Page 1

VENDA PROIBIDA

ED. 14 • NOVEMBRO DE 2012

MAIS SABOR E QUALIDADE PARA SUA VIDA

ENTREVISTA Um papo com a atriz Zezé Motta sobre música, cinema e gastronomia SUA CASA Crie um jardim e traga a natureza para perto de você

HOJE É DIA DE... Comida nordestina: todo brasileiro adora

E 2013 vem aí Prepare uma ceia com ingredientes em conta e chame todo mundo para festejar o Ano-Novo

Capa.indd 1

10/4/12 4:06 PM


2e3_Sumario 3rev..indd 2

10/5/12 5:26 PM


3

sumário

Um 2013 equilibrado para você! Seja quais forem seus planos para o próximo ano, nós lhe desejamos – além das nunca ultrapassadas felicidade, saúde e prosperidade – um 2013 com muito equilíbrio. Por exemplo, seu Natal não será menos bacana se não tiver peru na ceia. Com as dicas na seção Menu, você vai ver que é possível compensar preparando um jantar mais em conta, mas possibilitando chamar mais pessoas para festejar a virada. Entre as delícias desta edição, desenvolvemos receitas com sabor do Nordeste, mas maneiramos na pimenta, para fazer a alegria de qualquer convidado. E também preparamos uma matéria sobre dieta vegetariana: mesmo que você adore comer carne, leia, entenda e experimente passar alguns dias (ou pelo menos fazer uma refeição) colocando no prato apenas vegetais. Você vai se surpreender com o sabor desses pratos superbalanceados. Estamos ainda estreando a seção O Bom É Dividir, em que contaremos histórias para inspirar você a compartilhar o que quer que seja: brincadeiras em família, bolo de chocolate com os vizinhos, calça jeans com as amigas. Enfim, praticar o melhor de “dar para receber”, alimentando o hábito de dividir coisas, momentos e experiências, as boas e também as não tão boas, com as pessoas que você ama, que estão com você o ano inteiro, para o que der e vier. Boa leitura!

4. Lições: lave e passe suas roupas para deixá-las como novas 5. Aperitivo: milk-shakes criativos e agilidade na cozinha

26

6. Menu: uma ceia de Ano-Novo deliciosa, sem gastar muito 10. Hoje é dia de: comida nordestina, ao gosto de todo brasileiro 14. Giro: Paraty, onde a natureza selvagem convive com a arquitetura colonial 18. Bem-estar: cuide bem de sua boca e coloque mais saúde em seu sorriso 20. Sua casa: faça seu jardim no chão, em vasos ou na parede 22. Perfil: Zezé Motta fala de sua relação com o teatro, o cinema e a gastronomia 24. Novidades: as mudanças de MID®, nosso novo site, e muitas promoções 26. Vida saudável: o que é a dieta vegetariana 30. Delícia da estação: todo o sabor da berinjela à parmegiana 32. Especial: conheça o instantâneo Ajinomoto® Caseirinho Purê de Batata 33. O bom é dividir: diversão em família com jogos de tabuleiro 34. Cantinho do leitor: a energia do arroz em um prato saboroso e colorido Jornalista Responsável Mariella Lazaretti • MTb no 15.457

PESOS E MEDIDAS 1 xícara (chá) de... Açúcar = 150 g Amido de milho = 100 g Arroz = 170 g Farinha de rosca = 140 g Farinha de trigo = 110 g Fubá = 120 g Manteiga = 200 g Qualquer líquido = 200 ml Queijo ralado = 100 g 1 colher (sopa) de... Açúcar = 12 g Amido de milho = 8 g Farinha de trigo = 9 g Fermento químico = 12 g Manteiga = 15 g Qualquer líquido = 15 ml 1 colher (chá) de... Sal = 5 g

Para falar com a revis­ta, ­enviar car­tas e suges­tões

SABORES AJINOMOTO • Coordenação Marketing-Nutrição • Conselho Editorial Priscila Andrade e Natália Santos • Coordenação-geral Editora 4 Capas • Diretora Responsável Mariella Lazaretti • Diretor Executivo Georges Schnyder • Projeto Gráfico 4 Capas • Direção de Arte Ana Lucia Caldas • Editora Ana Paula Kuntz • Repórter Camila Duarte • Fotos António Rodrigues • Produção Culinária Fernando Pulcino • Produção de Objetos Cristina Esquilante • Revisão Ruth Figueiredo

2e3_Sumario 3rev..indd 3

10/15/12 10:43 AM


roupa suja se lava em casa! como deixar as roupas limpas e com cheirinho de loja

Tudo o que você precisa para dar um belo trato nas roupas está na sua área de serviço. De acordo com a personal organizer Ana de Castro, consultora da Casa Organizada, recorrer à lavanderia só é preciso quando a roupa pede lavagem a seco. Veja a seguir suas dicas para deixar cada peça tão limpa e cheirosa como se fosse o primeiro uso. Cores e teCidos – Faça grupos. “O ideal é separar por cor. Depois, por tipo: mesmo que sejam todas peças brancas, divida as toalhas, as roupas de cama, os panos de prato e as roupas do dia a dia”, diz. sabão – Algumas marcas de sabão em pó não dissolvem totalmente na máquina de lavar e podem manchar as roupas. Como precaução, Ana sugere o uso do sabão líquido. “Se usar o tipo em pó, um enxágue extra é sempre bom.” alvejante – O uso de água sanitária não é recomendado, em nenhum tipo de roupa, porque pode agredir demais os tecidos. Para Ana, o tradicional método de deixar a roupa de molho ou esfregar à mão antes de colocar na máquina é o mais certeiro para eliminar aquela sujeira persistente. “Há agentes branqueadores poderosos no mercado que podem ser usados sem danificar as roupas tanto quanto a água sanitária. Mas eles nunca devem ser usados em rendas, porque podem causar amarelamento”, diz. amaCiantes – Para os produtos industrializados, uma tampa costuma ser a medida suficiente. Se a máquina de

ão atenç as para

tas e u q i et 95

A leitura das etiquetas deve ser um hábito. Os símbolos são universais e indicam a melhor maneira de lavar, secar e passar. Veja os exemplos mais usados: Não lavar com água

Temperatura máxima de lavagem

Não passar a ferro

Temperatura máxima da base do ferro: 200 oC

Temperatura máxima o da base do ferro: 110 C

Permitido uso de alvejante à base de cloro

Não alvejar / branquear

Secagem em varal

Secagem horizontal, sem torcer

Secagem na secadora em temperatura alta

4e5_Lições e aperitivo 4lido.rev.indd 4

Não colocar na secadora

um auxílio da Cozinha • Ao lavar roupas brancas, coloque o suco coado de 2 limões no sabão, meio copo de álcool e também um punhado de sal para ajudar no clareamento.* • O amaciante pode ser substituído por 2 colheres (sopa) de vinagre branco adicionadas ao enxágue no final.* * Medidas para lavar o equivalente a 4 toalhas de banho.

lavar não tiver um compartimento próprio para colocar o amaciante, o momento ideal de adicioná-lo é logo que começar o enxágue: dilua-o em um pouco de água e jogue-o sobre as roupas na máquina. seCagem – Dependendo de como for pendurada, a roupa pode ficar mais difícil de passar. As peças devem ser estendidas em local ventilado e nunca ao sol. Ao retirá-las da máquina, o ideal é sacudir para ficarem menos amarrotadas. Blusas, camisetas e malhas não devem ser penduradas com prendedores, pois podem ficar deformadas ou marcadas. Calças, bermudas e shorts devem ser presos pela cintura e com zíperes abertos, para o ar circular melhor. As camisas, em cabides, para economizar espaço no varal. Passar – Verifique sempre na etiqueta a temperatura máxima permitida para passar a ferro (veja no quadro ao lado alguns símbolos importantes). Se for usar goma, modere a quantidade: ferva 1 litro de água com 2 colheres (sopa) de amido de milho. Para gomagem leve, utilize 1 colher dessa mistura na água do enxágue. Para engomar trilhos de mesa ou cortinas, utilize 3 colheres para ter um efeito mais enrijecido. lavagem a seCo – Deve ser feita, preferencialmente, em lavanderias especializadas. Vale saber que não é tão seca assim: são utilizados solventes líquidos específicos para cada tecido, que passam através dele dissolvendo manchas e sujeiras. serviço - Casa Organizada - Ana de Castro: (11) 99946-5047

10/4/12 4:19 PM

Foto: António Rodrigues. Prato da Quadrifoglio (www.quadrifoglio.com.br). Guardanapo

lições ajinomoto


5

Foto: António Rodrigues. Prato da Quadrifoglio (www.quadrifoglio.com.br). Guardanapo da Roupa de Mesa (tel. 11 3811-9715). Taça, tecido e canudo acervo da produtora.

aPeRitiVo

sacudido e vitaminado Leite batido. Ao pé da letra, é isso que a palavra milk-shake significa. Quando surgiu, em 1885, nos Estados Unidos, a bebida misturava leite, uísque e também ovos, com uma cara de gemada, sendo tomado como suplemento alimentar, principalmente, por idosos. A forma como o conhecemos hoje, batido com sorvete ou incrementado com frutas, foi criada apenas no século XX, quando caiu no gosto dos jovens. Graças à popularização do liquidificador, quase todas as lanchonetes americanas colocaram o milk-shake no cardápio. A moda chegou ao Brasil com as redes de fast-food, na década de 1950. Aqui, seu potencial de cremosidade, sabor e versatilidade foi revelado com uma criatividade sem par. Daniel Cedran, dono de uma franquia de milk-shakes, de Atibaia, no interior de São Paulo, conta que os clientes adoram as criações exóticas. “Temos os sabores figo, graviola e cupuaçu, que fazem muito sucesso. E também misturamos dois ou mais sabores.” Experimente fazer em casa! Para dar um “toque de chef” no acabamento, escolha um copo alto e coloque sua calda de sorvete preferida em toda a volta. Quem quiser economizar nas calorias pode usar leite desnatado em vez de leite integral. Uma coisa que não pode faltar é o canudinho, claro.

5

PoRções

J muito FÁCil 6 5 minutos

milK-shaKe de moranGo com Banana inGredientes: 500 ml de leite gelado; meia banana nanica picada (85 g); 1 envelope de mid® morango; 400 g de sorvete de creme.

modo de preparo: 1. no liquidificador, coloque o leite, a banana, o mid® e o sorvete; bata até ficar homogêneo. 2. sirva imediatamente.

cozinha esperta mais aGilidade e menos desastres junto ao FoGão

1. baCalhau sem sal

Comer bacalhau salgado não dá. O ideal é que o peixe fique de molho na geladeira por pelo menos 48 horas, com a água sendo trocada 4 vezes ao dia. Isso vale para as postas altas. Se o peixe estiver desfiado, pode começar seis horas antes, trocando a água a cada meia hora. Se, em uma emergência, você não tiver mais do que alguns minutos, coloque o peixe em uma panela com água e 1 colher (sopa) de farinha de trigo ou de mandioca, leve ao fogo até levantar fervura; retire.

2. Frituras sem

Cheiro de gordura

Para evitar o mau cheiro, ferva uma casca de laranja, numa panela separada, durante a fritura. O óleo deve estar bem quente para o

4e5_Lições e aperitivo 4lido.rev.indd 5

processo ser mais rápido e o alimento não ficar encharcado. Para saber se o óleo está suficientemente quente, coloque um palito de fósforo no óleo e, quando ele acender, significa que já está no ponto para fritar. Para não espirrar gordura, coloque um pouco de sal no fundo da frigideira.

3. CaFÉ FresQuinho e saboroso

Para conservar por mais tempo o aroma e o sabor, guarde o pó em um pote fechado e escuro dentro da geladeira. Assim, ele ficará como se fosse moído na hora. Para dar um sabor ainda mais agradável, misture ao pó 1 colherinha (chá) de chocolate ou 1 pitada de canela, antes de coá-lo. A borra pode ser colocada no armário para espantar as formigas.

10/4/12 4:19 PM


MENU

Adeus ano velho,

ANO NOVO! INOVE SEM ABRIR MÃO DOS SABORES TRADICIONAIS NEM COMPROMETER O BOLSO

V

ai chegando dezembro e o mundo inteiro entra em clima de festa. Vem a ansiedade de reunir a família, festejar com os amigos, trocar presentes e fazer planos para o ano que vem. Em 1968, quando o papa Paulo VI criou o Dia da Fraternidade Universal, comemorado em 1o de janeiro, o objetivo foi promover a troca de votos de felicidade, independentemente de credo, etnia ou posição social. Mas, na prática, os eventos de fim de ano representam gastos extras, que podem fazer com que a gente comece o novo ano no vermelho. Para ficar só com a parte boa dos festejos, organize uma ceia econômica e no capricho: o frango substitui o chester ou o peru, e uma bisteca bem preparada não deixa ninguém sentir falta de lombo. A banqueteira Alessandra Divani, do buffet Divani e Fusco, aconselha também a usar produtos da estação, que estão sempre mais em conta. Em dezembro, ameixa, figo e romã, nozes, castanhas e avelãs podem ser encontrados a bons preços. Outra sugestão é pedir aos convidados que levem os pratos de sobremesa. “Não se constranja. Além de reduzir

ROCAMBOLE ESPECIAL INGREDIENTES 1 frango inteiro, limpo e desossado (2 kg); 1 sachê de Caldo SAZÓN® Legumes; 1 e meia colher (chá) de RECEITA DE CASA™ Caseiro; 1 xícara (chá) de ricota amassada (100 g); 3 colheres (sopa) de tomate seco, picado (30 g); meio maço de brócolis-ninja, picado (150 g)

MODO DE PREPARO 1. Disponha o frango em uma tábua e tempere com meio sachê de Caldo SAZON® e o RECEITA DE CASA™. Deixe tomar gosto por 2 horas na geladeira. 2. Em uma tigela, coloque

6a9_Menu.rev.indd 6

o custo, a ceia terá uma variedade maior”, diz. “Em relação às bebidas, providencie pelo menos uma garrafa de espumante para o brinde da virada. Peça por marcas nacionais, há ótimas opções com preços em conta.” Ela ensina que a quantidade de comida deve ser calculada em 600 gramas por pessoa no total, considerando entradas, prato principal e sobremesa. Confira a seguir as receitas para preparar uma ceia de baixo custo e muito saborosa.

CADA AVE NO SEU GALHO O peru virou tradição no Natal brasileiro depois que os americanos fizeram dele a estrela da mesa no Dia de Ação de Graças. A ave possui baixo teor de colesterol e alto teor de magnésio e potássio. O chester, de origem escocesa, é um tipo de frango geneticamente modificado, com 70% de peito e coxa (enquanto o frango comum tem 45% apenas) e, como o peru, tem carne magra e rica em proteínas.

a ricota, o tomate seco, os brócolis e o CALDO SAZÓN® restante, misture e distribua sobre o frango. 3. Enrole e amarre-o com um barbante para que não abra. 4. Disponha em uma assadeira média, cubra com papelalumínio e leve ao forno quente (200 graus) por 40 minutos. 5. Retire o papel e volte ao forno por mais 30 minutos, ou até dourar. 6. Retire do forno, fatie e sirva em seguida.

DICA: se necessário, no momento em que o frango estiver dourando, adicione meia xícara (chá) de água (100 ml) para que a assadeira não queime.

10/4/12 4:08 PM


7

6

PORÇÕES

J POUCO FÁCIL 6 20 MINUTOS (+ 1 hora e 10 minutos de forno)

6a9_Menu.rev.indd 7

10/4/12 4:08 PM


Fotos: António Rodrigues. Prato com alça da Kirk’s (www.kirks.com.br). Talheres da Zwilling J. A. Henckels (www.zwilling.com.br). Taças espelhadas lavanda e pratos com arabescos coloridos nas bordas da Regatta Casa (www.regattacasa.com.br). Guardanapos da Roupa de Mesa (tel. 11 3811-9715). Toalha de mesa, balde para champanhe e enfeites acervo da produtora. Outros objetos acervo do chef.

MENU

RISOTO DE LENTILHA

8

INGREDIENTES PORÇÕES

J FÁCIL 6 50 MINUTOS

7 e meia xícaras (chá) de água fervente (1,5 litro); 1 xícara (chá) de lentilha crua; 2 sachês de Caldo SAZÓN® Bacon com toque de cebola; meia xícara (chá) de manteiga sem sal (100 g); 1 cebola pequena picada (100 g); 1 e meia xícara (chá) de arroz arbóreo cru; 2 sachês de Tempero SAZÓN® Marrom; meia xícara (chá) de amêndoas cortadas em lascas (50 g)

MODO DE PREPARO 1. Em uma panela média, coloque 2 e meia xícaras (chá) de água (500 ml), a lentilha e 1 sachê de Caldo SAZÓN®, e cozinhe em fogo baixo, com a panela semitampada, por 15 minutos, ou até ficar “al dente”. Reserve. 2. Em uma panela grande, coloque a manteiga e leve ao fogo alto para derreter. 3. Acrescente a cebola e refogue por 1 minuto, ou até ficar transparente. 4. Adicione o arroz e refogue rapidamente. 5. Junte o Caldo SAZÓN® restante e 3 xícaras (chá) de água (600 ml), e cozinhe, em fogo médio, com a panela semitampada, mexendo de vez em quando, por 10 minutos, ou até secar o líquido. 6. Acrescente o Tempero SAZÓN® e a água restante, aos poucos, repondo-a sempre que o líquido secar. 7. Adicione a lentilha reservada, misture bem e cozinhe por mais 5 minutos, ou até o arroz estar cozido e “al dente”. 8. Decore com as amêndoas e sirva em seguida.

DICA: se preferir, substitua as amêndoas por amendoins torrados e cortados ao meio.

SORVETE DE LIMÃO COM RABANADA INGREDIENTES • 1 lata de leite condensado; 1 lata de creme de leite; 2 envelopes de MID® Limão;

2 xícaras (chá) de água (400 ml); 1 baguete de 50 cm amanhecida, cortada em rodelas; 2 e meia xícaras (chá) de leite (500 ml); 3 colheres (sopa) de açúcar; 3 ovos bem batidos; 2 xícaras (chá) de óleo; 1 colher (chá) de canela em pó

MODO DE PREPARO • PREPARE O SORVETE: 1. No copo do liquidificador, coloque o leite condensado, reservando 3 colheres (sopa) para a rabanada, o creme de leite, o MID® e a água, e bata até ficar homogêneo. 2. Disponha em um refratário médio, cubra e leve ao congelador por 2 horas. 3. Volte ao liquidificador e bata novamente, aos poucos. 4. Retorne ao congelador por 5 horas, ou até endurecer.

6a9_Menu.rev.indd 8

• PREPARE

A RABANADA: 1. Passe as rodelas de pão no leite já misturado ao leite condensado reservado e à metade do açúcar; em seguida, nos ovos. Deixe escorrer. 2. Em uma panela pequena, coloque o óleo e leve ao fogo alto para aquecer. 3. Frite 2 rodelas de pão por vez, por 1 minuto de cada lado, ou até que fiquem douradas. Escorra em papel toalha. 4. Em uma tigela, coloque o açúcar restante e a canela, e misture bem. Polvilhe sobre as rabanadas, reservando uma pequena parte para decoração. 5. Sirva bolas de sorvete sobre as rabanadas, e polvilhe com o auxílio de uma peneira a mistura de açúcar e canela restante. DICAS: 1. Se desejar uma rabanada mais úmida, deixe o pão por mais tempo na mistura de leite e leite condensado para que consiga absorver mais líquido. 2. Substitua a baguete por pães franceses ou pão de sal.

10/4/12 4:08 PM


de Mesa (tel. 11 3811-9715). Toalha de mesa, balde para champanhe e enfeites acervo da produtora. Outros objetos acervo do chef.

9 BISTECAS RECHEADAS INGREDIENTES 4 bistecas de porco espessas, sem o osso (800 g); meia xícara (chá) de suco laranja (100 ml); 3 colheres (sopa) de vinho branco seco; 1 e meia colher (chá) de SABOR A MI® com Pimenta; 2 colheres (sopa) de ketchup; meia xícara (chá) de água (100 ml); 2 colheres (sopa) de manteiga sem sal (30 g); 1 cebola média ralada; 1 ovo; 2 colheres (sopa) de pimentão verde picado; 3 colheres (sopa) de champignons picados; 1 xícara (chá) de farinha de milho (90 g); 2 colheres (sopa) de cebolinha-verde picada (10 g); 1 colher (sopa) de farinha de trigo; 1 laranja cortada em gomos; 1 ramo de alecrim

MODO DE PREPARO 1. Disponha as bistecas em uma tábua, e com o auxílio de um martelo, bata para deixá-las mais finas. 2. Em uma tigela, coloque o suco de laranja, o vinho, 1 colher (chá) de

15

SABOR A MI®, o ketchup e a água, e misture. 3. Acrescente as bistecas, cubra e deixe descansar por 30 minutos na geladeira para tomar gosto. • PREPARE O RECHEIO: 1. Em uma panela média, coloque 1 colher (sopa) de manteiga e leve ao fogo alto para derreter. 2. Junte a cebola e refogue por 2 minutos, ou até dourar. 3. Adicione o ovo, o pimentão, o champignon, a farinha de milho, a cebolinha e o SABOR A MI® restante, misture bem e retire do fogo. Reserve. • PREPARE AS BISTECAS: 1. Retire as bistecas do molho e sobre cada uma delas, coloque 2 colheres (sopa) do recheio, e enrole-as, prendendo com palitos de dente. 2. Coloque o restante da manteiga na frigideira e leve ao fogo alto para derreter. 3. Acrescente as bistecas e frite, virando na metade do tempo, em fogo baixo, por 5 minutos, ou até que dourem dos dois lados. 4. Escorra as bistecas, adicione a farinha de trigo, mexa e vá acrescentando a marinada, até encorpar. 5. Retire do fogo, regue as bistecas e decore com a laranja e o alecrim.

PORÇÕES

J FÁCIL 6 30 MINUTOS (+ 7 horas de congelador)

4

PORÇÕES

J POUCO FÁCIL 6 30 MINUTOS (+ 30 minutos de geladeira)

6a9_Menu.rev.indd 9

10/4/12 4:09 PM


hoje é dia de

Comida

nordestina aprenda reCeitas de dar água na bOCa dO brasil inteirO

O

que é que a Bahia tem? Tem muita receita boa! E se considerarmos os outros oito Estados da região Nordeste – Sergipe, Maranhão, Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas – o universo de temperos e sabores ganha novos horizontes. “Leite de coco, azeite de dendê e manteiga de garrafa são ingredientes que não podem faltar na cozinha nordestina”, diz o chef Wanderson Medeiros, proprietário do restaurante Picuí, em Maceió, Alagoas. Ele explica que há peculiaridades na região. “Se falarmos de Sertão, a carne de sol, as aves e os pratos à base de caprinos reinam, mas, à medida que vamos nos aproximando do litoral, os peixes e os frutos do mar estão mais presentes”, diz. E está aí a explicação para cada Estado ter seu carro-chefe: a moqueca e o acarajé são a cara da Bahia; o aratu (espécie de caranguejo) é tradição em Sergipe; o sururu (tipo de molusco) é típico de Alagoas, e o guaiamum (outro caranguejo) é mais comum em Pernambuco. Na Paraíba e no Rio Grande do Norte, as carnes de sol e de caprinos estão sempre presentes no cardápio. O Ceará é especialista no baião de dois; no Maranhão, a iguaria é o arroz de cuxá (que leva folha de vinagreira e farinha de mandioca); e no Piauí se come o melhor arroz de capote (tipo de galinha). Durante a colonização brasileira, a mistura de culturas e de hábitos europeus, negros e índios deu origem a essa culinária de sabor peculiar e, para muitos, “pesada”. “Temos pratos como a buchada e o sarapatel, e os doces muito doces. É a comida que sacia a fome da barriga e da alma”, diverte-se o chef. Mas Wanderson dá dicas de como deixar as receitas nordestinas mais leves. “No caso dos pratos com leite de coco, basta ao final do preparo acrescentar água de coco. Para suavizar ainda mais, o dendê pode ser retirado ou reduzido. No caso dos pratos guisados e com bastante molho, basta escolher acompanhamentos mais leves.”. A maioria dos pratos começa com refogados de azeite, alho, cebola e pimentão. “As pessoas acham que a cozinha nordestina é complicada porque elas não têm acesso aos ingredientes, mas eles podem ser encontrados em todas as grandes cidades do Brasil”, diz. “A carne de sol é o melhor

10a13_Hoje é dia de 15.rev.indd 10

começo para os iniciantes. Você só precisa de uma boa carne, sal fino e manteiga de garrafa.” Para quem quiser dar um passo adiante , escolhemos três pratos bem típicos para levar o Nordeste para sua casa, onde quer que você more.

Paladar na Ponta da língua • acarajé: bolinho feito com massa de feijãofradinho, frito em azeite de dendê. Tradicionalmente, é recheado de vatapá. E quando o oferecem “quente”, significa que é carregado na pimenta. • charque: carne bovina secada ao sol, chamada também de jabá, jabaculê ou carne-seca. A diferença para a carne de sol é que ela é muito mais salgada e ressecada. • jerimum: no resto do Brasil, é conhecido como abóbora. • macaxeira: é exatamente a mesma mandioca que se come em São Paulo, ou o aipim, do Rio de Janeiro. • mandioca brava: não pode ser comida cozida ou frita como a macaxeira, pois é altamente tóxica. Porém, a farinha de mandioca que comemos é extraída da mandioca brava, mas o ácido é eliminado com o líquido que escorre quando ela é prensada. • Sarapatel: picadinho feito com o sangue e as vísceras de porco ou carneiro, muito gorduroso e apimentado. • manteiga de garrafa: é um líquido amarelado obtido a partir da fervura do leite de vaca, até que se evapore a maior parte da água (soro) e sobre apenas a gordura e a nata. • vatapá: tipo de purê, feito com fubá, leite de coco, azeite de dendê, castanha de caju e amendoim, com camarões e bastante pimenta-malagueta, para ficar como a baiana gosta. • óleo de dendê: extraído do fruto do dendezeiro, uma espécie de palmeira, é um azeite alaranjado, rico em vitamina A e E, betacaroteno e antioxidantes.

10/4/12 4:08 PM


11

6

porÇÕeS

J FÁCIl 6 50 MInutoS

peiXada COM leguMes 700 g de postas de cavala ou cação; suco de 1 limão; 2 dentes de alho espremidos; 2 sachês de tEMPEro SaZÓn® Sabor do nordeste; 2 colheres (chá) de sal; 2 colheres (sopa) de azeite de oliva; 1 cebola média picada; 4 tomates médios picados; 1 pimentão vermelho, sem sementes, em rodelas; 1 colher (sopa) de molho inglês; 2 colheres (sopa) de extrato de tomate; meia xícara (chá) de água (100 ml); 4 folhas médias de repolho cortadas em tiras; 2 batatas médias cozidas, em rodelas; 3 ovos cozidos cortados em 4 partes iguais; 1 colher (sopa) de cheiro-verde picado

tEMPEro SaZÓn® e 1 colher (chá) de sal, e deixe tomar gosto por 15 minutos. 2. em uma panela grande, coloque o azeite e leve ao fogo alto para aquecer. Junte a cebola e refogue por 2 minutos, ou até ficar transparente. 3. adicione o tomate, o pimentão, o molho inglês, o extrato de tomate e água. 4. ao levantar fervura, acrescente o peixe, o tEMPEro SaZÓn® e o sal restantes, e deixe cozinhar em fogo médio, com a panela semitampada, mexendo ocasionalmente, por 15 minutos, ou até que o peixe esteja macio. 5. Junte o repolho e a batata, e cozinhe em fogo baixo, com a panela semitampada, por 5 minutos, ou até que o repolho murche. 6. retire do fogo, acrescente os ovos e o cheiro-verde, e sirva em seguida.

MOdO de preparO 1. tempere o peixe com o suco de limão, o alho, 1 sachê de

diCa: ao acrescentar o repolho e a batata à preparação, mexa delicadamente para que o peixe não desmanche.

ingredientes

10a13_Hoje é dia de 15.rev.indd 11

10/4/12 4:09 PM


50

Fotos: António Rodrigues. Ceramicas Hideko Honma (www.hidekohonma.com.br).Guardanapos da Roupa de Mesa (tel. 11 3811-9715). Talheres da Zwilling J.A. Henckels (www.zwilling.com.br).Base retangular de madeira da Regatta Casa (www.regattacasa.com.br). Rendas, tecidos e panela de barro acervo da produtora.

hoje é dia de

unidadeS

J PouCo FÁCIl 6 1 Hora

bOlinHOs de MaCaXeira e Carne-seCa ingredientes: • reCHeiO: 1 colher (sopa) de óleo; meia cebola pequena picada; 1,5 kg de carne-seca, dessalgada, cozida e desfiada; 1 sachê de tempero SaZon® Sabor do nordeste

o óleo e leve ao fogo alto para aquecer. 2. Junte a cebola e a carne-seca, e refogue por 2 minutos, ou até dourar levemente. 3. polvilhe com o tempero SaZon® e reserve.

• Massa:

• prepare a Massa: 1. em uma tigela, coloque a macaxeira, o ovo, a margarina, o tempero SaZon®, o sal e, aos poucos, a farinha de trigo. 2. Mexa bem e acrescente o refogado de carne. 3. Com o auxílio de duas colheres de sopa, molde pequenos bolinhos e frite-os em imersão, em óleo não muito quente, por 2 minutos, ou até dourarem. 4. escorra em papel toalha e sirva em seguida.

MOdO de preparO • FaÇa O reCHeiO: 1. em uma panela média, coloque

diCa: se preferir, em vez de espremer a macaxeira, amasse-a com o auxílio de um garfo.

700 g de macaxeira, descascada, cozida e espremida; 1 ovo; 1 colher (sopa) de margarina sem sal; 2 sachês de tempero SaZon® Sabor do nordeste; meia colher (chá) de sal; meia xícara de farinha de trigo

10a13_Hoje é dia de 15.rev.indd 12

10/4/12 4:09 PM


Fotos: António Rodrigues. Ceramicas Hideko Honma (www.hidekohonma.com.br).Guardanapos da Roupa de Mesa (tel. 11 3811-9715). Talheres da Zwilling J.A. Henckels (www.zwilling.com.br).Base retangular de madeira da Regatta Casa (www.regattacasa.com.br). Rendas, tecidos e panela de barro acervo da produtora.

13 5

porÇÕeS

J FÁCIl 6 30 MInutoS

sururu alagOanO ingredientes 500 g de sururu limpo; 2 colheres (chá) de sal; 2 colheres (sopa) de colorau; 3 colheres (sopa) de azeite de oliva; 1 cebola média picada; 1 pimentão verde pequeno picado; meio maço de coentro picado; meio maço de cebolinha-verde picada; 3 tomates maduros, sem pele, picados; 2 e meia xícaras (chá) de leite de coco (500 ml); meia colher (chá) de cominho; meia colher (chá) de pimenta-do-reino; 2 pimentas-de-cheiro vermelhas picadas; 1 colher (chá) de aJI-no-Moto®

MOdO de preparO 1. tempere o sururu com 1 colher (chá) de sal e 1 colher (sopa) de colorau. reserve. 2. em uma panela grande, coloque o azeite e leve ao fogo alto para aquecer. 3. Junte a cebola, o pimentão, o coentro, a cebolinha e o tomate, e refogue por 5 minutos, ou até murchar. 4. acrescente o leite de coco, o cominho, a pimenta-do-reino, o colorau e o sal restantes, a pimentade-cheiro, e o aJI-no-Moto®, e misture bem. 5. adicione o sururu e deixe cozinhar, em fogo baixo, por 10 minutos, ou até encorpar. 6. retire do fogo e sirva em seguida.

diCas: 1. se preferir, substitua o sururu pela mesma quantidade de camarão. 2. O “sururu alagoano” é diferente do “Caldinho de sururu” servido em outros estados do nordeste, principalmente por ter menos caldo, sendo mais consistente.

10a13_Hoje é dia de 15.rev.indd 13

10/4/12 4:09 PM


giro

Para chuva, Para sol...

Paraty! Em dias dE céu abErto, o nEgócio é PassEar dE barco E PEgar Praia. sE a cidadE alagar, as ruas do cEntro histórico viram lindos EsPElhos d’água

14a17_Giro10.rev.indd 14

Azul-anil: as águas límpidas convidam a praticar mergulho

P

ara acabar logo de cara com qualquer dúvida: Paraty se escreve com “y”. É que os índios que habitavam o Vale do Paraíba, quando desciam a serra para pescar, encontravam tanto peixe da espécie parati (com “i”) que passaram a chamar a região de paratii (com dois “i”, que significava “rio dos peixes parati”). Na matemática ortográfica dos colonizadores jesuítas, “i” mais “i” era igual a “y”. E assim ficou o nome oficial da cidade, que começou a ser ocupada pelos portugueses em 1502. Hoje, a pesca turística existe, mas a relação do homem com os peixes é mais visual: o passeio obrigatório é subir a bordo de um barco e visitar algumas ilhas para mergulhar e se maravilhar com o mundo marinho. Há diversas agências de turismo locais que organizam saídas para visitar as 50 praias e as 65 ilhas de Paraty. Geralmente, é só chegar ao cais e pedir um lugar na embarcação de sua preferência. As escunas costumam fazer roteiros com cerca de cinco horas de duração, ao preço médio de 40 reais por pessoa, oferecendo petiscos e coquetéis - assim como nas praias, porções

10/4/12 4:09 PM


15 Chumbo grosso: antigamente, os canhões defendiam o ouro dos piratas e dos corsários; hoje, as correntes impedem os carros de circular pelo Centro Histórico. No detalhe, a fachada dos sobrados com os típicos desenhos geométricos em alto-relevo

de camarão, lula e batata frita são sempre as mais pedidas. Nos dias em que o Sol não brilha, prejudicando a visibilidade debaixo d’água, o melhor é passear pela cidade. O Centro Histórico é tombado e preserva um emaranhado de ruas protegidas por correntes por onde só circulam pedestres. Cobertas de pedras redondas e lisinhas, chamadas “pé de moleque”, as ruas não são muito convidativas para a mulherada que usa salto alto. É melhor calçar sandálias rasteirinhas, ou mesmo um par de tênis, para caminhar com segurança. Casinhas de fachada branca com portas e janelas coloridas vão beirar seu passeio. Algumas são lojas de artesanato, outras abrigam mercearias com iguarias da região. Com destaque para a cachaça: a cidade foi a maior produtora de pinga durante a época do Brasil colônia e ainda hoje mantém em funcionamento, e abertos a visitação, alguns alambiques que funcionavam lá no século XVII. A bebida é usada também em algumas receitas, como o camarão flambado na cachaça, pelos cerca de 40 restaurantes do centro, que privilegiam peixes e frutos do mar no cardápio. Apesar de ter sido apenas uma vila durante o período colonial, Paraty foi sede do porto mais importante que exportava o ouro do Brasil para Portugal. Hoje, é o ponto final da Estrada Real, roteiro turístico de 1.600 quilômetros que passa por 169 municípios de Minas Gerais, 22 de São Paulo e 9 do Rio de Janeiro. Para proteger esse trajeto por onde passavam toneladas de ouro e diamantes, foram construídas a Fortaleza de Patitiba e a Fortaleza no Morro do Forte, que estão abertas aos visitantes que percorrem a trilha.

14a17_Giro10.rev.indd 15

Igreja de Nossa Senhora das Dores

Ilha Sapeca

10/4/12 4:10 PM


giro

Entre o mar e a mata: abaixo, a Praia de Paraty-Mirim. Ao lado, a Praia do Sono

Praias e ilhas A natureza da cidade pode ser conferida ainda em seu estado selvagem, de mata nativa fechada e fauna preservada. As estradas de acesso às praias são de terra, e podem ser percorridas de carro ou a pé. Na maioria das vezes, porém, é preciso ir de barco. Se puder visitar apenas uma, vá a Paraty-Mirim. Se for por mar, o mergulho é indispensável. Se for pela estrada, aproveite para espiar a reserva indígena no caminho que corta a mata, para visitar as ruínas da vila e se refrescar nas cachoeiras do Rio Paraty-Mirim, e ainda conhecer a pequena Igreja de Nossa Senhora da Conceição, construída em 1757.

Trindade Fotos: Fernando Piancastelli

Outra parada importante é a Vila de Trindade. Localizada a 30 quilômetros de Paraty, Trindade está situada numa Área de Proteção Ambiental de Cairuçu e abriga praias, trilhas e cachoeiras. A Praia de Cachadaço possui areias finas e brancas e algumas poucas casas de pescadores e ranchos de pesca. Por ter ondas altas, é uma das mais visitadas por surfistas. Para chegar a Cachadaço é preciso encarar uma caminhada de 15 minutos em trilhas pelo meio da vegetação nativa ou por botes a motor que saem da Praia do Meio.

CulTura Paraty comanda hoje uma das mais conhecidas festas literárias do mundo. A Feira Literária de Paraty (Flip), realizada todos os anos no mês de agosto, reúne uma multidão de intelectuais e amantes das letras que vão assistir às palestras

14a17_Giro10.rev.indd 16

Altas ondas: Trindade encanta os surfistas

10/4/12 4:11 PM


17 dos autores dos livros mais badalados do momento. Quando a capacidade hoteleira se esgota, a moçada parte para os vários campings da área. Tudo para não perder os debates e as apresentações artísticas que agitam o centro. Uma curiosidade é a alegria dos turistas com os alagamentos. Enquanto nas grandes cidades uma chuva forte deixa todos em estado de preocupação, em Paraty as ruas alagadas – pela chuva ou pela subida da maré – proporcionam belíssimas paisagens das casas refletidas nos espelhos d’água. É a foto com jeito de cartão-postal que coroa as memórias de viagem de todos os que visitam esse charme de cidade.

Cor e reflexo: quando a cidade alaga formam-se espelhos d’água sobre as ruas

ES Mg

rJ SP

rio DE JANEiro

PArATY

VeJa as disTÂnCias enTre as Cidades

PArATY

de são Paulo, sP: 278 km, 3 horas e 30 minutos do rio de Janeiro, rJ: 252 km, 3 horas e 25 minutos de Belo horizonte, MG: 611 km, 7 horas e 50 minutos de angra dos reis, rJ: 97 km, 1 hora e 30 minutos de Trindade: 30 km, 20 minutos

inFOrMaÇÕes e serViÇOs: www.paraty.tur.br – www.paraty.com.br – site.er.org.br

14a17_Giro10.rev.indd 17

10/4/12 4:11 PM


bem-estar

só sorrisos

chega de risadinha amarela. uma higiene bucal adequada garante dentes bonitos, boca saudável e o seu bem-estar estampado no rosto

a

gente nasce banguela, mas mesmo antes de nascausar complicações gastrointestinais. “Uma boca saudável cerem os primeiros dentes, a saúde bucal deve proporciona uma boa mastigação, facilitando a digestão e fazer parte de nossos hábitos de higiene. Afinal, melhorando o aproveitamento dos nutrientes ingeridos”, diz gengiva, língua e as paredes internas das bochechas preo cirurgião-dentista Gilberto Casanova, voluntário da Associsam estar sempre limpas para evitar doenças na boca. ciação de Diabetes do Brasil (ADJ). Segundo o especialista, Quando os bebês começam a se alimentar de outras coisas a maioria dos problemas bucais é consequência dos restos além do leite materno, como sucos, frutas e de alimentos que ficam acumulados entre os papinhas, há pediatras que recomendam pelo dentes e as gengivas, que acabam servindo menos uma “escovação” ao dia. “Não é preciso como meio de cultura para as bactérias. “A usar a escova. Passar na boquinha do bebê melhor maneira de manter a saúde da boca é o dedo enrolado em um pedaço de gase já remover esses restos depois de cada refeição limpa o suficiente e contribui para criar um e visitar o dentista regularmente, para realizar hábito que vai acompanhá-lo a vida inteira”, uma limpeza profissional e aplicar de flúor”, diz. afirma a cirurgiã-dentista Paula Sanches. No consultório, o dentista também avalia se Depois que aparecem os dentes, a recohá formação de cárie, tártaro e manifestação de mendação dos dentistas é que a escovação gengivite. “Se não forem tratadas, essas doenseja feita três vezes ao dia, após as principais ças podem levar a complicações como a perda refeições. Por quê? Há milhões de motivos: pesdo dente ou a ações de cura mais complexas, 1. Com uma escova macia quisas indicam que moram, na boca de cada como tratamento de canal”, alerta Gilberto. inclinada a 45 graus, escove da gengiva à ser humano, mais de 750 milhões de microEle ressalta que o uso do fio dental é indispenponta dos dentes e, com organismos, de cerca de 500 espécies distintas. sável e explica que não basta colocar o fio entre movimentos circulares, as partes externa, interna e É como se fosse três vezes a população braos dentes. “É necessário esfregar o fio, fazendo superior dos dentes. sileira nadando em nossa saliva. Se a higiene o vai-e-vem na superfície dos dois dentes envol2. O fio dental deve ser não for realizada corretamente, algumas bac- passado com o movimento de vidos, até que o fio penetre levemente o espaço vai-e-vem entre dois dentes térias podem danificar os dentes e também entre a gengiva e o dente e recolha os resíduos.”

18e19_Bem estar 8.rev.indd 18

10/4/12 4:10 PM


19 as DOeNÇas maIs COmUNs • CÁrIe: é a descalcificação do dente provocada por ácidos orgânicos. Esses ácidos são produzidos pela combinação de saliva e enzimas bacterianas que agem no contato com os resíduos alimentares retidos na boca. É uma doença degenerativa e infectocontagiosa. A região atingida pela cárie deve ser obturada e, em casos evoluídos a ponto de atingir o nervo, um tratamento de canal deve ser realizado.

• GeNGIVIte: inflamação que destrói os tecidos que sustentam os dentes, principalmente as gengivas, os ligamentos periodontais e os ossos, em casos avançados da doença. A gengivite é causada pelo acúmulo da placa bacteriana, devido ao excesso de resíduos alimentares retidos na boca.

• tÁrtarO: a má higienização bucal pode causar a formação de placa bacteriana. A mineralização dessa placa na superfície dos dentes é chamada tártaro. Se não for diagnosticado e tratado rapidamente, as bactérias “fixam residência”, o que pode levar a cáries e a gengivite.

• maU HÁLItO: a má limpeza da língua é uma das maiores causadoras do mau hálito. Cerca de 90% das halitoses ocorrem pela retenção de alimentos na língua. As placas bacterianas começam a fermentar, formando a saborra (língua branca) e liberando odor de enxofre. A higienização da língua pode ser feita com a própria escova de dente ou com o raspador lingual.

os hábitos de limpeza desde a infância e ao longo da vida são primordiais para a boca perfeita VOCÊ sabe QUaL DeNtIsta PrOCUrar? “A exemplo da medicina, temos especializações em todos os tipos de tratamento. Depois do diagnóstico dado pelo seu dentista, pergunte a ele qual especialista procurar”, diz Guilherme Casanova. Confira as especialidades mais buscadas. • eNDODONtIa: é a especialidade mais comum, tem foco na prevenção, com diagnóstico e controle das alterações bucais. • ImPLaNtODONtIa: realiza a implantação de materiais próprios para suportar próteses dentárias. • ODONtOGerIatrIa: concentra os estudos e os tratamentos decorrentes do envelhecimento. • ODONtOPeDIatrIa: diagnostica, previne e trata da saúde bucal de bebês, crianças e adolescentes. • OrtODONtIa: trata da prevenção, supervisão e orientação do uso do aparelho dentário. • PerIODONtIa: é a especialidade de tratamento dos tecidos de suporte dos dentes, como as gengivas. • PrÓtese DeNtÁrIa: reconstrução dos dentes parcialmente destruídos ou reposição de dentes ausentes. • CIrUrGIa: diagnóstico e tratamento cirúrgico recorrente das doenças, traumatismos, lesões e anomalias bucais.

18e19_Bem estar 8.rev.indd 19

quando usar aparelho odontológico? o aparelho é indicado ao paciente que apresenta problemas de oclusão (encaixe dos dentes superiores nos inferiores) ou por falta de espaço para o nascimento de algum dente. os causadores desses problemas são a dentição cruzada e a sobreposição dos dentes.

10/4/12 4:10 PM


sua casa

Dentro e fora: em um canteiro ao ar livre, plantas que gostam de sol; abaixo, flores combinam com a decoração

jardim de

emoções Em difErEntEs Espaços, os jardins podEm dEcorar E promovEr conforto E sustEntabilidadE

a

20e21_Sua casa 2.indd 20

MONTE SEU VASO 1. Coloque uma camada de 5 cm de argila expandida. Escolha a argila com diâmetro maior para tapar o furo no fundo do vaso.

2. Por cima da argila, acomode

a manta de drenagem. Insira a muda com torrão (raiz).

3. Complete com terra adubada. Como sugestão para acabamento, coloque pedriscos.

Fonte: Shopping Garden

s plantas podem proporcionar um ambiente mais bonito, harmonioso e agradável, diminuindo a poluição sonora e purificando o ar dentro de casa. E você pode fazer seu próprio jardim, mesmo que não tenha uma área muito grande ao ar livre. Sabendo escolher as plantas certas para a quantidade de ar e luz que bate em sua casa (veja o quadro) e pensando em algumas soluções para ganhar espaço, como pendurar os vasos na parede para fazer um jardim vertical, você pode facilmente estreitar seu convívio com a natureza. Mas, tanto dentro como fora de casa, as plantas precisam de cuidados para permanecer verdinhas o ano inteiro. E eles começam no plantio. “A muda deve estar saudável e com o torrão (a terra onde está plantada a raiz) bem firme. A terra, a do solo ou a do vaso, deve estar fofa para facilitar a drenagem da água e a circulação de ar”, diz a paisagista Greice Peralta, do Shopping Garden, de São Paulo. Se for plantar em vasos ou floreiras, cubra o fundo com 5 centímetros de argila ou brita, para criar espaço de escoamento da água sem a perda de nutrientes. Coloque o torrão e complete com terra. A partir daí, é fundamental regar. A água vai ajudar na absorção dos nutrientes, fazendo as raízes crescerem e se firmarem para sustentar a planta. “Os melhores horários são pela manhã, antes das 10 h, e à tarde, depois das 15 h. Evite regar à noite, pois nesse período a planta absorve pouca água e as folhas demoram a secar, pode ocorrer o aparecimento de fungos”, afirma. Para saber se a planta está precisando de água, coloque o dedo na terra: se estiver muito seca, a planta está “com sede” e precisa ser regada com mais frequência. “Contudo, as plantas levam em torno de 30 dias para se adaptar. Por isso, não se preocupe caso as folhas fiquem amareladas logo no início. É a fase de adaptação”, diz Greice. Podar também é importante, para renovar, arejar e garantir a vitalidade da planta. A chamada “poda de limpeza”, que é simples

10/4/12 4:11 PM


Foto: ricardo D´Angelo

dicAS pArA UM jArdiM VErTicAl 1. Uma solução para pendurar vasos na parede são as treliças de madeira. Se os vasos forem pequeninos, ganchinhos presos com parafusos costumam suportar o peso. 2. Aproveite para praticar a reciclagem usando garrafas PEt como floreira para plantas pequenas, como violetas: corte a garrafa pela metade no sentido horizontal. na parte de baixo, faça furos para a água escorrer. Pendure as garrafas com cordas de varal. e breve, deve ser feita sempre que houver folhas e galhos secos, e pode ser feita com tesoura ou com as próprias mãos. “O ideal é fazer uma poda caprichada no inverno, período em que a maioria das plantas está em estado de dormência”, diz a paisagista.

pássaros e borboletas Para atrair mais vida para seu jardim, cultive flores de cheiros, tamanhos e formatos diferentes. Conforme explica a paisagista, as borboletas procuram as flores com formato tubular e perfumadas. lavanda, sálvia e maria-sem-vergonha costumam fazer sucesso entre elas. Os pássaros preferem flores grandes e coloridas, principalmente amarelas e vermelhas, como lanterna-chinesa, hibisco, russélia e sapatinho-de-judeu. As árvores frutíferas também são chamarisco de animais. Se você tiver pelo menos 5 metros quadrados de área com terra no quintal, pode até plantar uma árvore. Algumas, como pitangueira, limoeiro, jabuticabeira, amoreira, romãzeira e figueira, não passam de 2 metros de altura e, se plantadas em vasos grandes, podem viver bem até em sacada de apartamento.

Subindo pelas paredes: pendure suas plantas e ganhe espaço. Escolha espécies de pequeno ou médio porte, para não ficar muito pesado. Há vasos próprios para isso, com um dos lados reto, para ficar bem rente à parede.

a planta ideal TipO dE plANTA

ÁrEA ExTErNAS

ÁrEAS iNTErNAS

iNTErNAS E ExTErNAS

PlAntAS DE FOlHAGEM

Murta, fórmio, buxinho, phoenix, bambu mosso, cica, rafia

Espada-de-são-jorge, pacová, asplênio, zamioculca, chamaedoera, samambaia

Pleomele, pata-de-elefante, ficus, cróton

PlAntAS DE FlOrES

Azaleia, roseira, estrelítzia, lavanda, onze-horas

Bromélia, lírio-do-dia, antúrio, orquídea, violeta, lírio-da-paz

Flor-de-maio, begônia, gérbera

20e21_Sua casa 2.indd 21

10/4/12 4:11 PM


perfil

Solta a voz,

zezé em turnê de lançamento do novo cd, a cantora e atriz também faz bonito na cozinha

P

rofissão: cantatriz. Maria José Motta de Oliveira, a Zezé, completa 45 anos de carreira dedicados em iguais proporções à música e à encenação. Sua estreia no teatro profissional foi aos 20 anos de idade, mas muito antes, ela já gostava de cantar. “Quando eu era criança, lembro que meu pai tocava violão sempre que voltava do trabalho. Era um blom, blom, blom até tarde.” Na adolescência, começou a fazer aulas de piano e em sua casa, no Morro do Pavãozinho, no Rio de Janeiro, Zezé ajudava a mãe com as costuras, enquanto ouvia Caubi Peixoto, Angela Maria e Nora Ney pelo rádio. “Parecia um hospício! Era rádio ligado e a máquina de costura funcionando, meu pai tocando violão, eu cantando”, diz. “Mas eu já sonhava em ser atriz.” Ainda no colégio interno, Zezé participava de apresentações de teatro. “Eu gostava tanto que, cursando o ginásio, ganhei uma bolsa para estudar no Teatro Tablado”, conta Zezé, que teve como professora a dramaturga Maria Clara Machado, autora de peças infantis. No dia da apresentação da peça de formatura, ela foi convidada para fazer um teste e estrear na peça Roda Viva, de Chico Buarque. Era a época da ditadura, e a peça foi censurada. Para voltar a ser apresentada, o grupo teve de fazer manifestações e protestos. “Fomos perseguidos e espancados, ainda assim

22e23_Entrevista 11 rev.indd 22

fazer a peça foi divertido. Atuávamos como mendigos, estudantes e policiais e alertávamos contra o consumismo.”

Xica da Silva “Fico em estado de graça quando estou em cima de um palco representando ou cantando”, diz Zezé. Mas uma de suas atuações mais marcantes foi diante das câmeras, no papel de Xica da Silva, em filme digirido por Cacá Diegues, em 1976. “Eu estava treinada para fazer uma escrava humilde e submissa, mas a Xica da Silva enfrentava os problemas. Quando chegou na fase de rainha do Tijuco foi realmente desafiador”, afirma. “No dia de gravar a cena em que a protagonista recebe a carta de alforria, ela está com um vestido dourado e uma peruca loura imensa, disseram para mim: ‘Sua atuação tem que ser maior do que esse figurino’, e eu senti o peso da responsabilidade de interpretar aquele papel.” Durante a filmagem, Zezé foi proibida de ir ao Rio de Janeiro por três meses, nem mesmo na noite de Natal, ficando na cidade mineira de Diamantina para “respirar” o personagem. “Cacá me irritava para eu entrar no clima. Me deixava sem água, sem café, tudo me era negado. Eu ficava danada da vida e acabava representando bem o jeito atrevido da Xica”, diz.

10/4/12 4:11 PM


23 O resultado foi tão satisfatório que a consagrou internacionalmente. O filme foi remasterizado em 2011 e a atriz e o diretor foram aos Estados Unidos receber homenagem quando ele entrou para o acervo do Museu de Arte Moderna de Nova York, o MoMA. Seu último trabalho na televisão aconteceu no ano passado, quando interpretou Dalva Alves, para o folhetim jovem Rebelde, da Rede Record. Neste ano, seu foco está na música. Depois de 13 discos lançados, Zezé Motta está viajando pelo Brasil para divulgar “Negra Melodia”, um CD que faz parte da coletânea Joia Moderna, produzida pelo DJ Zé Pedro.

família e cozinha Com tanto trabalho, fica difícil se dedicar à família. Zezé tem cinco filhas adotivas, todas casadas, com profissões e endereços bem distintos. “Tem de bailarina a executiva, e cada uma mora em um canto. A mais distante vive em Manaus”, diz. Sempre que pode juntar todas elas e os seis netos, a cantatriz não dispensa o preparo de seu prato preferido: peixe – pode ser em moqueca, assado ou frito. “Enjoei de carne vermelha. Hoje só como peixe e frango”, afirma Zezé, que ama cozinhar. Tanto que, em parceria com o chef e amigo Paulo Siqueira, publicou um livro de culinária, sob o título Nossas Receitas da Vida. Seus dotes na cozinha já haviam sido divulgados por Evanio Alves, cabeleireiro e maquiador que cuida de suas madeixas, no livro As Divas na Cozinha. Entre várias mulheres poderosas, Zezé marcou presença com sua receita Salada Granulada, feita com sete tipos de grãos.

Zezé Motta em show Negra Melodia

22e23_Entrevista 11 rev.indd 23

ficha técnica Maria José Motta de oliveira nasceu dia 27 de junho de 1948 em Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, e tem 45 anos de carreira. filMes: fez mais de 30 filmes, entre eles Vai Trabalhar, Vagabundo, Ouro Sangrento, Anjos da Noite, Tieta do Agreste e Xica da Silva (que a consagrou internacionalmente) novelas: Corpo a Corpo, A Próxima Vítima, Porto dos Milagres, Renascer, Xica da Silva e muitas outras. O último trabalho foi a telenovela Rebelde, como Dalva Alves. Música: a carreira de cantora teve início em 1971, em casas noturnas paulistas. Entre os LPs gravados estão Gerson Conrad & Zezé Motta, Negritude, Quarteto Negro, La Femme Enchantée, A Chave dos Segredos, Divina Saudade e Negra Melodia livros: Zezé Motta também foi assunto ou autora de alguns livros, como Zezé Motta: Muito Prazer, Álbum de Retratos: Zezé Motta e Nossas Receitas da Vida.

Para manter a saúde, além de se alimentar bem ela reserva em seus momentos de lazer um tempo para fazer caminhadas e praticar pilates. “Tenho 64 anos, não posso parar de fazer exercícios”, diz. “Sou uma mulher feliz. Mas não por inteiro, porque preciso que as pessoas que estejam à minha volta sejam felizes também. Hoje, só vemos violência e miséria”, afirma. “Como disse minha amiga e comadre, a atriz Marília Pêra, há mais ou menos 30 anos: ‘Ser feliz hoje é privilégio dos ignorantes’. Mas eu prefiro ser otimista e perseverante. Se a gente desistir de lutar pela paz, pelos sonhos, contra a violência e o racismo, não vai dar para ser feliz mesmo!”

10/4/12 4:11 PM


NOVIDADES

Compartilhe o novo MID® MID® mudou! Agora, com o dobro de vitamina C, uma porção do produto (200 ml) supre 30% de nossas necessidades diárias dessa vitamina. Além disso, os 16 sabores sofreram alteração, especialmente as versões Abacaxi, Graviola, Laranja, Limão, Maracujá e Uva, que ficaram mais próximos do sabor real da fruta. As embalagens estão mais modernas, bonitas e menores, com conteúdo de 25 gramas - mas o rendimento é o mesmo: 1 litro por envelope. “Com a redução do tamanho do envelope, vamos diminuir os impactos ambientais”, diz a gerente da marca, Carolina Sanches. A marca reformulou também o seu site, onde você encontra informações nutricionais, acompanha as promoções e os concursos culturais e fica sabendo de dicas de passeios, brincadeiras e atividades para fazer com quem você ama. Afinal, “O BOM É DIVIDIR”. E é por isso que MID® quer estar presente nos momentos em família e estimular o coletivismo, pois acredita que a melhor forma de ser feliz é compartilhar a vida com as pessoas.

EXPERIMENTE!

Divida com quem você ama o novo MID® Laranja que enviamos para você junto com a revista

CORRA PARA A INTERNET Acesse www.midrefresco.com.br e visite a página de MID® Refresco no Facebook. Assista ao vídeo manifesto e saiba mais sobre o CONCURSO CULTURAL “O BOM É DIVIDIR”: produza um vídeo no aplicativo da página e concorra a uma TV 42” 3D Interativa.

SAZÓN® é amor e... prêmios! Já está valendo a promoção Fórmula do Amor: compre dois produtos diferentes SAZÓN® (um caldo e um tempero) e cadastre o cupom fiscal no site www.promocaosazon.com.br. Será sorteado um eletrodoméstico por dia até o fim da promoção, em 1o de dezembro, quando sai o prêmio máximo: uma casa com carro na garagem, mais um kit da Electrolux. NÃO PERCA TEMPO!

24e25_Novidades.rev 3.rev.indd 24

TEM EXPLICAÇÃO? Mais de 152.000 pessoas já curtiram a página do Aji-Sal no Facebook. Acesse www.facebook.com/ajisalbrasil e divirta-se com a gente!

10/9/12 11:23 AM


25 Participe e acredite!

Veja o depoimento de Erika Della Torre, de Indaiatuba, São Paulo, vencedora da promoção Sabor de Família MID® e FIT™:

“Meu marido, Junior, com quem me casei no civil em março, não gosta de refrigerante. Por isso, passei a comprar suco em pó. Ele adorou o MID®. Então, voltei ao mercado e comprei logo oito envelopes, dois de cada sabor: maçã, pera, maracujá e graviola. No dia 30 de maio, ficamos muito tristes e preocupados porque ele tinha perdido o emprego. No dia seguinte, eu estava na casa de minha mãe quando meu celular tocou: era um tal Rodolfo, me avisando que eu tinha sido sorteada na promoção SABOR DE FAMÍLIA MID® & FIT™ e havia ganhado o prêmio máximo: UM AUTOMÓVEL ZERO-QUILÔMETRO E MAIS 55.000 REAIS. Eu sabia da promoção, porque li na REVISTA SABORES AJINOMOTO, mas na hora pensei que era brincadeira. Comecei a chorar, minha mãe me abraçou. Graças a Deus, eu havia guardado o cupom fiscal do mercado! Esse prêmio veio para mudar tudo em nossa vida. Poderemos casar na igreja como havíamos sonhado, comprar o que falta para nossa casa, pagar meu álbum de formatura, quitar a moto do Junior. Ah, ia me esquecendo: tudo isso aconteceu na semana do meu aniversário. Que presente! Obrigada a todos, de coração, e tomara que existam mais promoções como essa, para que outras famílias possam sentir essa mesma alegria.”

Site novo, oba! Tem uma ideia para o almoço, mas não sabe como preparar? Entre no nosso site! Não tem a menor ideia do que preparar para o jantar? Entre no nosso site! Quer aprender mais sobre o que faz bem para a saúde de sua família? Entre no site! Motivos não faltam para você conhecer nosso novo portal na internet, que foi reformulado para ficar mais atrativo, interativo e informativo. Receitas gostosas, fotos maravilhosas, soluções práticas e conteúdo atualizado sobre nutrição é o que você vai encontrar no novo site Sabores Ajinomoto, que agora está interligado às redes sociais e com ainda mais receitas. Uma das principais novidades são os cardápios diários, elaborados para facilitar o planejamento das refeições em sua casa. Tudo isso foi pensado para comemorar os três anos do site, presenteando você, amante da culinária, com nosso carinho traduzido em dicas para arrasar na cozinha e informações importantes para seu dia a dia.

www.saboresajinomoto.com.br Em tempo: você deve ter notado que o logotipo da capa da revista Sabores Ajinomoto mudou. Não foi por acaso. Alinhada a essas mudanças no site, nossa revista também teve o visual repaginado para deixar sua leitura ainda mais agradável. Ficou lindo, não ficou?

CONFIRA TAMBÉM

AINDA NESTE ANO, UMA NOVA PROMOÇÃO.

PODE SER A SUA VEZ DE GANHAR!

24e25_Novidades.rev 3.rev.indd 25

Novo site de AJI-NO-MOTO® e veja como o produto pode realçar o sabor da culinária da região onde você mora, sem salgar.

www.aji-no-moto.com.br

10/9/12 11:23 AM


vida saudável

AlimentAção à bAse de vegetAis é nutritivA e trAz benefícios à sAúde

P

reparar o almoço todos os dias requer criatividade ácido fólico, fibras, gorduras de boa qualidade, assim como para o cardápio não ficar repetitivo. Imagine se nesse diversos nutrientes antioxidantes. O regime à base de vegetais menu não puder ter carne! Para os vegetarianos isso traz benefícios na prevenção e no tratamento de doenças não é problema. A bem da verdade, a família de vegetais como a hipertensão e o diabetes, e no combate à obesidade. e grãos é imensa, muito maior que a de carnes. Então, é Segundo o doutor, quando bem elaboradas, as dietas deixar a imaginação criar asas para obter pratos saudáveis, vegetarianas promovem o crescimento e o desenvolvimencoloridos e saborosíssimos, sem cair na rotina. to adequados em qualquer idade, inclusive na gestação Ser vegetariano significa não comer carne, de nenhum e na infância. Por ser uma dieta rica em frutas, legumes, tipo. Existe uma linha mais radical, a dos veganos, que exclui verduras e grãos, com o planejamento adequado, não há da dieta também outros produtos derivados de animais, a possibilidade de deficiência de nutrientes no organismo. como leite, queijos e ovos. “As proteínas necessárias ao organismo já estão garanDados do Ibope indicam que o vegetarianismo é seguido, tidas em feijões e cereais: uma porção de 100 gramas de no Brasil, por 10% da população masculina e 9% da feminina. carne, quantidade recomendada pelo Ministério da Saúde “Na Índia, onde há séculos existe um ideal de se alimentar para ingestão diária, pode ser substituída por sete colheres somente de vegetais, segundo um código de ética de não (sopa) de feijões cozidos”, diz. violência a nenhum ser vivo, esse é Doutor Eric alerta: quem adota um estilo de vida adotado pela maior uma dieta vegetariana não deve ClassifiCação vegetariana parte da população”, diz o doutor trocar a carne por ovos e queijos, • ovolaCtovegetariano – utiliza Eric Slywitch, médico e diretor do porque passaria a ingerir mais gorovos, leite e laticínios na alimentação. Departamento de Medicina e Nudura. “Os feijões, ervilha, lentilha • laCtovegetariano – não utiliza trição da Sociedade Vegetariana e grão-de-bico são os substitutos ovos, mas faz uso de leite e laticínios. Brasileira (SVB), e autor dos livros ideais das proteínas animais”, afir• ovovegetariano – não utiliza leite e Alimentação sem Carne – Guia Práma o médico. laticínios, mas consome ovos. tico e Virei Vegetariano. E agora?. As carnes, os laticínios e os ovos • vegano – não usa nenhum derivaEle explica que a maioria dos vesão fontes de vitamina B12. Pordo animal na alimentação. Os radicais getarianos não se alimenta de carne tanto, os vegetarianos que não os também se recusam a usar componentes por ser contra o abate de animais. consomem podem apresentar uma animais não alimentícios, como vestimenA outra parte tem motivos ligados pequena deficiência, que deve ser tas de couro e lã, assim como produtos à saúde e ao bem-estar. Os vegesuplementada ou ingerida por meio testados em animais. tarianos ingerem mais vitamina C, de alimentos fortificados.

26a29_Vida saudável 2.rev.indd 26

10/4/12 4:13 PM


6

PORÇÕES

27

J FÁCIL 6 1 HORA

FEIJOADA DE LEGUMES E TALOS INGREDIENTES 2 xícaras (chá) de feijãopreto cru (340 g); 1,5 litro de água; 1 folha de louro; 1 e meia colher (sopa) de sal; 2 colheres (chá) de AJI-NO-MOTO®; meia xícara (chá) de óleo; 1 cebola média picada; 2 dentes de alho picados; 2 tomates médios picados (400 g); 1 xícara (chá) de talos e folhas de beterraba picados (80 g); 1 xícara (chá) de talos e folhas de cenoura picados (60 g); 1 beterraba pequena cortada em cubos; 1 cenoura pequena, em rodelas ao meio; 2 mandioquinhas médias picadas; 1 vidro de champignons em conserva cortados ao meio (100 g); 1 xícara (chá) de cheiro-verde picado

MODO DE PREPARO 1. Deixe o feijão de molho em bastante água de um dia para o outro.

2. Escorra, transfira para uma panela de pressão, junte a água, o louro, meia colher (sopa) de sal e 1 colher (chá) de AJI-NO-MOTO®, e cozinhe, em fogo médio, por 15 minutos após o início da fervura, ou até que o feijão esteja macio. Reserve. 3. Em outra panela, coloque o óleo e leve ao fogo alto para aquecer. Junte a cebola, o alho e o tomate, e refogue por 5 minutos. 4. Acrescente os talos e as folhas, a beterraba, a cenoura, a mandioquinha, o champignon, o sal e o AJI-NO-MOTO® restantes. 5. Cubra com 1 xícara (chá) de água fervente (200 ml) e deixe cozinhar por mais 10 minutos, em fogo médio, com a panela semitampada. 6. Adicione o feijão cozido reservado e o cheiroverde, e cozinhe em fogo médio, com a panela semitampada, por 20 minutos, ou até encorpar o caldo. 7. Retire do fogo e sirva em seguida acompanhado de arroz integral e couve refogada.

26a29_Vida saudável 2.rev.indd 27

10/15/12 10:41 AM


vida saudável

NÃO deiXe FalTaR Nada Quando se deixa de comer carne vermelha, é possível que falte ferro no organismo, o que causa propenção à anemia. Quando não se ingere leite ou seus derivados, é preciso tomar cuidado para não ter deficiência de cálcio, que pode levar a complicações nos ossos e nos dentes. Veja como substituir esses alimentos: • ferro: agrião, rúcula e couve; feijões, grão-de-bico, ervilha, lentilha; nozes, castanhas e uva-passa e rapadura são alimentos com alta concentração desse mineral. Para potencializar sua absorção no organismo, consuma alimentos ricos em vitamina C na mesma refeição que tiver alimentos ricos em ferro, como laranja, limão, acerola e morango; brócolis, couve e espinafre. • Cálcio: na falta de laticínios, é importante consumir em maior quantidade hortaliças verdes-escuras, como espinafre, couve, agrião; manjericão e salsa; gergelim e linhaça; algas marinhas (aquelas que vêm na comida japonesa), amêndoas e leite de soja.

ReFeiÇÃO BalaNCeada Um prato vegetariano balanceado e nutritivo deve conter em sua metade hortaliças, priorizando verduras ricas em cálcio. Na outra, dividir entre cereais e alimentos ricos em proteínas, como o arroz e o feijão. Para sobremesa, uma salada de frutas ou suco natural.

PAtÊ de tofu ingredientes 500 g de tofu, escorrido e cortado em cubos grandes; 3 colheres (sopa) de azeite de oliva; 1 dente de alho amassado; 1 sachê de Caldo saZÓn® legumes;; 5 azeitonas verdes, picadas

modo de PrePAro 1. no liquidificador, bata o tofu e o azeite, aos poucos, junte o alho e o Caldo saZÓn®, e bata novamente até ficar homogêneo. 2. disponha em uma tigela e misture as azeitonas. 3. leve à geladeira até o momento de servir.

dicAs: 1. se preferir, bata os ingredientes no processador de alimentos. 2. sirva o patê em minitorradas integrais ou também com cenoura e pepino em bastões.

10

PORÇÕes

J MUito fÁCil 6 10 MinUtos

frutas: in natura ou suco

em uma metade: legumes (beterraba, vagem, abóbora etc.) e verduras (alface, espinafre etc.).

26a29_Vida saudável 2.rev.indd 28

na outra metade: cereais (arroz, aveia, milho etc.) e leguminosas (feijões, lentilha, grão-de-bico, soja, ervilha etc.)

10/4/12 4:15 PM


Fotos: António Rodrigues. Talheres da Zwilling J.A. Henckels (www.zwilling.com.br). Bowl folha da Kirk’s (www.kirks.com.br). Base de madeira vazada e panelas brancas da Le Creuset da Artmix (www.artmix.com.br). Guardanapos da Roupa de Mesa (tel. 11 38119715). Prato, copo, refratario com alça, cumbucas amarelas e tecido acervo da produtora.

29

8

PORÇÕes

J MUito fÁCil 6 20 MinUtos (+ 30 minutos de forno)

tortA de AbobrinHA ingredientes 2 abobrinhas médias cortadas em cubinhos (500 g); 1 cebola pequena, em cubinhos; 1 dente de alho amassado; 1 tomate médio, sem sementes, em cubinhos; 3 colheres (sopa) de queijo tipo parmesão ralado; 3 ovos ligeiramente batidos; 1 colher (sopa) de azeite de oliva; 1 xícara de quinua em flocos (100 g); meia colher (sopa) de fermento em pó; 2 sachês de tempero saZÓn® amarelo; 1 colher (chá) de sal; 1 colher (sopa) de farinha de mandioca para polvilhar

modo de PrePAro 1. em uma tigela, coloque a abobrinha, a cebola,

26a29_Vida saudável 2.rev.indd 29

o alho, o tomate, 2 colheres (sopa) de queijo ralado, os ovos, o azeite, a quinua, o fermento, o tempero saZÓn® e o sal. 2. misture bem e transfira para um refratário médio, previamente untado. 3. Polvilhe na superfície a farinha de mandioca e o queijo ralado restante já misturados, e leve ao forno médio (180 graus), preaquecido, por cerca de 30 minutos, ou até gratinar. 4. retire do forno e sirva em seguida.

dicAs: 1. A expressão “gratinar” significa tostar, corar a superfície de um alimento. usa-se para isso uma cobertura à base de creme, manteiga e queijo ralado, ou então à base de farinha de rosca. 2. A quinua é cereal de alto valor biológico, rico em proteínas e pode ser encontrado em supermercados ou em loja de produtos naturais em forma de grãos, flocos ou farinha.

10/4/12 4:15 PM


DELÍCIAS DA ESTAÇÃO

BERINJELA À PARMEGIANA

Bonita e

GOSTOSA RICA EM ÁGUA E FIBRAS, A BERINJELA RENDE PRATOS COM MUITO SABOR E POUCAS CALORIAS

E

m sua terra de origem, a Índia, a berinjela era cultivada como uma planta ornamental. Estava mais para enfeite do que para ingrediente culinário. Ela chegou à Europa no século XIII, trazida pelos árabes da Península Ibérica, que já haviam descoberto que, além de bonita, ela era gostosa, e aprenderam a explorar o valor de seu sabor. Sorte nossa. O babaganuj, por exemplo, prato popular da cozinha árabe, é uma pasta feita com berinjela. Ao Brasil, chegou no século XVI, trazida pelos portugueses, e se adaptou muito bem às nossas terras e ao nosso paladar. Hoje, o vegetal rende guisados, suflês, saladas, lasanhas e pastas, e é bastante consumido pelos vegetarianos, por ser rico em proteínas, cálcio, fósforo, ferro, potássio, magnésio e nas vitaminas A, B1, B2, B5 e C. A nutricionista Lia Buschinelli, do Instituto Paulista de Cancerologia (IPC), explica que a berinjela também é rica em água e contém fibras que auxiliam no funcionamento intestinal. “Compostos da casca da berinjela, juntamente com suas fibras, podem reduzir o triglicérides e os níveis de colesterol”, diz. Em sua composição há alcaloides que podem diminuir a pressão sanguínea, prevenindo a arteriosclerose. Além de ser recomendada em casos de artrite, diabetes e inflamações de pele, é um alimento bem light: em 100 gramas há apenas 20 calorias, quase nenhuma gordura. A berinjela de boa qualidade deve apresentar o talo verde e firme e a casca de cor brilhante e sem manchas. As que estiverem opacas e moles já estão envelhecidas e perderam parte de seus nutrientes. Em casa, deve ser guardada na geladeira com a casca e o talo, por no máximo quatro dias. Mas com essa receita que ensimanos a seguir, ela não vai ficar tanto tempo esperando.

INGREDIENTES 2 berinjelas médias (560 g); 1 litro de água; suco de 1 limão; 1 sachê de Tempero SAZON® Laranja; 1 colher (chá) de SABOR A MI® Alho & Sal; 2 ovos batidos; 1 e meia xícara (chá) de farinha de trigo (165 g); 200 g de muçarela em fatias; 3 colheres (sopa) de queijo tipo parmesão ralado. • MOLHO: 1 colher (sopa) de azeite de oliva; meia cebola média picada; 1 embalagem de polpa de tomate (520 g); 1 pitada de açúcar; 1 sachê de Tempero SAZON® Laranja; meia colher (chá) de SABOR A MI® Alho & Sal

MODO DE PREPARO 1. Corte as berinjelas em fatias de 0,5 cm, no sentido do comprimento. 2. Em um recipiente grande, coloque a água, o suco de limão e as fatias de berinjela, e deixe de molho por 15 minutos. Escorra bem. 3. Polvilhe o Tempero SAZON® e o SABOR A MI®, passe uma a uma no ovo e, em seguida, na farinha de trigo. 4. Frite em imersão, em óleo quente, e escorra em papel toalha. Reserve. • PREPARE O MOLHO: 1. Em uma panela média,

coloque o azeite e leve ao fogo alto para aquecer. Junte a cebola e refogue por 4 minutos, ou até começar a dourar. 2. Acrescente a polpa de tomate, o açúcar, o Tempero SAZON® e o SABOR A MI®, e cozinhe em fogo baixo, por 5 minutos, com a panela semitampada. 3. Em um refratário retangular grande (35 cm x 22 cm), monte camadas com o molho de tomate, a berinjela, o molho, a muçarela e o queijo ralado. 4. Leve ao forno médio (180 graus), preaquecido, por 10 minutos, ou até que o queijo derreta completamente.

Dica: para retirar o gosto amargo da berinjela, corte-a ao meio e esfregue as duas partes com sal, ou deixe de molho, com água e sal, limão ou vinagre, durante 15 minutos.

TIPOS DE BERINJELA Podem ser encontradas mais de 30 variações de berinjela, mas basicamente elas são divididas em três grupos separados por cor. Elas podem ser brancas, rajadas ou escuras. As rajadas podem ser encontradas com o nome de “espanholas” e variar de tamanho, tomando formatos menores e arredondados. As escuras mais finas e alongadas do que as berinjelas comuns são chamadas de “japonesas”.

30e31_Delícias da estação 4.rev.indd 30

10/4/12 4:14 PM


8 PORÇÕES

J POUCO FÁCIL 6 1 HORA (+ 10 minutos de forno)

30e31_Delícias da estação 4.rev.indd 31

Foto: António Rodrigues. Prato da Artmix (www.artmix.com.br). Talheres da Zwilling J.A. Henckels (www.zwilling.com.br). Guardanapo da Roupa de Mesa (tel. 11 3811-9715). Travessa laranja e tecido acervo da produtora.

31

10/4/12 4:15 PM


Surpresa: os convidados chegaram desavisados e se encantaram com o potencial das receitas

Purê? É para já!

Ao lado: receita enviada pela consumidora Anísia, e que está no verso da embalagem

AJINOMOTO FAZ EVENTO E LANÇA PURÊ DE BATATA INSTANTÂNEO

D

escascar batatas é tarefa ingrata na cozinha. E para se ter à mesa um bom purê, o trabalho é inevitável. Era! Porque, em setembro, a Ajinomoto lançou uma solução para os cozinheiros ficarem apenas com a parte boa. O Ajinomoto® Caseirinho Purê de Batata é instantâneo e fica pronto em poucos minutos, só precisa ser misturado com água fervente. Rápido, prático e saboroso, o produto foi apresentado em primeira mão a blogueiros especializados em gastronomia, em um almoço organizado pelas equipes de Marketing-Nutrição, Marketing de Novos Negócios e pela Central de Relacionamento da Ajinomoto. Reunidos no restaurante Spazio Vintage, na Vila Madalena, em São Paulo, os convidados provaram Boeuf Bourguignon (picadinho de carne com molho de vinho) com Arroz e Ajinomoto® Caseirinho Purê de Batata, preparados pela chef e dona do estabelecimento, Marina Garçom. “O purê tem aroma de comidinha caseira e familiar. É superprático e vem com o tempero no ponto”, afirma ela. Para surpresa dos blogueiros, os pãezinhos servidos na entrada também eram feitos com o novo produto. Conforme explicaram Jackline Procopio e Ogawa Satoshi, gerentes de Marketing de Novos Negócios, o Ajinomoto® Caseirinho Purê de Batata pode ser usado como base para outras receitas. Enquanto os convidados experimentavam e testavam a novidade, foi exibido um vídeo explicativo que mostrava os principais benefícios do produto e o modo de preparo que não exige a adição de nenhum outro ingrediente como leite, manteiga e sal. Ele já vem pronto! Cecília Padilha, do blog Yes We Cooking, disse que trabalha o dia todo e que o Ajinomoto® Caseirinho Purê de Batata é a solução para a falta de tempo. “É muito prático e facilita o trabalho. O sabor é bem parecido com o que fazemos em casa”, diz. Sandra Reis, do Receitas do Caldeirão; Daniel Figueiredo, do Panela de Cobre e Daniela Abolim, do Cine Bistrô, chegaram a uma só conclusão: o Caseirinho tem textura e sabor do purê feito da maneira tradicional. Daniel Aragão, do blog Cozinha Pra 1, pensou na praticidade depois da refeição. “Bom que não tem louça para lavar”, diz. Os blogueiros terminaram o almoço encantados com o sabor de Ajinomoto® Caseirinho Purê de Batata e com o kit que ganharam. Saíram prontos para dividir com todos a grande novidade.

32e33_O importante é dividir3rev..indd 32

Fotos evento: Marília Pedroso / Foto Anísia: António Rodrigues

ESPECIAL

“Aprendi a cozinhar com minha mãe e gosto de preparar pratos que encantem minha família. O Caseirinho trouxe praticidade e sabor às minhas receitas. Prefiro aquelas mais práticas e rápidas, mas muito saborosas, como o ‘Escondidinho de Carne Moída’ feito com o Caseirinho. Fica delicioso!” D. Anísia – São Paulo, SP

PARTICIPANTES • •

• • • •

• • • • •

O Tacho da Pepa - Lia e Virgínia www.otachodapepa.com Segredos da Tia Emília Emília e Roberta www.segredosdatiaemilia.com.br Me Passa o Cardápio - Ilana www.mepassaocardapio.com Cozinha Pequena - Leandro www.cozinhapequena.com Aventuras Gastronômicas - Cláudia aventurasgastronomicas.com.br Panela de Cobre Daniel e Rita de Cássia www.paneladecobre.blogspot.com.br Figos e Funghis - Fabiana www.figosefunghis.com.br Yes We Cooking - Cecília e Sandra www.yeswecooking.com Cooking Weekend - Gerson e Marcia www.cookingweekend.com Cozinha pra 1 - Gabriela e Daniel www.cozinhapra1.com.br Cinebistrot - Daniella e Renata www.cinebistrot.com.br

10/9/12 11:19 AM


33

O BOM É DIVIDIR

GANHANDO OU PERDENDO, ‘TAMO’ JUNTO JOGOS DE TABULEIRO

C

ada um tem uma idade, cada um tem uma ocupação e cada um tem um interesse, mas fazem todos parte da mesma família e dividem a experiência de jogar juntos. Assim como a hora da refeição, os jogos de tabuleiro permitem que pais, filhos e amigos se divirtam juntos em volta da mesa, compartilhando uma experiência agradável e didática. O casal Ana Luiza e Antônio Bueno e as filhas, Maria Luiza e Marina, de 14 e 10 anos, cultivam esse hábito há anos. “Gosto da interação, do calor humano que gera”, diz a mãe. “E ainda se aprende a obediência às regras, o respeito ao próximo e a competição saudável.” A marca americana de jogos Hasbro divulgou uma pesquisa realizada nos Estados Unidos constatando que 73% das crianças preferem brincar com os pais a assistir à televisão. “O jogo de tabuleiro é um instrumento de educação e sociabilização. Estimula o raciocínio e, ainda, une as gerações, servindo como ferramenta para os participantes se conhecerem melhor”, afirma Ana Coutinho, diretora de marketing da Hasbro no Brasil. Se todos podem dividir esse momento, o que fazer, então, quando ao redor do tabuleiro há principiantes ou crianças que não sabem jogar direito? Como recurso, há sempre disponível um título de “café com leite”. Porém, num confronto direto entre pai e filha, Antonio e Marina se enfrentam no gamão de igual para igual. “Primeiro, eu a fiz entender as regras; depois, jogamos para valer, não aliviei. Após algumas partidas, ensinei macetes, táticas,

e ela incorporou o que estava observando. Então... Bem, ela ainda perde na maioria das vezes, mas já está jogando melhor”, diz o pai. Cheia de raça e confiança, a perseverante Marina completa: “Perco, mas não ligo. Jogo quatro, cinco vezes, tentando ganhar”. Para o doutor Lúcio Abonddati Júnior, que trabalha com o desenvolvimento de crianças e recorre aos jogos nas terapias em seu consultório, no Rio de Janeiro, a postura correta é essa. “É importante colocar a criança diante de jogos adequados para a idade dela. Fora isso, nada de tratar como ‘café com leite’. Uma importante missão dos pais é mostrar que eles estarão por perto TEM dando apoio nos bons e nos maus A PR A PARA Ó momentos, e não deixar os filhos Club XIMA ED e se sentir fracassados porque pero há da rou IÇÃO b p s apa ito de e a: voc deram uma partida. Afinal, o Usa tos a su mprest ê tem que importa é o progresso, e Troc r calças a irmã? ar as a a acessóde sua m não a vitória.” com migas? C rios com ãe? suas o você c onte-n roup omp os artil as! ha

Você também pode participar!

MANDE SUA EXPERIÊNCIA PARA NÓS. SE SUA HISTÓRIA FOR SELECIONADA, ELA SERÁ PUBLICADA NESTA SEÇÃO. CASO TENHA FOTOS, PODE ENVIAR TAMBÉM. ENDEREÇO: CAIXA POSTAL 45.358, CEP 04010-970, SÃO PAULO, SP. E-MAIL: SAC@BR.AJINOMOTO.COM (LEMBRE-SE DE COLOCAR NO ASSUNTO “O BOM É DIVIDIR”)

* Enviando sua história, você estará automaticamente concordando com sua publicação.

32e33_O importante é dividir3rev..indd 33

10/9/12 11:20 AM


4

PORÇÕES

J MUITO FÁCIL 6 20 MINUTOS

ARROZ ENERGIA INGREDIENTES 1 colher (sopa) de óleo; 1 xícara (chá) de arroz cru; 1 sachê de Tempero SAZÓN® Branco; meia colher (chá) de sal; 2 xícaras (chá) de água fervente (400 ml); 100 g de queijo minas frescal cortado em cubinhos; 1 tomate pequeno, sem pele e sem sementes, picadinho (150 g); 1 colher (sopa) de sementes de linhaça; 1 colher (chá) de tomilho fresco

MODO DE PREPARO 1. Em uma panela média, coloque o óleo e leve ao fogo alto para aquecer. 2. Junte o arroz e refogue por 1 minuto. 3. Adicione o Tempero SAZÓN®, o sal e a água, e misture bem. 4. Deixe cozinhar por 10 minutos em fogo médio, com a panela semitampada, ou até secar e o arroz ficar macio. 5. Acrescente o queijo, o tomate, a linhaça e o tomilho, e misture delicadamente. 6. Retire do fogo e sirva em seguida.

DICA: se preferir, substitua o queijo minas por muçarela de búfala.

Fotos: António Rodrigues. Guardanapo da Roupa de Mesa (tel. 11 3811-9715). Bowls de bambu e laca e tecido acervo da produtora.

CANTINHO DO LEITOR

FUJA DO BRANQUINHO BÁSICO O arroz é a base da alimentação de vários países, mas foram os chineses, há mais de 12.000 anos, que descobriram esse “fenômeno mundial”: no Brasil, acompanhado de feijão, é a estrela do cardápio; no Japão, é a estrutura de sushis e sashimis; na Itália, é a base dos deliciosos risotos. E quem nunca provou o famoso arroz à grega? Na verdade, essa não é uma receita criada pelos gregos. Foi inventada aqui mesmo. Como leva vários ingredientes, entre cenoura, passas, pimentões e ervilhas, com um jeitão meio “atrapalhado”, que parece complicado, acabou sendo associado aos gregos (que ninguém entende direito o que falam, não é?). Esse cereal é uma rica fonte de carboidratos, que nos dão energia para manter as funções vitais. É fonte também de fósforo, ferro e potássio. O Arroz Energia, que não podia ter nome mais apropriado, é uma dessas opções para fugir do branquinho básico. A receita foi enviada por Dulcilei Batista da Fonseca, de Dracena, São Paulo. O prato é tão saboroso que pode ser servido como único acompanhamento.

Você também pode participar desta seção MANDE SUA RECEITA PREPARADA COM ALGUM PRODUTO AJINOMOTO. SE SUA SUGESTÃO FOR SELECIONADA, VOCÊ RECEBERÁ UM PRESENTE. ENVIE SUA RECEITA PARA: CAIXA POSTAL 45.358, CEP 04010-970, SÃO PAULO, SP. OU PARA O E-MAIL: SAC@BR.AJINOMOTO.COM LEMBRANDO DE COLOCAR NO ASSUNTO “CANTINHO DO LEITOR”

* Enviando a receita, você estará automaticamente concordando com sua publicação.

34_Cantinho4.rev.indd 34

10/4/12 4:17 PM


32e33_O importante ĂŠ dividir3rev..indd 34

10/4/12 1:39 PM

E 2013 vem aí  

Revista de receitas