Page 1

Novas Idéias

Novas Idéias

1

Janeiro 2018 - Ano I - Edição 2


2

Novas Idéias

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.

Novas Idéias

ww

o d ú e t Con

3

Recursos para o município de Barracão Pagina 4 Febre amarela: sintomas, transmissão e prevenção. Pagina 5 As principais datas das eleições de 2018 Paginas 6 - 7 Clamarei como o filhote da andorinha Pagina 8 O que a igreja ensina sobre o uso da internet? Pagina 9 Por um Imposto mais justo Pagina 10 A violência doméstica é um crime Pagina 11 Nascer de Novo / Pare para pensar Pagina 12 Gengibre com abacaxi / Suco Detox Pagina 13 Festa do Boi no Rolete - Luz Marina Pagina 14 Nossas Mãos Pagina 15 São José das Palmeiras Paginas 16/17 Gilberto Salvador faz agradecimento Paginas 18/19 HUOP é habilitado a atender alta complexidade Paginas 20 Municípios arrecadarão 20% a mais Pagina 21


4

Mais d e R$ 1 m ilhão em rec ursos para o municí pio de Bar racão

Novas Idéias

FEBRE AMARELA: SINTOMAS, TRANSMISSÃO E PREVENÇÃO

contra ela circula em áreas florestais e é picada por um mosquito infectado. Ao contrair a doença, a pessoa pode se tornar fonte de infecção para o Aedes

A

E

m visita ao Legislativo, Deputado Ademar Traiano libera mais de R$ 1 milhão em recursos para o município de Barracão Visita do Deputado ocorreu na tarde de sexta-feira na Câmara Municipal. Na última sexta-feira (12), a Câmara de Vereadores de Barracão, por meio dos vereadores de oposição, recebeu a visita do Deputado Estadual e líder da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano. Após reunião, o Deputado junto aos vereadores municipais, concedeu entrevista onde falou, de como serão distribuídos os recursos avaliados em mais de R$ 1 milhão a fundo perdido liberados para o município. De acordo com os vereadores, os recursos serão investidos principalmente em equipamentos e máquinas para o setor rodoviário e setor agrícola, além de projetos para a educação.

Imagem Ilustrativa

5

Sintomas

Foto: Ana Braulio/Portal Tri

DE O Ã Ç A R LIBE NEW R O T A UM TR ND CNH A L L O H TL95 L A I R T INDUS S DE É V A R T A PARLAA D N E EM R DO MENTA O D DEPUTA RU-

Novas Idéias

Foto: Novas Idéias.net

N

o último dia 22 de dezembro, estivemos em Cascavel – Paraná, onde recebemos documentação referente a liberação de um trator New Holland CNH Industrial TL95, a liberação de tal maquinário foi fruto de uma visita do Vereador Dieyson Bugança a Capital do Estado no mês de setembro, onde o edil solicitou através de oficio e em conversa com o Deputado Rubens Bueno, do PPS, a liberação de recurso ou de maquinas agrícolas através de emenda parlamentar, visando melhor atender os agricultores do município. O setor competente do Poder Executivo já foi comunicado sobre a liberação do trator. Os vereadores da bancada de oposição composta pelos Vereadores Marcos Dombroski, Dieyson Bugança,, Airton N. de Oliveira e Silva, João Carvalho de Freitas e David Woichikoswkis agradecem o Deputado Rubens Bueno pelo empenho em auxiliar os agricultores de Barracão.

febre amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por vetores. Geralmente, quem contrai este vírus não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos. As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar (até dois dias), quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso. A maioria dos infectados se recupera bem e adquire imunização permanente contra a febre amarela. A febre amarela ocorre nas Américas do Sul e Central, além de em alguns países da África e é transmitida por mosquitos em áreas urbanas ou silvestres. Sua manifestação é idêntica em ambos os casos de transmissão, pois o vírus e a evolução clínica são os mesmos — a diferença está apenas nos transmissores. No ciclo silvestre, em áreas florestais, o vetor da febre amarela é principalmente o mosquito Haemagogus. Já no meio urbano, a transmissão se dá através do mosquito Aedes aegypti (o mesmo da dengue). A infecção acontece quando uma pessoa que nunca tenha contraído a febre amarela ou tomado a vacina

aegypti no meio urbano. Além do homem, a infecção pelo vírus também pode acometer outros vertebrados. Os macacos podem desenvolver a febre amarela silvestre de forma inaparente, mas ter a quantidade de vírus suficiente para infectar mosquitos. Uma pessoa não transmite a doença diretamente para outra.

Prevenção

C

omo a transmissão urbana da febre amarela só é possível através da picada de mosquitos Aedes aegypti, a prevenção da doença deve ser feita evitando sua disseminação. Os mosquitos criam-se na água e proliferam-se dentro dos domicílios e suas adjacências. Qualquer recipiente como caixas d’água, latas e pneus contendo água limpa são ambientes ideais para que a fêmea do mosquito ponha seus ovos, de onde nascerão larvas que, após desenvolverem-se na água, se tornarão novos mosquitos.

Portanto, deve-se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Para eliminar o mosquito adulto, em caso de epidemia de dengue ou febre amarela, deve-se fazer a aplicação de inseticida através do “fumacê”. Além disso, devem ser tomadas medidas de proteção individual, como a vacinação contra a febre amarela, especialmente para aqueles que moram ou vão viajar para áreas com indícios da doença. Outras medidas preventivas são o uso de repelente de insetos, mosquiteiros e roupas que cubram todo o corpo. A população de e São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia receberá a dose fracionada da vacina de febre amarela. A meta é vacinar 95% de 19,7 milhões. O objetivo é evitar a circulação e expansão do vírus. A dose padrão da vacina continuará sendo administrada em alguns grupos conforme a tabela abaixo. Fonte: https://www.bio.fiocruz.br/ index.php/febre-amarela-sintomas-transmissao-e-prevencao


Novas Idéias

6

Novas Idéias sos, para fins de divulgação na Internet.

CALENDÁRIO COM AS PRINCIPAIS DATAS DAS ELEIÇÕES DE 2018 Justiça Eleitoral suas pesquisas relativas às eleições ou aos possíveis candidatos.

O

pleito ocorrerá no dia 7 de outubro, em primeiro turno, e no dia 28 de outubro, nos casos de segundo turno. O calendário das eleições de 2018, aprovado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em dezembro do ano passado, traz as principais datas do processo eleitoral a serem observadas por candidatos, partidos, eleitores e pela própria Justiça Eleitoral. As modificações introduzidas pela Reforma Política (Lei n° 13.487 e Lei nº 13.488), aprovada pelo Congresso Nacional em outubro deste ano, foram incorporadas ao calendário do pleito de 2018, que ocorrerá no dia 7 de outubro, em primeiro turno, e no dia 28 de outubro, nos casos de segundo turno. Os eleitores vão eleger presidente da República, governadores dos Estados, dois terços do Senado Federal, deputados federais e deputados estaduais ou distritais.

PESQUISAS ELEITORAIS

A

partir do dia 1º de janeiro de 2018, os institutos de pesquisas de opinião pública ficam obrigados a registrar junto à

PROPAGANDA INSTITUCIONAL

O

TSE promoverá, a partir de 1º de abril, propaganda institucional no rádio e na TV destinada a incentivar a participação feminina, dos jovens e da comunidade negra na política, bem como esclarecer os cidadãos sobre as regras e o funcionamento do sistema eleitoral.

FILIAÇÃO PARTIDÁRIA

Q

uem pretende concorrer aos cargos eletivos no pleito do próximo ano deve se filiar a um partido político até o dia 7 de abril, ou seja, seis meses antes da data das eleições. O mesmo prazo é dado para obtenção junto à Justiça Eleitoral do registro dos estatutos dos partidos políticos que pretendem entrar na disputa. O TSE disponibilizará, a partir de 7 de abril, todos os programas de computador de sua propriedade utilizados nos processos de votação, apuração e totalização, para que técnicos indicados pelos partidos políticos, pela Ordem dos Advogados do Brasil, pelo Ministério Público e por pessoas autorizadas em resolução específica possam acompanhar suas fases de especificação e desenvolvimento.

RETIRADA E TRANSFERÊNCIA DE TÍTULO

A

data de 9 de maio é o último dia para o eleitor que pretende votar requerer

o título, alterar seus dados cadastrais ou fazer a transferência do domicílio eleitoral. Também é o prazo final para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar sua transferência para seção com acessibilidade e, ainda, para que presos provisórios e adolescentes internados possam regularizar a situação eleitoral a fim de votarem nas Eleições de 2018.

FUNDO DE CAMPANHA

O

s recursos disponíveis no Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) serão divulgados pelo TSE no dia 18 de junho, observado o prazo-limite para o depósito pelo Tesouro Nacional, no Banco do Brasil, até 1º de junho de 2018.

PROPAGANDA INTRAPARTIDÁRIA

O

s políticos com vistas à indicação de seu nome pelo partido poderão fazer propaganda intrapartidária a partir do dia 5 de julho, mas está proibido o uso de rádio, televisão ou outdoor para isso.

AGENTES PÚBLICOS

T

rês meses antes das eleições, a partir de 7 de julho, os agentes públicos ficam proibidos de praticar várias condutas, entre as quais: nomear, contratar ou de qualquer forma admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens, ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional e, ainda, remover, transferir ou exonerar servidor público, ressalvados os casos de: nomeação ou exoneração de cargos em comissão e designação ou dispensa de funções de

confiança; nomeação para cargos do poder Judiciário, do Ministério Público, dos Tribunais ou Conselhos de Contas e dos órgãos da Presidência da República; nomeação dos aprovados em concursos públicos homologados até 7 de julho de 2018; nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais, com prévia e expressa autorização do chefe do Poder Executivo; transferência ou remoção de militares, de policiais civis e de agentes penitenciário. Também ficam proibidos de realizar transferência voluntária de recursos da União aos estados e municípios e dos estados aos municípios, ressalvados os recursos destinados a cumprir obrigação formal preexistente para execução de obra ou de serviço em andamento e com cronograma prefixado e os destinados a atender situações de emergência e de calamidade pública. Ainda são vedadas, a partir dessa data, a realização de inaugurações e a contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos.

VOTO EM TRÂNSITO

U

ma vez divulgados os locais de votação dos municípios com mais de cem mil eleitores que terão seções disponíveis para o

voto em trânsito, o eleitor poderá habilitar-se a partir do dia 17 de julho para votar por meio dessa modalidade.

CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS

A

s convenções para a escolha dos candidatos a presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal, deputado estadual ou distrital deverão ocorrer entre os dias 20 de julho e 5 de agosto.

ENQUETES

A

partir de 20 de julho, não será permitida a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral. Vale lembrar que enquete é a simples coleta de opiniões de eleitores sem nenhum controle de amostra e sem a utilização de método científico para sua realização. Esse tipo de consulta informal depende apenas da participação espontânea do interessado.

MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA

A

pós a obtenção do número de registro de CNPJ do candidato e a abertura de conta bancária específica para movimentação financeira de campanha e emissão de recibos eleitorais, os partidos e candidatos deverão enviar à Justiça Eleitoral, a partir de 25 de julho, os dados sobre recursos financeiros recebidos para financiamento de campanha até 72 horas após o recebimento desses recur-

REGISTRO DE CANDIDATURA

O

último dia para os partidos políticos e as coligações apresentarem junto à Justiça Eleitoral o requerimento de registro de candidatos é 15 de agosto. O TSE receberá o requerimento de candidatos a presidente e vice-presidente da República, e os tribunais regionais eleitorais (TREs) o requerimento de candidatos a governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal e deputado estadual ou distrital.

PROPAGANDA ELEITORAL

N

o dia 16 de agosto, passa a ser permitida a realização de propaganda eleitoral, como comícios, carreatas, distribuição de material gráfico e propaganda na Internet (desde que não paga), entre outras formas.

PLANO DE MÍDIA

O

TSE e os TREs têm até 24 de agosto para elaborarem – junto com os partidos políticos e a representação das emissoras de televisão e de rádio – plano de mídia para uso da parcela do horário eleitoral gratuito a que tenham direito, garantida a todos a participação nos horários de maior e menor audiência.

HORÁRIO ELEITORAL

A

propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão terá início em 31 de agosto (37 dias antes das

7 eleições) e término no dia 4 de outubro. O período foi reduzido de 45 para 35 dias.

VAGAS REMANESCENTES

C

aso os partidos não tenham indicado, após as respectivas convenções, todos os candidatos às eleições proporcionais, observados os percentuais mínimo e máximo para candidaturas de cada sexo, eles terão até 7 de setembro para preencherem as vagas remanescentes para as eleições proporcionais.

PRESTAÇÃO DE CONTAS

A

primeira parcial da prestação de contas, constando o registro da movimentação financeira ou estimável em dinheiro ocorrida desde o início da campanha até o dia 8 de setembro, deverá ser enviada à Justiça Eleitoral a partir do dia 9 de setembro.

JULGAMENTO DE REGISTROS

A

Justiça Eleitoral terá até o dia 17 de setembro para julgar todos os pedidos de registro de candidatos que vão concorrer ao pleito de 2018. Nessa data também termina o prazo para instalação da Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica, bem como para os TREs informarem, em edital e mediante divulgação nos respectivos sites na Internet, o local onde será realizada a auditoria da votação eletrônica.

PRISÕES

A

partir de 22 de setembro, nenhum candidato poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito.

O mesmo vale para o eleitor a partir do dia 2 de outubro, acrescido de exceção por sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou por desrespeito a salvo-conduto.

DEBATES E COMÍCIOS

O

s debates no rádio e na televisão só poderão ser realizados até 4 de outubro, admitida a extensão do debate cuja transmissão se inicie nesta data e se estenda até as 7 horas do dia 5. No dia 4 também termina a

propaganda política mediante reuniões públicas ou promoção de comícios, com exceção dos que forem encerramento de campanha, que poderão ser prorrogados por mais duas horas.

MATERIAL GRÁFICO E CARREATA m dia antes do pleito, 6 de outubro, é a data-limite para que seja feita a distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos. A véspera do pleito também é o último dia para o TSE divulgar comunicados, boletins e instruções ao eleitorado, via emissoras de rádio e de televisão, podendo ceder parte desse tempo para utilização dos TREs. (Fonte: site do PPS)

U


Novas Idéias

8

“Às vezes, se obtém mais depressa com uma breve oração, o que dificilmente se alcançaria com boas obras”.

“Clamarei

como o filhote da andorinha” (Is. 38, 14), dizia o piedoso rei Ezequias.

O

s filhotes da andorinha não fazem outra coisa do que chilrear procurando com isso o auxílio e o alimento de sua mãe. Do mesmo modo devemos nós proceder. Se quisermos conservar a vida da graça, devemos gritar sempre, pedindo a Deus a graça, para evitarmos a morte do pecado e para avançarmos em seu santo amor. Refere o Padre Rodrigues, S. J., que os antigos padres do deserto, nossos primeiros mestres espirituais, fizeram entre si uma consulta; Para ver qual era o exercício mais necessário e útil à salvação eterna.

Acrescenta Santo Ambrósio: “Quem ora, enquanto ora, recebe, porquanto rezar e receber é a mesma coisa: quem reza, enquanto reza já recebe o que pede; pois pedir é receber”.

O

mesmo escreve Cassiano, deve fazer quem quiser salvar-se, dizendo sempre: Deus meu, ajudai-me, meu Deus, ajudai-me! Isto devemos fazer, desde a manhã, quando despertamos, e depois continuar a fazê-lo em todas as nossas necessidades e; Durante as nossas ocupações, quer espirituais quer materiais, mormente, quando formos assaltados por qualquer tentação ou paixão. Diz São Boaventura que, muitas vezes, a graça nos vem mais depressa por Resolveram que era repetir amiúde a uma breve oração, do que por muitas breve oração de Davi: “Senhor, vinde boas obras: em meu socorro!”.

F

S

ão João Crisóstomo escreve que o homem mais poderoso é o que reza: “Nada há mais poderoso do que um homem que reza”, porque se faz participante do poder de Deus. Para chegarmos à perfeição, dizia São Bernardo, temos necessidade da meditação e da petição; pela meditação, vemos o que nos falta; Pela súplica, recebemos o que nos é necessário:

Subamos pela meditação e pela petição! Aquela mostra o que nos falta, esta consegue que nada nos falte”. Fonte: Do livro “A Oração” de Santo Afonso de Ligório. Rezar bem.

isso em sintonia com a undamentados na paróquia local, a pastoral Comunidade Tridiocesana e em comunitária a melhor conhão com os pastores. munidade, formemos s Bispos do Brasil Certamente o 14º Interecomunidades onde lembram que as clesial muito contribuirá não haja necessita“CEB’s são uma forma de vivência comunitária, para que a nova evange- dos porque o pão é lização aconteça e cresça repartido. Comunide inserção na sociecada vez mais nas estrutu- dades unidas na oração, dade, de exercícios do profetismo e de compro- ras do mundo urbano. “Se na doutrina dos apósto- do povo, o exemplo das o Senhor não edificar a los, na fração do pão e misso com a transforcomunidades primitimação de realidade, sob cidade em vão trabalham no afeto. Comunidades vas, porque praticavam a luz do Evangelho” (cf. os que a constroem” (cf. que cativem a simpatia Doc. 105, nº 146). Tudo SL 126,2).

O

Novas Idéias DE SÃO JOÃO

preparando para o encontro com Cristo na comunidade, como ajudando o novo crente na caminhada de fé, que então tem início”, assinalou São João Paulo II.

PAULO II AO PAPA FRANCISCO, O QUE A IGREJA ENSINA SOBRE O USO DA INTERNET?

D

esde a sua divulgação massiva na década de 90, a Internet tem sido objeto de debates sobre seu uso e repercussão como meio de comunicação; discussão que não é alheia à Igreja, que vê esta ferramenta como “um novo foro para a proclamação do Evangelho”. Nesse sentido, levando em consideração que no dia 26 de novembro é recordado o Beato James Alberione, padroeiro da Internet, publicamos trechos dos ensinamentos da Igreja através dos três pontífices que a guiaram desde o surgimento da internet. Novas formas de evangelização Embora a ideia de uma rede interconectada de computadores tenha nascido com um propósito militar durante a Guerra Fria, após o desaparecimento da União Soviética e em boa parte dos regimes comunistas a rede começou a ser usada publi-

9

camente; tudo isso ocorreu durante o pontificado de São João Paulo II. Nesse sentido, foi o Papa polonês viu esta nova ferramenta como “um novo foro para a proclamação do Evangelho”, como indicou em sua mensagem para o 36º Dia Mundial das Comunicações em 2002. São João Paulo II recordou que, ao longo da história da evangelização, a Igreja “teve de ultrapassar também muitos confins culturais”, cada um dos quais exigiu renovadas energia e imaginação, como ocorreu “na época das grandes descobertas, a Renascença e a invenção da imprensa, a Revolução Industrial e o nascimento do novo mundo”. Nesse sentido, indicou que a mesma coisa acontece com o surgimento da Internet, “um novo ‘foro’” e uma nova fronteira dos outros tempos, também esta está “cheia da ligação entre perigos e promessas”. “Embora a Internet nunca possa substituir aquela profunda experiência de Deus, que só a vida concreta, litúrgica e sacramental da Igreja pode oferecer, ela pode certamente contribuir com um suplemento e um apoio singulares, tanto

U

m apelo à geração digital Depois de assumir a missão de Sucessor de Pedro em 2005, Bento XVI demonstrou que não está longe da nova realidade no mundo das comunicações e em 12 de dezembro de 2012, lançou a conta oficial do Twitter @pontifex, através da qual ele colocou o papado no mundo das redes sociais. Além disso, três anos antes, em sua mensagem para o 43º Dia Mundial das Comunicações Sociais, o então Pontífice assegurou que as novas tecnologias são “um dom” e incentivou os jovens, “a geração digital”, a fazer um bom uso dela a fim de promover uma cultura do encontro e anunciar o Senhor Jesus. Também se dirigiu aos criadores de conteúdos. Indicou que “se as novas tecnologias devem servir o bem dos indivíduos e da sociedade, aqueles que as usam devem evitar compartilhar palavras e imagens degradantes para o ser humano e, portanto, excluir o que causa ódio e intolerância, degrada a beleza e a intimidade da sexualidade humana, ou o que explora os fracos e indefesos”. ento XVI convidou os jovens católicos a “levar ao mundo digital o testemunho da sua fé”, especialmente aos

B

seus coetâneos, porque “vocês conhecem os seus temores e as suas esperanças, seus entusiasmos e suas desilusões”.

U

m dom de Deus Assim, seguindo o caminho traçado pelos seus predecessores, o Papa Francisco mencionou a realidade da internet em sua mensagem do 48º Dia Mundial das Comunicações em 2014, ressaltando que a “a internet pode oferecer maiores possibilidades de encontro e de solidariedade entre todos; e isto é uma coisa boa, é um dom de Deus”. Um ano antes, ao receber os participantes da Assembleia Plenária do Pontifício Conselho para os Leigos, Francisco explicou que é preciso aprender a discernir “entre as oportunidades e os perigos da rede” para “conduzir os homens ao rosto luminoso do Senhor”. esse sentido, assegurou que a presença da Igreja na rede é indispensável, sempre com estilo evangélico, “para despertar as perguntas incessantes do coração sobre o sentido da existência e indicar o caminho que conduz Àquele que é a resposta, a Divina Misericórdia feita homem, o Senhor Jesus”.

N


Novas Idéias

10

POR UM IMPOSTO MAIS JUSTO

O

governo e o Congresso Nacional precisam entender que a justiça tributária é um dos pilares da democracia Por Rubens Bueno O enfrentamento da crise econômica provocada pelos governos petistas não pode levar em conta apenas o corte de gastos públicos e medidas para alavancar setores da economia que passam por dificuldades. É necessário e urgente que se adotem mecanismos para recuperar o poder de compra dos trabalhadores brasileiros, que ao longo dos anos vem sendo fortemente corroído. Hoje, os salários são achatados não só pela inflação, mas por uma fórmula perversa de cobrança do Imposto de Renda (IR). lamentável que o atual governo não tenha incluído, mais uma vez, no Orçamento da União, a previsão de reajuste da tabela do IR. E se o governo não faz, o Congresso precisa agir. Já

É

passou e muito da hora de aprovarmos uma política permanente para a correção da tabela do imposto de renda, cujos mesmos índices estão sendo aplicados desde 2015. Para se ter uma ideia da perversidade dessa cobrança, basta verificar que de 1996 para cá a tabela já acumula uma defasagem de 88,4%. O cálculo, feito pelo Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco), é o retrato de um país que cobra muito do contribuinte com renda mais baixa e privilegia os mais ricos. Precisamos inverter essa lógica. or isso, ainda em 2011, apresentei o Projeto de Lei 59/11, que além de corrigir em 10% a tabela do IR, fixa um reajuste anual com base no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a variação de preços referentes ao consumo das famílias com rendimento de um a dez salários mínimos. A correção de 10% permitirá repor pelo menos uma parte das perdas dos contribuintes com a inflação acumulada nos últimos anos. São regras claras, com fator de correção permanente, que trazem justiça aos contribuintes. Essa medida também é defendida há anos pelo Sindifisco, que ressalta que a correção pela inflação evitaria o aumento da regressividade de nossa tributação, que tanto alimen-

P

ta o avanço das desigualdades sociais. A entidade aponta ainda que, se de 1996 até hoje a tabela do IR tivesse sido corrigida pela inflação, todo trabalhador que ganha até R$ 3.556,56 mensais ficaria isento de imposto na fonte. Atualmente, o brasileiro que ganha mais de R$ 1.903,98 já é alvo da mordida do Leão em seu contracheque. A falta de correção também afeta diretamente a economia, já que com menos dinheiro no bolso os brasileiros consomem e poupam menos. São bilhões que acabam indo parar no caixa do governo que poderiam aquecer nosso mercado interno e que, muitas vezes, acabam sendo mal aplicados pelos governos. O projeto que apresentei mantém as cinco faixas de desconto, mas promove uma política contínua de reajuste para permitir uma cobrança mais equilibrada de acordo com a renda do trabalhador.

T

eríamos uma correção permanente da faixa dos isentos e, acima desse valor, o contribuinte pagaria, de acordo com sua renda, percentuais fixados em 7,5%, 15%, 22,5% e 27,5%. Todas as faixas seriam reajustadas anualmente. A ideia é, ao longo do tempo, ir recuperando as perdas com a defasagem. Está claro que, na atual situação, as classes com renda mais baixa são as mais penaliza-

das. Basta vermos que entre 1996 e 2016 o IPCA variou 294,93% enquanto que a tabela do IR teve uma correção de apenas 109,63%. Ou seja: A inflação foi quase três vezes maior que o índice de reajuste das faixas do imposto. Se nenhuma providência for tomada, o cidadão brasileiro será cada dia mais penalizado e a queda de seu poder aquisitivo vai influir diretamente no desempenho de nossa economia. O governo e o Congresso Nacional precisam entender que a justiça tributária é um dos pilares da democracia. Com regras claras baseadas em uma política permanente, os contribuintes poderão fazer um planejamento de longo prazo, algo essencial em uma economia estável que pretendemos ver consolidada em nosso país. Se dermos esse primeiro passo, aprimorando a correção da tabela do imposto de renda, poderemos avançar na sequência para a discussão de uma reforma tributária mais ampla. Rubens Bueno é deputado federal pelo

A I Novas Idéias C N Ê L O I A V C I T S É M DO

O

que poucos sabem é que a violência doméstica vai muito além da agressão física ou do estupro. A Lei Maria da Penha classifica os tipos de abuso contra a mulher nas seguintes categorias: violência patrimonial, violência sexual, violência física, violência moral e violência psicológica

VIOLÊNCIA SOCIAL: qualquer comportamento que intenta controlar a vida social do(a) companheiro(a), através de, por exemplo, impedir que este(a) visite familiares ou amigos, cortar o telefone ou controlar as chamadas e as contas telefónicas, trancar

A violência doméstica abarca comportamentos utilizados num relacionamento, por uma das partes, sobretudo para controlar a outra. As pessoas envolvidas podem ser casadas ou não, ser do mesmo sexo ou não, viver juntas, separadas ou namorar.

T

odos podemos ser vítimas de violência doméstica. As vítimas podem ser ricas ou pobres, de qualquer idade, sexo, religião, cultura, grupo étnico, orientação sexual, formação ou estado civil. A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA ENGLOBA DIFERENTES TIPOS DE ABUSO

VIOLÊNCIA EMOCIONAL:

qualquer comportamento do(a) companheiro(a) que visa fazer o outro sentir medo ou inútil. Usualmente inclui comportamentos como: ameaçar os filhos; magoar os animais de estimação; humilhar o outro na presença de amigos, familiares ou em público, entre outros.

11 deseje. Alguns destes comportamentos podem ser: controlar o ordenado do outro; recusar dar dinheiro ao outro ou forçá-lo a justificar qualquer gasto; ameaçar retirar o apoio financeiro como forma de controlo. perseguição: qualquer comportamento que visa intimidar ou atemorizar o outro. Por exemplo: seguir o(a) companheiro(a) para o seu local de trabalho ou quando este(a) sai sozinho(a); controlar constantemente os movimentos do outro, quer esteja ou não em casa

A o outro em casa. VIOLÊNCIA FÍSICA: qualquer forma de violência física que um agressor(a) inflige ao companheiro(a). Pode traduzir-se em comportamentos como: esmurrar, pontapear, estrangular, queimar, induzir ou impedir que o(a) companheiro(a) obtenha medicação ou tratamentos. VIOLÊNCIA SEXUAL: qualquer comportamento em que o(a) companheiro(a) força o outro a protagonizar atos sexuais que não deseja. Exemplos: pressionar ou forçar o companheiro para ter relações sexuais quando este não quer; pressionar, forçar ou tentar que o(a) companheiro(a) mantenha relações sexuais desprotegidas; forçar o outro a ter relações com outras pessoas. VIOLÊNCIA FINANCEIRA:

qualquer comportamento que intente controlar o dinheiro do(a) companheiro(a) sem que este o

presença de um ou mais destes comportamentos, sobretudo utilizados para controlar as outras pessoas, pode significar que é vítima de violência física, psicológica ou sexual no seu relacionamento. As mulheres encontram-se, na maior parte dos casos, em situações de violência doméstica pelo domínio e controlo que os seus agressores exercem sobre elas através de variadíssimos mecanismos, tais como: isolamento relacional; o exercício de violência física e psicológica; a intimidação; o domínio económico, entre outros.

A

violência doméstica não pode ser vista como um destino que a mulher tem que aceitar passivamente. O destino sobre a sua própria vida pertence-lhe, deve ser ela a decidi-lo, sem ter que aceitar resignadamente a violência que não a realiza enquanto pessoa . A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA É UM CRIME


Novas Idéias

12

NASCER DE NOVO...

aptidões de conversação serão tão importantes quanto qualquer outra. Passe mais tempo sozinho. Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão de seus valores. Desse Deus de tanta grandeza. ascer é ver o dia que amanhece, Lembre-se de que o silêncio, às vezes, é a Nascer é o fracasso vencer Tendo a certeza que nisso está melhor resposta. Afugentar as tempestades O milagre da vida Leia mais livros e assista menos TV. Que ameaça e faz morrer Nascer é ousar sem abusar Viva uma vida boa e honrada. Assim, Porque todo caminho Encarar e tudo continuar quando você ficar mais velho e olhar Amar e chorar É preciso percorrer. Aproximar e encorajar para trás, você poderá aproveitá-la mais Nascer é o caminho Desejar e almejar. uma vez. construir Confie em Deus, mas tranque o carro. Quebrando as barNascer é examinar Uma atmosfera de amor em sua casa é reiras que surgir com atenção É deixar a promessa muito importante. Faça tudo que puUm entre um milhão cumpri Seguir sem medo e der para criar um lar tranquilo e com E o amor de Deus aflição harmonia. refletir Agir com paixão Em desentendimento com entes queriNo coração que se E tomar uma decisão. dos, enfoque a situação atual. remir. Nascer é viver ao máximo Não fale do passado. Cada hora que passa É sentir a vida de um jeito sublime Como se fosse o fim que está próximo Leia o que está nas entrelinhas. Reparta É renovar, renascer, reviver. o seu conhecimento. É uma forma de É vencer tudo que ameaça Sonia Souza alcançar a imortalidade. E olhar para frente sem remorso. Seja gentil com o planeta. Reze. Há um poder incomensurável nisso. Nunca interrompa enquanto estiver Fale devagar, mas pense com rapisendo elogiado. dez. Cuide da sua própria vida. Quando alguém perguntar algo que Não confie em alguém que não fecha os você não quer responder, sorria e olhos enquanto beija. pergunte: “Porque você quer saber?”. Uma vez por ano, vá a algum lugar onde ê mais às pessoas, MAIS do que Lembre-se que grandes amores e nunca esteve antes. elas esperam, e faça com alegria. grandes conquistas envolvem riscos. Se você ganhar muito dinheiro, coloqueDecore seu poema favorito. Ligue para sua mãe. -o a serviço de ajudar os outros, enquanNão acredite em tudo que você ouve, Diga “saúde” quando alguém espirto você for vivo. Esta é a maior satisfação gaste tudo o que você tem e durma rar. de riqueza. tanto quanto você queira. Quando você se deu conta que Lembre-se que o melhor relacionamenQuando disser “Eu te amo” olhe as pes- cometeu um erro, tome as atitudes to é aquele em que o amor de um pelo soas nos olhos. necessárias. outro é maior do que a necessidade de Fique noivo pelo menos seis meses Quando você perder, não perca a um pelo outro. antes de se casar. lição. Julgue seu sucesso pelas coisas que você Acredite em amor à primeira vista. Lembre-se dos três Rs: Respeito por teve que renunciar para conseguir. Nunca ria dos sonhos de outras pessosi próprio, respeito ao próximo e Lembre-se de que seu caráter é seu as. responsabilidade pelas ações. destino. Ame profundamente e com paixão. Não deixe uma pequena disputa ferir Usufrua o amor e a culinária com abanVocê pode se machucar, mas é a única uma grande amizade. dono total. forma de viver a vida completamente. Sorria ao atender o telefone, a pessoa Em desentendimento, brigue de forma que estiver chamando ouvirá isso em justa, não use palavrões. sua voz. Dalai Lama Não julgue as pessoas pelos seus paCase com alguém que você goste de rentes. conversar. Ao envelhecerem suas

N

D

Pense um pouco

Nascer é ter a absoluta certeza De não sentir a menor fraqueza De contemplar a natureza E desfrutar da beleza

Novas Idéias

13

GENGIBRE COM ABACAXI

O

suco de abacaxi com gengibre é uma dupla que pode ser de grande ajuda no seu processo de emagrecimento.

O O

gengibre acelera o metabolismo, o que agiliza a queima dos excessos alimentares. Ele sacia a fome e queima gordura localizada, e é também perfeito para a desintoxicação do organismo, sendo considerado um poderoso anti-inflamatório, anticoagulante, antioxidante e bactericida.

O

gengibre ainda apresenta propriedades terapêuticas sobre o sistema digestivo, pois estimula a liberação de enzimas que promovem o esvaziamento do estômago. E estudos demonstraram o potencial dessa raiz para baixar o nível do colesterol.

C

om a rotina pós-moderna, a correria do dia a dia e a má alimentação acabam contribuindo para aumentar os níveis de toxinas presentes no nosso corpo. Além das já produzidas naturalmente, ainda estamos em contato diariamente com agrotóxicos, medicamentes e agentes poluidores. O resultado dessa soma não é positivo. Essas

odo de Preparo É extremamente boa e totalmente refrescante essa receita. Ajuda a perder alguns quilinhos indesejáveis. E baseia-se totalmente em cubos de gelo de abacaxi e gengibre. Vê como o preparar. Resultados imediatos nos primeiros dias. Receita de cubos de gelo de abacaxi com gengibre para perder até 4 kg por semana

segredo do abacaxi é ser bastante diurético e conter poucas calorias – menos de 160 numa fatia de 100 gramas. Ele ainda auxilia a digestão e melhora a circulação.

PARA QUE SERVEM OS SUCOS DETOX E QUAIS SÃO SEUS BENEFÍCIOS

M

I

ngredientes: 3 chávenas de abacaxi cortados, 250 ml de água, 1/2 chávena de gengibre picado

P

reparação:

Basta bater os ingredientes no liquidificador sem adição de açúcar, adoçante ou mel. Em seguida, coloque nas formas de fazer gelo, e ponha no congelador. repare um sumo natural de laranja, melão, abacaxi ou de outra fruta que lhe apeteça e coloque um cubo do preparado e beba de seguida. Beba 2 copos por dia, elimine açúcar e bebidas gaseificadas. Esses cubos têm efeito diurético e emagrecedor.

P

O gengibre tem gosto forte, mas tem potente função de saciar a fome e queima gordura localizada.

substâncias, quando se encontram, sobrecarregam e atrapalham o pleno funcionamento do organismo. Ingredientes naturais, frescos e ricos em fibras - também chamados de alimentos detox, são os grandes responsáveis pela eliminação dessas toxinas. Eles agem junto com o fígado e tem a capacidade filtrar e eliminar as substâncias nocivas do organismo.

O

s alimentos desintoxicantes são ricos em ingredientes que: Agem como diurético combatendo a retenção de líquidos;

Estimulam o funcionamento do sistema imunológico; Melhoram o sistema digestivo; Estimulam o funcionamento do intestino; Hidratam a pele; Melhoram o sono; Aumentam a disposição; Estimulam o desempenho da memória. Uma alimentação equilibrada e com itens bem combinados pode até combater os sintomas da TPM.


14

Novas Idéias

DIA 15 DE ABRIL DE 2018 TERCEIRA FESTA DO BOI NO ROLETE TODOS OS CAMINHOS LEVARÃO AO DISTRITO DE LUZ MARINA CAPELA SÃO JOÃO BATISTA

Novas Idéias

NOSSAS MÃOS

mos por contamina-los. Lavar as mãos é muito importante sempre antes e depois das refeições, sempre antes e depois de usar o banheiro. Deve-se lembrar também ossa mão em contato direto que no nosso dia a dia, usamos o transcom superfícies e objetos porte público, tocamos numa grande viram um deposito de germes que diversidade de objetos o dia inteiro em são capazes de transmitir doennosso trabalho, outra fonte de germes é ças. A melhor maneira de se evitar o dinheiro, são verdadeiros reservatórios esta situação é mantê-las limpas e assim de micro-organismos. afastar estes germes e manter a sua saúde que muitas pessoas não prestam atene de sua família. ção no ato de lavar as mãos, é que Pode parecer uma situação corriqueira de não adianta simplesmente passar uma agua nas mãos, é nossa vida, mas na verdade é a mais pura realidade, o preciso espalhar o sabonete, ou sabão por toda a extensão simples ato de lavar bem as mãos com sabonete é de da mão, na palma e entre os dedos, embaixo das unhas e grande importância para se combater doenças, além punho também, e friccionar. Após este processo, enxaguar de representar uma prática de prevenção. em agua corrente. A toda hora do dia nossas mãos estão em contato com Vale também se lembrar de sempre manter as unhas cortaalguns objetos e todo tipo de superfície, com isso sen- das e aparadas, isto é uma questão de higiene e prevenção do o ideal para germes e bactérias que habitam estes de muitas doenças. locais. Na realidade, seria bom que todos entendessem e cultivasiversos destas bactérias tem a capacidade de se este simples ato de lavar as mãos, sendo que com este transmitir doenças respiratórias e gastrointestihábito poderíamos evitar com muita frequência o aparecinais, fazem com que nos transformemos em vítimas. mento de gripes, resfriados, hepatite, diarreias, e diversos Se pararmos para refletir um pouco, notaremos que é outros problemas relacionados com estas doenças, e assim, com as mãos tocamos os olhos, a boca, o nariz, e com estaríamos preservando nossa própria saúde e a de outros este simples ato acaba-

N

O

D

MENSAGEM AO DEPENDENTE QUÍMICO

VENHA PARTICIPAR NÃO FIQUE FORA DESTA FESTA

15

C

onta-se certa lenda, que dois sabiás sobrevoavam um bosque. O sabiá mãe falava ao filho sobre o fato maravilhoso de uma ave poder voar elevada nas alturas. O pequeno pássaro, todavia, em sua inexperiência, não escutava com atenção as explicações de sua mãe, porque ouvia ao longe o tilintar de uma campainha. Curioso, desceu à relva onde

descobriu a origem daquele som. Era produzido pela sineta de um carrinho de mão, conduzido por um anãozinho que gritava: “VENDO MINHOCAS”. “DUAS MINHOCAS POR UMA PENA”. O pequeno sabiá gostava muito de minhocas e, sem pensar, tratou logo de arrancar uma pena de suas asas, e a trocou por duas minhocas. No dia seguinte repetiu a troca, e assim foi por algum tempo. hegou, porém, o momento em que o pequeno pássaro bateu suas asinhas, tentando alçar voo, para retornar ao seu ninho, mas não conseguiu. ESTAVA PRESO A TERRA. Havia trocado a sua liberdade por um

C

punhado de minhocas. Há muitas coisas neste mundo que nos atraem e seduzem. uantas pessoas já trocaram “suas penas” e também sua liberdade pelo álcool, maconha, cocaína, crack, etc. No fundo, todos os dependentes químicos pretendem preencher seu vazio existencial com as drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas. Entretanto, o processo que leva a autodestruição do homem, por si só, não tem a última palavra sobre o seu destino. Aquele que desceu a ladeira do alcoolismo ou da droga dicção e de forma especial quem tocou o limite (fundo do poço) pode muito bem recomeçar. Pode sair

Q

do mais baixo para chegar ao topo. ode recomeçar, começando, por exemplo, a fazer a experiência de viver a verdade e deixar a mentira. O mundo do dependente químico é feito de mentiras, desculpas e justificativas.

P

QUEM BEBE OU USA DROGAS POR PRAZER... PRECISA SABER QUE ESTE PRAZER MATA!!!


Novas Idéias

16

SÃO JOSÉ DAS PALMEIRAS O

Recheada”, tendo como acompanhamento saladas, pães, cucas, arroz, farofa e maionese.

município se estende por 182,4 km² e contava com 4,102 habitantes no último censo. A densidade demográfica é de 21 habitantes por km² no território do ão José das Palmeiras é um município brasileiro município. do Estado do Paraná. Vizinho dos municípios de Diamante D’Oeste, Ouro Os habitantes se chamam são-joselienses. Sua Verde do Oeste e São Pedro do Iguaçu, São José das Palpopulação está em grande maioria na área urbana, meiras se situa a 25 km a Norte-Leste de Santa Helena a sendo em torno de 55%, entretanto, sua economia maior cidade nos arredores. Região metropolitana: Região baseia-se nas atividades de agricultura e pecuária. Metropolitana de Toledo. Distância até a capital: 580 km Situado a 563 metros de altitude, de São José das PalOs que mais empregam na cidade são o comérmeiras tem as seguintes coordenadas geográficas: Latitude: cio, serviços domésticos, setor de educação e admi- 24° 49’ 41’’ Sul, Longitude: 54° 5’ 1’’ Oeste. nistração pública. Outra fonte de renda da cidade são os royalties recebidos pelo alagamento de sua refeito: Gilberto Fernandes Salvador (PP) Administraárea pelo Lago de Itaipu, pagos mensalmente pela ção (2017–2020) usina desde 1985. ontato: Prefeitura Municipal de São José das PalmeiAniversário do Município: 17 de abril, data de ras sua fundação. Um de seus principais acontecimentos Rua Marechal Castelo Branco, 979, Térreo é a comemoração política do município, que conta Telefone: (45) 3259-1150 com ampla programação e apresenta um dos pratos E-mail: pmsjpalmeiras@gmail.com mais apreciados na cidade, a “Costela Desossada e

S

P C

Novas Idéias

17

Fotos: Novas Ideias


Novas Idéias

18 GILBERTO SALVADOR PREFEITO DE SÃO JOSÉ DAS PALMEIRAS AGRADECE EMENDAS RECEBIDAS PELO MUNICÍPIO

O

Prefeito de São José das Palmeiras Gilberto Salvador administração (2017/2020), fez um pequeno balanço de alguns recursos que o município foi comtemplado seja em emendas parlamentares ou maquinário. Gilberto descreveu e fez observações sobre a situação em que o município se encontra e sua administração nestes meses de seu mandato, mostrando assim transparência e valorizando os deputados sejam estaduais ou federais que destinaram recursos ao município.

F

oi enfatizado em suas palavras que municípios do porte de São José das Palmeiras, ou (pequenos), necessitam de muitos convênios seja a nível estadual e federal e neste sentido todo apoio é bem-vindo e com isso consiga resolver diversas situações em benefício de toda a população. A realidade é que sem apoio o município passaria por sérios problemas.

E

m suas palavras o prefeito agradece o empenho de alguns Deputados da região (Estadual e Federal) pelo empenho em trazer e destinar valores e maquinário para o bem comum de São José das Palmeiras. Deputados que trouxeram recursos importantes para a cidade:

D

eputado Federal Dilceu Sperafico, Deputado Federal Rubens Bueno, Deputado Estadual Schiavinato e Deputado Estadual André Bueno.

Estes recursos foram disponibilizados da seguinte forma pelos deputados:

D

eputado Federal Dilceu Sperafico - Uma Escavadeira Hidráulica no valor de 270 mil reais

D

eputado Federal Rubens Bueno – Uma retroescavadeira no valor de 246 mil reais Salvador deixou claro a função destas maquinas para o município, sendo que serão empregadas em diversos setores da agricultura na área rural bem como na área urbana da cidade, seja nos mais diversos atendimentos nos bairros e atividades relacionadas ao que elas são destinadas.

A

través do Deputado Estadual José Carlos Schiavinato foi recebido uma emenda para uma Pá Carregadeira que já foi adquirida e entregue a população no ano de 2017 e já vem prestando muitos serviços ao município.

V

ale ressaltar também que por intermédio do Deputado Estadual André Bueno com sua indicação feito um convênio através da Fundepar onde já se encontra depositado para o município o recurso para a aquisição de um ônibus escolar, este de uma importância muito grande para São José das Palmeiras. pois visa atender todas as crianças que necessitam do transporte escolar.

G

ilberto ainda fez uma reflexão sobre os problemas enfrentados pela atual crise que passa nosso país nas mais diversas áreas, e onde todos sofrem com suas consequências, principalmente os municípios tidos como pequenos, onde a realidade é bem diferente das grandes cidades.

Novas Idéias

N

as palavras de Gilberto “Juntamente com os nossos deputados que citamos, junto com o governo estadual e o governo federal, tem de ser feito esse trabalho voltado para o interesse da maioria da população que tem por objetivo, atender diretamente aqueles que procuram o serviço público. E os prefeitos, vereadores, deputados tem de fazer com que isso aconteça, viabilizando os recursos, otimizando eles e fazendo com que cheguem nas áreas especificas que são necessários para que isso aconteça.”

E

ainda em suas palavras deseja que em 2018 com a vinda destes convênios, destas máquinas, que estão para serem contempladas, São José das Palmeiras e todos os municípios da região possam ter maiores condições de desenvolver seus trabalhos.

G

ilberto deixa a seguinte observação: “Quero deixar o meu abraço a todos e cumprimentar nossos deputados estaduais e federais, e que nessas eleições a população realmente possa discernir e atentar para que a gente possa estar apoiando, votando mesmo com aquela convicção que todos tem de ter em votar em nossos representantes e pura e simplesmente votar naquele deputado que de uma forma ou de outra acabam ajudando o nosso município.

R

ealmente pedimos a cada um da região, que vote em deputados compromissados, e os prefeitos também que estão trabalhando pelos seus municípios. Desta maneira todos podemos fazer um grande Trabalho, apoiando as pessoas que realmente tem compromisso com os municípios onde as pessoas moram e vivem”.

19


20

Novas Idéias

CEAPAC HUOP é habilitado a atender alta complexidade em lesões labiopalatais

A

s centenas de pacientes da região que precisam de tratamento de anomalias crânio facial e fissuras labiopalatais têm uma boa notícia. Foi publicada na semana passada a portaria no 150 do Ministério da Saúde (MS) que habilita o Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP) em Cascavel a realizar os procedimentos de alta complexidade nas especialidades. A publicação estabelece o repasse de recursos federais, possibilitando o melhor atendimento no Centro Atenção e Pesquisa em Anomalias Craniofaciais (Ceapac/HUOP/Unioeste), que desde 2013 funciona custeada pelo Estado.

Novas Idéias

Luta de Bueno desde 2011, municípios arrecadarão 20% a mais com a distribuição do ISS C

om a derrubada em 2017 de um dos vetos do presidente Michel Temer à Lei nº 157/16, a distribuição do Imposto Sobre Serviço (ISS) teve uma mudança significativa e agora o imposto será recolhido na cidade onde cobrança for feita. Defendida por Rubens Bueno desde 2011, a mudança agora vai beneficiar todos os municípios brasileiros. De acordo com dados de uma pesquisa realizada recentemente pela CNM (Confederação Nacional de Municípios), esta distribuição deve gerar um aumento de cerca de 20% na arrecadação. Antes da alteração, o ISS era centralizado em poucas cidades.

D

e acordo com a portaria, fica estabelecido o montante de R$ 591.284,02 por ano para o custeio de quaisquer ações e serviços de média e alta complexidade para atenção à saúde da população nas especialidades. O Ceapac realiza uma média de 400 atendimentos mensais, porém enfrentava limitações orçamentárias com apenas recursos estaduais. “Agora com o custeio do MS haverá melhoria e ampliação no atendimento”, afirma Mariangela Baltazar, responsável pelo credenciamento. Ela agradece o empenho do deputado estadual José Carlos Schiavinato (Progressistas), que pela proximidade com o ministro da Saúde Ricardo Barros, atendeu uma solicitação da coordenação do Ceapac e auxiliou nesta conquista. “A atuação do deputado foi fundamental para o credenciamento. Obviamente que fizemos todo o trabalho técnico, mas desde novembro de 2016 ele teve disponibilidade política para nos auxiliar”, comemora.

O

deputado Schiavinato valoriza a ação do Ministério da Saúde e o empenho dos coordenadores e servidores envolvidos. “É um avanço muito grande. Muitos pacientes da região ainda precisavam ir até Curitiba para serem atendidos. Agora temos o centro de referência habilitado na região, possibilitando atender a todos aqui, melhorando a qualidade de vida das famílias”, salienta.

ATUAÇÃO

O

Ceapac foi construído em 2011 dentro da política de descentralização do tratamento na área. Inicialmente apenas em Bauru existia os centros de referência, depois no Paraná houve a primeira unidade em Curitiba. “Mas o MS preconiza que a cada cinco milhões de habitantes tenha um e por questão de logística e também porque já tínhamos trabalhos de extensão na área pela Unioeste foi montado o centro aqui. Agora com a habilitação atenderemos pacientes da 7a, 8 a, 9 a, 10 a e 20 a Regionais de Saúde”. O centro possui um atendimento multiprofissional desde 2013. São acompanhados pacientes de zero até o final do tratamento, que pode chegar a 30 anos. São prestados serviços de cirurgias plásticas, de otorrinolaringologia, bucomaxilofacial, odontológica e ainda os procedimentos clínicos de fonoaudiologia, ortodontia, pediatria, odontopediatria, implantodontia, nutricionista, psicólogos e serviço social.

21

C

om a alteração na Lei, para entrar em vigor realmente, cada município deve fazer algumas mudanças, sendo que as prefeituras que aprovaram a alteração em 2017 podem aplicá-la 90 dias depois, enquanto as que aprovarem neste ano só poderão cobrar em 2019 para respeitar a chamada “anualidade”. O estudo da CNM que teve o envolvimento de 4.107 (73.8%) cidades brasileiras, destacou que 3.875 (94%) municípios estão desenvolvendo ações para a aplicação da lei em sua cidade.

S

egundo o deputado federal Rubens Bueno a alteração da Lei é uma vitória para todos os municípios brasileiros. “Era uma questão de justiça o recolhimento do ISS acontecer na localidade onde ocorre a venda do bem ou serviço. Em 2011 quando realizei um projeto de Lei Complementar sobre o assunto, tinha certeza que não era possível continuar a conviver com aquela injustiça fiscal e social. A alteração na Lei é uma vitória de todos os municípios brasileiros”, finalizou Rubens Bueno.


22

Novas Idéias

Revista Novas Idéias - Todos os Direitos reservados a Novas Idéias .net Produção - Edição - Diagramação: Marcelo Martins / Sonia Souza

Revista novas idéias janeiro 2018 edição 2  

Nossa prioridade é divulgar e informar. Toda dedicação e esforço estão voltados para oferecer a melhor informação que você merece.

Revista novas idéias janeiro 2018 edição 2  

Nossa prioridade é divulgar e informar. Toda dedicação e esforço estão voltados para oferecer a melhor informação que você merece.

Advertisement