revista #25 magazine MiratecArts

Page 1

revista #25 magazine


Publicação #25 Dezembro 2020 - Março 2021

... promovendo os Açores com arte e artistas desde 2012 WORLD MUSIC FESTIVAL

Associação MiratecArts tem por finalidade realçar o indivíduo, a equipa e a produtividade organizacional no mundo da cultura artística. MiratecArts organiza festivais, residências artísticas, roteiros e exposições na ilha do Pico. MiratecArts Galeria Costa é a sede ao ar-livre na propriedade de mais de 24 mil m2. O Governo Regional dos Açores declarou a MiratecArts como utilidade pública.

MiratecArts is an association created to enhance individual, team and organizational productivity in the artistic cultural world. MiratecArts organizes festivals, artist in residency programs, public art routes and exhibitions in Pico island. MiratecArts Galeria Costa is the open-air headquarters on the property of more than 24000sqm. The Regional Government of the Azores declared MiratecArts an entity of public utility.

@miratecarts #miratecarts

www.mirateca.com info@mirateca.com (+351) 963 639 996


Associação MiratecArts Orgãos Sociais: Álvaro Nunes Cardoso, David da Costa Jorge, Faith Muthoni Kinge, Gracinda Maria da Costa Jorge, José Nunes da Costa, José da Silva Fontes Garcia, Sancho Manuel Nunes Cardoso, Terry Costa Diretor Artístico: Terry Costa Editora PT: Carolina Cordeiro Editor ENG & Twitter: Nancy Matos Magazine Design: José Miguel Silva Logotipos: Anja Schmid, José Miguel Silva, Nelson Lopes, Rúben Quadros Ramos

diretor artístico Terry Costa artistic director associação miratecarts

9 anos a promover os Açores com arte e artistas

9 years promoting the Azores with art and artists

Não tem sido fácil! Mas como a minha querida mãe dizia, "se fosse It hasn't been easy! But as my dear mother used to say, "If it were fácil, todo o mundo fazia." easy, everybody would do it." Estamos a comemorar o nono aniversário desta que é a única We're celebrating the ninth anniversary of the only artistic, entidade cultural artística, não-governamental, que apresenta non-governmental cultural entity that presents a diverse program programa e trabalho nas 9 ilhas dos Açores, com mais de 700 and projects on the nine islands of the Azores, with more than 700 colaboradores do Corvo a Santa Maria. Com sede na "ilha maior" de collaborators from Corvo to Santa Maria. Based in Almeida Firmino's Almeida Firmino, o Pico, apresentamos a sétima edição do Montanha "biggest island", Pico, we present the seventh edition of Montanha Pico Festival que não só é abraçado pela ´Mountain Partnership´ das Pico Festival, which is not only embraced by the United Nations Nações Unidas mas este ano fica com mais um ponto de referência, Mountain Partnership, but this year becomes yet another point of fazendo parte do arranque da Década do Oceano. reference by being part of the Ocean Decade launch. Agradeço do fundo do coração a todas as entidades e indivíduos que I sincerely thank all the entities and individuals that support apoiam os objetivos da MiratecArts, como podem e à sua maneira. MiratecArts' objectives, as they can and in their own way. We Continuamos a lutar para mais investimento na criação, desenvolvi- continue to fight for more investment in the creation, development mento e apresentação da cultura artística - só assim, quem vier daqui and presentation of artistic culture – the only way that whomever a umas centenas de anos, saberá que passámos por aqui. visits a few hundred years from now, will know that we passed A Arte Vale! Aventure-se connosco... through here. Art Matters! Venture with us...

Parcerias Artísticas: Adriano Reis, RJ Anima - Portugal / Cabo Verde Bárbara Ramalho, Espaço Em Cena Dulce Resendes, Salvaterra Mariense Nelson Ponta-Garça, NPG Productions Nina Soulimant, Reinventar Ilhas Pieter Adriaans, Atelier de Kaasfabriek Rafael Carvalho, AJ Viola da Terra Teresa Ascenção, Arts Unfold - Canadá Lia Marchi, Olaria Projetos de Arte e Educação do Brasil Aporfest - Associação Portuguesa Festivais de Música Tiago Pereira, AMPAGDP Suzana Barbosa, Mess Hub - Dinamarca Estela Rojo, I Support Street Art - Espanha Fringe Sisters: San Diego International Fringe Festival (Estados Unidos da América) Fringe Sisters: Ludlow Fringe Festival (UK) Holly Payton-Lombardo, World Fringe - UK Mountain Partnership, Nações Unidas Res Artis, worldwide network of artistic residencies

VOSSOS DONATIVOS SÃO BEM VINDOS YOUR DONATIONS ARE WELCOME info@mirateca.com IBAN PT50- 0033 0000 4542 28922 8105 SWIFT: BCOMPTPL


COMUNIDADE MUNDIAL / WORLD COMMUNITY

ORGANIZAÇÃO

MIRATECARTS PARCEIROS FINANCEIROS

PARCEIROS PUBLICITÁRIOS

MIRATECARTS PARCEIROS DE APRESENTAÇÃO BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA MADALENA

MEIOS-DE-COMUNICAÇÃO EM PARCERIA

CAPA

DESIGN

Néveda Mocktail por Patrícia Cheio

JOSÉ MIGUEL SILVA

Os projetos da MiratecArts são possíveis com o apoio, parcerias e ofertas dos nossos amigos... MiratecArts projects are possible with the support, partnerships and gifts from our friends...


PICO

1 DEZ - MONSTRO 4 DEZ - Um Ano com Néveda 4 -31 DEZ - Exposição Quino Mafalda e Avenida Marginal, Auditório Biblioteca da Madalena 19 DEZ - Azores Birdwatching Arts Festival até 31 DEZ - Exposição Vinha e Vinho por Violeta (Eti) Dimitrova, Bar da Gare até 31 DEZ - Exposição Com(Cordas) por Andreia Sousa, Atlântico Teahouse 2 JAN - Expedição Fotográfica Nocturna 2 JAN 21h - abertura exposição Pó Poroso por Ana Alves, Atlântico Teahouse 2 JAN - abertura exposição de Fotografia, Foto_Galeria, Bombeiros da Madalena 5 JAN 21h - abertura exposição de Rui Melo, Museu dos Baleeiros 7 JAN - exposição Coletivo Montanha, Bar da Gare da Madalena 5, 12, 19, 26 - 21h Terças Cinema no Museu dos Baleeiros, Lajes do Pico 8, 15, 22 - 21h Sextas Cinema no Auditório da Madalena 9, 16, 23 - 10h30 Sábados de Visitas a Grutas 10, 17, 24 - 15h Domingo é Chá na Casa da Montanha 30-31 JAN - AÇORES CANTA

FAIAL

12 DEZ 11h - Néveda nos Açores, conto e workshop, Casa Manuel de Arriaga

ONLINE facebook.com/miratecarts 11 DEZ - Dia Internacional das Montanhas 21 DEZ - O Dia Mais Curto 7, 14, 21, 28 JAN 18h - Arte & Montanhas 20 JAN - Dia de Sebastião de Narbona 29 JAN 18h - "O Caminhante" por Rafael Carvalho 14 FEV - Dia de São Valentim 19 MAR - Dia Mundial do Artesão 21 MAR - Dia Mundial da Poesia 27 MAR - Dia Mundial do Teatro Rafael Carvalho, Fotografia by Pedro Silva

CALENDÁRIO

www.mirateca.com para mais detalhes


EXPOSIÇÕES 4-31 DEZ 2020 Auditório Biblioteca da Madalena aberto seg-sex 09h às 16h

QUINO em memória

Mafalda é um dos maiores sucessos mundiais de Joaquín Salvador Lavado Tejón que nasceu na Argentina, 17 de julho 1932, e faleceu a 30 de setembro 2020. Mais conhecido por Quino, seu livro de compilação, Mundo Quino, foi publicado em 1963. Pensada inicialmente para uma campanha publicitária que acabou sendo cancelada, Mafalda foi publicada pela primeira vez em setembro de 1964. A menina de seis anos que odeia sopa e adora os Beatles mostra uma grande preocupação com a humanidade e a paz mundial. Quem visita Buenos Aires não pode esquecer esta pequena menina e a MiratecArts celebra a memória deste grande artista, que nos deixou este ano, apresentando algumas das suas melhores tirinhas da Mafalda. O projeto Avenida Marginal, agora organizado pela Associação Tentáculo, celebra 10 anos de atividade. Este projeto, com génese na ilha do Faial, divide-se em três áreas: 1) um concurso internacional de banda desenhada (BD) dirigido a todos os países lusófonos e diáspora portuguesa; 2) organização de exposições itinerantes de banda desenhada; 3) publicação de um fanzine de ilustração e banda desenhada. O concurso de BD surge em 2009 e caracteriza-se por ser uma trienal de curtas de BD em que os concorrentes têm que contar uma narrativa visual em uma única página procurando, assim, uma vertente mais experimental em termos estéticos, plásticos e narrativos. A exposição junta as melhores páginas das bandas desenhadas enviadas para as quatro edições do concurso Avenida Marginal que conta com mais de 650 trabalhos, por artistas de vários países lusófonos de três continentes: África, América e Europa. http://concursobdavenidamarginal.blogspot.com https://atentaculo.weebly.com


AnimaPIX Livraria Montra e loja de Letras Lavadas; Montra de Banda Desenhada; livros em destaque no AnimaPIX e muito mais. Visite a nossa AnimaPIX Livraria durante o festival AnimaPIX, localizada na entrada da Biblioteca Auditório da Madalena. Foi em 2007 que nasceu a chancela Letras Lavadas. Até 2019, a Publiçor / Letras Lavadas tem no seu espólio mais de 300 livros editados, de diversas temáticas, que vão desde Literatura Ficcional, de Viagem e Infanto-juvenil; Crónicas; Poesia; Arte e Cultura, Ciências Naturais, como Zoologia, Biologia, Vulcanologia; Ciências Sociais, como História, Economia, Genealogia e Heráldica; Saúde; Desporto, entre muitos outros temas. Conheça o nosso catálogo em www.letraslavadas.pt e visite a AnimaPIX Livraria durante o festival AnimaPIX.

Sala BD Os visitantes ao AnimaPIX têm uma novidade este ano com a Sala BD onde podem ler ou apenas bisbilhotar dezenas de centenas de histórias aos quadradinhos. A MiratecArts agradece a João Pedro Leonardo por ter doado mais de uma centena de revistas de banda desenhada para arrancar este programa. Donativos são sempre bem vindos.

Nêveda by Néveda lançamento: mini 100mL sexta, 4 DEZ 14h30 Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico Um Ano com Néveda lançamento: 10 cartões postais sexta, 4 DEZ 18h Cella Bar Mocktail & Cocktail apresentação sexta, 4 DEZ 18h Cella Bar


O livro açoriano mais cobiçado do ano recebe selo LER AÇORES Néveda nos Açores é o livro açoriano mais cobiçado do ano e recebeu o selo LER AÇORES 2020, Plano Regional de Leitura, da Secretaria Regional de Educação e Cultura. A personagem da Néveda foi criada por Terry Costa, que escreveu este conto, ilustrado por Vera Bettencourt. Um projeto 100% açoriano, o livro foi publicado pela MiratecArts, com sede no Pico, e impresso no Telegrapho, na ilha do Faial. ACTIVIDADES COM LIVROS Com os livros Néveda nos Açores e Ilustrar Açores a MiratecArts apresenta actividades para pequenos grupos escolares. Inscreva-se e participe. info@mirateca.com 963639996

A primeira edição foi uma grande aposta com uma tiragem de 1000 cópias, não habitual nos Açores, e, que de acordo com a editora, estão quase todos distribuídos. "Esta primeira edição será, em breve, um item de colecionadores pois vai esgotar antes de uma segunda edição ser conseguida," conclui o autor que já está a preparar não só a segunda edição, mas um segundo conto e livro nas aventuras da Néveda.

O Plano Regional de Leitura é um projeto da Secretaria Regional da Educação e Cultura que, todos os anos, publica uma lista de livros que respeitam certos critérios e, assim, são atribuídos o selo LER AÇORES. Critérios para a elaboração da lista, o qual o livro Néveda nos Açores, enquadrou inclui: livro de natureza informativa marcados pelo rigor e adequação aos públicos infantil e juvenil; livro de atividades que potenciam uma leitura funcional; livro que, pelo seu conteúdo, vai ao encontro de projetos definidos em ambiente escolar ou similar. O livro "Néveda nos Açores" foi lançado no festival de animação na ilha do Pico, AnimaPIX, em dezembro 2019, e já percorreu as 9 ilhas, várias cidades portuguesas e ainda no Qatar e na Austrália. A personagem Néveda é baseada na flor da planta nêveda, comum na ilha do Pico, e mais conhecida

"...embaixadora de sonhos de criança que adulto folheia com gosto."

"Não há nada como a maravilhosa planta nêveda, e Terry Costa capta seu aroma doce e a magia dos Açores neste delicioso conto." - Elaine Ávila

- Santos Narciso

"...a menina flor, relata a sua visão de cada uma das nove ilhas, deixando espaço, através das imagens, para o leitor fazer também a sua própria viagem." - Lídia Saragaço

por dar sabor à famosa aguardente e licor produzido nos alambiques da ilha montanha.


NÊVEDA BY NÉVEDA Patricia Cheio, FoodWithAMeaning À Mesa com Nêveda devia ser a designação desta rubrica, pois foi ela o centro de toda a conversa. A nêveda é uma planta silvestre inglesa pertencente à grande família Labiatae, a mesma família das hortelãs e das urtigas. Na França, as folhas e os pequenos rebentos são usados como tempero. Aqui nos Açores, desponta livremente, mas também é semeada nos canteiros domésticos de aromáticas. Esta planta, também medicinal, Calamintha sylvatica - produz uma flor de cor lilás com a qual se confeciona, nos alambiques da ilha montanha, a famosa aguardente e licor. Foi esta flor da nêveda que deu o mote para o cocktail de nêveda que o Terry Costa, diretor artístico da MiratecArts e autor do livro infanto-juvenil Néveda nos Açores, preparou enquanto o recebia em minha casa. As conversas fluem sempre melhor ao redor da mesa quando falamos sobre projetos que enaltecem as singularidades do nosso paraíso ilhéu. Este livro, escrito

em português e em inglês, pretende segundo o autor incentivar o interesse pelas ilhas, quer sejam os leitores açorianos ou habitantes de outras paragens. Para ilustrar este primeiro livro da série, a artista graciosense, Vera Bettencourt, deu imagem à personagem idealizada por Terry Costa. Assim surgiu a menina Néveda, que num ápice, saltou dos pastos verdejantes ou do canteiro do quintal

para a literatura. Nos Açores, a nêveda é usada em chá e na aguardente. No Algarve é presença obrigatória nas azeitonas britadas. No Minho, adicionam um pouco de nêveda à água da cozedura das castanhas. Na Inglaterra, a nêveda é também utilizada nas marinadas de carnes de caça, como o veado e em muitos outros pratos de carne de vitela,

borrego e cabrito. A nêveda é talvez pouco conhecida das camadas mais jovens, já que o chá desta planta é mais usado pelos antigos. Pelo contrário, o licor de nêveda, confecionado com tradição na ilha do Pico, já transpôs fronteiras, sendo muito apreciado pelos turistas nacionais e internacionais. Sabendo-se que a nêveda é detentora de um alto potencial medicinal e culinário, ainda sobremaneira desaproveitado nos Açores, inspirei-me na personagem da menina Néveda para criar um mocktail para os mais novos, que pode perfeitamente ser degustado enquanto a história é lida, uma reunião única de todos os sentidos. Este cocktail sem álcool, confecionado na sua totalidade com produtos açorianos, tem na sua composição chá de nêveda, uva-da-serra (mirtilo endémico açoriano), leite e mel. Comece por fazer a infusão de nêveda seguindo estes ingredientes e passos e deixe que arrefeça totalmente antes de a refrigerar. Coloque 500 ml de água num tacho. Quando ferver, apague o lume e adicione 15 folhas de nêveda. Deixe as folhas em infusão durante 30 a 45 minutos. Depois, coe o chá e refrigere-o. Pode colocá-lo em cuvetes de gelo e utilizá-lo sempre que desejar, em bebidas geladas e águas aromatizadas.


Mocktail Néveda para Crianças Ingredientes • 50 ml de infusão de nêveda refrigerada • 75 ml Leite MG refrigerado • 5 ml de mel • 20 g de uva-da-serra • 2 cubos de gelo Modo de confeção Prepare o mocktail de nêveda começando por triturar a uva-da-serra com o leite e a infusão de nêveda. Coloque este preparado dentro de um shaker e adoce com o mel. Junte o gelo e feche o shaker, agitando-o até sentir o copo refrigerar e começar a embaciar. Sirva de imediato para obter um cocktail homogéneo, ou aguarde que todos os componentes assentem, dando origem, assim, a três camadas de cocktail em tons de lilás. Guarneça a gosto. Cocktail Nêveda by Néveda Para preparar um cocktail com adição de álcool, substitua a infusão de nêveda do mocktail infantil por 2 colheres de sopa (30 ml) de licor de Nêveda by Néveda, CAVAQUEIRA da Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico. Mantenha os restantes ingredientes e os passos da receita.

FoodWithAMeaning


LIVROS AÇORES

AÇORES; UMA CAÇA AO SONHO AMERICANO autora: Patricia Carreiro ilustrador: Romeu Cruz editora: Associação dos Emigrantes Açorianos

Samuel era um menino feliz e sossegado até descobrir que o avô havia sido baleeiro. Tal facto mudou por completo a visão deste rapaz que nunca mais parou de imaginar o avô a matar baleias. O que ele não sabia era que o avô fazia tal coisa por necessidade de sobreviver. Mas tudo se começa a clarificar quando ele conhece a Malhadinha, uma baleia que lhe aparece todas as noites no quarto para conversar com ele narrar como tudo se passou no tempo em que o avô era jovem. Com um cenário passado entre diversas ilhas dos Açores, e num relato que tem tanto de verdadeiro como de mágico, esta história narra as dificuldades passadas nos Açores na época da caça à baleia, bem como o sonho de emigrar para a América, muitas vezes de forma ilegal, nomeadamente “de salto”, conceito explicado neste livro escrito por Patrícia Carreiro, ilustrado por Romeu Cruz e traduzido para inglês por Cristina Oliveira. Este é um projeto da Associação dos Emigrantes Açorianos editado em 2019.

UM NATAL NOS AÇORES autor: Luis Rego ilustradora: Sara Azad editora: Letras Lavadas

O PISTOLEIRO DO FUTURO

"Um Natal nos Açores, ou como o Pai Natal trocou as botas de cano pelos chinelos" é um divertido livro em que o leitor poderá acompanhar a viagem do Pai Natal aos Açores, terra pela qual se apaixona irremediavelmente e de onde dificilmente quererá voltar a sair. Um livro de Natal que rompe com os cânones e os clichés característicos dos livros editados nesta época, prometendo ser uma agradável e divertida surpresa para miúdos e graúdos.

Violência, armas e tiros... Parece a América do século XXI, mas esta é mais uma entre tantas outras histórias do velho oeste. É uma narrativa que conta com os clássicos elementos do faroeste: um pistoleiro com uma mira infalível, mexicanos, índios, conflitos, assaltos, whiskey e cigarros, muitos cigarros!

autor/ilustrador: Pedro Lopes editora: Escorpião Azul

apresentação quarta 11 DEZ 20h30 Biblioteca Auditório da Madalena


LIVROSDESTAQUE Prémio Melhor Livro Infanto-Juvenil 2020

CICLONE: DIÁRIO DE UMA MONTANHA-RUSSA

Prémio Bologna Ragazzi (Cinema) Prémio Amadora BD 2020 Ilustrador Estrangeiro

Melhor Obra de Ilustrador Português Festival Amadora BD 2020

MVSEVM

DESVIO

Inês Barahona & Miguel Fragata, Mariana Malhão editora: Orfeu Negro

Manuel Marsol, Javier Sáez Castán editora: Orfeu Negro

CICLONE é um diário de emoções de quatro adolescentes, dois rapazes e duas raparigas, entre 1970 e os dias de hoje. Uma aventura vertiginosa por altos e baixos, com direito a loopings e borboletas na barriga: a viagem que todos fazemos no caminho para a vida adulta! Este livro tem origem no espectáculo para adolescentes MONTANHA-RUSSA, criado por Inês Barahona e Miguel Fragata, em 2018, e estreado no Teatro Nacional D. Maria II. Saltou do palco para o papel em 2019 com as edições Orfeu Negro, onde ganhou as incríveis ilustrações de Mariana Malhão. O livro ilustrado Ciclone: Diário de uma Montanha-Russa ganhou o Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores para Melhor Livro Infanto-Juvenil de 2020.

MVSEVM é um thriller pictórico imaginado por Javier Sáez Castán (autor de Animalário Universal e O Lanche do Senhor Verde) e ilustrado por Manuel Marsol, premiado pelo Bologna Ragazzi, em 2015, pelo álbum O Tempo do Gigante. O que é um Museu? Será um mero local de arquivo de imagens e objectos ou um espaço que todos podemos recriar em cada olhar? E será estática a nossa visão ou transformativa? Neste álbum silencioso, um misterioso museu cativa e brinca com um visitante incauto, a ponto de não o querer deixar sair. Um verdadeiro thriller pictórico que prende o leitor até ao desenlace...

Ana Pessoa, Bernardo P. Carvalho editora: Planeta Tangerina É verão. Os pais foram de férias. Os amigos também. A namorada pediu-lhe um tempo. Miguel tem a casa só para si. Vê televisão, joga computador, lê o livro de código. O mundo parece suspenso no meio do calor. “Tudo o que quero é que nada aconteça. Que tudo permaneça como está. O planeta muito quieto. Com a sua lei da gravidade, as suas regras de trânsito.” Onde irá dar este desvio? Pela primeira vez juntos numa novela gráfica, Ana Pessoa e Bernardo P. Carvalho não se desviam nem um centímetro da qualidade a que já nos habituaram.

10 ANOS

AS INCRÍVEIS AVENTURAS DE DOG MENDONÇA E PIZZABOY Filipe Melo, Juan Cavia, Santiago Villa editora: Tinta da China

«O livro é a história maravilhosamente ilustrada e bem contada de um distribuidor de pizzas chamado Eurico e das suas aventuras numa Lisboa infestada de monstros. A sua moto é roubada (e o seu trabalho a distribuir pizzas depende dela!), o que o obriga a recorrer aos serviços de Dog “Investigador do Oculto” Mendonça. A eles junta-se Pazuul, uma menina que não é o que parece, e a cabeça de uma Gárgula que fala pelos cotovelos. Entretanto, as crianças de Lisboa estão a ser raptadas durante a noite! Sob as ruas da cidade, o pior de todos os monstros está a trabalhar arduamente para evar a cabo o seu plano maléfico. Quem será ele? Bem, suponho que vão ter mesmo de ler para descobrir…» — John Landis PRÉMIO PARA MELHOR ARGUMENTO – Festival de BD da Amadora 2010


OBSERVAÇÃO & EXPEDIÇÃO FOTOGRÁFICA 09h00 sábado 19 dezembro 2020 inscrições através de info@mirateca.com ou 963639996 Manhã de aventura pela ilha do Pico observando aves, fotografando, conversando com profissionais e amadores aficionados na prática de birdwatching. O objectivo deste projeto é promover a prática da observação de aves e fomentá-la, de forma educativa, através de uma dinâmica criada por intermédio das artes.

Fotografia by Pedro Silva

/bypedrosilva/

/bypedrosilva

/photos/pedromcsilva/

/FotografiaByPedroSilva


Sunburst por Nelson Silva

arte e aventura em janeiro "É com prazer que a Secretaria do Mountain Partnership em Roma envia os seus melhores desejos para um Montanha Pico Festival fecundo e feliz. (...) Este Festival é uma grande iniciativa que através das artes dá visibilidade a questões importantes sobre montanhas mas ao mesmo tempo a importância de aprender celebrando. (...) Esperamos que este Festival permitirá às suas audiências ganhar um vislumbre da cultura e da vida de montanha e entender porque montanhas importam para todos nós." Thomas Hoffer Mountain Partnership Secretariat, Nações Unidas


MONTANHAS NO OCEANO EM FOTOGRAFIA

O concurso anual de fotografia Montanha acompanha o Montanha Pico Festival desde o seu início. Nesta a sétima edição, e que tem por temática o oceano, dois fotógrafos bem distintos são destacados. O trabalho fica em exposição na Foto_Galeria no edifício dos Bombeiros Voluntários da Madalena até à primavera. Nelson Silva é colaborador da MiratecArts já há vários anos, participando em exposições e expedições fotográficas. O fotógrafo faialense, depois de vencer o concurso de fotografia Montanha em 2017, onde a sua imagem virou selo na filatelia da República Portuguesa, volta a participar e, mais uma vez, recebe o prémio de melhor foto da ilha do Pico, a maior montanha na área marítima de Portugal, no oceano Atlântico. "Sunburst" é o título da obra que mostra algum detalhe no mar no Porto da Ribeirinha, Faial, com um belo sol em estrela atrás da montanha. O fotógrafo é convidado a participar na expedição nocturna, a acontecer na ilha do Pico, durante o Montanha Pico Festival, este janeiro, e ainda recebe viagem e até 3 noites de estadia na ilha de sua escolha para explorar mais paisagens açorianas através da sua lente. Hamnøy nas Ilhas Lofoten, na Noruega, é o trabalho de Alexandre Vidigal que vence na categoria de "Mountains in the Ocean Around the World." Uma fotografia da montanha Olstinden a observar as típicas casinhas vermelhas dos pescadores chamadas de “Rorbu” (convertidas em apartamentos turísticos), da pequena vila piscatória de Hamnøy, fazem parte de uma extensa coleção de paisagens marítimas do fotógrafo, ao qual a MiratecArts convida para uma futura exposição na ilha do Pico a celebrar a Década do Oceano.

Hamnøy nas Ilhas Lofoten por Alexandre Vidigal


VIII Concurso Internacional de Fotografia Montanha HUMANOS E ANIMAIS NA MONTANHA MiratecArts apresenta o Concurso Internacional de Fotografia Montanha, em que qualquer fotógrafo no mundo pode participar, mandando o máximo de três imagens para concurso no tema do ano sendo HUMANOS E ANIMAIS NA MONTANHA.

Memória descritiva e mensagem de inscrição no concurso deverá incluir: - O título da fotografia/s; - A identificação do local onde foi obtida a imagem; - Nome e contacto do/a fotografo/a.

O trabalho dos finalistas vai fazer parte de uma exposição na ilha montanha do Pico, Açores, durante o Montanha Pico Festival em janeiro 2022. Os vencedores vão receber uma futura exposição a solo (se pretenderem) de retrospectiva dos seus trabalhos e um convite a participarem com MiratecArts e seus programas.

As fotos dos finalistas são imprimidas para a exposição, e não para venda. As fotos dos vencedores também serão usadas no nosso site e promoção do festival, sempre com crédito ao artista.

Condições de participação: - A participação está aberta a qualquer pessoa maior de 18 anos de idade. - Trabalhos devem ser entregues até o dia 30 de setembro, 2021, via montanhapicofestival@gmail.com com o documento oficial de inscrição completo que pode obter na www.picofestival.com; pode utilizar wetransfer para as fotos, indicando a informação de contacto;

- As fotografias apresentadas, num número máximo de três por participante, poderão ser a cores, a preto-e-branco ou sépia. Deverão ser originais não manipulados, excepto para transformação de cor para P&B ou sépia, ajustes de contraste, luminosidade e reenquadramento. - Os trabalhos deverão ser apresentados em

formato digital JPG ou JPEG, com dimensão de pelo menos 2000 pixéis na maior dimensão. - As fotografias deverão ser acompanhadas de uma memória descritiva até máximo de 1200 caracteres (sem espaços), de acordo com o tema do concurso.

Montanha Pico Festival é uma celebração de artes na temática "montanha" a acontecer no mês de Janeiro na ilha do Pico, Açores. A Associação MiratecArts tem por finalidade realçar o indivíduo, a equipa e a produtividade organizacional no mundo da cultura artística. www.mirateca.com


ROTEIRO DOS SORRISOS DE PEDRA SMILING STONES ROUTE Pico, Açores

"É no rosto, no olhar, no sorriso de cada um de nós que as emoções explodem, desenham e gravam as rugas das alegrias e tristezas da vida. Sorrir é comunicar sentimentos íntimos e privados, é partilhar silêncios e olhares que só o rosto pode divulgar. SORRISOS DE PEDRA pretende oferecer o enorme potencial que é o sorriso nos rostos das crianças, dos adultos e dos mais velhos..."

"It is in the face, in the eyes, in each of our smiles that emotions explode, draw and record the wrinkles of the joys and sorrows of life. Smiling is a way to communicate intimate and private feelings, a way to share silence and expressions that only the face can disclose. SMILING STONES hopes to convey the enormous potential that is the smile on the faces of children, adults and seniors..."

Helena Amaral www.mirateca.com Fotografia by Pedro Silva


39

36 35 34

40 3

38 37

ROTEIRO DOS SORRISOS DE PEDRA SMILING STONES ROUTE Pico, Açores www.mirateca.com

2

32

4-10 11

33

12 31

30

29

28

13

26

1

14

27 25

15 16

17

24

20 18

21

22

23

1 Casa da Montanha & Piquinho 2 Quinta das Rosas 3 Bombeiros Voluntários da Madalena 4 Alma do Pico 5 Museu do Vinho 6 Gare Marítima da Madalena 7 Praça da Madalena 8 Jardim dos Maroiços 9 Quatro Patas 10 Escola Cardeal Costa Nunes 11 Centro de Saúde da Madalena 12 CVIP - Picowines 13 Gruta das Torres 14 Vinhas do Calhau

15 Casa do Missionário 16 MiratecArts Galeria Costa 17 Parque Padre Joaquim Vieira da Rosa 18 Picoartes Artesanato 19 Café Galeão 20 Parque Florestal de São João 21 Aldeia da Fonte 22 Espaço Talassa 23 Vigia da Queimada 24 Miradouro das Ribeiras 25 Matos Souto 26 Cavalariça 27 Barro & Barro 28 Miradouro da Terra Alta

29 Magma - Lava Homes 30 Escola Regional de Artesanato 31 Parque Florestal da Prainha 32 Rotunda de SRP 33 Corre Água 34 Casa Preta de Fátima Madruga 35 Paim Bookhouse Gallery 36 Alto da Bonança 37 Casa dos Vulcões 38 Sede do Parque Natural do Pico 39 Cachorro 40 Aeroporto do Pico

Atelier Helena Amaral (+351) 918 320 036

Governo dos Açores

19


Paisagem da Ilha: Pico Whales on Ladders

A Luz da Montanha

Wanted

MADALENA

Rocha Roxa

A Quinta The Farm Find a piece for You

PICO

eu hei-de amar uma pedra negra Mundo das Tillandsias Tillandsias World

Vista das Janelas Windows View Caminho do Girassol Sunflower Route (IN)side Arte para Todos, Todos pela Arte

LAJES

N

Vimeiro Willow Field

Clayjelly MADALENA Candelária

Cemitério de Recordações Palco LUX Stage Da Pedra Nasceu o Vinho A Gruta do Cagarro Cory’s Shearwater Cave Santuário Urze Sanctuary Projeto Life Vidália

meninas do José Mirror Wall please do not sit The Green Forest Monstrinhos O Altar Projeto Fábrica de Ideias Gigante Adormecido Sleeping Giant & Jardim do Chá Tea Garden

Mirateca LAJES

Utopia Pessoal

OCEANO ATLÂNTICO ATLANTIC OCEAN

Exotic Plastic Animals

Pink Tree

Laje The Rocky Beach

Floresta Musical Forest

+/-500m Trilho ao Mar Trail to the Sea

Forget me not in the Tub

Reflections O Pescador Pensativo Tás có olho

Entrada | Entrance House

Infinite Blessings

38°27'32.0"N 28°30'41.3"W

Roteiro de Instalações Artísticas - Artistic Instalations Route Locais de Interesse - Points of Interest

Cantinho das Suculentas Sucullents Corner Azulejo Suculentas

To Nest Magia da Montanha Palco Cabaça Stage My Own Private Blue Wall Together Language Theatron Lucky 7

A Saia da Barrica Barrel’s Skirt Wishing Wall Os Barris Montanha Telhado Diversidade


Estamos na ilha do Pico, Açores. Entre o centro da Freguesia da Candelária e o local da Mirateca, encontra-se a MiratecArts Galeria Costa. Um quilómetro de arte entre a paisagem da cultura da vinha, arbustos e floresta: instalações, pinturas, esculturas e locais de interesse com o objetivo de desenvolvimento de arte na natureza. É um campo de experimentação, e uma experiência que não queres perder. We are in Pico island, Azores. Between the center of Candelária and Mirateca localities, one can find MiratecArts Galeria Costa. A kilometre of art between the vinyards, bush and local forest: instalations, murals, sculpture and some points of interest with the objective to develop art in nature. It´s an experimentation field, and an experience you do not want to miss. pode visitar quando deseja - visit as you wish por favor respeite a propriedade - please respect the property marcar visitas guiadas - 963 639 996 - to book guided tours www.mirateca.com

Monstrinhos por Marina Mendonça Cerâmica


EXPOSIÇÕES PÓ POROSO

DAS MONTANHAS PROFUNDAS

abertura com artista 21h sábado 2 JAN 2021 Atlântico Teahouse

"(...) através de um gesto não dominador sobre os materiais da sua pintura (...) testemunha o seu respeito e sintonia para com as forças telúricas, parte integrante da sua própria natureza, enquanto ilhéu." - Ana Nolasco

Ana Alves

Ana Alves natural de ilha do Faial, formada em arquitectura, encontra nas artes plásticas um modo de experimentação livre. Tem desenvolvido nos últimos anos um trabalho de experimental, explorando várias técnicas com tendência para traço rápido e espontâneo, procurando que o material e o seu suporte revelem o que querem ser. Usa a fotografia como ferramenta para gravar memórias que depois transformada, num imaginários simplista. Vencedora do prémio Entre-Mares em 2018, expõe pela primeira vez a solo com o projecto “Pó poroso”, um conjunto de representações da montanha do Pico com as suas diferentes faces, os seus diferentes humores.

Rui Melo

abertura com artista 21h terça, 5 JAN 2021 Museu dos Baleeiros, Lajes do Pico Licenciado em Artes Plásticas Pintura - Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, artista premiado da Exposição ARTE HOJE – Sociedade Nacional de Belas Artes; seleção Call For Artists ART MAP, Ponte de Lima; representado nas coleções "ARQUIPÉLAGO - Centro Artes Contemporâneas", Biblioteca Pública e Arquivo de Ponta Delgada; Museu de Angra do Heroísmo; sala V.I.P. Aeroporto Internacional das Lajes, e em coleções em Portugal, Áustria, Noruega e EUA. www.ruimelo.net

ICELAND

Yevhen Samuchenko (Q-lieb-in) www.Q-L-N.com An adventure in Iceland. Uma aventura na Islândia. a partir de 2 JAN 2021 Foto_Galeria, Bombeiros da Madalena aberto 24hrs Yevhen é o vencedor do Concurso de Fotografia Montanha 2020 da MiratecArts.

COLETIVO MONTANHA a partir de 7 de JAN 2021 Bar da Gare - Madalena

Pico Dream by Claudia Eppelt


Expedição Fotográfica Nocturna sábado 2 JAN 21h00 Encontro na Atlântico Teahouse

AVENTURAS

Foto Helder Gonçalves

Vamos explorar parte da ilha montanha do Pico e captar imagens da noite. Máquina fotográfica, tripé (se disponível) e roupa confortável e quente é recomendável. Encontro na Atlântico Teahouse (Areia Larga - Madalena) pelas 21h00; inscreve-te nesta expedição, guiada por fotógrafos na ilha, através de info@mirateca.com

Grutas, Furnas e Algares da montanha ao som do saxofone de Luis Senra Gruta Sapateira Furna Nova 2 Furna Henrique Maciel

Encontros pelas 10h30:

9 JAN Porto do Calhau, Piedade 16 JAN Parque do Aeroporto do Pico 23 JAN Parque em frente à Pousada da Juventude, São Roque. Registo para cada evento é necessário. Por favor mande nome e telefone para info@mirateca.com ou ligue a 963639996 para confirmar presença. Lotação Limitada.

Foto: Austéja Liu


ARTE & MONTANHAS 15h domingo 10 JAN

DOMINGOS | CHÁ NA CASA DA MONTANHA 15h janeiro 10, 17 e 24

Aos domingos à tarde há encontro na Casa da Montanha. Um convívio com chá, conversa, partilha de arte e aventuras. Junte-se à nova tradição de janeiro.

Antes do século XVIII, os europeus temiam as montanhas. Mesmo assim, o italiano Leonardo da Vinci (1452-1519) escalou os Alpes e montanhas aparecem em muitas de suas pinturas. Centenas de anos depois, o francês Eugène Henri Paul Gauguin (1848-1903) viajou para Taiti onde pintou um mundo exótico repleto de montanhas. O austríaco Kolomon Moser (1868-1918) e a sua série de montanhas são uma das grandes atrações em exposição permanente no Museu Leopold em Viena. Os trabalhos de Lawren Stewart Harris (1885-1970), que fez uma carreira a pintar paisagens, em especial as montanhas, viajam agora pelo mundo em grandes exposições patrocinadas pelo Governo do Canadá e podem ser apreciadas nas maiores galerias e museus deste país. Diretor Artístico Terry Costa apresenta alguns trabalhos e projetos na temática, assim como artistas visitantes são convidados a partilhar seu trabalho.

GUIAS DE MONTANHA 08h e 15h domingo 24 JAN

Acompanha os Guias de Montanha pela manhã para um jam-session na cratera da montanha do Pico. Inscreve-te através de info@mirateca.com até dia 20 de janeiro. Ou, junta-te para a tarde de chá, pelas 15h, para a partilha de histórias dos Guias de Montanha.

CAMINHADA DOS VULCÕES

15h domingo 17 JAN Percurso interpretativo, onde iremos aprender algumas curiosidades sobre os vulcões do Pico, liderado pelo Diretor do Parque Natural do Pico, Paulino Costa, terá uma duração de cerca de 2 horas. Encontro na Casa da Montanha pelas 15h00; seguimos em direção a um dos mais recentes vulcões da ilha, que em 1718 originou o“Mistério de Santa Luzia”. Inscrições não são necessárias, basta aparecer a horas.

Terry Costa no Museu Leopold - Viena, Áustria

Foto: Barro & Barro

CHÁ NA CASA DA MONTANHA


CINEMA ÀS TERÇAS 21h terça 5 JAN

Auditório do Museu dos Baleeiros 21h terça 12 JAN

EVENTO DE ABERTURA

INTERNATIONAL ENGLISH PROGRAM

El Gran Hito Ignasi López | 12:55 | Espana | 2020 Um ambicioso alpinista tenta chegar a um cume impossível. Uma mulher se propõe a conquistar um pico modesto. Ambos fazem o melhor que podem, com resultados diferentes.

The Colorless Leaf | Behzad Yaghmouri | 00:59 | Iran | 2019 War and child.

Antes agora o que há de vir Leonard Collette, Mariana Silveira | 05:53 | Portugal | 2020 Explorando paisagens em busca de sua própria natureza...

Mountain´s Memories | Francesca Gaby | 06:00 | Belgium | 2020 A female figure visits the peaks of the sunken Atlantis and observes life as it is today.

Just Another Day in Paradise Maya Reichert | 90 minutos | Alemanha | 2019 Em imagens impressionantes, lava fumegante jorra sobre a idílica ilha vulcânica do Fogo - um símbolo das bênçãos e maldições na vida dos três protagonistas, que corajosamente desafiaram o destino para encontrar o amor, a felicidade e um lar nas ilhas de Cabo Verde. English/Português/German

A Chilcotin Love Letter | Michael Fox | 07:17 | Canada | 2020 The wild landscape of the South Chilcotin Mountains -- and the old trails that draw mountain bikers there today.

Fire in the Alps | Nejc Kavka | 18:31 | Slovenia | 2020 Through the folk tales, historical narratives and today's perspectives it sheds light on the importance of natural and cultural heritage in the Alps and changing mountainous environment. Foresight | Dario Tubaldo | 20:00 | Itália | 2020 Make an expedition means that you want to reach the summit, but for Speed Mountaineer Benedikt Böhm and his team, there is much more. Living with Volcanoes | David Perrier, Eden Shavit | 51:32 | France | 2019 The documentary explores the world of volcanoes and the interaction with the people.


CINEMA ÀS TERÇAS 21h terça 19 JAN

ENGLISH & FRANÇAISE PROGRAMME Sad, but true | Lutz P. Kayser | 01:00 | Germany | 2020 The last happy Winter Day at Black Forest. A Thousand Ways to Kiss the Ground | Henna Taylor | 22:22 | USA | 2020 Exploração do luto e sua expressão por meio de histórias de pessoas que sofreram perdas ou traumas devido à escalada ou alpinismo. Siberian Powder | André Costa | 10:00 | Russia / Austria | 2020 A group of 7 friends seeking a ski touring adventure in a remote and harsh environment. Face au Vide | Marc Brulard | 59:00 | France | 2020 In the collective imagination, mountaineering is seen as an elitist and dangerous activity. When the mainstream press talks about mountaineering, it is generally to relate a drama or an exploit. The mountaineers are then placed in two categories. On the one hand, reckless supermen, engaged in a death struggle with the mountains. On the other, irresponsible unconscious people, that it is too often necessary to get out of a bad patch by mobilizing important means of rescue. But does this negative image of mountaineering match reality ? What if mountaineering had another face, that of a little-known practice, more widespread than one thinks? What if mountaineering was not only a matter of supermen, but had also a feminine face?

21h terça 26 JAN A CONFISSÃO Zaza Urushadze | 89 minutos | Estónia | 2017 O padre Giorgi, antigo realizador de cinema, é colocado numa pequena paróquia de aldeia nas montanhas. Para aproximar os aldeões da igreja, começa a exibir filmes. Depois da primeira sessão – “Quanto Mais Quente Melhor” – a plateia começa a dizer que Lili, a professora de música local, se parece exatamente com Marilyn Monroe. Após Lili, o equilíbrio do Padre Giorgi entre o clero e o mundo secular começa a tremer – a mulher é extremamente sensual e torna-se difícil resistir à tentação. Do mesmo realizador do filme “Tangerinas”. Festival de Cinema Internacional da Varsóvia 2017: Nomeado para o “Grand Prix”

#açoresoceanoarte A MiratecArts arranca programação para acompanhar a Década do Oceano (Nações Unidas) com: - Concurso de Fotografia Montanhas no Oceano; - Prémio de Escrita na temática; - Campanha 9 ilhas anos temporadas com 9 modelos no nosso mar dos Açores. Propostas bem vindas: A MiratecArts incentiva artistas açorianos a fazerem propostas de trabalhos que enquadrem na temática. Manda as tuas ideias e planos para info@mirateca.com para iniciar o seu desenvolvimento e apresentação num dos festivais do ano ou projetos únicos. www.mirateca.com


CINEMA ÀS SEXTAS 21h sexta 22 JAN O Ano da Morte de Ricardo Reis João Botelho | 2h 9m | Portugal | 2020 MiratecArts incentiva açorianos e açorianas a cantarem a capella. Depois do sucesso da primeira edição de Açores Canta, em 2019 com a temática Açores, a segunda edição é agora lançada ao público com a temática montanha. Jovens entre as idades de 16 até 30 anos que não tenham música editada em CD e que residam nas ilhas dos Açores, qualificam-se para a participação neste projeto que tem o apoio da Direção Regional da Juventude. A ideia da MiratecArts e do seu diretor artístico, Terry Costa, é de incentivar a juventude a explorar a sua voz e ter experiências com profissionais na música. Para se qualificar, os participantes têm que realizar um simples vídeo (1 a 2 minutos), a cantar a cappella uma canção de temática montanha. A cappella é uma expressão de origem italiana que designa a música vocal sem acompanhamento instrumental. Os participantes semifinalistas vão receber um fim de semana de workshops de canto, performance e experiência de estúdio, na ilha do Pico, durante a sétima edição do Montanha Pico Festival, em janeiro. www.mirateca.com CONCERTO RECITAL: domingo 31 JAN 17h

Auditório da Madalena

21h sexta 8 JAN

21h sexta 15 JAN

O QUE ARDE - Viendra le feu | Olivier Laxe | 90 minutos | Espanha/França/Luxemburgo | 2019 Amador Coro foi condenado por ter provocado um incêndio. Quando sai da prisão, não tem ninguém à sua espera. Regressa à sua aldeia, aninhada nas montanhas da Galiza, onde vive a mãe, Benedicta, e as suas três vacas. A vida deles decorre lentamente, ao ritmo tranquilo da natureza. Até ao dia em que um fogo vem devastar a região.

HONEYLAND - A Terra do Mel | Tamara Kotevska, Ljubomir Stefanov | 89 minutos | Turquia/Macedónia | 2019

Hatidze vive com a mãe doente nas montanhas da Macedônia, ganhando a vida com a venda de mel que obtém usando antigas tradições de apicultura. Quando uma família indisciplinada se muda para a porta ao lado, o que no início parece um bálsamo para a sua solidão, rapidamente se transforma numa fonte de tensão, pois eles também querem ser apicultores, mas Festival de Cannes - Prémio do Júri desrespeitam por completo as boas práticas e (Un Certain Regard) os conselhos sábios de Hatidze. HONEYLAND é um retrato épico e visualmente deslumbrante O resultado é um filme de uma beleza tão provocadora como hipnótica, simultaneamente do delicado equilíbrio entre natureza e humanidade. apologia e refutação do fogo. - El Mundo HONEYLAND foi o filme mais premiado da edição de 2019 do Festival de Sundance e fez A aparente simplicidade com que o filme alterna o majestoso e o banal, o monumental e história, ao ser o primeiro documentário o ínfimo, assinala uma garantia do olharque a duplamente nomeado ao Oscar® de Melhor Filme Documentário e Melhor Filme anterior ficção de Laxe, o belo MIMOSAS, não Internacional. deixava antever. - Les Cahiers du Cinéma

Depois de 16 anos a viver no Brasil, Ricardo Reis chega a Lisboa, debaixo de chuvas torrenciais, no dia 29 de Dezembro de 1935. Instalado no Hotel Bragança, na Rua do Alecrim, assiste ao desenrolar de um tempo particularmente sombrio na Europa, marcado pelos horrores do fascismo de Mussolini, pelos ideais nazis de Hitler, pela terrível Guerra Civil espanhola e, em Portugal, pelo autoritarismo salazarista do Estado Novo. Depois de uma visita à sepultura de Fernando Pessoa (Reis é, na realidade, uma personagem surgida da heteronímia de Pessoa), o fantasma do poeta faz uma série de aparições no quarto de Reis onde, durante meses, ambos se perdem em reflexões sobre a vida, o país e o mundo. Escrito em 1984, por José Saramago, prémio Nobel da literatura em 1998, “O Ano da Morte de Ricardo Reis” é agora adaptado ao cinema por João Botelho ("A Corte do Norte", "Filme do Desassossego", "Os Maias" ou “Peregrinação”). Com o brasileiro Chico Díaz a encarnar Ricardo Reis e Luís Lima Barreto a assumir o papel de Fernando Pessoa, o elenco conta também com a participação de Catarina Wallenstein, Rui Morisson, Victoria Guerra, Marcello Urgeghe e Hugo Mestre Amaro.


CONTOS DE ANDERSEN EM CENAS AÇORIANAS

Montanha Pico Festival O mês de janeiro acolhe o festival de artes de inverno a celebrar a temática de montanha. Por toda a ilha, haverá mostra de arte, de cinema, encontros de artistas e o Chá na Casa da Montanha do Pico onde se acolhe o público de todas as idades. Propostas de arte e aventura na temática de cultura montanhosa são bem vindas. The festival welcomes proposals for art and adventure in the mountain culture theme.

Azores Fringe Festival O festival internacional de artes acontece durante o mês de junho por todo o arquipélago. Artistas fazem proposta de desenvolvimento, pesquisa, apresentação ou criação. Tudo relacionado com a cultura artística é bem vindo. Esta é uma grande oportunidade para experimentar algo novo ou mesmo arriscar mais com a sua arte. Vamos ao Fringe nas 9 ilhas dos Açores. All artistic proposals welcome through the application available online. Let´s Fringe in all 9 islands in the Azores.

Cordas World Music Festival A ilha do Pico, no meio do Oceano Atlântico, recebe instrumentos musicais de cordas e artistas de todo o mundo em locais que vão desde o jardim, gruta, cratera vulcânica, piscinas naturais, santuário de dragoeiros, um palco central e o novo auditório contemporâneo na vila da Madalena. Propostas de artistas são bem-vindas a solo, duos, trios e bandas que são 100% instrumentos de cordas. Pico island in the middle of the Atlantic Ocean welcomes string-music instruments and artists from around the world in venues that range from a garden, a cave, a volcanic crater, natural pools, dragon tree sanctuary, centre square stage and the new contemporary auditorium in the town of Madalena. Artist proposals are welcome, from solo, duos, trios and bands that are 100% string instruments

AnimaPIX O festival de animação do Pico aceita propostas de filmes de animação para todas as idades. AnimaPIX acontece em dezembro nas escolas da ilha e em salas para público em geral. Animation festival welcomes proposals for programming that caters to school children and general audiences.

É mais um desafio da MiratecArts para a comunidade das letras açorianas. Adaptar contos clássicos de Hans Christian Andersen para cenas açorianas. Tens interesse? Contata através de info@mirateca.com para mais informação e com o conto que tens interesse em desenvolver com um cheirinho aos Açores. Hans Christian Andersen foi um escritor e poeta dinamarquês mais conhecido pelas suas histórias infantis. O Patinho Feio, Livro Mudo, A Pastora e o Limpa-Chaminés, O Soldado de Chumbo, Os Sapatos Vermelhos, e Sandman já estão sendo adaptadas por colaboradores MiratecArts, mas ainda tens dezenas de contos possíveis. Pesquisa e contata para ficares na lista oficial do projeto.

GALERIA * ARTE * AÇORES

Tinhas férias planeadas e agora foram canceladas? Então chegou a hora de adquirirem uma peça de arte de um artista açoriano. Apoia o teu artista favorito ou encontra um artista que ainda não conheces e adquire uma nova peça de arte. Visita o álbum online, na página www.facebook.com/miratecarts para novas adições.


PRÉMIO ESCRITA MIRATECARTS

CONCURSO 2021

WHALEWATCHING, BALEEIROS, BALEAÇÃO, BALEIAS O Prémio Escrita MiratecArts já conseguiu 6 vencedores e agora está de volta para a sétima edição. A associação aceita trabalhos até 30 de janeiro 2021, sob o tema "Whalewatching, baleeiros, baleação, baleias". Escritores açorianos e escritores a viver nos Açores têm, assim, uma oportunidade para mostrarem os seus talentos neste concurso MiratecArts que oferece prémios aos vencedores, incluindo publicação da obra vencedora, num zine ou coletânea, e ainda uma participação de destaque numa futura edição do Azores Fringe no Encontro Pedras Negras (inclui viagem inter-ilhas e 2 noites de estadia para participar em cada programa). Qualquer forma de escrita, da poesia à prosa, é aceite. O texto a concurso deve ser original e ainda não publicado em qualquer meio, incluindo blog. A organização estabelece como condições de participação que o concorrente seja residente nos Açores, ou açoriano de nascença, e que seja

ilustração por Rúben Quadros Ramos

Os vencedores das edições anteriores foram Pedro Paulo Câmara, Almeida Maia, Nuno Rafael Costa, Carolina Cordeiro, Carla Lima e Diana Zimbron, jovens açorianos com várias obras publicadas. maior de 16 anos de idade, inscrito na plataforma www.discoverazores.eu e que não tenha vencido o Prémio Escrita MiratecArts; o texto deverá possuir um mínimo de 500 e um máximo de 20 mil caracteres, sendo que o trabalho deverá ser

apresentado em formato Word. O trabalho concorrente deverá estar subordinado ao tema da forma que o artista entender. Os trabalhos serão aceites através do email: info@mirateca.com até ao dia 30 de janeiro 2021, sendo que a mensagem de inscrição no concurso deverá incluir: nome, telefone e uma frase respondendo à questão: “Porque participa neste projeto?”. O documento do texto não deve ser identificado com o nome do autor. Os finalistas serão contatados no verão 2021 e apenas o/a vencedor/a do

prémio será anunciado/a em público como vencedor/a do Prémio Escrita MiratecArts 2021. “Esta é já a sétima vez que lançamos o Prémio Escrita, que teve início como parte da plataforma DiscoverAzores" explica Terry Costa, o diretor artístico da associação MiratecArts. Os vencedores das edições anteriores foram Pedro Paulo Câmara, Almeida Maia, Nuno Rafael Costa, Carolina Cordeiro, Carla Lima e Diana Zimbron, jovens açorianos com várias obras publicadas. A plataforma DiscoverAzores – Descobrir Açores com artistas, lançada em 2012 pela associação MiratecArts, inclui mais de 700 artistas de todas as ilhas dos Açores, abrangendo as várias áreas artísticas. O projeto desenvolve oportunidades e divulga artistas açorianos, promovendo, assim, também, a região. Entre as diversas atividades onde investe inclui-se o festival de artes internacional - Azores Fringe, o Montanha Pico Festival, concursos, publicações e digressões de promoção, mostra e apresentação.


01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15

No Mundo da Lula, 2015 Verónica Melo (S. Miguel, Açores) Nascentes de Lava, 2014 Djervy (Pico, Açores)

Música nos Corações, 2015 Ana Paxeco (Lisboa, Portugal) A cor do talento, 2013 Djervy (Pico, Açores)

The Last Atlantean, 2015 Guilherme Gamito (Alentejo, Portugal) Quem me dera, 2015 Colectivo Nora (Águeda, Portugal) Paths, 2015 Paulo Ávila Sousa (Terceira, Açores) La Muse Bleu... l’amuse bleu, 2013 Carlos Farinha (França-Portugal) Guardião da Montanha, 2015 Rocio Matosas (Uruguai) Flora Azorica, 2015 Rocio Matosas (Uruguai)

A Picarota, 2014 Carlos Farinha (França-Portugal) Sorrisos de Pedra, 2015 Helena Amaral (Pico, Açores) Waiting for Camille, 2014 Luís Brum (Terceira, Açores) Portugal 2, 2015 Duarte Neves (Pico, Açores) A Travessia do Canal, 2013 Inês Ribeiro (Leiria) e C.A.O. (Pico)

16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28

“Sempre imaginei que o paraíso fosse uma espécie de livraria”, 2013 Ruben Ferreira (Pico, Açores) Baco, 2014 Rocio Matosas (Uruguai) Titans do Mar, 2014 Luís Brum (Terceira, Açores) Ária de Fogo, 2015 Zara Diniz (Toronto, Canadá) Coletivo, 2015 Encontro de Ilustradores (vários) uma memória de som e mar, 2015 Sérgio Sequeira (Lisboa, Portugal) Choose your plate, 2015 Daniela Melo (São Miguel, Açores) Paisagem no Mar, 2015 Inês Ribeiro (Leiria-Açores) Vento Diatónico, 2015 Elena Valsecchi (Itália) e Laurent Geoffroy (França) Dea Della Montagna, 2015 Enea Mangili (Itália-Suíça) Pico Poseidonis, 2015 Mercé de Rande (Galicia) Polvo Tricrochet, 2015 50 mulheres participantes (Pico a Paris) Os Picarotos, 2015 Teresa Rego (Porto, Portugal)

29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41

Encontro, 2015 Paulo Neves (Porto, Portugal) The Farm, 2015 Sancho C (Pico, Açores) Projeto CiênciArte, 2016 Alunos da E. C. C. N. (Pico, Açores)

Nature Drops, 2016 Martim Cymbron (São Miguel, Açores) Adventure Time, 2016 NAVI (São Miguel, Açores) Pescando com Coração, 2016 Kas Art (Bélgica/Portugal) The Wave, 2016 Tse (Bulgária) Rabo de Baleia, 2016 Djervy (Pico, Açores) a long time ago..., 2017 Filipe Gomes (Pico, Açores) A Dream, 2017 Tse (Bulgária) Mãe Terra, 2017 Rocio Matosas (Uruguai) Stay Humble Human, 2017 NAVI (São Miguel, Açores) Gilberto Mariano, 2017 Rui Goulart (Pico, Açores)


mapa não à escala | map not to scale algumas peças só há vestígios | some works are only traces

BVM

30

Quinta das Rosas (~3km)

12

CASA DOS

BARCA

12

34

5 39 40 14 6-13 33

32

28 18

17

12

minibela

4

Av. Machado Serpa

16

38 35

27

41

15

2 37

20-26

Rádio Pico

3

Museu do Vinho Adega das Artes

Miratecarts (Estádio Municipal)

Biblioteca Auditório da Madalena Livraria D. Dinis

Bombeiros Voluntários da Madalena

Caffe Cinq

(~10km)

31

19

CellaBar

(~1km)

www.mirateca.com

29

FOTO_GALERIA

36

AREIA LARGA

Centro de Formação Artística

Jornal Ilha Maior Fotopico

1

Câmara Municipal da Madalena Casa do Povo

Porto Velho

Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico

Jardim dos Maroiços

Centro de Saúde

Escola Cardeal Costa Nunes Ancoradouro

O Petisca Atlântico Teahouse


Photographia by Davide Sousa | design ciberpico

moinho ruínas

www.mirateca.com Governo dos Açores

Encontramos mais de 30 moinhos, re-construídos ou em ruínas, a dar a volta à ilha do Pico. Cada vez mais é necessário dar o valor e vida a estas obras de arte que deliciam o olhar de quem as encontra. There are more than 30 windmills, reconstructed or in ruins, around the island of Pico. Nowadays, it´s important and necessary to give more value to these pieces of art that enchant anyone who sees them.


© AZORINA, S. A. | Foto ©PHSilva // siaram.azores.gov.pt

Parques Naturais dos Açores Azores Nature Parks SOS AMBIENTE 800 292 800 parquesnaturais.azores.gov.pt


RNAVT: 4313

www.fontetravel.com +351 292 679 505 info@fontetravel.com

Destiny Management Company (DMC) specialized in the Triangle, The Azores, a cluster of three islands: Fayal, Pico and São Jorge. Agência local especializada na oferta turística do Triângulo: Faial, Pico e São Jorge.



5

$ ( ! ( # "( ( " ( ( ( ( ( ( ' ! "( ( ( ( ( ( ( ( ( ! % " ( &%& % " (