Issuu on Google+

Furtos e roubos preocupam a região da AglomeraçãoUrbana Apesar de ter registrado queda em alguns números, tem aumento delitos envolvendo veículos. Página 4. ANO XIII | EDIÇÃO 258

02 A 08 DE DEZEMBRO DE 2016

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO

Ação tem sido realizada em vários pontos

Prefeitura tapa os buracos da cidade Mesmo com o período de chuvas a Prefeitura de Itupeva vem realizando o trabalho

de manutenção da cidade com a Operação Tapa-Buracos em vários pontos. Página 4 JV REGIONAL

Para aderir à anistia basta comparecer à Prefeitura até o dia 21 de dezembro, das 9h às 16h, com documentos pessoais e as informações sobre o débito

Comandante da corporação Ten. Cel. Lima conduziu a solenidade

19º GB de Jundiaí completa 8 anos A solenidade de comemoração dos oito anos do 19º Grupamento de Bombeiros contou com a presença de di-

Ginásio do Hortênsias é atacado por vândalos Página 4

Dificuldade do S. Vicente deve refletir na região Página 3

Comdema elege os seus componentes para o biênio Página 5

versas autoridades, familiares e amigos. O evento foi realizado na sede da Ciesp Jundiaí. Página 5

Regularização de débitos em Itupeva vai até o dia 21/12

Além dos benefícios previstos no plano de anistia, com isenção de taxas e multas e parcelamento em até 84 parcelas, a quitação dos débitos evita que o contribuinte tenha o nome inscrito na dívida ativa do município, o que pode trazer problemas judiciais no futuro, como o bloqueamento de contas e até busca e apreensão de posses. Página 7

DIVULGAÇÃO

Trecho do Pq.Linear Sta Fé está no final A Prefeitura de Itupeva está encerrando as obras de um trecho do Parque Linear Santa Fé, com o término da pintura da ciclo faixa, no Jardim Pacaembu. O Parque, que vai abranger os bairros Independência, Santa Fé, Jardim Pacaembu e Vila São João, tem mais de um quilômetro de extensão e, contará com ciclovia, calçada, iluminação, campo e ainda vai realizar o tratamento das margens do córrego Piracatu e recomposição da Mata Ciliar. O projeto também tem caráter de preservação ambiental. Página 3 11-4606-3822 | 4595-2542

As obras da nova fase do Parque Linear já foram iniciadas entre as ruas Augusto Gonçalves e a Pedro Marcelo no bairro Santa Fé þ portalaverdade.com.br

jvregional

redacao@jvregional.com.br

jvregional


2

opinião

A Verdade Itupeva

■ 02 a 08 de dezembro de 2016

A VERDADE

Fundado em 2004 por

Ernesto Francisco Musselli

ITUPEVA

Administrador Gabriel Felipe Musselli

Jornalista responsável Marcos Nascimento

Rua Humaitá, nº 162 – Vila Santa Terezinha – Várzea Paulista-SP – CEP: 13.220-120

Departamento Comercial Nilsen Carneiro

Projeto gráfico Ramon Orsini

Atendimento ao cliente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .atendimento@jvregional.com.br

(Mtb 25.518)

O Jornal A Verdade Itupeva não se responsabiliza por conceitos ou opiniões emitidos em artigos assinados assim como matérias produzidas por assessorias de imprensa, devidamente identificadas, e deixa claro que esses não representam, necessariamente, o pensamento da direção.

Jornal semanal que circula na cidade de Itupeva

www.jvregional.com

“O Senhor é meu pastor: nada me faltará”

Redação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .redacao@jvregional.com.br Departamento Comercial . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .comercial@jvregional.com.br Departamento Financeiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .financeiro@jvregional.com.br Arte-final e design gráfico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .artefinal@jvregional.com.br

Fone: (11) 4606-3822 / Fone: (11) 4595-2542 / (11) 99928-1617

E D I T O R I A L

A dor de cada um deve ser respeitada Esta semana tivemos o trágico acidente envolvendo a delegação da equipe da Chapecoense que vitimou pelo menos 76 pessoas com a queda do avião que levaria a delegação até a Colômbia para a partida de ida das finais da Copa Sul-Ameri-

cana. Por si só, a notícia já demonstra uma situação de tristeza profunda de todos que se comoveram com o acidente. Entretanto, nas redes sociais, o que não falta são comentários maldosos e até irônicos com o

ocorrido. Pessoas sem a mínima sensibilidade que não respeitam a dor das famílias e dos amigos que passam por este trauma e que não desejam a ninguém este tipo de experiência. É preciso respeitar e antes de fazer piadinhas

com tragédias se colocar no lugar de cada família ao imaginar os momentos de sofrimento e angústia que se vive quando diante de uma situação destas. Não é possível que alguém seja tão insensível a ponto de fazer comentários que não con-

dizem com o momento. E se fosse a mãe destas pessoas? Não dá para imaginar que ainda temos que conviver com este tipo de desumanos que sequer respeitam a dor dos que passam por isso. Temos a todos os mo-

mentos que sermos solidários independentemente do que tenha acontecido e nunca, mesmo que de brincadeira, fazer piadas e usar das tragédias, como assunto de brincadeiras. Nunca se sabe quando uma tragédia vai abater sobre nós.

Distância histórica MIGUEL HADDAD

Em 28 de junho de 1914 o arquiduque Francisco Fernando, herdeiro do Império Austro-Húngaro, e sua esposa, a duquesa Sofia de Hohenberg, foram mortos em um atentado, quando seguiam em cortejo pelas ruas de Sarajevo, capital da Bósnia. Esse ato terrorista desencadeou a 1ª Guerra Mundial. Quando ocorreu, ninguém atribuiu ao evento a importância que veio a ter, como marco inicial da cadeia de acontecimentos que levaram a humanidade a um dos seus maiores

confrontos. Essa relação de causalidade só pôde ser estabelecida com o passar do tempo, que permitiu aos historiadores, em razão da chamada “distância histórica”, perceber o seu real significado. Esse conceito é fundamental para termos uma ideia da dificuldade dos contemporâneos em entender, nessa dimensão, os acontecimentos do dia-a-dia. Talvez por isso ainda não tenhamos uma visão clara do real significado do impeachment da expresidente Dilma.

O que é certo é que a partir daí assistimos a uma sucessão de mudanças, guiadas pelo protagonismo da opinião pública, manifestada através das redes sociais e, como ocorreu antes do seu afastamento, em manifestações de rua que contaram com a participação de milhões de brasileiros. Na sequência do impeachment da presidente Dilma conseguimos aprovar a histórica emenda 241, que estabelece um limite para os gastos governamentais, evitando com isso a reincidência do populismo que infeli-

citou por várias vezes nosso País, estamos assistindo a aprovação de medidas para limitar o número de partidos e, a partir da iniciativa popular, de um novo marco legal para coibir a corrupção. Vejo, na Câmara, crescer, a cada dia, o número de parlamentares que, como eu, votarão favoravelmente à aprovação das 10 medidas e se posicionam contra a anistia do chamado caixa dois. Mas - daí a razão deste artigo -, além dessa lei, um marco na moralização da política brasileira, e das demais aprovadas

ou em aprovação, o que é ainda mais importante é entender que esses fatos fazem parte de uma série que prosseguirá, pois não há como desabilitar, como muitos gostariam, a tomada de consciência da população brasileira, a força motriz das mudanças que estão a ocorrer. Estamos numa travessia, rumo a um País melhor, que somente será entendida em toda a sua extensão com o passar do tempo. Mas o caminho está traçado: é a união das vozes, nas redes, nas ruas e no Parlamento, dos ho-

mens e mulheres que lutam pelas mudanças que fará o Brasil avançar. Miguel Haddad é deputado federal

Otimismo na indústria LUIZ GONZAGA BERTELLI

A crise econômica que de certa forma dilacerou boa parte do setor industrial começa a perder o fôlego. Os sinais de recuperação vão ficando mais nítidos e gerando confiança. Pelo menos é o que demonstra o estudo divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), que prevê a retomada do crescimento a partir do ano que vem. Segundo o documento, o Produto Interno Bruto (PIB) deve crescer 1,7% em 2017; 2,5% em 2018; 2,8% em 2019; e ultrapas-

sar os três pontos em 2020. Com a recuperação dos investimentos privados, o emprego também voltará a crescer. Apesar do quadro otimista, a CNI faz um alerta: para dar conta da demanda do reaquecimento da economia, o Brasil terá de qualificar 13 milhões de jovens entre 2017 e 2020 para ocupações no setor industrial, incluindo pessoal de nível superior e técnico. De acordo com o estudo, as áreas de maior procura serão construção civil, com 3,8 milhões de vagas, segui-

dos de meio ambiente e produção (2,4 milhões), indústria metalomecânica (1,7 milhão); e alimentos (1,2 milhão). Sempre que há retomada no crescimento, as empresas necessitam de mão de obra qualificada para dar vazão ao crescimento da produção. É por isso que o CIEE, já há algum tempo, vem alertando as corporações para a necessidade de abrir oportunidades para estagiários e aprendizes, com o objetivo de formar, dentro de sua cultura organizacional, os próprios ta-

T e x t o SALMOS 145 Eu te exaltarei, ó Deus, rei meu, e bendirei o teu nome pelos séculos dos séculos e para sempre. Cada dia te bendirei, e louvarei o teu nome pelos séculos dos séculos e para sempre. Grande é o Senhor, e muito digno de louvor, e a sua grandeza inescrutável. Uma geração louvará as tuas obras à outra geração, e anunciarão as tuas proezas. Falarei da magnificência gloriosa da tua majestade e das tuas obras maravilhosas. E se falará da força dos teus

feitos terríveis; e contarei a tua grandeza. Proferirão abundantemente a memória da tua grande bondade, e cantarão a tua justiça. Piedoso e benigno é o Senhor, sofredor e de grande misericórdia. O Senhor é bom para todos, e as suas misericórdias são sobre todas as suas obras. Todas as tuas obras te louvarão, ó Senhor, e os teus santos te bendirão. Falarão da glória do teu reino, e relatarão o teu poder, Para fazer saber aos filhos dos homens as tuas proezas e a

glória da magnificência do teu reino. O teu reino é um reino eterno; o teu domínio dura em todas as gerações. O Senhor sustenta a todos os que caem, e levanta a todos os abatidos. Os olhos de todos esperam em ti, e lhes dás o seu mantimento a seu tempo. Abres a tua mão, e fartas os desejos de todos os viventes. Justo é o Senhor em todos os seus caminhos, e santo em todas as suas obras. Perto está o Senhor de todos os que o invocam, de todos os

lentos. Pois, no momento em que o crescimento econômico exigir maior desempenho das empresas, aquelas que contarem com capital humano mais preparados alcançarão resultados mais positivos. O estágio, que pode ser realizado por estudantes dos ensinos médio, técnico, tecnológico e superior, é adequado para fortalecer a formação prática no campo profissional. O estudante também leva à empresa sua bagagem teórica e os novos estudos da área, desenvolvidos na academia.

A aprendizagem é importante para incluir e dar formação socioprofissional para jovens de 14 a 24 anos, capacitando-os para o mercado de trabalho com programas que unem a prática na empresa com o conteúdo teórico que o CIEE oferece por meio do programa Aprendiz Legal. As empresas que formarem seus próprios talentos estarão mais preparadas para enfrentar a competitividade que o desenvolvimento econômico costuma trazer para o mercado de trabalho.

Luiz Gonzaga Bertelli é presidente do Conselho de Administração do CIEE e da Academia Paulista de História (APH).

B í b l i c o que o invocam em verdade. Ele cumprirá o desejo dos que o temem; ouvirá o seu clamor, e os salvará. O Senhor guarda a todos os que o amam; mas todos os ímpios serão destruídos. A minha boca falará o louvor do Senhor, e toda a carne louvará o seu santo nome pelos séculos dos séculos e para sempre. (Salmos 145:1-21) SALMOS 146 Louvai ao Senhor. Ó minha alma, louva ao Senhor. Louvarei ao Senhor durante a

minha vida; cantarei louvores ao meu Deus enquanto eu for vivo. Não confieis em príncipes, nem em filho de homem, em quem não há salvação. Sai-lhe o espírito, volta para a terra; naquele mesmo dia perecem os seus pensamentos. Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, e cuja esperança está posta no Senhor seu Deus. O que fez os céus e a terra, o mar e tudo quanto há neles, e o que guarda a verdade para sempre; O que faz justiça aos oprimi-

dos, o que dá pão aos famintos. O Senhor solta os encarcerados. O Senhor abre os olhos aos cegos; o Senhor levanta os abatidos; o Senhor ama os justos; O Senhor guarda os estrangeiros; sustém o órfão e a viúva, mas transtorna o caminho dos ímpios. O Senhor reinará eternamente; o teu Deus, ó Sião, de geração em geração. Louvai ao Senhor. (Salmos 146:1-10) Texto extraído da Bíblia Sagrada (Almeida Corrigida e Revisada Fiel)


cidades

A Verdade Itupeva

02 a 08 de dezembro de 2016 ■

3

Câmara proibe Ficha Suja. Angelin e Ezequiel são contra DIVULGAÇÃO

DA REDAÇÃO redacao@jvregional.com.br

Câmara Municipal de Itupeva aprovou em segundo turno, na sexta-feira, 25, a proibição de pessoas que tenham a Ficha Suja venham a assumir cargos públicos tanto na Prefeitura como na própria Câmara. A lei foi aprovada pela maioria, sendo que apenas os vereadores Angelin Lourençon e Ezequiel Alves de Oliveira votaram contra a aprovação da lei. De acordo com a Lei, "É vedada a nomeação para cargos, empregos e funções públicas no âmbito dos Poderes do Município: os que forem declarados indignos do oficialato (...) que tiverem contas rejeitadas por irregularidades, forem condenados em decisão transitada, aos que

A

forem condenados à suspensão dos direitos políticos (…) etc”. Segundo esse parágrafo, qualquer pessoa que tenha algum problema com a lei, incluindo suspensão de direitos políticos, fica impossibilitado de assumir algum cargo público, seja no legislativo ou no executivo. Ainda na sessão, os vereadores votaram também pela proibição do uso de cores que não sejam as do brasão e da bandeira do município em logomarcas do executivo, pela criação da Tribuna Livre na Câmara, e pela eleição da presidência da câmara dos dois biênios no primeiro dia útil do mandato. Angelin e Ezequiel justificaram o voto contrário a Lei alegando não concordar com a votação unificada para os dois biênios da presidência da Câmara.

De acordo com a lei, fica proibida a contratação de pessoas com ficha suja para cargos públicos na cidade

Trecho do Parque Santa Fé está na fase final DIVULGAÇÃO

A Prefeitura de Itupeva está encerrando as obras de um trecho do Parque Linear Santa Fé, com o término da pintura da ciclo faixa, no Jardim Pacaembu. O Parque, que vai abranger os bairros Independência, Santa Fé, Jardim Pacaembu e Vila São João, tem mais de um quilômetro de extensão e, contará com ciclovia, calçada, iluminação, campo e ainda vai realizar o tratamento das margens do córrego Piracatu e recomposição da Mata Ciliar. O projeto, além de trazer uma nova opção de lazer público para as famílias, também tem caráter ambiental, já que busca a preservação e recomposição da vegetação do Córrego Piracatu, con-

forme aponta o prefeito: "A construção do parque é um projeto que vai trazer várias vantagens para nossa cidade, tanto pela questão ambiental, na recomposição da mata ciliar e no tratamento das margens do córrego Piracatu, como também por ser mais um local que poderá ser frequentado por toda a família, com espaço para atividades físicas, bem iluminado, com ciclovia e muitos outras opções de entretenimento para os moradores. É uma grande realização, com respeito ao ambiente e ao itupevense, garantindo assim, mais qualidade de vida a população". Nova fase As obras da nova fase

O Parque Linear está em vias de poder ser usado pela população

do Parque Linear já foram iniciadas, entre as

ruas Augusto Gonçalves e a Pedro Marcelo, no

bairro Santa Fé. O novo trecho está passando por

regularização das margens do Córrego Piracatu com plantio de grama, drenagem pluvial e vegetação nativa recomposta. Para a segunda fase do Parque, o projeto conta com recursos de mais de R$ 2,6 milhões, que foram conquistados por meio do FID (Fundo dos Interesses Difusos), órgão ligado à Secretaria Estadual de Justiça e Defesa da Cidadania, que tem a finalidade de financiar projetos que tenham como objetivo a preservação e reparação de danos causados ao meio ambiente, ao consumidor, ao patrimônio histórico, turístico e paisagístico, visando o atendimento da coletividade e não de um grupo específico.

Dificuldade do HSV deve refletir na região DIVULGAÇÃO

A direção do Hospital São Vicente de Paula anunciou nesta quarta-feira (30) o corte de mais da metade do quadro de médicos que atuam no Pronto Atendimento (PA) da unidade. Dessa forma, o atendimento, que tinha seis médicos atuando durante o dia, e cinco durante a noite, passa a ser de três e dois, respectivamente. A medida é parte de um plano emergencial de redução de custos, para aliviar a crise pela qual o hospital vem passando. Os profissionais fazem parte de uma empresa terceirizada, que retirou os médicos a pedido do hospital. Portando, não houve demissões de funcionários do SV. Além disso, a direção anunciou o cancelamento das cirurgias eletivas (programadas), com exceção das cirurgias oncológicas de Urgência/Emergência. Em nota encaminhada ao JV Regional, pela assessoria de imprensa, a dire-

ção se manifesta: “Estamos passando por um momento crítico e contamos com a compreensão e sensibilidade do Poder Público que, conhecendo nossas necessidades de honrar os compromissos com fornecedores de materiais, prestadores de serviços e tributos, precisa enviar os recursos no prazo e no valor solicitado. Muito embora a direção esteja realizando todos os esforços, é impossível sem o envio de recursos necessários, manter o Hospital de Caridade São Vicente de Paulo em pleno funcionamento, tendo inclusive recorrido ao Ministério Público, demonstrando a preocupação com pacientes e funcionários”. A Prefeitura de Jundiaí fez nesta quarta-feira(30) um repasse no valor de R$ 4,4 milhões. Ontem (1), realizou um novo repasse, no valor de R$ 1,8 milhões. A reportagem procurou a Prefeitura para que manifestasse sobre a crise e, em

O Hospital São Vicente passa por problemas financeiros há anos; e não há quem resolva

nota, explicou que “os valores são para pagamentos do 13º salário dos funcionários, além de pagamentos de tributos e outros serviços definidos e solicitados, constantes do convênio mantido com a entidade”. A direção do hospital confirmou a informa-

ção, porém disse que os valores são insuficientes. Ainda de acordo com a nota enviada, “somados esses dois repasses a outros realizados anteriormente, a Prefeitura já extrapolou em R$ 15 milhões o valor total do convênio mantido com Hospital,

convênio este que já foi cumprido integralmente. Além desses R$ 15 milhões, outros R$ 13 milhões ainda serão repassados até o fim do ano, totalizando R$ 28 milhões a mais do valor previsto no convênio 2016 com a entidade”.

Cabe ressaltar, que a Prefeitura, somente no ano de 2016, repassou até o momento R$ 118,7 milhões que, somados aos R$ 13 milhões que serão repassados até o fim de dezembro, totalizarão um repasse anual no valor de R$ 131,7 milhões ao Hospital São Vicente. Por fim, a Prefeitura de Jundiaí esclarece que a gestão e operacionalização dos PAs sempre esteve sob responsabilidade do Hospital São Vicente, estando os custos previstos para tal incluídos nos convênios e também pagos integralmente pela Prefeitura. A Prefeitura também esclarece que a decisão de possíveis cortes de serviços, bem como outras medidas de contingenciamento, são ações de responsabilidade exclusiva da Sociedade Vicentina e da Direção do Hospital, que juntas tem autonomia na gestão do mesmo e, assim sendo, tomam decisões baseadas em seus próprios critérios.


4

A Verdade

cidades

Itupeva

■ 02 a 08 de dezembro de 2016

Furtos e roubos preocupam AUJ; crimes com veículos também DA REDAÇÃO redacao@jvregional.com.br

Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) divulgou na última sextafeira (25) o balanço entre janeiro e outubro da criminalidade no Estado. Um dos indicadores mostram quer reduziur o número de casos e de vítimas de latrocínios. A entidade destaca ainda que no mesmo mês, houve 311 furtos de veículos a menos e um aumento de prisões feitas pelas polícias Miliar e Civil. No ano, casos e vítimas de homicídio têm queda, assim como os roubos a banco.

A

AUJ Apesar de ter registrado queda em alguns números, a região da Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ), que não tem um número significativo de latrocínios, tem registrado aumento nos crimes envolvendo veículos e furtos de uma maneira geral. O exemplo mais claro é o de Jarinu, que até o mês de outubro registrou 41 furto de veículos. Um aumento de 150% se comparado com o mesmo período de 2015, quando a cidade teve apenas 17 furtos de veículos. Só este ano, nas sete cidades que compõe a AUJ (Cabreuva, Campo Limpo Paulista, Jarinu,

Jundiaí, Itupeva, Louveira e Várzea Paulista), já foram roubados 2311 veículos, ou seja, são 11 veículos por dia, média de um a cada duas horas. Um dos municípios que conseguiu reduzir quase todos os índices é Louveira que diminuiu significativamente os roubos e roubos de veículos, sendo que em 2015 teve 138 roubos e este ano, apenas 90. Já a cidade de Várzea Paulista foi a que mais registrou aumento de homicídios: foram cinco no ano passado e 13 este ano até o mês de outubro. O município também registrou aumento no número de furtos generalizados e foi de 619 em

2015 para 676 em 2016. Já os furtos de veículos subiram cerca de 10%, registrando 228 ano passado e 248 entre janeiro e outubro deste ano. a cidade de Itupeva também teve números que indicam aumento nos delitos relativos a veículos com 41 casos em 2015 e 46 este ano. Em relação a furtos de outra natureza, a cidade teve 144 registros no ano passado e 184 em 2016. Outro município que teve número de roubos e furtos aumentado é Campo Limpo Paulista, cujos casos nestas modalidades criminosas subiram: 278 e 336 roubos, respectivamente nos anos de 2015 e 2016. DIVULGAÇÃO

Ve j a o s n ú m e ro s d a S S P - S P Delitos Homicídios Hom. Dolosos no trânsito Estupros Roubos diversos Roubo Veículos Furtos Diversos Furto de Veículos

CAMPO LIMPO PAULISTA 2015 7 4 18 278 170 481 202

2016 1 10 17 336 107 532 172

JARINU Delitos Homicídios Hom. Dolosos no trânsito Estupros Roubos diversos Roubo Veículos Furtos Diversos Furto de Veículos

2015 4 9 14 53 37 213 17

2016 2 2 8 84 34 228 41

Delitos Homicídios Hom. Dolosos no trânsito Estupros Roubos diversos Roubo Veículos Furtos Diversos Furto de Veículos

2015 19 44 54 2062 595 3969 909

2016 18 48 56 2039 505 4092 705

Delitos Homicídios Hom. Dolosos no trânsito Estupros Roubos diversos Roubo Veículos Furtos Diversos Furto de Veículos

ITUPEVA 2015 4 4 15 144 41 453 68

2016 3 3 18 184 46 565 55

Delitos Hom. Dolosos no trânsito Estupros Roubos diversos Roubo Veículos Furtos Diversos Furto de Veículos

LOUVEIRA 2015 5 11 138 38 289 25

2016 3 9 90 17 273 35

Delitos Homicídios Hom. Dolosos no trânsito Estupros Roubos diversos Roubo Veículos Furtos Diversos Furto de Veículos

VÁRZEA PAULISTA 2015 5 9 17 535 127 619 228

2016 13 3 18 461 98 676 248

JUNDIAÍ

Fonte: Secretaria de Segurança Pública de São Paulo - Período de janeiro a outubro 2015 e 2016

Aglomeração Urbana de Jundiaí tem registrado aumento nos crimes envolvendo veículos e furtos de uma maneira geral

Ginásio Hortênsias é atacado por vândalos DIVULGAÇÃO

Na madrugada desta sexta-feira, dia 25 de novembro, mais um caso de vandalismo foi registrado na cidade. Desta vez, a ação criminosa aconteceu no Ginásio Hortênsia, que fica localizado no bairro. Os vândalos depredaram as dependências internas do ginásio, quebrando as portas e pichando as paredes. Os vândalos depredaram as dependências internas do ginásio

Prejuízos De acordo com o Se-

cretário de Esportes e Lazer, Juarez Pereira Gomes, que registou boletim de ocorrência de danos ao patrimônio público, a Polícia Militar e a Guarda Municipal estiveram no local e solicitaram o fechamento do local para realização de perícia. A Guarda Municipal e as polícias Militar e Civil de Itupeva estão empenhadas para identificar os invasores que praticaram o crime.

Ginásio Hortênsias Recentemente, o prefeito Ricardo Bocalon entregou a população o Ginásio Hortênsias, beneficiando diretamente a comunidade do bairro, que passaram a contar com um espaço completo para atividades esportivas e de lazer. Estrutura Com 1.083m2 de área, conta com vestiários para dois times e para a arbi-

tragem, sanitários masculino e feminino e depósito; é todo coberto, com fechamento lateral, nova iluminação, placar eletrônico e arquibancada para cerca de 200 pessoas. Além disso, a Prefeitura também implantou uma pista de caminhada no local e uma academia ao ar livre. Os investimentos são de mais de R$ 850 mil e conquistados como contrapartida para a cidade.

Prefeitura realiza operação tapa-buracos Mesmo com o período de chuvas a Prefeitura Muncipal de Itupeva vem realizando o trabalho de manutenção da cidade, por meio da secretaria de Infraestrutura e Manutenção da Cidade, que vem realizando serviços de tapa-buracos e reforço de base em trechos que se encontram com o asfalto danificado, dificultando a mobilidade urbana. “O serviço de tapa-buraco é uma ação emergencial e

constante, que realizamos buscando amenizar os problemas de pavimentação encontrados em alguns pontos. Além das melhorias no trânsito da nossa cidade, a operação tapa-buraco traz mais segurança aos pedestres e condutores”, ressalta o prefeito Ricardo Bocalon. De acordo com a secretaria, esses são trabalhos rotineiros executados em vários trechos da cidade e durante a semana,

Sexta-feira

equipe da Infraestrutura realizou serviços de tapaburaco e reforço de base na IVA 367 – Estrada Guacuri e da Avenida Nelson Gulan. Além dessas vias, um trecho da Avenida Brasil com a Rua Jundiaí também recebeu reforço de base. Ainda de acordo com o prefeito Ricardo Bocalon, as operações visam mais qualidade das vias da cidade. Outras obras - Os trabalhos de manutenção da

cidade não param. Dando sequência ao cronograma de serviço e manutenção que ocorrem na cidade, a Prefeitura de Itupeva, por meio da secretaria de Infraestrutura e Manutenção da Cidade, está pavimentando um trecho da Estrada Municipal Waldomiro Bertassi, garantindo assim, mais segurança e condições dignas para os motoristas e pedestres que se utilizam da via na região.

Sábado 32 ºC

21 ºC

05:17:16

18:28:27

5 %

10

Trabalhos rotineiros executados em vários trechos da cidade

Domingo 27 ºC

18 ºC

05:16:52

18:28:27

47 %

10

DIVULGAÇÃO

25 ºC

17 ºC

05:16:30

18:29:07

90 %

10


A Verdade

cidades

Itupeva

02 a 08 de dezembro de 2016 ■

5

FOTOS: JV REGIONAL

Unidades que fazem parte do 19º GB foram representados

‘Amigos dos Bombeiros’ receberam diplomas de agradecimento

1º comandante do 19º GB, tenente Peixoto foi homenageado

19º Grupo de Bombeiros (GB) de Jundiaí completa 8 anos DA REDAÇÃO redacao@jvregional.com.br

om um minuto de silêncio e várias homenagens às vitimas da queda do avião que levava a delegação da equipe da Chapecoense, foi realizada nesta quinta-feira (1º de dezembro), no Auditório da Ciesp em Jundiaí, a solenidade de comemoração dos oito anos do 19º Grupamento de Bombeiros, com a presença de diversas autoridades, familiares e amigos da corporação. Apesar de já ter 68 anos, a corporação celebra a data pelo fato de ter se tornado comando regional há 8 anos. A solenidade foi conduzida pelo atual comandante Ten Cel PM Anderson Lima de Oliveira. A solenidade também homenageoubombeiros que se destacaram no cumprimento do dever e parceiros ‘Amigos dos Bombeiros’ com placas, medalhas e outras comendas. Segundo o comandante, já há uma negociação com o prefeito eleito

C

de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, para que seja construída uma nova sede e com isso, a vinda de uma nova unidade para melhorar o tempo de resposta em relação às chamadas. “Hoje, a região já comporta uma nova unidade em função do crescimento populacional e também de empresas e por isso, a negociação com o governo do Estado”, destacou. Bombeiro evoluiu O comandante destaca que a profissão do bombeiro vem evoluindo e acompanhando as novidades tecnológicas que fazem a diferença na atuação dos profissionais. “Desde a década de 40 temos homens corajosos, mas a tecnologia não acompanhava e hoje, com menos efetivo, mas dispondo de equipamentos, conseguimos atender mais ocorrências”, salientou o tenente coronel Lima, observando que também a formação do bombeiro evoluiu. “Temos um centro de formação, o maior da América Latina, que garante uma qualifi-

Heróis do Fogo: comenda para bombeiros e autoridades da região

Comandante Lima conduziu a solenidade no Auditório da Ciesp em Jundiaí com a presença de diversas autoridades, familiares e amigos da corporação

cação em vários segmentos”, frisou. História Instalado em Jundiaí desde 12 de novembro de 1946, com um efetivo inicial de 12 homens e apenas

duas viaturas, o quartel de Jundiaí ocupou inicialmente as dependências de um antigo depósito municipal onde permaneceu até 1953. Nesse mesmo ano, mudou-se para um prédio na Rua Zacarias de

Sub-Tenente Mendes foi homenageado por brilhantes serviços

Góes, lá permanecendo até 14 de dezembro de 1971, data em que se instalou no endereço atual no Bairro do Anhangabaú. No dia 27 de novembro de 2008, por força do Decreto Estadual nº 53.773 foi ofi-

cialmente elevado a condição de comando regional como 19º Grupamento de Bombeiros. Que hoje responde por 28 cidades e conta com nove postos de bombeiros e um efetivo de 250 homens.

Autoridades e bombeiros de várias cidades participaram

Itupeva elege representantes do Comdema DIVULGAÇÃO

A próxima reunião do Comdema será no dia 8 de dezembro, às 9h, na sala de reuniões ao lado do Museu.

No dia 18 desse mês, O Comdema – Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente compôs os representantes para o próximo biênio (2017 e 2018), apresentando, durante a 75ª reunião ordinária, as entidades aptas a participar e também elegendo, como representantes da sociedade civil, Dr. Fábio Paula de Oliveira (Presidente), Dr. Ricardo Checchinato (Vice-presidente) e Denise Guimarães Soares (Secretária). Também foi realizada uma breve apresentação do EIA/RIMA da

Pedreira Viracopos, que será apresentada oficialmente para os profissionais e população o estudo de ampliação da Pedreira Viracopos no dia 8 de dezembro, às 17h, na Sociedade Beneficente e Recreativa de Itupeva. A próxima reunião do Comdema será no dia 8 de dezembro, às 9h, na sala de reuniões ao lado do Museu. O que é? Comdema é a sigla de Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente

e, por ser um Conselho é um organismo colegiado, isto é -"aquele que atua e decide pela manifestação conjunta e majoritária da vontade de seus membros. A finalidade principal do Comdema é a união dos esforços entre a sociedade organizada e o Poder Público na defesa conjunta do Patrimônio Ambiental Municipal. A importância do Comdema na gestão ambiental é diretamente proporcional à participação comunitária e à internalização desta prática na administração pública.


6

A Verdade

cidades

Itupeva

■ 02 a 08 de dezembro de 2016

De tráfico a prostituição; tem de tudo nos ‘pancadões’

DIVULGAÇÃO

FÁBIO ESTEVAM (COLABORAÇÃO)

á duas semanas um pelotão de Força Tática do 49º Batalhão, composto por várias viaturas, confrontou milhares de participantes de um baile funk que era realizado na Rua Guilherme Augusto Baad, na Vila Esperança, em Jundiaí. A PM esteve no local de forma estratégica e planejada, em função de denúncias de moradores do bairro de que, nos “pancadões” – como são chamados essas festas -, do bairro, há casos de prostituição (adulta e adolescente), tráfico de drogas, menores consumindo bebida alcoolica, som alto, sexo ao ar livre, brigas, entre outros problemas. As denúncias, anônimas foram caindo no 190 durante toda a semana que antecedeu ao evento, o que permitiu que a PM se estruturasse para ir ao local, não apenas pelas denúncias, segundo o capitão Osvaldo, do 49°, mas principalmente para que a rua fosse desobstruída e o direito de ir e vir fosse preservado, além de impedir que o som alto e a bagunça incomodassem os moradores. Como não houve colaboração dos festeiros em dispersarem, a PM precisou usar da força, utilizando granadas de efeito moral e energia. A rua ficou parecendo praça de guerra. Pancadões como esse tem ocorrido com freqüência em Jundiaí e região, de acordo com o capitão,

H

Pancadões como esse tem ocorrido com freqüência em Jundiaí e região, inclusive em Itupeva tornandos-se um problema social

sempre nos bairros de periferia. “Todos os finais de semana, sem exceção, tem pancadão” disse ele. Varjão, São Camilo, Jardim Tamoio e Vila Esperança são os bairros com maior realização dessas festas em Jundiaí. São José, em Campo Limpo, Vila Real e Jardim Paulista, em Várzea Paulista, e San Francisco, em Itatiba, também têm bailes. Também há registros desse tipo de evento em Itupeva. Os pancadões se transformaram em um grave

problema, segundo o capitão Osvaldo, em entrevista ao A Verdade. “É um problema social. O funk como gênero musical vem do Rio de Janeiro e, em São Paulo, se popularizou dentro da criminalidade, com letras de incitação ao crime. Isso sem contar as letras pervertidas”, analisou. “E quem consome isso certamente tem algum tipo de problema”, acredita ele. “Quando realizado de forma organizada e num espaço fechado, tudo certo. Mas o direito de uma pes-

soa acaba quando o direito de outras é cerceado. Fechar uma rua e impedir a circulação de carros, som alto e baderna, isso não pode. É um problema de educação, de falta de educação”. A PM, segundo ele, é o estado preservando a ordem pública. Ocorre que, quando as denúncias de que haverá um evento, chegam com antecedência, a corporação tem como se programar. Do contrário, e sem apoio (leia mais nesta página), “fica

difícil combater. Não temos como, com uma ou duas viaturas, combater uma festa aberta com mais de mil pessoas”. As denúncias recebidas pela PM dificilmente são confirmadas pelos policiais. Osvaldo explica que diante de uma situação de crise, fica difícil identificar. “Quando o policial vai para uma ocorrência dessas, ele primeiro pensa em sua proteção, mesmo porque geralmente é recebido a pedradas, ofensas e, em alguns casos, até tiros. E

olhando de longe, até conseguimos ver que há muitas pessoas bebendo, usando drogas e até possíveis situações de prostituição. O problema é que não há como combater. São milhares de pessoas e estamos ali para dispersar, retomar a ordem pública”, salientou. “No entanto, temos diversos relatos de que ocorre tudo o que é de ruim. Isso sem contar quando não saem correndo e abandonam carros, motos e outros produtos de furto e roubo”.

Movimento intersindical realiza seminário JV REGIONAL

O Movimento Intersindical Unificado de Jundiaí e Região continua se articulando em defesa dos trabalhadores. Após realizar um ato público no mês passado, que reuniu entidades de vários setores, o movimento volta a se reunir no dia 16 de dezembro para a realização de um seminário que tem como tema “Direitos Ameaçados”. O evento que contará com a presença do juiz do trabalho e professor da USP, Jorge Luiz Souto Maior, e do presidente do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), Celso Napolitano vai discutir a reforma trabalhista, o panorama sindical e o impacto das PEC’s na vida dos trabalhadores. Segundo Rose Prado, diretora executiva do Sindicato dos Metalúrgicos, o evento tem como objetivo intensificar as ações estratégicas promovidas pelos sindicatos ao lado dos trabalhadores. “É de extrema importância que, sindicalistas e trabalha-

dores, estejam por dentro de todas as reformas e projetos que estão sendo colocados em pauta pelo atual governo. É muito provável que as lutas nas ruas e nas portas das fábricas se tornarão cada vez mais frequentes, e nós temos que estar preparados para isso”, disse. Serviço 1° Seminário do Movimento Intersindical Unificado de Jundiaí e Região – “Direitos Ameaçados” Data: Sexta-feira, dia 16 de dezembro, às 19 horas. Local: Associação dos Aposentados de Jundiaí e Região – Rua XV de Novembro, 1336 – Centro – Jundiaí. Entrada franca. Informações: (11) 45861129 ou intersindicaljundiai@gmail.com Retrocesso brasileiro Na quarta-feira (23), o auditório do Sindicato dos Metalúrgicos foi palco para o debate “Retrocesso Brasileiro”, promovido pelo Núcleo de Es-

Movimento Intersindical Unificado de Jundiaí e Região trm realizado várias ações pelos direitos trabalhistas

tudos Adamastor Fernandes (NEAF). Foi mais um evento do circuito “Diálogos e Conexões”, que tem como intuito trazer para Jundiaí os debates que estão nas grandes pautas nacionais. O evento contou com

a presença de vários diretores do Sindicato, além de outros representantes sindicais, lideranças populares e militantes em geral. Participaram do debate a advogada e secretária geral da 33ª sessão da

OAB, Thabata Fernanda Suzigan, a psicóloga Giany Aparecida Povoa, que mediou o debate, o advogado João Gabriel e o professor João Quartim de Moraes. “Temos que desmontar a falácia dessa PEC, pois ninguém está

falando do que ocorre no mercado financeiro, de como poderia se resolver esse problema por lá. A chamada crise fiscal surgiu com a queda de arrecadação”, analisou Quartim. O professor também alertou para a importância da luta. “Não devemos nos abater pela derrota, só não perde quem não luta de verdade, mas temos que ter o ânimo e enfrentar os desafios que se exemplificam nesta agressão à classe operária que é a PEC”. Durante o evento, também houve o lançamento do livro “A classe trabalhadora e a resistência ao golpe de 2016” e um dos autores, o advogado trabalhista João Gabriel Lopes, fez a apresentação e denunciou o caráter classista do golpe. “O desmonte da estrutura das leis trabalhistas e a tentativa de ocultar a reflexão acerca disso sob o jargão “não fale em crise, trabalhe” mostra os verdadeiros intentos da deposição da presidenta”, disse.


A Verdade

cidades

Itupeva

02 a 08 de dezembro de 2016 ■

7

Prazo para regularizar débitos com a prefeitura vai até o dia 21 FOTOS: DIVULGAÇÃO

Arrecadação cai em todas as cidades A crise financeira que afeta o país tem se agravado em municípios pelo Brasil, principalmente com a chegada do fim do ano e com a queda drástica na arrecadação e nos repasses federais e estaduais. Segundo matéria publicada pelo Uol no início de novembro, várias cidades estão tendo os serviços essenciais, como saúde, merenda escolar e coleta de lixo, afetados pela queda de arrecadação. Segundo o Jornal da Economia, “de 3155 municípios que informaram o quadro de suas finanças ao Tesouro Nacional, 2442, ou 77,4%, já tiveram que tomar medidas drásticas, segundo levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Em São Paulo, 402 prefeituras estão com dificuldades. A crise se agravou ainda mais porque os prefeitos contavam com R$ 99 bilhões de repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) em 2016, mas a previsão é que esse valor não chegará a R$ 84 bilhões no fim do ano”. Em Jundiaí, o Hospital São Vicente de Paulo passa por uma enorme crise e anunciou, na quinta-feira, 1, corte de 50% do corpo clínico do PA, cancelamento de todas as cirurgias não eletivas e fechamento de porta para regulação do CROSS. Em Valinhos, estavam previstos R$ 360 milhões de arrecadação, mas a queda nos repasses ultrapassou os 50%, o que levou a Prefeitura a decretar situação de emergência financeira e aplicar medidas de contenção de despesas e cortes de gastos, como redução de 25% nos cargos de comissão, suspensão de horas extras, redução de 40% nas gratificações e cortes de 10% a 30% em despesas com aluguéis, combustível e telefone. Americana decretou estado de calamidade financeira em outubro, demitindo 1,5 mil servidores entre comissionados e concursados, admitiu a possibilidade de não ser capaz de quitar o o pagamento do 13º ainda esse ano e está passando por reestruturação na área de saúde, com entrega de prédios alugados e o secretário de saúde municipal, Orestes de Camargo Neves, disse que “Hoje a situação financeira [Americana] é caótica e

temos que trabalhar com o que temos, mas vamos tentar parcerias para o hospital”. Em Itupeva, o prefeito anunciou um plano de corte de gastos com várias medidas, como readequação de espaços públicos, entre outras. Em São Roque, técnicos de enfermagem e funcionários da cozinha da Santa Casa com pagamentos atrasados chegaram a fazer greve e o município reduziu o horário de funcionamento das repartições públicas. Em Taquaritinga, segundo o Ministério Público, houve corte de 20% nos recursos destinados à merenda e a Justiça chegou a determinar que a Prefeitura votasse a fornecer merenda de acordo com as normas do Programa Nacional de Alimentação. Em Ariranha, próximo a São José do Rio Preto, os servidores chegaram a ficar 3 meses sem receber os salários integrais e fizeram greve no início de novembro. Vinhedo zerou o número de comissionados, suspendeu o pagamento dos fornecedores e paralisou as obras até o final do ano. Em Campinas, os secretários perderam a autonomia financeira, e não podem criar nenhuma nova despesa até o final do ano sem autorização do prefeito. Além disso, o salário dos servidores vem sendo parcelado. Cidades como Jaú, Adamantina e Paraguaçu Paulista, iniciaram, em novembro, redução no expediente para conter gastos, com vários setores atendendo apenas em meio expediente. Em Natal (RN), o prefeito anunciou o parcelamento do salário dos servidores e encaminhou à Câmara um pacote de medidas para corte de gastos. Além disso, vários estados passam por grandes dificuldades, como o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul, que decretaram calamidade financeira. Só no RS, cerca de 315 mil servidores podem não receber o 13º se não houver auxílio do Governo Federal. Estados como Minas Gerais, Acre, Sergipe, Rio Grande do Norte, entre outros, também estão têm atrasado salários, realizado parcelamentos e ainda não garantiram o pagamento do 13º salário salário.

DA ASSESSORIA DE IMPRENSA

esde o início do Plano de Anistia Tributária, que oferece benefícios como isenção de taxas e multas para contribuintes que tenham algum débito com a Prefeitura, 133 pessoas já procuraram o serviço para regularizar sua situação e evitar ter o nome na dívida ativa, de acordo com a secretaria municipal da Fazenda. Ainda segundo a secretaria, além dos benefícios previstos no plano de anistia, com isenção de taxas e multas e parcelamento em até 84 parcelas, a quitação dos débitos evita que o contribuinte tenha o nome inscrito na dívida ativa do município, o que pode trazer problemas judiciais no futuro, como o bloqueamento de contas e bens e até mandato de busca e apreensão de posses. “É importante que o contribuinte aproveite esse período do plano de anistia, porque não são cobradas taxas e multas, dependendo do número de parcelas que o contribuinte optar. É uma grande oportunidade para quitar os débitos e limpar o nome”, explica a secretaria. “A maioria das pessoas que procura o serviço opta pelo parcelamento, mas já é uma situação que, não só beneficia os contribuintes e empresas como também auxilia na arrecadação da Prefeitura”, conclui.

D

O que é e como aderir? A Anistia Tributária oferece a todos os contribuintes que têm débitos com o Município, incluindo impostos, taxas, contribuições de melhoria e outros, a opção de parcelá-los em até 84 prestações mensais, observados os critérios estabelecidos na Lei Complementar 466/2016. Além disso, os contribuintes têm descontos nos encargos por atraso, na forma de anistia da multa e remissão

Para aderir à Anistia Tributária, basta comparecer à Prefeitura até o dia 21 de dezembro

dos juros moratórios, chegando até 100%, no caso do cidadão que optar por pagar em até 12 prestações. Com a adesão ao programa, o contribuinte também poderá parcelar os honorários advocatícios devidos à Fazenda Pública Municipal em até 12 prestações mensais e ficar isento das cobranças administrativas e judiciais dos valores em atraso, que ficarão suspensas até a quitação do parcelamento, quando serão extintas. Podem se beneficiar do Programa, além do próprio contribuinte, seu representante legal ou procurador com poderes para tanto e o terceiro interessado em resolver a pendência fiscal. Para aderir à Anistia Tributária, basta comparecer à Prefeitura até o dia 21 de dezembro, das 9h às 16h, com documentos pessoais e as informações que possuírem sobre o débito, e procurar os guichês específicos para esta finalidade, identificados e localizados no saguão do Paço Municipal. Atualmente, a dívida ativa do município é de, aproximadamente, R$ 33 milhões, com mais de 25 mil devedores, entre pes-

soas física e jurídica. Mais informações podem ser obtidas no site da Prefeitura de Itupeva (www.itupeva.sp.gov.br), pelos telefones 45918194, 4591-8410, 45918418 e 4591-8153, ou através dos e-mails dividaati-

va@itupeva.sp.gov.br, trib.mob2@itupeva.sp.g ov.br e trib.imob5@itupeva.sp.gov.br. Veja acima o quadro de descontos na multa e juros moratórios, de acordo com o número de parcelas.

Construção civil fecha vagas DIVULGAÇÃO

Setor tem sido um dos setores que mais tem fechado vagas

O setor da construção civil fechou 441 mil vagas de emprego formais entre outubro de 2015 e outubro deste ano, uma queda de 14,66%, segundo levantamento do Sindicato da Construção de São Paulo (SindusconSP). Ainda de acordo com a pesquisa, divulgada hoje (1º), o ramo emprega agora cerca de 2,64 milhões de pessoas, contra 3,08 milhões há um ano. As maiores quedas foram registradas em Rondônia (40,5%), no Pará (25,9%) e no Piauí (21,4%). Em São Paulo foram fechados 11,3% dos

postos de trabalho na indústria da construção no período de 12 meses. A redução do nível de emprego reflete a retração enfrentada pelo setor nos últimos dois anos. O Indicador de Atividade das Empresas da Construção Civil, elaborado em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), acumula queda de 19,3% de janeiro a setembro deste ano. O índice, que leva em consideração o patamar de emprego e a produção da indústria, caiu 13,71% em 12 meses ( de setembro de 2015 ao mesmo mês de 2016).

11/11

0,6635 %

16/11

0,6825 %

21/11

0,6518 %

26/11

0,6278 %

01/12

0,6912 %

06/12

0,6913 %

3,4663

3,3200

3,4000

0,27% %

5,62 %

9,63 %

12/11

0,6999 %

17/11

0,6878 %

22/11

0,6886 %

27/11

0,6275 %

02/12

0,6491 %

07/12

0,6619 %

3,4669

3,5400

3,6000

1,69 %

6,09 %

11.63 %

13/11

0,6609 %

18/11

0,6437 %

23/11

0,6758 %

28/11

0,6275 %

03/12

0,6256 %

08/12

0,6851 %

0,18 %

3,86 %

4,50 %

14/11

0,6895 %

19/11

0,6059 %

24/11

0,6845 %

29/11

0,6562 %

04/12

0,6297 %

09/12

0,6270 %

0,96 %

4,42% %

8,84 %

15/11

0,6844 %

20/11

0,6141 %

25/11

0,6934 %

30/11

0,6523 %

05/12

0,6582 %

10/12

0,6071 %

-3,88 %

129,71


8

A Verdade

cidades

Itupeva

■ 02 a 08 de dezembro de 2016

FOTOS: DIVULGAÇÃO

A caxumba é uma doença infecciosa causada por vírus

Aumento nos casos de caxumba já preocupa a região DA REDAÇÃO redacao@jvreegional.com.br

s casos de caxumba continuam crescendo em São Paulo, segundo dados do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE). Na região, a Vigilância epidemiológica de Jundiaí informa que os casos em Jundiaí, também acompanha a trajetória do Estado, ou se-

O

ja, de aumento nos casos. Até outubro de 2015, foram 33 casos e até outubro de 2016, 276 casos. “Mantemos vigilância constante dos casos, principalmente com a ocorrência de surtos em escolas, creches e indústrias, lembrando que, a ocorrência de dois casos, no mesmo local, já é considerada surto, e as medidas de bloqueio vacinal devem ser avaliadas e instituídas”.

Segundo explicou a médica infectologista da Faculdade de Medicina de Jundiaí, Dra Patrícia Bonazzi, o número de casos é o maior desde 2001 e pode estar relacionado a maior susceptibilidade da população, que provavelmente não realizou a segunda dose da vacina e portanto, não estaria protegida. Isto também justifica o número expressivo de casos entre

adolescentes e adultos jovens. Além disso, existe também a chance de a vacina" não funcionar",mesmo após a segunda dose. Ela explica que a caxumba é uma doença infecciosa aguda, causada por um vírus, que pode ser transmitida por via aérea, através de gotículas de saliva. “Em geral, a pessoa transmite o vírus, 1 semana antes do aparecimento

dos sintomas, até 1 semana após. Normalmente tem evolução benigna, 40% inaparente, cursando com febre baixa, mal-estar, dor de cabeça. Posteriormente, surge o quadro mais característico da doença, o aumento de glândulas salivares, em especial, das parótidas. Estas glândulas ficam próximas ao ouvido, aumentam de tamanho e o paciente refere muita dor e

calor no local. Este quadro pode durar até 1 semana. A médica orienta para que, caso note sinais ou sintomas sugestivos da doença, é importante procurar um serviço de saúde. “Importante ressaltar que trata-se de uma vacina de vírus vivo atenuado e portanto, pacientes como, gestantes ou com algum problema de baixa imunidade, não poderão recebê-la”.

Muitas pessoas não sabem que tem Aids O dia 1º de dezembro é celebrado o Dia Mundial de Combate a Aids. Por isso, o Ministério da Saúde divulga os últimos estudos e dados sobre a doença no País. Nesta quarta, o MS divulgou dados que dão conta que 827 mil pessoas vivem com HIV/aids no Brasil. Dessas, cerca de 112 mil não sabem que estão infectados. Do total de pes-

soas soropositivas identificadas no país, 372 mil ainda não estão em tratamento, apesar de 260 mil delas já saberem que estão infectadas.

mo indicador para monitoramento da transmissão vertical do HIV (transmissão de mãe para filho durante a gestação ou no momento do parto).

De mãe para filho De acordo com o boletim, a taxa de detecção da aids em menores de 5 anos caiu 36% nos últimos seis anos, passando de 3,9 casos para cada 100 mil habitantes em 2010 para uma taxa de 2,5 casos em 2015. A taxa em crianças nessa faixa etária é usada co-

Epidemia estabilizada Segundo a pasta, a epidemia no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 19,1 casos para cada 100 mil habitantes. Ainda assim, o número representa cerca de 41,1 mil novos casos ao ano. Queda na mortalidade Os números mostram também uma queda de 42,3% na mortalidade pro-

vocada pelo HIV/aids no Brasil nos últimos 20 anos. A taxa caiu de 9,7 óbitos para cada 100 mil habitantes em 1995 para 5,6 óbitos em cada 100 mil habitantes em 2015. Metas A cobertura do diagnóstico de HIV/aids no país passou de 80% em 2012 para 87% em 2015, o equivalente a 715 mil pessoas. A meta é chegar a 90% até 2020. Os maiores incrementos, de acordo com os dados, foram observados na meta relacionada ao tratamento, que passou de 44% em 2012

para 64% em 2015. O número representa 455 mil pessoas. Na meta referente à redução da carga viral, o país passou de 75% em 2012 para 90% em 2015, o equivalente a 410 mil pessoas. Fique sabendo O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), da Secretaria de Saúde, promove a 13º edição da Campanha Fique Sabendo, até o dia 02 de dezembro. O objetivo é ampliar o acesso da população ao teste de HIV, tendo em vista a importância do diagnóstico precoce para a ga-

rantia da qualidade de vida das pessoas, além de contribuir para a diminuição da transmissão involuntária. Este ano, além da testagem para HIV, a campanha vai oferecer também a testagem para Sífilis, em razão do aumento de casos notificados da doença. Dentre as metas da campanha destacam-se: testar pessoas sexualmente ativas, principalmente as que nunca realizaram o teste de HIV e Sífilis na vida. O teste é gratuito e sigiloso. Para outras informações o telefone é (11) 45862402.

MS convoca estados para combater a dengue DIVULGAÇÃO

Campanha ‘Toda sexta é dia do mutirão nacional de combate’

Com a chegada do verão, o governo federal intensifica a atuação contra o mosquito transmissor da dengue, vírus Zika e febre chikungunya. Na terça (29), o ministro da Saúde, Ricardo Barros, convocou a participação de todos os estados e municípios para a mobilização nacional que consiste em ações integradas e simultâneas, desenvolvidas em articulação com prefeituras, governos estaduais e

população. O mutirão será realizado nos órgãos da administração pública, unidades de saúde e estatais, marcando a intensificação das ações de combate e, consequentemente, impedindo a reprodução do mosquito. A ideia da mobilização é que todas as sextas-feiras sejam dedicadas para verificação de possíveis focos do mosquito, incentivando outras empresas, associações e a própria população

para que cada um faça a sua parte. A campanha traz como foco “Sexta sem mosquito. Toda sexta é dia do mutirão nacional de combate”. Campanha A nova campanha de conscientização para o combate ao mosquito, chama a atenção para as consequências das doenças causadas pela chikungunya, zika e dengue, além da importância de eliminar

os focos do Aedes. “Um simples mosquito pode marcar uma vida. Um simples gesto pode salvar” alerta a campanha, que será veiculada na TV, rádio, internet, redes sociais no período de 24 de novembro a 23 de dezembro. A ideia é sensibilizar as pessoas para que percebam que é muito melhor cuidar do foco do mosquito do que sofrer as consequências de não ter feito esse gesto.


JV Itupeva ® - Edição 258 (02 a 08 de dezembro de 2016)