Page 1

Revista

www.tvunika.com.br

www.jornalforte.com

www.revistaunika.com.br

Ano 15 Nº 51 - Distrito Federal e Estado de Goiás - 2019- R$ 20,00

Sabe aquela satisfação de fazer o bem? As pessoas deviam sentir mais vezes. Felicidades vice-versa. Carlos Peixoto.

Rosani e Dinando 27 anos de casados. Registros de novas lojas de armas sobem 1.000% em 15 anos. Águas lindas de goiás, a cidade que mais cresce no estado. Goiás projeta déficit de R$ 5,731 bi em 2019. Secretaria DF Legal vai investir no crescimento ordenado. Mais: Sírio-Libanês inaugura em Brasília Inaugurada mais uma Unidade Básica de Saúde (UBS) em Águas Lindas.

1


2


3


4

Editorial Top Empresarial 2018 Pág. 24/25

Vai ser candidato a vereador, não passe vergonha, leia isso aqui. O vereador costuma ser muito cobrado no atendimento dos anseios e necessidades dos munícipes que, quase sempre, são problemas relacionados à competência do Poder Executivo. Mas é necessário que a população esteja ciente das reais possibilidades e responsabilidades de um vereador. Ele não dispõe de um Orçamento para gastar (como o prefeito), nem pode aumentar despesas para a prefeitura ou tomar uma providência que seja prerrogativa legal do Executivo. O poder que um vereador possui, portanto, não está diretamente relacionado à execução de uma obra, seja esta uma simples troca da lâmpada de um poste ou a construção de uma escola. Este poder é indireto, pois ele pode apresentar uma emenda à Lei Orçamentária, sujeita à votação, ou por meio de uma Indicação ou requerimento enviado ao prefeito. Através destes instrumentos, o vereador poderá solicitar a realização de uma obra, mas sempre dependerá da ação do Poder Executivo. Ele tem quatro principais atribuições: representar (os eleitores e a comunidade), legislar (em defesa do bem comum), fiscalizar (a aplicação do dinheiro público) e assessorar (encaminhamento de indicações ao prefeito e secretários municipais). O vereador fala em nome da população, do partido político que representa e de movimentos organizados, devendo realizar seminários, debates e audiências públicas como meios de ouvir e de permitir que sejam ouvidos os interesses da comunidade em geral. Cabe a ele fiscalizar os atos do prefeito na administração municipal, principalmente no tocante ao cumprimento da lei e da boa aplicação e gestão dos recursos públicos. A fiscalização acontece também por meio de análises do Plano Diretor e da atuação das comissões especiais com os objetivos de discutir e aprovar o orçamento anual - a Lei de Diretrizes Orçamentárias - que define onde e como aplicar o orçamento do município. LEGISLAR - Já a função de legislar consiste em elaborar, apreciar, alterar ou revogar as leis de interesse dos cidadãos do município. Essas leis podem ter origem na própria Câmara ou resultar de projetos de iniciativa do prefeito ou da sociedade, que são analisados, discutidos e votados nas reuniões ordinárias ou extraordinárias. No trabalho cotidiano aprovam ou rejeitam projetos de lei, produzem decretos legislativos, resoluções, indicações, pareceres, requerimentos. Preparam o Regimento Interno que estabelece as diretrizes da Casa. Organizam-se, ainda, em comissões permanentes ou especiais de acordo com os setores da vida da comunidade e com as principais áreas de atuação de cada vereador ou vereadora. Outra importante atribuição a um vereador é a elaboração da Lei Orgânica do Município. Esse documento consiste numa espécie de Constituição Municipal, na qual há um conjunto de medidas para proporcionar melhorias para a população local. O prefeito, sob fiscalização da Câmara, deve cumprir a Lei Orgânica. Caso o Poder Executivo descumpra uma lei, o vereador primeiramente deve notificar o prefeito, por meio de um pedido de providências, para que seja normalizada a situação. Se nenhuma providência for tomada, o vereador, assim como qualquer cidadão, pode encaminhar o problema ao Ministério Público para que, por força judicial, obrigue o prefeito a fazer cumprir a lei, sob pena de responder civil e criminalmente pelos seus atos. Os vereadores cumprem ainda, com cooperação técnica da União e do Estado, as funções de prestar serviços de atendimento aos habitantes locais, promover o ordenamento territorial do espaço urbano e a proteção do patrimônio histórico-cultural local de acordo com as legislações federal, estadual e municipal.

Aguardamos Críticas, Sugestões e estamos a disposição. Carlos Peixoto - RP/DRT/DF 8507

Anuncie na ÚNIKA

Aposentadoria por idade . Pág. 46

Saúde alerta para picadas Pág. 46

Rosani e Dinando. A impotancia do Esporte. Periodontite como previnir. Novos Rgistro de loja de armas. Dia Mundial Contra o Câncer. Inauguração da UBS Camping Clube. Valdivino de Oliveira. Informe Especial Águas Lindas. Top Empresarial 2018. Dia do Comunicador. Info - DF. Info - Goiás. 10 Pricipais ameaças para a saúde. Permanencia dos Médicos Cubanos. Saúde alerta para picadas de insetos.

Pág. Pág. Pág. Pág. Pág. Pág. Pág. Pág. Pág. Pág. Pág. Pág. Pág. Pág. Pág.

05 06 08 10 12 16 17 20 24 28 32 36 40 42 46

Capa Cleidnei Medeiros

José Fernando e Rosani Ligei ro Ele da Paraíba e Ela de Minas Gerais. O destino quis que se encontrassem e formasse uma linda e abençoada família. Veja mais: Pág. 05 VOCÊ TAMBÉM PODE SER CAPA ÚNIKA (61) 3618 7669 - 98442 1577 - 99191 1487

Expediente

Diretor Responsável: Carlos Peixoto - RP/DRT/DF 8507- Filiado a FENAJ - Federação Nacional dos Jornalistas. Diag, e Projeto Gráfico: Domingos Ferreira - Direção de Artes: UNIKA Comunicação - Secretária: Marilei de Sousa - Fotografia: Carlos Peixoto, Beto Castanheiro. - Circulação: Estado de Goiás e Distrito Federal abrangendo, gardativamente, outras regiões do Brasil. Revista ÚNIKA é Marca Registrada - Publicação de Unika Comunicaçao Marketing e Publicidade Ltda. Cnpj: 07.428.302/0001-04 Tel: (61) 3618 7669 / 98442 1577 - Correspondência para: Quadra 08 - Lote 03 - Camping Clube – Águas Lindas/GO CEP: 72 910 000 E-mail: contatounika@brturbo.com.br / tvunika@gmail.com / Sites: www.revistaunika.com.br / www.tvunika.com.br

Os colaboradores não possuem qualquer vínculos empregatício com a revista. Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não representam, necessariamente, opinião dos editores da revista.


Família

Casal Rosani e Dinando 27 anos de casados

Parabéns a este casal que é referência! José Fernando e Rosani Ligeiro, ele da Paraíba e ela de Minas Gerais. O destino quis que se encontrassem e formasse uma linda e abençoada família. O momento é de gratidão a Deus por esses 27 anos de casados com muito compromisso, cumplicidade, respeito e companheirismo. Dessa união nasceram dois tesouros: Fernando Junior e Amanda Ferreira. E a família cresceu um pouco mais com a chegada da nora filha Ana Paula. Para o Dinando: “Família é o

maior patrimônio de um homem.” Dinando foi o pioneiro no ramo de Ópticas em Águas Lindas de Goiás, desde cedo acreditou nessa cidade. É formado em Administração de Empresas, Optometria e Direito. Há dois anos foi convidado pelo prefeito Hildo do Candango para exercer o cargo de Secretário de obras. Vale ressaltar que já fez várias obras importantes. Um secretário atuante e que está fazendo o diferencial, pois, acompanha cada obra, valoriza sua equipe e faz questão de ouvir e atender as reivindicações da população.

Segundo o Secretário, apesar das dificuldades e crises que estão atingindo municípios a nível Estadual e Nacional, Águas Lindas tem o privilégio de ter um prefeito honesto, trabalhador, ético e que zela pelo desenvolvimento da cidade. Dinando disse: “Eu só aceitei ser o Secretário de OBRAS no município, porque sempre acreditei no prefeito Hildo do Candango, no seu caráter e na sua vontade de trabalhar por uma Águas Lindas melhor. Estou Secretário para somar e fazer o diferencial para nossa cidade. O povo de Águas Lindas é merecedor!”

Laboratorio Digital: SAC 3613-4000 -

61.99637-1814

,

5


6

Futebol

MELHOR ESCOLINHA DE FUTEBOL DA REGIÃO. TRAGA SEU FILHO. O Pimenta Esporte Clube, tem participado e vencido várias competições em Águas Lindas, no Distrito Federal e em várias outras regiões do estado de Goiás e no Brasil. Seu filho tem essa vocação? Venha fazer um teste. O Clube fica bem ali, no setor Mansões Olinda em Águas Lindas de Goiás.

Pimenta Esporte Clube com sede e campos próprios para melhor atender seu filho.

O melhor Curso de Inglês você encontra aqui Fone: 61 3617 1071 Campos Socyte

PIMENTA ESPORTE CLUBE

VENHA COM A FAMÍLIA Área de lazer completa com bar e Restaurante.

Ótimo local para aniversários e confraternizações empresariais.

Salão de Eventos (400 pessoas).

Piscina para adulto e criança

Churrasqueira Externas.

Academia completa.

Parquinho Infantil.

Estacionamento Privado.

Quadra A33 - Lotes de 01 a 08 - Mansões Olinda - Águas Lindas de Goiás


7

Aqui você escolhe o que precisa e como quer pagar. Não compre nada antes de conhecer as nossas lojas e nossas promoções Loja de Nutriçao Esportiva, mais completa da cidade.

Estamos te aguardando, venha escolher o seu carro.

Quadra 09 - Lotes 01/03 Jardim Querência Águas Lindas de Goiás


8

Odontologia

Periodontite: o que causa e como prevenir O que é Periodontite? Periodontite é a inflamação e infecção dos ligamentos e ossos que dão suporte aos dentes. A periodontite é uma doença comum, porém perfeitamente possível de ser prevenida. Causas A periodontite ocorre quando gengivite, que é a inflamação e infecção das gengivas, não é tratada ou quando o seu tratamento é adiado. Os quadros infecciosos e inflamatórios passam das gengivas para os ligamentos e ossos que dão suporte aos dentes. A perda deste suporte faz com que os dentes fiquem soltos e acabem caindo. A periodontite é a principal causa de perda de dentes em adultos. Esse problema não é comum na infância, mas aumenta durante a adolescência. A placa bacteriana e o tártaro se acumulam na base dos dentes. A inflamação causa o desenvolvimento de um bolso entre as gengivas e os dentes. Essa inflamação, com o tempo, acaba causando a destruição dos tecidos e dos ossos que cercam o dente. Como a placa contém

cialista inserirá uma sonda de metal ao lado de seu dente debaixo da gengiva, geralmente em vários locais da boca Tirar radiografias dentárias para verificar se há perda óssea em áreas onde o dentista observa maiores indícios de periodontite.

bactérias, é provável que haja infecção também, o que pode levar ao desenvolvimento de um abscesso dentário, aumentando a taxa de destruição óssea. Diagnóstico de Periodontite O diagnóstico de periodontite é geralmente feito de forma simples. Ele é baseado na descrição dos sintomas e em um exame da boca do paciente. O dentista examinará a boca em busca da presença de placas bacterianas e tártaro, além de verificar se há sangramento fácil. Para determinar a gravidade da periodontite, o dentista poderá: Usar um instrumento dental para medir a profundidade do bolso do sulco entre a gengiva e os dentes. O espe-

Periodontite tem cura? Algumas pessoas acham desconfortável o processo de remoção de placa dentária das gengivas inflamadas. Os sangramentos e o inchaço das gengivas devem desaparecer dentro de uma ou duas semanas após o início do tratamento, fazendo com elas voltem a ter aspecto saudável. Você deve manter uma higiene oral cuidadosa por toda a vida, caso contrário, a periodontite pode reaparecer. Prevenção A boa higiene oral é a melhor forma de prevenção da periodontite. Ela inclui a escovação e o uso do fio dental cuidadosa e diariamente, além de limpezas profissionais regulares nos dentes. A prevenção e o tratamento da gengivite reduzem o risco de desenvolvimento da periodontite.

ODONTO NEI Cuidando do seu sorriso

Cirurgia - Canal - Restauração - Prótese / dentadura Clareamento / estética dental - Raio X - Aplicação de fluor. Quadra 27 - Lote 16 - Loja 02 - Jardim Brasília. Rua da Millena Presentes - Águas Lindas de Goiás

61

98551-9874


9


10

Decreto

Registros de novas lojas de armas Antes mesmo de o novo decreto que facilita a posse de armas de fogo no Brasil ser assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, a venda de armas já estava crescendo em todo o país. É o que revelam dados compilados pela Pública por meio da Lei de Acesso à Informação em pedidos a órgãos como Exército e Polícia Federal (PF). Mesmo assim, dizem especialistas e lojistas, as vendas devem aumentar bastante este ano. A quantidade de registros concedidos para lojas de venda de armas de fogo deu um salto nos últimos 15 anos: em 2018 foram abertas 206 novas lojas, maior quantidade desde o início da série histórica, em 2003. A corrida para abertura de lojas acelerou a partir de 2015, segundo os dados cedidos pelo Exército, responsável por aprovar os novos estabelecimentos. Segundo a PF, no final de 2018 havia 677.397 registros ativos para posse de arma no Brasil, entre aqueles concedidos para pessoas físicas, seguranças que trabalham no setor privado e funcionários de órgãos públicos ou de lojas de armas. Além desses registros, existe ainda o armamento usado pelas Forças Armadas, polícias e bombeiros militares, cuja quantidade não é divulgada por questões estratégicas. Apenas os registros para pessoas físicas, ou seja, para cidadãos comuns cujas profissões não garantem o acesso facilitado à posse, já somavam mais de 340 mil até o final de 2018. Além dos registros feitos na PF, há ainda concessões de posse especiais para colecionadores, atiradores e caçadores (CAC). Os registros do tipo CAC cresceram 422% entre 2015 e 2017. Ao todo, 290.711 armas do tipo estavam registradas no Exército até 2017.

das posses para pessoa física, apesar de a área concentrar apenas 14% da população nacional, segundo o IBGE. Lojistas da região já sentem aumento na procura por armas de fogo desde o anúncio do decreto e esperam aumentar as vendas nos próximos meses. Entre 2003 e 2018, o Comando do Exército concedeu registro a 1.206 lojas de venda de armas em todo o país. As concessões são distribuídas por Região Militar e não por unidade da Federação. Assim, não é possível verificar quantas lojas estão presentes em cada estado porque algumas regiões militares englobam dois, três ou até quatro estados. São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul são os únicos que possuem dados estaduais.

Região Sul concentra lojas de armas e posse de pessoa física Os números elevados de registros na PF e no Exército são puxados pela Região Sul, especialmente pelo Rio Grande do Sul, estado que tem a maior concentração de lojas de armas e de registros de arma de fogo para pessoa física em todo o país. Nos três estados da Região Sul estão 37% das lojas e 35%

Mesmo contando apenas com o Rio Grande do Sul, a 3ª Região Militar é, disparada, a que tem mais lojas de armas legalizadas pelo Exército: foram 266 registros concedidos entre 2003 e 2018. Desde 2007 há uma tendência de aumento no número de lojas novas em todas as regiões: Em termos de registros de armas garantidos para pessoa física pela PF,

a região também fica à frente do resto do país. Há pelo menos 122.831 armas legalizadas na Região Sul apenas nas mãos de cidadãos comuns. Somente no Rio Grande do Sul são 55.452 registros desse tipo válidos em 2018, número que supera o de estados muito mais populosos, como São Paulo e Rio de Janeiro. Já o número de registros concedidos pela PF em todas as categorias e que estavam válidos no final de 2018 era maior em São Paulo do que no Rio Grande do Sul. Isso inclui autorizações de posse de armas concedidas para funcionários de segurança privada, além de concessões para funcionários da segurança pública ou órgãos públicos. O pesquisador Rodrigo Azevedo, membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e professor da PUC do Rio Grande do Sul, explica que a grande concentração de lojas de armas no Sul decorre de uma tradição cultural da região. “As elites locais, ligadas ao latifúndio, vivem em um meio onde a arma de fogo sempre foi valorizada e que acessa a arma por meios legais”, explica Azevedo. “Uma análise histórica mostra que os enfrentamentos políticos que tivemos no Rio Grande do Sul, desde a Revolução Farroupilha, colocavam os proprietários de terra em um papel não apenas de elite econômica, mas também de controle da segurança e das fronteiras. Nesse contexto, as armas adquirem importância maior do que em outras regiões.” Ele destaca que a análise desses dados se baseia apenas no mercado legal – os resultados seriam diferentes se contassem as armas ilegais.


Decreto

11

aumentaram mais de 1.000% em 15 anos

Lojistas esperam mais vendas no Sul Proprietário da loja Parceria Armas em Alegrete, cidade de cerca de 80 mil habitantes no Rio Grande do Sul, Lucas Nunes avalia como positivo o decreto assinado por Bolsonaro. “Ao longo dessa semana já teve um crescimento em relação à procura. Mas é muita especulação ainda, muitos clientes perguntando o que mudou, querendo saber se já podem andar armados”, conta. Porém, ele critica o fato de armas de uso exclusivo – aquelas usadas pelo Exército e forças especiais, como fuzis – não terem sido liberadas. Romeu Soares, gerente de uma loja de artigos esportivos e armas de fogo em Ijuí, cidade de 83 mil habitantes no noroeste do Rio Grande do Sul, explica que seus clientes são principalmente agricultores que querem ter arma na sua propriedade. “No geral eles já chegam pedindo uma arma específica, não procuram a mais barata ou a mais cara, querem um calibre ou modelo determinado.” Ele percebeu que a partir da metade de 2018 as vendas de armas de fogo começaram a cair porque seus clientes já estavam com expectativa de mudanças na legislação. “Eles diziam que preferiam aguardar. Estavam esperando diminuir a burocracia”, lembra. O comerciante acredita que a tendência deve mudar nos próximos meses. “Agora, nos últimos dias, o pessoal quer saber o que está mudando, se diminuíram os impostos, se diminuiu o custo do registro.” Especialistas concordam que as vendas vão aumentar. “Certamente haverá

uma maior demanda por armas compradas pelas vias legais, com registro de defesa pessoal na Polícia Federal”, atesta Rodrigo Azevedo, da PUC-RS. Natália Pollachi, do Instituto Sou da Paz, lembra que, como o decreto permite que as armas sejam guardadas em comércios ou indústrias, é possível que haja maior difusão de armas de fogo no meio urbano, inclusive em bairros onde a criminalidade é baixa. Isso é uma grande preocupação porque, explica Rodrigo Azevedo, a circulação de armas no mercado legal também alimenta o mercado ilegal. “Hoje nós já temos uma situação onde as armas do próprio Estado acabam parando na mão de criminosos por conta da corrupção. Quando se tem um maior acesso a compra de armas legais e quando a fiscalização é vista como um excesso, essa situação tende a se agravar.” Pesquisa do Instituto Sou da Paz feita em parceria com o Ministério Público do Estado de São Paulo em 2015 constatou que 38% das armas apreendidas na capital paulista foram vendidas legalmente e depois desviadas. Natália Pollachi, uma das pesquisadoras autoras do estudo, explica que a tendência se repete em outras regiões e aponta para uma conexão fluida e rápida entre os mercados legal e ilegal de armas. “O dois mercados são intimamente interligados. As armas que hoje são usadas no crime são em sua maioria de fabricação nacional, não contrabandeadas de outros países, e foram furtadas, roubadas ou desviadas do mercado legal”, afirma. Publicado em 2013 pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Mapa das Armas de Fogo nas Microrregiões Brasileiras mostra que as 20 microrregiões com maior prevalência de armas de fogo têm uma taxa de homicídios, em média, 7,4 vezes mais alta que as 20 em que a presença de armamentos é mais baixa. Para calcularem as microrregiões com maior concentração de armas, os pesquisadores levam em consideração não apenas os armamentos legalizados, registradas na PF, mas também as armas em posse de forças de segurança, como polícias locais, e também uma estimativa da quantidade de armas ile-

gais existentes em cada área. O estudo também conclui que o aumento no número de armas legais acarreta aumento na quantidade de ilegais. “A maior disponibilidade de armas legais em uma localidade faz aumentar a probabilidade de estas armas serem roubadas e extraviadas, levando-as à ilegalidade”, atesta Rodrigo Azevedo. O que muda com a nova legislação A principal mudança do novo decreto é alterar os critérios necessários para caracterizar a “efetiva necessidade” da posse. Antes, era necessário apresentar à Polícia Federal uma justificativa por escrito na qual o requerente explicitava a necessidade. O julgamento do pedido ficava a cargo do delegado responsável e era feito de forma subjetiva. Agora, os requerentes podem solicitar a posse de armas à PF sem apresentar justificativas para o pedido, pois o decreto já considera presente a efetiva necessidade para toda a população. Na prática, ao incluir moradores da área rural de todas as localidades e moradores da área urbana dos estados com índices de violência acima do determinado pelo decreto, a nova legislação estabelece que todas as pessoas do país se enquadram nos requisitos de efetiva necessidade para obter uma arma de fogo. Poderão comprar armas de forma legal os brasileiros que moram em áreas urbanas localizadas em Unidades Federativas com taxa de homicídios superior a 10 por 100 mil habitantes em 2016 – segundo o Atlas da Violência 2018, citado no texto da lei como fonte para os dados, todos os estados da Federação e o Distrito Federal atingem esse critério. O que passa a ser analisado pela PF em cada pedido são outros critérios previamente estabelecidos pelo Estatuto do Desarmamento: ser maior de 25 anos, ter ocupação lícita e residência comprovada, não ter antecedentes criminais e comprovar a capacidade técnica e psicológica para o uso do equipamento por meio de teste de tiro e avaliação psicológica. O decreto determina também que não serão aceitos pedidos em que haja “vínculo com grupos criminosos”. Matéria publicada originalmente pela Agência Pública


12

Dicas de saúde

Dia Mundial Contra o Câncer

lembre-se que o diagnóstico precoce é o melhor aliado Câncer ainda é uma doença que atemoriza a maior parte das pessoas. Os avanços do conhecimento científico em relação à prevenção de algumas modalidades – especialmente aquelas que se relacionam com hábitos de vida – e o desenvolvimento de recursos de diagnóstico e de tratamento vêm ampliando, de forma inquestionável, as possibilidades de cura. Os principais tipos de tumores nos homens são de próstata, pele, cólon, reto e pulmão. Nas mulheres predominam os de mama, pele, cólon, reto, pulmão e colo de útero. Para incentivar a conscientização da população em torno da doença e dos benefícios decorrentes do diagnóstico precoce no tratamento do câncer, 04 de fevereiro é consagrado como o Dia Mundial Contra o Câncer. Uma oportunidade para que cada um reflita sobre hábitos de vida saudáveis – o tabagismo, por exemplo, provoca ou agrava diversos tipos de câncer – e sobre a importância de buscar atendimento médi-

co caso perceba algum sinal que possa estar associado à doença. Na dúvida, sempre é melhor procurar esclarecer do que se esquivar. Nessa luta contra o câncer o maior aliado é o diagnóstico precoce. Quanto mais cedo for detec-

tada a doença e iniciado o tratamento, bem maiores são as chances de cura. Dentre os pilares da Santa Mônica estão os projetos sociais e integrante a eles está o Momento Saúde onde superamos a ministração de 120 palestras em diferentes setores da cidades de Águas Lindas, em sua maioria falando sobre o Câncer de Mama, do Colo do Útero, Ovário e Próstata. Lembrando sempre que a prevenção possibilita um diagnóstico precoce e isso é nosso mais valioso aliado no combate às doenças.

Dr. Lucas Antonietti Diretor da Clínica Santa Mônica

Santa Mônica, há mais de 4 anos trabalhando com tecnologia, humanização e amor à vida sendo sua clínica de CONFIANÇA.

SHALOM DROGARIA

Disk remédio:

3618 2438

9 9643 5202

ENTR EGA M O S EM SUA CASA, COM OS ME LHORE S P RE ÇOS DA CIDADE.

AVENIDA PRINCIPAL DO ÁGUAS LINDAS 2 - Depois do Sup. Rodrigues.


13


14


15


16

Foi inaugurada mais uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Desta vez no Camping Club. O evento de inauguração aconteceu no dia 09-02-2019 e contou com um grande público que foi ver de perto mais essa conquista. A unidade oferecerá atendimentos básicos e gratuitos em Pediatria, Ginecologia, Clínica Geral, Enfermagem e Odontologia. Os principais serviços oferecidos são consultas médicas, inalações, injeções, curativos, vacinas, coleta de exa-

mes laboratoriais, tratamento odontológico, encaminhamentos para especialidades e fornecimento de medicação básica. As UBSs são a principal porta de entrada para os serviços da Rede de Atenção Básica. O objetivo é que cada vez mais unidades sejam instaladas próximo a comunidade garantindo o acesso da população a uma atenção à saúde de qualidade.

A construção e instalação daquela unidade foi bastante comemorada pelos morardores do setor. O clima foi de festa, houve bastante interação com o público presente, inclusive sorteio de vários brindes para a comunidade, como: cortes de cabelos, ingressos para boliche e brinquedos para a criançada. Participaram do evento o prefeito Hildo do Candango com a primeira Dama Aleandra de Sousa, o vice-prefeito Luiz Alberto com sua esposa e secretária de Ação Social, Maria Fábia. O presidente da Cãmara Vereador Rogemberg Barbosa. Também participaram vários secretários de governo, inclusive o de obras, José Fernando (Dinando) e o da Saúde Eduardo Rangel, que prometeu várias outras melhorias para a saúde.


Personalidade

17

Valdivino de oliveira, há mais de 20 anos conhece os anseios de Águas Lindas. O verdadeiro líder não se preocupa em agradar a todos, mas em alcançar o objetivo a qual propõe a sua cidade, sua comunidade, seus colegas de trabalho, se preocupa com o bem estar comum de todos sem meias palavras e sem meias verdades. Em Águas Lindas de Goiás, vem se destacando nos últimos tempos, um nome com essas qualidades, Valdivino de Oliveira, um homem amigo, pioneiro no ramo de comunicação social que chegou ao município, ainda, nos anos 90, precisamente em 1996, ano o qual instalou o primeiro veículo de comunicação escrito o “Jornal Águas Lindas”. Valdivino de Oliveira, é casado pai de 5 filhos, Formado em Teologia, Pastor da Igreja Assembleia de Deus Missão Primitiva, Jornalista, Gestor de segurança pública, Mediação e Conciliação de Conflitos e empresário. Durante esse tempo, Valdivino de oliveira tem observado Águas Lindas de uma forma diferente, sempre acreditando em seu desenvolvimento.

“Desde que escolhi essa cidade para morar, trabalhar e criar minha família, nunca pensei em desistir, acredito que em um futuro próximo, esse município será a Capital do Entorno do Distrito Federal. Aqui criei meus cinco filhos, todos estudaram nas escola públicas do município.” Disse Valdivino. Segundo o Jornalista, o que essa cidade precisa é de homens públicos comprometidos com o bem comum de todos, precisam levar a sério o poder Legislativo, são eles que criam e aprovam os projetos de leis que trazem o desenvolvimento para a cidade. Valdivino acredita que uma das prioridades para alavancar o desenvolvimento de Águas, é a geração de emprego e renda para a população, é preciso que as pessoas trabalhem onde vive, terão mais conforto e dignidade, além de fazer com que fortaleça a economia local, o município precisa deixar o título de cidade dormitório. Valdivino é bastante popular e querido, tanto no meio religioso como na classe comercial e política em Águas Lindas,

Recentemente Valdivino de Oliveira recebeu o Prêmio Top Empresarial pela qualidade dos serviços de informações no Jornal Águas Lindas.

tem projetos para sua comunidade e até já dizem que seria um bom nome para se candidatar a vereador em 2020. “tenho conversado com alguns amigos que tem me incentivado, eu gosto de está no meio do povo e a política é necessária para as pessoas de bem, se for da vontade de Deus e do Povo quem sabe serei candidato, enquanto isso vou continuar fazendo meu trabalho. Entrego nas mãos de Deus.” Disse Valdivino de Oliveira.

TEMOS LIVROS DIDÁTICOS DE TODAS AS ESCOLAS DE ÁGUAS LINDAS

BRINQUEDOS, PRESENTES, COSMÉTICOS, UTILIDADES PARA O LAR, XEROX.

Material escolar? passe aqui !

Temos um grande estoque de material escolar Parcelamos suas compras em até 3x sem juros nos cartões

(61) 3618

3612

Setor 8, na rua do supermercado Tatico


18

Comemorações

Parabéns, Feliz Aniversário.

Nessa página, parabenizamos o prefeito Hildo do Candango que recentemente completou mais uma primavera. Que essa data te repita muitas outras vezes com muita paz, saúde e sucesso. Apreitamos a oportunidade e parabenizamos também, pela linda família e pelo trabalho realizado em Águas Lindas de Goiás com honestidade e competência.

Mais uma velinha apagada, parabéns para a Diretora da Creche Mundo encantado, Maria Leite, popular (Tia Helena). Desejamos que nunca lhe falte amor, paz e muita saúde.

Rubão - Um chefe de Gabinete amigo Quem começa a escrever um novo capítulo na vida, é o Chefe de Gabinete da Prefeitura de Águas Lindas, Rúbens Cardoso, o popular (Rubão). Um chefe de Gabinete amigo, pronto para atender os anseios de quem o procura. Que esse novo capítulo do livro de sua vida seja preenchido com coisas que realmente o faça feliz. Parabéns.

Aldenice Monteiro popular (Dona Nice) subiu mais um degrau da vida. Feliz Aniversário! Que todos os seus sonhos sejam realizados, muita paz e saúde. Felicidades!


19

3618-7785

61-

98560-7586 61-99116-0798 61-

FP. 4:13.

Breve em novo endereรงo


20


21


22


23


24

Capacitação

Top Empresarial 2018

Recentemente o INSTITUTO ALPHA realizou, pesquisas de opinião pública em Águas Lindas de Goiás, com intuito de homenagear aqueles que se destacaram nas mais diversas atividades empresariais e profissionais. A festa foi abrilhantada com a presença de vários empresários destaques e autoridades que com afinco trabalham pelo progresso dessa cidade. O evento aconteceu no Restaurante Cantina de Roma, com jantar e música. CONFIRA A SEGUIR OS AGRACIADOS EM 2018


25

VEM PRA CÁ VOCÊ TAMBÉM

SEJA VENCEDOR ANUNCIE CONOSCO

WWW.REVISTAUNIKA.COM.BR Contatounika@brturbo.com.br Fone: 61 3618 7669 / 98442 1577

Revista


26

ABA Gráfica

Acheicomercio.com.br

Alto Giro

Clínica Veterinária Amoril

Baratão Elétrica

Biboca Filmes

4º CIBM - Águas Lindas - GO

Cabana Choperia Espaço Gourmet

Cantina de Roma

CFC AB Classe A

Chocky Celular

Clínica Odontológica Milenium

Colégio Excelsior

Cruzeiro do Sul Virtual

Drogaria Superação

Elefanttu’s Fast Food

Jornal Águas Lindas

Kid Quero Sorvetes

Lara Importados

Márcio Imóveis

jornalista Marcos Alexandre


27

Marmoraria Bela Pedra

Mega Teem Importados

Mineirinho do PVC

Mirante dos Ipês

Miriam Festas e Buffet

Nav Veículos

Nei da Imobiliária

Nei Home Center

Panificadora ITALIA PREMIUM

Pax Millenium Prever

Procontábil – contabilidade em geral

Rádio Cidade 98,1 FM

VIP Informática

Santa Fé Eventos

V Life – Perfumes, maquiagem e nutrição.

Revista Únika - Imparcial e Independente

RM Auto Peças

Santa Mônica Centro Clínico

Ti5 Tecnologia e Inovação

Vereador Osmar Resende

Rei das Calcinhas


28

30 de dezembro Dia do Comunicador. Vários veículos de comunicação e profissionais do seguimento, receberam o certificado de reconhecimento.

O dia 30 de Dezembro de 2018 foi marcado com uma grande confraternização, promovida e realizada pelo Instituto dos Pioneiros de Águas Lindas em parceria com a Clínica Santa Mônica. Vários veículos de comunicação e profissionais, eceberam um certificado em comemoração ao Dia do Comunicador. O evento foi realizado na sede do Instituto e contou com autoridades políticas, eclesiásticas e em-

Dr. Lucas Antonietti

Show do Catireiro

Sistema Acontece Hoje

presariais, entre eles, O presidente do Instituo Don Chicão. O Diretor da Clínica Santa Mônica Dr. Lucas Antonietti e o vereador Silvério Correa. Este mérito é compartilhado com todos que acreditam no trabalho realizado pela imprensa da nossa cidade e região. O SUC - Sistema Úniko de Comunicação, em nome dos nossos comunicadores agradece a todos os organizadores do evento. Parabéns pela iniciativa.

Radar Águas Lindas

Imprensa Já

TV CMN - Canal Municipal de Notícia

Jornalista Marco Viana

JP da Mansão

TV Conecção Goiás


Política

Rádio Vizinhança

Rádio Aliança

Rádio Comunidade

Jornalista J. Silva

Representado por Valdivino de Oliveira

Jornal Multinotícias

Grupo Bambuzada

Programa Imparcial e Rádio Cidade

Jornalista Luiz Oliveira

Jornalista Lima Sousa

Rotary Clube

Revista Únika e TV Únika

Jornalista Nilvan Gomes

Jornalista Alberto Pessoa

Jornal Águas Lindas

Dom Chicão - Inpalgo

Representado por Ricardo Toledo

29


30

Luiz Alberto e Maria Fábia, Carlos Peixoto e Marilei de Sousa

Edilson Mourão e João Rocha

Itacolomi Diogo (Tacó) e Ana Carvalho

Fátima Toledo, Neide Galvão, Ricardo Toledo e Manoel Silva

Marlei de Sousa, Fernando Almeida, Nayane Brasileiro e Marcos

Edilton, Alessandra e Matheus Brasileiro

Fraciely Queiroz, Leiliane Nascimento e Belinha Pereira

PANTANAL

CONFIRA NOSSOS PREÇOS ANTES DE COMPRAR EM OUTRO LUGAR ELÉTRICA HIDRÁULICA E FERRAGENS

3618-4089

99660-2638

GRANDE ESTOQUE DE FERRAMENTAS

O que você procura, você encontra aqui. BR 070 - Quadra 9 - Lt. 17 - Jardim Querência - Águas Lindas de Goiás


31

Laços Matrimoniais Rafael Silva e Miriã Oliveira

O casal reuniu os amigos e familiares, para a cerimônia de troca das alianças. O evento aconteceu no dia 16-02-2019 em clima de muita festa, no Salão de Eventos do Instituto do Pioneiros em Águas Lindas de Goiás. Contou com muita animação e gente bonita.

Agora com Buffet e Salão de Festas

99250 2636


32

Info-DF

Info - Distrito

Nova secretaria DF Legal vai investir no crescimento ordenado

Objetivo do governo é combater novas invasões e promover a legalidade

Prestes a deixar de ser Agefis e se tornar DF Legal, a Agência de Fiscalização já trabalha em sua nova missão institucional: promover o crescimento ordenado da cidade, dentro da legalidade. A Secretaria terá novas atribuições e um novo perfil de atuação, incluindo a mediação e conciliação de conflitos, além de pautar sua atuação em conjunto com os demais órgãos do governo. A Câmara Legislativa do DF deve votar, em breve, o Projeto de Lei de criação do DF Legal, que deixará de ser autarquia e ganhará o status de Secretaria. Georgeano Trigueiro, auditor de carreira e diretor-presidente da Agência de Fiscalização – DF Legal, explica que o trabalho será focado na prevenção para evitar a proliferação de grandes invasões. “Hoje, metade do Distrito Federal é fruto de ocupações irregulares e são áreas em processo de regularização. Temos de focar no ordenamento da cidade. A forma mais inteligente de fazer isso é combatendo as ocupações ainda no início. Para isso, dispomos de equipes que monitoram o DF diuturnamente”. Trigueiro explica que o Distrito

ocorrerá em última instância, após todas as tratativas e tentativas de regularização, se a área permitir. O DF Legal faz parte do Comitê de Governança do Território do DF, em conjunto com mais 12 órgãos do Governo, e o foco inicial são invasões com edificações precárias e em áreas de risco. “Vamos evitar que novos parcelamentos irregulares surjam e os atuais cresçam”, enfatiza Trigueiro.

Federal “como um todo” precisa passar por um grande processo de regularização e isso só é possível com a inteiração entre todos os órgãos de governo. O grande objetivo é criar vários canais que promovam habitação para a população, em variadas faixas econômicas. “Quando se vê uma invasão, muitas pessoas só pensam em ter seu lar, um pedaço de chão seu. Mas isso traz uma grande carga para o governo, pois é necessário fornecer saúde, educação, transporte segurança, água, luz e muitos outros insumos básicos”, destaca Trigueiro. O diretor-presidente explica que o planejamento do crescimento ordenado é justamente para criar novas áreas com toda a infraestrutura possível. “Nosso desafio é trabalhar regularidade dentro do viés do crescimento”. A demolição de casas antigas só

COMPETÊNCIAS - Compete à Agência de Fiscalização executar as políticas de proteção da ordem urbanística do Distrito Federal, tais como: O controle da expansão urbana e das obras irregulares em todo o Distrito Federal, bem como as ações para coibir grilagens de terras públicas; Acompanhar as obras regulares que têm o alvará de construção; Retirada de comércios irregulares em áreas públicas de todo o DF; Fiscalização do horário de funcionamento dos estabelecimentos em estabelecimentos espalhados por todo o DF; Fiscalização de entulho em local impróprio e de grandes obras; Retirada da poluição visual na área tombada de Brasília e de faixas em área pública de todo o DF; As ações para coibir atividades proibidas em perímetro escolar, além de outras medidas são atividades exercidas rotineiramente.

Registros e Baixas de Empresas, Alterações, Impostos de Renda, Consultoria Contábil.

26 Anos em Águas Lindas

29 Anos de Bons Serviços

A Satisfação de nossa empresa, é cuidar da sua.

(61) 3613 1373

QUADRA: 30,

LOTE: 13,

Aline Deusdete

JARDIM BRASÍLIA - ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS


Info-DF

33

Federal

Rodovia DF-285 será asfaltada

Governador Ibaneis assina ordem de serviço para licitação das obras e inaugura ginásio de esporte no PAD-DF. Ações fazem parte do SOS DF Rural

A luta dos produtores rurais pelo asfaltamento da DF-285 está chegando ao fim. Na manhã do dia 22-01-2019, durante lançamento do programa SOS DF Rural, o governador Ibaneis Rocha assinou ordem de serviço para licitação das obras de pavimentação, no trecho do KM 6 até o entroncamento com a DF-100. São 13 quilômetros de asfalto e a expectativa é de concluir todo trabalho até dezembro. Na iniciativa, o GDF investe R$22,5 milhões. “O Brasil precisa enxergar o agronegócio com um olhar especial, porque em momentos de crise, é ele que pode ajudar e muito a esquentar a economia”, declarou o chefe do Poder Executivo. Além do anúncio, Ibaneis entregou à comunidade rural do PAD-DF um ginásio de esportes com quase 2 mil metros quadrados, quadra poliesportiva, sanitários/vestiários, estacionamento e palco para a realização de eventos. Segundo ele, o governo está estudando linhas diferenciadas de crédito e financiamento junto ao BRB e ações imediatas de cuidado com toda a área rural do DF. “Vamos beneficiar todas as regiões agrícolas. Levando para o campo edu-

cação, saúde, segurança e infraestrutura para que as pessoas que vivem aqui tenham paz e possam produzir cada vez mais, gerando emprego e renda”, afirmou o governador. As ações emergenciais do SOS DF Rural abrangem reparo de estradas; serviços de roçagem, capina; coleta de lixo e entulho; podas de árvores; revitalização de Pontos de Encontro Comunitário (PECs); e pequenas reformas. As duas primeiras regiões a receberem as medidas são Planaltina e Paranoá.

Região Metropolitana do Distrito Federal

Durante visita à área rural do PAD-DF, o governador Ibaneis destacou ainda a importância da medida provisória, que criou a Região Metropolitana de Brasília, aprovada no final do ano passado. “Foi um passo importante para ajudar no desenvolvimento desse

local”, comentou. A Região Metropolitana de Brasília é formada por 19 municípios de Goiás, 3 de Minas Gerais e o Distrito Federal. Segundo o governador, com a criação da região ficará mais fácil a destinação de recursos federais. “Em breve, quero fazer um encontro com todos os prefeitos para que possamos então construir juntos uma legislação comum que permita resolver os problemas, principalmente de segurança e saúde, de forma definitiva”, afirmou. O chefe do Executivo disse que está preparando um projeto de lei para regulamentar a medida provisória. “O texto já está sendo construído para encaminharmos à Câmara Legislativa. Precisamos ter isto logo na mão para podermos ajudar mais. A região do PAD-DF, por exemplo, tem alta produtividade e pode ser um grande polo de produção e turismo do Brasil. O que é importante demais na geração de empregos”, avaliou.

Rancho Carro de Boi Alugamos para festas Ótima opção para eventos de confraternizações.

Campo Gramado Sintético Agende já o seu horário conosco! Para mais inf.: (061) 99966 4758 / Divino. Instagram: @ranchocarrodeboisociety Facebook: @divino.castro

Bar - Cozinha - Estacionamento

Venha conhecer!!

Quedas do Descoberto - Águas Lindas de Goiás


34

Info-DF

Sírio-Libanês inaugura unidade em Brasília

Cerimônia contou com a presença do vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto, e de diversas autoridades. Atendimento ao público será aberto na próxima segunda-feira (18/02/2019) AO Hospital Sírio-Libanês inaugurou nesta quinta-feira (14/02) sua mais nova unidade em Brasília. A cerimônia contou com a presença de futuros profissionais do centro médico e autoridades, entre elas o vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto; o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli; e o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto. O atendimento à população se iniciou no dia 18-02-2019. Localizado na 613 Sul, o centro de saúde contará com 30 mil metros quadrados, 144 leitos, 30 UTIs, além de equipamentos de alta tecnologia. A equipe do hospital é formada por aproximadamente 500 profissionais de saúde e cerca de 200 médicos. “É uma satisfação muito grande ter o Sírio-Líbanês no Distrito Federal, inclusive com as parcerias que eles têm feito aqui. Quem ganha é a população, não só do DF, mas do Brasil inteiro por sermos um grande hub com o nosso aeroporto”, destacou o vice-governador Paco Britto.

Solenidade de inauguração do Hospital Sírio-Libanês, com a presença do vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto (à esquerda)

Alegria Presidente do hospital, Marta Kehdi Schahin também falou da alegria de abrir um novo centro médico na capital. “Em 2011 escolhemos Brasília para implantar um centro de oncologia. A resposta acolhedora da sociedade brasiliense nos possibilitou abrir outras

duas unidades em Brasília”, disse. Também estiveram presentes na cerimônia o vice-presidente o STF, ministro Luis Roberto Barroso; o diretor nacional do Sírio-Libanês Paulo ChapChap; o diretor local Gustavo Fernandes; e o secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Francisco Figueiredo.

Primeira-dama do DF quer transformar residência oficial em centro de apoio a mulheres e crianças Plano de Mayara Noronha é que vítimas de violência e menores carentes sejam atendidos por profissionais da saúde na casa onde viveram governadores do DF. OA primeira-dama do Distrito Federal, Mayara Noronha, pretende transformar a Residência Oficial de Águas Claras em um centro de apoio a mulheres vítimas de violência e a crianças e adolescentes. Mayara prepara um projeto que será levado ao governador Ibaneis Rocha de criação de um centro de apoio psicológico e de saúde na casa do chefe do Executivo. A proposta foi apresentada na tarde desta quinta-feira (14), durante o lançamento do programa DF Criança – Semeando o Futuro, programa que tem como intenção promover a atuação integrada entre os órgãos do Executivo e a sociedade civil, ampliando o alcance das políticas públicas de atenção às

crianças e adolescentes no DF. No encontro, a esposa do governador recebeu 30 integrantes da Guarda Mirim da Polícia Militar para atividades de recreação e visita guiada à casa – que às segundas-feiras passará a receber estudantes de escolas públicas do Distrito Federal. “A residência é ampla, tem muito espaço a ser aproveitado e o atendimento à comunidade é uma prioridade, tanto minha quanto do governador”, disse Mayara. Como compromisso de campanha para economizar custos do Executivo, o casal não se mudou para

a residência oficial, deixando o espaço para eventos públicos e reuniões. A solenidade de lançamento do DF Criança reuniu, além da primeira dama, a esposa do vice-governador Paco Britto, Ana Paula Hoff, e secretários de Estado. “Queremos levar para dentro das escolas ações de saúde no combate e prevenção a problemas que interferem no aprendizado do aluno, como tratamento bucal, de audição e visão, além do enfrentamento às drogas”, declarou a subsecretária de Políticas para Crianças e Adolescentes, Adriana Faria.Fonte:


Info-DF

35

Governo quer atrair empresas estrangeiras para aumentar a oferta de empregos no DF Depois da China e da Espanha, foi a vez de empresários da Coreia do Sul sinalizarem o interesse de investir em Brasília. Na manhã do dia 24-01-2019, uma comitiva de cerca de 20 empresários da Coreia do Sul esteve com secretários de governo no Palácio do Buriti. A proposta é instalar indústrias coreanas em Brasília e capacitar trabalhadores com tecnologia internacional. Secretário de Desenvolvimento Econômico do GDF e um dos representantes do governo no encontro, Rui Coutinho disse que a instalação de empresas estrangeiras no Brasil será fundamental no momento que o país entra num círculo virtuoso do ponto de

vista econômico. “A intenção é trazer o máximo de investimentos internacionais, gerando esperança e revertendo o quadro de desemprego crescente no Distrito Federal.” A aproximação do GDF com empresários estrangeiros também prevê o estímulo à exportação de produtos e serviços brasilienses. “Sentimos que o Brasil é uma potência mundial do fu-

Governo do DF quer transformar aeroporto de Brasília em hub de cargas internacional Proposta do governador Ibaneis foi debatida com o prefeito de Miami-Dade (EUA), na Flórida, em encontro no Palácio do Buriti No caminho de abrir a economia do Distrito Federal para o comércio internacional, o governador Ibaneis Rocha quer fazer do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck um dos principais pontos de recepção e distribuição de cargas da América Latina. A proposta é transformar o terminal no que é chamado de hub aeroportuário, recebendo produtos e mercadorias enviados dos Estados Unidos e os distribuindo dentro e fora do país. Na tarde do dia 28-01-2019, Ibaneis debateu a proposta com o prefeito do condado de Miami-Dade, em Miami,

turo, daí nosso interesse em trazer investimentos para cá”, disse o CEO da Enspire KBS Energy e um dos líderes do grupo, Jong Bok Park. Modelos de economia como os da China e da Coreia do Sul são inspiradores para o secretário de Relações Internacionais, embaixador Pedro Rodrigues. “São países que já estiveram economicamente aquém do Brasil e que, com políticas econômicas certas e bem aplicadas, conseguiram reverter os seus quadros, sendo hoje potências mundiais”, avaliou o diplomata. Em menos de 30 dias de gestão, o governo do Distrito Federal já se reuniu oficialmente com empresários do China e da Espanha. Nos próximos dias, estão previstos encontros com o embaixador de Portugal e com uma delegação de representantes de países árabes. e distribuição. “É o início de um relacionamento que renderá bastante frutos para a economia do Distrito Federal”, ressaltou o governador. Atualmente, o Brasil conta com os aeroportos internacionais de Guarulhos (SP) e do Galeão (RJ) como os maiores hub de cargas e passageiros do país, mas que pela distância geográfica de estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste acabam enfrentando dificuldades de logística.

Carlos Giménez, em um encontro no Palácio do Buriti. O político americano compartilhou a experiência de administração do Aeroporto Internacional de Miami como polo distribuidor de produtos para o resto dos Estados Unidos. A ideia de Ibaneis é também desburocratizar o trâmite de mercadorias importadas que chegam do terminal americano, como medicamentos, dando agilidade na logística de transporte

Presente no encontro, o secretário de Relações Internacionais do Distrito Federal, Pedro Rodrigues, disse que a identidade entre a realidade econômica de Miami, na Flórida, e os projetos do governo distrital devem contribuir para fomentar a geração de empregos e atrair investimentos para a capital do país. “Tanto que será examinada a possibilidade de Brasília e Miami-Dade se transformarem em cidades irmãs pelas suas características aeroportuárias”, adiantou.


36

Info-GO

Info - Estado

Goiás divulga plano de ação para controle e segurança das barragens. Força-tarefa vai fiscalizar e cadastrar todas as barragens A secretária de Meio Ambiente de Goiás, Andréa Vulcanis anunciou nno dia 29-01-2019, um plano de ação para o controle e segurança das barragens em Goiás. Em coletiva, a secretária falou da força-tarefa criada para a fiscalização e cadastramento de todos os tipos de barramentos no Estado. Segundo pesquisa do Instituto Mauro Borges, Goiás possui cerca de 8 mil barragens. O levantamento foi feito via satélite e vai dos pequenos lagos aos grandes barramentos. Dentre essas, a maior parte é de água e serve para irrigação, abastecimento e outros usos. Outras 10 ou 11 são barragens de rejeitos de mineração, com características distintas da lama que se vê no caso de Brumadinho. Ainda, Goiás abriga barragens com resíduos industriais. A prioridade do cadastramento e fiscalização vai das maiores para as menores. Também, a Secretaria prepara um marco regulatório que as classifique em relação ao dano potencial associado. A regulamentação das barragens será ba-

seada na legislação federal ambiental. Todos os empreendedores e proprietários de terra que possuam barragens serão convocados para o cadastramento, que começa no dia 12 de feveiro. Nesse cadastro, os dados fornecidos pelos empreendedores servirão para os processos de outorga, licenciamento e fiscalização ambiental. O prazo final ainda está sendo definido. Quem ainda não tiver o licenciamento e fizer o cadastro até o prazo não

será multado. Após esse prazo, as barragens que não tiverem cadastro poderão ser multadas ou descomissionadas (retiradas). "Precisamos reforçar a estrutura de controle e responsabilização dos empreendedores e, por outro lado, precisamos reforçar também a fiscalização", disse a secretária Andréa Vulcanis. Nessa força-tarefa, a Secima conta com o apoio de órgãos como o Batalhão da Polícia Ambiental e Corpo de Bombeiros - entre outros entes conforme determinação do governador Ronaldo Caiado - para o enfrentamento real e eficiente sobre esse assunto. Ainda no plano de ação, será realizada uma reunião pública no dia 6 de fevereiro com os empreendedores para receber contribuições quanto à segurança das barragens. Comunicação Setorial - Secima

Embaixador da Espanha conhece as potencialidades de Goiás

O governador Ronaldo Caiado segue firme na promoção da política de bom relacionamento esterno e de divulgação das potencialidades de Goiás para o mundo. No dia 29/01/19 recebeu, em seu gabinete no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o embaixador da Espanha no Brasil, Fernando Garcia, acompanhado do Adido de Agricultura, Lúcio Carbajo, e do secretário-chefe de Assuntos Internacionais do Governo do Estado, Giordano de Souza. Esta é a primeira visita oficial que o embaixador faz a Goiás. A pauta central do encontro foi a ampliação das transações comerciais entre os europeus e o Estado de Goiás. "Nós estivemos, ontem, visitando fazendas, fazendas de excelência nos âmbitos agrícola e pecuário porque pretendemos ampliar o intercâmbio entre Goiás e a

Espanha para, num futuro próximo, assinarmos um memorando e não ficarmos só na teoria, mas trabalharmos junto com o Estado de Goiás", frisou o embaixador. Fernando Garcia informou que a balança comercial Goiás-Espanha é favorável ao Estado de Goiás, "cinco vezes maior", e que seu país tem "muito potencial não só no setor econômico, mas também de infraestrutura, cultura e educação". Relação Goiás – Espanha Os números da relação comercial

entre o estado de Goiás e a Espanha evidenciam a tendência de novos negócios que beneficiem o Estado e fortaleçam as relações institucionais. Só em 2018, Goiás exportou um total superior a 260 milhões de dólares. A extração mineral (195 milhões de dólares), o complexo de soja (44 milhões de dólares) e o complexo de milho (11 milhões de dólares), foram os principais responsáveis pelo saldo positivo. Já o Estado importou mais de 45 milhões de dólares em produtos da Espanha, com destaque para os insumos da indústria farmacêutica, responsáveis por 17 milhões de dólares de transações, e os adubos e fertilizantes, que registraram valor superior a 13 milhões de dólares negociados. Gabinete de Imprensa do governador de Goiás


Info-GO

37

de Goiás

Crer registra mais de 1,5 milhão de procedimentos em 2018.

Referência nacional no atendimento a pessoa com deficiência, o Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo - Crer, unidade da SES-GO, realizou 1.522.329 milhão de procedimentos no ano passado. Ao todo, foram 8.215 procedimentos cirúrgicos, 466.981 exames, 3.182 aparelhos de ampliação sonora dispensados, 14.327 próteses e órteses confeccionadas pela Oficina Ortopédica do Crer, 23.232 procedimentos odontológicos, 271 procedimentos do Laboratório de Movimento, 824.146 procedimentos de reabilitação multiprofissional, 142.406 atendimentos/ consultas médicas, 39.569 atendimentos na internação e na UTI e 17.005 atendimentos do Serviço de Atenção Domiciliar. Com 16 anos, o Crer atendeu em média 1.727 pacientes por dia em 2018. Os usuários, vindos de cidades goianas e também de outros estados, receberam atendimento médico e multiprofissional na unidade. Sara Marina Nunes Laviola, de 28 anos, está entre os pacientes atendidos no Crer. Em tratamento desde 2015, a jovem aprova a assistência recebida. "Aqui no Crer recebo, todos os dias, estímulos para que eu consiga superar meus desafios. O atendimento que re-

cebo aqui é muito bom, estou cercada de profissionais competentes e muito comprometidos com os pacientes. Só tenho que agradecer". O atendimento humanizado garantiu ao Crer um alto índice de satisfação de seus usuários. Pesquisa de satisfação realizada no ambulatório e no setor de internação do hospital registrou 95% de aprovação dos usuários. A pesquisa ouviu 56.550 pessoas entre janeiro e dezembro de 2018. Crer Inaugurado no dia 25 de setembro de 2002, o Crer se consolidou ao longo dos anos como referência para a saúde pública de Goiás. Dados de setembro

de 2002 a dezembro de 2018 mostram que, ao longo de seus 16 anos, o Crer já realizou 16.032.825 procedimentos e já atendeu 446.951 pessoas. Atualmente, o hospital é reconhecido pelo Ministério da Saúde como Centro Especializado em Reabilitação (CER) IV, graças a sua atuação na reabilitação das pessoas com deficiência física, auditiva, visual e intelectual. Além disso, o Crer é o único hospital de reabilitação do país e o primeiro hospital público do Centro-Oeste com o certificado de Acreditação com Excelência – Nível 3, da Organização Nacional de Acreditação (ONA). Comunicação Crer

Mirante dos Ipês

O Melhor lugar para festas em Águas Lindas de Goiáas

Contato: 61 98499 9452

mirantedosipes@gmail.com Instagram: @mirantedosipes

Facebook: @MirantesIpes Faça sua festa no Mirante dos Ipês Noivos, casamentos, debutantes, formaturas, confraternizações gerais.


38

Info-GO

Caiado mostra rombo nas contas e pagamentos dobrados a terceirizados.

Tesouro terá receita de R$ 18,080 bi e despesas de R$ 21,585 bi Pela primeira vez na história de Goiás um dirigente do Executivo expõe as contas do Estado de maneira transparente e mostra o extrato bancário diretamente para a população durante transmissão ao vivo. O governador Ronaldo Caiado apresentou, na manhã deste sábado, dia 19-01-2019, em sua página no Facebook, balanço financeiro dos primeiros 19 dias de governo e dados oficiais do Tesouro do Estado que comprovam o rombo deixado pelos governos de Marconi Perillo e de José Eliton. Caiado denunciou “crescimento vertiginoso” do empenho de contratos, bem como de terceirizações realizadas durante o período eleitoral. Ele demonstrou, com números, que os governos de Marconi Perillo e de José Eliton preferiram pagar estes contratos ao invés de quitar a folha de dezembro, cujo montante é de R$ 1 bilhão 303 milhões 342 mil. Nos dois últimos anos (2017 e 2018), período pré-eleitoral, em comparação com os três anteriores (2014, 2015 e 2016) o pagamento de contratos praticamente dobrou, conforme atestam planilhas. Saiu de R$ 515,976 milhões em 2014, R$ 455,146 milhões em 2015 e R$ 558,191, em 2016, para R$ 1,227 bilhão em 2017 e R$ 1,144 bilhão em 2018. Nestes dois anos, portanto, Marconi e José Eliton dispenderam R$ 2,371 bilhões para beneficiar terceirizados. “Isso mostra qual foi a prioridade do governo passado: em vez de pagar o salário dos servidores públicos, preferiu entregar o dinheiro para os terceirizados. Isso é desrespeito para com o funcionalismo, os cidadãos e o Estado”, lamentou. A expectativa é que, até a próxima sexta-feira, dia 25, 83% do funcionalismo tenha recebido o pagamento do mês de janeiro. No anexo da Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan), Caiado reafirmou que realidade das contas públicas é de total calamidade. O rombo consolidado, em 2018, é de R$ 3 bilhões 433 milhões 629 mil. Para o exercício financeiro de 2019, conforme resultado previsto pelo Caixa do Tesouro, o déficit total será de R$ 6 bilhões,190 milhões e 201 mil. Isso porque somente o gasto com folha de pagamento, custeio de órgãos e outros poderes, além de despesas correntes, consumiriam toda a previsão de receita para este ano, que é de R$ 18,7 bilhões. Ou seja, mesmo sem fazer qualquer investimento, apenas para manter os serviços básicos, Goiás já estaria no vermelho. No entanto, os governos de Marconi Perillo e José Eliton agravaram, ainda mais, a situação deixando como dívidas imediatas R$ 3,4 bilhões – incluindo a folha de pagamento dos servidores públicos de dezembro de 2018, no valor de R$ 1,3 bilhão, e mais R$1,8 bilhão com fornece-

dores e prestadores de serviço. “É muito triste ver o que fizeram com nosso Estado. O cidadão, que não tem nada a ver com esse crime, está pagando a conta. A vítima está pagando pelo crime. A população está desprovida de salário, serviços básicos, pelos crimes praticados nos governos anteriores”, destacou. Colapso Com gráficos desenvolvidos por servidores efetivos da Segplan e da Secretaria da Fazenda (Sefaz), Caiado demonstrou como a irresponsabilidade fiscal levou Goiás a uma situação de colapso nas contas públicas. A irresponsabilidade administrativa culminou na crise vivida pelos mais de 170 mil funcionários públicos, que não receberam seus salários referentes ao mês de dezembro, pois a folha sequer foi empenhada. “Nosso governo é transparente e nós não mentimos. Estamos aqui hoje com relatórios desenvolvidos por técnicos de carreira da Segplan e da Sefaz. São funcionários do Estado, que estão na mesma situação que todos os outros. Sejamos verdadeiros: tentam transferir responsabilidade, mas o cidadão está vendo a realidade. Se tivesse dinheiro em caixa eu teria pago”, sentenciou. Extrato Ainda durante a coletiva de imprensa, o governador Ronaldo Caiado fez questão de apresentar o extrato bancário oficial da Caixa Econômica Federal, que comprova que ele recebeu o Estado com exatos R$ 13.345.650,14 em conta. No último dia útil da gestão do ex-governador José Eliton, 28 de dezembro de 2018, a conta única do Estado registrava o montante. O valor acima do que ele havia dito (R$ 11 milhões) é porque já tinham sido emitidas ordens de pagamento superiores a R$ 2 milhões. “Essa é a realidade. Não tem maquiagem, não tem contorcionismo, não tem pedalada, não tem contabilidade criativa. A verdade nua e crua: recebi o governo com

R$ 11 milhões em caixa e R$ 3,4 bilhões em dívidas. Gente, não existe mágica. Não tem como ‘fabricar’ dinheiro. Temos e vamos enfrentar essa situação”, acrescentou. Para tentar amenizar o sofrimento causado pela falta de pagamento de dezembro, o governador determinou a antecipação da folha de janeiro, que deveria ser paga até 10 de fevereiro. Mais de 30 servidores da Segplan e Sefaz vão trabalhar durante todo o fim de semana para liberar os salários de 170.497 servidores ativos e inativos na próxima semana. “Estamos com apenas 19 dias e as dificuldades todos estamos passando, mas não é motivo de lamúria, vamos trabalhar cada vez mais. O apoio dos servidores é fundamental para que não paire nenhuma dúvida sobre o governo. Vamos colocar total transparência dos dados e nada melhor para combater injustiças do que a verdade, a transparência”, disse o governador. Prioridades Ao apresentar o demonstrativo atual da conta única do Estado (que deve chegar a R$ 270 milhões na próxima segunda, 21), Caiado relembrou que não é apenas a folha de pagamento do funcionalismo que o preocupa. Em uma transmissão ao vivo direto do Hospital Materno-Infantil, o deputado federal eleito e médico Zacharias Kalil relatou as dificuldades vividas pela unidade. Os atrasos com a organização social administradora e a falta de investimentos dos governos passados quase fecharam as portas do único centro médico que trata de bebês e crianças no Estado. “Salário é importante, pagar dívidas é importante, mas tenho uma prioridade: garantir a dignidade dos cidadãos goianos. Não podemos deixar setores como a Saúde, Segurança e Educação entrarem em colapso. Na escala de prioridade, eu, como governador, reafirmo que é salvar vidas. Meu compromisso deve ser esse”, argumentou. Por fim, o governador fez questão de destacar que sua gestão irá tomar medidas duras para garantir que Goiás supere a crise o mais rapidamente possível. Além da expectativa de inclusão do Estado no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) do governo federal, há uma determinação para que sejam cortados 20% de todos os contratos das secretarias, redução de gastos e otimização de pessoal. “Ninguém resolverá nada do dia para noite, mas a população, tendo conhecimento da realidade, sabendo que o governo é administrado de forma transparente, saberá retribuir com gesto de apoio ao governo que tem compromisso com Goiás”, arrematou. Participaram ainda da apresentação os secretários de Gestão e Planejamento, Pedro Henrique Sales; de Governo, Ernesto Roller; e de Cidadania, Marcos Cabral. Foto: Hegon Correia


Info-GO

39

Goiás projeta déficit de R$ 5,731 bi em 2019. Tesouro terá receita de R$ 18,080 bi e despesas de R$ 21,585 bi

“Os últimos governos desrespeitaram a Lei de Responsabilidade Fiscal. Informações foram manipuladas e a situação fiscal do Estado acabou deteriorada”, afirmou o governador Ronaldo Caiado, aos jornalistas Cileide Alves e Rubens Salomão, ao participar do programa Manhã Sagres, da Rádio 730. Ele fez severas críticas às gestões dos ex-governadores Marconi Perillo e José Eliton. “O Tesouro estadual terá uma receita líquida de R$ 18,080 bilhões em 2019 e despesas de R$ 21,585 bilhões”, informou. “Se o Estado não comprar nenhum prego neste ano, nem investir nenhum centavo em infraestrutura, ainda assim terá um déficit de R$ 3,505 bilhões”, destacou. “Este valor, somado à folha de dezembro não empenhada, saldo de restos a pagar e cancelamentos de empenhos, elevará o déficit projetado para este ano a R$ 5,731 bilhões”, projetou o governador. Ao responder questões relacionadas à situação fiscal do Estado, ele criticou as medidas adotadas pelas gestões anteriores à frente da máquina pública. “Não mediram as consequências e deixaram Goiás em uma situação gravíssima”, disse. Sobre o cenário financeiro deixado, apontou que o déficit atual, de R$ 3,4 bilhões, é inaceitável. E resumiu como houve no governo passado o

mau uso do dinheiro público, com gastos excessivos, sem planejamento, megalomaníacos e visando interesses escusos: “Um governador não pode usar a máquina do Estado para projetos pessoais e eleitoreiros”. O governador assegurou que medidas estão sendo adotadas para solucionar a grave crise fiscal. Lembrou que, somente com a folha de pagamento, são gastos 82,99% do orçamento. “Estamos fazendo um sério reajuste para que o Estado, de fato, beneficie a população”, observou. Caiado assegurou, ainda, que está em diálogo permanente com o governo federal para amenizar a situação. “Os últimos governos fizeram Goiás extrapolar todos os critérios para entrar no Regime de Recuperação Fiscal, mas entendemos que a União também enfrenta graves dificuldades. Estamos

buscando um entendimento”, assinalou. Questionado sobre a folha salarial de dezembro, que não foi empenhada e paga pelo ex-governador José Eliton, Caiado informou que continua em busca de soluções e diálogo com servidores. “Sempre fui transparente em todas as minhas ações. Como governador, isso não é diferente. A sociedade terá como saber exatamente os recursos que o Estado possui em caixa e, com muito diálogo, vamos definir as prioridades”, assinalou. De acordo com o governador, o rombo financeiro prejudicou vários setores, um deles o da saúde. Também criticou dificuldades relacionadas ao fornecimento de energia elétrica. “Venderam a Celg e falta energia elétrica em vários pontos de Goiás”, sentenciou. Foto: Arquivo Sagres

Vereador Rogemberg Barbosa denuncia má prestação de serviços e alto preço da distribuidora de energia Enel. Entra com Ação popular contra o aumento das passagens de ônibus em Águas Lindas. Recentemente o vereador que é um legítimo representante do povo no município de Águas Lindas, se manifestou a respeito da má qualidade dos serviços prestados pela distribuidora Enel e o preço que subiu sem controle. Segundo Rogemberg depois que fez a denúncia, o senador Vanderlan Cardoso, que teve uma expressiva votação em Águas Lindas, entrou com uma Ação Pública contra a Enel para reduzir as tarifas absurdas. O vereador Rogemberg também se manifestou a respeito do aumento das passagens de ônibus, que segundo ele, de forma secreta e vergonhosa, os diretores da ANTT aprovaram mediante a uma

metodologia o aumento de tarifas. Rogemberg entrou com uma ação popular contra a empresa e aguarda uma resposta favorável ao povo do município.

Rogemberg Barbosa é presidente da Câmara de Vereadores e um dos nomes citados para concorrer as eleições de 2020 em Águas Lindas. Um pioneiro da política local onde acumula em seu currículo 5 mandatos de vereador. Segundo ele, esse é seu objetivo concorrer ao cargo de chefe do Executivo local nas próximas eleições. “Somos capacitados para resolver nossos problemas na política, tenho experiência e não precisamos de gente de fora para governar Águas Lindas, conhecemos e vivemos nossos problemas.” Disse o vereador.


40

Alerta saúde

10 principais ameaças para a saúde em 2019

Alerta incIui mpactos causados pela poluição e mudanças climáticas

Surtos de doenças preveníveis por vacinação, altas taxas de obesidade infantil e sedentarismo, além de impactos à saúde causados pela poluição, pelas mudanças climáticas e pelas crises humanitárias. Estes são alguns dos itens que integram a lista das 10 principais ameaças à saúde global em 2019, divulgada nesta semana pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A entidade pretende colocar em prática um novo plano estratégico, com duração de cinco anos, com o objetivo de garantir que 1 bilhão de pessoas a mais se beneficiem do acesso à saúde e da cobertura universal de saúde; estejam protegidas de emergências de saúde; 1 bilhão desfrutem de melhor saúde e bem-estar.

De acordo com a OMS, são as seguintes as questões que vão demandar mais atenção da organização e de seus parceiros neste ano:

Poluição do ar e mudanças climáticas

A estimativa da Organização Mundial da Saúde é que nove em cada 10 pessoas respiram ar poluído todos os dias. Poluentes microscópicos podem penetrar nos sistemas respiratório e circulatório, danificando pulmões, coração e cérebro, o que resulta na morte prematura de 7 milhões de pessoas todos os anos por enfermidades como câncer, acidente vascular cerebral e doenças cardiovasculares e pulmonares.

Doenças crônicas não transmissíveis

Dados da entidade mostram que doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes, câncer e doenças cardiovasculares, são responsáveis por mais de 70% de todas as mortes no mundo – o equivalente a 41 milhões de pessoas. Isso inclui 15 milhões de pessoas que morrem prematuramente (entre 30 e 69 anos), sendo que mais de 85% dessas mortes prematuras ocorrem em países de baixa e média renda.

Pandemia de influenza

O mundo enfrentará outra pandemia de influenza – a única coisa que ainda não se sabe é quando chegará e o quão grave será. O alerta é da própria OMS, que diz monitorar constantemente a circulação dos vírus para detectar possíveis cepas pandêmicas.

Cenários de fragilidade e vulnerabilidade

A entidade destacou que mais de 1,6 bilhão de pessoas – 22% da população mundial – vivem em locais com crises prolongadas (uma combinação de fatores como seca, fome, conflitos e deslocamento populacional) e serviços de saúde mais frágeis. Nesses cenários, metade das principais metas de desenvolvimento sustentável, incluindo saúde infantil e materna, permanece não atendida.

Resistência antimicrobiana

A resistência antimicrobiana – capacidade de bactérias, parasitos, vírus e fungos resistirem a medicamentos como antibióticos e antivirais – ameaça, segundo a OMS, mandar a humanidade de volta a uma época em que não conseguia tratar facilmente infecções como pneumonia, tuberculose, gonorreia e salmonelose. “A incapacidade de prevenir infecções pode comprometer seriamente cirurgias e procedimentos como a quimioterapia”, alertou.

Ebola

No ano passado, a República Democrática do Congo passou por dois surtos de ebola, que se espalharam para cidades com mais de 1 milhão de pessoas. Uma das províncias afetadas também está em zona de conflito ativo. Em dezembro, representantes dos setores de saúde pública, saúde animal, transporte e turismo pediram à OMS e seus parceiros que considerem 2019 um “ano de ação sobre a preparação para emergências de saúde”.

Atenção primária

Sistemas de saúde com atenção primária forte são classificados pela entidade como necessários para se alcançar a cobertura universal de saúde. No entanto, muitos países não têm instalações de atenção primária de saúde adequadas. Em outubro de 2018, todos

os países-membro se comprometeram a renovar seu compromisso com a atenção primária de saúde, oficializado na declaração de Alma-Ata em 1978.

Vacinação

Segundo a OMS, a relutância ou a recusa para vacinar, apesar da disponibilidade da dose, ameaça reverter o progresso feito no combate a doenças evitáveis por imunização. O sarampo, por exemplo, teve aumento de 30% nos casos em todo o mundo. “[A vacina] é uma das formas mais custo-efetivas para evitar doenças – atualmente, previnem-se cerca de 2 milhões a 3 milhões de mortes por ano”, diz a OMS. Além disso, 1,5 milhão de mortes poderiam ser evitadas se a cobertura global de vacinação tivesse maior alcance.

Dengue

Um grande número de casos de dengue é comumente registrado durante estações chuvosas de países como Bangladesh e Índia. Dados da OMS mostram que, atualmente, os casos vêm aumentando significativamente e que a doença já se espalha para países menos tropicais e mais temperados, como o Nepal. A estimativa é que 40% de todo o mundo esteja em risco de contrair o vírus – cerca de 390 milhões de infecções por ano.

HIV

De acordo com a entidade, apesar dos progressos, a epidemia de Aids continua a se alastrar pelo mundo, com quase 1 milhão de pessoas morrendo por HIV/ aids a cada ano. Desde o início, mais de 70 milhões de pessoas adquiriram a infecção e cerca de 35 milhões morreram. Atualmente, cerca de 37 milhões vivem com HIV no mundo. Um grupo cada vez mais afetado são as adolescentes e as mulheres jovens (entre 15 e 24 anos), que representam uma em cada quatro infecções por HIV na África Subsaariana. Por Paula Laboissière - Agência Brasil


Esporte

41

A importância do esporte na prevenção da saúde

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, para cada dólar investido no esporte, são economizados três dólares na saúde pública.

A primeira vez em que o esporte foi colocado sob a tutela do estado no Brasil o presidente era Getúlio Vargas. Em 1937, foi criada a Divisão de Educação Física, ligada ao Ministério da Educação e Cultura (MEC) e os diretores eram cinco militares e um professor. Em 1970, a divisão foi transformada em Departamento de Educação Física e Desporto, sob o comando de dois coronéis, e em 1978 passou a ser designada Secretaria de Educação Física e Desporto, ainda relacionada ao MEC. No governo Collor, a secretaria foi extinta e criada a Secretaria de Desportos da Presidência da República. Depois de voltar ao MEC com a saída de Collor, em 1995 foi criado o Ministério Extraordinário do Esporte pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, que nomeou Pelé como ministro. No seu segundo mandato, FHC criou o Ministério do Esporte e Turismo. Em 2003, Lula separou as pastas e criou o Ministério do Esporte. Quatro anos depois, o Brasil foi escolhido para sediar a Copa do Mundo’2014 e, em 2009, o Rio foi anunciado como sede

dos Jogos Olímpicos de 2016. No governo Bolsonaro, que acaba de se iniciar, o esporte voltou a ser secretaria, ligada agora ao Ministério da Cidadania. Sem entrar no mérito do status dado à área, se secretaria ou ministério, o importante é que o governo tenha clara a importância do esporte para o país. Tanto o de alto rendimento – que depende muito da ajuda governamental – quanto o esporte de base, que tem alto grau de relevância social, sendo fundamental para a formação de novos atletas, e, principalmente, como atividade complementar para as crianças de famílias de baixa renda, além de ser importante também no combate ao uso de drogas. É bom lembrar também que as modalidades esportivas de ponta no Brasil têm como principais patrocinadores órgãos federais – o Banco do Brasil patrocina as equipes de vôlei e handebol; os Correios, a natação; a Caixa o atletismo e a ginástica, por exemplo. Apesar da sinalização do governo Bolsonaro de que iria retirar, ou diminuir, o patrocínio da Caixa aos clubes de futebol, o dinheiro para as modalidades

citadas, entre outras, significa a própria sobrevivência. Para o governo pode ser considerado um investimento, não uma propaganda, e, por isso, tem a obrigação de fiscalizar o que é feito com as verbas pelas confederações, responsáveis por administrá-las, para que não haja desvios. O discurso do ministro Osmar Terra em sua posse foi correto. “A fusão dos ministérios não vai tirar a força que cada pasta tem. Estamos mantendo as estruturas básicas para que não ocorra redução de atividades e para fortalecê-las com a integração (...) Vamos privilegiar os esportes de base para garantir um número maior de atletas e descobrir talentos”. Só o tempo dirá se discurso e prática serão os mesmos. Estão sob seu comando também as secretarias do Desenvolvimento Social e da Cultura. A secretaria é coordenada pelo general Marco Aurélio Vieira, que como militar sabe bem a importância do esporte na vida das pessoas e terá a missão de transformar o ‘legado’ esportivo deixado pela Olimpíada no Rio realmente em legado. O general foi diretor-executivo de Operações dos Jogos’2016.

VEM PRA CÁ VOCÊ TAMBÉM

SEJA VENCEDOR ANUNCIE CONOSCO

WWW.REVISTAUNIKA.COM.BR Contatounika@brturbo.com.br Fone: 61 3618 7669 / 98442 1577

Revista


42

Saúde

Permanência de médicos cubanos no Brasil é estudada pelo governo.

O governo federal estuda formas de regularizar a permanência de médicos cubanos que queiram ficar no Brasil. Para o Ministério da Saúde, a iniciativa se enquadra na determinação de fortalecimento da atenção básica à saúde. As medidas são analisadas após o fim do acordo de cooperação entre o Brasil e Cuba para participação no programa Mais Médicos, que ocorreu em novembro do ano passado. O número de profissionais de saúde de Cuba interessados em permanecer no Brasil ainda está sendo contabilizado, pois o Ministério da Saúde aguarda receber a informação do escritório brasileiro da Organização Pan-americana de Saúde (Opas), intermediadora do acordo. Bem recente, representantes do grupo interministerial se reuniram no Ministério da Educação sobre a situação dos profissionais cubanos. A assessoria do Ministério da Saúde informou que o governo federal espera chegar a um consenso para atender os médicos de Cuba que queiram atuar no Brasil. Por intermédio da assessoria, o Ministério da Saúde informou à Agência Brasil que, “preocupado com a questão humanitária e em parceria com o Conselho Federal de Medicina e o Ministério da Educação, busca uma forma de permitir a reintegração desses profissionais após a revalidação dos seus diplomas. Divergências Em novembro de 2018, foi encerrado o acordo de cooperação assinado pelo Brasil e Cuba. O governo cubano discordou das novas exigências feitas pelo Brasil, como a necessidade de os profissionais se submeterem ao Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida). O Revalida serve para comprovar o grau de conhecimento de médicos brasileiros ou estrangeiros que obtiveram diplomas de graduação em instituições de ensino do exterior e que queiram atuar no Brasil. O presidente Jair Bolsonaro reiterou a defesa pelas novas exigências.

Refúgios Desde que o Programa Mais Médicos foi criado em 2013, o número de cubanos pedindo refúgio tem crescido. Porém, de acordo com órgãos responsáveis pela área, não há dados precisos que permitam a associação entre o aumento do número de pedidos de refúgio e a quantidade de cubanos no país. De 2003 a 2012, a média de pedidos anuais foi de 22 solicitações. Em 2013, 69 cubanos solicitaram refúgio ao Brasil. A partir daí, as requisições cresceram ano após ano: 113 (2014); 422 (2015); 1.121 (2016); 2.020 (2017) e 2.743 (2018). Desde o final de novembro de 2018, até o último dia 21, o número chegou a 798 – quase o dobro do total registrado durante os mesmos três meses de 2017/2018, quando 438 cubanos pediram refúgio ao Brasil.

Anteriormente Em 2017, ano em que 33.866 cidadãos de várias partes do mundo pleitearam o direito de permanecer no Brasil, os cubanos formaram o segundo grupo que mais pediu refúgio, atrás apenas dos venezuelanos. Os dados são do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) e foram divulgados no site do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O Conare informa que o status de refugiado é concedido à pessoa que deixa o seu país de origem ou de residência habitual devido a fundado temor de perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, grupo social ou opiniões políticas, como também devido à grave e generalizada violação de direitos humanos, e não possa ou não queira acolher-se da proteção de tal país. Da Agência Brasil *Colaborou Paula Laboissière


Educação

Cenário da educação básica no Brasil é alarmante, aponta Ideb. É preciso repensar. Qualidade na formação do professor e modelo de ensino precisam de mais atenção. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), foi divulgado no dia 03 de setembro de 2018, pelo ministério da Educação e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O país não atingiu as metas nos anos finais do ensino fundamental e ensino médio. Os resultados com os estudantes dos anos iniciais (1° ao 5° ano) do ensino fundamental foram os únicos em que as metas ficaram acima do planejado, atingindo 5,8. Nenhum estado atingiu a meta no ensino médio, o projetado era 4,7 e foi alcançado 3,8. A especialista em educação no Itaú Social, Juliana de Souza Yade, enxerga os dados do Ideb como negativo e explica que educar é pensar na aprendizagem dos alunos. “Quando nós olhamos para os resultados - que são alarmantes - eles devem também gerar uma possibilidade de a gente fazer uma revisão das políticas educacionais. É ter os resultados dessas avaliações como ferramenta para

subsidiar as tomadas de decisões”. A forma como a educação é empregada e enxergada precisa ser alterada para o cenário mudar, é o que acredita Yade, que é também doutora em Educação. “É um modelo de política educacional que pouco conversa com os territórios onde se dá a educação; que tem uma infraestrutura das unidades escolares que estão cada vez mais degradantes. Então, é olhar para um sistema todo que de fato os professores façam parte desse sistema”. O diretor de articulação e inovação do Instituto Ayrton Senna, Mozart Neves Ramos, vai na linha da Juliana no que diz respeito a olhar para o professor para melhorar a qualidade da educação do país. Mozart afirma que todas as pesquisas feitas no Brasil e exterior apontam que a qualidade do professor faz a diferença na aprendizagem do aluno.

Formação com muita teoria e distante da realidade são um dos principais problemas para o diretor do Instituto, que afirma ser necessário uma revolução no curso. “As universidades precisam repensar as formações, caso de fato o país queira sair da atual situação de baixo índice de aprendizagem escolar tanto nos anos iniciais e finais do ensino fundamental como também no próprio ensino médio. A questão é muito mais grave, por outro lado, no ensino médio. O Brasil precisa fazer uma mudança absolutamente necessária na qualidade da educação e essa mudança passa por uma formação que dialogue com o chão da escola”. Só 1,62% dos estudantes do último ano do ensino médio que fizeram os testes do Saeb possuem conhecimento adequado de Língua Portuguesa, o que confirma o alerta de Mozart. Nas instituições particulares do paí,s os ensinos iniciais obtiveram 7,1 de uma meta de 7,2. Nos anos finais o resultado foi 6,4 para um resultado previsto de 6,7. E o ensino médio alcançou 5,8 de uma previsão de 6,7. São Paulo não cumpriu metas e perdeu a liderança nacional nas três etapas da educação básica do ensino público. A rede privada no estado também não alcançou as metas, ficando com 5,9 do previsto 6,8.

Metade das prefeituras gasta menos de R$ 403 ao ano na saúde Levantamento foi feito pelo Conselho Federal de Medicina.

Levantamento divulgado no dia 21-01-2019 pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) revela que cerca de 2.800 municípios brasileiros gastaram menos de R$ 403,37 na saúde de cada habitante durante o ano de 2017. A análise mostra que esse foi o valor médio aplicado por gestores municipais com recursos próprios em Ações e Serviços Públicos de Saúde declaradas no Sistema de Informações sobre os Orçamentos Públicos em Saúde (Siops). De acordo com os números, municípios menores, em termos populacionais, arcam proporcionalmente com uma despesa per capita maior. Em 2017, nas cidades com menos de cinco mil habitantes, as prefeituras gastaram em média R$ 779,21 na saúde de cada cidadão – quase o dobro da média nacional identificada. Os municípios das regiões Sul e Su-

deste foram os que apresentaram maior participação no financiamento do gasto público em saúde – consequência, segundo o CFM, de sua maior capacidade de arrecadação. Ranking nacional Com apenas 839 habitantes, o município de Borá (SP) lidera o ranking de gastos per capita na saúde, com R$ 2.971,92 gastos em 2017. Em segundo lugar aparece Serra da Saudade (MG), cujas despesas em ações e serviços de saúde alcançaram R$ 2.764,19 por pessoa. Na outra ponta, entre os que tiveram menor desempenho na aplicação de re-

cursos, estão três cidades de médio e grande porte, todas situadas no estado do Pará: Cametá (R$ 67,54), Bragança (R$ 71,21) e Ananindeua (R$ 76,83). Entre as capitais, Campo Grande assume a primeira posição, com gasto anual de R$ 686,56 por habitante. Em segundo e terceiro lugares estão São Paulo e Teresina, onde a gestão local desembolsou, respectivamente, R$ 656,91 e R$ 590,71 por habitante em 2017. Já as capitais com menor desempenho são Macapá, com R$ 156,67; Rio Branco, com R$ 214,36; Salvador e Belém, ambas com valores próximos de R$ 245 por pessoa. A lista completa de municípios que participaram do levantamento pode ser acessada aqui. WWW.REVISTAUNIKA.COM.BR

Edição: Fernando Fraga

43


44

Curiosidade

10 insetos mais perigosos do mundo. Ser maior nem sempre é melhor, e nesses pequenos insetos estão uma das mais perigosas picadas, seja por sua intensa dor ou por ser transmissoras de doenças. Por isso, algumas picadas de insetos podem resultar em morte sem os tratamentos adequados em um período curto de tempo. Nesta seleção estão os 10 insetos mais perigosos do mundo. 10º FORMIGA-CABO-VERDE Esta formiga é a maior de todas as famílias de formiga do mundo. Elas vivem principalmente em florestas tropicais da Nicarágua e Paraguai. O nome bullet ants vem da picara dura. É determinado que a vítima sinta a mesma dor do tiro de bala. Na realidade, a picada por uma formiga desta é 30 vezes mais dolorosa do que a picada por vespas e abelhas produtoras de mel. 9° OESTRIDAE

As larvas destes insetos são parasitas internos de mamíferos. Infelizmente, as larvas perigosas também vivem abaixo da pele humana e geram horríveis efeitos. As moscas de humanos são encontradas principalmente em toda América Central e do Sul. Myiasis, conhecida infestação de

parasita faz alterações graves em tecidos da pele. A jovem fêmea deste inseto coloca ovos dentro da pele de mamíferos, também injeta nos corpos de mosquitos para distribuição. As larvas penetram através da pele e vivem nas zonas subdérmicas por mais de 60 dias. Os pacientes podem também sentir o movimento das larvas sob a pele. E uma vez que o desenvolvimento da larva se completa, a mesma deixa o corpo. 8° SIFONÁPTEROS As pulgas são parasitas externos que sugam o sangue dos corpos de humanos, pássaros, répteis, animais domésticos e selvagens. As pulgas geram pontos de coceira na pele dos hospedeiros, ambos em humanos e outros animais. As pulgas jovens podem consumir sangue mais de 15 vezes de seu peso corporal total. As picadas de pulga no corpo humano resultam em inchaços vermelhos, comumente encontrados em torno da cintura, joelhos e cotovelos. As picadas coçam muito e pode levar à infecção.

10º FORMIGA-CABO-VERDE 9° OESTRIDAE

6° TRIATOMINAE

2° DORYLUS

5° VESPA JAPONESA

1° MOSQUITOS

7° FORMIGA-LAVA-PÉS Há 285 espécies diferentes desta formiga no mundo. As espécies agressivas são responsáveis por picada dolorosa em humanos e animais repetidamente. A pústula branca causada pelo ardor e picada dura por semanas. O veneno também leva a vários problemas de pele, gera reação alérgica. 6° TRIATOMINAE Os membros de Triatominae, barbeiros, crescem sugando o sangue de vertebrados. A denominação destes insetos veio do hábito de picar o lábio do humano enquanto dorme. Eles também transmitem o parasita chamado trypanosoma cruzi. A doença do barbeiro mata 12.000 pessoas a cada ano. A doença espalha para animais e pets da mesma forma. A picada deste inseto gera mudanças imediatas no corpo, causa vergões e erupções cutâneas. 5° VESPA JAPONESA Este inseto é a maior espécie de vespa do mundo. E cresce até um tamanho de 2 polegadas. E todos os anos, até 40 mortes são registradas por picada da vespa japonesa. O veneno deste inseto gera reação alérgica e dissolve os tecidos dentro de pouco tempo. A picada repetida de grupo de vespas também resulta em morte. 4° MOSCAS TSETSE A mosca TseTse é o inseto de picada mais mortal, nativo da África. Ele se alimentam principalmente de sangue de vertebrados. Os insetos de perigo extremo injetam toxina poderosa em cada fio. É estimado que cerca de meio milhão de pessoas tenha perdido a vida pelo ataque desta mosca na África. Em fase primária o veneno da mosca gera doença do sono na vítima. Mas algumas vezes também pode levar à morte.

8° SIFONÁPTEROS

4° MOSCAS TSETSE

7° FORMIGA-LAVA-PÉS

3° ABELHAS ASSASSINAS

3° ABELHAS ASSASSINAS As abelhas assassinas são um dos insetos muito agressivos e dominantes no mundo. O grupo segue a vítima por mais de 1 milha, e consiste de centenas ou milhares de membros. Elas atacavam em grupo, com picadas repetitivas, e causam morte. As abelhas miram principalmente a face e olhos dos humanos. 2° DORYLUS Esta formiga apresenta a maior colônia em comparação com qualquer outro inseto no mundo. E cada colônia possui membro de até 22 milhões; mesmo elefantes correm do ataque de grupo destas formigas. Elas tentam acabar com qualquer animal que vem pelo caminho das mesmas. Estes insetos normalmente matam milhares de diferentes animais com única incursão. Elas fazem feridas repetidas em animais e seres humanos usando as fortes mandíbulas. E também atacam ninhos de outros insetos por comida e para matar. 1° MOSQUITOS Os mosquitos são as espécies mais perigosas do planeta. O inseto mortal causa 1 milhão de mortes a cada ano, pela transmissão da doença perigosa malária. Os mosquitos transportam os germes da malária de um lugar para outro, e transmitem germes para o sangue da vítima pela picada. A OMS estimou que a cada 30 segundos uma criança morre pela malária e 500 milhões de casos da malária são relatados a cada ano. Na realidade a malária é uma doença de transmissão sanguínea. A doença não afetará por contato com a pessoa doente. E transmitida através de parasitas, principalmente por picadas de mosquitos. Além da malária, os mosquitos também espalham dengue, febre amarela, encefalite e vírus do Nilo oeste. Doenças como a dengue, estão entre as doenças mais mortais do mundo. Por Adriano S. Lucas


Curiosidade

45

9 partes do corpo das quais os seres humanos humano não precisam mais. Ao longo da evolução da espécie humana, muitos dos nossos hábitos mudaram, bem como alimentação e locomoção. Por isso, algumas características físicas importantes para o homem 'das cavernas' deixaram ter utilidade no mundo moderno. Alguns seres humanos, inclusive, já nascem sem algumas delas Algumas partes do corpo que cumpriam funções importantes ou até vitais para os seres humanos milhares de anos atrás acabaram perdendo a utilidade ao longo da evolução da nossa espécie. São conhecidos como "resquícios evolutivos". "O corpo humano é, basicamente, um museu de história", diz Dorsa Amir, antropóloga do Boston College, nos Estados Unidos, que publicou no seu Twitter uma lista de "sobras" que a maioria de nós ainda possui, mas que já desapareceram em alguns seres humanos. 1 - O apêndice - Provavelmente é a parte "invisível" do corpo mais conhecida por todos. Pesquisas científicas apontam que esse órgão ajudava na digestão de plantas com excesso de celulose, que formavam parte da dieta dos nossos ancestrais. O apêndice era usado na digestão de plantas com excesso de celulose

À medida que a nossa dieta se tornou mais variada, o apêndice perdeu sua função, diz Amir. Mas há cada vez mais estudos que apontam que o apêndice cumpre papel relevante em armazenar bactérias benéficas para nosso sistema digestivo. 2 - Palmar longo. - Não é todo mundo que tem, mas trata-se de um músculo que vai do punho ao cotovelo. Quem tem, consegue ver uma protuberância fina no punho ao juntar o dedo polegar com o mindinho. Cerca de 10% dos seres humanos já perderam esse músculo. Hoje, ele não tem grande serventia, mas era útil aos nossos ancestrais para garantir a força

necessária para subir em árvores. 3 - Os sisos - A função dos últimos molares, ou sisos, era triturar carnes duras e cereais crus, que serviam de alimento ao ser humano do passado. Agora, segundo Amir, nossa dieta é muito mais suave e não precisamos mastigar com tanta intensidade. E nossas mandíbulas também não são tão potentes como eram há milhares de anos. Os sisos não nascem em todos os seres humanos atualmente. Em alguns casos, o nascimento desses dentes provoca dor ou atrapalha a estética dentária, empurrando os dentes do lado. Por isso, muitos dentistas recomendam a extração dos últimos molares. 4 - Músculos que arrepiam o pelo No passado, tínhamos muito mais pelos no corpo. Os músculos arrectores poli, conectados aos folículos capilares, ajudavam a arrepiar o pelo, para parecermos maiores diante de uma situação de risco ou ameaça. Hoje em dia, não necessitamos mais disso. Mas muitos mamíferos domésticos, como os gatos, utilizam esses músculos diante de situações de risco. 5 - Músculo das orelhas Há três músculos sob o couro cabeludo que servem para mexer a parte visível da orelha. Mas pouca gente hoje em dia tem a habilidade de controlar esses movimentos. Alguns mamíferos usam os músculos da orelha para movê-las e detectar sons, identificando presas ou predadores. Acredita-se que os antepassados do homem faziam o mesmo no passado. 6 - Músculo piramidal O músculo piramidal está situado na parte de baixo do abdome e tem um formato triangular. Algumas pessoas não têm nenhum, enquanto algumas têm dois. Não serve para nada além de mover a chamada "linha alba", que vai do ventre inferior até o peito, atravessan-

do o umbigo longitudinalmente. Hoje em dia, esses músculos não têm utilidade, mas, no passado, quando caminhávamos em quatro patas, facilitava a mobilidade e a rotação dos músculos abdominais. 7 - Mamilos masculinos Os mamilos cumprem, biologicamente, uma função específica: facilitar a amamentação. Mas, como são as mulheres que amamentam, por que os homens nascem com eles? A razão é que o corpo de um embrião, seja feminino ou masculino, começa a se desenvolver da mesma forma. Quando a testosterona, encarregada da formação dos órgãos sexuais masculinos começa a atuar, os mamilos já se desenvolveram. 8 - Terceira pálpebra É uma dobra de pele situada no canto interno do olho. Parece com as membranas que alguns animais têm para proteger a visão - como aves, répteis e certos mamíferos. A função da terceira pálpebra é manter os olhos úmidos e livres de resíduos. Mas, no caso dos humanos, só há uma membrana remanescente e não temos qualquer controle sobre elas. "Não está claro por que os humanos têm isso", afirma Amir. "Mas o que está claro é que não é raro encontrar esse tipo de membrana em primatas, portanto, possivelmente as perdemos há muito tempo (com a evolução da nossa espécie)." 9 - Reflexo de agarrar com as mãos O reflexo observado em bebês humanos, de agarrar e apertar os dedos de quem encosta nas mãos deles, é particularmente útil para filhotes de macacos. Esses animais já nascem prontos para agarrar as costas dos adultos e serem transportados. "Há uma hipótese de que o nosso reflexo palmar tinha uma finalidade como essa", diz Amir. "Mas nossos bebês nascem prematuros quando comparados aos bebês de outros primatas. Eles não são capazes de firmar a própria cabeça ou se locomover." Portanto, esse reflexo é visto como um dos vestígios do nosso passado, algo que deixou de ser usado ao longo da evolução da espécie. BBC Brasil


46

Prevenção

Saúde alerta para picadas de escorpião, iseto perigoso, mais comuns no verão. O período do verão – entre dezembro e março – exige maior cuidado dos brasileiros em relação aos acidentes com escorpiões, já que o clima úmido e quente é considerado ideal para o aparecimento desse tipo de animal peçonhento, que se abriga em esgotos e entulhos. A limpeza do ambiente e a adoção de hábitos simples, de acordo com o Ministério da Saúde, são fundamentais para prevenir picadas. No ambiente urbano, a orientação para evitar a entrada de escorpiões em casas e apartamentos é usar telas em ralos de chão, pias e tanques, além de vedar frestas nas paredes e colocar soleiras nas portas. Os cuidados incluem ainda afastar camas e berços das paredes e vistoriar roupas e calçados antes de usá-los. Já em áreas externas, a principal dica é manter jardins e quintais livres de entulhos, folhas secas e lixo doméstico. Também é importante manter todo o lixo da residência em sacos plásticos bem fechados para evitar baratas, que servem de alimento e, portanto, atraem os escorpiões. Outra recomendação é manter o gramado sempre aparado, não colocar a mão em buracos, embaixo de pedras ou em troncos apodrecidos e usar luvas e botas de raspas de couro na hora de manusear entulhos e materiais de construção e em atividades de jardinagem. O ministério não recomenda o uso de produtos químicos como pesticidas para o controle de escorpiões. “Estes produtos, além de não possuírem, até o momento, eficácia comprovada para o controle do animal em ambiente urbano, podem fazer com que eles deixem

seus esconderijos, aumentando a chance de acidentes”, informou. Populações mais expostas Os grupos considerados mais vulneráveis são trabalhadores da construção civil, crianças e demais pessoas que permanecem grande parte do tempo dentro de casa ou nos arredores e quintais. Nas áreas urbanas, também estão sujeitos a picadas trabalhadores de madeireiras, transportadoras e distribuidoras de hortifrutigranjeiros, que manuseiam objetos e alimentos onde os escorpiões podem estar escondidos. Acidentes A maioria dos acidentes com escorpiões, segundo a pasta, é leve, com quadro de início rápido e duração limitada. Nessas situações, a pessoa apresenta dor imediata, vermelhidão, inchaço leve por acúmulo de líquido e sudorese localizada, com tratamento sintomático. Crianças abaixo de 7 anos têm mais chance de apresentar sintomas como vômito e diarreia, principalmente quan-

do picadas por escorpião-amarelo, que pode levar a casos graves e requer a aplicação do soro em tempo adequado. As recomendações incluem ir imediatamente ao hospital de referência mais próximo e, se possível, levar o animal ou uma foto para identificação da espécie. Limpar o local da picada com água e sabão, de acordo com o ministério, pode ser uma medida auxiliar, desde que não atrase a ida ao serviço de saúde. A lista de hospitais de referência para utilização do soro antiescorpiônico pode ser acessada aqui. Números Dados do ministério mostram que, em 2018, foram contabilizados 141,4 mil casos de acidentes com escorpiões no Brasil. Em 2017, foram 125 mil registros. Os números, de acordo com a paasta, ainda são preliminares e serão revisados. Em 2016, foram 91,7 mil notificações. Em relação às mortes, 115 óbitos foram registrados em 2016 e 88 em 2017. Por Paula Laboissière - Agência Brasil

VEM PRA CÁ VOCÊ TAMBÉM

SEJA VENCEDOR ANUNCIE CONOSCO

WWW.REVISTAUNIKA.COM.BR Contatounika@brturbo.com.br Fone: 61 3618 7669 / 98442 1577

Revista


47

AB


48

Profile for Revista Única

REVISTA ÚNIKA 51  

Comunicação e Publicidade

REVISTA ÚNIKA 51  

Comunicação e Publicidade

Profile for lerunika
Advertisement