Issuu on Google+

Ano 14 - nº 90 – 2013

Compradores

Compras inteligentes geram boas vendas CONDICIONADOR DE AR

ELETROLAR SHOW

REDE BERLANDA

Produto quer ser campeão no varejo

Cobertura da 8a edição

Quase 300 lojas até 2015


SUMÁRIO Ano 14 - nº 90 – 2013

20

MATÉRIA DE CAPA COMPRADORES

Compras inteligentes geram boas vendas

Compradores

Compras inteligentes geram boas vendas CONDICIONADOR DE AR

ELETROLAR SHOW

REDE BERLANDA

Produto quer ser campeão no varejo

Cobertura da 8a edição

Quase 300 lojas até 2015

EDITORIAL

44

REDE BERLANDA Quase 300 lojas até 2015

Pág. 16

DOSSIÊ Smartphones

Pág. 50

VITRINE ESPECIAL

56

MATÉRIA ESPECIAL

CONDICIONADOR DE AR Produto quer ser campeão no varejo

Condicionadores de ar e climatizadores

Pág. 72

Ventiladores

Pág. 88

ENTREVISTA - ECONOMISTA Alessandra Ribeiro

Pág. 78

MATÉRIA ESPECIAL

100

14

eletrolarnews

Ventiladores

Pág. 82

ELETROLAR SHOW

LANÇAMENTOS

Pág. 92

8ª edição bate recorde de visitação qualificada

ARTIGOS

MISSÃO CUMPRIDA

Eletros

Pág. 96

FecomercioSP

Pág. 98


EDITORIAL A

s sensíveis mudanças ocorridas no mercado, nos últimos anos, tiveram reflexos, também, no perfil dos profissionais de compras, personagens da matéria de capa desta edição. Hoje, eles desempenham o papel de verdadeiros gestores, que acompanham tudo o que se refere à empresa e ao segmento em que ela atua, ao mesmo tempo em que se mantêm atentos aos novos produtos e às tendências do consumidor. A estratégia, sempre, é definir o que comprar para não perder. O comprador não é mais apenas um emissor de pedidos, e a inteligência é o seu principal predicado, afirma Nicolau André de Miguel, professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP), nosso entrevistado nesta matéria sobre os profissionais de compras. Miguel também faz um alerta: “ganha mais energia e força aquele comprador que souber fazer a integração entre os diferentes atores da cadeia de suprimentos”.

Com a proximidade dos dias mais quentes, os condicionadores de ar ganham destaque nas lojas do varejo. O verão injeta ânimo nas vendas desses aparelhos, que apresentam trajetória crescente, até porque conforto não tem preço, principalmente quando a temperatura atinge níveis muito altos. Os lançamen-

tos da indústria, com avançada tecnologia, estão em matéria especial. Outra reportagem aborda as novidades e o mercado de ventiladores, produtos importantes para amenizar o calor. Nesta edição, o leitor encontra a cobertura da 8ª Eletrolar Show, a maior feira da América Latina de eletrodomésticos, eletroeletrônicos, celulares e TI, que este ano teve recorde de visitação qualificada: mais de 28 mil profissionais da indústria e do varejo de todo o Brasil. Em 2014, devido à realização da Copa do Mundo no País, a feira terá nova data. Será de 15 a 18 de setembro, no Transamerica Expo Center, em São Paulo. Mais de 80% do espaço foi comercializado durante a 8a edição. Todos os assuntos que interessam ao segmento de eletros, o leitor encontra nas páginas seguintes, entre eles lançamentos, vitrines, artigos e a entrevista com a economista Alessandra Ribeiro, mestre em economia e finanças, sobre o atual momento econômico. O Dossiê tem como personagem o smartphone, cujas vendas subiram 84% em junho último, em volume, na comparação com o mesmo mês do ano passado, e 75% em valor, conforme dados da GfK. Bons negócios.

Carlos Clur

EXPEDIENTE ANO 14 - Nº 90 Diretor-executivo - Carlos Clur Diretor - Mariano Botindari Editora-chefe - Leda Cavalcanti (Jorn. resp. – MTb. 10.567) Chefe de Redação - Neusa Japiassu Repórter - Igor Carvalho Revisoras - Abgail Cardoso e Maria Inês Caravaggi Colaboradores - Helena Bertho Dias, Regina Passig e Rita Lucato (texto) Kazuo Kajihara, Mariana Garcia Itoiz, Mariana Oliveira, Reinaldo Canato e Roberto Assem (fotografia) Direção de Arte - Mariela Ponce e Bianca Oddone Assistente de Arte - Gabriel Marques Wolf Marketing e Assinaturas - Regina Martins e Tatiana Lopes Publicidade - Claudia Clur, Nivaldo Salgado, Ricardo Kühl, Antonio Nascimento e Andréa Soares Gerente Operacional - Marcus Ferrari Capa - Ana Maria Castro-Medivil ELETROLAR NEWS É UM PRODUTO DE:

Eletrolar News é uma publicação da C&C Comercial do Brasil Ltda. Av. Brigadeiro Faria Lima,1.234, 19º cj. 194 CEP 01451-913 - São Paulo - SP Tels. (55 11) 3034-4100 Fax (55 11) 3814-9074 www.editoracec.com.br info@editoracec.com.br Editora C&C - Argentina Av. Córdoba, 5.869, 1º A (C1414BBE) CABA Tels. (54 11) 4773-5656 / 7371 / 8737 www.editoracyc.com.ar info@editoracyc.com.ar

Eletrolar News não recebe remuneração pelas informações que publica. Os editores não se responsabilizam pela opinião dos entrevistados, ou pelo conteúdo das matérias recebidas por meio da assessoria das empresas citadas. A reprodução total ou parcial das matérias só será permitida após prévia autorização da editora. Tiragem desta edição: 20.000 exemplares com circulação nacional Impressão: PROL Editora Gráfica

Eletrolar News é uma revista de negócios para a indústria e o varejo de eletrodomésticos, eletroeletrônicos, celulares e TI. A revista de negócios para indústria e o varejo de eletrodomésticos, eletroeletrônicos e TI

As matérias, marcas, produtos, ilustrações e preços têm caráter exclusivo de informação e sua publicação não implica compromisso ou responsabilidade.

5 CANAIS DE COMUNICAÇÃO E NEGÓCIOS ENTRE A INDÚSTRIA E O VAREJO.

REV ISTA ELET ROLAR NEWS | ELET ROLAR S H OW | G U I A D O C O M PRA D O R | PO RTA L E L E T RO L A R.C O M | N E W S L E T T E R

www.editoracec.com.br - assinaturas@editoracec.com.br - criacao@editoracec.com.br publicidade@editoracec.com.br - redacao@editoracec.com.br

16

eletrolarnews


MAT É R IA D E CA PA

INTELIGÊNCIA EM COMPRAS

As mudanças vivenciadas pelo mercado varejista nos últimos anos transformaram o perfil dos profissionais de compras das empresas. Mais do que nunca, eles desempenham o papel de gestores e precisam estar atentos às tendências, aos novos produtos e às preferências dos consumidores. A estratégia, sempre, é definir o que comprar para não perder. Igor Carvalho

20

eletrolarnews


P

Fotos: Divulgação

ara vender bem é preciso, antes de qualquer outra coisa, realizar boas compras. Esse preceito é apontado pelos profissionais do setor como a melhor estratégia para conseguir sucesso nos negócios em um mercado concentrado, com disputa acirrada de preços e cenário econômico que apresenta algumas incertezas, como subida da inflação e do dólar, bem como taxas mais modestas de crescimento do consumo. Em meio a esses fatores, os compradores das redes de varejo se movimentam para desempenhar, cada vez mais, o papel de gestores, pois sabem que a concorrência é grande e o lucro só vem com decisões acertadas. Essa mudança no perfil profissional dos compradores se acentuou na última década e, desde então, eles têm exercido uma função cada vez mais estratégica no organograma das redes, avalia Nicolau André de Miguel, professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP). “O comprador não é mais apenas o emissor de pedidos. Se o varejo comprar mal, isso vai se refletir nas vendas, logo esse profissional precisa estar envolvido nas decisões tomadas pela empresa.” As redes de lojas já começam a despertar para essa mudança. “O comprador deve ter, também, a mentalidade de um vendedor, se preocupar com a margem, o giro, prestar atenção às tendências e ao comportamento do mercado, principalmente do cliente final, pois a venda só acontece quando o consumidor adquire um produto”, diz Júlio Lara, diretor da Romera Móveis e Eletrodomésticos, varejista que até o final do ano terá 200 pontos de venda em todas as regiões do Brasil.

“O comprador não é mais apenas o emissor de pedidos. Se o varejo comprar mal, isso vai se refletir nas vendas, logo esse profissional precisa estar envolvido nas decisões tomadas pela empresa”. Nicolau André de Miguel, professor da FGV-EAESP

eletrolarnews

21


MAT É R IA D E CA PA

“Confiança, transparência e respeito, sem isso não existe uma boa relação comercial entre compradores e indústria.” Bianca Planelles, do Carrefour

Na estrutura administrativa da rede Gazin Atacado, que conta atualmente com 190 filiais e atuação nas Regiões Centro-Oeste e Norte do País, a área de compras reflete essa adequação às exigências do mercado. “As vendas são planejadas antecipadamente pelas áreas de vendas e compras da empresa. Dessa forma, sabemos o que adquirir para alcançar as metas preestabelecidas”, conta Ronaldo Roque, comprador das áreas de informática e cine-foto da rede.

Varejo e indústria

Estabelecer uma nova postura na relação do varejo com a indústria está entre os desafios que os compradores enfrentam no seu dia a dia. É preciso construir uma parceria duradoura, que seja boa para os dois lados.

22

eletrolarnews

Inteligência em compras é o principal predicado apontado pelo professor da FGV-EAESP para esses profissionais. “Ganha mais energia e força aquele comprador que souber fazer a integração entre os diferentes atores da cadeia de suprimentos.” Para isso, as empresas oferecem treinamentos a fim de aprimorar as habilidades de negociações de suas equipes. Entretanto, é preciso dar a eles escopo estratégico para colocar em prática esses conhecimentos. “Muitas delas são míopes, isso atravanca os processos e impossibilita o estabelecimento de bons relacionamentos. Quem souber dar autonomia à equipe sairá ganhando”, alerta Miguel.


MAT É R IA D E CA PA

Estabelecer uma nova postura na relação do varejo com a indústria está entre os desafios que os compradores enfrentam no seu dia a dia. “A principal mudança na profissão está relacionada à construção dessas parcerias, que devem ser duradoras e estabelecer um bom processo para ambos”, diz Roque. O que esses profissionais precisam perceber, na opinião de Miguel, é que o fornecedor não busca vantagens na negociação. “Acreditar nos parceiros é o mínimo para se estabelecer uma boa relação. Hoje, o número de fornecedores é menor, por isso é importante uma integração maior com a indústria”, acrescenta o professor da FGV-EAESP. 24

eletrolarnews

Os fabricantes, por sua vez, também devem mudar seu relacionamento com as redes de varejo. “É preciso dar maior respaldo para o vendedor no ponto de venda, isso exige envolvimento do vendedor da indústria e do comprador. É importante uma visão sistêmica da cadeia”, observa Miguel. Os f abricantes, s egundo o professor, estão atras ados em relação ao desenvolvimento de suas equip es de venda , que mantêm uma abordagem antiga . “Com o crescimento das transações pela inter n et , ela s s ó v ã o tr ab alhar com produtos que são estratégicos para a empresa.”

“O mercado está mais dinâmico, não é mais fácil e nem mais difícil a competição. Os compradores, hoje, precisam estar antenados em tudo e ter vivência de mercado.” José Domingos Alves, de Lojas Cem


MAT É R IA D E CA PA

João Claudino Fernandes Júnior, diretor do Armazém Paraíba, rede que atua em 228 pontos de venda na Região Nordeste, reconhece que o comprador hoje precisa agregar valor à rede onde ele atua. “Diferentemente dos últimos anos, ele precisa lidar cada vez mais com dados, analisar a realidade como ela é e traçar objetivos pautados nessas informações. O comprador deve atingir essas metas sem abrir mão da rentabilidade do seu trabalho.”

Profissional antenado Entre as competências técnicas, além de bem informado, o comprador precisa ter conhecimentos de marketing, das ferramentas eletrônicas de troca de dados, de contabilidade e custos, tanto financeiros como de produtos, além de capacidade analítica para buscar soluções criativas. Entre as qualidades pessoais, o professor da FGV-EAESP pontua a integridade, o bom caráter, a postura de gestor e o poder de persuasão. “Esse profissional deixou de ser passivo e atua agora como vendedor de ideias para alavancar os negócios”, acrescenta Miguel.

“Compreender a mudança no comportamento das pessoas faz diferença na hora de o varejo escolher os produtos que irá disponibilizar.” Ubirajara Pasquotto, da Cybelar

26

eletrolarnews

Os compradores do varejo precisam estar, sobretudo, antenados com o mercado, concordam os executivos de grandes redes e profissionais do setor de compras. “A relação das pessoas com os produtos está mudando e compreendê-la é muito importante. Por isso, eles precisam conhecer esse novo consumidor. Os compradores também devem estar muito atentos às tendências, que mudam cada vez mais rápido”, diz Ubirajara Pasquotto, diretor-geral da Cybelar, presente em mais de 150 praças do interior de São Paulo e em Minas Gerais.


MAT É R IA D E CA PA

Parte desse conhecimento se adquire a partir da vivência no mercado. Para o supervisor-geral de Lojas Cem, José Domingos Alves, é fundamental manter contato com a equipe de venda, pois é no atendimento que se tem o retorno sobre aquilo que os consumidores buscam. “O varejo como um todo mudou muito nos últimos anos, principalmente com a incorporação da tecnologia, então é preciso saber o que os clientes querem. Eles estão cada vez mais exigentes, buscam produtos sofisticados, com design diferenciado, e querem conciliar esses atributos

28

eletrolarnews

com bom preço.” A rede é composta por 131 lojas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná. A estratégia de compra de cada profissional se baseia na forma como cada empresa conduz seus negócios, mas alguns fatores são analisados por todos, entre eles sazonalidade, aumento de preço pelo fabricante, expectativa do mercado diante de lançamentos e a falta de produtos nos fornecedores. “Todos esses aspectos são percebidos de formas diferentes, dependendo do feeling de cada comprador e dos ob-

“A cada ano, a gente vem se superando, tanto o varejo como a indústria. Acredito que a palavra de ordem, acima de conhecimento e qualificação profissional, é trabalho.” João Claudino Fernandes Júnior, do Armazém Paraíba


MAT É R IA D E CA PA

“Os produtos queridinhos do mercado são sempre os de tecnologia. Tablets e notebooks, de última geração, juntamente com os smartphones, causam frisson.” Júlio Lara, da Romera Móveis

jetivos de cada rede”, diz Roque, da Gazin Atacado.

Bianca Planelles, gestora de produtos da varejista.

Como compram

A utilização de business intelligence é um dos sistemas adotados pela rede Schumann para programar suas vendas. “Ele processa todas as informações para vermos os dados de vendas, mês a mês ou por período, mediante o crescimento que a empresa quer e o que o mercado vem fazendo. Criamos um ponto de equilíbrio que se ajusta a isso, não esquecendo, principalmente, das novidades ou dos lançamen-

A rede Carrefour, com 102 lojas no País no formato hipermercado, por exemplo, faz suas previsões de acordo com o histórico dos produtos a cada três meses e compara esse desempenho com o do ano anterior, assim como grande parte dos lojistas. “Temos um sistema que acompanha cada venda e que também é utilizado como ferramenta de comunicação entre as lojas”, conta 30

eletrolarnews


MAT É R IA D E CA PA

tos”, diz Ítalo De Pra Neto, gerente de compras da varejista, presente em todos os três Estados da Região Sul com 85 lojas. A diversidade do mix é vista com bons olhos pelas redes, mas é importante ter cautela para evitar a horizontalização. “O que determina a aposta em um produto é a penetração da marca, sua aceitação junto ao consumidor final, mas sem deixar de lado a rentabilidade. A diversidade, na minha opinião, só agrega, pois no momento da escolha pelo consumidor a quantidade de opções é muito importante”, diz Giovane Salvador, comprador da divisão áudio, vídeo e informática da Schumann. Por outro lado, ampliar muito o perfil de itens disponibilizados pode trazer riscos como o aumento do custo de mostruário e, consequentemente, falta de profundidade de estoques ou a necessidade de aumentá-los.

Foto: Kazuo Kajihara

“O caminho do varejo é um só, é eficiência operacional para converter vendas maiores e conseguir reter mais valor.” Fábio Carvalho, Casa & Vídeo

32

eletrolarnews

A penetração de uma marca também foi apontada por Bianca, do Carrefour, como importante para a composição do mix. “Hoje o cliente tem uma disponibilidade de crédito maior. Com isso, ele parcela mais e pode investir em produtos de maior valor. Ele acaba optando, porém, por marcas famosas, porque não pode errar na compra. Em outro extremo, temos o cliente que pode precisar de um determinado produto, porém não tem como investir nesse item. Então, sobram os mais baratos e acessíveis”, diz. Para compor o portfólio das lojas, portanto, os varejistas muitas vezes equilibram valor agregado e volume de vendas. “É sempre necessário encontrar o ponto de equilíbrio entre essas duas variáveis. É impor-


M MAT ATÉÉ R IA D E CA PA

tante pensar sempre na geração de tráfego e na otimização de resultados”, observa Samuel Faria, gerente de compras de linha branca da Eletrosom, rede com mais de 200 filiais no Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

O que querem Independentemente da estratégia de compra, o que buscam os compradores do varejo? Cada linha segue uma tendência, mas produtos que oferecem conectividade e mobilidade estão na crista da onda. “Há crescimento muito grande no mercado de tablets e smartphones em função da troca de tecnologia”, aposta Fábio Carvalho, presidente da Casa & Vídeo, rede presente em 77 municípios do Estado do Rio de Janeiro. De acordo com o executivo, há uma migração dos celulares tradicionais para os modelos smart, enquanto os tablets brigam por espaço com os notebooks.

Foto: Kazuo Kajihara

“O nível dos profissionais envolvidos na área de compras aumentou junto com o detalhamento e as informações nas operações comerciais, devido à necessidade de compreender melhor o consumo.” Samuel Faria, da Eletrosom

34

eletrolarnews

Os computadores portáteis também listam entre as apostas de boas vendas neste segundo semestre. “Em informática, se destacam os notebooks, juntamente com os tablets, com configurações superiores, porém com preços médios”, conta S alvador, da S chumann. “Acessórios para smartphones e tablets estão ganhando cada vez mais espaço. O foco também é em produtos para games, visando às demandas do Dia das Crianças e do Natal”, diz Bianca, do Carrefour. Na linha marrom, a vez é dos televisores de tela fina e grande, enquanto na branca a promessa de boas vendas está no segmento de climatização. “O mercado de linha branca é muito tradicional, sem grandes inovações. Porém, como de costume, as categorias de refrigeração e


MAT É R IA D E CA PA

de condicionadores de ar sempre se destacam neste período”, diz Faria, da Eletrosom. Na opinião de De Pra Neto, da Schumann, a demanda maior será dos modelos split classe A e inverter. Em refrigeração, os destaques são os modelos frost free e inox, bem como os side by side. “O programa Minha Casa Melhor, linha de crédito concedida aos mutuários do Minha Casa, Minha Vida para a aquisição de eletrodomésticos, móveis e computadores, deve aumentar a demanda por alguns itens em certas regiões do País”, acredita o executivo da Romera. Apesar de não conseguir mensurar quanto o programa pode beneficiar o setor, Fernandes Júnior, do Armazém Paraíba, acredita em bons resultados. “É uma colaboração que vai garantir mais alguns pontos de crescimento. Aqueles que conseguirem trabalhar positivamente com esse segmento, certamente vão lucrar.”

Nos últimos 10 anos houve mudança no perfil profissional dos compradores. Com mercado concentrado, disputa acirrada de preços e cenário econômico com algumas incertezas, esses profissionais se movimentam para desempenhar, cada vez mais, o papel de gestores, pois sabem que a concorrência é forte e o lucro só vem com decisões acertadas. 36

eletrolarnews

“Se o varejista quer ganhar mercado ou mostrar potencial para seus fornecedores, ele pode optar por aumentar as vendas de volume, mas ninguém vive sem lucro.” Ronaldo Roque, da Gazin Atacado


MAT É R IA D E CA PA

“Os principais aspectos considerados na hora de apostar em um produto são inovações, abrangência do mercado e valor agregado, sem esquecer a rentabilidade do negócio.” Ítalo De Pra Neto, da Rede Schumann

A valorização da casa das pessoas vai estimular as vendas de móveis, itens de decoração, produtos que oferecem conectividade e entretenimento, avalia Pasquotto, da Cybelar. “Falamos de smartphones, tablets, games, de tudo aquilo que oferece a possibilidade de compartilhamento com toda a família. As pessoas estão voltando para o lar, preocupadas, principalmente, com sua segurança. Essas são as categorias que devem permanecer aquecidas”, diz.

Incertezas? Mesmo com a inflação dando sinais de alta, assim como o dólar, e diante da cautela por parte dos consumidores na hora de fazer compras, o alerta vermelho ainda não soou para os varejistas. Muitas redes registraram crescimento no faturamento nos seis primeiros meses deste ano e projetam o mesmo neste semestre. “Os compradores des emp enham p ap el fundamental tanto em períodos de vendas aquecidas como em cenários mais desafiadores. No primeiro caso, eles têm que assegurar os estoques para não perder vendas 38

eletrolarnews


MAT É R IA D E CA PA

e, no segundo, precisam buscar as melhores opções de negócios”, diz Alves, de Lojas Cem. “Não esperamos nenhum milagre para o segundo semestre. Estamos assistindo à atividade econômica lutar contra uma tendência grande de desaceleração, mas achamos que até o final do ano não haverá nenhuma grande surpresa que possa causar uma mudança significativa neste cenário”, conta Carvalho, da Casa & Vídeo. Na opinião de alguns varejistas, o Minha Casa Melhor pode assegurar esse bom desempenho. Em períodos de taxas mais modestas de cres cimento, muitas redes reforçam a busca por rentabilidade. “Focamos o trabalho na redução de gastos e de endividamento, melhorando os processos e gestões nos negócios, assim não precisamos frear as vendas, mantendo grande volume e rentabilidade. Todos precisam estar empenhados, principalmente a área de vendas e compras, buscando sempre as melhores oportunidades e soluções”, diz Roque, da Gazin.

“Quando se fala em baixo crescimento, temos como premissa buscar inovação e criar novas alternativas para atrair nossos clientes.” Giovane Salvador, da Rede Schumann

40

eletrolarnews

Em períodos de incertezas, Lara, da Romera, também acredita que o s egredo p ara as b o as vendas está na comercialização de produtos que preservem as margens de lucro. “Com crise ou sem ela, sempre haverá consumo. A questão é ter a gestão adequada e o produto certo para cada um desses cenários. É fundamental estar aberto para mudanças e, quando preciso, tomar rapidamente a decisão de fazê-las.”


PE P ERRFFILIL

Fotos: Carlos Suzuki

PEQUENAS CIDADES, GRANDES RESULTADOS

Com a estratégia de abrir lojas em municípios com baixa densidade populacional, a Berlanda cresce e fixa a meta de ter uma loja em cada cidade de Santa Catarina até 2015. Leda Cavalcanti

I

ndustrializar parte dos produtos que vende, atuar em pequenas cidades com amplo conhecimento de quem é o seu consumidor e manter rígido controle do crediário, sem apelar para as financeiras, são fatores que contribuem para os bons resultados da Berlanda e a impulsionam para atingir o objetivo de ter, até 2015, uma loja em cada um dos 296 municípios de Santa Catarina. Hoje, a rede tem 195 unidades, sendo 188 em Santa Catarina e sete no Rio Grande do Sul. Outras sete serão 44

eletrolarnews

abertas até o final deste ano. “Fomos os pioneiros na estratégia de abertura de lojas nas pequenas cidades, pelas quais as grandes redes não têm interesse”, diz o presidente Nilso Berlanda. Cidades que chegam a ter 8 mil habitantes, ou até menos, têm vantagens a começar pelo aluguel mais barato e despesas menores. Nelas, a prática do comércio é quase artesanal, é um varejo porta a porta, todos se conhecem, o consumidor compra

pela marca da loja e paga em dia, pois tem vergonha de não quitar o carnê. Devido ao alto número de estrangeiros na região, principalmente alemães, o conhecimento da língua é fator de aproximação com o cliente. “Sabemos onde é preciso colocar o gerente que fale a língua deles. As grandes redes não têm essa flexibilidade”, afirma o executivo. O consumidor catarinense possui hábitos diferentes, é mais exigente


Sede da empresa, em Curitibanos Nilso Berlanda

no segmento moveleiro e prefere as empresas locais, tanto que lojas do Rio Grande do Sul enfrentam dificuldades para se manter no Estado, explica o dirigente. “A Berlanda consegue blindar o mercado porque tem atendimento personalizado, conhece seu consumidor e, ao industrializar os produtos que vende, torna-se mais competitiva. Apesar das dificuldades com infraestrutura, mantemos uma logística mais ágil do que as concorrentes. Abastecemos as lojas três vezes por semana.” As regiões de Santa Catarina têm peculiaridades, conta Berlanda. “O oeste é forte na agropecuária, e as boas oportunidades estão na fase de colheita ou quando aumentam as vendas de carne ao exterior. No verão, o litoral ganha força, na serra está a matéria-prima para a indústria eletrolarnews

45


P E R F IL

Loja Ingleses

moveleira, e o norte chama a atenção com os empreendimentos. Esses potenciais nos beneficiam com a geração de empregos e aumento das vendas. Este ano, o frio recuperou o consumo de fogões a lenha, vendemos cerca de 8 mil unidades.”

Fábricas e lojas Fundada em 1992, em Curitibanos (SC), a Berlanda é uma das principais varejistas do Sul do Brasil. Seu presidente, natural de Nova Itaberaba, oeste do Estado, tinha pai marceneiro que trabalhava na fábrica do irmão, Alcides, e isso foi o bastante para ele levar à frente a tradição familiar. Para abrir o próprio negócio, contou com o apoio e o incentivo 46

eletrolarnews

do irmão Wanderley, que um ano antes havia inaugurado em Chapecó uma loja com o mesmo nome, com recursos provenientes da venda de um terreno, um automóvel e uma linha telefônica. A rede tem três fábricas: Móveis Curitibanos, na cidade do mesmo nome, que produz 30% dos artigos que vende da categoria; a Berflex, de colchões e espuma, com capacidade de produção de 500 unidades/ dia; e a Estofados Santa Catarina, em São Cristóvão do Sul, onde fez parceria com a Secretaria de Segurança Pública e emprega 100 detentos da penitenciária local, que recebem salário e têm a pena reduzida. As fábri-

cas de móveis e de espuma faturam, cada uma, R$ 2 milhões/mês e a de estofados, R$ 1 milhão/mês. Conta com um centro de distribuição em Curitibanos e está construindo outro, de 45 mil m², em Porto Belo, cuja primeira parte estará pronta em novembro deste ano. Comercializa mais de 2 mil itens de eletrodomésticos, eletroeletrônicos e móveis em suas 195 lojas, que têm metragem média de 500 m2. As linhas branca e marrom representam 60% do mix; móveis, 33%; e tecnologia da informação, de 5% a 6%. Seu público é o consumidor que ganha de dois a três salários mínimos, das classes C e D, podendo chegar à E. Por isso, dispõe de


produtos baratos e de preço mais alto para atender, também, à nova classe média, que busca qualidade. A rede está otimista, até porque o programa Minha Casa Melhor já começou a se refletir nas vendas, e projeta crescer 20% sobre 2012, quando faturou R$ 530 milhões. A maior parte das vendas é efetuada a prazo, e a empresa banca a operação. “A inadimplência é muito pequena, recebemos 97% do que vendemos dentro de 180 dias”, conta o presidente, que credita o fato a uma questão cultural. “No interior e em cidades pequenas, as pessoas têm vergonha de dever, há menos inadimplentes. Trabalhamos com o carnê, pois o consumidor volta à loja todos os meses para pagar e faz mais compras. Isso ajuda na fidelização”, acrescenta. Na rede, as compras com cartão de crédito representam apenas 8% do faturamento. Loja Meia Praia

“No interior e em cidades pequenas, as pessoas têm vergonha de dever, por isso há menos inadimplência. “

Próximos passos Mais de dua s déc ada s ap ós a fundação, a rede se empenha na ampliação do número de lojas e, também, na reformulação de seu e-commerce. Até 2014, quer a loja de comércio eletrônico no topo de suas unidades, em volume de faturamento, por meio da oferta de produtos variados, preços baixos e entrega eficiente para as classes A, B e C. “A classe D não compra no e-commerce”, diz o presidente, que reconhece ser mais lucrativa a loja física. “O e-commerce concorre

com as grandes redes e é utilizado pelos que moram nas grandes capitais”, acrescenta. Estimular o e-commerce da empresa, que hoje representa entre 4% e 5% do seu faturamento, é apostar no potencial de vendas pela internet e na divulgação da marca em Estados onde ela não está presente. Este ano, as vendas diárias já foram 494% maiores ante 2012, e o número de pedidos cresceu 331%. “Nossas vendas online estão concentra-

das em Santa Catarina, vindo na sequência São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná. O foco é potencializar as vendas para os paulistas e nos demais Estados onde as estatísticas ainda são tímidas”, explica Berlanda. Com cerca de 2 mil funcionários, treinados em sua sede, em Curitibanos, a rede investe no relacionamento direto com o consumidor das comunidades onde está instalada, em geral carentes de varejistas do setor. Por isso, adota como maior estratégia de marketing o envolvimento de seus colaboradores em festas comunitárias, campanhas e eventos beneficentes. Também mantém uma área de reflorestamento de 600 mil pés de pinus na região serrana do Estado e realiza a reciclagem e o descarte adequado dos resíduos de plástico, isopor e papelão. eletrolarnews

47


DO SS IÊ

SMARTPHONE A categoria de smartphones, caracterizada pela inovação, vê suas vendas crescerem de forma constante. Aparelhos inteligentes e desejados, eles estão se tornando uma extensão do corpo do usuário e seus atributos os credenciam para serem o destaque deste Dossiê. Em junho último, as vendas de smartphones, em volume, foram 84% superiores às do mesmo mês no ano passado. Em valor, subiram 75%, segundo dados da empresa de pesquisas GfK. No primeiro semestre deste ano, a data das mães impulsionou as vendas, que cresceram 50% tanto em volume quanto em valor e foram 24,5% maiores do que as de dezembro de 2012. Também contribui para os bons números do segmento a presença cada vez maior de smartphones de entrada, na faixa de preço de R$ 300 a R$ 500, e de aparelhos dual chip. 50

eletrolarnews


BLACKBERRY Z10

• Tela 4,2” touch screen • Sistema operacional BlackBerry® 10 • Processador Qualcomm® Snapdragon™ S4 • Dual-Core 1.5 GHz • 2 GB de RAM • 16 GB de memória interna, entrada para cartão de memória expansível de 64 GB • Porta de saída HDMI • Câmera traseira de 8 MP • Conectividade 4G • Disponível em duas cores, preta e branca.

CCE

MOTION.PLUS SK504 • Tela de 5” HD • Android 4.1 – Jelly Bean • Dual chip • Wi-Fi e Bluetooth • Processador Qualcomm Snapdragon quadcore com 1.4 GHz • 4 GB de memória Flash • Memória RAM de 1 GB • Câmera traseira de 8 MP e frontal de 2 MP • G-Sensor, sensor de luminosidade, proximidade e giroscópio • Disponível nas cores preta e branca

GRADIENTE IPHONE C600

• Tela de 5” touch screen • Processador Qualcomm Snapdragon S4 • Sistema operacional Android 4.2.2 – Jelly Bean, • 3G • Dual-Core 1.4 GHz • Memória interna de 8 GB, expansível até 40 GB via cartão de memória • Duas câmeras, traseira com 13 MP e frontal com 2 MP • Rádio FM

HUAWEI

ASCEND G510 • Tela de 4,5” touch screen • Processador Dual-Core de 1.2 GHz • Android 4.1 – Jelly Bean com “Emotion UI”, desenvolvido pela empresa • Câmera frontal VGA de 0,3 MP e câmera traseira de 5 MP com flash • Conectividade 3G e Wi-Fi • GPS • Digital Theater System (DTS) eletrolarnews

51


DO SS IÊ

LG

OPTIMUS G • Tela de 4,7” com tecnologia True HD IPS + • Sistema operacional Android 4.1 – Jelly Bean • Bluetooth • Tecnologia 4G • Processador Quad-Core 1.5 GHz (Qualcomm Snapdragon™ S4 Pro) • Câmera de 13 MP com flash • Memória interna de 32 GB • Memória RAM de 2 GB e tecnologia NFC • Aplicativo Safety Care embarcado • Bateria de 2.100 mAh

MEU

AN 350 • Tela capacitiva 3,5” • Sistema operacional Android 4.1 – Jelly Bean • Quadriband 2G GSM 850/900/1800/1900 MHz • Dualband 3G UMTS 850/2100 MHz • Memória interna de 4 GB, com suporte para cartão micro SD de até 32 GB • Câmera frontal de 3.2 MP, com opção para videochat. • Conectividade 3G, Wi-Fi, Bluetooth • MP3, MP4 player e rádio FM • Disponível nas cores preta e branca

MOTOROLA RAZR D3

• Tela de 4” Corning® Glass touch screen • Android 4.1 – Jelly Bean • Versões single e dual SIM • Processador Dual-Core de 1.2 GHz • 1 GB de RAM • 4 GB de memória interna, com suporte para cartão micro SD de até 32 GB • MP3 player e rádio FM • Câmera traseira de 8 MP e câmera frontal de 1.2 MP • Conectividade 3G, HSPA, Wi-Fi, Bluetooth 4.0 com EDR, GPS e NFC • Bateria de 2.000 mAh • Disponível nas cores preta e branca

MULTILASER PRIME

• Tela de 4,7” touch screen • Sistema operacional Android 4.0 • Processador Dual-Core • Dual chip • Conectividades: AGPS+GPS, Wi-Fi, 3G e Bluetooth • Duas câmeras, traseira de 8 MP e frontal de 2 MP • Memória flash de 4 GB • Compatível com cartões micro SD de até 32 GB • Disponível nas cores preta e branca 52

eletrolarnews


NOKIA

LUMIA 920 • Tela de 4,5’’ touch screen • Design premiado, formato Toque monobloco • Duas câmeras, a principal de 8,7 MP, com tecnologia PureView • Processador Qualcomm Snapdragon™ S4 • Windows Phone 8 • 3G e 4G • Bluetooth 3.0 e Wi-Fi • Memória RAM de 1 GB • Memória interna de 32 GB • Armazenamento gratuito em nuvem de 7 GB

PHILCO

PHONE 530 • Tela de 5,3” LCD TFT • Android 4.0 • Tela touch capacitiva • Chipset Qualcomm MSM8225 Dual-Core • 1.2 GHz • 2G e 3G • Wi-Fi e Bluetooth • Câmera traseira de 5 MP e frontal de 0.3 MP • Entrada para dois chips • Memória interna ROM de 4 GB • Memória RAM de 756 MB • Micro SD Card expansível até 32 GB • GPS eletrolarnews

53


DO SS IÊ

POSITIVO INFORMÁTICA YPY

• Tela touch capacitiva de 3,5” HVGA • Sistema operacional Android 2.3.5 (Gingerbread) • Processador 1 GHz • Duplo SIM (dual chip) • Memória RAM de 512 MB • Memória interna de 512 MB • Acompanha cartão micro SD de 8 GB, expansível até 32 GB • Conectividade: GSM quadband, 3G, Bluetooth, Wi-Fi e GPS • Câmera de 3.0 MP com zoom digital 4x • Facebook e WhatsApp pré-instalados • Bateria 1.300 mAh

SAMSUNG

GALAXY S4 MINI • Tela 4,3” Super AMOLED • Processador 1.7 GHz Dual-Core • Sistema operacional Android 4.2 • Duas câmeras, traseira de 8 MP e frontal de 1.9 MP • Conectividades: Wi-Fi, GPS+Glonass, Bluetooth e IT LED (controle remoto) • Memória interna de 8 GB compartilhada • Entrada para cartão micro SD de até 64 GB • Memória RAM de 1.5 GB • Bateria 1.900 mAh

SONY

XPERIA ZQ • Tela de 5” full HD com Mobile Bravia® Engine 2 • Sistema operacional Android 4.1 – Jelly Bean • Tecnologia 4G • Processador Quad-Core 1.5 GHz S4 Snapdragon™ Pro • Câmera de 13 MP com sensor Exmor RS • Vídeo HDR (High Dynamic Range) • Tecnologia “um toque”, que permite a conexão com outros produtos Sony via tecnologia NFC • Modo de bateria STAMINA*, que aumenta em 4x o tempo de espera. • Disponível nas cores preta e branca

STI

CS40G • Tela touch screen de 4” • Sistema operacional Android 2.3 • Processador de 1 GHz, Qualcomm Snapdragon S1 • 4 GB de memória interna • Câmera traseira de 5 MP com foco automático e flash • Quadriband em 2G e dualband em 3G • Rádio FM • Conexão 3G ou Wi-Fi • 70 aplicativos pré-instalados 54

eletrolarnews


MAT É R IA E SP ECI A L - CO N D I CI O NADORES DE AR E C LI M ATI ZADORES

56

eletrolarnews


CLIMA BOM Otimismo no mercado de ar-condicionado e de

climatizadores. Fabricantes esperam crescimento nas vendas, pois ainda há muito espaço para esses produtos nos lares brasileiros. Igor Carvalho

O

clima tropical, com predomínio de altas mas já se observa a procura por mais conforto em totemperaturas em boa parte do País, durante dos os meses do ano. O fato é que o potencial do mercado é muito bom. a maior parte do ano, é exA s re d es v arejis celente aliado na tas de diferentes comercialização O potencial do mercado é muito bom. regiõ es do País, dos ap arelhos de Ainda há grande espaço para o i n cl u s iv e d o S u l , ar-condicionado e se preparam para de climatizadores. crescimento de aparelhos que as vendas graç as Grande parcela das contribuem para o conforto e a a p a re l h o s q u e vendas dessa catetambém exercem a goria concentra-se o bem-estar. função de aqueceneste s emestre, e dor, e, se depender s eu aquecimento do otimismo da incomeça em sintonia com a subida dos termômetros. Muitos compram dústria, o verão 2013-2014 será tão bom quanto foi por impulso, no “calor do momento”, principalmente o da temporada 2012-2013. “O segmento teve forte em dezembro, devido ao recebimento do 13º salário, recuperação no primeiro semestre, impulsionado

eletrolarnews

57


MAT É R IA E SP ECI A L - CO N D I CI O NADORES DE AR E C LI M ATI ZADORES

pelo clima favorável e pela maior oferta de produtos”, analisa Carlos Guimarães, gerente de marketing da Electrolux. O aumento na comercialização de ar-condicionado, nos seis primeiros meses deste ano, foi de 50% em relação ao mesmo período de 2012, estima Andrea Denise de Lima, gerente de produto da Elgin. “Nos últimos cinco anos, o crescimento do segmento de split residencial foi superior a 230%, evidência de que o mercado está em curva ascendente. As vendas de climatizadores

tados com médias e altas temperaturas continuam a concentrar as principais vendas, e os fabricantes pontuam que o Centro-Oeste tem dado uma contribuição significativa ao mercado. “Hoje, o segmento de tratamento de ar representa um de cada cinco eletrodomésticos vendidos globalmente pelo setor e representará um em cada três nos próximos sete anos”, analisa Gustavo Melo, diretor de marketing da Whirlpool Latin America.

climatizador lideram a preferência dos consumidores. “Esses modelos e os de ar-condicionado portáteis, que podem ser levados para qualquer lugar, vieram para ficar. Há uma demanda crescente, principalmente pela praticidade e comodidade, uma vez que não exigem instalação ou reformas. Além disso, alguns edifícios não permitem a instalação de unidades externas aparentes em sua fachada”, conta Andrea, da Elgin.

O preço ainda é um fator limitante para a expansão da categoria.

De cada quatro aparelhos vendidos, três são split. “Os modelos com tecnologia inverter, que permitem grande economia de energia, são a principal tendência”, diz Ichi, da Midea Carrier. Outros diferenciais dessa tecnologia são a facilidade de limpeza e o baixo ruído. “Apostamos na tendência de que condi-

Aparelhos de ar-condicionado split hi-wall e climatizadores lideram a preferência dos consumidores.

também têm se destacado graças ao preço mais acessível, o que faz esses aparelhos serem mais populares a cada ano.”

Preços mais acessíveis e facilidade de instalação dos climatizadores elevam as projeções de vendas.

Oportunidades A penetração de ar-condicionado nos lares brasileiros é inferior a 20%, de acordo com Sidney Ichi, diretor comercial da Midea Carrier. “Isso faz com que o segmento de climatização continue sendo atrativo e com grande potencial de crescimento”, afirma. O Rio de Janeiro é a região com maior participação na categoria, presente em 37,6% dos lares cariocas, segundo estudo citado por Guimarães, da Electrolux. A incidência de calor o ano todo também está entre os fatores que proporcionam oportunidades de negócios para a categoria. Os Es-

58

eletrolarnews

Por isso, a valorização da moeda americana frente ao real preocupa os players desse mercado. “Estamos otimistas em relação a este semestre e ao início do próximo ano, apesar de o risco iminente do aumento do dólar impactar o mercado e, consequentemente, se ref letir no preço dos produtos para o consumidor final”, diz Jefferson Pimentel, gerente sênior da divisão de eletrodomésticos da Samsung Brasil.

Tendências No mercado de climatização, o ar-condicionado split hi-wall e o

cionadores de ar não são apenas para o verão. Com a funcionalidade quente e frio, são úteis o ano todo e nas diferentes regiões do País”, acrescenta Pimentel, da Samsung. Apesar da maior participação de produtos com menor capacidade de refrigeração nas vendas do ínicio deste ano, a empresa de pesquisas GfK registrou a migração para produtos na faixa intermediária de potência, entre 9.000 a 12.000 BTU. A participação desses produtos respondeu por 68% das vendas no primeiro semestre. Abaixo, o leitor acompanha os lançamentos.


MAT É R IA E SP ECI A L - CO N D I CI O NADORES DE AR E C LI M ATI ZADORES

ELECTROLUX

Carlos Guimarães Split da linha Inverter Techno (BI09F)

Climatizador CL07R

A

posta nos modelos portáteis. “Eles estão conquistando espaço, pois muitos consumidores têm limitação para a instalação de splits”, diz Guimarães, gerente de marketing. Entre os produtos que compõem o portfólio da empresa, ele destaca o climatizador CL07R, com as funções climatizar, ventilar e aquecer (modelo reverso). Possui puxador retrátil, o que facilita seu transporte, tanque de água removível, controle remoto, função timer e sistema de filtragem tripla (composto por Ultra Filter, filtro de nylon e filtro colmeia) em conjunto com ionizador, que retêm até 99% das bactérias. Na linha de climatização da marca está também o modelo Split BI09F, com tecnologia inverter, que economiza até 40% de energia, atinge mais rápido

60

eletrolarnews

a temperatura desejada e tem tripla filtragem (Ultra Filter, carvão ativado e nylon). Entre as funções do aparelho, chamam a atenção a autolimpeza, que evita a proliferação de odores e mofo; a ECO, que se adequa à variação de temperatura do corpo durante o sono; e a desumidificar, que retira a umidade excessiva do ar. A empresa está confiante nas vendas deste semestre. “A perspectiva é bastante positiva por conta das previsões de um verão quente, o que deve aumentar a procura por produtos de climatização”, diz Guimarães. O executivo reforça que o mercado de split ainda é um dos mais representativos da categoria graças à tecnologia quente/frio, incorporada a alguns aparelhos, ampliando as oportunidades de negócios.


MAT É R IA E SP ECI A L - CO N D I CI O NADORES DE AR E C LI M ATI ZADORES

ELGIN

Andrea Denise de Lima

P

ara o próximo verão, a empresa lança o climatizador de ar Elgin, que resfria, ventila, umidifica e purifica o ar. Conta com a função ionizar, que emite íons negativos, que combatem em até 99% a proliferação de fungos, ácaros, vírus e bactérias. Vem com tanque de água de 7,5 litros e local para gelo, característica que melhora seu desempenho. Compacto, possui enrola-cabos, puxadores na lateral e compartimento para o controle remoto.

Climatizador Elgin

62

eletrolarnews

“Por ser um mercado sazonal, na maioria das vezes a compra é por impulso, ou seja, motivada pelas altas temperaturas do verão. Assim, o segundo semestre é sempre mais pro-

missor. Apesar do aumento do dólar, que impacta diretamente essas categorias com muitos insumos importados, esperamos maior demanda”, conta Andrea, gerente de produto. Outra novidade da empresa é o ar-condicionado portátil, cujo principal diferencial é a possibilidade de utilização em áreas externas. “Ao contrário do que encontramos no mercado, esse aparelho tem a versatilidade 4 em 1: pode ficar dentro ou fora do ambiente, na função refrigeração ou aquecimento”, explica a executiva. O produto trabalha com refrigerante ecológico R-410A, que não prejudica a camada de ozônio, e seu controle remoto tem as funções timer e sleep.


MAT É R IA E SP ECI A L - CO N D I CI O NADORES DE AR E C LI M ATI ZADORES

MIDEA CARRIER

Sidney Ichi

A

Midea Prime

Midea Vize

64

eletrolarnews

tua no segmento de climatização residencial com as marcas Midea, Carrier e Springer. Está presente, também, em grandes empreendimentos, pois é a responsável pelos sistemas de conforto térmico em nove estádios da Copa do Mundo de 2014. “O balanço do primeiro trimestre de 2013 nos permite uma visão bastante otimista sobre as vendas para esta temporada”, diz Ichi, diretor comercial. Seu mix de produtos engloba ar-condicionado, climatiz adores, umidificadores, aquecedores e purificadores de ar. Neste semestre, lança o novo climatizador Midea,

desenvolvido para os padrões de consumo dos brasileiros, com compartimento de gel, que pode ser congelado para aumentar o efeito de climatização – seu sistema refresca e umidifica o ar com eficiência 200% acima dos demais modelos do mercado. Na categoria de condicionadores de ar, a empresa destaca o Midea Vize, modelo cujo indicador de temperatura se ilumina sobre a superfície do painel; e o Midea Prime, da categoria luxo, com tecnologia 3D Inverter, que economiza 60% de energia elétrica, e sensor Intelligent Eye, que aciona o aparelho assim que detecta a presença de pessoas no ambiente.


MAT É R IA E SP ECI A L - CO N D I CI O NADORES DE AR E C LI M ATI ZADORES

SAMSUNG

Jefferson Pimentel Porto

P

Max Plus

Smart Inverter

66

eletrolarnews

roduz e distribui duas linhas de condicionadores de ar com foco no consumidor final: a Smart Inverter e a Max Plus. “Observamos o crescimento dos splits tipo hi-wall e, por isso, todo o nosso portfólio é baseado nessa categoria. Apostamos em modelos com diferentes capacidades, preços e dimensões. Os portáteis e climatizadores, por enquanto, não estão previstos para serem comercializados no Brasil”, conta Pimentel, gerente sênior da divisão de eletrodomésticos da Samsung Brasil. A linha Smart Inverter se destaca pelo design, que combina com a decoração de ambientes modernos, pelo baixo consumo de energia

e pela tecnologia Virus Doctor, que elimina 99,9% dos vírus da gripe influenza A (H1N1), influenza B (causador da gripe comum) e também o vírus tipo corona, além de reduzir a presença de bactérias e fungos nocivos e de eliminar os ácaros. Os modelos da linha Max Plus resfriam rapidamente o ambiente, por meio da função Turbo Cooling, e têm tecnologias exclusivas que evitam o consumo desnecessário de energia e controlam a temperatura automaticamente. Possuem filtro de alta densidade, que retém até 60% das partículas de pó e bactérias causadoras de alergias, além da tecnologia Virus Doctor, com capacidade de purificar mais de 19 m³ de espaço.


MAT É R IA E SP ECI A L - CO N D I CI O NADORES DE AR E C LI M ATI ZADORES

WHIRLPOOL

Gustavo Melo

A

Split Consul Facilite

través da Consul, uma de suas três marcas, oferece ao mercado portfólio variado de aparelhos de ar-condicionado, com modelos split e janela, além de climatizadores. “Em julho deste ano, apresentamos 18 modelos de split e oito condicionadores de ar de janela. Buscamos atender a todas as necessidades dos consumidores. Por isso, apostamos na diversificação da categoria”, conta Melo, diretor de marketing da Whirlpool Latin America A partir de outubro, chega ao varejo o Split Consul Facilite, modelo com selo classe A de eficiência energética e gás refrigerante R-410a, que reduz o efeito estufa. Vem nas versões

68

eletrolarnews

branca e cinza com o controle Uso Fácil, com ícones e funções intuitivos, e o Sistema Imuni, combinação dos filtros Hepa, que elimina até 99,9% das bactérias e retém até duas vezes mais poeira e pelos do que os modelos convencionais, informa o executivo. Nos últimos anos, a empresa ampliou a produção de split em sua fábrica de Manaus (AM) e, entre as novidades que trouxe para o mercado em 2013, estão a renovação de sua linha de condicionadores de ar modelo janela. A Whirlpool investe em ações de marketing para alavancar novas oportunidades de mercado, como os modelos reversos quente/frio para a Região Sul do Brasil.


VITR IN E E SP ECI A L - CO N D I CI O NADORES DE AR E C LI M ATI ZADORES

AMVOX

CLIMATIZADOR ACL 650

SPLIT CLARICE

O

O

O

DE’LONGHI

M.CASSAB

MG ELETRO

O

O

A

PAC C100

ar-condicionado Pinguino é portátil, tem três níveis de ventilação e 12.000 BTU, sendo indicado para espaços de até 20 m². O aparelho da De´Longhi possui exclusivo sistema de condensação e funciona sem necessidade de colocar ou retirar água. Dispõe de adaptadores de janela na tubulação para saída do ar quente, timer eletrônico e visor LCD. Tem baixo nível de ruído e vem com controle remoto.

eletrolarnews

CLARICE ELETRODOMÉSTICOS

VENTILAR CLIMATIZE 600 (CLI600)

modelo escolhido pela Amvox é um aparelho 3 em 1: climatizador, circulador e umidificador de ar. Tem design moderno, 75 W de potência, três velocidades, capacidade para 6,5 litros de água, motor silencioso e supereconômico. Dispõe de dois recipientes com gel para resfriamento, rodinhas e alças laterais para transporte. Disponível em 127 V e 220 V.

72

CADENCE

climatizador da Cadence tem 1.250 W de potência e quatro funções: aquecedor, climatizador, umidificador e circulador de ar. Dispõe de dois níveis de aquecimento e três de ventilação, com opção de climatizar, além de função timer, que permite programar o desligamento automático. Para utilizá-lo, basta colocar água no reservatório e ligar. Disponível em 127 V e 220 V.

ar-condicionado split Clarice está disponível nas versões Quente/Frio de 9.000, 12.000 e 18.000 BTU. Possui painel eletrônico, controle de temperatura, filtro antibactéria e funções sleep, quente, frio, swing e ventilar. Vem com controle remoto multifunção e kit de instalação. Disponível em 220 V.

CLIMATIZADOR COMFORT CONDICIONADOR DE CS10XE AR PORTÁTIL

climatizador Comfort da marca Honeywell, importado pela M.Cassab, conta com sistema de refrigeração tipo “favo de mel”, com filtro de carbono, que distribui melhor o ar e retém partículas de odor com abrangência de até 30 m². Possui painel de LED, quatro velocidades, aletas que oscilam, tanque removível com capacidade para 10 litros e alarme de baixo nível de água. O produto tem desligamento automático e função timer. Vem com controle remoto.

MG Eletro apresenta o condicionador de ar portátil de 10.000 BTU, último lançamento da marca. Multifuncional 5 em 1, resfria, desumidifica, ventila, purifica e aquece o ar, com exaustão de 350 m³/h. Tem painel de controle digital de LED, três velocidades, vaporização de água condensada automática, filtro de ar, filtro com íons negativos que purifica o ar e gás refrigerante R410A. Vem com controle remoto, temporizador com desligamento automático e dois anos de garantia.


VITR IN E E SP ECI A L - CO N D I CI O NADORES DE AR E C LI M ATI ZADORES

OLIMPIA SPLENDID PANASONIC DOLCECLIMA NANO

SPLIT ECONAVI DUAL SENSOR

PHASER

A

A

A

PHILCO

RHEEM

SUGGAR

O

C

O

r-condicionado portátil, com tecnologia nano, é um dos menores do mercado. Tem 10.000 BTU, tecnologia BLU, novo conceito de ventilação, e aletas com design que garante a distribuição uniforme de ar. A corrente de ar alta atinge mais de 4 m de altura e a longa, acima de 3 m de largura. Possui triplo sistema de filtragem do ar, três velocidades e funções ventilação e desumidificação. Não tem reservatório, devolve a água pelo ar para o ambiente e vem com controle remoto.

CONDICIONADOR DE AR PH9000QFM

modelo tem 9.000 BTU, ciclo de ar frio, baixo consumo de energia (utiliza compressor rotativo), filtro de ar antibactéria e antifungo e vazão de ar de 480 m³. Conta com as funções sleep, swing, turbo e timer; modo de operação cool, heating, dry e fan; e controle de ventilação (alto, baixo, médio e automático). Tem garantia de um ano e vem acompanhado de controle remoto. Disponível em 220 V.

74

eletrolarnews

linha tem modelos de 9.000, 12.000, 18.000 e 22.000 BTU. Possuem tecnologia Inverter e Econavi Dual Sensor, que detecta a presença de pessoas e a luminosidade do ambiente, ajustando automaticamente a temperatura e reduzindo o consumo de energia em até 35%, destaca a empresa. Outro diferencial é o sistema de purificação de ar Nanoe-G, tecnologia exclusiva, que elimina as impurezas e os micro-organismos presentes no ambiente, bem como 99% das bactérias, vírus e mofo.

LINHA PISO TETO

o mposta por aparelhos de 36.000 a 60.000 BTU, a nova linha Piso Teto da Rheem foi desenvolvida para atender áreas mais amplas. Com alta potência e baixo ruído, os modelos têm saída de dreno em ambos os lados, que facilita a instalação; proteção da serpentina do condensador com tela plástica, que reduz seu peso; e swing, que distribui melhor o ar em todo o ambiente, destaca a empresa. Os produtos vêm com controle remoto inteligente.

LINHA HOME CARE

Phaser apresenta o climatizador e umidificador da linha Home Care. O aparelho, que refrigera, umidifica, ventila e purifica, tem reservatório que suporta até 3,3 litros de água, caixa/suporte para armazenar o gelo, três níveis de velocidade e filtro antimofo e antibactéria. Dispõe de indicador do nível da água no reservatório, rodinhas com duas travas de posição e alça para transporte.

CLIMATIZADOR DE AR FRIO

climatizador portátil tem as funções purificar, oscilar, resfriar/umidificar e ventilar. Possui dupla filtragem, que retém as bactérias e a poeira do ambiente, dois recipientes com gel para resfriamento, reservatório com capacidade para 7 litros, com indicador de nível de água, e três níveis de ventilação. Dispõe de timer de 120 minutos, alças laterais, rodinhas para transporte e pés com trava de posição.


EN T R E V IS TA Foto: Roberto Assem

ALTERAR A POLÍTICA

ECONÔMICA FOI UM EQUÍVOCO O índice de inflação do Brasil deve terminar este ano pouco abaixo de 6%, resultado além da meta de controle do Banco Central (BC). Em entrevista a Eletrolar News, a economista Alessandra Ribeiro, sócia da Tendências Consultoria, mestre em economia e finanças pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e graduada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), revela que a escalada dos preços é resultado da política econômica equivocada, sustentada por um modelo de crescimento já esgotado, pautado pelo consumo das famílias, e por ineficientes investimentos em infraestrutura. Igor Carvalho Leda Cavalcanti

Existe no Brasil a cultura da inflação, que faz tocar o alarme a qualquer reajuste de preço? ALESSANDRA RIBEIRO – Existe por causa da alta inflação na década de 1980, quando foram criados mecanismos de proteção, como a indexação. Hoje, entretanto, a realidade é completamente diferente daquela época, o cenário é bem mais tranquilo, mas mesmo assim há aquela lembrança e, diante de qualquer retomada da inflação, as pessoas já se mostram mais temerosas. 78

eletrolarnews

Como a inflação deverá se comportar até o final do ano? AR – Ela está relativamente sob controle, mas em patamar muito alto. Deve fechar o ano na casa dos 5,7%, ligeiramente abaixo de 6%. A nossa meta é de 4,5%, com dois pontos para cima e dois pontos para baixo, então será mais um ano de inflação fora do centro, número alto se comparado a outros países emergentes, inclusive da América Latina. No Chile, a meta é de 3% e, no Peru, 2%. Os Estados Unidos trabalham com inflação de 2%, 2,5% e a zona do euro, com 2%.


A rápida redução dos juros ajudou a elevar a inflação? AR – Essa alta da inflação reflete a leniência da política monetária. Os juros foram reduzidos muito além da conta. Para trazer a inflação a patamares mais baixos, não há alternativa a não ser subir os juros. É o mecanismo mais eficiente. Desde o ano passado, o governo vem adotando uma política de desonerações como a da cesta básica e da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), mas isso tem efeito mais pontual. O problema da inflação não é o preço de um bem hoje, mas sim como ele caminha ao longo do tempo. A política de desonerações não altera as condições de oferta e demanda da economia como um todo, por isso é pouco eficiente. Fatores políticos influenciam as decisões? AR – O governo, principalmente o da presidente Dilma Rousseff, busca uma economia crescente, de 4%, 4,5%, e quis estimular a atividade econômica através da liberação de recursos e de desonerações. Isso, porém, se refletiu na inflação, que ainda causa muito barulho no País. Basta lembrar o que ocorreu no começo deste ano quando foi ultrapassado o teto da meta de inflação. Houve impacto no consumo e na popularidade da presidente. Não adianta tentar incentivar a economia a todo custo porque a inflação pode sair do controle. Por que caiu o ritmo do crescimento do País? AR – No primeiro e no segundo mandato do ex-presidente Lula, a economia foi bem. De 2004 a 2010, a média de crescimento foi de 4,5%. O problema é que o governo Dilma alterou toda a política econômica bem-sucedida dos períodos anteriores, inclusive do governo de Fernando Henrique Cardoso. Foi implementada nova matriz econômica, que mudou as metas de inflação, forçou o BC a reduzir os juros de qualquer forma, realizou uma política fiscal bem menos responsável, principalmente a partir do ano passado, e segurou o câmbio artificialmente, um pouco mais desvalorizado para dar maior competitividade à indústria. Os efeitos foram muito ruins e causaram grandes distorções, como o aumento da inflação. Houve equívocos. Quais foram eles? AR – Um é o modelo de crescimento econômico adotado, principalmente durante o período Lula, apoiado no consumo das famílias, e que já vinha se esgotando. A presidente Dilma tentou reavivá-lo ao reduzir o IPI e quando criou o Programa Minha Casa Melhor. Esse modelo não permite taxas muito maiores de crescimento. O desemprego já está perto da taxa mínima histórica, não cai mais por causa do problema de oferta de mão de obra, pois não temos pessoas qualificadas para colocar no mercado de trabalho, o crédito esgotou e as famílias estão endividadas. O grande erro deste governo foi não perceber que este modelo estava falhando. Ao mesmo tempo, não criou a variável-chave, que é o investimento.

E agora, quais as alternativas? AR – O cenário é bem complicado. O governo não tem nenhuma agenda e nem reforma importante em discussão ou em vias de ser implementada. As concessões seriam uma luz no túnel, mas ainda há dúvidas se elas saem ou não e se entram participantes que realmente tenham condições, não oportunistas. O investimento não saiu do lugar, e a economia ficou presa em uma armadilha de crescimento baixo e inflação relativamente alta. Depois da crise de 2008, tivemos mais um fôlego, mas 2012 foi difícil de novo, o preço das commodities parou de subir, o mercado global não ajudou, a gente não fez a lição de casa e o que estava dando certo foi alterado, criando ainda mais incertezas e minando o pouco que se tinha. A volatilidade das regras afugenta o investidor? AR – Esse é um dos motivos que mantêm a confiança do empresariado baixa, consequentemente ele não investe, e a economia não gira. O vai e vem de regras para o investidor é mortal. Inseguro, ele olha para outros países, como Chile, México e Colômbia. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse há pouco que falta oportunidade de investimento no mundo, e as empresas querem vir para o Brasil, mas não é verdade. Embora o País seja um mercado interessante, há muitos outros emergentes que fazem a lição de casa, isto é, controlam a inflação e definiram reformas para melhorar o ambiente de negócios, principalmente na questão tributária. O Brasil ficou para trás em alguns desses quesitos. Nesse ponto, um país que chama a atenção é o México. As multinacionais que estão vindo ao Brasil afetam as empresas nacionais? AR – O empresariado brasileiro tem a cultura de sempre pedir proteção ao Estado, ele tem medo de perder mercado para o importado, que entra com qualidade e preço competitivo. Não conseguimos acompanhar isso por questões mais estruturais, como impostos, infraestrutura precária e custo do trabalho. Na dificuldade de competir, os empresários tendem a solicitar ajuda para o governo, pedindo imposto sobre os importados e câmbio um pouco mais desvalorizado. Como fica o consumo da nova classe média? AR – Muitas pessoas saíram da miséria, agora estão na classe C e consumindo, o que é muito positivo. Mas como sustentar isso daqui para frente? Ninguém discute questões estruturais neste governo. Por exemplo, a presidente Dilma diz que quer colocar todos os recursos do pré-sal na educação, mas o problema não é recurso, é a gestão. Em termos percentuais, o Brasil gasta tanto quanto os outros países, inclusive os desenvolvidos, em educação, mas nenhuma semente foi plantada para colhermos lá na frente. O risco é ficarmos presos nessa mediocridade. eletrolarnews

79


MAT É R IA ESPECIAL MATÉRIA E SP ECI A L- -VENTIL VEN T IADORES L A D ORES

O COMPANHEIRO DE TODOS OS VERÕES

Design diferenciado, menor ruído, maior vazão de ar, licenciamento de personagens e controle remoto para os modelos de teto são algumas das principais tendências da categoria. Igor Carvalho

T

odos os anos a situação se repete: o verão chega, e os estoques de ventiladores nas lojas se vão, levados por consumidores, que recorrem a um dos mais tradicionais produtos para minimizar o calor. Para evitar que isso ocorra mais uma vez, é importante que o varejo se abasteça já, em períodos com menor procura pela categoria, quando a disponibilidade de ventiladores é maior, inclusive por parte dos fabricantes. “É importante ter produtos para re82

eletrolarnews

por os estoques. Para isso, é necessário planejar a demanda, fazer previsões e antecipar os pedidos de compra. Assim os varejistas garantirão o abastecimento, uma vez que a indústria conhecerá as necessidades deles e estará preparada para atendê-las”, observa Carolina Giuntoli Rozenblit, gerente de produtos do Grupo SEB, empresa detentora da marca Arno. O mercado de ventiladores esteve bastante aquecido em dezembro de 2012, devido à sazonalidade natural do pro-

duto e ao Natal. De acordo com estudo da empresa de pesquisas GfK, houve incremento de 44% nas vendas ante o mesmo período do ano anterior. Em janeiro e fevereiro de 2013, a comercialização ficou acima da média mensal de 2012, mas em março e abril as vendas caíram. Em junho, entretanto, o desempenho dos produtos foi mais forte que o do ano anterior, com aumento de quase 30% no volume de vendas. Para o próximo verão, os fabricantes apostam em performance superior à


Fotos: Divulgação

Alívio Maxx Preto Alívio Maxx Branco

Turbo Silêncio Maxx Brasil (Azul)

Carolina Giuntoli Rozenblit

Vendas de ventiladores se concentram nos meses mais quentes. Entretanto, o varejo precisa garantir estoques ao longo do ano para não perder bons negócios.

da estação passada. “O mercado terá grande crescimento, entre 8% e 10%”, prevê Jacques Ivo Krause, diretor de produto e comércio exterior da Mondial Eletrodomésticos. O otimismo dos fabricantes está relacionado, sobretudo, às projeções climáticas. “A perspectiva de temperatura para este verão é de 2 ºC acima do ano anterior”, acrescenta Gilca Carneiro, gerente comercial e regional para o Sudeste/Centro-Oeste da Latina Eletrodomésticos.

O ventilador e o ar-condicionado, inclusive, podem se complementar. “Um ambiente com os dois equipamentos pode garantir melhor relação entre conforto e custo energético. Quando utilizados simultaneamente, o ventilador de teto proporciona a redução do esforço do compressor do ar-condicionado para atingir a temperatura desejada, além de melhorar a qualidade do ar no ambiente, pela recirculação”, explica Pherson Coelho, diretor de marketing da Spirit.

O Nordeste e o Sudeste do País registram as maiores vendas de ventiladores, de acordo com Fernanda Candido, gerente comercial da Ventisol. Mesmo com a comercialização de ar-condicionado e de climatizadores igualmente aquecida, a executiva ressalta que os produtos não competem entre si. “Por mais que o consumo de ar-condicionado esteja aumentando, ainda existe demanda forte por ventiladores. Os seus públicos são diferentes. Portanto, eles não são concorrentes.”

Novidades As oportunidades para o segmento de ventiladores têm motivado a entrada de mais players. “A maior prova de crescimento do mercado são as novas marcas que estão surgindo, assim como as inovações tecnológicas”, conta Wilson Brambilla, diretor comercial da Mallory. Para garantir competitividade, os fabricantes investem sempre em novidades, e grande parte dos lançamentos é introduzida no mercado neste semestre.

Jacques Ivo Krause

Stadium

Turbo Bravio

eletrolarnews

83


MAT É R IA E SP ECI A L - VEN T I L A D ORES

A Arno reformulou os ventiladores da linha Alívio: incorporou novo sistema com quatro pás, que oferece 25% a mais de força no vento, de acordo com Carolina, gerente de produtos da marca. Os produtos ganharam design mais moderno, têm três opções de velocidade e grade de segurança, podem ser pendurados na parede e estão disponíveis em branco e preto.

Gilca Carneiro

Linha Lumen

Com a proximidade da Copa do Mundo, os fabricantes de ventiladores investem em modelos que remetem à seleção brasileira. A marca do Grupo SEB lançou o Turbo Silêncio Maxx 30 cm, em azul e branco, que proporciona quatro vezes mais vazão de vento, além de ser duas vezes mais silencioso, segundo a empresa. A Mondial também aposta no evento e traz para o mercado o modelo Stadium, de 30 cm, disponível em verde, azul, branco e amarelo. Design diferenciado é uma das principais tendências para a categoria, pois os ventiladores cada vez mais compõem a decoração dos ambientes. A Mallory lança o Turbo Silence Red, de 30 cm, com seis pás, três velocidades, inclinação vertical regulável, sistema de oscilação horizontal e design moderno, na cor vermelha. O principal destaque da empresa é a versão infantil inspirada na animação Carros, da Disney, fácil de desmontar e limpar, com três velocidades e menor consumo de energia.

Mais tendências O público infantil vem despertando, há algum tempo, a atenção dos fabricantes. Outra empresa que aposta em licenciamento é a Spirit. “Estamos ampliando a linha KIDS, com a chegada do herói Ben 10, reconhecido por 97% das crianças de 6 a 11 anos e licenciado pela Cartoon Network. O lançamento chega em dois modelos”, conta Pherson, da Spirit. O portfólio 84

eletrolarnews

Fernanda Candido

Fênix com controle remoto

Prisma

Miniventilador USB


MAT É R IA E SP ECI A L - VEN T I L A D ORES

Linha Kids Ben 10

Pherson Coelho

Apesar da estação mais fria, o mês de junho deste ano apresentou crescimento de 30% na comercialização de ventiladores na comparação com o mesmo mês de 2012.

de produtos para crianças da marca conta, ainda, com modelos licenciados da Turma da Mônica. Produtos com maior eficiência energética e mais silenciosos, característica bastante apreciada na hora de dormir com o ventilador ligado, têm grande apelo. Outros dois lançamentos da Mondial para o verão, que possuem esses diferenciais, são os modelos Turbo Bravio, nas versões de 30 cm e 40 cm, ambos com seis pás. O Turbo Silence, da Mallory, é outra opção que oferece maior potência e menos barulho. Com 40 cm, tem seis pás, o que permite maior vazão de ar, além de velocidade turbo. “Os modelos de fácil instalação e manutenção e que aceitam lâmpadas econômicas são exigência dos consumidores”, destaca Gilca, da Latina Eletrodomésticos. A empresa tem os modelos de Lumen e Lumen 86

eletrolarnews

Control, projeto desenvolvido em túnel de vento e com tecnologia de engenharia aeroespacial, em parceria com o departamento de aeronáutica da Universidade de São Paulo (SP). Disponíveis em branco, glass, black e cinza, iluminam com lâmpadas eletrônicas de até 23 W ou incandescentes de até 60 W e têm baixo consumo de energia, redutores de ruído nas pontas das pás e alta vazão de ar. O Lumen Control vem com controle remoto digital por radiofrequência. A Ventisol também lança neste verão ventiladores de teto. Destaque para o modelo Fênix, com controle remoto, que tem lustre injetado, ajuste de velocidade, timer e liga/desliga da lâmpada, com aerodinâmica que proporciona maior ventilação; e para o Prisma, que opera em três velocidades e decora o ambiente por meio de lustre prismático. A empresa aposta, também, em um miniventilador com entrada USB.

Wilson Brambilla

Turbo Silence

Turbo Silence Red

Ventilador Carros, da Disney


VITR IN E E SP ECI A L - VEN T I L A D OR

BRITÂNIA

FAET

FREEWAY

O

O

O

NKS

PHILCO

TRON

C

A

O

PROTECT TURBO

ventilador de mesa Protect Turbo 30 tem três velocidades, novo sistema de articulação para ajuste da inclinação vertical, grade que obedece às normas de segurança e oscilação horizontal automática com sistema de acionamento (botão integrado à carcaça). Pode ser fixado na parede. Dispõe de porta-fio no corpo do aparelho e motor com fusível térmico de segurança. Disponível em 127 V e 220 V.

TF 400 MAIS VOCÊ

om design moderno, o aparelho escolhido pela NKS possui potência máxima de 40 W, aerodinâmica projetada para permitir maior eficiência com menor consumo e 76 cm de altura. Dispõe de seletor de controle de velocidade com seis níveis, sendo três com rotação. Tem um ano de garantia e pode ser encontrado em 127 V e 220 V.

88

eletrolarnews

SUPER EURUS 40

modelo Eurus 40 possui 55 W de potência, três velocidades, inclinação vertical ajustável, sistema de oscilação automática e grades removíveis. O ventilador é silencioso e tem baixo consumo de energia. Disponível nas versões 127 V e 220 V.

FVT 5074

ventilador de torre FVT 5074, da Freeway, possui design moderno, 74 cm de altura, 40 W de potência e acionamento manual. Conta com três velocidades, função oscilação e timer de 120 minutos. O produto está disponível nas cores preta e branca, em 127 V e 220 V.

VENT TURBO SILENCE 40 AVENTADOR

Philco apresenta nesta Vitrine o Vent Turbo Silence 40, aparelho para chão, mesa ou parede. Possui três velocidades, grade plástica removível, inclinação vertical regulável e fusível térmico de segurança no motor. Disponível nas versões 127 V e 220 V.

ventilador de teto Aventador tem potência de 130 W, rotação máxima de 670 rpm e três pás em MDF com design exclusivo, na cor branca, com 686 mm de diâmetro. Conta com lustre redondo de vidro e tem capacidade para duas lâmpadas. Disponível em 127 V e 220 V.


VITR IN E E SP ECI A L - VEN T I L A D OR

VENTBEM

VENTI-DELTA

A

O

WANKE

WAP

TURBO WILLY

VENTILADOR DE COLUNA

O

O

C

MONTE CARLO TECH

VentBem, marca da WS Moldes, apresenta o ventilador Monte Carlo Tech, modelo de teto com três pás, diversas opções de cores e lustre para duas lâmpadas. É oferecido com dimmer para três velocidades ou controle remoto por radiofrequência. Seu motor funciona de 340 a 527 rpm com potência de 100 W na velocidade máxima. Disponível em 127 V e 220 V.

DOMESTIK

ventilador de mesa da linha Domestik tem design moderno, em preto, 50 W de potência e 40 cm de diâmetro. Possui três velocidades e inclinação regulável. Consome pouca energia e tem baixo nível de ruído. Fácil de montar, o produto pode ser encontrado em 127 V e 220 V.

90

eletrolarnews

VENTILADOR DE MESA SOFT

modelo escolhido pela Venti-Delta é lançamento: o ventilador de mesa Soft 40 cm. Possui três hélices e grade de plástico na cor preta. É silencioso e certificado pelas novas normas do Inmetro. Disponível em 127 V e 220 V.

Wap Turbo Willy é um modelo portátil com 34 cm de diâmetro e 45 W de potência. Tem design clean e três velocidades, acionadas por um botão integrado à coluna do aparelho. Possui base de sustentação e grade com proteção frontal, que impede o acesso de crianças às hélices. Disponível em 127 V e 220 V.

VENTISILVA

VENTILADOR DE COLUNA

A

Ventisilva apresenta nesta Vitrine o ventilador de coluna VCL, modelo com 2,10 m de altura e 65 cm de diâmetro. O aparelho possui controle de velocidade deslizante e nova grade nas cores preta, branca e cromada. Tem dois anos de garantia e está disponível em 127 V e 220 V.

ZEEX

om design moderno e funcional, o ventilador de coluna da Zeex é econômico, tem selo Procel, baixo consumo de energia e baixo nível de ruído. Possui grade removível, que facilita a limpeza e a armazenagem, permite ampla distribuição de ar no ambiente e garante a segurança. Sua grade não permite contato com a hélice. Tem sistema de segurança contra superaquecimento. É encontrado em branco (VC40) e preto (VC-41), em 127 V e 220 V.


L AN Ç AM E NT O S P R O D U T O S

ARNO

SANDUICHEIRA FUNKIDS

A

linha Kids, da Arno, formada por produtos desenhados para divertir e integrar a garotada, como a pipoqueira PipoKids, a fonte de chocolate ChocoKids e a máquina de algodão-doce DoceKids, ganha uma novidade para o Dia das Crianças deste ano: a sanduicheira FunKids. Com design compacto, tem placas antiaderentes com formato de “cara feliz” e prepara dois sanduíches de uma só vez. Possui luz piloto, alça fria e trava de segurança, para garantir mais proteção no manuseio. Vem com porta-fio, que facilita o armazenamento, e está disponível em 127 V e 220 V.

DSW AUTOMOTIVE CENTRAL MULTIMÍDIA UNIVERSAL

BRITÂNIA

A

GRILL PIZZA EXPRESS

A

Britânia lança o Grill Pizza Express, produto com chapas antiaderentes com 30,5 cm de diâmetro, que aquecem os dois lados ao mesmo tempo, sendo indicado para o preparo de pizza fresca ou congelada. Possui luzes indicadoras de funcionamento e aquecimento, além de porta-cordão elétrico no corpo do aparelho, que facilita o armazenamento. Tem um ano de garantia. Disponível em 127 V e 220 V.

Central Multimídia tem TV Digital integrada, disqueteira virtual para seis DVDs, tela LED com sete opções de cores, touch screen e diversas telas de fundo. Dispõe de Bluetooth, Dual Zone, GPS, rádio AM/ FM, entradas USB, SD Card, iPod e auxiliar. Vem com controle remoto, controle de volante e internet integrada. Conta com software que interage com todos os sistemas do carro.

ELECTROLUX

BALANÇA DE COZINHA

C

om design ultrafino e leve, as novas balanças de cozinha da Electrolux têm capacidade de até 5,250 kg, controle touch on glass e visor digital. São três modelos, branco, preto e inox. A balança na versão inox vem com uma alça, que possibilita pendurar o produto em qualquer lugar da cozinha, e timer sonoro para controle de descanso ou cozimento dos alimentos. Os produtos ainda contam com indicador de baixa bateria e sobrecarga, além de conversor de medidas. Pesam em gramas e mililitros e têm função tara, que mede apenas o peso do ingrediente, subtraindo o do recipiente.

FERRARI

MÁQUINA MULTI FUNÇÃO

A

Multi Função realiza diferentes operações em uma única máquina, como serrar, esmerilhar, lixar, furar, fresar e tornear. Tem motor de alta potência, de ½ cv, chave elétrica com trava de segurança e proteção superior e inferior da serra. Sua mesa de trabalho é ampla, possui transferidor de 0º a 45º para cortes retos e angulares na horizontal e lixadeira de cinta. Dispõe também de protetor de cavacos transparente, o que oferece segurança e permite total visualização do nível do corte. Indicada para uso profissional e doméstico. 92

eletrolarnews


GHELPLUS FOGÃO PIA

O

Fogão Pia 4 bocas da GhelPlus, peça compacta com design diferenciado, é fabricado em aço inox 430. Possui acendimento automático, trava de segurança em cada botão, que impede a liberação acidental de gás (GLP), e painel elevado, para evitar que a água escorra para a boca do fogão. Está disponível nas medidas de 1,14 x 0,54 cm; 1,16 x 0,54 cm e 1,20 x 0,54 cm para encaixe perfeito em qualquer tipo de balcão, informa a empresa.

GO TO

AUDIOLIGTH AL -1013

O

AudioLigth é um sistema de som e iluminação sem fio via 2,4 GHz, formado por lâmpada LED com áudio, dock station e controle remoto. Para utilizar, basta substituir a lâmpada comum (soquete E27) pela AudioLight e ligar uma fonte de som à base. É compatível com iPod, iPhone, MP3 Player, PC e TV. Tem saída de áudio de 10 W por canal, amplificador digital e três níveis de intensidade de luz. É Dual Zone e bivolt.

eletrolarnews

93


L AN Ç AM E NT O S P R O D U T O S

GRADIENTE SAFEPHONE

O

celular foi desenvolvido para crianças e idosos. Possui tecla SOS na parte de trás, em vermelho, que, ao ser acionada numa emergência, permite ao aparelho fazer ligações automáticas e disparar mensagem de texto pedindo ajuda. A localização é dada por meio de rastreador GPS para até cinco números pré-cadastrados. Tem display de 1,8”, teclas numéricas com cerca de 1 cm2, lanterna, MP3 Player, câmera VGA, Bluetooth, menu simplificado, botões com acionamento mecânico e carregador com base de fácil encaixe. A bateria, em standby, dura até cinco dias.

JACTOCLEAN LAV 500 PLUS

A

JactoClean apresenta a lavadora de média pressão LAV 500 Plus, com certificação e selo de segurança do Inmetro, pois sai de fábrica com proteção térmica contra variações de corrente elétrica no motor, no cabo e na chave. Vem ainda com protetor de correia. Indicada para uso geral, a lavadora tem como diferencial a possibilidade de ser utilizada com água de reuso, informa a empresa. Conta com mangueira de sucção com filtro, além de um filtro poroso para o bombeamento da água de reuso.

NESPRESSO

PHILCO

A

A

UMILK

mplia a linha de máquinas U, com dois lançamentos: a Umat e a Umilk. Destaque para a Umilk, a nova opção da Nespresso para os amantes do café com leite. Vem com um Aeroccino3 acoplado, que fornece espuma de leite com textura aveludada. Assim como o tanque de água, o Aeroccino3 pode ser deslizado para trás da máquina, para melhor se adaptar ao layout do ambiente. Conta com interface tátil, que memoriza o tamanho de xícara: Ristretto, Espresso e Lungo. A Umilk é apresentada em dois modelos, Pure Cream e Pure Black.

BOLO EXPRESS Bolo Express é uma máquina para assar bolos, pudins e outras receitas mais rápido do que em forno elétrico. Prepara bolo em 15 a 20 minutos, pudim em 20 a 25 e queijadinha em 18 a 20 minutos, informa a Philco. Possui formas antiaderentes, luzes indicadoras e trava de segurança. É prática e fácil de utilizar. Para desenformar, basta destravar e girar a forma. Vem com bandeja de silicone, manual de instruções, folder e certificado de garantia. Disponível em 127 V e 220 V.

PHILIPS

TELEVISOR DESIGNLINE

A

marca da TP Vision inova no design da categoria: em formato de folha de vidro, o aparelho, de 55’’, fica apoiado no chão, encostado na parede, e foi desenvolvido para ser uma peça de decoração. É ultrafino, sem suporte ou bordas aparentes, e tem a parte inferior transparente, o que proporciona a impressão de que a TV está “flutuando”. O televisor é smart e 3D, conta com a tecnologia Ambilight, exclusiva da Philips, e tem controle remoto com pointer e teclado QWERTY embutido.

94

eletrolarnews


ELE TR O S

COMPROMISSO

COM O CRESCIMENTO Lourival Kiçula, presidente da Eletros – Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos

A

indústria de eletroeletrônicos representa um importante propulsor da economia brasileira. É um setor bem posicionado no mercado nacional, pois está à frente no desenvolvimento de tecnologias cada vez mais inovadoras e apresenta amplo portfólio de produtos, o que reforça seu grande preparo para atender às demandas do mercado. Com os investimentos contínuos dos fabricantes em pesquisa e tecnologia, o consumidor brasileiro tem acesso a produtos de alta qualidade, mais funcionais e com design diferenciado. A indústria está atenta às necessidades do consumidor e responde com produtos cada vez mais eficientes e com recursos que facilitam o dia a dia. Prova disso foram as novidades apresentadas durante a 8ª Eletrolar Show, como o fogão que se conecta a smartphones, para permitir ao usuário baixar receitas e programá-las no forno elétrico. Ainda para a cozinha, fritadeiras que não usam óleo são uma opção moderna e saudável, além da batedeira que também pode ser usada como mixer vertical. Há também o ferro de passar que não queima roupas, pois, ao atingir determinada temperatura, trava, a fim de evitar acidentes. Um item que deve incrementar as vendas é a lavadora automática, que manteve a alíquota de IPI permanente em 10% e tem um índice de penetração em lares brasileiros de aproximadamente 52%, enquanto fogões e refrigeradores estão presentes em praticamente 100% das casas. Outro equipamento eletrônico que deve ser responsável pelo crescimento do setor é o televisor, em especial a

96

eletrolarnews

Foto: Roberto Assem

smart TV. Estima-se fechar 2013 com cerca de 14 milhões de aparelhos vendidos, e desse total cerca de 60% se referem a smart TVs. No primeiro semestre, foram vendidos para o varejo cerca de 6,3 milhões de televisores. Com a proximidade do fim do ano e dos eventos esportivos, como Copa do Mundo e Olimpíada, acredita-se que haverá um impulso nas vendas. O programa Minha Casa Melhor, que possibilita aos beneficiários do Minha Casa, Minha Vida uma linha de crédito de R$ 5 mil para o financiamento de produtos das linhas branca e marrom, também será um forte estímulo para alavancar as vendas da indústria. Segundo balanço realizado pela Caixa Econômica Federal, são mais de 100 mil famílias beneficiadas pela linha de crédito. Embora o cenário econômico brasileiro esteja instável, a perspectiva de crescimento para o setor se mantém positiva para 2013, e o desafio será manter o ritmo para crescer ainda mais.


FE C OM E R C I O SP

BARCO À DERIVA Abram Szajman, presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), entidade que gere o Serviço Social do Comércio (Sesc-SP) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-SP) no Estado.

Foto: Divulgação

E

stimular o consumo das famílias é certamente uma alternativa correta sempre que as condições econômicas o permitam. Isto aconteceu quando, por conta do controle da inflação, o aumento da renda real adicionou ao mercado um contingente de brasileiros egressos da pobreza, que passaram a se constituir em uma nova classe média. Ocorre, porém, que a oferta não acompanhou esse movimento por fatores adversos como custos altos, produtividade baixa, gargalos estruturais e infraestrutura limitada, entre outros. Em consequência desse descompasso entre demanda e oferta, distorções começaram a surgir de forma perigosa. A inflação ameaça escapar dos limites e, em 2013, aos déficits em transações correntes, somou-se a desagradável surpresa do resultado negativo na balança comercial, em razão do aumento das importações. A expansão do consumo é uma conquista, contê-la para evitar a inflação é indesejável. Para entender como chegamos a esta situação de gangorra que pende só para um lado, é forçoso reconhecer que, embora favorecido por uma onda de crescimento global até 2008, o Brasil não soube aproveitar a bonança para elaborar e executar um projeto de reformas, orientado por um olhar estratégico de longo prazo. 98

eletrolarnews

É difícil imaginar um país com as dimensões do nosso viver apenas de serviços, turismo ou de agricultura. Deixar, assim, que a sorte defina o destino da indústria brasileira, como se está fazendo, é um erro que pode custar caro. Não será através do câmbio ou de isenções pontuais que a produtividade do setor industrial se elevará.

harmonizar os fluxos de consumo e de poupança, entretanto, é premente que se adotem políticas de aumento da eficiência do Estado, com a consequente redução dos gastos públicos de custeio. Se os governos fizerem mais com menos, o resultado será maior poupança nacional, menos déficits externos e mais investimentos.

A produtividade não atinge os níveis almejados, no Brasil, por conta de um sistema educacional deficiente, de um emaranhado tributário e burocrático e pela contínua deterioração da infraestrutura, problemas intocados pelas políticas imediatistas até agora adotadas.

Nada disso acontecerá, porém, sem um programa econômico claro, de médio e longo prazo, com diretrizes e metas embasadas no objetivo de corrigir as profundas falhas que impedem o País de crescer na medida de suas necessidades e potencialidades. Hoje, na ausência de um norte para os investidores, a sensibilidade do mercado está à flor da pele diante de qualquer pronunciamento governamental sobre a economia. Uma frase mal colocada ou incompleta gera inúmeras interpretações e reações imediatas dos agentes econômicos, causando impactos e instabilidades desnecessárias. E com frequência as novas explicações que as autoridades são obrigadas a dar turvam ainda mais o cenário, em vez de esclarecer.

Mais recentemente, até mesmo onde somos indiscutivelmente bons, como no setor agropecuário, problemas se avolumam por falta de adequada ação dos poderes do Estado em relação às questões ambientais ou da demarcação de terras indígenas. Não fosse pela extrema competitividade do setor, as pressões inflacionárias sobre alimentos seriam ainda mais incisivas. Dessa forma, uma pergunta se impõe como decisiva para superarmos os espasmos agônicos dos pibinhos nanicos: será possível manter a capacidade de consumo das famílias ao mesmo tempo em que se controla a inflação e se amplia a oferta? A resposta é claramente sim, porque não são objetivos antagônicos, mas complementares. Para

Plano de Metas ou Plano Nacional de Desenvolvimento, como no passado, o nome pouco importa. O fundamental é ter um rumo que nos permita superar a incômoda e cada vez mais generalizada sensação de estarmos num barco à deriva.


100

eletrolarnews


MISSÃO CUMPRIDA:

ELETROLAR SHOW BATE RECORDE DE VISITAÇÃO QUALIFICADA Mais de 28 mil profissionais estiveram na 8ª edição da maior feira da América Latina de eletrodomésticos, eletroeletrônicos, celulares e TI, que reuniu a indústria e o varejo de todos os portes. Em 2014, o evento terá nova data: de 15 a 18 de setembro.

A

indústria e os varejistas de todas as regiões do Brasil se reuniram durante quatro dias, de 15 a 18 de julho, na 8ª Eletrolar Show, a maior feira da América Latina de bens de consumo duráveis. O evento teve recorde de público, mais de 28 mil visitantes, que conheceram 10 mil produtos de mil marcas, que já começam a chegar às vitrines do varejo. O prestígio e o tamanho da feira aumentam a cada edição. Em quatro anos, a Eletrolar Show cresceu nove vezes, graças à qualificação dos visitantes, incluindo compradores, executivos da indústria e do varejo, fabricantes, importadores, atacadistas, profissionais de hiper e supermercados, de home centers, distribuidores, representantes comerciais, do e-commerce e mercado corporativo. Principal ponto de encontro nacional do segmento de eletros, a feira teve total representatividade nacional. Para tanto, em muito contribuiu a vinda de 500 compradores de 150 redes varejistas que não têm sede em São Paulo, convidados pela organização do evento. “O público que esteve na feira responde por 25 mil pontos de venda de todo o Brasil”, diz Carlos Clur, presidente do Grupo Eletrolar,

responsável pela organização da feira. O movimento foi intenso já a partir do primeiro dia, com estandes lotados, o que possibilitou à indústria e ao varejo a oportunidade de estreitar o relacionamento, fortalecer parcerias comerciais, agilizar negociações, prospectar novos clientes e fechar negócios. O movimento foi superior ao do ano passado e chegou a R$ 3 bilhões. Na realização da 8ª edição da feira, o Grupo Eletrolar investiu R$ 9 milhões, o que representa 25% a mais que em 2012, quando o montante chegou a R$ 7,2 milhões. Mais da metade destes recursos foi direcionada para o grande objetivo da feira, que é o de garantir a presença dos maiores varejistas nacionais, bem como para a comunicação e o marketing. Em 2014, devido à realização da Copa do Mundo, em julho, a Eletrolar Show será realizada de 15 a 18 de setembro no mesmo espaço do Transamerica Expo Center e com o mesmo compromisso de ser melhor a cada ano. “Estamos trabalhando para que todas as categorias de produtos estejam presentes na feira do próximo ano, a fim de que, mais uma vez, ela seja plataforma de lançamentos para o segundo semestre”, afirma Clur. eletrolarnews

101


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

Cobertura: Helena Bertho Dias, Igor Carvalho, Leda Cavalcanti, Neusa Japiassu, Regina Passig e Rita Lucato. Fotos: Kazuo Kajihara, Mariana Garcia Itoiz, Mariana Oliveira, Reinaldo Canato e Roberto Assem. Diagramação: Bianca Oddone

DEPOIMENTOS

Na avaliação dos expositores, a 8ª Eletrolar Show foi um sucesso, e muitos já confirmaram a sua participação no próximo ano. Grande vitrine de lançamentos do segundo semestre, a feira reuniu a indústria e o varejo de todos os portes e regiões do Brasil. Os participantes da 8ª edição falam de seus produtos, expectativas e dos resultados obtidos com o evento.

ABRASA

Participante de todas as edições, mostrou projetos de gestão para divulgar o que a rede de assistência técnica oferece em suporte, peças e serviços. “Algumas empresas nos pediram para desenvolver ações de assistência técnica, e vamos trabalhar nesses projetos”, diz Wagner Gatto, diretor-executivo da Associação Brasileira dos Serviços Autorizados em Eletroeletrônicos. Participar da Eletrolar Show é muito importante, afirma Gatto. “Além de divulgar projetos já conhecidos, como gestão para assistência técnica, conserto eletrônico, logística reversa e sustentabilidade ambiental, a feira é ponto de apoio e de abertura de novos negócios.” Este ano, quadruplicou o número de visitantes ao estande da Abrasa.

Wagner Gatto

ABREE

Herbert Mascarenhas

102

eletrolarnews

A Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos participou pela primeira vez da Eletrolar Show. Formada em 2011 por 13 empresas do setor, a Abree nasceu por causa da lei decorrente da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Hoje, atende fabricantes e importadores. “Tivemos várias visitas na feira, uma vez que algumas empresas têm dúvidas sobre a questão, outras querem participar mais ativamente da associação e há, ainda, as que estão se adequando à lei. Nosso propósito é ajudá-las”, destaca o gerente-executivo, Herbert Mascarenhas.


ACONTECE SOLUTIONS

A fornecedora de soluções em serviços e seguros para pontos de venda e e-commerce estreou na feira. “Não há como não participar da Eletrolar Show. É onde podemos aumentar a carteira de clientes, consolidar os atuais, demonstrar credibilidade aos nossos parceiros e fazer negócios”, diz Haneman Mendes, diretor comercial. Nos quatro dias do evento, a Acontece Solutions mostrou serviços de cursos online, por exemplo, e produtos de seguros como a Garantia Estendida e o Norton Antivírus, comercializados em parceria com BNP Paribas Cardif, Cursos para Todos, Norton, Taki Benefícios e Ponto de Viagem.

Haneman Mendes

AF INTERNATIONAL

Carolina Cesetti Kina

Destacou toda a sua linha para limpeza de telas LED, LCD, plasma e TFT, bem como para computadores, câmeras, celulares, notebooks e equipamentos de som. “Lançamos também o Tonerclene, um pano com textura especial para remover resíduos de toners, sucesso mundial de vendas, e o blister com pano de microfibra Easy-Clene Cloth”, conta Carolina Cesetti Kina, gerente-geral da empresa. A desaceleração da economia no primeiro semestre não afetou a AF International, que é fabricante e tem várias frentes de trabalho, diz Carolina. “O segundo semestre já começou a melhorar, e com a Eletrolar Show, a perspectiva é boa. Na feira de 2012, tivemos resultados positivos, alavancamos bons negócios, e este ano contamos novamente com o evento. Estaremos aqui em 2014.”

AGIS DISTRIBUIÇÃO

Participou pela quarta vez e apresentou as opções de 22 marcas. O console PS3, da Sony, com acessórios e games, foi um dos destaques, ao lado dos ultrabooks das marcas HP, Acer, Itautec, com tecnologia Intel e Windows 8, dos tablets Microboard, Octo e HP e das mesas e telas digitalizadoras Wacom, para as áreas de arquitetura, engenharia, design e publicidade. Mostrou, também, o smartphone e os fones de ouvido Gradiente, os HDs externos da WD, roteadores da TP Link e impressoras da Xerox. No estande, destacou itens para todos os tipos de público. “Trouxemos produtos já consolidados, que se juntaram aos mais novos e fizeram do nosso estande um portfólio gigantesco”, diz Bruno Coelho, gerente de marketing da Agis Distribuição. A nova data de realização da Eletrolar Show, em 2014, agradou ao executivo. “Como a feira será em setembro, só precisamos mudar um pouco a estratégia para ter mais foco no Dia das Crianças e no Natal. Mas a data é excelente”, acrescenta Coelho.

Bruno Coelho

eletrolarnews

103


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

ALCATEIA

Carlos Tirich

Foi para a feira com a proposta de divulgar a linha de telefonia móvel, principalmente a de smartphones. “Hoje, temos três parceiros, a Samsung, que detém mais de 50% de market share, a Motorola e a Nokia. Também viemos fortes na linha de games e trouxemos o PlayStation 3. Chamamos a atenção para celulares e games”, diz Carlos Tirich, diretor comercial da Alcateia. A empresa, que já participou seis vezes da feira, também apresentou outras categorias, como a de acessórios de informática, para celulares e tablets de modo geral, linhas de pen drives, de memórias SD para câmeras, HDs externos e roteadores wireless. Desde o primeiro dia, o movimento da feira surpreendeu o diretor da empresa. “A participação dos clientes foi muito boa e os estandes estavam muito bonitos. Todo mundo veio com vontade de enaltecer a Eletrolar Show, praticamente a única feira de eletros e informática. Então, temos de caprichar nela”, afirma Tirich, que espera crescimento de dois dígitos para sua empresa em 2013.

ALCATEL ONE TOUCH

A fabricante de celulares e tablets inaugurou recentemente uma fábrica em Manaus (AM) e aproveitou a sua segunda participação na Eletrolar Show para apresentar os produtos que passarão a ser fabricados no Brasil. “Viemos para a feira com o objetivo de conhecer varejistas e mostrar nossas novidades. O evento foi ótimo para fechar negócios”, conta Marcus Daniel de Souza Machado, presidente da Alcatel. Seus destaques foram os smartphones touch screen Idol e M´Pop, com dual chip e sistema operacional Android 4.1, e o tablet Evo 7, com sistema Android e câmera frontal, que funciona por Wi-Fi. O usuário pode comprar o rádio 3G separado para acoplar e dispõe de molduras de várias cores para escondê-lo. “Com os produtos fabricados no País e os novos negócios fechados na feira, esperamos duplicar nosso faturamento”, diz Marcus, que já reservou o espaço da Alcatel para 2014.

Marcus Daniel de Souza Machado

ALLIED

Ricardo Ramoysler

104

eletrolarnews

Pelo terceiro ano consecutivo, a Allied participou da Eletrolar Show, onde apresentou as novidades em equipamentos eletrônicos de seus mais de 15 parceiros, entre eles Samsung, Acer, Sony, LG e Nokia. “Para nós, a feira funciona como uma grande vitrine, na qual temos a oportunidade de entrar em contato com varejistas de diversas regiões do País, fora do eixo Rio-São Paulo, onde é mais difícil fecharmos negócios em outras ocasiões”, explica o diretor- presidente Ricardo Ramoysler. Com ampla linha, a empresa criou espaços em seu estande para os clientes degustarem os produtos. Entre os destaques, o ultrabook M5, da Acer, com leitor e gravador de DVD, e o smartphone Galaxy S4, da Samsung. “A feira foi maior este ano, e acredito que, com os negócios que fechamos, podemos esperar crescimento de 40% para este semestre, compensando as dificuldades que o cenário político-econômico criou na primeira parte de 2013”, afirma Ramoysler, que já confirmou a presença da Allied na 9ª Eletrolar Show.


ALL NATIONS

Levou para a feira, em sua segunda participação, muitas categorias novas de produtos, conta Andrea Magnoni, diretora comercial da All Nations. “Nossa ideia foi trazer inovação ao mercado, dando mais soluções para os clientes conseguirem melhorar o mix do que ofertam e a rentabilidade da empresa. Entramos com a parte de telefonia, com a marca HP para câmeras digitais, com acessórios e máquinas mais sofisticadas para usuários de games.” Outros destaques foram o lançamento do NUC, da Intel, mini PC portátil para empresas, que não apresenta problema mecânico porque tem componentes sólidos, os tablets e as telas touch, estas uma demanda do mercado devido ao Windows 8. “Com esses produtos, facilitamos o acesso ao que é novo. Tudo funcionou muito bem. Adoramos a feira e o bom retorno que nos deu”, acrescenta Andrea, que espera crescimento de até 40% este ano para a empresa.

Andrea Magnoni

ANTENAS CASTELO

Miguel Barbosa

Apresentou a sua linha para sinal digital, como o kit com antena externa, mastro, suporte e 20 m de cabo coaxial, fácil de instalar e com embalagem prática para ser exposta e transportada. O carro-chefe é o modelo M1087. Outro destaque, a antena interna e externa Digiblack, recebe os sinais VHF e UHF. “É uma solução completa para qualquer aparelho de TV, com recepção do sinal das transmissões em alta definição dos canais abertos HD. Basta uma antena para dividir o sinal com outros televisores da casa”, diz o gestor comercial, Miguel Barbosa. Única fabricante de antenas que participa do Fórum da TV Digital do Ministério das Comunicações, a Castelo acredita que o programa Minha Casa Melhor favorecerá as vendas. O mesmo vale para a Copa do Mundo: na edição de 2010, a empresa dobrou o seu faturamento. Na Eletrolar Show, Antenas Castelo teve resultado altamente positivo. “A feira é maravilhosa e pretendemos voltar em 2014, em espaço maior e bem diferenciado”, diz Barbosa.

AQUARIUS

Lançou a linha de som automotivo, com modelos que vão dos simples aos mais sofisticados, todos com rádio FM, slot para cartão de memória, entrada USB e auxiliar. “Um dos destaques, o modelo top de linha Double DIN 6.2”, é touch screen, com TV Digital, câmera de ré e GPS Aquarius 3D Map, com mapa do Brasil, Argentina e Uruguai inclusos”, diz o diretor-executivo, Marcelo Bittencourt. Lançou, também, o primeiro GPS para motocicleta, com Bluetooth e fone de ouvido, e expôs as linhas GPS Discovery Channel e GPS Guia Quatro Rodas. A Aquarius é líder no mercado de GPS, conta Bittencourt. “Tem 50% do índice GfK na medição mensal das dez maiores marcas e está em primeiro lugar com sua família de GPS Discovery Channel e GPS Quatro Rodas.’’ Para o diretor, a participação na Eletrolar Show é sempre positiva. “Em 2012, lançamos a linha Quatro Rodas e este ano a de som automotivo. Posicionamos a marca e tivemos reciprocidade. Com certeza, voltaremos no ano que vem”, acrescenta.

Marcelo Bittencourt

eletrolarnews

105


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

ARKE

Carlos Alessandro Dall’Agno

Há 35 anos no mercado, a Arke montou em seu estande um verdadeiro boteco – com música, aperitivos e bebidas típicas do Brasil – para mostrar assadores rotativos a gás e elétricos, de bancada ou de embutir, máquinas de massa e uma linha de acessórios como grelhas, chapas e tábuas multiuso. Tudo isso voltado para os apaixonados por churrasco, restaurantes e pequenos estabelecimentos comerciais. De acordo com Carlos Alessandro Dall’Agno, gestor comercial, não há crise no setor. A empresa cresceu em média 33% nos últimos seis anos. “Nesta primeira participação na feira, o objetivo foi o de consolidar a Arke no segmento eletroportátil e mostrar os produtos para as grandes varejistas. Foi um sucesso, ampliamos a relação com os clientes existentes e fechamos muitos negócios”, informa.

ARNO

Mostrou novidades na linha de lavanderia e limpeza da casa, em sua segunda participação. “Destaque para a Compact Valet, passadeira portátil com nível de vapor, que passa a roupa em menos tempo, e para a lavadora de 10 kg, com sistema que movimenta muito mais água do que uma máquina normal”, afirma Joaquim Alfani, gerente de produto da empresa. Gustavo Rosique, gerente de grupo de produtos da Arno, diz que a renovação da categoria Compacteo trouxe uma tendência de mercado, a do bem-estar voltado à higiene dentro do lar. “São produtos que não têm saco coletor de pó, como o aspirador Compacteo Ergo Cyclonic Animal Care, que vem com bocal para aspirar pelos de animais e tem resultado 30% mais efetivo.” Tradição e performance colaboram para o mercado de portáteis crescer. “A Eletrolar Show é a grande vitrine da nossa categoria, e indústrias como a Arno, que privilegiam a fabricação nacional, dão segurança ao varejo e ao consumidor. Isso vai guiar o mercado nos próximos meses”, atesta Rosique. “É uma feira-referência para o varejo e a indústria, é muito importante ter um evento desse porte para lançar inovações”, acrescenta Alfani.

Joaquim Alfani Gustavo Rosique

ATLAS ELETRODOMÉSTICOS

Clóvis Simões

106

eletrolarnews

A segunda participação da Atlas Eletrodomésticos superou as expectativas. “Fiquei surpreso com a qualidade do público e a sua disposição para encontrar alternativas diante do novo cenário de mercado”, diz o diretor comercial, Clóvis Simões. Ciente de que a classe C incorporou padrões de qualidade ao consumo, lançou produtos para esse público, como a linha Utop. Destaque para o fogão em inox Top Gourmet, com cinco bocas e grill elétrico. “O produto, que tem tecnologia, modernidade e design, teve receptividade dos varejistas acima da esperada”, revela Simões. Na feira, a empresa lançou as versões inox e grill dos fogões Gênova, os produtos econômicos Mônaco Inox e Grécia Plus e o Novo Atenas. “O saldo da feira foi positivo, fizemos muitos contatos, fechamos bons negócios e vamos participar no próximo ano”, afirma Simões.


B2C EXPRESS

Para integrar as duas pontas da cadeia produtiva, de um lado fornecedores e varejistas de outro, a B2C Express participou pela segunda vez da Eletrolar Show e mostrou diversificada carteira de serviços. “Apresentamos o que podemos fazer pelos varejistas na sua loja física e também no e-commerce. Hoje, temos cerca de 120 serviços, que ficam expostos nas lojas por meio de cartelas”, afirma Eduardo Lins, diretor da empresa. Destacou linhas de seguros: garantia estendida com a AIG Seguradora; assistência residencial, moto e pet com a Mondial Assistance; software com o antivírus Kaspersky; e segurança pessoal com o serviço 24 horas Acompanhe o seu CPF, parceria com a Serasa Experian. Lançou, também, a máquina de autoatendimento que fecha 100% o ciclo de venda do serviço na loja. “É exclusiva, não há no Brasil uma que venda serviço e seguros. O cliente da loja compra o serviço direto com o seu cartão de banco na máquina”, diz Lins.

Eduardo Lins

BATIKI

Taufic Sarout

Em sua quinta participação na Eletrolar Show, a Batiki apresentou novidades variadas para atender de magazines a lojas de presentes e ficou satisfeita com os resultados. “A feira, que já é parte do nosso calendário anual, é essencial para estreitarmos o contato com nossos clientes, mostrarmos os produtos e fecharmos novas parcerias”, afirma Taufic Sarout, gerente-geral da empresa. No estande, expôs ventiladores de coluna, cofres eletrônicos com segurança aumentada, umidificadores de ar, relógios, utensílios domésticos e conjuntos de malas. “Com a procura pela linha de viagens, impulsionada pelas férias e feriados no segundo semestre, acreditamos que haverá crescimento no nosso faturamento”, diz Sarout.

BENECONN / PREMIUM BRINDES

Estreou na feira com três linhas de produtos: Unitec (cabos profissionais), Beneconn (pen drives, hubs e materiais de informática) e Premium (braço corporativo de brindes). “Trouxemos quase mil produtos diferentes”, conta Paulo McAllister, gerente de marketing. O pen drive é o carro-chefe da linha de produtos das marcas e é vendido como brinde para as empresas pela Premium e para o varejo pela Beneconn, que dá cinco anos de garantia, desenvolve e cria a embalagem para o lojista vender com a marca dele. Outra novidade no estande foi a bateria-reserva para celulares, com até 40 horas, produto que também pode ser personalizado. Da marca Unitec, destaque para os cabos com adaptadores para diversos aparelhos. “A expectativa que tínhamos da Eletrolar Show foi superada. Esperávamos fazer cerca de 100 contatos durante a feira e no terceiro dia já havíamos contabilizado 400”, acrescenta o gerente de marketing.

Paulo McAllister

eletrolarnews

107


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

BEST

Dirceu César Vendruscolo

Destacou, em sua estreia, a linha de fornos elétricos Plus multifunções, de 44 a 60 litros, com distribuição de calor dentro do forno garantida por quatro resistências. Os produtos assam, grelham, tostam, gratinam e aquecem. “A linha de fornos elétricos representa cerca de 80% das vendas da Best, mas temos em catálogo outros produtos, como cooktops e sanduicheiras”, conta o diretor Dirceu César Vendruscolo. Apesar das boas vendas efetuadas no primeiro semestre, a empresa se ressentiu com a alta do dólar e os impostos que dificultam as importações. Sediada na cidade de Maravilha (SC), a Best tem seu mercado concentrado nas Regiões Sul e Centro-Oeste, mas a meta é conquistar novos clientes e representantes em São Paulo. “Em nossas visitas anteriores, vimos na Eletrolar Show uma grande oportunidade para aparecer no Estado. Além de facilitar a logística, o Sudeste consome mais a linha de fornos elétricos da empresa em comparação a outras regiões, como Norte e Nordeste. A feira é uma ótima chance para atingirmos os objetivos de expansão”, diz Vendruscolo.

BICICLETAS MORMAII

Com toda a sua linha de bicicletas repaginada, a empresa apostou na Eletrolar Show para alavancar as vendas do segundo semestre. “A feira é extremamente importante nesse processo porque o ano, para nós, começou em julho, que é o momento perfeito para mostrar nossos produtos. Fizemos negócios na feira”, afirma Vanderley Schappo, diretor-presidente da empresa. O destaque da nova linha reestilizada é a bicicleta cross Energy, desenvolvida para o público infantojuvenil. Classificada entre as líderes de venda, ela tem quadro de aço carbono, sistema de freio V-Brake, pedaleira traseira, câmara em borracha butílica e pintura eletrostática em três versões: neon, amarela e preta. Vanderley Schappo

BIKELETE

Marcos de Mesquita

108

eletrolarnews

Participante pela segunda vez da feira, a fabricante de bicicletas motorizadas apresentou a sua nova Bikelete Moskito 2T, com motor 3 HP, pequeno, porém potente, e pedal para o usuário escolher como vai se locomover. “Pensamos essa bicicleta exatamente para ser vendida em grandes magazines e viemos à feira para apresentá-la aos possíveis clientes”, diz Marcos de Mesquita, representante da marca. Dirigido à classe média e com preço acessível, o produto foi bem procurado por grandes redes. A Bikelete também tem interesse em chegar ao Nordeste, conta Mesquita. “Fizemos contato com vários vendedores daquela região e estamos com muitas possibilidades de negócios por lá.” Com os resultados obtidos na 8ª Eletrolar Show e o ingresso nas grandes redes, a empresa acredita que poderá ter um segundo semestre positivo.


BLACK&DECKER

Lançou 10 produtos em sua terceira participação. Destaque para o ferro AJ 3000, com luz de LED que muda de cor conforme a temperatura. “É nosso lançamento mais importante e chega ao varejo em outubro, embalado em uma lata. Se a aceitação for boa, a embalagem será mantida”, diz Priscilla Sahd, gerente de marketing de eletrodomésticos. Lançou, também, mais uma linha de ferro a vapor, em várias cores, e batedeira com acessório que lhe dá a função de mixer. Na opinião da executiva, neste momento em que o País não registra crescimento e que o dólar sobe, a renovação das linhas aumenta as vendas. “Com produtos mais diferenciados, esperamos crescer 10% este ano”, acrescenta Priscilla. A Black&Decker já atua visando ao Natal e ao início de 2014. “O foco, agora, é trabalhar com antecedência e planejamento mais apurado. Até o final do ano, lançaremos a linha Wine Care, com abridor automático de vinhos e um preservador da bebida. Além disso, vamos voltar com as churrasqueiras portáteis”, adianta a gerente.

Priscilla Sahd

BLAUPUNKT

Brian Tedesco

Empresa tradicional no segmento de som automotivo, participou da 8ª Eletrolar Show com novidades. Destaque para o sistema de segurança “faça você mesmo”, composto por câmeras e sensores cuja instalação pode ser feita pelo próprio usuário. “O produto é indicado para home centers, magazines, distribuidores de informática e para o e-commerce”, diz Brian Tedesco, diretor-administrativo para a América Latina. Em sua estreia na feira, apresentou também o filtro de linha para televisão, que protege o aparelho de oscilações na rede de energia elétrica. “O Power Filter é leve e discreto, pois fica acoplado atrás da TV”, conta o executivo. A Blaupunkt, que voltou a atuar no País este ano por meio de operação própria, fez importantes contatos na feira, sobretudo com distribuidores interessados em representar o portfólio da marca.

BLU DO BRASIL

A fabricante de celulares e smartphones comemorou um ano de presença no Brasil estreando na Eletrolar Show. “Viemos para mostrar aos clientes do varejo que existe outra opção em celulares além das que eles conhecem, com total qualidade. Queremos criar uma marca de peso no Brasil”, afirma Daniel Ohev-Zion, dono da empresa. O foco da Blu é o investimento em produtos de qualidade, com os melhores componentes e materiais. Entre os lançamentos, o celular Amour By Blu foi o grande destaque. Com funcionamento touch screen e capacidade para dois chips, é feito com zircônia da grife Swarovski, uma gema parecida com diamante, produzida em laboratório e de alta resistência. Outro modelo, o Life Play, disponível em cinco cores, tem sistema operacional Android, câmera digital traseira de 8 MP e frontal com 2 MP de resolução.

Daniel Ohev-Zion

eletrolarnews

109


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

BOMBER SPEAKERS

Roberto Zepka Júnior

Sem tradição em atender clientes do segmento de magazines, devido à sua especialização no setor automotivo, estreou na Eletrolar Show a fim de ampliar a presença nas grandes redes. “A feira é um bom canal para receber clientes, fazer novos e apresentar lançamentos”, diz Roberto Zepka Júnior, diretor comercial. Na feira, a empresa expôs a linha Mosh, composta por alto-falantes para carros e comercializada em embalagem específica para o varejo. Apresentou, também, fones de ouvido, que foram incorporados ao seu portfólio no final do ano passado. Destaque para os modelos de earphones e headphones do Rock in Rio, que oferecem qualidade e fidelidade sonora, sobretudo para os graves. A categoria é composta também por outros sete modelos de cores, formas e tamanhos diferentes – inclusive com produtos banhados a ouro 18 quilates, como o HB10 e o EB50.

BRASFORMA

Em sua terceira participação, fez quatro lançamentos de suportes: dois brancos e dois para DVD, estes com uma e duas prateleiras. “Os suportes brancos são uma tendência no mercado de televisores, e alguns fabricantes já estão produzindo aparelhos nessa cor”, diz Alexandra Borges Descher, gerente de marketing da empresa, que espera crescimento de 10% a 15% este ano. A Brasforma, que tem suportes fixos, inclináveis e articuláveis, mostrou outros itens na feira. Dentre eles, suportes para projetores, micro-ondas e home theater. “Nossos produtos são fabricados em aço, no Brasil, têm qualidade e segurança e cinco anos de garantia”, destaca Alexandra, que recebeu clientes importantes e aproveitou para fortalecer a marca, que tem 26 anos.

Alexandra Borges Descher

BRF STORE

Yuri Wilker

110

eletrolarnews

Levou para a feira linhas de acessórios, como a marca europeia Port Design, com itens para tablets, smartphones e notebooks de todos os tamanhos. Lançou, também, cartões de memória de alta capacidade e processamento da marca SanDisk, com solução Android (exclusividade da empresa), capacidade de até 64 GB, para gerenciar arquivos, fazer backup e carregamento de aplicativos. “No Brasil, a venda de pen drives ainda é maior que a de cartões de memória, e o nosso objetivo, bem como o da marca, é fazer essa convergência”, diz Yuri Wilker, gerente comercial da BRF Store. Outra novidade nessa linha é o cartão de memória micro SD, em parceria com a Norton Symantec, uma proteção para os dispositivos móveis com Android. Na Eletrolar Show, a empresa montou seu estande dentro de um container. “Viemos com formato diferenciado este ano. A proposta foi passar a mensagem de sustentabilidade e trazer o conceito de reutilização de materiais, provocando menos impacto ambiental”, destaca Wilker.


BRIGHTSTAR

Estreou na feira, e seu maior destaque foi anunciar oficialmente ao mercado que está de volta para atender o varejo, diz o presidente Eduardo Stefano. “Há um ano passamos por reestruturação, e a interface com o varejo foi reduzida. Reconstruímos o time, renovamos o portfólio e mostramos que a Brightstar tem estrutura e produtos, sendo o maior diferencial a marca própria MEU, com celulares, inclusive dos grandes fabricantes, dotados de diferenciais como televisão, rádio, dois, três e quatro chips e quatro linhas. São produtos que o cliente busca e não estão disponíveis nas grandes operadoras. Nosso portfólio de smartphones Android é muito grande, atualizado e competitivo.” A opção em participar da Eletrolar Show deveu-se ao fato de a feira ter linguagem específica para o varejo, conta Stefano. “Nossa expectativa é de posicionamento e relacionamento. Esperamos que potenciais clientes e parceiros nos observem e vejam que estamos com musculatura e força. Na nossa relação com o varejo estamos crescendo 50% porque fizemos a lição de casa e mudamos o portfólio. Vamos vender o que o mercado deseja e trabalhar com o produto certo.” A Brightstar é o maior player mundial de distribuição, com US$ 10 bilhões de faturamento anual e sete unidades de negócio. No Brasil distribui 18 milhões de celulares por ano.

Eduardo Stefano

BRITÂNIA

Iberê Martello

Com mais de 30 lançamentos entre linha branca, portáteis, cuidados pessoais, cozinha, som e imagem, a Britânia participou pela quarta vez com ânimo redobrado devido aos resultados da edição anterior. “Ano passado foi sucesso, voltamos com a esperança de que ele se repetisse e não nos enganamos. Fechamos muitos e bons negócios”, diz Iberê Martello, diretor comercial. No estande, apresentou produtos como a máquina Cupcake Maker, capaz de produzir sete bolinhos em oito minutos. Vem com acessórios para confeitar e faz pão de queijo e petit gateau. A crepeira e hot dog prepara também queijo coalho e salsicha no palito. Em cuidados pessoais, lançou o Cacheador Ceramic, com espiral de plástico para modelar os cachos, vários secadores e escovas modeladoras. Na linha branca, destacou o frigobar PH89 Duplex, com refrigerador e congelador separados. “Reunir tudo ao vivo em um só lugar é o que torna a Eletrolar Show um evento essencial para os negócios”, afirma Martello.

BTC

Em sua terceira participação, apresentou novidades de diversas marcas em eletrodomésticos, cuidados pessoais e beleza. Com estande maior do que no ano passado, a empresa colheu melhores resultados. “O objetivo foi o de conseguir visibilidade para ampliar nossa rede de divulgação e captar novos representantes”, conta o sócio-diretor, Daniel Aguirre. Um de seus destaques foi o kit masculino Total Clipper 6 em 1. Cortador de cabelo, barba, bigode e pelos, o aparelho é resistente à água e vem com base organizadora, óleo lubrificante e pente de limpeza. Em utensílios domésticos, a BTC mostrou a máquina de fazer gelo portátil, com capacidade para 12 kg. Satisfeita com os resultados da feira, a empresa já decidiu que voltará em 2014.

Daniel Aguirre

eletrolarnews

111


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

BUILT ELETRODOMÉSTICOS

Fabrício Stevanatto

A empresa, que tem fábricas em Santa Catarina e na Bahia, apresentou a sua nova linha de fornos de embutir, com 48, 55 e 60 litros, para famílias médias e grandes. “É um segmento pouco atendido pela concorrência, e o principal diferencial desses produtos, que são muito eficientes, está nas portas de vidro duplo, presentes em todos os modelos. Elas oferecem mais segurança, menor consumo de energia e menos perda de calor”, afirma Fabrício Stevanatto, diretor comercial da Built Eletrodomésticos. Na feira, também destacou a entrada na categoria de churrasqueiras elétricas de embutir e de bancada. Um dos modelos tem três espetos. “Nossas vendas se mantêm estáveis este ano, mas esperamos crescimento de 5% a 6% no segundo semestre, quando há o grande boom do mercado. Fechamos algumas vendas na Eletrolar Show e aproveitamos a oportunidade para fazer uma oferta diferenciada e abrir novos canais de venda. Pensamos em voltar no próximo ano para nossa quarta participação”, acrescenta Stevanatto.

CADENCE

Retornou pela quinta vez à feira para mostrar a antigos e novos clientes de uma só vez todas as suas mais recentes novidades em eletrodomésticos. Entre os mais de dez lançamentos, destacou a linha Colors, com versões coloridas de produtos da marca, para acompanhar a tendência mundial de incorporar cores na decoração dos ambientes. Cafeteira, jarra elétrica e batedeira planetária ganharam versões em berinjela, cereja, pistache e canário. A sanduicheira e minigrill Easy Meal recebeu mais duas cores: laranja e rosa. Outro destaque foi a fritadeira sem óleo Light Fryer. Lançou, ainda, liquidificador, climatizador, frigobar, panela elétrica wok e cervejeira. “Fazemos cerca de 12 lançamentos por mês, e a Eletrolar Show é a grande oportunidade para a Cadence mostrar aos clientes todas as suas novidades. O movimento foi muito intenso, houve grande espaço para contatar novos clientes, prospectar negócios e renovar os laços. Com certeza, voltaremos em 2014”, diz a design manager da marca, Carla Barros.

Carla Barros

CASE LOGIC

Dwight Brandt

112

eletrolarnews

A fabricante de mochilas e cases para tablets e câmeras participou para se inserir no mercado nacional. “Estamos no Brasil há apenas três anos e vemos o País como um dos principais mercados nos quais devemos investir, ao lado do Reino Unido e da China. A feira é uma grande oportunidade para isso e para conhecer quem são os potenciais clientes da marca”, diz Dwight Brandt, vice-presidente. “Nosso foco está mais no longo prazo. Queremos entender em que investir para consolidar nossas bases de crescimento no País e, para isso, a feira tem sido muito eficiente”, acrescenta. Em sua segunda participação na Eletrolar Show, a Case Logic colocou em evidência o Sleeve SSMA-311, para ultrabook de 11”, em EVA, com interior forrado e tampa de fechamento para segurança adicional. Mais um lançamento foi o Case QTS-207 para tablets de até 7”, com fechamento em zíper que permite três formas diferentes de uso para o equipamento.


CCE

Levou mais de 40 produtos com a marca CCE e lançou a televisão LED de 42”, o notebook Ultra.Thin, o All-in-One com 24”, três smartphones e dois tablets, de 7” e 10”. Alguns chegam ao mercado em setembro e outubro. ‘‘Um dos grandes destaques foi a exposição, em primeira mão, na Eletrolar Show, de um projeto de tablet com teclado e Windows 8, em parceria com a Intel e a Microsoft”, afirma o diretor de vendas, Francisco Ferreira. A empresa, que participou pela terceira vez, considera a feira diferente, conta Ferreira. “Aprendemos a fazer negócios desde a primeira edição. Este ano, trouxemos uma promoção especial e exclusiva para os clientes da Eletrolar Show e fechamos vários negócios.” A Lenovo, que adquiriu a CCE e iniciou as operações em conjunto com a companhia em janeiro deste ano, mostrou notebooks e desktops. “A CCE tem um objetivo e não é pequeno. A meta é agressiva e mais ainda neste semestre. Como o ano Lenovo é diferente, começa em 1º de abril e vai até 31 de março, enxergamos esses nove meses que faltam como essenciais para triplicar a empresa. Apesar da crise e da alta de dólar, vamos buscar a venda onde ela estiver. E estaremos aqui no ano que vem, com certeza”, diz Ferreira.

Francisco Ferreira

CENTER NOVIDADES

Ricardo Morais

Destacou a Hot Bag, bolsa térmica portátil e compacta, com aquecimento autônomo. Seu principal componente é o acetato de sódio, sal terapêutico que, ao ser acionado por meio da flexão de um disco metálico dentro do produto, desencadeia sua transformação em líquido, gerando o aquecimento. A bolsa, que atinge a temperatura de 52° em dez segundos, tem vários modelos e aplicações, como nas dores lombares e nos tratamentos faciais. O produto é produzido pela Center Novidades em sua fábrica própria, em Jacutinga, Minas Gerais. “Estamos buscando um novo público, e a Eletrolar Show reúne profissionais, como os lojistas, que procuram novidades”, afirma Ricardo Morais, sócio-diretor da empresa, que participou pela primeira vez da feira.

CERTO PC

Apresentou sua linha de desktops com configurações variadas para atender às necessidades de três perfis de usuários: o modelo de alto desempenho, outro para estudo, e o que atende às diferentes necessidades da família. “Encontramos o público que esperávamos. Fiquei surpreso com a quantidade de visitantes da Região Norte à procura de PC”, diz Alexandre Pietro Deliberador, diretor de novos negócios. Estreante na Eletrolar Show, a empresa atende médios e pequenos varejistas e entrega ao usuário uma solução que inclui orientação no momento da compra, serviço de assistência técnica e suporte para instalação. “Outro diferencial que chama a atenção no desktop Certo PC é o Linux Fenix 3D, sistema intuitivo, fácil de usar e muito similar ao Windows”, acrescenta Deliberador.

Alexandre Pietro Deliberador

eletrolarnews

113


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

CHIAVE

Vinícius M. Ligocky

Esteve pela quarta vez na Eletrolar Show com o propósito de rever clientes, prospectar novos negócios e apresentar novidades. Destaque para os produtos incorporados ao seu portfólio, como o frigobar de 50 litros, em duas versões; o bebedouro refrigerado Acqua Font, com capacidade para galão de 20 litros e refrigeração eletrônica; e a churrasqueira elétrica Master Grill, com grelha e resistências removíveis, fáceis de limpar. “A feira já está consolidada entre os grandes players do varejo, mas nesta edição percebemos que passou a atingir mais redes de pequeno e médio porte, principalmente fora de São Paulo”, observa Vinícius M. Ligocky, diretor comercial. A Chiave, que também detém a marca Blu, lançou na feira o aparelho de jantar Quartier Dreams, com peças de linhas mais quadradas que os modelos semelhantes no mercado.

CNA DO BRASIL

Estreou na Eletrolar Show e apresentou as marcas Cata e Apelson, ambas com portfólio composto por coifas, cooktops e fornos micro-ondas e de embutir. Da primeira, destacou a coifa GRH, modelo com motor brushless, mais silencioso, e que opera em baixo ruído mesmo na máxima potência. Lançou oito coifas, todas verticais e em materiais nobres, como preto e aço espelhado com preto, e destacou o primeiro cooktop vitrocerâmico com controle touch do mercado. Ressaltou, ainda, a Apelson, sua marca de entrada, com o forno estático de 59 litros, três modelos de coifas e cooktops de quatro e cinco bocas, além de versão dominó. “A feira atendeu às nossas expectativas e pensamos em voltar no próximo ano. Nossas marcas precisam se expor mais, então é imprescindível estar no evento. Fomos bem-recebidos, e o público gostou de ver, juntas, todas as linhas de produtos”, diz Ernane Iung, diretor-geral da CNA do Brasil.

Ernane Iung

COLORMAQ

Marcos Paulo Farias

114

eletrolarnews

Em lançamentos, trouxe a lavadora semiautomática de 13 kg, que lava cobertor e edredom, dotada de batedor com 42 cm de diâmetro e diferenciais como a drenagem de água. “Esse sistema evita o incômodo de abaixar a mangueira de saída de água ao término de cada lavagem”, explica Marcos Paulo Farias, gerente de marketing da Colormaq. Apresentou, também, a lavadora de 10 kg black e a automática de 11 kg, com sistema antimanchas. Mostrou, ainda, bebedouros, purificadores e armário de aço, produtos cujas vendas crescem de forma vertiginosa, diz Farias. “Sua aceitação deve-se à tradição da empresa de colocar no mercado itens de qualidade com diferenciais que beneficiam o consumidor.” Este ano, a empresa, que participou da feira pela segunda vez, já está atingindo a sua meta de crescimento de 15% a 20%. “A Eletrolar Show teve movimentação muito boa desde o primeiro dia, o que é difícil de acontecer em outros eventos. Uma feira como esta é importantíssima”, acrescenta o gerente de marketing.


COMESP

A distribuidora de acessórios para equipamentos portáteis e telefonia participou pela segunda vez. Em seu estande, reservou espaço maior para a linha de acessórios exclusivos Samsung e também anunciou parcerias com a Sony, a JVC e a Otter Box. “O movimento da feira está muito bom e foi possível mostrar todo o nosso portfólio de produtos, além dos exclusivos Samsung. Fizemos bons negócios desde o início do evento, atendendo clientes e conquistando novos contratos”, afirma Bruno Negrini, gerente de produtos e marketing da Comesp.

Bruno Negrini

COTHERM

Marly Marcondes

A marca, focada em fogões elétricos e churrasqueiras profissionais, trouxe, em sua quarta participação, novos produtos da linha doméstica, com destaque para fogão e churrasqueira elétricos feitos com dimensões adequadas para cozinhas residenciais. Na feira, a Cotherm também destacou a procura por seus novos modelos de chapeiras e churrasqueiras para restaurantes, com formato ideal para aproveitamento do espaço gourmet, cada vez mais comum nos estabelecimentos. “Todos os nossos produtos satisfazem diferentes tipos de restaurantes, pois não produzem fumaça durante a preparação do alimento, algo essencial”, afirma a gerente Marly Marcondes, que ficou satisfeita com os resultados obtidos na feira. “A Eletrolar Show é uma grande vitrine para nossa marca, permite que grandes redes de varejo entrem em contato conosco. Estaremos presentes no próximo ano, pois o evento é referência no segmento e se tornou uma necessidade para os nossos negócios”, acrescenta.

CRESÇA BRASIL

Há dez anos no mercado de ensino a distância, a empresa recentemente firmou parceria com o portal e provedor de conteúdo UOL para oferecer também para o varejo mais de 2 mil opções de cursos nos segmentos de móveis e eletrodomésticos, esportes, pet shop, construção civil, supermercado, informática e drogaria. “Somos pioneiros em cursos rápidos e práticos para o varejo e, na feira, tivemos a oportunidade de falar com todos os varejistas e mostrar que, ao incluir nossos cursos em seu portfólio de serviços, eles podem agregar valor ao negócio e aumentar sua rentabilidade”, afirma Helênio Soares Jr., diretor comercial.

Helênio Soares Jr.

eletrolarnews

115


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

CS ELETRO

Em sua primeira participação, apresentou a marca e os produtos Home Best, como o varal automático com controle remoto, e a linha Solar, composta por chuveiro, coletor e chuveiro de piso. “Estamos lançando no Brasil o varal automático acionado por controle remoto, com iluminação, ventilação ou lâmpadas germicidas. É um produto inovador, indicado para apartamentos e que facilita o ato de estender a roupa porque fica na altura desejada. Foi um dos sucessos da feira”, diz Roberto Fontanella Fagundes, diretor da empresa. Em três versões, Standard, Plus e Premium, o varal é fácil de instalar e tem tecnologia de segurança e proteção contra excesso de peso, superaquecimento, sobretensão e sobrecarga. É seguro, tanto que, se uma criança se pendurar ou se alguém encostar a cabeça, ele para. “Aproveitamos para divulgar e fortalecer a marca na feira. Com certeza estaremos aqui no ano que vem, em espaço maior e com muito mais novidades”, revela o diretor. Roberto Fontanella Fagundes

DANTAS BABY

Carrinhos de passeio, andadores e balanço eletrônico foram as novidades apresentadas pela Dantas Baby em sua primeira participação na Eletrolar Show. O principal destaque da linha de produtos foi o andador com alça para empurrar, que proporciona conforto para os pais e segurança maior para o bebê. Instalada em Barreiras, na Bahia, a empresa está em busca de novos clientes e representantes. “Nossa participação na feira foi muito positiva, recebemos muitas visitas. Estamos otimistas em relação ao segundo semestre, que deverá ser de recuperação para o nosso ramo de negócio”, diz Sérgio Dantas Rodrigues, gerente nacional de vendas da Dantas Baby.

Sérgio Dantas Rodrigues

DL

Ricardo Malta

116

eletrolarnews

Pela terceira vez na feira, apresentou mais de 30 modelos de tablets. A empresa, que popularizou o gadget no País, de acordo com Ricardo Malta, diretor comercial e de marketing, expôs novidades como o e-Voice, de 7’’, que faz e recebe chamadas de voz, e o e-Duk Kids, para crianças de 3 a 12 anos, equipado com dezenas de aplicativos educativos e jogos, capa colorida de silicone e layout da área de trabalho customizada para meninas e meninos. Na linha de tablets, lançou o i-Style, modelo que suporta modem 3G e tem função de roteador Wi-Fi. “A feira sempre proporciona bons negócios para a empresa, é um evento importante para o segmento, acreditamos muito nela”, diz Malta. A empresa também mostrou mais de 20 opções de fones de ouvido, com destaque para o FN – B40, MP3 player que atua como telefone sem fio e possibilita ao usuário atender e desligar ligações do celular a partir de botões no próprio acessório. Outra novidade foi o cartão SD Wi-Fi, que permite a transferência de arquivos entre diferentes equipamentos via Wi-Fi.


DELLO

Há 39 anos no mercado, a Dello levou para a feira, em sua primeira participação, produtos para a organização de escritórios e home offices. Mostrou em seu estande lançamentos e tendências em pastas, porta-canetas, porta-revistas e organizadores, inclusive para residências, além de uma linha de adesivos decorativos que proporciona requinte ao ambiente de trabalho sem a necessidade de reformas. “Fomos surpreendidos, logo no primeiro dia, com o grande número de visitas e negócios realizados. Fizemos reuniões com parceiros de peso para o desenvolvimento de produtos exclusivos. A feira rendeu mais do que esperávamos, e a nossa diretoria já decidiu que vamos voltar em 2014 com estande maior”, diz Juliana Rett, gerente de marketing e relações públicas da Dello.

Juliana Rett

D-LINK

Victor Proscurchin

Indústria de equipamentos para infraestrutura de redes convergentes, monitoramento e soluções em cloud computing, a D-Link participou pela primeira vez com estande próprio. Presente no Brasil desde 2001, mostrou suas mais avançadas câmeras de monitoramento, dispositivos de armazenamento para uso doméstico, roteadores com design exclusivo e a tecnologia 11AC, considerada a mais rápida do mundo para esse tipo de produto. “A Eletrolar Show é um evento perfeito para a nossa nova estratégia, pois a empresa está se posicionando como fabricante especializada em novas e avançadas tecnologias. Na feira, tivemos relacionamento mais próximo com o canal de venda e mostramos como essas novidades podem agregar valor aos negócios do varejista”, diz Victor Proscurchin, presidente da D-Link no Brasil.

DE’LONGHI / KENWOOD

Embaixador oficial da marca Kenowood no Brasil, o chef Elzio Callefi Jr. foi o responsável por mostrar os atributos da Cooking Chef, produto que prepara e cozinha os alimentos graças ao sistema de aquecimento através da placa de indução que atinge a temperatura de até 140 ºC. O equipamento possui mais de 20 acessórios opcionais, que dão a ele acima de 40 funções. Com a assinatura da Kenwood, também apresentou a linha colorida e de design diferenciado kMix, além das máquinas automáticas de café e aquecedores. A cafeteira tem aquecimento termogênico, que mantém a temperatura da bebida sempre ideal, e sistema antigotejamento no mecanismo da válvula. Faz até seis xícaras de café por vez. “Grandes clientes visitaram o estande e fizemos vários negócios e relacionamentos. Embora o momento não seja muito favorável com o dólar em alta e um primeiro semestre não muito bom, estamos otimistas com as parcerias fechadas e os resultados obtidos na Eletrolar Show”, diz Neusa Pontes, diretora comercial, que participou da feira pela quarta vez.

Neusa Pontes

eletrolarnews

117


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

DIRECT

Gennaro Oddone

Especializada em encomendas expressas, com um milhão de entregas mensais, e detentora de 25% de market share do e-commerce nacional, a Direct estreou na feira em 2013. “É um dos eventos mais relevantes do setor e nos trouxe experiências enriquecedoras, como o fomento de negócios e a integração com clientes, fornecedores e parceiros”, diz Gennaro Oddone, diretor-presidente da Tegma Gestão Logística, controladora da Direct, empresa que adquiriu em março de 2011. A Direct atua na distribuição fracionada do e-commerce. No B2C, presta serviços para os maiores sites de venda online do Brasil e faz a logística dos produtos desde o armazém do cliente até a casa do consumidor. No B2B, efetua a distribuição de produtos desde o centro de distribuição do cliente até o ponto de venda.

DNA DE VENDAS

A empresa, que oferece consultoria, treinamento e ferramentas para a área de vendas, estreou na Eletrolar Show, onde lançou a primeira plataforma LMS do Brasil. “Ela integra a gestão da rotina, de resultados e de treinamento, possibilitando a tomada rápida de decisões”, diz Álisson Razoni, sócio-diretor da DNA de Vendas, que atende a indústria e o varejo de todo o Brasil. A plataforma está na web, e toda pessoa que a adquiriu, de acordo com o seu grau de atuação, poderá acessá-la. Dispor de uma gestão à vista também é importante para mudar os resultados, conta Razoni, que espera bom crescimento neste semestre. “Abrimos prospects, acreditamos que fecharemos novos contratos e estamos satisfeitos com a nossa participação na feira. Em 2014, voltaremos com mais produtos e serviços.”

Álisson Razoni

DREAM FITNESS

Felipe Cogo Vanessa Ferrari

118

eletrolarnews

Participou pela segunda vez, com o dobro de espaço do ano anterior, e três linhas: residencial, magnética e premium, de nível semiprofissional. “Para atender à demanda, trouxemos as três, mas demos ênfase para a linha intermediária, com tecnologia magnética para regular o esforço do exercício físico”, conta o gerente de marketing Felipe Cogo. A linha magnética deste ano incluiu novo produto, o Double Dream, que uniu dois outros, um que simula subir escadas e a bicicleta ergométrica horizontal. Há 15 anos em atividades, a Dream Fitness, cujo garoto-propaganda é Serginho, o líbero da seleção brasileira de vôlei, tem boas expectativas para este semestre, diz Vanessa Ferrari, diretora administrativa e de marketing. “O mercado de fitness está em evolução, há muito espaço para crescer e acreditamos em bons resultados este ano. Na 8ª Eletrolar Show, tivemos muito movimento e finalizamos negócios, alguns imediatos, outros futuros.”


ELECTROLUX

Lançou mais de 30 produtos em sua segunda participação. Na linha de aspiradores sem saco, a novidade é o SuperCyclonic Dust & Gone, com espanador autolimpante com fibras eletrostáticas que facilitam a limpeza em lugares de difícil acesso devido ao seu formato dobrável e telescópico. A limpeza é feita automaticamente dentro do produto, o que evita ao usuário entrar em contato com os resíduos. Entre as novidades, as panelas elétricas Chef, com recipiente interno antiaderente, liquidificadores e ferros. “A Electrolux é a única empresa que tem soluções para a casa toda. O consumidor sabe disso e valoriza a marca. Nossos produtos conversam, existe harmonia de design e são para todas as classes sociais”, destaca Adriana Gimenes, gerente de produto. O estande da empresa teve muito movimento, diz o diretor-geral de portáteis, Nelson Scarpin. “Participar da feira foi muito importante, atendemos grandes, médios e pequenos clientes. Temos interesse que todos trabalhem com nossos produtos e continuaremos com a estratégia de fazer negócios. Os lançamentos estão mantidos, e os investimentos que fizemos na Eletrolar Show são a prova disso.”

Adriana Gimenes Nelson Scarpin

ELGIN

Rafael Feder

Destacou as linhas de climatização, de máquinas de costura e de telefones. Lançou o climatizador de ar portátil que reduz a temperatura em até cinco graus, umidificador digital com função smart, máquina Trendy que faz 112 pontos, e telefone rural, um fixo com dual chip, para ser utilizado onde não há linha comum e nem funciona o celular. É dotado de antena com alcance duas vezes maior do que a comum. Em sua quarta participação, levou a linha de lâmpadas, luminárias de emergência e refletores LED e também as eletrônicas. “Todos os anos, a Eletrolar Show é muito legal e é nela que a Elgin tem a maior exposição. É o evento de maior importância, onde aplicamos significativa verba”, diz o presidente da empresa, Rafael Feder. Em 2013, quando comemora 62 anos de atividades, a Elgin, que atua dentro do conceito da boa diversificação, investe forte em tecnologia, em sua fábrica de Manaus (AM), funde divisões, unifica linhas de produtos e racionaliza o trabalho. “A empresa está se reinventando e vem crescendo em torno de 15% ao ano”, conta o presidente.

ELG PEDESTAIS

Presente na Eletrolar Show pelo segundo ano, a ELG Pedestais aproveitou o evento para fortalecer os vínculos com os clientes e propor soluções de venda para o varejo. “Nosso foco na feira, este ano, não foi somente apresentar os lançamentos, mas principalmente mostrar para nossos parceiros formas de expor nossos produtos em suas lojas e, assim, obter resultados em ganho de vendas. Queremos ajudar o vendedor a vender mais”, explica o diretor Antônio Henrique Lopez. Além dos suportes para TV, que já vêm montados, e suporte universal de tablet e DVD para carro, a empresa criou um vídeo LCD para o vendedor mostrar como a instalação é simples, o que aumenta a probabilidade de compra. A ELG considera que a feira foi uma vitrine e, por isso, tem perspectivas de que este semestre seja positivo.

Antônio Henrique Lopez

eletrolarnews

119


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

E-MOBILE

Luiz Fernando Rabitch

Especializada na importação de acessórios para smartphones e tablets, estreou na feira com a marca espanhola Muvit. “Ela detém 65% do mercado europeu de cases e acessórios para smartphones e tablets da Apple, Samsung, Sony e LG”, diz o diretor comercial, Luiz Fernando Rabitch, que também importa produtos das marcas Kukuxumuve, Cállate la Boca e Custo Barcelona, de estilistas espanhóis. Destacou, ainda, a linha Whatever it Takes, com cases desenhados por artistas como Penélope Cruz e George Clooney, que doam seus 12% de direitos autorais sobre as vendas para ONGs mundiais de combate à fome. “O sonho de consumo, principalmente das classes C e D, não é mais um carro, mas sim um smartphone sofisticado, o que abre novas oportunidades para os fabricantes de acessórios. Ainda há espaço para crescer”, garante Rabitch, que considerou a feira um bom canal para demonstrar os produtos e aumentar a sua presença no mercado brasileiro. Participar da Eletrolar Show, em sua opinião, é a melhor maneira de demonstrar para o grande varejo todos os produtos importados pela E-Mobile.

EPILADY

Pela primeira vez na feira, apresentou a linha de novos depiladores de uso pessoal, que podem ser utilizados embaixo d’água e dispõem de novas tecnologias, a laser e a luz pulsante. Os modelos são unissex e bivolt. “Alguns aparelhos são fabricados na França, caso da linha Pulsar, e outros na China. Trouxemos ao Brasil depiladores que são sucesso de vendas na Europa e nos Estados Unidos”, diz Marcel Elad, diretor comercial da empresa. No estande, o destaque ficou com o Epilight, que remove o pelo através da ação da luz e de forma indolor, e com o Epilady Bikini - EP300, depilador para as áreas sensíveis, com três alturas de corte. “Acreditamos no mercado brasileiro, o País tem quase 12 meses de verão, e a Eletrolar Show é o caminho certo para a empresa apresentar ao mercado os seus produtos”, afirma Elad.

Marcel Elad

EQUIPO

Everton Waldman

120

eletrolarnews

Há menos de dois anos no mercado, participou pela segunda vez da Eletrolar Show em busca de visibilidade para a marca. “A feira proporciona boas oportunidades de divulgação. Essa é uma parceria que pretendemos estreitar, pois o evento é a maior vitrine para o varejo brasileiro”, diz o CEO Everton Waldman. Com portfólio composto principalmente por instrumentos musicais, a Equipo tem diversificado suas linhas de produtos com a incorporação de fones de ouvido e microfones. Na feira destacou os teclados StudentKey e Keypro e a linha iTeam, composta por três modelos de fones e um de microfone customizados com temas de 11 times brasileiros (Atlético Mineiro, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco). Apresentou também novidades deste semestre, como os instrumentos musicais de times e os fones da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).


ESMALTEC

Iniciou as comemorações dos seus 50 anos na Eletrolar Show, com o lançamento da linha Way. “É uma maneira de mostrar ao consumidor que vamos evoluir com ele. Completar essa idade é um marco, e a nova linha é o reconhecimento de que conseguimos prestígio entre as varejistas e os consumidores”, destaca Annette Reeves de Castro, superintendente da empresa, que participou da feira pela segunda vez. Os lançamentos são uma releitura de modelos consagrados da marca, como o refrigerador RCD37, o fogão Top Control Murano 4Q e o purificador de água Acqua7, que ganharam cinco novas opções de cores (vermelho, azul, vinho, laranja e amarelo). Em edição limitada e comemorativa ao aniversário da empresa, a linha Way é direcionada à classe C, público que procura por eletrodomésticos com design mais sofisticado. “A feira nos proporciona a oportunidade de rever os nossos clientes em um curto espaço de tempo, sem ela teríamos que fazer esforço maior. Um evento como este é importante para o setor, pois possibilita expor nosso trabalho e fazer networking com o mercado. A Eletrolar Show alcançou o reconhecimento que tem por proporcionar isso”, opina Annette.

Annette Reeves de Castro

ETERNY

Luana Martins

Trouxe pela primeira vez para a feira sua linha de móveis da marca Umobili. “Fizemos um teste, e o produto foi muito bem aceito”, conta Luana Martins, gerente de contas. Outros destaques da empresa foram a nova linha de ar-condicionado portátil, com ênfase no modelo ET50001, de 10.000 BTU e ar multidirecional, e o frigobar ET23008, de 50 litros e na versão black. A empresa antecipou aos visitantes que em breve lançará também o modelo retrô, na cor vermelha. Na sua quarta participação na Eletrolar Show, Luana conta que mais uma vez se surpreendeu com os resultados do evento. “Ficamos impressionados com o fluxo de pessoas, com os novos contatos e a possibilidade de estreitar o relacionamento com clientes já cadastrados. A representatividade da feira é muito boa, e ela já se enquadra nos planos da empresa, tanto que consideramos voltar no ano que vem”, diz.

EVEREL GROUP

Fabricante de componentes para a indústria de eletroeletrônicos, a empresa europeia estreou na Eletrolar Show. “Apesar de a feira ser voltada para produtos montados, acreditamos que os potenciais clientes dos nossos componentes estariam aqui e acertamos”, diz Alessandro Rossi, account manager da marca no Brasil. Com seus interruptores, codificadores e placas de controle para diferentes aparelhos, de máquinas de lavar a geladeiras, a Everel viu na feira uma chance para entender o mercado nacional. “Encontramos oportunidades e formas de otimizar e organizar os negócios”, conta Rossi, que vê o País como um dos grandes potenciais de expansão para a marca.

Alessandro Rossi

eletrolarnews

121


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

EXPOLIGHT EXPOSITORES

Cleber Webber

O constante investimento dos varejistas brasileiros na modernização e na renovação de seus pontos de venda, para agradar a consumidores cada vez mais exigentes, ampliou as oportunidades de negócios para a empresa, que expôs na feira pela segunda vez. Além de linha diversificada de móveis e expositores comerciais, a Expolight oferece soluções para o lojista desde o projeto até a montagem. Destacou, na Eletrolar Show, as ilhas para celulares, que têm tido grande demanda por parte do mercado, e os novos expositores com iluminação em LED para produtos de informática e cooktops. “Participamos da feira para divulgar a empresa, e o evento atendeu às nossas expectativas. Conseguimos contatos com novos clientes e apresentamos nossos produtos ao mercado”, conta Cleber Webber, sócio-proprietário.

FAET

Foi para a feira com o objetivo de encontrar seus clientes, bem como para lançar produtos. “Foi uma grande vitória estar na Eletrolar Show para mostrar lançamentos das marcas Faet e Masterfrio”, diz Tatiana Costa, gerente de vendas e marketing. Com a marca Faet, apresentou a linha Duca, com panela de arroz, grill e panela elétrica, que já estão no mercado. Na linha Masterfrio, lançou purificadores e bebedouros, segmento no qual está investindo forte, tanto que adquiriu 80 novas máquinas. Os novos produtos serão lançados em setembro. De acordo com Tatiana, o ano começou mais difícil, mas a empresa vem obtendo bom retorno. “Trabalhamos mais e até o final de 2013 atingiremos os nossos objetivos, ou seja, como o crescimento já vinha num bom volume, chegaremos à faixa de 5% a 10%. Nossos clientes vieram à feira e saíram satisfeitos. Sempre fizemos eventos próprios, mas a Eletrolar Show é uma outra forma de cativar o cliente. O resultado compensa.”

Tatiana Costa

FIRST GROUP

Hemerson Diniz

122

eletrolarnews

Pela primeira vez na feira, a First S.A, empresa de outsourcing em soluções tributárias e logísticas para importadores, comemorou os bons resultados obtidos. “Somente no primeiro dia, conseguimos fechar três contratos. Realizamos grandes negócios. A Eletrolar Show é o espaço ideal para oferecermos nossos serviços, todos os varejistas visitaram a feira”, afirma Hemerson Diniz, gerente de marketing. Aumento da lucratividade, redução no preço de vendas, planejamento estratégico e melhorias nos processos operacionais são as vantagens mostradas no evento pela empresa pertencente ao First Group, que tem a a Firstlog. Ambas atuam em cadeia, desde a compra internacional até a entrega, armazenamento e distribuição do produto, bem como inteligência de negócios. Respondem pela gestão anual de 4.000 processos e movimentação de 12 mil contêineres.


FISCHER

Participou pela quarta vez e fez 15 lançamentos, alguns já disponíveis no mercado. Apresentou a ampliação do mix de produtos, com opções como chaleiras elétricas, micro-ondas na categoria de embutir, fornos elétricos, com destaque para o Infinity, coifas com touch e digitais e depurador inox, branco, além de linha de bicicletas aros 16, 20, 26, com sistema de amortecedor diferenciado. Karin Fischer, gerente de marketing, diz que o ano vem sendo bem trabalhado em termos de planejamento estratégico. “O objetivo é aumentar a parceria com os nossos clientes, e a feira nos possibilita estreitar o relacionamento neste momento em que o Brasil tem consumidores endividados. É tentar dividir as tarefas entre o que a indústria pode oferecer e o que o comércio espera dessa parceria. É unir forças.” O crescimento da Fischer, este ano, será de 15% a 20%, afirma Karin. “Na Eletrolar Show, alcançamos nossa expectativa. A feira se consagrou, e praticamente todos os nossos grandes e médios clientes nos visitaram. Esse ato de reunir o cliente é essencial, ele vem à feira, conhece o produto e, de nossa parte, saímos com a sensação do dever cumprido”, afirma Karin.

Karin Fischer

FLEXY NEGÓCIOS DIGITAIS

Cristiano Chausard

Plataforma de e-commerce que centraliza todas as etapas da venda de produtos, a Flexy estreou na feira para tornar seu serviço conhecido entre distribuidores e varejistas. “A empresa, altamente sinérgica, funciona como canal para centralizar os pedidos e vendas de atacadistas, distribuidores, importadores e indústrias”, diz Cristiano Chausard, diretor-fundador. A plataforma é útil porque possibilita que o cliente compre produtos de várias fontes ao mesmo tempo e o fornecedor de cada um deles tenha acesso a toda a informação do consumo. “Fomos para a Eletrolar Show com o objetivo de mostrar a nossa plataforma e já está decidido que voltaremos no ano que vem. Quem nos interessava estava no evento, que reúne um público de qualidade muito alta”, elogia Cristiano, que ficou surpreso e satisfeito com a receptividade que seu serviço encontrou na feira.

FOGATTI

Em sua terceira participação na Eletrolar Show, a Fogatti levou grande variedade de coifas, fornos elétricos e cooktops. “O destaque ficou com o modelo V500QC, de cinco bocas, que tem o maior queimador com a função quadrichama, que permite mais potência e velocidade no cozimento dos alimentos. Seus manipuladores são removíveis, o que facilita a limpeza”, afirma Anildo Warmling, gestor comercial da empresa. A feira é um evento indispensável para a marca, é a oportunidade de mostrar aos clientes, ao vivo, os produtos, diz Warmling. “As grandes redes de varejo e o e-commerce não vêm até as indústrias, e nossos produtos são grandes e pesados demais para que os levemos até eles, então, no dia a dia a dia, o máximo que podemos mostrar é nosso catálogo. Na feira, apresentamos os produtos e suas funcionalidades, o que nos possibilita ampliar o número de negócios fechados com novas empresas”, explica o gestor.

Anildo Warmling

eletrolarnews

123


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

FRAHM/HINOR

Joacir Anzino

Apresentou cerca de 50 produtos, entre caixas acústicas amplificadas da marca Frahm e alto-falantes automotivos da Hinor, em sua segunda participação. Destacou o lançamento da caixa de som amplificada wireless, para voz e violão, com entradas USB e auxiliar para iPhone, iPod, tablets, MP3, CD, DVD, TV, teclado e violão. “Essa caixa pode conectar um violão e um microfone sem fio e ser usada a até 40 metros de distância, pois tem boa recepção em UHF. Outra novidade foi a caixa de som multiuso injetada, um novo conceito, que foge da caixa de madeira”, diz Joacir Anzino, gerente nacional de vendas. A Hinor lançou sua linha de alto-falantes do segmento automotivo e a Box Trio 1500, caixa de som pronta para ser instalada no porta-malas do automóvel. O modelo tem inclinação traseira compatível com a maioria dos carros, amplificador embutido e foi desenvolvido para ser utilizado com todos os aparelhos de CD/DVD existentes no mercado. “Tivemos número alto de visitantes de grandes magazines e tudo indica que voltaremos no próximo ano”, conta Anzino.

FULL FIT

Com 50 anos de atuação no ramo de utilidades domésticas, a Full Fit representa a marca Amai, divisão de elétricos com sede em Itajaí (SC), e tem sua marca própria, a Dinasty. Entre seus principais produtos, estão as adegas termoelétricas, dotadas de placa Peltier, para 8, 12 e 16 garrafas. Na Eletrolar Show, lançou a linha de adegas com compressor a gás, para 27, 34 e 48 garrafas, que apresentam performance superior, com refrigeração mais rápida e eficiente”, conta Marcos Branco, gerente da divisão de elétricos da Full Fit. Outros produtos de destaque foram a máquina de gelo Dinasty, compacta, que dispensa ligação hidráulica, leva de 10 a 12 minutos para fazer gelo em três tamanhos diferentes e produz até 15 kg por dia; e a minigeladeira Dinasty de 4,5 litros para seis latas. “O ano está meio difícil, mas a empresa está crescendo 5% em relação a 2012”, estima Branco.

Marcos Branco

GA.MA ITALY

Felipe Leonard

124

eletrolarnews

Participante de todas as edições da Eletrolar Show, este ano apostou em um estande bem localizado, com muita movimentação, e fez lançamentos pontuais. Em parceria com a Rede Globo, apresentou a linha de prancha e secador Sangue Bom, mostrada pela atriz Ellen Roche, que na novela vive a personagem Mulher Mangaba. A linha poderá ser ampliada. Lançou, também, a linha de secadores Attiva, em 110 V e 220 V, feita em Manaus (AM). “É a melhor que estamos produzindo no polo industrial, tem mais potência, é apresentada em branco e preto e se saiu muito bem nas pesquisas”, conta Felipe Leonard, diretor-geral da GA.MA Italy. A empresa gerou novidades em todas as categorias: pranchas, máquinas de cortes de cabelo e secadores. Essa categoria de produtos dobrou de tamanho nos últimos quatro anos, afirma Leonard. “Somos os pioneiros no Brasil, temos o maior mix, e muitos varejistas expõem os nossos produtos. Na feira, focamos essa categoria e viemos para contatar as equipes de compra e preparar o segundo semestre. Mas, além dos lançamentos, guardamos novidades para o final do ano.” A meta da empresa para 2013 é crescer de 15% a 20%.


GAS GRILL

Animada pelo sucesso das edições anteriores da Eletrolar Show, a Gas Grill participou do evento pela terceira vez, com foco na classe B. “É ela que está aderindo à ideia do espaço gourmet em casa, com a família de churrasqueiras QuickSet, que tem dois modelos compactos e simples, muito eficientes”, diz o diretor comercial Frederico Paim. Lançou, também, a churrasqueira Design BR na cor preta, modelo pensado para o churrasco brasileiro, com áreas de cerâmica para evitar as agressões do sal grosso, que danificam o aço. Distribuidora exclusiva da Char Broil™ no País, a Gas Grill gostou da feira. “A Eletrolar Show é a melhor oportunidade para termos contato direto e pessoal com nossos clientes de todo o País e estreitar os laços. Este ano surgiram muitas oportunidades de novos negócios”, conta Paim, que já garantiu o espaço da empresa na edição de 2014. “O nosso estande terá o dobro do tamanho”, garante o diretor comercial.

Frederico Paim

GEONAV

Salvador Assa

Em sua terceira participação, apresentou itens de marca própria e outros que distribui, como a linha Gear4, da empresa inglesa de acessórios de informática que tem produtos da marca Angry Birds. Mostrou também a linha Atari, que remete aos primeiros videogames, e acessórios para celulares, smartphones e tablets, além de caixas de som, fones de ouvido, cabos e carregadores portáteis, num total de 250 itens. Os produtos da linha Geonav têm design com estampas, como a capa universal para tablets, e são comercializados sob a marca Geo Collection. Outros destaques foram a lâmpada LED e o Speaker Bluetooth, com controle remoto para intensidade da luz e função de volume de som, para reproduzir o áudio de celulares, e o adaptador/receptor Bluetooth, com carregador, dotado de cabos USB e para saída P2. “Graças à estratégia de lançar novidades, crescemos cerca de 60% em 2012”, diz o diretor da empresa, Salvador Assa.

GOLDEN PARS E GP BATTERIES

Considerada uma das cinco maiores empresas mundiais de baterias, trouxe ao Brasil sua linha de pilhas recarregáveis, alcalinas e de lítio para dispositivos com alto consumo de energia, como câmeras digitais, carregadores de pilhas e de baterias. “Na feira, lançamos os carregadores portáteis de baterias, que funcionam como um banco de energia com duração de três meses sem precisarem ser recarregados, caso não sejam utilizados”, diz Steve Vega, presidente da empresa. Outro destaque foi o lançamento da linha de produtos de energia solar. Abrange lanternas, como a Solar Light DOS, que é presa ao pulso, e painel flexível. “A feira foi excelente, com estandes que impressionaram e expositores de primeira classe. Estabelecemos contatos, especialmente com o segmento de dispositivos móveis, como tablets, que é um dos mais dinâmicos e dos que mais crescem”, conta Vega.

Steve Vega

eletrolarnews

125


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

GRUPO ANOVATI

Everton de Macedo Corrêa

Apresentou a linha de fones de ouvido Edifier, com entrada USB, e as caixas de som da mesma marca. “O modelo de entrada, o X100B, é bivolt e, por ser fabricado no Brasil, oferece vantagem competitiva sobre as caixas de som concorrentes, que é repassada aos clientes da empresa”, diz Everton de Macedo Corrêa, diretor comercial do Grupo Anovati. Lançou, também, caixas de som com rádio FM e entradas auxiliares USB. Da marca Targus, expôs acessórios para iPad e iPhone. Destaque, ainda, para a linha Swann de monitoramento e vigilância. De acordo com Corrêa, alguns fatores vêm afetando o varejo. “Há muita insatisfação das pessoas, e a classe C está mais exigente, o que afeta o comércio. Mas estamos otimistas, procurando sempre fazer um trabalho melhor e agregar valor. Nessa sexta participação consecutiva do Grupo Anovati na feira, pudemos provar isso para o mercado’.’

GRUPO 3 CORAÇÕES

Conhecido por seus produtos alimentícios, o Grupo 3 Corações estreou na Eletrolar Show para marcar a sua entrada no mercado de eletrodomésticos com três modelos de máquinas de café. “Nossos produtos podem preparar 16 tipos de bebidas – café expresso, café filtrado, cappuccino, chocolate quente, café com leite, leite quente e chá, entre outros. Com três pressões diferentes, respeitamos as características de preparo de cada tipo de bebida. São produtos para agradar a quem gosta de aproveitar as nuances de sabores”, explica Cristiano Fonseca, gerente de marketing da empresa. Os modelos de cafeteiras, produzidas com exclusividade pela empresa italiana Coffitaly, são: Serv, voltada para o mercado away from home; Gesto, com vaporizador para incrementar as bebidas; e Modo, modelo mais tradicional e de design compacto. As três chegarão ao mercado a partir de setembro, mas os negócios já começaram a ser fechados, com altas expectativas de venda. “A feira foi muito importante para conhecermos o mercado. O cliente de eletros, seus interesses e a forma de negociar eram uma completa novidade para nós, e ficamos bem satisfeitos com a receptividade que encontramos”, conta Fonseca.

Cristiano Fonseca

HABRO GROUP

Alfred Haiat

126

eletrolarnews

Formado pela união das importadoras Habro Music e Strike Music, o Habro Group representa no Brasil grande parcela das principais marcas de instrumentos musicais e sistemas de áudio. Em sua estreia na feira, apresentou violões, guitarras, pianos digitais, órgãos, trompetes, saxofones, tubas, flautas, baterias, caixas acústicas e peças para todos os instrumentos das marcas Ampeg, ESP, Fenix, Godin, Jupiter, Line 6, Mackie, Mapx, Ringway, Shelter, SX, Walden e Warwick. “Nossos produtos já são encontrados no varejo e em sites, o e-commerce é bom canal. Ao participar da Eletrolar Show, quisemos atingir outro tipo de consumidor e de canal de distribuição. Para lojas de varejo bem localizadas, oferecer a nossa mercadoria vale a pena, pois sempre há aquela compra impulsiva. O cliente passeia na loja, vê o produto e decide comprar”, diz o diretor da empresa, Alfred Haiat.


HANDYTECH

Lançou a linha própria Newdrive de tecnologia, eletroeletrônicos e informática. “São 190 produtos de alta qualidade e soluções inovadoras para resolver problemas cotidianos de usuários”, diz o gerente de novos negócios, Rafael Montello. Um exemplo é a caixa de som para tablets, com Bluetooth, que funciona a até 10 metros de distância, tem bateria interna recarregável com reprodução contínua de até seis horas e também serve de suporte. Em 2013, o estande ofereceu a possibilidade de experimentação. “Viemos com parceiros fortes para o cliente degustar o produto e fazer o seu pedido na hora e, como o mercado de games está aquecido, trouxemos o Jonathan Fatality, gamer 12 vezes campeão internacional”, conta Bianca Lucena, gerente de marketing. “A Eletrolar Show surpreende a cada ano e muitos reservaram novidades como o tablet 3D”, afirma o presidente Adriano Bastos. “Solidificamos a marca própria e estreitamos o relacionamento com os clientes. Na feira, ouvimos o que eles esperam de nós, distribuidores”, explica Mônica Macedo, gerente-geral da Handytech, que criou um setor de atendimento para o grande varejo.

Rafael Montello Bianca Lucena Adriano Bastos Mônica Macedo

HARMAM

Luciano Sasso

Levou para o estande 120 produtos de três marcas – JBL, AKG e Harman/Kardon – e fez mais de 50 lançamentos exclusivos nas categorias de headphones, home theaters (fáceis de instalar) e multimídia. “Algumas das apostas da Harman para este ano são a linha de Sound Bars, produzida em nossa fábrica de Manaus (AM), com a marca JBL, e a caixa de som portátil Bluetooth, JBL Flip, em formato cilíndrico”, diz Luciano Sasso, diretor de vendas e marketing lifestyle. A empresa se mostrou muito satisfeita com a feira em sua primeira participação. “Ficamos surpresos não só pelo público como pelo movimento da Eletrolar Show, que foi fantástico, e, principalmente, pelos negócios fechados já no segundo dia. A feira superou a nossa expectativa e deveremos voltar em 2014”, acrescenta Sasso.

HAYAMAX DISTRIBUIDORA

Em sua estreia na Eletrolar Show, expôs algumas das marcas que representa com exclusividade, como a linha para gamers Team Scorpion da E-blue e a de acessórios para informática da Fortrek. Entre os destaques na feira, apresentou o mouse wireless e o headset do Iron Man 3. “Trouxemos esses produtos quase que simultaneamente ao seu lançamento mundial”, conta Fábio Marqui, gerente de marketing. Da marca Fortrek, a Hayamax levou para a feira mouses, teclados, speakers e mochilas, entre outros itens, além do portfólio de parceiros como Sony, Philips, Duracell, Taramps e Panasonic. “Na edição do ano passado, estivemos como visitantes e constatamos que a feira atrai muitas revendas e distribuidores. Pela grandiosidade do evento, decidimos estar presentes este ano para estreitar o relacionamento com clientes, mostrar as novidades e prospectar novos negócios”, diz Marqui.

Fábio Marqui

eletrolarnews

127


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

HOUSTON

Na categoria de bicicletas, lançou a XC Pro 1, aro 26, indicada para a prática de mountain bike no nível intermediário; a MXC Pro 2, aro 29, para quem quer pedalar com segurança e velocidade; e os modelos Medal, Medal S e Beat NX3, com quadro em alumínio, que proporciona melhor desempenho. Em sua terceira participação na feira também apresentou outras linhas, como a de ventiladores de mesa, coluna e parede e produtos fitness. “Os resultados foram muito satisfatórios. Conseguimos fechar negócios, prospectar novos clientes e ter a presença de varejistas de diferentes regiões do País”, diz Adilson Custódio, diretor comercial. A empresa também tem investido na ampliação da sua linha fitness e expôs bicicletas ergométricas, estações de ginástica, além de esteiras, com destaque para os modelos EM25B, EA35C, EA35D. “Estamos otimistas com o mercado. Esperamos crescer 20% neste segundo semestre e inaugurar uma nova fábrica em Manaus, com capacidade produtiva de 500 mil bicicletas, em 2014”, conta Custódio.

Adilson Custódio

ICOVER BRASIL

A Origami, uma capa de proteção para tablet que permite fazer até quatro dobras com diferentes opções de uso do equipamento, foi o principal destaque do estande da iCover na Eletrolar Show. A empresa apresentou variado portfólio de acessórios para tablets e smartphones, além de capas personalizadas para os aparelhos, em sua primeira participação. “Estamos crescendo rápido, e a feira veio para concretizar essa evolução. Conseguimos estabelecer novos relacionamentos e fechar muitos negócios com clientes e parceiros. Foi uma experiência maravilhosa”, afirma Fernando Claudino, diretor operacional da empresa.

Fernando Claudino

ILHA SERVICE

Na esteira dos grandes eventos esportivos que serão realizados no Brasil, a empresa apostou no tablet TV Guga Kuerten, principal produto apresentado em sua estreia na feira. “Lançamos esse tablet que tem TV digital, GPS opcional e tela de 7”, pensando na Copa do Mundo”, conta Alcides De Brida Neto, diretor comercial da empresa. O produto vem em uma caixa metalizada. No estande, a Ilha Service apresentou também a linha da Pegasus de mini PCs, tablets, games e o all-in-one touch screen, produtos que deverão apresentar bom desempenho neste semestre. “Todo mundo fica à espera da realização da Eletrolar Show, porque é nela que são feitos os negócios”, afirma o diretor comercial. Alcides De Brida Neto

128

eletrolarnews


IMEX DO BRASIL

A importadora apresentou produtos exclusivos em seu estande, com destaque para os rotuladores eletrônicos das linhas home e office da Dymo, marca que está há 50 anos no mercado norte-americano. O carro-chefe da linha é a fita de tecido, que pode ser lavada e alvejada sem perder suas características e nem se soltar do tecido. Expôs, também, as linhas de malas-cofre da Vaultz e de portaCDs da Discgear. “Foi nossa primeira participação na Eletrolar Show, com resultados muito bons. Já estamos presentes nos grandes varejistas, mas nosso objetivo na feira foi divulgar e pulverizar as marcas que comercializamos. Ano que vem estaremos de volta”, diz Sérgio Alabe, gerente comercial.

Sérgio Alabe

INFINITO

Luís Fernando Palomares

Com a expectativa de aumentar em 25% seus negócios de importação, distribuição e comercialização de produtos de marca própria, a Infinito marcou presença pela quarta vez na Eletrolar Show. “A feira dá resultado e já no primeiro dia pudemos sentir grande movimentação e realização de vendas. Ano que vem estarei de volta”, garante Luís Fernando Palomares, diretor-presidente. No estande, entre os produtos de marca própria, a Infinito deu destaque para a máquina de churros. Dentre os que distribui, mostrou as câmeras de segurança Swann, o robô de cozinha Thermomix e o receptor de televisão Sling Box, que leva toda a programação da televisão por assinatura para qualquer lugar do mundo.

INTECH MACHINE

Reconhecida por suas lavadoras de alta pressão, a Intech Machine participou pela segunda vez da Eletrolar Show. “Os produtos da nossa marca são direcionados para a linha hobby. Trouxemos para a feira, com exclusividade, quatro lançamentos: uma lavadora supercompacta e de alta potência, dois modelos de roçadeiras de grama e uma pistola elétrica de pintura”, diz Toni Boulos, diretor comercial. Da linha Acqua, a lavadora de alta pressão modelo HL 1900 tem potência de 1.700 W e pressão de 130 bar, que representa 1.885 libras. Vem com vários acessórios. Na linha Garden, a roçadeira de grama Skim 300 é para pequenos jardins e a Sifim 4300 é indicada para uso semiprofissional, por exemplo, por prestadores de serviços de jardinagem. Da linha Air, mostrou a pistola elétrica pulverizadora HV400, para pequenas pinturas residenciais, com 450 W de potência. “Este ano, na feira, conseguimos ótimo ponto, uma esquina com uma vitrine onde nosso nome ficou bem exposto e com vizinhos que ajudaram a trazer bom público. E a mudança da próxima edição para setembro, não poderia ser melhor porque é uma data excelente de negócios para o Natal”, afirma Boulos.

Toni Boulos

eletrolarnews

129


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

INTEGRIS BRASIL

Maísa Monteiro

Utilizou como estratégia, em sua terceira participação, apresentar todos os lançamentos de 2013, como as principais linhas de áudio, caixas de som Bluetooth e produtos para atividades físicas, como fones de ouvido de silicone. “Cada um vem com três silicones extras, são laváveis, alguns portáteis e todos muito leves”, conta Maísa Monteiro, gerente nacional de vendas. Lançou também caixinha de som para bicicleta, que pode ser pendurada no quadro ou no guidão, fones de ouvido para gamers, mouse pad quatro vezes maior do que o normal e produtos de limpeza para levar na bolsa e limpar celular. A Integris Brasil, que atua em São Paulo, Norte e Nordeste, quer ampliar a carteira de clientes no Sul e no Centro-Oeste do País. “Estamos nos colocando como um dos principais fornecedores de acessórios para informática e este ano iremos crescer de 20% a 30% sobre 2012”, diz a gerente nacional de vendas, que gostou do resultado da Eletrolar Show. “O movimento no primeiro dia já me surpreendeu. Também achei muito interessante a mudança de data para o próximo ano.”

INTELBRAS

Sua terceira participação na Eletrolar Show foi muito melhor do que as anteriores na avaliação do diretor da unidade de consumo da empresa, Fábio Sebastiani. “Foi excelente, com certeza voltaremos no ano que vem e em espaço maior. Tivemos a oportunidade de receber clientes de todo o Brasil e apresentar os lançamentos que preparamos para o evento”, afirma. Entre os produtos, destaque para a linha de segurança Easy Home, composta por olho mágico digital EHO 201, com visão noturna, ângulo de 120º graus e entrada para micro SD Card que grava quando a campainha é acionada, e pelo kit de monitoramento EHE 606, com monitor de 7’’ e duas câmeras sem fio. “A linha tem o atributo ‘faça você mesmo’, que garante praticidade na instalação. O varejo já quer trabalhar com esse produto, que está muito próximo das tendências dos mercados americano e europeu”, conta Sebastiani.

Fábio Sebastiani

IWILL BRASIL

Jeferson Ferrão

130

eletrolarnews

Apresentou a sua linha de cases da Turma da Mônica para iPhone e Samsung Galaxy. “As capas foram desenvolvidas pelo estúdio Maurício de Sousa Produções e, além da linha comemorativa dos 50 anos de seus personagens, expusemos produtos da Turma da Mônica Jovem”, conta Jeferson Ferrão, diretor da Iwill Brasil, que considera a feira o momento certo para apresentar novidades e tendências, graças ao interesse dos visitantes em fazer negócios. A empresa, que participou pela segunda vez da Eletrolar Show, aposta em licenciamentos e aproveitou o público qualificado para mostrar alguns produtos que chegarão ao mercado ainda este ano. “Fechamos com a Fox e traremos, além de acessórios para tablets e smartphones, produtos para notebooks, headphones e earphones de Os Simpsons. Para essas categorias, também fechamos com o Ultimate Fight Championship (UFC)”, conta Ferrão.


JONNY MOTORS

A empresa aproveitou a segunda participação na feira para anunciar a instalação, em Camaçari, na Bahia, de sua fábrica de ciclomotores com capacidade para 150 mil unidades/ano. “É a primeira fábrica de motos genuinamente brasileira e começaremos a produzir em agosto. Firmamos parceria tecnológica com a Universidade Federal da Bahia e temos um projeto pioneiro para fazer a primeira injeção eletrônica do segmento em conjunto com engenheiros da Unicamp”, informa Bruno Burani, diretor-executivo. A Jonny Motors exibiu como destaque, em seu estande, o ciclomotor New Hype, de 50 cilindradas, um modelo esportivo com acabamento de qualidade e opcionais a preços acessíveis, diz Burani. “Esse tipo de moto está se tornando uma tendência no Brasil, especialmente na Região Nordeste, porque é barato, se adequa às cidades pequenas e não exige emplacamento.”

Bruno Burani

JUMPER

Carlos Lacerda

A norte-americana Jumper Technology Corporation, especializada em trazer novidades para os segmentos eletrônico e de design, mostrou na feira seu carro-chefe, a película em vidro temperado para smartphones, iPhones e tablets da marca El Toro. Desenvolvida por especialistas, evita riscos, manchas e quebra da tela do gadget em caso de queda ou forte batida. A empresa mostrou ainda as luminárias Puzzle Light, totalmente feitas com material reciclado, e a lâmpada LED ecossustentável LedFly, sem chumbo ou mercúrio. Participante pela primeira vez da Eletrolar Show, a empresa ficou bem impressionada com a repercussão que teve o seu estande e com os vários contatos estabelecidos e negócios selados. “Recebemos clientes de todo o Brasil e, certamente, voltaremos para a feira no próximo ano”, afirma Carlos Lacerda, diretor comercial da Jumper.

KÄRCHER

Participante pela quarta vez, a empresa apresentou novidades na linha de lavadoras residenciais, com destaque para as limpadoras com tecnologia de vapor contínuo, exclusividade da marca; a lavadora compacta K 2.200 Clean Home, para apartamentos; a K 4.00 EcoSilent, que produz 50% menos ruído; e a K 2.195, leve, compacta e com preço acessível. “As vendas desses produtos explodiram nos últimos anos e, em 2013, o mercado deve comercializar dois milhões de unidades”, diz Abílio Herve Cepera, diretor-geral. A empresa também expôs modelos profissionais, indicados para a limpeza de lojas e depósitos do varejo. “Quisemos reforçar todas as nossas áreas de atuação na Eletrolar Show, que se desenvolveu ao longo dos anos e é a mais importante feira do setor. Por isso, estaremos presentes nas próximas edições. Praticamente todos os nossos clientes nos visitaram”, conta o diretor-geral.

Abílio Herve Cepera

eletrolarnews

131


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

KNUP

Carlos Silla

Há seis anos no Brasil, a empresa tem foco em games, acessórios e eletrônicos. “Em games, destacamos os controles e fontes de energia, de ótima qualidade, com garantia de três meses, período alto para o segmento, e troca do produto se necessário”, conta Carlos Silla, representante da Knup em Santa Catarina. Apresentou, também, caixas de som com rádio FM, com saída P2 ou P6, em forma de réplicas de carros esporte, de jet skis e robôs. Outras linhas da Knup incluem cabos, extensões e adaptadores, mouses, teclados, fones de ouvido Bluetooth e os fones para MP3 com FM, sem fio e com bateria recarregável. A empresa, até agora muito concentrada no mercado de São Paulo, está se estruturando para expandir suas representações a outros Estados. “Ao expormos na Eletrolar Show, a intenção foi a de divulgar a marca, que tem qualidade, e toda a estrutura da empresa. Com certeza, a Knup estará de volta à feira no próximo ano”, afirma Silla.

LATINA ELETRODOMÉSTICOS

Seu maior sucesso foi a secadora de roupas, seguido pela linha de purificadores PN500. “Outro destaque foi a consciência do nosso cliente em nos reconhecer como fabricantes de lavadoras, secadoras, ventiladores e purificadores de água. Mostramos que somos uma empresa de vários produtos para as classes A, B e C”, diz o presidente e CEO, Valdemir Dantas. Nos primeiros seis meses de 2013, a Latina cresceu 5% em volume e 5,8% em faturamento sobre o mesmo período do ano passado, conta Dantas. “Parte do sucesso deveu-se às secadoras, que venderam o dobro do planejado e ajudaram no faturamento. Em 2013, vamos crescer em torno de 5% porque temos produtos de preço acessível.” A feira foi uma surpresa ótima, diz o CEO, que participou pela sétima vez. “Um dos medidores foi o fato de que estava cheia já na abertura. Recebeu os principais fabricantes e varejistas e evoluiu na qualidade. Fizemos negócios e fomos prestigiados por clientes e representantes.”

Valdemir Dantas

LAVOR

Zelma Aparecida Pinheiro

132

eletrolarnews

Presente na Eletrolar Show desde a sua primeira edição, a Lavor vê a feira como grande alavanca para seus negócios. “Com nosso estande, conseguimos grande visibilidade junto ao setor de varejo”, diz Zelma Aparecida Pinheiro, coordenadora de marketing da marca especializada em máquinas de limpeza para os setores residencial e profissional. O destaque ficou com o lançamento da linha Brava, composta por cinco máquinas, dentre elas a Brava 1900 Compressor, conta Zelma. “Além de ser lavadora de alta pressão, com potência para tirar as sujeiras mais difíceis de carros, quintais, tapetes e telhados, possui um compressor com três bicos para encher pneus, bolas e qualquer outro objeto inflável.” No primeiro dia do evento, a Lavor, que fechou negócios com clientes nacionais e internacionais, reservou seu espaço para a feira de 2014. “Com os lançamentos e as negociações que iniciamos na feira, conseguimos prever crescimento de 70% para a marca nos próximos seis meses”, conta a coordenadora de marketing.


LENOXX SOUND/ GOODYEAR

Seus principais destaques foram os tablets 3G, os tablets para crianças e a linha completa de celular primeiro preço. “Todos têm grande apelo para a Copa do Mundo, pois são acoplados com TV digital”, conta Antonio Cordeiro de Carvalho, diretor regional de vendas. Mostrou, também, caixas amplificadas e nova linha de car áudio. A Lenoxx Sound participou pela quarta vez da Eletrolar Show. “Na feira, há a concentração da quase totalidade dos clientes que atendemos em todo o Brasil, por isso ela é importante’’, diz Carvalho, que este ano espera crescimento em torno de 35% para a empresa. A Goodyear, empresa parceira, lançou uma linha de lavadoras primeiro preço e uma de ferramentas manuais e elétricas. “Somos uma novidade para o mercado, a marca tem a simpatia do consumidor, confiabilidade, e seu diferencial é a qualidade. Todos os produtos são aprovados e homologados pela Goodyear americana”, diz o diretor comercial Francisco de Assis Vasconcelos, que participou pela segunda vez.

Antonio Cordeiro de Carvalho

LJFL REPRESENTAÇÃO

Diego Maia Fábio Evangelista

Apresentou o projetor Full HD de alta definição e 3D de 3.500 Ansi Iumens, que opera em ambientes com incidência de luz, e o portátil Optoma ML500, de LED, com 10 cm, entrada para cartão de memória e porta USB para conexão com computador ou tablet, para residências e salas de reunião. ‘‘Um projetor tem no máximo 3.000 a 4.000 horas de uso, mas este chega a 20.000 horas”, afirma Diego Maia, sócio-diretor da LJFL. No estande, mostrou também telas fixas de acrílico com película e elétrica tensionada, para serem utilizadas com os projetores Optoma. “A tela 3D tem película cinza, diferencial que melhora o contraste e oferece ótima qualidade de projeção”, diz Fábio Evangelista, proprietário da empresa, cuja linha inclui o Lift, elevador de tela acionado por controle remoto, e o Flap, sistema para acondicionar a TV (plasma/LCD) no teto.

LOCTEK

A marca de origem chinesa estreou na feira com 70 produtos. Levou sua linha de suportes e racks para televisão, tablet, projetor, monitor e áudio e vídeo. “A Loctek já vendia no mercado nacional para fabricantes e magazines, mas este ano lançou a marca no País e trouxe dois novos produtos”, diz o gerente comercial, Frederico Motta Lima. O suporte articulado PSW601MUT foi um dos destaques, ao lado do PSW531F, compatível com aparelhos de 10” até 71”, com trava de segurança. De acordo com Lima, a decisão de expor na Eletrolar Show teve o objetivo de formar parcerias com as grandes redes. “Quisemos que conhecessem mais sobre a marca, pois, além dos dois anos de garantia, nossos produtos já vêm montados dentro da embalagem, o que impede erro e devolução. Isso é ótimo para o ponto de venda”, comenta o executivo.

Frederico Motta Lima

eletrolarnews

133


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

LOGIN INFORMÁTICA

Marcel Lírio

Apresentou na feira o All-in-One PC Mix, a maior novidade da empresa neste ano. “É um produto que fascina pela praticidade, atributo que todo mundo busca atualmente. É bonito, elimina os fios, possibilita economia de espaço e de energia, é touch e tem as mesmas configurações dentro de uma plataforma única. Esse mix faz o All-in-One ser atraente”, afirma Marcel Lírio, gerente de marketing. Participante pela quarta vez, a fabricante da marca PC Mix, forte na Bahia e em Sergipe, mostrou desktop, seu carro-chefe, notebook e ultrabook. “Cada produto tem seu nicho. O deskotp, por exemplo, sobrevive com mais força no Nordeste”, diz Lírio, que espera crescer neste semestre pouco mais do que os 10% obtidos no primeiro. “Na Eletrolar Show, que é o nosso maior investimento, tivemos uma resposta muito boa desde o primeiro dia”, acrescenta. A Login Informática é empresa-irmã da Handytec, que é a distribuidora do grupo.

M.CASSAB

Em sua terceira participação, lançou os climatizadores da marca americana Honeywell, já conhecida do consumidor brasileiro. “São três modelos de alta performance, dois produtos residenciais e um para ser utilizado em áreas maiores, como restaurantes. “Os produtos complementam a linha da empresa, que já tem ar-condicionado, e acaba oferecendo uma boa solução para o cliente”, conta Fabio Semedo, gerente de operações da M.Cassab. Os climatizadores têm como diferencial o design e o poder de vazão, que é o dobro dos concorrentes, segundo o gerente. O modelo maior, top de linha, tem o triplo da capacidade e do poder de vazão. O mercado da M.Cassab vai bem, garante Semedo. “Atingimos 85% da meta e acreditamos em aquecimento no segundo semestre, que representa 60% das vendas. Projetamos crescer 30% sobre 2012.” A empresa, que já confirmou sua participação na feira de 2014, obteve resultados muito satisfatórios. “Quem não está na Eletrolar Show não alcança o seu cliente. Se eu tivesse que falar com todos os clientes, levaria dois meses e seria impossível carregar nosso estande nas viagens. A feira, para nós, é duplamente importante, por conta do tempo e pelo design dos produtos”, atesta Semedo.

Fabio Semedo

MAIS MANIA

Rêne Braz Moreira Jr.

134

eletrolarnews

Fabricante de fontes de alimentação e baterias para equipamentos portáteis, a empresa participou pela segunda vez da Eletrolar Show e repetiu os bons resultados do ano passado. Os produtos apresentados pela Mais Mania, dirigidos para notebooks, tablets e games, são fabricados na China com projetos feitos por engenheiros brasileiros. O segmento sentiu os efeitos da alta do dólar e a instabilidade econômica do primeiro semestre, mas a empresa acredita em recuperação nos próximos meses. “Em três meses, no máximo, tudo voltará ao normal, e a feira deu uma boa ajuda. Conseguimos divulgar a nova linha de periféricos para equipamentos portáteis e fazer negócios”, diz Renê Braz Moreira Jr., diretor comercial.


MALLORY

Destacou, especialmente, a linha de cuidados pessoais, com o secador de cabelo Argan Dryer e a prancha Argan Liss, tratados industrialmente com o óleo de argan, originário do Marrocos e rico em vitaminas. “O argan é novidade no Brasil”, diz Àngel Riudalbàs, CEO do Grupo Taurus, que detém as marcas Mallory, Taurus e Winsor. Com queratina, proteína responsável pela saúde dos fios, lançou secador, prancha e modelador, todos bivolt. Entre os 120 produtos expostos no estande, a Mallory ressaltou a Wellness Fry, fritadeira com controle digital, que não necessita de óleo e comporta 700 gramas de batata; a linha de ventilação, licenciamento da Disney; e o miniprocessador. A marca Taurus apresentou ferro, liquidificador e ventilador, todos com alta potência, e a Winsor, a sua primeira linha para o varejo, com secador compacto, prancha e cacheador de cabelos. O Grupo Taurus tem a expectativa de crescer de 25% a 30% este ano. “Estamos investindo muito na capacidade de fabricação, em novos produtos e nas instalações”, conta Riudalbàs, cuja empresa participou de todas as edições da Eletrolar Show. “A feira está melhor a cada ano. Os compradores vêm porque sabem que é um grande showroom. Para as empresas é uma oportunidade de mostrar os seus produtos”, acrescenta.

Àngel Riudalbàs

MAXPRINT, DAZZ E GOTHAN

Rafael Cortês

Os tablets da marca Dazz foram os principais destaques da empresa na feira. Em sua quarta participação, lançou três modelos, entre eles o DZ-6968, de 7’’, para o público infantil, com aplicativos instalados, case macio de silicone que protege o produto de impactos, processador de 1.0 GHz, memória RAM de 512 MB e interna de 4 GB. Destacou, ainda, a linha de acessórios para gadgets e PCs da Maxprint, que incorporou fones de ouvido e cases para as principais marcas do mercado, e o repetidor wireless 300 Mbps GWR-130 da Gothan, que amplia a extensão do sinal Wi-Fi. “A Eletrolar Show é referência no segmento de tecnologia e eletrônica. Isso atraiu o comprador de informática à feira”, diz Rafael Cortês, gerente de produto das três marcas.

MAZER

Lançou a linha de telecom – com tablets e smartphones da Samsung, seu carro-chefe no varejo – formada por mais de 100 modelos. “O diferencial é a tecnologia embarcada nesses produtos, caso da linha wireless 3G. Entrar nessa tecnologia é um grande salto porque todo mundo troca de celular e de tablet várias vezes ao ano, o que nos possibilita a continuidade da venda”, explica Caroline Vieira, gerente de varejo da Mazer. Apresentou também a linha de informática, com notebooks, computadores, projetores e produtos da Kingston, SDCards, Microsoft, Logitech, HP, Epson, Garmin, Lenovo, Acer, Asus e Toshiba. A Mazer, que participou pela quarta vez, abriu este ano uma filial logística no Espírito Santo, por meio da qual atende o Nordeste e o Sudeste. “Somos uma empresa do Sul do País, mas na Eletrolar Show conseguimos abraçar o público do Brasil todo. Apostamos na feira, e ela correspondeu às expectativas. Agregamos mais produtos, estamos com uma linha muito variada, esperamos crescer e queremos ganhar o Sudeste”, afirma a gerente de varejo.

Caroline Vieira

eletrolarnews

135


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

MEDIATEK

Finbarr Moynihan

Fornecedora de semicondutores para comunicação wireless e soluções em multimídia digital, a empresa participou pela primeira vez da Eletrolar Show a fim de aumentar a visibilidade da marca no País e para se aproximar de fabricantes de smartphones e tablets. “Um em cada três celulares consumidos no mundo utilizam nossa tecnologia, mas pouca gente no País conhece a MediaTek”, conta o gerente-geral Finbarr Moynihan. Entre os clientes da empresa no Brasil, estão nomes como Alcatel One Touch, BLU Products e Freecel. Para esses parceiros e clientes em potencial, lançou na feira a primeira solução 3-SIM para smartphones Android 3G – tecnologia que atende à demanda do mercado local por aparelhos com mais de um chip. “Ainda temos espaço para crescer no País, por isso viemos para a Eletrolar Show”, acrescenta o executivo.

MEGAWARE

Fez cerca de 10 lançamentos, todos desenvolvidos pela empresa, a começar pelo notebook ultrafino e de preço acessível, conta Camilo Stefanelli, diretor da Megaware. “Nosso notebook é realmente ultrafino e não é caro. São três modelos: sem o touch, com o touch e o destacável, sendo o carro-chefe o slim black. O slim black touch é uma aposta, porque integra o tablet com o notebook para a criação de conteúdo e o modelo destacável vira tablet, basta destacar o teclado.” No estande, apresentou, também, All-in-One e desktops. De acordo com Stefanelli, o mercado está mais difícil há três anos porque as empresas multinacionais que perderam espaço em outros países apostam no Brasil. “Para nós, tem sido um desafio grande, elas vêm com muito dinheiro, mas, por outro lado, não têm a perspicácia do que o brasileiro quer. Hoje, o que vende é o bonito e barato.” A Megaware, que participou da Eletrolar Show pela terceira vez, acredita que, com os novos produtos, poderá crescer no final do ano. “O dólar afeta o segmento, mas os produtos estão sendo muito bem recebidos, e a feira é, sempre, uma esperança de rever os nossos clientes e encontrar novos. A gente tenta trazer para o brasileiro exatamente o que ele quer”, diz Stefanelli.

Camilo Stefanelli

METAL LIGHT GÔNDOLAS

Tiago Keniskley

136

eletrolarnews

Participou pela quarta vez da Eletrolar Show e apresentou as linhas de gôndolas, vitrine torre, vitrine vertical, balcão de diversos tamanhos e displays versáteis para grandes, médios e pequenos pontos de venda. “Trouxemos várias opções que interessam a todos os varejistas, como o balcão vitrine, com diferenciais que permitem ao vendedor demonstrar todos os atributos do produto”, conta Tiago Keniskley, gerente comercial da Metal Light Gôndolas. Destacou, ainda, duas outras novidades: uma gôndola com testeira abaulada, que possibilita melhor qualidade na apresentação da marca do cliente dentro do ponto de venda, podendo ser iluminada, e outra para presentes e artigos de utilidades domésticas, modulada, fabricada em aço, com prateleiras em vidro, altura regulável e acabamento refinado. “A Eletrolar Show cresceu em tamanho e também em número e qualidade de público. Como ocorreu nas edições anteriores, o resultado deste ano trará nossa empresa de volta em 2014”, diz Keniskley.


MICHELIN

Deu destaque à linha de lavadoras de alta pressão, representada no País pela Cobimex. “Temos um mix variado, com modelos de entrada até os semiprofissionais. Além de a marca Michelin ser conhecida, nossos diferenciais são as bombas de motor, feitas em alumínio, o que aumenta sua durabilidade, e a quantidade de acessórios que acompanham os produtos”, diz o gerente da empresa, Uander Machado. O principal modelo é o MPX140L, com pressão de 2.030 libras, reservatório para detergente acoplado e seis tipos de acessórios. Em sua quarta participação na feira, a Cobimex, que também representa a marca Keter no Brasil, destacou a linha de play houses, composta por casinhas de plástico atóxico, 100% reciclável e de fácil montagem. “Ela é vendida desmontada e em caixas compactas, o que facilita a estocagem pelo varejista”, explica Machado. A empresa também aproveitou os contatos na feira para ampliar o número de seus representantes nas Regiões Norte e Nordeste do País.

Uander Machado

MICROSERVICE

Cibele Fonseca

Apresentou ao varejo a Youts, sua marca de acessórios. “Trouxemos para a Eletrolar Show a nossa linha completa, composta por capas, caixas de som e fones de ouvido, no total de 70 itens”, diz Cibele Fonseca, gerente de marketing. Expôs novidades como o iPower, carregador de bateria portátil compatível com diversos gadgets e que também funciona como lanterna. Em sua primeira participação na feira, o principal destaque da marca foi o lançamento da coleção Street Art – composta por oito capas de policarbonato, resistentes, destinadas para iPhone e para a linha Galaxy, ilustradas pelos artistas gráficos Alexandre Anjo e Graphis. “São produtos com design exclusivo”, afirma Cibele. A empresa, que recebeu a visita de varejistas de diferentes regiões do País, também mostrou a linha de fragmentadoras da marca Fellows.

MIDEA CARRIER

Participou pela segunda vez, com soluções para a casa em linha branca e portáteis, incluindo climatizadores, condicionadores de ar, micro-ondas, fornos elétricos e adegas climatizadas. ‘Acompanhamos a evolução da feira como evento de negócios’’, conta o gerente de marketing e produto, Rodrigo Teixeira. Uma das novidades, o Midea Prime, para climatização residencial, tem acabamento em inox e sistema 3D inverter sensor, capaz de reduzir em mais de 60% o consumo de energia. Outro produto, o Midea Vize, é ar-condicionado com evaporadora 34% menor que as tradicionais. Com a marca Springer, expôs aquecedor a óleo e cerâmica para uso doméstico, em dois modelos, Easy e Springer Home. A feira valeu a pena porque reuniu os players mais importantes do setor, diz Teixeira. “O primeiro semestre mostrou desaceleração da economia, e a feira foi muito importante nesse contexto, por ajudar no desenvolvimento dos negócios para o segundo semestre. Nossa expectativa é positiva, mas o mercado ainda exige certa cautela.”

Rodrigo Teixeira

eletrolarnews

137


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

MIPOW

Amaury Carvalho

Estreou na feira com a renovação das baterias Wi-Fi Power Cube e as caixas de som Bluetooth. “Nossas linhas reúnem qualidade, inovação, garantia e suporte pós-venda’’, afirma Amaury Carvalho, gerente de marketing da MiPow e da DB Trends, que representa a marca. Também lançou os carregadores de celular Smart Power, USB, com bateria e compatíveis com todas as marcas de smartphones e tablets, inclusive os homologados pela Apple. Mostrou, ainda, cabos, extensões hubs com 4 portas USB, permitindo sincronizar dados de quatro dispositivos simultaneamente, e a linha de fones Bluetooth V4.0, VOX500 e VOX700. “Os negócios são promissores e, como a linha MiPow tem potencial para atingir todo o mercado brasileiro, a Eletrolar Show foi importante para a empresa entrar em grandes magazines e lojas especializadas”, diz Carvalho.

MONDIAL ELETRODOMÉSTICOS

Lançou mais de 20 produtos, entre eles três liquidificadores de aço inox – com destaque para o modelo L63, que tem função para picar gelo e motor de 700 W de potência – batedeira com duas tigelas, crepeira para seis unidades, máquina de cupcake, chapa grill smart e churrasqueira Weekend, além de duas panelas de arroz e a linha Stadium, para a Copa do Mundo, com rádio, ventilador e pipoqueira. O mercado de portáteis vai bem graças a uma série de fatores, diz Giovanni Marins Cardoso, diretor de vendas e marketing da empresa. “A classe C tem forte crescimento, o salário mínimo nominal está acima de US$ 300, há pleno emprego e redes de lojas mais profissionais, que cobrem todas as regiões. Isso faz o mercado crescer, e a relação custo-benefício dos portáteis é muito boa.” Participante de todas as edições da Eletrolar Show, Cardoso destaca que sua meta, este ano, é crescer 40% sobre 2012. “Temos famílias de produtos e não um só modelo. Também soubemos trabalhar a feira, fizemos um estande aconchegante e foi muito bom, 87% dos nossos clientes vieram ao espaço da Mondial.”

Giovanni Marins Cardoso

MORMAII ELETRÔNICOS

Alexandre Goettems

138

eletrolarnews

Com boas vendas desde o primeiro dia da feira, a Mormaii Eletrônicos exibiu como novidades a câmera Pro Cam com ângulo de abertura de 120 graus e LCD integrado, além do celular Jeri com quatro chips e discador inteligente, e do tablet Cyborg com tela touch, Android 4 e conteúdo Mormaii embarcado. “Depois de um semestre muito ruim, fomos surpreendidos pelo volume de negócios e relacionamentos feitos na Eletrolar Show deste ano. Efetuamos várias vendas já no primeiro dia, o que não acontece normalmente. Estamos colhendo rapidamente o que plantamos”, comemora Alexandre Goettems, diretor comercial e sócio-proprietário da empresa.


MOVIE1

A empresa, que é distribuidora de notebooks de fabricantes de primeira linha, entrou na categoria de games há dois meses, seu maior destaque na Eletrolar Show. “Decidimos entrar num mercado que está em alto crescimento, e o objetivo é ter uma posição forte. Criamos as divisões de negócios Movie1, de produtos de informática, e a Game1”, explica Leonardo Goulart Azevedo, diretor-executivo da divisão de consumo de ambas. Na feira, a Movie1 lançou notebooks da Lenovo para o mercado corporativo, com configuração otimizada e produtos de outras marcas, entre elas Acer e Asus. A Game1 destacou seus grandes parceiros, como Kabon, Feature e Sega. “Estamos crescendo e ganhando espaço porque focamos em marcas em que acreditamos. Isso agrega valor’’, diz Azevedo. Como a alta estação de games começou em julho e vai até janeiro, o estande foi bastante movimentado nos quatro dias de feira. “A Eletrolar Show é tradicional no mercado de consumo, por isso fizemos um estande bonito para anunciar as novas categorias de produtos e games”, acrescenta o diretor-executivo.

Leonardo Goulart Azevedo

MOX

Claudio Castaldelli

O grupo detém duas marcas: a Dotcell, antes voltada para a linha de acessórios de celular e agora para as categorias de som e eletrônica, e a Mox, com foco em produtos de joysticks e informática. “Na feira, o maior lançamento foi o celular M6 Dotcell, nossa marca própria, com dois chips, televisão e rádio, homologado pela Anatel”, diz Claudio Castaldelli, gerente comercial. “É um aparelho mais simples, compacto e barato, para quem deseja um produto básico”, acrescenta. Com a marca Mox, expôs pilhas e carregadores, carros-chefes da empresa, e produtos como mouse, teclado e webcam. Outro destaque foi o fone de ouvido F300 Bluetooth com FM, de design atraente, entrada para cartão e que possibilita falar pelo celular. “A feira permite ao cliente conhecer toda a gama de produtos em um só lugar e ver como funcionam. Apoiados no tripé novos produtos, com bom preço e design diferenciado das embalagens, a nossa expectativa é de negócios crescentes’’, afirma Castaldelli.

MUELLER

Lançou fogões e lavadoras automáticas em sua terceira participação na Eletrolar Show. “A feira é uma vitrine fantástica, pois garante visibilidade aos expositores, sobretudo por meio da presença da mídia. Além disso, é onde podemos encontrar nossos clientes, principalmente os maiores. O resultado foi bem positivo nesse sentido”, conta John Müller, presidente da empresa. O executivo é otimista com as oportunidades para o mercado de fogões neste semestre, após a saída de importantes players do mercado. “O varejo busca fornecedores para suprir o espaço deixado”, explica. Nesta categoria, lançou a Linha Destro, com destaque para o modelo de três queimadores, um deles ultrachama, e área rebaixada de 22 cm para apoiar utensílios. Em lavadoras automáticas, apresentou a Big, novo modelo da Linha Family, a primeira com capacidade para lavar 13 kg de roupa seca. “É uma tendência no mercado, as famílias andam cada vez mais sem tempo e gostam de utilizar a máquina para lavar a maior quantidade de roupas possível, inclusive edredons”, diz Müller.

John Müller

eletrolarnews

139


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

MULTILASER

Guila Borba

Fez vários lançamentos, entre eles três smartphones. O Orion, compacto, tem tela de 3,5” e sistema operacional Android, indicado para quem gosta de gadgets discretos. O Titanium, com tela de 4,3”, para assistir a filmes e vídeos no celular, tem duas câmeras e Android 4.0. O top de linha é o Prime, com Wi-Fi e Bluetooth, processador Dual-Core, duas câmeras e tela de 4,7”. Lançou, ainda, seis tablets, entre eles o M-Pro, com Wi-Fi e duas câmeras, e o M7, com Android 4.1. “Um de nossos grandes destaques foi o Kid Pad, para crianças, com tela de 7”, jogos, proteção de borracha resistente à queda e função para os pais programarem o conteúdo”, diz Guila Borba, diretor comercial da Multilaser, que expôs também bicicletas elétricas, GPS e acessórios. No total, a empresa lançou mais de 30 produtos na feira. “A Eletrolar Show foi excelente, nosso estande esteve lotado todos os dias. O varejo brasileiro inteiro nos visitou, bem como fornecedores e grandes empresários. É, realmente, uma feira de negócios e de relacionamento com o cliente, o que é muito bom”, afirma Guila.

MULTITOC

Participou pela terceira vez e apresentou suas linhas de telecom, segurança e condutores. “Buscamos aproximação com o e-commerce, grandes atacadistas e magazines, bem como aumentar a visibilidade da marca junto a esses varejistas”, diz Regis Senna, gerente comercial. Em telefonia, destacou os modelos-padrão e o Dect Black 310, aparelho sem fio, com identificador de chamada e tela LCD com luz. Outras novidades levadas à feira foram os umidificadores de ar ultrassônicos, de fácil manuseio, com capacidade para 800 ml e 3 litros e baixo consumo de energia; e o videoporteiro colorido Plus , com tela de 3,5’’, imagem em cores e que aceita até dois interfones e cinco bases. “A feira foi excelente e nos proporcionou novos negócios. Com certeza, no próximo ano estaremos presentes”, acrescenta.

MULTIVISÃO

Rafael Barbosa

140

eletrolarnews

Apresentou aos visitantes da Eletrolar Show seu portfólio de suportes e pedestais, composto por modelos articulados e automatizados, e a linha de acessórios. Em sua terceira participação, lançou o organizador de cabos OC355 e o suporte branco MI701. “Apostamos muito neste modelo. Nossa intenção é oferecer mais opções de suportes para os clientes, uma vez que a maior parte do mercado tem itens pretos”, conta Rafael Barbosa, diretor de marketing da empresa. O executivo aponta o evento como eficiente canal de negócios. “A feira é bem visitada, compradores de diversos magazines e redes estiveram presentes”, acrescenta. A Copa do Mundo de 2014 deve movimentar os negócios da Multivisão, que já se prepara para as vendas do período. A empresa contratou o ex-goleiro Marcos como garoto-propaganda da marca, que também teve presença destacada na feira.


NAGEM

A distribuidora de informática, tecnologia, telecom e eletro teve como foco a parte de distribuição de games da Sony. Apresentou a linha de PlayStation, consoles PS3, jogos e acessórios, que já estão sendo distribuídos para revendedores, lojas de informática e pequenos e médios varejos do Nordeste. “Um dos objetivos da participação na Eletrolar Show foi obter mais visibilidade no Sul e Sudeste. Somos muito fortes no Nordeste e aproveitamos a feira para reforçar nossa presença nacional”, diz Yara Espindola, gerente de marketing. A Nagem também mostrou os games The Last of Us e God of War, últimos lançamentos da Sony. “Com o aumento do dólar, os produtos subiram de preço, e o segundo semestre não será fácil”, comenta. A empresa aposta no mercado de games, tanto na distribuição como na venda direta ao consumidor. “Como a participação na Eletrolar Show em 2012 teve bom resultado e deu bastante visibilidade para a Nagem em mercados que não conheciam a empresa, este ano também apostamos que ocorrerá o mesmo”, acrescenta Yara.

Yara Espindola

NARDELLI ELETRODOMÉSTICOS

Anildo Warmling

Com visitas expressivas em número e qualidade ao seu estande, a empresa considerou positiva a sua terceira participação na Eletrolar Show. “Logo no primeiro dia, notamos que a feira seria muito proveitosa, com visitantes extremamente condizentes com as nossas intenções no evento”, diz Anildo Warmling, gestor comercial da Nardelli. Sua expectativa é que os negócios iniciados ou fechados na feira ajudem a marca a bater suas metas e ter um segundo semestre positivo. Especializada em fogões, coifas e cooktops, a empresa teve como grande lançamento a linha Colors. Com opções em azul, amarelo e vermelho, os fornos de embutir, coifas e cooktops atraíram a atenção. “Nosso cooktop Quadrichama também foi sucesso. Com um de seus cinco queimadores com funcionalidade quadrichama, permite cozimento com maior potência do que a média do mercado’’, explica Warmling.

NC GAMES

Integrante de um mercado que dobrou de tamanho em 2012, a NC Games chegou para a sua segunda participação na Eletrolar Show com grande expectativa. Luiz Brim Jr., diretor comercial da marca, destacou a quantidade e a qualidade do público, que foi essencial para o sucesso. “O mercado de games está em forte crescimento, e viemos para a feira com a certeza de fechar novos negócios e captar clientes, aumentando a nossa base de operação”, conta. Maior distribuidora de games da América Latina, a empresa espera que os negócios fechados no evento impulsionem seu crescimento, cuja expectativa é de 100% neste ano. “Além da ampliação do nosso portfólio, fizemos lançamentos muito fortes, todos extremamente chamativos e parte de franquias que já têm renome”, diz Brim Jr. Como destaque, o diretor comercial mencionou os jogos Assasin´s Creed III, Metal Gear Solid, Splinter Cell e PES 2014.

Luiz Brim Jr.

eletrolarnews

141


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

NEWLINK

Leandro Murachovsky

Participou pela terceira vez e anunciou a estreia nas categorias de tablet e som automotivo. Expôs cerca de 300 produtos, incluindo filmadoras, mouses diferenciados, linha de acessórios para celulares e tablets, adaptadores. “Os grandes destaques foram a nova filmadora Sport Mini com nanotecnologia, que pode ser utilizada até embaixo da água, e os tablets com tecnologia Dual-Core de 7” e 9,7”, dois processadores, 8 GB de memória e 8 GB de RAM”, diz Leandro Murachovsky, diretor comercial. Em som automotivo, lançou três modelos na feira: Energy Bluetooth, com painel LCD digital com LED azul e potência total de 180 W; Evolution MP5, com painel LCD TFT 3.0”, 180 W de potência, rádio FM; e o Party DVD, com painel LCD destacável de 3”, 200 W de potência, rádio AM/FM, com entradas para cartão SD/MMC de até 32 GB, USB e AUX. Murachovsky aposta no segundo semestre. “Temos mais de 50 lançamentos. Nossa participação na Eletrolar Show em 2012 foi espetacular, e este ano a feira está ainda melhor. Atendeu às nossas expectativas”, afirma o diretor comercial da Newlink.

Washington Queiroga

NEW PRICE

Estreou na feira este ano, e o movimento ficou acima de suas expectativas, diz o gerente comercial, Washington Queiroga. “Tanto que já planejamos estar presentes em 2014.” A empresa, que importa produtos de fabricação chinesa, comercializados sob a marca TEEM, que é registrada no Brasil, atende todo o País através de seus representantes comerciais. Na 8ª Eletrolar Show, apresentou antenas externas e digitais, mouses, joysticks, linha de games e cabos de dados. O destaque ficou por conta da terceira geração de rádios multifuncionais de design retrô, com AM/FM, entrada de cartão USB e pen drive.

NIIVO

Jansen Moreira

142

eletrolarnews

Com seus aparelhos celulares, tablets e acessórios fabricados em Taiwan, a Niivo foi à Eletrolar Show em busca da abertura de novos mercados no País. “A recepção foi melhor do que esperávamos. Já havíamos conquistado espaço no interior da maioria dos Estados brasileiros e fomos à feira para nos apresentar aos grandes varejistas e abrir as portas para nossos produtos também nas capitais e regiões mais centrais”, explica o diretor comercial Jansen Moreira. O grande destaque da marca foi o celular ZB-1, o dual chip mais fino do mundo, com 7,6 mm de espessura. A marca também levou à feira seus tablets e outros modelos de celular, além de carregadores, pen drives e cartões de memória. “Queremos nos tornar uma marca conhecida, e a Eletrolar Show foi o evento ideal. Reuniu muitos clientes do nosso interesse, nos ajudou a fechar negócios e a fortalecer o nome no mercado”, acrescenta Jansen.


NKS

Apresentou duas novas linhas, uma italiana chamada Milano, de cuidados pessoais, com secadores e pranchas, e a Ford, com batedeira, cooktop, fornos e fogões, entre outros produtos. “É hora da Ford, que trouxemos ao Brasil, voltar para a casa do consumidor e não ficar só do lado de fora. A meta é a expansão para outros países”, afirma Felipe Nabuco, diretor comercial da NKS, que também expôs, no estande, uma linha de marca própria, em sua segunda participação na Eletrolar Show. O mercado como um todo, nos últimos dois meses, sofreu um pouco com a instabilidade cambial, diz Nabuco. “Havíamos projetado 15% de crescimento, mas acreditamos que, se chegarmos a 6%, será uma boa conquista.” Para o diretor, a feira foi bastante interessante e permitiu mostrar todo um conceito de produtos de forma ordenada. “Para a gente, isso é importante. Os resultados foram bons, e o fato de a feira ser em São Paulo atrai os grandes nomes do varejo”, acrescenta Nabuco.

Felipe Nabuco

OCEANO BIKE AND FITNESS

Felipe Severien

Em sua primeira participação na feira, a empresa levou toda a linha de fitness. Expôs estações de exercício, esteiras elétricas, plataformas vibratórias, simuladores de caminhada, barras de ginástica e halteres, entre outros produtos. “Demos um grande passo trazendo a Oceano Bike and Fitness para a Eletrolar Show, pois somos uma empresa nova, com apenas quatro anos de vida, e viemos mostrar a marca para o mercado”, diz Felipe Severien, diretor de vendas. O destaque ficou com o aparelho Elíptico Magnético, modelo residencial fabricado no Brasil, que permite trabalhar a capacidade cardiorrespiratória e movimentar todo o corpo sem causar impacto nas articulações. Possui monitor com funções de tempo, velocidade, distância e calorias, além de hodômetro e scan. Clientes importantes visitaram o estande da empresa, conta Severien. “Estamos bem confiantes no resultado da nossa participação na feira por causa da prospecção e dos contatos feitos. Vamos colher os frutos neste semestre.”

OCTO

A fabricante de tablets, celulares e acessórios participou pela primeira vez da Eletrolar Show com grande expectativa de negócios. “Fomos para a feira esperando ter contato com novos clientes e apresentar a marca. Fechamos muitos negócios”, diz o diretor-executivo da Octo, José Luis Freire. No estande, apresentou novos modelos de tablets, carros-chefe da empresa, e os licenciados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), uma aposta para aproveitar o mercado aquecido pela Copa do Mundo. Outros destaques do estande foram os smartphones com tecnologia 3D, Boom Box para celular por contato e tablet quadricore, que permite executar quatro tarefas ao mesmo tempo. “Acreditamos que, com tantos lançamentos e os negócios que fechamos na feira, podemos esperar crescimento de 100% em nosso faturamento no segundo semestre”, conta o diretor-executivo da Octo.

José Luis Freire

eletrolarnews

143


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

OFFICER DISTRIBUIDORA

Daniela Paoli

A área de telecom foi um dos destaques do estande, com a entrada da Samsung como parceira da empresa, com produtos como o Galaxy S4. Da mesma empresa, expôs a Smart-TV, aposta certa para a Copa do Mundo. “Também mantivemos as parcerias em todas as áreas, por exemplo, com a Microsoft, em games”, diz Daniela Paoli, diretora de marketing. Na feira, a Officer também anunciou soluções financeiras para seus clientes. As opções incluem financiamento para estoque dos varejistas, novas condições de pagamento para clientes finais e outras facilidades de apoio aos revendedores parceiros. A expectativa da empresa é que essas soluções estimulem o crescimento dos negócios. De acordo com Daniela, a Eletrolar Show, da qual a Officer participou pela terceira vez, já faz parte do calendário de eventos da empresa. “É o momento ideal para apresentar todas as novidades, estreitar nossos laços com os clientes e fechar negócios. Recebemos muitos parceiros e notamos incremento nos negócios. Por isso, esperamos aumentar o faturamento em 10%.”

ONEAL AUDIO

Seu grande destaque foi a caixa multifuncional OMF 530, com microfone sem fio, bateria de 12 V e equalizador de cinco bandas. “O produto é exclusividade da empresa e tem itens que o diferenciam da concorrência, como mais potência, design arrojado, injetado em plástico, controle de pasta na reprodução de arquivos MP3 e MP4, rádio FM, microfone sem fio e reconhece a faixa a ser tocada. “Os demais fabricantes não conseguem isso’’, explica Marcelo Garanhani, gerente nacional de vendas da Oneal Audio. Desenvolvida no Brasil, a caixa tem 80% de seus componentes importados. A alta do dólar é um empecilho, mas não impede a empresa de ter como meta o crescimento de 15% após o investimento feito no ano passado. Em sua quarta participação, a Oneal Audio quis divulgar a marca, fortalecer as parcerias e conquistar novos mercados. “A Eletrolar Show é perfeita para os negócios. Dá oportunidades de aproximação e tem a presença maciça dos grandes clientes”, afirma Garanhani.

Marcelo Garanhani

ONE FOR ALL

Andrea Sabino

144

eletrolarnews

Ao completar um ano de Brasil, a One for All voltou à Eletrolar Show para apresentar seus lançamentos, como a linha de headphones coloridos. “São produtos que têm boa qualidade, preços atrativos e um visual que chama a atenção nas lojas, principalmente do público teen, que compõe um mercado em grande expansão”, diz Andrea Sabino, diretora da marca. Ela destaca, também, o suporte de televisão SV4620, de alumínio emborrachado, cuja qualidade credencia a empresa a oferecer garantia perpétua para o produto. Em 2013, com maior foco em produtos, a One For All foi para a feira com o objetivo de fechar negócios. “Ano passado, queríamos ver o mercado e tornar a marca conhecida no País, mas agora quisemos ampliar o crescimento da empresa”, diz Andrea, que considerou a sua participação um sucesso. “Atingimos magazines de localidades aonde não conseguiríamos ir. A feira ajuda a aproximar os que têm interesse em fazer negócios, o que é extremamente útil em um país grande como o Brasil. Ano após ano, a Eletrolar Show fica melhor”, acrescenta a diretora da empresa.


OPECO

Em sua quinta participação, a Opeco apresentou dois novos parceiros: a GoPro, fabricante de câmeras filmadoras à prova de água, utilizadas na prática de esportes radicais, e a SkullCandy, de fones de ouvido para o público jovem. Além deles, expôs em seu estande digitalizadores de íon, calculadoras Sharp, gravador digital Coby e acessórios de fotografia da Vivitar, entre outros produtos. “Nossa expectativa é crescer em torno de 15% em relação ao ano passado”, diz André Saslavsky, gerente de produto. As expectativas da Opeco em relação à feira foram atendidas. “Nossos principais objetivos, ao participar da Eletrolar Show, foram consolidar o nosso relacionamento com os principais keys accounts do mercado, prospectar novos clientes nas diversas regiões do território nacional e mostrar as novidades das duas recentes parcerias”, destaca Saslavsky.

André Saslavsky

ORBIS DO BRASIL

Fabrizio Romanzini

A empresa argentina, radicada há 15 anos no Brasil, estreou na Eletrolar Show para lançar a sua linha Top Cook, com modelos de design diferenciado, acabamento em vidro, válvula de segurança com sensor térmico e tripla chama. “Destaque para o cooktop elétrico com placa cerâmica alemã, alta resistência, níveis de controle em cada queimador e controle digital”, ressalta Fabrizio Romanzini, gerente comercial. Na feira, a Orbis também mostrou coifas, aquecedores e fornos com até 13 funções e placa eletrônica. “Nossos diferenciais são conforto, sofisticação, segurança, durabilidade e alta tecnologia. A feira nos dá a oportunidade de fechar negócios e de estar perto dos clientes, que assim não precisam se deslocar até a nossa fábrica em Curitiba (PR), para ver e testar os produtos. Ela é referência para os profissionais que desejam consolidar a sua marca”, diz Romanzini.

OTTER BOX

Com a meta de faturar US$ 1 milhão por mês neste segundo semestre, a empresa norte-americana Otter Box estreou na feira para mostrar seus principais produtos, as capas de proteção Defender, Commuter e Reflex, desenvolvidas para o Galaxy S4, da Samsung. “Outra novidade apresentada foi a série Amor, uma proteção à prova de água, poeira, quedas e até esmagamento”, conta David Kaiserman, gerente regional para a América Latina. A empresa considerou a Eletrolar Show o lugar certo para demonstrar seus produtos para todo o território nacional, sem sair de São Paulo. “A feira é, também, uma oportunidade para aumentar o relacionamento com os distribuidores brasileiros e alcançar a meta de faturamento mensal”, afirma Kaiserman.

David Kaiserman

eletrolarnews

145


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

PARLUX

Ligia Bonfanti

O silenciador que pode ser acoplado em qualquer secador de cabelo foi o grande destaque da Parlux em sua segunda participação na Eletrolar Show. “Ele reduz em 40% o ruído do aparelho. Se isso já faz grande diferença dentro de casa, imagine em um salão de beleza, com cinco ou seis secadores funcionando ao mesmo tempo”, explica Ligia Bonfanti, gerente comercial da marca. Escovas profissionais FT1 e diversos modelos e cores de secadores também foram apresentados no estande. Com foco em novos contatos no e-commerce, a Parlux considera a Eletrolar Show sua oportunidade de ampliar o número de clientes. “Na feira, podemos fechar negócio com grandes nomes do e-commerce e assim ampliar o acesso aos nossos produtos através da internet”, afirma Ligia.

PHASER

Fez vários lançamentos em sua segunda participação. “O grande destaque foi o tablet Funtab, que, além das funções normais, possui botões especiais para facilitar a interação com o sistema de games”, diz Emerson Fiori, gestor de vendas e varejo da empresa. Em som e vídeo automotivo, uma das novidades foi o multimídia ARD7210, com tela touch screen de 7”, que lê áudio e vídeo por USB, mais resistente do que os aparelhos com leitor de CD. Lançou, também, ar-condicionado e celulares. A empresa ficou satisfeita com os resultados obtidos na Eletrolar Show. “Durante o ano todo, visitamos clientes em várias regiões do País e na feira tivemos a oportunidade de recebê-los como se fosse na nossa casa. Estreitamos os laços com os nossos parceiros. Todos os grandes clientes da marca estiveram presentes no evento”, conta o gestor de vendas e varejo da Phaser.

Emerson Fiori

PHILIPS

Cyro Gazola

146

eletrolarnews

Participou pela terceira vez e fez grandes lançamentos, como o Perfect Care, ferro com a marca Walita. Dotado com a tecnologia Optimal Temp, não queima o tecido, mesmo que fique ligado sobre a peça a ser passada. “O produto é diferenciado, com tecnologia nunca vista antes no mercado”, diz Cyro Gazola, vice-presidente sênior da área de consumo e estilo de vida da Philips. Outra novidade, a Home Cooker Jamie Oliver, em parceria com o famoso chef inglês, foi desenvolvida globalmente e adaptada ao mercado nacional. É a primeira panela elétrica que prepara várias receitas sem a necessidade da supervisão do usuário. Em cuidados pessoais, inovou com a escova para passar creme no rosto. “Convidamos nossos 100 maiores clientes para conhecer os produtos inovadores, cujos lançamentos começaram em julho e irão até o verão de 2014. A Eletrolar Show é muito importante, e a presença de grandes empresas dá relevância maior ao nosso negócio. Temos o compromisso de manter a participação e sermos uma das empresas-chave da feira”, diz Gazola.


POLAROID

Destacou a Polaroid iM1836, câmera compacta inteligente, com o sistema operacional Android™ 4.2 Jelly Bean, mais suave e rápido, lentes intercambiáveis, para tirar fotos e compartilhá-las instantaneamente através das redes sociais. “O objetivo foi mostrar que a Polaroid evoluiu com o que há de mais moderno no mercado no que diz respeito à tecnologia. Queremos oferecer um diferencial ao varejo, como a marca mais bem posicionada em termos de custo-benefício”, afirma o diretor comercial Ricardo Wagner Faria. No estande, apresentou também duas câmeras compactas e uma bridge, com zoom mais potente e alguns recursos das máquinas reflex. Participar da Eletrolar Show foi importante para a marca, ressalta Faria. “A feira reúne compradores e todos os grandes varejistas, então pudemos demonstrar que a marca está consolidada e veio para ficar, pois todos os produtos são fabricados no Brasil, através de joint venture com a Unicoba. Inclusive, contamos com serviço de atendimento ao consumidor já estruturado.”

Ricardo Wagner Faria

PONTOFRIO ATACADO

Adriana Branco

A empresa, que oferece soluções para o abastecimento e crédito a pequenos e médios varejistas, estreou na feira para estabelecer relacionamento com esse público e fechar bons negócios. “Ficamos felizes com a nossa participação na Eletrolar Show”, conta Adriana Branco, gerente de vendas, que, no estande, destacou os lançamentos de alguns de seus fornecedores e parceiros, como Electrolux e GO TO. A Pontofrio Atacado também apresentou promoções especiais aos visitantes da feira e lançou o programa “Mais Valor”, que oferece uma gama de serviços, como garantia estendida, por exemplo, para comercialização pelos varejistas. Estar na Eletrolar Show em 2014 é um desejo da gerente. “Os visitantes gostaram de nossa presença e tivemos boa receptividade”, diz.

PROELETRONIC

Em sua estreia, destacou a antena para celular de alto ganho, PQAG-4015, em alumínio com pintura eletrostática e frequência Quad-Band. Mais um destaque foi o telefone celular fixo, PROCR-4000/02, Quad-Band, dual chip, o único produto disponível no mercado com essa característica, segundo a empresa. “A visitação da Eletrolar Show nos surpreendeu já nos dois primeiros dias, principalmente com a presença de pequenos lojistas e pela procura por telefonia celular rural”, conta José Marques, supervisor de marketing. A Proeletronic também levou para a feira a sua linha de antenas para televisão digital, categoria que teve o seu portfólio ampliado com o lançamento da Amphibios. O modelo, voltado tanto para uso interno como externo, tem design diferenciado, base magnética para fixação em superfícies metálicas ou em ambientes planejados. Proporciona transmissão analógica e digital com ganho de 20 dB.

José Marques

eletrolarnews

147


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

QUALY HOUSE

Estreou na feira e apresentou a sua linha de capas de proteção para telefones celulares desenvolvida para todos os modelos existentes no mercado. São criações exclusivas e personalizadas, com design e fabricação nacionais, e diferentes desenhos coloridos sobre superfície metálica. “A Eletrolar Show é o melhor canal entre distribuidor, lojista e fabricantes”, destaca Luis Zhang, diretor comercial da empresa, que se mostrou impressionado com o grande número de visitantes da feira. Seu objetivo foi divulgar as capas de celulares para o varejo de todo o País.

Luis Zhang

REDMOND

Em busca de parceiros no Brasil, a norte-americana Redmond Industrial Group esteve pela primeira vez na Eletrolar Show para mostrar a sua linha de panelas elétricas. Os produtos, que têm garantia de até 25 meses, contam com design moderno e programações para preparar os alimentos de variadas formas: por pressão, a vapor, cozidos e fritos. “A empresa é forte na Europa, onde suas panelas são muito populares há pelo menos 20 anos. Sentimos que no Brasil há grande demanda para esse tipo de produto e trouxemos para a feira toda a nossa linha de panelas de alta qualidade, algumas com até 46 programas para o preparo de alimentos”, informa Sergei Denisenko, diretor de vendas.

Sergei Denisenko

RELAXMEDIC

Guy Gilad

148

eletrolarnews

Participou pela terceira vez e dirigiu o foco para dois lançamentos: o desumidificador, indicado para lugares com muita umidade, como casas de praia, lançado em dois tamanhos, para grandes ambientes e para armários; e o Eye Massage. “É um produto de alta tecnologia, movido a pilha ou ligado na tomada, indicado especialmente para quem tem dor de cabeça, enxaqueca e para os que ficam o dia inteiro na frente do computador”, explica Guy Gilad, proprietário da Relaxmedic. A empresa também expôs balança digital, luvas massageadoras que ajudam no relaxamento corporal, irrigador oral com jato forte para os que não gostam de utilizar o fio dental para limpar os dentes, e sua linha de poltronas que oferecem de 60 a 80 tipos de massagem, inclusive com aquecimento. Com esses produtos, a Relaxmedic espera crescer em torno de 20% este ano e já programou 20 lançamentos para janeiro e fevereiro de 2014. “A feira nos ofereceu vários contatos novos. Iniciamos a parceria com várias regiões do Brasil. Foi um sucesso este evento que nos traz muito clientes”, afirma Gilad.


RELIZA

A fabricante de acessórios de informática e ergonomia participou pela segunda vez da Eletrolar Show para ampliar seu espaço no mercado. No estande, destacou a linha de cases de neoprem, com design diferenciado, para tablets, computadores e smartphones. “Com esse lançamento, nos relacionamos com muitos novos clientes, alguns até agora difíceis de contatar. Nossos produtos são exclusivos, e a concorrência, hoje, deixou de ser em preço, agora é em qualidade”, diz o sócio-diretor da Reliza, Jonas Reichert. Outro destaque no estande foi o limpa-tela, um dos produtos de maior sucesso da marca, indicado para remover manchas e marcas de telas de LCD e LED. A Reliza também apresentou modelos de suportes e apoios para uso de computadores. “Acredito que, com os contatos que fizemos na feira e a entrada em novos clientes, podemos esperar crescimento no segundo semestre”, afirma o sócio-diretor.

Jonas Reichert

RELÓGIOS HERWEG

Mauro Albuquerque

A fabricante apresentou a sua linha de relógios envelhecidos, formada por cinco pe��as de parede. “Todas têm acabamento que simula o envelhecimento pela ação do tempo. No entanto, são modernas, com maquinário atual e de qualidade”, explica o gerente comercial Mauro Albuquerque. Outro destaque da marca, o carrilhão, é uma peça com estilo tradicional, acabamento trabalhado em madeira, pêndulo e toque que pode marcar a hora cheia ou cada meia hora. Participante pela segunda vez, a Relógios Herweg tem suas vendas muito concentradas em relojoarias e lojas especializadas, conta Albuquerque. “A Eletrolar Show foi muito importante para nos colocar em contato com grandes redes de varejo, expandindo assim nosso escopo de atuação e, como consequência, o volume de vendas.” O gerente comercial também ficou satisfeito com os contatos que fez na feira com potenciais clientes de outras regiões do Brasil.

REVLON

A oportunidade de fazer contato com grandes varejistas e apresentar a marca para o mercado levou a empresa a participar pela primeira vez da Eletrolar Show. “Recebemos visitantes de diferentes países da América Latina, entre eles Paraguai e Uruguai”, conta Marcelo Mancini, gerente de negócios. A empresa expôs seu portfólio de produtos para cuidados pessoais, como secadores, pranchas e modeladores, todos em cores vibrantes. Em seu estande, destacou a linha Revlon Basic, composta, dentre outros itens, por um secador compacto e bivolt, indicado para levar em viagens; a linha Titanium, de secadores mais profissionais, que consomem menos energia e fazem menos ruído; e a prancha Colorburst, em formato de batom, que acompanha a linha de cosméticos da Revlon. “Toda a nossa linha conta com tecnologia turmalina, titanium ou cerâmica”, destaca Mancini.

Marcelo Mancini

eletrolarnews

149


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

RIBEIRO E PAVANI

Participante pela terceira vez, a empresa já confirmou sua presença na Eletrolar Show de 2014. “Fomos bem recebidos pelos visitantes e conseguimos prospectar novos clientes”, diz Rodolfo Ribeiro, diretor comercial da empresa. Com portfólio composto por produtos de nicho, apresentou a Coleção Retrô, com toca-discos, rádios, gramofones e jukeboxes. Destacou, também, o gramofone Sierra, toca-disco que também reproduz CD, MP3 e fita K7, tem entrada USB e SD card, e função rádio AM/FM. “Outro modelo que chamou a atenção na feira, com características semelhantes, exceto pela reprodução de K7, foi o toca-disco Dallas, que tem entrada USB e cartão de memória”, conta o diretor comercial da Ribeiro e Pavani.

Rodolfo Ribeiro

SAFEWELL DO BRASIL

Uma das maiores fabricantes de cofres do mundo, a multinacional norte-americana veio pela primeira vez para a feira com o objetivo de mostrar seus produtos, conhecer os principais players do segmento e cadastrar representantes comerciais de todas as regiões do País. Apresentou cofres à prova de fogo (resistem a até 3.000 ºC), biométricos, eletrônicos e de gaveta. “O mercado relacionado à segurança cresce entre 25% a 30% ao ano no Brasil e em toda a América Latina. Por isso, foi importante estarmos na Eletrolar Show, onde fizemos relacionamentos que geram negócios”, afirma Marcos Sassón, diretor comercial da Safewell do Brasil.

Marcos Sassón

SGS DO BRASIL

Thiago Doretto

150

eletrolarnews

A empresa suíça de certificação, presente no País há mais de 70 anos, com 30 escritórios, participou este ano pela primeira vez da Eletrolar Show. No Brasil, a SGS realiza certificações de produtos e sistemas de gestão e, especificamente, as certificações compulsórias de produtos eletroeletrônicos, regulamentadas pelo Inmetro. “Hoje, a SGS é líder de mercado no processo de certificação de produtos eletrodomésticos. Vários clientes nossos, fabricantes e importadores, estavam na feira e reforçamos a nossa parceria”, diz Thiago Doretto, gerente de desenvolvimento de negócios. Com laboratórios próprios e parceiros acreditados e credenciados com o Organismo de Certificação de Produto (OCP), a empresa está capacitada para realizar os testes para certificação, de acordo com as normas nacionais e internacionais seguidas pelo Inmetro no tocante à segurança e performance de um produto. “Consideramos essa primeira oportunidade de participação na Eletrolar Show muito positiva e pretendemos estar presentes nas próximas edições”, afirma Doretto.


SHENZHEN

Em sua primeira participação na Eletrolar Show, a empresa lançou com exclusividade a marca global Ufree, com duas categorias de produtos: Moker Lighting LED, placas de circuito flexível em diversas cores, e painéis com lâmpada LED, em vários modelos e formatos, que podem receber acabamento de gesso. “As lâmpadas LED, além de não esquentarem o ambiente, economizam energia e duram cerca de 30 mil horas”, diz Peter Lin, presidente da Shenzhen. A empresa também apresentou carregadores com tomadas para todos os tipos de aparelhos, capas e teclados para tablets, caixas de som com formatos de lata de refrigerante, sorvete e carro, com Bluetooth, fones de ouvido wireless e com entrada USB e SD Card, capas para celular com carregador de bateria interna e pen drives. “A feira é um ambiente para ampliar os relacionamentos comerciais e apresentar nossos produtos. No próximo ano, estaremos de volta”, afirma Lin.

Peter Lin

SILVERLINE

Celalettin Yildiz

A fabricante e importadora de fornos e fogões embutidos, cujo principal mercado é a Europa, estreou na feira para divulgar a sua marca, tendo em vista o grande potencial da América Latina e do Brasil. Fundada em 1994, a empresa tem sede na Turquia e filial na Alemanha. “Como já exportamos para a Argentina, Bolívia, Colômbia e Equador, pretendemos ingressar no mercado brasileiro. Por isso, estamos procurando parceiros e distribuidores confiáveis no País”, diz Celalettin Yildiz, gerente de vendas para exportação. A Silverline exporta seus produtos para 60 países, a maioria europeus. O principal negócio da empresa é a linha de embutidos, composta por coifas, fornos e cooktops. Há coifas de diversos tamanhos, na cor bronze, com filtros de alumínios removíveis e laváveis em lava-louças. “Acreditamos em inovação e tecnologia, tanto que já recebemos os prêmios alemães Reddot Design Award e o Plus X Award. Ambos premiam produtos pela qualidade, desenho, facilidade de uso e que são ecologicamente corretos”, conta o executivo.

SKY BRASIL SERVIÇOS

A maior operadora de televisão por assinatura via satélite em alta definição da América Latina trouxe para a Eletrolar Show seu produto Sky Livre. “Em nossa decisão de participar da feira, pesou o fato de podermos apresentar este produto inovador no segmento de parabólicas aos grandes varejistas de todo o País”, conta Renato Durante, gerente do canal varejo. Com transmissão 100% digital, a Sky Livre, antena miniparabólica, tem recursos interativos como o guia de programação, tarja de informação do programa e função de bloqueio. “A Sky Livre está em trajetória crescente e há espaço para aumentar ainda mais as vendas, principalmente no mercado das classes C e D, no interior e Região Nordeste. É aquele cliente que não busca variedade de programação, mas, sim, a qualidade da imagem”, afirma Durante. “Na feira, o número de visitantes que recebemos, inclusive com a abertura de possibilidades de negócios com fabricantes e varejistas, nos surpreendeu, mesmo sabendo da potência que é a Eletrolar Show”, acrescenta.

Renato Durante

eletrolarnews

151


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

SND

Fábio Baltazar

Anunciou na Eletrolar Show que é o mais novo distribuidor Microsoft na parte de games e da Samsung em telecom e tablets. “Sempre fomos muito fortes produtos de TI e hoje abrimos mais frentes para a companhia, com novas linhas”, diz Fábio Baltazar, gestor de marketing e produtos. A SND distribui itens de 35 fabricantes e levou 18 marcas para a feira. Destacou o console PS2 da Microsoft, a linha de acessórios, soluções e todos os títulos de games da marca, o smartphone Galaxy S4 e o Galaxy Note 10.1”, da Samsung, e o tablet de 7” touch screen, da Titan. Divulgou, também, a criação da unidade de varejo, para atendimento nacional e regional. Nos últimos três anos, a SND vem tendo forte crescimento e obteve bons resultados no primeiro semestre de 2013, conta Baltazar. “Crescemos na base de 20% e consideramos manter este nível no segundo semestre. Nossa quarta participação na Eletrolar Show teve feedback positivo, tanto por parte dos clientes quanto dos profissionais. Uma de nossas vendedoras me disse que é a primeira vez que numa feira consegue 18 clientes novos de uma região específica. Isso é muito importante e muito bom.”

SOMECO

Estreou na feira após adotar a estratégia de distribuição em magazines, hipermercados e e-commerce. “Como desenvolvemos linhas específicas de produtos para esses canais, a Eletrolar Show é um ótimo meio para sua exposição. Antes, as linhas de som profissional, automotivo e instrumentos musicais eram mais voltadas aos canais especializados, situação que foi modificada em 2012. A participação na feira tem tudo a ver com a nossa estratégia de ampliação dos canais de venda”, conta Marcelo Palacios, diretor-geral da Someco. No estande, destacou o kit de auto-rádio e dois alto-falantes de 6,5” da linha Novik. “É uma tradicional marca brasileira, que vem com todo o cabeamento necessário, é uma solução prática de sistema de som automotivo de qualidade e de fácil instalação”, explica Palacios. Também da Novik, apresentou uma linha de caixas acústicas amplificadas, de 8” a 15”, semiprofissionais e com entrada USB, para residências.

Marcelo Palacios

SPIRIT

Pherson Coelho

152

eletrolarnews

No ano passado, apresentou na feira a linha kids, em parceria com os estúdios Mauricio de Sousa, lembra o diretor de marketing, Pherson Coelho. “Foi uma experiência bem-sucedida, nasceu um produto com a cara das duas empresas e diferenciado da concorrência, personalizado nas pás e não no lustre. O sucesso foi grande, e este ano estendemos a linha com o Ben 10, o maior herói dos meninos de 6 a 11 anos de idade, reconhecido por 97% dessa faixa etária.” No próximo ano, será a vez de as meninas terem o seu produto, devido à parceria com Cartoon Network, que planeja o novo desenho das Super Poderosas. A Spirit, que desde 2012 passa por mudanças, inclusive com a remodelação da gestão de varejo, está transferindo a produção do Rio de Janeiro para São Paulo e espera crescer 7% este ano sobre 2012. Suas expectativas são muito boas para 2014, quando o ciclo de reformas estará concluído. “O mercado está aquecido, e vamos continuar a crescer. O próximo ano será marcante e positivo. Na feira, conhecemos compradores e recebemos fornecedores de inovações, bem como novos e pequenos clientes, que se surpreenderam com as novidades.”


STAR LIGHT

Há quatro anos no Brasil, a Star Light, única representante no País para a marcha chinesa Duration Power (DP), especializada em produtos LED, participou da Eletrolar Show pela primeira vez. “Queremos expandir o mercado, começando por São Paulo e, aos poucos, ir para alguns Estados próximos, mostrando que os itens importados pela empresa podem estar presentes em todo o mercado brasileiro. Na feira, divulgamos nossos produtos”, diz o gerente de marketing, Boris Wei. No portfólio da empresa, há lanternas manuais e de cabeça, holofotes de 3 a 9 W, com baterias recarregáveis, abajures de mesa, luzes de emergência e lampiões para utilização na agropecuária, principalmente. Outra novidade apresentada pela Star Light foi o amplificador de som para iPhones 4, 4S e 5, em formato de um ovo, que não exige qualquer cabo. ‘‘Esperamos que nossas vendas cresçam de 50% a 70% em todo o Brasil”, afirma Wei.

Boris Wei

STEAMMAX

Leandro Silva

Lançou 24 itens em sua estreia na Eletrolar Show, com destaque para a vassoura higienizadora elétrica, que limpa diferentes superfícies com rapidez, e para a secadora portátil, que tem capacidade para até 10 kg de roupa e não é fixada na parede. Apresentou, também, máquinas de costura fabricadas na China. A expectativa da Steammax ao participar da feira era captar novos clientes e fechar parcerias para suas linhas de cozinha, vaporizadores, higienizadores, máquinas de costura e lavanderia, todas fabricadas na China. “Expusemos a marca, apresentamos os produtos para os compradores e realizamos negócios”, diz Leandro Silva, diretor-presidente.

SUGGAR

No estande, expôs 154 produtos, 14 deles lançamentos. “Estou muito satisfeito com as novidades da Suggar, pois elas têm como diferencial o que o mercado procura atualmente, isto é, mais eficiência, economia e não agressão ao meio ambiente”, diz o diretor-presidente Lúcio Costa. Apresentou adegas climatizadas, lavadoras, coifas, cooktops, frigobar e máquina de gelo, entre outros produtos. “Estou neste mercado desde 1965 e só vejo expansão, até porque o eletrodoméstico evoluiu e tem bom custo- benefício. Este ano, pretendemos crescer 25% sobre 2012”, afirma Costa. Esta foi a terceira participação da Suggar. “A Eletrolar Show é uma oportunidade de confraternização com clientes de todo o Brasil, que vêm ao nosso estande, conhecem as novidades e podem fazer negócios. É muito importante estarmos presentes”, comenta o diretor-presidente.

Lúcio Costa

eletrolarnews

153


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

SUPERKIT

Levi Salera

Esteve pela primeira vez na Eletrolar Show com estande próprio e apresentou aos visitantes as 10 marcas que distribui, entre elas Iris, Trust, Pinnacle e Targus. “Temos focado nosso portfólio na categoria de acessórios. O varejo vem investindo muito no segmento em busca de rentabilidade por conta das margens baixas dos hardwares”, explica Levi Salera, diretor comercial. Da marca Iris, a empresa destacou o mouse que digitaliza as superfícies pelas quais desliza e o Iriscan Anywherere, scanner portátil sem fio, que capta documentos e os armazena na nuvem. Com a marca Trust, o destaque foi a caixa de som Tytan 2.1 speaker set bivolt white, com subwoofer 2.1 e saída de 60 W de potência. “Na feira, conseguimos nosso objetivo, que era contatar redes regionais”, informa Salera.

SUZUKI

Entre as novidades apresentadas em sua segunda participação, destacou o lançamento da linha Beauty Care, composta por barbeador, alisador e aparador de cabelo, o depilador feminino e dois modelos de secadores. “A linha de cuidados pessoais chega ao mercado em 2014, mas fizemos sua apresentação em primeira mão na feira”, conta Carla Cardoso, gerente comercial da divisão áudio e eletros. Expôs, ainda, o portfólio de som automotivo e o de eletroportáteis, composto por panelas elétricas, entre outros itens. “A Eletrolar Show está melhor a cada ano. Acredito que se tornou o evento mais importante do mercado, mesmo em comparação com o de outros segmentos”, opina Carla. No primeiro dia de visitação da edição, o público surpreendeu a executiva. “Geralmente, a abertura é fraca, mas não foi o que ocorreu, pois recebemos clientes muito importantes”, acrescenta.

Carla Cardoso

TECHLINE

Leandro Neves

154

eletrolarnews

Voltada para a categoria de bem-estar e saúde, a Techline apresentou na feira o massageador MS-500. “Com sete peças alternáveis, ele simula diferentes tipos de massagens para todas as áreas do corpo e tem cabo dobrável que facilita o uso nas costas e no pescoço”, diz Leandro Neves, supervisor de propaganda e marketing. Outra novidade foi a linha de umidificadores de ar, com dois modelos, um com capacidade de quatro litros, que fica até 13 horas ligado, e outro de 2,5 litros, que funciona por oito horas ininterruptas. Em sua segunda participação, a Techline investiu na feira, afirma Neves. “Além do espaço melhor que o da edição anterior, trouxemos profissionais de saúde para demonstrar nossos produtos. Como resultado, estamos na agenda dos nossos grandes clientes e fizemos contato com novas redes. Ainda temos muito potencial nesse mercado.”


TEC TOTAL

A presença da empresa reflete o crescimento da participação do setor de serviços na Eletrolar Show. “Achamos que era o momento ideal para conseguirmos mais visibilidade. Hoje, o varejo não trabalha só com produto, e os serviços são uma boa alternativa para rentabilizar seu negócio. Participamos pela primeira vez para apresentar algumas opções”, explica Divânia Oliveira, diretora comercial e de marketing. A Tec Total é especializada no serviço de help desk e suporte técnico presencial para as principais linhas comercializadas pelo varejo. No estande, destacou a instalação de linha branca, a parceria com a Norton Antivírus e a consultoria para ar-condicionado. Divânia conta que já no primeiro dia da feira recebeu a visita de alguns de seus principais clientes e, também, fez contato com redes regionais. “Os visitantes realmente estavam interessados em ouvir o que tínhamos para falar.”

Divânia Oliveira

TERMIKEL

Deniz Öztin

Produzida na Turquia, a linha da empresa para o Brasil tem foco em fogões, fornos médios, inclusive embutidos, e coifas. “Este ano, nosso diferencial está nos fogões de piso de 90 cm, com cinco bocas, e nos modelos com quatro e duas, que se destacam pelo design e qualidade”, explica a gerente para a América do Sul, Deniz Öztin. Dirigidos às classes média e alta, os produtos embutidos e de piso seguem os modelos europeus, mas podem ser facilmente adaptados ao gosto brasileiro pela equipe de desenvolvimento da Termikel. De seu escritório na Argentina, a Termikel comercializa os produtos para a América do Sul há cinco anos e para o Brasil há dois, sob diferentes marcas e através da rede de distribuidores e importadores. “Em nossa segunda participação na feira, recebemos mais compradores de atacadistas e distribuidores do Uruguai, Argentina, Venezuela e Colômbia, prova de que a Eletrolar Show se tornou a feira mais representativa do setor no continente. Outro ponto positivo foi a consolidação de parcerias iniciadas na edição anterior do evento”, diz Deniz.

TERRA NOVA TRADING

Presente no mercado há 20 anos, participou pela primeira vez para prestigiar os clientes atuais e prospectar novos. Suas soluções de importação incluem logística, armazenagem, transporte e agenciamento de carga em transporte internacional. “A especialidade da Terra Nova é a análise tributária para oferecer a melhor solução. Às vezes, no País, a parte tributária é mais importante do que a geográfica. Isso ocorre em razão dos diferentes mecanismos de substituição tributária adotados pelos Estados, e a solução certa pode compensar eventuais perdas no câmbio”, diz o trader Ítalo Pacheco. A empresa integra o grupo do qual fazem parte a Fast Track Logística Intl, encarregada da logística internacional, e a Enivix, que responde por quatro centros de armazenamento, um em Santa Catarina, outro em São Paulo e dois no Espírito Santo, onde são feitos todos os tipos de armazenagem e distribuição para diversos setores da indústria. “A operação inclui a adequação do produto às condições brasileiras em termos de certificações para sua comercialização legal”, informa Antonio José De Bonis, diretor-executivo.

Ítalo Pacheco Antonio José De Bonis

eletrolarnews

155


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

THE LEADERSHIP GROUP

José Augusto Kaulino

Participante da feira pela quarta vez, apresentou produtos de suas marcas Leadership, Goldship e Noteship. Seu principal lançamento foi o Leaderpad Kids, tablet infantil com aplicativos educativos e laterais emborrachadas que protegem o produto no caso de eventuais quedas. Com a marca Goldship, lançou o Joypad universal Bluetooth para smartphones, que transforma o celular em videogame portátil; a caixa de som touch play, de fácil conexão (basta encostar o smartphone no aparelho para reprodução sonora); e os óculos de sol Câmera Sport, nas versões VGA CMOS e HD 5 megapixels, que grava imagem e som. “Graças ao perfil qualificado dos visitantes e à visibilidade da Eletrolar Show, lançamos muitos produtos das três marcas e também fizemos a nossa convenção de vendas”, conta José Augusto Kaulino, gerente comercial do The Leadership Group. “A Eletrolar Show é uma ótima oportunidade para contatar novos clientes e representantes. É um momento único para isso”, acrescenta Kaulino.

TRACK & BIKES

A empresa de bicicletas voltou à feira pela segunda vez para apresentar novidades, como os produtos de aro 29, a Comfort Bike, da linha elétrica, e os modelos LX 200 e LX 300. A meta da empresa, este ano, é crescer 20% em relação a 2012, diz David Kamkhagi, diretor comercial. “Com certeza, a Eletrolar Show vai nos ajudar a atingir esse objetivo. Recebemos visitas de todas as grandes redes de varejo e fizemos vários relacionamentos. As vendas são consequência dos contatos feitos na feira.” Desde 1999, a Track & Bikes produz bicicletas para todos os públicos: infantil, para a faixa etária de três a oito anos; infantojuvenil, de nove a 12 anos; juvenil, de 12 a 15 anos; adulto, a partir de 16 anos; e premium, cujos produtos são feitos em alumínio.

David Kamkhagi

TS SHARA

Jamil Mouallem

156

eletrolarnews

Expôs a sua linha básica de equipamentos de proteção para uso doméstico e corporativo. Destacou os no-breaks econômicos para o mercado doméstico, linhas que vão de 500 VA de potência, que suportam computador, impressora e monitor, até 3.000 VA para equipamentos maiores. Outra novidade foi a linha de antirraios, que protege de descargas elétricas e atmosféricas home theaters, televisores e aparelhos de som. “Com seu portfólio, que inclui estabilizadores de voltagem, no-breaks, filtro de linha e equipamentos de proteção em energia, a TS Shara atende todo o público da Eletrolar Show”, diz Jamil Mouallem, diretor comercial e de marketing da empresa. Pela terceira vez, a TS Shara participou da Eletrolar Show com uma linha personalizada de produtos. “Investimos porque acreditamos no foco da feira”, afirma Mouallem. “Os lares brasileiros estão munidos cada vez mais de tecnologia, tanto em eletrodomésticos quanto em eletroeletrônicos, e os nossos equipamentos passam a ser fundamentais porque são fabricados para dar proteção”, acrescenta. A Copa do Mundo e a Olimpíada deverão elevar a demanda por esses produtos de proteção.


UL DO BRASIL

A empresa, que fornece serviços de ensaio e certificação de produtos, promete voltar em 2014 à Eletrolar Show, depois da experiência positiva deste ano. “Essa primeira participação superou as nossas expectativas de vendas e também de visitação do estande”, destaca Marcos Heck, gerente-geral de laboratório. Na feira, a UL mostrou a estrutura e o modo de atuação necessários para que os fabricantes comercializem seus produtos atendendo às normas vigentes no Brasil, em especial a Portaria 371 do Inmetro. A empresa já tem mais de 10 mil produtos certificados e também oferece seus serviços para quem quer exportar para as Américas e Europa.

Marcos Heck

UNICOBA

Everson Ribeiro Diego Perez

Com fábricas em Manaus (AM), Ilhéus (BA) e Extrema (MG), a Unicoba levou para a feira as suas principais novidades em eletrônica, informática e soluções em energia. “Nosso grande destaque foi a linha de lâmpadas LED Star. Investimos forte porque acreditamos que é a iluminação do futuro, pois tem baixo consumo e produz pouco calor”, explica Everson Ribeiro, gerente comercial da empresa. A Unicoba também apresentou novidades em roteadores, som automotivo e em antenas e adaptadores para a TV digital. O grupo foi representado pelas marcas Alpine, Apontador GPS, Polaroid, Replay, Top Tiva e TP-Link. Esta foi a terceira participação da empresa na Eletrolar Show. “Na edição da feira, muitos varejistas foram conhecer nosso estande e pudemos mostrar tudo o que oferecemos”, afirma o gerente comercial Diego Perez, que ficou satisfeito com os resultados do evento. “Apesar de o começo deste ano ter isso um pouco fraco, acreditamos que, impulsionados pela Eletrolar Show, iremos fechar grandes negócios no segundo semestre e atingir as nossas metas”, acrescenta.

UPSAI

Em sua primeira participação na Eletrolar Show, a Upsai, especializada em sistemas de energia, conseguiu atingir suas metas: atrair parcerias de representação e distribuição, divulgar a marca e as linhas de produtos para os segmentos de TI, áudio, vídeo e eletrodomésticos. “Estamos contentes. O estande foi muito visitado, e nossos produtos despertaram grande interesse”, informa o diretor, Angelo Gabriel. No estande, chamaram a atenção os condicionadores estabilizados para áudio e vídeo para melhorar a imagem e o som, o ACR 4000 ds e o ACF 2500. Funcionam como um filtro que elimina todas as interferências que vêm da rede elétrica, mantendo a energia sempre estabilizada e evitando danos por picos de energia e raios. Outros destaques foram o estabilizador EWA e os no-breaks Prosaver 1400 e 1500.

Angelo Gabriel

eletrolarnews

157


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

UP2WARE

João Vieira Rocha

Com acessórios para smartphones, tablets e notebooks, a Up2ware participou pela primeira vez para consolidar a sua marca no mercado nacional. “Temos dois anos de atividade e acreditamos que a feira é a melhor porta para sairmos do mercado regional e ampliarmos a atuação no País”, diz o CEO João Vieira Rocha. Destaque para a linha de capas para iPhone 4, 4S, 5 e Galaxy SII e SIII, com temas de times de futebol. Oficiais, as capas de policarbonato são resistentes ao impacto e aderem à mão, evitando que o celular escorregue. Só do Botafogo são seis modelos, para todos os gostos, inclusive o feminino. Além das capas para smartphones com mais de 100 variações, a marca também levou para a feira bolsas para tablets, coberturas para notebooks, carregadores e cabos para diversos tipos de aparelho. “Na Eletrolar Show, pudemos fazer contato com novos clientes e apresentar tudo o que oferecemos. Acredito que, após o evento, a marca conseguirá se expandir e, assim, chegar a ter representantes em 30% do território nacional”, afirma Rocha.

VENTISOL

Em 2013, ocupou um estande três vezes maior do que o do ano passado e fez lançamentos em várias linhas: quatro modelos de fornos elétricos de 10, 18 e 30 litros, quatro de coifas com aço inox escovado ou com vidro curvo, bebedouros, ventilador USB pessoal, máquinas de lavar de alta pressão, climatizador, umidificador e aquecedor. “É nossa essência trabalhar para o bem-estar e o conforto do consumidor”, diz a supervisora comercial, Fernanda Cândido. A empresa, que participou pela quarta vez, espera, este ano, crescimento de 50% nas vendas devido aos lançamentos, à atuação mais forte em todas as regiões brasileiras, à ampliação da equipe de representantes e ao investimento maior, conta Fernanda. “A Ventisol é competitiva e procura se diferenciar pela qualidade técnica, oferecendo mais por menos. Nossos produtos são sazonais, vendem bem no verão e no inverno, e a Eletrolar Show sempre nos dá boa expectativa por causa da visitação qualificada. Todos os grandes fabricantes estavam na feira.”

Fernanda Cândido

VICINI

Toomy Sun

158

eletrolarnews

Com acessórios para cozinha, eletrodomésticos, aparelhos de som e eletrônicos, a Vicini considerou um sucesso a sua terceira participação na Eletrolar Show. “Como nosso estande era grande, tivemos bastante destaque para a marca. Assim, pudemos fechar bons negócios”, conta Toomy Sun, CEO da empresa. Entre as novidades, destaque para o tablet de 7”, com tela multitouch e sensor de giro nos quatro sentidos, sistema operacional Android e memória de 4 GB. A empresa também apresentou o mini system VC-5200 com entrada USB e SD, CD player que lê MP3 e potência de som acima da média, que chega a 200 W RMS. “Trazer nossos produtos para a maior feira do setor é essencial para que possamos, além de captar novos clientes e fazer contatos, consolidar nossas antigas parcerias. Com certeza, estaremos presentes em 2014”, afirma Sun.


VISIONTEC

Há 20 anos no mercado, a Visiontec atua com receptores de sinais de TV via satélite e antenas parabólicas, além de receptores terrestres. Em sua quarta participação na feira, levou como novidade a miniparabólica digital Claro TV Livre. “A nova parceria permite oferecer uma antena parabólica com 31 canais abertos mais a opção de uma assinatura para a televisão fechada”, conta o diretor comercial da empresa, Angelo Biaso. No Brasil, hoje, existem hoje 22 milhões de antenas parabólicas instaladas, e esse é um segmento ainda em expansão, de acordo com Biaso. “Por isso, a importância de participar da Eletrolar Show, que é o ponto de encontro de todo o varejo nacional. É o local onde temos contato direto com os distribuidores e fomentamos as relações comerciais.”

Angelo Biaso

VISOGRAF

Frank Bloebaum

Lançou suporte de televisão 3 em 1, patenteado pela empresa, para aparelhos de plasma, LCD e LED. “É o único com distância ajustável a cada um desses tipos de televisão. Em geral, nas TVs de plasma ou LCD, os cabos são ligados atrás do aparelho, sendo preciso distância maior da parede, cerca de 36 mm. Nas TVs LED, eles são conectados nas laterais ou por baixo, e a distância é de 7 mm”, explica Frank Bloebaum, diretor da Visograf. Fabricado em nylon com fibra, o suporte aguenta até 500 kg de peso. A linha econômica responde por 90% das vendas do mercado de suportes, e os articulados representam só 10%. Participante da feira pela quarta vez, a Visograf tem vários outros modelos de suportes articulados mais tradicionais, mas todos com o diferencial de manter o nível sem nenhuma inclinação dos televisores, mesmo os que têm 46” ou mais. A empresa também produz suportes para monitor e projetor, tripés e telas de projeção. “Este ano, nossos negócios e contatos na Eletrolar Show foram muito bons e já estamos planejando voltar em 2014”, adianta Bloebaum.

WAP

Destacou, em sua sexta participação na Eletrolar Show, a linha de condicionadores de ar portáteis, nova categoria do portfólio da marca. Com design retrô, o modelo Snow, de 12.000 BTU, apresentado em preto, vermelho e branco, nas versões quente e frio ou apenas frio, possui timer com função sleep, três opções de velocidade e sistema de drenagem por evaporação. “Entramos na linha de ventilação no ano passado, com ventiladores. Ela foi tão bem aceita que resolvemos ampliá-la e oferecer mais produtos”, conta Edla Pavan, diretora comercial. Nesta categoria, expôs também o Vortex Turbo, nas versões para mesa/bancada, de coluna ou com suporte para encaixe na parede. Lançou ainda cinco lavadoras, entre elas a Wap Fit, modelo compacto, que tem suporte para todos os componentes e acessórios. “Esse mercado ainda não está maduro, por isso esperamos crescimento. Menos de 15% dos lares têm uma lavadora de alta pressão, mas há uma expansão natural, tanto que o varejo já incorporou o produto ao seu mix”, conta Edla.

Edla Pavan

eletrolarnews

159


ELE TROL AR SHOW / PÓS-FEIRA 2013

WHIRLPOOL

Vitor Bertoncini

Levou novidades das marcas Brastemp e Consul, além de soluções para o varejista – mostrou como instalar uma cozinha completa no ponto de venda. “Fomos para a feira com nosso time de vendas, uma vez que o espaço é privilegiado para o corpo a corpo com varejistas de várias partes do País. Apresentamos os produtos em primeira mão”, diz Vitor Bertoncini, diretor de trade marketing. A marca Brastemp lançou seu fogão Ative!Smart Cook, o primeiro do mercado a se conectar com smartphones. Produzido em inox, tem forno elétrico e a gás e interface touch screen. A marca Consul lançou a geladeira Bem-Estar, com a gaveta especial Horta em Casa, que preserva as propriedades naturais dos alimentos. No total, a Whirlpool apresentou 60 produtos, incluindo lavadoras de roupas e de louças, purificadores e acessórios. Até o final do ano, o grupo deve lançar cerca de 160 itens, 15% a mais do que em 2012. “Estamos muito felizes com os resultados da feira. Esta é uma oportunidade única de estreitar relações com o varejo e fazer negócios”, afirma Bertoncini.

WINDYS

Pela primeira vez na feira, a importadora e distribuidora Windys apresentou alto-falantes multimídia para computadores, televisores e smartphones. Destaque para o FC50, da Microlab, com controle remoto e design em forma de satélite, adequado para home entertainment. Tomas Lee, diretor da Windys, informa que a Microlab fabrica alto-falantes de marca própria. Na Rússia, é a primeira em vendas e na China, a segunda. “Até o ano passado, a marca era praticamente desconhecida no Brasil, mas em 2013 teve aumento de 100% nas vendas, pois o custo-benefício é muito bom.” Destacou, também, a série Solo de alto-falantes 2.0, com amplificador interno e controle remoto. Antes de participar da Eletrolar Show, a maioria dos clientes da Windys era do segmento de informática. “Com a feira, conseguimos abrir novos canais de vendas e contatar grandes magazines, empresas de áudio e varejistas de som profissional, que são o foco de nossa nova estratégia, mais voltada aos alto-falantes”, esclarece Lee.

Tomas Lee

XPLAY GAMES

Jimmy Schneiderman

160

eletrolarnews

A marca da Importadora, Exportadora e Indústria Jimmy Ltda. lançou o XP08, tablet Wi-Fi para baixar jogos pela internet, com sistema Android, tela LED sensível ao toque e gráficos com aceleração 3D. Apresentou, também, o XP-04, o XP-101 Duo (com console com tela e cabo para conectar e jogar na TV) o XP89, videogame interativo sem fio, com sensor de movimento e tacos para jogos de golfe e de baseball, e raquetes para tênis e pingue-pongue. Mostrou ainda o XP-05, para jogar com o movimento das mãos, incluindo 23 jogos. “Participamos da Eletrolar Show com o objetivo de fixar a marca, lançada em 2011, e os produtos, uma vez que toda a nossa produção de consoles com jogos já foi vendida antes da feira”, explica Jimmy Schneiderman, sócio-diretor da importadora e exportadora, que também fabrica tablets com a marca DIP no Pólo Industrial de Manaus (AM).


CINCO CANAIS DE COMUNICAÇÃO E NEGÓCIOS ENTRE A INDÚSTRIA E O VAREJO Plataformas para ampliar a divulgação de sua marca e de seus produtos junto ao grande, médio e pequeno varejo de eletrodomésticos, eletroeletrônicos, celulares e TI.

Revista Eletrolar News, a única b2b do segmento, com

freqüência de 45 dias e 20.000 exemplares auditados pelo IVC.

Feira Eletrolar Show,

evento anual b2b que reúne a indústria e o varejo, mais de 1.000 marcas e 10.000 produtos. Recebe a visita de mais de 28.000 qualificados executivos.

Guia do Comprador Eletrolar,

anuário com informações de mais de 1.200 marcas e 4.500 linhas de produtos. Concentra a oferta do mercado aos compradores que respondem por mais de 25.000 pontos de vendas no país.

11 3034-4100 www.grupoeletrolar.com

Portal eletrolar.com,

www.eletrolar.com, informações do setor, atualizadas várias vezes ao dia. Mais de 1,8 milhão de acessos/mês.

Newsletter Eletrolar, resumo das notícias do mercado veiculadas na mídia nacional, alcança mais de 60.000 leitores por semana.

Há 14 anos, o Grupo Eletrolar atua com soluções diferenciadas para o segmento de eletrodomésticos, eletroeletrônicos, celulares e TI.


ORGANIZAÇÃO:

2

eletrolarnews

REALIZAÇÃO:

REVISTAS OFICIAIS:

APOIO INSTITUCIONAL:


GARANTA SEU LUGAR NA MAIOR FEIRA DE ELETRODOMÉSTICOS, ELETROELETRÔNICOS, CELULARES E TI DA AMÉRICA LATINA. ENCONTRE OS COMPRADORES DO GRANDE, MÉDIO E PEQUENO VAREJO DE TODO O BRASIL.

DATA

15 A 18 DE SETEMBRO DE 2014 Transamerica Expo Center São Paulo - SP www.eletrolarshow.com.br

eletrolarnews

3


Participe da Eletrolar Show, a maior feira de eletrodomésticos, eletroeletrônicos, celulares e TI da América Latina. Estabeleça relacionamentos e mostre seus produtos para os compradores responsáveis por mais de 25.000 pontos de venda do País.

DATA

15 A 18 DE SETEMBRO DE 2014 Transamerica Expo Center São Paulo - SP www.eletrolarshow.com.br ORGANIZAÇÃO:

REALIZAÇÃO:

REVISTAS OFICIAIS:

APOIO INSTITUCIONAL:

eletrolarnews

1


Revista Eletrolar News - ED90