Issuu on Google+

praia do canto J O R N A L

Ano XIX - Número 109 - Dezembro 2012 / Janeiro 2013

Moradores ganham mais um parque... mas obra vai atrasar

O Parque Chácara Paraíso, localizado 15 mil m² de área, será um importante atrasado e o espaço só deverá receber próximo à nova sede da Petrobras, está ponto de lazer para a população de Vitó- visitantes em 2013. em construção. Com aproximadamente ria. No entanto, cronograma da obra está Página 06

ação Associação de Moradores da Praia do Canto tem nova diretoria Página 02

acontece Secretário Estadual de Segurança recebe presidentes de associações da Regional 5 Página 03

acontece Praia do Canto, Santa Lúcia e Santa Helena já fazem a coleta seletiva de resíduos Página 07


acontece

Editorial Amigo leitor, Estamos vivendo um novo momento na Associação de Moradores da Praia do Canto – AMPC, na expectativa de fortalecer o relacionamento com a comunidade foi eleita em maio último a nova diretoria da AMPC. Com propostas de lutar pela melhoria da segurança, reestruturar a rádio comunitária, fortalecer a entidade perante aos órgãos públicos cobrando melhorias nos bairros, agindo com os interesses da comunidade, a diretoria 2012/2014 está determinada em concluir o mandato com projetos que venham consolidar a posição de entidade promovendo o bem estar dos moradores. Desde que assumimos, estamos acompanhando, cobrando e fiscalizando as ações do poder público. Temos algumas obras já executadas como: Praça Alice

Quintela; drenagem da Reta da Penha x Desembargador Sampaio; canteiro da Rua Eugenio Neto, lado Santa Lúcia; Parque Chácara Von Schilgen. Obras em andamento: Parque Chácara Paraíso (Petrobrás); recapeamento de ruas, sinalização vertical e horizontal. Projetos em estudo: sistema binário no trânsito da Praia do Canto, que deverá ser apresentado a comunidade para devida aprovação. A nova diretoria é composta por 12 membros, que estão imbuídos com responsabilidade no dever de lutar pelos interesses dos moradores, são eles: Presidente: Márcio E. Esteves Barbosa, 1º Vice Presidente: José Frederico D. Moncorvo, 2ºVice Presidente: Mario Vervloet Aguirre, 1º Secretário: Jaqueline G. MalacarneDepiante, 2º Secretário: Lauro Carlos Borges, 1º Tesoureiro: Jairo Alves Pe-

Associação de Moradores da Praia do Canto Fundada em 1º de outubro de 1986 Declarada de utilidade pública municipal pela Lei 4612/98 Rua Aleixo Neto, 454 - Ed. Quartier Center Sala 706 - Praia do Canto - Vitória - ES Cep: 29057-200 C.N.P.J.: 31.500.036/0001-68 Telefone: (27) 3345-0988 E-mail: amoradoresdapraiadocanto@gmail.com

Márcio E. Esteves Barbosa Presidente reira Filho, 2º Tesoureiro: Maria Célia Basseti; Conselhos efetivo: Pedro José Merçon, Rita Almeida de Carvalho Brito, Ruy Dias de Souza; Suplentes: Carlos Eduardo Sardemberg, Maria José Binda, OdiléiaDessaune de Almeida. Esperamos que os moradores participem ativamente das discursões e ações a serem implementadas nos bairros, pois é com o apoio e participação nas decisões que teremos os projetos, os quais anseiam a comunidade.

Diretoria: Márcio Esteves Frederico Moncorvo Mário Aguirre Jaqueline Malacarne Lauro Borges Jairo Alves Filho Maria Célia Basseti

Presidente 1º Vice-President 2 º Vice-President 1ª Secretária 2º Secretário 1º Tesoureiro 2ª Tesoureira

Conselho Fiscal: Pedro Merçon - Rita Brito - Ruy Dias Conselho Fiscal (Suplentes) Carlos Eduardo Sademberg - Maria José Binda Odiléia de Almeida

praia do canto J O R NA L

Fundado em setembro de 1992 Distribuído nos bairros Praia do Canto, Santa Lúcia, Santa Helena, Santa Luiza, Barro Vermelho, Praia do Suá, Enseada do Suá, Ilha do Boi, Ilha do Frade

Parque Chácara Von Schilgen é uma boa opção de lazer

o

Parque Chácara Von Schilgen, reaberto em junho, é uma boa opção de lazer para a cidade de Vitória. Com uma área superior a 71 mil m², é ideal para um passeio com a família, curtindo a natureza e também aprender um pouco sobre a fauna e flora da Mata Atlântica. Com uma vista privilegiada de Vitória, o parque conta com trilhas para caminhadas e meditações, inúmeras espécies de árvores e aves silvestres, além de uma residência do início do século XX, que funciona como sede administrativa.

A reabertura do local é vista com bons olhos por Luanna Almeida, moradora do bairro. “É uma ótima oportunidade de lazer na Praia do Canto. Nosso bairro é tido como referência para o comércio e aos pouquinhos expandimos as opções de recreação por aqui. É uma boa pedida pra vermos a cidade de um ângulo mais tranquilo e ecológico.” O acesso ao parque se dá pela Avenida Saturnino de Brito, na

e parte de Jardim da Penha. Diretor responsável: Márcio Esteves Jornalista responsável: Flavio Santos (MTB 2922 ES) E-mail: jpraiadocanto@gmail.com Contato Publicitário: 3345-0988 Tiragem: 10.000 exemplares Diagramação: Michel Pablo M. Sabarense (9916-4408) / michelpablos@gmail.com Impressão: Parque Gráfico Rede Gazeta (Tel.: 3321-8482)

Praia do Canto, e está aberto ao público de terça a domingo, das 8 às 17h. As saídas para caminhadas pelas trilhas ocorrem a cada hora cheia, sendo permitidas apenas com os guias do parque.

Os contribuintes da AMPC poderão examinar os balancetes da entidade na sede da Associação, das 15 às 18 horas, de segunda a sexta.

telefones úteis AMPC .......................................................................................... 3345-0988 Disque-Silêncio (24 horas) ..................................................... 156 Polícia Militar ............................................................................ 190 Polícia Federal............................................................................ 3331-8000

2

Alcoólicos Anônimos (AA)..................................................... 3223-7268 Narcóticos Anônimos (NA) ................................................... 3084-8508 Centro de Valorização da Vida (CVV) .................................. 3223-4111 Centro de tratamento de toxicômanos .............................. 3132-5104 Jornal praia

ampc

do canto


ação

Associações de moradores se reúnem com secretário estadual de segurança P reocupados com o aumento dos índices de criminalidade, os presidentes das associações de moradores da Regional 5 de Vitória se reuniram em julho com o secretário estadual de Segurança Henrique Herkenhoff para discutir propostas afim de reduzir os assaltos, sequestros relâmpagos e consumo de drogas na região. Estiveram presentes Márcio Esteves, Márcio Brotto, Francisco Gava e Renato Pontes, representando as associações da Praia do Canto, Ilha do Frade, Barro Vermelho e Ilha do Boi, respectivamente, juntos com Carlos Eduardo Sardenberg, presidente

da Associação Comercial da Praia do Canto, e o vereador Serjão, representando a Câmara Municipal de Vitória. Foi debatido também um tema que preocupa a população dos bairros envolvidos, que é a transferência do comando da 3ª Cia da Polícia Militar para o bairro da Penha ou São Benedito. Para o presidente da AMPC, “a transferência do comando não contempla a região da Praia do Canto. Entendemos que a solução seria a criação de uma nova companhia no bairro da Penha e mantendo a 3ª Cia como está”, reclama Márcio Esteves.

Porteiros ajudam a manter as ruas da Praia do Canto mais seguras Há mais de dois anos, os porteiros e vigilantes da Praia do Canto são grandes aliados na redução da violência no bairro. A partir do projeto Rua Segura, os profissionais são treinados para identificar situações de risco e utilizar um sistema de radiocomunicação, que agiliza o atendimento da Polícia Militar. De acordo com a PM, antes do projeto, o atendimento às ocorrências demorava oito minutos.Atualmente, levam-se três. “Hoje temos cerca de 80 condomínios cadastrados e centenas de ligações feitas à PM. Conseguimos com este trabalho combater a violên-

ampcpraia do canto Jornal

cia no bairro”, comemora Márcio Esteves, presidente da AMPC. Para fazer parte do Rua Segura, é necessário que o condomínio seja contribuinte da AMPC, que os porteiros ou vigilantes participem do curso de capacitação e o condomínio deve adquirir um radiocomunicador com ligação direta com policiais que fazem o patrulhamento do bairro. Sua rua mais segura Para o porteiro do seu prédio fazer o curso, envie e-mail para amoradoresdapraiadocanto@gmail.com

Secretário Henrique Herkenhoff recebe presidentes das associações de moradores

Adiado o fim das obras do Parque Chácara Paraíso Após mudado em várias datas e programado para ser inaugurado em setembro de 2012, um presente de aniversário para Vitoria, a obra do Parque Chácara Paraíso sofreu alteração no cronograma e está prevista a entrega da primeira fase, para este mês de dezembro de 2012. Boa parte dos serviços contratados foi concluída, mas de acordo com a construtora responsável o prazo não será mantido, pois a greve da construção civil que aconteceu recentemente e as chuvas que estão caindo neste período poderá alterar novamente a inauguração. “Estamos participando da comissão de fiscalização da obra junto com a PMV (Gerente da Regional 5, Secretaria do Meio Ambiente e Secretaria de Desen-

volvimento da Cidade); Petrobrás (responsável pelo repasse dos recursos); presidente e vice-presidente da Associação dos Moradores do Barro Vermelho e Santa Luísa. Estamos acompanhando de perto os trabalhos e de olho nos prazos. Infelizmente, já sabemos que o parque não ficará pronto este ano e a conclusão dos serviços ficará para a próxima administração municipal”, afirma Márcio Esteves, presidente da AMPC. A área do parque Chácara Paraíso foi cedida pela Petrobras como forma de compensação pela construção da nova sede da empresa. O espaço, de aproximadamente 15 mil m², contará com playground, Academia da Pessoa Idosa, pista de caminhada, estacionamento, espaço para jogos, mirante etc.

3


acontece

Região do Triângulo das Bermudas vai receber rua de pedestres A pós diversas reuniões, a Associação de Moradores da Praia do Canto, a prefeitura de Vitória e o Sindicato de Bares, Restaurantes e Similares do Estado (Sindbares) chegaram a um acordo e assinaram, junto ao Ministério Público, o Termo de Compromisso Ambiental (controle da poluição sonora) viabilizando a construção da rua de pedestres na região do Triângulo das Bermudas. Com o projeto, parte da rua Joaquim Lírio, entre as ruas João da Cruz e Manoel Carneiro, será fechada para veículos das 22 horas até às 06 horas da manha do dia seguinte. No entanto, os moradores da região continuarão tendo acesso às residências de carro e a pé a qualquer hora. A rua projetada, primeiro local

a receber as obras, será totalmente reformulada. O canteiro central será retirado e as árvores levadas para uma nova área, dando lugar a mais vagas de estacionamento. Haverá também um investimento em segurança, melhorando a iluminação e instalando câmeras de videomonitoramento. Após os trabalhos realizados próximo ao canal, as obras se estenderão para as ruas Joaquim Lírio, João da Cruz e Manoel Carneiro. As ruas serão elevadas ao nível da calçada, possibilitando às pessoas circularem com liberdade em uma espécie de “calçadão”. A previsão é que o projeto seja concluído até o final do ano, quando os frequentadores de bares e restaurantes da região poderão caminhar num espaço mais amplo.

Presidente da AMPC debate projeto da rua de pedestre com secretários municipais e moradores

Prefeitura pretende implantar Sistema Binário na Praia do Canto Com a intenção de melhorar o fluxo de veículos e oferecer mais segurança a motoristas e pedestres, a prefeitura de Vitória pretende implantar nas ruas da Praia do Canto o sistema binário, ou seja, as vias paralelas terão mão única, cada uma com um sentido diferente.

4

Após três reuniões entre os presidentes das associações de moradores da Praia do Canto, Márcio Esteves, e de Barro Vermelho, Francisco Gava, juntamente com o Presidente da Associação Comercial, Carlos Sardemberg, o vereador Serjão e os órgãos competentes do

munícipio de Vitória, a prefeitura realiza estudos na intenção de reformular o tráfego do bairro. Entretanto, a aceitação do projeto entre os presentes das reuniões não é unanime. “Existe um estudo sendo feito pela prefeitura, que se encontra em estágio avança-

do, porém é preciso analisar quais ruas estão aptas a receber o sistema. Além disso, o projeto deverá ser apresentado à comunidade, para que haja um debate e então a aceitação do projeto elaborado”, explica o presidente da AMPC, Márcio Esteves.

Jornal praia

ampc

do canto


ação

Moradores recebem nova praça Q uem passa pela Reta da Penha já notou a diferença.A nova Praça Alice Quintela, localizada entre os bairros Santa Lúcia e Praia do Canto, revitalizou um espaço em frente a um supermercado e ainda ajudou a melhorar o trânsito em uma das principais avenidas de Vitória. A obra foi realizada a partir de um acordo firmado entre a Prefeitura e uma construtora como contrapartida a um empreendimento na região. Todo o entendimento foi intermediado pelo vereador Serjão, representando a vontade dos moradores

em ver um local com novo paisagismo e melhorias na estrutura. A praça também conta com baias para ônibus, evitando que uma das faixas da avenida fique ocupada enquanto os passageiros entram nos coletivos. Essa intervenção reduz os engarrafamentos nos horários de maior movimento. “Temos que agradecer o empenho de todos para que esta nova praça ficasse pronta. Ela está muito mais bonita e confortável. Bem diferente do que era antes”, comemora João Luiz Malacarne, que mora próximo à praça há mais de 25 anos.

Praça Alice Quintela foi construída a partir de parceria entre prefeitura e empresa

Ampliar a participação dos condomínios é uma das metas da AMPC Preocupados com a ausência de muitos condomínios do bairro entre os cadastrados e participantes, a diretoria da Associação de Moradores da Praia do Canto (AMPC) inicia uma mobilização e planeja ações para ampliar o cadastramento de novos edifícios entre os contribuintes da Associação. De acordo com o presidente Márcio Esteves, esse trabalho visa o fortalecimento da AMPC.

ampcpraia do canto Jornal

“O que nos preocupa- conta Esteves- é que nos últimos quatro anos muitas edificações foram construídas na Praia do Canto, mas poucas foram cadastradas. Isto diminui nosso poder de atuação, porque se a AMPC não consegue uma arrecadação que pague ao menos suas contas, dificilmente poderemos trabalhar na defesa do bairro”, explica. Outro problema apon-

tado pela direção da AMPC é a inadimplência de alguns condomínios. Para isso, a direção está procurando cada síndico para explicar e pedir a colaboração no esforço de convencer cada condômino a contribuir com a Associação. Nos próximos meses, serão lançadas algumas iniciativas buscando a adesão de novos condomínios na AMPC e a quitação das contribuições

em atraso por parte dos já inscritos na Associação. “Vamos convidar todos os condomínios a participar, mas para isso vamos primeiro realizar reuniões nos próximos meses para ouvir os síndicos e explicar a importância de estar sempre contribuindo conosco, já que nosso trabalho é pelo melhor da Praia do Canto, Santa Lucia e Santa Helena”, afirma Márcio Esteves.

5


acontece

AMPC entrega carta de reivindicações ao novo prefeito A audiência pública do gabinete itinerante do prefeito eleito Luciano Rezende, realizada no dia 27 de novembro, no auditório da FUNASA contou com a presença de vários moradores da Praia do Canto e dos outros bairros que compõem a região 5 da Prefeitura Municipal de Vitória. A participação foi grande e os moradores puderam expor suas reivindicações, sugestões e expectativas ao futuro prefeito e solicitaram que esse modelo de gestão continue nos quatro anos de sua gestão. O presidente da AMPC, Márcio Esteves, fez as suas considerações, parabenizando Luciano Rezende pela iniciativa em realizar as audiências públicas,cobrou várias ações e deixou um relatório com as demandas dos bairros Praia do Canto,

Santa Lúcia e Santa Helena,que precisam ser realizadas. Os que desejarem receber o documento com as reivindicações para a Praia do Canto, Santa Helena e Santa Lúcia poderá solicitá-lo pelo e-mail: amoradoresdapraiadocanto@ gmail.com.

Ajude a transformar garrafas pet em cidadania O projeto Cego Faz, criado pela União de Cegos D. Pedro II (Unicep) e dedicada ao trabalho com deficientes visuais, realiza campanha para arrecadação de garrafas pet para utilizá-las na confecção de vassouras. Para aumentar o número de garrafas recolhidas, a ONG A Ponte instalou

6

um ecoposto de entrega voluntária no Posto Iate, na Praia do Canto, que receberá os frascos até o dia 03 de janeiro. Para mais informações sobre o projeto Cego Faz, o telefone de contato é 3399-7944 e o site da instituição é http://www. uniaodecegos.com.br.

Agenda Cultural Anote em sua agenda! Durante o mês de dezembro a GrandeVitória está recheada de exposições culturais gratuitas, aí vão algumas dicas: Vitrines Até o dia 31 de dezembro o Espaço Reclinável, em Santa Lúcia, estará recebendo o público para prestigiar a exposição “Vitrines”, do artista Wagner Veiga. Com um conjunto de 20 obras em aquarela, a mostra explora o universo da moda em suas vitrines. O espaço fica localizado na Av. Rio Branco, próximo ao cruzamento com a Av. Nossa Senhora da Penha, e funciona de segunda a sexta das 9 às 19h e aos sábados das 9 às 13h. Revolução Genômica Chega ao Palácio Anchieta, para uma temporada até o dia 09 de dezembro, a exposição Nova Iorquina “Revolução Genômica”. A mostra explora o impacto das descobertas sobre o Genoma no campo das ciências, tecnologia, medicina e em nosso cotidiano.Vale a pena conferir a exposição e seus recursos cenográficos e painéis interativos, que pretende apresentar uma visão cultural da ciência moderna. O horário para visitação é de terça à sexta-feira das 8 às 18h, sábados, domingos e feriados das 9 às 17h. Paulo Mendes da Rocha: a natureza como projeto O Museu da Vale, em Vila Velha, abre suas portas para o arquiteto Paulo Mendes da Rocha e sua exposição de 20 projetos, tendo a cidade de Vitória como paisagem principal. Os destaques da mostra são o Cais das Artes, de Vitória e a Restauração da Pinacoteca do Estado de São Paulo. A exposição fica no Museu, localizado na Antiga Estação Pedro Nolasco, em Argolas, até o dia 13 de fevereiro de 2013 de terça a sexta das 8 às 17h e aos sábados e domingos das 10 às 18h.

Jornal praia

ampc

do canto


ação

Condomínios estão aderindo à coleta seletiva na região da AMPC a coleta seletiva de lixo começa a se tornar uma realidade em Vitória e os moradores da Praia do Canto, Santa Lúcia e Santa Helena têm contribuído muito para esse resultado. No último ano, segundo a Secretaria Municipal de Serviços, a separação e reciclagem de resíduos passou de 2% para 3,5% do total coletado na cidade. Os números mostram uma evolução, mas fica evidente que muitas ações devem ser feitas para esse percentual aumentar. Márcio Esteves, presidente da AMPC, aponta 120 edifícios e estabelecimentos comerciais do bairro participando da coleta seletiva e que ações de incentivo aos demais condomínios estão sendo realizadas. “Por enquanto, a coleta é voluntária e precisa partir de cada

ampcpraia do canto Jornal

comercial deve entrar em contato com a prefeitura pelo telefone 156, que encaminhará uma equipe ao local para orientar os moradores de como viabilizar adequadamente o serviço.

edifício a decisão de participar, Mas estamos entrando em contato com todos para convencer de que este processo não tem volta e em poucos anos boa parte de Vitória estará separando o lixo que produz”, prevê Márcio Esteves. Para o vereador Serjão, autor da lei que determina a coleta seletiva em Vitória, esta ação traz diversos benefícios à

Coleta Ao condomínio fica a responsabilidade de organizar internamente a separação dos resíduos. À Prefeitura cabe coletar três vezes por semana cidade, como “a diminuição o material separado. das despesas com transporte Seco e Úmido e armazenamento em aterro Vale lembrar que a prefeitura sanitário, preservação do meio ambiente e geração de mais em- realiza três vezes por semana a pregos aos catadores”, afirma coleta de lixo seco, como papel, plástico, vidro e metal. Quano vereador. to ao lixo úmido, como restos de comida e lixo de banheiro, o Faça Parte Para aderir à coleta seletiva, o recolhimento continua sendo condomínio ou estabelecimento realizado diariamente.

7


acontece

8

Jornal praia

ampc

do canto


Jornal praia do canto dezembro