Page 1

ED. 62 • SETEMBRO 2019

REVISTA FAZENDA DA GRAMA • EDIÇÃO 62 • SETEMBRO 2019

AGROFLORESTA

NA GRAMA

PROJETO TR A Z MAIS VERDE E QUALIDADE DE VIDA

CAPA_ED62.indd 1

05/09/19 13:47


ANUNCIO_DECA_AGOSTO_PG_DUPLA_DECA_CUBAS.pdf

1

16/08/19

15:24

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

GRAMA_ED62.indd 2

05/09/19 17:06


GRAMA_ED62.indd 3

05/09/19 17:06


Casa Pedra

4

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 4

05/09/19 17:06


A LAR ID reúne os mais renomados arquitetos para criar algo incrível para você e sua família. Muito além de uma casa, nossa proposta reverencia algo ainda mais valioso: o tempo.

642m2 Residência Térrea

5

Quartos

Poucas unidades | Fazenda da Grama Terrenos com aproximadamente 3.000m2

larconstrutora.com.br

instagram.com/larconstrutora

11 98581 4275

www.fazendadagrama.com.br

5

Alvará de licença nº 252/2019 - Processo nº 1934/2019 - Deferido em 18/04/2019 – Prefeitura Municipal de Itupeva – SP

GRAMA_ED62.indd 5

05/09/19 17:06


*Desconto promocional aplicado sobre as condições comerciais 2019 expostas em nossas lojas Móveis e Decorações – Rústico Chique, Exteriores e Contemporânea R ú s t i c o C h i q u e : R L u i z S c a v o n e 6 8 5 , J d d e L u c c a , I t a t i b a / S P, 11 - 4 5 3 4 - 4 2 0 2 E x t e r i o r e s : R L u i z S c a v o n e 7 11 , J d d e L u c c a , I t a t i b a / S P, 11 - 4 5 3 8 - 5 4 5 5 Contemporânea: R Luiz Scavone 707, Jd de Lucca, Itatiba/SP, 11-4534-0010

GRAMA_ED62.indd 6

05/09/19 17:07


DESDE 1994 DECORANDO CASAS DE CAMPO DE ALTO PADRรƒO (Traga seu arquiteto e ganhe +5% de desconto*)

Sofรก e poltrona da linha Califรณrnia

www.silvanacecilio.com.br @silvanacecilio1

GRAMA_ED62.indd 7

- desde 1994 -

05/09/19 17:07


UMA PRIMAVERA RENOVADORA

QUEM FAZ

Nina Franco

8

Denilson Milan

Rosane Aubin

Kevin Bulman

Sylvio Telles

A chegada da primavera flagra a Fazenda da Grama em pleno momento de renovação. Vários projetos, como a reforma total dos greens do Campo de Golfe, inclusive com a introdução de um novo tipo de grama mais adequado e resistente, estão em andamento para deixar o condomínio ainda mais sustentável, bonito e cheio de atraentes opções de esporte e lazer para associados e seus convidados. Outra ótima novidade são as casas que o estúdio de arquitetura Triptyque desenhou para a Fazenda da Grama. Grégory Bousquet, um dos três franceses que compõem o time do escritório ao lado da brasileira Carolina Bueno, concede uma inspiradora entrevista para a revista, falando das ideias que permeiam cada obra assinada por eles e dos grandiosos projetos que tocam no Brasil e na França. E, como no século XXI falar de sustentabilidade é, mais do que essencial, necessário, mostraremos em uma reportagem como será o projeto de agrofloresta, que, como o nome diz, reúne de forma harmônica o cultivo de alimentos e a natureza, na Fazenda da Grama. Como o corpo humano faz parte desse ecossistema e também exige cuidados, tivemos o prazer de entrevistar o cirurgião vascular Fábio Sotelo, um profissional altamente especializado que consegue como poucos aliar as mais avançadas tecnologias a uma humanizada relação médico-paciente, tão necessária nos tempos atuais. De quebra, ele ainda dá algumas dicas de cuidados que os golfistas devem tomar ao praticar o esporte. Na última página, uma alegria enviada por Massami Uyeda: uma belíssima foto de uma cerejeira em flor. Desejamos a todos uma ótima leitura!

CONTATOS FAZENDA DA GRAMA Pabx. 11 4591-8000 Clubhouse Starter / Proshop / Agendamentos: 11 4591-8001 Clubhouse Bar 11 4591-8003 Clube 11 4591-8004 Administração Juan Higuera Romero (gerente geral) 11 4591-8010 Administração Eng. Sylvio (gerente Golfe & Áreas Verdes) 11 4591-8017 Administração Marcelo Prates (sub-gerente) 11 4591-8007 Engenharia e Manutenção Eng. Valdeir (construções) 11 4591-8018 Administração Regina (assistente) 11 4591-8015 Administração Tania (assistente) 11 4591-8011 Administração Janaina (assistente) 11 4591-8005

PARA ANUNCIAR – Tel. (11) 98586-5180 Denilson Milan – denilson@fortunacom.com.br www.facebook.com/fortunacom

CONSELHO EDITORIAL Luís Eduardo Americano Araújo, Helena Araújo, Fernando Viana Lomonaco e Denilson Milan

A revis­ta não se res­pon­sa­bi­li­za pelos con­cei­tos emi­ti­dos nos arti­gos assi­na­dos. As pes­soas não lis­ta­das no expe­dien­te não estão auto­ri­za­das a falar em nome da revis­ta ou a reti­rar qual­quer tipo de mate­rial sem pré­via auto­ri­za­ção emi­ti­da por carta timbrada da reda­ção.

Diretor Executivo – Denilson Milan Publisher – Rosane Aubin Direção de Arte – Nina Franco (inspiredesignlab.com.br) Colaboraram nesta edi­ção – Kevin Bulman e Sylvio Telles (textos)

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 8

05/09/19 10:26


www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 9

9

05/09/19 10:26


SUMÁRIO

12

BOAS-NOVAS Luxo em Copacabana e delícias exclusivas da Espanha

GOLF TIPS Acerte na tacada alta

20

56 POR DENTRO DO CAMPO Ae etapas da renovação dos greens

24

58 SAÚDE Fábio Sotelo e os avanços da cirurgia vascular

36

62 EVENTOS Alta temporada com torneios e festa junina

OBJETOS DO DESEJO Cor e personalidade ARQUITETURA Triptyque: inovação e consistência AGROFLORESTA Projeto da Grama alia preservação da natureza e produção de alimentos

40

TORNEIO ITACI BY AGILITY O esporte adota causa nobre

10

52

82 GRAMA NO MUNDO Cassio Giometti em um tour invejável 85 JANELA Massami Uyeda: uma cerejeira no auge da beleza

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 10

06/09/19 14:46


www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 11

11

05/09/19 14:07


BOAS NOVAS

Josep Llorens: a autêntica experiência ibérica Com sede na Espanha, Josep Llorens é uma empresa familiar que a partir de 1980 leva a todo o mundo a autêntica experiência ibérica, o jamón ibérico. Um dos alimentos mais valorizados da cozinha internacional, e uma das melhores cartas de apresentação do país. “Nossa cultura e tradição são nossa maneira de entender a vida. Ao agregar uma excelente gestão e comercialização de nossos produtos, conseguimos deleitar o mundo com a autêntica experiência ibérica”, diz Josep Llorens, presidente da empresa. Os produtos Josep Llorens são exclusivos. Selecionados anualmente desde a origem a partir de produção própria, têm sua rastreabilidade e regularidade garantidas. Josep Llorens seleciona a pé, sob os sobreiros, ano a ano, os melhores exemplares suínos alimentados 100% como bellotas ibéricas para a produção Premium. O Jamón Premium tem uma produção anual limitada, determinada pelas condições climáticas, pela quantidade de bellotas e pela morfologia animal. Devido a essas características, cada safra de Jamón Premium é única e diferente, com propriedades que a fazem especial. A empresa cumpre com rigor sua missão de criar produtos ibéricos únicos e diferenciados, capazes de agradar ao paladar dos mais exi-

EXCELÊNCIA: o jámon Premium da Josep Llorens

12

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 12

05/09/19 10:27


gentes gourmets do mundo. Exemplos desse cuidado extremo e excelência são os Jamón Premium Homenaje e o livro degustação JAMÓN. Além disso, a Josep Llorens complementa sua seleção de produtos ibéricos com outros itens delicatessen capazes de agradar aos mais sofisticados paladares. Em 2019, um exemplo é o Aceite de Oliva Virgen Extra Premium, produzido a partir da azeitona Picual e premiado em 2018 em primeiro lugar no World Ranking. “No próximo ano celebraremos nosso 40º aniversário, e estamos preparando várias surpresas”, adianta Josep Llorens, fundador da empresa.

PARA LER E DEGUSTAR: o livro Jámon inclui amostras de produtos

AZEITE DE OLIVA VIRGEN EXTRA PREMIUM, OURO LÍQUIDO PARA O PALADAR O azeite Josep Llorens é elaborado exclusivamente com azeitonas colhidas na plantação própria, para garantir uma rastreabilidade absoluta. Além disso, a colheita realiza-se no melhor momento de maturação, oferecendo os melhores aromas e sabores, e somente de frutos da árvore, nunca do solo. A extração é feita a frio, o que garante que as propriedades organolépticas não sejam alteradas. Depois de prontos, só os mais frescos e melhores azeites são engarrafados. O azeite Josep Llorens Premium pode ser degustado com pães , para temperar saladas ou qualquer outro prato frio. Além disso, oferece um bom contraste com sabores fortes como carnes de caça, ensopados e verduras grelhadas, além de realçar o sabor de frutos do mar, carnes e queijos.

www.josepllorens.com I Telefone: 11-99261-0440

I E-mail:josepramon@josepllorens.com

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 13

13

05/09/19 10:27


T

LENNY KRAVITZ

PERFECTING

SHOPPING

GRAMA_ED62.indd 14

IGUATEMI

SÃO

P

05/09/19 10:27


JOURNEY

ZOË KRAVITZ

THE

PAULO

GRAMA_ED62.indd 15

WWW.TUMIBRASIL.COM

05/09/19 10:27


BOAS NOVAS

16

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 16

05/09/19 10:28


Fairmont Copacabana abre no coração do Rio Fotos Tadeu Brunelli A Fairmont Hotels & Resorts, parte do grupo líder mundial em hospitalidade Accor, abriu dia 5 de agosto o Fairmont Rio de Janeiro Copacabana, seu primeiro hotel na América do Sul. Com design inspirado no glamour do Rio de Janeiro dos anos 50, uma proposta gastronômica apurada e experiências de viagem personalizadas, o hotel de propriedade da AccorInvest e administrado pela Fairmont recebe seus primeiros hóspedes no icônico prédio do Posto 6, bem no coração do Rio, com a promessa de oferecer uma genuína conexão carioca e transformar momentos em memórias. “Estamos muito empolgados em inaugurar o Fairmont Rio de Janeiro Copacabana, o primeiro hotel a operar com a marca Fairmont no Brasil e o primeiro hotel da marca na América do Sul. O design, assinado pela Patricia Anastissiadis, foi inspirado no glamour dos anos 50, e nossas equipes desenharam uma programação de experiências exclusivas que levarão nossos hóspedes a descobrir o Rio de Janeiro com um novo olhar. O hotel é uma propriedade extraordinária, que oferece aos hóspedes um incomparável senso de conforto e qualidade. A inauguração do hotel também dará ainda mais visibilidade ao

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 17

17

05/09/19 10:28


legendário bairro de Copacabana, o que certamente atrairá hóspedes de todo o mundo”, disse Patrick Mendes, CEO da AccorHotels South America. Foram dois anos de obras para que o projeto ganhasse vida. Sob a direção de Netto Moreira, Copacabana ganha um novo e moderno hotel, com produtos e serviços de ponta. A atmosfera local, assim como materiais e criações de designers brasileiros, estão presentes em todos os ambientes e áreas comuns do Fairmont Rio de Janeiro Copacabana. São 375 quartos com varandas - sendo 68 suítes, duas piscinas, Spa, Fitness Center e Centro de Convenções e Eventos Sociais com 13 salas de reuniões distribuídas em 1.500 metros quadrados. Uma elegante concept store instalada no hall de entrada tem curadoria da H.Stern e oferece aos hóspedes uma rica variedade de artigos de decoração e design brasileiro. O colorido, o frescor e a afetividade tipicamente cariocas também encontram o luxo emocional e acolhedor da marca Fairmont no Marine Restô, no Spirit Copa Bar e no Coa&Co Café, que, em breve, estarão abertos também para não-hóspedes. A descontraída elegância da cidade está presente tanto nos ambientes quanto nos cardápios dos espaços de alimentação, que priorizam ingredientes locais e a qualidade e o frescor dos produtos.

18

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 18

05/09/19 10:28


Os hóspedes que buscam um nível adicional de atenção apreciarão o Fairmont Gold, um conceito de hospedagem altamente exclusivo, com serviços personalizados, como área de check in e check out reservada, serviço de mordomia 24 horas e café da manhã, chá da tarde e happy hour inclusos. Conhecidos por suas propriedades grandiosas e inspiradoras e colaboradores atenciosos, os hotéis Fairmont residem no epicentro cultural e social de suas comunidades. Repletos de experiências locais e enraizados nos lugares que chamam de lar, os hotéis Fairmont são considerados intrínsecos aos seus destinos. Essas

qualidades fazem parte do DNA da marca desde a inauguração do hotel homônimo, o Fairmont San Francisco, em 1907. “O Fairmont Rio de Janeiro Copacabana será uma celebração do Rio e sua rica história. Utilizamos materiais únicos, os conceitos artísticos e os elementos que estão na raiz da cultura brasileira, buscando fazer conexões significativas com os hóspedes, que estão no coração de todas as experiências Fairmont”, afirma o COO da AccorInvest South America, Didier Bosc. www.fairmont.com/copacabana-rio/ I Telefone: 21-2525-1232

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 19

19

05/09/19 10:28


OBJETOS DO DESEJO

EM EQUIPE Parte de uma linha com três modelos diferentes para serem usados sobre mesas ou bancadas de refeições, o lustre Beltrano tem acabamento emborrachado. www.lalampe.com.br @la_lampe

COM MUITA PERSONALIDADE Produzido pela Cole & Son e inspirado nos cenários naturais ingleses, o papel de parede da coleção Botanical é para quem não tem medo de ousar na decoração e tem uma queda por ambientes altamente personalizados. www.quakerdecor.com.br @quakerdecoroficial

20

www.fazendadagrama.com.br

REINVENÇÃO A escrivaninha Goo, da Ameise Design, dá um toque atualíssimo ao espaço de estudo ou trabalho. Com duas portas na parte inferior, é produzida em madeira maciça. www.ameisedesign.com.br @ameisedesign

ARTE AFETIVA Ani Cuenca deixou a arquitetura de lado para dedicar-se exclusivamente às artes plásticas: usando várias técnicas, ela cria obras especiais para cada cliente. Na foto, Melindre é feita em técnica mista, nanquin e caneta posca sobre papel aquarela recortado e colado sobre renda pintada em tinta acrílica. www.anicuenca.com @anicuenca


CHARME VINTAGE A poltrona Modern Nonna consegue a proeza de oferecer conforto emocional e ergonômico: com suas formas com acabamento em debrum, lembra a casa da vovó; e suas linhas limpas acomodam bem o corpo. www.breton.com.br @bretonoficial

SINCRETISMO ESTÉTICO A poltrona Astral é um bem acabado exemplo do conceito de design-fusão criado pelo estúdio Lattoog: mistura as formas das poltronas Tank, do finlandês Alvar Aalto, e BKF, do grupo argentino Austral. www.lattoog.com/produto/astral/ @lattoog

ELEGÂNCIA NA SIMPLICIDADE O banco Wingback, da marca Tom Dixon, tem pés em aço laqueado na cor cobre − com opção em madeira − e pode ser estofado em vários tipos de tecido. Disponível na Firma Casa. www.firmacasa.com. br @firmacasa

AGORA EM AMBIENTE EXTERNO Jader Almeida agora também espalha charme em jardins e áreas ao ar livre: lança pela primeira vez uma coleção dedicada a ambientes externos, batizada Doty. Em comum, as peças trazem uma trama metálica, como essa do banco. www.sollos.ind.br @jaderalmeida

JOGO DE SOMBRAS A luminária Noventa e Um, assinada por Guilherme Wentz, avança na proposta da coleção Noventa, inspirada no reflexo das sombras e as texturas que pode criar. Com estrutura em latão, a peça projeta novas formas nos ambientes. www.luxion.com.br @luxion

SALADA SOFISTICADA A saladeira Milan, criada pelo Studio Riva, é puro luxo à mesa: feita em vidro verde, tem acabamento em ouro 24k Frozen, mesmo material usado nas talheres. www.boutiqueriva.com @rivaoficial

www.fazendadagrama.com.br

21


22

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 22

05/09/19 10:30


www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 23

23

05/09/19 10:30


ARQUITETURA

Triptyque faz sucesso no Brasil e na Franรงa com projetos inovadores e um novo conceito, que tira partido da natureza exuberante dos trรณpicos Por Rosane Aubin Fotos Harmonia: Ricardo Bassetti P.O.P. Xyz: Fernando Guerra Mediateca Osny: Fernando Guerra Ecotone, Amata e Casa da Pedra: Imagens Ilustradas Triptyque

24

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 24

05/09/19 10:43


A

trajetória da Triptyque Architecture, criada em 2000 pelos jovens Grégory Bousquet, Carolina Bueno, Guillaume Sibaud e Olivier Raffaelli, todos ex-alunos da Ecole d’Architecture de Paris-La-Seine, na França, é um bem acabado exemplo de que consistência mais inovação perfazem a soma mais certeira para o sucesso. Após oito anos atuando só no Brasil, em 2008 eles criaram a filial francesa, sediada em Paris, e hoje dividem-se entre os dois países. Depois de vários trabalhos em condomínios de campo feitos pelo estúdio, Grégory Bousquet assumiu a autoria de três casas na Fazenda da Grama. Com 642 metros quadrados de área e terrenos de 3 mil metros quadrados, as residências são inspiradas nas rochas que o arquiteto encontrou no local e privilegiam o que de melhor o condomínio oferece: convívio com família e amigos, silêncio, vistas deslumbrantes para a natureza e paz.

TROPICAL CHIC

AMATA: EDIFÍCIO EM MADEIRA SERÁ FEITO EM SÃO PAULO

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 25

25

05/09/19 10:43


Os três franceses e a brasileira Carolina colecionam prêmios e projetos grandiosos, em parceria com alguns dos nomes mais efervescentes da arquitetura contemporânea. Atualmente fazem a coordenação nacional das equipes estrangeiras − entre os nomes estão Jean Nouvel, o arquiteto da Filarmônica de Paris e do Louvre Abu-Dhabi, e Phillipe Starck, o mais conceituado designer da França − envolvidas no projeto Cidade Matarazzo, uma minicidade que recupera imóveis tombados e cria novos espaços perto da Avenida Paulista. Experimentais e questionadores, os sócios do Triptyque adotaram o movimento Tropicalis Universalis, que surgiu no início do século XXI nas grandes metrópoles localizadas entre os trópicos de Câncer e Capricórnio. Esse tropicalismo introduz uma nova maneira de pensar construções, arte, arquitetura e objetos, absorvendo o calor da vida tropical e suas formas de interação social. Grégory Mousquet dá um exemplo prático: “Nossa arquitetura encontra essa natureza exuberante que se manifesta de várias formas, como na cidade de São Paulo, onde o verde brota em grades, nos vãos das calçadas…”. É a aceitação da vida selvagem e das mudanças que ocorrem gradualmente em uma obra, acolhendo as mutações relacionadas à passagem do tempo. A seguir, Grégory Bousquet

26

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 26

05/09/19 10:43


fala sobre os conceitos, ações e ideias que permeiam as grandes obras do grupo e, claro, sobre os projetos na Fazenda da Grama. Fazenda da Grama - Você poderia nos contar sobre as casas em construção no condomínio? Grégory Bousquet - Estamos fazendo três casas na Fazenda da Grama. Lá temos uma dessas pequenas áreas de sopro: encontramos uma natureza bonita, calma, isolada, silenciosa, onde se pode descansar de verdade, experimentar esse ideal de vida um pouco campestre. É um campo, não tão forte quanto uma floresta tropical, mas bem controlado, bonito, com paisagismo caprichado. Isso lembra o luxo de hoje, que é chegar ao que é mais rústico e essencial, diferente de antes, quando havia mais ostentação e uma estética high tech, para mostrar que se tinha dinheiro. Hoje temos essa tendência invertida, e o chique é ter luz, grama, materiais simples e nobres, uma casa despretensiosa que favoreça a interação social. Trabalhamos muito isso no condomínio. Quando visitamos o terreno encontramos rochas maravilhosas, no meio da grama. Em vez de remover, pensamos em esculpir uma casa inspirada nesse monólito, criando janelas, portas e um jardim interno que acaba sendo o centro da casa. É um desenho simples, rigoroso e rústico,

ECOTONE: NA EUROPA, RETOMADA FORTE DO USO DA MADEIRA EM CONSTRUÇÕES

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 27

27

05/09/19 10:43


CASA PEDRA: SIMPLICIDADE NAS LINHAS E MATERIAIS NOBRES NO ESPAÇO PRIVILEGIADO DA FAZENDA DA GRAMA

com material o mais simples possível. Usamos a pedra e a madeira, sem ostentação, o que é mais luxuoso do que fazer o contrário. É um espaço para descansar, curtir com amigos, ouvir o canto dos passarinhos e se reconectar com a natureza. As três casas têm diferenciais: uma tem revestimentos em terracota; outra em off white, meio areia, mais rústica; e a terceira em cinza, mais escura, lembrando o universo mineral. Vocês já têm 19 anos de atuação, trabalham no Brasil e França. O que destaca como obras mais significativas? O prédio Harmonia 57 (hoje loja da Farm), de 2008, mesmo sendo pequeno, é um manifesto. A fachada coberta por uma camada vegetal aproveita a água das chuvas, já que as enchentes são comuns no bairro, formando um ecossistema que chega a ser um espetáculo sobre o processo da vida. É quase experimental, funcionou e reproduz algo que queríamos dizer, é icônico de nossa produção. Tem outro que fizemos na França, tivemos essa sorte de também construir lá. Abrimos o escritório lá depois, levando o pensamento daqui, e fizemos uma Mediateca em Osny, a 15 quilômetros de Paris, um centro para mídias com música, CD, DVD, um tipo de espaço muito em moda na Europa nos anos 2000, cada vilarejo tinha a sua. Exploramos as ideias relacionadas à ecologia. Na França temos uma grande variação de temperatura, podemos chegar a 30 graus no verão e menos 10 no inverno. Conseguimos achar, a 15 metros de profundidade no terreno, um reservatório natural de água a 13 graus de temperatura. Aí criamos uma trama de pilares e uma laje de concreto, e jogamos essa água em cima dessa laje, porque 13 graus no verão é fresco, e no inverno, é quente. Com isso evitamos um gasto

28

energético com ar condicionado e calefação, e trazemos a água, que é um elemento de vida tão maravilhoso, para cima do prédio. Esse é o tipo de pensamento e solução com os quais gostamos de trabalhar. Algum outro projeto a destacar? Tem vários outros trabalhos, tanto em pequena como grande escala. Um exemplo é o P.O.P. Xyz, no qual colocamos em prática a sustentabilidade no urbanismo, quebrando as barreiras como forma de incentivar a gentileza entre as pessoas. Em geral os empreendimentos são fechados, e nós queríamos promover a interatividade com o espaço público. Temos ferramentas que induzem e promovem isso no próprio Plano Diretor de São Paulo, como a fachada ativa, que pressupõe comércio no térreo do prédio. Também criamos duas entradas, implantando um jardim tropical muito bonito que faz a limitação entre o espaço público e o privado sem criar uma barreira e trazendo o verde para a cidade. Nesse projeto, nós avaliamos muito o local e o global. O local, a Vila Madalena, é um bairro português que tinha uma identidade muito forte, com casinhas pequenas, bem residencial. Usamos azulejos azuis e brancos que remetem a Athos Bulcão e a Brasília, e também à cultura portuguesa. Já o global foi a ideia de incentivar a interação social, com passarelas que ligam os oito volumes do prédio, para as pessoas se encontrarem mais, se cruzarem. Você tocou numa questão que eu gostaria de abordar, que é cidade mais humana, mais propícia ao convívio. Como vocês lidam com isso no Triptyque? Tentamos explorar o máximo possível a mistura social, ou seja, a integração entre as pessoas. Na Europa, infelizmente, fizemos o contrário. Nos anos 1950, depois da

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 28

05/09/19 10:43


Segunda Guerra Mundial, foram construídos vários prédios para alojar todo mundo e o resultado, 30 anos depois, foi desastroso. Subúrbios sem conexão com o centro, sem transporte, com as pessoas demorando duas horas para chegar ao trabalho e um sentimento de gueto. Conhecemos um pouco essa história e sentimos que essa era uma chave essencial para as cidades: quanto mais você consegue misturar as pessoas de níveis sociais diferentes, mais eles vão se integrar e ter comércio e vida. Também reduz o tempo para ir ao trabalho, a mão de obra pode morar no próprio bairro ou ter mais autonomia dentro de uma região menor, em vez de categorizar por atividade a cidade. Se as pessoas levam três horas para ir ao trabalho, isso aumenta os gastos energéticos, o nível de CO2… Tentamos, mesmo na escala de um prédio, integrar a moradia com a loja, porque ajuda a renovar e melhorar um pouco o espaço público.

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 29

29

05/09/19 10:43


P.O.P. XYZ: PASSARELAS INCENTIVAM O ENCONTRO E O CONVÍVIO ENTRE VIZINHOS

30

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 30

05/09/19 10:43


Como vocês dividem o trabalho no Triptyque? Trabalhamos muitos anos juntos, nosso lema era esse. Óbvio que não era a melhor maneira, por uma série de questões, como o tempo, então pouco a pouco começamos a nos dividir. Temos uma autonomia quase 100%, porque esses 15 anos de trabalho conjunto fazem com que tenhamos uma visão semelhante, um pensamento igual. Não precisamos mais trabalhar juntos. Você poderia falar sobre a Cidade Matarazzo? É um projeto gigantesco, que envolve grandes nomes da arquitetura mundial como o Jean Nouvel e o Philippe Starck, que faz os interiores. Inclui o retrofit de áreas tombadas magníficas que o Hospital e Maternidade Matarazzo mantinha. É meio uma cidade invisível, com um todo muito complexo que inclui desde um hotel até hortas orgânicas. Nós fizemos a arquitetura local, coordenamos todo o trabalho das equipes internacionais, e também projetamos alguns predinhos por dentro. Fantástico é que conseguimos entregar um prédio com acabamentos magníficos, de nível internacional, com materiais 100% brasileiros. Tivemos todo um cuidado e uma busca por fornecedores e materiais para conseguir viabilizar essa ideia de importar quase nada e usar o que temos no Brasil, e na alma brasileira.

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 31

31

05/09/19 10:44


O que você citaria como exemplo de um material a ser destacado nesse processo? Ah, são muitos, mas óbvio as madeiras brasileiras, que são exuberantes, todas certificadas, porque nos preocupamos com o meio ambiente. Tem madeiras fantásticas, como o louro preto, e pedras fabulosas. Foram usadas a partir de técnicas avançadas, tivemos que unir a sabedoria do artesão à tecnologia. Você poderia falar um pouco dos projetos Amata e Ecotone? São construções de madeira, Ecotone em Paris e Amata em São Paulo − que vai trazer uma grande novidade já aprovada no Canadá e nos Estados Unidos, a técnica de construir prédios de madeira. Por quê? A madeira é uma das únicas matérias-primas que chega com crédito de carbono, porque absorve o CO2. Se ela foi queimada numa lareira, vai aumentar o nível de CO2 na atmosfera, mas se usada numa construção fica com esse crédito. O balanço energético de uma construção de madeira é muito benéfico para o meio ambiente. Já conseguimos ter técnicas para trabalhar a madeira e fazer pilares e vigas que começam a competir com a resistência do aço. No Canadá já tem prédios de 20 andares de madeira. Além disso, oferece um conforto térmico por dentro, e tem um toque

MEDIATECA DE OSNY: ÁGUA A 13 GRAUS CENTÍGRADOS AQUECE NO INVERNO E REFRESCA NO VERÃO

32

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 32

05/09/19 10:44


natural muito bonito, traz uma boa energia à construção, digamos assim. O único senão é o preconceito em relação aos incêndios. É preconceito mesmo, porque a madeira tem uma capacidade maravilhosa de resistir ao fogo: sim, ela pega fogo, mas resiste. Ninguém sabe, mas tem o dobro da resistência de um pilar com aço e concreto. O aço derrete. Quando um prédio de madeira queima, deixa um tempo para as pessoas saírem. Esse impacto ambiental precisa ser respeitado pelos arquitetos, para garantir o futuro do planeta. Existe um movimento nesse sentido, de usar madeira, no mundo todo? Sim, com certeza. Aqui no Brasil tem uma certa resistência, precisamos ter a certeza de que a madeira é certificada. Ainda não temos técnicas 100%. Mas os benefícios são imensos, tem uma moda, uma tendência mesmo. Não para tudo, mas quando pode, é boa opção. Aqui ainda é caro porque é experimental, mas quando chegar a um nível industrial vai compensar.

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 33

33

05/09/19 10:44


HARMONIA 57: FACHADA VIVA APROVEITA ÁGUA DAS CHUVAS

É uma volta ao passado… Com certeza, a gente esqueceu de tudo na arquitetura, é impressionante. Todos os recursos que foram inventados no Nordeste, por exemplo, para se proteger do sol e ter uma ventilação natural, ter uma boa orientação e trabalhar com a natureza, não contra ela. No momento em que foi inventado o ar condicionado acabou com tudo, hoje estamos pagando o preço por isso. Quais são os planos da Triptyque para o futuro? Estamos bem colocados na Europa e no Brasil, e gostaríamos muito de trabalhar na América Latina, achamos o continente superinteressante e queremos conhecer outras culturas. Já estamos em 11 estados no Brasil, acho bom ter essas peculiaridades locais e culturais de diferentes regiões, o país é muito grande e variado. Também queremos conhecer outras culturas na Europa, algo que começamos 20 anos atrás e não queremos parar, porque enriquece nossa vida e nosso trabalho.

34

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 34

05/09/19 10:44


Iluminação Personalizada.

@natilux_iluminação @NATILUX_ILUMINAÇÃO

GRAMA_ED62.indd 35

05/09/19 13:44


AGROFLORESTA

SUSTENTABILIDADE E QUALIDADE DE VIDA NA FAZENDA DA GRAMA

Com total respeito à natureza, condomínio investe em projeto que introduz a produção de alimentos para pessoas e pequenos animais em mais de 60 mil metros quadrados de área verde

36

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 36

05/09/19 11:05


C

ultivar alimentos, temperos, ervas aromáticas e medicinais sem desmatar pode parecer uma ideia utópica, mas várias experiências provaram que é perfeitamente possível. Essa tendência mundial, chamada ciência agroflorestal, começou a ser desenvolvida pelo suíço Ernst Gotsch que, no início dos anos 1980, veio para o Brasil, instalou-se no interior da Bahia e criou uma produtiva floresta de alimentos em uma terra degradada. Hoje as experiências multiplicam-se, e chegam à Fazenda da Grama em um projeto que reúne os profissionais da empresa Sitião e seu afiliado, o Núcleo Capivara. Sem desmatar ao contrário, reflorestando algumas áreas - o projeto vai introduzir mais de 300 espécies entre árvores frutíferas, ervas aromáticas e medicinais, plantas ornamentais, hortaliças, e até árvores como a copaíba, que produz um óleo terapêutico. “Esse é um projeto ecológico que tem como um dos objetivos a interação com as pessoas. Quanto mais o morador participar, mais teremos sucesso. Eles podem até engajar-se em trabalhos como a poda, uma atividade altamente terapêutica que relaxa e estimula mente e corpo”, diz Guilherme Zanin, consultor do Núcleo Capivara. Com 15 anos de experiência em projetos de agrofloresta e de saneamento ecológico, Zanin cerca-se de cuidados em todas as etapas do trabalho. Grande parte das mudas, por exemplo, serão obtidas no Viveiro da própria Fazenda da Grama. “O que não for possível encontrar lá será comprado em empresas da região, o quanto mais próximo possível, para evitar a emissão de gases do efeito estufa que o transporte por longas distâncias acarreta”, diz. O projeto faz parte de um empreendimento maior, que ganhou o nome de Praia da Grama e é uma parceria entre a Fazenda da Grama e a KSM. “Cada vez nos distanciamos mais dos valores

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 37

37

05/09/19 11:05


Benedito Abbud

38

e coisas simples que nos fazem felizes, a natureza é uma delas. A agrofloresta é um sistema que produz alimentos a partir da conservação da natureza. É isso que estamos levando para a Fazenda da Grama: usar a natureza exuberante que já existe lá e começar a produzir alimentos sem que haja nenhum dano ao que já existe”, explica Oscar Segall, sócio-fundador da KSM. Benedito Abbud, paisagista responsável pela Praia da Grama, conta que a ideia é que as pessoas possam sair para passear e ao mesmo tempo apanhar temperos, chás e até as atualmente famosas PANCs (Plantas Comestíveis Não Convencionais). “O paisagismo do projeto vai aproveitar um desnível do terreno - a parte que dará acesso à praia estará num nível mais alto - para criar uma fisionomia o mais parecida possível com as praias brasileiras e de São Paulo, que têm sempre uma proximidade entre a Serra e o mar. Teremos até pôr do sol”, conta. A agrofloresta vai potencializar a beleza e o prazer de percorrer essa e outras partes da Fazenda da Grama, já que será aplicada nos caminhos das ruas e nas Áreas de Preservação Permanente. “Teremos uma horta e um pomar, e planejamos também construir uma casa com intuito pedagógico, com elementos como a energia solar e estação de tratamento de água da chuva, entre outros, além de servir de espaço para cursos sobre o tema”, diz Zanin. Quem visita o condomínio já consegue ter uma ideia de como será a agrofloresta, a partir de um estande que as equipes do Núcleo Capivara criaram. A amostra estende-se também por uma área de mais ou menos 3 mil metros quadrados. “Acho que o termo mais exato para definir o trabalho seria um paisagismo agroflorestal, porque temos uma visão estética. Já recuperamos uma trilha que havia no condomínio onde as pessoas poderão apreciar essa natureza; ela ainda não está em sua plenitude por estarmos no inverno, mas na primavera deverá estar linda. Além disso, estamos aproveitando as matérias orgânicas, como sobras de podas, para fertilizar a terra. A ideia é usar esses fertilizantes naturais tanto das áreas comuns do condomínio quanto das residências”, diz o consultor.

Rib Av. (16) ribe

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 38

05/09/19 11:06


ENERGIA SOLAR Limpa, econômica e sustentável

A Kosten-Haus é especialista nesta e em muitas outras tecnologias sob medida à altura do seu lar. Saiba mais acessando pelo celular:

Ribeirão Preto - SP Av. Cel. Fernando Ferreira Leite, 1520, 18º and. (16) 4141-3991 ribeirao@kostenhaus.com.br

GRAMA_ED62.indd 39

Americana - SP Av. Brasil, 1500, Ed. New York, 8º and. (19) 3466-7852 americana@kostenhaus.com.br

Sorocaba - SP Campinas - SP Rua Antônio Ferreira, 62, Pq. Campolim Rua Domingos D'Otaviano, 33, Alphaville www.fazendadagrama.com.br (15) 3500-0538 (19) 4141-9053 sorocaba@kostenhaus.com.br campinas@kostenhaus.com.br

39

05/09/19 11:06


TORNEIO ITACI BY AGILITY

GOLFE COM CAUSA

Terceira edição do evento arrecada verba preciosa para a manutenção do Instituto de Tratamento do Câncer Infantil

40

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 40

05/09/19 11:06


Q

uando quase uma centena de golfistas e duas dezenas de patrocinadores se unem para fazer o bem, o resultado não poderia ser outro. O 3º ITACI by Agility, na sexta-feira, 7 de junho, na Fazenda da Grama Golf & Country Club, em Itupeva (SP), arrecadou mais de R$ 140 mil para o ITACI - Instituto de Tratamento do Câncer Infantil, hospital público ligado ao Instituto da Criança, do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Uma verba importante para a manutenção desse elogiado trabalho que teve origem há 20 anos, graças ao esforço capitaneado com o inestimável trabalho e dedicação do Dr. Aluízio Rebello de Araújo e de Anna Helena Americano de Araújo.

RICARDO SAPAG

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 41

41

05/09/19 11:06


1O LUGAR PARA RICARDO SAPAG E LUIS EDUARDO ARAUJO COM ANNA HELENA ARAUJO, CONSELHEIRA DO ITACI

Até hoje, a família Araújo, que se fez presente no evento deste ano com Luis Fernando, Luis Henrique, Maria Elisa, Anna Helena, Beatriz, Luis Eduardo e Helena, desdobra-se em esforços para manter cada vez mais viva a solidariedade a essa causa que tanto comove e gratifica aqueles que testemunham os resultados surpreendentes, ajudando a salvar e transformar vidas. Um esforço beneficente que não se resume ao torneio de golfe e que precisa de doações o ano todo, e não apenas financeira, mas também de sangue, medula, cabelo e materiais diversos.    Premiados – E como fazer o bem também traz recompensas, 16 golfistas saíram do evento com uma recordação da qual não irão se esquecer tão cedo: belíssimos troféus de cristal, importados especialmente para o 3º ITACI by Agility, que foram dados às cinco duplas melhor colocadas, além de seis prêmios especiais, para os drives mais longos e precisos e para as bolas mais perto da bandeira. Também havia um relógio Rolex para quem fizesse hole in one no buraco 8, oferecido pela Lerosa Investimentos, parceira do clube, mas ninguém ganhou. O título ficou para a dupla formada por Ricardo Sapag, CEO da Agility e patrocinador Master, que jogou ao lado de Luis Eduardo Araújo, Conselheiro do ITACI. Eles somaram 15 tacadas abaixo do par e superaram, nos critérios de desempate, o time de Roberto Rocha e Paulo Giugni, que também somou 15 abaixo e levou os troféus de segundo lugar.

42

2O LUGAR PAULO GIUGNI E ROBERTO ROCHA BEATRIZ ARAUJO, DA DOCA E CONSELHEIRA ITACI

3O LUGAR PARA ELIAN TRABULSI E PEDRO VERGANI COM MARIA ELISA ARAUJO, CONSELHEIRA ITACI

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 42

05/09/19 11:06


FAMÍLIA ARAUJO: LUIS FERNANDO, LUIS HENRIQUE, MARIA ELISA, ANNA HELENA, BEATRIZ, LUIS EDUARDO E HELENA

4O LUGAR AUGUSTO VIDEIRA E ALEXANDRE MARTINS COM GABRIEL CHARBONNIERES, CONSELHEIRO DO ITACI

5O LUGAR DIOGO PEREIRA E LUCIANO LEO JUNIOR COM LUIS EDUARDO ARAUJO

CAIO SEGALL, RICARDO SAPAG E ESPOSA E FERNANDO LOMONACO

ITACI GABRIEL CHARBONNIERES, FERNANDO LOMONACO, ANNA HELENA ARAUJO E LUIS EDUARDO ARAUJO

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 43

43

05/09/19 11:07


ANTONIO HADDAD, CASSIO HADDAD, EDUARDO TOLEDO DE ALMEIDA E MARCO FABIO FORTE

44

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 44

05/09/19 11:07


ALEXANDRE MARTINS, AUGUSTO VIDEIRA, LUIS HENRIQUE ARAUJO E ANTONIO DE MOURA ANDRADE

Mais premiados – Duas duplas empataram a seguir, com 13 abaixo, sendo que a de Pedro Vergani e Elian Trabulsi ficou em terceiro e a de Augusto Videira e Alexandre Martins, em quarto. No quinto lugar também ocorreu empate com 11 abaixo, com os troféus derradeiros ficando para Luciano Leo Junior e Diogo Pereira, que levaram a melhor sobre Adinho Carvalho e Alfredo Breda. Foram distribuídos dois prêmios para Straightest Drive, a tacada inicial mais longa e precisa, nos buracos 13, ganho por Paulo Brasileiro, e 17, que ficou para Fernando Lomonaco, presidente do ITACI. Já os prêmios de Nearest to the Pin (bola mais perto da bandeira nos buracos de par 3) tiveram como ganhadores Antônio de Moura Andrade (buraco 2), Roberto Dhelomme (8), Pedro Fiuza (11) e Reinaldo Piscopo (16).

CASSIO GIOMETTI, MURILO AZEVEDO, DIOGO PEREIRA E LUCIANO LEO JUNIOR

Encerramento – Os prêmios foram entregues por membros do Conselho do ITACI: Anna Helena Araújo, Beatriz Araújo (também representando a Doca), Maria Eliza Araújo, Gabriel Charbonnieres e Luis Eduardo Araújo, além de alguns patrocinadores presentes: Eduardo Toledo (SOM.US), Fernando Neves (Pedra Forte) e Caio Segall (KSM). Houve ainda agradecimentos especiais à equipe de profissionais e staff da Fazenda da Grama, que se desdobraram em esforços para bem receber e atender a todos, e aos chefs e equipe do restaurante, pelo café da manhã e almoço especial, com música ao vivo, preparados com carinho. E, claro, aos jogadores, que

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 45

45

05/09/19 11:07


46

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 46

05/09/19 11:07


apenas com inscrições e compra de mulligans contribuíram com R$ 35 mil dos mais de R$ 140 mil arrecadados no total, quando somadas as contribuições das empresas parceiras. Patrocínio – O Torneio Beneficente ITACI, by Agility, teve patrocínio Master da Agility, patrocínios de Banana Danger, Degusta Club, Comgás, Danvit Engenharia, DOCA Presença Digital, KSM Realty – Praia da Grama, LAR Construtora, Lerosa Investimentos, Local Imóveis, Nava Technology for Business, Pedra Forte Incorporações e Construções, Piscopo Advocacia, Rainbird, Sete Consultoria Imobiliária, SOM.US, Spinelli Advogados e TURIM Family Office & Investment Management. A Viva Amazon ofereceu massagens aos participantes. SOBRE O ITACI O Instituto de Tratamento do Câncer Infantil é um hospital público ligado ao Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. O ITACI iniciou suas atividades

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 47

47

05/09/19 11:07


ELTON DONATO, LUIZ CABERNITE, YUJI OIWA E REINALDO PISCOPO

FERNANDO NEVES, ROBERTO DHELOMME, CLAUDIO DEL GUERRA E FABIO PARENTE

em dezembro de 2002, com o objetivo de oferecer um espaço mais adequado, com equipamentos modernos, para o tratamento das crianças e adolescentes até então atendidos no Instituto da Criança, por intermédio do Serviço de Onco-Hematologia. O ITACI é resultado de uma grande mobilização, iniciada em 1999, por meio de uma parceria entre a Fundação Criança, o próprio Instituto da Criança do Hospital das Clínicas, e de inúmeros empresários capitaneados pelo inestimável trabalho e dedicação do Dr. Aluízio Rebello de Araújo e Anna Helena Americano de Araújo. O atendimento no ITACI é gratuito, e graças a sua administração e organização, todos os pacientes são atendidos em no máximo 30 minutos, eliminando as filas de espera para as crianças. Seus pacientes são encaminhados pelo Instituto da Criança do Hospital das Clínicas, pelas unidades do SUS (Sistema Único de Saúde) e casos de crianças cujos pais procuram diretamente o instituto. SOBRE A AGILITY A Agility desenvolve cadeias de suprimentos duradouras e eficientes, que dinamizam empresas e incentivam o comércio, criando acesso a novas oportunidades.

JOSÉ ANTONIO FAVARO, TARCISIO DE ANGELIS, PEDRO VERGANI E ELIAN TRABULSI

48

História A história da Agility acompanha a expansão dos mercados emergentes na economia global. A empresa iniciou a sua atividade como fornecedora de armazenamento local no Kuwait e cresceu, tornando-se a maior empresa de logística do Oriente Médio. Adquiriu mais de 40 marcas de logística em todo o mundo, investindo bilhões na construção de uma rede global com uma forte presença nos mercados emergentes. Atualmente, a Agility é um dos maiores fornecedores de serviços logísticos integrados com mais de 20 mil funcionários e operações em 100 países.

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 48

05/09/19 11:07


IAN PACEY, PEDRO FIUZA, JOSÉ GERALDO VILLAS BOAS E JOÃO PAULO SILVEIRA

FERNANDO LOMONACO, PAULO RONALDO SOUZA, EDUARDO BENEGAS E WAGNER DE ANGELIS

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 49

49

05/09/19 11:07


LUCIANO LEO JUNIOR

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

LUIGI VALENTINO, ROBERTO ZANCANER, ADINHO CARVALHO E ALFREDO BREDA

Agility Global Integrated Logistics A Agility Global Integrated Logistics (GIL) fornece soluções de cadeia de suprimentos que atendem as necessidades tradicionais e complexas dos clientes. A GIL oferece serviços de expedição aérea, marítima e rodoviária, armazenamento, distribuição e serviços especializados em logística de projetos, logística química, feiras e eventos. É reconhecida pela rede global e pela posição de liderança nos mercados emergentes, pela disponibilidade para apresentar soluções personalizadas aos clientes, pela cultura empresarial que a levou a investir e crescer em áreas nas quais outros veem apenas risco e pelo profundo empenho no serviço personalizado prestado aos clientes e comunidades.

50

LUIZ E REINALDO COMEMORAM

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 50

05/09/19 11:07


final-anuncio-lig.pdf

1

06/06/19

20:45

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 51

51

05/09/19 11:08


GOLF TIPS

Kevin Bulman, PGA

“SPLASH” PARA FORA DO BUNKER

O

que você faz quando precisa acertar uma tacada alta que caia suavemente?

Pense melhor, não maior... Para fazer isso, você deve certificar-se de que a face do taco esteja corretamente aberta. É importante não se preocupar com o fato de a face do taco estar tão aberta. Coloque-a bem para a direita, como se você fosse equilibrar uma garrafa de água no taco, e só então posicione-se para a tacada. Um erro comum é deixar o taco muito “square” (como nas tacadas da grama). Isso faz com que o taco cave muita areia e não resulte em um tiro com a altura necessária para atingir suavemente o gramado do green. A face aberta ajuda o taco a atravessar a areia e fornece o loft extra para fazer com que a bola voe mais alto no ar. Entender esse conceito é importante, então você pode permitir que o taco trabalhe em seu benefício. Eu vejo muitas vezes que jogadores amadores tentam ajudar a bola no ar, o que na maioria das vezes produz um tiro desastroso. Aponte um pouco para a esquerda (se você for destro) e verifique se suas mãos estão um pouco abaixo do normal. Tudo o que resta, depois de um bom “set-up”, é garantir que você execute o “down swing” atingindo a bola com um swing completo.

52

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 52

05/09/19 11:09


www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 53

53

05/09/19 11:09


PERSPECTIVA ARTÍSTICA DA PORTARIA

O D N A E X T O D E A LT O P A D R Ã O C O M C O M P L E X O D E L A Z E R E X C L U S I V O .

186,

V I S I T E O A P A R TA M E N T O D E C O R A D O :

A V. D U Q U E S A D E G O I Á S , 8 2 5 54

D I G I T E O N LY C I DA D E JA R D I M N O S E U

www.fazendadagrama.com.br

E X T O V I S T A E M P R E E N D I M E N T O S I M O B I L I Á R I O S LT D A . | A V. E L I S E U D E A L M E I D A , 1 4 1 5 - B U T A N T Ã - S Ã O P A U L O - S P. V E N D A S : E X T O C O N S U LT O R I A E V E N D A S LT D A . | C R E C I

12.22_anuncio_fazenda_da_grama_46,5x29,5cm_only_v02_190827_final.indd 1 GRAMA_ED62.indd 54

05/09/19 11:10


QUALIDADE INCOMPARÁVEL EXTO, A 2 MINUTOS DO SHOPPING CIDADE JARDIM E EM FRENTE AO MAIOR C A R TÃ O P O S TA L D A C I D A D E .

186, 211 , 2 3 3 E 252 M NO SEU WAZE

4710.3800 O N LYC I D A D E J A R D I M . C O M . B R

www.fazendadagrama.com.br

55

N D A S LT D A . | C R E C I 2 9 5 4 4 J . M E M O R I A L D E I N C O R P O R A Ç Ã O R E G I S T R A D O S O B O N º R . 3 D A M AT R Í C U L A N º 2 5 6 . 9 7 4 N O 1 5 º O F I C I A L D E R E G I S T R O D E I M Ó V E I S D A C A P I TA L .

GRAMA_ED62.indd 55

27/08/19 17:08 05/09/19 11:10


POR DENTRO DO CAMPO

GREENS NOVOS

Acima operação de remoção do gramado original. Ao lado aeração da subbase, carregamento e espalhamento de areia, fertilização e mudas da nova variedade

Por Sylvio Telles Siqueira, Engenheiro Agrônomo e Gerente de Golfe & Áreas Verdes da Fazenda da Grama

56

D

entro do processo de melhoria contínua, buscando excelência em qualidade, o projeto de reforma dos greens tomou forma e virou realidade. A implantação de uma variedade de grama superior, a TifEagle, proporcionará uma superfície de rolagem ainda melhor ao Campo de Golfe. Mal se pode imaginar os desafios de um projeto como esse. Desafios como a elaboração de cronograma exequível e adaptado à menor janela possível, considerando a continuidade da operação no local; a manutenção do relevo original criado pelo arquiteto do campo, tão elogiado pelos golfistas; a seleção de areia, atendendo rigorosamente aos padrões da USGA; a logística de transporte de materiais, considerando o menor impacto possível ao Campo de Golfe; e intenso controle de qualidade focado nos detalhes para o resultado requerido. O planejamento foi elaborado em 2018, com a implantação de um green “piloto”, o novo Chipping Green, que nos serviu como amostra para o projeto maior. O escopo foi definido com a elaboração do cronograma, considerando o plantio nos meses de quebra de dormência da grama devido à elevação da temperatura e da umidade, além do aumento da duração dos dias. A seleção e definição de materiais a serem utilizados com ajuda de análises laboratoriais, a elaboração de orçamento e aprovação também fizeram parte do escopo inicial. Superada a fase de planejamento, os trabalhos foram iniciados em agosto deste ano e estão a pleno vapor. As operações ocorrem de forma sequencial e paralela, ou seja, no mesmo momento que em que estamos finalizando o plantio no green do Buraco 1, estamos também iniciando a aplicação de herbicida no green do 13. Confira a seguir as operações envolvidas:

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 56

05/09/19 11:10


Levantamento topográfico de toda a superfície do green original. • Aplicações subsequentes de herbicida para eliminação da variedade antiga, evitando contaminação ou rebrote. • Remoção da grama morta. • Limpeza da base do green removendo a camada de matéria orgânica acumulada. • Limpeza das linhas de drenagem. • Nivelamento de aspersores do entorno do green. • Descompactação da sub-base. • Aplicação de produto de controle biológico de nematoides na sub-base. • Estaqueamento do green com cotas originais. • Aplicação de areia padrão USGA. • Fertilização e correção da nova base criada. • Shape com profissional especializado retomando o formato no novo relevo. • Plantio com “sprigs”, que são mudas ou ramas da Grama TifEagle. Superada a fase de implantação, os greens entram em uma fase de “grow in”, na qual aceleramos o fechamento com cortes, adubações e coberturas frequentes, até que esteja totalmente fechado. Os primeiros greens plantados deverão estar fechados em meados de novembro e jogáveis em dezembro. Os últimos greens deverão estar jogáveis em meados de janeiro. Devido ao pouco volume de raízes, espera-se greens mais duros nos meses iniciais, mas essa situação tende a amenizarse com o tempo. Muito em breve teremos novas superfícies de alto padrão prontas para nossos associados e seus convidados.

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 57

57

05/09/19 11:10


SAÚDE

“A MEDICINA É ARTE” Por Rosane Aubin

FREEPIK.COM

O cirurgião vascular Fábio Sotelo alia o conhecimento das técnicas mais inovadoras a uma visão humanista que privilegia a relação médico-paciente

58

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 58

05/09/19 11:16


C

om mais de 15 anos de experiência, o cirurgião vascular Fábio Sotelo é um entusiasta dos progressos da medicina em seu segmento. “Podemos dizer que os últimos 20 anos foram muito importantes, com a incorporação de tecnologias que permitiram maior precisão em exames de tomografia e ressonância, além de métodos de realidade aumentada e reconstrução 3D dos vasos sanguíneos, favorecendo os tratamentos menos invasivos, com menos dor e incômodo e pronta recuperação dos pacientes, mesmo em doenças graves”, explica. Graduado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), ele é sócio-diretor da Clínica Sotelo e membro do corpo clínico de conceituados hospitais de São Paulo, como Albert Einstein e Sírio-Libanês. Atento aos principais avanços técnicos em sua especialidade, o médico é o vice-diretor do departamento científico da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular na Regional São Paulo, doutor pela Unifesp e professor na Universidade Nove de Julho, atuando na orientação de trabalhos de pesquisa. Também é o responsável pelo programa de residência médica junto ao MEC do Hospital Ipiranga e pelo Estágio da Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular. Com uma visão ampla e lúcida de sua profissão, o médico dedica parte de seu tempo à educação e orientação de pacientes. E, como todo bom profissional, ao mesmo tempo em que publica trabalhos internacionalmente e mantém-se atualizado com as inovações, sabe que a relação médico-paciente é essencial para a efetividade dos tratamentos. “Nosso principal desafio hoje é manter o padrão de atendimento que una ciência e humanização. A medicina é arte e assim deve ser tratada para permitir a individualização terapêutica com base nos protocolos mais atuais sem deixar de levar em conta a experiência do profissional.” A seguir, Sotelo indica cuidados que os golfistas devem tomar e explica como prevenir, tratar e lidar com o coração, esse órgão tão delicado e essencial que chega a ser sinônimo de sentimento em nossa cultura.

Fazenda da Grama - Quais são as suas principais recomendações a quem pratica esportes como o golfe? Fábio Sotelo - O jogo de golfe inclui caminhadas, movimentos amplos, principalmente de membros superiores, e exposição ao clima. Assim, para a prática ser prazerosa e contribuir para a saúde física e mental, deve-se ter em mente a hidratação constante, uso de protetor solar (cremes protetores, bonés, chapéus, camisetas com proteção UV), em países tropicais uso de roupas leves, calçados com palmilhas se necessário, além de alongamento antes e após as atividades. Em torneios no inverno, roupas quentes e a proteção térmica nasal e auricular também são necessários. De maneira geral, como podemos nos prevenir em relação a doenças cardiovasculares?  De fato, as doenças cardiovasculares são divididas em doenças do coração propriamente dito, das artérias (que levam ao infarto ou aneurismas por exemplo), doenças das veias (como varizes e trombose venosa) e doenças dos vasos linfáticos - muito comuns em mulheres ou após viagens prolongadas de avião e que causam edema (inchaço) nos membros superiores e inferiores. Assim,

o médico vascular cuida das artérias, veias e vasos linfáticos. Para prevenir doenças arteriais devemos evitar o estresse do dia a dia, adotar alimentação rica em fibras e com pouca gordura, sem açúcares de rápida absorção, controlar o peso, o colesterol e triglicérides, cessar tabagismo, evitar consumo alcoólico em excesso e praticar atividade aeróbica regularmente, como o golfe. Dessa forma prevenimos infartos, AVCs e gangrenas de membros. Quanto às doenças venosas, a prevenção de trombose (entupimento) das veias se faz com a prática de atividade física e a movimentação regular, além da hidratação, e se necessário o uso de meias elásticas de compressão. Já para a prevenção de varizes de membros inferiores a tonificação da musculatura da panturrilha é muito importante, além do controle de peso e as caminhadas regulares, associadas se possível a uso de meias de compressão elástica. No que se refere ao inchaço causado pelo mau funcionamento de vasos linfáticos, a meia elástica e a drenagem linfática são muito importantes. Pacientes que fazem viagens longas de avião devem tomar algum tipo de cuidado antes de viajar? Viagens de avião sempre requerem cuidado especial por conta do efeito da altitude sobre os gases, mesmo com as cabines pressurizadas, e isto é mais acentuado quando são viagens com mais de seis horas. Assim, hidratar-se, evitar o consumo de álcool, movimentar de forma contínua pernas e pés, além de algumas caminhadas na aeronave, podem evitar tromboses nas veias. Se possível, associar o uso de meia elástica, conforme orientação médica. Em alguns casos, por conta de outros riscos e doenças, o médico pode receitar medicação específica. Na sua experiência clínica, quais são as doenças de maior incidência atualmente? No que devemos prestar atenção para evitar que as enfermidades evoluam sem tratamento?  Atualmente, na área vascular podemos dizer que o sedentarismo, o estresse constante, falta de atividade física e má alimentação favorecem a incidência de infarto, acidente vascular cerebral (AVC), e até lesões em membros levando à gangrena. Sintomas como dor no peito, palpitações, falta de ar, perda de consciência ou de visão, além da memória e feridas de difícil cicatrização são comuns nessas doenças das artérias. Ainda de alta incidência temos também as varizes de membros inferiores que ocorrem mais nos indivíduos que ficam muito em pé, mulheres, gestantes, usuárias de anticoncepcionais e ainda pessoas com histórico familiar de varizes em parentes de primeiro grau. Os sintomas que ocorrem são cansaço, edema, presença de vasos na pele calibrosos e com efeito estético deletério, além de manchas escuras na pele e até eczema ou úlcera. Quais são os principais principais avanços em termos de diagnóstico e tratamento na sua área?  Com relação ao diagnóstico em cirurgia vascular, podemos dizer que os últimos 20 anos foram muito importantes, com a incorporação de tecnologias que permitiram maior precisão em exames de tomografia e ressonância, além de métodos de realidade aumentada e reconstrução 3D dos vasos sanguíneos, favorecendo os tratamentos menos invasivos, com menos dor e incômodo e pronta recuperação dos pacientes, mesmo em doenças graves.

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 59

59

05/09/19 11:16


Uma das suas especialidades é a cirurgia endovascular. Poderia nos contar como são os tratamentos de última geração? O Brasil está em linha com os principais centros de saúde do mundo? Os principais avanços hoje são a evolução dos tratamentos ditos minimamente invasivos que praticamos de rotina. Eles incluem desde correções de aneurismas e obstruções das artérias por meio de punção no vaso com o uso de molas e “stents”, evitando-se grandes cirurgias de alto risco, até o uso de dispositivos que controlam hemorragias graves. Nas varizes, temos o tratamento com laser, radiofrequência e espuma densa. O Brasil está em linha com os principais centros do mundo, gerando também tecnologia e pesquisa nessas áreas. Grandes centros hospitalares privados em todo o Brasil, grande parte em São Paulo, e até o SUS já incorporaram essa tecnologia. Quais as vantagens do uso do laser no tratamento de varizes? A rápida recuperação e retorno às atividades profissionais, além de menos dor e hematoma no pós-operatório recente. As pesquisas do uso de células tronco em medicina regenerativa são uma das principais conquistas da atualidade, mas muitas vezes ainda não foram suficientemente testadas e aprovadas. Quais são as perspectivas e as conquistas no seu campo de atuação? As células tronco e os fatores de crescimento celular, além das perspectivas de terapia gênica, hoje são a grande esperança em doenças arteriais avançadas e podem representar o salvamento de membros e órgãos. Ainda, podem ser de futura grande valia em pacientes com malformações arteriovenosas, doenças muitas vezes deformantes e que causam limitação de vida importante nos portadores. Além de atuar na clínica Sotelo, o senhor faz parte do corpo clínico de hospitais como o Albert Einstein e o Sírio Libanês. No Hospital Ipiranga, trabalha na formação dos residentes, além de dar aulas na Universidade Nove de Julho. Qual o principal desafio e a maior conquista do ensino da medicina atualmente, na sua opinião? O principal desafio hoje é manter o padrão de atendimento que una ciência e humanização. A medicina é arte e assim deve ser tratada para permitir a individualização terapêutica com base nos protocolos mais atuais sem deixar de levar em conta e experiência do profissional. Com a expansão do ensino médico, a conquista é que cada vez mais a população, principalmente em locais carentes e longínquos, pode contar com médicos para sua orientação na prevenção de doenças e tratamentos mais precoces. O que destacaria de mais importante na sua formação?  O papel do meu pai, médico de homens e almas, na formação da minha visão humanista da medicina. O conhecimento técnico advém com os anos e dedicação. Os períodos que passei no hospital Pitié-Salpêtrière, em Paris, e na Duke, além da minha defesa de tese de doutorado na Unifesp, foram momentos marcantes na minha carreira. O senhor é o vice-diretor da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. Quais são as prioridades da entidade atualmente? A Sociedade visa a proteção ao atendimento da população,

60

certificando e atualizando constantemente seus membros, além de servir como base para consultas técnicas governamentais e privadas quanto à incorporação de novos tratamentos e tecnologia, definindo seus papéis, impacto e custo-efetividade. Também fiscaliza a formação de novos vasculares e estimula a produção científica por meio de encontros, jornadas e congressos, além de orientar a população. O senhor atualmente trabalha em alguma linha de pesquisa? Sim, tenho linha de pesquisa em laser para varizes, além de microcirculação. No momento orquestro pesquisas com alunos de iniciação científica, trabalhos de conclusão de curso de residentes e alunos de mestrado. A cirurgia vascular costuma assustar pacientes e familiares. Quais são os principais argumentos para tranquilizar as pessoas nesses casos? De fato. Qualquer cirurgia assusta, ainda mais em um sistema tão nobre, mas a experiência do cirurgião e o acolhimento - relação médico-paciente - permitem ao paciente percorrer tal caminho de forma menos traumática. Gostaria de citar momentos que tenham marcado a sua trajetória como médico? Um momento especial foi o tratamento de uma paciente com aneurisma de aorta que, pelo risco de ruptura, nunca havia podido segurar sua neta no colo. Esse era seu maior sonho. Após a cirurgia e com o sucesso do tratamento ela pôde realizar seu grande desejo. Foi um momento mágico em que você percebe que o seu toque mudou o destino daquelas pessoas. Qual o seu sonho profissional ainda não realizado? Ampliar o acesso a tratamentos de saúde vascular na população de forma igualitária e universal, independente do centro de atendimento ou localidade.

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 60

05/09/19 11:16


NOVO ANUNCIO DE EVENTOS

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62.indd 61

61

05/09/19 11:17


FIELD DAY

1

DISPUTA E PREMIAÇÃO

O Field Day Fazenda da Grama, realizado no dia 15 de junho, premiou os vencedores dos torneios internos realizados em 2019. A última Taça Mensal do ano foi disputada no mesmo dia. Na categoria A, Luciano Leo Jr. foi o campeão, com Tasso Pereira em segundo lugar. Na categoria B, o campeão foi Rafael Donato, seguido por Ricardo Pavan na segunda posição. O Near Pin no buraco 2 foi de Tasso Pereira.  Os campeões do Ranking 2019 foram Marina Leo e Tasso Pereira. A cerimônia de premiação foi comandada pelo capitão Gilberto Pereira, o Piti, que aproveitou a oportunidade e informou sobre o cronograma de reforma de greens para o segundo semestre, e anunciou várias ações com o objetivo de aprimorar mais ainda o campo. Parabéns aos premiados!

62

2

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 62

05/09/19 12:08


3

4

1. 2. 3. 4. 5.

Marina Leo Mario Lima Ricardo Zavanella Ricardo Pavan Rogério Picanço

5 www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 63

63

05/09/19 12:08


1

2

3 1. Hiroe Wakabayashi, Angela Rappa e Andrea Adati 2. Alexandre Martins, Roberto Rappa, Tasso Pereira e Gilberto Pereira 3. Rogério Picanço, Reinaldo Piscopo, Claudio Raupp e Jorge Adati 4. Alexandre Morete, Rafael Donato, Hermes Morete Fº e Elton Donato

64

4

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 64

05/09/19 12:09


6 8

5

7

5. Angela Rappa, Elian Trabulsi, Marco Antonio, Luciano Leo JR e Gilberto Pereira 6. Carlos Ernanny, Paulo Ronaldo e Alexandre Martins 7. Sergio Del Porto, Massafumi Wakabayashi, Alexandre Martins e Gilberto Pereira 8. Jorge Adati, Thiago Bonini, Alfredo Breda e Gilberto Pereira

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 65

65

05/09/19 12:09


1

2

3

1. Gilberto Pereira, Rodrigo Weigand, Ricardo Zavanella, Massami Uyeda, Massami Uyeda Jr e JosĂŠ Diaz 2. Carlos Ernanny, Paulo Ronaldo, Alexandre Martins e Gilberto Pereira 3. Elton Donato, Rafael Donato, Ricardo Pavan e Luciano Leo 4. Hiroe Wakabayashi, Claudia Rappa, Ricardo Pavan, Andrea Adati e Silvia Nishi

66

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 66

05/09/19 12:09


4

FINAIS DO M. PLAY DUPLAS 2019

TACADAS CERTEIRAS

Em uma final muito acirrada, com direito a pancadas de chuva em parte do jogo, o casal Marina e Luciano Leo Jr. sagrou-se campeão do Match Play Duplas 2019. A final foi disputada contra Roberto Zancaner e Elian Trabulsi, no dia 2 de junho. A partida intensa e repleta de boas jogadas só foi definida no play off, após cinco buracos extras. Parabéns pelo título, Marina Raymundo Leo e Luciano Leo!

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 67

67

05/09/19 12:09


FINAIS DO M. PLAY INDIVIDUAL 2019

MULHERES NO PÓDIO

As finais do Match Play foram disputadas juntamente com o Field Day, em 15 de junho. Marina Leo e Fernando Lomonaco disputaram na categoria A; na B, a competição reuniu Yara Pavan e Ricardo Zavanella. Marina Leo e Yara Pavan sagraram-se campeãs.

1 3

2 68

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 68

05/09/19 12:09


4

1. Ricardo Zavanella, Yara Pavan, Marina Leo e Fernando Lomonaco 2. Fernando Lomonaco 3. Ricardo Zavanella 4. Marina Leo 5. Ricardo Zavanella

5

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 69

69

05/09/19 12:09


6

4

5 6

7 70

8 www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 70

05/09/19 12:09


6. Ricardo Zavanella 7. Fernando Lomonaco 8. Yara Pavan 9. Fernando Lomonaco 10. Yara Pavan 11. Fernando Kireeff,Yara Pavan, Ricardo Zavanella e Fernando Lomonaco

9

10

11 www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 71

71

05/09/19 12:10


ARRAIÁ DA GRAMA

QUERMESSE ANIMADA

O Arraiá da Grama, festejado no dia 22 de junho, mais uma vez foi um sucesso. Mais de 250 pessoas participaram da festa e se divertiram ao som de clássicos da música caipira, participaram de variadas brincadeiras e deliciaram-se com as comidas típicas.

72

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 72

05/09/19 12:10


1

2

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 73

73

05/09/19 12:10


74

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 74

05/09/19 12:10

AF_Anun GRAMA_


“A melhor épocA pArA plAntAr umA árvore foi há 20 Anos. A segundA melhor é AgorA.” Provérbio chinês

V I V E I R O A S EE PLA V MIU DV I N TA RS O

Mudas ornamentais e frutíferas. Arbustivas e arbóreas.

Mudas ornamentais e frutíferas. Arbustivas e arbóreas. Visitas agendadas: T (19) 99806.7849 com Rubens. www.fazendadagrama.com.br Visitas agendadas: T (19) 99746-2341 com Jonas.

AF_Anuncio_Viveiro_Jaguari.indd 1 GRAMA_ED55_eventos_v1.indd 69 GRAMA_ED62_eventos.indd 75

76 59

24/02/17 13:35 24/11/17 10:14 05/09/19 12:10


BELA PARTIDA ANTES DA REFORMA

GREENSPEDIDA 2019

Em um dia muito agradável, nossos associados compareceram ao torneio que marcou a despedida dos greens, que desde o dia 5 de agosto passam por uma reforma. Ao todo 59 jogadores participaram do greenspedida no formato stableford, que foi um sucesso. Com os greens chegando a 13 pés no stimpmeter, nossos associados fizeram bonito e jogaram muito bem, nesse que marca o último torneio de 2019.

1. Silvia Nishi, Massami Uyeda Jr e Ana Nishi Uyeda 2. Giuliano De Marchi, Giampaolo Michelucci, Waldemir Pettená e Claudio Raupp 3. Mariana Ogawa, Hiroe Wakabayashi e Dayane Dezan

1

2 76

O campeão da categoria A foi Roberto Zancaner, com 39 pontos. O vice-campeão foi José Geraldo Villas Boas Filho, com 38 pontos. Na categoria B, Luiz Fernando Sardinha venceu marcando 37 pontos. O vice-campeão, Murilo Fowler Azevedo, também chegou ao final com 37 pontos. O Near Pin no buraco 2 foi de Roberto Zancaner, enquanto no 11 quem conquistou a vitória nesse quesito foi Rogério Picanço.

3

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 76

05/09/19 12:10


4

5

6

7

8

4. Antonio Gantus, Tuca Gantus, Beto Dias e Luiz Fernando Sardinha 5. Fernando Kireeff, Fernando Kireeff Fยบ, Paulo Costa e Hermes Motere Fยบ 6. Mauro Motoki, Thiago Marques, Mauricio Azevedo e Rodrigo Weigand 7. Tasso Pereira, Paulo Ronaldo, Luciano Leo Jr e Gilberto Pereira 8. Ana Nishi Uyeda, Massami Uyeda Jr e Silvia Nishi

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 77

77

05/09/19 12:10


1. Gilberto Pereira, Beto Dias e Luiz Fernando Sardinha 2. Gilberto Pereira, Roberto Zancaner e Beto Dias 3. Gilberto Pereira, Beto Dias e José Geraldo Fº 4. Gilberto Pereira, Beto Dias e Murilo Azevedo 5. Rogério Picanço, Gilberto Pereira e Beto Dias

1

2 78

3

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 78

05/09/19 12:10


4

5 www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 79

79

05/09/19 12:10


HOLE IN ONE

1. Antonio Haddad, Ângelo Ferrari, Massami Uyeda e Luciano Leo 2. Ângelo Ferrari

1

GRANDE CONQUISTA DE ANGELO FERRARI

Angelo Ferrari foi o grande felizardo que acertou o ace no buraco 8, com um lindo Rolex como prêmio oferecido pela Lerosa Investimentos e Montecristo Joalheria. Angelo estava acompanhado por outros três associados, Antônio Haddad, Massami Uyeda e Luciano Leo, que tiveram a felicidade de acompanhar ao vivo a tacada de 148 jardas para a bandeira, usando um Hybrido 19. A bandeira estava em posição difícil na parte do green protegida por bancas e água (lago), mas Angelo teve a alegria de ver sua bola pingar no meio do green e descer rolando para encontrar o buraco. Após o feito, como tradição, ele recebeu os amigos no bar do Club House para brindar o ace, entre eles o próprio João Lerosa, idealizador e patrocinador da ação. A entrega do lindo relógio Rolex foi realizada no dia 29 de junho, no Club House.

2 80

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 80

05/09/19 12:11


20 20 **Vagas Limitadas

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 81

81

05/09/19 12:11


GRAMA NO MUNDO

EXPERIÊNCIAS DE UM GOLFISTA Por Cássio Giometti

T

ive a felicidade de começar a jogar golf em 2017, quando fui apresentado a este esporte maravilho e desafiador pelo meu compadre e amigo Murilo Azevedo. Entrei para a família da Fazenda da Grama na mesma época e confesso que logo me vi extremamente envolvido pelo o esporte. Eu vinha de um longo período de excesso de trabalho que resultou em uma longa sequência de anos de sedentarismo. No golf não somente encontrei um novo hobby e conheci novos amigos, mas, ainda mais importante, encontrei uma atividade que me permitiu ter mais tempo para mim em ambientes deslumbrantes. Campos de golf normalmente são situados em lugares com belas paisagens. Andar pelos campos mundo afora se tornou uma real terapia. Viajo a trabalho com bastante frequência e não demorou para que eu começasse a conciliar o trabalho com experiências em diversos campos pelo mundo. Minha primeira experiência em um campo internacional aconteceu em São Francisco, no TPC Harding Park. Foi a primeira vez que eu joguei golf nos Estados Unidos e o que me chamou mais atenção inicialmente foi a diferença no número de jogadores e a concorrência por

82

tee times. Enquanto na Fazenda da Grama temos um campo exclusivo com menor número de jogadores, Harding Park é um campo aberto ao público. A cada 10 minutos saem quatro jogadores que, muitas vezes, estão em diferentes níveis, e o “pace of play” é bem controlado. Foi a primeira vez que tive a oportunidade de jogar com outros jogadores com handicap bem mais baixo em um campo diferente, e o meu score aquele dia certamente não foi dos melhores, embora o campo não seja um dos mais difíceis. Trata-se de campo relativamente plano, com fairways largos, mas faltou habilidade de minha parte para conseguir atingir um score melhor. Chamou a atenção as árvores bastante antigas e extremante altas, que criavam verdadeiros túneis nos fairways. O solo era bem mais seco e duro, não permitindo que o taco deslizasse com tanta facilidade. No dia seguinte, tive a oportunidade de jogar em outro campo em São Francisco, chamado Presidio Golf Course. Embora fiquem na mesma cidade, a topografia do campo era bem diferente. Trata-se de um campo com subidas fortes, porém com buracos não tão longos quanto os do TPC Harding Park. O ponto alto desse campo é a vista para a Ilha de Alcatraz e o Drive Range, que fica

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 82

05/09/19 12:12


em um vale magnífico. Porém, os greens são extremamente rápidos e relativamente pequenos. Obviamente, o score para um iniciante também não foi nada bom. Nesse dia tive a oportunidade de conhecer dois jogadores muito bons que me ajudaram bastante com a estratégia do campo e depois demos boas risadas no buraco 19. Logo tive a oportunidade de jogar na Colômbia, na Cidade de Cartagena no TPC Karibana. A grama do campo e o clima na Colômbia são bem mais parecidos com o que temos no Brasil, então a adaptação foi mais rápida. O campo do TPC Karibana tem características bem distintas entre o front 9 e o back 9. Os 9 buracos iniciais ficam na parte de dentro do hotel, no meio de uma mata tropical bastante fechada. Já os buracos 10 ao 18 ficam próximos ao mar e estão separados por vários lagos bem extensos. Na parte inicial não havia tanto vento, mas quando iniciamos a segunda volta, embora estivesse bastante calor, tivemos que lidar com vento lateral em grande parte dos buracos. O ruff também era bastante

alto, então, mais do que nunca, era importante manter a bola no fairway. Joguei quase que o campo todo com “um taco a menos” e a estratégia se provou acertada: foi a primeira vez que baixei de 90 gross.  Voltando aos EUA, tive a oportunidade de jogar em um campo em Boston chamado Granite Links. Trata-se de um campo extremamente desafiador, com greens muito rápidos e fairways estreitos. O difícil mesmo foi lidar com o clima: média de 10 graus celsius durante o dia todo. Foi a primeira vez que joguei em um campo durante um dia bem frio e com vento, e sofri bastante com isso. Jogar com duas jaquetas atrapalha bastante e mais uma vez o score não foi tão bom. A vista da cidade, porém, é muito bonita, e o staff bastante acolhedor.  Na sequência tive a oportunidade de jogar em um grande número de campos na Flórida, EUA. Foram duas viagens distintas: Dabornet, em Jacksonville, e Disney com família, em Orlando. Em um total de 20 dias de viagem (divididas em duas

Sawgrass

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 83

83

05/09/19 12:12


Hawk’s Landing

etapas durante os meses de maio e junho, joguei em 16 campos diferentes. Nesta viagem entendi a razão pela qual a Flórida é considerada a Meca do golf mundial. Em uma pesquisa rápida na preparação para as duas viagens, obtive a informação que são aproximadamente 1.250 campos no Estado da Flórida. O ponto alto foi jogar dois dias no TPC Sawgrass em companhia de outros 65 amigos da Fazenda da Grama. Trata-se de um dos campos mais difíceis que eu já joguei, com fairways muito estreitos e greens super rápidos. A emoção de jogar o buraco 17 no TPC Sawgrass foi única. Para os curiosos, acertei o green do 17 no primeiro dia e mandei na água no segundo dia. De uma maneira geral, campos de golf nos EUA são muito organizados e bem cuidados, com uma praticidade muito grande no agendamento de tee times e um atendimento muito profissional.  Se eu fosse recomendar campos em Orlando, recomendaria o Shingle Creek, Falcon’s Fire e os próprios campos da Disney, que são muito bem cuidados. Na sequência, tive a oportunidade de jogar em um campo em Budapeste, Hungria. Depois de ter a facilidade e ótimo serviço

84

nos campos dos EUA, jogar em Budapeste não foi tão prazeroso. Mais uma vez o clima gelado atrapalhou e o atendimento não foi muito bom. Claramente não é um campo acolhedor para turistas, embora a paisagem seja bastante peculiar. A grama do campo era de baixa qualidade e os greens e bancas de areia careciam de atenção. Diferentemente dos demais campos que visitei nos últimos meses, tive dificuldade em me encaixar em um grupo de jogadores. A experiência foi interessante, mas certamente não tão prazeirosa quanto as anteriores. De uma maneira geral, fui muito feliz nas viagens pelos diferentes campos de golf pelo mundo neste último ano e certamente continuarei a buscar mais oportunidades de conhecer outros Países, culturas e campos de golf. Porém, quanto mais viajo, mais me apaixono pelo nosso campo na Fazenda da Grama. Temos um campo único, com um staff diferenciado, uma paisagem belíssima e um clima fantástico. É muito bom viajar, mas estar de volta em casa em nosso lindo campo na Fazenda da Grama depois de alguns dias fora é ainda melhor.

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 84

05/09/19 12:12


JANELA

BELEZA QUE LEMBRA O JAPÃO A cerejeira, um dos símbolos da cultura japonesa e motivo de muitas celebrações no país, também alegra o final de inverno no Brasil. Massami Uyeda registrou com seu olhar atento a bela floração de uma árvore da espécie no condomínio Fazenda da Grama.

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 85

85

05/09/19 12:12


C

CASA GUI MATTOS Fazenda da Grama

86

www.fazendadagrama.com.br

GRAMA_ED62_eventos.indd 86

05/09/19 12:11


Casa Gui Mattos Casa térrea, moderna e ampla. Um sonho que está sendo construído.

675m

Incorporação

2

Home Theater

Terreno com Vista 3256m2

5 ou 6 Suítes

Cozinha Gourmet

Adega

Projeto

11 99657 8685 andre@jaguari.com.br Sugestão de projeto a ser contratado para o lote 2-P-10 do Loteamento Fazenda da Grama Matrícula 120.712 do 1º Ofício de Jundiaí – Imagens meramente ilustrativas

GRAMA_ED62_eventos.indd 87

05/09/19 12:11


GRAMA_ED62_eventos.indd 88

05/09/19 12:11

Profile for Nina Franco

Fazenda da Grama ed 62  

Fazenda da Grama ed 62  

Advertisement