Page 1

.-<

o z

'" INDEPENDENTE DAS ESCOLAS DE SAMBA DE sAo PAULO


Desfile com po/Ocio das Plumas

Desfile sem Pa/Ocio das Plu_m.. os__•

~~.~ ®

.. ~II~". Palacio das Plumas Fornecedor oficial do (arnaval de Silo Paulo www.plumas.com.br Rua 25 de Mar(o, 881 - Sao Paulo/S P Telelone (11 ) 33 12-9212 Email 25demarco@plfllnos(om br

Rua Maraca l, 58 - AcI ,ma(ao - Sao Paulo/SP Tele!one' (11 ) 3347-5400 Email pillmas@plumas.com by

Rua Buenos Arres, 237 - RIo de Janerro/ RJ Te le!on e' (2 1) 2242· 1718 Email rlo@p/llfnas com br


Palavra do Presidente: NOSSA LlGA oA SAMBA!

04

AVAN~OS DO CARNAVAL

GRUPO ESPECIAL

08

12 16 20 24 28 32

36

MOCIDADE ALEGRE ROSAS DE OURO X-9 PAUUSTANA UNIDOS DE VILA MARIA ACADEMICOS DO TUCURUVI TOM MAIOR LEANDRO DE ITAQUERA AGUIA DE OURO

GRUPO DE ACESSO

42 48 52 56 60

NENE DA VILA MATILDE MORRO DA CASA VERDE BARROCA ZONA SUL UIRAPURU DA MOOCA

E

Presidente:

FLOR DE UZ

Paulo Sergio Ferrreira Vice-Presidente Adm. e Planejamento:

AFOXES

66 67

m julho a nova diretoria da Liga Independente das Escolas de Samba tomou posse, Com varios projetos e uma inten~ao: fazer 0 melhor em prol do Carnaval Paulistano, Neste sentido arrega~amos as mangas enos "Itimos Quatro meses saimos da idealiza~ao, planejamento a execu~ao dos projetos consolidados, um deles voce folheia agora, com CD e 0 DVD encartados, Sem duvida, temos um grande ava n ~o unindo tres midias, E sao mu itas novidades, novas ferramentas de interatividade e fechamos parcerias com mais de uma dezena de grandes empresas. Outro marco foram os encontros com 0 prefeito Gilberto Kassab e com 0 presidente Luiz Inacio Lula da Silva, com uma mesma pauta: 0 crescimento do Carnava l Paulistano, Entre as parcerias esta 0 'Seguro do Samba', exclusividade da LIGA, Que traz seguran~a e beneficios para os sambistas, familiares e agremia~6es. Todos esses avan~os foram em prol do Carnaval como um todD, mais nov ida des estao por vir. A disputa ficara para os 65 minutos de espetaculo no Samb6dromo. o nosso obrigado aDs sambistas, as escolas e aDS nOSSDS parceiros, anunciantes, a Prefeitura, SPturis, Rede Globo, aD prefeito Kassab e aD presidente Lula, Vem com a gente que nosso samba eseguro!!! Serginho, presidente da LIGA

Marko Antonio da Silva Vice-Presidente de Carnaval :

AFOXE IVA OMINIBU

Solange Cruz Bichara Rezende Vice-Presidente Financeiro:

AFOXE FILHO DA COROA DE DADA

Jose Manoel Gaspar Presidente do Conselho Deliberativo:

Alberto Alves da Silva Filho - Betinho Vice-Presidente do Conselho:

DESFILES

Leandro Alves Martins

69 70

Secretaria do Conselho Deliberativo:

Angelina Basilio Conselho Fiscal:

DES FILES UESP

Hussein Abdo EI Selan - Sr. Jamil PRESlOENTES OAS AGREMIAc;OeS: Especial : MoaOAOE ALEGRE: Solange Cruz Bichara Rezende ROSAS Of DURO: Angelina Basilio X·9 PAUUSTANA: Jose Manoel Gaspar ACADEMICOS OOTUCURUVI: HusseinAbdo EI Selan (Sr.Jamil) UNIOOS D€ VILA MARIA: Paulo Sergio Ferreira (Serginho) TOM MAlOR: Marko Antonio da Silva LEANDRO DE ITAQUERA; Leandro Alves Martins AGUlA DE DURO: Sidnei Garriuolo AnlOnio. Acesso: NENE DE VILA MATlLOE: AlberloAlves da Silva Rlhe

Site: wwwJigasp.com

Blog http://carnaval-sp.blogspot.com/ Twitter http://twitter.com/carnaval_sp

(Belinho) MORRO OA CASA VERDE: laurinete Nazare da Silva Campos (Dona Guga) UlRAPURU OA MOOCA.: Sidnei Aguilera deAlmeida BARROCA ZONA SUl: luil Paulo DOS Santos FlOR DE liZ: Rodisley Pereira de Oliveira Afo)(es: AFOXE FlLHOS DA CORDA DE DADA Gilberto Antonio Ferreira e AFOXE IVA OMINISU REGINA CElIS PINHEIRO FRAN~A Revista Carnayal 2010 -liga Independente das Escolas de Samba de sao Paulo: Avenida Santos Dumonl, 614 a 618 -LUI. sao Paulo/SP CLP OllOHXlO. Telefolle (11) 2853-4555.

Expediente: Editor e ,omallsta responstivel: CariosAlberto Prac;a (cariosalberto@ligasp.com.br) Projelo e edl~ao grMica: Alexandre Fichtler (alexfichtler@gma!l.com) ImDres~: Nywgraf - tefefooe (11) 2238-4200 Fotografia: Walber Silva (www.studlOmoderno.COftt/eSPTuris (www.sptunS.com.t1r) DEPARTAMENTO DE COMUNlCAr;AO EMARKETING: Carios Alberto Pra~ e Karina Oliveira DEPARTAMENTO FINANCEIRO: Gessi Bertoli ADMINISTRAc;AO: Sheila Pillho e Geraldo Silva SECRETARlA DE CARNAVAl: Gisela Oliveira CAFE: Ivanete dos Salltos Oliveira. DEPARTAMENTO JURiDICO: Rocha, Calderon eAdvogados Associados: Telefone: (11) 3357-2300 CONTABIUDADE: Amadeu Formigari Assessoria Contabil.

Revista Cama~a12010 euma publiear;ao da Liga Independeflle das Eseolas de Samba de SAo Paulo. 0 CO e oOVO, eneartados nesta revista, sao parte ifllegrante e nao podem ser eomercializados separadamente.


KASSAB, OBRIGADO! A Liga Independente das Escolas de Samba de Sao Paulo, em reconhecimento ao incansavel esfor~o realizado pela atual administra~ao municipal, agradece 0 prefeito Gilberto Kassab pelos avan,os do Carnaval Paulistano, que a cada ana e um espetaculo maior e melhor. A atual administra,ao trouxe fato res mu ito positivos aD Carnaval : como 0 apoio a amp l ia~ao dos ensaios tecnicos; 0 anuncio de novos investimentos na melhoria do sistema de som do samb6dromo; a partici pa~ao das escolas no processo de decisao de patrocinios, como forma de aumentar a arrecada~ao de recursos do evento e, tambem, os investimentos gerais na infra-estrutura e grandiosidade do espetaculo que s6 foram possiveis com a amplia~ao do cache artistico destinado as escolas, acreditando no potencial

turistico do evento. Em 2010 teremos a premia~ao para as cinco primeiras colocadas do Grupo de Especial e para as duas primeiras do Grupo de Acesso, alem da cessao do Samb6dromo para a festa da escola campea, algo inedito que permitira a comemora~ao em um local com 0 espa,o e infra-estrutu ra necessarios aD porte do evento que 0 Carnaval conqu istou aD longo dos anos, possibil itando assim a participa,ao de toda a comunidade campea e a possibilidade de confraterniza~ao com as agrem i a~6es co-irmas_ oCar naval Paulistano e as 15 agremia,6es participantes da LIGA Independente das Escolas de Samba parabenizam a atual gestao pela va lo r iza~ao do evento. 0 resultado desse trabalho podera ser acompanhado neste grande evento que mobilizara a cidade em fevereiro e ja aquece as quadras nos quatro cantos da cidade.

DIRETORIA DA lIGA INDEPENDENTE DAS ESCOLAS DE SAMBA VISITA 0 PRESIDENTE LULA presidente da Repub lica, Luiz Inacio Lula da Si lva recebeu em seu gabinete da Avenida Paulista, em Sao Paulo, diretores da Liga Independente das Escolas de Samba de Sao Paulo, 0 presidente da LIGA Paulo Sergio Ferreira; 0 vice-presidente de Administra~ao e Planejamento, Marko Antonio da Silva; a vice-presidente de Carnaval Solange Cruz Bichara Rezende e 0 vice-presidente de Fi nan~as, Jose Manoel Gaspar. A pedido do presidente, 0 ministro do Turismo Luiz Eduardo E. Barretto Filho participou do encontro, na pauta 0 esfor~o da L1GA em prol do crescimento do Carnaval de Sao Paulo. Lilla, ao emlro, com pres/dentes de Escolas de Samba . Apartir dn esquerda, Os diretores da Liga apresentaram 0 vice-presidenfe Finallceim Jose !Hm/Oel Gaspar (X-9), presidellte da trabalho desenvolvido pelas escolas de samba Liga Paulo Sergio Ferreira (Unidos de Vila Maria), a vice-presidellte de de Sao Paulo, desde a,6es s6cio-culturais Canwval: Solange Cruz Bichara ReulIde (lVocidade /1iegre) e 0 vice-pres/dmle realizadas nas quadras; 0 potencial turistico do Administratii10 e de Pln"t!jamenlo, Marko Antonio da Silva (Tom Maior) . evento, que ainda e pouco explorado; 0 pedido de apoio para viabiliza~ao do projeto 'Fabricas de Sonhos' e, conversara com 0 presidente da SPTuris, Caio Carvalho, para tambem, 0 pedido de subven~ao Federal equilavente a saber como pode contribuir no projeto 'Fabricas de Sonhos'. destinada ao Rio de Janeiro. Um olicio com a pauta do o presidente Lula se mostrou extrema mente receptivo ao encontro foi protocol ado ap6s a reuniao. Os presidentes das dialogo e a visita durou mais do que 0 periodo inicialmente agremia~6es que comp6em a diretoria da agendado. 0 presidente Lula recebeu souvenirs L1GA se mostram otimistas com a de todas as agremia~6es integrantes da LIGA e receptividade e, principal mente, porque disse que ja esperava, desde 0 ana passado, quando a solicita~ao for atendida ira pelo pedido de agendamento dos beneficiar 0 Car naval Paulistano como um representantes do carnaval de Sao Paulo. A todo, alavancando 0 espetaculo que todas diretoria da Liga oficializou 0 convite para 0 as agremia~6es apresentam. 0 ministro do presidente e sua esposa Marisa Leticia Turismo afirmou que nesta semana assistirem 0 Car naval de Sao Paulo.

O

4 www_ligasp_com_br


----

Aqui 0 seu evento , sera sempre o maior espetckulo da Terra. o

Espa~o

Ele

APAS foi projetado para ser versatil.

e ideal

tanto para eventos sociais quanto

de neg6cios. De um casamento a uma festa de

confraterniza~ao,

conven~ao

de um treinamento a uma

de empresa,

0

Espa~o

APAS esta

preparado para atender a diferentes tipos de necessidade. Escolha seu evento

e0

0 Espa~o

APAS. Para n6s,

0

maior espetaculo da Terra.

. -~

-,

Rua Pio XI, 1.200 - Alto de Pinheiros - Sao Paulo ..!'51'" ~ -

(11) 3647 5041 - www.espacoapas.com.b r

.-


~J\ ~1!.eJ

- -.. ~

'W>~~M~"'_

~\aq

Izzo ~ Parcelra Olicial da Liga Independente das Escolas de Samba de Sao Paulo.

hec;a a nossa linha completa de Samba, horo e Pagode em www.izzomusical.com.br/izzo ligue para 11 3797-0100.

Desde 1945


ENREDO: Da Cria~ao do Universo ao Sonho Eterno do Criador. .. Eu Sou Espelho e Me Espelho Em Quem Me Criou!!!

Cores Oficiais: Vermelho e Verde

Presidente: Solange Cruz Bichara Rezende

Carnavalesco: Comissao de Carnaval (Fabio Lima, Marcio Gon,a lves e Sid nei Fran,a)

10 Casal de Mestre-Sala

e Porta-Bandeira:

Emerson Ramires e Adriana Gomes

Mestre de Bateria: Marcos Rezende (Mestre Sombra)

Interprete: Clovis

Pe

Rainha de Bateria: Nani Moreira

Diretor de Harmonia: Junior Dentista

8 www.ligasp.com.br

SOlANGE CRUZ BICHARA REZENDE

Na busca por perfei~ao e plenitude, Deus criou 0 homem a sua imagem e seme lhan ~a ... A mais perfeita cria,ao reflete a plenitude do Criador... Somos 0 primeiro espelho! Refletindo luz e cor, 0 espelho influencia a imagina,ao e agu,a a curiosidade. Presente na maioria dos rituais de inicia,ao religiosa e na busca pelo senti do da fe e, no imaginari o infantil ele e 0 portal de acesso ao mundo do faz de conta: 'Espelho, espelho meu ... ' A vaidade esta profundamente Ii gada ao uso do espelho, simboliza a busca pela beleza na tentativa de alcan,ar a plenitude ffsica e espiritual. A Mocidade apresenta a luz do Criador, no sonho eterno de Que sempre, ao olharmos no espelho, possamos dizer: No Espelho, enfim, encontrei a minha 'Eterna Mocidade'!


Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Emerson Ramires e Adrzana Gomes

. . [0

A HISTORIA DA MOCIDADE ALEGRE A Mocidade Alegre, conhecida como a 'Morada do Samba', foi fundada por um grupo de amigos liderados por Juarez da Cruz. Nesses 42 anos a agremia,ao coleciona sete titulos (1971, 1972, 1973,1980,2004,2007 e 2009). A principal caracteristica da Mocidade Alegre e 0 ambiente familiar e acolhedor, tem como marca 0 perfil jovial e inovador, sempre traz novidades. Foi a primeira agremia,ao paulistana a introduzir destaques nos carros alegoricos, adere,os de mao e alas coreog rafadas, hoje sao muito comuns no desfile. Foi a primeira Escola de Samba a ser convidada pelo Ministerio da Cultura a representar a Cultura da Raiz Paulistana na Europa, na Ilha da Madeira, Portugal.

.. Comissao de Carnaval: Fabio Lima, Sidne; Fran~a e jllarcio Gonfalves

.... Mestre de Bateria: Marcos Rezende (iVIestre Sombra)

www.ligasp.com.br 9


"Oa Cria~ao do Universo Ao Sonho Eterno do Criador, Eu Sou Espelho e Me Espelho Em Quem Me Criou" AUTORES: Anderson, Ferreira, Luis Roberto, Murillo TK e Pinheiro

Va! l\1orada Chegoll a hora de serftli::: Hejlelindo 110 avellida A lvfinha alma, 71Iillha raiz Do III:::, a obra do Criador o pai do universo e da cria((lo Faze1/do 0 homem ii SlIlI imagem A plellitllde do pe/jii/fiio [llspirt/fiio tiio aistolilla Buscondo evoillfoes E fa liD cell, astra/agio ofittllra dos gera(.oes .NullJ ritual de re do orixti.,. YabA' Ol'aye Ye-o IWamac OXUlll Re/uzilJdo /lO weu c'l1ninhar Na

fOI'~a

Abrem-se os portois tVum 11I11IJdo de imagiIlG((iO,

viva e brillco r !Vessa magia,fan/asia eser crio J/fa 'rem contos ejiivulas pm (Oll ta r ~Va vaidade 11m ego a cu/tuar Be/f'zG ... imorfaliza r

Oh' ?dell pavil/llio, qllallta eJllorfio Um set divillo qlle gllia lYossajillnflia em primeiro fuga,. Elnllamell le v'oi /lOS abeJl(onr Sou a luz do eriador. .. Espelho! Aos oillas de quem me criou Sou l\focidade, amOl: .. BlJto no peito o so11110 se eternizou!

10 www.ligasp.com .br


THE SCHOOL'S HISTORY: Mocidade Alegre (Joyful Youth), known as 'The Home of Samba', was founded by a group of friends led by Juarez da Cruz. In its 42 years of existence, the association won seven prizes (1971, 1972, 1973, 1980, 2004 , 2007 e 2009). The main characteristic of Mocidade, is the homely and welcoming atmosphere, with a young and innovative profile, it is always reinventing itself. It was the first samba school to introduce the 'highlights' in their floats, (a member of the school wearing some of the most elaborate, and often, very expensive fancy dress, placed at the highest position on the float), hand adornments and groups of dancers showing special choreography, which became common to all samba schools these days. It was also the first samba school to be invited by the Ministry of Culture to represent the Cultural Roots of the State of Sao Paulo in Europe, Madeira Island, Portugal.

LYRICS: From the Creation of The Universe to the Eternal Dream of The Creator... I Am a Mirror and Mirror Myself In My Creator!!! In the quest for perfection and plenitude, God created man to its own image and likeness ... The most perfect creation reflects the plenitude of the Creator... We are the very first mirror!. Reflecting light and color, the mirror that influences the imagination and stirs the curiosity. Present in most religious initiation rituals and in the quest for the meaning of faith, in a child's imagination it is the portal to a make believe world: 'Mirror, mirror on the wall' ... , Vanity is profoundly linked to the usage of the mirror that symbolizes the search for beauty in the pursuit of spiritual and physical plenitude. Mocidade, presents the light of the Creator, in the eternal dream that, upon glancing at it, we can say: On the Mirror, at last, I found my 'Eternal Youth'!

www.ligasp.com.br ll


FICHA TECNICA Fundat;ao: 18/10/1971 Cores: Branco, Azul e Rosa Presidente: Angelina Basilio

Carnavalesco: Jorge Freitas

10 Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Luiz Antonio Butinhao Junior e Sueli Aparecida Ri~a Costa

Mestre de Bateria: Jose Jorge Telles Santos "Mestre Tornado"

Interprete: Darlan Alves Carneiro

Rainha de Bateria: Ellen Rocche

Diretor de Harmonia: Joao Roberto Dias

12 www.ligasp.com.br

ENREDO: o cacau e show! Mil anos antes de Cristo os

Olmecas descobriram e batizaram de Cacau 0 fruto do cacaueiro, tambem criaram uma bebida com a sua base. Mais tarde Maias e Astecas incorporaram esse habito as suas culturas. 0 conquistador espanhol Hernando Cortez tomou 0 Mexico em nome do rei da Espanha e aprisionou o Imperador Asteca. De volta ao seu pais levou sementes e 0 chocolate liquido. Por 100 anos a descoberta foi monop61io espanhol e, depois, se espalhou pelo mundo. No Brasil e simbolo da vida na Pascoa e uma gostosa forma de presentear.


.... 1" Casal de ilIestreSala e Po,¡ta-Bandeira: Luiz Antonio Butinluio Junior e Sueli Apm'ecida Ri(:a Costa

... Rain/w de Bateria: Ellen Rocehe

HIsr6RIA DA ROSAS DE DURO Fundada em 1971 por urn grupo de quatro amigos: Jose Luciano Tomas da Silva, Joao Roque "CaW, Jose Benedito da Silva "Zelao" e 0 saudoso Eduardo Basilio, 0 eterno presidente, que permaneceu frente da escola ate outubro de 2003 e, hoje, da nome sua quadra. 0 nome da escola veio da condecora~ao institufda pelo Papa Gregorio II no ano de 730, que homenageava as virtuosas princesas catolicas, urn buque de Rosas de Ouro, con tid as em urn vaso ricamente decorado. A ascensao da Rosas de Ouro foi meteorica, sao mais de 30 anos de Grupo Especial, dificilmente ficando abaixo da sexta coloca~ao. Em 2003 0 presidente Eduardo Basilio adoeceu e deixou a na~ao azul e rosa em luto.

a

a

www.ligasp.com.br 13


.... Diretor de Bateria: Jose Jorge Telles Santos '?vIestre Tornado"

"0 Cacau

eShow"

AUTORES : Armenia Poesia, Aquiles Da Vila, Chanel, Mauricio Paiva, Marqu inhos Boldrini e Fred Viana

Ii. t[lO doce son/wt" E recordar a propria historia Eu, queja jiti dddiva celestial Em misteriosas civiliza(oes Fui batizado de caeau

Caminhei entre Z'vfaias e Asleeas Consagrei 0 melt "Valor " CaE na grafa e no gosto Na tafa do ilrcperador A n obreza da E uropa, e u cOllh eci E UUIn tal "m exe-m exe", e u m e vi Ganh ei lIm g osto esp eciaJ A mis tura "dell carn aval"!

Sou rei entre as presentes SeJorJalar de paixao Nos sentidos dessa gente P ossa toear um corafiio

Agradefo a cada sonhador Que me deu forma, brilho e cor Estou aqui pm Jest~jar H oje sou 0 sEmbolo da vida, Renasci ne5sa avenida Na escolha popular

Ta na boca do p ovo: "0 Caca u e Show"! Rosas, R osas de Ouro Meu sa boT te cOllsquistou! SOLI

14 www.ligasp.com.br


ROSAS DE OURO'S HISTORY Founded in 1971 by a group of four friends: Jose Luciano Tomas da Silva, Joao Roque "CaiE\", Jose Benedito da Silva "Zelao" e 0 saudoso Eduardo Basilio, the eternal president, who led the school until 2003, and today lends his name to the school's premises. The school was named after a decoration created by pope Gregory II in the year 730, as homage to the virtuous catholic princesses, a bouquet of Golden Roses placed in a lavishly decorated vase. The ascension of Rosas de Ouro (Golden Roses) was formidable, for over 30 years the school has been part of the Special Group, the elite group of samba schools, and it is rarely placed below the top 6 in the yearly contest. In 2003 its president, Eduardo Basilio passed away, leaving the blue and pink 'nation' mourning.

LYRICS: 'Cacau e show' (Cocoa is Show) A thousand years before Christ, the Olmecas discovered and baptized Cocoa, the fruit of the cocoa tree and also created a drink from it. Later, the Mayas and Aztecs incorporated this habit to their cultures. The Spanish conquistador, Hernando Cortez, took over Mexico in the name of the Spanish king and imprisoned the Aztec emperor. Back to his country, he took the seeds and liquid chocolate. For a hundred years, the discovery had been a Spanish monopoly, when it was then finally spread around the world. In Brazil it symbolizes life in the Easter and a delightful gift.

www.ligasp.com.br I5


FICHA TECNICA Fundac;ao: 12/02/1975 Cores oficiais:

G.R.C.E.S. - -

Verde, vermelho e branco

Presidente: Jose Manoel Gaspar

Carnavalescos: Rodrigo Cadete e Augusto de Oliveira

10 Casal Mestre Sala e Porta-Bandeira: Danie l de Vitro e Karina Zamparolli Nascimento

Mestre de Bateria: Carlos Augusto Rodrigues

Interprete: Daniel Collete Ra inha de Bateria: Yasmine Taina Ramalho

Diretor de Harmonia: Carlos Eduardo Justo Pires

JOSE MANOEL GASPAR

16 www.ligasp.com.br

ENREDO:

Do a/em-mar, a Heranfa Lusitana nos une... Ora, pois! A X-9 e Portuguesa com certeza! No ana em que se come mora 0 centenario da Republica Portuguesa, a X¡g celebra a hist6ria e as tradi,iies da cultura lusita na. A grande patria mae, Portugal, terra dos desbravadores e de um povo gentil e hospitaleiro, marca presen,a no Carnaval, que tem suas raizes nos entrudos portugueses e, aqui no Brasil, encontra a ginga do negro. A alegria dos povos portugues e brasileiro, a dan,a de Carmem Miranda, a paixao que une as duas na,iies: 0 futebol, e a culinaria irresistivel. A escola celebrara ainda a fe e a religiosidade com suas procissoes, romarias, novenas e santuarios, pedindo a ben,ao de Nossa Senhora.


~ A Raillha de Bateria:

Yasmine Taina Ramalho, primeira Ii direita,junto com. a corte da bate ria da X 9

A. /'CasaIMestreSalaeRorta B d· D . Ii· - an ezra· ame 'e Vitro e Karina Zamparolli . lVasClmellto

HISTORIA DA X-9 PAULISTANA A escola nasceu durante a comemorac;ao de um grupo de torcedores do Gremio Internacional Parada Inglesa, time da varzea local, em meio descontrac;ao regada cerveja e batucada. A fundac;ao foi em 12 de fevereiro de 1975, com 0 nome de G.R.C.E.S. Filhotes da X-9, sendo presidida por Luiz Ademar Moura Campos. Em 1986, Laurentino Borges Marques, 0 Lauro, assumiu 0 comando da escola, que, no ana seguinte, passou a se chamar X-9 Paulistana. Com a nova administrac;ao, a agremiac;ao tornou-se cam pea dos grupos intermediarios (IV, III,II e I da UESP e Especial na LIGA), integrando, em 1995, 0 Grupo Especial, da qual bi-campea (1997 e 2000).

a

a

. C d t Augusto de Oliveira ... Carnavalescos: Rodrzgo a e e e

e

www.ligasp.com.br 17


"Do Al em- mar, a H era n ~a l us itana nos Un e..â&#x20AC;˘ Ora, Pois! A X- 9 EPortugu esa com Ce rteza." COMPOSITORES: Junior ABC, Marcio Camargo, Wagner, Rodney Cheto, Leonardo Trindade, Danilo Brito

Veio dln/im-mtll: .. E alleoro/( em 1I0ssa ternl Parafso de belezas natu.rals

Jardim das Delirias de lan/as rique::as E 0 fndio elf enrontroll E difimdiu novas (u/fums A miscigcno((io elllrio SlIIg;1i Salve {[ Pdl,.ia 1Juie genIi/

Poefas, ('srri/ores, lrovadores elernizaralll

Um /indo idiom" qll()omois se viII Alillgua lIIa/er do IIOSSO Brasil Vc m pra VCIlI

ca c;w ta l; sa mb;u' no b:J iallct' (/a

lJossa l1l usi caJilial/e

No fu tebo l, " N Ull)

p aix50 s6 corar:io lII eSII ,.,

Aft. a devo("ao elll procissao... Avej\1.ar;a A religino Ira:; emo(iio... nas romorias ''em dessa (Tel/ca a prote((io Pm J/osso es(o/a sambar pliz Um ((,,, lelia rio rle his/oria Herallfos dei.radas elll IIOSSO Pais I [ ojeJI1I,o a festo COlli a miulla ualeria .IVlells 35 alios de a/egria! Ora, pois, quem \'em .,f

A Mest,.e de Bateria: Carlos Augusto Rodngues

Illti/prete: ~ Dauiel Coilete

18 www.ligasp.com.br

E a X -9 com ccrteza! Va lellte, g uerreira, lllso-brasilcira Ca n ta a her;," ra pornlg ll esa


LYRICS: From overseas, the Portuguese heritage united us...So, There! X- 9 is Portuguese for sure! In the year of the celebration of the 100th anniversary of the Portuguese Republic, X¡9 school also celebrates the culture and the Portuguese traditions. The great mother land, Portugal, land of the conquerors, of a hospitable and gentle people, have a guaranteed presence in the Carnival, that has its roots in the Portuguese 'intruders' and here in Brazil meets the swing of the black people. The happiness of the Brazilian and the Portuguese people, the dance of Carmen Miranda, the passion that unite both nations, the football and the irresistible cuisine. The school will celebrate the religiosity and the faith with its processions, cults, sanctuaries, asking for the blessing of Our Lady.

X-9 PAULISTANA'S HISTORY The school was born during a celebration of the supporters of Gremio Internacional Parada football team amidst a lot of samba and beer. The official foundation took place on the 12th of February, and the name of the association was G.R.C.E.S. Filhotes da X-9, being presided by LuizAdemar Moura Campos. In 1986, Laurentino Borges Marques, Lauro, became the leader of the school , which, in the following year was renamed X-9 Paulistana. With the new administration, the association became champion in the intermediate (IV, II!, I! e I), moving to the Special Group in 1995, winning the carnival contest twice integrando, em 1995 (1997 e 2000).

www.ligasp.com.br 19


ENREDO: Sao LUIs do Maranhao: urn universo de encantos e rnagias

Cores Oficiais: azul, branco, vermelho e amarelo Presidente: Hussein Ab do EI Selam (Sr. Jamil)

Sao luis do Ma ranhao e a unica capital brasileira forjada com base em tres culturas: fundada por Franceses, colonizada por Portugueses e invadida por Holandeses. Eterra de praias, sol, mar, boa comi da e diversao. Sua Beleza Arqu itetOnica e a famosa riqueza culturall he conferem varios titulos: 'I lha dos Amores', 'Terra das Palmeiras', 'Cidade dos Azulejos', 'Atenas Brasileira', 'Patrimonio Cultural da Humanidade' e 'capital brasileira do reggae e da cultura'.

Carnavalesco: Wagner Santos 10 Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Robinson da Silva e Thais Paraguassu

Mestre de Bateria: Reg inaldo Tadeu "Mestre Adamastor" Interprete Oficial: Fredy Vianna

Rainha de Bateria: Valeri a De Paula

Diretor de Harmonia: Alexandre Augusto Gomes da Concei~ao

Essa

"SR. JAMll"

20 www.ligasp.com.br

e0 enredo que a Tucuruvi

vai levar ao samb6dromo, a Cap ita l do Maranhao, Sao luis, uma cidade cheia de encantos e magias que vale a pena festejar!


~ I" Casal de IlieslreSala e Porta-Bandeira: Robinson da Silva e Thais ParaguaSS1i

HISTORIA DA TUCURUVI: Urn grupo de amigos se reunia para brincar 0 carnaval nas ruas do Tucuruvi. Aos poucos, 0 grupo foi crescendo e se tornou urn Bloco Carnavalesco que desfilava no bairro. Sob a lideran,a de Jose Leandro, Oswaldo de Salva e Tininho a escola foi fundada oficialrnente no dia lOde fevereiro de 1976,0 sirnbolo adotado foi urn gafanhoto, urna forma de hornenagear 0 bairro, po is Tucuruvi em tupi guarani significa gafanhotos verdes. Suas cores eram 0 preto e amarelo, porem no corne,o da decada de 80 adotou as cores atuais: o verrnelho, arnarelo, azul e branco, sendo que estas duas ultimas se sobressaem mais. Um fato Que marcou a hist6ria da escola, foi 0 seu primeiro desfile, em 1977, urn carro alegorico tendo como base urna Kornbi, trazia urn gafanhoto, algo inedito ate entao. Em 1987 subiu para 0 Grupo Especial com a sarnba'enredo "Brasil em Aquarela", voltou ao acesso, desde 1998 estii entre as grandes.

'Dona' Edna, Edna EI Selam, esposa do tSr. Jamil', e a primeira dama da escola. Desde 0 primeiro dia em Que pisou na quadra passou a cuidar dos trabalhos socia is e, tambem, participar da rotina do carnaval colaborando no desenvolvimento das fantasias e aderec;os. Ah~m disso, nao abre mao da decorac;ao da quadra e dos camarotes, uma das suas atividades que mais 905ta. Tambem supervisiona a alimentac;ao de todos as componentes que trabalharn na quadra e no barracao. Sernpre gentil e prestativa e ad mirada por toda a agrernia~ao.

~ Rai"ha de Bateria: Valeria De Paula

www.ligasp.com.br

21


Sao lUIS do Maranhao: urn universo de encantos e rnagias COMPOSITORES: Rodrigo Atra,ao, Andre Fi losofia, Walter Jr., Miguelzinho S/A, Rodolfo Minueto r Rodrigo Minueto.

Terra aben(oada pelas

moos do criadar Sublime paraiso, a illza do amor' Um marco jimlces ali se fez Surge assim a mistigenacoo...

E canto, edallfO, edevo(iio Herall(os da cullum afro-brasi/eira Tell rilmo embala a multidiio 1.\,'0

carnavallevanta poeim

Tem Silo Jodo, Bumba-meu-boi a enca1lla r

Tel/folclore

elradi(iio popillar

If arte, e cultur~1 pra

te emodonar Na arquitetura renete a beleza Tern magja e sedufiio esta cidade Patrimonio da humanidade

A lnterp,¡ete: Fredy Viana

A Diretor de Bateria: N[estre Adamastor

Bam esenti,. 0 calor A brisa sopra r Jia beira do mar -"v'o esporte ser Ilm vellcedor .lVa gastronomia 'prova,. leu sabor" Berfo de poetas iowrla is

Lendas que estao vivas Ita mernoria De um pava valente e guerreiro

quejaz sua lzisL6ria Na capital do '~ggae

lI1e1l

samba

vai Le embalar Pode aplaudit" 0 show vai cOlllerar' Tucuruvi clJegou! tambor va; ecoar Pra conquistar 0 seu cora{:ao Em Sao Luis do Maranhao

o som do

22 www.ligasp.com.br


LYRICS: Sao Luis do Maranhao: A universe of enchantment and magic Sao Luis do Maranhao is the only Brazilian Capital Born under three different influences: founded by the French, colonized by the Portuguese and invaded by the Dutch. Is the land of beaches, sun, ocean, good food and fun. The beauty of its architecture and the famous cultural wealth inspired people to call it: 'Island of Love', 'Land of the Pal Trees', 'Land of the Tiles', 'Brazilian Athens' and it was also granted the title of Cultural Heritage of Humanity. It is the capital of Reggae and culture in Brazil. These are the lyrics that the samba school will take to the Samb6dromo this year. With its enchantment and magic, Sao Luis is well worthy of a celebration.

<4 Sheila Mello: lvladrinha da TUCltnlVi

Sra. Edna, Edna EI Selam, wife of 'Sr. Jamil', is the 'first lady' of the samba school. Since the very first days she stepped into the its arena, she IIIr\ed looking after the social programs run by the school as well as IIIIdng part of the routine of the carnival, helping with the deleiopment of the fancy dresses and ornaments. Further to that, she is also responsible for the decoration of the school's premises. She llill finds time to supervise the food served to all participant members directly involved with the production of costumes and the ftoor managers. Always gentile and helpful, she is loved by everyone.

TUCURUVI'S HISTORY A group of friends who used to gather together to have fun at the carnival in the streets of the neighborhood of Tucuruvi, slowly became a carnival block that started parading there. Under the leadership of Jose Leandro, Oswaldo de Salva and Tininho, the school was then officially founded in 1976. The school chose the grasshopper as its symbol, a way of paying homage to the neighborhood, because Tucuruvi means green grasshopper in the tupi guarani language. Their colors used to be black and yellow, but in the 80's they adopted the red, yellow, blue and white, being the last two, more predominant. A fact that marked the history of the school, it was its first time in the parade, in 1977, when a float displaying a large grasshopper surprised everyone for its originality. In 1987 the school was promoted to the Special Group with the samba song "Brasil em Aquarela", (Brazil in Watercolor). Later the school fell to the access group, but in 1998 it was back at the top group.

www.ligasp.com.br

23


ENREDO: Cores: Verde, azul e branco Presidente: Paulo Sergio Ferreira (Serginho)

Carnavalesco: Fabio Borges

10 Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Marina Maria de Oliveira Antonio e Rodrigo Antonio de O. Bernardo

Mestre de Bateria: Vladimir Augusto Ferreira Mestre Mi

Interpretes Oficiais: Fernandinho Sp, Baby e Quinho

Rainha de Bateria:

"A Industria que Manipula 0 Ferro a Mae de Todas as Outras".

e

A Unidos de Vila Maria apresenta a hist6ria de ferro e mostra a importiincia desse metal no progresso da humanidade, desde 0 momenta em que 0 homem, na antiguidade, 0 descobriu nos meteoritos caidos na terra, e como ele transformou a vida no planeta. Mostra que sua utiliza,ao possibilitou aos povos que dominavam as tecnicas de produ,ao, dominar outros civil iza,oes, formando vastos imperios e como ele efundamental para a vida moderna, nas constru~6es,

nos transportes, na

seguran~a,

na

saude da popula,ao e para a economia da Na,ao, Eforte como 0 a,o, a Vila Maria funde 0 precioso metal com a magia do carnaval, para mostrar porque "A Industria que Manipula 0 Ferro e a Mae de Todas as Dutras".

Priscila Bonifacio

Diretor de Harmonia: Mercadoria

24 www.ligasp.com.br

PAULO SERGIO FERREIRA (SERGINHO)


~ J' Casal de Mestre-Sala e

Porta-Balldeira: lV1aTina Mm¡ia de Oliveira Antonio e Rodrigo Antonio de 0. Bernardo

HIST6RIA DA VILA MARIA Em 1950 nasce do encontro de varios amigos da Vila Maria a Unidos do Morro de Vila Maria, oficializada em cartorio no dia 10/0111954. No come~ou desfilava pelas ruas do proprio bairro. Aos poucos estendeu seu percurso, indo de caminhao ate 0 bairro do Bras e Pari, se apresentando na Avenida Celso Garcia e Largo da Concordia. Em 1956 participou pela primeira vez de um deslile olicial, nos dois anos seguintes foi campea . Hoje denominada Unidos de Vila Maria e respeitada nao apenas pelo samba, mas tambem pelo seu trabalho social junto 11 Comunidade. Atraves do intenso trabalho da diretoria conta com uma das maiores e mais bem estruturadas quadras da cidade.

A Camavalesco: Fabio Borges

A Comunidade azul e branco gravar;do do DVD

1Z1~

I.!.:..La!~'-\

A Sheila Carvalho, mad,¡inha de bateria


/

.... Passistas da Unidos de Vila ,'liaria na Gravariio doDVD

Enredo: "A Industria que manipula o Ferro ea mae de todas as outras" COMPOSITORES: Marcinho, Minho e Xandao Vinr do ceu

Risca1ldo de Lltz . Num trim esplendor Fonte esseneial pra vida Dddiva do criador 00 Hoje a Vila Forte Unida Com a magia do Carnaval Cre1U;as lendas Jorrei dos vu/coes

J.Va jerrovia ell VOII Tri/hando ao progresso Arqllitetando traniforma('oes Abenroado Brasil SOIt 11m lesouTO em teu chao Aft"a! minha grandeza e mill/dial

To na lanfa do Sallto

oferro em expansao

Cavaleiro

Te leva nessa elnofiio

Funde 0 precioso mineral ... Fernandinho SP e Ba~y

Mest7-e de Bateria: Vladimir Augusto

TambimIui sagrado Pm antigas civilizafoes

Ferreira

(Mestre Mi) ~

26 www.ligasp.com.br

E assim a modernidade chegoll o Vel/w lY1ul1do amtJlciou A Revolufiio Industrial

Guerreei tantos povos dominei A nobreza conquistei Acendia a chama da siderurgia

Sou felicidade eu sou Energia Pulsa Corarao de 3(:0 No Compasso da Vila Maria.


LYRICS: "The Industry That Manipulates Iron, Is The Mother of All Others" Unidos de Vila Maria presents the history of the iron and shows the importance of this metal for the progress of mankind, from the moment that man, in ancient times, discovered it in the meteors fallen from space, and how it transformed life on earth. It shows that its utilization made possible, to the people that dominated its production techniques, to dominate other civilizations, forming vast empires and how it is fundamental for modern life, in the constructions, the transports, the security, for the health of the population and for the economy of a nation and as strong as the steel, Vila Maria fuses the precious metal with the magic of carnival, to show why "The Industry That Manipulates Iron, Is The Mother of All Others"

Rainha de Bateria, Priscila

VILA MARIA'S HISTORY It started out with re union of many friends from Vila Maria, the Unidos do Morro de Vila Maria, officially launched in 1954.At the beginning it used to parade in the streets of the neighborhood and slowly increase the number of roads in their route, going as far as the neighborhoods of Bras and Pari, parading at Celso Garcia and Largo da Co nc6 rdia. In 1956 took part in the officia l parade for the first time and the two fo llowing years was the champion of the competition. Today, denominated Unidos de Vi la Maria, is respected not only by the samba lovers, but also by the entire community for the social actions that it has developed. Through the intense work of its directors, it has one of the biggest and best structured headquarters in the city.

www.ligasp.com.br

27


FICHA TECNICA Fundac;ao: 14/02/1973 Cores Oficiais: Vermelho, Amarelo e Branco

Presidente: Marko Antonio da Silva

Carnavalesco: Roberto Szaniecki

10 Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Jairo e Simone

Mestre de Bateria: Carlos Alves - Carlao

Interprete Oficial: Rene Sobral

Madrinha de Bateria: Adriana Soares - Bombom

Diretores de Harmonia: Sara Manuela e Joao Loyo

28 www.ligasp.com.br

ENREDO: Brasflia, do sonho arealidade ... Uma homenagem de SP aos 50 anos da capital cora{:fio do Brasil ATom Maior traz para Sao Paulo a dos 50 anos da nossa Capital Federal. Bras"ia foi erguida por sonhos e anseios de visiom'irios, no co ra~ao do pais para enfim dar um co r a~ao apatri a. Brasilia nasceu mfstica e miscigenada, acompanhada por lendas e misteri os em pleno Planalto Central, em meio de um vasto cerrado. A cons tru~ao da cidade planejada consagrou 0 governo de Juscelino Kubitschek, nas areas Politica e Administrativa, foi uma autentica revolu~ao da mentalidade nacional. 0 enredo esta dividido em quatro partes: A constr u ~ao da esperan~a e a miscigena~ao; Uma Cidade a ser apreciada; Celeiro de Talentos e A Mistica e 0 misticismo da cidade. Sao Paulo e a Tom Maior embarcam, com orgu lho, ru mo aos 50 anos de Brasilia. comemo ra~ao


Mestre-Sala e Porta Bandeira: Jairo e Simone

Madrinha de Bateria: Adriana Bombom ~

..........

HISTORIA DA TOM MAIOR: Em 14 de fevereiro de 1973, em plena Ditadura Militar, um grupo de universitarios (Elisa Miranda, Dlivia Virginia eAnibal Vaz), frustrados com a rea lidade politica do pais, se uniu a experientes sambistas dissidentes da escola de samba Camisa Verde e Branco (Helio Bagun~a, Ideval Anselmo, Marcos Santos, Maria Helena e outros), juntos resolveram fundar uma escola de samba. Inspiradas par um verso da musica de Martinho da Vila: "Vai ter de amar a liberdade, 56 vai cantar em Tom Maior, vai ter a felicidade de ver um Brasil melhor". A escola nasceu no Sumare, mas a primeira reuniao aconteceu na Barra Funda. Sua sede ja migrou para Qutros bairros: Pinheiros, Vila Madalena, Campo Limpo, e, atualmente, ensaia na lapa, a falta de uma quadra propria e seu maior desafio. Mesmo diante de tad as as dificuldades, cresce a cada ano de forma vanguardista e irreverente. Desde 1984 comandada pelo mesmo presidente, unico a assumir uma escola de samba aos 17 anos.

e

Carnavalesco: Roberto Szaniecki

www.ligasp.com.br 29


"BRASILIA, DO SONHO

A REALI DADE ..." COMPOSITORES: Maradona, Am6s TK, Claud inei, Rica rdo, LuisTinga, Darl an, Bruno Tomageski e Vinicius.

Eu vi brilhar

Um lindo son/zo, se tran~foTtnar Das maos dus artistas eu ganhei

A. Diretar de Bateria: Carlos Alves - Carllia

A imagem da modernidade Um Eldorado eu sou Com lIm-jilluro de prosperidade Vieram para lrabaiha r

Ca1ldangos a miscigellor iVfeu solo "cermda" E.Jez pulsar a vida com ares de mudanl-a Eu sou a capital da esperallfa Gira Baiana ...

o meu tempero te com,i da a viajar Vem se encantar. .. amor Aqui eo sell lug~lr!

E mell orgulha Ver bralar a musicalidade A arte com talenlo de verdade J.Wastrando ao !nunda meu Brasil .bia eu sou rouiro para a devos;iio -/'I/a romaria da religiiio Tenho a energia dus cristais l' lfisterios espaciais Af eu sonho rea! eu quem extravasar Sao 50 anas de Brasihdade Dislrita Federal, ell sallfeliz cidade

ie,

A luz da 111i11l1a alma

Reflete as cores do meu pavillJao

<III Interprete Oficial: R ene Sabml

30 www.ligasp.com.br

.4mor que ja nao tem exp/ic3(:iio E TOM MAIOR no cora>aa do meu pais SOli Brasilia muito mais feliz


TOM MAIOR'S HISTORY: In February 1973, amid the military dictatorship, a group of university students (Elisa Miranda, Olivia Virginia and Anibal Vaz), frustrated with the political reality of the contry, got together wih sam samba experts, dissident from Camisa Verde e Branco (Helio Bagun,a, Ideval Anselmo, Marcos Santos, Maria Helena and others), to start a new samba school. Inspired by a verse of a song by Martinho da Vila: "You will have to love liberty, you will only sing at a Higher Key, wi ll wi ll be happy to see a better Brazil". The school first sta rted in the neighborhood of Sumare, but they actually first met in Barra Funda. Since then , due to the lack of a headquarter of their own, they moved to many different places in the city, such as: Pinheiros, Vila Madalena, Campo Limpo, Barra Funda. They currently rehearse in Lapa. Even with all the difficulties faced by them, they carryon growing stronger each year in a creative and irreverent way. The school is headed by the same president since 1984, the only one to take up such challenge at the age of 17.

<III Tania Oliveira, apresentadora e destaque da Tom MaiOl¡

LYRICS: Brasflia, from the dream to reality... A homage from sao Paulo for the 50th aniversary of the capital, heart of Brazil Tom Maior brings to sao Paulo the celebration of the 50th aniversary of our Capital City. Brasilia was built out of the dreams and aspirations of visionary people, in the heart of the country for, at last, give the country a heart. Brasilia was born mistical and representative of the mix of the contry's population, covered in legends and mysteries of the Central Plateau. The construction of the planned city concecrated the governmento of president Juscelino Kubitschek, in the Political and Administrative arenas it played an authentic revolution in the national mind. The lyrics was divided into four parts: The construction of hope and the inter-racial mix; A city to be appreciated; The cradle of talents and the Misticism of the city. Sao Paulo and Tom maior are proud to embark on this trip_

;:gI~

www.ligasp.com.br

31


FICHA TECNICA Funda~ao :03/03/ 1982

Cores: Vermelho e Branco Presidente: Leandro Alves Martins

LEANDRO ALVES MARTINS

Carnavalescos: Anderson Paulino e Aguina ldo Souza

10 Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Kari n Darling Martins e Jorge Edson Mestre de Bateria: Claudinei Pau lino - Mestre Dinei

Interprete oficial : Betto Muniz

Musa da Bateria: Viviane Cristina Rego

Diretor de Harmonia: Fabio Flisch

32 www.ligasp_com_br

I I

'Sob 0 manto de amor e paz, sou Leandro de Itaquera desfilando o vermelho e branco no meu carnaval' Entregue 11 paixao pelas cores Vermelho e Branco do seu pavilhao, a com un ida de da Leandro de Itaquera lara uma homenagem 11 pr6pria escola em 2010, com 0 enredo: "Sob um manto de amor e paz, sou Leandro de Itaquera desli lando 0

Vermelho e Branco no meu carnaval". o enredo esta dividido em cinco partes. Setor 01- As grandes Celebra~5es em Vermelho e Branco; Setor 02 - Simbolo de amor e paz 0 Vermelho e Branco das religi5es; Setor 03 - As delirantes e imaginarias viagens pelo Vermelho e Branco; Setor 04 - Um Brasil Vermelho e Branco e Setor 05 - Dos Ditos populares as paix5es em Vermelho e Branco.


~ ]\,fusa

~ ]' Casal de

Viviane Cristina Rego

Mestre-Sala e PortaBandeira: Karin Darling Martins e Jorge Edson

HISTCRIA DA LEANDRO DE ITAQUERA Em 1982, durante a comemora~ao do seu an iversario, a pequena Karin pediu ao seu pai Leandro Alves Martins uma Escola de Samba como presente. Apas uma reuniao com amigos sambistas nasceu a agremia~ao no dia 3 de mar~o de 1982, tendo 0 Leao como simbolo, representando for~a e lideran~a, suas cores oficiais sao 0 vermelho (garra) e 0 branco (paz). A quadra beira da Esta~ao de Trem de Itaquera passou a ser frequentada pel a comunidade local e se tornou orgulho de todos, sempre e,altando 0 bairro de Itaquera. E seis anos apas 0 pedido de presente, em 1988, a Leandro de Itaquera ja vencia 0 Grupo 1 e, em 1989, chegou ao Grupo Especial. a Karin cresceu e se tornou Porta-Bandeira da agremia~ao que pediu de aniversario.

a

Ja

Carnavalescos: Anderson ~ Paulino e Aguinaldo Souz a

www.ligasp.com.br 33


,

.#.

Balaia da Majestosa: grava (ao do D VD

"Sob 0 manto de amor e paz, sou leandro de Itaquera desfilando 0 vermelho e branco no meu carnaval" AUTORES : Jorginho, Carioca da Leandro, Sanches TK, Maraca, Ney Pinheiro, Luisao, Medonha ZlL Xixa, Terra, Andre, Jairo, Limozini,' Didi Poeta, Nel Costa, Juba, Xandinho, Diego Miguel, Ze Carlos e Marquinho JB

.#.

Tn tbprete: Betta MIt";z

~"c,.mdJJO

(

/)""11('0 111('11

W;Jllto mel! "1I110r

lwa pai'\.,io (III(' Ilc~j('

('(UT(

na \('ia

['elll

nos abel/fom: a paz elernizar

I<ao !}IN' /)a,; /(ao, I<ao meu pai Xang8 Ej,arei oya .,-ell epa baba Oxa lli E de arrepiaf; aji'fa

qllf ball' 11.0s}oz viaja r

Ld no orientf',

com emo(xio

Brasil, que deus abell(OOli Pall-Emsi/ que Iwm em e.l:plol"OlI

Do cana ao sabol' ria cachara o pllrezo do a/gadao A riqlleza da borracha, apirne7lla7ldo essa paixao

Ve,n de~Flar se a/Joixona r E.rtravasa r de alegria

Pare e sin/a nossa me/odia

Agora eo 1105S0 momento VOIl dar 0 sanglie Sf preciso for

Pode aplaudir a ma)eslosa baleria

com muiro amor

Brindar reveil/on

carnilval VOlt llesse mar em alto astral 110

1VaJe buseo a protej:iio.

egaranlido sua alegria

)

.In ...... 1/,; â&#x20AC;˘

hIt

J.e.H

j\l[estre de Baleria:

34 www.ligasp.com.br

... i

(.

( lH 1'1'(';,.0 \ jj tp (lIirHH/u('("

COlli

IIUI ... t!c

MgmdO ~'" ,.,. Claudmei Paulino (Mestre Dill,,)

sol

Lembrtl!l(aS guardadas

" JA'iwclro qu(' 110.¡.. iw;pira \ (" ir tI, "J f(tli:'

j\lleu samba celebra a vida

.#.

0

nosrfJllf a brilhar }\./o lem/Jlo rio OnlO/; a sedufiio Da doce infancla a raorriaCiio

l'

(1",1

""n,,,,,'


LEANDRO DE ITAQUERA'S HISTORY In 1982, during the celebrations of little Karin's birthday, she asked her father, Leandro Alves Martins, a Samba School as a special gift. After a meeting with some friends, he started the samba school. That was in 1982. The lion became the symbol of the school, representing power and leadership and the official colors became the Red (will power - energy) and White (peace). Soon afterward, the premises of the school, located by the train station of !taquera, started to receive the local community, which became the pride and joy of them all, always praising and defending the neighborhood of !taquera. In a short space of six years, the school won their first contest in the Group I and in 1989 made its debut in the Special Group. Little Karin grew and became the flag carrier of the school.

LYRICS: 'Under the Mantle of love and peace, I am Leandro de Itaquera parading the red and White in my carnival' In love with the colors of his flag Red and White, the community of leandro de !taquera will pay a special tribute to their own school in 2010, with the lyrics: " Under the mantle of love and peace', I am Leandro de Itaquera pa rad ing the Red and White of my carnival" The lyrics were divided into five parts. Sector 01 - The Great Celebrations in Red and White; Sector 02 - Symbol of love and peace, the Red and White of the religions; Sector 03 - The delirious and imaginary voyages of the Red and Wh ite; Sector 04 - A Red and Wh ite Brazil and Sector 05 - The popu lar sayings, the passions in Red and White.

www.ligasp.com.br 35


Ribeirao Preto, Regiao a Frente do Seu Tempo: da Minera~ao ao Agronegocio, Terra de Liberdade e Riqueza

Cores oficiais: Azul e Branco

Presidente: Sidnei Carriuolo Antonio

Carnavalesco: Comissao de Carnaval

10 Casal Mestre Sala e Porta-Bandeira: Nao definido

Mestre de Bateria: Armando Guerra Jr. (Mestre Juca)

Interprete: Serginho do Porto

Rainha de Bateria: Valeska Popozuda

Diretor de Harmonia: Joao Carlos

36 www.ligasp.com.br

SIDNEI CARRIUOLO ANTONIO

A Aguia de Ouro leva para a avenida a cidade de Ribeirao Preto. Uma lenda africana que Oxum, Deusa do ouro e das aguas doces, ao se banhar no Ribeirao apaixonou-se perdidamente por Oxossi, Deus da mata. Esse intenso e fogoso amor fizeram abrir uma cratera, formando-se uma Regiao de terra ferti l, rica e aben,oada Os escravos foram os primeiros trabalhadores das lavouras do cafe (Rubiacea) e da cana-de-a\ucar, que ai floresceram. AMalonaria arquitetou nos bastidores da historia, a libertalaO da escravatura antes da Lei Aurea. Chegam os imigrantes, de inicio os italianos, trazendo novas ideias de trabalho e de contestalao - anarquismo. Ao som do apito do trem da Estrada de Ferro Mogiana, e com a chegada da eletricidade, acontecem ali os primeiros movimentos infiuenciados pela cultura francesa. Verdadeiro Berlo do carnaval surge na regiao os primeiros movimentos carnavalescos: Carros Alegoricos (Grandes Sociedades), 0 Entrudo e Escolas de Samba, sendo a pioneira Os Bambas.


HIST6RIA DA AGUIA DE DURO AAguia de Duro loi lundada no dia 9/5/1976 alraves da associa,ao dos jog adores do lime "Faisea de Duro' e dissidenles da "Perala Nega'. Enlre uma parlida e oulra, havia uma roda de samba eomandada par Gilson Carrioulo Anlonio e parlieipa,ao a com a experienle Maico, que crescia a cada encontro. 0 primeiro ensaio foi realizado na Vila Madalena, as demais loram na Vila Anglo-Brasileira e, mais larde, na Vila Pompeia. Um dos inlegranles do lime e Sidnei CarriouloAnlonio, alual presidenle da agremia,ao. Em 1984, um incendio na sede deslruiu parle das fanlasias e quase a lirou do earnaval. Duranle 20 anos, ale 1986, as inlegranles ensaiaram em pra,as do bairro.

Valeska Popozuda R . , aznha de Bateria

www.ligasp.com.br 37


"Ribeirao Preto, Regiao a Frente do Seu Tempo: da Minera~ao ao Agronegocio, Terra de liberdade e Riqueza" UTORE. Celso Gherra, Xan, Formiga, Jairo, Mig, Waltinho, Clayton, Drigo Atr, Andre MS, Tadeu A MINHA AGUJA e felicidade J\1eu orglllho maio,.: paixiio! Hoje 0 canto (Ia Pompeia vai ecoar Ribeir;io preto para scmprc vou tc an",,,

Beleza ii/rente da bateria

Om )Ieyeo momae Onn}! Em luas (ignas nasee 11111 gml1df omor SlIlgindo assi", esta eidade Abellfoada pelas IIl1ios do Criador .. o lIegro COlli bmroforte Imbalholl Fez prospera,. a agricu/lura Neste d lao E llji"m a liberdorle, COlli a marona na ra lOll E 05 son has ria imig ra(ao vao seguilldo Os Irilhos do evohl(iio 1.V05 cabar es a g/amOlll; a PraJl(G e sua nwgia 1/ Hiviera

JlllIll

cenfrrio

1Jlag/~~/ra/,

o ber(o do rarnaval Santos DUllJont deu asas a imagina{:iio Desbravando " imellsill;;o E sob 0 Cell de Paris "Marcou 0 tcmpo" no l ~"o BIS

E na alial/Co rlos povos renasa rUIllO ao a/JOgelf Ribeirlio P rflo se lo r na 0 capilal rio agronegoeio nacional l . /o combustlvel lens a solll[-fio pm (01llbllier II polui,lio

Ji.. Annalldo Gilena JI: (M estre Jll ca) , Diretor de B ateria

'<rifr/lle ClIllllra/" r~f1ele lellS elleanlos e belezas

[lltilp rete: Sergillho do PoJto

;Ya eriuca(iio a sopiellria no fjperan(a

de

amanhii Es IIIIIG gralldefollie de la;:;;tI; {(Ill IIOVO

no chopp

eriferem;ia uarionai

cOlllefogo 0 pova vibra elll alto astml ]\.'05 olldas do radio a sua colJlunicariio ''['ras na salitie evohu;iio, em /)lIsca de 11111 jittllrD promissor

.\'0

38 www.ligasp.com.br


LYRICS: Ribeiriio Preto, a Region Ahead of Its Time: From mining to agribusiness, A Land of Wealth and Liberty

AGUIA DE ~URO'S HISTORY Aguia de Duro was founded in 1976 through the association of football team players 'Faisca de Duro' and dissidents of 'Perola Negra'. Between the football matches, there was always a gathering of samba led by Gilson Carrioulo Antonio with the participation of the experienced Maleo, which grew stronger each time. The first rehearsal took place at Vila Madalena and after that at Vila Anglo-Brasileira and later on moved to Vila Pompeia. One member of the team is Sidnei Carrioulo Antonio, current president of the association. In 1984, a fire at their headquarters destroyed part of their fancy dresses and almost ended their carnival. For 20 years, until 1986, they were forced to rehearse in the open air in public spaces in their neighborhood.

Aguia de Duro takes to the High Road in the city of Ribeirao Preto, an African legend whereby, Oxum, the Godess of the gold and the waters, upon bathing at the River, fell deeply in love with Ox6ssi, God of the forests. This intense and fiery love opened a crater, forming a region with fertile land, rich and blessed. The slaves were the first workers in the coffee and sugar cane plantations that grew there. The Freemasonry engineered, in the backstage of history, the freedom of slavery before the Aurea Law came into force. Then, the immigrants arrived, at the beginning the Italians, bringing with them new ideas regarding work and their challengeable nature - anarchism. At the whistle of the train of the Mogiana Railway, and with the arrival of electricity, there takes place the first demonstrations influenced by the French culture. The True Cradle of carnival emerges in the region the first carnival movements: The Floats (Grandes Sociedades), the Entrudo and Samba Schools, being Os Bambas the pioneers.

www.ligasp.com.br 39


o 1«

<>

~ w C

o

:E :E

o(.)

« co w

co


FICHA TECNICA

I I

Funda<;ao: 01/0111949 Cores: Azul e Branco Presidente: Alberto Alves

"Agua nossa de cada dia. na pureza da aguia a essencia nossas vidas"

da Silva Filho (Betinho) Delmo de Moraes

10 Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Paulinho e Rubia

Mestre de Bateria: Anselmo Alves - Mestre Teco

Interprete: Royce do Cava co

Rainha de Bateria: Simone Sampaio

Diretor de Harmonia: Manteiga

A 'Nene' conta a epopeia biblica da do mundo, passando pela submersa de Allantida, relembra 0 destino do Poseidon, 0 rei dos mares, que submergiu sem deixar vestigios. Observando com aten~ao, estamos caminhando para 0 mesmo lim. Mas sera isso que queremos? A agua e 0 recurso natural mais importante para a vida e, com a escassez, seu valor sera ainda maior, provocar guerras e se tornar 0 maior dos tesouros. Por isso a 'Nene de Vila Matilde', celebrar 0 divino dom da cria~ao e a preserva,ao, tratando a vida com respeito. Sabia loi Menininha do Gantais, que um dia disse a celebre Irase. "Acima de Deus nada! Abaixo de Deus, Agua cria~ao

Carnavalesco:

ALBERTO ALVES DA SILVA FILHO (BETINHO)

U

,

42

~.ligasp.cor.br


Casal de 1I1estre-S a la , . e poria-Ban de ira: Paulinho e Rubza 10

Rainha de Bateria. .

Simone Sampaia

HISTCRIA DA NENÂŁ DE VILA MATILDE Aescola foi fundada por um grupo de sambistas que na decada de 40 faziam rodas de samba no Largo do Peixe, no bairro da Vila Matilde. Ao contra rio de algumas das outras grandes agremiac.;oes que come~aram como cordoes,

a Nene ja nasceu como escola de samba. Nene da Vila Matilde e a segunda escola mais antiga da cidade, s6 perde para a lavapes (1931). Foi a primeira a 1" campeii, em 1965, quando se adotou 0 modelo atual de disputa. Alem dos tftulos, entre as honras acumuladas pela escola foi ter desfilado no Samb6dromo Carioca , em 1985, quando toda a escola embarcou em onibus e rumou para 0 Rio de Janeiro. Afilhada da Portela, com quem protagonizou a primeira roda de samba naTV em 1970, a 'Nene' tambem sambou em Portugal e .... Titulos Grupo Especial: 1956, 1958,

1959,1960,1963,1965,1968,1969,1970,1985,2001

www.ligasp.com.br 43


, .... Bastidores da gravar:ao doDVD

Agua Nossa de cad a dia. A pureza da aguia e a essencia de nossas vidas!

f

a ,jgll'. cia /(mtt fl ( aminho (10 mar

\-e~'i(>

rio

(JUt'

pa ....a (' ll

me billllwr "(\('l1l: faz a ft¡ .. t~ l Oll

\t'!,;(e d filll(,piia

cOMPOSITORES: Ney do Cavaeo, Claudio Russo, Claudio Tricolor, J. Velloso e Marquinhos

Agtia ... Essencia da vida

Divina eaJanie dessa cria(iia Vem no pureza da aguia

Banhando as versos Interprete: Royce do Cavaco

.... Mestre de Bateria: Anselmo Alves - Mestre TeeD

da minha canfiio Agua que vem do horizonte .l\la vaga que cresee e brinca na areia

.lvIeu deus do ceu .. Siio tantos riDs, cachoeiras...

Que 0 Iwrnem segue a brincadeira De menosprezo e destruiriio E aNent...

Alostra que tem sangue na veia Tra z a verdade que anseia preservafao

44 www.ligasp.com.br

P')r uo"'"

.1/

a de 'ada C/i.1

Pare a ganiincia Essa fmsia de riqueza Pra que tanto DUro, J.Wil Lesouros... Sem natureza Xeu epa baba .lV/eu pai maior me de 0 seu perdaa J.\1amae aLum axe E proter:ao, iemanjall l QIlf.'1l

â&#x20AC;˘

\til ill

C e VlJIUIIH/.l(}C

t 1 IIIll c '--un ite a lC'licul ... ri(

'mor

F .. ~(' c 'amor J;"uanJat/o no lilt" o ra\--dV


NENE DE VILA MATILDE'S HISTORY

"Our everyday's water. In the purity of water, the essence of our lives" 'Nene' tell us the biblical epic of the creation of the world, moving through the submerged city of Atlantis, remembering the late 01 the Poseidon, the king s 01 the seas that disappeared leaving no trace. On close Inspection, we are moving toward the same destiny. But, is it what we really want? Water is the most important natural resource for human existence, with its shortage, its value Vlili be even higher, provoking wars and becoming the most precious treasure. That's why 'Nene de Vila Matilde', celebrates the divine gift of the creation and its preservation, respecting life above all. Great ,.sdom had Menininha do Gant6is who once said the famous phrase, "Above God, Nothing, Below God, Water"

The school was founded by a group of samba players in the 40's who used to gather at Largo do Peixe, in the neighborhood of Vila Matilde. Differently from other samba schools that started as a small group, Nene started already as a sam ba school. It is the second oldest samba school in the city, the first one being Lavapes (1931). It was the first ever champion in 1965, when the model for the dispute was adopted. Besides the prizes, among other honors accumulated by the school, the school was invited for a presentation in the Rio's Samb6dromo in 1985, when the whole school took on the road to Rio de Janeiro. 'Godchild ' of Portela , with which in 1970 starred the first joint samba show on TV, Nene also took his samba school to Europe. Nene won prizes in the Special Group in the yea rs: 1956, 1958, 1959, 1960, 1963, 1965, 1968,1969,1970,1985 and 2001.

www. ligasp.com.br

45


CAPEMISA ["A

Seguro do Samba,

PR

0

VIDEt C

A

segura que do premios

SEGURO DO SAMBA CAPEMISA

o segura que a sua paixao despertou. o segura que da premios.*

Par apenas R$S,OO voce faz urn Seguro de Acidentes Pessoais com vigencia par 12 meses. Alom de protegido voce concorre a muitos premios. SEGURO DO SAMBA CAPEMISA, voce e sua Escola de Samba do cora~ao 56 tern a ganhar.Feito para voce que nota 10.

e

Cobertura de R$ 2.500,00 por Morte Acidental 1.000 premios instantaneos 4 premios de R$2.500,OO**, durante 0 periodo de comercializa~ao e 1 premia de R$7.020,OO** em sorteios pela Loteria Federal, no mes 5ubsequente ao encerramento do perfodo de comercializa~ao.


DEFINITIVAMENTE A COMPRA FICOU MAIS FACIL!

",.,T"" DE VENDA EM SAO PAULO El • Esladio do Pacaembu: Prac;:a Charles Miller, SIN° • Pacaembu E2 • Esladio do Caninde (Portuguesa): Rua Comendador Nestor Pereira, 33 • Caninde E3 • Esladio Anacleto Campanella: R: Walter Tome, nO 64 • Bairro • Olimpico - Sao Caetano

PI· Ginasio do Ibirapuera: Rua Manuel da N6brega, 1361 -Ibirapuera P2 • Loja Pitta Sports: Rua Silva Bueno, 1156 - Ipiranga , P3 • Parque Sao Jorge: Rua Sao Jorge, 777 - Tatuape ,P4· Estadio Jose Bruno Daniel: Rua 24 de Maio, SIN° - Santo Andre ,P5 - Ginasio de Esporles Jose Correa (Bilheteria A): Avenida Guilherme P. Guglielmo, 100 - Baruer ,P6 • Loja Santos Mania: Avenida Paulista, 1.499 (Alenc;:ao: esse ponto de venda s6 vende shows e jogos do Sanlos FC)

Telefone 400-FACIL: (11) 4003-2245 www.ingressofacil.com.br


FICHA TECNICA

EN REDO: De quem

Funda<;ao: 06.04.1962 Cores: Verde e Rosa Presidente: Laurinete Nazare - Dona Guga

Carnavalesco: 8abu Energia

10 Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Marcia J. Avelino e Si lveria Ap. Nunes.

governo.

Mestre de Bateria: Sergio Henrique

Interprete: Adeilton

Rainha de Bateria: Giseli Alves

Diretor de Harmonia: Carlos Aberto

48 www.ligasp.com.br

e essa bola?

A Morro da Casa Verde traz um manifesto a cultura, para debater problemas e maze las sociais Que passam por debaixo dos nossos narizes e, as vezes, preferimos fingir Que nao estamos vendo, Que 0 problema nao e nosso, Que na~ devemos abra,a r esta causa e Que a culpa e s6 do sistema e do

LAURINETE NAZARE (DONA GUGA)

A escola Quer polemizar, alinal, Qual o motivo Que leva um pai de familia ao alcoolismo, a depressao e problemas Financeiros. A ideia da escola e mudar a mentalidade de Quem a assisti-Ia no Samb6dromo, de fazer as pessoas enxergarem urn novo come~o e uma nova oportunidade de crescimento com mais solidariedade.


HISTORIA DA MORRO DA CASA VERDE Uma das mais antigas escolas paulistanas, fundada ha 47 anos, de uma dissidencia da Unidos da Casa Verde, que ja nao existe. Fundada por Zezinho de Nazareth, 0 Ze do Banjo, um dos sambistas mais respeitados da cidade. Nos anos 90, com a morle do fundador aos 91 anos, sua filha Laurinete Nazare da Silva, a Dona Guga, assumiu a presidencia e come~ou a se reerguer. Um fato marcante ocorreu em 19B6, uma seman a antes do Carnaval, quando a escola realizava seu ultimo ensaio, a esposa do Ze do Banjo, que chefiada a Comissao de Frente, mesmo adoentada pediu para ver 0 ensaio. Foi atendida e faleceu na quadra. A garra e coragem de Dona Guga, mantern a agremia~ao viva. 0 verde e rosa foram escolhidos pelo seu fundador, um Mangueirense fanatico. o logo e 0 nome da escola surgiram da paisagem local do bairro na epoca da sua funda~ao, la havia uma morro, uma ponte e uma casinha.

Rainha ~ de Bateria Giseli Alves

'" Carnavalesco: Babu Ene7gia

1° Casal

de Mest7¡eSala e PortaBandeira: .Mtircio J Avelino e Silveria Ap. Nunes '"

www.ligasp.com.br 49


... Bastidol'es da grava(iio doDVD

"De Quem

e Essa Bola?"

COMPOSITORES: Mumu, Xande e Xuxu. De Iii p'"

ca, daqui pra 1il

A bola I"Ola ...

Sou Morro ria Casa Verde Quem segura esta bola?!

o sonho HIllllas vezes se trallsforma em dol' Desillididos se elliregalli a bebida Encolllram /lela lima salda pro acabar com a dor

Nlendigos donninda

110

chao

C,.;07lf:as aboudanadas

sem ler oNoo Eillreglie as dragas Violhleia. gllerra e opressoo Miies, que chol'am ... A p erc/a do sell filho

pc/a estupidez E neste imundo lixo v;,'cm muitos Que sofrem pOl' lJossa inscnsatez

Chegam sempre em busca

de um son/w

50 www.ligasp.com.br

Das cinzas rCU8SCCl: . . Faze,. valeI' 0 amor Moradia para todD cidadao Saudc, trabalho, educarfio

J.Vo esporte, no cullura a esperanfo De 1t1ll II7ltlldo ideal e me/hor o harnettl e a natureza Vivelldo em harmonia Os GuardiBes lrazel/do a paz e alegria Embalados vem a /lOSSO baleria


Whose is this Ball? Morro da Casa Verde brings its manifest to the culture, to debate the problems and wrong doings that happens 'below Our noses' and that sometimes we pretend not to see, that the problems are not ours, that we should not embrace this cause and that the blame is on the system and on the government.

The school wishes to further the debate, after ali, what makes a family man become an alcoholic, the depression and financial problems. The idea of the school is to change the perception of those present at the parade at the Samb6dromo, to make people envisage a new beginning and a new opportunity for growth with more solidarity.

www.ligasp.com.br 51


FICHA TECNICA Funda~ao: 07-08-1974

Cores: Rosa e verde Presidente: Luis Paulo dos Santos

Carnavalesco: Sidinho Campos

1° Casal de Mestre-Sala e PortaBandeira: Marcelo Luiz e Miriam Acedo

Mestre de Bateria: Barroquinha

Interprete: Ferinha

Rainha de Bateria: Moji

Comissao de Harmonia: Joao Neguinho, Sueli e Ivan

52 www.ligasp.com.br

ENREDD: o BEIJO Em uma analogia sutil, 0 beijo equivale ao so pro vital do criador, que com amor atraves da Respira,ao Divina criou a vida. Especialistas avan,am com explica,iies que remontam a Pre-Hist6ria, especulase que 0 beijo evoluiu do ato de cheirar 0 rosto para um suave toque entre os l<lbios. Para os povos primitivos 0 ar quente expelido pela boca era entendido como a incorpora,ao da alma. Assim, 0 beijo representa a forma de fundir duas almas. Segundo 0 cientista Charles Darwin, 0 beijo era a evolu,ao das mordidas que os macacos davam no parceiro no ritual antes do sexo. A quem diga que 0 ato surgiu das lambidas que os homens das cavern as davam em seus companheiros em busca de sal, ou ainda, uma variante do gesto de carinho das maes que mastigavam 0 alimento antes de dar aos seus filhos pequenos. 0 Beijo evolui e entre 0 homem e a mulher passa a ser uma forma de erotismo, de sublime carinho, ou mesmo de um singelo jeito de cumprimentar Enfim, 0 Beijo toma diversos segmentos no sentimento humano.


A I" casal Mestre Sala e Porta Bandeira

~ Rainlza de

Marcelo Luiz e Miriam Acedo

Baten'a: Moji

HIsr6RIA DA ESCOLA

ยง

Sambistas da aristowltica Vila Mariana, se dividiam entre tres agremia,6es. Na parte de cima do morro, eram da Vai-Vai (Ala Cuica de Duro) e na baixada, na regiao da rua Santo Irineu, 0 reduto do Camisa Verde e Branco e Academicos do Ipiranga. Os tres grupos se uniram na noite de 7 de agosto de 1974, na Rua Padre Machado 442, na famosa 'vilona' e fundaram a da Zona SuI. 0 nome Sarroca foi sugestao do saudoso Valter Japao, no campo de terra Que os integrantes da escola freQuentavam.al de geografia acidentada. Ja a expressao Faculdade do Samba foi uma referencia ao fato de todos os fundadores, apesar de jovens em sua maioria, ja tinham todos uma vivencia sambistica. As cores verde e rosa homenageiam a Mangueira.

Carnavalesco:

Sidinho Campos ~

1Zr~ I!:..~ __ .~~~'-\

www.ligasp_com.br 53


A Bastidores dagmvafdo doDVD

"0 beijo"

Na alegria ou

COMPOSITORES: Lelia Garata,

Luz que banha a natureza

o sopro do divillo aD

amor

Voittpia, magia na

delieia do sabor 1I0i' 0 cupido Jd fledlou sell comelia Xesle romonlico cellaria de emarao No bailor do colibri beiialldo ajlor Sou lernu.ra, luocfneia f lralfaa

o mell dest illo eseduftio

Pra seTar 110S Jabios 0 amor A lUE' pe/o sol se apaixonou

54 www.ligasp.com.br

No matrimonio traz feJicidade

DeJperta a belezil do amonizecer

;"/11111 geslo defrisson SOli a arrepio 110 mlor

A Barroquinha, Mestre de Bateria

saudade

Mydras, Ramas e Marquinha Quebra Carda

Inspira a /Jumanidade

.... Ferinha, interprete

118

E tJamoro OU am iz.1de?

Um ronvite pam amar E (onquis/ar seu bem quaer

DOfura lias cOlllos de far/as a encanta,. l'la india 1110 tradifilo f milellor j 'ia

noite SOli a desped ida 00 adormecer Proibido ou roubado... Qlle caisa 10llca I I~ 0 goslo do pmzer que vem do boca Barroco e paixiio ... E desejo ]\lo tell pad/hao... Um beijo La vem zona !wl foda prosa

t

,"erdadeiro

0

meu am01;

e verde "OS:I!


LYRICS: A Kiss

THE SCHOOL'S HISTORY: Sambistas of the aristocratic Vila Mariana, were divided into three groups. On the upper side of the Hill there was Vai-Vai (Curca de Duro wing) and on the lower side, in the region of Santo Irineu Road, it was the realm of Camisa Verde e Branco (Green and White Shirt) and Academicos do Ipiranga (Academics of Ipiranga). The three groups gathered together on the 7th of August,1974 at 442, Padre Machado Road, in the famous 'vilona' (Big Village) and founded the South Zone school. The name 'Barroca' (Bank) was suggested by the much missed, Va Iter Japao, because of the unpaved and sloped terrain where they used to gather. The nickname University of Samba was coined as a reference to the fact that the founders of the school had a long history in the samba scenario, despite being still young. The colors chosen for the school, green and pink, was a tribute to Mangueira, which is one of the most traditional samba schools from Rio.

In a subtle analogy, a Kiss is the equivalent to the vital breath of the creator, whom with love through the Divine Breath created life. Specialists come-up with explanations going back to prehistorical times, speculations are that the Kiss evolved from the act of smelling the face to a subtle touch of the lips. For some primitive people, the hot air expelled by the mouth was seen as the incorporation of the soul. So, a kiss represents the way to fuse together two souls. According to scientist Charles Darwin, the Kiss was the evolution of the bites given by the male monkeys on their females before the sex ritual. Some say that it all started from the lickings that stone-age men gave one another searching for salt, or that it started from the affection of mothers when they chewed the food before presenting it to their young children. The Kiss evolves and between a man and a woman starts to become a form of eroticism, the sublime caress or even a simple way of greeting. In the final analysis, the Kiss has a multitude of meanings for the human soul.

wwwJigasp.com.br

55


Funda~ao:

"0 vao da aguia nas terras do Uirapuru"

8/05/1976

--

Cores: azul, amarelo e

o G.R.E.S. UIRAPURU DA MOOCA buscou inspira,ao para 0 seu carnaval na influencia americana sobre a cultura brasileira, nos mod os e costumes de um pais, onde nao existe pecado para quem mora abaixo da Linha do Equador! Um Pais que ca tiva e acolhe a todos, que mostra ao mundo 0 seu valor atraves do seu samba, do seu carnaval, onde 0 povo se transforma em Reis e Rainhas que reinam durante os quatro dias de folia. Um povo que batuca e ginga ao som que emana na avenida e transforma ate 0 canto do Uirapuru numa doce e suave melodia ... Ao Brasil e aos brasileiros, dedicamos 0 nosso enredo, mostrando como foi importante a globaliza,ao da cultura e dos costumes.

braneo

Presidente: Sidnei Aguilera de Almeida

Carnavalesco: Jose Carlos Lisboa

--,----,-

10 Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Lula e Viviane

Mestre de Bateria: Claiton de Freitas, Mestre Kinkas

Interprete: Victor Munhoz

Rainha de Bateria: Pamela Cristina Nascimento

Diretor de Harmonia: Marcos Jose

56 www.ligasp.com.br

SIDNEI AGUILERA DE ALMEIDA


I'

d¡ . Lula e Viviane Casal de Mestre-Sala e Porta- B an ezra.

HI5TORIA DA UIRAPURU DA MOOCA Aescola foi fundada em 1976 e desfilou ate 1980 quando foi desativada. Em 2000, Sidnei Almeida Aguilera, atual presidente, com apoio da comunidade da Mooca retomou as atividades. E ja em 2001 a escola retomou os desfiles e se sagrou Cam pea do Grupo de Espera da UESP. Em 2002 foi vice-campea do grupo 3, em 2008 com 0 vice-campeonato do grupo 2 e, final mente em 2009, conquistou 0 campeonato do Grupo de Acesso com 0 enredo: "Aqui ... tudo come~a e acaba em pizza!!!!

www.ligasp.com.br 57


"The flight of the eagle on the grounds of the wren Uirapuru" The G.R.E.5. UIRAPURU DA MOOCA looked for inspiration for their carnival on the American influ ence over the Brazilian culture, in the way of life of a country, where there is no sin for those who live below the Equator Line! A country that captivates and welcomes everyone, that shows the world its worthiness through the samba, its carnival, where the people become Kings and Queens reigning for the four days of cheerfulness. The people that beat their drums and dance to the sound of the streets transforming the sound of the Uirapuru bird into sweet and subtle melody... To Brazil and to all Brazilians, we dedicate these words, showing how important it was the globalization of culture and traditions.

UIRAPURU DA MeOCA'S HISTORY The school was founded in 1976 and took part of the carnival parade until 1980 when it was deactivated. In the year 2000, Sidnei Almeida Aguilera , the current president, with the support of the community of Mooca resumed the activities of the school. In 2001 they were back at the parades becoming Champions of the Waiting Group of the UESP. In 2002 became the vice-champion of group 111, in 2008 vice-champion of group I1 and finely in 2009, conquered the championship of the Access Group, a step below the prime league, with the lyrics "Here ... everything starts and ends in pizza!!!", an allusion to the way that wrong-doers, corrupt politicians, never get caught. www.ligasp.com.br

59


FICHA TECNICA Funda~ao:

A for~a, 0 misticismo e a energia do cabalfstico niimero Sete

13/ 05/ 1976

Cores: Verde, Vermelho, Azul e Branco Presidente: Rodisley Pereira de Oliveira

Carnavalesco: Paulo Trindade e Bill Oliveira

10 Casal de Mestre-Sala

e Porta-Bandeira:

Emerson Fernandes Nunes e Jaqueline Ribeiro

Mestre de Bateria: Dilley

Interprete: Rodrigo Atra~ao

Rainha de Bateria: Karine Paniagua

Diretor de Harmonia: Benedito Anacleto

60 www.ligasp.com.br

ROD ISLEY PEREIRA DE OLIVEIRA

o 'Sete' simboliza um cicio completo, uma perfei,ao dinamica. Associado ao numero Iquatro', que simboliza a terra e aD nOmero 'tres' que simboliza 0 ceu, pode'se dizer que 0 nOmero 'Sete' representa uma total ida de em movimento ou um dinamismo total, a totalidade funcional do universo em movimento. 0 numero 'Sete' nao eapenas uma crendice, ele se relaciona a uma serie de fatos existentes em todas as cultu ras, desde 0 inicio da civiliza,ao. A Flor de Lis viaja atraves da natureza, da fe, nas artes, na sociedade humana, no dia a dia e na sua pr6pria hist6ria.


HIsr6RIA DA FLOR DE LIZ Em 13 de maio de 1976 alguns sambistas se reuniram para comemorar os 12 anos de urn dos filhos de Athaide de Oliveira. Durante a madrugada surgiu a ideia de se fundar uma escola de samba. Assim nasceu a Sociedade Recreativa Cultural Sao Paulo Zona Sui, cujos fundadores sao: Athaide de Oliveira, Dona Dinha, Daniel , Mazico, Mariao e Dona Berenice. Em 1979 a escola passou par uma crise interna, pedindo licen<;a por tempo indeterminado, ficou ate 1997 sem atividades, quando retornou aos ensaios e, tambem, solicitou a UESP 0 direito de desfiar. A escola voltou a brilhar na passarela e conquistou 0 vicecampeonato do Grupo-Ill-Sul, deixando para 0 ano seguinte 0 grito de campea. Em 2002 , atendendo as cobran<;as do antigo Bloco Flor de Liz, urn dos maiores e rna is tradicionais blocos da regiao Sui, a escola de samba alterou seu nome para Flor de Liz.

O

Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Emerson Fernandes Nunes e Jaqueline Ribeiro J

www.ligasp.com.br 61


... Bateria da Flor de Liz : gmvar;:iio do DVD

"7 - SHE" OMPOSITORES: Rodrigo Atra,ao, Tuca Maia, Edson Li z e An dre Filosofia

Das maos do eriador llaSCell 0 Ulliverso ]\.TII117 "b,.i/lto mll/lieor" umG aliallfa seformoll ... ]\/a milo/agia ao lado dos Deuses camil/hei o SOUl que ecoa no ar guarda as

Mestre Dilley

"' ll/thprete: Rodrigo AtTar;:iio

o elo com quem me crioll ""as "]\1aravillws" eu fascino seu ollta r

Sagrado all ProJano espanlo a azar

Celebro a illdepelldellcia do Brasil. .. lias vidas do gala lem persevermlfo Ak' Como e bom recordar as

segredos do Imlllanidade

velhos lempos de erial/,¡a

J.Va L ua esiou presel/ le pro iluminarsoll cicio do vida no rel1ascer do natureza

lVa diversiio estoll presellle

desperlalldo a illieligencia Sou complicado 110 amol; mas

Trago ojoT(a do alma e daje

par olldejor levo a lIIilllla

Vem dos orixos 0 mf>1I a.1'1

missiioFaz er }lossa cOJnllnidadf> grilar mais uma vez:

Simbolizei a nwgia alravessalldo a porlal EIII coda sOlllio do Faraa lIIeftz real Bota a caldeirao praJerver Tem feilifaria pm voce .lVaJorma de cal(lI/ar sou essencial

A melodia qlle embala a l1//1siml Ell 5011 a Arle, liberdade de e.rpressiio ... Cruzei os mares em

62 www.ligasp.com.br

busca de elnofiio

o dOli! da Sa bedoria,

It Campeao!

o Azul e brollco emilllta pO/x iio verdadeira NIel{ ro.llio leva uta a poeira Ell SOli FiaT de L iz trago a energia"Eu Sou a 7 no. Folia"


LYRICS: The power, the mysticism and the energy of the cabalistic number Seven

HOR DE LIZ'S HISTORY In May 13,1976 some 'sambistas' gathered to celebrate the 12th birthday of one of Athaide de Oliveira's children. During the early hours of the morning, the Idea of starting a samba school came about. This is how Sociedade Recreativa Cultural Sao Paulo Zona Sui started, with founders: Athaide de Oliveira, Dona Dinha, Daniel, Mazico, Mariao e Dona Berenice. In 1979 the school went through an internal crisis, filing for an indefinite period of time of their license, it remained without any activity until 1997, when it resumed its normal rehearsals and asked permission to return to the parades. The school was once again, back to its former brilliance. They were vice-champions of Group III - South, leaving the outburst of happiness of becoming champions for the following year. In 2002, giving in to the pleas of the old 'Bloco Flor de Liz', one of the biggest and most traditional carnival groups from the south zone of the city, the samba school altered its name to Flor de Liz.

Number 'Seven' symbolizes a complete cycle, a dynamic perfection. Associated with number 'four', which symbolizes the earth and number three which symbolizes the sky, one can say that the number 'Seven' represents a totality in motion or a total dynamism, 'Seven symbolizes a complete cycle, perfect dynamics. Associated with number 'four', which symbolizes the earth and to number 'three', which symbolizes the sky, one can say that number (Seven' represents the totality in movement or a total dynamism, the functional totality of the universe in movement. Number 'Seven' is not only a belief; it is related to a series of facts existing in many cultures since the beginning of civilization. Flor de Liz travels through nature, the faith, in the arts, in the human society, in the day-to-day and in its own history.

www.ligasp.com.br 63


J

FLYERSJ!i •

" Q~ tk fM((J1fRl.dIlq, Ag~ If!), eMlitP.ga. ·nOR$/PANnnos • FOLDERS/CATAJ.OGoS • COMANDAS/CARDAPIOS ·CONVlns ISPECIAIS • CARrAD DE VISITA • SERVI(OS GRAFICOS EM GEIAL

*ENTREGA GRATIS eSP-CAPITAL) DfMAIS ODAIIIs f ISTAIIOS CONSUITAlI VAlOR Of rRm,

_~ '

fNVlAMOS PAllA TOOO 0 BRASIL

j/~

(ONTATO: 0 FONES: 113951·2022/113951.188

mediatall

www.mtall.com.br

~r

Flyers Promocionals

info@mtall.com.br


colegaoO(gonil A natureza inventou as curvas. A Todeschini reinventou.

Av. Braz Leme, 1.804 Tel. : (1 1) 2979.6138 - Santana

Av. Nova Cantareira, 3.381 Tels.: (11) 2203.4927 12362.3037 - Tucuruvi

Todeschini ~


Afoxe Iya Ominibu

EN REDO: Ossanha ou Ossaim e 0 Orixa das plantas medicinais e liturgicas. Orixa das folhas e das matas, imprescindfveis nos rituais e obriga,6es de cabe,a e assentamento de todos os Orixas atraves do omiero ou abo (banho feito de ervas), assim como a cabe,a, 05505, nervos e museu los. Como as folhas estao relacionadas com a cura, Ossaim tambem esta vinculado amedicina.

HISTORIA Fundado em 01/07/1993 e batizado no dia 11/09/93 pelo Valdemiro de Xang6 (Baiano) em sua sede provisoria no Imirim . Tendo a primeira

mulher presidente de um afoxe no Brasil. Seu 1° desfile ocorreu no ana seguinte

abrindo 0 desfile do Grupo I da Liga no domingo, conforme acordo apos dois anos passando automaticamente para 0 Grupo Especial.

"Ossiiim 0 Deus da Etnia Yorub{j" AUTOR: Joaozinho Carnavalesco Se (em canto de Ossiiim na mata nao Com OssiUm na pas.fJarela Ominibll l'a; desfilar .iV a }ligeria na regiiio de [rao OssJim i Deus da etnia Yorubd

e

No candombli todafolha pm rezar E as sassaniw.s sao hist6rias pra cauiar (salve asfoLilas) Salve as folhas Tradiriio para con tar SaJve Ossiiim este grande orixa (salve as folhas)

Os mistirios das.florestas S6 Ossiiim sabe guardar Para entrar nas rnatas

Ojerendas tem que dar

E a natureza vamos todos preservar San a esshlcia das fllhas Nao existem orixds (salve asfolhas) Salve as flillas

TradzfaO para contar

FICHA TECNICA

Salve Ossai1/! Este grande o"/"lid

Presidente: Regina Celis Pinheiro Fran~a

Fundac;ao: 01/07/1993 Cores Oficiais: azul, amarelo, verde e vermelho

REGINA CELIS PINHEIRO FRAN<;A

~

Rua Descalvado, 100 - Sumare - Tel: 3672-0239 - Site: www.afoxe.org

66 www.ligasp.com.br

va


- - - -- - - - - - -

Afoxe Filho da Coroa de Dada ENREDO: Sango Alaafin de Oyo Seguindo as caracterfsticas tradicionais, em 2010 0 afoxe entrara no samb6dromo vestidos de vermelho e braneo em homenagem ao Orixa Xango, 3' Alaafin (rei) do estado imperio de Oyo, irmao mais velho de nosso patrono Ajaka Dada, 2' Alaafin de Oyo.

Sango Alaafin de Oyo AUTOR: Oga Gilberto de Esu Olorum Modupe Dba N' Xa Re Lo

e

Ele Notiva }"Tativo

}lativo De lima Costa Africana

Aim Aira Aira Firimii

Obaiza AiraAira

Firima

~ HISTORIA DO AFOXE COROA DE DADA: No final da deeada de 60 a diversos Babalorisa e Iyalorisa partieipavam do earnaval, quando surgiu 0 eonvite para dirigentes de diversos terreiros partieiparem do desfile em um afoxe. Em 1975, foram inieiadas as diseuss6es para a sua funda,ao. Oga Gilberto e Iya Wanda eonsultaram entre outros 0 Babalorisa Waldemiro de Sango. Durante quatro anos 0 grupo reuniu informa,6es, em 1980 fundaram 0 primeira afoxe de Sao Paulo, 0 primeiro desfile aeonteeeu no ana seguinte.

FICHA TECNICA Presidente: Gilberta Antonio Ferreira Funda<;ao: 30109/1980 Cores Oficiais: vermelha e branea

GILBERTO ANTONIO FERREIRA

www.ligasp.com.br 67


TA1<O

CASABLANCA BUFFET

E

EVENTOS

"Urn evento especial tern que fer 0 toque do rneslre" Especializados na personalizflfiio de eventos e festas. Atllamos ria

elaborafi'lo clos pratos e ciecoYllroes, respeitando as caraatrislims. objetivos e cotlceilos de eada evellto, seja qual for 0 porte t' lIumero de pllrticipantes. Complcla injra-e5trutllm Pi:rs<ma/izafiio dos

I'\'eHtos .' ft'$la.~

Comtante treinmm:nto rlos pr(lfissio/lIlj~ FUl1dadot't1l1987


â&#x20AC;¢

ORDEM OFICIAL DOS DESFILES Carnaval 2010

~I' partl1iGdaaspar esqllerda, vice-presidente Financeiro Jos'( (X 9 . t<

1Y, flnoe

1

. - ;, a Vlu-presidente de Carlli1Va[' S~lange Cruz Blchara R ezende (ll,focidade Ale . pres/del/te ria L iga Palilo Sergio F. . ' ('" 'grej,. "vf. ',) . enelra untdosdeVtla 1 ~rLaJ ' eo vice-preside-lite Admillistrativo e de Planqamento, lVlarko Antonio da Silva (Tom 1\1alor) .

SEXTA-FEIRA - DIA 12/0212010 GRUPO ESPECIAL Abertura

21h

Afoxe Iya Ominibu

l'

22h30

Imperador do Ipiranga

2'

OhIO

leandro de Itaquera

3'

Ih05

Academicos do Tucuruvi

4'

2h

Mancha Verde

5'

2h55

Unidos de Vila Maria

Desfiles das Cam peas, sexta-feira, dia

Rosas de Ouro

19/02, a partir das 22h, desfilam as duas

Vai-Vai

primeiras colocadas do Grupo de Acesso e as cinco primeiras do Grupo Especial.

6'

~J

7'

3h50 4h45

:

Tempo de Desfile: De 55 a 65 minutos.

INDEPEN DE NTE DAS ESCOLAS DE SAMBA DE sAo PAU LO

DOMINGO - DIA 14/0212010 GRUPO DE ACESSO

SABADO - DIA 13/0212010 GRUPO ESPECIAL ORDEM

ENTRADA

ENTIDADE

Abertura

2lh

Afoxe Coroa de Dada

l'

22h30

Aguia de Ouro

2'

23h25

3'

ORDEM

ENTRADA

ENTIDADE

2l h

Flor de liz

22h

Uirapuru da Mooca

Tom Maior

2' 3'

23h

Barroca Zona Sui

Oh20

Mocidade Alegre

4'

Oh

Morro da Casa Verde

4'

Ih15

X-9 Paulistana

5'

lh

Nene de Vila Matilde

5'

2hlO

Gavi6es da Fiel

2h

Drag6es da Real

6' 7'

3h05

I mperio de Casa Verde

6' 7'

3h

Ca misa Verde e Branco

4hlO

Perala Negra

S'

Tempo de Desfile: De 55 a 65 minutos.

Unidos do Peruche 4h Tempo de Desfile: De 50 a 60 minutos.

Observar;ao: Horarios previstos, sujeitos a altera~6es no decorrer dos desfiles

www.ligasp.com.br 69


Alexandre, Luiz Pinho, Kax it", Camilo Augusto e

Matriz do Samba

Nlallricio de Jesus

UESP - ORDEM DE DESFILE - Grupos I, II, III GRUPO I ESCOLAS DE SAMBA

GRUPO III - ESCOLAS DE SAMBA Vila E s peran~a : 14/02/10 - Domingo

Samb6dromo: 15/0212010 - Segunda-Feira

4.'

5.' 6.'

Ordem Nome

InielO

FIM

1.'

Unidos de sao lucas

20h

20h45

DESFILE EXTRA Ordern Nome

2' 3.'

Dam Bosco Eslrela do 3° Milenio

20h45 21h30

21h30

1.'

4.'

Principe Negro

2Jh

5.' 6.'

Academicos do Tatuape

22h15 2Jh

Primeira da Aclima~ao

23h45

, .'

,.'

Prava de Fogo

,.' lO. ~

22h15

Fim

0h30 OlIlIS

2lh

Oh30

2."

2Ih40 22h20

Tereida Jovem

1h15

2h

3.'

Imperial

2h

2h45

4.~

2h45

3h30 41115

3h30 4h15

5.' 6. a

F,m

Perus Mocidade Unida da Mooca Tra di ~ao Albertinense

2lh

21h40

Invernada

21h40

22h20

22h20

23h

4.'

Esta~ ao

2Jh

23h40

5' 6'

56 Vou Se Voce For

23 h~ O

Colorado do Bras

Oh20

Oh20 Ih

GRUPO 11- ESCOLAS DE SAMBA Aut6dromo de Interlagos: 15 / 02110 - Segunda-Feira Ordem Nome

4' 5' 6'

21h40 22h20 2Jh 23h40 Oh20

2Jh

23h40 Oh20 1h

GRUPO III - ESCOLAS DE SAMBA Vila E s peran~a: 15/02110 - Segunda-feira Inicio

Flrn

1° 'l"

19h20 20h

20h

Iniclo

Flm

2lh

2lh40 22h20 2Jh 23h40 Oh20

Uniao Ind. da Vila Prudente Ermelinense

DESFllE DFICIAL Ordem Nome l' 2" 3" 4' 5'

6' 7'

Unidos de Santa Barbara T.U.P. Uniao Ind. da Zona Sui Passo de Duro Lavapes Os Sambas Sai da Frente

21h40 22h20 2Jh 23h40 Oh20 1h

1h Ih ~O

GRUPO IV - ESCOLAS DE SAMBA

2IMO 22h20

Vila

Camisa 12 Flot deVila Dalila

23h40 Oh20

4" 5.'

Esperan~a:

23h

Ordem Nome

23MO Oh20

t' 2.'

1h

J.'

8.'

1h

lh

Ih~O

I h40 2h20 3h

2h20 Jh 3h~O

Flor do Morro Unidos de Vila Carmosina Amizade da Zona l este Vov680lao Pavilhao 9 Choroes da Tia Ge Unidos do Pe Grande Mocidade Amazonense

Iniclo

Flm

21h 211140 22h20 23hOO 231140 Oh20 Ih I h40

21h40 22h20 2Jh

23h40 Oh20 Ih 11140 2h20

GRUPO ESPECIAL BLOCOS CARNAVALESCOS

13/02110 - Sabado

Academicos Do Ipiranga Estrela Cadente Drag6es de Sao Miguel

DESFILE EXTRA Ordem Nome l'

P 2.3 J.'

4' 5.'

Initio

Fim

6'-

2lh

2lh40 22h20 23hOO

7'

211140 22h20

Cordao Bibitanta

DESFILE OFICIAL Ordem Nome

8.'

Uni;;o das Escolas de Samba Paulistanas. www.uesp.com.br

70 www.ligasp.com.br

Oh20

15/ 02/ 2010 - Segund a-feira

Flrn

2Jh

Ordem Nome

1" 2.'

20h40

2lh 2IMO 22h20

OOh20

14/0212010 - Domingo

, .'

OESFILE EXTRA Ordem Nome

Infclo

bplosao da Zona Norte Uniao daVila Albertina Imperio Lapeano Brinco da Marquesa

2Jh40

23 h ~O

GRUPO ESPECIAL: BLOCOS CARNAVALESCOS

6.'

loklo

Va l e n ~a

Imperatriz da Pauliceia Mocidade Robruense Iracema Meu Grande Amor Unidos de Sao Miguel Academicos do Jaragua Unidos de Guaianases

3.'

5h

Autodromo de Interlagos: 14/ 02110 - Domingo Ordem Nome

8" 9' 1O.a

23h

DESFILE DFICIAL

GRUPO 11- ESCOLAS DE SAMBA

J'

20 h ~O

IniclO

Combinadas do Sapopemba

2'

20h

P

11.'

l'

Fim

Ordem Nome

12.'

J.'

Monalisa Paulistana

Iniclo

23h45

Portela Zona Sui Unidos do Vale Encanlado

l' 2.'

7."

Em eima da Hora Paulistana Dragoes de Vila Alpina I (! da Cidade lfder Folha Azu l dos Marujos Tradi~ ilO da Zona leste Malungos Falcao do Morro Itaquerense

Mocidade Ind. Da Zona Leste Nao Empurra Que EPior Unidos do Guarau Caprichosos da Zona Sui Garotos daVila Santa Maria Uniao da Trindade Caprichosos do Piqueti Folha Verde

Iniclo

Flm

20h

20h40

IniclO

Flm

21h 21h40 22h20

2lh40 22h20 2Jh 23h40 Oh20

23h

23h40 Oh20 1h

1h40

1h

I h40 2h20


a

1« C> « a: w

c

a

~ ~

a (.)

« £:C w

£:C


••I ~

*.

~

,

•,

,

0

Profile for Portal Academia do Samba

Revista Liga SP Carnaval 2010  

Revista Liga SP Carnaval 2010 12/02/2010

Revista Liga SP Carnaval 2010  

Revista Liga SP Carnaval 2010 12/02/2010

Advertisement