Issuu on Google+

PUB

Comércio e Reparação de Automóveis | Revisões - Diagnóstico - Ar Condicionado - Manutenções Desde 1985 ALBOGAS Tm: 96 808 3938 JORNAL MENSAL DE DESPORTO DO CONCELHO DE SINTRA • DIRETORA: GRAÇA TRACANA ANO VII • N.º 83 • outubro 2013 // GRATUITO

NUNO PIMENTA

Sintra Desportivo Dupla sintrense conquista troféu

Pág. 14

DESPORTO ESCOLAR

ESPECIAL

TAÇA BARNABÉ

Crime & Justiça

Ano letivo 2013-2014

Mem Martins Sport Clube

Futsal e convívio

Um susto mortal

O Sintra Desportivo dá destaque, uma vez mais, ao Desporto Escolar no concelho de Sintra. No arranque do novo ano letivo, fique por dentro de todas as iniciativas.

Entrevista ao presidente da popular coletividade, António Augusto. O MMSC tem uma gestão ao milímetro e aposta, passo a passo, na cultura, no desporto e no recreio.

A carismática Taça Barnabé é um dos eventos mais emblemáticos do concelho de Sintra. A freguesia de Almargem do Bispo continua a receber a festa do futsal com oito anos de história.

PÁG. 4,5

PÁG. 7-10

PÁG. 11-13

A história do homem acusado do triplo homicídio de Queluz, o motim na Prisão da Carregueira, e a história da morte do «Espanhol» ainda por esclarecer na secção das polícias e tribunais. PÁG. 15 PUB

Precisamos de Jornalista Desportivo, Vendedor de Publicidade e Distribuidor (damos preferência a residentes nos concelhos de Oeiras, Cascais e Sintra)

21 920 22 40


10 Sintra Desportivo Outubro 2013

DESPORTO DO CONCELHO DE SINTRA

Teatro As atividades da instituição vão ainda mais longe. Há uma larga tradição na representação teatral com a apresentação de diversas peças dos mais variados géneros. Nos últimos anos, promoveram-se algumas exposições, feiras do livro e sessões de poesia. Segundo o presidente, o clube tem atualmente mais de 1200 sócios, alguns com mais de 50 anos de ligação e outros com apenas alguns meses, um facto que, salienta António Augusto, «permite encarar o futuro com otimismo». Refira-se que, para breve, e ainda de acordo com o responsável, deverá regressar ao clube uma atividade querida por muitos sócios: a dança de salão.

Mem Martins O Mem Martins Sport Clube foi fundado a 22 de julho de 1937. Até aos anos 50, o clube ocupou diversos locais onde os sócios se reuniam e conviviam. Começou, então, um movimento para transferir a sede para um edifício próprio. Para o efeito, a Câmara Municipal de Sintra disponibilizou uma parcela de terreno, no Rossio da Fonte, destinado a essa construção. O lançamento da primeira pedra teve lugar a 24 de julho de 1951 e a conclusão da obra aconteceu em 22 de janeiro de 1954. Atualmente, além da sede, o Mem Martins Sport Clube utiliza, na sequência de um protocolo celebrado com a autarquia de Sintra, o Complexo Desportivo da Quinta do Recanto, onde se desenvolvem as atividades dos atletas ligados ao futebol. Em 1986, começaram as obras de ampliaPUB

CARLOS TOMÁS

ção da sede, local onde hoje funcionam diversas atividades: Ginástica; formação em várias modalidades (a partir dos 3 anos); Manutenção/Aeróbica/ Step, manutenção mista sénior; competição (trampolins/ tumbling); Artes Marciais (Aikido, Karaté Shotokai, Shorinji Kempo, Krav Maga); e Artes Orientais (Yoga, Pilates). Além destas atividades, o Mem Martins Sport Clube tem igualmente a funcionar uma Escola de Dança que inclui modalidades como a dança moderna (a partir dos 8 anos), o ballet (a partir dos 3 anos), e, com enorme sucesso, o Hip-Hop. A Escola de Dança inclui, ainda, o grupo de dança contemporânea INOVA. Para além das atividades já referidas, o clube promove, dentro da área recreativa, diversas iniciativas, nomeadamente bailes, eventos de animação e festas de fim-de-ano. PUB

PUB

Em destaque Entre as diversas atividades que funcionam no clube, o Mem Martins SC tem feito uma clara aposta no Hip-Hop. «Trata-se de uma modalidade muito em voga e que poucos clubes têm. Está em franca ascensão e a adesão tem sido imensa, a ponto de os nossos praticantes já serem requisitados para participar em vários eventos», frisou o presidente do Mem Martins, António Augusto, lembrando que «as inscrições estão abertas a todos os interessados e oriundos de qualquer zona do país». O Teatro, os Trampolins, a Ginástica, a Escola de Futebol “Os Abelhinhas”, o Reiki, Pilates, Yoga, Step, Karaté e Dança Jazz são apenas algumas das muitas atividades que o clube tem ao dispor dos cidadãos interessados. Nas tardes de domingo, às 15 horas, o clube promove, na sua sede, bailes de convívio que, segundo o presidente, “têm sido um sucesso”. Xadrez, Chinquilho, Dança Moderna, e até Pesca, são outras ofertas do clube. E, para que conste, o Mem Martins Sport Clube tem uma grande tradição na área da Ginástica de Competição, tendo sido campeão nacional, além de ter tido atletas nos campeonatos do mundo através da seleção nacional. Trata-se de um dos clubes mais emblemáticos do concelho de Sintra. Quanto aos preços das inscrições e mensalidades, António Augusto é elucidativo: «nós não temos fins lucrativos. Existe uma tabela de preços que deve ser cumprida de forma criteriosa. Porém, cada caso é um caso e fazemos tudo para que ninguém fique privado do nosso apoio por falta de dinheiro».


PUB

Sintra Desportivo 11

JORNAL MENSAL PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Taça Barnabé

FOTOS: VASCO AFONSO

Explosão de futsal e convívio

Já começou um dos eventos mais emblemáticos do concelho. A Taça Barnabé já conta com oito anos de edição e muito suor ainda vai correr para continuar a dar vida àquele que já é um dos acontecimentos anuais mais esperados pelos amantes do futsal.

PRÓXIMO JOGO ESCOLHINHAS: ALBOGAS – CENTRO D. MARIA e SABUGO – ALMARGENSE (26 OUT) Feminino renhido Já são cinco as jornadas disputadas pelas atletas da Taça Barnabé. Neste escalão o torneio tem a fasquia competitiva elevada visto que até aqui são várias as equipas que se destacam com resultados bastante positivos. Se a primeira jornada ficou marcada

É sabido que o torneio de futsal promovido pela Junta de Freguesia de Almargem do Bispo em parceria com as associações locais tem vindo a crescer na sua importância e carisma. Também não é segredo que ano após ano têm sido mais aqueles que querem participar e que as bancadas dos pavilhões tremem com o apoio das claques e aficionados. Com todos estes ingredientes o Sintra Desportivo não podia deixar de acompanhar mais uma edição da Taça Barnabé. A bola começa a rolar nas escolinhas, onde petizes que pouco conhecem do mundo do futsal se aventuram no torneio e procuram dar o seu melhor. Com três jornadas disputadas, há que destacar os pequenotes de Negrais e do Almargense que golearam os adversários (Negrais – Aruil e Negrais – Sabugo: 9-0; Almargense – Negrais: 1-6) e a 10-0 (Almargense – Albogas I jornada). Para o segundo ano de existência deste escalão na competição, João Pedro Francisco do conselho organizador, salienta que os jovens jogadores têm revelado boas surpresas quer para os pais e espetadores como para a própria organização pelo interesse e dedicação que depositam na participação no torneio.

pelo show de golos de Aruil que marcou sete golos a Almornos, na segunda o espectaculo continuara com 1-7 de Negrais frente Covas de Ferro e a goleada de Albogas por 6-0 a Almornos. As jornadas avançaram até à quarta e neste momento têm sido as meninas de Aruil que têm estado mais fortes. Na terceira jornada Albogas sofreu uma pesada derrota por 9-1 e na quarta foi a formação de Covas de Ferro a perder por 1-7. A última jornada já foi mais equilibrada em resultados e competitividade. Albogas venceu por 1-0 os Negrais. Almornos foi derrotado por três golos pelas jogadoras de Covas de Ferro. E o Aruil venceu o Almargense pelo mesmo valor no marcador.

PUB


12 Sintra Desportivo Outubro 2013

DESPORTO DO CONCELHO DE SINTRA

Taça Barnabé

«São 41 equipas, o que reflete mais de 500 FOTOS: VASCO AFONSO

2-2 Rancho D. Maria; Rancho D. Maria 1-1 Aruil; e Centro D. Maria 1-4 Albogas.

PRÓXIMO JOGO ESCALÃO II: GRUPO A_SABUGO – NEGRAIS e ALMORNOS – CAMARÕES (25 e 26 OUT) III Escalão

PRÓXIMO JOGO FEMININO: NEGRAIS – ARUIL, RANCHO D. MARIA – ALMORNOS e ALMARGENSE – ALBOGAS (25 e 26 OUT) I Escalão

PRÓXIMO JOGO: GRUPO B_ALMORNOS – SABUGO e CENTRO D. MARIA – ARUIL (26 OUT)

te ao Centro D. Maria (8-2). Os restantes encontros: Albogas 2-3 Aruil; Centro D. Maria

O grupo A está equilibrado. Os encontros decorrem sob grande concentração e pressão nas vitórias. Todos procuram a baliza adversária mas nem sempre conseguem concretizar golos. De destaque está o Centro D. Maria com os 1-7 que deu a Covas de Ferro e o Aruil que derrotou este último na terceira jornada por 0-6. Os Negrais evidenciaram-se na última jornada com 7 bolas a 3 frente à Covas de Ferro. Outros resultados: Aruil 2-0 Centro D. Maria; Sabugo 0-4 Negrais; Aruil 3-2 Sabugo; Centro D. Maria 3-2 Negrais; e Centro D. Maria 5-4 Sabugo. Até agora, vimos a equipa de Camarões como a maior goleadora deste escalão. Em três jornadas do grupo B marcaram, na segunda, 12 golos ao Almargense por 2. Outro encontro de golos ficou a cargo do Rancho D. Maria que derrotou Almornos por 7-0. Outros resultados: Almargense 2-6 Vale de Lobos; Almornos 0-4 Albogas; Camarões 2-3 Rancho D. Maria; Albogas 3-2 Vale de Lobos; Vale de Lobos 2-5 Rancho D. Maria; Albogas 3-1 Almargense; Almornos 1-6 Camarões; e Vale de Lobos 4-3 Camarões.

II Escalão

Por aqui está quase a terminar o campeonato. A uma jornada do fim o maior feito aconteceu aos pés dos jovens de Albogas que conseguiram uma humilhante vitória por 15-0 sobre o Rancho D. Maria e o Negrais goleou o Almargense por 7-1. Na estreia do torneio também soou a euforia dos golos com as vitórias do Albogas frente ao Almargense por 1-10, de Negrais contra Rancho D. Maria e do Sabugo com Centro D. Maria, ambos os encontros terminaram 1-7. Na segunda jornada o maior destaque vai mesmo para Aruil que com toda a sua experiencia fez pesar 12 golos na baliza do Sabugo.

Também divido em dois grupos, neste escalão existem até à penúltima jornada três equipas goleadoras: Negrais, Sabugo, Aruil e Almornos que brilhou na quarta jornada. No que respeita ao grupo A, Negrais entrou em grande com 9-0 ao Almargense logo no primeiro jogo do torneio. Na segunda jornada os encontros já foram mais equilibrados e os resultados refletem-no. Camarões venceram o Almargense por 5-0 e os Negrais deram 4-1 a Almornos. Mais goleada só viria a acontecer na terceira jornada com o Sabugo a detonar a baliza adversária (Almargense) com 8 golos a 1. O grupo B tem-se apresentado mais equilibrado em força e resultados com destaque para mais um resultado com muitos golos protagonizado pelo Aruil fren-

PUB

PUB

PUB

PUB


Sintra Desportivo 13

JORNAL MENSAL

PUB

jogadores»

PUB

PRÓXIMO JOGO ESCALÃO III: GRUPO A_NEGRAIS – ARUIL (26 OUT). GRUPO B_RANCHO D. MARIA – ALBOGAS e ALMARGENDE – ALMORNOS (25 e 25 OUT)

continuar a melhorar todos os anos porque já não podemos passar sem este evento. É verdade que são meses muito cansativos mas a recompensa e o sentimento de dever cumprido superam o cansaço», partilhou João Pedro. Verónica Ferreira DR

Os jogos deste escalão são dos mais expectáveis de cada jornada. Acontecem e terminam tarde mas nem por isso as bancadas esvaziam. Não há motivo que desmotive as claques e, em campo, os jogadores fazem tudo para louvar a presença dos que os veem jogar.

PUB

Os números falam por si O carisma e o carinho que os locais nutrem pelo evento, atletas e organização são notáveis e dispensam descrições. São 41 equipas, o que reflete mais de 500 jogadores que a cada jornada enchem as bancadas dos pavilhões das sociedades onde decorrem os encontros com mais de 1000 pessoas que não se cansam de aplaudir de pé, bradar pela sua equipa e atletas e viver em apoteose cada chute e remate. As vozes e os cânticos são igualmente incansáveis. Veem-se mães, pais, avos e crianças em uníssono pelos seus. É por tudo isto que a Taça Barnabé é mais que uma competição, é o convívio, a amizade, a diversão e a alegria dos bons momentos partilhados em família. «Vamos PUB

PUB


14 Sintra Desportivo Outubro 2013

DESPORTO DO CONCELHO DE SINTRA

Competisport destacou-se em Baião

Desafio Modelstand

Gil Antunes garante título no Desafio Modelstand Como previsto o Rali de Baião foi palco da consagração do primeiro título da época para a dupla de Sintra Gil Antunes e Carlos Ramiro, que apesar de ainda faltar mais uma prova para o terminar da temporada já tem assegurado o triunfo no Troféu monomarca da Modelstand. Apostando num rali tranquilo, sem pressões a dupla do Peugeot 206 Gti acabou mesmo por ser os primeiros líderes do rali ao vencer a primeira especial. Nas seguintes mantiveram a sua toada, regular poupando sempre ao máximo o seu Peugeot, já que o mais importante era mesmo terminar. Especial a especial rodaram sempre dentro do pódio, acabando por terminar o rali em pisos de terra na terceira posição do Desafio Modelstand e também do Campeonato Open de Ralis 2 RM. Com este resultado foi então já possível festejar um merecido titulo, depois

quer percalço tudo dentro daquilo que tínhamos delineado. Vencemos a primeira especial do rali e fomos os primeiros líderes da prova, mas efetivamente não pretendíamos entrar em lutas desnecessárias onde algo poderiam correr mal e comprometer o nosso resultado. Mantivemos sempre o nosso ritmo moderado, ainda assim rodamos sempre no pódio, o carro esteve novamente excelente, mais uma vez um excelente trabalho da nossa equipa técnica, terminamos o rali, melhor até do que precisávamos, o que é excelente. de uma época repleta de bons resultados, onde o piloto quase fez o pleno nos pisos de terra vencendo três da quatro provas. No que diz respeito ao Open 2 RM, a equipa continua a pequeno passo de se sagrarem campeões, até porque em Baião nada mais havia a fazer, já que o piloto já somou três vitórias nos três resultados que poderia somar para a classificação final. “O Rali correu perfeitamente, sem qual-

O nosso principal objetivo esta época está feito, agora vamos para o Algarve lutar pelo titulo absoluto no Open de Ralis 2 Rodas Motrizes”, concluiu o Piloto de Sintra. A próxima e última prova da época será o Rali Casinos do Algarve a ter palco nos dias 8 e 9 de Novembro. Nuno Pimenta

Rali de Marrocos

Hélder Rodrigues mostra fibra no Rali de Marrocos

Piloto oficial da Honda e filho do concelho de Sintra, Hélder Rodrigues deixou de poder lutar pela vitória final no Rali de Marrocos (a última prova do campeonato mundial e o derradeiro grande teste para o próximo Dakar), logo na segunda etapa, quando teve de parar devido a uma avaria elétrica na sua moto. Hélder Rodrigues chegou ao final do setor seletivo depois de ter sido rebocado por uma das motos da organização, mas, sempre munido da determinação e da fibra que o caraterizam, continuou em prova com muito boas prestações, nomeadamente, o 3.º lugar na quarta etapa e o 2.º PUB

lugar na etapa final. Hélder Rodrigues, que partiu para a derradeira etapa da sétima posição, juntou-se à cabeça da corrida na fase final dos 219 quilómetros do setor seletivo, tendo feito parte do quarteto de pilotos que cruzou a linha de chegada em primeiro lugar. «Desde já, gostaria de dar os parabéns ao Paulo Gonçalves pelo título de campeão do mundo. Foi um dia importante para a equipa, conseguimos vencer este rali, com o Paulo a conquistar o primeiro lugar. É o reconhecimento de um trabalho que está a ser desenvolvido pela Honda Japão desde há vários meses», declarou, na ocasião, à Imprensa, o piloto sintrense.

Piloto de topo

Recorde-se que Hélder Rodrigues, então aos comandos de uma Yamaha, foi o primeiro português campeão do mundo de motociclismo, ao vencer também o título de todo-o-terreno, há dois anos, em 2011. Entre várias outras classificações muito

honrosas no Dakar, tornou-se no primeiro português a chegar ao pódio do mítico rali, em 2011, um terceiro lugar que repetiu no ano passado. Nuno Sá DR

Um campeão não se faz só de vitórias. Faz-se da superação das dificuldades. O piloto da Honda (que foi campeão mundial em 2011), depois de ter sido forçado a parar, a poucos quilómetros do final da 2.ª etapa do Rali de Marrocos, devido a um problema elétrico, encetou uma excelente recuperação e brilhou noutras etapas.

Com cerca de seis equipas presentes, cinco delas com viaturas da propriedade da Competisport, o Rali de Baião saldou-se muito positivo para a estrutura do Cartaxo. A oitava ronda do Campeonato Open de Ralis disputou-se em pisos de terra, muito favorável aos 4x4 que acabaram por dominar a totalidade o rali do Clube Automóvel de Amarante. Luís Mota e Alexandre Ramos voltaram a fazer um rali sem problemas centrando os seus objetivos no Troféu rallycar e no Open 4 RM. Fazendo uma prova de evolução, a dupla do Mitsubishi EVO IV foi gerindo o seu rali, pensando sempre em garantir a pontuação necessária para garantir a segunda posição no campeonato. Em Baião foram os 4º da geral, e garantiram mais um triunfo no Troféu Rallycar. Com isto garantem já o vice-campeonato no Open de Ralis e o título no troféu Rallycar Maxi. Em pleno estiveram Gil Antunes e Carlos Ramiro que como delineado antes da prova conseguiram já somar os pontos necessários para assegurar o título no Desafio Modelstand 2013. O piloto do Peugeot 206 da Competisport fez um rali regular, já que bastava lhe um 4º lugar para garantir o titulo. Acabaram por rodar sempre entre os três primeiros, terminando o rali no lugar mais baixo do pódio, quer no Desafio Modelstand, quer no Open 2 RM. Ainda assim uma excelente jornada para a Competisport e para a equipa técnica da Domingos Sport onde todos os seus carros lograram terminar o rali, com Gil Antunes a garantir já titulo no Modelstand e Luís Mota também a assegurar o vice-campeonato no Open 4 RM, além da Vitória no Troféu Rallycar. Nuno Pimenta PUB


Sintra Desportivo 15

JORNAL MENSAL

CRIME & JUSTIÇA por Carlos Tomás

Um susto mortal

O homem acusado do triplo homicídio de Queluz, em 2012, disse na primeira audiência do julgamento, a decorrer no Tribunal Judicial de Sintra, que apenas queria «pregar um susto» às vítimas devido a problemas de negócios e que o incêndio no elevador, provocado pelo lançamento de dois sacos de álcool em chamas, não foi

Morte de «Espanhol» ainda por esclarecer

premeditado, mas sim uma «simples fatalidade». O caso ocorreu a 13 de agosto do ano passado e provocou a morte de duas mulheres, mãe e filha (cunhada e sobrinha do arguido), de 70 e 34 anos, e de um segurança, também de 34 anos, contratado por uma das mulheres que, alegadamente, já tinha sido ameaçada de morte pelo suspei-

to. Francisco Ribeiro, 58 anos, explicou em tribunal que a sua intenção era «despejar os sacos com álcool à entrada do elevador» e «fazer uma barreira de fogo» para que as duas mulheres «refletissem e resolvessem o conflito» que mantinham com ele, há vários anos, por causa de uma sociedade com duas clínicas. O autor do incêndio confessou que imobilizou o elevador, mas que a culpa terá sido do segurança que, ao tentar agarrá-lo pelas pernas, puxou os sacos com o álcool para o interior do elevador, «regando as vítimas» com o líquido. Depois, Francisco Ribeiro disse aos magistrados que «carregou sem querer no isqueiro» e provocou uma explosão. Lurdes Almeida, Rute Almeida e Ailton Gonçalves morreram carbonizados dentro do elevador. «Foi tudo muito rápido, uma fracção de segundos. Só vi os corpos a caírem e ninguém gritou. Ficou tudo descontrolado e não estava à espera que isto acontecesse. Estou arrependido e sinto-me responsável pelo que aconteceu», afirmou Francisco Ribeiro, explicando ainda que na origem da sua atitude estiveram divergências e uma relação conflituosa que mantinha com a cunhada, desde 1999, ano em que deixou de ser gerente da sociedade em que ambos eram sócios. Francisco Ribeiro está acusado de três crimes de homicídio qualificado e de um crime de incêndio. Encontra-se em prisão preventiva desde 30 de agosto de 2012. Incorre em 25 anos de prisão, a pena máxima permitida em Portugal.

Droga origina motim na Carregueira Houve um motim, nesta última terça-feira (dia 22 de Outubro), no Estabelecimento Prisional da Carregueira, no concelho de Sintra. Os reclusos agrediram vários guardas e incendiaram colchões e papéis. Segundo o Sintra Desportivo apurou, a revolta terá tido início por volta das 16h30m, depois da visita da tarde, quando os guardas prisionais intercetaram três reclusos por suspeitarem que um deles escondia droga na boca. Ao serem abordados, os detidos terão agredido dois guardas e foram transferidos para celas PUB

disciplinares (as chamadas «solitárias»). Colchões incendiados O incidente gerou a indignação entre os reclusos da Ala B, que, de imediato, reagiram, protestando inicialmente com palavras e recusando ir jantar e, depois, incendiando quatro colchões e papéis. Os guardas, num total de 20, tentaram, como puderam, durante mais de uma hora, apagar o fogo e dominar a situação, só o conseguindo por volta das 19 horas. Devido à inalação de fumo, PUB

vários guardas prisionais e reclusos tiveram, mesmo, de receber assistência médica. Os reclusos que incendiaram os colchões deverão ser identificados por intermédio do sistema de vídeovigilância da cadeia e arriscam, agora, 20 dias de isolamento. Na ala onde se deu o motim não está preso nenhum dos famosos arguidos do processo Casa Pia, nem Isaltino Morais e Vale e Azevedo, que se encontram a cumprir pena na Ala A.

O acidente que, no passado dia 5 de setembro, vitimou António «Espanhol», de 72 anos, um cidadão muito conhecido e estimado na região de Colares, ainda está por esclarecer e o alegado responsável pela sua morte permanece em liberdade. O caso baixou para inquérito e o tribunal continua a aguardar o resultado hospitalar da contraprova ao sangue do condutor, de 24 anos, que se despistou, supostamente a alta velocidade, e embateu no motociclo onde a vítima se encontrava e que estaria devidamente parada num parque de estacionamento. Segundo o Sintra Desportivo apurou, o indivíduo terá acusado 1,9 gramas por litro de sangue no teste do «balão» que lhe foi feito no local, uma taxa considerada crime. Presente a tribunal, no dia seguinte, foi para casa, motivando assim a indignação da população local. Segundo fonte da GNR revelou ao nosso jornal, o caso não sofreu qualquer evolução desde o dia do acidente. Familiares da vítima exigem que seja feita justiça e apelam para que as autoridades revelem toda a verdade sobre os factos ocorridos na manhã daquele dia. «Queremos que este caso sirva de exemplo. Os pais têm de ter mais responsabilidade por aquilo que os filhos fazem. Segundo nos contaram, o rapaz estava perdido de bêbedo. O António ainda nem o motociclo tinha posto a trabalhar quando levou com o carro em cima. Não queremos vingança. Apenas queremos que situações destas não se repitam», afirmou, ao nosso jornal, Dona Herculana, como é tratada na zona, uma prima da vítima, acrescentando que António «Espanhol» era viúvo e pai de dois homens, já maiores de idade, sendo um deles funcionário dos Bombeiros de Colares, corporação que acorreu ao local do acidente, na Avenida Eugene Levy. Os elementos desta associação humanitária ainda tentaram socorrer a vítima. Os seus esforços foram em vão. PUB


16 Sintra Desportivo Outubro 2013 PUB

PUB

DESPORTO DO CONCELHO DE SINTRA


2

Sintra Desportivo Outubro 2013

DESPORTO DO CONCELHO DE SINTRA

Moto Clube de Sintra

DR

Novembro em festa no Moto Clube de Sintra

BREVES Torneio Escola de Ténis Outono Iniciativa de sucesso, a Escola de Ténis de Outono volta a marcar presença, nos próximos dias 17 e 24 de novembro, nas instalações do Complexo Desportivo Municipal de Sintra, na Estrada de Mafra, Lourel, perto do hipermercado Continente e dos acessos à A16. Trata-se de uma organização do CCDS - Centro de Cultura e Desporto Sintrense. As inscrições já estão abertas.

Futebol 7 (Sub-18) arranca No próximo dia 29 de outubro, terça-feira, realiza-se, pelas 18H30M, na capital, o sorteio do Campeonato de Futebol 7 (Sub-18) da Associação de Futebol de Lisboa, com a participação de equipas do concelho de Sintra. A competição começa no dia 16 de novembro, com os jogos realizados sempre aos sábados à tarde. Participam as seguintes formações: 1.º de Dezembro, ADCEO, Águias da Musgueira, CAC, e Sintrense.

Moto Clube de Sintra tem uma agenda preenchida em novembro

Fados, magusto, festa solidária e jantar do 27.º aniversário: são vários os festejos que fazem de Novembro um mês muito especial para o Moto Clube de Sintra, sediado em S. Pedro de Sintra. Conheça os eventos. Logo no início do próximo mês, no dia 2 de novembro, sábado, a partir das 20 horas, o Moto Clube de Sintra realiza a 6.ª Sessão de Fados no restaurante A Tendinha, em Mem Martins. Com uma ementa composta por bacalhau e chouriço assados, e caldo verde, quem se inscrever pode assistir às atuações dos fadistas Iracema

de Oliveira, Jorge Ferreira (humorista), Rui Novo, Tina Oliveira, Vítor Fernandes e Vítor Rodrigues, acompanhados à guitarra por Luís Manuel, e à viola por Tiago Fins. Oito dias depois, no domingo, 10 de novembro, tem lugar o tradicional Magusto, na sede do clube, em São Pedro de Sintra.

Festa e jantar de aniversário

Ainda em novembro, mas no dia 23, a partir das 21 horas, o Moto Clube de Sintra antecipa o seu aniversário (que se celebra no dia 30) com uma festa solidária, cuja receita reverte a favor do jovem Pedro Dantas (para que possa ir a Cuba realizar

um tratamento de recuperação, de forma a poder voltar a andar normalmente), na URCA - União Recreativa e Cultural da Abrunheira. A entrada terá um custo de apenas cinco euros, com churrasco à discrição, e incluirá a atuação de Pedro Pestana num espetáculo que não deverá deixar ninguém indiferente. Finalmente, no dia 30 (a data em que é celebrado o 27.º aniversário do Moto Clube de Sintra), haverá um jantar de comemoração e convívio, a decorrer, também, no restaurante A Tendinha. Nuno Sá PUB

FICHA TÉCNICA

Diretora: Graça Tracana Redação: Carlos Tomás , Nuno Sá e Verónica Ferreira. Colaboradores: Alexandra Dias e Linda Alagoínha. Fotografia: Sérgio Martinho. Conceção Gráfica: Rita Fialho , Rita Sousa e Vera Tracana. Departamento Publicidade: José Aguiar, José Rebelo e Maria Almeida. Periodicidade: mensal Tiragem média: 35000 Propriedade: Mérito da Palavra, Lda. NIF: 510015603 Registo da ERC N.º: 125477 Depósito Legal: 277926/08 Morada: Rua Drº Sousa Martins, Nº 27 2725-461 Mem Martins

Contactos Telf : 21 920 22 40 Direção : direcao.gracatracana@gmail.com Noticias/ Eventos : redacao.desportivo@gmail. com Maquetes / Imagem: design.mpalavra@gmail. com Publicidade : comercial.desportivo@gmail.com Faturação : contabilidade.mpalavra@gmail.com Impressão: Gráfica Funchalense Morelena - 2715 Pero Pinheiro sintradesportivo.blogspot.com facebook.com/sintra.desportivo INTERDITA A REPRODUÇÃO DE TEXTOS, IMAGENS E ANÚNCIOS DE PUBLICIDADE SEM DEVIDO CONSENTIMENTO DO SINTRA DESPORTIVO AS NOTÍCIAS DESTE JORNAL FORAM REDIGIDAS AO ABRIGO DO ACORDO ORTOGRÁFICO

Montelavarenses no 1.º lugar da Divisão de Honra da AFL À data do fecho desta edição do Sintra Desportivo, a equipa de Montelavar, Sintra, estava, a par do Tojal, no 1.º lugar da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Lisboa (AFL). No último domingo, dia 20 de outubro, «Os Montelavarenses» empataram, em casa, a uma bola, diante do Vialonga. Quanto às outras formações sintrenses participantes na competição, o Mucifalense (perdeu 3-1 no terreno da UD Recreio) ocupava a 10.ª posição e o Sintra Football (empatou, 2-2, frente ao Alta de Lisboa) era 15.º, e penúltimo, classificado.


Sintra Desportivo

JORNAL MENSAL

3 PUB

Progresso Clube

DIVULGAÇÃO

Workshop de Krav Maga

PUB

O Krav Maga foi inicialmente desenvolvido para o exército israelita

Na tarde do próximo sábado, dia 26, terá lugar, no Progresso Clube, um workshop de Krav Maga, que é considerado o sistema de defesa pessoal mais eficaz do mundo e foi desenvolvido para o exército israelita. Já no próximo sábado, dia 26 de outubro, das 16 às 19 horas, o Progresso Clube, em Algueirão, recebe um workshop de Krav Maga - defesa pessoal em locais confinados. Trata-se de treinar a defesa contra várias ameaças e ataques em locais propícios a tal (pela pouca exposição pública). Serão abordadas as técnicas de defesa

contra o estrangulamento, facas, pistolas, bastões, etc. Vão ser três horas de treino em locais como corredores, escadarias, e casas-de-banho. Vivemos num mundo em que, cada vez mais, é necessário saber defender a nossa integridade física ou a de outra pessoa que não o saiba. O Krav Maga dá-nos precisamente essas armas, preparando física e mentalmente o seu praticante, dando atitude e reação numa situação em que não se pode evitar o confronto físico com um assaltante ou agressor. As inscrições para este workshop podem ser feitas na receção do clube até à data do evento ou, então, no próprio dia da formação em Krav Maga.

PUB

O que é O Krav Maga significa «combate próximo» em hebraico e é considerado o sistema de defesa pessoal mais eficaz do mundo. Baseia-se na simplicidade, rapidez e eficácia, sendo composto por duas áreas distintas mas complementares: a defesa pessoal e o combate corpo-a-corpo, que constitui uma fase mais avançada do treino e da evolução do praticante. Desenvolvido por Imi Lichtenfeld inicialmente para o exército israelita, este sistema foi, mais tarde, adaptado para a sociedade civil com enorme êxito e resultados, como prova o número crescente de praticantes em todo o mundo. Nuno Sá PUB

PUB


4

Sintra Desportivo Outubro 2013

DESPORTO DO CONCELHO DE SINTRA

Desporto escolar

DIREITOS RESERVADOS

Bem-vindo ano letivo 2013

Professores de Ed. Física da Esc. Sec. Leal da Câmara

Escola Secundária de Leal da Câmara Tem a palavra o diretor … A Escola Secundária de Leal da Câmara pertence a um dos maiores Agrupamentos do país, localizado na Freguesia de Rio de Mouro, no Concelho de Sintra. Esta Freguesia suburbana da Área Metropolitana de Lisboa, densamente povoada, caracteriza-se por ter uma população muito heterogénea – cerca de 1/5 é de origem estrangeira – com níveis de qualificação escolar e profissional reduzidos, e por apresentar um crescimento demográfico significativo. Em resultado desta realidade o número de turmas/número de alunos por turma, têm aumentado, o que exige uma resposta adequada ao nível das estruturas de apoio pedagógico e da oferta formativa de modo a garantir níveis de qualidade do ensino ministrado e a integração plena dos alunos. A escola tem procurado diversificar a sua oferta formativa, como forma de responder à heterogeneidade de expetativas e à dimensão geográfica e demográfica da comunidade que serve. Insere-se nesta lógica, o Projeto do Desporto Escolar.

O Desporto Escolar como atividade de complemento de formação tem contribuído para: o processo de socialização e de integração escolar de alunos de diferentes origens étnicas e geográficas; o desenvolvimento da autoestima; a melhoria das competências físicas; a inibição de comportamentos desviantes e a prevenção da indisciplina e da violência. Nos últimos seis anos temos tido em atividade 11 grupos-equipa de diferentes modalidades/escalões/género, o que é demonstrativo da dinâmica em curso. Este ano os alunos podem representar a escola nos grupos /equipa de Andebol, Badminton, Basquetebol, Futsal, Voleibol, Dança Moderna, Ténis de Mesa e Surf. Para além desta denominada atividade externa, temos previsto oferecer 36 atividades desenvolvidas a nível interno, indo desde os Torneios Inter-turmas aos Passeios Pedestres passando pela formação de professores e alunos árbitros nas mais variadas modalidades. Junto da comunidade educativa temos procurado manter importantes parcerias de apoio ao desenvolvimento do Projeto, designadamente com a CMS, a JF de Rio de Mouro e algumas empresas locais. Mas para que a implementação do Pro-

jeto do Desporto Escolar seja possível temos contado com o trabalho de docentes dedicados, até porque não há Desporto Escolar sem professores verdadeiramente empenhados e implicados no desenvolvimento do mesmo. Prof.Jorge Lemos( Diretor Agrupamen to de Escolas de Rio de Mouro)

EB 2,3 D.Domingos Jardo

dentro da atividade interna são as seguintes: - O corta mato do agrupamento, onde participam cerca de 400 alunos onde é tradição os alunos com necessidades educativas especiais participarem, Torneios Inter Turmas para todos os anos de escolaridade nas várias modalidades desportivas, Megas (km, salto e sprinter), onde são seleccionados os melhores alunos para repreentarem a escola a nível regional, “Quintal Desportivo” destinada aos alunos do 4ºano das escolas do 1ºciclo do nosso agrupamento, onde cerca de 300 alunos participam em várias atividades desportivas e “Jogos Tradicionais” destinada a todos os alunos da escola. Em relação à atividade externa a escola apresenta este ano letivo 8 grupos/equipas: *Atletismo - 1 grupo/equipa de Infantis B lecionado pela professora Paula Lemos, com grande tradição nesta escola, *Futsal - 2 grupos/equipas (infantis B femininoeinfantisBmasculino),lecionadospelos professores Ana Margarida Vieira e Hélder Pinto. A tradição das equipas é grande, tendo passado por aqui várias jogadoras que continuamoseupercursofutebolísticonasmelhores equipas de futsal nacional. *Natação - 2 grupos/equipas dos diversos escalões, lecionados pelas professoras Ana Margarida Vieira e Tânia Pinto; Organizou a atividade “V Domingos Jardo a Nadar” no 2º período, contando com

A Escola Básica D. Domingos Jardo arranca com toda a força em mais um ano letivo. Sendo o Desporto Escolar uma área transversal da Educação Física com impacto em diversas áreas sociais, os grupos/ equipas da escola, à semelhança de anos transatos assumem-se, como instrumentos essenciais na promoção da saúde, na inclusão e integração social que se traduzem num contributo determinante no combate ao insucesso e abandono escolar. Assim, a escola D. Domingos de Jardo, tendo como presidente do clube do Desporto Escolar, o professor Helder Pais, proporciona aos seus alunos diversas atividades no âmbito do Desporto Escolar. As atividades desenvolvidas pela escola Alunos da EB 2,3 D.Domingos Jardo

PUB

PUB

PUB

PUB

Apoiamos o Sporting Clube Vila Verde 1ª Divisão de Futsal


Sintra Desportivo

JORNAL MENSAL

5

- 2014! DIREITOS RESERVADOS

a participação de vários elementos da comunidade educativa. A importância deste grupo/equipa tem vindo a crescer, consubstanciado pela crescente procura de alunos. * 1 grupo/equipa para alunos com necessidades educativas especiais leccionado pelo professor Rui Duarte. Estes alunos realizam ao longo do ano letivo treinos de adaptação ao meio aquático na piscina de Mira Sintra e participam nas atividades: corta mato do agrupamento, corta mato concelhio e “caminhada mágica” no paredão de Oeiras em parceria com a CERCIAMA. *Patinagem e Surf- cada grupo/equipa lecionado pelo professor José Corte. Relativamente ao grupo/equipa de Surf que teve início no ano letivo 2008/2009 dando sequência a um projeto que o professor já fazia parte : antigo centro formação de surf . Foi realizado um protocolo com uma empresa , para assegurar o transporte dos alunos, para a praia de S.Pedro do Estoril. Quanto à patinagem ao longo dos três anos tem se consolidado , constituindo uma referência para os alunos com ajuda preciosa dos Encarregados de Educação. Prof. Paula Lemos Sub- Coordenadora do CDE da Escola Básica 2,3 D.Domingos Jardo.

Novo ano letivo de trabalho Alunos com necessidas educativas especiais da EB 2,3 D.Domingos Jardo, no corta-mato CLDE de Sintra

É com agrado e satisfação que a equipa da Coordenação Local do Desporto Escolar de Sintra acolhe este novo ano letivo de trabalho, dando continuidade à aposta no desporto como promoção do sucesso educativo e da adoção a um estilo de vida saudável por parte dos nossos alunos, com a grande colaboração e ajuda de toda a comunidade educativa, que se revela essencial para o êxito deste projeto e das novas apostas no futuro. Iniciou neste passado dia 1 de setembro o novo ano letivo e com ele este grande projeto que é o Desporto Escolar. Os 21 agrupamentos escolares constituídos por 29 escolas públicas e 2 colégios privados que se candidataram ao projeto, demonstram claramente a importância do Desporto no nosso concelho e o espírito de continuidaPUB

de e de trabalho conjunto que vem a ser desenvolvido ao longo dos anos. Esta aposta ganha, cria sempre maiores responsabilidades de organização e um compromisso de investimento no desenvolvimento desportivo da nossa zona. Neste novo ano, para além do seguimento do trabalho desenvolvido (no ano passado foram efetuadas mais de 350 atividades alcançando cerca de 72000 participação de alunos e dinamizados cerca de 200 grupos de equipas, excedendo os 5000 alunos em prática desportiva regular no nosso concelho, de uma forma gratuita) foi também criado, em Sintra, um dos dois Centros de Formação Desportiva de Golfe no país. Este Centro constitui um polo de desenvolvimento da modalidade, com vis-

ta à melhoria do desempenho desportivo dos alunos com interesse, capacidade ou aptidões excecionais na modalidade. Na prática, especializa os alunos já familiarizados com o Golfe e permite a todos os interessados na modalidade um acesso a atividades ou treinos com técnicos especializados, aproveitando as infraestruturas existentes. Cada vez mais o Desporto Escolar assume uma importância extrema na nossa sociedade, como uma componente essencial do desenvolvimento integral dos alunos. Nesta época difícil que o país atravessa, a prática desportiva regular orientada proporcionada pelo Desporto Escolar é, para muitas crianças e adolescentes, a única forma de experiência desportiva possível.

Esta importância, muito se deve ao facto das atividades serem ministradas de uma forma gratuita e à dedicação dos professores que os dirigem, que são muito mais que treinadores, assumindo funções pedagógicas e educadoras cruciais na vida e desenvolvimento de um cidadão. O novo ano letivo chegou e com ele novos projetos, novas apostam, mais responsabilidades e o mesmo espírito de sempre: alunos, professores, coordenadores, diretores e a comunidade educativa em geral, juntos criamos, desenvolvemos e elevamos o desporto do nosso concelho!

PUB

PUB

PUB

Prof.Paulo Sanches


6

Sintra Desportivo Outubro 2013

DESPORTO DO CONCELHO DE SINTRA

Campeonato Nacional de basquetebol em cadeira de rodas

APD-Sintra «lutará para ser campeã» APD- SINTRA

nacional, até porque soma a juventude a toda esta experiência acumulada, sendo uma equipa que dá atletas à Seleção Nacional». No entanto, há vários rivais que não vão dar descanso aos basquetebolistas de Mem Martins, no concelho de Sintra. «Há a APD-Braga, que foi a campeã no ano passado, e outras equipas muito fortes, casos da APD-Leiria e da APD-Lisboa», identifica Ismael Levy.

Martins é impressionante: já conquistou 11 campeonatos nacionais, 10 taças de portugal, e 12 supertaças. Nuno Sá

O desporto «inclui» Também o grande contributo do desporto adaptado na integração da pessoa portadora de deficiência é abordada pelo atleta da APD-Sintra, que considera «uma forma de inclusão social, sendo muito importante para o desenvolvimento da pessoa deficiente e, também, para estimular a competitividade».

A equipa de Basquetebol em Cadeira de Rodas da delegação de Sintra da Associação Portuguesa de Deficientes (APD) quer ganhar o campeonato nacional. A 10 de novembro, joga com a APD-Paredes. O Pavilhão Serra das Minas, na freguesia de Rio de Mouro, vai receber, já no próximo

dia 10 de novembro, às 15 horas, a equipa da Associação Portuguesa de Deficientes (APD) de Paredes. Será esse o primeiro jogo do Campeonato Nacional de Basquetebol em Cadeira de Rodas da época 2013/2014. Em entrevista ao Sintra Desportivo, o atleta (e elo de ligação à equipa técnica) da APD-Sintra, Ismael Levy, garante que a equipa «quer, obviamente, ganhar o campeonato

Equipa de top Quem estiver mais desatento ao desporto adaptado e, neste caso concreto, ao basquetebol em cadeira de rodas, nem sonhará, mas a verdade é que a APD-Sintra é uma das potências da modalidade em Portugal. Ainda no ano passado, classificou-se na terceira posição no campeonato nacional. O palmarés desta equipa sediada em Mem

Futebol

Sp. Lourel bate Real e Sintrense vencedor No CNS - Campeonato Nacional de Seniores, que passou a substituir as antigas 2.ª e 3.ª divisões nacionais, o Sintrense ocupa o 7.º lugar, enquanto o 1.º de Dezembro está um lugar mais abaixo, é 8.º, na Série G. Sortes diferentes no Campeonato Nacional de Seniores (CNS) tiveram as equipas do concelho de Sintra presentes na prova nacional do futebol luso. Na Série G, o 1.º de Dezembro empatou (2-2) frente ao Operário, enquanto o Sintrense recebeu, e bateu (1-0), o Casa Pia. Na tabela classificativa, o Sintrense ocupa o 7.º lugar e o 1.º de Dezembro está na oitava posição. PUB

Duelo sintrense no Pró-Nacional Na quinta jornada do novo Campeonato Pró-Nacional, realizada no último domingo, dia 20 de outubro, houve um duelo sintrense, com o Sporting de Lourel a ganhar (2-1) ao Real Sport Clube, de Massamá. O Pêro Pinheiro empatou (1-1), no seu reduto, com o Sacavenense. Já o Atlético do Cacém, foi goleado (4-1) em Alverca, pelo clube local. Na classificação, o Lourel e o Pêro Pinheiro dividem a quinta posição, o Atlético do Cacém é 12.º, e o Real Massamá segue no 13.º posto. Uma estrela no Pêro Pinheiro Em relação à participação do futebol sintrense no novo Campeonato Distrital

Pró-Nacional, refira-se ainda, e por mera curiosidade, que o setor atacante do Pêro Pinheiro conta com uma estrela das divisões secundárias do futebol português. É Cláudio Oeiras, de 35 anos, um antigo jogaPUB

dor do Benfica B que foi treinador-adjunto e diretor-desportivo do Torreense, clube onde começou por dar nas vistas antes de passar por diversos clubes. Nuno Sá


Sintra Desportivo

JORNAL MENSAL

7

Mem Martins Sport Clube

«Entrámos neste desafio para unir o clube»

O Hip-Hop, a Ginástica de Trampolins, e, em breve, as Danças de Salão, são as grandes apostas desta instituição desportiva que não esquece as demais modalidades, nomeadamente o futebol, e que também ambiciona melhorar as suas infraestruturas. Para isso, apela à ajuda dos sócios, «forças vivas» de Mem Martins e população em geral. «O nosso objetivo é ir fazendo pequenas conquistas e ir crescendo de forma gradual. Somos um clube fundado em 1937 e que, tal como todas as instituições desta natureza, teve os seus altos e baixos. Neste momento, estamos a crescer a todos os níveis, mas ambicionamos novas conquistas», explica, ao Sintra Desportivo, António Augusto, presidente do clube. De acordo com o responsável, retirar os jovens residentes em Mem Martins e zonas adjacentes de comportamentos desviantes, como o consumo de estupefacientes ou a prática criminal, é uma das várias apostas do clube. «Temos técnicos que apoiam os jovens e que contribuem para a sua formação cívica. Enquanto eles estiverem ocupados nas nossas atividades, mais difícil será enveredarem por caminhos nocivos à sociedade. Além de que os pais ou quaisquer outros familiares podem ficar descansados por saberem que estão todos a ser bem tratados, que estão ocupados em atividades salutares, e que, no nosso clube, são tratados com carinho».

O presidente do MMSC, António Augusto (2.º a contar da esquerda), entre os coordenadores de futebol Fernando Rodrigues, Luís Silva e Marco Moutinho

equipas às divisões nacionais. Neste momento, conseguimos construir um pequeno estádio, com capacidade para mais de 3500 adeptos, já com relvado sintético, e que tem sido importante para cativar mais praticantes. Apostamos na prata da casa e não entramos em loucuras. A gestão deste clube tem de ser feita de forma criteriosa e toda a nossa equipa de gestão financeira tem feito um ótimo trabalho nesse sentido. Só para se ter uma ideia, neste momento temos 165 praticantes de futebol que pagam as suas mensalidades e, no total, mais de 250 praticantes. A esmagadora maioria

é prata da casa, ou seja, jovens que foram descobertos por nós e que vivem no concelho. Começamos a ser alvo de olheiros e já há vários clubes de maior dimensão interessados nos nossos jogadores. Isso é, para nós, motivo de orgulho e sinal de que estamos a fazer um trabalho sério», desenvolve o presidente do Mem Martins Sport Clube. Há, diz o mesmo responsável, algumas melhorias que ainda têm de ser feitas: «Somos um clube que tem contado com o apoio pontual da Câmara Municipal de Sintra e da Junta de Freguesia de Algueirão/Mem Martins, mas vivemos, sobretu-

do, das quotas dos sócios e das mensalidades dos praticantes. Desde que temos o sintético que as adesões ao clube têm vindo a aumentar. Mas a nossa ambição é ter um total de quatro campos sintéticos – neste momento, temos dois – é melhorar a iluminação no estádio, por forma a permitir treinos durante a noite e, quem sabe, no futuro, transmissões televisivas. Também são urgentes obras na sede e apelamos a todas as forças vivas do concelho para nos darem o apoio possível no sentido de se fazerem essas obras de manutenção».

Iluminação no estádio António Augusto não esconde que tem uma atenção especial ao «desporto-rei», o futebol. «Sempre foi a minha área. Neste momento, o clube está, em todos os escalões, na 1.ª Divisão Distrital e comandamos o campeonato em seniores com quatro jogos e quatro vitórias. Não escondo que a nossa ambição é chegar com todas as

FOTOS : SÉRGIO MARTINHO E DIREITOS RESERVADOS

Apostar na cultura, no desporto e em atividades de recreio. Estas têm sido as grandes apostas do Mem Martins Sport Clube nos últimos anos. O objetivo, segundo a sua Direção, é cativar «jovens de todas as idades» e com uma gestão feita ao milímetro.

PUB


8

Sintra Desportivo Outubro 2013

DESPORTO DO CONCELHO DE SINTRA

PUB

PUB

DR

PUB

PUB

PUB

MEM MARTINS


Sintra Desportivo

JORNAL MENSAL PUB

9 PUB

PUB

PUB

PUB

Sócios honorários

SPORT CLUBE

Alberto Sousa Libânio; Henrique Martinho Nicolau; Joaquim Vicente; Mário Ambrósio Loureiro (Sócio de Mérito).

Atuais responsáveis do clube António Augusto (presidente do clube e responsável pelo Futebol); José Ferreira (vice-presidente para o Futebol); Fernando Rodrigues, Marco Moutinho e Luís Silva (coordenadores do Futebol); José Eduardo Tomás (vice-presidente, Tesouraria e Teatro); Palmira de Sousa (Danças de Salão, Hip-Hop, e Assessoria de Imprensa).


Sintra Desportivo 83