Page 1

08 a 13 SET 2015

FESTIVAL LITERÁRIO DE LONDRINA


EDITORIAL O LONDRIX 2015 - Festival Literário de Londrina dá as boas-vindas a você! Com atividades distribuídas por vários pontos da cidade, ele vai ao encontro do público, sensível ao inesperado e ao ousado mundo da fantasia-ação, mundos possíveis criados pelas obras literárias. O Festival promove o encontro de novas histórias em velhas linguagens, ou de velhas histórias em suas novas formas de contá-las, na interação com o público. O objetivo central de uma festa literária é a celebração da vida expressa através das obras literárias e reveladas na sua
identidade com os sujeitos que se percebem em cada uma das histórias. Os festivais têm sua origem nos cultos destinados a deuses da Antiguidade e, com passar dos tempos, foram se ajustando a novos contextos com diferentes formatos de realização. Assim, o LONDRIX não é apenas um convite para formar novos públicos de leitores, mas uma forma singela de ressignificar e dignificar o debate de ideias e pensamentos, construindo uma unidade em constante transformação. O LONDRIX 2015 apresenta uma programação variada que compreende debates, palestras, shows, espetáculos teatrais, performances, mostras de videopoesia, saraus, assaltos literários entre outras. Nele, é colocada em prática a troca de ideias sobre temas contemporâneos. Torna-se o palco para lançamento de novos escritores e sem dúvida de novos leitores que são tocados por estas variadas formas de expressão. Em sua 11ª edição, o LONDRIX reafirma sua missão de incluir Londrina na cena literária brasileira. Aqui se reúnem escritores premiados e traduzidos em outras línguas com o propósito de apresentar, debater e partilhar seus trabalhos com o grande público londrinense. A engenharia do texto, a química da palavra, a polifonia das letras, a conjunção entre as artes, a poesia e a literatura. LONDRIX, um espaço onde a palavra escrita vai ao encontro da voz! 2


ÍNDICE 4 8 12 14 16 18 26

SHOWS i PERFORMANCES MESAS i PALESTRAS CAFÉ DAS LETRAS LANÇAMENTOS PROGRAMAÇÃO PROJETOS DE EXTENSÃO HOMENAGEM

DIREÇÃO Christine Vianna

PRODUÇÃO EXECUTIVA Raquel Palma

CURADORIA Edra Moraes, Frederico Fernandes, Marcos Losnak   IV MOSTRA LONDRIX VIDO POEMA COORDENAÇÃO  GERAL Edra Moraes Curadores: Fernando Gimenez, Luiza Beloti Abi Saab, Ricardo Pozzo, Samara Azevedo

COORDENAÇÃO SARAUZINHO Thatyana Mariah CENOGRAFIA, ILUMINAÇÃO E SOM Ricardo Carioca   FOTOGRAFIA Carllos Bozelli Victor Pedrassoni

AARPA Presidente: Cely Norder PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO Marco Tavares ASSESSORIA DE IMPRENSA Laís Cardoso   IMPRESSÃO E APOIO Midiograf

PATROCÍNIO Programa Municipal de Incentivo à Cultura – PROMIC PARCERIA Universidade Estadual de Londrina   REALIZAÇÃO AARPA – Atrito Arte Artistas e Produtores Associados

TIRAGEM 5.000 exemplares

www.londrixfestivalliterario.com.br | www.vilacemiteriodeautomoveis.wordpress.com | www.atritoarte.com.br

3


SHOWS i PERFORMANCES

JARDS MACALÉ 13/09 | 20h

VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS R$ 30,00 e R$ 15,00

Compositor, intérprete, violonista, orquestrador e ator, entre muitos outros trânsitos, Jards tem a marca da pluralidade. Vanguardista e contemporâneo, brindará o encerramento do Londrix com o fino de seu repertório num show acústico.

ABACATE CONTEMPORÂNEO 13/09 | 21h

VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS

A banda agracia os palcos do Londrix fechando o show de Jards Macalé. Executando releituras com arranjos inusitados, circulam entre nomes ireverentes, ousados e marginais. Marcos Kirchheim (contrabaixo), Eber Prado (guitarra), Rafael Fuca (guitarra), Fabio Farinha (bateria) e Raquel Palma (vocal).

4


FÁBRICA DE ANIMAIS 12/09 | 20h

VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS | R$ 20,00 e R$ 10,00

O show apresenta o repertório do primeiro CD e traz ainda canções inéditas. A temática da banda, que toca somente músicas próprias, traz para o palco a rua e seus personagens movidos por um rock urbano e atual. Fernanda D’Umbra (vocal), Sérgio Arara (guitarra), Cristiano Miranda (bateria), Caio Góes (contrabaixo) e Flávio Vajman (gaita, sanfona e rubboard).

OSSO E DENTE 12/09 | 20h

VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS

O que falar da mídia, da homofobia, da política e do fanatismo religioso? A resposta está nas canções de escárnio que a Osso e Dente apresenta. Caetano Zaganini (vocalista), Daniel Cavalini(violonista), Felipy Andrade (guitarrista), Cézar Falavigna (percussionista), Guilherme Benassi (baterista)e Victor Pedrassoni (baixista).

5


SHOWS i PERFORMANCES CONVERSA DE VARANDA 11/09 | 20h

VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS R$ 10,00 e R$ 5,00

A nova geração e a velha guarda de compositores londrinenses foram reunidos pela cantora Gisele Almeida para um passeio pela história sonora de Londrina. À voz melodiosa de Gisele, soma-se um time de altíssima classe. Gisele Almeida (vocal) Rafael Fuca (violão e guitarra), Fábio Farinha (bateria) e André Gião (baixo).

“Você nunca sabe / o final da vida / o passado é presente o olhar da criança / buscando onde esconderam / o segredo do futuro”. Antônio Ubirajara Lopes - *1931 +2005

GRUPO ARMILA 10/09 | 20h

VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS ENTRADA FRANCA

A partir da leitura dramática de trechos do livro “As Cidades Invisíveis” de Italo Calvino, a performance é realizada pelo grupo Armila, ligado ao Coletivo de Livre Improvisação Contemporânea. Composto por Alerson Donizeti Oliveira - guitarra Arthur Faraco - contrabaixo Carlos Augusto Scalassara Prando percussão Fábio Furlanete - sax Heloisa Bauab – narração.

6


FOTO: Rai Reis

TROUXE A CHAVE PRA LIBERTAR SUA TRISTEZA 10/09 | 20h

VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS ENTRADA FRANCA

LUCIENE CARVALHO

A Cia AARPA traz três mulheres num labirinto de temores, alegrias e a busca incessante pela saída. Poesias narradas subvertidas em metáforas numa tessitura em diálogo com poesia e performance. Direção: Christine Vianna Textos: Célia Musilli, Christine Vianna. Edra Moraes, Samantha Abreu Com: Beatriz Vianna Boselli, Christine Vianna, Raquel Palma e Thatyana Mariah Operação: Gustavo Bertin

09/09 | 20h

PERFORMANCE: FESTA DE MULHER

VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS ENTRADA FRANCA

Em sua performance “Festa de Mulher” a poeta mato-grossense Luciene Carvalho, carregada de lirismo profundo, recupera as representações do feminino na cultura brasileira. Sua apresentação é marcada por poemas de seu último livro “Ladra de Flores” e pela interação com o público.

7


FOTO: Marika Sawaguti

SHOWS i PERFORMANCES

O OVO

09/09 | 21h

USINA CULTURAL | ENTRADA FRANCA

O espetáculo de Agon Teatro conta a história dos irmãos Édipo e Electra. Poético e metafórico, é ambientado num antigo galinheiro, onde os irmãos brincavam na infância, subentendendo alegorias relativas ao ciclo da vida. Dramaturgia e direção: Renato Forin Jr. Elenco: Danieli Pereira e Renato Forin Jr.

BICHOS, CORES E OUTROS AMORES 09/09 | 15h

VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS ENTRADA FRANCA

Originado do Projeto Música Criança, o musical infantil se constitui de onze canções de autoria de Mário Loureiro sobre poemas de Carlos Francovig. Show para ver, ouvir, sorrir e se encantar.

8


FOTO: Danilo Lagoeiro

JOÃO DE CARVALHO FOTO: Carlos Bozelli

10/09 | 20h

VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS ENTRADA FRANCA

Sob o Sol é a performance de um cantautor vendendo suas canções em forma de folhetos de cordel. O repertório traz influências que vão do baião ao rap. Os arranjos são pensados, praticamente, como peças de violão solo.

SARAUZINHO 10/09 | 14h

TEATRO ZAQUEU DE MELO ENTRADA FRANCA

O projeto Sarauzinho é um evento de continuidade e recebe ao longo do ano crianças das escolas públicas de Londrina e região. Alicerçado na ideia de que é fundamental para a formação de qualquer criança ouvir muitas histórias, enxerga na oralidade e na relação lúdica com as histórias um dos caminhos para a formação do leitor. Nessa edição, Thatyana Mariah conta “Nem uma coisa nem outra”, (adaptada da obra de Moacyr Scliar), uma divertida história cercada por encantos, magia e muito riso. Depois os palhaços Batata Doce e Turino trazem o espetáculo “Números”, encantando as crianças de todas as idades.

9


FOTO: Renata Massetti

MESAS i PALESTRAS

MARCOS CREMASCO

JOÃO ANZANELLO CARRASCOZA

08/09 | 16h

09/09 | 19h

A ideia de modernidade brasileira contribui para conflitar o modo de viver entre o caipira e o urbano. O escritor e professor de engenharia química Marcos Cremasco conversa sobre esses dois mundos, matéria prima de sua literatura.

Que sentimentos se escondem na narrativa? O escritor paulista João Anzanello Carrascoza trata de seu processo de criação literária, abordando os componentes íntimos da escrita que estabelecem cumplicidade com o leitor.

Mediação ALESSANDRA PAJJOLA O CAIPIRA E O URBANO: UMA DUALIDADE

Mediação MAURÍCIO ARRUDA MENDONÇA O CORAÇÃO DAS HISTÓRIAS

UEL – SALA EVENTOS CCH

UEL – SALA 101 CLCH

RODRIGO GARCIA LOPES Mediação: ROGÉRIO FISCHER ROMANCE POLICIAL: ENTRE A HISTÓRIA E A FICÇÃO

10/09 | 21h SESI CULTURAL FOTO: Elisabete Ghisleni

A partir de provocações levantadas pelo romance policial histórico O Trovador, o poeta e escritor londrinense Rodrigo Garcia Lopes abre um debate sobre as fronteiras movediças entre ficção e história.

10


ANA PAULA MAIA SAMANTHA ABREU

Mediação CLÁUDIA FREITAS O EXERCÍCIO DA EXISTÊNCIA

09/09 | 19h SESI CULTURAL

FOTO: Marcelo Correa

A escritora carioca Ana Paula Maia e a londrinense Samantha Abreu conversam sobre o fazer literário, num debate sobre a palavra pode refletir as tensões e as levezas do ser humano em seu cotidiano.

11


FOTO: Cristina Evelise

MESAS i PALESTRAS

BRÁULIO TAVARES | HERMAN SCHMITZ Mediação CLAUDIA FREITAS O FANTÁSTICO DE TODO LUGAR

12/09 | 19h SESI CULTURAL O que caracteriza a literatura fantástica? Um dos grandes literatos da ficção fantástica no Brasil, o escritor Bráulio Tavares fala sobre este gênero que cada vez mais conquista jovens leitores no país.

ROBERTA ESTRELA D’ALVA

PERFORMANCE, ZAP (BATALHA DE POESIA), E BATE-PAPO COM ROBERTA ESTRELA D’ALVA, JOÃO DE CARVALHO E LEANDRO PALMERAH RITMO E POESIA: UMA PERFORMANCE

08/09 | 20h

FOTO: Leonardo Rogerio Mussi

VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS

12

A atriz e cantora mostra porque o rap tem se tornado uma forma de expressão poética de vários centros urbanos. Misturando poesia, teatro e ritmos de periferias brasileiras, Estrela D’Alva é a grande revelação do cenário nacional.


FOTO: Leonardo Valle

GUILHERME GONTIJO ADEMIR ASSUNÇÃO Mediação CLAUDIA SILVA URBANIDADE E POESIA

11/09 | 19h

SESI CULTURAL

Até que ponto a urbanidade influencia o fazer poético? O poeta radicado em Curitiba, Guilherme Gontijo e o paulista Ademir Assunção discutem a presença dos grandes centros urbanos na composição de poemas.

VINÍCIUS LIMA ECOPOESIA: EM BUSCA DE UMA ESCRITA NA NATUREZA

10/09 | 19h SESI CULTURAL

O poeta londrinense Vinicius Lima analisa a obra de poetas brasileiros contemporâneos que buscam uma poética da natureza. Autores que procuram estabelecer uma relação entre literatura e os elementos naturais.

Restaurante

Self-Service por Quilo Marmitex

3323-8110

De segunda a sábado das 18:00 às 00:00

Rua Quintino Bocaiuva, 1248

Rua Quintino Bocaiúva, 987 13


FOTO: Carmen Kley

MESAS i PALESTRAS

CÉLIA MUSILLI

Mediação FREDERICO FERNANDES MAURA LOPES CANÇADO: POR UMA POÉTICA DO DELÍRIO

RUBENS FIGUEIREDO Mediação LUIZ CARLOS SIMON ECOS DO CONTEMPORÂNEO

10/09 | 14h

11/09 | 21h

UEL – CLCH – SALA 106

SESI CULTURAL

A poeta Célia Musilli apresenta a vida e obra de Maura Lopes Cançado (1929 1993), autora do romance autobiográfico Hospício é Deus. Tendo vivido grande parte de sua vida num manicômio, Maura tornou-se uma escritora referência sobre arte e loucura.

O filósofo italiano Giorgio Agamben afirma que o contemporâneo se percebe sob as luzes do passado. O escritor e tradutor Rubens Figueiredo debate sobre como a vida contemporânea torna-se a matéria de sua produção literária.

MARCOS PERES Mediação MARCO FABIANI O EVANGELHO SEGUNDO HITLER

FOTO: Ricardo Lopes

12/09 | 17h

14

SESI CULTURAL

Um dos grandes fenômenos da literatura brasileira dos últimos anos, o escritor maringaense Marcos Peres fala de seu polêmico e premiado romance O Evangelho segundo Hitler, uma obra que mistura ficção e fatos históricos.


CAFÉ DAS LETRAS De 08 a 11 de setembro às 16h, no Centro Cultural SESI

CAFÉ ARTE-FILOSÓFICO 12/09 | 14h

SESI Cultural Coordenação: Ronie Péterson Leite da Silva

Pelo quarto ano o Londrix pretende reviver o clima descontraído dos cafés, buscando garantir àqueles que visitam a feira de livros, um ambiente de diálogo com a arte literária. Lançando e debatendo, temos a ideia de confrontar autores e linguagens, dessa forma, garantindo o enriquecimento da reflexão crítica entre público e artistas.

Nesta edição do Café, dois eixos darão esteio às discussões: “Narrativa, educação e cidadania” & “Estética e Política”. Um dos objetivos do Café Arte-Filosófico é desconstruir o mito da Arte, da Filosofia e da Literatura enquanto esferas privilegiadas tão-somente em relações acadêmicas e eruditas. Convidados: Adriana Zapparoli, Aguinaldo Souza, Bernardo Pellegrini, Frederico Fernandes, Gabriel Giannattásio, Sônia Pascolati, Sílvio Stessuk

Telma Maciel

POSTA RESTANTE CRÍTICA LITERÁRIA

Osmani Costa

TELEVISÃO E POLÍTICA

O livro analisa parte da correspondência do contista João Antônio, especificamente um conjunto de cartas trocadas entre o autor paulistano e o amigo e colaborador Jácomo Mandatto entre os anos de 1962 e 1995. A tese central é a de que as cartas do escritor mantêm um diálogo constante com sua obra, seja do ponto de vista do tema, seja do ponto de vista formal, uma vez que há coincidências no que concerne ao trato com a linguagem.

COMUNICAÇÃO, SOCIOLOGIA E HISTÓRIA Adaptado da tese de doutoramento em História, Televisão e Política mapeia e critica, pela primeira vez de maneira ampla e aprofundada, os bastidores da história política das telecomunicações no Paraná, além de interpretar as relações ideológicas dos profissionais envolvidos no processo.

João Pedro

EPIDEMIA ESQUIZOFRÊNICA

Bruno Venâncio

ROMANCE

POESIA

DEVANEIOS

Uma década muito louca em São Paulo, livro de estreia de João Pedro Moraes, canta São Paulo e seus pontos nevrálgicos explorando o cotidiano dos personagens mais marginais dessa cidade dividida, mostrando que eles não são apenas números e uniformes, mas pessoas que amam e sofrem com a intensidade de quem não tem nada a perder.

Recolher os cacos da memória para no dia seguinte tecer a urdidura das imagens retalhadas. Eis o desafio do poeta: comunicar, falar de si e daquilo que o cerca sempre à espreita da próxima poesia que será esculpida. Este livro merece um mérito: o de assumir riscos e rabiscos.

16


Marina Miyazaki

Ernesto Ferreira de Oliveira

DISLEXICANDO

IBIMARAÍMA, NAS ENTRELINHAS DO CAFÉ, EVA

INFANTIL Essa obra aborda as diversas características das pessoas com dislexia, tanto na escrita como nos exemplos, fugindo da visão tecnicista dos especialistas. O livro tem projeto gráfico e ilustrações de Tony de Marco, que compartilha com a autora os problemas de escrita na infância – e como ela descobriu uma maneira “criativosa” de viver. Escrito com os principais erros que costumam ser cometidos pelos disléxicos, o livro desafia o leitor a desvendar os labirintos da mente dessas pessoas.

CONTOS Um mergulho no cotidiano das primeiras pessoas a se aventurar pelo Norte do Paraná. Homens tangendo porcos em longas trilhas na mata. Mais tarde o café, um grande sonho de riquezas, devastado pela geada. A passarinhada na mata, a floresta virgem, riachos, amores despedaçados, desafios, onças, casebres de palmito, fazendeiros, porcenteiros e caboclos de belas caboclas. As personagens criadas por Ernesto são de um maravilhar-se pela vida.

Marina Miyazaki

PAI FRANCISCO

Luis Mioto

PONTUAÇÃO DA PONTUAÇÃO

INFANTIL “Pai Francisco” é a história de um menino que não vê a hora de voltar a ter o pai, afastado do convívio social, ao seu lado. A autora aborda a importância do vínculo familiar e as ilustrações de Marcus Vinicius Vasconcelos dão vida a esses personagens, ajudando a mostrar que a criança não tem responsabilidade pelos atos cometidos pelos pais.

INFANTIL Livro infanto-juvenil que apresenta o mundo da pontuação brincando com a metalinguagem. Ai, ai... o que é uma “vírgula”, onde coloco? E o “ponto e vírgula”, então? Mais difícil ainda... Que nada! Aprenda sobre os sinais das pontuações de maneira divertida e ponto final.

Giovanna Martins

BIA E OS NÚMEROS INFANTIL Bia e os números é um livro que ajuda a despertar seu interesse pela matemática por meio de situações cotidianas destacando que o espaço da matemática não é apenas na escola, mas também em casa e em outros espaços.

17


LANÇAMENTOS Ana Paula Maia

Braulio Tavares

DE GADOS E HOMENS

78 ROTAÇÕES Crônicas que o autor escreveu para serem postadas em seu blog e na coluna diária que mantém no Jornal da Paraíba. Abordando os mais variados temas, Braulio nos brinda com pílulas de conhecimento e lucidez, em meio ao mar de insensatez que atravessamos no Brasil contemporâneo.

Uma narrativa de alegorias, a história de gados, homens e seu convívio no matadouro. Lugar no qual matar é uma prática essencial em que a compaixão ou a falta dela não estão em jogo. Atordoar o animal que vai morrer é algo que facilita a sua morte. Acreditando que o animal tem alma, descobrese que, embora tudo acabe ali, não é ali que tudo acaba.

Luciene Carvalho

LADRA DE FLORES Um ciclo completo ao redor da vida. É dessa forma que o eu-lírico percorre e declara sua alma, expressando frio, calor, cores, quedas, ventos, volúpias. Poesia sempre em transformação, influenciando sensações, visões, reflexões que são sensivelmente lapidadas florescendo em versos explosivos.

Rubens Figueiredo

PASSAGEIRO DO FIM DO DIA O romance narra o percurso psicológico de Pedro durante uma viagem de ônibus. O que vê e pensa durante o trajeto, os fatos de sua vida, o mundo em que está imerso. Reflexões que propiciam um novo conhecimento, mais profundo e mais crítico a respeito de uma sociedade em que parece não haver como fugir de um destino opressivo.

Roberta Estrela D’alva

TEATRO HIP HOP O livro focaliza o teatro hip-hop, apresentando-o por meio da figura do ator-MC, que de acordo com a autora é um “intérprete que traz na sua constituição elementos do ator-narrador do teatro épico e do mc, um dos pilares da cultura hip-hop”.

João Luiz Anzanello Carrascoza

Marco Cremasco

CADERNO DE UM AUSENTE

AS COISAS DE JOÃO FLORES

Um caderno de anotações da vida do narrador para sua filha recém-nascida, Beatriz. Temeroso de que não acompanhará a maturidade da filha, uma vez que a diferença de idade é muito grande, o homem conta a história da família entremeado por impressões filosóficas e poéticas sobre a trajetória de uma existência.

A obra desvela o universo lírico da natureza e resvala na dicotomia caipira-urbano, ao apontar para uma poética governada pela simplicidade da palavra dita e cantada. Ressalta-se aqui, o infindável trabalho da recriação das vozes que se voltam ao mundo para vivê-lo e entendê-lo.

18


Ademir Assunção

Guilherme Gontijo Flores

PIG BROTHER/ ATÉ NENHUM LUGAR

TRÓIADESREMIX PARA O PRÓXIMO MILÊNIO

As obras em questão desvendam universos poéticos antagônicos, mas complementares. “Pig Brother” apresenta um mundo em ruínas, personagens barra-pesadas, num cenário marcado pela brutalidade e pela falta de sentido. Enquanto “Até nenhum lugar”, apresenta percepções marcadas pelo zen budismo e por viagens a diversas cidades, serras e praias do Brasil.

O poema foi lançado primeiramente como um site (www.troiades.com.br) e agora sai numa edição limitada, pela Editora Patuá, composto por uma caixa em kraft contendo 25 postais com poemas e fotos diversos, além de uma plaquete/livro. Tróiades é poema inteiro colado entre vozes dos derrotados, ainda que só possam surgir pela voz dos vencedores.

Marcos Peres

Adriana Zapparoli

O EVANGELHO SEGUNDO HITLER

COMPOTA EM MANGABA

O ditador mais odiado da história contemporânea desempenha um papel semelhante ao de uma versão de Judas criada por Borges: ele não é a fonte de todo o mal e sim um homem que sacrifica seu nome e reputação por um bem maior. Sabe que será odiado para todo o sempre, mas acredita que todo o mal que vai fazer é necessário.

Composto por 7 cenas poéticas, encadeando uma série de símbolos capazes de evocar na mente do leitor uma experiência controlada, análoga, embora não idêntica, a do escritor. O texto poético como um todo, atrela as diferentes possibilidades de ressignificações das relações afetivas contemporâneas e a convivência em amoródio-urbano.

Samantha Abreu

MULHERES SOB DESCONTROLE Em “Mulheres sob descontrole”, Samantha Abreu recorta situações familiares e seleciona expressões que nos afetam. Sem meias palavras, não omite nada. Mulheres de carne e osso com suas qualidades e defeitos, com seus erros e acertos. Um texto que provoca desconfortos e convida à reflexão.

19


PROGRAMAÇÃO DEBATE: MARCO CREMASCO E ALESSANDRA PAJJOLA (MEDIAÇÃO) Tema: O CAIPIRA E O URBANO: UMA DUALIDADE Local: Universidade Estadual de Londrina (Sala de eventos do CCH) Hora: 16:00 Entrada Franca

PRÉ LONDRIX

25, 26 agosto CAMPANHA LEIA LONDRINA (Cultural e UEL)

03/09 – Quinta-feira

CAFÉ DAS LETRAS Lançamentos, bate-papo e tarde de autógrafos com João Pedro Moraes (Epidemia Esquizofrênica/romance) e Bruno Venâncio (Devaneios/poesia) Mediação: Thatyana Mariah Hora: 16:00 Local: SESI Cultural Entrada Franca

ASSALTO LITERÁRIO Praça do CECA (UEL) Hora: 12:00

04/09 - Sexta-Feira

BATE-PAPO: ROBERTA ESTRELA D´ALVA, LEANDRO PALMERAH E JOÃO DE CARVALHO PERFORMANCE: ROBERTA ESTRELA D´ALVA Tema: RITMO E POESIA: UMA PERFORMANCE Local: Vila Cultural Cemitério de Automóveis Hora: 20:00 Entrada Franca

POESIA IN CONCERT Com as bandas: Orifício dos deuses, Benditos Energúmenos, Jam dos Brou, Osso e Dente e participações Gustavo Bertin, João de Carvalho, Raquel Palma. Thatyana Mariah, Duda Victor, Luke de Held, Mário Fragoso, entre outros. Concha Acústica Hora: 18:00

05/09 – Sábado

09/09 – Quarta-feira

FEIRA DE LIVROS, ASSALTO LITERÁRIO, SARAUZINHO Calçadão (em frente ao Banco do Brasil) Hora: a partir das 10:00

UM DEDO DE PROSA Local: Colégio Marcelino Champagnat Hora:10:00 Com Herman Schmitz SHOW: BICHOS. CORES E OUTROS AMORES Local: Vila Cultural Cemitério de Automóveis Hora: 15: 00 Entrada Franca CAFÉ DAS LETRAS Lançamentos, bate-papo e tarde de autógrafos com Telma Maciel (Posta Restante/Análise Literária) e Osmani Costa (Televisão e Política/Comunicação, Sociologia e História) Local: SESI Cultural Hora: 16:00 Entrada Franca

FEIRA DE LIVROS De 08 a 12 de setembro Local: Sesi Cultural

DEBATE: JOÃO LUIS CARRASCOZA E MAURICIO ARRUDA MENDONÇA (MEDIAÇÃO) Tema: O CORAÇÃO DAS HISTÓRIAS Local: Universidade Estadual de Londrina (Sala 101 do CCH) Hora: 19:00 Entrada Franca

De 08 a 13 de setembro MOSTRA LONDRIX VÍDEO POEMA Locais: Vila Cultural Cemitério de Automóveis, Sesi Cultural e Museu de Arte de Londrina MOSTRA POESIA E IMAGEM Local: Sesi Cultural, Biblioteca Pública e V ila Cultural Cemitério de Automóveis Entrada Franca

DEBATE: ANA PAULA MAIA, SAMANTHA ABREU E CLAUDIA FREITAS (MEDIAÇÃO) Tema: O EXERCÍCIO DA EXISTÊNCIA Local: Sesi Hora: 20:00 Entrada Franca

08/09 – Terça-feira

PERFORMANCE E BATE PAPO “FESTA DE MULHER” COM LUCIENE CARVALHO Local: Vila Cultural Cemitério de Automóveis Hora: 20:00 Entrada Franca

UM DEDO DE PROSA Local: Colégio Castaldi Hora:10:00 Com Marco Fabiani

20


CAFÉ DAS LETRAS Lançamentos, bate-papo e tarde de autógrafos com Ernesto Ferreira de Oliveira (Ibimaraíma, Nas entrelinhas do café e Eva/contos) Mediação: Thatyana Mariah Hora: 16:00 Local: SESI Cultural Entrada Franca

PEÇA TEATRAL: “O OVO” (COMPANHIA AGON TEATRO) Local: Usina Cultural Hora: 21:00 Entrada Franca

10/09 – Quinta-feira

DEBATE: GUILHERME GONTIJO FLORES, ADEMIR ASSUNÇÃO E CLAUDIA SILVA (MEDIAÇÃO) Tema: URBANIDADE E POESIA Local: SESI Cultural Hora: 19:00 Entrada Franca

UM DEDO DE PROSA Local: Colégio IEEL Hora: 10:00 Com Edra Moraes PALESTRA: CÉLIA MUSILLI E FREDERICO FERNANDES (MEDIAÇÃO) Tema: MAURA LOPES CANÇADO: POR UMA POÉTICA DO DELÍRIO Local: Universidade Estadual de Londrina (CLCH sala 106) Hora: 14:00 Entrada Franca

DEBATE: RUBENS FIGUEIREDO E LUIZ CARLOS SIMON (MEDIAÇÃO) Tema: ECOS DO CONTEMPORÂNEO Local: SESI Cultural Hora: 21:00 Entrada Franca

SARAUZINHO (contação de histórias e apresentação do espetáculo “Números”) Local: Teatro Zaqueu de Melo Hora: 14:00 Entrada Franca

SHOW “CONVERSA DE VARANDA” COM GISELE ALMEIDA E BANDA Local: Vila Cultural Cemitério de Automóveis Hora: 21:00 Entrada: 10,00 (inteira) e 05,00 (meia)

CAFÉ DAS LETRAS Lançamentos, bate-papo e tarde de autógrafos com Giovanna Martins (Bia e os números/ infantil), Luis Mioto (Pontuação da pontuação/infantil) e Marina Miyazaki (Pai Francisco e Dislexicando/infantil) Local: SESI Cultural Hora: 16:00 Entrada Franca

12/09-Sábado CAFÉ ARTE FILOSÓFICO Com: Adriana Zapparoli. Aguinaldo Souza, Bernardo Pellegrini. Frederico Fernandes,Gabriel Giannattasio, Sílvio Stessuk, Sônia Pascolati Mediação: Ronie Péterson L. Silva Local: SESI Hora: 14:00

PALESTRA COM VINICIUS LIMA Tema: ECOPOESIA: EM BUSCA DE UMA ESCRITA NA NATUREZA Local: SESI Cultural Hora: 19:00 Entrada Franca

DEBATE: MARCOS PERES E MARCO FABIANI (MEDIAÇÃO) Tema: A obra “O evangelho segundo Hitler” Local: SESI Cultural Hora: 17:00 Entrada Franca

SARAU: PROSA, POESIA E OUTRAS DELÍCIAS *BOLSA/2015 - BIBLIOTECA NACIONAL Apresentação da peça “Trouxe a chave pra libertar sua tristeza” (Cia. AARPA) Show “Sob o sol” com João de Carvalho Noite de autógrafos com Herman Schmitz autor de “Terrassol” Local: Vila Cultural Cemitério de Automóveis Hora: a partir das 20 horas Entrada Franca

DEBATE: BRÁULIO TAVARES E HERMAN SCHMITZ,CLAUDIA FREITAS (MEDIAÇÃO) Tema: O FANTÁSTICO DE TODO LUGAR Local: SESI Cultural Hora: 19:00 Entrada Franca

DEBATE COM RODRIGO GARCIA LOPES E ROGÉRIO FISCHER (MEDIAÇÃO) Tema: ROMANCE POLICIAL: ENTRE A HISTÓRIA E A FICÇÃO Local: SESI Hora: 20:00 Entrada Franca

SHOWS: FÁBRICA DE ANIMAIS E OSSO E DENTE Local: Vila Cultural Cemitério de Automóveis Hora: 21:00 Entrada: 20,00 (inteira) e 10,00 (meia)

13/09-Domingo

11/09 – Sexta-feira

SHOWS: JARDS MACALÉ E ABACATE CONTEMPORÂNEO Local: Vila Cultural Cemitério de Automóveis Hora: 20:00 Entrada: 30,00 (inteira) e 15,00 (meia)

UM DEDO DE PROSA Local: Colégio Newton Guimarães Hora: 10:00 Com Samantha Abreu

21


PROJETOS DE EXTENSÃO

ASSALTO LITERÁRIO

03/09 | 12h - PRAÇA DO CECA 05/09 | 10h - CALÇADÃO EM FRENTE AO BANCO DO BRASIL

Um assalto lírico e inusitado, uma ocupação poética nos espaços da cidade. Este é o Assalto Literário, projeto de continuidade do Londrix. Aqui, ao invés de ter algum bem subtraído, os assaltados ganham livros. Mas não rumam como antes, nossos participantes seguem armados de palavras.

“Sou apaixonado / por beija-flores. / Eles beijam / e cantam para as lores / Na pauta / de outra dimensão / Ouço / o solfejo melódico / velado / na rotação de suas asas”. Antônio Ubirajara Lopes - *1931 +2005

FEIRA DE LIVROS De 08 a 12/09 Das 15 às 21h SESI CULURAL

Evento tradicional do Londrix, a feira de livros garante ao público a aquisição de obras dos autores convidados, escritores da região e nomes já legitimados no cenário da literatura. A parceria com pequenas e médias editoras garante espaço para que novos escritores exibam seus trabalhos.

22


UM DEDO DE PROSA NAS ESCOLAS

08/09 | 10h COM MARCO FABIANI - COLÉGIO PROFESSORA MARIA DO ROSÁRIO CASTALDI 09/09 | 10h COM HERMAN SCHMITZ - COLÉGIO MARCLEINO CHAMPAGNAT 10 /09 | 10h COM EDRA MORAES - IEEL 11 /09 | 10h COM SAMANTHA ABREU - COLÉGIO NEWTON GUIMARÃES

Legitimando o trabalho com a literatura já desenvolvido em sala de aula, Um dedo de prosa nas escolas, oportuniza aos alunos do Ensino Médio um mergulho nas inúmeras formas de concepção da arte literária, por meio de bate-papo com os autores participantes. Esse projeto foi contemplado com a Bolsa Funarte/2015 “Circulação Literária” para percorrer outras cidades do estado do Paraná.

LITERATURA NO PODER Jornalistas, empresários, professores, políticos. Rostos reconhecidos na cidade gravaram vídeos de leituras da poesia londrinense. Para essa edição, preparamos uma mostra que veiculará os resultados colhidos ao longo de um ano.

O Casarão

LEIA LONDRINA

A vida aqui é mais gostosa.

25 e 26/08

“Com a apresentação deste, desconto de 30% em alimentação, exceto itens promocionais e bebidas. Válido para almoço e jantar durante os dias de 05 a 14 de setembro de 2014

CULTURAL E UEL

No intento de democratizar a leitura, o Festival promove desde 2013 e ao longo do ano a feira de livros Leia Londrina, onde o público tem acesso a diversas obras de autores regionais a partir de R$ 5,00.

Rua Maringá 899 23


PROJETOS DE EXTENSÃO

POESIA IN CONCERT

SARAU: PROSA, POESIA E OUTRAS DELÍCIAS

Mais que buscar a valorização dos autores norte-paranaenses o “Poesia In Concert” surge como um projeto que reverencia, brinda e homenageia a literatura aqui nascida. Embalados por arranjos igualmente pé vermelhos, a ideia é mergulhar a poesia na música, ou vice-versa, já que o atraente é saborear o máximo de caminhos. Com as Bandas: Benditos Energúmenos, Jam dos Brou, Osso e Dente, Orifício dos Deuses. Participações: Duda Victor, João de Carvalho, Luke De Held, Mário Fragoso, Raquel Palma, Thatyana Mariah, entre outros.

O sarau se fundamenta na interação entre diferentes linguagens artísticas. Aqui, as artes plásticas, o teatro, a performance, a música e a poesia, dialogam prazenteiras.Recebendo artistas, em sua maioria londrinenses, o projeto busca enriquecer e dar visibilidade às produções da cidade. Christine Vianna foi contemplada com a Bolsa Biblioteca Nacional/2015 pela idealização deste projeto.

POESIA E IMAGEM LOCAIS: SESI CULTURAL, BIBLIOTECA PÚBLICA, VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS

As mostras Poesia e Imagem buscam mesclar a linguagem poética com as artes plásticas. A convite do festival, diversos artistas são desafiados a conceber obras fundamentadas em textos poéticos. O homenageado desta edição será Antônio Ubirajara Lopes.

Artistas convidados desta edição: Camila Melara, Edu Tadeu, Estela Triunfo, Daniele Stegmann, Kátia Borges, Maíra Motta, Sandro Branco, Hígor Mejïa e Tahis Dz.

24


SELECIONADOS

MOSTRA LONDRIX VÍDEO POEMA

DIFÍCIL FOTOGRAFAR O SILÊNCIO Autor: Fábio Lopes de Oliveira

LOCAIS: VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS, SESI CULTURAL E MUSEU DE ARTE DE LONDRINA

EU NÃO CAIBO MAIS NO GIRA-GIRA Autor: Julia Leite

Pelo quarto ano o Londrix investe no experimentalismo com a palavra filmada. Poesia transcodificada para a linguagem televisiva e cinematográfica. Além de abrir espaço para as pessoas que se engajam no trânsito pelas inúmeras formas de se produzir arte, há que se ressaltar a interação com o público, que toma o papel de eleger os melhores trabalhos.

O ESSENCIAL É SABER VER Autor: Felipe de Oliveira INTENSIDADE DO SER Autor: João Victor Martins Ruyz PARADA CARDÍACA Autor: Ana Paula Martins de Lima/ Paulo Leminski POEME-SE NECROLÓGIO DOS DESILUDIDOS DO AMOR Autor: Gabriel Salvalagio Pereira (R)IMÃS Autor: Fischer Seixas e Polippo DOIS POEMAS Autor: Matias Dala Stela COMPOTA EM MANGABA FRAGMENTO Autor: Fabio Acorsi FRAGA E SOMBRA Autor: Carlos Drummond de Andrade MINHA MÃE COSTURAVA PARA TRAVESTIS Autor: Lisa Alves ZAPPA TERCEIRO MOVIMENTO Autor: Grima Grimaldi & Adriana Zapparoli

25


HOMENAGEM ANTÔNIO UBIRAJARA LOPES Estima, admiração e respeito. Sentimentos que resumem as lembranças deixadas pelo homenageado do Londrix 2015. Nascido em 1931, no interior de São Paulo, o autor elegeu o Norte do Paraná para enraizar sua vida e nos brindar com seus versos. Dono de um olhar poético conciso que emana a valorização das coisas simples da vida, publicou três livros: Jardim da Vida (org. Maurício Arruda/1990); Na Dimensão do Silêncio (Atrito/2001); Contos e Poemas (Atrito/2004). Para esta edição do Festival, os poemas de Bira ganharão as ruas e espaços londrinenses, circulando pela Mostra Poesia e Imagem e pela campanha de outdoors.

26


VILA CULTURAL CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS DESDE 2007 FAZENDO ARTE Texto de Jack Kerouac que poderia ter sido escrito para Vila Cultural Cemitério de Automóveis,

“Aqui estão os loucos. Os desajustados. Os rebeldes. Os encrenqueiros. Os que fogem ao padrão. Aqueles que veem as coisas de um jeito diferente. Eles não se adaptam às regras, nem respeitam o status quo. Você pode citá-los ou achá-los desagradáveis, glorificá-los ou desprezá-los. Mas a única coisa que você não pode fazer é ignorá-los. Porque eles mudam as coisas. Eles empurram adiante a raça humana. E enquanto alguns os veem como loucos, nós os vemos como gênios. Porque as pessoas que são loucas o bastante para pensarem que podem mudar o mundo são as únicas que realmente podem fazê-lo.” Jack Kerouac

27


mtavaresdtp.wordpress.com

PATROCÍNIO:

APOIO:

PARCERIA:

REALIZAÇÃO:

ATRITO ARTE ARTISTAS E PRODUTORES ASSOCIADOS

• UEL: Rodovia Celso Garcia Cid, Pr 445 Km 380 • Vila Cultural Cemitério de Automóveis: R. João Pessoa, 103-a • Sesi: Praça 1º de Maio, 130 • Concha Acústica: Praça 1º de Maio • Biblioteca Pública de Londrina / Zaqueu de Melo: Av. Rio de Janeiro, 413 • Museu de Arte de Londrina: R. Sergipe, 640

RESERVAS PARA ESCOLAS E MAIS INFORMAÇÕES

londrixfestivaliterario@gmail.com | 43 3351-4171

www.londrixfestivalliterario.com.br www.facebook.com/festivalliterario.londrix

Revista Londrix 2015  

Publicação do Festival Literário de Londrina LONDRIX 2015

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you