Page 1

Revista Digital

BAIRRO HORTO

UM BAIRRO VISTO COM OUTROS OLHOS

4ยบ SEMESTRE- ARQUITETURA E URBANISMO


Editorial Aline Bezerra Acadêmica de Arquiterura e Urbanismo Marcelo Rodrigues Acadêmico de Arquiterura e Urbanismo

Maria Georgya Acadêmica de Arquiterura e Urbanismo

Maria Ingrid

Acadêmica de Arquiterura e Urbanismo

Maria Karolyny Acadêmica de Arquiterura e Urbanismo

Wendell Fernandes Acadêmico de Arquiterura e Urbanismo

Orientação Professora Celina Izar Arquiteta e Urbanista


A Equipe


Local da intervenção

O mesmo possui um número bastante crescente de moradores, tendência esta a aumentar á cada ano e é considerado o maior ponto turís co da cidade.

Tendo como atração principal a estátuado Padre Cicero, figura de grande carisma religioso, que empresta sua biografia ao local.


Local da intervenção

Área do Bairro Local da intervenção


O bairro

O perímetro do bairro tem visão privilegiada de toda a cidade e adjacências, graças a sua topografia.

Por ser um ponto turís co, a cada ano cresce o número de devotos que visitam o monumento.

Porém, foi observado que é um bairro desprovido de qualquer

po de planejamento urbano,

tendo em vista que não é um problema apenas para os visitantes, e sim uma problemá ca constante para a população local e vizinhança, pois a maioria das edificações são residenciais. Vale ressaltar também, que a tendência da população que ali mora, tende a aumentar.


Morfologia do Bairro O Bairro do Horto é considerado rural, podemos observar isso no mapa de cheios e vazios abaixo, onde a maioria das áreas do bairro é ocupada por sitio, ou campos, (natureza). E somente a parte central do bairro é construída.


Morfologia do Bairro Desta área construída citada anteriormente, localizada no centro do bairro, sua maioria são de propriedades privadas e residenciais, onde apenas três pontos são publicas, A estátua, a igreja e uma quadra de esportes.


Morfologia do Bairro

Como podemos observar na legenda, a evolução do bairro deu-se primeiramente na Av. Padre Jesus flor, (arredores da estátua.) Espalhando -se pelos seus arredores, formando a rua Juazeiro do norte por exemplo. Crescendo então até a entrada do bairro, na Av. José de melo e também Av. Leandro Bezerra,(local escolhido para intervenção.)


Morfologia do Bairro É um bairro predominantemente residencial, com casas de baixo gabarito, e alguns vazios.


Morfologia do Bairro

As Vias do bairro são em ruas em sua maioria estreitas, dificultando a circulação de ônibus e outros veiculos de grande porte.


Área de atuação

Está compreendida entre as Av. Leandro bezerra e o início da Av. José de Melo, nos dias comuns este local é usado de forma normal pelos moradores do bairro e adjacência.

O perímetro da Av. Leandro Bezerra passa pelo projeto de revitalização em função da chegada do anel viário.

Após a avenida ser reformada, a população passou a fazer um maior uso da área, como por exemplo, pra cando exercícios sicos no local, porém, uma grande problemá ca neste aspecto é a falta de conforto térmico, pois a região além de receber muita insolação, não há vegetação para gerar sombra suficiente para que os pedestres possam transitar confortavelmente.


Área de atuação O local já é u lizado pela população para a prá ca de esportes e eventualmente, para a prá ca de exercícios sicos, como a caminhada. De modo que pode-se observar a carência quanto a um espaço bem planejado, onde as pessoas possam desfrutar de uma infraestrutura de qualidade e sem riscos.

A avenida possui uma calçada de 4.5 m de largura em boas condições, onde haveriam mobiliários urbanos. A solução para essa área seria a construção de um parque para a população, pois a avenida Leandro Bezerra possui um terreno amplo e vazio em quase toda a sua extensão.

A área em questão é desprovida de mobiliário urbano,iluminação adequada, arborização, sinalização, adaptação ao cadeirante e pontos de ônibus. Oque impossibilita sua melhor u lização por parte da população, não só local, como também para o turismo que tanto frequenta as imediações.


Área de atuação

A ciclovia ali existente, localiza-se erroneamente entre as vias. É

m a l

p r o j e t a d a ,

a s s i m

c o m o

toda a área para o trânsito de pedestres. Não existe condições de se realizar um passeio, por exemplo, ao meio dia, com o sol á pico, pois não existe nenhum po de proteção contra a radiação em todo o perímetro.

É quase inviável u lizar o serviço de transporte público, pois apenas 2 ônibus circulam pela região e não existe pontos fixos de ônibus. Existe ai, falha do poder público.


Área de atuação


interv

De modo a agregar valores e intensiďŹ car o a priorização de cada ambiente de lazer, assim como


venção

fluxo no ambiente em questão, obje vamos o o pedestre, seja ele portador de deficiência ou não.


intervenção

Corte


intervenção

Priorizando a iluminação do local, a segurança (contendo 4 postos policiais espalhados por todo o seu perímetro),

Arborização (para se puder desfrutar de um ambiente mais agradável termicamente)


Natureza


intervenção

Adaptado completamente ao cadeirante, com rampas em seus acessos .

Implementação de ponto de ônibus na sua centralidade.


Trรกfego

Pedestres em seguranรงa

Exercitar-se


Planta Humanizada


intervenção


Permanecer Nos quiosques haverá a venda de comidas tipicas, lanches, e também artesanato regional.

Para a permanência, foi pensado em vários quiosques, agrupados em um só volume, para que haja um relação entre a população independente do quiosque q esteja.

Conversar e Sentar-se

A distribuição de bancos de praça foi feita por toda a área, oferecendo conforto e criando locais de encontro entre as pessoas. Outro ponto de descanso são as amplas copas das arvores, onde as pessoas deleitam-se sob sua sombra.


VISITE SEU BAIRRO


Revista du dezemb 01 12 2016 final  
Revista du dezemb 01 12 2016 final  

Revista de estudo academico de desenho Urbano para intervenção no bairro do Horto em Juazeirodo Norte - CE

Advertisement