Issuu on Google+

5

ANO XVI - Nº 464- 13/01/2017

Colunistas:

O VERDADEIRO JORNALISMO INVESTIGATIVO E OPINATIVO

R$ 3,00

WWW.FOLHAESTADO.COM Pág. 08

Pág. 05

Pág. 02

Juquita Carvalho

Lilian Cabral

Janaína Tonelle M.

Otavio Clos

Stalin Passos

Jean-Charles

ESCRITOR

ADVOGADA

GERAL

RADIALISTA

ECONOMISTA

CHEF

Micose fácil de pegar, difícil de tratar ... De Segunda a Sexta das 12h à 13h

Página 10

ITAPEMATV

web itapemanoticias.com

GUIA

LN

Litoral Negócios Participe desse projeto que completou um ano Contato: 47 99757 2737 (Janaína)

Prefeito garante recursos do estado para a Agricultura Página 03

Meninos já podem ser vacinados contra o HPV em Porto Belo

Página 04

Escorpiões infestam Itajaí (...) Página 05


02

OPINIÃO

WWW.FOLHAESTADO.COM

Ed. n° 464- 12/01/2017

Envie sua opinião para nossa redação pelo email: josefolha@hotmail.com ou ligue 3268.0440

EDITORIAL

Stalin Passos Economista - 47 9914-6821

A Fraqueza da Religião Institucionalizada

A

religião institucionalizada, seja qual for a denominação, não se pode permitir ter inspiração nem prover a liderança, dentro da reconstrução social e reorganização econômica iminentes em escala mundial, porque, infelizmente, se haja tornado mais ou menos algo como uma parte orgânica da ordem social e do sistema econômico destinados a passar por uma reconstrução. Apenas a religião real da experiência espiritual pessoal pode funcionar de um modo útil e criativo na presente crise da civilização. A religião institucionalizada está, no presente momento, num impasse, dentro de um círculo vicioso. Ela não pode reconstruir a sociedade, sem primeiro reconstruir-se a si própria; e, sendo uma parte tão integral da ordem estabelecida, não pode reconstruir-se a si própria antes que a sociedade haja sido radicalmente reconstruída. Os religiosos devem funcionar, na sociedade, na indústria e na política, como indivíduos, não como grupos, nem como partidos ou instituições. Um grupo religioso que presume funcionar como tal, em separado das atividades religiosas, imediatamente torna-se um partido político, uma organização econômica, ou uma instituição social. O coletivismo religioso deve limitar os seus esforços ao apoio das causas religiosas. Os religiosos não têm mais valor nas tarefas de reconstrução social que os não-religiosos, salvo pelo fato de que a religião deles pode haver-lhes conferido uma previsão cósmica maior e pode havê-los dotado com aquela sabedoria social superior que nasce do desejo sincero de amar a Deus acima de tudo e amar a cada homem como a um irmão no Reino celeste. Uma ordem social ideal é aquela na qual todo homem ama seu semelhante como a si próprio. A igreja institucionalizada, no passa-

do, pode ter parecido servir à sociedade, de modo a glorificar as ordens política e econômica estabelecidas, mas ela deve apressar-se em cessar com esse tipo de ação se quiser sobreviver. A sua única atitude decente consiste em ensinar a não-violência, a doutrina da evolução pacífica, no lugar da revolução violenta — a paz na Terra e a boa vontade entre todos os homens. A religião moderna acha difícil ajustar sua atitude, durante as rápidas alterações sociais, apenas porque permitiu a si própria tornar-se muito arraigadamente tradicionalista, dogmatizada e institucionalizada. A religião da experiência viva não encontra dificuldade em manter-se à frente de todos esses desenvolvimentos sociais e perturbações econômicas, em meio aos quais ela sempre funciona como um estabilizador moral, um guia social e um piloto espiritual. A verdadeira religião transporta, de uma idade para outra, aquela cultura que vale a pena e aquela sabedoria que nasce da experiência de conhecer a Deus e esforçar-se para ser como Ele. As religiões modernas, sobretudo as contemporâneas perderam a essência do evangelho de Jesus, que deixou como máxima para a evangelização dos homens, as pregações fundadas na comercialização da fé, são um engodo, uma falsa teologia que cega os homens da salvação eterna. O evangelho de Jesus, é de graça, nada custa, aos homens que crêem, “amar seu próximo como a si mesmo e amar a Deus sobre todas as coisas”... Não é necessário correr atrás de Deus ou de Jesus eles estão dentro do homem... José Santana O Editor & Acadêmico de Gestão Pública

TELEFONES ÚTEIS Prefeitura de Itapema Hospital Sto Antônio Polícia Emergência Polícia Rodoviária Federal Polícia Rodoviária Estadual Polícia Militar Polícia Civil Bombeiro Águas de Itapema CELESC Conselho Tutelar Defesa Civil Rodoviária Secretaria de Turismo PROCON

3268-8000 3268-5188 3267-1570 190 3368-2930 551 3368-4190 3368-5418 193 3268-8200 3268-2366 3268-6650 9186-8200 3368-2010 3368-2486 1512

Cartório de Registro de Imóveis FAACI Secretaria de Obras Fórum de Itapema Casa de Passagem Câmara de Vereadores Centro de Cidadania Conselho Tutelar(Plantão) Ponto de Táxi (HSBC) Ponto de Táxi (Praça) Ponto de Táxi (Rodoviária) Vigilância Sanitária SINE Iluminação Pública Tabelionato de Notas

3368-2203 3368-1603 3368-2244 3268-8800 3267-1472 3268-2578 3368-3418 9937-2278 3368-2000 9985-6464 3368-2073 3368-0351 3368-2895 3368-1010 3368-4993

Secretaria do Meio Ambiente Provita - Alcoólicos Anônimos Posto de Sáude - Centro Posto de Sáude - Meia Praia ONG Amigo Bicho Junta Militar - Alistamento Ônibus Intermunicipal Praiana Corpo de Bombeiro - Emergência Corpo de Bombeiro - Vistoria Projeto Sentinela Projeto Sentinela - Plantão Colônia de Pescadores Citran APAE Aeroporto Navegantes

3268-1603 3268-7332 3267-1540 3267-1553 3368-1099 3344-5418 3368-5052 3368-4474 3368-6502 3268-2400 9186-9860 3368-2388 3368-5462 3268-6662 3242-9205

ITAPEMA X Transporte Urbano

M

esmo fora da Temporada, nosso Município já apresentava vários pontos de estrangulamento do tráfego viário urbano. Os principais pontos de estrangulamento ocorrem nos trevos de acesso à cidade e às principais avenidas (Celso Ramos e Nereu Ramos! Realmente, enquanto não forem concluídas as Marginais Leste e Oeste da BR-101, que corta toda a cidade, no sentido Sul/Norte, desviando qualquer tráfego municipal da BR-101, ocorrerá solução para tal problema de engarrafamento, principalmente nos túneis de acesso aos bairros Sertãozinho, Alto São Bento e Canto da Praia (1); Casa Branca, Várzea e Centro, Taboleiro dos Oliveiras, Areal e São Paulinho (2); Morretes e Taboleiro dos Oliveiras; Meia-Praia, Sertão do Trombudo (3); Meia-Praia e Morretes), em período de férias... Atualmente, o nosso sistema funciona de forma compartimentada, havendo precárias ligações entre os bairros. O acesso do Taboleiro ao Morretes e Sertão, aberto pelo exprefeito Magnus, ainda é pouco usado, embora tenha recebido ótima revitalização pelo ex-prefeito Bolinha. O acesso do bairro Ilhota ao resto do Município, somente é possível pela BR-101, o que tem ceifado várias vidas dos nossos munícipes. Realmente, é sem sentido não existir uma ligação entre o Centro, o Canto da Praia e o bairro Ilhota, sem que se acesse a BR! Da mesma forma, do bairro Ilhota, deveria ser possível o acesso ao bairro Sertãozinho e demais bairros municipais, por uma avenida perimetral Oeste que interligasse os bairros Ilhota, Sertãozinho, Alto do São Bento, Casa Branca, Várzea, Tabuleiro dos Oliveiras, Morretes e Meia-Praia. Essa perimetral Oeste deveria ser a preferencial dos veículos pesados que demandam nossas empresas com o transporte de mercadorias, reservando-se as vias centrais e movimentadas para o uso de veículos pe-

!

quenos, favorecendo a instalação de empresas distribuidoras no Município, gerando tributos e empregos, ajudando a descongestionar o centro urbano. A implantação duma perimetral Leste por certo favoreceria aos turistas o conhecimento do nosso lindo costão e as praias do Plaza e Grossa, interligando-se com a Interpraias, favorecendo um turismo virtuoso no nosso litoral. Essa perimetral utilizaria parte do sistema viário já existente, o que seria bem menos oneroso para a comunidade e demandaria pouco tempo e não prejudicaria o meioambiente! Como o pedestre tem sido esquecido no nosso sistema viário, seria interessante que se estudasse a eliminação da calçada de um lado de cada rua, a fim de que se implantasse em seu espaço, ciclovias, onde os munícipes pudessem circular com segurança e usando um sistema de transporte individual prático, barato e acessível (a bicicleta e similares)... Facilmente, podemos verificar que a solução dos nossos problemas de encarrafamento viário, não necessita de técnicos paraquedistas, já que podem e devem ser resolvidas pelos nossos engenheiros locais! Concluindo, essa consideração preliminar, sugerimos a realização de audiência pública, a ser monitorada pela Executivo e Legislativo Municipal, com participação das instituições sociais e comunitárias locais, aferindo-se o que o nosso povo pensa e realmente necessita, evitando-se soluções faraônicas e impagáveis, já que a implantação e algumas rótulas nas linhas das marginais da BR-101, incrementando a interligação com os bairros e a zona central do Município, com mais duas perimetrais, conforme retro exposto, por certo eliminaria a grande parte dos problemas viários de Itapema.

FOLHA DO ESTADO 20.125.103/0001-95

ASSESSORIA JURÍDICA

JOSÉ SANTANA

Dr. Valdir Zanella Jr. OAB/SC 19675 Dr. Alexandre Edemir de Oliveira OAB/SC 13217

Editor Chefe Jornalista - MTB 3982/SC josefolha@hotmail.com

REDAÇÃO/COMERCIAL Av. Gov. Celso Ramos, 198 / sala 07 Centro - Itapema - SC (47) 3268-0440 / (47) 9977-5420 redacao@folhaestado.com folhaestado@hotmail.com

toda

semana mãos

em suas

www.folhaestado.com https://www.facebook.com/folhadoestadoitapema

Não jogue este jornal em vias públicas Compartilhe, repasse aos amigos.

Os artigos, colunas, anúncios e cartas publicadas neste jornal não correspondem necessariamente à opinião deste veículo de comunicação, sendo assim, de inteira responsabilidade do autor.


03

GERAL

WWW.FOLHAESTADO.COM

Ed. n° 463- 06/01/2017

Agricultura

Prefeito garante recursos do estado para a Agricultura Fumante

Não Fumante

O

prefeito de Tijucas, Elói Mariano Rocha e o secretário municipal de Agricultura, Jilson José de Oliveira estiveram nesta quintafeira (12) no gabinete do Secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa. Também participaram da visita o Chefe de Gabinete do prefeito, Rosenildo de Amorim e o vereador de

Tijucas, José Leal Silva Junior, o Lealzinho. O objetivo da audiência, a primeira entre o prefeito Elói e o secretário Sopelsa, foi apresentar ao gestor estadual a atual realidade da agricultura do município de Tijucas, principalmente em termos de maquinário e estrutura de atendimento ao agricultor existente hoje na secretaria municipal.

De acordo com o secretário municipal Jilson de Oliveira, no ofício apresentado à secretaria estadual, o município de Tijucas relata a condição das máquinas e implementos da secretaria, em sua grande maioria sem condições de uso e funcionamento devido às más condições de conservação em que se encontravam. “Fizemos um levantamento do maquinário que temos na frota da agricultura e apresentamos ao secretário de estado uma relação dos bens, os quais estão em sua maioria, em péssimas condições. Para nossa satisfação, voltamos de lá com ótimas notícias e com a garantia de que grande parte de nosso maquinário será renovado”, diz o secretário de Tijucas. Em resposta às solicitações do município, Sopelsa se comprometeu a enviar para Tijucas até o final deste mês, dois novos tratores, duas grades (sendo uma aradora e uma niveladora), um arado e duas grades rotativas. Ainda nos próximos meses, no máximo, até março, o município também deve ser contemplado com duas balanças para pesagem de produtos e mais

dois automóveis, os quais serão encaminhados via Epagri. Segundo o secretário, com o incremento do maquinário municipal será possível dar melhores condições aos agricultores e com isso, incentivar ainda mais a agricultura familiar.

O prefeito Elói Mariano Rocha afirma que o resultado da audiência superou suas expectativas. “Ficamos extremamente satisfeitos pela forma como fomos recebidos pelo secretário Sopelsa e mais ainda, pela atenção que ele deu aos nossos pedidos, os quais foram atendidos prontamente. Fico feliz porque mesmo estando há apenas duas semanas na gestão municipal já está sendo possível contabilizar importantes conquistas”, diz. Ainda segundo o prefeito, o próximo passo será agendar reuniões com os agricultores nas comunidades rurais. “Vamos promover encontros nas localidades do interior do município para saber o que mais podemos fazer para melhorar o atendimento aos agricultores”, disse o prefeito.

Bombinhas realiza Pesquisa de Demanda Turística

D

ados vão ajudar o planejamento da próxima temporada

A Prefeitura de Bombinhas, através da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico, começa a coletar os dados da nova Pesquisa de Demanda Turística da temporada de verão 2016/2017. Os dados serão coletados no período de 16 de janeiro até 28 de fevereiro. A aplicação da pesquisa será feita em duas fases, janeiro e fevereiro, pelo corpo técnico da Secretaria de Turismo, em parceria com o Consórcio Intermunicipal de Turismo Costa Verde & Mar – Citmar. A pesquisa mostra os dados sobre os visitantes no município de Bombinhas, suas opiniões e

expectativas e será realizada nas praias de Bombas, Bombinhas, Mariscal, Canto Grande e Zimbros. O objetivo é conhecer melhor o perfil dos turistas nacionais e estrangeiros abrangendo dados pessoais dos visitantes, informações sobre os detalhes da viagem, avaliação dos atrativos e infraestrutura. Os dados serão analisados e considerados para o planejamento do turismo e ações para promover melhorias para as próximas temporadas. A pesquisa também será realizada em outros munícipios da região turística, o que permitirá traçar o perfil de quem visita a Costa Verde & Mar e avaliar as necessidades de ações conjuntas para o desenvolvimento do turismo regional.


04

GERAL

WWW.FOLHAESTADO.COM

Ed. n° 464- 13/01/2017

Itapema

Porto Belo

Nilza Simas recebe representantes das associações protetoras dos animais

P

ara dar seguimento as ações no Canil Municipal de Itapema, a Prefeita Nilza Simas recebeu na tarde desta quinta-feira (12/01) as representantes das associações de proteção aos animais. O encontro também contou com a participação do nosso vice-prefeito João Emmel, do Presidente Fundação Ambiental Área Costeira de Itapema (FAACI), Diego Furtado, do Vereador Ari Piquetti e os representantes do GOR. Na última semana Nilza Simas vistoriou o local e retirou a placa que impedia a entrada

de pessoas não autorizadas, pois é um local público. A veterinária da FAACI, Angélika Hauffe Rodrigues que também acompanhou a visita, segue com visitas técnicas e atendimento aos animais. “No encontro de hoje estabelecemos uma parceria com as protetoras dos animais para o desenvolvimento de um projeto de feiras e campanhas de doação dos cães do Canil, o retorno das castrações e a finalização da construção do gatil”, afirmou Nilza Simas. Para dar seguimento as ações no Canil Municipal de Itapema, a Prefeita Nilza Simas re-

cebeu na tarde desta quintafeira (12/01) as representantes das associações de proteção aos animais. O encontro também contou com a participação do nosso vice-prefeito João Emmel, do Presidente Fundação Ambiental Área Costeira de Itapema (FAACI), Diego Furtado, do Vereador Ari Piquetti e os representantes do GOR. Na última semana Nilza Simas vistoriou o local e retirou a placa que impedia a entrada de pessoas não autorizadas, pois é um local público. A veterinária da FAACI, Angélika Hauffe Rodrigues que também acompanhou a visita, segue com visitas técnicas e atendimento aos animais. “No encontro de hoje estabelecemos uma parceria com as protetoras dos animais para o desenvolvimento de um projeto de feiras e campanhas de doação dos cães do Canil, o retorno das castrações e a finalização da construção do gatil”, afirmou Nilza Simas.

Meninos já podem ser vacinados contra o HPV em Porto Belo

Após forte campanha para vacinação de meninas contra o HPV em todo o Brasil, chegou a vez dos meninos garantirem proteção contra o vírus. A Prefeitura Municipal de Porto Belo através da Secretaria Municipal de Saúde já disponibiliza pelo Sistema Único de Saúde a vacina contra o HPV, obrigatória desde o dia três de janeiro deste ano para meninos entre 12 e 13 anos. De acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Porto Belo Patrícia Araújo, os meninos recebem duas doses, com intervalo de seis meses entre as vacinas. Para meninos portadores do vírus HIV a faixa etária é mais longa, de nove à 26 anos, e o esquema vacinal é de três doses com intervalo de dois e seis meses à partir da primeira dose.

Em Porto Belo, as doses estão disponíveis nas Unidades de Saúde que possuem sala de vacinação, nos bairros Centro, Vila Nova e Jardim Dourado. É importante ter em mãos um documento com foto, cartão do SUS e cartão de vacinação. Em Santa Catarina, a previsão é de que 120 mil meninos sejam imunizados até o final de 2017. A transmissão do HPV se dá principalmente por via sexual, sendo responsável por casos de câncer de colo de útero, câncer de vulva, vagina, ânus, pênis e orofaringe (parte da garganta logo após a boca). A vacinação em meninos é uma estratégia do Ministério da Saúde, que busca proteger também o público masculino.

Dia 20 de janeiro é feriado em Tijucas

N

a sexta-feira da próxima semana, dia 20 de janeiro, Tijucas comemora o Dia de São Sebastião, padroeiro da cidade. O Feriado é instituído pela Lei número 659/1988 e presta homenagem ao Santo que passou a ser cultuado por nosso povo por volta do ano de 1830, segundo o historiador Manoel dos Anjos. De acordo com o livro ‘Tijucas – um pouco de sua história’, de sua autoria, “pelos anos de 1830-1840 residia em Zimbros um espanhol que teve a primazia de ser o introdutor da imagem de São Sebastião em Tijucas”. Tratava-se de Sebastião Cazas, que anos depois, transferiu-se para Tijucas e trouxe com ele a imagem de São Sebastião que passou a ser cultuada pelo povo em sua residência.

A imagem, no entanto, era pequena e Cazas conseguiu adquirir, com ajuda da comunidade, uma imagem maior, a qual chegou a Tijucas em um dia 20 de janeiro. A imagem veio no barco ‘Prontidão’, de propriedade de Antônio Dias, “avô da saudosa Dona Celina Vieira Peixoto” – diz o escritor. Ainda segundo o autor, a partir do culto a São Sebastião, foram construídas as primeiras capelas de Tijucas e depois de se transformar em Paróquia e ser elevado de freguesia à Município, Tijucas ganhou sua primeira Igreja Matriz, tendo construção finalizada em 1888. Nela, foi exposta a Imagem de São Sebastião, adotado como Padroeiro do Município. A imagem permanece até hoje na atual sede da Igreja Matriz de Tijucas, que fica no centro da cidade.

(Fonte: Tijucas – Um pouco de histó“(...) em Tijucas, na casa de Sebastião ria: Manoel dos Anjos) Cazas, numa rústica construção, à noite, em companhia de alguns morado- *No feriado não haverá expediente na res, fazia suas orações e pedidos de gra- Prefeitura Municipal de Tijucas. ças a São Sebastião, santo de sua devoção” (Manoel dos Anjos).


05 12

GERAL GERAL

www.folhaestado.com WWW.FOLHAESTADO.COM

Ed. n°Ed. 345n° 09/10/2015 464- 13/01/2017

Itajaí

Chef Jean-Charles

Vereador requer solução para O fundo da panela infestação de escorpiões

contato@lepetitdeck.com.br

Coluna gastronômica e não só

Coluna gastronômica e não só AMO CRIANÇAS E ODEIO ADOLESCENTES

V

ereador requer solução para infestação de escorpiões no Costa Cavalcanti Uma infestação de escorpiões tem tirado o sono dos moradores da localidade Costa Cavalcanti, no bairro Cordeiros, em Itajaí. Recentemente duas pessoas foram picadas pelos animais, que se proliferam num terreno baldio abandonado, na rua Rio de Janeiro, esquina com a rua Nossa Senhora de Fátima. Nesta semana o vereador Robison Coelho (PSDB) esteve no local e ouviu a reivindicação da comunidade, que luta há dois anos pela limpeza do terreno e contenção da infestação do aracnídeo. O parlamentar requereu a solução do problema junto às secretarias de urbanismo, de obras e também ao núcleo de zoonoses na secretaria de saúde. “Não é simplesmente o incômodo com a sujeira do terreno, mas com os escorpiões. Felizmente as duas pessoas picadas não eram crianças, caso contrário, as picadas poderiam ter le-

vado a morte, a situação é urgente e precisa ser resolvida”, afirma. Como as sessões na Câmara ainda não tiveram início, as solicitações do vereador se deram por ofícios. De acordo com moradores do local, o problema com os escorpiões começou em 2015 e chegou a ser noticiado pela imprensa. Mesmo assim, o problema nunca foi solucionado.

esperar alguém morrer para resolver o problema? ”, questiona Sandra Regina Werner, que mora próximo ao terreno.

“A prefeitura vai lá e passa veneno para dengue, mas o problema ali é escorpião. Sou alérgica a picada de inseto, não tenho dormido direito, com me-

A solicitação do parlamentar é para que seja cumprido o que está estabelecido na lei 4313/2005, que prevê a notificação do proprietário do terreno baldio não conservado, aplicação de multa e, caso necessário, que a prefeitura efetue a limpeza e cobre os serviços do dono do imóvel. “Com o matagal que existe hoje no terreno, se torna impossível o controle da infestação de escorpiões, algo que precisa

do de ser picada por um escorpião. Será que eles vão

ser feito com urgência”, pontua Robison.

Sim, É possível. Antes de continuar queria avisar os leitores que esta coluna está estritamente reservada aos pais que tem filhos já adultos ou já adolescentes. Irei fortemente desaconselhar a leitura da mesma aos pais que tem filhos ainda crianças e aos futuros pais, pois poderiam entrar em estado depressivo agudo. Eu amo crianças. Sempre amei. Tanto é verdade que tive três e criei cinco. O que nos dá mais alegria, nos que prezamos tanto os valores de uma família feliz, é de ver, aos sábados e domingos, uma criançada animada correndo, pulando e rindo a nossa volta. Não é o cliché que todos nos imaginamos quando as nossas namoradas e esposas engravidaram? E quando fomos pelo segundo? E pelo terceiro? etc etc? Quem tem filho já sabe: é tão cheiroso a pele de um bebé. E´tão bonito o sorriso de uma criança. É tão fofo o carinho que eles nos dão em volta. Até um momento. O horrível momento quando a alquimia da puberdade, com seus pelinhos feios e suas borbulhas nojentas rouba as nossas crianças, trocando elas por monstros descerebrados, antissociais e com síndroma aguda do "mundo diferente". Este mundo diferente, que existe só no imaginário atormentado destes seres híbridos (meio criança - meio adulto) é um mundo onde os pais são excluídos, por serem imbecis e que não entendem de nada. Pois claro, com os meus quarenta e nove anos, tenho de reconhecer que meus jovens lá de casa, com os seus dezoito, dezenove ou vinte anos, tem mu-

ito mais experiência do que eu e que, com certeza, seria absurdo tentar dar um conselho ou uma opinião. Nossa Senhora, será que fui o mesmo imbecil para com os meus pais? Achando que sabia tudo e que eles eram dois velhos antiquados? Dando gargalhadas idiotas sem razão válida com uma voz diatônica totalmente desafinada e extremamente irritante? Nunca rindo quando presenciar uma situação realmente divertida, por motivo que tudo que pareça intelectual é totalmente rejeitado? Assistindo programas de TV tão burros que nem o meu cachorro quer ver? Sabendo escrever e ler numa língua estranha, com símbolos e ortógrafa própria às redes sociais, mas incapaz de ler simplesmente uma poesia? Eu tenho a resposta: SIM! Com certeza, eu fui muito rebelde na adolescência, carregando nas minhas costas toda a revolta de uma geração inteira contra o sistema e os preconceitos estabelecidos naquela época. Mas um dia, saí da adolescência e me tornei adulto. E quase que como por magia toda a maravilhosa educação que os meus pais me deram sobre a vida e os seus valores, enquanto criança, voltaram à dominar o meu caráter. Deus todo poderoso, Grande Arquiteto do Universo, me ajuda à acreditar que esta barbaridade chamada de "adolescência" será para os meus filhos, somente e em breve, uma má recordação. Eu sou o Jean-Charles, trocando uns minutos a colher de pau pela caneta.


06 12

GERAL GERAL

Ed. n°Ed. 345n° 09/10/2015 464- 13/01/2017

www.folhaestado.com WWW.FOLHAESTADO.COM

DESEJAMOS A TODOS NOSSOS CLIENTES, FORNECEDORES E AMIGOS UM 2017 REPLETO DE REALIZAÇÕES


07 12

GERAL GERAL

www.folhaestado.com WWW.FOLHAESTADO.COM

Ed. n°Ed. 345n° 09/10/2015 464- 13/01/2017

Piçarras

Sesc Verão Balneário Piçarras terá início com diversas atrações especiais

O

Sesc Verão Balneário Piçarras reserva bons momentos para quem gosta de sol, praia, esporte, cultura e muita diversão. As ações estarão acontecendo a partir das 8h30, no período de 13 a 29 de janeiro, em uma arena montada próximo ao Molhe Central, em parceria com a Prefeitura e Santer Empreendimentos. “A programação tem como foco a promoção da quali-

dade de vida e do bem-estar, possibilitando o acesso a atividades oferecidas pelo Sesc. Nosso objetivo é proporcionar o contato das pessoas com uma vida mais saudável de uma forma alegre e divertida, aproveitando o clima do verão”, declara Renate Damian, gerente de Lazer do Sesc.

Neste final de semana diversas atrações especiais fazem parte da programação,

entre elas, estão três shows. Na sexta (13) a cantora e amante do samba, Barbara Damásio, abre a temporada musical do Sesc Verão. No sábado (14) é a vez do criativo Brass Groove, grupo composto por instrumentistas de sopro, que mistura em seu repertório gêneros musicais como o samba, o funk, o ijexá, o baião e o maracatu. No dia 15 (Domingo), Mari Monteiro apresenta-se com voz e violão nas areias de Balneário Piçarras.

Novo conceito em Climatizar!

47

99917 4085 - 3268 0373 LG

(47) 3368-2203 (47) 9605-9310 (48) 9918-5035 Av. Governador Celso Ramos, 198, Sl.9 - Centro Itapema/SC


08 12

GERAL GERAL

www.folhaestado.com WWW.FOLHAESTADO.COM

Ed. n°Ed. 345n° 09/10/2015 464- 13/01/2017

Cultura

MC Paulistta

VOZ e VEZ

Pelo segundo ano consecutivo MC Paulistta é eleito a revelação musical! Aos 34 anos de idade e com um vigor de criança MC Paulistta se destaca no cenário nacional. Com um ritmo que vem ganhando cada vez mais espaço no cenário musical, O Funk levou nosso cidadão itapemense ao premio pela segunda vez!

Tira a mão do meu bolso

C

om uma carreira de 19 anos na música, MC Paulistta, começou no samba por influência de familiares a música a qual, o tornou percussionista foi o samba. Cantou e tocou em grupos durante toda sua trajetória, e há 4 anos vem levando a alegria aos palcos do nosso estado pelo ritmo carioca Funk. E assim, ganhou o seu prestígio! Hoje residente em Itapema nessa cidade na qual ele chama de lar, Paulistta leva com orgulho o nome da cidade por onde passa! Filho dá pedagoga Mirtes Couto e do Militar reservista César Gravato, Paulistta também se destaca pelos projetos sociais em apaes, centro de idosos e projetos contra drogas em escolas públicas para a nova geração, nossos adolescentes. E ainda deixa o recado:

email: closotavio@hotmail.com - Radialista Reg. CTPS 2.103 Mat. 12.330

T

ua ação assassina muitos.

Não vou parar por aqui, quero levar a minha música, minha alegria e o nome da nossa cidade por vários cantos. Artista que tem também reconhecimento pelas suas apresentações consideradas "irreverentes" em alguns países como Paraguay, Argentina,Chile e Bolívia.

Seu destaque também está em estados como Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul. Sendo que, nosso artista está entre os 5 melhores artistas do funk do Sul. Um orgulho para Itapema e para nosso estado,pois MC Paulistta é Daqui!

Roubar tornou-se regra pergunta o cidadão. Estamos em decadência de princípios, ética parece ser algo em extinção. Meus textos podem parecer pessimistas, não são. Servem para despertar interesse e gerar proposital desconforto, muitos estarão indiferentes. O caos parece estar organizado em contraponto aos bem intencionados. Será repetitivo sempre e sempre (opa) dizer que precisamos mudar o mundo a partir de nós? Precisa explicar em mínimos detalhes ou podemos pensar um pouco, analisar, interpretar textos, algo raro hoje em dia em tempos de internet, certamente que classe culta, muitas vezes “não politizada” e pouco envolvida com a inclusão leia e interprete conforme seu interesse. Os “intelectuais de esquerda” onde andarão abstratos, inócuos ou não audíveis por falta de “espaço”, o sangue parece não estar em veias como em auge época. O maior perigo é a anulação e passividade mental. Quantos morrem a cada instante em mente ou corpo, tua ladroagem em desvios aumentam as covas onde as sombras servem de abrigo a vermes que te assemelhas. Minha consciência pede que te perdoem ou te prenda já que agride ao coletivo como assassino que és ao desviar aquilo que deveria ser ao social, para todos. Por qual razão não me canso de falar e falar, falarei por muito tempo, visto que, parece-me não haver eco.Tira a mão do meu bolso. Tua ação assassina muitos, a falha justiça humana.

onete, assuma as redes de sua vida! A corrupção, fome, desvios, drogas, vícios, não são coisas normais, devem ser combatidos, a chave, dizem há muito tempo, é investir em educação. A crise do capital tenta justificar mais empenho, diminuíram à margem de lucro, inaceitável, para alguns. Você, verdadeiramente acha que os grandes capitais iriam permitir a “farra de classe em ascensão” por muito tempo. Experimentaram os louros- agora chega- nos dizem! Esquecem que em qualidade poderiam avolumar consumo em ganho na quantidade. A cavalaria justifica. Tentam nos dizer que o uso da força é a melhor opção, desmobilizaramse as organizações sociais e sindicais, folgo em pensar no que virá daqui pra frente, deve ter um significado, ainda não entendi esta sombria passividade quanto a nada fazer pela população sobre perdas de direitos. Estaremos enlouquecidos ou entorpecidos pela agonia do ódio descontrolado. Até quando falaremos os mesmos assuntos, falemos, talvez, em breve não nos seja mais permitido. Um país que a copiar mundo escravizava seus negros e ainda continua em prática similar em tempos atuais deve ser repensado. Em meu entendimento, sem achacar mais a população em prol dos grandes capitais que dominam o mundo. Existem interesses escusos e inescrupulosos em cada ação deste atual governo? Poucos podem se permitir ou querem pensar o que vivenciamos e estamos a viver, distonias ideológicas, mundo diferentes, realidades que se chocam, matizes administrativas e gerencias em extremos de utopia?

A falha justiça humana. Roubas-me, nada faço.

3393.6132 47 9969.3087

A “caneta” parece estar em mãos erradas, deverá ter um significado, a que nos levarão tantos desvios e desequilíbrios é o que me pergunto. Até quando delegaremos poder sobre nossas vidas é a questão! Os doutores da lei podem estar comprometidos com a grande máfia inescrupulosa do poder? O revirar de lixo torna-se “cena cinematográfica” a excitar aquele que despreza “ator” que se alimenta. As ruas refletem abandono de governo que passeia em festas regadas a caviar, enoja aquele que reflete em contrariedade. A loucura sem limites se implantou.

despachantepaulinho@hotmail.com

Av. Falcão, 228 - sala 01 Bombas - Bombinhas - SC

Não, cria caos ou o representa, testemunha calamidade, os extremos se entrelaçam quando venham a beneficiar alguns, se isso é possível, basta acompanhar “eleitos” “ao redor do mundo”. Resistir é preciso. Valorize-se, deixe de ser joguete ou mari-

A minha passividade permite o teu roubo. Os doutores da lei parecem estar coniventes, a morosidade e parcialidade embasa argumentação em parceria com os blocos de mídia conforme interesse de empresas e governos? A nossa omissão também, como teu ato de desvio, roubo e corrupção, também matam, somos cúmplices em assassinatos em filas de hospitais e em tantos redutos de nosso “brazíl”? Aproveite a oportunidade , se instrua, politize e exija seus direitos. Anular-se gera cúmplices. Tira a mão do meu bolso, tua ação corrupta assassina muitos a nossa omissão e passividade, também! As sombras servem de abrigo a vermes que te assemelhas.


09 12

GERAL

www.folhaestado.com WWW.FOLHAESTADO.COM

Ed. n°Ed. 345n° 09/10/2015 464 - 13/01/2017

Novelas Malhação Martinha conta para Nanda quem é o pai do filho que está esperando Joana suspende Alisson. Stella reclama de Júnior para Joana e pede para a moça tomar conta de Léo. Alisson fala mal de Joana para Clara e Vera. Alisson incentiva Arthur e Belinha a fazer um abaixo-assinado. Martinha conta para Nanda quem é o pai do filho que está esperando. Belloto se oferece para cuidar de Léo. Jéssica pede para conversar com Jabá, Lucas e Júnior. Júnior leva Léo para falar com uma fisioterapeuta e Stella fica indignada. Belloto descobre que Arthur mentiu para ele. Stella exige que Júnior seja demitido. Jéssica dá um ultimato em Júnior, Jabá e Lucas. Stella faz um comentário preconceituoso contra Joa-

A Gata Esmeralda diz a Rita que Tilico saiu da prisão só para lhe perturbar Gisele diz que a acusação não é verdadeira. Esmeralda diz ao Silencioso que Tilico passou mais da metade de sua vida na prisão e a outra parte no lixão, então deve estar mantendo Jacira por ali mesmo. Virginia diz a Centavinho que pensou bem e não quer ir embora desse mundo sem ter um filho com ele. Centavinho, surpreso, diz que eles já haviam decidido adotar. Virginia responde que quer ter um filho deles e que seguramente Lorena mentiu quanto a enfermidade. Esmeralda diz a Rita que Tilico saiu da prisão só para lhe perturbar. Rita diz que não justifica, mas ele esteve na cadeia acusado de um crime que não cometeu. Esmeralda responde que seu pai também esteve na prisão sendo inocente, e saiu para fazer justiça. Rita diz que ela tem razão. Lorena vai à casa do Silencioso procurando por Esmeralda, para lhe pedir perdão. O Silencioso diz que não acredita em seu arrependimento e pede que ela vá embora de sua casa.

Sol Nascente Tanaka assume a presidência da Arraial Pescados. Alice decide ir para a Bahia com Ralf. Os policiais procuram por Mario no posto médico. Sirlene não consegue terminar com Felipe. Alice e Ralf contam para Lenita e Vittorio sobre o sumiço de Mario. João Amaro acusa Alice de ser a chefe do esquema de lavagem de dinheiro da Arraial Pescados. Milena encontra alguns diários de Loretta. Alice se irrita com a tentativa de sedução de Cesar e antecipa a viagem do ex-noivo à Europa. Mario se recupera e vai com Neide para casa. Alice acerta com Tanaka sua substituição na empresa. Cesar decide se vingar de Alice. João Amaro é libertado. Alice, Ralf e Damasceno chegam ao motoclube na Bahia. Tanaka assume a presidência da Arraial Pescados, deixando Cesar surpreso.

A Lei do Amor Vitória e Augusto decidem viajar. Fausto alerta Pedro sobre Magnólia. Salete leva Tião para ver Cidália. O vilão decide pagar a cirurgia de Cidália. Mileide questiona Augusto sobre sua ex-esposa. Magnólia queima os pertences de Beth. Fausto acredita que Magnólia tirou a vida de Beth. Tião fica abalado com os comentários de Miro. Yara é irônica com Misael. Mileide e Jáder combinam um novo jantar. Vitória e Augusto decidem viajar. Magnólia tenta se desculpar com Tião. Fausto pede para Jáder levar Mileide até ele. Salete e Helô incentivam Flávia a procurar Tião. Tião afirma para Flávia que Tiago é o culpado pelo que aconteceu com Isabela.


10 12

GERAL

www.folhaestado.com WWW.FOLHAESTADO.COM

Ed. n°Ed. 345n° 09/10/2015 464 - 13/01/2017

Micose fácil de pegar e difícil o tratamento Doenças de verão:

Qualquer pessoa pode ser contaminada por micose,mas algumas são mais suscetíveis, leia e se proteja!! fim do tratamento, o que dá a ilusão de que o problema foi curado. Mas quando o medicamento é interrompido, a tendência é o problema voltar. O tratamento das micoses deve ser avaliado pelo dermatologista. Este tratamento pode ser exclusivamente tópico ou associado à ingestão de medicamentos antifúngicos.

Praia de Itapema sempre limpa, muito bem cuidada pelos nossos gestores públicos, assim como toda nossa Costa Esmeralda, mesmo com todos os cuidados limpando areia de nossa costa, corremos o risco de pegar micose, difícil de tratar, vamos entender um pouco mais desse fungo fácil de pegar... A micose é uma infecção causada por fungos, às micoses são problemas de saúde comuns. Esses micro-organismos existem no corpo humano e no meio ambiente e vivem em locais úmidos. Todos sofrem de micose pelo menos uma vez na vida e pode acontecer por vários fatores. "São muitas e variadas às doenças da pele e, na maior parte das vezes, existem causas específicas que são responsáveis pelo seu aparecimento. Mas é verdade que estresse, má alimentação, queda do estado imunológico e falta de cuidados com a higiene podem agravar os problemas", diz a dermatologista Bianca Wiedemann. É o nome mais popular para denominar as infecções causadas por fungos. Existem diferentes e variados tipos de fungos que podem causar infecções em diversas partes do corpo recebendo, assim, um determinado nome de acordo com a localização. Fungos são encontrados em todos os ambientes, inclusive no organismo humano. Mas em geral, ficam localizados sobre as células mortas e, por isso, não causam problemas na maior parte do tempo. Mas há situações nas quais eles

conseguem penetrar na pele, causando infecções. Em geral, as infecções por fungos atingem áreas mais úmidas e ricas em queratina, como couro cabeludo, entre os dedos e virilha. Fungos dificilmente causam lesões no corpo todo. Aparecem em partes localizadas. Podem ser espalhados devido à falta de tratamento ou manualmente, se a pessoa coça a região, por exemplo, e passa a mão em outra área do corpo. As micoses mais comuns na pele são a tinha cruris (principalmente nos homens) e a tinha pedis, que quando localizada entre os dedos dos pés é popularmente chamada de frieira. São mais comuns no verão, devido à maior produção de suor e ao clima quente e úmido. De maneira geral, áreas do corpo que produzem e acumulam mais suor ficam mais vulneráveis principalmente às infecções por fungos, uma vez que ambientes aquecidos e úmidos favorecem a proliferação dos mesmos. Nos homens, é mais comum o aparecimento de micoses na região das virilhas, períneo e região perianal, chamadas de tinea cruris. As mulheres, principalmente aquelas que realizam atividades domésticas e que lidam com água várias vezes ao dia, são mais propensas a desenvolverem paroníquia, que é uma micose que acomete a pele ao redor das unhas das mãos, o popular "unheiro”. Os fungos são estruturas simples que existem na natureza há milhões e milhões de anos. Encontrados em todos os ambientes, estão permanentemente em

contato com nossa pele e mucosas externas, mas não provocam nenhum tipo de reação patológica, porque vivem na camada constituída pelas células mortas e nosso organismo entra em equilíbrio com eles. Sob certas circunstâncias, porém, pode abrir-se uma porta no or-

ganismo, por onde os fungos penetram e provocam uma infecção chamada micose, que é completamente diferente das infecções causadas por bactérias e vírus. Qualquer pessoa pode ser contaminada por micose, mas algumas são mais suscetíveis; A melhor forma de prevenir uma micose é cuidar da higiene e evitar a exposição a locais ou situações que possam favorecer a infecção. Micoses exigem tratamento prolongado e persistente, sob a orientação de um médico dermatologista. É preciso seguir o tratamento pelo tempo prescrito pelo médico. Lesões costumam melhorar antes do

Normalmente lançamos mão do medicamento oral para os casos mais graves e mais extensos em superfície acometida pela micose. Assim como em outro problema de saúde, não pratique a automedicação. Devem-se evitar principalmente pomadas com cortisona são bastante usadas, mas servem como alimentos para os fungos.

Cuidados: Entre os cuidados gerais que aju-

dam na prevenção está a manutenção da higiene pessoal, com a limpeza adequada do corpo. Além disso, deve-se secar bem o corpo após o banho, principalmente nas áreas de dobras, como região entre os dedos de mãos e pés, virilhas, axilas e região abaixo das mamas, esta última no caso das mulheres, pois ambientes aquecidos como as áreas de dobras e úmidos favorecem a proliferação de fungos. Não compartilhar utensílios de manicure ou pedicure. O ideal é que lixas de unhas e palitos sejam descartáveis. Micoses nas unhas podem se propagar através de lixas e palitos previamente usados e contaminados com fungos. Outro cuidado é o de

não retirar a cutícula, que tem função protetora impedindo a entrada de fungos e bactérias.

Tratamentos caseiros mais usados: Coloque um pouco de alho sobre a micose. Pegue algumas fatias de alho e aplique-as diretamente sobre a micose, cobrindo a área com um curativo. O alho possui propriedades antifúngicas que podem combater a infecção. (Descasque e corte o dente de alho em seções bem finas. Coloque as fatias diretamente sobre o local infectado e cubra-o com um curativo. Deixe-o repousar durante a noite e repita a aplicação todas as noites até que a micose desapareça.) Aplique vinagre de maçã. Assim como o alho, o vinagre de maçã

possui propriedades de cura; ao colocá-lo diretamente sobre a micose por alguns dias, a infecção será reduzida e eventualmente desaparecerá. (Molhe uma bolinha de algodão com vinagre de maçã e esfregue-a sobre a micose. Repita o tratamento de três a cinco vezes diárias durante um a três dias.). Lembrando que em primeiro lugar devemos procurar um dermatologista, tratamentos alternativos podem ajudar a combater algumas doenças, mas apenas com o acompanhamento de um profissional temos a certeza de cura. Redação Folha do Estado. Ricardo Gebeluca.


11 12

GERAL

www.folhaestado.com WWW.FOLHAESTADO.COM

Ed. n°Ed. 345n° 09/10/2015 464 - 13/01/2017

Doenças de verão

“Nossa meta é foco zero. E só vamos conseguir isso com esforços do governo e da sociedade civil organizada”

Camboriú terá força-tarefa contra o mosquito Aedes Aegypti as casas e outras medidas, como tratamento com larvicidas no local ou pulverização de inseticida, são realizadas.

S

ecretarias estão organizando ações. Aumento dos focos do mosquito no município preocupa

O aumento de focos do mosquito Aedes Aegypti em Camboriú preocupa as autoridades. Em 2015, foram registrados 30 focos do mosquito, responsável pela transmissão da dengue, da zika e da chikungunya. No ano passado, o número saltou para 107 focos. A situação é de alerta. É o que explica Maurício Costa, coordenador do Programa de Combate à Dengue, Zika e Chikungunya. “O crescimento dos focos está ocorrendo rápido e precisamos da colaboração de todos para frear este avanço”, explica ele. O tema foi debatido em uma reunião realizada nesta quarta-feira, dia 11, com a participação de secretários de várias pastas. A intenção foi debater medidas e a participação de servidores de todos os setores em uma força-tarefa contra o mosquito. O secretário de Saúde, Ronnye Peterson dos Santos, explicou que estão sendo contratados novos agentes de endemias. Serão mais oito profissionais na equipe do programa. A Secretaria de Obras, de Saneamento Básico e a Fundação

de Meio Ambiente estão trabalhando de forma conjunta para resolver outro problema que facilita a proliferação do mosquito: o acúmulo de entulhos na cidade. A presidente da Fundação do Meio Ambiente, Liara Rotta Padilha Schetinger, explicou que está em licitação uma área para a destinação final correta destes materiais, como móveis e restos de construção. E o recolhimento será feito com caminhões da Secretaria de Obras. Participação da comunidade Assim que for resolvida a questão da destinação dos entulhos, o grupo vai marcar um dia de grande ação contra o mosquito. A ação envolverá servidores municipais e a comunidade, através de associações e igrejas, será convidada a participar. “Os agentes de endemias não conseguem fazer tudo. Precisamos da colaboração da comunidade porque este é um problema de todos”, aponta Fábio Murilo de Souza, supervisor de campo do Programa de Combate à Dengue. “Nossa meta é foco zero. E só vamos conseguir isso com esforços do governo e da sociedade civil organizada”, analisa o secretário de Saúde. Taboleiro e Monte Alegre têm

o maior número Os bairros Taboleiro e Monte Alegre são considerados bairros infestados pelo mosquito. É como os agentes definem os locais com presença intensa de registros das larvas. Em 2016, foram localizados no bairro Monte Alegre 20 focos do mosquito Aedes Aegypti. No Taboleiro, foram 59 focos. Apesar do grande número de focos, nenhum caso das doenças que o mosquito transmite foi registrado em Camboriú. Isso ocorre porque é preciso que o mosquito esteja infectado com um dos vírus para passar a doença. “Nossa preocupação é que, se ocorrer uma contaminação, com tantos focos ela poderá atingir muitas pessoas rapidamente”, esclarece o coordenador Maurício. No ano passado, seis moradores de Camboriú tiveram dengue, mas em todos os casos a contaminação ocorreu em outras cidades. Monitoramento é constante Os agentes de endemias realizam um monitoramento constante na cidade. Este monitoramento é feito por meio de 175 armadilhas – partes de pneu com água limpa – que estão distribuídos por todos os bairros. As armadilhas são verificadas toda a semana e, caso alguma larva seja encon-

trada, passa por análise. Além destes locais, a equipe faz verificações quinzenais no que chama de “pontos estratégicos”. Que são, na verdade, locais com mais possibilidade de se tornarem criadouros do mosquito, como cemitérios, depósitos de materiais ao ar livre e borracharias. Hoje, são 55 pontos estratégicos vistoriados. Quando as equipes encontram uma larva do Aedes Aegypti, realizam um pente fino em todas as casas em um raio de 300 metros. Quando há o registro de uma grande presença, como ocorre no Taboleiro, as visitas são em todas

Como colaborar O secretário de Saúde destaca que a data de mobilização de todas as equipes e comunidade será anunciada nos próximos dias. Mas a população já pode colaborar. Como explica Maurício, há ações simples que ajudam muito no combate ao mosquito. “A indicação é que uma vez por semana, por 10 minutos, o morador verifique locais que podem estar com água parada e limpa. Caso de pratinhos de plantas, pneus e até mesmo as calhas da casa”, explica. Não colocar pneus ou eletrodomésticos nas ruas ou em terrenos baldios é outro pedido da equipe. Estes materiais podem ser destinados ao Ecoponto, que fica no final da rua Rio Pardo, no bairro Rio Pequeno, e funciona das 8 às 18 horas. O mosquito, esclarece ainda o coordenador, não se reproduz em água suja. Então, não é preciso se preocupar com poças de água ou lagoas. O coordenador aponta ainda que o maior desafio é conscientizar a comunidade: “Mesmo com o aumento da equipe, sem a colaboração da população, não vamos combater este problema”. Para denunciar ou tirar dúvidas sobre possíveis focos do mosquito, os moradores de Camboriú pode entrar em contato pelos telefones (47) 3365 4463 ou 3365 2141.


12 12

GERAL

Ed. n°Ed. 345n° 09/10/2015 463- 06/01/2017

www.folhaestado.com WWW.FOLHAESTADO.COM


Edição 464