Page 1

Ano 2/2013

Veja nesta edição como as intervenções com professores podem alinhar o trabalho pedagógico em sala de aula

AEE- atendimento educacional especializado veja como professores podem interagir com esta especialidade – pág 10


Desenvolver uma rotina na área de matemática é um desafio para coordenadores e professores, pois o ensino de matemática hoje vem agregado de blocos de conteúdos que não podem ser segmentados nos anos do Ensino Fundamental, e sim introduzido, desenvolvido e sistematizado no decorrer do mesmo. Pensando em abordar este tema de forma eficaz na organização de uma rotina para o ensino da matemática nas séries iniciais do ensino fundamental, especialmente nos 4º anos, professores e gestores da EMEF ”Aracy de Abreu Pestana” debruçarão sobre o problema e encaminharam algumas discussões acerca do tema visando garantir que todos os professores de fato trabalhassem os blocos de conteúdo semanalmente. Os blocos de conteúdos em matemática estão organizados da seguinte forma GRANDEZAS E MEDIDAS ESPAÇO E FORMA NUMEROS E OPERAÇÕES TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO


Segundo os PCNs os blocos contemplam os seguintes conteúdos: Quadro 1 – Resumo da descrição dos quatro blocos de conteúdos definidos pelos PCN –Matemática (Brasil, 1998, p.38-39 ) Blocos de conteúdos

Números e Operações

Espaço e Forma

Grandezas e Medidas

Tratamento da Informação

Descrição Conhecimento dos números naturais e números racionais (com representações fracionárias e decimais) como instrumentos eficazes para resolver determinados problemas e como objetos de estudo, considerando-se suas propriedades, relações e o modo como se configuram historicamente. O trabalho com as operações deve valorizar a compreensão dos diferentes significados de cada uma delas, as relações existentes entre elas e o estudo reflexivo do cálculo, contemplando os tipos: exato e aproximado, mental e escrito. Os conceitos geométricos desenvolvem um tipo especial de pensamento que permite ao aluno compreender, descrever e representar, de forma organizada, o mundo em que vive. O trabalho com noções geométricas volta-se para a observação, percepção de semelhanças e diferenças e identificação de regularidades, envolvendo a exploração dos objetos do mundo físico, de obras de arte, pinturas, desenhos, esculturas e artesanato. Este bloco caracteriza-se por sua relevância social, com evidente caráter prático e utilitário. As atividades em que as noções de grandezas e medidas são exploradas proporcionam melhor compreensão de conceitos relativos ao espaço e às formas e dos significados dos números e das operações, e incluem a idéia de proporcionalidade e escala. Integram este bloco noções de estatística, de probabilidade e de combinatória. Não se pretende o desenvolvimento de um trabalho baseado na definição de termos ou de fórmulas envolvendo tais assuntos. Em estatística incluem-se os procedimentos para coletar, organizar, comunicar e interpretar dados, utilizando tabelas, gráficos e representações. No campo da combinatória, inclui-se, especialmente, o princípio multiplicativo da contagem. Os estudos de probabilidade se destinam à compreensão de que grande parte dos acontecimentos do cotidiano é de natureza aleatória e é possível identificar prováveis resultados desses acontecimentos. As noções intuitivas de acaso e incerteza podem ser exploradas por meio de experimentos e observação de eventos.


Garantir o entendimento dos conteúdos foi importante para a construção da rotina semanal, pois através desta discussão todos puderam perceber que na verdade os conteúdos se alinham entre si e até mesmo em outras disciplinas. A construção da rotina semanal trouxe uma ampliação do olhar e das possibilidades de se trabalhar matemática. Após diversas discussões e planejamento o grupo chegou a seguinte conclusão. A rotina será construída contemplando os blocos de conteúdo priorizando os números e operações com maior periodicidade na semana e uma vez por semana os demais como mostra a tabela abaixo: S

T

Q

Q

S

NO

NO

EF

TI

GM

NO- números e operações EF- espaço e forma TI- tratamento da informação GM- grandezas e medidas


Uma das formas de intervenção no trabalho do professor, se faz através da devolutiva do semanário . Pois é na construção de atividades que o coordenador pode perceber as concepções de ensino e aprendizagem e se de fato as ofertas de atividades estão alinhadas as habilidade e/ou objetivos traçados pelo professor. Esta tarefa é um dos desafios que coordenadores tem em sua rotina diária, pois é na devolutiva que se constroem possibilidades de avanços no processo de formação do professor.


A formação em serviço é uma das intervenções necessárias para potencializar a ação do professor em sala de aula, é neste momento que podemos, informar e subsidiar a ação do professor em sala de aula. Através de dinâmicas ou homologia do processo de aprendizagem os professores resolver problemas e analisam as atividades do ponto de vista do educador. (vejam as fotos)


2012-08-16 14.05.42

2012-08-16 14.05.53

Resolvendo problemas em dupla dica para potencializar em sala de aula a discussão sobre a resolução de problemas, para depois socializar para a como cada uma resolveu.


Pensar a resolução de problemas do ponto de vista do adulto professor e elaborar estratÊgias para o aluno

2012-08-16 15.40.08


De fato a resolução de problemas está relacionada com a construção da competência leitora de nossos alunos.

2012-08-16 14.06.05


INTERVENÇÕES NA SALA DE AULA Descobrindo ângulos, vértices e arestas.

Um trabalho realizado em parceria com a professora Cida Campos do 4ºC da EMEF “Aracy de Abreu Pestana”


Obrigatório a mais de dez anos o AEE(atendimento educacional especializado), visa atender alunos que possuem necessidades especial, ou seja: •Deficientes Mentais •Surdos e Cegos •Transtornos Globais e etc Em nossa unidade escola (EMEF “Aracy de Abreu Pestana), temos duas salas de atendimento. O mesmo acontece sempre no contra turno. As intervenções nesta área de ensino é muito importante pois está em jogo também assim como no ensino regular o desenvolvimento dos alunos. A principal função do AEE é subsidiar os alunos para desenvolver suas potencialidades em sala de aula. Para isso o coordenador deve apropriar-se das necessidades de cada agrupamento que será atendido na sala de AEE.


As intervençþes devem estar relacionadas aos objetivos de cada agrupamento, como por exemplo Linguagem Estrutura de rotina AVD


Intervenções do Coordenador Pedagógico  

revista para olhares e opiniões diversas

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you