Issuu on Google+

SEX

SALVADOR 29/11/2013

SEG PERSONA TER POP QUA VISUAIS QUI CENA HOJE FIM DE SEMANA SAB LETRAS DOM TELEVISÃO

VOZES DO BRASIL

BNEGÃO TRIO E BEMBA TRIO

MÚSICA 4 E 5

MÚSICA 4 E 5

Marina Lima e Paula Lima na Concha Acústica

As atrações se apresentam domingo, no Zen

LARA PERL

Entre tantas variações e subgêneros, o samba continua sendo o ritmo nacional brasileiro. Cada localidade tem a sua forma particular e única de fazer e algumas delas vão se encontrar neste fim de semana, no Santo Antônio Além do Carmo. O bairro vai sediar o I Festival do Samba, que acontece hoje, amanhã e domingo, recebendo 16 atrações nos palcos Batatinha e Edson Sete Cordas. São esperadas mais de 30 mil pessoas nos três dias de festa, que faz parte das comemorações do Dia do Samba, 2 de dezembro. Entre os shows programados estão os de Elza Soares, hoje; Roberto Mendes, Riachão, É O Tchan e Edil Pacheco, amanhã; e Paulinho da Viola, que encerra a festa no domingo. Além disso, grupos locais baianos, como o Botequim, Sovaco de Cobra, Grupo de Samba, Candomblé de Angola e Chula de São Brás, também participam do festival.

2

EDITOR-COORDENADOR: EDUARDO BASTOS (INTERINO) / DOISMAIS@GRUPOATARDE.COM.BR

FIM DE SEMANA Divulgação

DOMINGO TEM TIMBALADA

A cantora faz show sábado, no Bahia Café Hall

DA TELINHA PRA TELONA

Comédia apresenta Crô como milionário

UM TIME SHOW DE BOLA ENFOCA A PAIXÃO PELO FUTEBOL

Diversidade sexual é tema de Lady Lilith

MÚSICA 4 E 5

CINEMA 3

CINEMA 3

CÊNICAS 7

Começa temporada no Museu du Ritmo

30 ANOS DA BLITZ

Grupo relembra sucessos em show domingo

SUCESSOS DE ANA CAROLINA

MÚSICA 4 E 5

MÚSICA 4 E 5

MÚSICA Santo Antônio Além do Carmo será palco do I Festival do Samba, que reúne atrações locais e nacionais consagradas

Divulgação

1

Diversidade do samba nas ruas de Salvador Walter de Cavalho / Ag. A TARDE

Curadoria

2

“Nossa proposta foi contemplar não somente o samba urbano, mas principalmente o samba ancestral, resgatando suas origens”, explica Letieres Leite, curador do evento. EleacreditaqueoDNAdosamba, a clave rítmica em comum a todos os subgêneros, surgiu no Recôncavo Baiano, com o candomblé e o samba de roda. “Fizemos esse percurso que se inicia com a chula, passa pelo samba junino e samba duro, até chegar no samba urbano”, conta, acrescentando que o grupo É o Tchan fez parte de um momento de transição e que vai tocar os grandes sucessos de sua história nos anos 90. Já o mestre Riachão, que chega aos 92 anos, vai fazer uma participação no show de Roberto Mendes, cantando músicas inéditas e autorais do seu disco recém-lançado, Mundão de Ouro. Cada Macaco No Seu Galho, um dos grandes sucessos do sambista, está no repertório. Para conversar sobre este cenário nacional e local do samba, Letieres Leite vai comandar um bate-papo amanhã, às 10h, no Espaço Ederaldo Gentil. “Roberto Mendes, Firmino de Itapoã e o Grupo de Samba Candomblé de Angola já confirmaram presença”, garante o curador.

Ivan Baldivieso / Ag. A TARDE

3

1. O sambista carioca Paulinho da Viola encerra o festival no domingo, às 17h 2. Elza Soares canta seu samba de raíz no show Deixa a Nega Gingar, hoje, às 22h 3. Riachão, aos 92, canta músicas inéditas do CD Mundão de Ouro em participação no show de Roberto Mendes. Amanhã, 20h

Raul Spinassé / Ag. A TARDE

Eduardo Ravi / Divulgação

4

5

“Nossa proposta foi contemplar não somente o samba urbano, mas principalmente o samba ancestral” LETIERES LEITE, curador do festival

“Elas se apropriam, dançam, brincam e criam suas próprias narrativas de uma forma muito natural”, conclui. As apresentações acontecerão amanhã, às 14h, e domingo, às 11h, e são destinadas a crianças de todas as idades.

Cidade dos Festivais

O festival é uma realização da Prefeitura de Salvador, através

4. Beto Jamaica e Compadre Washington relembram sucessos do É o Tchan! e convidam Edil Pacheco no show de sábado, às 21h 5. O grupo Botequeim, responsável pelo tradicional samba do Santo Antônio, convida Walmir Lima. Hoje, 20h

Programação Infantil

O festival também oferece atrações voltadas para a criançada, com a participação de Nairzinha e seu projeto Cirandando Brasil, que apresenta brincadeiras do folclore brasileiro, através das cantigas de roda. “São melodias e coreografias tradicionais da cultura popular brasileira arranjadas em ritmos como marcha, frevo, ijexá e funks”, explica a pesquisadora do universo infantil. Ela conta que resgatar sambas e cantigas do imaginário popular faz com que as crianças criem suas próprias coreografias e brincadeiras, sem a conotação sexual presente nos pagodes que escutam hoje.

RESIDÊNCIA DA UFBA

daSecretariadeDesenvolvimento, Turismo e Cultura (Sedes) e está incluído no projeto Cidade dos Festivais, que promete 10 celebrações como esta a partir do ano que vem, repetindo-se anualmente até 2017. “A ideia dos festivais é de potencializar manifestações culturais já existentes, como é o caso do Santo Antônio Além do Carmo, bairro que já convive inten-

samente com o samba durante o ano inteiro”, destaca o secretário Guilherme Bellintani. Ele afirma que o maior desafio do poder público é fazer com que os grupos locais se mantenham sempre fortes e atuantes. FESTIVAL DO SAMBA – SANTO ANTÔNIO ALÉM DO CARMO / HOJE, AMANHÃ E DOMINGO (VER HORÁRIOS NO ROTEIRO)


Festival do Samba