Page 1

SINTONIA R E V I S TA

1

Sintonia. Abril 2012

Lago Sul - Brasília Edição 167 - Abril/2012

Atualidades e fé

Jesus de Nazaré Livro do Papa sobre Jesus tornou-se um long seller e é um excelente convite ao diálogo para cristãos e não-cristãos Eliane Cantanhêde

Brasília tem uma história política, rica e bonita

Dr. Stenio Ponte

Orientações sobre os problemas do sono

Antonio Augusto Veloso Conheça o livro sobre o amor de filho pelo pai

Pe. José Hilton

Reflexão sobre os elementos da Páscoa


2

Sintonia. Abril 2012


Sintonia. Abril 2012

A

reunião do Conselho Paroquial de Pastoral no final de março foi uma verdadeira experiência de animação comunitária. Todas as pastorais, ministérios e grupos de oração estavam representados. A Luzimar Augusto, articuladora das pastorais, juntamente com o Pe. Abdon, coordenou a distribuição das tarefas para a Semana Santa, e os conselheiros manifestaram enorme disposição para ajudar no sentido de tornar as celebrações da Semana Santa

3 mais bonitas e vivenciadas. O Pároco fez uma rápida apresentação do estatuto do Conselho e apresentou, mais uma vez, a disponibilidade de espaços para a participação livre dos paroquianos tanto na revista “Sintonia” quanto na Rádio Lago Sul FM, da Sociedade Sol e Vida, fundada pelo Pe. Júlio Negrizzolo. Para ilustrar esta edição, resgatamos uma referência recente à investigação histórica e teológica da figura de Cristo: o livro “Jesus de Nazaré”, do Papa

Bento XVI. A obra continua na lista dos livros mais vendidos após um ano do seu lançamento em vários países do mundo. E para enquadrar essa lembrança, fomos buscar uma imagem conhecida da representação artística de Jesus. A capa desta edição e esta página trazem a imagem da cena dolorosa na qual Maria recebe o filho morto. A escultura é considerada uma obra-prima de Michelangelo e se encontra na Basílica de São Pedro, em Roma. Esta imagem evoca o clima da Semana Santa e favorece

a meditação sobra a Paixão, morte e ressurreição de Cristo. E não nos esqueçamos: a ressurreição de Cristo é o fundamento da nossa fé e a nossa única e definitiva esperança. Boa Páscoa! Missionários Redentoristas

“La Pietà” foi esculpida em mármore por Michelangelo em 1499.


4 SUMÁRIO Jesus O livro do Papa Bento XVI sobre Jesus vendeu milhares de exemplares no mundo inteiro e continua sendo referência na investigação sobre o Cristo real Pág. 5

Participantes do V Encontro Nacional de Jornalistas da CNBB visitaram a paróquia.

A Lei Seca Projeto de Lei que propõe a motoristas a prerrogativa de negar a execução

Sintonia. Abril 2012

SINTONIA R E V I S TA

do teste do bafômetro, para ficarem livres de processo judicial, será apreciado pela Câmara Legislativa em abril Pág. 9 O livro da Bíblia Mais lido que os livros didáticos e romances, a Bíblia ocupa o primeio lugar na lista dos livros mais lidos pelo povo brasileiro Pág. 10 O tempo voa Os 50 anos de vida de uma pessoa pode servir de base para uma reflexão sobre a rapidez do tempo e o significado dos fatos da história pessoal e social Pág. 12

Palavras e Atitudes Frases e expressões que marcaram o cenário brasileiro do último mês segundo o jornalista Romualdo de Sousa Pág. 16 Auditório Pe. Júlio Negrizzolo Conselho Paroquial Pastoral aprova a reinauguração do Auditório com homenagem ao construtor do Centro de Pastoral Totus Tuus Pág. 17

Endereço: SHIS EQ QL 6/8 Conjunto A CEP 71620-400 Brasília/DF Fone: (61) 3248-0430 Jornalista responsável:

Pe. Rafael Vieira, C. Ss. R. (JP0180GO) Colaboração:

Ir. Diego Joaquim, Maria Helena T. Hermida, Diogo Junio e Sônia Fernandes Capa:

Foto copyright free www.sxc.hu Fotografia:

Copyright free da Internet Arquivo paroquial Ir. Diego Joaquim Diagramação & Arte:

Carlos Augusto Carvalho Revisão:

Marcia Lyra Nascimento Egg Impressão: Scala Editora


Sintonia. Abril 2012

5 CAPA

Jesus de Nazaré O livro do Papa Bento XVI sobre Jesus continua a chamar atenção pela profundidade de seu relato e pelo inusitado de sua iniciativa

L

ançado no início de março do ano passado em vários idiomas, o livro “Jesus de Nazaré” do Papa Bento XVI foi reapresentado neste mês de abril em várias partes do mundo como exemplo de obra profunda e fascinante. O editorialista da revista do Pontificio Ateneo Regina Apostolorum, de Roma, traduz o entusiasmo pelo livro do seguinte modo: “A figura de Jesus, oferecida pelo livro do Papa, fascina porque nos aproxima do Cristo real, o Cristo dos Evangelhos. O Cristo em que se conjugam as esperanças messiânicas

“Jesus de Nazaré”, de Ratzinger, Joseph (Papa Bento XVI)


6

A figura de Jesus, oferecida pelo livro do Papa, fascina porque nos aproxima do Cristo real, o Cristo dos Evangelhos.

de Israel e as expectativas salvíficas de todos os povos. O Cristo que, combinando fé e razão, verdade histórica e verdade de fé, hermenêutica crítica e hermenêutica teológica, atrai e seduz com sua realidade humano-divina as mentes mais ilustres e profundas, desde os Padres da Igreja até os nossos dias (...) Chegou, seguramente, o momento histórico de recompor a exegese, de unir o que estava separado, de ser mais radicalmente fiéis à figura e a mensagem de Jesus. Em definitivo, de fazer visível aos contemporâneos o verdadeiro rosto de Deus em Jesus Cristo”.

Sintonia. Abril 2012

O livro não é uma “Vida de Jesus” como se publicava no passado. O próprio Papa fez questão de dizer que não era essa sua intenção. O livro também não é um tratado teológico de Cristologia no qual o Papa trata dos mistérios da vida de Jesus. O entendimento é de que o livro se encaixa no gênero literário do “testemunho”. “Um testemunho comovente, fascinante, libertador. O testemunho de um homem de ciência e um homem de fé em busca da Verdade que testemunha o gozo de quem encontrou Jesus de Nazaré! Porque Jesus é um homem como os demais, porém Filho de Deus e Redentor dos homens, centro do Cosmos e da História, enigmático e inevitável questionador da humanidade!”, declara, entusiasmado, o editorialista da revista da Faculdade Regina Apostolorum. O cardeal Marc Oullet, prefeito da Congregação para os Bispos da Santa Sé, na ocasião da apresentação do livro do Papa disse que esse livro é um grande convite ao diálogo: “Diálogo no seio da Igreja, diálogo com as demais confissões cristãs, diálogo com os judeus... diálogo, por último, com as demais religiões tradicionais sobre o sentido de Deus e


Sintonia. Abril 2012

7

do homem que brota da figura de Jesus, tão propícia para a paz e a unidade do gênero humano”. Pode-se falar também em diálogo como costuma afirmar a cultura laica que sente atração por uma figura que sugere mais que uma simples humanidade. O livro pode também servir de base para um diálogo frutuoso não somente para os estudiosos da Bíblia, mas também para todas as lideranças da Igreja. A obra do Papa, muitos reconhecem, é um grande exemplo de diálogo em todos os níveis. No âmbito desse diálogo, ocupa um lugar especial, o diálogo entre o autor, o leitor e o

Jesus real, de modo que por esse diálogo se chegue a um verdadeiro encontro renovador e transformador. O texto do livro não é considerado documento do Magistério do Papa, mas é um texto que leva a pensar. Neste mês de abril em que a comunidade cristã do mundo inteiro celebra a Páscoa de Jesus, tem sentido realçar a importância dessa obra recente. O livro “Jesus de Nazaré” teve uma tiragem inicial de 1 milhão e 200 mil unidades e só no primeiro dia da chegada às livrarias, vendeu 100 mil exemplares na Itália.

O texto do livro não é considerado documento do Magistério do Papa, mas é um texto que leva a pensar.


8

José Hilton

Bezzerra

Sintonia. Abril 2012

pároco

O desafio pascal A

páscoa traz em si mesma um desafio ao homem: liberdade, responsabilidade e fidelidade, elementos com os quais o homem nunca soube como conviver bem. No Judaísmo, a páscoa significou a libertação do povo hebreu da escravidão do Egito. No cristianismo, ressurreição. Ressurreição compreendida como

o ápice da liberdade. A liberdade é da natureza do homem: ele nasceu livre e está condenado a ser livre, diz o filósofo Jean-Paul Sartre, porém, na busca por tal liberdade “perdida”. Rousseau diz que, na medida em que o homem vai se relacionando com a sociedade, vai perdendo sua liberdade, porque o homem se faz com o meio.

Conforme acentua o livro do Gênese na Bíblia cristã, o homem se mostra contraditório e desequilibrado, jogando tudo pelos ares. No Livro de Números 11,5, o povo hebreu, outrora escravizado no Egito, tem saudades das cebolinhas... do Egito. Não percebe o valor da liberdade conquistada. Durante o período da quaresma, a Igreja católica insiste aos seus fiéis, de modo mais incisivo, que se convertam e alcancem a graça da participação na ressurreição de Cristo. Trata-se de

uma vida virtuosa segundo os ensinamentos de Cristo. Tendo em vista a natureza humana (desequilibrada), tal proposta é possível de ser vivida pelo homem? O homem é mesmo passível de salvação? Sendo o Céu estado do perfeito ou o “lugar” onde tudo é perfeito, é lugar para o homem? O Céu suportaria o homem ou o homem suportaria o Céu? A Igreja Católica nos apresenta Jesus como o modelo de homem perfeito e o caminho da liberdade completa, a ressureição. A salvação,

portanto, não pode ser mesmo um mérito do ser humano, “porque pela graça sois salvos, e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2:8,9). A questão da liberdade, tolerância e perfeição fica resolvida quando o homem alcança a salvação através do Cristo Jesus. Todas essas questões perturbadoras e intrigantes são dignas de maior aprofundamento, principalmente agora na Páscoa. Feliz Páscoa!


Sintonia. Abril 2012

9

POLÍTICA

Câmara vota projeto para endurecer a Lei Seca

A

decisão recente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de só considerar o teste do bafômetro ou o exame de sangue como prova de embriaguez dos motoristas pode durar pouco. Um projeto de lei do senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) quer evitar que os motoristas tenham a prerrogativa de se negar a fazer o teste para ficar livre de um processo judicial. A matéria, já aprovada no

Senado, deve ser posta em votação na Câmara em abril, segundo informou o presidente da Casa, deputado Marco Maia (PTRS). O projeto estabelece que imagens de vídeos ou depoimento de testemunhas também poderão servir como provas contra motoristas bêbados. Com isso, o bafômetro e o exame de sangue deixam de ser as únicas provas admitidas em um possível processo judicial.

O projeto também prevê o aumento rigoroso das penas para motoristas embriagados que se envolvem em acidentes que provoquem morte ou lesão corporal de terceiros. As penas podem variar de seis meses de prisão para quem apenas for flagrado dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas a 16 anos nos casos em que o ato de dirigir bêbado resulte em acidente com morte. As penas podem ainda ser aumentadas

em até 50% do tempo de prisão se o acidente for provocado por um condutor bêbado não habilitado ou sem a carteira de habilitação correspondente ao veículo que está dirigindo; se o acidente ocorrer em locais de grande concentração de pessoas; ou se o motorista embriagado estiver transportando idosos, crianças, gestantes ou pessoas com limitação de discernimento. “É verdadeiramente

essencial que a obtenção das provas para a configuração do crime de direção sob a influência de álcool ou outras drogas volte a ser obtida não só por meio do teste do bafômetro ou de sangue, mas, em caso de recusa ao teste, também por todas as demais provas lícitas admitidas no direito”, alega Ferraço, na justificativa do projeto. // Mariana Jungmann e Iolando Lourenço (Agência Brasil)


10

Sintonia. Abril 2012

BRASIL

Bíblia é o livro mais lido pelo brasileiro A

Bíblia continua sendo o livro mais lido pelos brasileiros – ganha dos livros didáticos e dos romances. Foi o que apontou pesquisa divulgada nesta semana pelo Instituto Pró-Livro sobre os hábitos de leitura da população. Ao questionar os cerca de 5 mil participantes sobre os gêneros que costumam ler, a Bíblia foi citada por 42% e manteve-se no primeiro lugar da lista, mesma posição ocupada na edição anterior da pesquisa, em 2007. Os livros didáticos foram citados por 32%, os romances

por 31%, os livros religiosos por 30% e os contos por 23%. Cada entrevistado selecionou em média três gêneros. Os títulos religiosos ganharam espaço na estante dos brasileiros. Na lista dos 25 livros mais marcantes indicados pelos entrevistados, o livro Ágape, do padre Marcelo Rossi, aparece em segundo lugar na lista. Perde apenas para a própria Bíblia e para A Cabana, do canadense William Young. Luiz Alves de Moraes, vendedor de uma livraria em Brasília, disse que os mais

vendidos são os títulos de filosofia, teologia e religião. “Pessoalmente, eu consumo mais livros de filosofia. O hábito de ler garante um amadurecimento da leitura. Comecei a ler aos 13 anos, por interesse pessoal, sem incentivo de ninguém”, conta. O colega dele, Edmar Rezende, concorda que a venda de religiosos cresceu. “Tem saído muito, principalmente o do padre Marcelo”. A professora Vera Aguiar, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), avalia que os


Sintonia. Abril 2012

livros religiosos podem ser uma porta de entrada para a literatura, especialmente para uma parte da população que não tem o hábito da leitura. Para ela, o aumento das vendas desse gênero está ligada ao avanço das religiões neopentecostais. “Há uma atitude de leitura. Depois ele pode abrir seus gostos para outros tipos de literatura, os clássicos, o entretenimento. É muito significativa essa atitude leitora, a pessoa se decidir uma atividade introspectiva”.

11 Em seguida na lista das obras mais marcantes aparecem O Sítio do Picapau Amarelo, O Pequeno Príncipe, Dom Casmurro e as coleções Crepúsculo e Harry Potter. O livro da escritora britânica J. K. Rowling foi o primeiro que a estudante de 16 anos Evelyn Cabral comprou. Ela disse que sempre gostou de ler e foi muito incentivada pela mãe quando criança por meio dos contos de fada. “Eu tinha 11 anos quando comprei

o primeiro livro do Harry Potter com a minha mesada. Daí em diante, não parei mais, gosto muito desse tipo de história. Na escola eles pedem para a gente ler os clássicos da literatura como Machado de Assis e Guimarães Rosa. Só que eles têm uma linguagem complicada. As histórias até são legais, mas é difícil ler, têm palavras que eu nem conheço”. Mesmo depois de mais de 60 anos da

sua morte, Monteiro Lobato continua no imaginário da população. O escritor paulista permaneceu no topo da lista dos autores brasileiros mais admirados. “Há muitos escritores que são conhecidos, mas na verdade não são lidos. Dá até para dizer que existem duas leituras de Monteiro Lobato: a primeira é aquela

que a gente faz do imaginário coletivo, todos ouviram falar de Reinações de Narizinho”, acredita Vera. Na sequência aparecem Machado de Assis, Paulo Coelho, Ariano Suassuna e outros autores de best sellers recentes como o pastor Silas Malafaia e o padre Marcelo Rossi. // Amanda Cieglinski (Agência Brasil)


A

Psicologia estuda o comportamento humano e seus processos mentais, que vão desde a Psicóloga CRP 01/3551 sensação, a emoção, a percepção, a aprendizagem e a inteligência. Hoje está interligada com as áreas do conhecimento humano, como: o experimental, a personalidade, o clínico, o desenvolvimento, o organizacional, a educação. Falar também ajuda. Ligue-nos, será uma honra poder ajudá-lo(a)!

CRIAÇÃO & ARTE CARLOS AUGUSTO (61) 9167-3675

Cláudia Ferraro

(61)

9808-9696

SEPS 705/905 bl. “C” Ed. Mont Blanc, Sala 229 - Brasília/DF e-mail: clpezza@hotmail.com

Psychotherapy and counselling sessions also available in English.

12

Sintonia. Abril 2012

LANÇAMENTO

Reflexões sobre o tempo Publicação tem como finalidade colaborar com as obras sociais dos Missionários Redentoristas

C

om o título “O tempo voa – cinquenta anos de uma leitura da vida”, o missionário redentorista e pároco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, padre Rafael Vieira, prepara para o mês de maio o lançamento do seu mais novo livro. “Será uma forma de celebrar o meu aniversário de 50 anos, que será em fevereiro de 2013, e fazer um balanço da trajetória feita até aqui”, explica o autor. Ele destaca que não se trata de uma autobiografia. “Tomo como ponto de partida 50 fatos que marcaram a história nos últimos 50 anos, ligando-os com algum acontecimento de minha

vida. Apresento, também, uma reflexão interessante sobre a espiritualidade do cotidiano”, revela Rafael. Este é o décimo quarto livro da trajetória do religioso. “Já houve tempo em que escrevi dois livros num mesmo ano, o que é um desafio. Mas a inspiração vem exatamente da causa para a qual se destina a renda financeira do trabalho”, revela.

A comercialização dos livros sempre se destina a colaborar com alguma das obras sociais da congregação redentorista. Desta vez, o objetivo é a construção de consultórios odontológicos no Centro de Assistência Social de Campinas (CASC), do Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – Matriz de Campinas, em Goiânia, onde Rafael atuou por diversos anos. A entidade atende a centenas de pessoas carentes todos os dias. O lançamento do livro, em Goiânia, será na terça-feira, 8 de maio, durante todas as quinze celebrações da novena perpétua.


Sintonia. Abril 2012

13


14

Stênio Ponte

Dias Filho

Sintonia. Abril 2012

Otorrinolaringologista e Cirurgia-cervico-facial, Staff do Hospital de Base do Distrito Federal Residência Médica Beneficência Portuguesa de São Paulo

Eu ronco! Tenho apneia?

Ronco e apneia são patologias diferentes, que causam danos à saúde. O ronco é a fase inicial, geralmente passível de remissão.

R

onco é um som emitido pela garganta (vibrações) devido a alterações anatômicas de nossas vias respiratórias, que com o passar dos anos, sem correção, podem se agravar e evoluir para apneia obstrutiva do sono. Em síntese, o ronco é gerado pelo trabalho excessivo da musculatura

envolvida na respiração, levando à sua hipertrofia. Sem o correto tratamento, ele poderá levar a uma redução do calibre das vias aéreas, ou seja, um estreitamento das vias aéreas. O não tratamento desses eventos predispõe a pessoa à instalação da apneia, conhecida como síndrome da apneia obstrutiva do

sono (SAOS). O diagnóstico desses distúrbios depende de uma boa avaliação médica, exame físico minucioso e alguns exames complementares (polissonografias, tomografias e cefalometrias), a depender da topografia da obstrução. O excesso de peso, o retrognatismo, o desvio de septo nasal, a hipertrofia de amígdalas e adenoides são fatores predisponentes que levam ao ronco/

apneia. Muitas vezes, a correção é possível, por meio de cirurgia, antes que o ronco evolua para a apneia obstrutiva do sono. Diagnóstico e tratamento corretos possibilitam ganhos na qualidade de vida, como melhora do desempenho no trabalho, melhor qualidade de sono, redução da sonolência diurna, melhora da sexualidade e até mesmo, em alguns casos, melhora dos níveis pressóricos (pressão arterial) e distúrbios

metabólicos. Aqui falamos apenas da apneia como consequência do ronco, mas existem outros tipos de apneias de causas diversas. Seu médico otorrinolaringologista, especialista mais comprometido nesta questão, poderá melhor esclarecer suas dúvidas, uma vez que as alterações dessa patologia (SAOS), anatomicamente, se encontram nas vias aéreas superiores. Não fique em casa escutando o companheiro reclamar dos seus roncos e achando que está tudo bem.


GRUPO SANTA HELENA

Sintonia. Abril 2012

15

O Grupo Santa Helena oferece serviços terceirizados para você ter tranquilidade em seus negócios. Por que terceirizar com o Grupo Santa Helena?

43

Anos de experiência

24h

Central de Atendimento

Portfólio

Grandes redes varejistas e atacadistas, condomínios comerciais e residenciais e hospitais de referência.

Terceirizamos

Soluções em Segurança, limpeza e conservação, apoio administrativo e operacional, dentre outros.

www.gruposh.com.br

Projetos Personalizados

Telefone: (61) 3252-0002 Quadra 01 Conj. ‘B’ lote 12 Núcleo Bandeirante e-mail: comercial@gruposh.com.br


16

Romoaldo de

Souza

Sintonia. Abril 2012

editor do blog Café & Conversa

“Estou liquidado. Politicamente falando, estou morto” Senador Demóstenes Torres (DEM-GO) depois que ficou revelada suas ligações estreitas com o “bicheiro” Carlos Cachoeira.

“Eu não vejo problema esse tema do ‘toma-lá-dá-cá’. Eu acho legítimo. Afinal todos os partidos que apoiaram a campanha da presidenta Dilma Rousseff podem pleitear espaço. O errado seria a oposição querer espaço no governo” Deputado Marco Maia (PT-RS) presidente da Câmara.

“Passamos muitas dificuldades. Fome não, mas passamos privações. Como esquecer o ovo frito dividido com os irmãos”

“Repito um velho conselho, cada vez mais válido, sobretudo pro Congresso: Quando alguém gritar “- Pega ladrão”, finge que não é com você”

Senador Eduardo Lopes (PRB-RJ)

Millôr Fernandes (1923 – 2012)

“Lei-Geral da Copa é acessório. Temos de fiscalizar as obras. Vejam o estádio Mané Garrincha, em Brasília. Já foram 11 aditivos. R$ 260 milhões pelo ralo e ninguém está na cadeia” Senador Álvaro Dias (PSDB -PR)

“Eu já levei uns sopapos da minha mãe, lá no interior da Bahia. Mas isso é passado. Era outro contexto. Hoje, eu não posso aceitar que a palmada continue sendo o corretivo para nossas crianças” Deputado Jean Wyllys (Psol-RJ), lembrando o tempo em que apanhava da mãe, em Alagoinhas.

“O motorista pega o volante do carro, tendo tomado bebida alcoólica, sabe que não tem todos os reflexos em dia é porque é um irresponsável. Porque sabe que não vai pra cadeia. Se ele atropelasse a mãe, não faria uma desgraça dessa, de misturar bebida com direção” Deputado Silvio Costa (PTB-PE)

“Eu agora volto a minha militância política, com muito mais cuidado, muito mais maduro e muito mais calejado, graças a Deus e as orações dos brasileiros” Ex-presidente Lula, anunciando a cura de um câncer na laringe.


Sintonia. Abril 2012

17

OBRAS

Hall do auditório do Totus Tuus foi reformado Revitalização do espaço complementa as melhorias realizadas no auditório

D

revitalização do jardim interno. O trabalho também incluiu melhorias no mezanino, que dá acesso aos estúdios da rádio Lago Sul FM. Ali foi criado um espaço de convivência, que já está sendo

Fotos: Ir. Diego Joaquim

epois da reforma do auditório do Totus Tuus, foi a vez do hall de entrada do prédio. O local recebeu nova pintura, com textura, reforma do forro e conserto de goteiras, além da

Início da reforma do auditório do Totus Tuus

Final da reforma do auditório do Totus Tuus

usado como suporte para os eventos do auditório. Agora, com a aprovação do Conselho de Pastoral Paroquial, o espaço está disponível para ser alugado para eventos, tornandose, portanto,

possível fonte de rendimentos para a paróquia. Por esse motivo, o uso do auditório, do hall e das salas das pastorais do Totus Tuus fora dos horários já tradicionalmente ocupados pelos

grupos vai depender de agendamento prévio na secretaria da paróquia. A renda da próxima festa da padroeira deverá reverter para a conclusão da reforma do edifício, em sua parte interna.


18

Eliane

Cantanhêde

Sintonia. Abril 2012

jornalista, colunista da Folha de S. Paulo e da Folha.com, colaboradora do jornal “Em Pauta”, da Globonews”, e comentarista da Rádio Metrópole da Bahia

Brasília é nossa! Q

uando viajo pelo país e digo que sou de Brasília, as pessoas me olham com curiosidade, talvez com desconfiança e uma pitada de inveja. A imagem da capital da República é uma “ilha da fantasia”, onde todo mundo se dá bem. As pessoas não sabem é que Brasília tem vida, cidadãos que trabalham, estudam, se divertem, ganham a vida honestamente, muitas vezes dando um duro danado. E que amam sua cidade. Também não sabem que esses escândalos

todos são, em geral, importados dos Estados, que elegem presidentes, deputados e senadores - que acabam virando ministros. Nem sabem que Brasília tem uma história política rica e bonita, com gente que enfrentou a ditadura, resistiu na UnB e no funcionalismo, foi às ruas contra chicotes na redemocratização. Até por isso, gerou ótimos quadros políticos que evaporaram com o tempo. Pena é que o expresidente Sarney tenha feito seu

vizinho de fazenda, Joaquim Roriz, governador na última nomeação antes das eleições diretas. Roriz espalhou sua influência e seus aliados por toda a estrutura do DF e fez um bom caixa de campanha. Acabou governando quatro vezes (três por voto) e incluiu Brasília na herança para seus descendentes. Deu no que deu. Os partidos adversários perderam força, seus quadros desiludiram-se, as forças políticas mais

jovens racharam e, hoje, temos o trauma da queda do governador Arruda, dúvidas sobre o atual governo e o que é pior: incerteza e falta

de nomes para o futuro. Nós, cidadãos, temos de tomar as rédeas, conhecer os candidatos, acompanhar os processos e, enfim, votar dignamente. A culpa não é dos outros, é de todos nós. Vamos reagir!


19

FESTA DA PADROEIRA

Padroeira do Lago Sul

Foto: Ir. Diego Joaquim

Sintonia. Abril 2012

No mês de junho, a Paróquia celebra a festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro com novena e quermesse

N

o final do mês de junho, a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro realiza a novena e festa da padroeira do Lago Sul. Entre os dias 18 e 26 de junho, será celebrada a novena e, no dia 27, a festa litúrgica, com a tradicional quermesse no dia 23 de junho, no estacionamento da igreja. A equipe dos Missionários Redentoristas

já iniciou os preparativos, com o apoio da Diaconia Santo Afonso. Realizou-se a primeira reunião preparatória sob a coordenação do pároco, padre Rafael Vieira. “A temática da novena que estamos preparando deve atender ao convite à reflexão feito pelo Papa Bento XVI, ao proclamar o Ano da Fé”, explicou o pároco. O Ano da Fé terá início em

Entrada principal da igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro - Lago Sul

11 de outubro de 2012, quando se comemora o cinquentenário da abertura do Concílio Vaticano II, e terminará na festa de Cristo Rei, em 24 de novembro de 2013. Na carta apostólica “Porta Fidei”, em que anuncia o ano jubilar, Bento XVI explica que tal celebração é um convite “para uma autêntica e renovada conversão ao Senhor, único

Salvador do mundo”. Os preparativos da festa incluem novidades na divulgação e realização da quermesse. O planejamento de marketing deverá ser mais profissional, a fim de melhorar a participação em todo o evento, especialmente em vista da meta de arrecadação da festa. Além da conclusão da

reforma das salas das pastorais e catequese do prédio do Totus Tuus, haverá ainda um reforço para a campanha de apadrinhamento das crianças atendidas na creche Promovida, mantida pela paróquia em São Sebastião. O lançamento oficial da novena e festa da padroeira em 2012 será feito nas celebrações do domingo, 26 de maio.


20

Sintonia. Abril 2012

CRISMA

Amadurecimento da fé A preparação para o sacramento da Crisma é um tempo de crescer na consciência do compromisso com o próximo.

S

ão dois grupos: um com 23 adolescentes e jovens e outro com sete adultos. Eles se preparam na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro para receber o Sacramento da Crisma. “Tratase de um tempo de aprendizado e aprofundamento do que realmente significa ser discípulo missionário de Jesus”, explica o missionário redentorista Ir. Diego Joaquim, que é o diretor espiritual da catequese na paróquia. Os grupos fazem um estudo aprofundado e dirigido

sobre a proposta de vida do Evangelho de Jesus. A equipe responsável pela coordenação da catequese na paróquia – Márcia Barboza, Luzia Moura e Márcia Castro – acompanha de perto a atuação dos cinco catequistas que atendem aos crismandos. “Algo que procuramos deixar claro é que não se

trata de um ‘curso’ de crisma”, explica Diego. São apresentadas propostas de se fazer a experiência de uma vida cristã, baseada na vivência do Evangelho de forma pessoal e comunitária. Tal caminho culmina com a resposta do jovem ao receber, do bispo ou de algum sacerdote delegado por ele, o Sacramento da Crisma. “Este sacramento é marcado pela unção e dom do Espírito na vida da pessoa, para que ela caminhe comprometida com Cristo e com a Igreja, na construção do Reino”.


Sintonia. Abril 2012

21


22

Sintonia. Abril 2012

liberal em política”. A narrativa ganha força na reconstrução da trajetória do sanitarista Hector Abad Gómez, devotado na defesa dos direitos humanos, a despeito de todos os riscos no ambiente de guerras da Colômbia. O título do livro decorre dos versos iniciais do soneto de autoria de Jorge Luis Borges (“Já somos a ausência que seremos, o pó elementar que nos ignora...”), que o autor leu pela primeira vez no papel manchado de sangue ainda fresco, encontrado no bolso do pai vitimado numa calçada, instantes depois de ser fulminado por matadores de aluguel. O autor “mergulhou fundo na alma do seu povo e compôs um livro sensível sem sentimentalismo, cru sem truculência, carregado de dor e surpreendente humor.” “A perda

dramática do pai, em 25 de agosto de 1987, foi guardada com zelo e maturidade durante cerca de vinte anos, período em que se manteve em maturação e decantação, de modo que só em 2006 foi objeto de publicação em livro. Valeu a pena! Segundo a avaliação de Pierre Assouline, o livro ‘A ausência que seremos’ tem todos os ingredientes para nos devastar de tristeza. Diante de nossos olhos, o romance se desenrola com carinho, afeto e ternura”.

Antonio

Veloso

economista, ex-diretor do Banco Central

A ausência que seremos

A

cabei de ler um livro que me foi gentilmente ofertado pelo Padre Carlos Sanchez, da Igreja de São Pio, do Sudoeste, aqui de Brasília, a título de “uma pequena amostra da literatura colombiana contemporânea”: chama-se “A ausência que seremos”. É um livro impressionante, forte e duro, corajoso, revelador de toda a imensidão de um amor de filho em relação ao pai, médico sanitarista. Ele reconstrói, ao mesmo tempo, a luta insana contra as injustiças sociais, num clima de intensa turbulência e de violência na Colômbia. O autor vai desde o início de sua infância e descreve com força a belíssima convivência com o pai, no ambiente de uma família curiosa: são dez mulheres (Tatá, de cem anos, quase cega, que fora babá da avó; duas

empregadas, Emma e Teresa; as cinco irmãs, Maryluz, Clara, Eva, Marta, Sol; a mãe Cecília e a freira Josefa, encarregada de cuidar do Abad e da Sol); além delas, um menino, Hector Abad, e o pai, Hector Abad Gómez. Desde cedo, o menino devotava ao pai um amor acima de todas as coisas: “amava-o mais que a Deus. Um dia teve que escolher entre Deus e o pai”. A freira Josefa sentenciou que o pai não ia à missa e, por isso, iria para o inferno. A criança logo retrucou: “não quero mais ir para o céu. Não gosto do céu sem meu pai. Prefiro ir com ele para o inferno.” O pai, médico, professor e líder na defesa dos direitos humanos, era, na verdade, um cidadão especial, amoroso, amigo e afetuoso: sempre que chegava em casa, “me abraçava, me beijava,

dizia um monte de frases carinhosas e, para terminar, soltava uma sonora gargalhada.” Isso destoava do padrão da sociedade de Antioquia, onde era considerado um “cumprimento de mariquinha e de menino mimado”, pois a tradição local ensinava que o cumprimento entre os homens, pai e filho, deveria ser “distante, seco e sem demonstrações de afeto”. Sobre o pai, era dito ainda que: “Conforme o dia, meu pai se declarava agnóstico, ou crente nos ensinamentos de Jesus, ou ateu de terra firme (pois nos aviões se convertia momentaneamente, fazendo o sinal da cruz na hora da decolagem)”. Em outras palavras, o pai se declarava “cristão em religião, marxista em economia e

Confira: “A Ausência que Seremos”, de Héctor Abad: Editora Companhia das Letras, 2006/2011, 317 páginas.


Sintonia. Abril 2012

23

Cantar para Deus

A missão do Totus Tuus Coral é ser instrumento sintonizado com Deus

Missa na Paróquia N. S. Perpétuo Socorro em 13 de janeiro de 2012

Como podemos, por meio da música, ser colaboradores da salvação? Na busca de alcançar este objetivo, foi criado na Paróquia Sagrada Família Park Way, pelos Grupos Jovens TAU e PSIU, do Movimento Escalada de Brasília, o Projeto TOTUS TUUS Coral. Trata-se da formação um coral infanto-juvenil com característica Canônica, dedicando principalmente à música sacra contemplativa tradicional da Igreja Católica. Acolhendo crianças de 8 a 14 anos, de todas as Paróquias da Arquidioce de Brasília, que são formados e preparados, obedecendo a metodologia apropriada, buscando atingir alto índice de qualidade. Por se tratar de um projeto de evangelização, inclusão e socialização de crianças, não tem nenhum custo para seus participantes.

Detalhes que nos impulsionam neste Projeto: Sabemos que crianças, são naturalmente capacitadas por Deus para usar a voz, e com ela produzir lindas melodias, isto pela simples razão do estado de inocência em que vivem, onde o principal ingrediente é senão; a “AUSÊNCIA DO PECADO”, tornando suas vozes como a dos Anjos: doce e harmônica. Como Católicos, desejamos, ardentemente, dedicar a DEUS todo este Dom que ELE nos deu, dedicando-o, todo nosso talento e capacidade, colocando-nos inteiramente à disposição. Entretanto, simplesmente cantar, e cantar para Deus são dois gestos que guardam um grande abismo de diferenças... Usar corretamente a voz, com afinação e beleza é obra de Deus, (sem dúvida). Fazer da voz um retrato da sua fé, alcançar com ela mais que notas, mas corações, trazendo as pessoas para a mesma emoção que se está sentindo, é evangelizar com talento e beleza! Por isso devemos ir além. Entendemos que não se canta para Deus sem que se esteja em profunda oração com Ele. O primeiro a quem destinamos nosso canto é o próprio Deus. Cantamos com o Espírito Santo atuando em nós. Quando ouvimos uma criança cantar, identificamos nela um traço e uma feição do próprio Deus. Cada palavra e nota que entoam comovem os que ouvem e fazem com que se perguntem o que há de tão incrível nisso. Abandone-se nessa experiência! Faça de cada melodia cantada em uma missa dominical, uma serenata Àquele que te ama muito, que lhe deu a vida e a possibilidade de cantar suas belezas! Desejo a você que ao cantar, tenha sempre um encontro emocionante com Deus em sua vida! Estamos disponibilizando no mês de abril/2012, 11 vagas para novos integrantes com idade de 9 a 14 anos. Venha participar.

Totus Tuus Coral Tio Paulo (61) 9983-0625 Daniel: (61) 8464-1549 totustuus.coral@gmail.com www.totustuuscoral.org.br


24

Sintonia. Abril 2012

sintonia167-abril2012  

Eliane Cantanhêde Dr. Stenio Ponte Antonio Augusto Veloso Pe. José Hilton REVISTA Brasília tem uma história política, rica e bonita Orientaç...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you