Issuu on Google+

Jornal

O POVO d a

S e r r a

d a

M a n t i q u e i r a

Um Jornal a ser viço do povo da Serra da Mantiqueira

#77 www.jornalopovo.net Distribuição Gratuíta Vamos preservar a natureza Não jogue lixo nas ruas

Ano IV | Formato Tablóide Germânico alongado Campos do Jordão, Santo Antonio do Pinhal e São Bento do Sapucaí, 26 de setembro de 2012

Heródoto Barbeiro: Viva o Tatú página 4

Julio Darvas: A presença de Lula e suas contradições página 7

Propaganda eleitoral com Papai Noel dos outros Empresário que decorou a cidade em 2010 dá uma entrevista para O POVO dizendo que página 4 não pagaram ele até hoje CNPJ 16.401.181/0001-06 CNPJ Jornal 10.783.859/0001-78 Valor: R$ 300,00

CNPJ 16.401.181/0001-06 CNPJ Jornal 10.783.859/0001-78 Valor: R$ 300,00

Retrospectiva das notícias dessa gestão no executivo e legislativo página 8 e 9

Política: Chega de som página 13

CINEMA Programação de Outubro segunda capa

O POVO

Denúncias Reclamações Elogios (12) 3664.3529

jornalopovo.net@hotmail.com

Restaurante

BEVAL CELULARES

Self-service por quilo no fogão a lenha

ASSISTÊNCIA TÉCNICA

CONSERTO - COMPRA - VENDA - TROCA

com a mesma qualidade que voce já conhece

Temos Celulares, Carregadores e Acessórios Desbloqueio, Atualização de Software em todas as marcas nacionais e importados (Mp’s)

ENTREGAMOS SEU APARELHO CELULAR NA HORA OU ATÉ EM 48 HORAS CELULAR 2 E 3 CHIPS À PARTIR DE R$ 99,00 ENTREGAMOS SEU APARELHO EM DOMICÍLIO

Rua Sampaio Vidal, 336 - Vila Abernéssia Atrás do Bradesco ao lado do Surdinho Sapateiro Campos do Jordão - SP

Tel: (12) 9766.7239 / 8889.8158 / 8207.7605

Rota 77, o caminho do sabor!!

Aberto todos os dias - Rua Brigadeiro Jordão, atrás da Caixa Federal, Abernéssia, Campos do Jordão - SP - tel. 12 3662 6062

GRUPO

SECURITY MASTER A SUA SEGURANÇA É O NOSSO TRABALHO

Rua In ácio C aet an o , 941 - V. A b er n éssia ( 12) 3668- 9898 / 3668- 9897 www.secu r it ym ast er.co m .b r


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 2

Editorial

Diz o ditado “antes tarde do que nunca” e agora sim podemos ver que o dia tão esperado por muitos vem chegando. Nessa gestão criamos um meio de comunicação que levasse para toda a comunidade de Campos do Jordão e região um pouco mais daquilo que acontece nos bastidores de nossa cultura, de nossa gente, dos nossos esportes, perdas e conquistas, principalmente na política. Nesses quase 4 anos, levamos quinzenalmente aos lares de quase 50 mil habitantes, um pouco daquilo que acontece por aqui. Desde o final do nosso 1º ano nesse trabalho, quisemos reconstituir os fatos e trazer a tona a memória perdida e esquecida no tempo. Presumimos que esse seja o verdadeiro papel da imprensa e como dizem, ‘as paginas dos jornais de hoje, serão as páginas dos livros de amanhã’. Uma pequeníssima parte daquilo que aconteceu nessa gestão que se finda agora em 31 de dezembro, foi reeditada nesse exemplar de O POVO. Fatos que levaram a população e os leitores a uma verdadeira sensação de frustração e de alegria, estão aqui novamente citados e relembrados. Fatos novos de reclamações não param de chegar e eventos antigos e passados como o Natal de 2010, volta a ser manchete de jornal todavia, agora não visto como a confraternização e a amizade daquela data mas sim, pela discordia de não pagamentos de despesas e de processos judiciais. Por outro lado e como sempre, rebatendo essas más notícias, trazemos um pouco de nossa cultura artística, gastronômica, de lembranças fotografadas, de formas

para ‘relax’, de vitórias ou quase vitórias nos esportes, etc. Publicamos nessa edição algumas normas para as eleições que se aproximam bem como os locais para que você localize a sua sessão eleitoral com um pouco mais de facilidade. Voltando a escrever sobre eleições municipais, tanto nosso querido Padre Batista, como o nosso Promotor de Justiça Eleitoral, Dr. Jamil Luiz Simon, deram um ‘puxãozinho’ de orelha nos candidatos que disputam essas eleições. No caso do Padre, foi dito numa missa que “deem mais atenção àqueles menos favorecidos, que olhem pelas crianças e que nossa cidade tem perdido e muito a qualidade de vida nesses últimos anos”. O Promotor por sua vez, disse que “o som dos veículos que fazem as suas propagandas políticas estão exagerando no volume. As pessoas não estão gostando disso que voces estão fazendo”. Como consenso, todos concordaram em acabar de vez com esse som que nos fazia gastar parte do orçamento com comprimidos para dor de cabeça. Sem perder a nossa linha e de certa forma a elegância de nossas edições , você recebe agora mais uma edição de O POVO, sempre com matérias de relevância e de coragem. Pense bem antes de votar. Vivemos numa comunidade turística e dependemos quase que totalmente de nossos dirigentes políticos. Valoriza seu voto, com isso, você poderá estar dando mais valor a saúde, a educação, a sua vida e a vida de seus filhos.

Editores

JORNAL O POVO

Salim Isaac Rachid

CNPJ: 10.783.859/0001-78 Inscr. Mun. 000.018.372 Matricula C.R.T.e D. nº 18

Mtb 67.572/SP

Manoel Carlos Conti Mtb 67.574/SP

Site:

Cristiano de Almeiddaomaz

Imagem e Diagramação O POVO - Design (12) 3664.3529 Gerente de Marketing Silvania Simone Paimkow Gerencia Financeira Washington Luiz Bruno Secretários/Revisão Rosita P. de Araújo Silvania Simone Paimkow

Conselho Benilson Toniolo Edmundo Rocha

Mario Luiz Pereira Pedro Paulo Filho Sussumu Paulo Takahashi

Departamento Jurídico Dr. Pedro Paulo Filho Dr. Nelson Ranalli

Que Deus nos ajude!

É representado por:

Dr. Pedro Paulo Filho Advogado e Historiador

ABRAHÃO LINCOLN OU GERALDO CARROCEIRO? Era 1949. Campos do Jordão gozava da paz das grandes altitudes. Nem ginásio possuía. Os pais que quisessem ou pudessem levar os seus filhos a ingressar no curso ginasial, eram obrigados a matricula-los em outras cidades. Fui uma das vítimas, ou melhor, um dos privilegiados e a lembrança de minha mãe chorando, copiosamente, na Secretaria do Colégio Diocesano Santo Antonio, de Taubaté, onde fui internado, despedindo-se de seu filho Pedrinho, é uma imagem que jamais se apagará da retina dos meus olhos. Parecia que eu estava partindo para o “front” da Guerra do Vietnam. Criado debaixo da saia da mãe, lá internado revoltei-me com o cheiro do travesseiro, com a comida, a solidão, a convivência com estranhos, com os sanitários, refeitórios e dormitórios coletivos. Era um verdadeiro batalhão de alunos matriculados, tanto que foi necessário dividi-los: turma dos maiores, dos médios e dos menores. Fiquei na turma dos médios. O regime era duro para quem nunca saíra de casa. Vivendo sempre no “dolce far niente”. Missa sempre e sempre, antes de tomar café, de manhã e antes de dormir. Escrevia

cartas e mais cartas para meu pai, reclamando, vociferando e amaldiçoando o regime de internato. Mal sabia que as cartas eram censuradas e lidas previamente pelo Padre Ministro que, contudo, me dispensava todo carinho e cuidado. Um dia, dois colegas jordanenses (seria odioso nominalos) que estavam também internados, convidaram-me a pular o muro e fugir na hora da refeição, quando todos se recolhiam ao refeitório. Na hora H, eles foram e eu fiz xixi nas calças, não fui. Depois de tanta reclamação, pedindo, que me retirassem dali, um belo dia, lá apareceu meu pai Pedro Paulo, pedindo licença à diretoria para levar-me a almoçar no centro da cidade. Coitado. Estava preocupado com seu filho. Levou-me no melhor restaurante de Taubaté, pedindome que solicitasse ao garçom o prato que desejasse, e eu pedi. Aí, meu pai, começou a falar: “Meu filho, você sabe que Abrahão Lincoln fui um rude lenhador que estudava à noite, a luz de velas? Com muitos sacrifícios, formou-se advogado e depois, derrotado muitas vezes, foi eleito Presidente da República dos Estados Unidos?” Respondi a

meu pai que havia lido a sua biografia. Aí, papai perguntou-me: “Você conhece, meu filho, o Geraldo Carroceiro, aquele mulato forte, atarracado, de dentes brancos e sorriso franco, que transporta em sua carroça mercadorias da estação ferroviária de Vila Abernéssia para as lojas comerciais?” Respondi que era amigo dele. Meu pai continuou a falar-me: “Então, meu filho Pedrinho, estude. É preciso fazer sacrifícios para ser alguém na vida. Não fuja do ginásio, que, um dia, você será um homem realizado na vida para a alegria de seus pais. Na vida, a gente sobe a escada, de degrau a degrau, de baixo para cima. Não adianta subir de dois em dois, que a queda é certa e aí temos de recomeçar tudo de novo, afora os machucados sofridos na queda”. De repente, meu pai perguntou: “Você quer ser Abrahão Lincoln ou Geraldo Carroceiro?” O menino Pedrinho respondeu na hora: “Ah! Eu queria ser o Geraldo Carroceiro!” Tantas décadas se passaram da pergunta e da resposta, mas ambas permanecem intactas em minha memória: a terrível indagação de meu pai e a desconcertante resposta de seu filho.

Campos do Jordão São Paulo | Brasil

Av. Dr. Januário Miráglia, 2004 conjunto 4 Vila Abernéssia

Cep. 12.460-000

12 3664-3529 U S A M O S S O F T WA R E L I V R E

Fechamento desta Edição

26/9/2012 Periodicidade dessa Edição 26/6 a 10/10/2012 T i r a g e m

To t a l

Distribuição Gratuíta 10.000 exemplares Impresso por:

Grafica Rotativa ADCNEWS (12) 3021.4622 São José dos Campos - SP

Informativo O POVO Todas as matérias assinadas por colunistas, são de inteira responsabilidade de seus autores


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 15 PROJETOS DELIBERADOS NA 16ª SESSÃO ORDINÁRIA, REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.012. a) APROVADO em primeira discussão e votação: 1 - PROJETO DE LEI Nº 33/2012, de autoria do Executivo Municipal, que dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para elaboração e execução da Lei Orçamentária para o exercício financeiro de 2.013, e dá outras providências. b) APROVADO em única discussão e votação secreta: 1 – PROJETO DE LEI Nº 46/2012, de autoria do Vereador Sebastião Aparecido César Filho, que dispõe sobre denominação de logradouro público. Câmara Municipal de Campos do Jordão, 18 de setembro de 2.012. HAMILTON VICENTE FERREIRA Chefe de Gabinete da Presidência CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DO JORDÃO ESTADO DE SÃO PAULO Período de: 04/09/2012 à 17/09/2012 FILTRO ATIVO: PROCEDÊNCIA Procedência: 0695 – VEREADOR CARLOS FRANCISCO DA SILVA 1187/12 17/09/2012 PI Envio Solicito a Senhora Prefeita que determine ao setor competente que informe o motivo pelo qual não foram feitos estudos para promover o asfaltamento da Rua Armando Rodrigues da Costa na Vila Sodipe. 1190/12 17/09/2012 PI Envio Solicito a Senhora Prefeita que determine ao setor competente que informe em relação a Rua 9 no bairro Vila Siomara se existe prazo e projeto para levar até o final da rua iluminação pública. 1191/12 17/09/2012 PI Envio Solicito a Senhora Prefeita que determine ao setor competente que informe o motivo pelo qual não ter colocado os braços de iluminação na Rua Maria Nogueira Paixão no bairro Jardim Sumaré. 1192/12 17/09/2012 PI Envio Solicito a Senhora Prefeita que determine ao setor competente que informe se existe projetos para implantação e construção da Praça Pública no bairro do Matadouro. TOTAL DE DOCUMENTOS POR TIPO PI..........................PEDIDO DE INFORMAÇÃO............= 04 Procedência: 0673 – VEREADOR JOSÉ MATOS DA COSTA 1166/2012 04 /09/2012 IN Envio Solicito a Senhora Prefeita que determine ao setor competente que providencie uma lombada na Av. Dr. Adhemar de Barros próximo ao bar do Toninho. 1167/2012 04 /09/2012 IN Envio Solicito a Senhora Prefeita que determine ao setor competente que tome providencias devido aos buracos na Rua Dr. José Mestre na entrada do Jardim Europa. 1168/2012 04 /09/2012 IN Envio Solicito a Senhora Prefeita que determine ao setor competente que providencie que seja desentupido um bueiro na final da Rua Jacy Andreoli em Vil Nair. TOTAL DE DOCUMENTOS POR TIPO IN..........................INDICAÇÃO......................................= 03 Procedência: 0837 – VEREADOR PAULO FRANCISCO DOS SANTOS 1174/2012 11 /09/2012 PI Envio Solicito a Senhora Prefeita que determine ao setor competente que informe o motivo pelo qual não foram concluídas obras de asfaltamento da Rua Monte Olímpio no Bairro Monte Carlo. 1175/2012 11 /09/2012 PI Envio Solicito a Senhora Prefeita que determine ao setor competente que informe os motivos pelo qual não foram concluídas obras de recapeamento e de reparo no asfalto da Rua Carmencita Julien no bairro Monte Carlo. TOTAL DE DOCUMENTOS POR TIPO PI................................PEDIDO DE INFORMAÇÃO....................= 2

Editais de Casamento Vivian Ribeiro Prado, Escrevente Substituta do Oficial Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições Tutelas da Sede da Comarca de Campos do Jordão, faz saber que pretendem se casar: RUBENS DOS SANTOS, de nacionalidade Brasileira, solteiro, militar, nascido em Campos do Jordão - SP em 5/6/1984, residente na Rua Treze, 53, Vila Paulista Popular, Campos do Jordão - SP, filho de LUIZ RIBEIRO DOS SANTOS e IRATAN CIMADON DOS SANTOS e RENATA JOSIANE DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteira, atendente, nascida em Campos do Jordão - SP em 15/5/1985, residente na Rua José Marques Furtado, 50, Vila Jaguaribe, Campos do Jordão - SP, filha de JONAS JOSÉ DA SILVA e MARIA ALICE DA SILVA DIEGO OLIVEIRA DOS SANTOS, de nacionalidade Brasileira, solteiro, segurança, nascido em Campos do Jordão - SP em 15/2/1990, residente na Rua Benedito Pereira da Silva, 482, Jardim Floriano Pinheiro, Campos do Jordão - SP, filho de WAGNER JOSÉ DOS SANTOS e MARIA CLEOTIDES DE OLIVEIRA SANTOS e LAYSE DA SILVA PEREIRA, de nacionalidade Brasileira, solteira, do lar, nascida em Campos do Jordão - SP em 30/7/1994, residente na Avenida Doutor Adhemar de Barros, 1100, Vila Abernéssia, Campos do Jordão - SP, filha de REINALDO PEREIRA e LILIAN MARTINS DA SILVA PEREIRA EDSON TEIXEIRA DE CASTRO, de nacionalidade Brasileira, divorciado, recepcionista, nascido em Campos do Jordão - SP em 17/10/1971, residente na Rua Sebastião Aparecido Cesár, 447, Vila Sodipe, Campos do Jordão - SP, filho de ANTÔNIO TEIXEIRA DE CASTRO FILHO e MARIA JOSÉ TEIXEIRA DE CASTRO e DENISE MELO DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, divorciada, do lar, nascida em Campos do Jordão - SP em 2/7/1973, residente na Rua Sebastião Aparecido Cesár, 447,

Vila Sodipe, Campos do Jordão - SP, filha de LUIZ MENDES DA SILVA e MARIA HELENA MELO DA SILVA IGOR GRACIANO DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, técnico em informática, nascido em Uberaba - MG em 1/5/1980, residente na Rua Yota, 83, Vila Albertina, Campos do Jordão - SP, filho de EURÍPEDES GRACIANO DA SILVA e NEOCELÍ FÉLIX DA SILVA e ELAINE CRISTINA VAZ, de nacionalidade Brasileira, solteira, bancária, nascida em Campos do Jordão - SP em 20/9/1982, residente na Rua Maria Aparecida dos Santos, 150, Vila Albertina, Campos do Jordão - SP, filha de JOSÉ VAZ e MARIA ELENA BRITO VAZ MÁRCIO MONTEIRO DOS SANTOS, de nacionalidade Brasileira, solteiro, recepcionista, nascido em São Paulo - SP em 19/10/1968, residente na Rua da Maria, 40, Santa Cruz, Campos do Jordão - SP, filho de MANOEL MARTINS SANTOS e VICENTINA APPARECIDA MONTEIRO SANTOS e JANE ELISA DE OLIVEIRA, de nacionalidade Brasileira, solteira, garçonete, nascida em Campos do Jordão - SP em 28/9/1968, residente na Rua da Maria, 40, Santa Cruz, Campos do Jordão - SP, filha de CEZÁRIO LOPES DE OLIVEIRA e EXPEDITA MARIA DE OLIVEIRA JOSÉ ROBERTO CAMARGO, de nacionalidade Brasileira, divorciado, representante comercial, nascido em Igaraçú do Tietê - SP em 3/6/1965, residente na Rua Oscar da Matta, 291, Jardim Floriano Pinheiro, Campos do Jordão - SP, filho de FRANCISCO CAMARGO e DIVINA DAS CHAGAS CAMARGO e MARINA SÔNIA DE ANDRADE, de nacionalidade Brasileira, divorciada, doméstica, nascida em Campos do Jordão - SP em 10/7/1967, residente na Rua Oscar da Matta, 291, Jardim Floriano Pinheiro, Campos do Jordão - SP, filha de CARMO PEDRO DE ANDRADE e ORALINA PINTO DE ANDRADE JEFFERSON DOS SANTOS MARCONDES LEITE, de nacionalidade Brasileira, solteiro, professor, nascido em Pindamonhangaba - SP em 29/6/1986, residente na Rua Joaquim Galvão de França, 177, Vila Britânia, Campos do Jordão - SP, filho de ROBINSON LUIZ MARCONDES LEITE e VERA LÚCIA DOS SANTOS MARCONDES LEITE e PRISCILA RIBEIRO VIANA, de nacionalidade Brasileira, divorciada, professora, nascida em Delfim Moreira - MG em 21/12/1983, residente na Rua Joaquim Galvão de França, 177, Vila Britânia, Campos do Jordão - SP, filha de JOÃO BATISTA VIANA e ELZA MARIA RIBEIRO VIANA DAVID TEODORO DE SOUZA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, cozinheiro, nascido em Pindamonhangaba - SP em 14/11/1993, residente na Rua Pedra do Baú, sem número, Campista, Campos do Jordão - SP, filho de JOSÉ MAURÍCIO DE SOUZA e LUCÉLIA DE MATOS SOUZA e BRUNA APARECIDA PINTO DOMINGOS, de nacionalidade Brasileira, solteira, ajudante de cozinha, nascida em Campos do Jordão - SP em 8/6/1991, residente na Rua Pedra do Baú, sem número, Camista, Campos do Jordão - SP, filha de JOSÉ BENEDITO DOMINGOS e NEUSA MARIA PINTO DOMINGOS JOSÉ MARCOS JUSTINO BARBOSA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, vigilante, nascido em Monteiro Lobato - SP em 15/7/1970, residente na Rua Sabiá, 289, Vila Santo Antônio, Campos do Jordão - SP, filho de SEBASTIÃO JUSTINO BARBOSA e ALICE MARIA DE JESUS BARBOSA e MARIA HELENA DA SILVA RODRIGUES, de nacionalidade Brasileira, solteira, auxiliar de produção, nascida em Brasópolis - MG em 3/12/1976, residente na Viela da Garoa, 110, Brancas Nuvens, Campos do Jordão - SP, filha de JUSCELINO RODRIGUES DE SÁ e HELENA DA SILVA RODRIGUES FERNANDO DA SILVA SANTOS, de nacionalidade Brasileira, solteiro, taxista, nascido em Campos do Jordão - SP em 4/4/1987, residente na Rua Projetada quatrocento e três (403), 48, Vila Inglesa, Campos do Jordão - SP, filho de FERNANDO PEREIRA DOS SANTOS e ELIANA CUSTÓDIO DA SILVA SANTOS e MÔNICA RODRIGUES BENEDITO, de nacionalidade Brasileira, solteira, balconista, nascida em Campos do Jordão - SP em 29/7/1990, residente na Rua Araporã, 780, Vila Inglesa, Campos do Jordão - SP, filha de RINALDO ALVES BENEDITO e ROSA MARIA RODRIGUES BENEDITO ROBSON DONIZETTI RODRIGUES, de nacionalidade Brasileira, solteiro, pintor, nascido em Campos do Jordão - SP em 6/12/1990, residente na Rua Monte Pamir, 461, Monte Carlo, Campos do Jordão - SP, filho de CARLOS DONIZETTI RODRIGUES e ZILDA INÁCIO DE SOUZA RODRIGUES e CÁSSIA TENÓRIO GONÇALVES, de nacionalidade Brasileira, solteira, do lar, nascida em Campos do Jordão - SP em 18/11/1991, residente na Rua Monte Pamir, 461, Monte Carlo, Campos do Jordão - SP, filha de JOSÉ GONÇALVES e ROSANA APARECIDA TENÓRIO ROBSON OLIVEIRA DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, açougueiro, nascido em Campos do Jordão - SP em 2/2/1977, residente na Rua Amácio Mazzaropi, 477, Vila Paulista Popular, Campos do Jordão - SP, filho de ISAC PEREIRA DA SILVA e TEREZA BATISTA DA SILVA e NATÁLIA APARECIDA DE FARIA, de nacionalidade Brasileira, solteira, fisioterapeuta, nascida em Campos do Jordão - SP em 22/9/1984, residente na Rua Antônio Martinho Ferreira Filho, 70, Vila Nova, Campos do Jordão - SP, filha de SÍLVIO RODRIGUES DE FARIA e LENAMARA BUZATTO DE FARIA JOSIMAR CÉSAR RODRIGUES, de nacionalidade Brasileira, solteiro, carteiro, nascido em Campos do Jordão - SP em 13/5/1987, residente na Rua A, 285, Vila Rica, Campos do Jordão - SP, filho de JOSÉ BRÁZ RODRIGUES e MARIA LÁZARA DOS SANTOS RODRIGUES e PALOMA RIBEIRO DE SOUZA, de nacionalidade Brasileira, solteira, técnica em nutrição, nascida em Campos do Jordão - SP em 30/3/1987, residente na Rua Joaquim Ramos Nascimento, 37, Jardim Floriano Pinheiro, Campos do Jordão - SP, filha de JOSÉ INÁCIO DE SOUZA e SELMA LÚCIA RIBEIRO DE SOUZA DIOGO LEONEL DAS CHAGAS, de nacionalidade Brasileira, solteiro, contador, nascido em Taubaté - SP em 7/9/1985, residente na Rua Cantor Waldemar Roberto, 381, Jardim Márcia, Campos do Jordão - SP, filho de ELIEL JOSÉ DAS CHAGAS e LUCIANA DOS SANTOS ARLINDO CHAGAS e MIRIAN ALICE SANT´ANA, de nacionalidade Brasileira, solteira, funcionária pública municipal, nascida em São Paulo - SP em 23/12/1981, residente na Avenida Ademar de Barros, 805, Jardim Frei Orestes, Campos do Jordão - SP, filha de AUGUSTINHO HERMES SANT´ANA e MIRIAN DE MOURA PAES SANT´ANA

e ANA CAROLINA BARBOSA RAMOS, de nacionalidade Brasileira, solteira, empresária, nascida em São Paulo - SP em 15/1/1977, residente na Rua Carlos Alberto Bueno Neto, 340, Alto do Capivari, Campos do Jordão - SP, filha de RINALDO RORI DA SILVA RAMOS e SÍLVIA REGINA GUIMARÃES BARBOSA LUIZ HENRIQUE DE ANDRÉ NOUAILHETAS, de nacionalidade Brasileira, solteiro, empresário, nascido em São Paulo - SP em 27/12/1972, residente na Alameda Monte Carmelo, 405, Pedra do Fogo, Campos do Jordão - SP, filho de HERVÉ LOUIS HENRI NOUAILHETAS e MARISA AFONSO DE ANDRÉ NOUAILHETAS e KELLEN PETINATI, de nacionalidade Brasileira, solteira, biomédica, nascida em Santo André - SP em 8/8/1973, residente na Alameda Monte Carmelo, 405, Pedra do Fogo, Campos do Jordão - SP, filha de JOSÉ ROBERTO PETINATI e MÁRCIA REGINA TRAFANI PETINATI ROBSON TADEU PEREIRA DOS SANTOS, de nacionalidade Brasileira, solteiro, serralheiro, nascido em Campos do Jordão - SP em 6/10/1985, residente na Rua Maria Rita Moreira da Silva, 202, Jardim Guararema, Campos do Jordão - SP, filho de JOSÉ TADEU DOS SANTOS e MARILENE DOMINGUES PEREIRA DOS SANTOS e DANIELA DIAS MARTINI, de nacionalidade Brasileira, solteira, auxiliar de escritório, nascida em Campos do Jordão - SP em 14/1/1989, residente na Rua Eduardo Moreira da Cruz, 1975, Vale Encantado, Campos do Jordão - SP, filha de ANSELMO MARTINI e ÂNGELA MARIA DIAS MARCELINO FERREIRA DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, professor de educação física, nascido em Campos do Jordão - SP em 15/9/1972, residente na Rua João Lopes de Oliveira, 153, Vila Matilde, Campos do Jordão - SP, filho de EFRAIN CAETANO DA SILVA e MARIA LUIZA FERREIRA DA SILVA e MARILUCIA ALVES MUNIZ, de nacionalidade Brasileira, solteira, do lar, nascida em Campos do Jordão - SP em 29/4/1981, residente na Rua João Lopes de Oliveira, 153, Vila Matilde, Campos do Jordão - SP, filha de BRAZ ALVES MUNIZ e JOSELINA BATISTA MUNIZ FABRÍCIO DO ESPÍRITO SANTO, de nacionalidade Brasileira, solteiro, engenheiro agrônomo, nascido em Jacareí - SP em 8/3/1980, residente na Avenida Doutor Januário Miráglia, 1750, Apartamento 10, Abernéssia, Campos do Jordão - SP, filho de JOSÉ ROBERTO DO ESPÍRITO SANTO e MARIA DOMINGAS DO ESPÍRITO SANTO e PAULA VEIGA SALLES, de nacionalidade Brasileira, solteira, médica veterinária, nascida em São Paulo - SP em 14/7/1981, residente na Avenida Doutor Januário Miráglia, 1750, Apartamento 10, Abernéssia, Campos do Jordão - SP, filha de JOÃO BATISTA VEIGA SALLES FILHO e ELIANA BRESCANCINI VEIGA SALLES FRANCISCO RODRIGUES DE LIMA JÚNIOR, de nacionalidade Brasileira, solteiro, ajudante de cozinha, nascido em São Bento do Sapucaí - SP em 27/2/1986, residente na Rua Rolf Rabe, 127, Vila Capivari, Campos do Jordão - SP, filho de FRANCISCO RODRIGUES DE LIMA e MARIA APARECIDA NUNES DE LIMA e BRUNA MARIA DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteira, caseira, nascida em Campos do Jordão - SP em 19/11/1987, residente na Rua Rolf Rabe, 127, Vila Capivari, Campos do Jordão - SP, filha de ORESTES ALENCAR DA SILVA e EDNA DA SILVA PAULO ANTENOR DE SOUZA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, aposentado, nascido em Campos do Jordão - SP em 18/12/1931, residente na Rua Paulo Rabello Dubieux, 740, Recanto Dubieux, Campos do Jordão - SP, filho de ANTENOR DE SOUZA e SYLVINA RIBEIRO DE SOUZA e AUREA CAVALCANTI DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteira, aposentada, nascida em Sertânia - PE em 22/5/1950, residente na Rua Paulo Rabello Dubieux, 740, Vila Dubieux, Campos do Jordão - SP, filha de e TEREZINHA CAVALCANTI LUIZ FELIPE DE SOUZA, de nacionalidade Brasileira, divorciado, pintor, nascido em Campos do Jordão - SP em 25/9/1988, residente na Rua Genko Sakani, 197, Brancas Nuvens, Campos do Jordão - SP, filho de LUIZ ACÁCCIO DE SOUZA e MARIA DE LOURDES DE OLIVEIRA SOUZA e ADRIANA HELENA GONÇALVES PINTO, de nacionalidade Brasileira, solteira, funcionária pública municipal, nascida em Itajubá - MG em 17/7/1984, residente na Rua da Acácias, 90, Vila Natal, Campos do Jordão - SP, filha de DOMINGOS TADEU PINTO e MARIA HELENA GONÇALVES PINTO RENATO JONATHAN DE LIMA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteiro, balconista, nascido em Campos do Jordão - SP em 26/10/1988, residente na Avenida Alto da Boa Vista, 1645, Alto da Boa Vista, Campos do Jordão - SP, filho de RENATO DA SILVA e EDILEUZA FERREIRA DE LIMA SILVA e FABIANA MILENA DA SILVA, de nacionalidade Brasileira, solteira, balconista, nascida em Campos do Jordão - SP em 27/9/1990, residente na Rua Cedro, 112, Jardim Embaixador, Campos do Jordão - SP, filha de JOSÉ PAULO DA SILVA e MÔNICA APARECIDA DA SILVA Se alguém souber de algum impedimento, deverá opor na forma da lei, em cartório, na Avenida Frei Orestes Girardi, 2169, loja 02, Abernéssia, Campos do Jordão - SP, telefone: (12) 3662-3386, www.registrocivilcamposdojordao.com -e-mail: oficial@registrocivilcamposdojordao.com

Contrata-se Farmacêutico

Deixe seu curriculo na unidade de Campos do Jordão ou envie por email: nadia.marin@terapeuticalelisan.com

Contrata-se Auxiliar Serviços Gerais (serviços de cozinha e limpeza) Mulher - Enviar curriculo para Caixa Postal 376 - Campos do Jordão

JOÃO ALBERTO TRALLI FILHO, de nacionalidade Brasileira, divorciado, empresário, nascido em São Paulo - SP em 24/6/1979, residente na Rua Carlos Alberto Bueno, 340, Alto do Capivari, Campos do Jordão - SP, filho de JOÃO ALBERTO TRALLI e IARA RIZZO TRALLI

EDITAL DE LEILÃO A Excelentíssima Dr.ª DENISE FERREIRA BARTOLOMUCCI, Juíza Titular da VARA DO TRABALHO DE PINDAMONHANGABA/ SP, FAZ SABER a quantos o presente virem ou dele tiverem conhecimento que no dia 17 (dezessete) de Outubro de 2012, a partir das 13h00min, na sede deste Fórum Trabalhista de PINDAMONHANGABA/SP na Rua Doutor Octávio Oscar Campello de Souza, 85 – Parque das Nações e/ou pelo endereço eletrônico www.hastapublicasp.com.br, será realizado LEILÃO, ficando nomeados para tanto os Srs. Leiloeiros Oficiais Euclides Maraschi Junior, Matr. 819 e/ou Marcelo Valland, Matr. 408; no qual serão levados a público pregão de venda e arrematação, nos termos do art. 888 – CLT, os seguintes bens penhorados nos autos a seguir relacionados: - Processo nº: 0068700-28.2008.5.15.0059 CartPrec RECTE: Celso de Jesus Garcia RECDO: Advanced Manufacturing Systems Ltda. Valor da Dívida: R$ 8.370,59 (até 30/09/2012) Depositário: Jorge Szanto de Toledo (Sócio) Localização do Bem: Campos do Jordão-SP Bem(ns): 1) LOTE de nº 13 da quadra “E” do loteamento denominado “Vale Feliz, situado no lugar denominado Descansópolis, com área de 1.028,00 m2 com frente para a Avenida Cervantes, onde mede 42,00 metros do lado esquerdo com o lote nº 12, onde mede 42,00 metros do lado direito com o lote nº 14, onde mede 32,00 metros e nos fundos com os lotes nº 17 e 18 por uma linha quebrada, onde mede 32,00 metros + 5,00 metros. Imóvel registrado no Cartório de Registro de Imóveis de Campos do Jordão conforme R/3 da matrícula nº 2.486 de 26/01.1978 avaliado por R$ 7.000,00 em 28/05/2008; 2) LOTE de nº 14 da quadra “E” do loteamento denominado “Vale Feliz, situado no lugar denominado Descansópolis, com área de 1.054,00 m2 com frente para a Avenida Cervantes, onde mede 37,00 metros do lado direito confronta com o terreno da vendedora, onde mede 39,00 metros, do lado esquerdo confronta com o lote nº 13, onde mede 32,00 metros e nos fundos com os lotes nº 16 e 17 onde mede 39,00 metros. Imóvel registrado no Cartório de Registro de Imóveis de Campos do Jordão conforme R/3 da matrícula nº 2.487 de 26/01.1978 avaliado por R$ 7.000,00 em 28/05/2008; Total da Avaliação: R$ 14.000,00.(Quatorze mil reais) - Processo nº: 0114700-91.2005.5.15.0059 CartPrec (Vara Itinerante de Campos do Jordão) RECTE: Reginaldo Rodrigues de Camargo RECDO: Horácio Pina do Nascimento - Espólio Valor da Dívida: R$ 106.087,71 (até 01/10/2012) Depositário: Adriane Campomar do Nascimento Localização do Bem: Fazenda Natal – Campos do Jordão-SP. Bem: Uma gleba de terras com área de 70.000,00 m2 (setenta mil metros quadrados) situada na Fazenda Natal, assim descrita: começa no marco 88-B na confluência das terras de propriedade da Cia. Brasileira de Colonização com as terras da mesma companhia; deste marco o perímetro segue com os rumos magnéticos – Junho 1970 – NW 74°59’ com distância de 140,64 metros até o marco 94-B situado à margem do Córrego Gaiola e desce este córrego com os seguintes rumos e distâncias: NW 26°10’x marco 95-B; NW 43°x 54,60 metros marco 96-C, deste marco o perímetro abandona o citado córrego e deflete à direita e segue com NE 8°01’ x240,72 metros até o marco 100-B, situado à margem do Córrego Barrado e deste marco o perímetro sobre o dito córrego com os seguintes rumos e distâncias: SE 70°20’x38,03 metros; marco 101-B SE 59°45’x79,75 metros; marco 103-B; NE 80°00’x40,73 metros; marco 104-B SE B; NE 89°02’x76,92 metros; marco 83-B, deste marco o perímetro deflete à direita e segue SW 11°34’x290,07 metros até o marco 88-B ponto de partida. DO marco 88-B ao marco 100-B o perímetro confronta com as terras de propriedade da citada Companhia. Do Marco 100-B ao marco 83-B o perímetro confronta com Petronilha Senne de Carvalho pelo Córrego do Barrado; do marco 83-B ao marco 88-B o perímetro confronta com terras da mesma Companhia. ÔNUS: na certidão de matrícula encartada aos autos, consta somente a AV.2/21245 – PENHORA – referente à presente demanda judicial Total da Avaliação: R$ 315.000,00 (trezentos e quinze mil reais) em 05/10/2005

Empresa do Ramo de Hotelaria Contrata: Barman - Garçom - Camareira - Jardineiro Ajudante de Manutenção - Ajudante de Cozinha Desejável vivência na área A empresa oferece: Assistência Médica, Cartão-alimentação, Vale-transporte e Restaurante no local. Local de trabalho: Rua Bento Cerqueira César nº 150 / Bairro: Capivari - Campos do Jordão Interessados, comparecer no dia 28/09/2012 – Sexta-Feira ás 14:00 hs, munido de documentos pessoais e currículo.

Depósito Camelo Precisa Balconista com experiência em material elétrico e hidraulico (12) 3664.2364 / 3664.2431 ou Av. Frei Orestes Girardi, 521 Abernéssia

AULAS DE INGLÊS

Professor particular [Pode ser no meu espaço ou em sua casa] MARQUE UMA ENTREVISTA PARA TRATARMOS DE VALOR, DIA E HORÁRIO PROFº GIOVANNI PORTO MARRA

(12) 3663.1330/8230.0366

PECHINCHA DIA : 07/10/12 LOCAL: Rua Dr. Luis Carlos Pinotti nº 188 – VILA SODIPE PEÇAS Á PARTIR DE R$ 1,00


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 14

Ênfase em música Diogo Pena

Musica

Clube da Esquina O Clube Da Esquina produziu um vasto repertório musical na década de 60, e deixou uma produção de referência no contexto da música popular brasileira, que ainda hoje soa atual. O grupo reunia os irmãos Bor-

ges, Marilton, Lô e Márcio, e Milton Nascimento. Á “formação” inicial foram logo sendo agregados mais amigos como Wagner Tiso, o grande guitarrista Toninho Horta, Tavinho Moura, Flavio Venturini, Beto Guedes, Fernando Brant, Ronaldo Bastos. A história começa na esquina da Rua Divinópolis com a Rua Paraisópolis, no bairro de Santa Teresa, onde Milton e os irmãos Borges se conheceram. O nome do álbum surgiu de tanto à mãe dos Borges perguntar dos filhos, e ouvir a mesma resposta: “Estão lá na esquina, tocando. “ O nome “clube” vem também da forma como trabalhavam onde todos se ajudavam contribuindo com idéias, e a música era o resultado de varias influências musicais e pessoais que Milton Nascimento centralizava atribuindo ao Clube da Esquina

um caráter de unidade na diversidade.. O álbum Clube da Esquina nº 1 (1972) foi um álbum divisor de águas na música popular brasileira, é um disco explicitamente coletivo, onde os músicos atuam não só no seu instrumento principal, mas também na percussão, vocais e outros, sintetizando as características específicas do grupo. Na capa trazia apenas a foto de dois meninos, um negro e um branco, o álbum trouxe inovações harmônicas e rítmicas para a época, apresentou ao país uma música onde se agregava Erudito, Bossa Nova, Beatles, Toadas, Congadas, Choro, Jazz, Folias de Reis e Rock progressivo, etc. Tudo isso com diferentes referências culturais dos integrantes como: o cinema de Truffaut, filosofia existencialista de Sartre, a literatura beat-

A cozinha e seus encantos Alice Candido Franco

Chefe de Cozinha

A Cozinha e seus encantos Grande personalidade da metade do século XX, José Bento Monteiro Lobato, deixou sua marca na vida do país e cativou gerações de leitores graças ás histórias que se passavam no mundo encantado do Sitio do Pica-pau Amarelo. Monteiro Lobato delineou o

imaginário e ajudou a moldar a chamada identidade nacional, neste contexto ele era a voz do interior que buscava o gostinho das raízes, a comidinha caipira que aparece sempre em seus textos descrevendo a cozinha da tia Anastácia, onde só de ler parece que a gente sentia o cheirinho das guloseimas que ela preparava. Monteiro Lobato tinha uma casa em Campos do Jordão onde passou uma fase muito difícil de sua vida, foi quando perdeu seu filho Guilherme, que morreu de tuberculose, mas ele tinha um grande carinho pela cidade, e fotografou muitas paisagens da cidade. Que pena! Mas a casa onde morou foi demolida, a cultura de um povo está totalmente

nik, a cultura cigana, e estilo de vida do interior mineiro. Resultando numa música original, e homogenia e de grande força poética. Canções como Nuvem Cigana, O Trem Azul ( regravada por Tom Jobim ) , Tudo Que Você Poderia Ser , Nada Será Como Antes, Cais, Paisagem na Janela etc., integram este álbum antológico da música popular brasileira, de audição obrigatória para qualquer amante de boa música. Milton Nascimento lançou o álbum Clube da Esquina nº 2 em 1978, reunindo os integrantes originais e alguns novos integrantes. Com canções como Maria Maria, Nascente, Tanto, Reis e Rainhas do Maracatu, O que foi feito deverá (com participação de Elis Regina). Em 2012 O Clube Da Esquina completa 40 anos. E é lembrado

com uma serie de lançamentos que vai desde disco instrumental a até gibis!! Marcio Borges, autor dos Sonhos não Envelhecem (1996 Histórias do Clube da Esquina), que agora sai em edição de luxo e deve virar filme, também tem planos para um museu para o Clube da Esquina. O som do Clube da Esquina influenciou centenas de grandes músicos no mundo inteiro, nomes como: Pat Metheny, Elis Regina. Wayne Shorter, etc. Ou seja, a importância do Clube da Esquina na história da música popular brasileira e mundial, é inestimável. Diogo Pena é musico e professor de ARTE fundador e guitarrista da banda “THE FREEDOM GROUP”, Seu e-mail é diogopenna@yahoo.com.br

Foto: site purezinha/aut.

ligado a sua história, por isso a importância de se preservar as raízes. Receita tirada do caderno de Dona Purezinha, mulher de Monteiro Lobato. Biscoito de coco ½ kg de farinha de trigo 150 g de açúcar 125 g de manteiga 1 coco ralado 2 ovos 1 colher de fermento em pó Modo de preparo Misture os ovos com o açúcar e a manteiga, quando estiver uma mistura homogênea, acrescente, o coco, a farinha e o fermento. Amasse bem, faça as bolinhas e coloque em uma assadeira untada e enfarinhada, asse em forno quente até dourar.

Vendo Restaurante

Montado com 50 lugares, estacionamento e fácil possibilidade de ampliação em Abernéssia. Rua Pereira Barreto, 67. Subida da SEA Almoço self service e Pizzaria de noite.

CNPJ 16.180.826/0001-10 CNPJ Jornal 10.783.859/0001-78 Valor: R$ 300,00

Fernando: (12) 9781.3118

Apoio Cultural: O POVO - Jornal de Verdade


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 3

Viva o Tatú Heródoto Barbeiro Especial para O POVO

Personagens da fauna brasileira habitam a obra de Monteiro Lobato. O pai da Emília, Narizinho, Dona Benta, do Visconde de Sabugosa e outros personagens, foi chamado às falas no Supremo

Tribunal Federal. À primeira vista foi um rebuliço no sítio do Pica Pau Amarelo. Quem diria, disse Dona Benta, um ex juiz, empresário, escritor nacional e internacionalmente conhecido se misturar com aquela gente que diz que pegou dinheiro para pagar dívida de campanha, mas que todo mundo sabe que puseram parte do dinheiro no bolso. Onde já se viu? Seu Lobato!!!! O pobre homem não é réu do mensalão. Ufa!!. Ele é acusado por uma associação de advogados de ser... racista!!!! O clima no sítio mudou quando se soube da verdadeira causa da ida do Seu Lobato para enfrentar cara a cara um homem de uma toga caríssima. Alguns moradores do Sítio do Pica Pau Amarelo quiseram sair em passeata, fechar a Praça dos Três

Poderes em Brasília, convocar as crianças de todas as cores e cabelos para apoiar o Monteiro Lobato. Racista? Devem estar brincando. O tatu do sítio também se revoltou. Mas por outro motivo. Ninguém o consultou como cidadão (no sítio os tatus tem cidadania), quando escolheram o mascote da copa do mundo. Os cartolas decidiram pelo tatu bola. Logo o tatu bola? Poderia ser a capivara, a onça pintada, a ararinha azul, a cobra coral e uma porção de outros bichos. É, mas o tatu bola está ameaçado de extinção. Muitos outros estão. Menos no Sítio do Pica Pau Amarelo, onde a única espingarda existente é a do Narizinho, e só atira rolha. Os marqueteiros do futebol já convocaram o tatu bola para uma

sessão de fotos, dar autógrafos. Vai virar celebridade. Por que não o tatu galinha e outros tantos tatus de respeito e brilho que existem no mato? Foram chamar logo, o bola? Será que tem alguma coisa a ver com o futebol? Inconformado, com as más noticias processaram o Seu Lobato e escolheram o bola. O tatu do sítio está patrocinando uma campanha para mudar o mascote da copa, e pediu o apoio deste jornalista. Segundo ele, há outro bicho, muito mais adequando para representar não só os cartolas, mas uma parte da população do país, principalmente os que detêm o poder. É um animalzinho que existe ao longo de toda costa brasileira, todo mundo conhece. É a alegria dos pescadores

que o capturam na areia e o utilizam como isca. O candidato é parente do camarão, mas na cabeça tem areia. É um crustáceo. O candidato do inconformado tatu é o Corrupto. Em tempo, é o nome dele e não sua profissão. Segundo o tatu, nos estádios quando o torcedor gritar para os cartolas e personalidades convidadas para a tribuna de honra: Corrupto!!!! Ninguém vai se ofender uma vez que estarão homenageando o mascote da copa do mundo. Se a campanha vai pegar ninguém no Sítio do Pica Pau Amarelo sabe. Mas o tatu já aparece no horário eleitoral com a placa: Vote Corrupto. Heródoto Barbeiro - escritor e jornalista da RecordNewsTV

18h30min, me impressionei com a quantidade de veículos vindos de ambos os lados da pista. Por se tratar de uma sexta-feira, fiquei feliz com o movimento e pensei: “a cidade está cheia”. Afinal, o trânsito se estendia até quase o Jaguaribe. A questão é que, ao chegar ao Capivari, fiquei surpreso ao ver que as ruas estavam vazias, idem as lojas e os restaurantes. Pouquíssimos turistas. Logo, não foi difícil concluir que o movimento que vi quando saí de casa não era de visitantes que chegavam, e sim de jordanenses que se locomoviam pela Cidade. Não estou falando nenhuma novidade. Não deve haver cidadão que viva nesta Cidade que não tenha reparado no absurdo que está se tornando nosso trânsito. Ainda que tenhamos o excelente hábito de respeitar a faixa de pedestres, só isso ainda é muito pouco. Mesmo porque, além de haver inúmeros pedestres que não respeitam a referida faixa há ainda os que, ao invés de atravessar, preferem desfilar sobre ela. E há várias – e excelentes- faixas de pedestres em nossas ruas. Convencionou-se que não é obrigatório o uso da seta para conversões. Ou seja, o motorista que vem logo atrás fica obrigado a desenvolver

sua capacidade de adivinhação. Se houver uma colisão, a culpa não é de quem não acionou a seta, e sim do outro, que não previu que haveria uma conversão à sua frente. Caminhões pela esquerda, no meio da avenida principal, a qualquer hora do dia. Com frequência, mais de um na mesma via, ao mesmo tempo, em velocidade claramente acima do ideal. Quem estiver na calçada deve se segurar, senão cai tamanho o impacto dos gigantescos veículos de carga sobre a malha viária. Ciclistas fora da ciclovia (ocupadas por pedestres) transitando na contramão, trocando de faixa sem ao menos sinalizar ou mesmo verificar quem vem atrás. Filas duplas e triplas, ultrapassagens pela direita, carros lentos na esquerda, outros transitando com o pisca alerta acionado, com os faróis apagados, estacionados em locais exclusivos para idosos ou portadores de necessidades especiais, sobre as calçadas, obrigando crianças, idosos e carrinhos de bebê a transitar pelo meio da rua. A buzina, ao invés de ser utilizada para prevenir acidentes, serve para cumprimentar amigos e conhecidos. Pais de família são arrancados de dentro de seus carros e espanca-

dos na frente dos filhos pequenos por “lutadores” destemperados e irritadinhos. As pessoas se xingam, se ofendem, apontam os dedos, se ameaçam, se desrespeitam e seguem em frente, pouco ligando se este ato estragará ou não o dia dos outros. Porque sim, ainda há gente que se aborrece ao ser ofendido sem motivo aparente. Em um quadro como este, é evidente que aumente o número de acidentes, e consequentemente de mortos e feridos. Os exemplos, infelizmente, são inúmeros – tudo porque falta rua pra tanto carro. E o que mais incomoda é saber que o poder público, que é quem deveria resolver os problemas da Cidade, mais uma vez dá uma demonstração de indiferença e pouco-caso.

Outra má notícia: salvo engano, não há entre os candidatos a prefeito nenhum projeto de solução para este problema, assim como parece não haver também para a saúde, para a educação, a cultura, para a segurança. As “propostas” que ouvi, tanto nos programas de rádio quanto nos próprios debates realizados, não passam de mera retórica e jogo de palavras vazias, o que é típico de períodos eleitorais como este em que estamos vivendo. Se, sou pessimista? Creio que não. Só não consigo enxergar, talvez até por desconhecimento técnico, alguma proposta plausível a curto prazo para que jordanenses e turistas voltem a usufruir de um trânsito mais humano, mais equilibrado e menos caótico. Acho que não é pedir demais. benilsontoniolo@bol.com.br

Trânsito: a nova tortura jordanense Benilson Toniolo Educação

A cada quinze dias, dezenas de novos condutores de motocicletas e automóveis são lançados nas ruas da Cidade. Acrescentem-se a isso as facilidades encontradas hoje em dia para aquisição de veículos, a tão celebrada ascensão da chamada “classe média” e a inércia do poder público em procurar alternativas para escoar tantos veículos novos adquiridos por condutores novos e velhos. E pronto: está armado um dos maiores transtornos do dia-adia do jordanense - o trânsito. Recentemente, ao me dirigir ao Capivari para o lançamento do meu último livro, saí da Vila Albertina e, entrando na avenida, por volta de

DECORAÇÕES

Foto: DER

PERSIANAS

P R O M A Ç Ã O S E M I . P. I . E C O M D E S C O N T O - MÓVEIS ESTOFADOS - 20% DE DESC. - MÓVEIS FORA DE LINHA - ATÉ 40% DESC. - CORTINAS - ADQUIRA O TECIDO E ACESSÓRIOS E GANHE 50% DESCONTO NA CONFECÇÃO - CARPETE MADEIRA DESDE R$ 44,00 O M² - COLOCADO MÓVEIS - CORTINAS - CARPETES - PISO LAMINADO - REFORMA MÓVEIS ESTOFADOS Avenida Frei Orestes Girardi, 2071 - Jaguaribe (12) 3662.1212 CEP 12460-000 - Campos do Jordão - SP Email: decanabela@terra.com.br - home page: www.anabella.com.br


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 4

Propaganda eleitoral com Papai Noel dos outros

Henrique Leandro mostrando as propagandas no folheto do PPS celo Faria. Ajustamos o projeto e o orçamento e eu fui contratado pela Marcelo Faria-ME, nome fantasia Fema Produções. O POVO - Estamos falando daquela decoração com os Papai Noéis com roupas de veludo e barbas imitando as naturais que agradou a população e os turis-

contratamos também a decoração para a edição deste Natal de 2012. Não me pagaram integralmente a decoração de 2010. Ficaram me devendo R$210.000,00 (duzentos e dez mil reais) e fui sendo “enrolado” e ouvindo promessas “furadas” ao longo de quase um ano, culminando com

Foto: M.Conti

O POVO - O senhor foi o responsável pelas decorações do Natal Encantado em Campos do Jordão, apresentadas pela Prefeitura Municipal, nas edições de 2009 até 2011. Quem contratou o senhor? HL - No ano de 2009 fui “contratado” por uma grande empresa publicitária de São Paulo, sob condições muito estranhas, visto que já circulava aqui na cidade um folheto impresso pela Secretaria de Turismo que apresentava como a futura decoração de Natal o meu projeto integral, com minha assinatura, sem que eu sequer tivesse sido contratado pela publicitária em questão que nada me informou ao longo de quase três me-

Foto: M.Conti

Para falar sobre decorações de Natal, recebemos em nossa redação a presença do arquiteto e decorador Henrique Leandro. Acompanhado de seu advogado Dr. Marcos Galassi fomos surpreendidos com informações, no mínimo, perturbadoras sobre as promoções do Natal Encantado em Campos do Jordão, que foram promovidas pela Prefeitura Municipal. O jornal O POVO, apresenta em primeira mão a entrevista com Henrique Leandro.

O Advogado Dr. Marcos Galassi e Henrique Leandro sendo entrevistados por O POVO ses. De ultima hora negociaram comigo a contratação de uma mínima parte do projeto a um custo de um quarto do meu orçamento apresentado e somente ao chegar em Campos do Jordão para montar a decoração é que eu soube da anterior apresentação integral do meu projeto para o comercio e a população da cidade. Foi uma tremenda “saia justa” porque eu era cobrado por populares para executar decorações que não eram de minha responsabilidade. Eu não tinha sido contratado para aquilo tudo. O responsável pela publicação inconsequente desapareceu de circulação. O POVO - Quem foi o responsável pela publicação inconsequente? HL - O Secretário de Turismo. O POVO - E quem o contratou nos anos seguintes? HL - Fui chamado para uma reunião em outra empresa de publicidade de São Paulo, com forte atuação aqui em Campos do Jordão, na qual se encontravam o Secretário de Turismo e o Sr. Mar-

tas. Esta decoração foi apresentada pela Prefeita Dra. Ana, com amplo destaque na imprensa local e forte apelo promocional, como uma realização da Prefeitura. Como é que o senhor foi contratado pela Fema? HL - Perguntem isso à Prefeita e ao Marcelo Faria. O POVO - E no Natal seguinte o senhor montou a decoração com os Soldadinhos de chumbo? O senhor foi contratado pela Fema ou pela Prefeitura? HL - Eu fui contratado pela Marcelo Faria-Fema. Na verdade Foto: Arquivo

esta contratação para duas edições, que consignava ao efetivo e pontual pagamento dos novos serviços um desconto automático do integral débito da Fema relativo a decoração de 2010. Em termos claros: Eu iria trabalhar duas vezes para receber o mesmo dinheiro e cumpre destacar que não se tratava de um valor acumulado. Pelo contrário, os novos orçamentos eram 25% mais baratos que o ano de 2010. Na verdade eu iria abrir mão de uma alta quantia, já ganha, para dinamizar o meu movimen-

to e recuperar o capital de giro que estava bastante afetado pelo não recebimento e por despesas extraordinárias com a confecção dos arcos metálicos que plantei nas ruas da cidade. O POVO - Estes arcos verdes de mobiliário urbano que estão na Abernéssia e no Capivari? Quem pagou estes arcos? HL - Ninguém pagou! Estes arcos metálicos são meus. Eu os fiz com o meu dinheiro e os utilizei para viabilizar uma decoração mais consistente na Abernéssia no atendimento de pedidos do Secretário de Turismo, que pretendia dar uma maior atenção para a população desta parte da cidade. E depois não pude removê-los de imediato pela pendência do dinheiro que eu não recebi e pela “reforma contratual” que obrigaria a permanência dos mesmos, nas ruas da cidade, até o dia 06 de Janeiro de 2013. A Fema ficou responsável pela guarda e zelo deste meu material, mas na verdade eu continuo gastando dinheiro com a pintura, preservação e iluminação destes arcos. E agora terei que removê-los integralmente. Terei novas e grandes despesas. O POVO - Não entendemos. O senhor esta informando que os arcos metálicos não são da Prefeitura e que vai retirar os arcos em breve? E a nova decoração de Natal não utilizará os arcos? HL - Estou informando que vou retirar os meus arcos metálicos das ruas pouco antes do Natal. Estou informando mais que isso. Estou informando que ainda não recebi o pagamento integral da decoração de 2010. Estou tomando um calote de R$210.000,00 há já quase dois anos. Não aplicamos a cláusula da bonificação deste valor porque também não recebi o pagamento da decoração de 2011. Tomei um novo calote na ordem de R$250.000,00 na decoração de 2011 e estou ouvindo promessas inconsistentes e protelatórias desde Fevereiro deste ano. E estou informando mas, não vou fazer a decoração de Natal de 2012. Ingressei com a execução judicial do meu contrato com a Marcelo Faria-Fema no Fórum Central da Comarca de São Paulo. Dependendo do desenvolvimento deste processo, a própria situação de uma decoração neste Natal 2012 nas ruas e praças de Campos do Jordão, ficará sub judice e fatalmente o comercio irá perder muito com isso. A população também. Eu já estou perdendo. Aliás, só eu é quem está perdendo até agora. Eu trabalhei muito, gastei meu dinheiro que também não é muito, me empenhei muitíssimo, cumpri energicamente com minhas obrigações, paguei religiosamente cada centavo despendido com meus fornecedores de material e mão de obra em Campos do Jordão e, no entanto, não sou candidato a nada, não estou me promovendo para nada, não estou desfilando em carros importados,

não estou escondendo da população e do comércio a verdade conspurcada, e não estou blindando a imagem de ninguém. Fui obrigado a tomar providencias, as mais enérgicas e extremas, porém sempre no exercício legal de meus direitos. O POVO - O senhor está informando que a Marcelo Faria-Fema está lhe devendo R$210.000,00 desde Janeiro de 2010, por conta da decoração com os Papai Noéis que a prefeita apresentou como uma destacada realização da prefeitura? HL - Na verdade este valor já está acumulado dos índices previstos em contrato. É muito mais que isso. O POVO - E o senhor está informando que a Marcelo FariaFema está lhe devendo mais R$250.000,00 desde Fevereiro de 2011, por conta da decoração com os Soldadinhos de Chumbo que a prefeita também apresentou como outra destacada realização da prefeitura? HL - Está devendo, sim, este valor mais a correção com os índices previstos. Convém observar que na campanha política da senhora Prefeita, estão sendo distribuídas cartilhas do PPS. evidentemente, para a sua promoção, com destaque em página inteira desta decoração com os Soldadinhos de chumbo no Natal Encantado em 2011. O POVO - E o que a Marcelo Faria – Fema justificou sobre estas cartilhas? HL - Quando me manifestei em contrário, um dos sócios de fato da Fema, fez altos elogios à minha mãe, ao meu nascimento, e me mandou praticar sexo não recomendável para homens da minha estirpe. O sujeito é valentão! O POVO - O senhor acredita que a Prefeita está ciente destas informações que está apresentando ao jornal O POVO? HL - Não é o caso de acreditar ou não. Nada sei sobre a senhora Prefeita e não me surpreenderia caso ela pouco soubesse a respeito. O marido dela sabe de tudo. O POVO - E o senhor acredita que ele poderá auxiliá-lo de alguma forma? HL - Não! Na verdade não é a mim que ele deve, ou não, ajudar. Eu só acredito na Justiça. O POVO - Finalmente, o senhor se incomoda de informar o valor total pleiteado na execução judicial do seu contrato com a Marcelo Faria-Fema? HL - Pouco mais de R$1.400.000,00 (Um Milhão e Quatrocentos Mil Reais). O POVO - Agradecemos ter nos concedido essa entrevista bastante esclarecedora. Veja fotos de alguns dos documentos apresentados pelo Sr. Henrique e seu Advogado na página seguinte.


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 13

Missa para os Candidatos à próxima eleição No último domingo, [23] após prévia divulgação feita pela Igreja Católica de Campos do Jordão, foi realizada uma Missa aos Candidatos que concorrem aos cargos de Prefeito e Vereador nas próximas eleições. Na Missa, com a Igreja de São Benedito, em Capivari, lotada, o Padre Batista pediu para que to-

dos os Candidatos ficassem em pé e cumprimentou a todos pela presença. Disse ele também que “é hora de se fazer alguma coisa pelo nosso povo, um povo sofrido e que tem sido massacrado nesses anos”. Outro destaque importante falado pelo Padre Batista se relaciona a “uma certa paz” que ocorre

nessa eleição, sem muitas acusações e desavenças entre os candidatos. Após a celebração da Missa, o Padre Batista chamou os Candidatos para que fossem até o altar e ali cedeu o microfone para que cada um deixasse sua mensagem aos presentes. Entre os candidatos para o Executivo só não estavam o Candidato do PRTB, Sr. José Ribeiro e a atual Prefeita que é Candidata à reeleição, Sra. Ana Cristina do PPS. No final, todos os Candidatos se cumprimentaram desejando sorte aos seus oponentes.

Ivo e Esposa

Fred com Esposa Rodrigo com as filhas e Esposa

Duda com Pastor Jesus

Armênio [direita]

Srs. Políticos - Chega de som alto Nessa terça feira [25] o Promotor Eleitoral de Campos do Jordão Dr. Jamil Luiz Simon, convocou Candidatos que concorrem ao cargo de vereador e prefeito para uma reunião no Fórum. Com ele estavam presentes o Sub Comandante da Policia Militar, 1º Tenente Casado, bem como o Secretário de Meio Ambiente, Sr. Claudio Sirin. O Secretario estava em porte de um Decibelímetro [aparelho que mede os decibéis, ou seja o volume sonoro ambiente]. “Hoje mesmo, andando nas proximidades do Banco do Brasil, flagrei 3 veículos de propaganda política com o nível sonoro muitíssimo acima do permitido... 2 desses veículos eram do Candidato Ivo Eventos e 1 outro era do Candidato Matos” - disse o Promotor. Segundo ele os níveis estipulados por lei pelo TRE são de no máximo 60 decibéis no Centro da cidade e de 55 decibéis nos bairros residenciais e conforme amostragem do decibelímetro em posse do Secretário Sirin, só

o nível de altura da voz em que o Promotor conversava com os presentes era de aproximadamente 50 decibéis. “Esse é um crime passível de pagamento de cestas básicas [por exemplo] e eu vou começar a praticar essas multas. A população não está gostando disso que vocês estão fazendo. Pedi para que a PM flagre esses veículos e que numa primeira abordagem seja retirado o aparelho de som do veículo... numa segunda abordagem, o próprio veículo deverá ficar retido e a multa será aplica-

da” - disse o Promotor. Segundo o 1º Tenente Casado, “temos obrigação de seguir aquilo que o Dr. Promotor nos pede e colocaremos à partir de agora nosso efetivo para verificar aqueles que estão fora da lei”. O Promotor elogiou muito a atitude do PCdoB que usa de bicicletas com bandeiras para fazer sua propaganda política. Se essa moda pegar, ufa, estaremos livres de mais desse “transtorno político”. Fotos: M.Conti

Reunião do Promotor [destaque] com os candidatos Abertura e encerramento de empresas Assessoria a associaçãos e condominios Recursos Humanos Contabilidade Escrita Fiscal

Av. Brig. Jordão, 498 Abernéssia - Campos do Jordão - SP 12. 36624022 / 3664.2512 / 3664.2334

contato@escriroriodecontabilidade.com

-

www.escritoriodecontabilidade.com

Matos

Redação Fotos: M.Conti


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 8

Retrospectiva dos atos do Executivo [Prefeitura]

Faltando 12 dias para escolhermos aquele(a) que vai conduzir muitos dos interesses da população, O POVO cumprindo seu papel de escrever a história para que a mesma seja sempre lembrada, volta a publicar tudo aquilo de mais importante que aconteceu [ou não] na gestão atual. Passados 5 meses da posse de Ana Cristina Machado Cesar, as reclamações começaram. Os moradores dos Bairros no entorno do Lixão [Santa Cruz] reclamavam então de ratos que se proliferavam por todos os lados e um mau cheiro insuportável, principalmente nos dias de calor. O POVO atendendo a população publicou a matéria em nosso jornal nº 1 o qual deu uma repercussão imediata entre as autoridades. A Defasagem salarial dos Funcionários Públicos Municipais foi tema polêmico no início dessa gestão. Altos salários para “cargos de confiança” pareciam um pesadelo àqueles que há anos esperavam por um aumento. Alem do mais, muitos desses funcionários começaram a reclamar da quantidade de “cargos de confiança e secretários” que nem sequer moravam em Campos do Jordão. Em julho de 2009, a Nutricionista Técnica no setor de Alimentação Educacional foi dispensada e começaram a chegar reclamações sobre a qualidade dessa merenda servida às crianças. Nesse mesmo mês, taxistas reclamavam do excesso de fiscalização do DSV bem como das multas aplicadas. As reclamações dos serviços prestados no PS começaram a se avolumar bem como buracos e a falta de conservação dos pontos de ônibus. Comerciantes do Mercado Municipal reclamavam do início das obras naquele local bem no início da temporada. Em agosto de 2009 aconteceu o julgamento da Prefeita Municipal e o então Secretário de Administração Wagner Sant’Anna [o qual apoiava Dr. Edgard para a eleição 2012 e esse, impugnado, apoia agora o Candidato Fred] ante as reclamações de uma funcionária publica que se dizia perseguida por essa gestão uma vez ter ocupado cargo na gestão anterior. Em setembro, autoridades da Secretaria de Bem Estar, Policias e Justiça, fizeram um arrastão pela cidade para coibir a venda de bebidas alcoólicas para menores. No final de setembro de 2009 o então Vereador Arlindo Branco [base de apoio a atual Prefeita] tentou censurar a imprensa e O POVO uma vez que o mesmo foi citado em edições anteriores. Numa das edições de outubro de 2009 noticiamos a possível condenação da Prefeita Ana Cristina por problemas relacionados a atuações consideradas erradas pela justiça quando Secretária de Saúde no Governo de Lélio Gomes. Essa constatação da justiça foi deferida e a atual Prefeita [há alguns dias atrás] entrou na justiça com uma liminar para

Foto: M.Conti

Centro de Treinamento nos dias de hoje - Obras paradas suspender os efeitos dessa condenação onde ela foi dispensada dos serviços públicos, uma vez que isso poderia prejudicá-la em sua atual campanha a reeleição. Até o fechamento dessa edição esse caso ainda está em verificação por uma 2ª instância. A Ecopav - Empresa Coletora de lixo começou a atuar em Campos do Jordão e até alguns meses atrás ainda atuava e só recebia elogios da população. Não se sabe ao certo quais os motivos da troca dessa empresa por outra no mês passado. Nesse mesmo mês o Pastor Benedito [hoje candidato a viceprefeito na chapa do vereador Ivo] enalteceu os trabalhos e ajuda da Prefeita Dra. Ana quando ele dirigia a Casa de Recuperação de Alcoólatras Nova Vida. Em novembro de 2009 foi noticiado pela 1ª vez o perigo de desmoronamento da encosta da Represa do Monte Carlo. Nenhuma ação foi feita pelos gestores. Nesse mês, o Pastor Valter [hoje candidato na coligação da atual Prefeita] reclamava do mau cheiro do lixão, da falta de caçambas para coleta de lixo e o mesmo estava naquela época realizando mutirões para limpar as margens do Rio Capivari. No final de novembro a Policia Civil flagrou um Funcionário Público que recebia propina de um comerciante. Esse caso acabou sendo abafado pela própria Prefeitura. Ao final do 1º ano dessa gestão, O POVO realizou uma pesquisa de satisfação e essa avaliação ficou entre ruim e péssimo. O ano de 2010 iniciou com a Prefeita viajando e o anuncio de uma nova Taxa do Lixo. A população em geral foi às ruas para reivindicar os valores cobrados. Ela foi suspensa. Em março de 2010 aconteceu um atentado no pátio de estacionamento da prefeitura onde diversos veículos foram totalmente destruídos. A imprensa nacional noticiou a falta de responsabilidade com

dinheiro público e mostrou em rede nacional o Centro de Treinamento de Alto Rendimento totalmente abandonado. Em março de 2010 o então Secretário de Administração Sr. Wagner Santana sofreu um assalto perto de sua casa. Em abril de 2010, implantada a Lei da Cidade Limpa, a Prefeitura autorizou uma Fábrica de Chocolates a colocar propagandas nos postes e no Portal da cidade sem licitação. A Zona Azul foi implantada pelo então Diretor do DSV e hoje candidato, Sr. Celso da Silva. Em 16 de abril de 2010 perdemos o nosso vice Prefeito Dr. Franklin. Em 19 de maio a Prefeita apresentou o Fan Park, um telão colocado no pátio do Bondinho para transmitir todos os jogos da Copa do Mundo de Futebol. Em 10 de junho os comerciantes estavam indignados com a ‘brusca’ retirada das placas de seus comércios em face a Lei da Cidade Limpa feita pelo Vereador e hoje candidato a reeleição Paulo Índio. Em junho ainda, as passagens de ônibus aumentaram de R$ 2,20 para R$ 2,45. Em julho de 2010 noticiamos a austeridade com que a Polícia Militar abordava Jordanenses durante a temporada. No final de julho a Prefeita foi almoçar com aqueles moradores retirados do Monte Carlo

e começaram as suas casas no Céu Azul. Até hoje aquilo não se desenvolveu e as pessoas dizem que a Prefeitura não cumpriu sua parte no mutirão. Passado 1 ano, os Comerciantes do Mercado Municipal estavam bastante insatisfeitos com as obras ainda em andamento só que em ‘passos de tartaruga’. Em 29 de setembro de 2010 a população reclamava muito da colocação de centenas de cavaletes com fotos de políticos candidatos a eleições para Deputados, Senadores e Presidente. Foram poucos os candidatos que conseguiram um número expressivo de votos em Campos do Jordão. Em 14 de outubro a Vila Albertina ganhou um Parque de Lazer. Ainda nesse mês, no Ginásio de Esporte recém-reinaugurado, uma atleta se feriu com uma farpa que penetrou em sua pele durante um jogo de futebol. Com o início da temporada de chuvas em setembro de 2010, uma árvore caiu sobre a casa onde funcionava a Secretaria do Bem Estar Social. Os destroços estão ali até os dias de hoje. O Secretário de Administração Wagner Santana se desentende e pede a demissão do cargo. Em dezembro de 2010 a Policia Militar inaugurou o sistema de monitoramento por câmeras. Ainda nesse mês a Secretaria de Educação constatou o desaparecimento dos computadores adquiridos na gestão anterior e que eram cedidos às crianças da 9ª série. Até hoje não se sabe qual o fim que deram nesses aparelhos. As obras na Igreja de Capivari foram embargadas em janeiro de 2011 Em 10 de fevereiro O POVO noticiou em Reclamações Gerais dois casos que persistiram durante muito tempo. Um deles se tratava do acesso ao Serra Azul [já noticiado anteriormente quando era uma pequena fenda na rua]. Nesse mês a rua e o acesso foram interditados uma vez que essa rua estava prestes a cair. Outra reclamação foi

Foto: Arquivo

O Secretário Caldeira mostrando onde seria o local do novo Receptivo de Turismo, hoje nada mais existe ali.

com o descaso no Cemitério Municipal. Em 31 de março de 2011, noticiamos uma reivindicação dos Professores para que fosse feito um Plano de Carreira para os mesmos. Em abril de 2011 o Ginásio Esportivo, fechado desde um acidente com uma atleta, foi reinaugurado. Na edição 46 de maio de 2011 publicamos que a Secretaria do Meio Ambiente estava fazendo corretamente a lição de casa. Praças, e canteiros estavam bem cuidados naquela época. Isso persiste até hoje. Ainda em julho de 2011, noticiamos a preocupação dos Servidores Públicos quanto a possível mudança do regime de trabalho dos mesmos. Também noticiamos a reinauguração do Pronto Socorro o qual estava em reforma desde que essa gestão assumiu. Nessa oportunidade o Chefe do Cerimonial da Prefeitura Sr. Helio Silva enalteceu os trabalhos feitos pela Prefeita e disse que “agora esse prédio está pronto para receber desde os atendimentos mais usuais como os clínicos, ortopédico e pediátrico, 24 horas por dia”. No final de julho, o Promotor Jamil Luiz Simon publicou uma carta em O POVO onde dizia que “a Prefeita agiu mal em não expor a verdade sobre a implantação da estação de esgoto...”. Em agosto noticiamos que 1 ano após ter sido interrompido o trafego para o Serra azul o mesmo havia sido aberto. Ainda em agosto, a assessoria de imprensa da Prefeitura enviou nota onde dizia que a Prefeitura havia recebido maquinários para recuperação de ruas. A Deputada Estadual Maria Lucia Amary esteve na redação de O POVO para falar sobre as verbas que havia conseguido para que a Prefeita reformasse o Posto de Saúde do Recanto Feliz. Naquela oportunidade ela esteve em nossa redação com o Sr. Nelson Maximino, ex Secretário da Dra. Ana e hoje um dos chefes de campanha do Candidato a Prefeito Fred. A Prefeita enviou a Câmara um projeto de lei, o qual foi aprovado e à partir desse a Prefeitura pode protestar judicialmente os devedores de impostos. O Secretário de Obras, Sr. Caldeira nos mostrou o projeto do Receptivo de Turismo no Portal [o qual já estava em obras]. Esse projeto foi abandonado e as obras em ruínas ficaram meses expostas ali. Hoje tudo foi retirado do local que continua


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 9 sendo um terreno vazio. Em setembro de 2011 a Prefeitura começou a recapear diversas ruas da cidade. Surgiram reclamações sobre a qualidade desse trabalho. Hoje, passados 10 meses, várias ruas já apresentam buracos novamente. Em janeiro de 2012 a Prefeitura começou a reformar Praças por toda cidade. Tanto Mercado Municipal como muitas dessas Praças estão inacabadas até hoje.

Nesse mesmo mês publicamos a decadência do Esporte Jordanense. O ano de 2012 está sendo mesmo bastante deficiente na questão de esportes. Em março de 2012, três CEI’s foram aprovadas na Câmara, mas a Prefeita entrou imediatamente com um pedido de suspensão e a Justiça deferiu esse pedido. Em maio de 2012 publicamos matéria sobre a falta de respeito no cemitério municipal. Pedras

retiradas das Praças foram ‘jogadas sobre jazigos’. Esse problema persiste. Em julho de 2012 os moradores do Céu Azul protestaram ante o descaso do acesso àquele bairro. Como podemos ver, a estratégia da atual gestão foi deixar para fazer tudo na última hora. No ano corrente, diversas obras foram iniciadas, todavia, sem material humano, quase todas estão pa-

radas ou mal acabadas. Numa reportagem ficaria maçante descrevermos mais ainda, do que foi descrito acima, mas assuntos importantes como, Fabrica de Multas, Rua Santo Sanches, Transtorno da Sabesp, Temporadas de Inverno fracas, DSV, faixas de pedestres, aumento do IPTU e tantos outros, ainda estão vivos na memória de nosso povo. Vale à pena comentar aqui que

foram inauguradas nesse período diversas obras como Escola da Vila Albertina, Delegacia de Policia em Capivari e outras [que foram iniciadas no Governo anterior] a nova Creche em frente ao Irene Lopes Sodré, inicio das obras no Centro de Eventos [ao lado do Ginásio Esportivo], reformas de Postos de Saúde e fechamento de tantos outros e reforma e inauguração do Centro de Especialidades.

Retrospectiva dos atos do Legislativo [Câmara Municipal]

Faltando 12 dias para escolhermos aqueles(as) que vão representar a população nos interesses populares e na verificação daquilo que é determinado pelo Executivo, O POVO cumprindo seu papel de escrever a história para que a mesma seja sempre lembrada, volta a publicar tudo aquilo de mais importante que aconteceu [ou não] nesses anos na Câmara Municipal. Nosso ano na Câmara Municipal teve início com uma enorme polêmica causada por comentários de leitores em nosso site sobre atuações da Vereadora Joaquina. A Vereadora nos chamou em seu gabinete e nos ‘intimou’ para que retirássemos tais comentários do site. Nossa resposta foi naquela data, a mesma dos dias de hoje, “nosso compromisso é para com o povo de Campos do Jordão e região”. Em setembro de 2009 o Vereador Ivo nos recebeu em seu gabinete e disse estar totalmente favorável à linha seguida pelo Jornal O POVO. “O caminho para soluções ante a população é esse, a imprensa colhe as reclamações e nós vereadores entramos com processos para tentar saná-los” disse o Vereador naquela época. Em dezembro de 2009 o Vereador Sebastião Cesar [ então, Presidente da Câmara] publicou uma carta em O POVO onde o mesmo repudiava “meias verdades” publicadas no Jornal Tribuna. Disse ele nessa carta que a matéria daquele jornal era podre e imprestável, alem de mal intencionada. A matéria publicada anteriormente falava sobre gastos abusivos na Câmara Municipal, onde o seu Presidente gastava irregularmente verbas de manutenção do pré-

Foto: Arquivo

dio. Em abril de 2010, O POVO pesquisou a popularidade da Câmara Municipal cujo Presidente na época era o Vereador e atual candidato Sebastião Cesar. Essa enquete demonstrou altíssimo nível de insatisfação popular com todos os Vereadores dessa gestão. Brincadeiras durante as sessões, não atendimento a pedidos populares e principalmente a falta de capacidade em não fiscalizar aquilo que era feito pelo Executivo foram as maiores re-

Conclusão Geral Diante os fatos publicados não só por este, mas por todos os outros Jornais e Revistas da Cidade, podemos concluir que essa, seguramente, não foi uma gestão que mereça destaque. Serviços gerais e obras se iniciaram tardiamente e até os dias de hoje, muitas delas, tanto antigas como novas estão inacabadas. Aquelas concluídas em sua maioria, ou foram iniciadas no Governo anterior ou tiveram suas verbas conseguidas nos anos que antecederam o governo Ana Cristina. Segundo uma propaganda em um catálogo distribuído essa semana com o título “Mais de 180 obras na cidade”, dizem que construíram Pronto Socorro [que foi reformado], pavimentação de ruas e avenidas [algumas], reforma do Mercado Municipal [parado desde o 1º ano dessa gestão], nova Delegacia [construída

na gestão anterior], turismo aquecido em todas as estações do ano [isso não ocorreu], construção de Escola na Vila Albertina [iniciada e quase completada na gestão anterior], Postos de Saúde abertos [outros fechados], Habitação com dignidade [projeto Céu Azul e outros estão

?

clamações. Em 12 de novembro de 2010 entrevistamos o Vereador Paulo da Sobriedade [candidato a reeleição] sobre a polêmica lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas em eventos públicos. Muita gente reclamou naquela época, uma vez acharem que ao invés de proibir, deveria ser feito um trabalho de fiscalização nessas festas não permitindo abusos. No Natal de 2010 a Prefeitura montou uma verdadeira fábrica de Natal no Centro de Eventos.

Com uma manobra espetacular articulada pelo Vereador Ivo, em dezembro de 2010 ele foi eleito Presidente da Câmara para a gestão 2011/2012. Em 14 de abril de 2011 noticiamos a votação polêmica de uma lei do Vereador e agora candidato a reeleição Paulo Indio onde dizia que ‘menores de idade não poderiam sair nas ruas após as 22:00 horas’. A Lei não passou. Em julho de 2011 noticiamos uma ‘briga’ entre o então Vereador Arlindo Branco e o Secretá-

parados], contenção das encostas do Rio [obra da Sabesp], enfim, grande parte desses projetos são ao menos duvidosos e seguramente , não vimos esses 180 projetos.

reclamações dos diversos cidadãos que foram a tribuna, apelo do comandante do Corpo de Bombeiros, dificuldades na Apae, Presidentes de Associações da Bairros, Professores, Presidentes de Ong’s e tantos outros que podemos dizer, nada [ou quase nada]foi conseguido ali. Projetos como o da reforma das Praças foram amplamente discutidos e chegaram a dizer que “iriam fazer uma intervenção naquelas obras” sem se lembrar ao menos que eles mesmos aprovaram por unanimidade tais projetos. O Vereador Zé Bia, nos 3 primeiros anos “líder do Governo na Câmara” voltou-se contra essa mesma gestão quando viu sua impopularidade crescer. O Vereador Paulo Índio [que foi autou da Lei da Cidade Limpa que prejudicou imensamente os comercian-

Quanto a Câmara Municipal, pouquíssimo se fez nesses anos. Leis como “quem doar sangue pode passar na frente de todos na fila dos Bancos” da Vereadora Joaquina, Lei da “Ficha Limpa Municipal” do Vereador Bonifário, o caso até hoje não bem explicado dos armários comprados pelo então Presidente da Casa, Vereador Sebastião Cesar, os problemas com Arlindo Branco, um “Concurso para admissão de novos Funcionários para a Câmara que nunca saiu do papel, além de uma falta de capacidade total para aprovarem ou não processos sejam eles enviados pelo Executivo, sejam

rio de Finanças da Prefeitura, Sr Jerson A. Ardachnikoff. Nesse mesmo mês, em uma sessão na Câmara Municipal, o Presidente da Casa Vereador Ivo Strass fez um discurso se mostrando bastante desfavorável a atuação da Prefeita. Nesse discurso ele falou sobre Educação, Veículos da Prefeitura e projetos enviados pelo Executivo, e que ele não tinha como votar à favor dos mesmos. Na edição de agosto de 2011 o Vereador Ivo Strass rasgou um jornal da Associação Comercial no qual relatava numa reportagem que “os Vereadores não fazem nada pelo Turismo”. Nessa mesma sessão, o Vereador Matos [agora candidato a Prefeito] defendeu a gestão anterior do ex Prefeito João Paulo Ismael quando seu colega também Vereador Zé Bia, desferiu farpas sobre as contas daquela gestão. Em setembro de 2011 a Câmara aprovou um projeto do executivo onde a Prefeitura passa à partir desse processar judicialmente os devedores de impostos. Em outubro de 2011 a Câmara definiu que “serão 13 Vereadores em 2013”. Finalmente, esse ano [2012], pouquíssimo aconteceu na Câmara Municipal.

tes da cidade]se afastou da Câmara e ‘assumiu’ o cargo de Adjunto do Sidec, todavia, nesse cargo, pouco apareceu e na sua volta, defendeu projetos do Executivo com unhas e dentes. No seu lugar na Câmara [durante o seu afastamento] ficou o suplente Vereador Ricardo Malaquias o qual também defendeu por várias vezes a atual gestão. É isso, Campos do Jordão não “saiu do lugar” nos últimos quatro anos e quem sabe, perdeu muito de sua popularidade e de seu glamour. Tudo aqui colocado já foi amplamente divulgado anteriormente em nossas páginas e não cabem mais explicações para aquilo que aconteceu nesses anos. “As páginas dos Jornais de hoje, serão as páginas dos livros de amanhã”.


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Buffet Estância Grill

Página 10

O Estância Grill vai até sua casa! Fazemos o churrasco onde você preferir com profissionais treinados na arte da carne.

*Eventos *Festas*Casamentos *Aniversários *Confraternizações

3662.3429

3664.4262 Rua Brigadeiro Jordão, 610 - Abernéssia - Campos do Jordão - SP

Av. Dr. Januário Miráglia, nº 2510 - Vl. Jaguaribe Campos do Jordão - SP - (12) 3662.3749

(12) 3662-3577 3662-6307 Rua Francisco de Castro 104 - loja 1 e 2 Vila Abernéssia - Campos do Jordão

TODAS AS PESSOAS SE PREPARAM PARA ALGO

Anuncie em

O POVO -

Jornal de Verdade (12) 3664.3529


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 7

A presença Lula e suas contradições Julio Darvas Analista Politico

O evoluir da vida brasileira é um constante de altos e baixos, e tem sempre personagens marcantes. Assim foi com Ademar de Barros, com Jânio Quadros, Assis Chataubrian, Juscelino, Tancredo Neves, cujos períodos e influência marcaram a nossa história e empolgaram a opinião pública. A atual presença

Lula é um reflexo da necessidade que o País sente em encontrar um líder carismático que nesse caso, teve influência importante, não só no campo político como em nosso momento econômico desse século XXI. Antes ainda, na velha república, com a polarização de apenas dois partidos em torno deles galvanizava a opinião pública. Mas isso é passado. Estamos em pleno alvorecer democrático destes últimos 20 anos os da redemocratização onde tanto as políticas como a economia flutuam por sua pouca solidez, principalmente na infraestrutura. Alguns nomes desta atual fase, como Collor, Itamar, Fernando Henrique, Lula e ainda Dilma, ficam e saem de foco, mas deixam marcas positivas e negativas. Vejam como a Presidenta Dilma abrindo agora em Nova Iorque a Assembleia das Nações Unidas [ONU] coloca o Brasil numa evidência mundial, fruto de uma

semente plantada por Osvaldo Aranha na criação, após a Guerra Mundial, deste órgão estabilizador da voz e da emergência política na era da globalização. Este é um privilégio dos governantes brasileiros sempre serem os inauguradores de cada reunião anual das quase duas centenas de países. Em 2003 metalúrgicos assumindo o poder precedido de postura e proposições raivosas dava a impressão que caminharíamos para o caos político e principalmente econômico. Surpresa geral. Lula manteve os fundamentos da busca e sustentabilidade econômica ao invés do calote pagou o FMI. Mesmo contrariando Fidel, seu ícone político, e também Hugo Chaves, não teve como não preservar a liberdade da imprensa e da multiplicidade de opiniões e tendências. Teve como mérito e garantia no segundo mandato reforçar conti-

sas Bahia [mais populares] não teriam a presença que hoje tem nas diversas camadas da população brasileira. Esse é um fato incontestável e positivo, mas nosso destino parece uma gangorra e agora estamos na fase deste tão denominado ‘mensalão’ que a presença Lula volta à tona num país perplexo desta face obscura e enigmática do que efetivamente ocorreu. A existência do terceiro poder, em Brasília representado pelo Supremo Tribunal Federal – STF como poder atuante abre agora uma nova perspectiva de que os eventuais mal feitos políticos venham a sanear o que tanto prejudica o conceito do Brasil no exterior e gera o desalento da prática de voto neste processo sem retorno do país hoje sexta maior economia do Globo. Uma análise isenta justifica o título desse artigo.

nuamente a atuação de Henrique Meireles na condução da estabilidade econômica e da formação de uma reserva que agora chega a 375 bilhões de dólares o que dá ao Brasil uma presença soberana nas discussões dos rumos da atual cambaleante crise mundial. Teve o Brasil um surto de crescimento do PIB [Produto interno bruto] sem que tenha se perdido o foco do combate implacável à inflação. A era Lula também se caracterizou pela indispensável irrigação da economia na base da pirâmide social, fazendo parcela ponderável da população brasileira poder agora usufruir de bens antes reservados a classe A e B. Uma revolução pacífica e de extrema oportunidade já que os meios de comunicação brasileiros induziam apenas uma parcela da população no mercado de consumo e, sobretudo de bens duráveis. Sem isso lojas como, por exemplo, Ca-

Novidade - Almoço por R$ 9,90 Venha se deliciar com um prato muito bem feito a salada e a farofa você escolhe 2ª feira - Bife ou Bife a Milanesa e Batata frita / 3ª feira - Strogonoff / 4ª feira - Bisteca e Calabresa 5ª feira - Filé de Frango e Creme de milho ou Purê / 6ª feira - Carne de Panela e Batata Soutê sábado - Feijoada / domingo - Lasanha

AV. JANUARIO MIRAGLIA 1976 ABERNÉSSIA

-

TEL. 3664-1888

DELORO MODAS

Roupas Masculinas e femininas em geral Av. Dr. Januário Miráglia, 912 - loja 16 Abernéssia

(12) 3662-4890

Av. Dr. Januário Miráglia 500 - loja 2 Telefones: 3662.5523/9601.3494 vidrofort10@hotmail.com

Casa de Alice

Comida Café da manhã Caseira Pão de Queijo Self-Service Croissant à vontade e por Kg. Empada DISK - MARMITEX 4110.0401/3663.2854 9183.0532/8203.9655 NO FUNDO DA GALERIA

Apoio Cultural: O POVO - Jornal de Verdade

Bolos - Tortas - Pão de Mel - Doces tradicionais da confeitaria Cup Cacke - Chocolates artesanais - Encomendas de Sobremesa Encomendas de Bolos - doces para casamentos e anivers��rios

- DOCES - GELÉIAS - LICORES - BISCOITOS Rogério 9133.4748 Priscila 9191.5967 LOJA 8

Avenida Emilio Lang Junior, 90 - Capivari Galeria Suiça em frente ao cavalo

3662.6210 / 9705.3394


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 6

Relembrando o Passado

Esta foto, da década de 1970, mostra o lindo, tradicional e saudoso prédio construído no final da década de 1920, que pertenceu à Sra. Maria Emília Sampaio Camargo que, juntamente com Floriano Rodrigues Pinheiro, José Torres, Marco Antonio Nogueira Cardoso, Nestor Ferreira da Rocha e Orivaldo Lima Cardoso e os drs. Antonio Gavião Gonzaga, Aristides de Souza Melo, Clóvis Corrêa, Décio Queirós Teles, Eduardo Levy Plínio da

Outras fotos históricas? Veja no site: www.camposdojordaocultura.com.br lido na calada da madrugada, tava mais nada. A demolição já mente vazio, abrigando nos funnuma noite de sábado para do- estava praticamente concluída. dos, somente antiga e pequena mingo, no ano de 1994. Quando Nenhuma providência no senti- construção de madeira, utilizaa maioria da população de Cam- do de embargar a demolição iria da no passado, como anexo da Prefeitura. pos do Jordão que se preocupa trazer o prédio de volta. com nossa história e cultura viu Desde sua demolição até esta Outras fotos históricas? Veja no o que estava sendo feito com o data, nada foi construído no site: www.camposdojordaocultradicional prédio, não adian- terreno que, permanece pratica- tura.com.br

e de outras cidades do Estado de São Paulo, antes deste salão, só artistas locais participavam. Foi assim: O local foi no salão da Telefônica que fica em frente à Praça de Capivari; cada tela com a medida de 80x80, foi um sucesso. Na Primavera deste ano (2012), foi reeditada esta bela iniciativa do Dr. Massarani, porém este ano sem a participação dele e também sem expositores de outras localidades. A iniciativa é maravilhosa e espero que se torne tradição em nossa cidade. Este ano tivemos dezenove expositores sendo seis artistas com esculturas e treze com pinturas. Tivemos ainda a participação de artistas locais já bem conhecidos e também fomos agraciados com o talento da jovem estreante Mariane Giglio (14 anos), e também da arte iconográfica que nos foi

apresentada pelas Monjas do Mosteiro S. João (Beneditinas) com ícones em que o estilo bizantino predomina. Participantes: Sussu Marcon, Fernanda Schiesari, Tema Ferreira, Erica Nassif, Re Betran, M. Giglio, Zezé Avila, Maria Brisa, N.Peres, Raid Mastrandreia, L.P.Moysés, Roger, Vicente, Felipe Calipo, Janete, Ivan, Wanderley Macedo, Eunice da Silva, além das Monjas Beneditinas. Parabéns à jovem Mariana, uma promessa de renovação, parabéns aos demais participantes e os organizadores e que tenhamos sempre a presença das Monjas Beneditinas. O local é muito bom para exposições. Tivemos cerca de 200 visitantes, a maioria turistas. Não houve venda de obras. Sentimos a ausência do Tino, do Calles e da Yara.

2º Salão da Primavera Luiz Pereira Moysés

Artes

Na primavera do ano de 2011, com apoio da Secretaria da Cultura de Campos do Jordão e do presidente do Instituto de Recuperação do Patrimônio Histórico do Estado de São Paulo (IPH-SP) Dr. Emanoel Von Laustein Massarani, promoveram o primeiro Salão da Primavera que teve a participação de artistas do Vale do Paraíba

Foto: L.P.Moysés

RESTAURANTE

Márcio

Av. Matheus da Costa Pinto, 1205 -Santa Cruz Disk Marmitex - Delivery

Despachante

(12) 3662.5557/9176.5193

CRMV 17533

ATENDIMENTO DOMICILIAR (12) 9716.8323 / 9739.6752

CAMINHÕES

D r. C ri s ti ano Fari a Ma r tins Médico Veterinário

Obra de Mariane Giglio (14 anos)

DEIXE A DOCUMENTAÇÃO DE SEUS VEÍCULOS EM DIA “COMPETÊNCIA E HONESTIDADE”

MAIO PLACAS FINAL 2 JUNHO PLACAS FINAL 3 JULHO PLACAS FINAL 4 AGOSTO PLACAS FINAL 5 E 6 SETEMBRO PLACAS FINAL 1 E 2 SETEMBRO PLACAS FINAL 7 OUTUBRO PLACAS FINAL 3, 4 E 5 OUTUBRO PLACAS FINAL 8 NOVEMBRO PLACAS FINAL 6, 7 E 8 NOVEMBRO PLACAS FINAL 9 DEZEMBRO PLACAS FINAL 9 E 0 DEZEMBRO PLACAS FINAL 0 Travessa Antonio Oliveira Pires, loja 3 - Abernéssia Campos do Jordão - SP - Fone 12 - 36622563 CARROS

A antiga e saudosa sede da Prefeitura Municipal de Campos do Jordão.

por: Edmundo Ferreira da Rocha

Rocha Mattos e Raphael de Paula Souza, no dia 16 de janeiro de 1931, fundaram a Associação dos Sanatorinhos Populares de Campos do Jordão, tendo ela sido sua primeira Presidente no período de 1931/1932. Esse prédio serviu como sua residência por alguns anos. Além desse prédio, ela era proprietária de muitos outros aqui em Campos do Jordão, localizados em Vila Abernéssia. Ficava ao lado do antigo Cine Glória, atual Espaço Cultural Dr. Além, também, na mesma Vila. Na década de 1930 o prédio abrigou uma das primeiras escolas de Campos do Jordão. Na época, de curso básico, posteriormente denominado curso primário. Posteriormente, durante mais de quatro décadas, esse prédio foi utilizado como Sede da Prefeitura Municipal Sanitária de Campos do Jordão, posteriormente, da Estância de Campos do Jordão. Lamentavelmente, esse prédio tradicional, de linda arquitetura, não chegou a ser tombado pelo Patrimônio Histórico, foi demo-


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 11

Reclamação Geral Manilhas quebradas para que? Moradores e trabalhadores do Vila Inglesa, nas imediações do Centro de Treinamento, reclamam das condições de uma rede de coleta de águas pluviais que está sendo colocada ali. O problema maior é que existe uma descida bastante íngrime [Foto 1] e o coletor fica constantemente entupido por ser aberto

além das folhas e terra que ali se depositam. Esse coletor deveria atravessar a rua e levar a água para uma tubulação que conduziria a água até um local distante das casas. Acontece que 1 - esse coletor sempre entupido não adianta absolutamente nada e 2 - mesmo que a água entrasse no coletor, de nada adiantaria pois

a tubulação que está sendo colocada é usada e está quebrada [Foto 2]. Segundo eles, o trabalho de calçamento foi feito há 42 meses e com água entrando em suas casas quando chove, já protocolaram pedidos para esse serviço diversas vezes e só receberam promessas

Fotos: M.Conti

Foto 2

Foto 1

Vendas à partir do dia 5/10 na Loja Sabor de Chocolate - Capivari


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 12

Faça terapia através da música, dança... Denise Sanches

Viver melhor

Pintar, dançar, escutar música, cantar são poderosas formas de terapia. Esta ferramenta terapêutica é chamada de Arteterapia. Este é um termo usado para englobar a arte, música, teatro e dança. Cada arte pode ser usada para ajudar as pessoas de uma forma holística, ou seja, ver a pessoa não só como corpo físico, mas como um todo, incluindo a parte emocional, mental e espiritual. O objetivo é desenvolver uma autoconsciência levando a pessoa a mudar ou aceitar aspectos que dificultam o caminho de uma vida mais plena e feliz. Através da Arte terapia é possível acessar nosso inconsciente

e trabalhar traumas, emoções passadas que nos fazem mal até hoje, doenças psicossomáticas, quebrar padrões rígidos e estimular mudanças. Para trabalhar todas estas questões é necessário procurar um profissional com formação em arte terapia para que a sessão seja direcionada. Mas nada impede que usemos estas ferramentas para soltarmos nossa criatividade, relaxar, por pra fora tudo que está nos incomodando. Os sentimentos que afloram quando pintamos, cantamos, dançamos, refletem o que está guardado lá no fundo da nossa alma, às vezes a 7 chaves. Aprender a tocar um instrumento ou apenas escutar uma musica é uma forma de voltarmos para o nosso interior, pois os sons emitem freqüências, como as ondas de radio e estas freqüências atuam no nosso campo energético.Mas preste atenção: se estiver triste é importante escutar musicas alegres e mais ritmadas. Se estiver estressado é bom escutar musicas suaves e tranquilas. O contrario pode causar um caos. Um estudo americano do Bryan Memorial Hospital mostra os benefícios da musicoterapia. Uma

Os falsos profetas Os momentos que nos aguardam, nesta fase de transformações, cada vez mais pedirão contas da nossa capacidade de avaliação, de compreensão. Existem atualmente no nosso planeta muitos falsos profetas induzindo a erro os mais desatentos Encontramos na Bíblia várias advertências sobre manifestações de Espíritos, que naquela época eram chamados de demônios, anjos ou profetas como aquela feita pelo Apóstolo João: “não acrediteis em todos os Espíritos, mas provai se são de Deus”. Jesus, também, se refere a eles dizendo para nos guardar dos falsos profetas. Profetas são os encarregados de trazer a mensagem divinamente inspirada dos Espíritos Superiores. São os enviados de Deus com a missão de instruir os homens e de lhes revelar as coisas ocultas e os mistérios da vida espiritual. Muitos foram tidos como loucos e até condenados por falarem a verdade, por preverem um futuro que estava longe do limite da compreensão humana. Alem dos profetas que reencarnam entre nós existem aqueles que nos auxiliam do Plano Espi-

ritual, que estão na erraticidade, período em que os espíritos vivem entre uma encarnação e outra, ou seja, o período da existência no plano espiritual. A advertência quanto aos falsos profetas também vale para eles, são os espíritos que, desencarnados, semeiam a confusão, lançando falsas idéias, assumindo, às vezes, identidades falsas para lhe emprestar autoridade no que falam, espíritos que não empregam bem os seus dons, alimentam os germes da discórdia entre os trabalhadores de um grupo, levando-os a se isolarem uns dos outros e a se olharem com prevenções. São, normalmente, espíritos que quando encarnados ocuparam posições de poder e mando, e querem continuar, no plano espiritual, fazendo suas vítimas para tiranizar e manter uma posição de poder em proveito de sua ambição. Não é raro ver homens de pensamento e procedimento corretos, de um dia para outro, entregar-se a vícios condenáveis, às vezes degradantes: o jogo, a embriagues, a devassidão, etc. Isso tudo são obras das influências perniciosas de Espí-

experiência com 96 pacientes que sofreram cirurgia cardíaca a onde metade ficou repousando em silencio e a outra metade foi sujeita a musicoterapia após o segundo dia da operação. O grupo que escutava músicas, que eram suaves, teve alto índice de redução de ansiedade, relaxamento psicológico e mudanças significativas na pressão arterial. O cantar também é muito importante. Quando cantamos ativamos o nosso chakra laríngeo que fica na garganta, este chakra trabalha a nossa autoestima e a nossa capacidade de comunicação. Ou seja, trabalhamos nossa insegurança e botamos para fora todos os “sapos” que engolimos diariamente. A dança também é uma ótima forma de eliminar o stress, melhorar o convívio social e trabalhar as diferenças. Você pode se inscrever em aulas de dança ou simplesmente tirar uma hora só para você se soltar, que pode ser sozinha em casa ou com amigos. Nesta hora apenas se solte, mexa todo o seu corpo, sem se preocupar com coreografias ou o que o outro está achando de você. Quando dançamos também

trabalhamos centros energéticos no corpo e isso reflete no nosso dia a dia, nos tornamos mais flexíveis, mais alegres e dispostos à enfrentar as situações de uma forma mais leve e descontraída. O artesanato é uma forma de arte terapia incrível, aonde você pode explorar os materiais como o barro, madeira, tecido, etc. Quando estamos fazendo artesanato aumentamos nossa criatividade e levamos isso para o dia a dia, ou

Foto: Divulgação

seja, nos tornamos mais criativos diante das dificuldades da vida. Participar de uma peça de teatro, independente da sua idade pode fazer milagres. Na arte de representação de papéis podemos trabalhar nossos traumas de uma maneira mais tranqüila e se for uma comedia, de uma forma mais divertida. Encontre a sua forma de arte terapia e seja mais feliz. Até a próxima edição. Denise Sanches-Terapeuta Holística.

Av. Frei Orestes Girardi, 1375 Vila Abernéssia Fone: (12) 3664.4134 e 3662.3243

por: Sérgio Honório ritos obsessores, que levam os invigilantes a cometerem tais atos. Esses falsos profetas, encarnados ou desencarnados, são facilmente reconhecidos quando pregam a palavra de Deus, mas não a confirmam pelo exemplo. Jesus dizia: “guardai-vos dos falsos profetas que vêm a vós com vestes de ovelhas, mas por dentro são lobos vorazes. Por seus frutos os conhecereis”. À época de Jesus o povo estava tradicionalmente condicionado a aguardar que ocorressem espetáculos sobrenaturais em volta dos profetas e de todos aqueles que se apresentavam em nome de Deus, como necessidade para manterem à sua fé, e exigiam demonstrações de fenômenos a todo instante, fugindo da realidade de si mesmos, dos valores eternos e nobres da vida, fugindo dos desafios que os convidam ao crescimento interior. Jesus, sabendo que seria breve à sua passagem pelo plano físico da Terra, e que o embuste e mentira seguiriam após o seu desencarne, foi decisivo, advertindo os amigos sobre a

FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO

Av. D r. J a n u á r i o M i r á g l i a , 1 8 3 4

12 3662-6007

possibilidade do surgimento dos falsos profetas, que ocorre até nos dias atuais, de encarnados e dos desencarnados que são em maior número, gerando obsessões, fazendo vítimas que enchem os hospitais psiquiátricos de doentes, e muitos casos tem origem em más influências e não propriamente em problema orgânico. Podemos ver na televisão, jornais ou rádios uma série de pseudoprofetas, que falam em nome de Deus, mas colocam como se as graças do alto pudessem ser alcançadas através do dinheiro. Usam de suas igrejas para iludir a boa fé dos mais desavisados sobre os ensinos de Jesus. Falam do Evangelho, exaltam a Jesus, contudo, ligam suas orações à troca com Deus, onde quem der mais poderá ter mais benefícios. Para os falsos profetas da modernidade, desafiar a Deus é dar certa quantia em dinheiro, desde que Deus lhe dê em dobro. Afirmam que se derem seus bens, Deus tem a obrigação de lhe retribuir em dobro. Deus não tem obrigação nenhuma para conosco. Ele criou as leis da vida, e cabe a nós respeitá-las para termos uma vida próspera e com paz. Deus escuta nossos pedidos, mas Jesus alerta que temos que merecer a ajuda do alto. E dar dinheiro a título de sacrifício ou mesmo doação, não nos isenta de nossas responsabilidades morais, de melhora íntima e para com

o próximo. Mas como distingui-los? Quais os sinais de identificação que poderiam representar à sua autenticidade? Jesus recomenda vigilância e análise de tudo a fim de que os que querem acompanhar a evolução da Terra e se prepararem para um mundo melhor não se iludam pelas aparências, sob pena de se desviarem do caminho traçado por Ele em seu Evangelho. Os verdadeiros profetas são reconhecidos pelas qualidades morais e suas obras, pois pelos frutos se conhece a árvore. O valor da árvore está nos seus frutos. O valor da religião nas suas obras. Somente submetendo ao crivo da razão e da lógica, como nos ensina a Doutrina Espírita será fácil repelir o absurdo e o erro. Jesus recomenda ser preferível recusar comunicações verdadeiras a aceitar uma falsa. Assim fazendo, não nos deixaremos dominar ou influenciar por Espíritos ou pregadores vaidosos e mistificadores. A maior probabilidade para assegurar a presença e proteção dos verdadeiros Espíritos Superiores é manter o nível elevado do pensamento em comunhão com as intenções voltadas para o bem e a caridade. Os bons Espíritos velam por nós, assistemnos e nos ajudam, mas com a condição que nos ajudemos a nós mesmos, fazendo a nossa parte.


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Página 5

Eleições 2012 - VOTE CORRETAMENTE JUSTIÇA

ELEITORAL

LOCAIS DE VOTAÇÃO

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO E ASSISTÊNCIA (SEA) Seções: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 75

EEB PROF TANCREDO DE ALMEIDA NEVES Seções: 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17 e 71

EMEF IRENE LOPES SODRE (V. SODIPE) Seções: 56, 57, 58, 59, 63, 64, 65, 77, 83 e 85

EMEF DR DOMINGOS JAGUARIBE Seções: 66, 67, 68, 69, 99(agregada)

ESCOLA EE PROF THEODORO CORREA CINTRA (TCC) Seções: 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30, 31, 32, 33, 60, 62, 79 e 80

EMEF AMADEU CARLETTI JUNIOR (V.BRITANIA) Seções: 70, 72, 73, 74, 76, 78 e 91 EMEF MONSENHOR JOSÉ VITTA (FRACALANZA) Seções: 81, 84, 86, 92 ,93, 98 EMEF MAFALDA A M CINTRA (VILA SODIPE) Seções: 87, 94 EMEF ELIZABETH J. ANDRADE (SANTA CRUZ) Seções: 89, 95

EEPG PROF ANTONIO NICOLA PADULA (CAPIVARI) Seções: 34, 35, 36, 37, 38, 39, 40, 41, 42 e 43

EMEF MARY ARRUDA CAMARGO (FLORESTA NEGRA) Seções: 88, 96

ESCOLA LAURINDA DA MATTA (VILA ALBERTINA) Seções: 44, 45, 46, 47, 48 e 49

EMEF CECILIA MURAYAMA (BEIRO RIO) Seções: 90, 97

EMEF PROFA LUCILLA FLORENCE CERQUEIRA (S.CRUZ) Seções: 50, 51, 52, 53, 54, 55, 61 e 82

LEVE UM DOCUMENTO COM FOTOGRAFIA - O VOTO É OBRIGATÓRIO ELEITOR EMBRIAGADO NÃO PODE VOTAR NO DIA DAS ELEIÇÕES É PERMITIDA A MANIFESTAÇÃO INDIVIDUAL E SILENCIOSA DA PREFERENCIA DO ELEITOR POR PARTIDO POLÍTICO, COLIGAÇÃO OU CANDIDATO, REVELADA EXCLUSIVAMENTE PELO USO DE BANDEIRAS, BROCHES, DISTICOS E ADESIVOS [Lei nº 9.504/97 art. 39 - A ]


O Povo #77 - 26 de setembro de 2012

Segunda Capa

Live to Fight I em Mogi Guaçu - Jordanense perde por pontos Mais uma vez a cidade de Cam- sentada no MMA (Mix Martial do que fez a luta principal do pos do Jordão foi bem repre- Arts) pelo atleta Tiago Macha- evento Live to Fight na cidade de Mogi Guaçu – SP., realizado no dia 15/9 passado. A luta foi contra o atleta do Rio Grande

do Norte João Paulo Rodrigues que tem no seu cartel 53 combates incluindo vitórias sobre o Campeão do UFC Renão Barão e contra o Campeão do TUF

Brasil, Rony Jason. Após 3 rounds muito difíceis a decisão foi para os juízes que deram a vitória para o atleta João Paulo por pontos.

O VERDADEIRO REPRESENTANTE DO POVO

16.177.515/0001-00

Veiculo: CNPJ: 10.783.859/0001-78 Valor desse anúncio: R$ 300,00

Quem não acreditava na candidatura de José Ribeiro, depois dos dois debates que aconteceram no Leão da Montanha, 30% da população mudou de ideia. Isso porque hoje, Campos do Jordão tem 1 candidato que fala a verdade, que não tem medo e que é realizador. Eu defendo o povo e sei o que esse povo precisa. Sou um candidato que não comprou ninguém, não dei bloco, madeira, dinheiro, mas dei minha voz em benefício a minha cidade e seu povo. Com certeza, vamos buscar essa vitória em 7 de outubro.

Decorações

Móveis modulados Móveis do Sul a pronta entrega

33 anos de tradição em Campos do Jordão

www.kittamoveis.com.br 12 3662 3938 - 3664 2625 Av. Frei Orestes Girardi, 581 - Abernéssia


numero 77