__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

REGULAMENTO INTERNO FUTEBOL FORMAÇÃO

SET. 2019/JUL.2022 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO CLUBE DESPORTIVO DE MAFRA

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

1


ÍNDICE

Pág. 2

PREÂMBULO

Pág. 3

1 INTRODUÇÃO 2 MISSÃO 3 VISÃO 4 VALORES 5 COMPROMISSO DO CLUBE 6 OBJETIVOS DO CLUBE 7 FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO 8 ORGANOGRAMA DO CLUBE 9 INSTALAÇÕES 10 ORGANIZAÇÃO 11 REGIME DE FUNCIONAMENTO 12 NORMAS DE CONDUTA 13 RELACIONAMENTO COM OS PAIS OU ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO 14 ACOMPANHAMENTO ESCOLAR, PESSOAL E SOCIAL 15 ACOMPANHAMENTO MÉDICO-DESPORTIVO 16 INFRAÇÕES E QUADRO DISCIPLINAR 17 ARTICULAÇÃO COM O ESCALÃO SÉNIOR (FUTEBOL PROFISSIONAL) 18 NORMAS ESPECIAIS DE ACOMPANHAMENTO A ATLETAS RESIDENTES 19 REGULAMENTO INTERNO 20 CASOS OMISSOS 21 POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTEÇÃO DE DADOS 22 CONTACTOS OFICIAIS DO CLUBE

Pág. 4 Pág. 5 Pág. 5 Pág. 6 Pág. 7 Pág. 9 Pág. 10 Pág. 11 Pág. 12 Pág. 13 Pág. 14 Pág. 15 Pág. 21 Pág. 24 Pág. 27 Pág. 31 Pág. 32 Pág. 33 Pág. 34 Pág. 34 Pág. 34 Pág. 35

ANEXO 1 – ORGANIZAÇÃO (Ponto 10)

Pág. 36

ANEXO 2 – REGIME DE FUNCIONAMENTO (Ponto 11)

Pág. 37

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

1


INTRODUÇÃO O Clube Desportivo de Mafra, através do seu Departamento de Futebol de Formação, tem como objetivo primordial, fazer chegar a todas as crianças e jovens praticantes, uma formação desportiva, de qualidade superior, através da prática da modalidade de futebol, bem como, contribuir para a sua formação em todas as suas vertentes, desenvolvendo hábitos de vida saudáveis e o gosto pela prática desportiva regular. O nosso Clube propõe-se continuar na senda de desenvolvimento de um projeto que assenta na qualidade dos serviços, ansiando por um crescimento sustentado, fazendo dos seus utentes os principais embaixadores/influenciadores. O atleta é o centro das atenções de todas as atividades deste Clube e é para ele e para os intervenientes no seu processo de formação que todos os objetivos do presente Regulamento se dirigem. Assim, serve este Regulamento como instrumento de orientação, definindo o regime de funcionamento do Clube Desportivo de Mafra no seu conjunto de cada um dos seus elementos, das relações que entre eles se estabelecem, sendo também o documento que define os direitos e deveres de cada um dos intervenientes, assim como as normas como que nos regemos. Este é, no entanto, um documento aberto, ficando a possibilidade de ajustes futuros, pois a sua operacionalidade e exequibilidade deve ser confirmada pela prática. Aplica-se a todos os(as) atletas, encarregados de educação, treinadores, diretores, elementos do departamento médico e restantes colaboradores do departamento de formação do Clube Desportivo de Mafra, a partir do momento que este inicia as suas atividades e a partir do momento que todos os seus intervenientes iniciam as suas funções.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

4


MISSÃO A Missão do Clube Desportivo de Mafra é:  Promover e conduzir a prática desportiva e recreativa junto da comunidade em que se insere, proporcionando aos seus atletas uma educação cívica e desportiva de excelência, assente nos valores e princípios da conduta pessoal e social.  Fomentar a criação de laços afetivos com o Clube e afirmar-se como a referência na formação no concelho de Mafra e na Região.  Potenciar os atletas que se destacam, com vista à futura inclusão na equipa sénior.

VISÃO O Clube Desportivo de Mafra deve fomentar a prática desportiva, assente em elevados padrões de conduta humana e social, afirmando-se como um clube de referência na formação de jovens atletas, procurando a excelência em todas as suas atividades, ao nível dos recursos humanos, materiais, financeiros e das infraestruturas, ao mesmo tempo que proporciona a permanente promoção do lazer e da qualidade de vida a todos os intervenientes e potencia para a equipa principal os elementos que mais se distinguem.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

5


VALORES Os Valores que são a expressão da Visão e da nossa Missão são:  EXCELÊNCIA – “Procura sistémica de fazer mais e melhor”.  COMPETÊNCIA – “Saber estar, saber fazer e saber ser”.  CREDIBILIDADE e CONFIANÇA – “Seriedade nos atos e prática de atitudes transparentes, lícitas e verdadeiras”.  INTEGRIDADE – “Praticar em permanência uma conduta reta, honrada e educada”.  INCLUSÃO e INTEGRAÇÃO – “De todos e para todos”.  ESPÍRITO DE CORPO – “Trabalho em Equipa // O todo é maior que a soma das partes”.  COMPROMISSO SOCIAL – “Desenvolvimento de projetos e ações voltados para a comunidade, visando a qualidade de vida”.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

6


COMPROMISSO DO CLUBE O compromisso dos Órgãos Sociais do Clube Desportivo de Mafra é criar e oferecer as melhores condições para que:  Este Regulamento e as tarefas inerentes, sejam cumpridas por todos e que cada um o incorpore como sendo seu e fazendo parte de si, enquanto elemento do Clube;  Os recursos humanos, materiais e financeiros que o Clube Desportivo de Mafra – reconhecidamente com um enorme esforço – coloca ao dispor, sejam aproveitados na sua plenitude, por todos os que incorporam o Futebol de Formação do C.D. Mafra;  Aqueles que enquadram esta atividade estejam em condições de cumprir as suas tarefas de forma próativa, aproveitando todas as oportunidades que se apresentem, formais ou informais, para desenvolver os atributos (atitudes) necessários, tendo como foco, a melhor formação do ser humano e do atleta;  Se continue a apostar no conhecimento adquirido como forma de nos comprometermos com o futuro;  Todos os intervenientes do universo do futebol no Clube, sejam uma referência positiva e um modelo a ser seguido por todos;  Todos tenham permanentemente presente a responsabilidade social do futebol e mais concretamente do Clube Desportivo de Mafra;  O trabalho no Clube seja desenvolvido, em todos os níveis de relacionamento, num ambiente sadio, de lealdade, de espírito de corpo e de respeito mútuo;  Os Atletas do Clube Desportivo de Mafra – verdadeira e única razão para a existência deste Clube – se apaixonem pelo Clube, pelo Desporto em geral e pelo Futebol em particular;  O Clube Desportivo de Mafra, cada vez mais se afirme como uma referência na formação na modalidade de Futebol, no concelho de Mafra e crie as raízes necessárias para também o ser a nível Nacional;  Todas as ações e atitudes tenham como desígnio a excelência que se deve procurar diariamente e em todos os momentos;  Que se consiga potenciar e desenvolver os atletas, por forma a que alguns deles integrem, a curto prazo a equipa de futebol profissional do Clube;

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

7


 Através ou como consequência do que aqui está plasmado, pretende-se de uma forma natural:  Continuar a ostentar a certificação da Federação Portuguesa de Futebol como “Entidade Formadora de Futebol”, procurando a melhoria da sua classificação;  Incrementar o número de praticantes no Clube;  Incrementar o número de associados no Clube;  Incrementar o número de parceiros e patrocinadores do Clube e melhorar o relacionamento com todos estes stakeholders.

Em súmula, todas estas intenções e ações devem concorrer para tornar o Clube Desportivo de Mafra numa marca de sucesso.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

8


OBJETIVOS DO CLUBE Os objetivos do Clube Desportivo de Mafra materializados na ação do departamento de formação são:  Fazer chegar a todas as crianças e jovens praticantes, uma formação cívica e desportiva, de qualidade superior, através da prática da modalidade de futebol;  Contribuir para a formação dos atletas nos vários domínios da personalidade;  Desenvolver o gosto pela prática desportiva regular;  Proporcionar um processo de treino baseado numa metodologia de ensino específica e adaptada às crianças e jovens praticantes;  Fomentar o desportivismo, a boa educação entre os atletas, bem como as relações entre si, com os outros e com a sociedade em geral:  Afirmar-se como o Clube de referência na formação no concelho de Mafra, na região Norte da Área Metropolitana de Lisboa e na Região Saloia;  Proporcionar um processo de competição regular e de qualidade;  Potenciar jovens atletas por forma a que possam integrar, no futuro, a principal equipa do Clube.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

9


FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Como fatores que contribuem acima de todos os outros, para a afirmação do Clube como uma marca de sucesso e para que os objetivos delineados sejam atingidos, elegemos como condições fundamentais as seguintes:  Forte Liderança;  Coordenação e envolvimento de todos;  Prestação de serviços de excelência;  Competência;  Relacionamento;  Solidez Financeira;  Avaliação e melhoria contínua;  Foco.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

10


ORGANOGRAMA DO C.D. MAFRA Decorrente da Assembleia Geral do dia 28 de julho de 2019, onde se procedeu a alterações aos Estatutos e á eleição dos novos órgãos sociais, o novo organograma do Clube Desportivo de Mafra é o seguinte:

CLUBE DESPORTIVO DE MAFRA

ASSEMBLEIA GERAL

DIREÇÃO

CONSELHO FISCAL

DEPT. DE FUTEBOL DE FORMAÇÃO

DIRETOR

Dept. Técnico

Dept. Médico

Coordenador Técnico

Coordenadora Médica

Treinadores

Fisioterapeutas

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

11


INSTALAÇÕES INSTALAÇÕES PRÓPRIAS O Clube Desportivo de Mafra desenvolve, maioritariamente a sua atividade na Rua Serpa Pinto, nº 89 – Mafra, no complexo conhecido como “Estádio Dr. Mário Silveira”. Neste local, dispõe de um campo de futebol 11 em relva natural, com bancada coberta e capacidade para cerca de 3000 pessoas. Dispõe, ainda, de um campo de Futebol 7/9/11 de piso sintético, com bancada descoberta e capacidade para cerca de 400 adeptos. Para apoio a estas infraestruturas tem 4 balneários para atletas e dois balneários para equipas de arbitragem. Deste complexo fazem também parte, o posto médico com respetivo gabinete, gabinete dos treinadores, ginásio, rouparia, duas arrecadações de material desportivo e a secretaria do Clube. O Clube tem ainda um Pavilhão Gimnodesportivo onde a Secção de Andebol desenvolve a sua atividade, no qual existe um ginásio que pode ser utilizado por todos os atletas do Clube, devidamente acompanhados.

PROTOCOLOS PARA UTILIZAÇÃO DE INSTALAÇÕES DE OUTRAS ENTIDADES O Clube Desportivo de Mafra celebrou protocolos com as seguintes entidades para a utilização das respetivas instalações:  com a Câmara Municipal de Mafra – Protocolos para a utilização regular do Estádio Municipal para os jogos oficiais da equipa sénior e, para a utilização da piscina do Parque Desportivo Municipal na recuperação de atletas da formação;  com o patrocinador principal do C.D.MAFRA, a empresa Moticristo – Acordo para a utilização de um campo de Futebol 5 em relvado sintético, sito nas instalações do patrocinador;  com o Grupo Desportivo da Igreja Nova (GDIN) – Protocolo no domínio da formação de atletas e para a utilização das instalações do GDIN por parte de equipas da formação do C.D.Mafra;  com o Ginásio “People Family Club” de Mafra – Protocolo para a utilização das instalações do ginásio para a recuperação de atletas da equipa sénior.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

12


ORGANIZAÇÃO O Futebol de Formação do Clube Desportivo de Mafra destina-se a todos os jovens do sexo masculino e feminino (nos escalões onde é permitido a sua inclusão) com idades compreendidas entre os 5 e os 18 anos, formando 7 escalões, a saber: 

PETIZES: praticantes com 5 e 6 anos;

TRAQUINAS: praticantes com 7 e 8 anos;

BENJAMINS: praticantes com 9 e 10 anos;

INFANTIS: praticantes com 11 e 12 anos;

INICIADOS: praticantes com 13 e 14 anos;

JUVENIS: praticantes com 15 e 16 anos;

JUNIORES: praticantes com 17 e 18 anos.

O número de equipas por escalão etário e a competição onde as mesmas participam constam da tabela do Anexo 1, ao presente regulamento. No inicio de cada época desportiva, do período de vigência deste regulamento, será atualizada a tabela do Anexo 1 em função dos escalões, número de equipas e competições onde participam as nossas equipas. Estas atualizações são propostas pelo Departamento de Formação e aprovadas pela Direção do Clube.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

13


REGIME DE FUNCIONAMENTO TEMPORADA, TREINOS E HORÁRIOS O Clube Desportivo de Mafra inicia a sua atividade (treinos) na segunda quinzena de agosto, terminando a 30 de Junho. Nas interrupções escolares pelo Natal, Carnaval e Páscoa o Clube Desportivo de Mafra dará continuidade ao seu trabalho. No entanto, poderá encerrar em datas a difundir, sendo todos os intervenientes informados com a necessária antecedência. Em cada escalão da formação existirão no mínimo 3 treinos regulares semanais. O mapa de treinos (com as datas de início da época das diversas equipas), com horários e normas, consta do anexo 2 ao presente regulamento. No inicio de cada época desportiva, do período de vigência deste regulamento, será atualizada a tabela do Anexo 2 em função dos escalões, número de equipas e competições onde participam as nossas equipas. Estas atualizações são propostas pelo Departamento de Formação e aprovadas pela Direção do Clube.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

14


NORMAS DE CONDUTA DISPOSIÇÕES COMUNS Todos os elementos do Clube Desportivo de Mafra devem: a) Promover entre si um bom convívio, de modo a que no Clube se viva um clima de harmonia e sã camaradagem; b) Colaborar ativa e empenhadamente para que a ação educativa e formativa seja de todos; c) Ser assíduos e pontuais no cumprimento dos horários; d) Zelar pela conservação do material de treino, do campo de relvado sintético e do campo de relado natural, bem como de tudo o que é propriedade do Clube e, portanto, do interesse comum; e) Respeitar as regras de higiene quando permanecerem ou circularem nos espaços desportivos; f) Adotar atitudes e comportamentos dignos dentro do recinto desportivo; g) Proceder com correção para com todos os elementos da escola; h) Cumprir e zelar pelo cumprimento do regulamento interno.

1. DIRETOR/COORDENADOR TÉCNICO O Diretor/Coordenador técnico assume um papel fundamental na construção de todo o processo de formação, sendo o regulador e o garante da identidade que se pretende instalar no Clube ao nível do jogo, do treino e de todos os comportamentos fora e dentro do terreno de jogo, sendo um elemento essencial na dinamização deste mesmo processo. Com a cooperação dos treinadores/delegados de cada escalão, existem funções que tem de colocar em prática: a) Assistir com regularidade aos treinos e jogos de todas as equipas de formação; b) Coordenar a atividade diária desenvolvida pelos treinadores, nomeadamente treinos, formação de treinadores, comunicação com os pais/encarregados de educação, competições e eventos desportivos; c) Definir os critérios para a escolha dos treinadores e selecioná-los para o exercício das funções a desempenhar;

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

15


d) Estabelecer comunicação sistemática de forma a assegurar que todos estejam bem informados e que todos se direcionem no mesmo sentido; e) Realizar, no mínimo, três reuniões anuais conjuntas com todo o staff técnico e, sempre que necessário, por equipa, com os treinadores e restante equipa técnica de forma a analisar o processo de trabalho efetuado, onde se expõem situações ocorridas nos treinos e jogos para harmonizar as expectativas dos treinadores com os princípios e objetivos propostos pelo clube; f) Assegurar a comunicação com os pais/encarregados de educação dos atletas e informá-los acerca do processo e formação dos seus educandos; g) Elaborar um organograma técnico, horários, grupos de treino, distribuição de espaços e de competições; h) Controlar a planificação, os conteúdos das sessões e tarefas de treino e de assiduidade; i) Organizar atividades desportivas e culturais de carácter pontual e de final de época; j) Promover um trabalho multidisciplinar com os outros agentes (fisioterapeutas, treinadores, diretores e demais Staff). k) Promover iniciativas no âmbito da ética desportiva e de responsabilidade social junto dos escalões de formação, com os diversos intervenientes (atletas, staff, encarregados de educação e patrocinadores), em articulação com o departamento de Marketing, Comunicação e Responsabilidade Social. l) Fazer cumprir o Regulamento Interno.

2. TREINADORES/PROFESSORES Compete aos Treinadores/Professores: a) Respeitar todos os atletas, funcionários, diretores e pais/encarregados de educação; b) Planear e orientar todas as sessões de treino de acordo com os objetivos previamente definidos; c) Ensinar os conteúdos através de atividades seguras e adequadas às necessidades e características dos praticantes; d) Valorizar fundamentalmente o esforço e o progresso na aprendizagem; e) Ensinar e desenvolver nos praticantes as regras de jogo, espírito de fair-play e comportamento desportivo apropriado; f) Proporcionar às crianças a alegria e o prazer do jogo, promovendo o gosto e o hábito pela prática desportiva;

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

16


g) Garantir que os praticantes se divirtam e se desenvolvam enquanto jogadores de Futebol e também como pessoas; h) Não utilizar e não permitir que seja utilizada linguagem abusiva; i) Ser o primeiro a entrar no recinto e treino e o último a abandonar; j) Supervisionar as notas escolares de todos os atletas, no sentido de premiar os melhores alunos e orientar pedagogicamente aqueles que evidenciam maiores dificuldades; k) Identificar, de entre o grupo que lidera, os atletas que mais se destacam no plano desportivo e potenciar estes elementos.

3. ATLETAS À inscrição do praticante no Clube Desportivo de Mafra correspondem direitos e deveres: I. Direitos do Atleta a) Possuir boas condições para a prática desportiva a nível de equipamento, material, instalações e transportes; b) Usufruir de um ensino e de um treino de qualidade de forma a proporcionar a realização de aprendizagens bem-sucedidas; c) Usufruir de um ambiente proporcionado pelo Treinador/Professor que permita condições ótimas para o seu desenvolvimento físico, técnico, tático, psicológico, intelectual, moral, cultural e cívico, como também para a formação da sua personalidade; d) Beneficiar de treinos estruturados e preparados com antecedência, no sentido de o valorizar como atleta e ser humano; e) Ver reconhecido e valorizado o mérito, a dedicação, o esforço no treino e no desempenho escolar (notas) e ser estimulado nesse sentido; f) Ser assistido de forma pronta e adequada em caso de lesão manifestada no decorrer dos treinos ou jogos, além do posterior acompanhamento médico; g) Ser tratado com respeito e correção por qualquer elemento do Clube; h) Ver salvaguardada a sua segurança nas instalações, respeitada a sua integridade e a proteção dos seus dados pessoais.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

17


II. Deveres do Atleta a) Ser assíduo e pontual. Em relação à assiduidade, existirá um mapa de presenças aos treinos que será fundamental para possíveis escolhas futuras; b) Seguir as orientações do Treinador/Professor relativas ao seu processo de treino (ensino/aprendizagem); c) Tratar com respeito e correção qualquer elemento do Clube, bem como adversários e árbitros; d) Ser leal para com o seu Treinador/Professor e colegas; e) Respeitar as instruções do Treinador/Professor e outros elementos do Clube; f) Respeitar as decisões e atitudes dos árbitros, adversários e de qualquer outro elemento presente no treino e/ou jogo; g) Contribuir para a harmonia da convivência no seio do Clube; h) Respeitar a integridade física e moral de todos os elementos do Clube; i) Zelar pela preservação, conservação e asseio das instalações bem como do material de treino fazendo uso correto dos mesmos; j) Fazer-se sempre acompanhar do equipamento de treino/jogo do Clube Desportivo de Mafra; k) Participar e jogar, de acordo com as regras e o espírito do jogo; l) Respeitar a propriedade dos bens de todos os elementos do Clube; m) Conhecer as normas do regulamento interno cumprindo-as integralmente; n) Ter sempre uma atitude positiva e encorajar os colegas para fazerem o mesmo; o) Respeitar os prazos estipulados pelo Clube para efetuar a inscrição e pagamento da mensalidade.

III. Comportamento antes das sessões de treino a) As sessões de treino começam assim que se entra nas instalações do Clube (ou protocoladas com o Clube) e só terminam quando se sai das mesmas; b) Apresentar-se sempre no local de treino mesmo se estiver lesionado (salvo indicações em contrário); c) Sempre que estejam impedidos de comparecer por motivos de força maior, devem comunicar com antecedência ao Coordenador Técnico ou a um dos Treinadores/Professores da equipa através de um telefonema, e-mail ou sms; d) Caso o atleta tenha estado ausente dos treinos injustificadamente, no seu regresso, nunca se equipa sem primeiro falar com o Coordenador Técnico e/ou Treinador/Professor; e) Todos os praticantes devem estar prontos para treinar (corretamente equipados com o equipamento completo do Clube), 10 minutos antes da hora estabelecida. Na eventualidade de os praticantes REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

18


necessitarem de ajuda para se equiparem devem solicitar ajuda a um funcionário do Clube devidamente identificado; f) Os praticantes devem evitar ingerir alimentos do género: fritos, bolos, refrigerantes gaseificados, leite e derivados, nos 60 minutos que antecedem o treino e/ou competição; g) Devem ser assíduos, pontuais e evitar trazer objetos de valor para o treino (telemóvel, tablet, relógios, fios, etc); h) Os praticantes apenas poderão entrar nos campos de treino com a autorização dos Treinadores/Professores; i) Como não é permitido o uso de adereços para o bem da integridade física dos próprios praticantes e dos colegas, todos os praticantes devem verificar sempre se os têm (fios, colares, pulseiras, brincos, entre outros) antes de entrar no campo; j) Caso os praticantes tenham de sair mais cedo das sessões de treino, devem comunicar tal situação ao respetivo Treinador/Professor no início das mesmas.

IV. Comportamento durante as sessões de treino a) Os

praticantes

devem

estar

sempre

atentos

às

informações

dadas

pelos

seus

Treinadores/Professores e pelos seus colegas. Essa é a única forma de realizarem bons treinos e conseguirem aperfeiçoar as suas capacidades; b) Sempre

que

os

praticantes

não

perceberem

as

informações

dadas

pelos

seus

Treinadores/Professores devem solicitar-lhes que expliquem as vezes necessárias; c) Os praticantes devem ajudar os seus Treinadores/Professores e os seus colegas no transporte de todo o material necessário (balizas, cones, coletes, bolas, barreiras, etc.). Sempre que o fizerem, lembrem-se que o material também é vosso. Por isso, tratem-no bem; d) Os praticantes devem seguir as ordens do seu Treinador/Professor com rapidez. Quanto menos tempo se perder entre os exercícios, mais tempo existirá para os exercícios de que mais gostam; e) Durante as sessões de treino não são tolerados atos de indisciplina para com os colegas, nem para com os Treinadores/Professores; f) No caso de lesão, os praticantes devem informar o seu Treinador/Professor que, na eventualidade, poderá solicitar o auxílio do Fisioterapeuta;

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

19


g) No final das sessões de treino, os praticantes devem prestar muita atenção às informações dadas pelos seus Treinadores/Professores; h) Se no final da sessão de treino os praticantes receberem uma convocatória para a participação numa competição, devem entregá-la de imediato ao Encarregado de Educação; i) Os praticantes não devem esquecer-se de confirmar a sua presença na competição até ao dia mencionado na convocatória; j) Antes de irem embora, os praticantes devem cumprimentar todos os seus Treinadores/Professores e os seus colegas de treino. V. Comportamentos em Competição a) Nas competições externas, durante as viagens e durante toda a competição, os praticantes devem evidenciar um comportamento digno da sua condição de praticantes do nosso Clube; b) Nos dias em que têm competição, os praticantes devem comparecer no local e à hora marcada devidamente equipados envergando o fato de treino do Clube (não esquecer o equipamento completo, botas de futebol e caneleiras); c) Antes do inicio da competição, os praticantes devem realizar em conjunto com os seus colegas, um bom aquecimento. Para tal, devem permanecer sempre atentos a todas as indicações do seu Treinador/Professor; d) Se o praticante for suplente no dia de competição, deve respeitar a decisão do seu Treinador/Professor, apoiando os seus colegas e estando pronto para entrar em jogo a qualquer momento; e) Enquanto estiver na condição de suplente, deve aguardar serenamente que o seu treinador/professor indique que vai entrar em jogo. Por isso, não deve estar a perguntar constantemente ao seu treinador/professor quando vai entrar em jogo; f) Enquanto for suplente, deve estar concentrado a observar o jogo. Só assim, poderá entrar e realizar um desempenho positivo; g) Independentemente do resultado da competição, no fim da mesma, os praticantes jamais poderão esquecer de cumprimentar os seus colegas, os seus adversários (jogadores e treinadores) e os árbitros.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

20


RELACIONAMENTO COM OS PAIS OU ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO Decidiu-se introduzir um capítulo dedicado aos pais/encarregados de educação, no presente Regulamento Interno, pois o Clube Desportivo de Mafra considera de extrema importância difundir um código de conduta e de boas práticas destinado a todos os que acompanham os nossos jovens atletas, por forma a ajudar e melhorar os aspetos comunicacionais, relacionais e consequentemente o entendimento entre todos e porque julgamos que estes interlocutores são peça fundamental no processo formativo dos nossos jogadores. Assim, dirigimos este capítulo, ao processo comportamental dos pais/encarregados de educação, contando com todos eles para o sucesso do processo formativo e em última instância para o sucesso dos nossos atletas.

Valores que o Clube Desportivo de Mafra considera como essenciais passar aos educandos: 1. Transmitir aos seus filhos ou educandos o sentido e a razão de ser do desporto, bem como os seus valores, na ótica da essência do ser humano e do que o desporto representa nas relações humanas, familiares e sociais; 2. Respeitar as decisões desportivas dos árbitros e outros aplicadores das leis do jogo, Treinadores/Professores, dirigentes e demais agentes desportivos; 3. Compreender e fazer compreender aos seus filhos ou educandos a necessidade de, nas competições ou fora delas, praticarem os valores éticos; 4. Informar os seus filhos ou educandos sobre a problemática da luta contra a dopagem, nomeadamente nos deveres e direitos dos jovens praticantes desportivos; 5. Alertar os seus filhos para os perigos das apostas desportivas e do “match fixing”, promovendo a integridade do desporto. Dar a conhecer a ferramenta do portal da Integridade (F.P.F.), que poderá aceder no website do Clube, por forma a poder denunciar anonimamente situações ilícitas que conheça; 6. Incutir aos seus filhos ou educandos o espirito de que a essência do desporto não está na atribuição e ostentação de títulos, mas sim na ideia de que a prática desportiva constitui um excelente contributo para a melhoria da saúde e formação cívica dos mesmos;

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

21


7. Divulgar e valorizar, junto dos seus filhos ou educandos, os bons exemplos ocorridos no desporto e na vida; 8. Ter uma relação correta e cooperante com os pais e encarregados de educação dos outros praticantes.

Em termos de comportamento nos treinos e competições, solicitamos que tenha em atenção os seguintes pontos: 1. Seja o principal fã do seu filho; 2. Respeite os Treinadores, os outros Pais e todos os Praticantes; 3. Após os treinos, fale com o seu filho sobre os aspetos positivos e negativos da sua prestação, enfatizado os positivos; 4. Não entre no relvado durante a sessão de Treino; 5. Não esqueça que o jogo é para as crianças e não para a glória dos Pais; 6. Apoiar sempre, e acompanhar sempre que possível, os filhos na atividade desportiva (treinos/jogos), mas sem os pressionar e sem se intrometer nas tarefas dos atletas, treinadores e dos árbitros; 7. Encoraje o seu filho para um estilo de vida equilibrado entre desporto, educação, cultura e outros interesses; 8. Valorize e elogie, acima de tudo, o esforço (empenho) despendido e os progressos conseguidos (mesmo que ligeiros) e aceite que este é mais importante que ganhar a qualquer custo; 9. Encorajar e ajudar o filho a respeitar as regras e o espírito desportivo e não valorizar excessivamente os resultados desportivos alcançados (positivos ou negativos); 10. Promova um ambiente de convívio e de união com os outros pais e acima de tudo incentive o grupo/equipa como um todo 11. Evite pressionar o seu filho sobre ganhar, perder ou marcar golo; 12. Combata a violência no desporto, dentro e fora de campo, e ajude a promover junto do seu filho a campanha #VIOLÊNCIAZERO, presente no website do Clube; 13. “Aprender a jogar futebol, com prazer... pois nem todos serão jogadores, mas sabemos que todos serão no futuro homens e mulheres”.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

22


São estas as regras essenciais que todos os pais/encarregados de educação devem conhecer e respeitar sempre que forem assistir a um jogo dos seus filhos/educandos: 1. “Não me grites em público” 2. “Não grites com o treinador” 3. “Não menosprezes o árbitro” 4. “Não menosprezes os meus colegas” 5. “Não percas a calma” 6. “Ri e diverte-te a ver-me jogar” 7. “Não me dês lições depois do jogo” 8. “Não te esqueças que é apenas um jogo” 9. “Pensa que sempre farei o meu melhor” 10. “Com o teu apoio serei feliz” 11. “Não jogo sozinho, somos uma equipa. Apoia-nos” 12. “Respeita os nossos Adversários”

COM A SUA AJUDA, O SEU FILHO SERÁ, NO FUTURO, UM GRANDE HOMEM OU UMA GRANDE MULHER. RESPEITE-O HOJE!

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

23


ACOMPANHAMENTO ESCOLAR, PESSOAL E SOCIAL ACOMPANHAMENTO ESCOLAR O Clube Desportivo de Mafra, enquanto Entidade que se predispõe a formar no sentido mais lato da palavra, tem necessariamente que gerir e observar diferentes variáveis durante o processo formativo dos seus jovens atletas. Uma delas, de grande importância, é o rendimento escolar/académico dos atletas. É fundamental que estes consigam obter um bom aproveitamento escolar durante as várias etapas e consigam futuramente uma formação académica, independentemente da sua atividade desportiva. Os atletas, em primeira instância, e todos os envolvidos na Formação do Clube, devem entender que a obrigação primária nesta etapa da vida é a formação escolar e que o futuro dos nossos atletas depende em grande parte da sua formação escolar e académica. Se o jogador consegue uma formação académica adequada e ainda tem a capacidade e “sorte” de chegar à elite futebolística: ótimo!!!! Estará perfeitamente capacitado para entender e gerir situações complicadas que surjam no seu percurso profissional. Ao estar bem formado, inclusive quando finalizar a sua etapa de jogador, poderá ingressar no mercado laboral com as ferramentas que lhe permitirão triunfar também fora das quatro linhas. Assim, o Clube Desportivo de Mafra adota algumas medidas de forma a incentivar e ajudar os seus jovens atletas a serem melhores e a conseguirem resultados positivos, do ponto de vista escolar, a saber: 1. Os Treinadores/Professores são responsáveis, sob a supervisão do Diretor/Coordenador, pela recolha, compilação e tratamento das notas escolares dos seus atletas; 2. Sempre que necessário serão promovidas reuniões de acompanhamento com os pais/encarregados de educação; 3. Sempre que forem detetados casos de insucesso escolar, os Treinadores/Professores devem manter uma interação estreita com os familiares, de modo a serem debelados, rápido e satisfatoriamente, casos de fraco aproveitamento; 4. Coincidentemente com os períodos escolares, existirá a atribuição de um prémio de mérito escolar, a atribuir ao melhor aluno de cada equipa/escalão, materializado no direito a desconto de 50% na mensalidade, que perdurará no período escolar imediatamente posterior. Poderá ainda o departamento REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

24


de formação realizar outras iniciativas que evidenciem e relevem publicamente o mérito escolar dos atletas do Clube Desportivo de Mafra;

ACOMPANHAMENTO PESSOAL Nesta componente, que integra a Ética, a Formação Social, Moral e do Caráter é importante definir a linha a seguir e aceitarmos que uma criança só será um bom adulto se for uma criança feliz e respeitadora dos valores como o companheirismo, desportivismo, fair-play, amizade, competitividade e a ambição. É essencial que a formação dos nossos atletas seja uma formação no sentido lato da palavra e que se consiga, formar não só bons atletas mas também bons Homens/Mulheres, pelo que a Ética dos Treinadores/Professores e restante Staff do Clube deve seguir a máxima do “Saber ser, Saber estar”, pois os jovens atletas devem se rever nos comportamentos e atitudes daqueles que conduzem o seu processo formativo, por outro lado, o Clube Desportivo de Mafra e todos os seus intervenientes, usa o resultado desportivo como meio de motivação e incentivo para os jogadores, que deverão ver o jogo como momento de avaliação da sua evolução. As regras e as lições de moral que poderemos dar aos jogadores podem vir a ser mais importantes para a sua formação do que a vitória num jogo. Neste campo os nossos atletas são avaliados nas vertentes da personalidade, autoestima, convívio, diversão, fair-play, disciplina e formação cívica, sendo necessário os Treinadores/Professores construírem um documento onde registem estas componentes de cada um dos seus atletas. Esta base de dados será alvo de avaliação e discussão através de reuniões mensais entre o Diretor, Coordenador Técnico e Treinadores/Professores, que, através da análise detetarão eventuais casos em que seja necessário a intervenção dos pais/encarregados de educação.

ACOMPANHAMENTO SOCIAL Nesta vertente, o Clube Desportivo de Mafra coloca em prática, aqueles que considera ser os mandamentos da forma como lidar com os nossos jovens atletas, pois o grande desafio que se coloca é desenvolver estratégias e metodologias que tenham em consideração a dimensão completa do atleta, mobilizando as necessárias ferramentas para melhor cuidar da sua subjetividade (biopsicossocial, cultural e espiritual) enquanto Pessoa singular, a partir dos “talentos”/potencialidades, capacidades e necessidades, usando recursos técnicos e, sobretudo, afetivos. Este objetivo passa por defender a tese que em cooperação e trabalho em equipa a intervenção desenvolvida para e com jovens “é tão reconfortante como recompensadora. REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

25


MANDAMENTOS  O direito de sermos nós próprios é para todos. – Na máxima “Não faças aos outros o que não queres que te façam a ti”, importa lembrar que cada pessoa tem interesses distintos;  Escutar não custa e o carinho não se paga. – É essencial para o jovem que se sinta ouvido e que há interesse no que sente, lembra, faz e sonha. A empatia, a simpatia e o respeito não se pagam;  A alegria e felicidade dão saúde e o sorriso é contagioso. – É importante que o Jovem atleta seja feliz e que o treino e/ou jogo seja um momento de felicidade e alegria; 

Responsabilidade, às vezes demasiada familiaridade atrapalha. – Tratar todos com respeito e

delicadeza reforçará o papel específico do técnico na vida dos atletas e a responsabilidade enquanto pessoa e profissional;  Direito à autonomia! Sempre quanto possível. – O Treinador/Professor deve levar a cabo uma intervenção aberta, harmoniosa e respeitadora que honre a dignidade, a autonomia, a privacidade, o direito de escolha e a independência do atleta;  Uma equipa unida fará, sempre pessoas mais felizes. – “A união faz a força!”;  Caminhar sem medo de errar. – “Saber-fazer” não é só fazer bem. É também conhecer melhor.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

26


ACOMPANHAMENTO MÉDICO-DESPORTIVO O Clube Desportivo de Mafra coloca à disposição dos praticantes os meios necessários à prevenção, proteção, tratamento e recuperação em caso de acidente/lesão. O programa de prevenção do acidente/lesão desportiva e o seguro desportivo constituem, no seu conjunto, um instrumento de apoio prestado aos praticantes. Este programa consiste num conjunto de ações de natureza educativa, desenvolvidas no âmbito das atividades do Clube, destinadas a promover a segurança e a prevenir a ocorrência de lesões. Em caso de lesão (acidente) o Clube prestará o primeiro apoio e em caso de necessidade, lesão avaliada como grave, contacta a família e prontifica-se a levar o praticante para o local mais adequado (hospital, consultório médico/massagista), caso seja esse o entendimento dos pais/encarregados de educação. Em caso de lesão durante os treinos/jogos, a primeira intervenção será sempre efetuada pelo Departamento Médico do Clube, que terá em permanência um fisioterapeuta a acompanhar todos os treinos e jogos dos diferentes escalões. Toda e qualquer avaliação de lesão será efetuada pelo Departamento Médico que decidirá da necessidade de acionamento do seguro desportivo do atleta. A ligação e a comunicação com os pais/encarregados de comunicação de um atleta lesionado será efetuada através do Diretor/Coordenador Técnico, que para isso receberá/recolherá as informações junto do Departamento Médico. Em caso de extrema necessidade, poderá ser provocado o diálogo entre o Departamento Médico e os pais/encarregados de educação. É expressamente vedado o acesso ao Departamento Médico de pessoas não devidamente autorizadas. PLANO DE EVACUAÇÂO MÉDICA A evacuação dos atletas que sofram lesões, para qualquer unidade hospitalar, clínica, consultório ou outro médico/massagista está dependente da prévia avaliação do Departamento Médico do Clube. Em termos de evacuação será avaliada a necessidade de o atleta poder ser evacuado por meios do Clube, dos próprios REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

27


pais/encarregados de educação (caso assim o entendam) ou a necessidade de ser chamados meios de socorro, nomeadamente ambulância. Os meios suplementares, serão obrigatoriamente chamados a intervir pelo Departamento Médico, que nomeará um dos seus elementos para acompanhamento do atleta lesionado. Caso a evacuação seja pelos próprios meios dos familiares ou meios do Clube, deverá ser igualmente acompanhada, por elemento do Departamento Médico. O atleta lesionado, será em permanência e até á sua total recuperação, acompanhado pelo Departamento Médico do Clube, que fornecerá as informações tidas como necessárias ao Diretor/Coordenador Técnico, nomeadamente no que concerne ao tempo previsto de paragem, ao plano de recuperação delineado, e demais ações tomadas e/ou previstas. Ações a seguir em caso de acidente/lesão no decorrer de treinos/Jogos:

PLANO DE NUTRIÇÃO O Plano Alimentar aqui apresentado, tem como objetivo melhorar a performance e o desenvolvimento a um jogador de futebol ao longo da época, no entanto será efetuado, pelo Departamento Médico, um plano nutricional tendo em conta o escalão etário, a competição e as características individuais de cada atleta. Sabendo que a Alimentação é um fator de extrema importância no processo de preparação, qualquer atleta, deixamos aqui um programa que poderá ajudar a “comer melhor” e a saber escolher os alimentos. Esta dieta tem em consideração a situação familiar e profissional de cada um, sendo por isso apenas um documento de referência e de apoio, deixando aqui a escolha dos “Pratos”.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

28


A Alimentação do Futebolista deve ser composta com alimentos ricos em:  Hidratos de carbono (pão, fruta, legumes, batata, aveia, hortaliça, massas, arroz);  Vitaminas e minerais / micronutrientes (hortaliças, cenoura, frutas);  Gorduras vegetais e de peixe;  Proteínas;  Ferro (vísceras animais: fígado, coração, rins; frutos secos como a noz, avelã, passas e também os próprios legumes). Nota: Os suplementos vitamínicos só fazem efeito ou são necessários se a alimentação for deficiente e desequilibrada

Dieta aconselhada para um jogador da nossa formação:

 Pequeno almoço:  4 fatias de pão integral com marmelada, uma peça de fruta (banana/laranja/uva etc.) um iogurte, um copo de sumo ou leite, de preferência, meio gordo ou magro.

 Almoço:  Um ovo, salada de tomate, peixe/bife grelhado c/ arroz ou batata cozida. Para beber: água ou sumo natural. Evitar refrigerantes, cervejas e todas as bebidas que tenham gás.

 Jantar:  Prato de esparguete com carne picada (carne de vaca), uma salada de tomate com cebola e alface, 2 copos de leite magro ou água/sumo natural.

Nota: Estas três refeições produzem 80% da energia necessária para um atleta, o restante obtém-se através dos dois lanches entre refeições.

 Lanches:  Uma peça de fruta, um bolo/pão com geleia, frutos secos (nozes, avelãs, passas etc.), dois copos de sumo natural de fruta.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

29


Refeição imediatamente a seguir ao treino: Nesta importantíssima refeição devem-se incluir sempre o pão a banana o mel e também a laranja, pois são alimentos de altíssimo índice glicêmico, promovendo a ressíntese/recuperação mais eficazmente.

A refeição antes da competição: Esta deverá ser feita três horas antes do jogo, deve conter alimentos com elevado nível de hidrato de carbono. Começar com: 1/2 fatias de pão, sopa de legumes, pequena porção de peixe/carne grelhados ou cozidos, arroz/massa, iogurte e fruta, bolo e beber água. Evitar gorduras animais. Entre o período pós refeição e o jogo, os jogadores devem comer um pão integral com marmelada sempre uma hora e meia antes do jogo ter início, e também devem ir bebendo água. Imediatamente após o final do jogo: os atletas devem ingerir alimentos ricos em hidrato de carbono (pão, banana, laranja, mel etc.). Começando por: 2/3 fatias de pão que contenha aveia e barrado com mel, um prato de arroz/massa de cenoura, uma banana de sobremesa e sumo de laranja natural. A alimentação é feita de uma forma livre, sem utilização de bebidas alcoólicas, comidas ricas em gordura (molhos) e bolos com creme etc.

PRINCÍPIOS BÁSICOS a ter em conta na alimentação  Não comer Batatas Fritas  Evitar comer Porco (devido à presença de esteróides)  Evitar Bebidas Gaseificadas  Não abusar na Quantidade de Comida  Beber muita Água ao longo do dia (1 a 2 litros)  Evitar beber mais que 2 Cafés por dia  Se houver fome a meio da manhã ou durante a tarde – comer Fruta, Iogurtes ou Bolachas Integrais

Por ultimo, aconselhamos a que o atleta se pese e registe o mesmo todos os dias.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

30


INFRAÇÕES E QUADRO DISCIPLINAR A violação pelo atleta, pais/encarregados de educação e outros agentes ligados ao futebol de formação, de algum dever e/ou norma de conduta previstos neste regulamento, em termos que se revelem perturbadores do normal funcionamento do Clube (treinos/jogos), constitui infração disciplinar passível de aplicação de pena. Elencamos algumas das infrações passíveis de aplicação de pena disciplinar e suas consequências:  Atraso ao início do treino, no dia do jogo e à concentração – Sanção a aplicar pelo Treinador/Professor;  Falta ao treino sem aviso prévio – Sanção a aplicar pelo Treinador/Professor;  Falta injustiçada a mais que um treino na mesma semana – Pode não ser convocado;  Não comparência ao jogo, não justificada estando convocado – Proibição de treinar e processo disciplinar;  Desavenças graves com colegas. Falta de respeito e má educação para com os responsáveis – Proibição de treinar e processo disciplinar;  Em representação do Clube, atitudes que denigram o nome e a imagem do mesmo – Suspensão imediata e processo disciplinar, até á sua conclusão;  Na véspera do jogo e estando convocado, ser visto fora de casa após as 00:00 horas - Será desconvocado;  Não cumprimento das normas internas – Castigo a aplicar pela Direção, após consulta ao Treinador;  Comportamentos incorretos para com elementos do Clube por parte de pessoas externas ao Clube, mas afeta aos jogadores – Sanção a aplicar pelo Clube;  Durante os jogos: os cartões amarelos e vermelhos são passiveis de apreciação por parte dos responsáveis do Clube tendo em consideração comportamentos justificados ou injustificados;  Todos os prevaricadores terão direito a serem ouvidos antes da aplicação de qualquer sanção. As penas a aplicar serão afixadas para conhecimento de todos;  Todas as situações não previstas neste Regulamento, e que impliquem sanção disciplinar, serão analisadas pela Direção do Clube que as deverá remeter, nos processos disciplinares, para instrução pelo conselho disciplinar.  As penas a aplicar serão Advertência, repreensão verbal, repreensão escrita, treino fora da equipa, suspensão, rescisão/expulsão. REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

31


ARTICULAÇÃO COM O ESCALÃO SENIOR (FUTEBOL PROFISSIONAL) Existirão reuniões de trabalho, com uma base quinzenal, entre o Diretor Desportivo e Secretário Técnico do Futebol Sénior com o Diretor e Coordenador Técnico da Formação. Nestas reuniões serão apresentados e discutidos os relatórios efetuados por cada um dos escalões e formação tendo em conta o desenvolvimento das várias equipas como um todo e de todos os elementos que as compõem. Será dado especial enfase à análise do desempenho individual de todos os jovens atletas, com especial incidência nos juniores A, discutindo a integração de alguns deles nos treinos da equipa principal. Destas reuniões surgirão atas/ relatórios que deverão constar do processo de cada uma das equipas e também da pasta de trabalho do Diretor Desportivo da equipa profissional. Os principais temas a debater serão de uma forma muito sucinta, os seguintes:  Prestação e Desenvolvimento de todas as equipas de formação;  Assimilação/disseminação de processos pelos treinadores;  Eventuais desvios ao planeamento;  Desenvolvimento individual dos jovens atletas;  Identificação dos atletas a acompanhar com maior atenção;  Necessidade de intervenção nas diversas áreas;  Medidas a tomar e avaliação das tomadas no período imediatamente anterior;  Outros assuntos.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

32


NORMAS ESPECIAIS DE ACOMPANHAMENTO A ATLETAS RESIDENTES Caso o Clube tenha atletas que residam fora da sua residência habitual por força de desenvolverem a sua atividade no Clube, estes ficaram alojados no centro de estágio, situado nas instalações do nosso principal patrocinador e presidente do Clube. As refeições serão tomadas no refeitório contiguo a esse centro de estágio e as deslocações ficarão a cargo e da responsabilidade do Clube que para este efeito dispõe de meios próprios. É responsabilidade do Clube, pelo que deveremos garantir que os jogadores residentes estão inscritos na escola e que desenvolvem a sua atividade na mesma, monitorizando o seu desempenho de forma mais assertiva. O Diretor da Formação será o responsável direto pelo acompanhamento destes jovens e em garantir as condições a todos eles, pelo que garantirá a prestação dos serviços necessários.

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

33


REGULAMENTO INTERNO Na reunião de início da época, ou seja, na primeira reunião da época desportiva com o Diretor/Coordenador Técnico, Treinadores/Professores, pais e praticantes o presente Regulamento Interno será alvo de análise.

CASOS OMISSOS O Clube Desportivo de Mafra reserva-se ao direito de decidir os casos omissos, após auscultação dos intervenientes e com o bom senso adequado.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTEÇÃO DE DADOS O Clube Desportivo de Mafra preocupa-se com a privacidade dos diversos agentes desportivos do Clube e compromete-se a proteger os seus dados pessoais. A “Política de Privacidade e Proteção de Dados” define os termos pelos quais os dados pessoais que nos são fornecidos são utilizados e mantidos em segurança pelo C.D. Mafra. Esta “Política” aplica-se a todos os casos em que recolhemos dados pessoais (incluindo quando utiliza o nosso website e/ou outras plataformas digitais do C.D. Mafra), por isso, pedimos-lhe que consulte a nossa “Política de Privacidade e Proteção de Dados” em: - https://www.cdmafra.com/pt/politica-de-privacidade-e-proteccao-de-dados REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

34


CONTACTOS OFICIAIS DO CLUBE CLUBE DESPORTIVO DE MAFRA Rua Serpa Pinto, nº 89 – 2640-534 Mafra Contribuinte nº 501 130 365 - Telefone/fax: 261 815 490 E-mail: secretaria@cdmafra.com

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

35


PONTO 10 - ORGANIZAÇÃO

ANEXO

EQUIPAS POR ESCALÃO E RESPETIVA COMPETIÇÃO PARA A ÉPOCA 2019/2020

PETIZES • Participam em vários torneios de escolas

TRAQUINAS • Participam em vários torneios de escolas

BENJAMINS • Equipa A - Juniores E1 - AFL - Série 1 • Equipa B - Juniores E2 - AFL - Série 1

INFANTIS • Equipa de 7 - Juniores D - AFL - Série 1 • Equipa de 9 - Juniores D1 - AFL - Fase 1

INICIADOS • Equipa A - Juniores C - AFL - 2ª Divisão • Equipa C1 - Juniores C1 - AFL - Fase 1

JUVENIS • Equipa A - Juniores B - AFL - 1ª Divisão • Equipa B - Juniores B - AFL - 3ª Divisão

JUNIORES • Juniores A - AFL - 1ª Divisão

REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

36


PONTO 11 – REGIME DE FUNCIONAMENTO

ANEXO

ÉPOCA 2019/2020 - MAPA DE TREINOS: HORÁRIOS E NORMAS Os juniores A, têm início previsto de treinos para dia 12 de agosto, os juvenis A para dia 26 de agosto e os restantes escalões iniciam os treinos no dia 1 de setembro de 2019, terminando a 30 de Junho de 2020.

Normas:  Qualquer alteração ao estipulado, será comunicada com a devida antecedência;  Se por razões de força maior, o(s) professor(es)/treinador(es) se virem impossibilitados de comparecer no treino à hora definida, o Clube providenciará a substituição do professor/treinador em questão.  Qualquer atraso do praticante deverá ser sempre justificado ao seu professor/treinador.  Qualquer atraso/falta do professor/treinador deverá ser sempre justificado e informado ao Diretor Técnico. REGULAMENTO INTERNO 2019/2022 – DEPT. FORMAÇÃO C.D.MAFRA

37


SET. 2019/JUL.2022 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO CLUBE DESPORTIVO DE MAFRA

Profile for CDMAFRA Mkt&Com

CD MAFRA - Regulamento Interno do Futebol de Formação 2019/2022  

CD MAFRA - Regulamento Interno do Futebol de Formação 2019/2022  

Advertisement