Page 1


2

SÁBADO, 16 DE MARÇO de 2013

Compromisso com a diversificação A 13ª edição da Expoagro Afubra, com o compromisso de promover a diversificação, após a COP5, tem sua importância intensificada pelo compromisso assumido pelos países e pelo próprio Governo Brasileiro de incentivar a diversificação dos fumicultores. As instituições públicas e privadas e empresas que participam da Expoagro Afubra mostram que estamos no caminho certo e atendendo o direcionamento do Governo Brasileiro. Nesta edição, apresentaremos uma programação com muitas atrações em serviços e produtos, programas governamentais pelas diversas áreas do parque. Em destaque o setor de exposição dos animais, a dinâmica de máquinas, setor florestal, agroindústrias, hortaliças, arroz, Espaço Cultural. É importante lembrar também dos Seminários e o Fórum de Diversificação, Fórum Florestal e audiências públicas organizados pelas instituições que, não somente apresentam propostas e programas aos setor agropecuário, mas também debatem as necessidades e dificuldades das mais diversas atividades produtivas, do mercado, de questões sociais e ambiental. Esta edição ainda trará uma novidade: uma programação, no segundo dia da Feira, do Espaço Cultural junto com as agroindústrias familiares, onde será oferecido ao público das cidades, um café colonial e uma Noite Cultural, com apresentações artísticas com o tema desta edição que é a etnia alemã na formação da cultura gaúcha. Neste dia será ampliado o horário do parque até às 22 horas. Desta forma, queremos mostrar o valor e a importância que o meio rural proporciona ao meio urbano, onde os agricultores, na busca de sobrevivência, produzem o alimento necessário todos os dias para as cidades cada dia mais populosas. As políticas públicas específicas para a agricultura familiar e programas governamentais, somado as ações de promoção técnica em eventos como as feiras agropecuárias, vislumbram um grande cenário para nossa região, em especial para a fumicultura nos próximos anos, o que representa o desafio de parte das instituições rurais de se organizarem para que os agricultores familiares sejam beneficiados o máximo possível. Para finalizar, quero destacar a união entre as entidades rurais que trabalham com os mesmos produtores e com os mesmos objetivos de defender e promover sócioeconomicamente os produtores familiares. Desta forma, agradecer aos patrocinadores, expositores e instituições e, em especial, aos agricultores que, anualmente, conferem a programação que é feita para eles. Marco Antonio Dornelles Coordenador Geral da Expoagro Afubra

Intensa programação marcará a Expoagro Afubra 2013 Diversificação de culturas, alternativas de produção, permanência do jovem no campo, novos equipamentos, tecnologias e serviços: tudo isso e muito mais o visitante encontrará na 13ª edição da Expoagro Afubra, nos dias 21, 21 e 22 de março de 2013, no Parque de Exposições da feira, situado em Rincão Del Rey, distrito de Rio Pardo, Para o coordenador da Expoagro Afubra, engenheiro agrônomo Marco Antonio Dornelles, é necessário uma união de forças para a valorização do homem do campo, garantindo para ele e sua família, uma vida digna e a permanência deles no meio rural. “E a Expoagro Afubra procura fazer isso. Com a contribuição de diversas entidades ligadas ao setor rural, programamos três dias de atividades que auxiliem o agricultor familiar na sua luta diária de trazer rentabilidade para a sua propriedade”, destaca Dornelles. O lançamento da festa, no fim de fevereiro, deu uma prévia sobre o espírito do evento. O ato teve a presença de autoridades civis e militares, dirigentes de entidades, sindicatos e cooperativas, representantes de empresas e membros da imprensa. Uma palestra proferida pelo secretário estadual da

Solenidade de lançamento contou com a presença de autoridades do Estado

Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa), Luiz Fernando Mainardi, marcou a solenidade. Sob o tema Permanência do Jovem no Campo: Futuro do Agronegócio, o secretário exaltou a feira como uma das iniciativas de manter os jovens no campo. “O poder público, em conjunto com instituições e entidades, deve continuar discutindo e oferecendo mecanismos que proporcionem condições para que a juventude opte pelo campo.” O vice-governador Beto Grill frisou ser um homem otimista. Ele lembrou que, nas duas edições anteriores, o setor primário gaúcho enfrentava dificuldades, diferente do atual momento. Como forma de atuação e contribuição do Estado, destacou a ampliação e melhorias da estrutura pública

na área de infraestrutura e o desenvolvimento permanente de tecnologias que amenizem fatores adversos e que ocasionam prejuízos ao setor, como períodos de estiagem ou de excesso de chuvas.

MINISTROS No lançamento, ainda foram confirmadas as presenças dos ministros Mendes Ribeiro Filho, da Agricultura, e Marco Antonio Raupp, da Ciência e Tecnologia. A 13ª edição da Expoagro Afubra tem como patrocinadores as empresas Husqvarna, Nortox, Trapp, Biogene e Massey Ferguson e as instituições bancárias Sicredi, Banco do Brasil e Banrisul. Com acesso gratuito, o parque estará aberto das 8 às 18 horas, com exceção de sexta, até as 22 horas.

EXPEDIENTE Informe Comercial Caderno Expoagro Afubra 2013 Este caderno circula encartado em Zero Hora na tiragem regional dos Vales do Rio Pardo e Taquari, Santa Maria e Centro POA. Editor Colaborador: Jansle Appel Junior - MTb 15.066 Textos e fotos: Assessoria de Comunicação Afubra Diagramador Colaborador: Douglas Rafael da Silva - Nakao Para anunciar ou sugestões, ligue: Comercial Santa Cruz do Sul. Fone: 51 3715.7345


SÁBADO, 16 DE MARÇO de 2013

Serviço 13ª EXPOAGRO • Quando: 20, 21 e 22 de março de 2013 • Onde: Parque da Expoagro Afubra – BR 471, km 143, Rincão del Rey, Rio Pardo/RS • Horário: 8 às 18 horas, com entrada franca

(no dia 21, das 8h às 19h, a visitação do Parque da Expoagro, e até às 22h, a visitação ao pavilhão das agroindústrias e o Café Colonial) • Ônibus grátis: de hora em hora, a partir das 8h, ida e volta, da matriz da Afubra até o Parque da Expoagro. De Rio Pardo, dois horários de manhã e dois

3

à tarde, com saída em frente ao escritório da Emater. • Expositores: mais de 300, entre empresas, instituições e entidades. • Alimentação: três restaurantes com buffet e quatro lancherias • Estacionamento: para 6 mil veículos


4

SÁBADO, 16 DE MARÇO de 2013

Feira estará aberta na noite da sexta-feira Após anos de pedidos para que a Expoagro Afubra estivesse aberta à noite ou então num fim de semana, a edição 2013 atenderá às solicitações. A 13ª Expoagro Afubra estará aberta até às 22h no segundo dia da feira, 21 de março. Agroindústrias familiares venderão seus produtos, será servido um café colonial e, dentro do Espaço Cultural, uma noitada artística receberá os visitantes. Segundo o engenheiro agrônomo Marco Antonio Dornelles, coordenador geral da Expoagro Afubra, os pedidos de um horário estendido de visitação são antigos. “Não tem um ano em que as pessoas não pedem para que a feira fique aberta à noite ou então, num sábado ou domingo. Este ano, resolvemos atender os pedidos como uma experiência. Se der certo, para a edição 2014 podemos manter essa programação ou então, planejar uma amplia-

ção maior no horário”, revela. Tradicionalmente o Parque fica aberto das 8 às 18 horas. Durante o primeiro e o terceiro dia da Expoagro Afubra 2013 este horário será mantido. Apenas no dia 21 de março, estará aberto à visitação do público até às 19 horas. Após, a visitação fica restrita ao pavilhão das agroindústrias e ao Espaço Cultural. “Não podemos estender ainda mais o horário de visitação devido a baixa luminosidade, já que não estaremos mais no horário de verão”, explica Dornelles, e destaca que “mesmo sendo apenas uma hora a mais, acreditamos que as pessoas da zona urbana vão conseguir aproveitar e visitar a feira”. O Café Colonial será servido a partir das 16 horas pelas agroindústrias que estarão expondo na Feira. Até às 22 horas as pessoas poderão degustar dos produtos coloniais

Espaço cultural

Novidade para o público nesta edição, noite da sexta-feira terá diversas atrações

no auditório central, onde serão armadas mesas e cadeiras e servidas as delícias como pães, cucas, bolos, schimias, queijos, salames e salamitos, conservas, sucos e outros. “Com certeza será uma atração a mais na Expoagro Afubra 2013 e que irá atrair muitos visitantes, principalmente, da zona urbana”, espera Dornelles. A Noite Cultural inicia às 19h, após estar encerrado o período estendido de visitação ao Parque da Expoagro Afubra. No palco que será armado em

frente à Casa da Administração, à direita do Pórtico de Entrada, quatro grupos irão se apresentar ao público: Grupo de Danças do Centro Cultural 25 de Julho, Grupo Os Colonos e Grupo Orquestra Bagual, de Santa Cruz do Sul, e o Grupo de Danças Universo em Dança, de Butiá. Segundo José Leon Macedo Fernandes, coordenador do Espaço Cultural da Expoagro Afubra 2013, os quatro grupos irão mesclar as tradições alemãs com as gaúchas, dentro do tema do Espaço Cultural 2013.

Na edição 2012 da Expoagro Afubra, o Espaço Cultural abordou as quatro primeiras etnias que formaram o gaúcho. Em 2013, o local focará a etnia alemã e apresentará a música, culinária, dança, poesia, religiosidade, língua e os costumes alemães. “Durante os três dias da Feira haverá apresentações artísticas da etnia alemã e também gaúcha, que sofreram influência alemã”, explica José Leon. Além disso, o Espaço Cultural contará com a IV Mostra Científica Sul-Brasileira Verde é Vida, o espaço da Mutualidade, o Cantinho do Chimarrão e o espaço do Projeto Verde é Vida, além do Seminário de Educação Rural, no dia 22.

IV Mostra Científica Verde é Vida terá 14 trabalhos Pelo quarto ano consecutivo o Projeto Verde é Vida, da Afubra, estará presente na maior feira do Brasil voltada à agricultura familiar. Durante os três dias da Expoagro Afubra 2013, alunos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná apresentarão suas pesquisas na IV Mostra Científica Sul-Brasileira Verde é Vida. Dentro do Espaço Cultural, a IV Mostra Científica Sul-Brasileira Verde é Vida contará com 14 pesquisas. Os trabalhos foram escolhidos durante as Reuniões Pedagógicas Especiais (RPEs) realizadas durante o mês de junho, nas 14 Regiões de Atuação (RAs) do Projeto Verde é Vida. As pesquisas desenvolvidas tem como foco

o desenvolvimento sustentável das localidades onde as escolas parceiras estão inseridas.

Trabalhos: • RA Araranguá: “Agricultura familiar e alimentação escolar: experiências na agricultura familiar no município de Maracajá entre 2001 e 2012”, da escola Encruzo do Barro Vermelho, de Maracajá. • RA São Lourenço do Sul e Canguçu: “Agrotóxico: vilão ou aliado do produtor rural?”, escola Heitor Soares, de Canguçu. • RA Rio Negro e Mafra: “Uso e manejo de solos”, da escola Guilhermina Veiga Ferreira, de Canoinhas. • RA Herval d’Oeste: “Águas das chuvas: movem moinhos,

lavam calçadas, regam hortas e bosques”, da escola Ivo Silveira, de Capinzal. • RA Venâncio Aires: “Alimentação Saudável”, da escola Santo Antônio de Pádua, de Mato Leitão. • RA Camaquã: “Fonte protegida de água”, da escola Padre Constantino, de Dom Feliciano. • RA Imbituva: “Húmus de minhoca: sustentabilidade e preservação do meio ambiente”, da escola de Mato Branco de Baixo, de Imbituva. • RA Cachoeira do Sul: “Doenças e pragas na cultura do morango da escola Alberto Pasqualine, de Agudo. • RA Sobradinho e Arroio do Tigre: “Biodigestor”, da escola José Rech, de Passa Sete.

Trabalhos selecionados de 14 escolas serão apresentados na Mostra Científica

• RA Santa Cruz do Sul: “Chá de Macela ou Marcela do Campo da escola José de Anchieta, de Passo do Sobrado. • RA Irati: “Adotando e preservando as nascentes”, escola Urquiz Cordeiro, de Rio Azul. • RA Rio do Sul e Ituporanga: “Consciência e preservação

através do reflorestamento com eucalipto”, do Centro de Educação Curt Hamm, de Ituporanga. • RA São Miguel d’Oeste: “Mini Milho”, da escola Serafim Bertaso, de São José do Cedro. • RA Tubarão e Braço do Norte: “Água, fonte de vida”, escola Maria Corrêa, de Tubarão.


SÁBADO, 16 DE MARÇO de 2013

5

Além da demonstração de máquinas e implementos, produtores terão a oportunidade de conhecer durante a Expoagro Afubra equipamentos que prometem auxiliar as atividades no dia a dia do campo

Equipamentos para facilitar o trabalho dos pequenos produtores O tradicional espaço da Dinâmica de Máquinas terá, na 13ª edição da Expoagro Afubra, muitas novidades e novas atrações. Além da demonstração de máquinas e equipamentos, coordenada pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), a Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) trará ao parque seus inventos; máquinas e equipamentos que prometem ajudar e facilitar a rotina do pequeno

produtor rural. Segundo o professor Roberto Lilles Tavares Machado, do Núcleo de Inovação em Máquinas e Equipamentos Agrícolas (NIMEq) da UFPel, todos os equipamentos são focados para a pequena propriedade rural. As propostas e projetos são resultados de pesquisas desenvolvidas por professores e alunos vinculados ao programa de pós-graduação em Sistemas

de Produção Agrícola Familiar, do Departamento de Engenharia Rural da FAEM-UFPel, via mestrado e doutorado, e também através de financiamentos específicos obtidos pelos professores junto ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Todos os projetos são desenvolvidos, experimentados e melhorados na Universidade. Após ser encaminhada a

patente dos equipamentos, o próximo passo é a transferência da tecnologia para empresas interessadas em produzi-los de maneira comercial. “Temos um setor específico dentro da Universidade que cuida desta transferência. Tudo é realizado de forma correta, dentro das leis”, explica o professor. Além destes novos equipamentos, a equipe do NIMEq irá abordar a questão da segu-

rança na utilização de máquinas agrícolas, a utilização da “Régua de Cálculo para Calibragem de Pulverizadores Agrícolas”. Por meio de palestras e demonstrações, eles darão enfoque à importância do produtor rural para evitar acidentes durante o seu trabalho. “É fundamental o agricultor conhecer o seu equipamento e o que pode ou não fazer com ele”, enfatiza Roberto Lilles.

Resultado da coleta de óleo em 2012 será divulgado no evento Durante a Expoagro Afubra 2013 as escolas e entidades parceiras do Programa de Coleta de Óleo Saturado, da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), receberão o seu bônus referente aos trabalhos realizados em 2012. No primeiro dia da Feira, 20 de março, às 13h30min, no Auditório Central

do Parque da Expoagro Afubra, as escolas parceiras da matriz e das filiais da Afubra do Rio Grande do Sul serão premiadas com os cheques bônus que dão direito a troca por mercadorias nas lojas da Agro-Comercial Afubra. Em Santa Catarina e no Paraná as entregas serão feitas segundo agenda ain-

da a ser confirmada. Por meio do Programa de Coleta de Óleo Saturado que a Afubra mantém desde 2009, a escola coleta o óleo, faz a primeira filtragem e depois a entrega na filial da Afubra onde está cadastrada. A filial envia o óleo para o Parque da Expoagro Afubra, em

Rio Pardo/RS, onde está instalada a Usina de Bioenergia. Lá, o óleo saturado é transformado em biodiesel, usado em veículos da Afubra. As garrafas pet onde o óleo vem armazenado são doadas para uma usina de reciclagem de Santa Cruz do Sul e a glicerina usada em projetos e pesquisa

que estudam a sua melhor forma de uso. Como forma de incentivo, todo óleo enviado para a Afubra resulta num bônus de R$ 0,50 por litro, que pode ser trocado por mercadorias nas lojas da Agro-Comercial Afubra. Até dezembro de 2011, o Projeto já havia recolhido 120.980,5 litros de óleo saturado.


6

SÁBADO, 16 DE MARÇO de 2013

Torneio Leiteiro, julgamento e leilão na programação do Setor dos Animais Pelo terceiro ano consecutivo, o gado holandês estará na Expoagro Afubra com exposição, julgamento e leilão. O Torneio Leiteiro acontece pela segunda vez. A organização é da Gadolando – Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul. A exposição do gado holandês inicia no primeiro dia da Expoagro Afubra 2013, no dia 20 de março. O Julgamento das fêmeas jovens e adultas está marcado para o segundo dia e o Leilão, para o terceiro e último dia da maior feira do Brasil vol-

tada à agricultura familiar. Mas, os animais já poderão ser adquiridos desde o primeiro dia, não sendo necessário esperar até o Leilão; basta o interessado conversar com o proprietário do animal e acertar o negócio. Todos os animais expostos serão de criadores associados à Gadolando e terão procedência garantida, com genética de qualidade. A procedência e o valor do animal estará afixados no box de cada um. O Julgamento e o Leilão serão conduzidos por especialistas na raça, integrantes de conselhos ofi-

Torneio Leiteiro inicia com ordenha e termina com o tradicional banho de leite no proprietário e na vaca vencedora

ciais de julgamentos e leilões. Já o Torneio Leiteiro, que termina com o tradicional banho de leite nos proprietários da vaca vencedora em produ-

ção, inicia com a ordenha já no dia anterior ao início da Expoagro Afubra 2013. A Exposição Ranqueada Nacional da feira participa do Circuito Exceleite

de Produção, cuja final acontece durante a Expointer. Vence o animal que mais produzir leite durante as cinco ordenhas realizadas.


Dia do Arroz trará palestras sobre a cultura No dia 21 de março, segundo dia da Expoagro Afubra 2013, será realizado o tradicional Dia do Arroz, com programação especial voltada à cultura rizícola. Com atividades oferecidas pelo Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Cooperativa Agroindustrial Rio Pardo (Coparroz) e Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), os visitantes poderão ver as lavouras demonstrativas, tirar dúvidas sobre a cultura e conhecer as novas técnicas. Segundo o assessor de eventos agropecuários da Afubra, Márcio Fernando Almeida, o atendimento aos produtores será feito junto às lavouras demonstrativas, à esquerda do pórtico de entrada, mesmo local dos anos anteriores. Os produtores serão divididos em pequenos grupos para visitar todos os espaços e terem contato direto com os técnicos das três entidades, que permanecerão no local para receberem o público também nos dias 20 e 22 de março. “Para facilitar o deslocamento dos produtores, as entidades ligadas ao setor estarão organizando excursões dos municípios produtores de arroz”, explica. Nas atividades a cargo da Coparroz será abordado o tema “Arroz vermelho e sua influência na produção de sementes de arroz”. Técnicos da cooperativa ministrarão palestras e prestarão esclarecimentos sobre a variedade rizícola considerada uma praga nas lavouras de arroz branco. O Irga estará apresentando um conjunto de novas cultivares de arroz irrigado, que, além de ampliar o potencial de produtividade, trazem outras características de interesse do produtor. Por exemplo, a cultivar Irga

425 tem elevado potencial de produtividade e foi selecionada para o sistema de cultivo em pré-germinado com resistência a acamamento além da enorme vantagem de ter um ciclo de até 30 dias menor que as atuais opções. Já as cultivares Irga 426 e 427 apresentam, além de elevado potencial de produtividade, resistência a doenças, alta qualidade de grão, ótima adaptação à região central do Rio Grande do Sul e ciclo adequado para cultivo convencional. E a Irga 428 é uma cultivar de segunda geração com resistência a herbicidas do grupo das imidazolinonas, ótima ferramenta para auxiliar no controle de arroz vermelho. Outras atrações do Dia do arroz serão as receitas a serem servidas aos visitantes. O Irga vai oferecer para degustação pratos à base de farinha de arroz. E a Coparroz servirá arroz de leite. E no dia seguinte, 22 de março, o Irga irá oferecer aos visitantes a degustação de um carreteiro. SOJA Entre as atividades do Irga, também será apresentada a linhagem de soja desenvolvida em conjunto com a Cooperativa Central Gaúcha Ltda (CCGL). São espécies selecionadas com tolerância superior a encharcamento. A cultivar é ideal para várzeas, aumentando a segurança da rotação de cultivos. Além de ser ótima ferramenta de controle de invasoras, se apresenta como um cultivo rentável e que também uma deixa ótima contribuição ao solo. E a Embrapa vai apresentar suas unidades demonstrativas de soja com cultivares por ciclo (curto-médio-longo). As informações serão transmitidas pelo pesquisador Francisco Vernetti e equipe.


8

SÁBADO, 16 DE MARÇO de 2013

PROGRAMAÇÃO EXPOAGRO AFUBRA 2013 20 DE MARÇO (quarta-feira) 9h – Solenidade de abertura 8h às 18h – SETOR DOS ANIMAIS • Venda de animais (bovino de leite, de corte e ovinos); • Manejo sanitário e boas práticas de ordenha – Emater/RS-Ascar; • Tratamento químico da cana de açúcar e do bagaço – UFRGS; • Elaboração de blocos multinutricionais e suplemento proteico energético – UFRGS; • Raiz e folha de mandioca na elaboração de silagem – UFRGS; • Sistema de irrigação em pastagens e piqueteamento com cerca elétrica – Emater/ RS-Ascar; • Sistema intensivo de produção de ovinos sob pastoreio rotativo com suplementação –Emater/RSAscar; • Áreas demonstrativas de forrageiras para bovinocultura de leite – Emater/RS-Ascar; • Suplementação de ovelhas e cordeiros (creep-feeding) – UFRGS; • Torta de girassol na elaboração de silagem e no balanceamento de rações para ruminantes – UFRGS; • Sistema visual para controlar parasitas em ovinos – UFRGS; • Palestras sobre alimentação de gado leiteiro – UFRGS; • Biodigestor: Produção de biogás a partir dejetos de bovinos - Univates e Raimaq. 13h – Julgamento de admissão dos ovinos 14h – Torneio leiteiro 16h – Anúncio da grande campeã do torneio leiteiro com o tradicional banho de leite PALESTRAS E REUNIÕES: 13h30min: Solenidade de repasse do prêmio financeiro (cheque bônus) às escolas parceiras do Programa de coleta de óleo saturado da Afubra (exercício 2012). Local: Auditório 15h: Reunião da Produção Integrada do Tabaco. Local: Sala de reuniões 15h30min - 5º Fórum de diversificação e

atividades rurais Realização: Afubra, Fetag, Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo do RS; Emater/RS-Ascar; Ministério do Desenvolvimento Agrário; Embrapa, Fepagro; Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio do RS. Local: Auditório Debates: • Análise dos projetos de diversificação para as regiões produtoras de tabaco, implantadas desde a assinatura da Convenção – Quadro. Números de famílias beneficiadas e os resultados alcançados até momento - Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) • Apresentação dos resultados da COP 5 e perspectivas para COP 6 – Afubra • As perspectivas do Vale do Rio Pardo sobre a implantação dos Arranjos Produtivos Locais (APLs) – Uergs/Santa Cruz do Sul

21 DE MARÇO (quinta-feira) 8h às 18h – SETOR DOS ANIMAIS • Venda de animais (bovino de leite, de corte e ovinos); • Manejo sanitário e boas práticas de ordenha – Emater/RS-Ascar; • Tratamento químico da cana de açúcar e do bagaço – UFRGS; • Elaboração de blocos multinutricionais e suplemento proteico energético – UFRGS; • Utilização da raiz e da folha de mandioca na elaboração de silagem – UFRGS; • Sistema de irrigação em pastagens e piqueteamento com cerca elétrica – Emater/ RS-Ascar; • Sistema intensivo de produção de ovinos sob pastoreio rotativo com suplementação-Emater/RS-Ascar; • Áreas demonstrativas de forrageiras para bovinocultura de leite – Emater/RS-Ascar; • Suplementação de ovelhas e cordeiros (creep-feeding) – UFRGS; • Torta de girassol na elaboração de sila-

gem e no balanceamento de rações para ruminantes – UFRGS; •Sistema visual para controle de parasitas em ovinos – UFRGS; • Palestras sobre alimentação de gado leiteiro – UFRGS; • Biodigestor: Produção de biogás a partir dejetos de bovinos - Univates e Raimaq; 10h – Julgamento de classificação da raça holandesa • Animais jovens – campeonato jovem 8h - Dia do arroz: • Arroz vermelho e sua influência na produção de sementes de arroz – Coparroz; • Soja na várzea – Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga); • Conjunto de novas cultivares de arroz irrigado – Irga; • Sistema de transplante de mudas de arroz irrigado – Embrapa; • Usos alternativos de arroz (alimentação animal com silagem) – Embrapa; • Unidades demonstrativas de soja com cultivares de ciclo (curto, médio e longo) – Embrapa. 13h – Julgamento de classificação dos ovinos 16h - Programação especial – “Integração do público urbano com o meio rural” • Café colonial servido pelas agroindústrias. • Noite cultural (Apresentações artísticas, danças alemãs, grupo “Os Colonos”, “Universo em Dança”, grupo “Orquestra Bagual”). PALESTRAS E REUNIÕES 9h - 6º Seminário regional de turismo rural Realização: Aturvarp, Emater/RS-Ascar e Afubra. Local: Auditório. • Turismo de base comunitária: “O caso dos caminhos rurais de Porto Alegre” Aline Moraes Cunha, turismóloga e presidente da Coodestur. 9h - 2º Fórum florestal Estadual - Painel: “Novo Código Florestal Federal e a regularização ambiental das propriedades rurais” - Realização: Seapa, SDR, Defap/ Sema, Emater-RS, Afubra, Fetag. Local: Sala de reuniões.

• Repercussões do novo Código Florestal Federal – Alexandre Scheifler, assessor ambiental da Fetag; • Regularização ambiental das propriedades rurais – Marcos Braga, coordenador estadual dos programas de cadastro e recuperação ambiental do Defap/Sema; • Consórcios agrossilvipastoris com alternativa florestal – Gilmar Deponti, técnico da Emater-RS/Ascar. 11h - Programa Estadual de expansão da agropecuária irrigada – Mais água, mais renda Realização: Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio. Local: Auditório. 13h30min – Reunião do Conselho Regional do Instituto Rio Grandense do Arroz Local: sala de reunião

22 DE MARÇO (sexta-feira): 8h às 18h - SETOR DOS ANIMAIS: • Venda de animais (bovino de leite e corte, e ovinos); •Manejo sanitário e boas práticas de ordenha – Emater/RS-Ascar; • Tratamento químico da cana de açúcar e do bagaço – UFRGS; • Elaboração de blocos multinutricionais e suplemento proteico energético – UFRGS; • Raiz e folha de mandioca na elaboração de silagem – UFRGS; • Sistema de irrigação em pastagens e piqueteamento com cerca elétrica – Emater/ RS-Ascar; • Sistema intensivo de produção de ovinos sob pastoreio rotativo com suplementação –Emater/RS-Ascar; • Áreas demonstrativas de forrageiras para bovinocultura de leite – Emater/RS-Ascar; •Suplementação de ovelhas e cordeiros (creep-feeding) – UFRGS; • Torta de girassol na elaboração de silagem e no balanceamento de rações para ruminantes – UFRGS; • Sistema visual para controle de parasitas em ovinos – UFRGS; • Palestras sobre alimentação de gado leiteiro – UFRGS;

• Biodigestor: Produção de biogás a partir dejetos de bovinos - Univates e Raimaq. 9h – Julgamento de classificação da raça holandesa • Animais adultos – grande campeonato 13h – Leilão da raça holandesa PALESTRAS E REUNIÕES: 9h – Lançamento do livro: “Resgate alimentar do Vale do Caí”- Emater/RS-Ascar - Local: Sala de reuniões 9h30min – Audiência pública da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo, da Assembleia Legislativa do RS. Local: Auditório 14h – Painel: Educação rural - Realização: Gazeta Grupo de Comunicação Local: Auditório • Seminário sobre educação rural - Ministério da Educação; Secretaria de Educação do RS; Fetag, Farsul e Emater/RS-Ascar 8h às 18h - Demais atrações diárias: Dinâmica de máquinas: • Dinâmicas sobre prevenção de acidentes com máquinas agrícolas – Ufpel; • Demonstrações de uso da régua de cálculo para pulverizadores – Ufpel; • Demonstração de uso do inclinômetro para tratores – Ufpel; • Exposição da semeadora de plantio direto, e de milho e feijão, desenvolvidas pelo Núcleo de Inovação em Máquinas e Equipamentos Agrícolas da Ufpel; • Demonstração de colheitadeira, tratores, plantadeiras, cultivadores, pulverizadores, ensiladeiras e implementos de tração animal. Espaço Cultural: • IV Mostra Científica Sul Brasileira Verde é Vida; • Apresentações artísticas; • Institucional Verde é Vida; • Mutualidade da Afubra; • Ervateira; • Mostra Cultural da influência da colonização alemã na formação do RS. Obs.: Esta programação poderá ser alterada, por qualquer eventualidade.


SÁBADO, 16 DE MARÇO de 2013

O município de Candelária se prepara para uma grande festa ao final do mês de março. Trata-se da 3ª Chococande, Feira do Chocolate Caseiro de Candelária, que acontece entre os dias 25 a 30, ao lado da Praça Alberto Blanchardt da Silveira. O evento é promovido pela Secretaria de Assistência Social, Grupos de Trabalhadoras Rurais e Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte. A manufatura dos chocolates fica a cargo da Secretaria da Assistência Social, com o auxilio dos Grupos de Trabalhadoras Rurais, que este ano pretendem comercializar em torno de 900 quilos de chocolates, feitos

com base de marcas consagradas no mercado. Segundo a secretária de Assitência Social, Gabriela Butzge, que também é a primeira-dama do município, além da feira de chocolates Chococande, a partir do dia 15 de março a cidade fica mais colorida e enfeitada com tradicionais adereços confeccionados pelo Gabinete, que serão espalhados pelas ruas e avenidas da cidade. O objetivo é criar o clima especial que atrai visitantes de outras localidades para apreciar não só as delicias do chocolate, mas também o deleite visual que é gerado com extremo cuidado pela equipe de Gabriela.

DIVULGAÇÃO

Chococande vai oferecer delícias de Páscoa em Candelária

Evento é promovido por diversas frentes do município, que pretendem comercializar 900 quilos de chocolate

11


12

SÁBADO, 16 DE MARÇO de 2013

O sol é fonte de energia renovável. O aproveitamento desta energia tanto como fonte de calor quanto de luz é uma das alternativas energéticas mais promissoras para enfrentarmos os desafios do novo milênio. A energia solar é abundante e permanente, renovável a cada dia, não polui e nem prejudica o ecossistema. É a solução ideal para áreas afastadas e ainda não eletrificadas, especialmente num País como o Brasil, onde há bons índices de insolação em qualquer parte do território Alguns equipamentos solares fotovoltaicos úteis para aplicações produtivas já têm alcançado tal maturidade e podem ser aplicados

DIVULGAÇÃO

Energia solar tem usos na agricultura

Painéis de energia solar fotovoltaica podem ser instalados nas propriedades

sem limitações. veja os exemplos: • Sistemas de utilização domiciliar: neste caso, os principais componentes necessários são um conjunto de painéis solares, um controlador de carga, um banco de baterias e um inversor. O in-

versor transforma a energia em corrente contínua. • Sistemas de bombeamento de água com energia solar: uma das vantajosas aplicações para energia solar é o bombeamento de água. Em sistemas

que requerem bombeamento constante ou durante o período diurno, tem se mostrado altamente eficiente. tem aplicações diversas, como abastecimento de água potável para comunidades, na agricultura e agropecuária para irrigação, hidroponia, pulverização e abastecimento de bebedouros, além de aeração em tanques de peixes e crustáceos. Dependendo do uso, são empregadas bombas submersas ou de superfície. • Cercas eletrificadas com energia solar: a criação de bovinos, ovinos e caprinos geralmente é desenvolvida em áreas cercadas. A grande vantagem das cercas elétricas é o custo. Normalmente,

a unidade eletrificada custa entre quatro e cinco vezes menos que qualquer uma convencional. A utilização da energia solar torna o sistema ainda mais econômico. Todas estas aplicações são possíveis com a energia solar fotovoltaica. Na região dos Vales, a Solled Eficiência Energética, de Santa Cruz do Sul, trabalha com projeto e execução de sistemas desse tipo. Dentre as vantagens estão a instalação simplificada; a economia e a durabilidade, com vida útil superior a 25 anos; e a confiabilidade, já que as placas são usadas até mesmo por satélites. O telefone da Solled é (51) 3056.1214.


SÁBADO, 16 DE MARÇO de 2013

13

A prosperidade da noz pecan, com o quilo do produto variando entre R$ 5,00 e R$ 6,00, tem atraído investimentos no melhoramento de mudas e técnicas de implantação de pomares e viveiros, visando a um ganho de produtividade ainda maior. Em Cachoeira do Sul, a Paralelo 30 Sul Agropecuária atua no aperfeiçoamento das tecnologias para o setor. “Já foram implantados 130 hectares de pomar e um viveiro com capacidade de produzir 60 mil mudas/ano, enxertadas de variedades adaptadas ao Sul do Brasil, para atender aos produtores”, explica o engenheiro agrícola Jorge Alberto Porto, coordenador técnico da Paralelo 30. O potencial de rentabilidade da noz pecan vem sendo muito valorizado por produtores da região que buscam alternativas de diversificação. Quando a cultura atinge a estabilidade de produção, é capaz de gerar uma renda média de R$ 18 mil por hectare. Segundo Porto, o cultivo de noz pecan é uma opção de renda segura para os produtores rurais, pois se trata de uma planta perene, que fornece garantia de estabilidade. A pe-

canicultura também se apresenta como um segmento promissor devido às propriedades nutricionais e medicinais das frutas. Em Encruzilhada do Sul, o produtor Genésio Schaffer, natural de Arroio do Tigre e morador de Encruzilhada há 28 anos, investiu na cultura com o objetivo de diversificação. Segundo ele, a região passa por uma transformação com a implantação da fruticultura no município, fator que contribui para a prosperidade e geração de emprego. “Acredito que a nogueira pecan tem um potencial muito grande para a região Sul do País, pois temos áreas disponíveis para o plantio e temos condições favoráveis de clima e solo.” Segundo as empresas compradoras de pecan, existe mercado nacional e asiático para absorver a produção. Schaffer e minha família têm uma propriedade rural onde criam gado de corte, ovinos e produzem boa parte da subsistência familiar. Como funcionário da Ascar/ Emater-RS, sempre junto a seus assistidos, defendeu a diversificação de culturas nas propriedades. Por isto planejou, como alternativa em sua propriedade, a fruticultura.

robispierre

Lucratividade da noz pecan atrai cada vez mais investimentos na região

Produtor Genésio Schaffer, de Encruzilhada do Sul, apostou no cultivo de noz pecan como alternativa de renda e diversificação

“Além de produzirmos suco de uva, vinagre e vinho artesanal, implantamos em 2011 quatro hectares de nogueira pecan como alternativa de renda”, conta. VANTAGENS Entre as frutíferas, vê várias vantagens na nogueira, como, nos primeiros anos, a possibilidade de consórcio com outras culturas. “No primeiro ano, após o plantio das nogueiras, plantamos melancia nas entrelinhas e tivemos um bom resultado. Em 2012, plantamos milho no pomar e estamos

com uma ótima expectativa de colheita, pois com o solo corrigido, adubado e com um índice bom de chuvas, a cultura desenvolveu muito bem.” Para 2013, o produtor planeja implantar mais 6 hectares de nogueira, chegando aos 10 hectares, com a ajuda e motivação do filho mais novo, futuro técnico em Agropecuária. Também projetam implantar, na área total do pomar, grama pensacola na primavera e azevém no inverno. “Com isso, conseguiremos uma boa lotação de ovinos e terneiros a partir do

quarto ano.” Esta renda com a pecuária se soma à renda do cultivo da nogueira, que tem início da colheita a partir do quarto ano e chega ao 12º com estimativa de colheita, segundo as empresas fomentadoras da atividade, de 2 a 3 toneladas por hectare. “Além disto como a nogueira, dentre as frutíferas, tem um ciclo de vida dos mais longos, planejei o plantio com meus filhos, pensando em mim, neles e nos meus netos. Garantindo a prosperidade da nossa propriedade por muito tempo.”


14

SÁBADO, 16 DE MARÇO de 2013

A DuPont Pioneer estará presente na Expoagro Afubra 2013, que acontece dos dias 20 a 22 de março, com sua linha de produtos recomendados para o plantio na região sul do País. Os produtores que visitarem o estande da DuPont Pioneer conhecerão os híbridos de milho, e as novas cultivares de soja: 95Y21, 95R51 e 95Y72, lançadas para o plantio no Sul do Brasil. Além disso, serão apresentados os híbridos recomendados para a produção de silagem com maior volume e qualidade, e o

serviço de Tratamento de Sementes Industrial Pioneer, com diversas opções de produtos para atenderà necessidades específicas dos produtores. Os visitantes da feira ainda poderão receber mais informações sobre a Optimum Intrasect de proteção contra insetos, que é a tecnologia existente no mercado que confere maior espectro de controle de pragas, controlando as sete principais pragas do milho. Visite o estande (298 e 299) e confira as novidades que a Pioneer está preparando para você.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

DuPont Pioneer apresentará novidades em estande na Expoagro 2013

Novas cultivares de soja...

...e híbridos de milho serão apresentados entre as novidades da Pioneer na Expoagro


16

SÁBADO, 16 DE MARÇO de 2013

Gaúcho Diesel integra o Programa Mais Alimento para compra de caminhões Pardo, a Gaúcho Diesel é a concessionária Mercedes-Benz, apta a realização a operação pelo Mais Alimento. Mais informações sobre o programa podem ser obtidas pelo site do Ministério do Desenvolvimento Agrário, no endereço comunidades.mda.gov.br.

DIVULGAÇÃO

O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) incluiu, no Programa Mais Alimento 2013, a aquisição de caminhões da família Accelo, da Mercedes-Benz. Os modelos são ideais para o agricultor por proporcionar significativos benefícios, como mais capacidade de carga, economia de combustível e melhor desempenho, realizando o transporte de seus produtos com rapidez, segurança, e principalmente baixo custo. Como principais características, a nova linha Accelo possui motor robusto e durável, maiores intervalos de troca de

Caminhões da família Accelo podem ser adquiridos com benefícios do programa

óleo, freio a tambor no modelo de 8 toneladas, tecnologia BlueTec – exclusividade Mercedes-Benz –, mais potência e torque, gerando mais agilidade na entrega, além de Top Brake, que garante eficiência

de frenagem e durabilidade dos componentes do freio. Tem ainda a maior capacidade de carga do segmento, com carroçarias de 4,5 a 6,5m – a maior entre os leves. Na região do Vale do Rio

A empresa Fundada na década de 1940, a concessionária Gaúcho Diesel tem sede em Santa Cruz do Sul e integra o Grupo Apomedil, atendendo 60 localidades no Estado do Rio Grande do Sul com suas linhas de veículos comerciais da

marca Mercedes-Benz. A empresa recentemente recebeu a classificação Ouro do Programa StarClass, o mais alto grau de reconhecimento entre os concessionários da marca. O StarClass é um programa de certificação nacional de qualidade, lançado em 2006. As concessões são avaliadas pela fábrica em quesitos como excelência em atendimento, serviço prestado ao cliente, processos e desempenho. O objetivo é buscar um padrão rigorosamente alto em todos os seus pontos de atendimento pelo País, alinhando a visão e os objetivos da fábrica com a sua rede.

Caderno Expoagro 2013  

Caderno especial sobre a Expoagro Afubra 2013