Page 1

REVISTA

FOOD SERVICE

Nº 8 | ANO 2 | 2012

NOTÍCIAS DO SETOR OPERADORES DO FOOD SERVICE

NEGÓCIOS SEMINÁRIOS TECNOLÓGICOS

ag A R or ev a is es ta tá O m Em ai s F pre OO en D de SE do RV r IC E

Food Service & Saudabilidade


MENU 06

mercado

o maestro das xícaras

EXPEDIENTE Edição 8 - Ano 2 Tiragem 10.000 exemplares

10

tecnologia

14

gestão

16

recursos humanos

18

notícias

22

eventos

26

novidades

30

gastronomia | cultura | entretenimento

34

matéria de capa

Atendimento ao Leitor Lidia Araújo sac@maxfoods.com.br

36

acontece

Revisão Vivian Navarro Vargas Brandão assineja@maxfoods.com.br

40

operadores do food service

Direção de Arte Marusia Saraiva marusiasaraiva@gmail.com

42

negócios

tecnologia melhora atendimento nos restaurantes e aumentam receitas

empreendedor, como ser bem sucedido

9 atitudes que motivam os funcionários mais que dinheiro

notícias do setor

feira mundo gastronômico

novidades do setor

food service & saudabilidade

acontece no setor

conheça os operadores do food service

como aumentar os lucros do seu negócio? Freud explica

44

entrevista

45

informe

46

seminário tecnológico

50

consultor

Maurício Gomes da Rocha – Gerente Comercial da OCRIM

Diretor Augusto Cezar de Almeida Neto Conselho Editorial Darcy Mendes Geraldo Dellano Luiz Farias Pery Carvalho Wagner Santana Jumar Pedreira Alexandre Pereira Marcio Rodrigues Coord. Publicidade Karla Galante karla@maxfoods.com.br Executivos de Vendas Karen Ponce marketing@maxfoods.com.br Lídia Álvares lidiaalvares@maxfoods.com.br Karla Galante karla@maxfoods.com.br Edilene Niebuhr edilene@maxfoods.com.br

Direção de Marketing Fabiana Casselhas Foto capa www.sxc.hu Fale com a redação Rua Teodoro Sampaio, 352 cj 103 - Pinheiros CEP 05406-000 - São Paulo - SP (11) 2507-3916

Bralyx

4

3ª Semana Tecnológica Cereal Chocotec

dicas para o uso eficaz de consultoria organizacional

Os artigos publicados são de direito reservado dos autores. Para a reprodução do todo ou parte consulte sobre pedido de autorização.


EDITORIAL

Imagem: www.sxc.hu

Augusto Cezar

O mercado de Food Service no Brasil, tem sido beneficiado por vários fatores, como os hábitos de consumo, urbanização, crescimento da renda etc, isso tem estimulado o crescimento do setor. E a urbanização, por exemplo, não pára, assim como o acréscimo dos alimentos industrializados. Por conta deste e outros motivos, a alimentação fora do lar tem sido estimulada cada vez mais. As taxas têm crescido 13% ao ano, nos últimos 10 anos. O Food Service como canal de vendas da Indústria da Alimentação, cresce acima da taxa da economia brasileira, onde o faturamento da indústria de alimentos para 2011 foi de R$ 383 bilhões, sendo a venda para os canais de Food Service responsável por R$ 88 bilhões. Na Europa e nos EUA, o segmento Food Service é responsável por 50% a

60% do consumo de alimentos e no Brasil 34% em 2011. No Brasil, mais de 30% das vendas da indústria de alimentos no mercado interno são direcionados atualmente ao Food Service, que continua crescendo a taxas superiores a 13% ao ano nos últimos 10 anos. Inúmeros operadores ávidos por informações encontram nas páginas da revista O Empreendedor Food Service o que precisa. Nessa edição encontra entrevistas, noticias das feiras Fispal Food Service 2012, Fipan, feira de Panificação e Confeitaria, e da Equipotel, voltada a hotéis e restaurantes. Também informações sobre Gestão, Economia e Operadores do Food Service em todo o Brasil. Além de aspectos da Cultura & Entretenimento com dicas de locais a serem conhecidos, pois os empresários precisam conhecer mais o que está acontecendo. Assim também vale para o seu próprio lazer.


MERCADO

o maestro das xicaras Com a expansão do mercado de cafés especiais, cresce o número de baristas no país e nota-se maior exigência do consumidor.

Imagens: www.sxc.hu

Texto: Carolina Folster


D

Imagem: Lino Ferreira

a mesma maneira que o maestro rege os sons da sua orquestra em busca de sintonia e melodia, o barista é quem rege os aromas e sabores do café para garantir a combinação perfeita entre estas sensações. É assim que Luciana Digna, barista da cafeteria IlBarista, des­ creve a sua profissão, cujo objetivo é conhecer e entender a história, cultivo, produção, torra e extração do café para, de xícara em xícara, servir o melhor do que a bebida pode oferecer. Em ascensão no Brasil, o interesse pela atividade vem aumentando ao passo que o mercado cafeeiro também se expande gradativamente. O famoso cafezinho faz parte do cotidiano e está presente entre os mais variados momentos da vida, desde os estressantes, até os descontraídos. A partir dos 15 anos de idade, 97% dos brasileiros são consumidores de café, sendo que, de acordo com pesquisas do IBGE (POF), 78% da população declara ser este o alimento que mais consome diariamente, o que repre­senta 79,7 litros por habitante ao ano. O sucesso no consumo e a crescente nos indicadores devem-se às propriedades da própria bebida que, além de energética, é rica em aspectos sensoriais e pode ser servida de acordo com a preferência e o paladar de cada consumidor. O barista é o responsável por transmitir os seus conhecimentos aos clientes, possibilitando esse encontro entre os sabores e aromas de preferência, e a extração do café. Assim, mesmo que todo barista tenha paixão pela atividade e alguns tenham buscado a formação somente por hobby, é possível considerá-la profissão, mesmo que ainda não seja regulariza-

Gelma Franco

Rafael Godoy

da. “O mercado está em expansão, você pode trabalhar desde barista em uma cafeteria, até provador de café e com o tempo se tornar um consultor. Conheço pessoas que queriam aprender a ponto de se tornarem autossuficientes para ter seu próprio negócio, ou para virar um revendedor de grãos especiais, por exemplo,” comenta o atual campeão barista brasileiro, Rafael Godoy, da Ita­lian Coffee. Segundo a proprietária da cafeteria IlBarista e diretora de marketing da ACBB (Associação Brasileira de Café e Barista), Gelma Franco, “Existe a profissão barista e, inclusive, corre no Congresso um Projeto de Lei (nº 5828/2009) para regulamentar o exercício dos profissionais no país”. Enquanto a lei não é aprovada, fica a cargo da ACBB cuidar do Comitê de Certificação para avaliar a técnica dos baristas formados. Qualquer pessoa que goste de café e tenha interesse pelo assunto pode se tornar barista, para tanto, existem cursos em vários estados brasileiros. “Qualquer barista experiente pode aplicar os cursos, mas os que possuem a Certificação de Barista da ACBB são os mais reconhecidos”, completa Cleia Junqueira, coordenadora do Centro de Preparação de Café. O integrante da equipe Italian Coffee, Rafael Godoy, por ­exemplo, tornou-se barista a partir de treinamentos com grandes nomes do segmento. “Sou barista há quase sete anos, fiz workshops com campeões mundiais, como Stephen Morrissey, Michael Phillips, e treinamento intensivo para minha apresentação no mundial com Alejandro Mendes, atual campeão na época. O convívio com ou­tros campeões e pessoas com as quais

7


Imagem: Erode Florencioitlowicz

Imagem: Lino Ferreira

Imagem: Gabriel Von Brixen

Cleia Junqueira

Idaiana Gonáalves aprendi muito como Carolina Franco, e agora Silvia Magalhães foi e é também muito importante”, explica Rafael. Assim como o crescimento pela busca dos cafés especiais, considerados gourmets, deve-se à orientação e criatividade dos baristas, o aumento destes profissionais estimula a exigência do consumidor, justamente por oferecer e apresentar a ele diversas e fascinantes maneiras de se tomar café. Para as ca­ feterias é necessário e vantajoso que se tenha, pelo menos, um barista na equipe, já que este é, além de muitas vezes solicitado pelo cliente, o responsável por estimular e incentivar o consumo da bebida. “Uma das coisas que o Barista que tra-

8

Luciana Digna

balha em uma cafeteria faz é encantar, quando eu trabalhava em cafeteria sempre tinham clientes que iam à loja somente para tomar um macchiato feito por mim, eles sabiam que sua bebida iria sempre igual e com Latte Art” conta Idaia­na Gonçalves, também barista da Italian Coffee. Além de saborosa, a profissão pode ser considerada uma arte. Extrair o café não se restringe ao paladar e aroma, o drinque ou a porção de café servida na xícara agregam estilo e estética. Um dos pontos fortes da cafeteria IlBarista é a Latte Art, que consiste em figuras desenhadas na superfície do espresso. Não só charmoso, o detalhe é também um diferencial competitivo e é reconhecido, assim como o preparo da bebida, em campeonatos regionais e mundiais. O maior campeonato de baristas do Brasil é o Campeonato Brasileiro de Barista, realizado pela ACBB. É também este o campeonato que classifica e determina qual será o brasileiro a nos representar na competição mundial, o WBC (World Barista Championship) que, em sua 12ª edição, tem como atual campeão o barista Raul Rodas, da Guatemala. Embora o Brasil nunca tenha ficado em primeiro lugar, a participação no WBC prestigia os participantes e gera visibilidade, estimulando ainda mais o aumento pelo inte­resse na profissão. www.italiancoffee.com.br wwwilbarista.com.br


Assine nossas revistas!

Acesse o nosso site e confira nossas revistas www.maxfoods.com.br Mais informaçþes: fone: (11) 2507.3916


TECNOLOGIA

tecnologia

melhora atendimento nos restaurantes e aumentam receitas iPads, iPods, iPhones e outros aparelhos ajudam a fidelizar o atendimento e diminuem a margem de erros nas comandas. Texto: Bruno Athayde

10

É

comum encontrar em bares e restaurantes de grandes centros brasileiros garçons munidos de iPhones, iPads e iPods para me­

lhor atender os clientes. A utilização de tecnologias de ponta e a automação dos estabelecimentos comerciais deixaram de ser uma possibilidade para fazer parte da realidade dos restaurantes. No dia do lançamento do iPad no Brasil, em novembro de 2010, o aparelho


também chegou ao Bar Brahma, no famoso cruzamento da Avenida São João com a Ipiranga, na cidade de São Paulo. A Esys Colibri, empresa líder no mercado de automação comercial no Brasil, transformou o iPad em cardápio digital. “Vimos a possibilidade de ampliar as vendas dos estabelecimentos, pois as fotos em alta resolução das sobremesas e outros pratos são muito atrativas”, explica Mauricio Medeiros, diretor da Esys Colibri e idealizador do projeto. A pizzaria Divina Comédia, de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, também aderiu ao cardápio digital da Esys Colibri. “Optamos pelo iPad, pois representa segurança das informações, agilidade e modernidade. Os clientes gostam muito e se mostram surpresos com a novidade tecnológica. Os iPads representam mais um diferencial da pizzaria”, explica Ana Paula Devide, proprietária do estabelecimento. Totalmente integrado ao sistema de gerenciamento do estabelecimento, o Pad + Colibri torna o atendimento ainda mais rápido, pois envia automaticamente os pedidos para ao bar ou cozinha. Além de tornar o atendimento mais eficiente, o iPad desponta ainda como ferramenta capaz de maximizar a eficiência logística do bar ou restaurante, possibilitando a atualização constante do menu, com o destaque para aqueles pratos que necessitam de maior saída.O aplicativo se beneficia da qualidade da tela de 9,7 polegadas do iPad retroiluminada por LED, que permite a visualização das fotos dos pratos de maneira nítida e brilhante, com reprodução de cores e contrastes em alta resolução.

iPod

Depois do iPad, vieram o iPod e o celular, que foram transformados em comanda eletrônica. No Café Donuts, em Jundiaí, interior de São Paulo, já são utilizados pelas atendentes quatro iPods. “A solução agiliza muito o atendimento, melhorando a qualidade do serviço e deixando o cliente ainda mais satisfeito”, afirma Aquiles Jacob, proprietário do Café Donuts. Na pizzaria Armazém Paulistano e no sushi bar Zem Paulistano, ambos de Salvador (Bahia), o iPod tam-

bém virou comanda eletrônica. “Resolvemos implantar a tecnologia, pois senti a necessidade de deixar os garçons mais perto dos clientes. Agora, eles não precisam sair da praça deles e ficam o tempo todo em contato com a clientela”, afirma Evaristo Castineira, proprietário dos dois estabelecimentos. O fim dos velhos bloquinhos com erros de grafia, que predominavam nas comandas de bares e restaurantes, e das incontáveis filas para pagamento está próximo. A automação comercial traz melhorias para os donos dos estabeleci-

uso do papel, evitando erros de anotação, grafia ilegível e desperdício. Além de promover o gerenciamento dos gastos, pagamento de faturas e estoque, processos automatizados diminuem os erros e auxiliam na redução de uso do papel. A automação comercial, rigorosamente, deve passar por três etapas: Planejamento, Preparação e Implementação. Na primeira, deve-se escolher o sistema (software) e o responsável pelo processo. Na preparação, são adquiridos os programas e os equipamentos definidos e as mudanças

mentos comerciais e também para os clientes. Segundo levantamento da Esys Colibri, a automação comercial proporciona a redução de 80% em custos causados por erros operacionais. Outro dado que impressiona é o aumento de 15% na rotatividade das mesas nos restaurantes. Além da precisão no envio de pedido para a cozinha e para o caixa, a automação auxilia também o garçom a atender com qualidade até 12 mesas, o dobro de um garçom tradicional. Equipamentos como smartphones, tablets, telas sensíveis ao toque e outros tipos de comandas eletrônicas dispensam totalmente o

são efetuadas. O treinamento da equipe é feito e acontece a parametrização do software. Na terceira e última fase, recomenda-se iniciar o processo de implantação pela retaguarda, para que informações geradas na frente do restaurante automatizado sejam aproveitadas, caso a retaguarda esteja preparada.

www.colibri.com.br www.barbrahmasp.com www.adivinacomedia.com.br www.cafedonuts.com.br www.armazempaulistano.com.br

11


ASSINE

O Empreendedor

1 ANO por

60,00

Mais informações:

www.revistaoempreendedor.com.br fone: (11) 2507.3916


*

O Cartão BNDES tem uma das menores taxas de juros do mercado – 0,91% ao mês –, pagamento em até 48 prestações fixas, isenção de anuidade e crédito rotativo de até 1 milhão de reais para compras no portal de operações. São mais de 190 mil itens disponíveis para equipar, ampliar e modernizar sua empresa, incluindo computadores, móveis comerciais, veículos utilitários e serviços tecnológicos. E você ainda conta com a praticidade do portal para tirar suas dúvidas, simular o valor das prestações e pesquisar fornecedores. Se você já tem o **

Cartão BNDES, acesse www.cartaobndes.gov.br e aproveite. Se ainda não tem, solicite já o seu pelo portal ou procure um banco emissor . *Taxa de juros de 0,91%, vigente em agosto de 2012. **Bancos emissores: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica Federal e Itaú. A definição do limite, a concessão do crédito e a cobrança são responsabilidade do banco emissor.


Imagem: www.sxc.hu

GESTテグ


o empreendedor, como ser bem sucedido Para que um empreendedor tenha sucesso em seus negócios é preciso adotar algumas práticas que o auxiliem nesse processo, mas, embora muitos desses conceitos sejam óbvios, falhamos ao não praticá-los. Texto: Marcos Alex Rodrigues

Q

uantos empreendedores você conhece que optou por montar o seu próprio negócio sem antes estudar ou entender seu público alvo? Quantos empreendedores analisam os canais de prospecção, pensam na maneira de abordar, reter e fidelizar seus clientes? E apesar de muitos não saberem, quando estes processos não são avaliados e pensados de maneira estratégica, toda e qualquer forma de comunicação se torna falha e ineficiente. Quando sabemos com quem estamos lidando, através de pesquisas de potencialidade, realizadas de acordo com o publico alvo ou com a região que estamos inseridos; estamos exercendo um dos fatores mais determinantes para o sucesso dos investimentos. Este estudo, quando bem feito, oferecerá respostas que irão direcionar as próximas etapas do seu negócio. Saber usar os diferentes meios de abordagem (prospecção) da clientela é de extrema importância e relevância, até porque, para cada público, é necessário usar um tipo de abordagem diferenciada. Além disso, saber administrar a carteira de clientes através de conceitos de banco de dados pode ser determinante no sucesso. E, muito embora não haja proibições na utilização de mídias (divulgação), exis­ te um meio especifico de atingir seu público, o que difere também no momento de ofertar produtos ou serviços. Todos

sabem que devemos nos comunicar da maneira mais adequada possível com o perfil do público-alvo, mas como fazer isso é a dúvida de muitos empreendedores. Além das questões administrativas, um bom negócio precisa de clientes e não adianta apenas trazê-los para o seu estabelecimento, é preciso mantê-los ali, tornálos fieis ao seu produto. Para isso, ter um banco de dados atualizado com todas as informações dos seus clientes é uma fer-

“Infelizmente, muitos acham que reter ou fidelizar clientes é apenas desenvolver um trabalho promocional da marca, distribuir brindes e adesivos, ou então conceder descontos para aqueles que deixam de ir ao seu espaço.” ramenta poderosa e produtiva que servirá para tomadas de decisões, inserção de novos produtos no mercado, identificação de perfil do público-alvo consumidor. A concorrência está grande, acirrada e transpondo barreiras, a comunicação e o relacionamento com a carteira de clientes (banco de dados) farão a diferença na oferta de produtos e vendas. Já que é sabido que custa mais caro conquistar um novo cliente do que manter o existente. O seu cliente precisa ser o seu maior fã, é ele quem irá divulgar seus

serviços e produtos, é ele quem irá fazer com que o tradicional marketing boca a boca funcione para o seu negócio. Infelizmente, muitos acham que reter ou fidelizar clientes é apenas desenvolver um trabalho promocional da marca, distribuir brindes e adesivos, ou então conceder descontos para aqueles que deixam de ir ao seu espaço. Custo a acreditar que muitos empresários ainda pensam assim, que ainda tenham em mente conceitos errôneo e ultrapassados e, que custam caro. Um cliente fidelizado, conquistado e retido se faz quando o produto ou serviço oferecido é de qualidade, o atendimento é personalizado e o preço é justo. Muitos ainda caem no conceito do que é barato e caro (caro é tudo aquilo que pago não importando o valor e que gera prejuízo / barato, é tudo aquilo que pago não importando o valor, mas que resolve os problemas). É preciso saber que não existirá concorrência capaz de conquistar seus clientes se os três conceitos (qualidade, atendimento e preço justo) forem praticados de forma simples, objetiva e clara. Feito isso, você estará oferecendo um excelente custo benefício para o seu cliente e melhor ainda, se ele for aplicado diretamente ao seu público alvo.

www.centralmailinglist.com.br

15


RECURSOS HUMANOS

9 atitudes que motivam

os funcionรกrios mais que dinheiro A jornalista Ilya Pozin, da revista Time, lista nove maneiras simples de motivar a equipe sem precisar recorrer a um aumento 16


Conheça as dicas de Ilya Pozin: 1. Seja generoso na hora de elogiar O elogio é algo que todos querem receber, além de ser fácil de dar. O reconhecimento de um CEO vai mais longe do que se imagina. Enalteça as contribuições que cada funcionário oferece e observe sua equipe se esforçar para receber a­inda mais. 2. Livre-se dos gerentes Remover a função do supervisor e passar esse “poder” ao time de funcionários cria um estímulo para que eles trabalhem melhor em equipe, já que eles não precisarão entregar relatórios de desempe­nho individuais. Além disso, as pessoas não sentirão que estão em níveis de importância diferentes dentro da empresa. 3. Faça das suas ideias as ideias deles Em vez de distribuir ordens, que tal fazer com que os funcionários sintam como se eles estivessem dando ideias? Frases como: “Eu gostaria que você fizesse assim” se transformariam em “Você acha que é uma boa ideia se fizermos assim?”. 4. Evite criticar ou corrigir Ninguém gosta de saber que está errado. Se você está procurando um desmotivador, eis aqui ele. Tente uma abordagem indireta para estimular as pessoas, e lembre-se que as pessoas precisam apren­der com os próprios erros. 5. Dê liderança aos funcionários Destaque o funcionário que tiverem me­lhor desempenho e seus pontos fortes, faça dessa pessoa um exemplo para os outros. Levante a moral dela e lhe dê um pouco de liderança, que isso motivará os outros.

Imagem: www.sxc.hu

6. Leve seus funcionários para almoçar de surpresa Em um dia aparentemente comum, leve seus funcionários para almoçar. É um pequeno gesto que fará com que eles saibam que você reconhece o trabalho e esforço deles.

A

habilidade de motivar uma equipe é uma das grandes qualidades de um empreen­ dedor. É o que diz a jornalista Ilya Pozin na revista Time. Em seu artigo, ela lista nove maneiras de restaurar a liderança e criar uma equipe mais comprometida. No texto, é lembrado que um funcionário não é motivado apenas por dinheiro, mas também, entre ou­tras coisas, por um ambiente de trabalho agradável, no qual o líder valoriza a opi­ nião de cada um.

7. Dê reconhecimento e pequenas recompensas Além de elogiar o trabalho, tente recompensar a equipe e crie pequenos desafios internos. Crie metas e as coloque em um quadro onde todos possam ver. Aos que se destacarem, ofereça um jantar ou um presente. 8. Realize festas na companhia Organize festinhas de aniversário, esti­mule um happy hour, não espere por datas especiais. 9. Divida o sucesso e os maus momentos Quando a companhia estiver indo bem, celebre. Isto fará com que o funcionário saiba que você é grato pelo esforço dele. Mas quando existirem desapontamentos, divida-os também. Sua equipe merece transparência e honestidade.

Autor Redação Administradores www.administradores.com

17


NOTÍCIAS

notícias do setor

A

Max Foods Comunicação Empresarial está presente nas principais feiras do setor de Food Service do Brasil, através das suas revistas O Empreendedor Food Service, Panificação Brasileira, Confeita­ ria Brasil e Mercado Sorveteiro. A importância desses eventos é reconhecidamente valida para todos os operadores do food service. Buscar a atualização de forma continuada, deve ser objetivo de todos os empresários , atentos as mudanças e as exigências dos consumidores. Restaurantes, cafeterias, pizzarias, catterings,

hotéis, fast foods, etc, encontram nesses eventos tudo que precisam para o dia a dia e para os seus projetos de investimento. As feiras são locais de que podem contribuir fortemente com o encontro de fornecedores de alto nível, consultores, técnicos, especialistas, entidades, amigos, parceiros. O Food Service tem estimulado o crescimento da indústria de alimentos e bebidas em todo o mundo. Os novos hábitos do consumidor, que se alimenta cada vez mais fora do lar, ampliam as oportunidades de negócio. No Brasil, mais de 30% das vendas da indústria de

alimentos no mercado interno são direcionados ao food service, que cresce a taxas superiores a 12% ao ano, tendo movimentado R$ 208 bilhões em 2011, segundo dados da ABIA (Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação). Ainda conforme a ABIA, apesar da crise econômica mundial e as dificuldades enfrentadas pela indústria no País, o faturamento da indústria de alimentação cresceu 5% em em 2011, com crescimento nominal de R$ 383,3 bilhões contra R$ 330,6 bilhões em 2010.

eventos simultâneos, como a Arena Gastronômica que terá Aulas Show com apresentações de chefs renomados do Brasil e do exterior, Drink Show com performance de bartenders, espaço para degustação e harmonização de vinhos com sommeliers, oficinas de escultura em alimentos e campeonato de escultura em melancia. Os visitantes conferem ainda o 21º Equipotel Design, mostra com espaços de hotéis e restaurantes projetados por arquitetos e decoradores, com as principais tendências e soluções para estabelecimentos hoteleiros e de gastronomia. Durante a feira ocorre também o Equipotel Conference, com workshops e fóruns sobre gestão em qualidade e serviços, cons­trução e retrofit, governança em hotelaria, marketing e alimentos e bebidas. “A evolução do mercado de gastronomia e hotelaria nos últimos 50 anos está intimamente ligada à trajetória da Equipotel. A edição de 2012 traz as ferramentas para que toda a cadeia se pre-

pare para os desafios de grandes eventos que o Brasil sediará nos próximos anos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. Além dos investimentos em reformas e mo­dernizações das estruturas instaladas, estamos bastante focados na importância da qualificação profissional para atender um público cada vez mais exigente”, destaca o diretor da Equipotel, Marcelo Vital Brazil. Com um patrimônio instalado de cerca de R$ 80 bilhões nos mais de 30 mil meios de hospedagem e em 1,250 mi­ lhão de estabelecimentos para alimentação fora do lar existentes no Brasil, o setor representa um potencial de R$ 19 bilhões por ano em reformas, manutenção e retrofit. A Equipotel conta com o apoio da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Fórum de Ope­ radores Hoteleiros do Brasil (FOHB), Resorts Brasil, Associação Brasileira de

equipotel 2012 Em 2012, a Equipotel, considerada a maior e melhor feira de hotelaria e gastronomia da América Latina e uma das cinco maiores do mundo, completa 50 anos. De 10 a 13 de setembro, o Anhem­bi, em São Paulo, se torna o polo de negócios e relacionamentos do setor de hotelaria, gastronomia, alimentação e turismo. É a primeira edição realizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, que adquiriu em fevereiro a Equipotel e promoveu a edição Nordeste, em Recife (PE), no mês de maio. Com 1.250 expositores confirmados até agora de mais de 60 setores da economia, a Equipotel São Paulo 2012 ocupará uma área de 60 mil m² com lançamentos, tendências e inovações tecno­lógicas em equipamentos, produtos, serviços, alimentos e bebidas para hotéis, motéis, flats, restaurantes, bares, lanchonetes, fast food, casas noturnas, co­zinhas industriais, hospitais e lavanderias. A Equipotel sedia ainda diversos

18


Compradores para Hotéis e Restaurantes (Abracohr), Associação Brasileira de Go­ vernança Hoteleira (ABG) e Associação Brasileira de Clínicas e Spas (ABC Spas). Mais informações: Data: 10 a 13 de setembro de 2012 Local: Anhembi São Paulo Horário: das 13h às 21h (acesso até às 20h) www.equipotel.com.br Quem visitar a Equipotel São Paulo, maior feira de hotelaria e gastronomia da América Latina, que será realizada de 10 a 13 de setembro, no Anhembi, em São Paulo (SP), poderá aprender a fazer esculturas em alimentos, dando um toque diferenciado e de sofisticação em hotéis

e restaurantes. A Arena Gastronômica da Equipotel oferecerá diversas programações de oficinas e campeonatos de esculturas em alimentos. As oficinas serão coordenadas pelo Chef Charlie Carving, único representante da escola tailandesa de entalhamento no Brasil e proprietário da empresa Carving Studio, escola de en­ talhe decorativo em legumes e frutas. No dia 10 de setembro, será promovido o 3º Campeonato Nacional de Escultura em Melancias, cujas inscrições podem ser feitas diretamente pelo site www.carvingstudio.com.br. No dia 11/09, ocorrerá a Oficina de Esculturas em Gelatinas, uma novidade

na Equipotel. Os participantes poderão aprender técnicas de confeccionar gelatina floral 3D, com flores comestíveis encapsuladas em gelatina incolor. Na quarta-feira, dia 12/09 é a vez da Oficina de Flores e Buquês feitos em alimentos e na quinta, dia 13/09, a oficina de Bolos de Melancia. As inscrições para as oficinas de escultura em alimentos podem ser feitas pelo site www.equipotel.com.br a partir de 15 de agosto. A participação nos eventos terá um valor promocional para as inscrições realizadas pelo site e para grupos acima de oito pessoas.

todos os segmentos deste mercado - restaurantes, padarias, bares, lanchonetes, redes de fast-food, sorveterias, supermercados, empresas de catering e de refeições coletivas, cozinhas industriais, buffets, entre outros – se encontram para conhecer as novidades do setor e participar de eventos de qualificação profissional. Em 2013, para ampliar ainda mais as

oportunidades, a 29ª Fispal Food Service acontecerá simultaneamente à TecnoSorvetes, à Fispal Café e ao Sial Brazil, maior evento de alimentos do mundo. Juntas, as feiras formam um encontro completo para sua empresa se destacar no mercado.

maior promotora na área de alimentos e bebidas na América Latina. A novidade desta edição é o Projeto Cafés do Brasil, uma área para exposição do produto final (café torrado, moído etc). Além disso, a feira continua com o Espaço Empreendedor, dedicado a micro e pequenas empresas; e com a parceria da ACBB (Associação Brasileira de Café e Barista), que realizará na Fispal Café 2012 palestras sobre diversos assuntos do setor.

O Brasil é hoje o maior produtor e o segundo maior consumidor de café do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Em 2011, o consumo de café foi de 19,7 milhões de sacas, com crescimento de 3,11% – bem acima da média mundial, de 1,5% a 2% ao ano. Para 2012, a expectativa é de um crescimento de 3,5% no consumo interno da bebida. Os dados são da Abic (Associação Brasileira da Indústria de Café) e da OIC (Organização Internacional do Café).

Fispal Food Service A Fispal Food Service, Feira Internacional de Produtos e Serviços para a Alimentação Fora do Lar, é o maior evento do setor na América Latina. É a oportunidade única em que empresas expositoras e decisores de compras do setor têm de ficar frente a frente para ampliarem a rede de relacionamento e fechar bons negócios. Durante quatro dias, profissionais de

Fispal Café 2012 O mercado cafeeiro se movimenta com a realização da Fispal Café, Feira Internacional do Café, que aconteceu de 25 a 28 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo. O evento é palco de lançamentos de produtos, oportunidades de negócio e troca de experiências entre profissionais de todos os segmentos da cadeia – produtores, torrefadores, exportadores, distribuidores, profissionais do food service, baristas e donos de ca­feterias. A Fispal Café é realizada pela BTS Informa, a

19


Fispal Hotel 2012 Feira aconteceu quando setor se prepara para receber a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 A Fispal Hotel (Feira de Negócios para o Setor Hoteleiro), chegou à sua 3ª edi­ ção como um evento já consolidado, que reúne profissionais do setor hoteleiro da América Latina em busca de novidades e oportunidades de negócio. De 25 a 28 de junho, no Expo Center Norte, decisores de compras de diversas empresas estarão frente a frente com o mercado brasileiro, um dos mais promissores do

mundo. Além do espaço para exposição, a feira vai realizar o congresso Gestão de Compras para Hotéis, desenvolvido com base nos desafios diários da gestão de compras hoteleiras, que reunirá os principais hotéis, redes e seus executivos para um debate profundo e troca de informações estratégicas. Com o setor em pleno crescimento e os hoteleiros se preparando para receber a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, a 3ª Fispal Hotel aconteceu simultaneamente à 28ª Fispal Food

Service (Feira Internacional de Produtos e Serviços para a Alimentação Fora do Lar), à Fispal Café (Feira de Negócios para o Setor Cafeeiro), à TecnoSorvetes (9ª Feira Internacional de Tecnologia para a indústria de Sorveteria Profissional) e ao SIAL Brazil (Salão Internacional de Alimentação para a América Latina), a maior feira de alimentos e bebidas do mundo, pela primeira vez no Brasil. A BTS Informa, organizadora e promotora do evento, é de receber 65 mil visitantes, profissionais e compradores qualificados.

Fispal Food Service Nordeste Fispal Food Service Nordeste traz novidades em produtos e serviços para o setor de alimentação fora do lar. Maior feira do setor de alimentação fora do lar da América Latina, a Fispal Food Service, realizada há 27 anos em São Paulo, está de volta ao Recife em um formato regional. A feira acontece entre os dias 08 a 11 de novembro, no pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco. A feira tem 3.600m² e traz novidades em produtos e serviços para restaurantes, padarias, bares, hotéis, buffets, caterings, lanchonetes, sorveterias e pizzarias. “O setor de alimentação fora do lar das regiões Norte e Nordeste tem grande potencial de crescimento. A locali­zação estratégica de Recife e a variedade de restaurantes e hotéis existentes na cidade foram alguns dos motivos que nos fizeram voltar para Pernambuco”, afirma Marco Basso, Diretor-Geral da América Latina do Informa Group. A Fispal Food Service Nordeste deve movimentar o mercado. Com o aumento da renda do brasileiro, o setor de food service dobrou de tamanho em seis anos, para R$ 185,5 bilhões em 2010. Segundo a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia), o crescimento previsto para este ano é entre 15% e 16%. Entre as mais de 150 marcas expositoras, destaque para a Lagrotta Azurra, que possui o maior portfólio de produtos descartáveis do País;

20

a Klimaquip, maior produtora brasileira de equipamentos de congelamento e resfriamento rápido e a Duas Rodas, que é líder nacional e destaque latino-americano na produção de matérias-primas para indústria alimentícia. O evento também apresenta lançamentos para os setores de alimentação fora do lar com destaque para alimentos e bebidas; matérias-primas para panificação, confeitaria e sorveteria; refri­geração comercial; automação comercial; aditivos, ingredientes, corantes e conservantes; equipamentos e acessórios para todos os estabelecimentos do setor. A expectativa é receber cerca de 14 mil visitantes na Fispal Food Service Nordeste. A feira acontece simultaneamente à Fispal Tecnologia Nordeste e à ABF Franchising Expo Nordeste. Programação - A programação da Fispal Food Service Nordeste conta ain­ da com eventos inéditos na região. No dia 09 de novembro, às 16h, a feira será palco para o anúncio das 100 melhores padarias do Nordeste. A ação é inédita na região e é feita em parceria com a revista Panificação Brasileira. No mesmo dia, Às 18h, a feira sediará o Torneio Latte Art, promovido pela Fispal Café. A disputa vai eleger quais baristas realizam os desenhos mais simétricos nas bebidas, usando apenas leite, café e máquinas. A programação se encerra no dia 11

de novembro, com a realização do primeiro Campeonato Regional de Barista. A competição está marcada para as 18h e vai selecionar os melhores baristas para o Campeonato Brasileiro, que acontece em São Paulo no início de 2012. A Fispal Food Service Nordeste sediará evento inédito no Nordeste, o 1° Campeonato Regional de Barista. A competição acontece na sexta, 11 de novembro às 18h, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda (PE). Os me­ lhores baristas vão participar do Campeonato Brasileiro, que acontece em São Paulo no início de 2012. “O vencedor do Nordeste representará a região no campeonato nacional e, se ganhar, será nosso representante no Mundial, em junho, em Viena”, diz Edgard Bressani, presidente da Associação Brasileira de Café e Barista (ACBB). Quinze baristas certificados participam da competição com a missão de preparar, quatro expressos, quatro cappuccinos e quatro drinques de assinatura em apenas 15 minutos. As bebidas serão avaliadas por quatro juízes sensoriais enquanto os procedimentos de preparo passarão por análise de dois juízes técnicos. A disputa acontece no estande da ACBB na feira. Segundo a diretora de marketing da ACBB, Gelma Franco, trazer o campeonato para Pernambuco representa um


marco para o setor de gastronomia do Estado. “Cidades como Recife, Olinda e Porto de Galinhas, que já contam com excelentes restaurantes e hotéis, merecem ter acesso a um serviço de cafés mais sofisticado, uma vez que o mercado de cafés gourmets cresce 20% ao ano, no Brasil. Então precisamos ter mais profissionais capacitados para absorver essa demanda”, afirma. Além do Campeonato de Barista, a Fispal Food Service Nordeste também será palco para o Torneio Latte Art, que vai escolher quais baristas fazem o mais perfeito desenho no leite usando apenas café, leite e máquinas. A disputa acontece no dia 9 de novembro, às 18h, e é organizada pela Fispal Café. O responsável pela organização local do evento e diretor da Coffee Center, Sérgio Ferreira acredita que o torneio é uma etapa importante para a preparação para a competição do dia 11. “É uma ótima oportunidade para os competidores se familiarizarem com as máquinas e moinhos que serão utilizados durante o Campeonato, além de conseguirem um envolvimento maior com a platéia”, explica.

Fispal Food Service Nordeste sedia premiação das 100 melhores padarias da Região. Ação inédita no Nordeste é realizada pela revista Panificação Brasileira. Segunda região do País em número de padarias, de acordo com dados do Sebrae Nacional, o Nordeste terá premiação especial para os 100 melhores estabelecimentos do setor. O anúncio dos vencedores será realizado dia 09 de novembro, a partir 16h, durante a Fispal Food Service Nordeste, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda (PE). A premiação é um reconhecimento ao crescimento da panificação e gastronomia no Nordeste, que já concentra 24% das 63 mil padarias do País segundo dados do Sebrae. “Todas as padarias e presidentes dos sindicatos com quem entramos em contato apontaram a iniciativa como válida e muito oportuna porque pela primeira vez o crescimento da panificação no Nordeste será premiado. Esse tipo de premiação é muito interessante porque não só contempla e reconhece o trabalho bem feito das padarias, mas também porque desperta um interesse

maior: o reconhecimento do setor e a valorização dos profissionais. A iniciativa é realizada pela revista Panificação Brasileira, que elege anualmente as 100 melhores padarias do país com aval de distribuidores e fornecedores do setor, e conta com o apoio da BTS Informa. Para chegar ao resultado das 100 melhores padarias nordestinas, a publicação realizou uma pesquisa ao longo de cinco meses que observou critérios como mix de produtos, atendimento, ambientação e higiene. Os estabelecimentos receberão certificado e troféu durante a solenidade. A premiação será realizada no estande da revista Panificação Brasileira na Fispal Food Service Nordeste. Além de apresentar novidades para o setor de panificação, a feira vai reunir empresas dos mais diversos segmentos ligados ao food service, como restaurantes, bares, hotéis, buffets, caterings, lanchonetes e pizzarias. A feira acontece de 08 a 11 de novembro simultaneamente à Fispal Tecnologia Nordeste e à ABF Franchising Expo Nordeste.

que decoram de modo prático e bonito e abordam os visitantes demonstrando seus produtos com todo o diferencial que possuem”, diz Antero José Pereira, presidente do SINDIPAN-AIPAN-IDPC — Sindicato e Associação dos Industriais de Panificação e Confeitaria e Instituto do Desenvolvi­ mento da Panificação e Confeitaria—, entidades promotoras do evento. Os lançamentos que mais atraíram atenção dos visitantes, nesse ano, foram a máquina robotizada de sorvete da Topema — a massa sai com cobertura e confeitos sem contato manual —, a máquina de passar manteiga no pão sem contato humano, o forno de pizza que assa em dois minutos cada disco de pizza, os porta-cupcakes diferenciados e o push pop cake — uma forma de cupcake que permite guardar uma parte dele, além de farinha de soja e de quinua para

pães mais saudáveis, além do Bentamix Levain — mistura especial para pão rústico e integral e Bentamix Fácil, primeira pré-mistura para o pãozinho francês, com adição de fermento.

FIPAN 2012 FIPAN 2012 – Feira Internacional de Panificação, Confeitaria e Varejo Independente de Alimentos. Iniciada no dia 17 e encerrada no dia 20 de julho, a FIPAN teve recorde de negócios, que chegou a R$ 800 milhões e recebeu visitantes de 50 países, além do Brasil, que chegou a 60 mil visitantes. A Fipan, foi realizada no Expo Center Norte, Pavilhões Azul e Branco, em São Paulo. “Esse é um resultado bastante positivo que demonstra a força da panificação brasileira e paulistana. Nossa feira, considerada a quinta maior do mundo — e a maior feira latino americana — traz novidades do mundo todo e atrai a atenção dos que estão no mercado de panificação e confeitaria e visitam a FIPAN. A modernização da FIPAN é observada já nos estandes das empresas expositoras,

Participação da Revista Panificação Brasileira na Fipan. Com ampla distribuição das publicações: Panificação Brasileira, Confeitaria Brasil, Mercado Sorveteiro, Cerealtec e O Empreendedor Food Service. Os livros também vendidos no stand abasteceram os profissionais do setor. Vila do Pão, Ilha da Confeitaria Brasil, Espaço Cheiro de Pão e o auditório de palestras, tiveram a participação da Max Foods como parceira da BTS, empresa organizadora da Fispal Food Service.

21


Imagem: Luiz Costa

EVENTOS


feira

mundo gastronômico Cerca de 18 mil pessoas visitaram a feira durante os quatro dias, entre empresários, chefs, estudantes e consumidores finais. O evento promoveu o encontro entre esses diversos públicos e possibilitou o fechamento de negócios e a prospecção de clientes, movimentando o setor gastronômico da cidade

A

Feira Mundo Gastronômico, que começou na última quinta-feira (16) e terminou neste domingo (19), recebeu nos quatro dias cerca de 18 mil visitantes, que passaram pelos estandes de 70 empresas do setor no pavilhão de exposições ExpoRenaultBarigui. Desde quinta-feira, o evento reuniu aulas show com renomados chefs de Curitiba, circuitos de palestras de vinhos, cafés e hortaliças, degustações e demonstrações, além de workshops paralelos, realizados nos estandes, e da venda de alimentos e produtos. Apresentação de novidades e lançamentos do setor gastronômico, desde os mais variados pratos e bebidas até novas tecnologias, equipamentos e serviços também deram destaque aos quatro dias. Marcando a estreia do Grupo Positivo como organizador de eventos, por meio de seu setor especializado - EFEX (Eventos, Feiras e Exposições), a feira superou as expectativas, de acordo com o gerente de marketing do EFEX, Jackson Hara. Além de ter ultrapassado os 15 mil visitantes esperados, reforçou o foco do grupo na educação, ao proporcionar co­ nhecimento aos mais variados públicos: empresários e profissionais da alimentação fora do lar, representada por bares, restaurantes, hotéis, motéis, cafés, catering, refeições coletivas, estudantes, além do consumidor final. “Foi possível perceber o entusiasmo do setor com a realização de um encontro como esse. Todos estavam presentes: chefs, seus fornecedores e compradores, mostrando uma união”, afirma Hara.

Empresas prospectam clientes durante a feira

Vários negócios foram fechados e prospecções promissoras foram feitas. Além da troca de cartões entre visitantes e expositores, houve contatos entre as empresas participantes. Georgia Franco de Souza, proprietária do Lucca Cafés Especiais, adianta que o dono de um estabelecimento que participou da feira pediu orçamento para servir os cafés do Lucca. O espaço e os seus workshops ofertados durante a feira, de acordo com ela, ajudaram a reforçar o movimento da loja. Fernanda Zerbinato, sócia da Repal Pinheirinho, que atua no ramo de e­quipamentos para gastronomia, afirma - com certeza – que sua empresa participará da segunda edição do evento, com um estande ainda maior. “Foi melhor do que o esperado. Cerca de 40% das pessoas que nos procuraram durante a feira fecharam negócio”, diz a empresária. A impressão otimista também foi percebida em outros estandes de equipamentos para gastronomia, como a Gelopar e a Cooking Center: a primeira, segundo o diretor, Gerci Volpato, recebeu, pelo menos, a visita de 500 interessados em orçamentos. A segunda ultrapassou todas as metas de contatos por dia da feira, chegando ao quarto dia com mais de 350 fichas de pessoas que desejavam mais informações sobre os produtos, além de 150 convidados para os seminários de gastronomia realizados na empresa, de acordo com informações da sócia Fernanda Oliniski. Adilson Baleiro, gerente comercial da Narcel/Krasinox, afirma que cerca de 1,5 mil pessoas passaram pelo seu estande e que muitas dessas

visitas resultaram em negócios fechados. “Foram aproximadamente R$100 mil em vendas na feira. Recebemos pedidos de orçamentos de profissionais e empresas do ramo, como uma montadora de automóveis. O resultado foi muito positivo, o que nos motiva a participar de uma próxima edição”, relata. Para o sommelier de cervejas e proprietário do Mestre-Cervejeiro.com, Daniel Wolff, a feira superou todas as expectativas: além de ter batido a estimativa de vendas já no sábado, um dia antes de o evento terminar, cerca de 70% do público visitante de seu estande não conheciam as cervejas do seu cardápio. “Foi ótimo para nossas vendas e para a exposição da marca. Pudemos prospectar comerciantes e consumidores finais também”, diz. No estande da distribuidora de alimentos Stampa Food o grande destaque foi o Pão de Miga: importado da Argentina, ele é exclusivo da empresa e foi lançado durante a Feira Mundo Gastronômico. Para o diretor, Rodrigo Saueres­sig, a apresentação do produto foi um dos momentos mais importantes do espaço da empresa no evento, pois atraiu cerca de 100 novos clientes. “O balanço final é muito bom. Conseguimos atrair muitos chefs de cozinha e empresários do setor, nosso público-alvo, e mostrar nossos produtos”, diz.

Feira Mundo Gastronômico promove conhecimento.

Para o coordenador dos cursos de Gastronomia e Turismo da Universidade Positivo (UP), Dario Paixão, um dos grandes destaques da Feira Mundo Gas-

23


Imagem: Daniel Derevecki

Chef Junior Durski segura o livro Marca de Chef, idealizado por ele e que conta com a participação de outros 13 chefs, além da sua.

Grandes chefs de Curitiba movimentam a Feira.

No primeiro dia (16) a Feira Mundo Gastronômico já havia recebido cerca de

24

3,5 mil visitantes nos 8.500 m² do pavi­ lhão ExpoRenaulBarigui. Muitos foram atraídos pelo início das aulas da Co­ zinha Show, de curadoria do chef Junior ­Durski e ministradas por grandes nomes da gastronomia curitibana. Os chefs Fabiano Marcolini, Beto Madalosso, Délio Canabrava, Celso Freire, Marcus Biazzetto, Dyogo Prado, Ricardo Filizola, Gabriela Carvalho, Manu Buffara, Eva dos Santos, Alexandre Bressanelli, Gustavo Alves, Dudu Sperandio, Marcelo Amaral, Paulino da Costa e o próprio Junior Durski ensinaram alguns de seus segredos aos participantes do circuito de palestras. Para a palestra de abertura foi convidado o chef francês Laurent Suadeau, proprietário da Escola da Arte Culinária, de São Paulo, cuja exposição

Fernanda Oliniski, sócia da Cooking Center: a empresa ultrapassou todas as metas de contatos por dia da feira.

Imagem: Daniel Derevecki

tronômico foi a preocupação do evento com o aspecto de gestão existente no setor. “Geralmente as feiras de gastronomia focam mais nos equipamentos, mobiliário, produtos e aulas de culinária. No caso desta feira, houve muita preocupação em passar informações aos interessados, mostrando que esses conhecimentos também determinam o sucesso ou não de um negócio gastronômico”, explica ele. ”Não basta apenas saber cozinhar. A gestão é fundamental”, completa. Paixão explica que a administração de empresas do ramo é muito específica: apesar de englobar marketing, recursos humanos e finanças, como a administração de qualquer outra organização, ela tem operações e consumidores muito diferentes. Neste sentido, a Universidade Positivo (UP) programou um circuito de palestras gratuitas para todos os dias da feira com a presença de professores dos cursos de Graduação e Pós-Graduação da área de gastronomia da UP. Para Paixão, a feira demonstrou o amadurecimento do setor gastronômico de Curitiba, como ele cresceu, tanto em quantidade como em qualidade. “No estande da UP, pudemos perceber que muitas pessoas que gostam de gastronomia não tinham noção da magnitude do setor atualmente. Nosso objetivo também era mostrar essa realidade”, diz o coordenador.

foi baseada no tema “Marca de Chef: um conceito cultural ou comercial?”. O lançamento do livro Marca de Chef também impactou o primeiro dia da feira. Estiveram presentes os 14 chefs colaboradores da obra idealizada por Junior Durski, que reúne cinco receitas representando a essência de cada um, além de suas respectivas biografias. Para Suadeau, que escreveu o prefácio, Marca de Chef representa a explosão da gastronomia curitibana. Luiz Augusto Xavier, colunista da Gazeta do Povo e autor do livro, afirmou que a obra mostra como os chefs da cidade possibilitam que os curitibanos conheçam todo tipo de culinária sem precisar viajar. Durski falou sobre cada ponto do livro, desde as receitas escolhidas a dedo, passando pela escrita até as fotos e a diagramação. Segundo ele, todos os pontos são responsáveis por compor esse retrato da culinária da capital paranaense. Além de Durski, fazem parte do livro os chefs Marcelo Amaral, Eva dos Santos, Manu Buffara, Alexandre Bressanelli, Gabriela Carvalho, Marcus Biazzetto, Beto Madalosso, Ricardo Filizola, Dyogo Prado, Gustavo Alves, Fabiano Marcolini, Délio Canabrava e Dudu Sperandio. As fotos são do editor de fotografia da Gazeta do Povo, Alexandre Mazzo, e a diagramação de Lucio Barbeiro e Osvalter Urbinati Filho.


NOVIDADES

novidades do setor

2

1 1

Vinagre Balsâmico Tradizionale Castelo

O setor de food service já pode contar com opção inovadora de tempero em porção individual, para disponibilizar aos seus clientes. O vinagre de sabor nobre chega em embalagem individual para atender restaurantes, fast food e deliveries. A Castelo Alimentos, marca líder no segmento de vinagres, acaba de lançar o primeiro aceto balsâmico em sachê do país.

26

O Vinagre Balsâmico Tradizionale Castelo chega em embalagens de 4 ml e 8 ml, acompanhando a tendência da alimentação saudável verificada nos restaurantes, redes de fast food, deliveries, padarias e outros estabelecimentos do segmento.

www.casteloalimentos.com.br

2

Legend E61

Com design retrô consagrada e originalmente lançada em 1961, a Legend E61 continua unindo charme, qualidade e eficiência. É produzida em aço inoxidável e equipada com microprocessador de fácil programação de café e dosagem de água quente. www.italiancoffee.com.br


3

4

5

5 Cozil lança frigideira basculante modular a gás

Desenvolvida na Itália e com design assinado por Giorgetto Giugiaro, também conhecido por suas criações para a Ferrari, Emblema é a nova máquina do grupo Faema e representa um verdadeiro ponto de virada neste segmento, unindo tecnologia, qualidade e estética.

Elegante e versátil é a máquina do estabelecimento moderno. De total confiança, a M39 é equipada com dois sistemas patenteados, o Smart Boiler e o TurboSteam, que evitam quedas de produção mesmo nas horas de máxima utilização e permitem vaporizar perfeitamente o leite, transformando-o em um creme denso e aveludado.

A Cozil apresenta a nova Frigideira Basculante Modular a Gás, da linha Industrial Line. O equipamento é construído todo em aço inoxidável com comando ma­ nual. Utilizada para fritar, frigir, co­zinhar e aquecer diversos tipos de alimentos, a frigideira possui tampa basculante e alavanca, além de cuba de cocção com fundo em aço especial tratado e cantos arredondados. O acionamento da cuba basculante é manual, por meio de manivela com sistema de eixo que garante mais qualidade ao produto e segurança ao operador.

www.italiancoffee.com.br

www.italiancoffee.com.br

www.cozil.com.br

4

3

M39 Dosatron

Emblema

27


O banquete está completo. São 6 os pratos principais. O 5º Congresso de Food Service já está aí: 12 de setembro de 2012 no SENAC – Campus Santo Amaro. Serão seis palestras de alguns dos maiores especialistas do mundo no setor. Vá se preparando para matar sua fome com informações fresquinhas sobre o segmento.

Marcello Farrel Silva

Thorsten Merkle

Carmen Pires Migueles

BFFC (Brazil Fast Food Corp.), executivo responsável pela marca Bob´s Palestra: Bob´s – 60 anos de Brasil.

Convivas GmbH Palestra: O impacto da Copa do Mundo – FIFA na operação de Alimentos e Bebidas.

Symbállein Consultoria Palestra: Macrotendências em comportamento do consumidor.

Paulo Roberto Cidade

Darren Tristano e Patrick Noone Technomic Palestra: The Fast Casual Industry – O segmento de restaurantes que mais cresce no mercado americano.

Ipsos Public Affairs Palestra: Confiança do consumidor e consumo no cenário internacional e nacional.

12 de setembro de 2012 – SENAC – Campus Santo Amaro – São Paulo – SP Faça já sua inscrição pelo site www.abia.org.br/cfs2012.

Realização e Organização

Apoio Oficial

Comunicação e Marketing

Patrocinadores

Design


GASTRONOMIA / CULTURA / ENTRETENIMENTO

gastronomia / cultura / entretenimento Festival de Sopas CEAGESP ajuda a aquecer o inverno O friozinho está de volta à cidade de São Paulo, e nada melhor do que uma boa sopa para aquecer. E o Festival de Sopas CEAGESP 2012 é uma ótima opção­ nesse sentido. De quarta, dia 11, a domingo, dia 15, o cardápio terá Creme de Milho com Frango, Sopa de Hortaliças com Carne e Couve-flor com Catupiry, além das tradicionais Sopa de Cebola e Sopa de Cebola Gratinada, fixas no cardápio todas as semanas até o final do evento. Quem quiser mais detalhes e informações pode acessar

o blog http://festivaldesopasceagesp­2012. wordpress.com/. O Festival de Sopas funciona às quartas, quintas e domingos, das 18h à 1h da manhã, e às sextas e sábados, das 18h às 4h da madrugada. As pessoas podem servir-se à vontade (apenas das sopas) por R$ 21,90. Há ainda opções de vinhos argentinos e chilenos e de outras bebidas, incluindo sucos e refrigerantes. Café e sobremesa complementam o cardápio. Toda a semana, as sopas são troca-

das, permanecendo sempre as sopas de cebola, gratinada e sem gratinar. A entrada é pelo Portão 3 do Entreposto Terminal São Paulo, da CEAGESP, na av. Dr. Gastão Vidigal, na Vila Leopoldina. O estacionamento é grátis no local. Confira outras informações no Portal da CEAGESP www.ceagesp.gov.br ou no blog http://festivaldesopasceagesp2012. wordpress.com/.

Mix gastronômico franco-japonês é o tema do quarto Wine Encontro do Bourbon Atibaia Um dos principais resorts do Brasil tem jantar harmonizado com as criações do chef Jérôme Dardillac e o sushiman Eduardo Fujimoto. O Bourbon Atibaia Convention & Spa Resort une o melhor da gastronomia francesa e japonesa na quarta edição do seu Wine Encontro, que ocorre nos dias 22 e 23 de setembro. O chef francês Jérôme Dardillac e o sushiman Eduardo Fujimoto se uniram para criar um menu inovador, uma verdadeira fusão de sa­ bores, com o que há de mais sofisticado na culinária dos dois países. Oferecida em formato de pacote, esta sofisticada experiência inclui além da hospedagem e o jantar harmonizado, um workshop sobre “Vinhos e Tendências”, apresentada pelo sommelier Alencar Schafer Jr. A criatividade de Dardillac e Fujimoto resultaram em um menu exótico que combina as duas culturas gastronômicas. A entrada, por exemplo, mistura a endívia e a vieira, clássicos ingredien-

30

tes da culinária francesa, com a Wasabi japonesa. Os pratos principais são o ápice do jantar, com inovações como Noisette de Cordeiro Confitado e Frito com Panko Sauce Tare e Tonkatsu e Papillote de Shitake e Shimeji na Manteiga com Ciboulette. O jantar principal será servido no espaço mais sofisticado do resort - a Cave Wine Bar. Com um ambiente reservado e aconchegante, a Cave tem adega totalmente climatizada com 180 rótulos de diversas partes do mundo. A gastronomia franco-japonesa será harmonizada com vouvray brut Clos Naudim, champagne grand cru Barnaut e crémant de Bourgogne François Labet. A diária para o período é a partir de R$ 469 por pessoa, em acomodação dupla de categoria superior e inclui café da manhã, almoço e jantar com o menu harmonizado franco-japones na Cave Wine Bar, com bebidas não-alcoólicas, além de toda a programação do Bourbon Wine

Encontro. O Bourbon Atibaia Convention & Spa Resort também oferece cortesia de duas crianças até 11 anos hospedadas no mesmo apartamento de dois adultos. Serviço: Cave Wine Bar - Bourbon Atibaia Convention & Spa Resort Bourbon Wine Encontro Período: de 22 a 23 de setembro. Valor: a partir de R$519, por pessoa em apartamento duplo de categoria superior. Inclui: Workshop sobre “Vinhos e tendências”, presença do sommelier Alencar Schafer Jr. durante o jantar com menu harmonizado; hospedagem com café da manhã, almoço e jantar com bebidas não alcoólicas durante as refeições. Cortesia de duas crianças até 11 anos no mesmo apartamento de dois adultos pagantes. Para mais informações 0800 701 8181 ou no www.bourbon.com.br Bourbon Atibaia Convention & Spa Resort Rodovia Fernão Dias, Km 37,5 - Ati-


baia - São Paulo Reservas: Grande São Paulo: 11 44144700 Demais localidades: 0800 703 4041 central.reservas@bourbon.com.br www.bourbon.com.br Sobre o Resort O Bourbon Atibaia Convention & Spa Resort é reconhecido como maior área

de eventos em resort no Brasil a 50 km de São Paulo. O resort é diversão garantida para toda a família e oferece atividades como arborismo, arco e flecha, facilidades de copa do bebê 24 horas e lojas de conveniência, Espaço Turma da Mônica, Espaço do Chico Bento, gastronomia criativa e Cave Wine Bar – espaço gourmet exclusivo para degustação de

enogastronomia; além de serviços do Spa Bourbon by L’Occitane, que oferece um menu generoso com massagens, ritu­ais, esfoliações, máscaras, entre ou­ tros tratamentos, todos com os exclusivos produtos e procedimentos da grife francesa L’Occitane. Mais informações e reservas pelo site www.bourbon.com.br ou pelo toll free 0800 703 4041.

apreciar no almoço as opções do menu degustação, com direito a entrada, prato principal e sobremesa. O cardápio muda a cada dia, apenas na quarta-feira o prato fixo é o picadinho do presidente, uma homenagem da chef aos tempos no comando da cozinha do Palácio da Alvorada. No mesmo pavimento, fica o SudBras, que é um menu de tapas e sanduíches como o parmegiano reggiano (tomatinhos e broto de rúcula servidos no pão da

casa), o Sud-dog e o Sud-campagne (baguete artesanal com patê de campagne da casa e folhas orgânicas). No segundo andar, mais um diferencial da casa: a Mesa Única, que funciona às sextas e sábados. São apenas 18 lugares, onde o menu degustação chega até 14 diferentes pratos, entre entradas, pratos principais, sobremesa e as surpresinhas que a chef gosta de mandar, de acordo com o clima da mesa.

Quitutes: Casquinha de Siri: textura crocante e gratinada da cobertura e o recheio cremoso, quente, que derrete na boca. Escondidinho de Camarão: é servido em chapas – e chega fumegando na mesa. Embaixo tem vários camarões rosados e

suculentos soterrados, por uma camada de macaxeira (aipim), cremosa e quente. A superfície tem uma crostinha delicada queijo gratinado.

Roberta Sudbrack Rio de Janeiro O restaurante Roberta Sudbrack leva o nome e é comandado pela famosa chef que, com mais de 10 anos de carreira, chegou a comandar a cozinha do Palácio da Alvorada, em Brasília, durante o mandato de Fernando Henrique Cardoso e outros afamados. Composto de dois andares, onde no primeiro andar funciona o Espaço Sud, reservado para os clientes que chegam para

Bar da Praia Pernambuco Aventura gastronômica, o Bar da Praia fica na praia de Boa Viagem. É um dos pontos altos é a brisa do mar, a vista da praia, o clima descontraído,etc. A loca­ lização, clima do lugar, e os quitutes são as grandes atrações do lugar.

CULTURA Teatro Municipal de São Paulo Outubro 12 sex 20h, 13 sab 20h, 16 ter 20h, 18 qui 20h, 20 sab 20h, 21 dom 17h – Programa Duplo (duração total com 1 intervalo 2h20’) “Violanta” 70’ ópera de Erich Korngold Orquestra Sinfônica Municipal e Coral Lírico

Luís Gustavo Petri – direção musical e regência “Eine Florentinische Tragödie” – (Uma Tragédia Florentina) 50’ópera de Alexander von Zemlinsky Orquestra Sinfônica Municipal e Coral Lírico Luís Gustavo Petri – direção musical e regência Sugestão de faixa etária: acima de 10 anos

31


LIVROS

Estratégia de empresas Autores David Menezes Lobato, Jamil Moysés Filho, Maria Candida Sotelino Torres O objetivo deste livro é oferecer um referencial teórico e prático que proporcione uma visão estruturada de estratégia empresarial e contribua para o aperfeiçoamento dessa temática no ambiente de negócios. Os autores ressaltam que para planejar e pensar estrategicamente é necessário uma trabalho que harmonize: persistência, tempo para o desenvolvimento do seu estilo estratégico e capacidade inspiradora.

Gerenciamento de riscos em projetos Autores Alonso Mazini Soler, Carlos Alberto Corrêa Salles Junior, José Angelo Santos Do Valle, Roque Rabechini Junior O objetivo deste livro é apresentar um processo estruturado para o efetivo gerenciamento de riscos em projetos, isto é, como devemos lidar com as incertezas que ocorrem em qualquer projeto, de qualquer natureza, porte ou complexidade. Como você vê a abordagem dos riscos dos seus projetos, no seu ambiente de trabalho? Ela é realmente feita? Ou apenas “colocamos 10% sobre o custo calculado, para qualquer eventualidade, e se ocorrer, nós vemos como é que fica!” Será que 10% são suficientes?

Nietzsche Para Estressados - 99 Doses de Filosofia Para Despertar a Mente e Combater As Preocupações Autor: Percy, Allan Editora: Sextante / Gmt Nietzsche para estressados é um manual inteligente e estimulante que reúne 99 máximas do gênio alemão e sua aplicação a várias situações do dia a dia. A sabedoria de Nietzsche é de grande utilidade na busca de uma solução para uma série de problemas, tanto na vida pessoal quanto na profissional. Este breve curso de filosofia cotidiana foi criado por Allan Percy para nos auxiliar nos momentos em que precisamos tomar decisões, recuperar o ânimo, encontrar o caminho certo e relativizar a importância dos fatos da vida. É indicado para quem procura inspiração no pensamento do filósofo mais influente da era moderna para combater as angústias e os medos dos dias de hoje. Cada capítulo é iniciado por um aforismo do grande mestre, seguido de uma interpretação atual. Muitas vezes, sua sabedoria é associada às ideias de outros autores renomados, enriquecendo ainda mais o assunto. O legado de Nietzsche induz à reflexão e oferece uma forma inovadora de superar as dificuldades. Conheça algumas de suas frases marcantes: • O que não nos mata nos fortalece • O destino dos seres humanos é feito de momentos felizes e não de épocas felizes • Quem tem uma razão de viver é capaz de suportar qualquer coisa • O reino dos céus é uma condição do coração e não algo que cai na terra ou que surge depois da morte • Não há razão para buscar o sofrimento, mas, se ele surgir em sua vida, não tenha medo: encare-o de frente e com a cabeça erguida • Os maiores êxitos não são os que fazem mais ruído e sim nossas horas mais silenciosas • Quem deseja aprender a voar, deve primeiro aprender a caminhar, a correr, a escalar e a dançar. Não se aprende a voar voando.

32


MATÉRIA DE CAPA

Food Service & Saudabilidade

T

orna-se cada vez mais evidente que o estilo de vida atual e o ritmo dos grandes centros urbanos têm impulsionado mudanças importantes na cultura e hábitos da sociedade moderna. Naturalmente, o esforço do consumidor na busca de uma alimentação mais saudável tem acarretado o aumento na demanda por produtos que permitam economia de tempo e esforço, que sejam capazes de reunir praticidade e a entrega de benefícios á saúde.

34

Texto: Lara Siqueira

Por outro lado, a mudança no ambiente macroeconômico com a ascensão entre as classes sociais tem mudado os hábitos de consumo e o atributo sau­ dabilidade torna-se não somente um va­ lor agregado, mas algo muito mais acessível ao público. As pessoas têm ganhado mais recursos econômicos para escolher, é necessário que as empresas mudem as estratégias de marketing para contemplar esse novo cenário. De acordo com a ABIA, o faturamento do setor de alimentos e bebidas

somou 383,3 bilhões dólares em 2011, colocando o setor como o segundo maior valor bruto da produção da indústria de transformação. Em fase de franca expansão da economia do Brasil, só cresce o número de investimentos em infraestrutura em diversos setores do comércio, indústria e serviços. As empresas apostam nesse tipo de investimento e aquelas que já têm os conceitos como pilares da organização sem dúvida saem na frente nessa corrida e ganham prestígio frente ao pú-


Imagem: www.sxc.hu

blico final, que confia no produto e na marca. Nesse contexto torna-se vital o papel da indústria em desenvolver produtos dentro desses conceitos investindo em qualidade, especialmente na pureza de ingredientes e processos tecnológicos sustentáveis, desenvolver linhas com apelo saudável com adição de ingredientes ou mesmo a redução como acontece com os produtos com redução de gordura, sal, açúcar, sódio e aditivos. O projeto Brasil Food Trends 2020 realizado pela FIESP, ITAL traçou 5 grandes tendências para a alimentação até 2020: Sensorialidade e Prazer; Saudabilidade e Bem Estar; Conveniência e Praticidade; Qualidade e Confiabilidade e Ética e Sustentabilidade. De forma genérica, essas macrotendências tem origem no

envelhecimento da população e nos avanços da ciência com estudos que vinculam determinadas dietas às doenças mais frequentes de hoje em dia. Dentro da tendência de “Saudabilidade” destaca-se a procura de alimentos funcionais, dieta e controle de peso além de uma nova geração de produtos naturais e orgânicos. O setor de Food Service está atento a esta nova demanda de consumo. O número de pessoas que se alimentam fora de casa atualmente gira em torno de 60 milhões e deve saltar para 84 milhões nos próximos anos. Ao fazer uma refeição fora de casa os consumidores buscam degustar algo saudável e saboroso impulsionando as empresas para investirem em desenvolvimento e lançarem produtos diferenciados para esse segmento. Nesse segmento, a saudabilidade também é o pilar recente que sustenta o crescimento de categorias, embora nessa etapa da cadeia produtiva as mudanças tenham um ritmo diferente em relação ao varejo já que no ponto de venda final acaba sendo mais fácil mostrar os diferenciais positivos nos rótulos de produtos embalados. Novas oportunidades em Food Service podem surgir na possibilidade de aumentar o valor percebido da oferta, mostrar aos consumidores os diferenciais e transformar em algo tangível já que eles desejam saber o que estão com­ prando. Pesquisas já revelaram que as pessoas optariam por escolhas mais saudáveis se tivessem acesso às informações nutricionais nos estabelecimentos. O uso de tecnologias inovadoras, o repasse da informação de forma clara ao cliente, o uso da tabela nutricional, informações de origem, modo de preparo e valor calórico podem tornar-se importantes diferenciais competitivos. O varejo e comércio de alimentos como restaurantes, redes de fast food e serviços de catering também estão direcionando os investimentos para produtos que atendam a essas demandas e ainda investindo mais esforços na comunicação. Ainda, é notável o aumento da demanda por refeições prontas e produtos em pequenas porções, embalados em porções individuais. Além disso, o excesso de peso da população impulsiona o crescimento do segmento diet/light, além de ingredientes específicos para queimar calorias e saciar o apetite. Para isso, a indústria aumenta suas capacidades no desenvolvimento de novos ingredientes, processos e embalagens que integrarão um produto com reais diferenciais competitivos em relação aos demais. Entre sabor, qualidade ou praticidade? A combinação de todos os elementos talvez seja a melhor resposta. Quem ganha é a sociedade que terá cada vez mais acesso a produtos brasileiros com qualidade assegurada, saborosos e saudáveis dentro de um cenário cada vez mais importante para 2020. Na era em que os consumidores tem se tornado donos das marcas e produtos as empresas são obrigadas a voltaremse as necessidades do consumidor e àquelas que não entrarem nessa engrenagem certamente assumirão perder uma representativa fatia do mercado.

35


ACONTECE

acontece no setor ARMAZÉM DAS ESPECIARIAS ABRE INSCRIÇÕES PARA O 2º CONCURSO JOVEM CHEF

Nova edição aceita chefs amadores, estudantes ou não, e premiará vencedores com panelas e acessórios da Le Creuset,tradicional marca usada por chefs de todo o mundo. O Armazém das Especiarias (www.armazemdasespeciarias.com.br), site voltado a desvendar os mistérios e os usos de especiarias de todo o mundo, acaba de abrir as inscrições para o 2º Concurso Jovem Chef. A iniciativa conta com o apoio da Sococo, líder brasileira no mercado de derivados de coco, e tem o objetivo de revelar novos talentos da gastronomia nacional. Ao contrário da primeira edição, rea­ lizada em 2011, na qual apenas estudantes podiam participar, desta vez, qualquer pessoa poderá participar. Os candidatos devem enviar, por meio do site, uma receita de autoria própria que tenha coco ralado, leitede coco ou água de coco entre os ingredientes. As inscrições são gratuitas e não há limite em relação ao número

36

de receitas que cada um pode inscrever. Quem desejar também pode mandar um vídeo com o preparo da receita, mas esse item não é obrigatório. O prazo de inscrição vai até o dia 20 de novembro de 2012. As receitas vencedoras serão selecionadas de duas maneiras. Uma em cada categoria (entrada, prato principal, sobremesa e coquetel) será escolhida por uma comissão julgadora, que avaliará a receita pela originalidade, a apresentação e a harmonia entre os ingredientes e o coco. A outra seleção, por voto popular, irá premiar uma receita de cada categoria com o maior número de “compartilhamentos” no site do Armazém das Especiarias. Os vencedores de cada categoria serão premiados com um jogo de pa­ nelas e acessórios da Le Creuset e um kit completo com produtos da Sococo. Para Fabiana Dupont, uma das criadoras do site, é uma boa oportunidade dos amantes da gastronomia turbina-

rem a criatividade na cozinha e revelar o ta­lento que têm. “Há muita gente que gosta e leva jeito para a gastronomia no nosso país.Queremos dar chance para que esses talentos despertem”, diz. Concurso de Frases para os que não sabem cozinhar, mas ficam com água na boca quando pensam em bons pratos, este ano haverá também um concurso de frases durante o mesmo período do Concurso Jovem. Para participar, basta escrever um comentário criativo incluindo a palavra coco no aplicativo da página do Armazém das Especiarias no Facebook (facebook.com/asespeciarias). Os autores das 4 melhores frases ganharão um tablet. O resultado será divulgado no dia 5 de dezembro de 2012, no site Armazém das Especiarias: www.armazemdasespeciarias.com.br www.concursojovemchef.com.br


AFREBRAS PREPARA O 3º CONGRESSO BRASILEIRO DE BEBIDAS

Confrebras reúne os principais fornecedores e profissionais do setor em São Paulo. De 23 a 25 de outubro de 2013, a Associação dos Fabricantes de Refrige­ rantes do Brasil (Afrebras) realiza o CONFREBRAS 2013 – Congresso Brasileiro de Bebidas. Voltado para fornecedores, fa­ bricantes e demais profissionais do setor de água mineral, cerveja, refrigerantes, sucos, energéticos e outras bebidas, o CONFREBRAS coloca à disposição dos visitantes as novidades e lançamentos no maior evento do segmento de bebidas frias. Além de oferecer palestras e fóruns

envolvendo temas de relevância para fabricantes e profissionais, o CONFREBRAS engloba a Feira dos Fornecedores da Indústria de Bebidas, o local ideal para a realização de novos negócios entre fa­ bricantes e fornecedores. Este é o espaço destinado à exposição das inovações em serviço, tecnologia, maquinário e produtos para quem tem interesse em se atualizar com as novas tendências do mercado. O local de realização dessa edição é o Centro de Convenções Frei Caneca, que possui mais de 3 mil m² de área de exposição e está localizado na principal capital de negócios do país, São Paulo-SP. Os estandes são abertos à visitação do público

e são esperados mais de sete mil visitantes. O presidente da AFREBRAS, Fernando Rodrigues de Bairros, enfatiza que este é o maior congresso brasileiro do setor. “Nesse evento estarão reunidos os principais fornecedores, que irão aten­ der centenas de empresas produtoras de bebidas. Uma oportunidade única de realizar ótimos negócios e conhecer as novidades desse segmento”. Os interessados em participar já podem fazer a reserva de espaços pelo e-mail: confrebras2013@engarrafadormoderno.com.br Ou pelos telefones: (11) 4221-1555 e (11) 2311-3531.

37


OPERADORES DO FOOD SERVICE

conheça os operadores do food service

Starbucks® Brasil A Starbucks® chegou ao Brasil em dezembro de 2006 e mudou o cenário de cafés especiais no Brasil. Além de suas bebidas quentes, frias e Frappuccinos® conhecidas no mundo todo, a rede trouxe a Experiência Starbucks ao Brasil. Com produtos de excelente qualidade, a rede quer ser o terceiro lugar para se estar, um ambiente acolhedor e amigável entre a casa e o trabalho, onde as pessoas podem relaxar, ouvir música e encontrar amigos. Essa proposta, alinhada ao atendimento personalizado e aos

melhores cafés especiais do mundo, é a Experiência Starbucks. Todos os cafés comercializados pela Starbucks são grãos de classificação arábica, conhecidos no Brasil, como cafés gourmet ou especiais. Em suas 48 lojas espalhadas por São Paulo, Campinas, São Caetano, Niterói e Rio de Janeiro, o cliente pode conhecer, além de seus cafés gourmet e bebidas, os saborosos acompanhamentos salgados e doces, des­taque para os famosos Blueberry Muffin e Muffin de Chocolate, e os de-

liciosos salgados, como croissants, coxinhas, empanadas e bagels; Para conhecer mais sobre essa experiência, sobre os produtos e sobre as lojas visite o site www.starbucks.com.br. Para saber qual é a loja mais próxima, basta acessar o site acima e buscar pelos endereços. Para saber mais sobre a Starbucks Brasil, acesse www.starbucks.com.br ou acompanhe: Facebook: www.facebook.com/StarbucksBrasil Twitter: www.twitter.com/StarbucksBrasil Youtube: www.youtube.com/StarbucksBrasil

avançados da América Latina. Mais de 200 milhões de clientes passam, por ano, pelas lojas Habib’s. São produzidas cerca de 680 milhões de Bib´sfihas, mais de 34 milhões de kibes, 20 milhões de pastéis de Belém, 10,5 milhões de pratos árabes e 6milhões de pizzas. A rede soma 14 centrais de produção, instaladas em regiões estratégicas do País, que respondem pelo pre­ paro dos itens consumidos nas lojas e, ainda, pelo fornecimento dos principais insumos, como queijos, pães, sorvetes e doces e abastecem lojas instaladas num raio de até 300 Km. O conceito de produção verticalizado do Habib´s propicia a padronização de produtos e processos, garantindo quali-

dade e escala necessárias. A estrutura tem o apoio das empresas de: laticínios (Promilat), indústria de pães, massas e doces em geral (Arabian Bread), indústria de sorvetes e sobremesas congeladas (com as marcas Ice Lips/Portofino), agência de propaganda (PPM), agência de viagens (Bibs´Tur), escritório de arquitetura (Vector 7), consultoria de franquia (Franconsult), consultoria imobi­ liária (Planej) e contact center (Voxline). Além da marca Habib´s, pertencem ao grupo o Ragazzo (fast-food italiano do Habib´s / www.ragazzofastfood.com. br), o Box 30 (novo conceito criado pelo Habib´s) e o Road Shopping.

Habib´s O Habib’s tem acertado em suas escolhas. Somente neste ano já ganhou três importantes premiações relacionadas ao atendimento ao consumidor na categoria alimentação. Com isso, se consolida como a maior rede de fast-food do País genuinamente brasileira. A rede surgiu, em 1988, na capital paulista, e aliou a boa aceitação dos produtos do cardápio a uma política de preços altamente competitiva. O resultado foi a expansão da marca e a consolidação do negócio como um dos maiores e mais respeitados do País. Com 24 anos de história e 20 mil funcionários, soma 407 lojas no Brasil, distribuídas em 90 cidades de 16 estados e do Distrito Federal. Seu sistema delivery é considerado um dos mais

40


Not guilty® Pratos saborosos, ingredientes frescos e naturais compõem as refeições rápidas e saudáveis da suíça not guilty®. Comer fora de casa faz parte da rotina de quase 22% dos brasileiros, especialmente daqueles que vivem em grandes centros urbanos, estão sempre com a agenda cheia de compromissos e não têm tempo de se alimentar adequadamente. Pensando nesse público, a not guilty® chega ao Brasil com a meta de instalar 30 restaurantes em território nacional até 2015. Nascida na Suíça, em 2007, a empresa foi criada por Roland Wehrle com o objetivo de oferecer alimentação rápida e saudável para todas as pessoas que querem comer bem, sem o rótulo de comida vegetariana. O segredo das delícias preparadas pelos chefs está no frescor dos ingredientes que compõem cada prato. Saladas crocantes, molhos naturais, sucos de fruta de verdade e sopas e sanduíches feitos na hora e na frente dos clientes fazem parte da proposta da empresa. Para ter ingredientes, legumes, frutas, verduras e temperos fresquinhos, a not guilty® faz uma seleção criteriosa de fornecedores e só adquire produtos daqueles que estejam comprometidos com a sustentabilidade, a saúde e o bem-estar dos consumidores. O menu inicial foi elaborado pelo renomado chef Roman Okle, considerado o melhor do mundo em 2011, e tem ingre-

dientes naturais e com toques orgânicos. A inauguração no Brasil, em São Paulo (Rua do Rócio, 209, Vila Olímpia), aconteceu neste mês de julho. “Somos uma empresa sustentável, preocupada em servir alimentação saudável, equilibrada, gostosa e com um jeito “twist” (algo surpreendente) que só nós sabemos preparar. Queremos que os nossos clientes sintam-se em um pedaço do paraíso quando estiverem em um restaurante da not guilty®”, detalha o empresário Sérgio Freire, CEO da empresa no País.

uma pausa diante de suas vidas agitadas e dando mais atenção ao que comem. Nos dias atuais, o mercado de alimentação em franquia vem passando por grandes mudanças, pois o público consumidor está ávido por novidades. Hoje, o Brasil destaca-se ocupando o 2º lugar no franchising mundial em redes de franquia. Mantendo a tradição Suíça, todas as novas lojas da not guilty® serão minuciosamente estudadas e implantadas de acordo com as rigorosas métricas de aprovação.Este plano consiste em 30 lojas em 3 anos. A primeira foi na Rua do Rócio, 209 – Vila Olímpia em São Paulo, SP.

Expansão A not guilty® é um modelo de negócio rentável e lucrativo através de franchising tanto no Brasil quanto no exterior. Além disso, a marca tem um elevado potencial de mercado para produtos e canais de distribuição. A meta é inaugurar 30 unidades no Brasil até 2015, atingindo consumidores com idade a partir de 16 anos, baseados principalmente nas classes A e B com predomínio do público feminino. A marca chama a atenção dos LOHAS generation, traduzido como Estilos de Vida de Saúde e Sustentabilidade. Esse público está presente em todas as classes sociais e tem a saúde como conceito de vida. A empresa tem ainda um potencial enorme para se comunicar e atender às pessoas que gostariam de ter um estilo de vida “not guilty®”, buscando

Sérgio Freire, CEO Not Guilty no Brasil Sérgio Freire, 37 anos, é empresário e CEO da not guilty® no Brasil. Com mais de 15 anos de experiência no gerenciamento de marketing e desenvolvimento de negócios em mercados de alta competitividade, como Franchising e Varejo, assume a direção da empresa. O novo desafio de sua carreira tem como meta proporcionar aos moradores das grandes cidades que fazem suas refeições fora de casa uma alimentação rápida e saudável, sem ser exclusivamente vegetariana. Pósgraduado pela FGV, atuou como diretor de Franchi­sing, Novos Negócios e Marketing em empresas de grande porte.

shopping centers é a grande aposta do Grupo TrendFoods neste ano para expandir o China in Box pelo País. Há 20 anos no Brasil, a rede especializada em culinária chinesa conta com mais de 150 unidades

espalhadas pelo território brasileiro. O cardápio da loja do Shopping Metrô Tatuapé conta com 20 opções de pratos, incluindo as novas linhas China Mix e China Bowl.

China in Box A maior rede de culinária chinesa do Brasil, China in Box, inaugura nesta semana sua primeira unidade fast food no Shopping Metrô Tatuapé, em São Paulo. A estratégia de inaugurar lojas em

41


NEGÓCIOS

como aumentar os lucros do seu negócio?

Freud explica Texto: Luiz Fernando Garcia

A

o se aproximarem dos conceitos do Pai da Psicanálise, homens e mulheres de negócios “desatam os nós” que possuem e quase sempre passam a colher os frutos com o melhor desempenho de todos na empresa e, consequentemente, com o aumento dos lucros. O que o famoso alemão Sigmund Freud tem a ver com o sucesso de empresários e seus empreendimentos? Muitas vezes, a reposta é simples: tudo. Entender os conceitos da Psicanálise e aplicá-los à prática do universo corporativo pode ser a solução para muitos homens e mulheres que não conseguem entender por que suas empresas não conseguem ter um bom desempenho. Considerado por muitos como um dos grandes gênios dos séculos XIX e XX, Freud deixou um legado àqueles que buscam o entendimento da própria mente – fato este que, muitas vezes, não é almejado pelos donos de negócios. Sobre isso, vale dizer que um dos maiores desafios que enfrento no dia a dia com empresários é fazer com que entendam que a origem de problemas como baixos resultados financeiros pode não estar em estratégias, funcionários ou sócios. Em grande parte dos casos, o pontochave é a própria dinâmica mental desses executivos. Ao se aproximarem dos conceitos do Pai da Psicanálise, homens e mulheres de negócios “desatam os nós” que possuem e quase sempre passam a colher os frutos com o melhor desem­ penho de todos na empresa e, consequentemente, com o aumento dos lucros. Durante a convivência com mais de 1.200 empresários ao longo dos últimos 12 anos, busquei fazer com que entendessem os mecanismos de defesa da Psicanálise, algo cons­ tantemente presente no cotidiano corporativo. Praticamente todos os empresários, inconscientemente, põem em prática esses mecanismos, o que prejudica – e muito – o desempenho dos negócios. Ao levar para a empresa um problema mal resolvido em casa, eles aplicam o que Freud chamou de Deslocamento e apenas transferem as preocupações de ambiente. Outro fator presente no comportamento dos donos de negócios é a Negação. Ou seja, eles deixam de enxergar determinado problema para realizar seu objetivo, por exemplo, um investimento arriscado. Mesmo que os números do relatório preparado pelo contador apontem que o momento não é propício para ampliar a fábrica ou fazer contratações, os empreendedores em estado de negação optam pelo caminho

42

do “sei que vai dar certo” e correm até o risco de quebrar. Além de negar o risco em uma negociação, o empresário, frequentemente, é “muito apaixonado” por seu negócio. Por conta disso, põe em prática a Idealização para justificar uma decisão, especialmente as que parecem não fazer sentido para o restante das pessoas. A chamada Projeção também é algo muito presente no ambiente empresarial. Esse Mecanismo de Defesa pode ser observado, por exemplo, em uma relação de sociedade, com a transferência de desejos ou conteúdos que estão em você ao outro – “ele vive viajando” e “ele vive com mulheres mais jovens” são frases que podem exemplificar esse tipo de atitude. Em linhas mais populares, poderíamos tratar esse último tópico como “uma inveja disfarçada pela visão crítica”, já que os defeitos dos outros são, na verdade, muitas vezes as virtudes que gostaríamos de ter. Com o conhecimento dos conceitos da Psicanálise e a prática de algumas técnicas, esses comportamentos inconscientes são compreendidos e alterados. Ao mudar sua maneira de pensar, o empresário também passa a agir de forma diferente. Isso potencializa o desempenho de seus subordinados e acaba por ampliar os lucros nos negócios.


ENTREVISTA

OCRIM S.A Produtos alimentícios Há 61 anos no mercado de moagem de trigo. Fundada em 1951, é um tradicional grupo empresarial de moagem de trigo. Possui uma extensa linha de produtos como Farinha de Trigo para Pizza, Pastel, Confeitos Bolos e salgados, Plus Pão Francês, Plus Pão Doce, Orgânica branca e Integral, além da tradicional farinha industrial de panificação. Ao longo desse período de intensa atividade adquirimos uma Fábrica de Massas e Biscoitos, onde fabricamos todos os tipos de massas curtas e longas, e biscoitos laminados, moldados, recheados e waffler. Estes produtos foram especialmente desenvolvidos a partir de alta tecnologia na seleção apurada de grãos de trigo, para atender as necessidades do mercado, mantendo sempre a tradição de comprometimento com a qualidade, bons serviços e respeito aos seus clientes.

MAURÍCIO GOMES DA ROCHA – Gerente Comercial da OCRIM REVISTA PANIFICAÇÃO BRASILEIRA: Qual a importância da FIPAN para a OCRIM? MAURÍCIO GOMES DA ROCHA: A importância da feira para a OCRIM é o contato que temos com os nossos clientes. Os panificadores são a razão da existência da OCRIM. Acompanhamos as tendências de mercado. Todos os anos fazemos alguns lançamentos. PANIFICAÇÃO BRASILEIRA: Quais foram os lançamentos e inovações para o ano de 2012? MAURÍCIO: Neste ano, lançamos na feira as embalagens da Mirella Plus, que é uma pré-mistura para pão francês. Acreditamos ser muito importante para o mundo, e a OCRIM está contribuindo com a embalagem que pode ser tanto reciclável e também ajuda o panificador na limpeza da padaria. Como inovação, a OCRIM lançou no mercado uma nova linha de produtos orgânicos de alta qualidade, como por exemplo, as Farinhas de Trigo Orgânicas. Lançamos na feira do ano passado, mas ainda está engatinhando, vai ser uma revolução, que traz saúde para toda a população. A consciência do brasileiro não está voltada para isso, mas vem crescendo gradativamente. Nós temos esse produto no Pão de Açúcar, e as vendas vêm aumentando bastante.


INFORME

Bralyx leva equipamentos para salgados, doces e massas frescas para a 50ª Equipotel

A

Bralyx, fornecedora de equipamentos para a indústria alimentícia e criadora da máquina para a confecção de coxinhas de galinha, aproveita sua presença na 50ª Equipotel para lançar junto ao segmento de hotelaria e food service sua linha completa de equipamentos para automatizar a produção de salgados, doces e massas frescas. No segmento de salgados e doces, o carro-chefe é a Maxiform, família de formadoras para confeccionar coxinhas, kibes, bolinhos, churros e ou­ tras delícias, composta por nove modelos que permitem confeccionar de 1,8 mil a 19 mil peças por hora, inclusive com dois recheios (como coxinhas de frango com requeijão) ou duas cores, em tamanhos que vão de 10 a 180 gramas e em diversos formados. Para ampliar ainda mais a produtividade, a linha é complementada pelas masseiras cozedoras Hotmixer e pelas empanadoras Empanamix. Já no segmento de massas frescas, os destaques são os equipamentos das marcas italianas Imperia e La Monferrina, que representam o estado da arte no mercado mundial.

Recém-chegada ao Brasil, a Imperia assina a linha Restaurant, composta por três modelos (elétrico, eletrônico e manual) com capacidade de produção média de até 12 quilos de massa por hora – a solução ideal para pequenas produções. A La Monferrina, por sua vez, oferece uma linha completa de máquinas para o preparo de massas laminadas, extrusadas ou recheadas que permitem elaborar formatos que vão do espaguete ao ravióli. Outra novidade que promete sucesso é a Pasta Show, uma unidade compacta para cozimento e confecção de pratos de massas que enfeita qualquer salão e atiça o apetite dos clientes com a preparação à sua frente.

Inovação

A Bralyx tem como diferenciais a inovação e a qualidade – seus produtos empregam aço inox para maior durabilidade e higiene. “A proximidade com nossos clientes permite a criação de equipamentos que antecipam suas demandas”, justifica Gilberto Poleto, presidente da empresa. Este ano, além de trazer para o país a marca Imperia, a empresa lançou a FR

150, máquina para confecção de esfihas e produtos de forno que produz até 2,5 mil peças por hora nos formatos retangular, triangular, meia lua e quadrado; Turbo 3.0, primeira máquina desenvolvida para automatizar a produção de doces de massas delicadas (finas), como trufas, bombons e brigadeiros; e a Aero 1, pingadeira que acelera a confecção de produtos de massas aeradas como biscoitos, suspiros e petit fours. Sobre a Bralyx Fundada em 1993, a Bralyx é uma das líderes no mercado brasileiro de máquinas para a indústria alimentícia. Conta com cerca de 100 funcionários e adota em sua produção o conceito de agregador, o que permite selecionar parceiros com elevado nível de especialização em áreas como calderaria, usinagem, plásticos e equipamentos elétricos para assegurar a máxima qualidade em seus produtos e se dedicar a inovação, melhoria dos projetos e assistência pré e pós venda. Visite www.bralyx.com.


Imagens: www.sxc.hu

SEMINÁRIO TECNOLÓGICO


3ª Semana Tecnológica Cereal Chocotec

O

Inovação, Saúde e Sustentabilidade

Centro de Tecnologia de Cereais e Chocolate - CEREAL CHOCOTEC do Instituto de Tecnologia de Alimentos ITAL, promove a 3ª Semana Tecnológica Cereal Chocotec com o tema: Inovação, Saúde e Sustentabilidade, no período de 01 a 05 de outubro de 2012, com o objetivo de oferecer a oportunidade de participação em Cursos Tecnológicos e Seminário Internacional sobre temas de interesse do setor, todos concentrados em uma única semana, de forma que o profissional possa receber o máximo de informações em sua vinda ao Cereal Chocotec/ITAL. Durante a Semana Tecnológica o participante poderá se inscrever em até 5 eventos, de forma a otimizar suas despesas e agregar valor ao investimento que

fará. Durante todos os dias do evento serão oferecidas vagas para participar em cursos tanto na Área de Chocolates, Balas e Confeitos quanto de Cereais, Farinhas e Panificação, os quais serão ministrados por especialistas do Cereal Chocotec/ITAL e por convidados de outras instituições. Serão oferecidos cursos sobre Achocolatados em Pó, Balas, Barras de Cereais, Chocolates, Recheios a base de Chocolates, Drageados de Chocolate, Drageados Salgados, Pão de Queijo, Qualidade Tecnológica da Farinha de Trigo e Ingredientes que Influenciam a Textura de Pães e Bolos, a maioria deles envolvendo aulas práticas e teóricas. A Semana Tecnológica também contará com um Seminário Internacional com o tema Bakery and Confectionary. Todos os cursos tecnológicos, assim como o seminário internacional

acontecerão em Campinas, nas instalações do Cereal Chocotec. Público alvo: Profissionais e dirigentes das indústrias de chocolates, balas, confeitos e de produtos de cereais; pesquisadores e estudantes de áreas correlatas ao setor; micro, pequenas, médias e grandes empresas com interesse em se aprimorar tecnologicamente e em inovar. O programa dos cursos pode ser acessado na home page da Semana Tecnológica, onde também podem ser efetuadas as inscrições: http://www.ital.sp.gov.br/cereal_ chocotec/semana-tecnologica/ Maiores esclarecimentos podem ser obtidos diretamente no setor de eventos do Cereal Chocotec: eventoscch@ital.sp.gov.br / Fone (19) 3743 1964.

PROGRAMA PRELIMINAR DA SEMANA TECNOLÓGICA 01 de Outubro

02 de Outubro

03 de Outubro

04 de Outubro

Segunda - Feira

Terça - Feira

Quarta - Feira

Quinta - Feira

Seminário Internacional: Bakery and Confectionary

Achocolatados

Fabricação Chocolate

Drageados de chocolates

Ingredientes que influenciam a textura de pães e bolos

Pão de queijo

Recheio para chocolate

Balas

Drageados Salgados

Farinha Trigo

05 de Outubro Sexta - Feira Desenvolvimento de produto com menor impacto ambiental Barras de Cereais

PROGRAMA PRELIMINAR DO SEMINÁRIO INTERNACIONAL 8:30 – 9:10h

Mercado e tendências em alimentos - palestrante a confirmar

9:10 – 9:50h

Inovação tecnológica na indústria de Alimentos - Raul Amaral Rego (ITAL)

9:50 – 10:30h

Assuntos regulatórios sobre redução de sódio, açúcar, gordura e produtos integrais - palestrante a confirmar

10:30 – 11:00h

Coffee break

11:00 – 11:40h

Saudabilidade em chocolates, confeitos e produtos de panificação - palestrante a confirmar

11:40 – 12:00h

Sustentabilidade e cases - Eloísa Elena Corrêa Garcia (ITAL)

12:00 – 13:30h

Almoço

13:30 – 14:10h

Alternativas tecnológicas para redução de sódio na fabricação de alimentos - Ana Lúcia Fadini (ITAL)

14:10 – 14:50h

Título da palestra a confirmar - AB Brasil

14:50 – 15:30h

Substituto de gordura inovador – isolado protéico de tremoço - Daniela Sussmann (Fraunhofer IVV)

15:30 – 16:10h

Inovações em ingredientes e processos na tecnologia de fabricação de chocolates -Wolfgang Danzl (Fraunhofer IVV)

16:10 – 16:50h

Xylitol – Saudável e Sustentável - Lucia Rodas (DuPont Nutrition & Health)

16:50 – 17:30h

A definir


PEQUENOS ANÚNCIOS

Anuncie aqui

Anuncie aqui

48


ViaTecno C O N S U LT O R I A

Qualifica

Consultoria em Qualidade

Mauro Luiz Martens Doutorado em Eng. de produção mauro@viatecno.com.br (11) 7476-3411 / (11) 7476-3434

Roberto de Lima

www.viatecno.com.br viatecno@viatecno.com.br

Rua Padre Marçal, 556 - Centro - CEP: 18130-100 - S. Roque - SP Fone: (11) 4712.7937 - Cel (11) 9602.3082 Skype: roberto.lima01 e-mail: roberto.lima01@terra.com.br

Diretor

SP - (11) 7476-3411 RS - (54) 8116-9685 MG - (37) 9121-1994 SC - (47) 9907-0215

Anuncie aqui

Anuncie aqui

Doces e sorvetes irresistíveis para a sua receita de sucesso Há mais de 30 anos a Emifor oferece alimentos de alta qualidade e sabor inigualável. Ingredientes essenciais para a fabricação de produtos nobres e com o melhor custo-benefício do mercado.

Experimente e comprove.

Qualidade profissional, satisfação total (31) 3045-8888 | www.emifor.com.br


CONSULTOR

dicas para o uso eficaz de consultoria organizacional

V Eduardo Rocha Conselheiro do IBCO - Instituto Brasileiro dos Consultores de Organização Diretor da DSG Consultoria CMC – Certified Management Consultant

erifique porque a sua empresa quer contratar uma consultoria. Não a chame se você não souber exatamente o que quer. Analise se a sua própria empresa não dispõe de pessoas capacitadas, tempo, informações e recursos para resolver um problema. Apenas contrate uma consultoria se você estiver com um real desejo de mudança, por isso esteja disposto a ouvir o que ela tem a dizer. Procure conhecer o trabalho da consultoria, questione sobre clientes anteriores e resultados obtidos. Verifique o porte, as características e a reputação dos clientes anteriores apresentados como referência, entre em contato com eles. Verifique se há entre as referências, empresas do mesmo segmento, pois indica que o consultor tem experiência no ramo. No caso de consultor independente, preste atenção ao seu tempo de atuação no mercado, analise o risco de ele resolver trabalhar como empregado novamente antes do final do projeto. Consultor que está em início de carreira não deixa de ser adequado e competente, mas geralmente tem experiência na área de sua especialidade e ainda não possui outros requisitos da consultoria, como liderança, por exemplo. Talvez você tenha que assumir essa parte. Não se deixe influenciar por uma empresa de consultoria de renome, isto nem sempre é sinal de competência específica para a sua situação. Se necessário, verifique se o consultor não trabalha com a concorrência, pois ele poderá ter acesso a documentos sigilosos. Há clientes que exigem esse compromisso, ou o de não divulgação, por escrito. Embora não seja determinante, a es-

trutura que o consultor possui é um item relevante. Estrutura demais custa caro e pesa no preço dos serviços e estrutura de menos pode não ser adequado para o seu caso. Leia bem a proposta e não tenha medo de pedir detalhes, isto leva ao melhor entendimento do problema. Exija garantias de que após a conclusão do projeto haverá continuidade com autonomia. Assim, não dependerá do consultor, tendo condição de autossustentação. A metodologia para isto deve ser adequada. Verifique qual é o código de ética que a consultoria segue, lembrando que o IBCO Instituto Brasileiro dos Consultores de Organização www.ibco.org.br possui um, estabelecido por Assembleia de seus associados desde 1990. Estabeleça o elo com o consultor, coordenando os entendimentos entre as partes. Não abdique do controle de decisões que envolvam sua empresa, pois você e sua equipe são as pessoas que mais entendem do seu negócio. Estabeleça pontos de controle. Defina as fases da consultoria e também como e quando o serviço termina. Acompanhe de perto o andamento dos trabalhos e controle a metodologia e os resultados obtidos. Não fique aguardando que os consultores façam tudo por você, isto é fundamental para o sucesso do projeto. Quando houver treinamento não se esqueça que existem métodos diferentes e curso nem sempre é o melhor. Exija avaliação, além da avaliação de reação, pós-evento. Não tenha medo de elogiar ou de di­ zer o que não está bem, seja assertivo. www.dsgconsult.com.br


O FAMOSO “CREME AZEDO” PRONTO PARA UTILIZAR

A Perfeita mistura entre creme de leite e iogurte. Ideal para receitas tex-mex, molhos de saladas e sanduíches.

Padronização de textura e sabor.

Revista O Empreendedor Food Service 8ED  

Revista especializada em food service.

Revista O Empreendedor Food Service 8ED  

Revista especializada em food service.

Advertisement