Page 1

mercadoeeventos.com.br

REPORTAGEM ESPECIAL

FOLHA DO TURISMO

Turismo e Economia Pesquisas apontam que a indústria turística mantém a tendência de expansão. Tanto as empresas do setor quanto os consumidores vislumbram um futuro promissor. Páginas 26 e 27 Setembro/2013 - 1ª quinzena - Ano X - Nº 231 - Tiragem: 16.400 exemplares

ENTREVISTA

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

São Paulo

1

Fabio Oliveira, diretor da Flytour

Flytour apresenta sua nova estrutura organizacional Página 3 AGENDA

Cidade vai receber o primeiro jogo da Copa

FIT terá Equador como convidado e Brasil no pavilhão internacional Página 38

Com diversos atrativos e alto padrão, principal desafio é a mobilidade urbana. Páginas 24 e 25 BRASIL

EVENTOS

AGÊNCIAS E OPERADORAS

Nascimento Turismo reúne amigos para comemorar 52 anos

Relação com cliente foi tema principal do The Forum

CVC e Pernambuco ampliam parceria para elevar vendas

Trajetória começou em 19 de agosto de 1961. Hoje é uma das três maiores operadoras do país. Página 32

Evento promovido pela The Collection reuniu mais de 100 participantes em São Paulo. Página 34

No último trimestre as vendas de pacotes da CVC para o estado aumentaram em 20%. Página 28

Embratur fecha parceria com companhia Latam PARQUES

Universal anuncia Renato Gonçalves na equipe Brasil Eduardo Nascimento entre Dado e Plínio

John Hooker, Igor Tobias e Beth Wada

Alberto Feitosa, secretário de Turismo de Pernambuco, entre Luiz Eduardo Falco e Valter Patriani, da CVC

Série especial sobre os 10 anos do M&E faz retrospectiva de 2006 e revela opinião do trade sobre o veículo. Páginas 18 e 19 AVIAÇÃO

HOTELARIA

7

22

CRUZEIROS

Claudia Del Valle deixa o Grupo Costa

12

HOTELARIA

Aviation Day debate entraves e futuro da aviação no país

Após investimentos de R$ 14 milhões, Arena Sauípe é aberta

Royal Palm inaugura três novos espaços: bar, lobby e restaurante

Infinity Blue planeja ampliação em 2015

Durante o evento, a Abear festejou, com direito a bolo, um ano de sua criação. Páginas 14 e 15

Estrutura multiuso tem mais de 5.000 m² e pode receber 3,5 mil pessoas simultaneamente. Página 9

Diretor-executivo, Antonio Dias ainda anunciou mais dois hotéis e centro de convenções. Página 8

EVENTOS

8

Visit Orlando realiza ação no mercado 35 de São Paulo Eduardo Sanovicz, José Mario Caprioli, José Efromovich, Arturo Spadale e Paulo Kakinoff

Domingos Leonelli, secretário de Turismo da Bahia, Ney Campello, da Secopa e Gulherme Martini, da Costa do Sauípe

Antonio Dias recebeu familiares e outros convidados numa noite especial

Encontro Nacional de Turismo da Bahia recebe dois mil agentes, cresce 5% e comemora realização de negócios. Página 33

INSTITUCIONAL

Personalidade do Turismo ocorre em dezembro

31


2 Setembro de 2013 - 1ÂŞ quinzena


ENTREVISTA

Reorganização estrutural dará mais estratégia à Flytour Luciano Palumbo

MERCADO & EVENTOS - A Flytour passa por uma renovação estrutural. É apenas uma reestruturação ou neste plano existe expansão? Fabio Oliveira - A profissionalização da empresa traz cada vez mais transparência e a questão é de poder utilizar as pessoas com mais experiência dentro da empresa, como o Domingos Amorim, a Harumi Burstin, a Helen Barrionuevo, e o Elói D’Avila de Oliveira, mais focados na estratégia da empresa. Este é um grande ganho para nós, tirá-los um pouco do operacional para eles pensarem por nós. Com a estrutura de uma governança corporativa, com Conselho Administrativo, onde existem fiscais, comitês de produtos de Recursos Humanos, que auxiliam na tomada de decisões e oferecerem maior liberdade para analisar, de fato, o mercado, as necessidades do cliente, do cobrador e assim vai. E outro grande ganho é a questão da transparência. Nós, cada vez mais, focamos na transparência e em fazer com que ela seja um método que o mercado utilize mais. Isso só favorece o mercado. M&E - Com relação aos contatos, como fica a parte operacional agora. Quem passa a atender os clientes? Fabio Oliveira - Na realidade o Domingos assumiu um cargo no Conselho Administrativo junto com a Harumi, com a Helen e com o Elói. Eles deixaram seus cargos presidenciais – o Domingos presidia a consolidadora, a Flytour TravelSolutions – a Harumi presidia a Flytour American Express Serviços de Viagens; a Helen era CEO. Eles deixam estes cargos e outras pessoas assumem. Na consolidadora nós temos o Washignton Alves interinamente, até que encontremos uma pessoa para colocarmos. O Christiano, que era diretor de Novos Negócios, assume a gestão da Flytour American Express Business Travel. Eu, como diretor de Marketing, estou agregando mais uma tarefa que é cuidar da Franchising, que tem uma missão de crescimento de uma rede junto com os agentes de viagens. Cada vez mais o que viemos buscando é transparência e envolvimento. Eu e o Cris, que estamos aqui há muitos anos, já conhecemos o negócio, é uma oportunidade muito grande, apesar de também ser um desafio, mas estamos muito felizes. Os contatos agora serão conosco, diretamente. M&E - Estas três empresas deixam de tê-los como presidentes. Já estão definidos os nomes dos novos presidentes? Fabio Oliveira - Na verdade não são novos presidentes, são diretores. Nós mudamos isto também. E a única que ficou sem um diretor definitivo foi a consolidadora.

M&E - Esta tentativa da Flytour com a Flytour Viagens foi certeira? Fabio Oliveira - Graças a Deus. Hoje sabemos que sim. Estamos felizes com a parceria. Hoje é um negócio que já se paga, está bem estruturado. Isso é um ponto muito positivo para nós, em um ano ser a operadora que mais cresce no Brasil. Já recebemos reconhecimento no interior de São Paulo como uma operadora parceira do agente de viagens. Temos focado muito nisso, em ter nossas tradições e ter o reconhecimento do mercado. Fabio Oliveira

Flytour Viagens não terá mudanças, já havia combinado entre o Michael e o Cleiton que eles trocariam a cada ano e agora em janeiro eles vão trocar. Além disso, os dois estão fazendo um trabalho maravilhoso, estamos

M&E - Com toda a estruturação, quais os novos passos? Fabio Oliveira - Temos alguns planos novos pela frente. A questão da empresa franqueadora, em buscar a maior participação dos agentes de viagens em conversão para se tornarem

uma Flytour. Estamos focados em colaborar para que o agente de viagem tenha uma maior participação no mercado, seja mais efetivo com ferramentas e marketing. Outra coisa muito importante é a oxigenação que está acontecendo neste momento para todos nós, de termos gente mais jovem assumindo cargos importantes. M&E - Conhecendo o Elói, como filho e funcionário, você acha que ele descansa? Fabio Oliveira - Acho que não, né? O Elói é uma máquina de estratégia, de pensar em coisas novas. Isso que deixa ele feliz e ativo. É o dia a dia, é criar novas práticas para o mercado, com muita transparência, com muita seriedade. Então aprendemos muito. As vezes pagamos um preço mais caro do que o normal por isso, mas vale a pena no final. O Elói ensina coisas novas, cada dia ele vem com novidades. Queremos isso, que ele pense na estratégia junto com os outros, todos juntos.

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Versão nova. Assim o diretor de Marketing e agora também diretor de Franchising, Fabio Oliveira, define a nova fase em que o grupo Flytour ingressa. A ideia partiu do Elói [pai e fundador da EDO Representações, em 1974 – que em 1979 mudaria o nome para Flytour], mas teve a aprovação de todos. “A visão da profissionalização agrega transparência e possibilita utilizar as pessoas com mais experiência dentro da corporação focadas apenas na estratégia. A ideia é tirar eles [CEO e presidentes] do operacional e colocá-los para pensar por nós”, afirmou Oliveira. Mudanças – Os irmãos Fabio e Christiano Oliveira assumem cargos importantes na nova gestão. Como já citado, Fabio estará também à frente da área de Franchising e Christiano no comando da Flytour American Express Business Travel. Helen Barrionuevo, Domingos Amorim e Harumi Burstin passam agora a integrar o Conselho Consultivo da Flytour, que tem Elói D’Avila de Oliveira como presidente, Toni Antoinette, como membro e ainda outros três conselheiros independentes que, segundo Fabio Oliveira, “virão de fora do turismo”. Nesta nova fase – por tempo determinado - Elói volta a ser CEO do Grupo.

felizes com o resultado da Flytour Viagens.

3


OPINIÃO

Novos rumos, velhos desafios

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Roy Taylor

4

Num cenário de uma economia marcada por um ano de incertezas os agentes de viagens se deparam cenário cada vez mais globalizado, onde o espaço de comercialização tem concorrência direta com as OTAs e com as próprias companhias aéreas, esses profissionais que são o fornecedor e o cliente, vêm procurando ocupar novos espaços e descobrir novos nichos de mercado. Nem mesmo o reconhecimento da atividade, antiga reivindicação da categoria, avançou e continua a percorrer os labirintos do Congresso Nacional sem ver ainda a transformação do projeto de lei em medida regulatória. Outro entrave que a categoria enfrenta diz respeito a Lei das Responsabilidades. Como intermediária nas negociações direta com o consumidor as agências de viagens são obrigadas a honrar seus compromissos, ainda que os fornecedores nãocumpram com os mesmos. Basta fazer um retrospecto para se ter uma ideia de quanto prejuízo deixaram a Transbrasil, Pluna, Vasp, Turismo Andino, Shangri-La e tantas outras. Quem não concordar com o tamanho do prejuízo que vá reclamar “com o bispo”, como diz aquele velho ditado. Não se nega a responsabilidade das agências, na qualidade de intermediários, mas o ônus que é imposto a elas é totalmente injusto e irreal. A própria Lei Geral do Turismo que prometia criar um marco regulatório para o setor definindo o papel e responsabilidade das agências e operadoras permanece como letra morta, uma vez

que não se definiu até hoje sua aplicação por falta de um órgão fiscalizador. Neste emaranhado de desafios cabe aos agentes de viagens utilizarem as novas tecnologias como arma e o conhecimento, no sentido de se tornarem verdadeiros consultores de viagem e descobrirem novos nichos de produtos de mercado que possam ser agregados aos pacotes de viagem. Nunca é demais lembrar que os clientes habituais já chegam hoje nas agências com uma série de informações sobre roteiros e serviços coletados na internet. Cabe aos agentes surpreendê-los e aumentar sua cesta de consumo, bem como seu grau de satisfação. Em toda essa questão cabe a Abav Nacional, como entidade maior do setor, lutar pelos direitos dos seus associados e pelos interesses da categoria. Não se justifica o fato dos clientes utilizarem os serviços dos agentes de viagens sem pagarem por esse atendimento. Como qualquer prestador de serviços a agência deveria ter o direito de cobrar uma taxa, a exemplo do que já acontece em outras categorias na economia. Mas com tudo isso, essa brava categoria de profissionais tem conseguido sobreviver e fidelizar sua clientela mostrando que não há mais espaço para amadorismos. Com criatividade, competência e profissionalismo cabe aos agentes de viagens lutarem por seus direitos e ocuparem seu espaço no mercado. Roy Taylor é jornalista, publicitário e vice-presidente executivo da FOLHA DO TURISMO e MERCADO & EVENTOS

Mercado Aquecido? Luciano Palumbo A temperatura realmente subiu. Os ânimos estão melhores com a chegada do segundo semestre e a economia também parece favorável. Lançamentos, novidades e Feiras dentro e fora do país embalam o turismo em busca de resultados mais satisfatórios dos que os obtidos no primeiro semestre de 2013. Segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT), no primeiro semestre do ano foram registados 494 milhões visitantes a nível global, o que representou mais 25 milhões de turistas do que em igual período de 2012. Por aqui não é diferente. O Brasil subiu uma posição no ranking da instituição, ocupando agora a 39ª colocação, ao registrar US$ 6,6 bilhões em receitas de turismo internacional no ano passado. O valor é apenas 1,4% superior ao registrado no ano anterior. O país recebeu um número recorde de turistas estrangeiros em 2102, cerca de 5,67 milhões de estrangeiros visitaram o país. No geral, a Argentina se mantém na primeira posição como emissor seguida pelos Estados Unidos, Alemanha e Uruguai. O Brasil vive mesmo um momento de “Bola da Vez”, não somente por conta da Copa, mas ela [a Copa] é a responsável pelos grandes investimentos. O Ministério do Turismo está mobilizado para entregar à população 1,6 mil obras que promovem o Turismo até a Copa de 2014, cerca de 900 delas em estágio avançado de

execução. Em uma evidente demonstração da importância de se investir em infraestrutura turística, o MTur reservou 79,6% do orçamento de 2013 para obras, o que corresponde a R$ 2,15 bilhões. No montante, São Paulo é o estado com o maior número de obras em andamento (724) e o maior aporte do Ministério do Turismo (R$ 563,7 milhões). De acordo com a última Pesquisa Anual de Conjuntura Econômica do Turismo feita pela Fundação Getúlio Vargas a pedido do MTur, os 80 maiores grupos do setor faturaram R$ 57,6 bilhões e empregaram 115 mil empregos no ano passado. O mercado busca uma reestruturação para acompanhar o desenvolvimento do país. Agora chegou a vez da Flytour, que se reorganiza como empresa, defineas pessoas estratégicas, as operacionais e ainda, comemora os resultados de sua operadora com crescimento mês a mês. A questão econômica também é temas desta edição do M&E. O aquecimento, no entanto, será sentido [pelo menos por aqui] depois de Feiras como a da Abav, por exemplo, que este ano abre suas portas ao público final na maior capital brasileira. Depois disso, o Turismo deve mesmo aquecer o país do Futebol que, aguarda na Copa, um gol de placa. Boa Leitura. Luciano Palumbo é jornalista e editorexecutivo do Mercado & Eventos e Folha do Turismo. Possui especialização em Economia e Planejamento Estratégico.

Academia Visite SP fortalecendo a atividade turística na cidade Toni Sando de Oliveira Em tempos de megaeventos no Brasil, assunto dos mais comuns em todas as áreas de atuação é a capacidade do País em bem receber os muitos turistas que certamente chegarão. As deficiências verificadas na qualidade da nossa mão de obra são características há muito tempo conhecidas. O assunto tomou maiores proporções por causa da Copa, Olimpíada e outros. É certo que ainda há muito a fazer para podermos competir com outros países, que desde muito tempo recebem seus turistas com qualidade e eficiência. Mas avançamos muito nos últimos tempos. Diversas e elogiáveis ações estão em curso pelo País afora, mas vamos falar do que estamos fazendo em São Paulo, cidade que receberá o jogo de abertura da Copa do Mundo no ano que vem. O São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB) através da Academia Visite São Paulo, trabalha com o objetivo de sensibilizar e qualificar os vários profissionais envolvidos direta e indiretamente no atendimento a turistas de um destino, a fim de fortalecer a atividade turística como um importante braço para o desenvolvimento econômico. O projeto foi desenvolvido e se estrutura a partir de uma metodologia onde o participante é convidado e estimulado a participar ativamente do programa, construindo seu aprendizado a partir de suas próprias referências pessoais e profissionais, tornando-se, portanto, co-autor e responsável pelos resultados obtidos ao longo do processo de aprendizagem. Assim, reforçamos e reconhecemos o potencial individual de cada um na composição de um todo maior, qualificado e disponível para prestar melhores serviços para a comunidade em que vive, demonstrando o espírito hospitaleiro tão elogiado pelos turistas que visitam o Brasil. Entre as principais ações desenvolvidas pela Academia Visite São Paulo estão os programas de treinamento de policiais militares que atuam nas regiões de maior

incidência de visitantes em relação a seu papel como autoridade e representante da cidade, especialmente quando se trata de turistas. Trabalho semelhante foi realizado com a Guarda Civil Metropolitana (GCM) para qualificar os servidores que atuam junto aos turistas em visita à cidade de São Paulo. Nesse caso, considerando que a missão da GCM é a proteção de bens, serviços e instalações municipais, a sensibilização acerca do turismo é fundamental para que a organização seja um agente fundamental no estímulo às boas práticas na cidade. Agentes de Trânsito, os populares e muitas vezes odiados marronzinhos, também receberam nossa atenção. Qualificar os colaboradores da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), que realizam trabalho nem sempre visível pelos motoristas, mas extremamente necessário na orientação do trânsito de São Paulo é de muita importância para a atividade turística na cidade. Treinados eles também passam a desenvolver relevante papel na orientação acerca dos recursos do turismo de lazer e de negócios na capital paulista. Esses e outros tantos projetos desenvolvidos junto aos recepcionistas, concierges, taxistas, funcionários de atrações turísticas, frentistas de postos de gasolina e motoristas de ônibus fretados contribuem para a melhoria da atividade turística de São Paulo, maior destino emissor e receptor de turistas do Brasil. Essa é uma das missões do SPCVB, que, juntamente com os seus 700 associados mantenedores, trabalha para que mais pessoas escolham a cidade como destino e que todos os visitantes possam usufruir da melhor maneira possível o que essa vibrante metrópole tem à disposição. Queremos que eles permaneçam mais tempo na cidade ou nos 27 destinos parceiros no Estado de São Paulo. Toni Sando de Oliveira é presidente executivo do São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB)

Brasileiro deve comprar entre 4% e 5% mais viagens de trem María Corinalsesi A RailEurope 4A está no Brasil há mais de 15 anos. Ao longo desse período, as diversas melhorias na economia do país permitiramà companhia expandir as vendas e os negócios num volume maior que o previsto inicialmente. Entre os mercados que atua (América do Sul, Ásia, Austrália, Nova Zelândia e África), o Brasil é o quinto paísem maior participação de vendas, atrás da Austrália, Coréia do Sul, Japão e Índia.Em 2012, dos mais de US$ 200 milhões faturados pela companhia, 9,5% foram oriundos do Brasil, mercado que registrou crescimento de 8% no ano. E, para 2013, espera-se que as vendas no Brasil cresçam entre 4% e 5%. Ao longo da atuação no país, a RailEurope 4A constatou que o turista brasileiro está mais maduro,informado e globalizado. No caso das viagens de trem, como consequência desta mudança de comportamento, houve uma ampliação na compra de bilhetes pararotas pelo interior de países já bastante visitados, como Inglaterra, França e Alemanha. Outro dado interessante: os brasileiros passaram a visitar mais territórios,até então considerados distantes e caros, como, Suíça, Noruega, Holanda e outros. A consolidação da economia brasileira não é novidade e a notícia de que o mercado internacional encontrou no país o refúgio para seus novos investimentos já se transformou em consenso. Feiras recentes de turismo, como a WTM LatinAmerica, comprovam que até entidades dosetor de nações mais distantes, comoOriente Médio, Ásia e África estão se esforçandopara cruzar o oceano com mais frequência para exibirem as atrações de seus destinos para o viajante brasileiro. Diante deste cenário, embora a RailEurope 4A seja uma companhia franco-suíça, o fato de estar presente no Brasil compreende que quanto maior a aproximação de entidades estrangeiras de turismo do país, melhor serão os resultados de seus negócios também.

Para não perder as oportunidades que acontecem no país, a companhia mantém seu trabalho direcionado ao trade brasileiro através de ferramentas e atendimento exclusivos. Por meio de sua General Sales Agents (GSA), composta pelas maiores agências e operadoras de viagens do Brasil, e do canal de vendas agents.raileurope.com. br, a RailEurope 4A disponibiliza aos profissionais sua ampla carteira de produtos ferroviários para a Europa e, consequentemente, consegue diversificar as opções de roteiros de viagens para destinos em alta no continente. Mas ainda existem alguns desafios. Para a companhia, embora o turismo brasileiro esteja globalizado e ciente de seus produtos, ainda há necessidade de difundir informações sobre regras e possibilidades de combinação de viagens no exterior. Uma das formas que esta situação pode ser revertida é através da comunicação. Com isso, a RailEurope 4A tem reforçando o relacionamento com o trade e investido nas redes sociais e,até o final do ano, pretende lançar uma Extranet em português exclusiva para agências e operadoras de viagens, com conteúdo abrangente sobre destinos e trens europeus. Até então, o serviço era disponível apenas em inglês. Se o trem oferece opções ilimitadas de visitar toda a Europa, de forma rápida, intensa e com serviços modernos e confortáveis, por que não usufruir ao máximo dessa facilidade de transporte? Esse é o paradigma que a RailEurope 4Aestá auxiliando adesconstruir. Enquanto a economia brasileira cresce e o turismo internacional avança, suas campanhas para informar o viajante brasileiro sobre as vantagens de utilizar a malha ferroviária europeia serão as mais elucidativas possíveis. Porque se um público consumidor é globalizado, a melhor maneira de atendê-lo é oferendo benefícios e informação. María Corinalsesi é gerente regional da RailEurope na América do Sul


Setembro de 2013 - 1ÂŞ quinzena

5


BRASIL

Sérgio Braune revela prioridades de sua gestão como secretário-executivo do MTur

Gastos dos turistas estrangeiros superam marca de US$ 4 bilhões Luiz Marcos Fernandes

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Luiz Marcos

6

Depois de ter assumido o cargo de secretário-executivo do Ministério do Turismo, segundo posto na hierarquia do MTur, Sérgio Braune tem procurado dar continuidade às políticas de fomento para o setor iniciadas por seu antecessor, Valdir Simão. Ao mesmo tempo, lembra que o país precisa investir para melhorar o padrão no turismo receptivo, bem como solucionar os gargalos da aviação comercial, de modo a permitir que o transporte aéreo seja eficiente e mais acessível. Braune confirma ainda que o governo quer ampliar as ações para fomento o turismo doméstico e confirma que após o Viaja Mais Melhor Idade pretende ter programas direcionados ao trabalhador. “Desde que assumi a pasta temos nos preocupado em valorizar a atividade com o seu peso na economia. Como estamos às vésperas da Copa do Mundo é preciso dar continuidade aos programas de fomento como o Pronatec, que tem por objetivo a capacitação da mão de obra. Precisamos de fato melhorar o padrão de atendimento ao turista. Não basta apenas ter a hospitalidade. É preciso investir cada vez mais na capacitação. Também temos trabalhado questões pontuais como a sinalização turística e a construção de novos centros de convenções para beneficiar o

Sérgio Braune

turismo de negócios”, afirma Braune. De acordo com ele, o setor privado pode dar também sua contribuição. “As empresas que trabalham direta ou indiretamente com o turismo podem ajudar neste processo de capacitação. Um bom atendimento certamente é a nossa melhor ferramenta promocional de marketing. Quando isso não acontece quem perde é o país”, avalia. O novo secretário-executivo revelou ao M&E mais detalhes sobre o programa Viaja Mais Melhor Idade, com uma nova modelagem. “É uma parceria entre governo e iniciativa privada que visa incrementar as

viagens para a população mais idosa. Queremos incentivar que os brasileiros conheçam mais o seu país. Para isso vamos estender o programa a outras categorias. É o caso do Viaja Mais Trabalhador que será anunciado ainda esse ano e que tem por objetivo também oferecer aos brasileiros oportunidade de viajar mais”. Nova Ferramenta - O Ministério do Turismo acaba de lançar um sistema de controle e transparência de informações. O Cadastro de Demandas Externas permite que órgãos de controle, como o Ministério Público Federal, Controladoria Geral da União (CGU), Tribunal de Contas da União e Polícia Federal solicitem documentos e informações pelo site. Ferramenta eletrônica tem a capacidade de direcionar automaticamente os pedidos para as áreas responsáveis do Ministério, monitora o prazo de cada demanda e emite avisos aos gestores. “É um sistema simples, prático e eficiente, que permite agilidade no atendimento dos órgãos de controle”, garante o ministro do Turismo, Gastão Vieira. Todas as solicitações estão sendo respondidas no prazo. “Essa ferramenta, junto com outras iniciativas como o Sistema de Acompanhamento dos Contratos de Repasse, demonstram a importância que temos dado à profissionalização da gestão com uso de toda a tecnologia disponível”, afirmou Sérgio Braune.

A receita oriunda de gastos de turistas estrangeiros chegou a US$ 4,1 bilhões no acumulado entre janeiro e julho deste ano, batendo recorde histórico para o período. Os dados foram divulgados pelo Banco Central. O presidente da Embratur, Flávio Dino, avalia que o país caminha para bater recorde de entrada de divisas por meio do turismo este ano de 2013. “São recursos importantes que irrigam a economia de forma consideravelmente democrática, dada a amplitude da cadeia produtiva do turismo, que envolve o setor de alimentação fora do lar, hotéis, pequenos e microempreendedores, além de artesãos”. Para que o volume continue crescendo, no entanto, Dino avalia que é essencial enfrentar gargalos importantes, como a questão da competitividade. “As pesquisas que temos feito com os estrangeiros que visitam o país, já há alguns anos, vêm apontando para a necessidade

Fávio Dino

de debatermos internamente essa questão”, afirma Dino. Nos últimos dois anos, o quesito “Preço” passou a ser o item mais criticado pelo turista que visita o país. “Temos de perseguir constantemente a imagem de um destino turístico acessível financeiramente, única forma de mantermos uma curva ascendente de entrada de divisas a longo prazo”. Em 2012, a receita acumulada com divisas dos turistas estrangeiros chegou a US$ 6,6 bilhões.

Mercosul apoia candidatura de São Paulo à Expo 2020 Durante a última Reunião Ordinária do Conselho do Mercado Comum, os presidentes dos países membros do Mercosul apoiaram a candidatura de São Paulo como sede da Expo 2020. O documento, assinado por Dilma Rousseff, Cristina Kirchner, Evo Morales, José Mujica e Nicolás Maduro, foi enviado pelo Comitê Organizador da Candidatura de São Paulo, através de nota, aos membros do BIE, em Paris. Entre outras deliberações, o documento final do encontro diz textualmente: “Expressaram seu apoio à candidatura de São Paulo como sede da Exposição Universal de 2020”. A vice-prefeita Nádia Campeão, coordenadora da candidatura de São Paulo à Expo 2020, considera o apoio primordial. “A Expo 2020 nunca foi realizada na América Latina. Eu acredito que toda a região será beneficiada caso São Paulo vença a disputa”, disse.

Cadastur coloca mais de 30 guias turísticos dentro da regularidade Após a publicação da portaria 197/2013, no dia 31 de julho, pelo ministério do Turismo, mais 32 guias de turismo solicitaram a renovação de suas carteiras no Cadastur, sistema de regulação de profissionais e empresas do setor. Em abril de 2013, Brasília possuía apenas 39 guias cadastrados regularmente no Cadastur. Com a publicação da portaria, os guias que estavam irregulares receberam um ofício do secretário de turismo explicando as novas regras e uma ligação dos técnicos convidando a regularizarem a situação. Apenas no primeiro mês 32 guias solicitaram a renovação de suas carteiras após o trabalho de conscientização. “A Secretaria de Turismo é responsável por fazer o cadastramento no Distrito Federal. Nossos técnicos fizeram um grande trabalho de sensibilização para mostrar a importância do cadastro para esses profissionais e a portaria ajudou a potencializar os resultados desses esforços”, explicou o secretário de turismo do Distrito Federal, Luís Otávio Neves.

MT apresenta novo mapa turístico dentro do programa do MTur O novo mapa do turismo brasileiro redesenhado pelos 27 estados brasileiros de acordo com as novas diretrizes do Programa Nacional de Regionalização do Turismo traz, além de regiões consagradas pelo turismo, apostas de roteiros que devem figurar nos próximos guias de viagem e atrair o turista nos próximos anos. O primeiro estado a entregar seu novo traçado foi o Mato Grosso. O estado manteve suas 15 regiões turísticas, mas priorizou 89 municípios. De acordo com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento de Turismo de Mato Grosso, no ano passado, o estado fez uma nova análise e classificação do potencial turístico de cada município. As novas diretrizes do programa priorizam a gestão descentralizada das regiões, investimentos em qualificação profissional e infraestrutura. Ao todo são nove premissas. “A missão é ordenar o território em regiões turísticas, identificando fraquezas e pontos fortes”, afirma o coordenador de regionalização do ministério, Jun Yamamoto.

São Luís (MA) e Pará esperam movimentar maior número de turistas O secretário de estado de Turismo do Pará, Adenauer Góes, recebeu a visita do secretário municipal de Turismo de São Luís (MA), Lula Fylho, que faz viagem ao Pará para estreitar parcerias na gestão pública e estabelecer novas relações comerciais com empresas relacionadas à atividade turística. “Esse é um encontro para afinar, estreitar e fazer um aprimoramento das relações na atividade turística entre o Pará, particularmente Belém, e a capital do Maranhão”, afirma Adenauer Góes. Um dos objetivos da vinda de Lula Fylho ao Pará é a parceria firmada com a Azul para aumentar a quantidade de voos para a cidade de São Luís. A expectativa é que a implantação de novos voos, o número de visitantes entre as cidades aumente cada vez mais. O secretário de turismo da capital maranhense explica que a iniciativa foi uma forma encontrada para aproximar ainda mais as cidades. “Pela proximidade, Belém é a cidade que mais provém turistas para São Luís e o acordo firmado também beneficiará estes visitantes. Estamos trabalhando sempre pensando numa forma de agradar a todos os agentes envolvidos”, disse Lula Fylho.


BRASIL

Discover Brasil contou com 84 operadores de 20 países Anderson Masetto

Valadares assume presidência da CTD em lugar de Romário

Deputado Valadares Filho

Luiz Marcos Fernandes O deputado Valadares Filho (PSB-PE) foi eleito presidente da Comissão de Turismo e Desporto. Ele substituiu o deputado Romário (RJ), que precisou renunciar ao cargo ao deixar o PSB, uma vez que a presidência do colegiado cabe ao partido. O novo presidente ocupava anteriormente 1º vice-presidência do colegiado. Para o cargo que ele deixou, foi eleito o deputado Abelardo Camarinha (PSB-SP). Valadares Filho, 33 anos, está em seu segundo mandato como parlamentar. Filho do senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), começou a carreira política como militante na ala jovem do PSB de Segipe. Presidiu o diretório municipal do PSB de Aracaju e o diretório estadual do partido. Além do colegiado que passa a presidir, já integrou as comissões de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; e de Defesa do Consumidor.

Leila Holsbach, diretora de Mercados Internacionais da Embratur, entre Klaus Kühnast e Federico Helman, diretor de Vendas e diretor de Planejamento Estratégico da Latam

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Aconteceu no final de agosto a primeira edição do Discover Brasil, evento promovido pelo Grupo Latam em parceria com a Embratur para promover o Brasil como destino turístico. Na ocasião, 84 operadores estrangeiros percorreram dez estados para participar de rodadas de negócios e conhecer os atrativos turísticos. “Começamos hoje a promover fortemente o Brasil no exterior”, definiu o diretor de Planejamento do Grupo Latam, Federico Helman. Ele explicou que a ação esta sendo planejada há um ano para que a promoção seja otimizada. “Houve um grande trabalho por trás para escolher o target dos operadores com potencial. Aqui no Brasil eles irão passar por uma grande formação técnica”, complementou. Foram montados quatro roteiros: Brasil Explorer (Bahia e Amazonas), Circuito das Praias (Pernambuco e Alagoas), Brasil Maravilhoso (Bahia e Foz do Iguaçu) e Rota das Emoções (Maranhão Piauí e Ceará). Além desses destinos, todos os operadores iniciaram a viagem por São Paulo e finalizaram no Rio de Janeiro, dois principais destinos internacionais do Grupo Latam no país. Após o evento também sera feito um trabalho de acompanhamento para medir a eficácia da ação e dar apoio aos operadores para a formatação dos pacotes. “Este tipo de ação é comum, mas o grande diferencial do Discover, além da parceria com a Embratur, é o acompanhamento da nossa equipe de vendas, que irá complementar o pós-evento”, disse Klaus Kühnast, diretor de vendas da Tam. A maior parte dos operadores são dos três principais emissores para o mercado brasileiro: Estados Unidos, Argentina e Chile, mas participam profissionais de 20 países. “Esta é uma ferramenta que já é utilizada pela Embratur, mas a parceria com o Grupo Latam potencializa a ação. A ideia é mostrar além dos destinos tradicionais nos mercados onde temos espaço

para crescer”, declarou a diretora de Mercados Internacionais da Embratur, Leila Holsbach. Esta é a oitava edição do Discover feita pelo Grupo Latam, sendo a primeira no Brasil. O evento já passou por diversos países da América Latina e treinou mais de 250 operadores nos destinos operados pela aérea.

Operadores assistem apresentação sobre a cidade de São Paulo no Museu do Futebol

7


HOTELARIA

Royal Palm apresenta novas áreas e anuncia mais dois hotéis e centro de convenções Fernanda Carvalho, do Preferred Hotel Group, entre outros. Novos hotéis - Antonio Dias confirmou a liberação, em agosto, da licença dos órgãos ambientais que impedia, até então, a construção de um complexo que inclui um moderno centro de convenções, que será o maior ball room do país, com investimentos de R$ 160 milhões, além de dois hotéis, um quatro estrelas, com 224 apartamentos e outro com bandeira econômica, com 306 apartamentos, fruto de investimentos de uma incorporadora na ordem de R$ 300 milhões. Segundo ele, todo o complexo tem previsão de estar em pleno funcionamento no início de 2017.

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Luiz Marcos Fernandes

8

Mais de 200 convidados, entre autoridades e representantes do trade, prestigiaram a inauguração de três novos espaços do Royal Palm Resort, em Campinas – bar, lobby e restaurante – com investimentos no valor de R$ 3,1 milhões, e que marcou o fim de uma reforma iniciada há cinco anos, com gastos totais de R$ 11 milhões. Na ocasião, a diretoria do resort promoveu um coquetel, no novo bar Pessoa, seguido de jantar no restaurante Vila Real. A programação foi encerrada com o show Stand-UP Comedy com Oscar Filho. Segundo o diretor-executivo do

O novo restaurante Vila Real

Antonio Dias com o pai Arnindo Dias, do grupo Arcel, e as respectivas esposas, Carolina e Célia

Royal Palm, Antonio Dias, os novos espaços fecham o ciclo de reformas iniciado há cinco anos. “A partir de agora nossas atenções estarão concentradas no novo centro de convenções com inauguração pre-

vista para janeiro de 2017”, afirmou. Vários representantes do trade prestigiaram o evento, entre eles Cleiton Armelin, vice-presidente da Flytour Viagens, Carlos Prado, presidente da Tour House Viagens e Turismo,

Cleiton Armelin, da Flytour, com sua esposa Patrícia e as filhas Nicole e Natalie

Vista panorâmica do Royal Palm

“Nossa intenção era ter iniciado já as obras, mas dependíamos da licença dos órgãos ambientais”, adiantou ele. O complexo contará ainda com um mall de serviços, praça de alimentação com 250 lugares e restaurante âncora com 250 lugares. Já o centro de convenções ocupará uma área de 38.000 metros quadrados, dos quais 3.200 serão destinados a áreas de exposições e feiras. Além da área de convenções com capacidade para eventos de até 5.000 pessoas, há um foyer com espaço para shows e capacidade para 9.000 pessoas, sem contar 35 salas de apoio. Está prevista também uma torre com escritórios comerciais no local.

Sandra Neumann e Cesar Nunes, do Royal Palm

Oscar Filho apresenta o Stand Up Comedy

Hard Rock inicia operações de hotel na Riviera Maya em novembro Infinity Blue planeja ampliação em 2015 Arthur Stabile Rafael Massadar O Infinity Blue Resort & SPA, localizado em Balneário Camboriú - SC, à beira da Praia do Buraco, planeja a construção de novas habitações. De acordo com diretor geral, Alberto Cestrone, o estabelecimento, que passou por uma reforma completa em setembro de 2011, deve ganhar de 300 a 400 novos apartamentos. “Ainda não temos o projeto finalizado, mas é provável que a obra comece em 2015 e termine até 2017. Acredito que será um dos empreendimentos mais luxuosos do país”, disse Alberto Cestrone. O executivo também disse com exclusividade ao MERCADO & EVENTOS que futuramente o Infinity Blue pode ganhar outras intervenções. “Temos um planejamento de construir uma marina e uma torre com mais habitações, mas ainda depende do Plano Diretor para definirmos os próximos passos”, afirmou. Ocupação - Localizado a cinco minutos do centro da cidade mais badalada do litoral catarinense, mais do que um centro de hospedagem, o Infinity Blue reúne uma série de

Alberto Cestrone, diretor geral

opções em entretenimento, aventura, gastronomia, lazer e descanso, tanto para hóspedes quanto para o público em geral. Em frente ao mar e cercado de natureza exuberante, proporciona uma experiência única e diferente para quem busca viver momentos inesquecíveis com amigos, a dois ou com a família. “Somos um empreendimento que surpreende em todos os sentidos, este é o lugar para viver infinitas emoções. Com todo esse diferencial, devemos fechar o ano com 60% de ocupação. E nos próximos anos a tendência que isso melhore, pois devemos receber turistas que vão vir para a Copa do Mundo. Estamos muito próximos de Porto Alegre, Curitiba e São Paulo”, destacou Alberto Cestrone.

A rede Hard Rock Hotels irá abrir mais uma unidade all inclusive ainda este ano. O hotel de Riviera Maya, no México, será o segundo maior da rede, com 1,4 mil quartos e estrutura cinco estrelas, ainda terá sistema de atendimento 24 horas e internet grátis para seus hóspedes. Atualmente, a rede conta com três unidades neste sistema: duas no México (Cancún e Vallarta) e uma no Uruguai (Punta Del Este). O novo empreendimento será entregue em novembro deste ano, com obras de adaptação do atual hotel Aventura Palace para o padrão Hard Rock previstas para serem iniciadas em agosto. “Um dos diferenciais desta unidade será o crédito de US$ 1,5 mil, que poderão ser convertidos

Carla Cecchele e Renata Araújo, da Hard Rock Hotels

em serviços no hotel como nado com golfinhos e salão de beleza”, explicou Carla Cecchele, diretora de Vendas da Hard Rock para o Brasil. A diretora antecipou que alguns apartamentos do novo hotel já estão

prontos, seguindo os padrões de luxo da rede, considerada por ela como “ponto de referência”. “Nossa perspectiva do público brasileiro é muito boa”, disse, e ainda garantiu que Riviera tem boa aceitação dos viajantes do Brasil.

Accor pretende implementar web check-in no Brasil em 2014 Arthur Stabile Priorizando os serviços de tecnologia, a Accor irá disponibilizar web check-in em alguns hotéis no Brasil para a Copa do Mundo de 2014. “Iremos implementar no primeiro semestre em algumas unidades, independente das marcas”, adiantou ao M&E Carla Milovanov, diretora de TI da Accor para a América Latina.

Segundo ela, o sistema irá funcionar somente com reservas online. Este é um projeto global da rede, já implementado na Europa, e os dados do hóspede ficam disponíveis através deste cadastro online, como preferência de apartamento. “O cliente faz a reserva pelo site, retira um aplicativo com código para a porta do quarto em quiosques e já vai para o apartamento”, explicou Carla.

Carla Milanovanov, diretora de TI da Accor para a América Latina


HOTELARIA

Costa do Sauípe inaugura maior espaço de eventos de um resort Lisia Minelli

Domingos Leonelli, secretário de Turismo, Ney Campello, da Secopa, e Gulherme Martini, da Costa do Sauípe

Segundo o diretor, o espaço poderá ser usado para diversos eventos em todos os segmentos. “Estamos inclusive querendo ampliar o leque de segmentos trabalhados como festivais, esportes e shows”, falou.

Antes da inauguração, a Arena já confirmou cinco eventos para 2013, sendo um deles um show do J Quest no dia 19 de outubro. Além disso, no dia 6 de dezembro será realizado o sorteio das chaves da Copa do

Mundo, onde mais de cinco mil pessoas estarão no complexo para o evento, que será transmitido para mais de dois milhões de pessoas. A expectativa é que com esse evento da Copa, a visibilidade aumente e o interesse pelo destino cresça. Atualmente, o segmento corporativo representa cerca de 25% da receita do resort. Segundo Martini, a meta é que com a inauguração do espaço esse volume aumente para 40%. “Acredito que esse seja o potencial mínimo do complexo a partir da nova Arena. Queremos que o segmento chegue a 50% do faturamento”, finalizou.

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

A Costa do Sauípe inaugurou, em meados de agosto, o seu mais novo espaço de eventos, a Arena Sauípe - uma estrutura multiuso de mais de cinco mil metros quadrados com capacidade para receber mais de 3,5 mil pessoas simultaneamente. De acordo com Guilherme Martini, diretor-presidente do complexo, faltava um espaço desse porte para completar a estrutura do resort. “Desde 2009, quando decidimos recuperar e reposicionar a marca, decidimos investir em um novo espaço”, disse.

De acordo com ele, a Arena Sauípe foi baseada em modelos já existentes no país e no exterior, tendo o atendimento das necessidades dos organizadores de eventos o principal objetivo. “Foram levados em conta ainda a logística e a flexibilidade do local”, comentou. No total, foram investidos R$ 14 milhões na construção da Arena. Para ele, a estrutura posiciona o destino como uma dos principais no país para realização de eventos. O complexo conta ainda com 37 outras salas e uma equipe especializada e dedicada ao segmento.

9

Fernando Ferrero, da Bahiatursa, Domingos Leonelli, secretário de Turismo, e José Alves, da Abav-BA

Daniel Bressari e Veruscka Duplat, da Costa do Sauípe

Daniel Firmino e Claiton Armelin, da Flytour, com Renato Kido, da Visual

Ricardo Domingues, da Resorts Brasil, com Marco Antunes, da Costa do Sauípe

Othon registra crescimento de 8% no segundo trimestre Luiz Marcos Fernandes O grupo Othon registrou uma receita líquida de 40 milhões no segundo trimestre, o que corresponde a uma expansão de 8%, entre abril e junho deste ano, comparado ao mesmo período do ano passado. Com isso, o semestre registrou um faturamento de R$ 84,2 milhões, 13,6% a mais do que em igual período do ano

passado. A ocupação média foi de 74,7%. A Rede Othon opera 20 unidades no Brasil nos estados do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, Paraty e Macaé), São Paulo (São Paulo, São José dos Campos, Pirassununga, Limeira e Araraquara), Minas Gerais (Belo Horizonte), Bahia (Salvador) e Ceará (Fortaleza) e no exterior com hotéis na Europa (Lisboa e Porto). Turismo-Saúde - O Rio Othon

Palace, em Copacabana, acaba de inaugurar o Wellness Center, espaço de saúde e qualidade de vida. Localizado no 30° andar do prédio, com a mais completa vista da praia de Copacabana, inclui sauna, massagem e uma academia com modernos equipamentos de ginástica. O Espaço funcionará com a filosofia das três dimensões: corporal, emocional e ocupacional,

sendo o primeiro em uma unidade da Rede de Hotéis Othon. Gastronomia - O restaurante Skylab traz ao Brasil, este mês, o maitre fromagier Gerard Poulard, um dos maiores especialistas em queijos do mundo e o único a ter uma mesa selecionada pelo Guia Michelin. Nos períodos de 11 a 14 e 18 a 21 de setembro, Poulard será recebido pelo chef Jean Yves Poirey, que assinará

o menu do evento, e estará à frente de uma série de oito especialíssimos jantares. Os clientes poderão optar pelo menu completo, que contempla entrada, prato principal, sobremesa e um prato dos especialíssimos queijos para degustação, ou pelo menu de Queijos, composto por quatro pratos de queijos de diferentes especialidades, permitindo um completo “tour gastronômico” dos melhores queijos franceses.


HOTELARIA

Radisson Barra, antigo Sheraton Barra, será inaugurado em janeiro

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Rafael Massadar

10

O presidente e CEO da Atlântica Hotels, Paul J. Sistare, anunciou a conversão do Sheraton Barra, localizado na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, para a marca de categoria luxo padrão internacional da Atlantica Hotels.“Está agendado para janeiro de 2014 o início das operações do Radisson Barra Rio de Janeiro, o 8º empreendimento da bandeira no Brasil”, disse Paul J. Sistare. Segundo Patrícia Drummond, síndica do condomínio, a escolha pela Atlantica Hotels se deu por conta do plano de negócios e pela expertise da rede em atender à demanda cada vez mais exigente tanto de hóspedes brasileiros como de estrangeiros. “Nosso hotel também passa a ser veiculado em todo o mundo pelos canais de venda mantidos pela parceria da Atlantica Hotels com o Carlson Rezidor Hotel Group, proprietário da marca

Rafael Guaspari, vice-presidente Sênior de Desenvolvimento da Atlantica Hotels; Patrícia Drummond, síndica do Condomínio; e Annie Morrissey, vice-presidente de Vendas e Marketing da Atlantica Hotels

Radisson”, enfatiza Patrícia, referindo-se à infraestrutura comercial da Atlantica e à Carlson Wagonlit, maior agência de viagens do mundo, também pertencente ao grupo Carlson. Thorsten Kirschke, presidente do Carlson

Rezidor Hotel Group, se diz feliz pela conquista de um importante empreendimento na cidade do Rio de Janeiro. “Além de ser uma cidade maravilhosa, o Rio de Janeiro é um destino de negócio de fundamental importância para o

cenário econômico brasileiro e, sem dúvida, a maior atração turística do país”, afirma o executivo, acrescentando que “a Atlantica estará plenamente preparada para receber hóspedes durante os dois megaeventos, Copa do Mundo e as Olimpíadas, que serão realizados na cidade”. Ao longo dos próximos cinco anos, haverá um aporte de R$ 10 milhões em investimentos visando elevar ainda mais o padrão do hotel. Localizado na av. Lucio Costa, o hotel conta com 292 apartamentos e suítes, restaurante, dois bares – um no lobby e outro na piscina –, spa, academia, quadra de squash e piscina climatizada. Um importante diferencial do hotel, em especial para o turismo de negócios, é o centro de convenções com 1.112 m², com capacidade para atender até 400 pessoas. “Com esta conversão, fortalecemos nossa presença no mercado fluminense e a oferta de hospedagem na categoria luxo”, afirma Paul Sistare, acrescentando que “esta é a 34.ª conversão da rede no país”.

Accor anuncia Sébastien Bazin como novo presidente/CEO

Sébastien Bazin

Pedro Menezes A diretoria da Accor se reuniu, no último dia 27 de agosto, para nomear Sébastien Bazin como novo presidente e CEO da Accor. Para assumir o cargo, Sébastien Bazin encerrou suas obrigações na empresa Colony Capital, a qual presidia desde 1997. Philippe Citerne foi nomeado vice-presidente do conselho administrativo da diretoria da Accor. “Seguindo o procedimento de seleção, a diretoria considerou Sébastien a melhor escolha para a Accor dentre todos os candidatos de alto desempenho que foram examinados. Ele tem total compreensão sobre o Grupo, experiência no setor hoteleiro e uma forte cultura internacional, habilidades para conduzir com sucesso a transformação do Grupo, assegurar seu desenvolvimento e reforçar sua liderança mundial no mercado em que atua”, afirmou Philippe Citerne. “Nós expressamos nosso apoio a essa nomeação durante a reunião da diretoria. Nós conhecemos Sébastien há 10 anos e sempre tivemos uma relação franca e direta com ele. Ele já provou seu compromisso com nosso grupo, fundado há mais de 40 anos, e seus valores. Estamos convencidos de que ele está apto a dar o frescor que a Accor necessita para continuar a crescer”, declararam Gerard Pélisson e Paul Dubrule, co-fundadores da Accor. “Eu inicio esse novo desafio com muita ambição para o Grupo, ao qual estou completamente comprometido, e com total conhecimento dos desafios de mudança enfrentados atualmente”, declarou Sébastien Bazin.


CRUZEIROS

Blue Sea acredita que dólar assusta, mas não espanta

Américo Samu inicia prospecção da Cia Marítima no RJ

Americo Samu

Luiz Marcos Fernandes Com base numa experiência acumulada de 18 anos na Discover Cruises, Américo Samu iniciou o trabalho de promoção e divulgação da Cia Marítima, na qualidade de representante da empresa junto ao mercado do Rio de Janeiro. Durante visita à sede do M&E, o executivo falou do novo desafio e de sua expectativa em relação a divulgação da empresa, que atua também no setor como operadora de turismo e tem sede em Florianópolis. “Aceitei esse convite para promover a Cia Marítima por entender que é uma empresa sólida na região Sul do país e que começa a expandir seu leque de atuação começando pelo Rio de Janeiro. É um produto novo, mas que tem qualidade e uma carteira com algumas das principais companhias de cruzeiros no Brasil”, adiantou ele. Na opinião de Samu, o grande diferencial da Cia Marítima em relação a concorrência é a qualidade do serviço aliada ao preço, bem como a diversidade de produtos. “É uma empresa que ainda não é conhecida do mercado carioca, mas tem tudo para ser um sucesso em vendas junto ao agente de viagens, uma vez que as vendas só podem ser realizadas através deles”, acrescentou. O executivo acredita que o mercado de cruzeiros no país tem potencial, mas precisa ser mais competitivo, melhorando a infraestrutura dos portos e reduzindo as taxas portuárias. Para contatos com Américo Samu pode-se enviar o e-mail: americo@ciamaritima.tur.br.

Pedro Menezes Durante um coquetel realizado na capital fluminense, a Silversea apresentou aos clientes da Agência Samba, na Zona Sul do Rio de Janeiro, sua frota de luxo. De acordo com o diretor de Vendas, Mario Trojman, a Silversea (no mercado há sete anos e composta por sete navios) vem desbancando as concorrentes no mercado dos cruzeiros de luxo. “Quando aceitei este novo cargo, há cerca de dois anos, a companhia se encontrava um pouco parada. Com investimentos e estratégias pensadas no melhor para o cliente, conseguimos obter o primeiro lugar no mercado brasileiro de cruzeiros de luxo”. Mário colocou a qualidade como principal pilar deste avanço. “Sabemos que oferecemos um produto caro. Para ser caro, tem de ser de qualidade.

Mario Trojman, diretor de Vendas da Silversea

Navio Silver Cloud faz parte da frota da Silversea

E isso é o que sempre priorizamos”, destacou. Quando perguntado sobre as novidades da Silversea e as metas a cumprir, o diretor de Vendas não hesitou em colocar a Ásia como um mercado futuro promissor. “Estamos investindo bastante neste continente, com diversos roteiros, entre eles Hong Kong, Cingapura e Indonésia. Não

podemos esquecer-nos dos cruzeiros temáticos, como o exemplo do roteiro de oito noites saindo de Barcelona, com direito a visita ao Festival de Cannes e possibilidade de assistir uma etapa de Fórmula 1”, lembrou ele. Mario finalizou: “Esperamos, com esses novos investimentos, crescer o que crescemos em 2012, ou seja, cerca de 25%”, disse.

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Também marcando presença no evento, que reuniu dezenas de clientes, a diretora de Vendas da Blue Sea, Marcia Trojman, comemorou a parceria entre a Silversea e a Agência Samba, além de projetar números futuros para o mercado da Blue Sea, tanto nacional quanto global, na temporada que está por vir: “Apesar do aumento do dólar ter assustado um pouco, o que é uma realidade entre os clientes, acredito que os interessados acabam se acostumando com a alta e podem usufruir dos cruzeiros de luxo”, avalia. Segundo ela, a empresa deve fechar o ano com um crescimento parecido com o de 2012, que chegou a 40%. “Estamos percebendo e incentivando uma nova característica que é o cruzeiro feito em família, deixando de lado aqueles boatos de que esses tipos de viagem são para casais ou para público de uma idade mais avançada. Isso aumenta, ainda mais, nossas expectativas de crescimento”, frisou Marcia.

Silversea espera manter crescimento de 25% alcançado em 2012 e mira cruzeiros pela Ásia

11


CRUZEIROS

Claudia Del Valle deixa Costa Cruzeiros

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Rafael Massadar

12

Marcia Galvão é a nova gerente de Vendas e Marketing da Costa Cruzeiros no Brasil. A executiva assume o cargo em substituição a Claudia Del Valle. Após sete anos e meio, Claudia decidiu deixar a companhia marítima para se dedicar a projetos pessoais. A nova executiva será responsável por liderar cinco promotores e 18 empresas de representação da Costa Cruzeiros distribuídas pelo Brasil. Marcia ficará baseada no escritório da Costa Cruzeiros em São Paulo. “Ao longo desses anos na Costa Cruzeiros vivenciei uma verdadeira jornada de aprendizado e conquistas”, lembra Claudia Del Valle. Em carta, ela agradece pela parceria. O diretor geral da Costa Cruzeiros para a América do Sul, Renê Hermann, reforça a atuação fundamental de Claudia para o crescimento da companhia no país e destacou a oportunidade da nova gerente. “Tivemos a

Marco Brogna e Adrian Ursilli, da MSC

MSC Cruzeiros revela detalhes de sua gastronomia a bordo Claudia Del Valle e Marcia Galvão

oportunidade de trabalhar durante anos na mesma empresa aérea. Ela reúne as qualidades para comandar as vendas da Costa no país. Marcia é uma profissional reconhecida no mercado. Só tenho a agradecer por sua dedicação e compromisso”, disse Hermann. Formada em Comunicação Empresarial e pós-graduada pelo Instituto de Vendas e Marketing de Londres, Marcia Galvão acumula experiência em empresas de aviação e

turismo. Ela atuou nas companhias aéreas British Airways, South African Airways e Emirates e na TotalStay, fornecedora online de hotéis no mundo. Nessas duas últimas companhias, a executiva comandou o início das atividades no Brasil e desenvolveu toda a política comercial e de marketing. “Tenho paixão pelo segmento de cruzeiros e espero contribuir para o constante desenvolvimento do setor e da Costa no Brasil”, afirma Marcia.

Lisia Minelli Na temporada 2013-2014, a MSC Cruzeiros traz ao Brasil uma oferta diferenciada de gastronomia a bordo de seus navios. Para antecipar as novidades, a armadora italiana promoveu um jantar com degustação dessas novas opções gastronômicas para agentes de viagem convidados. Para Adrian Ursilli, diretor Comercial e de Marketing, o jantar foi promovido com objetivo de convidar seus principais clientes a apreciar as novidades gastronômicas do Preziosa, que chega ao Brasil pela primeira vez em 26 de novembro de 2013. “Queremos mostrar que somos líder no país não só pela oferta como também pela qualidade. Nossa demanda continua aquecida e temos uma boa divulgação e retorno, com clientes satisfeitos. Por isso, nos preocupamos em oferecer sempre o que há de melhor”, disse. Ele citou a criação especial de um menu para o Yacht Club para os brasileiros, “que costumam não sair do espaço e preferem degustar sua gastronomia a beira da piscina”, completou. Segundo Marco Brogna, gerente operacional da América do Sul, a culinária mediterrânea servida a bordo dos navios da armadora se adaptam quando vem para a costa brasileira para os roteiros. “Fazemos questão de trazer a brasilidade para nosso cardápio, seja com elementos ou mesmo pratos típicos do país”, disse. “Além disso, a MSC se preocupa em atender a todos os passageiros com alimentos frescos, menu sem glúten, menus dedicados como kosher e vegetariano, menu em braile e opções saudáveis”, completou. Entre as novidades, ele citou a vinda do MSC Preziosa, que traz a bordo uma diversidade de restaurantes. “Para este navio no Brasil criamos o almoço express com combinados de salada, prato principal e sobremesa”, disse. Outra novidade será o Dia da Feijoada, nos cruzeiros de seis ou mais noites que terá música ao vivo, chopp e caipirinha. “Sem deixar de citar o Eataly, restaurante da genuína comida italiana”, comentou.

Oceania apresenta cruzeiros Marina e Riviera para convidados em SP

Estela Farina, da Firstar, Márcia de Luca, e Elisa Cecilio, da Artefacto Beach & Country

Arthur Stabile Na busca por atrair público qualificado para os navios Marina e Riviera, a Oceania promoveu evento com cerca de 60 convidados, em São Paulo, para apresentar as embarcações. “Esta é uma oportunidade de falar com o cliente final”, disse Jean Saraiva, diretor de Vendas da Oceania. Em parceria com a Firstar, operadora representante dos cruzeiros da Oceania no país, o evento ainda teve a participaçao de Márcia De Luca, que mostrou sua filosofia de bem viver aos convidados. Márcia promoverá um programa de treinamentos e palestras no mês de novembro, limitado para 20 pessoas e que acontecerá no SPA da Oceania, localizado em Miami.


Setembro de 2013 - 1ÂŞ quinzena

13


AVIAÇÃO

Aviation Day debate entraves e futuro do setor

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Luiz Marcos Fernandes

14

A Abear promoveu em Brasília a segunda edição do Aviation Day. Durante todo o dia, os presidentes das empresas aéreas Gol, Tam, Avianca e Azul discutiram com diretores da IATA e outras entidades temas do setor. O diretor da Iata no Brasil, Carlos Ebner, abriu o evento. “O setor aéreo tem sido de fundamental importância e estamos aqui reunidos para discutir o relacionamento com o consumidor e as estratégias de sustentabilidade. Em setembro, teremos a Assembléia Internacional da OACI e precisamos discutir os temas relevantes”. Entre as autoridades, estavam presentes Marcelo Guaranys, presidente da Anac; o vice-presidente da Iata, Peter Cerda, o presidente do SNEA , Arturo Spadale, Luís Mor e Mario Carvalho, respectivamente, vice-presidente e diretor para a América do Sul, da Tap, além de Tarcísio Gargioni, da Avianca, entre outros. Sustentabilidade - O tema foi objeto de debate na abertura do

Eduardo Sanovicz, da Abear; José Mario Caprioli, da Azul/Trip; José Efromovich, da Avianca; Arturo Spadale, do Snea; e Paulo Kakinoff, da Gol

evento. Na ocasião, a presidente da Tam, Cláudia Sender, confirmou o voo comercial da Lan Colômbia com biocombustível de segunda geração no país. “Estamos cada vez mais trabalhando novas alternativas no uso do combustível de avião, mas no Brasil ainda não temos data para implementação em voos comerciais”, alertou ela. Depois de destacar a importância do

Eduardo Sanovicz sopra a vela de um ano da Abear

Luís Mór, vice-presidente da Tap

Constantino Junior, da Gol e Carlos Ebner, da Iata

setor aéreo do Brasil a nível mundial, já que que movimenta 2,2 bilhões de passageiros em todo o mundo e está entre as 16 maiores economias mundiais, o vice-presidente da Iata, Paul Steele, admitiu que um acordo sobre preservação ambiental e sustentabilidade no setor aéreo é complicado. “Claro que devemos buscar um acordo, mas há interesses diversos e a questão

é complicada. Torcemos para que isso aconteça nas discussões deste tema que merece toda a atenção”, adiantou. Ele lembrou ainda que a aviação mundial representa 3,5% do PIB na economia. “Somos uma indústria com uma responsabilidade enorme no impacto ambiental. Somos a primeira indústria a nível global a defender medidas e em setembro teremos

um encontro mundial da OACI para debater esse tema”. Para Guilherme Freire, consultor da AIAB (Associação da Indústria Aeroespacial do Brasil), falta ao país ainda uma normatização sobre o tema. “Precisamos de um marco regulatório que nos ajude a ter regras mais claras e definidas”, afirmou. Mercado - Durante o painel sobre “Direitos do consumidor na aviação comercial”, a superintendente da Anac, Danielle Crema, lembrou que falta aos órgãos de defesa a compreensão do que representa de fato o transporte aéreo. “Embora já exista uma maturidade e compreensão maior, percebo que ainda falta essa compreensão na aplicação das leis de defesa do consumidor. Precisamos definir um padrão e regras que estabeleçam limites”. Ela citou as medidas pela Anatel em relação às empresas de telefonia, que são diferenciadas quando se trata da empresa aérea. Segundo ela, a Anac não pode interromper os serviços das empresas aéreas. “Precisamos observar o direito

Paulo Kakinoff, Moreira Franco, Eduardo Sanovicz, Carlos Ebner e José Efromovich

Cláudia Sender, presidente da Tam

Arturo Spadale, novo presidente do Snea e José Márcio Mollo, ex-presidente

Paul Steele e Peter Stanton, da Iata Ministro da SAC, Moreira Franco


AVIAÇÃO

no setor, em especial a Anac. “O resultado mais expressivo que posso afirmar, obtido neste primeiro ano, pode ser bem retratado neste evento, sem dúvida, pela representatividade que obtivemos e que hoje se traduz em resultados”, lembrou emocionado. Tap - Mesmo com a crise que afeta as empresas aéreas, as vendas da Tap no Brasil continuam em alta. Segundo Mario Carvalho, diretor da Tap para América do Sul, o volume comercializado foi 13% superior no primeiro semestre em comparação com o mesmo período de 2012. Em relação às perspectivas para esse ano, a estimativa é de que a empresa possa fechar o ano com 15% em faturamento. Atualmente, a empresa conta com 75 frequências entre Brasil e Portugal. Em relação à possibilidade do início dos voos entre Curitiba e Lisboa, o dirigente adiantou que no momento é inviável em função do tamanho da pista do aeroporto. “Não há chances para isso. Somente após a ampliação do aeroporto poderemos pensar nesta possibilidade”, afirmou.

O presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, destacou, durante o Aviation Day, que o setor da aviação tem que demonstrar ao país a dimensão econômica desta atividade. Ele confirmou que no documento entregue ao ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, constam propostas para viabilizar a estratégia das empresas aéreas no país e reduzir custos. “Temos que mostrar o quanto a aviação é um setor essencial para o nosso país, cuja conexão só pode ser por via aérea”. Para o dirigente, é importante perceber que existe uma agenda a ser construída. “A aviação tem que mostrar o seu papel protagonista na economia. Na política temos que ter um conjunto de ações para levar ao Congresso a fim de mudar a legislação por meio de projetos ligados ao futuro da aviação”. Segun-

do Sanovicz, a redução na oferta aérea é uma realidade e precisa ser encarada de frente. Ele lembrou que o fato de milhares de pessoas utilizarem o avião como meio de transporte exige uma mudança cultural de mentalidade. “Essas conquistas precisam ser preservadas para que coloquemos essas questões em pauta na discussão com o governo e com o mercado”. Confira os pontos essenciais do documento entregue ao ministro Moreira Franco na reunião realizada em Brasília e que prevê a formação de um grupo de trabalho com a participação de Eduardo Sanovicz e o presidente da Iata no Brasil, Carlos Ebner: 1) Criação de uma Política Nacional para o Querosene de Aviação de acordo com o preço médio internacional. 2) Estabelecimento de uma

alíquota única de ICMS em 6% em todos os estados. 3) Ampliação da proposta FNAC relativa à cobrança de tarifas aeroportuárias para todos os aeroportos, hoje restrita aos que tem apenas movimento de até um milhão de passageiros. 4) Inclusão do setor aéreo na medida 617, que reduz a cobrança do PIS/Cofins para o setor de transporte terrestre. O documento entregue ao ministro tem ainda medidas operacionais como ampliação de pátios operacionais nos aeroportos, upgrade tecnológico na estrutura de navegação aérea, programa para coibir roubos e desvios de bagagem, melhoria dos aeroportos regionais que não são utilizados.

Associadas Abear batem recorde de embarque nacional em julho Lisia Minelli

Marcelo Guaranys, presidente da Anac

Tarcísio Gargioni, da Avianca

No mês de julho, as companhias aéreas associadas à Abear (Avianca, Azul, Gol, Tam e Trip) bateram recorde no transporte de passageiros em viagens nacionais. No total, foram quase sete milhões de pessoas embarcadas. Além disso, houve aumento na oferta (6%) e na demanda (4,8%) e uma ligeira queda na ocupação de 79,7% para 78,8%, em relação ao mesmo período de 2012. A Avianca ampliou sua demanda em 47,2%, a Azul em 30,6% e a Gol em 1,1%; já Tam e Trip diminuíram em 1,1% e 13,7%, respectivamente. Em relação ao mês de junho de 2013, houve um crescimento de 12,7% na oferta, 15,4% na demanda e 11% no volume de passageiros embarcados. A Avianca foi a companhia com melhor desempenho (85,4%) e a Tam continua na liderança do setor com 41,9% do share. De acordo com Adalberto Febeliano,

Eduardo Sanovicz e Adalberto Febeliano, presidente e consultor da Abear

consultor da Abear, o mês de julho é sempre um dos mais fortes do ano e os números comprovam; apesar das dificuldades do setor. “O bom desempenho das aéreas mesmo diante das adversidades mostram o potencial do mercado brasileiro e a necessidade do transporte aéreo para o país”, disse. Segundo Eduardo Sanovicz, presidente da Abear, vale ressaltar que os

dados colhidos para o mês de julho ocorreu antes da disparada do dólar. “A partir de agora, a responsabilidade da aviação será compartilhada, pois, alguns dos componentes do setor são vinculados ao dólar e as decisões governamentais [referindo-se às propostas entregues ao governo para a melhoria das condições de operação das companhias]”, desta-

cou. Para ele, se nada for feito os problemas podem acarretar em redução de oferta e aumento nas tarifas de algumas rotas. Inflação x Tarifas – Segundo Sanovicz, três fatores devem ser levados em conta em relação a inflação interna e a evolução das tarifas aéreas entre 2002 e primeiro semestre de 2013 – período em que se utiliza a liberdade tarifária. “O custo de administração das companhias aumentou enquanto os custos totais de operação diminuíram (21% abaixo da inflação), assim como a tarifa média”, disse. Cargas – Outra avaliação do presidente é em relação ao transporte de carga. De acordo com ele, a aviação é um problema de todos e não só do setor, já que cerca de US$ 51 bilhões em produtos entraram ou saíram do Brasil de avião. “Hoje, até mesmo dentro do país, muitos provimentos de diferentes segmentos só são possíveis por meio da aviação”, declarou.

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

do consumidor, mas temos que levar em consideração os impactos que qualquer medida punitiva possa ter”. Ainda de acordo com a dirigente, é preciso levar o debate para uma ampla discussão conduzida pela Anac. “Precisamos observar que a Anac tem adotado medidas punitivas, mas é preciso lembrar que a Anac é apenas um órgão regulador, os serviços são avaliados pelo consumidor”. Para Carlos Ebner, diretor da IATA, as empresas aéreas têm interesse no bom funcionamento operacional dos seus serviços. “Muitas vezes os problemas decorrem nem sempre por culpa da empresa aérea”. Para Ebner, falta ainda ao consumidor conhecer melhor os seus direitos. Aniversário - Com direito a vela, bolo e parabéns por parte dos participantes do Aviation Day, a Abear comemorou durante o evento um ano de atividade. Na ocasião, o presidente da associação, Eduardo Sanovicz, agradeceu o voto de confiança das quatro grandes empresas aéreas, bem como o apoio de entidades que atuam

Abear discute com governo medidas para amenizar crise do setor

15


AVIAÇÃO

Emirates capacita 600 agentes em roadshows sobre Dubai

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Luiz Marcos Fernandes

16

Dubai planeja duplicar o volume de brasileiros até o final deste ano, chegando a marca de 40 mil turistas. Para isso, a Emirates promoveu no Rio de Janeiro mais uma etapa do seu roadshow para 80 agentes de viagens, no hotel Windsor Guanabara, juntamente com uma representante do Turismo de Dubai. Durante todo o mês de agosto, o programa de capacitação passou por 10 cidades do país, envolvendo cerca de 600 agentes de viagens. Segundo o gerente de Vendas da Emirates, Marcelo Abreu, as ações devem refletir no incremento da demanda e, visando isso, a empresa aérea já programou para outubro a troca de equipamento nos voos diários do Rio para Dubai. “Estávamos com o ER-200 e agora passaremos para o 777 ER-300 com mais 88 poltronas, o que garante uma oferta mensal 15% maior do que a atual”. Por sua vez, Julia Sawali, gerente de Marketing e Trade Brasil de Dubai, que está sediada

Azul não vai fazer oferta pública inicial de ações Rafael Massadar

Helena Sossai, Marcelo Abreu, Katia Leite, Silvana de Oliveira, Fernanda Gonçalves e Rodrigo Galvão, da Emirates

em São Paulo, na Interamerican, destacou as vantagens do destino. “Dubai é hoje um destino de multiprodutos, com ofertas diferenciadas de lazer e entretenimento para todas as idades. Fechamos o ano passado com um volume de 20 mil brasileiros e a nossa meta esse ano é dobrar, chegando aos 40 mil. As

capacitações para os agentes são importantes para mostrar toda nossa diversidade cultural e a infraestrutura de um destino que a cada dia tem novas atrações”, adiantou. O treinamento com os agentes de viagens foi encerrado com apresentações em Manaus, Recife, Salvador e Goiânia.

A Azul Linhas Aéreas desistiu oficialmente de abrir o capital, pelo menos por enquanto, de acordo com a reportagem da revista Veja. De acordo com a reportagem, por meio de sua assessoria de imprensa, a empresa confirmou que registrou o pedido de desistência do processo de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) “em razão de condições macroeconômicas desfavoráveis”. A companhia reforçou, no entanto, que mantém a intenção de abrir capital e “continuará acompanhando de perto o mercado para determinar o melhor momento de realizar sua IPO”. Na semana passada, o fundador da Azul Linhas Aéreas, David Neeleman, havia afirmado que o IPO da companhia neste ano parecia improvável em função das condições do mercado. “Não é uma questão de ‘se’, mas de ‘quando’”, havia dito à reportagem da revista Veja. A empresa planejava utilizar os recursos captados com a oferta para comprar novos aviões e acrescentar rotas, mas Neeleman afirmou que a companhia não precisa de dinheiro. Assim, a companhia aérea não tem outros planos de financiamento no momento, porque seriam desnecessários, segundo ele. A expectativa da empresa era levantar entre 500 milhões e 700 milhões de dólares com a oferta, segundo fontes ligadas a revista. Segundo o diretor de Relações Institucionais da Azul, Victor Rarael Rezende, explicou, em entrevista ao MERCADO & EVENTOS, a decisão foi motivada também pelas oscilações na economia.” Achamos que não é o momento mais adequado para entrar neste momento no mercado acionário. Isso não quer dizer que não poderemos voltar num momento oportuno”, adiantou.

AA inicia venda de voo Curitiba-Porto Alegre para Miami A American Airlines já iniciou a venda de bilhetes para seu mais novo voo no Brasil: Miami, com saídas de Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS). A frequência diária será operada pela aeronave Boeing 767-300, configurada para 212 passageiros, em duas classes de serviço (28 assentos na Classe Executiva e 184 assentos na Classe Econômica). O voo AA203 sairá de Miami às 20h20 do dia 21 de novembro, com chegada ao aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, às 7h50 da manhã seguinte. O avião seguirá para o aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, às 9h25, onde pousa às 10h45. O voo decolará de Porto Alegre para Miami às 12h30, pousando no aeroporto de Miami às 18h30. “Decidimos atender às inúmeras solicitações que recebemos de nossos clientes de Curitiba e Porto Alegre, que agora terão uma opção de voo mais confortável e conveniente, pois não precisarão mais fazer conexões em São Paulo ou no Rio de Janeiro para chegar aos Estados Unidos”, afirma Dilson Verçosa, diretor de Vendas da American Airlines. “Com esta nova rota nos tornamos a única companhia aérea que opera voos da Região Sul para os Estados Unidos”, complementa o executivo.

Aeroporto de São Benedito (CE) recebe cadastro de inscrição da Anac O Aeroporto de São Benedito – Walfrido Salmito de Almeida, na Serra da Ibiapaba (CE), – recebeu inscrição da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O cadastro do Aeroporto junto à Anac abre oficialmente a permissão para o tráfego aéreo naquele equipamento. A inscrição tem validade de 10 anos e já entrou em vigência a partir da publicação da portaria. Foram investidos cerca de R$ 7 milhões no novo equipamento.


AVIAÇÃO Curitiba será novo destino da Aerolíneas Argentinas no Brasil; voos começam em 2014

Anderson Masetto Este está sendo um ano de expansão das operações da Aerolíneas Argentinas no Brasil. Em junho a companhia começou a operar para Belo Horizonte, em julho para Salvador e em agosto para Brasília, todos a partir de Buenos Aires. Mas a aérea pretende continuar ampliando a oferta e os destinos para o país. De a acordo com o gerente de vendas da aérea, Fabián Lombardo, em dezembro a frequência para Florianópolis (SC) passará a ser diária e em 1º de março de 2014 a empresa começa uma operação diária para Curitiba com aeronaves Embraer 190. “O Brasil é considerado um mercado estratégico e por isso está sempre no foco de nossa análise e planejamento comercial. As perspectivas indicam que continuaremos empreendendo ações para consolidar nossa posição no mercado brasileiro”, disse o executivo ao M&E. Somente nas rotas da capital federal e da capital mineira já foram transportados mais de 10 mil passageiros. Segundo Lombardo, a ocupação média das 85 operações semanais da companhia no Brasil é de 70%. “No primeiro semestre do ano, a demanda acompanhou o aumento de oferta. A quantidade de passageiros transportados pela Aerolíneas Argentinas entre ambos os países cresceu 15%, por volta de 45 mil passageiros adicionais”, finalizou.

Air Europa incia frequência SP-Madri em 17 de dezembro

Luis Antonio Sobrinho, da Air Europa

Anderson Masetto A partir do dia 17 de dezembro o Brasil ganhará mais uma ligação aérea com o Velho Continente. A companhia Air Europa dará início a uma frequência entre Guarulhos (SP) e Madri, com cinco operações semanais. A aérea já conta com três voos por semana para a capital espanhola a partir de Salvador e iniciará a quarta em 13 de novembro. A revelação foi feita pelo gerente geral da empresa no Brasil, Luis Antonio Sobrinho ao M&E. Ele ressaltou ainda a possibilidade de conexão com diversos destinos europeus a partir do hub da companhia em Madri. “Hoje voamos as principais cidades da Europa como: Barcelona, Lisboa, Roma, Milão, Paris, Londres, Bruxelas e Amsterdam. A partir de março 2014, iniciamos voos via Madri às cidades de Frankfurt e Munique. Somos membro ativo da Aliança Skyteam e nosso Programa de Fidelidade é o Flying Blue.

Rafael Massadar O ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, assinou em meados de agosto a autorização para construção e exploração do Naesp (Novo Aeroporto Internacional Executivo Metropolitano de São Paulo), no município de São Roque, a 45 km da capital paulista. É a segunda outorga para uso público de um aeródromo privado no país. Em julho, foi concedida a primeira autorização para um aeroporto privado de uso público, também em São Paulo (saiba mais). Moreira Franco destacou a importância de novos empreendimentos para a aviação civil em todo o país. “Existe um potencial ainda em formação e uma demanda que cresce a cada ano pelo fato de já sermos o segundo mercado de aviação executiva do mundo”. Planejado pela JHSF Incorporações Ltda, o empreendimento tem investimento previsto de R$ 1,2 bilhão. Ele será erguido às margens da rodovia Presidente Castelo Branco, em uma área de dois

Moreira Franco, ministro da Aviação Civil

milhões de metros quadrados. Com capacidade para até 200 mil pousos e decolagens por ano, o aeroporto terá duas pistas – a maior delas com 2.470 metros de extensão –, além de centros de serviço e manutenção de aeronaves e helicópteros, torre de controle, terminal de passageiros e heliponto. Prevê ainda áreas destinadas à construção de hangares. O projeto foi desenvolvido com foco nas operações da aviação geral, tanto doméstica quanto

internacional. A pista principal foi projetada para receber jatos executivos de grande porte, possibilitando voos para América do Norte, Europa e Oriente Médio. O aeroporto integra área destinada ao Projeto Catarina, da JHSF, que inclui ainda centro residencial e espaços comerciais. A modalidade de autorização para construção e exploração de aeródromos está prevista desde 1986 pelo Código Brasileiro de Aeronáutica, mas só foi regulamentada no final do ano passado, pelo Decreto no 7.871, assinado pela presidente Dilma Rousseff. Desde então, quatro pedidos de autorização foram feitos à Secretaria de Aviação Civil. A primeira autorização, para construção e funcionamento de aeroporto em Parelheiros, também em São Paulo, foi concedida no último dia 25 pelo ministro Moreira Franco. A construção de aeroportos no país destinados exclusivamente a voos privados deve ajudar a aliviar a demanda de pousos e decolagens da aviação executiva de aeroportos como Santos Dumont e Congonhas, permitindo ampliação das operações comerciais regulares.

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Fabián Lombardo, gerente de Vendas da Aerolíneas Argentinas

Novo aeroporto em SP terá investimento de R$ 1,2 bilhão

17


2006

10 ANOS M&E

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Em 2006, o turismo comemorava os resultados obtidos no ano anterior

18

O ano de 2006 começou com o ministro do Turismo, Walfrido Mares Guia, ressaltando a geração de 560 mil empregos no setor. Ainda, de acordo com ele, nos três anos anteriores, as divisas geradas pelo turismo no Brasil dobraram, saindo do US$ 1,998 bilhão e chegando a US$ 4 bilhões, em 2005. Outro ponto destacado por Mares Guia foi o aumento de desembarques internacionais que chegou a 6,9 milhões. Em fevereiro, a Abav Nacional ampliava ações contra a Air Transport Association (Iata) com o objetivo de adequar atitudes e estratégias em defesa da entidade junto aos fornecedores em geral - companhias aéreas, hotéis e locadoras, entre outros serviços. No final do primeiro trimestre, a MSC Cruzeiros anunciava a chegada dos navios Melody e Sinfonia em águas brasileiras. Em contrapartida, a Costa anunciava o Fortuna, com capacidade para 3.470 passageiros. E Claudia Del Valle, que recentemente anunciou sua saída da armadora italiana, era promovida a gerente de Vendas e Marketing. Passado um ano, o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) comemorava o primeiro aniversário da Marca Brasil. Eduardo Sanovicz anunciava a média de adesão de três empresas por dia, chegando a mais de mil empreendimentos. Na Alemanha, durante a ITB, o estande brasileiro era premiado com a terceira colocação na categoria “Best Exihibitor”. Em meados de maio, o encontro Braztoa gerava R$3 bilhões em negócios. A associação recebeu 2.489 agentes de viagens em seu evento - na época, um recorde histórico. Enquanto isso, a BNTM movimentava US$ 122 milhões em negócios em sua 15ª edição. Em junho, o ex-presidente Luís

Maranhão ganha charter semanal de Portugal. Nordeste lidera ranking de destinos da CVC. A Rede Bourbon premiou agências e operadores, o encontro aconteceu no Rio de Janeiro e em São Paulo. A Varig lançou um plano de recuperação e apoio aos credores. O Rio de Janeiro anunciou a recepção de 36,7% dos turistas estrangeiros no Brasil em 2005. A FOLHA DO TURISMO produziu edições especiais para a BTL e Fitur. A Gol anunciava mais duas rotas para a Argentina.

Fevereiro Toni Sando, Roy Taylor, Guilherme Paulus e Tarcisio Gargioni na Abav 2006

Inácio Lula da Silva concedia uma entrevista exclusiva ao M&E elogiando a equipe ministerial e o trabalho da Embratur. Na ocasião, Lula afirmou que o turismo “soube introduzir o país no mercado exterior de forma profissional e mais, fez com que fosse respeitado lá fora.” No mesmo mês, em passagem pelo Rio de Janeiro, o ministro do Turismo visitou a sede da FOLHA DO TURISMO, onde foi recebido pelo presidente do Grupo, Adolfo Martins, pelo vice presidente-executivo, Roy Taylor, além do ex-diretor de Redação, Mario Brizon, e da diretora de Marketing Internacional, Rosa Masgrau. Em agosto, a Tam completava 30 anos e anunciava novidades. Entre elas: troca de aeronaves e ampliação da frota, novas rotas nacionais e internacionalização e modernização eram algumas das diversas inovações. Outra novidade foi a troca da

presidência da Embratur. Sanovicz saia para ir para a Reed Exhibitions e Jeanine Pires assumia. Marcelo Pedroso, ex-secretário de Turismo do Guarujá, era promovido novo diretor de Negócios e Eventos da Embratur. No mês seguinte, a Abav Nacional divulgava o tema do seu Congresso: “As novas fronteiras e a Competitividade no Turismo”. A entidade também anunciava que o evento ficaria no Rio de Janeiro até 2008. A Embratur anunciava a segunda fase do Plano Aquarela. Em outubro, durante a primeira edição do Cruise Day, empresas do setor de cruzeiros marítimos revelaram expectativa de movimentação de 290 mil passageiros na temporada de verão contra 239 mil registrados no verão de 2005/2006. O Cristo Redentor tornava-se santuário religioso. Veja mais notícias do ano de 2006, mês a mês, ao lado.

Trade homenageia Personalidades do Turismo Em 2006, pelo quinto ano consecutivo, a entrega do prêmio Personalidade do Turismo, instituído pela FOLHA DO TURISMO/ MERCADO & EVENTOS, reuniu representantes dos principais setores do turismo brasileiro. Os homenageados do ano foram:  Eduardo Sanovicz, presidente da Embratur  Roland de Bonadona, diretor geral da Rede Accor  Caio Luiz de Carvalho, presidente da São Paulo Turismo  Renê Hermann, diretor da Costa Cruzeiros  Tarcísio Gargioni, vice-presidente de Marketing da Gol  Antonio Resende, vice-presidente da Localiza  Janyck Daudet, diretor do Club Med  Walter Patriani, vice-presidente da CVC  João Martins, presidente da Abav Nacional  Mariah de Meireles Fonseca, presidente do Catussaba Resort Hotel  Chieko Aoki, presidente da rede Blue Tree

Michel Tuma Ness, Sergio Lobato e Caio Luiz de Carvalho

Depoimentos: Luis Paulo Luppa, presidente da Trend Operadora “É inegável a importância que o MERCADO & EVENTOS assumiu para os profissionais do trade turístico nesses dez anos de atuação. O veículo aposta em coberturas exclusivas e tem uma equipe bastante comprometida com a evolução da indústria do turismo brasileiro, dando espaço a ações e iniciativas de empresas de sucesso em diversos setores do turismo como uma maneira eficiente de educar pelo exemplo. O jornal cobre todos os segmentos do turismo e ainda está presente nas principais feiras internacionais, o que reforça a confiabilidade das informações prestadas. Tanto o impresso quanto o portal estão entre minhas principais referências de leitura para me inteirar quanto às novidades desse mercado tão dinâmico.” Renê Hermann, diretor geral da Costa Cruzeiros para a América do Sul “Parabéns ao MERCADO & EVENTOS por essa bem-sucedida trajetória. Ao longo destes 10 anos, a publicação sempre acompanhou as tendências do setor turístico, se consolidando como um importante canal de propagação dos avanços e das demandas da indústria de cruzeiros marítimos no Brasil. Sua credibilidade junto aos profissionais do meio contribui para a Costa Cruzeiros aprimorar cada vez seu relacionamento com o mercado e, ao mesmo tempo, conquistar novos parceiros e públicos.” Eduardo Sanovicz, presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) “O MERCADO & EVENTOS registrou, nos últimos dez anos, o crescimento e o amadurecimento do turismo brasileiro. Acompanho esta trajetória com orgulho, pois ajudei neste processo pelo qual passou nosso setor. Apesar de já ter uma história para contar, esta publicação tem nos próximos anos desafios do tamanho do nosso país, cobrindo de maneira profissional os grandes eventos brasileiros, entre outros. Dou os parabéns a todos os profissionais liderados pelo Roy e desejo muitas décadas ao M&E.”

Infraero renovava convênio de R$25 milhões com a Embratur. Guilherme Paulus, presidente da CVC, confirmava, durante a Fitur, a vinda do navio Grand Voyage para a temporada de verão. Alexandre Zubaran assumia a direção da Resort Brasil. Adenauer Góes, presidente da Paratur, anunciava a criação de um banco de dados para Conta Satélite do Turismo. A Abav Nacional ampliava ações contra a Iata.

Março O Ministério do Turismo anunciava que o mês de janeiro tinha gerado US$402 milhões em divisas. Embratur, por sua vez, dizia que o país havia crescido 20% na ITB de Berlim, além de comemorar um ano da Marca Brasil. A Organização Mundial do Turismo (OMT) anunciou o crescimento de 5,5% em 2005. De acordo com a OMT, o aumento para 766 milhões de viajantes em 2005 significava a consolidação do crescimento de 2004. A CVC apresentava projeto de workshop na Argentina.

Abril Encontro Braztoa recebe 2.489 agentes de viagem em seu evento, um crescimento de 25% em relação à 24º edição, realizada em 2005. O Salão Paranaense recebeu 5,5 mil visitantes. A Web Jet voltava ao mercado com planos de operar charteres e regulares. Milton Zuanazzi tomava posse na presidência da Anac e Adriano Donzelli na Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla). A Tam investiu US$2 milhões em Centro de Treinamento para tripulantes.

Maio O secretário de Turismo da Bahia, Paulo Gaudenzi, divulgou que a receita turística do estado foi de US$1,189 bilhão em 2005. O Rio Convention lançava um canal de TV 24 horas. Os credores da Varig aprovaram sua venda através de leilão. Vila Galé inaugurava resort na Bahia e anunciava novo empreendimento em Cumbuco, no Ceará. A 27ª Feira de Turismo da Associação de Viagens Independentes do Interior do Estado de São Paulo (Aviesp) recebia 3.699 profissionais.

Junho A Localiza renovava a sua frota com mais 12 mil carros. Pow Wow, principal feira de turismo dos Estados Unidos, movimentava US$ 4 bilhões. A Lan ampliava frequências para Oceania e América do Sul e promovia o Taiti. O Ministério do Turismo anunciava que a entrada de divisas já passava de US$1,5 bilhão no primeiro quadrimestre do ano. Os voos domésticos registravam crescimento de 24,3%, de acordo com a Anac. A Tam era a líder no ranking nacional com 45,6% de participação no mercado.


10 ANOS M&E

Julho A Fita 2006 anunciava US$ 150 milhões em negócios em sua 3ª edição. A Abla apresentava seu site em inglês e espanhol. O Ministério do Turismo lançava o projeto Caminhos do Futuro, em Goiás. O Feijão Amigo homenageava Orlando de Souza, presidente do São Paulo Convention & Visitors Bureau, e Roland Bonadona, diretor geral da Accor Hotels. Pernambuco ganhava, naquele mês, a secretaria de Turismo.

Outubro Embratur anunciava que o estande do Brasil na Top Resa gerava R$1,7 milhão em negócios. A 8ª edição do Top Tam, em Natal, concedeu prêmios de R$1,5 milhão para 30 agências de viagem. A entrada de dólares do turismo já era de US$2,8 bilhões no acumulado do ano. Braztoa lançava fórum de viagens de incentivo. A Gol inaugurava o Centro de Manutenção em Minas Gerais. Marco Bologna foi eleito o novo presidente do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea).

Novembro Guilherme Laager era eleito o novo presidente na Varig. A Air Europa lançava o voo entre Rio de Janeiro e Madri. O Clube do Feijão Amigo homenageava a Tam. A Feira das Américas registrava 22.824 inscritos. O Encontro Braztoa reunia 2.070 agentes, batendo recorde de negócios. Roy Taylor, do M&E, entregou o prêmio Global Awards para Jeanine Pires, durante a WTM. A Tam inaugurava o Museu Asas de Um Sonho. A ABIH comemorava 70 anos com evento em Brasília. Eduardo Sanovicz assumia a vice-presidência da Icca.

Dezembro O Prêmio Personalidade do Turismo foi entregue no Copacabana Palace. CVC fez a viagem inaugural do Grand Voyager. A Lan criava a rota entre São Paulo e Mendoza, na Argentina. Já a Gol lançava um cartão para estimular vendas do setor corporativo. O Festival de Gramado 2006 registrou 11.102 credenciamentos – um crescimento de 11% em relação ao ano anterior. A Embratur fazia 40 anos e homenageava seus ex-presidentes. Eduardo Paes era eleito o novo secretário de Turismo do Rio de Janeiro. E a Localiza chegava a um milhão de clientes fidelizados. Setembro de 2013 - 1ª quinzena

19

Agosto Os Centros de Convenções anunciavam, através da Associação Brasileira de Centros de Convenções (Abracef), que faturaram R$ 173 milhões. Lula Pedreira era empossado o novo secretário de Turismo de Sergipe. O primeiro Embraer da Copa foi batizado em Manaus. A Tam comemorava 30 anos. Alessandro Amadeo assumia a diretoria da Alitalia no Brasil. A Localiza inaugurava lojas em Buenos Aires, capital da Argentina, e em Santiago, capital do Chile.

Setembro A Abav Nacional e GL Events assinavam contrato que garantia o Congresso da Abav no Rio de Janeiro por mais 2 anos no Riocentro. Jeanine Pires tomava posse na presidência da Embratur. A rede Accor completava 30 anos. A Costa Cruzeiros anunciava que já tinha vendido 75% dos navios Fortuna e Romantica para a temporada de verão. A Gol inaugurava na ocasião a frequência São Paulo/Ilhéus/ Salvador. O Centro de Convenções de Bonito iniciava suas operações.


20 Setembro de 2013 - 1ÂŞ quinzena


Setembro de 2013 - 1ÂŞ quinzena

21


PARQUES

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Universal anuncia Renato Gonçalves como Executivo de Negócios

22

ticos de Orlando”, disse Marcos Universal Orlando Resort conBarros, diretor Sênior da Universal firmou Renato Gonçalves como Orlando na América Latina. “Com novo Executivo de Desenvolvia abertura próxima do nosso 4º mento de Negócios, que se une hotel no complexo (Universal’s à equipe de Pedro Davoli Neto, Cabana Bay Beach Resort), além gerente de Desenvolvimento de da expansão ambiciosa da área Negócios da empresa no Brasil. do Harry Potter (The Wizarding Gonçalves traz para a Universal World of Harry Potter – Diagon Orlando 10 anos de experiência Alley), ambos em 2014, precisáem Marketing e na Indústria de vamos expandir também nossa Viagens, com passagens pelas equipe de Desenvolvimento de representações do Visit Orlando Renato Gonçalves Negócios no Brasil e a experiência e do Sea World Parks no Brasil. Em sua nova posição, Gonçalves dará suporte do Renato em treinamento e capacitação será e será o principal contato do trade brasileiro no chave nesse processo”, completa. Gonçalves está time da Universal Orlando no país. A organiza- baseado em São Paulo e pode ser contatado ção de treinamentos e eventos de capacitação pelo Renato.Goncalves@nbcuni.com, ou pelo telefone 11.3728-9254. Davoli Neto pode ser também estará sob sua responsabilidade. “Estou muito feliz com a chegada do Renato, contatato através do email Pedro.DavoliNeto@ profissional com paixão pelos parques temá- nbcuni.com ou pelo telefone 11.3728-9301.

Walt Disney Brasil e Azul fecham parceria A Azul fechou parceria com a Walt Disney Brasil para divulgação do filme Aviões (Planes, em inglês). O longa-metragem que retrata em desenho animado o mundo da aviação, com estreia marcada para 13 de setembro, ganhará uma série de ações conjuntas entre as empresas. Entre elas, estão: a exibição do trailer e anúncio nas mídias de bordo da Azul, um sorteio exclusivo de brinquedos para Clientes da companhia aérea, posts nas redes sociais, além de uma aeronave adesivada com os divertidos personagens do filme. Para reforçar a parceria, a Azul também dará descontos em passagens para quem comprar brinquedos da Disney nas lojas da Ri-Happy brinquedos. “Essa é uma oportunidade de interagirmos com

nossos clientes, com ações diferentes e inovadoras. Por meio dessa parceria, a Azul incentiva as produções cinematográficas e reforça seu compromisso em estimular o entretenimento não apenas a bordo de suas aeronaves, mas também nos cinemas de todo o país”, comemora Gianfranco Beting, diretor de Comunicação e Marca da Azul Linhas Aéreas Brasileiras. Dos criadores de “Carros”, “Aviões” da Disney conta a história de um avião que sonha em competir como piloto de alta altitude, mas que tem medo de altura. Trata-se de uma nova animação cômica de aventura e cheia de ação. A cantora Ivete Sangalo dublará a personagem destaque da trama, Carolina Santos Duavião.

Gramado ganha, em outubro, parque temático com neve A cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, terá, em breve, uma nova tração. O sócio do Parque Snowland, André Caliari, revelou que o empreendimento será aberto oficialmente ao público em outubro. Caliari falou para uma plateia de 200 agentes e operadores de turismo durante o Workshop da Brocker Operadora, mostrando todas as atrações do Snowland e revelando como serão os passaportes que estarão à disposição do público. O sócio do Snowland disse que ainda em setembro o parque já estará com neve, e ampliou as informações sobre os equipamentos de lazer que estarão disponíveis. Entre as apostas do parque estão as motoneves, que andarão por elevações, túneis e curvas, em um trajeto de 330 metros de distância. André Caliari também revelou que o parque terá 30 bonecos mecatrônicos, que irão interagir com o público. Um dos bonecos será um mamute com 3,5 metros de altura, como era há 10 mil anos. Mas a principal atração deverá ser a pista de esqui e snowboard, a primeira indoor das Américas. O sócio do Snowland revelou que haverá uma Escola de Esqui e Snowboard, que estará à disposição do público, facilitando o uso da pista para aqueles que nunca praticaram o esporte. Em relação aos pacotes oferecidos, Caliari disse que eles levarão em conta os períodos de alta e baixa temporada, o tempo de permanência na montanha de neve e incluirão: tour na neve, acesso à Snow Arena e aluguel de roupas de neve. Os pacotes mais completos darão direito à patinação no gelo e alimentação, entre as quais fondue e buffet livre.

Sexta-feira 13 cheia de surpresas na Disney Os cruéis vilões da Disney vão mostrar seus rostos nos parques da Disney no dia 13 de setembro, famosa sexta-feira 13. A programação faz parte da “Magia por tempo limitado”. Ambos, Disneyland Park e Hollywood Studios da Disney, permanecerão abertos até 1h da manhã. Para celebrar a noite, Malévola, Capitão Gancho e Hades, entre outros, farão uma festa com dança e outras atrações. Perto da meia-noite, os céus dos parques irão se iluminar com a queima de fogos de artifício.


EXTERIOR

Israel investe US$ 900 mil em sua primeira promoção no país Arthur Stabile

Vinicio Alvarado Espinel é o novo ministro de Turismo do Equador

Vinicio Alvarado Espinel, novo ministro de Turismo do Equador

Rafael Massadar O Ministério de Turismo do Equador anunciou recentemente o seu novo ministro, Vinicio Alvarado Espinel. Após seis anos e meio na Secretaria de Administração Pública, um dos personagens principais da campanha política do atual presidente Rafael Correa assumirá a tarefa de “mostrar o Equador ao mundo”. “Trabalhar com o turismo em meu país será uma função que farei com alegria, empenho e energia renovada, por ser uma área nova para mim, em que poderei criar bastante”, afirma Vinicio Alvarado Espinel. Espinel formou-se em Administração de Empresas pelo Instituto de Desarrollo Empresarial, que tem sedes em Guayaquil e Quito, e fez doutorado em Comunicação Social na Universidad Nacional de Loja, localizada na província de Loja. Foi professor na Univerdad Santa María e diretor do curso de Publicidade no Instituto ARGOS. Desde 15 de janeiro de 2007, estava no governo como secretário nacional da Administração Pública. Em sua nova função, Espinel será responsável por mostrar a verdadeira face do destino ao mundo, especialmente com a campanha “Ecuador Ama La Vida”, além, é claro, de definir estratégias, objetivos e metas de um país que não quer ser visto apenas como um local a ser visitado, mas como um lugar para se viver.

Cleo Ickowicz, diretora de Marketing do Turismo de Israel, e Suzan Klagesbrun, Cônsul de Turismo do destino

acontece nos meses de setembro e outubro deste ano e apresenta diversas atrações do destino. Mídias – Esta primeira campanha no Brasil será veiculada em revistas especializadas do Turismo, assim como cadernos turísticos de finais de semana. Além do foco no trade, revistas religiosas, rádio e internet são outras plataformas em que a divulgação será veiculada.

Suzan Klagesbrun, Cônsul de Turismo de Israel, com representantes da Golobek Comunicação, empresa que realiza a campanha do destino

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Pela primeira vez, o Brasil recebe uma promoção turística de Israel especializada no trade verde e amarelo. Se antes as campanhas no país eram uma adaptação das que aconteciam nos Estados Unidos, hoje somos foco do trabalho de divulgação israelense, que investiu US$ 900 mil nesta ação e tem planos de acrescentar ao menos 5% na quantidade de visitantes brasileiros. A média deste público no país oriental é de 60 mil pessoas por ano. Após pesquisa realizada em dezembro do ano passado, quando foi verificada a visão que o brasileiro tem de Israel, ficou evidente o pouco conhecimento deste público com o destino.“Esperamos que com isso divulguemos mais o país, a Terra Santa e que nos mostremos presentes para os operadores que estão aqui”, disse a cônsul de Turismo de Israel, Suzan Klagesbrun. Com foco nos públicos evangélico e católico, a promoção

23


DESTINO

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

São Paulo, a primeira capital da Copa de 2014

24

Com 86% das obras concluídas, Arena Corinthians será o palco de abertura do Mundial Luciano Palumbo Quase tudo pronto na capital paulista. A Arena Corinthians, que será sede da abertura da Copa do Mundo de 2014, passou, no ultimo mês de agosto, por mais uma vistoria técnica. Com previsão de término até o final de dezembro, o estádio tem 86% de suas obras concluídas. Na ocasião, a vice-prefeita de São Paulo, Nádia Campeão, destacou que a conclusão do local, ainda neste ano, é fundamental para que jogos nacionais possam ser realizados no início do próximo ano, a fim de testar a mobilidade no entorno. Além da abertura, a Arena Corinthians receberá mais três jogos da primeira fase, um das oitavas de final e outro da semifinal. “O fato de a operação do estádio estar nas mãos de profissionais do nosso futebol é uma oportunidade e uma garantia para a cidade de São Paulo, de modo que nós podemos nos concentrar mais em todos os outros aspectos que estão no entorno do estádio. A questão do viário é um deles, que apesar de estar bem

conduzida, sobretudo pelo Governo do Estado e pela Dersa, em conjunto com a Prefeitura, há outras áreas para resolver, como os problemas de mobilidade”, afirmou a vice-prefeita, que também é coordenadora da SP Copa. Segundo o secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Cláudio Valverde, o esporte é um setor muito próximo à atividade turística. “Reúne pessoas, agrega visitantes, fomenta o comércio e os serviços disparam. Todos ganham com as atividades esportivas, em especial, quando este evento tem caráter mundial, como a Copa do Mundo ”, avalia. A maior metrópole do Hemisfério Sul conta com um plano de obras e intervenções bastante ousado para a Copa do Mundo FIFA 2014, mas hoje já é uma cidade plenamente preparada em diversos aspectos importantes. Com relação à hotelaria, por exemplo, São Paulo sai na frente. A cidade conta com 42 mil quartos de hotel, sendo que essa oferta pode chegar a 50 mil quartos em 2014, segundo estimativa da SPTuris. Para se ter uma ideia, a FIFA exige 50 mil quartos para todo o país. “Sob a ótica da hotelaria, o estado paulista conta, de acordo com a Abih-SP, com 540 mil leitos, o que significa 180 mil apartamentos. Esta boa situação de infraestrutura enga-

jada a planejamentos, organização e muita ação, trará um resultado compensador: cidades lotadas de turistas. Para a Copa do Mundo, são aguardados cerca de 600 mil visitantes durante as disputas. E devido à gigantesca exposição na mídia, em âmbito mundial, o pós-evento não deverá ser esquecido, uma vez que o bom destino é sinônimo de retorno”, disse Cláudio Valverde. No quesito saúde, São Paulo também é referência, especialmente no tratamento de doenças do coração e do câncer. Com relação à economia, a cidade representa 15% do PIB nacional e atrai algumas das maiores corporações do mundo. A renda per capita da população é 70% maior que a média do Brasil. Aqui estão 50% das maiores empresas privadas brasileiras, 85% dos maiores bancos de varejo, 80% das maiores corretoras de valores, 95% das maiores agências de propaganda e 95% dos provedores de internet. Na área da segurança, a cidade dispõe de um efetivo de 170 mil policiais e ainda as Forças Armadas. Além disso, quase R$ 34 bilhões serão investidos pela Prefeitura de São Paulo e Governo do Estado até 2014 em obras estruturais importantes para enfrentar o maior desafio da metrópole: mobilidade urbana. Caio Pimenta

Projeto da Arena Corinthians e movimentação intensa em SP


DESTINO

Jefferson Pancieri

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Ponte Estaiada e Mosteiro de São Bento

25

Atrativos vão muito além do futebol O turismo na cidade de São Paulo destaca-se mais pelo. Grandes redes de hotéis, cujo público-alvo é o corporativo, estão instaladas na cidade e possuem filiais espalhadas em várias das suas centralidades. O turismo cultural, porém, também possui relevância para São Paulo, especialmente quando se têm em vista os vários eventos internacionais que ocorrem na cidade (como a Bienal de Artes, a Mostra Internacional de Cinema e os vários espetáculos com celebridades estrangeiras que ocorrem normalmente apenas no eixo Rio de Janeiro-São Paulo). A “cidade

da garoa”, como é conhecida popularmente, conta com uma média de um evento a cada seis minutos. Em 2010, o turismo em São Paulo alcançou um novo recorde, recebendo 11,7 milhões de turistas. Em 2012, foram 12,9 milhões durante o ano, sendo 10,8 milhões domésticos (turistas brasileiros) e 2,1 milhões de estrangeiros, segundo o Ministério do Turismo, consolidando-se como principal porta de entrada de estrangeiros no Brasil, os quais deixaram R$ 10,2 bilhões na cidade. Em 2008, foram recebidos 11 milhões. Dos

9 milhões de turistas domésticos, 25% são paulistas, seguidos pelos mineiros. Entre os estrangeiros, os norte-americanos e argentinos são os que mais visitam a cidade. Assim é São Paulo. Ela não dorme, não descansa. Com uma arquitetura que reúne diversos estilos, formas e tamanhos, a cidade possui um verdadeiro acervo cultural ao ar livre. Andar pelo centro é ver a história ser contada por suas construções, manifestações concretas das transformações pelas quais passou uma vila que em 1872 tinha pouco mais de 30 mil habitantes e

era restrita ao Triângulo Histórico (cujos vértices são o Mosteiro de São Bento, a Igreja de São Francisco e a Igreja da Ordem Terceira do Carmo) até se converter na atual metrópole com mais de 12 milhões de habitantes. Casarões como a Casa das Rosas (1935), representam os palacetes e mansões construídos na Avenida Paulista (1901), empreendimento urbanístico de grande impacto para a expansão urbana da Cidade. Do Pateo do Collegio, que remete à época da colonização, até o contemporâneo pórtico da Praça do Patriarca,

passando pela imponência de edifícios como o Theatro Municipal e o Altino Arantes, o turista que chega a São Paulo é facilmente atraído pela arquitetura – e um simples passeio pelas ruas paulistanas já lhe garante uma experiência única e fascinante. Outra riqueza arquitetônica são os edifícios espalhados por toda a extensão da cidade. O trajeto reúne representantes dos diversos estilos desenvolvidos na cidade durante sua história – com destaque para obras de arquitetos renomados – e apresenta ainda ligações com fatos e personagens históricos.


REPORTAGEM ESPECIAL

Viagens e Economia Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Luiz Marcos Fernandes

26

Enquanto o governo faz as contas para um crescimento modesto da economia neste ano, a indústria do turismo mantém a tendência de expansão, ainda que num ritmo mais modesto. A entrada de divisas com gastos dos turistas estrangeiros já superou em julho a marca dos US$ 4 bilhões. Segundo a Abear, o volume de passageiros transportados no setor doméstico da aviação comercial deve superar a marca de 100 milhões de passageiros até o final do ano. No segundo trimestre de 2013, as empresas do setor de turismo apresentaram, comparativamente ao mesmo período de 2012, uma variação média do faturamento de 4,8%. Foram apontados pelos empresários, como mais importantes fatores favoráveis, os investimentos realizados pelas empresas e a maior divulgação dos atrativos e roteiros turísticos. No que se refere aos investimentos programados entre julho e setembro de 2013, 81% do consolidado do setor de turismo pesquisado informou intenção de fazê-lo num montante correspondente a 13,4% do total do faturamento apurado entre todas as empresas pesquisadas. Os mais elevados percentuais de indicações positivas nesse sentido, para o 3º trimestre de 2013, referem-se aos segmentos de transporte aéreo (100%), parques e atrações turísticas (75%) e operadoras de turismo (73%). O MTur, por sua vez, confirma que está mobilizado para entregar à população 1,6 mil obras que promovem o turismo até a Copa de 2014, cerca de 900 delas já estão em estágio avançado de execução. O MTur reservou 79,6% do orçamento de 2013 para obras, o que corresponde a R$ 2,15 bilhão. Em uma

Turismo avança na contramão da recessão econômica do país

Rose Del Col

Luís Cassio

Gastão Vieira

evidente demonstração da importância de se investir em infraestrutura turística. “Ao criarmos condições para o turismo se desenvolver, levamos inclusão social e geramos emprego para todo o país”, diz o ministro do Turismo, Gastão Vieira. De acordo com o IBGE, as atividades características do turismo geraram 2,9 milhões de empregos em 2012. No total, o Ministério do Turismo tem 5.163 obras em andamento pelo país, entre elas destacam-se a pavimentação de estradas, a sinalização de destinos turísticos e a construção de centros de convenções. De acordo com a última Pesquisa Anual de Conjuntura Econômica do Turismo, feita pela Fundação Getúlio Vargas a pedido do MTur, os 80 maiores grupos do setor faturaram R$ 57,6 bilhões e empre-

garam 115 mil empregos no ano passado. “Ao investir no turismo, o país estimula um setor importante para a economia, que cresce acima do PIB e gera muitos empregos”, afirma Gastão Vieira. Mesmo com o câmbio sem favorecer neste momento, no turismo emissivo internacional o turista brasileiro está entre os que mais pretendem aumentar gastos com viagens ao exterior. Segundo o estudo “Intenções de Viagem Visa 2013”, o brasileiro espera aumentar em 52% o valor desembolsado em uma próxima viagem, enquanto a média internacional é de 5%. De acordo com o levantamento, que ouviu 12.631 viajantes de 25 países, os turistas brasileiros estão entre os que mais gastaram na última viagem (junto com sauditas, aus-

tralianos, chineses e sul-africanos), com um valor médio de US$ 2.956. A média global foi de US$ 2.390. O comércio foi o que mais atraiu o dinheiro dos brasileiros, 27% do total de gastos, seguido pelo setor de comidas e bebidas (26%) e atividades em geral (25%). Com a alta do dólar nas últimas semanas os brasileiros que viajam ao exterior estão optando cada vez mais pelo uso de cartões pré-pagos. Entre janeiro e julho a emissão destes cartões chegou a registrar uma alta de até 50% no mercado. A grande vantagem, além da questão da segurança, diz respeito à cobrança de taxas. Os cartões pré-pagos para viagens sofrem uma taxação de 0,38% contra 6,38% dos cartões de crédito. O valor médio de gastos dos associados em cartões pré-pago em

uma viagem internacional chega a R$ 8.400, gastos principalmente com compras (43%), estadia em hotéis (17%), restaurantes (14%), saques em caixas eletrônicos (8%), transporte (8%) e outros (10%). O mercado de cartão pré-pago de viagens vem se consolidando. O American Express Global Travel Card, por exemplo, oferece um inédito Programa de Ofertas e não tem taxas para aquisição e inatividade. Além disso, seu saldo nunca expira. Essas vantagens oferecidas aos associados facilitam sua estadia e experiência de consumo no exterior, o que contribui com o crescimento do segmento de viagens. Ainda assim segundo a Febraban, existem atualmente no país mais de 50 milhões de brasileiros que não usam cartões de crédito porque não têm uma conta corrente. Mesmo assim, o Brasil hoje em dia é um mercado fundamental para bandeiras como Visa e Mastercard. Uma pesquisa realizada pela Moody’s Analytics demonstra que o uso de cartões de crédito e débito injetaram US$ 983 bilhões ao Produto Interno Bruto (PIB) global entre 2008 e 2012, número que equivale à criação de 1,9 milhão de novos empregos durante o mesmo período. No Brasil, esse incremento foi de US$ 51,3 bilhões, o maior registrado na América Latina e Caribe.

Perspectiva Investimentos previstos para Jul-Set/2013 Percentual do faturamento total de cada ramo a ser investido (%)

Retrospectiva Fontes: FGV e MTur

Variação média do faturamento entre 2º trimestre de 2013 / 2º trimestre de 2012 (%)

Crescimento das viagens ao exterior impacta segmento de cartões Cada vez mais brasileiros viajam ao exterior. O reflexo nas despesas de compras e pagamento de serviços como hospedagem e gastronomia, entre outros, tem se traduzido na mesma proporção das vendas dos cartões de crédito pré-pagos internacionais. As facilidades para uso dos cartões, bem como outros itens como

a segurança, justificam o uso desta “moeda de plástico”. Nesta entrevista para o M&E a vice-presidente para a região das Américas com responsabilidade dos Produtos Pré-Pagos para Viagens, Rose Del Col, que trabalha na American Express desde julho de 2008, destaca a importância e o crescimento do mercado de cartões e fala das novidades e produtos do American Express

Global Travel Card eleito como a Melhor Solução Internacional pela Paybefore Awards 2013 durante o Prepaid Card Expo, em Orlando, nos Estados Unidos. O produto oferece recarga em dólar americano, libra esterlina e euro, em 160 países. “Nossos investimentos estão focados nos principais destinos visitados pelos brasileiros, por isso, o American Express Glo-

bal Travel Card é oferecido nessas três moedas. Os associados podem utilizar os cartões em países com moedas diferentes. O American Express Global Travel Card possui a menor taxa de conversão de moeda, que é de apenas 3%. Estamos de olho no mercado e priorizamos sempre as preferências dos associados para ampliarmos nosso portfólio de serviços e produtos”, afirma Rose.

De acordo com ela, o recorde dos gastos dos brasileiros no exterior este ano corrobora com os dados de crescimento do cartão. “Nossa projeção é que possivelmente conseguiremos dobrar nosso crescimento de volume não só de emissão do cartão como também em recargas, em comparação ao mesmo período do ano passado”, prevê.


REPORTAGEM ESPECIAL

Megaeventos impulsionam a economia

Mercado Uma pesquisa realizada pela Moody’s Analytics demonstra que o uso de cartões de crédito e débito injetaram US$ 983 bilhões ao Produto Interno Bruto (PIB) global entre 2008 e 2012, número que equivale à criação de 1,9 milhão de novos empregos durante o mesmo período. No Brasil, esse incremento foi de US$ 51,3 bilhões, o maior registrado na América Latina e Caribe.

estabelecimentos que oferecem descontos e promoções especiais aos associados”. O valor médio de gastos dos associados em uma viagem internacional é de R$ 8.400, gastos principalmente i i l com compras (43%) (43%), estadia di em hotéis (17%), restaurantes (14%), saques em caixas

eletrônicos (8%), transporte (8%) e outros (10%). “Nossa avaliação é muito positiva. Sabemos que a cada ano o mercado de cartão pré-pago de viagens vem se consolidando. Está claro que esse é um meio extremamente seguro de pagamento para o turista brasileiro, que tem grande identificação com o produto, devido às suas características e benefícios agregados. O American Express Global Travel Card, por exemplo, oferece um inédito Programa de Ofertas e não tem taxas para aquisição e inatividade. Além disso, seu saldo nunca expira. Essas vantagens oferecidas aos associados facilitam sua estadia e experiência de consumo no exterior, o que contribui com o crescimento do segmento de viagens”.

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Apesar do uso cada vez maior de brasileiros que utilizam cartões de crédito para efetuar compras e gastos com serviços em suas viagens, o país ainda tem um grande contingente que teve acesso a esse produto. E esse é um dos principais desafios da Visa, maior bandeira de cartões de crédito, que aponta o Brasil como segundo colocado no ranking mundial de portadores de cartões com a sua bandeira em todo o mundo só perdendo para os Estados Unidos. Segundo o diretor- executivo da Visa, Luís Cassio de Oliveira o segmento de eventos deve continuar a crescer mesmo com a crise. “Os grandes eventos são muito importantes não apenas pelo número de turistas, mas por toda a conexão de negócios realizados que envolve. No caso do nosso negócio, temos sempre como preocupação com qualquer evento que seja se ele de fato é capaz de gerar bons negócios não apenas para a Visa, mas também para o país movimentando a cadeia produtiva de vários setores, incluindo o Turismo. Com base nestas analises, podemos constatar que a economia é impactada de modo positivo. O fato das pessoas se movimentarem de um lado para outro já gera negócios nas mais diversas áreas, desde os taxistas a hotéis e restaurantes. Pudemos constatar que houve um aumento de gastos dos turistas estrangeiros já durante a Copa das Confederações para os fornecedores e prestadores de serviço. Numa Copa do Mundo ou numa Olimpíada os números são muito mais impactantes e essa é a nossa expectativa”, garante. A Visa tem entre seus produtos o Visa Travel Money e outras ações que ajudam ao turista nas viagens. “No caso deste produto, especificamente, lembro que o uso do mesmo dispensa o turista de levar grandes quantias de dinheiro e, ainda tem a vantagem de não pagar o IOF. Tudo isso com o objetivo de facilitar suas despesas pessoais e principalmente garantir maior segurança. É inclusive um cartão bastante utilizado pelas famílias que embarcam jovens e crianças em pacotes de excursão no exterior., pois é uma alternativa para gastos mais práticos. É um produto que só tende a crescer. É um cartão pré-pago. Hoje em dia estamos aprimorando cada vez mais os novos produtos e já temos um cartão que opera para diferentes tipos de moeda, o que facilita em muito quem viaja para mais de um país e se vê as voltas com câmbio pela moeda local.Temos também cartões que oferecem diferente benefícios”. Segundo ele, o Brasil hoje em dia é um mercado fundamental para a Visa. “Ele é o país no mundo em consumidores do cartão Visa e só perde para os Estados Unidos. Isso sinaliza que estamos numa economia forte em expansão. Queremos sempre criar novos benefícios para mostrar as vantagens em relação a concorrência. Isso no setor de Turismo já pode ser sentido em pontos de milhagem, descontos, upgrades. A nossa relação com o mercado de Turismo é excelente e temos investido cada vez mais por acreditar que o Turismo possa ser em pouco tempo o grande carro chefe da economia do país. Hoje com os investimentos o padrão de excelência já é uma realidade embora tenhamos muito a avançar”.

A American n Expresss constatou que os destinoss mais visitados pelos os brasil brasileiros leiros no exterior, nos dois últimos anos, foram ram Esta Estados ados Unidos (76%),), Argenti Argentina ina Ittá(42%), França (34%), Itáino Unidoo lia (24%) e Reino (20%). Dentro deste rerias têm sultado, parcerias as ações surgido. “Nossas empre e parcerias sempre amente são criteriosamente promovidass para eferênciass atender às preferências s. Sabemos os que os dos associados. os possuem os destinos mais Estados Unidos visitados, por isso, focamos nosso Programa de Ofertass em estabelecimentos nesse país. Para os turistas brasileiros que visitam A i outros países temos o programa American Express Selects, que possui uma lista de

27


AGÊNCIAS/OPERADORAS

Com campanha, vendas de Pernambuco crescem 20% na CVC

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Anderson Masetto

28

Fábio Godinho, VP de Vendas e Marketing da CVC, André Correa, presidente da Empetur, Alberto Feitosa, secretário de Turismo de PE, Valter Patriani, superintendente de vendas da CVC, e Luiz Eduardo Falco, presidente da CVC

A Secretaria de Turismo de Pernambuco e a Empetur ampliaram a parceria com a CVC. Em meados de agosto foi lançada a segunda etapa do projeto que visa ampliar as vendas do destino. Denominada “Pernambuco, todo o Brasil cabe aqui”, a campanha teve início em março deste ano e somente no último trimestre já aumentou as vendas de pacotes para o estado em 20%. A primeira fase envolveu tematização e peças publicitárias nos pontos de venda da operadora. Agora a mídia nacional – tanto para o público final como para o trade – receberão os anúncios. O investimento total é de R$ 1 milhão e serão priorizadas as praças de São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre. “No último trimestre embarcamos mais de 60 mil pessoas para o estado. O objetivo desta campanha é ultrapassar os 160 mil até o final

do ano”, revelou o superintendente de Vendas CVC. Valter Patriani. “O crescimento desta primeira fase já demonstra o sucesso. Este é um canal que responde muito rápido aos investimentos”, complementou o presidente da operadora, Luiz Eduardo Falco. Valter lembrou que contando todo o primeiro semestre o número de embarques para o estado pela CVC já soma quase 100 mil. Para ele, a meta de 160 mil deverá ser facilmente ultrapassada. “A nossa oferta no segundo semestre será 50% maior do que o mesmo período do ano passado”, adicionou o vice-presidente de Marketing e Vendas da operadora, Fábio Godinho. Entre setembro de 2013 e janeiro de 2014 a CVC tem 23 mil lugares garantidos para Pernambuco saindo de São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Londrina, Campinas, Florianópolis, Ribeirão Preto e Foz do Iguaçu. “Estamos sempre em busca de parcerias e para esta ação conseguimos ter a melhor do setor”, destacou o secretário de Turismo de Pernambuco, Alberto Feitosa. “Reconhecemos a força da CVC e com esta campanha inédita temos certeza do aumento das vendas. Sabemos que as metas serão ultrapassadas”, completou. A diretora de Marketing da Empetur, Luciana Fernandes, destacou a sintonia da campanha criada pela CVC com a oferta do destino. “Somos um estado plural e estamos preparados para receber todos os tipos de turistas. Temos um Pernambuco para cada pessoa, exatamente como diz a campanha ‘Todo o Brasil cabe Aqui’”, finalizou a executiva.

Operadora recebeu mais de 100 agentes no evento, que contou com parceiros da CVC

Treinamento com stand-up é novidade da filial 900 da CVC Arthur Stabile Uma nova forma de treinamento foi inaugurada pela filial número 900 da CVC, envolvendo o trade da capital Paulista. Para fugir das formações tradicionais, a empresa apresentou dois números de stand-up – de formato humorístico – aos agentes presentes, que foram ao menos 100. “Este modelo é mais descontraído e foge de um treinamento monótono”, afirmou Evandro Gemelgo, gerente de Vendas da filial 900. Os humoristas Thiago Zap e Fabiano Cambota se apresentaram ao público, expondo o número “Comédia 5 Estrelas”. Depois dos shows, os agentes participaram de coquetel promovido pela operadora. Ainda estiveram presentes representantes de parceiros da CVC no evento: Rede Blue Tree, Rede Tauá de Hotéis, Meliá Angra, Casagrande Hotel, Rede Windsor do Rio de Janeiro, Mavsa Resort e Royal Palm Plaza, além da Laira Tours, receptivo da CVC no Rio de Janeiro.


AGÊNCIAS/OPERADORAS

Colaboradores Flytour recebem treinamento de produtos da operadora Arthur Stabile

Cleiton Armelin passa a integrar Conselho de Produtos Atual vice-presidente, Claiton Armelin terá nova tarefa dentro da Flytour Viagens. Além de atuar no cargo já citado, o profissional agora passa a integrar o Conselho de Produtos da operadora. “O grupo é formado por cinco pessoas, todos em mesmo patamar”, explicou ao M&E Elói D’Ávila, CEO da Flytour. Mas as funções de Armelin não vão parar de crescer. Conforme acerto durante a formação da Flytour, Claiton e MichaelBarkoczy vão realizar uma espécie de revezamento na liderança da operadora. “A cada dois anos nós invertemos os postos”, disse Barkoczy, presidente há um ano e meio e que deve se tornar vice-presidente nos próximos meses.

Ancoradouro escolhe José Sales para assumir consolidadora em Vitória Luciano Palumbo O ex-Tam Viagens, José Sales Filho, assume como diretor da Ancoradouro Vitória. A nova base da Consolidadora terá como principal foco os mercados de Vitória e Nordeste. A loja da capital do Espírito Santo começa funcionar no dia 1º de outubro. Para o novo diretor da Consolidadora, a expansão terá base no relacionamento, principalmente com o mercado do Nordeste. “Já estamos ampliando a equipe com a contratação de Valeria Rocha Ribeiro, ex-American Airlines como gerente de atendimento”, disse.

Michael Barkoczy e Elói D’Ávila prestigiaram o treinamento e parabenizaram os colaboradores pelos resultados

um ação para o lançamento de um pacote de viagem para a melhor idade. “Este não é um segmento que a operadora trabalhe, mas é um nicho de mercado muito grande no Brasil e que pode ser melhor explorado”, disse Michael Barkoczy, presidente da Flytour. A ação reuniu 500 pessoas em São Lourenço (MG) e desse total, 400 já compraram seu pacote com a operadora. “Foi um sucesso de aceitação”, declarou. O pacote para Pernambuco já tem saídas definidas nos dias 20, 21, 22 e 23 de novembro, com bloqueios de hotéis e aéreo já confirmados. “Devido a grande aceitação, já pensamos em montar outros roteiros e até com destinos internacionais”, antecipou

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

“Não existe a Flytour Viagens, existem pessoas. Vocês são a parte ativa da operadora”, assegurou o CEO da Flytour, Elói D’Ávila, em sua fala. Com o objetivo de seguir alcançando suas metas de vendas, a Flytour Viagens reuniu cerca de 100 colaboradores para o treinamento “Batendo Metas Com Mais Conhecimento”. Profissionais das áreas de atendimento, financeiro, promoção, aéreo, gerentes de produtos e executivos de contas participaram da ação. Esta formação busca fortalecer o conhecimento dos funcionários em relação aos produtos comercializados pela operadora. “Treinamentos como este mostram que nós sabemos das dificuldades do dia a dia do campo de vendas”, afirmou D’Ávila ao M&E, garantindo que tem grande confiança nos líderes da operadora, presentes no encontro, e que essa confiança deve ser passada aos profissionais. Na lista de produtos apresentados aos funcionários estão incluídos destinos do Brasil, que representam 66% no volume de vendas da Flytour – Nordeste é o líder de vendas, seguido pelo Sul –; e internacional, com o Caribe encabeçando a lista, Estados Unidos em 2°, destinos da Europa em 3° e na 4° colocação surgem locais da América do Sul. “Além dos produtos, também vamos apresentar formas de pagamentos”, disse Michael Barkoczy, presidente da Flytour Viagens. Metas – Durante o primeiro contato dos colaboradores com a cúpula da operadora, Michael e Elói apresentaram dados

dos resultados alcançados em julho. As vendas da Flytour neste período superaram em 10% as metas esperadas. “A todo o mês estamos batendo as metas e a confiança dentro da operadora é mútua”, assegurou Elói. Novas Lojas – Segundo o CEO, a Flytour tem plano ousado para os próximos anos. Até 2018, a pretensão é alcançar 426 lojas no estilo varejo, o que significa a soma de 322 espaços em cinco anos. “Para este objetivo, o foco é converter agências para a Flytour e fazer com que comercializem nossos pacotes”, explicou o CEO ao M&E. Melhor idade – A Flytour Viagens, em parceria com a DSE Viagens de Ribeirão Preto e o Estado de Pernambuco, promoveu

29


AGÊNCIAS/OPERADORAS

Tour House lança a marca Motivia, voltada para incentivos Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Anderson Masetto

30

A Tour House está amplando a sua atuação no segmento de viagens de incentivo. A agência, especializada em viagens corporativas, está criando uma nova unidade de negócios para cuidar desta especialidade, que será denominada de Motivia. A área será comandada por André Webber, que voltou à empresa no final de 2012 para assumir a diretoria de incentivos. A revelação foi feita pelo presidente da agência, Carlos Prado, que visitou a sede do M&E em São Paulo. A ideia, segundo Prado, é não ser apenas provedor de viagens de incentivo, mas participar de todo o projeto dos clientes. Ele explicou que a Motivia terá expertise para cuidar de uma campanha de incentivo desde a sua concepção até chegar no prêmio, que é a viagem. “Hoje nós temos produtos de viagens de incentivo, mas queremos ir além, e estar com o cliente desde a criação da ação”, disse o executivo. “Vamos sair do trivial”, complementou. Ele contou que a necessidade de criar uma área específica para incenti-

Carlos Prado, presidente da Tour House, com Adiana Prado, diretora da Vivere, e Cristeny Benjamin, supervisora de Markeing da ITM

vos, que antes ficava junto com eventos, veio da demanda do mercado. De acordo com Prado, a Tour House já costumava atender este tipo de solicitação dos clientes, mas buscava soluções com parceiros. “Agora temos uma equipe e estrutura bem maior para atender todo o projeto de uma campanha de incentivo”, ressaltou. No entanto, mesmo com o lançamento da Motivia, Prado garantiu

que a marca Tour House continuará sendo usada para as viagens de incentivo, uma vez que já é bem conhecida no mercado. “Faremos uma transição, porque somos muito fortes no B2B”, afirmou. Atualmente o setor de incentivos representa 15% do faturamento da Tour House. Com a Motivia, a meta é dobrar este desempenho. “Queremos chegar no final de 2014 com 30%”, finalizou.

Tam Viagens entrega prêmio da campanha “Uma Noite no Castelo” Arthur Stabile Cerca de 110 agentes de viagens de São Paulo estiveram presentes em confraternização promovida pela Tam Viagens. Profissionais do trade acompanharam entrega de prêmios da campanha “Uma Noite no Castelo”, além de presenciarem a abertura de nova campanha da operadora. Iniciada em fevereiro, a campanha realizada em parceria com a Disney foi encerrada no mês de julho, premiando os agentes com mais produtos vendidos da operadora para o destino. “Campanhas e eventos como este fazem parte de nossa estratégia de estreitar relacionamento com os agentes”, afirmou ao M&E Fabiano Coelho, gerente Comercial da Tam Viagens.

A vencedora, Soraia Germano, da Re9se, com Fabiano Coelho, gerente Comercial da Tam Viagens

A vencedora da campanha, Soraia Germano, da Re9se Viagens e Turismo, recebeu um pacote com cinco noites nos parques da Disney, com hospedagens no Grand Floridian e

passará uma noite no Castelo da Cinderela, que fica dentro do parque Magic Kingdom. Nova Campanha – Mantendo o relacionamento com os agentes, a Tam Viagens iniciou outra campanha durante a confraternização, também com foco na América do Norte. Os dez agentes que comercializarem a maior quantidade de pacotes para o Continente – incluindo todos os destinos – receberão uma viagem para Orlando. Para fomentar a venda destes pacotes, a operadora inclui valores promocionais durante o período, que chega até 30% de desconto. A campanha contabiliza vendas até 31 de agosto, com divulgação dos premiados em 15 de setembro e a viagem acontecerá durante outubro.

Dado Nascimento assume comando da New Line Lisia Minelli Há cerca de dois meses, Dado Nascimento está a frente do comando da New Line Operadora. De acordo com ele, seu objetivo é criar sinergia entre a empresa e a Nascimento Turismo - operadora responsável pela administração da New Line. “Uma tem a agilidade de ser uma operadora pequena, enquanto a outra tem o suporte necessário para atender

as demandas”, explicou. De acordo com ele, as estratégias estão sendo alinhadas e juntos estão buscando a melhor forma de trabalharem para crescer de forma a não se tornarem concorrentes e sim aliadas. “Ainda estamos em fase de conhecimento do método de trabalho da New Line, mas o objetivo daqui pra frente será convergir operações e uma ajudar a outra a ter maior agilidade e com isso, ganho de receita e faturamento” disse.

Dado Nascimento

Turismo Andino fecha as portas e surpreende mercado e Abav-RJ Luiz Marcos Fernandes A crise econômica e as dívidas levaram a operadora Turismo Andino a fechar as portas no mês passado. A medida surpreendeu agentes de viagens e passageiros, bem como a própria Abav-RJ. O presidente da Abav-RJ, George Irmes, se mostrou inconformado com a decisão tomada pelo empresário. “Soube que ele fechou as portas e viajou deixando compromissos assumidos sem qualquer resposta. Ainda não temos ideia do prejuízo causado aos agentes de viagens e passageiros”, explicou.

George Irmes, lamentou a decisão e lembrou que recentemente que o fechamento de outra operadora, a Shangri-La, teve um desfecho diferente. “Na época fomos comunicados previamente e montamos um pool com 14 operadoras que socorreu os clientes e agências”, adiantou. Nota - A Abav-RJ, por meio de seu presidente, George Irmes, distribuiu ao mercado das agências um comunicado. “Em cumprimento e dever da função de presidente desta associação, venho informar que a Abav-RJ vem recebendo ligações das agências associadas solicitando informações

sobre os rumores do fechamento da operadora Turismo Andino, associada à esta entidade. Cumpre informar que até o momento, não recebemos nenhum comunicado oficial sobre o assunto e estamos tentando contato com a agência através dos telefones disponibilizados em nosso cadastro, porém, sem sucesso. Solicitamos que, caso alguém tenha recebido algum comunicado da operadora Turismo Andino ou mantido contato com funcionários e/ou diretores, que informe à Abav/RJ o quanto antes, pois assim teremos condições de auxiliar nas orientações a serem prestadas”.


INSTITUCIONAL

Personalidade do Turismo 2013 já tem data marcada

Golden Room do Copacabana Palace será, mais uma vez, a sede do prêmio Personalidade do Turismo A 12ª edição do prêmio Personalidade do Turismo já tem data marcada. A festa de gala de premiação do trade turístico nacional continuará no Golden Room do Hotel Copacabana Palace, e acontecerá no dia 05 de dezembro de 2013. Neste ano, como nos anteriores, o Prêmio Personalidade do Turismo agraciará dez pessoas e três instituições eleitas de forma direta pelo trade. Vale lembrar que o prêmio é uma realização do jornal MERCADO & EVENTOS e das revistas FT Brasil e Folha do Turismo, pertencentes ao Grupo Folha Dirigida, com a chancela da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) e da Associação Brasileira de Imprensa (ABI). “Mais do que uma festa de congraçamento, o evento tem como objetivo prestar uma justa homenagem e reconhecimento a profissionais e empresas do setor”, explica o vice-presidente do MERCADO & EVENTOS e FOLHA DO TURISMO, Roy Taylor. Votação – A votação ainda não está aberta, mas como nas edições passadas, será encartada uma cédula no MERCADO & EVENTOS para que o trade possa escolher a personalidade e entidade de pre-

Galeria das Grandes Personalidades As pessoas e instituições eleitas três vezes, consecutivas ou não, passam a integrar a Galeria das Grandes Personalidades e não podem mais ser eleitas. Já fazem parte deste seleto grupo as seguintes personalidades:  Adenauer Góes (secretário de Turismo do Pará)  Álvaro Bezerra de Mello (ex-presidente do Conselho da Rede Othon e ex-presidente da ABIH Nacional)  Caio Luiz de Carvalho (ex-presidente da SPTuris)  Chieko Aoki (presidente da Blue Tree Hotels)  Eduardo Nascimento (presidente do Sindetur-SP)  Eduardo Sanovicz (presidente da Abear)  Guilherme Paulus (presidente do Conselho de Administração da CVC)  Janyck Daudet (presidente do Club Med na América Latina)  Jeanine Pires (secretária-executiva do Ministério da Cultura)  Juarez Cintra Filho (presidente do Grupo Ancoradouro)  Mario de Carvalho (diretor geral da Tap no Brasil)  Renê Hermann (diretor da Costa Cruzeiros para a América do Sul)  Ruy Gaspar (diretor do Ocean Palace)  Tasso Gadzanis (vice-presidente da SP Turis)  Valter Patriani (ex-presidente da CVC Operadora)  Valdir Walendowsky (presidente da Santa Catarina Turismo - Santur)  Walfrido dos Mares Guia (ex-ministro do Turismo e ex-ministro das Relações Institucionais)

ferência. Cada cédula conterá uma senha exclusiva de acesso, que dará direito ao voto em um hotsite criado especialmente para o evento. Cada eleitor poderá votar apenas uma vez, em até três personalidades e três instituições. Fique atendo às edições do M&E e não perca a chance de eleger a sua “Personalidade”.

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Luciano Palumbo

Visão geral do Golden Room do Copacabana Palace e as personalidades que se destacaram no segmento turístico em 2012

31


EVENTOS

Nascimento Turismo comemora 52 anos

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Lisia Minelli

32

A Nascimento Turismo completou 52 anos. Para comemorar este marco no Turismo, a operadora promoveu um coquetel para parceiros e amigos do trade. Na ocasião, Eduardo Nascimento e Plínio Nascimento, presidente e diretor geral, respectivamente, falaram da trajetória da empresa – que começou em 19 de agosto de 1961 e hoje é uma das três maiores operadoras do país. De acordo com o presidente, foram muitos os caminhos trilhados pela empresa e comemorar os mais de 50 anos de atuação é a prova da superação de todas as

dificuldades e da força da operadora. Ao longo desse período a Nascimento Turismo passou por diversas fases. Foi a primeira a fretar um voo para Nova York e para Europa, apostou em programas diferenciados e se consolidou com viagens para Disney, Europa e Caribe. O marítimo foi outro produto muito trabalhado, tornando a empresa uma das maiores vendedoras de cruzeiros do Brasil. Depois do crescimento vieram as crises e a operadora sempre se manteve no mercado. “Passamos por longos e difíceis caminhos, mas o melhor é saber que superamos todos eles”, disse Eduardo Nas-

Wagner Silva assume gerência nacional de vendas Wagner Silva, gerente de filial de Sorocaba da Nascimento Turismo, acaba de assumir gerência nacional de vendas – cargo criado para ajudar a incrementar as vendas da operadora. Segundo Silva, sua função é o planejamento estratégico e a aproximação com os agentes de viagem de todo o Brasil, com objetivo de crescer e fidelizar as agências. Silva atua há quatro anos na filiar de Sorocaba e usará de sua experiência no interior para agregar o novo desafio. A operadora está em busca de um substituto para o gerente na filial do interior.

Roy Taylor, do M&E, com Antonio Azevedo, da Abav

Mari e Rosa Masgrau, do M&E, com Diana Pomar, do México

Eduardo Nascimento e Renê Hermann

Ian Gillespie, da Avianca, com Kelly Leão, coodenadora de Marketing da Nascimento

cimento. “Sempre lutamos por algo que acreditamos”, completou. Para o diretor, a operadora criou novos meios de se adaptar ao mercado e continua a crescer. “A segmentação foi uma delas, assim como os serviços personalizados e as parcerias fortes para continuarmos a oferecer produtos e disponibilidade aos clientes”, disse. A partir dos anos 2000 a empresa teve um recuperação e aumentou suas vendas no nacional. “A partir de 2006 tivemos um crescimento maior ainda. Tudo o que passamos serviu de aprendizado e criou a base do que somos hoje e do podemos fazer para o futuro”, declarou.

Doméstico é a segunda maior força da Nascimento Turismo De acordo com Adriano Gomes, gerente de Planejamento e Produto da Nascimento, nos últimos dois meses o produto doméstico bateu recorde de vendas na operadora, atingindo 18% do share e a segunda posição no ranking das vendas. EUA e Canadá continuam sendo o carro chefe com 29% do share, seguido por Brasil (18%), Europa (16%), México (14%), Caribe (12%), Buenos Aires (7%), outros (2%). Segundo o gerente, as capacitações em parceria com os destinos foram essenciais para esse crescimento do nacional, além da alta do dólar. “Perce-

Adriano Gomes e José Christofanelli, da Nascimento, com Pedro Sorrentino, da Avianca

Julia Arjonas, da Tam e Silvia Paes Leme, da Nascimento

Com objetivo do encontro foi divulgar algumas ações da empresa, e falar da importância do mercado brasileiro, a Travelport promoveu um encontro em meados de agosto com Kurt Ekert, diretor comercial da empresa nos Estados Unidos – que veio ao Brasil pela primeira vez. Na ocasião, Ekert falou sobre as oportunidades de agregar desenvolvedores a sua plataforma de serviços oferecidos aos agentes de viagem no país. “Este é um mercado dinâmico com muitas oportunidades, em especial na área de hospitality. Nossa missão é integrar conteúdos em uma interface completa para o agente ”, disse. Pensando nisso, a empresa

Luiz Vargas, country manager Brasil e Kurt Ekert, diretor comercial da Travelport dos Estados Unidos

oferece a nova plataforma Smartpoint, que é mais simples e ao mesmo tempo tem maior quantidade de produtos e serviços. Segundo Luiz Vargas, country manager Brasil, esta ferramenta é uma evolução do GDS, um tradutor de mais de 84 tipos de entradas de GDS. “Trabalhamos com

bemos que os destinos que mais investiram em treinamento foram os que mais registraram crescimento nas vendas”, comentou. São eles: Bahia, Maranhão, Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Foz do Iguaçu e Serra Gaúcha. “Destaque para a Paraíba, que em um ano teve 300% de crescimento”, declarou. Além disso, o gerente ainda cita a boa quantidade de bloqueios da Nascimento. Ao todo são 2.500 assentos até o carnaval de 2014. Eventos e Incentivos – Segundo Silvia Paes de Barros, diretora do departamento de Eventos e Incentivos, fundado há 10 anos, hoje o segmento representa 20% do faturamento da operadora. A frente

Aldo Leone, da Agaxtur, Ricardo Roman, da Interamerican e Dado Nascimento, da New Line

Plínio Nascimento com Juarez Cintra, da Ancoradouro

Brasil está no foco estratégico da Travelport Lisia Minelli

Dado, Eduardo e Plínio Nascimento comemoram 52 anos da operadora

o conceito de plataforma aberta junto com os desenvolvedores para agregar maior valor ao nosso conteúdo de GDS”, explicou. Durante o encontro, o diretor falou ainda do e-Volve Summit, que acontece pela primeira vez na América Latina, no Brasil. “O conceito do evento é falar de tendências globais do Turismo e tecnologias e em como aproveitar todas essas mudanças para melhor se posicionar”, comentou. Os executivos também apresentaram a parceria com a The Global Travel & Tourim Partnership (GTTP), que será efetuada com a Universidade de São Paulo (USP) para capacitação, com objetivo de preparar a nova geração de profissionais da área. A ideia é expandir esse projeto para outras entidades.

desde o início, Silvia conta que muito já foi feito para atender e fidelizar os clientes. Segundo ela, os clientes estão se reinventando e exigindo que a empresa acompanhe essas mudanças. “Estamos ainda cada vez mais dando consultoria e nos especializando nos segmentos que atuamos, seja ele farmacêutico ou automotivo”, disse. De acordo com Silvia, além dos lançamentos e campanhas, a Nascimento ainda investe na promoção das viagens de incentivo, com objetivo de aumentar as vendas e fazer com que os resultados do departamento fiquem acima dos 20% já registrados.

Rosa Masgrau, Roy Taylor e Mari Masgrau, do M&E, comemoram com Eudardo Nascimento

André Pousada, da Royal Caribbean, com Oswaldo Freitas, da Nascimento

José Trinca, da American Airlines, com Goiaci Guimarães, da Rextur

South African Airways promove workshops na América do Sul Arthur Stabile A South African Airways (SAA) realizou em São Paulo a edição 2013 do South America Workshop, que contou com mais de mil reuniões entre operadores brasileiros e representantes de empresas africanas. Para esta edição, a companhia aérea trouxe 32 expositores, que tiveram contato com 32

buyers nacionais. “Queremos promover negócios entre os expositores e os operadores brasileiros”, disse Nelson de Oliveira, diretor da SAA para o Brasil. Além do Brasil, a South African promoveu o workshop na Argentina. Diferente do Brasil, o evento no país vizinho ainda conta com a participação de operadores do Chile, Peru, Colômbia e Uruguai.

Nelson de Oliveira, da South African Airways, e Tati Isler, da South African Tourism


EVENTOS

Entur tem crescimento de 5% e comemora negócios Fabio Peixoto

Domingos Leonelli e Sérgio Gordilho com autoridades

Solenidade de abertura reuniu mais de 300 convidados

Sergio Gordilho, José Manoel Garrido e Domingos Leonelli

O 6º Encontro Nacional de Turismo da Bahia (Entur), realizado Centro de Convenções da Bahia, em Salvador, registrou nesta edição, segundo os organizadores, um crescimento de 5% em comparação ao evento do ano passado. De acordo com o presidente do Entur, Sergio Gordilho, a edição teve a participação de cerca de 300 expositores, incluindo empresas internacionais como as companhias aéreas Tap e Air Europa. Ele acrescentou que a expectativa para o evento é que tenha chegado a receber um fluxo de mais de 2.000 agentes de viagem que tiveram a oportunidade de gerar bons negócios. “Foi uma oportunidade para todos os envolvidos com o turismo de apresentarem seus produtos”. Na solenidade de abertura, o secretário de Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, ressaltou o pioneirismo do Entur, destacando ser este o primeiro evento de nível nacional a se consolidar na Bahia. Para Leonelli, uma iniciativa desta natureza fomenta o turismo e movimenta o mercado nacional, “que é muito importante para a economia, sobretudo por ocasião das crises internacionais, quando o turismo é movimentado pelos próprios brasileiros”. Segundo o secretário o Turismo, a Bahia está retomando sua vitalidade e citou como prova números como o aumento de desembarques no estado, que de 10 milhões entre 2001 a 2006 pulou para 18 milhões, entre 2007 e 2013. Mencionou também o aumento das linhas de crédito para o setor de turismo que, este ano, somente via Banco do Nordeste, chegarão a R$ 300 milhões para a Bahia. Acrescentou que o sucesso da BahiaBizz e do Entur são reflexos das boas perspectivas para o segmento em geral. Paralelo ao Entur, foi realizado a 2ª edição do BahiaBizz Hotel & Food, feira de fornecedores de hotelaria e alimentação. De acordo com José Manuel Garrido, presidente da ABIH-Bahia, entidade responsável pela organização da feira, foi a oportunidade da rede hoteleira conhecer e adquirir os equipamentos, movimentando a economia local, além de participar das palestras voltadas para o segmento. Segundo suas estimativas, a segunda edição da BahiaBizz deve ter gerado um incremento de negócios em torno de R$ 1.5 milhão, já que a feira possibilitará a negociação de equipamentos e serviços diretamente e localmente. Na abertura, que contou com presença de autoridades do Estado e do Município e de representantes do trade turístico da Bahia, foi ressaltado o caráter pioneiro, inovador e a importância dos dois eventos para o desenvolvimento do turismo e da hotelaria. A feira de hotéis teve um crescimento de mais de 300% este ano com fornecedores e expositores de todo o país, entre os mais variados segmentos voltados ao turismo e à hotelaria. O Entur teve o apoio da Secretária de Turismo da Bahia (Setur-BA), Bahiatursa (Empresa de Turismo da Bahia), Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Sindicato de Turismo da Bahia (Sindetur-BA), e da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia (ABIH-BA).

Weslen Moreira e Fernando Ferrero, da Bahiatursa

José Alves, da Abav-BA

Dilson Jatahy, da Resorts Brasil, e Glicério Lemos, do Monte Pascoal

Patricia Macedo, gerente de Contratação da Ibero Service

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Sinéia Coelho

33


EVENTOS

Relação com cliente é tema principal do The Forum

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Anderson Masetto

34

Entre os dias 21 e 22 de agosto, a The Collection promoveu o The Forum – evento voltado para o mercado corporativo e de luxo e teve o M&E como media partner.. Na ocasião, temas como mudança de mercado, relação com o cliente e palestras sobre competitividade e retenção de novos talentos foram abordados por especialistas. O evento contou com mais de 100

profissionais participantes. Além disso, os agentes puderam conferir as novidades das DMC representadas pela empresa nos intervalos das plenárias. “Este é algo inédito para essa indústria no Brasil. Trouxemos conosco cinco especialistas com o objetivo de informar, educar e mostrar aos agentes brasileiros as soluções internacionais disponíveis neste mercado”, destacou John Hooker, presidente da The Collection. Para Hooker, a relação com os

clientes é um dos principais pontos a ser observados pelos agentes de viagens, especialmente os especializados no mercado MICE. As mudanças no mercado de Turismo exigem do profissional uma nova postura, mais voltada para agregar valor aos serviços prestados do que simplesmente vender. “O modelo tradicional em que as agências lidavam com os clientes de um lado e fornecedores de outro não existe mais. O mercado está muito fragmentado

e temos que pensar nas formas de estar visível para o cliente”, disse. Segundo ele, a tarefa de reversar uma viagem ou contatar fornecedores é hoje dominada pelos consumidores e na hora de contratar uma agência fica a dúvida sobre o que essa empresa pode agregar de valor. Para Hooker, hoje os clientes querem muito mais por menos e por este motivo o modelo atual de precificação deve ser repensado.“Para agregar este valor é necessário desenvolver habilidades, pensar e minimizar os riscos”, complementou.

Futuro – Em suas apresentações, Hooker destacou a importância das agências e organizadores de eventos em precificar de forma correta os seus produtos. Segundo ele, este é um mercado em mudança e para acompanha-lo é necessário ter uma “mudança de mentalidade para o futuro”, considerando, sobretudo, a cobrança de fee. “As agências devem oferecer habilidade e conhecimento para os seus clientes. Todos pagam para arquitetos, encanadores e advogador por hora. Por que não para um gestor de eventos?”, explicou o executivo.

Plenárias do The Forum abordam competitividade, impostos e novos talentos A sessão principal do The Forum abordou alguns dos temas que mais impactam no mercado de eventos e viagens de incentivo no Brasil. As plenárias, mediadas pelo editor de São Paulo do MERCADO & EVENTOS, Luciano Palumbo, tiveram a participação do presidente da The Collection, John Hooker, do diretor de Incentivos da Tour House, André Webber, do diretor de Grupo P2Com, Igor Tobias e Elizabeth Wada, da Universidade Anhembi Morumbi. O primeiro assunto proposto para os painelistas foi a inovação, uma vez que este mercado muda de forma muito rápida. Na opinião de Webber o desafio das agências em se renovar e reinventar para continuar sendo competitivo. Hooker foi além e disse

que as empresas que atuam hoje neste segmento têm apenas duas opções: aceitar que vai ficar para trás ou continuar inovando. “Não se trata mais de pensar fora da caixinha, mas sim de se livrar dela”, declarou Tobias. Outro desafio para as agências está na tributação. Como um evento envolve uma série de serviços e fornecedores, quando o cliente paga por meio de uma só nota fiscal há uma dupla tributação. A saída encontrada é o pagamento direto ao fornecedor ou a emissão de notas de débito. A solução deste problema levanta um outro, especialmente para as especializadas no mercado corporativo: a cobrança de fee. “Todos pagam por hora para médicos e advogados. Por que não para um organizador de eventos? Não somos vistos como uma profissão e isso tem que mudar”, afirmou Hooker. A segunda plenária do evento con-

tou com uma plateia de estudantes e profissionais dos setores de Turismo e eventos. O objetivo foi explicar um pouco sobre o mercado de trabalho no setor. Um dos pontos abordados foi em como identificar e reter talentos. “Todos concordam que há uma falta de mão de obra qualificada. Acredito muito no networking, porque os iguais se atraem. Se você tem um talento é muito provável que ele tenha outro para te indicar”, comentou Tobias. Para Elizabeth, os alunos que são inquietos e questionadores acabam tendo mais atenção do que aqueles que fazem todas as tarefas e sempre no prazo. “Acredito que um talento é alguém que tenha paixão e que gosta de desafios. Se alguém tiver o DNA correto, qualquer outra coisa pode ser treinada”, disse Hooker.

John Hooker, Igor Tobias, Beth Wada e Luciano Palumbo

Rosa Masgrau, do M&E, com John Hooker

Eliane Taunay, da The Collection, com Malu França, da Agaxtur

Paulo Cunha, Raquel Gomes e Renata Di Bernardo, da Tap com Antonio Silva , da Events By Tlc

Isabela Felitti, do The Ritz Carlton, com Cantekin Temizer, da MEP (Turquia)

André Webber, da Tour House, Igor Tobias, da P2Com e John Hoker, da The Collection

Rosa e Mari Masgrau, do M&E

Marina Tabarin, da The Collection


EVENTOS

2º Workshop Brocker Tur reúne principais novidades da Serra Gaúcha Pedro Menezes

e suas 10 principais agências de viagens e mais 30 operadoras clientes da Brocker participaram do workshop, momento em que os profissionais do turismo assistiram as capacitações que reuniram empreendimentos turísticos da região e visitaram o workshop, onde os principais parceiros e produtos da Serra, hotéis, parques, atrativos e as secretarias de turismo apoiadoras do evento estavam expondo. No último dia de evento, 25 de agosto, o evento encerrou visitando mais atrativos de Canela e Gramado, como o Museu de Cera, Museu Harley Motor Show, Chocolate Lugano, Mundo a Vapor, Mini Mundo, loja Banny Pel e também a loja da Brocker em Gramado. Para o 2º Workshop, a Brocker Turismo contou com o apoio institucional é da Secretaria do Turismo do Estado do Rio Grande do Sul, Prefeitura de Canela, Prefeitura de Gramado, Prefeitura de Nova Petrópolis, Prefeitura de Bento Gonçalves, Prefeitura de Caxias do Sul e Tam.

Luiza Brocker, Any Brocker Boeira e Carlise Bianchi

Autoridades de turismo do Rio Grande do Sul reunidas com a equipe da Brcoker Turismo

Jay Santos, Claudia Lobo, Danielle Saba Courtenay, Mayte Albaladejo, Mary Carmen Vincent e Johana Russo, do Visit Orlando

Orlando amplia oferta com captação de eventos no Brasil Luciano Palumbo O destino que mais recebeu turistas nos Estados Unidos quer aumentar ainda mais o número de visitantes para os próximos anos. Localizada na Flórida, a cidade de Orlando recebeu de 57 mil visitantes no ano passado, destes 29 milhões de estrangeiros. Para ampliar este número, o Visit Orlando promoveu um encontro com operadores, agentes e empresários em busca de anunciar a capacidade da cidade para a realização de grandes eventos. Segundo a diretora de Marketing do Visit Orlando, Danielle SabaCourtenay, a proposta é mostrar aos agentes, empresários e operadores do Brasil a capacidade hoteleira, de eventos e entretenimentos que estão reunidos em Orlando. “Orlando recebeu no ano passado cerca de 3,6 milhões de pessoas dentro do segmento Mice. Para este ano a expectativa é de quatro milhões”, comentou. Fora os parques temáticos e a gastronomia, a cidade americana

oferece hospedagem e centros de convenções de alto padrão, segundo a diretora do Visit Orlando. “Nossa ideia é oferecer ao publico brasileiro – tanto de eventos quanto de incentivos – os atrativos da cidade”, disse referindo-se a realização de eventos de moda, beleza, saúde e estética em Orlando. Para esse ano, o estado da Flórida vai investir US$ 5 bilhões na indústria de eventos. Em Orlando, atualmente existem 116 mil quartos em 450 hotéis, centro de convenções em parques como Universal e Disney, além do Orange CountyConvention Center. A cidade ainda receberá até 2015 mais um shopping na International Drive, opções de entretenimento como a Orlando Eye e o Sea Life Aquarium. Brasil - O Brasil enviou 1,7 mil turistas em 2012 e se tornou o terceiro emissor para o país, atrás do Canadá e Reino Unido. “A expectativa é incrementar o número de brasileiros em 14% para este ano, e no geral ter um acrescimento de 4% de visitantes”, afirmou.

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Durante quatro dias, autoridades, imprensa, operadoras de turismo e agentes de viagem estiveram reunidos na Serra Gaúcha para participar da segunda edição do Workshop Brocker Turismo – Eu amo vender a Serra Gaúcha. Realizado de 22 a 25 de agosto, o evento apresentou as principais novidades da região em termos de parques, hotéis e empreendimentos turísticos, destacando o crescente potencial dos destinos Canela, Gramado, Nova Petrópolis, Bento Gonçalves e Caxias do Sul que, a cada ano, apresentam novidades ao visitante. A programação do evento teve início na quinta-feira, dia 22 de agosto, com um jantar de abertura, quando os participantes puderam conhecer as tradições do Rio Grande do Sul durante a Noite Gaúcha. A sexta-feira, dia 23, foi dedicada ao Tour dos Parques, que possibilitou a visita às atividades tecnológicas indoor do Alpen Park, além de visitar

as obras do novo parque da região, o Snowland, que terá a inauguração oficial em outubro. Para encerrar foi a vez do Mundo Gelado, parque temático que inclui passeio por galerias com esculturas de gelo. Segundo a diretora da Brocker Turismo, Any Brocker Boeira, o evento também teve como objetivo apresentar as novas opções de pacotes que a agência lançará em breve. “Estamos mostrando as inúmeras novidades que a região oferece. Com isso, a ideia é que os operadores e agentes de viagem percebam e mostrem para seus clientes que a Serra Gaúcha é um destino para se passar mais dias. Hoje, geralmente, são quatro dias de estadia, mas, com o crescente número de novos empreendimentos, oito dias se tornou pouco para visitar todos os atrativos da região”, salientou. Durante o dia 24 de agosto, penúltimo dia, as 15 operadoras de turismo vencedoras da campanha “Eu Amo Vender a Serra Gaúcha”

35


EVENTOS

Belize Tourism Board promove destino no Brasil

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

Lisia Minelli Pela primeira vez, o Belize Tourism Board (BTB) desembarca no Brasil para uma série inédita de seminários sobre o destino caribenho voltados aos profissionais do setor. Além da apresentação do destino e seus atrativos, vieram hoteleiros, operadores e companhia aérea com objetivo de se aproximarem do mercado brasileiro, que nos últimos três anos apresentou um crescimento no volume de turistas visitando Belize. O primeiro encontro aconteceu em São Paulo. Os demais eventos foram realizados no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. De acordo com Deborah Gilharry, executiva sênior do trade de viagens do BTB, o destino recebe em média

260 mil turistas. Os Estados Unidos representam 64% do total de visitantes, sendo considerado o principal mercado, seguido de Europa (30%) e Canadá (10%). “A América do Sul representa apenas 1% do volume de turistas, mas a região tem um potencial enorme, em especial do Brasil”, disse. Em 2012, o destino recebeu 500 brasileiros, um crescimento de 5% desde 2010. Deborah disse estar otimista com os seminários que ocorrerão no país nesta semana. “O mercado brasileiro não conhece todo o potencial de atrativos de Belize. Nosso intuito é nos aproximarmos do trade e incrementar o número de visitantes”, explicou. O BTB está ainda em busca de representantes na região da América do Sul. Há ainda a intenção de abrir um escritório de tu-

rismo, “e o Brasil está no topo da lista”, disse Romy Haylock, executiva do BTB. Belize – O destino está localizado na América Central e faz parte do Caribe. Segundo Deborah, Belize é o único país na região que tem o inglês como primeira língua. Sua população é de 350 mil pessoas e seu principal atrativo é o The Great Blue Hole, um buraco no oceano descoberto por Jacques-Yves Cousteau e ideal para mergulho. Uma curiosidade de Belize é que o país possui o maior número de sítios da civilização Maia do mundo. “São mais de mil e ainda outros não escavados”, disse. Ecoturismo/ aventura, exploração de cavernas, mergulho, observação de pássaros e atividades aquáticas são alguns segmentos trabalhados pelo destino.

36

Valci Souza, da AviancaTaca, Guilherme Reis, da MK e Roberto Bessi, da Bessitur

Representantes de Belize, operadores e apoiadores do evento

João Araújo e Deborah Gilharry, do BTB

Workshop

Tamara Araújo, da Integra Live Marketing

No Rio. apresentação reuniu cerca de 50 representantes do trade Luiz Marcos Fernandes Uma delegação com 10 representantes de Belize, liderada pelo Belize Tourism Board, reuniu no Windsor Guanabara, no Rio de Janeiro, cerca de 50 agentes de viagens e operadores para divulgar o destino. O trabalho de promoção foi coordenado pela Integra Live Marketing, com sede no Rio de Janeiro, e que tem à frente João Araújo (ex-Lan) e Tamara Araújo. “Estamos iniciando esse trabalho de promoção junto ao trade, pois é um destino novo e que tem grandes possibilidades de ser um sucesso junto ao mercado brasileiro”, destacou João Araújo. No evento, os participantes do roadshow tiveram uma rodada de negócios, seguida de apresentação por parte da equipe do BTB e coffee break. Segundo Deborah Gilhary, Belize tem

Capacitação dos agentes

características e produtos que podem tornar o destino, a médio e longo prazo, como um dos preferidos no Caribe mexicano. “Temos uma infraestrutura que inclui uma paisagem muito parecida com a da Costa Rica, com belas florestas tropicais, ruínas maias, cassino, excelentes resorts e preços bem mais em conta do que os praticados por outras ilhas do Caribe. Lembro ainda que para Belize não exige visto dos brasilieros”, destacou ela. Durante a apresentação, Valci Souza, gerente Regional de Vendas Internacionais da AviancaTaca, lembrou que é possível ir a Belize por meio da empresa aérea fazendo uma conexão em Lima. Da delegação de Belize estiveram presentes representantes do hotel cassino Princess, do Belize Hotel Association, do Robert´s Grove Beach Resort, da Tropicair, entre outros.


WWW.MERCADOEEVENTOS.COM.BR

Últimos vídeos  “Nova estrutura dará mais competitividade á Flytour”, diz Oliveira  Agentes reforçam importância do workshop da Trend  Trend apresenta novidades em seu 15º workshop  Abav 2013 tem 2,7 mil expositores de 60 países; veja a planta  Em São Paulo, Abav promete maior feira de todos os tempos

ALTA DO DÓLAR E O TURISMO A alta do dólar já assusta quem havia planejado sair do Brasil nos próximos meses e afeta o movimento em operadoras e agências de viagem do país. Com a proximidade das férias de fim de ano, as empresas de turismo, no entanto, não demoraram a agir. Lançaram mão de um arsenal de artifícios como promoções e câmbio reduzido. O MERCADO & EVENTOS perguntou a seus internautas: Você perdeu vendas devido a alta do dólar? Veja o resultado da pesquisa.

TOP 10 mais lidas no site do M&E 14/08 a 20/08

21/08 a 27/08 Últimas galerias de fotos  Belize Tourism Board promove destino no Brasil  Conheça o Monarch, novo navio da Pullmantur  Colaboradores Flytour recebem treinamento de produtos da operadora  Costa do Sauípe inaugura maior espaço de eventos em um resort  Veja fotos do Entur Bahia

ESTRANGEIROS QUEREM VOLTAR O Brasil recebeu um número recorde de turistas estrangeiros no ano passado, de acordo com o estudo de Demanda Turística Internacional, divulgado pelo Ministério do Turismo. O levantamento feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) revela que 5,67 milhões de estrangeiros visitaram o país em 2012. A Argentina se mantém na primeira posição como emissor, com 29% dos turistas que visitarm o Brasil (1,67 milhão), seguida pelos Estados Unidos (586 mil). A Alemanha, com 258 mil visitantes ultrapassou o Uruguai (253,8 mil) e conquistou a terceira colocação. Os maiores emissores de turistas residem na América do Sul (50%), seguidos pelos europeus (29%) e norte-americanos (13%). A maioria dos estrangeiros vem a lazer (46,8%), uma parcela menor, porém importante pela média de gastos no país, vêm a negócios (25,3%) e os demais chegam ao país para visitar parentes, destinos religiosos, fazer cursos e compras (27,9%). Em comum, os turistas estrangeiros têm a satisfação com a experiência de viagem ao Brasil. A maioria (84,5%) declarou que a viagem atendeu plenamente ou superou suas expectativas, de modo que 95,7% afirmou que pretende voltar ao país. “Temos muito a evoluir, mas os dados mostram que estamos no caminho, que o turista estrangeiro tem tido boas experiências em nosso país”, diz o ministro do Turismo, Gastão Vieira. A intenção de retorno se explicada pela boa avaliação dos principais serviços turísticos. Os serviços mais bem avaliados são a hospitalidade do povo (97,7%), os sabores da gastronomia (95,5%) e a hospedagem (93,2%). Os serviços com menor grau de satisfação são os preços de produtos e serviços (56,1% de aprovação), a telefonia (67,7%), as rodovias (70%) os aeroportos (73%) e a sinalização (76,5%). SABRE ANUNCIA TOM KLEIN COMO NOVO CEO A Sabre Holdings anunciou que Tom Klein, presidente da empresa, vai suceder a Sam Gilliland como CEO da companhia. Klein vai atuar como CEO e presidente, enquanto Gilliland vai continuar como membro da diretoria. Sobre a transição, Sam Gilliland comentou: “Tem sido um privilégio liderar a equipe excelente do Sabre, com mais de 10 mil profissionais em tecnologia e negócios, durante estes 10 anos como CEO. Juntos, nós diversificamos o negócio e fizemos investimentos significativos para nos manter na vanguarda da inovação em tecnologia para a indústria de viagens. Tom Klein foi meu parceiro nesta condução, e acho que só ele pode assumir a liderança da empresa daqui para frente. Tom vai contar, também como eu fiz, com uma equipe talentosa e capaz que irá impulsionar a empresa para obter maior sucesso nos próximos anos”. Klein atua no Sabre há mais de duas décadas, tempo em que liderou uma série de cargos na América Latina, América do Norte e a nível global. Klein assumiu como presidente da empresa em 2010.

1ª - Costa do Sauípe inaugura maior espaço de eventos de um resort 2ª - Tam Viagens entrega prêmio da campanha “Uma noite no Castelo” 3ª - Dado Nascimento assume comando da New Line 4ª - Shift fará transporte oficial da Abav 2013 5ª - Colaboradores da Flytour recebem treinamento de produtos da operadora

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

1ª - Azul fecha parceria com a Disney para o lançamento do filme Aviões 2ª - Turismo Andino fecha as portas e surpreende mercado do Rio 3ª - Tam lança voo direto entre Uberlândia–Brasília 4ª - Primeiro Discover Brasil tem a participação de 84 operadores 5ª - Sem isentar vistos, entrada de brasileiros nos EUA pode ser facilitada

37


AGENDA

PASSAPORTE

Setembro de 2013 - 1ª quinzena

FIT terá Equador como convidado e Brasil no pavilhão internacional

38

Com definição da data do evento em 2014, entre 25 a 28 de outubro, a FIT de Buenos Aires será realizada de 14 a 17 deste mês na capital argentina, uma semana após a Feira das Américas, em São Paulo. Em função disso, a organização do evento não participa esse ano do 41º Congresso da Abav. O país convidado da FIT será o Equador. Já o Brasil ocupará uma área de 2.500 metros quadrados no Pavilhão Internacional atendendo a uma solicitação da Embratur. Dos 35 países confirmados até o momento, as novidades serão Dubai, Jordânia e Turquia. Outra novidade diz respeito à abertura, que normalmente acontecia no primeiro dia do evento. Esse ano, a solenidade acontece às 15h do dia 13 (sexta-feira). O horário de funcionamento será o mesmo dos anos anteriores. No final de semana, das 15h às 22h com ingressos a 35 pesos. Já o seminário técnico será ampliado e em vez de três auditórios serão quatro, numa programação mais extensa. A Rodada de Negócios também foi mantida. Na programação a novidade fica por conta do Espaço Aventura. Será uma área para divulgação das atividades, com tirolesa e outras atrações. Segundo a organização, estão previstos cerca de 1.700 expositores e co-expositores. Embora a organização da Feira Internacional de Turismo da América Latina não tenha se pronunciado sobre os motivos da antecipação, a FIT sempre aconteceu após o Congresso da Abav, em outubro. Como a Abav Nacional decidiu esse ano antecipar seu evento, a organização da FIT fez o mesmo. A expectativa dos organizadores é superar

os números da última edição, quando a FIT recebeu 92.236 visitantes, dos quais 33 mil profissionais, e contou com a participação de 35 países. Para a Rodada de Negócios, a Aerolíneas Argentinas é a empresa aérea transportadora oficial dos buyers. Organizadas em conjunto com o Instituto Nacional de Promoção Turística (Inprotur) e a Câmara Argentina de Turismo (CAT), estas reuniões de negócios são minuciosamente preparadas em função de critérios de comercialização, produção e interesses de mercado. Entre os expositores brasileiros está a Companhia Paraense de Turismo (Paratur). O mercado argentino é considerado um dos prioritários no Plano Ver-o-Pará (Plano Estratégico de Turismo do Pará). No país vizinho, serão destacadas as regiões turísticas de Belém, Marajó e Tapajós, através dos roteiros Pará: 8 dias e 7 noites. A Rede Loi Suites, composta por Hotéis em Buenos Aires, San Martin de Los Andes, Puerto Iguazú e São Paulo esta oferecendo tarifas especiais para os profissionais do trade que estejam participando da FIT. Diárias a partir de P$ 320 + IVA por apto para até 03 pessoa com café da manhã. Mais informações: www.loisuites.com.ar/es/apart-hotel-esmeralda/home O M&E, a exemplo das últimas edições, estará presente com um estande onde distribui sua edição Folha do Turismo Brasil no idioma local. A equipe editorial fará uma cobertura online com fotos e novidades. Na edição de outubro do M&E confira a cobertura completa do evento. Veja os detalhes da feira no site oficial da FIT: www.fit.org.ar.

Festival de João Pessoa espera superar marca de mil visitantes O 3º Festuris JPA será realizado nos dias 27 e 28 de setembro, no Centro de Convenções de João Pessoa, com a participação de aproximadamente mil profissionais do turismo, sendo 700 agentes de viagens, o que significa um crescimento de quase 30% em comparação com 2012. Criado para fortalecer o destino Paraíba e trazer novas e melhores ofertas de produtos e serviços turísticos para operadoras e agências de viagens do mercado nordestino, o Festuris JPA se fortalece, a cada edição, como o evento ideal para alavancar negócios entre empresas e profissionais de toda cadeia produtiva do turismo. Além de otimizar os contatos, concentrando a troca de informações e a distribuição de material, o evento também estimula a realização de novas negociações e a renovação de parcerias entre operadores e agentes de viagens com

destinos, hotéis, parques temáticos e os mais diversos fornecedores do setor. Na última edição, em 2012, 91% dos expositores realizaram negócios durante o do festival e para 72% do público, o evento superou as expectativas iniciais. Nesta edição, o festival ganha nova formatação, atendendo as necessidades do crescimento do evento. Entre as novidades, está a Rodada de Negócios coordenada pelo Sebrae, que será realizada em espaço exclusivo; a criação de dois novos auditórios para capacitação totalizando três ambientes distintos para realização de workshops simultâneos; a ampliação da sala de imprensa e da área de eventos e alimentação. A relação dos expositores e a programação completa do 3º Festuris JPA estão disponíveis no site www.festivalturismojoaopessoa.com.br, onde também pode ser feita a inscrição dos agentes de viagens.

Festuris prorroga inscrições e terá festa patrocinada pelo RS O Festival do Turismo de Gramado prorrogou as inscrições free para agentes e operadores de viagens até 15 de setembro. Além de disponibilizar um período maior, outra grande novidade desta 25ª edição é o número ilimitado de inscrições free para empresas de turismo, que podem trazer seus profissionais para a feira. A ideia principal deste serviço é antecipar e confirmar a participação do público-alvo do Festuris: o profissional de turismo. Com o foco voltado exclusivamente aos negócios, o festival, além de sempre qualificar seus visitantes, lança novas opções de negócios. Em 2013, aparecem o turismo sustentável, segmentado no Salão de Sustentabilidade, e o turismo corporativo, com o salão Mice Abeoc Brasil. O diretor, Eduardo Zorzanello, salienta a busca por mais público com poder de decisão: “Com este novo modelo de inscrições, buscamos potencializar os negócios que serão feitos durante a feira e oferecer um espaço ainda mais qualificado, onde os agentes e operadores de viagem possam ampliar sua rede de contatos e obter os melhores resultados possíveis”. Após o período das inscrições free, serão cobradas taxas de participação junto aos profissionais, visitantes de outros ramos e estudantes. De 16 de setembro a

21 de outubro, o valor será de R$ 121. Depois, será possível se credenciar apenas durante o evento, com custo de R$ 158. Pensando também no futuro do setor, o evento promove as inscrições para estudantes a R$ 98, que permite acesso à feira apenas no segundo dia (sábado, dia 9 de novembro), a partir das 16 horas. Festa - Está confirmada a realização da festa de abertura do 25º Festival do Turismo de Gramado sob a organização do Governo do Rio Grande do Sul, por meio da Secretaria Estadual do Turismo (Setur-RS). A partir das 22 horas de 7 de novembro (quinta-feira), após a solenidade oficial do Festuris, os participantes serão convidados a prestigiar o evento na Sociedade Recreio Gramadense. A secretária estadual do Turismo, Abgail Pereira, fecha os detalhes com a equipe da Setur-RS e em breve deve divulgar a programação social que prepara para a primeira noite do festival. A exaltação à cultura gaúcha deve ganhar destaque sob o comando de Abgail, que é uma das homenageadas com o troféu “Amigos do Festival” em 2013. Faltando pouco mais de dois meses para a realização do Festuris, a grade de programação do evento tem confirmadas atrações paralelas além do congresso e da feira de negócios, que ocorrerão nos dias 8 e 9 de novembro (sexta-feira e sábado).

Top Resa começa neste dia 24, em Paris Começa no dia 24 de setembro e acontece até o dia 27, mais uma edição da International French Travel Market – Top Resa, em Paris, na França. Neste ano, o estande do Brasil estará presente com módulos e mesas. São esperados nos quatro dias mais de 30 mil visitantes. O Brasil aproveita a oportunidade para apresentar seus atrativos e convidar o público a conhecer as cidades-sede da Copa de 2014. O M&E, mais uma

vez, faz a cobertura da feira em tempo real, com fotos e entrevistas, além de distribuir a revista FT Brasil especial para a Top Resa traduzida para o francês. Esse ano a Top Resa apresenta a Jornada Internacional de Viagem de Negócios destacando o segmento Mice. A Top Resa funcionará dias 24 e 25 das 9h30 às 19h e nos dias 26 e 27, das 9h30 às 17h30. Outras informações podem ser obtidas pelo site: www.iftm.fr.

>> A Abav está preocupada com um novo sistema de vendas online a ser implantado no Brasil pelas companhias aéreas. O New Distritution Capability (NDC), uma iniciativa da IATA, permite aos passageiros comprar um maior leque de serviços, como locação de carros, reserva de assentos mais espaçosos e até fazer consultas sobre o que o passageiro irá precisar durante sua viagem. Segundo Antonio Azevedo, presidente da Abav Nacional, o NDC tem um papel que classificou como “Big Brother” da aviação comercial. Atualmente, as agências utilizam um sistema intermediário de distribuição de passagem usando plataformas como Amadeus, Sabre e Travelport. Com o novo sistema a figura do intermediário desaparece permitindo as aéreas ter um ganho maior e aos agentes uma perda nos ganhos. >> A pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) divulgada pelo Ministério do Turismo apontou que os turistas que saíram da Europa e dos Estados Unidos para visitar o Brasil no ano passado gastaram mais que o dobro do que os visitantes oriundos da América do Sul. O maior gasto per capita dos turistas da Europa foi dos espanhóis, com US$ 1.703. Entre os visitantes da América do Sul, os chilenos foram os que mais deixaram dinheiro no Brasil: U$$ 791 cada um. A pesquisa apontou ainda que 5,67 milhões de estrangeiros visitaram o Brasil no ano passado. Os argentinos foram os que mais vieram ao país, somando 1,67 milhão de visitantes. Em seguida, os Estados Unidos, com 586 mil. A Alemanha, com 258 mil turistas, ultrapassou o Uruguai, que enviou 253,8 mil pessoas. Com isso, os alemães ficaram na terceira posição. >> O Grand Mistral, navio da Ibero Cruzeiros, passa a integrar a nova classe de navios da marca Costa Crociere a partir da temporada 2013/2014. Os detalhes do projeto serão apresentados pela Costa Crociere SpA nas próximas semanas. Diante disso, o Grand Mistral, originalmente escalado para realizar operações na América do Sul durante a temporada 2013/2014, não virá mais para a região. Os hóspedes e as agências de viagens que reservaram cruzeiros na costa sul-americana a bordo do Grand Mistral já estão sendo informados sobre as condições para a reacomodação. >> O Escritório de Turismo do Arizona (AOT) começou sua representação no mercado brasileiro por meio da Global Vision Access (GVA) em maio deste ano. As suas ações promocionais, no entanto, começam neste segundo semestre. A GVA nomeou a nova gerente da conta do Arizona, Mara Pessoa, que se diz muito feliz por este novo desafio: “O estado é um destino de enorme potencial ainda pouco explorado e que oferece ao consumidor experiências singulares”, explica. >> O projeto Parada Tri Legal, desenvolvido pela secretaria de Turismo do Rio Grande do Sul (Setur), foi lançado durante almoço na Tenda dos Jardins no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, com a presença do governador Tarso Genro. O programa vai contemplar seis regiões do Estado. Serão investidos mais de R$ 500 mil para a qualificação de gestores, empreendimentos e profissionais. Na primeira fase, serão contemplados 30 empreendimentos de 27 municípios das regiões da Costa Doce, Metropolitana, Hortênsias, Vale dos Sinos, Uva e Vinho e Campos de Cima da Serra. >> Ricardo Rodrigues foi anunciado como novo gerente Operacional do Portobello Resort & Safari, no Rio de Janeiro. O profissional iniciou sua carreira em hotelaria há 17 anos no setor de Alimentos & Bebidas, passando pelos departamentos de eventos e hospedagem. Entre os empreendimentos em que trabalhou estão às redes de hotéis e resorts Transamérica Comandatuba, na Bahia, Le Meridèn e o Relais & Château Santa Teresa, no Rio de Janeiro, além do Club Med, no Brasil e em diferentes países como Ilhas Maurício, República Dominicana e México. Antes de chegar ao Portobello Resort & Safári, Ricardo foi gerente Operacional no Club Mediterranée, no México. >> O grupo Pestana conta com novo diretor Comercial no Brasil, Gustavo Syllos. Com especialização em marketing e comunicação corporativa, Syllos construiu sua carreira em companhias de diversos segmentos. Nos últimos anos, passou por empresas como Costão do Santinho, Accor e Bematch (CM Soluções). O executivo considera sua chegada no Pestana uma nova etapa em sua carreira. “Nesses anos trabalhando na indústria de viagens e turismo, desenvolvi um gosto especial pela hospitalidade – arte de receber e servir bem. Sinto-me muito entusiasmado por participar do processo de evolução do Grupo Pestana, como um agente desta mudança, mas principalmente como um aprendiz de tantos profissionais competentes que há nesta casa”, destaca. >> Adriana Moreira Ferreira, assume a partir de agora a Diretoria de Vendas do grupo SERHS no Brasil. A nova Diretora atua no SERHS desde abril de 2007, onde exercia o cargo de Gerente de Vendas e Eventos até o momento. Adriana Ferreira tem 15 anos de atuação no segmento de hotelaria, dedicados à área de Vendas e Eventos, tendo ocupado diversos cargos neste segmento, além de excelente relacionamento com clientes de eventos de São Paulo, Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Segundo o Diretor Geral do SERHS e Diretor de Operações do grupo, Ernest Guitart, Adriana, com sua experiência, desenvolverá um excelente trabalho frente à diretoria de vendas do grupo e junto aos demais colaboradores. >> A Shift Mobilidade Corporativa comemora os resultados positivos de sua primeira unidade na cidade do Rio de Janeiro. Instalada há pouco mais de um ano, a unidade já realizou mais de 600 atendimentos desde a sua inauguração. “Foi uma ação com resultado muito positivo para a Shift. Queríamos nos relacionar melhor com os nossos clientes locais e, com a presença no Rio, conquistamos o nosso objetivo,” conta Fernando Cavalcanti, diretor da Shift na capital fluminense. Devido ao crescimento da demanda na unidade do Rio, a Shift vai permanecer com sua garagem na região da Penha, de mil metros quadrados, mas transferiu o seu atendimento e a área de vendas para o Centro da cidade. O novo espaço fica na Av. Rio Branco, 185, Sala 1527, Centro. Para contatá-los, o telefone é o (21) 3836-0250, e o e-mail para solicitação de propostas é o solicitacao@shiftmc.com.br.

FOLHA DO TURISMO

www.mercadoeeventos.com.br Presidente Adolfo Martins Vice-presidente Executivo Roy Taylor (roytaylor@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6319 Diretora de Marketing Internacional Rosa Masgrau (rosamasgrau@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6316 Diretora Geral de São Paulo Mari Masgrau (mari.masgrau@folhadoturismo.com.br) - (55-11) 3123-2247 Diretor de Projetos Especiais Juan Torres (juan.torres@folhadoturismo.com.br) - (55-11) 3123-2222 Editora-chefe Natália Strucchi (natalia.strucchi@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6263 Editor-executivo Luciano Palumbo (luciano.palumbo@folhadoturismo.com.br) - (55-11) 3123-2240 Chefe de Reportagem Luiz Marcos Fernandes (luiz.fernandes@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6262 Chefe de Reportagem SP Anderson Masetto (anderson.masetto@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3123-2239 Diretor de Internet Fernando Martins | Diretora de Planejamento Andréa Martins Diretor Jurídico José Manuel Duarte Correia | Gerência de Tecnologia GRM | Fotógrafo Eric Ribeiro | Designer Daniel Costa Reportagem Rio (55-21) 3233-6353 | Reportagem São Paulo (55-11) 3123-2239/2240 Arthur Stabile (arthur.stabile@folhadoturismo.com.br) | Lisia Minelli (lisia.minelli@folhadoturismo.com.br) Rafael Massadar (rafael.massadar@folhadoturismo.com.br) Pedro Menezes (pedro.menezes@folhadoturismo.com.br) Atendimento ao leitor mercadoeeventos@mercadoeeventos.com.br - (55-21) 3233-6353 Departamento Comercial Rio de Janeiro (55-21) 3233-6319 São Paulo (55-11) 3123-2222 Rio de Janeiro Rua Riachuelo, 114 - Centro - CEP 20.230-014 - Telefone e Fax (55-21) 3233-6201 São Paulo Rua Barão de Itapetininga, 151 - Térreo - Centro - CEP 01042-001 - Tels (55-11) 3123-2222 - Fax (55-11) 3129-9095 Representante Comercial em Brasília CPM Consultoria Planejamento Mídia Ltda. (márcio@marketingcpm.com.br) (55-61) 3034-7448 / SHN Quadra 2 - 15º Andar - Salas 1514/1515 / Executive Office Tower - Brasília/DF - CEP 70702-905 Representante Comercial em Minas Gerais BH Brasil Comunicação Limitada. Weber Oliveira (weber.wbo@gmail.com) (55-31) 3371- 0769 / (55-31) 8859-1953 / Avenida Silva Lobo, 2019 / Sala 1501 - Grajaú - Belo Horizonte /MG - CEP 30460-000 Representante Comercial nos Estados Unidos Brazil Travel Media - Claudio Dasilva (www.braziltm.com - claudio@braziltm.com) +1 (954) 647-6464 / 401 E Las Olas Blvd # 130 - Fort Lauderdale - Florida - 33301 - USA Os artigos e opiniões de terceiros publicados na edição não necessariamente refletem a posição do jornal.

Mercado & Eventos é uma publicação do


Setembro de 2013 - 1ÂŞ quinzena

39


40 Setembro de 2013 - 1ÂŞ quinzena


M&E Edição 231  

M&E Edição 231

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you