Issuu on Google+

d i g i t a l s i nt r a O JORNAL COM NOTÍCIA S • DIRECTOR: LUÍS GALRÃO • ANO 3 • QUINZENAL • 8 D E A B R I L D E 2 0 0 9 •

N.º 45

Pegadas de Carenque “transformadas numa lixeira”

MILÍCIAS AMEAÇAM COMBATER MACUMBAS NA LAGOA AZUL Um “grupo de pessoas preocupadas” está a planear acções nocturnas de vigilância junto à Lagoa Azul, em Sintra, devido às “macumbas e rituais satânicos” com sacrifício de animais. “Soube que vão ser organizados grupos de milícias, porque as pessoas estão indignados com as chacinas”, revela o mergulhador Jorge Nascimento, que já denunciou o caso às autoridades.

Notícia

pág. 2

FÓRUM SINTRA “É PREOCUPANTE” PARA O PEQUENO COMÉRCIO O futuro centro comercial Fórum Sintra que vai nascer no local do Feira Nova de Rio de Mouro “é preocupante, na medida em que vai alargar substancialmente a área comercial”, considera o presidente da Associação Empresaria de Sintra (AE Sintra). A remodelação já em curso no Alto do Forte, no espaço do hipermercado, vai significar o aumento substancial da área comercial.

Notícia

pág. 3

BLOCO DE ESQUERDA CONTESTA “ESTACIONAMENTOS ÀS MOSCAS” O Bloco de Esquerda de Sintra “inaugurou” simbolicamente um dos três parques de estacionamento da estação de comboios de Rio de Mouro, que continua encerrado sete anos após a sua conclusão. A iniciativa marca o arranque de campanha sobre mobilidade e transportes públicos que entre outras reivindicações pede mais comboios na Linha de Sintra.

Notícia

pág. 5

PÊRO PINHEIRO INAUGURA CENTRAL DE RECICLAGEM DE ENTULHOS O concelho de Sintra tem desde meados de Março uma nova central de reciclagem de resíduos de construção e demolição, vulgarmente conhecidos como entulhos, instalada em Pêro Pinheiro. “Vamos dar nova vida aos resíduos, primeiro aos entulhos e numa fase posterior queremos também estar habilitados a receber alguns resíduos perigosos”, avança o gestor de qualidade Pedro Santos.

Notícia

Pág. 4

pág. 7


digital

PÁG

2

O JORNAL COM NOTÍCIAS

notícias

8 DE ABRIL DE 2009

Milícias contra macumbas na Lagoa Azul

Um “grupo de pessoas preocupadas” está a planear acções nocturnas de vigilância junto à Lagoa Azul, em Sintra, devido às “macumbas e rituais satânicos” com sacrifício de animais. “Soube que vão ser organizados grupos de milícias a partir de Abril, porque as pessoas estão indignados com as chacinas”, revela Jorge Nascimento. O mergulhador esteve no local em Março para demonstrar que a Lagoa é “a capital da bruxaria”, mas no mergulho que efectuou só conseguiu recuperar lixo. “Vi alguns animais, mas estão desfeitos, em decomposição”, assegura. No entanto, conta que noutras ocasiões detectou “cabeças

de bezerros, sapos pregados em árvores, gatos e cães sacrificados”, entre outras situações macabras. A situação é do conhecimento das autoridades e o próprio Jorge Nascimento apresentou uma queixa à Polícia Judiciária e alertou a autarquia. No entanto, o processo foi enviado para o Ministério Público de Sintra, que acabou por arquivar o inquérito após não ter conseguido identificar os responsáveis. “Dizem que é um assunto investigado pelo SEPNA da GNR, mas eu não vejo investigação nenhuma”, lamenta o mergulhador. Em Janeiro, o vereador responsável pelo Gabinete Médico-Veterinário de Sintra considerou a situação

“aberrante e trágica” e defendeu que “os responsáveis devem ser entendidos como criminosos e tratados como um caso de polícia”. Para Luís Patrício, “trata-se de uma situação que põe em causa a própria segurança

das pessoas e o princípio basilar do estado de direito.” O autarca admite que a Lei não tem “a eficácia desejada em termos da sanção prevista para situações deste género”, mas recorda que “os maus-tratos a animais estão previstos e há sanções”. Por isso, apela à actuação das autoridades. “Tem haver perseguição a essas situações para evitarmos que se disseminem de forma impune e isso cabe às autoridades”, afirma. Em declarações ao Cidade VIVA (ver destaque da edição impressa de Janeiro), Luís Patrício lembrou que estas práticas acontecem “quase sempre nos mesmo locais” e deixou um aviso. “O que se vê é tão bárbaro, que receio que haja grupos preocupados que possam decidir ir aos locais onde se sabe que isso acontece tentar resolver as questões pessoalmente.” Luís Galrão

do

concelho

NA BLOGOSFERA DE SINTRA SOS Capuchos, 6 de Abril “Em Setembro de 1966 a Serra de Sintra foi parcialmente consumida pelo fogo. Um grande incêndio com origem na zona da Lagoa Azul/ Penha Longa subiu aos píncaros da Serra, e através da zona de ValeFlor atingiu a Tapada do Mouco e mais a ocidente o Convento dos Capuchos. O Conventinho esteve cercado pelas chamas, mas acabou por ser poupado a uma destruição certa. O esforço humano teve nesta salvação do Convento grande importância, e nunca será de mais prestar homenagem aos homens e mulheres que tudo deram de si incluíndo a vida - para proteger o que é de todos: o património natural e edificado da Serra de Sintra. Diz quem lá esteve que as chamas chegaram a escassos metros do Convento, e que o famoso plátano do Terreiro das Cruzes viu alguns dos seus ramos mais longos chamuscados pelo fogo. Todavia, a principal testemunha viva dos acontecimentos de Setembro de 1966 nos Capuchos é a enorme Sequóia que se ergue dentro da cerca do Convento, não muito longe da Capelinha do Ecce Homo, ou de São Sebastião, a caminho da porta de pedra da zona mais alta intramuros. Trata-se de uma árvore notável, uma das últimas Sequóias do Convento. Quem a observar de perto, contornando-a, verificará que na sua base ainda se encontram impressas na madeira as marcas do fogo devastador.” http://soscapuchos.blogspot.com

Sintra do Avesso, 3 de Abril “(…) Se querem um bom conselho para estes dias de Primavera, não hesitem. Aceitem a minha sugestão e, primeiramente, dirijamse à rampa da Pena. Lá em cima, na bifurcação, voltem à esquerda, a caminho dos Capuchos. Quem, como vós, conheceu aquela estrada, ladeada por arvoredo, bosques, matagais completamente desleixados, que constituiam permanente preocupação pela possibilidade de indução de incêndios, vai surpreender-se. Hje em dia, embora ainda haja muito que fazer, as tapadas começam a estar civilizadamente limpas, na sequência de trabalhos de limpeza e desbaste que atingiram uma escala que já classifiquei como dramática, no sentido teatral, de uma cena que, apesar de continuar no mesmo palco, no mesmo espaço, mudou radicalmente. Trata-se de uma grande campanha de operações que só tem paralelo nas obras de recuperação do património histórico edificado, igualmente confiado aos cuidados da mesma empresa. No caso vertente, ou a cena mudava mesmo, nos termos em que veio a acontecer, ou a perpetuação do statu quo equivaleria a um crime em que todos acabaríamos por ser cúmplices. Todavia, preparem-se. Quem não está habituado a acompanhar as periódicas manobras de manutenção de uma floresta bem gerida - caso da maioria dos leitores - vai apanhar um murro no estômago. (…)” http://sintradoavesso.blogspot.com

Agualva: Avenida dos Missionários volta a ter dois sentidos A Avenida dos Missionários, em Agualva, voltou a ter dois sentidos de circulação automóvel, após vários meses de acesso condicionado. No entanto, o restabelecimento do tráfego só foi possível através da instalação provisória de semáforos por parte da Câmara de Sintra. Esta solução vem dar resposta às pretensões dos comerciantes, que há meses reclamam por uma solução, sobretudo desde a

paragem das obras do Programa Polis. Os problemas na avenida agravaram-se com a suspensão da empreitada de construção de uma passagem inferior sob a linha de Sintra. A obra teve início em 2008 e implicou o corte total desta artéria, prejudicando os comerciantes. Entretanto, devido ao abandono do empreiteiro, a construção da passagem está parada desde meados de Novembro.

FICHA TÉCNICA

Tudo de Novo a Ocidente, 1 de Abril “É natural surgirem incredulidades sobre o facto de escrever sobre as árvores. Sem tentarmos fazer “doutrina” acerca do tema, pensamos ser um veiculo apropriado para se compreenderem as questões que interessam resolver, no sentido de contribuirmos para um Mundo mais justo e fraterno. Ouvimos dizer de amiúde que: “RUIM ÁRVORE NÃO DÁ BOA SOMBRA”. Comparativamente quem dirige uma instituição ou um País, se não for pessoa capaz, vai causar com a sua incapacidade sofrimento aos que dependem do seu desempenho, quem dirige tem de ser uma boa ÁRVORE. Associada ao poder não admira que os ricos usem o seu desafogo económico, para plantarem bosques de árvores raras nas suas propriedades. Em Sintra, as várias quintas existentes, são um exemplo disso. (…) Simbolicamente pela árvore, muitas “estradas” se abrem, e permitem que por elas discorra o livre pensamento alheio, a preconceitos e ao fanatismo permitindo o exercício pleno da cidadania. A árvore reúne em si todos os elementos: a água da seiva, a terra onde a fixam as raízes, o ar que as suas folhas agitam e ajudam a regenerar e o fogo que “nasce” da fricção dos ramos secos. Quase tudo se pode associar a árvore! Desde a origem das famílias, à ÁRVORE DA VIDA... Escrever tendo as árvores como tema é reportar-nos ao pilar central suporte da nossa existência, e dispor dum imenso manancial de exemplos para melhor entendermos a humanidade.” http://tudodenovoaocidente.blogs.sapo.pt

Cidade Viva é uma marca registada, propriedade da empresa Ideia Prima, Lda.

Director: Luís Galrão – director@cidadeviva.pt | Redacção: Andreia Fernandes, Filipa Galrão, Luís Galrão, Sara Lajas, Ricardo Nascimento – redaccao@cidadeviva.pt | Fotografia: Luís Galrão | Concepção Gráfica: Carla Serra | Página Web: Jorge Pinto – webmaster@cidadeviva.pt | Direcção Comercial: Avelino Barbosa – publicidade@cidadeviva.pt | Propriedade: Ideia Prima, Lda. – Contribuinte n.º 506 047 903 | Redacção: Rua João Maria Magalhães Ferraz, Lote 3, Loja 3 – 2725-338 Mem Martins | Telefone: 21 922 59 43 | Fax: 21 922 59 44 | email: geral@cidadeviva.pt | Periodicidade: Quinzenal | Registo INPI: 405089 K | Registo ERC: 125138 | Depósito Legal: 236 659 105 Os artigos de opinião são da responsabilidade dos seus autores.


notícias

do

concelho

O JORNAL COM NOTÍCIAS

8 DE ABRIL DE 2009

PÁG

3

Fórum Sintra “é preocupante” para o pequeno comércio O futuro centro comercial Fórum Sintra que vai nascer no local do Feira Nova de Rio de Mouro “é preocupante, na medida em que vai alargar substancialmente a área comercial”, considera o presidente da Associação Empresaria de Sintra (AE Sintra). Segundo Manuel do Cabo, “o aparecimento de grandes superfícies nunca é bom para o pequeno comércio, porque são estruturas que facilitam o acesso e têm promoções que o comércio tradicional não consegue praticar, e isso atrai os consumidores”. A remodelação já em curso no Alto do Forte, no espaço do hipermercado, vai significar o aumento substancial da área comercial. A obra será desenvolvida em duas fases, estando neste momento a ser executados os trabalhos de escavação. O novo centro comercial, da promotora imobiliária Multi Development Portugal, tem abertura prevista para finais de 2010. Além do actual hipermercado de 15.000 m², o Fórum Sintra terá uma nova área de retalho de 38000 m², uma área de restauração com 2000 m² assim como sete salas de cinema, além de 2800 lugares de estacionamento. A segunda fase das obras deve ser lançada ainda neste semestre. “Vai concorrer com o pequeno comércio, pelo que é uma ampliação que nunca será bem vista, mas temos que

B R E V E S Televisão saloia inicia emissão experimental Arrancou no dia 1 de Abril na internet a emissão experimental da Saloia.tv, um projecto que pretende dar voz e imagem aos saloios de Loures, Mafra e Sintra. “Queremos informar as pessoas de que os saloios são um povo com grandes tradições, com uma cultura imensa e não uns idiotas, como muitas vezes erradamente se utiliza o termo”, revela Guilherme Leite. O canal está sediado em Odrinhas, Sintra, e tem como máxima “palavra de saloio vale mais que uma escritura”. “Somos ambos saloios e orgulhamo-nos muito disso”, reforça. Além do apresentador de televisão, o projecto tem a direcção de João Rodil, historiador especializado em cultura saloia. Em www.saloia.tv vai ser possível encontrar “notícias diárias, documentários, entrevistas e muito humor, assim como informação específica para cada um dos concelhos, com especial atenção para as questões ambientais”, revela Guilherme Leite.

Autarquia promove formação em gestão económica do lar

a aceitar”, diz o presidente da AE Sintra. Manuel do Cabo aponta o estacionamento com uma das principais desvantagens das lojas tradicionais. “Algueirão-Mem Martins é um flagelo nesse aspecto, porque não há estacionamento. E não havendo acesso às lojas, não há desenvolvimento, o que gera situações dedicadas nas empresas”, revela. A AE Sintra lamenta as diferenças de oportunidades entre as duas formas de co-

mércio. “As grandes superfícies conseguem apoios que nós não conseguimos, e isso reflecte-se no dia a dia das lojas, onde vamos ter menos clientes”, desabafa. Segundo este responsável “falta mais apoio para o comércio tradicional, porque os programas que existem não são suficientes.” Quanto ao surgimento de superfícies de média-dimensão, a AE Sintra parece mais tranquila. “Temos feito alguma pressão junto da Câmara para que não sejam licenciadas grandes unidades, mas em matéria de médias unidades foi permitida a abertura em zonas estrategicamente colocadas nos limites das localidades, o que dá resposta a uma lacuna que existia”, diz. O bairro da Cavaleira é um dos exemplos desta política, com a instalação de dois supermercados. “Não podemos ficar imunes a esse desenvolvimento e também há interesses económicos que geram essas opções”, explica. Apesar disso, Sintra tem tido “um cuidado extraordinário e só tem um hipermercado”, reforça. Luís Galrão

Ana Gomes é a candidata do PS a Sintra A eurodeputada socialista Ana Gomes foi nomeada pela Comissão Política Concelhia de Sintra do Partido Socialista como candidata à Câmara Municipal de Sintra nas próximas eleições autárquicas. A decisão foi tomada a 26 de Março, numa reunião em Agualva-Cacém, de onde saiu nomeada a eurodeputada. “Para a Comissão Política Concelhia de Sintra, esta candidatura apresenta uma mais valia política de grande dimensão e proporcionará uma vitória socialista nas eleições para a Câmara de Sintra”, refere o PS. Os socialistas aprovaram também a nomeação de Domingos Quintas como número dois na lista do PS à Câmara Municipal de Sintra. “Ao reconhecido mérito, político e profissional, de Ana Gomes, tanto no plano nacional como internacional, acresce o inegável reconhecimento local, o conhecimento do Concelho e da vida autárquica de Domingos Quintas”, salientam os socialistas.

digital

Os socialistas consideram que “pela sua dimensão histórica, social e económica, Sintra é um concelho de extrema impor-

tância e uma prioridade política para o Partido Socialista.” A prioridade é justificada também com a má avaliação que fazem do desenvolvimento do concelho. “Nos últimos dois mandatos, o Município tem sofrido as duras consequências de uma governação medíocre onde impera a inércia, incapaz de tomar decisões fundamentais para o desenvolvimento local, prejudicando, fortemente, a população do concelho e a sua qualidade de vida.” Neste cenário, “o PS tem a obrigação de tudo fazer para mudar, urgentemente, esta situação nas próximas eleições autárquicas. Sabemos das enormes potencialidades do Concelho de Sintra e da capacidade empreendedora das suas gentes. Mas essas qualidades só poderão ser animadas e revitalizadas com o Partido Socialista na liderança dos destinos do Município”, reforçam os socialistas em comunicado.

Educar no sentido da poupança e de hábitos mais regrados de consumo é o objectivo da acção de formação, destinada a famílias carenciadas, que se realiza nos próximos dias 13 e 17 de Abril, pelas 13h30, em S. Pedro de Penaferrim. Organizada pela Junta e Comissão Social de Freguesia em parceria com o Serviço Municipal de Informação ao Consumidor da Câmara de Sintra, esta acção decorre nas instalações da Comunidade de S. Vicente de Paulo de S. Pedro de Penaferrim. A iniciativa pretende dotar os participantes de alguns elementos fundamentais para a correcta gestão do orçamento familiar como identificar as componentes do orçamento familiar, identificar despesas que podem ser reduzidas, aplicar estratégias para poupar e reduzir nas facturas, elaboração de um orçamento e educação financeira dos mais novos. Esta formação destina-se especificamente a famílias em situação de pobreza ou de carência económica que foram seleccionadas pelas entidades que actuam ao nível da acção social.

Artesanato ao Vivo na Volta do Duche A Volta do Duche, em Sintra vai estar em grande animação, este Domingo, dia 12 de Abril, com diversos artesãos que vão estar a trabalhar ao vivo, como forma de divulgar o artesanato que se produz no concelho. À semelhança do ano anterior realiza-se na Volta do Duche, em Sintra, esta mostra de artesanato onde, além de pontos de venda, a demonstração de trabalho ao vivo é um forte convite a quem se interessa por esta temática.Esta iniciativa da Câmara Municipal de Sintra pretende dar a conhecer áreas tão distintas do artesanato como os trabalhos em xisto, mármore, madeira, vitrofusão, cerâmica, bordados, entre tantos outros. Entre as 9h e as 19h haverá, ainda, oportunidade para visitar uma exposição e adquirir artesanato a preços mais apetecíveis.

World Press Cartoon Sintra 2009 Os vencedores da 5ª edição dos prémios World Press Cartoon serão revelados no próximo dia 17 de Abril, em cerimónia que terá lugar no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra. O júri da reuniu em Sintra nos dias 9, 10 e 11 de Fevereiro para eleger os vencedores dos nove prémios nas três categorias a concurso e o Grand Prix. As obras premiadas vêm este ano do Brasil, Espanha, Holanda, Hungria, Luxemburgo, México, Portugal e Sérvia. A exposição de trabalhos seleccionados para o World Press Cartoon (WPC) Sintra 2009 vai, uma vez mais, acontecer no Sintra Museu de Arte Moderna - Colecção Berardo entre 18 de Abril e 14 de Junho. A edição deste ano, a quinta do certame, pretende dar a conhecer e distinguir os melhores trabalhos produzidos e publicados em jornais ou revistas de todo o mundo durante o ano de 2008. Foram seleccionados pelo júri 401 cartoons, de 294 autores e de 62 nacionalidades, cujos trabalhos foram publicados em 273 publicações.


digital

B R E V E S Entra em vigor a tarifa solidária de água para desempregados Entrou este mês em vigor a tarifa que os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Sintra criaram para os desempregados e que prevê a oferta gratuita dos primeiros cinco metros cúbicos de água. A medida que pretende ajudar as famílias carenciadas deve-se sobretudo à poupança de água atingida nos últimos anos. “Entre 2002 e 2008, Sintra poupou mais de 23 milhões de metros cúbicos através do combate às perdas, contabilizados em 10 milhões de euros. Por isso, entendemos que deveríamos devolver alguma dessa água aos munícipes, porque foi com o apoio deles que conseguimos este objectivo”, explica o presidente dos SMAS. Segundo os números do SMAS, a medida poderá abranger mais de metade dos 12 mil desempregados do concelho, registados em Sintra e na Amadora. “Pode candidatar-se o titular do contrato dos SMAS que esteja registado num destes centros de emprego”, avança Baptista Alves. A nova tarifa pode acumular com as tarifas social, familiar e cartão de ouro e irá vigorar até ao final de 2009, representando uma quebra de receitas estimada de 220 mil euros. “Os cinco mil litros representam uma poupança mensal de cerca de 2,5 euros, um valor modesto mas que é dinheiro para quem está desempregado”, considera Baptista Alves.

Marcha pela Saúde no concelho de Sintra A Comissão de Utentes da Saúde do Concelho de Sintra (CUSCS) realizou no dia 4 de Abril uma Marcha pela Saúde sob o lema “A Saúde em Sintra, Um Direito de Todos para Todos”. A iniciativa insere-se nas comemorações do Dia Mundial da Saúde, assinalado a 7 de Abril. A marcha teve início junto dos Quatro Caminhos e Queluz e terminou junto do Hospital Fernando Fonseca, usualmente conhecido como Amadora - Sintra. A exemplo da marcha realizada em 2008, a CUSCS “contou com uma boa adesão da população ao evento, reflexo claro das dificuldades sentidas pelos utentes da Saúde do Concelho”.Segundo a CUSCS, um ano depois da primeira marcha aumentaram as taxas moderadoras; aumentou o tempo de espera nas urgências e nas consultas de especialidade do Hospital Amadora-Sintra; continuam por construir os Centros de Saúde de: Queluz, Belas, Agualva, Rinchoa / Fitares, Tapada das Mercês e Almargem do Bispo; a gravíssima situação do Concelho de Sintra em termos de défice de médicos de família agudizou-se. “Hoje são mais de 125 mil os utentes sem médico de família no concelho. É um número que a todos os responsáveis pela Saúde em Portugal, devia envergonhar.”

PÁG

4

O JORNAL COM NOTÍCIAS

notícias

8 DE ABRIL DE 2009

concelho

Pegadas de Carenque “transformadas numa lixeira” O Monumento Natural do Pego Longo, em Carenque, o local onde existe uma das mais extensas jazidas de pegadas de dinossauro da Europa, “continua a ser usado como vazadouro de lixos e entulhos”, alerta Galopim de Carvalho. Numa conferência recente na Quinta da Regaleira, o professor não escondeu a sua tristeza. “Choro sempre que lá passo”, contou o geólogo ao Cidade VIVA. Segundo Galopim de Carvalho, “a prioridade é salvar o trilho, porque as intempéries estão a estragar as pegadas”, avisa. Apesar de terem sido cobertas com geotêxtil e terra em 1993, o geólogo teme que a erosão provocada pelas águas da chuva esteja a destruir este património classificado. A jazida descoberta em 1985 tornou-se célebre com a luta desenvolvida pela sua preservação no início dos anos 90. “Dois alunos que andavam a recolher rochas reconheceram um conjunto de marcas que se prolongava por cerca de 130 metros e rapidamente perceberam que eram pegadas de dinossauros. Mas isto estava cheio de lixo e foi preciso a ajuda da Câmara e da associação Olho Vivo para limpar tudo”, recorda. Pouco tempo depois surgiu a ameaça da CREL, que ira destruir grande parte da jazida, mas uma longa batalha mediática conseguiu que o Governo mandasse construir a nova via em túnel. “Foi uma luta muito grande, mas o Governo acabou por gastar cerca

de oito milhões de euros para preservar as pegadas. O problema é que nunca mais houve dinheiro para a musealização do espaço”, lamenta o ex-director do Museu Nacional de História Natural. O projecto foi apresentado à Câmara em 1997 mas só foi aprovado em 2001, devido ao chumbo inicial do Instituto de Conser-

Julgamento de Isaltino Morais decorre no Tribunal de Sintra O julgamento do denominado “Caso Isaltino” começou no final de Março no Tribunal de Sintra, que por questões logísticas recebeu o processo de Oeiras. “Por uma questão puramente logística este julgamento e o restante agendamento do Tribunal de Oeiras não eram compatíveis. Não havia salas suficientes e, portanto, não havia condições para a sua realização”, explicou fonte judicial, sublinhando que este tipo de situações é “relativamente habitual”. O presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais (independente), foi constituído arguido em 2005 num caso relacionado com contas bancárias na Suíça (não declaradas ao Fisco ou ao Tribunal Constitucional) e em Bruxelas, e foi pronunciado em Junho passado por um crime de participação económica em negócio, três de corrupção passiva para acto ilícito, um de branqueamento de capitais, um de abuso de poder e outro de fraude fiscal. Na ocasião, o Tribunal Central de Instrução Criminal decidiu que também o jornalista Fernando Trigo, Floripes Morais de Almeida (irmã de Isaltino), o promotor imobiliário João Algarvio e o empresário Mateus Marques teriam de responder em julgamento.

do

www.cidadeviva.pt

vação da Natureza. “Desde 2001 estamos à espera que haja financiamento. O professor Seara é muito meu amigo e simpatiquíssimo, mas não me resolve isto. Tenho vindo a propor-lhe que com o poder que tem como autarca consiga parcerias e convencer as pessoas de que há aqui um investimento rentável”, defende. As pegadas de Carenque foram classificadas em 1997 como Monumento Natural, cuja gestão pertence ao Instituto de Conservação da Natureza. A jazida é composta por uma pista longa de pegadas com diâmetros até aos 60 centímetros, provenientes de um dinossauro bípede, possivelmente ornitópode, e várias outras de terópodes, espécies que viveram há cerca de 95 milhões de anos no Cretácico Médio. “Algumas pegadas têm no fundo uma amêijoa esmagada”, conta o geólogo. Apesar de ter ganho “a Batalha de Carenque”, o professor jubilado diz-se pronto para continuar a guerra pela preservação do espaço. O projecto que defende passa pela construção de uma estrutura de abrigo ao trilho, sobre um dos túneis da CREL, junto com um museu de ar livre e espaços de exposição e de trabalho. “Uma das curiosidades era uma escada em caracol com cerca de 30 metros que ia cortando as camadas geológicas, o que permitia interiorizar nos visitantes que ao recuar nos estratos, também recuavam no tempo”, salienta. “Falta ganhar uma última batalha, que é a construção do Museu e Centro de Interpretação de Pego Longo, mas para isso preciso de aliados, como de um autarca que queira atrair parcerias para o projecto, que seria uma grande aula pedagógica para as escolas e um pólo rentável de atracção para turistas”, reforça Galopim de Carvalho. Luís Galrão


notícias

do

concelho

O JORNAL COM NOTÍCIAS

8 DE ABRIL DE 2009

PÁG

5

Bloco de Esquerda contesta “estacionamentos às moscas”

digital

B R E V E S Comissão de utentes exige reforço policial na linha de Sintra A Comissão de Utentes da Linha de Sintra (CULS) criticou novamente a insegurança nas estações e comboios desta linha ferroviária exigindo reforço policial e mais meios técnicos como novos sistemas de telecomunicações para os polícias ferroviários. “A polícia ferroviária foi criada em 1995 com 62 homens e actualmente, as últimas informações que temos é que existem somente 50 elementos a fazer o patrulhamento da linha de Sintra”, disse à Lusa o porta-voz da CULS, Rui Ramos. De acordo com este responsável, os períodos mais críticos de insegurança decorrem à noite, sobretudo através de furtos de telemóveis perpetuados por grupos de jovens, junto aos maiores aglomerados populacionais onde “existem zonas complicadas em termos sociais”. Rui Ramos falava à Lusa após a notícia de um conflito entre dois grupos, aparentemente rivais, na linha ferroviária de Sintra e que no início do mês deixou três pessoas feridas, uma delas em estado grave.

Movimento Cívico vai continuar a luta contra as linhas de alta tensão

O Bloco de Esquerda de Sintra realizou no dia 24 uma acção simbólica num dos três parques de estacionamento da estação de Rio de Mouro, que continua encerrado sete anos após a sua conclusão.

BE quer mais comboios na Linha de Sintra

O parque “inaugurado” pelo BE tem mais de 100 lugares que continuam sem poder ser utilizados. “Estamos a iniciar uma campanha sobre mobilidade e transportes públicos e escolhemos este local porque é um equipamento que deveria estar ao serviço da população e incompreensivelmente a REFER mantém-no encerrado”, explicou André Beja (ver apresentação multimédia em www.cidadeviva.pt). Em Rio de Mouro “há carros estacionados nas ruas e passeios à volta da estação” e apenas um dos parques da REFER está cheio, “porque não tem sistema de pagamento a funcionar”, denuncia o deputado municipal. “Não conseguimos compreender

porque é que a REFER não tem abertura para alterar a sua política nos parques de estacionamento junto às estações, quando se verifica que muitos estão vazios, como aqui em Rio de Mouro e em Monte Abraão”, reforça. Na campanha sobre transportes, estacionamento e mobilidade, o BE reclama a existência de estacionamento gratuito para utentes da linha de Sintra, para fomentar a utilização do comboio. “Estes equipamentos construídos com dinheiros públicos têm de ser rentabilizados do ponto de vista de utilização, devendo o estacionamento ser gratuito para moradores e portadores de título de transporte”, defende. L. G.

O Movimento Cívico Contra as Linhas de Muito Alta Tensão criticou o Governo pelo chumbo de projecto-lei da oposição para regulamentar as linhas. “Ficamos preocupados com esta decisão. Continuamos a ter necessidade de mobilizar pessoas para a defesa dos seus direitos mais básicos”, disse à Lusa, Helena Carmo. Segundo a porta-voz do movimento, “os políticos têm responsabilidades em matérias de saúde pública e devem ser rigorosos e tomar medidas que garantam o princípio da precaução da saúde pública”. O PS chumbou recentemente os projectos de lei apresentados pela oposição para regulamentar as linhas de alta tensão. As propostas defendiam a criação de corredores para as linhas de alta tensão e o afastamento de equipamentos como escolas, hospitais e lares de terceira idade. “Tínhamos grandes expectativas. Se esperarmos que todos os estudos comprovem determinados valores estamos a ir atrás do que a ciência garantirá e não estamos a ir atrás do princípio da precaução “, disse. Helena Carmo lamenta que “Sintra, Rebordosa e Almada aguardem ainda a marcação do julgamento das acções principais contra a REN”.

Autarquia recorreu a ajuste directo para pagar a assessor socialista O BE lançou uma petição para exigir o reforço do serviço de comboios na linha de Sintra, através da disponibilização, pela CP, de mais uma composição por hora com partida e chegada a Sintra e a Meleças. A iniciativa enquadra-se na campanha sobre transportes públicos, mobilidade e ordenamento do espaço urbano que o BE está a realizar. “A CP diz que a oferta é ajustada à procura, mas, em vez de mais qualidade e rapidez nos serviços, têm aumentado os tempos de espera, passados em estações com poucas condições de conforto e segurança. Até à conclusão das obras em curso para a modernização da linha, esta é uma medida possível, com grande impacto na vida das pessoas e reforça o transporte ferroviário como alternativa confortável e ecológica. Esta medida deve ser acompanhada de uma acção conjunta CP/Governo/Autarquia, que permita reforçar os transportes de ligação às diversas localidades do Concelho, de uma política de títulos de transporte que os torne economicamente acessíveis aos e às utentes e da melhoria das condições de conforto e segurança das estações.”

A contratação de uma empresa de comunicação de um deputado municipal do PS de Sintra para prestar apoio aos vereadores daquele partido foi feita por ajuste directo, confirmou à Lusa o presidente da Câmara. Fernando Seara criticou o Estatuto dos Eleitos Locais que impede a celebração de concursos ou contratos de prestação de serviços com eleitos locais, pelo que teve de recorrer a este modelo - ajuste directo - para garantir a remuneração da assessoria à vereação socialista. Mesmo não tendo pelouros no executivo, “os partidos devem ter mecanismos de liberdade” que lhes permitam garantir serviços técnicos de apoio, considerou Seara durante a última reunião camarária. O autarca respondia ao vereador da CDU, Baptista Alves, que questionou a legalidade da celebração do contrato com uma empresa propriedade do líder da bancada socialista na Assembleia Municipal. O contrato remunera a prestação de serviços na área da comunicação no valor de 62.993 euros com a empresa Xelentenota, propriedade do socialista. O negócio foi também alvo de um pedido de esclarecimentos por parte do Bloco de Esquerda. O presidente da Câmara disse estar de consciência tranquila já que a solução contratual foi o ajuste directo, uma solução jurídica que permite o negócio, mas que tem de ser sujeita a fiscalização dos órgãos autárquicos.


digital

B R E V E S Algueirão-Mem Martins promove floresta, água e juventude A Junta de Freguesia de Algueirão-Mem Martins lançou a iniciativa “A Floresta, a Água e a Juventude”, que decorre desde Março e termina no final de Agosto. “Podíamos ter feito um grande espectáculo, mas as coisas ficavam por aí, pelo que optámos por trabalhar com as associações da freguesia, sobretudo porque 2009 é um ano difícil e esta é também uma forma de as ajudarmos a ultrapassar algumas dificuldades”, explica Jacinto Domingos, responsável pelos pelouros da Juventude e dos Espaços Verdes. A autarquia planeia investir cerca de 20 mil euros num programa diversificado que inclui a celebração eventos desportivos, culturais e campos de férias, uma actividade que em 2008 abrangeu cerca de 300 jovens. “O nosso objectivo é ultrapassar esse número”, avança este elemento do Executivo. O programa está disponível na página Internet da autarquia.

Câmara de Sintra lança programa de estágios ocupacionais A Câmara Municipal vai lançar a segunda edição do programa de estágios ocupacionais “Sintra Estagia”, destinado a jovens estudantes universitários, residentes no concelho e que visa promover a sua inserção no mercado de trabalho. O programa visa permitir aos jovens que frequentam o ensino superior um primeiro contacto com o mundo laboral nas áreas ou sectores de actividade abrangidos pela sua formação académica. A iniciativa atribuirá aos jovens universitários um conjunto de competências socioprofissionais, permitindo, assim, a necessária articulação entre o sistema educativo e a inserção no mundo do trabalho. Para aderir basta consultar as normas disponíveis no sítio www2-cm-sintra.pt/juventude, e fazer chegar as inscrições ao Gabinete de Juventude, durante o período seguidamente indicado: Entidades: de 01 de Abril a 15 de Junho de 2009; Jovens: de 01 a 31 de Maio. Os jovens estudantes interessados no estágio devem realizar a sua inscrição entre 1 e 31 de Maio, devendo anexar o Curriculum Vitae, cópia do Bilhete de Identidade e certificado de matrícula.

Mais de 2300 alunos participam no projecto SINERGIAS Reduzir o consumo de energia, adoptando comportamentos mais amigos do ambiente, compreender e valorizar as energias alternativas são os princípios do projecto “Sinergias”, destinado a alunos do 4º ano do ensino básico. Devido aos resultados encorajadores este projecto da autarquia encontra-se já na terceira edição. Lançado no ano lectivo de 2006/2007, pretende-se educar para alcançar um modelo de sociedade baseada nos princípios da sustentabilidade, desenvolvendo uma ética ambiental que promova a protecção do meio e que leve os alunos a compreender e a valorizar as energias alternativas e a criar uma maturidade ecológica. Nesta terceira edição, que ainda se encontra a meio, o projecto conta já com 2323 alunos de 101 turmas de 37 escolas do concelho. O projecto desenvolve-se em dois momentos, um teórico, de Novembro a Fevereiro, e outro experimental, de Março e Maio. Esta edição foi centrada sobre a problemática das alterações climáticas e da importância das energias renováveis.

Surf regressa à Praia Grande em Agosto Em 2009 o Circuito Nacional Lightning Bolt Pro Junior comemora cinco anos de existência. Cinco anos em que tem servido de rampa de lançamento aos jovens talentos do surf nacional, que neste circuito têm o último patamar da sua carreira amadora. Com quatro etapas disputadas entre a região da Grande Lisboa e o Porto, o circuito decorre entre Abril e Setembro e destina-se a surfistas com idades compreendidas entre os 12 e os 20 anos. Depois da Praia de de São Salvador (Porto) e de Ribeira d’Ilhas (Ericeira), é a vez da Praia Grande receber a prova nos dias 8 e 9 de Agosto. Mais informações em www.lbprojunior.com.

PÁG

6

O JORNAL COM NOTÍCIAS

8 DE ABRIL DE 2009

notícias

do

concelho

Biblioteca de Sintra adere ao bookcrossing Criado em 2001 por Ron Hornbacker, um programador de sotfware americano, como uma simples forma de rastrear livros através da Internet, rapidamente o Bookcrossing se transformou num fenómeno à escala mundial. As bibliotecas municipais de Sintra passaram também a ser “crossing zones” entrando, assim, nesta comunidade. A Câmara Municipal junta-se desta forma a muitas outras instituições públicas e privadas, com a intenção de promover a leitura e a criar hábitos de leitura. O objectivo é “transformar o mundo inteiro numa biblioteca”. Para isso, vão ser disponibilizados 165 livros anuais. Sempre que alguém esteja interessado em ler um livro inscrito no Bookcrossing (www.bookcrossing.com), é só dirigir-se livremente ao espaço destinado, escolher o livro que pretende e levá-lo, devendo sempre também deixar um livro. Ou seja, há uma troca de livros sem existência de intermediários. Com o Bookcrossing passa a existir uma biblioteca sem fronteiras. A Câmara de Sintra pretende, ainda, que esta iniciativa seja alargada a outros serviços camarários como: postos de turismo, museus e Casa da Cultura de Mira Sintra. Com mais de 600 mil utilizadores de 130 países e 4 milhões de livros registados em todo o mundo, o Bookcrossing continua a ser uma das comunidades mais activas na Internet.

Em Portugal, a comunidade Bookcrosser conta já com mais de oito mil membros, sendo uma das maiores comunidades da Europa e a décima em termos mundiais. De cafés a bibliotecas, escolas a serviços pú-

blicos, o Bookcrossing em Portugal está mais activo do que nunca e promete continuar a espalhar livros por esses caminhos fora. Fonte: CMS

Concelho vai ter guia turístico para telemóveis Escolher o monumento a visitar ou o restaurante onde provar a gastronomia da região ou ainda a praia mais bela e, até, saber a temperatura da água dessa praia vai possível através de um simples clique no telemóvel de qualquer visitante ou turista de Sintra. Este novo serviço com características inovadoras, pioneiro na Europa, foi este mês no Palácio de Seteais, em Sintra, na presença do Presidente da Câmara de Sintra e do Secretário de Estado do Turismo. A Câmara Municipal de Sintra e a M-INSIGHT lançam este novo serviço que irá permitir a qualquer visitante de Sintra subscrever um Guia Turístico da Região para o seu telefone móvel. Sintra é a primeira localidade do País a disponibilizar um serviço deste tipo.

Por apenas 5 euros, este serviço, que poderá ser subscrito numa primeira fase nos postos de turismo de Sintra e posteriormente num conjunto alargado de locais dentro e fora de Sintra, tem também a adesão de entidades ligadas ao turismo e à cultura da Região. O Guia Turístico tem como objectivo melhorar de forma substancial a experiência do Turista/Visitante quando chega a um destino, contribuindo para aumentar o seu tempo de estada no local, com impactos directos na economia da Região. Sintra escolheu como parceiro a M-INSIGHT Technologies, empresa especializada na edição e distribuição de conteúdos de grande riqueza gráfica para telefones móveis.


O JORNAL COM NOTÍCIAS

8 DE ABRIL DE 2009

PÁG

7

digital

Sintra inaugura central de reciclagem de entulhos O concelho de Sintra tem desde meados de Março uma nova central de reciclagem de resíduos de construção e demolição, vulgarmente conhecidos como entulhos, instalada em Pêro Pinheiro. “É o virar de uma página para todos os que não conseguem ficar indiferentes aos problemas ambientais, como os despejos ilegais à beira da estrada”, considerou Vítor Santos. O administrador da Vimajas, a empresa proprietária, afirma que o projecto representa “um esforço humano e

financeiro superior ao esperado”. No total, serão criados 10 postos de trabalho e investidos 1,5 milhões de euros, em duas fases distintas. “Vamos dar nova vida aos resíduos, primeiro aos entulhos e numa fase posterior queremos também estar habilitados a receber alguns resíduos perigosos”, avança o gestor de qualidade Pedro Santos. O parque da empresa está equipado com maquinaria que permite separar e transformar os entulhos em matérias-primas como areão,

britas e “tout-venant”. A Vimajas aposta também nas “calçadas 100 por cento recicladas”, um produto inovador obtido através dos desperdícios das indústrias de mármores e granitos. “O melhor negócio que existe é o sustentável e nós queremos ser os melhores e servir de

O Diário do Ambiente é um manual de conselhos práticos sobre as inúmeras contribuições que cada pessoa pode dar para melhorar o ambiente. A publicação resulta de uma parceria entre o Continente e a Quercus e é um convite à participação da população, porque um Ambiente sustentável exige o empenho pessoal de cada um de nós. O manual insere-se no programa Hipernatura Continente, uma iniciativa de responsabilidade social que propõe a requalificação de 20 espaços verdes em 20 cidades portuguesas. O Diário do Ambiente é um convite à mudança de atitudes e comportamentos, ajudando a construir Cidades saudáveis, ecológicas e criativas.

modelo ao sector”, reforçou o técnico. Sintra já contava uma empresa a operar nesta área, embora com menor capacidade. A Vimajas dispõe de um parque superior a 10 hectares e uma capacidade de tratamento “ideal” de 80 tonelados por hora. A partir de agora,

diário do

particulares e empresas podem encaminhar para aqui todos os seus entulhos e adquirir as matérias recicladas, que custam cerca de metade dos produtos originais. O custo de tratamento varia entre os cinco euros por tonelada, no caso dos “entulhos limpos não contamina-

dos com outros materiais”, ou pode ultrapassar os 7,5 euros por tonelada no caso de cargas mais sujas. “Quanto mais sujo, menos denso e o custo pode ultrapassar os duzentos euros por tonelada no caso de resíduos de isolamento”, exemplifica. Luís Galrão

Vereador do Ambiente apela ao civismo

POUPAR ENERGIA NA COZINHA Sabia que

O que posso fazer?

-

-

Só na cozinha gasta-se quase 40% do total de energia consumida em nossas casas? As máquinas de lavar loiça representam já 3% da factura energética mensal? É preferível adquirir um forno a gás do que um forno eléctrico, em termos de poupança energética? Utilizando o microondas em vez do forno para pequenas refeições pode poupar até 70% da energia utilizada? No forno, se utilizar recipientes de cerâmica ou vidro que retêm melhor o calor, poderá reduzir em 25 OC a temperatura do aparelho durante o cozinhado? 20% do consumo dos frigoríficos e combinados deve-se à abertura de portas? Se diminuir a temperatura de lavagem nas máquinas de lavar roupa de 60 OC para 40 OC poderá economizar até 46% do consumo energético?

Fonte:

Evite abrir desnecessariamente a porta do frigorífico e seja o mais rápido possível. Não deixe acumular gelo nos equipamentos de frio. Regule o termostato entre 3 OC e 5 OC para o frigorífico e em -15 OC para o congelador. Utilize as máquinas de lavar roupa e loiça sempre com a carga completa e faça uso dos programas de baixa temperatura em ambas. Em caso de pouca loiça ou pouca roupa, utilize os programas económicos. No Inverno, aumente a velocidade de centrifugação da sua máquina de lavar roupa, evitando ter de recorrer à máquina de secar. Utilize a iluminação do forno evitando abrir a porta durante os cozinhados e certifique-se que esta está bem fechada. No fogão, mantenha os tachos tapados para conservar o calor e desligue o lume um pouco antes da comida estar pronta. Prefira os utensílios manuais aos eléctricos, como as facas de cozinha ou os espremedores de frutos.

Conselhos práticos para viver o seu dia a dia em equilíbrio com a natureza.

D e pois de instalados os novos equipamentos de dejectos caninos, dispensadores e totens informativos em 60 locais diferentes, as freguesias de Algueirão Mem-Martins, Agualva e Cacém, receberam nos dias 4 e 5 de Abril uma acção de sensibilização que contou com a presença do Vice-Presidente da Câmara de Sintra e vereador do Ambiente, Marco Almeida. Em colaboração com a HPEM e SUMA, a autarquia distribuiu material gráfico pelos residentes destas freguesias e ofereceu peque-

n o s brindes aos donos de cães. “Se você não protestar, pode ser o próximo a pisar” é o mote para este segundo momento de sensibilização ambiental, com distribuição de material gráfico que apela ao civismo e dá conselhos sobre a saúde e bem-estar dos cães (pensado para quem tem e para quem não tem cães) e distribuição de brindes (uma mochila em miniatura para levar o saco para os dejectos do cão e que pode ser colocado no cinto do dono ou na coleira do cão).


digital

PÁG

8

O JORNAL COM NOTÍCIAS

8 DE ABRIL DE 2009


O JORNAL COM NOTÍCIAS

8 DE ABRIL DE 2009

PÁG

9

digital


digital

PÁG

10

O JORNAL COM NOTÍCIAS

8 DE ABRIL DE 2009


O JORNAL COM NOTÍCIAS

8 DE ABRIL DE 2009

PÁG

11

digital


digital

Casas de

Sintra

PÁG

12

O JORNAL COM NOTÍCIAS

COMPRA

MODERNO MASSAMÁ NORTE REF.3229

|

8 DE ABRIL DE 2009

VENDA

ESCRITÓRIO / ARMAZÉM R.99.2

TO | ARRENDAMEN BOM NEGÓCIO R.3235

| PE RMUTA

T 2 MASSAMÁ MOBILADA

Ref. CS00276 | Preço: 214.840€ | Telef.214 377 513 / | Apartamento T4 Localidade: Massamá Norte - Massamá

Ref. CS00304 | Preço: 1.200€ | Telef.214 377 513 / | Armazém T0 Localidade: Casal do Cotão - Cacém

Ref. CS00303 | Preço: 340.600€ | Telef.214 377 513 / | Moradia Isolada T4 Localidade: Paiões - Cacém

Ref. CS00302 | Preço: 600€ | Telef.214 377 513 / | Apartamento T2 Localidade: MOBILADA/ESTAÇÃO - Massamá

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

T2 ARRENDA MOBILADO

T3 MEM-MARTINS - aluguer

APARTAMENTO A ESTREAR

Ref. CS00301 | Preço: 500€€ | Telef.214 377 513 / | Apartamento T2 Localidade: Massamá/Estação - Massamá

Ref. CS00333 | Preço: 460€ | Telef.917807939 | Apartamento T3 Localidade: Mem-Martins - Algueirão-Mem Martins

Ref. CS00330 | Preço: 112.000€ | Telef.917807939 | Apartamento T2 Localidade: Algueirão velho - Algueirão-Mem Martins

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

OPORTUNIDADE T2 PERTO DA ESTAÇÃO CP

, ar r p is? m e , co ó v r de r im n ve u t a r e rm Qu pe ou

PRAIA DAS MAÇÃS

T2 SEMI-NOVO COM TERRAÇO

Ref. CS00329 | Preço: 89.000€ | Telef.964539499 | Apartamento T2 Localidade: Monte Abraão - Monte Abraão

Ref. CS00328 | Preço: 145.000€ | Telef.917224308 | Apartamento T1 Localidade: Praia das Maças - Colares

Ref. CS00321 | Preço: 160.000€ | Telef. | Apartamento T2 Localidade: Cacém - Cacém

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

VENDO APARTAMENTO T2 EM PERO PINHEIRO

BELAS (Q. SAMARITANA) - OPORTUNIDADE

Ref. CS00319 | Preço: 80.000€ | Telef.962062421 / 919898438 | Apartamento T2 Localidade: Pero Pinheiro - Pêro Pinheiro

Ref. CS00306 | Preço: 85.000€ | Telef.965235429 | Apartamento T2 Localidade: Rua 25 de Abril - Belas

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

BONITO APARTAMENTO T3 + GARAGEM E ARRECADAÇÃO EM PAIÕES

LOJA/ ESCRITÓRIO PARA ALUGAR

BELAS - QUINTA DA SAMARITANA

Ref. CS00320 | Preço: 144.500 | Telef.912202510 | Apartamento T3 Localidade: Paiões - Rio de Mouro

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

Ref. CS00310 | Preço: 500€ | Telef.219261862 | Escritório T0 Localidade: Casais de Mem Martins - Algueirão-Mem Martins

Ref. CS00315 | Preço: 83.000€ | Telef.962345303 | Apartamento T2 Localidade: BELAS - QUINTA DA SAMARITANA - Belas

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt

Para mais informações sobre este imóvel veja em http://casasdesintra.pt


ital digveículo lazer Faça deste meio 13o seu para divulgação dos seus produtos e marcas.

O JORNAL COM NOTÍCIAS

cidade

O

J O R N A L

C O M

®

N O T Í C I A S

A G E N D A

8 DE ABRIL DE 2009

PÁG

Basta ligar telf.21 922 59 43, fax 21 922 59 44 ou remeter um email para publicidade@cidadeviva.pt

A B R I L

2 0 0 9

Concerto «Juntos por Bem» Semana da Astronomia da Ciência, com Maria João e Mário Laginha Museu de 8 a 11 de Abril Olga Cadaval, 11 de Abril

Quer fazer uma viagem pelo nosso sistema solar? Então não perca esta oportunidade. O Centro Ciência Viva de Sintra ira dinamizar sessões de planetário que darão a conhecer todos os Planetas do nosso sistema Solar. Esta actividade realizar-se-á nos dias 8, 9, 10 e 11 de Abril, estando a realização das sessões sujeitas a um número mínimo de 10 participantes. Não perca esta empolgante viagem. As sessões de planetário no dia 8, Dia Mundial da Astronomia, serão gratuitas. O Centro Ciência Viva vai realizar também um curso chamado “ABC do Céu” nos dias 16, 23 e 30 de Maio. Mais informações em www.cienciavivasintra.pt.

A Santa Casa da Misericórdia de Sintra, Instituição Sem Fins Lucrativos que se dedica às causas sociais do Concelho de Sintra, vai apresentar no dia 11 de Abril (Sábado), pelas 22h o Concerto de Solidariedade “Juntos por Bem”, com Maria João & Mário Laginha, no Centro Cultural Olga Cadaval (Sintra). Com a voz inconfundível de Maria João acompanhada por um dos melhores pianistas portugueses, espera-se um espectáculo de grande criatividade e emoção. As receitas de bilheteira revertem em benefício das actividades desenvolvidas pela Santa Casa da Misericórdia de Sintra. Informações: 21 910 71 18 I Reservas: Ticketline (707 234 234, www.ticketline.pt). Locais de venda: Centro Cultural Olga Cadaval, Lojas Fnac, Agências Abreu, Livrarias Bulhosa (Oeiras Park), Bliss, lojas Worten , C.C. Dolce Vita, El Corte Inglês (Lisboa) e MegaRede, www.plateia.pt (21 434 63 04).

Exposição dedicada a Bordalo Pinheiro em Sintra

III Feira de Artesanato, Velharias e Antiguidades

Sintra, a partir de 17 de Abril

Monte Abraão, 18 de Abril

Cerca de uma centena de peças de cerâmica, algumas raras, e desenhos de caricaturas de Rafael Bordalo Pinheiro (1846-1905), da Colecção Berardo, estarão expostas a partir de 17 de Abril no Museu de Arte Moderna de Sintra. A exposição "Rafael Bordalo Pinheiro - Da Caricatura à Cerâmica" está organizada em torno de um núcleo de 110 peças, entre elas algumas raridades de expressão naturalista e figurativa. A Colecção Berardo possui um acervo significativo de cerâmica das Caldas da Rainha, que cobre desde o chamado "Período Arcaico" ao "Pós-Bordaliano", conjunto que é agora mostrado ao público numa altura em que a histórica fábrica das Caldas da Rainha atravessa dificuldades financeiras.

Pelo terceiro ano consecutivo, vai a Junta de Freguesia de Monte Abraão dinamizar a III Feira de Artesanato, Velharias e Antiguidades de Monte Abraão. O evento decorrerá no próximo dia 18 de Abril, no horário compreendido entre as 10h00 e as 17h00, no Jardim do Parque 25 de Abril, em Monte Abraão. Os interessados poderão efectuar a inscrição nas instalações da Junta de Freguesia de Monte Abraão, mediante o preenchimento de formulário, até ao dia 13 de Abril.

I Challenger Escolar de Sintra Sintra, 25 de Abril

Brinquedos Artesanais e Pintura de Pedro Afonso Museu do Briquedo, até 24 de Maio

A Câmara Municipal de Sintra, através do Gabinete da Juventude e da Divisão de Desporto, em parceria com a Associação Portuguesa de Corridas de Aventura, está a organizar a primeira edição da prova de Aventura Challenger Escolar de Sintra. Esta prova destina-se a todos os estudantes e professores do ensino básico e secundário das escolas do Concelho de Sintra, com idade superior a 10 anos e terá lugar no próximo dia 25 de Abril. Deste modo, convidamos todos os interessados em participar nesta prova e a proceder à sua inscrição via email para apca@corridasdeaventura.pt. Para mais informações, consultar www.corridasdeaventura.pt ou www2.cm-sintra.pt

Está patente no Museu do Brinquedo de Sintra uma nova exposição temporária intitulada "Brinquedos Artesanais e Pintura de Pedro Afonso". Nesta exposição, que ficará patente ao público até ao próximo dia 24 de Maio, encontram-se objectos portugueses e de todo o mundo. O Museu do Brinquedo realiza periodicamente exposições temporárias no espaço museológico destinado ao efeito. Embora as exposições, temáticas, mostrem peças da colecção do Museu, é regular que outros coleccionadores venham a este espaço, divulgar as suas colecções.


Cidade Viva n. 45 (Digital)