Issuu on Google+

Jornal

O POVO

d a

S e r r a

d a

M a n t i q u e i r a

Um Jornal a ser viço do povo da Serra da Mantiqueira Ano V | Formato Tablóide Germânico alongado Campos do Jordão, Santo Antonio do Pinhal e São Bento do Sapucaí, 30 de setembro de 2013

#98 Distribuição Gratuíta Vamos preservar a natureza Não jogue lixo nas ruas

Heródoto Barbeiro: Mea culpa Página 6

Mario L. Pereira: Novos ares na politica brasileira Página 5

Nosso Esporte Página 11

Alckimin assina convênio de cessão do Morro do Elefante O governador Geraldo Alckmin, o Prefeito Fred Guidoni e o diretor da Estrada de Ferro Campos do Jordão, Ayrton Camargo e Silva, assinaram neste sábado, dia 28, convênio estabelecendo a cessão de uso do Morro do Elefante para a Estrada de Ferro Campos do Jordão.

CURIOSIDADE Empresario Jordanense conversa pessoalmente com a Rainha da Suecia

Jornal Tribuna é condenado pela Justiça Eleitoral

Casa das Fraldas Toda Linha Infantil, Adulto e Presentes

Disk Fraldas

Super Promoção Dia das Crianças!!! A cada R$ 50,00 ganhe 1 cupom para concorrer dia 12/10 (ao vivo) 10 Grandes Prêmios (1º Lugar - 1 Mountain Bike) (2º e 3 º Lugares - 1 mês de Fraldas Grátis)

(12)

3664.1643

Rua Brigadeiro Jordão, 492 - loja 02 - Abernéssia Campos do Jordão - SP

Restaurante Self-service por quilo no fogão a lenha com a mesma qualidade que voce já conhece

Aberto todos os dias - Rua Brigadeiro Jordão, Abernéssia, Campos do Jordão - SP - tel. 12 3662 6062

Jornal 98 novo.indd 1

Página 10

O POVO

Denúncias Reclamações Elogios (12) 3664.3529

jornalopovo.net@hotmail.com

GRUPO

SECURITY MASTER A SUA SEGURANÇA É O NOSSO TRABALHO

Rua Inácio C aet an o , 941 - V. A b er n éssia ( 1 2) 3668- 9898 / 3668- 9897 www.secu r it ym ast er.co m .b r

06/10/2013 18:59:38


O Povo #98 - 30 de setembro de 2013

Página 2

Editorial

A temporada de chuvas começou forte nessa semana e com ela a volta dos velhos e conhecidos problemas já que estarão nas manchetes. Sem verbas e sem condições de melhorar o aparelhamento da Defesa Civil, só nos resta rezar para que São Pedro não se empolgue muito com as águas que virão.

Vendo e analisando as postagens na Rede Social facebook nos deparamos com uma postagem-denúncia bastante grave. Ela traz uma foto de um restaurante de Campos do Jordão, a placa da frente desse restaurante e uma cópia da conta que descreve: uma jarra de suco R$ 32,00, 2 trutas com alcaparras R$ 57,80, couvert artistíco R$ 20,00 e 10% R$ 10,98. Total R$ 120,78. Em seguida, a pessoa que postou [uma jovem de SP] descrevia “Optei por almoçar num domingo no xxxxxx por ter pratos promocionais. Ao fazer o pedido, o garçom sugeriu uma jarra de suco para beber, na qual aceitei, por acreditar ser mais vantajoso do que 2 copos de suco. Na hora da conta o susto, o suco foi mais caro que o prato individual, custando R$32,00”. Os mais de 90 comentários e 160 compartilhamentos que vem abaixo dessa postagem são ao menos estarrecedores e preocupantes. As pessoas dizem o que querem e o que não querem da cidade, mas se observarmos

bem, a maioria desses comentários não deixam de ser verdade. Num deles uma pessoa diz “Campos do Jordão não tem nada demais além a pseuda alta-sociedade e preços abusivos em tudo o que é consumido por lá. Se você se sujeita ir à Campos, está implícito que você aceita todo o “Glamour” que a cidade oferece, isto é, os preços abusivos por produtos e serviços ordinários, leia-se comuns”. Tanto já se comentou sobre esse assunto e agora, com a difusão dessas redes sociais, esse tipo de comentário vai ficando cada vez mais explícito e de certa forma, prejudicam muito mais do que possamos imaginar. Se pensarmos bem, todos aqueles protestos que levaram milhares e milhares de pessoas as ruas foram gerados nessa rede social e assim, uma notícia dessas que se alastra entre aqueles que frequentam ou querem conhecer a cidade, pode levar a uma rede negativa dá qual nem podemos imaginar. Enfim, como cidade turística que é, Campos do Jordão deve abrir os olhos para detalhes que muitas vezes já foram deixados de lado, sempre com o pensamento de que “se esse não vem mais, outro virá”. Isso não funciona mais assim. Olhemos mais tanto para os perigos que as chuvas trazem como para o perigo de ficar mal falado na rede social. Que Deus nos ajude!

Informativo O POVO Todas as matérias assinadas por colunistas, são de inteira responsabilidade de seus autores ANUNCIE CONOSCO [12] 3664.3529

Moacir Andrade Diretor - Proprietário

Editor

Manoel Carlos Conti Mtb 67.574/SP

Imagem e Diagramação O POVO - Design (12) 3664.3529 Gerente de Marketing Moacir Andrade

Secretários/Revisão Rosita P. de Araújo

Conselho Benilson Toniolo Edmundo Rocha Mario Luiz Pereira Pedro Paulo Filho Sussumu Paulo Takahashi

Departamento Jurídico Dr. Pedro Paulo Filho

Jornal 98 novo.indd 2

JORNAL O POVO É representado por:

CNPJ: 10.783.859/0001-78 Inscr. Mun. 000.018.372 Matricula C.R.T.e D. nº 18

Campos do Jordão São Paulo | Brasil

Av. Dr. Januário Miráglia,1.876 conjunto 2 Vila Abernéssia

Cep. 12.460-000

12 3664-3529 U S A M O S S O F T WA R E L I V R E

Fechamento desta Edição

30/9/2013 Periodicidade dessa Edição ENTRE OS DIAS

30/9 a 15/10/2013 T i r a g e m To t a l Distribuição Gratuíta 10.000 exemplares Impresso por: Grafica Rotativa

METROMIDIA GRAFICA (11) 4193.5357 Barueri - SP

Dr. Pedro Paulo Filho Advogado e Historiador

MAIS UMA LENDA DE CAMPOS DO JORDÃO A lenda data de 1880, depois que os herdeiros de Ignácio Caetano Vieira de Carvalho desfizeram-se da Fazenda Bom Sucesso, no Alto da Mantiqueira. Habitavam estas paragens serrana os índios, que viviam da caça e do peixe, utilizando utensílios feitos de pedra, desde a Pedra do Baú até a Tabatinga. Moravam em cavernas e eram livres como pássaros, entoando as suas melodias na solidão dos campos e qual abelhas, deliciavam-se do néctar das mais belas flores, que brotavam aqui e acolá, em abundância. Embora os índios tivessem chegado primeiro ao lugar, agora a terra tinha donos, e, por isso, os índios foram expulsos e dizimados, ora pela perseguição dos senhores da terra, ora pelas doenças dos brancos. Uma das últimas aldeias a resistir foi a dos Tabacos (Tabatinga), onde eram chamados de bugres. Pacíficos, não atacavam ninguém, mas em 1880, já se dizia que a terra já estava “limpa”. Nesse tempo, falava-se da Lenda da Floresta, envolvendo uma figura que, estranhamente, aparecia por detrás das árvores, e, quando alguém se aproximava, o vulto corria mato afora, desaparecendo rapidamente. Alguns achavam que era um animal esquisito, outros imaginavam que o vulto era o de um macaco. Outros ainda diziam que era o “corpo seco do mato”, que carregava os filhos que desobedeciam e que se transformava também em corpo seco e havia pessoas que imaginavam tratar-se de um matuto do mato, que rondava as mulheres, quando elas faziam as suas necessidades. Muitos deixavam de caçar, imaginando que se tratava de uma assombração. As mulheres ficaram muito assustadas e

não iam mais buscar lenha na mata fechada. Um dia, os homens se reuniram e marcaram data “pramode distrinchá esse assunto”. Cartucheira com cano cheio, munidos de laços, arriaram de seus cavalos e começaram a matear e campear, quando, de repente, encontraram uma trilha. Os cachorros acharam uma pista, quando um dos homens gritou: “Qual o quê gente, é rastro de criança!” O outro examinou o barro que fixava as pegadas à beira do rio e disse: “Óia, o bicho é muié, cruz credo, crendospadre!” Procuraram o dia todo e quando o sol já se escondia, nada fora encontrado. Era um caso esquisito, pois o bicho se escondia na terra misteriosamente. Quando já estavam desistindo das buscas, um dos homens mais velhos, observou um fato estranho: quando os homens perseguiam os índios (que eles chamavam de bugres), os caçadores pareciam encantados, sumiam de um lado da montanha para aparecer do outro lado do morro. “Cruz credo! Vamo deixa para manhã. Nóis madruga”. De madrugada, arrumaram todas as tralhas, pegaram os cavalos novamente e subiram a montanha. Lá de cima, começaram a observar o vale. De repente, viram lá em baixo, à beira do riacho, uma personagem de baixa estatura, pele morena, cabelos ao vento, passos ligeiros, com um jeito meio arisco. Ela pegava água, sumia novamente e retornava para se banhar nas águas cristalinas do ribeirão. Chegaram afinal a uma conclusão: o bicho do mato era uma bela indiazinha, ainda adolescente, que amedrontava as mulheres da vila.

Logo, a indiazinha fez tremer o coração de um jovem que fazia parte dos caçadores: “Vamo pega ela, mas cuidado, eu vô amansa esse bicho para mim e inda acabo casando com ela”. Quando o rapaz disse isso, houve um alvoroço. A indiazinha se assustou, correu em desabalada carreira e, quando mais atiçavam os cachorros, mais ela corria, embrenhando-se no mato. Encurralada, ela sumiu no meio das pedras. Os homens ficaram guardando o local. Quando menos se esperava, por entre as pedras, surgiu o belo rosto da moreninha da mata e, como corisco, ela tornou a escapulir no campo aberto. Um dos caçadores jovens pegou o laço, jogou-o, a corda rodopiou no ar e a bela indiazinha que corria com os longos cabelos esvoaçando no ar, acabou sendo laçada. Depois de muito trabalho, levaram-na para casa. Ela estava arisca e assustada. Não era para menos, assistira os seus familiares serem dizimados e expulsos de suas terras e agora, era caçada como bicho do mato. Depois de um bom tempo, foi amansada, casou-se com o jovem que a laçara e teve muitos e muitos filhos. Seus descendentes são atualmente centenas de jordanenses anônimos, espalhados pelas vilas de Campos do Jordão. Esta lenda foi recolhida de um neto de índia, Ambrósio da Silva, de 86 anos de idade, morador de Campos do Jordão, pela jovem senhora Neuza Lídia Silva de Souza, mãe de 5 filhos e moradores de Vila Santo Antonio. A pesquisa data de 1987, quando Neusa Lídia cursava a 5ª série da EEPSG “Theodoro Corrêa Cintra”.

Carta do Leitor Agradeço ao bom atendimento no Pronto Socorro bem como ao Dr. Pérsio ao meu filho Marcelo que após um acidente de moto passou por uma cirurgia no Sanatório São Paulo e está se recuperando em casa. Realmente o atendimento foi muito bom. Helio Negrini Lara

06/10/2013 18:59:39


O Povo #98 - 30 de setembro de 2013

Página 3

Alckimin assina convênio de cessão do Morro do Elefante O governador Geraldo Alckmin, o Prefeito Fred Guidoni e o diretor da Estrada de Ferro Campos do Jordão Ayrton Camargo e Silva, assinaram neste sábado, dia 28, convênio estabelecendo a cessão de uso do Morro do Elefante para a Estrada de Ferro Campos do Jordão. Também foi autorizada a transferência da Concha Acústica, localizada na Praça do Capivari, para o interior do Parque. A assinatura aconteceu em Pindamonhangaba, durante a sua visita à Região Metropolitana Vale do Paraíba. O governador esteve também em Aparecida e Tremembé, onde anunciou outras obras para a

região.

começar em breve.

A ocupação do Morro do Elefante faz parte do projeto de revitalização do Parque do Capivari e já havia sido anunciada pelo secretário Jurandir Fernandes, quando do início da demolição das casas fronteiriças à praça.

Alckmin também autorizou um termo de cooperação entre o Centro Paula Souza e a Secretaria dos Transportes Metropolitanos, por intermédio da EFCJ (Estrada de Ferro Campos do Jordão), para a atualização e capacitação de profissionais da ferrovia por professores da Fatec Pindamonhangaba.

A revitalização do parque do Capivari e a ocupação do Morro do Elefante, além de beneficiar o turismo na cidade, com novos atrativos, também visa a preservação do patrimônio cultural da Estrada de Ferro, que completa 100 anos em 2014. A iluminação do teleférico, cuja inauguração está prevista para 14 de dezembro, também deve

Outra ação foi a sanção do Projeto de Lei Complementar que institui o Plano de Carreiras, de Empregos Públicos e Sistema Retribuitório, que beneficia os empregados da EFCJ, vinculada à Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos.

“Assinamos a lei que faz o reconhecimento aos ferroviários. Essa lei estabelece plano de cargos e salários, carreira e beneficia aposentados e pensionistas e estabelece prêmio de incentivo por resultados pra quem está na ativa. A ferrovia será reinaugurada em janeiro de 2014. Foram R$5,5 milhões na reforma e parte elétrica. Será a única ferrovia totalmente eletrificada do pais”, afirmou Alckmin.

Em Pindamonhangaba o governador também entregou as obras de duplicação da Avenida Nossa Senhora do Bom Sucesso ( acesso SPA 099/060, que liga a cidade à Via Dutra). Em Aparecida, inaugurou a estação

de tratamento de esgoto, entregou 20 leitos para dependentes químicos na Santa Casa e anunciou R$ 450 mil para dez novos leitos de UTI. O governador ainda liberou R$ 1,1 para o restauro da Basílica de Tremembé (parte com dinheiro do DADE – Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias) e R$ 3,9 milhões, para terminar o restauro da Igreja de São Luiz do Paraitinga que desabou durante a enchente de 2010. Alckmin ainda liberou R$ 1,5 milhão para a conclusão do AME – Ambulatório Médico de Especialidades, de Lorena, que irá beneficiar 27 municípios da RMVale.

Foto: Assessoria de Imprensa da PMECJ

Delícias do Dunga Salgados e Sucos Naturais não trabalhamos com bebidas alcoolicas SE NÃO GOSTAR NÃO PAGA Av. Frei Orestes Girardi, 1963 (em frente a Dona Bella)

Clinica Odontológica Dr. Mauro M. Guerra Neto Aparelhos - Clareamento - Próteses Extrações - Tratamento de Canal Limpeza - Restaurações Avenida Frei Orestes Girardi, 2427 - Loja 1

AGENDE UM ORÇAMENTO (12) 3662.4177 / 8177.1466

Abertura e encerramento de empresas Assessoria a associações e condominios Recursos Humanos Contabilidade Escrita Fiscal Av. Brig. Jordão, 498 Abernéssia - Campos do Jordão - SP 12. 36624022 / 3664.2512 / 3664.2334

contato@escriroriodecontabilidade.com

Jornal 98 novo.indd 3

-

www.escritoriodecontabilidade.com

06/10/2013 18:59:39


O Povo #98 - 30 de setembro de 2013

Página 4

Falar sem fundamento pode ser crime...até na internet Manoel Carlos Conti

Na última edição do Jornal Tribuna, distribuído no eixo comercial de Campos do Jordão, vimos uma reportagem sobre uma denúncia feita junto ao Ministério Público que se tratava de uma suposta compra de votos realizada pelo Sr. Edson de Toledo de Moraes insinuando que teria sido feito a pedido do Vereador Salim. Para que o leitor tenha uma noção daquilo que foi ‘tramado’ contra o Vereador, vamos descrever numa linguagem bastante simples e direta. O facebook acabou se tornando uma forma mundial de troca de informações e que vem se expandindo a cada dia. Ocorre que as pessoas podem fazer o seu perfil nessa rede social, sem colocar os dados corretos, são os chamados FAKES [ou falsos em inglês]. No dia 28 de agosto, um desses FAKES intitulado “Ciuni Campos do Jordão” postou na rede social uma foto de uma mão segurando uma nota de cinquenta reais e junto com ela um “santi-

nho” do então candidato a Vereador e hoje eleito, Salim Rachid. Imediatamente o vereador foi até o Cartório Notarial e pediu para ser feito uma Ata Notarial [que comprova a existência da postagem] para registrar a calunia e difamação feita contra o mesmo. Em seguida em posse deste documento foi até a Delegacia e prestou queixa onde o Delegado que o atendeu abriu um inquérito para apurar os fatos e expediu uma solicitação determinando ao Escritório de Administração da rede Social facebook para fornecer a identificação do IP [número que cada computador tem] para que com isso cheguem a pessoa ou pessoas que administram a pagina na rede social e com isso aos difamadores. Alguns dias se passaram e somente após o Inquérito ter sido instaurado na Delegacia contra os difamadores, o Sr. Edson, foi ao Ministério Público e fez a denuncia mencionada anteriormente e também disse que a motivação da denuncia seria “porque o vereador não deu um cargo de Assessor para ele na Câmara”. Além disso, ocorreu que o prazo para esse tipo de reclamação deveria ter sido feito até 1 dia antes da Diplomação e assim, o Ministério Publico arquivou esse processo por ter decorrido o prazo para ajuizamento de ação Eleitoral alem da fragilidade da denuncia apresentada, encaminhando para que as autoridades policiais para que apurem os fatos, uma vez que nesse caso todo, já temos um réu confesso que disse ter comprado votos. Como esse Processo vai se desenrolando sob sigilo policial, não sabemos se a administração do facebook

já enviou ao Delegado o IP com o nome do proprietário do computador que iniciou tudo isso, mas já sabemos que várias pessoas estão prestando depoimento para que então se resolva de vez esse caso. Já ouvimos boatos que no passado outros políticos passaram por esse tipo de transtorno, mas o caso não veio a tona pois, com medo da repercussão, esses políticos acabaram cedendo a esse tipo de chantagem. Existiram já inúmeros casos de pessoas que foram sentenciadas culpadas por postarem na internet esse tipo de coisa. Em um outro caso, esse de 2007, um morador de Franca, no interior paulista, foi condenado a indenizar em R$ 4.000 a B2W, dona da Americanas.com, e uma funcionária dessa Rede, por ter insultado a ambas num site que ficou no ar 25 minutos. Voce já foi caluniado e difamado pela internet? Sabe como proceder se isso algum dia ocorrer? Bom. Muitas pessoas não denunciam quando são vítimas de calúnias por medo e, algumas vezes, porque esperam que “os ataques” caiam no esquecimento, mas é um grande erro delas. A difamação e a calúnia na web é considerado um crime grave contra a honra e devem sim serem denunciadas. Vejam como proceder: 1º - Procure uma delegacia e registre uma queixa. Não é necessário que a delegacia seja uma especializada em crimes digitais, qualquer uma serve. 2º- Identifique de qual servidor veio o email difamador. Para isso, geralmente basta clicar em “exibir” e “opções” que chegaFoto: Arquivo

Vereador Salim Rachid

-se ao cabeçalho da mensagem, onde há dados que indicam o número do servidor. É o primeiro passo para chegar ao autor. Imprime e guarde. (lembre-se aqui que uma calúnia e difamação só ocorre quando este email é repassado a várias pessoas e a mensagem se tornou pública). 3º - No caso da mensagem estar exposta na web ou constar em sites públicos como Orkut, Facebook, etc, procure imediatamente um cartório. A razão é porque a mensagem difama-

tória pode ser apagada a qualquer momento. Lá, o tabelião irá acessar a página, verificar que ela realmente está na web e vai emitir um registro. Com o documento, procure um advogado e entre com uma ação, pois esse documento poderá ser usado como prova na justiça. O Vereador Salim Rachid procedeu exatamente dessa forma e agora, aguarda para que a justiça tomem as providências.

Em Nota enviada ao Jornal O POVO, o Vereador Salim Rachid diz: Na ultimo mês a foram divulgadas fotos difamadoras em um Perfil do Face book chamado de “Ciuni.Campos do Jordão”, onde o administrador e integrantes inseriram algumas imagens fotográficas, estas caluniosas e fotos supostamente montadas, denotando compra de votos, imagens que não aparecem pessoas somente mãos com dinheiro e propaganda eleitoral demonstrando claramente uma montagem. Fui imediatamente foi até o Cartório de Notarial da comarca de Campos do Jordão e pedi que se fizesse uma Ata notarial a qual tem seu registro no livro 330 folhas 397/398 datada de 29/08/2013, para que assim fossem preservadas as imagens caluniosas para promover ação contra os Difamadores. Em posse deste material, Fui até foi até a Delegacia de Policia de Campos do Jordão e onde foi lavrado um Boletim de Ocorrência nº 2331/2013 iniciado em 02/09/2013 e abertura de inquérito para se apurar os responsáveis pela difamação contra mim.Somente após o inquérito ter sido aberto pelo Delegado para apurar os responsáveis pela calúnia e difamação, e tudo indica que os autores destas postagens difamatórias sabendo do crime que cometeram, sem alternativa, tendo em vista que todas as investidas para tentar me chantagear teriam caído por terra, fizeram esta denuncia no MP de Campos do Jordão apresentada pelo Sr. Edson de Toledo de Moraes, Como supostas provas da denúncia juntou um vídeo onde somente aparece a imagem de Edson com dinheiro na mão passando a outra pessoa, também uma relação de nomes que segundo Edson seria pessoas que ele comprou votos. Resta saber para quem uma vez que o mesmo levantava bandeira de outro candidato como e de conhecimento de todos inclusive de seus vizinhos. Também na confissão Edson teria sido motivado a denunciar os fatos por que eu não teria dado o cargo de Assessor para Edson. O Ministério Publico manifestou na denuncia que por ter decorrido o Prazo para representação por captação ilícita do sufrágio e para demais ações eleitorais, deixou de instaurar procedimento para ajuizar ação eleitoral em razão dos fatos pedindo o arquivamento da ação. A Promotora expediu oficio instruído com cópia integral da documentação à autoridade policial para apuração dos fatos. Ressaltamos e reafirmamos que as denuncias não são verdadeiras e que tudo não passou de uma tentativa frustrada de extorsão promovida por Edson e outros querendo obrigar-nos colocar Edson em minha assessoria. Existem pessoas que tentam desesperadamente denegrir e difamar a imagem daqueles que trabalham. Acostumados a receber benefícios financeiros de outros candidatos no passado, não suportam a idéia de que fomos eleitos somente para trabalhar em prol da cidade e não em beneficio de um ou de outro. O que não podemos aceitar de forma alguma é chantagem! Entrei nisso para mudar a história da cidade onde nasci e vivi e não vou ceder a pessoas que se escondem e só fazem o mal, não acrescendo nada à vida de nossos cidadãos. Gostaríamos de reiterar nosso compromisso de trabalhar por uma cidade melhor e dizer, que mesmo com as tentativas de macular nossa luta, não deixaremos de trabalhar um dia sequer para representar nossa população da melhor maneira possível.

3664.4262 Rua Brigadeiro Jordão, 610 - Abernéssia - Campos do Jordão - SP

Jornal 98 novo.indd 4

06/10/2013 18:59:39


O Povo #98 - 30 de setembro de 2013

Página 5

Parem o mundo que eu quero descer! Reginaldo Marques Caricatura escrita

Nunca me importei de ser o único a apontar a nudez do rei e nunca dei ou dou ouvidos aos deslumbrados do poder momentâneo e menos ainda costumo bater tambor para maluco dançar, mas depois de décadas bancando o inocente útil da sociedade e de mais de cinco tentando estimular o debate político na cidade fora das campanhas em meu Blog, confesso que cansei. Não tem corneteiro por mais

persistente que seja que aguente cornetar ad eternum um país como o Brasil contemporâneo. É muita desafinação para uma corneta só! Nunca é tempo demais e dizer que desta água nunca mais beberei também não é a expressão da verdade, por outro lado creio que mereço um descanso; E se não mereço vou tê-lo mesmo assim. A gota d’água, a pá de cal o último suspiro foi no último dia 18, se o nariz vermelho ainda não foi distribuído ao respeitável público pelo supremo é certo que a lona e o picadeiro do circo já foram devida e tecnicamente montados. Que a política lulopetista instalada em terra brasílis aparelhou a máquina pública a ponto de expor ao mais completo ridículo instituições seculares de nosso país como os Correios, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil todos já sabíamos e que era somente uma questão de tempo para que este aparelhamento se esten-

desse ao legislativo idem. Mas certificar-se que os tentáculos do molusco vermelho também alcançaram a mais alta corte de justiça deste país jogando por terra todas as esperanças de uma nação inteira para livrar a cara de somente um cidadão já condenado, diga-se de passagem, me parece motivo mais do que suficiente para abandonar por hora a utopia de um dia viver em um país sério. Admito que ter provas cabais da subserviência da magistratura nacional aos partidos políticos em alta escala foi sem dúvida o último prego no caixão do corneteiro. Depois do voto do Eminente Ministro do STF Celso de Mello, acolhendo os embargos infringentes e dando sobrevida aos quadrilheiros apenados do mensalão me tornei apenas uma cobra que perdeu o veneno, e nada mais. O que estava em julgamento nesta sessão não era apenas a tecnicidade do regimento in-

terno do STF ou a avaliação fria e isonômica das leis e sim o conjunto de valores morais, éticos e sociais de todo o povo brasileiro. Não estávamos atrás do respeito alheio, mas de respeito próprio, atrás da certeza que a suposta democracia construída até hoje assim como a anistia que a instituiu era ampla geral e irrestrita – Perdemos todos. Mas perdeu principalmente o povo que por mais uma vez se vê encurralado entre se submeter bovinamente a uma “paz” que nunca teve ou insurgir-se contra o estado, atitude que ninguém quer, mas que aos poucos esta se tornando a única saída para restabelecer senão a democracia em sua essência pelo menos nosso orgulho. Enfim! Se Shakespeare já dizia a mais de quatrocentos anos que todos são homens honrados no funeral de César quem sou eu para dizer o contrário hoje? Vou recolher-me a minha in-

significância como cidadão comum e dar mais atenção a assuntos que podem até ser menos importantes, mas que com certeza neste momento são tratados com mais seriedade e responsabilidade por seus participes. Vou dar mais valor ao seriíssimo e organizado DDTank do meu caçula e ao CALL OF DUTY do mais velho. Vou gastar meu tempo em longos debates com minha esposa para montarmos o cardápio dos almoços da família aos domingos. Volto a me dedicar às resenhas esportivas e ao meu São Paulo que mesmo passando por sua pior crise esta longe de me decepcionar como os homens públicos deste país. Não é uma despedida e sim uma retirada estratégica para desopilar o fígado. E é sempre bom lembrar que nada acontece por acaso, por isso cada povo tem o governo que merece.

se alguém quer continuar com a mentirinha, como ME XINGA, mas não muito que depois acertamos, com o velho joguinho de cartas marcadas, as reuniões noturnas para decidir quem vai ser o bode expiatório da vez, tudo isso não vira mais. Por outro lado, o denuncismo sem compromisso, o denunciar só para levar vantagem, os mentirosos que usam da denúncia meio de amealhar algum, chantagistas de plantão, também não funciona mais. Ou seja, a impressão que vemos é que o povo quer, a qualquer preço, a verdade nua e crua. Isso é muito bom e, mesmo nas manifestações, os infiltrados são logo descobertos. Mas aqui temos que comentar um fato importantíssimo. Só vinga as manifestações realmente iniciadas pelo povo e organizada pelo povo. Se existir algum interesse politico, partidário, sindical ou seja lá o que for, não acontece. Isso é muito salutar porque agora, E OS POLITICOS

PERCEBERAM ISSO, nenhum partido poderá arvorar-se em defensor dessa ou daquela causa. O povo quer se manifestar e se defender sozinho e estão

dando um basta nos políticos de plantão. Tenho certeza que os bons políticos vão continuar, mas os que ganham com mentiras estarão fora nas próximas

eleições. Que viver, verá. Deus Abençoe nosso povo que deve continuar sim buscando o que for melhor para ele. Até mais. Foto: O POVO/SP

Novos ares na política brasileira Mario Luiz Pereira Coisas nossas

É impressionante como as manifestações públicas tem tomado as ruas do Brasil. O que é excelente por colocar os políticos, principalmente os profissionais. com a barbas de molho. O povo não aguenta mais as mentiras, aquele jeitinho de bom moço que assalta os cofres púbicos e acha que vai continuar enganando. Temos visto essas mudanças em todas as áreas do Brasil e,

Monumento as Bandeiras totalmente pixada nessa semana em SP

o ã ç a d i u dos Colchões LiqCasa M O O R W O H S O D A Ç TUDO EM 10 PAGAMENTOS N A D MU Não compre sem antes nos consultar

Estofados - Camas - Comodas Guarda Roupas - Móveis de Jardim Av. Dr. Januário Miráglia 2358/62 - Vila Jaguaribe Telefone: (12) 3664.2949 - CEP. 12.460-000 - Campos do Jordão - SP

Jornal 98 novo.indd 5

06/10/2013 18:59:39


O Povo #98 - 30 de setembro de 2013

Página 6

Jornal Tribuna é condenado pela Justiça Eleitoral No último dia 13 de agosto, a Vox Press Empresa Jornalistica Ltda. - Jornal TRIBUNA, de propriedade do Jornalista Sérgio Cardoso foi sentenciada culpada a pagar multa no valor de R$ 23.500,00 e fica proibida de participar de licitações públicas e celebrar contratos com o poder público pelo prazo de 5 anos por crime eleitoral. O mesmo Jornal já tinha sido penalizado em uma ação movida pela ex-Prefeita, Dra. Ana Cristina. A Empresa - Jornal Tribuna, ainda pode entrar com recurso dessa sentença.

Mea culpa Heródoto Barbeiro Especial para O POVO

Certamente o engenheiro Werner Von Siemens não sabia que um dia seria chamado a depor no CADE, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica, um órgão vinculado ao Ministério da Justiça do Império do Brasil. Afinal ele acabava de montar com um sócio uma empresa de engenharia e seu sonho era vender equipamentos para ligação de telegrafia entre cidades. Certamente o imperador Pedro II sabia de sua existência, uma vez que era apaixonado por novidades da ciência e da indústria, sete anos após iniciar o segundo reinado. Siemens teve que enfrentar a nova onda das revoluções

liberais que assolaram a Europa, e os estados alemães, em 1848., e que prejudicaram os negócios. Só 20 anos depois todos os estados alemães se juntaram e fundaram o II Reich, sob a liderança de Bismarck. Mas afinal o que queria o governo brasileiro? Não bastavam os prejuízos que a empresa acumulou ao fabricar caminhões para o exército alemão na I Grande Guerra e ter sido denunciada como exploradora de trabalho escravo judeu na Segunda Guerra? Agora havia novas suspeitas. Desta vez sobre corrupção. E logo no Brasil.

Não restava outra alternativa para a empresa. Por isso Werner resolveu assumir publicamente os casos de má conduta, ainda que não tenha participado deles. Afinal, só ficou sabendo da existência de um cartel para aumentar o preço de vagões e matérias ferroviários quando uns jornalistas importunos publicaram. Por isso não tinha volta era mudar para continuar. O gesto de Werner Von Siemens é raro no mundo dos negócios.Quem é que vai se importar quais são as safa-

dezas que a empresa está fazendo, desde que pague os salários, as viagens luxuosas de seus dirigentes e a remuneração dos acionistas? Dinheiro é dinheiro, não importa de onde venha. E outras empresas de grande porte que também participaram do mesmo cartel? E as montadoras que usam caixa dois para campanha eleitoral? E as concessionárias que lubrificam funcionários para conseguir licenças de toda ordem, especialmente ambientais quando se trata do porto de Santos? E os que

buscam políticos para facilitar a venda para estatais ou obter investimentos dos planos de pensão? Ninguém mais se arrisca:? Só o engenheiro? Werner publicou um amplo mea culpa e listou algumas maracutais que se envolveu no Brasil. Não todas, afinal, o imperador poderia se zangar e cortar a venda de pitangas para a Alemanha, que tanto Siemens gosta. Heródoto Barbeiro - escritor e jornalista da RecordNews e R7.com Foto: H.Barbeiro

A melhor coisa a fazer seria promover uma auto denúncia. Não era possível mais manter nas paredes de seus escritórios de todo o mundo, inclusive no de São Paulo, na Lapa, quadros nas paredes informando aos colaboradores que a empresa se norteava por princípios éticos, transparentes, limpos e que não se envolvia em casos de corrupção. Todo mundo sabia que era mentira. A Der Spiegel fez reportagens denunciando esquemas de corrupção em vários países do mundo e até mesmo o gestor nomeado , depois de uma entrevista desastrada, teve que renunciar.

E, de repente, somos 202 milhões de habitantes Julio Darvas Especialista em Marketing

Jornal 98 novo.indd 6

E, DE REPENTE, SOMOS 202 MILHÕES DE HABITANTES Rompemos a barreira do som. São centenas de milhões de vozes desejando participar ao mesmo tempo. Em industrialização e a urbanização em massa só tem 60 anos, pois começou no Brasil em 1950. A Constituição atual tem 25 anos proclamada por Ulisses Guimarães em 1988. Viver a democracia é ainda uma experiência e a juventude se manifesta agora ruidosamente, pois a Economia busca rumos mais firmes num mundo digitalizado que por sua vez produz desempregos altos nos Estados

Unidos e na Europa com sinais de lenta recuperação. A opção brasileira foi de manter pleno emprego através de medidas creditícias difíceis de serem absorvidas com a SELIC a 9% e da inflação oficial teimando na beira dos 7%, com projeção nesse nível pelos próximos dois anos. Poucos estão atentos e podendo acompanhar com serenidade as transformações em curso com o Real desvalorizado. Para compreender e, na medida do possível acompanhar é necessário ajustar os custos, sejam eles pessoais, familiares ou empresariais. Perceber que cada mo-

vimento e alteração de apenas 1% (um por cento) atingem dois milhões de pessoas, estando pouco a feitas a lidar com grandes números que envolvem a Economia e a Política e dar-se bem perante a opinião publica numerosa cada vez mais atenta exigente e bem informado via satélite. Temos ai um quadro movediço que nos afeta a todos e a cada um. Isto não é teoria é pratica do dia-a-dia exigindo conhecimento competência e sobre tudo de quem dirige, seja uma entidade ou um grande ou pequeno negócio dado o poder aquisitivo ser decrescente. A

transição não é fácil, o novo e o antigo se nos apresentam a cada dia. Somos um país emergente e ainda em constante construção e formação. Mas o improviso já não tem espaço, requerendo planejar passo a passo. Cuidado na flutuação de cada percentual já que somos a nossa parte do tamanho que seja dos 202 milhões.

Julio Darvas Caixa Postal 28, Campos do Jordão CEP 12460-000 email: darvasmarketing@hotmail.com

06/10/2013 18:59:40


anexo O Povo #98 - 3 de outubro de 2013

Página 7

Prefeitura regulariza lotes do Jair Rocha Pinheiro Após dez anos de espera, 102 famílias poderão registrar escritura; ação marca início de programa que regularizará 773 moradias da cidade No dia 19 de outubro, a Prefeitura põe fim a uma espera de mais de dez anos pela regularização dos lotes do Loteamento Jair Rocha Pinheiro. 102 famílias receberão, a partir das 11 horas, documento que regulariza os lotes e permite que cada um promova a matrícula do seu imóvel e a escritura. Esta é primeira etapa do projeto de regularização fundiária em Campos do Jordão, executada pela Prefeitura através de convênio com o Programa Cidade Legal, da Secretaria de Estado de Habitação. O projeto prevê a regulariza-

ção em 11 bairros, beneficiando 773 famílias, que a partir de agora terão a segurança da posse de sua propriedade, melhorando a qualidade de vida e fazendo com que os imóveis possam ser comercializados com valores de mercado e sem nenhum entrave burocrático. Além dos moradores do Jair Rocha Pinheiro, serão beneficiados os moradores dos loteamentos Vila Elisa, Monte Carlo, Jardim Anápolis, Bela Vista, Vila Loly I e II, Vila Albertina, Vila Imbiri, Vila Paulista Popular e Santa Cruz Popular. A regularização leva tempo e é bastante trabalhosa, atendendo a critérios específicos que incluem ações jurídicas, com o levantamento de toda a documentação de cada lote e cada loteamento; ações administra-

tivas, com o levantamento de débitos; e ações urbanísticas, com a obtenção da Declaração de Conformidade Urbanística e Ambiental (Decua) e a realização da medição planialtimétrica cadastral. No Loteamento Vila Elisa, a Prefeitura aguarda a emissão da Decua, pelo programa Cidade Legal, para fechar a regularização de mais 156 lotes naquele local. As 265 famílias do Loteamento Monte Carlo já tiveram o seu levantamento planialtimétrico cadastral executado. Agora, está na fase de conferência local e encaminhamento ao programa Cidade Legal, solicitando a emissão da Decua. A expectativa é que, no primeiro trimestre de 2014, a esperada regularização do Monte Carlo, aguardado desde 1987, esteja

concluída. Para o prefeito Fred Guidoni, este é o primeiro passo de um projeto que faz com que o morador de Campos do Jordão tenha de fato a segurança do seu imóvel. A regularização permite que o proprietário possa acessar empréstimos, para a reforma da casa, e facilita a compra e venda dos imóveis que podem ser comercializados, inclusive, aproveitando as vantagens dos financiamentos imobiliários existentes no Mercado. “A escritura da casa é o documento que define, de fato, a posse do imóvel. Isso oferece segurança e promove inclusão e cidadania”, afirma o prefeito. O prefeito disse ainda que o projeto será permanente. A meta é zerar o número de unidades habitacionais sem

regularização em Campos do Jordão. Além destes, que foram comercializados pela EMUHAB, devem existir outros 1 mil lotes que necessitam de regularização, em áreas invadidas. As famílias que procurarem o cartório para fazer a legalização do imóvel também encontrarão benefícios. A Prefeitura conseguiu um abatimento para os moradores e o valor da matrícula, registro e escritura ficará em R$ 424,00. Sem este acordo, a documentação poderia chegar a mais de R$ 1 mil. Durante um ano, as escrituras que forem registradas não terão que pagar o ITBI – Imposto de Transmissão de Bens Imóveis – que hoje equivalem a 2% do valor do imóvel.

Com financiamento do Minha Casa, Minha Vida e do Casa Paulista, do governo do Estado, Prefeitura planeja chegar a 2 mil novas unidades habitacionais A Prefeitura de Campos do Jordão já conseguiu os recursos para dar início à primeira fase parte de um ambicioso programa habitacional que prevê a construção de duas mil novas moradias. O projeto, que já conta com verba complementar do Governo do Estado, pelo programa Casa Paulista, deverá melhorar radicalmente a condição de vida dos jordaneses mais pobres. A primeira fase do programa compreenderá um lote de 420

unidades habitacionais. A liberação de recursos foi conseguida pelo prefeito Fred Guidoni, que viajou a Brasília para se reunir na superintendência da Caixa Econômica Federal e obter a anuência do financiamento. A negociação foi concluída em São Paulo com o ministro das cidades, Aguinaldo Ribeiro, no último dia 19. Pela nova metodologia adotada, o programa trabalha com o conceito de bairro, onde se prioriza conjuntos com menor número de prédios, mas com toda a infraestrutura necessária, que inclui asfalto, creche, escola e equipamento esportivo. As unidades serão destinadas a famílias com renda salarial entre

zero e três salários mínimos, que estão morando em área de risco de alta vulnerabilidade ou já tenham sido retiradas desses locais. Cada unidade deverá custar R$ 90 mil. Desse valor, o governo do Estado de São Paulo entrará com cerca de R$ 20 mil e a Caixa, pelo programa “Minha Casa Minha Vida”, com os R$ 70 mil restantes. O valor cedido pela CEF deverá ser pago pelos futuros moradores, porém a juros subsidiados. As famílias que já moram em apartamentos desse programa chegam a pagar menos de R$ 50,00 ao mês de prestação. Somente nessas unidades, o Governo do Estado investirá R$

8,4 milhões, a fundo perdido. Os recursos são oriundos do Fundo Paulista de Habitação de Interesse Social (FPHIS). O investimento total deverá de ser de cerca de R$ 40 milhões. A Prefeitura já tem definido o terreno, que deverá ser na região do Santa Cruz. A expectativa é que a construção tenha início no começo do próximo ano. PRECARIEDADE E RISCO Para conseguir com que haja o financiamento para construção das demais unidades habitacionais, o prefeito Fred Guidoni entregou ao ministro das cidades uma cópia do Plano de Ação de Habitações de Interesse Social de Campos do Jordão.

O Plano, com fotos e descrição de todos os bairros, destaca a precariedade na qual vivem os jordanenses mais pobres nos bairros. A maioria desses núcleos é formado por casas malconstruídas e insalubres, onde há irregularidade fundiária que precede esses assentamentos, encontrando-se desde a invasão de áreas até a situação de irregularidade de posse e improvisação na construção. Depois da calamidade de 2000, o problema ganhou notoriedade, porém não houve uma ação efetiva para que esse problema fosse resolvido.

Fred inicia sua ‘revolução na habitação’ com 420 moradias em 2014 no Santa Cruz

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil e do Mobiliário de Campos do Jordão, representado pelo seu presidente Ari Elci De Oliveira Cruz, pensando na saúde bucal dos seus associados fechou um convenio com excelentes descontos para Afiliados, com a Clinica ODONTO CAMPOS, representada pelo Dr. Mauro Moreira Guerra Neto. Para maiores informações procure o seu sindicato e venha afiliar-se a nós! Tel: (12) 3662.3051

Lilás Atelie OFICINA DE COSTURA

Buffet Estância Grill O Estância Grill vai até sua casa!

Confecção, conserto e aulas de corte e costura Avenida Dr. Januário Miráglia, 1876 - sala 6 (12) 9.9617.2925 - Neide

(12) 3662-3577 3662-6307 Rua Francisco de Castro 104 - loja 1 e 2 Vila Abernéssia - Campos do Jordão

Jornal 98 novo.indd 7

3662.3429

Fazemos o churrasco onde você preferir com profissionais treinados na arte da carne. *Eventos *Festas*Casamentos *Aniversários *Confraternizações

06/10/2013 18:59:41


anexo O Povo #98 - 3 de outubro de 2013

Página 8

Prefeitura apresenta pesquisa de Turismo na ACE A intenção da administração municipal é criar grupos de trabalho para incrementar a indústria do turismo, uma das mais importantes fontes de receita do município. Dados mostram que a cidade é bem avaliada por quem a visita.

“Maravilhosa, bonita e charmosa”. Foram estas as palavras utilizadas espontaneamente por mais de 50% dos turistas entrevistados para descrever a cidade de Campos de Jordão, segundo pesquisa realizada pela empresa PróPesquisa, a pedido da Prefeitura da cidade, com 400 visitantes, entre 14 e 16 de julho deste ano. De todas as afirmações sobre a estância turísticas, 100% foram positivas e quase 95% dos participantes encerraram seu questionário afirmando que pretendem vol-

tar. Os resultados da pesquisa foram apresentados na última sexta-feira, dia 27, aos representantes do comércio jordanense pelo Prefeito Fred Guidoni , na intenção de dar-lhes ferramentas para o desenvolvimento econômico da cidade. “Esta pesquisa que foi encomendada pela Prefeitura, é um primeiro passo para que todos possam fazer projetos envolvendo as diversas Instituições representantes dos Empresários que estão aqui, as Entidades Sociais e a Prefeitura de Campos do Jordão” enfatizou. O prefeito ainda ressaltou a necessidade de projetos conjuntos para que o visitante permaneça mais tempo na cidade e, consequentemente, gere mais divisas. Segundo a pesquisa, 53,8% do total passa apenas um dia em

solo jordanense. A Pesquisa Em termos gerais, a pesquisa demonstrou que o turista que visita Campos do Jordão tem grande apreço pela cidade. As respostas dadas a respeito das deficiências por eles encontradas são a maior prova: mais de 40% dos entrevistados apontaram que não mudariam nada no município. A maior queixa, porém, foi a respeito do trânsito e falta de estacionamento, com 15% das respostas. Porém, vale ressaltar que a enquete foi realizada durante o Festival de Inverno, que levou 90 mil carros a mais por dia para a cidade. A administração municipal também foi aprovada pelos que estiveram na cidade no período. 86,5% dos entrevistados consideraram o trabalho da Prefeitura como ótimo e bom. Bem co-

tada ficou também a qualidade e cordialidade no atendimento e prestação de serviços. 94% avaliaram como boa e ótima. O perfil do visitante foi outro ponto alto da pesquisa. Segundo o estudo, o turista que frequenta Campos do Jordão pertence majoritariamente às classes A e B, 70% deles possuem o diploma de curso superior, e trata-se de uma população madura: 78,6% têm mais de 30 anos. A forma de transporte é o carro próprio, já que a grande maioria é do próprio Estado de São Paulo, mais especificamente da capital paulista: 37%. Os comerciantes se mostraram confiantes às expectativas geradas com a divulgação dos dados da pesquisa. Segundo Renato Januzzi, que durante 12 anos fez parte da Direto-

ria da Associação Comercial de Campos do Jordão, essa é uma iniciativa extremamente positiva e pela qual os comerciantes aguardavam há anos. “Sempre disse nas reuniões, que tem que se perguntar ao turista, não ao jordanense, o que achou da temporada. Pela primeira vez estou vendo isso acontecer na história da cidade”, comemorou. Para Silvio da Matta, proprietário da Pousada do Conde e Presidente do Campos do Jordão Covention & Visitors Bureau, a pesquisa será fundamental para o trabalho que desenvolverão de agora para diante. “Achei excelente a ideia de pesquisar nosso cliente e prospectar novos meios de fixá-los por mais tempo na cidade”. Foto: S.Biagioni

Jovens Jordanenses morrem afogados em Ubatuba Os bombeiros encontraram na manhã desta quinta-feira (3) o corpo de Juarez Piaza de Oliveira, de 16 anos, que morreu afogado na Praia do Perequê Açu. O corpo de Juarez foi encontrado dois dias após ele e o primo Alexsander Silva Bicudo, de 15 anos, se afogarem enquanto brincavam na praia. O corpo da primeira vítima já havia sido encontrado na manhã de quarta-feira (2), próximo a um rochedo. De acordo com os bombeiros, o corpo da segunda vítima foi encontrado por volta de 5h40 min, encalhado na areia da

praia durante uma ronda das equipes de busca antes de retomar os trabalhos no mar. O corpo de Juarez estava a cerca de 200 metros do local onde ele e o seu primo se afogaram. O policiamento foi acionado e o corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal. Na terça-feira (1), as vítimas, que não sabiam nadar, se afogaram na Praia Perequê Açú quando a maré subiu enquanto jogavam bola. Um morador da praia viu o desespero dos jovens e conseguiu segurar um deles por alguns instantes, mas não pôde evitar o afogamento.

Segundo a família, que é de Campos do Jordão (SP), terça-feira seria o último dia do passeio que eles faziam. A praia tem cerca de dois quilômetros de extensão e conta com uma base de socorro. Segundo o tenente, no momento do afogamento, o guarda-vidas mais próximo estava a um quilômetro dos jovens. De acordo com dados do Grupamento de Bombeiros Marítimo (Gbmar), de janeiro a setembro foram registrados 278 casos de afogamento com sete casos de morte em Ubatuba. Fotos: Enviadas pela familia

FAÇA HOJE MESMO SEU EMPRÉSTIMO CONSIGNADO COM AS MELHORES TAXAS DO MERCADO Valor do Empréstimo R$ 500,00 R$ 1.000,00 R$ 1.500,00 R$ 2.000,00 R$ 3.000,00 R$ 5.000,00 R$ 10.000,00

Parcela R$ 13,97 R$ 27,74 R$ 41,91 R$ 55,88 R$ 83,82 R$ 139,70 R$ 279,40

MENORES JUROS DO MERCADO SEM CONSULTA SPC/SERASA 58 MESES PARA PAGAR ATÉ 45 DIAS PARA PAGAR A 1ª PARCELA COMPRAMOS SUAS DÍVIDAS E VOCÊ AINDA SAI COM DINHEIRO NO BOLSO!

Ligue agora e agende uma visita! Funcionários da Prefeitura AQUI VOCÊ TEM CRÉDITO APROVADO Liberamos dinheiro para voce mesmo que esteja sem margem

(12) 3662.5410 | 9656.6162 Av. Frei Orestes Girardi, 893 - Galeria Via Condotti - Abernéssia

Jornal 98 novo.indd 8

06/10/2013 18:59:41


anexo O Povo #98 - 3 de outubro de 2013

Página 9

Essa semana a Câmara Municipal recebeu a visita da Vereadora da cidade de Peruíbe, Dra. Laila [PCdoB] esteve em Campos do Jordão para contatos com os Vereadores daqui. Na Câmara, foi recebida pelos Vereadores Salim Rachid e Sebastião Cesar. Segundo a Vereadora, ela tem uma ótima aproximação da Prefeita daquela cidade e ao menos por lá, as coisas vão correndo bem. Na última sessão da Casa de Leis, não surgiram grandes polêmicas a não ser, uma das falas finais do Presidente da Câmara, Vereador Filipe Cintra que em resposta a um Secretário que afirmou que “na Câmara tem muito cacique para pouco índio e que os Vereadores cobram muito”, o Vereador disse “em respeito àquilo que ouvi do Secretario gostaria de dizer

Notícias da Câmara

Fotos: M.Conti

tadas por essa casa serão feitas por voto aberto e não mais por voto secreto”. Estivemos estudando esse procedimento e ao que nos parece, Campos do Jordão tem é 1ª Câmara Municipal do Estado de São Paulo que saberá quem votou contra e quem votou a favor. Mesmo no país, são pou-

quissimas as localidades que aprovaram esse tipo de lei. A polêmica disso tudo é a do vereador que for contra ao a favor de uma lei ou homenagem, falará abertamente sua intensão. Esse é um progresso político enorme que deverá ser copiado em outros municípios. Parabéns!

Vereadora Dra. Laila com Leandro Cesar, Salim Rachid, Tião Cesar e o assessor da Vereadora que somos sim, 13 caciques eleitos pelo povo, diferente do Senhor Secretario que esta no cargo por nomeação. Somos 13 caciques que tem o dever de fiscalizar e saiba que para isso fomos eleitos”.

A Camara Municipal de Campos do Jordão, inovando as leis do município, é a primeira Casa de Leis no Estado que agora tem o voto aberto para tudo que ali for votado. “Todas as Leis e Honrarias vo-

Vereador Filipe Cintra

3664.4262

Pizzaria

Rua Brigadeiro Jordão, 610 - Abernéssia Campos do Jordão - SP Benildo Musica ao Vivo Todos os finais de semana uma boa música

PROMOÇÃO

Calabresa Marguerita

R$ 19,90 cada*

*promoção valida até 27/10

Portuguesa Napolitana

Venha experimentar!!! SERVIDA NA PEDRA QUENTE

Av. Dr. Januário Miráglia, nº 2510 - Vl. Jaguaribe Campos do Jordão - SP - (12) 3662.3749 Jornal 98 novo.indd 9

06/10/2013 18:59:41


anexo O Povo #98 - 3 de outubro de 2013

Pagina 10

Curiosidade

VENHA FAZER PARTE DA NOSSA EQUIPE

Jordanense visita a Suécia e vai conversar com a Rainha Essa semana conversamos com o Sr. Eduardo, proprietário da Casa das Lareiras em Jaguaribe e ele nos contou um fato ao menos curioso e espetacular. Com viagem marcada para a Escandinávia, Eduardo com três meses de antecedência procurou marcar por email uma visita ao Palácio e agendar uma conversa com a Rainha Silvia da Suécia. Naquele momento não obteve êxito. Chegando a Estocolmo, Eduardo acabou conhecendo a Assessora da extinta Banda ABBA e segundo nos contou, ‘por pouco ele não se encontrou com a vocalista da banda, Agnetha Fältskog’ e esse encontro o incentivou a tentar entrar em contato com a Rainha. No Hotel, Eduardo ligou para o Palácio Real e conseguiu conversar [na língua portuguesa mesmo, uma vez que a mãe da Rainha é Brasileira e por lá, muita gente fala o português] com a Assessora da Rainha. Eduardo iria ficar naquele país por mais 2 dias e então recebeu um email onde dizia que a Rainha poderia atendê-lo num pe-

queno horário específico. Bem antes do horário marcado lá estava ele, sua esposa Sueli e seus filhos, todos pronto e com trajes a rigor que levaram só para o encontro com a Rainha. Foram então levados para uma sala já dentro do Palácio e quando menos esperavam eis que a Rainha Silvia entra na sala. Eduardo comanda a 12 anos o Projeto Criança é Vida que procura retirar as crianças das ruas através do esporte e da música. Sabedor que a Rainha é filha de Brasileira e gosta muito de projetos sociais, Eduardo contou um pouco sobre seu projeto e emocionou a Rainha Silvia. Ela se comprometeu a ajudá-lo nesse Projeto importantíssimo através de uma ONG de São José dos Campos que ela já ajuda há algum tempo. É isso, quem quer vai atrás e se dedica para chegar ao seu objetivo. Eduardo é um exemplo a ser seguido por todos nós que muitas vezes ficamos sentados esperando que as coisas aconteçam. O POVO vai acompanhar de perto o Projeto Criança é Vida e todo o seu desenvolvimento.

Eduardo com sua familia e a Rainha Silvia

Aprenda Música

Violão - Guitarra Teclado - Piano - Canto Rua de atrás do Pronto Socorro em frente ao portão da Beneditinas Tratar com João Paulo

Estamos contratando para as seguintes áreas: - MONITORIA - ATENDIMENTO - AUXILIAR DE PRODUÇÃO Favor encaminhar seu CV para email: maximassessoria@gmail.com

6º Encontro de Aikidoístas em Campos do Jordão Aconteceu nos dias 27, 28 e 29 de setembro de 2013, na cidade de Campos do Jordão, o 6º Encontro de Aikidoístas, em sua quinta edição do evento. Com a presença de diversos senseis e praticantes de Aikido de diversos lugares. Ao todo mais de 150 atletas e Senseis participaram deste que passa a ser um encontro no calendário oficial das artes marciais. Sob a “ regência” do Sensei Walmir Miranda Nidan Filiado ao Makoto Aikido Kyokai Ventura – Califórnia, discípulo do conhecido SHIHAN Steven Seagal. Segundo a definição do Sensei Walmir C. Miranda, “O Aikido é o movimento (Tai Sabaki) de um eixo centrado em um universo que se harmoniza com a energia celestial”. Ele surgiu com o nascimento de O-Sensei Morihei Ueshiba, em 14 de dezembro de 1883. De acordo com Morihei Ueshiba, “o AIKIDO nos permite harmonizar o Céu, a Terra e a Humanidade como um só” Morihei Ueshiba viveu entre 1883 à 1969, estudando incansavelmente e treinou constantemente no intuíto de encontar o verdadeiro Budô. O-Sensei concluiu que o verdadeiro espírito do Budô não se encontra numa atmosfera competitiva e combativa, em que a força bruta domina e cujo o objetivo maior é chegar à vitória a qualquer preço. Mas sim, na busca da perfeição como ser humano, física e mentalmente, através de treinamento cumulativo com espírito gentil nas artes marciais. Analisando as artes marciais, O-Sensei chegou à conclusão de que não bastava um homem ser forte em combate para viver feliz e em paz. Então ele tentou fazer com que as técnicas de

combate pudessem ser usadas como uma forma de encontrar o caminho, criando o Aikido. O nome Aikido é composto por 3 palavras japonesas: AI, significando “harmonia”, KI, significando “espírito” eDO, significando “caminho ou sistema”. Dessa forma, Aikido é o caminho do espírito da harmonia. O objetivo do Aikido é fazer com que o ser humano respeite a natureza e seu semelhante. O Aikido ensina a tratar um ataque sem dar socos ou chutes. Isso não significa que não se pode socar ou chutar como parte da técnica. Porém, dentro do Aikido, o intuíto é redirecionar a força do ataque.

Parabéns ao Sensei Miranda por acreditar em nossa cidade como um polo esportivo e de artes marciais, ao colega Paulo que ministra as aulas de Aikido juntamente com Sensei Miranda e a todos os alunos de Campos do Jordão pela perseverança, humildade e acatamento da filosofia desta nobre arte. A Academia Dojo Ganesha tem o privilégio de ter Sensei Miranda e instrutor Paulo ministranto as aulas de Aikido todas as Quartas e Sextas Feiras à partir das 21:00hs. Venham fazer uma aula experimental e se apaixonar pelo “caminho do espírito da harmonia”....OSS

[12] 3664.1369 / 9.8133.6965 Alugo Apartamento

Quarto - sala - cozinha e banheiro Rua de atrás do Pronto Socorro em frente ao portão das Beneditinas João Paulo - [12] 3664.1369 / 9.8133.6965

Jornal 98 novo.indd 10

Novo horário de funcionamento: de 2ª a 6ª das 9h00 às 19h00/sabado das 9h00 as 16h00 06/10/2013 18:59:41


O Povo #98 - 30 de setembro de 2013

Página 11

Nosso Esporte

Carlos Henrique da Silva Esportes

Campeonato da segunda e primeira divisão Nossa reportagem está sempre presente nos jogos e vemos que cada mais temos razão em falar dessa questão: “não trazer jogadores de fora da cidade”. Vemos times tradicionais, que sempre escalaram jogadores da cidade, entrarem em campo com oito jogadores daqui. Levantamos aqui uma questão para jogadores e torcedores: Não seria melhor realizarmos os jogos pela manhã, como é feito em outras cidades? Creio que deveríamos realizar um campeonato neste horário pra reeducar nossos atletas e conversando com eles, mui-

tos foram a favor pois assim teriam maior aproveitamento do domingo para estar com suas família ou mesmo para o descanso para o inicio da semana. Fica a dica e como os jogos da primavera que está iniciando já poderiam ser realizados nesse horário e quem sabe, a organização dos jogos já daria esse pontapé inicial. Liga de futsal Entre acertos e erros, chegamos às finais da copa de futsal. Parabéns ao bom time Desportivo Itália que conseguiu o titulo de campeão e também as meninas do Montepelie também campeãs. Já no salão principal, Santo Antonio do Pinhal leva mais uma vez a copa convencendo pelo bom futebol apresentado. O que falar das equipes de Campos do Jordão? Não houve nenhuma com boa apresentação que possamos destacar ou comentar. Quanto as categorias de base fica, mais uma vez, uma lição enorme de que precisamos de apoio para competir com as escolinhas que vem de outras cidades. Um bom exemplo é o alvinegro e Seleção de Caçapava que sempre arrancam boas vitórias sobre as equipes

Buffet Estância Grill

O Estância Grill vai até sua casa! Fazemos o churrasco onde você preferir com profissionais treinados na arte da carne. *Eventos *Festas*Casamentos *Aniversários *Confraternizações

de Campos do Jordão, isso só acontece quando se tem um futebol sério e com apoio que é fundamental para estes meninos de base. Teremos as finais nos domingos seguintes com algumas equipes de Campos do Jordão lutando para elevar o nome da cidade. Vamos comparecer e prestigiar as equipes. Como colunista deste Jornal tenho a honra de agradecer em nome dos meninos de base

da equipe da Vai Vai Monte Carlo, o uniforme doado pelo Jornal O POVO e a parceria que sempre tivemos com o Vereador Salim, sempre apoiando estes atletas mirins. Atenção atletas : Foi firmado em comum acordo entres as ligas esportivas, SEA e Secretaria Municipal que, os jogadores punidos nos campeonatos destas entidades esportivas, cumprirão as suspensões em quaisquer outros

campeonatos realizados por estas entidades esportivas . Fiquem atentos com faltas e brigas. Caminhada noturna Visando sair das salas de ginástica, algumas academias convidam todos estes amantes das caminhadas pelas ruas de Campos do Jordão nas noites frescas. Uma dessas Academias é a do Duda, ao lado do Roma Supermercado. Venham conferir! Foto: Carlão

Vai Vai Monte Carlo estreando as camisetas com o logo de O POVO

Avaliação Cartão verde: Para a Secretaria de Esporte por realizar e querer dar inicio ao jogos da prima-

vera dentro da primavera e ter aceito as colocações dos times presente, isso mostra que juntos teremos ótimos Jogos da Primavera Cartão amarelo: segue para as entidades responsáveis em realizar campeonatos de veteranos... lembramos que futebol de campo veterano esta há mais de um ano sem ser realizado Cartão vermelho. volto a repetir o cartão para a Secretaria de Obras, sobre a arquibancada do estádio do Jaguaribe que continua interditada. Tentamos verificar se o problema é da Prefeitura, da Sabesp eu até da Chocolate Araucária, como muitos dizem, mas não obtivemos resposta. email para envio de fotos e matérias: car-henrique@hotmail com

VILLAGE CONFECÇÕES FABRICAÇÃO PRÓPRIA

- Camisetas básicas, escolares, formaturas e eventos - Jaquetas, moletons e agasalhos - Uniformes escolares, esportivos, empresariais e hospitalares - Silk-Screem - Bordados computadorizados

3662.3429 Jornal 98 novo.indd 11

Avenida Frei Orestes Girardi, 1423 - Fundos Abernéssia - Campos do Jordão - SP (12) 3662.1594 / 9775.2711

06/10/2013 18:59:42


O Povo #98 - 30 de setembro de 2013

Página 12

Relembrando o Passado Emydio José Ferreira dos San- outros, da esquerda para a di-

A extinta “Praça Emydio dos Santos” No final da década de 1970, a oportunidade em que o Prefeito Municipal, Fausi Paulo (20/05/1979 a 31/01/1983), inaugurava praça em homenagem ao grande esportista Emydio dos Santos. Essa praça, lamentavelmente extinta, estava localizada no mesmo local onde hoje está sediada a sede da Associação Cristã de Moços - A.C.M., na Vila Paulista, em frente ao “Colégio Theodoro Corrêa Cintra”, o conhecido TCC. O emérito, dos mais famosos esportistas jordanenses,

Artes

Após a implantação de Governadores Gerais, o Brasil foi se estruturando diante de uma realidade exuberante, mas bastante difícil. Era um grande desafio a implantação de uma sociedade, de um País. E, em meio de um relaxamento persistente de costumes, que os engenhos de açúcar prosperaram, a cultu-

Palavra que Liberta

Jornal 98 novo.indd 12

infraestruturas, bibliotecas em cultura, tais como as artes, apenas algumas igrejas nos deixaram algum acervo artístico, tais como as obras de Aleijadinho que são belas esculturas, porem em pintura o “legado deste tempo” é de uma pintura sacra e mais decorativa. Hoje temos o pré-sal, e parece-nos que esta riqueza vai ser usada de maneira mais sábia.

reita: Fernando Antonio De Marco, Diretor de Turismo e Esportes da Prefeitura Municipal de Campos do Jordão, o esportista Ulisses Pessanha da Silva, o esportista homenageado Emydio José Ferreira dos Santos; o esportista Paulo de Oliveira, o popular Paulo

ra do fumo se alastra, as plantações de algodão se estendem e a exploração do pau-brasil se intensifica. Com todos os seus defeitos e crueldades e, apesar de todos os obstáculos opostos pela natureza, o português trabalha a terra e a terra o recompensa. Tanto que, nos fins do século XVI e no despontar do século XVII, o aspecto econômico do Brasil já é assaz importante. Politicamente é uma vasta “fazenda de Portugal”, mas fazenda rica e próspera em cuja estrutura orgânica já se entrevê aclarar de uma sociedade. Com o desenvolvimento impressionante da cultura da cana de açúcar conferiu um prestigio incontestável aos proprietários que se tornaram ali a autoridade, o Senhor - “senhor de engenho”, que com interesse comum constituíram uma força reconhecida pelos próprios mandatários da coroa. Já ali a

gênese de um poder econômico dominante; como o vemos até hoje. Porém, a ambição do ouro nunca amortecida e, a necessidade de índios; pois, a despeito da oposição pertinaz dos Jesuítas, os colonos buscam mata adentro este auxilio escravo. Por isso, quando nos fins do século XVII aparecem as primeiras jazidas de ouro. E há um transtorno enorme nos fundamentos da colônia. Econômica, política e socialmente organizado de acordo com os princípios agrários, passa a sofrer uma crise tremenda. A febre do ouro se alastra de cidade em cidade alcançando engenhos e lavouras. A tristeza de se ver senhores de engenho tudo liquidarem e se lançarem a aventurosa procura do ouro, pois a esperança de lucro imediato empolga e fascinam como os jogos de azar. Deixa-se a vida agrícola, aumenta a corrente imigrató-

ria até então indecisa. Como, porém, a produção atingia proporções surpreendentes durante o período de um século, as minas do Brasil forneceram a Portugal a soma fantástica de “um milhão de quilos de ouro” bruto; tudo isso Portugal consumiu e esbanjou e o panorama do Brasil, quando as minas se exaurem, é desolador. Não se usou a riqueza em escolas,

mamos. Mas quando o Espírito Santo faz morada em nossa vida,Ele nos orienta tanto sobre o certo quanto sobre o errado.É Ele que nos da a direção para conduzirmos nossa vida.É importante saber que o Senhor Jesus, através do Seu Espírito , só faz morada no coração daquele que realmente obedecer à sua Palavra. Se não houver obediência não há amor,e se não houver amor não há obediência. Muitas pessoas crêem

no Senhor Jesus, mas vivem uma vida completamente contrária àquela que Ele tem prometido,com isso abrem espaço para a atuação das forças malignas.”O ladrão veio somente para roubar,matar e destruir”(joão 10.10); e ele só precisa de uma brecha para entrar em sua vida. Por isso amados e queridos irmãos, presta a atenção naquilo que estão plantando,para ter uma boa safra uma boa colheita,uns bons frutos; comece a plan-

Jesus a escolha certa Pr. Flávio A. Pereira

Paulo e logo atrás seu sogro Sr. Horácio Padovan; Sr. José Silva dos Santos, Diretor da Rádio Emissora de Campos do Jordão - ZYL-6, a mais alta do Brasil e o vice-prefeito Jair Rocha Pinheiro. Outras fotos históricas? Veja no site: www.camposdojordaocultura.com.br

tos, trouxe muitas glórias para o nosso esporte, especialmente na área do atletismo. Emydio veio para Campos do Jordão na década de 1940, como muitos, doente, em busca da cura. Foi o responsável pelo nascimento das primeiras manifestações de atletismo em Campos do Jordão. Em agosto de 1949, sob seu comando, os atletas jordanenses participaram de inúmeras provas de atletismo, em São Paulo, contra o Clube Recreativo da Penha. Nessa oportunidade Emydio conquistou os seguintes prêmios: 3º lugar em corrida de 75 metros rasos; 3º lugar em 300 metros rasos; 2º lugar em 600 metros rasos; 1º lugar em 83 metros com barreiras; 3º lugar em arremesso de peso; 1º lugar em salto em extensão; 1º lugar em salto triplo. Emydio dos Santos, durante muito tempo, trabalhou como motorista da perua utilizada para transporte de hóspedes, dirigentes e funcionários do saudoso Hotel Rancho Alegre. Emydio faleceu, na década de 1980, na cidade de Taubaté. Na foto, na frente e dentre

Um milhão de quilos de ouro Luiz Pereira Moysés

por: Edmundo Ferreira da Rocha

Aço, pai do grande esportista João Carlos de Oliveira, o consagrado João do Pulo, recordista mundial de salto triplo, com título conquistado nos Jogos Pan-americanos do ano de 1975, na cidade do México, com a fenomenal marca de 17 metros e oitenta e nove centímetros; o prefeito Fausi

“Não vos enganeis de Deus não se zomba;pois aquilo q o homem semear, isto também ceifará”(Gálatas 6-7).Todos os dias temos que tomar decisões e quando tomamos as decisões certas,então os frutos serão notórios e magníficos.Porém , se a escolha for a errada, sofreremos as conseqüências. Colhemos hoje os frutos que plantamos ontem, e amanhã colheremos o que plantamos hoje. Veja que tudo na vida vai da escolha que fazemos e das decisões que to-

Profeta Abadia - Aleijadinho

tar coisas boas, porque é pelo fruto que se conhece a árvore.Por isso amados deixa Jesus ser o dono da sua seara ou da sua vida deixe o Espírito Santo tomar as decisões para você ,entrega o seu caminho ao Senhor confia Nele e Ele tudo fará. A paz para todos. Pr. Flavio Pereira Bacharel em Teologia Ministério Igreja Missionária Internacional Vau de Jaboque

06/10/2013 18:59:43


Página 13

Editais

O Povo #98 - 30 de setembro de 2013

PREFEITURA MUNICIPAL DA ESTANCIA DE CAMPOS DO JORDÃO Exercício: 2013 Relatório Resumido da Execução Orçamentária - 4º Bimestre de 2013 Órgão: Todos RECEITAS Previsão Anual 3 º BIMESTRE Acumulado Categoria Econômica/Fontes Inicial Atualizada Previsto Realizado Previsto Realizado a realizar RECEITAS CORRENTES (A) 131.602.450,00 131.602.450,00 21.933.741,67 20.609.738,15 87.734.966,67 93.684.994,39 37.917.455,61 Tributárias 39.100.000,00 39.100.000,00 6.516.666,67 5.832.043,45 26.066.666,67 30.072.752,42 9.027.247,58 Impostos 33.640.000,00 33.640.000,00 5.606.666,67 5.211.208,52 22.426.666,67 27.756.146,67 5.883.853,33 IPTU 21.900.000,00 21.900.000,00 3.650.000,00 2.435.067,84 14.600.000,00 19.010.906,82 2.889.093,18 ISSQN 7.000.000,00 7.000.000,00 1.166.666,67 1.794.561,28 4.666.666,67 5.473.825,85 1.526.174,15 ITBI 3.100.000,00 3.100.000,00 516.666,67 762.796,35 2.066.666,67 2.417.067,86 682.932,14 IRRF 1.640.000,00 1.640.000,00 273.333,33 218.783,05 1.093.333,33 854.346,14 785.653,86 Taxas 5.405.000,00 5.405.000,00 900.833,33 619.232,31 3.603.333,33 2.293.198,12 3.111.801,88 Contribuições de melhoria 55.000,00 55.000,00 9.166,67 1.602,62 36.666,67 23.407,63 31.592,37 Contribuições 186.000,00 186.000,00 31.000,00 105.187,23 124.000,00 271.811,97 -85.811,97 Patrimoniais 1.382.900,00 1.382.900,00 230.483,33 304.529,44 921.933,33 611.426,50 771.473,50 Industriais 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Agrapecuarias 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Serviços 18.000,00 18.000,00 3.000,00 120,00 12.000,00 120,00 17.880,00 Transferências Correntes 88.916.150,00 88.916.150,00 14.819.358,33 13.832.311,99 59.277.433,33 62.511.340,65 26.404.809,35 Dedução Receita Corrente - FUNDEB -7.739.600,00 -7.739.600,00 -1.289.933,33 -1.229.150,27 -5.159.733,33 -5.830.520,39 -1.909.079,61 Outras Receitas Correntes 9.739.000,00 9.739.000,00 1.623.166,67 1.764.696,31 6.492.666,67 6.048.063,24 3.690.936,76 RECEITAS DE CAPITAL (B) 10.016.826,00 10.016.826,00 1.669.471,00 1.550.159,89 6.677.884,00 2.644.083,40 7.372.742,60 Operações de Crédito 4.000.000,00 4.000.000,00 666.666,67 0,00 2.666.666,67 0,00 4.000.000,00 Refinanciamento da Dívida 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Outras Operações de Crédito 4.000.000,00 4.000.000,00 666.666,67 0,00 2.666.666,67 0,00 4.000.000,00 Alienação de Bens 50.000,00 50.000,00 8.333,33 0,00 33.333,33 0,00 50.000,00 Amortização de Empréstimos 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Transferências de Capital 5.918.826,00 5.918.826,00 986.471,00 1.543.547,35 3.945.884,00 2.619.769,08 3.299.056,92 Outras Receitas de Capital 48.000,00 48.000,00 8.000,00 6.612,54 32.000,00 24.314,32 23.685,68 Receita Intra-Orçamentária 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 RECEITA TOTAL 141.619.276,00 141.619.276,00 23.603.212,67 22.159.898,04 94.412.850,67 96.329.077,79 45.290.198,21 SUPERÁVIT FINANCEIRO 0,00 20.471.152,07 DESPESAS Dotação Créditos Adic. / Dotação Despesas Empenhadas Despesas Liquidadas Saldo a Inicial Anulações Atualizada No bimestre Até o bimestre No bimestre Até o bimestre Liquidar DESPESAS CORRENTES (C) 122.634.002,00 2.605.003,26 125.239.005,26 17.863.131,56 83.826.472,25 20.043.149,74 72.132.503,04 11.693.969,21 Pessoal/Encargos Sociais 65.454.640,00 -343.663,18 65.110.976,82 9.212.635,92 39.607.819,12 9.979.181,22 38.691.972,22 915.846,90 Juros/Encargos da Divida Interna 60.000,00 45.000,00 105.000,00 193,44 104.856,91 193,44 104.856,91 0,00 Outras Despesas Correntes 57.119.362,00 2.903.666,44 60.023.028,44 8.650.302,20 44.113.796,22 10.063.775,08 33.335.673,91 10.778.122,31 Reserva de Contingência 3.000.000,00 0,00 3.000.000,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Reserva de Contingência 3.000.000,00 0,00 3.000.000,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Reserva do RPPS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Despesas Intra-Orçamentárias 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 DESPESAS DE CAPITAL (D) 15.985.274,00 466.216,98 16.451.490,98 1.031.206,18 3.869.828,27 961.894,95 3.725.422,68 144.405,59 DESPESA TOTAL 141.619.276,00 3.071.220,24 144.690.496,24 18.894.337,74 87.696.300,52 21.005.044,69 75.857.925,72 11.838.374,80 FREDERICO GUIDONI SCARANELLO MARCOS ANTONIO CHIOVETTI JOSÉ MARCELO DOS SANTOS Prefeito Municipal Secretário de Finanças Resp. Controle Interno DEMONSTRATIVO DAS DESPESAS COM PESSOAL E PREVIDENCIÁRIAS (Artigo 22; Artigo 59, § 1º,incisos II e IV e § 2º da Lei Complementar 101/00; §§ 1º e 2º do Artigo 2º da Lei Federal nº 9717/98) MUNICÍPIO DE CAMPOS DO JORDAO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL 2o QUADRIMESTRE 2013 Valores expressos em R$ DESPESAS COM PESSOAL SETEMBRO OUT NOV DEZ JANEIRO FEVEREIRO MARÇO ABRIL MAIO JUNHO JULHO AGOSTO Totais: Despesas com Pessoal Ativo 3.667.516,32 3.708.415,10 3.638.428,00 5.514.490,20 3.864.428,00 3.224.936,83 3.331.973,62 3.606.516,71 3.791.748,43 3.614.591,77 3.633.423,76 3.687.941,83 45.284.410,57 Mão-de-Obra terceirizada 0,00 Encargos Sociais 839.457,93 1.233.291,87 369.250,71 282.395,36 1.289.519,37 852.461,46 925.291,67 1.033.797,90 957.177,26 915.539,46 1.189.517,00 889.015,87 10.776.715,86 Inativos 28.423,09 28.423,09 28.423,09 56.046,18 28.423,09 28.714,03 28.568,56 28.568,56 28.672,88 28.672,88 28.672,88 30.110,36 371.718,69 Pensionistas 49.436,30 49.436,30 49.436,30 95.310,17 47.573,87 48.115,53 47.844,70 47.844,70 48.018,55 48.018,55 48.018,55 48.018,55 627.072,07 Salário Família 0,00 Sentenças Judiciais do período 0,00 Outras desp.com pessoal (PASEP etc) 73.042,67 71.099,78 15.508,35 60.419,13 248.250,71 5.991,29 65.667,06 64.923,48 82.331,40 53.214,38 128.570,86 70.587,46 939.606,57 Subtotal 4.657.876,31 5.090.666,14 4.101.046,45 6.008.661,04 5.478.195,04 4.160.219,14 4.399.345,61 4.781.651,35 4.907.948,52 4.660.037,04 5.028.203,05 4.725.674,07 57.999.523,76 (-) DEDUÇÕES (§1º do art. 19) Indenização por demissão (inc.I) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Incentivos à demissão voluntária (inc.II) 0,00 Decisão Judicial de compet.anterior(inc.IV) 0,00 Inativos e Pensionistas (inc.VI) 0,00 Subtotal 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 TOTAL 4.657.876,31 5.090.666,14 4.101.046,45 6.008.661,04 5.478.195,04 4.160.219,14 4.399.345,61 4.781.651,35 4.907.948,52 4.660.037,04 5.028.203,05 4.725.674,07 57.999.523,76 DESPESAS COM PESSOAL INATIVO E PENSIONISTAS SET OUT NOV DEZ JANEIRO FEVEREIRO MARÇO ABRIL MAIO JUNHO JULHO AGOSTO Totais: Despesas com Pessoal Inativo 0,00 Despesas com Pensionistas 0,00 Outros benefícios e desp. com Inativos 0,00 Subtotal 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 (-) DEDUÇÕES Contribuições dos Segurados 0,00 TOTAL DESPESAS LÍQUIDAS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Frederico Guidoni Scaranello Marcos Antonio Chiovetti José Marcelo dos Santos Prefeito Municipal

Secretário Municipal de Finanças

Resp. pelo Controle Interno

Jornal 98 novo.indd 13

06/10/2013 18:59:43


O Povo #98 - 30 de setembro de 2013

Editais

Página 14

RECEITA CORRENTE LÍQUIDA (Artigo 2º, Inciso IV e 53, Inciso I da LC. 101/00) ADMINISTRAÇÃO DIRETA, INDIRETA E FUNDACIONAL MUNICÍPIO DE CAMPOS DO JORDAO 4o Bimestre 2013 agosto/13 RECEITAS CORRENTES SET OUT NOV DEZ JAN FEV MARÇO ABRIL MAIO JUNHO JULHO AGOSTO TOTAL PREVISÃO DO EXERCÍCIO ADMINISTRAÇÃO DIRETA 11.555.611,91 10.332.506,62 9.261.546,15 12.355.839,85 22.030.404,74 11.843.886,77 10.107.918,75 10.946.160,40 10.331.971,53 12.416.384,17 11.156.584,17 10.682.204,25 143.021.019,31 139.342.050,00 ADMINISTRAÇÃO INDIRETA 0,00 0,00 Autarquias 0,00 0,00 Fundações Públicas 0,00 0,00 Empresas Estatais Dependentes 0,00 0,00 Subtotal 11.555.611,91 10.332.506,62 9.261.546,15 12.355.839,85 22.030.404,74 11.843.886,77 10.107.918,75 10.946.160,40 10.331.971,53 12.416.384,17 11.156.584,17 10.682.204,25 143.021.019,31 139.342.050,00 ( - ) DEDUÇÕES Receitas Transf. Intrag. Adm. Dir/Ind.e Fund. 0,00 0,00 Contrib. Serv. Reg.Própr.Previdência 0,00 0,00 Compensação Financ.entre Reg. Prev. 0,00 0,00 FUNDEF 520.311,89 589.341,20 582.659,01 684.714,14 979.545,56 874.028,75 656.168,00 654.111,41 695.406,94 742.109,46 613.579,48 615.570,79 8.207.546,63 7.739.600,00 Anulação de Restos a Pagar 0,00 0,00 Outras 0,00 0,00 0,00 0,00 Subtotal 520.311,89 589.341,20 582.659,01 684.714,14 979.545,56 874.028,75 656.168,00 654.111,41 695.406,94 742.109,46 613.579,48 615.570,79 8.207.546,63 7.739.600,00 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA 11.035.300,02 9.743.165,42 8.678.887,14 11.671.125,71 21.050.859,18 10.969.858,02 9.451.750,75 10.292.048,99 9.636.564,59 11.674.274,71 10.543.004,69 10.066.633,46 134.813.472,68 131.602.450,00 FREDERICO GUIDONI SCARANELLO Marcos Antonio Chiovetti José Marcelo dos Santos Prefeito Municipal

Secretário Municipal de Finanças

RESULTADOS NOMINAL E PRIMÁRIO (Art. 53, Inciso III da LC. 101/00) ADMINISTRAÇÃO DIRETA, INDIRETA E FUNDACIONAL MUNICÍPIO DE CAMPOS DO JORDAO 4º BIMESTRE DE 2013 RESULTADO PRIMÁRIO Valores expressos em R$ RECEITAS FISCAIS Previsão Atualizada Realização Período Exercício Anterior Anual Do Bimestre Até o Bimestre No Bimestre Até o Bimestre Receitas Correntes 131.602.450,00 21.933.741,67 87.734.966,67 20.609.638,15 93.684.994,39 89.150.323,97 Receitas de Capital 10.016.826,00 1.669.471,00 6.677.884,00 1.550.159,89 2.644.083,40 4.518.321,92 Subtotal: 141.619.276,00 23.603.212,67 94.412.850,67 22.159.798,04 96.329.077,79 93.668.645,89 (-) Deduções 958.900,00 159.816,67 639.266,67 196.571,42 285.544,02 769.460,28 Receitas de Operações de Crédito 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Rendas de aplicações Financeiras 908.900,00 151.483,33 605.933,33 196.571,42 285.544,02 746.490,28 Amortização de Empréstimos 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Receitas de alienações de ativos 50.000,00 8.333,33 33.333,33 0,00 0,00 22.970,00 I - RECEITAS FISCAIS LÍQUIDAS 140.660.376,00 23.443.396,00 93.773.584,00 21.963.226,62 96.043.533,77 92.899.185,61 DESPESAS FISCAIS Dotação Atualizada Despesas Liquidadas Período Exerc. Ant. Anual Do Bimestre Até o Bimestre No Bimestre Até o Bimestre Despesas Correntes 125.239.005,26 20.873.167,54 83.492.670,17 20.043.149,74 72.132.503,04 84.033.962,43 (-) Juros e Encargos da Dívida 105.000,00 17.500,00 70.000,00 193,44 104.856,91 38.090,49 Subtotal 125.134.005,26 20.855.667,54 83.422.670,17 20.042.956,30 72.027.646,13 83.995.871,94 Despesas de Capital 16.451.490,98 2.741.915,16 10.967.660,65 961.894,95 3.725.422,68 8.956.816,33 (-) Deduções 4.269.923,57 711.653,93 2.846.615,71 819.079,33 3.507.364,21 1.909.864,90 Amortização de Dívida 4.269.923,57 711.653,93 2.846.615,71 819.079,33 3.507.364,21 1.909.864,90 Concessão de Empréstimos 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Aquisição de Título de Capital já Integralizado 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Subtotal 12.181.567,41 2.030.261,24 8.121.044,94 142.815,62 218.058,47 7.046.951,43 II - RESERVA DE CONTINGÊNCIA 3.000.000,00 0,00 0,00 0,00 III - DESPESAS FISCAIS LÍQUIDAS 140.315.572,67 22.885.928,78 91.543.715,11 20.185.771,92 72.245.704,60 91.042.823,37 IV - RESULTADO PRIMÁRIO (I - III+II) 1.777.454,70 23.797.829,17 1.856.362,24 RESULTADO NOMINAL SALDO RESULTADO NOMINAL ESPECIFICAÇÃO Em 31/12 Exerc. Anterior (A) Bimestre Anterior (B) Bimestre Atual (C) No Bimestre (C-B)Janeiro até o Bimestre C-A) I. Dívida Consolidada 95.063.918,41 95.063.918,41 95.063.918,41 II. Deduções:(*) 0,00 6.170.509,93 7.356.276,44 Ativo Disponível 3.611.209,12 19.076.948,32 20.100.808,69 Haveres Financeiros 0,00 0,00 0,00 (-) Restos a Pagar Processados12.313.943,03 12.906.438,39 12.744.532,25 III. Dívida Consolidada Líquida (I-II) 95.063.918,41 88.893.408,48 87.707.641,97 IV. Receita de Privatizações 0,00 0,00 0,00 V. Passivos Reconhecidos 0,00 0,00 0,00 Dívida Fiscal Líquida (III + IV - V) 95.063.918,41 88.893.408,48 87.707.641,97 -1.185.766,51 -7.356.276,44 (*) Se o saldo for negativo (Restos a Pagar maior que Ativo Disponível + Haveres Financeiros) o sistema lançará o valor zero Justificativas (art. 9º, cc inciso I, §2º, art. 53 da LRF) Frederico Guidoni Scaranello Marcos Antonio Chiovetti José Marcelo dos Santos Prefeito Municipal Secretário Municipal de Finanças Responsável pelo Controle Interno RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL (Artigos 54 e 55 da LC 101/00) MUNICÍPIO DE CAMPOS DO JORDAO - PODER EXECUTIVO MUNICIPAL 2o QUADRIMESTRE / 2013 I – COMPARATIVOS: Valores expressos em R$ Exercício Anterior 1º Quadrimestre 2º Quadrimestre 3º Quadrimestre Receita Corrente Líquida 130.095.490,31 132.621.824,31 134.779.105,10 R$ % R$ % R$ % R$ % Despesas Totais com Pessoal 56.420.776,51 43,37% 57.535.752,06 43,38% 57.999.523,76 43,03% 0,00 0,00% Limite Prudencial 95% (par.ún.art.22 LRF) 66.738.986,53 51,30 68.034.995,87 51,30 69.141.680,92 51,30 0,00 51,30 Limite Legal (art. 20 LRF) 70.251.564,77 54,00 71.615.785,13 54,00 72.780.716,75 54,00 0,00 54,00 Excesso a Regularizar 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Despesa Líq. Inativos e Pensionistas Total da Despesa Líquida 1.012.661,91 0,78% 1.012.661,91 0,76% 998.790,76 0,74% 0,00% LimiteLegal(§1º,art.2ºLeiFederal9.717/98) 15.611.458,84 12,00 15.914.618,92 12,00 16.173.492,61 12,00 0,00 12,00 Excesso a Regularizar Dívida Consolidada Líquida Saldo devedor 95.063.918,41 73,07% 89.214.039,67 67,27% 87.707.641,97 65,08% 0,00% LimiteLegal(arts.3ºe4ºRes.nº 40 Senado) 156.114.588,37 120,00 159.146.189,17 120,00 161.734.926,12 120,00 0,00 120,00 Excesso a Regularizar 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Concessões de Garantias Montante 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Limite Legal (art. 9º Res.nº 43 Senado) 28.621.007,87 22,00 29.176.801,35 22,00 29.651.403,12 22,00 0,00 22,00 Excesso a Regularizar Operações de Crédito (exceto ARO) Realizadas no período 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Limite legal (inc. I, art. 7º Res.nº 43 Senado) 20.815.278,45 16,00 21.219.491,89 16,00 21.564.656,82 16,00 0,00 16,00 Excesso a regularizar Antecipação de Rec. Orçamentárias Saldo devedor 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Limite legal (art. 10 Res.nº 43 Senado) 9.106.684,32 7,00 9.283.527,70 7,00 9.434.537,36 7,00 0,00 7,00 Excesso a regularizar Frederico Guidoni Scaranello Marcos Antonio Chiovetti José Marcelo dos Santos Prefeito Municipal Secretário de Finanças Resp. Controle Interno

Jornal 98 novo.indd 14

Responsável pelo Controle Interno

Editais de Casamento SIMONE CEZÁRIO VENTURELLI SBRAGIA, Oficial de Registro das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de Campos do Jordão - Estado de São Paulo, faz saber que pretendem se casar: PERI JOSÉ MARTINS, de nacionalidade Brasileira, divorciado, cozinheiro, nascido em Cruzeiro - SP em 1/2/1967, residente na Rua Vereador Agripino Lopes de Moraes, 570, Bloco 2B, apartamento 31, Vila Matilde, Campos do Jordão - SP, filho de AFRÃNIO RODRIGUES MARTINS e ALICE LEITE MARTINS e MARIA DANIELA DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, divorciada, costureira, nascida em Paraisópolis - MG em 2/10/1970, residente na Rua Vereador Agripino Lopes de Moraes, 570, Bloco 2B, apartamento 31, Vila Matilde, Campos do Jordão SP, filha de SEBASTIÃO HAMILTON DA SILVA e GUIOMAR FRANCISCA DA SILVA ROGÉRIO FERNANDES BAZAN, de nacionalidade Brasileira, divorciado, administrador, nascido em Campos do Jordão - SP em 24/6/1967, residente na Rua Genebra, 1075, Vila Nova Suíça, Campos do Jordão - SP, filho de AGENOR BAZAN e ANGELINA FERNANDES BAZAN e GISLAINE ALVES DE SOUZA, de nacionalidade Brasileira, divorciada, cartorária, nascida em São Paulo - SP em 7/5/1975, residente na Rua Genebra, 1075, Vila Nova Suíça, Campos do Jordão - SP, filha de JOSÉ RAIMUNDO FERREIRA DE SOUZA e GENILDA DOS SANTOS SOUZA. ROBSON ADALBERTO FERREIRA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, vigia, nascido em Campos do Jordão - SP em 26/3/1982, residente na Avenida Pedro Paulo, 1000, Condomínio Jardi Véu da Noiva, Jardim do Embaixador, Campos do Jordão - SP, filho de AMADEU FERREIRA e BENEDITA MARIA DE FÁTIMA FERREIRA e CÁSSIA CRISTINA DE OLIVEIRA, de nacionalidade Brasileira, solteira, caseira, nascida em Campos do Jordão - SP em 21/10/1986, residente na Avenida Pedro Paulo, 1000, Condomínio Jardi Véu da Noiva, Jardim do Embaixador, Campos do Jordão - SP, filha de AÉRCIO LUIZ DE OLIVEIRA FILHO e FERNANDA DE OLIVEIRA ANDRÉ APARECIDO DOS SANTOS, de nacionalidade Brasileira, divorciado, assistente administrativo, nascido em Campos do Jordão - SP em 18/1/1962, residente na Rua Domingos Pinto, 146, Jardim Guararema, Campos do Jordão - SP, filho de SEBASTIÃO BENEDITO DOS SANTOS e MARIA APARECIDA DOS SANTOS e MARIA MARGARIDA DE PAULO, de nacionalidade Brasileira, divorciada, remalhadeira, nascida em Santo Antônio do Pinhal - SP em 14/6/1959, residente na Rua Domingos Pinto, 146, Jardim Guararema, Campos do Jordão - SP, filha de CESARIO DE PAULO e MARIA DE LOURDES DE PAULO DAVID PRADO DOS SANTOS, de nacionalidade Brasileira, solteiro, autônomo, nascido em Campos do Jordão - SP em 20/8/1990, residente na Rua Cantor Valdemar Roberto, 371, Jardim Márcia, Campos do Jordão - SP, filho de RENATO PINTO DOS SANTOS JUNIOR e VALÉRIA SOUZA DO PRADO e MARINA MAGALHÃES GALHARDO, de nacionalidade Brasileira, solteira, do lar, nascida em São Paulo - SP em 6/7/1995, residente na Rua Cantor Valdemar Roberto, 428, Jardim Márcia, Campos do Jordão - SP, filha de MAURO LUIS GALHARDO e MARIA DE FATIMA MAGALHÃES GALHARDO FABIO JOSÉ DE OLIVEIRA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, frentista, nascido em Colonia Leopoldina - AL em 22/11/1989, residente na Rua Felício Raimundo, 8126, Vila Jaguaribe, Campos do Jordão - SP, filho de JOSÉ PEDRO DE OLIVEIRA e MARIA IVONETE DE OLIVEIRA e CLEIDE LEONILDA DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteira, vendedora, nascida em Campos do Jordão - SP em 20/12/1977, residente na Rua José Anselmo da Silva, 330, Vila Dubieux, Campos do Jordão - SP, filha de JOSÉ PEDRO DA SILVA e MARÍLIA SILVÉRIO DA SILVA SIDINEI HONÓRIO DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, eletricista, nascido em Campos do Jordão - SP em 24/1/1975, residente na Rua Arthur, 215, Jardim das Flores, Campos do Jordão - SP, filho de AUGUSTO RIBEIRO DA SILVA e ONDINA HONÓRIO DA SILVA e KELLY CRISTINA DE SOUZA, de nacionalidade Brasileira, solteira, empregada doméstica, nascida em Campos do Jordão - SP em 6/11/1984, residente na Rua Arthur, 215, Jardim das Flores, Campos do Jordão - SP, filha de BENEDITO CAETANO DE SOUZA e VERA LUCIA DE OLIVEIRA SOUZA NATANAEL DE MELO, de nacionalidade Brasileira, solteiro, garçom, nascido em Pindamonhangaba - SP em 19/10/1964, residente na Rua Orivaldo Lima Cardoso, 55, apto 5, Vila Jaguaribe, Campos do Jordão - SP, filho de GERALDO DE MELO e APARECIDA DE MELO e APARECIDA MARIA DOS SANTOS, de nacionalidade Brasileira, divorciada, governanta, nascida em Santo Antonio do Pinhal -

SP em 27/7/1965, residente na Rua Orivaldo Lima Cardoso, 55, Apto 55, VIla Jaguaribe, Campos do Jordão - SP, filha de BENEDITO RODRIGUES DOS SANTOS e LEVINA MARTINS DOS SANTOS JOSÉ DIAS DE OLIVEIRA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, aposentado, nascido em Santo Antônio do Pinhal - SP em 8/7/1947, residente na Rua D, 85, Recanto Floresta Negra II, Campos do Jordão - SP, filho de JOÃO BATISTA DIAS e EXPEDICTA DIAS DAS CHAGAS JERONYMO e BENEDICTA GONÇALVES DO NASCIMENTO, de nacionalidade Brasileira, divorciada, aposentada, nascida em Campos do Jordão - SP em 3/3/1941, residente na Rua D, 85, Recanto Floresta Negra II, Campos do Jordão - SP, filha de FRANCISCO GONÇALVES DO NASCIMENTO e GUILHERMINA MARIA DE JESUS FRANCISCO ADILSON OTAVIANO, de nacionalidade Brasileira, divorciado, técnico em telefonia, nascido em Campos do Jordão - SP em 3/4/1986, residente na Rua Oscar Matta, 144, Jardim Floriano Pinheiro, Campos do Jordão - SP, filho de SEBASTIÃO CARLOS OTAVIANO e MARIA FÁTIMA OTAVIANO e MARIA APARECIDA DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteira, do lar, nascida em Campos do Jordão - SP em 14/3/1985, residente na Rua João Rodrigues, 250, Vila Ferraz, Campos do Jordão - SP, filha de JOSÉ MARCIO DA SILVA e MERCIE APARECIDA ANTUNES DOS SANTOS DA SILVA RODRIGO APARECIDO CUSTÓDIO DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, divorciado, auxiliar de produção, nascido em Campos do Jordão - SP em 19/7/1986, residente na Rua Virgilio Barbosa, 164, Jardim Márcia, Campos do Jordão - SP, filho de CELSO APARECIDO DA SILVA e SOLANGE CUSTÓDIO e THAIS BARBOSA MENDONÇA, de nacionalidade Brasileira, solteira, do lar, nascida em Campos do Jordão - SP em 16/7/1993, residente na Rua Virgilio Barbosa, 164, Jardim Márcia, Campos do Jordão - SP, filha de ANDRÉ DE JESUS MENDONÇA e SILVIA REGINA PERES BARBOSA SÉRGIO HENRIQUE FERREIRA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, desempregado, nascido em Campos do Jordão - SP em 7/7/1995, residente na Rua Virgílio Barbosa, 164, Jardim Márcia, Campos do Jordão - SP, filho de SÉRGIO LUIZ FERREIRA e ERIANI APARECIDA BATISTA FERREIRA e BRUNA LUÍSA DOS SANTOS BRITO, de nacionalidade Brasileira, divorciada, autônoma, nascida em Campos do Jordão - SP em 1/5/1994, residente na Rua Valdemar Cândido da Silva, 75, Jardim Márcia, Campos do Jordão - SP, filha de RENATO DA SILVA BRITO e CLÁUDIA CUSTÓDIO DOS SANTOS BRITO ROGÉRIO SANTOS DE MELO, de nacionalidade Brasileira, solteiro, vendedor, nascido em Campos do Jordão - SP em 22/9/1981, residente na Rua Saraiva, 80, Brancas Nuvens, Campos do Jordão - SP, filho de RENI DE MELO e MARIA SÔNIA DOS SANTOS DE MELO e PATRICIA FERNANDA ROSA, de nacionalidade Brasileira, solteira, balconista, nascida em Campos do Jordão - SP em 2/8/1985, residente na Rua Santa Clara, 57, Vila Albertina, Campos do Jordão - SP, filha de PEDRO DOMICIANO ROSA e MARIA FRANCISCA DA SILVA ROSA LEANDRO SOUZA DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, auxiliar de departamento pessoal, nascido em Campos do Jordão - SP em 12/11/1988, residente na Rua Monte Carlo, 656, Monte Carlo, Campos do Jordão - SP, filho de TADEU PAULINO DA SILVA e SILVIA DE SOUZA e ANA LIGIA FERNANDES, de nacionalidade Brasileira, solteira, balconista, nascida em Campos do Jordão - SP em 27/2/1988, residente na Rua Monte Carlo, 656, Monte Carlo, Campos do Jordão - SP, filha de e MARIA DE FÁTIMA FERNANDES LUCIANO JOSÉ GONÇALVES DIAS, de nacionalidade Brasileira, solteiro, jardineiro, nascido em Campos do Jordão - SP em 27/12/1975, residente na Rua João Jorges, 252, Vila Nadir, Campos do Jordão - SP, filho de JOÃO LUIZ GONÇALVES DIAS FILHO e BENEDITA APARECIDA DIAS e SILVANA MARIA FERREIRA, de nacionalidade Brasileira, solteira, do lar, nascida em Campos do Jordão - SP em 9/9/1980, residente na Rua João Jorges, 252, Vila Nadir, Campos do Jordão - SP, filha de SEBASTIÃO DA CRUZ FERREIRA e MARIA ROSA DA SILVA FERREIRA ADILSON MARAK, de nacionalidade Brasileira, solteiro, caseiro, nascido em Santa Cruz do Timbó, Porto União - SC em 11/9/1980, residente na Rua Comendador José Scheffer, 1035, Alto da Vila Inglesa, Campos do Jordão - SP, filho de ARLINDO MARAK e ELISABETHA MARAK e LINDACIR DE FATIMA MATUCHESKI, de nacionalidade Brasileira, solteira, caseira, nascida em Porto União - SC em 22/5/1980, residente na Rua Comendador José Scheffer, 1035, Alto da Vila Inglesa, Campos do Jordão - SP, filha de e MARIA DE LURDES MA-

06/10/2013 18:59:43


Página 15

O Povo #98 - 30 de setembro de 2013

Editais

TUCHESKI EUGENIO ANDRÉS DEL NIÑO JESÚS ROMERO LIZANA, de nacionalidade Chileno, divorciado, motorista, nascido em Coquimbo - Chile - em 17/3/1976, residente na Rua José Aercio Moreira, 150, Vista Alegre, Campos do Jordão - SP, filho de HUGO AGILEO SEVERO ROMERO GONZÁLEZ e MARIA REGINA LIZANA BERGUECIO e RENATA CRISTINA FERREIRA, de nacionalidade Brasileira, solteira, caixa, nascida em Campos do Jordão - SP em 17/11/1981, residente na Rua José Aercio Moreira, 150, Vista Alegre, Campos do Jordão - SP, filha de JOSÉ WALTER FERREIRA e OFÉLIA MARIA FERREIRA SERGIO LUIZ DOS SANTOS JUNIOR, de nacionalidade Brasileira, solteiro, operador de maquinas, nascido em Campos do Jordão - SP em 18/8/1987, residente na Rua Jacy Andreoli, 116, Vila Nair, Campos do Jordão - SP, filho de SERGIO LUIZ DOS SANTOS e SONIA REGINA DE PAULA SANTOS e HANYDIE GARCIA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteira, fisioterapeuta, nascida em Itajubá - MG em 4/12/1988, residente na Avenida Carlos Alberto Bueno, 953, Alto do Capivari, Campos do Jordão - SP, filha de NAHÔR FERNANDES DA SILVA e ANGELA MARIA GARCIA FERNANDES SILVA REGINALDO MOURA DE OLIVEIRA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, pedreiro, nascido em Arisco Grande, Ocara - CE em 11/9/1982, residente na Rua Sete, 981, Vila Inglesa, Campos do Jordão - SP, filho de FRANCISCO MOURA DE OLIVEIRA e FRANCISCA QUIRINO MOURA DE OLIVEIRA e ANTONIETE RODIGUES SOARES, de nacionalidade Brasileira, solteira, caseira, nascida em Distrito de Poty, Municipio e Comarca da Crateus - CE em 10/8/1979, residente na Rua Sete, 981, Vila Inglesa, Campos do Jordão - SP, filha de ANTÔNIO CAVALCANTE SOARES e RAIMUNDA RODRIGUES SOARES

CARLOS EDUARDO GODOY, de nacionalidade Brasileira, divorciado, caseiro, nascido em Campos do Jordão - SP em 4/5/1978, residente na Rua das Glicineas, 401, Decansópolis, Campos do Jordão - SP, filho de JOSÉ DE SOUZA GODOY e FRANCISCA FERREIRA GODOY e LUCIA HELENA APARECIDA RODRIGUES, de nacionalidade Brasileira, solteira, caseira, nascida em Campos do Jordão - SP em 25/6/1974, residente na Rua das Glicineas, 401, Descansópolis, Campos do Jordão - SP, filha de CARLOS RODRIGUES e CELINA RODRIGUES DAILTON FERNANDO DE OLIVEIRA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, ajudante de obra, nascido em Campos do Jordão - SP em 25/11/1989, residente na Rua José Pereira de Macedo, 471, Vila Albertina, Campos do Jordão - SP, filho de JOSÉ RAIMUNDO DE OLIVEIRA e TEREZINHA FÁTIMA PINTO DA SILVA OLIVEIRA e JOSIELE ILHÉO, de nacionalidade Brasileira, solteira, do lar, nascida em Campos do Jordão - SP em 13/7/1988, residente na Rua José Pereira de Macedo, 471, Vila Albertina, Campos do Jordão - SP, filha de JOAQUIM ILHÉO e SÔNIA MARIA SOARES FELIPE DOS SANTOS FEITOR, de nacionalidade Brasileira, solteiro, promotor de vendas, nascido em Campos do Jordão - SP em 22/11/1990, residente na Rua Saraiva, 456, Brancas Nuvens, Campos do Jordão - SP, filho de JOÃO CARLOS GONÇALVES FEITOR e CELIA REGINA DOS SANTOS e TELMA PAOLA DA SILVA, de nacionalidade brasileira, solteira, caixa, nascida em Campos do Jordão - SP em 14/5/1990, residente na Rua Saraiva, 456, Brancas Nuvens, Campos do Jordão - SP, filha de PAULO OLIVEIRA DA SILVA e TERESINHA APARECIDA DE OLIVEIRA SILVA Se alguém souber de algum impedimento, deverá opor na forma da lei, em cartório, na Avenida Frei Orestes Girardi, 2169, loja 02, Abernéssia, Campos do Jordão - SP, telefone: (12) 3662-3386, www.registrocivilcamposdojordao.com -e-mail: oficial@registrocivilcamposdojordao.com

Justiça Gratuita 2/3 EDITAL - INTERDIÇÃO EDITAL PARA CONHECIMENTO DE TERCEIROS, EXPEDIDO NOS AUTOS DE INTERDIÇÃO DE TATIANA APARECIDA DA SILVA, REQUERIDO POR LUIZ APARECIDO DA SILVA - PROCESSO Nº 0002469-50.2009.8.26.0116 – PROC. 743/2009. O Doutor SANDRO CAVALCANTI ROLLO, MM. Juiz de Direito da 2ª. Vara Judicial da Comarca de Campos do Jordão, do Estado de São Paulo, na forma da lei, etc. FAZ SABER aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que, por sentença proferida em 23/07/2013, foi decretada a INTERDIÇÃO de TATIANA APARECIDA DA SILVA, brasileira, RG n. 42.776.926-7, nascida em 24.12.1983, declarando-a absolutamente incapaz de exercer pessoalmente os atos da vida civil e nomeado como CURADOR, em caráter DEFINITIVO, o Sr. Luiz Aparecido da Silva, RG n. 12.683.590, CPF n. 034.647.218-09. O presente edital será publicado por três vezes, com intervalo de dez dias, e afixado na forma da lei. Nada mais. Dado e passado na cidade de Campos do Jordão em 27 de agosto de 2013.

COMITÊ DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS DA SERRA DA MANTIQUEIRA CONVOCAÇÃO O Comitê das Bacias Hidrográficas da Serra da Mantiqueira (CBH-SM), através de sua Secretaria Executiva, no uso de suas atribuições e dando seqüência a desenvolvimento dos trabalhos, CONVOCA seus membros (ou suplentes) e convida os demais interessados a participarem da reunião plenária extraordinária a realizar-se em: DATA: 10 de outubro de 2013 - (quinta-feira). LOCAL: Prefeitura Municipal de São Bento do Sapucaí Av. Sebastião Mello Mendes, 511, Jardim Santa Terezinha – São Bento do Sapucaí - SP. HORÁRIO: 09 horas e 30 minutos. PAUTA: 1. Abertura; 2. Aprovação da ata da Reunião Plenária de 12/09/2013; 3. Deliberação CBH-SM 10/2013 – “Aprova a recomendação da Câmara Técnica de Planejamento e Assuntos Institucionais - CT-PAI, relativa à hierarquização dos empreendimentos submetidos ao CBH-SM em 2º Chamada, para execução com recursos financeiros do FEHIDRO - Exercício 2013.” 4. Outros assuntos; Frederico Guidoni Scaranello Presidente do CBH-SM

COMARCA DE CAMPOS DO JORDÃO Av.Dr.Januário Miraglia, 1200, Vila Abernéssia - CEP. 12.460-000 Fone: (12) 3662.2120 / Ramal 309 EDITAL DE CITAÇÃO DE CLEBERTON SILVA CINTRA com validade de 30 dias. Proc.1122/2012. O DOUTOR SANDRO CAVALCANTI ROLLO – MM.JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA DA COMARCA DE CAMPOS DO JORDÃO, ESTADO DE SÃO PAULO, NA FORMA DA LEI, ETC. FAZ SABER, a todos quantos o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, que por este Juizo e 2º. Ofício se processa os autos de Ação de Procedimento Ordinário em que figuram como partes ILMA LUIZ DE AMORIM em face de IRACEMA DA MATA E OUTROS; que em 07/12/2012 foram distribuídos os autos de Ação de Procedimento Ordinário, alegando a autora que é proprietária do imóvel localizado na Rua Armando Marco, 131 – Vila Telma, Campos do Jordão/SP, devidamente registrado sob a matricula 10.657. Ocorre que apesar de ter se concretizado as lavratura da escritura, devidamente registrada, bem como ter ocorrido a entrega integral do preço pactuado pelo negocio jurídico, o alienante e sua esposa e antiga usufrutuária se recusaram a desocupar o imóvel, permanecendo no local sem amparo legal. Aliás os requeridos não manifestaram nenhuma intenção em transferir a posse, tanto que em janeiro de 2012, propuseram demanda judicial pretendendo a rescisão do contrato de compromisso de compra e venda, cumulando com pedido de manutenção na posse e com reparação de danos morais. Portanto o comportamento dos requeridos demonstra o desinteresse em desocupar o imóvel de forma amigável e extrajudicial, fato quer impede a requerente em obter a posse efetiva de sua propriedade não restando outra alternativa senão a propositura da presente imissão na posse do imóvel. Assim a alternativa senão a propositura da presente imissão na posse do imóvel. Assim a autora pretende a procedência do pedido formulado, convertendo imissão provisória em definitiva expedindo-se mandado de imissão do imóvel localizado na Rua Armando de Marco, 131 – Vila Telma, determinando a desocupação de pessoas e coisas do mencionado imóvel. Assim fica o requerido CLEBERTON SILVA CINTRA, brasileiro, vendedor, Rg.35.473.772-7 e CPF 305.396708-12, que se encontra em lugar incerto e não sabido, CITADO, bem como par que dentro do prazo de 15 (quinze) dias apresente contestação, e que não contestada presumir-se-ão como verdadeiros os fatos narrados na inicial. Nada mais. Dado e passado nesta cidade e Comarca de Campos do Jordão,SP, 14 de agosto de 2013. 2/2 JOSÉ ANTONIO DA SILVA Escrevente Judicial II Matricula TJ nº. 308.133-A-7

TERMOS DA RETRATAÇÃO DO VEREADOR PAULO FRANCISCO DOS SANTOS Em recente pronunciamento nesta Câmara de Vereadores, eu informei que o IAP – Instituto Águas do Prata, com sede em Campos do Jordão, o qual pleiteava o título de Utilidade Pública Municipal, estava em débito com o COMITE DE BACIAS HIDROGRÁFICAS – CBH-SM e que por isso não era merecedor dos créditos sociais da Municipalidade, venho, depois de me inteirar dos fatos e comprovar que essas afirmações não eram verdadeiras, me retratar perante todas as pessoas que de qualquer forma foram prejudicadas por tais informações e dizer que sim, o IAP – Instituto Águas do Prata é uma entidade séria e vem prestando enormes serviços ao meio ambiente de Campos do Jordão, essa retratação se estende aos seus diretores, os quais conheci pessoalmente e posso afirmar tratar-se de pessoas dignas e corretas. Sem perceber o alcance que atingiria minhas declarações, resolvi investigar melhor essas informações, verificando que hoje o IAP é a única organização da sociedade civil ambiental trabalhando na cidade de Campos do Jordão, na reversão do passivo ambiental e que não existe nada que desabone o Instituto e ele está adimplente com suas obrigações sociais e fiscais. Assim resolvi vir a público nesta data, usando a tribuna da Câmara Municipal, palco do fato aqui descrito, para me retratar e desfazer a imagem injustamente criada no início, tentando reverter esse dano causado ao IAP – Instituto das Águas do Prata e seus diretores. Para tornar mais notória a presente retratação, além dos órgãos de imprensa presente, especialmente convidados, estou remetendo esse texto à imprensa escrita da cidade, para dirimir as prováveis dúvidas que pairaram sobre o IAP e encerrar definitivamente esse episódio, me dispondo a colaborar para corrigir qualquer injustiça delas decorrente.

Fernando Augusto de Siqueira Secretário Executivo CBH-SM

1/1

Escola de Educação Infantil, Fundamental I (particular) está cadastrando Professores com Pedagogia (completo) e Coordenadores Pedagógicos com experiência. Os curriculos dever ser enviados para Cx. Postal 213 CEP, 12.460-970 - Campos do Jordão

DELORO MODAS Roupas Masculinas e femininas em geral

Av. Dr. Januário Miráglia, 912 - loja 16 -

(12) 3662-4890

Abernéssia

- DOCES - GELÉIAS - LICORES - BISCOITOS Galeria em frente ao Cavalo - Capivari Rogério 9133.4748 Priscila 9191.5967 LOJA 8

DOCES E SALGADOS

AV. JANUARIO MIRAGLIA 1976 ABERNÉSSIA

Jornal 98 novo.indd 15

TEL. 3664-1888

06/10/2013 18:59:43


O Povo #98 - 30 de setembro de 2013

Livros No último dia 25 nas dependências do “Flat Hotel Palazzo Reale” em Campos do Jordão - SP, aconteceu a noite de autógrafos do livro “Caldo de Cana”. De autoria do Policial Civil Eduardo Fondello, considerado um dos recordistas na prisão de traficantes no Município e seu entorno. A obra descreve com detalhes uma coletânea de casos policiais, em especial, a investigação, localização e prisão de “Alfa” considerado o “Bam, Bam, Bam” da época. Traz ainda, a reprodução das principais manchetes jornalísticas que no-

Segunda capa

Caldo de Cana - Eduardo Fondello: É bacharel em Direito, pós-graduado em Direito Penal e Processual Penal, atua como Investigador de policia há dezenove anos em Campos do Jordão e já atuou como presidente da Comissão Municipal de Defesa Civil durante o período mais critico das chuvas na região.

ticiaram os fatos. Fondello esteve na redação de O POVO e além de nos presentear com um exemplar, conversou um pouco com a nossa equipe. O POVO - O que te levou a fazer esse livro? Fondello - Olha, um dos grandes insentivadores desse meu livro foi o nosso Secretario de Cultura Benilson Toniolo. Eu fui num lançamento do seu último livro e ali conversamos um pouco sobre o que é necessário para tanto. Eu já tinha bastante desse material guardado e então, foi só organizar um pouco as coisas.

Fondello com o Vereador Salim no lançamento do livro

O POVO - Você diz no release do livro que usa de uma pitadinha de humor. Como é isso? Fondello - Olha Manoel, quando falamos desse assunto policial, a coisa fica um pouco pesada, assim, em alguns trechos eu procuro sim fazer algumas observações que chegam a ser engraçadas. Vejam vocês, numa época, numa das investigações, a gente se fantasiou de caveira para entrar num baile de carnalval e ali fazermos a apreensão de um traficante. O POVO - Quantos anos de Polícia ? Fondello - São 19 anos e 6 meses de Polícia. Eu sou bacharel em direito e pós graduado na área de direito penal e prestei concurso especifico para Campos do Jordão. Eu vim para cá com mais um monte de policiais concursados e hoje só eu permaneci aqui. Isso é para voces verem o quanto é difícil essa nossa tarefa. O POVO - Tudo nesse livro é verídico? Fondello - Sim, é interessante ressaltar que nesse livro tudo foi noticiado e publicado, inclusive por vocês do Jornal O

POVO. Eu conto ai tambem a nossa relação com o Judiciário, os recursos para conseguirmos as provas e o mais triste é comentar ai as dificuldades para que as pessoas possam entender como começou essa situação do tráfico, que existe uma relação até com as quedas de encostas, das invasões, das carências sociais de uma

DECORAÇÕES

cidade politica assistecialista e que com isso, as pessoas ficam mais vulneráveis e outros aspectos que sempre anotei e agora estão nesse livro. Caldo de Cana de Eduardo Fondello está a venda na Papelaria Oya, Padaria Dona Bella e Livraria Nobel. Vamos conferir!

PERSIANAS

- MÓVEIS ESTOFADOS - MÓVEIS FORA DE LINHA - ATÉ 40% DESC. - CORTINAS - ADQUIRA O TECIDO E ACESSÓRIOS E GANHE 50% DESCONTO NA CONFECÇÃO - CARPETE MADEIRA DESDE R$ 47,00 O M² - COLOCADO MÓVEIS - CORTINAS - CARPETES - PISO LAMINADO - REFORMA MÓVEIS ESTOFADOS

Avenida Frei Orestes Girardi, 2071 Jaguaribe (12) 3662.1212 - CEP 12460-000 - Campos do Jordão - SP Email: decanabela@terra.com.br -

Jornal 98 novo.indd 16

home page: www.anabella.com.br

06/10/2013 18:59:43


O POVO # 98