__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Kamara Kรณ Galeria

Coletivo de Dezembro 2017 catรกlogo Ana Mokarzel, Alberto Bitar, Anita Lima, Danielle Fonseca,Keyla Sobral, Ionaldo Rodrigues, Miguel Chikaoka, Pedro Cunha


Kamara Kó Galeria

STATUS DA FOTOGRAFIA NO MERCADO DAS ARTES Entre os mercados emergentes desenha-se uma demanda intensa pela arte visual. Resultado de um movimento sólido, baseado na qualidade da produção brasileira, a fotografia de autor consolida-se como valiosa obra artística. Feiras, exposições e mostras de arte contemporânea multiplicam-se em vários países, aquecendo este mercado. Novos colecionadores e galerias surgem a todo instante no país. E estas representações brasileiras marcam presença em exposições coletivas, publicações especializadas e coleções de instituições em todo o mundo. A fotografia contemporânea produzida no Pará é referência no Brasil e bem reconhecida no mercado e circuito das artes mundo afora. Estas obras visuais apresentam uma diversidade de estilos e linguagens pessoais. Marisa Mokarzel


Coletivo de Dezembro 2017 A Kamara Kó Galeria traz para sua exposição de fim de ano, mais uma edição do já tradicional “Coletivo de Dezembro 2017”. Movimentando o mercado da fotografia em Belém com produções de seus prestigiados artistas, é apresentado no salão de exposição imagens de Alberto Bitar, Ana Mokarzel, Anita Lima, Danielle Fonseca, Keyla Sobral, Ionaldo Rodrigues, Miguel Chikaoka e Pedro Cunha, lançadas nesta mostra com descontos especiais. Com o objetivo de incentivar a fruição da aquisição da arte como um bem, as fotografias expostas no Coletivo destinam-se tanto aos colecionadores quanto aqueles que desejam presentear seus entes queridos com obras acessíveis ao tamanho de seus espaços comuns para apreciação e decoração. Além de obras de nossos artistas, com o sucesso da mostra de Paulo Ribeiro, o Coletivo de Dezembro dividirá espaço em nossos corredores com o prosseguimento da exposição “Contar de Marajó” a partir do dia 03 de Dezembro, com abertura das 10h às 18h na programação da 20ª Edição do Projeto Circular Campina – Cidade Velha.


Alberto Bitar


ARTISTA ALBERTO BITAR Alberto Bitar nasceu em 1970, vive e trabalha em Belém (PA). Formado em Administração pela Unama (Belém). Iniciou sua trajetória como fotógrafo em 1991, reunindo exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior, dentre as quais: 30ª Bienal de Arte de São Paulo (2012); 32º Panorama da Arte Brasileira, MAM/SP (São Paulo, 2011); Rumos Artes Visuais, Instituto Itaú Cultural (São Paulo, 2008/2009); Densidentidad, IVAM (Valência, 2006); Une certaine Amazonie, Salon du Livre et de la Presse Jeunesse (Paris, 2005); e Brasiliana – Fotógrafos da Fotoativa (Porto, 2000). Ganhou, em duas ocasiões, o Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia (2012 e 2010); em sete, o Salão Arte Pará (Belém, 1997–2011), entre outros. Possui obras em diversos acervos, como na Fundação Biblioteca Nacional (Rio de Janeiro), no MAM/BA [Salvador], na Coleção Pirelli/MASP de Fotografia, no MAC/USP e no MAM/SP, na Coleção FNAC Brasil, no MACRS e no MARGS [Porto Alegre].


Alberto Bitar SĂŠrie SĂşbita Vertigem Ano 2007 Tamanho 34 x 26,5 cm Obra em paspatur

Valor

R$ 300,00


Alberto Bitar SĂŠrie SĂşbita Vertigem Ano 2007 Tamanho 34 x 26,5 cm Obra em paspatur

Valor

R$ 300,00


Alberto Bitar SĂŠrie SĂşbita Vertigem Ano 2007 Tamanho 34 x 26,5 cm Obra em paspatur

Valor

R$ 300,00


Alberto Bitar SĂŠrie SĂşbita Vertigem Ano 2007 Tamanho 34 x 26,5 cm Obra em paspatur

Valor

R$ 300,00


Ana Mokarzel


ARTISTA ANA MOKARZEL Nasceu em 1959, vive e trabalha em Belém (PA). Formada em Administração pela Unama (Belém). Iniciou sua trajetória como fotógrafa em 2007, reunindo exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior, dentre as quais: exposição no Festival de Fotografia iNstantes (Portugal/2014); Exposição “Silêncios e Vazios”, junto com Pedro Cunha (Belém/2014); Exposição no Festival de Fotografia “Outono Fotográfico” (Espanha/2013); Exposição Individual “Olhar Viajante” (Belém/2012). Participação em salões de arte como selecionada e artista convidada, no Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia (Belém/2013); nos salões Pequenos Formatos (Belém/2012/2010); nos salões Primeiros Passos (Belém/2009/ 2008). Fotografia realizada para a fotoperformance “Quando Todos Calam”, de Berna Reale, que recebeu o 1º prêmio do Arte Pará 2009; Menção Honrosa – “Primeiros Passos” – CCBEU/2009. Possui obras Obras no acervo do Museu das Descobertas – À Descoberta do Novo Mundo (Belmonte/Portugal), Museu de Arte do CCBEU (Belém/Pará) e de colecionadores particulares.


Ana Mokarzel TĂ­tulo trĂ­ptco Ano 2012 Tamanho 11x31 cm (cada) Obra em paspatur

Valor

R$ 1200,00


Anita Lima


Anita Lima Local Jericoacoara Ano 1999 Tamanho 17 x 26,5 cm Obra em paspatur

Valor

R$ 250,00


ARTISTA ANITA LIMA Anita de Abreu e Lima nasceu em São Paulo em 1979 e vive em Belém desde 2005. É fotógrafa com pós-graduacão em Fotografia pela Faculdade de Comunicacão e Artes do SENAC-SP (2003-2004) e em Imagem e Sociedade pela Faculdade de Letras e Artes da Universidade Federal do Pará (2007-2008). Ministrou oficina de fotografia na ImageMagica (São Paulo, 2003-2005) e na Fundação Curro Velho (Belém, 2005-2007). Participou de salões e exposições coletivas, tais como La Muestra del día mundial de la fotografia estenopeica (Buenos Aires, Argentina, 2012), PE_PA – Pernambuco convida, Arte Plural Galeria (Recife, 2012); 18º Salão Unama de Pequenos Formatos (Belém, 2012); Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia (RBA, Belém, 2011); Salão Arte Pará (Fundação Romulo Maiorana, Belém, 2010); 3º Salão da Vida (Belém, como artista convidada); exposição Indicial – SESC (Belém, 2010); Fotoativa Pará Cartografias Contemporâneas (SESC São Paulo, 2009); Eterno feminino (Fotoativa, Belém, 2008), Casa Aberta – SENAC (São Paulo, 2000), entre outras. Em maio de 2012, parte da série Ainda queria falar de flores foi apresentada na primeira exposição individual da artista, na Kamara Kó Galeria, Belém (PA).


Anita Lima Local Algodoal Ano 2010 Tamanho 17 x 26,5 cm Obra em paspatur

Valor

R$ 250,00


Anita Lima Local Algodoal Ano 2010 Tamanho 17 x 26,5 cm Obra em paspatur

Valor

R$ 250,00


Danielle Fonseca


ARTISTA DANIELLE FONSECA Danielle Fonseca nasceu em 1975, vive e trabalha em Belém (PA). Elementos da literatura, música e paisagem compõem a produção desta artista. Recebeu o Grande Prêmio do Salão Unama de Pequenos Formatos (PA, 2011); foi também Prêmio Aquisição Salão Arte Pará (2001 e 2003). Foi contemplada com a Bolsa de Pesquisa e Experimentação Artística do Instituto de Artes do Pará (IAP) (2005 e 2010) e Bolsa de Pesquisa em Artes Visuais da Fundação Ipiranga (PA, 2007). Exibiu o média-metragem A vaga, no Midrash Centro Cultural (2012, RJ). Entre as principais exposições e salões estão: Amazônia – lugar da experiência, Museu da UFPA (Belém, 2012, 2013); Outra natureza, Espaço Cultural BASA (PA, 2013); Cromomuseu, Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS, 2012); O triunfo do contemporâneo, Santander Cultural (Porto Alegre, 2012); Corpo incógnito – água viva, Galeria Amarelonegro Arte Contemporânea (RJ, 2012); Coletivo/Individual Kamara Kó, Galeria de Artes do CCBEU (Belém, 2012); Sobre ilhas e pontes, Galeria Cândido Portinari (RJ, 2010); FOTORIO 2009, Espaço Oi Futuro (RJ, 2009); 12º Salão da Bahia (2005) e Faxinal das artes, Museu de Arte Contemporânea – MAC (PR, 2002). É Editora da revista de arte e cultura contemporânea NãoLugar (www.naolugar.com.br).


Danielle Fonseca SĂŠrie

Paisagem para extra corpo

Ano 2014 Tamanho 21 x 28 cm

Valor

R$ 300,00


Danielle Fonseca SĂŠrie

Paisagem para extra corpo

Ano 2014 Tamanho 21 x 28 cm

Valor

R$ 300,00


Danielle Fonseca SĂŠrie

Paisagem para extra corpo

Ano 2014 Tamanho 21 x 28 cm

Valor

R$ 300,00


Danielle Fonseca Título EM COR Ano ???? Tamanho 21 x 28 cm

Valor

R$ 300,00


Ionaldo Rodrigues


ARTISTA IONALDO RODRIGUES Ionaldo Rodrigues nasceu em 1985, vive e trabalha em Belém (PA). Graduado em Ciências Sociais pela UFPA (2008).

Atua em projetos de pesquisa e ensino em fotografia na Associação Fotoativa e na Fundação Curro Velho. Em 2007 recebeu a Bolsa de Pesquisa em Arte do Instituto de Artes do Pará, quando desenvolveu o ensaio Botânico do Asfalto a partir de processos fotográficos históricos. Em 2009 recebeu prêmio no II Salão SESC Universitário de Arte Contemporânea e, em 2010, no 3º Salão da Vida.

Participou dos projetos Quase todos os dias… Belém, de Alberto Bitar, e Em um lugar qualquer – vídeo-experimentações com câmeras artesanais, de Dirceu Maués. Participou de diversas exposições coletivas, entre elas Lightness (2010) organizada pela Universidade de Newport; Indicial: fotografia paraense contemporânea (2011), realizada pelo Centro Cultural SESC Boulevard; Crônicas urbanas (2011), no II Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia, Museu da UFPA; e Coletivo/ Individual (2012), galeria do CCBEU.


Ionaldo Rodrigues SÊrie Botânica do Asfalto Ano 2007 Tamanho 30x45 cm Tiragem 1/10 Obra em paspatur

Valor

R$ 500,00


Ionaldo Rodrigues Série Botânica do Asfalto Ano ???? Tamanho 25x34 cm [VENDIDA]

Valor

R$ 700,00


Ionaldo Rodrigues SĂŠrie Carbono 14 Ano 2012 Tamanho 13x32,5cm Tiragem 03/25

Valor

R$ 120,00


Ionaldo Rodrigues SĂŠrie Carbono 14 Ano 2012 Tamanho 10x13,5cm Tiragem 01/25

Valor

R$ 80,00


Keyla Sobral


ARTISTA KEYLA SOBRAL Keyla Sobral nasceu em 1976, vive e trabalha em Belém (PA). Entre as exposições destaca Tripé Jambu (SP, 2011), O triunfo do contemporâneo (RS, 2012), Entre lugares (PA, 2012), e as individuais Meu álbum de retratos (RJ, 2012) e Tudo tão breve (PA, 2013). Cumpriu residência artística através da Bolsa de Pesquisa e Criação do Instituto de Artes do Pará na Kunsthaus (Alemanha, 2006); ganhou o Prêmio Aquisição do Salão Pequenos Formatos (PA, 2012); o Prêmio Aquisição do Salão Arte Pará (PA, 2011); o Prêmio Vivo Arte.Mov de Mídias Locativas Ecorregião Amazônica (PA, 2012); e foi selecionada pelo Projeto Amazônia das Artes do SESC, para representar o Pará em 2013. Atualmente tem trabalhado como coordenadora adjunta e curadora assistente do projeto Amazônia, Lugar da Experiência (www.experienciamazonia.org) e é editora da revista eletrônica de arte e cultura Não-lugar (www.naolugar.com. br) e colaboradora do blog de arte e cultura contemporânea Novas-Medias.


Keyla Sobral “Até parece que foi ontem” Ano 2013 Tamanho 22,5 x 29,5 cm [VENDIDA]

Valor

R$ 400,00


Miguel Chikaoka


ARTISTA MIGUEL CHIKAOKA Miguel Chikaoka nasceu em 1950, em Registro (SP). Engenheiro elétrico graduado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), vive e trabalha em Belém desde 1980, onde idealizou os projetos de criação da Associação Fotoativa e da Agência Kamara Kó. Suas obras transitam entre imagens, instalações e objetos de caráter conceitual, pautados na experiência de religação dos sentidos. Participou de exposições individuais e coletivas, dentre elas, Modern photographic expression of Brazil, Zaim (Yokohama, 2008); 29º Panorama da Arte Brasileira, MAM-SP (São Paulo, 2005); Une certaine Amazonie, Salon du Livre et de la Presse Jeunesse (Paris, 2005); entre outras. Possui obras nos acervos da Coleção Pirellli/MASP de Fotografia (São Paulo), da Fundação Biblioteca Nacional (Rio de Janeiro) e do AMA (Washington). Recebeu, em 2012, o Prêmio Brasil Fotografia e a Comenda da Ordem do Mérito Cultural – MinC por sua contribuição à fotografia brasileira.


Miguel Chikaoka Ano 1997 Tamanho 15 x 24 cm Obra em paspatur

Valor

R$ 450,00


Miguel Chikaoka Ano 1997 Tamanho 15 x 24 cm

Obra em paspatur

Valor

R$ 450,00


Miguel Chikaoka Tamanho

15 x 24 cm Obra em paspatur

Valor

R$ 450,00


Miguel Chikaoka Tamanho

15 x 24 cm Obra em paspatur [VENDIDA]

Valor

R$ 450,00


Miguel Chikaoka Tamanho

15 x 24 cm Obra em paspatur [VENDIDA]

Valor

R$ 450,00


Pedro Cunha


ARTISTA PEDRO CUNHA Pedro Cunha nasceu em Fortaleza (CE), em 1970, vive e trabalha em Belém (PA) desde 1995. Graduado em Administração de Empresas em 1993. Participou de salões e exposições coletivas, tais como: Salão Unama Pequenos Formatos (Belém, 2006 e 2012); Salão Arte Pará (Fundação Romulo Maiorana, Belém, 2007); Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia (RBA, Belém, 2013); Olhares interculturais Pará-Argentina (Sala Augusto Fidanza, Belém, PA, 2005); Eterno feminino (Fotoativa, Belém, 2008); Escrituras (Galeria do Banco da Amazônia, Belém, 2008); Fotoativa Pará cartografias contemporâneas (SESC São Paulo, 2009); Transfigurar (Galeria Elf, Belém, 2009); Exposição Indicial – SESC (Belém, 2010); Coletivo/Individual Kamara Kó (Galeria CCBEU, Belém, 2012); 100MENOS10 (Galeria Theodoro Braga, Belém, 2012); O olhar que vem da terra (Galeria Virgílio, São Paulo, 2012).

Teve a primeira exposição individual Miragem urbana na Galeria Kamara–Kó, em agosto de 2011. Possui obras no acervo do Banco da Amazônia.


Pedro Cunha Título Por causa dele não saio daqui Tamanho 32 x 22 cm

Valor

R$ 350,00


Pedro Cunha TĂ­tulo Preciso sair deste lugar Tamanho 32 x 22 cm

Valor

R$ 350,00


Pedro Cunha Título Tô péssimo. Destruído Tamanho 32 x 22 cm

Valor

R$ 350,00


Pedro Cunha TĂ­tulo #tĂ´sozinho Tamanho 32 x 22 cm

Valor

R$ 350,00


© Coletivo de Dezembro 2017 Abertura: 03 de Dezembro 2017 Local: Kamara Kó Galeria Trav. Frutuoso Guimarães, 611 – Campina – Belém - PA Visitação: Terça à Sexta: 15h às 19h/ Sábados: 10h às 13h Encerramento: 22 de Dezembro 2017

Profile for Kamara Kó Galeria

Coletivo de Dezembro 2017  

mostra coletiva da Kamara Kó Galeria - Belém/PA (2017)

Coletivo de Dezembro 2017  

mostra coletiva da Kamara Kó Galeria - Belém/PA (2017)

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded