Issuu on Google+

www.leiatudo.com -

R$ 3,00

ilustração gil veslaco

entrevista

jeferson ribeiro Novo Promotor da Fazenda Púbblica Municipal faz avaliação da situação política em Cachoeiro e no ES

perfil

bruna guio Arquiteta comemora conquistas na carreira profissional

e +Bonitas boas de luta Artes maciais: Cachoeiro esta conquistando, cada vez mais, um número crescente de mulheres

NEWTON BRAGA Começa hoje uma série de matérias comemorativas antecedendo a festa de Cachoeiro. O centenário de Newton Braga abre os especiais.

Editora Leia - Edição 112 11 de Junho de 2011


02 > Leia,11 de Junho de 2011


Da redação:

Caro leitor, veja você como são as coisas, sábado, 04, reunião de pauta e matérias definidas. Tudo muito bom, mas vamos à elaboração. Muitos contatos, inúmeras entrevistas e chega à hora da apuração e uma única constatação: um material muito interessante e que merecia maior destaque. É com esta afirmação que começo a apresentar a Revista Leia desta semana. Trata-se de um periódico que surpreenderá até o mais contigo leitor, pois poucas foram às vezes que fomos a fundo para obtenção de informações que geram grande repercussão social. A matéria de destaque da semana começou como um simples perfil destinado a apresentar o novo promotor de Cachoeiro e terminou como a matéria carro-chefe desta edição, mediante a importância da representação do cargo e do embasamento com que foram respondidas as perguntas em relação a um determinado assunto apresentado. O resultado foi a certeza de um atento promotor quanto as ações em prol da sociedade. Como em toda semana, escolhemos um assunto sugerido por nossos leitores, e como a Revista Leia é antenada no que acontece em sua volta escolhemos um tema super interessante: a crescente prática das artes marciais por mulheres cachoeirenses. E podem acreditar, elas não estão de brincadeira... Prosseguindo com nosso periódico semanal de informação, iniciamos as comemorações da festa de Cachoeiro resgatando grandes personagens que contribuíram para a nossa sociedade e para engrandecer o nome de Cachoeiro. Eu sempre digo e quero ressaltar, acompanhe toda movimentação social de nossa sociedade, por meio de nossos colunistas presentes nos principais eventos da cidade. Assine e acompanhe a Revista Leia. Boa leitura!

Sávio Resende

índice

Leia REVISTA

DIRETOR EXECUTIVO Jackson Júnior (jacksonjr@revistaleia.com) REPÓRTER Sávio Resende (savio@revistaleia.com) FOTÓGRAFO Pedro Junior (pedrojojunior@terra.com.br)

Esporte

Mulheres já não são mais o sexo frágil e em Cachoeiro elas aprendem a lutar

24

COLUNISTAS Cristiane Feu, Marcos Jacob e Pedro Junior ARTICULISTAS Romário Vargas, Wilson Márcio Depes, Marcos Jacob, Hugo Lopes e Izabel Lacerda GERENTE COMERCIAL Marcos Tristão (marcos@revistaleia.com) DIAGRAMAÇÃO E ARTE Jackson Júnior IMPRESSÃO Gracal Gráfica e Editora

Entrevista Promotor Jeferson Ribeiro fala com exclusividade à Leia

18

Chick’ES Veja quem foi destaque no Parkin Pizza Grill

08

TIRAGEM 5.000 exemplares PERIODICIDADE SEMANAL Edição n°112, 11 de Junho de 2011

Revista Leia Cachoeiro de Itapemirim - ES Rua Ludário Fonseca, n°54 CEP 29 305-520 Tel.: 28 3036-2010 Tel.: 28 3036-3215 E-mail revistaleia@hotmail.com Site: www.leiatudo.com

26

Paladar

São João chegando com seus sabores. Confira receita da culinária festiva

+ conteúdo em leiatudo.com

Escreva para nós: vale crítica, elogio, sugestão. Não deixe de enviar também seu nome completo e telefone cartas@revistaleia.com


Perfil

Bruna Guio (Arquiteta)

N

osso perfil da semana é uma mulher admirável e extremamente antenada no que de melhor acontece no mercado, seja ele qual proporção tenha. Afinal, sua profissão exige extremo bom gosto e adaptação ao estilo pessoal de cada cliente. Trata-se de Bruna Azevedo Guio, uma arquiteta que tem alte-

rado a concepção dos cachoeirenses quanto a luxo, requinte e sofisticação. Filha de Sérgio Baptista e Marcia Azevedo Guio, o Perfil da semana é formada na FAESA, instituição de ensino da capital, e graduanda em Administração e Formação em Design de Interiores. Como toda profissional bem sucedida, possui diversas especializações, o que

torna seu currículo ainda mais exclusivo e diferenciado: Iluminação, Espaços Expositivos e em Arquitetura, onde acaba de ingressar. Com quatro anos de atuação, Bruno Guio já ocupa um lugar de respeito e admiração pelos demais profissionais da área e inúmeros clientes satisfeitos. Sócia/Proprietária da GUIO Projetos, sua empresa disponibiliza de uma

Leiatudo.com BANESTES VAI INVESTIR R$ 130 MI NO CAFÉ

O Banestes vai aplicar, este ano, R$ 130 milhões na cafeicultura. Os recursos, oriundos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé), destinam-se à safra 2011/2012. www.leiatudo.com

acervo digital

Acesse as edições digitais da Revista Leia (http://issuu.com/leia)

04 > Leia,11 de Junho de 2011

divulgação

capixaba

Seco, tinto, espumante e tantos outros gêneros de vinhos, produzidos para todos os gostos. O mundo da bebida nobre, fina e que agrega valor está ganhando cada vez mais o público brasileiro e principalmente o paladar dos capixabas. O Espírito Santo é o terceiro Estado com o maior número de degustadores de vinhos finos do Brasil, como informou o expositor Humberto Freire, franquiado da empresa Grand Cru, de Vitória.. www.leiatudo.com

3° maior degustador de vinhos informação no twitter

Siga a Revista Leia no twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Sul do ES (twitter.com/revistaleia)

no facebook

Opine, compartilhe e participe na página da Revista Leia no facebook (facebook.com/revistaleia)


estrutura com estagiários, uma arquiteta e engenheiros, ambos colaboradores. Com gosto para a prática de atividades esportivas e culturais, seu hobby é viajar, ouvir música, beach tênis, além de pesquisar coisas novas na internet. Conheça mais sobre o Perfil desta semana: Como entrou no mercado? Desde o primeiro período da faculdade de Design eu estagiei. Mudava de estagio a cada seis meses (material de construção, loja de iluminação, construtora, escritório de decoração, escritório de arquitetura) e isso me fez ganhar confiança para voltar para Cachoeiro e montar meu próprio escritório assim que me formei. Ainda morando em Vitória eu tive minha primeira cliente. O apartamento da mãe da minha vizinha. Detalhe, o apê era em Santa Maria - SC. A iniciativa de voltar para Cachoeiro foi por saber que meu networking (rede de relacionamento) aqui era bem maior, e com isso minha chance de montar meu portfólio também era grande. Sempre tive o incentivo dos meus pais, que eram meus trocadores de idéias, e que opinavam nos projetos. Como você analisa o mercado de Cachoeiro? O mercado de Cachoeiro me surpreendeu muito. A população esta aumentando a cada dia, empresas grandes vindo pra cá, muita geração de empregos e conseqüentemente circulação de renda. E eu como boa bairrista que sou gosto de especificar lojas e produtos daqui. Um depende do outro. – O Joãozinho da padaria tem que entender que se ele colocar no piso de granito x da empresa y do cliente dele, ele vai o dinheiro.- Muitas pessoas daqui valorizam só o que é de fora, compram roupas, materiais e serviços de fora.

Qual é o seu estilo? Sempre me perguntam qual é o meu estilo nos trabalhos que faço. Já parei para pensar nisso muitas vezes e acabei descobrindo que não tenho um estilo próprio nos projetos e sim o estilo com cliente. Gosto MUITO da psicologia que posso usar no dia a dia no meu trabalho. É super importante ouvir, ouvir e ouvir o cliente. Só assim posso captar o que realmente ele quer, qual o seu estilo, e o que ele quer transmitir. Pois é ele que vai viver naquele ambiente diariamente, não eu. Mas confesso que sempre deixo uma marca minha. Segredo! Nos projetos comerciais a pergunta principal é: Quem é o seu cliente? A partir daí desenvolvemos o projeto voltando para o publico que a loja ou a empresa quer atingir. A forma de se expor no mercado é super importante. A maneira de mostrar o produto ou serviço é a sua identidade. Agregar valor ao produto é sempre um desafio que eu gosto muito. E qual o maior desafio na sua profissão? Dar a atenção que cada cliente quer.

“Sempre tive o incentivo dos meus pais, que eram meus trocadores de idéias”

rio Itapemirim

twittou-se Andar de carro pela área central de cachoeiro e perceber que são bem menos carros nas ruas... outros entendendo da mesma maneira...

@ademarpossebom

Parabéns ao @SergioMarone pela campanha q ele vem fazendo pelos bombeiros, bela atitude usar a sua img p/ as causas sociais do Brasil.

@BarbaraGaspari

bacia

Petrobras anuncia nova descoberta na Bacia do es A Petrobras anunciou nesta quinta-feira a descoberta de nova acumulação de hidrocarbonetos nos reservatórios do Cretáceo da Bacia do Espírito Santo. A descoberta resultou da perfuração do poço, informalmente denominado Brigadeiro, em lâmina d’água de 1.900 metros, localizado na área de Concessão BMES-23, a 115 km da costa do ES. www.leiatudo.com

Seminário para minimizar os efeitos das cheias Representantes dos municípios que fazem parte da bacia do rio Itapemirim, junto com empresas e entidades ligadas ao meio ambiente e recursos hídricos, se reuniram nesta quinta-feira (09) para debater um plano de contingenciamento das enchentes do rio Itapemirim. www.leiatudo.com

Governador

‘audiências do PPA mobilizaram os capixabas’ O governador Renato Casagrande participou, nesta sexta-feira (10), do PPA Metropolitano, a última de uma série de 10 audiências públicas que alcançaram os 78 municípios do Estado e mobilizaram um público recorde de mais de seis mil participantes.

www.leiatudo.com

11 de Junho de 2011, Leia

> 05


Romário Vargas

v e n d a s

Habilidade, talento e dom Romário Vargas é palestrante e consultor, graduado em administração de empresas e em MBA Executivo e Marketing pela FGV.

A primeira personalidade internacional é a Oprah Winfrey

T

odo ser humano já nasce com traços de habilidade, talento ou dom, que já vem no seu DNA e a capacidade de desenvolver essas qualidades vai depender da maneira que é criado com boa educação, principalmente no seio familiar, com bons exemplos dentro e fora de casa. Essas qualidades são tão impactantes que, mesmo que o ser humano tenha nascido em berço sem condições nenhuma, não tenha recebido educação mínima ou regular, mesmo assim, muitos conseguem descobrir, por si só, o seu talento, o seu dom ou a sua habilidade. Se formos citar apenas alguns exemplos de pessoas de sucesso que emergiram das cinzas e que hoje chegam a ser as mais ricas do mundo, levaríamos bom tempo para contar. Vou apenas me prender a alguns exemplos apenas que chamou a atenção do mundo nos últimos tempos. A primeira personalidade internacional é a Oprah Winfrey, uma americana, nascida e criada na periferia de uma cidade dos Estados Unidos e, ainda jovem, descobriu que no seu DNA havia um talento enorme para a comunicação e foi para a televisão fazer um programa de entrevistas e poucos dias atrás aposentou, até porque se tornou proprietária de uma grande empresa de TV.

Ela fez o último programa, entrevistando as personalidades mais famosas dos Estados Unidos. Ela mostrou como começou e veio se desenvolvendo, tanto na qualidade do programa, no seu visual e maneira de se apresentar, mostrando que para realizar seu sonho não precisa ser perfeito, pois ao longo do tempo, com treinamento, atitude, focando somente no positivo, naquilo que pode ser melhorado, é possível chegar no topo do sucesso. Hoje é a mulher mais rica do mundo, sem perder a originalidade e a simplicidade. No Brasil mesmo temos vários exemplos, como o ex-Presidente Lula, vindo que família muito pobre do interior de Pernambuco e, em que pese as derrotas, lutou até chegar lá e cumprir dois mandatos presidenciais. Temos também o David Porte, o camelô que vendia doce na rua e começou com um investimento de doze reais, montou sua banca de doces, depois montou uma banca de camelô, inovando na maneira de atender os clientes, com um marketing agressivo e promoções diversas, criando até o “delvery”, a entrega a domicílio. Hoje é convidado a dar palestras até nos Estados Unidos. Portanto, você que está lendo esse artigo, também tem algum dom, alguma habilidade ou talento, é só descobrir e desenvolver.

Outros artigos em > leiatudo.com/romario romario@romariovargas.com.br

06 > Leia,11 de Junho de 2011


Economia e Negócios

“Um homem que tem uma idéia nova é um louco, até que a idéia seja um sucesso.”

por Marcos Jacob economia@revistaleia.com pedro junior

Executivos – Férias Nos últimos anos, abrir mão de feriados e férias para investir em qualificação profissional, tem feito parte da estratégia de desenvolvimento de vários executivos. A falta de tempo para se dedicar aos estudos no dia a dia faz com que os empresários, usem o tempo antes dedicado ao lazer, para as salas de aula. De acordo com o diretor da consultoria DBM, Rubenvaldo Costa, “a rotina mais intensa e dificuldade crescente em separar o trabalho do lazer, transformam as férias ou parte dela em raros momentos, em que o profissional invista na sua qualificação.” É uma atitude que pode gerar polêmica, porém nos tempos atuais, tudo tem que ser analisado e cada caso tem suas verdades. No registro, Camilo Cola, um exemplo dessa capacidade de multiplicar em suas ações.

Roupa GG ganha espaço

Almoço empresários -Shopping Sul

É impressionante o aumento de grifes que se voltam para atender a demanda de roupas “plus size”. Esse novo segmento vem conquistando grandes confecções que passam a oferecer modelos contemporâneos, que seguem as últimas tendências da moda. Durante a feira de negócios Rio-a-Porter, que aconteceu paralelamente ao Fashion Rio, um grupo de estilistas especializados em roupas “plus size”, confirmaram um crescimento de 20% em suas vendas. Segundo Patrícia Montes, diretora da Belle Carole, de BH, quem não faz roupas para esse público está perdendo dinheiro.

Planejamento e capacitação coco verde

No registro, Sergio Barreto, Selita – Campos/RJ, Marcelo Gottardi, Superintendente Shopping Sul, Joilson Barcelos, Supermercado SuperBom – Campos/RJ, Fabrício Coelho, Spoleto e Maria Maria e Marcos Jacob, em recente almoço no Shopping Sul, para trocar informações, conhecimentos e possíveis negócios. Nesse encontro, esteve também presente, o Prefeito Carlos Casteglione, Secretários Ricardo Coelho e Sérgio Mariano, além do Moacir Duarte, Presidente do Conselho de Adm. do Shopping Sul, Juarez Marqueti e Custódio Murta, Group Creta. É Cachoeiro se mexendo, buscando alternativas para esse novo momento.

Leia Mais

coluna Economia e Negócios

leiatudo.com/economia

Arranjos produtivos – ‘’Clusters’’ Em empresas de alto impacto, o grau de escolaridade dos profissionais que dirigem o empreendimento, pode fazer toda a diferença. Em negócios inovadores, não há menor possibilidade de ser empreendedor sem se preparar. A capacitação do empresário tem que ser qualitativa e permanente. Fazer um plano de negócios bem feito leva tempo e é importante porque ajuda a traçar as estratégias de gestão e diminuir as chances de erro. Planejar é a alma do negócio. Fique de olho, você já fez o seu dever de casa hoje? No registro, Winston Roberto Soares, diretor da Winston Transportes ao lado de Paula Mirinha, gerente de marketing do Grupo Itapemirim, empresas que estão sempre capacitando e reciclando seus profissionais para atender os desafios do mercado de trabalho.

Os ‘’clusters’’ ou arranjos produtivos locais são redes que envolvem empresas, escolas técnicas e universidades, governos e entidades do meio empresarial, instituições de fomento e pesquisa para atuar em conjunto. É um caminho para reduzir custos e riscos relacionados a uma atividade e ampliar a participação e os lucros de um segmento produtivo. No ambiente das micro e pequenas empresas, na falta de economia de escala, o associativismo se coloca como uma necessidade. Um exemplo bem sucedido dos ‘’clusters’’ é a APL das indústrias de móveis de Ubá – MG. Trabalhando em conjunto e por meio de parcerias e da terceirização da logística, o arranjo produtivo da indústria moveleira de Ubá, conseguiu recentemente reduzir de 15 dias para 4 dias, a entrega de produtos para 23 municípios de São Paulo. É uma idéia interessante que poderia ser útil para as empresas de Cachoeiro, que ainda não adotam esse sistema. 11 de Junho de 2011, Leia

> 07


Na última quinta-feira (09), aconteceu no Parkin Pizza Grill, comida di boteco e rodada dupla Chopp Devassa, aonde muitos amigos se encontraram no bairro Independência

BAILE DA FESTA DE CACHOEIRO DIA 28/06/2011 ÁS 22:00HS TRAJE ESPORTE FINO

VENDAS DE MESAS NA SECRETARIA DO CLUBE SÓCIO R$ 200,00 NÃO SOCIO R$ 400,00


Wilson M. Depes

p o l í t i c a

A cultura da corrupção Wilson Márcio Depes é Advogado e professor universitário, na cadeira de Direito Tributário, há mais de 20 anos. É também jornalista profissional e escritor, tendo publicado dois livros

S

ei que a matéria está requentada. Mas, por ser um processo essencialmente cultural, me permito lançar mais um comentário interiorano. A cara do Ex-ministro Palocci é de despudor. A corrupção se transformou numa coisa comum. Imagino e pergunto: se não houvesse desgaste político para o Governo federal o Ministro seria demitido? Acho que não. Numa cultura da corrupção o fato seria, digamos, normal. Outro dia, o motorista do coletivo que devolveu o dinheiro ao passageiro, quase foi surrado pelos colegas que o consideraram um idiota. O dinheiro que o passageiro perdeu era para fazer um transplante em seu filho. Enquanto o isso, apesar do assédio dos colegas, o motorista dormiu em paz. Tem, também, aquela história do empresário famoso que corrompeu o funcionário público. Como era um empresário muito famoso no país, o funcionário achou que seria um acinte, uma

A corrupção se transformou numa coisa comum

desonra não atender a seu pedido, que era inteiramente irregular. O comum dos mortais, que fez o mesmo pedido, acabou sendo denunciado e preso. E o funcionário dormiu em paz com sua consciência. Cumpriu sua obrigação na cultura da corrupção. O Ex-ministro Palocci não acredita em punição. Não é a primeira vez que se apresenta ao país na mesma situação. Em completo desrespeito à lei, violou o sigilo bancário de um pobre motorista, mostrando toda sua prepotência. Mas é amigo dos banqueiros, dos grandes empresários e até da oposição. Alguns setores do PT quiseram fritá-lo por disputa de poder, nunca porque ele é suspeito de corrupção. Enfim, num país onde predomina a cultura da corrupção é muito difícil saber quem é quem. E quem possui interesse público. Há pouco tempo presenciei uma cena patética. A defesa de um corrupto era a comparação com o outro corrupto. Ora, se eu cobrei menos que fulano, no mesmo serviço, é porque não roubei. A corrupção menor desfaz o conceito de corrupção. Deus meu!

Outros artigos em > leiatudo.com/wilson

10 > Leia,11 de Junho de 2011


Política e Bastidores

Justíssima A escolha do novo Delegado Regional da Receita Federal: auditor fiscal Luiz Antonio Bosser. Esteve em Cachoeiro durante vários anos e aqui conseguiu a admiração de todos. Possui perfil essencialmente técnico, é discreto e competente. Sua escolha não teve qualquer ingerência política. Não poderia ser de outra forma. Ainda bem.

por Wilson Márcio Depes wmarciodepes@gmail.com divulgação

Despreparo

divulgação

O governo de Renato Casagrande demonstrou, em seu primeiro teste, que ainda não está preparado para negociar com protestos mais veementes, como os dos estudantes, que, aliás, continuam. Não se está defendendo aqui vandalismos ou posições extremadas postas em prática, num primeiro momento, pelos estudantes. Mas o poder de negociação não pode transitar pela via da força, como aconteceu. Os estudantes possuem uma pauta de reivindicação justa. Os pedágios da Terceira Ponte e da Rodovia do Sol, por exemplo, são absurdos que não encontram qualquer significado. Outra: oferta de ônibus 24 horas. Mais uma: modalidades alternativas de transporte – ciclovias, aquaviários dentre outras. Falhou o governo.

Longe moreira

Execução já

O deputado Camilo Cola diz que não é contra a o ingresso de Ferraço no PMDB. Nem dele e nem de Abelzinho Santana ou Jathir Moreira. Mas não garante que ela seja o candidato a prefeito. Ou seja, uma forma educada de manter Ferraço longe. Bem longe.

No mínimo discutível proposta de emenda constitucional nº 15, de 2011, de autoria do senador Ricardo Ferraço. A PEC determina que uma decisão de segunda instância deve ser executada de imediato, mesmo que ainda haja recursos ao STF ou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). Será, por óbvio, tema para muitos debates. De forma didática, Ricardo, em artigo no jornal O Globo, defendeu a emenda de sua autoria.

A viver. Ulisses Guimarães continua ensinando. De seu patrimônio:

[Curtinhas]

“Bonzinho e besta começam com “b”. Desconhecem a palavra “não”. Sendo mulher, estaria sempre grávida”. divulgação

Água e banana Cachoeiro já viveu momentos de polêmica de alto nível. Dois médicos pediatras: Gilson Caroni defendia que o problema da saúde era econômico, em primeiro lugar, depois a educação; Dr. Edson Moreira asseverava que o prioritário era a educação. Depois de longa discussão ficou estabelecido que o país, para proteger suas crianças, teriaque resolver os problemas da educação e os econômicos. Dr. Edson continuou receitando banana e água paraos meninos desidratados. Com sucesso.

divulgação

Bíblia Deputado Ferraço em resposta à pergunta se vai ou não ser candidato a prefeito: “Estou, biblicamente, manso como a pomba e prudente como a serpente”. Ou seja: vai ser candidato.

Leia Mais

coluna Política e Bastidores

leiatudo.com/politica

#### O secretário Rodrigo Coelho vai ganhar prestígio no governo estadual. Deve ficar comandando o programa de combate à pobreza – o Incluir #### Os Procuradores do estado munidos de boas teses para enfrentar mudança de distribuição dos royalties. #### A Agersa é uma mina de ouro. Tá todo mundo de olho. A eleição já vem por aí.#### O advogado Edmar Rabello reclamando que não recebeu o Projeto de Lei da Agersa a tempo de analisá-lo. Representa a OAB. #### O que pretendia Palloci? #### Cláudia Lemos agitando nos bastidores comuma eventual candidatura a prefeito. Quer criar uma terceira força. O poder para as mulheres. #### Notas para coluna: wmarciodepes@gmail.com 11 de Junho de 2011, Leia

> 11


Hugo Lopes

i n v e s t i m e n t o

Ação – o que é e como investir? Hugo Lopes é Empresário com graduação em Administração de Empresas e PósGraduado em Controladoria e Finanças pela Universidade Federal de Minas Gerais

O

lá, vamos falar hoje sobre um mencionado acima, caso a empresa distribua assunto que chama atenção o resultado durante o período em que ele de muitas pessoas que estão esteve com essa ação em seu poder e, além querendo fazer um investi- disso, o investidor também poderá ganhar mento, pensando no seu futuro ou no fu- com a valorização que essa empresa terá no turo dos seus filhos, mas que não sabem o mercado financeiro, mas para isso ele deverá que são ações, como investir e quais são ter tranquilidade, pois o mercado financeiro os riscos desse que é um dos mais tradi- oscila muito, e é essa oscilação que poderá cionais e rentáveis investimentos disponí- resultar em ganhos ou em grandes perdas. Para fazer investimentos diretos em ações veis no mercado financeiro mundial. Ação é um título de renda variável emitido o investidor deverá ter uma corretora por uma sociedade anônima, que representa de valores que, normalmente, só cobraa menor fração do capital da empresa emi- rá um percentual sobre a compra e venda tente. Quando um investidor compra uma das ações. Não é preciso investir grandes ação na bolsa de valores, ele se torna sócio quantias nesse tipo de investimento. O dinheiro necessário deverá dessa empresa, mesmo que ser suficiente para comprar essa proporção seja em pePara fazer no mínimo uma ação. No quena quantidade em relainvestimentos mercado existem ações que ção ao sócio majoritário. As ações costumam acom- diretos em ações são negociadas em centavos. No site da BOVESPA panhar o valor da empresa, o investidor o ou seja, caso ela tenha um deverá ter uma (www.bovespa.com.br) investidor terá acesso a vábom desempenho e aprecorretora de rios tipos de informações, sente bons resultado, o seu bem como a cotação de uma valor de mercado tende a valores que, escolhida por ele. subir, mas caso isso não normalmente, empresa No mundo inteiro a oscilação aconteça o seu valor de só cobrará um do mercado é acompanhada mercado tende a cair. Existem diferentes ações percentual sobre através de índices. No Brasil, essa oscilação é acompanhaque designam direitos e a compra e da através do IBOVESPA poderes diferentes aos seus venda das ações que representa uma carteira portadores. Por exemplo, as que reponde por mais de 80% ações PN (preferencias) o investidor tem a preferencia na distribuição dos negócios à vista praticado em um dia de de dividendos, mas não tem direito a voto na negociação (o famoso pregão), por isso esse assembleia dos acionistas, ou seja, eles não índice reflete o desempenho das principais poderão ajudar a decidir, através do voto, ações da Bovespa. Não é possível investir diqual será o futuro da empresa. O outro tipo de retamente no ibovespa porque ele é um índiação é a ON (ordinárias), onde o investidor ce teórico, ou seja, a forma mais fácil é investem direito ao voto, mas não tem preferencia tir em um fundo que reproduza a carteira do na distribuição dos resultados. Existem ainda IBOVESPA ou, dependendo da quantidade as UNITS, que são recibos representativos de de dinheiro disponível, você poderá montar uma pequena cesta de ações da mesma em- um carteira que reflita igualmente esse índipresa, mas esse tipo de investimento é pouco ce, sem ter necessidade de pagar taxa de administração, e ainda receberá os dividendos utilizado pelo investidor de varejo. Quando um investidor está de posse de uma que forem distribuídos. Vamos voltar a falar ação ele poderá ganhar dividendos, conforme mais sobre ações em outro oportunidade. Contato: hugo@victorvarrens.com

12 > Leia,11 de Junho de 2011


10 meses pra pagar e a vida inteira pra ser feliz!

11 de Junho de 2011, Leia

> 13


Especial

E começa a festa de Cachoeiro

A cidade já respira o ar festivo. Festa que nasceu da vontade de Newton Braga em tornar os cachoeirenses irmãos eternos. Sávio Resende

N

ewton, que completaria 100 anos, foi o nosso maior poeta, e será homenageado pelo Poder Público. Newton, pensam os cachoeirenses, só não foi maior que seu irmão Rubem Braga porque resolveu aqui ficar. Optou por Cachoeiro paras aqui desenvolver todo o seu potencial artístico e cultural. E se tornou a antena delicada captando todas nossas dores. Caso estivesse vivo, no próximo mês, dia 11, um dos filhos mais ilustres de Cachoeiro completaria 100 anos. No entanto, ciente de sua importância para a cultura do país e, principalmente, para o reconhecimento de nossa cidade como celeiro de grandes artistas, nossa cidade irá comemorar o centenário do escritor Newton Braga com uma série de atividades. A programação do evento conta incluirá lançamento de livros do autor, selo comemorativo, concurso cultural e oficinas para alunos de escolas públicas, além de homenagens a familiares do poeta, exposição de artes, seminário sobre o bairrismo cachoeirense, entre outras ações. Considerado uma das personalidades que mais contribuíram para a formação da identidade cultural cachoeirense, constam com criação do poeta: o Dia de Cachoeiro 14 > Leia,11 de Junho de 2011

Além de ser oficializada como patrimônio cultural do Espírito Santo, a Casa dos Braga passará por reforma do prédio e construção de uma nova biblioteca municipal

(29 de junho), que se tornou a festa da cidade, e o título de Cachoeirense Ausente. Na opinião da Secretária Municipal de Cultura, Cristiane Resende, com esse conjunto de ações será possível resgatar a vida e a obra de Newton Braga, para que as atuais gerações possam conhecê-lo efetivamente. Ela acrescentou, ainda, a necessidade de despertar em todos o amor por Cachoeiro que o escritor sempre cultivou. . Algumas das atividades já começaram, como é o caso na escola municipal que leva o nome do poeta, no Bairro Ferroviários, os alunos participam de oficinas de cordel, pintura, teatro, entre outras. “Todas as atividades, que serão realizadas ao longo do ano, são relacionadas à vida e à obra do escritor. A incorporação da unidade de ensino à rede municipal de educação, em 2010, marcou o início das comemorações do Centenário de Newton Braga em Cachoeiro”, informou o Diretor da Instituição de Ensino, Júlio Paris.


NEWTON BRAGA EM CORES E VERSOS

Em uma oficina de cordel, alunos da Escola Municipal que tem o nome do escritor, já participam do Centenário do poeta. Por meio de versos e rimas eles conhecem a carreira literária de Newton Braga, e ajudam a contar a história do poeta por meio da arte. As aulas são semanais e em cada uma delas os estudantes do 5° ano do fundamental abordam um tema relacionado à vida de Newton Braga e também à história da própria escola. A oficina é ministrada durante as aulas de português, pelo poeta Aélcio De Bruim e supervisão editorial da professora Celeste de Sá Campos. Os trabalhos feitos ao longo da oficina vão virar um livro. “Estamos reunindo todos os trabalhos

para transformá-lo num livro que será lançado no dia 11 de agosto, quando Newton Braga faria 100 anos”, disse a Pedagoga Yeda Marly Fonseca Soares à reportagem da Revista. A publicação contará com ilustrações feitas por alunos de outras turmas da escola, a partir de uma oficina de cartum dada pelo cartunista Ricardo Ferraz. Segundo a Pedagoga, são 450 alunos envolvidos nas atividades e 25 docentes e colaboradores. Dentro da programação estão previstas atividades, como: Soletrando, Jogo Pedagógico interativos, concurso e confecção da bandeira e do hino da Escola, confecção de livros, oficina de aquarela com poesias e cápsula do tempo. “Todas as turmas, de todos os anos, estão desenvolvendo alguma atividade para resgatar a memória de Newton”, concluiu o Diretor Júlio Paris.

O seu pai era Francisco Nosso primeiro prefeito Para governar nossa cidade Pelo povo foi eleito Perto da nossa cidade Newton Braga nasceu E morreu em Cachoeiro E todo mundo conheceu Na casa dos Braga Nosso Poeta morou E agora sua lembrança Para sempre em nós ficou (Carlos Henrique e Tiago Mendonça Gomes)

11 de Junho de 2011, Leia

> 15


Izabel Lacerda a r t i g o

Izabel Lacerda é Advogada e Historiadora, trabalhou na fundação do Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim em 1958 ao lado do marido Marinho Salviano da Costa

Cachoeirense Newton Braga

H

Homenagem Póstuma ao Cachoeirense Newton Braga, O Nosso Eterno Cachoeirense Ausente Número 1! Completará dia 11 de agosto de 2011, cem anos de nascimento o grande cachoeirense Newton Braga. Ele era filho do primeiro prefeito de Cachoeiro de Itapemirim Francisco de Carvalho Baga e Dona Rachel Coelho Braga e casado com a

As comemorações se aproximam e, deixamos aqui registrada a nossa homenagem póstuma, ao criador do Dia de Cachoeiro em 1938, Newton Braga Professora Izabel Braga, com quem teve os filhos Marília, Rachel Braga e Edson. Sobre Newton Braga podemos afirmar que ele foi um grande poeta, escritor, esposo, pai, jornalista (um dos fundadores do Correio do Sul) tabelião, professor e o Nosso Eterno Cachoeirense Ausente Número 1, além de autor da letra da “Cantiga do Cachoeirense Ausente”, que se completa com a belíssima música do seu amigo

Maestro Hélio Ramos, composta e escrita especialmente em 1938 para as comemorações que seriam realizadas a partir de 1939, mas que só se concretizaram em 1942 , quando Heráclides Gonçalves foi o primeiro Cachoeirense Ausente Número 1 da nossa história. Sua frase que retrata o homem sensível aos problemas de nossa terra, está registrada em busto erigido em sua homenagem, na Praça Jerônimo Monteiro em Cachoeiro de Itapemirim e que transcrevo abaixo: “Esta sensibilidade que é uma antena delicadíssima captando pedaços de todas as dores do mundo e que, me fará morrer de dores que não são minhas”. Portanto, o Dia de Cachoeiro, criado por Newton Braga em 1938, embora a nossa cidade tenha sido emancipada em 25 de março de 1867 e o termo Freguesia do São Pedro do Cachoeiro tenha sido colocado em 16 de julho de 1856, cujo termo foi usado em 1812 pelo donatário Francisco Rubim, ao ver um cachoeiro, ao construir uma estrada na região em julho de 1812 e esta data, não era o Dia de São Pedro, apenas o donatário viu um cachoeiro, que significa muitas águas e esse fato foi associado a São Pedro. As comemorações se aproximam e, deixamos aqui registrada a nossa homenagem póstuma, ao criador do Dia de Cachoeiro em 1938, Newton Braga, que indubitavelmente é o nosso Eterno Cachoeirense Ausente Número 1.

Outros artigos em > leiatudo.com

16 > Leia,11 de Junho de 2011


11 de Junho de 2011, Leia

> 17


Entrevista

“P

Promotor

Jeferson Ribeiro

Tem muita coisa que não está funcionando bem em Cachoeiro”

Sávio Resende raticamente um capixaba, é assim que se considera Jeferson Ribeiro Gonzaga. Filho de João e Helena Lucinda Ribeiro Gonzaga, pessoas simples que moram em Vila Velha (e onde foi criado), a história de Jefferson com Cachoeiro começa em 1995, quando aceita o convite para lecionar na Faculdade de Direito de Cachoeiro, onde é professor da cadeira de Processo Penal; e tendo anos mais tarde se unido em matrimônio com Milla Albano, em 1998, fixando residência. Formado pelo Centro Universitário UVV, turma de 1989, Jeferson Ribeiro ingressou no Ministério Público, em 1992, e depois já como Promotor fez duas especializações: Direito Penal e Processo Penal, tendo, na última, colado grau em Mestrado pela Universidade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro, em 2005. Segundo o entrevistado, a pretensão em ser Promotor nasceu logo no segundo ano de faculdade, aonde conheceu o professor, Vicente Nolasco, um promotor aposentado que atuou em Cachoeiro na década de 80. “Ele foi um grande incentivador, pois me ensinou que o ensino valeria à pena e seria um meio em que poderia crescer na minha vida pessoal e profissional”. Tendo concluído sua graduação com 20 para 21 anos, apenas, durante um curto período de mais ou menos dois anos estudou para concursos. Aos 23 anos obteve o título de Promotor de Justiça. “Minha vida cresceu por grandes incentivadores, dentre eles meus pais e a minha vontade de conquistar algum cargo que proporciona-se estabilidade e segurança”. Ele comentou, ainda, certa vez uma pessoa importante da sociedade cachoeirense (Ricardo Ferraço) o questionou se tinha alguma outra ambição ou iria parar como promotor, pois o viu falando em um discurso de formatura para duas mil pesso18 > Leia,11 de Junho de 2011


as. “Ele ficou encantado! Modéstia a parte sempre fui iluminado e ser professor contribuiu para o mérito. Conversando com ele comentei que se soubesse de onde vim e tudo que conquistei ficaria surpreso”. Sentindo-se um profissional realizado, o Promotor comenta que nem tudo é motivo de felicidade. Jeferson diz, “existem situações que me frustram, como pessoas poderosas, ricas ou com cargos que às vezes a gente investiga, inicia uma ação e depois chega lá na frente e tudo é desfeito e tornado sem valor”. Para exemplificar o assunto, menciona o caso da Operação Satiagraha, onde na semana anterior o Superior Tribunal anulou toda a investigação, tendo o banqueiro Daniel Dantas sido absolvido por uma condenação que ele já vinha cumprindo há 10 anos. “A gente não vê esse tipo de ação, postura e anulação com pessoas mais carentes. Essa é uma das minhas maiores frustrações como Promotor de Justiça de não vê pessoas com melhores condições financeiras ou amparadas em um cargo político processadas. Melhor, processadas nem sempre, mas o processo chegar ao final e cumprir as penas”.

Revista Leia – A morosidade para o andamento dos processos, ainda é motivo de muitas críticas. Qual sua análise sobre o assunto? A gente vê que são feitas leis exatamente para evitar a morosidade da justiça. Muitas vezes os processos se tornam morosos por questões naturais. O cidadão tem direito de recorrer várias vezes, a vários órgãos superiores, então até que uma decisão efetivamente chegue a transitar por completo, a pessoa se condenada pode aguardar 10, 15 ou 20 anos. Como foi o caso do jornalista Pimenta Neves que depois de anos cometido o erro, crime confesso, somente agora irá cumprir a pena, com seus setenta e poucos anos. Na vara da Fazenda Pública, tem muita Ação Civil Pública por ato de improbidade praticada por agentes políticos? No momento, eu acabei de assumir essa vara e do que eu tive conhecimento, e estão em andamento, são apenas dois ou três processos na vara dos Feitos da Fazenda Pública Municipal. O restante pode ser que haja, tem uns cinco ou seis procedimentos de apuração que eu to começando a apurar, mas posso adiantar que se trata de ações relacionadas a concursos públicos realizados, movidos por conta de algum candidato que tenha se sentido prejudicado em algum concurso. “Não disponho de nenhum caso de grande repercussão ou do momento. Não tenho nenhum tramitando na vara do Feito da Fazendo Pública Municipal” Como está a Vara da Fazenda Pública em termos de número de processos? Uma coisa quando se fala em Vara da Fazenda Pública é a atuação do juiz e outra do promotor. Um promotor só atua quando há interesse público naquelas situações onde há interesses escusos, onde há prejuízo a sociedade e ao pa-

trimônio público. Para o MP hoje ele não esta com tantos processos. Seria algo em torno de 50 ou um pouco mais em andamento. Agora, para o juiz, como essa vara inclui, também, as execuções fiscais e dívida ativas, se não me falhe a memória está em torno de uns seis mil processos, em andamento. Somente para um juiz tomar conta de um cartório é bastante sacrificante, mas a gente sabe que o Doutor Robson faz o possível para dar andamento aos processos. Muito quero dizer em função de ações propostas pela própria prefeitura e pelo próprio município, em razão de cobranças de dívidas ativas que existem de pessoas para com o município. Lidar com a improbidade administrativa no aspecto político não é algo que o preocupa? Eu já fui promotor em outras cidades e já levei tiro em carro, já andei com escolta... A gente vai ficando mais velho, hoje estou com 43 anos, quase 20 de carreira de promotor, não é que vai ficando descuidado e achando que nada vai acontecer, eu creio que muda muito a forma como a gente trabalha. Imagino que agora serei um promotor melhor do que fui ao começo da minha carreira, aonde participava de algumas ações policiais e investigações. Eu não diria que estivesse errado, mas não há necessidade. Então tudo que eu tiver que fazer e a atitude que tiver de tomar será no sentido de requisição de documentos e tudo mais, e a propositura da ação se ela for amanhã ou depois atentada contra um prefeito, vereador ou algum secretário municipal estarei, somente, cumprindo com meu dever. “Eu não tenho nada contra o Prefeito atual e nem contra os vereadores, a não serem aqueles atos que venha a lesar o patrimônio público ou a sociedade em geral. Eu escolhi ser Promotor de Justiça, então tenho que cumprir com o meu dever” Como o senhor analisa em Cachoeiro o comportamento dos gestores públicos, mediante o conhecimento que o senhor tem de outros processos? O que eu posso dizer é que havendo qualquer desrespeito as regras de licitação, contratação seja com empreiteiros ou empregados e tudo mais e até de concessão de empregos eu vou acompanhar e procurar dar o respaldo a sociedade naquilo que houver necessidade. Como morador e cidadão de Cachoeiro estou bastante insatisfeito com a política que tem sido feita no município sobre o aspecto de atrativos de empresas e empregos, a própria prestação de serviços de saúde e educação, basta ligarem a televisão ou conversar com pessoas nas ruas, percebe-se que a sociedade esta insatisfeita. “Participo daquilo que eu posso, sem nenhum aspecto ou conotação política, e me sinto insatisfeito” Recordando, o Promotor da Vara da Fazenda Pública Municipal diz que há muito tempo viu um anúncio de um sistema de monitoramento de câmeras que faria a vigilância na cidade. “Antes do prefeito atual foi falado na instalação, mas não ouve. Agora na atual não esta funcionando adequadamente. É uma das reclamações que eu teria como cidadão de que a segurança pública do município poderia melhorar” A instrumentalização do MP está preparada para fazer as fiscalizações de maneira cientificamente e tecnicamente para casos mais complexos? Nos crimes fiscais que dependem de perícias contáveis nós vimos nosso próprio Tribunal de Contas do Estado dizer que ele mesmo seria

obrigado a pagar a perícia. Veja você que alguns órgãos públicos do próprio Estado que deveriam estar à disposição da gente, uma vez que quando proponho uma ação que depende de uma perícia o MP também é do Estado, ele não tem condições, muitas das vezes financeira, para destinar pagamento de perícias. Eu entendo que já esta havendo um movimento, a nível estadual. O meu Procurador Geral esta agindo neste sentido para a gente tentar ultrapassar essas barreiras por que muitas das ações do MP dependem de trabalho em parceria, seja com a receita estadual, seja com órgãos de contabilidade, fiscais ou com a própria Polícia Militar e Civil. Essa instrumentalização do MP é ainda muito aquém do que a gente deveria ter para prestar um bom serviço. Qual sua opinião sobre a Audiência Pública que tratou da questão da reestruturação organizacional da Agersa? Em primeiro lugar não fui convidado para participar de uma Audiência Pública. O que me causou certa estranheza, e decidi ir lá participar, é que como se marca uma Audiência Pública já com plano de votação daquele mesmo projeto? Recebi uma cópia desse projeto, ontem, 07, lá em plenário, e percebi que contem falhas técnicas. Até ouvi o discurso do Diretor da Agersa, mas não contém nenhum embasamento legal o que ele falou e o que está escrito. Segundo o artigo 10 do projeto, a Agersa teria status de secretaria municipal. Como uma secretaria, teria mandato? Só quem tem mandato é quem é eleito pelo povo. Como um cargo de confiança vai ser estabelecido por lei/mandato? Eu espero que a câmara de vereadores não cometa esse grave erro, mas se cometer e vou ingressar com uma ação, pois está tudo errado. Eu não quis polemizar, apenas disse que o MP está de olho e que deveria ter sido convidado. E mais, jamais poderia ter marcado no mesmo dia uma votação. Isso é um fato impossível de conceber. Na própria mensagem dessa votação, o prefeito encaminha cargos comissionados que chegaram a cinqüenta mil reais para uma agência fiscalizadora. Eu não quero fazer críticas, mas para que a existência desta agencia? Eu não vejo necessidade. O município já dispõe da câmara de vereadores que é o órgão fiscalizador natural de todas as secretarias, tem o MP que tem essa atuação, tem a população de Cachoeiro que é uma população que fiscaliza os atos. Coloca-se na própria lei que ela terá o status de secretaria e o cidadão que será presidente terá mandato de quatro anos. Ora, mandato só vereador, prefeito, deputado... Amanhã, no final de 2011, terminando o mandado do atual prefeito, vamos dizer que ele não queira ser candidato a reeleição, acabou também a função de quem esta lá presidindo. Já que tem status de secretaria... “Querer ou não querer que a agência exista isso é vontade do prefeito e dos vereadores, mas da forma como está é totalmente impossível. Eu espero ser convidado para a próxima audiência pública, se houver” E caso haja a regulamentação e a reorganização, pois essa agência já existe, mas da forma como está sendo colocada neste projeto é totalmente inconstitucional. Ela acaba se tornando um órgão mais poderoso do que a própria Câmara Municipal, secretários e o prefeito, pois todos terão de prestar contas ao presidente da Agersa que utilizará critérios que lhe convier. Finalizando a entrevista, o Promotor Jeferson Ribeiro avisa “tem muita coisa que não está funcionando muito bem, eu provavelmente terei que instaurar um procedimento para acompanhar as ações e os trabalhos dessa Agersa”. 11 de Junho de 2011, Leia

> 19


Y

20 > Leia,11 de Junho de 2011


Sociedade

Mostra de Design No próximo dia 06 de Julho a Coluna Sociedade já tem evento social marcado. Trata-se da abertura da primeira Mostra de Design para Casa da Acervo Contemporâneo.

Férias Outra notícia bacana recebida foi de que a sempre simpática e elegante Tereza Britto, proprietária da Estilo da Época, acabou de chegar de sua viagem ao Amazonas. Encantada, ela é só elogios: “Linda a viagem,super cool”. Como já é de nosso conhecimento, ela deve ter pegado muito inspiração, afinal ela vem com super novidades para os empreendimentos dela. Estamos aguardando!

Empreendedor

Com participação ativa nos principais eventos da região, a equipe da Cervejaria Devassa em recente evento social

Buenos Aires

Belle Coiffeur

O Colunista já sabia, mas faz questão de compartilhar com seus leitores. Afinal, a festa foi um arraso quarteirão e reuniu um grupo seleto de Cachoeirenses na linda Buenos Aires. É claro que estamos falando da comemoração de Windsor Hora, onde amigos se confraternizam entre o salão e a piscina com espelho d’água, toda em Mármore Carrara. Depois a trupe esticou até uma boate e os mais animados tomaram café da manhã em Puerto Madera!

Quem está rindo a toa com seu mais novo empreendimento são os empresários Jociel Gabriel e Rita Maria Pacheco. Eles acabam de inaugurar seu novo espaço dedicado a beleza. Em um lançamento concorrido, muitas personalidades de Cachoeiro estiveram presentes para conhecer as dependências e toda equipe de profissionais, localizada na Rua Amâncio Silva, 02, no bairro Baiminas. Sucesso!

Em contato direto com o colunista, o sempre colunável Wilson Ferreira comentou que esta com muitas novidades para Cachoeiro. Ele é mais um dos muitos empreendedores que idealiza um UP para nossa cidade. Outra informação, juntamente com Igor Tomé, da Metalúrgica Cachoeiro, é de sua criação o desenvolvendo do troféu para o Baile de Gala. “Estamos desenvolvendo peças super bacanas de design feita com aço inox”. Um luxo!

Cardápio Ainda sobre o aniversário de Windsor Hora, o jantar teve a assinatura de Renata Bechepeche, tendo como prato principal cordeiro ao molho de peras e risoto de lagosta com amêndoas e sobremesas de outro mundo, inclusive quadrados de sorvete ao licor de flores que não derretia. Além de todos os tipos de bebidas.

Sempre elegante no tratamento com seus clientes, Mariana Monteiro, SOHO, sabe como ninguém recepcionar com toda elegância e charme habitual Juliana Cortez, Diana Moura e Denise Chamon

Acupuntura Ele já deveria ter sido integrado ao seleto grupo de colunáveis da Revista Leia, mediante seu destaque na sociedade. Trata-se do competente Fonoaudiólogo, Dr. Rômulo Porto

A Coluna Sociedade recebeu uma informação que acredita seja de muito interessante para aquelas pessoas que buscam um procedimento alternativo e com resultado. Tratamento com Acupuntura a Laser. Com pulsos eletrônicos, a prática é indolor, sem agulha, e sem contra indicação. O atendimento é domiciliar e ministrado por Vancley Ribeiro, Cachoeirense que retorna à cidade após 20anos. 11 de Junho de 2011, Leia

> 21


Cristiane Feu

Contato: 28 9258 9389 leiatudo.com/olharfashion twitter @olharfashion

22 > Leia,11 de Junho de 2011

Notícias sobre Moda, Beleza, Decoração e Saúde


11 de Junho de 2011, Leia

> 23


Esporte

Lugar de mulher é no tatami Em nossa cidade as artes marciais estão conquistando, cada vez mais, um número crescente de mulheres adeptas de uma boa forma física Sávio Resende

C

oncordemos, não é normal ouvir uma menina dizer que quer ser lutadora profissional quando crescer. Mas, acredite, cresce em Cachoeiro o número de mulheres que se tornam atletas em modalidades de lutas, como artes marciais. Com inúmeras ofertas de modalidades de aulas de luta, as academias de ginástica não só descobriram um grande filão no mercado, mas vão além, misturam os ensinamentos e os movimentos da luta com exercícios aeróbicos, como, por exemplo, criaram o body combat e o boxe fitness. Uma combinação de músicas e ginásticas que proporcionam uma

alternativa dinâmica e estimulante para quem deseja se manter em forma. Segundo o professor de artes marciais, José Carlos Damianci, a luta com os exercícios aeróbicos garantem um bom condicionamento físico, uma boa dose de perda de calorias e bem estar para todas as idades e ambos os sexos, homem ou mulher. “Na prática da atividade, a simulação de uma luta utilizando braços e pernas é possível aumentar a flexibilidade do corpo, melhorar a aptidão cardiorrespiratória e aliviar o estresse, baixando a tensão e a ansiedade”, comentou. João Carlos destaca, ainda, que os esportes baseados em lutas trazem ain-

A pequena Maria Eduarda, 05 anos, acompanha do pai, Jorge Hutter, também aluno da Academia Damianci. A prática correta das Artes Marciais auxilia enormemente na educação, formação e desenvolvimento

24 > Leia,11 de Junho de 2011

da benefícios além do corpo, para a mente também. “Nas lutas trabalha-se a concentração, o tempo de reação e o raciocínio rápido”, afirma. Na avaliação da aluna/atleta, Ana Carolina Damianci, a prática de lutas nas academias como atividade física está eliminando a idéia de que a luta está sempre associada à violência. Em sua opinião, aprender e praticar os movimentos das artes marciais soma-se à outra questão: a defesa pessoal. “A mulher se sente mais segura e se porta de maneira a impor mais respeito, disse Damianci. Para Kizzie Pigatte, a procura, hoje, das mulheres pelas artes marciais vem aumentando cada vez mais. Ela acredita que a luta


ana paula grechi

Coluna Corpo e Mente texto:

Rosana Coelho

(Coordenadora Geral da Corpo e Mente Academia)

Cristiane Moreira Gomes

(Coordenadora da Musculação)

Cuidado com as escapadas da academia!

Muitas vezes o aluno começa empolgado a sua semana de treinamento. Chega a todo vapor, que coisa boa! Propostas de que esta semana será diferente, de que de hoje em diante tudo vai mudar e que agora vou pegar firme e não furar mais com meus objetivos! Perfeito está aí o aluno que todo professor quer, exemplo de garra e determinação.

pode ser associada mais como uma forma de aliviar, desestressar o dia cheio de trabalho, de cobranças. “Nós mulheres não somos mais um sexo frágil, conquistamos nosso espaço e no meu caso o Muay Thai me ajuda no condicionamento físico, no controle do meu peso... Não tem moleza, não. Ali pegamos pesado. Quem faz a primeira vez, não vai querer parar mais, e com uma boa alimentação e um bom treino a gente fica satisfeita com o espelho”. Para o treinador de Muai Thay, Nestor Neto, as mulheres procuram, em primeiro lugar, o fator estético. Em seguida, buscam unir o útil ao agradável e aprendem a se defender.

A importância da disciplina

“Fique de olho no tempo de descanso”

O corpo humano que é extremamente inteligente sabe quando o aluno está levando a sério o seu treino. Ou seja, ele aguarda sempre um novo estímulo para que os resultados venham e permaneçam. Não adianta você pré estabelecer metas que não condizem com o metabolismo de seu corpo. Seja fiel ao seu programa de exercícios. De que maneira? Procurando sempre estabelecimentos sérios e com profissionais capacitados.

Quando o aluno chega a academia e diz que quer o resultado estético, precisa estar atento a mínimos detalhes, tais como: alimentação, tempo de repouso entre um exercício e outro (no caso da Musculação), e não ficar parado por mais de 2 dias. Em até 48 horas a musculatura se regenera esperando um novo estímulo. Então deixe a preguiça de lado e venha para a academia também ás quintas e sextas. Afinal sexta a noite que começa o seu fim de semana.

Objetivo terapêutico e qualidade de vida Sabendo que a expectativa de vida do ser humano aumentou, e se seu objetivo se enquadra no perfil de uma pessoa ativa, independente e livre de maiores complicações na saúde: pratique exercícios no mínimo 3 vezes na semana. Escolha o que lhe dar mais prazer, caminhada, hidroginástica, desportos em geral. O que importa é que você é capaz de rever seus valores e com isso chegar a “idade ativa” (terceira idade) com mais autonomia e bem estar.

Rua Professor Seabra Muniz, 30 Independência - Cachoeiro de Itapemirim Telefone: (28) 3521-7011 corpoemente@cachoeiro.com.br

11 de Junho de 2011, Leia

> 25


Paladar

Receita Bolo de Macaxeira Caramelado INGREDIENTES Bolo 500g de mandioca ralada 100g de manteiga 1 lata de leite condensado 4 cravos 50g de coco ralado 1 ovo

Caramelo 1 kg de açúcar MODO DE PREPARO Caramelo - Em uma frigideira, coloque o açúcar e leve ao fogo baixo, mexendo sempre até dar ponto de caramelo. Coloque em uma assadeira untada com manteiga e reserve. Bolo - Em um bowl, junte o ovo, o leite condensado e a manteiga, e bata até obter um creme. Acrescente a mandioca, o coco e o cravo. Misture tudo e coloque na E tem cois assadeira sobre o caramelo. am Leve ao forno aquecido a que comid elhor do a de festa 140ºC por 20 minutos ou ate junina? Dá água na bo que esteja asado. Deixe esfriar e ca só de pens ar na mes mantenha em temperatura a cheia de pi ambiente. Não coloque na poca, milho verde, que geladeira para não endurecer. ntão

Bolo ...

Delícias da culinária junina

F

ala a verdade, toda festa junina é muito divertida, né? Rola um saudosismo delicioso, movido a quentão, vinho quente, pipoca, milho verde, cachorro quente simples, paçoca, doce de leite. Pode falar que é brega, que é coisa de caipira, mas não há quem não se divirta nas festinhas juninas. Tente lembrar da época do colégio, quando os professores tiravam a gente da sala no meio da aula para treinar a quadrilha. E as escolhas dos pares? Era um misto de

vergonha com desejo, porque era a hora certa de ficar de mãos dadas com aquele pretê. E, no dia da festa, era a hora de gastar o dinheiro do pai com as fichas para as barracas de comida e de brincadeiras, em especial a barraca do peixe (como era difícil pescar aquelas coisinhas), a barraca das argolas e, especialmente para os meninos, a barraca do beijo. E tem coisa melhor do que comida de festa junina? Dá água na boca só de pensar na mesa cheia de pipoca, milho verde, quentão, pamonha, paçoca, cocada, canjica, curau, ar-

+ vinhos recomendados

+ receita

Monte das Servas

Curau com SupraSoy

A Herdade das Servas é o berço de vinhos que refletem a história de uma zona de origem demarcada que afirma as suas características e qualidades. A dedicação com que são produzidos há várias gerações, dão-lhe um corpo e uma alma ímpares e inconfundíveis. É um vinho equilibrado e bem estruturado, com agradável e persistente final. Ocorre após ligeira maceração pré-fermentativa. A fermentação acontece em tanques de inox com controle de temperatura. Harmonização: Carnes vermelhas e queijos.

26 > Leia,11 de Junho de 2011

“As festas juninas se aproximam e trazem com elas deliciosos quitutes...” roz doce, pinhão, bolo de mandioca, broas, churrasquinho. Ficou com água na boca só de ler os nomes das tentações? Que tal colocar a mão na massa e preparar um delicioso Bolo de Macaxeira Caramelado?

INGREDIENTES 9 espigas de milho (2 kg) 1 xícara (chá) de açúcar (160g) ½ xícara (chá) de alimento em pó feito à base de proteína isolada de soja, enriquecido com vitaminas e minerais, integral (65g) e dissolvido em 500 ml de água açúcar e canela para polvilhar Modo de preparo Retire os grãos de milho da espiga com uma faca e bata-os no liquidificador junto com 500 ml de água, utilizando a tecla “pulsar”. Passe pela peneira, apertando bem com uma colher para retirar todo o suco. Coloque o suco de milho em uma panela, junte o açúcar e o alimento em pó, e leve ao fogo médio, mexendo sempre, por cerca de 25 minutos ou até engrossar. Despeje em pequenas tigelas, deixe esfriar e polvilhe açúcar e canela.


11 de Junho de 2011, Leia

> 27


28 > Leia,11 de Junho de 2011

O Shopping que entende de casais apaixonados.


Revista Leia