Page 1


Caro leitor, se você reside no município de Tangará da Serra, torne-se um colaborador da Apae, por meio do programa APAEnergia. No endereço eletrônico www.apaetangara.org.br, acesse o link: APAEnergia - “acenda essa idéia” – e você poderá autorizar a Rede CEMAT a incluir a sua doação mensal na conta de energia elétrica de sua residência ou estabelecimento comercial. A partir de R$ 1,00 por mês você estará ajudando a APAE em sua missão que é: “Promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência intelectual”. Para o leitor que reside fora de nosso município a contribuição poderá ser através da c/c. 10.533-3 – agência 1321-8 – Banco do Brasil ou c/c. 1310-1 – Agência 0804 – Sicredi.

Lembre-se! Os alunos da APAE precisam e esperam a sua ajuda, e nós podemos ajudá-lo a praticar a solidariedade!

2


Palavra do diretor

Nesta

primeira

edição da Superação, Revista Apae Escola Especial Raio de Sol

Editorial

de 2010 registramos os nossos agradecimentos a todas as pessoas que direta ou indiretamente ajudaram a Apae em 2009.

A Escola Especial

Raio de Sol encerrou 2009 com 243 alunos, e para 2010 autorizou a matricula de mais dez novos alunos. Para isso foi necessário realizar várias adaptações na estrutura física da escola e, ainda em março, iniciamos a construção de quatro novas salas de aulas, com 147 metros quadrados, um investimento orçado em cento e dois mil reais. A obra será executada em parceria com a Secretaria Municipal de Educação através de convênio no valor de cinqüenta mil reais, ficando a cargo da Apae a complementação do desembolso.

Iniciamos também no mês de março a cons-

trução do Centro de Hidroterapia, que consistirá na edificação de um prédio de 116 metros quadrados e abrigará uma piscina térmica (aquecida com placas solares), adaptada com rampa de acesso a cadeirantes. Esse investimento, sonhado há décadas pela comunidade apaeana, possibilitará que nossos profissionais possam oferecer sessões de hidroterapia e hidroginástica. Os recursos próprios aplicados nessas obras estão alocados no saldo de caixa da instituição, que se originaram pelas constantes ações e eventos promovidos pela diretoria nos últimos três anos.

Nessa revista você poderá tomar conhecimen-

to das várias ações desenvolvidas pela nossa instituição, além do demonstrativo financeiro de 2009 e a previsão orçamentária para o ano de 2010.

Superação, segundo o dicionário Aurélio sig-

nifica vencer, ultrapassar. Na concepção da Escola Especial Raio de Sol, o conceito vem superar limites, preconceitos, barreiras, a fim de elevar as potencialidades, promover acessibilidade, auto-estima, oportunidades.

Superação agora é também o nome da revista

APAE – Escola Especial Raio de Sol, antigo InformApae. O porquê da mudança? Mudar é preciso. Quando mudamos, o intuito é melhorar, tornar mais acessível, criar novas oportunidades, mostrar. A revista Superação é uma mudança positiva. A cara nova demonstra novas definições, novos trabalhos. O nome Superação é o que dá todo sentido a essa mudança, afinal, superar, é a essência da Apae que busca promover e articular ações de defesas de direito. Contextualizamos na Ação de uma equipe ideias que contribuem para a Superação dos limites da pessoa com deficiência intelectual associada a outras deficiências.

A mudança do formato surgiu da necessidade.

O InformApae se tornou pequeno para a imensidão de atividades e realizações feitas pela Instituição. O formato da revista veio trazer mais espaço, melhor organização e disposição para as matérias abordadas. Primeira edição do ano. Cara nova. Novo formato. Milhões de idéias e ideais a serem traçados e desenvolvidos. É um novo ano, uma nova etapa na vida de cada um de nós. Mais um passo na história da comunidade apaeana de Tangará da Serra.

Que todos possam apreciar os trabalhos de-

senvolvidos. Bem vindos à leitura e a visitação. A Apae só existe porque pessoas se uniram em prol da inclusão

APAE de Tangará da Serra,

“UMA ENTIDADE QUE INSPIRA CONFIANÇA!” Tenham uma boa leitura. Rubens Jolando Presidente

social, em prol da vida, da igualdade e do amor.

Superação, por que nenhum de nós é tão bom

quanto todos nós juntos! Boa leitura!


Índice

9 7

Dia Mundial da síndrome de down

Apae em números

8

olímpiadas Nacionais

5 vOLTA àS AULAS 5 uma semana especial

10

Página da vida

Expediente Escola Especial Raio de Sol Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE

8 10 APAE natal

Dia da mulher

Supervisão Geral: Rubens Jolando Redação: Equipe de Professores e Colaboradores da APAE

Revisão: Vani Boza Jornalista Responsável: Vani Boza - DRT–PR 7917 Projeto gráfico: José Junior

5

carnaval

10

Apoio: Lamego Propaganda

Passageiro especial

Fotos: Acervo APAE Impressão: Gráfica Tangará Periodicidade: Trimestral Triagem: 3000 exemplares

6 dados estatísticos 8

2º ENCONTRO DA COORDENADORIA ESTADUAL

11 Hidroterapia 11

Circulação: Nacional Fone/Fax: (65)3326- 2540 E-mail: apae@apaetangara.org.br Rua Deputado Hitler Sansão, 500-W –

Curtas

Jardim do Lago – CEP 78.300-000 Tangará da Serra – MT


Volta às aulas Mais um ano letivo se inicia e com ele muitas expectativas por um ano melhor, cheio de grandes conquistas e realizações. Para receber os alunos, nós educadores preparamos um dia diferente, procurando trazer alegria e descontração para todos. Apresentamos várias atividades, como: sessão de alongamento, história dramatizada, música de expressão corporal, teatro musical e, para finalizar a programação, foi feita a tradicional apresentação dos alunos aos seus respectivos professores. Também foi destacado a presença dos novos alunos, que a partir deste ano farão parte do grupo discente da escola. Bem, voltar às aulas é sempre bom, é sempre um recomeço. E nós, educadores e demais profissionais da instituição, desejamos a todos um 2010 repleto de alegrias e grandes realizações e acima de tudo, que Deus esteja a nossa frente, guiando nossos passos e projetos, e nos iluminando para que saibamos tomar sábias decisões e caminhar sempre no caminho do bem. Marilene R. O. Silva - Professora

Uma semana especial

A equipe da Escola Especial Raio de Sol iniciou o ano letivo com muita garra. No dia 27 de Janeiro, a Coordenação e Direção

Pedagógica programaram todos os trabalhos a serem realizados em conjunto com os colaboradores durante o ano 2010. Para recepção da equipe, um lanche especial foi servido, foram elaboradas atividades diversificadas, com mensagens, orações, dinâmicas que avaliaram e reorganizaram os projetos já existentes e também foram elaboração novos para 2010, como a adequação do Projeto Político Pedagógico, calendário de eventos, painéis de datas comemorativas e elaboração de planos terapêuticos priorizando a Educação Infantil e Programas Pedagógicos Específicos.

A semana foi de fundamental importância para a equipe da Instituição. Todos participaram ativamente e ainda contamos

com o apoio do Frei Elizeu Aiolf que proferiu uma mensagem de otimismo e destacou a importância de cada um para o sucesso do trabalho realizado pela instituição. Uma dinâmica motivacional desenvolvida pelas psicólogas da escola também contemplou a semana com muita descontração e alegria. Inês Fátima Tramontina - Coordenadora Pedagógica.

carnaval

O Carnaval se caracteriza por festas, divertimento público, bailes, máscaras e manifes-

tações folclóricas. No Brasil, esta tradição é festejada no sábado, domingo, segunda e terça-feira anteriores à quaresma (que inicia na quarta-feira de cinzas e finda no domingo de Páscoa).

A Escola Especial Raio de Sol não ficou de fora dessa festividade. No dia 12 de feve-

reiro foi realizado o III Carnaval Interclasse. Evento que proporcionou muita alegria e descontração aos participantes. Todos os integrantes dos blocos passaram por uma competição na qual a equipe de jurados avaliou criatividade, animação, harmonia e figurino. Os vencedores tiveram como premiação passeios, cinema, sorveteria e até mesmo direito a apreciação de um show local, este que será contemplado no decorrer do ano. Foi um dia diferente, onde todos puderam se divertir, liberar as energias de jeito muito especial, e ainda tendo oportunidade de mostrar suas habilidades como bons carnavalescos. Agora só resta a expectativa do próximo ano para nos divertirmos novamente em mais um Carnaval Raio de Sol. Edna da Silva Moreira – Professora

5


Dados estatísticos

Inclusão Escolar em Tangará da Serra – MT

tipla, sendo 168 com DM ( Deficiência Mental), 72 DMU (Deficiências Múltiplas), 24 SD

A Escola Especial Raio de Sol atende às Pessoas com deficiência mental e múl-

(Síndrome de Down), 15 com ADNPM (Atraso no Desenvolvimento Neuropsicomotor), sete PC (Paralisia Cerebral), oito (Autismo) e 18 outras síndromes, somando um total de 240 alunos, com idade entre zero a 55 anos. Desses, 42 são cadeirantes e 18 alunos freqüentam somente os setores para atendimento do Centro de Reabilitação, devido ao seu alto grau de comprometimento.

Muitos projetos foram desenvolvidos com eficiência, trazendo resultados rele-

vantes ao cenário educacional do município, como é o caso do projeto “Inclusão Escolar com Responsabilidade.” Um trabalho em conjunto com a comunidade, professores da

Alunos atendidos por Rede

rede municipal, estadual e particular e das famílias dos alunos, por meio da formação continuada da Sala do Professor, Projeto “Um Novo Olhar.” Neste ano, a APAE de Tangará da Serra tem 35 alunos inclusos no sistema de Ensino Regular Comum, sendo 28 na rede Municipal, seis na Rede Estadual e um no Município de Nova Olímpia.

Ao analisar o gráfico seguinte, pode-se verificar que o maior público esta no

Ensino Fundamental, há um processo inclusivo, conforme o Parecer CNE 13/2009, que é um grande avanço, com a possibilidade da matricula compulsória (atendimento especializado/compartilhado). Porém, agora além das barreiras atitudinais, curriculares e de infra-estrutura física, tem-se os entraves burocráticos do sistema que enquadra automaticamente o aluno à idade/série ou ano, sem respeitar as especificidades do aluno, com de-

Programas oferecidos na Escola

ficiência intelectual e ou múltipla, e que, por isso, merece ser tratado de forma igual, como ser humano que é, respeitado sua diversidade, porque só assim se estará construindo um sistema inclusivo de fato.

Inclusão no Mercado de Trabalho

A inclusão no Mercado de Trabalho, por meio do projeto “Oportunizar para Des-

pertar Capacidades” mostra um ganho de espaço e resultados importantes, acima da media nacional, que é inferior a 2%. Mais uma vez a equipe fez a diferença na busca de objetivos comuns, evolução constatada no gráfico a seguir.

Inclusão no Mercado de Trabalho

No gráfico acima, observa-se que a faixa etária de zero a 12 anos apresenta o

maior percentual (34,6%) demonstrando que as deficiências continuam aumentando, apesar dos avanços da medicina. Talvez seja necessário intensificar as prevenções, realizar políticas públicas mais eficazes, no sentido de aumentar a proteção nos exames pré-natais, acompanhamentos pós-nascimentos, com exames preventivos e campanhas de vacinação.

A vivência marca a vida das pessoas e renova esperanças e o compromisso da

equipe com os ideais da Rede Apaeana: “Construir espaços que garantam às pessoas com deficiência intelectual e ou múltipla a defesa dos direitos à vida em liberdade e com quali-

Faixa etária dos alunos matriculados

dade.”

Em 2010 a Federação juntamente com todas as unidades focalizam especifi-

camente a pessoa com deficiência intelectual e múltipla. O tema a ser trabalhado para este ano é “Autogestão e autodefensores: conquistando caminhos para ser e conviver.” As noções básicas de autogestão e autodefensoria remetem ao processo de autonomia, independência e participação das pessoas em situação de deficiência e implicam a criação de oportunidades para o seu desenvolvimento e inclusão social plena. Equipe Gestora

6


APAE em números

A Apae de Tangará da Serra mantenedora da Es-

cola Especial Raio de Sol, iniciou o ano de 2010 com 240 alunos. Sendo divididos em dois turnos: matutino com 119 alunos e vespertino, com 121 alunos. Serviços oferecidos: • Educação Infantil - Estimulação Precoce: 18 alunos; • Pré-Escola :14 alunos; • Ensino Fundamental: 83 alunos; • Educação de Jovens e Adultos (EJA): 33 alunos; • Programas Pedagógicos Específicos: 47 alunos; • Oficinas Terapêuticas Ocupacionais (marcenaria e artesanato, tecelagem, horticultura e jardinagem, tapetes artesanais): 45 alunos; • Oficinas, refeitório e informática: todos os alunos participam. • Educação Física, Artes e Lazer – Teatro, danças, músicas, brinquedoteca, quadra poliesportiva; • Centro de Reabilitação – Fonoaudiologia, fisioterapia, psicologia, terapia ocupacional, psicopedagogia, psicomotricidade, assistência social, neurologia, atendimento odontológico, enfermagem e equoterapia; • Transporte – um ônibus adaptado com ar condicionado e duas kombis (transportam diariamente 90% dos alunos matriculados), os demais 10% vem com condução própria; • Alimentação – são servidas aproximadamente 8000 refeições por mês; • Atende-se também em contra-turno (período integral) aproximadamente 80 alunos que vem semanalmente para os setores de saúde e artes.

Como forma de prestação de contas, os números

a seguir foram apresentados na Assembléia Geral Ordinária realizada no dia 06 de março de 2010 às 16h30, nas dependências da Apae, estando presente a diretoria e os associados. Na oportunidade foi aprovado o Balanço Patrimonial e as contas do exercício 2009.

A seguir, quadro de recursos humanos e demons-

trações dos custos relacionados à Instituição: realizado financeiro ano 2009 e previsão orçamentária para o ano 2010.

Aproveitamos para agradecer a todos que se fize-

ram presentes e aos que se dedicam semanalmente, mensalmente, ou por algumas horas doando o seu tempo às pessoas especiais. Muito obrigado! Júlio Cézar Madureira - Diretor Financeiro

7


olímpiada nacional

A Federação Nacional das Associações de Pais e Amigos dos Excepcio-

nais (Fenapaes) promoveu do dia nove ao dia 13 de dezembro, em Belo Horizonte (MG), a XIX Olimpíada Nacional das Apaes. O evento oportunizou para cerca de mil atletas com deficiência de todo o Brasil, a superação de seus limites, a quebra de preconceitos e a busca do reconhecimento de seus talentos para com o esporte. Durante toda a semana da Olimpíada Nacional, jovens com idade a partir de doze anos competiram em doze modalidades esportivas, sendo elas: atletismo, basquete, futebol de salão, futebol de campo, ginástica olímpica e ginástica rítmica desportiva, handebol natação, tênis de mesa, judô, lançamento de dardo e Capoeira. Os alunos participantes do evento foram selecionados nas etapas regionais e estaduais da competição. A seleção de Mato Grosso foi composta por 35 alunos/atletas.

O 4º Conselho Regional da FAEMT, foi representado pela Apae - Escola Especial “Raio de Sol” de Tangará da Serra. Fizeram-se presentes os alunos Lean-

dro Carvalho, Campeão Estadual da caminhada 25 metros; Solange da Silva, prata nos 200 metros na edição nacional 2006 em Araraquara (SP) e Campeã Estadual dos 400 metros; e Weslei Henrique Boffi de Lima, Campeão estadual dos 100 metros, para atletas com síndrome de down. O aluno/atleta Weslei Henrique Boffi de Lima conquistou o 3ª Lugar nos 100 metros rasos, dentro de seu nível técnico. Na classificação geral conquistou o 8º lugar.

A Olimpíada Nacional foi promovida em parceria com a Federação das Apaes do Estado de Minas Gerais e com a Apae de Belo Horizonte, município

sede do evento. A ação contou com o apoio de órgãos governamentais, entidades de ensino e algumas empresas. Roberto Gudolle Castro - Coordenador de Educação Física do 4ª Conselho Regional da FAEMT

2º ENCONTRO DA COORDENADORIA ESTADUAL

Nos dias 10 e 11 de março foi realizado na Apae de Cuiabá o 2º Encontro da

Coordenadoria Estadual das Ações Pedagógicas da FAEMT. No encontro foram aprovados modelos padrões de documentação escolar para todas as unidades do estado (matricula, atestado de transferência, atestado de freqüência e escolaridade - no caso de matricula compulsória, histórico escolar, relatório de transferência, fichas avaliativas semestrais, parecer pedagógico descritivo, atestado de terminalidade especifica, diário de classe, termo de responsabilidade/transporte, termo de voluntariado) unificando assim, a forma de trabalho para o nosso estado. Os modelos estão disponíveis no site da FAEMT.

Também nesse encontro foram repassadas orientações sobre o Projeto Polí-

tico Pedagógico (PPP), legislação do Fundeb, Parecer CNE13/2009, Atendimento AEE, matricula compulsória, Apae Educadora – estrutura organizacional, seus níveis e modalidades, bem como a apresentação dos resultados do levantamento das Apaes de Mato Grosso, com objetivo de conhecer melhor nossa realidade.

Aconteceu também o 2º Intercambio de Experiências Apaeanas, socializa-

ção de 12 projetos apresentados pelas Apaes de Campo Novo dos Parecis, Canarana, Lucas do Rio Verde Nova Canaã, Nova Mutum, Sapezal e Tangará da Serra.

Foi um encontro muito produtivo, estiveram presentes representantes de 31

Apaes, totalizando 50 pessoas. Isso demonstra o interesse em organizar cada vez melhor nossas unidades, atendendo as exigências legais dos Conselhos de Educação e órgãos responsáveis, oferecendo educação de qualidade, comprometida com a inclusão social, escolar e do mercado de trabalho. Vale a pena ressaltar que essa capacitação continuada será certificada pela FAEMT.

Aproveitamos o momento para agradecer a toda Equipe da Apae de Cuiabá,

pelo empenho destinado a realização deste encontro, bem como a presença de todos os participantes. Magda F. de Andrade Luppi - Coordenadora Estadual das Ações Pedagógicas/FAEMT

8

Dia da mulher Dia da mulher não é só um dia. É todos os dias. Todo mundo diz que a mulher é pau para toda obra. Quem dizia que a mulher não pode pilotar. Hoje a mulher pilota até avião. Mulher é guerreira; Mulher é lutadora; Mulher é tudo. Não é a toa que a mulher conquistou sua INDEPENDÊNCIA. Feliz dia da mulher. Amo vocês! Camila vieira – Aluna da Escola Especial Raio de Sol


21 de Março dia mundial da síndrome de down

Síndrome de Down - Uma condição genética na qual existe

um material cromossômico excedente ligado ao par de número 21 e

mossomos, devido ao material cromossômico excedente ligado ao cromossomo 21.

por isso também é chamado de Trissomia do 21. As pessoas com sín-

drome de Down apresentam, em conseqüência, retardo mental (do

dos de mães de até 27 anos é de um em 1200, mães com 30 a 35 anos

leve ao moderado) e alguns problemas clínicos associados.

é de um em 365. Após os 35 anos aumenta rapidamente, 39 a 40 anos

é de um em 1000 e depois dos 40 torna-se ainda maior.

Características: as crianças com esta síndrome possuem al-

A incidência da Síndrome de Down entre os recém nasci-

gumas características físicas específicas que podem ser observadas

pelo médico para fazer o diagnóstico clínico. Nem sempre a criança

Engloba uma série de medidas para tratar os problemas clínicos e

Não existe tratamento específico para a síndrome de Down.

com síndrome de Down apresenta todas as características. Algumas

também uma série de medidas de estimulação precoce e inclusão

podem ter poucas, enquanto outras podem mostrar a maioria das ca-

para aproveitar todo o potencial da criança. A estimulação precoce

racterísticas da síndrome das quais citamos inclinação das fendas pal-

é um atendimento especializado direcionado a bebês e crianças de

pebrais, pequenas dobras de pele no canto interno dos olhos, língua

zero a três anos, com risco ou atraso no desenvolvimento global. Este

aumentada e proeminente, achatamento da parte de traz da cabeça,

atendimento é de fundamental importância, pois possibilita ao bebê

ponte nasal achatada, orelhas menores, boca pequena, tônus muscular

o seu processo inicial de interação com o meio, considerando aspec-

diminuído, ligamentos soltos, mãos e pés pequenos, pele da nuca em

tos motores, cognitivos, psíquicos e sociais de seu desenvolvimento,

excesso, palma da mão com uma linha cruzada (linha simiesca), distan-

bem como auxiliar seus pais no exercício das funções parentais forta-

cia entre o primeiro e segundo dedo do pé aumentado.

lecendo os vínculos familiares.

Frequentemente estas pessoas apresentam mal formação

Toda criança deve ser incluída na sociedade desde que

em órgãos desde seu nascimento.Os principais são as do coração,

ela nasce, começando com a inclusão em sua própria família, para

atingindo 30% das pessoas que possuem a síndrome, mal formação

então criar bases para inclusão social e escolar. Na fase pré-escolar,

do trato gastrintestinal, imperfuração anal, perda auditiva condutiva,

é recomendado que a criança seja inserida em igualdade de condi-

problemas de visão. Algum tipo de leucemia tem maior incidência

ções com outras crianças, incentivando o desenvolvimento motor e

em crianças que apresentam a síndrome, e também desenvolvem as

psicossocial. Nas fases seguintes, a partir da alfabetização, um apoio

características neuropatológicas da doença de Alzheimer em uma

específico é recomendado, tais como reforço escolar.

idade muito mais precoce.

Esta síndrome é causada por um acidente genético que

ciais conquistam espaços jamais imaginados; superam desafios, atin-

ocorre na média de um a cada 800 nascimentos. Diferentemente dos

gem a maturidade, estudam trabalham, casam. Exemplo para todos

46 cromossomos que constituem o material genético de cada célula

nós, que lamentamos do nada, nas páginas de nossas vidas.

do corpo humano, a criança com síndrome de Down possui 47 cro-

Independentes, sensíveis, corajosas. Essas pessoas espe-

Francine S. Villares Tirintan – Psicóloga

9


apae natal

Ganhadores

Sucesso! Esta é a palavra que resume o III APAENatal – Festival de Prêmios, realizado em 20 de dezembro de 2009, na Praça dos Pioneiros. No total foram vendidas 10.393 cartelas.Os prêmios foram entregues no dia 21 de dezembro de 2009 às 16h, na sede da APAE. Nossos sinceros agradecimentos a todos que colaboraram direta e indiretamente para o sucesso de mais este evento da entidade, pois com o resultado, auxiliará na ampliação de quatro salas de aula e da construção do Centro de Hidroterapia para os 240 alunos atendidos. Lilian Cristina Karlinski – Adm. Financeiro

Jessé Dias da Silva – 1º Prêmio (01 Corsa Classic – 04 portas) Isaura Soares – 2º Prêmio (01 NXR 150 Bross - Honda) Ivo Corso – 3º Prêmio (01 CG 125 FAN - Honda) Isaque da Costa Barros – 4º Prêmio (01 YBR Factor-K 125 – Yamaha) Rogério Batista dos Santos – 5º Prêmio (01 YBR Factor-K 125 - Yamaha) Anely da Silva Alves – 6º Prêmio (01 Web 100 – Sundown)

Páginas da vida

Shirley e Wesley da Silva Nascimento. Nascidos em Tangará da Serra,

Shirley em dezembro de 1992 e Wesley em setembro de 1993.

Shirley começou a freqüentar a Escola Especial Raio de Sol em abril

de 2001 e seu irmão Wesley em janeiro de 2006, ambos por apresentarem Deficiência Intelectual.

Dona Sirlei, muito emocionada relata que o bom desenvolvimento de

seus filhos foi graças a estimulação da equipe escolar da Apae, que se empenhou e realizou um ótimo trabalho superando suas expectativas de uma forma geral.

Shirley freqüenta as oficinas terapêuticas oferecidas na Instituição. Já

O irmão Wesley participa das atividades pedagógicas e artísticas ofe-

participou de várias atividades artísticas nos eventos promovidos pela Federação

recidas na escola e também faz parte do processo de Inclusão escolar e mercado

Nacional das Apaes, em âmbito regional, estadual e nacional, obtendo ótimas

de trabalho. Os dois alunos são assistidos semanalmente por uma equipe de

colocações em suas apresentações.

profissionais de saúde da Apae.

Também participa da Fanfarra Raio de Sol, na qual demonstra grande habilidade.

gem houve o fortalecimento do potencial interno dos seus filhos, contribuindo

Atualmente Shirley faz parte do processo de inclusão escolar e tam-

bém mercado de trabalho. Está estagiando como manicure em um salão de be-

Segundo Sirlei, percebe-se que neste processo de ensino-aprendiza-

para construção e transformação de sua realidade.

leza, onde a proprietária gentilmente depositou total confiança no seu desempe-

Elizete Aparecida Riquena – Assistente Social

nho profissional.

Passageiro especial

No dia 22 de fevereiro Rubens Jolando, Presidente da Apae e Os-

Maggi - esposa do Vice Governador e Secretários de Estado, o Governador

valdo Henrique Pauletti, Diretor de Patrimônio, participaram no salão nobre

Blairo Maggi anunciou que em breve será entregue um microônibus para a

do palácio Paiaguás, da solenidade de lançamento do Programa do Governo

Apae de Tangará da Serra.

Estadual “Passageiro Especial”.

Mais uma conquista nossa para o bem comum de nossos alunos.

O Governador Blairo Maggi, e o vice, Sinval Barbosa foram enfáticos em seus pronunciamentos, afirmando que o programa foi lançado em beneficio das pessoas com necessidades especiais e também em reconhecimento ao importante trabalho que as Apaes e Pestalozzi desenvolvem no Estado, através do trabalho voluntário das pessoas que integram essas entidades.

Após a solenidade, os diretores da Apae de Tangará da Serra fo-

ram convidados pelo Cerimonial do Palácio a se dirigirem até o gabinete do Governador, e na ocasião estando presentes a primeira dama, Terezinha

10

Osvaldo Henrique Pauletti - Diretor de Patrimônio


hidroterapia

A hidroterapia é um método terapêutico que utiliza os princípios

físicos da água em conjunto com a cinesioterapia. É um trabalho específico e individual para cada paciente, tudo para melhor conforto e segurança.

Curtas

Esse método trabalha grandes grupos musculares e várias articu-

lações ao mesmo tempo. É realizado em piscina aquecida e coberta, com orientação total e restrita ao profissional de fisioterapia, onde, por meio do uso de inúmeras técnicas de reabilitação, como o Watsu, Bad Ragaz e Haliwick, associadas às propriedades físicas da água - principalmente a pres-

Melhorias Fisioterapeutas e o Terapeuta Ocupacional da Apae de Tangará da Serra realizam visitas nas escolas de inclusão a fim de fazer as adaptações ergonômicas, propiciando tecnologia assistiva, o que contribuirá para as quebras das barreiras arquitetônicas segundo NBR 9.050.

são hidrostática, flutuação, viscosidade e aos efeitos do calor - proporcio-

Estágio

nam aos pacientes efeitos fisiológicos que surgem imediatamente após a

Estagiários dos cursos de Pedagogia e Técnico em Enferma-

imersão.

gem estiveram atuando junto a nossa equipe para melhor co-

A hidroterapia pode favorecer muitos benefícios adicionais aos

efeitos a longo e curto prazo da terapia por exercício ativo regular e supervisionado. Ela combina os componentes e vantagens de numerosas teorias

nhecer e ampliar seus conhecimentos desta área de Ensino Especial.

de tratamento e técnicas de exercícios, proporcionando ao paciente alívio

Momento de louvor

da dor e espasmos musculares, manutenção ou aumento da amplitude de

Um grupo de jovens da Igreja Católicas vem proporcionando

movimento articular, fortalecimento muscular e treino de resistência, reedu-

muita descontração com dinâmicas recreativas e um especial

cação dos músculos paralisados, melhoria na circulação e diminuição de

momento de louvor à todos os alunos e colaboradores da

edemas, manutenção e melhora do equilíbrio, propriocepção, coordenação

APAE. Que Deus continue iluminando esta ação.

e postura, além de haver um encorajamento das atividades da vida diária e uma sensação de bem estar físico e psicológico.

Projeto “Sala do Professor”

A hidroterapia é usada no tratamento de pacientes das mais di-

Durante este ano estaremos dando continuidade ao projeto

versas patologias, como ortopedia, traumatologia, neurologia (adulto e in-

“Sala do Professor” que está sendo realizado nas dependên-

fantil), reumatologia, ginecologia, obstetrícia, respiratória (adulto e infantil)

cias da Apae nas penúltimas sextas-feiras do mês no período

geriatria, e síndromes dolorosas e Raras.

Na APAE de Tangará da Serra, a hidroterapia é realizada em um

espaço cedido pela Univida, uma vez por semana (sexta-feira), no período matutino, onde são atendidos oitos alunos. Nas dependências da instituição já está em andamento a construção de uma piscina coberta, aquecida e adaptada conforme as necessidades, visando ampliação ao número de atendimentos. Cláudio Reina e Fabíola Rotta - Fisioterapeutas.

vespertino, tendo como participantes profissionais da Escola Raio de Sol e responsáveis pela sala de recurso no município. A programação contemplará temas relevantes ao processo inclusão.

Passeio No dia 26 de março um grupo de nossos alunos teve a oportunidade de participar de momentos recreativos desenvolvidos na Chácara Morimoto, espaço gentilmente cedido pelos amigos proprietários.

Seminário Vem ai o II Seminário Estadual de Educação Especial. De 12 a 16 de julho de 2010, com a presença do renomado Prof. Vilson Bagatini, de Porto Alegre-RS, especialista em Psicomotricidade pela Universidade de Paris-França, com 13 livros publicados sobre o assunto e com mais de 600 cursos ministrados em mais de 20 países. Aguarde os temas e não perca essa oportunidade.

11


Revista Superação  

Superação uma revista com intuito de informar e proporcionar conhecimento sobre a APAE tangará da Serra