Page 1

1


SOLUÇÕES DE CONFORTO PARA TODOS OS LARES.

HEIME é a evolução da marca Tech House. O novo nome traz consigo o significado da palavra lares em alemão, ressaltando a utilização da tecnologia para transformar qualquer casa em um verdadeiro lar, aconchegante e climatizado para você e sua família.

Fornecedor Paraná 2016

2


A TECH HOUSE AGORA É HEIME, UMA NOVA MARCA MAS COM A MESMA QUALIDADE DE SEMPRE.

EM BREVE NOVIDADES EXCLUSIVAS NA LINHA DE PRODUTOS HEIME.

Rua João Alencar Guimarães, 364 - Continuação da Av. Iguaçu Curitiba - PR (41) 3045 3323 www.heime.com.br 3


4


5


6


7


8


9


10


11


24 32

66 12

#33 14

Editorial

16

News

18

Layout

20

Inspiração

22

Perfil

24

projetos | Jocymara Nicolau e Andréa Posonski

32

places | jardim interno

38

places | espaço de leitura

44

places | escada

50

Vitrine

56

Circuito | revestimentos

64

esquadrias de pvc

66

feiras e eventos

68 84

Consultoria Coluna Engenharia

por Cezar Augusto Romano

86

Coluna Design

por Katalin Stammer

88

Coluna décor

por Gisele Busmayer

90

Eventos

98

Agenda


13


editorial

Temperaturas baixas, corações aquecidos Podemos dizer que são coincidências, mas também podemos acreditar que, ao trabalhar com dedicação e amor, há uma sintonia invisível entre equipe e colaboradores. Nessa edição, pautamos jardins internos na editoria Places para inspirar nossos leitores a criar ambientes com vegetação e desfrutá-los mesmo nas temperaturas baixas da estação. Temos também um belíssimo projeto de capa, para uma casa de campo aconchegante e cercada de verde, assinado pelas arquitetas Jocymara Nicolau e Andréa Posonski, da NP Arquitetura. Então, as colaborações começaram a chegar com o tema permeando textos e fotos: o artista Eleuthério Netto conta, em Inspiração, que a natureza é sua grande fonte de energia para criar; o arquiteto Marcos Bertoldi traz um projeto moderno com imensa parede

Projeto

jocymara nicolau e andréa posonski Foto

gerson lima Diretor Executivo

Bruno Macarini Diretora Financeira

Gisleine Rezende

verde; a colunista Gisele Busmayer fala da tendência das plantas

Diretor Comercial

em grandes volumes, enquanto Katalin Stammer discorre, em sua

Diretora de Jornalismo

coluna, sobre a importância histórica e até filosófica do vaso, esse

bruno CORRÊA bia moraes

Diretor de Arte e Designer Gráfico

objeto corriqueiro, mas que traz diversos significados com seu va-

Marcelo Winck

zio - que comporta, entre diversos outros usos, as plantas.

karíman Chales

Inspirada por essa onda verde, estou colocando mais plantas dentro da minha casa! E desejo aos leitores um outono/inverno

Jornalismo

Designer Gráfico

Marcello Leoni Assistente Comercial

aconchegante, cercado de vegetação, ar puro e aquela paz de espí-

Ariane dos Santos

rito única, que só o contato com a natureza nos propicia.

Cezar Augusto Romano, Gisele Busmayer E Katalin Stammer

Um grande abraço,

bia moraes

biamoraes@revistaplace.com.br

Colunistas

anuncie

comercial@revistaplace.com.br

(41) 3203-1894 BG Marketing Direto Ltda. CNPJ: 14.860.781/0001-07 Rua Iapó, 290 - sala 05 - Alphaville Graciosa Cep: 83.327-075 - Pinhais - PR

www.revistaplace.com.br RevistaPlace

14

@RevistaPlace

A revista Place é uma publicação bimestral, independente e não se responsabiliza pelas opiniões emitidas em artigos ou colunas assinadas, por entender que estes materiais são de responsabilidade de seus autores. A utilização, reprodução, apropriação, armazenamento de banco de dados, sob qualquer forma ou meio, dos textos, fotos e outras criações intelectuais da revista Place Curitiba são terminantemente proibidos sem autorização escrita dos titulares dos direitos autorais.


15


news

Para emoldurar o Castelo

Divulgação / Cyrela

Desde o início de 2014 a Cyrela Paraná planejava lançar um empreendimento de impacto em parceria com o Castelo do Batel, para preservar o imóvel da família Lupion. Foram dois anos entre estudo de viabilidade, planejamento, criação e negociações com o poder público e patrimônio histórico para chegar ao centro médico DOC, que tem projeto assinado pelo escritório Baggio&Schiavon. A construção terá entrada pela Avenida Visconde de Guarapuava, onde está o recém-lançado plantão de vendas, e fica próxima a outros empreendimentos da Cyrela que estão trazendo um novo perfil à Avenida Batel. O prédio terá estrutura premium e todas as exigências técnicas para empreendimento de saúde, dentro das normas da Anvisa.

Beverly H. Twitchell for MAD Museum

As várias facetas de Bertoia

A icônica cadeira Diamond, que Harry Bertoia desenhou na metade do século passado, é bem conhecida. Mas a carreira dele vai muito além do design: Bertoia criou joias, esculturas e música. Combinando talentos a uma criatividade extraordinária, nos anos 1960 e 70 ele construiu incríveis esculturas sonoras em um galpão de sua residência na Pennsylvania (EUA). A extensa criação de Bertoia como escultor e designer de joias pode ser apreciada em duas exposições que o MAD - Museum of Arts and Design, em NY, apresenta até 25 de setembro: Bent, Cast & Forged: The Jewelry of Harry Bertoia e Atmosphere for Enjoyment. O site www. madmuseum.org tem a programação das mostras.

Biennale antenada Giuseppina Grazzo Canizzo / Divulgação La Biennale

Curador da Bienal de Veneza deste ano, o chileno Alejandro Aravena, vencedor do Pritzker, elencou grandes nomes e muitos arquitetos jovens para a exposição internacional, que acontece entre 28 de maio e 27 de novembro. Entre os 88 participantes estão Renzo Piano, Rem Koolhaas, Tadao Ando, David Chipperfield Architects e o escritório Sanaa. O caráter da mostra fica claro pelo título, Reporting From The Front, em alusão a propostas da arquitetura sobre temas que tomam conta do planeta, como poluição, desperdício, imigração e mobilidade urbana.

Obras sobre Vilanova Artigas merecem destaque na prateleira de todo profissional da arquitetura e design. No livro João Batista Vilanova Artigas: elementos para a compreensão de um caminho da arquitetura brasileira, da Editora da Unesp, o autor Miguel Antonio Buzzar preenche lacunas existentes na historiografia sobre a obra de Artigas, apresentando também um panorama do Modernismo no Brasil. A editora oferece diversos títulos sobre design e arquitetura em www.editoraunesp.com.br ou na Livraria Unesp, na Praça da Sé, em São Paulo.

16

Divulgação Unesp

Para enriquecer a biblioteca


17


layout

marcos bertoldi

Por

Foto

Alessandra Okasaki

A Casa de Apoio, implantada em uma antiga praça nos fundos da casa principal, foi transformada num pátio de conexão entre as áreas sociais dos dois edifícios.

No mobiliário, cadeira Ghost, da Kartell, e demais peças da Ovo, com vasos Kimi Nii. O projeto, em concreto armado, se vincula às arquiteturas brasileira e sul-americana.

18

Nos escritórios comandados por Marcos Bertoldi em Curitiba e São Paulo, a equipe busca, em cada projeto, atender uma série de demandas que vão dos desejos e necessidades dos clientes, passando pela visão, formação e interpretação do profissional responsável, até questões físicas do terreno, técnicas construtivas e orçamentos. Nesse projeto, para a casa principal, o cliente pedia uma arquitetura movimentada, a partir de blocos em composição e aberturas variadas. Com essas premissas, Bertoldi desenhou uma arquitetura branca, de volumetria bem definida, com grandes panos de vidro e elementos estruturais claramente identificados. Dez anos depois, o segundo projeto, para a Casa de Apoio, teve como desafio a implantação do novo edifício no terreno, que não suplantasse nem rivalizasse com a construção anterior. A diretriz horizontal adotada para a obra alinha a Casa de Apoio com a paisagem, como um novo horizonte para o edifício anterior.

A principal preocupação foi de não fazer um prédio que parecesse uma miniatura do anterior, e também não disfarçar sua condição de obra nova.


19


inspiração

os ares da terra por

Eleutherio Net to Foto

N

Eliseu Portugal

asci em cidade pequena e trago de lá a sensação de tranquilidade e confiança que existe entre as pessoas em lugares assim. Na cidade grande não vemos essa solidariedade. Em compensação, as metrópoles têm todas as opções de educação e de cultura, as amizades e muita coisa para conhecer e descobrir. Essa paz do interior ficou em mim. Depois, como artista plástico, encontrei em viagens a inspiração incrível que a natureza traz. Viajei para aldeias indígenas e me transformei nessas temporadas. Da primeira vez fui para pesquisar pintura corporal, a arte e os pigmentos naturais, que uso hoje em minhas pinturas. Mas assim que cheguei lá e comecei a conviver com os índios, percebi que meu objetivo era pequeno diante da maravilha que é viver em sintonia com as forças da natureza e da sabedoria desses povos. Não só a natureza pura me inspira. Gosto de observar a interferência dela nas coisas. O ser humano constrói e a natureza transforma. A arquitetura da cidade me interessa com as mudanças que vão acontecendo nela. Desde pequeno, no interior, eu gostava de observar muros, paredes, casas antigas com partes descascadas e craqueladas. Coisas tomadas por plantas, molhadas pela chuva, com mofo, modificadas pelo tempo. Tudo vai mudando, surgem cores e texturas surpreendentes. Mantenho esse interesse e hoje, ao fotografar, descubro detalhes e nuances que não percebia. Para criar arte, e apreciar arte, é preciso calma. Saber ouvir e observar, e desenvolver sensibilidade para isso. A natureza traz muitas respostas. Acima de tudo, acredito que é preciso ser fiel à própria essência.

20


21


perfil

ARTHUR CASAS rotina do arquiteto inclui arte,

desenhos à mão e muitas viagens por

22

Bia Moraes

Foto

Jhonatan Chicaroni


Com três décadas de carreira, Arthur Casas é um dos grandes nomes da arquitetura brasileira. Seu talento também é reconhecido além das fronteiras nacionais: tem projetos em Paris, Buenos Aires, Tóquio e outras cidades. Em 1999, o arquiteto fundou o Studio Arthur Casas em São Paulo, e também tem escritório em Nova York. A linguagem moderna, com linhas retas, é sua marca. Prêmios nacionais e internacionais, projetos vencedores em concursos, participações em Bienais, palestras em diversos países e dois livros publicados estão no currículo do arquiteto, que ama viagens e não dispensa a prancheta para desenhar à mão. Como bom paulistano, Casas é super conectado ao trabalho. Comanda uma equipe grande e não pretende parar tão cedo. Ele concedeu a entrevista, exclusiva, em passagem recente por Curitiba para apresentar o projeto do empreendimento residencial de luxo Ícaro, que criou para a incorporadora AG7.

preferido; gostei muito, também, das cores da Índia, dos mercados da Turquia, de encontrar antiquários novos na França, de garimpar nos mercados de pulga em Londres e NY. Ir para Milão é um banho de design sempre! Curto, também, explorar o Brasil; gosto de encontrar artesãos que não sabem o tamanho do seu dom por aqui. Futuro Daqui a dez anos, meu filho mais novo estará com 13, então ainda terei que trabalhar muito! Gostaria de ter disposição para participar mais de concursos públicos, e adoraria ver todos os concursos ganhos pelo Studio Arthur Casas executados. Um plano para o futuro é ter uma fundação - poder transmitir o que aprendi aos que querem trabalhar com arquitetura.

Inspiração Viajei muito a Belo Horizonte e Brasília quando criança e tive meus primeiros contatos com a obra de Niemeyer. Nunca mais abandonei a linguagem moderna. Muitas viaArthur por Arthur gens, livros, visitas a museus, galerias de arte e pesquisas Tudo que faço, de alguma forma, tem a ver com arquitetura. me mantém atualizado. O contato com aquilo que gosto, Como viajo muito, minhas semanas em São Paulo são intene também com o que não gosto, me faz melhorar sempre. sas. Adoro estar na minha casa de Iporanga (interior de SP) Nas artes, entre artistas visuais, escritores, fotógrafos e cinos finais de semana para ler, projetar e estar com as crianneastas, admiro Adriana Varejão, ças. Como quase todo mundo, Paulo Pasta, Woody Allen, Lina atualmente, fui "engolido" pelo Wertmüller, Tomás Farkas, Semundo digital. Hoje leio e-books bastião Salgado, Albert Camus e e estou conectado sempre. Não acredito na evoMário Vargas Llosa. São Paulo lução de alguém que Projetos realizados Nasci em São Paulo e conheço Quando o arquiteto e o empremuito bem a cidade. Não gostrabalha com criaendedor têm êxito no que está to do trânsito e da falta de sesendo feito, não tem como falhar. gurança, mas adoro essa vida ção sem conhecer diE se eu gosto, claro, viro cliente intensa. Gostaria de ter mais assíduo. Vou sempre ao restautempo para aproveitar a cidade. ferentes culturas. rante Kosushi e também ao Kaa. Gosto do fato de encontrar, no Estive duas vezes no Pavilhão do meio do caos, a beleza. Em uma Brasil em Milão, e o shopping Cicaminhada curta desde minha dade Jardim é o que frequento. residência no Pacaembu encontro bons exemplos da arquitetura paulista. Gosto de visiGrandes nomes tar a Pinacoteca, o MAM, o MASP… poderia citar, também, Na arquitetura, admiro os japoneses Toyo Ito, Sanaa e Sou dezenas de galerias de arte. Curto encontrar intervenções Fujimoto. Também os portugueses Aires Mateus, Souto em locais inusitados no centro, como a galeria e centro de Moura e Álvaro Siza e os suíços Herzog & de Meuren, cultural Plataforma, que visitei pela primeira vez há pouco Peter Zumthor e Le Corbusier. O italiano Carlo Scarpa e tempo. Acho o paulistano muito criativo. os americanos Louis Kahn e Frank Lloyd Whright também estão entre os nomes que aprecio e que me inspiram. Curitiba Além do projeto do Ícaro para a AG7, e do trabalho que venMinha casa ceu o concurso para o novo Campus Cabral da UFPR, tenho Moro há 25 anos em uma residência projetada pelo arquiteto projetos realizados aqui para casas e apartamentos. Pelo curitibano Vilanova Artigas. Tive que fazer algumas intervenque vejo, os curitibanos gostam, entendem e absorvem o ções para adequar o projeto à minha família; somos em quabom design. Gosto de Curitiba, tem projetos importantes; tro e a casa tinha apenas um banheiro, algo comum na época citaria as estações-tubo, o planejamento urbano, o Museu em que foi construída, há 70 anos. Gosto de arte e gosto de Oscar Niemeyer e a Casa Kirchgässner. conforto, então, uni esses dois itens para fazer o interior da minha residência, e assim faço também nos meus projetos. Viagens Viajo muito, inclusive porque passo metade do mês em Não pode faltar Nova York. Para mim, viagem é cultura: gosto de conhecer Minha família, vegetação e luz natural; uma prancheta com povos, lugares e hábitos completamente diferentes. Não vista para o verde e boa música. acredito na evolução de alguém que trabalha com criação sem conhecer diferentes culturas. O Japão é meu destino

23


projetos

refúgio com

estilo e conforto A AMPLITUDE DOS AMBIENTES SE SOMA À PAZ DA ALA ÍNTIMA EM PROJETO QUE TRAZ RUSTICIDADE NA MEDIDA CERTA por

24

KARÍMAN CHALES

Fotos

gerson lima


Gerson Lima

Jocymara Nicolau e Andréa Posonski

Dedicação e comprometimento são os pilares das arquitetas à frente do escritório NP Arquitetura e Interiores. Há 20 anos no mercado curitibano, elas vêm realizando sonhos. A dupla traduz expectativas em projetos personalizados com técnica, funcionalidade e estética.

25


projetos

ENVOLTO PELO PAISAGISMO EXUBERANTE E UMA SUNTUOSA VARANDA, O PROJETO ARQUITETÔNICO GANHA DESTAQUE. A GRANDE ÁREA DE CONVIVÊNCIA SE TORNA RELEVANTE PELA INTEGRAÇÃO DE AMBIENTES, E O LAGO TRAZ A PAUSA RECONFORTANTE ENTRE AS ALAS SOCIAL E ÍNTIMA

26


o

estilo rústico na medida certa, em sintonia com a modernidade e o conforto necessários para uma casa de campo de 280 m2, aparece em cada ângulo do projeto das arquitetas Jocymara Nicolau e Andréa Posonski, da NP Arquitetura. Localizada em Porto União (SC), a casa teve os projetos arquitetônico, de interiores e paisagístico elaborados pela dupla de profissionais, atendendo às demandas de uma família que aprecia passar os fins de semana longe do caos urbano. A principal solicitação do cliente era uma grande área integrada, traduzida pelas arquitetas no amplo ambiente de convivência formado pela sala de jantar, estar e cozinha gourmet unidos harmoniosamente. Em uma ala posterior da residência, os dormitórios estão separados da área social pela circulação, enriquecida com um lago de carpas. Essa “pausa” permite intimidade e silêncio para quem deseja desfrutar momentos de descanso. A varanda, por sua vez, dá continuidade à proposta do projeto, com redes e móveis em madeira. Na parte externa, o projeto luminotécnico cria um cenário único no período da noite. A iluminação pontual, aplicada nas palmeiras localizadas ao redor da casa e no lago, aparece também na lateral da construção. Como salientam as arquitetas, a linguagem rústica é bem dosada, trazendo também o conforto, que proporciona convivência e repouso. O estilo fica evidente nos ambientes amplos e materiais de fácil manutenção.

27


projetos

TONS DE MARROM, BEGE, FENDI, CRU E BRANCO FORAM TRABALHADOS

HARMONIOSAMENTE,

ASSOCIADOS

A MATERIAIS EM MADEIRA, FIBRAS E LACAS. NOS DETALHES, ENTRAM AMARELO, AZUL E TURQUESA

28


O porcelanato, retificado em formato de réguas, está no piso de toda a residência. A proposta das arquitetas é trabalhar uma cor quente, remetendo à madeira, mas que não demanda manutenção. A luz pontuada e bem localizada nos ambientes internos cria diferentes cenas e enaltece a beleza de móveis e objetos. Nas paredes, a tinta fendi, com acabamento em textura fina, remete ao bruto, sem exageros. O mobiliário escolhido tem forte apego à madeira, tanto nos aparadores e mesa lateral, quanto nas cadeiras, poltronas, banquetas e mesa de jantar. Na área gourmet, as arquitetas inseriram um tampo de 4,7 m de comprimento em peroba, com volume e textura que enaltecem a beleza da peça maciça. Tons de marrom, bege, fendi, cru e branco foram aplicados harmoniosamente no décor, associados aos materiais em madeira, fibras e lacas. Nos detalhes, entram as cores amarelo, azul e turquesa. As profissionais exploraram os revestimentos e texturas com maestria: desde o reguado do piso até a placa da lareira e churrasqueira, trazendo a textura da pedra rústica e “esburacada”, passando pela mesa elaborada com dormentes à fibra das cadeiras, banquetas e poltronas. Além disso, a madeira de raiz está presente em diversos espaços.

29


projetos

Para acomodar as duas famílias que utilizam a casa, as arquitetas posicionaram uma cama de casal e duas de solteiro em cada dormitório. A residência tem dois quartos iguais. As cores seguem a linha do projeto como um todo, enquanto os detalhes florais aparecem nas colchas e travesseiros em patchwork, trazendo a leveza e alegria de uma casa de campo. A cortina em linho traz o aconchego do tecido, que se integra perfeitamente ao tom das paredes. A diversidade da madeira, por sua vez, é representada pelos móveis e objetos. Nos planejados, optou-se pela tonalidade canela, enquanto em quadros, adesivos, abajures e demais elementos decorativos, tons e texturas complementam a atmosfera de conforto. No lavabo, a rusticidade e beleza dos materiais ganham evidência. A parede com textura média acompanha o decór de toda a residência, e o revestimento mosaico etrusco em placas marca o fundo do espelho que, assim como o tampo, é trabalhado em madeira maciça de imbuia. Os acessórios, como porta-sabonete e cestos, seguem a identidade conferida ao ambiente em geral: tons, texturas e cores em harmonia com as madeiras. . Principais fornecedores Florense Getúlio Vargas e Rafinatto Móveis

30


Portas revestidas em couro natural em toda a superfície externa e também nas bordas Detalhes em costuras pespontadas Manufatura artesanal, com placas combinadas peça a peça

L A N Ç A M E N T O

MÓVEIS PARA QUARTOS ARMÁRIOS PLANEJADOS PARA QUARTOS COZINHAS PLANEJADAS MÓVEIS PLANEJADOS PARA ESCRITÓRIOS

Pesquisa “Top of Mind CM” realizada pelo Datafolha sob encomenda da revista Casa e Mercado

PRÊMIO

AV PRESIDENTE GETÚLIO VARGAS 1630 ÁGUA VERDE CURITIBA

(41) 3322 1545

WWW.FLORENSE.COM

31


places jardim interno

jardim

interno É p o ssív e l cur t i r o v e r d e e m casa m e sm o c o m as t e m p e rat uras ma i s ba i xas d o l a d o d e f o ra . Pr o j e to s qu e a l i am o b e m - e s tar da v eg e tação ao

c o n f o r to

t raz e m

ú n i ca ao s i n t e r i o r e s

32

uma

b e l e za


PAREDE QUE TRAZ FRESCOR projeto Fotos

LEO SHEHTMAN

(cau 11396-4)

FÁUSTOLO MACHADO

No apartamento decorado para o empreendimento de uma construtora em São Paulo, o arquiteto Leo Shehtman criou uma composição de cores e texturas que resulta em sofisticação e contemporaneidade, com ênfase no conforto dos futuros moradores. O pé-direito alto da varanda de 155 m2 permitiu a criação de uma parede verde de grande impacto. O jardim vertical conquistou o espaço, trazendo frescor e banhando a área com o mix verde. Porcelanato no piso e móveis em laca fosca madeira, junto à mistura de texturas e tons que aquecem, estão na varanda e na sala, ambientes que se integram pelos elementos do décor.

33


places jardim interno

EM HARMONIA com a luz projeto Fotos

SAMANTHA SILVA

(cau A 26823-2)

divulgação

A arquiteta Samantha Silva, do escritório Buzzi & Silva Arquitetos Associados, criou um jardim de 17 m2 sob a escadaria de uma residência para aproveitar o espaço com equilíbrio estético, de forma que os elementos permitissem a entrada de luz, além de valorizar a escada em madeira. Pedras naturais, cascalho, vidro e luminárias compõem com vasos e bromélias de um lado, e de outro, espécies plantadas como pacová, dracena, crótons e pleomele, estão em canteiro projetado com sistema de drenagem e manta. A área segue o décor da casa, em estilo clássico contemporâneo, sem rebuscamentos.

34


INTEGRAÇÃO PELO VERDE projeto Fotos

PATRÍCIA AZONI

(cau A27099-7)

RODRIGO RAMIREZ

O projeto de Patrícia Azoni para uma casa com espaços abertos, voltados para o exterior na mesma proporção em que se comunicam entre si, traz a fluidez como premissa. O jardim sob a escada segue esse conceito, ocupando um ponto focal privilegiado - de qualquer ambiente pode-se ter contato visual com ele - e atende o desejo da família, que gosta de receber, com integração entre os espaços. O amor dos moradores pela liberdade e pela luz natural se traduz no projeto, e o jardim interno reflete esse apreço pela natureza. As folhosas trouxeram um toque tropical para a casa.

35


places jardim interno

banho de

luz natural projeto Fotos

ISABELA ROSSETTO

(cau A-66027-2)

MARCELO STAMMER

Quando os clientes pediram um banheiro para descanso e relaxamento, a arquiteta Isabela Rossetto projetou o espaço de 9 m2 com um lindo jardim, que além de iluminar e ventilar o ambiente com luz natural, integrado ao closet, traz o bem estar da vegetação para os momentos de intimidade. Os dois espelhos, comprados pelo casal de proprietários em uma viagem, foram o ponto de partida do projeto. O revestimento do piso se prolonga pela banheira e sobe pela parede de fundo do jardim, conferindo unidade visual e um cenário para o verde. A pastilha no mesmo tom da madeira complementa os demais revestimentos em branco - assim como a bancada e o tampo em mármore.

36


Foto: Nenad Radovanovic

37


places espaço de leitura

espaço de

leitura Não i m p o r ta o tama n h o. P o d e s e r um ca n t i n h o ac o n c h ega n t e

da

sa l a

de

e s tar

ou

um

amb i e n t e e xc l us i vo para o s l i vr o s : o e s paç o de

l e i t ura

reúne

c o n f o r to,

i l um i n ação

a d equa da e s e n sação d e qu i e t u d e

38


PARA UNIR A FAMÍLIA projeto

Fotos

DENISE PEREIRA BAZZO (cau A9704-7) JANAINA BAZZO (cau A30496-4)

GERSON LIMA

Conforto, aconchego, tecnologia e criatividade nortearam a ambientação da sala de leitura com TV, com 25 m2, para a Casa Cor PR 2014. As arquitetas pensaram em uma família moderna: um casal com filhos adolescentes e ritmo de vida acelerado. Essa área de convivência e atividades reforça a integração entre pais e filhos. O estilo contemporâneo tem muitos toques de cor e texturas, com destaque para os paineis de madeira e composição de tecidos. Tons de madeira, off white, cinza e berinjela dão a sensação de conforto. A tecnologia está na proposta de automação, que contempla som e iluminação e a inovadora solução no sistema de projeção de imagens.

39


places espaço de leitura

COM INSPIRAÇÃO inglesa projeto

Fotos

ALINE BERNACKI ALVES PEREIRA (cau A 76327-6) DENISE BERNACKI PEREIRA (cau A 23369-2)

STUDIO MARIO BROS

Para criar um ambiente calmo e acolhedor, que tivesse espaço para atividades individuais e lembrasse contos de Sherlock Holmes com uma biblioteca em estilo inglês - a pedido dos proprietários da casa - as arquitetas fizeram um projeto que também contempla hometheater e demais equipamentos de audiovisual. A biblioteca de 16 m² tem forro acústico Knauf, e as portas em vidro e madeira imbuia, com detalhe em baixo relevo, são acompanhadas pela sofisticação de rodapés e rodatetos boleados. A ideia do ambiente é valorizar o mobiliário de marcenaria e os livros.

40


PENSANDO em TODOS OS DETALHES projeto

Fotos

GISELE BUSMAYER (ABD 9444) CAROLINA REIS (CREA PR 66289/TD)

NENAD RADOVANOVIC

Para desenhar a biblioteca, as profissionais do Studio Gisele Busmayer & Carolina Reis conheceram a rotina do cliente, como ele costuma utilizar o ambiente, a que horas e quanto tempo por dia. Também analisaram a quantidade de livros existentes, reservando espaço para obras que serão adquiridas, para gavetas e caixas para armazenar documentos. Elas lembram que é preciso deixar espaços de respiro no ambiente para que não fique carregado, e planejar a largura correta de prateleiras para livros. Nesse ambiente, a iluminação foi planejada de forma direcionada com spots do teto e complementada pela luminária de mesa. O papel de parede traz forma e personalidade ao ambiente.

41


places espaço de leitura

PARA MOMENTOS ÚNICOS projeto Fotos

CINDY MAIA

(cau 161497-5)

NENAD RADOVANOVIC

O cliente, que aprecia leitura e viagens, solicitou um ambiente para se desligar do stress do dia a dia quando chega em casa, aproveitando os pequenos prazeres da vida, seja lendo ou apenas descansando, com bebidas à disposição. A arquiteta criou um aconchegante espaço de 12 m2 em linguagem moderna e rústica, com espaço para objetos e recordações. Os detalhes traduzem a personalidade do morador: chaise para leitura e descanso com conforto, papel de parede com pontos turísticos, móveis em madeira que dão o ar de rusticidade e masculinidade, aparador em madeira de demolição e tapete para a sensação de conforto, com um desenho que traz movimento ao ambiente. As cortinas de veludo preto dão o toque masculino e emolduram o espaço.

42


43


places escada

escada M u i to ma i s d o qu e e l e m e n to d e l i gação

e n t r e pav i m e n to s , a e sca da m e r ec e at e n ção e s p ec i a l n o s p r o j e to s . E l a p o d e s e to r n ar uma o bra d e ar t e , c o m d e s i g n qu e cat i va o o l h ar e s o l uç õ e s sur p r e e n d e n t e s .

44


Leveza que se destaca projeto Fotos

Leandra de Conto

(cau 88404-9)

divulgação

Para a residência de um casal que tem um estilo de vida contemporâneo, a arquiteta projetou a escada como destaque no ambiente que integra cozinha, sala de jantar, estar e home theater, mas de forma sutil e leve. O design se encaixa na decoração da casa, clean e moderna. O papel de parede tem estampa marcante, porém, em tom suave, para realçar o desenho flutuante da escada. Por estar apoiada em parede de drywall, a escada teve a estrutura metálica dos degraus escondida ali, deixando o visual leve e ultra moderno. Os degraus, feitos em chapa metálica, foram revestidos de madeira natural, material que absorve a vibração ao pisar nele.

45


places escada

Elegância com luz natural projeto Fotos

Cláudia Pimentel Bueno

Raísa Bueno

Os tons neutros que permeiam o ambiente, prezando pelo aconchego por meio do estilo contemporâneo com toques clássicos, foram as inspirações para o projeto da escada no hall, que tem formas retas. A peça foi executada em concreto e revestida com mármore branco. Valorizando o espaço, as cores claras e amadeiradas harmonizam com a luz natural, que é realçada pelas grandes janelas. O azul aparece em adornos, vasos e almofadas, resultando em um espaço arejado, elegante e aconchegante.

46

(cau A 21223-7)


EQUILÍBRIO ATEMPORAL projeto Fotos

RENATA PISANI

(cau a 35144-0)

MARCELO STAMMER

A arquiteta criou o ambiente de estar íntimo de uma família para a Casa Cor PR de 2011 utilizando elementos que estavam em alta na época - e que, pelo equilíbrio, não ficaram datados, resultando em projeto que se mantém atual, com estética surpreendente. A escada, com cobre inserido no corrimão, tem desenhos geométricos em formas modernas e dinâmicas, realçadas pela luz criada com lustre e luminárias de piso em pastilha de osso, e pelo piso em limestone.

47


places escada

Arte, luz e paisagismo em harmonia projeto Fotos

Andréa Benthien

(cau A28560-9)

Carol Sábio

Na sofisticada residência de 350 m2 em condomínio fechado, a arquiteta projetou a escada em mármore Crema Marfil como elemento focal da integração de ambientes da área social, valorizando o pé direito duplo do living. A artista Marilene Ropelato executou a textura da parede da escada, e também assina a escultura, que dá mais verticalização ao living - ideia reforçada com a colocação dos pendentes que descem até a mesa lateral. Vazada, com guarda-corpo em vidro e iluminação projetada, a escada valoriza também o jardim interno, assinado pela paisagista Nádia Bentz.

48


49


vitrine

MUSA PARA O BANHO

URBANO E CONTEMPORÂNEO

Feminina e envolvente, como as musas da mitologia grega, a banheira Musa, da Sabbia, faz da sala de banho um santuário para o relaxamento. Onde: Impermix

Minimalista sem ser austera, a linha New York Collection, da Portobello, abre opções para a criatividade. A irregularidade da superfície desse revestimento dá o tom da proposta. Onde: Portobello Shop Água Verde

VERSATILIDADE E ALTA RESISTÊNCIA

CHARME DO TRICÔ

Almofadas em tricô que trazem a sensação de aconchego a qualquer ambiente são ideais para decorar a casa no inverno. Onde: Attuale Decorações

Com a flexibilidade de uso para ambientes internos e externos, o revestimento Dekton tem baixa porosidade e alta resistência a manchas, além de proporcionar maior resistência a bactérias. Onde: Studio Carrara

LINHA PREMIUM

Nenad Radovanovic

Produtos da Linha Premium da Docol estão dispostos em showroom funcional em um espaço ambientado, onde clientes podem manusear os misturadores de alto design e tecnologia. Onde: Pastilhart Revestimentos

SOFISTICAÇÃO DO CINZA

CONFORTO E PRATICIDADE O projeto assinado pela arquiteta Yvone Miyamura traz soluções para conferir mais conforto e facilitar o dia a dia: o toalheiro Quadra Slim Premium, o desembaçador de espelhos e o piso aquecido. Onde: Heime Climatização e Automação

50

O porcelanato Metropolitan Manhattan Greige, com superfície acetinada e a cor que remete ao cimento, pode ser aplicado em pisos de espaços internos. Onde: Elaine Construções e Acabamento


51


vitrine

FILAMENTO DE CARBONO

COLOR GLASS

Inspiradas nas lâmpadas criadas por Thomas Edison, as peças destacam o filamento de carbono, fio condutor que forma um desenho dentro do bulbo de vidro. A releitura das luminárias antigas garante economia energética com design retrô. Onde: Grey House Iluminação

Desde 1987, a Tama demonstra sua paixão por design em móveis com a dedicação em planejar os melhores ambientes residenciais e corporativos, entregando peças sob medida e inovadoras. A coleção Tama Color Glass oferece opções de acabamento em vidro em diversas cores. Onde: Tama Cozinhas & Armários

ESTILO ITALIANO

EXPERIÊNCIA EM CONSTRUÇÕES

O porcelanato com borda irregular e formato 25x25 da linha Dolce Vita, do portfólio Portobello, alia o espírito italiano ao olhar contemporâneo. Onde: Portobello Shop Batel

Especialista em construções de obras com soluções arquitetônicas que atendem plenamente às necessidades específicas, a Construtora F.A.S, além de adequação, versatilidade e modernidade, possui método construtivo próprio e está ampliando seu portfólio. Onde: Construtora F.A.S

SEM INTERFERÊNCIA EXTERNA

Ideais para ambientes residenciais e comerciais, os diversos modelos de persianas da Diventare Pisos e Decoração equilibram luminosidade, privacidade e conforto térmico. Onde: Diventare Pisos e Decoração

ÔNIX VERDE PAKISTANO

Material nobre e sofisticado, com aspecto natural translúcido que possibilita inúmeras formas de uso em tampos, painéis, lareiras e escadas. Com iluminação no verso, destaca o ambiente tornando-se uma verdadeira obra de arte. Onde: Segóvia

52

CHURRASCO PERFEITO

Com o Sistema de Controle de Temperatura para Churrasqueiras, basta selecionar a temperatura e deixar que o sistema faça o trabalho de forma perfeita. Onde: Arte Grill


53


vitrine

GRANITO ECOLÓGICO

ARES DE MARCENARIA ARTESANAL A marcenaria artesanal é referência para a Coleção de Madeiras 2016, interpretada em três novas espécies: Ebano, Jequitibá, e Taiga, madeira clara com veios largos. Onde: Portobello Shop São José dos Pinhais

Fabricado com tecnologia japonesa inovadora, o ecogranito é um produto prático e de aplicação versátil. Além disso, é ecossustentável, sendo elaborado a partir do próprio resíduo gerado pelas jazidas durante a extração de pedras. Onde: Eco Granito

MAIS SEGURANÇA

ESTOFADO LUMIERE

Valterci Santos

Versátil e confortável, o sofá Lumiere tem percintas entrelaçadas com mola "bonel", encosto com 5 estágios, manta de fibra com tecido acoplado e almofada interna preenchida com fibra siliconizada. Onde: Ideatto Móveis

Praticidade e fechamento perfeito são fundamentais em janelas oscilobatentes, produto versátil que permite abertura de tombar ou abrir. A opção de maçaneta com chave garante ainda mais segurança. Onde: Weiku do Brasil

CASA COR PARANÁ 2016

O exterior do prédio histórico da Editora Grupo Paulo Pimentel, onde será a Casa Cor Paraná 2016, ganhará pintura e acabamento da Versátil Pinturas, presente no segmento de pinturas imobiliárias há 40 anos. Onde: Versátil Pinturas

NOVO CONCEITO

GOURMET PLANEJADO

O espaço gourmet é sofisticado e funcional, com acabamentos Onix e Andorra nas estruturas, sistema deslizante flutuante com amortecimento, portas em vidro branco Extra White e metacrilatos brancos e bancada em Caesarstone Red. Onde: Especialle/Simonetto

54

No processo de fabricação, a louça Harmony recebe uma camada de verniz com micropartículas de cristal, deixando o produto resistente, impermeável e fácil de limpar, além de evitar manchas e bactérias. Onde: Harmony Louças e Metais


55


circuito | revestimentos

MADEIRA EM ALTA Foto

nenad radovanovic

A

o criar qualquer tipo de projeto, uma das principais preocupações da arquiteta Angela Setim é a escolha dos revestimentos. De acordo com ela, a neutralidade é um fator relevante para a harmonização dos demais elementos, como móveis e objetos decorativos. Por ser uma parte mais definitiva do projeto, a seleção do revestimento deve ser bem pensada e atual. “Procuro utilizar cores neutras e investir em texturas singulares”, explica Angela. Em busca dessas características, a arquiteta encontrou um lançamento da Portobello Shop São José dos Pinhais que une praticidade e funcionalidade. “O Arco Acústico utiliza uma nova composição com a madeira natural. É bacana porque, até então, a Portobello tinha cerâmica imitando madeira. Dessa vez ela inovou, adotando a madeira propriamente dita para criar um revestimento acústico”, detalha. Além do formato curvo para auxiliar na função proposta, o produto também é autoadesivo, facilitando a aplicação. “Escolheria para o projeto de um home theater, com certeza, pelas funcionalidades. E por ser esteticamente agradável e possuir outros desenhos, também pensaria em aplicar em um hall ou sala”, afirma Angela. O nome da linha – Geppetto – condiz com o material de fabricação, pois remete ao marceneiro mais querido da história, o pai do Pinóquio. É uma seleção de mosaicos em madeira natural que traz aconchego aos ambientes por meio de texturas e relevos contemporâneos.

56


57


circuito | revestimentos

efeito PAPEL DE PAREDE Foto

nenad radovanovic

r

evestimentos em grandes formatos, retificados e com excelente acabamento, são os preferidos da arquiteta Caroline Bollmann. Meticulosa, a profissional exige colocação e assentamento perfeitos em seus projetos. Ela também procura utilizar produtos neutros para compor os ambientes, pois são a base das paredes e pisos. “Assim, temos recursos para trabalhar os elementos pontuais na decoração, como cores em objetos e assessórios”, detalha. Seguindo essa linha de trabalho, em visita à Impermix, a arquiteta escolheu um produto de origem espanhola, a linha Florencia, da Porcelanosa. “Esse revestimento parece um papel de parede, e por ser extremamente retificado confere um aspecto clean, sem os rejuntes padrão”, explica. Ela ainda conta que os clientes, principalmente as mulheres, apreciam muito porque possui um toque feminino e remete ao clássico, sem ser cansativo. “Para obter esse efeito em um papel de parede, geralmente precisamos de duas cores. No caso desse revestimento, o efeito do desenho é trabalhado na textura do próprio material, sem a necessidade de utilizar duas tonalidades”, explica. A utilização desse produto não se limita a áreas úmidas. Pode ser aplicado em diversos ambientes, como closet, hall de entrada e até circulação. A linha Florencia é monoporosa, e a única recomendação é que seja utilizada em áreas internas, pois é sensível a mudanças bruscas de temperatura.

58


59


circuito | revestimentos

TRIDIMENSIONALIDADE VERSÁTIL Foto

nenad radovanovic

A

escolha dos revestimentos é uma das fases mais significativas na elaboração de um projeto, e exige muita atenção, porque o processo de troca ou substituição não é simples. Por isso, a arquiteta Daniele Viesser Valente costuma apostar no estilo básico e atemporal. “Em caso de revestimentos mais chamativos, utilizo apenas para destacar algum detalhe. Em um mesmo ambiente, procuro não misturar diferentes tipos”, conta. Nesse sentido, as linhas cimentícias estão em alta, pois possuem base neutra e são versáteis. A Synapsis, da Solarium Revestimentos, que está disponível na Pastilhart, se encaixa nesse perfil. Composta por elementos tridimensionais, disponíveis em três formatos, a linha é assinada pela arquiteta Fernanda Marques e tem opções de cores. A tridimensionalidade segue tendência mundial. Daniele se identificou com o produto pela beleza, versatilidade e possibilidade de personalização. “A cartela de cores e os diferentes formatos permitem inúmeras configurações”, explica. Seguindo o conceito de customização, os três componentes da coleção podem ser combinados livremente no revestimento de superfícies, com possibilidade de criação e formatação em inúmeros desenhos.

60


61


circuito | revestimentos

TECNOLOGIA JAPONESA Foto

nenad radovanovic

A

temporalidade é uma expressão importante quando se trata de revestimento. Por ser um elemento que permanecerá por um tempo considerável, é preciso observar com atenção todos os pontos: a área onde será aplicado, a finalidade e a necessidade do produto. Assim pensa a arquiteta Karen Camilotti, que opta por fugir dos modismos, e escolhe revestimentos que não fiquem datados. “Procuro casar o contexto do projeto como um todo, para que o material tenha uma vida útil tanto em durabilidade quanto em estética”, afirma. Na Eco Granito, a profissional encontrou um produto inovador com tecnologia japonesa que se encaixa perfeitamente em seu estilo de trabalho. Prático e de aplicação versátil, este granito ecológico é elaborado a partir de resíduos gerados pelas jazidas durante o processo de extração das pedras. Ele consiste em uma massa que imita esteticamente a aparência do granito e pode ser aplicado em superfícies de diferentes formatos. Não necessita de emendas, retoques ou consertos, e tem garantia de cinco anos. O produto é altamente resistente à exposição solar, chuva, poeira e poluição, e adere a qualquer superfície. De acordo com a arquiteta, o interessante do Eco Granito é a versatilidade, possibilitando a utilização tanto externa quanto internamente. “As opções para revestimentos de fachadas são limitadas. Esse produto permite inúmeras possibilidades, fora e dentro do imóvel, conferindo unidade ao projeto”, detalha Karen.

62


63


esquadrias de pvc

ECOEFICIÊNCIA COM ELEGÂNCIA ESQUADRIAS DE PVC AUXILIAM NO DESEMPENHO ENERGÉTICO DE EDIFICAÇÕES por

karíman chales

S

FOTOS

MARCELO STAMMER

ustentabilidade e ecoeficiência são atributos desejados e cada vez mais presentes nos projetos de engenharia, arquitetura e interiores. Para traduzir esses conceitos, novos materiais colaboram na elaboração de projetos que aliam qualidade e conforto com baixo consumo de energia. Uma das tendências mais fortes para o setor de construção são as esquadrias de PVC, que somam modernidade, estética e alta performance.

64

Fabricada em polímero termoplástico, a resina de PVC (policloreto de vinila) é auto extinguível, ou seja, não propaga o fogo. É também reciclável, com qualidade tanto no aspecto estético quanto funcional. A Arquitetare, renomado escritório da capital paranaense, comandado pela arquiteta Elaine Zanon e pela designer Claudia Machado, optou pelas esquadrias de PVC na proposta de uma residência com 480 m² e arquitetura de volumes contemporâneos. A equipe do escritório desenvol-

veu o projeto utilizando estratégias que influenciam no desempenho energético da edificação, como o aproveitamento da topografia natural e posicionamento dos principais ambientes para maior incidência de iluminação natural. “Sugerimos as esquadrias da Via Bianco Esquadrias, com vidro de proteção solar que diminui a entrada de calor, permitindo que a casa tenha espaços com qualidade, conforto e baixo consumo de energia”, diz Elaine. A parceria entre o escritório e


a empresa de esquadrias foi fundamental para a execução do projeto. “A Via Bianco seguiu todos os detalhes sugeridos por nós, incluindo a esquadria de canto com bandejas profundas que também tem a função de quebra-sol, sem o perfil para estruturá-las no canto; é apenas vidro com vidro, proporcionando maior leveza ao elemento”, explica Claudia. Na Via Bianco Esquadrias, os produtos em portas e janelas de PVC oferecem diferenciais para ambientes residenciais e comerciais. Além das características estéticas, a empresa também dispõe de opções de texturas e modelos diversos. A tecnologia alemã Kömmerling garante desempenho termoacústico, contribuindo para amenizar ruídos e manter o clima interno agradável.

65


feiras e eventos

O radar de Milão Arquitetos e designers apontam os highlights da feira por

bia moraes

C

fotos

Divulgação / Salone del Mobile Milano

apital do design, Milão é sede do Salão Internacional do Móvel, evento que todo ano leva milhares de profissionais do mundo inteiro à cidade italiana. Este ano não foi diferente. Arquitetos, decoradores e designers brasileiros, entre eles muitos curitibanos, estiveram na 55ª edição do evento, para conhecer o que há de mais novo em mobiliário, iluminação e design. É a oportunida-

66

de para ter contato com experiências inéditas e ideias de vanguarda lançadas nos eventos, exposições e instalações conceituais que tomam conta de Milão. A coordenadora da Associação Ponto de Apoio, Bete Moraes, explica que a feira é uma antecipação de tendências. Todo ano, a indústria e os designers criam produtos e inovações, e o evento de Milão tradicionalmente concentra os lan-

çamentos, tornando-se a plataforma ideal para conhecer o que estará em alta, mundialmente, nos projetos de arquitetura e design. Para a arquiteta Calina Mussi, as cozinhas do setor Eurocucina foram um dos highlights da Feira de Milão. “Fiquei encantada com a limpeza visual e a sofisticação das linhas leves e retas. A iluminação indireta no mobiliário de cozinha, o uso do aço inox e do vidro, presente em pratica-


mente todas as marcas, e a madeira natural com acabamento fosco e levemente rústico chamaram minha atenção”, relata. As cores mais quentes predominaram para as poltronas e sofás, conforme observaram as arquitetas Sony Luczyszyn e Cristiane Maciel, do escritório Arqtríade Arquitetura e Interiores. Elas gostaram das peças em tons vibrantes e alegres, como laranja, verde-água e azul, além das

candy colors. “Todos os estandes eram criativos e arrojados. Alguns, bem iluminados e coloridos, em contraponto a outros com luz indireta e pontual”. A designer de interiores Laura Santos, de Belo Horizonte, apreciou a ousadia nas composições de ambientes monocromáticos “Vi, por exemplo, um ambiente todo rosa, ou em laranja, ou até mesmo todo verde. A cor se faz muito presente no espaço, mostrando todo o seu poder de transformação”, avalia. Ela também destaca a forte presença de móveis com formas orgânicas: sofás, mesas e poltronas arredondadas ganharam força, mostrando que vieram para ficar. A designer de interiores Jennyfer Gotardo observou o uso das pedras naturais em revestimentos de gavetas, painéis e tampos de mesas, conferindo brilho e sofisticação às peças que, em geral, são menos evidenciadas na composição do décor.

O arquiteto Júnior Piacesi, que também esteve em Milão, destaca os móveis de linhas limpas e retas. “O que mais me chamou a atenção foi o trabalho de serralheria fina e seus acabamentos, tudo bastante integrado com a iluminação”, comenta. Piacesi também curtiu o trabalho da arquiteta italiana Paola Lenti: mobiliário colorido, tanto para ambientes externos quando internos, demonstrando muita segurança e domínio no uso de diferentes tons e cores. “Percebi uma tendência geral para móveis soltos e leves”, afirma. Laura Santos salienta, também, os layouts desconstruídos. “Como designer, a composição dos espaços sempre me chama atenção. Em Milão vi, em um mesmo local, uma composição com muitas peças e, no espaço seguinte e integrado a este ambiente, um layout mais vazio e minimalista”, afirma.

67


consultoria

A LUZ COMO PROTAGONISTA ILUMINAÇÃO TÉCNICA, ALIADA À DECORATIVA, RESULTA EM PROJETO TOTALMENTE EXECUTADO EM LED por

karíman chales

U

Fotos

NENAD RADOVANOVIC

ma família que mora no exterior e vem para o Brasil duas vezes ao ano solicitou às designers Raquel Frizzas e Camila Frizzas um projeto que valorizasse a integração e o bem-estar do convívio entre familiares e amigos. Aconchego, conforto, modernidade e praticidade foram os itens pedidos para o apartamento, dentro dos conceitos que estão acostumados a desfrutar. Para a proposta de design contemporâneo, as profissionais elegeram uma paleta de cores que inclui preto, branco e tons de azul.

68

Ao projetar a luz dos ambientes, aliaram a iluminação técnica com a decorativa. “Por serem ambientes integrados, o projeto luminotécnico é essencial. Confere a luminosidade necessária para os espaços de convívio e também a iluminação cênica para momentos relaxantes e íntimos”, explica Camila. A iluminação geral tem placas de LED, enquanto a pontuação de objetos e outros embutidos foram feitos, também, com lâmpadas LED. Para a decoração de destaque e luzes cênicas, as designers utilizaram lustres e pendentes. Evidenciados pelos pendentes

e iluminação embutida, os objetos da sala de jantar e os quadros, com imagens de momentos especiais fotografados pela própria moradora, dão personalidade ao local. Pela economia, durabilidade e sustentabilidade, todo o projeto luminotécnico foi executado com LED. “Nossos projetos luminotécnicos, sejam residenciais ou comerciais, são totalmente em LED. A Grey House Iluminação desempenha um papel fundamental em nosso trabalho. É uma empresa de confiança, onde encontramos as melhores marcas aliadas à qualidade, preços e consultoria exclusiva”, afirma Raquel.


Raquel Frizzas (ABD 8136) Camila Frizzas (ABD 10568) Tel: (41) 9951-3445 / 9108- 3445 / 8406- 8861 Rua Nilson Neves Filho, 70 Mercês – Curitiba (PR) raquelfrizzas@hotmail.com camilafrizzas@hotmail.com

Grey House Iluminação (41) 3336-4159 Rua Noel Rosa, 61 Champagnat – Curitiba (PR) www.greyhouse.com.br

69


conteúdo dedicado

INTEGRAÇÃO COM

CONFORTO E SOFISTICAÇÃO Elementos contemporâneos e toque clássico resultam em projeto dos sonhos por

70

KARÍMAN CHALES

FOTOS

NENAD RADOVANOVIC


O

estilo sofisticado, e ao mesmo tempo confortável, que um casal de advogados tem como prioridade na moradia, levou a arquiteta Janaina Bazzo a criar interiores com soluções e detalhes que resultaram no projeto dos sonhos dos clientes. A principal solicitação era pela integração dos ambientes. Para isso, Janaina incorporou um dormitório da área íntima, a varanda e também o quarto de serviços ao espaço social. A área da varanda, por sua vez, recebeu fechamento em vidro. Dessa forma surgiu o conceito do projeto, resultando em amplitude e conforto, aliados à sofisticação na seleção dos materiais. “Utilizamos novidades do mercado em materiais e revestimentos”, detalha a arquiteta. Partindo de um estilo contemporâneo com toques clássicos, a profissional trouxe para o projeto a personalidade dos proprietários, que apreciam tecnologia e requinte. O casal costuma receber amigos e hospedar familiares.

Madeira, laca, vidro, espelho e pedra, aplicados no mobiliário e em paredes de destaque, criam a ideia de integração dos ambientes, sem deixá-los monótonos. “Fizemos uma composição equilibrada com os materiais especificados", explica a arquiteta. A base do mobiliário é neutra, em branco, fendi e amadeirado. “Boa parte foi feita sob medida, pois os espaços deveriam ser otimizados e ocupados de modo a comportar muitas louças, cristais e o enxoval dos clientes”, descreve Janaina. Os móveis soltos foram discutidos e pesquisados com os proprietários, que procuravam peças de design elegante, sofisticadas e de qualidade. De acordo com a profissional, linhas retas, tons claros e materiais nobres conduziram a seleção. Toques de cores quentes foram empregados nos objetos de decoração. Foi necessário prever, também, espaço para os hobbies e gostos do morador: charuto, vinho e música. A arquiteta administrou as áreas para encaixar duas adegas climatizadas, chopeira e cervejeira na varanda gourmet e cozinha.

JANAINA BAZZO ARQUITETURA arq. Janaina Bazzo (CAU A30496-4) Tel: (41) 3019-0717 / 9102-0307 Rua Goiás, 605 Água Verde – Curitiba (PR) www.janainabazzo.com.br

71


conteúdo dedicado

MASCULINO E FEMININO EM HARMONIA NEUTRALIDADE E SOLUÇÕES CRIATIVAS DÃO O TOM EM PROJETO PARA RECÉM-CASADOS por

O

KARÍMAN CHALES

FOTOS

s interiores de um apartamento, criados para um jovem solteiro, se transformaram em ambientes para um casal no projeto da UNE - Arquitetura + Design, em uma adaptação bem-sucedida e realizada diante de um grande desafio - o cliente ficou noivo durante a execução da obra. A dupla Carolina Falavinha e Ana Letícia Andrade modificou o projeto anterior para atender as demandas dos recém-casados, que apreciam receber amigos, cozinhar, jogar videogames e assistir filmes. No apartamento de 65 m², as profissionais conciliaram gostos individuais e os traduziram para o

72

Eduardo Macarios

projeto, que recebeu uma linguagem neutra como base. “Fizemos alterações em detalhes, como o papel de parede do quarto de casal, peças de decoração, colchas e almofadas, e tudo ganhou um ar mais leve, ideal para o casal”, explica Carolina. A área social recebeu atenção especial. Por ser um apartamento pequeno, era preciso encontrar soluções modernas e criativas, mas que aliassem também conforto e aproveitamento de espaços. Sala de estar, jantar e cozinha são totalmente integradas e, para manter uma linguagem única e conferir sensação de amplitude, os mesmos acabamentos foram aplicados nos três ambientes. A paleta de cores utiliza cinza, grafite, cinza claro e

preto, e para complementar, branco e dois tons neutros de madeira. A mesa de jantar, com seis lugares, foi desenhada sob medida pelo escritório e foge do padrão de apartamentos pequenos. As áreas de jantar e cozinha são divididas por uma bancada em preto, que funciona como aparador. A peça se estende até a porta de entrada, criando um apoio para quadros e objetos, que também sinaliza um pequeno hall. O painel da TV em drywall, com pintura cinza grafite, segue até o teto, criando um volume interessante e demarcando a área de estar. Por fim, um mosaico em pedra São Tomé natural criou uma parede de destaque. “Optamos pela pedra


devido ao jogo de volumes que ela cria, valorizado pela iluminação”, detalha Ana Letícia. O quarto de casal também possui detalhes em cinza grafite, acompanhados pelo branco, que confere leveza ao ambiente. O papel de parede, escolhido pela noiva, traz um toque mais feminino e harmoniza com os tons de cinza. O segundo quarto é um home office que também alia o cinza com uma madeira neutra, criando um local aconchegante para eventuais hóspedes. O mobiliário do apartamento é quase todo planejado, e foi detalhado para aproveitar ao máximo cada cantinho do imóvel.

UNE – ARQUITETURA + DESIGN arq. CAROLINA FALAVINHA (CAU A97129-4) designer ANA LETÍCIA ANDRADE (ABD 8095) Tel: (41) 3362-5030 / 9901-8999 Rua Fernandes de Barros, 587 – sl. 03 Alto da XV – Curitiba (PR) www.unearqdesign.com.br

73


conteúdo dedicado

HORIZONTAL E MINIMALISTA PROJETO ARQUITETÔNICO UTILIZA FORMAS PURAS PARA TRADUZIR SOFISTICAÇÃO por

KARÍMAN CHALES

E

FOTOS

NENAD RADOVANOVIC

m um condomínio residencial localizado em Pinhais (PR), uma casa imponente de 400 m², projetada pelo escritório Samways & Santos Arquitetura e Design, domina a paisagem com sua fachada de linhas puras. Assinado pelos arquitetos Suzi Samways e Ernesto Pacheco Junior, o projeto da residência para um casal, que tem filhos

74

casados e netos, permitiu que os profissionais aplicassem seu talento em soluções arquitetônicas contemporâneas, pois os clientes são abertos a inovações e tendências de vanguarda. Duas solicitações permearam a elaboração do projeto: uma construção com predominância da horizontalidade e o desejo de ter uma residência funcional e integrada com o exterior para receber

filhos, netos e amigos. Baseados nessas definições, os profissionais delimitaram quatro palavras que expressam perfeitamente o conceito: horizontalidade, minimalismo, funcionalidade e integração. “Grandes panos de vidro fazem a ligação com o exterior e volumes retos sobrepostos criam a forma horizontal minimalista”, descreve Ernesto. Vidros, paredes com texturas,


pisos em porcelanato padrão cimento e madeira foram os principais materiais utilizados. O branco e o cinza destacam a forma arquitetônica. “Leonardo da Vinci afirma que a simplicidade é o último grau de sofisticação. Assim, a sofisticação dessa construção é a função de suas formas simples e puras”, conclui Suzi.

SAMWAYS & SANTOS ARQUITETURA E DESIGN arq. SUZI SAMWAYS (CAU A19486-7) arq. ERNESTO PACHECO JR. (CAU A10956-8) Tel: (41) 3365-6070 / 9971-2580 / 9971-3262 contato@ssarquitetura.arq.br www.ssarquitetura.arq.br

75


conteúdo dedicado

DESIGN VALORIZA espaços APARTAMENTO COM BAIXA METRAGEM GANHA SOLUÇÕES CRIATIVAS E ELEGANTES por

76

BIA MORAES

FOTOS

NENAD RADOVANOVIC


O

design contemporâneo, com linhas retas e cores neutras, é a marca do projeto assinado por Samantha Sato para um apartamento de apenas 28m2 no Centro de Curitiba. A proposta para um casal seguiu o pedido do homem e teve um toque feminino no décor, que foi acompanhado de perto pela mulher. O mobiliário planejado em MDF otimiza espaços e confere elegância, junto às cortinas em linho e espelho, que traz amplitude. O uso do gesso e a iluminação projetada criam ambientação aconchegante, somados ao lustre no quarto, que cria o ar de romantismo. O uso das cores neutras, além de adequado para espaços menores, para que não fiquem com o visual pesado, ressalta os quadros escolhidos para a decoração do ambiente social. Todos os detalhes, cuidadosamente planejados, resultam em um conjunto harmonioso: moderno, acolhedor e sofisticado na medida certa. Principais fornecedores Aldreen Cortinas, Complementos Decorações, Expressiva Presentes, GE Marcenaria, Obras e Reformas, Riverson Estofador, Marmoraria Santa Clara

Designer de Interiores

samantha sato (ABD 12730) Tel: (41) 9644-7578 Rua Curuá,130, Alphaville Graciosa www.samanthasato.com

77


conteúdo dedicado

Personalização para um ambiente sofisticado A Marceneira, empresa de móveis sob medida, mostra diferencial ao personalizar o mobiliário FOTOS

C

om os empreendimentos imobiliários cada vez mais compactos, cada milímetro é precioso para que o local seja otimizado e atenda às necessidades dos moradores. Segundo a arquiteta Fernanda Distéfano, que projetou e decorou, em parceria com A Marceneira, um estúdio de 38 m2, a importância do mobiliário sob medida ocorre principalmente porque o cliente quer ter em um espaço pequeno tudo aquilo que teria em uma casa maior. “Os lofts e estúdios são imóveis cada vez mais procurados, então, optar por um mobiliário sob medida garante o maior aproveitamento do ambiente e mais originalidade ao projeto”, afirma.

78

Rodrigo RamireZ

“Investir em um bom acabamento e na personalização da mobília é o grande toque para ter uma casa sofisticada. Deste modo a metragem não é um obstáculo, ao contrário, é um desafio”, explica Lilian Cavalheiro, diretora da A Marceneira, que trabalha com móveis sob medida para ambientes residenciais e corporativos. Lilian afirma que as cores, texturas e matérias-primas adequadas levam a um resultado final satisfatório. “Quando é pensado para o dono, atende às necessidades do mesmo, incluindo praticidade, funcionalidade, conforto e beleza, sem esquecer da personalização”, aborda a diretora. Já Fernanda garante que uma dica útil é aproveitar cada espaço para um uso especifico, se-

torizando bem, e garantindo que os mobiliários tenham duplas ou até triplas funções. “No projeto executado pela A Marceneira fizemos assim. A mesa se estende e vira base para a cristaleira acima dela, e abaixo, forma um L para uma lareira a álcool”, diz a arquiteta. Utilizar papéis de parede, pastilhas de vidro e revestimentos diferenciados em alumínio são boas opções para ter esse toque personalizado. O cliente também pode optar por ter o móvel revestido em couro, tecidos, lâminas especiais, vidros ou pintura como a laca. Iluminação acoplada na madeira, com fixação diferenciada para não deixar à mostra as ferragens, é outra orientação para exibir um design diferente


das peças escolhidas, que muitas vezes são responsáveis por harmonizar o local. Sobre A Marceneira: A Marceneira atua desde 2015 no segmento de fabricação e projeção de móveis sob medida para ambientes residenciais e corporativos, utilizando materiais de alta qualidade e acabamento sofisticado. Atualmente conta com uma fábrica e um escritório, ambos em Curitiba, e atende também os estados do Sul e Sudeste brasileiro. O comprometimento e a seriedade fazem da empresa referência no mercado.

ARQ. Fernanda Distéfano (CAU A57723-5)

Tel: (41) 3121-2208 www.fernandadistefano.com.br

A marceneira

Tel: (41) 3387-0889 Rua Padre Anchieta, 2050 - Sala 606 Curitiba/PR facebook.com/amarceneira

79


conteúdo dedicado

A MAGIA DOS DETALHES

COM PARCERIAS DE SUCESSO, ARQUITETO TRANSFORMA PROJETOS EM LARES por

KARÍMAN CHALES

O

nde começa a elaboração de um projeto arquitetônico? De acordo com o arquiteto Maximiliano Scandelari, a conversa inicial com o cliente é fundamental para inspirar a criação. “Desde essa etapa, até a finalização do projeto, procuro interpretar as principais necessidades e anseios dos meus clientes de forma a surpreendê-los positivamente”, esclarece o profissional.

Para traduzir solicitações e desejos, o arquiteto utiliza diversas técnicas: pode ser um croqui feito à mão ou os mais detalhados desenhos em computação gráfica 3D. Além disso, as parcerias formadas também influenciam no resultado final. “Para que o projeto siga com qualidade e perfeição, desde o desenho até a execução, conto com parceiros de sucesso, como a Construtora F.A.S. Assim, o produto final pode ser chamado de lar. É o sonho realizado”, conclui Maximiliano.

arq. maximiliano

scandelari (CAU A43913-4)

Tel: (41) 3622-7576 / 3153-4257 Rua Buenos Aires 965 – Curitiba (PR) arquitetura@hotmail.com

Construtora fas

Tel: (41) 3339-4383 / 8874-6578 Rua Princesa Izabel, 1430 - Curitiba/PR construtorafas@gmail.com www.construtorafas.com.br

80


81


conteúdo dedicado

BANCADAS EM PORCELANATO portobello shop. da nossa FÁBRICA PARA sua CASA, com exclusividade. por

PORTOBELLO SHOP

A

FOTO

GERSON LIMA

s bancadas de porcelanato Portobello Shop são elementos que se destacam na composição e funcionalidade de diversos ambientes. Com diferentes formatos, cores, texturas e acabamentos, proporcionam uma infinidade de possibilidades para os mais variados projetos e surgem como a solução ideal para dar personalidade e beleza ao ambiente a um custo mais acessível do que mármores e granitos. Porcelanatos são revestimentos com baixíssima absorção de água, alta durabilidade e performance. Podem ser usados em pisos, paredes, fachadas, piscinas, móveis e decorações. Existem reproduções de diferentes tipos de materiais da natureza, como madeiras, mármores,

82

pedras e argilas, além dos materiais essenciais da arquitetura, como os sintéticos, o concreto e o metal. A beleza e o acabamento das bancadas Portobello Shop são surpreendentes. A fabricação utiliza somente produtos exclusivos Portobello, e a execução e instalação ficam a cargo de uma equipe treinada na própria fábrica. Por isso, são produtos garantidos pelo fabricante. É mais um serviço das lojas Portobello Shop, que vem se juntar à medição de obra, assistência técnica, projeto exclusivo em Domus 3D e cortes especiais. Além das bancadas, as lojas Portobello Shop também desenvolvem outras soluções em porcelanato, como nichos, escadas e rodapés, oferecendo, assim, o produto ideal para cada obra.

portobello shop Água Verde Tel: 41 3242-1000 Av. Getúlio Vargas, 2135

portobello shop batel Tel: 41 3224-2590 Rua Comendador Araújo, 990

portobello shop são josé dos pinhais Tel: 41 3517-0477 Rua Barão do Cerro Azul, 494

www.portobelloshop.com.br


83


coluna engenharia

A gestão organizacional como indicador

de produtividade na construção civil

U

ma medida tomada para a busca de excelência nas organizações e padronização de processos foi a adoção dos programas da qualidade e adequação das empresas brasileiras aos padrões internacionais. Tem-se adotado, entre as construtoras, o PBQP-H – Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade no Habitat, e o padrão de qualidade mundial ISO 9001. Este tem sido um fenômeno mundial. Questões vinculadas à qualidade e produtividade são exigências do mundo atual. No entanto, este movimento vem acontecendo, na sua grande maioria, em função da exigência do mercado, com preocupação maior nos contratos de financiamento. Isso pode explicar, em parte, o desvio do foco na qualidade do produto, que é o objetivo maior dos programas. A qualidade só tem sentido se contribuir para a melhoria da produtividade e da competitividade da empresa. A construção de edifícios mostra, ainda, um relativo atraso em comparação aos demais setores industriais devido à baixa produtividade, em função da pouca industrialização, alto desperdício de materiais e desqualificação da mão-de-obra. Como consequência, em geral, há falta de qualidade no produto final e baixa produtividade. De maneira geral, as empresas construtoras não priorizaram qualificação profissional, tecnologia operacional, treinamento, especialização, automação, qualidade e gestão dos materiais. Isto pode ser constatado no grau de instrução dos operários do setor, no número e frequência de acidentes de trabalho e

84

na negligência dos treinamentos tanto da comercialização como do oferecidos - e não só no setor de custo, seguida de melhoria contíexecução propriamente dito, mas na nua, acima dos níveis atingidos peorganização como um todo. los concorrentes. Descumprimento de prazos, É necessário que as empresas improvisação, retrabalhos, perdas, redefinam seus procedimentos de desperdícios, baixa produtividade e gestão utilizando informações acerpouca qualidade têm sido comum ca da satisfação dos usuários. A simnas obras, inclusive as que adotam o ples certificação de um Sistema de uso de tecnologias mais modernas. Gestão da Qualidade, sem o comNo horizonte que se vislumbra promisso com a verdadeira busca para o setor da construção de edipela qualidade, não gera benefícios à ficações, após o período de recesqualidade do produto perceptível ao são em que se encontra o mercado, consumidor final. considerando o quadro de mudanças Principalmente, porque as emnecessárias, as empresas construtopresas não estão atendendo ao ras começam a procurar viabilizar principal objetivo das normas da suas margens de lucro a partir da qualidade, que é focar no cliente - o redução de custos e o aumento de qual só poderá ser atendido quando produtividade em seus processos forem compreendidas as suas neorganizacionais de gestão e producessidades por meio de uma efetição. O caminho tomado por execuva comunicação com a empresa, e tivos atentos é perceber que a soquando a medida da satisfação do lução dos problemas das empresas cliente fizer parte das análises crínão somente surge do ambiente ticas de possíveis melhorias na gesexterno, mas, também pelo melhor tão da empresa. controle dos recursos internos. O foco organizacional deve ser O processo de ganhos de produno Sistema de Gestão, ou seja, a tividade tem início estruturando-se Qualidade do Sistema de Gestão. um processo de planejamento estratégico, por meio de amplo comprometimento de toda organização, a começar pela alta gerência. O comprometimento da alta direção é pré-requisito para a formação de um ambiente de aprendizado contínuo em empresas de construção. A ideia básica de uma economia de mercado é a de que as empresas existem e competem entre si para criar satisfação do cliente. Assim, o significado competitivo da qualidade tem sua definição a Cezar Augusto Romano é engenheiro civil e partir do ponto de doutor em Engenharia de Produção. Professor do Programa vista do cliente - lide Pós-Graduação em Engenharia Civil do Campus Curitiba gada à lucratividade da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná).


85


coluna design

Vasos: os vazios e o significado do objeto

J

á dizia o mestre taoísta Lao Tse em seu estudo Tao Te Ching: A argila é trabalhada Na forma de vasos Através da não-existência Existe a utilidade do objeto De dentro desse ensinamento, ou pela sua utilidade física, o vaso é um elemento marcante na sociedade e na forma de viver. Muitas vezes esse elemento passa despercebido, mas foi, e continua sendo, parte de nossas vidas em muitos aspectos. Dos primeiros artefatos da humanidade até os que utilizamos atualmente, permitir armazenar e guardar algum conteúdo é algo realmente relevante. O vaso era, inicialmente, utilizado como urna ou reservatório de materiais e alimentos. Sempre esteve presente na decoração, desde os primórdios das antigas civilizações. São referências até hoje, por exemplo, os vasos de porcelana das dinastias chinesas, ou os de Murano, na Itália, fabricados por mestres artesãos. Aos poucos, vamos entendendo

a importância do vaso na decoração e no design. Assim como todo elemento essencial à sobrevivência, o vazio que o vaso cria, e a possibilidade de proteger a informação nele contida, permeia o mágico. Com essas características, o vaso vem para a atualidade com diversas roupagens e funções. Formatos rasos e arredondados servem para a culinária, para receber alimentos e para transportar diversos objetos. Formatos compridos e alongados já serviram para guardar moedas de ouro, e hoje recebem arranjos florais, entre outras composições. Temos, também, os diferentes materiais que permitem ainda mais dinâmicas. Existem muitas opções que podem compor o espaço conforme o estilo e a funcionalidade: porcelanas, cimentícios, vietnamitas, cerâmica, vidros, muranos, plásticos rígidos ou não. Símbolo de status, o vaso pode estar presente em qualquer ambiente da casa ou do trabalho: da varanda ao lavabo, da garagem ao telhado. Ele pode se adequar ao espaço

que se tem, inclusive, para guardar a peça. Um exemplo é aquele modelo de plástico flexível que, quando não está sendo usado, ao esvaziar, vira quase uma folha de papel, e quando recebe água toma o volume relevante. Há a tendência, também, de fazer interferências nas peças, com pinturas e composições de outros materiais, levando à leitura mais artística e decorativa. Os acabamentos naturais estão em alta - como os vasos de cerâmica vermelha tradicional ou de madeira, que compõem bem com o estilo natural muito enfatizado no momento, pelo retorno da humanização dos ambientes. Eles podem receber plantas, arranjos e galhos. Ou conter a simplicidade do vazio, como já defendia Lao Tse. Tudo que tem significado tem mais poder. Antes de escolher os vasos e vazios da decoração, pense em como deseja que eles conversem com você. Assim, toda vez que olhar para eles, tudo fará sentido!

Amarildo Henning

Katalin Stammer é arquiteta e urbanista forma-

da pela UFPR (Universidade Federal do Paraná) e designer de móveis pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná). É responsável pela supervisão do curso de Design de Interiores do Centro Europeu, em Curitiba (PR).

86


87


coluna décor

a natureza em casa volume Ousar é a tendência mais forte, atualmente, na decoração. Quando trago a natureza para a decoração de interiores, abuso do volume e tamanho de plantas e vasos. Grandes plantas tornam o ambiente mais imponente e ajudam a compor um cenário.

tem seu lugar, mesmo em tamanhos maiores, compondo em harmonia com outros elementos do décor. Naturais ou artificiais Utilizo, de preferência, plantas naturais. Mas quando procuro o efeito de uma determinada espécie e esta não suporta sombra, recorro às plantas artificiais ou permanentes. É possível encontrar plantas artificiais com uma semelhança incrível com a natural! Misturo, também, folhas naturais com flores artificiais, pois dá um efeito incrível.

Frescor Trazer a natureza para dentro de casa também confere tranquilidade e frescor, além de emprestar aos ambientes a beleza das cores e dos formatos de folhas e flores. Engana-se quem pensa que as plantas devem ficar restritas aos espaços externos. Nos espaços internos a vegetação

Cuidados Lembro que deve-se dar prioridade às áreas sociais ao utilizar plantas, usando vaso, cachepot e até alguns tipos de arbustos. Vale dispô-las em vasos, jardins internos e jardins verticais (nas paredes). Na hora de escolher um exemplar, pesquise se é uma vegetação que consegue sobreviver nas condições que o ambiente oferece de temperatura e luminosidade. E não se esqueça de que as plantas pedem cuidados de manutenção constantes. Quanto ao tipo de vasos, gosto muito de materiais como aço corten, cimento e os vietnamitas rústicos. Com esses cuidados, você pode transformar sua antiga decoração. Experimente!

Marcelo Stammer

de encher os olhos A ousadia nos tamanhos enche os olhos! Mesmo em espaços menores, um volume expressivo do verde da natureza - por exemplo, em cima da mesa - traz um efeito contemporâneo e majestoso para o projeto.

Aconchego O verde ajuda a humanizar o ambiente e torná-lo aconchegante. Gosto muito de misturá-lo com outros elementos naturais, como a madeira. Esse casamento da madeira natural com as plantas é espetacular.

Projeto do Studio Gisele Busmayer & Carolina Reis

Divulgação

88

Ambientação com Brick Natura Capuccino da Lepri

Gisele Busmayer é designer de interiores e atua no mercado curitibano há oito anos. Seus trabalhos se destacam pelo estudo de cores e por traduzir o estilo de cada cliente. Com ambientes elegantes, requintados e elaborados a profissional participou de inúmeras mostras de decoração.

Carolina Pessoa

Nenad Radovanovic

Vasos imponentes em ambiente criado pela arquiteta Juliana Lahóz


89


EVENTOS

LANÇAMENTO ILUMINADO A edição 32 da Revista Place foi lançada em março em uma das lojas mais iluminadas de Curitiba, a Grey House Iluminação, e trouxe na capa o projeto de uma residência contemporânea assinado pela Arquitetare, escritório comandado pela dupla Elaine Zanon e Claudia Machado. O coquetel reuniu profissionais do arqdécor e lojistas do segmento. Fotos: Raquel Lima

1

2

3

4

5

6

7

8

1 - Os arquitetos Pedro Silveira e Tassiana Fischer com os anfitriões do evento, Adriana e Marcelo Sypniewski. • 2 - Adriana Sypniewski com a designer Claudia Machado, do escritório Arquitetare, que assinou o projeto de capa da edição #32 da revista. • 3 - Marcelo Sypniewski com a arquiteta Elaine Zanon, do escritório Arquitetare, que assinou o projeto de capa da edição #32 da revista. • 4 - Andre Silveira e Jessica Luanna Cassarotti, da Construtora F.A.S. • 5 - A engenheira Janaina Macedo e a arquiteta Janaina Bazzo. • 6 - As arquitetas Fernanda Gariba e Larissa Cabral. • 7 - Os arquitetos Carlos Tietjen e Andrea Balekian. • 8 - As arquitetas Adrina Barth e Adeline Cordeiro.

90


91


EVENTOS

VISITA À FáBRICA

O Studio Carrara recebeu arquitetos e designers para uma visita técnica à fábrica, acompanhada de café da manhã feito com muito carinho para os convidados. No bate-papo, os profissionais aproveitaram para tirar dúvidas sobre as pedras naturais e industrializadas, e também indicações de uso para cada ambiente. Fotos: Gerson Lima

1

2

3

4

5

6

7

8

1 - Os anfitriões Joaquim Guimarães, diretor comercial, e Paulo Dvulhatka, diretor técnico do Studio Carrara. • 2 - As arquitetas Cindy Maia e Flávia Steil Drovetto. • 3 - O engenheiro civil Roberto França Júnior entre as arquitetas Camila Salmória e Jakeline Ferreira. • 4 - As arquitetas Daniela Fujita, Rafaella Busatto, Adriane Cequinel Varella e Fernanda Miranda. • 5 - O gerente comercial da Artfire, Milton Peixoto Filho, entre os anfitriões Joaquim Guimarães e Paulo Dvulhatka. • 6 - As arquitetas Thalita Miyawaki e Erika Fukunishi. • 7 - Os designers Guilherme Zinher e Flávia Zinher. • 8 - A designer Camila Frizzas e as arquitetas Rafaella Busatto e Juliana Zandona.

92


93


EVENTOS

OFICIALMENTE INAUGURADO

O Coworking Plano Forte, localizado no Batel e elaborado para atender exclusivamente arquitetos e profissionais da construção civil, foi oficialmente inaugurado em abril. O happy hour contou com a presença de profissionais da imprensa, arqdécor e dos coworkers associados. Fotos: Gerson Lima

1

2

3

4

5

6

7

8

1 - Os anfitriões do evento Carla Boabaid e Fabiano Cantele, sócios-proprietários do local. • 2 - As arquitetas Fernanda Miranda, Ana Sekulic e Janaina Bazzo, e a decoradora Lenira Condessa. • 3 - As coworkers do Plano Forte, Ana Carolina Caliari e Bruna Bueno, do CB.ArqDesign, acompanhadas do designer Guilherme Bez. • 4 - As arquitetas Tatiana Sakaguti e Esther Leidner. • 5 - O casal Milton Peixoto e Ana Hilda, da Artfire. • 6 - O designer Guilherme Henrique Zinher, o empresário Ugo Gutierrez, a designer Flávia Caroline Zinher, a engenheira civil Edelyse Kropiwiec e Kristoffer Lira, da empresa Grassello Stucco Veneziano. • 7 - A dupla Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande com a empresária Claudia Leal. • 8 - A coworker e arquiteta Renata Lora de Bem e Rodrigo Tozin.

94


INFORMATIVO

Assembleia aprova contas e define novo conselho

Conheça melhor o Alphaville Graciosa

A Assembleia Geral Ordinária da Associação Alphaville Residencial realizada no restaurante do Alphaville Graciosa Clube, no dia 19 de abril de 2016 contou com presença de aproximadamente 120 associados. Durante a assembleia foi realizada a apresentação das contas 2015, aprovadas por unanimidade pelos presentes, sem ressalvas. A reunião contemplou também a eleição do Conselho Diretor e Fiscal 2016/2018, contabilizando 371 votos.

O Alphaville Graciosa, é um dos mais avançados empreendimentos que levam a marca Alphaville. Localizado na região metropolitana de Curitiba, é o Alphaville mais verde do Brasil composto por 1.218 terrenos em uma área total de 2.479.808,40 metros quadrados.

Conheça a nova diretoria da Associação Segue abaixo o novo Conselho Diretor e Conselho Fiscal: CONSELHO DIRETOR Presidente - Darlan José Dall´Agnol Vice Presidente - Hugo Wichert Junior Primeiro Secretário - Jaime Sommer Segundo Secretário - Shirley Vargas Prudêncio Rebeschini COMITÊ EXECUTIVO Presidente - Nelson Shinobu Sakuma Diretor Administrativo/ Financeiro - Carlos Alberto Barbosa Lima Diretor Segurança/ Manutenção - Juliano Jansen de Mello Nodari Vice Presidente Iguaçu - Luciano Plugge Freitas Vice Presidente Parati - Pablo Eneas Marlangeon Vice Presidente Andorinhas - Wanderley Silva Vice Presidente Araucárias - Paulo Roberto Oliveira Demais integrantes do Conselho Diretor: Elenice Martins Krick, Marcia Ribeiro Malina, Rosangela Aparecida Borges Ramos, Silvana Lisot e Sumaya Chede Cansini Suplentes: (Em ordem de eleição) Narbal Dieter, Glauco Lúcio Gonçalves Lopes e Rogério Alexandre dos Santos Conselho Fiscal: Presidente - Marco Iran Jacyczen Cordeiro Cristian Cleverson Clausen e João Paulo Ballarotte Suplentes: (Em ordem de eleição) Marcia Regina Nava e Claudia Jacqueline de Abreu

O Alphaville Graciosa é o primeiro empreendimento desenvolvido em conformidade com a nova Lei dos Mananciais – legislação paranaense aprovada em 1998 e que deverá tornar-se parâmetro nacional. A construção nas áreas de mananciais obedece a adoção de critérios rígidos, visando conciliar o uso ordenado do solo com a preservação ambiental. Numa fazenda com essa característica, com cerca de 2,5 milhões de metros quadrados, foi implantado o Alphaville Graciosa. Em razão das restrições, a gleba poderia abrigar um máximo de 1.250 lotes. Ao invés de fazer grandes lotes, de 2.000 metros quadrados, a Alphaville Urbanismo optou por lotes de cerca de 700 metros quadrados, com a reserva de grandes áreas livres, o que fez do empreendimento um marco no mercado imobiliário nacional. O empreendimento possui um campo de golfe oficial com 18 buracos, que vem sendo considerado por especialistas como o melhor do País. Outro ponto de destaque é o cuidado ambiental. Todos os moradores estão em contato permanente com a natureza, em mais de um milhão de metros quadrados de áreas verdes. A gleba abriga mais de 300 mil metros quadrados de matas nativas, formando a maior reserva preservada de araucárias em área urbana do Brasil. Além do campo de golfe, das matas e das áreas verdes, os moradores contam com a ampla estrutura social e esportiva do Alphaville Graciosa Clube, com sede de 2.500 m² de área construída e instalações completas para a prática de esportes, piscina, quadras de tênis, vôlei e futebol. O clube conta ainda com bar, restaurante, quatro vestiários, loja com artigos de golfe e administração. São quatro zonas residenciais e uma comercial, contemplando ao todo 1.218 lotes, sendo 1.113 unifamiliares, 85 comerciais e apenas 20 multifamiliares. O Alphaville Graciosa demonstra, assim, que é de fato possível conciliar a ocupação urbana com a preservação do meio ambiente. O que poderia ser considerado uma dificuldade devido às restrições da legislação da área foi transformado no diferencial valorizador. Em suma, o Alphaville Graciosa reúne contato com a natureza, lazer, tranquilidade, beleza, prestígio, segurança e conforto, em um endereço exclusivo, resultando em qualidade de vida na sua melhor expressão.

95


EVENTOS

METAIS PREMIUM NA PASTILHART A Pastilhart inaugurou um showroom funcional com os metais da marca Docol, ambientado pelas profissionais do Studio Gisele Busmayer & Carolina Reis. Com a novidade, a loja passa a oferecer os produtos da Linha Premium da Docol, além de apresentá-los para o público em um espaço onde se pode ver e manusear os misturadores de alto design e tecnologia. Fotos: Edelson Werlish

1 – Os anfitriões do evento Fabio Pacheco e Alexandre Lara (nas pontas) com a especificadora da Docol, Fabiana Medeiros, e os arquitetos Rafael Valente e Juliana César (de branco). • 2 – O designer Daniel Casagrande confere produtos da Pastilhart. • 3 – Fabio Pacheco e o arquiteto Eduardo Mourão. • 4 – A técnica desenhista de arquitetura Carolina Reis e a designer de interiores Gisele Busmayer, responsáveis pela ambientação do novo showroom. • 5 – Fabio Pacheco e a arquiteta Carla Kiss. • 6 – A especificadora da Docol, Fabiana Medeiros, entre os arquitetos Javier Godino e Fabricio Fontolan. • 7 – As arquitetas Carla Kiss e Olga Bergamini e as designers de interiores Carla Gil Heller, Hellen Giacomitti e Rosangela Pauli. • 8 – A dupla Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande entre os diretores da Pastilhart, Fábio Pacheco e Alexandre Lara.

96

1

2

3

4

5

6

7

8


97


agenda

HIGH DESIGN HOME & OFFICE EXPO

O São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, maior centro de exposições, congressos e convenções da América Latina, que acaba de passar por ampla reformulação, vai sediar a primeira edição da High Design – Home & Office Expo. A feira de mobiliário de alto padrão e soluções para arquitetura e design de interiores terá palestras e exposições. O novo São Paulo Expo tem projeto assinado pelo escritório francês Wilmotte & Associés Architectes com o trabalho local do escritório paulistano GCP Arquitetos.

CASA COR PARANÁ 2016

Com o tema Celebração, que permeia todas as Casa Cor deste ano no Brasil e América Latina pelos 30 anos da mostra, o evento será no prédio histórico da Editora Grupo Paulo Pimentel, com 50 ambientes em 6 mil metros quadrados. Data: 19/06 a 31/07 Local: Rua João Tschannerl, 880, Vista Alegre – Curitiba (PR) www.casa.abril.com.br/casa-cor/ mostras/parana

MOSTRA ARTEFACTO BRASÍLIA 2016

Em 2016 a Artefacto comemora 40 anos da marca, com a nova edição da sua mostra em diversas cidades do Brasil e em Miami, trazendo o tema “Os Destinos Mais Desejados do Mundo”.

Data: 17/05 a 10/06 Local: Jockey Club de São Paulo – São Paulo (SP) www.casa.abril.com.br/casa-cor/ mostras/sao-paulo

DECORA LÍDER RIBEIRÃO PRETO

Data: 02/05 até abril/2017 Local: SHIS QI 21, Bloco B Lago Sul – Brasília (DF) www.artefacto.com.br

Em sua 9ª edição, a Mostra Decora Líder Ribeirão Preto apresenta 12 ambientes assinados por renomados profissionais da região.

CASA COR SÃO PAULO 2016

Data: 11/03 a 11/06 Local: Ribeirão Preto – (SP) www.liderinteriores.com.br

O Jockey Club abre as portas para mais uma edição da mostra, que promete ser especial.

98

Data: 09/08 a 11/08 Local: São Paulo Expo Rod. dos Imigrantes, km 1,5 - São Paulo www.highdesignexpo.com


99


100

Revista Place Edição 33  

Confira a 33ª edição da Revista Place! Arquitetura - Interiores - Design www.revistaplace.com.br Facebook.com/RevistaPlace