Issuu on Google+

edição 04 | Ano 02 | Dezembro | 2013

29estaleiros de

Santa Catarina D O M E N O R AO M A I O R

Edição Especial Aniversário


08

EDITORIAL

EXPEDIENTE Revista Lista Náutica, edição 04, Ano 02, é uma publicação trimestral da Editora Lista Náutica Ltda. Todos os direitos reservados.

Fizemos a diferença para que o nosso Estado esteja sempre de frente para o mar. Neste último ano, apresentamos ao público catarinense as mais variadas opções de lazer, esporte e cultura náutica do nosso litoral. Levamos os leitores a conhecerem de perto nossas aventuras e espalhamos inúmeros exemplares por toda a costa. Espalhamos, também, a paixão que temos por tudo que envolve a náutica em Santa Catarina. No ano vindouro, precisamos fazer mais. Há um desejo maior em mostrar tudo isso aos novos amigos. Compartilhar essas emoções, trazer mais pessoas para nosso mundo. Muitos, ainda acreditam que possuir uma embarcação de lazer e sair navegando é coisa de gente rica, afortunada, empresários bem sucedidos e acompanhados de lindas modelos tomando champanhe a bordo. Pois, então. Talvez você venha acompanhando a revista errada. E, esta imagem é antiquada. Acredite. Existe um lugar onde as gravatas não chegam. Onde não há stress. Nem trânsito. E nenhum celular encontra sinal. Existe um lugar onde o dinheiro não dita as regras. E o fast-food mais próximo fica a milhas de distância. Um lugar imenso. Mas que não tem espaço para problemas. Um lugar que, apesar de enrugar suas mãos, faz você se sentir mais jovem. Mais vivo. É. Talvez você nunca tenha notado. Mas esse lugar existe. E, para mostrar que lancha não é coisa só de gente rica, listamos todos os estaleiros catarinenses em operação para que você possa escolher a sua. São inúmeros modelos, para todos os gostos e bolsos.

[

]

EDITOR Henrique Otávio de Almeida henrique-otavio@live.com DIRETOR DE CRIAÇÃO Fábio Kiyoshi Suzuki fabiocomunicacao@live.com TEXTO Henrique Otávio, Leandro “Mané” Ferrari, Jacques Viaud, Renata Costella Acauan, Benjamin Teixeira, Mônica de Sá Copello, Ricardo Marcelo Rinaldi COLABORARAM NESTA EDIÇÃO Marco Aurélio de Almeida e Charles Luiz Molmerstet IMPRESSÃO E ACABAMENTO Tipotil DISTRIBUIÇÃO Editora Lista Náutica Ltda. Revista Lista Náutica é distribuída com exclusividade no litoral norte de Santa Catarina em Marinas, Lojas náuticas, Restaurantes, Cafés, Consultórios, e nas melhores bancas. PARA ANUNCIAR 47 3345.2554 47 9912.9179 contato@listanautica.com.br listanautica@live.com REDAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO Rua Albatroz 158, Balneário Piçarras-SC CEP 88380-000 47 3345.2554 | 47 9912.9179 contato@listanautica.com.br www.listanautica.com.br

Gostar de se sentir livre e navegar não é coisa de gente rica. É tão fácil quanto dirigir um automóvel. E, tão caro quanto comprar um. Porém, com uma diferença. Uma grande diferença. Não há sinal vermelho.

Revista Lista Náutica não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdo publicitário e comercial, sendo esse último de inteira responsabilidade dos anunciantes. As imagens sem créditos foram fornecidas para divulgação.

Desejo a todos os leitores um excelente final de ano e um verão repleto de alegrias. Um forte abraço!

Henrique Otávio

Editor

ATENDIMENTO AO LEITOR falecom@listanautica.com.br Fale conosco, dê sua opinião!


10

LISTA NEWS

Loja Catarinense lança um novo condicionador de ar marítimo com alto rendimento e extrema qualidade A Refrigeração Terra e Mar, de Itajaí-SC, acaba de lançar no mercado o Boat Air, um novo condicionador de ar marítimo de alto rendimento e com ótimo custo benefício. Mais compacto que os disponíveis no mercado, também possui forte insuflamento de ar, facilidade de instalação, display de funções com duas indicações de temperatura e aplicação de materiais nobres em seus componentes. Com planejamento para 2014 de produção em escala nacional, a empresa conta com estoque de componentes para pronta entrega, bem como assistência técnica para instalação e manutenção. Fone: (47) 3348.3797

btu/h 7.000

9.000

12.000

16.000

PARA QUEM NÃO DESGRUDA

do celular

Até debaixo d’água você vai poder mandar sms, what’s, e instagram e compartilhar momentos inesquecíveis via Facebook. A Find Import está trazendo para Santa Catarina capas para smartphones e Iphones, 100% à prova d’água. Perfeito para atividades aquáticas, a capa protetora flutua na água e possibilita a utilização da câmera e do som. Com opções para profundidades de 3-10 metros e de 10-30 metros, estão disponíveis nas cores: azul, amarelo, preto, verde, rosa e cinza.

´

Preços: 49,90 a 99,90* *Lojistas: consultem preço especial

Fone: (47) 3345.2554 / (47) 9912.9179 Representação Santa Catarina

PRESENTES

´

Já pensou em presentear seus amigos e familiares com obras de arte exclusivas? Então é preciso conhecer as miniaturas do Pier 22. Além de naus e caravelas, também existem réplicas de lanchas em madeiras que deixaram sua marca no desenvolvimento da náutica mundial. Conheça um pouco mais, acesse: www.pier22.com.br


LISTA DICAS

11


12

LISTA NEWS

UM EMPREENDIMENTO ÚNICO EM SANTA CATARINA A construtora e incorporadora INBRASUL de Navegantes-SC, está lançando uma nova tendência para os empreendimentos imobiliários no Brasil. É o residencial Blue Sky: um edifício de alto padrão, de frente para o mar, e que, além das habituais áreas de lazer vai disponibilizar ao condomínio uma lancha esporte-recreio de 24 pés, completa, da marca Focker do estaleiro catarinense Fibrafort. Este será um marco na construção civil nacional. “Buscamos acompanhar o mercado náutico regional e o público que o sustenta, e assim, entregar a qualidade de vida não só quando o cliente olha para o mar de sua sala de estar, mas também, a possibilidade de ir lá, conhecer de perto e usufruir de nosso maravilhoso litoral.” afirma o Diretor-Presidente da Inbrasul, Alexandre Dias.

NOVIDADE PARA RESIDÊNCIAS E MARINAS A empresa NTC do Rio Grande do Sul é fabricante de uma novidade que está dominando os mares, rios e lagos de Santa Catarina. O PierPlas é uma solução de tecnologia inovadora, direcionada à construção de píeres flutuantes, indicado à píeres de apoio ao esporte náutico e eventos, atracação de embarcação à seco, plataforma de embarque, apoio a obras, pesca e aquicultura, plataformas para jet, e mais o que sua criatividade desejar. Flexibilidade é um item que se adequa perfeitamente a este produto. Com ele você pode criar inúmeras opções de layout. A flexibilidade do PierPlas está em seu sistema modular, que constituído por blocos que se encaixam com perfeição, permite que a plataforma tenha seu formato alterado facilmente, se adequando assim, a qualquer necessidade do cliente, sendo ampliada e reduzida conforme a necessidade ou funcionalidade do local ou evento.

Apoio para todas embarcações

A Euro Motores, concessionária da Volvo Penta Brasil inaugurou no mês de abril, uma nova loja em Joinville, Santa Catarina. A unidade está localizada na Rua Albano Schmidt 1415 no bairro Boa Vista. Esta revenda segue o novo conceito de concessionárias Volvo Penta, instaladas em locais de grande fluxo e que destacam todas as linhas de motores para aplicações marítimas e industriais. A Volvo Penta oferece motores destinados a aplicações industriais, operações marítimas comerciais e para barcos de lazer. Uma das características da Euro Motores é a sua vocação para venda de motores industriais. Por ficar em uma região portuária e industrial, a revendedora tem um grande volume de negócios de motores para guindastes, empilhadeiras e motobombas. Venha conhecer!

10

MOTIVOS PARA SUBSTITUIR O CONCRETO E A MADEIRA

1- Não deixa resíduos no meio ambiente. 2- Dispensa o uso de produtos químicos para conservação. 3- Montagem rápida, prática e limpa. 4- Sua vida útil é 3x superior a um píer convencional de madeira. 5- Seus componentes são leves e fáceis de transportar, permitindo a retirada da água a qualquer momento. 6- Seu design é moderno e supervaloriza o local da instalação. 7- Não apodrece, não lasca ou sofre corrosão. 8- Concebido em material plástico estabilizado, sendo resistente a impactos e perfurações. 9- Possui propriedades antiestática e anti-UV e exige pouquíssima manutenção ao longo de sua vida útil. 10- Material virgem e 100% reciclável.


14

MERCADO NÁUTICO

Por : : Mané Ferrari

Presidente da ACATMAR* contato@nauticamaneferrari.com.br

Muito a fazer pelo mar Há anos o grande objetivo da Associação Náutica Catarinense para o Brasil (Acatmar) é tornar o litoral brasileiro mais atrativo, voltando os olhos de todos para nossa costa, principalmente a de Santa Catarina, estado sede da entidade. As praias de municípios da Grande Florianópolis, de beleza exuberante, são ainda menos exploradas que as da Capital, ainda aquém de todo seu potencial. A inclusão de equipamentos para o turismo náutico é essencial para este desenvolvimento. Já fornecemos ideias sustentáveis às prefeituras de Florianópolis, São José, Governador Celso Ramos, Tijucas e Laguna - projetos que têm tudo para sair do papel e transformar esta realidade. Somente para citar um exemplo, o polo náutico catarinense é em grande parte concentrado na região de Palhoça e os benefícios advindos destas indústrias são fantásticos. E estamos falando somente da fabricação de barcos de lazer. Uma vez estabelecidas metas sustentáveis para o aproveitamento de nossas águas, teremos o aumento do fluxo turístico e geração de emprego e renda. Marinas, trapiches, eventos e a exploração do fundo do mar para mergulho não devem ser demonizados por medos irracionais. Exemplos de sucesso não faltam e, como presidente da Acatmar, é minha obrigação buscar os melhores. A luta para este desenvolvimento é grande e, aos poucos, estamos conseguindo. Hoje a entidade tem visibilidade nacional, com 30% de seus mais de 240 associados sendo de fora do estado. Há mais de dois anos atuando como presidente da Associação, tenho a satisfação de hoje anunciar que representamos inúmeras empresas de pequeno, médio e grande porte, boa parte da Grande Florianópolis, lutando pelo crescimento do setor. O público comprador de barcos tem aumentado a cada ano e está cada vez mais diversificado, pois hoje é possível comprar uma boa embarcação pelo preço de um carro esportivo. O polo náutico catarinense, capitaneado pela Schaefer Yachts, com unidades em Palhoça, Biguaçu e Florianópolis, tem um enorme potencial para receber eventos e equipamentos neste segmento. Hoje estamos na presidência do GT Náutico catarinense e a cada dia mais afinados com o poder público para apoiar e fomentar a indústria local, com iniciativas já palpáveis - a parceria de nossos estaleiros com o Sebrae/SC e a formação de jovens carentes para o trabalho nesta indústria, fruto do trabalho desenvolvido com a Associação Horizontes, são dois exemplos de excelência. Assim como o projeto Marina Legal, que busca a legalização das nossas marinas, vítimas de imbróglios legais insolúveis. Com as oportunidades que estão se abrindo, temos muito trabalho pela frente. Desenvolver a indústria náutica de modo sustentável vai trazer um incremento imensurável ao estado. Todos ganham e teremos nossas belezas ainda mais divulgadas para todo o mundo. * Associação Náutica Catarinense de Marinas, Garagens Náuticas e Afins


18

PESCA SUB

SAINDO DA TOCA ˜

˜

Por : : Jacques Viaud*

No final do mês de Novembro, saí da praia de Porto Belo junto com meu parceiro de pesca Tiago Taquini, e nos dirigimos a Ponta de Porto Belo onde há alguns anos descobri uma formação de pedras que me pareceu ótimo local para as garoupas se esconderem. Neste dia, as condições estavam favoráveis, céu azul, corrente de norte e uma leve brisa vinda do sul. Chegando ao ponto percebemos que a água parecia muito boa. A fim de capturar algumas peças me dirigi às pedras que havia encontrado e comecei a inspecionar toca por toca. Avistei uma bela garoupa, algo acima de 10 kg, na entrada

de uma caverna. Coloquei minha boia em frente à pedra para sinalizar onde ela estava e retornei a superfície para tomar um novo fôlego. Desci novamente, cheguei à frente da toca e com a lanterna na mão comecei a entrar naquela caverna escura. No final do túnel estava ela! Não perdi tempo, iluminei a presa e consegui um ótimo tiro. Mas, mesmo assim não consegui retirá-la no mesmo mergulho. Subi e prontamente coloquei a linha da flecha na boia, para assim fazer pressão e não deixar que se entocasse ainda mais, respirei e iniciei uma nova descida, calmamente segurei a flecha e comecei a

puxar o peixe para fora das pedras. Quando retirei mais da metade de seu corpo, pude notar que se tratava de uma garoupa bem maior que o imaginado. Esta garoupa foi a maior que já capturei até hoje, na balança pesou 28 quilos. Esse dia ficou registrado em minha memória. Uma boa pescaria é fonte de muitas alegrias. Saborear uma pescaria ao final do dia com a família, não tem preço. Fotos e vídeos podem ser encontrados através do Youtube pelo título Insane Spearfishing Clipe 8. Desejo a todos um ótimo verão com muitas histórias de garoupas para contar.


PESCA SUB

A garoupa é sem dúvida o maior troféu para o pescador submarino, sua captura define a qualidade do pescador, pois devido a sua característica de se mimetizar com o seu habitat dificulta a sua visualização e captura, e quando arpoada inicia uma verdadeira batalha onde a força humana é colocada à prova. Quando o tiro não é fatal, o peixe abre seus opérculos e sua espinha dorsal se trava nas pedras e caso não seja apagada de alguma forma não há força humana que a tire de lá. Das práticas de pesca da garoupa a mais seletiva é a pesca submarina já que somente são capturados indivíduos adultos, pois o pescador submarino pode escolher o que vai capturar não atirando em peixes pequenos que não representam valor algum. Regulamentado pelo órgão brasileiro IBAMA o tamanho mínimo para captura é de 48 cm. Muitos estudos têm sido feitos em relação à extinção da garoupa, e como pescador submarino posso afirmar que existem ainda muitas garoupas em todo nosso litoral e devido à baixa incidência de condições favoráveis para a prática da pesca submarina é quase impossível que haja uma extinção da espécie por esse meio de pesca. Opérculos: são placas ósseas localizadas nas laterais da cabeça, antes das guelras Apagada: linguagem usada comumente no meio da pesca submarina para definir um tiro fatal, que neutralize o peixe Toca: pedras sobrepostas umas as outras nos fundos marinhos, formando verdadeiras cavernas, utilizadas pelas garoupas para se refugiar Peças: peixes

A garoupa é um peixe marinho de alto valor comercial e de grande interesse culinário, devido ao seu grande porte, podendo alcançar 1,5 m e 60 quilos de carne branca e saborosa. Podem ser encontradas em costões rochosos, recifes e parcéis com profundidades de até 80 metros. São peixes carnívoros e sua atividade alimentar ocorre preferencialmente ao amanhecer e ao entardecer, sendo suas presas os crustáceos, moluscos e outros peixes pequenos. Os melhores meses para a captura da garoupa são os de março a novembro. Nesta época, o peixe pode apresentar comportamentos diferentes de acordo com as condições marinhas e meteorológicas, como correntes de maré, transparência da água e a pressão atmosférica. Não é difícil em dias de fortes correntes marinhas, encontrá-las passeando sobre o fundo atrás de alimento, nesses dias

POINTS

PARCEL ALTO W 048 30 091 S 27 06 812 (utilizando mapa DATUM WGS 84) Localização: Parcel localizado a 700 metros da Ponta de Porto Belo, sendo um dos melhores locais para prática da pesca submarina na região Profundidade: Profundidade mínima é de 06 metros e máxima de 18 metros Condições: A melhor época para encontrar água com condições para a prática de pesca sub nesse local é no verão, com a maré vinda do Norte Nível de experiência: Local que requer um nível de experiência médio, já que é relativamente profundo, mas o que não impede de você pescar boas peças de passagem a pouca profundidade

basta visualizar o peixe e se aproximar com cautela para que possa efetuar o disparo. Já em dias de água mais turva a pesca é feita preferencialmente em tocas, onde o pescador submarino com o auxílio de uma boa lanterna inspeciona os buracos, também chamados de tocas, onde o peixe possa estar escondido. Uma boa dica é sempre que for inspecionar uma toca estar com a lanterna e a arma a ponto de tiro, pois as garoupas são muito rápidas e dificilmente você terá outra chance de poder dar um tiro fatal e capturá-la sem esforço, depois de descobertas consequentemente tendem a se entocarem ainda mais, dificultando sua captura. A pesca da garoupa é uma verdadeira arte, onde o pescador precisa utilizar de todo seu conhecimento e aptidão física para que possa capturar exemplares acima de 20 quilos.

19


20

PESCA SUB

EQUIPAMENTOS IDEAIS Arbalete: Para pesca da garoupa o ARBALETE OMER CAYMAN HF 3D CAMU se torna ideal devido a sua camuflagem que se confunde com o fundo e seu cabeçote aberto permite que seja utilizado dois elásticos tornando esse arbalete muito mais eficaz. Máscara: Uma escolha na hora de comprar uma mascara é escolher uma que além de ser confortável possua um pequeno volume interno e um grande campo de visão. A melhor é a MASCARA OMER ZERO CUBE. A característica principal desta máscara está constituída pelo excelente campo de visão periférica. É como se não tivesse colocado a máscara, ou seja, o campo é 30% superior às máscaras clássicas de apneia e pesca sub. O volume interno é totalmente reduzido. Lanternas: É indispensável a utilização de lanternas para pesca em tocas. As lanternas da marca OMER são as top de linha, em termos de luminosidade, foco e durabilidade. Nadadeiras: Como a pesca da garoupa por vezes é feita a profundidades maiores que 15 metros, o ideal é ter nadadeiras de carbono pra otimizar o rendimento e economizar oxigênio. Uma boa escolha é a NADADEIRA PICASSO CARBONO EXPLOSION LONG. Boia: Esse material se torna indispensável quando falamos de pesca submarina. Todo o mergulhador é por lei obrigado a utilizar, pois seu uso identifica a localização exata do pescador submarino, evitando acidentes e promovendo maior segurança. A melhor boia em termos de durabilidade e eficiência é a BÓIA SPORASUB PATRIOT REVESTIDA TIPO PRANCHA, pois além de ser inflável, o que facilita seu transporte, ainda conta com vários engates para fixação de vários equipamentos sobressalentes.

A prática da pesca submarina deve ser feita sempre em duplas e respeitando seus limites. *Jacques Philippe Viaud Correa Porto Belo-SC Pescador Profissional / Contato: 47 9922.2474 jacquesmergulhador@bol.com.br


LISTA DICAS

11


22

PESCA EMBARCADA

O MESTRE

espinheleiro Por : : Renata Costella Acauan e Benjamin Teixeira* Um atum em lata, grelhado ou até mesmo cru, faz sucesso em muitos lares e restaurantes; quem adora saborear este e outros gigantes dos mares, como a meca, o dourado e os cações, pode não ter ideia de como eles chegaram até ali. Para ter esses saudáveis peixões em nosso cardápio, contamos com a determinação de verdadeiros heróis do mar, homens que passam até 30 dias, a centenas de milhas da costa, longe das suas famílias e

a mercê de todos os intempéries da natureza, com o objetivo de capturar alguns dos mais valiosos gigantes dos mares. Neste mês, o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), por meio do curso Técnico em Pesca, esteve a bordo de um barco Espinheleiro, e convida você a conhecer o dia a dia desta pescaria. Para isso, contamos com a parceria do Mestre Roni Portela Carvalho e de toda a tripulação da embarcação EDSON MATHEUS I,

parceiros do IFSC. Para preparar a pescaria, alimentação para a tripulação, combustível, iscas, entre outros, o EDSON MATHEUS I sai do porto com uma dívida de aproximadamente 38 mil reais. Só para cobrir estes custos é preciso capturar cerca de 5 toneladas de peixes. Mas o Mestre Roni é dos bons, na maioria das vezes traz de 15 a 20 toneladas de pescado por viagem, que nunca ultrapassa os 17 dias.


PESCA EMBARCADA

O alvo desta pescaria é o peixe Meca, parente próximo do famoso marlim ou agulhão; em busca deste gigante, a embarcação ruma para áreas onde a temperatura do mar se encontra mais elevada, e na maioria das vezes o tiro, ou melhor, o anzol, é certeiro. Nos meses de verão, quando torna-se mais difícil capturar a Meca, a estratégia muda, e os alvos da pescaria passam a ser os atuns; mais ao sul, a embarcação lança os anzóis nas áreas que apresentam maior concentração de clorofila (indicador da presença de algas verdes).

Ainda em terra, ele estuda os dados da previsão do tempo para a área de pesca e decide qual o melhor dia e hora para levantar âncora; utilizando um software francês chamado MAXSEA®, os dados de previsão são atualizados diariamente e recebidos através de um telefone via satélite instalado na sala de comando da embarcação. Investimento alto, cerca de oito mil reais, mostrando que a pesca industrial no Brasil vem se profissionalizando.

Exemplar de Meca ( Xiphias gladius ) no convés com o contra-mestre

Meca Tripulação do Edson Matheus I com um exemplar de Atum ( Thunnus albacares )

23


24

PESCA EMBARCADA

Chegando ao pesqueiro, a tripulação fica das 17 às 22h lançando ao mar cada um dos anzóis iscados com lula ou cavalinha. Os trabalhos recomeçam às 5h da manhã, com o recolhimento do long line. Para encontrar o material que ficou a deriva pescando por toda a noite, o mestre Roni conta novamente com a tecnologia; o radiogoniômetro indica a localização das oito boias rádio dispostas ao longo do petrecho de pesca.

Fieiras de anzóis prontos para lançamento Por falar em anzóis, a tripulação do EDSON MATHEUS I lança ao mar nada menos do que 1.100 anzóis todos os dias, distribuídos ao longo de uma imensa linha de nylon com 40 milhas de comprimento (74 km), conhecida como long line. Todo este petrecho de pesca fica suspenso na coluna d'água por mais de 200 boias (espinhel de superfície).

Peixes no convés, é hora de encher o porão da embarcação, sem esquecer de registrar algumas das grandes conquistas, que serão servidas nos mais requintados restaurantes do mundo. No outro dia, tudo recomeça, e os homens do mar vão escrevendo suas histórias, para que possamos saboreá-las, agora com um tempero a mais. * Professores do IFSC

Endereço: Rua Tijucas nº 55, Centro - Itajaí-SC - CEP 88301-360 www.ifsc.edu.br Fone: (47) 3390 1200


26

PESCA ESPORTIVA

Curtindo a Com : : Marco Aurélio de Almeida Com toda certeza você já se pegou pensando: quando chegará o dia em que você vai poder pescar durante a semana, escolher o dia perfeito de sol, céu azul, água clara, sem vento, sem estresse, sem compromisso e sem ninguém para incomodar. Da mesma forma se perguntava o hoje aposentado e pescador por esporte Marco Aurélio de Almeida, que há treze anos morava em Joinville e trabalhava 10 horas por dia em uma agência bancária. No ano de 2000, contabilizando seus vinte e cinco anos de carreira, preparou o tão sonhado plano. Morar na praia e poder pescar todos os dias. “Eu vinha com minha família todos os finais de semana para a casa de praia em Piçarras. Fizesse chuva ou sol, eu estaria

lá aproveitando o mar. Nem sempre os finais de semana colaboraram para a pescaria, mas o esporte era motivo suficiente para enfrentar os invernos gelados e tentar fisgar um peixão. Quando não se tem muito tempo livre, quando trabalhamos e dedicamos a vida à família o pouco tempo que nos resta deve ser bem aproveitado. Hoje estou aposentado, continuo com a mesma filosofia e a liberdade tão sonhada me permite ir todos os dias, mas somente quando o tempo está bom e sei que o mar está para peixe.”conta Marco. Assim como ele, a sua hora de escolher o dia para arremessar também vai chegar. Mas, enquanto não chega vamos acompanhar um pouco da pescaria do nosso amigo do mar.


PESCA ESPORTIVA

Saindo da Marina Park numa quarta feira ensolarada a bordo da embarcação Fishing 150, rumou para o velho trapiche abandonado às margens da Praia Alegre de Penha. O píer antigamente era atracadouro de embarcações de pesca industrial que faziam a descarga do pescado no local. O que sobrou da empresa desativada acabou virando atração turística e ponto fixo para os pescadores esportivos. Com 169 metros de extensão o trapiche abriga inúmeras aves marinhas que ensejam a trilha sonora para a pescaria. Debaixo d’água, as pilastras abrigam uma criação de mariscos incrustrados em seu cimento desgastado. Fonte de alimento para várias espécies marinhas, o local cria tartarugas que são facilmente vistas puxando um ar e olhando para o pescador. No lado Oeste do trapiche o nosso fisherman começou a arremessar. Aves cantando, tartarugas espiando e o ressolho do robalo entre as pilastras. Foi na enchente da maré, após 15min. de jogada de linha que Marco pegou o primeiro troféu do dia. Os robalos são os peixes mais pescados no trapiche. Também são os peixes mais esportivos, manhosos e birrentos da região. Em compensação, sua carne é saborosa, macia e dá um prato cheio de histórias para contar na hora do jantar.

27


28

PESCA ESPORTIVA

TRAPICHE ABANDONADO Penha / SC Localização: Saindo do Rio Piçarras, vire 45 graus a boreste e você chegará ao destino após navegar ½ milha náutica [ Fica próximo à boca do rio da Praia Alegre de Penha ] Espécies: Robalo, Paru, Pampo, e Badejo Profundidade: A profundidade máxima é de 5 metros Condições: Durante o ano inteiro é possível encontrar os robalos. As melhores condições são encontradas quando a pressão está próxima de 1015 hPa e maré enchente Nível de experiência: Local que requer pouca experiência, já que não possui correntezas e tem fácil acesso Dica importante: Você vai precisar de um motor elétrico para ficar bem posicionado próximo das pilastras e evitar também o abalroamento. A pescaria é sempre feita no lado Oeste do trapiche, pois apesar das correntes serem fracas, o vento nordeste é muito comum na região nesta época do ano. Desta maneira você evitará possíveis acidentes. Chegar cedo com uma brisa leve da terra vai te proporcionar melhor autonomia para se posicionar e fazer uma excelente pescaria EQUIPAMENTOS UTILIZADOS Vara: Para os arremessos de curta distância, de aproximadamente 4 metros, utilizamos a vara Sumax Fire Flag, 6-14 lbs 5.3 Molinete: Devido ao seu tamanho reduzido, o molinete Sumax Trabuco TRB 2000 5.3:1 proporcionou mais emoção na hora do recolhimento de linha, formando um conjunto perfeito com a Sumax Fire Flag Iscas: Utilizamos somente iscas para meia água, como a Sumax FS 7.5, cor rosa, indicada para peixes maiores, acima dos 3kg e a 3D Minnow 70mm da Yozuri, cor verde, para peixes menores.


30

TURISMO


TURISMO

O Alto do Rio

Maciambú Com : : Charles Luiz Molmerstet Palhoça possui um dos maiores mangues de toda a América do Sul. Quase 70% de sua área é composta pela Mata Atlântica, que pertence ao Parque Estadual da Serra do Tabuleiro. Considerado a maior unidade de conservação do Sul do Brasil, com 90 mil hectares, o parque é destino obrigatório de quem visita Santa Catarina. O local ocupa área de nove municípios, sete ilhas e apresenta grande diversidade de ecossistemas, incluindo campos de altitude, mata nebular, floresta de araucárias, restingas e manguezais. O ponto de partida do nosso passeio foi o Rio Maciambú, que fica no município de Palhoça, a 20 quilômetros de Florianópolis. Com aproximadamente 3.000 metros de extensão, com uma piscina natural de aproximadamente 3 metros de profundidade o rio corre pela mata, forma um imenso lago, e se divide em duas quedas, formando outro lago logo abaixo, proporcionando maravilhosas vistas para aqueles que se aventuram em subir suas águas.

PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO TABULEIRO Localizada no Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, a bacia do Rio Maciambú, mantémse dentro dos limites do parque desde a sua nascente até a sua foz no Oceano Atlântico, ao sul da Ilha de Santa Catarina

O local engloba as ilhas de Araçatuba, Papagaio Pequeno, Três Irmãs, Moleques do Sul, Siriú, Coral e dos Cardos, além de áreas de nove municípios catarinenses: Florianópolis, Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz, Águas Mornas, São Bonifácio, São Martinho, Imaruí, Garopaba e Paulo Lopes.

31


32

TURISMO

PASSEIOS O rio proporciona remadas tranquilas em qualquer mudança de maré e você tem vários espaços em sua margem para paradas de descanso e contemplação da fauna local. Antes de chegar à ponte da BR 101 a margem mais larga do rio possui até 120 metros, mas logo que subir você vai notar uma bifurcação, dois caminhos que em seus trechos a largura máxima é de 50 metros. A mata abraça o rio e sua aventura fica ainda mais emocionante. Aves e árvores nativas dão o toque final. Você vai se surpreender com visual. É um passeio ideal para a família. PESCARIAS Além do passeio te dar fortes imagens o rio também é fonte de muita vida marinha. Os robalos, famosos peixes esportivos, são comumente encontrados no alto do Maciambú. Eles sobem o rio para procriar e se alimentar no manguezal. Se você é fã da pesca esportiva, é indispensável subir o rio de caiaque e garimpar cada galhada e curva do rio. Você vai fazer a festa com a pescaria em um dos lugares mais lindos de Santa Catarina.

Coordenadas: 27°49’16”S 48°37’50”W Como chegar: O acesso mais fácil para adentrar ao

rio é por sua foz, que desemboca na praia do Sonho. Logo que passar a ponte sobre o Rio Maciambú, no km 235,12 da BR 101, sentido Norte/Sul, pegue a primeira entrada à esquerda, Estrada geral da Praia do Sonho e siga em frente até chegar na Rua Seis. Nela você deverá virar à esquerda e seguir em frente até chegar ao Rio Maciambú. Locomoção: Caiaque O que levar: Caiaque Explorer ou Tropical da Brudden Náutica, Colete Salva-vidas Brudden, Boné, Protetor solar, Repelente, Cantil/água, Traje de banho, Toalha e Câmera Fotográfica Duração do passeio: 90 minutos  Dificuldade: Leve  Percurso do passeio: 3.000 metros


34

ESPECIAL ESTALEIROS

Santa Catarina se

#1

prepara para ser

Em busca do top ranking da construção naval nacional, o Estado que mais brilha pelas belezas naturais vem mostrar que possui muito mais que apenas sol, mar e céu azul. Dentre os melhores estaleiros nacionais, contamos hoje com inúmeros instalados aqui, na Santa & Bela Catarina. E, para mostrar quais deles se destacam, fomos atrás de todos que estão em operação para que você possa aproveitar e conhecer, e buscar aqui no Estado o barco dos seus sonhos. De Imbituba à Joinville, uma seleção de todos os estaleiros que oferecem os mais diversos tipos de embarcações que você pode imaginar.


O estaleiro catarinense Schaefer Yachts tem a maior variedade do mercado nacional uma linha com embarcações entre 30 e 80 pés, desenvolvendo o setor no Brasil há 21 anos. Desde sua fundação, em 1992, foram comercializados mais de 3 mil barcos, que criaram novo padrão de qualidade e inovação no setor. A empresa também é responsável pela criação do polo náutico catarinense, o maior do país, e assina um mix completo, com lanchas desenhadas sob medida para o perfil do público brasileiro. A Schaefer é responsável pelo barco de maior sucesso comercial do país, a desejada Phantom 300, com 1,4 mil unidades navegando no Brasil e no mundo, além da Schaefer 620 (62 pés) e a Schaefer 800 (80 pés), primeiro iate produzido inteiramente no Brasil.

Lanchas: PHANTOM 260 300 365 385 400 500 HT 500 FLY 620 620 Pininfarina SCHAEFFER 800 Tamanhos: 26 pés – 80 pés Tipo: Iate / Cabinada Preço: a partir de 250.000,00 * * valores sujeitos à alteração

Palhoça Rodovia BR 282, Km 18, nº 18.500 (48) 2106-0001 www.schaeferyachts.com.br


36

Luxo

ao extremo AZIMUT YACHTS Itajaí Rua Reinaldo Schmithausen 663 (47) 3405-0505 br.azimutyachts.com

Ao pensar em um iate naturalmente nos referimos a um Azimut; a beleza se conjuga com a elegância, se une com a tecnologia e se funde com o conforto. A linha Azimut oferece a mais ampla gama de modelos do mundo; iates que receberam prêmios e reconhecimentos internacionais pela inovação, pelo conforto e pela modernidade. Se o desenho dos perfis gratifica pelo sentido estético, o layout dos ambientes internos exalta a inteligência do projeto, com soluções que garantem espaços e, ao mesmo tempo, elegância, luminosidade e privacidade, tanto que cada cabine se transforma em uma suíte e infinitos detalhes tornam absoluto o prazer para o proprietário e para os seus hóspedes.

Lanchas: 43 br 48 60 70

Tamanhos: 43 - 70 pés Tipo: Iate / Cabinada Preço: a partir de 1.000.000,00 * * valores sujeitos à alteração

A marca mais vendida

no mundo BRUNSWICK BOATS BRASIL Joinville Rua Dona Francisca, 8300 (47) 3025-4984 www.bayliner.com.br

A marca de barcos mais vendida no mundo agora tem fábrica no Brasil. Ao longo de mais de 50 anos construindo lanchas, a Bayliner sempre atraiu um grande número de fiéis seguidores ao redor do globo. Hoje a popularidade da Bayliner já não se compara a nenhuma outra marca desse setor. Passa a produzir no país barcos com a qualidade, conforto e sofisticação com padrões internacionais. Tamanhos: 16 pés – 35 pés Tipo: Cabinada / Proa aberta / Esporte Preço: 60.000,00 a 700.000,00 * * valores sujeitos à alteração

Lanchas: 160 BR 170 BR 180 BR 190 BR 230 BR 250 BR 310 BR SE 350 BR SE


37

Design e inovação

são diferenciais

Lanchas: 300M Cabrio 380 Gran Cabrio 400 GranCoupé 440 Sport Coupé 440 Sport Fly

É o estaleiro que despontou nos últimos anos com inovações tecnológicas e uma linha de design futurista e inovadora. Com personalidade própria, suas embarcações são indicadas pelos profissionais como os mais sofisticados em suas categorias. Por suas linhas envolventes e sua característica esportiva marcante, diferencia-se no mercado nacional.

ARMADA YACHTS Palhoça Rod BR 282, km 18 s/ nº, quadra 09 (48) 3242-9600 www.armada.com.br

Tamanhos: 30 pés – 44 pés Tipo: Cabinada Preço: 350.000,00 a 1.700.000,00* * valores sujeitos à alteração

Top mesmo

é dentro d’água

Lanchas: 410HT

De um projeto ousado, nasceu em 2010 a Top Line Yachts, empresa fundada por profissionais com mais de 28 anos de experiência na área náutica e que trazem na bagagem grandes projetos já desenvolvidos ao mercado. O projeto inicial foi a Top Line 410HT, lancha que surpreendeu a todos, tornando o estaleiro conhecido no mercado. A Top Line Yachts conta com profissionais altamente qualificados para deixar o produto sempre à altura dos clientes mais exigentes. Tamanhos: 44 pés Tipo: Cabinada Preço: a partir de R$ 820.000,00* * valores sujeitos à alteração

TOP LINE YACHTS Biguaçu Rodovia SC 408, Km 04 (48) 4109-0414 www.toplineyachts.com.br


38

A grife italiana

construída aqui SESSA MARINE São José Av. Senador Carlos Gomes de Oliveira, 1574 (48) 3278-1169 www.sessamarine.com.br

O Brasil foi o primeiro país a ser escolhido para receber uma fábrica internacional da Sessa, desde julho de 2011 a empresa já produz e monta embarcações em solo brasileiro. No momento estão em linha de produção as embarcações da linha Key Largo, KL27 e KL28 Sole, além dos modelos Cruiser, C36 e C40. A fábrica da Sessa Marine Brasil está instalada no município de Palhoça, na Grande Florianópolis, em um parque industrial de 20.000m², com uma área produtiva inicial de 5.200 m². O projeto permite a construção de barcos de até 50 pés, através de um processo produtivo industrializado de vanguarda, similar ao que é executado nas fábricas italianas.

Lanchas: KL 27 KL 28 Sole C36 C40

Tamanhos: 27 pés – 40 pés Tipo: Cabinada Preço: a partir de 250.000,00* *valores sujeitos à alteração

Lanchas:: FS 180 205 230 Sirena 230 Scappare 275 Concept 305 Elite

Há 15 anos

criando tendências FS YACHTS Biguaçu Rua Maria Cecília José de Azevedo, n° 210 (48) 3279-7333 www.fsyachts.com.br

2013 é símbolo de um aniversário especial: são 15 anos de embarcações FS Yachts. Poucos estaleiros no mundo alcançaram um marco tão expressivo e uma história baseada na mais pura qualidade e satisfação de seus consumidores. Com o lançamento das embarcações FS 180, FS 205, FS 215, FS 230 Scappare, FS 230 Sirena e FS 305 Elite, o estaleiro FS Yachts passa a colaborar com a criação de novas tendências de design no mercado náutico mundial. A precisão de sua produção limitada, o poder da alta tecnologia e a força do acabamento artesanal fazem do estaleiro FS um verdadeiro estúdio de arte, e de suas lanchas, verdadeiras obras-primas. Tamanhos: 18 pés – 30 pés Tipo: Cabinada / Proa Aberta Preço: 60.000,00 a 320.000,00* *valores sujeitos à alteração


39

Lanchas: FOCKER 160 i9 205 215 230 240 255 265 265 Open 275 275ss 280 GT 320 GT

O maior da

América Latina

Num cenário de constante expansão do segmento náutico no Brasil nos últimos anos, a Fibrafort soube aproveitar o conhecimento adquirido nas constantes pesquisas de satisfação com o consumidor, obtendo a diferenciação na qualidade e inovação dos acabamentos e acessórios, bem como no atendimento e assistência técnica aos clientes. Assim surgiram as premiadas lanchas da marca, como a Focker 200, a Focker 280 GT e a Focker 310GT, além da Focker 190, a lancha mais vendida do Brasil. Atualmente, das duas linhas de produção na fábrica, localizada em um espaço de 6.700m2 em Itajaí (SC), são produzidos modelos de lanchas de 16 a 32 pés com a mais alta qualidade técnica e de design, que demandam um trabalho cuidadoso de cerca de 300 colaboradores produzindo uma média de 100 barcos/mês.

FIBRAFORT Itajaí Rua Bruno Vicente da Luz, 95 (47) 3249-9999 www.fibrafort.com.br

Tamanhos: 16 pés – 32 pés Tipo: Cabinada / Proa Aberta Preço: 45.000,00 a 380.000,00*

*valores sujeitos à alteração

Lanchas: LANCER 277

Uma lancha

bem montada É a Lancer 277, uma lancha que inova por apresentar soluções e requintes até hoje só vistos em barcos de 30 pés ou mais como: cabine ampla e confortável com pernoite para até 04 pessoas e pé direito de 1,75m, espaço gourmet com churrasqueira à carvão e pia embutida na popa, geleira iluminada com led, área de cockpit com sofás em 360o com entrada central pela plataforma, conferindo distribuição equilibrada dos passageiros e melhorando a circulação, entre outros atributos. A Lancer Yachts surgiu do Estaleiro Nautisul, fabricante de lanchas de alto padrão para diversas marcas, baseados no conceito de novidade e inovação criaram um modelo exclusivo e único para o mercado náutico brasileiro. Tamanhos: 27 pés Tipo: Cabinada Preço: a partir de 215.000,00*

*valores sujeitos à alteração

LANCER YACHTS Palhoça (48) 3242-9840 www.lanceryachts.com.br


40

Um barco

para você se impor IMPERIO YACHTS Itajaí (47) 3045-3080 www.imperioyachts.com.br

Com a missão de superar as expectativas de seus clientes, trabalha com o processo de melhoria contínua e busca o que há de mais inovador em tecnologia para lançar projetos arrojados. Utilizando somente materiais de alta qualidade e equipamentos de ponta, a produção segue um rigoroso controle de qualidade. Com casco baseado nos “Cascos Marinheiros” DM, tem um “V” com ângulo bem acentuado, três sprays, Shine (quebra ondas) e Bolinas (quilhas) laterais, tudo para proporcionar uma navegação mais suave, sem pancadas, sem derrapar e sem adernar nas curvas e garantir maior potência na retomada, é uma potência nas águas do Brasil.

Lanchas: DM 200 280 340

Tamanhos: 20 pés – 34 pés Tipo: Cabinada / Proa Aberta Preço: 60.000,00 a 380.000,00* *valores sujeitos a alteração

Lanchas: 280 290STD 290TOP

Um boa

escolha

SINGULAR BOATS Palhoça Rodovia BR101, km 217

Desde a sua fundação, há seis anos, a Singular Boats trabalha para realizar desejos e materializar o sonho da primeira ou da melhor navegação. Já produziu 35 unidades, identificando no semblante de cada cliente, um novo amigo - a tradução do desejo da fábrica: Proporcionar, de forma irrefutável, a vontade de querer estar sempre junto ao seu bem, a sua Singular.

(48) 3341-3343 www.singularboat.com.br Tamanhos: 28 pés – 29 pés Tipo: Cabinada / Proa aberta Preço: 55.000,00 a 280.000,00* *valores sujeitos à alteração


41

Desenhos modernos

e customização Lanchas: 225 OPEN 225 CAB 235 CAB 265 CAB 270 CAB

O estaleiro Ocean Life adquiriu os moldes da extinta e consagrada marca Evolution Boats com o desafio de alcançar um próximo estágio em relação a desempenho, acabamento e conforto com os modelos Evolve 225 e Evolve 265. Um grande diferencial da Evolve é permitir aos clientes que personalizem suas lanchas mudando as cores, detalhes de acabamento e opcionais.

OCEAN LIFE Palhoça Rua João Duarte Raimundo, 853 (48) 3342-0204 www.evolveboats.com.br

Tamanhos: 22 pés – 27 pés Tipo: Cabinada / Proa Aberta Preço: 120.000,00 a 190.000,00*

*valores sujeitos a alteração

Exclusividade e luxo Lanchas: Runabout IT22 Lobster L35 Veleiro Clássico K8

à moda antiga

O estaleiro Kalmar, empresa especializada em marcenaria naval para a construção de barcos de lazer, foi fundado em 1982 por Erik e Lars Kreuger. Apaixonados por embarcações e por velejar, pai e filho resolveram criar uma empresa especializada na construção, reforma e restauração de embarcações, tendo a madeira como a sua mais importante matéria-prima. O cliente Kalmar pode acompanhar todo o processo de fabricação de seu barco, desde o projeto inicial até a finalização, podendo decidir desde o motor até o volante e pintura. O Kalmar possui um estaleiro na cidade de Itajaí (SC) e seu portfólio dispõe de cinco modelos. Tamanhos: 20 pés – 34 pés Tipo: Cabinada / Veleiro / Exclusivos Preço: a partir de 150.000,00* *valores sujeitos à alteração

KALMAR Itajaí Rua Blumenau, 924 (47) 3348-2916 www.kalmar.com.br


42

Gamper Náutica de São Francisco do Sul para o Brasil O caminho de uma empresa que inicialmente pretendia atender o mercado de pequenas embarcações, e que hoje atende o exigente mercado de embarcações militares A Gamper Náutica é uma das mais novas indústrias catarinenses a atuar no mercado de infláveis. Situada na cidade histórica de São Francisco do Sul, está no mercado desde 2008. A empresa é controlada pela família que dá origem ao nome da marca e começou como um pequeno negócio para atender as necessidades de operadores de grandes embarcações que precisavam de embarcações menores para apoio. A demanda foi crescendo e hoje a Gamper possui uma linha de botes que vão desde os “pequeninos” de 7 pés até os maiores de até 25 pés. Apesar de hoje atender o litoral brasileiro quase em sua totalidade, no início a Gamper focava apenas em embarcações de lazer para a venda na região sul, mais precisamente no litoral do Paraná e Santa Catarina. Com o desenvolvimento do mercado náutico tomando outros rumos e com a empresa ainda em desenvolvimento, foi fácil mudar o foco e seguir para o ramo de vendas para embarcações profissionais, tanto para uso

dos órgãos governamentais quanto para uso particular. Hoje a empresa atende basicamente Bombeiros de vários Estados, bem como Policias Militares e Marinha do Brasil, além das diversas empresas do setor privado que hoje adquirem as embarcações para uso em suas operações cotidianas. Apesar de ser uma empresa nova, a tecnologia já é bem conhecida no velho mundo. Todos os projetos são de origem ou são baseados na indústria europeia, com forte influência italiana, onde esse mercado é muito amplo. Todas as embarcações da Gamper são fabricadas com materiais de alta tecnologia, sendo o tecido da parte inflável fabricado em hypalon/neoprene Orca, de origem belga, considerado o melhor material do mundo para essa finalidade. O capricho ainda segue nos materiais utilizados em sua montagem. Toda a parte de ferragem é fabricada em aço inox liga 316, a parte elétrica é toda feita com fios estanhados para evitar a corrosão, além de todos os equipamentos instalados como bombas


43 LANCHAS:

420 450 Pro 450 Open 500 600 ETNA 25 PILOT Tamanhos: 15 pés – 23 pés Tipo: Cabinada / Proa aberta / Exclusivos Preço: 15.000,00 a 190.000,00* *valores sujeitos à alteração

São Francisco do Sul Rua Felipe Musse, 180, Ubatuba (47) 3442-2456

de porão, rádio, GPS, bombas d’água, entre outros, serem das marcas mais renomadas do mercado. Com relação à capacitação dos funcionários e inovação, a Gamper está constantemente realizando parcerias com empresas nacionais e estrangeiras para troca de tecnologia. A inovação é buscada constantemente, seja em eventos nacionais ou internacionais.

A empresa é associada ACATMAR e também a ACOBAR, e vê vantagem na união de estaleiros para o desenvolvimento do mercado nacional, para que haja competitividade com os estrangeiros que estão chegando em nosso território. A Gamper Náutica nasceu pequena, porém com grandes ideias. O planejamento da empresa não é feito para o curto prazo.

As metas são definidas ano após ano e o crescimento da produção tem sido bastante significativo desde o período em que se iniciou. Com o desenvolvimento do mercado favorável, a Gamper pretende estar entre os gigantes catarinenses em pouco tempo. E com o destaque que vem tendo no mercado nacional, não falta muito para atingir esse objetivo.


44

Uma proposta

inovadora

MASTRO D’ÁSCIA Florianópolis (48) 8862-1643 www.mastrodascia.com.br

A Mastro D’áscia iniciou suas atividades com a proposta de oferecer barcos de alto rendimento, lanchas que ofereçam o máximo em economia, segurança e conforto de navegação. Produzindo catamarãs com projetos desenvolvidos em parceria com designers da Nova Zelândia, de grande experiência com lanchas do tipo catamarã, lançou a linha NOMAD. O diferencial está no aproveitamento de espaço e com uma cabine de dimensões surpreendentes para um barco de seu tamanho. A maior qualidade da lancha é a navegação, muito mais suave e confortável que outros barcos de mesmo tamanho. A eficiência do casco garante uma melhor experiência de navegação e baixo consumo de combustível.

Lanchas: NOMAD NOMAD WA NOMAD 7CC

Tamanhos: 21 pés – 24 pés Tipo: Cabinada / Proa aberta Preço: a partir de 200.000,00* *valores sujeitos à alteração

Lanchas: 260 280CR

Mais uma ótima opção

para a pesca

ZETA ESTALEIRO Palhoça

A Zeta vem ao longo destes anos se destacando nos projetos desenvolvidos e na qualidade de seus barcos. Hoje fabrica dois modelos de lanchas, uma podendo ser equipada com um motor de popa de 250 HP a 300HP ou dois de 115HP a 150Hp também de popa, e a outra é equipada com um motor centro rabeta de 200HP a 300HP.

Rodovia BR, 101 km 217, nº 63 galpão 04 (48) 9982–2118 www.zetaestaleiro.com.br Tamanhos: 26 pés – 28 pés Tipo: Proa Aberta Preço: a partir de 150.000,00* *valores sujeitos à alteração


45

A preferida da

pesca esportiva Lanchas:

A Brasboats inicou suas atividades em 1999 na grande Florianópolis, fruto do surgimento do polo náutico Catarinense que, no início dos FLY FISH 170 anos 90, dava seus primeiros passos. Seus projetos rapidamente FLY FISH 190 se tornaram seguros, estáveis e valentes em qualquer condição FLY FISH 210 de mar, agradando principalmente os amantes da pesca esportiva FLY FISH 230 e atendendo aos anseios dos que buscam uma lancha para o FLY FISH 290 convívio em família. A tradição e a experiência de mais de vinte VOYAGERT anos na construção de artefatos em fibra de vidro, aliada a uma busca permanente de melhorias em seus processos de produção e na captação de mão de obra, têm sido os principais elementos que fazem de suas lanchas sinônimo de eficácia, robustez e confiança.

BRASBOATS Palhoça Rua Juliano Lucchi, N° 14 (48) 3242-4927 www.brasboats.com.br

Tamanhos: 17 pés – 29 pés Tipo: Proa Aberta Preço: 50.000,00 a 250.000,00*

*valores sujeitos à alteração

Lanchas: ADVENTURE 215 290 Cruiser FISHING 150 185 215 245

O Rei da

Pesca esportiva

Fundada em 1998, na grande Florianópolis, em Santa Catarina, o Estaleiro Sea Crest do Brasil se torna cada vez maior, e vem conquistando seu espaço, principalmente a preferência dos amantes da náutica e da pesca quando o assunto é segurança, estabilidade e beleza. Seus barcos de esporte, lazer e pesca oceânica já adquiriram conceito e confiabilidade não só no Brasil, mas em vários países da Europa e Estados Unidos, para quem a empresa exporta desde 2002.

SEACREST DO BRASIL São José Rua Valdir José Mariano, 11 (48) 3278-1252 www.seacrestboats.com.br

Tamanhos: 15 pés – 29 pés Tipo: Cabinada / Proa aberta Preço: 35.0000,00 a 150.000,00* *valores sujeitos à alteração


46

Paixão

pelas águas PSARI BOATS Camboriú Avenida das Indústrias, 124

A empresa tem se tornado referência no mercado por possuir um produto totalmente diferenciado dos demais, agregando design arrojado, projeto exclusivo do escritório Rinaldi Yacht Design e maior espaço interno da categoria. O espaço interno é um dos grandes trunfos da PSARI 195, contando com grande quantidade de paióis e com bom espaço para circulação a bordo.

Lanchas: PSARI 170 195 210

(47) 3365-0906 www.psari.com.br

Tamanhos: 17 pés – 21 pés Tipo: Cabinada/Proa aberta Preço: 35.000,00 a 150.000,00* *valores sujeitos à alteração

Um bote

Uma jóia

Com experiência de mais de vinte anos na confecção de maquetes e modelos para estaleiros nacionais e internacionais a Cutterboat lança no mercado náutico a sua primeira embarcação o “Bote Brasil”, uma embarcação retrô com característica européia e um toque clássico de madeira envernizada. Uma embarcação fácil de rebocar, especial para você pescar ou passear com a família nos seus dias de folga.

O estaleiro Century foi fundado em junho de 2011 e reafirma o compromisso de atender aos clientes que procuram uma lancha para o lazer, que seja completa em serviço, qualidade, preço, conforto e segurança.

CUTTERBOAT Itajaí Rua Conceição 209 (47) 3348-1218 botebrasil@botebrasil.com.br

CENTURY YACHTS Itajaí Rua José Rosa 1114 (48) 9119-1991 www.centuryachts.com.br

requintado

na água

Lanchas: BOTE BRASIL Tamanhos: 15 pés Tipo: Proa Aberta

Lanchas: CENTURY 300 Tamanhos: 30 pés Tipo: Cabinada


31


48

Uma tradição

A onda

Em 1981 nasce o Estaleiro Krause no Uruguai (Astilleros KRAUSE), uma empresa familiar que cresceu sob o olhar atento do seu fundador Sr Hugo Krause. Em 2001, após grandes estudos de mercado e com uma grande visão de futuro, a empresa decide expandir fronteiras e atingir um mercado em total expansão: o mercado Brasileiro. Desde então o estaleiro está trabalhando na cidade de Palhoça em Santa Catarina, sob o comando do Sr. Maximilian Krause, oferecendo toda sua qualidade, garantia e segurança.

Nova Onda Estaleiro é uma empresa dedicada a produção de embarcações esporte recreio em fibra de vidro de diversos tamanhos e modelos. Conta hoje com sete modelos que vão desde barcos simples até lanchas para pesca ou passeio, aberta ou com cabine. Como item complementar, também produz um modelo de caiaque em cinco cores.

familiar

Lanchas: 160 TR 21 195 235 TR 6 TR 16 SPORT KRAUSE ESTALEIRO Palhoça (48) 4105-3464 www.estaleirokrause.com.br

Tamanhos: 16 pés – 23 pés Tipo: Proa aberta

náutica

Lanchas: VILLAGE 190 VILLAGE 210 NOVA ONDA Araquari Rodovia BR 280 - km 29,5 nº 3203 (47) 3455-0030 www.novaondaestaleiro.com.br

VILLAGE 25,6 FISHING WORK STORM FISHING FUSION 190 FUSION 270

Tamanhos: 19 pés – 27 pés Tipo: Cabinada / Proa aberta

Catamarãs

Experiência

Situado há 2 anos na cidade de Imbituba, Santa Catarina, o estaleiro BB Construções de Barcos Ltda. possui mais de 30 anos de experiência na construção naval em fibra de vidro. Teve início na construção de veleiros e hoje é especializado em catamarãs para o transporte de passageiros. Com embarcações atuando em todo o Brasil o estaleiro possui, atualmente três modelos de catamarãs: Cat 41 com capacidade para até 80 passageiros, Cat 60 para 125 passageiros e Cat 66 para 172 passageiros.

Experiência. Inovação. Design moderno. São segredos que definem a BLESSING MARINE desde sua fundação em 2004. A empresa desenvolveu, ao longo de seus mais de nove anos de trajetória, um catálogo sob medida de projetos no setor da construção naval destinadas à pesca. Os barcos são projetados em parceria com designer internacional, o que possibilita a diferenciação do estaleiro no mercado da construção naval, conferindo aos seus barcos qualidade e inovação.

para transporte

BB BARCOS Palhoça (48) 3255-3590 www.bbbarcos.com

Lanchas: CAT 41 CAT 60 CAT 66 Tamanhos: 41 pés – 66 pés Tipo: Cabinada

na pesca

BLESSING MARINE Biguaçu (48) 3243-8134 www.blessingmarine.com

Lanchas: PANGA 21 22 25 26 39 Tamanhos: 21 pés – 39 pés Tipo: Cabinada / Proa aberta


50

31


50

Infláveis

Uma lancha

Sail Master, uma empresa com mais de 25 anos de existência, e com mais de oito mil embarcações vendidas no mercado argentino, instalou sua fábrica em Florianópolis. A fábrica se encontra produzindo toda linha de modelos de barcos infláveis, semirrígidos e rígidos para lazer e trabalho.

A Schell Yachts entra no mercado das lanchas cabinadas com a Schell 40, rica em detalhes e acabamento cuidadoso. Com design inovador e uma proposta comercial atraente, ela promete despontar no exigente mercado dos 40 pés.

de apoio

SAIL MASTER São José Rua Adriano Silveira de Souza 6 Galpâo 3 (48) 4105-3443 www.sailmaster.com.br

diferente

Lanchas: SR Tamanhos: 9 pés – 42 pés Tipo: Cabinada / Proa aberta

SCHELL YATCHS Balneário Piçarras Rua Pedro Antônio Ribeiro, 108 (47) 3347-0796 www.schellyachts.com

Lanchas: SCHELL 40 Tamanhos: 40 pés Tipo: Cabinada

Um luxo

Sob

A Dream Boats fabrica embarcações pequenas, mas com grande capricho. A técnica artesanal do streep planking, consiste na colagem de sarrafos de madeira em torno de um molde do casco, que depois é coberto com fibra de vidro e resina epóxi. No acabamento são aplicadas camadas de verniz marítimo com filtro solar.

A J Mariner Náutica, no ramo da construção naval desde 1978, quando da fabricação de Escaler em fibra na Marinha do Brasil, produziu vários modelos e tamanhos para terceiros, participando do mercado com quatro estaleiros nos quais teve participação na produção. Agora em 2014 vai lançar a Attalus 560, uma lancha personalizada, feita sob encomenda.

medida

artesanal

DREAM BOATS Jaraguá do Sul Rua Irmão Leão Magno (47) 9179-8513 www.dreamboats.com.br

Canoas: PETERBOROUGH WEE LASSIE WEE LASSIE II Tamanhos: 10 pés – 15 pés Tipo: Canoa

J MARINER Náutica Itajaí Avenida Itaipava 3453 (47) 9922-6195 jmarinernautica@hotmail.com

Lanchas: ATTALUS 560 Tamanhos: 56 pés Tipo: Cabinada


31


52

LISTA EVENTOS

´ Por : : Ricardo Rinaldi Eventos como a Volvo Ocean Race e Transat Jacques Vabre em Itajai e ESS40 em Florianópolis são exemplos de como os principais eventos internacionais estão

40 ´

com interesse em aproveitar as condições favoráveis que se apresentam nestas latitudes. Geralmente as cidades litorâneas ficam de costas para o mar ou rios, mas

todos estes eventos estão demonstrando o contrário. A multidão que acompanha estes eventos confirma o crescente interesse da população em chegar mais perto da vela.


LISTA EVENTOS

E falando da ESS40, esta é uma classe internacional com 8 etapas em diferentes lugares do mundo com uma particularidade muito importante, todas as raias de regatas são montadas muito perto da costa, assim podem ser assistidas por verdadeiras arquibancadas lotadas de público, uma bela maneira de permitir que seja mais difundido o esporte da vela. Os barcos são de 40 pés, catamarãs com sobrepotencia de velas, fazendo destes barcos verdadeiras máquinas de altíssima performance. Feitos em fibra de carbono eles pesam 800 kg e atingem velocidades na beira de 30 nós. Outra particularidade é que cada barco pode levar um convidado a participar das regatas. Para minha sorte fui escolhido para viver de camarote uma regata a bordo do GAC Pindar da Inglaterra com tripulação neozelandesa. O vento estava com rajadas fortes e o barco se comportava calmo até que o vento apertou, e com estralos de toda a estrutura, acelerava e levantava o casco, e saía literalmente voando! De 10 kn para 20 kn em poucos segundos! Logo após a emoção de voar sobre as águas, um momento de tensão se viveu quando a escota do gennaker ficou travada e um tripulante pegou uma faca e cortou a escota justamente quando o barco estava

Ricardo Rinaldi e tripulantes do GAC Pindar

começando a “enterrar” a proa. Superada a dificuldade conseguimos acabar a regata e ficamos sabendo da capotada do SAP minutos depois. Em Florianópolis se definiu o campeonato que estava sendo disputado entre o Alinghi da Suiça e o The Wave Muscat de Omã, com tripulação da Nova Zelandia. Estes últimos levaram a melhor,

ficando empatados na geral e ganhando pelo critério de desempate por número de etapas vencidas. Como velejador fico torcendo para que cada dia mais pessoas tomem gosto por este esporte tão especial. Até a próxima ESS40!!!

53


54

LISTA ESPORTES

Equipe de Vela da ANI é Por : : Mônica Copello – Velejadora e Assessora de Comunicação da ANI

O projeto de vela de rendimento da ANI iniciou com a vinda da regata Volvo Ocean Race a Itajaí e desde então vai de vento em popa. Todas as expectativas foram superadas ao ver esta equipe no pódium. Os atletas da ANI já surpreenderam logo no início vencendo a Volvo Ocean Race Academy competindo com atletas experientes de outros projetos.

João Pedro Martins, técnico da equipe, lembra deste começo: “O início foi complicado, mas sempre era uma alegria ver todas aquelas crianças velejando e treinando todos os dias. Agora vivemos uma nova etapa, com treinos mais técnicos, tendo ensinamentos mais aprofundados nas técnicas de regatas, táticas, estratégias e treinamentos físicos intensos. Pouco tempo depois conseguimos alguns apoiadores e começamos a participar de eventos a

nível estadual e nacional em Florianópolis, Joinville, Porto Alegre (RS), conseguindo grandes títulos. O resultado deste trabalho se traduz em novos apoiadores e também em convites, para participar da Copa Mercosul de Vela que acontece em Buenos Aires - Argentina., e já garantiram uma vaga no Campeonato Brasileiro de Optmist em Fortaleza - Ceará.”

“Mesmo diante de tantas dificuldades sempre que participávamos de campeonatos conquistávamos algum lugar no pódio”, afirma João Pedro. A cada evento que a equipe participa é mais um lugarzinho no pódio. Hoje após um ano e meio de implantação do projeto Vela de Rendimento aquelas crianças pequeninas, de voz bem fininha cresceram, estão fortes e com mais experiência, tanto que três de nossos atletas conquistaram grandes resultados no campeonato Sul-Brasileiro de Optimist, e no Campeonato Brasileiro de Laser.


LISTA ESPORTES

Alexandre Souza sagrou-se campeão Estadual e campeão Sul Brasileiro 2013 na categoria Optmist Estreante Geral; Ana Caroline da Silva, Campeã Estadual Feminino 2013, categoria Estreante, 2º colocada na categoria Geral Estreante; Carolina Copello, 3º lugar na categoria Feminino Sub 17 de Laser Radial Feminino no Campeonato Brasileiro de laser 2013, e 2º Lugar no Sul Brasileiro na classe Sub 17 Laser Radial Feminino. Na Copa Mais Brasil, na Extreme Sailing Series que aconteceu nos dias 16 e 17 de novembro, em Florianópolis, Alexandre foi mais uma vez o campeão e Ana Caroline 2º lugar na categoria Optimist Estreante Geral.

55


56

CONSTRUÇÃO NAVAL

CONSTRUÇÃO AMADORA ´ Por : : Ricardo Rinaldi

A construção artesanal é a construção baseada em produzir um único barco por métodos manuais, ou seja, os artesãos dão a forma aos materiais para chegar a uma embarcação. O método artesanal é confundido com método de construção amadora, onde quem faz o barco não é do ramo e faz o barco no seu tempo livre. O método e as ferramentas podem ser as mesmas, mas eu particularmente acredito que uma pessoa que encara uma construção amadora tem que ter muita vontade para encarar longos dias de descanso de seu trabalho para dedica-los à construção de um barco. A pessoa que vai encarar uma construção amadora deve estar ciente dos tempos e custos que vai despender. Marcar eventos ou etapas com data pode ajudar a

que a obra não desande e se converta em interminável. Existem planos preparados para o construtor amador. A princípio, o construtor amador deve ter conhecimento do trabalho de algum material que vai utilizar para fazer seu barco. A madeira como material de construção é um material que pode ser trabalhado sem problemas. Dentro dos métodos de construção que existem para fazer um barco em madeira existe o método do Stripp planking. Este método se caracteriza por permitir que o casco seja conformado com perfeição e de uma maneira rápida. Tendo o projeto da embarcação, o primeiro passo é cortar as balizas em compensado ou mdf, estrategicamente espaçadas para serem montadas num cavalete que permita

nivelar e fixar as mesmas na posição vertical. As balizas vão ter encaixes para que as principais peças estruturais como Quilha, Verdugo e Chine ou Quina no caso de fundos em “ V ” fiquem na embarcação e sirvam também para delimitar a colocação das ripas do stripp-planking. As ripas são cortadas em seções retangulares e o lado menor é passado em uma tupia que deixa um lado côncavo e o outro convexo, de maneira que encaixem uma do lado da outra. Por serem circulares, os encaixes permitem que de uma ripa à outra elas vão girando pequenos ângulos conformando as curvas do casco. Estas ripas antes de serem colocadas nas balizas devem ser emendadas para cobrir todo o comprimento da embarcação.


CONSTRUÇÃO NAVAL

Feito isto vão se esticando as ripas uma a uma, grampeando-as nas balizas com uma fita plástica que permita a remoção dos grampos uma vez que fiquem coladas. A cola a aplicar entre as ripas é a resina epoxy, a única que garante um serviço duradouro, pois as outras resinas acabam descolando. Com o devido cuidado de encostar e colar sem deixar frestas vai garantir uma embarcação seca, sem infiltrações e com uma durabilidade muito alta, já que a colagem com resina epoxy serve para encapsular a madeira e deixar ela totalmente inerte frente a umidade. Fica a critério do construtor dar uma ou duas camadas de fibra de vidro que bem lixada pode até dar a aparência de madeira à vista envernizada. O barco de exemplo foi construído por profissionais no Estaleiro Kalmar, a lancha Runabout 24, projeto do escritório Rinaldi Yacht Design.

57


58

LISTA DICAS

Dicas que preservam o motor de popa

Motor de popa esquentando ou diminuindo e até mesmo parando totalmente o fluxo de água do sistema de refrigeração quase sempre o responsável por esta situação é o “ rotor “ de bombas d’água.

Você tem todo cuidado para conservar as instalações do seu barco mas descuida do motor de popa?

ATENÇÃO!

Fique sabendo que essa conduta se configura como um grande erro. Afinal, para evitar que o equipamento seja danificado ou apresente algum defeito é necessário realizar uma manutenção periódica. Segundo Beto Carvalho, mecânico de embarcações, o consumidor deve levar o motor de popa para revisão pelo menos duas vezes por ano. Além disso, o proprietário do barco deve ficar atento a qualquer indício de que algo vai mal. “Ele deve observar se há falhas ou barulhos, como acontece no caso de um automóvel. O motor de popa necessita de manutenção e o grande erro é que a maioria das pessoas só revisa quando ele está todo danificado e apresentando diversos danos”, enfatiza.

As hélices devem ser compatíveis com o motor e a embarcação

Outro cuidado fundamental é a atenção para a qualidade do óleo utilizado. Observe ainda se o produto escolhido é o indicado pelo fabricante. Mesmo que você tome os cuidados preventivos, a manutenção é imprescindível para evitar problemas. No mais, não se esqueça: ao observar barulho ou queda de potência do motor de popa, leve-o ao estabelecimento que o instalou ou procure um mecânico de confiança.

Algumas recomendações do fabricante ajudarão a garantir a maior vida útil desse componente do barco e a evitar acidentes. - Leia o manual de instruções. Só assim você poderá se familiarizar com as características do motor. - Opere a embarcação em velocidade moderada até se adaptar. - Não modifique o seu motor de popa para não comprometer a segurança. - Evite os respingos de combustível, que oferecem perigo de incêndio e mancham. Mas se esse descuido ocorrer, limpe em seguida. - Desligue o motor antes de reabastecê-lo. Atenção para não encher demais o reservatório. Após o fechamento, o combustível pode expandir e danificar o motor. - Jamais fume enquanto abastece! - Mantenha cabelos e roupas distantes do motor quando for desmontar sua cobertura. - As hélices devem ser compatíveis com o equipamento e a embarcação. Ao montá-las ou desmontá-las, desconecte o cano de vela para evitar a partida involuntária. - Antes do passeio, verifique as condições das hélices (caso não estejam apropriadas, troque-as) e do cordão de partida (leve sempre um extra para emergência). Não esqueça de colocar ferramentas e combustível e óleo de reserva a bordo. - Deixe o motor esquentar e verifique a água que sai pelo orifício piloto, indicando que a bomba d’água está funcionando. Atente ainda para a descarga. A saída de água mostra que o sistema de refrigeração está operando. - Não permita que a parte inferior do motor bata. Se isso acontecer, é preciso inspecioná-lo. - Siga a orientação do fabricante para a manutenção. - Vale lembrar que o motor deve ser instalado de forma que garanta o melhor desempenho do barco e segurança dos tripulantes.


60 PESCA EMBARCADA LISTA DICAS 11

25


60

LISTA DICAS

Aplicativos em alto-mar

Smartphones são indispensáveis no dia a dia de muitas pessoas, e para os donos de embarcações não é muito diferente. O GPS que o telefone oferece não é tão seguro quanto os dos barcos, mas, mesmo assim, os aplicativos têm sido uma mão na roda para quem sai em alto-mar. O acesso à internet já contribui para coletar algumas informações importantes, mas as lojas de aplicativos estão cheias de opções que podem trazer regulações internacionais, geolocalização, glossários, cartas náuticas e dados sobre ventos e marés.

O pescador Marco Aurélio aposta nessa praticidade de dados. “Eu utilizo um aplicativo para verificar como estão as ondas e marés, para estar sempre preparado em caso de imprevistos”, conta.

Navegação

Entretenimento Cruise Journal Funciona como um diário onde você pode colocar memórias das suas viagens náuticas. Podem ser adicionados locais, datas, fotos e impressões e é permitido compartilhamentos por e-mails com amigos e pessoas que fizeram a viagem. Em inglês. Onde achar: Google Play. Preço: R$ 4,10

Marine: Caribe & America Um dos Apps de navegação mais baixados possui cartas náuticas e previsões de ventos e marés. Além disso, é possível editar rotas levando em conta a velocidade e o consumo de combustível, ajudando no planejamento de saídas com o barco. Onde achar: App Store e Google Play. Preço: U$ 15,99

Tábua de Marés Brasil O aplicativo em português traz informações sobre ventos e marés no território do país. As informações baixadas são salvas em cache e podem ser acessadas off-line. Ele também possui geolocalização, dando as informações mais próximas. A versão gratuita permite verificar as cinco marés da semana e versão paga tem os dados do ano inteiro. Onde achar: Google Play. Preço: Gratuito.

WindGuru Possui fácil acesso a marés e ventos em milhares de locais do mundo. Não traz muitas funcionalidades, mas é fácil de usar. Onde achar: App Store e Google Play. Preço: Gratuito.

Apps educativos Marinus Com informações sobre as regulações internacionais para prevenir colisões no mar, o Marinus é útil para quem está fazendo sua primeira viagem fora do Brasil com o barco. Ele traz as bandeiras internacionais, sinais de som e até código Morse. Ele está disponível em inglês, francês e espanhol. Onde achar: App Store e Google Play.

Preço: U$ 2,99

Navigation Rules Tem as mesmas informações que o Marinus, mas com funcionalidades diferentes, como pesquisa de regulamentos e página de favoritos. Disponível apenas em inglês. Onde achar: App Store. Preço: U$ 3,99

The Captain’s Toolbox Além das regulamentações internacionais, esse aplicativo traz geolocalização, conversor de unidades, glossários de termos náuticos, tipos de nuvens, tipos de ventos e sinais de som. Ótimo para ser utilizado dentro e fora do barco, mas disponível apenas em inglês. Onde achar: App Store. Preço: U$ 4,99


PESCA EMBARCADA 62

Rua 4550, n°60 , Balneário Camboriú (47) 3361.0294 www.jetpoint.com.br

25


62

LISTA DICAS

Atenção para quem possui motores de 2 tempos, pois são mais suscetíveis à ferrugem interna nas peças. Ao contrário dos de 4 tempos, as peças internas não ficam banhadas no óleo. Ele apenas circula junto com o combustível quando o motor está em funcionamento. Problemas também podem surgir pelo uso da gasolina comum. O álcool evapora e surgem partículas de açúcar, que entopem a entrada de gasolina no giclê – local onde passa o combustível. O ideal é utilizar a gasolina de aviação, que evita a formação de vapor nas tubulações.

Manutenção do jet ski o que é importante você saber

Boa parte dos problemas ocasionados estão relacionados com o tempo de uso. Muitas pessoas vão para praia, usam o jet ski e depois o deixam parado durante um tempo. Mas, fique sabendo que motor parado dá problema. A água do mar é um dos fatores prejudiciais. Após 12 horas, resta apenas o sal, que penetra no motor. E o sal pode ocasionar problemas na carburação, injeção e temperatura. A ferrugem também é um dos grandes inimigos e no caso de uso em água salgada ela se torna bem mais expressiva. Então é preciso lavar sempre o equipamento com água doce.

Maiores problemas identificados Os maiores defeitos encontrados, estão na turbina e na bucha de carbono. Toda vez que a água passa faz um desgaste nas peças. Por isso é importante seguir as recomendações do fabricante e realizar a manutenção preventiva. A primeira revisão deve ser feita após 10 horas de uso, assim que sai da loja.

Confira as dicas: • Após o uso, adoce o motor (lave com água doce) para limpar. Utilize no funcionamento o Flush Kit (dispositivo de lavagem do motor). Dessa forma você vai evitar que sua parte de transmissão venha a ficar travada e crie ferrugem nas laterais • Ligue o motor semanalmente mesmo que fora da água por mais ou menos 15 segundos - se o jet ski for ficar muito tempo sem ser utilizado, recomenda-se que retire o combustível do tanque e coloque o combustível de aviação para evitar que a carburação tranque • Desconecte os plugues da bateria - com isso sua bateria ficará com carga por mais tempo, evitando que a mesma tenha suas placas coladas • Seque bem os contatos elétricos, deixando o motor receber ventilação até secar bem - sempre deixando o banco um pouco aberto para que o compartimento do motor fique bem ventilado, com isso evitando o surgimento de zinabre - hidrocarboneto de cobre, de cor verde que se forma na superfície do cobre ou latão quando em contato com a umidade do ar • Aplique silicone líquido em todo o motor, parte elétrica e turbina


PESCA EMBARCADA 64

25


64

LISTA LOJAS


LISTA MARINAS

ITÁ

• Marina Porto Itá Tel. 47/3458-2000 LAGUNA

• Marina Ponta Norte Tel. 48/3284-1558 • Marina Recanto da Lagoa Tel. 48/3232-2260

• Marina Porto do Rio Tel. 47/3369-4000 www.marinaportodorio.com.br ITAPEMA

• Iate Clube Laguna

• Marina Santo Antônio Tel. 48/3233-0009 www.marinasantoantonio.com.br

• Marina do Galego Tel. 47/3368-3474 www.marinadogalego.com.br

FLORIANÓPOLIS

• Marina Sea Escape Tel. 48/3248-3596 www.seaescape.com.br

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Tel. 48/3644-0551

• Iate Clube de Santa Catarina Tel. 48/3225-7799 www.icsc.com.br • Lagoa Iate Clube Tel. 48/3232-0088 www.lic.org.br • Marina da Âncora Tel. 48/3269-6356 • Marina Barra da Lagoa Tel. 48/3232-4657

• Marina Verde Mar Tel. 48/3232-7323 www.marinaverdemar.com.br BIGUAÇU

• Marina Pier 33 Tel. 48/3285-3333 • Marina Terra Firme Tel. 48/3285-1524 www.marinaterrafirme.com.br

• Iate Clube de Camboriú Tel. 47/3367-0452 • Jet Point (jets) Tel. 47/3361-0294 www.jetpoint.com.br • Marina By Dente (jets) Tel. 47/3366-3114 www.bydente.com.br • Marina Camboriú Tel. 47/3367-3699

• Marina 3 Mares Tel. 48/3243-1199 www.marina3mares.com.br

• Marina Oceano Tel. 47/3366-8564 www.marinaoceano.com.br

• Marina da Conceição Tel. 48/3232-1297

GOVERNADOR CELSO RAMOS

• Marina da Croa Tel. 48/3266-1980 www.marinadacroa.com.br

• Marina São Sebastião Tel. 48/3262-7414 www.marinasaosebastiao.com.br

• Marina Offshore Tel. 47/3361-0765

• Marina Club Tel. 48/3284-5080

BOMBINHAS

• Marina Blue Fox Tel. 48/3369-0185

• Marina do Costão Tel. 48/9972-2143 www.costaogolf.com.br • Marina Fortaleza Tel. 48/3232-3296 • Marina Guará Tel. 48/3232-9614 • Marina Itaguaçu Tel. 48/3348-7084 • Marina Lagoa/Pro Náutica Tel. 48/3232-8457 www.pronautica.com.br • Marina Marina Tel. 48/3235-2418 www.marinamarina.com.br • Marina Ponta de Areia (Fedoca) Tel. 48/3232-0759 www.cheffedoca.com

• Marina Vip Tel. 47/3361-9393 www.marinavip.com.br

• Marina Arvoredo Tel. 47/3393-4653

• Tedesco Marina Tel. 47/3361-1420 www.tedescomarina.com.br

• Marina Canto Grande Tel. 47/3393-3227

• Vila Maria Marina Clube Tel. 47/3361-4721

• Sol e Mar Tel. 47/9992-4192

• Barco Sul Marina Tel. 47/9653-5632

PORTO BELO

• Centro Náutico Porto Belo Tel. 47/3369-4361 www.centronauticodeportobelo.blogspot.com.br

• Iate Clube Porto Belo Tel. 47/3369-4333 • Marina Atlântida Tel. 47/3369-5665 • Marina Costa Mansa Tel. 47/3369-4760 • Marina Porto Belo Tel. 47/3369-4570

ITAJAÍ

• Associação Náutica de Itajaí ANI Tel. 47/9146-2020 www.culturanautica.org.br • Cabeçudas Iate Clube Tel. 47/3348-7068 www.cabecudasiateclube.com.br PENHA

• Marina Mestre Doda Tel. 47/3345-5246 www.marinamestredoda.com.br

65


66

LISTA MARINAS

BALNEÁRIO PIÇARRAS

• Marina Park Tel. 47/3345-0338 www.marinaparksc.com.br • Marina Bela Vista Tel. 47/3345-2799 www.marinabelavista.com.br • Marina Sol Náutica Tel. 47/3345-0915 www.marinasolnautica.com.br • Maria Ilhamar Tel. 47/3347-0097 • Marina Rockefeller Tel. 47/3345-3790 • Iate Clube Piçarras Tel. 47/3345-0518 www.iateclubepicarras.com.br JOINVILLE

• Centro Náutico Porto do Sol Tel. 47/3427-2143 www.centronauticoportodosol.com.br • Iate Clube Boa Vista Tel. 47/3433-4429 • Joinville Iate Clube Tel. 47/3434-1744 www.joinvilleiateclube.com.br

• Marina das Garças Tel. 47/3467-3801 www.marinadasgarcas.com.br • Nass Mariner    Tel. 47/3427-4915 • Sociedade Recreativa Marbi    Tel. 47/3437-4124 • Marina Cubatão    Tel. 47/3425-2114 SÃO F. SUL

• Capri Iate Clube    Tel. 47/3444-7247    www.capriiateclube.com.br • Clube Náutico Cruzeiro do Sul    Tel. 47/3444-2493   • Iperoba Hangaragem Náutica    Tel. 47/9922-0070 • Marina Nautilus    Tel. 47/3444-7172 ITAPOÁ

• Baití Marina    Tel. 47/3443-7003    www.baiti.com.br

Destaque aqui sua marina


PESCA EMBARCADA

25



Revista Lista Náutica 4a. Edição