Page 1

Duas Presas e Um Casco

Série Acasalamento até a meia Noite


Shea Mayer de repente encontra-se sendo o prêmio em um jogo de cabo-de-guerra. Ele não quer ser o brinquedo de um vampiro, muito menos de dois. Apesar dos protestos de Shea, eles cada sendo reivindicado. Calin e Dustin tem vivido por conta própria desde o seu clã tentou matá-los por serem gays. Agora, eles se encontram novamente sendo rejeitados por alguém que é suposto a amá-los. Será que Shea, Calin e Dustin encontrarão uma maneira de passar pelo caminho torcido imposto por seus líderes, ou será que vão permanecer perdidos e perder tudo o que poderiam ter?


Capítulo Um — Bem-vindo. Sou o Ancião Burke, — como o homem teimoso que eu sou, eu tinha aprendido a evitar essas porcarias anunciadas. — Eu quero agradecer a todos por estarem aqui hoje à noite. Esta é uma ocasião importante para nós. Já faz 25 anos desde que a Grande Guerra terminou, levando com ela uma grande parte de nossa população. — Isso era sério? Eu deixei Stacey me convencer a vir por isso? — Eu gostaria que todos vocês fizessem um brinde comigo em memória daqueles perdemos. — O ancião ergueu a taça de champanhe e esperou até que todos na multidão segurassem seu próprio copo. — Que nós nunca os esqueçamos. O ancião engoliu tudo em seu copo, e em seguida, olhou para a multidão. Eu terminei minha bebida, pensando sobre os amigos que eu tinha perdido ao longo dos muitos e muitos anos. Não foi apenas a Grande Guerra que teve paranormais mortos, mas também todos os anos na clandestinidade. — Como eu disse, esta é uma ocasião importante para todos nós. Nos 25 anos desde que a Grande Guerra terminou, a UPAC observou e esperou. Não vamos esperar mais. — Os combates entre as espécies devem terminar — , outro ancião em uma longa toga branca disse e se adiantou. — Somos conhecidos pelos humanos, e eles aprenderam a nos aceitar em seu meio. No entanto, sua tolerância só vai durar por mais algum tempo. A luta constante entre as


comunidades paranormais está sob escrutínio. assistir

vocês

resolverem

seus

Não temos mais o luxo de próprios

desacordos.

Wow. Eu concordava com eles. Essa foi a primeira vez! Eu levantei uma sobrancelha, larguei o meu copo, e belisquei meu braço. Não, eu não estava sonhando. — O Ancião Lucas está correto — , disse o Ancião Burke enquanto gesticulava para os outros anciãos. — Não temos mais a escolha de esperar que vocês terminem as suas disputas mesquinhas.

Como tal, tomamos

medidas para assegurar que vocês tomem o seu lugar entre nossa sociedade. E lá se foi os meus 20 segundos de concordar com eles. Só para registro. — Todos vocês já tomaram um brinde conosco.

Agora vocês estão

vinculados aos convênios que colocamos diante de vós. — Cada um de vocês tem 24 horas para encontrar e reivindicar seu companheiro — , o ancião disse.

— Se vocês deixarem de reivindicar um

companheiro em 24 horas, e trazê-lo diante este conselho para ser registrado, vocês não vão ter um companheiro. Vocês vão ficar selvagens em uma semana. Idiotas, eu pensei revirando os olhos. Nem todos os shifters poderiam ficar selvagens. Que tipo de filhotes eles tinham como anciãos hoje em dia? — Por causa de suas contínuas brigas entre raças, vocês não podem reivindicar um companheiro da mesma raça,— o Ancião disse. — Vocês devem reivindicar um companheiro fora de sua própria espécie. — Se vocês deixarem de trazer um companheiro diante deste Conselho, até amanhã à meia-noite, vocês vão ser caçados e executados como um paranormal selvagem. — Para garantir que vocês vão encontrar um companheiro, algo especial foi adicionado à bebida que cada um de vocês recebeu. Isso irá


assegurar que a necessidade para acasalar superará sua necessidade de lutar. É um aditivo especial que induz ao calor de acasalamento em cada um de vocês. Vocês não serão capazes de negar a necessidade de acasalar. — E só no caso de vocês pensarem em tentar quebrar a magia — , Ancião Burke disse, — adicionamos uma cláusula especial. Qualquer um que tentar a negar os convênios dessa magia será imediatamente amaldiçoado de acordo com sua raça. Vampiros não serão mais capazes de beber sangue. Shifters não serão mais capazes de mudar. Usuários de magia não terão magia, e assim por diante. Tenho certeza que vocês entenderam o meu ponto. Bem, isso afetaria todos os shifters. Foda-se. Os dois anciãos se moveram para trás para se juntar aos outros anciãos e se viraram para enfrentar a multidão. — Agora crianças, boa sorte. Esperamos ver cada um de vocês em 24 horas. Que sua caça seja bem sucedida. — Filho de uma... —

eu comecei a dizer, mas um puxão no meu

braço me parou enquanto o salão quebrava em caos. — Eu lhe reivindico — , um sugador de sangue loiro gritou enquanto me agarrava. — De jeito nenhum, eu vi primeiro — , um outro sugador de sangue com cabelo preto gritou por trás e me puxou para ele. — Eu não sou uma tomada, vocês não podem apenas me ligar — , eu rosnei e puxei de volta. Ambos congelaram e olharam para mim por um momento, e eu suspirei, pensando que eu tinha os convencido. — Caia fora Calin! Eu vou reivindicá-lo — , o loiro disse e me puxou mais duro. Então, novamente, talvez não... — Nu-uh, eu vou reivindicá-lo. — Calin gritou.

Bem, eu imaginei

que esse era seu nome, se o que o loiro disse fosse verdade. — Nenhum de vocês dois vai me reivindicar, — Eu gritei e puxei os


meus braços longe deles. Então eu fiz a única coisa que um shifter herbívoro inteligente faz quando enfrenta dois sugadores de sangue... eu corri. O problema era que o salão de bailes estava como um campo minado. Algumas pessoas estavam pegando a pessoa mais próxima a elas, enquanto outras lutavam e gritavam. Eu tinha acabado de sair de lá quando ouvi os meus potenciais pretendentes gritando atrás de mim novamente. — Filhos da puta, —

eu resmunguei e continuei. Eu precisava de

mais 20 segundos para pensar sobre o que os anciãos disseram. Então eu sabia que tinha que encontrar um companheiro, mas não havia nenhuma maneira de eu me tornar o brinquedo da mastigação de algum vampiro. Muito menos de dois deles! — Ei, ele está fugindo — , um deles gritou. Merda! Eu tinha uma pequena esperança de que eles estariam tão ocupados lutando entre si que não iriam me perceber fugindo. Eu não tive sorte, e isso era apenas tipicamente foda, especialmente se considerar a forma como os anciãos nos enganaram. Eu já estava chegando à ala herbívora do castelo quando fui abordado por trás e capotei em minhas costas. — Deixem-me ir agora! — Eu gritei, mas eles ainda não pareciam perceber. — Eu o achei primeiro. Ele é meu — , o loiro gritou e agarrou meu pulso quando se inclinou sobre mim. — De jeito nenhum, eu cheguei a ele primeiro — , o outro respondeu alto. Ele puxou meu pulso e espelhou o movimento do seu rival. — Parem com isso! —

Em vez de ouvir, senti dois conjuntos de

dentes afundando no meu pescoço. — Filhos da puta! Doeu por alguns segundos, realmente feriu, já que não houve preliminares. Então, de repente eu estava instantaneamente duro com meus quadris movimentando-se no ar. Foda-se! Agora eu entendo por que as pessoas se tornavam viciadas em mordidas de vampiro.


Antes que eu pudesse concentrar outro pensamento em minha cabeça, eu gozei em minhas calças cargo. Foi um orgasmo sem fim que continuou em ondas com cada gole que eles tomavam de mim. Então eles pararam, e eu tentei ver através da neblina enquanto engasgava com minha respiração. Eu queria gritar, mas porra, esse foi o melhor orgasmo da minha vida, e meu corpo estava sofrendo com isso. Num piscar de olhos eu os vi fazerem feridas em seus próprios pulsos com suas presas, como se estivessem apostando corrida. Então o que eles iam fazer me bateu. — Não — , choraminguei, mas não tinha ar suficiente nos meus pulmões. — Por favor não façam isso. — Você é meu agora — , Calin rosnou quando esfregou o punho sangrando contra sua mordida no meu pescoço. Suas pupilas estavam dilatadas, suas presas ainda para baixo. — É meu também —

rosnou o outro, e percebi então que o seu

pulso estava do outro lado do meu pescoço. No instante em que seu sangue entrou em meu sistema através de suas mordidas, senti uma onda de energia que não havia palavras para descrever. E então foi mais uma rodada de pauduro-instantâneo e meu pau explodiu sem que nenhum deles sequer o tocasse . Eu gritei o tempo todo, e não apenas pelo prazer, mas pela dor em meu coração por estar sendo acasalado daquela maneira. Eles removeram seus pulsos enquanto eu ofegava e tentava fazer a minha respiração voltar ao normal e meu cérebro voltar a funcionar. Então eu senti suas línguas lambendo as mordidas e as fechando. Eu não poderia me conter. Comecei a chorar silenciosamente. Meu corpo inteiro se sentiu como se tivesse sido atingido por um raio de energia cavalgando através de mim. Meu cérebro estava em desordem, e eu tinha acabado de ser reivindicado por dois sugadores de sangue que nem sequer sabiam o meu nome.


— Por que está chorando, meu companheiro? — O loiro perguntou baixinho quando acariciou minhas lágrimas. Abri meus olhos e olhei para ele com ódio, de tal forma que se eu tivesse qualquer tipo de magia eu o teria incinerado. — Nunca mais me chame assim, porra, — eu zombei e empurrei os dois longe. Eu me encostei à parede longe deles, parando e olhando-os de volta. Ambos olharam para mim com choque e curiosidade. — Eu odeio vocês por me quererem, e eu nunca, nunca vou perdoá-los por fazer isso! — Como você pode nos odiar? — Calin engasgou e olhou para seu amigo. — Somos seus companheiros. — Você nem sabe meu nome, porra! — Eu gritava, parecendo um pouco histérico mesmo para meus próprios ouvidos.

— Você fizeram isso

contra a minha vontade, enquanto eu implorava para vocês não fazerem. Vocês não são melhor do que estupradores, e eu deveria matar vocês dois! — Bem, então qual é o seu nome? — O outro perguntou, muito mais calmo que Calin. — Fodam-se vocês — , eu respondi e me levantei com as pernas trêmulas. — Eu vou aos anciãos. Tem que ter uma maneira de sair disto. Isso não está certo. — Mas eu o reivindiquei, — Calin disse suavemente à medida que me seguia. Eles eram lentos da cabeça ou simplesmente não estavam me ouvindo? Bem, eu estava cheio de falar com eles. Corri de volta para o salão de baile, empurrando as pessoas do meu jeito enquanto via vermelho de raiva com o que tinham feito comigo. Em um salto gracioso, eu pulei no palco em frente à mesa onde eles estavam montando o livro de acasalamentos. — Seu nome? — O ancião perguntou sem olhar para cima. — Shea Mayer, meu ancião, —

eu disse, dando-lhe o devido

respeito. — Eu preciso que alguém... — O nome do seu companheiro? —

Ele interrompeu quando ia


escrevê-lo. Eu bati a minha mão sobre a dele para impedi-lo. — Tira a mão de cima de mim, rapaz. — Ouça-me — , eu rosnei, ignorando o rapaz. Eu apostaria que eu era facilmente mais velho, mas eu precisava de sua ajuda.

— Eu fui

reivindicado contra a minha vontade. — Isto é tão triste ,herbívoro, — , disse ele em tom de zombaria e revirou os olhos. — Eles me morderam enquanto eu dizia não, — eu respondi, meus olhos espantados com sua reação. — Acabe com isso! — Eu não poderia mesmo se eu quisesse. Agora me dê os nomes dos seus companheiros ou passe para o lado, ou eu vou prender você por agredir um ancião da UPAC. Dei um passo para longe dele, completamente pasmo por ele ter me ameaçado com isso. Fale de extremos! Todos ouviram os rumores e sussurros sobre as prisões paranormais. Eu só bati na mão do homem, pelo amor dos deuses! — Calin Davidson — , disse Calin e adiantou-se, e em seguida, virouse para mim. — O que é um herbívoro? Oh, ele não poderia estar falando sério? Eles acasalaram comigo sem sequer saber o meu nome ou o que eu era! — Dustin Pearson, — o outro disse. — Aqui estão suas instruções — , disse o ancião e lhe entregou um envelope com o selo oficial da

UPAC sobre ele.

— Desde que vocês

acasalaram com ele, vocês serão acasalados um com o outro, mesmo vocês sendo vampiros. Não vai funcionar se vocês ficarem separados. Quando você reclama um, o outro também é reclamado. — Não, espere aí — , eu gritei antes que uma incandescente dor explodisse em meu estômago. Eu gritei e afundei até os joelhos assim como os vampiros. Isso terminou em um segundo, e eu puxei minha camisa. Havia um


selo de acasalamento ao redor do meu umbigo, magicamente colocado. — Ok, vamos para casa companheiro. — Dustin ofegou enquanto se levantava. — Parece bom — , Calin respondeu. Sem um pensamento em minha cabeça, eu puxei meu braço para trás, e Dustin levou um soco na cara. Ele tropeçou para trás enquanto Calin me olhava com a boca aberta. Isso estava bem para mim, porque no momento seguinte eu fiz o mesmo com ele. Eu pulei para fora do palco e os deixei lá, segurando suas mandíbulas com olhares de descrença. Foda-se, eu estava fora daqui. Eles poderiam ter me reivindicado, mas eu estaria ferrado se eles iam me levar para casa como algum tipo de prêmio. Eu estava acasalado, mas se eles achavam que eu ia agir como um companheiro, eles poderiam apenas beijar meus chifres. Sem nem mesmo me preocupar em olhar para trás, eu segui o meu caminho de volta através do salão. Uma vez que cheguei a ala dos herbívoro, peguei meu telefone e pedi para o meu piloto obter o plano de voo. Então me dirigi ao meu quarto, embalando tudo, e fui procurar um dos guardas para me dar uma carona até o aeroporto. — Espere, precisamos conversar — , disse Calin quando eu caminhei de volta para fora do ala do castelo em que estava hospedado . Os dois estavam ali, esperando por mim. — Tarde demais, seu merdinha, — Eu zombei e passei por eles. — Eu queria falar antes que vocês afundassem suas presas em mim. Mas vocês não queriam ouvir, não é?

Bem, agora sou eu que estou ignorando vocês,

idiotas. — Você não pode nos ignorar! Nós lemos as regras — , ele gritou enquanto corria ao meu lado e acenou um pedaço de papel para mim. — Tudo bem — , eu rosnei e arrebatei o papel dele, encostando na parede.


Eu li a carta e senti meu coração afundar em meu estômago. — Filhos da puta. Isso não pode estar certo! — Nós perguntamos. E está — , Dustin disse suavemente. — Olhe, nos desculpe, ok? Você não pode simplesmente nos perdoar, e assim podemos começar tudo de novo? — Não, nós não podemos! Eu nunca quis qualquer um de vocês. — Reli a carta novamente, esperando que eu tivesse entendido certo. Não tive essa sorte. Indicava claramente que teríamos que consumar o acasalamento a cada 24 horas ou as mesmas regras aplicadas se não tivéssemos acasalado valiam. Com um suspiro alto, eu olhei os dois vampiros. — Bem, pelo menos vocês não são feios. — Sim, obrigado — , Calin sussurrou, parecendo como se estivesse prestes a chorar. Porra muito ruim!

Eu não recebi nenhuma pena nesta

bagunça, e não ia me sentir culpado por não tratá-lo bem. — Obtenham suas coisas e me encontrem lá na frente em 10 minutos, ou eu estou indo embora sem vocês, — Quase cai ao perceber que eles tinham que morar comigo, isso me bateu duro. — Mas vivemos em Nova York — , disse Dustin, de boca aberta. — Sim, bem, vocês estão se mudando para a Geórgia, a menos que sintam vontade de ficar selvagens — , eu respondi com um sorriso, acenando com o papel em sua face. Ok então, eu estava sendo infantil, mas isso não era culpa minha, droga! — Isso significa que você nos perdoa? —

Calin perguntou, seus

olhos brilhando com a esperança. — Não, eu não estava brincando quando eu disse que eu nunca vou perdoá-los. Aqui diz que temos que ter sexo, e isso é tudo que você está recebendo de mim. Você queria um amor de companheiro, garoto? Tente perguntar antes de reivindicar um . — Nós vamos fazer as malas — , Dustin respondeu quando puxou a


mão de seu amigo. Eles se foram, Calin me dando um olhar triste por cima do ombro que eu tentei o meu melhor para ignorar. Eu fiz meu caminho para a porta da frente, fazendo arranjos para a nossa viagem. Os guardas me fizeram mostrar meu selo de acasalamento para eles, e pelo rádio pediram um dos carros. Enquanto encostei-me à parede para esperar, pensei sobre os novos homens em minha vida. Eu não estava mentindo quando disse que eles não eram feios, mas isso era um eufemismo. A verdade era que ambos eram lindos. Dustin tinha cabelos loiros com destaques em vermelho e olhos verdes claros que me lembrou dos primeiros sinais da primavera. Ele tinha cerca de um metro e noventa, magro e cinzelado, e eu acho que uns 35 anos ou assim. E aqueles lábios cheios me fizeram pensar em lotes de maus caminhos em que ele pudesse usá-los. Eu gemi quando lembrei de que minhas calças ainda estavam encharcadas de esperma. Eu não me troquei na pressa de sair daqui. Grosseiro. Calin, por outro lado era o oposto total do seu amigo. O preto em seus cabelos e seus profundos olhos azuis, com cílios longos que algumas mulheres matariam para ter. Ele parecia muito mais inocente do que Dustin, e de alguma forma menor. Talvez fosse como ele soava, se desculpando genuinamente, mas eu não tinha certeza. Calin era da mesma forma que Dustin, na altura e na construção, talvez um pouco mais baixo. De qualquer forma, eu estaria me elevando sobre os dois com a minha altura de quase dois metros e dez. Essa foi a única razão para que eles conseguissem cair sobre mim. Havia dois deles quando me abordaram. Caso contrário eu teria sido capaz de combatê-los facilmente. Eu acho que a outra parte foi apenas o choque. Quero dizer, quem vai pensar que em uma conferência alguém pule em você e acasale contra sua vontade?


— Estamos prontos — , disse Dustin enquanto caminhavam. Eu nem sequer olhei para eles, só peguei minha bolsa e abri o caminho para o nosso destino. Enquanto nós nos sentamos no SUV a caminho do aeroporto, ouvi um deles fungar algumas vezes. Recusei-me a confortá-los, não importa se eu estava sentindo o puxão de acasalamento e queria. Eles fizeram a cama, e agora eles teriam que se deitar nela. — Por que não estamos indo para o portão principal? —

Calin

perguntou, seus olhos grandes quando olhou para mim. Nós estávamos dirigindo para a direita depois do portão normal de partidas, em direção à entrada de aviões fretados. — Eu tenho um dos meus aviões aqui esperando para ir — , eu respondi. Era uma pergunta justa, e enquanto eu não queria papo com eles, eu não queria assustá-los também. Ou talvez eu quisesse, mas teria que decidir isso mais tarde. — Um de seus aviões? — Dustin ofegou quando olhou de mim para Calin. — Sim, um deles. — Suspirei enquanto passei a mão sobre o meu cabelo curto em aborrecimento.

— Deveria ter feito alguma pesquisa sobre

mim antes do acasalamento, você não acha? — Nossa presas saíram e a necessidade de beber... —

Calin

começou a dizer, mas eu não estava pronto para ouvir suas besteiras e desculpas. — Salve a história para alguém que se importa, garoto — , eu rosnei enquanto o SUV parava. — Eu não sou uma criança — , ele respondeu com um muxoxo quando saímos. — Temos 42 anos . — Bem, eu tenho mais de quatro mil anos, — Eu retruquei enquanto caminhava ao longo do asfalto plano.


— Puta merda, você é velho — , Dustin murmurou sob sua respiração. — Sim, então você serão meninos para mim, não importa a sua idade. Vocês mostraram isso quando agiram lutando como crianças com brinquedo novo. Vocês são relacionados ou algo assim? Você sabe o que, não importa. Eu não quero saber de nada. É só chegar no avião e calar a boca. — Nós dissemos que sentíamos muito, — Calin sussurrou enquanto subia as escadas atrás de mim. Certo, seja o que for. Eu precisava de uma garrafa de whisky e uma máquina do tempo para lidar com tudo isso. Nós arrumamos as malas, e eles rapidamente tomaram seus assentos em frente ao meu. O piloto, através do interfone, anunciou que iríamos decolar em breve,

e quanto tempo o voo

levaria, de acordo com o vento. Dez minutos depois estávamos no ar, e estava tudo bem para usar aparelhos eletrônicos. A aeromoça que sempre me acompanhava nos voos mais longos trouxe a minha bebida, enquanto perguntava o que os meus convidados queriam. Eu vi os olhares rápidos que ela me deu em confusão. Eu não a culpava, desde que não tinha avisado nada antes sobre trazer qualquer pessoa comigo, mas eu não estava com vontade de falar. Meu celular tocou depois que bebi o meu uísque e pedi outro. Eu rosnei quando vi quem era e percebi que ele era a pessoa certa para descarregar minha raiva. — Explique-se — , eu exclamei depois de abrir o telefone. — Olha, eu sei que você está chateado, Shea. —

Ancião Rice

suspirou ao longo da linha. — Vá para a conferência da UPAC este ano para que você não tenha que fazê-lo em quatro anos,

Eu o imitava rudemente, repassando a

conversa que tivemos e que me meteu nessa confusão. — Relaxe um pouco. Talvez você vá conhecer alguém legal.


— Precisamos começar a repovoar as diferentes espécies — , disse ele, seu tom levando uma vantagem sobre ele. — Sim, bem, eu sou gay, então como foi essa experiência para você? Foda-se, ancião. Eu tenho dois sugadores de sangue que me reivindicaram sem a minha permissão. E quando eu disse a um dos anciãos, ele revirou os olhos para o herbívoro estúpido, um pouco antes de ameaçar me colocar na prisão por atacá-lo quando tudo que eu fiz foi impedi-lo de escrever meu nome no livro de acasalamento. Então você sabe o quê? A UPAC pode beijar minha bunda na próxima vez que vierem me pedir ajuda! — Merda, —

ele sussurrou, e eu podia vê-lo

limpando as mãos

sobre o seu rosto em frustração. — Você tem dois companheiros? — Sim — , eu funguei e balancei a cabeça em descrença. — Eles não sabem o meu nome ou o que eu sou, principalmente porque eles estavam muito ocupados brigando por mim como um brinquedo. — Ei, isso não é justo — , Dustin exclamou, parecendo irritado. — Sim, isso realmente é, garoto, — eu respondi, revirando os olhos antes de me concentrar novamente em minha chamada.

— Você sabia que

isso ia acontecer, não é, Rice? — Nós planejamos isso no ano passado para a conferência deste ano. Sabe como é difícil chegar a uma magia forte o suficiente para afetar todos os paranormais do mundo? — Não, eu não sei — , eu disse sarcasticamente.

— Vocês pobres

anciãos. Será que você teve que trabalhar muito duro para enganar a todos nós? — Foda-se, Shea, — ele rosnou no telefone. — Você poderia querer se lembrar com quem você está falando. — Eu sei exatamente quem eu estou falando, gamo — , respondi com firmeza, colocando todo o meu poder por trás de minha voz. Eu me referi especificamente a ele como gamo, que era como os alces jovens eram


chamados, para que ele se lembrasse o quanto ele era mais jovem do que eu. — Você pode ser o ancião dos herbívoros, mas vamos lembrar quem é o mais velho aqui. — Eu não sabia que isso iria acontecer com você, idiota. — Você sabe que eu sou gay. Por que ter a certeza de que eu estaria lá? — Não é como se pudéssemos dizer para todos os paranormais gays que não precisavam participar! — Ele exclamou como se achasse que eu era o único louco aqui enquanto eles nos enganaram. — E eu não me importo se você é gay. Eu quero ver você feliz. Você está sozinho por milênios, Shea. Você merece se estabelecer e ser feliz. — Você ouve a si mesmo? — Eu rosnei, segurando o telefone com tanta força que pensei que poderia quebrá-lo. — Como é que me forçando a ter um companheiro você tinha a esperança de me ver feliz? — Coisas estranhas têm acontecido — , resmungou. — Chame-me quando você se acalmar. — Sim, talvez em milênios. — Terminei a chamada e desliguei. Nós não estávamos chegando a nenhum argumento, e enquanto eu estava chateado com ele, Rice tinha sido um bom amigo para mim no passado. E o caminho que a UPAC estava com seus segredos, não é como ele se ele pudesse ter me dado alguma pista. Ele simplesmente não tinha que ter me empurrado para a conferência. — Sério, quem é você, cara? — Dustin perguntou enquanto os dois olhavam para mim. — Você apenas mastigou um ancião. Você tem um desejo de morte? — Por favor, — Eu zombei e depois ri. Estes dois não tinham ideia de quem eles realmente tinha acasalado, idiotas. — Eu estou com 4.397 anos de idade. Sou praticamente indestrutível neste ponto e eu vou viver para sempre. Quanto mais velho qualquer


paranormal fica, mais forte eles se tornam. Eu poderia levar uma bomba de incêndio de uma fênix e rir porque faria cócegas. Estou imune à magia. Vocês dois estão provavelmente sentindo o calor do acasalamento, mas posso lhes garantir que eu não estou. — Uau, nós acasalamos com Superman — , disse Calin com admiração em sua voz. Eu teria rido do comentário, se não tivesse percebido que ele estava falando a sério. Graaaaande. Eu não era fã de bonitos e estúpidos. E até agora eu estava disposto a apostar que o seu QI não era maior do que dois dígitos. — Seja como for, — gemi e rolei meus olhos. Minha paciência estava indo embora, e eu precisava me ocupar de alguma coisa e tirá-los da cabeça. Joguei o meu telefone para Dustin já que ele parecia assumir a liderança entre os dois na maior parte do tempo. — Chame minha assistente, Drea, e lhe explique a situação. Ela pode organizar para que todas as suas coisas sejam embaladas em Nova York e enviadas para a minha propriedade. — Nós realmente não temos muito, ou até mesmo um coven — , Dustin disse calmamente. — O que você fizeram de errado? — Eu perguntei, estreitando os olhos para o par. A única razão para que um vampiro não tivesse um coven é porque foram expulsos e nenhum outro coven iria aceitá-los. A quem diabos eu tinha sido amarrado para a eternidade? — Nós não fizemos nada — , respondeu Calin quando seu lábio inferior se prendeu em uma careta. Ele cruzou os braços sobre o peito e juntou as sobrancelhas. Seria realmente adorável se eu não estivesse tão puto com eles.

— Nosso coven de nascimento tentou nos matar por sermos gays.

Corremos para Nova York e estávamos rondando o coven de lá para sentir se eles estavam bem com isso. Então decidimos ir para a conferência deste ano


para ver se poderíamos encontrar um coven que nos aceitaria. — Em qual coven fodido vocês nasceram? — Eu perguntei, os meus olhos se arregalando em choque. Geralmente as comunidades paranormais não tinham problemas com gays, ou qualquer outra coisa. — Os puritanos — , Dustin disse com um bufar. — Na verdade não, mas fica em um pequeno e remoto local em New England que faz alguns adoradores da bíblia cristã parecer como a desova de Satanás. — Okaaay então — , eu disse com voz arrastada. O que você diz sobre isso? — Bem, ligue para ela e avise-a. Eu tenho algum trabalho a ser feito. Ela vai deixar o pessoal da casa saber que vocês estão chegando e conseguir que seus quartos fiquem prontos. — Não vamos dormir com você? —

Calin perguntou, parecendo

como se eu tivesse batido em seu rosto. — Não — respondi sem olhar para cima do meu laptop. — E eu não vou sair em encontros com vocês, ou beijá-los e afagar. A carta diz que nós temos que foder uma vez por dia e eu vou. Ela diz que eu tenho que te foder uma vez por dia, e eu vou. E apenas isso. Você não gosta? Muito ruim para você. Você deveria ter pensado sobre isso antes de me reivindicar. — Você não tem que ser tão cruel sobre isso — , resmungou Dustin enquanto passava os contatos no meu telefone. Eu não ia brigar com eles. Eu estava muito cansado e tinha muito o que fazer. Ignorei-os enquanto trabalhava, mesmo quando a aeromoça nos serviu o café da manhã. Era tarde quando saímos da Escócia, e com o pequeno espaço de tempo, o café da manhã tinha sido a melhor escolha. Embora eu não parasse de beber meu scotch. Se alguma vez houve um momento em que eu percebi que teria que esquecer algo, era agora. Depois que comeram, ambos se deitaram para uma soneca. Quando suas respirações nivelaram , eu finalmente soltei um suspiro de alívio. Eu finalmente tinha algum tempo para lidar com tudo isso, em vez de apenas


estar chateado. Enquanto eu olhava para eles em seu sono tranquilo, minha mente girava com os prós e contras de tudo isso. Quero dizer, eles eram quentes e fisicamente o tipo de homens que eu gostava. E eles não eram dominantes o suficiente para tentar assumir o controle ou ficar no meu caminho. Eu sei que eu realmente não tinha me esforçado em ouvi-los, mas eles pareciam sentidos pelo que fizeram, de modo que significava que tinham que ter um bom coração, certo? E eles não tinham hesitado ou visto alguma dificuldade em se mudar. Mas novamente, eles nem sequer tinham um coven ou pareciam ter mais alguém, além de um ao outro. Eu acho que se eu tivesse que ser acasalado eu poderia ter feito pior. A questão principal parecia ser se eu poderia deixar passar o modo como eles me reivindicaram. De todos os modos em que eu olhava para isso, eu não achava que poderia. E a eternidade seria um tempo muito longo para estar chateado com meus companheiros. Mas eu não podia simplesmente mudar a forma como me sentia... poderia?

Capítulo Dois


Na primeira semana eu os evitei e, basicamente, os ignorei, mesmo nas refeições. Eles conversaram calmamente entre eles enquanto eu nunca disse uma palavra para eles. Quando nós chegamos a casa, eu tive relações sexuais com cada um deles em seus quartos novos. E sim, tinha sido o melhor sexo da minha vida, mesmo que parecesse frio. Eu odiava essa sensação, como se os homens que eram supostos serem os meus companheiros não eram nada mais do que homens de uma noite. Eu instruí Dustin para estar pronto para mim todas as manhãs para seu sexo diário e Calin à noite. E eles não tinham reclamado, nem disseram nada sobre isso. Eu os encontrava estirados, de quatro e com seus traseiros para cima, à minha espera quando eu chegava. Calin tentou me convencer a deixá-lo se deitar de costas enquanto eu o levava, mas eu não poderia lidar com a visão de seus rostos enquanto nós transamos. Eu simplesmente não conseguia. Havia uma grande parte de mim que queria apenas perdoá-los e tentar conhecer melhor meus companheiros. Mas a outra parte de mim dizia que eu não podia confiar neles, então por que desperdiçar tempo e esforço. Apenas feria meu coração que as únicas vezes que eu tinha contato com eles era para uma foda rápida, onde dizíamos duas palavras, gozávamos e seguíamos nosso caminho separado. Isso estava batendo forte em mim, e eu estava dormindo mal. Eu poderia me jogar no trabalho, e eu fiz, mas em algum ponto do dia eu acabava pensando neles. Meus pensamentos se mantinham a deriva sobre o que eles estavam fazendo. Eles estavam felizes aqui? Eu fiz suas coisas chegarem e eles foram estabelecidos, ok? Mas nunca perguntei. E eu não sei se isso era porque eu sou


um burro teimoso ou apenas queria feri-los da maneira que eles fizeram comigo. Suspirei quando cheguei ao quarto de Calin. Não podíamos continuar assim, mas eu não sabia o que fazer ou como tentar resolver isso. Poderíamos realmente passar os próximos quatro anos desta forma? E o que aconteceria depois disso? Eles voltariam para Nova York e agiriam como se isso nunca tivesse acontecido? Porque essa ideia fazia o meu coração doer tanto em meu peito? Respirando fundo, eu abri a porta e entrei, certificando-me de fechála atrás de mim. A luz na cabeceira me disse que alguma coisa não estava normal, e meu companheiro não estava pronto para mim.

Inferno, ele nem

mesmo estava na cama. — Calin? — Eu chamei enquanto procurava no quarto. Eu tinha dado a eles os maiores quartos ao lado do meu, para que eles ao menos ficassem confortáveis. — Por favor, me deixe em paz — , ele sussurrou, e eu olhei na direção de sua voz. Ele estava sentado no assento da janela, sua cabeça inclinada contra o vidro, olhando para a noite. Seus joelhos estavam atraídos para o peito, os braços em torno deles, e ele estava chorando. O luar era a única coisa que iluminava o quarto e o fez parecer ainda mais lindo quando derramou sobre ele. Calin não estava usando uma camisa, apenas um par de calças de pijama, e minhas mãos doíam para tocar sua pele de marfim da forma que um verdadeiro companheiro deveria. Da forma que qualquer homem com um pulso iria querer. — Eu não posso mais fazer isso, Shea — Calin fungou quando eu não respondi. — Não posso mais dizer que sinto muito quando você não vai ouvir. Eu não posso mudar o que fizemos e como nós agimos sobre isso. — Você tem ou você vai ficar louco e perder a sua capacidade de


beber sangue — , eu disse e dei um passo hesitante em sua direção. — E viver assim não está me deixando louco? — , Ele perguntou com um risada mórbida. — Nós dois precisamos fodidamente beber e tem sido por dias, mas temos muito medo de lhe dizer. — Eu...eu não sabia que você tinha de beber frequentemente — , eu disse enquanto me sentia como um idiota. Nunca tinha passado pela minha cabeça que eles precisavam de sangue. — Como você saberia? Você não disse mais do que duas frases para mim desde que cheguei aqui — , ele conseguiu resmungar antes de enterrar o rosto em seus joelhos e quebrar. — Não chore, Calin. —

Corri até ele e o levantei em meu colo

enquanto me sentava. — Por favor, não chore. — Nos perdoe, — pescoço.

ele soluçou quando enterrou o rosto no meu

— Por favor! Nós lamentamos, Shea. Estamos tão fodidos, nos

desculpe. Nossas presas saíram após a bebida que eles nos deram, e tudo o que podia pensar era encontrar alguém para beber. Eu estava com muita sede. Eu não conseguia nem pensar direito. Se eu tivesse pensado, eu iria querer a mesma

pessoa

que

Dustin

para

que

pudéssemos

ficar

juntos!

Eu

simplesmente não conseguia pensar além da necessidade, e você estava lá e era tão lindo. Levou toda a força em mim para perdoá-lo, mas depois de ver a bagunça que ele estava, eu fiz. — Ok — , eu sussurrei. — Tudo bem o quê? — , Ele perguntou entre soluços. — Eu te perdoo — , eu disse enquanto o levei para sentar em meu colo. — Mas nunca mais faça algo parecido para mim novamente. Você não tem ideia do quanto dói saber que fui reivindicado daquela maneira. Você acha que era como eu queria o meu acasalamento? — Não — , ele lamentou e baixou os olhos de vergonha.

— Vou


fazer o que você quiser fazer com isso. Eu não quero que meu acasalamento seja assim. Eu queria me apaixonar por você assim como estou apaixonado por... E todas as peças se encaixaram. Calin amava Dustin. — Será que ele sabe? —

Eu perguntei depois de limpar minha

garganta. O pânico nos olhos de Calin me disse que não, mas eu precisava saber com certeza. Ele sacudiu a cabeça e olhou para longe de mim. — Ele gosta de você? — Eu não penso assim — , Calin sussurrou.

— Fomos para o

primeiro beijo e alguém nos encontrou. Foi assim que o coven descobriu que éramos gays. Ele nunca mais me tocou novamente, exceto quando tínhamos boquetes juntos. — Boquetes? —

Eu engasguei, meus olhos se alargando. Deuses

queridos, o que eles tiveram de fazer para sobreviver sem um coven? — Nós tivemos emprego de modelos, mas principalmente em pornografia na Internet quando precisávamos do dinheiro. — olhava para mim, e meu coração se partiu por eles.

Ele ainda não

Eu sei que em anos

humanos eles eram de meia-idade, mas para o mundo paranormal eles eram basicamente bebês de fraldas. Bem, não realmente, mas eles eram muito jovens. — Você nunca mais precisará se preocupar com dinheiro — , eu disse e beijei seus cabelos. — Mas eu quero mais do que um pai de açúcar que vem para o meu quarto toda noite Shea.

Eu quero um companheiro. Eu quero ser feliz.

Eu

quero ser amado algum dia . — Eu vou tentar, ok? Vocês me machucaram muito, mas estou começando a entender que vocês não tinham controle sobre suas ações. Dême algum tempo para processar isso e talvez possamos começar de novo. Isso é o melhor que posso lhe oferecer agora. Lamento que você tenha sido


machucado. Eu deveria ter pensado que vocês precisariam de sangue. — Você cheira tão bem — , ele sussurrou enquanto seus dentes alongaram. — Estou pedindo neste momento. Por favor, Shea, eu posso beber de você? — Sim, você pode, meu companheiro — , eu sussurrei enquanto oferecia minha garganta para ele. Ele gemeu de prazer quando se inclinou e lambeu meu pescoço. Eu gritei quando ele afundou suas presas em mim. Senti-me fantástico, e não por causa do pau duro instantâneo e do orgasmo. O animal em mim estava amando o que eu estava proporcionando para o meu companheiro. Calin gemeu enquanto bebia profundamente, empurrando seus quadris contra mim. Eu estendi a mão e acariciei o seu buraco segundo antes de meu próprio orgasmo bater em mim. Luzes piscavam por trás dos meus olhos enquanto eu rugi a minha liberação. Foda-se, mas eu precisava dessa conexão com eles. Era tão mais íntimo do que sexo. — Obrigado — , ele sussurrou enquanto lambia a mordida fechada. — Vamos fazer isto direito, se você nos deixar, Shea . Eu olhei para ele em confusão até que percebi que em algum momento durante o passeio eu tinha caído de volta no assento da janela e ele me seguiu para baixo. Quando passei os dedos pelos seus cabelos, saboreando a sensação dos fios de seda, eu procurei seus olhos. — Eu acredito em você — , eu respondi e inclinei-me para roçar meus lábios sobre os dele. Calin engasgou e devolveu o beijo. Seus lábios eram ainda mais suaves do que pareciam.

Eu gemi, empurrando minha língua em sua boca

enquanto nos rolava para fora do assento. Ele envolveu-se em torno de mim quando eu o levei para a cama e o abaixei. Eu não deixei passar o sentimento amoroso do meu corpo entre suas pernas. — Eu quero mais — , ele ofegou quando nos separamos quando o ar


se tornou necessário.

— Eu não quero quebrar o feitiço que fez você

finalmente me tocar deste modo, mas Dustin precisa de sangue. Eu não tomei muito, por isso não vamos te machucar. Você só pode estar um pouco cansado amanhã. — Nós ainda temos de ter sexo esta noite — , eu disse enquanto me afastava dele lentamente. — Eu ainda posso montar em você se estiver muito cansado. — Calin riu. Oh que som! Eu nunca tinha ouvido qualquer um deles rir, e isso me fez sentir anos mais jovem. Eu queria me chutar por deixar a minha ira durar tanto tempo, mas o que está feito está feito. — Então vamos buscar o nosso companheiro — , eu respondi com um sorriso e o peguei em meus braços. Isto foi ainda melhor do que o riso. Calin se encaixava tão perfeitamente em meus braços, e eu gostei tanto que eu podia me ver fazendo muito isso em nosso futuro. — Você não vai mudar de ideia amanhã e voltar a ficar louco, não é? — , ele perguntou enquanto eu andava para fora do quarto em direção a Dustin. — Não, eu estava pensando sobre o que fazer para que eu pudesse mudar as coisas o dia todo, antes mesmo de ver você chorar. Eu não poderia continuar por esse caminho tampouco, Calin. Eu simplesmente não conseguia deixá-lo ir. Mas saber que não beber de mim os afetou dessa forma ajudou. E agora que eu provei como doces seus lábios são, eu não acho que há qualquer retorno. — Obrigado — , ele sussurrou e esfregou o meu pescoço quando entramos no quarto de Dustin. — O que há de errado? Calin está ferido? — Dustin perguntou em pânico quando saltou da cama. Ele correu para nós e passou as mãos sobre o nosso companheiro. — Beije-o — , eu sussurrei no ouvido de Calin de modo que só ele


podia ouvir. Seus olhos se arregalaram enquanto um sorriso irrompeu em seu rosto. Em um flash ele agarrou a nuca de Dustin e apertou suas bocas juntas. Foda-se, isso era quente! Eles gemiam e aprofundaram o beijo, usando a língua e os dentes. — Eu te amo. Eu sempre tenho te amado

— , Calin sussurrou

enquanto inclinou sua testa contra Dustin. — Sinto muito que fomos pegos e o coven tentou nos matar, mas eu quero você de volta. — Você me ama? — Dustin ofegou, suas sobrancelhas se juntando até a testa. — Por que você não me disse isso? Eu tentei te beijar quando nós, umm, você sabe. — Calin me contou sobre o pornô. Está tudo bem, Dustin,

— eu

disse suavemente, adivinhando que é por isso que de repente ele parecia envergonhado. — Está? — Ambos perguntaram juntos. — Bem, não há problema se vocês não continuarem a fazer isso enquanto estiverem acasalados a mim — , respondi, escolhendo as palavras com sabedoria para que eu não os ofendesse.

— Mas eu entendo porque

vocês fizeram isso, e eu não me importo com o seu passado.

Eu só me

preocupo com nosso futuro. — Então você nos perdoou? — Sim, Calin explicou para mim o que aconteceu com a bebida, e eu lhe disse que ia tentar. —

Todos nós nos movemos para a cama e nos

sentamos, Dustin e Calin se movendo tão perto que ambos estavam meio sentados em meu colo. — Eu fiquei realmente ferido por aquilo que vocês me fizeram e não estava disposto a dar uma chance e confiar em vocês. Então eu preciso que vocês me prometam que nunca mais vão fazer algo contra a minha vontade novamente. — Eu não vou. Nós prometemos

— , Dustin disse rapidamente e

beijou minha bochecha. — Então, por que você estava carregando Calin aqui?


— Eu não posso acreditar que eu disse que te amo e você não disse nada — , Calin deixou escapar, olhando para Dustin quando eu estava prestes a responder. — Eu também te amo — , Dustin respondeu gentilmente e estendeu a mão, acariciando a bochecha de Calin. — Lamento que você não sabia disso. Tentei fazer você dormir comigo na cama, naquele apartamento lamentável em que vivíamos, mas você sempre ia para o sofá. Pensei que você estava me rejeitando. — Não, eu pensei que você poderia pirar se eu fosse dormir na cama. — Bem, não somos todos apenas idiotas. — Eu ri enquanto olhava de um para o outro, quase como em uma partida de tênis. — Antes de irmos adiante, você precisa de sangue, Dustin. Calin já teve algum de mim. Me desculpe, eu não pensei sobre isso. Eu não sabia que vocês estavam sofrendo. — Nós não queríamos te chatear e ser exigente — , ele sussurrou e olhou para baixo. Eu vi o brilho de suas presas pulando para fora na menção de sangue. — Bem, isso está acabado agora, e vamos começar do zero. É tempo de tentar isso de verdade ao invés do caminho que estávamos tomando. Nenhum dos nós foi felizes com esse regime. — Então, eu posso beber de você? —

Dustin perguntou quando

levantou a cabeça o suficiente para olhar para a minha garganta. Engoli em voz alta a fome que vi em seus olhos, especialmente quando sua língua deslizou sobre as pontas de seus dentes. — Sim, meu companheiro — , eu disse, minha voz soando rouca. — Pegue o que você precisa de mim. — Graças a foda — , ele gemeu e se inclinou para frente. Eles me empurraram de volta para a cama enquanto Dustin colocava beijos suaves em minha garganta. Eu estava assumindo que era Calin retirando meu shorts enquanto nosso companheiro bebia de mim.


Ele bebeu de mim, e eu abaixei e peguei seu pau, sibilando de prazer quando Calin me engoliu por inteiro. Eu

chorei

quando

gozei,

meu

corpo

sobrecarregado

com

as

sensações. Dustin parou de beber e lambeu a mordida, fechando enquanto eu ainda gozava. Meus companheiros cuidaram muito bem de mim, Calin engoliu cada gota de minha porra, enquanto Dustin beijou meu pescoço e jogava com meus mamilos. — Doce misericórdia, —

Eu engasguei quando meu orgasmo

diminuiu, e eu tentava fazer o ar voltar aos meus pulmões. — Vocês dois vão me matar. — E nós não terminamos com você ainda, — Dustin ronronou. — Você está bem se eu levá-lo ao mesmo tempo em que Calin monta você? — Eu poderia ficar por trás disso. —

Eu gemi, principalmente no

meu próprio trocadilho. Ambos riram e depois Calin tirou meu pau, a maldita coisa ainda dura como uma rocha. Dustin se arrastou até o criado-mudo e pegou o lubrificante enquanto Calin empurrou meus joelhos ao meu peito. Então eu tinha um lugar na primeira fila para ver os dois me preparando. — Obrigado por nos perdoar, Shea — , Calin sussurrou enquanto seus olhos brilhavam de felicidade. Um dedo lubrificado se empurrou dentro do meu buraco, e eu me obriguei a relaxar.

— Você não vai se arrepender.

Vamos cuidar tão bem de você que você vai agradecer por ter ido à conferência. — Uh-huh — , eu murmurei quando outro dedo deslizou com o primeiro. Eu percebi que um era de Calin e o outro de Dustin. Foda-se, isso era quente! Eu me contorcia de prazer enquanto os dois rapidamente me estendiam. Quando eu fiquei pronto, Calin se moveu para o meu lado e me beijou quando Dustin empurrou seu pau impressionante e grande em minha


bunda. — Eu esqueci o quão bom isto é. — Como um pau duro em você, não é? — Dustin gemia enquanto esfregava meu estômago e empurrou o resto do caminho dentro de mim. Eu joguei minha cabeça para trás e gritei na queimadura leve. — É a minha vez — , disse Calin quando Dustin envolveu minhas pernas em torno de seus quadris. — Espere, precisamos alongá-lo — , eu respirei enquanto me acostumava a ser preenchido. — Nós fizemos enquanto você ficava pronto. — Ele riu e montou o meu colo. Dustin afastou seus quadris e ajudou a baixar o nosso homem no meu pau. Eu gemi em voz alta com a sensação dupla que me cercava. — Eu amo essa sensação plena. — Você devia sentir o seu buraco — , disse Dustin, mostrando o quão duro era para ele ficar parado. — Isso parece certo — , eu sussurrei para mim mesmo enquanto olhava para os meus dois companheiros fazendo amor comigo. — O quê? — Calin perguntou suavemente quando se inclinou para frente e passou as mãos sobre meu peito. — É tão bom — , respondi, ao invés da verdade. Por quê? Eu não tinha nenhuma porra de uma pista. Isso só saiu antes que eu não pudesse pensar com a falta de sangue no meu cérebro. Eu mentalmente dei de ombros e admiti que ainda não estava pronto para tal admissão. — Isso é muito melhor do que ter que fazer em frente às câmeras — , Dustin gemeu e pegou o ritmo. Isso era um assunto que precisávamos falar mais tarde, mas não agora. Eu não queria estragar nosso humor em nosso primeiro tempo real juntos. Ele mudou o ângulo e começou a pregar meu ponto doce. — Porra, vou gozar — , eu gritei. Calin parecia bem perto, então eu


estendi a mão e comecei a acariciar seu pau no mesmo ritmo dos seus quadris. Eu fui recompensado com um largo sorriso e depois um beijo. Meu companheiro jogou sua cabeça para trás, os tendões de seu pescoço se levantando enquanto seus olhos tremularam fechados. Ele me montou com completo abandono, e era uma coisa linda de ver. Olhei através de Calin para ver Dustin olhando para mim. Seu olhar era tão intenso, tão concentrado que eu sabia que não havia outro pensamento em sua cabeça, apenas me trazer prazer. Foi nesse momento, com meus dois companheiros de tirar o fôlego focados em nada mais além de mim, que eu verdadeiramente e completamente os perdoei. Estes homens não eram egoístas. Eles não tinham a intenção de me ferir, e eu finalmente consegui enxergar isso. — Shea! —

Calin gritou quando cordas de sêmen saíram de seu

pênis e pintaram todo o meu peito. Eu estava distraído com a visão magnífica de seu prazer quando meu orgasmo bateu em mim como um caminhão Mack. Eu rugi quando o prazer lavou meu corpo e eu enchi o doce traseiro de Calin. Em algum lugar distante eu ouvi Dustin gritar meu nome quando gozou no meu buraco. Nós montamos a nossa felicidade juntos pelo que pareceram horas ao invés de minutos. Quando terminamos, Calin desabou sobre mim com Dustin em suas costas. Olhei para a imagem linda dos meus dois companheiros, suados, saciados e quentes e jurei que faria tudo direito com eles a partir de agora. — Eu precisava disso. — Calin ofegou quando Dustin caiu para um lado de mim enquanto ele se movia para o outro. Eu puxei os dois para os meus braços, e eles se aconchegaram contra mim. E pela primeira vez na minha vida eu me senti querido, cuidado. Eu gostei ... muito. — Eu também — , eu admiti e beijei ambas as cabeças. — É mal educado pedir outra coisa quando você já nos deus muito,


de todos os modos? —

Calin perguntou, inclinando o pescoço para que

estivesse olhando em meus olhos. — Eu gozei três vezes no espaço de uma hora. — Eu ri e beijei sua testa. — Eu não tenho certeza que vou conseguir lhe dar muito mais hoje à noite. — Não, não é isso. — Ele riu e pegou a mão de Dustin. Seus dedos se entrelaçaram em meu estômago, e eu estava cheio de um sentimento de paz, a tensão entre nós se afastando.

— Queremos carne.

— Você já tem a minha carne, querido, —

eu disse com voz

arrastada. Isso os enviou em uma rodada de risos, e eu os acompanhei. — No jantar seu pateta — , disse Dustin e lambeu meu mamilo. — Eu expliquei a Calin que você é um herbívoro e o que isso significa. Mas somos carnívoros, e se eu comer mais salada eu vou enlouquecer. Eu quero um cheeseburger tão ruim e preciso que você me prometa que vai me conseguir um. — Vou falar com Stacey. — Eu ri. — Tenho certeza que ela vai ficar emocionada ao cozinhar algo diferente de minhas refeições vegetarianas. — Que tipo de herbívoro é você? —

Calin pediu suavemente

enquanto suas bochechas se aqueciam com embaraço. — Tentamos descobrir isso, mas nenhum dos seus funcionários quiseram falar conosco. Eu acho que eles estão preocupados com você os repreendendo se falarem conosco. — Merda, —

eu assobiei e fechei os olhos. Eu não tinha nem

pensado sobre o fato que minha equipe iria evitá-los se eu mantivesse minha distância.

— Vou conversar com o pessoal. Eu não sabia o que estava

acontecendo, e eu não vou deixar que isso continue. — Está tudo bem. Nós principalmente vegetamos em sua biblioteca — , disse Dustin rapidamente, preocupado por eu estar chateado. — E o nosso material

chegou

desembalando.

no

outro

dia,

de

modo

que

passamos

uma

hora


— Uma hora? — Eu perguntei com surpresa. O que eles tinha que só levou uma hora para desembalar? — Fomos expulsos do coven somente com a roupa do corpo — , Calin respondeu com um encolher de ombros.

— Se quiséssemos comprar

mais coisas, tínhamos que trabalhar mais para o dinheiro e... — Eu odeio interromper, mas estou ficando pegajoso — , eu disse, interrompendo-o. — Vamos mergulhar em uma banheira quente e conversar sobre o que vocês passaram e como vai ser daqui por diante. — Mas não precisamos nos preocupar com mais isso, porque estamos começando de novo, certo? — Dustin parecia hesitante, quando nos sentamos e começamos a sair da cama. — Isso é o que estamos fazendo, não estamos? — Se for legal para vocês, sim. —

Liderei o caminho para o meu

banheiro e comecei a preparar a banheira grande. — A forma como eu vejo isso, todos nós erramos de uma forma ou outra, mas não com a intenção de ser mau. Eu os perdoei, e eu gostaria de simplesmente seguir em frente. — Eu estava de volta depois de ligar a banheira e adicionar espuma de banho, apenas para ser abordado por dois corpos menores envolvendo seus braços em volta de mim. Olhando para eles eu vi tanto alívio em seus olhos que o meu coração derreteu. — Eu tomo isso como um sim? — Sim, sim deuses — , Calin praticamente gritou. Abracei os dois e, em seguida, entramos na banheira cheia. Minha bunda estava amando a ideia uma vez que tinha sido há décadas que ela tinha sido usada dessa maneira. — Primeiro, eu sou um alce — , eu disse quando todos nós relaxamos e nos esticamos. — Como o Bambi? — Dustin perguntou, seus olhos se arregalando com choque, ele me olhou como se estivesse tentando encontrar sinais em minha pele.


— No final do filme. — Eu ri. A vida nunca iria ser aborrecida com eles ao redor.

— Eu sou um alce com dezesseis chifres. Isso significa que

tenho chifres enormes e sou um alce totalmente desenvolvido. Portanto, nenhum pouco parecido com Bambi. — Isso é tão legal — , Calin disse suavemente, sua voz cheia de admiração. — Podemos, passear em você? — Eu acho que sim — , respondi depois de um momento com um encolher de ombros. — Eu nunca tive ninguém para fazer isso antes, e não é como você pudesse me selar. Mas nós poderíamos tentar se quiser. — Impressionante! — Calin exclamou quando eu estiquei o braço e desliguei a água. Quando me movi de volta, eu quase cai na gargalhada. Ambos os meus companheiros estavam brincando com bolhas como se nunca tivessem visto antes. Quando eu peguei olhar de Calin e levantei uma sobrancelha, ele corou. — Nosso coven não permitia luxos como banhos de espuma. — Ou a maioria das coisas que eram divertidas — , disse Dustin com um bufar. — Nós só vimos o nosso primeiro filme depois que fugimos. — Há quanto tempo foi isso? — Eu perguntei delicadamente. — Cerca de dois anos atrás — , Calin respondeu suavemente e começou a brincar com algumas bolhas. — Tínhamos um pouco de dinheiro em uma conta no banco que escondemos do nosso coven, devido a alguns empregos que tínhamos lá. — Fazíamos roupas para o coven — , disse Dustin quando viu a pergunta em meus olhos. — Claro que isso era chato, roupas mundanas. Nada como queríamos fazer, mas em nosso coven quando você fica velho o suficiente, você pega um trabalho e recebe treinamentos para ajudá-los. — Por que vocês não saíram antes? — Os vampiros não podem conviver com os seres humanos da


mesma forma que os outros paranormais. — O tom de Calin falou muito sobre como ele se sentia sobre as práticas de seu povo. — Você tem que ter o que eles consideram uma razão legítima para a mudança de covens. E não se encaixar em um lugar ou querer ver mais do mundo não é considerada um razão boa o suficiente. — Isso é horrível — , eu ofeguei, meus olhos se alargando em choque. — Eu nunca poderia ter sobrevivido em tal atmosfera. Isso não é o caminho que os herbívoros tomam, especialmente porque somos mais raros do que os outros grupos. A maioria de nós se separa da família quando atinge certa idade e vivem sozinhos. Eu não tenho um bando ou orgulho, apenas um ancião. Vocês terão algum problema por não estarem em um coven? — As regras são diferentes quando você está acasalado — , disse Dustin, sacudindo a cabeça. — Vampiros sozinhos são os únicos que a nossa espécie se preocupa. Uma vez que você encontra o seu companheiro, você pode ir a qualquer lugar com eles, mas a maioria dos companheiros dos vampiros estão dentro de seu próprio coven, por isso não há ainda muito movimento ao redor. — Será que o seu coven sabe ao menos se vocês estão vivos ou onde terminaram? — Sim, eles nos encontraram uma vez — , Calin respondeu enquanto seu rosto ficava pálido. — Alguém lhes disse o que estávamos fazendo para ganhar dinheiro, e dizer que eles ficaram putos é o mínimo. Eles enviaram um grupo atrás de nós, mas nós os vimos nos esperando quando estávamos chegando em casa do trabalho uma noite. Corremos e encontramos um outro lugar em Nova York. Nós nunca voltamos para o outro apartamento. — Jesus, — eu assobiei, meu peito doendo ao pensar na quantidade de merda que eles tiveram que suportar.

— Bem, vocês estão seguros aqui

agora. Eu posso prometer isso. Ninguém, nem mesmo todo o seu clã, pensaria em foder comigo ou com meus companheiros.


— Por quê? — Dustin levantou uma sobrancelha para mim antes de dar uma olhada em Calin. — Porque eles precisam de mim — , eu respondi com um sorriso mal. Eu estava prestes a soltar uma bomba muito grande sobre os meus companheiros, mas pelo menos eles entenderiam que estavam seguros. Isso era mais importante que qualquer outra coisa.

Capítulo Três — Ok, isso é estranhamente enigmático ou um pouco assustador — , disse Calin, seus olhos se arregalando.

— Precisamos ter cuidado para

entender esse ponto? Eu pensei por um minuto sobre qual invenção minha eles podiam ter usado alguma vez em seu coven, pelo menos quem não viveu no século passado. — Vocês algumas vezes usaram esses disfarces para que suas presas


não saíssem entre os seres humanos antes de eles descobrirem sobre nós? Enquanto as presas de um vampiro eram retráteis, elas ainda eram muito mais nítidas com

uma aparência mortal do que os dentes caninos

humanos. Era difícil esconder a menos que eles andassem com suas bocas fechadas. — É claro, quem não usou? —

Dustin respondeu, olhando

adoravelmente confuso. Então era como se uma lâmpada explodisse sobre sua cabeça. — Você inventou isso? — Sim — , respondi enquanto seus maxilares caiam. — Eu adotei nomes diferentes ao longo dos séculos e posso até mesmo ter aparecido em livros humanos de história como inventor. Eu trabalho tanto para humanos quanto para paranormais. Muitas comunidades paranormais vieram a mim ao longo dos anos com um problema, e eu descobri uma solução. Na verdade, agora mesmo eu estou trabalhando em um sangue sintético que o ancião dos vampiros me pediu para fazer para ajudar os vampiros. — Nosso coven seria suicida se mexer com você, se o nosso ancião está trabalhando com você em um projeto. — O alívio em seus rostos quando Calin disse isso era tão forte que era quase algo que se poderia alcançar com o toque. — Então nós não nos ferramos acasalando com você. — Não — . Eu ri, contente de que, pelo menos, eu os aliviei de seu medo. — E vocês nunca mais tem que se preocupar com eles vindo atrás de vocês novamente. — Graças a foda — . Dustin suspirou e caiu um pouco mais para a água. — Nós escolhemos com sabedoria em nosso calor de acasalamento. E pensar que nós só queríamos você porque você era quente. — Ainda bem que pude ser uma agradável surpresa: —

Eu

resmunguei e pisquei para que ele soubesse que eu não estava chateado. — Então me diga sobre vocês fazendo roupas para o coven. Você disse que não era o tipo de roupa que vocês queriam ter feito. Há algum tipo especifico que


vocês gostariam de fazer? — Oh sim —

Calin balançou a cabeça, os olhos brilhando com a

ideia. — Fomos capaz de agarrar um dos livros de nosso projeto com as coisas que sonhávamos fazer um dia, mas os outros tivemos de deixar para trás. Costumávamos desenhar todos os tipos de roupas que faríamos se tivéssemos a oportunidade. — Nem todas as roupas eram de, hum, bem, exibição pública — , Dustin disse, limpando a garganta e desviando o olhar. — Realmente? — Eu perguntei, subitamente interessado na mente suja dos meus companheiros.

— E falando nisso, quais eram esses vestuários

não apropriados ao público? — Calcinhas e tangas — , Calin anunciou orgulhosamente, não tendo a mesma vergonha que seu amigo. — Algumas eram apenas bonitas, peças que poderiam ser usadas sob a roupa, mas outras eram mais ousadas, tipo fantasias para se divertir na cama. — Então é isso que vocês querem fazer com suas vidas? Fazer roupas? — Eu não tenho pensado nisso. — voltou a brincar com as bolha.

Dustin encolheu os ombros e

— Tem sido um par de anos desde que

qualquer um de nós tocou uma máquina de costura porque estávamos fazendo outras coisas por dinheiro. — Posso perguntar como vocês entraram nisso? —

Eu perguntei,

tendo o cuidado de não deixar nenhum traço de julgamento em minha voz. — Quando saímos, não tínhamos nenhuma identificação ou qualquer coisa além do nosso cartão de banco. — , Calin disse calmamente. — O coven retinha tudo isso para manter seus membros na linha. Além disso, não éramos autorizados a deixar o coven sem qualquer motivo, sem permissão, então nós realmente não precisamos deles até que saímos e não os tínhamos. — Então você não poderia conseguir um emprego legal. —

Eu


preenchi para que eles não precisassem falar. — Calin viu um anúncio em um jornal que queriam modelos, e era dinheiro rápido e fácil. Fomos dar uma olhada, e eles ficaram entusiasmados que éramos vampiros, uma vez que muitos paranormais não deixavam suas imagens serem tiradas, a não ser em sua forma humana. Então, nós estávamos em alguns romances como modelos com os nossos dentes arreganhados. E inicialmente isso foi muito legal. Não era grande coisa, deixar as presas sair, tirar nossas camisas, e representar da maneira que eles queriam. — Mas isso não era um trabalho que tinha muita demanda — , disse Calin em voz baixa e estremeceu. Não era da água, mas achei que em breve precisaríamos sair da banheira. Eu ensaboei uma toalha para cada um de nós antes de começar a me limpar. Eles pegaram a dica, e Calin especialmente olhou grato pela distração enquanto falava. — Então eles nos ofereceram para fazer algumas sessões de fotos nuas. — E, novamente, não era realmente uma grande coisa — , Dustin sussurrou enquanto suas bochechas se aqueciam.

— Nós não poderíamos

simplesmente admitir que na nossa idade ainda éramos virgens, desde que no nosso coven não tínhamos relações sexuais até que acasalávamos. Eu acho que eles gostaram do que viram, porque então nós recebemos um telefonema sobre fazer alguma pornografia. Nada grande, ficar em pé no fundo das cenas e bater punheta. Era embaraçoso, mas o dinheiro era bom. Quer dizer, duzentos dólares para cada cena que fazíamos. — Isso ainda não poderia ter sido suficiente para sobreviver em Nova York, — eu respondi, quando ele ficou em silêncio. — Não, não, não era — , disse Calin quando terminamos de lavar nossos cabelos.

— Não era nem mesmo para pagar o estúdio infestado de

ratos em que vivíamos. Então alguém descobriu que éramos virgens, e eles nos ofereceram cinco mil para ter sexo anal. E para divulgarem que seria nossa


primeira vez. — Mas nós dissemos que ninguém mais — , Dustin deixou escapar. — Nós faríamos isso se fosse com o outro. Nunca deixamos mais ninguém nos tocar. — Vocês perderam a virgindade diante das câmeras? —

Eu

perguntei, não para fazê-los se sentir mal, mas para que eles soubessem que eu entendia o quão duro deve ter sido. — Sim — , Calin admitiu e, em seguida, saiu da banheira.

— Eu

deixei Dustin me levar, e eu acho que foi um verdadeiro sucesso, mas fomos estúpidos. — Como assim? — Eu sai também e entreguei uma toalha para cada um, antes de me secar. — Nós não sabíamos que os outros caras estavam recebendo royalties de seus filmes — , Dustin respondeu. — Eles só nos pagaram a cada vez que fizemos, sem nenhuma participação nas vendas. Nós nem sequer sabíamos que havia outras opções, até mesmo antes da conferência. Mas até então já estávamos tentando entrar no coven de Nova Iorque. E gastamos o dinheiro que tínhamos comprando os bilhetes de avião para a Escócia, pensando que se esse coven não nos aceitasse, poderíamos encontrar outro lá. — Posso perguntar uma coisa?— Nós jogamos as toalhas dentro do cesto e voltamos para o quarto. Ambos acenaram com a cabeça à medida que me seguiam. Eu me virei quando cheguei à cama e segurei os lençóis abertos para eles. Meus companheiros pareciam tão perdidos e desanimados que isso estava me matando. — Se vocês ganhavam cinco mil a cada vez que tinham relações sexuais para a câmera, como é que mesmo assim estavam quebrados? — Nós ganhamos esse valor na primeira vez porque éramos virgens — , Calin sussurrou enquanto subia para a cama primeiro. Entrei em seguida,


com Dustin logo depois.

— Depois disso, pegamos apenas mais três filmes

grandes e só nos queriam uma vez por mês para um fim de semana. E um grande, em seis meses para dois de nós não era muito. Custa muito comprar sangue quando você não vive em um coven. — Além disso, perdemos o nosso depósito e tivemos que substituir nossas coisas quando descobrimos que os caras do nosso clã estavam nos esperando — , Dustin disse com tristeza à medida que se aconchegava contra mim. Enrolei um braço em torno de cada deles, amando a sensação de ambos colocando suas cabeças em meus ombros. — Tentamos conseguir um emprego real, mas não sabíamos como obter identidades confiáveis. Nós nem sequer temos certidão de nascimento, e os seres humanos se assustam quando você não está filiado a um determinado coven ou bando. — Bem, eu acho que é impressionante o quão forte vocês foram por ter sobrevivido a tudo isso

— , eu sussurrei e beijei cada um deles

suavemente. — Você acha? Você não está desgostoso por nos vendermos assim? —

Calin perguntou, com os olhos cheios de lágrimas não derramadas, mas

ainda havia esperança neles, e eu não iria rejeitá-las. — Nem um pouco, querido — , eu respondi com um sorriso.

Estou velho demais para julgar ou fingir que eu posso entender tudo pelo que as outras pessoas passam. Eu vivi um caminho muito longo e vi muita coisa para pensar que fazer alguma pornografia é horrível. Inferno, isso é leve comparado com o que eu testemunhei no mundo. — Estou contente por nós termos escolhido você — , Dustin sussurrou. — Ainda estou triste com a forma que aconteceu, mas eu só estou tão feliz que acabamos com alguém como você, Shea. — Eu também — , eu respondi honestamente. dormir um pouco.

— Agora vamos


— Ok — , disse Calin com um bocejo. Não demorou muito até que ambos estavam respirando de maneira uniforme, dormindo pesado. No entanto, eu não conseguia me juntar a eles. Minha mente estava correndo com tudo o que tinha acontecido e tudo o que eu havia aprendido sobre esta noite sobre meus doces companheiros. E, em seguida, um plano começou a se formar na minha cabeça. Eles soavam como se desenhar roupas fosse sua verdadeira paixão, e como eu tinha dinheiro suficiente para todos nós, era importante que eles não se sentissem apenas como sanguessugas ou algo assim. Antes de adormecer, eu decidi três coisas. Uma delas, eles iriam estar em minha cama todas as noites a partir de agora. Depois de passar esse tempo curto com eles em meus braços, eu sabia que não havia jeito de dormir sozinho. Em segundo lugar, eu iria mimá-los completamente com tudo o que eles não tiveram enquanto cresciam e quando estiveram sozinhos. Havia tantas partes do mundo que meus companheiros deviam experimentar, e eles não precisariam fazer isso sozinhos nunca mais. E eu tinha a sensação de que suas reações valeriam mais do que qualquer coisa que eu pudesse comprar para eles. Terceiro, eu ia providenciar máquinas de costura e a criação de um loja para eles em casa. Talvez eles poderiam assumir parte de uma das minhas oficinas, ou até um quarto vazio ao lado do meu laboratório no nível inferior da casa. Se isto era o que poderia torná-los felizes, eu queria dar a eles. Convencido de que eu tinha um plano, eu finalmente me aconcheguei para dormir com um sorriso em meu rosto. Talvez ir para a Escócia foi a melhor coisa que já aconteceu comigo. Droga! Isso significava que eu devia ao Ancião Rice um pedido de desculpas. Bastardo.


Quem

diria

que

ele

estaria

certo,

afinal?

Acordei na manhã seguinte com um gemido, dois lábios e línguas lambendo e chupando ao longo de minha clavícula. E então eu senti duas mãos menores trilhando em minha barriga, parando quando alcançaram meu pau. — Eu poderia me acostumar a acordar desta maneira — , eu disse com um suspiro feliz. Meus olhos se abriram quando eles riram. — Nós prometemos fazê-lo feliz — , Calin ronronou no meu ouvido antes de beliscar o lóbulo.

— Você gosta de assistir, Shea? Estávamos

pensando que talvez mais tarde você deve apenas se sentar e nos assistir foder. — Doce misericórdia, —

Eu gemi e comecei a empurrar meus

quadris em sua mão. Dustin estava ocupado massageando meu saco ao mesmo tempo. — Sim, Tenho certeza de que eu gostaria disso também. Eu queria te perguntar uma coisa, mas eu acho que agora eu não posso. — Você quer que a gente pare? —

Dustin perguntou com uma

risadinha. — Não, foda-se não, vá mais rápido — , respondi rapidamente. — Sim, nosso companheiro — , disse Calin enquanto corria suas presas no meu pescoço. Isso foi tudo que tomou. A ideia de um deles me mordendo foi suficiente para retirar o meu clímax. Gritei seus nomes quando meu pau explodiu de forma tão dura que eu fiquei preocupado que a cabeça dele poderia explodir. Eles mantiveram me acariciando até que eu estava com


falta de ar, parecendo um macarrão molhado. — Dê-me um segundo e eu vou com prazer retribuir. — Não, isso foi apenas a sua chamada de despertar. — Dustin riu, dando- me um beijo rápido antes de pular para fora da cama. — Bem, bom dia — , eu respirei. Calin inclinou-se para um beijo também, mas eu queria mais.

Eu subi e segurei sua cabeça para a minha,

devorando seus lábios. Então eu engasguei quando uma toalha quente começou a limpar a bagunça que eu tinha feito. Olhei para baixo para ver Dustin cuidar de mim. — Vocês fazem o serviço completo! — Sim, agora temos que alimentá-lo, — Calin respondeu quando se afastou do meu aperto. Ele me deu uma piscada antes de rastejar para fora da cama. Eu assisti eles se vestirem antes de fazer o mesmo.

— O que você

gostaria de nos perguntar? — Oh, eu queria que você viessem morar comigo — , eu respondi enquanto vestia uma camisa. — Um, nós moramos com você, Shea — , Dustin disse calmamente enquanto olhava para Calin com as sobrancelhas arqueadas em confusão. — Sim, eu sei disso. — Eu ri quando estiquei o braço e dei ao seu traseiro um aperto firme. — Eu quis dizer no meu quarto. Eu quero que vocês estejam aqui comigo, durmam na mesma cama toda a noite. — Sério? — O sorriso no rosto Calin valeu totalmente a pena. — Uma noite de sexo quente e uma punheta na manhã e você já nos quer o tempo todo? — Sim, mas eu realmente percebi isso a noite passada quando vocês adormeceram em meus braços,

— eu disse com um encolher de ombros,

enquanto nos dirigíamos para a cozinha.

— Isso pareceu tão certo que eu

soube que não gostaria de voltar a dormir sozinho todas as noites. — Nós podemos fazer isso — , Dustin respondeu quando pegou minha mão. — Nós não temos muita coisa para mudar, por isso não vamos


ocupar muito espaço. — Nós vamos corrigir isso, também, — eu disse suavemente quando levantei sua mão para meus lábios e a beijei. — Eu adicionei uma viagem ao shopping na agenda de hoje. — — Oh, eu amo o shopping — , Drea exclamou quando entramos na cozinha. Não era estranho minha assistente estar lá antes de eu ter me levantado. Ela era uma daquelas pessoas da manhã, irritantemente alegre, cujo pescoço eu iria querer torcer, se eu não a amasse tanto. — Shea, eu disse que não queria ser um companheiro mantido por você — , Calin disse calmamente. Em um flash eu soltei a mão de Dustin, levantei Calin e o sentei no balcão da cozinha, me acomodando entre suas pernas. — Você nem sabia que eu tinha dinheiro quando me reivindicou: — Eu respondi firmemente enquanto tomava seu rosto em minhas mãos. — Eu sei que esse não era o seu objetivo, e você não está tirando nada de mim. Eu sou seu companheiro, e eu quero fornecer tudo para você. Você vai negar ao seu companheiro esse simples pedido e ferir seus sentimentos? — Ótimo, viagem de culpa. — A governanta e cozinheira, Stacey, riu sob sua respiração. — Não, claro que não, Shea — , Calin respondeu imediatamente enquanto se derretia com meu toque. — O que você quiser, nós vamos fazer. Nós pertencemos a você . — Como eu pertenço a você — , eu disse suavemente antes de beijá-lo apaixonadamente. Eu não gostei de como ele se expressou como se eles fossem apenas meus bens ao invés de pessoas para me amar, mas em vez de trazer isto à tona, eu decidi segurá-lo desta forma.

— Obrigado por me

deixar ter o meu caminho. — Sim, porque isso é uma dificuldade para nós. —

Calin riu e

revirou os olhos. — Podemos ir a uma loja impertinente, também? Eu tenho


algumas ideias para o meu grande Alce. — Qualquer coisa que você quiser, querido — , eu disse enquanto balançava minhas sobrancelhas.

— Mas eu posso ter algumas ideias para

vocês dois também, então estejam preparados. — Traga isso — Dustin riu e deu um tapa na minha bunda. Então ele se virou para o nosso público.

— Bom dia, senhoras.

— Então vocês finalmente consertaram o que estava acontecendo entre os três?

— Stacey perguntou enquanto compartilhava um olhar com

Drea. — Já era tempo. Nós todos temos andado sobre ovos com vocês. Estava começando a ficar muito chato. — Eu concordo — , Drea disse quando se encostou no balcão e tomou outro gole de café.

— Mas o mais importante, eu posso fazer parte

dessa viagem ao shopping? Eu vou dirigir separadamente para que vocês possam ter seus tempos sozinhos na loja de coisas impertinentes. — Isso é tão gracioso vindo de vocês — , respondi, revirando os olhos para ela. — Sim, Stacey, nós resolvemos o passado, e agora estamos virando uma nova página. E falando nisso, precisamos conversar sobres as mudanças no menu para os meus companheiros carnívoros. — Oh, um menu expandido — , disse ela com entusiasmo e pegou um bloco e uma caneta. Assim como eu pensei, ela estava entediada com todas as minhas refeições vegetarianas. — Diga-me que posso finalmente começar a fazer doces, também? — Sim, por favor — , Calin respondeu, com os olhos cheios de emoção enquanto esfregava as mãos de alegria.

— Nós amamos tanto

cupcakes e cookies de açúcar que você não iria acreditar. — Somos mulheres. Nós acreditamos nisso. — Drea riu. — Você não bebe leite ou come ovos? — Dustin perguntou enquanto servia café para todos nós. — É por isso que ela não faz doces? — Não, eu não sou esse tipo de vegetariano, — eu respondi quando


coloquei

Calin de volta ao chão.

— Eu simplesmente não como outros

animais. A maioria dos shifters herbívoros é assim. Mas comemos derivados como leite e ovos. Eu não deixo essa senhora fazer doces, porque senão eu vou comê-los todos e começar a engordar. — Você está bastante robusto em determinados lugares — , disse Calin inocentemente, batendo as pestanas para mim. O efeito foi arruinado pela maneira como ele olhou diretamente para minha virilha, é claro. — Eu vou mostrar-lhe alguns pedaços de novo — , eu rosnei e fui para agarrá-lo. Ele soltou um grito e correu para trás de Stacey e Drea, que estavam rindo. — Eu poderia me acostumar a trabalhar para você desse jeito — , Drea riu e me deu um beijinho na bochecha. — De que jeito? Com tesão e cheio de pensamentos sujos? — Eu ri. — Feliz, Shea — , ela cochichou no meu ouvido antes de se afastar. Ela estava certa. Este foi o momento mais feliz que eu tive em séculos. E não era porque eu estava recebendo alguma ação. Era pelo homem que eu estava me tornando. Todos nos sentamos para comer, conversando sobre menus e os planos para hoje. Stacey jurou que tinha alguns hambúrgueres vegetarianos pra mim para o jantar de hoje à noite. Eu também falei com Drea sobre como contatar os chefe do clã de Atlanta para que ele soubesse que meus companheiros estavam aqui e descobrir como obter para eles sangue adicional além de apenas o meu. Depois fomos fazer a mudança de Calin e Dustin para o meu quarto. Levou talvez 10 minutos. Eles realmente tinham poucos pertences. Constatei também que as roupas que tinham eram de segunda mão e fiz questão de verificar seus tamanhos para que eu pudesse substituí-los. Eles tentaram esconder algumas de suas

“roupas pornôs” como Calin chamou, mas eu

consegui ver o suficiente para ficar duro. Mas, novamente, eles precisavam de


mais do que apenas aquelas, a não ser que nunca mais saíssemos em público. Trinta

minutos

depois

tínhamos

terminado,

tomamos

banho,

trocamos de roupas e nos dirigimos pra o shopping. Stacey recusou o passeio, dizendo que tinha algumas compras de supermercado para fazer e planos para as refeições. No começo eu estava um pouco irritado porque

Drea se convidou

para ir na viajem com meus companheiros, mas quando cheguei lá e vi o quanto meus homens estavam se divertindo com ela, mudei de ideia. Era bom para eles fazerem amizade com as pessoas que faziam parte da minha vida. Além disso, ela era muito melhor no shopping do que eu. Estávamos na seção masculina da Macy, onde eles começaram com jeans. Depois de eu ter adicionado a sua pilha quando eles não estavam olhando, eu os levei para o registo e pedi para a senhora manter separado até que eles tivessem terminado com o que tinham escolhido. Ela me deu uma risada e balançou a cabeça enquanto olhava a quantidade de roupas que eles já tinham selecionado. — Eu vi primeiro — , disse Calin quando puxou uma camisa que Dustin estava experimentando. — Mas ela vai parecer melhor em mim — , Dustin respondeu e bateu a mão de Calin longe. — Eles são sempre assim? —

Drea perguntou com um olhar de

espanto em seu rosto enquanto ela os observava como em uma partida de tênis. — Como você acha que eu acabei acasalado com ambos? — , Eu respondi com uma risada. — Eu sei como se sente a camisa. — Vamos perguntar a Shea em quem fica melhor — . Calin rosnou. — Oh não, eu não — , eu disse, imediatamente segurando minhas mãos em rendição, pois ambos olharam para mim. — Eu não estou entrando nessa armadilha. Vocês podem compartilhar a camisa depois de tudo.


— Tudo bem, mas eu começo a usá-la primeiro, porque eu vi primeiro — , respondeu Calin depois de um momento, olhando para Dustin com os olhos apertados como se o desafiando a discordar. — Justo o suficiente — , disse Dustin, dando a Calin um beijo rápido quando deixou ir a camisa. — Crise evitada. — Drea riu enquanto pegava mais camisas depois de eles terem escolhido o suficiente. Quando ela voltou segurando mais itens para eles provarem, eu a puxei para longe. Não muito longe porque eu queria manter uma distância discreta para que não parecesse que eu estava tramando algo. O que eu estava fazendo, é claro. — Eu quero que você olhe máquinas de costura tops de linha e compre dois tipos diferentes

— , eu disse baixinho no ouvido dela.

— Eles

costuravam para o seu coven e mencionaram que sempre quiseram projetar seu próprio estilo de roupa. Eu acho que o seu coven vivia no século XIX, quando ele aprenderam esse tipo de coisa. — Onde estaríamos colocando elas? —

Ela perguntou enquanto

puxava seu PDA e começou a digitar instruções. — Eu estava pensando no quarto ao lado do meu laboratório, no porão que eu uso para o armazenamento. — Não funciona, não há luz — , ressaltou. Porra, ela estava certa. — Você tem uma sugestão? — Sim, naquela sala ao lado da biblioteca que está vazia e você nunca usa. Tem as janelas e as portas lindas que dão para o terraço para que eles possam sair se quiserem. Vai ser perfeito. — Você é a melhor, você sabe disso? — Eu sei. — Ela deu uma risadinha e continuou a escrever. — Vou olhar para encontrar uma pessoa que possa converter o espaço... — Ok, estamos prontos — , disse Calin quando eles vieram em nossa direção. Eu olhou para cima e percebeu que tinha parado o discurso de Drea.


Eu balancei minha cabeça quando vi as poucas camisas que eles tinham escolhido. — Continue. — Eu ri e peguei os itens dele. — Isso não é roupa suficiente. E você precisa de mais de jeans e camisas. — Nós podemos voltar. — Dustin riu enquanto chegava perto dele. — Bunda fácil.— Eu o chamei. Sua resposta foi menear essa parte do corpo para mim. — Eu não vejo você sorrir tanto assim desde que nos conhecemos — , disse Drea suavemente. — Você está certa — , eu concordei e envolvi um braço ao redor de seus ombros.

— E eu gosto disso. Então, voltando ao que você estava

dizendo? — Certo, eu vou também vou pedir para enviarem algumas amostras de tecidos e linhas para que eles possam ter uma ideia do que gostam. Dessa forma, você pode simplesmente configurar uma conta para eles em qualquer distribuidor. — Lembre-me de lhe dar um bônus de Natal. — Eu ri e beijei o topo de sua cabeça. — Mês de Natal já passou, idiota — , respondeu ela e brincando me deu uma cotovelada no estômago. — Tudo bem, então qual feriado tem em março? — Nós olhamos um para o outro por um momento e começamos a rir. Era uma pergunta tão estúpida desde que tipo de empregador dava um bônus de férias em março de qualquer maneira? Calin e Dustin simplesmente olharam e balançaram suas cabeças

enquanto

nos

rimos

tanto

que

estávamos

segurando

nossos

estômagos. Nós todos estávamos nos divertindo, e isso era tudo que importava.


Capítulo Quatro Passamos quatro horas fazendo compras, o que foi mais tempo do que eu provavelmente passei em uma loja na última década.

Depois do

shopping, Drea nos deixou e acabou levando a maior parte das compras de volta para casa para que ela e Stacey desembalassem e guardassem. Eu pensei que era uma ótima ideia desde que eu não queria fazê-lo. Depois fomos para a “loja impertinente” como Calin chamou. Eles achavam que estavam sendo espertos tentando me distrair, enquanto um deles ia para o cadastro e entregava um item escondido antes que eu visse. Eu os deixei ter a sua diversão. Não era como se eu não fosse descobrir eventualmente o que eles compraram. Pagamos e fomos embora quando chegou a hora do almoço. Foi uma curta viagem até a casa, e nós nos enchemos de alimentos antes que eu os deixasse para ir ao meu laboratório. Eu estava mais determinado do que nunca em obter o sangue sintético pronto assim meus companheiros não teriam que se preocupar com fontes externas ou que eu não tivesse sangue suficiente para ambos. Eu trabalhei em silêncio por horas até que um alarme soou. Olhando mais, eu percebi que era um dos despertadores que Stacey havia colocado em meu laboratório. A mulher me conhecia muito bem e minha tendência a ficar distraído e esquecer completamente das refeições. Eu posso ser o chefe, mas eu tinha aprendido no início, quando eu a contratei a séculos atrás, que ela era a encarregada. E isso estava tudo bem comigo. Eu só queria trabalhar e que alguém me dissesse o que tinha que ser


feito ou onde ser feito. Quando eu desliguei o alarme e percebi que era hora do jantar, eu sorri. Esse ia ser o nosso primeiro jantar como companheiros reais. E pela primeira vez na minha vida, eu não tinha aquela voz irritante no fundo da minha mente me dizendo que minha vida era vazia, porque eu estava sozinho. Corri até as escadas em direção a sala de jantar. Quando cheguei lá, me perguntei por que a porta estava fechada, mas dei de ombros e a abri, caminhando para dentro. — Santa misericórdia doce, —

Eu engasguei, quase engolindo a

minha língua à vista diante de mim. Ambos os meus companheiros estavam nus sobre a mesa e eles estavam se esticando mutuamente com lubrificante e um vibrador de dupla face. — Pedimos a Stacey para segurar o jantar por uma hora e para não nos perturbar — , disse Calin com um gemido enquanto dos dedos de Dustin transavam com ele. — Sente-se. Eu balancei a cabeça, incapaz de encontrar as palavras enquanto meus joelhos pareciam geleia. Enquanto minhas mãos, lábios, e pau coçavam para participar do buffet diante de mim, se meus companheiros queriam executar o show, eu estava disposto a simplesmente assistir. — Você gosta de sua surpresa, Shea? —

Dustin ronronou quando

puxou sua dedos de Calin e pegou o vibrador. Ele era longo, com nervuras ao longo do comprimento para aumentar o prazer das duas pessoas que iriam usá-lo. —

Sim,

muito

,

respondi,

engolindo

ruidosamente.

— Bom — , respondeu Calin e depois gritou quando Dustin empurrou o brinquedo nele não muito gentilmente. Ele plantou os pés e levantou seus quadris enquanto a sua cabeça rolava de um lado para o outro. Uma vez que o vibrador estava em um bom caminho em Calin, Dustin posicionou seu buraco na outra extremidade e moveu seus quadris para frente.


Eu vi com assombro quando o vibrador foi sugado pelo seu traseiro apertado. Eles se moveram para que pudesse dar um pouco mais, Dustin jogando uma perna sobre Calin e vice-versa para que ambos os quadris estivessem angulados enquanto eles se inclinavam para trás em seus antebraços. — Vocês não são apenas bonitos, minhas pequenas putas. —

Eu

rosnei e sai da cadeira para a frente. Ambos gemeram com as minhas palavras sujas. Ah, então meus companheiros gostavam disso, não é? — Vocês querem ser minhas pequenas putas para sempre? — Sim — , choramingou Calin lindamente, pois ambos me encararam com luxúria em seus olhos.

Eles compartilharam um olhar e pararam de se

mover quando cada um tinha cerca de vinte centímetros neles. — O que você quer que façamos? — Eu consigo controlar isso? —

Eu estava pronto para gozar em

minhas calças na ideia. — Sim, mas não toque — . Dustin ofegou quando começou a tremer com necessidade.

— Nós queremos que você enlouqueça com a luxúria e

depois nos foda na próxima hora. — Tomem mais nessas bundas apertadas, —

eu pedi assim que

encontrei minha voz novamente. Isto foi como caminhar para o meu sonho molhado pessoal. Eles fizeram como eu pedi, fazendo os mais doces sons que já ouvi. — Será que isso é bom? — Simmmm — , Dustin sibilou quando eles começaram a se mover juntos em um ritmo. Dustin empurrava para frente como tinha feito antes, e ambos

engoliam

o

brinquedo

enquanto

transavam

com

ele.

Fiquei

completamente impressionado com sua flexibilidade e fiz uma nota para explorar isso mais tarde. — Movam-se mais rápido, eu quero ver o quanto vocês podem tomar.


— Eu preciso — , Calin gemeu enquanto impulsava seus quadris para cima, mais duro e mais rápido. — O que meu bebê precisa? — Eu ronronei e cheguei mais perto. Eles estavam a distância de um braço, então eu tinha uma visão privilegiada da diversão. — Posso tocar o brinquedo e ajudar? — Ok — , Dustin respondeu com suor derramando dele. Eu doía na necessidade de lamber cada gota para fora de ambos. Num piscar de olhos eu peguei onde o vibrador estava exposto. Eu empurrei duro para Calin antes de puxá-lo de volta e empurrar mais em Dustin. — Gosto de ser sua puta — , Calin engasgou quando ele se abaixou para seus ombros e ergueu os quadris. Dustin viu o que ele fez e espelhou o movimento. — É mesmo? — , Eu sussurrei e inclinei-me para que os nossos lábios estivessem a distância de uma respiração. Comecei a trabalhar o brinquedo mais rápido, para prolongar o seu prazer. — O que minha cadela linda quer? — Beije-me, toque-me, faça qualquer coisa! Eu sou seu

— , ele

gritou quando eu movi o vibrador e por isso bati em seu ponto doce a cada movimento. — Eu pensei que não era para tocar? — Eu ri e movi minha boca direto para seu pau saltando. Ambos estavam duros e vazando, com seus paus batendo em seus estômagos. Era uma visão gloriosa. — Mas o que dizer sobre lamber? — Lamber é bom. — Dustin gemeu enquanto se contorcia sobre a mesa. Coisa boa que era feita de carvalho maciço ou eu estaria preocupado com a possibilidade de quebrar. Lambi o pau de Calin, fazendo com que ele gritasse de prazer antes de girar para fazer o mesmo com Dustin. O tempo todo eu continuei movendo o brinquedo mais duro e mais rápido.


— Dê-me seu esperma, —

eu rosnei enquanto eu olhava para os

olhos de Dustin. Eles se arregalaram, e ele acenou com a cabeça antes de jogar a cabeça para trás e gritar gozando ao lado da minha língua. Eu me inclinei para que pudesse testemunhar uma coisa tão bonita. Seu pau explodiu, disparando fluxos de sêmen em todo o seu estômago e peito. Tão logo ele terminou, eu gentilmente movi seu corpo para que o brinquedo se soltasse e ele pudesse descansar enquanto eu terminava com Calin. — Duro — , Calin engasgou e levantou os quadris mais alto enquanto se movia com seus pés plantados mais próximos. — Da próxima vez eu vou fazer a minha puta implorar muito, — eu disse firmemente quando fiz o que ele queria. Calin acenou com a cabeça enquanto seus olhos flutuavam fechados. Eu não iria ter nada disso. — Olhe para mim! Seus olhos se abriram e se arregalaram quando um sorriso quebrou através de sua face. O pequeno vampiro lambeu os lábios e começou a empurrar os quadris mais rápido. — Goze agora — , eu rosnei e empurrei o brinquedo de volta para ele mais duro e mais profundo do que eu estava indo. Calin gritou de prazer quando fez como requisitado, sêmen caindo sobre ele e a mesa. Mais uma vez, eu só assistia com admiração. Não havia nada mais lindo do que os meus pequenos e quentes companheiros gozando. — Espero que você tenha gostado do seu aperitivo — , ele sussurrou com um sorriso enquanto engasgava por ar, seu peito arfando. — Não acabou ainda — , eu ronronei e lentamente puxei o brinquedo dele. As pernas de Calin caíram sob a mesa como se fossem um macarrão molhado.

— Eu quero explorar como os meus companheiros são flexíveis. — Oh deuses — , Dustin gemeu quando se virou para o lado. Ele


olhou para mim como se fosse uma sobremesa, e eu vi que ele já estava duro novamente. — Você está se oferecendo para ir primeiro? —

Eu o provoquei

enquanto tirava minha camisa. Ele balançou a cabeça com os olhos vidrados de tesão, assistindo atentamente enquanto eu tirava meus jeans e sapatos. Quando eu estava nu, eu o puxei pelo tornozelo até a borda da mesa, de modo que seu traseiro estava pendurado pra fora. Ele abriu as pernas mais largas até que quando eu cheguei perto dela, seus pés estavam em cada um dos meus ombros. — Eu vou sofrer com isso. — Ele riu e me deu uma piscada. Eu bati com força em sua bunda, rosnando quando vi a seu pau se contraindo. — Eu acho que eu gostei disso. — Adicione

à lista de coisas para explorar mais tarde — , eu

respondi e empurrei nele. Ambos estavam saciados e esticados depois de usar o brinquedo, então eu sabia que não ia machucá-los. Dustin gritou quando eu bati em seu buraco com um impulso duro. Eu engasguei quando seu traseiro se apertou debaixo de mim, seu pau em erupção. — Tão belo . Ele gritou e se debateu sobre a mesa, seus quadris se movendo em seu próprio ritmo enquanto ele montava seu orgasmo. Desde que eu sabia que não poderia segurar meu orgasmo com o aperto de seu buraco em volta do meu pau, eu fiquei parado. — Opa — Dustin engasgou quando terminou, o peito arfando.

Muito cedo? — Foi gostoso, minha puta bonita — , eu gemi e passei os dedos através da poça de porra em seu peito. Segurei-o até sua boca e seus olhos se arregalaram quando ele estendeu sua língua rosa e lambeu. — Mmm, proteína. — Ele riu e deu mais um golpe. O som de sua risadinha sexy quebrou meu controle e resolvi acabar com seu momento de descanso. Eu comecei em um ritmo duro, batendo de volta para ele com cada


estalar de meus quadris. — Foda-me, sim! — Assim, não é? — Eu grunhi quando peguei o ritmo. Ele balançou a cabeça e choramingou quando seu pau começou a endurecer novamente. — Inferno doce, você é insaciável! — Muito bonito — , Dustin gemeu alto.

— Bem vindo a estar

acasalado a dois vampiros. Eu não tive um problema a ser acasalado a dois ninfomaníacos que poderiam

se

recuperar

tão

rapidamente.

Inferno,

todo

paranormal

e,

provavelmente, todo ser humano sonhava em ter a mesma sorte. Eu via muitos, muitos ataques de sexo quente em nosso futuro, e somente a ideia me fez chegar próximo ao final, e não demorou muito para o golpe. Além disso, depois do show que eu assisti, eu já estava no limite. — Dustin — , eu gritei enquanto atirava todo o meu sêmen no fundo do meu companheiro. Eu ainda tinha

células cerebrais suficientes para me

mover e pegar o seu pau e acariciá-lo rapidamente enquanto eu gozava. Segundos depois, meu pequeno companheiro me seguiu no clímax. Eu amei a sensação do meu gozo revestindo suas paredes internas. Enquanto eu não era um predador ou um shifter especialmente agressivo, eu ainda era dominante e gostava de marcar meu território. — É a minha vez — , Calin choramingou, totalmente recuperado, se movendo para mais perto de nós. — Oh, é, hein? —

Eu respirei, meu pau se contraindo dentro de

Dustin com a ideia. Ele gemi enquanto seu buraco estremeceu ao redor do meu pau. Eu o tinha enroscado em meu corpo. Lentamente deixando o meu companheiro, me inclinei mais e lhe dei um beijo rápido enquanto ele ficou lá pendurado, completamente gasto e com o traseiro pendurado para fora da mesa. — Sim, por favor — , Calin ronronou enquanto dava um passo para trás. Eu lhe dei uma piscadela e me movi para a cadeira mais próxima entre as


pernas de Dustin. Então eu levantei Calin da mesa, e o sentei, abaixando-o imediatamente para o meu pau. Ele gritou com a invasão súbita e arqueou as costas enquanto sua cabeça caiu em meu ombro. — Um aviso seria ótimo. — Você estava implorando por isso, minha puta bonita — , eu sussurrei em seu ouvido antes de passar minha língua em torno do lóbulo. Ele gemeu e se encostou em meu peito, mas não era isso que eu queria. — Vire para frente e limpe o nosso companheiro. — Eu rosnei enquanto o empurrava para frente.

— Eu quero foder você, enquanto você lambe o meu sêmen da

bunda de Dustin. — Oh foda — , ambos gemeram. Calin fez como eu mandei e eu movi minhas mão sob suas coxas para alavancar. Ele virou a cabeça para o lado e deu ao buraco uma longa e lenta lambida, para que eu pudesse ver sem seus cabelos no caminho. Foda-se, isso foi mais quente do que eu pensei que seria. — Bonito, bonito pequena puta. — Eu gemia enquanto o levantava antes de deixá-lo cair de volta no meu pau. Calin gritou e enterrou sua cara ainda mais no traseiro de Dustin. Eu lambia a sua nuca enquanto movia seu doce corpo como eu precisava. Ele gostou tanto quanto Dustin gostou de Calin limpá-lo dessa maneira. Tanto quanto eu queria fazer isso durar, ver mais de seu intenso prazer, o show em si estava me jogando para trás sobre a borda. Isso era impressionante desde que eu nunca tinha tido um grande impulso sexual antes. Agora eu não conseguia obter meu pau para ir para baixo em torno de meus companheiros.

Eu percebi que era uma coisa boa para todas as

partes envolvidas. Quando eu estava a momentos de gozar, puxei Calin de volta ao meu peito para que eu pudesse cuidar de seu pênis. O movimento mudou o ângulo das minhas estocadas e antes que eu pudesse tocá-lo, ele gritou quando seu


pau explodiu. Ele jogou a cabeça para trás no meu ombro e envolveu um braço em volta do meu pescoço enquanto cavalgava o seu clímax. A visão de seu ser tão aberto e expressivo com o prazer que eu lhe dei me jogou em meu próprio orgasmo. — Foda-se, — eu rugi enquanto ele me batia mais duro do que um trem de carga. O passeio pareceu durar horas, embora eu soubesse que eram apenas alguns minutos. Quando acabou, Calin estava caído contra mim enquanto eu ofegava, tentando fazer meu coração voltar ao controle. Isto foi muito melhor do que comer o jantar, mesmo que eu sabia o que ainda estava por vir. Eu não deixaria meus companheiros doces sem receber sua nutrição após a diversão que eles tinham acabado de me proporcionar. — Isso foi incrível — , exclamou Calin quando se moveu do meu colo.

Eu

gemi

quando

meu

pau

agora

flácido

escorregou

dele.

Meu

companheiro estava sorrindo tão amplamente que eu queria saber se isso iria dividir o seu rosto. Ele se inclinou ao longo de uma das outras cadeiras onde eu vi que ele tinha escondido alguns roupas e panos para limpeza. Eles realmente pensaram em tudo. — Não foi bom o suficiente se você ainda tem essa quantidade de energia. — Eu ri quando ele se movei ao redor de nós e começou a limpar Dustin. — Eu estou pronto para uma soneca e você está saltando ao redor da sala. — Sexo nos faz hiperativos. — Ele riu quando Dustin acenou com a cabeça em concordância. — Eu estou tão ferrado, — eu gemi quando meu pau estremeceu e pensou sobre vir novamente à vida. Em vez de pensar em mais diversão, eu rapidamente peguei um pano de Calin e me limpei. Dustin saltou a mesa, parecendo mais feliz do que eu já vi quando pegou um pano e devolveu o favor a Calin. — De todas as maneiras possíveis — . Calin sorriu quando Dustin


limpou meu sêmen vazando em volta de seu buraco. Aqueceu meu coração ver a ternura e o carinho que eles tinham um com o outro. Eu queria isso também. Um dia, eu teria isso facilmente, reações instintivas, dando-lhes o que eles precisavam quando precisavam. Não era algo que eu já tive com outra pessoa, mas eu tinha dois exemplos perfeitos a minha frente. — Obrigado — , eu sussurrei, de repente emocionado e

puxei os

dois em meus braços. — Hey agora, nada de ficar triste — , Dustin sussurrou, pois ambos rechearam o meu rosto com beijos suaves. — Não triste, apenas muito grato por termos resolvido nossos problemas — , eu respondi e os abracei mais apertados.

— Eu tive mais

diversão e emoção em um dia com vocês que na última década. — Que bom que você gostou. Nós nos divertimos também. — Calin me beijou brevemente antes de se mover para longe e permitir a Dustin fazer o mesmo. Então, todos nós nos vestimos e eu abria

porta enquanto eles

colocam as cadeiras para trás. — Todo mundo ainda está vivo? — Stacey riu quando ela entrou na sala minutos depois, uma bandeja de hambúrgueres na mão. — Eu juro que tive que colocar o meu iPod apenas para abafar o barulho. — Você simplesmente não pode ficar quieto quando o prazer é tão intenso — , Calin disse suavemente quando entrou na frente de Dustin, que estava lutando para esconder o brinquedo e uma garrafa de óleo lubrificante. — Obrigado por adiar o jantar para que pudéssemos atacar Shea. — Não é um problema. — colocando o alimento na mesa.

Ela riu, dando-lhe uma piscadela e

— Além disso, você disse que ia lavar os

pratos. Isso é uma troca justa em meu livro. Comecei a rir de suas palhaçadas. Foi chocante o suficiente que eles tivessem pensando em fazer tudo isso para mim, mas saber que tudo foi planejado de tal maneira que eles negociaram um acordo com a minha


empregada era uma viagem. — Vocês são demais — , eu disse quando todos olharam para mim como se eu tivesse perdido a minha mente. Eles sorriram enquanto nos estabelecemos para o jantar, arrumando pratos e talheres em torno enquanto Stacey foi pegar as bebidas. Em seguida, ela voltou e se juntou a nós. Enquanto ela era minha empregada, eu não era o tipo de cara que tratava as pessoas que trabalhavam para mim como se estivessem abaixo de mim. Eu gostava de como ela cuidava da minha casa, e Calin e Dustin pareceram se encaixar perfeitamente nisso. Quando cheguei para o meu segundo hambúrguer vegetariano, vi que meus companheiros estavam em seus terceiros de carne. Não pude deixar de rir com seu entusiasmo para comer, tentando reprimir o meu desejo no barulho que eles faziam. — Onde vocês estão colocando todos os alimentos? — Eu perguntei com um sorriso. — Nós estamos em fase de crescimento — , Calin respondeu com um bocado de comida. — E tem sido muito tempo desde que tivemos qualquer tipo de carne. —

Ele me deu uma piscada quando eu abri minha boca como se

soubesse o comentário inadequado que ia fazer. Fechei meus lábios e balancei minhas sobrancelhas para ele. Stacey esticou o braço e me bateu no braço, deixando-me saber que ela entendeu exatamente o que estava acontecendo. Isso naturalmente trouxe a todos nós uma gargalhada. E eu não conseguia pensar em uma única refeição em que eu tinha me divertido tanto. E

eu

gostei.


A semana seguinte foi a melhor da minha vida. Meus companheiros não eram só doces e gentis, mas eles também eram animais na cama, nunca ficando completamente saciados. Dormimos, comemos e ficamos juntos, e eu nunca me cansava de têlos ao meu redor. Na maioria das vezes em amuava quando tinha que trabalhar um pouco longe deles. Poucas vezes eu mesmo os arrastava escada abaixo comigo, para que eles pudessem verificar meu laboratório e salas de trabalho. Eles pareciam sinceramente intrigados com tudo, fazendo questões inteligentes cada vez que eu mostrava a eles um dos meus projetos. Pedi também para eles me ajudarem nos momentos eu que eu sabia que Drea estava na sala ao lado da biblioteca com os empreiteiros ou tomando medidas para que eles não vissem que alguma coisa estava acontecendo. Sua surpresa estava me deixando tão animado que eu poderia jurar que estava fazendo tudo para mim mesmo, ao invés deles. Era estranho, mas tanto quanto eles queriam sexo, eu também percebi que eles estavam dormindo muito. Houve várias vezes em que eles não estavam na sala de jantar quando eu chegava lá para uma refeição e eu tinha que buscá-los e acompanhá-los para baixo. Eu continuei a encontrá-los dormindo em nossa cama ou na biblioteca com um livro sobre eles como se tivessem cochilado durante a leitura. Eu queria levá-los para serem examinados, mas então eu percebi que era a emoção de ser recém-acasalados e de começar uma nova vida. Embora eu fosse novo nessa coisa de acasalamento, todo o resto era o mesmo para


mim. Eles estavam em uma nova casa, conhecendo novas pessoas, explorando minha mansão e aprendendo muitas coisas novas sobre o mundo fora do seu clã e da vida que eles levavam em Nova York. Além disso, eu era mais velho, de maneira que eles tiveram que se acostumar com o quão forte eu era. Calin

e

Dustin

não

pareciam

estar

incomodados

com

a

sua

necessidade de sono extra, por isso decidi deixar isso ir. Se algo estivesse errado eles me avisariam. Ou pelo menos eu esperava que fizessem. Eu tinha chamado o Ancião Rice para deixá-lo saber que eu não o odiava mais. E novamente eu me lembrei de como ele se tornou um bom amigo para mim com o passar dos anos. Ele estava emocionado por eu estar encontrando a felicidade com meus companheiros e por tudo ter dado certo. O líder do coven de Atlanta estava trabalhando com Drea para obter sangue extra enviado. Algumas vezes quando eu perguntava sobre o motivo de não tê-lo ainda, ela resmungava sobre o cara ser um burro pomposo e arrastava seus calcanhares. Eu me perguntei se ele queria algo mais do que dinheiro para o sangue e pedi para a minha assistente chamar o ancião dos vampiros para ver o que poderia ser. Até que isso ficasse resolvido, meus companheiros estavam simplesmente bebendo aos poucos de mim todas as noites. Stacey estava super feliz que eles estavam comendo tudo o que ela fazia, incluindo guloseimas. Pareceu-me estranho que eles sempre estavam com tanta fome. Quero dizer, eles estavam comendo mais em um dia do que eu em três. E enquanto eu entendia que eles eram mais jovens, tinham um metabolismo maior e tudo isso, ainda não parecia certo. Eu era duas vezes o seu tamanho e comia muito menos que eles. Naquela noite, quando deitei na cama, notei que eles realmente pareciam mais cansados e mais pálidos do que o normal. — Vocês estão bem?


— Sim, só estamos nos sentindo muito quentes e com muita sede — , Calin respondeu. — Podem tomar o que precisam de mim, meus companheiros, — eu disse, abrindo meus braços para os dois. Eles me deram sorrisos fracos enquanto se arrastavam para mim, Dustin à minha direita e Calin à minha esquerda.

Quando se encostaram em mim para lamber os lados do meu

pescoço, notei que seus corações batiam mais lentos que o normal. Isso assustou a merda fora de mim. O que estava errado com eles? Amanhã eu estaria chamando esse burro que se dizia líder do coven de Atlanta e descobriria o que estava errado com eles e porque o sangue estava demorando tanto. Eles afundaram suas presas em mim enquanto eu gemia de prazer. Quando eles beberam profundamente de mim, eu comecei a me sentir melhor de que tudo estava bem com eles. Eu não poderia ter estado mais errado. — Algo está..., — Dustin gemeu quando se afastou. Antes que ele pudesse terminar esse pensamento, se inclinou sobre a cama e vomitou o sangue que tinha acabado de beber. Calin fez o mesmo do outro lado um segundo depois. — Foda! —

Eu engasguei e pulei para fora da cama.

— Calma,

gente, eu vou pedir ajuda. — Peguei meu celular e chamei o Ancião Rice. — Shea? — Ele respondeu, soando como se eu tivesse acabado de acordar. — Rice, algo está errado, — eu chorei quando meus companheiros entraram em convulsão na cama. — Meus companheiros só vomitaram meu sangue por toda a parte e agora estão entrando em algum tipo de choque. Chame alguém, qualquer pessoa que possa ajudar. Por favor! — Jesus, foda-se, ok, eu vou chamar o ancião vampiro e você chama o líder do coven de Atlanta. Um deles tem que saber o que está acontecendo. — Certo — , eu disse rapidamente e desliguei. Então eu puxei o e-


mail de Drea que continha o número do telefone do coven e pressionei enviar. — Esperem aí, pessoal. Por favor, apenas esperem, eu estou recebendo ajuda. — Coven de Atlanta, — uma voz anasalada disse. — Eu preciso falar com o seu líder imediatamente. — Sinto muito, Mestre Cortez não está disponível — Eu não me importo se ele está em seu casamento, interrompa-o, —

eu gritei ao telefone.

— Eu sou Shea Mayer, e meus companheiros

vampiros estão morrendo em minha cama. — Sim, Sr. Mayer, eu vou informá-lo — , o cara disse antes de me colocar na espera com uma música horrível. — Deuses, me ajudem, — Eu engasguei e voltei para a cama onde meus companheiros ainda estavam se debatendo. Movi o telefone contra o meu ombro e estendi a mão para ambos os seus peitos, tentando fazer alguma coisa para confortá-los. — Me desculpe, Sr. Mayer, mas Mestre Cortez disse que não será capaz de ajudá-lo — Quer dizer que ele não vai, — Eu disse ao telefone. — Tudo bem. Diga-lhe que não vou me esquecer disso e para ele esperar um telefonema de seu ancião. Ancião Lewis e eu nos conhecemos muito bem, mas eu chamei o seu líder porque estamos em Atlanta. Seu mestre fodeu com a pessoa errada. O cara ia dizer algo, mas eu apenas desliguei de uma vez. Então eu procurei o número do Ancião Lewis, esquecendo completamente que Rice disse que ele estaria chamando, e cliquei em enviar. — Shea, Acabei de falar com Rice. O que está acontecendo?

Ancião Lewis perguntou quando atendeu. — Eles estavam cansados e comendo muito — , eu disse tão rápido que eu esperava que ele poderia em entender. — Eu pensei que era porque eles estão em uma nova casa, acasalados, e animados com sua nova vida. Mas eles disseram que estavam se sentindo quentes e com sede esta noite, e eu


lhes disse para beber de mim. Eles não tomaram mais de dois goles antes de virar e vomitar tudo do lado da cama. Eles estão em convulsão e não respondem ao meu toque. Eu chamei o líder do coven de Atlanta, mas ele está muito ocupado para falar comigo. Seu empregado disse que ele não poderia me ajudar. — Eu vou lidar com Cortez e obter ajuda para você. Eu não tenho certeza o que está acontecendo, mas eu nunca ouvi falar de vampiros ficarem doentes assim. Rice está a caminho. — Obrigado, ancião, —

eu disse, colocando meus verdadeiros

sentimentos de alívio pela ajuda chegando em minha voz. — Claro, Shea — , ele respondeu e desligou. Só então duas coisas aconteceram ... meus companheiros pararam de convulsionar e Stacey explodiu através do porta. — O que está acontecendo? —

Ela perguntou, com os olhos

arregalados de pânico. — Eu não tenho ideia — , eu gemi quando ela correu para nós. Nós compartilhamos

um

olhar

antes

de

entrarmos

em

ação.

Capítulo Cinco Stacey correu para o banheiro para pegar materiais de limpeza enquanto eu movia meus companheiros para o lado da cama que não continha vômito e sangue. Então saí da cama quando ela voltou para o quarto e


começou a limpar seus rostos. — Shea, eles estão frios como gelo, — ela engasgou enquanto seu olhar disparou deles para mim. — Eu sei — , eu sussurrei, lágrimas borrando a minha visão. Corri para o armário do corredor que continha roupas de cama extra e o abri. Finalmente encontrei dois dos cobertores mais confortáveis e macios que tínhamos e voltei para meu quarto, deixando a bagunça que eu tinha feito. — Vamos, docinho — , disse Stacey delicadamente enquanto limpava o suor de Dustin, o sentando em seu colo. — Abra os olhos para mim e eu vou fazer aquela receita de bolo de chocolate que você encontrou outro dia. Eu vou fazer lotes e lotes de cookies, também. — Rice está a caminho. — Eu funguei quando afastei Dustin dela e o envolvi em um dos cobertores antes de dar ele de volta para ela. Então eu fiz o mesmo com Calin, mas o mantive em meus braços. — E eu conversei com o ancião vampiro que vai entrar em contato com o líder de Atlanta. O fodido nem mesmo atendeu minha chamada. — Você está me gozando —

ela respondeu com os olhos

arregalados. — Ele é estupido? — Sim, ele vai descobrir o quão estúpido é assim que descobrirmos o que está acontecendo de errado e eles se recuperarem. Eu vou fodê-lo por se recusar a ajudar meus companheiros. — Você fique aqui com eles. Eu vou receber o Ancião Rice, — ela disse quando gentilmente estabeleceu Dustin na cama. Eu balancei a cabeça e o puxei para o meu colo também. Eles estavam embrulhados como múmias nos cobertores grandes e confortáveis, por isso não havia muito espaço para eles em meu colo, mas eu só precisava segurá-los. Minha mente corria com possibilidades, embora cada ideia parecesse menos viável do que a ultima. — Puta merda — , Rice engasgou quando entrou no quarto


momentos mais tarde. Eu reconheci os seu olhar, e seus olhos diziam tudo. Parecia que eles estavam mortos. — Cortez está a caminho. Lewis o chamou de burro e ordenou que ele viesse para cá imediatamente. — Será que ele tem alguma teoria? — Ele disse que soava como envenenamento de sangue — , disse Rice quando se moveu para se sentar no outro lado da cama. — Vocês foram para algum lugar fora onde a comida possa ter sido adulterada? — Não, eu já pensei nisso — , eu respondi, balançando a cabeça. — O vômito e convulsão foram súbitos, é claro, mas eles estavam cansados e comendo muito há pelo menos uma semana. Na semana anterior eles nem sequer tiveram meu sangue porque eu não sabia que eles precisavam beber, devido a maneira que eu estava lidando com a forma que nós acasalamos. — Nós vamos descobrir alguma coisa, Shea — , disse ele suavemente quando se inclinou para bater em meu ombro. — Eu os amo — , eu sussurrei enquanto as lágrimas começaram novamente. — Eu não mesmo tive a chance de lhes dizer isso ou reclamá-los corretamente. — Ei, eles não vão a lugar algum, ok? — Você não sabe disso — , eu gritei. — Eles estão tão frios, e se eu não estivesse ouvindo seus corações batendo tão lentamente, eu acharia que eles estão mortos. — Eu estou aqui — , resmungou uma voz da porta. Minha atenção imediatamente se agarrou ao homem enquanto eu gentilmente estabeleci meus companheiros na cama, antes de ficar na frente deles protetoramente. Olhei por ele para ver Stacey esperando nervosamente no corredor. — Cortez? — Eu perguntei e gesticulei para Stacey entrar, o que ela fez e foi para os meus companheiros. — Mestre Cortez, — momento para essas besteiras.

ele respondeu. Grande, este não era o


— O que há de errado com eles? —

Eu perguntei com firmeza,

ignorando o seu comentário. — Como eu deveria saber? Eu não sou um médico — , respondeu Cortez, parecendo entediado. — Responda a ele, — Rice latiu. — Diga-nos o que você sabe antes que eu chame o Ancião Lewis novamente. — Ancião Rice, eu peço desculpas. Eu não vi você aí

— , disse

Cortez, dando um ligeiro aceno de cabeça e perdendo sua bravata. — Diga-me o que há de errado com meus companheiros — , eu perguntei novamente, impaciente. — Você é um herbívoro — disse ele como se fosse uma declaração, como se percebesse somente agora o porque do Ancião Rice estar aqui. Antes que eu pudesse confirmar, ele começou a rir tanto que pegou seu lado. Eu me virei para olhar em Rice, que tinha o mesmo que o olhar confuso que eu tinha. Então a pouca paciência que eu tinha se esvaiu. — Você acha isso engraçado, porra? —

Eu gritei chegando mais

perto dele. — Eles estão morrendo! — Sim, você matou suas próprias putas pornôs — , ele ofegou entre risos. Eu congelei por um momento e apenas pisquei para ele, completamente chocado e surpreso com suas palavras.

Então eu o bati e o agarrei pela

garganta, batendo-o contra a parede tão duro que fez um buraco na parede. — Eles não são prostitutas, — Eu disse na cara dele, tão perto que nossos narizes quase se tocavam. — Diga-me como ajudá-los ou eu veremos se você vai gostar de estar pendurado em um galho. — Você não pode — , ele resmungou enquanto tentou agarrar as minhas mãos. — Eu não fiz nada de errado. — Solte ele, Shea, — Rice gritou. Mas eu não soltei. Os olhos de Cortez se ampliaram quando eu não o libertei imediatamente. — Privilégios de ter mais de quatro mil anos — , eu disse enquanto


um sorriso mal surgia em meu rosto. ordens de

— Eu não posso ser influenciado por

anciãos, especialmente se levarmos em conta que Rice tem a

metade da minha idade. Então você estava dizendo sobre o que não posso fazer? Ele parou por um instante, parecendo perceber neste momento que entrou na cova dos leões, mesmo eu não sendo realmente um. — Você é um herbívoro. — Nós já estabelecemos isso, — Rice gritou, perdendo a paciência também. — Seu sangue não tem o que um vampiro precisa. — Cortez disse ofegante, e eu soltei meu aperto de seu pescoço. Tanto quanto eu queria espremer mais e matá-lo, eu precisava obter respostas dele. — O que está faltando no meu sangue? — Eu perguntei enquanto quebrava minha cabeça. — Proteínas — , disseram Rice e Cortez ao mesmo tempo, como se as peças do quebra cabeça começassem a se encaixar para o ancião. Cortez acenou

com

a

cabeça

e

continuou.

Você

estava

basicamente

enfraquecendo-os e os matando lentamente antes que o envenenamento do sangue viesse à tona nesta noite. — Como eu faço para corrigir isso? —

Meu coração estava

quebrando enquanto as suas palavras se afundavam em mim, fazendo sentido. Eles estavam comento tanto como se estivessem lutando e dormindo demais. E ele estava certo, eu era um herbívoro. Nós não comemos carne ou precisamos de proteína. — Arrume um pouco de sangue para eles. — Não vai ajudar se eles estão rejeitando sangue — , ele respondeu e balançou a cabeça. — Se você fosse um companheiro carnívoro, então você seria capaz de curá-los com seu sangue, mas você não é. — Eu posso obter proteína no meu sangue — , eu disse rapidamente, longe de desistir como parecia Cortez.


— E o seu sangue, Cortez? Sangue de outro vampiro mais forte deve ajudá-los — , acrescentou Rice, e eu tive que lembrar de lhe agradecer por isso mais tarde. — Eu não estou alimentando duas prostitutas — , disse Cortez, indignado. Apertei mais duro e lhe bati de volta para a parede. — Só porque você não fez nada errado não significa que eu não possa te matar. — Eu resmunguei, dizendo cada palavra lentamente, de modo que elas se aprofundassem — Eles teriam recebido o sangue com proteínas se você não tivesse sido tão fodido e providenciado para nós quando Drea pediu! Se eles morrerem, você morre, entendeu? — Eu...eu não posso garantir que o meu sangue vai ajudá-los — , ele gaguejou, seus olhos arregalados de medo. — Descubra uma maneira de salvá-los então, ou que os deuses me ajudem Cortez, não haverá lugar em que você poderá se esconder de mim — , eu gritei tão alto em seu rosto que ele se encolheu no ruído. — Eu posso tentar, mas a melhor coisa seria o sangue de seu companheiro com tudo o que eles precisam — , ele disse quando eu o soltei. — Eu vou fazer alguns ovos — , disse Stacey rapidamente enquanto se dirigia para a porta. — E eu tenho alguns shakes de proteína que eu gosto quando não sinto vontade de uma refeição completa. — Obrigado, —

eu respondi, grato porque um de nós poderia

pensar. Ela bateu no meu braço em apoio quando passou por mim. Cortez deu um passo para meus companheiros, mas eu entrei em seu caminho. — Você quer eu lhes dê meu sangue, certo? — , ele gritou quando ele jogou suas mãos no ar. — Sim, mas eles estão desmaiados, de modo que não podem beber de você — , eu disse quando olhei para Rice.

— Eu tenho equipamentos

médicos no meu laboratório desde que eu estou trabalhando sobre a fórmula


do sangue sintético para Lewis. Eu vi um flash de algo no rosto Cortez, antes que ele escondesse suas características. Eu teria que descobrir o que estava acontecendo mais tarde, mas naquele momento tudo o que me importava era os meus companheiros. — Vamos — Rice disse calmamente, enquanto olhava para Cortez. — Eu vou ficar com eles e verifique se eles estão seguros. — Ancião Rice, eu não quero fazer nenhum dano aos companheiros do Sr. Mayer, —

Cortez respondeu com um olhar de mágoa. Sim, isto era

certo! O cara estava fingindo, e ele não era um bom ator.

— Eu tenho um

coven inteiro para cuidar e não posso sair no resgate de todos os paranormais na área a cada vez que alguém tem um problema de sangue. — Problema de sangue? Como ele pode dizer isso com uma cara séria?

— Isso é muito

diferente do que pensar que eu faria mal a esses jovens! — Eu pensei que você os chamou de putas? —

Rice perguntou

calmamente, levantando uma sobrancelha. Se esta fosse uma situação diferente, eu teria rido da atitude de Rice. Eu só estava feliz que ele também não estava comprando as besteira de Cortez. Sem dizer mais nada, corri do quarto, descendo as escadas para o meu laboratório. Eu confiei em Rice para proteger meus companheiros. Ele podia não ser tão forte como eu, mas ele ainda era incrivelmente forte e um ancião depois de tudo. Eu agarrei o que eu precisava e segui para a cozinha. Stacey tinha acabado de terminar uma mistura dos shakes de proteínas e entregou para mim antes de eu correr de volta ao nosso quarto. No caminho de volta, eu tive um pensamento. Enquanto eu concordava com a ideia de Rice de que sangue de um vampiro mais forte ajudaria meus companheiros, não sabíamos com certeza. E eu seria um condenado estúpido se apenas confiasse na palavra de Cortez que seu sangue não faria o pior.


— Ligue para Lewis e lhe diga o que sabemos e qual é o plano — , eu disse a Rice depois que entrei no quarto. Eu lhe dei um olhar sabedor, que ele estudou antes de suas sobrancelhas subirem com compreensão. Ele me deu um aceno rápido e saiu da cama, puxando o seu telefone celular. Quando ele saiu no corredor para fazer a chamada, eu contornei Cortez para sentar entre os meus companheiros. — Como você sabia que eles faziam filmes pornôs? — Eu perguntei, curiosidade coçando, mesmo que eu não tivesse a certeza se queria saber a resposta. — Quando fui informado de que eles estavam na área, nosso protocolo foi procurar os membros do seu antigo coven para nos certificar de que eles não estavam selvagens

— , ele respondeu lentamente, como se

escolhendo as palavras com cuidado. — Esperto — , respondi, tentando soar como se não o odiasse completamente homem e não confiasse nele. — Não há muitos herbívoros que vivem assim. Eu conheço alguns que ficam em comunidades apertadas, como os coelhos, mas a maioria vive por conta própria. É claro que por isso é muito menos provável ficarmos selvagens. — Por que isso? — Termine de responder a minha pergunta e eu vou responder a sua, — eu disse no instante em que encontrei uma veia em seu braço direito. Ele assobiou quando eu furei ele com a agulha. — Eles estavam putos por seus companheiros ainda estarem vivos e ameaçaram meu coven se eu não os eliminasse ou se os ajudasse — , respondeu ele. E eu teria acreditado se ele não estivesse evitando o contato comigo com o olhar e suando. Talvez essa parte fosse verdade, mas não foi por isso que ele não tinha conseguido o sangue para nós. — Eu informei a eles que tinha membros gays no meu coven e os anciãos não se preocupavam com tais coisas. Então, se eles quisessem fazer disso um problema, que fizessem


sozinhos. Eu também não podia arriscar o meu povo, iniciando alguma merda com outro coven. Eu já havia chamado o Ancião Lewis pedindo sua assistência no assunto, mas ele ainda não tinha retornado para mim até ter chamado hoje à noite. — Você poderia ter nos ajudado a descobrir sem isso — , eu disse, não acreditando em sua explicação. Algo não estava certo com sua história. Além disso, ele ainda estava se esquivando da parte pornô da questão ou por que ele tinha chamado meus companheiros de prostitutas. Eu encontrei uma veia em seu outro braço e coloquei a agulha não muito suavemente. Normalmente eu iria recolher o sangue dele em sacos, mas desde que meus companheiros já estavam frios ao toque e eu não tive tempo de arrastar as máquinas para aquecer o sangue para cima, eu optei por uma transfusão direta. Era uma pena que o desgraçado não sabia que eu o drenaria num piscar de olhos se isso significasse salvar meus companheiros. Mas isso não era uma coisa que eu iria dizer a ele. — Fofocas de vampiros é pior do que as velhinhas que você vê na TV. — Cortez riu. — E quando eu defendi seus companheiros por serem gays de seu coven de nascimento, eles disseram que eles fizeram pornô vampiro, e por isso foram menosprezados por seu povo. — Isso não foi o que aconteceu. — Eu rosnei enquanto descobria um braço do cada um dos meus companheiros.

— Eles fizeram algum trabalho

como modelos, fotos de romance com suas garras e presas estendidas. Mas um artista gráfico também poderia ter feito isso. Era apenas mais fácil, porque as presas eram reais. — Então eles não fizeram filme pornô?

— Cortez perguntou,

levantando uma sobrancelha para mim em descrença. — Eles fizeram alguns, somente entre os dois, por dinheiro, porque tiveram que fugir de seu próprio coven tentando matá-los

— , respondi,


estreitando os olhos para ele como se o desafiando a julgar os meus companheiros. —

Mas eles não mostraram suas presas ou qualquer coisa

assim. Qualquer um que os via nunca teriam sabido que eles eram vampiros. Eles fizeram o que tinham de fazer para sobreviver. — Essa é uma história diferente da que eu tenho — , ele disse baixinho, parecendo arrependido. Eu poderia ter acreditado nele se sua mandíbula não estivesse se mexendo com restrição. Ele estava escondendo alguma coisa, e eu não tinha ideia do que era. Ou ele estava mentindo sobre o que o antigo coven deles tinha dito ou sobre ele não conhecer a verdade. Eu não tinha certeza do que era, mas depois desta noite eu sabia que este homem não seria permitido em uma distância de cinquenta metros de meus companheiros. — Lewis confirmou que isso pode ajudar — , disse Rice, voltando ao quarto. Seu olhar me disse duas coisas ... não havia garantia de que isso iria funcionar e que ele precisava falar comigo em privado. — Ele diz que nunca conheceu um vampiro acasalado a um herbívoro, nem já se deparou com isso. —

Então ele se virou para Cortez e estreitou seus olhos.

— E seu ancião

ordenou que você consiga alguém para trazer o sangue extra imediatamente. — Vou ver isso logo que acabar aqui — , respondeu Cortez solenemente, balançando a cabeça profundamente. — Eu vou dar aos meus companheiros o meu sangue, mas o sangue extra vai ajudar a alimentá-los melhor, — eu disse enquanto prendia meus companheiros e depois anexava a tubulação entre eles e Cortez. — E nós dois sabemos que eu não posso ser morto, e seu ancião vai saber exatamente de onde vem o sangue se algo acontecer com isso. — Eu não sou o inimigo aqui. — Ele rosnou e fez um gesto para as agulhas e o sangue que fluía de seus braços para os meus companheiros. — Eu não estou dizendo que você é, mas estes são os meus companheiros. Você usaria menos proteção se fosse com você?


— Não, não, eu não faria — , Cortez respondeu com um aceno de cabeça. Nós todos nos sentamos em silêncio por um tempo. Mesmo quando Stacey veio ao quarto com a maior omelete que eu já vi, ninguém disse qualquer coisa. Eu coloquei um bocado em minha boca e empurrei com o shake de proteínas. O shake era uma opção muito melhor. Enquanto eu estava bem com ovos do ponto de vista de um shifter herbívoro, eu não gostava. Normalmente, quando eu comia,

eles estavam escondidos como

ingredientes em coisas como cookies e bolos. — Ok, estou começando a me sentir tonto aqui — . Cortez gemeu e agarrou sua cabeça. — Você vai me fazer desmaiar. Se isso acontecer, não vou ser capaz de conseguir o sangue extra para ajudá-los. — Como sabemos que isso está funcionando? —

Eu perguntei

quando estava pronto para tirar as agulhas dele. Olhei para o relógio e vi que tinha passado 20 minutos. Levava cerca de 10 minutos para obter um litro de sangue

de

alguém,

e

ele

tinha

duas

agulhas

nele.

Então

tiramos

aproximadamente quatro litros de sangue. O que poderia ter matado um ser humano, mas Cortez não era humano. — Eles não estão em convulsão — , disse ele quando começou a balançar. Isso foi um indicador suficiente para mim. Puxei as agulhas fora dele e apliquei gazes nas feridas, prendendo no lugar. Então eu guardei o resto do sangue que sobrou nos tubos para os meus companheiros antes de puxá-los para fora deles, cuidando deles também. — Então, o que agora? — Rice perguntou assim que eu terminei de limpar minha bagunça. — Você espera — , Cortez respondeu suavemente enquanto se movia para longe deles na grande cama king-size e se deitou. — Eles não rejeitaram o sangue porque ainda não estão jogando fora ou em convulsão. Então, se isso for ajudar, só vai levar um tempo. Ancião Lewis estava certo. Isto não é algo


que normalmente nos deparamos. Eu só sabia sobre a coisa da proteína porque um dos vampiros em meu coven tentou

desistir da carne. Ele ficou

doente como eles. — Quanto tempo é necessário para um vampiro se recuperar do envenenamento de sangue? — Eu perguntei, meu coração afundando quando ele não respondeu imediatamente. — Depende do quão ruim é — , disse Cortez, finalmente, quando virou a cabeça para mim. — Mas eles nem sempre voltam, Shea. Você precisa entender que agora é uma questão de esperar e rezar. — Não, isso não é aceitável — , eu disse com firmeza enquanto começava a tremer. Eu subi de volta para a cama e puxei suas cabeças de volta para o meu colo. — Eles vão acordar. — Olha, eu não sou um médico — . Cortez suspirou quando ele pegou seu telefone e começou a clicar nos botões.

— Para mim, é mais

comum um vampiro perder muito sangue do que beber sangue envenenado. Eles estavam precisando de proteína como se não estivessem recebendo o suficiente do que precisavam. Se um

vampiro é drenado ou perde muito

sangue, seu corpo apenas precisa de tempo para se recuperar. Isso pode levar dias ou semanas. Simplesmente não há uma resposta certa aqui. — Agradecemos a sua compreensão — , disse Rice, jogando bem com ele. — E eu vou ter certeza de mencionar ao seu ancião o quanto você ajudou uma vez que soube da gravidade da situação. — Eu aprecio isso — , respondeu ele enquanto se sentava lentamente. — Eu enviei uma mensagem para o meu segundo em comando sobre o sangue. Ele vai trazer alguns na parte da manhã e trabalhar com seu assistente para conseguir um fornecimento regular para seus companheiros. Ele estava dizendo todas as palavras certas, mas ainda havia algo que não se encaixava. Eu não poderia colocar o dedo sobre isso, e não era algo óbvio. Isso era mais do que a advertência interna em minha mente, que por


vezes apenas gritava perigo. E eu tinha vivido muito tempo para ignorar meus sentimentos em relação as pessoas e situações. — Obrigado por sua ajuda — , eu disse de qualquer maneira para que ele não soubesse o que eu estava sentindo.

— Você tem um número

direto onde eu possa encontrá-lo se tivermos mais perguntas? — Claro. — Vou anotar o número lá embaixo antes de mostrar a saída para Mestre Cortez — , Stacey disse agradavelmente. Uma das muitas razões que eu amava essa mulher como uma irmã era sua capacidade de compreender o meu humor. Ela sabia que eu o queria fora. — Sim, eu gostaria de chegar em casa e descansar — , Cortez respondeu, sorrindo fracamente, parecendo mais cansado do que deveria estar desde que teve apenas um pouco de sangue doado. Mas, novamente os meus companheiros estavam inconscientes, por isso nada mais no mundo importava para mim. — Eu sugiro que você espere cerca de quatro horas antes de lhes dar um litro de seu sangue. Então alterne a cada quatro horas por um ou dois dias, antes de mudar para a cada oito horas. — Tudo isso? — Eu perguntei enquanto meus olhos se arregalaram. — Os seres humanos podem gerar células brancas no sangue para combater a infecção — , ele respondeu quando esfregou os olhos. Ele parecia realmente cansado, e ele tinha dado quatro litros de sangue. Talvez eu estivesse sendo muito duro em minha opinião do cara, mas eu não confiava nele. — Nós não podemos, Shea. Pense no sangue para nós como você bebe líquidos. Quando você não está se sentindo bem, você precisa de mais. Seus corpos estão esgotados, assim qualquer sangue que eles recebem é bem vindo, mesmo se for demais. — Faz sentido. — Suspirei e esfreguei as mãos sobre meu rosto. — Obrigado, eu agradeço os conselhos e toda a sua ajuda.


— Meu prazer — , disse ele, dando um aceno a Rice antes de sair com Stacey. Esperamos para conversar depois que soubemos que ele tinha ido embora. Quando Stacey voltou para o quarto alguns minutos depois com outro shake de proteína para mim, nós sabíamos que estávamos seguros. — Eu não gosto desse cara — , ela deixou escapar enquanto caminhava em minha direção.

— Ele fez uma completa mudança em sua

posição de ajudar, e não como a maioria das pessoas faz. — Eu concordo — . Rice suspirou enquanto corria os dedos pelos cabelos antes de se voltar para mim. — Ele estava disposto a ajudar depois que você o ameaçou, mas só se tornou educado depois que você mencionou o projeto do sangue sintético. Eu disse isso ao Ancião Lewis. Ele não ficou feliz que o pequeno segredo saiu. Eu acho que a maioria dos vampiros estaria chateada com a ideia, especialmente Cortez porque ele é um dos principais distribuidores de sangue ensacado. Ele faz milhões vendendo para outros covens. — Isso explicaria a reação estranha que ele teve antes de esconder: — Eu disse com um gemido. Minha mente correu enquanto eu tentava pensar nos prós e contras de sua ajuda. — Então ele adoraria ver o projeto, talvez até se ele acha que eu sou o único que pode fazê-lo. E como ele não pode me matar, perseguir meus companheiros seria um provável cenário. Mas desde que o seu ancião sabe que ele estava aqui e ordenou que ele ajudasse, ele não correria o risco de piorar a situação, não é? — Não, ele tem medo de Lewis — , Rice respondeu com um estremecimento. — Inferno, até eu tenho medo de Lewis, e eu sou um ancião também. Não que eu já admiti isso para qualquer outra pessoa. Ele não é um homem que você quer atravessar no caminho. — Sim, eu tenho essa impressão dele. — Eu balancei a cabeça em concordância quando Stacey olhou para nós, parecendo apenas absorver tudo isso.


— Eu estou feliz que sou apenas um pássaro humilde fora do radar de todo mundo. — Ela riu e acenou com os braços entre nós. — Eu nunca iriamos sobreviver a toda essa besteira de Maquiavel. Eu só gosto de cozinhar e alimentar as pessoas. Vocês podem ter toda essa porcaria sozinhos. — Eu só gosto de inventar coisas e soprar a merda quando a necessidade surge, — eu respondi, revirando os olhos. — Eu fico tão longe da maior parte da política paranormal que metade do tempo as pessoas não se incomodam tentando me arrastar para dentro porque estou fora do circuito. — É verdade — , disse Rice com um bufar. — Você é um dos mais antigos paranormais em nossa estrutura moderna, e ainda assim você não tem nenhuma ambição de liderar. Nós dois sabemos que você poderia me substituir como ancião em qualquer dia que você quiser Shea. A única razão para não ser é porque você nunca quis. — Não, não, eu não — , eu sussurrei enquanto empurrei o cabelo de Calin longe de sua face. laboratório

até

então.

— Eu só queria ser deixado sozinho no meu Agora

eu

quero

protegê-los

e

torná-los

delirantemente feliz. Eu fiz isso para eles . — Você não sabia, Shea, — Stacey disse em voz baixa e se moveu para me abraçar por trás. — Não importa — , eu respondi quando as lágrimas começaram a cair. — Eu poderia ter matado os únicos homens que eu já amei, e eu não posso corrigir isso porra! — Ei, é um bom sinal que eles não estão rejeitando o sangue de Cortez, — Rice disse gentilmente enquanto esticou o braço e bateu no meu ombro.

— Ainda há esperança, Shea. Uma coisa Cortez não apontou, ou

porque ele não estava pensando ou para mantê-lo fora de ordem. Você está esquecendo também. Eles se acasalaram a um paranormal incrivelmente forte e amarrou suas linhas de vida para você. Se há alguém que é forte o suficiente para puxá-los de volta da beira do abismo, é você.


Espero

que

sim,

pois

se

perdê-los

não

me

matar

instantaneamente, isso só vai me matar lentamente.

Capítulo Seis

Eu gostaria de dizer que primeiro dia foi o pior e ficou melhor a partir dele, mas isso seria uma mentira. A verdade era que eles foram pior do que o inferno e eu estava perdendo minha mente. Rice voltou algumas vezes para verificar meus companheiros, e o Ancião Lewis sempre chamava. O primeiro dia eu fiz como Cortez sugeriu e lhes dei meu sangue em horários alternados. Eu mantive todas as portas abertas para tornar mais fácil para todos nós. E quando o vampiro do coven de Atlanta veio com sangue, eu comecei a bombeá-lo em mim mesmo, me enchendo de proteína mais do que eu pensava que meu corpo poderia suportar. Eu não tinha um estômago com quatro câmaras como os Alces em estado selvagem, mas eu ainda não estava acostumado. E isso fez o meu estômago ficar malditamente chateado. Eu não dormi. Após Cortez e Rice saírem, eu delicadamente banhei cada um dos meus companheiros em água quente, esperando que isso trouxesse sua temperatura a níveis normais. Ou isso ou o sangue estava trabalhando porque não estavam mais gelados ao toque, embora ainda não fosse sua temperatura normal. Entre a doação de sangue e os cuidados, eu me movia entre seus


corpos e falava com eles.

Eu disse a eles tudo sobre o oficina que eu estava

montando, mesmo sabendo que isso deveria ser um segredo. Se isso não os levou a acordar, foda-se, o segredo maldito. Quando eu disse a eles todas as ideias e informações sobre isso, eu comecei a falar sobre meus próprios projetos de trabalho. Mas então eu percebi que isso não poderia ser interessante o suficiente para eles acordarem. Então eu disse a eles tudo sobre mim. E quando digo tudo, quero dizer tudo. Eu lhes disse sobre o local que eu nasci na Irlanda, meus pais, meus irmãos ... todos os que estavam muito longe. Poderíamos ser imortais, mas ainda poderíamos morrer, e, infelizmente, eles fizeram. Eu falei sobre tudo o que eu tinha visto ao longo de quatro mil anos. Às vezes, Stacey se sentava lá e me ouvia, quando me trazia mais comida. Outras vezes, ela entrava e também falava, quando já tinha ouvido a história ou estava lá na época. Drea veio e me atualizou sobre os operários chegando no dia seguinte para começar a oficina. Então, ela nos contou sobre os distribuidores de suprimentos na esperança deles acordarem. O segundo dia foi muito parecido com o primeiro exceto que eu estava quase perdendo a minha voz. Mas eu ainda divagava sobre os lugares que eu ia levá-los quando eles acordassem. Eu pensei que se alguém merecia uma viagem ao redor do mundo para se divertir um pouco eram os meus companheiros. Eu disse a eles sobre todos os diferentes lugares que eu tinha visto, e enquanto eu estava certo que a maioria tinha mudado drasticamente ao longo dos anos, perguntei-lhes o que lhes interessava. Mas nada. Nenhuma resposta, nem mesmo um gemido. Eu poderia ter cochilado aqui e ali entre os momentos de lhes dar sangue, mas nada suficiente para contar como sono real. E eu tinha certeza que tinha chorado cada gota de água do meu corpo por várias vezes. Eu nem sabia que era possível chorar desse jeito. Mas, ainda assim, as lágrimas continuaram a sair a cada vez que a gravidade da situação afundava em mim.


No terceiro dia eu estava parecendo um zumbi. Até eu quebrar novamente e implorar, e lhes prometer qualquer coisa que quisessem se eles acordassem. Em um ponto, e eu não tinha certeza disso, eu prometi que ia sair e caçar um Alce selvagem e comê-lo se eles acordassem. Eu estava tão desesperado. — Shea, você precisa descansar um pouco — , Stacey me disse no quarta dia.

— Eles estão quentes de novo e estão tomando sangue. É um

progresso, ok? Ou se você não for dormir, dê uma caminhada e obtenha um pouco de ar. Vá para o seu laboratório e se distraia com algo, qualquer coisa. Por favor? — Eu não posso — , eu resmunguei,

minha garganta seca por

excesso de uso. Não importa o quanto de líquidos eu bebia, ela ainda parecia como o deserto. — Eu não posso deixá-los. — Você não está deixando-os, querido — , respondeu Drea quando se sentou ao meu lado. Foi então que eu percebi que ela e Rice também estavam lá. — Eles não querem que você faça isso para si mesmo. Quando acordarem, não vai ser nada bom para eles se você estiver a beira da exaustão. — Não importa. Só eles importam. —

Eu funguei enquanto os

puxava mais perto. — Eles vão ouvir a minha voz e acordar logo. Eu sei que eles vão. Eles têm que me amar um pouco, se eu os amo tanto. E se eles acordarem e eu não estiver aqui, isso vai ferir seus sentimentos . — Só por pouco tempo, Shea — , disse Rice quando se moveu para um lado da cama, enquanto Stacey ficava do outro. Cada um deles estendeu a mão para tomar um dos meus companheiros. — Não os toque! — Eu disse e Drea se moveu para me segurar. — Não, não os leve de mim. Eles são tudo o que eu tenho. — Nós não estamos levando-os para longe de você, Shea, — Drea sussurrou no meu cabelo enquanto o empurrou para trás de minha cabeça. —


Eles vão só trocar os lençóis enquanto você toma um banho, ok? Você fede, meu amigo. E nós não queremos seus companheiros acordando com esse cheiro ruim. — Eles têm que acordar — , eu chorei, me desmanchando em seus braços. — Eu apenas os encontrei, ou eles me encontraram, o que seja. — Eu sei, querido. — Ela me ajudou a sair da cama, minhas pernas estavam fracas. Eu estava comendo, mas tendo tanto sangue tirado de mim, mesmo se eu estivesse repondo, era desgastante. Além disso, eu não tinha dormido, embora estivesse sempre deitado com eles, ou andado muito. Assim, em geral, meu corpo não estava em seu ponto mais forte. Ela pegou uma toalha limpa para mim e praticamente me jogou no chuveiro depois de ligar. Se as coisas fossem diferentes, eu poderia ter rido dela por ter feito isso enquanto eu ainda tinha minhas calças de pijama, mas eu não podia sentir nada, somente a dor e a tristeza esmagadora. Me lavei tão rápido quanto eu podia dado o meu estado debilitado. Não foi fácil, já que eu estava dolorido e meu estômago ainda doía. Quando eu terminei, rapidamente me enxaguei e me sequei. Envolvendo uma toalha na minha cintura, andei até o quarto. Afastei-me para o quarto. Stacey me lançou um par de calças de pijamas limpas e eu coloquei. Então Drea levantou alguns sapatos para mim. — Não. — Eu andei à sua volta e de volta para a cama, onde meus companheiros dormiam, os lençóis agora limpos e cheirosos. — Você precisa tomar um ar, Shea — , disse Stacey, pegando minha mão e tentando me puxar para fora da porta. — Não! Nada mais importa, somente eles — , eu gritei e me ajoelhei na cama aos seus pés. — Eu não posso ir tomar ar, e eu não posso descansar até que eu saiba que eles estão bem! Eles significam tudo para mim, vocês não entendem isso? Eu trocaria minha vida pela deles num piscar de olhos. E eu fiz isso para eles!


— Seja legal, ela nos alimenta — , alguém sussurrou. Olhei para Drea, que balançou a cabeça, mas estava sorrindo. Em seguida para Stacey e Rice, que estavam olhando além de mim para a cama. Me virei tão rápido que cai sobre meu traseiro. Dustin estava olhando para mim com um sorriso fraco. — Você está acordado? Você está realmente olhando para mim? Eu não estou tendo alucinações?

— Eu perguntei enquanto me movia para ele

lentamente. — Se você está — , ele sussurrou e depois engoliu alto. Sua garganta tinha que estar tão seca quanto a minha, apesar de ele não a ter utilizado. — Então eu também estou. O que aconteceu? — Graças aos deuses, — Eu chorei e o recolhi em meus braços. Eu soluçava com alívio e o abracei com força, mas com cuidado já que eu não sabia se ele estava ferido. — Shh, está tudo bem, Shea — , Calin sussurrou e esfregou o meu pé. Minha cabeça levantou enquanto meus olhos se arregalaram. — Você está acordado, também? — Eu engasguei. — Eu ouvi você chorar, e eu não quero que você chore — , ele respondeu com um bufar.

— Então, não chore, ok? Eu não sei o que

aconteceu, mas vamos descobrir. Embora eu tenha um pedido. — Qualquer coisa! Qualquer coisa que vocês queiram, ok? Eu vou fazer o que... — eu comecei a divagar até que Dustin cobriu minha boca com a mão. — Eu estou com tanta vontade de mijar que você não iria acreditar — , enquanto gemia Calin tentou se sentar. — Eu também — , Dustin resmungou e lambeu os lábios. — Rice, você pode ajudar Calin enquanto eu cuido de Dustin? — Eu perguntei quando pulei da cama com meu prêmio em meus braços. — Drea, chame Cortez e diga-lhe que eles estão acordados e veja o que seria melhor para eles comerem. Stacey, vamos começar com um pouco de chá para eles.


— Pode deixar, — todos eles falaram e foram para as suas tarefas. Uma vez que os meus companheiros tinham se aliviado e escovado os dentes, porque eles disseram que nunca tinham tido uma respiração da manhã pior, eu os levei de volta a cama. — Sinto muito — , eu sussurrei quando me sentei entre eles, apoiados em travesseiros, e segurei suas mãos. — Eu não sabia. Eu juro que eu nunca iria prejudicá-los conscientemente. — Nós sabemos disso, — Dustin disse e tomou o chá que Stacey tinha trazido para eles. — O que aconteceu? — Vocês ficaram doentes porque estavam bebendo somente de mim e meu sangue não tem a proteína que vocês precisavam. — Expliquei tudo o que Cortez e o Ancião Lewis tinham nos dito, o que eles sentiram e como nós fizemos para deixá-los melhor. — Ooops. — Calin riu e colocou sua xícara na mesa de cabeceira. — Ooops? — Eu perguntei, meus olhos se arregalando. — Eu quase te matei e tudo o que você tem a dizer é ooops? — Shea, não sabíamos que isso poderia ser um problema, então como seria sua culpa? — , ele respondeu suavemente. — Foi um acidente, e nós estamos bem. Agora eu acho que todos nós devemos tirar uma soneca, porque eu estou cansado e você parece não dormir há dias. — Não! — Eu gritei, sentindo-me em pânico, pois ambos saltaram. Quando eu vi seus olhares de questionamento, eu elaborei. — Como sabemos se vocês vão acordar novamente? — Então nós vamos ficar acordados o resto de nossas vidas? — Dustin perguntou, mordendo o lábio inferior para impedir sua risada de escapar diante da minha ideia absurda. — Sim, bom ponto. —

Suspirei derrotado.

— Mas vocês dois

precisam saber uma coisa primeiro. Eu amo vocês. Amo tanto vocês. Amo vocês pra caralho, e o pensamento de perder vocês quase me matou.


— Nós amamos você também, nosso companheiro — disse Calin com um sorriso e abriu seus braços para mim. Fui até ele, nos rolando para que eu estivessem em minhas costas e ele colado ao meu lado. Então eu trouxe Dustin para o meu outro lado e os abracei. — Nós vamos deixar vocês descansarem um pouco — , Rice sussurrou apressado enquanto seguia Stacey e Drea para fora da sala. — Obrigado, Rice, por tudo. —

Ele me deu um aceno rápido

enquanto saíam, fechando a porta atrás dele. — Vocês não podem me deixar ou me assustar assim novamente. — Nós vamos trabalhar nisso. — Dustin riu quando se aconchegou contra mim.

— Agora durma. Todos nós vivemos um calvário e precisamos

descansar. E agradecer aos deuses, o que eu fiz. Dormi melhor do que eu tinha dormido há muito tempo, segurando meus companheiros em meus braços ... que era onde eles pertenciam.

— Shea! Shea, acorde — , Calin gritou, me puxando para fora do meu sono algum tempo depois. Sentei-me com um esforço, olhando ao redor para ver que estava escuro lá fora e meus companheiros estavam ajoelhados diante de mim, ambos parecendo preocupados. — Você está bem amor, está tudo bem. — O que aconteceu? — Eu perguntei quando esfreguei os olhos.


— Você estava tendo um pesadelo — , Dustin respondeu suavemente e empurrou meu cabelo da minha testa. E então meu sonho voltou para mim. — Vocês morreram, e foi minha culpa — , eu sussurrei enquanto eu os puxava em meus braços. — Eu estava de pé sobre seu túmulos com flores. Se passaram anos, e eu era apenas metade de um homem. Eu tentei me matar para acabar com o sofrimento, mas nada funcionou, e eu fiquei sozinho. — Shh, nós estamos bem, amor — , Calin se inclinou e beijou minha bochecha. — Estamos bem e não vamos a lugar nenhum, garotão. Você está preso com a gente. — Eu amo tanto vocês, —

eu funguei, empurrando para trás as

lágrimas que queriam começar novamente. Vocês não comeram nada. Precisamos alimentá-los, e se vocês estiverem melhores, eu tenho uma surpresa para vocês. — Nós amamos surpresas. —

Dustin riu enquanto deixava meus

braços e se moveu para a beirada da cama.

— Eu me sinto melhor do que

quando acordamos anteriormente. — Eu também — , disse Calin, se esticando.

— Então, você nos

trouxe um presente? — Bem, uma grande surpresa, eu acho, ou vocês podem olhar para ela como várias surpresas menores — , eu respondi e os ajudei a sair da cama. Quando as pernas de Dustin estavam foram da cama, eu hesitei em deixá-lo experimentar caminhar por conta própria. Eu o peguei e coloquei sobre o meu quadril antes de fazer o mesmo para Calin. Embora fosse estranho ter dois homens crescidos sentados em meus quadris, eu era um shifter alto e forte o suficiente para fazer isso funcionar. — Nosso herói — , Dustin ronronou e segurou firmemente em meu pescoço enquanto deitava a cabeça em meu ombro. — Nós teremos que ver o que mais você pode fazer com todos esses músculos quando estivermos nos sentindo melhor — , disse Calin e eu fiquei


sem fôlego. — Como foi que nós não ficamos selvagens, se não consumamos nosso acasalamento? — Rice conversou com o resto dos anciãos da UPAC e ele trouxe uma bruxa para nos dar uma pausa na magia. —

E eu fiquei grato por ele ter

pensado nisso, porque eu estava distraído demais para pensar em outra coisa que não fosse o homens em meus braços. — Temos duas semanas a partir do momento em que vocês saíram do ar. Se esse tempo não for suficiente para vocês se recuperarem, eu vou falar com eles. — Certo — . Dustin riu enquanto eu os carreguei para baixo nas escadas e em direção à cozinha.

— Nós estaremos saltando em seus ossos

amanhã. — É bom saber — Stacey riu quando veio em nossa direção e beijou cada uma de suas bochechas.

— Nada mais de nos assustar assim, ok? —

Seus olhos se encheram de lágrimas quando ela acariciou onde tinha acabado de beijar. — Esta casa não é uma casa sem vocês, por isso nada de morrer. — Nós prometemos — , disse Calin e beijou a mão dela. — Estou morrendo de fome, e também quero cookies. — Qualquer coisa que você quiser, bebê — eu sussurrei e beijei seu pescoço. Stacey foi trabalhar enquanto eu os estabelecia na mesa da cozinha antes de correr em torno para lhes obter algumas bebidas esportivas para reidratar. Stacey nos encheu sobre as instruções que Cortez tinha dado a Drea, e o Ancião Lewis tinha confirmado. Eles precisavam ter muitas refeições e em poucas quantidades nos próximos dias, Isso tinha a ver com a quantidade de sangue que tínhamos dado a eles, por isso seus corpos precisavam se acostumar devagar com alimentos sólidos. Mas eles disseram que ainda era importante dar-lhes mais sangue do que o habitual e hidratar o máximo


possível. Stacey terminou e nos trouxe comida, incluindo um shake de proteína para mim. Tínhamos descoberto que ele possuía proteínas que manteriam a quantidade de nutrientes que meus companheiros precisavam no meu sangue. Fiquei emocionado que eu podia agora parar de comer os ovos nojentos. Quando nós acabamos de comer, eu apoiei meus companheiros e troquei um olhar com Stacey, deixando-a saber que estávamos indo para sua nova oficina. Não estava completamente terminado, é claro. Mas fomos tão longe quanto podíamos sem precisar de suas opiniões. — Puta merda — , Calin ofegou após Stacey abrir as portas para nós. Da forma como a casa foi projetada, a sala tinha sido transformada em uma sala de leitura com uma coleção menor de livros. Desde que estava ao lado da biblioteca e tinha uma porta adjacente, isso fazia sentido. Era uma sala grande, com pelo menos 1000 metros. Em uma parede o contratante tinha instalado grandes eixos de suspensão para os tecidos serem expostos. Na outra parede eles haviam construído prateleiras e gavetas de todos os tamanhos para o armazenamento. Eu também encontrei uma mesa de trabalho grande no meio da sala, e suas mesas com máquinas de costura estavam situadas perto das janelas e das portas do terraço. O espaço pela porta principal foi deixado para entrada e saídas de pacotes que poderiam ser trazidos mais tarde. — Você fez isso por nós enquanto estávamos doentes? —

Dustin

sussurrou quando eu os abaixei. — Na verdade eu tive a ideia do projeto no dia em que fomos ao shopping com Drea

Respondi embaraçado.

— Os empreiteiros estavam

medindo o espaço e colocando os planos em obra enquanto eu arrastava vocês até meu laboratório. Mas a construção já estava agendada antes de vocês ficarem doentes. Eles acabaram enquanto vocês estavam dormindo.


— Isso é incrível! —

Calin gritou e me puxou para um beijo. No

segundo em que seus lábios se afastaram dos meus, Dustin tomou o seu lugar. — Eu sei que este lugar precisa ser terminado, mas eu não queria ir mais longe sem as suas especificações. Imaginei que teria uma certa maneira de fazer as coisas e precisaria da sala alterada dessa forma. — Fiz um gesto para a pilha de caixas grandes que estavam nas prateleiras

— Essas são

amostras de tecidos, fios, e um monte de outras coisas que eu não tenho noção, então eu pedi a Drea pra falar com diferentes distribuidores para enviar amostras para vocês e assim vocês podem decidir de quem querem receber seu material. — Esta é a coisa mais bonita que alguém já fez por nós. — Dustin fungou e se lançou em meus braços. Ele recheou meu rosto e pescoço com beijos. — Obrigado, obrigado, obrigado! — De nada, bebê —

eu respondi quando enterrei o rosto em seu

pescoço e me deliciei em seu perfume. — Eu sinto muito que eu quase matei vocês dois. — Oh, Shea — , disse Calin quando cai de joelhos com Dustin ainda aconchegado em torno de mim. Ele me cobriu por

trás, assim eu estava

ensanduichado entre meus companheiros enquanto eles me confortavam. Eu sei que agora eles estavam seguros, e eu deveria estar feliz com isso e deixar para lá, mas eu quase os perdi, e isso não era um interruptor que eu poderia simplesmente desligar. Os dias de preocupação, medo, tristeza e tudo o que eu senti não sumiram imediatamente quando eles acordaram. — Está tudo bem. Nós estamos bem — , Dustin disse suavemente enquanto eles corriam as mãos sobre o meu corpo num gesto reconfortante. — Não fique triste, Shea. Esse é um momento feliz, e estamos animados sobre o incrível presente que você nos deu. — Você está certo. Me desculpe, garganta e limpando os meus olhos.

— eu respondi, limpando a

— Estou tão aliviado que vocês estão


bem. — Estamos, também. —

Calin riu enquanto cada um beijou uma

bochecha minha. Eu ri de suas travessuras, feliz porque eles sabiam exatamente o que eu precisava para sair dessa. Fomos até as caixas e as colocamos no hão. Assistir eles ficarem tão animados com as amostras de tecido era melhor do que assistir as crianças no Natal. Eles falavam a mil por hora e eu comecei a escrever utilizando o material de escritório que Drea tinha comprado, que também estava em uma caixa, tomando nota de tudo o que eles queriam que fosse configurado. Sentei-me

de

costas

contra

uma

das

fileiras

de

gavetas

de

armazenamento com um sorriso bobo em meu rosto. Eu não tenho certeza de quanto tempo eu simplesmente sentei lá, deixando-me levar em sua alegria e no quanto eles estavam cheios de vida antes de Stacey sentar ao meu lado e pegar minha mão. — Está tudo bem, Shea. Isso é real, e eles estão bem agora — , ela disse suavemente e deitou a cabeça em meu ombro. — Eu sei. — Suspirei e inclinei minha cabeça sobre a dela. — Eu nunca estive com tanto medo na minha vida inteira. — Eu também, e eles nem mesmo são meus companheiros. Mas está tudo bem agora. Nós os ajudamos, e agora sabemos o que não fazer e como mantê-los saudáveis. Então , chega de drama, nunca mais. — Ceeertoo. —

Eu ri e fiz um gesto para os meus companheiros,

que estavam puxando alguns tecidos enquanto brigavam. — Ok, sem dramas mais graves. — Ela riu. — Eu não poderia concordar mais. — Então elevei o nível da minha voz para que meus companheiros pudessem me ouvir. — Qual é a briga? — Ele pegou esse tecido e cor para uma ideia que teve, mas eu também tenho uma — , disse Calin, mas ambos coraram. Eu não podia deixar de rir de como eles pareciam como se tivessem sido pegos com as mãos no


pote de biscoitos. — Só é possível fazer uma coisa com um tipo de tecido? —

Eu

perguntei levantando uma sobrancelha. — Não — , eles responderam e voltaram ao trabalho. A vida nunca mais seria aborrecida com eles, e eu só queria me divertir com eles, sendo loucos ou não. Eu morreria de loucura. Quando eles abriram as caixas com as máquinas de costura, eles gritaram de alegria e começaram a caminhar em minha direção. Eu rapidamente me levantei e fui até eles, porque ainda não me sentia confortável com eles, caminhando ao redor após o que passaram. Eles poderiam estar se sentindo melhor, mas porra se isso fizesse com que seus pequenos corpos passassem por um trauma. — Vamos lhe fazer algo especial — disse Dustin quando se esfregou contra o meu corpo sugestivamente. — E nós precisamos batizar o quarto — Calin adicionou enquanto fez o mesmo do meu outro lado. — Foda-se rapazes

— eu gemi e fiquei duro imediatamente.

Quem iria saber que o presente iria transformá-lo assim? — Minha sugestão para sair — , exclamou Stacey e quase correu do quarto, fechando as portas atrás dela. — Agora podemos ficar nus — , Calin rosnou quando alcançou os cordões da minha calça. — Não, não, não — , eu disse ofegante e parei suas mãos a tempo. — Sem sexo até que vocês se recuperem. Vocês estão acordados a apenas um dia e ainda precisam de ajuda para andar! — Eles compartilharam um olhar antes de se voltarem para mim com sorrisos. — Então, amanhã? — Dustin perguntou enquanto apertava minha bunda. — Porra, caras, — eu disse, completamente chocado antes de cair


na gargalhada. Em vez de jogar um com o outro, eu acabei fazendo-os brincar com suas máquinas de costura novas. Eu os arrastei até suas mesas de costura, Dustin me ajudando a colocá-las para cima enquanto Calin lia o manual de instruções em voz alta. Tive a certeza de que eles estavam sentados o tempo todo, mas depois de uma hora eu pude ver que eles estavam exaustos. Com a promessa de que poderiam brincar com seus presentes amanhã, eu os peguei de volta em meus braços e fomos para a cama. Meus companheiros estavam a salvo e felizes ... e foda-se se esse conhecimento não me

levou

a

dormir

melhor.

Capítulo Sete

Pelos próximos dias eu fiz meus companheiros prometerem que não iriam pegar pesado. Nós todos concordamos que tínhamos apenas que trabalhar na criação de sua loja de costura durante duas horas de manhã e duas horas à tarde, depois do almoço e de um cochilo. Em seguida, depois do jantar, nós iriamos assistir a filmes que eles nunca tinham visto e relaxar. Foi incrível. Eu nunca me diverti tanto na minha vida só de ficar perto de alguém. No quarto dia, recebi reclamações dos dois enquanto almoçávamos de que eles não estavam cansados. Assim, como adultos, nós conversamos e concordamos


em não tirar o cochilo, mas manter o tempo de trabalho em cinco horas por alguns dias, desde que também fizéssemos um passeio em volta do terreno. Eles precisavam aumentar a sua força e resistência depois de estar tão malditamente doente. Eu estava trabalhando constantemente na fórmula do sangue sintético enquanto eles estavam trabalhando ou dormindo, e por vezes durante a noite, quando eu não conseguia dormir. Mas tudo estava indo bem, e eu estava confiante que em poucos dias eu estaria enviando as bolsas de teste para o Ancião Lewis. — Ei, caras — , eu disse quando eles entraram pela porta. Mesmo estando de costas, eu podia sentir pelo cheiro que eram eles. — Nós precisamos de sua opinião sobre algo, Shea. Você tem um momento? — Calin perguntou docemente. O que será que meus companheiros estavam fazendo? — Claro — , eu respondi e virei em minha cadeira. Perdi o meu equilíbrio e comecei a cair quando me deparei com a visão diante de mim. Meus companheiros estavam ali nas menores tangas que eu já tinha visto. As tiras de couro ou cordas, ou o que elas eram chamadas, eram basicamente amostras de pano. A de Calin era vermelho brilhante, sustentada pelo que parecia um colar de pérolas falsas. A de Dustin era roxa, com contas combinando para segurá-la no lugar. Eu não estava em dia com a moda, mas eu tinha certeza que aquelas não eram tangas que se usavam sob roupas reais. O que significava que eram destinados para o jogo. E ambos estavam gloriosamente duros. Levei três tentativas para limpar a garganta antes que eu pudesse encontrar a minha voz. Levantei-me e me aproximei deles. — O que você quer saber? — Eu perguntei com voz rouca, minha voz tão baixa que eu quase não a reconheci. Eu não perdi a forma como suas ereções se contraíram para ela e de seus olhares cheios de luxúria.


— Nós gostamos de ambas as cores — Dustin começou a dizer. — Oh, sim, —

eu gemi e andei para eles. Mas depois de poucos

passos ele se afastou e levantou as mãos para me manter no lugar. Ok, eu poderia jogar qualquer jogo que eles tinham em mente. — Mas não temos certeza do que funciona melhor, as contas ou as pérolas, — Calin disse e se virou para que eu pudesse ver. — Foda-me, — eu gemi lentamente. As contas e as pérolas corriam em torno de sua cintura e para baixo entre as bochechas de sua bunda. E elas faziam uma volta que tinha no final um plug dentro da bunda de cada um deles. Sim, eles eram tangas para jogar. Eu me aproximei e passei os dedos sobre as joias falsas que estavam entre suas bochechas. Isso me deu um arrepio de cada companheiro, o que enviou uma emoção através de meu corpo. — Precisamos saber o que funciona melhor com os plugs. — Dustin choramingou e se abaixou, colocando as mãos no balcão do meu laboratório. — Calin acha que as contas que estou vestindo seriam mais fáceis porque elas não são tão redondas como as pérolas falsas. Mas eu digo que elas são parecidas o bastante para que possamos vender as duas opções. — De qualquer forma se eu puder ajudar meus companheiros a fazer seus negócios evoluir, eu vou. — Eu ronronei enquanto dava um leve puxão nas cordas. — Sempre podemos trabalhar em equipe. — Quando sacrifício. — Calin riu e depois engasgou quando eu puxei novamente. Em um flash, eu os levantei e os tinha deitados de bruços sobre os balcões. Eu rapidamente movi meu jaleco e camisa em cada uma de suas virilhas para que não houvesse risco de quebrar minhas peças favoritas. O que fez isso ficar mais emocionante aos meus olhos dominantes era que o balcão estava no nível do meu quadril, projetado especificamente para mim para que eu não ficasse sempre curvado e sem jeito. Mas para eles isso significava que, enquanto eles estavam ali, suas bundas ficavam no ar


enquanto suas pernas pendiam de lado... eles não podiam tocar o chão com os pés. Eles estavam completamente e totalmente à minha disposição. — Acho que você gosta? — Dustin ronronou enquanto balançava sua bunda. Corri um dedo em suas contas, certificando-me de sacudir o brinquedo. — Melhor invenção de sempre, —

Eu gemi. Então eu me inclinei

para beijar a face de ambos os seus traseiros para mostrar o meu agradecimento ... para começar. — Isto é realmente engenhoso, rapazes. — Você deve tentar caminhar com eles — , Calin gemeu e se contorceu sobre o balcão. — Eu quero dizer, colocar o plug foi divertido, mas assim que Dustin passou as pérolas por ele, meu corpo entrou em sobrecarga. Você pode ver a trava? Você acha que ela é muito pequena? Olhei atentamente para o que ele estava se referindo. O lado esquerdo da corrente de contas tinha um círculo de metal pequeno, enquanto o lado direito que passava através do plug tinha pequenos trincos no final, como em um colar. Assim ambos se ligavam no plug e se ligavam juntos. Fazia sentido porque senão isso iria ser uma cadela para entrar e sair. — Minhas mãos são bem grandes, e eu posso fazê-lo bem — , eu respondi depois brincar com os trincos. — O quanto é resistente a corda? Eu não quero quebrar seus modelos. — Usamos um fio de pesca grosso, mas isso era algo mais que queríamos que você testasse — , disse Dustin despreocupadamente com um sorriso perverso em seu rosto. — Durabilidade. — Melhores companheiros de sempre — , exclamei com alegria e o rolei em suas costas por um momento. — Como você gostaria que eu testasse isso? — Você consegue ver o ajuste? — Calin ofegou quando eu comecei a acariciar ambos os seus paus duros através do tecido. — Toda vez que você fizer isso, puxe nas esferas. — Fantástico — , eu rosnei e soltei Dustin por um momento,


enquanto eu me movia entre as coxas de Calin, espalhando-o. Embrulhe seus pés sobre os meus quadris e empurrei meu pau duro coberto com o jeans contra ele. — O que isso faz? — Mais — , ele choramingou ao invés de responder. Sua cabeça bateu suavemente sobre o balcão, como se ele não conseguisse decidir se queria levantar para assistir ou simplesmente ficar lá e se divertir. Eu pressionei mais duro e seu pau vazou grandes quantidades de pré sêmen. — Esta foi a melhor ideia que já tivemos, Dustin. — Estou aproveitando — , Dustin ronronou enquanto eu continuei pressionando em Calin. Ele esticou o braço e apertou duro o mamilo do nosso companheiro. Calin arqueou de volta, gritando quando gozou com força suficiente para abalar seu pequeno corpo. — Tão bonito, minha pequena puta — , eu sussurrei. Eu não achava realmente que eles eram putas, mas nós conversamos sobre o fato de que eles amavam falar sujo às vezes. Eu nunca tinha gostado disso, mas eu tinha que admitir que havia uma coisa que me emocionava na ideia de que meus companheiros iam me mostrar esse lado devasso e ansiar por esse tipo de diversão. — Sim, sempre sua puta. — Calin engasgou quando desceu do seu orgasmo. — Eu amo ser sua puta. — Bom — , eu rosnei e me inclinei. Chupei seu pau, que já estava duro novamente através do tecido. Calin gritou de prazer, levantando seus quadris antes de cair de volta para baixo, completamente gasto quando eu me afastei. — Você descansa, bebê. Eu estarei de volta para mais.

Ele tentou falar algumas vezes, mas acabou levantando a mão em acordo, dando um sinal de que não conseguia recuperar o fôlego. — Minha vez? — Dustin perguntou quando começou a rolar, mas eu o parei, colocando minha mão em sua bunda. Uma das coisas que eu adorava


sobre meus companheiros era o fato de que eles nunca ficavam com inveja um do outro. Não importa quantas vezes eles brigavam sobre as coisas, como material, ou originalmente, eu. Eles nunca começaram a merda sobre eu dando atenção para um primeiro ou pensaram que eu tinha um favorito. Porque isso simplesmente não era verdade. Eu os amava e os queria igualmente. — Sim, mas eu não posso jogar da mesma forma com você — , eu disse ferozmente quando eu espalmei ambas as bochechas de sua bunda.

Nós deveríamos tentar diferentes maneiras de jogar com sua maravilhosa invenção. Então é hora de tentar algo novo. — Uma palmada? — Dustin choramingou, e eu gostei da maneira que ele pensou. Sem dizer uma palavra, eu dei um tapa em sua bunda dura. Ele gemeu e inclinou a cabeça para trás no balcão.

— Sim, isso é bem melhor

com as contas e o plug.

— Você tem certeza? — Eu perguntei em um tom sério, enquanto tentava não rir. —Talvez seja preciso testar essa teoria um pouco mais. — — Sim, sim, você está certo, é claro — , ele começou a balbuciar quando levantou sua bunda um pouco mais. — Um tapa não é suficiente para determinar isso, com certeza. — — Quantos? — — Pelo menos uma dúzia — , Dustin respondeu com uma voz sem fôlego. Oh sim, ele queria isso tanto quanto eu. — Eu posso fazer isso por você, bebê. Somente para testar a mercadoria que você projetou. — — Com certeza — . Calin riu. Nós dois olhamos para ele para ver que ele estava deitado de lado, com um braço dobrado sob a cabeça enquanto


observava o show. — Nós lhe dissemos que a primeira coisa que fizéssemos seria para você. — — Vocês são os melhores companheiros — , eu gemi, agora mais duro do que antes e comecei a bater em Dustin. Se meu pau não tivesse algum alívio logo, eu iria gozar em minha calça. Eu continuei batendo duro no traseiro de Dustin, puxando as contas enquanto batia, assim ele teria várias sensações correndo através de seu corpo. Depois de alguns tapas em cada lado, eu me inclinei para lamber a área lentamente, para que a dor se transformasse em prazer. — Porra, isso é quente — , Calin choramingou quando eu terminei de espancar Dustin e comecei a brincar com o plugue. — Por favor, Shea, eu não aguento mais. Eu preciso gozar — , Dustin implorou. — Qualquer coisa que meu companheiro precisar, — Eu arrulhei e soltei a corda. Então eu puxei o plug lentamente antes de bate de volta. — Sim, foda-me, sim! — Dustin gritou e empurrou seus quadris contra o meu jaleco. Levou apenas algumas estocadas antes dele gritar o meu nome para os céus e derramar a sua porra. Quando ele terminou, eu gentilmente puxei o plug todo o caminho e lhe dei uma chance para descansar. Eu recuei e me despi lentamente, tremendo com a forma que os olhos de Calin bebiam do meu corpo enquanto eu fazia. — É a minha vez — , ele rosnou quando eu tirei a última peça. — Eu quero esse pau. — Esta pequena coisa? — Eu perguntei, golpeando meus cílios enquanto fazia um gesto para ele. Eu estava totalmente provocando desde que eu sabia que era bem dotado. Meus companheiros tinham comentado mais de uma vez que meus dez centímetros de largura os enchiam até a beira do abismo, e eles adoravam.


— Pequena minha bunda — . Calin riu. — Se você insiste, — Eu disse, brincando, a luxúria em minha voz quando eu dei três passos para ele. Antes que ele pudesse responder, eu o puxei para a borda do balcão, tirei o fio dental dele e puxei o plugue. Levantei suas pernas no ar, alinhando meu pau e bati em casa. — Era isso que você queria, querido? — Sim — , ele sussurrou enquanto segurava os dois tornozelos no meu ombro direito e comecei a foder com força e rápido. Vários minutos mais tarde e depois de muitos ruídos do meu companheiro, estávamos prestes a explodir. Eu movi suas pernas para baixo e em torno dos meus quadris e me inclinei sobre ele. Estava na hora de reivindicar os meus companheiros conforme as tradições do meu povo. — Eu te amo, Calin Davidson, — eu sussurrei contra os seus lábios. Senti o duto nos meus olhos, que os shifters Alces só formavam quando as lágrimas eram necessárias. — Não chore, Shea — , Calin engasgou e chegou até a enxugar minhas lágrimas. — Deixe-as cair — , eu disse rapidamente e agarrei seus pulsos, prendendo-os acima de sua cabeça. — É como Alces reivindicam os seus companheiros. Elas não são lágrimas, não do jeito que você quis dizer. Vampiros mordem e tomam sangue. Nós secretamos lágrimas de feromônios que marcam você e você passa a cheirar como eu. — Isso é muito legal — , Dustin respondeu quando se deitou ao nosso lado. — Que bom que você pensa assim. — Eu ri antes de empurrar para Calin novamente e me inclinar sobre ele. — Eu te amo, Calin Davidson, com todo o meu coração, corpo, alma e mente. Eu te quero como meu, de agora até o fim dos tempos. Não haverá outros além de você e Dustin para mim, e


juro pela minha vida que eu vou te proteger, te amar, e colocar as suas necessidades antes das minhas para sempre. — Eu também te amo — , ele sussurrou, os olhos cheios de amor e reverência quando as lágrimas caíram pela primeira vez em seu rosto. Calin gritou quando a magia correu através dos nossos corpos. Seu corpo tremeu antes de preencher o espaço entre nós com a sua libertação. E quando seus músculos apertaram o cerco contra mim, eu o segui no orgasmo. Eu empurrei tanto quanto eu podia nele, precisando marcar cada centímetro de seu buraco doce com meu sêmen. Eu me apoiei em meus cotovelos quando desmoronei contra ele, não querendo esmagá-lo. Descansando minha testa em seu ombro, eu me senti preenchido com paz que veio não apenas do sexo grande , mas de fazer alguém que se ama ser seu para sempre. Suspirei quando senti a suas mãos pequenas acariciando minhas costas, ofegando quando senti nossos corações batendo como um só. — Eu não sabia que você não tinha nos reivindicado ainda — , ele disse hesitante. Calin soava quase preocupado, então eu me inclinei para trás e olhei para baixo em seus olhos. — Não podemos, até que amamos nossos companheiros — , eu respondi com um sorriso e rocei meus lábios sobre os dele. — Um alce não pode produzir os feromônios até que ele compreenda e aceite o amor. E eu não sabia ao certo que eu me sentia assim até a noite que vocês ficaram doentes. — E a primeira vez que estamos juntos desde então, você está nos reivindicando. O sorriso de Calin era tão brilhante que encheu meu coração com calor. Eu acenei com a cabeça antes de lhe dar outro beijo suave. — Impressionante. Agora que você já nos reivindicou, nunca iremos duvidar que


você nos quer, e que não nos manteve apenas porque estava preso com a gente. — Eu não me sentia dessa maneira ou nem mesmo estava chateado desde a noite em que nós fizemos amor juntos, bebê. Nunca duvide disso e saiba que eu os queria o tempo todo. Eu só estava ferido no começo. — É bom saber. — Ele riu e se contorceu antes de chegar para cima e se alongar. — É a vez de Dustin . — Vocês vão ser a minha morte. — Eu ri, o beijando novamente antes de puxar para fora dele. — Ei, eu gozei duas vezes. Tenho certeza que você pode obtê-lo novamente. — Calin piscou para mim antes de baixar o olhar para o meu pau. Me espantou que somente com ele olhando para mim meu pau ficou duro na hora. Como eles faziam isso? Eu não tinha certeza se eu realmente queria saber e em vez disso, simplesmente iria desfrutar o fato de que meus companheiros poderiam sempre me conseguir duro. — Talvez três vezes, se você tiver sorte. — Eu ronronei e mexi as sobrancelhas para ele enquanto me movi até Dustin. — Você está pronto para ser reivindicado, bebê? — Sim, por favor — , ele sussurrou e estendeu a mão para o meu pau. A maldita coisa endureceu completamente com apenas três golpes. Incrível. — Acho que você gosta da ideia, também. E a nossa visita surpresa? — Melhor interrupção que eu já tive em meu laboratório. — Eu ri. Ele levantou suas pernas e as espalhou no ar como um convite descarado. Quem era eu para recusar uma oferta tão generosa? Eu alinhei o meu pau e empurrei para seu buraco lubrificado. Nós dois gememos até que meus quadris tocaram a sua pele. — Você tem que me reivindicar desta maneira? — , ele perguntou, os olhos dardejando ao redor da sala como se estivesse nervoso.


— As lágrimas têm que pousar em seu rosto, mas não, eu não acho que tem que ser assim. Levantei uma sobrancelha para ele, sem saber o que estava passando em sua cabeça. — E...eu sempre quis ser tomado contra a parede — , Dustin gaguejou enquanto rapidamente olhou para Calin. — Eu adorei o que fizemos juntos, mas ambos sabemos que nenhum de nós é grande o suficiente para conseguir manter o outro assim. — Você não tem que me convencer. Eu tive a mesma fantasia sobre Shea. — Ele riu. — Sério, vocês vão ser a minha morte. — Eu gemi e levantei o meu companheiro. — Você quer alguma ação enroscado na parede, minha linda puta? — Sim, oh deuses, sim — , ele choramingou quando me movi para empurrá-lo contra a parede. Então eu puxei meu pau para fora e bati direto para trás dentro de Dustin, que rapidamente jogou os braços em volta do meu pescoço enquanto olhava em meus olhos. — Mais, Shea. Foda-me para que eu possa senti-lo na próxima semana. — Doce misericórdia, — Eu gemia e comecei a punir sua bunda perfeita em um ritmo duro. Fiquei contente que pelo menos estávamos em um quarto com paredes de gesso, ao invés de em algumas das salas da casa que tinham paredes de pedra. Da maneira que meu companheiro quente estava implorando para mim, eu não tinha certeza de que eu pudesse me controlar o suficiente para prestar atenção se as pedras estivessem machucando suas costas. — Então, isso é muito melhor do que a fantasia — , ele sussurrou antes de me beijar novamente.


Eu comi sua boca com a minha língua, tomando o controle completo da mesma forma que eu fiz com a sua bunda. Quando o ar se tornou necessário eu me afastei de sua boca, de seus lábios completamente beijados. — Tão perto, Shea . Eu concordei e senti quando meus dutos começaram a trabalhar. — Eu te amo, Dustin Pearson, com todo o meu coração, corpo, alma e mente. Eu te quero como meu, de agora até o fim dos tempos. Não haverá outros além de você e Calin para mim, e juro pela minha vida que eu vou te proteger, te amar, e colocar as suas necessidades antes das minhas para sempre. — Eu te amo, Dustin Pearson, com todo o meu coração, alma, corpo e mente. Eu te reivindico como meu, a partir de agora até o fim dos tempos. Não haverá outros além de você e Calin para mim e eu juro pela minha vida que eu vou proteger você, te amar e colocar suas necessidades antes das minhas sempre. — Graças aos deuses, porque eu também te amo — , ele disse enquanto seus próprios olhos se enchiam de lágrimas. Debrucei minha testa contra a sua, deixando minhas lágrimas com feromônios gotejarem por seu rosto. Dustin gritou e gozou tão forte que quase balançou violentamente nos meus braços. Eu tive um momento para entender que fui eu que dei a ele essa felicidade,

observando-o atentamente antes de segui-lo direto ao céu

orgásmico. — Dustin! — Eu gritei enquanto o enchia com meu sêmen, batendo uma última vez no fundo dele. Eu mantive uma mão sob sua bunda enquanto movia a outra para envolver em torno de suas costas, contra a parede, segurando-o de modo que não havia um centímetro de espaço entre nossos corpos. Nós dois abalamos e ofegamos enquanto percorríamos as ondas do clímax antes de finalmente nos acalmar.


Caí de joelhos lentamente enquanto o mantinha contra mim. Todo o meu corpo parecia geleia depois de fazer isso não apenas uma, mas duas vezes. Porra, eu amava meus homens. Quando começamos a voltar para a Terra, percebi que Calin tinha descido do balcão e estava nos abraçando. Movi meu braço para ele poder entrar o abraço, o que ele fez com um sorriso, e me fez ganhar um beijo. Nós três apenas ficamos lá um pouco, arrastados pela magia do amor, o sexo grande e a felicidade do acasalamento. — Eu acho que ficaremos com ambos os projetos — ,Dustin disse depois de alguns minutos. Calin e eu nos inclinamos para trás para que pudéssemos ver seus olhos brilhando diante de uma gargalhada. — Oh, oh, espere, não ria enquanto você ainda está dentro de mim. — Dói? — Eu perguntei, parando imediatamente e o tirando do meu colo para que meu pau deslizasse de seu buraco. — Não, eu estava ficando duro novamente. — Ele riu e beijou a ponta do meu nariz. — E eu não tinha certeza se eu usaria um velho como você. — Eu vou lhe mostrar o velho. — Eu rosnei e o abordei no chão. E eu fiz. Duas vezes. Mais uma vez com cada um deles. O velho conseguia acompanhar bem seus companheiros mais jovens. E então nós descansamos como uma pilha de filhotes de cachorro grande antes que o chão duro acabasse sendo demais para ficar e começarmos a ficar doloridos. Então nos limpamos e fomos para o nosso quarto, trocar de roupa antes do almoço. Eu não conseguia lembrar de uma época em que eu me senti mais amado, querido ou me diverti tanto em minha vida. E, caramba, não era apenas sexo. Era essa proximidade com eles que me fazia tão delirantemente feliz. Enquanto seguíamos para a cozinha, percebi que faria qualquer coisa para mantê-los.


Capítulo Oito Poucos dias depois eu estava indo para casa depois de enviar os sacos de sangue sintético para os testes. Isso tinha saído muito bem, e enquanto eu trabalhava, eu tive algumas ideias de como ajustar a fórmula se não desse certo. Decidi parar em um restaurante local e pegar algumas pizzas. Stacey precisava de uma pausa, tanto quanto o resto de nós após os altos e baixos que passamos quando voltamos da Escócia. E eu percebi que isso não era muito, mas pelo menos era algo diferente, e todos nós poderíamos apreciar. Eu apenas tive a certeza de pedir algumas pizzas vegetarianas, enquanto pegava as de carne para os meus companheiros. Uma vez que as pizzas estavam prontas e pagas, eu pulei de volta na minha SUV, assobiando uma música, e voltei para casa. Eu digitei o código no portão, esperando até que ela abriu antes de conduzir para dentro e seguir em direção a casa. Olhando para o meu relógio enquanto eu caminhava para a porta da frente, eu sorri quando vi que fiquei fora por uma hora. E eu já estava sentindo falta dos rostos sorridentes dos meus companheiros. Eu não me importava se parecia uma coisa de adolescente. Eu os amava. — Queridos, estou em casa! — Gritei bem alto enquanto fechava a porta com os pés e me dirigia para a cozinha. Eu congelei pela porta quando o cheiro característico de sangue atingiu o meu nariz. Muito sangue. Larguei a pizzas e corri para onde o cheiro estava vindo, chorando com o que eu achei. Stacey estava sangrando em toda parte, principalmente da grande ferida em seu estômago e no ombro perto de seu pescoço.


— Vampiros — , ela resmungou. — Eles os levaram. — Ok, querida, eu vou atrás deles — , eu sussurrei enquanto eu tirava minha camisa. Rasgando-a em duas partes, em coloquei uma peça no corte em seu estômago. — Coloque pressão sobre isto. Ela assentiu e fez como eu pedi enquanto eu fazia o mesmo com o ferimento em seu ombro. Atrapalhei-me com a outra mão, mas finalmente consegui puxar o celular do meu bolso. Liguei para o número de Rice primeiro, e então acrescentei Drea e a linha direta do Ancião Lewis. “Preciso de ajuda — , eu disse a quem respondeu primeiro, minha voz muito mais calma do que eu sentia. Stacey está sangrando até a morte na minha cozinha, e ela disse que vampiros levaram meus companheiros. — Estou enviando paramédicos paranormais para você agora — , Rice rapidamente respondeu. Eu estarei aí assim que eu puder, e nós iremos procurar seus companheiros. — Eu vou chamar Cortez, — disse o Ancião Lewis. — Eu estou no meu caminho. Não estou longe, — Drea gritou e desligou. — Você acha que ele vai atender a sua chamada para que você possa lhe dizer o que fazer? Eu perguntei com um riso amargo. — Eles fizeram isso enquanto eu estava fora, Lewis. Se eles sabem que suas amostras estão no correio ou não, eu não sei. Mas era onde eu estava. Eu sai de casa a menos de uma hora. Eles tinham que estar nos observando. — Nós vamos consertar isso, Shea — , disse Rice suavemente. — É melhor você encontrar um novo chefe para o seu coven de


Atlanta, Lewis. Porque este é um homem morto, e se ele não sabe disso, ele é ainda mais burro do que eu pensava. — Eu desliguei após minha ameaça, jogando o meu telefone no chão, e movi a minha mão agora livre para ajudar Stacey a manter a pressão em seu estômago. — Por que você não mudou e voou para longe, querida? — Não era possível deixá-los sozinhos — , ela sussurrou, os olhos cheios de lágrimas. — Quando eles chegaram, eu tentei ser alto o suficiente para que eles saberiam para ser executado como eu joguei tudo na cozinha para eles. Mas a sua estúpida companheiros vieram correndo em meu socorro. — Ela apontou para o fogão, e eu percebeu que havia uma grande bagunça lá com mais sangue. — Calin mortos um todo por seu pequeno eu. — Eles te amam como uma irmã, assim como eu, Stacey, — eu disse suavemente, piscando as lágrimas. Ela sorriu e começou a fechar os olhos. — Não, não, fique comigo, querida. Não se atreva a me deixar. — Basta salvá-los, isso é tudo que importa — , Stacey murmurou e depois seu corpo amoleceu. — Não! — , eu gritei, sacudindo-a da melhor forma que pude, mantendo pressão sobre suas feridas. — Você não vai me deixar porra! — Shea, — Drea gritou da porta da frente. — Os paramédicos estão subindo. — Cozinha — , eu gritei enquanto minha visão se tornava turva. “Eu não posso ouvir o coração dela. — Há quanto tempo ela está fora? — Um homem estranho perguntou quando ele e outra mulher vieram correndo para a cozinha com Drea e suprimentos médicos. — Alguns segundos antes de ouvir Drea — , respondi e quando ele assumiu, me afastei, — Meus companheiros são vampiros, eu tenho sangue no local. — Vá pegar!—

ele disse quando começou a fazer compressões em


seu peito. —Precisamos de sangue para ela e reiniciar seu coração. Drea e eu corremos em torno para conseguir o que precisávamos. Quando terminamos, eu ouvi um helicóptero pousando no quintal. Dando uma olhada pelas janelas da cozinha, vi que era Rice. — Vá — , Drea gritou por cima do barulho enquanto me empurrava em direção à porta. — Não há nada que você possa fazer aqui. — Nós temos isso — , disse o homem com um aceno firme enquanto eles a deixavam pronta para o choque. — Rice nos disse sobre seus companheiros. Vá buscá-los. — Mas, é Stacey. — Eu choraminguei, olhando da mulher que eu amava como uma irmã para Rice, que estava correndo para a porta dos fundos. Era como se eu não pudesse me mover. Meus pés estavam enraizados no chão enquanto eu olhava horrorizado os médicos darem choques com as pás em minha amiga. De repente, senti uma forte dor em toda a minha bochecha. Meus olhos se arregalaram quando percebi que Drea tinha me dado um tapa. — Eu também a amo, Shea — , ela gritou e me bateu outra vez apenas para ter certeza de que eu estava prestando atenção — Faremos tudo o que pudermos para salvá-la. Ninguém vai desistir, mas seu coração já parou. Seus companheiros estão vivos e precisam de você. Ela irá entender. Eu não vou deixá-la. — Obrigado — , eu disse, beijando sua testa e lhe dando aquele olhar que só amigos de longa data tinham, antes de correr para a porta dos fundos. Meu coração se partiu para Stacey quando entrei no helicóptero. Rice latiu instruções através do fone de ouvido, e nós decolamos. — Tenho ordens de Lewis para não matar Cortez até que ele aguarde o julgamento — , Rice gritou para o fone de ouvido. Eu tinha o meu próprio fone, assim eu o ouvi alto e claro, mas era como se suas palavras não fizessem sentido para mim.


— Você não pode estar falando sério, — Eu disse a ele enquanto meu choque se transformava em raiva. — Estou falando muito sério — , disse ele com um sorriso. — Mas ele pode enfiar a sua ordem onde ele desejar. Eu sou um ancião também, e Cortez sequestrou e talvez matou alguém do meu povo. Você faz o que for preciso e eu cubro as suas costas, Shea. — Quem imaginaria que você pudesse ser tão sedento de sangue — , eu respondi com um sorriso selvagem. — Somos amigos por mais de mil anos, e eu amava Stacey, também. — Ele rosnou. Meu Deus. Ele disse que amava, no passado. Isso foi como um tapa na minha cara, ao perceber que era a verdade. Os ferimentos foram muito ruins, e ela tinha perdido muito sangue. E ela não era muito velha, apenas alguns séculos. Eu não sabia por quanto tempo ela ficou lá. E se eles tivessem atacado logo depois que eu deixei a casa? Era perto de uma hora? Ou teriam sido apenas alguns minutos? Eu não tinha muito tempo para refletir sobre isso ou estimar quão baixas eram as chances de que eles pudessem trazê-la de volta. E isso pode ter sido uma das coisas mais difíceis que eu já fiz em minha vida, mas eu deixei de lado. Tudo isso. Estávamos entrando no covil da besta e não tínhamos ideia do que íamos encontrar. Eu precisava de foco total na tarefa em minhas mãos. Nós pousamos em frente a uma casa um pouco menos que a minha. Quando eu sai do helicóptero, meu coração afundou...eles não estavam aqui. Esse era um dom que shifters Alces tinham e que a maioria dos paranormais não tinham. Podíamos encontrar os nossos companheiros somente com nossos sentidos. Infelizmente para mim essa capacidade só aumentava com o passar do tempo, e eu não tive muito tempo para estabelecê-la. Eu só podia dizer com certeza que eles não estavam aqui, mas não muito mais. — Eles não estão aqui — , eu disse a Rice enquanto corríamos para a


porta. Eu não esperei pela sua resposta e virei para a direita, quebrando as grossas portas de madeira. Vários vampiros correram imediatamente em nossa direção. — Cortez! — Eu rugi. Era tão alto que os vampiros agarraram suas cabeças, uma vez que tinham muita sensibilidade auditiva. Isso provavelmente era como tambores tocando em suas orelhas. — Shea, Ancião Rice, que maravilha vê-los. — Ele sorriu quando apareceu no topo da escada, na entrada. — A que eu devo a honra? — Onde eles estão? — Eu rosnei, empurrando os vampiros um após o outro, que saiam voando. Eles estavam prestes a descobrir o quão forte era alguém que viveu quatro milênios. Os olhos de Cortez se arregalaram quando eu subi as escadas, cinco degraus de cada vez. Sim, eu era um Alce. Eu tinha minhas habilidades em pular. — Eu sei o que você quer dizer? — Cortez perguntou docemente quando se recuperou de seu estado de choque. — Meus companheiros — Eu disse na cara dele enquanto envolvia minha mão em torno de sua garganta. Eu o joguei na parede com tanta força que o gesso da parede se desintegrou. — Eles não estão aqui — , ele ofegou, seus olhos se alargando. — Eu fiz nada de errado para provocar esse ataque. Você estará ouvindo algo da UPAC. Reviste a minha casa se quiser. Eu não os tenho aqui. — Eu sei que eles não estão aqui. Onde eles estão? — E a UPAC está aqui, seu filho da puta — , gritou Rice enquanto jogava outro sugador de sangue sobre os trilhos. Ele estava um pouco ocupado tentando evitar que o coven de Cortez chegasse até mim. — Responda e você vai morrer rapidamente. — Você não pode me matar sem julgamento. — Cortez sorriu. — E você acha que eu dou a mínima para isso — , eu disse


lentamente, deixando as palavras afundarem nele. Acho que ele começou a acreditar em mim, mas eu não estava com um humor muito bom. Antes que ele pudesse dizer qualquer outra coisa, eu agarrei seu braço com minha mão esquerda e o puxei completamente, rasgando-o de seu corpo. — Onde eles estão? Ele gritou de dor, parecendo que ia desmaiar. Eu bati em sua cabeça com seu próprio braço para obtê-lo de volta à realidade. — Santa foda — , alguém gritou ofegante atrás de nós. — Se alguém souber onde ele escondeu meus companheiros, vou lhes garantir segurança e uma vida que nunca poderia imaginar. — Você é Shea Mayer? — Uma voz suave perguntou. Virei-me para a fonte da voz para ver uma menina que parecia não ter mais que dezessete anos, mas as aparências podiam enganar no mundo paranormal. — Eu sou — , eu disse e deixei cair os braços Cortez. Não era o momento para assustar a pessoa que poderia ter informações. Notei também o olho roxo que ela estava ostentando. Vários vampiros rosnando avançaram em Rice quando ele saltou sobre o corrimão para chegar até ela primeiro. — Toque neles e morrem! — Eu gritei para os vampiros ameaçadores. — Eu sei onde estão seus companheiros. — Ela choramingou quando Rice a agarrou e a empurrou para trás dele. — Sua puta! — Cortez rugiu. — Você não sabe nada. — Só porque você me estupra e usa o meu corpo não significa que eu não tenha ouvidos — , ela cuspiu. Foda-se! Eu realmente não tinha nenhum problema em matar esse babaca. — Vou levá-lo a eles. Por favor, só me tire daqui e me proteja. — Eu sou o Ancião Rice, ancião dos herbívoros — , disse Rice em voz alta quando os vampiros começaram a avançar novamente. Todos eles congelaram. Eles poderiam ter estado dispostos a

matar por seu líder do

coven, mas, mas nenhum era estúpido o suficiente para atacar um ancião da


UPAC. — Eu lhe concedo santuário com o meu povo. — Então você não é mais necessário. — Eu rosnei para Cortez, virando as costas para ele. Ele teve apenas um segundo a choramingar antes de eu puxar sua cabeça de seu pescoço. Seu corpo sem vida caiu no chão enquanto eu abaixei a cabeça e virei para me juntar a Rice e a menina, descendo as escadas. — Quem é você? — Um homem perguntou, os olhos arregalados. — Shea Mayer — , eu respondi com um sorriso mal. — Um dos mais antigos paranormais vivos. Você fodeu com o shifter errado. — Mas você é um herbívoro. Vocês não matam — , disse ele e lentamente recuou. — A não ser que você foda com os nosso companheiros — , Rice respondeu em meu lugar. Nós não tínhamos tempo para uma sessão de perguntas e resposta. — Ancião Lewis estará aqui em breve para limpar essa bagunça. Eu sugiro que aqueles que não queiram ver a sua ira e esteja ligado a Cortez fuja rapidamente e fique lá. Caso contrário, todos nós sabemos que a sua ideia de limpeza é matar todos vocês. Viramos e esquerda, ladeando a menina para que qualquer pessoa que tentasse chegar até ela tivesse que passar por nós. Então corremos de volta para o helicóptero. — Precisamos saber onde para que eu possa dizer a minha equipe para nos encontrar — , Rice disse em voz alta, uma vez que tínhamos os fones de ouvido ligados. Ela lhe deu as instruções para um distrito antigo, onde a maioria dos edifícios eram abandonados. Ao que parece, entre os seus crimes, Cortez sequestrava seres humanos em fuga e sem e sem-teto, levando-os para lá e drenando-os. Santa Foda, aquele cara era um monstro! O helicóptero decolou enquanto Rice dizia a sua equipe para onde ir antes de chamar o Ancião Lewis em seu telefone via satélite. Quase ri quando vi Rice revirando os olhos


enquanto Lewis gritava no telefone que não podíamos ter matado Cortez. Rice contou a ele sobre o que a menina, Margie, nos disse. — Eu lhe prometo que você estará segura agora e vai viver no luxo com meus companheiros e eu, — Eu lhe disse suavemente quando percebi que ela estava tremendo. — Ninguém vai fazer mal para você, Margie. — Eu não quero esmola — , ela respondeu com firmeza, puxando força onde só os deuses sabiam após o que passou. — Eu posso ganhar o meu sustento. Eu simplesmente quero estar segura e ter o controle sobre o que acontece com meu corpo. — Eu posso garantir isso. — Eu a alcancei e depois de um momento ela deslizou a mão na minha. — Os lobos se reunirão a nós lá — , disse Rice depois de desligar o telefone. — Parece que você é seu mais novo herói depois de matar Cortez. Segundo eles, aquele idiota estava acabando com seus negócios até que eles começaram a lhe dar sangue shifter. — Por que eles se deixaram arrastar para essa merda? — Eu não podia acreditar que um bando de lobisomens não podia cuidar de um líder de coven. — Nem todo mundo é tão forte quanto você, Shea. — Ele riu. — Além disso, eles não tinham provas de que Cortez estava por trás de tudo isso, e seus ancião não queria ir contra Lewis. Cortez rendia aos vampiros um monte de dinheiro. — Nada disso legalmente — , Margie zombou. — Ele tinha a sua própria prostituta, um coven para os seres humanos, sequestrava, matava e roubava para conseguir o sangue que ele vendia. — Realmente eu gostaria de ter tido tempo para matá-lo mais lentamente. — Sacudi a cabeça com a ideia. Eu não era esse canalha sanguinário. Inferno, eu nunca tinha matado ninguém antes de hoje. A maioria dos herbívoros eram passivos, e não se metiam em


nenhum problema. Isso mudou para mim no segundo que esse homem tinha fodido com os meus companheiros. — Aquele — , Margie gritou quando chegamos perto de um monte de edifícios. Rice conversou com o piloto, e nos posicionamos em frente das portas. Não havia tempo para um ataque surpresa. — Espere aqui — , eu gritei para a menina enquanto eu e Rice nos preparávamos para sair. — Foda-se, eu sou útil — , ela respondeu com um brilho nos olhos quando seus caninos se estenderam. Quem era eu para discordar? Depois do que ela tinha passado, ela merecia uma chance de vingança, tanto como eu. Além disso, ela me disse quantos anos tinha. Apesar de parecer uma adolescente, ela estava com mais de um século de idade. Idade suficiente para tomar suas próprias decisões. Dei-lhe um aceno rápido. — Nós vamos primeiro — , eu gritei por cima do meu ombro enquanto as portas corriam. — Eu sou útil, não estúpida — , ela gritou de volta. Eu tive que dar razão, ela era corajosa. Novamente eu forcei através das portas. Eles tinham sido trancadas e provavelmente eram feitas de aço, então eu estaria sentindo isso mais tarde. Mas eu não dava uma merda para isso. Senti meus companheiros próximos e por esse caminho. — O que — quando um sanguessuga gritou vários deles saltaram do local em que estavam trabalhando. Vi várias pessoas sendo drenadas. E ao mesmo tempo que isso era uma visão horrível que eu não tinha certeza que eu seria capaz de apagar da minha mente, não foi por isso que eu soltei um rugido de dor. No final da sala meus companheiros estavam nus, amarrados com correntes, pendurados no teto e sangrando.


Eu os alcancei, peguei o vampiro mais próximo e puxei sua cabeça, como um inseto. Ele era o primeiro de pelo menos duas dúzias que estavam ali. Eu estava em uma névoa de raiva, sangue e morte, enquanto me movia para frente. Alguns eu joguei por cima do ombro para Rice e Margie de manusear. Alguns eu joguei para fora, pela janela do segundo andar. Outros eu matei instantaneamente, decapitando ou dando socos diretamente em suas costelas, agarrando seus corações. A parte mais assustadora foi que eu mal dei um aviso prévio para a minha presa. Eu nunca tirei os olhos de meus companheiros enquanto mutilava ou destruía tudo em meu caminho. — Você

pode

ser

fodidamente

assustador,

Shea — ,

Dustin

resmungou enquanto eu os soltava. — Ainda bem que você nos ama. — Eu amo bebê, muito — , eu sussurrei contra os lábios rachados, enquanto estendia a mão e quebrava as correntes. Eu gentilmente o baixei para o chão antes de fazer o mesmo para Calin. — Nós sabíamos que você viria — , disse ele suavemente enquanto seus olhos flutuavam. — Cortaram o interior de nossas coxas, para que pudessem nos drenar. Eles pensaram que se nós morrêssemos, você morria. — Não vai acontecer, amor — , eu respondi enquanto aplicava pressão sobre os enormes cortes. — Use seus dutos — , Rice ordenou e se ajoelhou, puxando Dustin de mim para o seu colo. — Suas lágrimas com feromônios podem curar quando forem os seus companheiros. Você os reivindicou, certo? — Sim, eu os reivindiquei — , respondi, meus olhos se arregalando em estado de choque. — Como eu não sei sobre isso? — Shea, — ele rosnou quando acenou para os meus companheiros. Certo. Nós poderíamos deixar as explicações para mais tarde. — Eu vou fazer isso melhorar, bebê — , eu disse suavemente enquanto me concentrava em chorar com meus dutos extras. Era normalmente


um efeito para momentos de ternura, especialmente durante o sexo. Quase instintivamente em resposta aos meus companheiros, quando eu ficava duro. Mas eu precisava deles agora e eu forcei a minha mente. Demorou mais tempo do que eu teria gostado dada a forma como meus

companheiros

precisavam,

mas

finalmente

eu

descobri

como,

basicamente, ligar o interruptor no meu corpo e buscá-las. Eu pinguei na perna direita de Calin em primeiro lugar, ofegando quando eu vi que a ferida começava lentamente a fechar. Ignorando o meu choque, me apressei para fazer o mesmo com a perna esquerda, e depois me inclinei para fazer o mesmo com Dustin. — Isso é muito legal — , Margie sussurrou enquanto segurava algumas roupa para mim. Sim, deixá-los cobertos era uma boa ideia. — Obrigado por tudo — , eu disse enquanto lágrimas reais enchiam meus olhos. Ela assentiu com a cabeça e entregou um conjunto de roupas para Rice, que vestiu meu outro companheiro. Nós nos levantamos e os levantamos em nossos braços, no momento em que a equipe de Rice chegou. — Pegue todos os sobreviventes daqui e ajudem — , Rice latiu quando passamos por eles. — Cara, Ancião Rice, você é foda. — Um dos caras riu enquanto olhava para a carnificina. — Não fui eu — , ele disse e balançou a cabeça em minha direção. — Eles foderam com seus companheiros. — Encantador — , o cara respondeu com um sorriso antes de voltar a tarefa em suas mãos. Voltamos para o helicóptero e Rice disse a eles para nos levar para o hospital paranormal de Atlanta. Eu percebi que depois do que eles já tinham vivido desde que se acasalaram a mim, eu poderia cuidar deles em casa. Eu deixei Rice se encarregar desde que eu não estava pensando logicamente no


momento. Levou menos de 20 minutos para obtê-los lá e examinados por um médico depois que eles nos encontrou no heliporto. Uma outra médica levou Margie para ser examinada em outra área com cortinas também. — Eles estão com um nível baixo de sangue, algumas escoriações, e Calin tem uma costela quebrada — , o médico me disse dez minutos mais tarde, enquanto eu andava nervosamente no corredor. — Nada do que não vão se recuperar completamente em um par de dias. — Oh graças aos deuses, — Eu engasguei enquanto rapidamente estendia a mão para pegar a parede quando senti como se minhas precisassem de alivio. — Posso vê-los? — É claro — , ele respondeu suavemente. Rice passou um braço em volta da minha e me ajudou a caminha até eles. Parecia agora que a adrenalina acabou, que minhas emoções estavam em todo o lugar, e que eu tinha alguns ferimentos. — Stacey? — Calin perguntou quando eu me aproximei de suas camas. Eles estavam ligados a algumas máquinas e IVs bombeavam de volta o sangue que eles perderam. — Seu coração parou logo depois que eu cheguei em casa — , eu respondi quando me sentei à beira de sua cama para que eu pudesse ver os dois. Estendi a mão e peguei as suas. — Drea apareceu com os paramédicos, mas os deixei enquanto eles estavam trabalhando nela para que eu pudesse encontrá-los. — Nós tentamos protegê-la, Shea — . Dustin choramingou enquanto as lágrimas caíram de ambos. — Nós sabíamos que ela estava tentando nos alertar para nos esconder ou correr, mas não poderíamos deixá-la. — Eu sei que vocês não poderiam, meus amores — , eu sussurrei e beijei cada uma de suas mãos.


— Vocês não seriam os homens que eu amo tanto se tivessem deixado ela. — Nós a amávamos também. — Calin chorou e me movi para colocar uma braço em torno dele. Estendi a mão para puxar a cama de Dustin para mais perto, tomando cuidado com as máquinas, para que eu pudesse manter ambos perto de mim. — Eu sei, bebê — , eu disse, minhas próprias lágrimas começando. — Ela era como uma irmã para todos nós e... Antes que eu pudesse dizer qualquer outra coisa, meu telefone tocou. Eu o peguei antes de sair? Encontrei-o no bolso das minhas calças cargo e sabia que Drea teve a certeza de deslizá-lo no velcro. Aquela mulher pensava em tudo. Quando eu vi que era a mulher em questão, eu rapidamente respondi. — Ela está viva — , Drea gritou no meu ouvido. — Eles conseguiram Stacey de volta. —

Oh

foda,

obrigado

,

eu

soluçava,

assim

como

meus

companheiros, uma vez que estavam perto o suficiente para ouvir. — Calin e Dustin vão ficar bem. Estamos no hospital paranormal, quarto 412. — Estamos bem acima de você — , ela respondeu, sua voz grossa com emoção. — Vou deixar que os médicos saibam para que possamos ficar todos juntos. Ela ainda está fora, e eles dizem que a situação ainda é crítica, mas porra, pelo menos nós agora temos esperança. — Melhor do que não, — Eu resmunguei. — Vejo vocês em breve. — Dê-lhes o meu amor — , Drea disse antes de desligar. — Ela chegou até aqui, ela vai ficar bem — , disse Calin firmemente enquanto enxugava os olhos. — Nós vamos mimá-la muito e cuidar muito bem de dela. E nós vamos terminar aquele vestido que ela queria que nós desenhássemos para


ela. — Eu acho que é uma ótima ideia — , respondi, tentando acalmar meu próprio coração. — E nós vamos ter uma nova adição ao nosso quadro doméstico. — A moça bonita com o olho roxo? — Dustin perguntou quando se moveu para cima e enxugou uma lágrima que eu tinha perdido. — Sim, seu nome é Margie — , respondi. — Diga-nos o que aconteceu? — , Disse Calin enquanto eles se aconchegavam em meu abraço. — Tem certeza que você quer ouvir tudo isso? — Você invadindo o covil do mal para encontrar os companheiros que ama? Inferno, sim! . Dustin riu. — Diga-nos o que você fez para aquele bastardo. Então eu contei. Eu esperei que eles ficassem horrorizados ou enojados com a forma como eu tinha sido brutal, mas eles nunca ficaram. Eles sorriram para mim o tempo todo, e quando eu terminei, disseram que me amavam. Vai entender. Mas em seguida, novamente, era a história de como eles foram salvos, então achei que eles aceitaram para não me infligir nenhuma dor. Quando eu estava terminando, Drea entrou na sala com alguns enfermeiros e Stacey em uma maca. O quarto era grande o suficiente para caber todas as três camas, uma vez que Margie já tinha acabado de ser examinada. Sentamos lá, cochilando aqui e ali, e esperamos pelo milagre que iria trazê-la de volta para nós.


Capítulo Nove Stacey acabou acordando dois dias depois se queixando que nós estávamos sentados ao seu redor, mantendo vigília, enquanto nós tínhamos coisas mais importantes para fazer. Eu não sabia se a abraçava ou a beijava por se dar tão pouco valor aos nossos olhos. Fiquei com o abraço. Ela foi liberada um dia depois, uma vez que shifters curavam rapidamente, e Drea me ajudou a acomodar todo mundo em casa. Calin e Dustin estavam muito bem por esse tempo e me ajudaram sentando-se no quarto de Stacey e a impedi-la de sair da cama. Margie foi uma surpresa enorme. Não só ela e Drea se deram bem como duas ervilhas em uma vagem, mas ela estava incrivelmente brilhante. Com a quantidade de trabalhos que eu realizei, Drea raramente estava disponível para trabalhar no laboratório ou no escritório comigo porque estava enterrada sob papelada e patentes. Decidimos dar esse trabalho a Margie uma vez que ele era boa com números e organizada, quase ao ponto de assustar. Ela também ajudou ao redor da casa, enquanto Stacey ainda estava se recuperando. E para ser honesto, ela foi um ajuste perfeito em nossa casa. Eu sabia que ela tinha problemas, especialmente depois do que ela passou. Mas depois de uns poucos dias, quanto todos chegamos em casa vindo do hospital, ela me perguntou se eu conhecia um conselheiro para que ela pudesse conversar. Drea encontrou um grande, e ela ia começar a vê-lo em breve. — Eu vou bater em você com a minha frigideira. — Stacey disse e rosnou para Calin e Dustin uma semana depois de sua dança com a morte. — Se todos vocês não pararem de pairar sobre mim, eu vou explodir. — Stacey, você seria menos protetora se um de nós tivesse quase


morrido? — Eu perguntei quando rapidamente tomei a panela de sua mão. — Nós quase perdemos você, querida. E você está pulando de volta para as coisas muito rapidamente. — Tudo bem, mas parem de pairar. — Ela suspirou e se sentou em uma dos bancos da cozinha. — Eu juro que vocês esperam do lado de fora do banheiro enquanto eu faço xixi. — Ok, vamos recuar. — Eu ri. Ela estava certa ... eu sabia que meus companheiros faziam exatamente isso. Não quando ela estava usando o banheiro, mas quando ela ia tomar banho. Eles estavam com medo que ela não estava forte o suficiente para ficar em pé por tanto tempo e pudesse cair. — Eles só querem ter a certeza de que você não caia no chuveiro. — Tudo bem, eu vou tomar um banho e manter o meu celular na banheira — , ela respondeu: entre os dentes cerrados. — Suficiente? — Muito justo — , Calin respondeu imediatamente. — Nós não podemos ajudar, mas nos preocupamos, Stacey. — Eu sei, e eu também amo vocês, pirralhos. — Stacey riu e acariciou seu cabelo antes de fazer o mesmo com Dustin. — Mas se não são vocês, então são Drea e Margie me flanqueando como se esperasse que eu desmaie e morra. Isso me deixa nervosa. E eu estou cansada de me sentir inútil. — Você pode começar a cozinhar uma refeição por dia se você prometer uma soneca depois. — Eu levantei uma sobrancelha quando ela abriu a boca para discutir, mas em seguida, rapidamente a fechou e assentiu. — E um de nós sempre vai com você em seus passeios. — Oh, isso é bom. Eu me divirto nos passeios com vocês. — Ela deu um aceno para mostrar que isso não era um grande negócio. O médico havia dito que ela precisava começar devagar, com suas caminhadas para construir sua força. Shifters curavam muito mais rápido, mas a mulher estava tecnicamente morta por quase sete minutos. Ninguém se recuperava disso em


um estalar de dedos. Inferno, eu estava chocado que ela já estava acima e exigente para o trabalho. — Como esta a sensação em seu estômago? — Dustin perguntou. Esse tinha sido o pior de seus ferimentos, e os pontos já tinha saído, mas ainda lhe dava problemas. — Está uma linha vermelha feia — , ela respondeu com um encolher de ombros. — Eu nem sequer percebi isso hoje. Senti um pouco de dor ontem à noite quando peguei o shampoo, mas nada mais do que isso. Calin a olhou por mais um momento como se à procura de sinais de que ela estivesse mentindo. Quando ele ficou satisfeito de que ela estava dizendo a verdade, ele se virou para mim. — Então nos diga o que disse o Ancião Lewis. Nós todos demos declarações para o ancião sobre o que tinha acontecido, e ele estava trabalhando em estreita colaboração com Margie e os lobisomens para determinar quem no coven sabia o que Cortez tinha feito. Até agora o número de pessoas que sabiam disso era chocante. — Ele ligou para dizer que os que estavam envolvidos, mas que ainda que parcialmente não tiveram nenhuma participação em nenhum dos crimes capitais foram presos. Os que fizeram deviam ser executadas até o final da semana. Eu acho que ele já encontrou alguém para assumir o coven de Atlanta. Eles também irão pagar reparações a matilha de lobos por causa do estrago que Cortez para os seus negócios. — E os humanos? — Stacey perguntou enquanto eu peguei um pouco de chá doce da geladeira e comecei a servir a todos nós um copo. Tinha havido mais de um dúzia de seres humanos que foram encontrados vivos no armazém e que estavam ali involuntariamente doando sangue. Alguns estavam em péssimo estado, enquanto alguns tinham acabado de chegar e os vampiros responsáveis ainda não tinham começado com eles.


— A matilha tinha um par de casas vazias que eles estão usando até que consigam se levantar por conta própria. A maioria deles eram fugitivos ou sem-teto, então não é como se tivessem um lugar para ir. Mas Lewis disse que todos eles estavam indo muito bem e que iam se recuperar. Ele está trabalhando em uma configuração com um lugar permanente para eles viverem. Parece o mínimo que eles poderiam fazer por eles. — Quais são os covens que confiaram neles para comprar o sangue? Calin perguntou depois de alguns momentos estávamos todos perdidos no pensamento. — Quero dizer, um monte de vampiros vão ficar realmente com sede. — Parece que o seu companheiro oficialmente projetou uma fórmula de sangue sintético que não só tem o gosto tão bom quanto o sangue real, mas também lhes dá tudo o que deseja obter a partir da coisa real. Lewis disse que os sacos de amostras que eu enviei chegaram em perfeito estado para os testes. Estamos trabalhando na criação de um mecanismo para fabricá-lo. — Inteligente e sexy — , Dustin ronronou quando chegou ao balcão e pegou minha mão. — Parabéns, você deve estar muito orgulhoso. — Jesus, você vai ser rico. — Calin riu e bateu seu ombro contra o meu. — Nós nos acasalamos com um milionário. — Bebê, eu era um milionário antes do sangue sintético. — Eu ri e gesticulei ao redor da casa. — Não é como se estivéssemos usando cupons. — Eu apenas gosto de provocá-lo. — Ele me deu uma piscada antes de arquear suas sobrancelhas para mim. Pequeno impertinente. — Oh? E como você está me provocando hoje? — Eu rosnei de brincadeira quando estendi a mão e passe sobre a sua bunda. Eu gemi quando senti o plug em seu jeans. Então eu me inclinei para que apenas ele pudesse me ouvir. — Nós ainda temos que batizar seu quarto de trabalho rapazes. — Vejo você depois, Stacey — , disse ele, tomando minha mão e


saltando para baixo do banco tão rápido que quase caiu. Eu ri quando ela revirou os olhos. Dustin pegou a ideia e seguiu logo atrás de nós enquanto Calin me arrastava até o seu estúdio. Uma vez que chegamos lá e as portas foram fechadas, tornou-se uma confusão de braços, mãos, roupas voando e lábios. Eu tinha certeza que nenhuma das roupas que tiramos nunca mais seriam utilizável, mas eu tinha companheiros que poderiam fazer mais, mesmo que eu tivesse o dinheiro para substituí-las. — De quem é a vez de estar no meio? — Dustin perguntou quando eu cai de joelhos e engoli seu pau. Ele gritou e agarrou meus ombros enquanto empurrava seus quadris. — Sua — , Calin ronronou quando se moveu por trás do nosso companheiro. — Quer que eu te foda enquanto Shea te chupa até o esquecimento? — Sim, por favor — , ele choramingou. Dustin então gemeu alto, e eu adivinhei que Calin tinha puxado o seu plug. — Foda-me bem, Calin. — Alegremente. — O pau de Dustin foi empurrado mais fundo em minha garganta quando Calin se chocou contra ele. Eu era bom com isso. Eu descobri cedo que, embora eu nunca fui um grande fã de dar boquetes, eu estava com os meus companheiros. Eu não sei se era o gosto deles que eu tinha me tornado tão viciado ou o fato de que eu simplesmente adorava o prazer que isso lhes dava. De qualquer maneira, raramente havia um dia em que eu não dava uma chupada em pelo menos um deles. Quando ambos gemeram, eu sabia que Calin tinha chegado no fundo, e uma vez que estavam ambos de pé, o ângulo tinha de fazer Dustin incrivelmente apertado. Enquanto eu lavava com minha língua ao redor da cabeça inchada de seu pau, eu cheguei por trás e toquei seu buraco. Senti o pau de Calin se movendo para dentro e para fora dele e senti um arrepio


passar por mim quando eu tive uma ideia. — Faça isso — , Dustin sussurrou enquanto olhava para baixo em meus olhos. Eu sorri em torno de seu pau, amando como todos nós estávamos em sintonia para ele saber exatamente o que eu estava pensando. — Merda — , Calin grunhiu quando eu deslizei meu dedo no orifício de Dustin ao lado de seu pênis. — Oh, eu vou explodir. Isso chamou a minha atenção. Com minha outra mão, eu gentilmente puxei o saco de Dustin enquanto o engolia até o fundo da minha garganta. Eu sabia que ele estava chegando perto quando ele agarrou com força nos meus ombros e gemeu. Esse sempre foi seu sinal de que ele estava prestes a gozar, um pequeno gemido sexy. — Eu amo vocês — , ele gritou quando gozou. Seus olhos fechados flutuavam enquanto seu sêmen saia de seu pau e eu engolia. Eu gemi no gostou e na visão do meu homem quando ele chegou ao clímax. Os dois eram tão incrivelmente lindos quando gozavam. Calin gritou, e depois Dustin soltou outro gemido, e eu sabia que meu outro companheiro tinha acabado também. Alguns momentos depois de deixar Dustin seco, eu peguei os dois antes que eles desabassem sobre o chão. — Divertiram-se? — Eu ri, pois ambos estavam com a respiração ofegante, deitados em ambos os lados de mim com a cabeça em meu colo. — Sim, nos dê um segundo e vamos cuidar de você. — Calin disse ofegante. — Estou bem — , eu menti por entre os dentes. Eu estava tão fodidamente ligado e pronto para explodir. — Mentiroso — . Dustin riu quando pegou minha ereção vazando entre

seus

dedos.

Isso

teve

um

gemido

meu.

Meus

companheiros

compartilharam um olhar perverso antes de eu sentir duas línguas me lambendo. — Se você insiste, — Eu engasguei e espalhei minhas pernas para


eles. Eles não perderam tempo. Calin molhou os dedos antes de empurrar dois em minha bunda enquanto eles continuaram a me lamber como um sorvete de casquinha. Diabos, isso era bom! — Você cuida tão bem de nós — , Dustin disse quando Calin girou seu pulso e esfregou meu lugar doce. — Um companheiro amoroso, tendo certeza de que estamos satisfeitos e, em seguida, nem mesmo exigindo a sua vez. — Você sempre se certifica de qualquer que eu receba o meu — , eu respondi com um sorriso quando eu me inclinei para trás e me escorei nos cotovelos, então eu não perderia o show. Tanto quanto eu amava fodê-los e absorvê-los, às vezes não havia nada melhor do que assistir meus companheiros me dando prazer ao mesmo tempo. — Isso faz você feliz? — Calin perguntou enquanto seus olhos brilhavam com maldade e empurrou um terceiro dedo. — Uh-huh — , eu gemi enquanto sentia minhas bolas se apertarem perto do meu corpo. — Então goze para os seus companheiros — , Dustin disse com força. E isso foi o suficiente. Eu chorei o meu lançamento enquanto Dustin segurou meu pau de modo que eu pintaria o seus rostos com sêmen. Era uma coisa linda de se ver. Apesar de ter sido um orgasmo de proporções monstruosas, eu não poderia desviar o olhar da visão. Resmas de porra saindo do meu corpo e marcando seus rostos enquanto eles continuaram a lamber a cabeça do meu pau. Quando eu terminei, desabei no chão como um macarrão molhado e tentei recuperar o uso do meu corpo, especialmente os meus olhos já que tudo ainda estava um pouco embaçado devido a intensidade do meu clímax. Depois de alguns minutos eu me recostei e gemi. — Isso é muito gostoso — , eu solucei enquanto seles estavam lambendo meu sêmen do rosto um do outro. Eles esperaram até que eu


estivesse coerente novamente para que eu não perdesse. Vocês vão ser a minha morte. — Não, você está velho demais para morrer — . Calin riu antes de dar uma grande lambida em Dustin. Então ele se virou para mim com sêmen ainda em sua língua e me beijou. A mistura de seu sabor e do meu próprio em sua boca fez o meu pau se interessar novamente. Eu tive um momento para respirar mais ar antes de Dustin fazer a mesma coisa. — Nós prometemos fazê-lo feliz e satisfeito. — Dustin ofegou quando se afastou. Os dois olharam meu pau como se fosse o seu doce favorito. Ele se contraiu sob seus olhares intensos. — Acho que deveríamos nos contentar com isso, não deveríamos? — Como você planeja fazer isso? — Eu perguntei, engolindo em voz alta. — É a sua vez de estar no meio — , Calin respondeu com uma piscadela e se moveu para se escarranchar em meus quadris. — Eu amo vocês. — Eu gemi quando ele se abaixou para mim enquanto Dustin se movia entre as minhas pernas. — Melhores companheiros de sempre. — Que bom que você pensa assim — , Dustin ronronou. — Não podemos deixar que a vida fique chato. — Nunca vai acontecer com vocês dois — , eu disse suavemente quando eu alcancei para cima e espalmei cada uma de suas bochechas. E não seria. Eu sabia disso, sem dúvida. Eles gostavam de mim, e eu os amava. O sexo era espetacular, mas havia muito mais do que isso em nosso acasalamento, e eu nunca iria me esquecer disso. FIM

Profile for Livros & Chocolate

Acasalamento até a meia noite duas presas e um casco joyee flynn(hm)  

Acasalamento até a meia noite duas presas e um casco joyee flynn(hm)  

Advertisement