Page 1

FOTO AGÊNCIA BRASIL/MARCELO CASALL JR

ANO 2 - Nº27 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA 09/03 A 15/03 DE 2013

MULHERES em perigo

Apesar da Lei Maria da Penha, faltam mecanismos públicos para a proteção das vítimas da violência. Página 11

ARRAZE, para todas elas que adoram sapatos Loja deslumbra clientes com modelos exclusivos na cidade. Página 13

Mais empregos em Campo Limpo Paulista Página 3

Decidido: sessões da Câmara serão noturnas Página 4

FOTO JOSÉ CRUZ/ABR

A igreja terá um papa brasileiro? Dom Odilo Pedro Scherer figura na lista dos prováveis sucessores de Bento XVI. Página 9


2

OPINIÃO

09/03 A 15/03 DE 2013

Reativação da cadeia da cidade

EDITORIAL Como o AGORA apontara ainda durante o processo eleitoral do ano passado, parece inevitável o processo de reativação da cadeia de Campo Limpo Paulista – na verdade, um centro de triagem de delinquentes de todas as cidades da região. Atualmente, a unidade funciona em Jundiaí, em condições precárias, e o prédio da Delegacia de Polícia local será adaptado para abrigar os detentos.

O assunto foi recentemente debatido pelo Conselho de Segurança Municipal, mas, diante da situação preocupante do sistema carcerário, é preciso a mobilização das forças políticas e autoridades do setor para melhor enfrentamento da questão. Os prefeitos do Aglomerado Urbano, por exemplo, que estarão reunidos no início da próxima semana para a escolha do novo presidente do conselho regional, devem colo-

car a questão da segurança pública em sua pauta de discussões. É evidente que ninguém quer a construção de cadeias e presídios em sua cidade, embora seja fato que cada município, em parceria com o Governo do Estado, tem a obrigação de cuidar de seus presos e menores infratores. Não parece justo, entretanto, que uma cadeia improvisada, localizada ao lado do Hospital de Clínicas,

venha a ser um centro de abrigo de presos de toda a região. Essa medida, inclusive, contraria posição do próprio governador Geraldo Alckmin, cuja administração apregoa a construção de mais presídios e centros de detenção provisória fora dos centros urbanos. Eis, aí, uma boa causa para mobilizar Executivo, Legislativo, autoridades de segurança pública e lideranças comunitárias.

E S PA Ç O M I X CÂMARA

JUNDIAÍ

ESTUDO

É isso aí, Jorge Mello

Recursos para mobilidade

Desafios da Previdência

Embora seja estreante no exercício da função pública, o empresário Jorge Mello mostra trabalho neste início de mandato como vereador da Câmara de Campo Limpo Paulista. Em contatos diários com moradores de todas as regiões da cidade, coleta sugestões dos eleitores, identifica e aponta problemas que precisam ser resolvidos pela administração.

O prefeito Pedro Bigardi esteve em Brasília no meio da semana, em solenidade de assinatura de projetos do PAC II (Programa de Aceleração do Crescimento), e conseguiu verba de R$ 106 milhões para projetos de mobilidade urbana em Jundiaí – pouco menos que os orçamentos anuais de Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista.

OPORTUNISMO

SAÚDE

Torcida do contra Alguns órfãos políticos hoje com o trololó de oposição vibraram com a greve dos coletores de lixo de Campo Limpo Paulista. A causa era reivindicatória e trabalhista, uma disputa entre o sindicato da categoria e a empresa responsável pela limpeza pública, mas o esforço deles foi no sentido de atribuir culpa à prefeitura pela interrupção temporária da coleta de lixo. Lamentável.

Banha de carneiro A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a fabricação, distribuição e venda do creme de massagem Banha de Carneiro, produzido pela empresa Pup Lyne Cosméticos. A decisão foi tomada porque o produto não tem registro. A agência determinou o recolhimento do creme nas farmácias.

O maior desafio do sistema de seguridade social no Brasil é a adaptação da Previdência à expectativa da vida da população. É o que conclui a publicação “As Boas Práticas Brasileiras em Seguridade Social”, que compila e avalia políticas adotadas pelo Brasil e que podem ser replicadas em outros países em desenvolvimento. Atualmente, a mudança no atual modelo de aposentadoria vem sendo tratada no Congresso, com a discussão em torno do fim do fator previdenciário, que reduz o valor do benefício de quem se aposenta por tempo de serviço antes de chegar aos 60 anos, no caso das mulheres, e antes dos 65 anos, para os homens, e a proposta de soma entre a idade do beneficiário ao se aposentar e o tempo total de contribuição, resultando em 85 e 95 anos para mulheres e homens, respectivamente, para que seja possível parar de trabalhar

VIOLÊNCIA Números assustadores De cada três mortos por arma de fogo, dois estão na faixa dos 15 a 29 anos. É o que mostra o Mapa da Violência 2013: Mortes Matadas por Armas de Fogo. O estudo, divulgado com exclusividade pela Agência Brasil, diz que os jovens representam 67,1% dos mortos por arma de fogo.

FRASE

Acho que o governo não está nos iludindo. É mais grave: ele está iludido

- Do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) a propósito da crise econômica que está chegando

EXPEDIENTE Editor de conteúdo Jornalista José Maurício dos Santos MTB: 18.279 E-mail: jmasan@gmail.com Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do jornal. Circula nas cidades de Campo Limpo Paulista, Jarinu, Várzea Paulista e Jundiaí

CNPJ (MF) 03.619.535/0001-33

ESCREVA PARA NÓS E-mail: agoraclp@gmail.com As mensagens devem trazer a assinatura, o endereço, o número da cédula de identidade e o telefone do remetente. Por motivos de espaço ou clareza, as cartas poderão ser publicadas resumidamente. Atendimento ao leitor e a anunciantes: (11) 4533-2118 / 98818-2615/ 98864-4462 Visite o AGORA na web: agoraclp.com.br


POLÍTICA

09/03 A 15/03 DE 2013

EXECUTIVO

3

Prefeito diz que governa sem olhar no retrovisor

Administração negocia vinda de nova empresa DIVULGAÇÃO

r e a d e qu a r o n í ve l d e remuneração”, antecipa Jose Roberto, lembrando que os profissionais do Hospital de Clínicas ainda são de responsa b i l i d a d e d a e mp r e s a gestora da instituição – a te r c e i r i z a ç ã o d o s s e r v i ç o s fo i fe i t a p e l o governo anterior.

- Da Redação -

Campo Limpo – O prefeito José Roberto de Assis deverá anunciar, brevemente, a instalação de uma grande empresa no município, com a criação de centenas de novas vagas de emprego. A revelação foi feita pelo chefe do Executivo em entrevista à Rádio C i d a d e d e J u n d i a í . Ao ser indagado pelo radial i st a A fo n s o Pe r e i ra s o b r e a e st a g n a ç ã o econômica da cidade – diante dos índices apont a n d o o c r e s c i m e n to econômico do Aglomerado Urbano –, ele reiterou que a atual administração vai incrementar a política de atração de indústrias. “Já estamos negociando a vinda de uma grande empresa e, no momento oportuno, vamos confirmar essa boa notícia para os campolimpenses”, disse José Roberto. Avaliação positiva Ao completar 60 dias d e ge st ã o , o p r e fe i to acredita que “as coisas estão caminhando bem”, dentro da realidade f i n a n c e i ra d o m u n i c í -

Prefeito José Roberto de Assis: “Não vamos olhar no retrovisor, para as dívidas que ficaram”

pio. “Não vamos olhar no retrovisor, para as dívid a s qu e f i c a ra m ; o i mp o r t a n te é h o n ra r todos os compromissos assumidos com a população, e é para isso estamos trabalhando”, afirma.

Novos médicos S o b r e a qu e st ã o d a saúde pública, José Roberto esclareceu que o m u n i c í p i o c o n t ra to u n ove m é d i c o s e qu e todas as unidades básic a s d o s b a i r r o s a g o ra c o n t a m c o m e n fe r meiras.

A maior dificuldade, de acordo com ele, é a t ra i r e s p e c i a l i st a s , como nas áreas de cardiologia e endocrinologia, por causa dos baixos salários. “Encaminharem o s p r o j e to d e l e i à Câmara Municipal para l e ga l i z a r a f u n ç ã o d e médicos nas UBSs e

Apoio dos vereadores A i n d a n o p r o g ra m a d o ra d i a l i st a A fo n s o Pereira, o prefeito destacou a atuação do Legislativo, hoje sob a presidência de Flávio Cardoso Geada de Moraes. “Tenho um bom trâns i to , c o m to d o s o s vereadores, e noto que os interesses da cidade estão acima das questões partidárias”, assinala o chefe do Executivo. Coincidentemente, o ve r e a d o r To n i c o d a Ambulância também dissera à Rádio Cidade que “o prefeito não vai decepcionar e que, em pouco tempo, o setor de saúde estará totalmente regularizado”. Na avaliação de Tonico, “é impossível, em tão pouco tempo de admin i st ra ç ã o , s o l u c i o n a r to d a s a s d e m a n d a s d a população”.


4

POLÍTICA

09/03 A 15/03 DE 2013

LEGISLATIVO

Objetivo é facilitar participação da comunidade

Sessões da Câmara serão à noite

DIVULGAÇÃO

- Da Redação -

Campo Limpo – A Câmara Municipal aprovou, em segundo turno de votação, na sessão ordinária de terçafeira, 5, projeto de resolução, de autoria da vereadora Maria Paranhos, alterando o horário dos trabalhos quinzenais para o período noturno. No entendimento dela e dos demais vereadores, a medida permitirá que haja maior audiência nas sessões – já que as pessoas trabalham durante o dia, sendo inexpressivo o volume de público nas sessões matinais. Apesar da expectativa, a história recente do Legislativo comprova que os cidadãos geralmente vão à Câmara quando estão em debate propostas polêmicas e temas pontuais de interesse de segmentos da comunidade.

Pauta cheia Na última sessão diurna, os vereadores apresentaram um pacote de 36 indicações e

oito moções – a maioria reivindicando obras e serviços nos bairros. Ainda figuraram na pauta três projetos de lei do Executivo, autorizando repasses de recursos à Casa da Paz, à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e criando auxílio-moradia a famílias cujos imóveis venham a ser interditados pela Defesa Civil, especialmente no período de chuvas. Reforma A Mesa da Câmara também apresentou projeto de lei dispondo sobre a criação de crédito adicional, no valor de R$ 122 mil, para permitir obras de reforma dos gabinetes de vereadores e assessores, garantindo melhor atendimento ao público. Atualmente, as dependências do Legislativo são de fato improvisadas e acanhadas. Dia da Mulher Finalmente, por iniciativa do vereador Jorge Mello, a Câmara aprovou, por una-

Sessões matinais nem sempre atraem grande público

nimidade, moção de aplausos, a todas as mulheres de Campo Limpo Paulista, pela passagem do Dia da Mulher. A data, segundo Mello, estimula a reflexão e a realização de debates e conferências com o propósito de

discutir o papel da mulher na sociedade atual.“ O esforço é para tentar diminuir e quem sabe um dia terminar com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais,

com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história”, afirma o vereador.


09/03 A 15/03 DE 2013

5


6

GERAL

SERVIÇOS

09/03 A 15/03 DE 2013

Prefeitura e Justiça apertam fiscalização à empresa

Acordo põe fim à greve dos coletores de lixo FOTOS DIVULGACAO

- Da Redação Campo Limpo – Durante reunião ocorrida segunda-feira, 4, na Subdelegacia do Ministério do Trabalho, em Jundiaí, sindicalistas e represent a n te s da e mp r e s a C o n st r u r b a n L o g í st i c a Ambiental, responsável p e l a c o l e t a d o l i xo e m C a mp o L i mp o Pa u l i st a , chegaram a um acordo, e n c e r ra n d o a g r e ve d e f l a g ra d a n a s e m a n a a n te r i o r pelos funcionários da concessionária. O secretário de Governo Rodrigo Magalhães e o d i r e to r jurídico da P r e fe i t u ra d e C a mp o Limpo Pauista, Vinícius Passarin Neves, também participaram da audiência presidida pelo gerente regional do Ministério do Trabalho, Carlos Alberto de Oliveira, exigindo que a empresa coloque toda a frota de dez caminhões

ria pressionava a empresa para obter um desfecho f avo r á ve l n a J u st i ç a d o Trabalho. As reivindicações

Funcionários da Construrban na Subdelegacia do Trabalho

de coleta em operação, como prevê contrato assinado com o município. Além de intensificar a fiscalização para que haja o cumprimento rigoroso da prestação de serviços,

“Bronca no Facebook” provoca polêmica O AGORA, em sua edição anterior, publicou, pela primeira vez, a coluna “Bronca no Facebook”, com o objetivo de repercutir e dar maior visibilidade a questões de interesse público apontadas por cidadãos por meio das redes sociais. Entretanto, ao reproduzir comentários de membros da página Debate Campo Limpo Paulista, o jornal o fez sem a autorização e consentimento de seus autores. Por essa razão, e em virtude da polêmica criada, o AGORA desculpa-se com os cidadãos que se sentiram lesados em seus direitos, e reafirma que apenas pretendeu colocar-se como mais um instrumento para ajudar a solucionar problemas da comunidade, de maneira imparcial e democrática. O próprio administrador do grupo Debate Campo Limpo Paulista, Cesar Augusto, considerou “muito interessante” o espaço oferecido pelo jornal, pois, segundo ele, “são poucos os meios de comunicação que destacam a atuação dos cidadãos nas redes sociais”. Cesar Augusto assinala, porém, que a reprodução dos comentários deve ter a devida autorização de seus autores.

a administração disponibilizará espaços públicos para a guarda de equipamentos utilizados pelos trabalhadores. Pa ra m i n i m i z a r o s transtor nos provocados

pela greve, e garantir a limpeza pública, a concessionária operou com equipes extras nos bairros, inclusive com escolta da Guarda Municipal, já que o sindicato da catego-

- Fim da jornada excessiva de trabalho; - Regularização do banco de horas, criado sem autorização do sindicato; - Transporte com lotação acima do permitido; - Falta de equipamentos de proteção individual; - Refeitório sem higiene; - Banheiros sem condições de uso; - Trabalhadores que trabalham aos domingos não recebem hora extra de 100% e folgam durante a semana; - Empresa não aceita atestado médico e dá suspensão aos trabalhadores; - Caminhões quebrados e sem segurança, que trabalham com equipe reduzida.

Zacan pede apoio a deputado para renovar frota de máquinas da prefeitura Em sua primeira visita oficial ao prefeito Vicente Zacan, de Jarinu, o deputado federal Luiz Fernando Machado (PSDB) comprometeu-se a interceder também nas secretarias e organismos estaduais para viabilizar conv ê n i o s d o G ove r n o d o Estado com o município. Zacan solicitou apoio d o p a r l a m e n t a r p a ra a aquisição de veículos e máquinas pesadas para a c i d a d e , j á qu e a a t u a l frota é precária e não dá conta das demandas para manutenção dos bairros e das estradas da área agrícola. “É preciso aproveitar os programas oferecidos p e l a s s e c r e t a r i a s e st a duais, que disponibilizam investimentos em diversas áreas. Eu tenho um bom relacionamento com o G ove r n o E st a d u a l e posso interceder para que a cidade seja beneficiada, começando pela Secret a r i a d e A g r i c u l t u ra ” , af irmou Luiz Fernando, hoje o único represen-

Prefeito Vicente Zacan, secretários Richarley e Paulo Piloto, com o deputado Luiz Fernando Machado

t a n te d o A g l o m e ra d o U r b a n o n a C â m a ra d o s Deputados. Com a eleição de Pedro Bigardi para a prefeitura de Jundiaí, a região ficou sem representação na Assembleia Legislativa. Pavimentação das ruas e c o n st r u ç ã o d e a c a d e m i a s d a s a ú d e , i mp o r tantes tanto como meio d e p r e ve n ç ã o , c o m o d e manutenção do bem estar da população, também foram assuntos aborda-

dos. Outra questão discutida foi sobre manter um diálogo maior entre o deputado e a prefeitura para que emendas importantes não sejam perdidas. Ao final do encontro, ficou o compromisso “de fazer o melhor por Jarinu e por sua população”. Os secretários de A d m i n i st ra ç ã o G e ra l , Richarley Souza e de Assuntos Parlamentares, Pa u l o P i l o to , p a r t i c i param da audiência.


SANEAMENTO

7

CIDADES

09/03 A 15/03 DE 2013

Município faz contrato de emergência para garantir o serviço

Esgotamento de fossas preocupa a comunidade FOTOS DIVULGAÇÃO

- Da Redação -

Campo Limpo – Nos últimos dias, o jornal AGOR A recebeu inúmeras reclamações sobre a interrupção da limpeza de fossas em bairros da cidade. A situação pode se agravar, nas próximas semanas, no Parque Internacional – região já dotada de rede seca de esgoto, mas impossibilitada de lançar detritos in natura no Rio Jundiaí sem a entrada em operação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), em fase final de construção na divisa de Campo Limpo Paulista e Várzea Paulista. O município abriu licitação para a contração de empresa para realizar o serviço, mas, diante do processo burocrático, a Secretaria de Serviços Urbanos, por determinação direta do prefeito José Roberto de Assis, contrata, em regime emergencial, o

serviço de limpa fossa. Normalmente, o cidadão paga uma taxa de R$ 50 para o esgotamento de fossas domésticas e comerciais, com a operação terceirizada pela prefeitura, e empresas particulares cobram até R$ 350 para coletar os detritos. “Vamos, em caráter emergencial, realizar o trabalho por um valor 50% inferior”, diz o secretário da SSU, Marcos Cassemiro dos Santos. O comerciante Gringo, proprietário do Nosso Bar Vida Boa, no Parque Internacional, observa que o problema vai além da saúde pública. “Já acionei todos os órgãos, inclusive a Vigilância Sanitária, pois as consequências do vazamento das fossas prejudica também o nosso negócio, além de nos causar constrangimentos ”, diz ele. Segundo o secretário Marcos Cassemiro, o

Serviço será em caráter emergencial, até a conclusão de licitação

atendimento emergencial deverá amenizar a situação nas regiões mais críticas. O contrato com a empresa que realiza o serviço venceu no início do mês.

Gringo: “Além da saúde, nosso negócio é prejudicado”

Esgoto 100% tratado, até o meio do ano A Sabesp informa que a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) de Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista está em fase de ajustes de máquinas e testes de equipamentos. A previsão de inauguração é no primeiro semestre deste ano. Foram investidos R$ 113 milhões no empreendimento, com a implantação de todo o sistema de esgotamento sanitário, compreendendo estações elevatórias, 38 quilômetros de redes capazes de coletar e encaminhar o esgoto das duas cidades para o tratamento e uma estação prevista para tratar 560 litros de esgotos por segundo. O projeto deve colaborar para o avanço da despoluição total do Rio Jundiaí. (Renata Gutierrez)

ETE deve ser inaugurada até o meio do ano


8

INFORME PUBLICITÁRIO

09/03 A 15/03 DE 2013

Os 35 anos (de sucesso) da Ormagil A O r m a g i l , e mp r e s a especializada em mater i a i s d e c o n st r u ç ã o , acabamentos e reformas, e st á c o m e m o ra n d o 3 5 anos de fundação e funcionamento em Jarinu. Bem conceituada no mercado, e com clientes em toda a região, a loja oferece uma ampla diversidade de produtos, como c i m e n to , c a l , a r e i a , p e d ra , fe r r o , t ij o l o , bloco,madeiras em geral, esquadrias, telhas, tintas e acessórios, artigos para p i s c i n a , fe r ra m e n t a s , pisos, porcelanatos, materiais hidráulico e elétrico, ou seja, do básico ao acabamento. A história A Ormagil iniciou suas a t i v i d a d e s n o s e to r d a construção civil em meados de 1978, quando três amigos organizaram uma sociedade para investir n u m s e to r c o m e r c i a l inexplorado no município. Assim – e utilizando as iniciais de seus nomes, Orlando (in memorian), Gilberto (in memorian) e M a u r i c i o – , c r i a ra m a Ormagil, atendendo inicialmente às vendas de materiais brutos e produtos agropecuários. Após uma década, surg i ra m a l g u m a s d i f i c u l dades e um dos sócios resolveu vender parte da sua quota para dois outros amigos, os quais ti-

n h a m u m g ra n d e i n te r e s s e e o o b j e t i vo d e expandir as atividades. C o m d e te r m i n a ç ã o para superar os obstáculos, força de vontade para vencer os desafios e visão p a ra i d e n t i f i c a r n ov a s oportunidades, a Ormagil incorporou o seu negócio e começou a operar nas vendas de diferentes produtos para a construção civil, atendendo também às necessidades do varejo. Com o prédio ainda a l u ga d o , onde permaneceram por muitos anos, a principal meta era adquirir um imóvel próprio. A pioneira na cidade, diante das novas oportunidades que o mercado o fe r e c i a , a p r ove i to u o b o m m o m e n to d e s u a s a t i v i d a d e s e c o n st r u i u uma loja no ano de 1990, mudando-se se para um outro endereço, mas a i n d a c o n t i n u av a l o c a lizado no centro da cidade. Com uma loja completa de 400m², sua planta é composta de 3500m² de te r r e n o , vo l t a d a p a ra atender às necessidades do cliente final e sempre o fe r e c e n d o m e l h o r e s condições de trabalho aos seus funcionários. A Ormagil percebeu o contínuo crescimento de vendas e de novos produtos, ou seja, já sentia uma certa segurança em todos o s s e n t i d o s n o n ovo

De uma modesta loja, na década de 70, a empresa hoje é um grande centro no segmento do varejo da construção civil na cidade e região endereço. E m 2 0 0 9 , a e mp r e s a i n ve st i u n ov a m e n te n a sua expansão, e construiu mais uma loja, para prod u to s d e a c a b a m e n to s . São mais 400m² de show room, garantindo ainda mais facilidade, conforto e maior variedade para seus clientes. E, desde então, a loja não parou mais de c r e s c e r : e st á c a d a ve z mais sólida no mercado e, a c a d a a n o , a mp l i a o s quadros de clientes e func i o n á r i o s , r e g i st ra n d o e x p r e s s i vo s í n d i c e s d e vendas. A Ormagil detém uma posição de destaque no s e g m e n to d o v a r e j o d a c o n st r u ç ã o c i v i l n a

cidade e região. A loja esta focada na qualidade de seus serviços e na sua gama de mais de 10.000 mil itens fornecidos por parceiros líderes de mercado, garante a qualidade exigida pelos clientes. A direção da Ormagil agradece a todos os cola-

b o ra d o r e s , a m i g o s e clientes que estão ao seu l a d o n e ste s 3 5 a n o s d e mercado, construindo e crescendo junto com Jarinu. E anuncia: o mês de aniversário será com ofertas e promoções especiais.


09/03 A 15/03 DE 2013

INTERNACIONAL

IGREJA CATÓLICA

No noticiário internacional, aparecem dois cardeais brasileiros

9

Aumentam especulações sobre sucessor de Bento XVI ELZA FIÚZA/ABR

- Por Renata Giraldi -

Brasília - O arcebispo de São Paulo e secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Odilo Pedro Scherer, figura na lista dos prováveis sucessores

'Pedro' é nome improvável do futuro Papa À medida em que se aproxima o conclave da Igreja Católica Romana, cresce a expectativa de quem será o novo Papa e qual nome ele deverá adotar. Tradicionalmente, o cardeal escolhido como representante máximo dessa religão 'abdica' de seu nome de batismo e escolhe um outro, formal e ao mesmo tempo simbólico, para representar o seu pontificado. Dentre as opções, o nome Pedro é o mais improvável. O nome escolhido pelo próximo Papa pode dar pistas importantes sobre qual linha será adotada por ele na condução da Igreja através de homenagem a seus antecessores. João Paulo II, por exemplo, escolheu esse nome pela identificação com os ideais de João Paulo I. O constume de escolha de um nome papal teria começado no ano 533 com Mercúrio, que não considerava adequado ao pontificado ter um nome de deus da mi-

tologia romana, e acabou sendo designado de João II. O Papa Marcelo II, em 1555, foi o último a usar seu nome de batismo. A mudança de nomes também alude a quem a Igreja Católica Romana considera o primeiro Papa. Segundo a história do cristianismo, Jesus chamou Simão para “edificar sobre ele a igreja” e mudou o seu nome para Pedro, conhecido como o “Príncipe dos Apóstolos”. O fato de Pedro ser o primeiro Papa firmou uma tradição de que nenhum pontífice pode escolher o nome do pioneiro. De acordo com a Enciclopédia de Literatura Bíblica, Teológica e Eclesiástica, os nomes mais escolhidos por Papas na história da igreja são: João, Gregório, Bento, Clemente, Inocêncio, Leão e Pio. (Allan Walbert - Portal EBC)

Brasília (Abr) – No momento em que se aproxima o começo do conclave (assembleia que elegerá o papa), a imprensa italiana e internacional passa a divulgar os prováveis candidatos à sucessão do papa emérito Bento XVI. Com o voto secreto, guardado sob juramento, e a cédula queimada, as especulações em torno do nome aumentam. Na relação de candidatos há brasileiros, argentinos, colombianos, asiáticos, africanos, europeus, canadenses e norte-americanos. No noticiário internacional, aparecem dois cardeais brasileiros - dom Odilo Pedro Scherer, de 63 anos, arcebispo de São Paulo, e dom João Braz de Aviz, de 65 anos, prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica no Vaticano e arcebispo emérito de Brasília. Prováveis sucessores Peter Turkson, 64 anos (ganense) – chefe da Comissão de Justiça e Paz do Vaticano Laurent Monsengwo Pasinya, 74 anos (congalês) - arcebispo de Kinshasa, no Congo Luis Antonio Tagle, 57 anos (filipino) – arcebispo de Manila, nas Filipinas Odilo Pedro Scherer, 63 anos, (brasileiro) – arcebispo de São Paulo João Braz de Aviz, 65 anos (brasileiro) - prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica no Vaticano e arcebispo emérito de Brasília

Dario Castrillón Hoyos, 83 anos (colombiano) – presidente emérito da Pontifícia Comissão Ecclesia Dei e prefeito da Congregação para o Clero Jorge Bergolio, 76 anos (argentino) – arcebispo de Buenos Aires, capital argentina Leonardo Sandri, 69 anos (argentino) – foi núncio apostólico na Venezuela e no México Óscar Rodrígues Maradiaga, 70 anos (hondurenho) – arcebispo de Tegucigalpa, capital de Honduras, e presidente da Cáritas Internacional, que reúne organizações humanitárias ligadas à Igreja Católica Apostólica Romana Grianfanco Ravasi, 70 anos (italiano) – presidente do Conselho da Pontifícia de Cultura Angelo Scola, 71 anos (italiano) – arcebispo de Milão, na Itália. É defensor do diálogo entre muçulmanos e católicos Péter Erdo, 60 anos (húngaro) – arcebispo de Budapeste, capital da Hungria Marc Ouellet, 67 anos (canadense) - ex-arcebispo de Quebec, no Canadá, e prefeito da Congregação para os Bispos. Marc Oullet, 69 anos (canadense) – presidente da Congregação dos Bispos Carlo Maria Virgano, 72 anos (norte-americano) – núncio apostólico nos Estados Unidos Charles Chaput, 68 anos (norte-americano) - arcebispo da Filadélfia, nos Estados Unidos Timothy Dolan, 63 anos (norte-americano) - cardeal-arcebispo de Nova York, nos Estados Unidos


10

SAÚDE

RANKING

09/03 A 15/03 DE 2013

Isolado, o setor responde por 20% dos atendimentos do Idec

Planos de saúde são os vilões dos consumidores FOTO: EBC

- Da Redação São Paulo – O ranking de 2012 do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), divulgado no início da semana, traz mais uma vez os planos de saúde no topo da lista de atendimentos da organização. Na sequência, aparecem os setores financeiro, de produtos e de telecomunicações. O total de orientações referentes a dúvidas sobre relações de consumo no ano chegou a 5.413. Em 11 anos, apenas uma vez, em 2011, os planos de saúde fugiram do topo da lista, sendo superados pelo setor de eletroeletrônicos, que, após a redução de impostos, teve uma expansão significativa nas vendas, o que provocou uma série de dúvidas e reclamações. No entanto, no ano passado, negativa de cobertura, reajuste por faixa etária e aumento anual acima do máximo permitido e descredenciamento de prestadores de serviço motivaram a maioria dos atendimentos feitos pelo Idec em todo o país. O principal fator, segundo a gerente de relacionamento do instituto, Karina Alfano, é o crescimento dos planos coletivos, ou falsos coletivos, oferecidos a pequenos grupos de consu-

midores, cujos contratos não são regulados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). "Quase todos os planos não aceitam as pessoas individualmente, colocam preços impraticáveis para tal. Aí, o consumidor entra no coletivo, incluindo pelo menos mais uma pessoa, ou se associa a planos em grupos de entidades representativas, como os sindicatos", denuncia Karina. Sobre os planos foram registrados 1.104 atendimentos (20% do total). Com isso, segundo a gerente, fora da regulação da ANS, os planos podem praticar os preços que quiserem. "As empresas, então, entendem que em um plano com duas pessoas o poder de negociação é o mesmo que o de uma empresa com 500 conveniados, e isso não dá para aceitar", diz Karina. Esse tipo de plano coletivo já engloba 80% do mercado. Significa dizer, de acordo com Karina, que a ANS regula apenas 20% do setor. Ela lembra que há 11 anos o Idec faz análise desses setores, mas não tem poder de polícia. Levanta os dados para cobrar das agências reguladoras. "No entanto, o que a gente vê é uma grande resistência das agências em mudar suas diretrizes. É um

Negativa de cobertura, reajuste por faixa etária e anual acima do máximo permitido e descredenciamento de prestadores de serviço são algumas das queixas

trabalho de formiguinha esse nosso", lamenta, acrescentando que com essa postura as agências muito mais atendem aos interesses da iniciativa privada do que o da população. O setor financeiro, composto pelos bancos, cartão de crédito, crédito e consórcio, aparece em segundo lugar no levantamento do Idec, com reclamações de cobrança indevida de tarifas e de serviços não contratados, endividamento, taxa de juros, portabilidade de crédito e inscrição em cadastro de maus pagadores. Foram 844

atendimentos (16% do total). O terceiro vilão da lista é o setor de produtos, como celulares, eletroeletrônicos e eletrodomésticos da linha branca, por conta de defeitos, falta de garantia; falta de assistência técnica e descumprimento do prazo de entrega. Foram 671 atendimentos (12%). A telefonia também tem destaque, com 579 atendimentos (11%). Na telefonia móvel as queixas mais recorrentes dizem respeito à falta de sinal e à queda nas chamadas. Na fixa, cobrança de minutos excedentes ao

plano e cobrança por serviço não solicitado. Na T V por assinatura, falta de sinal. Na banda larga, velocidade de navegação. Além da falta de fiscalização das agências reguladoras, Karina também destaca a falta de investimento das empresas como causadora do mau atendimento. "Além disso, em muitos casos, a falta de informação e a dificuldade na interface entre consumidor e fornecedor são as fontes recorrentes de problemas." De acordo com o Idec, demais temas presentes no ranking foram denominados "outros", como energia elétrica e ensino, imóveis, lazer, veículos e comércio eletrônico, totalizando 41% do total. Os atendimentos relacionados às compras virtuais têm crescido. "A principal queixa diz respeito ao prazo de entrega e a outras formas de descumprimento de oferta", aponta Karina. O Idec registra os atendimentos por telefone, e-mail e pessoalmente. Nem todos os atendimentos são registros de reclamações. Alguns pedem informações, esclarecimentos. Outros 4 mil atendimentos em 2012 referiam-se a ações judiciais. (Rede Brasil Atual)

Faculdade de Medicina abre inscrições para o curso de de cuidadores de idosos ENFERMAGEM-AMOREIRACAMPOS2011.BLOGSPOT.COM

O curso é voltado para pessoas com vontade de trabalhar como cuidador formal ou ainda aprofundar os conhecimentos sobre o envelhecimento e a velhice para cuidar de seus familiares

Estão abertas as inscrições para o curso de Formação de Cuidadores de Idosos da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ), que acontecerá às quintasfeiras, das 8h30 às 11h30 ou das 19 às 21h30, no prédio da FMJ, situado à Rua Francisco Telles, 250, Vila Arens. O curso terá duração de quatro meses, iniciando dia 14 de março, com o custo de R$ 100,00 mensais. O estudante que concluir todas as etapas receberá um certificado emitido pela FMJ. Da programação constam aulas teóricas e práticas com os professores José Eduardo Martinelli (Geriatra) e Flávia Ara-

maki (Gerontóloga), que ensinarão em 15 módulos os cuidados que todo idoso precisa receber em casa. O curso é voltado para pessoas com vontade de trabalhar como cuidador formal ou ainda aprofundar os conhecimentos sobre o envelhecimento e a velhice para cuidar de seus familiares. O pré-requisito para inscrição é ser alfabetizado. As inscrições poderão ser feitas pelos telefones (11) 4587-1095 ramal 207, 4587-2630, ou 94142-1995 com Flávia. Para conferir o cronograma do curso o interessado poderá acessar o site da FMJ http://www.fmj.br/.


ESPECIAL MULHER

09/03 A 15/03 DE 2013

CIDADANIA

11

Legislação criou mecanismos para coibir a violência contra as mulheres

Implantação da Lei Maria da Penha em todo o país será um desafio enorme FOTOS DIVULGAÇÃO

Grupo faz doação de calcinhas e absorventes para encarceradas O Grupo de Estudos e Trabalho Mulheres Encarceradas recebeu doações de calcinhas e absorventes que serão repassadas a mulheres presas em todo Brasil neste 8 de março, quando se comemora o Dia Internacional de Luta das Mulheres. A campanha chamada “Estou presa, continuo mulher” surgiu depois da constatação de que Estado não está oferecendo materiais de higiene como absor ventes e roupas íntimas às presidiárias, ao contrário do que está previsto em lei. Conforme denúncias do Grupo de Estudo e Trabalho, a falta de materiais higiene tem resultado em situações constrangedoras para as mulheres. Muitas, durante o período de menstruação, usam miolo de pão para conter o sangramento. Em caso de falta

de calcinha, é comum abolirem o uso da roupa íntima. Segundo ressalta a juíza Kenarik Boujikain Felippe, da Associação Juízes para a Democracia (AJD), a lei de execução penal diz que é obrigação do Estado prover os bens materiais necessários para cumprimento da pena. “E isso inclui todo material de higiene, seja sabonete, pasta e escova de dente ou absorvente. Acontece é que o Estado não tem cumprido o seu papel. Essa é uma realidade de todo Brasil”, afirma. De acordo com o Sistema Integrado de Informações Penitenciárias (Infopen), do Ministério da Justiça, 36 mil mulheres estão presas atualmente no Brasil. Mais da metade delas são negras e cerca de 13 mil não cumpriram o ensino fundamental.(Aline Scarso/Brasil de Fato)

“Homem de verdade não bate em mulher” O Banco Mundial lança, com a colaboração de celebridades, uma campanha para sensibilizar a população para o problema da violência contra a mulher. Segundo o Mapa da Violência, publicado em 2012, pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos (Cebela) e pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), mais de 92 mil mulheres foram assassinadas no país entre os anos de 1980 e 2010. Durante o período, o número de homicídios

femininos cresceu mais de três vezes, saltando de 1.353 casos para 4.465 re-gistros. Tendência que, segundo especialistas, se manteve nos últimos dois anos. A campanha conta com a participação de atores como Cauã Reymond, Gabriel Braga Nunes e Thiago Fragoso e de atletas como o judoca Flávio Canto. Eles aceitaram posar, gratuitamente, segurando cartazes onde se lê a frase "Homem de Verdade Não Bate Em Mulher",.

- Por Elaine Patricia Cruz São Paulo (Abr) - Até o final do governo da pres i d e n t a d a Re p ú b l i c a Dilma Rousseff, a Secretaria de Políticas para as Mulheres espera implantar com sucesso a Lei Maria da Penha em todo o país. “Seria uma irresponsabilidade dar u m a d a t a , m a s qu e r o qu e , n o t é r m i n o d a ge st ã o d a p r e s i d e n t a Dilma, a Lei Maria da Penha esteja implantada em todos os municípios desse país. E, para isso, n ã o e st a m o s m e d i n d o esforços: estamos fazendo as repactuações dos pactos de enfrentamento que agora tem diretrizes nacionais e com c o b ra n ç a s , o u s e j a , s e não implementou, não recebe o recurso”, afirma a m i n i st ra E l e o n o ra Menicucci. Segundo ela, a implantação da Lei Maria d a Pe n h a , qu e c r i a mecanismos para coibir a v i o l ê n c i a c o n t ra a s mulheres e aumentou o rigor das punições das agressões contra a mulher quando ocorridas no â m b i to d o m é st i c o o u familiar, é um g rande desafio para o atual governo. “A implantação da Lei Maria da Penha implica na criação de uma rede forte de atendimento às mulheres. [Hoje] são apenas cinco casasabrigo [para mulheres] na cidade de São Paulo. No mínimo [deveria] ter uma para cada subdistrito de prefeitura”, diz. As dif iculdades na implantação da lei, de acordo com a ministra,

Ministra Eleonora Menicucci: “Precisamos, no enfrentamento à violência, do treinamento de todos os profissionais da área de saúde e da segurança pública para atender às mulheres”

Manifestação feminina em Brasília: situação ainda é grave

também envolvem mel h o r qu a l i f i c a ç ã o d o s p r o f i s s i o n a i s qu e v ã o atender às ocorrências d e v i o l ê n c i a c o n t ra a mulher e uma mudança de mentalidade da sociedade que, segundo e l a , j á ve m o c o r r e n d o no país. “Precisamos, no enfrentamento à violência, do treinamento de todos os profissionais da área de saúde e da segurança pública para atender às mulheres. Hoje não acho que se fale que

a m u l h e r p r ovo qu e a v i o l ê n c i a . H o u ve u m a mudança de mentalid a d e , t a n to é qu e qu a n d o p r o p u s e m o s uma punição maior p a ra agressores e e st u p ra d o r e s , a sociedade a c e i to u ” , observa. Outro desaf io qu e o g ove r n o fe d e ra l p r e te n d e e n f r e n t a r é f a z e r c o m qu e o s equipamentos de saúde vo l t a d o s p a ra a s m u lheres estejam abertos todos os dias, durante 24 horas.


12

ESPORTES

FUTEBOL

09/03 A 15/03 DE 2013

Galo joga em casa neste sábado, contra o Penapolense

Goleiro titular mais jovem, Richard exalta boa fase do Paulista

PAULISTA FC

- Da Redação Jundiaí – O goleiro R i c h a r d c o mp l e to u 2 2 anos na última sextafe i ra , m a s n ã o p ô d e comemorar o aniversário com uma boa atuação p e l o Pa u l i st a , j á qu e o clube não entrou em campo no fim de semana devido ao adiamento da partida c o n t ra o Pa l m e i ra s . Fo ra m n ove partidas do clube até aqui n o Pa u l i st ã o C h e v r o l e t 2013, e o jovem arqueiro e ste ve e m c a mp o e m todas elas, sem ser substituído em nenhuma oportunidade, somando 810 minutos em campo. Aproveitando o perío-

do sem partidas, o goleiro t r e i n a fo r te a o l a d o d o preparador de goleiros do clube, que foi muito elogiado pelo atleta. “O professor Carlão é um ótimo treinador de goleiros, t a n to é qu e e ste ve p r e s e n te n a r e ve l a ç ã o d e grandes nomes. Só tenho a agradecer a ele pelo trabalho e dedicação. Espero poder corresponder ainda mais dentro de campo”, comenta o jogador. Richard é o mais jovem goleiro titular de todo o c a mp e o n a to e av a l i o u como positiva a fase do c l u b e . “A n o s s a e qu i p e está em uma crescente e i s s o é m u i to b o m . M a s não podemos tirar o foco

dos nossos objetivos. O primeiro deles é conquistar a tão sonhada vaga na Série D, até para colocar o Paulista novamente em uma competição nacional. M a s , c o m o t ra b a l h o e dedicação de todos os nossos jogadores e do profess o r G i b a , a c r e d i to qu e temos chances de buscar uma vaga no G8 ainda”, diz Richard, confiante na c a mp a n h a d o t i m e . O Pa u l i st a vo l t a a c a mp o c o n t ra o Pe n a p o l e n s e , fora de casa, neste sábado, em jogo válido pela 11ª rodada do estadual, apesar de ser a décima partida co Paulista. (FPF)

Richard já soma 810 minutos em campo


INFORME PUBLICITÁRIO

09/03 A 15/03 DE 2013

13

FOTOS DIVULGAÇÃO

CHEGOU A ARRAZE

Para as MULHERES que adoram sapatos Campo Limpo Paulista ganhou no final de semana a loja Arraze Sapatos e Acessórios, endereço que já encanta o público feminino pela diversidade de modelos com estilo e elegância. A i n i c i a t i v a d e i n st a l a r a Arraze surgiu a partir de uma carência sentida pela proprietária Michelly Piucci. “Eu adoro sapatos e sempre fui uma consumidora fiel do comércio da c i d a d e , m a s s ó e n c o n t rav a a s marcas tradicionais, sem qualquer diferencial”, diz. Assim, com apoio do noivo e sócio Luiz Carlos Joel Junior, ela traz para Campo Limpo Paulista algumas marcas de renome, como Colcci, Arezzo e Dona Tuni-

ca e Neftali Conforto. Além dos calçados, a loja apresenta bolsas lindíssimas e acessórios da moda. As compras podem ser parceladas em até seis vezes, em todos os cartões. Na i n a u g u ra ç ã o d a A r ra z e , M i c h e l ly e Lu i z C a r l o s r e c e pcionaram amigos e convidados, e todos ficaram encantados com a loja. Vale a pena conferir. SERVIÇO Arraze Sapatos e Acessórios Rua Antônio Raposo Tavares, 21 Centro – Campo Limpo Paulista Telefone: 9 5836-2013

Os proprietários Michelly e Luiz Carlos inovam e instalam na cidade a primeira loja que oferece modelos de sapatos com as melhores marcas do mercado; amigos e convidados ficaram deslumbrados com os artigos à venda


14

VARIEDADES

THE VOICE

09/03 A 15/03 DE 2013

Segundo o cantor, é preciso ser diferente para conseguir um lugar ao sol

Luan Santana incentiva novos talentos e aconselha: 'Não perca tempo THE VOICE BRASIL/TV GLOBO

- Da Redação Campo Limpo - Luan Santana surgiu como um verdadeiro 'Meteoro', fazendo jus ao nome da música que o projetou no cenário musical, e hoje é consagrado como um fenômeno do sertanejo. A ascensão meteórica, no entanto, não caiu do céu. Com apenas 21 anos, Luan canta desde os 15 profissionalmente e não teve medo de ser testado no início da carreira. "Participei de três shows de talentos na minha escola e, graças a Deus, fiquei em primeiro

lugar nos três", orgulha-se o jovem cantor e compositor. Luan ainda destaca que a aprovação nos testes foi um incentivo para continuar e deixa o recado: "Você que tem um sonho de ser uma nova voz, a mais potente voz do Brasil, não pode perder tempo. Se inscreva no The Voice, esse programa que é 10 e o maior sucesso no mundo inteiro, no Brasil inteiro". Como principal conselho para garantir um lugar ao sol, Luan enfatiza: "Você tem que ser diferente, buscar essa diferença, essa identi-

A morte do cantor Chorão FACEBOOK / CHARLIE BROWN JR

O cantor Chorão, que completaria 43 anos no dia 9 de abril, foi encontrado morto, pelo seu motorista, na manhã de quarta-feira (5), no apartamento em que morava na cidade de São Paulo. As causas do óbito permanecem desconhecidas, mas devem ser reveladas nos próximos dias com a perícia. Alexandre Magno Abrão era cantor, compositor, cineasta e empresário. Formava a banda Charlie Brown Jr, da qual foi cofundador em 1992. O apelido do músico surgiu quando os amigos que sabiam andar de skate diziam para ele, em tom de zombaria, "não chora!”, uma vez que Chorão ainda não sabia andar. O líder da Charlie Brown Jr parou de estudar na sétima série e lançou, com a banda, dez discos que venderam mais de cinco milhões de

O vocalista da banda Charlie Brown Jr. teve uma infância e adolescência difíceis

unidades. Além disso, já foi vendedor de cartões de natal, auxiliar de câmera, caboman, iluminador e entregador dos pastéis que sua mãe fazia.

dade. Sempre fui muito preocupado com isso, de não querer imitar ninguém, de ter minhas próprias composições, meu estilo, meus fãs". Aproveite o recado do Luan e se inscreva para a segunda temporada do The Voice Brasil. Prepare o seu material com as dicas da Globo 10 dicas, leia o regulamento, tire suas dúvidas e siga o passo a passo de inscrição para se candidatar. As inscrições vão até o dia 18 de abril de 201. (Fonte: Rede Globo)

Jarinu criará banco de dados de artistas e artesãos do município A A Prefeitura de Jarinu, por meio da Secretaria de Esporte e Turismo, realizará um cadastro de artistas e artesãos do município, até o dia 8 de abril de 2013. O objetivo é aumentar o banco de dados e facilitar o contato e a contratação dos artistas e artesãos locais para futuras participações em ações culturais da cidade. Para efetuar a inscrição, os interessados devem comparecer à Secretaria de Esporte e Turismo, situada à Praça Francisco Alves de Siqueira Jr, 111, Jardim da Saúde, munidos de cópia do RG, CPF, comprovante de residência e uma amostra do trabalho em foto, CD ou DVD.

Luan Santana: "Você tem que ser diferente"

Abertas as inscrições para o Coral Municipal e o Grupo de Danças Típicas A Coordenadoria de Cultura de Campo Limpo Paulista abriu inscrições para a formação do Coral Municipal e também para a criação do Grupo de Danças Típicas. Ambos terão como regente e professor o maestro Jederson Machado, que realizará os testes vocais individuais. Os ensaios do coral serão todas as quartasfeiras, das 19 às 21 horas, e os ensaios de dança às sextas-feiras, no mesmo

horário, em caráter provisório, no Espaço Educacional Monte Alegre (antigo Ponto de Apoio), na Rua Lucínio Laureano Perrino Lopes, 60, Jardim Monte Alegre. Podem se inscrever pessoas de ambos os sexos e com idade a partir de 14 anos. Os interessados devem procurar a Coordenadoria de Cultura, no Paço Municipal, ou dirigir-se diretamente ao maestro no local dos ensaios.

FOTOS DIVULGAÇÃO

Carlinhos do Livro e o coordenador de Cultura Fonseca: boa ideia

Carlinhos do Livro sugere biblioteca digital O popular Carlinhos do Livro avistou-se durante a semana com o coordenador de Cultura Antônio Fonseca para sugerir a implantação, em Campo Limpo Paulista, de uma biblioteca digital no Conjunto Habitacional São José - uma das regiões com maior densidade populacional do município. O objetivo da proposta, segundo ele, é oferecer uma ferramenta mais atraente para que os jovens possam ter maior interesse em assuntos culturais e educativos. "Queremos, inclusive, a participação de voluntários, para que, em parceria com a prefeitura, possam prestar importantes serviços de utilidade pública à cultura de nossa cidade", diz ele. Atualmente, o município conta com duas bibliotecas tradicionais, uma delas em Botujuru e outra no Centro da cidade, disponibilizando cerca de 27 mil títulos. Fonseca considerou relevante a sugestão de Carlinhos do Livro e garante que o assunto será avaliado.


09/03 A 15/03 DE 2013

INFORME

15


16

SOCIAIS

09/03 A 15/03 DE 2013 FOTOS DIVULGAÇÃO

Com produtos de primeira, exclusivos na cidade, Natália Simões dá orientações para deixar você, mulher, muito mais bonita. Visite a NatiRal, agora em novo endereço, na Estrada da Bragantina, 280, atrás do Hospital de Clínicas.

O final de semana será ainda mais animado na família Pimentel, com o nat do empresário Paulo Rogério, da Nhoc & Cia, endereço do melhor cardápio de Campo Limpo Paulista. Os beijos carinhos serão da esposa Celina e das filhotas Laura. Júlia e Carol. E ele conta, de primeira, que vem mais um herdeiro por aí: o nome já escolhido é Miguel – um anjo para iluminar a vida deles!

JORNAL AGORA 09-03 A 15-03 de 2013  

Jornal Agora de circulação em Campo Limpo Paulista e Região

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you