Page 1

FOL HA DA

GENTE

www.folhadagente.com.br

ANO 1 - Nº 09 - Grande Florianópolis - 23 a 29 de setembro de 2009

Boca no trombone Prefeitura de São José tapa buracos com areia

Passagens de ônibus interestadual gratuitas

Plano de Gerenciamento Costeiro

Prévias do PP – Ninguém quer largar o osso

Página 2

Página 3

Página 4

Página 10

Mais irregularidades e mais processos para a família Berger Dário e Djalma Berger novamente viram réus. Tribunal Regional Federal apura irregularidades na Beira-mar de São José Página 5

Saúde na UTI Morro da Caixa - Falta um posto de saúde que realmente atenda os interesses de todos

Cutucadas do Arthur Política com muita pimenta A nora do Mescolotto Página 3 Coluna do Manezinho Cesar Laus Simas A gastança continua Página 5

Página 6

O transporte coletivo mais caro do Brasil

Ana Carolina Gomes

Editorial A passagem mais cara do país Página 2

E quem paga esse título é o povo

A segurança em Santa Catarina está uma vergonha Página 5 Fundo social não serve para atingidos por calamidade. Então serve para que? Página 10 Oportunidades de emprego Página 10

Página 3

Ilustre desconhecido Seu Hélio: deixa a vida mais feliz e mais brilhante Página 12

Página 12

Social Paulo Luis Cordeiro Shows da Fenaostra Página 11


2

FOLHA DA GENTE

23 a 29 de setembro de 2009

Boca no Trombone

Rua asfaltada é depósito de lixo Na rua Luiz Elias Daux, na praia dos Ingleses, norte da ilha, no entroncamento de uma rua sem nome e que nenhum morador das redondezas sabe qual é, o lixo está tomando conta do local. O pior é que as pessoas não sabem o nome da referida rua, mas sabem como chegar ao local para depositar o lixo. O lado da rua é asfaltada, dinheiro jogado fora pelo poder público. É um luxo o local, com rua asfaltada, enquanto muitas outras ruas do próprio bairro não têm calçamento com pedras irregulares. O local pelo que se percebe é um loteamento e boas casas estão sendo edificadas. Esperamos que a prefeitura tome as providências cabíveis, pois não é concebível convivermos com tal situação.

Buraco tapado com areia Há algum tempo atrás entramos em contato com o Secretário de Infraestrutura do município de São José Sanderson de Jesus, falando sobre os buracos existente na rua 25 de dezembro, no bairro Forquilhinhas. Na época, a quase 60 dias, o secretário foi informado da existência de três buracos na referida rua, num trecho de aproximadamente 100 metros, que estavam causando grandes transtornos para os motoristas que trafegam na região. O secretário imediatamente disse que tomaria as providências cabíveis ao caso e anotou a reclamação. No entanto, passados esses 60 dias, recebemos novas reclamações da rua 25 de dezembro. Chegou a nossa redação uma reclamação dizendo que os buracos foram tapados com areia e diante do fato fomos a local e contatamos que a reclamação era procedente. Secretário Sanderson, queremos ser parceiros da administração, mas tapar buraco com areia não dá.

Aniversário da irresponsabilidade Na edição de número 5 de nosso periódico, colocamos a indignação dos moradores da praia de Canasvieiras, norte da ilha com relação a duas situações. Primeiro os moradores querem que a prefeitura tome uma providência com relação à praça que está localizada na rua Antenor Borges, bem próxima a orla. A praça está toda depredada. Os brinquedos estão todos quebrados necessitando de reparos. Os moradores querem uma ação imediata da prefeitura, pois pagam seus impostos e tem o direito de pedir uma resposta para o caso. Já a outra matéria, sobre um buraco que está na esquina das ruas Madre Maria Vilac, com João Candido de Souza ainda não foi tapado. Será que teremos que confeccionar um bolo para fazer uma festa de aniversário e cantarmos os parabéns para o buraco? Sr. prefeito olhai para a praia de Canasvieiras.

Editorial A mais cara passagem do país. Era tudo verdade. Parece que a verdade veio à tona no transporte coletivo da Capital. Finalmente os números, e eles são indestrutíveis, demonstram o que todo mundo já sabia. As passagens de ônibus de Florianópolis são as mais caras entre todas as 27 capitais do Brasil. E bem mais cara: exatos 12% acima do segundo lugar - Florianópolis R$ 2,80 x Campo Grande/MS R$ 2,50. E, sobre a verdade dos números não existem desculpe nem maquiagem de dados. A tal da tarifa de cartão é apenas uma ilusão de ótica. Afinal, para se obter o desconto o usuário deve, obrigatoriamente, comprar um pacote de passagens. Então, para ter desconto o usuário paga antes o transporte que vai utilizar depois. E de baixa qualidade. Sem falar no turista. Afinal somos ainda uma cidade turística? Ou já mudou também? Isto, claro, falando apenas de preço. Sobre a qualidade do transporte também existem muitas críticas. E bem severas. Afinal, o transporte coletivo de Florianópolis é bem ruim. Os tais ônibus com ar-condicionado foram suprimidos. O que, para o bom leitor, significa economia de recursos para os donos das empresas. Afinal, com ar-condicionado o consumo de combustível aumenta e muito. Assim, sem o tal do ar o custo fica mais baixo e, portanto, o lucro é maior. Sobre qualidade do transporte é como falar em mobilidade urbana. Somos a segunda pior cidade do mundo em mobilidade. Só perdemos para Puket, na Tailândia. Nem se sabe onde fica esta cidade. Mas deve ser um horror. Como é o nosso. Em Florianópolis é mais fácil, seguro, rápido e barato andar de carro. Mesmo nos finais de tarde, ou início da manhã, com aquelas imensas filas. Chega-se antes de carro, com conforto e higiene e sem pagar mais por isto. Como diz o Boris Casoy: “Isto é uma vergonha”. Aliás, a vergonha é tanta que tanto o prefeito da capital como o governador do estado teimam em não ver esta triste realidade. Nossa mobilidade é nula e nosso transporte é caro. A punição vem em proveito dos mais abastados e em detrimento da população mais humilde. É a inversão de valores: se faz uma distribuição as avessas – o dinheiro sai do pobre para o rico. Afinal, para poder circular de carro são necessários constantes investimentos em obras e reformas. Recursos escassos que deveria ter sido canalizados para um eficiente transporte coletivo: bom, rápido e barato. Como em muitas outras cidades brasileiras. Não se quer nada fora do comum. Apenas o óbvio e o merecido por nossa população. Mas, para quem recebeu a cidade como a melhor cidade para se viver e, depois de apenas cinco anos a deixou em sétimo lugar, tendo a segunda pior mobilidade urbana do planeta, nada mais coerente do que ter a mais cara passagem de ônibus do país. Vamos esperar para ver como o nosso sofrido usuário do transporte público vai se manifestar nas próximas eleições: ou dá o troco ou demonstra que além de ser enganado gosta deste papel de otário que nos impõe as atuas administrações públicas, tanto estadual como municipal. Das 27 capitais brasileiras apenas seis não reajustaram as tarifas de ônibus em 2009 – inclusive as duas maiores cidades do país, São Paulo e Rio de Janeiro. Veja na tabela anexa qual é o preço das passagens de ônibus nas capitais, da mais cara a mais barata. As informações são das próprias prefeituras. Analise a tabela das tarifas das capitais na página 7 desta edição.

Expediente Diretor-Editor: Pedro Fernandes da Silva Jornalista Responsável: José Nascimento REG. JORN. PROF. - 6321/32/RS Redação: Antonio Ribeiro Arte: Pedro Paulo da Silva Diagramação: Janete da Silveira Tiragem: 5.000 exemplares Redação: folhadagente@gmail.com Telefones Redação e Comercial: (48) 3028-6410 Os artigos assinados não refletem necessariamente as opiniões do Folha da Gente, e são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.


23 a 29 de setembro de 2009

3

FOLHA DA GENTE

Geral

Empresa de ônibus deve fornecer passagens a idosos Uma decisão liminar da 1ª Vara Cível da Comarca de Concórdia, em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), determinou que a Empresa União Cascavel de Transporte e Turismo (Eucatur) cumpra o que diz o Estatuto do Idoso sobre transporte rodoviário interestadual e disponibilize duas passagens gratuitas para pessoas com mais de 60 anos e renda de até dois salários mínimos por ônibus ou, caso as vagas gratuitas já estejam ocupadas, sejam vendidas passagens com 50% de desconto aos idosos sem condição financeira de arcar com o custo integral do bilhete. Segundo o promotor de Justiça Giovanni Andrei Franzoni Gil, com atuação na área da Cidadania, a ação foi ajuizada após uma idosa ter procurado a 4ª Promotoria de Justiça da Comarca de Concórdia relatando que, ao tentar adquirir uma passagem gratuita no posto de venda da Eucatur, teve o direito negado e foi informada que se desejasse a emissão do bilhete gratuito deveria se dirigir às agências da empresa em Erechim (RS), distante 68 quilômetros, ou Cascavel (PR), a cerca de 406 quilômetros, já que o posto de venda de Con-

córdia é terceirizado. Franzoni Gil considerou o argumento apresentado à idosa como um artifício utilizado pela empresa para não conceder o benefício. “É óbvio que o fato em questão nada mais é do que um meio ilícito utilizado pela empresa para evitar o cumprimento da legislação, ainda mais que, como sabido, de acordo com a legislação consumerista, prevalece a aplicação do princípio da aparência, pois se a empresa eventualmente cede a terceiro a comercialização de passagens, mas em seu próprio nome, tem a integral responsabilidade quanto ao fato”, afirmou o promotor na ação. O promotor de Justiça ressalta também que o posto de venda está listado no site da Eucatur como agência da empresa, ostenta placa da empresa e está conectado aos computadores da matriz da Eucatur, em Cascavel, no Paraná. Além da medida liminar Franzoni Gil requer, no julgamento do mérito da ação, o pagamento de indenização de

R$ 100 mil, por danos morais difusos, a serem revertidos ao Fundo para a Reconstituição de Bens Lesados (FRBL) o ressarcimento a todos os possíveis beneficiários que comprovarem terem sido lesados e que seja tornada definitiva a medida liminar. A liminar determinou que a Eucatur cumpra o que diz o Estatuto do Idoso e a legislação que o regulamenta - Decreto nº 5.934/06 e Resolução da ANTT nº 1.692/06 - em 48 horas, sob pena de multa diária de R$ 5 mil, e que, no mesmo prazo, afixe cartaz informando aos idosos os seus direitos, sob pena de multa diária de R$ 1 mil. Cabe recurso da decisão ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Fonte MP/SC. ACP nº 019.09.005524-0.

• Beneficiários: idosos com idade igual ou superior a 60 anos com renda igual ou inferior a dois salários-mínimos. • Passagens gratuitas: duas por veículo (deverá ser provado que as passagens foram emitidas), desde que reservadas com antecedência de, pelo menos, três horas de antes do horário de partida do ponto inicial da linha. • Passagens com desconto: desconto mínimo de 50%, desde que a reserva seja feita, no máximo, com seis horas de antecedência para viagens de até 500 Km; e, no máximo, com 12 horas de antecedência para viagens acima de 500 Km. • Prova da idade: qualquer original de documento pessoal; • Prova da renda: Carteira de Trabalho com anotação atualizada; contracheque de pagamento ou documento expedido pelo empregador; Carnê de Contribuição para o INSS; extrato de pagamento de benefício ou declaração do INSS ou outro regime de previdência público ou privado.

Emprestou a conta e vai pra cadeia

do somente após o resgate dos valores. O réu, que emprestou a conta, apelou ao tribunal e pediu absolvição por insuficiência de provas para alicerçar a condenação. Disse também não existir previsão legal para a conduta que perpetrou, uma vez que ele apenas cedeu sua conta para um amigo e sem segundas in-

???

tenções. Pediu, ainda, a fixação da pena no mínimo legal. O desembargador Moacyr de Moraes Lima Filho, relator do recurso, disse que quando um delito é cometido por vários autores, serão co-autores aqueles que praticaram a ação descrita no núcleo do crime, mesmo que não operada em sua integralidade, podendo ocorrer uma divisão de tarefas. “Considerar-se-ão, todavia, partícipes os agentes que empreenderam ações relevantes, ainda que estranhas à previsão legal. Por outro lado, não se pode desconsiderar a teoria do domínio do fato, que eleva a figura do mandante à qualidade de autor, pois é ele que detém o controle final do fato, dominando toda a sua realização”. A votação na Câmara foi por unanimidade (AC 2008.080236-7). Fonte Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Por Arthur Júnior arthurjunior09@gmail.com

Frase do “highlander” José Sarney

A senadora diz que não tem nada com isso

Acredite se quiser. A última do Senador “Highlander” José Sarney, presidente do Senado: “De certo modo a mídia passou a ser uma inimiga das instituições representativas”. Era o que faltava, sujeito cara de pau esse José, comenta danado de brabo o “Seo” Joca do Carianos. Mostrar a verdade agora é crime?

Escutei no rádio CSB/Diário e compartilho com o “e”leitor. A senadora Ideli Salvatti (PT) respondeu a emissora quando foi perguntada pela contratação de seus familiares por empresa que presta serviços à Eletrosul. A Eletrosul é presidida por seu ex-marido Eurides Mescolotto, pai e sogro dos prestadores de serviço. Atos da Eletrosul quem responde é a Eletrosul. Há um contrato? Foi competente? O serviço foi feito? Há serviço a realizar? Eu respondo pelos meus atos. Não posso responder pelos atos dos outros. Foi enfática a senadora. No passado, contratos assim recebiam pesadas criticas da senadora na Alesc. ”No dos outros é refresco”, “intica” Dona Candinha, da Tapera.

Dinheiro jogado fora na Alesc

Direitos do idoso no transporte interestadual

A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça manteve decisão da comarca de Porto Belo que condenou George Humberto da Luz Cabral à pena de oito anos e seis meses de prisão, em regime fechado, pela prática do crime de sequestro. De acordo com o processo George e um companheiro, no dia 12 de fevereiro de 2006, anunciaram em um jornal de grande circulação a venda de um veículo. A venda na verdade era uma isca para atrair vítimas para golpes de sequestro e roubo. Atraídos pelo anúncio uma pessoa, de forma inocente e honesta, entrou em contato e foi atraída, com a justificativa de verificar o automóvel anunciado, até um local ermo onde acabou preso em cativeiro, nas mãos de uma quadrilha. Foi obrigada a autorizar a transferência de R$ 15 mil para a conta de George e libera-

Cutucadas do Arthur

Por que a Alesc gastou 140 mil com mudanças em gabinetes se a construção do novo anexo está aprovada e a construção começa agora?

O tornado fica só no papel e o dinheiro? O vento levou De cinema o que acontece aqui. E a verba federal para auxiliar os atingidos do tornado por enquanto fica só no papel. Já assistimos a esse filme, não?

Falta vontade política O brasileiro é no mundo o que mais trabalha para pagar imposto. E o mesmo brasileiro tem que implorar verba para colocar o telhado que um tornado levou. Pense nisso.

Mil e um candidatos do PMDB Celso Sandrini, de Florianópolis, entregou um cartaz a Dário Berguer, que anunciava a disputa ao Governo em 2010 e disse que só não entregou ao presidente do PMDB, Eduardo Pinho Moreira, pois este tinha compromisso agendado. Tal gesto é para estimular a militância, comentou Sandrini. Ou para acirrar mais a disputa, falou baixinho “Zeca da Venda” lá da Armação. Será que precisa acirrar mais ainda a disputa no PMDB?

Liberação dos bingos Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou o projeto que libera o funcionamento dos bingos e máquinas de caçaníqueis. Agora vai para o Senado com bingos e as máquinas liberados, o que de certo modo aumentará as oportunidades de trabalho e estimulará a geração de renda. O que me preocupa é quanto tempo vai demorar para surgir o primeiro escândalo ou a primeira CPI? Alguém duvida disso?

A nora do Mescolotto A nora do presidente da Eletrosul, Solange Fonseca, ganhou em dois contratos para consultoria direta na empresa, o valor de R$ 78,4 mil. E as justificativas, e as respostas? Santa Catarina quer explicações.

Aumento nos vencimentos dos Policiais e Bombeiros Militares A Proposta de Emenda Constitucional n.º 300-A, que propõe equiparar os vencimentos dos Policiais e Bombeiros Militares de todas as unidades da federação aos praticados hoje pelo Distrito Federal (Hoje o salário do DF é de R$ 4.500,00). A PEC é de autoria do deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) e estabelece que a remuneração dos Policiais Militares dos estados não poderá ser inferior à da Policia Militar do Distrito Federal, aplicando-se também aos integrantes do Corpo de Bombeiros Militar e inativos. A PEC altera a Constituição Federal de 1988. A PEC resgata a dignidade dos policiais. Será que finalmente nossos policiais e bombeiros militares terão um salário digno?

Fuxico na Câmara Municipal de Florianópolis Dizem que o Ministério Público vai embargar as obras do Trevo da Seta. Era só o que faltava. Tanto tempo esperando uma solução e nada vai acontecer. Será? Dizem as mesmas línguas que a prefeitura municipal correu e antecipou a solenidade de assinatura da Ordem de Serviço, para mais tarde ter uma boa desculpa pela não realização dos serviços. Os vereadores de oposição garantem que a Prefeitura não tem dinheiro para iniciar a obra tão prometida e esperada. Vamos esperar para ver quem está falando a verdade.

A imprensa é livre. Ameaças é coisa do passado ou não Um repórter nosso foi ameaçado por uma matéria veiculada no Folha. Não é mais tempo disso pessoal. O Folha está aberto à todas as informações e pensamentos. Quer responder alguma coisa, aqui sempre haverá espaço. Sem ameaças. Estamos numa democracia ou não?


4

FOLHA DA GENTE

23 a 29 de setembro de 2009

Geral

Vem aí o Plano de Gerenciamento Costeiro Por 11 votos a favor, um contra, uma abstenção e três vereadores se retiraram do plenário no momento da votação, a Câmara de Vereadores de Florianópolis aprovou na sessão do dia 14 de setembro, na íntegra, no formato original, o projeto de lei 12.424/2007, de origem do poder executivo, que institui o Plano Municipal de Gerenciamento Costeiro (PMGC). E, o pior de tudo, é que o projeto

já sofre ameaças por parte de uma ‘penca’ de ações judiciais ambientais. O projeto, como foi aprovado, sofre muitas restrições por não deixar muito claro como será executado, as áreas em que os projetos podem ser aprovados e como será feito. Ou seja, tudo foi aprovado para que o chefe do executivo aprove caso a caso. É o famoso jeitinho para as malandragens. A partir desta deliberação do

COMO VOTARAM OS VEREADORES NA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 14.09.09 VEREADORES

A FAVOR

CONTRA

Acácio Garibaldi (PP)

AUSENTE

X

Asael Pereira (PSB)

X

Celso Sandrini (PMDB)

X

Dalmo Meneses (PP)

X

Edinon Rosa (PSB)

X

Erádio Gonçalves (Dem)

X

Gean Loureiro (PMDB)

X

Jaime Tonello (Dem)

X

João Aurélio Valente (PP)

X

João da Bega (PMDB)

X

Márcio de Souza (PT)

X

Norberto (PMDB)

X

Stroisch

Renato Geske (PR) Ricardo Camargo (PC do B) Roberto Katumi Oda (Dem) Tiago da Silva (PPS)

ABSTENÇÃO

X X X X

Legislativo cria-se uma legislação que irá definir a utilização racional dos recursos naturais na chamada Zona Costeira Municipal. Atrelado aos já existentes Planos Nacional e Estadual de Gerenciamento Costeiro, o PMGC prevê o zoneamento de usos e atividades em toda zona costeira de Florianópolis, priorizando a conservação e incolumidade dos recursos naturais renováveis e não renováveis; parcéis e bancos de algas; ilhas costeiras, sistemas fluviais, estuarinos e lagunares, baías e enseadas; praias; promontórios, costões e grutas marinhas; restingas e dunas; florestas litorâneas, manguezais; sítios ecológicos de relevância cultural e demais unidades naturais de preservação permanente; e monumentos que integrem o patrimônio natural, histórico, paleontológico, espeleológico, arqueológico, étnico, cultural e paisagístico. Logo após ser aprovado pela Câmara, e sancionado pelo Executivo, decorre um prazo de 90 dias para regulamentação e entrada em vigor da nova legislação. O projeto estabelece que o PMGC será elaborado e, quando necessário, atualizado, pelo Poder Executivo, na instância técnico-administrativa de um grupo de coordenação dirigido pela Secretaria de Turismo Mu-

Beira-mar Continental estava ilegal Depois de muito bate-boca a Beira-mar Continental, em Florianópolis, vai ser liberada para o término das obras. A obra era contestada pelo Ibama que a considerava ilegal por ter sido iniciada sem os devidos e obrigatórios licenciamentos. O Ibama questionava na justiça a autorização feita pela Fatma, uma vez que a empresa ambiental catarinense não tem competência legal para fazer este tipo de licenciamento. A Justiça Federal homologou o acordo entre o Ministério Público Federal em Santa Catarina (MPF/ SC), o município de Florianópolis, a Fundação do Meio Ambiente (Fatma) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama); e extinguiu a Ação Civil Pública pro-

posta, em 2005, pelo MPF que questionava a obra “Beira-mar Continental”, em Florianópolis. Conforme o MPF a obra realizada pelo município iniciou sem o devido licenciamento por parte do Ibama. Além disso a ACP questionava a competência da Fatma em licenciar projetos que implicassem na alteração da zona costeira. Por último, a ACP requeria que fosse determinada a realização de Estudo de Impacto de Vizinhança, devidamente aprovado pelo órgão competente. No início de 2006 foram realizadas audiências de conciliação que deram origem a um acordo preliminar entre as partes envolvidas. Porém, parte do acordo foi descumprido pelo município de Florianópolis, o que inviabilizou toda a negociação com os pode-

res federais. Em junho de 2007 foi assinado um novo acordo, oportunidade em que o município concordou em atender as pendências legais apontadas pelo MPF. Homologado pela Justiça Federal, a decisão extinguiu a ACP. Em relação à compensação ambiental, com investimentos do município, como a Fatma não indicou sua utilização em nenhuma unidade de conservação ambiental estadual, o Ibama requereu que os recursos fossem aplicados na Esec Carijós e na Apa do Anhatomirim. Segundo a última decisão a Fatma e o município de Florianópolis deverão se manifestar em relação à substituição pelo Ibama. Mais informações podem ser obtidas na ACP nº 2005.72.00.006639-8. Matéria feita com apoio do MPF-PR/SC.

AÇÃO CIVIL PÚBLICA Nº 2005.72.00.006639-8 (SC) Data de autuação: 21/06/2005 Observação: DETERINAR AOS ÓRGÃO AMBIENTAIS ABSTER DE LICENCIAR PROJETOS OBRAS E ATIVIDADES Q/ TENHAM EFEITOS/ E OU ALTERAÇÃO NO MAR TERRITORIAL E NA ZONA COSTEIRA EM TODO ESTADO DE SC. Juiz: Marjorie Cristina Freiberger R.da

Silva Órgão Julgador: JUÍZO SUBSTITUTO DA VF AMBIENTAL DE FLORIANÓPOLIS Órgão Atual: VF AMBIENTAL DE FLORIANÓPOLIS Localizador: BALUF Situação: MOVIMENTO Valor da causa: R$ 1.000.000,00 Assuntos: 1. Revogação/Concessão de Licença Ambiental AUTOR: MINISTERIO PUBLICO FEDERAL

AUTOR: UNIÃO - ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO RÉU: INSTITUTO BRASILEIRO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVAVEIS - IBAMA RÉU: MUNICIPIO DE FLORIANOPOLIS Advogado: NORTON MAKOWIECKY RÉU: FUNDACAO DE AMPARO TECNOLOGICO AO MEIO AMBIENTE FATMA

nicipal, cuja composição e forma de atuação serão definidas em decreto regulamentar. Na sua execução está garantida a participação dos órgãos executivos e consultivos municipais que se integram ao Sistema Nacional do Meio Ambiente. Com o PMGC será criado o Zoneamento Ecológico Econômico Costeiro (ZEEC) que estabelecerá as diretrizes quanto aos usos permitidos, proibidos ou estimulados, abrangendo as interações entre as faixas terrestre e aquática da zona costeira, observado o previsto no Plano Diretor. O PMGC, na sua elaboração e execução, terá também que contemplar, obrigatoriamente, aspectos relacionados com a urbanização; ocupação e uso do

solo, do subsolo e das águas; parcelamento e remembramento do solo; sistema viário e de transporte, sistema de produção, transmissão e distribuição de energia, habitação e saneamento básico; turismo, recreação, lazer e esportes; patrimônio natural, histórico, étnico, cultural e paisagístico. Na sua regulamentação, o PMGC também definirá as penalidades quanto à inobservância, das condições de licenciamento, dentre elas a interdição, embargo e demolição, bem como a reparação de eventuais danos causados e a recuperação ambiental no ambiente degradado. Matéria feita com apoio em texto fornecido pela Câmara dos Vereadores de Florianópolis.

Marcha leva 50 mil pessoas por Jesus O sábado foi transformado em um evento religioso com cores de festa e alegria dos participantes. Segundo a guarda municipal de Florianópolis cerca de 50 mil pessoas participaram do evento. A 12ª edição da Marcha para Jesus reuniu milhares de pessoas que aproveitaram o sábado, dia de descanso, para demonstrar seu amor pela paz e por Jesus. Juntos, ao longo da marcha, as pessoas cantavam, dançavam e oravam na maior reunião de fiéis da Grande Florianópolis. Participavam fiéis de vários credos que cantavam músicas gospel ao longo do trajeto que iniciou, por volta da 10 horas, no largo da Catedral, no Centro da cidade, passou pelas avenidas Osmar Cunha e Gama D’Eça e desembocou na avenida Beira-mar Norte cerca de duas horas depois. No trapiche da Beiramar as pessoas participaram de um show de fé com a participação de cantores como Marcelo Aguiar e Cassiane. O cruzamento da mul-

tidão, pela Beira-mar Norte, levou cerca de 30 minutos. Trânsito ficou parado e poucos motoristas reclamaram pela demora. A maioria, já esperava pelo desvio, aguardou confiante pela liberação rápida do trânsito. Tudo deu certo e os shows terminaram às 18 horas. A Marcha para Jesus é um evento que já ocorre há 20 anos em diversas cidades de todo mundo. O tema da Marcha deste ano foi ‘Marchando para derrubar gigantes’, uma analogia dos desafios enfrentados pelo rei Davi, retratado na bíblia e que derrotou o gigante Golias, com a dificuldade de lidar com os problemas do mundo atual.


23 a 29 de setembro de 2009

5

FOLHA DA GENTE

Geral

Mais irregularidades e mais processos. Dário e Djalma Berger novamente réus Irregularidades em obras da avenida Beira-mar de São José serão apuradas pelo TRF (Tribuna Regional Federal). Os irmãos Dário (PMDB) e Djalma Berger (PSB), prefeitos de Florianópolis e de São José, são considerados réus em um processo que apura irregularidades em obra realizada na avenida Beiramar de São José, há 10 anos, quando Dário era prefeito e seu irmão o secretário de Obras. Outras sete pessoas também foram denunciadas pelo Ministério Público Federal. A denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF), baseada em processo que já corre no Tribunal de Contas da União (TCU), onde os réus já fo-

ram condenados ao pagamento de multas, foi aceita pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre. As outras sete pessoas denunciadas são: Aurélio Remor, engenheiro responsável pela obra; Pedro Roberto Bartucheski, presidente da comissão de licitação da prefeitura de São José; e os outros membros da comissão: Cícero Camargo Vieira, Isomar Maria Lopes, Lúcia Maria de Oliveira, Magaly Dias Cordeiro, Maguidar Dutra Beher e Sanderson Almeci de Jesus. A denúncia acusa os réus de terem dividido a obra em várias parcelas de pequeno valor, frustrando a participação nas licitações de empresas de grande porte. A manobra, considerada ilegal tanto pelo TCU como pelo

MPF, beneficiou, principalmente, a empresa Radial Engenharia, e causou prejuízo de R$ 330 mil aos cofres públicos do município. Outra irregularidade foi a dispensa indevida de licitação. O TCU, ainda, apontou superfaturamento na obra de R$ 1,5 milhão e o direcionamento de licitações ao apreciar denúncia da Associação do Centro Histórico de São José. Em entrevista para a RBS TV o prefeito Dário Berger negou as acusações do Ministério Público Federal e afirmou que a licitação foi fatiada porque a prefeitura não tinha recursos para fazer, na época, uma obra de R$ 20 milhões. O dono da empresa Radial Engenharia, Laércio Tabalipa, não foi localizado. Aurélio Remor disse que iria consultar seu advogado.

Os crimes pelos quais cada um responde, conforme denúncia do MPF 1) Frustrar ou fraudar licitação Pena: detenção, de dois a quatro anos, e multa Réus: Dário Berger, Djalma Berger, Aurélio Remor, Cícero Camargo Vieira, Isomar Maria Lopes, Lúcia Maria de Oliveira, Magaly Dias Cordeiro, Maguidar Dutra Beher, Pedro Roberto Bartucheski e Sanderson Almeci de Jesus 2) Apropriar-se de bens ou rendas públicas ou desviá-los em proveito próprio ou alheio Pena: prisão, de dois a 12 anos Réus: Dário Berger, Cícero Camargo Vieira, Isomar Maria Lopes, Lúcia Maria de Oliveira, Magaly Dias Cordeiro, Maguidar

Dutra Beher, Pedro Roberto Bartucheski e Sanderson Almeci de Jesus 3) Dispensar ou inexigir licitação fora das hipóteses previstas em lei, ou deixar de observar as formalidades pertinentes à dispensa ou à inexigibilidade Pena: prisão, de três a cinco anos, e multa Réus: Dário Berger e Djalma Berger O que acontece agora • O relator designará dia e hora para o interrogatório de todos os acusados • Concluída a inquirição de testemunhas, serão intimadas a acu-

sação e a defesa • Feitas as diligências, acusação e defesa terão 15 dias para apresentar alegações escritas • O relator poderá determinar a realização de provas imprescindíveis para o julgamento da causa • Concluída a instrução do processo, o Tribunal fará o julgamento • No julgamento, acusação e defesa terão prazo de uma hora para sustentação oral • Após, o Tribunal passa a proferir a sentença Fonte: Procuradoria Regional da República - 4ª Região

A segurança em Santa Catarina está uma VERGONHA

Santa Catarina na CPI do Sistema Carcerário. Faltam 5 mil vagas no estado, enquanto isso o secretário Benedet faz campanha e distribui viaturas.A superlotação e a falta de atendimentos médico e odontológico estariam entre as irregularidades apuradas. Uma matéria do Jornal “A Notícia” de 16.06.08 detalhava o porquê de Santa Catarina estar incluída no relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Sistema Carcerário. Na época foram indiciadas 40 pessoas, entre elas agentes, diretores de presídio, secretários da área de administração prisional e juízes, em pelo menos sete estados (Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Pará, Bahia, Piauí e Minas Gerais), por irregularidades, omissão e prevaricação. Os membros da CPI visitaram presídios em 19 Estados desde agosto de 2007. Em Santa

Catarina eles estiveram no final de março e percorreram várias cidades. Saíram dizendo que o principal problema das prisões de Santa Catarina é o mesmo do restante do País: a superlotação. Também encontraram indícios de irregularidades, denúncias de torturas, falta de atendimentos médico e odontológico e na infra-estrutura. Os deputados também observaram que as cadeias não têm espaço para os presos trabalharem nem estudarem. E ficou surpreso pelo Estado estar fora do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Segurança. Na época o secretário de Segurança Pública do Estado, Ronaldo Benedet, não foi encontrado ontem por ce-

Coluna do Manezinho A gastança continua

Cuidado: alerta total

E a mania de criar despesa para os nossos bolsos segue a pleno vapor. De 1980 até hoje o número de municípios catarinenses saltou de 193 para 293. A grande maioria vive em estado lamentável e às custas do Fundo de Participação dos Municípios, um ‘pinico’ repassado pelo governo federal. Ou seja, numa pobreza de dar dó. Mas pagando ótimos salários para os vereadores, lógico. Agora, para piorar ainda mais a situação e em sentido contrário ao que dita a seriedade administrativa e a maré de contenção de custos mundial, o deputado Jorginho Mello (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa (Alesc) apresentou ao presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB), proposta para agilizar a emancipação de mais municípios paupérrimos em Santa Catarina. De seriedade, economia e controle de gastos com a nossa grana: NADA.

Caso desprezado pela grande imprensa acendeu luz amarela de alerta na capital. Tentativa de assassinato de representante da Ufeco que foi “imolado” na Beira-mar Continental merece uma maior e profunda investigação por parte da polícia e da imprensa. Afinal, tentar assassinar quem luta contra grandes investimentos imobiliário na Grande Florianópolis significa uma mudança de patamar. Agora, pelo visto, não se discute posição contrária, se eliminam os adversários. É mole?

Seis por meia dúzia E, aproveitando a viagem a Brasília, o deputado Jorginho Mello esteve com o ministro dos Transportes, Alfredo Pereira do Nascimento, solicitando agilidade e empenho no processo de construção da Ferrovia Litorânea. A criação da ferrovia vai auxiliar no escoamento da produção, diminuindo custos e aumentando a produtividade. Mas, infelizmente, parece que se esqueceram da Ferrovia do Frango que escoaria muito mais a produção do agronegócio. Preciso do NorteSul e Leste-Oeste.

A praça é do povo Vereador Zunga - Arcendido Cerino (PR) critica administração municipal da Palhoça por não investir em local apropriado para o lazer das crianças, jovens e adolescentes na comunidade do bairro Aririú. O vereador quer a implantação da prometida Praça da Juventude, onde a comunidade disponibilizou o espaço para a construção no loteamento Schutz, dentro do Aririú. A comunidade faz a sua parte o poder não.

Prometeus e não cumprius

lular para falar sobre o assunto. 2009, a situação continua a mesma, o secretário continua a não falar nada e investe seu tempo na sua campanha almejando ser deputado federal. “Tudo como dantes no quartel de Abrantes”. E as fugas, o déficit carcerário, e o descaso continuam sendo notícias. Até os pneus das viaturas da PM estão sendo roubados. Quem pode se sentir seguro desse jeito?

Por Cesar Laus Simas cesarfolhadagente@gmail.com

Prefeito de Palhoça atendeu as reclamações da comunidade vai fazer a fila andar. O setor de obras do município está sob nova administração. Bairros da cidade convivem com buracos, lama, lixo e mato invadindo as ruas. E nada de obras. Na servidão Silvio João da Silva tem um caso inédito: uma ponte construída por uma família da região ameaça cair para desespero de motoristas e pedestres. Alertado pelo comunidade o prefeito Ronério Heiderscheidt (PMDB) em janeiro prometeu a obra mas, até agora, NADA.

Pega na mentira Deputados federais teimam em enganar a população descaradamente. Agora escondem os assuntos a serem debatidos para pousar de bonzinhos junto a população. Ao esconder o jogo sobre as regras eleitorais eles demonstram que ainda tratam a população como se fossemos apenas um bando de debilóides.

Lisa como sabonete Senadora Ideli Salvatti (PT) anda mais lisa que sabonete em banho de criança. Em entrevista ao jornalista Marcelo Fernandes, na rádio Guarujá, explicou mas não convenceu sobre o uso da grana da população (R$ 70 mil) para fazer uns cursinhos Walita no exterior (com todo respeito à Walita). E, pior ainda, não respondeu sobre a ainda não liberação da grana para a reforma do porto de Itajaí pelo ministro Geddel Vieira Lima (PMDB). Pelo visto seu partido (PT) e o PMDB não gostam muito do povo de Itajaí.

Uma moeda verde madura E a Operação Moeda Verde vai de vento contrário demonstrando, mais uma vez, que a justiça que tarda é falha. Depois de dois anos parada nos esconderijos da justiça federal, saiu um resultado: o prefeito Dário Berger (PMDB) vai ser julgado em Porto Alegre, sede da Justiça Federal da 4ª Região. Como muito bem poderia dizer Daniel Dantas: preciso me livrar da 1ª Instância. Lá em cima a gente resolve?.

Tudo pela Redeli Parece que o PT transformou a Eletrosul em uma verdadeira casa da sogra. Agora a coisa ficou em família mesmo. Além de contratar a empresa Newfield para prestação de serviços a serem executados pela nora da senadora Ideli Salvatti (PT) e do próprio presidente da Eletrosul, Eurides Mescolotto, ex-marido da senadora, agora se descobriu que a estatal também contratou a Sol Comunicação, da norinha do Mescolotto, para outros serviços por meros R$ 78 mil. Sem licitação, claro.


6

FOLHA DA GENTE

23 a 29 de setembro de 2009

Comunidade

Morro da Caixa: a saúde está na UTI Os mais de 12 mil moradores do Morro da Caixa, na região continental de Florianópolis, enfrentam uma série de dificuldades. Uma delas diz respeito à questão da saúde. Segundo Dona Maria Cristina de Oliveira, moradora da comunidade há mais de 20 anos, e uma das lideres do Morro da Caixa o grande problema é a falta de um posto de saúde que realmente atende aos interesses de todos. Dona Maria Cristina vive na comunidade, onde criou seus três filhos, Paulo Ricardo (33 anos), Claudia (22) e Lucas (18). Segundo ela, o atendimento à comunidade, atualmente é diária. No entanto a distribuição de fichas é feito somente nas quintas-feiras e são distribuídas apenas 15 fichas para a população. As consultas ocorrem somente 30 dias após, segundo relatou a líder comunitária. Caso alguém necessite de atendimento, fora do número de fichas ele é feito como emergência. Trabalham no posto de saúde do Morro da Caixa, um médico, um pediatra, um dentista, quatro enfermeiros e cinco agentes de saúde. Esses profissionais são poucos para o número de moradores na comunidade, segundo relatou Lucas Fernando de Oliveira, também morador do bairro. “O pessoal do posto tem vontade de atender, no entanto a burocracia é que impede esse atendimento”,

disse o morador. Quanto ao atendimento odontológico a comunidade está quase que desesperada. São 10 fichas por semana e o atendimento também é feito quase 30 dias após. Segundo Lucas essa situação não pode continuar, “pois é muito difícil marcar hora para adoecer ou sentir uma dor de dente”. Acesso Além da falta de qualidade no atendimento do posto, os moradores reclamam do acesso. As instalações do posto de saúde, que está localizado na Travessa das Crianças, fica em um local íngreme, dificultando o acesso aos moradores. As pessoas portadoras de necessidades especiais, como cadeirantes, deficientes visuais, bem como às senhoras de idade e grávidas tem muitas dificuldades de irem ao posto para marcarem suas consultas. O acesso ao posto é difícil para as pessoas e também para quem vai de carro, principalmente quando chove o calçamento fica escorregadio dificultando a chegada de veículos, além de a travessa ser muito estreita. De-

pendendo do local passa somente um veículo por vez. A falta de calçadas para as pessoas transitarem na travessa é outra preocupação dos moradores que dividem o espaço da travessa com os veículos. Essa situação é preocupante, pois além das pessoas idosas circulam pelo local, muitas crianças. Segundo a líder comunitária, Maria Cristina, os moradores já fizeram um abaixo assinado para que o posto fosse transferido de local mas, no entanto, o poder público municipal se quer ouviu o apelo dos moradores. A sugestão era para que o mesmo fosse transferido para as dependências da Fundação Casan (Fucas), que fica no bairro, mas juridicamente se torna inviável. Outra sugestão dos moradores é que o mesmo fosse construído onde existe uma praça, pois o local é

Projetos - Os moradores do Morro da Caixa estão reivindicando desde 2006, junto à prefeitura um local para a construção de um Clube da 3ª Idade. No local os idosos, além de terem um espaço de lazer também teriam um espaço para desenvolverem suas habilidades manuais, como tricô, crochê, pintura, bordado entre outras atividades. - Outro projeto da comunidade, por iniciativa de alguns moradores era o de limpar o bairro e pintar todas as casas. A idéia era buscar apoio na própria comunidade e também no comércio de Florianópolis para a aquisição das tintas e a mão de obra seria de todos os moradores. No entanto, esse projeto ainda não foi executado, mas dona Maria Cristina disse que espera que algum dia se viabilize.

Lucas e Maria Cristina: líderes comunitários

amplo e caberiam perfeitamente os dois. “Infelizmente nossa reivindicação não teve eco junto a prefeitura. Esperamos que um dia alguém olhe por nós e que nosso pedido seja atendido, pois é muito difícil ver uma pessoas idosa, grávida ou com deficiência física se deslocar até o posto de saúde”, disse a moradora. “Quando preciso ir ao posto sinto uma agonia muito grande. Primeiro tenho que descer o morro e logo em seguida subir. Chegando ao posto tenho que descansar em torno de 10 minutos, pois me falta o ar. Isso muito ruim” reclama a líder comunitária. Segundo ela a situação é delicada e toda a população quer uma resposta da prefeitura o mais breve possível. Lazer Quanto a área de lazer a comu-

nidade está carente. Falta um local adequado para a diversão dos moradores. Hoje existe apenas uma praça que não está em boas condições para atender a comunidade. Falta uma boa atenção por parte do poder público municipal. “Precisamos de mais espaços para a nossa comunidade. Precisamos de um local onde nossas crianças possam brincar tranquilamente”, destacou o morador Lucas. Lucas disse ainda que apesar das dificuldades o bairro tem muitas coisas boas, como as creches, que são três e que atende plenamente aos anseios dos moradores, bem como as ruas bairro que estão bem melhores. “As ruas estão boas, pois lutamos por isso por muito tempo e hoje estamos colhendo os frutos” disse o morador.


23 a 29 de setembro de 2009

7

FOLHA DA GENTE

Comunidade

Mano, um artista eclético

Capital

Especial

Florianópolis tem o transporte coletivo “mais caro do Brasil” Parabéns Dário Berguer

Das 27 capitais brasileiras pesquisadas a passagem mais cara de todo o Brasil é a de Florianópolis. Um título que a população não quer comemorar. Ela que escutou na última campanha eleitoral que isso não era verdade. E a bem da verdade, todo mundo sabia que pagamos muito por um transporte coletivo que nos dá tão pouco. Nossa passagem está 12% acima do segundo lugar (ver tabela). E a qualidade deste transporte, o leitor sabe, é deplorável. Falta ônibus, falta horário, falta vergonha na cara, principalmente. Nossa mobilidade é tida como uma das piores do mundo e foi uma das causas de perdermos a oportunidade de ser sede de uma Copa do Mundo. As desculpas são tantas, as “enrolações” são as mesmas e o povo paga por tudo isso. Somos uma cidade turística, eu ainda acho isso, precisamos dar condições a quem nos visita porque essas visitações geram renda e emprego, e faz com que nossos trabalhadores tenham mais oportunidades. Além disso, nosso cidadão tem o direito de ter um transporte seguro, com preço justo e com facilidade de deslocamento e ele não tem nada disso e recebe de presente a maior tarifa do Brasil. Parabéns governantes, vocês se superam dia a dia.

A conversa na campanha 2008 dizia justamente o contrário e agora o que eu vou dizer lá em casa. A tabela dispensa mais comentários.

Arthur Júnior

Por Cento Jesus. Depois de conhecer “os dois lados da moeda”, ele disse que voltou mais experiente e com a certeza do caminho que queria seguir. “A minha certeza surgiu quando percebi que tudo aquilo era ilusão e que não me levaria a lugar algum. O meu caminho já estava traçado e isso foi uma confirmação do que havia escolhido”, destacou. “É possível levar uma vida tranquila sem precisar usar drogas que não passam de vaidades. Droga não é a solução e sim um grande problema”, frisou Mano. Quanto as apresentação da Banda Adorasamba Mano disse que atualmente o grupo esta ensaiando bastante para nos próximos

dias iniciarem as apresentações. A banda já fez diversas apresentações como no Floripa Gospel, Floripa Festeja e diversas outras igrejas do município e municípios da grande Florianóplis. Mano além de ser um músico eclético, participa do grupo de teatro da Igreja do Evangélico Quadrangular de Coqueiros. “Sempre estamos dispostos a participar de qualquer atividade que esteja ligada a música e as artes. Além da música e do teatro, Mano trabalha na Casa da Criança na comunidade do Morro da Caixa. Esse é um trabalho que ele desenvolve com muito carrinho e dedicação. Ele disse que adora estar perto das crianças.

Tarifa de ônibus

Último reajuste

Próximo reajuste

Florianópolis (SC)

R$ 2,80

ago/09

sem previsão

Campo Grande (MS)

R$ 2,50

abr/09

sem previsão

Belo Horizonte (MG)

R$ 2,30

fev/09

fev/10

Cuiabá (MT)

R$ 2,30

jul/09

sem previsão

Porto Velho (RO)

R$ 2,30

fev/09

sem previsão

Porto Alegre (RS)

R$ 2,30

fev/09

fev/10

São Paulo (SP)

R$ 2,30

nov/06

jan/2010

Manaus (AM)

R$ 2,25

ago/09

sem previsão

Salvador (BA)

R$ 2,20

jan/09

sem previsão

Goiânia (GO)

R$ 2,20

abr/09

abril ou maio/2010

Curitiba (PR)

R$ 2,20

jan/09

sem previsão

Rio de Janeiro (RJ)*

R$ 2,20

dez/07

sem previsão

Maceió (AL)

R$ 2,00

jan/09

sem previsão

Brasília (DF)

R$ 2,00

dez/06

sem previsão

Natal (RN)

R$ 2,00

set/09

sem previsão

Boa Vista (RR)

R$ 2,00

jun/09

sem previsão

Palmas (TO)

R$ 2,00

mai/09

sem previsão

Macapá (AP)

R$ 1,95

jul/08

sem previsão

Aracaju (SE)

R$ 1,95

fev/09

sem previsão

Rio Branco (AC)

R$ 1,90

jul/09

sem previsão

Vitória (ES)

R$ 1,85

jan/09

jan/10

Recife (PE)*

R$ 1,85

jan/09

geralmente é anual, mas não há data

Fortaleza (CE)

R$ 1,80

mai/09

sem previsão

João Pessoa (PB)**

R$ 1,80

jan/09

sem previsão

Teresina (PI)

R$ 1,75

jan/09

sem previsão

Belém (PA)

R$ 1,70

set/08

sem previsão

São Luís (MA)

R$ 1,60

jul/04

sem previsão

Fonte: prefeituras

Fui aprendendo cada um. Um por um. Hoje toco: Pandeiro, cavaquinho, tantam, rebolo, violão, banjo, guitarra e outros”, disse mano. Sempre ligado a religião evangélica, Mano disse que é muito difícil para um adolescente levar a vida no caminho de Deus. “O jovem de hoje quer seguir outros caminhos”, ressaltou. Em um determinado momento de sua vida, frequentando a igreja e tocando em uma Banda Gospel, Mano decidiu, sem motivo aparente lagar tudo e procurar outros caminhos. O caminho que muito jovens seguiam. A liberdade. Mano começou a freqüentar locais onde nunca tinha ido e a fazer novas amizades, amizades essas que o levar para um outro mundo. “Nunca usei drogas. Bebi como qualquer jovem de minha idade fazia. Esse foi um momento que procurei me encontrar, mas nada consegui e diante disse retornei para o caminho que havia escolhido e ingresse novamente na música Gospel”, lembrou mano. A retornar para o mundo evangélico Mano passou a tocar na Banda Adorasamba, que foi formada por ex-integrantes da Banda Cem

* Tarifa para 80% da frota

cido como “Mano”, na comunidade, é natural da capital, tem 24 anos e sempre morou no Morro. Contando sua história, Mano disse que desde pequeno sempre esteve ligado à música, principalmente com grupos de samba. Segundo ele quando ouvia alguém tocando ficava imaginando quando ele estaria naquela situação. “A vontade era muito grande de tocar algum instrumento. Achava maravilhoso alguém saber tocar e ficava admirado com o que via”, disse. Após acompanhar sempre grupos de samba, em 2004 surgiu uma oportunidade e começou a tocar padeiro na Banda Cem Por Cento Jesus. “Foi a realização de um sonho. Eu estava ali no meu de músicos tocando um instrumento. Era tudo o que queria, “ lembrou Mano. Logo em seguida, pela necessidade da Banda, relembra Mano ele começou a tocar cavaquinho e banjo. “A partir deste momento nunca mais deixei a música sair de minha vida e cada vez mais, fui procurando me aperfeiçoar e tocar outros instrumentos.

** Ônibus convencional, sem ar condicionado

Em qualquer lugar que você vá encontra um talento escondido, a espera de uma oportunidade para mostrar seu trabalho. Podemos ver isso diariamente nas esquinas das principais ruas das grandes cidades. São malabaristas, acrobatas, palhaços e diversos outros que buscam uma oportunidade para divulgarem seus talentos. Não muito distante descobrimos um grande talento musical, na comunidade do Morro da Caixa, região continental de Florianópolis. Jeferson Xavier, mais conhe-


8

FOLHA DA GENTE

23 a 29 de setembro de 2009

Variedades

TV Horóscopo

A história de Michael Jackson no cinema Fonte: Fofocasonline

Omer Bhatti, que pode ser confirmado como único filho biológico do falecido Michael Jackson, poderá interpretar o rei do pop no cinema. Segundo publicado pelo jornal inglês The Sun, Bhatti estaria hospedado na casa da família Jackson na Califórnia, onde se prepara para participar das gravações do filme que contará os anos de glória do maior vendedor de música da história da humanidade. Um amigo dos Jackson teria dito para o jornal: “A família está perto de Omer, como Michael também estava. Ele é um ator fantástico e eles gostariam que interpretasse o Michael já adulto.” Como o longa, que será rodado em 2010, a família Jackson pretende enaltecer seus anos de sucesso, deixando de lado os períodos das acusações de pedofilia enfrentadas por Jackson.

Fonte: Fofocasonline

Vida e Saúde

A importância dos legumes e verduras no seu dia-a-dia

Conheça as propriedades de alguns vegetais: Alface - Rica em cálcio. Cerca de 230 gramas destas folhas podem conter 10% deste mineral que, como se sabe, é extremamente benéfico para os ossos. Equivale mesmo a um copo de leite, mas com menos 100% de gordura saturada. Também tem algum mag-

nésio, um mineral que previne a osteoporose.

Couve-de-bruxelas - Contém vitaminas C e A (retinol), proteínas, potássio e ferro. Entre as suas principais virtudes, deve destacar-se o fato de fortalecer os ossos e proteger a pele e as mucosas. É, por isso mesmo, um poderoso antioxidante e possui uma grande quantidade de bioflavonóides e indóis, substâncias vegetais que protegem contra diversos tipos de cancro. Um estudo publicado no Journal of the National Cancer Institute demonstrou que aqueles que comiam couve regularmente tinham metade das probabilidades de vir a padecer de cancro na bexiga.

21/03 a 20/04 Esta semana terá que exercer uma ação mais direta e forte sobre a evolução dos acontecimentos. A influência da conjuntura no plano sentimental torna-se negativa, uma vez que pode levá-lo longe demais nas exigências e imposições relacionais.

23/09 a 22/10 Está sujeito a algumas movimentações rápidas e quase inesperadas, encare-as com otimismo, pois trarão bons benefícios no futuro. Todas as alterações que ocorrerem, ainda que contrárias à sua vontade, serão em seu benefício.

Escorpião

Vida de estrela é assim mesmo, tem muito glamour, mas é também cheia de limitações. E a carreira da pequena Maisa, hoje tida como uma das principais atrações do SBT, é acompanhada de perto pelo patrão, o todo poderoso Silvio Santos. Maisinha, que está divulgando o CD Tudo que me vem na cabeça, não poderá fazer participações nem nos programas do próprio SBT. Segundo informações de bastidores, a ordem teria sido dada pelo próprio Silvio Santos.

Couve-flor - Contém muitas vitaminas C, E, A - indispensáveis à boa visão e à saúde da pele -, e do Complexo B, que, entre outras coisas, evitam problemas do aparelho digestivo e do sistema nervoso. Mas as coisas não se ficam por aqui, a couve-galega figura na lista de alimentos que ajudam a combater vários tipos de cancro.

Libra

Touro

Maisa: fora da programação

Alimentação saudável é um assunto que precisa estar presente no dia-a-dia de qualquer indivíduo. Uma mesa balanceada com legumes e verduras pode evitar doenças provocadas pela falta de nutrientes. Quem consome grande quantidade desses alimentos garante o bom funcionamento do aparelho digestivo, diminui a chance de desenvolver câncer, doenças do coração e outras doenças crônicas, assim como combate a obesidade. Os vegetais são constituídos por glúcidos não digestíveis. São ricos em vitamina (provitamina A, riboflavina, ácido fólico e vitamina C) e sais minerais (ferro e cálcio). As suas vitaminas hidrossolúveis (ferro, magnésio e fósforo) perdem-se na água da cozedura se esta não for aproveitada. Por esta razão, os vegetais devem comer-se crus ou pouco cozidos, no caso de se optar pela cozedura, ela deve ser feita em recipiente tapado.

Áries

Agrião - É um dos vegetais mais nutritivos, tendo também um baixo valor calórico. É uma boa fonte de vitamina A e vitamina C, importante para aumentar a resistência do organismo às infecções, e vitaminas do complexo B, responsáveis pela produção de energia. Tem também sais minerais como o ferro e o fósforo que evitam o cansaço mental e estão ligados à produção de glóbulos vermelhos no sangue. Espinafre - Os espinafres são fonte de luteína e zeaxantina, duas substâncias nutrientes com propriedades antioxidante, protegendo a vista de prováveis problemas oculares próprios do envelhecimento. Uma investigação da Tufts University, em Boston (EUA), descobriu que quem come espinafres frequentemente reduz em 48% o risco de sofrer de uma degeneração ocular.

21/04 a 20/05 A conjuntura desvenda novas oportunidades, promessas de realização, alegria interior e sucesso pessoal. O momento é de sorte e proveito. A atenção está focada sobre você de forma positiva. Seja confiante.

23/10 a 21/11 Conjuntura favorável à busca dos seus objetivos, tem na mão a capacidade de gerir condutas e recursos da melhor forma. No sentimental pode sentir algumas dificuldades, terá de partir de você a iniciativa para resolver pequenos problemas.

Sagitário

Gêmeos

21/05 a 20/06 A semana será agitada e tensa, a conjuntura é de desorientação provocada por paixões que enfraquecem a justiça e a lucidez. Dará passos que não levarão para já a grandes concretizações. Clima sentimental assinalado por divergências ou conflitos.

22/11 a 21/12 A conjuntura recomenda que pondere bastante e analise a fundo todas as questões. Não são aconselháveis pressas ou precipitações, dado que tende a cair em situações ilusórias ou instáveis. Reaja com grande calma a todas as situações da vida afetiva.

Capricórnio

Câncer

21/06 a 21/07 Semana em que deve refletir bastante antes de tomar atitudes, ainda mais se estas influenciarem terceiros. Analise bem os fatos, procure aprofundar situações e só então julgue. No setor sentimental terá algumas contrariedades.

22/12 a 20/01 A conjuntura traz um fator de transformação que destrói as coisas, embora confira a probabilidade de serem reconstruídas. Passará por dificuldades súbitas para as quais não encontrará saída imediata, mas a felicidade está se aproximando e veio para ficar.

Leão

Aquário

22/07 a 22/08 Esta semana deverá dar a máxima atenção às pessoas que o rodeiam. Prudência nas suas relações profissionais, a impulsividade será prejudicial. Não confie em toda a gente. Cuide-se ao falar.

21/01 a 19/02 Uma nova luz pode incidir sobre os acontecimentos, mas tudo terá o seu tempo. Poderá estar sujeito a atrasos que não alterarão resultados. No setor sentimental tenha atenção às atitudes que toma, mesmo que esteja certo dos sentimentos dos outros.

Virgem

23/08 a 22/09 A conjuntura aumenta a capacidade de superação de dificuldades. As suas energias estão intensas levando a alguma ansiedade que, se não for controlada, acabará sendo nociva.

Signo do Mês - Libra

Peixes

20/02 a 20/03 A semana decorre de forma equilibrada para Peixes que está sujeito a inúmeras surpresas boas. A conjuntura possibilita que consiga encontrar formas justas e eficazes para conquistar a felicidade sonhada. O sentimental evolui com maior fluidez.

Libra transmite a você os conceitos da proporção e da justiça. A noção e compreensão do equilíbrio, próprias do sétimo signo zodiacal, é fundamental para que as pessoas e o mundo permaneçam caminhando. Sabe por que as pessoas que nasceram entre este período se dizem “librianas”? Porque durante esta época do ano, o Sol está passando pelo signo de Libra no céu. Quando você diz “sou libriano”, está dizendo, com outras palavras, que tem o Sol no signo de Libra. O período que o sol passa por Libra acontece aproximadamente entre os dias 21 de setembro a 20 de outubro, mas se você nasceu nos dias de transição entre os signos (ou de Virgem para Libra ou de Libra para Escorpião) é bom que calcule o seu mapa e verifique em que signo o Sol realmente está, ele pode ser diferente do que você sempre pensou.


23 a 29 de setembro de 2009

9

FOLHA DA GENTE

Colaboração:

Esporte

Fotos: Divulgação Avaí

Fotos: Divulgação Figeuirense

Fábio Machado - Blog: fabioluizmachado.blogspot.com

O Avaí deixa o Barueri de quatro e avança. Ruge o Leão. O Avaí venceu o Barueri por 4 a 0 e conquistou mais do que uma simples vitória, conquistou o que se chama vitória de 6 pontos, pois tratava-se de um adversário direto. Depois de três derrotas, o Avaí volta ao seu campeonato e começa a projetar voos mais altos. A permanência na elite do Brasileiro ficou mais perto. Este primeiro objetivo está próximo e depois dele, sim, o Leão busca novas conquistas. O próximo jogo é contra o lanterna da competição, o Fluminense, e desde já Silas prega respeito ao adversário. O Avaí está no caminho certo e seu técnico já é a grande revelação desse campeonato. Sempre com os pés no chão, ele dá exemplo a outros técnicos mais badalados. Muriqui, um dos destaques da goleada, comentou ao final da partida: – Demos um grande passo para permanecer na Série A do Campeonato Brasileiro. Mas temos que manter a calma, os pés no chão. O jogo contra o Fluminense vai ser difícil. A gente sabe o que é estar na última colocação de uma competição. E Silas, com a costumeira simplicidade, comentou o caminho que o Avaí terá que seguir: - Temos que fechar a nossa meta antes de abrir outra. Ela está longe? Não. É Fácil? Também não. Na nossa campanha, pouco ficamos na zona de rebaixamento. Essa regularidade faz com que vislumbremos uma conquista maior .

Figueira vence Atlético(GO) e vê com otimismo a volta à série A. O Furacão acorda. Uma vitória que enche de esperança o torcedor alvinegro e coloca o Figueirense na luta pela conquista de uma das vagas a série A. O placar apertado, 2x1, mostrou todas as dificuldades do jogo, mas a torcida entrou em campo e deu um banho de empolgação e força. Um verdadeiro show se viu das arquibancadas. A rodada foi extremamente favorável ao Furacão do Estreito. A Portuguesa, que poderia ultrapassar o alvinegro, perdeu em casa para o Ipatinga. Guarani e Ceará também perderam. O Vasco disparou na tabela, e se encaminha para vencer o campeonato. Agora é manter o ritmo e harmonia entre time e torcida e em 2010 teremos clássicos na série A. A rodada também rendeu demissões de dois treinadores. Roberto Fonseca saiu do América-RN depois que o time potiguar entrou na zona de rebaixamento na derrota der 1 a 0 para o Duque de Caxias. Márcio Fernandes saiu do comando do lanterna Fortaleza, após perder em Caxias do Sul, para o Juventude.

Classificação SÉRIE B

Classificação SÉRIE A

Equipes

PG

J

V

E

D

GP

GC

SG

%

Vasco

52

25

15

7

3

40

16

24

69

Guarani

46

25

14

4

7

37

31

6

61

57

Atlético-GO

44

25

13

5

7

49

34

15

58

7

56

Ceará

43

25

12

7

6

37

23

14

57

34

6

54

São Caetano

40

25

12

4

9

38

23

15

53

48

29

19

52

Figueirense

39

25

12

3

10

39

35

4

52

37

30

7

49

Portuguesa

38

25

11

5

9

36

33

3

50

8

38

36

2

49

Ponte Preta

36

25

9

9

7

40

31

9

48

7

8

34

35

-1

49

Ipatinga

35

25

9

8

8

35

37

-2

46

10

6

9

38

38

0

48

10º

Brasiliense

34

25

10

4

11

29

28

1

45

25

9

9

7

46

38

8

48

11º

Bragantino

33

25

9

6

10

32

34

-2

44

36

25

9

9

7

40

38

2

48

12º

Paraná

32

25

9

5

11

33

40

-7

42

Cruzeiro

32

24

9

5

10

32

38

-6

44

13º

Vila Nova

32

25

9

5

11

24

37

-13

42

14º

Atlético-PR

31

25

9

4

12

25

36

-11

41

14º

Juventude

31

25

8

7

10

33

32

1

41

15º

Coritiba

27

25

7

6

12

32

39

-7

36

15º

Bahia

30

25

8

6

11

32

38

-6

40

16º

Náutico

26

25

6

8

11

30

44

-14

34

16º

Duque de Caxias

30

25

8

6

11

32

42

-10

40

17º

Santo André

25

25

6

7

12

26

37

-11

33

17º

América-RN

28

25

8

4

13

29

42

-13

37

18º

Botafogo

25

25

4

13

8

34

41

-7

33

18º

Campinense

26

25

8

2

15

37

50

-13

34

19º

Sport

20

25

5

5

15

30

45

-15

26

19º

ABC

25

25

7

4

14

23

42

-19

33

20º

Fluminense

18

25

3

9

13

23

41

-18

24

20º

Fortaleza

23

25

6

5

14

39

46

-7

30

Equipes

PG

J

V

E

D

GP

GC

SG

%

Palmeiras

44

24

12

8

4

37

23

14

61

São Paulo

44

25

12

8

5

34

24

10

58

Inter

43

25

13

4

8

47

32

15

Goiás

42

25

12

6

7

46

39

Atlético-MG

41

25

11

8

6

40

Grêmio

39

25

11

6

8

Avaí

37

25

10

7

8

Flamengo

37

25

10

7

Corinthians

37

25

10

10º

Vitória

36

25

11º

Barueri

36

12º

Santos

13º

Craques milionários Segundo lista divulgada pelo site ‘Futebol Finance’, Kaká é o brasileiro que mais fatura por ano, mas veteranos aparecem bem na Europa. Confira abaixo a lista dos maiores salários dos brasileiros que jogam no exterior , em euros.

1. Kaká – Real Madrid/ESP - € 9 milhões 2. Robinho – Manchester City/ING - € 7,65 milhões 3. Diego – Juventus/ITA - € 7 milhões 4. Ronaldinho Gaúcho – Milan/ITA - € 6,5 milhões 5. Deco – Chelsea/ING - € 6 milhões 6. Rivaldo – Bunyodkor/UZB - € 5 mi-

lhões 7. Roberto Carlos – Fenerbahçe/TUR € 4,5 milhões 8. Cris – Lyon/FRA - € 4,2 milhões 9. Dida – Milan/ITA - € 4 milhões 10. Doni – Roma/ITA - € 4 milhões 11. Ricardo Oliveira - Al Jazira/EMI - € 4 milhões 12. Belletti – Chelsea/ING - € 3, 84 milhões 13. Lúcio – Internazionale/ITA - € 3,6 milhões

14. Maicon - Internazionale/ITA - € 3,6 milhões 15. Julio César – Internazionale/ITA € 3,5 milhões 16. Alexandre Pato – Milan/ITA - € 3,5milhões 17. Mancini – Internazionale/ITA - € 3,5 milhões 18. Amauri – Juventus/ITA - € 3,5 milhões 19. Diego Cavalieri – Liverpool/ING € 3,36 milhões

Segunda divisão de São José pode parar. Rodada do final de semana, na segunda de São José, definiu os classificados. Porém o campeonato pode parar. Ontem no campo, o campeonato da segunda divisão do campeonato de São José, definiu as quatro equipes classificadas para a próxima fase. Bela Vista, Náutico, Trovão e Unidos MRS se preparam agora para um mata-mata que vai definir os classificados para a grande final e a consequente ascensão a primeira divisão a liga. Porém o campeonato pode parar. O presidente do Desportivo, equipe desclassificada e que ficou na quinta posição, pretende entrar com um recurso questionando a presença do jogador Tiago do Unidos MRS. Segundo Boné, o jogador era profissional e, portanto não poderia ter sido inscrito como atleta amador. O dirigente do Desportivo afirma que o jogador Tiago atuou no mínimo por cinco rodadas, e, portanto a equipe do Unidos MRS perderia os pontos, dando a vaga no tribunal para a sua equipe o Desportivo. Já pelo lado do Unidos, o momento é de tranquilidade. O dirigente Paulo do Unidos afirmou que em momento algum houve má fé e ressaltou que a liga deu condições para o jogador. O dirigente completou informando “que vai lutar até o final pelo seu direito de estar na semifinal da competição”.

Vendaval e Fundos lideram em Biguaçu Pela segunda rodada da segunda fase, Fundos e Vendaval lideram com duas vitórias. Neste final de semana, a chuva deu trégua e a bola rolou redondinha pela segunda rodada do campeonato da Licob. Apesar das vitórias do Bac e do Biguá, os grandes destaques são as vitórias e a liderança das equipes do Vendaval e Fundos que chegam a 100 % de aproveitamento. No sábado, a equipe do Fundos visitou o Limeira e derrotou a equipe da casa por 3 x 0. O resultado foi normal e a construção do placar saiu de forma natural. Na próxima semana o líder Fundos recebe a equipe do Beira Mar. Já o Limeira, vai tentar o primeiro ponto contra o Pradense na casa do adversário. Em jogo realizado ontem, no Prado de Cima, a equipe do Beira Mar foi surpreendida pelo futebol do líder Vendaval. Em mais uma partida conduzida de forma confusa pelo árbitro Everaldo Pitz, a equipe do Vendaval fez valer a sua superioridade e saiu na frente na luta pela classificação. O próximo confronto do Vendaval será contra o Bac, revivendo duas finais da competição, no qual a equipe chegou ao vicecampeonato. Já o estreante Beira Mar, vai tentar a reabilitação contra o líder Fundos. No domingo de manhã, a equipe do Biguá conquistou os três primeiros pontos vencendo o Pradense. Na rodada inicial,o Biguá havia tomado de seis para o Fundos. Agora, a equipe do técnico Bonga, encara o Palmeiras.


10

FOLHA DA GENTE

23 a 29 de setembro de 2009

Classificados

Empregos Domésticas (15 vagas para dormir no local do trabalho) salário R$ 1.000,00

Babás (6 vagas para dormir no local do trabalho) R$ 1.000,00

Domésticas (6 vaga para trabalhar nos bairros : Centro, Lagoa da Conceição, João Paulo, Trindade, jurere, coqueiros, Cacupé, corrego grande - Florianópolis) R$ 800,00

Interessadas comparecer a Recomendo Agência de Empregos Domésticos na rua Felipe Schimdt, 303 sala 517 do edifício Dias Velho, Centro Florianópolis munidas de carteira de trabalho, cpf e carteira de identidade.

VALOR HUMANO CONSULTORIA

Televendas e Controle de estoque.

SELECIONA (ambos os sexos) Assistente administrativo/financeiro, Consultor (a) de vendas, Recepcionista para clínica médica, Doméstica, Babá, Gerente área, Assistente suprimentos, Camareira, Auxiliar contábil,

Endereço: Av Prefeito Osmar Cunha, 183 - Edifício Ceisa Center, bloco B, sala 706 - Centro - Florianópolis w w w.valorhumanoconsultoria. com.br Email: currículos@valorhumanoconsultoria

A empresa está montando o banco de profissionais e os interessados devem comparecer na Kanguruh para participar do processo seletivo. Podem concorrer, empregadas domésticas, motoristas, cozinheiras, governantas e acompanhantes, que devem ter curso de auxiliar ou técnico em enfermagem. A empresa busca profissionais com idade acima de 18 anos, tenham, no mínimo, o ensino fundamental e experiência de seis meses no cargo. Quem tiver essas qualificações, passa por um workshop, que dura quatro horas e traz informações sobre segurança, ética, relacionamento interpessoal e postura profissional.

Como se cadastrar Pessoalmente: no Shopping Top Tower, na Rua Esteves Júnior, 50, sala 408, Centro, das 8h às 19h. O que levar: • Carteira de identidade • Cadastro de Pessoa Física (CPF) • Comprovante de endereço • Carteira de trabalho • Carta de referências, se tiver • Comprovante de escolaridade • Comprovante do curso de auxiliar ou técnico de enfermagem para acompanhantes e carteira de habilitação para os candidatos a motorista Você pode se Pré-cadastrar através do site: www.kanguruhhomefloripa.com.br

Agenda Seminário ABAV-SC de Turismo Os agentes de viagem de Santa Catarina podem se inscrever no II Seminário ABAV/SC de Turismo. O evento acontece dias 26 e 27, no Beto Carrero World, em Penha/SC. Entre os objetivos está a qualificação dos agentes de viagem para o turismo receptivo e para a venda de destinos turísticos catarinense. Inscrições gratuitas. Informações pelo site www.abavsc. com.br/seminario. Mostra de fotos “Quando a luz chegar” Na Aliança Francesa ou Eletrosul, até o dia 28 de setembro, confira a mostra “Quando a luz chegar”, de autoria do francês Eric Garault, em parceria com a sua esposa, a brasileira Claudia Amaral. Essa exposição é um testemunho da implementação do Programa “Luz para Todos”, entre 2004 e 2008. Cerca de 40 fotos contam essas histórias, tendo a energia elétrica como pano de fundo. Homenagem a Max Moura A Associação dos Artistas Plásticos de Santa Catarina (Aaplasc) reúne membros para uma exposição coletiva que homenageia Max Moura, artista catarinense falecido recentemente. Ao todo 40 obras apresentam as diversas técnicas empregadas pelas Artes Visuais. Elas vão de instalações a esculturas, peças de cerâmica, pinturas e gravuras. Local: Galeria de Arte da Ufsc - Campus da Universidade - Trindade. Horário: de segunda a sextafeira das 10h às 18h30. Valor: gratuito. Informações: (48) 3721-9683.

Curso Empresarial – Setor de Eventos Estão abertas as inscrições para o Curso Empresarial - Setor de Eventos que será realizado dias 28 e 29/09, no Hotel Maria do Mar, em Florianópolis, SC, com duração de 20h/aula. O objetivo é capacitar e desenvolver as equipes operacionais dos hotéis em excelência no atendimento a eventos sociais, gastronômicos e corporativos. Destinado a coordenadores e atendentes, o treinamento vai abordar temas como elaboração de orçamentos, apresentação de propostas, negociação, custos, montagem, contratação de fornecedores, eventos gastronômicos, sociais, corporativos e outros itens essenciais ao sucesso desta atividade que movimenta cada vez mais a hotelaria e o turismo em Santa Catarina ao longo do ano. O curso será ministrado pela consultora Andréa Mendes formada em Administração, especialista em Gestão em Hotelaria, MBA em Administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), consultora em Diagnóstico Hoteleiro, Eventos e Administração. O treinamento integra o projeto de qualificação: Excelência no Atendimento da ABIH-SC, destinado à qualificação de gestores e colaboradores efetivos e temporários de hotéis e pousadas de Santa Catarina. Os estabelecimentos hoteleiros que qualificarem seu quadro de gestores e colaboradores vão receber o “Selo ABIH-SC de Excelência no Atendimento”. A iniciativa visa atender a uma das demandas do mercado, garantindo já para a próxima temporada um atendimento de alta qualidade tanto a empresas quanto aos turistas. As inscrições devem ser feitas pelo site: www.abih-sc.com.br; Mais informações com Beatriz Oliva: fone: (48) 3222-8492. Fonte: ABIH-SC

Política Social só no nome Fundo Social não serve para atingidos por calamidades Presidente da Comissão de Economia e líder do PP, o deputado Silvio Dreveck questionou, da tribuna da Assembleia Legislativa, por que o governo do estado de Santa Catarina não destina recursos do Fundo Social para atendimento às famílias atingidas pelas calamidades que assolaram Santa Catarina - em novembro do ano passado, com as cheias e deslizamentos, e, mais recentemente, com os temporais e tornados. O deputado Silvio Dreveck destacou que, até hoje, não viu nenhuma ação nesse sentido, e observou: “Se esses recursos (do Fundo Social) não dependem de autorização da Assembleia e nem de autorização orçamentá-

ria, por que não repassar esses recursos em caráter emergencial?”. O deputado ainda frisou: “é uma questão apenas de prioridade”. O deputado recordou que mesmo aqueles municípios atingidos pela calamidade das cheias de novembro estão até o momento aguardando o repasse do dinheiro destinado pela União, via governo estadual. “O estranho é que, até agora, não temos claro o que foi efetivamente executado do plano de atendimento às vítimas”. Ele ressaltou que no ano passado o governo de Santa Catarina aproveitou a situação para fazer propaganda de que grandes investimentos estariam sendo providenciados para atender os municípios atingidos, o que não se concretizou. “Tomara que no ano que vem, ano das eleições, esse tipo de propaganda não ocorra”. O deputado Silvio sugeriu, ainda, que não só em casos de ca-

lamidade mas, também, para atendimento pontual e rotineiro, recursos do Fundo possam ser liberados. Muitos municípios produtores reclamam da falta de dinheiro para setores como o da fruticultura e não são atendidos. Precisam, por exemplo, de câmaras frias e classificadores, mas não obtêm resposta. “Quais são, então, as prioridades, se o Fundo Social não atende às necessidades do povo catarinense?”, perguntou. Retornando de viagem a Brasília o deputado Silvio acrescentou, por sua vez, que solicitou ao governo federal que os recursos liberados pela União para atender às vítimas dos temporais e tornados sejam encaminhados diretamente aos municípios envolvidos, para se evitar o que ocorre atualmente. Matéria feita com apoio da Assessor de Imprensa da Bancada do PP.

Caramori: vinho e fogo nas SDRs A qualidade dos vinhos produzidos em Santa Catarina e a contestação da utilidade e competência das secretarias regionais do governo LHS foram destaques nos discursos do presidente da Comissão de Transporte e vice-presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, deputado Reno Caramori (PP). O parlamentar voltou a enaltecer a qualidade dos vinhos produzidos em Santa Catarina, com destaque para os vinhos de altitude, diante da notícia de que mais dois produtos da Vinícola Sanjo, de São Joaquim foram premiados em concurso internacional. O deputado esclarece que, neste segmento, Santa Catarina não fica devendo nada para os produtos de outros países e do Rio Grande do Sul, tradicional produtor nacional de vinhos. Não se trata de ser contra os importados, diz Caramori. “Não sou e consumo com prazer quando me oferecem um vinho importado. Entretanto, dou preferência ao produto catarinense, que cada vez mais prova

ser excelente e por isso que tem se destacado nacional e internacionalmente”, avalia. Sem medo de errar o parlamentar citou em seu discurso não só os produtos premiados no concurso mundial de Bruxelas, Etapa Brasil, realizado sábado em Pernambuco, como também discorreu sobre outras vinícolas catarinenses e seus produtos, premiados ou não, enaltecendo a importância destes para a economia e para a divulgação positiva do estado de Santa Catarina. Os vinhos da Sanjo que receberam as medalhas foram o Núbio Cabernet Sauvignon 2005, que recebeu a medalha Gran Ouro e o Maestrale Cabernet Sauvignon 2005, que conquistou medalha de ouro. SDR para quê? O deputado Reno Caramori voltou a questionar a utilidade das Secretarias de Desenvolvimento Regionais (SDRs) implantadas no governo LHS, em função das condições em que se encontra a malha rodoviária estadual, em alguns municípios e a falta de perspectiva para a recuperação. A ponte sobre o Rio Passa Dois, em

Lebon Régis, diante das condições do guard-rail e da mata que toma conta das laterais, “parece que foi bombardeada e depois abandonada”, afirma Caramori. Para dar idéia da gravidade da situação, Caramori lembra que, somente nos últimos dias, apresentou três Indicações pedindo providências urgentes das autoridades para a execução de serviços nas estradas. Ainda nesta semana uma comitiva de vereadores de Tangará esteve em seu gabinete pedindo “Apoio à Recuperação da Malha Viária Estadual”, o que foi prontamente atendido pelo deputado. “Com quatro Secretarias em volta dos trechos de rodovia sem as mínimas condições de tráfego seguro (Caçador, Videira, Campos Novos e Joaçaba), ninguém sabe a quem recorrer para a execução destes serviços”. Caramori prometeu fotografar alguns trechos no fim de semana, para mostrar, em plenário, “o desleixo dos responsáveis que desta forma colocam a vida dos catarinenses em risco”. Matéria feita com apoio da Assessoria de Imprensa do deputado Caramori.

A família Amin não quer escutar o povo, nem largar o osso

O PP catarinense precisa de oxigenação, de renovação e principalmente dar oportunidade a sua base e aos seus diretórios de falar. Independente do resultado das prévias para escolha do

candidato(a) ao Governo de Santa Catarina, o Partido Progressista deve aproveitar a ocasião para se reciclar, se modernizar, reencontrar os caminhos das conquistas. Esperidião Amin fala em densidade partidária na imprensa para defender a consulta por pesquisa pública, e em consequência, acolher a proposta de Ângela Amin. Esquece-se que a tal “densidade partidária” já rendeu três derrotas acachapantes. O PP/SC não quer mais imposições, este é o discurso das bases progressistas. É preciso respeitar essa posição. Muita água vai rolar embaixo dessa ponte, mas

o que fica cada vez mais transparente é a inquietação dos filiados e da base para que o PP tome novos rumos, se renove e comece a escutar os seus. Aguardemos os fatos e as decisões. Arthur Júnior


23 a 29 de setembro de 2009

11

FOLHA DA GENTE

Paulo Luís Cordeiro

Social Foto: Paulo Luís Cordeiro

Jornalista, fotógrafo e designer, aficionado por tecnologia e comunicação digital. Contatos: www.twitter.com/xisluis ou MSN: plcordeiro@hotmail.com

em Santa Catarina na atualidade se enfrentarem em 2010 na série A. Avaí e Figueirense na Série A do Campeonato Brasileiro, não será impossível!

Shows na Fenaostra A agenda de shows nacionais na Passarela “Nego Quirido” já está fechada. Dia 16, Bruno e Marrone; dia 18, Pixote e Cupim na Mesa, dia 21, Regis Danese (Gospel), dia 22, Alexandre Pires e Rodriguinho, dia 23, César Menotti e Fabiano, dia 24, Jorge Aragão e Art Popular e dia 25, Sorriso Maroto. A edição 2009, que se realiza de 16 a 25 de outubro, no CentroSul, será a maior da história da festa, que este ano volta a ter 10 dias de duração e espera receber um público próximo a 200 mil pessoas.

Curso Empresarial

Lançamento da Fenaostra

Foto: Divulgação

O lançamento da 11ª Fenaostra (Festa Nacional da Ostra e da Cultura Açoriana) aconteceu na segundafeira (21) no Museu Histórico de Santa Catarina (Palácio Cruz e Souza). No evento, restaurantes que participarão do Pavilhão Gastronômico brindaram os presentes com pratos a base de ostras, ao som de Joel e Janet. A festa se realizará de 16 a 25 de outubro, no CentroSul, em Florianópolis. A cobertura completa do evento você poderá conferir no site www.fenaostra.com. sidade Federal de Santa Catarina (UFSC), procura apresentar a Universidade como fonte de ousadia através de diferentes cursos e espetáculos artísticos. Durante toda a semana o Projeto 12:30 e o Projeto 12:30 Acústico recebem oito shows no campus da UFSC. As apresentações são gratuitas e abertas à comunidade.

Mundo conectado

Vilmar Ramos

Amigo da Comunidade O presidente da Associação dos Moradores do Conjunto Habitacional de Forquilhinhas, Vilmar Ramos, recebeu no último dia 19 de setembro o Troféu Amigo da Comunidade. Evento organizado pela Associação Catarinense de Pesquisa e Desenvolvimento da Cultura Cigana, com o apoio da Fesporte (Fundação Catarinense de Esportes). O evento na Biblioteca Pública do Estreito.

Com 2.616.642 de habilitações, agosto apresenta o segundo melhor crescimento do ano (1,62% em relação a julho) em acessos do Serviço Móvel Pessoal, depois de maio, que registrou aumento de 1,88% em relação a abril. Dessa forma, o Brasil chega a 164.539.017 de celulares, com densidade de 85,91 acessos por 100 habitantes. Com 2.616.642 de habilitações, agosto apresenta o segundo melhor crescimento do ano (1,62% em relação a julho) em acessos do Serviço Móvel Pessoal, depois de maio, que registrou aumento de 1,88% em relação a abril. Dessa forma, o Brasil chega a 164.539.017 de celulares, com densidade de 85,91 acessos por

100 habitantes.

Concurso Vozes da Ilha Encerra-se no dia 27 de setembro, a votação par escolher um novo integrante ao grupo vocal da GRES União da Ilha da Magia. A segunda etapa do concurso através de votação popular irá escolher cinco finalistas que com o maior número de votos passam para a terceira e decisiva etapa, de onde sairão três vencedores. Os vencedores farão parte da equipe musical da União da Ilha da Magia no carnaval 2010, sendo apoios de voz do intérprete principal. Para votar acesse o site www.portaldailha.com.br/uim/.

Avai fazendo história O Leão da Ilha vem fazendo história na Série A. A vitória de 4 x 0 na equipe paulista do Barueri, com gols de William, Eltinho, Muriquei e o golaço de Léo Gago, trouxe novamente a equipe da capital próximo à zona de classificação para a Libertdores. Como já disse em outras ocasiões, quero ver ano que vem os dois times de mais tradição

A 2ª Semana Ousada de Artes UFSC e Udesc será realizada entre os dias 21 e 26 de setembro em diferentes espaços das duas universidades. A Semana terá atrações nas áreas do cinema, teatro, dança, música, artes visuais, moda, design, arquitetura e filosofia, unindo as duas instituições públicas numa parceria artística e cultural. Organizada pela Coordenadoria de Cultura da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Comunidade da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e pela Secretaria de Cultura e Arte da Univer-

Enquanto isso... O apático Fluminense parece mesmo que empacou na lanterna do Brasileirão. Perdeu mais uma vez, e dessa vez de forma vergonhosa. Virou chacota no Twitter. Com oito pontos a menos que o Náutico, primeiro time acima da zona de rebaixamento, o Fluminense cada vez mais se aproxima da queda para a Série B no Campeonato Brasileiro. Goleado por 5 a 1 em visita ao Grêmio no Estádio Olímpico, o time agora dirigido por Cuca motivou reações bem humoradas de torcedores no Twitter. “O que tem abaixo do Pré-Sal? o Fluminense”, dizia alguns dos posts no site de relacionamento.

Jovens embaixadores Seis jovens entre 15 e 18 anos, estudantes da rede pública estadual, passaram por uma verdadeira maratona e foram escolhidos para concorrer à etapa final do Programa “Jovens Embaixadores”. Direcionado a alunos do ensino médio de todo o País, o programa proporciona intercâmbio cultural de 21 dias nos Estados Unidos, em janeiro de 2010.

Alzheimer

Efapi 2009

Para marcar o Dia Internacional dos Portadores de Alzheimer, 21 de setembro, a Associação Brasileira de Alzheimer Regional Santa Catarina realizou o 13º Simpósio sobre a Doença de Alzheimer no dia 18 de setembro, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil, em Florianópolis.

Considerada referência para o Brasil e países do Mercosul, por reunir toda a economia do Oeste catarinense em um único evento, a Efapi 2009 (Exposição-feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó) será lançada no próximo dia 29, no hall da Assembleia Legislativa. O lançamento pretende reunir mais de 300 pessoas, entre jornalistas, empresários, patrocinadores, autoridades e lideranças. A Efapi 2009 está programada para o período de 9 a 18 de outubro, no Parque de Exposições Tancredo Neves. Estão programadas 75 atrações artístico-musicais, entre elas shows com O Rappa, Bruno e Marrone, Victor e Léo, Inimigos da HP e Roupa Nova.

Grande Show A mistura que rendeu o show “Perfumes de Sim”, da cantora Vanessa da Mata, deu certo, e foi isso que o público do Floripa Music Hall pode conferir no último dia 18 de setembro. Radiante, a cantora conquistou o público de Florianópolis em mais uma apresentação da turnê.

Foto: Jefferson Severino

Semana Ousada

Estão abertas as inscrições para o Curso Empresarial - Setor de Eventos que será realizado dias 28 e 29/09, no Hotel Maria do Mar, em Florianópolis, SC, com duração de 20h/aula. O objetivo é capacitar e desenvolver as equipes operacionais dos hotéis em excelência no atendimento a eventos sociais, gastronômicos e corporativos. O curso será ministrado pela consultora Andréa Mendes formada em Administração, especialista em Gestão em Hotelaria, MBA em Administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), consultora em Diagnóstico Hoteleiro, Eventos e Administração. As inscrições devem ser feitas pelo site: http://www.abih-sc. com.br/.

Incentivado pelo seu torcedor o Figueirense assumiu o domínio da partida e acabou superando mais um adversário difícil nesta reta final do Campenato Brasileiro, vencendo de virada, a forte equipe do Atlético-GO pelo placar de 2x1.

O colunista Ricardinho Machado e sua Karin, estiveram recentemente curtindo um final de semana gelado na Serra Catarinense. O destino foi o Eco Resort Rio do Rastro em Bom Jardim da Serra.

Foto: Jefferson Severino

Jaqueline Aranha, Fábio Nocetti e amigos, durante o lançamento da Fenaostra 2009 e apresentação dos restaurantes.

Força Figueira!

Valdir Walendowsky, presidente da SANTUR e sua esposa. O presidente acabou de chegar da Itália onde foi mostrar a nossa Santa e Bela Catarina.


12

FOLHA DA GENTE

23 a 29 de setembro de 2009

Ilustre Desconhecido

Seu Hélio: deixa a vida ser mais feliz e mais brilhante

Hélio Antonio Marques, natural de Florianópolis, nascido no bairro Saco Grande em 30 de janeiro de 1934, solteiro, mas por um período viveu com a senhora Sueli Moraes com quem teve uma fi-

lha, Eliza, hoje com 20 anos. Atualmente seu Hélio mora sozinho em sua casa no bairro Saco dos Limões, casa que adquiriu há 30 anos. Seu Hélio trabalha como engraxate na Praça XV, no Centro da Capital por mais de 50 anos. Porém antes de seguir a profissão ele trabalhava como vendedor de picolés e bananas recheadas, mas como era empregado e não ganhava muito decidiu largar tudo e passou a ser engraxate. Tudo começou em meados de 1954 e seu primeiro ponto foi em baixo da figueira da Praça XV. Nesse período seu Hélio perdeu as contas de quantos sapatos já engraxou, mas lembra com muita nostalgia os sapatos de pessoas ilustres do Estado e do

Município que engraxou. Dentre os ilustres da época ele lembra dois clientes Osmar da Cunha e Ivo Silveira. “Foram muitos políticos, como deputado, senadores e vereadores da capital, pois meu ponto sempre foi em frente ao antigo prédio, onde funcionava a Câmara de Vereadores de Florianópolis”, lembra. Neste período de mais de meio século seu Hélio se lembra de fatos que marcaram sua vida como a demolição do Restaurante Miramar, local onde ele fazia seus lanches. “Foi muito triste ver tudo aquilo sendo demolido e o local aterrado”, disse. Com a demolição os navios de passageiros deixaram de atracar, e muitas pessoas passaram a não frequentar o local, Lembrou seu Hélio. Dos tantos fatos que marcaram os 50 anos de atividades do seu Hélio na Praça XV, outro lembrado por ele foi as carrocinhas com quatro cavalos que pegavam as pessoas no centro e as levavam para as praias da Capital. Ele também se lembrou dos táxis pretos

que ficavam ao redor da praça. Quanto ao seu trabalho seu Hélio disse que o segredo para engraxar um sapato e deixá-lo brilhando, nada mais é do que a água. “A água é que dá o brilho no couro. Claro tem que ter graxa, pano e uma boa escova. Mas o brilho mesmo se dá com água”. Ressaltou seu Hélio. Com seus 75 anos de idade, seu Hélio lamenta que até o momento não conseguiu sua aposentadoria, apesar de ter lustrado muitos sapatos de políticos famosos do município e estar no ramo há mais de 50 anos. “Muitas pessoas conhecem minha história, mas mesmo assim está difícil de conseguir minha aposentadoria, espero que ela sai o mais rápido possível. Quem sabe após esta reportagem eu não consiga?”, finalizou seu Hélio. Engraxate ou Engraxador de calçado. A tradição remete ao ano de 1806 o nascimento do ofício de engraxate, quando um operário poliu em sinal de respeito às botas de

um general francês e foi recompensado com uma moeda de ouro por isto. Durante a Segunda Guerra Mundial apareceram os “sciusciàs”, garotos que para ganhar qualquer coisa lustravam as botas dos militares, além de terem cópias de jornais, goma de mascar e doces. Ao término da guerra desapareceram o “sciusciàs” e também os engraxates de Nápoles, no início dos anos cinquenta eles eram apenas mil. Hoje em dia, caminhando pelas ruas napolitanas, ocasionalmente, pode-se encontrar algum. Após a imigração italiana aparece, por volta de 1877, na cidade de São Paulo, os primeiros engraxates. No início eram poucos, de 10 a 14 anos, todos italianos e percorriam as ruas, das 6 horas da manhã até a noite, com uma pequena caixa de madeira com suas latas, escovas e outros objetos. As cadeiras de engraxate foram inventadas por Morris N. Kohn em 1890. O engraxate hoje em dia e uma profissão em vias de extinçao.

Folha da Gente 09  

Semanário que circula na Grande Florianópolis

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you