Page 1


GLOSSÁRIO ACTIVEWEAR


A tecnologia têxtil e o esporte O setor têxtil evoluiu muito com o passar dos anos, principalmente em função das necessidades de quem pratica esportes. Por meio dos tecidos inteligentes, as roupas esportivas se desenvolveram, buscando sempre auxiliar os atletas, já que um milésimo de segundo pode ser decisivo. Secagem rápida, maior respirabilidade, gerenciamento de umidade da roupa, eliminação de odores, aumento da potência muscular e retardamento da fadiga são algumas das características que os tecidos inteligentes proporcionam, aliando conforto e tecnologia. O resultado são roupas que permitem que o atleta obtenha uma melhor performance. Para trazer ao mercado mais conhecimento sobre essas tecnologias, o fio LYCRA® oferece o Glossário Activewear, uma ferramenta direcionada ao segmento esportivo e a todos os que se interessam pela tecnologia aplicada ao setor têxtil. O objetivo é informar como essa evolução dos fios, tecidos e roupas pode melhorar o conforto e, acima de tudo, dar liberdade para que o atleta possa atingir o seu melhor resultado. *

Dr. Osmar de Oliveira

*

Dr. Osmar de Oliveira é médico especialista em medicina esportiva e atende diariamente atletas de renome internacional. Como jornalista, já atuou em grandes redes de televisão, cobriu 7 copas do mundo e 5 jogos olímpicos. Atualmente, é locutor e comentarista da TV Bandeirantes.


Glossário Palavras-chave do Mercado de Activewear Ação Bacteriostática: Aplicação de tratamento nos tecidos para prevenir e controlar a proliferação de bactérias, evitando o mau cheiro decorrente do suor. (ver Tecidos Inteligentes)

Algodão: É uma fibra natural que pode ter diversos comprimentos sendo que, quanto mais longa a fibra, mais fino será o fio que ela formará. Como conseqüência, os fios mais finos produzem tecidos mais delicados, como os feitos de Algodão Pima ou Egípcio. Foi, durante muitos anos, a fibra utilizada nos uniformes de atletas para diversas modalidades. (ver Cotton-LYCRA® e Fibras Naturais)

Capilaridade do Tecido: Capacidade de escoamento do suor através do tecido com base no número e secção transversal dos filamentos existentes na sua construção. Um tecido com alta capilaridade ajuda o suor a se espalhar facilmente e, assim, secar mais rápido durante a prática de uma atividade física. (ver COOLMAX®, Gerenciamento de Umidade e SUPPLEX®)

Compressão: A compressão se dá pela porcentagem de elastano presente na composição do tecido. O objetivo, em roupas de alta funcionalidade, é diminuir o efeito do trauma na musculatura durante a prática esportiva, aumentar a potência muscular e retardar a fadiga. (ver Elastano e LYCRA®)


COOLMAX®: Marca registrada da INVISTA para seu fio de alta performance especialmente desenvolvido para aumentar o conforto dos atletas durante a prática de exercícios. A tecnologia do fio COOLMAX® propicia a sensação de frescor durante a atividade física por permitir alta respirabilidade, ajudando no gerenciamento da umidade. (ver Capilaridade do Tecido, Gerenciamento de Umidade e Tecidos Inteligentes)

CORDURA®: Marca registrada da INVISTA para seu fio de poliamida de alta tenacidade, feito para suportar mais a ação de abrasão e ter mais resistência ao rasgo, tão comum em esportes radicais. O fio também pode ser aplicado em peças de uso diário que necessitam de uma maior resistência, como mochilas e calçados. O fio CORDURA® é 2 vezes mais resistente que o fio de poliamida standard, 3 vezes mais que o poliéster e 10 vezes mais que o algodão. (ver Poliamida e Tecidos Inteligentes)


Cotton-LYCRA®: Tecido composto de algodão (cotton, em inglês) com o fio LYCRA®, geralmente feito em malharia circular. Por ser uma fibra que retém a umidade, roupas com algodão são usadas apenas para exercícios leves ou lazer, uma vez que encharcam e demoram a secar, gerando desconforto ao atleta. Somente produtos de algodão com o fio LYCRA® podem ser chamados assim. (ver Algodão e LYCRA®)

Comparação microscópica de dois tecidos feitos com filamentos de diferentes espessuras (acima, com denier menor e abaixo, com denier maior)

Denier: Unidade empregada para medir a espessura dos fios utilizados na fabricação de tecidos ou meias. Denier significa o peso em gramas de 9 mil metros de fio. Esta medida serve apenas para fios de filamentos contínuos como, por exemplo, poliamida, poliéster e elastano. Quanto mais fino o fio, menor é o número em Denier. (ver Microfibra)

Elastano: Nome genérico dado a todo e qualquer fio sintético de propriedade elástica, cuja composição química seja de, no mínimo, 85% de poliuretano segmentado, utilizado para dar elasticidade e compressão ao tecido. Sua capacidade de alongamento e retração permite que as peças se ajustem ao corpo e não deformem após o uso. Foi descoberto no fim da década de 50 e revolucionou a moda desde então. (ver Compressão, Fibra Sintética, LYCRA®, LYCRA® Xtra Life e Memória do Fio).


Fibras Artificiais: São as fibras produzidas pelo homem por meio de recursos químicos, mas que se utilizam de matéria-prima natural, como a celulose. São exemplos de fibras artificiais a viscose, rayon e acetato.

Fibras Naturais: São fibras feitas a partir de matérias-primas naturais e, geralmente, restritas a modificações ou melhorias, como algodão, seda e linho. (ver Algodão)

Fibras Sintéticas: São fibras fabricadas industrialmente que usam como base um polímero – material derivado do petróleo. Tais fibras podem se ajustar às demandas do mercado, variando sua textura, espessura, brilho e toque, uma vez que são desenvolvidas em laboratório. Alguns exemplos são a poliamida, o elastano e o poliéster. (ver Denier, Elastano, Poliamida, Poliéster e Texturização)


Gerenciamento de Umidade: Capacidade de transporte da umidade para a parte externa do tecido, espalhando-o rapidamente em sua superfície para propiciar melhor secagem. O gerenciamento de umidade pode ser obtido através do fio utilizado, da construção do tecido – com mais ou menos capilaridade –, da aplicação de acabamentos químicos ou de uma combinação destes fatores. (ver Capilaridade do Tecido, COOLMAX® e SUPPLEX®)

LYCRA®: Marca registrada da INVISTA para seu fio elastano. Sua presença na composição do tecido confere maior conforto e ajuste das peças, uma vez que estica até 7 vezes e volta ao seu estado original sem deformar. Ainda pode ajudar a construir compressões diferenciadas para objetivos específicos, como nas bermudas usadas no futebol por baixo dos shorts ou maiôs com recortes e reforço nos músculos de maior uso durante as provas. (ver Compressão, Elastano, Fibras Sintéticas, Memória do Fio, Stretch e Tecidos Inteligentes)

Impermeabilidade: Capacidade que o tecido tem de bloquear a passagem de água - ou outro tipo de líquido – bem como do vento, protegendo o atleta. Peças impermeáveis são comuns em práticas esportivas outdoor. (ver Repelência)

O fio LYCRA® estica até 7 vezes seu tamanho e retorna ao ponto de origem sem deformar.


LYCRA® Xtra Life: Marca registrada da INVISTA para seu fio que possui maior durabilidade conservando as formas de biquínis, maiôs e sungas durante muito mais tempo mesmo com a exposição ao cloro. Estudos mostram que o fio LYCRA® Xtra Life dura até 10 vezes mais que os elastanos sem este tipo de tratamento. (ver Elastano, Memória do Fio, LYCRA® e Tecidos Inteligentes) Memória do Fio: Capacidade que um fio tem de voltar a sua forma original mesmo após ser esticado, sem perder suas propriedades originais. (ver Elastano, LYCRA® e LYCRA® Xtra Life)

Microcápsulas: São cápsulas ocas de diâmetro de 1 a 1000 microns com algum princípio ativo – sólido, líquido ou gasoso – no seu núcleo e envolvidas por uma membrana especial, que são aplicadas no tecido. Esses princípios ativos podem conter diversas substâncias que oferecem benefícios funcionais como hidratação e nutrição da pele ou tratamento aromaterápico. As microcápsulas são rompidas durante o uso da peça, gradativamente, de forma que os ativos possam agir.

Comparação microscópica de um microfilamento (à frente) a um fio de cabelo (ao fundo).

Microfibra: Nome genérico dado a qualquer fibra sintética, como a poliamida e o poliéster, cujos filamentos são tão finos que podem chegar a ser até 30 vezes mais finos que um fio de cabelo. Os tecidos feitos com microfibra são suaves, leves, possuem alta capilaridade e são respiráveis. Como regra técnica geral, um filamento de microfibra deve ser igual ou menor a 1,0 denier, isto é, 9 mil metros do filamento devem pesar 1 grama. (ver Capilaridade do Tecido, COOLMAX®,Denier, Fibras Sintéticas, SUPPLEX® e TACTEL®)


Neoprene®: Marca registrada da DuPont Performance Elastomers LLC para seu elastômero sintético, ou seja, da família das borrachas. Ao ser vulcanizado, pode ser revestido com tecido em um ou nos dois lados. Suas principais características são: flexibilidade, elasticidade, resistência e proteção térmica. Por isso, é comumente utilizado em peças para esportes aquáticos, como surfe e mergulho.

Nylon: Nome popular pelo qual é conhecida a poliamida, pois era a marca comercial inicial. A legislação, entretanto, não autoriza que marcas sejam utilizadas nas etiquetas de composição das roupas e, por esta razão, sempre encontramos o nome poliamida na identificação dos produtos feitos com esta matéria-prima. (ver Fibra Sintética e Poliamida)


Permeabilidade ao Ar: Característica do tecido de permitir a passagem de ar, indicando o grau de troca térmica e ventilação. Sob condições de calor e umidade, essa característica se torna fundamental para o conforto do atleta.

Poliamida: Descoberta no fim da década de 30, é popularmente conhecida como nylon. É uma microfibra muito agradável, leve, macia, de baixa absorção de umidade e de rápida secagem. Por essas características, suas aplicações mais comuns são em peças mais próximas ao corpo como tops, leggings, sungas e maiôs. (ver Fibras Sintéticas, Gerenciamento de Umidade, Nylon e Retenção de Umidade)

Poliéster: Fibra química sintética criada por volta de 1950. Caracteriza-se pela pouca absorção de umidade – apenas 0,5% - e, por isso, apresenta baixo gerenciamento de umidade. Também se caracteriza pela resistência ao amassamento. (Ver Fibras Sintéticas e Retenção de Umidade)

Repelência: Propriedade que um tecido tem de não molhar ou absorver líquidos, em uma determinada pressão. Esta propriedade pode ser obtida através de acabamento no tecido ou diretamente no fio. Um tecido com essa característica não significa que é a prova d’água ou impermeável. (ver Impermeabilidade e TEFLON®)

Retenção de Umidade: Medida que visa aferir o grau de umidade no tecido após lavagem, exposição à água ou presença de suor. Quanto menor a retenção de umidade de uma peça mais confortável o atleta se sentirá, uma vez que a roupa úmida causa desconforto, irritação da pele e desequilíbrio térmico. (ver Poliamida e Poliéster)

Seamless ou Sem Costura: Tecnologia desenvolvida em malharia que permite produzir roupas sem costuras laterais e com possibilidade de apliques de desenhos, formas ou compressões localizadas.


Stretch: Usado para designar elasticidade de uma peça devido à presença do fio elastano na sua composição. (ver Elastano e LYCRA®)

SUPPLEX®: Marca registrada da INVISTA, SUPPLEX® é um fio poliamida que passa pelo processo de texturização com jatos de ar, conferindo o toque natural muito semelhante aos tecidos de fibras naturais. Proporciona respirabilidade, não amassa, mantém as cores mais vivas e seca mais rápido do que as fibras naturais. (ver Fibras Sintéticas, Gerenciamento de Umidade, Microfibra, Poliamida, Tecidos Inteligentes e Texturização)

Foto microscópica do fio SUPPLEX® que mostra o resultado da texturização com jato de ar.


TACTEL®: É a marca registrada da INVISTA para seu fio poliamida de alta tecnologia. Seu uso para o mercado esportivo está associado ao tecido plano, por ter um toque agradável, ser leve e secar mais rápido. Porém,sua versatilidade em diferentes construções, como a malha, permite fazer blusas, calças e maiôs com um toque macio, retenção da cor e secagem rápida. (ver Fibras Sintéticas, Poliamida e Tecidos Inteligentes)

Tecidos Inteligentes: Denominação usada para descrever tecidos que trazem benefícios funcionais para o usuário, como secagem mais rápida, compressão localizada, acabamento bacteriostático, gerenciamento térmico, entre outros. (Ver COOLMAX®, CORDURA®, LYCRA®, LYCRA® Xtra Life, SUPPLEX®, TACTEL® e THERMOLITE®)


Roupa com protetor de tecidos marca DuPont TEFLON® permitindo a passagem de vapor ao mesmo tempo que repele o líquido.

TEFLON®: TEFLON® é uma marca registrada da DuPont. O protetor de tecidos marca TEFLON®, diferente de um impermeabilizante, forma uma barreira molecular em torno de cada fibra, e não no tecido como um todo, deixando livre a passagem de ar, vapor d’água e transpiração. Tal protetor proporciona uma forte repelência a líquidos, óleos e sujeira seca, tanto no avesso como no lado direito do tecido, sem prejudicar o toque e o gerenciamento de umidade. Assim, a sujeira é facilmente removida, evitando lavagens enérgicas e mantendo as peças com aparência de novas por mais tempo.

Texturização: Processo têxtil utilizado para modificar o aspecto liso dos fios sintéticos agregando visual e toque diferenciados. Existem vários processos de texturização, dentre os quais se destacam: - FT (Falsa Torção): Por meio de aplicação de torção e calor, o fio fica com maior volume e alongamento, como uma espécie de mola. Produtos com texturização FT têm, em geral,um aspecto mais creponado. - Jateado a Ar: Tecnologia utilizada na fabricação do fio SUPPLEX®, na qual jatos de ar entrelaçam os filamentos criando loops que deixam o fio com aspecto, toque e visual de uma fibra natural, como o algodão. (ver Fibras Naturais, Fibras Sintéticas e SUPPLEX®)

THERMOLITE®: Marca registrada da INVISTA para tecidos de alta tecnologia destinados à prática esportiva em ambientes frios, oferecendo ao atleta maior leveza e agilidade sem comprometer a respirabilidade do tecido. O tecido THERMOLITE® mantém o usuário quente e seco sem ter que necessariamente utilizar várias peças (camadas) de roupas. (ver Tecidos Inteligentes)


Propriedade dos Fios Cada fio possui características específicas e únicas que o fazem ser mais adequado para um tipo ou outro de roupa. Algumas dessas propriedades estão representadas a seguir por um gráfico comparativo dos principais fios têxteis. As informações apresentadas são baseadas apenas nos fios em condições absolutamente iguais, principalmente com a mesma espessura, e cada uma das características está sendo analisada isoladamente. Para compor e avaliar o desempenho de uma peça esportiva, esses fatores devem ser considerados em associação com outros, como construção do tecido, acabamento, outras fibras presentes na composição, modelagem e design da peça.


Leveza dos Fios A leveza de cada fio está diretamente ligada a sua densidade, ou seja, qual é o seu 3 peso numa determinada área – no gráfico abaixo representado por gramas/cm . Quanto menor a densidade do fio, mais leve ele é, permitindo que uma mesma área seja coberta com menor peso. Essa característica para roupas esportivas é fundamental, assim o atleta carrega menos peso durante a prática esportiva.

1,14

1,17

1,20

1,25

74,0

76,0

77,0

81,1

Poliamida Acrílico Elastano Seda *Peso (%)

1,30

1,30

84,4

84,4

Acetato

1,38

89,6

1,50

97,4

1,54

100,0

Poliéster Viscose Algodão

Densidade da Fibra (grama/cm)3

* As barras amarelas indicam a porcentagem de peso que outras fibras têm em relação ao algodão, utilizado como base de comparação no gráfico acima. Ex.: A poliamida tem 74% do peso de uma fibra de algodão, quando comparadas sob as mesmas condições.


Absorção de Umidade A hidrofilia – capacidade que um fio tem de absorver água – é uma característica que influencia tanto o conforto dos usuários como a performance daqueles que buscam melhor desempenho na prática esportiva. Isso porque os tecidos que absorvem mais a água tendem a demorar mais para secar e, como resultado, são um campo fértil para a reprodução de bactérias bem como para a demora na recuperação térmica de quem os utiliza. Além disso, a maior ou menor absorção de água por um tecido vai impactar no peso que a peça terá ao longo da atividade. Carregar um maior peso para o atleta significa menos velocidade e agilidade durante a prática esportiva, além de sobrecarga. Para analisarmos o gráfico, devemos considerar uma fibra completamente seca (ou seja, isolada do meio ambiente) e logo após exposta à umidade. O regain é, portanto, a porcentagem de aumento do seu peso pela absorção de umidade do ambiente, que só cessa quando ela atinge seu equilíbrio natural.

18,3

15,0

11,0

11,0 4,0

100

83

61

Viscose Algodão

61

22

2,0

1,0

0,5

11

6

1

Seda Poliamida Acrílico Elastano Poliéster

*Absorção (%)

Regain (%)

* As barras amarelas indicam a porcentagem de absorção de água que outras fibras têm em relação à lã, utilizada como base de comparação no gráfico acima. Ex.: A viscose absorve 83% da água que a lã absorveria, quando comparadas sob as mesmas condições.


Maciez Mede-se a maciez de um fio através da quantidade de carga necessária para flexioná-lo, verificando a resistência que ele apresenta em relação a tal força. Essa propriedade do fio impacta diretamente no toque de um tecido, tornando-o mais áspero ou mais sedoso. Quando comparamos os fios abaixo, com espessuras iguais, causa estranheza ver que a seda é o fio menos macio já que o seu toque é muito agradável. Essa maciez, entretanto, não é uma propriedade da fibra em si, mas da sua espessura extremamente fina, que também traz ao usuário a percepção de conforto e maciez. 0,60 0,52

0,22

0,30

0,35

0,40

0,13

100

62

50

43

37

28

25

Poliamida Lã Poliéster Viscose Acrílico Algodão Seda *Maciez (%)

2

2

Resistência à Flexão (mN mm/tex)

* As barras amarelas indicam a porcentagem de maciez que outras fibras têm em relação à poliamida, utilizada como base de comparação no gráfico acima. Ex.: A lã tem 62% da maciez de uma fibra de poliamida, quando comparadas sob as mesmas condições.


Tempo de Secagem As fibras inteligentes têm como grande diferencial absorver o suor e rapidamente secar, gerenciando melhor a umidade do corpo do atleta. Tal fator tem relação direta com a saúde e conforto do esportista, pois um tecido com tal fibra mantém o microclima – ou seja, a temperatura entre a pele e o tecido – equilibrado, de forma constante, com a temperatura externa. Essa propriedade evita, por exemplo, a sensação de calafrios decorrentes do contato do tecido molhado com a pele. O gráfico abaixo demonstra, em um dado tempo, como as fibras inteligentes secam mais rápido do que o algodão, uma fibra natural e de alta hidrofilia. Seco

Fibras Inteligentes

R Algodão

Úmido

A rápida secagem é essencial para minimizar os calafrios após exercícios

Tempo


BRAND

BRAND

BRAND

BRAND

* Créditos: GLOSSÁRIO ACTIVEWEAR

Direção Geral: Fabiana Gutierrez e Rodrigo Santini Edição: Alfapress Comunicações/ Núcleo de Publicações e Endomarketing www.alfapress.com.br Jornalista Responsável: Kelli Costalonga (Mtb 28783) Apoio: Gabriela Infanger e Layza Portes

INVISTA Brasil Ind. e Com. de Fibras Ltda. Edifício Villa Lobos - Av. das Nações Unidas, 4.777 - 16º andar São Paulo, SP 05477-000 E-mail: marketing.brasil@invista.com Site: www.lycra.com Colaboração: Andréa Cintra,Carla Silveira, Celso de Oliveira e Silvana Eva. Diagramação: VIA B Comunicação www.viab.com.br

© 2008 INVISTA Brasil Indústria e Comércio de Fibras Ltda. Todos os direitos reservados. Os fios CORDURA®, COOLMAX®, LYCRA®,LYCRA® Xtra Life, SUPPLEX® e TACTEL® e o tecido THERMOLITE® são marcas registradas da INVISTA.TEFLON® é marca registrada da DuPont, utilizada sob licença pela INVISTA.

Glossario activewear  

moda,esportes

Advertisement