Washi-ê” é a arte que utiliza como material, papéis artesanais japoneses, confeccionados com as fibras da planta Kozo, Mitsumata e Gampi. Incluímos também nas criações, papéis feitos com as nossas fibras: sisal, ananás, bananeira, cana, etc., com o objetivo de mesclar a forma da arte tradicional japonesa à realidade brasileira. O washi-ê explora as diferentes texturas, cores e nuanças dos papéis que desfiados, dobrados e justapostos, resultam em obras que vão do figurativo ao abstrato. Com o domínio da técnica, cada um irá explorar, a seu modo, os recursos que os papéis oferecem para elaborar além dos tradicionais quadros, decorações  nos objetos como: luminárias, porta-corrediça, leques, porta-joias, bolsas, etc. Onde: Associação Comercial de São Paulo (Rua Galvão Bueno 83, Liberdade) Dia 06 e 07/10/2012 Horário: sábado das 10h às 18h e domingo das 10h às 17h Informações: 11/3208-4096 e 11/3207-9366 CINEMA CINEMA BUNKYO Todas as quartas-feiras, a Comissão de Biblioteca e Filmes do Bunkyo apresenta uma sessão de filmes japoneses. Os filmes são exibidos em idioma japonês, sem legenda. Além disso, uma vez ao mês, realizam o “Free Market” (Frima), uma feira de produtos diversos, com artesanato, obentô (alimentos), brinquedos, livros e outros. Onde: Grande Auditório do Bunkyo (Rua São Joaquim 381, Liberdade) Dia 03/10/2012 Horário: Frima das 10h às 15h no Hall do Grande Auditório e a Sessão de Cinema às 13h Ingresso: Sócios entrada franca e não-sócios pagam R$5,00 Informações: 11/3208-1755 EVENTO KARAOKÊ DANCE TOKUSHIMA Onde: Tokushima Kaikan (R Antonio Maria Laerte 275, Metro Tucuruvi) Dia 29/09/2012

EM CARTAZ Horário: 9h às 17h Informações: 11/4748-5896 KARAOKÊ-DANCE NIKKEY CULTURAL Pioneiro nessa atividade cujo objetivo é de proporcionar um ambiente familiar onde os freqüentadores cantam suas músicas preferidas e dançam ritmos como o chá chá chá, rumba, forro, samba e country. Onde: Nikkey Cultural (Praça Almeida Jr. 86 A, Liberdade) Dia 30/09/2012 Horário: 8h às 18h (incluso: café da manhã, missoshiru, almoço às 12h30, refrigerantes, àgua, chá e café.). Ingresso: R$24,00 Informações: 11/3774-7456 / 3774-7457 / 3774-7443 www.nikkeycultural.com.br 3º FESTIVAL JAPAN SUL União e Paz” (Kyouwa) é o tema da festa que a União das Associações Culturais de Santo Amaro programou, com variadas atrações culturais, shows artísticos, demonstrações de artes marciais e gastronomia. Onde: São Paulo Golf Club – Eletropaulo (Av. Atlântica, altura do 2.750 - antiga Av. Robert Kennedy) Dias 29 e 30/09/2012 Horário: sábado das 10h às 21h e domingo das 10h às 20h Ingresso: R$ 5,00 - Entrada franca para crianças abaixo de 8 anos (acompanhadas dos pais) e Idosos acima de 60 anos não pagam. Informações: 11/5631-2968 e 11/7837-5351 www.japansul.nw.org.br AOBA-MATSURI Feira de verduras frescas e comidas típicas. Onde: Miyagui Kenjin Kai (Rua Fagundes 152, Liberdade) Dia 06/10/2012 Horário: 7h às 16h (almoço das 11h às 15h) Informações: 11/3209-3265 CURSO CURSO DE KANJI PARA INICIANTES Onde: CIATE - Centro de Informação e Apoio ao Trabalhador Retornado do Exterior (Rua São Joaquim 381, 1º andar, sala 11, Liberdade - próximo à Estação São Joaquim do Metrô) Matrículas: 17/09 a 02/10/2012 Início do curso: 06/10/2012 Horário: 09h às 12h (aos sábados) Informações: 11/3207-9014

CURSOS CURSO AULAS DE DANÇA Professores Sergio e Rosa Taira. Onde: Assoc. Shizuoka Kenjin (R. Vergueiro, 193 - Liberdade) As 2ª e 3ªfeiras Horário: 13h às 17h Informações: 11/5588-3085 e 11/7174-8676 AULAS DE DANÇA Prof. Marcos Kina Onde: Soc. Bras. de Cult. Japonesa – Bunkyo (Rua São Joaquim 381, Liberdade) As 5ª feiras Horário: 11h às 12h30 NIKKEY CULTURAL Karaokê: aulas com o prof. e maestro Hideo Hirose (2ª, 3ª, 4ª,

6ª e sábado) e a profa. Tsuguiko Hongo (5ª). Dança Social: Prof. Murae domingo (de manhã), Prof. Hayashi (2ª das 15h às 20h), Prof. Tahira (6ª das 13h às 16h30), Profa. Luciana Mayumi - Aulas de Tango (2ª e 4ª das 20h30 às 23h), Profa. Massako Nishida (4ª das 9h às 16h), Prof. Willian (sábado à tarde), Profa. Sato Tazuko (sábado de manhã) e Profa. Yukie Miike (3ª, 5ª e domingo, diversos horários). Aulas de Violão, Guitarra e Baixo: Prof. Eder (sábado das 9h às 18h) Aulas de Japonês: (básico, intermediário e avançado) Profas. Keiko, 2ª e Isabel Kayoko, diversos horários. Obs: aulas de Português para

estrangeiro com Profa. Isabel Kayoko. Aulas de Inglês: (básico, intermediário e avançado) Prof. Anderson (sábado), Profa. Priscila (diversos horários). Aulas de Informática: Prof. Vic­ tor Kawata (diversos horários) Aulas de teclado: Profa. Neide (diversos horários) Tênis de Mesa: Prof. Mario Nakao - Técnico da Butterflay (diversos horários). Onde: Nikkey Cultural (Praça Almeida Jr. 86 A, Liberdade) Informações: 11/3774-7456, 11/3774-7457 e 11/3774-4430 com Meily (das 9h às 17h e sábado das 9h às 14h)

Informações e divulgação de eventos com Cristiane Kisihara cris_kisihara@hotmail.com – Tel. 11/3208-3977

EDITORA JORNALÍSTICA UNIÃO NIKKEI LTDA. CNPJ 02.403.960/0001-28

Rua da Glória, 332 - Liberdade CEP 01510-000 - São Paulo - SP Tel. (11) 3208-3977 Fax (11) 3341-6476 Publicidade: Tel. (11) 3208-3977 Fax (11) 3341-6476 comercial@nippak.com.br cristiane@nippak.com.br

São Paulo, 27 de setembro a 03 de outubro de 2012

JORNAL NIPPAK

Diretor-Presidente: Raul Takaki Diretor Responsável: Daniel Takaki Jornalista Responsável: Takao Miyagui (MTb. 15.167) Redator Chefe: Aldo Shiguti Redação: Luci J. Yizima Colaboradores: Erika Tamura, Jorge Nagao, Kuniei Kaneko, Shigueyuki Yoshikuni, Célia Kataoka, Paulo Maeda, Cristiane Kisihara e Osmar Maeda (Zona Norte) Periodicidade: semanal Assinatura semestral: R$ 60,00 jornaldonikkey@yahoo.com.br

EXPOSIÇÃO PROJETO VITRINES – Na terceira mostra de 2012, MASP e Metrô de São Paulo, recebem os trabalhos dos artistas Diego García, Laura Huzak Andreatto, Wallace V. Masuko e Nicole Mouracade. Caixa de Texto - Diego García De 10/09 a 05/10/2012 Paradiso - Laura Huzak Andreato De 10/10 a 07/11/2012 ei! - Wallace V. Masuko De 12/11 a 03/12/2012 “Tudo o que já foi, tudo o que é e tudo o que será” - Nicole Mouracade - Latinhas de alumínio descartadas foram os moldes utilizados para construir a obra. Onde: Estação Trianon-Masp do Metrô De 10/09 a 03/12/2012 Horário: 2ª a 6ª das 6h às 20h30, sábados e domingos das 10h às 17h. Ingresso: Gratuito Realização: Artistas, MASP e Ação Cultural do Metrô de São Paulo ON KAWARA, ARTE E VIDA CONTEMPORÂNEA Onde: MAM/SP – Museu da Arte Moderna (Parque do Ibirapuera – portão 3) Visitação: até junho de 2013 Horário: terça a domingo e feriados, das 10h às 18h Ingresso: R$ 5,50 (domingo gratuito) Associados do MAM, crianças até 10 anos e adultos acima de 65 anos não pagam. Informações: 11/5085-1300 MARCAS DO TEMPO Eriko Sato, Bin Kondo, Futoshi Yo­ shizawa, James Kudo, Hiro Ojima, Kazuo Wakabayashi, Kiji-Maru, Ki­mi Nii, Kunio Watanabe, Makoto Nakamura, Manabu Hangai, Mari Iwabuchi, Midori Hatanaka, Miyuki Abe, Nobuhiko Suzuki, Nobuo Mitsunashi, Roberto Okinaka, Ryouta Unno, Sachiko Koshikoku, Shizue Sakamoto, Shoichi Yamada, Takafumi Kijima, Takashi Fukushima, Tomie Ohtake, Yasuichiro Suzuki, Yasuo Ogawa, Yasushi Taniguchi, Yayoi Kusama, Yo Onishi e Yoshiaki Nagai. Onde – Galeria Deco (Rua dos

Franceses 153, Bela Vista) De 01/09 a 28/10/2012 Horário: das 10h às 19h Informações: 11/3289-7067 www.facebook.com/galeriadeco EVENTO 30ª BIENAL DE SÃO PAULO A Iminência das Poéticas Onde: Parque do Ibirapuera, Pavilhão da Bienal São Paulo De 07/09 a 09/12/2012 Horário: 3ª, 5ª, sábado, domingo e feriado das 9h às 19h – Entrada até 18h – 4ª e 6ª das 9h às 22h – Entrada até 21h – Fechado às segundas. Ingresso: Entrada Gratuita Informações: www.bienal.org.br/30bienal/pt/ INDIE 2012 – Mostra de Cinema Mundial - SÃO PAULO De 21/09 a 04/10/2012  CINESESC – Rua Augusta 2075, Cerqueira César. CINE OLIDO – Av. São João 473, Centro Ingresso: Entrada Gratuita – ingressos disponíveis nas bilheterias dos cinemas, 30 minutos antes de cada sessão. Informações: Site Oficial – São Paulo: http://www.indiefestival. com.br/2012/sp/ 34ª FESTA DO VERDE – Bazar Beneficente da Kibô-no-Iê, Exposições, Shows, Sacolão, Bazar e Praça de Alimentação. Onde: Sede da Kibô-no-Iê Itaquaquecetuba (Trav. Hideharu Yamazaki s/n da Estrada do Tronco, saída km 206 da Via Dutra sentido São Paulo – Rio de Janeiro, antes do 1º pedágio) Dias 29 e 30/09/2012

Horário: sábado das 11h30 às 18h e domingo das 9h às 17h Informações: 11/5549-2695 www.kibonoie.org.br EXCURSÃO Nikkey Cultural promove a 10º REVEILLON 2013 para Thermas de Fernandopolis Excursão com partida no dia 28/12/2012 (sexta feira) às 22h em ônibus super-luxo tipo LD. Nos dias 29 e 30/12 café da manhã, almoço, lazer com mo­ nitores e Karaoke-Dance à noite. No dia 31/12, café da manhã, almoço e chá da tarde e à noite sensacional ceia, queimas de fogos e baile com musica ao vivo com tecladista e vocalista. No dia 01/01/2013, café da manhã, lazer na parte da manhã e após almoço partida para São Paulo. Informações e reservas com Emi­lia Iritsu 11 / 3751-9910 e 11 / 99510-8499, Meily 11 / 3774-7456, 11 / 3774-7457, 11 / 3774-7443, Deise 11 / 37490374, Jose Iritsu 11 / 9957-3845 ou Prof. Ikuhiro Hayashi e Ayako Hayashi. ILHA GRANDE - Pousada Maria Bonita – Partida dia 17/01/2013 às 23h (quinta feira) em ônibus super-luxo LD – Passeios de escunas nos dias 18, 19 e 20/01/2013 e pesca noturna. Bailes nas noites dos dias 18 e 19/01/2013 com Issamu Music Show. Retorno no dia 20/01/2013 apos o almoço. Informações e reservas com Emilia Iritsu 11/3751-9910 e 11/99510-8499, Meily 11/37747456, 11/3774-7457, 11/37747443 e Jose Iritsu 11/9957-3845


São Paulo, 27 de setembro a 03 de outubro de 2012

JORNAL NIPPAK

3

BRASIL-JAPÃO

Fukushima promete se empenhar “de corpo e alma” para estreitar as relações entre os dois países

N

em bem assumiu seu posto, o novo cônsul-geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima, já tem uma missão um tanto diferente. Não, não se trata de nenhum conflito diplomático envolvendo os dois países. Fukushima assume depois de a comunidade nipo-brasileira viver uma experiência inusitada com o casal Obe (Kazuaki e Eiko), que atingiu popularidade digna de pop star. “Historicamente, a indicação do novo cônsul-geral do Japão em São Paulo é sempre motivo de grande expectativa pois é ele que irá nos conduzir frente aos assuntos com o Japão. A expectativa é maior ainda diante da popularidade conquistada pelo casal Obe”, disse o presidente do Bunkyo, Kihatiro Kita, durante seu discurso. Não por acaso, a cerimônia de boas-vindas organizada pelas principais entidades nipo-brasileiras no último dia 24, no Salão Nobre da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, foi tão concorrida quanto a despedida de Kazuaki e Eiko Obe. Estiveram presentes, entre outros, os deputados federais Junji Abe (PSD-SP) e Keiko Ota (PSB), os deputados estaduais Hélio Nishimoto (PSDB) e Jooji Hato (PMDB), o presidente do Enkyo (Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo), Yoshiharu Kikuchi; o presidente do Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), Akinori Sonoda; o presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão, Anselmo Nakatani; o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, Masaki Kondo; o diretor-geral da Fundação Japão,

fotos aldo shiguti

Corpo e alma – Por fim, reiterou sua gratidão em nome do povo japonês pelas “manifestações calorosas de solidariedade e encorajamento recebidas de toda a comunidade nipo-brasileira por ocorrência da tragédia de 11 de março do ano passado. Como seu antecessor, lembrou que o Brasil viverá

uma “década de ouro” com as realizações da Copa do Mundo (2014), Jogos Olímpicos (2016), os 110 Anos da Imigração Japonesa (2018) e o bicentenário da independência do Brasil (2022). Aproveitando o momento eleitoral pelo qual passa o país, Noriteru Fukushima destacou sua felicidade em “atuar em um momento tão significativo” e prometeu que irá se empenhar “de corpo e alma” para estreitar ainda mais as relações entre os dois países. (Aldo Shiguti)

COLUNA DA ERIKA TAMURA Jooji Hato, Hélio Nishimoto, Kita, Noriteru Fukushima, Keiko Ota, Junji Abe, Kikuchi e Sonoda

Akira Fukano; e o coordenador de projetos da Jica (Japan International Cooperation Agency), Vicente Murakami, além de presidentes de diversos kenjinkais e associações do interior, como o presidente da Associação Agro-Cultural e Esportiva de Guatapará, Jun Kawakami; o presidente da Federação das Associações Culturais Nipo-Brasileiras da Noroeste, Kazoshi Shiraishi; o presidente do Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas, Hiromoti Yassunaga; o presidente da Fenivar (Federação das Entidades Nikkeis do Vale do Ribeira) e da Uces (União Cultural e Esportiva da Sudoeste), Toshiaki Yamamura, e o presidente da Associação Cultural Nipo-Brasileira de Registro, Kuniei Kaneko. Futebol – Representando as entidades co-promotoras do evento, Kihatiro Kita disse que Fukushima “chega em um momento muito especial”. “Em 2013 iremos comemorar os 105 anos da imigração japonesa no Brasil e em 2014

as atenções estarão voltadas para a Copa do Mundo”, lembrou Kita, acrescentando que São Paulo sediará a cerimônia de abertura e algumas partidas e o cônsul terá oportunidade de assistir alguns jogos de futebol no “próprio país do futebol”. “E quem sabe não possa comemorar conosco mais uma conquista do futebol brasileiro”, afirmou o presidente do Bunkyo, que elogiou ainda a “fluência no espanhol, que facilitará um entendimento mútuo”. Recém-chegado da Embaixada da Espanha, onde exercia o posto de ministro, o cônsul-geral Fukushima lembrou que desembarcou no dia 13 de setembro em um país “cheio de energia”. Como destacou Kita, “apesar de falar um pouco de espanhol”, fruto de sua passagem pelas embaixadas da Argentina, México e Espanha, Fukushima se esforçou para conquistar os convidados ao tentar falar em português. O cônsul não cansou de elogiar o Brasil, “um país

O cônsul Noriteru Fukushima

dinâmico”, que reúne a maior comunidade japonesa fora do Japão e onde poderá experimentar “as mais diversas formas da cultura japonesa”. Disse que pretende se inspirar na bravura dos imigrantes japoneses e que quer conhecer o maior número possível de associações e empresas nipo-brasileiras para

EXPO 2020

Entidades nikkeis manifestam apoio à candidatura de SP No dia 19 de setembro, uma comitiva com representantes de cinco entidades nipo-brasileiras esteve reunida com o prefeito Gilberto Kassab (PSD) para fazer a entrega oficial da carta em apoio à candidatura da cidade de São Paulo como sede da Exposição Mundial 2020, considerado o terceiro evento mais importante do mundo depois das Olimpíadas e da Copa do Mundo. A candidatura de São Paulo à cidade sede da Exposição Universal é um projeto nacional, oficializado através da carta assinada pela presidenta Dilma Rouseff (PT), em 28 de outubro do ano passado ao Bureau Internacional de Exposições – BIE, órgão regulamentador desse megaevento. A capital paulista concorre com Dubai (Emirados Árabes), Izmir (Turquia), Ekaterinburgo (Rússia) e Ayutthaya (Tailândia). O projeto conta também com o apoio do governo do Estado através do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Kassab destacou a importância da manifestação da comunidade japonesa sendo a primeira a apoiar São Paulo como sede da Expo2020. “Estou muito contente por este apoio espontâneo da comunidade japonesa, e principalmente por ser a primeira comunidade a se manifestar”, disse. “Para a cidade de São Paulo é muito importante

aprender a história da comunidade, “que tanto admira”, e desta forma contribuir para o fortalecimento das relações entre os dois países.

luci judice yizima

nia japonesa, afinal de contas o Brasil é um país multicultural e a diversidade está aqui”, define o secretário. Participaram da audiência com o prefeito Kassab, a vice-presidente Harumi Goya (representando presidente da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, Kihatiro Kita), Eduardo Goo Nakashima (secretário administrativo), Anselmo Nakatani (presidente da Aliança Cultural Brasil-JaRepresentantes da comunidade nikkei com o prefeito Kassab pão), Celia Oi (Comunicapara que possamos contar sitantes do Brasil e do Exte- ção do Bunkyo), Yoshiharu com o apoio do Japão”, justi- rior, durante os seis meses de Kikuchi (presidente da Beneficência Nipo-Brasileificou o prefeito. duração do evento. O prefeito também é o O secretário-executivo do ra de São Paulo), Fujiyoshi presidente do Comitê Orga- Comitê da Candidatura de Hirata (secretário-geral Cânizador da Expo 2020, que São Paulo Expo2020, Carlos mara de Comércio e Indústem como tema “Força da Di- Kendi Fukuhara, comenta do tria Japonesa do Brasil), o versidade e Harmonia para o favoritismo de São Paulo à secretário municipal de ReCrescimento”, que reflete o cidade sede para evento. “O lações Internacionais Alfreobjetivo de trazer para a ci- que São Paulo tem de dife- do Cotait Neto, o secretádade projetos de inovação, rencial das outras cidades, é rio-adjunto Guilherme Matsustentabilidade e novas tec- o clima”, diz entusiasmado. tar, o secretário-executivo nologias, além de mostrar a “Sou secretário-executivo do Comitê da Candidatura diversidade étnica e cultural do comitê da candidatura de de São Paulo Expo 2020, de São Paulo. São Paulo a Expo2020, te- Carlos Kendi Fukuhara e o nho orgulho de fazer parte chefe do cerimonial do prePirituba – “Depois da Copa dessa comissão, com muito feito, Carlos Takahashi. A eleição para definir a cido Mundo em 2014, das Olim- orgulho que eu conduzo está píadas em 2016, nada melhor ação, é uma questão de éti- dade-sede, organizada pelo BIE (Bureal International des que sediar a Expo Mundial ca”, comenta. em 2020, não acham?”, con“Como japonês faço Expositions), acontecerá em cluiu o prefeito em tom oti- parte dessa candidatura, te- novembro de 2013, em Paris, mista. Se aprovada como ci- nho grande responsabilidade e reunirá 161 países votantes. dade sede, a Expo2020 será para fazer um grande evento São Paulo estará concorrendo realizada em Pirituba, num com duração de seis meses, com Ekaterinburgo (Rússia), terreno já definido de 5 km², será um megaevento. A nossa Izmir (Turquia), Dubai (Emide 15 de maio a 15 de novem- ação é divulgar a ‘Expo2020’ rados Árabes Unidos) e Ayutbro de 2020, e deverá mobili- em todos os meios de comu- thaya (Tailândia). (Luci Judice Yizima) zar cerca de 30 milhões de vi- nicação dentro e fora da colô-

Ingressos para os jogos do Corinthians no Japão Eu como corintiana e fã de futebol, morando no Japão, não posso deixar de descrever a correria dos torcedores para comprar ingresso para os jogos do Corinthians no Japão, em dezembro. As vendas começaram no dia 9 de setembro, e nesse dia a maior parte dos corintianos já estavam à postos para o início da maratona. Sim, uma verdadeira maratona, todos à frente do computador, esperando o site liberar as vendas para garantirem a sua presença nos jogos. À princípio, as vendas começaram somente para o primeiro jogo do Corinthians, em Aichi, e por incrível que pareça, em 10 minutos o site saiu fora do ar, por causa dos acessos deu pane no sistema, foi uma correria geral para as lojas de conveniência que possuem máquinas que vendem os ingressos, um pouco mais difícil porque está tudo em japonês, mas nada que os torcedores fanáticos não superem com facilidade. O mais emocionante que constatei com tudo isso, foi a união entre os torcedores corintianos, pois vi a parceria solidária entre todos, um ajudando o outro para que todos possa ter acesso aos jogos. Sem contar que a venda dos ingressos só poderia ser efetuado com cartão de crédito, e a maioria dos brasileiros não possuem cartão de crédito, e aqueles que possuem ajudaram os outros torcedores na compra do ingresso. Independente do fato de eu ser corintiana, eu confesso que fiquei admirada pois entre os corintianos não houve o interesse financeiro, pois pouco se ouvia falar em cambistas, ou ingressos super faturados, todos repassavam aos colegas pelo mesmo preço que foi comprado. É claro que tem alguns cambistas em ação sim, não posso fechar meus olhos para isso, mas comprovei que a maior parte dos cambistas não são corintianos, são torcedores de outros times tentando levar vantagem sobre os corintianos. Os representantes da Fifa deram uma entrevista e mostraram-se surpresos com essa demanda dos ingressos. Na minha opinião não é surpresa nenhuma, pois sei que torcedores fanáticos são capazes de qualquer coisa para acompanhar o seu time, e aqui no Japão, a sub sede da Gaviões da Fiel, possui 700 associados, e se isso so-

mar-se os familiares que os acompanharão nos jogos, o número dobra facilmente, fora isso tem os corintianos que não são associados à Gaviões, mas que nem por isso deixarão de acompanhar os jogos. Vi pessoas desesperadas por um ingresso, vi pessoas felizes por ter conseguido, vi pessoas torcedoras de outros times em dúvida se vão ou não vão ver os jogos, enfim, vi de tudo nessa corrida maluca em busca de ingressos. E a Fifa que depois do primeiro pane no site, agiu com mais cuidado, soltando ingressos aos poucos, fazendo com que os ingresso fossem liberados gradativamente, isso fez com que muitas pessoas desesperadas conseguissem o seu. Eu, por via das dúvidas garanti o meu, e já avisei o meu chefe que enquanto o Corinthians estiver no Japão não vou trabalhar, e por falta de alternativas ele concordou. Soube que os ingressos da semi final estão esgotados, mas para a final ainda tem, o problema é o preço, um pouco pesado, cerca de 200 dólares... Mas para quem já mora no Japão ainda é fácil, agora imaginem o torcedor que parte do Brasil, rumo ao Japão para ver o Corinthians, além de caro é bem cansativo, soube até de casos em que muitos torcedores estão vendendo seus carros só para comprar o pacote para vir ao Japão! Isso é que é amor pelo time! Mas também é pela chan­ ce, eu não me perdoaria se o Corinthians viesse ao Japão e eu não fosse vê-lo. Oportunidades únicas, que não podem ser perdidas. Afinal, esse é o último ano que a Toyota Cup será realizada no Japão, pois o ano que vem a sede será em Dubai. Portanto, vamos participar, até mesmo quem não é corintiano pode chegar, afinal eu sou a favor da paz e democracia dentro dos estádios, pode ser utópico demais, mas seria muito bom se todas as torcidas pudessem conviver uma ao lado da outra. Pois a torcida também faz parte do espetáculo no mundo futebolístico. * Erika Tamura nasceu em Araçatuba e há 14 anos mora no Japão, onde trabalha com desenvolvimento de criação. E-mail: erikasumida@hotmail.com


JORNAL NIPPAK

4

São Paulo, 27 de setembro a 03 de outubro de 2012

eleições 2012

Na reta final da campanha, candidatos nikkeis à Câmara Municipal de São Paulo mantêm otimismo A dez dias da eleição, quatro entre os principais candidatos nikkeis a vereador em São Paulo chegam na reta final da campanha com a mesma certeza que a iniciaram. Ou seja, que esta eleição municipal deve ser uma das mais concorridas dos últimos anos. Todos, no entanto, estã otimistas. Confira: “Sou o candidato com mais trabalhos realizados “Como político posso ajudar mais em prol da comunidade”, afirma Victor Kobayashi pessoas”, diz George Hato

E

m sua terceira disputa eleitoral – uma para deputado estadual e outra para vereador – o paulistano Victor Kobayashi se considera mais maduro e experiente para enfrentar as urnas. “Nas últimas duas bati na trave. Em 2008, para vereador, tive quase 15 mil votos e em 2010, para deputado estadual, obtive mais de 49 mil votos. Desta vez, espero acertar o gol”, explicou Kobayashi, acrescentando que “estou bem animado, pois a receptividade em nossas visitas e o apoio estão excelentes”.“Vejo que o nosso trabalho social e agora político, vem sendo cada vez mais reconhecido, isso faz com que a campanha cresça ainda mais”, constata Victor, que trocou de legenda – migrou do PSDB para o PSD – para “fazer história, assim como meu pai, que deixou o PMDB para ser um dos fundadores do PSDB”. Fundador do Instituto Paulo Kobayashi (IPK), uma OSCIP – Organização

divulgação

da Sociedade Civil de Interesse Público – Victor tem como principais bandeiras multiplicar as ações sociais, culturais, esportivas e assistenciais; fomentar ações que beneficiem comunidades e entidades do Terceiro Setor; desenvolver programas de capacitação de jovens e desenvolver ações voltadas para o abastecimento. Segundo ele, seu curto mandato como vereador – em 2011 ficou 31 dias na Câmara Municipal – foi importante não só para conhecer o funcionamento da Casa como também pôde apresentar várias emendas que contemplaram, por exemplo, o programa de

Eficientização do Ilume (Departamento de Iluminação Pública) – que beneficiou a revitalização da iluminação no Bairro da Liberdade, além de emendas que tornaram realidade a construção de um CAT (Centro de Apoio ao Trabalho) na Cidade Tiradentes, que permitiu a ampliação de uma UBS (Unidade Básica de Saúde) na Casa Verde Alta e outra que possibilitou a troca de telhado do Mercado Municipal Kinjo Yamato. “São ações que me deixam ainda mais confiante porque, mesmo sem mandato e fazendo uma comparação com os atuais políticos, sou o candidato que mais atua em prol da comunidade”, afirma, explicando que “antes as pessoas respeitavam e admiravam o trabalho do meu pai, agora respeitam e admiram o trabalho do Victor Kobayashi, realizador de diversas ações sociais e comunitárias. Isso acaba tornando nossa campanha mais encorpada”, diz Kobayashi. (Aldo Shiguti)

D

ebutando na política, George Hato (PMDB) que provar que não caiu de paraquedas ao lançar sua candidatura à Câmara Municipal de São Paulo. “Estou trabalhando desde 2008 neste projeto”, justifica o candidato, afirmando que “tinha certeza” que o pai, o agora deputado estadual Jooji Hato, seria eleito em 2010 para ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. “É um projeto pessoal que visa dar continuidade ao trabalho do meu pai na Câmara Municipal”, conta George, que se formou em Medicina em 2006 e no ano seguinte foi para Londres. “Quando retornei, decidi levar adiante meu projeto”, diz ele, que tem ainda outros dois irmãos, os também médicos Alex, o mais velho, e Andressa, a caçula. George foi o único a tentar carreira política. “Como político, posso ajudar muito mais gente do que como médico. O alcance é bem maior”, destaca.

divulgação

No início, porém, teve que vencer a preocupação da mãe, dona Marlene. “Ela ficou apreensiva pois sabe o quanto é difícil essa vida”, lembra George, acrescentando que, hoje, a mãe é o seu melhor cabo eleitoral. Para ele, que “praticamente nasceu no comitê e fazia campanha no berço”, enfrentar as ruas não foi um desafio. “Já estava acostumado a seguir o meu pai em suas andanças”, conta George, explicando que “toda ajuda é bem vinda”. “Dizem que a transferência de votos de pai para filho gira em torno de 20%. Estamos trabalhando para que seja muito mais do

que isso”, diz George, que entre suas bandeiras espera trabalhar em prol da saúde, educação e o esporte. Para o pai, “não existe campanha fácil”. “O número de candidatos nikkeis é muito elevado. Acho que o ideal seria sair uns seis ou oito. Com 30 candidatos, como é o caso, acaba ocorrendo a pulverização de votos”, lamenta Jooji Hato, afirmando que “me sinto honrado e orgulhoso com a atitude do George”. “Como médico, ele poderia ter ficado na região central, que é mais segura, ao invés disso, ele preferiu ir para a periferia, como eu fiz”, diz. Experiente, Jooji Hato, acredita na vitória do filho. “No PMDB, o Geroge será um grande puxador de votos porque no partido ele não tem concorrência”, assegura Jooji, que calcula que serão necessários cerca de 25 mil votos para que George possa ocupar uma cadeira na Câmara Municipal. “Vamos trabalhar para conseguirmos muito mais”, garante. (Aldo Shiguti)

Para Aurélio Nomura, “transparência, trabalho Ushitaro Kamia: “Força dos amigos e mobilização sério e honestidade vão pautar os eleitores” da comunidade farão a diferença”

E

m disputa de sua quinta eleição, o vereador Aurélio Nomura (PSDB) já tem um prognóstico: vai ser a mais difícil da qual participou. A causa é o “Mensalão”, cuja condenação da maioria dos envolvidos pela ligação incestuosa com empresários e banqueiros acabou espalhando a imagem negativa de maneira generalizada. Porém, o escândalo político, trouxe também o lado bom. De acordo com o vereador, a atuação transparente, a honestidade, o trabalho sério e competente passou a ser o princípio pelo qual os eleitores estão se pautando para escolher seu candidato. Essas qualidades demonstradas em seus quatro mandatos de vereador foram fundamentais para que Aurélio Nomura recebesse nessas eleições apoios espontâneos de pessoas de destaque não só da comunidade nikkei, como de empresários e lideranças políticas. “O vereador Aurélio Nomura é um dos raros políticos que se alinham com esse

divulgação

anseio e honram a confiança de seus representados”, escreveram no “Manifesto em Favor do Vereador Aurélio Nomura” o empresário Anselmo Nakatani, presidente da Aliança Cultural Brasil Japão, e o desembargador Jô Tatsumi, que também integram o Grupo de Brasileiros Pro-Ética na Administração Pública. O jurista, dr. Kiyoshi Harada, em seu artigo “Cidadania a Serviço do Estado Democrático de Direito”, termina o texto afirmando: “Aurélio Nomura, que herdou as virtudes de seu pai, o saudoso Deputado Federal Diogo Nomura, é um exemplo raro de político que ainda mantém acesa a chama

dos valores fundamentais que dão embasamento à implantação e manutenção do verdadeiro Estado Democrático de Direito. Votemos, pois em Aurélio Nomura com segurança e confiança.” Já o produtor cultural, Jo Takahashi, destacou a seriedade dos projetos do vereador, sua postura ética e sua visão humanista de administrar. “Esperamos que você possa espalhar uma onda de bons fluidos na imagem desgastada da política brasileira e recuperá-la para que possamos construir uma sociedade melhor”, apoiou Takahashi. Da mesma forma, o secretário de Energia do Estado de São Paulo, deputado Zé Aníbal, manifestou sua admiração, apreço e respeito ao vereador. “Nomura é um dos melhores quadros do PSDB de São Paulo. É um homem público exemplar: sério, ético e totalmente dedicado à melhoria da qualidade de vida das pessoas”, afirmou em sua mensagem de apoio. (com Assessoria de Imprensa)

A

praticamente uma semana para os eleitores decidirem o futuro político na esfera municipal, o vereador e candidato à reeleição Ushitaro Kamia (PSD) acredita que a força dos amigos fará a diferença nesta reta final de campanha. Para ele, a decisão do eleitor se dará pelo trabalho desenvolvido e o histórico daqueles que atuaram em prol de uma cidade melhor. “Fizemos uma campanha bastante corrida e curta, mas percebemos que muitos apoiadores e aqueles que acreditam em nosso trabalho estão se esforçando para mobilizar as pessoas. E este é o grande diferencial, pois trata-se de uma eleição dos amigos, baseada na confiança e credibilidade”, explica o vereador que está em seu quarto mandato e já exerceu o cargo de deputado federal. Na comunidade nipo-brasileira, Kamia também tem obtido o apoio de diversas associações e entidades, além de contar com a força incondicional de dois nomes

divulgação

que atuam constantemente em prol da cultura japonesa: do deputado estadual Hélio Nishimoto (PSDB) e do federal, Walter Ihoshi (PSD). Juntos, formam a “trinca política” da comunidade. “São grandes parceiros e trabalhamos em conjunto”, explica o vereador, cujo apoio na infraestrutura pode ser visto nos grandes eventos da comunidade, casos do Festival do Japão, Okinawa Festival, Nikkey Matsuri e Festival das Cerejeiras. Graduado em Administração, Direito e Ciências Contábeis, Ushitaro Kamia traz um vasto currículo como parlamentar: são 86 leis em vigor, e mais de 100 proje-

tos de lei em tramitação. Só de ofícios, foram expedidos mais de 3.800, solicitando asfalto, iluminação, reformas, entre outros. Na área da Saúde, uma de suas principais bandeiras junto com Social, Obras/Saneamento e Meio Ambiente, Kamia participou da viabilização das AMAs Jd. Joamar e Wamberto Dias da Costa; além de apoiar o Grupo de Estudos de Doenças Raras e instituir o “Mês da Saúde Preventiva da Obesidade Infantil” (Lei 14.095/2005). Nessa linha de melhorias à população, Kamia desativou o Lixão de Vila Albertina e também empenhou esforços para estender o metrô, de Santana até Tucuruvi, na década de 1990. Agora, quer continuar esta luta, ampliando a linha 1 até Guarulhos, a fim de melhorar o tráfego de veículos. “Conto com o apoio para continuarmos nossa luta para trazer melhorias e soluções ao município”, finaliza Kamia. (com Assessoria de Imprensa)

ARTIGO

Frente Parlamentar para Desoneração dos Medicamentos *Walter Ihoshi O Brasil é o campeão mundial em incidência tributária sobre medicamentos. Apesar de o remédio ser um produto de primeira necessidade, a carga tributária que pagamos por ele é de 33,87%, sendo que mais da metade desse percentual (cerca de 18%) é de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). A tributação brasileira em outros setores também é uma das mais altas do mundo, representa 35% do Produto Interno Bruto (PIB), maior que em países como Austrália, Japão e Suécia,

se considerado o desempenho em termos de retorno à população dos impostos pagos. E, o pior, onera proporcionalmente a população de menor poder aquisitivo. Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que pessoas com renda de até dois salários mínimos desembolsam 53,9% com pagamento de impostos, enquanto quem recebe mais de 30 salários paga 29%. Para mudar este panorama, vamos lançar, após o processo eleitoral, a Frente Parlamentar para Desoneração dos Medicamentos, cujo objetivo é levantar o debate na esfera Federal e ganhar a opinião pública. Nossa Fren-

te será mista e já temos o número exigido de deputados e senadores para iniciar a ação, que é de 198 parlamentares. O primeiro passo será conscientização dos parlamentares acerca do tema e do quanto isso é importante para os Estados e para o consumidor. Na medida em que reduzimos os impostos, o produto fica mais acessível e isso pode evitar, por exemplo, que o doente volte em pouco tempo ao hospital porque não conseguiu comprar todos os remédios prescritos pelo médico devido ao preço. Com medicamentos mais baratos e tratamento adequado, a demanda dos hospitais tende a diminuir.

O trabalho será feito através de palestras, seminários, debates e atos políticos, mas não só em Brasília, iremos expandir para todo o território nacional e, para distribuir melhor esse debate, estamos estudando a possibilidade de serem criadas outras Frentes Parlamentares nas assembléias legislativas de cada Estado. A primeira deverá ser aqui em São Paulo. Com a redução do imposto, o consumo dos produtos aumenta e, conseqüentemente, a arrecadação também. Um exemplo que deu certo é o Paraná, que em 2008 baixou a alíquota de ICMS de 18% para 12% e, em dois anos, a arrecadação saltou

de R$ 76,8 milhões para R$ 178,6 milhões. Países como Reino Unido, Canadá, Colômbia, Estados Unidos, México e Venezuela, o tributo nos medicamentos é zero. Outros países como Portugal, Holanda, Bélgica, França, Suíça, Espanha e Itália cobram, no máximo, 10%. A média mundial fica na casa de 6,3%, isso mostra o quanto o Brasil está desalinhado com o mundo inteiro. Existe a distribuição gratuita de alguns remédios na rede pública, porém não é o suficiente, muitos medicamentos ainda precisam ser comprados pelo consumidor. Para termos uma idéia, apenas 20% da aquisição dos me-

dicamentos é feita pelo setor público, enquanto em outros países esse percentual é três vezes maior. No Congresso, tramita a PEC 115/2011, de autoria do senador Paulo Bauer (PSDB-SC), que isenta totalmente os medicamentos de uso humano de todos os tributos. O projeto está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania e tem o nosso total apoio. Mas é necessário fazer mais do que isso: é preciso unir forças, acender o debate e conseguir uma redução gradativa, onde consumidor e governos só têm a ganhar.

*Walter Ihoshi é deputado federal suplente pelo PSD-SP


JORNAL NIPPAK

São Paulo, 27 de setembro a 03 de outubro de 2012

5

PARANÁ

Em outubro, Consulado Geral do Japão em Curitiba realiza mês da Cultura Japonesa

O

Consulado Geral do Japão em Curitiba, com o apoio de diversas entidades e comunidade local, realizará em Curitiba, do dia 2 a 31 de outubro, o Mês da Cultura Japonesa. O evento contará com exposição de ikebana, show musical, apresentações de taikô, de yosakoi soran, mostra de cinema japonês e concurso de oratória. A cerimônia de abertura acontece no dia 2 (terça-feira), às 19 horas, na Rua 24 Horas (uma galeria aberta ao público 24 horas localizada entre a Rua Visconde de Nácar e a Rua Visconde de Rio Branco). A solenidade, com participação da Rua 24 horas, Associação Cultural e Beneficente Nipo-Brasileira de Curitiba, Ind. Agrícola Tozan, Fundação Cultural de Curitiba, UFPR, Ikenobo, Sanguetsu e Ohara-ryu, reunirá apresentação do grupo de taikô Wakaba, cerimônia de Kagami-Biraki (cerimônia da quebra do barril de saquê), entre outras atrações. A entrada é franca. Confira a programação do Mês Cultural Show Musical: Infinity – Impressões do Japão Data e hora: 5 de outubro (sexta), às 20hs Local: Teatro da Reitoria da UFPR (Rua XV de Novembro, 1299 - Centro, Curitiba) O quê: Concerto das musi­

divulgação

sões diárias, com apresentação de 2 a 3 filmes por dia, a partir das 15 horas. Mais informações sobre horário de exibição e sinopses no site do Consulado. h t t p : / / w w w. c u r i t i b a . br.emb-japan.go.jp Entrada Franca

“Sonatine”, de Takeshi Kitano, também faz parte da programação

Local: Rua 24 horas (Tra­ vessa entre as ruas Visconde de Nácar e Visconde do Rio Branco) Entidades envolvidas: Rua 24 horas, Escolas de Ikebana Ikenobo, Sanguetsu e Ohara-ryu. Exposição de Ikebana (arranjos florais) feitas pelas escolas de Ikebana Sanguetsu, Ohara-ryu e Ikenobo. Entrada franca A filial do Ryukyu Koku Matsuri Daiko se apresentará no evento

cistas japonesas Reikano Kimura e Sumie Kaneko, radicadas em Nova York, que atuam no mundo inteiro apresentando koto e shamisen – instrumentos tradicionais do Japão. Entrada gratuita mediante apresentação de ingresso (capacidade do teatro 696 pessoas). O ingresso será distribuído gratuitamente aos interessados no Consulado Geral do Japão em Curitiba

(dia úteis, das 9 às 11h30, e das 14 às 17h30). Local de retirada dos ingressos e informações: Rua Marechal Deodoro 630, 18º andar, sala 1804, Centro – Curitiba Tel: (41)3322-4919 E-mail: cultura@c1.mofa.go.jp Exposição de Ikebana Data e hora: de 2 a 21 de outubro, das 9 às 22hs (dias 8 e 15 não terão exposição).

Apresentações Culturais – Palco da Rua 24 horas (entrada franca) Taikô (Fuurinkazan – Ponta Grossa) Data e hora: 6 de outubro (sábado), às 16hs Apresentação de tambores japoneses pelo grupo de Taikô Fuurinkazan de Ponta Grossa Yosakoi e Moti-tsuki (Wakaba – Curitiba)

Data e hora: 13 de outubro (sábado), às 10h30 Apresentação do Yosakoi – dança típica do Japão, pelo Grupo de Yosakoi Wakaba de Curitiba. Moti-Tsuki (preparo do bolinho de arroz ou bolinho da prosperidade, com posterior distribuição para degustação). Taikô (Ryukyu-koku Matsuri Daiko – Curitiba) Data e hora: 31 de outubro (quarta), às 12h30 Apresentação do grupo curitibano Ryukyu-koku Matsuri Daiko, estilo okinawano (província de Okinawa, Japão) de tocar tambores. Mostra de Cinema Japonês Data: de 15 a 21 de outubro Local: Cinemateca de Curitiba (Rua Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco) Exibição de 15 filmes japoneses exibidos e aclamados entre 1992 a 2011. Ses-

Concurso de Oratória em comemoração ao centenário da UFPR Data e hora: 28 de outubro (domingo), às 9hs Local: UFPR – Campus Reitoria, Edifício Dom Pedro I (Rua XV de Novembro, 1299 – Centro, Curitiba) Os alunos do curso de Letras Japonês e alunos do Curso de Japonês do Celin da Universidade Federal do Paraná, que completa 100 anos em 2012, irão participar do Concurso de Oratória em japonês para mostrar os resultados dos estudos da língua. Entrada franca GIBICON No 1 Data: de 25 a 28 de outubro. Entidade Envolvida: Gibicon Mais informações pelo site do evento: http://gibicon.com.br/ Informações Gerais: Consulado Geral do Japão em Curitiba (Rua Marechal Deodoro 630, 18º andar - Edifício Centro Comercial Itália – CCI - Centro – Curitiba) Tel: (41)3322-4919 Email: cultura@c1.mofa.go.jp http://www.curitiba.br.embjapan.go.jp

RIO DE JANEIRO

SÃO JOAQUIM (SC)

38º Keiroukai homenageia idosos acima de 80 anos

Cooperativa Agrícola recebe cônsul e presidente da CCIBJ

A Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira do Estado do Rio de Janeiro - Renmei, com apoio da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Rio de Janeiro e Associação Nikkei do Rio de Janeiro - Rio Nikkei, organizou com imenso carinho o 38º Keiroukai. O evento foi realizado no salão da Associação Nikkei do Rio de Janeiro. Professora Mari Nakano, voluntária sênior da Jica, anunciou a abertura do evento com os Hinos Nacionais do Brasil e do Japão. Seguiu-se um minuto de silêncio em memória de Imigrantes Falecidos e Vítimas de Terremoto no Japão. Saudações calorosas foram proferidas por Akiyoshi Shikada, presidente da Renmei, Hajime Tonoki, presidente da Câmara Japonesa, e pelo cônsul-geral do Japão Masaru Watanabe. O “Dia de Respeito à Melhor Idade” é comemorado com reconhecimento aos que muito batalharam e construíram. Compareceram 26 das 178 pessoas acima de 80 anos

minoru matsuura

Hajime Tonoki, presidente da Câmara Japonesa, cônsul-geral do Japão Masaru Watanabe, Ichiki Watanabe, representante da Melhor Idade, Minoru Matsuura, presidente da Rio Nikkei, Hiroshi Fujiuchi, diretor da Escola Japonesa do Rio de Janeiro e Kiyoshi Komamura, vice-presidente da Câmara Japonesa, a partir da direita.

Associados e convidados interagem com o público

Rosa Matsuura, primeira-dama da Rio Nikkei, canta e encanta

Akiyoshi Shikada, presidente da Renmei

Canções japonesas pelo Coral Rio Nikkei

no Estado do RJ. Todos tiveram seus nomes lidos e foram presenteados. Ichiki Watanabe, de Itaguaí, representou e agradeceu em nome dos homenageados. Anunciadas por Walter Yoshida, vice-presidente da Renmei, aconteceram as apresentações: “Hajimeteno Rio de Janeiro gaido” pelo aluno Eduardo Tavares Carvalho da Escola de Língua Japonesa de Teresópolis, de Bon Odori pelo Grupo Kizuna da Associação Desportiva e Cultural Nikkei de Campo Grande sob orientação da Professora Eli Yamada. O ritmo convidativo levou muita gente a dançar junto, externou Megumi Kubota, secretária geral da Renmei. Também foram muito aplaudidos o Coral da Associação Nikkei do Rio de Janeiro sob a regência da maestrina Gina Martins, e o Rio Nikkei Taiko - coordenado por Mário Kimio Matsumoto - quando os tambores japoneses ribombaram no salão. No Karaokê, ao final, lindas vozes foram apreciadas... como as da Rosa Matsuura, primeira-dama da Rio Nikkei, de Hiroshi Fujiuchi, ilustre convidado e diretor da Escola Japonesa do RJ. (Fotos de Minoru Matsuura e texto de Teruko Okagawa Monteiro)

Os taikos: tocados com paixão

divulgação

Comitiva foi formada pelo cônsul do PR e pelo presidente da CCIBJ

Em setembro, uma comitiva formada pela presidência da Câmara do Comércio e Indústria Brasil Japão do Paraná e o cônsul geral do Japão para os estados do Paraná e Santa Catarina, Noboru Yamaguchi, esteve visitando a cidade de São Joaquim, interior de Santa Catarina. Na pauta, a visita a sede da Cooperativa Agrícola de São Joaquim (Sanjo) fundada em 1993 por um grupo de 34 fruticultores, em sua maioria imigrantes e descendentes de japoneses. Contando com 80 cooperados, que juntos produzem cerca de 40 mil toneladas de maçã das variedades Fuji e Gala, além de uva, mirtilo e goiaba, a cooperativa emprega hoje cerca de 330 funcionários, comercializando não só frutas, bem como derivados como vinhos, fermentados, espumantes e sucos. Acompanhada pelo presidente da Sanjo, Nobuyoshi Shimizu, e pelo diretor de packing, Paulo Iida, a comitiva visitou também as instalações da fábrica de vinhos da cooperativa, premiados com os rótulos Núbio Sauvignon Blanc 2011 e o Maestrale Chardonnay 2010 (Concur-

so Nacional de Vinhos Finos e Destilados do Brasil e Concurso Mundial de Bruxelas-Brasil (CMBB)). Exemplo – A medalha de prata no concurso Vinalies Internacionales, realizado em 2010 em Paris, foi um dos pontos altos na história da vinícola. Promovido pela Associação de Enólogos da França, o concurso contou com a participação de 3199 rótulos de 39 países, que foram avaliadas por 126 degustadores e jornalistas especializados de várias nacionalidades. A visita serviu também para formalizar o convite de sociedade entre a Câmara e a cooperativa. “A cooperativa é um exemplo concreto do idealismo e trabalho que sempre norteou as atividades da comunidade nipo-brasileira em nosso país. Seria uma honra para a instituição ter a Sanjo como parceira” disse Yoshiaki Oshiro, presidente da CCIBJ do Paraná. Para mais, acesse: http:// www.sanjo.com.br/ (Fonte: Portal da Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Japão do Paraná)


JORNAL NIPPAK

6

São Paulo, 27 de setembro a 03 de outubro de 2012

­­

comunidade

3º JapanSul espera cerca de 20 mil pessoas neste fim de semana

A

União das Associações Culturais de Santo Amaro, entidade que reúne sete associações – Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Santo Amaro, Associação Cultural Showa, Associação Cultural e Esportiva João Branco, Associação Rural de Casa Grande, Asociação Cultural Beneficente Nipo-Brasileira de Colônia Paulista, Associação Cultura de Parelheiros e Associação Cultural e Esportiva de Cipó – realizam neste fim de semana (29 e 30), no Clube da Eletropaulo, a terceira edição do JapanSul. O evento, que teve sua primeira edição em 2008, volta com atrações culturais, culinária típica e expectativa de 20 mil visitantes durante os dois dias de festa. Estão programadas atrações como grupos de taikô, de danças folclóricas – entre eles o Grupo Awa Odori Represa da Associação Cultural e Esportiva Represa e o cover de Michael Jackson, o pequeno Erick Ryu Murakami, de 7 anos de idade, que encanta o público com imitações do astro. Haverá ainda uma praça de alimentação que, segundo os organizadores, é um dos diferenciais da festa. “A culinária japonesa da Zona Sul é especial. Além disso, teremos o moti tsuki em que os visitantes podem ajudar a socar o bolinho de arroz”, explica o presidente da União das Associações Culturais de Santo Amaro, Luiz Tsuneo Kitabayashi. Segundo ele, outro atrativo para os visitantes é o próprio local, já que o clube que abrigará o evento fica próximo à Represa do Guarapiranga. “Além da bela paisagem, fechamos parceria com uma marina e os visitantes poderão fazer um passeio de barco, conta Kitabayashi, lembrando que a praça de alimentação e o palco serão montados na quadra de esportes, portanto, com cobertura, e as crianças poderão usufruir, gratuitamente, da infraestrutura que o clube oferece, inclusive os equipamentos do parque – as atrações contratadas pelo JapanSul serão pagas. Para Kitabayashi, fica agora, a torcida para que não chova neste fim de semana. “Nas duas primeiras edições o tempo não ajudou”, conta Masami Tashiro, que presidiu o primeiro evento, em 2008, realizado no Kartódromo de

divulgação

Apresentações de danças folclóricas é um dos destaques da programação do JapanSul

oferecesse conforto e comodidade ao público”.

O jovem Erick Ryu Murakami, o “Ryu Jackson” é uma das atrações

Organizadores querem resgatar “parte da força da zona Sul de SP”

Interlagos. Lá, os organizadores enfrentaram também outro problema. Nos meses que antecedem o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, o espaço fica por conta da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). “Enfrentamos um problema

seríssimo por isso”, admite Chisato Murakami, membro da Comissão Organizadora. Também da Comissão Organizadora, Júlio Uehara justifica que ficou um hiato de dois anos “justamente porque estávamos procurando um local de fácil acesso e que

Referência – “O clube da Eletropaulo fica na avenida mais importante da zona sul, a Av Atlântica”, destaca Kitabayashi, explicando que o objetivo do JapanSul é unir todas as associações da Zona Sul. “Além disso, essa região, localizada mais ao extremo, é carente de eventos ligados à comunidade nipo-brasileira se considerarmos que a Zona Sul concentra o maior número de famílias nikkeis em São Paulo”, conta Tashiro, afirmando que Santo Amaro era uma referência em atletismo, sumô e tênis de mesa. “Nas décadas de 60 e 80 a União já chegou a reunir 16 entidades, mas com o dekassegui começamos a sofrer com o esvaziamento, principalmente de jovens. Com o JapanSul, queremos recuperar parte desta força da zona Sul”, explica Kitabayashi. (Aldo Shiguti)

COLUNA DO JORGE NAGAO

Escolhas “O destino é uma questão de escolha”. (Augusto Cury) Brazuca foi o nome escolhido para a nossa Jabulani para a Copa-2014, numa eleição que pouca gente deu bola. Agora a Fifa se superou com as sugestões para o nome do mascote: Amijubi, Fuleco ou Zuzeco? O pobre do tatu-bola vai carregar um destes nomes horrorosos e nós teremos que conviver com ele. Tatudo errado, mas tatudo decidido não há o que fazer, a não ser o “juris esperniandi”, o direito de espernear e lamentar. Quantas pessoas sofrem porque seus pais escolheram nomes inadequados e algumas depois se vingam repetindo o nome nos filhos: Antonio Manso Pacífico de Oliveira Sossegado Junior. Excetuando as tragédias, tempestades ou acidentes a que estamos sujeitos, podemos escolher sempre. TV ou livro? Cerveja ou coca-cola? Sair ou ficar? Malhar ou meditar? Rezar ou chorar? Este livre arbítrio molda a saúde, o caráter, o afeto ou o respeito que os outros terão por nós. Escolha bem, portanto. Paulistanos, em breve, escolherão o novo prefeito. O favorito é uma incógnita. Se ele vencer, vamos ter que engolí-lo como engolimos Zagallo, Collor, Pitta e outros. Ninguém é perfeito mas escolha bem o prefeito. Por ter escolhido o Palmeiras, seus torcedores estão sofrendo muito. Muitos escolhem apoiar o time, outros preferem depredar o clube ou agredir diretores ou jogadores. Escolhas. Ser pessimista ou otimista é uma escolha. O pessimista diz que é realista e que o otimista é um cara mal informado. O otimista,

que acha que tudo está ótimo, diz que o pessimista é mal-humorado, chato e depressivo. Cada um que colherá o que plantar/escolher: o péssimo ou o ótimo. Chefe a gente não escolhe. É imposto, como o imposto de renda, então escolha, sem ser puxa-saco, a melhor postura para o bem de todos e felicidade geral da seção. Escolher o síndico pode garantir tranquilidade ou dor de cabeça. Edifício mas, more na jogada, e escolha o sujeito com domínio de todas as habilidades para que a casa não caia. Escolher um amor é correr o risco de não ser escolhido pela pessoa amada. O coração erra muito em suas escolhas como atestam as canções de amor e desamores. Faça boas escolhas para ser bem escolhid@. Amigos você tem muitos no facebook, mas quantos são de verdade? Se escolher um amigo-da-onça, você ficará num mato sem cachorro. Cuidado com as escolhas. Vestibulandos e concurseiros estão ansiosos com as provas que vêm por aí. Escolham a alternativa certa: estudar muito. E boa sorte. Estar inadimplente ou ser um poupador é fruto de suas escolhas passadas. Se escolheu mal, a velha receita está gasta mas funciona: escolha gastar menos do que ganha. Faça boas escolhas e tudo vai ficar bem.

*Jorge Nagao é colunista do site Primeiro Programa (www. primeiroprograma.com.br). E-mail:jlcnagao@ uol.com.br

3º JapanSul Quando: Dias 29 e 30 de setembro. Sábados, das 10 às 21 horas, e domingo, das 10 às 20h. Cerimônia oficial de abertura: Sábado, às 16 horas Onde: Clube da Eletropaulo (Av. Atlântica altura do numero 3000 – Rua Peixe Vivo, 155 – Santo Amaro) Ingressos: R$ 5,00 (crianças até 8 anos e idosos acima de 60 anos não pagam) Estacionamento: R$ 10,00 Informações pelos telefones: 11-5631-2968 ou 7837-5351

YUBA

Encontro de Música nesta sexta-feira comemora 50 anos do Teatro Yuba A Associação Comunidade Yuba realiza nesta sexta-feira (28), às 20h30, na Comunidade Yuba, na região de Mirandópolis (SP), o quarto encontro de música em comemoração aos 50 anos do Teatro Yuba. O projeto de 50 anos do Teatro Yuba foi contemplado no edital nº 24, do Programa de Ação Cultural, “Concurso de apoio a projetos de promoção e estímulo à preservação do patrimônio cultural-educação patrimonial no estado de São Paulo”. Trata-se de uma homenagem aos antepassados dos Yuba que apreciavam a música e transmitiram esses conhecimentos à comunidade. Seus repertórios incluíam obras eruditas orientais e ocidentais, com destaque para produções tradicionais japonesas como o Enka (uma mistura de sons tradicionais japoneses com melodias oci-

divulgação

ya KonKon”, e música pop como “Yesterday”. Na sequência, a Orquestra de Sopros de Andradina fará um concerto intitulado “Viagem Musical”. Composta por 47 integrantes, entre crianças, jovens e adultos, a Orquestra tem direção artística do Maestro Wellington Reginaldo Rodrigues dos Santos, que atua em parceria com os Maestros Ricardo Cappi e Luis Alberto Corrêa. O Encontro será encerrado com uma apresentação conjunta dos dois grupos. Além da programação musical, haverá o tradicional Baitem, barraca de alimentação e bebidas, Evento visa homenagear antepassados dos Yuba que transmitiram conhecimentos às novas gerações produtos caseiros e artesanatos produzidos pela Comunidentais) e as narrativas Na- expandidas e intensificadas a por professores da região. A dade Yuba. Destaque para o niwabushi (um canto popular, partir de 2010, com o apoio programação do Encontro de delicioso Yakissoba. com temas históricos acom- do edital de Pontos de Cul- Música contará com um repanhado por um único mú- tura do estado de São Paulo. pertório variado: clássicos de Data: dia 28 de setembro de sico de shamisen). Atualmente, ela atende cerca Liszt e Rachmaninoff, can- 2012 (sexta-feira) As oficinas de mú- de 40 alunos do município ções japonesas como “Kyu- Local: Ponto de Cultura sica da Comunidade foram de Mirandópolis, orientados shu tankobushi” e “Yuki Cultivar a Arte da Associação

Comunidade Yuba. Apresentação: às 20h30 Baitem: das 17h30 às 20h15* encerraremos 15 minuto antes de apresentação

Programação:

apresenta-

ções de alunos e professores

Ponto de Cultura Cultivar Arte e da Orquestra de Sopros de Andradina (grupo convidado). Apoio: Grupo de Jovens Seinenkai da Primeira Aliança; Departamento Municipal de Cultura e Prefeitura Municipal de Mirandópolis; Secretaria de Cultura e Turismo de Andradina; PROAC EDITAL Nº 24 Concurso de apoio a projetos de promoção e estímulo à preservação do patrimônio cultural-educação patrimonial no estado de São Paulo Realização: Ponto de Cultura Cultivar a Arte da Associação Comunidade Yuba - Ministério da Cultura e da Secretaria de Estado da Cultura Informação: (18) 3708 1247 do a


JORNAL NIPPAK

São Paulo, 27 de setembro a 03 de outubro de 2012

7

CULTURA

HAICAI BRASILEIRO

O

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (16441694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve

e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão.

TEMAS DE SETEMBRO Ipê – Marimbondo – Mar de primavera Noite de primavera – Pelas espumas do mar uma caminhada Alvaro Posselt Curitiba, PR

Mar de primavera – O navio deixa uma esteira sumir no horizonte... Guin Ga Eden Niterói, RJ

Alguns marimbondos movem-se fora da caixa – lá dentro, não sei Neide Rocha Portugal Bandeirantes, PR

No monte de pedras as ondas quebram miúdas... Mar de primavera. Benedita Azevedo Magé, RJ

Nuvem de gaivotas Sobrevoam o pesqueiro Mar de primavera. Irene M. Fuke São Paulo, SP

descanso na praia deixo o mar de primavera chegar aos meus pés Rosa Clement Manaus, AM

Mar de primavera – Na eternidade do tempo A solidão da praia. Benedita Azevedo Magé, RJ

Arte de crianças marimbondos irritados – Dardos de papel. Mario Isao Otsuka São Paulo, SP

Sob o ipê florido embelezam de amarelo as flores que caem. Sandra Hiraga Yoshimura Umuarama, PR

Brilham na encosta Dos morros já ressequidos Os ipês floridos Carlos Viegas Brasília, DF

Casinha abandonada – Para onde terão ido estes marimbondos? Monica Martinez Granja Viana, SP

Mar de primavera Tão abrandado e lento O tempo parou. Yone São Paulo, SP

Os ipês floridos Cobrem o velho coreto – A praça deserta Carlos Viegas Brasília, DF

Volta das férias – a recepção festiva das flores do ipê Monica Martinez Granja Viana, SP

Do alto do telhado Um ninho de marimbondos Guarda o casarão. Zekan Fernandes São Paulo, SP

Uma flor vagueia Na tarde silenciosa Mar de primavera Elisa Campos São Paulo, SP

Mar de primavera – velho segura o calção de elástico frouxo Neide Rocha Portugal Bandeirantes, PR

Ao sabor do vento A sombra do velho ipê Dança sem parar. Zekan Fernandes São Paulo, SP

Temas de novembro (postar até 10 de outubro) Gato enamorado – Buganvília – Finados

Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG. Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade. A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura e Francisco Handa.

Envie suas cartas para: Haicai Brasileiro A/C Jornal Nippak Rua da Glória, 332 CEP 01510-000 São Paulo-SP E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br Cc. ashiguti@uol.com.br

Temas de dezembro (postar até 10 de novembro) Lambari – Jaca – Vestibular

Resultados do 5º Concurso de Haicai Masuda Goga A Associação Cultural Nikkei Bungaku do Brasil, que promoveu, em parceria com o Grêmio Haicai Ipê, o 5º Concurso de Haicai Masuda Goga, divulga seus resultados. O primeiro lugar na categoria adulta

coube a Marli Barduco Palma (S. Vicente, SP): “Aberta a janela,/ Um colorido entre as folhas –/ Primeiras azaleias!”. Os demais premiados na categoria, do segundo ao quinto lugar, foram Neide R. Portugal (Bandeirantes, PR), Mari-

lena Budel (Irati, PR), Marco Antonio Soares (Santos, SP) e Fabrício Modesto (Santos, SP). O primeiro lugar na categoria infanto-juvenil coube a Jéssica Jacinto dos Santos (São Paulo, SP): “Flores de azaleia/ No quintal da vizi-

Edson Kenji Iura nha/ Um ar de bom dia”. Do segundo ao quinto lugar, temos Giovanni A. da Costa (S. Vicente, SP), Fabrício S. Pericoro (S. Paulo, SP), Larissa S. Ribeiro (S. Paulo, SP) e Helen S. Ribeiro (S. Paulo, SP).

MARUGOTO

O CARRO DOS MEUS SONHOS

Fundação Japão prorroga inscrições para curso

Toyota lança concurso ‘Toyota Dream Car Art Contest’

A Fundação Japão em São Paulo, em parceria com a Aliança Cultural Brasil-Japão, oferece um novo curso de língua japonesa utilizando o material “Marugoto – Língua e Cultura Japonesa”, elaborado no Japão pela equipe de professores da Japan Foundation. As inscrições foram prorrogadas até o dia 6 de outubro. As vagas são limitadas. Neste curso, através de várias atividades, vai ser aprendido o japonês do dia a dia aliado à cultura japonesa, abordando fatos próximos, como a família ou a comida predileta dos alunos. Para mais informações sobre o Curso Marugoto: http://tinyurl.com/8dcnoru Horários e turmas: A1-KATSUDO1 - Terças e Quintas - 19:00 às 20:30 A1-KATSUDO2 - Sábados 14:30 às 17:45

divulgação

O concurso cultural “Toyota Dream Car Art Contest”, realizado desde 2004 pela Toyota Motor Corporation, e que conta com participação de 70 países onde estão localizadas suas afiliadas no mundo, acontecerá pela primeira vez no Brasil. O concurso visa selecionar os melhores desenhos com o tema “O carro dos seus sonhos”. A edição nacional, promovida pela Toyota do Brasil, tem apoio da Fundação Toyota e acontecerá nas cidades onde a montadora possui unidades. Essa primeira edição do Material Marugoto concurso será destinada, exclusivamente, para crianças e Aliança Cultural adolescentes de seis a quinze Brasil-Japão: anos, estudantes de escolas Telefone: (11) 3209-6630 da rede pública de ensino seE-mail: cursofjsp@acbj. lecionadas pelas Secretarias com.br de Educação dos municípios www.acbj.com.br Rua Vergueiro, 727 – 5º andar de Indaiatuba (SP), Sorocaba – Liberdade – São Paulo – SP (SP) e Guaíba (RS). Em São Bernardo do Campo (SP), a – CEP 01504-001

atividade será realizada com alunos da unidade do SESI localizada próxima à planta fabril da montadora na cidade. Além de estimular a criatividade dos participantes, o concurso tem como objetivo fortalecer o relacionamento com a comunidade local e conscientizar sobre a importância da segurança no trânsito. O período de inscrições dos desenhos será de 24 de setembro a 11 de outubro, seguido da fase de seleção dos ganhadores locais a nacionais. As premiações estão previstas para acontecer no mês de dezembro e, no início de 2013, os desenhos vencedores da etapa nacional seguirão para disputar a concurso mundial no Japão. Para participar, as crianças e adolescentes devem entregar, em sua unidade escolar, o desenho do carro de seus sonhos feito à mão no material que será distribuído pela Toyota. Apenas os quinze melhores desenhos brasileiros, vencedores da fase nacional, serão enviados para o Japão para concorrer com participantes de diversos países. Os três primeiros colocados de cada categoria das fases local e nacional ganharão vários prêmios, entre eles bicicletas, vídeo-games, iPods, tablets e notebooks. Já os vencedores da fase mundial concorrerão a uma viagem para o Japão.

Boa menina na terra do sol Havia na classe uma que se destacava, e não era de estranhar que esta fosse japonesa. Não era consolo para minha angústia: filho de japonês e aproveitamento médio. Trocando em miúdos, sumir em importância diante dos outros. Bem diferente daquela, nem bonita, sem que isso importasse. Ela tinha aquilo que todos os demais queriam. A facilidade em geometria, os complicados números, frações, x para cá, y para lá. Uma abstração complicada para a minha inteligência. Chamava-se Midori, bastante comum para alguém que incomodava tanto. As melhores notas eram dela. Claro, havia outras que faziam média, normalmente meninas, pois os meninos não eram tão dados à disciplina dos estudos e o gosto pelos cadernos organizados e sem orelhas nas pontas dos livros. Vem cá Luiz Ferreira – chamou a Terezinha. Lépido, pôs-se em pé e diante da autoridade, óculos de fundo de garrafa, cabelos curtos e poucos amigos. Na mesa havia um carimbo, que indicou com olhar penetrante, como um sargento a fim de mostrar quem mandava. Não era a primeira vez, o Luiz, tanto esforçado diante das dificuldades da lida escolar, tentava agradar. De certo, agradar dona Terezinha era uma questão de sobrevivência. Solícito, corria para apagar a lousa, para copiar alguma lição, para trocar a água do vaso de flores. De carteira em carteira, cadernos abertos, ele imprimia o carimbo após borrá-lo numa almofada de tinta preta. Aparecia a figura de um anjo com as mãos juntas, indicando uma oração. Um anjo de cabelos encaracolados, que as meninas pintavam de amarelo. Tratava-se de um anjo loiro, o que não me agradava. Queria algo melhor, como um que comportasse cabelos vermelhos. - Diga-me doutor, explique as pintas negras na cara do anjo. Parou a respiração. Explicação imediata, sem devaneios, o suficiente para receber em casa um bilhete incômodo, que devia ser trazido de volta com visto da mãe. - Ele pegou sarampo. Todos riram, enquanto Midori lançava um olhar fulminante de fruta ácida, pois a medida desafiava seus caprichos. Enganava os outros, não ela, que teve feridos os seus brios. Nunca tinha-me dirigido uma palavra e evitava cruzar os olhares. Havia muitos na classe e dificilmente alguém conhecia a todos, com quem podiam conversar. Mas naquela dia, durante o recreio, por alguma fatalidade, num cruzamento de corpos, estava diante dela. Olhos parados por segundos, os mais longos de minha vida, instantes eternos de criação deste mundo, os protozoários, as plantas, os primeiros animais de sangue frio. Como num filme, passados lentamente nos olhos de Midori. Ela não era da cidade, tinha nascido na cidade vi-

zinha, com quem a nossa acalentava uma rivalidade cerrada. Coisas do interior. Não muito longe de nossa casa, os pais delas inauguraram um mercado de secos e molhados, além de comercializarem frutas e legumes. Uma instalação simples, aproveitando um antigo armazém que encerrara as atividades. Quando não ia à escola, ajudava no balcão, penso eu. Quanto aos pais, introspectivos por natureza, tinham no comércio uma atividade possível, sem que fosse uma vocação. Possivelmente falavam japonês com os país, pois estes tinham dificuldades em comunicar-se em português, uma língua estrangeira, usada nas atividades fora de casa. Na escola, por exemplo. Para as vendas, comunicar-se numa língua geral era uma condição de sobrevivência, nem sempre bem aprendida. Depois daquele ano de escola, nunca mais a vi. Não estudávamos na mesma instituição, por isso desconheço onde tenha-se metido. Inclusive, com os irmãos, não tínhamos ligações. Nossos pais, no entanto, conservavam a amizade, numa cidade em que os japoneses deviam se unir em laços de boa vizinhança. Por longos anos Midori se tornou uma folha em branco em minha vida. Mas por algum imprevisto, minha mãe acalentou uma breve amizade com ela. - Tenho uma amiga japonesa, é a Midori – disse. O que aquilo significava para mim, senão indiferença. Nem procurei saber a respeito dela. Se não pronunciasse o nome, talvez seria um nome vago com alguma passagem de infância que pudesse ser esquecido. Procurei dissimular, mudando de assunto de maneira delicada para minha mãe não perceber. Não sei se percebeu mas ela ponderou meu pedido. Quando a minha mãe está com alguma novidade, como uma amizade nova, fica espavorida e quer chamar a atenção. - Você não a conhece – insistiu. - Sim – soou lacônico. Nada mais do que isso, e encerrei o assunto. Aquela amizade estava com os dias contados, até que a resposta de Midori foi a gota d’água para um final insólito. - Pensei que o seu filho fosse prestar medicina. Para quem não gostava de biologia, medicina não teria sido uma carreira promissora. Minha mãe achou Midori insolente, como fosse a melhor mulher do mundo, que talvez tivesse prestado medicina. Um problema dela, que não me dizia respeito. Encerrou também a fase em que minha mãe agradava as amigas com presentes e outros recursos menos nobres. Nunca voltou a tocar naquele em nossa casa. Mas vinte anos depois, para esquentar a conversa com o meu paí, como fazia sempre, perguntei a respeito daquela família. A mãe morreu de desgosto. O que foi que aconteceu? A filha casou-se com um outra pessoa.

chicohanda@yahoo.com.br


JORNAL NIPPAK

8

São Paulo, 27 de setembro a 03 de outubro de 2012

festa do verde

34ª edição deve atrair uma multidão neste final de semana para Itaquaquecetuba

E

m sua 34ª edição, a habitual Festa do Verde promovida pela Casa da Esperança “Kibô-no-Iê” nos dias 29 e 30 de setembro, promete atrair uma multidão para a sede da entidade em Itaquaquecetuba. Os organizadores garantem nos dois dias de evento, uma programação recheada de muita animação e muita musica. O destaque na programação deste ano é o desfile de moda e a queima de fogos no domingo no final do evento. O presidente da entidade, Jairo Uemura, tem expectativa de atrair um público de 15 mil pessoas nos dois dias de evento. “Para isso, o evento conta com uma programação que garante agradar todos os gostos, estilos e idades. Na parte musical, destaques para a dupla Roger & Robson, que emplacaram o hit “Linda Menina”, tema de destaque da novela Paraíso, exibida pela Globo, e a cantora japonesa Mariko Nakahira, além de Wagner & Rodrigo, Gregory Rodrigues, Joe Hirata, Edson Saito, Karen Ito, Yeda Maria Canto e grupos de música popular brasileira como Na Hora H e Banda Zignal” comenta. “Entre as atrações, destaques para o Espaço do Verde, com exposição e venda de flores e plantas direto do produtor e o grande sucesso deste ano, Espaço da Gastronomia, com o melhor da culinária japonesa e

divulgação

Espaço do Sacolão Esperança terá frutas, legumes e verduras a preços mais baixos

Espaço do Verde é uma das atrações da Festa do Verde

outras opções, Espaço das Pechinchas, com roupa das melhores marcas com preços abaixo do custo, Espaço do Sacolão da Esperança, onde os visitantes poderão encontrar frutas, legumes e verduras da melhor qualidade pelo seu menor preço, Espaço da Saúde, com serviços com orientação sobre hepatite, diabete e hipertensão, Es-

paço do Bazarista, com mais de 40 lojas num só lugar com variedade e preço baixo. Espaço Criança, com brinquedos e atividades infantis, para seu entretenimento, Espaço Beleza, com corte de cabelo, venda de cosméticos e maquiagem e o Espaço do Meio Ambiente com oficina”, conclui o presidente. “Este ano, incrementamos,

particularmente o Espaço Criança, que está recheado de novas atrações. Outro setor que cresceu bastante foi o de venda de plantas e a praça de alimentação”, explica o diretor da Kibô-no-Iê, Julio Matsuyama acrescentando que a Festa do Verde tem como objetivo arrecadar fundos para ajudar na manutenção dos mais de 80 internos com deficiência intelectual e física que demandam grandes esforços da entidade para proporcionar condições dignas aos internos. Realizada anualmente no mês de setembro, desde 1978, a Festa do Verde nasceu para suprir a necessidade de angariar recursos

para o acolhimento de um número maior de internos. Outros eventos – Segundo Jairo Uemura, a Festa do Verde é o principal evento organizado pela Kibô-no-Iê durante o ano – são realizados também o Concurso de Karaokê (em novembro), o Chá Benefcente e o Golfe Beneficente. Mais de 50 entidades e associações participam em benefício dos internos, totalizando cerca de 1.800 voluntários nos dois dias de realização. Todos os 40 diretores da entidade também são voluntários que atuam filantropicamente. (Luci Judice Yizima)

33ª Edição da Festa do Verde Quando: 29 e 30 de setembro Sábado das 11h30 às 18h, e Domingo das 9h às 17h Onde: Sede da Kibô-No-Iê Trav. Hideharu Yamazaki, S/Nº da Estrada da Aracilia - Saída Km 206 da Via Dutra - Itaquaquecetuba (SP) Entrada: Contribuição de R$ 5,00 Informações: (11) 5549-2695/ 4648-1515 transporte fretado: Saídas Rua da Glória, 326 (Próximo metrô Liberdade valor R$ 5,00 – Horário do Ônibus: Sábado (29) 09H às 11h30 e domingo (30) das 07h às 12h


JORNAL NIPPAK

São Paulo, 27 de setembro a 03 de outubro de 2012

9

Acampamento no rio Acari – Considerações Ainda hoje, sinto falta de acordar no meio da mata, ver rios ainda sem muita ação da mão do homem. Saber que a natureza recompõe e toma de volta tudo que é dela. É só dar o tempo necessário para isso. CURTAS

Bolsa New Premium GG - MTK

A MTK apresenta da nova linha New Premium, a Bolsa New Premium GG. Possui vários bolsos, porta-trecos, apoios de vara, identificador, 2 compartimentos grandes (para tralhas, carretilhas e estojos), capa de chuva impermeável, base emborrachada, tecido hidro-repelente,-significa um tratamento químico que repele a àgua mas não a torna

Mustad do Brasil

impermeável,- interface em Polietileno expandido de 11mm e forro em Poliéster. Tamanhos: 37x22x25cm e 37x22x11cm. Procure-a nas melhores lojas de pesca. Informações www.mtkbrasil. com.br

A Mustad, maior fabricante de anzóis do mundo, tem equipamento para todos os tipos de pescaria, oferecendo versatilidade seja em água doce (inclusive águas turvas) e água salgada. Anzóis – O tradicional 92247 (segurador de isca, com duas farpas na haste e ponta faca). O modelo 37141, ou Wide Gap Hook, com formato alongado e arame fino que garantem resistência e o Salt Water 34007, para pesca na água salgada. Garatéias são apresentadas com as pontas Ultra Point e as pontas facas Knife Edge Point. Linhas – A Pro-Line - linha zero memória - se torna invisível em profundidades abaixo de 1m. A Duralon é a linha mais resistente do mercado e a Ultra Line combina: flexibilidade, resistência e baixa memória, para uma melhor performance na pescaria. Iscas artificiais – Diversos modelos, cores e tamanhos para ação de meia água e fundo. Conheça a nova 3D Shad. A venda nas boas casas do ramo. Informações, acesse o site www.mustad.com.br

U

m mês depois do retorno, a mente ainda vira, mexe se concentra no local que fomos visitar. Os sons da floresta amazônica ainda ecoam na mente, indicando que sempre é bom o contato com a natureza. E lá, faz nos perceber o quanto somos pequeninos e, temos muito ainda a aprender. Seja com os ribeirinhos, com os mais experientes pescadores, com os bichos e a mata, que esconde e mostra somente o que quer que visualizemos.

teza suas chances aumentarão consideravelmente. Lembrar que quem pesca é o barco, assim tudo tem de ser feito em equipe. Tratando de segurança ou destinos, tudo é resolvido com a anuência dos que estão navegando juntos. Lembretes Não esquecer protetor solar, óculos polarizados e máquina fotográfica. Faça uso de roupas leves e confortáveis, sem esquecer de uma boa capa de chuva. Aliás falando em roupas, tem serviço de lavanderia, portanto é menos bagagem para levar. Repelente como dito anteriormente, só em alguns trechos de rio, no acampamento nenhuma mordida seja de pernilongo ou borrachudo. Com a ajuda dos parceiros montamos a seguinte tralha utilizada nas pescarias de tucunarés:

O acampamento Montado em uma praia escolhida a dedo, para ficar próximo a pontos de pesca de várias espécies de peixes. Claro que, conforme o dia, horário e clima, isto pode ter variações consideráveis de ações. Escolhido o local, o pessoal da vanguarda parte para limpeza do terreno e montagem dos barracões (barracas, cozinha, almoxarifado, mesa de refeições e happy hour). Colhe-se no próprio local o madeiramento necessário. Já se tem neste momento a mão forte do ribeirinho ao manejar a motosserra e, tirar das árvores as folhas de madeira necessárias. Verdadeiros artesãos de braço forte. Fora a trabalheira que é as raízes das árvores para limpar o terreno. E se na próxima temporada este não for mais o local adequado, a floresta toma tudo de volta rapidamente. Tudo isso com a preocupação constante de não deixar vestígios (lixo e etc) seja nos rios ou em terra. Jacarés e outros bichos na pescaria Detalhes a parte do que pode acontecer por lá, é a presença de jacarés nos rios e, certamente você vai topar com eles nas pescarias. Se estiver trabalhando a isca e um se interessar e vir atrás, é parar o trabalho que rapidamente ele desistirá da falsa presa. Nem queira imaginar o trabalhão se um destes pegar a tua isca. Já a presença de aves, é mais complicado, pois estas costumam aparecer do nada, atacando rapidamente sua isca. É torcer para que errem o alvo, pois para libertá-las depois do inconveniente não é tarefa fácil. A dica é ter uma camiseta ou toalha para jogar por cima dela, imobilizando-as e assim sem machucar, proceder a liberação. Garatéias Tomar cuidado sempre no manuseio das iscas artificiais. Deixar o barco sempre organizado, evitando iscas soltas no chão (tem lugar apropriado para tal). O mesmo vale para as varas reservas, assim não corre o risco de pisar em cima

Alkalis (www.alkalis.com.br) - conjunto (Yume) vara e carretilha Waters compatível até 17lb - linha Triumph Dyneema 50lb Piscicultura Chang (www. pisciculturachang.com.br) - 1 carretilha Tokushima - líder line fluorocarbon Duel HD Carbon Moro Deconto (www.morodeconto.com.br) -1 vara 17lb e outra de 25lb -iscas artificiais utilizadas pelo Nippak Pesca Mustad (www.mustad.com. br) Linhas Braided Dyneema e alicate especial de corte de anzóis artificiais, é altamente recomendável que utilize de óculos de proteção e preferencialmente polarizados, que facilitam a visão embaixo dágua, atrás dos peixes. Isto facilita e muito nas pescarias. de uma. Ter uma garatéia cravada em alguma parte do corpo é doloroso e, é preciso nervos de aço para retirar rapidamente sem provocar danos maiores. Mas pode acontecer. Então tenha sempre a mão um alicate próprio para cortar a ponta do anzol e facilitar na hora da remoção. Se está difícil de puxar pelo caminho que entrou, então é transpassar até a ponta aparecer e aí com o alicate apropriado cortar fisga e, retirar fazendo o caminho de volta. Mas para este procedimento é primordial sempre observar onde o anzol cravou. Áreas de risco como olhos e etc, nem pensar em executar tal ação. Nestes casos é retornar e procurar ajuda médica o mais rápido possível. Quem pesca com iscas

Alicates de contenção Para não prejudicar os espécimes a serem liberados depois e, para proteção contra as garatéias das iscas, é fundamental utilizar destes alicates. Muitos já vem com balança incorporada, o que facilita na hora de saber o peso do bichão. Manter o peixe o menor tempo possível fora dágua, deixando a máquina fotográfica já preparada e na mão do parceiro de barco, aumenta consideravelmente a sobrevivência do seu troféu. Guias Este é o responsável pela sua segurança e, pelo sucesso ou não das suas pescarias. Morador da região, conhece os hábitos e tem experiência para te levar para a melhor das suas pescarias. Escute o que diz com atenção e, aliado a ele, com cer-

Completaram a tralha, carretilhas: Scorpion 1501 e Calcutta 50; 2 varas reservas de 17 e 25lb. Quem leva: PESCAVENTURA Turismo de Pesca Esportiva, oferece essa opção de acampamento para os rios Acari e Sucunduri Tel. (11) 3816-1110 www.pescaventura.com.br Rios Acari e Sucunduri Informe-se com a operadora sobre as datas e vagas disponíveis. Cada rio tem sua particularidade e a temporada começa com acampamento no rio Acari que, depois é desmontado e montado no Sucunduri. Camaradagem Não custa nada ser simpático e, principalmente parceiro. Pois vão estar isolados e juntos no acampamento por no mínimo uma semana. Nada melhor dos jantares serem de confraternização, troca de idéias, técnicas e pontos de pesca. Ótima pescarias!!! Apoio: MTK Fishing Adventure Outdoor www.mtkbrasil.com.br Produtos Petersen http://pescabrasil.net/boias.html Moro e Deconto www.morodeconto.com.br Piscicultura Chang www.pisciculturachang.com.br Alkalis www.alkalis.com.br Mustad www.mustad.com.br

NIPPAK PESCA

Mauro Yoshiaki Novalo Texto: Mauro Yoshiaki Novalo Revisão: Aldo Shiguti Publicidade nippak@nippak.com.br Tel. (11) 3208-4863


JORNAL NIPPAK

10

São Paulo, 27 de setembro a 03 de outubro de 2012

empresas

Niplan e Essentium se unem para expansão e internacionalização

C

om 22 anos de experiência o Grupo Niplan, a empresa brasileira uma referência em construção e montagens industriais se complementam aos mais de 30 anos do grupo espanhol Essentium em infraestrutura e edificações. Com o objetivo de agregar experiências e somar capacidade financeira, tecnológica e recursos humanos, a brasileira Niplan Engenharia e o Grupo espanhol Essentium anunciam a associação de suas atividades para a expansão e internacionalização de seus negócios. Por meio da associação com a Niplan, o grupo espanhol buscará novos empreendimentos, como estaleiros e até mesmo novas empresas. Juntas, as empresas têm projetos ambiciosos para os segmentos químico, de energia, mineração, siderurgia e, principalmente, de óleo e gás. O empresário Paulo Nishimura, fundador e presidente da Niplan, acredita que a parceria entre as empresas gera diversas oportunidades em mercados potenciais. “Juntas, a Niplan e Essentium estão prontas para o crescimento e desenvolvimento de novos projetos, complementando suas experiências e áreas de atuação, também assegurando aos atuais e futuros clientes as premissas inquestionáveis na entrega do resultado com qualidade e segurança”, menciona o executivo. Com anos de atuação em montagem e manutenção industrial – tendo como principais clientes companhias, como Petrobras, Vale, Arcelor Mittal, Toyota, Oxiteno, Kraft Foods, Novartis, Grupo Votorantim, entre outros - a Niplan Engenharia passa a contar com os mais de 30 anos de experiência do Grupo Essentium em empreen-

luci judice yizima

O empresário Paulo Nishimura, fundador e presidente da Niplan

dimentos de infraestrutura e edificações. Além da atuação completa em montagem, manutenção industrial, infraestrutura e edificações, as empresas incrementam seu portfolio com as atividades na área de offshore – com a instalação do estaleiro na Baía de Aratu, na Bahia. Com área total aproximada de 100.000m2 e com projeto incentivado pelo Governo Estado da Bahia, as instalações estão sendo projetadas para fabricar simultaneamente, dependendo do tipo e dimensão, entre 10 e 14 módulos, e também embarcações de médio porte. Susana Monje, CEO do Grupo Essentium, afirma que a associação com a Niplan consolida a estratégia da empresa. “Agora, nossa estrutura empresarial está mais sólida do que nunca. Nos posicionamos internacionalmente como fornecedores competitivos e integrados de materiais, infraestruturas, energia e plantas industriais”, comemora Susana, que também é vice-presidente do

Barcelona Futebol Clube, um dos clubes de futebol mais tradicionais da Espanha. Sobre a Niplan Engenharia – Há 22 anos, a Niplan desenvolve atividades de montagens industriais, EPC (Engeneering, Procurement and Construction), e serviços de manutenção e paradas para todos os segmentos industriais - Químico, Petroquímico, Petróleo e Gás (Onshore e Offshore), Siderurgia, Metais, Papel, Celulose, Madeira, Mineração, Fertilizantes, Cimento, Cosmético, Alimentício, Bebidas, Automobilístico, Vidros, Borracha e Energia. Com mais de 6 mil colaboradores em todo o Brasil, a empresa conta com os mais rígidos padrões de qualidade e segurança em seus processos, com grande agilidade e capacidade de mobilização de mão de obra. A empresa, certificada pela DNV (Det Norske Veritas Certificadora Ltda) na ISSO 9001, ISSO 14001 e OHSAS18001, tem como

principais clientes Petrobras, Vale, ArcelorMittal, Toyota, Oxiteno, BASF, Kraft Foods, Novartis, Grupo Votorantim, entre outros. Em 2011, o faturamento da empresa ultrapassou os R$ 500 milhões. Sobre o Grupo Essentium – Com mais de 30 anos de experiência, a principal atividade do Grupo Essentium é a extração, fabricação e comercialização de materiais básicos para a construção: cimento, agregados, concretos e pré-fabricados, que se complementam pela construção de obras de infraestrutura e o negócio imobiliário. No entanto, nos últimos anos ampliou suas atividades para o campo de purificação de água, explorando uma patente por meio de atividades internas de P&D e energia. Atualmente, está presente na Ásia, Países Bálticos, Rússia, norte e centro da África e América Latina. Para o setor de energia, a Essentium está desenvolvendo um importante projeto energético na Turquia, no qual a primeira fase consiste na construção de sete centrais hidráulicas, com um investimento total de 110 milhões de euros e capacidade instalada de 100 Megawatt. Já no segmento de cimento, a Essentium dispõe das licenças necessárias para o desenvolvimento de fábricas de cimento em diversos locais do Mediterrâneo e Norte da Europa, dos quais está previsto o início da construção de 6 milhões de toneladas. Com atuação em mais de 30 países, o Grupo Essentium conta atualmente com cerca de 12 mil colaboradores e seu faturamento em 2011 foi de US$ 485 milhões. (Luci Judice Yizima)

DE HOJE ATÉ 10 DE OUTUBRO

Mostra da Cultura Japonesa em Brasília reúne exposições, filmes, palestras e música Promovido pela Embaixada do Japão, a Mostra da Cultura Japonesa 2012 apresenta uma programação variada que abrange exposições, palestras, workshops, mostra de cinema japonês e festival da canção japonesa. O objetivo das apresentações tem sido levar a riqueza e a singularidade da cultura japonesa ao maior número de pessoas. Como parte integrante do evento, o shopping CasaPark recebe, entre hoje (27) e o dia 10 de outubro, uma série de eventos relacionados à cultura japonesa. Haverá exposições de ikebana e origami, palestras e oficinas realizadas por especialistas em diversas áreas, os quais abordarão temas variados como arco e flecha japonês, ikebana, arranjos florais em origami e o Japão de hoje. Fechando a Mostra, será realizado o Festival de Brasília da Canção Japonesa, organizado pelo Feanbra, no dia 21 de outubro, composto pelo 1º Festival de Karokê e o 24º Concurso Brasiliense da Canção Japonesa, na Escola Modelo de Língua Japonesa de Brasília.

divulgação

02 de outubro (terça-feira) 20h – Oribana – Arranjos florais em origami, com Verônica Jamkojian, de São Paulo Palestra demonstrativa Local: Auditório da Livraria Cultura

Arco e Flecha Japonês será tema de palestra no dia 1º de outubro

po Origamigos de Brasília. Local: Praça Central do CasaPark Palestras e oficinas 27 de setembro (quinta-feira) 16h – Demonstração: “A Ikebana como forma de Expressão” Local: Auditório da Livraria Cultura 28 de setembro (sexta-feira) 16h – Palestra demonstrativa: “No Caminho das Flores” Local: Auditório da Livraria Cultura 29 de setembro (sábado)

Exposições 27 a 30 de setembro 25ª Exposição Anual de Ikebana - Ikebana Sogetsu de Brasília Local: Praça Central do CasaPark Exposição de origami do gru-

Palestras 01 de outubro (segunda-feira) 20h – Kyudo – Arco e Flecha Japonês Local: Auditório da Livraria Cultura

Exposição de Ikebana

16h – Workshop de Ikebana Local: Térreo do CasaPark 07 de outubro (domingo) 16h – Workshop de Origami, com o grupo Origamigos de Brasília Local: Mezanino da Livraria Cultura Inscrições no local. Mostra de Cinema Japonês: Superando Grandes Calamidades 01 a 03 de outubro Local: Auditório da Livraria Cultura Programação: 01 de outubro, 18h (segunda-feira): “Quarteto!”, de Junichi Mimura 02 de outubro, 18h (terça-feira): “Hula Girls de Fukushima”, de Masaki Kobayashi 03 de outubro, 18h (quartafeira): “Éclair - Uma Jornada Errante”, de Akio Kondo

03 de outubro (quarta-feira) 20h – Japão – Fatos Históricos Marcantes e Traços Socioculturais Local: Auditório da Livraria Cultura

Instalação de bicicletaria em edifícios condominiais Não podemos nos olvidar da atual política governamental incentivando o uso de bicicletas em substituição e ou complementação ao uso de veículos. O aumento considerável de inúmeras bikes circulando pelas cidades é inquestionável. Em conseqüência desse aumento surge o problema de como seus proprietários as acondicionariam morando em edifícios condominiais. Considere-se, de início, o perigo que representa a circulação de bicicletas pelas garagens dos condomínios, sem qualquer normatização. Ademais, é pacífico que se não forem bem acondicionadas nas garagens pode haver danos aos veículos estacionados. Não dá para, simplesmente, ignorar o problema, mesmo porque não é o politicamente correto. Os novos edifícios construídos ou os que estão sendo construídos já previram tal necessidade e as bicicletarias instaladas oferecem a necessária segurança. Nos antigos condomínios nem sempre há um espaço apropriado para a instalação da bicicletaria. Alguns deles possuem depósitos que vêm atender essa nova necessidade. Nos condomínios em que não há depósitos apropriados para tal e muito menos qualquer regulamentação em relação às bikes, quer quanto ao estacionamento, quer quanto à forma de transito pelas garagens, necessária se faz a convocação de uma Assembléia Geral Extraordinária com o objetivo de determinar o local para a instalação da bicicletaria, bem como, as normas para sua utilização, disciplina do trânsito das bicicletas pela garagem, o orçamento do custo e, se for o caso, a chamada para a nova despesa. Como benfeitoria útil que é, há a necessidade de aprovação da bicicletaria pelo voto da maioria dos condôminos. A bicicletaria ainda é

considerada uma benfeitoria útil. Dada a nova política em relação à utilização de bikes, não bastam exigências somente nas vias públicas, é necessário, que os condomínios facilitem aos seus moradores a adequada guarda de suas bikes. O condômino, cidadão que é, quer colaborar com a tentativa do Poder Público de melhorar o trânsito, de usufruir, nos finais de semana, das ciclovias para o seu lazer. Em uma cidade como São Paulo, em que o número de condomínios é expressivo, imagine-se obrigar o condômino a guardar sua bike em sua unidade. Ele terá que transportá-la pelo elevador. Alguns condomínios proíbem o transporte de bicicleta pelo elevador. Ele terá que subi-la pelas escadas. Ainda, as bicicletas ficam estacionadas atrás dos carros de seus respectivos proprietários quando as vagas são destinadas para estacionamento de veículos e não para veículos e bicicletas. Isto sem contar que muitas vezes incomoda o vizinho que ocupa a vaga contígua. Não há como ignorar o problema. Se a problemática de instalação da bicicletaria nos condomínios se agravar a ponto de comprometer a utilização de bicicletas, pode o Poder Público, usando o seu poder de império, obrigar sua instalação e aí ela passa a ser uma benfeitoria necessária. Neste caso, o síndico pode realizá-la, obedecendo aos ditames do art. 1342 do Código Civil. (despesas excessivas, que não é o caso) Há que se observar que não pode haver qualquer prejuízo na utilização da área comum, bem como, na área privativa dos condôminos. A escolha do local será de primordial importância para atender a segurança de todos. Frise-se, ainda, que uma vez instalada a bicicletaria, o condomínio passará a ser responsável pelos danos nela ocorridos.

Felicia Ayako Harada

Advogada em São Paulo Integrante do Harada Advogados Associados felicia@haradaadvogados.com.br

COMBUSTÍVEL

Petrobras atinge recorde de processamento no Japão

Semana da Cultura Japonesa Local: CasaPark e Livraria Cultura – SGCV Sul, Lote 22 - Tel. (61) 3403-5300 Horário (para visitação das exposições): Segunda à sábado: 10h às 22h e domingos: 14h às 20h Festival de Brasília da Canção Japonesa 21 de outubro (domingo) A partir das 9h 1º Festival de Karaokê e 24º Concurso Brasilense da Canção Japonesa Local: Escola Modelo de Língua Japonesa. Av.L2 Norte SGAN 611 Conj.ABC Bl.C Regulamentos: www.nippobrasilia.com.br Informações e inscrições: festivaldacancaojaponesa @ gmail.com

divulgação

Refinaria da Nansei Sekiyu: 95 mil barris processados

A Nansei Sekiyu alcançou no último dia 21 o índice recorde de 95 mil barris processados pela primeira vez desde que a refinaria passou a ser controlada pela

Petrobras, em 2008. Este resultado reafirma o compromisso da Nansei Sekiyu em atender a demanda do mercado japonês por derivados de petróleo.


São Paulo, 27 de setembro a 03 de outubro de 2012

JORNAL NIPPAK

11

golfe

TÊNIS DE MESA

Liga Nipo mantém média de 600 atletas no Coopercotia

42º Campeonato Nikkey espera receber cerca de 200 inscrições divulgação

Carla Ziliotto é uma das atrações do 42º Campeonato Nikkey

Tikasawa com os campeões de 2011, Hiromi Suzuki e Sadao Kimura

ção do Jornal Nikkey Shimbun e Jornal Nippak, com apoio do Arujá Golf Club, PL Golf Clube e Federação Paulista de Golfe, será disputado nas categorias masculino adulto A e B; sênior (dos 60 aos 74 anos); super sênior – a partir de 75 anos. E feminino adulto, sênior (dos 55 aos 69 anos); e super sênior – a partir de 70 anos. Será permitido que o golfista opte em jogar em uma categoria abaixo da sua faixa etária, para tanto a categoria em que se deseja inscrever na ficha de inscrição indicando no campo específico, caso contrário a definição por categoria será feita pelo ano de nascimento.

rá aberto para treinos no dia 30 de outubro para os jogadores e no dia 1º de novembro, até às 14h, apenas para jogadores não residentes na Grande São Paulo, que deverão optar por uma das duas datas. A utilização de Caddies será obrigatória sob pena de desclassificação, exceto para os jogadores da categoria juvenil (até 18 anos). Na eventualidade de no horário estabelecido não haver caddie disponível, o fato deve ser comunicado a comissão organizadora que poderá dispensar os atletas dessa obrigatoriedade. As inscrições dos golfistas só serão aceitas apenas através do preenchimento de O campo – O campo do PL ficha de inscrição, acompaGolf Clube que conta com 36 nhada do comprovante de paburacos (18 por dia) na mo- gamento da taxa. Para a modalidade Stroke Play, esta- dalidade masculina o valor é

COLUNA AKIRA SAITO

Ações e palavras “Assim como uma teoria só tem valor se pode ser comprovada na prática, palavras só serão válidas se forem seguidas de ações” Muitas vezes as pessoas perdem a oportunidade de não dizer nada, perdem a oportunidade de apenas ouvir. Atualmente o conceito de humildade está presente nas palavras de muitas pessoas, que gostam de exatamente se vangloriar de tamanha humildade. Como fazer é muito mais difícil do que falar, hoje as pessoas falam demais. Há uma falta de comprometimento geral e as pessoas prometem coisas que não irão cumprir e a palavra parece que deixou de ter valor. Tudo que se diz parece não ter a obrigação de ser realizado. Penso que deveria se ter mais compromisso consigo mesmo e com as pessoas. É preciso agir mais, comprovar mais da sua capacidade através das ações e não apenas em palavras. Este é um caminho longo e não de resultados imediatos,

portanto o torna ainda mais difícil de ser trilhado. Hoje muito se fala sobre conversar com as crianças, dar mais educação, tratar melhor os idosos, não discriminar as pessoas, ter mais paciência e bom senso, que tudo se resolve de forma pacífica e com diálogo. Só que na prática nada disso é feito, porque a grande maioria só faz o discurso. Talvez seja um problema cultural nosso aqui do Brasil? Não sei. O que sei é que aqui se adora colocar as pessoas como “coitados” e que para todo ato errado, há uma justificativa. Precisamos de mais ação e menos palavras. Se queremos algo melhor, precisamos fazer, adotar a linha de sacrifício e “fazer” as coisas certas, mesmo que estas sejam mais trabalhosas. É preciso sair da zona de conforto e ao invés de querer dar um conselho, faça algo para servir de exemplo. Vamos transformar o mundo em um lugar melhor, com exemplos, bom exemplos!!!!! GANBARIMASHOU!!!!!

*Akira Saito, professor e praticante de Budo há 32 anos, morou no Japão de maio de 1990 a setembro de 1996, onde treinou karate sob a tutela do Hanshi Konomoto Takashi – 9º dan, graduando-se até o 3º Dan e tornando-se instrutor da matriz na cidade de Sagara-cho e das filiais das cidades de Hamamatsu-shi e Hamakita-cho até o retorno ao Brasil. Atualmente tem a graduação de 5 Dan e recebeu o título de Renshi-Shihan da matriz no Japão. E-mail: akira.karate@gmail.com www.karatedogojukai.com.br www.saitobrothers.com www.artesdojapao.com.br www.akirasaito.blogspot.com

de R$ 300,00, feminino R$ 200,00 (duzentos reais) e juvenil (até 18 anos) R$ 150,00. As fichas de inscrição e o comprovante de pagamento devem ser enviados para o e-mail plgcjulia@uol.com. br ou pelo fax: (11) 46552345. História – O Campeonato Nikkey de Golfe do Brasil é uma das competições mais aguardadas pelos praticantes nikkeis. A competição foi criada pelo Jornal Paulista com o objetivo de divulgar a modalidade esportiva, bem como o campo do Arujá Golf Club que na época possuía condições precárias. Desde 1979 o torneio é promovido pela Associação Nikkey de Golf do Brasil. Com a fusão do Jornal Paulista com o Diário Nippak, os jornais Nikkey Shimbun e Nippak passaram a dar suporte para a disputa esportiva que visa promover a confraternização entre os praticantes de golfe da comunidade nipo-brasileira. Em 2008 Muneki Tikasawa lembra que o 38º Campeonato Nikkei de Golfe do Brasil foi realizado em homenagem ao Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, com a participação de 1200 golfistas convidados. A competição aconteceu em três campos: Paradise Golf Club – Mogi das Cruzes, PL Golfe Clube (no Arujá) e Arujá Golfe Club e o encerramento no salão nobre do Nippon Country Club. (Aldo Shiguti)

Etapa realizada no Coopercotia recebeu 579 inscrições

Com a presença de 579 atletas na etapa realizada no último final de semana no clube Coopercotia, a Liga Nipo-Brasileira de Tênis de Mesa celebra a excelente média alcançada até agora no ano de 2012. Com este fato, surgem também as dificuldades de encontrar locais para sediar tais eventos, uma vez que as megaestruturas necessárias atualmente (40 mesas de boa qualidade, sonorização, equipe operacional, etc.) não estão sendo suficientes para atender a todo este contingente. Parabéns ao Departamento de Tênis de Mesa do Clube Coopercotia, liderado por Nilton Shibaki e Fumiaki Kotama, pelo excelente trabalho realizado neste evento. Próxima etapa: 21 de outubro 2012 – UCEG (Guarulhos) Confira os resultados da etapa do Coopercotia: Pré-Pré Mirim Feminino: 1) Fabiana Shintate (ACEAS Suzano), 2) Bruna Kimi Oyafuso (Casa Verde); Pré-Mirim Feminino: 1) Leticia Silva (Itaquera), 2) Amy Sekimoto (Itaquera); Mirim Feminino: 1) Gabriela Barros (Bunka Sto André), 2) Jacqueline Nagano (Itaquera); Infantil Feminino: 1) Rafaella Hirayama (Itaquera), 2) Nathália Rodrigues (UCEG); Geral Feminino: 1) Andrea Koga (Ateme), 2) Ana Flavia Garcia (Medicina USP – Suzano); Pré-Ladies: 1) Eliane Krumenerl Avanso (Ipê), 2) Joana dos Santos (Itaquera); Ladies: 1) Leiko Moribe (Nippon), 2) Mercedes Matsubayashi (Itaquera); Pré-Pré Mirim Masculino: 1) Guilherme Iraha (Casa Verde), 2) Henrique Kenji Kimura Noguti (Vale Ribeira / Arteme); Pré-Mirim Masculino: 1) Raphael A. do Santos Lima (Saldanha da Gama), 2) Lucas Eto (Acrepa); Mirim Masculino “A”: 1) Erick Yamamoto (Itaquera), 2) Gustavo Silva (Bunka Sto André); Mirim Masculino “B”: 1) Denis Matsubara (Itaim Keiko), 2) Victor Hugo de

42º Campeonato Nikkey de Golfe do Brasil Quando: dias 3 e 4 de novembro Onde: PL Golf Clube - Estrada Municipal, 2000 - Bairro das Fontes – Arujá - São Paulo Informações: (11) 4655-2627 / Fax: (11) 4655-2048 E-mail: aruja.golfe@uol.com.br

BEISEBOL INFANTIL

Paraná Clube conquista título histórico em Ibiúna

Lima (Piracaia); Infantil Masculino “A”: 1) Vinicius Portela (Ateme), 2) Enrico Barbosa Picin (Bunka SBC/Saúde); Infantil Masculino “B”: 1) Gustavo wang (Bunka SBC/Saúde), 2) César Seo Takose (Itaim Keiko); Juvenil Masculino “A”: 1) Lucas Rodrigues (UCEG), 2) Vitor Aoki (ACEI-T3); Juvenil Masculino “B”: 1) Joao Vitor Gonzaga Garcia (Vale Ribeira / Arteme), 2) Marcelo Seiju (Palmeiras); Juventude: 1) Nicolas Andrade (Showa), 2) Diogo Oshiro (Bunka SBC/ Saúde); Adulto “A”: 1) Luiz Lisboa (Bunka Sto André), 2) João Carlos Albuquerque (Ateme); Adulto “B”: 1) Cleiton Daniel Pinto (Poá), 2) Emerson Cavallaro (Nippon); Pré-Senior “A”: 1) Fabian Noda (Nippon), 2) Ivan Correia (Showa); Pré-Senior “B”: 1) Sandro Uehara (Kenzen Vila Ré), 2) Marcos Simões (Bunkyo); Senhores “A’: 1) Ricardo Susumu Oyafuso (Casa Verde), 2) Celso Bassan (Ateme); Senhores “B”: 1) Marcelo Pinto Mesquita (Piracaia), 2) Roberto Satoru Oyafuso (Casa Verde); Veteranos “A”: 1) Renato Domenech (Acrepa), 2) Valmir Kazuhiro Kachiwazaki (Casa Verde); Veteranos “B”: 1) Mauro Jean Portioli (Showa), 2) Gerson Takara (Cooper); Super Veteranos “A”: 1) Oswaldo Negrinni (UCEG), 2) Leomiro Laurindo Leme (Bunka SBC/Saúde); Super Veteranos “B”: 1) Hideo Kondo (Ateme), 2) Keizo Sakamoto (Cooper); Elite: 1) Mauro Massaharu Thaira (Casa Verde), 2) Ricardo Fujioka (Represa); Troféu Eficiência: 1) Casa Verde (2555,8), 2) Itaquera (2262), 3) Ateme (1729) *Engenheiro Marcos Yamada, consultor especialista em tênis de mesa

BEISEBOL PRÉ-JÚNIOR divulgação

Ibiúna é campeão da Taça “João Tadashi Nakaie” A categoria Pré-Júnior de Ibiúna conquistou o título da 3ª Taça de Clubes Campeões de Beisebol “João Tadashi Nakaie” – Troféu Global Service ao derrotar, na final, a equipe do Nippon Blue Jays por 6 a 4. A terceira colocação ficou com Maringá, com São Paulo na quarta colocação. Bastos ficou em primeiro na Chave Prata, seguido por Atibaia e Nikkei Curitiba. A competição foi realizada nos dias 22 e 23 de setembro, na Academia da Yakult/CBBS, em Ibiúna (SP), com a participação de nove equipes: Atibaia, Bastos, Ibiúna, Maringá, Mogi das Cruzes, Naviraí, Nikkei Curitiba, Nippon Blue Jays e São Paulo. Fernando Takafuji foi eleito o Melhor

Categoria Infantil do Paraná Clube conquistou título histórico

A categoria infantil do Paraná Clube conquistou um título histórico ao sagrar-se campeã da 4ª Taça Brasil de Clubes Campeões de Beisebol Infantil – “João Tadashi Nakaie” Troféu Global Servive. A segunda colocação ficou com o Nippon Blue Jays, seguido por Naviraí e Gecebs. O destaque individual ficou por conta do atleta Leonardo Furuya, eleito o Melhor Jogador e o Melhor Arremessador da competição. A competição foi realizada nos dias 22 e 23 de setembro, na Academia de Beisebol da Yakult/CBBS, em Ibiúna (SP), com a participação de 11 equipes: Gecebs, Ibiúna, Indaiatuba, Londrina, Marília, Nippon Blue Jays, Paraná Clube, Pereira Barreto, Presidente Prudente e São José dos Campos. Premiação Por Equipes: Ouro Infantil: Campeão: Paraná Clube; Vice: Nippon Blue

Jays; 3º) Naviraí; 4º) Gecebs Prata Infantil: Campeão: Marília; Vice: São José dos Campos; 3º) Pereira Barreto; 4º) Presidente Prudente Bronze Infantil: Campeão: Ibiúna; Vice: Indaiatuba; 3º) Londrina Premiação Individual Infantil: Melhor Rebatedor: Ricardo Kasai (.571 - Paraná Cl) 2º Melhor Rebatedor: Cássio Costa (.500 - Paraná Cl) Melhor Empurrador de Carreiras: Leonardo Furuya (4 Nbj C) Rei do Quadrangular: Gustavo Takara (1 Rhr- Nbj) Melhor Arremessador: Leonardo Furuya (Paraná Cl) Arremessador Destaque: Gustavo Takara (Nbj) Melhor Defensor Interno: Ciro Higashi (Gecebs) Melhor Defensor Externo: Davi Gomes (Naviraí) Melhor Jogador do Campeonato: Leonardo Furuya (Paraná Cl) Técnico Campeão: Edson Yutaka Nakatani Jr (Paraná Cl)

Jogador e Melhor Rebatedor do Campeonato.

Premiação Individual Pré Júnior: Melhor Rebatedor: Alexandre Haida (.750 – Maringá) 2º Melhor Rebatedor: Fernando Takafuji (.750 – Ibiúna) Melhor Empurrador de Carreiras: Fernando Takafuji (8 Car. – Ibiúna) Rei do Quadrangular: Igor Kimura (2 Hr – Maringá) Melhor Arremessador: Victor Hiroshi Doi (Ibiúna) Arremessador Destaque: Diego Uehara (NBJ) Melhor Defensor Interno: Vitor Yamauchi (NBJ) Melhor Defensor Externo: Vitor Kenzo Matuda (São Paulo) Melhor Jogador do Campeonato: Fernado Takafuji (Ibiúna) Tecnico Campeão: Ossamu Kimura (Ibiúna)

divulgação

A

Associação Nikkey de Golf do Brasil (ANGB) recebe até o dia 21 de outubro as inscrições dos golfistas interessa­ dos em participar do 42º Campeonato Nikkey de Golfe do Brasil, que acontecerá nos dias 3 e 4 de novembro, no PL Golf Clube, em Arujá (SP). A Comissão Organizadora espera receber cerca de 200 jogadores. Segundo o presidente da ANGB, Muneki Tikasawa, o objetivo do evento é revelar novos talentos para o esporte nacional, além de promover a integração entre os golfistas da comunidade nikkei. “Trata-se de um evento muito auspcioso e que envolve todas as entidades que administram o golfe no Brasil, ou seja, a Confederação Brasileira de Golfe, a Federação Paulista de Golfe e a Associação Brasileira de Golfe Sênior”, conta Tikasawa, acrescentando que estará em disputa as taças Embaixada do Japão no Brasil e Consulado Geral do Japão em São Paulo. Segundo o dirigente, o sonho é revelar um jogador nikkei que possa representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Ao contrário do que muitas pessoas possam imaginar, assegura Tikasawa, não é um sonho distante, “mas perfeitamente viável”. Dos cerca de 25 mil praticantes no Brasil, sendo 12 mil somente no Estado de São Paulo, entre 3 e 3500 são nikkeis. “Isso quer dizer que a possibilidade é grande. Até porque a comunidade conta com excelentes golfistas como Ivan Tsukazan, Carla Ziliotto, Enzo Miyamura, Ruriko Nakamura e os campões do ano passado, Marcio Sadao Kimura, do São Fernando Golfe Club, e Hiromi Suzuki, de Minas Gerais”, explica Tikasawa. O torneio, uma co-realiza-

divulgação

Ibiúna sagrou-se campeão da categoria Pré-Júnior


12

COMEMORAçãO – A Associação de Nagasaki festajou seus de 50 Anos em grande estilo com apresentações de dança, coral, kendô e teatro. Uma comitiva de Nagasaki que inclui o prefeito e governador de Nagasaki, Tomihisa Taue e Hodo Nakamura, quatro vereadores e vice-presidente da Câmara Municipal de Nagasaki. Os parlamentares fizeram uma apresentação criativa da “Dança do Dragão”. Esteve presente além de convidados, cônsul geral do Japão em São Paulo, Masahiko Kobayashi, vereador Aurélio Nomura, Akinori Sonoda (presidente do Kenren), entre outros. (Luci Judice Yizima)

JORNAL NIPPAK

São Paulo, 27 de setembro a 03 de outubro de 2012

MÚSICA – Fãs lotaram a casa de show Via Funchal no dia 16 de setembro para assistir o Dream Concert e apresentação do ícone da música pop japonesa Saijo Hideki. O evento foi emocionante, fez muito marmanjo voltar ao passado. O destaque na plateia foi para duas fãs de carteirinha do cantor, trouxeram faixas e gritaram o show inteiro, a Regina Kumabe Takeuti (veio de Fortaleza só para ver o ídolo) e a brasileira Salvia Ferreira que tem uma foto do cantor tatuada nas costas. Outros fãs também marcaram presença como Agenor Issamu Okuda, André Korosue e sua esposa Sueli Korosue, Rumi Kusumoto, entre outros. (LJY)

INAUgURAçãO – Em 12 de setembro foi inaugurada a primeira fábrica de linha branca da Panasonic do Brasil, em Extrema, no Sul do estado mineiro. Na cerimônia de abertura contou com a presença de inúmeros convidados, entre eles o governador Anastásia, vice-governador Alberto Pinto Coelho, prefeito de Extrema Dr. Luiz Bergamin, o diretor geral da Panasonic Corporation para a América Latina, Hidetsugu Uji, pelo presidente da Panasonic do Brasil, Hirotaka Murakami, e pelo vice-presidente da empresa, Ichiu Shinohara, a secretária de Estado de Desenvolvimento, Dorothea Werneck, e o presidente do Indi, José Frederico Alvares, receberam kizuchi e quebraram a tampa do Taru, cheio de saquê, para um brinde. (LJY)

45451

CNPJ Candidato 16.158.175/0001-61 CNPJ Jornal: 02.403.960/0001-28 - Tiragem: 10 mil - Valor R$ 500,00

HONESTIDADE, EXPERIÊNCIA E COMPETÊNCIA COMPROVADA

VEREADOR

Vote Por uma são paulo mais Humana e Sustentável

AURÉLIO

Coligação: PSDB / PSD / PR / DEM

Prefeito:

Vice: Alexandre Schneider

www.aurelionomura.com.br facebook.com/vereadoraurelionomura twitter.com/aurelio_nomura

Av. do Cursino, 689 - Saúde - Tels: 2386-4581 ou 2386-4582

JORNAL NIPPAK 27/09 a 03/10/2012  

jornal nippak, news

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you