__MAIN_TEXT__

Page 1

MINISTÉRIO DA CULTURA

arizona.flow

SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA

PREFEITURA DE PORTO ALEGRE

13 PDF/X-4 A 26ISOSETEMBRO 2016

PETROBRAS

e

BRASKEM

apresentam


avenida paulista 149 sĂŁo paulo fone +55 11 2168 1777 r atendimento@itaucultural.org.b


ÍNDICE 04 12 56 58 76

Apresentação Madrinha: Inês Marocco Bilheteria Endereços dos teatros Ficha técnica do 23º Porto Alegre em Cena

14 15

De algún tiempo a esta parte BiT - Compagnie Maguy Marin

16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36

$JRUDHXYRXͤFDUERQLWD As palavras da chuva - Chuva G - Chuva L Caminham nus empoeirados Em nome do pai Grãos da imagem: VAGA CARNE Inútil a chuva Khaleh Palavras e sonhos - Luiz Tatit Morte acidental de um anarquista Nós O ano em que sonhamos perigosamente Os realistas Pós você e eu - Lívia e Arthur Nestrovski Processo de conscerto do desejo $UHXQLͤFD©¥RGDVGXDV&RUHLDV Saudades de mim São Manuel Bueno, Mártir Só 6ROHGDGH&LGD0RUHLUDHEDQGD Travessia - Uma commedia trágica Whatsapp para Shakespeare

37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47

Do limão, a limonada / Cerimônia 11º Prêmio Braskem em Cena $EREULQKDVUHFKHDGDV2MRJRHGL©¥R'DQFHD/HWUD AfroMe Cadarço de sapato ou ninguém está acima da redenção Dança do tempo Dona Flor e seus dois maridos Moscas O casal Palavrakis O mal entendido Ópera Rock - A saga de um homem comum Verde (In)tenso

>> ESPETÁCULOS INTERNACIONAIS >> ESPETÁCULOS NACIONAIS

>> PRÊMIO BRASKEM EM CENA

>> ESPETÁCULOS LOCAIS 48 49

Todo dia a gente pensa que dorme Homenagem - Adriana Marques - 50 anos

52 52 53 54 75

Gaúchos em Cena: Luiz Paulo Vasconcellos Psicanalítica em Cena Ponto de encontro: Casa de Teatro de Porto Alegre 2ͤFLQDVH:RUNVKRSV Encontro com críticos teatrais do site Agora

>> ATIVIDADES PARALELAS


04 APRESENTAĂ‡ĂƒO

EM CENA,

O MAIOR FESTIVAL DE TEATRO DE

PORTO ALEGRE Hå 23 ediçþes, o Porto Alegre em Cena traz à capital gaúcha consagrados espetåculos de teatro, música e dança do Brasil e do mundo. São duas semanas que fazem a cidade respirar as artes cênicas e que consolidam, ano a ano, a posição de destaque de Porto Alegre no cenårio internacional da cultura. Este ano, mais de 35 espetåculos devem agitar os palcos convencionais e tambÊm ao ar livre, em bares e outros estabelecimentos e os improvisados pelo teatro de rua. Entre os dias 13 e 26 de setembro, a programação deve mobilizar, e emocionar, cerca de 22 mil espectadores. Não são números quaisquer. Num momento de crise, no qual a grande maioria dos municípios EUDVLOHLURVWHPGLͤFXOGDGHVSDUDLQYHVWLUDW mesmo no atendimento båsico à população, nossa capital se mostra, mais uma vez, inovadora, preocupada com o futuro e com a geração de oportunidades para todos. Por meio do esforço conjunto com parceiros e patrocinadores, buscamos recursos para realizar, com o mesmo brilho dos últimos 22 anos, um dos maiores eventos culturais da cidade. Isso porque o Porto Alegre em Cena Ê mais do que um festival de artes cênicas. Ele movimenta o mercado nesta årea e Ê uma oportunidade para centenas de artistas, diretores, produtores, tÊcnicos, entre outros, mostrarem seu trabalho, aproveitarem a troca de experiências e, de quebra, se aperfeiçoar. &HUFDGHDWLYLGDGHVSDUDOHODVFRPRRͤFLQDV e workshops, terão capacidade para receber 800 pessoas. Algumas dessas atraçþes são gratuitas, facilitando e democratizando o DFHVVRDRDSULPRUDPHQWRSURͤVVLRQDO

Para o público, a grande vantagem Ê o acesso a grandes espetåculos nacionais e internacionais. Neste ano, uma das principais atraçþes vem do velho continente. A proposta contemporânea de Maguy Marin com BiT, que no nome faz referência direta à música eletrônica, atravessa o Oceano Atlântico para iniciar a sua turnê brasileira por Porto Alegre. A PRQWDJHPIUDQFHVDUHŸQHFRUHRJUDͤDV SXOVDQWHVHFKHLDVGHVLJQLͤFDGRVGHXP mundo hiperconectado. Entre os nomes famosos do teatro brasileiro estå Matheus Nachtergaele (Processo de Conscerto do Desejo), Dan Stulbach (Morte Acidental de um Anarquista) e Debora Bloch 2V5HDOLVWDV (SRUͤPGHVWDTXHSDUDD disputa pelo Prêmio Braskem entre dez peças da capital gaúcha. Uma forma de valorizar a produção local. Acima de tudo, como prefeito de Porto Alegre, o que desejo Ê que o 23º Porto Alegre Em Cena VHFRQͤUPHPDLVXPDYH]FRPRXPJUDQGH espetåculo da integração e da troca de experiências entre artistas do estado, do Brasil e de diversos países e, especialmente, da LQWHUDŠ¼RGHVVHVSURͤVVLRQDLVFRPRSŸEOLFR

JOSÉ FORTUNATI

Prefeito de Porto Alegre


APRESENTAĂ‡ĂƒO

05

PALAVRA DO

A SECRETĂ RIO A 23ÂŞ edição do Porto Alegre em Cena prova o quanto ĂŠ possĂ­vel unir renovação e ousadia Ă s limitaçþes impostas por um cenĂĄrio econĂ´mico-social extraordinĂĄrio desde que persista o fundamental em quem produz arte e cultura: a capacidade de manter a qualidade sob qualquer circunstância. Mais enxuto, com UHFXUVRVͤQDQFHLURVDGHTXDGRV¢UHDOLGDGH vigente, o nosso emblemĂĄtico Poa Em Cena permanece como um dos sĂ­mbolos LQWHUQDFLRQDLVGDVXSHUDŠ¼RGHGLͤFXOGDGHVH da valorização do que ĂŠ feito nas artes cĂŞnicas com um olhar especial para os produtores gaĂşchos. A Secretaria da Cultura de Porto Alegre muito se orgulha de manter, abrigada no casarĂŁo memorĂĄvel da Travessa ParaĂ­so, no 0RUURGH6DQWD7HUHVDDHTXLSHDͤQDGDTXH mal termina uma edição da festa, jĂĄ começa a preparar a que virĂĄ no ano seguinte. É esta coesĂŁo de proposta e de linha de ação, agregada ao conhecimento profundo do produto que estĂĄ sendo gerado, que faz com que se multipliquem os “em cenaâ€? sempre com a marca da beleza, da força e do amor de quem trabalha para levar ao pĂşblico vindo de todo o Brasil e de vĂĄrias cidades da AmĂŠrica Latina, a arte milenar e insubstituĂ­vel do fazer teatral. Uma arte que prima por buscar a diversĂŁo aliada Ă  conscientização do ser humano sobre sua condição de agente da transformação de si prĂłprio e do outro. Uma arte que se faz a cada apresentação, portanto Ăşnica a cada vez em que se abrem as cortinas ou em que um ator surge sozinho no meio de um ambiente inusitado. O teatro, com ou sem palavras, movido com tecnologia avançada ou apenas sobre duas tĂĄbuas a cĂŠu aberto, ĂŠ, por si sĂł, um acontecimento. No Em Cena, o teatro ĂŠ um acontecimento que movimenta nĂŁo sĂł os que

vĂŁo ao palco, mas toda a cadeia econĂ´mica que vai do vendedor de pipoca Ă espera do pĂşblico atĂŠ o mais genial dos diretores. Tudo isso sem quebrar a harmonia do convĂ­vio mais importante da civilização: o da diversidade humana. DaĂ­ nossa alegria em promover mais uma edição do evento. Saudamos o festival que começou cheio de sonhos, em 1994, unindo o Sated e a Prefeitura com o objetivo comum de movimentar o cenĂĄrio teatral gaĂşcho, para dar visibilidade nacional Ă  produção de todos os artistas de Porto Alegre e, ao mesmo tempo, proporcionar uma troca riquĂ­ssima de experiĂŞncias de relaçþes SURͤVVLRQDLVHSHVVRDLVHQWUHRVSDUWLFLSDQWHV vindos de outras paragens. Acima de tudo, relembramos que o Em Cena surgiu para tirar a marca de “arte de eliteâ€?, criação para poucos, que o teatro carregava atĂŠ entĂŁo. AĂ­ estĂĄ o Em Cena de nĂşmero 23, provando que todos amam teatro e todos podem desfrutar do teatro. Basta saber como oferecer esta arte para todos. ParabĂŠns a toda a equipe. ParabĂŠns a todos os que fazem teatro e aos patrocinadores e parceiros que acreditam neste grande trabalho de equipe.

ROQUE JACOBY

SecretĂĄrio da Cultura de Porto Alegre


06 APRESENTAĂ‡ĂƒO

RESISTIR É PRECISO Mais quixotesca do que nunca, a 23ÂŞ edição do Porto Alegre em Cena, ĂŠ um legĂ­timo ato de resistĂŞncia cultural, uma demonstração apaixonada da garra e determinação da equipe que faz acontecer o festival. 2016 foi e estĂĄ sendo um ano muito difĂ­cil. A conjuntura polĂ­tica e econĂ´mica do paĂ­s estĂĄ a H[LJLUGHWRGRVQÂľVͤUPH]DVHUHQLGDGHH motivação. Trabalhar com cultura, nesse FRQWH[WRDGYHUVRÂŤXPGHVDͤRJLJDQWHVFR Dizem que o Brasil ĂŠ tĂŁo grande que resistirĂĄ a todas as suas crises, que irĂĄ superar suas GLͤFXOGDGHV$VVLPHVSHUR,PDJLQRTXHR mesmo raciocĂ­nio possa ser aplicado aos grandes eventos chancelados pelo Poder PĂşblico, com o incentivo das leis de renĂşncia ͤVFDO4XHWRGRVVXSHUHPVHXVJUDQGHV percalços! O Porto Alegre em Cena se enquadra nesse complexo painel nacional. Um dos maiores festivais de artes cĂŞnicas do paĂ­s, enfrentou, um a um, seus momentos “tsunâmicosâ€? – desde a extinção do MinistĂŠrio da Cultura atĂŠ a alteração do teto orçamentĂĄrio para captação YLDOHLVGHIRPHQWR5HVLVWLPRV,QVLVWLPRV Perseveramos. Abnegados e teimosos, nĂŁo deixamos o barco do Em Cena afundar em mar WÂĽRWHPSHVWXRVR,VVRPHRUJXOKD(HVVH orgulho se estende Ă equipe do festival. Sem eles, teria sido impossĂ­vel chegar atĂŠ a realização tĂŁo almejada.

Chegamos Ă essa edição, centrada basicamente na produção contemporânea do teatro nacional. (Com o dĂłlar oscilando e atingindo tetos altĂ­ssimos, qualquer contratação internacional foi minuciosamente estudada. Descartamos aventuras econĂ´micas que colocassem em risco esta edição.) Somente pelo apoio e lealdade de patrocinadores sensĂ­veis, conseguimos fechar uma programação Ă  altura da histĂłria do festival. Para nĂłs, e falo em nome de todos os que trabalham no festival, ĂŠ motivo de orgulho apresentarmos a 23ÂŞ edição do Porto Alegre em Cena. EspetĂĄculos destinados a provocar sonhos e polĂŞmicas, conversas e discussĂľes acaloradas – como ĂŠ sempre o papel de um bom evento de artes cĂŞnicas. Parodiando o poeta, “ resistir ĂŠ precisoâ€?. Foi o TXHͤ]HPRV'HXFHUWR

LUCIANO ALABARSE

Coordenador Geral Porto Alegre em Cena


APRESENTAÇÃO

07

ITAÚ Incentivar a cultura muda o mundo. É com essa certeza que o Itaú Unibanco apoia o 23º Porto Alegre em Cena. O patrocínio continua uma relação duradoura entre o banco e o festival, mantida há anos. Um dos destaques desse relacionamento foi o show de Toquinho e da Orquestra Sinfônica Arte Viva, evento do projeto Concertos Sinfônicos Itaú que integrou a programação da 21ª edição. Além disso, o apoio se enquadra em um conjunto mais amplo de ações em prol da cultura brasileira. Por meio do Itaú Cultural, o banco promove espetáculos, distribui recursos e aprofunda o conhecimento sobre grandes artistas brasileiros. Na sede do instituto, na Avenida Paulista, em São Paulo (SP), as artes cênicas possuem um espaço permanente de exibição: no Terça Tem Teatro, com apresentações toda semana; no Camarim em Cena, que põe em evidência os processos criativos dos convidados; e em mostras interdisciplinares como a Todos os Gêneros, que discute questões de corpo e afetividade. Acompanhe a agenda em itaucultural.org.br. Pelo Rumos – o maior programa de incentivo à cultura organizado pelo Itaú Cultural – são impulsionadas a pesquisa, a memória e a criação em todas as áreas de expressão. Na edição 2013-2014, o programa contribuiu para a realização de 27 projetos de teatro, dança, performance e discussão crítica sobre as artes cênicas. Atualmente, está em curso a edição 2015-2016. Saiba mais em rumositaucultural.org.br.

A memória e a criatividade dos grandes artistas brasileiros é discutida e analisada em ações como o programa Ocupação e a Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. O Ocupação enfoca criadores de influência fundamental nas suas áreas de atuação e cuja obra impacta a produção de hoje. Em teatro, foram homenageados os diretores João das Neves, Zé Celso e Luiz Sergio Person, o grupo Giramundo e o dramaturgo Nelson Rodrigues; em dança, as companhias Ballet Stagium e Grupo Corpo. Artigos, fotos e entrevistas abordam esses trabalhos em itaucultural.org.br/ocupacao. Já a enciclopédia reúne cerca de 6 mil verbetes e 12 mil imagens a respeito da arte produzida no Brasil, alcançando quase 13 milhões de acessos ao ano. O conteúdo está disponível no site enciclopedia.itaucultural.org.br.

Itaú Cultural


08 APRESENTAĂ‡ĂƒO

BRASKEM

APOIO À CULTURA E A ARTE NACIONAL Melhorar a vida das pessoas por meio de soluçþes sustentåveis da química e do plåstico Ê o principal efeito positivo gerado pelas operaçþes da Braskem. A materialização deste objetivo estå diretamente ligada aos projetos de responsabilidade socioambiental realizados pela Companhia junto às comunidades do entorno de suas unidades produtivas e com desmembramentos para regiþes onde estão inseridas.

Em 2015, a Braskem e seus Integrantes investiram, no Brasil, R$ 25,8 milhĂľes em projetos socioambientais, culturais e esportivos. Todo projeto apoiado deve responder a pelo menos uma das duas causas sociais apoiadas pela empresa: impulsionar o desenvolvimento humano e promover o desenvolvimento socioambiental por meio da quĂ­mica e do plĂĄstico. No âmbito da cultura, a empresa se destaca como incentivadora de longa data da arte produzida nacionalmente. No RS, a Braskem ĂŠ apoiadora do Porto Alegre em Cena, um dos maiores festivais de artes cĂŞnicas da AmĂŠrica Latina. O projeto trouxe para a capital gaĂşcha, ao longo de 23 anos, grandes nomes nacionais e internacionais do teatro, da mĂşsica e da dança. A Braskem completa 11 anos de patrocĂ­nio ao festival em 2016. A empresa tambĂŠm participa do evento com o PrĂŞmio Braskem em Cena de Teatro, que neste ano entra em sua 11ÂŞ edição, completando 11 anos de reconhecimento ao talento do teatro gaĂşcho. “O objetivo do Braskem em Cena ĂŠ incentivar o crescimento do teatro local, fazendo com que mais grupos surjam e ganhem espaço na cidade, bem como aqueles que jĂĄ existem sejam instigados a crescerâ€?, diz JoĂŁo Ruy Freire, diretor de Relaçþes Institucionais da Braskem no RS. Em 2016, a Braskem repete suas açþes de formação de plateia, que visam facilitar o acesso ao teatro para as pessoas que normalmente nĂŁo o frequentam, levando cultura para diferentes regiĂľes da cidade. SĂŁo elas o SĂĄbado em Cena e o InclusĂŁo em Cena.

NO RIO GRANDE DO SUL, EMPRESA SE DESTACA PELOS 11 ANOS DE APOIO AO PORTO ALEGRE EM CENA Såbado em Cena Em dois såbados de setembro e um de outubro, o Braskem em Cena levarå três turmas de teatro compostas prioritariamente por alunos da rede pública de ensino e agentes culturais das regiþes descentralizadas de Porto Alegre, para conhecer os bastidores da cena teatral gaúcha. Estes grupos acompanham a montagem de um espetåculo, conhecem a sede do festival e sua estrutura de produção, participam de um workshop sobre WHDWURHDRͤQDOGRGLDDVVLVWHPDXPGRV espetåculos da programação. Inclusão em Cena A ação serå praticamente um festival à parte, voltado para as comunidades de 17 regiþes descentralizadas da cidade – Restinga, Bom Jesus, Humaitå, entre outras. O Inclusão em Cena acontece de 10 a 16 de outubro, oferecendo gratuitamente 14 espetåculos para adultos e crianças, ampliando o acesso destes públicos à cultura. Serão peças de grupos de teatro gaúchos, cariocas e pernambucanos. AlÊm dos espetåculos, serão realizados workshops e rodas de conversa nas comunidades durante o projeto.


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K


&,'$'('('(86Ǭ

PETROBRAS, PATROCINANDO HISTÓRIAS QUE FICAM PARA SEMPRE NA NOSSA MEMÓRIA. A gente acredita que talento e criatividade devem ser espalhados por todo o país. Por isso, além do cinema, a gente também patrocina o Porto Alegre em Cena.


foto: ana vianna

12

MADRINHA,

INÊS MAROCCO Inês Alcaraz Marocco nasceu em 1950, em Porto Alegre, é diretora de espetáculos, pedagoga e pesquisadora. Em sua formação artística, encontramos vários expoentes importantes ligados às artes da cena como Patrícia Stokoe, Philippe Gaulier, Monika Pagneux, Jean Pierre Ryngaert, Eugenio Barba,Torgeir Werthal, Daniel Trenner e Richard Schechner. Cursou Mestrado e Doutorado em Esthétique Sciences et Technologies des Arts opção Etudes Théâtrales et Chorégraphiques na Universidade de Paris 8, na França. Em 1976 integrou, como professora, o Departamento de Educação Artística da Universidade Federal de Santa Maria, tendo sido uma das responsáveis pela criação do Departamento de Artes Cênicas da UFSM, assim como o Teatro Experimental Universitário. Desde 2000, Inês integra o corpo docente do Departamento de Arte Dramática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde ministra aulas na graduação e no curso de Pós-graduação em Artes Cênicas Mestrado e Doutorado. Na UFRGS, coordena o projeto de pesquisa “As Técnicas corporais do gaúcho e a sua relação com a performance do ator/dançarino”, e “Teatro, Pesquisa e extensão-TPE”. Inês é uma das grandes responsáveis por revitalizar a relação da universidade com a comunidade cultural da cidade,

através da montagem de espetáculos que obtiveram reconhecimento e deram visibilidade à produção cênica gestada na academia. Em 2008, realizou o espetáculo O Sobrado, adaptação do texto homônimo de Erico Veríssimo, com um elenco formado por 14 alunos do curso de Teatro da UFRGS – o grupo Cerco. Este espetáculo ganhou, o prêmio BRASKEM de Melhor Espetáculo pelo Júri 2ͤFLDOH3RSXODUHRV3U¬PLRV$©RULDQRVGH Melhor Direção Teatral, Melhor Dramaturgia, Melhor Ator Coadjuvante e o Prêmio RBS pelo Júri Popular como Melhor Espetáculo do Ano. Em 2012, o grupo estreou Incidente em Antares, adaptação homônima da obra de Erico Veríssimo. Este espetáculo ganhou o 7º Prêmio Braskem Em Cena de: Melhor Espetáculo Júri Popular, Melhor Direção, Melhor Atriz e Prêmio Açorianos de Teatro 2012 de Melhor Trilha Sonora. Em 2013, Inês dirigiu o espetáculo Santo Qorpo ou O Louco da Provincia, sobre a vida e obra de Qorpo Santo, com um grupo de alunos, o Qoletivo Teatral.


PANVEL EM CENA. PARA QUEM É UM ESPETÁCULO NO DIA A DIA. A Panvel apoia o Porto Alegre em Cena desde 2009. E, desde 2014, com o Destaque Panvel em Cena, presta homenagem a pessoas, empresas e organizações que se dedicam a promover o bem estar e a transformar a sociedade através da saúde e da cultura. São sempre três categorias: Saúde em Cena, Cultura em Cena e Personalidade em Cena. Este ano, vamos conhecer mais três nomes que têm muito talento para fazer a diferença. E a abertura da premiação ainda vai ter um show muito especial com Arthur e Lívia Nestrovski. Não perca o Destaque Panvel em Cena 2016. Fazer o bem também é uma arte. Dia 19/9, às 20h, no Theatro São Pedro.

Os ingressos são adquiridos na loja My Ticket - Rua Pe. Chagas, 327, lj. 6 - ou pelo site www.ingressospoaemcena.com.br

D E S TAQ U E


foto: maría fernandez russomagno

14 INTERNACIONAL

DE ALGÚN TIEMPO

A ESTA PARTE (URUGUAI)

Dias 14 e 15 de setembro às 20h Goethe Institut - Auditório Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

O monólogo uruguaio, com texto de Max Aub, eminente e sensível escritor europeu, expõe as peripécias de uma mulher na Viena de 1938. No palco, uma viúva interpretada por uma das mais reconhecidas atrizes uruguaias, Gabriela Iribarren, conta, salpicando porções de humor ao relato, sobre a resignação de uma mulher que decidiu sobreviver, apesar das incontáveis e incontestáveis feridas abertas pelas circunstâncias e por sua trajetória pessoal. A encenação de Mariana Wainstein traz à cena uma temática de extrema importância na obra de Aub: a alteridade, traçando matizes interessantes à personagem, que vive um dilema de identidade válido em qualquer época, sofrendo com a indiferença de uma cidade culta como Viena.

Ficha técnica Direção: Mariana Wainstein / Texto: Max Aub / (OHQFR*DEULHOD,ULEDUUHQ&HQRJUDͤDH ͤJXULQR3DXOD9LOODOED,OXPLQD©¥R/DXUD Leifert / Sonoplastia: Fernando Condon / 3URMH©·HV0LJXHO*URPSRQH3UHSDUD©¥R corporal: Carolina Besuievsky / Assistente de direção: Adriana Nuñez / Assistente de 3URGX©¥R$QG\<DIIH'XUD©¥RPLQ Recomendação etária: 14 anos

$32,2


foto: philippe grappe

INTERNACIONAL

15

BiT

(FRANĂ&#x2021;A)

Dias 24 e 25 de setembro às 21h Teatro do SESI Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional) BiT, o tão aguardado espetåculo da companhia francesa de dança de Maguy Marin, orgulhosamente estreia sua turnê brasileira em Porto Alegre, sendo considerado pela crítica internacional como uma verdadeira e emocionante obra de arte. Sob a influência da batida inebriante da música eletrônica, a FULDWLYDPRQWDJHPDSUHVHQWDFRUHRJUDͤDV SXOVDQWHVHFKHLDVGHVLJQLͤFDGRVGHVYHODQGR facetas do comportamento humano atravÊs do movimento e do magnetismo dos corpos. A interação entre os bailarinos acontece a partir de suas mãos, representando os pontos de contato e as formas como as pessoas se relacionam no mundo hiperconectado de hoje, despertando emoçþes surpreendentes à plateia. Maguy Marin, bailarina e coreógrafa com mais de 40 anos de trajetória, Ê referência internacional em dança contemporânea, tendo recebido diversos prêmios e honrarias por suas obras nada óbvias e incontestavelmente capazes de levar o público a sensaçþes profundas e inusitadas. Imperdível.

Ficha tÊcnica Concepção: Maguy Marin em estreita colaboração com Ulises Alvarez, Kais Chouibi, DaphnÊ Koutsafti, Cathy Polo, Ennio Sammarco, Marcelo Sepulveda / Música: Charlie Aubry / Direção tÊcnica e iluminação: Alexandre BÊnÊtaud / &HQRJUDͤDHDFHVV¾ULRV%LJ/RXLVHH/DXUD3LJQRQ Figurino: Nelly Geyres assistente de Raphael Lo Bello / Som: Antoine Garry e Loïc Goubet / Direção de palco: Albin Chavignon / Companhia: Maguy Marin Tea / Duração: 60 min / Recomendação etåria: 16 anos

PATROCĂ?NIO

APOIO CULTURAL

Porto Alegre

REALIZAĂ&#x2021;Ă&#x192;O


foto: marlene bergamo

16 NACIONAL

AGORA EU VOU FICAR

BONITA

(SP)

Dias 14, 15 e 16 de setembro às 21h Teatro Renascença (CMC) Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

Com roteiro de Dráuzio Varella e Regina Braga, o espetáculo cênico musical aborda a delicada temática do envelhecimento, através de textos literários, poesias e músicas que falam das alegrias, dores, esperanças, incertezas e medos que todos sentem ao tomar consciência de que o tempo está passando, seja aos vinte, quarenta ou oitenta anos de idade. No palco, a experiente atriz Regina Braga e o cantor Celso Sim - acompanhados por competentes instrumentistas - intercalam cenas teatrais e canções de grandes sambistas, como Cartola, Nelson Cavaquinho e Candeia, oferecendo ao público momentos poéticos e reflexivos sobre o impacto do envelhecimento ao espírito humano, sempre sugerindo alegria, num clima irreverente e sem cair em melancolia. Para a diretora, Isabel Teixeira, trata-se de uma continuação da pesquisa iniciada por Regina em ToTatiando, que partia de canções de Luiz Tatit sobre o cotidiano, interpretado por Zélia Duncan e que integrou a programação do festival em 2013.

Ficha técnica Direção: Isabel Teixeira / Roteiro: Drauzio Varella e Regina Braga / Elenco: Regina Braga e Celso Sim / Músicos: Diego França, Junior Pita, Pedro Pita, Vitor Casagrande e Alfredo Castro / Direção de arte: Simone Mina / &HQRJUDͤDHͤJXULQR6LPRQH0LQD Iluminação: Wagner Freire / Direção musical: Bia Paes Leme / Sound design: Andrea Zeni / Direção de palco: Tiago Moro / Camareira: Alessandra Ribeiro / Operação de luz: Ricardo Barbosa / Operação de som: Randal Juliano / Assistência de Produção: Rick Nagash / Produção: Anayan Moretto / Duração: 70min / Recomendação etária: livre


foto: luan cardoso

NACIONAL

17

AS PALAVRAS DA CHUVA

CHUVA G - CHUVA L Dias 14, 15 e 16 de setembro às 18h Teatro Bruno Kiefer (CCMQ) Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

“As Palavras da Chuva”, “Chuva G” e “Chuva L”, compõe a "Trilogia dos Gêneros" do Teatro de Rotina, companhia paulistana dedicada à pesquisa de linguagem cênica e performática. Nessa trilogia, a investigação de linguagem busca os tempos afetivos e a contemplação esquecida por uma civilização voraz. Com direção do prestigiado ator e diretor Leonardo Medeiros, os três espetáculos são montagens do mesmo texto do norte-americano Tennessee Williams, um dos mais aclamados autores do teatro ocidental. No palco, um casal encharcado pela chuva devaneia sobre amor e abandono. O que diferencia uma peça da outra é o embaralhamento de gêneros. “As palavras da Chuva” é encenada por um casal homem e mulher, “Chuva G” por um casal de homens e “Chuva L” por um casal de mulheres. As versões GLS surgiram da experimentação dos atores sobre a imprevisível força dos personagens encarnados em diferentes relações de gênero. Nas três versões, a plateia é convidada a mergulhar numa complexa atmosfera sensorial cheia de simbolismos.

(SP)

Ficha técnica Direção: Leonardo Medeiros / Texto: Tennessee Williams / Elenco: Antonio Motta, Bia Paganini, Letícia Tomazella, Marcos Reis e Matheus Prestes/ Iluminação: Beto Bruel / 7ULOKDVRQRUDRULJLQDO(GVRQ6HFFR&HQRJUDͤD/HRQDUGR Medeiros / Figurino: Rafaela de Oliveira / Realização: Teatro da Rotina / Duração: 55min cada espetáculo (dois intervalos de 15min) / Recomendação etária: 16 anos

Dia 14 de setembro BATE PAPO COM O GRUPO TEATRO DE ROTINA após a apresentação.


foto: cacĂĄ diniz

18 NACIONAL

CAMINHAM NUS

EMPOEIRADOS Dias 22 e 23 de setembro Ă s 20h Teatro do SESC Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

O espetĂĄculo do multitalentoso artista cearense Gero Camilo, ator, dramaturgo e codiretor, ĂŠ uma espĂŠcie de crĂ­tica social sobre sobrevivĂŞncia, amor e companheirismo, cujo enredo gira em torno de artistas anĂ´nimos populares. A peça - do grupo TertĂşlia, recĂŠm criado pelos artistas Gero, Victor Mendes e a produtora FlĂĄvia CorrĂŞa, sob o olhar transformador das artes cĂŞnicas e com inspiração em um conto homĂ´nimo de autoria de Camilo - ĂŠ, acima de tudo, uma ode ao amor, Ă vida e Ă s artes dramĂĄticas. Uma FRPÂŤGLDDͤQDGDFDSD]GHJXLDURSÂźEOLFRSRUSHUFXUVRV de encontros e desencontros, inclusive culturais, jĂĄ que a montagem tem codireção da portuguesa LuĂ­sa Pinto, dando profundidade e beleza ao encontro de realidades distintas e, ao mesmo tempo, tĂŁo prĂłximas em seu passado, presente e â&#x20AC;&#x201C; cada vez mais â&#x20AC;&#x201C; no futuro. â&#x20AC;&#x153;Caminham nus empoeiradosâ&#x20AC;? estreou no Festival Cena Contemporânea de Matosinhos â&#x20AC;&#x201C; Portugal, em 2015, e seguiu com temporadas no Brasil, sempre com grande sucesso.

(SP)

Ficha TĂŠcnica Direção: Gero Camilo e LuĂ­sa Pinto / Texto: Gero Camilo / Elenco: Gero Camilo e Victor 0HQGHV$VVLVWHQWHGHGLUHŠ¼R6RͤD3UÂŻQFLSH / Concepção de luz: Bruno Santos / Concepção de som: Gero Camilo / Operação de luz e som: JoĂŁo Blumenschein / CenĂĄrio: Gero Camilo e LuĂ­sa Pinto / Figurino: LuĂ­sa Pinto / Fotos: Francisco Teixeira e CacĂĄ Diniz / Produção: MacaĂşba Produçþes ArtĂ­sticas, Micuim Produçþes e V.eme Produçþes ArtĂ­sticas / Realização: TERTĂ&#x161;LIA / Duração: 65min / Recomendação etĂĄria: 12 anos


foto: Z+ÂŽ Barbosa

NACIONAL

19

EM NOME

DO PAI

(PE)

Dias 16 e 17 de setembro Ă s 20h Teatro do SESC Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

Com texto do autor mineiro Alcione Araújo, o espetåculo dirigido pela experiente encenadora pernambucana Cira Ramos traz uma proposta investigativa de novas formas de contato entre palco e plateia. AtravÊs de sutilezas da iluminação, da construção do cenårio e do modo como as palavras são valorizadas na interpretação dos atores, a atmosfera da peça conduz a uma profunda reflexão SVLFRO¾JLFDͤORV¾ͤFDHDUW¯VWLFDVREUHDVGLͤFXOGDGHV GDFRQYLYQFLD¯QWLPDHDVGLIHUHQŠDVHQWUHVHUHV humanos. As personagens - vividas pelos atores Samuel Lira e Jorge de Paula - trazem à cena emoçþes intensas e verdadeiras no ar rarefeito da comunicação emocional, buscando reconstruir seus DOLFHUFHVDS¾VDSHUGDGDͤJXUDHPEOHP£WLFDGDP¼H 3DLHͤOKRSUHFLVDPUHDSUHQGHUDUHODFLRQDUVHH resgatar elos, estabelecendo novas perspectivas.

Ficha tÊcnica Direção: Cira Ramos / Texto: Alcione Araújo / Elenco: Jorge de Paula e Samuel Lira / Preparação de atores e assistência de direção: Sandra Possani / Direção de arte: Marcondes Lima / Trilha sonora, direção musical e execução: Fernando Lobo / Músicos: Edson Rodrigues (sax) e Fåbio Valois (teclado) / Preparação vocal: Leila Freitas / Design de luz e execução: 'DGR6RGL5HJLVWURIRWRJU£ͤFR=%DUERVD3URGXŠ¼R executiva: Karla Martins e Fernando Lobo / Direção de SURGXŠ¼R&LUD5DPRVH2ͤU)LJXHLUHGR5HDOL]DŠ¼R5HF Produtores Associados / Duração: 70min / Recomendação etåria: 14 anos

APOIO


foto: lucas ĂĄvila

20 NACIONAL

GRĂ&#x192;OS DA IMAGEM:

VAGA CARNE Dias 19, 20 e 21 de setembro Ă s 19h Sala Ă lvaro Moreyra (CMC) Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

O espetĂĄculo ĂŠ um solo com texto inĂŠdito de Grace PassĂ´, excelente diretora, dramaturga e atriz, que expĂľe a saga de um corpo de mulher com urgĂŞncia de discurso, Ă procura de suas identidades e pertencimento. â&#x20AC;&#x153;Vaga Carneâ&#x20AC;? ĂŠ o primeiro espetĂĄculo do projeto â&#x20AC;&#x153;GrĂŁos da Imagemâ&#x20AC;?, que reĂşne peças em torno da identidade, cujo objetivo ĂŠ reunir trabalhos que partam da mesma premissa. Na peça, uma voz errante, capaz de invadir qualquer matĂŠria sĂłlida, lĂ­quida ou gasosa, resolve, pela primeira vez, invadir um corpo humano e, a partir desta experiĂŞncia, traça uma jornada de auto UHFRQKHFLPHQWRQDUUDQGRRTXHVHQWHRTXHͤQJHVHQWLUR que ĂŠ insondĂĄvel em si, o que sua imagem ĂŠ para o outro que YÂŹHRTXHVLJQLͤFDVHXFRUSRHQTXDQWRFRQVWUXŠ¼RVRFLDO$ peça faz um enorme sucesso com a crĂ­tica especializada e pĂşblico desde sua estreia.

(MG)

Ficha tÊcnica Concepção, atuação e dramaturgia: Grace Passô / Equipe de criação: Kenia Dias, Nadja Naira e Ricardo Alves Jr. / Iluminação: Nadja Naira / TÊcnico e operador de luz: Edimar Pinto / Trilha sonora (operação e execução): Ricardo *DUFLD)LJXULQR9LUJ¯OLR$QGUDGH)RWRJUDͤD Lucas à vila / Pesquisa e produção: Nina Bittencourt / Duração: 50min / Recomendação etåria: 14 anos


Agencia: NBS RJ | Cliente: BR

foto: mauro kury

Processado por arizona.flow em Mon Aug 15 14:31:26 2016

BLACK YELLOW MAGENTA CYAN

21

58810_Petrobras_Cidade_Deus_15.5x21.5cm.pdf - 155.0 x 215.0 mm - pag. 1 NACIONAL

www.arizona.com.br +55 11 3847-1977

588810_Petrobras_Cidade_Deus_15.5x21.5cm.indd 1

INĂ&#x161;TIL A

8/15/16 14:30

CHUVA (RJ)

Dias 19 e 20 de setembro Ă s 21h Centro HistĂłrico-Cultural Santa Casa Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

A montagem do ArmazĂŠm â&#x20AC;&#x201C; companhia de teatro de extensa e premiada trajetĂłria e que vem ampliando sua gama de linguagens atravĂŠs de cenĂĄrios surpreendentes que dialogam com a dramaturgia â&#x20AC;&#x201C; trata dos conflitos de uma famĂ­lia nada funcional, que tenta desvendar e entender os motivos do desaparecimento do patriarca. Apesar das aparĂŞncias de que tudo continua bem, os demais familiares, na busca pela elaboração do ocorrido, navegam por caminhos obscuros e sentem a concretude daquela ausĂŞncia em cenas que se materializam numa VXFHVVÂĽRGHDWPRVIHUDVHPTXHRDUͤFDOÂŻTXLGRHDÂŁJXD gasosa. A dramaturgia original, criada por Paulo de Moraes HPSDUFHULDFRP-RSD0RUDHVVHXͤOKRWHPFRPRWHPD os encontros e tudo o que permeia o assunto, as maneiras como as pessoas se relacionam e suas reaçþes, repletas de dĂşvidas e tambĂŠm de certezas. O espetĂĄculo ĂŠ cheio de ironias e representaçþes metafĂłricas, formando um vasto terreno psicolĂłgico que cabe ao espectador simbolizar.

Ficha tÊcnica Direção: Paulo de Moraes / Dramaturgia: Paulo de Moraes e Jopa Moraes / Elenco: Patrícia Selonk, Andressa Lameu, Leonardo Hinckel, Tomås Braune, Marcos Martins e Lisa Eiras )£YHUR,OXPLQDŠ¼R0DQHFR4XLQGHU&HQRJUDͤD3DXORGH Moraes e Carla Berri / Figurinos: Rita Murtinho / Direção Musical: Ricco Viana / Produção de Vídeos: João Gabriel Monteiro / Assistente de Direção: Lisa Eiras / TÊcnico de Montagem: Regivaldo Moraes / Preparação Corporal: Maíra Maneschy e Patrícia Selonk / Produção Local: Denise Moraes / Produção Executiva: Flåvia Menezes Produção: ArmazÊm Companhia de Teatro / Duração: 120min / Recomendação etåria: 14 anos


foto: luciana corso galiotto

22 NACIONAL

KHALEH

(RS)

Dias 15 e 16 de setembro Ă s 20h Teatro Carlos Carvalho (CCMQ) Ingresso: R$ 30 / R$ 15 (promocional)

EspetĂĄculo de Caxias do Sul (RS) nascido da vontade de explorar a temĂĄtica da sabedoria humana de forma profunda, â&#x20AC;&#x153;Khalehâ&#x20AC;? â&#x20AC;&#x201C; palavra LUDQLDQDTXHVLJQLͤFDLQWLPLGDGHIDPLOLDUH carinhosa com outra alma â&#x20AC;&#x201C; ĂŠ livremente inspirado no livro â&#x20AC;&#x153;A Ciranda das Mulheres SĂĄbiasâ&#x20AC;?, da psicanalista e poetisa Clarissa Pinkola EstĂŠs. Em atmosfera intimista criada especialmente para acolher a plateia numa espĂŠcie de tenda, a peça ĂŠ um mergulho nas sutilezas da alma, abordando temĂĄticas como amorosidade e acolhida de encontros entre seres humanos, bem como memĂłrias e divagaçþes acerca de leis universais, o que cria uma conexĂŁo repleta de sensaçþes entre o pĂşblico e a atriz e idealizadora do projeto, Aline TanaĂŁ. O espetĂĄculo, dirigido por Carolina Garcia e que teve sua estreia em maio deste ano, ĂŠ um jogo entre a ancestralidade que nos habita e o espĂ­rito de todas as coisas.

Ficha tĂŠcnica Direção: Carolina Garcia / Atuação: Aline TanaĂŁ / Dramaturgia: Aline TanaĂŁ e Carolina Garcia (livremente inspirado na obra â&#x20AC;&#x153;Ciranda das Mulheres SĂĄbiasâ&#x20AC;?, de Clarissa Pinkola Ă&#x2030;ster) / Trilha sonora original: Grasiela 0žOOHU&HQRJUDͤD$QGUÂŤ7LDJR6XVLQ WHQGD 0DUFRV Nicolaiewsky (bonecos, mĂĄscaras e objetos cĂŞnicos) / Iluminação e objetos luminosos: Luana Pasquimell / Operação de efeitos (bonecos, luz e som): AndrĂŠ Tiago Susin, Gabriel Zeni e Marcos Nicolaiewsky / Engenharia de som e mixagem: Nei Neto / Produção: Aline TanaĂŁ / Consultoria de produção: Carolina Garcia / Local de realização do processo de criação: Espaço de ResidĂŞncia ArtĂ­stica Vale do Arvoredo / Duração: 50min / Recomendação etĂĄria: livre

REALIZAĂ&#x2021;Ă&#x192;O


foto: gal oppido

NACIONAL

23

LUIZ TATIT

PALAVRAS E

SONHOS

(SP)

Dia 20 de setembro às 21h Teatro Renascença (CMC) Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

â&#x20AC;&#x153;Palavras e Sonhosâ&#x20AC;? ĂŠ sexto disco solo do reverenciado mĂşsico paulistano Luiz Tatit e trata de sonhos. Como diz a canção que dĂĄ nome ao disco, as palavras e os sonhos tĂŞm o poder de fazer existir, destruir e reconstruir o mundo em que vivemos. O repertĂłrio fala dos sonhos que alimentam a criação e das palavras que geram sonhos por contar com a inebriante ação da melodia e do acompanhamento instrumental. Luiz Tatit, mĂşsico e acadĂŞmico com vasto embasamento e FRQKHFLPHQWRWHÂľULFRDWLQJHXPDVRͤVWLFDGD simplicidade em suas composiçþes, combinando letras e melodia com genialidade, indo diretamente ao cerne da questĂŁo com uma naturalidade capaz de tocar em cheio as emoçþes do ouvinte. O imperdĂ­vel espetĂĄculo, que ainda conta com as participaçþes especialĂ­ssimas da cantora NĂĄ Ozzetti e da nova vocalista moçambicana Lenna Bahule, vem conquistando crĂ­tica e plateias por todo paĂ­s.

Ficha tÊcnica Músicos: Luiz Tatit (voz e violão), Lena Bahule (voz), SÊrgio Reze (bateria e gongos melódicos), Gabriel Levy (piano e acordeon), Danilo Penteado (contrabaixo), Fåbio Tagliaferri (viola de arco) e Mårio Manga (violoncelo) / Participação especial: Nå Ozzetti (voz) / Direção de produção: Carlos Augusto Ruocco / Produção: Sandra Lacerda / TÊcnico de som: Luiz Leme / Rodie: Luisinho Silva / Duração: 90 min / Recomendação etåria: livre


foto: heloisa bortz

24 NACIONAL

MORTE ACIDENTAL DE UM

ANARQUISTA Dia 17 de setembro Ă s 21h Dia 18 de setembro Ă s 18h Theatro SĂŁo Pedro Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

Com texto baseado em fatos reais do genial dramaturgo italiano Dario Fo (Nobel de Literatura de 1997), o espetĂĄculo ĂŠ uma comĂŠdia que, alĂŠm de divertir, provoca profunda reflexĂŁo e crĂ­tica Ă vida e Ă  sociedade. Escrita hĂĄ 45 anos, a engenhosa peça se mantem viva e atual, nĂŁo Ă  toa, ĂŠ o texto mais montado do autor ao redor do mundo. Sob impecĂĄvel direção de Hugo Coelho, a encenação evidencia a ͤFŠ¼RDSHVDUGHHVWDEHOHFHUGLYHUVRVYÂŻQFXORVFRPDUHDOLGDGH contemporânea. Em cena, os brilhantes atores Dan Stulbach e Henrique Stroeter â&#x20AC;&#x201C; que dividem o palco com Riba Carlovich, Marcelo Castro, MaĂ­ra Chasseraux, Rodrigo Bella Dona e Rodrigo Geribello â&#x20AC;&#x201C; fazem improvisaçþes inteligentes e derrubam a barreira invisĂ­vel que separa palco e plateia, aproximando ainda mais a farsa e incluindo o pĂşblico, que sai do teatro perplexo com a verossimilhança do que assistiu com o momento polĂ­tico e social brasileiro.

(SP)

Ficha tĂŠcnica Direção: Hugo Coelho / Texto: Dario Fo / Tradução: Roberta Barni / Elenco: Dan Stulbach, Henrique Stroeter, Riba Carlovich, Marcelo Castro, MaĂ­ra Chasseraux e participação em cena de Rodrigo Bella Dona como â&#x20AC;&#x153;O Guardaâ&#x20AC;? / MĂşsica ao vivo: Rodrigo Geribello / &HQRJUDͤD0DUFR/LPD)LJXULQR Fause Haten / EstagiĂĄrio de Direção: Rafael De Bona / Administração: Magali Morente Lopes / Produção Executiva: Katia Placiano / Coordenação de Projetos: Egberto SimĂľes / Realização: Quadrilha da Arte / Produtores Associados: Selma Morente, CĂŠlia Forte e Dan Stulbach / Duração: 80min / Recomendação etĂĄria: 12 anos


foto: guto muniz

NACIONAL

25

NĂ&#x201C;S

(MG)

Dias 15 e 16 de setembro Ă s 21h Theatro SĂŁo Pedro Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional) Gerada de um mergulho radical na experiĂŞncia de mais de 30 anos do mineiro Grupo GalpĂŁo â&#x20AC;&#x201C; um dos mais conceituados coletivos teatrais em atividade contĂ­nua no paĂ­s - a 23ÂŞ montagem da companhia debate questĂľes atuais, como violĂŞncia e intolerância, a partir de uma dimensĂŁo polĂ­tica. Neste espetĂĄculo, com direção do notĂĄvel dramaturgo e diretor convidado Marcio Abreu, a plateia ĂŠ chamada a presenciar situaçþes de opressĂŁo e de convĂ­vio com a diferença, provocadas pelas relaçþes de proximidade entre artista e espectador, pĂşblico e privado, realidade e ͤFŠ¼R&RPGUDPDWXUJLDSUÂľSULDFULDGDDSDUWLUGH improvisos e inspirada em diversas leituras de textos contemporâneos, a peça provoca a reflexĂŁo acerca do que ĂŠ possĂ­vel fazer em coletivo e de como ĂŠ a reação das pessoas ao que ĂŠ DSUHVHQWDGRSHORPXQGRDWXDO̸1ÂľVĚšHVWUHRXHP abril deste ano e jĂĄ ĂŠ considerado um dos grandes HVSHWÂŁFXORVGHSHORDOWRUHͤQDPHQWR artĂ­stico apresentado, que une diversas linguagens e arrebata o pĂşblico com sua consistĂŞncia impecĂĄvel e atmosfera envolvente.

Ficha tÊcnica Direção: Marcio Abreu / Dramaturgia: Marcio Abreu e Eduardo Moreira / Elenco: Antonio Edson, Chico Pelúcio, Eduardo Moreira, Júlio Maciel, Lydia Del Picchia, Paulo AndrÊ H7HXGD%DUD&HQRJUDͤD3OD\$UTXLWHWXUD̰0DUFHOR Alvarenga / Figurino: Paulo AndrÊ / Iluminação: Nadja Naira / Trilha e efeitos sonoros: Felipe Storino / Assistência de direção: Martim Dinis e Simone Ordones / Preparação musical e arranjos vocais e instrumentais: Ernani Maletta / Preparação vocal e direção de texto: Babaya / Colaboração artística: Nadja Naira e João Santos / Assistência de ͤJXULQR*LOPD2OLYHLUD$VVLVWQFLDGHFHQRJUDͤD7KD\V Canuto / CenotÊcnica e construção de objetos: Joaquim Pereira e HelvÊcio Izabel / Assistência e operação de luz: Rodrigo Marçal / Desenho de som e programação de efeitos: Fåbio Santos / Assistente tÊcnico: William Teles / Assistente GHSURGXŠ¼R&OHR0DJDOK¼HV&RQIHFŠ¼RGHͤJXULQR Brenda Vaz / TÊcnica de pilates: Waneska Torres / Fotos de divulgação: Guto Muniz / Imagens escaneadas: TibÊrio França e Låpis Raro / Direção de produção: Gilma Oliveira / Produção executiva: Beatriz Radicchi / Produção: Grupo Galpão / Duração: 90min / Recomendação etåria: 16 anos


foto: renata pires

26 NACIONAL

O ANO EM QUE SONHAMOS

PERIGOSAMENTE (PE)

Dias 22 e 23 de setembro Ă s 19h Sala Ă lvaro Moreyra (CMC) Ingresso: R$ 20 / R$ 10 (promocional)* *valor especial

O oitavo trabalho do Magiluth - um dos principais grupos de teatro do paĂ­s, que vem desenvolvendo constante e consistente trabalho de pesquisa e experimentação teatral desde sua fundação em 2004 - traz Ă cena reflexĂľes EDVHDGDVHPREUDVFLQHPDWRJU£ͤFDVGR grego Yorgos Lanthimos e pensamentos GH6ODYRMÄżLĹ&#x20AC;HNH*LOOHV'HOHX]H2 espetĂĄculo, aberto a mĂşltiplas interpretaçþes por parte do pĂşblico, ĂŠ um ensaio de resistĂŞncia ĂŠtico, estĂŠtico e polĂ­tico, uma soma da trajetĂłria do grupo com o momento atual brasileiro, abordando questĂľes como polĂ­tica, movimentos sociais, ocupaçþes e a QDWXUH]DGDVFRLVDV$PRQWDJHPGH extremo aprofundamento estĂŠtico e poĂŠtico, nĂŁo traz certezas ou regras rĂ­gidas, apenas a incerteza como parte FUXFLDOGRHVSÂŻULWRGRPRPHQWR

Ficha técnia 'LUH©¥R3HGUR:DJQHU'UDPDWXUJLD*LRUGDQR&DVWURH3HGUR :DJQHU(OHQFR(ULYDOGR2OLYHLUD*LRUGDQR&DVWUR0£ULR6HUJLR &DEUDOH3HGUR:DJQHU(OHQFRVWDQGLQ/XFDV7RUUHVH%UXQR 3DUPHUD3UHSDUD©¥RFRUSRUDO)O£YLD3LQKHLUR'HVHQKRGHVRP /HDQGUR2OLY£Q'HVHQKRGHOX]3HGUR9LOHOD'LUH©¥RGHDUWH)O£YLD 3LQKHLUR'HVLJQJU£ͤFR7KLDJR/LEHUGDGH&DL[DVGHVRP(PDQXHO 5DQJHO-HIIHVRQ0DQGXH/HDQGUR2OLY£Q7«FQLFR/XFDV7RUUHV 5HDOL]D©¥R*UXSR0DJLOXWK'XUD©¥RPLQ5HFRPHQGD©¥R etária: 16 anos

5($/,=$Â&#x2030;Â&#x2026;2


foto: leo aversa

NACIONAL

27

OS

REALISTAS

(RJ)

Dias 23 e 24 de setembro Ă s 21h Dia 25 de setembro Ă s 18h Theatro SĂŁo Pedro Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

A peça do escritor Will Eno, considerado um Samuel Beckett contemporâneo, encantou a consagrada atriz e produtora Debora Bloch, que escolheu o texto para comemorar seus 35 anos de carreira. Debora, que jå acompanhava e estudava a trajetória do DXWRUͤUPRXSDUFHULDFRPRDWRUHGLUHWRU*XLOKHUPH:HEHURPDLV profíquo intÊrprete de Will Eno no mundo, para fazer a montagem do espetåculo. No palco, os experientes atores Debora Bloch, )HUQDQGR(LUDV0DULDQD/LPDHRGLUHWRU*XLOKHUPH:HEHUYLYHP dois casais vizinhos que descobrem ter mais em comum do que suas casas idênticas e seus sobrenomes iguais, compartilhando com o espectador um misto de complexas sensaçþes. Personagens elaboradas e diålogos profundos, cheios de jogos de linguagem e humor marcam a obra do autor, tambÊm conhecido por sua abordagem existencialista e sentimental sobre vida, morte, amor e relacionamentos. O espetåculo, que estreou em janeiro deste ano, jå viajou por diversas cidades, encantando com VXDQDUUDWLYDVRͤVWLFDGDHHQYROYHQWHFDSD]GHDUUHEDWDU qualquer espectador.

Ficha tÊcnica 'LUHŠ¼R*HUDO$GDSWDŠ¼RH7ULOKD6RQRUD*XLOKHUPH :HEHU7H[WR:LOO(QR7UDGXŠ¼R8UVXODGH$OPHLGD Rego Migon e Erica de Almeida Rego Migon / Elenco: 'HERUD%ORFK*XLOKHUPH:HEHU)HUQDQGR(LUDVH 0DULDQD/LPD&HQRJUDͤD'DQLHOD7KRPDVH&DPLOD 6FKPLGW)LJXULQR7LFLDQD3DVVRV,OXPLQDŠ¼R%HWR Bruel / Direção de produção: Alessandra Reis / Duração: 100min / Recomendação etåria: 12 anos

3$752&Â?1,2


foto: daniel kersys

28 NACIONAL

LĂ?VIA E ARTHUR NESTROVSKI

PĂ&#x201C;S VOCĂ&#x160; E EU Dia 19 de setembro Ă s 21h Theatro SĂŁo Pedro Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

Depois de um ano e meio fazendo shows pelo Brasil e Portugal, LĂ­via e Arthur Nestrovski lançam o CD PĂłs VocĂŞ e Eu. Esse tĂ­tulo vem de uma canção inĂŠdita, de Arthur com Luiz Tatit, e agora parece premonitĂłrio da relação da cantora com o violonista e compositor. O que se vĂŞ nesse trabalho ĂŠ uma parceria que revela a FXPSOLFLGDGHWRWDOGHSDLHͤOKDGHTXHPVHFRQKHFHGHVGH sempre, e ao mesmo tempo transcende os laços de famĂ­lia na dimensĂŁo da arte â&#x20AC;&#x201C; uma arte da canção, praticada por eles com muito amor, muito rigor e alguma dose de humor. No repertĂłrio, parcerias com Luiz Tatit e com o poeta EucanaĂŁ Ferraz, clĂĄssicos brasileiros, standards americanos e cançþes de Schubert e Schumann (na versĂŁo de Nestrovski). Por trĂĄs de tudo estĂĄ a UHDͤUPDGDFUHQŠDQDUHODŠ¼RHQWUHSRHVLDHPÂźVLFDQDFDQŠ¼R brasileira, e seu papel para o cenĂĄrio cultural mais amplo, desde os primĂłrdios do sĂŠculo passado.

(SP)

Ficha TÊcnica 0ŸVLFRV$UWKXU1HVWURYVNL YR]H violão) e Lívia Nestrovski (voz) / Iluminação: Clåudia de Bem / Direção de produção: Carlos Augusto Ruocco / Produção: Sandra Lacerda / Duração: 90min / Recomendação etåria: livre


foto: marcos hermes

NACIONAL

PROCESSO DE CONSCERTO

29

(RJ)

DO DESEJO Dias 19, 20 e 21 de setembro Ă s 20h Teatro do SESC Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

Sucesso de crĂ­tica e pĂşblico desde sua estreia em 2015, o espetĂĄculo de Matheus Nachtergaele, ator e diretor de grande destaque na cena contemporânea, ĂŠ uma delicada homenagem Ă sua mĂŁe, a poeta Maria CecĂ­lia Nachtergaele, falecida em 1968, quando Matheus tinha apenas trĂŞs meses GHYLGD3URFHVVRGH&RQVFHUWRGR'HVHMRFRPHVWDJUDͤD hĂ­brida, sugere a fusĂŁo vertiginosa de concerto - jĂĄ que traz ao palco maduros e consistentes poemas de autoria de Maria CecĂ­lia, bem como cançþes apreciadas por ela â&#x20AC;&#x201C; e conserto - jĂĄ que o espetĂĄculo ĂŠ construĂ­do por Matheus. "Quero consertar meu desejo com poesia, num concerto", explica o ator. Acompanhado pelos mĂşsicos LuĂŁ Belik (violĂŁo) e Henrique Rohrmann (violino), Matheus busca UHVVLJQLͤFDUVHXVVHQWLPHQWRVDWUDYÂŤVGDFRPXQKÂĽR estabelecida com a plateia, num emocionante, profundo e catĂĄrtico espetĂĄculo.

Ficha tÊcnica Direção e Interpretação: Matheus Nachtergaele / Textos: Maria Cecília Nachtergaele / Músicos: Luã Belik (violão) e Henrique Rohrmann (violino) / Direção de produção: Miriam Juvino / Produção executiva: Rafael Faustini / Preparação de corpo: Natasha Mesquita / Preparação de voz: CÊlio Rentroya / Iluminação: Bruno Aragão / Operação de luz: Orlando Schaider / Artes visuais: Clåudio Portugal e Karina Abicalil / Divulgação: Silvana Cardoso (Passarim Comunicação) / Contra-regra: Cedeli Martinusso / Assessoria: A Gente Se Fala Produçþes / Realização: Påssaro da Noite Produçþes / Duração: 60min / Recomendação etåria: 16 anos


foto: victor hugo cecatto

30 NACIONAL

A REUNIFICAÇÃO DAS

DUAS COREIAS Dias 20 e 21 de setembro às 21h Theatro São Pedro Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

Com direção de João Fonseca, um dos mais ativos e aclamados diretores do teatro brasileiro, o premiado texto do dramaturgo francês Joël Pommerat fala de maneira pouco convencional sobre o amor em suas diversas formas e manifestações. Com cenas que se ligam apenas pela temática amorosa, o espetáculo escapa das armadilhas e brinca com as convenções, imprimindo magistralmente o universo ímpar e tão característico na obra de Pommerat, entre naturalismo e onirismo. No palco, os atores Leticia Isnard, Bianca Byington, Solange Badim, Marcelo Valle, Gustavo Machado, Verônica Debom e Reiner Tenente revezam-se em 47 diferentes personagens, protagonizando as 18 histórias que mostram o que há de mais cômico, trágico e dramático nas relações afetivas. A atmosfera da encenação, que transita entre o real e o surreal, completa o universo ao qual o espectador é convidado a mergulhar. A peça, que tem produção da Primeira Página, chega ao festival apenas três meses após sua estreia sob muitos elogios de crítica e público.

(SP)

Ficha Técnica Direção: João Fonseca / Texto: Joël Pommerat / Tradução: Beatriz Ittah / Elenco: Leticia Isnard, Bianca Byington, Solange Badim, Marcelo Valle, Gustavo Machado, Veronica Debom e Reiner Tenente / Direção de produção: Maria Siman e Ana Lelis / Iluminação: Renato Machado / Figurino: Antonio Guedes / &HQRJUDͤD1HOOR0DUUHVH'LUH©¥R musical: Leandro Castilho / Assistente de direção: Reiner Tenente e Pedro Pedruzzi / Produção executiva e administração: Ana Lelis / Assessoria de imprensa: Lu Nabuco Assessoria em Comunicação / Realização: Primeira Página Produções / Duração: 110min / Recomendação etária: 12 anos


foto: paula kossatz

NACIONAL

31

SAUDADE

DE MIM

(RJ)

Dias 23 e 24 de setembro às 21h Dia 25 de setembro às 18h Teatro Renascença (CMC) Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

Dia 23 de setembro às 15h30 Sessão especial para escola da rede pública (sem comercialização de ingressos)

O mais recente espetĂĄculo da Focus Cia de Dança â&#x20AC;&#x201C; que completou15 anos de uma das mais extensas e sĂłlidas trajetĂłrias de uma companhia de dança contemporânea brasileira â&#x20AC;&#x201C; transita por novos territĂłrios, criando um roteiro teatral que integra ao conjunto de gestos e movimentos as inspiradoras obras dos artistas Chico Buarque e Cândido Portinari. Com sensĂ­vel direção do prestigiado coreĂłgrafo Alex Neoral, â&#x20AC;&#x153;Saudade de mimâ&#x20AC;? ĂŠ dança contemporânea que une tĂŠcnica e criatividade, mistura variadas linguagens artĂ­sticas e ainda traz densidade Ă s personagens que, entre o onĂ­rico e o real, apresentam conflitos humanos que permeiam a vida desde o nascimento atĂŠ a morte, como dores, amores, triângulos amorosos e relaçþes familiares. O espetĂĄculo, criado em 2014, apresentou-se em diversas cidades, sempre amealhando elogios e emocionando plateias.

Ficha tÊcnica 'LUHŠ¼RGHFRUHRJUDͤD$OH[1HRUDO%DLODULQRV$OH[1HRUDO Carol Pires, Clarice Silva, Cosme Gregory, Felipe Padilha, *DEULHOD/HLWH0DUFLR-DKŸH0œQLFD%XULW\'LUHŠ¼RGH SURGXŠ¼R7DWLDQD*DUFLDV3URGXŠ¼R1DWKDOLD$WD\GH $VVLVWHQWHGHSURGXŠ¼R0DUFHOOD$OYHV,OXPLQDŠ¼R%LQKR 6FKDHIHU7FQLFRGHLOXPLQDŠ¼R%UXQR%DUUHWR7FQLFRGH SDOFR:HOOLVRQ5RGULJXHV)LJXULQRHYLVDJLVPR$QGU9LWDO &RQIHFŠ¼RGHͤJXULQRV-DFLUD*DUFLDV'LUHŠ¼RPXVLFDOH WULOKDRULJLQDO)HOLSH+DELE0ŸVLFDV&KLFR%XDUTXH 3UHSDUDŠ¼RYRFDO)HOLSH+DELE$UUDQMRVSLDQRHDFRUGHRQ )HOLSH+DELEH-RDR%LWWHQFRXUW0L[DJHP'DYL0HOOR 3UHSDUDŠ¼RGHLQWHUSUHWDŠ¼RFQLFD5HLQHU7HQHQWH $PELHQWDŠ¼RFHQRJU£ͤFD0£UFLR-DKX$VVLVWHQWHVGH GLUHŠ¼R&DURO3LUHVH&ODULFH6LOYD$VVLVWHQWHGHFRUHRJUDͤD HURWHLUR&DURO3LUHV)RWRVGHFHQD3DXOD.RVVDW]H&ULVWLQD *UDQDWR'XUDŠ¼RPLQ FRPLQWHUYDORGHPLQ  Recomendação etåria: 14 anos

PATROCĂ?NIO


foto: marco aurĂŠlio olimpio

32 NACIONAL

SĂ&#x192;O MANUEL BUENO,

MARTIR

(SP)

Dias 20 e 21 de setembro Ă s 20h Centro de Eventos do Barra Shopping Sul Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

O espetĂĄculo ĂŠ a primeira encenação do texto escrito em 1930, considerado o melhor romance de Miguel de Unamuno, SRHWDͤOÂľVRIRHHVFULWRUUHFRQKHFLGRQÂĽRVÂľSHODTXDOLGDGH GHVXDREUDPDVWDPEÂŤPSHORVVXFHVVLYRVDWDTXHV¢ PRQDUTXLDGD(VSDQKD$SHŠDFRQWDDKLVWÂľULDGH'RP 0DQXHOXPSDGUHTXHGXYLGDGDYLGDDSÂľVDPRUWHHGD H[LVWÂŹQFLDGH'HXV$WUDYÂŤVGHXPDQDUUDWLYDFRQIHVVLRQDOH em primeira pessoa, o texto embrenha-nos no drama Ă­ntimo GRSÂŁURFRTXHHVWÂŁSUHVWHVDVHUEHDWLͤFDGR$PRQWDJHP realizada pelo Grupo Sobrevento â&#x20AC;&#x201C; um dos principais grupos brasileiros e um dos maiores especialistas no Teatro de $QLPDŠ¼RTXHGHVGHGHVHQYROYHLQLQWHUUXSWDPHQWH espetĂĄculos primorosos â&#x20AC;&#x201C; ĂŠ pouco ortodoxa: acontece em XPDDUHQDRFXSDGDSRUXPDPHVDUHGRQGDTXHUHSUHVHQWDR mundo, e no centro dela, bonecos de madeira confeccionados SHORHVFXOWRU0DQG\6ÂĽRSHORPHQRVERQHFRV UHSUHVHQWDQGRDVSHUVRQDJHQVGDWUDPDHRSRYRGDSHTXHQD FLGDGHRQGHVHGHVHQURODDKLVWÂľULD$WULOKDVRQRUDGR espetĂĄculo ĂŠ realizada ao vivo e foi criada especialmente pelo SHUQDPEXFDQR+HQULTXH$QQHV

Ficha tÊcnica 'LUHŠ¼RHGUDPDWXUJLD/XL]$QGU&KHUXELQLH Sandra Vargas / Texto: Miguel de Unamuno / (OHQFR6DQGUD9DUJDV0DXU¯FLR6DQWDQDH Luiz AndrÊ Cherubini / Músicos: William Guedes ou Maurício Pazz (bandolim), Carlos Amaral ou Rafael Brides (violão), Marina (VWDQLVODXRX-RUJH6DQWRV YLRORQFHOR  &RPSRVLŠ¼RPXVLFDORULJLQDO+HQULTXH$QQHV &HQRJUDͤD/XL]$QGU&KHUXELQL6XSHUYLV¼R FQLFDHDPELHQWDŠ¼RFHQRJU£ͤFD7HOXPL +HOHQ)LJXULQR-R¼R3LPHQWD&HQRWFQLFDH operação de som: Agnaldo Souza / Iluminação: Renato Machado / TÊcnico de luz: Marcelo $PDUDO(VFXOWXUDGRVERQHFRV0DQG\ Instalação de entrada: A à rvore da FÊ (de Telumi Helen e Mandy) / Preparação vocal: Alessandra Cino / Preparação corporal: 0DUFHOR3DL[¼R'LUHŠ¼RGHSURGXŠ¼R*UXSR 6REUHYHQWR3URGXŠ¼RH[HFXWLYD/XFLD(UFHJ 'XUDŠ¼RPLQ5HFRPHQGDŠ¼RHW£ULDOLYUH


foto: marco aurelio olimpo

SĂ&#x201C;

NACIONAL

33

(SP)

Dias 22 e 23 de setembro Ă s 20h Centro de Eventos do Barra Shopping Sul Ingresso: R$ 20 / R$ 10 (promocional)* *valor especial O envolvente espetĂĄculo do Grupo Sobrevento aborda a solidĂŁo de forma delicada e, ao mesmo tempo, contundente, atravĂŠs das vulnerabilidades e sonhos de pessoas que buscam algo que nunca poderĂŁo alcançar. Com temĂĄtica adulta e atmosfera onĂ­rica, a montagem comemora os trinta anos aos quais o grupo dedica-se Ă  maciça pesquisa em teatro de animação voltado para adultos. Sob impecĂĄvel direção de Luiz AndrĂŠ Cherubini e Sandra Vargas, os atores-criadores, MaurĂ­cio Santana, Sueli Andrade, Daniel Viana, Liana Yuri e Sandra Vargas , interpretam as cinco personagens que transformam objetos como cadeiras em miniatura e pequenos aviĂľes em elementos poĂŠticos e metafĂłricos, dando vida Ă  situaçþes distintas e nĂŁo sequenciais, que terminam por encontrar-se em suas solidĂľes particulares. A encenação - que ainda conta com trilha original de $UULJR%DUQDEÂŤͤJXULQRGH-RÂĽR3LPHQWDH iluminação de Renato Machado â&#x20AC;&#x201C; estreou em 2015 e, desde entĂŁo, ĂŠ sucesso de crĂ­tica e pĂşblico. O EspetĂĄculo faz parte da programação graças ao apoio GR3UÂŹPLR)XQDUWHGH7HDWURMyriam Muniz â&#x20AC;&#x201C; 2015.

)LFKDWFQLFD Direção: Luiz AndrÊ Cherubini e Sandra Vargas / Dramaturgia: Luiz AndrÊ Cherubini, Sandra Vargas, Sueli $QGUDGH-(7LFR/LDQD<XUL'DQLHO9LDQDH0DXU¯FLR Santana / Elenco: Sandra Vargas, Sueli Andrade, Liana Yuri, Daniel Viana e Maurício Santana / Iluminação: 5HQDWR0DFKDGR7ULOKDVRQRUD$UULJR%DUQDE )LJXULQR-R¼R3LPHQWD'XUDŠ¼RPLQ Recomendação etåria: 16 anos

REALIZAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

Este projeto foi contemplado com o 35Â&#x152;0,2)81$57('(7($7520<5,$0081,=


foto: nilton serra

34 NACIONAL

CIDA MOREIRA E BANDA

SOLEDADE Dia 13 de setembro Ă s 21h Theatro SĂŁo Pedro Ingresso: R$ 80 / R$ 40 (promocional)

Cida Moreira - multifacetada e talentosa atriz, cantora e pianista - Ê considerada uma das mais emblemåticas artistas multimídia do Brasil, que utiliza a música como expressão primordial em toda sua extensa trajetória de mais de 35 anos, seja nos cinemas ou nos palcos. Soledade, seu mais recente espetåculo, que estreou em grande estilo em 2015, Ê habilmente composto pelo repertório do disco homônimo composiçþes inÊditas e clåssicos de Chico Buarque, Jards MacalÊ, Milton Nascimento, Nico Nicolaiewski, Alice Ruiz, HÊlio Flanders e Thiago Pethit, entre outros - alÊm de outras cançþes que seguem a mesma linha conceitual, tratando com emoção e lucidez de temåticas genuinamente brasileiras. Acompanhada de experientes músicos, Cida Moreira desperta sentimentos que somente a música brasileira Ê capaz de revelar, levando a plateia por uma longa e encantadora viagem pelos caminhos desconhecidos da arte, atravÊs de uma linguagem completamente acessível, apesar de sua VRͤVWLFDŠ¼R

(SP)

Ficha TÊcnica Voz, piano e direção musical: Cida Moreira / Violþes, viola, guitarra e direção musical: Omar &DPSRV'LUHŠ¼ROX]HFHQRJUDͤD+XPEHUWR Vieira / Contrabaixo acústico e elÊtrico: Izaías Amorim / Acordeom e piano: Yuri Salvagnini / percussão: Adriano Busko / Projeção e imagens: Murilo Alvesso / Figurino: Ronaldo Fraga / Lançamento: JosÊ Pedro Selistre - Jóia Moderna / Concepção CD: Eduardo Magossi e Cida Moreira / Administração: Barbarella Bis Geondes Antonio / Duração: 80min / Recomendação etåria: livre


foto: doug trancoso

NACIONAL

TRAVESSIA Dias 17 e 18 de setembro Ă s 18h Teatro Bruno Kiefer (CCMQ) Ingresso: R$ 30 / R$ 15 (promocional)

O espetĂĄculo, assinado pelo diretor e dramaturgo italiano Adriano Iurissevich, apresenta o contexto das migraçþes, juntando dramaturgia contemporânea e Commedia dellâ&#x20AC;&#x2122;Arte. No palco, um estrangeiro movido pela fome e pelo desejo de encontrar seu lugar ao sol - expĂľe os inesperados conflitos intrĂ­nsecos Ă travessia por terras desconhecidas, quando ĂŠ obrigado a assumir mudanças e encarar certas transformaçþes, numa profunda e intensa aventura cultural e psicolĂłgica. Recheada de poesia, ironia e divertimento, a peça traz Ă  tona questĂľes universais em torno do imigrante, propondo uma reflexĂŁo sobre a condição do ser humano enquanto habitante do mundo, reconhecendo e atravessando nĂŁo apenas as fronteiras fĂ­sicas e territoriais, mas, principalmente, a dos valores da vida. Ficha TĂŠcnica Direção e Dramaturgia: Adriano Iurissevich (ItĂĄlia) / Tradução: FĂĄbio Cuelli / Elenco: FĂĄbio Cuelli, Filipe Mello, Alexandre Borin e Carine Panigaz / Trilha Sonora: Ezequiel Duarte / Iluminação: Israel &DEUDO&HQRJUDͤD&DULQH3DQLJD]'RXJODV7UDQFRVRH*LRYDQD Mazzochi / Figurino: Carine Panigaz / Produção: ClerĂ­ Ana Pelizza / Duração: 55min / Recomendação etĂĄria: 14 anos

35

(RS)

UMA COMMEDIA TRà GICA Bate-papo após o espetåculo TRAVESSIA QUE MANCHA O CORPO: migração e teatro contemporâneo

Conversa Conduzida por Mesac Roberto Silveira Júnior, que construiu em sua experiência como migrante a tese que orientou a criação deste espetåculo. A conversa pretende ser ela própria um momento de travessia, abordando alguns temas que perpassam teatro e migração. Mesac Roberto Silveira Jr. Ê Professor e Chefe do Departamento de Arte Dramåtica do Instituto de Artes GD8)5*6/LFHQFLDGRHP$UWHV&QLFDV'RXWRUHP Educação e Pós Doutor em Sociologia da Comunicação.

REALIZAĂ&#x2021;Ă&#x192;O


foto: gustavo garbino

36 NACIONAL

WHATSAPP PARA

SHAKESPEARE Dias 16 e 17 de setembro às 21h Centro Histórico-Cultural Santa Casa Ingresso: R$ 30 / R$ 15 (promocional)

Inspirado no universo de William Shakespeare, o espetáculo é uma sublime e merecida homenagem ao maior dramaturgo inglês de todos os tempos. Com direção artística de Carlota Albuquerque, reconhecida coreógrafa, a montagem aborda o universo de Shakespeare com breves dialogos que tratam de maneira singular das conflituosas e intensas relações de amor e poder – que, provavelmente, SDUDVHPSUHVHPDQWHU¥RDWXDLV̰DWUDY«VGHFRUHRJUDͤDV inspiradas na poetica das dancas urbanas, exaustivamente trabalhadas pelos bailarinos do Canoas Coletivo de Dança – grupo criado em 2015, que participou da 22ª edição do Porto Alegre em Cena com o elogiado espetáculo Anatome, vencedor do Prêmio Klauss Vianna 2015, na categoria Criação Artística - Novos Talentos.

(RS)

Ficha técnica Concepção e direção: Carlota Albuquerque / Assistente de direção: Cristina Pereira / Texto: Livremente inspirado na obra “Sonho de uma noite de verão”, de William Shakespeare / Intérpretes criadores: Carini Pereira, Caroline Fossá, Danielle da Rosa, Douglas Vargas, Guilherme Silva, Leonardo Patro, Leslie Taube e Roberto Mendes / Participação especial: Tom Peres / Trilha sonora pesquisada: Canoas Coletivo de Dança / Montagem e edição: Douglas Vargas / Iluminação: Guto Greca / &HQRJUDͤD3DXOR3HUHLUD)LJXULQR)DEU¯]LR Rodrigues / Produção: Cristina Pereira e Joana Willadino / Coordenação Geral Canoas Coletivo de Dança: Joana Willadino / Duração: 50min / Recomendação etária: 14 anos


foto: adriana marchiori

CERIMÔNIA PRÊMIO BRASKEM EM CENA

37

DO LIMÃO, A LIMONADA Dia 26 de setembro às 20h Theatro São Pedro

A cerimônia de entrega do 11º Prêmio Braskem em Cena, evento integrante da programação do 23º Porto Alegre em Cena e que já é considerado um dos mais importantes troféus concedidos a artistas da cidade, neste ano conta com os apresentadores Álvaro RosaCosta e Nelson Diniz e o show “Do Limão, a Limonada”, abrilhantando e trazendo leveza para este momento tão especial. Através de algumas canções sensivelmente escolhidas a seis mãos, as cantoras e instrumentistas, Kiti Santos e Simone Rasslan, com a direção singular de Liane Venturella, homenageiam a amizade. Permeada de muito humor e delicadeza, a cena acontece envolvendo as versadas musicistas num emaranhado em que a memória, o ofício de artista e alguns encontros e despedidas tecem um enredo entre realismo e ͤF©¥R$PEDVFDQWDPWUDQ©DQGRVXDVYR]HVHP arranjos de músicas de autores como Nico Nicolaiewsky, José Miguel Wisnik, Marcelo Delacroix, Paulinho da Viola, Luiz Tatit, e também algumas canções originais compostas especialmente para este espetáculo.

Ficha técnica Direção: Liane Venturella / Idealização: Simone Rasslan e Kiti Santos / Dramaturgia: Liane Venturella, Simone Rasslan e Kiti Santos / Arranjos: Simone Rasslan e Kiti Santos / Som: Rodrigo Rheinheimer / Iluminação: Carol Zimmer / Direção de palco: Álvaro RosaCosta / Cenário e Figurino: Liane Venturella / Duração: 55min / Recomendação etária: livre.

CONCORRENTES Abobrinhas Recheadas – O Jogo – Edição Dance a Letra AfroMe Cadarço de sapato ou ninguém está acima da redenção Dança do tempo Dona Flor e seus dois maridos Moscas O Casal Palavrakis O mal entendido Ópera Rock – A saga de um homem comum Verde (in)tenso


foto: gui malgarizi

38 PRĂ&#x160;MIO BRASKEM EM CENA

ABOBRINHAS RECHEADAS Dias 21 e 22 de setembro Ă s 18h Teatro Bruno Kiefer (CCMQ) Ingresso: R$ 30 / R$ 15 (promocional)

O espetåculo da Macarenando Dance Concept companhia que desenvolve sua pesquisa e investe na dança como principal linguagem criativa - Ê o primeiro Stand-Up Dance Comedy do estado e apresenta as possíveis relaçþes da linguagem da dança com o gênero comÊdia, permitindo a H[SORUDŠ¼RGDFRPLFLGDGHFQLFRFRUHRJU£ͤFDH possibilitando diferentes formas de questionamento do corpo. Inspirado no conceito e no formato do Stand-Up Comedy, a montagem faz LQYHVWLJDŠ¼RSRWLFDHXVRFQLFRGHFRUHRJUDͤDV que são criadas a partir da pesquisa de gestos literais de letras de músicas populares, que vão de Chico Buarque a Mamonas Assassinas, passando por sucessos locais como Amigo Punk e Porto Alegre Ê Demais.

â&#x20AC;&#x201C; O JOGO â&#x20AC;&#x201C; EDIĂ&#x2021;Ă&#x192;O DANCE A LETRA Ficha tĂŠcnica 'LUHŠ¼RFRUHRJUDͤDHWULOKDVRQRUD'LHJR0DFH Gui Malgarizi / Bailarinos: Daniela Aquino, Diego Mac, Joana Amaral, Juliana Rutkowski e Nilton Gaffree Jr / Produção: Sandra Santos / AssistĂŞncia de produção: Giulia Baptista e Arthur Bonfanti / Preparação de elenco: Aline Karpinski / Iluminação: Gui Malgarizi e Sandra Santos / Operação de som: Dani Dutra / Realização: Macarenando Dance Concept / Duração: 60min / Recomendação etĂĄria: 10 anos.


foto: andrĂŠ olmos

PRĂ&#x160;MIO BRASKEM EM CENA

39

AFROME Dias 15 e 16 de setembro Ă s 20h Boteco do Paulista Entrada franca

O segundo espetåculo do Pretagô - grupo de artistas que pesquisa identidade e representatividade negra nas artes - convida o público a brindar junto aos artistas nesse evento em que a teatralidade serve como dispositivo para o convívio e a celebração. Cenas realistas misturam-se com momentos de performances dos atores e músicos que borram as fronteiras de suas funçþes em busca de versatilidade. Arte, OLWHUDWXUDDQWURSRORJLDͤORVRͤDKLVW¾ULDH JHRJUDͤDDWUDYHVVDPREDURQGHDFRQWHFHD encenação. Esse espaço-tempo marginal se torna casa, cidade, país, continente e cenårio. Ao longo da encenação, uma profusão de imagens e cenas autônomas montam a dramaturgia que desvela DVVXQWRVOLJDGRVDPHP¾ULDIOX[RHSHUPDQQFLD da vida negra.

)LFKDW«FQLFD 'LUH©¥R7KLDJR3LUDMLUD(OHQFR%UXQR&DUGRVR&DPLOD )DOF¥R.\N\5RGULJXHV/DXUD/LPDH6LOYDQD5RGULJXHV 0¼VLFRV-R¥R3HGUR&«H9LQL6LOYD&RQWUDUUHJUDV%UXQR )HUQDQGHV0DQXHOD0LUDQGDH0DUL)DOF¥R,OXPLQD©¥R 7KDLV$QGUDGH)LJXULQRSURGX©¥RHUHDOL]D©¥R*UXSR 3UHWDJ¶'XUD©¥RPLQ5HFRPHQGD©¥RHW£ULDDQRV


foto: andrea cocolichio

40 PRÊMIO BRASKEM EM CENA

CADARÇO DE SAPATO OU

NINGUÉM ESTÁ ACIMA DA REDENÇÃO Dias 24 e 25 de setembro às 19h Sala Álvaro Moreyra (CMC) Ingresso: R$ 30 / R$ 15 (promocional) Livremente inspirado na dramaturgia da inglesa Sarah Kane, a peça da Cia Teatrofídico – que desde 2003 desenvolve permanentemente pesquisa e aprimoramento de linguagem cênica e consciência coletiva - propõe um diálogo fragmentado e confessional, em que seres perdidos tateiam em direção à luz. Amor, desespero, morte, ânsia, violência e uma certa dose de tristeza dão o tom da encenação, que propõe uma atuação performática dos atores e não revela personagens em si, mas situações e emoções num jogo de desconstrução e anticlímax. Híbrido em suas intenções, o espetáculo mescla universos e dialoga com o contemporâneo. Vencedor do Prêmio Açorianos de Teatro 2015 nas categorias Melhor Direção, 0HOKRU$WRUH0HOKRU&HQRJUDͤD

Ficha técnica Texto: Criação coletiva - livremente inspirados na dramaturgia de Sarah Kane / Direção, Trilha Sonora, Projeção e Iluminação: Eduardo Kraemer / Elenco: Renato Del Campão, Rejane Meneguetti, Jairo Klein, Adriana Lampert, Gustavo Razzera e $OLQH6]SDNRZVNL&HQRJUDͤD$OH[DQGUH1DYDUUR Figurino: Alunos do curso de Moda da FEEVALE coordenados pela professora Ana Hoffmann / Produção: Cia Teatrofídico / Duração: 75min / Recomendação etária: 16 anos.


foto: fĂĄbio zambom

PRĂ&#x160;MIO BRASKEM EM CENA

41

DANĂ&#x2021;A DO

TEMPO Dias 17 e 18 de setembro Ă s 19h Travessa dos Cataventos (CCMQ) Entrada franca

O espetåculo marca um novo momento do grupo Usina do Trabalho do Ator (UTA), que, ao longo de seus 24 anos de existência, desenvolve trabalhos que se alicerçam em dois eixos principais: a pedagogia teatral e a criação de espetåculos. A cada apresentação, novas pessoas são convidadas a experienciar a preparação de uma performance teatral, tendo a rua como palco. A YRFDŠ¼RSHGDJ¾JLFDGRVDWRUHVͤFDHYLGHQWH quando compartilham aprendizados e ensinamentos com pessoas do público que acabam por contar junto a história da peça. AtravÊs das danças, em suas tantas PXVLFDOLGDGHVHHPVXDVLQͤQLWDVPLWRORJLDVD referência à matriz africana Ê trazida à cena e reverenciada pelo conjunto composto por atores, convidados e plateia presente.

Ficha tÊcnica Direção: Gilberto Icle / Elenco: Celina Alcântara, Ciça Reckziegel, Dedy Ricardo, Gisela Habeyche e Thiago Pirajira / Assistente de direção: Shirley Rosårio / Músicas: Flåvio Oliveira / Percussionista: Pâmela Amaro / Figurino: Margarida Rache / Acessórios: Renan Leandro / Preparação para percussão: Luciana Prass / Preparação vocal: Marlene Goidanich / Produção: Thiago Pirajira / Duração: 90min / Recomendação etåria: livre.


foto: adriana marchiori

42 PRĂ&#x160;MIO BRASKEM EM CENA

DONA FLOR

E SEUS DOIS MARIDOS Dias 14 e 15 de setembro Ă s 21h Centro HistĂłrico-Cultural Santa Casa Ingresso: R$ 30 / R$ 15 (promocional)

Com direção dos reconhecidos artistas gaĂşchos ZĂŠ AdĂŁo Barbosa, Carlota Albuquerque e Larissa SanguinĂŠ, o espetĂĄculo traz Ă cena contradiçþes tipicamente brasileiras, traçando um retrato inventivo e bemâ&#x20AC;?humorado das ambiguidades que marcam este paĂ­s dividido entre compromisso e prazer, alegria e seriedade, trabalho e malandragem. Na encenação, Dona Flor, uma das mais conhecidas e exploradas personagens do consagrado autor Jorge Amado, divide-se entre o ͤHO7HRGRURHRH[WUDYDJDQWH9DGLQKRGHFLGLQGR viver o melhor dos dois mundos. Com uma atmosfera detalhadamente trabalhada e inspirada na Bahia, a peça ĂŠ embalada por cançþes populares e referĂŞncias ao candomblĂŠ, fazendo com que o pĂşblico mergulhe de cabeça na narrativa apresentada.

Ficha tĂŠcnica Direção geral: ZĂŠ AdĂŁo Barbosa, Carlota $OEXTXHUTXHH/DULVVD6DQJXLQÂŤ7H[WR-RUJH Amado / Elenco: Kaya Rodrigues, Cassiano 5DQ]ROLQ7RP3HUHVÂ&#x192;OYDUR5RVD&RVWD*LRYDQDGH Figueiredo, Maya Rodrigues, Leo Maciel, Angela Spiazzi e Bruno Pontes / Musicistas: Simone Rasslan (voz e piano), Kiti Santos (flauta e cello) e *XVWDYR3HWU\ EHULPEDXHSHUFXVVÂĽR 'LUHŠ¼R 0XVLFDO6LPRQH5DVVODQHÂ&#x192;OYDUR5RVD&RVWD Direção de produção: Joice Rossato / Produção H[HFXWLYD$QD&ULVWLQDGH2OLYHLUD7ULOKDVRQRUD RULJLQDOÂ&#x192;OYDUR5RVD&RVWD/HWUDV5RQDOG $XJXVWR'HQLVH0DUWLQVHÂ&#x192;OYDUR5RVD&RVWD Colaboração: Kaya Rodrigues e EmĂ­lio Farias / ([HFXŠ¼RGHWULOKDVRQRUDÂ&#x192;OYDUR5RVD&RVWDH *XVWDYR3HWU\,OXPLQDŠ¼R%DWKLVWD)UHLUH 2SHUDŠ¼RGHOX]%DWKLVWD)UHLUHH5LFDUGR9LYLDQ 9ÂŻGHRV'DQLHO-DLQHFKLQH)LJXULQR=ÂŤ$GÂĽR Barbosa / CenotĂŠcnica: Jony Pereira / Operação de VRP%HWR&KHGLGH0DUFHOR%XOOXP)RWRJUDͤDGH Cena: Adriana Marchiori / Confecção do lustre: Daniel Jainechine / Preparação musical: Simone Rasslan / Costureiras: Almeri Souza, Mari FalcĂŁo e 0DULD9LOPD5RVVDWR$GHUHFLVWDV'LQDUD 'RUQHOHVH*XVWDYR'LHQVWPDQQ3URGXŠ¼R$UHVWD &XOWXUDO5HDOL]DŠ¼R&DVDGH7HDWUR'XUDŠ¼R 80min / Recomendação etĂĄria: 16 anos.


foto: martino piccinini

PRĂ&#x160;MIO BRASKEM EM CENA

43

MOSCAS Dias 20 e 21 de setembro Ă s 19h Cabaret! Ingresso: R$ 30 / R$ 15 (promocional)

Do parto ao enterro, o espetĂĄculo de estreia do grupo Fiasco â&#x20AC;&#x201C; coletivo de experimentos cĂŞnicos idealizado por Gabriela Poester e Helle Rossing celebra fragmentos da vida, atravĂŠs de uma vivĂŞncia coletiva teatral em uma casa habitada por personagens que representam diferentes papĂŠis sociais. O pĂşblico testemunha o desenrolar das cenas como se observasse pelos olhos de uma mosca, tornando a experiĂŞncia singular e interativa. A montagem apresenta crĂ­ticas Ă VRFLHGDGHGHDSDUÂŹQFLDV¢VXSHUͤFLDOLGDGHH formalidade das relaçþes, levando os espectadores a se movimentar pelo espaço e vivenciar as situaçþes junto aos atores, em meio a brincadeiras e improvisaçþes, numa atmosfera bastante criativa e inusitada.

Ficha tĂŠcnica Direção: Gabriela Poester / Elenco: AndrĂŠ Varela, ClĂĄudia Carvalho, Diogo Verardi, Eriam Schoernardie, FlĂĄvia Reckziegel, Isadora Pillar, Jesline Cantos, JoĂŁo Gabriel Om, Matheus Wathier e Naomi Luana / Dramaturgia: Grupo / Produção: AndrĂŠ Varela, Daniel Roitman, Diogo Verardi e *XVWDYR3RHVWHU&HQRJUDͤDFRQFHLWRJU£ͤFRHIRWRJUDͤD Martino Piccinini / Figurino: Augusto Schnorr / Luz: ThaĂ­s Andrade / Trilha sonora: Daniel Roitman / MĂşsicos: Daniel Roitman e Theo Storchi. / Colaboração artĂ­stica: PatrĂ­cia Fagundes, NatĂĄlia Karam e AntĂ´nio Ternura. / Apoio: Dad â&#x20AC;&#x201C; Ia - Ufrgs, EstĂşdio12 â&#x20AC;&#x201C; ExperiĂŞncia Sonora, Cia. Espaço Em Branco, Deixa! e Cabaret /Duração: 180min (com um intervalo de 10min) / Recomendação etĂĄria: 14 anos.


foto: adriana marchiori

44 PRÊMIO BRASKEM EM CENA

O CASAL

PALAVRAKIS Dias 16 e 17 de setembro às 19h Sala Álvaro Moreyra (CMC) Ingresso: R$ 30 / R$ 15 (promocional)

Da jovem e premiada companhia ATO Cia. Cênica – que desenvolve sua pesquisa de linguagem na transformação como princípio – a peça, com dramaturgia contundente da espanhola Angélica Liddell, aborda de forma poética o cotidiano de um casal através de uma narrativa fragmentada e não linear, que avança e recua no tempo. Entre idas e vindas, uma voz em off tece e destece a trajetória do casal protagonista que, enquanto tenta vencer um concurso de dança, precisa lidar com a responsabilidade do nascimento de sua primeira ͤOKDHWRGDVDVPXGDQ©DVTXHLVVRJHUDQDYLGD deles. Aos poucos, o público é mergulhado numa atmosfera de violência e de pesadelo a qual não se pode fugir, expondo a decadência da própria condição humana.

Ficha técnica Direção: Maurício Casiraghi / Dramaturgia: Angélica Liddell / Tradução: Alberto Augusto Miranda / Adaptação: Paulo Roberto Farias / Elenco: Mariana Rosa e Paulo Roberto Farias / Iluminação: Lucca Simas / Trilha sonora pesquisada: Maurício Casiraghi e Manu Goulart / Operação de som: Manu Goulart / Figurino: Di Nardi &HQRJUDͤD$72&LD&¬QLFD1DUUD©¥RHPRII Diana Manenti / Produção: Maurício Casiraghi, Paulo Roberto Farias e Danuta Zaghetto / Elaboração de projetos: Luciana Tondo e Paulo Roberto Farias / Duração: 70min / Recomendação etária: 16 anos.


fotos: jorge scherer

PRÊMIO BRASKEM EM CENA

45

O MAL

ENTENDIDO Dias 14 e 15 de setembro às 19h Sala Álvaro Moreyra (CMC) Ingresso: R$ 30 / R$ 15 (promocional)

A premiada montagem gaúcha, baseada no texto de Albert Camus e com direção de Daniel Colin, apresenta atmosfera sombria e visualmente impactante, trazendo ao público a tensão da busca de sentido e a incomunicabilidade que permeia as relações, convergindo numa imprevisível desgraça sobre uma humanidade descuidada e de valores em plena decadência. Apesar de o texto ter sido escrito há mais de 70 anos, a narrativa continua atualíssima, trazendo questionamentos sobre os comportamentos e funcionamentos das pessoas, como o que as move e como elas reagem aos acontecimentos. O público é levado a uma espécie de catarse provocada pelas nuances de terror que dão o tom obscuro e envolvente da encenação.

Ficha técnica Direção: Daniel Colin / Texto: Albert Camus / Tradução: Aline Sokolovsky / Adaptação: o grupo / Elenco: Carla Cassapo, Elison Couto, Fernanda Petit, Gabriela Greco e Pedro 1DPEXFR&HQRJUDͤD0DUFR$OH[DQGUH)URQFNRZLDNH Rodrigo Souto Lopes / Figurino: Antonio Rabadan / Maquiagem e cabelos: Elison Couto / Concepção e operação de luz: Carlos Azevedo / Trilha Sonora e operação de som: Beto Chedid / Produção: Fernanda Petit / Assistência de produção: Gustavo Susin e Gabriel Rocha / Contrarregragem: Gabriel Rocha / Duração: 60min / Recomendação etária: 16 anos.


foto: juliano ambrosini

46 PRÊMIO BRASKEM EM CENA

ÓPERA ROCK Dias 23 e 24 de setembro às 21h Centro Histórico-Cultural Santa Casa Ingresso: R$ 30 / R$ 15 (promocional)

O espetáculo da banda Capitão Rodrigo pode ser considerado uma releitura moderna do controverso capitão, contando – e cantando - a vida e a morte de Pompeu Homero, um inocente jovem de classe média. Uma sátira da sociedade contemporânea e da opressão sobre o indivíduo, a montagem aborda de forma criativa e bem humorada as distorções das instituições, as injustiças sociais, a descrença nos políticos, os valores impostos pela mídia, a opção por soluções violentas e a incógnita quanto ao acerto das escolhas. A ópera-rock é composta por onze músicas autorais de estilo rock’n’roll, que se intercalam com narrativas, performances e projeções de imagens em um cenário que serve como tela.

A SAGA DE UM HOMEM COMUM

Ficha técnica Direção artística: Liane Venturella / Dramaturgia: Kike Barbosa / Atores-músicos: Rafa Cambará, Cuba Cambará, Juliano Rossi, Nando Rossa, Eduardo Schuler e Gilberto Oliveira / Direção PXVLFDO$QGU«7UHQWR'LUH©¥RGHIRWRJUDͤD Juliano Ambrosini / Preparação vocal: Simone 5DVVODQ)LJXULQR'DQLHO/LRQ&HQRJUDͤD Juliano Rossi / Iluminação: Mike Scherer / Maquiagem: Luana Zinn / Produção executiva: Lud Flores / Duração: 60min / Recomendação etária: 12 anos.


foto: sabrina canton

PRÃ&#x160;MIO BRASKEM EM CENA

47

VERDE (IN)TENSO Dias 18 e 19 de setembro às 21h Teatro Renascença (CMC) Ingresso: R$ 30 / R$ 15 (promocional)

$REUDFRUHRJU£ͤFDGD*('$&LDGH'DQ©D &RQWHPSRU¤QHD̰YDVWDPHQWHSUHPLDGRJUXSR FRPPDLVGHDQRVGHWUDMHWµULDDUW¯VWLFDGR5LR *UDQGHGR6XO̰«EDVHDGDHPSHVTXLVDJHVWXDO GRKRPHPGRSDPSDJD¼FKRH[SORUDQGRWRGDVXD J¬QHVH)RFDGRHPPRYLPHQWRVWHPSHUDGRV SHORVYHUGHVGRFDPSRTXHHPROGXUDPDYLY¬QFLD GRVKDELWDQWHVGRVXOGRSD¯VLQFOXVLYHQDUHJL¥R XUEDQDV¥RDSUHVHQWDGDVFRUHRJUDͤDVK¯EULGDV IRUWHPHQWHLQWULQFDGDVSHODVWHQV·HVJROSHVGRV YHQWRVPLQXDQRVLPSHUFHSW¯YHLVTXHSURGX]HP XPQRYRPRYLPHQWRQRVJD¼FKRVGHKRMH2 HVSHW£FXOR«XPDHVS«FLHGHUHFRUWHGD SHUVRQDOLGDGHSDPSHDQDWDQWRDQWURSROµJLFD TXDQWRWHUULWRULDOQDFRQWHPSRUDQHLGDGH

)LFKD7«FQLFD &RUHRJUDͤDHGLUH©¥R0DULD:DOHVND9DQ+HOGHQ(OHQFR $QGUHZ7DVVLQDUL&RQVXHOR9DOODQGUR)DELDQH6HYHUR *UD]LHOD6LOYHLUD0LJXHO6LVWRH6DKDM$VVHVVRULD GUDPDW¼UJLFD&DPLOD%DXHU7ULOKDVRQRUD-DPHV&RUUHD &HQRJUDͤDÂ&#x2039;OFLR5RVVLQL$VVLVWHQWHGHFHQRJUDͤD)ODYLR 0RUHLUD)LJXULQR'DQLHO/LRQ'LUH©¥RGHSURGX©¥R .$368/$3URGX©·HVH/XFLGD'HVHQYROYLPHQWR&XOWXUDO 3URGX©¥R/XND,EDUUDH$QD3DXOD5HLV,OXPLQD©¥R 0DXU¯FLR5RVD2SHUD©¥RGHVRP'ULNR2OLYHLUD (QVDLDGRUD)DELDQH6HYHUR'XUD©¥RPLQ 5HFRPHQGD©¥RHW£ULDOLYUH


foto: luciana ĂŠboli

48 LOCAL

TODO DIA A GENTE PENSA QUE DORME Dia 21 de setembro às 21h Teatro Renascença (CMC) Ingresso: R$ 40 / R$ 20 (promocional)

TrĂŞs conceituadas cantoras-atrizes-instrumentistas â&#x20AC;&#x201C; Muni, Simone Rasslan e Kiti Santos â&#x20AC;&#x201C; apresentam um espetĂĄculo poĂŠtico-musical que versa sobre os contrastes e dualidades do fazer-se presente. No palco, brincam com as mĂşltiplas possibilidades de ritmos e interpretaçþes para cançþes de JosĂŠ Miguel Wisnik, Nico Nicolaiewsky, Tom ZĂŠ e Chico Buarque, por exemplo, e,atravĂŠs da representação e da musicalidade, transitam entre a presença e a ausĂŞncia, a realidade e a ilusĂŁo, a alucinação e a lucidez, indo do concreto ao abstrato numa espĂŠcie de presença hĂ­brida. Com direção geral de Luciana Ă&#x2030;boli, as artistas trazem Ă cena questionamentos e sensaçþes acerca do jogo e da ilusĂŁo e evocam as provocaçþes de AntĂ´nio $EXMDPUDDRDͤUPDUTXH̸LQDXJXUDUXPWHDWURÂŤ criar uma ilha de liberdade e lucidezâ&#x20AC;?.

Ficha tĂŠcnica Direção geral: Luciana Ă&#x2030;boli / Elenco: Muni, Simone Rasslan e Kiti Santos / Direção musical: Simone Rasslan / Iluminação: JoĂŁo Fraga / Concepção de URWHLURDPELHQWDŠ¼RHͤJXULQRRJUXSR'XUDŠ¼R 60 min / Recomendação etĂĄria: livre.


foto: jaime ribeiro

LOCAL

49

HOMENAGEM:

ADRIANA MARQUES

Dia 17 de setembro às 21h Teatro Renascença (CMC) Entrada franca

50 ANOS

distribuição de senhas 1h antes do início da apresentação

Homenagem póstuma à talentosa cantora gaúcha Adriana Marques, que completaria 50 anos em junho deste ano. Com a participação dos amigos que ͤ]HUDPSDUWHGHVXDWUDMHWµULDRHVSHW£FXORUH¼QH trabalhos que marcaram sua carreira junto aos JUXSRV7RFDLD%DQGR%DUDWR3U£&DFKRUUR&XLGDGR 4XH0DQFKD6HUHQDWDGH%DPEDVH5£GLR Esmeralda. $GULDQD0DUTXHVLQLFLRXFDUUHLUDSURͤVVLRQDOHP meados dos anos 1980, a partir do trabalho com o Grupo Tocaia, no circuito de bares e com repertório baseado em MPB. Na década de 1990, participou do %DQGR%DUDWR3U£&DFKRUURFRPUHVJDWHGHUHSHUWµULR de MPB de 1930 e 1940, o que rendeu um Prêmio Açorianos na categoria de Melhor Intérprete no Ano (1998). Adriana também foi integrante do grupo Cuidado Que Mancha, com trabalho autoral que JHURXRHVSHW£FXORLQIDQWLO̸$0XOKHU*LJDQWH̹HHP trabalho conjunto com Simone Rasslan, desenvolveu ̸$PRUGH3DUFHULD̹TXHFXOPLQRXFRP̸5£GLR (VPHUDOGD̹REWHQGRUHFRQKHFLPHQWRQDFLRQDO Adriana faleceu prematuramente em julho de 2009.

Ficha técnica 7RFDLD*HUDOGR)LVFKHU YLRO¥R /XL]2UWL] JXLWDUUD1LFR Sebot (sax e flauta) e Jorge Matte (bateria) / Bando Barato 3U£&DFKRUUR0DUFHOR'HODFURL[ YR]HYLRO¥R *HUDOGR Fischer (violão e cavaquinho) Amauri Iablonowski (sax e flauta), Sérgio Karan (sax), Jorge Matte (bateria) com SDUWLFLSD©¥RHVSHFLDOGH6LPRQH5DVVODQ YR] &XLGDGR 4XH0DQFKD*XVWDYR)LQNOHU YR]HYLRO¥R 6HUJLR2OLY« (teclados), Jorge Matte (bateria) e Claudio Veiga (percussão) / Serenata de Bambas: Gustavo Finkler (violão e FDYDTXLQKR &ULVWLDQR+DQVHQ YLRO¥RHYR] H-DFNVRQ =DPEHOOL SDQGHLUR 5£GLR(VPHUDOGD6LPRQH5DVVODQ YR] e piano) e Kiti Santos (sax e flauta) / Produção: Cecília 0DUTXHV%RUJHV5DTXHO*UDEDXVNDH6X]DQH.XPPHU 'XUD©¥RPLQ5HFRPHQGD©¥RHW£ULDOLYUH


foto: lisa roos

foto: julio czekus

foto: adriana marchiori

foto: maker mĂ­dia

foto: vilmar carvalho

foto: claudio etges


“Inclusão em Cena” é a primeira edição do projeto realizado pela Coordenação do Porto Alegre em Cena em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura do RS e IEACEN, com patrocínio da Braskem. A iniciativa resgata uma das vertentes que, em edições anteriores, esteve presente na grade de programação do festival e que, neste ano, ganha seu protagonismo. De 10 a 16 de outubro, as 17 regiões descentralizadas de Porto Alegre terão oportunidade de assistir espetáculos de teatro, dança e música, além de oficinas e debates, tudo de forma gratuita. Na programação, a participação de grupos de Pernambuco, Rio de Janeiro e várias companhias gaúchas de teatro, dança e circo, além do show de Vitor Ramil, abrindo a semana do evento.

MAIS INFORMAÇÕES EM

PORTOALEGREEMCENA.COM AGENDE-SE!!

patrocínio

financiamento

realização


52

GAÚCHOS

EM CENA *D¼FKRVHP&HQD«XPDFROH©¥RTXHGHͤQLWLYDPHQWHGHX FHUWR2VOLYURVSURGX]LGRVSHOR3RUWR$OHJUHHP&HQD UHWUDWDPDVWUDMHWµULDVGHGUDPDWXUJRVGLUHWRUHVHDWRUHV DWXDQWHVQDFLGDGHHSUHVWDPPHUHFLGDVKRPHQDJHQV 7RGRVRVDQRVHPVHWHPEURRS¼EOLFRWHPDFHVVRDXPD GHVVDVWUDMHWµULDVJUD©DVDSXEOLFD©¥RHVFULWDSRU MRUQDOLVWDVSURGXWRUHVGUDPDWXUJRV2|YROXPHGD FROH©¥R*D¼FKRVHP&HQDDERUGDDYLGDHREUDGR PXOWLWDOHQWRVRDUWLVWD/XL]3DXOR9DVFRQFHOORVHTXHP DVVLQD«=HFD.LHFKDORVNL

LANÇAMENTO E SESSÃO DE AUTÓGRAFOS 15 de setembro às 20h Centro Municipal de Cultura

PSICANALÍTICA

EM CENA 2FLFOR3VLFDQDO¯WLFDHP&HQDHPVXDTXDUWD HGL©¥RUH¼QHGLUHWRUHVHDWRUHVSDUWLFLSDQWHVGR 3RUWR$OHJUHHP&HQDFRPSVLFDQDOLVWDVGD 6RFLHGDGH3VLFDQDO¯WLFDGH3RUWR$OHJUH 633$  2GL£ORJRTXHVHG£DSµVRVHVSHW£FXORVYLVD UHFROKHULPSUHVV·HVHH[SHUL¬QFLDVFDXVDGDV SHODREUDHPXPDUHIOH[¥RTXHSRVVLELOLWH DFRPRGDU RXPXLWDVYH]HVGHVDFRPRGDU DTXLOR TXHIRLRLPSDFWRGHDVVLVWLOD$PRELOL]D©¥R GDVHPR©·HVHGDVLGHLDVFDXVDGDVSRUXP HVSHW£FXORWHDWUDOVHPSUHIRLIRQWHSDUDUHIOH[·HV ¢SVLFDQ£OLVH$LQWLPLGDGHGRVHUKXPDQRHP VXDVGLPHQV·HVLQGLYLGXDLVRXFROHWLYDV«RTXH HVW£HPMRJRRTXH«SRVWRHPFHQDDTXLORTXH SURGX]XPLPSDFWRHVW«WLFR$UHIOH[¥RVHDEUHH DPSOLDFRPDSDUWLFLSD©¥RGRS¼EOLFR2V VHJXLQWHVHVSHW£FXORVLQWHJUDU¥RDHGL©¥RGH GRFLFOR

AGORA EU VOU FICAR BONITA GHVHWHPEURK7HDWUR5HQDVFHQ©D 3DUWLFLSDQWHV$OIUHGR&DWDOGR1HWR 633$ HRV DUWLVWDV5HJLQD%UDJDH&HOVR6LP EM NOME DO PAI GHVHWHPEURK7HDWURGR6(6& 3DUWLFLSDQWHV,DUD/XFFKHVH:LHKH 633$ HRV DUWLVWDV&LUD5DPRVH-RUJHGH3DXOD CAMINHAM NUS EMPOEIRADOS GHVHWHPEURK7HDWURGR6(6& 3DUWLFLSDQWHV$QD&ULVWLQD3DQGROIR 633$ HRV DUWLVWDV*HUR&DPLORH9LFWRU0HQGHV SÓ GHVHWHPEURK&HQWURGH(YHQWRVGR%DUUD 6KRSSLQJ6XO 3DUWLFLSDQWHV-RV«&DUORV&DOLFKHRVDUWLVWDV GR*UXSR6REUHYHQWR


PONTO DE

fotos: gisa fenner

ENCONTRO

&ULDGDSHORVDWRUHV=$G¼R%DUERVDH-HIͤH Lopes, a Casa de Teatro de Porto Alegre abre suas portas às diversas manifestaçþes artísticas. AlÊm do espaço para cursos e RͤFLQDVD&DVDGH7HDWURWDPEPFRQWD com um espaço para convivência: o CafÊ Bertoldo, espaço aconchegante e agregador, aberto à classe teatral e ao público em geral. Em qualquer dia da semana haverå por lå algum ator, atriz, bailarino, artista circense, produtor, iluminador a discutir teatro, música, televisão ou qualquer outra coisa que interesse ao seu trabalho e ao seu prazer. Lå, projetos são estruturados, ideias brotam e a arte nasce!

Entre 13 e 26 de setembro o CafÊ Bertoldo serå o ponto de encontro do 23º Porto Alegre em Cena, e Ê para lå que vão os atores, os tÊcnicos e o público das peças da programação. $OPGLVVRRͤFLQDVHZRUNVKRSV acontecerão na Casa de Teatro. Com uma programação intensa de atividades - shows, performances, música, esquetes teatrais, exibição de ͤOPHVJUXSRVGHSHVTXLVDHIHVWDVGH confraternização -, a Casa de Teatro de Porto Alegre Ê uma iniciativa de fomento ao desenvolvimento das artes na cidade.

CONFIRA A PROGRAMAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DO PONTO DE ENCONTRO EM

WWW.CASADETEATROPOA.COM.BR

CafĂŠ Bertoldo e Casa de Teatro Rua Garibaldi 853 / Porto Alegre / RS Fone: +55 51 3029-9292 e-mail: casadeteatropoa@casadeteatropoa.com.br www.casadeteatropoa.com.br

53


54

OFICINAS E WORKSHOPS AlÊm da ampla programação de espetåculos, o Porto Alegre em Cena costuma promover encontros entre público, artistas participantes do festival e artistas da cidade por meio de RͤFLQDVFLFORVHGHEDWHV6¼RDVWUDGLFLRQDLV atividades formativas, que trazem a proposta de provocar o intercâmbio e a reflexão sobre os

processos de criação e perceber como emergem as questþes do nosso sÊculo nos espetåculos, compartilhando e multiplicando DVH[SHULQFLDVGRID]HUDUW¯VWLFR

ENCONTRO COM O GRUPO GALPĂ&#x192;O

foto: guto muniz

14 de setembro, das 9h Ă s 13h, na Casa de Teatro de Porto Alegre Ministrante: Eduardo Moreira - Diretor / Fundador do Grupo GalpĂŁo

Workshop JOGOS DE LINGUAGEM MĂ&#x192;E CORAGEM:

TEATRO Ă&#x2030;PICO E O PAPEL DO ATOR 16 a 25 de setembro, das 9h Ă s 13h, no Goethe Institut - AuditĂłrio 0LQLVWUDQWH021$./226

apoio

realização


55

>>>

OFICINA DE INTRODUÇÃO AO TEATRO DE OBJETOS

21 e 22 de setembro, das 10h às 13h, no Teatro do Museu do Trabalho Ministrante: Sandra Vargas

>>>

ENCONTRO COM ARMAZÉM CIA DE TEATRO 20 de setembro, às 15h, na Casa de Teatro de Porto Alegre

23 de setembro, das 13h30 às 18h, na Casa de Teatro de Porto Alegre Ministrante: Lucas Torres e Erivaldo Oliveira do Grupo Magiluth

>>>

OFICINA FERRAMENTA PARA MUITAS DANÇAS 24 de setembro, das 14h às 17h, no Teatro do Museu do Trabalho Ministrante: Alex Neoral

foto: renata pires

OFICINA ENSAIO DO CAOS


56

BILHETERIA

>> PONTOS DE VENDA

Pela Internet*: www.ingressospoaemcena.com.br Loja My Ticket Padre Chagas: Rua Padre Chagas, 327 - Loja 6 - Moinhos de Vento - Porto Alegre Segunda a sexta das 9h Ă s 18h e sĂĄbado das 10h Ă s 15h Mais informaçþes: https://myticket.zendesk.com/hc/pt-br ou pelo telefone 51 3030-1500 DĂşvidas sobre compras: contato@myticket.com.br DĂşvidas sobre programação: 51 3289-8164 *TAXA DE CONVENIĂ&#x160;NCIA DE 20% SOBRE O VALOR DA COMPRA PELA INTERNET

>> FORMAS DE PAGAMENTO

Na loja My Ticket: dinheiro, Visa e Master (crĂŠdito e dĂŠbito) - em uma parcela. Internet: Visa, Master, Dinners - em atĂŠ trĂŞs parcelas

>> DESCONTO PROMOCIONAL 50% vĂĄlido por CPF

_Estudantes, professores e classe artística (01 ingresso)***** B3HVVRDVFRPGHͤFLQFLD LQJUHVVR _Pessoas com mais de 60 anos (01 ingresso)***** _Clube do Assinante ZH (atÊ 02 ingressos)** _Clientes do Cartão PETROBRAS (atÊ 02 ingressos)** _Força de trabalho da PETROBRAS (atÊ 02 ingressos)* _Clientes da PANVEL (01 ingresso)** _Comerciårios SESC (01 Ingresso)*** _Funcionårios da Prefeitura Municipal de Porto Alegre (01 ingresso)* _Funcionårios da BRASKEM (01 ingresso)* _Funcionårios do Sistema FIERGS (1 ingresso)* *mediante apresentação do crachå **mediante apresentação do cartão *** mediante apresentação da carteira do SESC ****mediante documento ou laudo comprobatório *****mediante comprovação

>> DĂ&#x161;VIDAS FREQUENTES >>

_pacotes de ingressos: apenas na prĂŠ-venda atĂŠ 03 de setembro _meia-entrada para estudantes: em conformidade com a lei 14.612 ĂŠ QHFHVVÂŁULDDSUHVHQWDŠ¼RGH&DUWHLUDGH,GHQWLͤFDŠ¼R(VWXGDQWLOEHPFRPR documento de identidade BHPRIHVWLYDOQÂĽRͤUPRXSDUFHULDFRP9DOH&XOWXUD QUANDO HOUVER DISPONIBILIDADE DE INGRESSOS NO DIA DO ESPETĂ CULO, ESTES SERĂ&#x192;O VENDIDOS UMA HORA ANTES DO INĂ?CIO DA APRESENTAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DIRETAMENTE NO TEATRO. VENDA SOMENTE EM DINHEIRO.


58

ENDEREร‡OS

TEATROS

MUNICIPAL DE CULTURA >> CENTRO TEATRO RENASCENร‡A SALA รLVARO MOREYRA $YHQLGDb(ULFR9HULVVLPRb )RQH  

>> CENTRO HISTร“RICO CULTURAL SANTA CASA $YHQLGDb,QGHSHQGยฌQFLDb )RQH  

DE CULTURA MARIO QUINTANA >> CASA TEATRO BRUNO KIEFER SALA CARLOS CARVALHO TRAVESSA DOS CATAVENTOS 5XDGRV$QGUDGDVb )RQH  

>> TEATRO DO SESC

$YHQLGDb$OEHUWR%LQVb )RQH  

>> THEATRO SรƒO PEDRO

3UDยฉD0DUHFKDO'HRGRURbVQ| )RQH  

>> GOETHE INSTITUT โ€“ Auditรณrio 5XDGH2XWXEURb )RQH  

>> CENTRO DE EVENTOS BARRA SHOPPING SUL $YHQLGD'LยฃULRGH1RWยฏFLDV )RQH  

>> TEATRO DO SESI

$YHQLGD$VVLV%UDVLO )RQH  

>> CABARET! >> BOTECO DO PAULISTA $YHQLGDGH6HWHPEUR

5XD5LDFKXHOR )RQH  


61

PARCEIROS QUE ALIMENTAM

A CULTURA

APRECIE COM MODERAÇÃO.

2016

ME GUSTA!

cervejaprovincia.com.br cervejaprovincia provinciapilsen (51) 2121.0050


62

APOIADORES

COQUETEL

DE LANÃ&#x2021;AMENTO 2016

Obrigado! :)


DIVULGANDO A UNIÃO

GASTRONOMIA E CULTURA

63


51 3012-2675 e 3012-5924 Av. Osvaldo Aranha 960 – 1º andar

51 3023-3435 Av. Getúlio Vargas 1700

51 3333-0253 Av. Nilo Peçanha 3228 Viva Open Mall

51 3332-0063 Av. Venâncio Aires 876 51 3221-9390 Rua Sarmento Leite 811

51 3028-8490 Rua Olavo Barreto Viana 21

51 3286-3961 Rua XV de Novembro 42

O Moeda Restaurante fica no Santander Cultural e funciona de segunda a sexta para o almoço.

BAR FLAMENCO 51 3311-0336 Av. Venâncio Aires 556

51 3026-3071 Rua da República 509

51 3331-6172 Av. Protásio Alves 1578

51 3029-6088 Rua Padre Chagas 314 51 3019-2425 Shopping Iguatemi


51 3343-1841 Rua Mata Bacelar 210

51 3346-6292 Rua General João Telles 542

51 3391-3901 Av. Marliand 1270

51 3212-0229 Rua João Alfredo 512

51 3264-0841 Rua Santo Antônio 372

51 3379-0323 Av. Bastian 323

51 3208-2233 www.zazacomidinhas.com www.facebook.com/zazacomidinhaS

51 3371-3371 Av. Nilo Peçanha 633

51 3516-7006 Av. Independência 646

51 3012-7478 Shopping Bourbon Country

51 3013-3298 Rua Tomaz Flores 144


51 3311-0660 Rua Fernandes Vieira 615

51 3209-7427 Av. Jeronimo de Ornelas 431

b

51 3211-5762 Rua da Republica 409

51. 3222-0098 Rua Chavantes 636

51 3222-6272 Rua Dr. Timรณteo 272

51 3222-1881 Rua Bahia 1275

51 3346-9439 Rua Padre Chagas 196

51 3019-5862 Rua Riachuelo 1343 - Loja 02

51 3264-4198 Rua Artur Rocha 795

51 3228-6209 Rua General Lima e Silva 776


MerdE!

artistas na cozinha

Riachuelo, 1482. Centro, Porto Alegre, Brasil. Fone: 3225-1125. www.atelierdemassas.com.br


alfajoresodara.com.br

51 3325-1332 Rua Eduardo Chaves esq Av. dos Estados Boulevard Laçador

51 3392-9111 Av. Carlos Gomes 1249

51 3012-9445 Largo João Amorim Albuquerque 20

51 3084-8484 Av. Wenceslau Escobar 1823

51 3012-0172 Rua Nova York 72

51 3346-2257 Rua Comendador Caminha 348

51 3362-6297 Av. Túlio de Rose 80 Bourbon Country

51 3092-0080 Rua Vasco da Gama 52

51 3332-5540 Av. Ijuí 147

51 3030-0062 Rua Joaquim Nabuco 383

51 3227-8163 Av. Loureiro da Silva 1696 51 3322-0989 Rua Barão do Amazonas 1241 51 3226-0743 Rua General Lima e Silva 274

O TRADICIONAL LANCHE TAMANHO FAMÍLIA. 51 3269 1616 Rua Dr Armando Barbedo 300

51 9605-6050


51 3395-3000 Rua Dr. TimĂłteo 150

51 3226-6914 Mercado PĂşblico Municipal 85

51 3330-5032 Av. IjuĂ­ 568

51 3312-2731 Rua Santo AntĂ´nio 877

51 3029-9292 Rua Garibaldi 853

51 3328-0005 Rua Desembargador Augusto Loureiro Lima 151

>>>>>>>>>> Neste ano, temos muito a agradecer aos nossos apoiadores de alimentação. Alguns de muitos anos, outros recÊm chegados, todos abrindo suas portas para alimentar DUWLVWDVHTXLSHWFQLFDHWDQWRVSURͤVVLRQDLV que fazem acontecer este festival. Todos vocês são essenciais para nós.

OBRIGADO! Se vocĂŞ ainda nĂŁo ĂŠ nosso parceiro, saiba como contribuir pelo e-mail lauraemcena@gmail.com


SEM ELES NรƒO TERIA

SOM E LUZ NO 23ยบ PORTO ALEGRE EM CENA

PARCEIROS DO FESTIVAL


75

CRÍTICOS AGORA ARTISTAS PRÊMIO BRASKEM DO SITE

E

DISCUTEM ESPETÁCULOS DO

No dia 1° de outubro, a partir das 17h, os críticos do site Agora Michele Rolim e Renato Mendonça receberão artistas e público em geral no Café Bertoldo da Casa de Teatro (Rua Garibaldi, 853) para um debate amplo sobre o teatro e a dança gaúchos, com foco na premiação do 11° Prêmio Braskem em Cena. Entrada franca.

Entre os dias 16 e 26 de setembro, o Agora (www.agoracriticateatral.com.br) postará diariamente críticas de Michele e de Mendonça sobre todos os espetáculos concorrentes no Braskem em Cena, repetindo parceria já executada com êxito no festival do ano passado. O Agora está no ar desde 28 de julho de 2015, reunindo críticos de seis estados brasileiros: Helena Carnieri (PR), Mateus Araújo (PE), Michele Rolim (RS), Patrick Pessoa (RJ), Renato Mendonça (RS), Ruy Filho (SP) e Soraya Belusi (MG). A equipe foi formada após um workshop realizado em Porto Alegre, com a participação do crítico alemão Jürgen Berger.

Ao longo de 2016, o Agora já realizou ações nos festivais Berliner Teathertreffen, MITsp, Festival de Curitiba, Palco Giratório RS, FesTia e Fitrupa. Desde sua criação, o site contabiliza a postagem de mais de 70 críticas, 9,2 mil acessos e acima de 6 mil usuários envolvidos. O site refletiu sobre montagens produzidas na Alemanha, França, Holanda, Congo, Bélgica, EUA, Grécia, Polônia, África do Sul, e Suíça, e em sete estados brasileiros. Como primeiros passos para estabelecer uma rede latino-americana de críticos, o Agora já mantém parceria com o site chileno Ágora e em breve estará colaborando com o Ágora do México. O site nacional Agora Crítica Teatral é uma iniciativa do Goethe-Institut, e se destina à discussão e à reflexão da produção cênica. Email para contato agoracriticateatral@gmail.com ou através da página do Agora Crítica Teatral no Facebook.


76

FICHA TÉCNICA

PREFEITURA DE

PORTO ALEGRE Prefeito Municipal: JOSÉ FORTUNATI Chefe de Gabinete do Prefeito: RICARDO GOTHE Secretário Municipal de Governança Local: CEZAR BUSATTO

SECRETARIA MUNICIPAL DE

CULTURA

Secretário de Cultura de Porto Alegre: ROQUE JACOBY Secretário-Adjunto de Cultura de Porto Alegre: ANNA LUIZA SURITA DUARTE Chefe de Gabinete: ANA DE CASTRO LAMPERT Gerência de Projetos: ANDRÉA BACK Coordenação Financeira e Planejamento: ANDERSON GRIMALDI PETERSEN Assessoria de Planejamento: DANIELA VIEIRA / AUGUSTO KABATZ Administração de Fundos: ALEXANDRE SOARES FERREIRA / MARCELO DE SOUZA BOESE / MARINA OLIVEIRA DA SILVA / MARISTELA EMIKA SAITO / GABRIELLE KIRST PEIXOTO / INÊS SPOLADOR DE RODRIGUEZ / KÁTIA REJANE DIAS DE OLIVEIRA Procuradoria Setorial: DENISE DE OLIVEIRA BARREIRO / FILIPE COSTA RAMOS Assessoria Jurídica: LORILEY PILLA DOMINGUES Assessoria de Comunicação: MARISTELA BAIRROS / LUCIANO MEDINA MARTINS / CLEBER SAYDELLES Assessoria de Gabinete: HELENA DE ALMEIDA PEREIRA MARQUES Coordenação da Memória Cultural: LUIZ ANTÔNIO BOLCATO CUSTÓDIO Assessoria de Programação e Eventos: ANA LÚCIA CANAL / NEIL COLLINS Coordenação de Apoio Técnico-Administrativo: VIANEIS FONTANA ABS DA CRUZ / ROSE MARI NUNES DA SILVA Equipe de Apoio Administrativo: CAROLINA BITTENCOURT LUDMANN TEIXEIRA / AMARILIS BARCELOS / NEIDA DOS SANTOS OLIVEIRA / Secretária do Adjunto: LIANE DOS SANTOS Seccional CGM/UDP/SMC: PAULO LUIS HEINEN / MARCOS PORTES LAMPERT

JÚRI PRÊMIO BRASKEM

EM CENA

ROGER LERINA / ALICE URBIM / FÁBIO PRIKLADNICKI / CRISTIANO VIEIRA / LUIZ GONZAGA LOPES


FICHA TÉCNICA

77

CONSELHO CURADOR

ESPETÁCULOS LOCAIS ADRIANE MOTTOLA / CLÓVIS MASSA / FERNANDO ZUGNO / JOANA WILLADINO / LURDES ELOY / VALÊNCIA LOSADA / VIKA SCHABBACH

TÉCNICOS

Casa de Cultura Mário Quintana: FÁBIO LIMA Centro de Eventos BarraShoppingSul: HENRIQUE DE MORAES MARTIN / CLAUDIO LUÍS MACHADO DA SILVA / ANDERSON RODRIGO DA SILVA Instituto Goethe: CLAUS HERZER Teatro da Santa Casa: ABNER BORBA / MAGNUS VIOLA Teatro de Arena: PATRIK SIMÕES Teatro do SESC: OSMAR MONTIEL / JORGE ANDRÉ HUNGER Teatro do SESI: ALEX FARINI / ÂNGELA ALAMINO / DIOGO MARQUES / JOSÉ LUIZ DE SOUZA / MARCUS KERSTING / MARCOS QUEIROZ / NOELI KUBIAKI / RAFAEL BARBOSA Theatro São Pedro: ANDRÉ HANAUER / ALEXSANDER DA COSTA SILVA / HENRY SISTE MONTEIRO / VITOR LUÍS DA COSTA SILVA / SÉRGIO HENRIQUE SENA CUSTÓDIO Equipe de Apoio Técnico da Secretaria Municipal da Cultura (EAT/SMC) / Teatro Renascença, Sala Álvaro Moreyra e Usina do Gasômetro: ALEXSANDRO PEREIRA (PREGO) / ANDRÉ BIRCK / ANDRÉ WINOVSKI / CLÁUDIO HEINZ / JADER ZOMER / LUCIANO PAIM / MARCOS VAZ / MAURÍCIO ROSA / MIRCO ZANINI / OSÓRIO ROCHA / PAULO MARIO COSTA / PAULO RENATO PINTO DA COSTA (KARRÁ) / RUBENS KOSHIMIZU / VITOR HUGO PEREIRA

CENOTÉCNICOS

ADALBERTO ALMEIDA / BETO GOULART / CHARLES BENEVENUTO / CÍCERO NEVES / DANIEL FETTER / PAULO PEREIRA / RODRIGO SHALAKO / SERGIO DORNELES

PRODUTORES DE PALCO

ANA CAROLINA MORENO UBERTI / ANA LUIZA BERGMANN / CARLOS AZEVEDO / DANIEL GUSTAVO / DÉBORA PLOCHARSKI BORGES / GABRIEL FONTOURA / GILBERTO GOULART / LISI LO CARMINI / LUCIMAURA RODRIGUES / LU LEÃO / MAIKE BOUSCHEN / MARCO FILLIPIN / PLINIO MARCOS RODRIGUES / ROZE PAZ

ANJOS

ÁQUILA MATTOS / CAMILA VERGARA / DANIEL GUSTAVO / DIEGO BITTENCOURT / EDUARDO FRONCKOWIAK / FERNANDA PETIT / FREDERICO VITTOLA / GABRIEL FONTOURA / HENRIQUE ARAÚJO / JOÃO FERNANDES DA LUZ MOREIRA / JULIANO CANAL / MANU MENEZES / RICARDO NEME / ROSITE VAL / VIVIAN SALVA


78 ),&+$7‹&1,&$

EQUIPE DE

PRODUÇÃO

&RRUGHQD©¥RJHUDOHFXUDGRULD/8&,$12$/$%$56( &RRUGHQD©¥RGHSURJUDPD©¥RHSURGX©¥R)(51$1'2=8*12 &RRUGHQD©¥RGHSURGX©¥R9,.$6&+$%%$&+ &RRUGHQD©¥RDGPLQLVWUDWLYDHJHUHQFLDPHQWRGRSURMHWR$'5,$1$0(17=0$57,16 &RRUGHQD©¥RDGPLQLVWUDWLYDHFRQWUDWRV0,*8(/6,672-5 $VVLVW¬QFLDGDGLUH©¥RDGPLQLVWUDWLYD)(51$1'232572081,= &DSWD©¥R9(5$&$51(,52 &RRUGHQD©¥RHDGPLQLVWUD©¥R6RODU3DUD¯VR3$75&,$%(5* &RRUGHQD©¥RGHDWLYLGDGHVIRUPDWLYDV)(51$1'2=8*129,.$6&+$%%$&+ &RRUGHQD©¥RGHSURGX©¥RRSHUDFLRQDO'8'$&$5'262 $VVLVW¬QFLDGHSURGX©¥RRSHUDFLRQDO5$)$(/6(53$ &RRUGHQD©¥RGH/RJ¯VWLFD/$85$/(…2 $VVLVW¬QFLDGH/RJ¯VWLFD7+$6*20%,(6., &DSWD©¥RGH$OLPHQWD©¥R/(21$5'20$57,167+$6*20%,(6., &RRUGHQD©¥R&HQRW«FQLFDH/RJ¯VWLFDGH&DUJDV<$5$%$/%21, $VVLVW¬QFLD&HQRW«FQLFDH/RJ¯VWLFDGH&DUJDV',(*23$1&,(5 &RRUGHQD©¥R7«FQLFD0$85&,20285$%581$,00,&+-2…2)5$*$ %LOKHWHULDV5,7$63,(53,1*2$/$%$5&( &RRUGHQD©¥RGH3URGX©¥R'HVFHQWUDOL]D©¥R$'5,$1($=(9('2 $VVHVVRULDGH,PSUHQVD7+,$*2&23(77,&ƒ7,$7('(6&2-‹66,&$%$5&(//26$*Œ1&,$&,*$1$ &RPXQLFD©¥R$'5,$1$0(17=0$57,16 3RUWR$OHJUHHP&HQD 0$5,67(/$%$,5526 &RPXQLFD©¥R60& $/,1(.86,$. &RPXQLFD©¥R303$

3URMHWR*U£ͤFR'$9,5,%(,52'(/(026-50$5,$(8*Œ1,$̸'',̹-8&ƒ 6LWH0$5,$(8*Œ1,$̸'',̹-8&ƒ 6LQRSVHVH5HYLV¥RGH7H[WRV)(51$1'2=8*12/8&,$12$/$%$56( 0$5,$(8*Œ1,$̸'',̹-8&ƒ9,.$6&+$%%$&+ (VWDJL£ULR|3RUWR$OHJUH(P&HQD*$%5,(/)217285$ $SRLR2SHUDFLRQDO0$57$+(/(1$6,/9$'$6,/9$0,*8(/$5&$1-2$17–1,2%$57+(6

EXPEDIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA COORDENADORIA DO 23° PORTO ALEGRE EM CENA Catálogo do 23° PORTO ALEGRE EM CENA 3URMHWRJU£ͤFR'$9,5,%(,52'(/(026-œ1,250$5,$(8*Œ1,$̸'',̹-8&ƒ 6LQRSVHVHUHYLV¥RGHWH[WRV)(51$1'2=8*12/8&,$12$/$%$56( 0$5,$(8*Œ1,$̸'',̹-8&ƒ9,.$6&+$%%$&+ 7LUDJHP0,/(;(03/$5(6 )RWRFDSD 352&(662'(&216&(572'2'(6(-2SRU0$5&26+(50(6 )RWRFRQWUDFDSD 62/('$'(SRU1,/7216(55$


MINISTÉRIO DA CULTURA

SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA

PREFEITURA DE PORTO ALEGRE

PETROBRAS

e

BRASKEM

apresentam

Travessa Paraíso 71 Morro Santa Teresa Porto Alegre / RS / Brasil CEP 90850-190 portoalegreemcena.com facebook.com/poaemcena programação sujeita a mudanças

patrocínio

agente cultural

ͤQDQFLDPHQWR

promoção

apoio cultural

realização

Profile for Maria Eugênia Jucá

23º Porto Alegre em Cena  

Catálogo online 23º Porto Alegre em Cena - festival internacional de artes cênicas 13 a 26 setembro 2016

23º Porto Alegre em Cena  

Catálogo online 23º Porto Alegre em Cena - festival internacional de artes cênicas 13 a 26 setembro 2016

Advertisement